Balança Especial tipo Silo para ensaque de Big- Bag Suspenso 0007-EV-00-M

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Balança Especial tipo Silo para ensaque de Big- Bag Suspenso 0007-EV-00-M"

Transcrição

1 Balança Especial tipo Silo para ensaque de Big- Bag Suspenso 0007-EV-00-M MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO Revisão 1.0 Alfa Instrumentos Eletrônicos Ltda R. Cel. Mário de Azevedo, 138 São Paulo - SP Brasil Fone: (0xx11) SAC Fax: (0xx11)

2 ÍNDICE 1. Introdução 2 2. Características 2 3. Terminologia 2 4. Descrição do Processo 3 5. Telas da aplicação Descrição das Telas: 6 6. Instalação e Conexões: Visão Geral: Condições Elétricas: Borneira de Ligação do Painel de Comando: 9 7. Calibração: Seqüência para Calibração: Segurança do Sistema: Autodiagnóstico: Menu de Erros: Tipos de erro indicados automaticamente pelo Sistema: Introdução O ENSACADOR AUTOMÁTICO DE BIG-BAG ALFA INSTRUMENTOS foi desenvolvido para automatizar o processo de ensaque de Big Bag com precisão, velocidade e repetibilidade que são obtidas graças ao conjunto de pesagem ALFA INSTRUMENTOS, composto por Células de Carga, Caixa de Junção e Transmissor de Pesagem. 2. Características Pesagem de alta precisão, com Células de Carga, Caixas de Junção e Transmissor de Pesagem ALFA INSTRUMENTOS. Entrada para Detector de Metal que interrompe o enchimento caso detecte presença de metal. Interface com usuário amigável, através da IHM de 64x128 pixels. Detecção automática de falhas com indicação na IHM. Proteção dos parâmetros do equipamento através de senha de acesso. Elevação Pneumática do Big-Bag. Presilhas pneumáticas de fixação do bocal. Silo de Pesagem para aumentar a velocidade do processo. 3. Terminologia 1 Célula de carga Sensor de força que produz sinal elétrico proporcional à resultante da força aplicada. 2 Caixa de junção Caixas localizadas na balança de pesagem, para ligação das células de carga. 3 PLC (Controlador Lógico Programável) Responsável pelo controle do processo. 4 Transmissor de Pesagem Equipamento eletrônico responsável pela leitura do sinal das células de carga e transmissão através de comunicação serial ao PLC EV-00-M.doc-revHEAD.svn000.tmp.doc 2/13

3 5 IHM Responsável pela apresentação das informações do processo. É nesse display que se executa a configuração e calibração dos parâmetros de velocidade, tempos e totalização. E apresentação das telas de funções. 4. Descrição do Processo Funcionamento da Válvula de Entrada de produto no Silo: Enquanto a válvula de Saída estiver fechada o sistema constantemente verifica qual o valor do peso no interior do silo, se: Peso < Corte Grosso -> Abre a válvula de entrada do produto. Corte Fino > Peso >= Corte Grosso -> Realiza o pulsado da válvula para garantir a precisão do corte. Corte Fino =< Peso > Corte Grosso -> Fecha a válvula de entrada do produto. Funcionamento da Válvula de Saída: Após o fechamento da válvula de Alimentação o sistema aguarda o peso no interior do silo ficar estável. Caso exista um Big- Bag posicionado conforme item 6 da descrição de funcionamento da fixação do Big-Bag, a válvula de saída do material irá abrir e permanecer neste estado até o silo esvaziar. Em seguida esta válvula volta a fechar e o sistema passa a controlar a válvula de Alimentação conforme descrito acima. Contato da Válvula Guilhotina: Este contato funciona como segurança para que enquanto a válvula de alimentação estiver fechada o sistema pare de injetar material no Duto de Alimentação evitando assim compactação do produto. O valor de acionamento deverá levar em consideração a quantidade de material que fica no interior do Tubo Vibratório e no Duto de Alimentação. O valor de acionamento deste contato (kg) será programado através do painel de comando e equivale a quantidade de material antes do valor de Corte Fino na qual o sistema irá atuar neste contato. Lógica de funcionamento: Válvula de Alimentação Fechada e Peso > Valor de acionamento ->Contato aberto (Válvula fechada) Válvula de Alimentação Aberta e Peso < Valor de acionamento ->Contato fechado (Válvula aberta) Contato de Acionamento do Vibrador do Tubo: Lógica de funcionamento: 0007-EV-00-M.doc-revHEAD.svn000.tmp.doc 3/13

4 Quando a Válvula de Entrada é Fechada Quando a Válvula Guilhotina é aberta ->Contato aberto (Desliga Vibrador) ->Contato fechado (Liga Vibrador) Fixação do Big-Bag: 1 Cilindro esquerdo de fixação da boca 2 Cilindro direito de fixação da boca 3 Botão de comando de fixação esquerdo 4 Botão de comando de fixação direito 5 Presilha de fixação da boca esquerda 6 Presilha de fixação da boca direita 7 Sinalizador de fixação. 8 Cilindros de suspensão do Big-Bag 9 Garras ajustáveis das alças do Big-Bag 10 Painel de Comando 11 Chave de comando elevação 12 Controlador 13 Válvula Borboleta de Saída 14 Silo de Pesagem 1) Colocar as 4 alças do Big-Bag nas Garras (9). 2) No painel de comando, coloque a chave de comando da elevação do Big-Bag (11) na posição sobe. Os cilindros de suspensão do Big-Bag (8) irão recuar, assim que o sensor de posição destes cilindros detectar esta posição o comando de fixação da boca ficará ativo. Neste momento as presilhas de fixação da boca (5,6) estarão liberadas e o contato estará liberando o funcionamento da esteira. 3) Posicionar a boca do Big-Bag no tubo de saída do produto. 4) Com a mão direita mantenha a boca do Big-Bag na posição desejada e com a mão esquerda pressione e mantenha pressionado o botão de comando de fixação esquerdo (3). O cilindro esquerdo de fixação da boca (1) irá avançar e a presilha (5) irá fixar o lado esquerdo da boca do saco. Quando o sensor de posição do cilindro de fixação da boca (1) detectar o fim de curso o sinalizador (7) irá piscar. 5) Com a mão direita pressione e mantenha pressionado o botão de comando de fixação direito (4). O cilindro direito de fixação da boca (2) irá avançar e a presilha (6) irá fixar o lado direito da boca do saco. Quando o sensor de posição do cilindro de fixação da boca (2) detectar o fim de curso o sinalizador (7) irá acender. Caso um dos botões seja liberando antes do fim deste processo os cilindros (1 e 2) irão recuar liberando a boca. 6) O equipamento já está habilitado para encher o Big-Bag, caso o silo já estiver cheio a válvula de saída (13) do silo (14) irá abrir e permanecer aberta até o silo esvaziar. Neste momento o sinalizador (7) irá apagar, indicando que o Big-Bag pode ser retirado. 7) No painel de comando, coloque a chave de comando da elevação do Big-Bag (11) na posição desce. Neste momento o contato bloqueia o funcionamento da esteira, as presilhas (5,6) irão liberar a boca do Big-Bag e assim que o sensor de posição dos cilindros (1,2) detectar que o cilindro já retornou liberando totalmente a boca do Big-Bag os cilindros de suspensão (8) irão avançar fazendo com que o Big-Bag desça. 8) Retire o Big-Bag e repita a operação a partir do item 1. Obs. Contato de saída de bloqueio da esteira fechado -> Libera o funcionamento da esteira Contato de saída de bloqueio da esteira aberto -> Bloqueia o funcionamento da esteira Este contato deve ser colocado em série com o comando de acionamento da esteira EV-00-M.doc-revHEAD.svn000.tmp.doc 4/13

