Sou a instituição financeira auxiliar que opera no recinto da Bolsa. Posso organizar, administrar e vender Fundos de Investimento.

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Sou a instituição financeira auxiliar que opera no recinto da Bolsa. Posso organizar, administrar e vender Fundos de Investimento."

Transcrição

1 Exercícios SFN: 1 Com base nas características indicadas descubra quem é o personagem oculto: Banco de palavras: Conselho Monetário Nacional, Banco Central, Comissão de Valores Mobiliários, Banco Múltiplo, Corretora de Valores, Mercado de Bolsa, Mercado Balcão Organizado 1 Executo as diretrizes determinadas pelo Conselho Monetário Nacional. Compro e vendo títulos públicos no mercado. Autorizo o funcionamento e fiscalizo as instituições financeiras. 2 Corrijo desequilíbrios econômicos, quando necessário. 3 Estabeleço as diretrizes gerais das políticas econômicas. Estabeleço a meta da inflação. Meu dever é proteger o interesse dos participantes do mercado de capitais. Sou órgão fiscalizador, as Companhias Abertas devem contar tudo para mim. Supervisiono tudo o que diz respeito a Valores Mobiliários, inclusive Fundos de Investimento. 4 Sou paga para executar ordens de compra e venda de ações. Posso administrar e distribuir fundos de investimentos. Sou a instituição financeira auxiliar que opera no recinto da Bolsa. 5 Posso captar depósitos à vista e a prazo. Posso organizar, administrar e vender Fundos de Investimento. Tenho no mínimo duas carteiras e uma delas é comercial ou de investimento. Segmento de negociação de ativos administrado pela BVSP, com regras específicas, onde os negócios e os participantes diretos são supervisionados pela Bolsa de Valores de São Paulo - BVSP. 6 As corretoras são as principais intermediárias nesse ambiente. As formas de negociação nesse ambiente são: Mercado a Vista Mercado a Termo Mercado de Opções Mercado Futuro de Ações 7 Segmento de negociação de ativos administrado pela BVSP, em que há a presença da entidade autorreguladora exercendo a supervisão dos negócios com parâmetros de negociação e regras de listagem menos exigentes. Corretoras de Valores, Distribuidoras de Valores e Bancos de Investimento atuam como intermediários financeiros. A forma de negociação nesse ambiente é: Mercado a Vista

2 2 Assinale se a afirmativa relacionada ao Sistema Financeiro Nacional é Verdadeira ou Falsa AFIRMATIVA F V 1. O Conselho Monetário Nacional é um órgão normativo, responsável por expedir as principais diretrizes econômicas. 2. O funcionamento e as atividades dos bancos comerciais são regulamentados pela CVM, Comissão de Valores Mobiliários. 3. Somente os bancos comerciais e bancos múltiplos com carteira comercial podem manter contas de depósitos à vista, de livre movimentação em conta corrente. 4. Um banco múltiplo deve operar no mínimo duas carteiras, sendo uma delas obrigatoriamente a de banco comercial ou a de banco de investimento. 5. Tanto uma Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários quanto um Banco de Investimento podem administrar, organizar e vender Fundos de Investimento. 6. As operações de compra e venda de ações negociadas na BM&FBovespa são liquidadas e custodiadas pelo Selic Sistema Especial de Liquidação e Custódia 7. Os bancos de investimento podem captar depósitos à vista e a prazo. 8. O SPB é o conjunto de procedimentos, regras e sistemas operacionais integrados usados para transferir recursos, bem como para o processamento, a compensação e a liquidação de pagamentos em qualquer de suas formas. 9. O SELIC é um sistema eletrônico que custodia e liquida as operações com títulos públicos federais. 10. A BM&FBovespa é uma entidade autorreguladora que opera sob a supervisão do Banco Central. 11. A CVM regulamenta e fiscaliza todos os Fundos de Investimento. 12. Um dos objetivos da ANBIMA é incentivar a adoção de melhores práticas entre os associados e o respeito aos direitos dos investidores.

3 3 Sobre Prevenção à Lavagem de Dinheiro. AFIRMATIVA V F 1. Lavagem de dinheiro é um processo que busca ocultar ou dissimular a natureza, origem, localização, disposição, movimentação ou propriedade de bens, direitos ou valores provenientes, direta ou indiretamente, de infração penal. 2. Conhecer o cliente é um princípio essencial na prevenção ao crime de lavagem de dinheiro. 3. É considerada uma ação preventiva contra o crime de Lavagem de Dinheiro, atualizar o cadastro dos clientes a cada 5 anos, permitindo dessa forma que a instituição financeira monitore eventuais alterações no perfil e/ou no porte financeiro do cliente. 4. Manter o cadastro permanentemente atualizado permitindo que a instituição financeira monitore eventuais alterações no perfil e/ou no porte financeiro do cliente, é considerada uma ação preventiva. 5. Sujeitam-se às obrigações da Lei de Lavagem de Dinheiro, as pessoas físicas e jurídicas que tenham, em caráter permanente ou eventual, como atividade principal ou acessória, cumulativamente ou não, a captação, intermediação e aplicação de recursos financeiros de terceiros, em moeda nacional ou estrangeira; 6. No crime de lavagem de dinheiro, a fase onde se tenta dificultar o rastreamento dos recursos é denominada ocultação. 7. Como ação preventiva, as instituições devem ter um sistema interno de controle que assegure as regras de complane, indicando um indivíduo responsável por coordenar e monitorar esse sistema. Programas de treinamento também devem ser implementados para todos os funcionários envolvidos com esse processo. 8. Qualquer operação realizada em espécie com valor igual ou superior a R$ 100 mil deverá ser registrada no Sisbacen.

4 Exercícios Noções de Economia e Finanças: 4 Indique se a afirmativa é Verdadeira ou Falsa

5 5 Assinale se a afirmativa é Verdadeira ou Falsa AFIRMATIVA V F 1. A taxa real de juros de um investimento pode ser definida como a taxa obtida descontada a inflação. 2. A taxa proporcional refere-se a juro simples e a taxa equivalente a juro composto. 3. Marcar a mercado um título significa precificar esse título pelo valor de mercado. 4. No regime de capitalização simples o juro incide sobre o capital corrigido pelo juro do período anterior. 5. Frente a uma elevação na taxa de juros, cai o preço de um título de taxa prefixada. 6. A volatilidade indica o nível de oscilação de preços de um título ou carteira. Quanto maior a volatilidade, maior o risco de mercado. 7. O prazo médio de uma carteira afeta a precificação de seus ativos frente a mudança na taxa de juros. 8. Mercado primário significa que o título está sendo vendido no mercado pela primeira vez e o emissor do título está captando recursos. 9. No mercado secundário, um investidor vende o título para outro investidor e o emissor do título não capta recursos. É importante para a liquidez de mercado. 10. Frente a uma queda na taxa de juros 2 títulos com taxa prefixada de prazos distintos um de 6 meses e outro de 12 meses de vencimento terão lucros semelhantes.

6 Exercícios Princípios de Investimento: 6 Rentabilidades: Observada, Esperada, Absoluta, Relativa, Bruta ou Líquida 1 Revelo rentabilidade obtida em um período do passado. Posso ser expressa em termos absolutos ou relativos. Não é possível garantir que eu vou acontecer novamente. 2 Sou utilizada para conhecer o ganho depois do imposto de renda Sou expressa em valores: Ex. R$1.000 ou em percentuais: 5% Sou o ganho final de um investimento 3 Indico a expectativa de ganho que o investidor deseja. Preciso da ajuda de um benchmark para ser expressa. Sou expressa em termos relativos a um determinado parâmetro. 4 Digo quanto dinheiro você ganhou em um investimento. Gosto do passado. O futuro não combina comigo. Sou expressa em montante: R$3.000 ou menos $500 ou em percentuais: 10% ou -3%. 5 Sou utilizada para conhecer o ganho antes do imposto de renda Sou expressa em valores: R$1.000 ou em percentuais: 5% Me utilizam para expressar a rentabilidade de um investimento. 6 Me dou bem com o passado e com o futuro. Estou sempre acompanhada de um benchmark. Me utilize para expressar a rentabilidade esperada de um investimento.

7 7 Coloque cada Risco na caixa que corresponde à sua descrição 8 Indique a natureza do risco dos eventos listados abaixo. Risco: sistemático; não sistemático; sistemático e liquidez; crédito; liquidez; sistemático e liquidez. RISCO 1. Os meios de comunicação internacionais anunciaram seu entendimento em relação à situação econômica do Brasil considerada extremamente favorável com expectativas positivas nos diversos mercados. 2. Os resultados anunciados pela empresa XPTO surpreenderam os analistas de mercado. A demanda de compra das ações por parte dos investidores provocou forte aumento no preço das ações da empresa. 3. A empresa XPTO não pagou os juros semestrais devidos aos detentores de debêntures da empresa. Os investidores estão apreensivos e questionam a capacidade da empresa de resgatar essa dívida no vencimento. 4. As expectativas de mercado se confirmaram e o COPOM anunciou nova queda na meta da Taxa Selic. As taxas de juros de médio prazo acompanharam a tendência de queda provocando valorização no preço dos títulos de renda fixa de taxa prefixada negociados no mercado. 5. Cenário de muita incerteza em relação à política econômica que será adotada pelo novo presidente do Banco Central reduziu fortemente a procura (poucos compradores) por títulos com vencimento mais longo. 6. Devido à forte alta da inflação no ano em curso, o Governo anunciou medidas drásticas de política monetária, bloqueando todos os depósitos à vista e a prazo de valor superior a R$ Esta medida paralisou a atividade econômica reduzindo substancialmente o volume das operações financeiras. 7. Novos focos de gripe aviária na Europa, Ásia e América do Norte prejudicaram as exportações brasileiras de frango. O preço das ações das empresas do setor despencou. 8. Credores da instituição financeira XYZ, liquidada extrajudicialmente pelo Banco Central, estão preocupados em reaver o capital investido em operações de renda fixa junto à essa instituição financeira.

