PERFIL BRASILEIRO DA PRODUÇÃO CIENTÍFICA DA FISIOTERAPIA EM ACIDENTE VASCULAR ENCEFÁLICO: REVISÃO SISTEMÁTICA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PERFIL BRASILEIRO DA PRODUÇÃO CIENTÍFICA DA FISIOTERAPIA EM ACIDENTE VASCULAR ENCEFÁLICO: REVISÃO SISTEMÁTICA"

Transcrição

1 PERFIL BRASILEIRO DA PRODUÇÃO CIENTÍFICA DA FISIOTERAPIA EM ACIDENTE VASCULAR ENCEFÁLICO: REVISÃO SISTEMÁTICA DE CARVALHO, P. E.; SALVADOR, C. A.; MIRANDA, T. T.; LOPES, J. Resumo: O acidente vascular encefálico (AVE) é o principal diagnóstico na produção científica da fisioterapia neurofuncional. O objetivo deste estudo foi analisar o perfil das publicações científicas brasileiras sobre abordagem fisioterapêutica no AVE. Foi realizada uma revisão sistemática de 2998 estudos conforme delineamento e categoria temática. Houve predomínio de estudos de avaliação e temática capacidade funcional. A produção científica do fisioterapeuta sobre AVE é desproporcional a sua atuação. Palavras-Chave: Acidente vascular encefálico; Fisioterapia; Pesquisa. Abstract: Stroke is the primary diagnosis in scientific production of neurofunctional physiotherapy. The aim of this study was to analyze the profile of Brazilian scientific publications on physiotherapy approach in stroke. It was performed a systematic review of 2998 studies as design and theme category. The majority of studies was about assessment and functional capacity. The scientific production of the physiotherapist on Stroke is disproportionate to his performance. Keywords: Stroke; Physiotherapy; Research. Introdução O acidente vascular encefálico (AVE) constitui o maior problema de saúde pública mundial sendo causa líder de incapacidade em adultos. Indivíduos acometidos pelo AVE apresentam uma variabilidade de comprometimentos físicos, cognitivos e/ ou comportamentais dependendo da área cerebral atingida, razão pela qual representam a maioria dos usuários dos serviços de reabilitação neurológica como os prestados por fisioterapeutas configurando um grande desafio em virtude da variabilidade de limitações clínicas impostas. Assim, os programas de reabilitação fisioterapêutica neurológicos direcionados ao AVE sempre estão em busca de formas padronizadas de avaliação e estabelecimento

2 de protocolo com resultados baseados no melhor prognóstico funcional através da realização de pesquisas científicas. A Fisioterapia neurofuncional ocupa o 3º. lugar nas áreas de produções fisioterapêuticas após fisioterapia musculoesquelética e cardiorrespiratória e dentre estas, a temática AVE representa o primeiro lugar nas produções científicas em neurologia. O desenvolvimento de pesquisas na fisioterapia é fundamental, pois permite a construção de um corpo de conhecimento próprio, melhora a assistência fisioterapêutica ao paciente, embasada em conhecimento científico e enriquecimento do profissional e da sua prática (FILIPPIN; WAGNER, 2008, p.432). Considerando o caráter incapacitante do AVE, sua demanda em serviços fisioterapêuticos brasileiros e o desconhecimento das temáticas que estão sendo abordadas sobre esta doença pelo fisioterapeuta, o presente estudo teve por objetivo analisar o perfil das publicações científicas brasileiras sobre a abordagem fisioterapêutica no AVE. Seguindo o delineamento de revisão sistemática como metodologia, este estudo teve como procedimento a realização de uma pesquisa computadorizada, em bases de dados bireme, lilacs, medline, physiotherapy evidence database, pubmed, scielo no período de 1980 a agosto de Com a utilização do operador booleano e foram cruzados os descritores da doença (acidente vascular encefálico, derrame, acidente vascular cerebral) com os descritores da fisioterapia (fisioterapia, reabilitação, exercícios, avaliação neurofuncional). Foram incluídos apenas artigos com dados conclusivos, provenientes de estudos em humanos, com delineamento de pesquisa do tipo pesquisa aplicada, produção científica de fisioterapeutas brasileiros. Para análise das produções, as publicações foram divididas em relação ao tipo de delineamento e categoria temática abordada com apresentação dos dados de forma descritiva. Referenciais teórico-metodológicos A Organização Mundial da Saúde define AVE como um episódio de início rápido e abrupto, de origem vascular, que reflete em uma perturbação focal ou generalizada da função encefálica, excluindo deficiências isoladas e persistindo

