O MUNDO GREGO. 1 Em que ilha encontramos parte das origens da civilização grega? a)samos b)córsega c)sicília d)creta e)malta

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "O MUNDO GREGO. 1 Em que ilha encontramos parte das origens da civilização grega? a)samos b)córsega c)sicília d)creta e)malta"

Transcrição

1 O MUNDO GREGO ASSIMILAÇÃO 1 Em que ilha encontramos parte das origens da civilização grega? a)samos b)córsega c)sicília d)creta e)malta 2-(UNIFOR-CE) O grande legislador de Esparta foi: a)dracon b)licurgo c)leônidas d)péricles e)sólon 3 (FEI-SP) Na Grécia Antiga, a cada quatro anos declarava-se uma trégua nas guerras, a fim de que a população pudesse participar dos jogos de Olímpia, competição que originou os modernos Jogos Olímpicos, e que eram realizados em honra de: a)palas Atená b)zeus c)deuses de cada cidade d)dionísio e Afrodite e)héstia 4- Minos foi o mais antigo dos personagens, conhecidos pela tradição. Submeteu, numa grande extensão, o que hoje pertence aos gregos; foi senhor das cidades (ilhas do mar Egeu) e o primeiro colonizador da maior parte dessas ilhas... (Tucídides). O texto se refere aos: a)fenícios b)cretenses c)micênicos d)persas e)celtas 5-Conquistaram o Império cretense, por volta de 1400 a.c: a)eólios b)aqueus c)jônios d)dórios e)pelágios 6-(CEFET-PR) A Primeira Cultura Clássica dos povos da Antigüidade é a Cultura Grega. Ao lado desse classicismo, os legisladores atenienses sugeriram a melhor forma de governo para o povo, a Democracia, que chegou até nós. É chamado Pai da Democracia : a)drácon b)sólon c)péricles d)clístenes e)homero 7-(UTFPR) Na formação da Civilização Helênica, as cidades de Micenas e Tirinto foram fundadas pelos primeiros invasores, denominados: a)eólios b)jônios c)cretenses d)aqueus e)dórios 8-É considerado o Pai da Medicina : a)heródoto b)platão c)pirro d)zenon e)hipócrates

2 9-Há quase cinco mil anos, desenvolveu-se na Ilha de Creta, no mar Egeu uma das mais importantes civilizações da Antiguidade. Entre os anos de 1700 e 1450 a.c., uma poderosa monarquia instalou-se na cidade de Cnossos expandindo a dominação cretense, criando um império comercial-marítimo, denominado: a)democracia. b)teocracia. c)talassocracia. d)aristocracia. e)oligarquia. 10-(CEFET - PR) - Na essência da democracia está a ideia de que a vontade da maioria dos cidadãos deve-se sobrepor aos desejos e práticas individualistas. Na antiga Atenas, foi criada por Clístenes uma pena para todos aqueles cidadãos que fossem considerados nocivos à ordem pública. A pessoa seria exilada pelo período de 10 anos, e essa pena ficou conhecida como: a)tirania b)arcontado c)ostracismo d)extradição pública e)exílio democrático 11 (MACKENZIE-SP) Assinale a alternativa que identifica, na história da Grécia Antiga, o conflito entre as diversas Cidades-Estados que acabou enfraquecendo o país e tornando-o alvo de investidas estrangeiras: a)guerra Cartaginesa c)guerra Médicas e)guerra do Peloponeso b)batalha de Salamina d)batalha de Maratona 12 (FUVEST SP) As Cidades-Estados, na Grécia: a)eram politicamente autônomas. b)apresentavam organização econômica solidária. c)estavam unidas na política de colonização do Mediterrâneo. d)possuíam princípios religiosos antagônicos. e)mantiveram política comercial comum. 13-(VUNESP) A consequência mais aparente das invasões foi a destruição quase integral da civilização micênica. No espaço de um século, as criações orgulhosas dos arquitetos aqueus, palácios e cidadelas, não são mais do que ruínas. Ao mesmo tempo vemos desaparecer burocrática, a escrita, que não passava de uma técnica de administração, e todas as criações artísticas... (Pierre Lévèque). O texto refere-se às invasões: a)persas b)germânicas c)macedônicas d)dóricas e) cretenses 14 (UNAERP) O solo grego não produzia alimento suficiente para uma população em crescimento e, cada vez mais, as poucas terras férteis concentravam-se nas mãos de poucos que, ao mesmo tempo, usufruíram do poder político. O camponês pobre recorria ao grande proprietário, para obter empréstimos, e tinha que dar uma parte do que produzisse ao rico proprietário. O camponês que pedia empréstimos era conhecido como: a)eupátrida b)geomore ou georgóis c)arconte d)hoplita e)hiparco

3 15- As características físicas dificultavam a ocupação de grande parte do território apenas 20% de sua área eram propícias a atividades econômicas. Poucas chuvas e a ausência de grandes rios, por sua vez dificultavam a prática da agricultura. A navegação costeira era a única atividade facilitada pelas condições geográficas. Nenhuma dessas circunstâncias, porém, se constituiu em obstáculo para o desenvolvimento de uma cultura extremamente significativa. O texto refere-se aos: a)fenícios b)gregos c)macedônicos d)visigodos e)latinos 16-(FEPAR-PR) A filosofia grega é a base da filosofia ocidental. Um de seus filósofos nada escreveu: sua doutrina só chegou até nós através de seus discípulos. Suas máximas são: Só sei que nada sei ; Conhece-te a ti mesmo. Foi condenado à morte, acusado de corromper a juventude. Esse filósofo foi: a)aristóteles b)heródoto c)platão d)sócrates e)xenofonte 17-(MED. SANTOS SP) É bem provável que o médico tenha que utilizá-lo para vencer a resistência do paciente durante o inquérito e apressar o diagnóstico. Trata-se de um método no qual chega-se à verdade pela exploração dos erros e contradições do interrogado. É, em última análise, o método socrático, adotado nos diálogos de Platão. A parturição das verdades encerradas nos espíritos, habilidade de interrogar usando a técnica de Sócrates, é conhecida como: a)hermenêutica b)propedêutica c)maiêutica d)prosódia e)eudemônica 18-(PUC-PR) Algumas civilizações da Idade Antiga, embora brilhantes, não formaram estados unificados, ou seja, sempre foram politicamente fragmentadas, mostrando o predomínio periódico de algumas cidades. São exemplos desse enunciado as civilizações: a)persa e egípcia. c)sumeriana e romana. e)grega e fenícia. b)romana e hebraica. d)acadiana e persa. 19-(PUC-PR) Observe o verso: -"Mas a ti caberá a ti - com teus cabelos cacheados e teu ar adamado de efebo - a glória de ferir o mortal calcanhar de Aquiles." (Haroldo de Campos) Podemos associar corretamente o verso acima com: a)temístocles e as Guerras Médicas. c)sólon e a Guerra do Peloponeso. e)páris e a Guerra de Tróia. b)aníbal e as Guerras Púnicas. d)filipe e as Guerras Macedônicas.

4 20-As cidades-estado da Grécia antiga não possuíam unidade política e, pelo menos até a época conhecida como "Período das Hegemonias", gozavam de ampla soberania. Isso significa que: a)mantinham uma política comum de organização financeira. b)tinham crenças religiosas intercambiáveis. c)eram politicamente autônomas. d)eram dirigidas pelo mesmo soberano. e)formavam um mercado comum de produtos. 21-Cada cidade grega da Antigüidade constituía um Estado independente. Uma das mais importantes foi Atenas, sobre a qual se pode afirmar: a)o legislador Drácon ficou conhecido por sua extrema severidade. b)sólon modificou as leis de Drácon, permitindo a escravidão por dívidas. c)o primeiro tirano de Atenas foi Péricles. d)ao contrário de Esparta, Atenas não conheceu a Democracia. 22 A célebre Batalha Naval de Salamina marca: a)a derrota do exército espartano na Guerra do Peloponeso. b)a vitória do exército grego sobre o exército persa do rei Xerxes. c)a vitória do exército macedônico do rei Filipe II sobre as forças tebanas e atenienses. d)a derrota do exército tebano do general Epaminondas pelo exército espartano. e)a vitória do exército macedônico de Alexandre sobre os persas. 23-(FGV-SP) A batalha de Maratona, ocorrida em 490 a.c., deve ser compreendida como: a)um dos episódios das Guerras Médicas, que marcou a vitória dos gregos e transcorreu no período da democracia ateniense. b)um dos episódios da Guerra de Tróia, que marcou o início da expansão grega pela região do Peloponeso. c)uma das batalhas das Guerras Púnicas, que marcou a anexação da Grécia e de Cartago pelo Império Romano. d)um dos confrontos entre gregos e persas, que marcou o início da hegemonia espartana e o fim da democracia ateniense. e)um dos episódios da conquista da Pérsia por Alexandre, que marcou a expansão do modelo democrático grego para o Oriente. 24-(PUC-SP) No sentido contemporâneo do termo, sobretudo com implicações de unidade política, a palavra nação não pode ser aplicada à Grécia Antiga. Tanto assim que: a)prevaleciam padrões culturais diferenciados nas várias regiões. b)as formas de governo foram únicas, mas guardavam total autonomia. c)não havia unidade de língua e religião entre as várias populações urbanas. d)as cidades eram independentes nos assuntos de seu próprio interesse. e)predominavam as tendências à proibição de atividades econômicas semelhantes.

5 25 Por volta do século XII a.c., determinados povos desceram da Europa Central em direção à península Balcânica. Destruíram a Civilização Micênica e alteraram o comportamento das tribos independentes. Esta invasão dos dórios provocou: a)a Primeira Diáspora Grega sobre os Bálcãs; b)a Segunda Diáspora grega; c)o processo de colonização, estando os gregos partindo dos Bálcãs em direção ao Mediterrâneo; d)a formação das pólis; e)o surgimento da moeda. 26 (VUNESP-SP) Os eupátridas integravam a sociedade atenienses na condição de: a)membros da camada dirigente, aristocrática, possuidora das melhores terras. b)descendentes de pais estrangeiros e mães atenienses. c)membros da plebe, sem direitos políticos ou posses. d)servos dedicados ao trabalho doméstico. e)escravos na mais completa sujeição econômica. 27 (UFSM) A educação espartana visava ao (à): a)aprimoramento físico e ao aprimoramento da conversação; b)formação de guerreiros hábeis também na prática da engenharia e administração; c)formação de soldados, quanto aos rapazes, e de boas parideiras para as moças; d)formação de um espírito cívico da época; e)desenvolvimento do corpo e da mente, numa interação harmônica, objetivando o bem coletivo. 28-(FUVEST-SP) Depois de conquistar o Oriente, Alexandre incorporou os vencidos ao seu exército, promoveu casamentos entre gregos e persas e adotou cerimônias políticas orientais com o fim de: a)empreender a conquista da África; b)agradar aos chineses conquistados; c)consolidar seu domínio com as cidades gregas conquistadas; d)criar um império de caráter universal integrando gregos e bárbaros; e)deter a expansão romana no Oriente. 29 (FATEC-SP) Em relação ao sistema produtivo das Cidades-Estados gregas, podemos dizer que predominava: a)o trabalho dos camponeses livres, rendeiros dependentes e artesãos urbanos; b)o trabalho comunal nas aldeias agrícolas, sendo a escravidão secundária; c)a escravidão, então convertida em um modo de produção sistemático; d)o trabalho livre junto às propriedades rurais e pequenas unidades artesanais; e)a vassalagem originária do comitatus germânico e do colonato romano.