8 9 Assinale Verdadeiro ou Falso

9 Fundos 10 Preencha os espaços do texto sobre a divulgação de rentabilidade dos fundos de Investimentos 1. De acordo com o Código de regulação e melhores práticas da ANBIMA para a indústria de Fundos de Investimento, na divulgação da de Fundos de Investimento devem ser obedecidas as seguintes regras: 2. Informar que a rentabilidade divulgada não é líquida de impostos, ou seja, a rentabilidade divulgada é. 3. O prazo mínimo para divulgação de rentabilidade é de calendário. 4. Além da rentabilidade do mês de referência, deve ser publicada também a rentabilidade do mês, a rentabilidade desde o início do ano corrente ou do início do Fundo e a rentabilidade dos últimos meses. 5. A rentabilidade mensal do fundo refere-se ao período entre o dia útil do mês anterior e o dia útil do mês de referência. 6. Quando expressos em taxas anuais os cálculos apresentados nas peças de comunicação devem sempre ser feitos com base em ano padrão de dias úteis 11 Complete as frases utilizando o banco de palavras: Performance, não, risco, garantidor de créditos, cotista, mínimo, derivativos, recomenda, política, não, perdas, cotistas, futura, gerenciamento, fundo, riscos, perdas, Lâmina 1. A rentabilidade obtida no passado representa garantia de rentabilidade. 2. O fundo de investimento de que trata esta lâmina conta com garantia de seu administrador, gestor da carteira, ou de qualquer mecanismo de seguro ou, ainda, do Fundo. 3. O investimento neste fundo apresenta. Ainda que seu gestor de carteira mantenha sistema de de riscos, não há garantia de completa eliminação da possibilidade de, tanto para o fundo de investimento e para o. 4. As informações contidas nessa estão em consonância com o regulamento do de investimento, porém não o substitui. É a leitura cuidadosa, tanto desta lâmina, quanto do regulamento, com especial atenção para as cláusulas relativas ao objetivo e à de investimento do fundo de investimento, bem como às disposições do prospecto que tratam dos fatores de a que este está exposto. 5. Para avaliação da do fundo de investimento, é recomendável uma análise de período de, no, 12 meses. 6. Este fundo de investimento utiliza estratégias com como parte integrante de sua política de investimento. Tais estratégias, da forma como são adotadas, podem resultar em significativas patrimoniais para seus

10 12 Encontre a definição correta de cada um dos conceitos abaixo. 13 Indique qual dos personagens é responsável pela atividade descrita na primeira coluna. O personagem pode aparecer mais de uma vez. Administrador Gestor Distribuidor Auditor Custodiante Cotista ATIVIDADE RESPONSÁVEL 1. Responsável pelo fundo, pelas informações devidas ao investidor e aos órgãos reguladores. 2. Contrata, entre outros, os serviços de gestão da carteira do fundo, distribuição de cotas, custódia e auditoria externa. 3. Responsável pela gestão dos recursos aplicados em um Fundo de Investimentos. 4. Escolhe os ativos que irão compor a carteira do Fundo, dado um determinado nível de risco compatível com a política de investimento do Fundo. 5. Tem contato direto com o cotista sendo responsável por vender as cotas do Fundo de Investimento aos investidores. 6. Pode contratar instituições intermediárias para realizar a distribuição de cotas, autorizando-as a realizar a subscrição ou a aquisição de cotas do fundo para clientes.

11 7. Contrata a prestação de serviço de um especialista para administração e gestão de recursos financeiros formalizando sua adesão a um fundo de investimento. 8. Assume a responsabilidade de identificação e cadastramento do investidor. 9. Se responsabiliza pela liquidação física e financeira dos ativos, sua guarda, bem como a administração do recebimento de dividendos, exercer direito de subscrição de ações, etc. 10. Audita anualmente as demonstrações contábeis do fundo. 11. Convoca os cotistas por meio de correspondência a participar de Assembléia Geral de Cotistas para deliberar assuntos de interesse do fundo. 14 Assinale Verdadeiro ou falso: AFIRMATIVA V F 1. A cota de abertura pode ser adotada por qualquer fundo de investimento, independentemente de sua classe. 2. Cota de fechamento do dia anterior corrigida. Podem utilizar cota de abertura os fundos: Curto Prazo, Referenciado e Renda Fixa (de curto prazo) 3. Na aplicação de recursos em um fundo de investimento a cotização poderá ser feita com a cota de D0 ou D No resgate, assim como na aplicação, a cotização poderá ser feita com a cota de D0 ou D No resgate, o regulamento do fundo indica qual o prazo para conversão de cota, a contar do dia do pedido. 6. Sempre que o valor de aplicação for superior ao valor resgatado no mesmo dia situação de aplicação líquida - o gestor terá de comprar ativos para a carteira. 7. Sempre que o valor de resgate for superior ao valor aplicado no mesmo dia situação de resgate líquido - o gestor terá de comprar ativos da carteira. 8. O fundo de investimento pode estabelecer um prazo de carência para processar um pedido de resgate. Caso esse prazo não seja observado, o cotista estará sujeito ao pagamento de uma taxa, também prevista no regulamento e prospecto. 9. O administrador pode fechar o fundo a qualquer momento para novas aplicações. Os pedidos de resgates continuam sendo processados normalmente. A regra se aplica somente para novos cotistas. 10. O administrador pode fechar o fundo para resgates em situações de iliquidez (falta de liquidez), ou seja, ausência de compradores para os títulos no mercado. Para isto deverá comunicar imediatamente a CVM e convocar uma assembleia.

12 15 Assinale Verdadeiro ou falso AFIRMATIVA V F 1. O objetivo de investimento de um fundo passivo é acompanhar um benchmark. Exemplo: Fundo Renda Fixa DI. 2. O objetivo de investimento de um fundo ativo é superar um benchmark. Exemplo: Fundo Multimercado. 3. A rentabilidade dos fundos passivos não é idêntica à variação do benchmark no mesmo período. Alguns fatores dificultam a replicação dos índices, como por exemplo: os custos, os impostos, dinâmica de cálculo da rentabilidade do fundo e regras de contabilização a mercado 4. Para efeito de incidência do imposto de renda, o fundo de investimento será classificando como sendo de Curto Prazo quando o prazo médio da carteira for inferior a 360 dias. 5. Para efeito de incidência do imposto de renda, o fundo de investimento será classificando como sendo de Longo Prazo quando o prazo médio da carteira for superior a 365 dias. 6. O regulamento do fundo de investimento é registrado em cartório e contém todas as informações consideradas essenciais, tais como, o objetivo, política de investimento, taxas e todas as demais informações sobre o seu funcionamento. 7. O único instrumento para divulgação das políticas de investimento do fundo de investimento e que deve ser entregue obrigatoriamente ao investidor é a lâmina. 8. Os instrumentos para divulgação das políticas de investimento do fundo de investimento são: regulamento, lâmina e termo de adesão. 9.O termo de adesão e ciência de risco de crédito assim como regulamento, lâmina, questionário API são dispensáveis a entrega física quando se tratar de fundo simples 10. A entrega da lâmina é obrigatória em todos os Fundos de Investimento. A única exceção é admitida no caso dos distribuídos exclusivamente a Investidores Qualificados/profissionais. 11. O formulário de informações complementares é um documento virtual e atualizado a cada 5 dias 16 Assinale Verdadeiro ou Falso AFIRMATIVA V F 1. O investidor que deseja conhecer o valor da cota no momento da aplicação deve optar por um fundo de investimento que adote cota de abertura. 2. O administrador de um fundo pode fechá-lo para resgates a qualquer momento, independentemente da situação de mercado.

13 3. Os fundos de investimentos possibilitam aos investidores acessar mercados e diversificarem seus recursos. 4. Um fundo com estratégia de gestão ativa adotará sempre a estratégia de alavancagem da carteira. 5. Um fundo com estratégia de gestão passiva busca acompanhar um índice de referência (benchmark) do mercado. 6. Se o investidor deseja aproveitar o cenário de elevação das taxas de juros de mercado deverá investir em fundos que comprem títulos com taxa prefixada ou atrelados à variação cambial. 7. O investidor que deseja acompanhar determinado índice de inflação deverá investir em fundos que tenham em sua carteira títulos atrelados a índices de preços, como por exemplo, NTN-B 8. O fundo de gestão passiva nem sempre consegue acompanhar plenamente seu benchmark, pois alguns fatores como taxas, marcação a mercado e composição de carteira afetam a rentabilidade do fundo. 9. O fundo classificado como Longo prazo deverá ter prazo médio da carteira superior a 365 dias. 17 Indique a Classificação do fundo: Curto Prazo Referenciado Renda Fixa Cambial Multimercado Dívida Externa Simples Ações Composição da Carteira Classificação 1. No mínimo 95% do PL deve estar investido em ativos financeiros de forma a acompanhar, direta ou indiretamente, a variação do indicador de desempenho ("benchmark") escolhido. 2. O principal fator de risco da carteira dessa classe de fundo será a variação de preços de moeda estrangeira e a variação do cupom cambial e deve ter, no mínimo, 80% da carteira do fundo em ativos relacionados a seu objetivo principal. 3. Os fundos dessa classe buscam ganhar mais do que os Fundos DI assumindo posições em taxa de juros prefixada, vencedoras em cenários de queda da taxa de juros. 4. Os fundos devem possuir políticas de investimento que envolvam vários fatores de risco, sem o compromisso de concentração em nenhum fator em especial. Cada fundo determinará percentuais mínimos e máximos de atuação em cada um dos mercados. 5. O prazo médio da carteira do fundo deve ser inferior a 60 dias. 6.Os principais fatores de risco da carteira deste fundo deverão ser (a) a variação da taxa de juros, ou (b) a variação de índice de preços, ou (c) ambos os riscos citados.

14 7. O principal fator de risco da carteira do fundo deve ser a variação de preços dos títulos da dívida externa soberana, representada pelos títulos emitidos pela União no exterior para captação de recursos em moeda estrangeira % do PL do fundo deve ser representado por títulos públicos ou títulos privados considerados de baixo risco de crédito. 9. O gestor pode investir livremente, respeitando o regulamento do fundo. Não há restrição para risco de crédito e é comum a estratégia de alavancagem com derivativos nos fundos dessa classe. 10. O fundo de investimento deve investir, no mínimo, 67% da carteira em ações admitidas à negociação em bolsa de valores ou entidade do mercado de balcão organizado, entre outros ativos. 11. Fundos devem aplicar 95% do PL em títulos públicos federais ou com similar classificação de risco 18 Indique qual o tipo de fundo: Imobiliário ou Índice de Mercado 1 Quem compra minhas cotas está comprando todas as ações que compõem meu índice. Sou conhecido internacionalmente como ETF Exchange Traded Fund. Sou considerado Renda Variável. 2 Sou um condomínio fechado. Para vender minhas cotas, meu dono tem que negocia-las na Bolsa de Valores. Eu tenho que aplicar no mínimo 75% do meu patrimônio em bens e direitos imobiliários. 3 Meu patrimônio líquido é dividido em cotas. Meu administrador deve distribuir aos donos das cotas, no mínimo, 95% do lucro auferido pelo fundo. Com meu patrimônio, eu gosto de comprar imóveis comerciais, residenciais, rurais ou urbanos, construídos ou em construção, para posterior alienação, locação ou arrendamento. 4 Eu sou um fundo que acompanha um determinado Índice. Minhas cotas são negociadas na Bolsa de Valores. Ao adquirir minhas cotas meu dono terá uma cesta de ações.

