Desafios da maturidade

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Desafios da maturidade"

Transcrição

1 Desafios da maturidade PATRÍCIA ESTER Ação de extensão da UFMG enfrenta contratempos após trajetória de mais de duas décadas Foto: patientsafetyauthority.org Q uando a velhice chega, poucos sabem para onde vão. Alguns se refugiam em suas próprias casas aos cuidados dos parentes, outros tantos são encaminhados a asilos. A pesquisa Projeção da população por sexo e idade: Brasil realizada em 2013 pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), aponta que a população idosa no Brasil tende a quadruplicar. Mas como a sociedade se organiza para lidar com esses desafios? E as universidades, têm se preparado? Para o neuropsiquiatra Alexandre Augusto Vianna Costa, que fez parte da coordenação do programa de extensão da UFMG Lar dos Idosos por dez anos, a sociedade brasileira ainda não se capacitou para os cuidados com os idosos: A preparação para o atendimento à pessoa idosa ainda é ineficiente, e com a inversão da pirâmide etária no Brasil, (ver box), os problemas também mudaram de faixa etária, veremos mais idosos de rua do que meninos de rua e não teremos estrutura suficiente para lidar com tal problema. O surgimento do programa Em 1987, quando surgiu o programa de extensão da UFMG Lar dos Idosos, a geriatria e a profissão de cuidador de idosos ainda eram realidades distantes no Brasil e demandava empenho de estudiosos da área da saúde para obter avanços em relação a essa demanda. A iniciativa tem foco no trabalho em instituições de longa permanência para a terceira idade. O professor Almir Tavares, da Faculdade de Medicina da UFMG, coordenador do programa desde o início, lembra que à época os asilos eram mal vistos, era um período em que a desinstitucionalização psiquiátrica estava presente e por isso os asilos abrigavam idosos 3

2 e por vezes abriam espaço para portadores de sofrimentos mentais Almir Tavares lembra dos primeiros objetivos da iniciativa: No início do programa, queríamos evitar que o idoso morasse em asilos, porque o considerávamos um lugar ruim. Hoje vemos que o mais importante é capacitar pessoas para cuidar dos idosos de forma humana e ética. O professor decidiu, por iniciativa própria, criar atividades extraclasse para que seus alunos pudessem ter contato com a realidade dos idosos residentes em asilo e assim desenvolver conhecimentos sobre o tema. Em 1987 ele e os alunos começaram a frequentar o asilo São José, (localizado na região centro-sul da capital). O projeto foi evoluindo aos poucos mas nas primeiras vezes que fomos ao Lar São José, não fomos bem recebidos, uma freira administrava a casa e chegou a proibir a equipe de entrar por acreditar que os estudantes iam fazer experiências nos idosos, lembrou o professor. A equipe foi persistente e aos poucos a relação se consolidou, como Almir Tavares relatou: A cada ano havia novos alunos que escolhiam asilos próximos à sua residência e os primeiros a participarem marcaram muito, hoje em dia são médicos, alguns deles renomados. Uma dessas alunas é Andréia Melo, oncologista no Instituto Nacional de Câncer (INCA), que participou do programa em 2001 e relembra a experiência da época. Atuava em um asilo em Lagoa Santa, Nossa Vivenda que era perto da minha casa. Ali a gente tinha contato direto com os idosos, não fazíamos procedimentos médicos porque ainda não éramos formados, mas dávamos orientações aos enfermeiros do asilo. Foi uma experiência importante para a minha formação, tive o contato com pessoas idosas, vivi a extensão e enriqueci minha experiência na universidade. Andréia foi só uma, dentre os Pirâmides etárias Veja projeções do envelhecimento da população brasileira em ciclos de 60 anos Fonte: Projeção da população por sexo e idade: Brasil IBGE

3 g1.globo.com alunos que tiveram papel fundamental no andamento e concretização de boas ações junto aos lares de idosos. Segundo Tavares, muitos estudantes viabilizaram alternativas para ajudar financeiramente os asilos. Um deles é o ex-aluno João Carlos Machado, hoje coordenador do Serviço de Medicina Geriátrica do Hospital Mater Dei. O professor Almir Tavares recorda da ação de João Carlos. Ele foi a um asilo mixuruca em uma favela, a situação estava muito ruim e então teve a ideia de fazer carnês para arrecadar dinheiro com a comunidade para reformar o asilo. Com o dinheiro arrecadado demoliram os barracões e construíram o asilo novamente. Durante a realização das ações do Lar dos idosos, alunos de outros cursos de graduação da UFMG também se integraram ao programa e ajudaram a fazer história no programa Lar dos Idosos. A maioria desses universitários eram dos cursos de Enfermagem, Farmácia, Fonoaudiologia, Terapia Ocupacional, Fisioterapia e Direito. A integração de alunos de diferentes cursos foi provocada pela tentativa solucionar problemas de difícil abordagem conforme relatou o professor Almir: Uma vez a irmã de um idoso de 68 anos veio até o ambulatório onde atendíamos e disse que não o aguentava mais e que iria abandonálo. A situação do paciente era difícil, ele tinha Alzheimer e a esposa e os filhos não queriam mais contato com ele. Duas estudantes do projeto Lar dos Idosos até tentaram contatá-lo indo até o endereço notificado na ficha do paciente, mas era incorreto e elas não conseguiram saber o que aconteceu com ele depois. Infelizmente casos como esse não foram raros na história do projeto. Direitos do idoso No Brasil os idosos têm seus direitos assegurados pelo Estatuto do Idoso, de iniciativa do Projeto de lei nº de Foi instituída na Câmara Federal, no ano de 2000, uma comissão especial para tratar das questões relacionadas ao Estatuto do Idoso, destinado a regular os direitos assegurados às pessoas, considerando-se a idade cronológica igual ou superior a 60 anos e de dispor de seus direitos fundamentais e de cidadania, bem como a assistência judiciária. O Lar dos Idosos acompanhou de perto essas mudanças e estabeleceu novas ações, adequando a realidade acadêmica à sociedade, como prevê a extensão universitária. Exemplo disso foi a parceria com o serviço gratuito do projeto de extensão Divisão de Assistência Judiciária da Faculdade de Direito (DAJ) da UFMG, que estabeleceu parcerias com a Delegacia do Idoso, promovendo debates e alertando contra famílias de idosos que praticavam maus tratos. Durante a parceria com a DAJ, eram realizadas sistematicamente reuniões com os estudantes de Medicina e de Direito, uma vez que os alunos realizavam plantões na Delegacia do Idoso. O Felipe Martins Pinto, coordenador do DAJ, criou uma carta de intimação aos parentes de idosos que sofriam maus tratos, onde a equipe do projeto alertava a família em situações onde se configurava maus tratos contra a pessoa idosa. Essa carta era entregue à família do idoso por um estudante de Direito, que ia engravatado. A maioria dos Programa Lar dos Idosos já atendeu a cinco asilos 5