6 30-O genos, na Grécia Homérica, caracterizou-se, entre outros aspectos, por sua: a)organização individualista apoiada em uma sociedade de classes fechadas. b)economia baseada em intensas relações de trocas com os vários povos vizinhos. c)estrutura social fundamentada na propriedade privada centralizada. d)sociedade organizada em diferentes estratificações sociais impermeáveis. e)economia comunitária em que todos os membros do grupo possuíam os bens de produção. 31 (CESCEA-SP) Pela instituição do ostracismo em Atenas, atribuída às reformas de Clístenes, um indivíduo considerado perigoso para o Estado podia ser banido da cidade: a)para sempre, cassados os seus direitos civis, porém conservando suas propriedades; b)pelo espaço de dez anos, além do confisco de suas propriedades e perda dos direitos civis; c)para sempre, além do confisco de suas propriedades e perda dos direitos civis; d)durante dez anos, porém conservando suas propriedades e direitos civis; e)durante vinte anos, porém conservando suas propriedades. 32 (EU-Londrina-PR) Com a nova divisão da sociedade, qualquer cidadão poderia participar das decisões do poder. Apenas os escravos e os metecos não participavam das decisões políticas, pois não tinham direito de cidadania. Ao texto pode-se associar: a)drácon e a expansão colonial em direção ao Mediterrâneo. b)sólon e a militarização da política espartana. c)psistrato e a helenização da península Balcânica. d)péricles e a hegemonia cultural grega no Peloponeso. e)clístenes e a democracia escravista ateniense. 33-(FUVEST) Qual o papel social dos hilotas em Esparta? a)cidadãos, com todas as funções políticas, dedicados principalmente às tarefas militares. b)estrangeiros, geralmente comerciantes e artesãos, sem participação política. c)servos, em geral trabalhadores braçais, sem direitos políticos reconhecidos. d)governantes de Esparta nos períodos de guerra e líderes nas assembléias gerais dos cidadãos. e)responsáveis pelas tarefas religiosas e membros da assembléia de anciãos 34-(MACKENZIE-SP) Os pais não eram livres para educar seus filhos de forma que queriam. Quando nascia, a criança era levada a um lugar onde se reuniam os mais velhos de cada tribo. Ali era examinada e, se fosse saudável, ordenavam que fosse criada; se possuísse compleição frágil, era atirada do Monte Talgeto. Acreditavam que, estando destinada desde o nascimento a não possuir força nem saúde, não seria vantajoso nem para ela nem para o Estado deixá-la viver. (Plutarco, Vidas Paralelas) O texto descreve a situação existente em qual cidade da Grécia Antiga? a)creta b)esparta c)atenas d)sicília e)tróia

7 35-(FGV-SP) Representando pequeno número em relação às outras classes, eles estavam constantemente preparados para enfrentar quaisquer revoltas, daí a total dedicação à arte militar. A agricultura, o comércio e o artesanato eram considerados indignos para o, que desde cedo se dedicava às armas. Aos sete anos deixava a família, sendo educado pelo Estado que procurava fazer dele um bom guerreiro, ensinando-lhe a lutar, a manejar armas e a suportar as fadigas e a dor. Sua educação intelectual era bastante simples. Aos vinte anos o entrava para o serviço militar, que só deixaria aos sessenta, passando a viver no acampamento, treinando constantemente para as coisas da guerra. Apesar de ser obrigatório o casamento após os trinta anos, sua função era simplesmente a de fornecer mais soldados para o estado. A transcrição refere-se aos cidadãos que habitavam: a)atenas b)creta c)esparta d)chipre e)roma 36 (UNIP-SP) Eis os conselhos que um bom marido dá à sua mulher: é mais honesto para a mulher ficar em casa do que estar sempre saindo; e é mais vergonhoso para o homem ficar em casa do que fora, tratando de negócios. Portanto, deverás tu, mulher, permanecer em casa, mandar acompanhar teus servos encarregados dos trabalhos externos e fiscalizar pessoalmente aqueles que trabalham dentro de casa. Deverás receber o que for trazido e distribuir as provisões que devem ser usadas; com relação ao supérfluo, tu deverás zelar para que não se gaste num mês o que estiver destinado ao ano inteiro. Entretanto, uma das tuas funções que, talvez, te agradará menos: se algum de teus escravos ficar doente, deverás cuidar dele até sua cura completa...(xenofonte, Economia). O texto acima trata da organização social da Grécia Antiga. Com base nele, pode-se deduzir que a sociedade grega era: a)avançada b)matriarcal c)igualitária d)patriarcal e)atrasada 37-Na Antiguidade, o direito à cidadania propriamente dito era restrito a uma reduzida classe de privilegiados. A nítida separação entre cidadão -- membro do grupo dirigente com direito a voto nas assembléias e à participação na vida política -- e os demais estratos sociais, excluídos de opinar sobre o destino da cidade, ocorria, pois, no plano político. A distinção entre o cidadão e o escravo tinha um argumento sutil, que servia para o desencargo de consciência da elite: o escravo era desprezível, não por trabalhar, mas porque, em dado momento de sua existência, tinha preferido a servidão ao risco de morrer pela liberdade. Adaptado de Carmo, P.S. - A ideologia do trabalho. Os elementos apresentados no fragmento acima, nos permitem relacioná-lo com a civilização: a)egípcia. b)fenícia. c)mesopotâmica. d)grega. e)cretense.

8 38-"Na Grécia havia uma lenda que tentava explicar a sua origem. Segundo ela, um monstro chamado Minotauro, cabeça de touro e corpo de homem, habitava um labirinto e obrigava o povo a pagar pesados tributos. Exigia também a entrega de jovens mulheres para servi-lo. Dizia-se que o labirinto era inacessível e todos os que tentaram nele entrar, para enfrentar e vencer o Minotauro, acabaram fracassando, perdendo-se nas suas inúmeras dependências. Porém, um dia, um jovem grego chamado Teseu, filho do rei Egeu, corajosamente, dirigiu-se para o labirinto e, ajudado por Ariadne, uma das servas do Minotauro, conseguiu encontrar o monstro e destruí-lo, conquistando a liberdade para a Grécia". Cláudio Vicentino. Os historiadores relacionam essa lenda às origens da civilização grega. Assinale a alternativa que apresenta o período a que se refere a lenda. a)helenístico b)arcaico c)homérico d)micênico e)clássico APERFEIÇOAMENTO 39-(FAE-PR) Os poemas atribuídos a Homero - a Ilíada e a Odisséia - falam, respectivamente: a)das histórias de Zeus, rei dos deuses gregos e do herói Teseu, que matou o Minotauro. b)da sociedade ateniense e da sociedade espartana. c)da Eclésia, o órgão mais importante da democracia ateniense, e o do Areópago, o tribunal mais antigo de Atenas. d)da guerra de Tróia e da viagem de Ulisses. e)da lei das Doze Tábuas e do cavalo de Tróia. 40-(UEL-PR) "... na Grécia arcaica, o aedo (isto é, o poeta cantor) representa o máximo poder da comunicação. Toda visão de mundo e consciência de sua própria história é, para os gregos, conservada e transmitida pelo canto do poeta." Dois importantes nomes que correspondem à descrição de poeta a que o texto se refere são: a)tucídides e Heródoto. c)pitágoras e Ulisses. e)aquiles e Teseu. b)platão e Heráclito. d)homero e Hesíodo. 41-A civilização da Grécia, em especial na sua forma ateniense, fundava-se em ideais de liberdade, otimismo, secularismo, racionalismo, glorificação tanto do corpo como do espírito e de grande respeito pela dignidade e mérito do indivíduo. A religião era terrena e prática, servindo aos interesses dos homens. A religião era um meio de enobrecimento do homem. [adaptação] BURNS, Edward McNall. História da Civilização Ocidental. Rio de Janeiro: Globo, v.1. p.123. O fragmento trata principalmente do(a): a)hegemonia cultural da Grécia na cultura antiga. b)politeísmo na religião grega. c)antropocentrismo na cultura grega. d)influência dos gregos sobre o Ocidente.

9 42-(FAO-SP) O século V a.c, em Atenas, caracterizou-se, entre outras coisas, por um acelerado desenvolvimento de suas atividades culturais. Destacam-se, entre as inúmeras construções, o Partenon e as muralhas. O que mais contribuiu para que os atenienses tivessem esse desenvolvimento foi: a)os imensos recursos provenientes da Confederação de Delos. b)a rivalidade cultural entre Esparta e Atenas. c)o espírito ateniense, voltado sempre para a guerra. d)a conquista da Pérsia, cujos sábios e arquitetos foram levados para Atenas. 43-(VUNESP) A civilização grega atingiu extraordinário desenvolvimento. Os ideais gregos de liberdade e a crença na capacidade criadora do homem têm permanente significado. Acerca do imenso e diversificado legado cultural grego, é correto afirmar que: a)a importância dos jogos olímpicos limitava-se aos esportes. b)a democracia espartana era representativa. c)a escultura helênica, embora desligada da religião, valorizava o corpo humano. d)os atenienses valorizavam o ócio e desprezavam os negócios. e)poemas, com narrações sobre aventuras épicas, são importantes para a compreensão do período homérico. 44-Dentre os legados dos gregos da Antigüidade Clássica que se mantêm na vida contemporânea, podemos citar: a)a concepção de democracia com a participação do voto universal. b)a promoção do espírito de confraternização por intermédio do esporte e de jogos. c)a idealização e a valorização do trabalho manual em todas suas dimensões. d)os valores artísticos como expressão do mundo religioso e cristão. e)os planejamentos urbanísticos segundo padrões das cidades-acrópoles. 45-(FEI-SP) Atenas foi considerada o berço do regime democrático no mundo antigo. Sobre o regime democrático ateniense, é CORRETO afirmar que: a)era baseado na eleição de representantes para as Assembleias Legislativas, que se reuniam uma vez por ano na Ágora e deliberavam sobre os mais variados assuntos. b)apenas os homens livres eram considerados cidadãos e participavam diretamente das decisões tomadas na Cidade-Estado. c)os estrangeiros e mulheres maiores de 21 anos podiam participar livremente das decisões tomadas nas assembleias da Cidade-Estado. d)era erroneamente chamado de democrático, pois negava a existência de representantes eleitos pelo povo. e)a inexistência de escravos em Atenas levava a uma participação quase total da população da Cidade-Estado na política.

10 46-Atenas foi dividida por Clístenes, no ano 508 a.c., em distritos (demos). Neles: a)as decisões eram tomadas pelo conjunto de habitantes, independentemente do fato de serem ou não livres. b)os cidadãos eram reconhecidos como iguais perante as leis, que derivavam de sua vontade. c)as guerras eram preparadas por meio de uma rigorosa organização militar, que envolvia todos os moradores. d)os estrangeiros eram plenamente aceitos e tinham direito a voz e a voto nas assembleias. e)as divisões sociais eram estabelecidas de forma rígida e os plebeus eram excluídos das tomadas de decisão. 47-(PUC-SP) A Confederação de Delos, organizada após a vitória dos gregos sobre os persas, teve como conseqüência: a)a supremacia de Atenas sobre as cidades helênicas; b)uma duradoura aliança comercial entre os gregos e persas no Mediterrâneo; c)a hegemonia de Esparta, estendendo seu poder político sobre toda a Grécia; d)a aliança de Esparta e Atenas por motivos estratégicos; e)a fortificação de Esparta como principal região estratégica sobre a Grécia 48-(FUVEST-SP) "Vendo Sólon [que] a cidade se dividia pelas disputas entre facções e que alguns cidadãos, por apatia, estavam prontos a aceitar qualquer resultado, fez aprovar uma lei específica contra eles, obrigando-os, se não quisessem perder seus direitos de cidadãos, a escolher um dos partidos". (Aristóteles, em "A Constituição de Atenas"). A lei visava: a)diminuir a participação dos cidadãos na vida política da cidade. b)obrigar os cidadãos a participar da vida política da cidade. c)aumentar a segurança dos cidadãos que participavam da política. d)deixar aos cidadãos a decisão de participar ou não da política. e)impedir que conflitos entre os cidadãos prejudicassem a cidade. 49 (UFRS) Em relação à sociedade espartana, assinale a opção que não corresponde à camada social dos hilotas: a)constituíam a massa de população vencida, subjugada e pertencente ao Estado. b)enquanto força-trabalho, eram expropriados pelos espartanos. c)cultivavam a terra com os seus instrumentos de trabalho, pagando uma renda fixa em espécie. d)como prevenção de revoltas e frente ao perigoso aumento demográfico que apresentavam, sofriam regularmente os kriptios, formas de repressão e extermínio realizados por jovens espartanos. e)desenvolviam atividades mercantis que lhes possibilitavam acumular pequenas fortunas com as quais compravam títulos de cidadania.