3 por mais de 24 horas (GIRIKO et al., 2010, p.216). Trata-se de uma patologia que acarreta alterações no nível de consciência; disfunções somatossensitivas; déficits motores; distúrbios de cognição, de linguagem e do sono e alterações funcionais (BENINATO; PORNEY; SULLIVAN, 2009, p.817). Na população brasileira, o AVE está entre as principais causas de doenças crônicas não transmissíveis com maior incidência após os 65 anos sendo uma das principais causas de internações e mortalidade, causando, em cerca de 90% dos sobreviventes algum tipo de deficiência parcial ou total (GIRIKO et al., 2010, p.214). Grande parte dos pacientes com AVE evolui com incapacidades e prejuízos sensório-motores, tendo como consequência um impacto significante em seu nível de independência funcional, razão da procura por serviços de reabilitação fisioterapêutica (COSTA; SILVA; ROCHA, 2011, p.1084). Sridharan et al. (2009, p.1116) indicam o diagnóstico de AVE como maior indicador de consultas aos serviços ambulatoriais de fisioterapia. Assim, investir em pesquisas e na fisioterapia baseada em evidências em AVE, mais que um mérito dedicado à ciência, é uma condição de extrema relevância e necessidade para abordagem deste acometimento. Em razão da escolha do delineamento metodológico ser uma revisão sistemática foi adotada a metodologia proposta por Mancini e Sampaio (2007, p.87) para seleção e categorização dos estudos em abordagens de delineamento como este. Conclusão Na busca sistematizada foram encontrados 2998 artigos científicos, destes apenas 36 estudos foram selecionados de acordo com os critérios preconizados para o delineamento revisão sistemática (MANCINI; SAMPAIO, 2007, p.85). Dos 2962 artigos eliminados, 37% são estudos com delineamento de revisão bibliográfica ou sistemática, 35% estudos com dados inconclusivos e 28% são guidelines e propostas de tratamentos com delineamento de estudo de caso não passível de generalizações. Apesar da extensa produção científica apontada pelo número de artigos encontrados, a qualidade dos estudos evidenciados pelos

4 dados inconclusivos e a extensa reprodução de dados já existentes devido ao número considerável de revisões conduz ao apontamento da necessidade de mais pesquisas com a temática fisioterapia em AVE devido às lacunas que podem ser explicadas pelo número reduzido de artigos presentes nesta revisão. Os 36 estudos selecionados compõe uma amostra total de 832 indivíduos, sendo que, em média, os estudos utilizaram casuísticas de 62 ± 8.2 pacientes com AVE. Os temas abordados pelos 36 estudos selecionados estão apresentados na figura 1. Avaliar os indivíduos com AVE foi uma das principais preocupações vigentes pela produção científica fisioterapêutica. Observa-se que a maioria dos fisioterapeutas preocupa-se muito mais em estudar métodos de avaliação a estratégias de tratamento, pois 23 estudos abordam avaliação e/ou desenvolvimento de métodos, procedimentos e escalas para avaliação de pacientes com AVE. Figura 1. Categorização temática da produção científica brasileira em AVE E: estudos experimentais; O= estudos observacionais. A maioria dos estudos é observacional, destes 40% apresentam delineamento transversal, 20% caso-controle, 10% estudos de caso e 30% estudos de validação de instrumentos de avaliação. Dentre os estudos experimentais, todos eram ensaio-clínicos, sendo apenas 30% deles aleatórios. A predominância do delineamento observacional pode ser atribuída aos indicadores

