rial, antes de mostrar várias formas práticas para realizar um retiro ou um acampamento, irá encaminhar o leitor a montar um planejamento com

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "rial, antes de mostrar várias formas práticas para realizar um retiro ou um acampamento, irá encaminhar o leitor a montar um planejamento com"

Transcrição

1 INTRODUÇÃO Até pouco tempo atrás, os acampamentos e retiros eram vistos, por alguns grupos, como eventos para crianças, adolescentes e jovens, que aconteciam somente no carnaval, como uma estratégia para se retirar da cidade. Porém, nos últimos anos, as lideranças das igrejas, principalmente da área de Educação Cristã, têm percebido a importância dessa ferramenta na edificação de várias faixas etárias e em diversas áreas da vida. Hoje, encontramos retiros e acampamentos para casais, mulheres, homens, terceira idade, empresários, crianças, e a continuidade dos tradicionais encontros focados nos jovens e adolescentes. Com o uso dessa ferramenta pelos educadores cristãos e uma abrangência focada nessa área, têm sido frequentes, ainda, encontros visando às áreas de finanças, educação de filhos, cura e libertação, liderança, casamento, noivado, evangelismo e treinamentos diversos. Além desses, nos últimos anos tivemos um novo movimento dos retiros de dois dias, chamados de Renasce, Quebrando correntes, Celebrando a Vida, Restauração e os famosos Encontro com Deus, todos bem focados em cura interior, libertação e contemplação. Para tanto, esse material apresentará uma estrutura macro de acampamentos e retiros a qual pode ser aplicada, em maior ou menor escala, para qualquer faixa etária e para qualquer tipo de grupo. A maioria das pessoas, ao lançar-se nesse ministério, centraliza todos seus esforços nas atividades a serem desenvolvidas, quando, na verdade, o programa é apenas e tão somente a expressão prática dos objetivos que se quer alcançar. Por isso esse mate- 1

2 rial, antes de mostrar várias formas práticas para realizar um retiro ou um acampamento, irá encaminhar o leitor a montar um planejamento com objetivos e conhecimento de causa bem definidos. É importante lembrar que, embora retiros e acampamentos possam alcançar bons resultados, o retiro e o acampamento são somente mais uma estratégia, entre tantas outras como congressos, workshops, conferências, etc. Realizar um acampamento ou um retiro não é uma tarefa fácil e o seu sucesso está muitas vezes ligado a alguns pequenos pontos que facilmente passam despercebidos. Embora esse livro não tenha o objetivo de esgotar o assunto, cremos que através da nossa experiência lhe proporcionaremos orientações seguras que, associadas a sua criatividade e imaginação, o ajudarão a realizar grandes eventos e a se prevenir de surpresas negativas durante e após a realização deles. 2

3 PREPARANDO O EVENTO PROPÓSITOS Antes de montarmos um planejamento ou sairmos à procura de um lugar para realizar um acampamento ou retiro, é necessário saber o que queremos, quais resultados esperamos alcançar. Dentre os propósitos que podem ser alcançados com esse tipo de evento estão: a) Comunhão: Levar as pessoas a fortalecerem seus relacionamentos, pois estarão um tempo maior juntas. b) Evangelismo: Levar as pessoas a um lugar onde elas possam se desligar das pressões do dia a dia e aceitar a Jesus como seu Salvador pessoal. 3

4 c) Avivamento: Levar as pessoas a uma imersão na palavra e na oração para viverem uma vida de santificação e avivamento. d) Cura interior e libertação: Levar as pessoas a uma imersão na palavra, na oração e no ouvir da voz de Deus para, nesse tempo a sós com Ele, trabalharem perdão, cura interior e libertação espiritual. e) Mordomia: Levar as pessoas a observarem a natureza criada por Deus e a entender em sua responsabilidade como mordomos das coisas criadas. f) Ensino: Levar as pessoas a conhecerem mais a palavra e focarem em um assunto específico como finanças, mordomia do corpo, mordomia da natureza, casamento, namoro ou até mesmo aprofundamento em conhecimento teológico. Entenda porquê um evento de longo prazo (três ou mais dias) e retirado pode alcançar esses propósitos: a) Maior tempo de exposição a relacionamentos saudáveis. b) Maior tempo de exposição à palavra, à oração e à reflexão em grupo e individual. c) Desintoxicação das pressões de grupo, da mídia e do inimigo. d) Quebra da rotina. e) Maior disposição para ouvir a voz de Deus. f) Impossibilidade de agenda paralela ao foco do evento, como interrupções por outras pessoas, celulares tocando e etc. Por esses motivos é consenso entre a maioria dos líderes, pastores e educadores cristãos que os acampamentos ou retiros são 4

5 uma grande contribuição para a edificação e restauração dos cristãos. TIPOS DE ENCONTRO Primeiramente, é importante colocar que existem vários tipos de encontros que deverão ser realizados conforme o propósito desejado. Assim, podemos diferenciar conceitualmente acampamento, acantonamentos e acampadentros. Acampamento: proposta de evento que objetiva o aprofundamento em temas específicos, relacionamentos e o lazer e suas manisfestacões, abrangendo o âmbito físico (através de esportes, por exemplo), intelectual (desenvolvimento de alguma área de conhecimento específica), vivencial (dinâmicas de vivência em grupos) e social (promoção de relacionamento com o próximo). Stoppa (1999) afirma que o acampamento deve ser desenvolvido com base em um alvo principal de promoção de tempo hábil de descanso, de divertimento e de desenvolvimento. No acampamento tem-se um contato mais direto com a natureza, haja vista que o acampamento sempre é realizado com barracas. No caso de acampamentos cristãos, o acampamento facilita uma abordagem 5

6 espiritual mais integral, mais completa da espiritualidade (relacionamento com Deus, consigo mesmo, com o próximo e com a natureza). Dependendo do local facilitará o trabalho com o tema mordomia da criação e da natureza. Acantonamento: a proposta do acantonamento é a mesma do acampamento, o que os diferencia é o local onde se dorme. Nos acantonamentos se opta por dormir em algum alojamento ou quartos existente no local onde está se realizando a atividade ao invés das barracas. A abrangência do trabalho como um todo é a mesma, apenas o local onde se passa a noite é que diferencia essas duas propostas. Muitas vezes, devido a uma estrutura muito sofisticada (hotéis, hotéis fazenda, navios, etc.), perde-se a oportunidade de trabalhar temas que alcancem a integralidade do ser humano como serviço (limpeza do local, pois sempre existe uma equipe do local para execução dessas tarefas) e natureza (por ser um local mais artificial e menos rústico). Acampadentro: é usualmente limitado a um período mais curto de duração, já que a instalação, na maioria dos casos, é feita na própria igreja a fim de que o encontro seja mais informal. O acampadentro pode visar às mesmas abordagens do acantonamento. Porém, tende-se a enfatizar um único objetivo como, por exemplo, a comunhão. Levando todas essas informações em conta, percebemos que o termo acampamento é popularmente utilizado de forma errônea. O que a maior parte das igrejas e organizações promove é na verdade acantonamentos, haja vista que o fazemos na maioria das vezes em alojamentos, edifícios específicos e até mesmo em hotéis. Porém, visto que o termo acampamento é mais comumente utilizado e a forma como é entendido não prejudica a proposta e a abordagem deste livro, continuaremos a utilizá-lo em seu conceito no senso comum, para nos referirmos a acampamentos, acantonamentos e ou acampadentros. 6