11 50 (UFP) Em Esparta, o Estado manifesta o seu poder de inúmeras formas. Nesse sentido, observa-se que: a)cabia aos reis controlar o poder político na cidade-estado, já que Esparta não possuía assembléias populares. b)os próprios escravos, os chamados hilotas, eram públicos e não privados, situação essa que era única na Grécia em geral. c)o poder público acabou abolindo as classes sociais na cidade, dividindo a sua sociedade entre servidores do Estado e escravos do Estado. d)era atribuição dos reis, através dos seus representantes na Gerúsia, fazer e implantar as leis de interesse do Estado e não necessariamente da sociedade. e)a síntese de todos os poderes públicos estava no kleros, assembleia que reunia os reis e os gerontes como defensores dos interesses do Estado. 51-(FUVEST-SP) "Num processo em que era acusado e a multidão ateniense atuava como juiz, Demóstenes [orador político, a.c.] jogou na cara do adversário [também um orador político] as seguintes críticas: Sou melhor que Ésquines e mais bem nascido; não gostaria de dar a impressão de insultar a pobreza, mas devo dizer que meu quinhão foi, quando criança, freqüentar boas escolas e ter bastante fortuna para que a necessidade não me obrigasse a trabalhos vergonhosos. Tu, Ésquines, foi teu destino, quando criança, varrer como um escravo a sala de aula onde teu pai lecionava. Demóstenes ganhou triunfalmente o processo." (Paul Veyne, "História da Vida Privada", I, 1992). A fala de Demóstenes expressa a: a)transformação política que fez Atenas retornar ao regime aristocrático depois de derrotar Esparta na Guerra do Peloponeso. b)continuidade dos mesmos valores sociais igualitários que marcaram Atenas a partir do momento em que se tornou uma democracia. c)valorização da independência econômica e do ócio, imperante não só em Atenas, mas em todo o mundo grego antigo. d)decadência moral de Atenas, depois que o poder político na cidade passou a ser exercido pelo partido conservador. e)crítica ao princípio da igualdade entre os cidadãos, mesmo quando a democracia era a forma de governo dominante em Atenas. 52- Numerosas são as maravilhas da natureza, mas de todas a maior é o homem! Singrando os mares espumosos, impelido pelos ventos do sul, ele avança, e arrasta as vagas imensas que surgem ao redor! Géia, a suprema divindade, que todas as mais supera, na sua eternidade, ele [o homem] a corta com suas chamas. (Sófocles, Antígona). Com base no texto, a respeito da cultura grega, é correto afirmar que: a)a força de expressão da cultura erudita extinguiu a influência e a herança da mitologia. b)o valor da ação humana dependia de sua adaptação às imposições estabelecidas pela religião. c)a liberdade de expressão, na Grécia, destacava o homem como a medida de todas as coisas. d)a unidade política grega e a centralidade do poder decorriam da valorização do homem. e)a democracia grega estimulou as reações contra o politeísmo.

12 53-(UFPE) A sociedade grega criou seus mitos e deuses, mas também elaborou um pensamento filosófico que expressava sua preocupação com a verdade e a ética. Além de Aristóteles, Platão e Sócrates, muitos pensadores merecem ser citados e discutidos, como os sofistas, que: a)defenderam a liberdade de expressão, embora estivessem ligados à aristocracia ateniense, contrária à ampliação da cidadania. b)construíram reflexões sobre o comportamento humano que serviram de base para Aristóteles pensar a sua metafísica. c)criticaram a existência de verdades absolutas, afirmando ser o homem a medida de todas as coisas. d)ajudaram a consolidar o pensamento conservador grego, reafirmando a importância da mitologia. e)formularam princípios éticos, revolucionários para a época e de grande significado para o pensamento de Platão. 54-(SANTA CASA-SP) A vida econômica da Grécia, no Período Homérico, tinha como um dos seus traços marcantes o fato de: a)basear-se fundamentalmente na criação de animais, especialmente o cavalo, por sua importância militar. b)explorar o trabalho escravo, por ser o trabalho considerado uma atividade indigna pelos proprietários. c)dedicar-se ao comércio marítimo, estabelecendo ligações entre vários pontos do continente europeu. d)apresentar uma características domésticas, concentrando-se quase que exclusivamente no pastoreio e na agricultura. e)explorar numerosas colônias, sobretudo na Magna Grécia, tendo em vista a pobreza do solo continental. 55 (MACKENZIE-SP) A partir do século VIII, os gregos viveram um segundo processo de dispersão, espalhando-se pelo Mediterrâneo e fundando, no litoral da Itália, França e Espanha, inúmeras colônias, cidades que mantinham uma série de laços, principalmente culturais, com os lugares de origem dos colonizadores. O texto diz respeito à fundação de colônias na Grécia Antiga; o fator determinante para essas migrações foi: a)o crescimento populacional e a escassez de terras cultiváveis no território grego; b)o expansionismo político, defendido pelo regime democrático das cidades gregas; c)a invasão dos persas e a conseqüente destruição das cidades na Grécia Continental; d)a derrota grega na Guerra de Tróia, responsável pelo declínio econômico da Grécia; e)o desenvolvimento da navegação e a busca de recursos minerais.

13 56 (MACKENZIE-SP) Atenas e Esparta são referências sempre destacadas quando a Grécia Antiga é mencionada. A respeito delas é válido afirmar que: a)atenas se destacou pelas práticas militares que em Esparta tiveram pouca influência. b)tiveram evolução política semelhante e com ambas a forma democrática foi a mais adotada. c)os constantes conflitos entre elas levou à divisão, ao enfraquecimento e à posterior dominação da Grécia pelos macedônios. d)desunidas nas Guerras Médicas, possibilitaram a vitória e a dominação dos persas sobre o território grego. e)a forte união dessas duas Cidades-Estados garantiu a centralização política grega. 57 (FUVEST-SP) Usamos a riqueza mais como uma oportunidade para agir que como um motivo de vanglória; entre nós não há vergonha na pobreza, mas a maior vergonha é não fazer o possível para evitá-la... olhamos o homem alheio às atividades públicas não como alguém que cuida apenas de seus próprios interesses, mas como um inútil...decidimos as questões públicas por nós mesmos, ou pelo menos nos esforçamos por compreendê-las claramente, na crença de que não é o debate que é o empecilho à ação, e sim o fato de não se estar esclarecido pelo debate antes de chegar a hora da ação. Esta passagem de um discurso de Péricles, reproduzido por Tucídides, expressa: a)os valores ético-políticos que caracterizam a democracia ateniense no período clássico. b)os valores ético-militares que caracterizam a vida política espartana em toda a sua história. c)a admiração pela frugalidade e pela pobreza que caracterizou Atenas durante a fase democrática. d)o desprezo que a aristocracia espartana devotou ao luxo e a riqueza ao longo de toda a sua história. e)os valores ético-políticos de todas as cidades gregas, independentemente de sua forma de governo. 58 (UNESP-SP) Com referência à Grécia e sua civilização, assinale a alternativa incorreta. a)um fato físico relevo montanhoso dificultou a unificação e a integração das tribos gregas numa só nação. b)os invasores aqueus e dórios dominaram as populações gregas sem, contudo, assimilar sua cultura. c)a base de toda a organização política do povo grego era representada pela cidadeestado. d)em Atenas, todos os direitos políticos eram assegurados aos cidadãos livres e não estrangeiros. e)em Esparta, a educação destinava-se, exclusivamente, ao preparo de excelentes soldados e cidadãos fiéis.

14 59-Sócrates, grande filósofo grego, formou numerosos discípulos, que seguiram diferentes caminhos para buscar o conhecimento real. A grande preocupação socrática era: a)interpretar o mundo como sendo espiritual e organizado segundo uma moral baseada em verdadeiros conceitos imutáveis. b)compreender as causas primeiras e os fins últimos de todas as coisas, pois só se pode dizer que se conhece alguma coisa quando se conhece sua causa primeira. c)o autoconhecimento que poderia ser obtido por meio da ironia e da maiêutica, métodos que consistiam em fazer indagação, fingindo ignorância, para despertar no interlocutor o conhecimento latente. d)fazer um estudo crítico da História, comparando a História Grega com a dos povos orientais, a fim de mostrar que o mundo era mais amplo do que se imaginava. 60-De acordo com nossas leis somos todos iguais no que se refere aos negócios privados. Quanto à participação na vida pública, porém, cada qual obtém a consideração de acordo com seus métodos e mais importante é o valor pessoal que a classe a que se pertence. Isso quer dizer que ninguém sente o obstáculo de sua pobreza ou condição social inferior quando seu valor o capacite a prestar serviços à cidade". (Apud R. Aquino, História das sociedades). Essa afirmação é atribuída ao legislador ateniense Péricles, e seu conteúdo pode ser identificado com: a)a rígida discriminação racial ateniense. b)a exclusão dos pobres das atividades políticas. c)a ausência de uma ordem social definida em Atenas. d)os princípios ideais da democracia grega. e)o caráter belicista das sociedades antigas. 61-O período helenístico foi marcado por grandes transformações na civilização grega. Entre suas características, podemos destacar: a)o desenvolvimento de correntes filosóficas que, diante do esvaziamento das atividades políticas das cidades-estado, faziam do problema ético o centro de suas preocupações visando, principalmente, o aprimoramento interior do ser humano. b)um completo afastamento da cultura grega com relação às tradições orientais, decorrente, sobretudo, das rivalidades com os persas e da postura depreciativa que considerava bárbaros todos os povos que não falavam o seu idioma. c)a manutenção da autonomia das cidades-estado, a essa altura articuladas primeiro na Liga de Delos, sob o comando de Atenas e, posteriormente, sob a Liga do Peloponeso, liderada por Esparta. d)a difusão da religião islâmica na região da Macedônia, terra natal de Felipe II, conquistador das cidades-estado gregas. e)o apogeu da cultura helênica representado, principalmente, pelo florescimento da filosofia e do teatro e o estabelecimento da democracia ateniense.