5 5. Telas da aplicação 0007-EV-00-M.doc-revHEAD.svn000.tmp.doc 5/13

6 5.1 - Descrição das Telas: Animação Inicial: Esta Tela é mostrada quando o sistema é energizado. Após 5 segundos o sistema é direcionado para a Tela da Aplicação. Tela de Parada: Esta tela aparece após a nova configuração do sistema ao menu de calibração e na inicialização. Nesta tela todas as saídas são desabilitadas portanto as válvulas ficam fechadas e o sistema não permite que a alimentação seja iniciada. Para acessar a Tela da Aplicação pressionar a tecla. Tela da Aplicação: Nesta tela podem ser visualizados: Peso no Silo, Status de enchimento do Silo e Fixação do Bag e uma animação dos principais componentes do sistema. Válvula Guilhotina, Tubo Vibratório, Válvula de Alimentação, Silo de Pesagem, Válvula de Saída e Cilindros de Elevação do Big-Bag. Para acessar o Menu Principal pressionar a tecla, será solicitada a digitação de senha. Tela de Senha: Esta tela é apresentada toda vez que se tenta acessar os menus de ajustes do equipamento. A senha é fixa e configurada em fábrica deve ser passada apenas para o pessoal treinado e para operar do equipamento, sendo 3 níveis de Senha. Senha: Senha do Usuário. Acesso as telas 1, 2 e 3. Senha: 243. Senha de Manutenção. Acesso as telas 4, 5 e 6. Menu Principal: Através desta tela podemos efetuar as configurações de uso do equipamento pressionando as teclas e são mostradas as outras opções do menu para acessar as funções pressione as teclas de 1 a 7. Níveis de Corte: Status dos I/O do PLC: Histórico de Pesagem: Solicita senha de manutenção Tempos: Log de Erros: Válvula Guilhotina: Solicita senha de calibração Calibração: Para retornar a tela da aplicação pressione a tecla EV-00-M.doc-revHEAD.svn000.tmp.doc 6/13

7 Níveis de Corte: A Tela de Edição dos Níveis de Corte realiza o intertravamento dos valores de Corte Fino (valor total do Big-Bag a ser enchido menos produto em vôo), Corte Grosso (valor que inicia o enchimento pulsado) e valor Vazia (valor minimo de material para admitir o silo vazio). Exemplo: Enchimento de Big-Bag com 2000Kg Corte Fino: 1998,0 Kg -> Admite que após o fechamento da válvula ainda exista 2,0 Kg de material em vôo. Corte Grosso: 1920,0 Kg -> De zero até este valor a válvula de entrada fica totalmente aberta, após inicia o pulsado. Vazia: 1,0 Kg -> Valor de referência para indicar que o silo está vazio, este valor é utilizado quando o silo está esvaziando o seu conteúdo no Big-Bag, o sistema aguarda o peso ficar abaixo do valor de Vazia e estável. Válvula Guilhotina: Nesta tela é realizada a Edição do valor de acionamento para a válvula guilhotina conforme descrito no capitulo 4 no item Contato da Válvula Guilhotina. Tempo do Pulsado: Através do teclado numérico digite o tempo de abertura e fechamento das válvula de alimentação que será utilizado durante a dosagem pulsada. Status dos I/O do PLC: Nesta tela é possível monitorar as entradas de sinal e acionamentos das saídas do PLC, durante o processo. Pode ser utilizada para localizar alguma eventual falha em algum dos sensores ou dispositivos de saída. Histórico de Pesagem: O sistema é capaz de armazenar a quantidade de Big-Bags que foram ensacados pelo equipamento e efetuar a média de peso com que cada um foi carregado EV-00-M.doc-revHEAD.svn000.tmp.doc 7/13

8 6. Instalação e Conexões: 6.1 Visão Geral: Para o perfeito funcionamento do equipamento e segurança dos operadores uma série de cuidados na instalação e operação são necessários, portanto é preciso estar atento às seguintes recomendações: o acionamento das teclas do PLC e do indicador deverá ser sempre com os dedos e nunca com objetos como chave de fenda, com risco de danificá-las. use um pano seco e macio para limpar o gabinete do PLC e indicador. No caso de manchas mais difíceis, utilize um pano levemente umedecido em água e sabão neutro. Nunca use benzina, thinner, álcool ou outros solventes químicos na limpeza do equipamento Condições Elétricas: Para que a Balança opere de maneira correta é necessário verificar se a tensão elétrica disponível e a configuração dos terminais e tomadas estão corretas antes de ligá-la. O equipamento deve ser alimentado por uma tomada de força de Vac 50/60Hz. o uso de aterramento é fundamental para uma proteção contínua contra o perigo de descargas elétricas, assegurar que o sinal de terra do cabo está conectado ao terra físico de baixa resistência. verificar se a tomada na qual o equipamento será conectado está de acordo com as tensões indicadas nas configurações do quadro ao lado: não interligar o terminal de neutro ao terminal de terra internamente à tomada pois, embora o neutro seja aterrado na conexão secundária do transformador, nos circuitos de distribuição o neutro e o terra assumem referências de tensões distintas, devido ao desequilíbrio de cargas ligadas entre fase e neutro. Desta forma, eles devem ser considerados como circuitos distintos. A tensão entre o neutro e o terra não deve ser superior a 5 V EV-00-M.doc-revHEAD.svn000.tmp.doc 8/13

9 6.3 - Borneira de Ligação do Painel de Comando: Interligar o cabo de 10mm 2 de aterramento da estrutura do parafuso de aterramento do SAMEL ao parafuso de aterramento do pedestal EV-00-M.doc-revHEAD.svn000.tmp.doc 9/13

10 7. Calibração: 7.1 Seqüência para Calibração: O processo de calibração é fácil, rápido e seguro. Porém esta calibragem deve ser efetuada por pessoa qualificada para a função pois os ajustes realizados interferem na precisão do equipamento. A seguir são abordados alguns conceitos para que a calibração seja a mais adequada em relação à capacidade da balança em questão. Através da Tela da Aplicação pressione a tecla para acessar a Tela de Menus, em seguida pressione a tecla e digite a senha de manutenção, pressione novamente a tecla e digite a senha de manutenção em seguida pressione para acessar a Tela de Calibração da estrutura de pesagem, aparecerá o seguinte Menu. Menu Calibração: Quando necessário pode se refazer a calibração da estrutura de pesagem conforme selecionado. Após acessar a Tela de Calibração aparecerá: Calibração do Silo de Pesagem: Acessa a Tela de Calibração C/Peso e S/Peso Volta ao Menu de Calibração Nestas telas aparecem os seguintes parâmetros: Tipo: Descrição: Default: CAPAC: Edição da CAPACIDADE MÁXIMA. 1500Kg PECAL: Edição do PESO DE CALIBRAÇÃO. 1000Kg FILTRO: Opções do FILTRO DIGITAL P2 ATZ: Modo de operação da função ZERO Ligad. DEGRAU: Configuração do DEGRAU do indicador. 2 Tipo de Filtro FIL r1 FIL r2 FIL r3 FIL P1 FIL P2 FIL P3 FIL P4 FIL g1 FIL g2 ATZ Desligado Ligado Opções do FILTRO DIGITAL Descrição Filtros de resposta rápida para aplicações em plataformas de pesagem com capacidade de até 120 kg Filtros para aplicações em plataformas de pesagem com capacidade superior a 120 kg Filtros para aplicações em plataformas de pesagem com cargas móveis Filtro para aplicações em plataformas de pesagem com alto grau de vibrações Modo de operação da função Zero Descrição Desabilitado Executada de modo AUTOMÁTICO 0007-EV-00-M.doc-revHEAD.svn000.tmp.doc 10/13

11 Com todos os parâmetros definidos, o sistema calcula automaticamente o número máximo de divisões visíveis no mostrador portanto, não é uma grandeza programável, e necessariamente não é uma grandeza múltipla de 10. O número de divisões é calculado por CAPAC / DEGRAU. O próximo passo é programar o PLC para reconhecer a condição de BALANÇA SEM PESO e BALANÇA COM PESO. Este programação somente deve ser feita após a correta programação do parâmetro PECAL. Tela C/Peso e S/Peso: Efetua SEM PESO Efetua COM PESO Efetua CALC. Antes da programação do parâmetro BALANÇA SEM PESO (SPESO), deve-se ter certeza que não há nenhum peso sobre o sistema e que os acessórios que fazem parte do peso morto estejam em seus locais de trabalho, só então pressionar a tecla. Uma vez acionada a captura da informação de BALANÇA SEM PESO, no mostrador aparece a mensagem. O procedimento para a programação do parâmetro BALANÇA COM PESO (CPESO) é bem similar. Posicione o peso de Calibração distribuído igualmente sobre o centro da distâncias entre as 3 células de carga.. Deve-se ter certeza que o PESO DE CALIBRAÇÃO está fixado no local adequado e a estrutura estabilizada. Uma vez acionada a captura da informação de BALANÇA COM PESO através da tecla, no mostrador aparece a mensagem. Não é obrigatório que a sequência de programação seja a descrita acima, ou seja, a programação do parâmetro CPESO pode ser feita antes do SPESO pois o indicador realiza a validação final somente após os dois estágios terem sido realizados pressionando a tecla EV-00-M.doc-revHEAD.svn000.tmp.doc 11/13