7 RETIROS O retiro, como o próprio nome já diz, busca retirar as pessoas, geográfica e emocionalmente, de suas vidas habituais, a fim de que reflitam e aprendam de forma profunda e especial sobre um determinado assunto e que estejam sensiveis à voz de Deus. A meditação e o retiro prolongados são as coisas mais antigas da humanidade. Há grandes exemplos de homens, de diversos tempos e lugares, que faziam retiros de 30 a 40 dias, como Moisés no alto do Sinai, Elias e o Senhor Jesus no deserto. Todos eles dedicavam tempo, em silêncio absoluto, para ouvirem a voz de Deus. Diferente de um acampamento, no retiro temos um foco muito bem definido e todas as atividades, lúdicas ou não, estão inteiramente ligadas ao objetivo. Se existir algum tempo de lazer será sempre focado no propósito principal. Oduvaldo Pereira, em seu livro acampamento & retiro, afirma que os retiros surgiram nas igrejas evangélicas como uma forma de manter os jovens e adolescentes afastados das festividades carnavalescas. Temos acompanhado igrejas que têm realizado pelo menos um retiro a cada dois meses focado em algum tema específico. 7

8 É comum durante o retiro existirem vários períodos de meditação, análise e esclarecimento. O objetivo exclusivo é se colocar sensível a escutar a voz de Deus falando ao seu ser. Cremos que uma vez que você se coloca à disposição Deus, Ele vai falar. Uma prática que tem sido comum em retiros, para que seja possível se desligar da correria do dia a dia e escutar a voz de Deus, é a prática do silêncio. Em algumas igrejas essa prática tem sido de 6 horas, em outras de 24 até 48 horas. Independente do tempo de duração, a prática do silêncio tem sido utilizada como forma de desligamento da correria do dia a dia, das conversas fora de foco e para concentração na oração e nos objetivos propostos. Percebe-se, portanto, que o que diferencia acampamento de retiro não é o local onde é feito, mas seu propósito. Um acampamento terá mais tempo livre, esportes e recreações, já o retiro será bem mais focado e enfatizará mais a palavra, os testemunhos, as orações, as dinâmicas e os jogos de representação, com menos ou quase nenhum momento em que contenham esportes e/ou brincadeiras. Sempre o acampamento terá elementos de um retiro, mas nem sempre um retiro terá elementos de um acampamento. 8

9 PLANEJANDO O EVENTO Cremos que diferenciar corretamente acampamento de retiro é fundamental, uma vez que temos esses dois tipos de eventos acontecendo nas igrejas atualmente. Agora vamos para algo essencial depois da definição dos propósitos e do tipo de encontro a ser realizado: o planejamento do evento. Geralmente as pessoas querem saber como fazer o programa do evento, mas o programa é tão somente a consequência de um bom planejamento. Antes de tudo, precisamos saber com quem vamos trabalhar, quais são as nossas metas, quais são os nossos alvos, o que queremos com o grupo que iremos trabalhar, para a partir daí definirmos o programa. O programa nada mais é do que uma metodologia usada para alcançarmos nossos objetivos. Vamos começar por alguns passos importantes para definição dos objetivos e depois chegaremos no programa propriamente dito. 9

10 PÚBLICO ALVO PERFIL O primeiro passo a ser tomado antes da realização de um encontro é a definição do público alvo, de quem serão as pessoas que estarão no encontro. Muitas das orientações que lhes serão passadas podem variar, em alguns detalhes, dependendo do perfil de pessoa que se pretende atingir. Por isso, é necessário conhecer a realidade das pessoas que estarão no encontro. FAIXA ETÁRIA E GRUPO Alguns exemplos de públicos alvos definidos são: crianças, juniores ou pré-adolescentes (9 a 12 anos), adolescentes (13 a 17), jovens (18 a 23), jovens profissionais (24 a 30), adultos solteiros (30 para cima), homens, mulheres, casais, casais sem filhos, casais com filhos, terceira idade (acima dos 60) e por aí vai. Essa categorização por idades, contudo, varia de igreja para igreja, tendo em vista que existem igrejas em que os jovens têm entre 16 e 30 anos, por exemplo. A definição do grupo promoverá diferenças na estrutura da programação, na abordagem dos cultos e até mesmo na formação da equipe. CRENÇAS 10

11 É importante ter a percepção das crenças do grupo. Se o grupo é composto por pessoas somente da sua igreja isso será fácil, porém, se você tiver pessoas convidadas aleatoriamente essa percepção ficará mais difícil. Se for um encontro evangelístico é importante saber qual a religião dos acampantes. Isso terá grande relevância, por exemplo, na programação do encontro, na elaboração das devocionais e na formação da equipe de conselheiros que, no caso de um evento evangelístico, por exemplo, devem estar preparados para receber esses visitantes, conhecê-los e apresentá-los a Salvação e vida no Senhor Jesus Cristo através de cada atividade que ocorrer naquele tempo de encontro. É importante destacar que os acampamentos em sua maioria contarão com o público misto. Sendo assim, é muito importante desenvolver um foco abrangente em todos os eventos para que se alcance e atinja a cada acampante, independentemente do que causou a sua vinda. SÓCIO-CULTURAL Outro ponto que deve ser relevante na análise do perfil do grupo para o qual se organiza o evento é a condição social e cultural. É importante ter em mente essa realidade principalmente para estabelecer o conteúdo das atividades, preleções, ilustrações e formas de abordagem dos acampantes. Se não tenho percepção da realidade social e cultural, posso, por exemplo, reunir um grupo de adolescentes de 14 a 18 anos que já está envolvido no mercado de trabalho ou que vive uma realidade de necessidade de trabalho cedo e, erroneamente, me comunicar com eles usando linguagem, ilustrações e exemplos para adolescentes de classe média alta que somente começam a trabalhar após os 19 anos de idade. Outro exemplo é reunir adultos não casados, em que a maioria é divorciada, e focar a mensagem como se todos ali nunca tivessem sido casados. 11

12 Errar na forma de se comunicar com o grupo pode comprometer o objetivo que se quer alcançar. Isso pode acontecer com homens, mulheres, casais e etc. Por isso ter uma percepção melhor da realidade social e cultural vai ajudar a focar melhor a programação e o conteúdo das atividades. É importante também ter a percepção do nível de escolaridade, dos hábitos de leitura e hábitos de lazer. Por isso, quando o evento abranger pessoas desconhecidas ou que sejam de outras igrejas, a elaboração de um questionário para levantamento do perfil do grupo é essencial. Os conhecimentos das condições sócio-culturais do grupo também é imprescindível para a escolha do local. A não ser que seja através de doação, obviamente não é viável propor uma estada numa estância para um grupo de adolescentes de uma comunidade mais carente, por exemplo. Deve-se sempre levar em consideração a média da situação econômica daquele grupo e, dentro desse padrão, oferecer o que há de melhor. Outro ponto de extrema valia e que cabe muito bem a uma equipe que já está acostumada a promover acampamentos é realizar um acampamento para crianças de casas-lares, por exemplo, ou para jovens de uma instituição de reabilitação, mediante obtenção de doação dos alimentos e materiais necessários. É claro que isso vai depender da experiência dessa equipe, mas a capacitação vem com o realizar de um projeto como esse. Muitas vezes pensamos que são necessários uma grande estrutura ou muito dinheiro para realizar um acampamento para um grupo sem condições financeiras para contribuir, mas a verdade é que a essência do melhor que um acampamento tem a oferecer não está nos recursos ou entretenimento, mas na motivação e intenção na promoção daquele evento. 12