15 62-"A pólis se faz pela autonomia da palavra, não mais a palavra mágica dos mitos, palavra dada pelos deuses e, portanto, comum a todos, mas a palavra humana do conflito, da discussão, da argumentação. O saber deixa de ser sagrado e passa a ser objeto de discussão." (M. Lúcia de Arruda Aranha e M. Helena Pires Martins). A partir do texto acima é incorreto afirmar que: a)o advento da pólis e, portanto, da vida política, estabelece uma possibilidade de ruptura com o universo heróico-mítico de explicações das coisas mundanas; b)o nascimento da pólis (VIII e VII a. C.) coloca na ordem do dia as discussões sobre os destinos dos homens por eles mesmos e não mais por desígnios de caráter mítico; c)a experiência política exigiu que as explicações míticas fossem afastadas e que a causa/razão das coisas mundanas tivesse preexistência; d)a experiência política instaura, entre os gregos, o uso da argumentação/razão como instrumento de solução de conflitos; e)o nascimento da pólis possibilita a recuperação do saber mítico pela argumentação e reinstaura o sagrado em detrimento da razão. 63-"Fui atrás dos assassinos de meu pai e depois de semear o terror entre os gregos com a destruição de Tebas, fui aclamado comandante por eles. E ao assumir o reino da Macedônia, não achei digno de me contentar em comandar só com o que meu pai tinha me deixado; ao contrário, lançando meus pensamentos por toda a terra e pensando que seria perigoso se eu não dominasse todos os povos, à frente de poucos homens invadi a Ásia e no Granico, em grande batalha, fui vencedor. Depois de conquistar a Lídia a Jônia e a Frígia, em resumo, depois de submeter todos os que se apresentaram diante de meus pés, cheguei a Issos. Lá Dario me esperava, à frente de muitas miríades de soldados (...) Para terminar: eu morri enquanto reinava (...) dando pouco valor às coisas do Ocidente preferi lançar-me na direção da Aurora."LUCIANO, Diálogo dos Mortos. Trad., São Paulo: Edusp/Palas Athena, 1999, p. 189 e 191. O comandante militar que se apresenta no trecho acima é: a)césar, o general romano responsável pela conquista da Gália no século I a.c. b)ulisses, o herói grego da conquista de Tróia em torno do século XIII a.c. c)átila, rei dos hunos, cujas campanhas assolaram a Gália e a Itália no século V. d)alexandre, o imperador macedônico conquistador da Pérsia no século IV a.c. e)aníbal, general cartaginês que impôs várias derrotas aos romanos no século III a.c. 64-"A história da Antigüidade Clássica é a história das cidades, porém, de cidades baseadas na propriedade da terra e na agricultura." (Karl Marx). Em decorrência da frase de Marx, é correto afirmar que: a)os comerciantes eram o setor urbano com maior poder na Antigüidade, mas dependiam da produção agrícola. b)o comércio e as manufaturas eram atividades desconhecidas nas cidades em torno do Mediterrâneo. c)as populações das cidades greco-romanas dependiam da agricultura para a acumulação de riqueza monetária. d)a sociedade urbana greco-romana se caracterizava pela ausência de diferenças sociais. e)os privilégios dos cidadãos das cidades gregas e romanas se originavam da condição de proprietários rurais.

16 65-As conquistas realizadas por Alexandre da Macedônia (também chamado de Alexandre, o Grande) entre 334 e 323 a.c. estenderam-se da Grécia até as margens do rio Indo (Índia). Algumas das características dessa expansão macedônica e do imenso Império que dela derivou foram: a)a imposição de instituições políticas romanas sobre as áreas conquistadas por Alexandre e a repressão às formas monárquicas predominantes no Oriente próximo e distante. b)o apoio do exército macedônio a revoltas de povos subjugados por outros impérios e a recusa da incorporação de soldados que não fossem macedônios ou gregos às tropas de Alexandre. c)a restrição à circulação de mercadorias entre regiões distintas do Império e a gradativa mas profunda segmentação e diminuição do comércio interno e externo dos macedônios. d)o intercâmbio entre culturas ocidentais e orientais e o prevalecimento de uma perspectiva universalista e assimiladora sobre a mentalidade voltada às questões locais. e)a obrigatoriedade de uso de uma só língua, a persa, e a proibição sumária da transmissão de ideias e da movimentação de intelectuais entre as áreas dominadas pelo Império. 66-"Péricles, governante de Atenas no século V a.c., enaltecendo as glórias da democracia ateniense, declarou: "O poder está nas mãos não da minoria, mas de todo o povo, e todos são iguais perante a lei". (Tucídides, Guerra do Peloponeso.) Na prática da vida política ateniense, a ideia de democracia na época de Péricles, diferentemente da atual, significava que a)os habitantes da cidade, ricos e pobres, homens e mulheres, podiam participar da vida política. b)os escravos possuíam direitos políticos porque a escravidão constituída por dívida era temporária. c)os direitos políticos eram privilégios dos cidadãos e vetados aos metecos, escravos e mulheres. d)os metecos tinham privilégios políticos por sustentarem o comércio e a economia da cidade. e)os pobres e os estrangeiros podiam ser eleitos para os cargos do Estado porque recebiam remuneração. 67-A democracia na Grécia antiga esteve intimamente ligada: a)ao período homérico (séculos XII a VIII a.c.), ao trabalho servil, às lutas entre grandes e pequenos proprietários de terras e ao voto censitário. b)ao período arcaico (séculos VIII a VI a.c.), ao trabalho livre, à pacificação do conflito entre as classes e ao sufrágio universal. c)ao período clássico (séculos V e IV a.c.), ao trabalho escravo, às lutas entre os cidadãos ricos e pobres e ao voto direto. d)ao período helenístico (séculos III e II a.c.), ao trabalho livre, à pacificação dos conflitos entre os cidadãos e ao voto por sorteio. e)a todos os períodos (séculos XII a III a.c.), ao trabalho escravo, à desigualdade entre os cidadãos e à eleição de representantes.

17 68-No território da Antiga Grécia existiam dezenas de cidades-estados, com área e população variáveis, destacando-se Atenas, Tebas, Mégara, Esparta, Corinto, Mileto e Argos. Acerca das cidades-estados, base da organização política que caracterizou o povo grego, é correto afirmar que: a)possuíam uma organização econômica solidária. b)eram politicamente autônomas. c)mantinham política comum. d)possuíam princípios religiosos antagônicos. e)estavam unidas na política de organização do Mediterrâneo. 69-(PUC-PR) Denominamos de "Civilização Helenística" a civilização que resultou: a)da unificação cultural do Oriente, após as conquistas de Ciro; b)da fusão de elementos culturais gregos e persas, ao fim das Guerras Médicas; c)da fusão de elementos culturais atenienses e espartanos ao final da Guerra do Peloponeso; d)da fusão de elementos culturais gregos e romanos nas áreas conquistadas por Roma; e)da fusão de elementos culturais gregos e orientais nas regiões conquistadas por Alexandre Magno. 70-(UNIFESP-SP) "Nunca temi homens que têm no centro de sua cidade um local para reunirem-se e enganarem-se uns aos outros com juramentos. Com estas palavras, Ciro insultou todos os gregos, pois eles têm suas ágoras [praças] onde se reúnem para comprar e vender; os persas ignoram completamente o uso de ágoras e não têm lugar algum com essa finalidade". (Heródoto) O texto expressa: a)a inferioridade dos persas que, ao contrário dos gregos, não conheciam ainda a vida em cidades. b)a desigualdade entre gregos e persas, apesar dos mesmos usos que ambos faziam do espaço urbano. c)o caráter grego, fundamentado no uso específico do espaço cívico, construído em oposição aos outros. d)a incapacidade do autor olhar com objetividade os persas e descrever seus costumes diferentes. e)a complacência dos persas para com os gregos, decorrente da superioridade de seu poderio econômico e militar. 71-Sobre a democracia ateniense é correto afirmar que: a)havia uma ampla participação popular - inclusive de mulheres b)baseava-se num sistema de participação indireta, com eleições para delegados distritais que representavam a população em assembleias realizadas na Ágora c)era marcada pela restrição na participação, já que o critério de exclusão era a alfabetização d)foi erroneamente denominada dessa maneira, já que a participação era restrita e indireta e)estava ancorada num sistema escravista, o que permitia aos cidadãos atenienses uma dedicação quase que total aos assuntos públicos

18 72-Quando, a partir do final do último século a.c., Roma conquistou o Egito e áreas da Mesopotâmia, encontrou nesses territórios uma forte presença de elementos gregos. Isto foi devido: a)ao recrutamento de soldados gregos pelos monarcas persas e egípcios. b)à colonização grega, semelhante à realizada na Sicília e Magna Grécia. c)à expansão comercial egípcia no Mediterrâneo Oriental. d)à dominação Persa na Grécia durante o reinado de Dario. e)ao helenismo, resultante das conquistas de Alexandre, o Grande. 73 (UFRS) Em relação à sociedade espartana, assinale a opção que não corresponde à camada social dos hilotas: a)constituíam a massa de população vencida, subjugada e pertencente ao Estado. b)enquanto força-trabalho, eram expropriados pelos espartanos. c)cultivavam a terra com os seus instrumentos de trabalho, pagando uma renda fixa em espécie. d)como prevenção de revoltas e frente ao perigoso aumento demográfico que apresentavam, sofriam regularmente os kriptios, formas de repressão e extermínio realizados por jovens espartanos. e)desenvolviam atividades mercantis que lhes possibilitavam acumular pequenas fortunas com as quais compravam títulos de cidadania. 74 (UFC)...era o centro religioso, político e econômico do distrito que a cercava. Os habitantes do território, exceto os servos, escravos, estrangeiros e mulheres, eram cidadãos, isto é, juntos organizavam a vida política, econômica e religiosa... O texto contém características que identificam: a)o areópago, o mais famoso conselho vinculado aos nobres gregos, que surgiu na época homérica; b)o arcontado, exercido pelos aristocratas gregos, que teve origem na era helenística; c)a suprema corte, a mais nobre das contribuições gregas, instituída no período clássico; d)o senado, representado pelo povo grego, que se organizou no período pré-helênico; e)a polis, a mais célebre instituição grega, que se estruturou no período arcaico. 75 (UNESP-SP) Com referência à Grécia e sua civilização, assinale a alternativa incorreta. a)um fato físico relevo montanhoso dificultou a unificação e a integração das tribos gregas numa só nação. b)os invasores aqueus e dórios dominaram as populações gregas sem, contudo, assimilar sua cultura. c)a base de toda a organização política do povo grego era representada pela cidadeestado. d)em Atenas, todos os direitos políticos eram assegurados aos cidadãos livres e não estrangeiros. e)em Esparta, a educação destinava-se, exclusivamente, ao preparo de excelentes soldados e cidadãos fiéis.

19 76-(UFPR) Sobre a invenção da pólis, no Mundo Antigo (séc. VIII e VII a.c.), o historiador Pierre Vernant afirma: "O que implica o sistema da pólis é primeiramente uma extraordinária permanência da palavra sobre todos os instrumentos de poder. Torna-se o instrumento político por excelência; (...) a palavra não é mais o termo ritual, a fórmula justa, mas o debate contraditório, a discussão, a argumentação." (VERNANT, Pierre. As origens do pensamento grego. São Paulo: DIFEL, 1984, p.34). A respeito do assunto, é correto afirmar: a)em virtude do lugar central da palavra a lei se instaura e, com ela, a abolição da escravidão. b)com o advento da pólis, o saber mítico volta a ocupar um lugar central na sociedade, reinstaurando o sagrado como o principal forma de ordenação política da sociedade. c)a palavra a que se refere o autor diz respeito à palavra do rei, que substitui ordem do sagrado e organiza a economia da pólis. d)a ética na política, segundo o modelo da pólis, é recuperada à época da Revolução Francesa, sendo a principal inspiração para a "Declaração dos Direitos do Homem e o Cidadão". e)os homens considerados iguais entre si passam a discutir seu destino, a ser desenhado por eles mesmos, valendo-se, pois, da persuasão. 77 A cidade-estado de Esparta era governada por dois reis, que tinham entre suas funções os serviços de caráter militar e religioso. A administração política era exercida também por três órgãos: A Gerúsia, a Apela e o Conselho dos Éforos. A Gerúsia era: a)a Assembleia formada por cidadãos espartanos maiores de trinta anos. b)o Grupo formado por cinco membros eleitos anualmente pela Apela. c)o Órgão formado por quinhentos cidadãos sorteados anualmente entre os mais ricos da cidade. d)o Conselho Vitalício de Anciãos, constituído pelos dois reis e mais vinte e oito esparciatas maiores de sessenta anos. e)a Assembleia formada pelo povo que aprovava ou rejeitava os projetos para a cidade. 78-(UFPR) Por muito tempo, entre os historiadores pensou-se que os gregos formavam um povo superior de guerreiros que, por volta de 2000 a.c., teria conquistado a Grécia, submetendo a população local. Hoje em dia, os estudiosos descartam esta hipótese, considerando que houve um movimento mais complexo. Segundo o pesquisador Moses Finley, 'a chegada dos gregos significou a INTRODUÇÃO de um elemento novo que se misturou com seus predecessores para criar, lentamente, uma nova civilização e estendê-la como e por onde puderam'." (FUNARI, Pedro Paulo. "Grécia e Roma". São Paulo: Contexto, 2001.) Com base no texto é correto afirmar: a)as pesquisas recentes indicam que o povo grego se formou a partir de um amálgama de culturas que se expandiram por diferentes territórios. b)a cultura grega constituiu-se a partir de um único povo. c)com a expressão "nova civilização", o autor indica o fim do primado da pólis em favor do estado teocrático. d)os estudiosos, ainda hoje, acreditam na superioridade dos gregos sobre outros povos da Antigüidade. e)os gregos não souberam incorporar, aos seus, elementos culturais dos povos conquistados.