4 familiares ficava intimidado com a carta e a assinava, se comprometendo a não causar maus tratos e com medo de ser criminalizado formalmente, revelou o professor Almir. Apesar de aparentemente simples a ideia da carta surtiu efeitos positivos e, além de ajudar a diminuir a incidência de agressões, evitou que os parentes dos idosos fossem presos ou criminalizados, pois dessa forma o idoso correria o risco de ficar sozinho ou ser encaminhado para um abrigo, o que não seria bom para nenhuma das partes. A parceria do programa Lar dos Idosos com a Delegacia do Idoso rendeu bons frutos, os policiais buscaram um treinamento junto a Academia de Polícia Civil do Estado de Minas para fazer conciliações com a família do idosoe prevenir a violência doméstica. A partir de então o atendimento na Delegacia mudou e a intervenção dos estudantes não foi mais necessária. Lar dos Idosos em nova etapa É inegável que os 27 anos de programa de extensão acumularam conhecimentos e bons resultados através das ações e também de pesquisas desenvolvidas. Muitas das experiências trocadas se tornaram temas de estudos em simpósios, seminários e publicações. O programa aliou na prática o tripé ensino, extensão e pesquisa. Entre 2010 e 2013, foi tema de 7 artigos acadêmicos, 2 capítulos de livros e 8 apresentações em eventos acadêmicos. Também desdobrou-se em quatro disciplinas para a graduação em Medicina na UFMG (Seminários de Psicogeriatria I e II; Curso de Curso de Neuropsiquiatria Geriátrica I e II). Mas como nem tudo são flores, o programa Lar dos Idosos também sofreu dificuldades ao longo da sua atividade. Em seu site consta que cinco asilos são atendidos pelos estudantes, porém, ao entrar em contato com essas instituições, em três delas as pessoas não se recordavam da atuação do projeto. As instituições contatadas foram: Lar Cristo Rei; Lar dos Idosos Santa Tereza; Lar Santa Maria e Cidade Ozanã. De acordo com registros do Sistema de Informação da Extensão (Siex) UFMG, o único asilo que ainda consta como atendido é o Lar São José, coordenado por Celso Pascoal Ferreira. Segundo apuração ele informou não ter contato com o professor Almir Tavares há cerca de um ano. Ainda temos casos de idosos portadores de sofrimento mental, que eram os mais atendidos pelo projeto Lar dos Idosos, mas suprimos essa ausência com o atendimento no posto de saúde do bairro. O projeto atuou aqui no São José por três anos, mas os alunos vieram efetivamente apenas por 2 semestres. Na verdade a gente sente que o interesse do projeto era mais para a pesquisa do que para o contato com os nossos idosos. O estudante de Medicina da UFMG Danilo Ferreira Maia é um dos voluntários que ainda atua no projeto e explicou a realidade atual da ação de extensão. Hoje ninguém tem contato com os asilos. Estamos escrevendo artigos sobre os dados colhidos no Lar dos Idosos São José, nos últimos 2 anos. Eu já fiz entrevistas e no fim de 2013 escrevi um artigo sobre a relação do uso de benzodiazepinicos e a frequência de quedas nos idosos deste asilo. Problemas institucionais 1.bp.blogspot.com Idosos abandonados. Realidade que o programa Lar dos Idosos tentou mudar O projeto tem três registros no Sistema de informação da Extensão Siex UFMG, com informações desatualizadas. Almir Tavares se justificou dizendo que a desatualização dos dados tinha como causa o próprio Sistema e que as informações fazem parte da memória do projeto. Quero deixar essas informações acessíveis para quem for pesquisar sobre o projeto posteriormente. A reportagem entrou em contato com a Diretoria de Política de Extensão, equipe responsável pelo Siex/UFMG, que informou: O programa de extensão Lar dos Idosos tem seu registro no status ativo com última revisão aprovada em fevereiro deste ano. Entraremos em contato com o coordenador do 6

5 programa e do Centro de Extensão da Faculdade de Medicina para certificarmos sobre a situação atual de desenvolvimento das ações de extensão. Asilo São José encontra apoio em outra faculdade Apesar do programa Lar dos Idosos não atuar mais no São José, os idosos que residem no asilo, continuam em contato com o meio acadêmico. O diretor do asilo, Celso Pascoal Ferreira, informou que a instituição tem outros projetos de integração com a sociedade. Um dos exemplos é a atuação da Faculdade Estácio de Sá, que há 6 anos presta atendimento com 16 estagiários de Fisioterapia, como explicou a professora Hosana Vieira, responsável pela iniciativa. É um projeto onde o aluno aprende a lidar com pessoas que estão em processo de envelhecimento. Muitos desses idosos apresentam deficiências motoras, as vezes passam o dia todo sentadas ou deitadas e têm mobilidade reduzida. O paciente ganha muito com essa experiência, ele conta suas histórias e interage com os estudantes. Nosso objetivo é buscar cada vez mais a qualidade de vida que esses idosos merecem. dionpt.files.wordpress.com Alunos aprendem a lidar com pessoas que estão em processo de envelhecimento Muitos idosos do asilo São José apresentam dificuldades motoras 7

O acelerado ritmo de envelhecimento no Brasil cria novos desafios para a sociedade brasileira contemporânea. O envelhecimento ocorre num cenário de

O acelerado ritmo de envelhecimento no Brasil cria novos desafios para a sociedade brasileira contemporânea. O envelhecimento ocorre num cenário de Anais do 2º Congresso Brasileiro de Extensão Universitária Belo Horizonte 12 a 15 de setembro de 2004 Programa de Melhoria da Qualidade de Vida dos Idosos Institucionalizados Área Temática de Saúde Resumo

Leia mais

TERAPIA OCUPACIONAL PADRÃO DE RESPOSTA

TERAPIA OCUPACIONAL PADRÃO DE RESPOSTA TERAPIA OCUPACIONAL PADRÃO DE RESPOSTA QUESTÃO 38 Rosa está com 56 anos de idade e vive em um hospital psiquiátrico desde os 28 anos de idade. Em seu prontuário, encontra-se que ela é doente mental desde

Leia mais

Programa Melhoria da Qualidade de Vida dos Idosos Institucionalizados

Programa Melhoria da Qualidade de Vida dos Idosos Institucionalizados Programa Melhoria da Qualidade de Vida dos Idosos Institucionalizados SIEXBRASIL: 17805 Área Temática Principal: Saúde Autores Professora Leani Souza Máximo Pereira - Doutora em Ciências Biológicas/UFMG

Leia mais

RELENDO A HISTÓRIA AO LER HISTÓRIAS

RELENDO A HISTÓRIA AO LER HISTÓRIAS RELENDO A HISTÓRIA AO LER HISTÓRIAS BRASÍLIA ECHARDT VIEIRA (CENTRO DE ATIVIDADES COMUNITÁRIAS DE SÃO JOÃO DE MERITI - CAC). Resumo Na Baixada Fluminense, uma professora que não está atuando no magistério,

Leia mais

Velhos sonhos 1. Laís RAWSKI 2 Amanda FURMAN 3 Jéssica SENNA 4 Luiza ROMAGNOLI 5 Felipe HARMATA 6 Universidade Positivo, Curitiba, PR

Velhos sonhos 1. Laís RAWSKI 2 Amanda FURMAN 3 Jéssica SENNA 4 Luiza ROMAGNOLI 5 Felipe HARMATA 6 Universidade Positivo, Curitiba, PR Velhos sonhos 1 Laís RAWSKI 2 Amanda FURMAN 3 Jéssica SENNA 4 Luiza ROMAGNOLI 5 Felipe HARMATA 6 Universidade Positivo, Curitiba, PR RESUMO O documentário Velhos Sonhos busca mostrar algumas experiências

Leia mais

Pesquisa sobre Segurança do Paciente em Hospitais (HSOPSC)

Pesquisa sobre Segurança do Paciente em Hospitais (HSOPSC) Pesquisa sobre Segurança do Paciente em Hospitais (HSOPSC) Instruções Esta pesquisa solicita sua opinião sobre segurança do, erros associados ao cuidado de saúde e notificação de eventos em seu hospital

Leia mais

Povoado em Goiás tem a maior taxa mundial de doença rara de pele

Povoado em Goiás tem a maior taxa mundial de doença rara de pele Jovens Adoradores Estudos Bíblicos para Evangélicos http://www.jovensadoradores.com Povoado em Goiás tem a maior taxa mundial de doença rara de pele Portadores de uma doença rara de pele sofrem com isolamento

