DEFINIÇÃO. Gregos é a palavra latina usada para designar os habitantes da Hélade, que se autodenominavam helenos.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "DEFINIÇÃO. Gregos é a palavra latina usada para designar os habitantes da Hélade, que se autodenominavam helenos."

Transcrição

1

2 DEFINIÇÃO Gregos é a palavra latina usada para designar os habitantes da Hélade, que se autodenominavam helenos.

3 DEFINIÇÃO Hélade é o nome pelo qual se designava quase toda parte continental da Grécia.

4 LOCALIZAÇÃO Localizada na Península Balcânica (Mediterrâneo Oriental), a Grécia serviu com elo entre a Europa e o Oriente Próximo.

5 O território grego apresenta duas características marcantes: as montanhas (80%) e o mar.

6 As montanhas férteis favoreceram o agrupamento humano e o mar beneficiou o desenvolvimento da navegação.

7

8 Atenção! Nunca houve um estado grego unificado na Antiguidade. O que chamamos de Grécia Antiga não foi nada além de pólis, isto é, cidades independentes e, muitas vezes, rivais umas das outras.

9

10 Período Micênico Entre 1650 e 1150 a. C. Caracteriza-se pela migração e assentamento de povos, como os aqueus, que fundam a cidade de Micenas; edificação de palácios, templos e fortalezas; utilização da escrita.

11

12

13

14 FORMAÇÃO DO POVO GREGO Por volta de 2000 a. C., a Península Balcânica, que já era habitada por pastores seminômades, começou a ser ocupada por povos indoeuropeus, provenientes das planícies euro-asiáticas: os aqueus, os eólios, os jônios e os dórios

15 FORMAÇÃO DO POVO GREGO Os aqueus concentraram-se no Peloponeso e fundaram cidades como Micenas.

16 FORMAÇÃO DO POVO GREGO Por volta do século XV a. C. eles invadiram a ilha de Creta e originaram a civilização creto-micênica.

17 FORMAÇÃO DO POVO GREGO Os eólios atingiram várias regiões, entre elas a Tessália.

18 FORMAÇÃO DO POVO GREGO Os jônios estabeleceram-se na Ática e fundaram a cidade de Atenas.

19 FORMAÇÃO DO POVO GREGO Os dórios chegaram na região por volta de 1200 a. C., destruíram a civilização creto-micênica, provocando dispersão para o interior, para as ilhas do Mar Egeu e para a costa da Ásia Menor (Primeira Diáspora).

20

21

22 FORMAÇÃO DO POVO GREGO Creta: uma civilização pré-helênica. Há quase 5 mil anos, desenvolveu-se na Ilha de Creta a civilização cretense. Creta tornou-se ponto de encontro entre a Grécia e as civilizações do Crescente Fértil.

23 FORMAÇÃO DO POVO GREGO Uma poderosa monarquia instalouse em Cnossos, entre 1700 e 1450 a. C., período em que a cidade deteve a supremacia de toda ilha. Essa monarquia criou um império marítimo-comercial que refletia uma talassocracia.

24 FORMAÇÃO DO POVO GREGO O rei dessa monarquia era chamado de Minos, palavra que deu origem a expressão minóica, também utilizada para designar a civilização cretense.

25 PERÍODO HOMÉRICO Entre 1150 e 800 a. C. Novas populações invadem a Grécia; destruição do mundo micênico; desaparecimento do uso da escrita; transmissão oral da cultura; formação de novas comunidades.

26 PERÍODO HOMÉRICO A palavra homérico, utilizada para designar um período da história grega, diz respeito a Homero, um poeta grego que viveu no século VI a. C., a quem se atribui a autoria de dois poemas épicos: a Ilíada e a Odisséia.

27

28

29 PERÍODO ARCAICO Entre 800 e 500 a. C. Formação da pólis; colonização grega de outras regiões, com a fundação de cidades como Bizâncio, Marselha, Siracusa e Nápoles; realização dos primeiros Jogos Olímpicos; introdução do alfabeto fenício adaptado pelos gregos; difusão da escrita for a dos escribas profissionais.

30

31

32

33 A partir de 776 a. C., de quatro em quatro anos, os gregos das mais diversas cidades reuniam-se em Olímpia para a realização de um festival de competições que ficou conhecido como Jogos Olímpicos.

34 Os jogos eram realizados em honra a Zeus e incluía provas como corrida, salto, arremesso de disco, lutas, além de competi ções musicais e poéticas.

35 PERÍODO CLÁSSICO Entre 500 e 338 a. C. Consolidação da pólis cidade-estado; guerras greco-persas; apogeu de cidades como Atenas e Esparta; guerras entre cidades gregas.

36 PERÍODO HELENÍSTICO Entre 338 e 146 a. C. Crise da pólis grega; invasão e domínio da Grécia pelos macedônios; expansão militar e cultural macedônica.

37 Exercícios

38 Quais os mares que banham o território grego?

39 Mar Egeu

40 Mar Mediterrâneo

41 Mar Jônico

42 Qual a maior ilha grega?

43 Creta, com km2

44 A Grécia dividia-se em: continental, situada na região meridional da Península Balcânica; Peninsular, separada da Grécia Continental pelo Golfo de Corinto; Insular, formada pelas ilhas dos mares Egeu e Mediterrâneo; e asiática, formada após a colonização da Ásia Menor.

45 Identifique a Grécia Continental, a Grécia Peninsular e a Grécia Insular

46

47 Qual país que atualmente corresponde ao território da Hélade (Grécia Antiga)?

48

49 Como surgiu a civilização cretense e como ela se desenvolveu?

50 Creta se trata de uma civilização que surgiu há quase 5000 anos. Devido a sua localização, Creta tornou-se ponto de encontro entre a Grécia e as civilizações do Crescente Fértil. Isso contribuiu para o desenvolvimento de suas atividades marítimas e comerciais.

51 Uma poderosa monarquia instalou-se em Cnossos, entre 1700 e 1450 a. C., período em que essa cidade deteve a supremacia de toda a ilha. Apoiada no poderio da marinha e na aliança com os comerciantes, essa monarquia possivelmente expandiu a dominação cretense, criando um verdadeiro império marítimo-comercial, que refletia uma talassocracia.

52 Como se formou o povo heleno (grego)?

53 A partir de 2000 a. C., diversos povos começaram a se estabelecer nas áreas que ficariam conhecidas como Hélade, Grécia ou mundo grego. Eram aqueus, jônios, eólios e dórios. Dominando as populações já existentes nessas regiões, esses povos deram origem a uma mescla de etnias e culturas que, ao longo do tempo, por intercâmbios socioculturais, adquiriu certa unidade e constituiu os helenos.

54

55 Genos O Período Homérico se caracterizava pela organização em genos, ou seja, famílias coletivas que reuniam descendentes de um antepassado comum;

56 Genos Cada geno era chefiado pelo membro mais velho, o pater, com autoridade militar, religiosa e política;

57 Genos A economia era sustentada na agricultura e no pastoreio; A terra era propriedade coletiva; A produção destinava-se a subsistência da família; O comércio era pouco desenvolvido e feito com base nas trocas diretas.