20 79-(UNIFOR-CE) Culturalmente, o resultado das campanhas de Alexandre foi a fusão da cultura grega com a oriental, transformando uma e outra numa nova expressão, que se denominou helenismo. Sobre a cultura helenística pode-se afirmar que: a)baseou-se nos princípios do cristianismo, influenciando as ideias religiosas dos povos conquistados; b)manteve e consolidou os ideais grego de beleza, equilíbrio e harmonia retratado nas obras clássicas de escultura, pintura e arquitetura; c)deixou como legado a ideia de leis e princípios universais regulando a natureza, as quais podem ser conhecidas pelo pensamento humano; d)desenvolveu o monumentalismo, pessimismo, negativismo e relativismo, abandonando a concepção clássica de que o homem é a medida de todas as coisas. e)tratou da história com espírito científico, separando as lendas dos fatos, buscando suas causas e seu fim, na tentativa de fazer uma análise equilibrada dos fatos. 80-(UFPB) Segundo Marilena Chauí, a Filosofia surge quando alguns gregos, admirados e espantados com a realidade, insatisfeitos com as explicações que a tradição lhes dera, começaram a fazer perguntas e buscar respostas para elas. (Convite à Filosofia. 4 ed., São Paulo: Ática, 1995, p. 23). É legado da Filosofia grega para o Ocidente europeu: a)a aspiração ao conhecimento verdadeiro, à felicidade e à justiça, indicando que a humanidade não age caoticamente. b)a preocupação com a continuidade entre a vida e a morte, através da prática de embalsamamento e outros cuidados funerários. c)a criação da dialética, fundamentada na luta de classes, como forma de explicação sociológica da realidade humana. d)o nascimento das ciências humanas, implicando em conhecimentos autônomos e compartimentados. e)a produção de uma concepção de história linear, que tratava dos fins últimos do homem e da realização de um projeto divino. 81-(UFSM) Meu pensamento livre (...)/ É uma suavíssima cidade grega/ cuja memória/ É uma visão esplêndida na história/ Das civilizações mediterrâneas/ (...)/ Da Hélade dos heróis ao fim de Roma/ (...) Cidade de harmonias deliciosas/ Em que, sorrindo à ronda dos destinos,/ Os homens são humanos e divinos/ E as mulheres são frescas como rosas. Nesses versos, o poeta parnasiano Raul de Leoni ( ) refere-se: a)à Grécia idealizada, com seus filósofos e artistas vivendo o esplendor da pólis, racionalmente organizada. b)à Roma dos irmãos Graco, que lutavam por uma situação mais justa para os cidadãoscamponeses desapropriados. c)à Grécia escravista, capaz de forjar instituições políticas de que participavam homens e mulheres. d)a Esparta, Atenas e Roma, com seus cidadãos-camponeses e soldados que viviam modestamente, sem escravos e sem luxo. e)ao mundo mediterrâneo criado pelas conquistas de Alexandre, o Grande, e transformado pelo ideário cristão.

Grécia Antiga. Profº Paulo Henrique

Grécia Antiga. Profº Paulo Henrique Grécia Antiga Profº Paulo Henrique Periodização Período pré-homérico (2800 1100 a.c.): povoamento da Grécia. Período homérico (1100 800 a.c): poemas Ilíada e Odisséia. Período arcaico (800 500 a.c) : formação

Leia mais

Grécia Antiga II. Cronologia

Grécia Antiga II. Cronologia Grécia Antiga II Cronologia Grécia - Cronologia Período pré-homérico (séc. XX- XII a.c) Migrações dos povos formadores da Grécia Período Homérico (séc. XII- VIII a.c) Genos (comunidades políticas) se estruturam,

Leia mais

CAPÍTULO: 5 AULAS: 9, 10, 11 e 12 GRÉCIA ANTIGA

CAPÍTULO: 5 AULAS: 9, 10, 11 e 12 GRÉCIA ANTIGA CAPÍTULO: 5 AULAS: 9, 10, 11 e 12 GRÉCIA ANTIGA INTRODUÇÃO Período: 2000 a.c. 146 a.c. Região: Península Balcânica: Solo pobre e montanhoso. Várias ilhas. Uso da navegação. ORIGENS Ilha de Creta. Vida

Leia mais

Grécia Antiga - Questões de Vestibulares Gabarito *

Grécia Antiga - Questões de Vestibulares Gabarito * Grécia Antiga - Questões de Vestibulares Gabarito * 1. (Fatec) "A cidade-estado era um objeto mais digno de devoção do que os deuses do Olimpo, feitos à imagem de bárbaros humanos. A personalidade humana,

Leia mais

Panorama dos pré-socráticos ao helenismo

Panorama dos pré-socráticos ao helenismo Panorama dos pré-socráticos ao helenismo Heidi Strecker* A filosofia é um saber específico e tem uma história que já dura mais de 2.500 anos. A filosofia nasceu na Grécia antiga - costumamos dizer - com

Leia mais

A CIVILIZAÇÃO CLÁSSICA: GRÉCIA. Profº Alexandre Goicochea História

A CIVILIZAÇÃO CLÁSSICA: GRÉCIA. Profº Alexandre Goicochea História A CIVILIZAÇÃO CLÁSSICA: GRÉCIA Profº Alexandre Goicochea História ORIGENS O mundo grego antigo ocupava além da Grécia, a parte sul da península Balcânica, as ilhas do mar Egeu, a costa da Ásia Menor, o

Leia mais

ANTIGUIDADE CLÁSSICA GRÉCIA

ANTIGUIDADE CLÁSSICA GRÉCIA ANTIGUIDADE CLÁSSICA GRÉCIA 1 CARACTERÍSTICAS GERAIS: Território acidentado; Desenvolvimento do comércio e navegação; Descentralização política (Cidade-Estado); Modo de produção escravista; Contribuições

Leia mais

CURSO DE HISTÓRIA GRÉCIA ANTIGA. Professor Sebastião Abiceu 6º ano Colégio Marista São José Montes Claros - MG

CURSO DE HISTÓRIA GRÉCIA ANTIGA. Professor Sebastião Abiceu 6º ano Colégio Marista São José Montes Claros - MG CURSO DE HISTÓRIA GRÉCIA ANTIGA Professor Sebastião Abiceu 6º ano Colégio Marista São José Montes Claros - MG LOCALIZAÇÃO E POVOAMENTO A Grécia antiga localizava-se em sua maior parte do sudeste da Europa

Leia mais

PROFª TEREZA SODRÉ MOTA

PROFª TEREZA SODRÉ MOTA PROFª TEREZA SODRÉ MOTA LOCALIZAÇÃO GEOGRÁFICA PERIODIZAÇÃO PERÍODO PRÉ- HOMÉRICO Imigração indo-européia Formação da cultura creto-micênica. Primeira Diáspora grega =invasão dórica PERÍODO HOMÉRICO

Leia mais

HISTÓRIA GERAL. Profª. Maria Auxiliadora

HISTÓRIA GERAL. Profª. Maria Auxiliadora HISTÓRIA GERAL Profª. Maria Auxiliadora GRÉCIA Península Balcânica Relevo acidentado e recortado Características Gerais Grécia Período Pré-Homérico -séc. XX a.c. XII a. C. Formação do povo grego pelasgos

Leia mais

LEGADOS / CONTRIBUIÇÕES. Democracia Cidadão democracia direta Olimpíadas Ideal de beleza Filosofia História Matemática

LEGADOS / CONTRIBUIÇÕES. Democracia Cidadão democracia direta Olimpíadas Ideal de beleza Filosofia História Matemática LEGADOS / CONTRIBUIÇÕES Democracia Cidadão democracia direta Olimpíadas Ideal de beleza Filosofia História Matemática GEOGRAFIA, ECONOMIA E POLÍTICA Terreno montanhoso Comércio marítimo Cidades-estado

Leia mais

Disciplina:História Professora: Andréa Alexandre

Disciplina:História Professora: Andréa Alexandre Disciplina:História Professora: Andréa Alexandre Cidadania Democracia Filosofia Geometria Teatro Período Pré-Homérico (2800 1100 a. C.) povoamento da Grécia. Período Homérico (1100 800 a. C.) poemas

Leia mais

A história da Grécia é comumente dividida em 5 períodos:

A história da Grécia é comumente dividida em 5 períodos: A história da Grécia é comumente dividida em 5 períodos: Pré-homérico ocupação dos povos formadores. Homérico formação do genos (base familiar) - Ilíada e Odisseia. Arcaico formação da polis. Clássico

Leia mais

GRÉCIA ANTIGA DAS ORIGENS AO PERÍODO ARCAICO

GRÉCIA ANTIGA DAS ORIGENS AO PERÍODO ARCAICO GRÉCIA ANTIGA DAS ORIGENS AO PERÍODO ARCAICO A CIVILIZAÇÃO GREGA Localização: Península Balcânica Condições geográficas: relevo acidentado, montanhoso e solo pouco fértil, isolava os vários grupos humanos

Leia mais

A partir da leitura do texto abaixo responda as questões 2 e 3: A SOCIEDADE EGIPCIA

A partir da leitura do texto abaixo responda as questões 2 e 3: A SOCIEDADE EGIPCIA SECRETARIA DE SEGURANÇA PÚBLICA/SECRETARIA DE EDUCAÇÃO POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE GOIÁS COMANDO DE ENSINO POLICIAL MILITAR COLÉGIO DA POLÍCIA MILITAR UNIDADE POLIVALENTE MODELO VASCO DOS REIS SÉRIE/ANO:

Leia mais

Disciplina:História Professora: Andréa Alexandre

Disciplina:História Professora: Andréa Alexandre Disciplina:História Professora: Andréa Alexandre Montanhas e costas marítimas; Mar Mediterrâneo, Mar Egeo e Mar Jônico. Costa bastante recortada com 80% de montanhas; Grande numero de Ilhas; Formação

Leia mais

R.: R.: R.: R.: R.: R.: R.:

R.: R.: R.: R.: R.: R.: R.: PROFESSOR: EQUIPE DE HISTÓRIA BANCO DE QUESTÕES - HISTÓRIA - 6º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ============================================================================================== 01- Como o relevo

Leia mais

A História da Grécia Antiga se estende do século XX a.c. até o século II a.c. quando a região foi conquistada pelos romanos.