Leia mais

CUIDADORES FORMAIS DE IDOSOS COM TRANSTORNOS MENTAIS: CONCEPÇÕES SOBRE AS DOENÇAS E SOBRE A TAREFA DO CUIDAR

CUIDADORES FORMAIS DE IDOSOS COM TRANSTORNOS MENTAIS: CONCEPÇÕES SOBRE AS DOENÇAS E SOBRE A TAREFA DO CUIDAR CUIDADORES FORMAIS DE IDOSOS COM TRANSTORNOS MENTAIS: CONCEPÇÕES SOBRE AS DOENÇAS E SOBRE A TAREFA DO CUIDAR Ana Paula Freitas; apfreitas@trilhasat.com.br Jessica Ferreira da Silva; jessicafs01@hotmail.com

Leia mais

TRABALHO VOLUNTÁRIO VISITA AO LAR DA TERCEIRA IDADE DONA VILMA

TRABALHO VOLUNTÁRIO VISITA AO LAR DA TERCEIRA IDADE DONA VILMA 140 TRABALHO VOLUNTÁRIO VISITA AO LAR DA TERCEIRA IDADE DONA VILMA Lucas Moreira Professor Almiro Ferreira RESUMO Através deste trabalho será desenvolvido o conceito de responsabilidade social, onde para

Leia mais

Assunto: Entrevista com a primeira dama de Porto Alegre Isabela Fogaça

Assunto: Entrevista com a primeira dama de Porto Alegre Isabela Fogaça Serviço de Rádio Escuta da Prefeitura de Porto Alegre Emissora: Rádio Guaíba Assunto: Entrevista com a primeira dama de Porto Alegre Isabela Fogaça Data: 07/03/2007 14:50 Programa: Guaíba Revista Apresentação:

Leia mais

Caminhos na estratégia. de saúde da família: capacitação de cuidadores de idosos

Caminhos na estratégia. de saúde da família: capacitação de cuidadores de idosos Caminhos na estratégia de saúde da família: capacitação de cuidadores de idosos Erica Rosalba Mallmann: Escola de Enfermagem - UFRGS Lenice Ines Koltermann: Enfermeira Supervisora da Saúde da Família da

Leia mais

AS FIANDEIRAS DE JATAÍ: UMA MEMÓRIA SE PERDENDO NO TEMPO

AS FIANDEIRAS DE JATAÍ: UMA MEMÓRIA SE PERDENDO NO TEMPO AS FIANDEIRAS DE JATAÍ: UMA MEMÓRIA SE PERDENDO NO TEMPO Simone Aparecida Borges Dantas 1 Adriano Freitas Silva 2 Esta comunicação é fruto do projeto de pesquisa As fiandeiras de Jataí: Uma memória se

Leia mais

TÍTULO: A IMPORTÂNCIA DOS CUIDADOS PREVENTIVOS PARA O ENVELHECER SAUDÁVEL E ATIVO

TÍTULO: A IMPORTÂNCIA DOS CUIDADOS PREVENTIVOS PARA O ENVELHECER SAUDÁVEL E ATIVO TÍTULO: A IMPORTÂNCIA DOS CUIDADOS PREVENTIVOS PARA O ENVELHECER SAUDÁVEL E ATIVO CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS SUBÁREA: SERVIÇO SOCIAL INSTITUIÇÃO: FACULDADES INTEGRADAS DE BOTUCATU

Leia mais

Terça-feira, 26.10.10

Terça-feira, 26.10.10 Terça-feira, 26.10.10 Pensamento do dia Na mocidade aprendemos, na velhice compreendemos. Marie Von Ebner-Eschenbach A dúvida é: Buscou na acumpuntura ou acupuntura a solução para suas dores? A resposta

Leia mais

A RELEVÂNCIA DO CUIDADO DA ENFERMAGEM PARA SAÚDE MENTAL DO IDOSO

A RELEVÂNCIA DO CUIDADO DA ENFERMAGEM PARA SAÚDE MENTAL DO IDOSO A RELEVÂNCIA DO CUIDADO DA ENFERMAGEM PARA SAÚDE MENTAL DO IDOSO Ianine Alves da Rocha¹, Aralinda Nogueira Pinto¹, L enilma Bento de Araújo Meneses¹, Lucineide Alves Vieira Braga¹, Ana Neri A lves da Rocha¹,

Leia mais

Brasil. 5 O Direito à Convivência Familiar e Comunitária: Os abrigos para crianças e adolescentes no

Brasil. 5 O Direito à Convivência Familiar e Comunitária: Os abrigos para crianças e adolescentes no Introdução A convivência familiar e comunitária é um dos direitos fundamentais 1 garantidos pelo Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA, 1990). A lei ainda enfatiza que: Toda criança ou adolescente

Leia mais

POLÍTICAS PÚBLICAS DE SAÚDE INDIANISTAS; EXPERIÊNCIA NO MÉDIO SOLIMÕES E AFLUENTES

POLÍTICAS PÚBLICAS DE SAÚDE INDIANISTAS; EXPERIÊNCIA NO MÉDIO SOLIMÕES E AFLUENTES 197 POLÍTICAS PÚBLICAS DE SAÚDE INDIANISTAS; EXPERIÊNCIA NO MÉDIO SOLIMÕES E AFLUENTES DUSILEK, Alessandra 1 INTRODUÇÃO: Este relato de experiência é fruto de participação de um projeto de oferta de atendimento

Leia mais

SES CIAPS ADAUTO BOTELHO CAPS INFANTIL

SES CIAPS ADAUTO BOTELHO CAPS INFANTIL SES CIAPS ADAUTO BOTELHO CAPS INFANTIL RELATÓRIO DE NOVE ANOS DE ATIVIDADES 2002-2011 CUIABÁ, MARÇO DE 2012. Introdução/Desenvolvimento: O CAPSi (Centro de Atenção Psicossocial Infanto-Juvenil/CAPS Infantil)/CIAPS

Leia mais

SISTEMATIZAÇÃO DA ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM AO IDOSO NA ESTRATÉGIA DE SAÚDE DA FAMÍLIA SOB A OTICA DO PROFISSIONAL

SISTEMATIZAÇÃO DA ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM AO IDOSO NA ESTRATÉGIA DE SAÚDE DA FAMÍLIA SOB A OTICA DO PROFISSIONAL 25 a 28 de Outubro de 2011 ISBN 978-85-8084-055-1 SISTEMATIZAÇÃO DA ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM AO IDOSO NA ESTRATÉGIA DE SAÚDE DA FAMÍLIA SOB A OTICA DO PROFISSIONAL Ruanna Gonçalves Holanda 1, Hellen Pollyanna

Leia mais

Cuidados paliativos em uma Instituição de Longa Permanência para Idosos

Cuidados paliativos em uma Instituição de Longa Permanência para Idosos Cuidados paliativos em uma Instituição de Longa Permanência para Idosos Fernanda Diniz de Sá 1, Leonildo Santos do Nascimento Júnior, Daniele Nascimento dos Santos, Magdalena Muryelle Silva Brilhante (UFRN

Leia mais

A ETNOGRAFIA COMO POTENCIAL ARTICULADOR PARA A TERAPIA OCUPACIONAL SOCIAL.