15 19 Preencha a tabela abaixo indicando o percentual e/ou a quantidade de dias Correspondente a cada uma das situações apresentadas. Os números estão indicados abaixo e eles podem aparecer mais de uma vez 5% 10% 20% 67% 80% 95% 100% 60 dias 375 dias 33% Histórico % ou dias 1. Percentual mínimo do PL de um fundo de investimento classificado como Ações nos fatores de risco que dão nome à classe. 2. O prazo médio da carteira de um fundo de investimento classificado como Curto Prazo, em função do perfil de risco do fundo, de acordo com critério da CVM, deverá ser inferior a. 3. Percentual mínimo do PL de um fundo de investimento classificado como Renda Fixa e Cambial nos fatores de risco que dão nome às classes. 4. Percentual máximo do PL de um fundo de investimento investido em títulos de um mesmo conglomerado financeiro, inclusive se do próprio administrador. 5. Percentual mínimo do PL de um fundo classificado como Referenciado em posições atreladas direta ou indiretamente ao índice de referencia. 6. Prazo máximo dos títulos que podem compor a carteira de um fundo de investimento classificado como Curto Prazo, segundo a CVM. 7. Percentual máximo do PL de um fundo de investimento, investido em títulos de um mesmo conglomerado não-financeiro, de capital aberto. 8. Percentual máximo do PL de um fundo de investimento, investido em títulos emitidos por uma única pessoa jurídica de capital fechado ou emitidos por uma única pessoa física. 9. Percentual mínimo do PL de um fundo classificado como Curto Prazo em títulos públicos federais ou privados de baixo risco de crédito. 10. Percentual mínimo de Fundo de Investimento do tipo FIC, em cotas de FI. 11. Percentual máximo que um fundo de ações pode investir em títulos públicos

16 Observe os gráficos abaixo e: 20 Qual o tipo de fundo eu sou? Ações; Multimercado; Renda Fica Referenciado DI; Cambial; Dívida Externa, Renda Fixa Simples ou FIC Fundo A DERIVATIVOS; 30% CDB; 5% TPF; 10% DEBENTURES; 5% Fundo B OPERAÇÕES COMPROMISSADAS 5% BDR; 11% ADR; 10% AÇÕES; 29% TPF 95% Fundo C AÇÕES 2% TPF 3% Fundo D INVEST. EXTERIO R 10% CDB 10% Tit. Atrelados CDI ou SELIC 95% TPF 10% AÇÕES 70% Fundo E CAMBIO 5% COMPRO MISSADA S 8% CDB 5% AÇÕES 2% DIVIDA EXTERNA DA UNIÃO Fundo F CDB SWAP DOLAR TPF 20% FUTURO DOLAR 20% OPÇÕES CAMBIO 50% Fundo G CDB 5% Responda Qual o Tipo de Fundo Fundo A Fundo B Fundo C FUNDOS 95% Fundo D Fundo F Fundo G

17 21 Sobre Fundos, responda se verdadeiro ou falso V F 1 Fundos curto prazo são mais arriscados que longo prazo Fundos Renda Fixa Referenciado DI possui elevado risco, pois não se sabe qual será a taxa DI Os Fundos Renda Fixa Simples São bastante conservadores e não necessitam de Termo de adesão Fundos Renda Fixa Simples, Renda Fixa crédito privado e Multimercado - Esses fundos estão em ordem crescente de risco Fundos de Crédito Privado necessitam de termo de adesão e o gestor não 5 poderá investir menos que 50% em crédito Privado 6 Investimento em ações é mais indicado para longo prazo 22 Você é gerente de produto da área de Investimentos e precisa definir, com base nos atributos desejados, as características de um novo Fundo de Investimento Atributos 1. O fundo deve permitir que o cliente faça aplicações e resgates a qualquer momento, fazendo jus aos rendimentos do período que permaneceu no fundo. 2. O fundo deve investir em cotas de fundos de investimentos. 3. O fundo terá uma carteira diversificada com participação nos mercados de juros, câmbio, ações e derivativos em geral. Sua classificação, de acordo com a CVM será O fundo terá o objetivo de tentar superar determinado benchmark permitindo que o gestor assuma riscos nos mercados autorizados de acordo com suas expectativas. 5. O administrador e os demais prestadores de serviço serão remunerados por uma taxa aplicável sobre o patrimônio líquido e provisionada diariamente no valor da cota do fundo. 6. O fundo cobrará também uma taxa sempre que o desempenho do fundo ultrapassar seu benchmark. Característica Aberto, fechado, com ou sem carência? FI ou FIC? Renda Fixa ou Multimercado? Gestão ativa ou passiva? Taxa de administração ou taxa de performance? Taxa de administração ou taxa de performance? 7. Seu benchmark será... Selic ou Ibovespa? 8. Para cobrar uma alíquota de imposto de renda menor, o prazo médio mínimo da carteira será de 366 dias. Fundo de longo prazo ou curto prazo?

18 9. O fundo fará a conversão em cotas no mesmo dia da aplicação e do resgate. Entretanto, o cliente só terá conhecimento do valor da cota utilizada no dia seguinte pois o fundo adotará critério de conversão de O fundo será distribuído em agencias bancárias para investidores comuns. Portanto, será exigido que o cliente formalize sua adesão mediante o recebimento de... Cota de fechamento ou cota de abertura? Regulamento, Lâmina ou Termo de Adesão? 23 Dentre as afirmativas abaixo, 7 estão incorretas. Quais são? AFIRMATIVAS Falso? 1. A alíquota do imposto de renda devida pelo cotista de um fundo de investimento é definida exclusivamente em função do prazo da aplicação. 2. Um investimento em fundo de investimento (exceto os Fundos de Ações), cujo prazo seja inferior a 30 dias, está sujeito à incidência do IOF além do IR. 3. Os fundos com carência qualquer que seja o período da carência serão tributados segundo as mesmas regras aplicáveis aos fundos sem carência. 4. A compensação de perdas ocorridas em fundos de investimento pode ser feita em qualquer fundo do mesmo administrador. 5. A perda em um Fundo Multimercado pode ser compensada da base de cálculo do IR devido num Fundo DI desde que ambos sejam do mesmo administrador e ambos tenham carteira de curto ou de longo prazo. 6. A alíquota do imposto de renda devida pelo cotista de um fundo é definida em função (a) do prazo da aplicação e (b) do prazo médio da carteira do fundo. 7. Um fundo de investimento que tenha no mínimo 60% em ações será tributado pelo IR somente no resgate. 8. Um investidor que resgatou cotas de um fundo de curto prazo 720 dias depois da aplicação pagará 15% de imposto de renda. 9. A incidência do IR em fundos de investimentos afeta o valor da cota do fundo. 10. Caso o cotista de um fundo com carência solicite resgate antes de completar a carência, não haverá rendimento e, portanto, não haverá incidência de impostos. 11. A incidência do imposto de renda nos fundos de investimento (exceto os de ações) afeta a quantidade de cotas do investidor. 12. Caso o cotista de um fundo com carência solicite resgate antes de completar a carência, o IOF será limitado a 100% do rendimento proporcionado no período. 13. A incidência do IR nos fundos com carência de até 90 dias ocorre na data em que se completa a carência.

19 24 Indique a alíquota do imposto de renda ou IOF para cada fato gerador FATO GERADOR ALÍQUOTA 1. Resgate de fundo de ações 2. Resgate de fundo de curto prazo após 721 dias 3. Maio e novembro, fundos de longo prazo 4. Resgate de fundo Renda Fixa de longo prazo 360 dias após a aplicação 5. Maio e novembro, fundos de curto prazo 6. Resgate de fundo de longo prazo após 95 dias da aplicação 7. IOF em resgate de fundo de ações, 10 dias após a aplicação 8. IOF em resgate de fundo Multimercado, 25 dias após a aplicação, aplicável sobre o valor de resgate, limitado a certo percentual do rendimento 9. Resgate de fundo Multimercado com 60% da carteira em ações, 420 dias após a aplicação. 10. IOF em resgate de fundo com carência antes de cumprida a carência, aplicável sobre o valor de resgate, limitado a 100% do rendimento..

20 Exercícios Produtos de Investimento 25 A tabela abaixo indica um número e o tipo de rentabilidade que o investidor deseja obter coloque o nome do título público na linha que oferece a taxa desejada Títulos Públicos LFT LTN NTN-B NTN-B Principal NTN-F Número Taxa Título Público 1 Prefixada 2 IPCA 3 Selic over 4 Prefixada (com juros) 5 IPCA (Juros e IPCA no vcto) 26 indique se as afirmativas sobre Títulos Públicos são Verdadeiras ou Falsas

21 27 Indique se as afirmativas sobre Renda Fixa são Verdadeiras ou Falsas

22 28 Indique se as afirmações sobre CDB são verdadeiras ou falsas.

23 29 Indique se as afirmações sobre CRI são Verdadeiras ou Falsas

24 30 Sobre Ações, responda se Verdadeiro ou Falso 31 A prática de manipulação do mercado: a) É licita, geralmente praticada por grandes investidores e traz ganhos para quem a pratica b) É lícita, pratica realizada pela empresa afim de proteger o valor de suas ações de possíveis quedas c) É ilícita, geralmente praticada por grandes investidores, essa prática induz os investidores ao á erros. Traz prejuízos aos outros investidores, pois os preços são manipulados. d) É ilícita, prevê pena de reclusão, porem quando não traz ganhos ao praticante, não é caracterizado fraude.

25 32 Referente a operações compromissadas, três são incorretas, indique quais: AFIRMATIVAS 1. O prazo de emissão operações compromissadas devem ter vencimento em data futura, posterior ou igual à do vencimento do título objeto da operação. Falso? 2. A Operação Compromissada é aquela em que a instituição financeira assume o compromisso de recomprar os títulos em data futura, pré-definida e com o pagamento de remuneração preestabelecida, e na contraparte o investidor, assume o compromisso de revender o título à Instituição vendedora na data acordada e com o pagamento do preço fixado. 3. A operação compromissada tem que ser, obrigatoriamente, registradas na Selic ou na Cetip. 4. O lastro das operações compromissadas podem ser: Títulos de emissão do Tesouro Nacional ou do Banco Central do Brasil; CDB; LH; LCI; Debêntures; CRI; entre outros, desde que venham a ser autorizadas pela Susep. 5. As operações compromissadas podem ser efetuadas, se pelo menos uma das partes contratantes for banco comercial, banco múltiplo, banco de investimento banco de desenvolvimento, sociedade de crédito, financiamento e investimento, sociedade corretora de títulos e valores mobiliários, sociedade distribuidora de títulos e valores mobiliários ou a CEF, habilitado para a realização dessas operações. 6. Quando acordadas, as operações compromissadas podem ter liquidez diária ou não. Esta característica é firmada entre as partes no início da operação. 7. As operações compromissadas não possuem garantida do FGC-Fundo Garantidor de créditos.