5 de produção vigente, a falta de recursos para pesquisas do tipo ensaio clínico e abordagem fisioterapêutica mais voltada para avaliação dos indivíduos com AVE. Conclui-se que a produção científica do fisioterapeuta sobre AVE é desproporcional a sua atuação. O perfil brasileiro de produção científica da fisioterapia em AVE é limitado e os indicadores de produção estão centrados na avaliação de apenas uma parte diante da variedade da problemática clínica manifestada pelos indivíduos com AVE. Referências BENINATO, M.; PORTNEY, L.G.; SULLIVAN, P.E. Using the International Classification of Functioning, Disability and Health as a framework to examine the association between falls and clinical assessment tools in people with stroke. Physical Therapy, USA, v.89, n.8, p , aug., COSTA, F.A.; SILVA, D.L.A.; ROCHA, V.M. Estado neurológico e cognição de pacientes pós-acidene vascular Cerebral. Revista da Escola de Enfermagem da USP, v.45, n.5, p , FILIPPIN, L.I.; WAGNER, M.B. Fisioterapia baseada em evidência: uma nova perspectiva. Revista Brasileira de Fisioterapia, São Paulo, v.12, n.5, p.432-3, set./out., GIRIKO, C.H.; AZEVEDO, R.A.N.; KURIKI, H.U.; CARVALHO, A.C. Capacidade funcional de hemiparéticos crônicos submetidos a um programa de fisioterapia em grupo. Fisioterapia e Pesquisa, São Paulo, v.17, n.3, p.214-9, jul./set., SAMPAIO, R.F.; MANCINI, M.C. Estudos de revisão sistemática: um guia para síntese criteriosa da evidência científica. Revista Brasileira de Fisioterapia, São Carlos, v.11, n.1, p.83-89, jan./fev., SRIDHARAN, S.E.; MPHIL, U.; SUKUMARAN, S.; SYLAJA, P.N.; DINESH, N.S.; SARMA S. et al. Incidence, types, risk factors, and outcome of stroke in a developing country. Stroke, England, v.40, p , 2009.

2002 Revisão de literatura, porém não descrito o método no artigo. 2002 Artigo de revista sem descrição de método. 2006 Estudo exploratóriodescritivo

2002 Revisão de literatura, porém não descrito o método no artigo. 2002 Artigo de revista sem descrição de método. 2006 Estudo exploratóriodescritivo DESAFIOS DE ENFERMAGEM: ATENDIMENTO DOMICILIAR A PACIENTES COM DEMÊNCIA Aristófenes Rolim de Holanda; Rosyara Lopes Vieira Sá; Aryslane Júlia Andrade Lustosa; Luis Henrique Rodrigues Nunes; Francisco Júnior

Leia mais

ATUALIZA ASSOCIAÇÃO CULTURAL ENFERMAGEM EM EMERGÊNCIA ÍRIA CRUZ PIMENTEL

ATUALIZA ASSOCIAÇÃO CULTURAL ENFERMAGEM EM EMERGÊNCIA ÍRIA CRUZ PIMENTEL ATUALIZA ASSOCIAÇÃO CULTURAL ENFERMAGEM EM EMERGÊNCIA ÍRIA CRUZ PIMENTEL RELAÇÃO DA ETNIA COM A HIPERTENSÃO ARTERIAL EM PACIENTES RESGISTRADOS NO PROGRAMA DE ACOMPANHAMENTO DE HIPERTENSOS E DIABÉTICOS

Leia mais

Faculdades Adamantinenses Integradas (FAI) www.fai.com.br

Faculdades Adamantinenses Integradas (FAI) www.fai.com.br Faculdades Adamantinenses Integradas (FAI) www.fai.com.br LEITE, Gisele Bueno da Silva; MOURA, Karla Senger Pinto de; DORNELAS, Lilian Maria Candido de Souza; BORGES, Juliana Bassalobre Carvalho. Atuação

Leia mais

PROJETO DE PESQUISA Acesso da população atendida em Ubá-MG aos serviços referentes à saúde mental na Policlínica Regional Dr. Eduardo Levindo Coelho

PROJETO DE PESQUISA Acesso da população atendida em Ubá-MG aos serviços referentes à saúde mental na Policlínica Regional Dr. Eduardo Levindo Coelho Mariana de Almeida Giffoni Matheus Costa Cabral PROJETO DE PESQUISA Acesso da população atendida em Ubá-MG aos serviços referentes à saúde mental na Policlínica Regional Dr. Eduardo Levindo Coelho Orientadoras:

Leia mais

UMA REVISÃO SISTEMÁTICA: O PROFISSIONAL DE SAÚDE E SEU OLHAR SOBRE O IDOSO E A AIDS

UMA REVISÃO SISTEMÁTICA: O PROFISSIONAL DE SAÚDE E SEU OLHAR SOBRE O IDOSO E A AIDS UMA REVISÃO SISTEMÁTICA: O PROFISSIONAL DE SAÚDE E SEU OLHAR SOBRE O IDOSO E A AIDS Nayara Ferreira da Costa¹; Maria Luisa de Almeida Nunes ²; Larissa Hosana Paiva de Castro³; Alex Pereira de Almeida 4