12 8. Segurança do Sistema: Caso haja a necessidade de se realizar uma pausa durante o processo, a qualquer momento poderá ser pressionado o Botão LIGA/DESLIGA-PARADA DE EMERGÊNCIA, botão vermelho no painel de controle que leva o sistema para a condição segura fechando as Válvulas Borboleta e Guilhotina, desligamento do vibrador do Tubo, esteira. O mesmo ocorre em caso de falta de energia elétrica, ao religar o sistema é reinicializado. 8.1 Autodiagnóstico: O da Alfa Instrumentos Eletrônicos tem a capacidade de se autodiagnosticar através de rotinas de verificação de estados e sensores de posição instalados em nos atuadores. Assim sendo, ao enviar um comando para movimentação de um cilindro o equipamento confere se o cilindro foi para a posição desejada e caso haja algum tipo de problema que impeça esta ação o sistema indicará em qual cilindro ocorreu o problema. Sempre que é detectado um Erro o sistema mostra a Tela de Erros acima. Ao pressionar a tecla o sistema sai da condição de erro por 15 segundos e verifica novamente se existe algum tipo de erro ou se este já foi corrigido. Caso o sistema detecte que o sistema saiu da condição de erro ele irá sair desta condição sem a intervenção humana, porém esta informação será registrada conforme descrito a seguir. 8.2 Menu de Erros: Menu do Log de Erros: O equipamento gera um registro dos últimos 10 erros detectados pelo sistema. Os registros contem: Número de geração, Tipo de Erro, Data e Hora do Ocorrido. Tela de Visualização dos Registros de Erros: Apaga Registros: Configura data e hora atual. Tela de Visualização dos Registros de Erros: Ao acessar esta tela é mostrado o último registro gerado. Através teclas e pode se navegar através dos registros. Para retornar ao Menu do Log de Erros pressione a tecla. Tela de Configuração Data e Hora: O equipamento possui uma bateria que mantem a Data e Hora do sistema quando este é desenergizado, no entanto pode ser necessário que esta data e hora sejam ajustadas ou modificadas para atender ao Horário de Verão ou corrigir eventuais diferenças em relação a hora atual. Neste caso pode-se digitar a data e hora corretas e confirmar pressionando a tecla. O dado que estiver sendo alterado permanece piscando EV-00-M.doc-revHEAD.svn000.tmp.doc 12/13

13 8.3 - Tipos de erro indicados automaticamente pelo Sistema: Os tipos de erros que o equipamento é capaz de detectar são descritos a seguir. Erro de Falta de Comunicação O sistema não está conseguindo se comunicar com o transmissor digital, verificar fiação do transmissor. Não conseguiu zerar o sistema de Pesagem O sistema não está conseguindo realizar o comando de zero no silo, verificar se não existe produto em demasia grudado no silo. Erro ao acionar a elevação do Bag O sistema detectou que existe inconsistência no estado dos sensores de posição do cilindro elevação do Big-Bag, verificar se o sinal elétrico chegou a válvula solenóide correspondente e se os Erro ao acionar a descida do Bag O sistema detectou que existe inconsistência no estado dos sensores de posição dos cilindros elevação do Big-Bag, verificar se o sinal elétrico chegou a válvula solenóide correspondente e se os Erro ao fechar a Garra direita O sistema detectou que existe inconsistência no estado dos sensores de posição do cilindro de fixação do bocal do lado direito, verificar se o sinal elétrico chegou a válvula solenóide correspondente e se os Erro ao abrir a Garra direita O sistema detectou que existe inconsistência no estado dos sensores de posição do cilindro de fixação do bocal do lado direito, verificar se o sinal elétrico chegou a válvula solenóide correspondente e se os Erro ao fechar a Garra esquerda O sistema detectou que existe inconsistência no estado dos sensores de posição do cilindro de fixação do bocal do lado esquerdo, verificar se o sinal elétrico chegou a válvula solenóide correspondente e se os Erro ao abrir a Garra esquerda O sistema detectou que existe inconsistência no estado dos sensores de posição do cilindro de fixação do bocal do lado esquerdo, verificar se o sinal elétrico chegou a válvula solenóide correspondente e se os Erro ao abrir a válvula de Alimentação O sistema detectou que existe inconsistência no estado dos sensores de posição da válvula borboleta de alimentação do silo, verificar se o sinal elétrico chegou a válvula solenóide correspondente e se os Erro ao fechar a válvula de Alimentação O sistema detectou que existe inconsistência no estado dos sensores de posição da válvula borboleta de alimentação do silo, verificar se o sinal elétrico chegou a válvula solenóide correspondente e se os Erro ao abrir a válvula de Saída O sistema detectou que existe inconsistência no estado dos sensores de posição da válvula borboleta de saída do silo, verificar se o sinal elétrico chegou a válvula solenóide correspondente e se os sensores estão bem posicionados; Erro ao fechar a válvula de Saída O sistema detectou que existe inconsistência no estado dos sensores de posição da válvula borboleta de saída do silo, verificar se o sinal elétrico chegou a válvula solenóide correspondente e se os Este Bag deverá ser descartado O sistema recebeu um pulso na entrada de detector de metal o que significa que este Bag deverá ser descartado EV-00-M.doc-revHEAD.svn000.tmp.doc 13/13

Manual de Configuração e Operação

Manual de Configuração e Operação ALFA INSTRUMENTOS ELETRÔNICOS LTDA Manual de Configuração e Operação Última alteração Número do documento 21/02/2013 10:38 Este documento contém os procedimentos de configuração e operação do sistema de

Leia mais

SP-6000/ES ENSAQUE SIMPLES

SP-6000/ES ENSAQUE SIMPLES SP-6000/ES ENSAQUE SIMPLES CAPS LOCK IMPRESSORA ATIVIDADE ESTÁVEL FUNÇÃO ESC F1 F2 F3 F4 F5 F6 F7 F8 F9 F10 F11 F12! @ # $ % / & * ( ) _ + BackSpace 1 2 3 4 5 6 7 8 9 0 - = TAB Q W E R T Y U I O P Enter

Leia mais

Manual Balanças Kids. Balança Pesadora Kids Manual do Usuário. www.upxsolution.com.br Vendas: 11 4096-9393 Página: 1

Manual Balanças Kids. Balança Pesadora Kids Manual do Usuário. www.upxsolution.com.br Vendas: 11 4096-9393 Página: 1 Balança Pesadora Kids Manual do Usuário www.upxsolution.com.br Vendas: 11 4096-9393 Página: 1 Indice 1. Instalação 2. Localização da Funções 3. Ligando a Balança 4. Operação 5. Configurações 6. Mensagens

Leia mais

MOVIMENTADOR PARA PORTAS DE ENROLAR

MOVIMENTADOR PARA PORTAS DE ENROLAR MOVIMENTADOR PARA PORTAS DE ENROLAR www.mastertec.ind.br 1 ÍNDICE 1. Recursos:... 3 2. Condições de funcionamento:... 3 3. Características técnicas:... 3 4. Características construtivas:... 3 5. Diagrama

Leia mais

MANUAL TÉCNICO DA CENTRAL FÊNIX-20L

MANUAL TÉCNICO DA CENTRAL FÊNIX-20L MANUAL TÉCNICO SUMÁRIO CARACTERÍSTICAS GERAIS... 3 PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS... 3 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS... 3 PAINEL... 4 FUNÇÕES DO PAINEL... 4 FUNÇÕES INTERNAS PLACA DE CONTROLE... 6 FUNÇÕES INTERNAS

Leia mais

CENTRAL DE ALARME BRISA 4 PLUS

CENTRAL DE ALARME BRISA 4 PLUS CENTRAL DE ALARME BRISA 4 PLUS Parabéns, Você acaba de adquirir uma central de alarme modelo Brisa 4 Plus produzida no Brasil com a mais alta tecnologia de fabricação. 1- PAINEL FRONTAL Led REDE: Indica

Leia mais

Manual do Painel Aceno Digital A3000/A6000. www.acenodigital.com.br. Rua Porto Alegre, 212 Jd. Agari 43 3027-2255 Cep: 86.