58 A desintegração do genos Por volta do século VIII a. C., iniciou-se o processo de desintegração das comunidades gentílicas; O crescimento populacional foi maior que o da produção; As terras para cultivo também eram poucas para tantas pessoas;

59 A desintegração do genos O pater passou a dividir as terras, beneficiando seus parentes mais próximos, dando-lhes os melhores lotes; Esses lotes foram transformados em propriedades privadas;

60 Genos Alguns membros do genos ficaram com terras menos férteis, e outros passaram a se dedicar ao artesanato ou ao comércio; A maioria da população ficou sem terra e começou a abandonar o território;

61 Genos Passa a existir acentuada desigualdade social e formase a aristocracia (aristoi); As tensões sociais e as crises levaram alguns genos a se unir, formando uma fátria ; Certo número de fátrias reunidas formava uma tribo;

62 Genos Aos poucos, as tribos de dada região passaram a se agrupar, formando a pólis, a cidade-estado grega.

63

64

65 Pólis A partir do século VIII a. C., formaram-se na região da Grécia Antiga diversas cidades independentes, cada qual com seu próprio governo, leis, calendário, moedas;

66 Pólis Numa visão geral, podemos dizer que a pólis reunia agrupamentos humanos que habitavam um território cuja área variava entre 1000 e 3000 km2;

67 Pólis A área urbana frequentemente se estabelecia em torno de um centro (terreno elevado), com praças, edifícios públicos, templos, casas oficinas, etc;

68 Pólis Na área urbana se concentrava o núcleo político e religioso, além da atividade artesanal e comercial de alimentos e de produtos como tecidos, roupas, sandálias, armas, artigos em cerâmica e vidro;

69

70 Pólis Na área rural a população se dedicava a atividades agropastoris, como o cultivo de oliveiras, videiras, trigo e cevada e a criação de cabras, ovelhas, porcos e cavalos.

71 Pólis Inicialmente, a pólis possuía economia auto suficiente e a forma de governo adotada era a monarquia; Cada cidade-estado era governada por um rei, o basileus, assessorado por um conselho formado por representantes da aristocracia;

72 Pólis Havia também uma assembléia popular composta pelos cidadãos, aqueles que tinham direitos políticos.

73 Esparta

74 Esparta nunca teve uma área urbana importante. Era uma cidade de caráter militarista e oligárquico.

75 Oligárquico: referente à oligarquia, tipo de governo em que um grupo reduzido de pessoas poderosas domina de acordo com seus próprios interesses.

76 O governo de Esparta tinha como um dos seus principais objetivos fazer de seus cidadãos modelos de soldados bem treinados fisicamente, corajosos e obedientes às leis e às autoridades a fim de enganjá-los no exército e manter o modelo de Estado espartano.

77 A sociedade espartana dividia-se em três categorias principais: esparciatas, periecos e hilotas.

78 Esparciatas cidadãos espartanos, homens livres que permaneciam à disposição do exército ou dos negócios públicos, podendo participar do governo da cidade.

79 Os esparciatas eram proprietários das terras nos arredores da cidade, no entanto, cada lote de terra (kléros) era mais uma propriedade da família do que do indivíduo.

80 Os esparciatas não podiam exercer o comércio nem dedicar parte do seu tempo à agricultura. Cumpriam uma série de deveres junto ao Estado espartano.

81 Os esparciatas eram descendentes dos dórios e essencialmente guerreiros. Eram a camada dominante, detentora de terras férteis, que possuía direitos políticos.

82 Os periecos se tratavam dos aqueus que não resistiram aos invasores. Eram homens livres, mas sem direitos políticos. Atuavam como camponeses, artesãos e comerciantes.

83 Em tempos de guerra, os periecos eram convocados para o serviço militar. Eram obrigados a pagar impostos ao Estado.

84 Os hilotas se tratavam dos aqueus que resistiram aos invasores dórios. Compunham a maior parte da população. Eram servos do Estado e trabalhavam nas terras dos esparciatas.

85 Os hilotas promoviam frequentes revoltas contra os grupos dominantes.

86 O Governo em Esparta

87 Os principais órgãos políticos de Esparta eram: Diarquia, Gerúsia, Ápela e Eforato.

88 O termo Diarquia se refere ao governo de dois reis, um pertencente tradicionalmente à família dos Ágidas e outro à família dos Euripôntides. Os reis tinham autoridade militar e religiosa.

89 O Gerúsia, também conhecido como Conselho dos Anciãos, era vitalício e composto de 28 esparciatas com mais de 60 anos que fiscalizavam a administração e decidiam sobre a maior parte dos assuntos do governo.

90 O Gerúsia exercia funções administrativa, legislativa e judiciária.

91 A Ápela se tratava de uma Assembléia Popular, formada pelos cidadãos com mais de 30 anos. Sua principal função era eleger os éforos, os membros do Gerúsia e aprovar ou rejeitar as leis encaminhadas por ele.

92 O Eforato ou Conselho dos Éforos era formado por cinco membros eleitos anualmente pela Ápela e eram os verdadeiros chefes de governo.

93 O Eforato ou Conselho dos Éforos coordenava as reuniões do Gerúsia e da Ápela e controlavam a vida econômica e social da cidade, podendo vetar projetos de lei e fiscalizar atividades dos reis.

94

95

96 Atenas

97 Da monarquia à democracia Fundada pelos Jônios, Atenas situase no centro da Planície da Ática, a 5km do Mar Egeu. O centro original da cidade localizava-se numa colina alta, a acrópole, tendo assim uma proteção natural contra ataques.

98 Da monarquia à democracia Devido a pouca fertilidade do solo e a proximidade do litoral, os atenienses desenvolveram a navegação marítima, chegando a dominar grande parte do comércio Mediterrâneo

99 Da monarquia à democracia Até meados do século VIII a. C., Atenas era governada por um rei que acumulava as funções de juiz, sacerdote e chefe militar.

100 Da monarquia à democracia Posteriormente, o poder do rei foi passando para as mãos de representantes da aristocracia os arcontes, que comandavam o governo da cidade.

101 Aristocracia Classe formada por um grupo de pessoas que detêm o poder econômico ou político.

102 Reformas de Drácon e Sólon Diante dos abusos e da concentração de poder da aristocracia, grande parte dos atenienses (comerciantes, artesãos, camponeses) começou a exigir reformas políticas e sociais.

103 Drácon Impôs leis escritas para acabar com as vendetas, ou seja, guerra entre famílias por vingança.

104 Drácon O código de leis instituído por Drácon teve o mérito de ser o primeiro passo para diminuir os privilégios da aristocracia.

105 Drácon Entretanto, o código ficou mais conhecido pela severidade excessiva de suas penas, consideradas sanguinárias por muitos, pois punia com a morte delitos triviais, como o furto.

106 Sólon Libertou os cidadãos transformados em escravos.

107 De Clístenes a Péricles Um dos principais responsáveis pela instituição da democracia em Atenas foi Clístenes, que ficou no poder de 510 a 507 a. C.

108 De Clístenes a Péricles Clístenes criou a Lei do Ostracismo, que era a condenação ao exílio de Atenas, por 10 anos, às pessoas consideradas perigosas pelo Estado democrático.

109 De Clístenes a Péricles Clístenes aprofundou reformas já efetuadas e introduziu o regime democrático, cujo o princípio básico dizia que:

110 Princípio da Isonomia Todos os cidadãos têm o mesmo direito perante as leis

111 Atenção!!! É preciso entender que na democracia ateniense eram considerados cidadãos apenas uma pequena parcela da população masculina adulta.

112 Atenção!!! Os estrangeiros residentes em Atenas (metecos), os escravos, as mulheres e os jovens menores que 21 anos não tinham direitos políticos, sendo, assim, excluídos da vida democrática.

113 De Clístenes a Péricles A democracia ateniense era elitista, patriarcal e escravista. Um grupo restrito de cidadãos participava da Assembléia (Eclésia) e aprovava ou rejeitava projetos para a cidade.

114 De Clístenes a Péricles O órgão que elaborava os projetos para a cidade era o Conselho dos Quinhentos, formado por 500 cidadãos sorteados anualmente.

115 De Clístenes a Péricles Os projetos aprovados pela eclésia eram executados pelos estrategos, espécie de chefes do governo em tempos de paz.

116 De Clístenes a Péricles Em tempos de guerra, os estrategos eram os responsáveis pelo comando dos exércitos e dos serviços relacionados as ações militares.