26 33 Sobre LCI, indique se Verdadeiro ou Falso.

27 Gabarito Exercícios Extras: 1 (1) Banco Central, (2) Conselho Monetário Nacional, (3) Comissão de Valores Mobiliários, (4) Corretora de Valores, (5) Banco Múltiplo, (6) Mercado de Bolsa, (7) Mercado Balcão Organizado 2 (1) Verdadeiro; (2) Falso; (3) Verdadeiro; (4) Verdadeiro; (5) Verdadeiro; (6) Falso; (7) Falso; (8) Verdadeiro; (9) Verdadeiro; (10) Falso; (11) Verdadeiro; (12) Verdadeiro. 3 Gabarito: (1) Verdadeiro; (2) Verdadeiro; (3 ) Falso; (4) Verdadeiro ; (5) Verdadeiro; (6) Verdadeiro; (7) Verdadeiro; (8) Verdadeiro. 4 (1) Verdadeiro;( 2) Falso; (3) Falso; (4) Verdadeiro; (5) Verdadeiro;(6) Verdadeiro; (7) Verdadeiro; (8) Falso; (9) Verdadeiro; (10) Verdadeiro. 5 (1) Verdadeiro; (2) Verdadeiro; (3) Verdadeiro; (4) Falso; (5) Verdadeiro; (6) Verdadeiro; (7) Verdadeiro; (8) Verdadeiro; (9) Verdadeiro; (10) Falso. 6 (1) Rentabilidade Observada; (2) Rentabilidade Liquida (3)Rentabilidade Esperada; (4) Rentabilidade Absoluta; (5) Rentabilidade Bruta (6) Rentabilidade Relativa 7 (1) Liquidez; (2) Mercado; (3) Crédito. 8 (1) sistemático; (2) não sistemático; (3) crédito; (4) sistemático; (5) liquidez; (6) sistemático e liquidez; (7) não sistemático; (8) crédito. 9 (1) Verdadeiro; (2) Falso; (3) Verdadeiro; (4) Falso; (5) Verdadeiro; (6) Verdadeiro; (7) Falso; (8) Verdadeiro; (9) Verdadeiro; (10) Falso 10 (I) rentabilidade; (II) bruta; (III) 1 mês; (IV) anterior; acumulada; 12; (V) último; último; (VI) (1) não futura; (2) não - garantidor de créditos; (3) riscos - gerenciamento perdas - cotista; (4) prospecto - fundo recomendada - política - risco.; (5) performance mínimo.; (6) derivativos - perdas - cotistas. 12 (1) Valor da Cota; (2) Patrimônio Líquido; (3) Fundo de Investimento; (4) Cota; (5) Cotista. 13 (1) Administrador; (2) administrador; (3) gestor; (4) gestor; (5) distribuidor; (6) administrador; (7) cotista; (8) distribuidor; (9) custodiante; (10) auditor; (11) administrador 14 (1) Falso; (2) Verdadeiro; (3) Verdadeiro; (4) Falso; (5) Verdadeiro; (6) Verdadeiro; (7) Falso; (8) Verdadeiro; (9) Falso; (10) Verdadeiro 15 (1) Verdadeiro; (2) Verdadeiro; (3) Verdadeiro; (4) Falso; (5) Verdadeiro; (6) Verdadeiro; (7) Falso; (8) Verdadeiro; (9) Verdadeiro; (10) Verdadeiro; (11) verdadeiro 16 (1) Verdadeiro; (2) Falso; (3) Verdadeiro; (4) Falso; (5) Verdadeiro; (6) Falso; (7) Verdadeiro; (8) Verdadeiro; (9) Verdadeiro 17 Referenciado; (2) Cambial; (3) Renda Fixa; (4) Multimercado; (5) Curto Prazo; (6) Renda Fixa; (7) Dívida Externa; (8) Curto Prazo; (9) Multimercado; (10) ações; (11) Fundos Simples 18 (1) Fundo de Investimento Índice de Mercado; (2) Fundo de Investimento Imobiliário ; (3) Fundo de Investimento Imobiliário; (4) Fundo de Investimento em Índice 19 Gabarito: (1) 67%; (2) 60 dias; (3) 80%; (4) 20%; (5) 95%; (6) 375 dias; (7) 10%; (8) 5%; (9) 100%; (10) 95%; (11) 33% 20 (a) multimercado; (b) Renda Fixa Simples; (c) Renda Fica Referenciado DI, (d) Ações; (e) Renda Fixa Dívida Externa; (f) Fundo Cambial; (g) FIC 21 (1) F; (2) F; (3) V; (4) V; (5) F; (6) V 22 Gabarito: (1) aberto, sem carência; (2) FIC; (3) multimercado; (4) gestão ativa; (5) taxa de administração; (6) taxa de performance; (7) Selic; (8) longo prazo; (9) cota de fechamento; (10) do conjunto dos 3 documentos

28 23 Gabarito: São falsas as afirmativas 1; 3; 4; 7; 8; 9; Gabarito: (1) 15%; (2) 20%; (3) 15%; (4) 20%; (5) 20%; (6) 22,5%; (7) 0%; (8) 1% ao dia; (9) 17,5%; (10) 0,5% ao dia 25 Gabarito: (1) LTN; (2) NTN-B; (3) LFT; (4) NTN-F; (5) NTN-B Principal 26 Gabarito: (1) Verdadeiro; (2) Verdadeiro; (3) Verdadeiro; (4) Falso; (5) Verdadeiro; (6) Falso; (7) Verdadeiro; (8) Falso; (9) Verdadeiro ; (10)Verdadeiro; (11)Verdadeiro. 27 Gabarito: (1) Falso; (2) Verdadeiro; (3) Falso; (4) Verdadeiro; (5) Verdadeiro;(6) Falso; (7) Verdadeiro; (8) Falso; (9) Verdadeiro; (10) Verdadeiro. 28 Gabarito (1) Verdadeiro; (2) Verdadeiro; (3) Falso; (4) Verdadeiro;(5) Verdadeiro; (6) Verdadeiro; (7) Verdadeiro; (8) Verdadeiro; (9) Falso; (10) Verdadeiro 29 Gabarito: (1) Falso; (2) Verdadeiro; (3) Verdadeiro; (4) Verdadeiro; (5) Falso; (6) Falso; (7) Verdadeiro; (8) Verdadeiro; 30 Gabarito: (1) Verdadeiro; (2) Falso; (3) Verdadeiro; (4) Falso; (5) Verdadeiro; (6) Verdadeiro; (7) Verdadeiro; (8) Verdadeiro; (9) Verdadeiro; (10) Falso; (11) Verdadeiro; (12) Verdadeiro; (13) Falso; (14) Verdadeiro 31 Correta alternativa c 32 Gabarito: (1) Falso; (4) Falso; (7) Falso; 33 Gabarito: (1) Falso; (2) Verdadeiro; (3) Falso; (4) Verdadeiro; (5) Verdadeiro; (6) Falso; (7) Verdadeiro; (8) Verdadeiro; (9) Verdadeiro; (10) Verdadeiro; (11) Verdadeiro; (12) Verdadeiro

PROGRAMA DETALHADO Certificação ANBIMA Profissional Série 10 (CPA-10)

PROGRAMA DETALHADO Certificação ANBIMA Profissional Série 10 (CPA-10) PROGRAMA DETALHADO Programa da Certificação Detalhado Profissional da Certificação ANBIMA Profissional Série 10 (CPA-10) ANBID Série 10 Controle: D.04.08.07 Data da Elaboração: 10/11/2009 Data da Revisão:

Leia mais

Fundos de Investimento

Fundos de Investimento Fundo de Investimento é uma comunhão de recursos, constituída sob a forma de condomínio que reúne recursos de vários investidores para aplicar em uma carteira diversificada de ativos financeiros. Ao aplicarem

Leia mais

Módulo V Fundos de Investimentos. De 13 a 15 Questões na prova (26% a 40%)

Módulo V Fundos de Investimentos. De 13 a 15 Questões na prova (26% a 40%) Módulo V Fundos de Investimentos De 13 a 15 Questões na prova (26% a 40%) 5 - Fundos de Investimentos Definições legais Tipos de Fundo Administração Documentos dos fundos Dinâmica de Aplicação e resgate

Leia mais

FUNDOS DE INVESTIMENTO

FUNDOS DE INVESTIMENTO FUNDOS DE INVESTIMENTO O QUE É FUNDO DE INVESTIMENTO? O Fundo de Investimento é um mecanismo organizado e tem a finalidade de captar e investir recursos no mercado financeiro, transformando-se numa forma

Leia mais

Conhecimentos Bancários. Item 2.1.4- Fundos de Investimentos 2ª parte:

Conhecimentos Bancários. Item 2.1.4- Fundos de Investimentos 2ª parte: Conhecimentos Bancários Item 2.1.4- Fundos de Investimentos 2ª parte: Conhecimentos Bancários Item 2.1.4- Fundos de Investimentos: São condomínios, que reúnem aplicações de vários indivíduos para investimento

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER ESTRUTURADO BOLSA EUROPEIA 3 MULTIMERCADO 11.714.787/0001-70 Informações referentes a Maio de 2016

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER ESTRUTURADO BOLSA EUROPEIA 3 MULTIMERCADO 11.714.787/0001-70 Informações referentes a Maio de 2016 LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER ESTRUTURADO BOLSA EUROPEIA 3 MULTIMERCADO 11.714.787/0001-70 Informações referentes a Maio de 2016 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais

Leia mais

O mercado monetário. Mercado Financeiro - Prof. Marco Arbex. Os mercados financeiros são subdivididos em quatro categorias (ASSAF NETO, 2012):

O mercado monetário. Mercado Financeiro - Prof. Marco Arbex. Os mercados financeiros são subdivididos em quatro categorias (ASSAF NETO, 2012): O mercado monetário Prof. Marco A. Arbex marco.arbex@live.estacio.br Blog: www.marcoarbex.wordpress.com Os mercados financeiros são subdivididos em quatro categorias (ASSAF NETO, 2012): Mercado Atuação