Igreja Amiga da criança. Para pastores

Igreja Amiga da criança. Para pastores Igreja Amiga da criança Para pastores Teste "Igreja Amiga da Criança" O povo também estava trazendo criancinhas para que Jesus tocasse nelas. Ao verem isso, os discípulos repreendiam aqueles que as tinham

Leia mais

COMPETÊNCIA AÇÕES ESTRATÉGICAS

COMPETÊNCIA AÇÕES ESTRATÉGICAS Planejamento Estratégico da UFMBB para o ano de 2012 Ênfase: Desafiadas a ser padrão de integridade Tema: Ser como Cristo - meu ideal Divisa: "Assim brilhe a vossa luz diante dos homens, para que vejam

Leia mais

ROGRAM SOU NOVO AQUI! COMO FAÇO PARTE DE UM GRUPO DE RELACIONAMENTO? CONTRIBUIÇÃO NOSSA PROGRAMAÇÃO

ROGRAM SOU NOVO AQUI! COMO FAÇO PARTE DE UM GRUPO DE RELACIONAMENTO? CONTRIBUIÇÃO NOSSA PROGRAMAÇÃO A Igreja Batista Central de Fortaleza é uma comunidade comprometida em amar a Deus, amar uns aos outros e proclamar Jesus. Somos uma Rede de Relacionamentos que se reúne em grupos de casa em casa, e também

Leia mais

Diz respeito ao que vamos realizar em Cristo, pelo poder do Espírito Santo para cumprir a nossa missão:

Diz respeito ao que vamos realizar em Cristo, pelo poder do Espírito Santo para cumprir a nossa missão: II) NOSSA VISÃO Diz respeito ao que vamos realizar em Cristo, pelo poder do Espírito Santo para cumprir a nossa missão: A) Adorar a Deus em espírito e verdade Queremos viver o propósito para o qual Deus

Leia mais

Geração compaixão A Revolução do Amor!

Geração compaixão A Revolução do Amor! 1 Geração compaixão A Revolução do Amor! A velocidade com que o tempo passa, nos mostra claramente a fugacidade da vida. Já estamos em 2016! E este será um ano diferente para a juventude adventista no

Leia mais

REVENDO A VISÃO E A NOSSA ESTRUTURA

REVENDO A VISÃO E A NOSSA ESTRUTURA AS CINCO FUNÇÕES ESSENCIAIS DA CÉLULA REVENDO A VISÃO E A NOSSA ESTRUTURA A célula tem muitas funções na igreja local, mas queremos ver o que na nossa opinião seriam as funções mais essenciais e indispensáveis.

Leia mais

DICAS DA COORDENADORA ESTADUAL DE JCA

DICAS DA COORDENADORA ESTADUAL DE JCA DICAS DA COORDENADORA ESTADUAL DE JCA Queridas irmãs, é com temor e tremor que estou diante deste desafio do trabalho junto a JCA, mas sei que quem nos capacita é o Senhor da obra; certo de contar com

Leia mais

ATRAINDO E MANTENDO A MULTIDÃO

ATRAINDO E MANTENDO A MULTIDÃO ATRAINDO E MANTENDO A MULTIDÃO ANOTAÇÕES Como Planejar Um Culto Sensível Aos Não-crentes INTRODUÇÃO Uma das características do ministério de Jesus é que ele atraía muitas pessoas A Bíblia diz que "Numerosas

Leia mais

Você é um zero à direita!

Você é um zero à direita! Você é um zero à direita! A igreja é um corpo. Uma pequena parte do corpo, é uma célula. Uma micro-célula, é o discipulado. Para o corpo crescer, tudo precisa estar bem. Quando uma criança não cresce,

Leia mais

MACRO DIRETRIZ GRANDE COMISSÃO - Envolver o elemento feminino e as crianças das igrejas batistas do Brasil na obra de evangelismo e missões.

MACRO DIRETRIZ GRANDE COMISSÃO - Envolver o elemento feminino e as crianças das igrejas batistas do Brasil na obra de evangelismo e missões. Planejamento Estratégico da UFMBB para o ano de 2013 Tema: VALORIZEMOS A NOVA GERAÇÃO Texto Bíblico: Eduque a criança no caminho que deve andar, e até o fim da vida não se desviará dele Provérbios 22.6

Leia mais

INFORMAÇÕES PARA RECEBER UMA EQUIPE DE EVANGELISMO DA ESCOLA MISSIONÁRIA DE FÉRIAS (EMF)

INFORMAÇÕES PARA RECEBER UMA EQUIPE DE EVANGELISMO DA ESCOLA MISSIONÁRIA DE FÉRIAS (EMF) INFORMAÇÕES PARA RECEBER UMA EQUIPE DE EVANGELISMO DA ESCOLA MISSIONÁRIA DE FÉRIAS (EMF) Olá Pastor (a) / Amigo (a) de Missões. A JOCUM Jovens Com Uma Missão, situada em Campinas apresenta nesse informativo

Leia mais

NOVE FORMAS DE SE TORNAR UMA IGREJA GUIADA POR PROPÓSITO. Como Equilibrar os Cinco Propósitos. Níveis de Compromisso

NOVE FORMAS DE SE TORNAR UMA IGREJA GUIADA POR PROPÓSITO. Como Equilibrar os Cinco Propósitos. Níveis de Compromisso NOVE FORMAS DE SE TORNAR UMA IGREJA GUIADA POR PROPÓSITO Como Equilibrar os Cinco Propósitos INTRODUÇÃO Comece a ver cinco grupos-alvo a quem você ministra: CÍRCULOS DE COMPROMISSO Alvo EVANGELISMO ADORAÇÃO

Leia mais

Casas de Paz Uma estratégia para levar famílias a experimentar a paz que só Jesus pode oferecer.

Casas de Paz Uma estratégia para levar famílias a experimentar a paz que só Jesus pode oferecer. Casas de Paz Uma estratégia para levar famílias a experimentar a paz que só Jesus pode oferecer. 1) Introdução. Pouco antes da sua morte Jesus declarou aos seus discípulos: Deixo com vocês a paz. É a minha

Leia mais

REQUESITOS PARA AS CLASSES DE LIDERANÇA JOVEM

REQUESITOS PARA AS CLASSES DE LIDERANÇA JOVEM CARTÃO LÍDER J.A. REQUESITOS PARA AS CLASSES DE LIDERANÇA JOVEM As classes de Liderança Jovem são oferecidas a Jovens Adventistas batizados com mais de 16 anos de idade. Cada nível de liderança deve ser

Leia mais

Multiplicação de Células

Multiplicação de Células Multiplicação de Células O objetivo principal da Célula Sub-metas: 1. Definir uma Data 2. Aumentar a presença de Deus 3. Levantar um novo Líder 4. Firmar novos membros 5. Encontrar um novo Anfitrião Multiplicar

Leia mais

CURSO DE CAPACITAÇÃO LÍDERES DE CÉLULA 25-05-2014. Primeira Igreja Batista da Cidade da Serra Uma comunidade marcada pelo amor

CURSO DE CAPACITAÇÃO LÍDERES DE CÉLULA 25-05-2014. Primeira Igreja Batista da Cidade da Serra Uma comunidade marcada pelo amor CURSO DE CAPACITAÇÃO LÍDERES DE CÉLULA 6 25-05-2014 Primeira Igreja Batista da Cidade da Serra Uma comunidade marcada pelo amor Recapitulando ETAPAS NA VIDA DE UMA CÉLULA DESCOBERTA Conhecimento mútuo

Leia mais

Eu acredito que a Bíblia é a melhor dádiva que Deus deu à humanidade. Todas as coisas boas do Salvador do mundo nos são ditas através deste Livro.