117 A democracia de Péricles No século V a. C., os atenienses introduziram novas mudanças na vida democrática da cidade, sob a liderança de Péricles ( a. C.).

118 A democracia de Péricles De 445 a 431 a. C., Péricles foi sucessivamente reeleito para o cargo de estratego, período em que Atenas atingiu grande explendor.

119

120 Nossa forma de governo não se baseia nas instituições dos povos vizinhos. Não imitamos os outros. Servimos de modelo para eles. Somos uma democracia porque a administração pública depende da maioria, e não de poucos. Nessa democracia, todos os cidadãos são iguais perante as leis para resolver os conflitos particulares. Mas quando se trata de escolher um cidadão para a vida pública, o talento e o mérito reconhecidos em cada um dão acesso aos postos mais honrosos. [...] Usamos a riqueza como um instrumento para agir, e não como motivo de orgulho e ostentação. Entre nós, a pobreza não é causa de vergonha. Vergonhoso é não fazer o possível para evitá-la. Todo o cidadão tem o direito de cuidar de sua vida particular e de seus negócios privados. Mas aquele que não manifestar interesse pela política, pela vida pública, é considerado um inútil. Em resumo, digo que nossa cidade é uma escola para toda Hélade, e cada cidadão ateniense, por suas características, mostra-se capaz de realizar as mais variadas formas de atividade. TUCÍDEDES. História da Guerra do Peloponeso. Brasília/São Paulo: UnB/Hucitec, 1986, cap , Livro II.

121 A sociedade ateniense A sociedade ateniense era formada pelas seguintes camadas sociais:

122 Cidadãos Homens adultos, maiores de 21 anos, filhos de pai e mãe atenienses. Eram pessoas de diferentes condições econômicas. Tinham direitos políticos.

123 Eupátridas Os bem-nascidos, camada aristocrática que detinha os privilégios, constituída pelos grandes proprietários de terras.

124 Georghois Pequenos proprietários de terras em regiões pouco férteis.

125 Thetas Não possuíam terras. Eram trabalhadores assalariados.

126 Demiurgos Artesãos e comerciantes concentrados no litoral.

127 Metecos Pessoas que viviam em Atenas, mas não haviam nascido na cidade. Não tinham direitos políticos e eram proibidos de comprar terras, mas podiam trabalhar no comércio e no artesanato.

128 Escravos Geralmente prisioneiros de guerra, comprados de estrangeiros nos mercados de escravos, ou filhos de escravos que já viviam na cidade.

129 Escravos Viviam em Atenas, milhares de escravos. A família que não tivesse pelo menos um escravo demonstrava levar vida de pobreza.

130 Lutas pela hegemonia grega

131 A ascensão econômica e cultural da Grécia provocou disputas por rotas comerciais, mercados e matérias primas entre gregos e persas.

132

133 Guerras-Pérsicas ou Guerras Médicas ( a. C.) - Sob o reinado de Dario e Xerxes, os persas expandiramse sobre cidades gregas da Ásia Menor e Jônia e, depois, na Península Balcânica.

134 Resultados das lutas pela hegemonia Organização da Liga de Delos e hegemonia ateniense; Organização da Liga do Peloponeso e hegemonia espartana (Guerras do Peloponeso: de 431 a 404 a. C.); Hegemonia tebana; Domínio macedônico (Felipe II e Alexandre Magno).

Grécia Antiga. Profº Paulo Henrique

Grécia Antiga. Profº Paulo Henrique Grécia Antiga Profº Paulo Henrique Periodização Período pré-homérico (2800 1100 a.c.): povoamento da Grécia. Período homérico (1100 800 a.c): poemas Ilíada e Odisséia. Período arcaico (800 500 a.c) : formação

Leia mais

CAPÍTULO: 5 AULAS: 9, 10, 11 e 12 GRÉCIA ANTIGA

CAPÍTULO: 5 AULAS: 9, 10, 11 e 12 GRÉCIA ANTIGA CAPÍTULO: 5 AULAS: 9, 10, 11 e 12 GRÉCIA ANTIGA INTRODUÇÃO Período: 2000 a.c. 146 a.c. Região: Península Balcânica: Solo pobre e montanhoso. Várias ilhas. Uso da navegação. ORIGENS Ilha de Creta. Vida

Leia mais

Grécia Antiga II. Cronologia

Grécia Antiga II. Cronologia Grécia Antiga II Cronologia Grécia - Cronologia Período pré-homérico (séc. XX- XII a.c) Migrações dos povos formadores da Grécia Período Homérico (séc. XII- VIII a.c) Genos (comunidades políticas) se estruturam,

Leia mais

A CIVILIZAÇÃO CLÁSSICA: GRÉCIA. Profº Alexandre Goicochea História

A CIVILIZAÇÃO CLÁSSICA: GRÉCIA. Profº Alexandre Goicochea História A CIVILIZAÇÃO CLÁSSICA: GRÉCIA Profº Alexandre Goicochea História ORIGENS O mundo grego antigo ocupava além da Grécia, a parte sul da península Balcânica, as ilhas do mar Egeu, a costa da Ásia Menor, o

Leia mais

ANTIGUIDADE CLÁSSICA GRÉCIA

ANTIGUIDADE CLÁSSICA GRÉCIA ANTIGUIDADE CLÁSSICA GRÉCIA 1 CARACTERÍSTICAS GERAIS: Território acidentado; Desenvolvimento do comércio e navegação; Descentralização política (Cidade-Estado); Modo de produção escravista; Contribuições

Leia mais

GRÉCIA ANTIGA DAS ORIGENS AO PERÍODO ARCAICO

GRÉCIA ANTIGA DAS ORIGENS AO PERÍODO ARCAICO GRÉCIA ANTIGA DAS ORIGENS AO PERÍODO ARCAICO A CIVILIZAÇÃO GREGA Localização: Península Balcânica Condições geográficas: relevo acidentado, montanhoso e solo pouco fértil, isolava os vários grupos humanos

Leia mais

A história da Grécia é comumente dividida em 5 períodos:

A história da Grécia é comumente dividida em 5 períodos: A história da Grécia é comumente dividida em 5 períodos: Pré-homérico ocupação dos povos formadores. Homérico formação do genos (base familiar) - Ilíada e Odisseia. Arcaico formação da polis. Clássico

Leia mais

Localização Geográfica. -Sul da Europa, na Península Balcânica, junto ao mar Mediterrâneo.

Localização Geográfica. -Sul da Europa, na Península Balcânica, junto ao mar Mediterrâneo. O Mundo Grego - I Localização Geográfica -Sul da Europa, na Península Balcânica, junto ao mar Mediterrâneo. Povoamento -Arianos ou indo-europeus (aqueus, jônios, eólios e dórios). -Invasão dos Dórios (armas

Leia mais

A História da Grécia Antiga se estende do século XX a.c. até o século II a.c. quando a região foi conquistada pelos romanos.