Manual do Painel Aceno Digital A3000/A6000. www.acenodigital.com.br. Rua Porto Alegre, 212 Jd. Agari 43 3027-2255 Cep: 86. Manual do Painel Aceno Digital A3000/A6000 Manual do Painel Aceno Digital A3000/A6000 Este manual apresenta o funcionamento e os procedimentos de configuração e instalação dos painéis Aceno Digital, modelos

Leia mais

Manual de Operação e Configuração Versão Dosador de Óleo 1.1. Dosador de Óleo PESO EXATO

Manual de Operação e Configuração Versão Dosador de Óleo 1.1. Dosador de Óleo PESO EXATO Manual de Operação e Configuração Versão Dosador de Óleo 1.1 Dosador de Óleo PESO EXATO DEZEMBRO / 2009 2 ÍNDICE 1 MENU F1:... 4 1.1 Programação do peso do Óleo a ser dosado... 4 2 MENU F2... 5 2.1 Quantidade

Leia mais

Manual do Usuário REV 2.0 MMD1 VSI VERSÃO 1.0 OPERAÇÃO

Manual do Usuário REV 2.0 MMD1 VSI VERSÃO 1.0 OPERAÇÃO Manual do Usuário REV 2.0 MMD1 VSI VERSÃO 1.0 OPERAÇÃO Parabéns! Você acaba de adquirir um produto de alta confiabilidade, projetado e construído dentro dos mais rígidos padrões de qualidade. A MEDLIQ

Leia mais

Manual de Operação BALANÇA ELETRÔNICA US 30/2

Manual de Operação BALANÇA ELETRÔNICA US 30/2 Manual de Operação BALANÇA ELETRÔNICA US 30/2 1- CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS Prato em aço inoxidável 340 x 310 mm. Saída serial para impressora matricial Urano USE-PII. Temperatura de operação: 0 a 50 ºC.

Leia mais

MANUAL DE OPERAÇÃO MANUTENÇÃO DOSADORES GRAVIMÉTRICOS

MANUAL DE OPERAÇÃO MANUTENÇÃO DOSADORES GRAVIMÉTRICOS MANUAL DE OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO DOSADORES GRAVIMÉTRICOS MODELO: N O DE SÉRIE: FABRICAÇÃO: / / 1 INTRODUÇÃO É com grande satisfação que a INEAL ALIMENTADORES LTDA coloca mais um equipamento à sua disposição.

Leia mais

Manual do Usuário Balança SA-110 WWW.ELGIN.COM.BR

Manual do Usuário Balança SA-110 WWW.ELGIN.COM.BR Manual do Usuário Balança SA-110 WWW.ELGIN.COM.BR Índice Capítulo 1: O Produto Acessórios que compõem o produto Função do modelo Capítulo 2: Instalação do Produto Instalação física Conexão a tomada Cabo

Leia mais

MaxHome. Mini Ferro de Viagem. MaxHome. Sm-110 Bivolt

MaxHome. Mini Ferro de Viagem. MaxHome. Sm-110 Bivolt Mini Ferro de Viagem Sm-110 Bivolt ÍNDICE NOTAS: Parabéns por ter adquirido o seu Mini Ferro de Viagem. Características do produto Dicas de Segurança Informações do aparelho Usando o aparelho Cuidados

Leia mais

MANUAL DE OPERAÇÃO SISTEMA ROR

MANUAL DE OPERAÇÃO SISTEMA ROR MANUAL DE OPERAÇÃO SISTEMA ROR ÍNDICE I - INTRODUÇÃO... 02 II - RECEBENDO SEU SISTEMA ROR... 02 III - MONTAGEM DO EQUIPAMENTO... 03 IV - LIGANDO SUA BALANÇA... 03 V - RECURSOS PARA OPERAÇÃO... 04 VI -

Leia mais

Manual de Operação e Configuração. Balança Dosadora de Ração

Manual de Operação e Configuração. Balança Dosadora de Ração Manual de Operação e Configuração Balança Dosadora de Ração 2 1- INTRODUÇÃO A (SPM e SPF) foi projetada para atender as necessidades no setor de pesagem e distribuição de ração em toda linha avícola, fornecendo

Leia mais

Manual de Instalação... 2 RECURSOS DESTE RELÓGIO... 3 1 - REGISTRANDO O ACESSO... 4 1.1 Acesso através de cartão de código de barras:...

Manual de Instalação... 2 RECURSOS DESTE RELÓGIO... 3 1 - REGISTRANDO O ACESSO... 4 1.1 Acesso através de cartão de código de barras:... 0 Conteúdo Manual de Instalação... 2 RECURSOS DESTE RELÓGIO... 3 1 - REGISTRANDO O ACESSO... 4 1.1 Acesso através de cartão de código de barras:... 4 1.2 Acesso através do teclado (digitando a matrícula):...

Leia mais

Manual de utilização do módulo NSE METH 3E4RL

Manual de utilização do módulo NSE METH 3E4RL INSTALAÇÃO 1 - Baixe o arquivo Software Configurador Ethernet disponível para download em www.nse.com.br/downloads-manuais e descompacte-o em qualquer pasta de sua preferência. 2 - Conecte a fonte 12Vcc/1A

Leia mais

Controle de Acesso Stand Alone Biofinger 22K

Controle de Acesso Stand Alone Biofinger 22K Imagem meramente ilustrativa Controle de Acesso Stand Alone Biofinger 22K 1 Sumário Apresentação... 3 1. Fixação do Equipamento... 3 2. Estrutura e Funções... 4 3. Conexões... 4 4. Conexão com outros acessórios...

Leia mais

Manual de Configuração e Operação

Manual de Configuração e Operação ALFA INSTRUMENTOS ELETRÔNICOS LTDA Manual de Configuração e Operação Última alteração Número do documento 21/02/2013 10:56 0054.MN.01.A Este documento contém os procedimentos de configuração e operação

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO. Central de Alarme Particionada

MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO. Central de Alarme Particionada MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO AP6 Central de Alarme Particionada www.compatec.com.br 2 www.compatec.com.br 3 4. Dimensões do produto... 5. Conhecendo o seu produto... 7 5.1 Conhecendo as funções da central...

Leia mais

MANUAL DE OPERAÇÃO BALANÇA ROR LINHA RS

MANUAL DE OPERAÇÃO BALANÇA ROR LINHA RS MANUAL DE OPERAÇÃO BALANÇA ROR LINHA RS ÍNDICE I - INTRODUÇÃO... 02 II - RECEBENDO SUA BALAÇA ROR... 02 III - MONTAGEM DO EQUIPAMENTO... 02 IV - LIGANDO SUA BALANÇA... 03 V - RECURSOS PARA OPERAÇÃO...

Leia mais

AVAL 3000 PORTA GIRATÓRIA. 8 áreas. Rod. Sc434, Cx postal 01-88495.000 - Garopaba - SC - Brasil 48 3254 8800 - www.mineoro.com.br

AVAL 3000 PORTA GIRATÓRIA. 8 áreas. Rod. Sc434, Cx postal 01-88495.000 - Garopaba - SC - Brasil 48 3254 8800 - www.mineoro.com.br PORTA GIRATÓRIA AVAL 3000 8 áreas Rod. Sc434, Cx postal 01-88495.000 - Garopaba - SC - Brasil 48 3254 8800 - www.mineoro.com.br 2014 - MINEORO - Indústria Eletrônica Ltda. Todos os direitos reservados.

Leia mais

* Acesso à programação protegido por senha; * Alimentação: 90 a 240Vca (Fonte chaveada).

* Acesso à programação protegido por senha; * Alimentação: 90 a 240Vca (Fonte chaveada). PROGRAMADOR HORÁRIO MANUAL DE INSTRUÇÕES MTZ622R - 90~240VCA - P504 VERSÃO.0 ABRIL/202 * Acesso à programação protegido por senha; * Alimentação: 90 a 240Vca (Fonte chaveada). 3.2 DIMENSÕES PLACA IHM:

Leia mais

WT-1000 LED INDICADOR DE PESAGEM

WT-1000 LED INDICADOR DE PESAGEM WT-1000 LED INDICADOR DE PESAGEM Manual do usuário Rev0 21/03/2006 Índice 1 Funções das teclas Página 2 2 Operação Página 2 2.1 Carregando a Bateria Página 2 2.2 Zero Manual Página 3 2.3 Função de Tara

Leia mais

PS 9100. Contadora e Classificadora de Moedas

PS 9100. Contadora e Classificadora de Moedas Contadora e Classificadora de Moedas ÍNDICE 1 Identificação : 2 Instalação: 2.1 Conteúdo: 2.2 Desembalagem : 2.3 Instruções de Instalação : 3 Documentos : 3.1 Especificações das Moedas : 3.2 Condições

Leia mais

Figura 1: tela inicial do BlueControl COMO COLOCAR A SALA DE INFORMÁTICA EM FUNCIONAMENTO?