A ETNOGRAFIA COMO POTENCIAL ARTICULADOR PARA A TERAPIA OCUPACIONAL SOCIAL. A ETNOGRAFIA COMO POTENCIAL ARTICULADOR PARA A TERAPIA OCUPACIONAL SOCIAL. Autoras: Marina Di Napoli Pastore Universidade Federal de São Carlos / Casa das Áfricas; Denise Dias Barros Universidade de São

Leia mais

Reflexões e atividades sobre Ação Social para culto infantil

Reflexões e atividades sobre Ação Social para culto infantil Reflexões e atividades sobre Ação Social para culto infantil Apresentaremos 4 lições, que mostram algum personagem Bíblico, onde as ações praticadas ao longo de sua trajetória abençoaram a vida de muitas

Leia mais

Universidade Estadual do Centro-Oeste/Centro de Ciências da Saúde - Departamento de Enfermagem - Guarapuava PR

Universidade Estadual do Centro-Oeste/Centro de Ciências da Saúde - Departamento de Enfermagem - Guarapuava PR PERFIL EPIDEMIOLÓGICO DE IDOSOS INTERNADOS NA CLINICA MÉDICA E CLÍNICA CIRÚRGICA EM UM HOSPITAL DE GUARAPUAVA PARANÁ Michele Teixeira (CVI-UNICENTRO), Evani Marques Pereira (UNICENTRO), Evani Marques Pereira

Leia mais

As prostitutas de BH perguntam: e a gente, como fica?

As prostitutas de BH perguntam: e a gente, como fica? As prostitutas de BH perguntam: e a gente, como fica? Categories : Copa Pública Date : 18 de setembro de 2012 Maria Aparecida Menezes Vieira, a Cida, de 46 anos, há mais de 20 anos faz ponto na rua Afonso

Leia mais

LEI Nº 6559 DE 16 DE OUTUBRO DE 2013. INSTITUI A POLÍTICA ESTADUAL DO IDOSO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.

LEI Nº 6559 DE 16 DE OUTUBRO DE 2013. INSTITUI A POLÍTICA ESTADUAL DO IDOSO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. LEI Nº 6559 DE 16 DE OUTUBRO DE 2013. INSTITUI A POLÍTICA ESTADUAL DO IDOSO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O GOVERNADOR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Faço saber que a Assembléia Legislativa do Estado do Rio de

Leia mais

Vida Universitária Junho 2007 Ano XVII Nº 173

Vida Universitária Junho 2007 Ano XVII Nº 173 Futuro do planeta depende de mudanças de atitude e políticas públicas No dia 16 de maio, o francês Yves Mathieu, um dos mil multiplicadores treinados pelo ex-vice-presidente dos Estados Unidos, Al Gore,

Leia mais

RECUPERAÇÃO DE IMAGEM

RECUPERAÇÃO DE IMAGEM RECUPERAÇÃO DE IMAGEM Quero que saibam que os dias que se seguiram não foram fáceis para mim. Porém, quando tornei a sair consciente, expus ao professor tudo o que estava acontecendo comigo, e como eu

Leia mais

Palavras-chaves: Educação em Saúde, Qualidade de vida, Abrigo.

Palavras-chaves: Educação em Saúde, Qualidade de vida, Abrigo. EDUCAÇÃO EM SAÚDE EM UMA INSTITUIÇÃO BENEFICENTE À TERCEIRA IDADE: RELATO DE EXPERIÊNCIA Cláudia Karine Carmo de Noronha FACID 1 Brena Luiza Gomes de Castro FACID 1 Camila Ravenna Carmo Noronha CEUT 2

Leia mais

CENTRO HISTÓRICO EMBRAER. Entrevista: Eustáquio Pereira de Oliveira. São José dos Campos SP. Abril de 2011

CENTRO HISTÓRICO EMBRAER. Entrevista: Eustáquio Pereira de Oliveira. São José dos Campos SP. Abril de 2011 CENTRO HISTÓRICO EMBRAER Entrevista: Eustáquio Pereira de Oliveira São José dos Campos SP Abril de 2011 Apresentação e Formação Acadêmica Meu nome é Eustáquio, estou com sessenta anos, nasci em Minas Gerais,

Leia mais

REFLEXÕES CLÍNICAS SOBRE UM CASAL DE PAIS ADOTANTES

REFLEXÕES CLÍNICAS SOBRE UM CASAL DE PAIS ADOTANTES REFLEXÕES CLÍNICAS SOBRE UM CASAL DE PAIS ADOTANTES Autores: Tânia Regina Goia; José Paulo Diniz; Maria Luísa Louro de Castro Valente Instituição: Universidade Estadual Paulista Faculdade de Ciências e

Leia mais

Entrevista Noemi Rodrigues (Associação dos Pescadores de Guaíba) e Mário Norberto, pescador. Por que de ter uma associação específica de pescadores?

Entrevista Noemi Rodrigues (Associação dos Pescadores de Guaíba) e Mário Norberto, pescador. Por que de ter uma associação específica de pescadores? Entrevista Noemi Rodrigues (Associação dos Pescadores de Guaíba) e Mário Norberto, pescador. Por que de ter uma associação específica de pescadores? Noemi: É a velha história, uma andorinha não faz verão,

Leia mais

GRUPOS DE TERAPIA OCUPACIONAL NA ESTIMULAÇÃO COGNITIVA DE IDOSOS QUE RESIDEM EM INSTITUIÇÃO DE LONGA PERMANÊNCIA.

GRUPOS DE TERAPIA OCUPACIONAL NA ESTIMULAÇÃO COGNITIVA DE IDOSOS QUE RESIDEM EM INSTITUIÇÃO DE LONGA PERMANÊNCIA. GRUPOS DE TERAPIA OCUPACIONAL NA ESTIMULAÇÃO COGNITIVA DE IDOSOS QUE RESIDEM EM INSTITUIÇÃO DE LONGA PERMANÊNCIA. ANTUNES 1, Brenda; GOMES 2, Elaine; MORAES 3, Berla; SILVA 4, Daniele. RESUMO EM LÍNGUA

Leia mais

UNIÃO DOS ESCOTEIROS DO BRASIL REGIONAL RIO GRANDE DOS SUL GRUPO ESCOTEIRO SANTA CRUZ 181/RS RELATÓRIO. Levando Alegria aos moradores da ASAN

UNIÃO DOS ESCOTEIROS DO BRASIL REGIONAL RIO GRANDE DOS SUL GRUPO ESCOTEIRO SANTA CRUZ 181/RS RELATÓRIO. Levando Alegria aos moradores da ASAN UNIÃO DOS ESCOTEIROS DO BRASIL REGIONAL RIO GRANDE DOS SUL GRUPO ESCOTEIRO SANTA CRUZ 181/RS RELATÓRIO Levando Alegria aos moradores da ASAN Período fevereiro/2013 a julho/2013 Relatório do Projeto desenvolvido

Leia mais

APRESENTAÇÃO. O Centro de Referência do Idoso da Zona Norte - CRI NORTE, tem a satisfação de apresentar-lhe o Manual de Parceria 2014.

APRESENTAÇÃO. O Centro de Referência do Idoso da Zona Norte - CRI NORTE, tem a satisfação de apresentar-lhe o Manual de Parceria 2014. APRESENTAÇÃO O Centro de Referência do Idoso da Zona Norte - CRI NORTE, tem a satisfação de apresentar-lhe o Manual de Parceria 2014. Sua empresa poderá contribuir para o desenvolvimento de novos projetos

Leia mais

Amil alerta sobre obesidade infantil com apelo das próprias crianças: diga não!