Eu acredito que a Bíblia é a melhor dádiva que Deus deu à humanidade. Todas as coisas boas do Salvador do mundo nos são ditas através deste Livro. A importância do estudo bíblico para a vida cristã 2 Pedro 1.12-2121 Pr. Fernando Fernandes Eu acredito que a Bíblia é a melhor dádiva que Deus deu à humanidade. Todas as coisas boas do Salvador do mundo

Leia mais

TACA Treinamento para Acampamento de Crianças e Adolescentes FORMULÁRIO DO CANDIDATO (Preencher legivelmente com sua própria letra)

TACA Treinamento para Acampamento de Crianças e Adolescentes FORMULÁRIO DO CANDIDATO (Preencher legivelmente com sua própria letra) TACA Treinamento para Acampamento de Crianças e Adolescentes FORMULÁRIO DO CANDIDATO (Preencher legivelmente com sua própria letra) 1. Nome: _ CPF: RG: Cole aqui uma foto 3x4 Data de Nasc: / / Sexo: Nacionalidade:

Leia mais

Crescimento orgânico: A Importância do Cristão Contagiante

Crescimento orgânico: A Importância do Cristão Contagiante Pr. Rodrigo Leitão Crescimento orgânico: A Importância do Cristão Contagiante 2 Coríntios 5.18-20 Tudo isso provém de Deus, que nos reconciliou consigo mesmo por meio de Cristo e nos deu o ministério da

Leia mais

Ainda existe preconceito, mas as ferramentas do século 21 estão disponíveis também para os cristãos buscarem relacionamentos.

Ainda existe preconceito, mas as ferramentas do século 21 estão disponíveis também para os cristãos buscarem relacionamentos. Ainda existe preconceito, mas as ferramentas do século 21 estão disponíveis também para os cristãos buscarem relacionamentos. Se você pensava que o namoro entre dois cristãos poderia acontecer somente

Leia mais

Sempre Abundantes. IDE Curso E1 - Células. Lição 6 Multiplicando a sua célula

Sempre Abundantes. IDE Curso E1 - Células. Lição 6 Multiplicando a sua célula Sempre Abundantes IDE Curso E1 - Células Multiplicando a sua célula Vídeo: não desista agora! 2 Que lições aprendemos com este vídeo? Grupos de 4 a 6 pessoas Conversem sobre o vídeo e formulem duas lições

Leia mais

Deus está implantando o Seu Reino aqui na Terra e Ele tem deixado bem claro qual é a visão dele para nós:

Deus está implantando o Seu Reino aqui na Terra e Ele tem deixado bem claro qual é a visão dele para nós: Visão do MDa Na visão do MDA, é possível à Igreja Local ganhar multidões para Jesus sem deixar de cuidar bem de cada cristão é o modelo de discipulado um a um em ação. O MDA abrange diversos fatores desenvolvidos

Leia mais

JOVENS COM UMA MISSÃO JOCUM ARACAJU PROJETO INTERCESSÃO INTERCESSORES E GRUPOS DE INTERCESSÃO

JOVENS COM UMA MISSÃO JOCUM ARACAJU PROJETO INTERCESSÃO INTERCESSORES E GRUPOS DE INTERCESSÃO JOVENS COM UMA MISSÃO JOCUM ARACAJU PROJETO INTERCESSÃO INTERCESSORES E GRUPOS DE INTERCESSÃO Miss. Gustavo Lima Silva (Beréu) & Wanessa S. B. Santos Silva (Brasil) Recife, 2010. SUMÁRIO INTRODUÇÃO...

Leia mais

Calendário Regional de atividades

Calendário Regional de atividades Calendário Regional de atividades 2015 Calendário Regional de Atividades 2015 Igreja Metodista 3ª Região Eclesiástica página 1 de 13 21 a 25 JUNAME 2015 Promoção: Confederação Metodista de Juvenis / Local:

Leia mais

Mas isso irá requerer uma abordagem pessoal, persistente, muita oração e uma ferramenta poderosa para nos ajudar a fazer isso!

Mas isso irá requerer uma abordagem pessoal, persistente, muita oração e uma ferramenta poderosa para nos ajudar a fazer isso! 2015 NOSSO CONTEXTO GLOBAL: Quase 3 bilhões de pessoas online Quase 2 bilhões de smartphones 33% de toda a atividade online é assistindo a vídeos BRAZIL: Mais de 78% dos jovens (15-29) usam internet. São

Leia mais

INFORMATIVO BASE MUNDIAL DE MISSÕES DE SÃO PAULO

INFORMATIVO BASE MUNDIAL DE MISSÕES DE SÃO PAULO INFORMATIVO BASE MUNDIAL DE MISSÕES DE SÃO PAULO Os atendimentos semanais da base continuam cada vez mais solidificados, SEGUNDA, TERÇAS E QUINTAS-FEIRAS, nossos assistidos tomam banho, ganham roupa, calçados

Leia mais

Um Projeto de Deus. RELACIONAMENTO É O SEGREDO DO CRESCIMENTO Saudável DA IGREJA. Pr Wilson Filho

Um Projeto de Deus. RELACIONAMENTO É O SEGREDO DO CRESCIMENTO Saudável DA IGREJA. Pr Wilson Filho Metas 2014 Pastor W Um Projeto de Deus Coord RELACIONAMENTO É O SEGREDO DO CRESCIMENTO Saudável DA IGREJA Pr Wilson Filho GANHAR E DISCIPULAR É O NOSSO ALVO =01= Pr Raul Cavalcante Batista Presidente da

Leia mais

IGREJA METODISTA DE VILA ISABEL

IGREJA METODISTA DE VILA ISABEL 1 IGREJA METODISTA DE VILA ISABEL Discípulos e Discípulas no Caminho da Missão PLANO MISSIONÁRIO 2012-2016 1 APRESENTAÇÃO: A Igreja local, pelos nossos documentos, é vista e entendida como a agência básica

Leia mais

1 - CONCEITOS GERAIS

1 - CONCEITOS GERAIS 15 1 - CONCEITOS GERAIS Estamos oferecendo a você este treinamento não com a intenção de que após este curto espaço de tempo, você saia um expert em discipulado, mas incentivá-lo a cuidar e ser instrumento

Leia mais

www.entrenacoes.com.br UMA IGREJA FORTE, SE FAZ COM MINISTÉRIOS FORTES

www.entrenacoes.com.br UMA IGREJA FORTE, SE FAZ COM MINISTÉRIOS FORTES www.entrenacoes.com.br UMA IGREJA FORTE, SE FAZ COM MINISTÉRIOS FORTES A RESPONSABILIDADE É PESSOAL A CEEN é uma igreja que tem a responsabilidade de informar e ensinar os valores e princípios de Deus,

Leia mais

JESUS, MOISÉS E ELIAS Lição 30. 1. Objetivos: Mostrar que Jesus está sobre todas as pessoas porque é o filho de Deus..