Figura 1: tela inicial do BlueControl COMO COLOCAR A SALA DE INFORMÁTICA EM FUNCIONAMENTO? Índice BlueControl... 3 1 - Efetuando o logon no Windows... 4 2 - Efetuando o login no BlueControl... 5 3 - A grade de horários... 9 3.1 - Trabalhando com o calendário... 9 3.2 - Cancelando uma atividade

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO RADAR DUO N de Homologação: 0723-12-2791

MANUAL DE INSTALAÇÃO RADAR DUO N de Homologação: 0723-12-2791 MANUAL DE INSTALAÇÃO RADAR DUO N de Homologação: 0723-12-2791 Versão 1.00 Manual de Instalação RADAR DUO 2 Índice 1. Introdução... 3 2. Especificações técnicas... 3 3. Conhecendo o equipamento... 4 3.1

Leia mais

Manual de Operação. Balança UR10000 LIGHT 300/100

Manual de Operação. Balança UR10000 LIGHT 300/100 Manual de Operação Balança UR10000 LIGHT 300/100 1 - INTRODUÇÃO Este equipamento foi projetado para atender aos mais rigorosos requisitos de precisão em pesagem, possuindo componentes de altíssima qualidade,

Leia mais

Acessando o SVN. Soluções em Vendas Ninfa 2

Acessando o SVN. Soluções em Vendas Ninfa 2 Acessando o SVN Para acessar o SVN é necessário um código de usuário e senha, o código de usuário do SVN é o código de cadastro da sua representação na Ninfa, a senha no primeiro acesso é o mesmo código,

Leia mais

MD-50 Plus. Com a senha mestre são permitidas todas as funções de programação do módulo. A senha de fábrica é 5-6-7-8.

MD-50 Plus. Com a senha mestre são permitidas todas as funções de programação do módulo. A senha de fábrica é 5-6-7-8. MD-50 Plus DESCRIÇÃO DO PRODUTO Com esse equipamento você pode monitorar qualquer central de alarme convencional ou eletrificador. Ele possui 4 entradas e uma saída PGM que pode ser acionada por telefone

Leia mais

FILMADORA SPORT MANUAL DO USUÁRIO. Todas as Imagens deste manual são meramente ilustrativas.

FILMADORA SPORT MANUAL DO USUÁRIO. Todas as Imagens deste manual são meramente ilustrativas. FILMADORA SPORT MANUAL DO USUÁRIO Todas as Imagens deste manual são meramente ilustrativas. www.orangeexperience.com.br FILMADORA SPORT ÍNDICE Acessórios Encaixe dos Suportes Requisitos do Sistema O

Leia mais

Acionamento através de senha*, cartão de proximidade e biometria. Compatível com fechaduras magnéticas, eletroímãs e cancelas.

Acionamento através de senha*, cartão de proximidade e biometria. Compatível com fechaduras magnéticas, eletroímãs e cancelas. 1/8 Visão Geral: Instalação e configuração simplificada. Alta capacidade de armazenamento de registros e usuários. Acionamento através de senha*, cartão de proximidade e biometria. Compatível com fechaduras

Leia mais

Manual de Instruções de Instalação e Garantia. Aquecedor Universal Com Acionamento Digital

Manual de Instruções de Instalação e Garantia. Aquecedor Universal Com Acionamento Digital Manual de Instruções de Instalação e Garantia Aquecedor Universal Com Acionamento Digital Parabéns! Você acabou de adquirir um produto com a qualidade AQUAPLÁS Apresentação O Aquecedor AQUAPLÁS é utilizado

Leia mais

Manual de Instruções 98310 BALANÇA DE CARGA DE REFRIGERANTE SEM FIO 98315 BALANÇA DE CARGA DE REFRIGERANTE SEM FIO COM SOLENOIDE

Manual de Instruções 98310 BALANÇA DE CARGA DE REFRIGERANTE SEM FIO 98315 BALANÇA DE CARGA DE REFRIGERANTE SEM FIO COM SOLENOIDE Manual de Instruções 98310 BALANÇA DE CARGA DE REFRIGERANTE SEM FIO 98315 BALANÇA DE CARGA DE REFRIGERANTE SEM FIO COM SOLENOIDE INSTRUÇÕES OPERACIONAIS BALANÇA SEM FIO DE CARGA DE REFRIGERANTE BALANÇA

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO TETROS MOTO V2. N de Homologação: 1702-09-2791. Versão 1.00

MANUAL DE INSTALAÇÃO TETROS MOTO V2. N de Homologação: 1702-09-2791. Versão 1.00 MANUAL DE INSTALAÇÃO TETROS MOTO V2 N de Homologação: 1702-09-2791 Versão 1.00 Manual de Instalação TETROS MOTO V2 2 Índice 1. Introdução... 3 2. Especificações técnicas... 3 3. Conhecendo o equipamento...

Leia mais

OPL9815 Inventário Configurável

OPL9815 Inventário Configurável OPL9815 Inventário Configurável Versão: PXOINCG (OPL9815) 30/09/2015: Revisão 01 Opticon Latin America Versão: INCG - Página 1 1. Funcionalidades... 3 2. Teclas... 3 3. Estrutura de Menus... 4 3. 1. Coleta...

Leia mais

R O B Ó T I C A. Sensor Smart. Ultrassom. Versão Hardware: 1.0 Versão Firmware: 1.0 REVISÃO 1211.13. www.robouno.com.br

R O B Ó T I C A. Sensor Smart. Ultrassom. Versão Hardware: 1.0 Versão Firmware: 1.0 REVISÃO 1211.13. www.robouno.com.br R O B Ó T I C A Sensor Smart Ultrassom Versão Hardware: 1.0 Versão Firmware: 1.0 REVISÃO 1211.13 Sensor Smart Ultrassom 1. Introdução Os sensores de ultrassom ou ultrassônicos são sensores que detectam

Leia mais

Manual de operações e instruções

Manual de operações e instruções Manual de operações e instruções Transmissor e Indicador de Vazão de Ar TIVA Com display LCD Rua Cincinati, 101 - São Paulo -SP Tel. / Fax (011) 5096-4654 - 5096-4728. E-mail: vectus@vectus.com.br Para

Leia mais

Manual de Operação. Impressora Térmica Não fiscal ZP220 UBT 1-12

Manual de Operação. Impressora Térmica Não fiscal ZP220 UBT 1-12 Manual de Operação Impressora Térmica Não fiscal ZP220 UBT 1-12 1. INTRODUÇÃO ZP220-UBT é uma impressora térmica top de linha que trabalha em alta velocidade de impressão, baixo nível de ruído de impressão,

Leia mais

Guia Rápido de Instalação

Guia Rápido de Instalação Biofinger 115K Guia Rápido de Instalação Apresentação O BIOFINGER 115K da CS é um controle de acesso biométrico e proximidade RFID que possui um elevado desempenho. Seu avançado algoritmo proporciona velocidade

Leia mais

Ligação da rede elétrica 19. Visão lateral fonte. Rede (100 ~240 Vac) 60 Hz. Neutro (Azul Claro 1,5 mm 2 ) Fase (Preto 1,5 mm 2 ) Visão frontal

Ligação da rede elétrica 19. Visão lateral fonte. Rede (100 ~240 Vac) 60 Hz. Neutro (Azul Claro 1,5 mm 2 ) Fase (Preto 1,5 mm 2 ) Visão frontal Ligação da rede elétrica A ligação com a rede elétrica é feita diretamente no módulo placa do carregador e conexões INC 2000, conforme a figura a seguir: Visão lateral fonte Terra (Verde 1,5 mm 2 ) Visão