Leia mais

Demonstrações Contábeis

Demonstrações Contábeis Demonstrações Contábeis Banco do Nordeste Fundo de Investimento em Cotas de Fundos de Investimento DI Institucional Longo Prazo (Administrado pelo Banco do Nordeste do Brasil S.A. - CNPJ: 07.237.373/0001-20)

Leia mais

Lâmina de informações essenciais sobre o Fundo SUMITOMO MITSUI MASTER PLUS FI REF DI CREDITO PRIVADO LONGO PRAZO

Lâmina de informações essenciais sobre o Fundo SUMITOMO MITSUI MASTER PLUS FI REF DI CREDITO PRIVADO LONGO PRAZO Lâmina de informações essenciais sobre o Fundo SUMITOMO MITSUI MASTER PLUS FI REF DI CREDITO PRIVADO LONGO PRAZO Informações referentes a novembro de 2015 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais

Leia mais

2) Responsável por estabelecer medidas de prevenção ou correção de desequilíbrios econômicos: a) CMN b) Bacen c) CVM d) Anbima

2) Responsável por estabelecer medidas de prevenção ou correção de desequilíbrios econômicos: a) CMN b) Bacen c) CVM d) Anbima Caderno de Exercícios CPA-10 Módulo I 1) Responsável pela fiscalização dos Fundos de Investimento: a) Anbima b) CVM c) CMN d) Bacen 2) Responsável por estabelecer medidas de prevenção ou correção de desequilíbrios

Leia mais

E-book de Fundos de Investimento

E-book de Fundos de Investimento E-book de Fundos de Investimento O QUE SÃO FUNDOS DE INVESTIMENTO? Fundo de investimento é uma aplicação financeira que funciona como se fosse um condomínio, onde as pessoas somam recursos para investir

Leia mais

Simulado CPA 20 Gratis

Simulado CPA 20 Gratis 1 Simulado CPA 20 Gratis Question 1. O risco de crédito está associado a capacidade do emissor de um título em não honrar os pagamentos: ( ) Somente dos Juros ( ) Dos juros e do principal da dívida ( )

Leia mais

Investtop www.investtop.com.br

Investtop www.investtop.com.br 1 Conteúdo Introdução... 4 CDB... 6 O que é CDB?...6 Liquidez...6 Tributação...6 Riscos...7 Dicas...7 Vantagens...7 Letra de Crédito do Imobiliário (LCI)... 9 O que é LCI?...9 Liquidez...9 Tributação...9

Leia mais

BANRISUL AUTOMÁTICO FUNDO DE INVESTIMENTO CURTO PRAZO CNPJ/MF nº 01.353.260/0001-03

BANRISUL AUTOMÁTICO FUNDO DE INVESTIMENTO CURTO PRAZO CNPJ/MF nº 01.353.260/0001-03 BANRISUL AUTOMÁTICO FUNDO DE INVESTIMENTO CURTO PRAZO CNPJ/MF nº 01.353.260/0001-03 PROSPECTO AVISOS IMPORTANTES I. A CONCESSÃO DE REGISTRO PARA A VENDA DAS COTAS DESTE FUNDO NÃO IMPLICA, POR PARTE DA

Leia mais

Como investir em 2012 Entenda como funciona cada produto financeiro : O Globo 2/fev/2012

Como investir em 2012 Entenda como funciona cada produto financeiro : O Globo 2/fev/2012 Como investir em 2012 Entenda como funciona cada produto financeiro : O Globo 2/fev/2012 Analistas indicam quais cuidados tomar no mercado financeiro em 2012 e quais investimentos oferecem menor probabilidade

Leia mais

Mensagem da Administradora

Mensagem da Administradora Mensagem da Administradora Prezados Cotistas: Submetemos à apreciação de V.S.as. a demonstração da composição e diversificação das aplicações da CSN Invest Fundo de Investimento em Ações, em 31 de dezembro

Leia mais

BANRISUL ABSOLUTO FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA CNPJ/MF nº 21.743.480/0001-50 PROSPECTO

BANRISUL ABSOLUTO FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA CNPJ/MF nº 21.743.480/0001-50 PROSPECTO BANRISUL ABSOLUTO FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA CNPJ/MF nº 21.743.480/0001-50 PROSPECTO AS INFORMAÇÕES CONTIDAS NESSE PROSPECTO ESTÃO EM CONSONÂNCIA COM O REGULAMENTO DO FUNDO, PORÉM NÃO O SUBSTITUI.

Leia mais

Curso Preparatório CPA20

Curso Preparatório CPA20 Página 1 de 9 Você acessou como Flávio Pereira Lemos - (Sair) Curso Preparatório CPA20 Início Ambiente ) CPA20_130111_1_1 ) Questionários ) Passo 2: Simulado Módulo II ) Revisão da tentativa 1 Iniciado

Leia mais

Preparatório para Certificação da ANBID CPA 10

Preparatório para Certificação da ANBID CPA 10 Preparatório para Certificação da ANBID CPA 10 Programa 2011 PROGRAMA: 1) Sistema Financeiro Nacional Funções Básicas: Função dos intermediários financeiros e definição de intermediação financeira. Estrutura

Leia mais

Demonstrações Financeiras Banrisul Foco IMA Geral Fundo de Investimento Renda Fixa Longo Prazo CNPJ: 16.844.894/0001-36

Demonstrações Financeiras Banrisul Foco IMA Geral Fundo de Investimento Renda Fixa Longo Prazo CNPJ: 16.844.894/0001-36 Demonstrações Financeiras Banrisul Foco IMA Geral Fundo de Investimento Renda Fixa Longo Prazo (Administrado pelo Banco do Estado do Rio Grande do Sul S.A. - CNPJ: 92.702.067/0001-96) e 2014 com Relatório

Leia mais

Os fundos referenciados identificam em seu nome o indicador de desempenho que sua carteira tem por objetivo acompanhar.

Os fundos referenciados identificam em seu nome o indicador de desempenho que sua carteira tem por objetivo acompanhar. FUNDO REFERENCIADO DI Os fundos referenciados identificam em seu nome o indicador de desempenho que sua carteira tem por objetivo acompanhar. Para tal, investem no mínimo 80% em títulos públicos federais

Leia mais

Demonstrações Financeiras

Demonstrações Financeiras Demonstrações Financeiras Banrisul Foco IMA Geral Fundo de Investimento Renda Fixa Longo Prazo CNPJ: 16.844.894/0001-36 (Administrado pelo Banco do Estado do Rio Grande do Sul S.A. - CNPJ: 92.702.067/0001-96)

Leia mais

FORMULÁRIO DE INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES FUNDO DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO CRÉDITO PRIVADO TRAVESSIA INVESTIMENTO NO EXTERIOR 23.352.

FORMULÁRIO DE INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES FUNDO DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO CRÉDITO PRIVADO TRAVESSIA INVESTIMENTO NO EXTERIOR 23.352. FORMULÁRIO DE INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES FUNDO DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO CRÉDITO PRIVADO TRAVESSIA INVESTIMENTO NO EXTERIOR 23.352.186/0001-43 Mês de Referência: Novembro de 2015 CLASSIFICAÇÃO ANBIMA:

Leia mais

Simulado CPA 10 Completo

Simulado CPA 10 Completo Simulado CPA 10 Completo Question 1. O SELIC é um sistema informatizado que cuida da liquidação e custódia de: ( ) Certificado de Depósito Bancário ( ) Contratos de derivativos ( ) Ações negociadas em

Leia mais

Programa de Atualização Certificação Profissional ANBIMA Série 10 (CPA-10) Versão 2.2

Programa de Atualização Certificação Profissional ANBIMA Série 10 (CPA-10) Versão 2.2 Programa de Atualização Certificação Profissional ANBIMA Série 10 (CPA-10) Versão 2.2 OBJETIVOS DA ATUALIZAÇÃO DA CPA-10 A Atualização dos profissionais certificados CPA-10 é parte do Código de Regulação

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER SOBERANO CURTO PRAZO 04.871.634/0001-70 Informações referentes a Maio de 2016

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER SOBERANO CURTO PRAZO 04.871.634/0001-70 Informações referentes a Maio de 2016 LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER SOBERANO CURTO PRAZO 04.871.634/0001-70 Informações referentes a Maio de 2016 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre o SANTANDER

Leia mais

Tipos de ações As ações se diferenciam basicamente pelos direitos que concedem a seus acionistas. No Brasil, elas estão divididas em dois grandes

Tipos de ações As ações se diferenciam basicamente pelos direitos que concedem a seus acionistas. No Brasil, elas estão divididas em dois grandes Tipos de ações As ações se diferenciam basicamente pelos direitos que concedem a seus acionistas. No Brasil, elas estão divididas em dois grandes grupos: as ações ordinárias e as ações preferenciais. As

Leia mais

Demonstrações Financeiras Banrisul Foco IRF - M Fundo de Investimento Renda Fixa Longo Prazo CNPJ: 16.844.885/0001-45

Demonstrações Financeiras Banrisul Foco IRF - M Fundo de Investimento Renda Fixa Longo Prazo CNPJ: 16.844.885/0001-45 Demonstrações Financeiras Banrisul Foco IRF - M Fundo de Investimento Renda Fixa Longo Prazo (Administrado pelo Banco do Estado do Rio Grande do Sul S.A. - CNPJ: 92.702.067/0001-96) e 2014 com Relatório

Leia mais

FORMULÁRIO DE INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES BANRISUL MERCADO FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA LONGO PRAZO CNPJ/MF 15.283.719/0001-54

FORMULÁRIO DE INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES BANRISUL MERCADO FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA LONGO PRAZO CNPJ/MF 15.283.719/0001-54 FORMULÁRIO DE INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES BANRISUL MERCADO FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA LONGO PRAZO CNPJ/MF 15.283.719/0001-54 ESTE FORMULÁRIO FOI PREPARADO COM AS INFORMAÇÕES NECESSÁRIAS AO ATENDIMENTO

Leia mais

Demonstrações Contábeis

Demonstrações Contábeis Demonstrações Contábeis BNB Fundo de Investimento em Cotas de Fundo de Investimento Renda Fixa Curto Prazo (Administrado pelo Banco do Nordeste do Brasil S.A. - CNPJ: 07.237.373/0001-20) 31 de março de

Leia mais

Fundos de Investimento

Fundos de Investimento Gestão Financeira Prof. Marcelo Cruz Fundos de Investimento 3 Uma modalide de aplicação financeira Decisão de Investimento 1 Vídeo: CVM Um fundo de investimento é um condomínio que reúne recursos de um

Leia mais

FORMULÁRIO DE INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES FATOR AÇÕES FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO EM AÇÕES Data da Competência: Abr/16