Amil alerta sobre obesidade infantil com apelo das próprias crianças: diga não! Amil alerta sobre obesidade infantil com apelo das próprias crianças: diga não! Um dos maiores problemas enfrentados pelos pais na educação alimentar dos filhos é conseguir entender a linha tênue entre

Leia mais

Relatório de Projeto de Extensão

Relatório de Projeto de Extensão Curso: Medicina Equipe: Professor Coordenador e Orientador: Erotildes Alexandre Costa Professores Extensionistas: Luciana Maranhão Medeiros de Sousa Lucieuda Rodrigues de Araújo Alunos: Ana Clarissa Macêdo

Leia mais

Unidade 2: A família de Deus cresce José perdoa

Unidade 2: A família de Deus cresce José perdoa Olhando as peças Histórias de Deus:Gênesis-Apocalipse 3 a 6 anos Unidade 2: A família de Deus cresce José perdoa História Bíblica: Gênesis 41-47:12 A história de José continua com ele saindo da prisão

Leia mais

A palavra Psiquiatria deriva do Grego e quer dizer "arte de curar a alma"

A palavra Psiquiatria deriva do Grego e quer dizer arte de curar a alma PSIQUIATRIA Psiquiatria é uma especialidade da Medicina que lida com a prevenção, atendimento, diagnóstico, tratamento e reabilitação das diferentes formas de sofrimentos mentais, sejam elas de cunho orgânico

Leia mais

EDITAL - PRESCRIFAR TEÓFILO OTONI

EDITAL - PRESCRIFAR TEÓFILO OTONI EDITAL - PRESCRIFAR TEÓFILO OTONI OBJETIVO O PRESCRIFAR objetiva aprimorar os conhecimentos do profissional farmacêutico no atendimento ao paciente, apoiando e incentivando a prescrição de medicamentos.

Leia mais

Art. 1º Aprovar as Normas Reguladoras do Exercício da Acupuntura no Âmbito do Serviço de Saúde do Exercito, que com esta baixa.

Art. 1º Aprovar as Normas Reguladoras do Exercício da Acupuntura no Âmbito do Serviço de Saúde do Exercito, que com esta baixa. PORTARIA NR 07/DGP, DE 27 DE JANEIRO DE 2009 (Aprova as Normas Reguladoras do Exercício da Acupuntura no Âmbito do Serviço de Saúde do Exército) - Transcrição O CHEFE DO DEPARTAMENTO-GERAL DO PESSOAL,

Leia mais

COISAS QUE APRENDI COM MEU PAI SOBRE TRABALHO E EMPREGO COISAS QUE APRENDI PAI TRABALHO E EMPREGO. CITYRH www.cityrh.com.

COISAS QUE APRENDI COM MEU PAI SOBRE TRABALHO E EMPREGO COISAS QUE APRENDI PAI TRABALHO E EMPREGO. CITYRH www.cityrh.com. COISAS QUE APRENDI PAI COM MEU SOBRE TRABALHO E EMPREGO TALENTO Qual é o seu talento? Como descobri-lo? Pense nas coisas que você faz bem e que as pessoas reconhecem e comentam: como você é bom nisto!

Leia mais

Dicas. para Sair. das Dívidas DEFINITIVAMENTE. Elton Parente. Com Estratégias de Kim e Robert Kyosaki

Dicas. para Sair. das Dívidas DEFINITIVAMENTE. Elton Parente. Com Estratégias de Kim e Robert Kyosaki 10 Dicas para Sair DEFINITIVAMENTE das Dívidas Com Estratégias de Kim e Robert Kyosaki Elton Parente Lições de Kim e Robert Kyosaki sobre Como Sair das Dívidas A seguir estão os 10 passos que Kim e Robert

Leia mais

PROJETOS ENCAMINHADOS EM 2006

PROJETOS ENCAMINHADOS EM 2006 PROJETOS ENCAMINHADOS EM 2006 Em 2006 foram encaminhados 372 projetos sendo 332 aprovados e 40 pendentes. Dos cursos: Administração Hospitalar, Biomedicina, Ciências Biológicas, Educação Física, Fisioterapia,

Leia mais

Sinopse I. Idosos Institucionalizados

Sinopse I. Idosos Institucionalizados II 1 Indicadores Entrevistados Sinopse I. Idosos Institucionalizados Privação Até agora temos vivido, a partir de agora não sei Inclui médico, enfermeiro, e tudo o que for preciso de higiene somos nós

Leia mais

Transcriça o da Entrevista

Transcriça o da Entrevista Transcriça o da Entrevista Entrevistadora: Valéria de Assumpção Silva Entrevistada: Ex praticante Clarice Local: Núcleo de Arte Grécia Data: 08.10.2013 Horário: 14h Duração da entrevista: 1h COR PRETA

Leia mais

Ao Agente Comunitário de Saúde:

Ao Agente Comunitário de Saúde: : COMO IDENTIFICAR O IDOSO E O SEU CUIDADOR NA VISITA DOMICILIAR Pesquisadora CNPq Grupo de Pesquisa Epidemiologia do Cuidador Pontifícia Universidade Católica de São Paulo - PUCSP Bolsista de Produtividade

Leia mais

ISSN 2238-9113 ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções)

ISSN 2238-9113 ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções) 13. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ISSN 2238-9113 ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções) ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( X ) SAÚDE

Leia mais

Lagoa/Humaitá. Nome: F1 Idade: 78 Estado Civil: viúva Escolaridade: 2º grau completo Sexo: F Profissão: aposentada

Lagoa/Humaitá. Nome: F1 Idade: 78 Estado Civil: viúva Escolaridade: 2º grau completo Sexo: F Profissão: aposentada Lagoa/Humaitá Nome: F1 Idade: 78 Estado Civil: viúva Escolaridade: 2º grau completo Sexo: F Profissão: aposentada Vazamento causado pelo apartamento em cima do seu. Pelo neto que é advogado. Solução do

Leia mais

PROJETO SABER VIVER: LAZER E RECREAÇÃO NA TERCEIRA IDADE

PROJETO SABER VIVER: LAZER E RECREAÇÃO NA TERCEIRA IDADE ÁREA TEMÁTICA: SAÚDE PROJETO SABER VIVER: LAZER E RECREAÇÃO NA TERCEIRA IDADE Marcela Cristina Vergilio Lipori 1 Renan Augusto de Ramos 2 Clóris Regina Blanski Grden 3 Emanoel Severo 4 Lílian Maria Pinheiro

Leia mais

ESTATUDO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE

ESTATUDO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE ESTATUDO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE (*) ANGELA GUADAGNIN A sociedade de forma organizada conquistou na constituição que os direitos das crianças e adolescentes fossem um dever a ser implantado e respeitado

Leia mais

A INCLUSÃO DA CRIANÇA COM DEFICIÊNCIA NA ESCOLA Laís PALHARES ALVES Claudio PALMA SANCHEZ

A INCLUSÃO DA CRIANÇA COM DEFICIÊNCIA NA ESCOLA Laís PALHARES ALVES Claudio PALMA SANCHEZ A INCLUSÃO DA CRIANÇA COM DEFICIÊNCIA NA ESCOLA Laís PALHARES ALVES Claudio PALMA SANCHEZ RESUMO: Os direitos de uma criança com deficiência estão prescritos na Constituição Federal Brasileira, mas nem

Leia mais

cartilha direitos humanos layout:layout 1 2008-09-05 13:42 Página 1 CAPA

cartilha direitos humanos layout:layout 1 2008-09-05 13:42 Página 1 CAPA cartilha direitos humanos layout:layout 1 2008-09-05 13:42 Página 1 CAPA cartilha direitos humanos layout:layout 1 2008-09-05 13:42 Página 2 TODOS SÃO IGUAIS PERANTE A LEI* *Artigo 5º da Constituição Brasileira