Leia mais

QUALIDADE DE VIDA DE SUJEITOS PÓS-ACIDENTE VASCULAR ENCEFÁLICO

QUALIDADE DE VIDA DE SUJEITOS PÓS-ACIDENTE VASCULAR ENCEFÁLICO QUALIDADE DE VIDA DE SUJEITOS PÓS-ACIDENTE VASCULAR ENCEFÁLICO Larissa Gasparini da Rocha 1, Livia Rossato Dias 1, Nadiesca Taisa Filippin ² 1 Fisioterapeuta, Santa Maria - RS, Brasil 2 Fisioterapeuta,

Leia mais

TITULO: TEMPO DE PERMANÊNCIA E MORTALIDADE HOSPITALAR COMPARAÇÃO ENTRE HOSPITAIS PÚBLICOS E PRIVADOS

TITULO: TEMPO DE PERMANÊNCIA E MORTALIDADE HOSPITALAR COMPARAÇÃO ENTRE HOSPITAIS PÚBLICOS E PRIVADOS TITULO: TEMPO DE PERMANÊNCIA E MORTALIDADE HOSPITALAR COMPARAÇÃO ENTRE HOSPITAIS PÚBLICOS E PRIVADOS Autores: Mônica Martins Departamento de Administração e Planejamento em Saúde, Escola Nacional de Saúde

Leia mais

Produtos para saúde. A visão de quem utiliza. Wanderley Marques Bernardo

Produtos para saúde. A visão de quem utiliza. Wanderley Marques Bernardo Produtos para saúde A visão de quem utiliza Wanderley Marques Bernardo Nós não vemos as coisas como elas são, nós vemos como nós somos Anaïs Nin VISÃO PACIENTES CONFLITOS DE MÉDICO INTERESSE SISTEMA DE

Leia mais

OS EFEITOS DA FISIOTERAPIA RESPIRATÓRIA EM PACIENTES PÓS- CIRURGIA CARDÍACA

OS EFEITOS DA FISIOTERAPIA RESPIRATÓRIA EM PACIENTES PÓS- CIRURGIA CARDÍACA OS EFEITOS DA FISIOTERAPIA RESPIRATÓRIA EM PACIENTES PÓS- CIRURGIA CARDÍACA Vanessa Mota Lins Eder Rodrigues Machado RESUMO: Introdução: Trata-se de um estudo que sintetizou o conhecimento produzido acerca

Leia mais

DEPRESSÃO E AVC NO PROCESSO DE ENVELHECIMENTO HUMANO: UM ESTUDO DE CASO-CONTROLE

DEPRESSÃO E AVC NO PROCESSO DE ENVELHECIMENTO HUMANO: UM ESTUDO DE CASO-CONTROLE DEPRESSÃO E AVC NO PROCESSO DE ENVELHECIMENTO HUMANO: UM ESTUDO DE CASO-CONTROLE Autores: Beatriz Mendes Pereira; Francisco Wilson Nogueira Holanda Júnior; Maria Emanuela Matos Leonardo; Maricélia Alves

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DOS REGISTROS DE ENFERMAGEM PARA AUDITORIA DE CONTAS HOSPITALARES: REVISÃO DE LITERATURA

A IMPORTÂNCIA DOS REGISTROS DE ENFERMAGEM PARA AUDITORIA DE CONTAS HOSPITALARES: REVISÃO DE LITERATURA A IMPORTÂNCIA DOS REGISTROS DE ENFERMAGEM PARA AUDITORIA DE CONTAS HOSPITALARES: REVISÃO DE LITERATURA Ane Marielle Miranda Martins * Katty Carolinne Lêdo Vieira Cardoso* RESUMO: Esse trabalho tem como

Leia mais

DESENVOLVIMENTO INFANTIL EM DIFERENTES CONTEXTOS SOCIAIS

DESENVOLVIMENTO INFANTIL EM DIFERENTES CONTEXTOS SOCIAIS DESENVOLVIMENTO INFANTIL EM DIFERENTES CONTEXTOS SOCIAIS Coordenadoras: Karla da Costa Seabra (Universidade do Estado do Rio de Janeiro / Faculdade de Educação) Susana Engelhard Nogueira (Instituto Federal