JESUS, MOISÉS E ELIAS Lição 30. 1. Objetivos: Mostrar que Jesus está sobre todas as pessoas porque é o filho de Deus.. JESUS, MOISÉS E ELIAS Lição 30 1 1. Objetivos: Mostrar que Jesus está sobre todas as pessoas porque é o filho de Deus.. 2. Lição Bíblica: Mateus 17.1-13; Marcos 2.1-13; Lucas 9.28-36 (Leitura bíblica para

Leia mais

Lição 8 Trabalhar com Líderes

Lição 8 Trabalhar com Líderes Lição 8 Trabalhar com Líderes Já havia mais de um ano que o António se tornara membro da sua igreja. Ele tinha aprendido tanto! Começou a pensar nos líderes da igreja que o tinham ajudado. Pensava naqueles

Leia mais

Relatório Mensal dos meses de Janeiro, Fevereiro e Março de 2012

Relatório Mensal dos meses de Janeiro, Fevereiro e Março de 2012 Relatório Mensal dos meses de Janeiro, Fevereiro e Março de 2012 Visitas Evangelísticas: 15 Visitas a Irmãos Enfermos em residência: 10 Visitas de Ensino Bíblico: 09 Visitas de Aconselhamento: 10 Visitas

Leia mais

RECAPITULANDO... MATEUS 28:18-20

RECAPITULANDO... MATEUS 28:18-20 MÓDULO 1 RECAPITULANDO... MATEUS 28:18-20 18 Jesus, aproximando-se, falou-lhes, dizendo: Toda a autoridade me foi dada no céu e na terra. 19 Ide, portanto, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os

Leia mais

Programa 7ASR de Especialização em Liderança Jovem. Programação

Programa 7ASR de Especialização em Liderança Jovem. Programação Sexta a Noite Programa 7ASR de Especialização em Liderança Jovem Programação Entendendo os jovens Adventistas de hoje; Trabalhando com mentes universitárias; Sábado de manhã Como liderar a geração que

Leia mais

MISSÃO NA CIDADE UM NOVO OLHAR. Introdução

MISSÃO NA CIDADE UM NOVO OLHAR. Introdução 23 4 MISSÃO NA CIDADE UM NOVO OLHAR Introdução Chegamos ao último encontro de nossa série de 11 anos. Ao longo dessas semanas, conversamos, sob a luz do texto de Mateus 28.19-20a, a respeito dos olhares

Leia mais

AS CONEXÕES. QUEBRA GELO: Cite o nome de uma pessoa que mais te influenciou na vida. Comente como essa pessoa é, e explique como te influenciou.

AS CONEXÕES. QUEBRA GELO: Cite o nome de uma pessoa que mais te influenciou na vida. Comente como essa pessoa é, e explique como te influenciou. Lição 4 AS CONEXÕES QUEBRA GELO: Cite o nome de uma pessoa que mais te influenciou na vida. Comente como essa pessoa é, e explique como te influenciou. VERSO DA SEMANA: Sim, qualquer que seja o tipo de

Leia mais

Consolidação para o Discipulado - 1

Consolidação para o Discipulado - 1 Consolidação para o Discipulado - 1 Fortalecendo o novo convertido na Palavra de Deus Rev. Edson Cortasio Sardinha Consolidador/a: Vida consolidada: 1ª Lição: O Amor de Deus O amor de Deus está presente

Leia mais

Visão MDA. Sidnei Souza Hewlett-Packard 01/01/2014

Visão MDA. Sidnei Souza Hewlett-Packard 01/01/2014 2014 Visão MDA [Digite o subtítulo do documento] VI [Digite o resumo do documento aqui. Em geral, um resumo é um apanhado geral do conteúdo do documento. Digite o resumo do documento aqui. Em geral, um

Leia mais

Lição 7 Compreendendo a Visão da nossa Igreja

Lição 7 Compreendendo a Visão da nossa Igreja Lição 7 Compreendendo a Visão da nossa Igreja 1. O PROPÓSITO DESTA LIÇÃO Nesta lição queremos estudar e compreender melhor a visão que Deus tem nos dado como Convenção para nossas Igrejas locais. Já explicamos

Leia mais

Atribuam ao Senhor glória e força (...) A voz do Senhor é poderosa; a voz do Senhor é majestosa. Salmos 29.1 e 4

Atribuam ao Senhor glória e força (...) A voz do Senhor é poderosa; a voz do Senhor é majestosa. Salmos 29.1 e 4 Precisa-se de Pais Espirituais Objetivo do Senhor: - Glorificar o nome de Deus, revelar Seu poder e beleza e atribuir a Ele toda glória. - Provocar o desejo de marcar significativamente a sua descendência/

Leia mais

C A R T Ã O L Í D E R J. A. Este documento não substitui o Cartão de Classes de Líder Jovem da Divisão Sul Americana

C A R T Ã O L Í D E R J. A. Este documento não substitui o Cartão de Classes de Líder Jovem da Divisão Sul Americana C A R T Ã O L Í D E R J. A. Este documento não substitui o Cartão de Classes de Líder Jovem da Divisão Sul Americana CLASSES DE LIDERANÇA JOVEM As classes de Liderança Jovem são oferecidas a jovens Adventistas,

Leia mais

BIÊNIO 2012-2013. Tema Geral da Igreja Metodista "IGREJA: COMUNIDADE MISSIONÁRIA A SERVIÇO DO POVO ESPALHANDO A SANTIDADE BÍBLICA. Tema para o Biênio

BIÊNIO 2012-2013. Tema Geral da Igreja Metodista IGREJA: COMUNIDADE MISSIONÁRIA A SERVIÇO DO POVO ESPALHANDO A SANTIDADE BÍBLICA. Tema para o Biênio 1 IGREJA METODISTA PASTORAL IMED PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO E PLANO DE AÇÃO BIÊNIO 2012-2013 Tema Geral da Igreja Metodista "IGREJA: COMUNIDADE MISSIONÁRIA A SERVIÇO DO POVO ESPALHANDO A SANTIDADE BÍBLICA

Leia mais

Igreja Cristã Maranata. Trabalho com Surdos. Orientações gerais. Trabalho de LIBRAS

Igreja Cristã Maranata. Trabalho com Surdos. Orientações gerais. Trabalho de LIBRAS Orientações gerais Trabalho de LIBRAS Orientações quanto ao. Vimos, através desta, informar sobre a conduta básica para recepção dos nossos irmãos surdos e sobre procedimentos no tocante à introdução e

Leia mais

MANUAL DA VISÃO CELULAR

MANUAL DA VISÃO CELULAR MINISTÉRIO GERAÇÃO ELEITA MANUAL DA VISÃO CELULAR : 1.0 Data de Publicação: 16 de Janeiro de 2014 2 / 11 Identificação e Histórico do Documento Identificação do Documento: Nome do Documento: Atual: 1.00

Leia mais

LEVANTAMENTO DOS DONS ESPIRITUAIS

LEVANTAMENTO DOS DONS ESPIRITUAIS LEVANTAMENTO DOS DONS ESPIRITUAIS INSTRUÇÕES: I Nas páginas seguintes, responda a cada afirmação do Levantamento de Dons Espirituais, utilizando a escala abaixo: 3 = CONSTANTEMENTE, DEFINITIVAMENTE CERTO.