A História da Grécia Antiga se estende do século XX a.c. até o século II a.c. quando a região foi conquistada pelos romanos. HISTÓRIA ANTIGA Grécia I - formação Situada no sul da Europa (Península balcânica), numa região de relevo acidentado e um arquipélago no Mar Egeu, a Grécia foi palco de uma civilização que se desenvolveu

Leia mais

CURSO DE HISTÓRIA GRÉCIA ANTIGA. Professor Sebastião Abiceu 6º ano Colégio Marista São José Montes Claros - MG

CURSO DE HISTÓRIA GRÉCIA ANTIGA. Professor Sebastião Abiceu 6º ano Colégio Marista São José Montes Claros - MG CURSO DE HISTÓRIA GRÉCIA ANTIGA Professor Sebastião Abiceu 6º ano Colégio Marista São José Montes Claros - MG LOCALIZAÇÃO E POVOAMENTO A Grécia antiga localizava-se em sua maior parte do sudeste da Europa

Leia mais

Introdução. Localização

Introdução. Localização Introdução A civilização grega surgiu entre os mares Egeu, Jônico e Mediterrâneo, por volta de 2000 AC. Formou-se após a migração de tribos nómadas de origem indo-europeia, como, por exemplo, aqueus, jônios,

Leia mais

PROFESSOR: JORGE AUGUSTO MATÉRIA: HISTÓRIA 6º ANO

PROFESSOR: JORGE AUGUSTO MATÉRIA: HISTÓRIA 6º ANO PROFESSOR: JORGE AUGUSTO MATÉRIA: HISTÓRIA 6º ANO ASSUNTO: GRÉCIA ANTIGA VIDEOAULA: 15 POLÍTICA Politicamente, Esparta era baseada na oligarquia. Diarquia: formada por dois reis, com autoridade religiosa

Leia mais

Escravismo Antigo. Baseado na liberdade que se tem. Dois grupos sociais: Desenvolvimento intelectual, artístico, militar e político

Escravismo Antigo. Baseado na liberdade que se tem. Dois grupos sociais: Desenvolvimento intelectual, artístico, militar e político Escravismo Antigo Estrutura econômica Escravos produzem maior parte da riqueza Estrutura social Baseado na liberdade que se tem. Dois grupos sociais: à Livres: Desenvolvimento intelectual, artístico, militar

Leia mais

Profª. Flores. Grécia

Profª. Flores. Grécia Profª. Flores Grécia LOCALIZAÇÃO : localiza-se em sua maior parte no sudeste da Europa. Abrangia três importantes regiões: na Grécia Continental: situada ao sul da península Balcânica; na Grécia Insular:

Leia mais

PROFª TEREZA SODRÉ MOTA

PROFª TEREZA SODRÉ MOTA PROFª TEREZA SODRÉ MOTA LOCALIZAÇÃO GEOGRÁFICA PERIODIZAÇÃO PERÍODO PRÉ- HOMÉRICO Imigração indo-européia Formação da cultura creto-micênica. Primeira Diáspora grega =invasão dórica PERÍODO HOMÉRICO

Leia mais

MUNDO GREGO MODO DE PRODUÇÃO ESCRAVISTA ANTIGUIDADE CLÁSSICA. http://historiaonline.com.br

MUNDO GREGO MODO DE PRODUÇÃO ESCRAVISTA ANTIGUIDADE CLÁSSICA. http://historiaonline.com.br MUNDO GREGO MODO DE PRODUÇÃO ESCRAVISTA ANTIGUIDADE CLÁSSICA CARACTERÍSTICAS GERAIS (Modo de Produção Escravista) a) Propriedade privada (fim do coletivismo primitivo e da servidão coletiva). b) Cidades

Leia mais

HISTÓRIA GERAL. Profª. Maria Auxiliadora

HISTÓRIA GERAL. Profª. Maria Auxiliadora HISTÓRIA GERAL Profª. Maria Auxiliadora GRÉCIA Península Balcânica Relevo acidentado e recortado Características Gerais Grécia Período Pré-Homérico -séc. XX a.c. XII a. C. Formação do povo grego pelasgos

Leia mais

ANTIGUIDADE OCIDENTAL PROFESSORA JACK PÓVOAS

ANTIGUIDADE OCIDENTAL PROFESSORA JACK PÓVOAS ANTIGUIDADE OCIDENTAL PROFESSORA JACK PÓVOAS A CIVILIZAÇÃO GREGA Sem Grécia e Roma nós não seríamos o que somos. Michael Grant GRECIA GRÉCIA: a Terra dos Deuses NOME OFICIAL: República Helênica. CAPITAL:

Leia mais

AULA DE HISTÓRIA GRÉCIA ANTIGA 14/09/2009 GRÉCIA. Localização Península Balcânica sudeste da Europa Território Relevo Acidentado 80% montanhoso

AULA DE HISTÓRIA GRÉCIA ANTIGA 14/09/2009 GRÉCIA. Localização Península Balcânica sudeste da Europa Território Relevo Acidentado 80% montanhoso AULA DE HISTÓRIA GRÉCIA ANTIGA GRÉCIA Localização Península Balcânica sudeste da Europa Território Relevo Acidentado 80% montanhoso ASPECTOS GEOGRÁFICOS Povos invasores formada por muitas ilhas a maior

Leia mais

PARNAMIRIM - RN. 6º ano Professores: Ricardo Gomes Verbena Ribeiro

PARNAMIRIM - RN. 6º ano Professores: Ricardo Gomes Verbena Ribeiro PARNAMIRIM - RN 6º ano Professores: Ricardo Gomes Verbena Ribeiro 1. CONTEXTO / INTRODUÇÃO Como vimos anteriormente, a Grécia, nada mais é do que o berço da cultura Ocidental, e como tal, nos deixou como

Leia mais

A civilização grega tem grande importância na formação cultural e política do Ocidente. Os gregos foram os primeiros a falar em CIDADANIA E DEMOCRACIA, o governo do povo. LOCALIZAÇÃO GEOGRÁFICA Concentrou-se

Leia mais

FORTALECENDO SABERES CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES HISTÓRIA DESAFIO DO DIA. Conteúdo: A civilização cretense Os primeiros povos gregos

FORTALECENDO SABERES CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES HISTÓRIA DESAFIO DO DIA. Conteúdo: A civilização cretense Os primeiros povos gregos CONTEÚDO E HABILIDADES DESAFIO DO DIA Conteúdo: A civilização cretense Os primeiros povos gregos CONTEÚDO E HABILIDADES DESAFIO DO DIA Habilidades: Compreender o processo de formação da civilização grega.

Leia mais

De Creta a Micenas. As Origens do Mundo Grego

De Creta a Micenas. As Origens do Mundo Grego De Creta a Micenas As Origens do Mundo Grego 1 O início da História Entre os séculos XX a.c. e XVI a.c., floresceu em Creta, a maior ilha do Mediterrâneo, uma brilhante civilização, que influenciou a desenvolvida

Leia mais

Disciplina:História Professora: Andréa Alexandre

Disciplina:História Professora: Andréa Alexandre Disciplina:História Professora: Andréa Alexandre Cidadania Democracia Filosofia Geometria Teatro Período Pré-Homérico (2800 1100 a. C.) povoamento da Grécia. Período Homérico (1100 800 a. C.) poemas

Leia mais

Disciplina:História Professora: Andréa Alexandre

Disciplina:História Professora: Andréa Alexandre Disciplina:História Professora: Andréa Alexandre Montanhas e costas marítimas; Mar Mediterrâneo, Mar Egeo e Mar Jônico. Costa bastante recortada com 80% de montanhas; Grande numero de Ilhas; Formação

Leia mais

As características de cada período serão analisadas a seguir. Período Pré-Homérico. Do povoamento da península Balcânica à Primeira Diáspora.

As características de cada período serão analisadas a seguir. Período Pré-Homérico. Do povoamento da península Balcânica à Primeira Diáspora. O Mundo Grego A história da Grécia, como de outras civilizações, foi fortemente condicionada pelo ambiente geográfico. A península Balcânica e muito recortada e cercada por centenas de ilhas - tanto no

Leia mais

Antiguidade Clássica - Grécia. Prof.ª. Maria Auxiliadora

Antiguidade Clássica - Grécia. Prof.ª. Maria Auxiliadora Antiguidade Clássica - Grécia Prof.ª. Maria Auxiliadora Período Arcaico (séc. VIII 800 a.c. a VI 600 a.c.) Formação das pólis na Grécia cada uma com seu próprio universo econômico e político; Na Grécia

Leia mais

As Cidades Gregas: Atenas e Esparta

As Cidades Gregas: Atenas e Esparta As Cidades Gregas: Atenas e Esparta ESPARTA A PÓLIS OLIGÁRQUICA A cidade de Esparta(ou Lacedemônia) era formada por cinco aldeias localizadas no vale do rio Eurotas, na região do Peloponeso. Surgiu por

Leia mais

1. (1,0) APONTE o nome da região em que foi desenvolvida a civilização grega.