Leia mais

MANUAL DE OPERAÇÃO MÁQUINA DE LAVAR LOUÇA LAVA RÁPIDO

MANUAL DE OPERAÇÃO MÁQUINA DE LAVAR LOUÇA LAVA RÁPIDO MANUAL DE OPERAÇÃO MÁQUINA DE LAVAR LOUÇA LAVA RÁPIDO 1 1. AVISOS Leia este manual cuidadosamente antes de instalar e operar o equipamento. A operação da máquina deve estar de acordo com as instruções

Leia mais

TECLADO VIAWEB TOUCH

TECLADO VIAWEB TOUCH TECLADO VIAWEB TOUCH GUIA DE USUÁRIO V1.0 R1.00 Julho 2013 Teclado Touch - 1 2 - Guia do Usuário Teclado VIAWEB TOUCH Sumário INDICAÇÕES DO TECLADO...3 MENU DE PROGRAMAÇÃO...4 ACESSAR MENU...5 OPÇÕES PARA

Leia mais

MANUAL BÁSICO DE INSTRUÇÕES

MANUAL BÁSICO DE INSTRUÇÕES MANUAL BÁSICO DE INSTRUÇÕES ANTES DE LIGAR O DISPOSITIVO, AJUSTE A CHAVE SELETORA DE TENSÃO, LOCALIZADA NA PARTE INTERNA DO APARELHO, CONFORME ILUSTRAÇÃO 13. 1 O display informa hora/minuto intercalado

Leia mais

CENTRAL DE ALARME ASD-260 SINAL/VOZ

CENTRAL DE ALARME ASD-260 SINAL/VOZ CENTRAL DE ALARME ASD-60 SINAL/VOZ Parabéns, Você acaba de adquirir uma central de alarme modelo ASD-60 produzida no Brasil com a mais alta tecnologia de fabricação. - PAINEL FRONTAL Led REDE: Indica que

Leia mais

1.3 Conectando a rede de alimentação das válvulas solenóides

1.3 Conectando a rede de alimentação das válvulas solenóides 1.3 Conectando a rede de alimentação das válvulas solenóides CONTROLE DE FLUSHING AUTOMÁTICO LCF 12 Modo Periódico e Horário www.lubing.com.br (19) 3583-6929 DESCALVADO SP 1. Instalação O equipamento deve

Leia mais

INFORMATIVO DE PRODUTO

INFORMATIVO DE PRODUTO Unidade Discadora Telefônica - Para Monitoramento Remoto Até 5 Números Código: AFDISC A unidade discadora telefônica para monitoramento remoto, código AFDISC é um equipamento que deve ser instalado em

Leia mais

LINEAR-HCS RUA SÃO JORGE, 269 TELEFONE: (11) 2823-8800 SÃO CAETANO DO SUL SÃO PAULO CEP: 09530-250

LINEAR-HCS RUA SÃO JORGE, 269 TELEFONE: (11) 2823-8800 SÃO CAETANO DO SUL SÃO PAULO CEP: 09530-250 LINEAR-HCS RUA SÃO JORGE, 269 TELEFONE: (11) 2823-8800 SÃO CAETANO DO SUL SÃO PAULO CEP: 09530-250 1 SOFTWARE HCS 2005 - VERSÃO 4.5 (Compatível com Guarita Vr4.03 ou superior) Recomendações Iniciais Para

Leia mais

Acumuladores hidráulicos

Acumuladores hidráulicos Tipos de acumuladores Compressão isotérmica e adiabática Aplicações de acumuladores no circuito Volume útil Pré-carga em acumuladores Instalação Segurança Manutenção Acumuladores Hidráulicos de sistemas

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES DA ESTAÇÃO DE RETRABALHO SMD - MODELO SE850D rev.01

MANUAL DE INSTRUÇÕES DA ESTAÇÃO DE RETRABALHO SMD - MODELO SE850D rev.01 MANUAL DE INSTRUÇÕES DA ESTAÇÃO DE RETRABALHO SMD - MODELO SE850D rev.01 Leia atentamente as instruções contidas neste manual antes de iniciar o uso do instrumento ÍNDICE INTRODUÇÃO...1 1. ESPECIFICAÇÕES...1

Leia mais

DE PRESSÃO EM UMA RESPECTIVA TUBULAÇÃO

DE PRESSÃO EM UMA RESPECTIVA TUBULAÇÃO 1 4.ª Prática Controle (PID) DE PRESSÃO EM UMA RESPECTIVA TUBULAÇÃO da Planta de Instrumentação Industrial e Controle de Processos Contínuos da De Lorenzo OBJETIVO: 1. Fazer o controle (PID) de Pressão

Leia mais

LASERTECK LTA450 MANUAL DE USO

LASERTECK LTA450 MANUAL DE USO LASERTECK LTA450 MANUAL DE USO 2014 SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO... 3 2 INFORMAÇÕES TÉCNICAS... 3 3 CALIBRAGEM DOS MÓDULOS LASER (AFERIÇÃO E TEMPORIZAÇÃO)... 3 3.1 AFERIÇÃO DO LASER PONTO LONGITUDINAL...3 3.2

Leia mais

PROGRAMAÇÃO BÁSICA DE CLP

PROGRAMAÇÃO BÁSICA DE CLP PROGRAMAÇÃO BÁSICA DE CLP Partindo de um conhecimento de comandos elétricos e lógica de diagramas, faremos abaixo uma revisão para introdução à CLP. Como saber se devemos usar contatos abertos ou fechados

Leia mais

filmadora sport FS201

filmadora sport FS201 MANUAL DO USUÁRIO filmadora sport FS201 Acessórios Encaixe dos Suportes Aviso Requisitos do Sistema Aparência e Botões Iniciando o Uso Uso do cartão de memória Ligando e Desligando Conversão entre modos

Leia mais

Manual de Operações. Estação Auto-Manual AMS-1. www.innowatt.ind.br

Manual de Operações. Estação Auto-Manual AMS-1. www.innowatt.ind.br Manual de Operações Estação Auto-Manual AMS-1 www.innowatt.ind.br 1 INTRODUÇÃO Obrigado por ter escolhido um produto INNOWATT. Para garantir o uso correto e eficiente, é imprescindível a leitura completa

Leia mais

MANUAL DE OPERAÇÃO BALANÇA ROR MODELO RC 5000/1 CONTADORA ÍNDICE

MANUAL DE OPERAÇÃO BALANÇA ROR MODELO RC 5000/1 CONTADORA ÍNDICE MANUAL DE OPERAÇÃO BALANÇA ROR MODELO RC 5000/1 CONTADORA ÍNDICE I - INTRODUÇÃO... 03 II - INSTALAÇÃO DO EQUIPAMENTO... 03 III - LIGANDO SUA BALANÇA... 03 IV - OPERAÇÃO... 04 V - RECURSOS DA BALANÇA CONTADORA...

Leia mais

CURSO OPERACIONAL TOPOLOGIA SISTEMA SIGMA 485-E

CURSO OPERACIONAL TOPOLOGIA SISTEMA SIGMA 485-E SIGMA Sistema Integrado de Combate a Incêndio CURSO OPERACIONAL TOPOLOGIA SISTEMA SIGMA 485-E CABO BLINDADO (SHIELD) 4 VIAS 2X2,50 MM + 2X0,75 MM IHM Possibilidade de até 95 loops. LOOP LOOP LOOP CABO

Leia mais

Painel de Mensagens TXT 010556 TXT 010764 TXT 020764. Manual do Usuário

Painel de Mensagens TXT 010556 TXT 010764 TXT 020764. Manual do Usuário Painel de Mensagens TXT 010556 TXT 010764 TXT 020764 Manual do Usuário A GPTRONICS está capacitada a fabricar produtos de excelente qualidade e oferecer todo o suporte técnico necessário, tendo como objetivo

Leia mais

MANUAL DE OPERAÇÃO E CALIBRAÇÃO

MANUAL DE OPERAÇÃO E CALIBRAÇÃO MANUAL DE OPERAÇÃO E CALIBRAÇÃO ] CONVERSOR DE SINAL PARA CÉLULA DE CARGA (Versão 1.2 Out./10) 1 INDÍCE PÁG. 1 Garantia 3 2 Introdução 3 3 Instalação 3 4 Dados Técnicos 4 5 Alimentação Elétrica 4 6 Disposição

Leia mais

Indicador de pesagem. WT3000-I-Plus. Manual Técnico. Versão 03. Soluções Globais em Sistemas de Pesagem