Leia mais

AVALIAÇÃO DA CAPACIDADE DE EXERCÍCIO DE IDOSOS COM LOMBALGIA E SUA INTERFERÊNCIA NA QUALIDADE DE VIDA

AVALIAÇÃO DA CAPACIDADE DE EXERCÍCIO DE IDOSOS COM LOMBALGIA E SUA INTERFERÊNCIA NA QUALIDADE DE VIDA 1 AVALIAÇÃO DA CAPACIDADE DE EXERCÍCIO DE IDOSOS COM LOMBALGIA E SUA INTERFERÊNCIA NA QUALIDADE DE VIDA FEITOSA P. O. ; FELIPE D. M. Resumo: Entre os declínios fisiológicos relacionados ao envelhecimento

Leia mais

Cuiabá USO DE ESTIMULAÇÃO NEUROLÓGICA TRANSCUTÂNEOA (TENS) NO TRATAMENTO DA DOR LOMBAR CRÔNICA

Cuiabá USO DE ESTIMULAÇÃO NEUROLÓGICA TRANSCUTÂNEOA (TENS) NO TRATAMENTO DA DOR LOMBAR CRÔNICA USO DE ESTIMULAÇÃO NEUROLÓGICA TRANSCUTÂNEOA (TENS) NO TRATAMENTO DA DOR LOMBAR CRÔNICA I Elaboração Final: 2007 II Autores: Dr Valfredo da Mota Menezes III Previsão de Revisão: / / IV Tema: Tratamento

Leia mais

A ARTROSE NA TERCEIRA IDADE: UM ESTUDO DE CASO

A ARTROSE NA TERCEIRA IDADE: UM ESTUDO DE CASO A ARTROSE NA TERCEIRA IDADE: UM ESTUDO DE CASO Carla Simone Pessota Ribeiro ¹, Guilherme Bolzan¹, Anna Raquel Zappe¹, Andriele Gasparetto², Carla Mai². ¹ Acadêmicos do curso de Fisioterapia- Centro Universitário

Leia mais

Revisão da Literatura

Revisão da Literatura Revisão da Literatura Gustavo Porfírio O planejamento é a primeira etapa da pesquisa e pode ser estruturado em outras cinco etapas: a) idéia brilhante; b) plano de intenção; c) revisão da literatura; d)

Leia mais

Fratura do Sacro no Adulto Jovem

Fratura do Sacro no Adulto Jovem Fratura do Sacro no Adulto Jovem Autoria: Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia Colégio Brasileiro de Radiologia Elaboração Final: 23 de janeiro de 2008 Participantes: Façanha Filho FAM, Defino

Leia mais

Revisões Sistemáticas na Biblioteca Virtual em Saúde. Verônica Abdala BIREME/OPAS/OMS abdalave@paho.org

Revisões Sistemáticas na Biblioteca Virtual em Saúde. Verônica Abdala BIREME/OPAS/OMS abdalave@paho.org Revisões Sistemáticas na Biblioteca Virtual em Saúde Verônica Abdala BIREME/OPAS/OMS abdalave@paho.org Que evidência utilizar? Depende do tipo de pergunta (necessidade) que se quer responder e o tempo

Leia mais

A EFETIVIDADE DA REABILITAÇÃO VESTIBULAR NA SÍNDROME LABIRÍNTICA PERIFÉRICA IRRITATIVA

A EFETIVIDADE DA REABILITAÇÃO VESTIBULAR NA SÍNDROME LABIRÍNTICA PERIFÉRICA IRRITATIVA A EFETIVIDADE DA REABILITAÇÃO VESTIBULAR NA SÍNDROME LABIRÍNTICA PERIFÉRICA IRRITATIVA ZANDOMENIGHI, P. M. C.; LOPES, J. Resumo: A reabilitação vestibular com o uso do protocolo de Cawthorne-Cooksey (PCC)

Leia mais

PRODUÇÃO CIENTÍFICA E ATUAÇÃO PROFISSIONAL: ASPECTOS QUE LIMITAM ESSA INTEGRAÇÃO NA FISIOTERAPIA E NA TERAPIA OCUPACIONAL