Leia mais

PADI. Programa de Atenção domiciliar ao Idoso

PADI. Programa de Atenção domiciliar ao Idoso PADI Programa de Atenção Objetivos do programa Apesar dos benefícios óbvios da internação quando necessária, o paciente idoso afastado da rotina de casa e da família apresenta maior dificuldade de recuperação,

Leia mais

DESEMBARGADOR SÉRGIO ANTÔNIO DE RESENDE PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE MINAS GERAIS

DESEMBARGADOR SÉRGIO ANTÔNIO DE RESENDE PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE MINAS GERAIS DISCURSO DESEMBARGADOR SÉRGIO ANTÔNIO DE RESENDE PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE MINAS GERAIS ABERTURA DO 79º ENCONTRO NACIONAL DO COLÉGIO PERMANENTE DE PRESIDENTES DE TRIBUNAIS DE JUSTIÇA DO BRASIL

Leia mais

ENFERMAGEM GERONTOGERIÁTRICA

ENFERMAGEM GERONTOGERIÁTRICA Belo Horizonte-MG Início Previsto: 20/03/2015* Aulas em um final de semana p/ mês: sexta - 18h / 22h sábado - 8h / 18h domingo - 8h / 16h *Início vinculado ao número mínimo de inscritos. PÓS-GRADUAÇÃO

Leia mais

O APOIO MATRICIAL COMO PROCESSO DE CUIDADO NA SAÚDE MENTAL

O APOIO MATRICIAL COMO PROCESSO DE CUIDADO NA SAÚDE MENTAL O APOIO MATRICIAL COMO PROCESSO DE CUIDADO NA SAÚDE MENTAL Patrícia de Bitencourt Toscani 1 Durante a década de 70, o processo da Reforma Psiquiátrica possibilitou construir uma nova política de saúde

Leia mais

Para gostar de pensar

Para gostar de pensar Rosângela Trajano Para gostar de pensar Volume III - 3º ano Para gostar de pensar (Filosofia para crianças) Volume III 3º ano Para gostar de pensar Filosofia para crianças Volume III 3º ano Projeto editorial

Leia mais

EXMO. SR. DR. PROCURADOR REGIONAL DA REPÚBLICA DA 1ª REGIÃO. Assunto: Leitos Psiquiátricos nos Hospitais Públicos Federais

EXMO. SR. DR. PROCURADOR REGIONAL DA REPÚBLICA DA 1ª REGIÃO. Assunto: Leitos Psiquiátricos nos Hospitais Públicos Federais EXMO. SR. DR. PROCURADOR REGIONAL DA REPÚBLICA DA 1ª REGIÃO. Assunto: Leitos Psiquiátricos nos Hospitais Públicos Federais ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE PSIQUIATRIA (ABP), associação civil sem fins lucrativos

Leia mais

Pesquisa Nacional de Saúde Módulo de Saúde dos indivíduos com 60 anos ou mais

Pesquisa Nacional de Saúde Módulo de Saúde dos indivíduos com 60 anos ou mais Pesquisa Nacional de Saúde Módulo de Saúde dos indivíduos com 60 anos ou mais Sumário Origem dos dados... 3 Descrição das variáveis disponíveis para tabulação... 4 Variáveis de conteúdo... 4 %Idosos c/limitação

Leia mais

UM ESTUDO DA OCORRÊNCIA DE VIOLÊNCIA DOMÉSTICA RELACIONADA A CASOS DE ATENDIMENTO À FAMÍLIA NO ESCRITÓRIO MODELO DE ADVOCACIA DA PUC-RIO

UM ESTUDO DA OCORRÊNCIA DE VIOLÊNCIA DOMÉSTICA RELACIONADA A CASOS DE ATENDIMENTO À FAMÍLIA NO ESCRITÓRIO MODELO DE ADVOCACIA DA PUC-RIO UM ESTUDO DA OCORRÊNCIA DE VIOLÊNCIA DOMÉSTICA RELACIONADA A CASOS DE ATENDIMENTO À FAMÍLIA NO ESCRITÓRIO MODELO DE ADVOCACIA DA PUC-RIO Aluna: Janaína da Guia Santos Panisset Orientadora: Ilda Lopes Rodrigues

Leia mais

2º Prêmio de Reabilitação e Readaptação Profissional

2º Prêmio de Reabilitação e Readaptação Profissional Instituição: APAE - Belo Horizonte /MG Categoria: Escolas de Educação Profissional Trabalho Escola de Qualificação Profissional Básica: Dignidade, Autonomia e Renda A associação de pais e amigos dos excepcionais

Leia mais

Bartolomeu Campos Queirós. Agradecemos aos parceiros que investem em nosso projeto. I SBN 85-7694 - 111-2

Bartolomeu Campos Queirós. Agradecemos aos parceiros que investem em nosso projeto. I SBN 85-7694 - 111-2 Ficava intrigado como num livro tão pequeno cabia tanta história. O mundo ficava maior e minha vontade era não morrer nunca para conhecer o mundo inteiro e saber muito da vida como a professora sabia.

Leia mais

AVALIAÇÃO DE QUALIDADE DE VIDA ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAÚDE

AVALIAÇÃO DE QUALIDADE DE VIDA ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAÚDE WHOQOL-120 HIV AVALIAÇÃO DE QUALIDADE DE VIDA ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAÚDE Genebra Versão em Português 1 Departamento de Saúde Mental e Dependência Química Organização Mundial da Saúde CH-1211 Genebra

Leia mais

SOFRIMENTO PSÍQUICO NA ADOLESCÊNCIA Marcia Manique Barreto CRIVELATTI 1 Solânia DURMAN 2

SOFRIMENTO PSÍQUICO NA ADOLESCÊNCIA Marcia Manique Barreto CRIVELATTI 1 Solânia DURMAN 2 SOFRIMENTO PSÍQUICO NA ADOLESCÊNCIA Marcia Manique Barreto CRIVELATTI 1 Solânia DURMAN 2 INTRODUÇÃO: Durante muitos anos acreditou-se que os adolescentes, assim como as crianças, não eram afetadas pela

Leia mais

TEXTO: SISTEMA DE GARANTIA DE DIREITOS HUMANOS.

TEXTO: SISTEMA DE GARANTIA DE DIREITOS HUMANOS. TEXTO: SISTEMA DE GARANTIA DE DIREITOS HUMANOS. O envelhecimento digno é considerado um Direito Humano a ser garantido e preservado pelo Estado e pela Sociedade. Assim, a consolidação desse direito requer

Leia mais

USUÁRIO QUE APANHOU NA PRISÃO, SOFREU

USUÁRIO QUE APANHOU NA PRISÃO, SOFREU NOME LUIS FILIPE PERTENCENTE A ALGUMA ORGANIZAÇÃO DA SOCIEDADE CIVIL? ESTADO MUNICÍPIO RIO DE JANEIRO (RJ) NOVA FRIBURGO DESCRIÇÃO DO CASO QUALIFICAÇÃO SEXO MASCULINO IDADE 22 25 COR GRAU DE INSTRUÇÃO

Leia mais

PROCESSO DE TRABALHO DO AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE ENQUANTO MORADOR E TRABALHADOR DE SAÚDE INSERIDO NO MESMO TERRITÓRIO

PROCESSO DE TRABALHO DO AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE ENQUANTO MORADOR E TRABALHADOR DE SAÚDE INSERIDO NO MESMO TERRITÓRIO 1322 PROCESSO DE TRABALHO DO AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE ENQUANTO MORADOR E TRABALHADOR DE SAÚDE INSERIDO NO MESMO TERRITÓRIO Janyelle Silva Mendes¹;Juliana Alves Leite Leal² 1. Graduanda do Curso de Enfermagem,