FORMULÁRIO DE INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES FATOR AÇÕES FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO EM AÇÕES Data da Competência: Abr/16 FORMULÁRIO DE INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES FATOR AÇÕES FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO EM AÇÕES Data da Competência: Abr/16 ESTE FORMULÁRIO FOI PREPARADO COM AS INFORMAÇÕES NECESSÁRIAS

Leia mais

GESTOR DA CARTEIRA DE INVESTIMENTO

GESTOR DA CARTEIRA DE INVESTIMENTO O QUE É? No Brasil um fundo de investimento possui a sua organização jurídica na forma de um condomínio de investidores, portanto o fundo de investimento possui um registro na Receita Federal (CNPJ) pois

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER FI VALOR AÇÕES 15.323.164/0001-27 Informações referentes a Maio de 2016

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER FI VALOR AÇÕES 15.323.164/0001-27 Informações referentes a Maio de 2016 LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SANTANDER FI VALOR AÇÕES 15.323.164/0001-27 Informações referentes a Maio de 2016 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre o SANTANDER FUNDO

Leia mais

FATOR PORTFOLIO VERDE FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDO DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO

FATOR PORTFOLIO VERDE FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDO DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO FORMULÁRIO DE INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES FATOR PORTFOLIO VERDE FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDO DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO Data da Competência: Mai/16 ESTE FORMULÁRIO FOI PREPARADO COM AS INFORMAÇÕES

Leia mais

PROGRAMA DE ATUALIZAÇÃO dos Profissionais Certificados pela ANBIMA CPA-10

PROGRAMA DE ATUALIZAÇÃO dos Profissionais Certificados pela ANBIMA CPA-10 PROGRAMA DE ATUALIZAÇÃO dos Profissionais Certificados pela ANBIMA CPA-10 Controle: D.04.10.04 Data da Elaboração: 10/11/2009 Data da Revisão: 30/09/2013 Elaborado por: Certificação ANBIMA Aprovado por:

Leia mais

Como funcionam os fundos de investimentos

Como funcionam os fundos de investimentos Como funcionam os fundos de investimentos Fundos de Investimentos: são como condomínios, que reúnem recursos financeiros de um grupo de investidores, chamados de cotistas, e realizam operações no mercado

Leia mais

SICREDI FUNDO DE INVESTIMENTO INSTITUCIONAL RENDA FIXA IRF-M LONGO PRAZO

SICREDI FUNDO DE INVESTIMENTO INSTITUCIONAL RENDA FIXA IRF-M LONGO PRAZO Porto Alegre, 21 de maio de 2013 SICREDI FUNDO DE INVESTIMENTO INSTITUCIONAL RENDA FIXA IRF-M LONGO PRAZO ESTE PROSPECTO FOI PREPARADO COM AS INFORMAÇÕES NECESSÁRIAS AO ATENDIMENTO DAS DISPOSIÇÕES DO CÓDIGO

Leia mais

FATOR MAX CORPORATIVO FUNDO DE INVESTIMENTO DE RENDA FIXA LONGO PRAZO CRÉDITO PRIVADO

FATOR MAX CORPORATIVO FUNDO DE INVESTIMENTO DE RENDA FIXA LONGO PRAZO CRÉDITO PRIVADO FORMULÁRIO DE INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES FATOR MAX CORPORATIVO FUNDO DE INVESTIMENTO DE RENDA FIXA LONGO PRAZO CRÉDITO PRIVADO Data da Competência: Mar/16 ESTE FORMULÁRIO FOI PREPARADO COM AS INFORMAÇÕES

Leia mais

Curso Preparatório CPA20

Curso Preparatório CPA20 Página 1 de 8 Você acessou como Flávio Pereira Lemos - (Sair) Curso Preparatório CPA20 Início Ambiente ) CPA20_130111_1_1 ) Questionários ) Passo 2: Simulado Módulo IV ) Revisão da tentativa 3 Iniciado

Leia mais

CNPJ 05.086.234/0001-17 PERIODICIDADE MÍNIMA PARA DIVULGAÇÃO DA CARTEIRA DO FUNDO

CNPJ 05.086.234/0001-17 PERIODICIDADE MÍNIMA PARA DIVULGAÇÃO DA CARTEIRA DO FUNDO BRB FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO EM RENDA FIXA DI LONGO PRAZO 500 FORMULÁRIO DE INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES Competência: 19/01/2016 CNPJ 05.086.234/0001-17 PERIODICIDADE MÍNIMA

Leia mais

Lâmina de Informações Essenciais do. Título Fundo de Investimento Multimercado Longo Prazo (Título FIM-LP) CNPJ/MF: 02.269.

Lâmina de Informações Essenciais do. Título Fundo de Investimento Multimercado Longo Prazo (Título FIM-LP) CNPJ/MF: 02.269. Lâmina de Informações Essenciais do Informações referentes à Dezembro de 2015 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre o TÍTULO FUNDO DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO - LONGO PRAZO (Título

Leia mais

PROSPECTO CAIXA FI SEBRAE RF LONGO PRAZO

PROSPECTO CAIXA FI SEBRAE RF LONGO PRAZO PROSPECTO CAIXA FI SEBRAE RF LONGO PRAZO CLASSIFICAÇÃO DO FUNDO ANBIMA RENDA FIXA ESTE PROSPECTO FOI PREPARADO COM AS INFORMAÇÕES NECESSÁRIAS AO ATENDIMENTO DAS DISPOSIÇÕES DO CÓDIGO ANBIMA DE REGULAÇÃO

Leia mais

Relatório dos auditores independentes sobre as demonstrações financeiras

Relatório dos auditores independentes sobre as demonstrações financeiras Relatório dos auditores independentes sobre as demonstrações financeiras Aos Cotistas e à Administradora do Lotus Fundo de Investimento em Renda Fixa Brasília - DF Examinamos as demonstrações financeiras

Leia mais

PERIODICIDADE MÍNIMA PARA DIVULGAÇÃO DA COMPOSIÇÃO DA CARTEIRA DO FUNDO Mensal, até o dia 10 do mês subsequente ao de referência.

PERIODICIDADE MÍNIMA PARA DIVULGAÇÃO DA COMPOSIÇÃO DA CARTEIRA DO FUNDO Mensal, até o dia 10 do mês subsequente ao de referência. NORTHVIEW FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO CRÉDITO PRIVADO 11.806.097/0001-40 Mês de Referência: Março de 2016 Formulário de Informações Complementares O formulário

Leia mais

PROSPECTO DO ITAÚ EP CURTO PRAZO FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO 17/09/2010

PROSPECTO DO ITAÚ EP CURTO PRAZO FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO 17/09/2010 ESTE PROSPECTO OBSERVA O CÓDIGO Anbima de Regulação e Melhores Práticas Para os Fundos de Investimento (ANBIMA) E AS NORMAS DA COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS (CVM). O REGISTRO DE VENDA DE COTAS DESSE

Leia mais

FORMULÁRIO DE INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES FUNDO DE INVESTIMENTO CAIXA BRASIL IDkA IPCA 2A TÍTULOS PÚBLICOS RENDA FIXA LONGO PRAZO

FORMULÁRIO DE INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES FUNDO DE INVESTIMENTO CAIXA BRASIL IDkA IPCA 2A TÍTULOS PÚBLICOS RENDA FIXA LONGO PRAZO FORMULÁRIO DE INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES FUNDO DE INVESTIMENTO CAIXA BRASIL IDkA IPCA 2A TÍTULOS PÚBLICOS RENDA FIXA LONGO PRAZO Data de Competência: 07/06/2016 1. CNPJ 14.386.926/0001-71 2. PERIODICIDADE

Leia mais

Tesouro Direto. Brasília, Setembro de 2011

Tesouro Direto. Brasília, Setembro de 2011 Tesouro Direto Brasília, Setembro de 2011 Princípios da Gestão da Dívida Visão Geral do Programa Vantagens do Tesouro Direto Entendendo o que altera o preço Simulador do Tesouro Direto Perfil do Investidor

Leia mais

Unidade IV. Mercado Financeiro e de Capitais. Prof. Maurício Felippe Manzalli

Unidade IV. Mercado Financeiro e de Capitais. Prof. Maurício Felippe Manzalli Unidade IV Mercado Financeiro e de Capitais Prof. Maurício Felippe Manzalli Mercados Financeiros - Resumo encontro anterior Sistema Financeiro Nacional Órgãos, entidades e operadoras Estrutura do Sistema

Leia mais

HSBC Fundo de Investimento em Cotas de Fundos de Investimento Curto Prazo Over II - CNPJ nº 08.915.208/0001-42

HSBC Fundo de Investimento em Cotas de Fundos de Investimento Curto Prazo Over II - CNPJ nº 08.915.208/0001-42 HSBC Fundo de Investimento em Cotas de Fundos de Investimento Curto Prazo Over II - CNPJ nº 08.915.208/0001-42 (Administrado pelo HSBC Bank Brasil S.A. - Banco Múltiplo CNPJ nº 01.701.201/0001-89) Demonstrações

Leia mais

Se alavancar até o limite de. Concentrar seus ativos em um só emissor que não seja a União Federal até o limite de

Se alavancar até o limite de. Concentrar seus ativos em um só emissor que não seja a União Federal até o limite de LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O FUNDO DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO DE LONGO PRAZO FRANKLIN GLOBAL ACCESS CNPJ: 09.216.364/0001-88 Informações referentes a Abril de 2016 Esta lâmina contém um resumo

Leia mais

TOP O BACEN atualmente pode emitir títulos? Sistema Especial de Liquidação e Custódia - Selic. Professor Luiz Antonio de Carvalho

TOP O BACEN atualmente pode emitir títulos? Sistema Especial de Liquidação e Custódia - Selic. Professor Luiz Antonio de Carvalho Professor Luiz Antonio de Carvalho Sistema Especial de Liquidação e Custódia - Selic lac.consultoria@gmail.com 1 2 CONCEITO O Sistema Especial de Liquidação e de Custódia (Selic), do Banco Central do Brasil,

Leia mais

Deloitte Touche Tohmatsu Auditores Independentes

Deloitte Touche Tohmatsu Auditores Independentes Safra Petrobras - Fundo de Investimento em Cotas de Fundos de (Administrado pelo Banco Safra de Investimento S.A.) Demonstrações Financeiras Referentes ao Exercício Findo em 30 de Junho de 2007 e ao Período

Leia mais

Tesouro Direto LEANDRO GONÇALVES DE BRITO

Tesouro Direto LEANDRO GONÇALVES DE BRITO Tesouro Direto LEANDRO GONÇALVES DE BRITO Visão Geral do Programa Vantagens do Programa Tesouro Direto Tributação Comprando e Vendendo Títulos Perfil do Investidor 2 O que são Títulos Públicos? Os títulos

Leia mais

ITAÚ PERSONNALITÉ REFERENCIADO DI EVOLUÇÃO FUNDO DE

ITAÚ PERSONNALITÉ REFERENCIADO DI EVOLUÇÃO FUNDO DE ESTE PROSPECTO OBSERVA O CÓDIGO DE REGULAÇÃO E MELHORES PRÁTICAS DA ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DAS ENTIDADES DOS MERCADOS FINANCEIRO E DE CAPITAIS (ANBIMA) PARA FUNDOS DE INVESTIMENTO E AS NORMAS DA COMISSÃO

Leia mais

Preparatório para Certificação da ANBIMA CPA 10

Preparatório para Certificação da ANBIMA CPA 10 Preparatório para Certificação da ANBIMA CPA 10 Programa 2012 OBJETIVO: Habilitar os candidatos à Certificação Profissional ANBIMA CPA-10 a participarem do exame reunindo os conhecimentos necessários.