Leia mais

Ministério de Mulheres que oram, Heroínas da Fé

Ministério de Mulheres que oram, Heroínas da Fé Ministério de Mulheres que oram, Heroínas da Fé Pr. Presidente : Raul C. Batista e Miss. Ruthe Ribeiro Ministra do MMO: Lourdes Ramalho Assembléia de Deus de Imperatriz- MA Liderança Pr. Raul C. Batista

Leia mais

Espiritualidade do Câmbio Sistêmico ou Mudança de Estruturas

Espiritualidade do Câmbio Sistêmico ou Mudança de Estruturas Espiritualidade do Câmbio Sistêmico ou Mudança de Estruturas Uma breve meditação sobre Mudança de Estruturas O objetivo desta meditação é redescobrir a dimensão espiritual contida na metodologia de mudança

Leia mais

IV Encontro Nacional - 1997 Ministério Grão de Mostarda

IV Encontro Nacional - 1997 Ministério Grão de Mostarda IV Encontro Nacional - 1997 Ministério Grão de Mostarda UMA PERSPECTIVA TEOLÓGICA DA IGREJA PERSPECTIVA DA TRINDADE Deus é Trindade. Trindade é outro meio de dizer comunidade. Comunidade é necessário para

Leia mais

Excursionista Nome: Unidade: Geral 1. Ter no mínimo 14 anos de idade. Cole aqui sua copia de identidade. Excursionista. Desbravador Unidade 1

Excursionista Nome: Unidade: Geral 1. Ter no mínimo 14 anos de idade. Cole aqui sua copia de identidade. Excursionista. Desbravador Unidade 1 Excursionista Nome: Unidade: Geral 1. Ter no mínimo 14 anos de idade. Cole aqui sua copia de identidade 2. Ser membro ativo do Clube de Desbravadores. Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez R

Leia mais

Um movimento de PUREZA SEXUAL conforme a vontade de Deus nas Escrituras, selado publicamente pelo uso da Aliança de Prata.

Um movimento de PUREZA SEXUAL conforme a vontade de Deus nas Escrituras, selado publicamente pelo uso da Aliança de Prata. Um movimento de PUREZA SEXUAL conforme a vontade de Deus nas Escrituras, selado publicamente pelo uso da Aliança de Prata. Um pacto com Deus e com sua Igreja de, diariamente, fugir da imoralidade sexual,

Leia mais

Como utilizar este caderno

Como utilizar este caderno INTRODUÇÃO O objetivo deste livreto é de ajudar os grupos da Pastoral de Jovens do Meio Popular da cidade e do campo a definir a sua identidade. A consciência de classe, ou seja, a consciência de "quem

Leia mais

A ESCOLA CATÓLICA, UMA INSTITUIÇAO DE ENSINO COM MÍSTICA EVANGELIZADORA

A ESCOLA CATÓLICA, UMA INSTITUIÇAO DE ENSINO COM MÍSTICA EVANGELIZADORA A ESCOLA CATÓLICA, UMA INSTITUIÇAO DE ENSINO COM MÍSTICA EVANGELIZADORA A escola católica será uma instituiçao com mística evangelizadora UMA ESCOLA A SERVIÇO DA PESSOA E ABERTA A TODOS UMA ESCOLA COM

Leia mais

NO ABRIR DA MINHA BOCA (EFÉSIOS 6:19) modelo da mensagem

NO ABRIR DA MINHA BOCA (EFÉSIOS 6:19) modelo da mensagem NO ABRIR DA MINHA BOCA (EFÉSIOS 6:19) modelo da mensagem Tudo bem. Eu vou para casa! Foi o que uma moça disse a seu namorado, na República Central-Africana. Tudo começou porque ele ia fazer uma viagem

Leia mais

Calendário Regional de atividades

Calendário Regional de atividades Calendário Regional de atividades 2016 Calendário Regional de Atividades 2016 Igreja Metodista 3ª Região Eclesiástica página 1 de 13 28 a 31 CALIJU 2016 Promoção: Confederação Metodista de Juvenis / Local:

Leia mais

Escola de Discipuladores Vida na Vida. Módulo 1

Escola de Discipuladores Vida na Vida. Módulo 1 Escola de Discipuladores Vida na Vida Módulo 1 1. A IGREJA E OS PEQUENOS GRUPOS A Igreja do Senhor Jesus está atualmente experimentando uma mudança de paradigma ao redor do mundo. Eu me refiro ao resgate

Leia mais

Oficina: Implantando Pequenos Grupos. Palestrante: Jones Brandão

Oficina: Implantando Pequenos Grupos. Palestrante: Jones Brandão Oficina: Implantando Pequenos Grupos Palestrante: Jones Brandão Todos os direitos reservados à Igreja Batista Central de Fortaleza. Reprodução permitida para uso exclusivo em sua igreja. EPL 2012 - Encontro

Leia mais

Dons Espirituais. A maior causa de nossa fraqueza espiritual como um povo é a falta de fé real nos dons espirituais. (Review and Herald 14/08/1868).

Dons Espirituais. A maior causa de nossa fraqueza espiritual como um povo é a falta de fé real nos dons espirituais. (Review and Herald 14/08/1868). Dons Espirituais Por que é importante conhecer o tema? Somos admoestados a conhecê-los. (I Corintios 12:1). Somos motivados a usá-los. (I Timóteo 4:10). Somos responsáveis pelo uso. (I Pedro 4:10). A maior

Leia mais

Treinamento de Líderes Ministério da Mulher

Treinamento de Líderes Ministério da Mulher 1 Treinamento de Líderes Ministério da Mulher Introdução A liderança feminina sempre encontra barreiras impostas pelas tradições; é necessário que a mulher vença o seu interior, disponha-se a liderar e

Leia mais

#DesafioLeitorInsano? 3ª EDIÇÃO +++ Ano 2015

#DesafioLeitorInsano? 3ª EDIÇÃO +++ Ano 2015 #DesafioLeitorInsano? 3ª EDIÇÃO +++ Ano 2015 Dedique à disciplina o seu coração, e os seus ouvidos às palavras que dão conhecimento. Provérbios 23.12 Regulamento Para receber a camiseta como prêmio do

Leia mais

www.comunidadepedraviva.com.br TRILHO PEDRA VIVA

www.comunidadepedraviva.com.br TRILHO PEDRA VIVA TRILHO PEDRA VIVA ROTEIRO PARA PLANTAÇÃO DE VIDAS Um provérbio chinês nos lembra : se sua visão é para um ano, plante trigo; se sua visão é para uma década, plante árvores; se sua visão é para toda a vida,

Leia mais

Estudos bíblicos sobre liderança Tearfund*

Estudos bíblicos sobre liderança Tearfund* 1 Estudos bíblicos sobre liderança Tearfund* 1. Suporte para lideranças Discuta que ajuda os líderes podem necessitar para efetuar o seu papel efetivamente. Os seguintes podem fornecer lhe algumas idéias:

Leia mais

VIVER ALÉM DA RELIGIOSIDADE

VIVER ALÉM DA RELIGIOSIDADE VIVER ALÉM DA RELIGIOSIDADE É Preciso saber Viver Interpretando A vida na perspectiva da Espiritualidade Cristã Quem espera que a vida seja feita de ilusão Pode até ficar maluco ou morrer na solidão É

Leia mais

Jörg Garbers, Mestre de Teologia

Jörg Garbers, Mestre de Teologia Jörg Garbers, Mestre de Teologia Introdução Pregação e prática Durante essa pregação uns vão pensar: Eu fiz e faço muitas coisas de maneira errada. Isso é normal. Cada um de nos falha e ficamos tristes.