Indicador de pesagem. WT3000-I-Plus. Manual Técnico. Versão 03. Soluções Globais em Sistemas de Pesagem Indicador de pesagem Manual Técnico Versão 03 Soluções Globais em Sistemas de Pesagem Obrigado por escolher a WEIGHTECH! Agora, além de adquirir um equipamento de excelente qualidade, você contará com

Leia mais

INFORMATIVO DE PRODUTO

INFORMATIVO DE PRODUTO Temporizador Automático / Relógio Programador de Horário Para Acionamento Automático de Sirenes e Outros Equipamentos Código: AFKITPROG 2 O REGISTRADOR ELETRÔNICO DE PONTO REP O Relógio Acionador Automático

Leia mais

DRIVER DA TELA SENSÍVEL AO TOQUE MANUAL DE OPERAÇÃO

DRIVER DA TELA SENSÍVEL AO TOQUE MANUAL DE OPERAÇÃO MONITOR LCD DRIVER DA TELA SENSÍVEL AO TOQUE MANUAL DE OPERAÇÃO para Mac Versão 1.0 Modelos aplicáveis PN-L802B/PN-L702B/PN-L602B Conteúdo Introdução...3 Requisitos do sistema...3 Configuração do computador...4

Leia mais

CENTRAL DE ALARME COM FIO AW-211 CONTROLE REMOTO

CENTRAL DE ALARME COM FIO AW-211 CONTROLE REMOTO CENTRAL DE ALARME COM FIO AW2 CONTROLE REMOTO CARACTERÍSTICAS DO APARELHO Central de alarme de setor com fio; Caixa plástica com alojamento para bateria selada de 7 A/H; Carregador de bateria incorporado;

Leia mais

Manual de Operação Balança Eletrônica Mod: EB 2001

Manual de Operação Balança Eletrônica Mod: EB 2001 Manual de Operação Balança Eletrônica Mod: EB 2001 1 Descrição: A balança eletrônica produzida por nossa empresa utiliza tecnologia de ponta, baixo consumo de energia e conversores analógicos/digitais

Leia mais

Manual de Instruções. Posicionador e Incrementador Modelo PIS-01/72. Cód.: Frontal. Conexões Elétricas. Introdução

Manual de Instruções. Posicionador e Incrementador Modelo PIS-01/72. Cód.: Frontal. Conexões Elétricas. Introdução Introdução Características Técnicas O posicionador e incrementador Samrello é um equipamento utilizado para o comando de posicionamento dos eixos em máquinas e processos, em diversas áreas e aplicações.

Leia mais

1 ACESSO PARA SECRETÁRIA... 4 2 - CONFIGURAR HORÁRIOS DE ATENDIMENTO... 4 2.1 BLOQUEANDO E HABILITANDO HORÁRIOS... 5 3 PRÉ-DEFININDO PARÂMETROS DE

1 ACESSO PARA SECRETÁRIA... 4 2 - CONFIGURAR HORÁRIOS DE ATENDIMENTO... 4 2.1 BLOQUEANDO E HABILITANDO HORÁRIOS... 5 3 PRÉ-DEFININDO PARÂMETROS DE 2 1 ACESSO PARA SECRETÁRIA... 4 2 - CONFIGURAR HORÁRIOS DE ATENDIMENTO... 4 2.1 BLOQUEANDO E HABILITANDO HORÁRIOS... 5 3 PRÉ-DEFININDO PARÂMETROS DE ATENDIMENTO... 6 4 - A TELA AGENDA... 7 4.1 - TIPOS

Leia mais

BR DOT COM SISPON: MANUAL DO USUÁRIO

BR DOT COM SISPON: MANUAL DO USUÁRIO BR DOT COM SISPON: MANUAL DO USUÁRIO BAURU 2015 2 BR DOT COM SISPON: MANUAL DO USUÁRIO Manual do usuário apresentado para auxiliar no uso do sistema SisPon. BAURU 2015 3 SUMÁRIO 1 Instalação... 5 1.1 Sispon...

Leia mais

dígitos. altura (mm) 10

dígitos. altura (mm) 10 ±,QVWDODomR Este equipamento é de fixação em, por meio de duas presilhas, cujo aperto é realizado por parafuso. As dimensões para a abertura são indicadas na figura1. O esquema de ligação é mostrado na

Leia mais

Motores Energia Automação Tintas PFW01. Controlador Automático do Fator de Potência. Manual de Instalação e Operação

Motores Energia Automação Tintas PFW01. Controlador Automático do Fator de Potência. Manual de Instalação e Operação Motores Energia Automação Tintas PFW01 Controlador Automático do Fator de Potência Manual de Instalação e Operação Atenção Você está utilizando um equipamento que trabalha com tensões elevadas. Atenção

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES DA FONTE DIGITAL MODELO PS-3060D

MANUAL DE INSTRUÇÕES DA FONTE DIGITAL MODELO PS-3060D MANUAL DE INSTRUÇÕES DA FONTE DIGITAL MODELO PS-3060D Leia atentamente as instruções contidas neste manual antes de iniciar o uso do aparelho ÍNDICE 1. Introdução... 01 2. Especificações... 02 2.1. Gerais...

Leia mais

LASERTECK SOFTECK FC MANUAL DO USUÁRIO

LASERTECK SOFTECK FC MANUAL DO USUÁRIO LASERTECK SOFTECK FC MANUAL DO USUÁRIO 2015 SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO... 3 2 REQUISITOS DO SISTEMA... 3 3 INSTALAÇÃO... 3 4 O QUE MUDOU... 3 5 COMO COMEÇAR... 4 6 FORMULÁRIOS DE CADASTRO... 5 7 CADASTRO DE

Leia mais

Manual de Instruções

Manual de Instruções Manual de Instruções (Linha Exclusive Thermomatic) Exclusive III Obrigado por escolher a série dos desumidificadores Exclusive da Thermomatic. Para garantir o uso correto das operações, por favor, leia

Leia mais

VÍDEO PORTEIRO SENSE E VIVA-VOZ SENSE. Manual de Instalação

VÍDEO PORTEIRO SENSE E VIVA-VOZ SENSE. Manual de Instalação VÍDEO PORTEIRO SENSE E VIVA-VOZ SENSE Manual de Instalação Manual de Instalación Installation Manual HDL da Amazônia Indústria Eletrônica LTDA. Av. Abiurana, 1150 - Distrito Indústrial Manaus - AM - Cep:

Leia mais

MÁQUINA PARA COSTURAR BOCA DE SACO

MÁQUINA PARA COSTURAR BOCA DE SACO MANUAL DE INSTRUÇÃO MÁQUINA PARA COSTURAR BOCA DE SACO MODELO: SS-26-1W - 1 - MÁQUINA PARA COSTURAR BOCA DE SACO Leia atentamente as instruções antes de iniciar o uso: a) Verificar se a voltagem está correta

Leia mais

PAINEL DIGITAL SUNDOW WEB - COMPLETO * SD40

PAINEL DIGITAL SUNDOW WEB - COMPLETO * SD40 RUA SIGFREDO DAY, 50 - SOBRELOJA CIC CEP 81.170-650 CURITIBA PR FONE / FAX: (41)3014-3536. E-MAIL: vendas@guster.com.br INSTRUMENTOS AUTOMOTIVOS MONITORAMENTO DE VEÍCULOS RASTREADORES GPS - TRAVAS PAINEL

Leia mais

Impressora Térmica ZP300 UES-QR

Impressora Térmica ZP300 UES-QR Manual de Operação Impressora Térmica ZP300 UES-QR 1-12 1. CONTEÚDO DA CAIXA No interior da caixa você deverá encontrar: Uma Impressora; Um Certificado de Garantia; Um Manual de Operação; Uma Fonte de

Leia mais

SUMÁRIO. 1. Instalação... 1. 2. Operações... 3. 2.1 Comunicação... 4. 2.1.1 Modo... 4. 2.1.2 Ethernet... 5. 2.1.3 Serial... 6

SUMÁRIO. 1. Instalação... 1. 2. Operações... 3. 2.1 Comunicação... 4. 2.1.1 Modo... 4. 2.1.2 Ethernet... 5. 2.1.3 Serial... 6 SUMÁRIO 1. Instalação... 1 2. Operações... 3 2.1 Comunicação... 4 2.1.1 Modo... 4 2.1.2 Ethernet... 5 2.1.3 Serial... 6 2.1.4 Configurações da placa de rede... 6 2.2 Edição base... 7 2.2.1 Produto... 7

Leia mais

2400 Series Primeiros passos

2400 Series Primeiros passos Conteúdo 2400 Series Primeiros passos Consute o Guia do usuário completo no CD para obter informações mais detalhadas sobre as seguintes tarefas: Configurando a impressora Conhecendo a impressora Colocando

Leia mais

Medidor Powersave V2 USB

Medidor Powersave V2 USB Medidor Powersave V2 USB O medidor é formado por uma caixa plástica contendo uma placa eletrônica, uma tomada macho, uma tomada fêmea, um conector H, um barramento lateral, um conector USB e leds indicativos.