Leia mais

Demonstrações financeiras em 31 de março de 2012 e 2011

Demonstrações financeiras em 31 de março de 2012 e 2011 CNPJ nᵒ 00.832.453/0001-84 (Nova denominação social do Credit Suisse DI Fundo de Investimento de Curto Prazo) (Administrado pela Credit Suisse Hedging-Griffo Corretora de Valores S.A.) (CNPJ nᵒ 61.809.182/0001-30)

Leia mais

FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES AUXILIAR I CNPJ nº 54.070.966/0001-24. Mês de Referência: Março de 2016

FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES AUXILIAR I CNPJ nº 54.070.966/0001-24. Mês de Referência: Março de 2016 FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES AUXILIAR I CNPJ nº 54.070.966/0001-24 Mês de Referência: Março de 2016 Formulário de Informações Complementares O formulário contém um resumo das informações complementares

Leia mais

Banco do Brasil - Cartilha de Fundos de Investimento Fundos de Investimento

Banco do Brasil - Cartilha de Fundos de Investimento Fundos de Investimento Fundos de Investimento O que é?...2 Tipos de Fundos...2 Fundos de curto prazo...2 Fundos renda fixa...2 Fundos referenciados DI...2 Fundos multimercado...3 Fundos de ações...3 Fundos da dívida externa...3

Leia mais

Semana Nacional de Educação Financeira Tema. Opções de investimentos em um cenário de juros em elevação

Semana Nacional de Educação Financeira Tema. Opções de investimentos em um cenário de juros em elevação Tema Opções de investimentos em um cenário de juros em elevação Apresentação JOCELI DA SILVA SILVA Analista Administrativo/Gestão Pública Lotado na Assessoria de Coordenação 3ª CCR Especialização UNB Clube

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O HSBC ACOES DIVIDENDOS 02.138.442/0001-24 Informações referentes a Abril de 2013

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O HSBC ACOES DIVIDENDOS 02.138.442/0001-24 Informações referentes a Abril de 2013 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre o HSBC FUNDO DE INVESTIMENTO ACOES. As informações completas sobre esse fundo podem ser obtidas no Prospecto e no Regulamento do fundo, disponíveis

Leia mais

Demonstrações Contábeis

Demonstrações Contábeis Demonstrações Contábeis Banco do Nordeste Fundo de Investimento Ações Petrobras (Administrado pelo Banco do Nordeste do Brasil S.A. - CNPJ: 07.237.373/0001-20) 31 de março de 2014 com Relatório dos Auditores

Leia mais

31 de março de 2015 e 2014 com Relatório dos Auditores Independentes sobre as demonstrações financeiras

31 de março de 2015 e 2014 com Relatório dos Auditores Independentes sobre as demonstrações financeiras Demonstrações Financeiras Banrisul Multi Fundo de Investimento em Cotas de Fundos de Investimento (Administrado pelo Banco do Estado do Rio Grande do Sul S.A. - CNPJ: 92.702.067/0001-96) e 2014 com Relatório

Leia mais

VITER Vice-Presidência de Gestão de Ativos de Terceiros. GEICO Gerência Nacional de Investidores Corporativos

VITER Vice-Presidência de Gestão de Ativos de Terceiros. GEICO Gerência Nacional de Investidores Corporativos VITER Vice-Presidência de Gestão de Ativos de Terceiros GEICO Gerência Nacional de Investidores Corporativos 1 CENÁRIO ECONÔMICO Economia Internacional RECUPERAÇÃO Produção Industrial (total) 115.00 Revisões

Leia mais

RISCOS DE INVESTIMENTO. Proibida a reprodução.

RISCOS DE INVESTIMENTO. Proibida a reprodução. Proibida a reprodução. A Planner oferece uma linha completa de produtos financeiros e nossa equipe de profissionais está preparada para explicar tudo o que você precisa saber para tomar suas decisões com

Leia mais

A Indústria de Fundos de Investimento no Brasil. Luiz Calado Gerente de Certificação da ANBID

A Indústria de Fundos de Investimento no Brasil. Luiz Calado Gerente de Certificação da ANBID A Indústria de Fundos de Investimento no Brasil Luiz Calado Gerente de Certificação da ANBID A ANBID A ANBID Associação Nacional dos Bancos de Investimentos Criada em 1967, é a maior representante das

Leia mais

Mercados Futuros (BM&F)

Mercados Futuros (BM&F) Neste segmento de mercado se negociam contratos e minicontratos futuros de ativos financeiros ou commodities. Ou seja, é a negociação de um produto que ainda não existe no mercado, por um preço predeterminado

Leia mais

PRAZOS E RISCOS DE INVESTIMENTO. Proibida a reprodução.

PRAZOS E RISCOS DE INVESTIMENTO. Proibida a reprodução. Proibida a reprodução. A Planner oferece uma linha completa de produtos financeiros e nossa equipe de profissionais está preparada para explicar tudo o que você precisa saber para tomar suas decisões com

Leia mais

BRADESCO FIC RENDA FIXA MARTE Bradesco Fundo de Investimento em Cotas de Fundos de Investimento Renda Fixa Marte CNPJ: 02.567.

BRADESCO FIC RENDA FIXA MARTE Bradesco Fundo de Investimento em Cotas de Fundos de Investimento Renda Fixa Marte CNPJ: 02.567. BRADESCO FIC RENDA FIXA MARTE Bradesco Fundo de Investimento em Cotas de Fundos de Investimento Renda Fixa Marte CNPJ: 02.567.997/0001-91 Características Público Alvo O Fundo destina-se ao público em geral

Leia mais

Fundos de Investimentos

Fundos de Investimentos Fundos de Investimentos 1 O que e um fundo de investimentos? Um fundo de investimentos concentra em uma unica entidade juridica, varios investidores com o mesmo objetivo e que compartilham a mesma estrategia

Leia mais

Safra Fundo Mútuo de Privatização - FGTS Vale do Rio Doce (C.N.P.J. nº 04.890.401/0001-15) (Administrado pelo Banco J. Safra S.A.

Safra Fundo Mútuo de Privatização - FGTS Vale do Rio Doce (C.N.P.J. nº 04.890.401/0001-15) (Administrado pelo Banco J. Safra S.A. Safra Fundo Mútuo de Privatização - FGTS Vale do Rio Doce (Administrado pelo Banco J. Safra S.A.) Demonstrações Financeiras em 30 de setembro de 2015 e relatório dos auditores independentes Relatório dos

Leia mais

FORMULÁRIO DE INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES BANPARA RENDA FIXA PLUS FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO LONGO PRAZO

FORMULÁRIO DE INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES BANPARA RENDA FIXA PLUS FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO LONGO PRAZO FORMULÁRIO DE INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES BANPARA RENDA FIXA PLUS FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO LONGO PRAZO CNPJ: 00.857.368/0001-70 ESTE FORMULÁRIO FOI PREPARADO COM AS INFORMAÇÕES

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SPINELLI FIC DE FI REFERENCIADO DI CNPJ 19.312.112/0001-06 DEZEMBRO/2015

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SPINELLI FIC DE FI REFERENCIADO DI CNPJ 19.312.112/0001-06 DEZEMBRO/2015 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre o Spinelli FIC de FI Referenciado DI. As informações completas sobre esse fundo podem ser obtidas no Prospecto e no Regulamento do fundo, disponíveis

Leia mais

Restrições de Investimento:.

Restrições de Investimento:. LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O GAP MULTIPORTIFOLIO FI MULTIMERCADO 03.804.917/0001 37 Informações referentes a 05/2016 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre o GAP MULTIPORTFOLIO

Leia mais

PÉROLA FUNDO DE INVESTIMENTO EM DIREITOS CREDITÓRIOS (CNPJ nº 19.388.423/0001-59) (ADMINISTRADO PELA SOCOPA SOCIEDADE CORRETORA PAULISTA S/A)

PÉROLA FUNDO DE INVESTIMENTO EM DIREITOS CREDITÓRIOS (CNPJ nº 19.388.423/0001-59) (ADMINISTRADO PELA SOCOPA SOCIEDADE CORRETORA PAULISTA S/A) PÉROLA FUNDO DE INVESTIMENTO EM DIREITOS CREDITÓRIOS (CNPJ nº 19.388.423/0001-59) (ADMINISTRADO PELA SOCOPA SOCIEDADE CORRETORA PAULISTA S/A) DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS EM 31 DE AGOSTO DE 2014 PÉROLA FUNDO

Leia mais

Sicredi Fundo de Investimento em Cotas de Fundos de Investimento Renda Fixa Prime Longo Prazo (CNPJ n 08.252.576/0001-58) (Administrado pelo Banco

Sicredi Fundo de Investimento em Cotas de Fundos de Investimento Renda Fixa Prime Longo Prazo (CNPJ n 08.252.576/0001-58) (Administrado pelo Banco Sicredi Fundo de Investimento em Cotas de Fundos de Investimento Renda Fixa Prime (CNPJ n 08.252.576/0001-58) Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2014 e relatório dos auditores independentes

Leia mais

POLÍTICA DE INVESTIMENTOS PARA 2010

POLÍTICA DE INVESTIMENTOS PARA 2010 POLÍTICA DE INVESTIMENTOS PARA 2010 Subordinada à Resolução CMN nº 3.792 de 24/09/09 1- INTRODUÇÃO Esta política tem como objetivo estabelecer as diretrizes a serem observadas na aplicação dos recursos

Leia mais

2) No Brasil, o índice de preço cuja taxa de variação é adotada como meta de Inflação é o: a) IPA b) IPCA c) INCC d) IGP M

2) No Brasil, o índice de preço cuja taxa de variação é adotada como meta de Inflação é o: a) IPA b) IPCA c) INCC d) IGP M MÓDULO I 1) O Comitê de Política Monetária COPOM reúne se com o objetivo de fixar e divulgar a taxa básica de juros. Uma vez definido o viés, este poderá ser exercido: a) Pelo Comitê de Política Monetária

Leia mais

PRAZOS E RISCOS DE INVESTIMENTO. Proibida a reprodução.