Leia mais

Como realizar uma série de conferências com sucesso

Como realizar uma série de conferências com sucesso Como realizar uma série de conferências com sucesso Qual é o objetivo do Evangelismo? Reavivar a igreja. Buscar os afastados. Ganhar novas pessoas para Cristo. Preparação da igreja 1. Organize equipes

Leia mais

CALENDÁRIO MENSAL DAS ATIVIDADES PASTORAIS

CALENDÁRIO MENSAL DAS ATIVIDADES PASTORAIS Abreviações utilizadas: P Paróquia. RP Região Pastoral A Arquidiocese. N Nacional CALENDÁRIO MENSAL DAS ATIVIDADES PASTORAIS FEVEREIRO 01 Dm P Catequese Formação para novos catequistas Auditório 01 Dm

Leia mais

EDUCAR por Dra Xiomara Collins

EDUCAR por Dra Xiomara Collins EDUCAR por Dra Xiomara Collins INTRODUÇÃO: Educar é transmitir vida. Por meio do ensino comunicamos os desejos de Deus para que a mulher seja plena em todas as suas áreas. Na medida em que enriquecemos

Leia mais

Lição 1. Lição 2. Lição 5

Lição 1. Lição 2. Lição 5 Caro responsável, O tema desta revista O Livro de Deus trata especificamente da Bíblia, enfatizando às crianças que ela é a Palavra de Deus, onde Ele nos conta sobre si mesmo e nos diz como devemos viver

Leia mais

Subsídios para O CULTO COM CRIANÇAS

Subsídios para O CULTO COM CRIANÇAS Subsídios para O CULTO COM CRIANÇAS O que é um culto infantil? O culto para crianças não tem o objetivo de tirar a criança de dentro do templo para evitar que essa atrapalhe o culto ou atrapalhe a atenção

Leia mais

Implantar o Seu Reino na Terra

Implantar o Seu Reino na Terra CHAMADOS PARA RESPLANDECER A LUZ DO SENHOR ENTRE TODOS OS POVOS Disse Jesus: Venham a mim todos que estão cansados e oprimidos e eu darei alivio para vocês Mat. 11.28 VISÃO DO MDA MÉTODO DE DISCIPULADO

Leia mais

ACORDO COOPERATIVO PROJETO UNIASIA.

ACORDO COOPERATIVO PROJETO UNIASIA. INTRODUÇÃO Por ter Deus, o Senhor da Seara chamado seu filho para a Obra Missionária, a Igreja Enviadora e a Horizontes América Latina, como organização missionária, todos nós de comum acordo, a fim de

Leia mais

Jesus subiu ao monte, e chamou para ele aqueles que ele quis. E vieram a ele.

Jesus subiu ao monte, e chamou para ele aqueles que ele quis. E vieram a ele. Jesus subiu ao monte, e chamou para ele aqueles que ele quis. E vieram a ele. Então escolheu doze homens para estarem com ele e serem enviados para anunciar a mensagem da salvação Marcos 3:13-14. A expressão

Leia mais

ESTUDOS NO EVANGELHO DE JOÃO

ESTUDOS NO EVANGELHO DE JOÃO ESTUDOS NO EVANGELHO DE JOÃO ESTUDO 1 NOVA VIDA O presente curso ajudará você a descobrir fatos da Palavra de Deus, fatos os quais você precisa para viver a vida em toda a sua plenitude. Por este estudo

Leia mais

terça-feira, 26 de junho de 12

terça-feira, 26 de junho de 12 Recapitulando: O compromisso do descanso O compromisso do serviço O compromisso da vida comunitária hoje: O compromisso da devocionalidade Cuidamos do corpo e da alma? 1 Timóteo 4.7-8 Versão Revista e

Leia mais

APRESENTAÇÃO MBN. Fone: 011-98291-7300 Skype: albertoaconti E-mail: info@buenasnuevasbrasil.org http://buenasnuevasbrasil.org/

APRESENTAÇÃO MBN. Fone: 011-98291-7300 Skype: albertoaconti E-mail: info@buenasnuevasbrasil.org http://buenasnuevasbrasil.org/ APRESENTAÇÃO MBN Fone: 011-98291-7300 Skype: albertoaconti QUEM SOMOS? Somos um Ministério que tem a visão de equipar e treinar novos líderes, incentivar o surgimento do empreendedorismo e de profissionais

Leia mais

Treinamento Missionário realidade ou ficção? JAMI Consulta Missionária Bruce R. e Ann E. C. Borquist Abril 2007

Treinamento Missionário realidade ou ficção? JAMI Consulta Missionária Bruce R. e Ann E. C. Borquist Abril 2007 Treinamento Missionário realidade ou ficção? JAMI Consulta Missionária Bruce R. e Ann E. C. Borquist Abril 2007 Mito #1 Treinamento é desnecessário. O que é necessário é só o chamado e a capacitação de

Leia mais

EQUIPAS DE JOVENS DE NOSSA SENHORA O PAPEL DO CASAL ASSISTENTE

EQUIPAS DE JOVENS DE NOSSA SENHORA O PAPEL DO CASAL ASSISTENTE EQUIPAS DE JOVENS DE NOSSA SENHORA O PAPEL DO CASAL ASSISTENTE A experiência de um casal cristão que acompanha a equipa traz aos seus membros uma riqueza complementar à que caracteriza a presença do padre.

Leia mais

SECRETARIA GERAL DO TRABALHO MASCULINO TEMA: "Sacerdócio Real".

SECRETARIA GERAL DO TRABALHO MASCULINO TEMA: Sacerdócio Real. SECRETARIA GERAL DO TRABALHO MASCULINO TEMA: "Sacerdócio Real". "José é um ramo frutífero, ramo frutífero junto a fonte; seus galhos se estendem sobre o muro." Gen. 49:22 UPH EM AÇÃO Sugestão para programações

Leia mais

Desenvolvendo Pessoas para Servirem com Excelência. Instituto Crer & Ser. A excelência honra a Deus!

Desenvolvendo Pessoas para Servirem com Excelência. Instituto Crer & Ser. A excelência honra a Deus! Palestras, Treinamentos e Consultoria para Gestão Ministerial Desenvolvendo Pessoas para Servirem com Excelência Instituto Crer & Ser A excelência honra a Deus! Quem somos O Instituto Crer & Ser nasceu

Leia mais

PRIORIDADES REGIÃO DE ÁFRICA

PRIORIDADES REGIÃO DE ÁFRICA PRIORIDADES REGIÃO DE ÁFRICA PARTE 1 - INTRODUÇÃO PREFÁCIO: Quatro anos atrás Dr. Eugénio Duarte iniciou um processo que fez com que África falasse do seu futuro. Estes diálogos levaram-nos a rever o ministério

Leia mais

PROJETO MISSIONÁRIO JUAZEIRO/BAHIA 14 a 26 de janeiro de 2014 FORTALECENDO A IGREJA E SERVINDO PESSOAS

PROJETO MISSIONÁRIO JUAZEIRO/BAHIA 14 a 26 de janeiro de 2014 FORTALECENDO A IGREJA E SERVINDO PESSOAS PROJETO MISSIONÁRIO JUAZEIRO/BAHIA 14 a 26 de janeiro de 2014 FORTALECENDO A IGREJA E SERVINDO PESSOAS Nome do Projeto Projeto Missionário em Juazeiro-Ba Coordenadora da Missão Zero Liliana M. Dhein Coordenador