Leia mais

TÍTULO: CORRELAÇÃO ENTRE COGNIÇÃO E FUNCIONALIDADE EM IDOSOS INSTITUCIONALIZADOS. CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E SAÚDE

TÍTULO: CORRELAÇÃO ENTRE COGNIÇÃO E FUNCIONALIDADE EM IDOSOS INSTITUCIONALIZADOS. CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E SAÚDE TÍTULO: CORRELAÇÃO ENTRE COGNIÇÃO E FUNCIONALIDADE EM IDOSOS INSTITUCIONALIZADOS. CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E SAÚDE SUBÁREA: FISIOTERAPIA INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE SANTA CECÍLIA AUTOR(ES):

Leia mais

Da Biblioteconomia à Ciência da Informação

Da Biblioteconomia à Ciência da Informação Da Biblioteconomia à Ciência da Informação Ricardo Rodrigues Barbosa Entrevista realizada com o Prof. Ricardo Rodrigues Barbosa, no mês de Julho de 2010, pelo Prof.. Entrevistador Fale sobre a ECI, a área

Leia mais

Lição 1 Como Amar os Inimigos

Lição 1 Como Amar os Inimigos Lição 1 Como Amar os Inimigos A. Como seus pais resolviam as brigas entres você e seus irmãos? B. Em sua opinião qual a diferença entre amar o inimigo e ser amigo do inimigo? PROPÓSITO: Aprender como e

Leia mais

RELATÓRIO TÉCNICO ABRIL / MAIO / JUNHO

RELATÓRIO TÉCNICO ABRIL / MAIO / JUNHO RELATÓRIO TÉCNICO BANCO DO LIVRO SA - CURVELO / MG ABRIL / MAIO / JUNHO 2005 INTRODUÇÃO O Banco do Livro tem sua marca registrada pela dialogia. Nossos usuários gostam que seus nomes sejam lembrados nas

Leia mais

RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2013

RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2013 RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2013 Even e Junior Achievement de Minas Gerais UMA PARCERIA DE SUCESSO 1 SUMÁRIO Resultados Conquistados... 3 Resultados do Projeto... 4 Programa Finanças Pessoais... 5 Conceitos

Leia mais

ROTEIRO DE ESTUDO I ETAPA LETIVA GEOGRAFIA 3.º ANO/EF 2015

ROTEIRO DE ESTUDO I ETAPA LETIVA GEOGRAFIA 3.º ANO/EF 2015 SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA MANTENEDORA DA PUC Minas E DO COLÉGIO SANTA MARIA ROTEIRO DE ESTUDO I ETAPA LETIVA GEOGRAFIA 3.º ANO/EF 2015 Caro(a) aluno(a), É tempo de conferir os conteúdos estudados na

Leia mais

2º CONCURSO DE REDAÇÃO CAMPANHA: ELEIÇÕES LIMPAS PELO VOTO LIVRE E CONSCIENTE. CATEGORIA I 5ª e 6ª Série do Ensino Fundamental

2º CONCURSO DE REDAÇÃO CAMPANHA: ELEIÇÕES LIMPAS PELO VOTO LIVRE E CONSCIENTE. CATEGORIA I 5ª e 6ª Série do Ensino Fundamental CATEGORIA I 5ª e 6ª Série do Ensino Fundamental Tema: Voto livre e consciente, escolha que liberta 1º LUGAR: IZABEL ALINE DE ARAÚJO MATOS 6ª Série Educandário Madre Paulina Título (facultativo): A importância

Leia mais

CENTRO DE MEMÓRIA DO ESPORTE ESCOLA DE EDUCAÇÃO FÍSICA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL PROJETO GARIMPANDO MEMÓRIAS GEÓRGIA BALARDIN

CENTRO DE MEMÓRIA DO ESPORTE ESCOLA DE EDUCAÇÃO FÍSICA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL PROJETO GARIMPANDO MEMÓRIAS GEÓRGIA BALARDIN CENTRO DE MEMÓRIA DO ESPORTE ESCOLA DE EDUCAÇÃO FÍSICA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL PROJETO GARIMPANDO MEMÓRIAS GEÓRGIA BALARDIN (depoimento) 2014 CEME-ESEF-UFRGS FICHA TÉCNICA Projeto: Garimpando

Leia mais

Curso de Especialização em Saúde da Pessoa Idosa. Os objetivos dessa unidade são:

Curso de Especialização em Saúde da Pessoa Idosa. Os objetivos dessa unidade são: Curso de Especialização em Saúde da Pessoa Idosa Módulo Unidade 01 Tópico 01 Avaliação Global da Pessoa Idosa na Atenção Básica A identificação de Risco Introdução Os objetivos dessa unidade são: Identificar

Leia mais

P/1 Então por favor, começa com o seu nome completo, local e a data de nascimento.

P/1 Então por favor, começa com o seu nome completo, local e a data de nascimento. museudapessoa.net P/1 Então por favor, começa com o seu nome completo, local e a data de nascimento. R Meu nome é Kizzes Daiane de Jesus Santos, 21 de julho de 1988, eu nasci em Aracaju, no estado do Sergipe.

Leia mais

ENTREVISTA FARMA & FARMA

ENTREVISTA FARMA & FARMA Pelo jornalista Aloísio Brandão, Editor desta revista. O farmacêutico Laércio Batista fundou a Farmácia Batista, em Joinvile, e transferiu ao filho, Láercio Batista Júnior, a propriedade e a experiência

Leia mais

GERENCIAMENTO de Casos Especiais

GERENCIAMENTO de Casos Especiais GERENCIAMENTO de Casos Especiais Gerenciamento de Casos Especiais.indd 1 19/10/2015 15:32:28 Gerenciamento de Casos Especiais Objetivo: Facilitar o atendimento aos clientes que apresentam dificuldades

Leia mais

PARTE 1 Identificação da Experiência

PARTE 1 Identificação da Experiência PARTE 1 Identificação da Experiência NOME DA INSTITUIÇÃO/ESCOLA/REDE: Escola Municipal Professora Maria Irene Vicentini Theodoro Educação Infantil, Ensino Fundamental e Educação de Jovens e Adultos. ENDEREÇO:

Leia mais

RESOLUÇÃO N 124/2006. O Conselho Municipal de Assistência Social de Porto Alegre, no uso das atribuições que lhe confere a Lei Complementar n 352/95,

RESOLUÇÃO N 124/2006. O Conselho Municipal de Assistência Social de Porto Alegre, no uso das atribuições que lhe confere a Lei Complementar n 352/95, RESOLUÇÃO N 124/2006 O Conselho Municipal de Assistência Social de Porto Alegre, no uso das atribuições que lhe confere a Lei Complementar n 352/95, RESOLVE: Aprovar a utilização das definições de Programas

Leia mais

1ª Comissão ASSUNTOS CONSTITUCIONAIS, DIREITOS, LIBERDADES E GARANTIAS

1ª Comissão ASSUNTOS CONSTITUCIONAIS, DIREITOS, LIBERDADES E GARANTIAS 1ª Comissão ASSUNTOS CONSTITUCIONAIS, DIREITOS, LIBERDADES E GARANTIAS Audição do Presidente do Conselho Nacional de Ética para as Ciências da Vida (CNECV), Prof. Doutor João Lobo Antunes, e dos membros

Leia mais

Palavras chave: Classe Hospitalar; Humanização; Informática em saúde;

Palavras chave: Classe Hospitalar; Humanização; Informática em saúde; ATENDIMENTO PEDAGÓGICO HOSPITALAR, INFORMÁTICA E CIDADANIA PARA CRIANÇAS HOSPITALIZADAS: A EXPERIÊNCIA DO HOSPITAL UNIVERSITÁRIO JÚLIO MÜLLER EM CUIABÁ/MT RAMALHO *, Maria de Fátima fatimaramalhohujm@yahoo.com.br