PRAZOS E RISCOS DE INVESTIMENTO. Proibida a reprodução. Proibida a reprodução. A Planner oferece uma linha completa de produtos financeiros e nossa equipe de profissionais está preparada para explicar tudo o que você precisa saber para tomar suas decisões com

Leia mais

MINUTA REGULAMENTO DO BB REFERENCIADO DI 500 FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO CNPJ 03.308.312/0001-55 CAPÍTULO I - DO FUNDO

MINUTA REGULAMENTO DO BB REFERENCIADO DI 500 FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO CNPJ 03.308.312/0001-55 CAPÍTULO I - DO FUNDO MINUTA REGULAMENTO DO BB REFERENCIADO DI 500 FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO CNPJ 03.308.312/0001-55 CAPÍTULO I - DO FUNDO Artigo 1º - O BB REFERENCIADO DI 500 FUNDO DE INVESTIMENTO

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O. MARATONA PROGRAMADO FIA - BDR NIVEL I 21.363.225/0001-82 Informações referentes a Maio de 2016

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O. MARATONA PROGRAMADO FIA - BDR NIVEL I 21.363.225/0001-82 Informações referentes a Maio de 2016 MARATONA PROGRAMADO FIA BDR NIVEL I 21.363.225/000182 Informações referentes a Maio de 2016 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre o MARATONA PROGRAMADO FUNDO DE INVESTIMENTO EM

Leia mais

Características. Público Alvo O Fundo destina-se ao público em geral que busque rentabilidade que acompanhe as variações das taxas do CDI.

Características. Público Alvo O Fundo destina-se ao público em geral que busque rentabilidade que acompanhe as variações das taxas do CDI. BRADESCO FIC REFERENCIADO DI HIPERFUNDO Bradesco Fundo de Investimento em Cotas de Fundos de Investimento Referenciado DI Hiperfundo CNPJ: 03.766.575/0001-08 Características Público Alvo O Fundo destina-se

Leia mais

Safra Fundo Mútuo de Privatização FGTS Petrobrás (Administrado pelo Banco Safra S.A.) Demonstrações Financeiras em 31 de março de 2004 e em 30 de

Safra Fundo Mútuo de Privatização FGTS Petrobrás (Administrado pelo Banco Safra S.A.) Demonstrações Financeiras em 31 de março de 2004 e em 30 de Safra Fundo Mútuo de Privatização FGTS Petrobrás Demonstrações Financeiras em 31 de março de 2004 e em 30 de setembro de 2003 e parecer dos auditores independentes Parecer dos auditores independentes Aos

Leia mais

Aplicação de recursos

Aplicação de recursos Aplicação de recursos São 3 os pilares de qualquer investimento Segurança Liquidez Rentabilidade Volatilidade - mede o risco que um fundo ou um título apresenta - maior a volatilidade, maior o risco; Aplicação

Leia mais

Cotas de Fundos de Investimento em Ações FIA

Cotas de Fundos de Investimento em Ações FIA Renda Variável Cotas de Fundos de Investimento em Ações FIA Cotas de Fundos de Investimento em Ações - FIA Mais uma alternativa na diversificação da carteira de investimento em ações O produto O Fundo

Leia mais

Relatório dos auditores independentes sobre as demonstrações financeiras

Relatório dos auditores independentes sobre as demonstrações financeiras Relatório dos auditores independentes sobre as demonstrações financeiras Aos Cotistas e à Administradora do BRB Fundo de Investimento em Cotas de Fundo de Investimento em Renda Fixa DI Longo Prazo 1 Milhão

Leia mais

MULTIMERCADOS PROSPECTO - JULHO DE 2015 FUNDO DE INVESTIMENTO

MULTIMERCADOS PROSPECTO - JULHO DE 2015 FUNDO DE INVESTIMENTO PROSPECTO Julho de 2015 PARNAMIRIM MULTIMERCADO CNPJ n o 09.274.058/0001-06 ADMINISTRADORA Daycoval Asset Management Adm de Recursos Ltda CNPJ: 72.027.832/0001-02 Registro CVM Ato Declaratório nº 8056,

Leia mais

Consulta Pública de Lâmina de Fundo

Consulta Pública de Lâmina de Fundo Page 1 of 7 Consulta Pública de Lâmina de Fundo Atenção: Estas informações tem por base os documentos enviados à CVM pelas Instituições Administradoras dos Fundos de Investimento e são de exclusiva responsabilidade

Leia mais

PROSPECTO CAIXA FI AÇÕES SMALL CAPS ATIVO

PROSPECTO CAIXA FI AÇÕES SMALL CAPS ATIVO PROSPECTO CAIXA FI AÇÕES SMALL CAPS ATIVO CLASSIFICAÇÃO DO FUNDO ANBIMA: AÇÕES SMALL CAPS ESTE PROSPECTO FOI PREPARADO COM AS INFORMAÇÕES NECESSÁRIAS AO ATENDIMENTO DAS DISPOSIÇÕES DO CÓDIGO ANBIMA DE

Leia mais

ABC DO INVESTIDOR. Título em que os direitos (dividendos, bonificação e subscrição) ainda não foram exercidos.

ABC DO INVESTIDOR. Título em que os direitos (dividendos, bonificação e subscrição) ainda não foram exercidos. ABC DO INVESTIDOR Ação Título negociável, que representa a parcela do capital de uma companhia. Ação Cheia (com) Título em que os direitos (dividendos, bonificação e subscrição) ainda não foram exercidos.

Leia mais

2. OBJETIVOS DO FUNDO: OBTER RENTABILIDADE QUE SUPERE A VARIAÇÃO VERIFICADA PELO CERTIFICADO DE DEPÓSITO INTERBANCÁRIO (CDI).

2. OBJETIVOS DO FUNDO: OBTER RENTABILIDADE QUE SUPERE A VARIAÇÃO VERIFICADA PELO CERTIFICADO DE DEPÓSITO INTERBANCÁRIO (CDI). Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre o HSBC FUNDO DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO LONGO PRAZO. As informações completas sobre esse fundo podem ser obtidas no Prospecto e no Regulamento

Leia mais

Características. detidas à vista até o limite dessas. Limites por Emissor Min Max 1) Total de aplicações em cotas de um mesmo Fundo de Investimento.

Características. detidas à vista até o limite dessas. Limites por Emissor Min Max 1) Total de aplicações em cotas de um mesmo Fundo de Investimento. BRADESCO EMPRESAS FIC REFERENCIADO DI FEDERAL Bradesco Empresas Fundo de Investimento em Cotas de Fundos de Investimento Referenciado DI Federal CNPJ: 05.629.904/0001-02 Características Público Alvo O

Leia mais

INSTRUÇÃO CVM Nº 555, DE 17 DE DEZEMBRO DE 2014 101 ANEXO 42 MODELO DE LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS

INSTRUÇÃO CVM Nº 555, DE 17 DE DEZEMBRO DE 2014 101 ANEXO 42 MODELO DE LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS INSTRUÇÃO CVM Nº 555, DE 17 DE DEZEMBRO DE 2014 101 ANEXO 42 MODELO DE LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O [nome de fantasia do fundo] [CNPJ do fundo] Informações

Leia mais

Princípios de Investimento

Princípios de Investimento Princípios de Investimento Rentabilidade Rentabilidade é o grau de rendimento proporcionado por um investimento pela valorização do capital ao longo do tempo. Liquidez Liquidez é a rapidez com que se consegue

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O HSBC DI TITULOS PUBLICOS 00.885.762/0001-12 Informações referentes a Abril de 2013

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O HSBC DI TITULOS PUBLICOS 00.885.762/0001-12 Informações referentes a Abril de 2013 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre o HSBC FUNDO DE INVESTIMENTO REFERENCIADO DI LONGO PRAZO TITULOS. As informações completas sobre esse fundo podem ser obtidas no Prospecto

Leia mais

PROSPECTO CAIXA FI AÇÕES PETROBRAS PRÉ-SAL

PROSPECTO CAIXA FI AÇÕES PETROBRAS PRÉ-SAL PROSPECTO CAIXA FI AÇÕES PETROBRAS PRÉ-SAL CLASSIFICAÇÃO DO FUNDO ANBIMA: AÇÕES SETORIAIS FOCO DE ATUAÇÃO: PETROBRAS ESTE PROSPECTO FOI PREPARADO COM AS INFORMAÇÕES NECESSÁRIAS AO ATENDIMENTO DAS DISPOSIÇÕES

Leia mais

Demonstrações Financeiras

Demonstrações Financeiras Demonstrações Financeiras Fundo de Aposentadoria Programada Individual Banrisul Conservador CNPJ 04.785.314/0001-06 (Administrado pelo Banco do Estado do Rio Grande do Sul S.A. - CNPJ 92.702.067/0001-96)

Leia mais

BI INVEST PREVIDÊNCIA IBOVESPA FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES BI INVEST PREVIDÊNCIA IBOVESPA - FIA CNPJ: 07.913.438/0001-00

BI INVEST PREVIDÊNCIA IBOVESPA FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES BI INVEST PREVIDÊNCIA IBOVESPA - FIA CNPJ: 07.913.438/0001-00 BI INVEST PREVIDÊNCIA IBOVESPA FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES BI INVEST PREVIDÊNCIA IBOVESPA - FIA CNPJ: 07.913.438/0001-00 Características Público Alvo O FUNDO destina-se ao público em geral, inclusive

Leia mais

FAQ XP Capital Protegido XV

FAQ XP Capital Protegido XV FAQ XP Capital Protegido XV O que é o produto? O Fundo XP Capital Protegido XV é um fundo de investimentos multimercado que busca obter uma rentabilidade em relação ao desempenho da ação da Tesla (TSLA

Leia mais

ALFAPREV MIX 25 - FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO PREVIDENCIÁRIO CNPJ/MF 03.469.407/0001-50 REGULAMENTO

ALFAPREV MIX 25 - FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO PREVIDENCIÁRIO CNPJ/MF 03.469.407/0001-50 REGULAMENTO ALFAPREV MIX 25 - FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO CNPJ/MF 03.469.407/0001-50 REGULAMENTO CAPÍTULO I DO FUNDO 1.1 O ALFAPREV MIX 25 - FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS

Leia mais