Leia mais

INFORME. Ano 5 Edição nº 219 Fortaleza, 20 de Outubro de 2013. O Grande Sacrifício - Saiba mais >> Pag 03

INFORME. Ano 5 Edição nº 219 Fortaleza, 20 de Outubro de 2013. O Grande Sacrifício - Saiba mais >> Pag 03 INFORME Ano 5 Edição nº 219 Fortaleza, 20 de Outubro de 2013 O Grande Sacrifício - Saiba mais >> Pag 03 A Igreja Batista Central é uma comunidade comprometida em amar a Deus, amar uns aos outros e proclamar

Leia mais

2015 O ANO DE COLHER ABRIL - 1 A RUA E O CAMINHO

2015 O ANO DE COLHER ABRIL - 1 A RUA E O CAMINHO ABRIL - 1 A RUA E O CAMINHO Texto: Apocalipse 22:1-2 Então o anjo me mostrou o rio da água da vida que, claro como cristal, fluía do trono de Deus e do Cordeiro, no meio da RUA principal da cidade. De

Leia mais

Exorto, pois, antes de tudo que se façam súplicas, orações, intercessões, e ações de graças por todos os homens. (1 Timóteo 2:1)

Exorto, pois, antes de tudo que se façam súplicas, orações, intercessões, e ações de graças por todos os homens. (1 Timóteo 2:1) Ministério de Intercessão A Intercessão e a Batalha Espiritual Exorto, pois, antes de tudo que se façam súplicas, orações, intercessões, e ações de graças por todos os homens. (1 Timóteo 2:1) O que é Intercessão?

Leia mais

A Bíblia seja colocada em lugar de destaque, ao lado de uma vela acesa.

A Bíblia seja colocada em lugar de destaque, ao lado de uma vela acesa. Encontro com a Palavra Agosto/2011 Mês de setembro, mês da Bíblia 1 encontro Nosso Deus se revela Leitura Bíblica: Gn. 12, 1-4 A Bíblia seja colocada em lugar de destaque, ao lado de uma vela acesa. Boas

Leia mais

JOVENS COM UMA MISSÃO

JOVENS COM UMA MISSÃO Querido (a) Candidato (a), Obrigado por entrar em contato conosco e pelo seu interesse em participar da Escola de Treinamento e Discipulado (ETED). Desde já, sinta- se bem vindo! Você tem em suas mãos

Leia mais

DESENVOLVENDO MEMBROS MADUROS

DESENVOLVENDO MEMBROS MADUROS DESENVOLVENDO MEMBROS MADUROS Movendo Pessoas da Congregação para os Comprometidos para que não mais sejamos como meninos Mas, seguindo a verdade em amor, cresçamos em tudo naquele que é a cabeça, Cristo.

Leia mais

Edificando o casamento dos sonhos

Edificando o casamento dos sonhos Edificando o casamento dos sonhos Formando a identidade do Casal Módulo 1 - Construção Meditando Genesis - 2.24 Eclesiastes 4.12 Genesis - 2.24 Por isso, deixa o homem pai e mãe e se une à sua mulher,

Leia mais

Oração na Vida Diária

Oração na Vida Diária Oração na Vida Diária ocê é convidado a iniciar uma experiência de oração. Às vezes pensamos que o dia-a-dia com seus ruídos, suas preocupações e sua correria não é lugar apropriado para levantar nosso

Leia mais

A Prática do Discipulado: Discipulando Grupos específicos

A Prática do Discipulado: Discipulando Grupos específicos A Prática do Discipulado: Discipulando Grupos específicos Como funciona um Grupo de Discipulado? http://translation-blog.multilizer.com/language/pt/user-manual-is-a-challenge-foreign-language-user-manual-is-a-nightmare

Leia mais

MDA - Tadel Treinamento Avançado de Líderes

MDA - Tadel Treinamento Avançado de Líderes 2015 MDA - Tadel Treinamento Avançado de Líderes Sidnei Souza [Digite o nome da empresa] 01/01/2015 Lição 2 O CORAÇÃO DO PASTOR REUNIÃO DO M.D.A Ganhar almas para Jesus (atos 2:37-47) Introdução No Brasil

Leia mais

Janeiro Domingo Segunda-feira Terça-feira Quarta-feira Quinta-feira Sexta-feira Sábado

Janeiro Domingo Segunda-feira Terça-feira Quarta-feira Quinta-feira Sexta-feira Sábado Janeiro Pré-s Domingos e Segundas Pós-s Domingos e Quartas LUGARES DE PAZ - Atando o Fio de Escarlata 600 lugares de paz 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30

Leia mais

Disciplina: Ensino Religioso Professor(a): Rosemary de Souza Gelati

Disciplina: Ensino Religioso Professor(a): Rosemary de Souza Gelati ESCOLA VICENTINA SÃO VICENTE DE PAULO Disciplina: Ensino Religioso Professor(a): Rosemary de Souza Gelati Paranavaí / / 6º ANO TRADIÇÕES RELIGIOSAS TEXTOS SAGRADOS Se as religiões estão para humanizar

Leia mais

INFORME. Ano 5 Edição nº 244 Fortaleza, 13 de Abril de 2014. SÁBADO NÃO TEM 10:10 - Pág. 4

INFORME. Ano 5 Edição nº 244 Fortaleza, 13 de Abril de 2014. SÁBADO NÃO TEM 10:10 - Pág. 4 INFORME Ano 5 Edição nº 244 Fortaleza, 13 de Abril de 2014 SÁBADO NÃO TEM 10:10 - Pág. 4 A Igreja Batista Central é uma comunidade comprometida em amar a Deus, amar uns aos outros e proclamar Jesus. Vivemos

Leia mais

Projeto e Metas para 2014

Projeto e Metas para 2014 Igreja Evangélica Assembleia de Deus-Imperatriz-MA Pastor Raul Cavalcante Pastor Wilson Filho Coord. Tribo da Área Tribo de Aser Pastor Presidente da IEADI ÁREA TRIBO DE ASER Projeto e Metas para 2014

Leia mais

JPEG JOVENS EM PEQUENO GRUPO

JPEG JOVENS EM PEQUENO GRUPO ORIENTAÇÕES BÁSICAS JPEG JOVENS EM PEQUENO GRUPO JPEG é Jovens em Pequenos Grupos. A nova identidade dos pequenos grupos para jovens. NECESSIDADE DE ORGANIZAÇÃO DA IGREJA PEQUENOS GRUPOS Pequenos grupos

Leia mais

No princípio era aquele que é a Palavra... João 1.1 UMA IGREJA COM PROPÓSITOS. Pr. Cristiano Nickel Junior

No princípio era aquele que é a Palavra... João 1.1 UMA IGREJA COM PROPÓSITOS. Pr. Cristiano Nickel Junior No princípio era aquele que é a Palavra... João 1.1 UMA IGREJA COM PROPÓSITOS Pr. Cristiano Nickel Junior O propósito é que a Igreja seja um exército com bandeiras Martyn Lloyd-Jones No princípio era aquele

Leia mais

SEMINÁRIO: ATITUDE 434

SEMINÁRIO: ATITUDE 434 SEMINÁRIO: ATITUDE 434 1 2 DEFINIÇÃO Um movimento de PUREZA SEXUAL conforme a vontade de Deus nas Escrituras. 3 Movimento vs Evento 4 BASE BÍBLICA A vontade de Deus é que vocês sejam santificados: abstenham-se

Leia mais