Leia mais

GRUPO HOSPITALAR CONCEIÇÃO HOSPITAL NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLÍNICAS

GRUPO HOSPITALAR CONCEIÇÃO HOSPITAL NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLÍNICAS POPE: H-08 Página 1 de 9 1. Identificação do equipamento: 1.1 Nome:. Modelo: DM96 1.2 Número de série 31855 1.3 Número de patrimônio: N/A. 1.4 Data de aquisição: N/A. 1.4.1 Entrada no setor: 25/06/13 1.4.2

Leia mais

GUIA DO USUÁRIO. Teste de Cloro Total e Livre Pendência Patente. Modelo CL500

GUIA DO USUÁRIO. Teste de Cloro Total e Livre Pendência Patente. Modelo CL500 GUIA DO USUÁRIO Teste de Cloro Total e Livre Pendência Patente Modelo CL500 Introdução Parabéns pela sua compra do teste de cloro CL500. O CL500 é um dos primeiros dispositivos revolucionários deste tipo

Leia mais

4 3. Sinalização... 7 4. Programação... 8 5. Controlando o equipamento via ligação de voz... 17 6. Exemplos de Programação...

4 3. Sinalização... 7 4. Programação... 8 5. Controlando o equipamento via ligação de voz... 17 6. Exemplos de Programação... 1. Introdução... 3 2. Funcionamento... 4 3. Sinalização... 7 4. Programação... 8 5. Controlando o equipamento via ligação de voz... 17 6. Exemplos de Programação... 18 7. Especificações... 21 Certificado

Leia mais

DISCADORA DISC CELL 5 ULTRA

DISCADORA DISC CELL 5 ULTRA DISCADORA DISC CELL 5 ULTRA 1- FUNCIONAMENTO: A discadora DiscCell5 Ultra é um aparelho eletrônico que disca para até 5 números, cada chamada dura aproximadamente 1 minuto. Uma vez discado o número uma

Leia mais

Manual do Usuário. Agradecimento

Manual do Usuário. Agradecimento Agradecimento Nós, da Tecnibra, queremos cumprimentá-lo e agradecer-lhe pela escolha deste nosso produto. Temos certeza que este Registrador de Dados lhe será muito útil e trará enormes benefícios à sua

Leia mais

9. MANUTENÇÃO DE TRANSFORMADORES:

9. MANUTENÇÃO DE TRANSFORMADORES: 9. MANUTENÇÃO DE TRANSFORMADORES: 9.1 OTIMIZAÇÃO E MONITORAMENTO DA OPERAÇÃO DOS TRANSFORMADORES Os transformadores são máquinas estáticas que transferem energia elétrica de um circuito para outro, mantendo

Leia mais

LS-3 Plus. Centrífuga Manual de Operação. CELM Companhia Equipadora de Laboratórios Modernos

LS-3 Plus. Centrífuga Manual de Operação. CELM Companhia Equipadora de Laboratórios Modernos LS-3 Plus Centrífuga Manual de Operação Marca de Fabricação: CELM Produto Brasileiro CELM Companhia Equipadora de Laboratórios Modernos AV. Guido Aliberti, 5129-Bairro Mauá -São Caetano do Sul - SP CEP:

Leia mais

Sumário Serra Fita FAM

Sumário Serra Fita FAM Sumário Serra Fita FAM 1 Componentes... 1 Painel de controle... 1 Sensores de segurança... 2 Especificações... 2 Instalação... 3 Condições Gerais do Local... 3 Rede Elétrica... 3 Instalação da Tomada...

Leia mais

FOGÃO ELÉTRICO. Manual de Instruções SIEMSEN. (0xx) 47 255 2000 LINHA DIRETA

FOGÃO ELÉTRICO. Manual de Instruções SIEMSEN. (0xx) 47 255 2000 LINHA DIRETA Manual de Instruções METALÚRGICA SIEMSEN LTDA. Fone: +55 (0 )47 255 2000 - Fax: +55 (0 )47 255 2020 Rua: Anita Garibaldi, nº 262 - Bairro: São Luiz - CP: 52 CEP: 88351-410 - Brusque - Santa Catarina -

Leia mais

MANUAL - CONTABILIDADE

MANUAL - CONTABILIDADE MANUAL - CONTABILIDADE MANUAL - TABELAS CONTÁBEIS E ORÇAMENTÁRIAS SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO...3 2. MÓDULO CONTABILIDADE...4 2.1. PLANO CONTÁBIL...4 2.2. BOLETIM CONTÁBIL...4 2.2.1. Lançamentos Contábeis...5

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES DA TRENA DIGITAL MODELO TN-1070

MANUAL DE INSTRUÇÕES DA TRENA DIGITAL MODELO TN-1070 MANUAL DE INSTRUÇÕES DA TRENA DIGITAL MODELO TN-1070 julho 2008 Leia atentamente as instruções contidas neste manual antes de iniciar o uso do aparelho ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 1 2. REGRAS DE SEGURANÇA...

Leia mais

Desumidificador. Desidrat Plus IV Desidrat Plus V

Desumidificador. Desidrat Plus IV Desidrat Plus V Desumidificador Desidrat Plus IV Desidrat Plus V Lista de instrução de uso. Painel de controle. Introdução à estrutura. Instrução de Uso. Proteção e Manutenção. Solução de problemas. Referência. Obrigado

Leia mais

Nota de Aplicação. Utilizando os recursos de segurança dos controladores HI. HI Tecnologia. Documento de acesso público

Nota de Aplicação. Utilizando os recursos de segurança dos controladores HI. HI Tecnologia. Documento de acesso público Nota de Aplicação Utilizando os recursos de segurança dos controladores HI HI Tecnologia Documento de acesso público ENA.00050 Versão 1.01 outubro-2013 HI Tecnologia Utilizando os recursos de segurança

Leia mais

SAV - SISTEMA DE AGENDAMENTO DE VEÍCULOS

SAV - SISTEMA DE AGENDAMENTO DE VEÍCULOS SAV - SISTEMA DE AGENDAMENTO DE VEÍCULOS Introdução ao SAV Prezado Cliente SAV - Sistema de Agendamento de Veículos visa prover as empresas de transporte de um rápido, eficiente e consistente nível de

Leia mais

Soluções Globais em Sistemas de Pesagem. Indicador de pesagem WT1000-LED. Manual Técnico. Versão A12-03

Soluções Globais em Sistemas de Pesagem. Indicador de pesagem WT1000-LED. Manual Técnico. Versão A12-03 Soluções Globais em Sistemas de Pesagem Indicador de pesagem WT1000-LED Manual Técnico Versão A12-03 ÍNDICE 1 CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS... 4 2 RECOMENDAÇÕES GERAIS... 4 3 FUNÇÕES DAS TECLAS... 5 4 OPERAÇÃO...

Leia mais

Boletim Eletrônico de Recolhimento Manual do Sistema. Boletim Eletrônico de Recolhimento. Manual do Sistema

Boletim Eletrônico de Recolhimento Manual do Sistema. Boletim Eletrônico de Recolhimento. Manual do Sistema Boletim Eletrônico de Recolhimento Manual do Sistema Versão 1.2 Junho / 2013 Sumário 1. Introdução... - 3-2. O Sistema BOLETIM ELETRÔNICO DE RECOLHIMENTO... - 3-3. Pré-requisitos... - 3-4. Primeiro Acesso...

Leia mais

- -Pressionando essa tecla podemos diminuir os valores a serem ajustados no menu de programação.

- -Pressionando essa tecla podemos diminuir os valores a serem ajustados no menu de programação. Apresentação 1 Display LCD 2 Tecla + (aumentar) 3 Tecla Seleção 4 Tecla (diminuir) 5 Tecla Motor manual 6 Tecla Reset contador 7 Led Indica painel ligado 8 Led resistência ligada 9 Led Prensa ligada 10

Leia mais