A História da Grécia Antiga se estende do século XX a.c. até o século II a.c. quando a região foi conquistada pelos romanos. HISTÓRIA ANTIGA Grécia I - formação Situada no sul da Europa (Península balcânica), numa região de relevo acidentado e um arquipélago no Mar Egeu, a Grécia foi palco de uma civilização que se desenvolveu

Leia mais

ANTIGUIDADE OCIDENTAL PROFESSORA JACK PÓVOAS

ANTIGUIDADE OCIDENTAL PROFESSORA JACK PÓVOAS ANTIGUIDADE OCIDENTAL PROFESSORA JACK PÓVOAS A CIVILIZAÇÃO GREGA Sem Grécia e Roma nós não seríamos o que somos. Michael Grant GRECIA GRÉCIA: a Terra dos Deuses NOME OFICIAL: República Helênica. CAPITAL:

Leia mais

Profª. Flores. Grécia

Profª. Flores. Grécia Profª. Flores Grécia LOCALIZAÇÃO : localiza-se em sua maior parte no sudeste da Europa. Abrangia três importantes regiões: na Grécia Continental: situada ao sul da península Balcânica; na Grécia Insular:

Leia mais

Escravismo Antigo. Baseado na liberdade que se tem. Dois grupos sociais: Desenvolvimento intelectual, artístico, militar e político

Escravismo Antigo. Baseado na liberdade que se tem. Dois grupos sociais: Desenvolvimento intelectual, artístico, militar e político Escravismo Antigo Estrutura econômica Escravos produzem maior parte da riqueza Estrutura social Baseado na liberdade que se tem. Dois grupos sociais: à Livres: Desenvolvimento intelectual, artístico, militar

Leia mais

PARNAMIRIM - RN. 6º ano Professores: Ricardo Gomes Verbena Ribeiro

PARNAMIRIM - RN. 6º ano Professores: Ricardo Gomes Verbena Ribeiro PARNAMIRIM - RN 6º ano Professores: Ricardo Gomes Verbena Ribeiro 1. CONTEXTO / INTRODUÇÃO Como vimos anteriormente, a Grécia, nada mais é do que o berço da cultura Ocidental, e como tal, nos deixou como

Leia mais

PROFESSOR: JORGE AUGUSTO MATÉRIA: HISTÓRIA 6º ANO

PROFESSOR: JORGE AUGUSTO MATÉRIA: HISTÓRIA 6º ANO PROFESSOR: JORGE AUGUSTO MATÉRIA: HISTÓRIA 6º ANO ASSUNTO: GRÉCIA ANTIGA VIDEOAULA: 15 POLÍTICA Politicamente, Esparta era baseada na oligarquia. Diarquia: formada por dois reis, com autoridade religiosa

Leia mais

Introdução. Localização

Introdução. Localização Introdução A civilização grega surgiu entre os mares Egeu, Jônico e Mediterrâneo, por volta de 2000 AC. Formou-se após a migração de tribos nómadas de origem indo-europeia, como, por exemplo, aqueus, jônios,

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DO PARANÁ IFPR ASSIS CHATEAUBRIAND GRUPO DE PESQUISAS FILOSOFIA, CIÊNCIA E TECNOLOGIAS IF-SOPHIA ASSIS CHATEAUBRIAND

INSTITUTO FEDERAL DO PARANÁ IFPR ASSIS CHATEAUBRIAND GRUPO DE PESQUISAS FILOSOFIA, CIÊNCIA E TECNOLOGIAS IF-SOPHIA ASSIS CHATEAUBRIAND INSTITUTO FEDERAL DO PARANÁ IFPR ASSIS CHATEAUBRIAND GRUPO DE PESQUISAS FILOSOFIA, CIÊNCIA E TECNOLOGIAS IF-SOPHIA ASSIS CHATEAUBRIAND ECONOMIA, SOCIEDADE E RELIGIÃO NA GRÉCIA ANTIGA: O HOMEM GREGO Prof.

Leia mais

Localização Geográfica. -Sul da Europa, na Península Balcânica, junto ao mar Mediterrâneo.

Localização Geográfica. -Sul da Europa, na Península Balcânica, junto ao mar Mediterrâneo. O Mundo Grego - I Localização Geográfica -Sul da Europa, na Península Balcânica, junto ao mar Mediterrâneo. Povoamento -Arianos ou indo-europeus (aqueus, jônios, eólios e dórios). -Invasão dos Dórios (armas

Leia mais

CURSINHO PRÓ-ENEM 2015. E-mail: lucianojunior06@hotmail.com Telefone: 9250-8766

CURSINHO PRÓ-ENEM 2015. E-mail: lucianojunior06@hotmail.com Telefone: 9250-8766 CURSINHO PRÓ-ENEM 2015 E-mail: lucianojunior06@hotmail.com Telefone: 9250-8766 Origens A história grega pode ser dividida em quatro grandes períodos: Homérico (séculos XII a VIII a.c.), Arcaico (séculos

Leia mais

Lista de Exercícios:

Lista de Exercícios: PROFESSOR(A): Ero AVALIAÇÃO RECUPERAÇÃO DATA DA REALIZAÇÃO ROTEIRO DA AVALIAÇÃO 2ª ETAPA AVALIAÇÃO RECUPERAÇÃO DISCIPLINA: HISTÓRIA ANO: 6º CONTÉUDOS ABORDADOS Cap. 4: o mundo grego todos os temas Cap

Leia mais

AULA DE HISTÓRIA GRÉCIA ANTIGA 14/09/2009 GRÉCIA. Localização Península Balcânica sudeste da Europa Território Relevo Acidentado 80% montanhoso

AULA DE HISTÓRIA GRÉCIA ANTIGA 14/09/2009 GRÉCIA. Localização Península Balcânica sudeste da Europa Território Relevo Acidentado 80% montanhoso AULA DE HISTÓRIA GRÉCIA ANTIGA GRÉCIA Localização Península Balcânica sudeste da Europa Território Relevo Acidentado 80% montanhoso ASPECTOS GEOGRÁFICOS Povos invasores formada por muitas ilhas a maior

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO

GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO HISTÓRIA FUNDAMENTAL 5 CEEJA MAX DADÁ GALLIZZI PRAIA GRANDE - SP ROTEIRO DA UNIDADE 05 FINALIDADE: Com esta UE você terminará de estudar

Leia mais

A civilização romana se localizou na parte continental pela península nsula Itálica e na parte insular pelas ilhas de Córsega, C Sicília banhada

A civilização romana se localizou na parte continental pela península nsula Itálica e na parte insular pelas ilhas de Córsega, C Sicília banhada Geografia e Povoamento A civilização romana se localizou na parte continental pela península nsula Itálica e na parte insular pelas ilhas de Córsega, C Sardenha e Sicília banhada pelos mares Mediterrâneo,

Leia mais

De Creta a Micenas. As Origens do Mundo Grego

De Creta a Micenas. As Origens do Mundo Grego De Creta a Micenas As Origens do Mundo Grego 1 O início da História Entre os séculos XX a.c. e XVI a.c., floresceu em Creta, a maior ilha do Mediterrâneo, uma brilhante civilização, que influenciou a desenvolvida

Leia mais

CIVILIZAÇÕES DA ANTIGUIDADE OCIDENTAL GRÉCIA ROMA

CIVILIZAÇÕES DA ANTIGUIDADE OCIDENTAL GRÉCIA ROMA CIVILIZAÇÕES DA ANTIGUIDADE OCIDENTAL GRÉCIA ROMA Atualmente Grécia = capital ATENAS Idioma = Grego Forma de Governo = República Helênica Península Peni = quase Ínsula = ilha Península é uma porção de

Leia mais

Ano: 6 Turma:6.1 e 6.2

Ano: 6 Turma:6.1 e 6.2 COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE Programa de Recuperação Final 3ª Etapa 2014 Disciplina: História Professor (a): Rodrigo Ano: 6 Turma:6.1 e 6.2 Caro aluno, você está recebendo o conteúdo de recuperação.

Leia mais

DEFINIÇÃO. Gregos é a palavra latina usada para designar os habitantes da Hélade, que se autodenominavam helenos.

DEFINIÇÃO. Gregos é a palavra latina usada para designar os habitantes da Hélade, que se autodenominavam helenos. DEFINIÇÃO Gregos é a palavra latina usada para designar os habitantes da Hélade, que se autodenominavam helenos. DEFINIÇÃO Hélade é o nome pelo qual se designava quase toda parte continental da Grécia.

Leia mais

Geografia e Povoamento A civilização romana se localizou na parte continental pela península Itálica e na parte insular pelas ilhas de Córsega, Sardenha e Sicília banhada pelos mares Mediterrâneo, Tirreno,

Leia mais

A CIDADE-ESTADO ESTADO GREGA ORIGEM DAS PÓLIS GREGAS Causas geomorfológicas A Grécia apresenta as seguintes características: - Território muito montanhoso; na Antiguidade, as montanhas estavam cobertas

Leia mais

MUNDO GREGO MODO DE PRODUÇÃO ESCRAVISTA ANTIGUIDADE CLÁSSICA. http://historiaonline.com.br

MUNDO GREGO MODO DE PRODUÇÃO ESCRAVISTA ANTIGUIDADE CLÁSSICA. http://historiaonline.com.br MUNDO GREGO MODO DE PRODUÇÃO ESCRAVISTA ANTIGUIDADE CLÁSSICA CARACTERÍSTICAS GERAIS (Modo de Produção Escravista) a) Propriedade privada (fim do coletivismo primitivo e da servidão coletiva). b) Cidades

Leia mais

Antiguidade Clássica: Grécia

Antiguidade Clássica: Grécia Antiguidade Clássica: Grécia Localização Localização Localização Período Creto-Micênico (XX a. C. XII a. C) Pinturas no palácio de Cnossos em Micenas Período Creto-Micênico (XX a. C. XII a. C) Escrita

Leia mais

Cópia autorizada. II

Cópia autorizada. II II Sugestões de avaliação História 6 o ano Unidade 6 5 Unidade 6 Nome: Data: 1. Observe o mapa e responda às questões. A GRÉCIA NO SÉCULO VIII A.C. MAR JÔNICO ILÍRIA ÉPIRO ETÓLIA MACEDÔNIA TESSÁLIA CALCÍDIA

Leia mais

Pré Universitário. Uni- Anhanguera

Pré Universitário. Uni- Anhanguera Pré Universitário Uni- Anhanguera Lista de Exercícios Aluno(a): Nº. Professor: Barros Antônio Guimarães Dutra Série: 1ª. Disciplina: História (p2,1ª,chamada, 2º. Bimestre) Data da prova: 13 de junho de

Leia mais

Esparta: A Sociedade da Guerra

Esparta: A Sociedade da Guerra Esparta: A Sociedade da Guerra Esparta se constituiu como uma pólis guerreira. Seu exército foi um dos mais eficientes do mundo grego 1 Localização» Lendas do século V a.c. relatam que descendentes de

Leia mais

ALEXA X NDR D E, E O G RANDE D

ALEXA X NDR D E, E O G RANDE D ALEXANDRE, O GRANDE A Macedônia é um país nos Balcãs, leste da Europa, que faz fronteira com a Grécia, Sérvia,Albânia e Bulgária. Foi anexada à Iugoslávia e no século XX, tornou-se independente LOCALIZAÇÃO

Leia mais

Profº Alexandre Goicochea goicochea94@gmail.com

Profº Alexandre Goicochea goicochea94@gmail.com Profº Alexandre Goicochea goicochea94@gmail.com O aluno terá 3(três)minutos para resolver cada questão referente a Grécia Antiga, retirada de vestibulares; O aluno deverá anotar suas respostas para fazer

Leia mais

Antiguidade Clássica - Grécia. Prof.ª. Maria Auxiliadora

Antiguidade Clássica - Grécia. Prof.ª. Maria Auxiliadora Antiguidade Clássica - Grécia Prof.ª. Maria Auxiliadora Período Arcaico (séc. VIII 800 a.c. a VI 600 a.c.) Formação das pólis na Grécia cada uma com seu próprio universo econômico e político; Na Grécia

Leia mais

Aulas 08 a 10: Grécia Antiga Prof. Dawison Sampaio

Aulas 08 a 10: Grécia Antiga Prof. Dawison Sampaio Aulas 08 a 10: Grécia Antiga Aulas 08 a 10: Grécia Antiga De Olho No Enem H3 Associar as manifestações culturais do presente aos seus processos históricos (Jogos Olímpicos). H7 Identificar os significados

Leia mais

COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação

COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação 1ª PROVA PARCIAL DE HISTÓRIA Aluno(a): Nº Ano: 1º Turma: Data: 26/03/2011 Nota: Professora: Élida Valor da Prova: 40 pontos Assinatura do responsável: Orientações

Leia mais

A civilização grega tem grande importância na formação cultural e política do Ocidente. Os gregos foram os primeiros a falar em CIDADANIA E DEMOCRACIA, o governo do povo. LOCALIZAÇÃO GEOGRÁFICA Concentrou-se

Leia mais

1. (1,0) APONTE o nome da região em que foi desenvolvida a civilização grega.