1. (1,0) APONTE o nome da região em que foi desenvolvida a civilização grega. PARA A VALIDADE DO QiD, AS RESPOSTAS DEVEM SER APRESENTADAS EM FOLHA PRÓPRIA, FORNECIDA PELO COLÉGIO, COM DESENVOLVIMENTO E SEMPRE A TINTA. TODAS AS QUESTÕES DE MÚLTIPLA ESCOLHA DEVEM SER JUSTIFICADAS.

Leia mais

R.: R.: R.: R.: R.: R.: R.:

R.: R.: R.: R.: R.: R.: R.: PROFESSOR: EQUIPE DE HISTÓRIA BANCO DE QUESTÕES - HISTÓRIA - 6º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ============================================================================================== 01- Como o relevo

Leia mais

A partir da leitura do texto abaixo responda as questões 2 e 3: A SOCIEDADE EGIPCIA

A partir da leitura do texto abaixo responda as questões 2 e 3: A SOCIEDADE EGIPCIA SECRETARIA DE SEGURANÇA PÚBLICA/SECRETARIA DE EDUCAÇÃO POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE GOIÁS COMANDO DE ENSINO POLICIAL MILITAR COLÉGIO DA POLÍCIA MILITAR UNIDADE POLIVALENTE MODELO VASCO DOS REIS SÉRIE/ANO:

Leia mais

CURSINHO PRÓ-ENEM 2015. E-mail: lucianojunior06@hotmail.com Telefone: 9250-8766

CURSINHO PRÓ-ENEM 2015. E-mail: lucianojunior06@hotmail.com Telefone: 9250-8766 CURSINHO PRÓ-ENEM 2015 E-mail: lucianojunior06@hotmail.com Telefone: 9250-8766 Origens A história grega pode ser dividida em quatro grandes períodos: Homérico (séculos XII a VIII a.c.), Arcaico (séculos

Leia mais

Aulas 08 a 10: Grécia Antiga Prof. Dawison Sampaio

Aulas 08 a 10: Grécia Antiga Prof. Dawison Sampaio Aulas 08 a 10: Grécia Antiga Aulas 08 a 10: Grécia Antiga De Olho No Enem H3 Associar as manifestações culturais do presente aos seus processos históricos (Jogos Olímpicos). H7 Identificar os significados

Leia mais

A CIDADE-ESTADO ESTADO GREGA ORIGEM DAS PÓLIS GREGAS Causas geomorfológicas A Grécia apresenta as seguintes características: - Território muito montanhoso; na Antiguidade, as montanhas estavam cobertas

Leia mais

Antiguidade Clássica: Grécia

Antiguidade Clássica: Grécia Antiguidade Clássica: Grécia Localização Localização Localização Período Creto-Micênico (XX a. C. XII a. C) Pinturas no palácio de Cnossos em Micenas Período Creto-Micênico (XX a. C. XII a. C) Escrita

Leia mais

HISTÓRIA REVISAO 1 REVISAO 2. Vídeo - Moisés Príncipe do Egito.

HISTÓRIA REVISAO 1 REVISAO 2. Vídeo - Moisés Príncipe do Egito. Vídeo - Moisés Príncipe do Egito. Os hebreus Foram os primeiros povos monoteístas da história. Seus reis mais famosos foram Davi e Salomão. A Bíblia é uma fonte importante para o conhecimento sobre a história

Leia mais

Panorama dos pré-socráticos ao helenismo

Panorama dos pré-socráticos ao helenismo Panorama dos pré-socráticos ao helenismo Heidi Strecker* A filosofia é um saber específico e tem uma história que já dura mais de 2.500 anos. A filosofia nasceu na Grécia antiga - costumamos dizer - com

Leia mais

Lista de Exercícios:

Lista de Exercícios: PROFESSOR(A): Ero AVALIAÇÃO RECUPERAÇÃO DATA DA REALIZAÇÃO ROTEIRO DA AVALIAÇÃO 2ª ETAPA AVALIAÇÃO RECUPERAÇÃO DISCIPLINA: HISTÓRIA ANO: 6º CONTÉUDOS ABORDADOS Cap. 4: o mundo grego todos os temas Cap

Leia mais

CIVILIZAÇÕES DA ANTIGUIDADE OCIDENTAL GRÉCIA ROMA

CIVILIZAÇÕES DA ANTIGUIDADE OCIDENTAL GRÉCIA ROMA CIVILIZAÇÕES DA ANTIGUIDADE OCIDENTAL GRÉCIA ROMA Atualmente Grécia = capital ATENAS Idioma = Grego Forma de Governo = República Helênica Península Peni = quase Ínsula = ilha Península é uma porção de

Leia mais

Grécia Antiga - Questões de Vestibulares Gabarito *

Grécia Antiga - Questões de Vestibulares Gabarito * Grécia Antiga - Questões de Vestibulares Gabarito * 1. (Fatec) "A cidade-estado era um objeto mais digno de devoção do que os deuses do Olimpo, feitos à imagem de bárbaros humanos. A personalidade humana,

Leia mais

1. A FORÇA DE ESPARTA

1. A FORÇA DE ESPARTA Diferenças profundas afastavam as duas principais cidades-estado da Grécia antiga. Esparta se destacava pelo espírito guerreiro e por ser uma sociedade rigidamente estratificada. Em Atenas, ao contrário,

Leia mais

ANTIGUIDADE CLÁSSICA

ANTIGUIDADE CLÁSSICA ANTIGUIDADE CLÁSSICA PERÍODOS HISTÓRICOS A CRONOLOGIA referente a civilização grega se baseia nos poemas épicos de Homéro Iliada e a Odisséia PERÍODIZAÇÃO Período Pré-Homérico (séc. XX ao XII) Período

Leia mais

Esparta: A Sociedade da Guerra

Esparta: A Sociedade da Guerra Esparta: A Sociedade da Guerra Esparta se constituiu como uma pólis guerreira. Seu exército foi um dos mais eficientes do mundo grego 1 Localização» Lendas do século V a.c. relatam que descendentes de

Leia mais

1 CARACTERÍSTICAS GERAIS: 2 FASES DA HISTÓRIA: Território acidentado;

1 CARACTERÍSTICAS GERAIS: 2 FASES DA HISTÓRIA: Território acidentado; 1 CARACTERÍSTICAS GERAIS: Território acidentado; Desenvolvimento do comércio e navegação; Descentralização política (Cidade-Estado); Modo de produção escravista; Contribuições nas artes, ciências e filosofia

Leia mais

Pérsia, fenícia e palestina

Pérsia, fenícia e palestina Pérsia, fenícia e palestina Região desértica Atuais estados de Israel e Palestina Vários povos (semitas) estabelecidos no curso do Rio Jordão Palestina Hebreus (Palestina) Um dos povos semitas (cananeus,

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO

GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO HISTÓRIA FUNDAMENTAL 5 CEEJA MAX DADÁ GALLIZZI PRAIA GRANDE - SP ROTEIRO DA UNIDADE 05 FINALIDADE: Com esta UE você terminará de estudar

Leia mais

MUNDO GREGO. - (tribo + tribo + tribo +...) = Cidade-Estado. surgimento da diferenciação social Cidade-Estado ou Polis * características: (1) (2) (3)