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE CAMPUS MOSSORÓ EDITAL 07/2014 DG/MO/IFRN

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE CAMPUS MOSSORÓ EDITAL 07/2014 DG/MO/IFRN MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE CAMPUS MOSSORÓ Rua Raimundo Firmino de Oliveira, 400 - Ulrich Graff - Mossoró/RN - CEP: 59628-330 Fone:

Leia mais

junto à comunidade local (pais de alunos, comerciantes, doadores beneméritos etc), além

junto à comunidade local (pais de alunos, comerciantes, doadores beneméritos etc), além A APM e o Processo Educacional Chico Poli A Associação de Pais e Mestres APM pessoa jurídica de direito privado, sem fins econômicos, é uma instituição auxiliar da escola, que tem por finalidade colaborar

Leia mais

Fim-de-semana em Leiria com a Bomcar

Fim-de-semana em Leiria com a Bomcar Fim-de-semana em Leiria com a Bomcar Quem participa nestes passeios do BMW McP e quem conhece a Bomcar pensa que até já sabe o que vai acontecer... Este fim-de-semana demonstrou mais uma vez que não é

Leia mais

Vida nova Jovens contam como superaram doenças graves. Depois de um câncer de mama aos 23 anos, Dolores Cardoso teve um filho, escreveu um livro e

Vida nova Jovens contam como superaram doenças graves. Depois de um câncer de mama aos 23 anos, Dolores Cardoso teve um filho, escreveu um livro e Sexta Vida nova Jovens contam como superaram doenças graves. Depois de um câncer de mama aos 23 anos, Dolores Cardoso teve um filho, escreveu um livro e mudou o rumo da vida profissional FOLHA DA SEXTA

Leia mais

Prova de qualidade. Sistema de gestão do SESI Por um Brasil Alfabetizado faz a diferença EDUCAÇÃO

Prova de qualidade. Sistema de gestão do SESI Por um Brasil Alfabetizado faz a diferença EDUCAÇÃO Prova de qualidade Sistema de gestão do SESI Por um Brasil Alfabetizado faz a diferença Algumas ações simples, mas de grande eficiência, podem explicar por que alunos do SESI Por um Brasil Alfabetizado

Leia mais

Entrevista 1.02 - Brenda

Entrevista 1.02 - Brenda Entrevista 1.02 - Brenda (Bloco A - Legitimação da entrevista onde se clarificam os objectivos do estudo, se contextualiza a realização do estudo e participação dos sujeitos e se obtém o seu consentimento)

Leia mais

INQ Já alguma vez se sentiu discriminado por ser filho de pais portugueses?

INQ Já alguma vez se sentiu discriminado por ser filho de pais portugueses? Transcrição da entrevista: Informante: nº15 Célula: 5 Data da gravação: Agosto de 2009 Geração: 2ª Idade: 35 Sexo: Masculino Tempo de gravação: 10.24 minutos INQ Já alguma vez se sentiu discriminado por

Leia mais

Motivar a sua equipe: O grande desafio da Liderança

Motivar a sua equipe: O grande desafio da Liderança Motivar a sua equipe: O grande desafio da Liderança Existem diversos textos sobre Gestão sendo publicados diariamente, e dentre eles, muitos tratam do tema liderança, que certamente é um dos assuntos mais

Leia mais

A cidade dos espíritos

A cidade dos espíritos Home» Revistas» Edição 2170 / 23 de junho de 2010 Comportamento A cidade dos espíritos Uberaba tem mais centros kardecistas do que igrejas católicas. Eles atraem multidões de visitantes em busca da comunicação

Leia mais

Talita e seus projetos e conquistas

Talita e seus projetos e conquistas Talita e seus projetos e conquistas Introdução Antonio Claudio dos Santos Francisco, vinte e sete anos, nasceu na cidade de Ibiporã no Paraná em 27 de abril de 1988, filho de José Claudio dos Santos Francisco,

Leia mais

Questão Social, Políticas Sociais e Serviço Social ATUAÇÃO PROFISSIONAL DO SERVIÇO SOCIAL NA AMICO

Questão Social, Políticas Sociais e Serviço Social ATUAÇÃO PROFISSIONAL DO SERVIÇO SOCIAL NA AMICO Questão Social, Políticas Sociais e Serviço Social ATUAÇÃO PROFISSIONAL DO SERVIÇO SOCIAL NA AMICO Maria Carolina Andrade Lima de Azevedo Aluna de graduação em Serviço Social da UFRN (Universidade federal

Leia mais

ENTREVISTA Questões para Adauto José Gonçalves de Araújo, FIOCRUZ, em 12/11/2009

ENTREVISTA Questões para Adauto José Gonçalves de Araújo, FIOCRUZ, em 12/11/2009 FGV CPDOC 29/10/2010 Disciplina: Pesquisas Qualitativas - Prof. Mariana Cavalcanti Aluna: Adriana Maria Ferreira Martins Matrícula 091401001 ENTREVISTA Questões para Adauto José Gonçalves de Araújo, FIOCRUZ,

Leia mais

TRABALHADORES DE ENFERMAGEM E OS IDOSOS HOSPITALIZADOS: UMA PROPOSTA DE INVESTIGAÇÃO

TRABALHADORES DE ENFERMAGEM E OS IDOSOS HOSPITALIZADOS: UMA PROPOSTA DE INVESTIGAÇÃO TRABALHADORES DE ENFERMAGEM E OS IDOSOS HOSPITALIZADOS: UMA PROPOSTA DE INVESTIGAÇÃO JULIANA PETRI TAVARES 1 CARMEM LÚCIA COLOMÉ BECK 2 ROSÂNGELA MARION 3 SUSAN BUBLITZ 4 SABRINA MEDIANEIRA WIETHAN QUINHONES

Leia mais

Posso conviver com meus pares? Acolhimento e construção de uma rede de atenção psicossocial

Posso conviver com meus pares? Acolhimento e construção de uma rede de atenção psicossocial Posso conviver com meus pares? Acolhimento e construção de uma rede de atenção psicossocial Maria Esther Delgado Leite Universidade Federal do Rio de Janeiro, Instituto de Psiquiatria. Mestre em Ciências

Leia mais

Veículo: Tribuna do Brasil Data: 29/04/2010 Seção: Grande Brasília Pág.: 8 Assunto: Ludoteca. Ludoteca é inaugurada no HRAN

Veículo: Tribuna do Brasil Data: 29/04/2010 Seção: Grande Brasília Pág.: 8 Assunto: Ludoteca. Ludoteca é inaugurada no HRAN Veículo: Tribuna do Brasil Data: 29/04/2010 Seção: Grande Brasília Pág.: 8 Assunto: Ludoteca Ludoteca é inaugurada no HRAN Thaiza Murray Foi inaugurado na manhã de ontem no Hospital Regional da Asa Norte

Leia mais

Meu nome é José Guilherme Monteiro Paixão. Nasci em Campos dos Goytacazes, Norte Fluminense, Estado do Rio de Janeiro, em 24 de agosto de 1957.

Meu nome é José Guilherme Monteiro Paixão. Nasci em Campos dos Goytacazes, Norte Fluminense, Estado do Rio de Janeiro, em 24 de agosto de 1957. Rio de Janeiro, 5 de junho de 2008 IDENTIFICAÇÃO Meu nome é José Guilherme Monteiro Paixão. Nasci em Campos dos Goytacazes, Norte Fluminense, Estado do Rio de Janeiro, em 24 de agosto de 1957. FORMAÇÃO

Leia mais