1. (1,0) APONTE o nome da região em que foi desenvolvida a civilização grega. PARA A VALIDADE DO QiD, AS RESPOSTAS DEVEM SER APRESENTADAS EM FOLHA PRÓPRIA, FORNECIDA PELO COLÉGIO, COM DESENVOLVIMENTO E SEMPRE A TINTA. TODAS AS QUESTÕES DE MÚLTIPLA ESCOLHA DEVEM SER JUSTIFICADAS.

Leia mais

AGRUPAMENTO de ESCOLAS de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2015/2016 PLANIFICAÇÃO ANUAL

AGRUPAMENTO de ESCOLAS de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2015/2016 PLANIFICAÇÃO ANUAL AGRUPAMENTO de ESCOLAS de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2015/2016 PLANIFICAÇÃO ANUAL Documento(s) Orientador(es): Programa da disciplina e metas curriculares 3º CICLO HISTÓRIA 7º ANO TEMAS/DOMÍNIOS CONTEÚDOS

Leia mais

As Cidades Gregas: Atenas e Esparta

As Cidades Gregas: Atenas e Esparta As Cidades Gregas: Atenas e Esparta ESPARTA A PÓLIS OLIGÁRQUICA A cidade de Esparta(ou Lacedemônia) era formada por cinco aldeias localizadas no vale do rio Eurotas, na região do Peloponeso. Surgiu por

Leia mais

As características de cada período serão analisadas a seguir. Período Pré-Homérico. Do povoamento da península Balcânica à Primeira Diáspora.

As características de cada período serão analisadas a seguir. Período Pré-Homérico. Do povoamento da península Balcânica à Primeira Diáspora. O Mundo Grego A história da Grécia, como de outras civilizações, foi fortemente condicionada pelo ambiente geográfico. A península Balcânica e muito recortada e cercada por centenas de ilhas - tanto no

Leia mais

FORTALECENDO SABERES CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES HISTÓRIA DESAFIO DO DIA. Conteúdo: A civilização cretense Os primeiros povos gregos

FORTALECENDO SABERES CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES HISTÓRIA DESAFIO DO DIA. Conteúdo: A civilização cretense Os primeiros povos gregos CONTEÚDO E HABILIDADES DESAFIO DO DIA Conteúdo: A civilização cretense Os primeiros povos gregos CONTEÚDO E HABILIDADES DESAFIO DO DIA Habilidades: Compreender o processo de formação da civilização grega.

Leia mais

O regime democrático apareceu em Atenas no século V a.c., concretizado pelas reformas legislativas levadas a efeito pelo arconte Clístenes (508 a

O regime democrático apareceu em Atenas no século V a.c., concretizado pelas reformas legislativas levadas a efeito pelo arconte Clístenes (508 a IDEIAS A RETER SOBRE A GRÉCIA O regime democrático apareceu em Atenas no século V a.c., concretizado pelas reformas legislativas levadas a efeito pelo arconte Clístenes (508 a 507) e mais tarde aperfeiçoadas

Leia mais

História. Caro aluno,

História. Caro aluno, História Atividades Ficha 3 os anos Benê ago/09 Nome: Nº: Turma: Caro aluno, Segue pela presente (estamos formais, não?) um conjunto de atividades propostas para a semana compreendida entre os dias 05

Leia mais

HISTÓRIA REVISAO 1 REVISAO 2. Vídeo - Moisés Príncipe do Egito.

HISTÓRIA REVISAO 1 REVISAO 2. Vídeo - Moisés Príncipe do Egito. Vídeo - Moisés Príncipe do Egito. Os hebreus Foram os primeiros povos monoteístas da história. Seus reis mais famosos foram Davi e Salomão. A Bíblia é uma fonte importante para o conhecimento sobre a história

Leia mais

O que é História? A história é uma ciência que investiga o passado para poder compreender melhor o presente.

O que é História? A história é uma ciência que investiga o passado para poder compreender melhor o presente. EXERCÍCIOS DE REVISÃO COM RESPOSTAS PARA O EXAME FINAL HISTÓRIA 5ª SÉRIE O que é História? A história é uma ciência que investiga o passado para poder compreender melhor o presente. Existem muitas fontes

Leia mais

- Trecho da Carta de Pero Vaz de Caminha sobre o Descobrimento do Brasil. - Fotografias da posse do presidente do Brasil

- Trecho da Carta de Pero Vaz de Caminha sobre o Descobrimento do Brasil. - Fotografias da posse do presidente do Brasil MATERIAL DE REVISÃO PARA RECUPERAÇÃO FINAL 6 ANO 1) Classifique as fontes listadas abaixo em primarias e secundárias: - Vídeo do atentado terrorista ao World Trade Center em 2001 - Trecho da Carta de Pero

Leia mais

1 CARACTERÍSTICAS GERAIS: 2 FASES DA HISTÓRIA: Território acidentado;

1 CARACTERÍSTICAS GERAIS: 2 FASES DA HISTÓRIA: Território acidentado; 1 CARACTERÍSTICAS GERAIS: Território acidentado; Desenvolvimento do comércio e navegação; Descentralização política (Cidade-Estado); Modo de produção escravista; Contribuições nas artes, ciências e filosofia

Leia mais

MATÉRIA História. c) Sócrates ( ) Responsável pela sistematização da lógica, organização racional do pensamento e da argumentação.

MATÉRIA História. c) Sócrates ( ) Responsável pela sistematização da lógica, organização racional do pensamento e da argumentação. Valores eternos. TD Recuperação TOTAL DE ESCORES ALUNO(A) ESCORES OBTIDOS MATÉRIA História ANO/TURMA SEMESTRE DATA 6º 2º Dez/13 PROFESSOR(A) Magela Silva VISTO DOS PAIS/RESPONSÁVEIS Eles formaram uma incrível

Leia mais

1. A FORÇA DE ESPARTA

1. A FORÇA DE ESPARTA Diferenças profundas afastavam as duas principais cidades-estado da Grécia antiga. Esparta se destacava pelo espírito guerreiro e por ser uma sociedade rigidamente estratificada. Em Atenas, ao contrário,

Leia mais

Localização. Planície central da península itálica. Conhecida como Lácio.

Localização. Planície central da península itálica. Conhecida como Lácio. HISTÓRIA DE ROMA Localização Planície central da península itálica. Conhecida como Lácio. Primeiros habitantes: Autóctones: nativos do local Sul Sículos Norte Lígures Povoamento Povoamento semelhante ao

Leia mais

Unidade II HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO. Profa. Maria Teresa Papa Nabão

Unidade II HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO. Profa. Maria Teresa Papa Nabão Unidade II HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO Profa. Maria Teresa Papa Nabão Educação, sociedade e cultura no antigo Egito Egito: berço de todas as civilizações; Os primeiros registros que temos acerca do Egito datam

Leia mais

QUEM DESEJAR A PAZ, PREPARE-SE PARA A GUERRA. O Período republicano, foi marcado pelas conquistas territoriais que tornaram Roma a cidade-mundo

QUEM DESEJAR A PAZ, PREPARE-SE PARA A GUERRA. O Período republicano, foi marcado pelas conquistas territoriais que tornaram Roma a cidade-mundo QUEM DESEJAR A PAZ, PREPARE-SE PARA A GUERRA O Período republicano, foi marcado pelas conquistas territoriais que tornaram Roma a cidade-mundo EXPANSÃO ROMANA = teve duas fases INTERNA EXTERNA Conquista

Leia mais

Identifique qual regime descrito acima e qual a cidade-estado da Grécia o adotou. R.:

Identifique qual regime descrito acima e qual a cidade-estado da Grécia o adotou. R.: PROFESSOR: EQUIPE DE HISTÓRIA BANCO DE QUESTÕES - HISTÓRIA - 6º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ============================================================================================== 01- "Com a nova divisão

Leia mais

Colégio Planeta. Lista 02. Prof.: Grabóis Lista de História Data: 12 / 02 / 2014. Aluno(a): Terceirão Turma: Turno:

Colégio Planeta. Lista 02. Prof.: Grabóis Lista de História Data: 12 / 02 / 2014. Aluno(a): Terceirão Turma: Turno: Colégio Planeta Prof.: Grabóis Lista de História Data: 12 / 02 / 2014 Lista 02 Aluno(a): Terceirão Turma: Turno: 01 - (FEI SP/2000) Sobre a democracia ateniense é correto afirmar que: A) havia uma ampla

Leia mais

MUNDO GREGO. - (tribo + tribo + tribo +...) = Cidade-Estado. surgimento da diferenciação social Cidade-Estado ou Polis * características: (1) (2) (3)

MUNDO GREGO. - (tribo + tribo + tribo +...) = Cidade-Estado. surgimento da diferenciação social Cidade-Estado ou Polis * características: (1) (2) (3) 1 MUNDO GREGO QUADRO NATURAL relevo montanhoso solo pobre clima árido litoral recortado mares calmos e ventos regulares atividade econômica principal * comércio marítimo PERIODIZAÇÃO Período Minoico ou

Leia mais

Educação Matemática. Prof. Andréa Cardoso 2013/2

Educação Matemática. Prof. Andréa Cardoso 2013/2 Educação Matemática Prof. Andréa Cardoso 2013/2 UNIDADE I Educação Matemática e Ensino HISTÓRIA DA ESCOLA Quando e como surgiram as escolas? ESCOLA, do grego SKHOLE que significa LAZER EDUCAR, do latim

Leia mais

Crise no Império Romano. Capítulo 6

Crise no Império Romano. Capítulo 6 Crise no Império Romano Capítulo 6 A falta de escravos leva ao aparecimento do sistema do colonato. Corte nas verbas do exército, gera revolta e briga entre os generais. Os generais passam a não obedecer

Leia mais

Orientação de estudo semanal turma 231 Filosofia II

Orientação de estudo semanal turma 231 Filosofia II Orientação de estudo semanal turma 231 Filosofia II Na orientação dessa semana faremos questões objetivas sobre filosofia política. II. Questões sobre Filosofia Política 1. Foi na Grécia de Homero que

Leia mais

As famílias no Antigo Egipto; As famílias no Império romano.

As famílias no Antigo Egipto; As famílias no Império romano. Trabalho realizado por: Luís Bernardo nº 100 8ºC Gonçalo Baptista nº 275 8ºC Luís Guilherme nº 358 8ºC Miguel Joaquim nº 436 8ºC Índice; Introdução; As famílias no Antigo Egipto; As famílias no Império

Leia mais

4ª. Apostila de Filosofia História da Filosofia: Filosofia Grega: Período Helenístico Filosofia Medieval. Introdução

4ª. Apostila de Filosofia História da Filosofia: Filosofia Grega: Período Helenístico Filosofia Medieval. Introdução 1 4ª. Apostila de Filosofia História da Filosofia: Filosofia Grega: Período Helenístico Filosofia Medieval Introdução O último período da Filosofia Grega é o Helenístico (Sec. III a.c.-vi d.c.). É um período

Leia mais

Recursos para Estudo / Atividades

Recursos para Estudo / Atividades COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE Programa de Recuperação Paralela 1ª Etapa 2014 Disciplina: HISTÓRIA Professora: ALESSANDRA PRADA Ano: 1º Turma: FG Caro aluno, você está recebendo o conteúdo de recuperação.