MUNDO GREGO. - (tribo + tribo + tribo +...) = Cidade-Estado. surgimento da diferenciação social Cidade-Estado ou Polis * características: (1) (2) (3) 1 MUNDO GREGO QUADRO NATURAL relevo montanhoso solo pobre clima árido litoral recortado mares calmos e ventos regulares atividade econômica principal * comércio marítimo PERIODIZAÇÃO Período Minoico ou

Leia mais

RESUMO GRÉCIA ANTIGA DA MITOLOGIA À DEMOCRACIA E O DECLÍNIO DA CIVILIZAÇÃO GREGA

RESUMO GRÉCIA ANTIGA DA MITOLOGIA À DEMOCRACIA E O DECLÍNIO DA CIVILIZAÇÃO GREGA RESUMO GRÉCIA ANTIGA DA MITOLOGIA À DEMOCRACIA E O DECLÍNIO DA CIVILIZAÇÃO GREGA PERIODIZAÇÃO Pré-Homérico (1900-1100 a.c): Período antes da formação do homem grego. Nessa época, estavam se desenvolvendo

Leia mais

Ano: 6 Turma:6.1 e 6.2

Ano: 6 Turma:6.1 e 6.2 COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE Programa de Recuperação Final 3ª Etapa 2014 Disciplina: História Professor (a): Rodrigo Ano: 6 Turma:6.1 e 6.2 Caro aluno, você está recebendo o conteúdo de recuperação.

Leia mais

LEGADOS / CONTRIBUIÇÕES. Democracia Cidadão democracia direta Olimpíadas Ideal de beleza Filosofia História Matemática

LEGADOS / CONTRIBUIÇÕES. Democracia Cidadão democracia direta Olimpíadas Ideal de beleza Filosofia História Matemática LEGADOS / CONTRIBUIÇÕES Democracia Cidadão democracia direta Olimpíadas Ideal de beleza Filosofia História Matemática GEOGRAFIA, ECONOMIA E POLÍTICA Terreno montanhoso Comércio marítimo Cidades-estado

Leia mais

História Antiga. Prof Davi Ruschel

História Antiga. Prof Davi Ruschel História Antiga Prof Davi Ruschel PRÉ-HISTÓRIA Processo Evolutivo... PALEOLÍTICO (surgimento do Homem 10 mil a.c.) Idade da Pedra Lascada Organizados em tribos nômades Economia Coletora caça, pesca e coleta

Leia mais

Cópia autorizada. II

Cópia autorizada. II II Sugestões de avaliação História 6 o ano Unidade 6 5 Unidade 6 Nome: Data: 1. Observe o mapa e responda às questões. A GRÉCIA NO SÉCULO VIII A.C. MAR JÔNICO ILÍRIA ÉPIRO ETÓLIA MACEDÔNIA TESSÁLIA CALCÍDIA

Leia mais

O que é História? A história é uma ciência que investiga o passado para poder compreender melhor o presente.

O que é História? A história é uma ciência que investiga o passado para poder compreender melhor o presente. EXERCÍCIOS DE REVISÃO COM RESPOSTAS PARA O EXAME FINAL HISTÓRIA 5ª SÉRIE O que é História? A história é uma ciência que investiga o passado para poder compreender melhor o presente. Existem muitas fontes

Leia mais

Geografia e Povoamento A civilização romana se localizou na parte continental pela península Itálica e na parte insular pelas ilhas de Córsega, Sardenha e Sicília banhada pelos mares Mediterrâneo, Tirreno,

Leia mais

A civilização romana se localizou na parte continental pela península nsula Itálica e na parte insular pelas ilhas de Córsega, C Sicília banhada

A civilização romana se localizou na parte continental pela península nsula Itálica e na parte insular pelas ilhas de Córsega, C Sicília banhada Geografia e Povoamento A civilização romana se localizou na parte continental pela península nsula Itálica e na parte insular pelas ilhas de Córsega, C Sardenha e Sicília banhada pelos mares Mediterrâneo,

Leia mais

Localização. Planície central da península itálica. Conhecida como Lácio.

Localização. Planície central da península itálica. Conhecida como Lácio. HISTÓRIA DE ROMA Localização Planície central da península itálica. Conhecida como Lácio. Primeiros habitantes: Autóctones: nativos do local Sul Sículos Norte Lígures Povoamento Povoamento semelhante ao

Leia mais

pater Segunda Diáspora, Os Éforos A diarquia Assembléia Popular, Ge- rúsia

pater  Segunda Diáspora, Os Éforos A diarquia Assembléia Popular, Ge- rúsia 1. SISTEMA GENTÍLICO No genos, a propriedade era comunal e todos dependiam das ordens do chefe político e religioso chamado pater. Quem integrava o genos tinha para com o pater uma relação de parentesco,

Leia mais

Antiguidade Ocidental (Arte Grega)

Antiguidade Ocidental (Arte Grega) Antiguidade Ocidental (Arte Grega) PERÍODOS ARCAÍCO E CLÁSSICO CIVILIZAÇÃO GREGA - SURGIMENTO No séc. XX a.c., os povos indo-europeus dominaram a região de ilhas correspondentes ao território grego ; Como

Leia mais

Profº Alexandre Goicochea goicochea94@gmail.com

Profº Alexandre Goicochea goicochea94@gmail.com Profº Alexandre Goicochea goicochea94@gmail.com O aluno terá 3(três)minutos para resolver cada questão referente a Grécia Antiga, retirada de vestibulares; O aluno deverá anotar suas respostas para fazer

Leia mais

CIVILIZAÇÃO ROMANA. Prof. Alexandre Cardoso

CIVILIZAÇÃO ROMANA. Prof. Alexandre Cardoso CIVILIZAÇÃO ROMANA Prof. Alexandre Cardoso Roma A aldeia que virou Império Geografia e Povoamento A civilização romana se localizou na parte continental pela península Itálica e na parte insular pelas

Leia mais

AGrécia constituiu uma civilização cuja influência foi

AGrécia constituiu uma civilização cuja influência foi HISTÓRIA A WWW.ALUNONOTA10.COM AGrécia constituiu uma civilização cuja influência foi profunda, na formação da cultura ocidental. Da Grécia antiga herdamos não só uma extensa gama de conhecimentos científicos,

Leia mais

PROVA BIMESTRAL História

PROVA BIMESTRAL História 6 o ano 2 o bimestre PROVA BIMESTRAL História Escola: Nome: Turma: n o : 1. Observe a imagem. SHUTTERSTOCK Margem do rio Nilo no Egito Nas civilizações da Antiguidade, a presença dos rios é importante

Leia mais

UNICAMP ANTIGUIDADE CLÁSSICA HISTÓRIA GEAL

UNICAMP ANTIGUIDADE CLÁSSICA HISTÓRIA GEAL 1. (Unicamp 94) "Os deuses, quaisquer que tenham sido as suas origens longínquas, nada mais são do que seres humanos, maiores, mais fortes, mais belos, eternamente jovens; adquiriram não só a forma humana,

Leia mais

A CIVILIZAÇÃO GREGA (HELÊNICA)

A CIVILIZAÇÃO GREGA (HELÊNICA) Goiânia, 01 de gosto de 2011 CIVILIZÇÃO GREG (HELÊNIC) Disciplina: História Professor: Norberto CIVILIZÇÃO GREG (HELÊNIC) O POVOMENTO D GRÉCI o final do período Neolítico, a região já era habitada por

Leia mais

Identifique qual regime descrito acima e qual a cidade-estado da Grécia o adotou. R.:

Identifique qual regime descrito acima e qual a cidade-estado da Grécia o adotou. R.: PROFESSOR: EQUIPE DE HISTÓRIA BANCO DE QUESTÕES - HISTÓRIA - 6º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ============================================================================================== 01- "Com a nova divisão

Leia mais

Material de Revisão Da Pré-História a Roma Antiga

Material de Revisão Da Pré-História a Roma Antiga Material de Revisão Da Pré-História a Roma Antiga Prof. Marcos Machry Paleolítico (do surgimento do homem à 10.000 a.c.) Organização em tribos nômades Propriedade coletiva comunismo primitivo Economia

Leia mais

Aula 6 A PÓLIS GREGA. Alfredo Julien

Aula 6 A PÓLIS GREGA. Alfredo Julien Aula 6 A PÓLIS GREGA META Apresentar as características básicas da organização da organização da pólis e discutir o processo de formação da pólis. OBJETIVOS Ao fi nal desta aula, o aluno deverá: listar

Leia mais

Resumo de História 1º Ano

Resumo de História 1º Ano Resumo de História 1º Ano 1º Bimestre Grécia Antiga Periodização da Grécia: Período Pré-Homérico (até XII a.c) Período Homérico (XII a.c VIII a.c) Período Arcaico (VIII a.c V a.c) Período Clássico (V a.c

Leia mais

Povos seminômades que migraram das regiões da Europa e Ásia

Povos seminômades que migraram das regiões da Europa e Ásia TEXTO BASE: Roma Antiga Monarquia (753 509 a.c.) A história da Roma antiga divide-se politicamente em três fases: Monarquia, República e Império. Tais fases foram permeadas por constantes processos de

Leia mais

ANÁLISE DO FILME OS 300 & A CIDADE GREGA ESPARTA

ANÁLISE DO FILME OS 300 & A CIDADE GREGA ESPARTA FACELI FACULDADE SUPERIOR DE LINHARES DISCIPLINA DE HISTÓRIA DO DIREITO CURSO DE DIREITO / 1º DIREITO B ANÁLISE DO FILME OS 300 & A CIDADE GREGA ESPARTA BARBARA LICIA JAMARA FERREIRA P. ARAUJO JANE SCHULZ

Leia mais

GUERREIRA Aulas: 35 PÁGS. 19. PROFª CLEIDIVAINE Disc. História / 6º ano

GUERREIRA Aulas: 35 PÁGS. 19. PROFª CLEIDIVAINE Disc. História / 6º ano ESPARTA: UMA PÓLIS GUERREIRA Aulas: 35 PÁGS. 19 PROFª CLEIDIVAINE Disc. História / 6º ano Principal cidade na Grécia continental: Esparta organização militar único exército no mar Egeu. Lendas relatam

Leia mais

História. Caro aluno,

História. Caro aluno, História Atividades Ficha 3 os anos Benê ago/09 Nome: Nº: Turma: Caro aluno, Segue pela presente (estamos formais, não?) um conjunto de atividades propostas para a semana compreendida entre os dias 05

Leia mais

ATENAS E O ESPAÇO MEDITERRÂNEO

ATENAS E O ESPAÇO MEDITERRÂNEO GUIA DE ESTUDO OS GREGOS NO SÉCULO V A.C. 7º ANO ATENAS E O ESPAÇO MEDITERRÂNEO Como se formaram as cidades-estado? 1. Como se chama a península onde se situa a Grécia? Península Balcânica. 2. Como se

Leia mais

ANTIGUIDADE CLÁSSICA. esquema básico de aulas. orientação e organização: renato santos

ANTIGUIDADE CLÁSSICA. esquema básico de aulas. orientação e organização: renato santos ANTIGUIDADE CLÁSSICA esquema básico de aulas orientação e organização: renato santos ANTIGUIDADE CLÁSSICA Compõem a Antigüidade Clássica o Mundo Grego e o Mundo dos Romanos. A denominação "clássica" deriva

Leia mais

Colégio Planeta. Lista 02. Prof.: Grabóis Lista de História Data: 12 / 02 / 2014. Aluno(a): Terceirão Turma: Turno:

Colégio Planeta. Lista 02. Prof.: Grabóis Lista de História Data: 12 / 02 / 2014. Aluno(a): Terceirão Turma: Turno: Colégio Planeta Prof.: Grabóis Lista de História Data: 12 / 02 / 2014 Lista 02 Aluno(a): Terceirão Turma: Turno: 01 - (FEI SP/2000) Sobre a democracia ateniense é correto afirmar que: A) havia uma ampla

Leia mais

História. Bussunda. Prof. Bussunda

História. Bussunda. Prof. Bussunda Prof. Australopithecus Homo Habilis Homo Erectus Homo Neanderthalensis Homo Sapiens Primeiro hominídeo Confecção de ferramentas Domínio Do fogo linguagem cultura Paleolítico Sem agricultura Nomadismo

Leia mais

COLÉGIO MARQUES RODRIGUES - SIMULADO

COLÉGIO MARQUES RODRIGUES - SIMULADO COLÉGIO MARQUES RODRIGUES - SIMULADO PROFESSOR ROSAN PINTO DISCIPLINA HISTÓRIA SIMULADO: P3 Estrada da Água Branca, 2551 Realengo RJ Tel: (21) 3462-7520 www.colegiomr.com.br ALUNO TURMA 601 Questão 1 Esparta

Leia mais

A CIVILIZAÇÃO GREGA - INTRODUÇÃO

A CIVILIZAÇÃO GREGA - INTRODUÇÃO Página1 PREPARAÇÃO PARA O TESTE DE HISTÓRIA A 1º TESTE DE AVALIAÇÃO 1º PERÍODO 10º ANO UNIDADE 1: O MUNDO ATENIENSE A CIVILIZAÇÃO GREGA - INTRODUÇÃO A partir do século VIII a.c, desenvolveu-se, na Península

Leia mais

O regime democrático apareceu em Atenas no século V a.c., concretizado pelas reformas legislativas levadas a efeito pelo arconte Clístenes (508 a

O regime democrático apareceu em Atenas no século V a.c., concretizado pelas reformas legislativas levadas a efeito pelo arconte Clístenes (508 a IDEIAS A RETER SOBRE A GRÉCIA O regime democrático apareceu em Atenas no século V a.c., concretizado pelas reformas legislativas levadas a efeito pelo arconte Clístenes (508 a 507) e mais tarde aperfeiçoadas

Leia mais

História DRº ACESSO / /2013. Aluno: Nº: Turma: ENSINO MÉDIO GRÉCIA ANTIGA

História DRº ACESSO / /2013. Aluno: Nº: Turma: ENSINO MÉDIO GRÉCIA ANTIGA DRº ACESSO História / /2013 ENSINO MÉDIO Aluno: Nº: Turma: GRÉCIA ANTIGA 01. (UFPR) Sobre o período helenístico (séculos IV a II a.c.) é correto afirmar: a) Com a rápida conquista territorial feita pelos

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DO PARANÁ IFPR ASSIS CHATEAUBRIAND GRUPO DE PESQUISAS FILOSOFIA, CIÊNCIA E TECNOLOGIAS IF-SOPHIA ASSIS CHATEAUBRIAND

INSTITUTO FEDERAL DO PARANÁ IFPR ASSIS CHATEAUBRIAND GRUPO DE PESQUISAS FILOSOFIA, CIÊNCIA E TECNOLOGIAS IF-SOPHIA ASSIS CHATEAUBRIAND INSTITUTO FEDERAL DO PARANÁ IFPR ASSIS CHATEAUBRIAND GRUPO DE PESQUISAS FILOSOFIA, CIÊNCIA E TECNOLOGIAS IF-SOPHIA ASSIS CHATEAUBRIAND ECONOMIA, SOCIEDADE E RELIGIÃO NA GRÉCIA ANTIGA: O HOMEM GREGO Prof.