Leia mais

RESOLUÇÕES DE QUESTÕES SÓCRATES 9º ANO ENSINO FUNDAMENTAL II PROFESSOR DANILO BORGES

RESOLUÇÕES DE QUESTÕES SÓCRATES 9º ANO ENSINO FUNDAMENTAL II PROFESSOR DANILO BORGES RESOLUÇÕES DE QUESTÕES SÓCRATES 9º ANO ENSINO FUNDAMENTAL II PROFESSOR DANILO BORGES 1. (Unicamp 2013) A sabedoria de Sócrates, filósofo ateniense que viveu no século V a.c., encontra o seu ponto de partida

Leia mais

Aulas 6 e 7. A Antiguidade Oriental

Aulas 6 e 7. A Antiguidade Oriental Aulas 6 e 7 A Antiguidade Oriental Hebreus (Monoteísmo e judaísmo) III- I- Local: Economia: região da agricultura, Palestina pastoreio ( Canaã (rio ou Jordão) terra prometida ). e comércio Atualmente:

Leia mais

UNICAMP ANTIGUIDADE CLÁSSICA HISTÓRIA GEAL

UNICAMP ANTIGUIDADE CLÁSSICA HISTÓRIA GEAL 1. (Unicamp 94) "Os deuses, quaisquer que tenham sido as suas origens longínquas, nada mais são do que seres humanos, maiores, mais fortes, mais belos, eternamente jovens; adquiriram não só a forma humana,

Leia mais

Roma. Antiguidade Clássica

Roma. Antiguidade Clássica Roma Antiguidade Clássica Características gerais Península itálica (Lácio); Rio Tibre; Solo fértil desenvolvimento da agricultura; Litoral pouco recortado ausência de portos naturais em abundância; Habitantes

Leia mais

ANÁLISE DO FILME OS 300 & A CIDADE GREGA ESPARTA

ANÁLISE DO FILME OS 300 & A CIDADE GREGA ESPARTA FACELI FACULDADE SUPERIOR DE LINHARES DISCIPLINA DE HISTÓRIA DO DIREITO CURSO DE DIREITO / 1º DIREITO B ANÁLISE DO FILME OS 300 & A CIDADE GREGA ESPARTA BARBARA LICIA JAMARA FERREIRA P. ARAUJO JANE SCHULZ

Leia mais

História Antiga. Prof Davi Ruschel

História Antiga. Prof Davi Ruschel História Antiga Prof Davi Ruschel PRÉ-HISTÓRIA Processo Evolutivo... PALEOLÍTICO (surgimento do Homem 10 mil a.c.) Idade da Pedra Lascada Organizados em tribos nômades Economia Coletora caça, pesca e coleta

Leia mais

Povos seminômades que migraram das regiões da Europa e Ásia

Povos seminômades que migraram das regiões da Europa e Ásia TEXTO BASE: Roma Antiga Monarquia (753 509 a.c.) A história da Roma antiga divide-se politicamente em três fases: Monarquia, República e Império. Tais fases foram permeadas por constantes processos de

Leia mais

3ª. Apostila de Filosofia A origem e o nascimento da Filosofia e sua herança para o mundo ocidental.

3ª. Apostila de Filosofia A origem e o nascimento da Filosofia e sua herança para o mundo ocidental. 1 3ª. Apostila de Filosofia A origem e o nascimento da Filosofia e sua herança para o mundo ocidental. 1. A origem da palavra Filosofia é grega e composta por: Philo: amizade, amor fraterno Sophia: sabedoria

Leia mais

ANTIGUIDADE CLÁSSICA

ANTIGUIDADE CLÁSSICA ANTIGUIDADE CLÁSSICA PERÍODOS HISTÓRICOS A CRONOLOGIA referente a civilização grega se baseia nos poemas épicos de Homéro Iliada e a Odisséia PERÍODIZAÇÃO Período Pré-Homérico (séc. XX ao XII) Período

Leia mais

A arte na Grécia. Capítulo 3

A arte na Grécia. Capítulo 3 A arte na Grécia Capítulo 3 Por volta do século X a. C, os habitantes da Grécia continental e das ilhas do mar Egeu formavam pequenas comunidades, distantes umas das outras, e falavam diversos dialetos.

Leia mais

PROVA BIMESTRAL História

PROVA BIMESTRAL História 6 o ano 2 o bimestre PROVA BIMESTRAL História Escola: Nome: Turma: n o : 1. Observe a imagem. SHUTTERSTOCK Margem do rio Nilo no Egito Nas civilizações da Antiguidade, a presença dos rios é importante

Leia mais

ROMA ANTIGA EXPANSÃO E CRISE DA REPÚBLICA

ROMA ANTIGA EXPANSÃO E CRISE DA REPÚBLICA Prof.: Otto Terra ROMA ANTIGA EXPANSÃO E CRISE DA REPÚBLICA HISTÓRICO Poder nas mãos dos Patrícios; Sociedade censitária; Significativo aumento do número de escravos; Sociedade Patriarcal; Tensões sociais:

Leia mais

A AUSTERIDADE DE ESPARTA PROFª TEREZA SODRÉ MOTA

A AUSTERIDADE DE ESPARTA PROFª TEREZA SODRÉ MOTA A AUSTERIDADE DE ESPARTA PROFª TEREZA SODRÉ MOTA A cidade-estado de Esparta, situada nas beiras do rio Eurotas, na região do Peloponeso, na Grécia, foi um dos fenômenos mais fascinantes da história em

Leia mais

História da Educação. Profa. Dra. Andreia R. Simoni Saldanha

História da Educação. Profa. Dra. Andreia R. Simoni Saldanha História da Educação Profa. Dra. Andreia R. Simoni Saldanha Na educação clássica grega podemos reconhecer esboços de modelos teóricos, cognitivos, éticos e estéticos que dão origem a toda cultura oriental.

Leia mais

O MUNDO ROMANO. Profª Viviane Jordão

O MUNDO ROMANO. Profª Viviane Jordão O MUNDO ROMANO Profª Viviane Jordão LOCALIZAÇÃO NO ESPAÇO Europa Península Itálica Ásia África Versão Histórica Gregos 2000 a.c. Gauleses Etruscos Península Itálica Italiotas Fundam Roma A civilização

Leia mais

Arte 1º. Ano do Ensino Médio. Linha do Tempo da História da Arte (Períodos/ Movimentos Artísticos/ Contexto Histórico).

Arte 1º. Ano do Ensino Médio. Linha do Tempo da História da Arte (Períodos/ Movimentos Artísticos/ Contexto Histórico). Arte 1º. Ano do Ensino Médio 1º. Trimestre - Conteúdo Avaliativo: Linha do Tempo da História da Arte (Períodos/ Movimentos Artísticos/ Contexto Histórico). Períodos Artísticos: Pré-História/Idade Antiga

Leia mais

A era dos impérios. A expansão colonial capitalista

A era dos impérios. A expansão colonial capitalista A era dos impérios A expansão colonial capitalista O século XIX se destacou pela criação de uma economia global única, caracterizado pelo predomínio do mundo industrializado sobre uma vasta região do planeta.

Leia mais

1-Em janeiro de 2011, os jornais noticiaram que os protestos contra o governo do Egito poderiam ter um efeito colateral muito sério: a destruição ou

1-Em janeiro de 2011, os jornais noticiaram que os protestos contra o governo do Egito poderiam ter um efeito colateral muito sério: a destruição ou 1-Em janeiro de 2011, os jornais noticiaram que os protestos contra o governo do Egito poderiam ter um efeito colateral muito sério: a destruição ou dano de várias relíquias, obras e sítios arqueológicos

Leia mais

Aula 6 A PÓLIS GREGA. Alfredo Julien

Aula 6 A PÓLIS GREGA. Alfredo Julien Aula 6 A PÓLIS GREGA META Apresentar as características básicas da organização da organização da pólis e discutir o processo de formação da pólis. OBJETIVOS Ao fi nal desta aula, o aluno deverá: listar

Leia mais

Roma Antiga. O mais vasto império da antiguidade; Lendária fundação pelos gêmeos Rômulo e Remo, em 753 a.c.; Roma - centro político do Império;

Roma Antiga. O mais vasto império da antiguidade; Lendária fundação pelos gêmeos Rômulo e Remo, em 753 a.c.; Roma - centro político do Império; ROMA Roma Antiga O mais vasto império da antiguidade; Lendária fundação pelos gêmeos Rômulo e Remo, em 753 a.c.; Roma - centro político do Império; Sua queda, em 476, marca o início da Idade Média. O mito

Leia mais

Pérsia, fenícia e palestina

Pérsia, fenícia e palestina Pérsia, fenícia e palestina Região desértica Atuais estados de Israel e Palestina Vários povos (semitas) estabelecidos no curso do Rio Jordão Palestina Hebreus (Palestina) Um dos povos semitas (cananeus,

Leia mais

ATENAS E O ESPAÇO MEDITERRÂNEO

ATENAS E O ESPAÇO MEDITERRÂNEO GUIA DE ESTUDO OS GREGOS NO SÉCULO V A.C. 7º ANO ATENAS E O ESPAÇO MEDITERRÂNEO Como se formaram as cidades-estado? 1. Como se chama a península onde se situa a Grécia? Península Balcânica. 2. Como se

Leia mais

Era considerado povo os cidadãos de Atenas, que eram homens com mais de 18 anos, filhos de pais e mães atenienses.

Era considerado povo os cidadãos de Atenas, que eram homens com mais de 18 anos, filhos de pais e mães atenienses. Trabalho de Filosofia Mito e Filosofia na Grécia Antiga Texto 1 1- (0,3) Democracia quer dizer poder do povo. De acordo com o texto, quem era considerado povo em Atenas Antiga? Explique com suas palavras.

Leia mais

OS DOZE TRABALHOS DE HÉRCULES

OS DOZE TRABALHOS DE HÉRCULES OS DOZE TRABALHOS DE HÉRCULES Introdução ao tema A importância da mitologia grega para a civilização ocidental é tão grande que, mesmo depois de séculos, ela continua presente no nosso imaginário. Muitas

Leia mais

Planificação Anual ANO LECTIVO - 2010/ 2011 COMPETÊNCIAS ESPECÍFICAS TEMA(S) / CONTEÚDOS AVALIAÇÃO CALENDARIZAÇÃO

Planificação Anual ANO LECTIVO - 2010/ 2011 COMPETÊNCIAS ESPECÍFICAS TEMA(S) / CONTEÚDOS AVALIAÇÃO CALENDARIZAÇÃO ANO LECTIVO - 010/ 011 ÁREA DISCIPLINAR DE HISTÓRIA HISTÓRIA 7º ANO COMPETÊNCIAS GERAIS 1. Tratamento de informação; utilização de fontes;. Compreensão histórica:.1. Temporalidade.. Espacialidade.3. Contextualização

Leia mais

Processo Seletivo/UFU - julho 2007-1ª Prova Comum FILOSOFIA QUESTÃO 01

Processo Seletivo/UFU - julho 2007-1ª Prova Comum FILOSOFIA QUESTÃO 01 FILOSOFIA QUESTÃO 01 Leia atentamente o seguinte verso do fragmento atribuído a Parmênides. Assim ou totalmente é necessário ser ou não. SIMPLÍCIO, Física, 114, 29, Os Pré-Socráticos. Coleção Os Pensadores.

Leia mais