Leia mais

A Antiguidade Oriental Hebreus

A Antiguidade Oriental Hebreus A Antiguidade Oriental Hebreus (Monoteísmo e judaísmo) Mar Mediterrâneo Delta do Nilo Egito NASA Photo EBibleTeacher.com Península nsula do Sinai Mt. Sinai Mar Vermelho Canaã Tradicional Rota do Êxodo

Leia mais

Questão 01) (...) A batalha de Maratona foi longa e cheia de peripécias. Os bárbaros conseguiram desbaratar as fileiras do centro do exército ateniense, pondo em fuga os remanescentes; mas as duas alas

Leia mais

AGRUPAMENTO de ESCOLAS de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2015/2016 PLANIFICAÇÃO ANUAL

AGRUPAMENTO de ESCOLAS de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2015/2016 PLANIFICAÇÃO ANUAL AGRUPAMENTO de ESCOLAS de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2015/2016 PLANIFICAÇÃO ANUAL Documento(s) Orientador(es): Programa da disciplina e metas curriculares 3º CICLO HISTÓRIA 7º ANO TEMAS/DOMÍNIOS CONTEÚDOS

Leia mais

QUEM DESEJAR A PAZ, PREPARE-SE PARA A GUERRA. O Período republicano, foi marcado pelas conquistas territoriais que tornaram Roma a cidade-mundo

QUEM DESEJAR A PAZ, PREPARE-SE PARA A GUERRA. O Período republicano, foi marcado pelas conquistas territoriais que tornaram Roma a cidade-mundo QUEM DESEJAR A PAZ, PREPARE-SE PARA A GUERRA O Período republicano, foi marcado pelas conquistas territoriais que tornaram Roma a cidade-mundo EXPANSÃO ROMANA = teve duas fases INTERNA EXTERNA Conquista

Leia mais

Pré Universitário. Uni- Anhanguera

Pré Universitário. Uni- Anhanguera Pré Universitário Uni- Anhanguera Lista de Exercícios Aluno(a): Nº. Professor: Barros Antônio Guimarães Dutra Série: 1ª. Disciplina: História (p2,1ª,chamada, 2º. Bimestre) Data da prova: 13 de junho de

Leia mais

A GRÉCIA ANTIGA passo a passo

A GRÉCIA ANTIGA passo a passo A GRÉCIA ANTIGA passo a passo ÉRIC DARS e ÉRIC TEYSSIER Ilustrações de Vincent Caut Tradução de Julia da Rosa Simões Copyright do texto 2011 by Éric Dars e Éric Teyssier Copyright das ilustrações 2011

Leia mais

Roma Antiga. O mais vasto império da antiguidade; Lendária fundação pelos gêmeos Rômulo e Remo, em 753 a.c.; Roma - centro político do Império;

Roma Antiga. O mais vasto império da antiguidade; Lendária fundação pelos gêmeos Rômulo e Remo, em 753 a.c.; Roma - centro político do Império; ROMA Roma Antiga O mais vasto império da antiguidade; Lendária fundação pelos gêmeos Rômulo e Remo, em 753 a.c.; Roma - centro político do Império; Sua queda, em 476, marca o início da Idade Média. O mito

Leia mais

Aulas 6 e 7. A Antiguidade Oriental

Aulas 6 e 7. A Antiguidade Oriental Aulas 6 e 7 A Antiguidade Oriental Hebreus (Monoteísmo e judaísmo) III- I- Local: Economia: região da agricultura, Palestina pastoreio ( Canaã (rio ou Jordão) terra prometida ). e comércio Atualmente:

Leia mais

CAPÍTULO 06 - MESOPOTÂMIA. A palavra Mesopotâmia vem do grego e significa entre rios.

CAPÍTULO 06 - MESOPOTÂMIA. A palavra Mesopotâmia vem do grego e significa entre rios. CAPÍTULO 06 - MESOPOTÂMIA A palavra Mesopotâmia vem do grego e significa entre rios. INTRODUÇÃO É uma faixa de terra cortada por dois grandes rios: o Tigre e o Eufrates; Fica situada entre a Europa, a

Leia mais

A AUSTERIDADE DE ESPARTA PROFª TEREZA SODRÉ MOTA

A AUSTERIDADE DE ESPARTA PROFª TEREZA SODRÉ MOTA A AUSTERIDADE DE ESPARTA PROFª TEREZA SODRÉ MOTA A cidade-estado de Esparta, situada nas beiras do rio Eurotas, na região do Peloponeso, na Grécia, foi um dos fenômenos mais fascinantes da história em

Leia mais

As Civilizações Antigas do Oriente II

As Civilizações Antigas do Oriente II As Civilizações Antigas do Oriente II PERSAS, HEBREUS E FENÍCIOS Prof. Alan Carlos Ghedini Os Persas ENTRE CIRO, DARIO E XERXES A Origem Persas e Medos, um povo de origem indo-europeia (árias), estabeleceram-se

Leia mais

MATÉRIA História. c) Sócrates ( ) Responsável pela sistematização da lógica, organização racional do pensamento e da argumentação.

MATÉRIA História. c) Sócrates ( ) Responsável pela sistematização da lógica, organização racional do pensamento e da argumentação. Valores eternos. TD Recuperação TOTAL DE ESCORES ALUNO(A) ESCORES OBTIDOS MATÉRIA História ANO/TURMA SEMESTRE DATA 6º 2º Dez/13 PROFESSOR(A) Magela Silva VISTO DOS PAIS/RESPONSÁVEIS Eles formaram uma incrível

Leia mais

Arte 1º. Ano do Ensino Médio. Linha do Tempo da História da Arte (Períodos/ Movimentos Artísticos/ Contexto Histórico).

Arte 1º. Ano do Ensino Médio. Linha do Tempo da História da Arte (Períodos/ Movimentos Artísticos/ Contexto Histórico). Arte 1º. Ano do Ensino Médio 1º. Trimestre - Conteúdo Avaliativo: Linha do Tempo da História da Arte (Períodos/ Movimentos Artísticos/ Contexto Histórico). Períodos Artísticos: Pré-História/Idade Antiga

Leia mais

O EGITO É UMA DÁDIVA DO NILO

O EGITO É UMA DÁDIVA DO NILO CIVILIZAÇÃO EGÍPCIA PARA O HISTORIADOR GREGO HERÓDOTO: O EGITO É UMA DÁDIVA DO NILO DÁDIVA = PRESENTE SIGNIFICADO = Sem as cheias do Nilo, o Egito seria um grande deserto PARA O HISTORIADOR FRANCÊS JEAN

Leia mais

Pré História. Três fases:

Pré História. Três fases: Pré História Três fases: Paleolítico mora em topo de árvores e cavernas: -coleta, caça e pesca -nômades e observadores No final: descobre o fogo (ilumina, aquece e cozinha) Instrumentos de pedra lascada

Leia mais

A era dos impérios. A expansão colonial capitalista

A era dos impérios. A expansão colonial capitalista A era dos impérios A expansão colonial capitalista O século XIX se destacou pela criação de uma economia global única, caracterizado pelo predomínio do mundo industrializado sobre uma vasta região do planeta.

Leia mais

Avaliação de História 6º ano FAF *Obrigatório

Avaliação de História 6º ano FAF *Obrigatório 08/06/2015 Avaliação de História 6º ano FAF Avaliação de História 6º ano FAF *Obrigatório 1. Nome Completo: * 2. Número: 3. Série: * Marcar apenas uma oval. 6ºA 6ºB Na Grécia Antiga se desenvolveu uma

Leia mais

As famílias no Antigo Egipto; As famílias no Império romano.

As famílias no Antigo Egipto; As famílias no Império romano. Trabalho realizado por: Luís Bernardo nº 100 8ºC Gonçalo Baptista nº 275 8ºC Luís Guilherme nº 358 8ºC Miguel Joaquim nº 436 8ºC Índice; Introdução; As famílias no Antigo Egipto; As famílias no Império

Leia mais