PRODUÇÃO CIENTÍFICA E ATUAÇÃO PROFISSIONAL: ASPECTOS QUE LIMITAM ESSA INTEGRAÇÃO NA FISIOTERAPIA E NA TERAPIA OCUPACIONAL Rev. bras. fisioter. Vol. 6, No. 3 (2002), 113-118 Associação Brasileira de Fisioterapia PRODUÇÃO CIENTÍFICA E ATUAÇÃO PROFISSIONAL: ASPECTOS QUE LIMITAM ESSA INTEGRAÇÃO NA FISIOTERAPIA E NA TERAPIA OCUPACIONAL

Leia mais

Escoliose Idiopática no Adolescente: Instrumentação Posterior

Escoliose Idiopática no Adolescente: Instrumentação Posterior Escoliose Idiopática no Adolescente: Instrumentação Posterior Autoria: Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia Sociedade Brasileira de Reumatologia Elaboração Final: 23 de janeiro de 2008 Participantes:

Leia mais

Orientadora, Docente do Curso de Nutrição do Centro Universitário Franciscano (UNIFRA), Santa Maria, RS.

Orientadora, Docente do Curso de Nutrição do Centro Universitário Franciscano (UNIFRA), Santa Maria, RS. ATUAÇÃO INTERDISCIPLINAR PARA PACIENTES COM DIABETES NA ATENÇÃO BASICA UMA REVISÃO BIBLIOGRÁFICA 1 BOEIRA, Giana 2 ; CADÓ, Thaís 3 ; FRIGO, Letícia 4 ; MANFIO, Francieli 5 ; MATTOS, Karen 6 ; PIAIA, Eveline

Leia mais

Comparação da força da musculatura respiratória em pacientes acometidos por acidente vascular encefálico (AVE) com os esperados para a idade e sexo

Comparação da força da musculatura respiratória em pacientes acometidos por acidente vascular encefálico (AVE) com os esperados para a idade e sexo Comparação da força da musculatura respiratória em pacientes acometidos por acidente vascular encefálico (AVE) com os esperados para a idade e sexo Camila Viana Benzoni 1, Paulo Eduardo Gomes Ferreira

Leia mais

ANÁLISE CIENCIOMÉTRICA DE ARTIGOS PUBLICADOS NA SCIELO SOBRE O TEMA CRONOBIOLOGIA E DEPRESSÃO SAZONAL

ANÁLISE CIENCIOMÉTRICA DE ARTIGOS PUBLICADOS NA SCIELO SOBRE O TEMA CRONOBIOLOGIA E DEPRESSÃO SAZONAL ANÁLISE CIENCIOMÉTRICA DE ARTIGOS PUBLICADOS NA SCIELO SOBRE O TEMA CRONOBIOLOGIA E DEPRESSÃO SAZONAL Scientometric analysis of articles published in Scielo on the subject chronobiology and seasonal depression

Leia mais

ANSIEDADE E ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM: UMA REVISÃO BIBLIOGRÁFICA. Introdução: A ansiedade configura um sentimento que participa da vivência do ser

ANSIEDADE E ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM: UMA REVISÃO BIBLIOGRÁFICA. Introdução: A ansiedade configura um sentimento que participa da vivência do ser ANSIEDADE E ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM: UMA REVISÃO BIBLIOGRÁFICA Ana Caroline F. Landim 1 Daniel do Nascimento Tavares 2 Fernanda M. Pinheiro 3 Fernanda S. Pessanha 4 Juliana C. P. Gonçalves 5 Linda Nice

Leia mais

Metodologia em Estudos Clínicos

Metodologia em Estudos Clínicos Metodologia em Estudos Clínicos Gabriela Stangenhaus Livre Docente - USP Prof. Adjunto - UNICAMP Pesquisa Científica e Estudos Clínicos Pesquisa Científica Aquisição de novo conhecimento Pesquisa Científica

Leia mais

ALINE DE SOUZA FREITAS

ALINE DE SOUZA FREITAS ALINE DE SOUZA FREITAS COMPARAÇÃO DA CAPACIDADE FUNCIONAL E QUALIDADE DE VIDA EM PESSOAS COM ACIDENTE VASCULAR ENCEFÁLICO SUBMETIDAS OU NÃO AO ATENDIMENTO DE FISIOTERAPIA EM DIFERENTES ABORDAGENS DE TRATAMENTO

Leia mais

INTERVENÇÃO FISIOTERAPÊUTICA EM PACIENTES PORTADORES DE SEQÜELA DE AVE NO PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA DE CUSTODÓPOLIS EM CAMPOS DOS GOYTACAZES-RJ.

INTERVENÇÃO FISIOTERAPÊUTICA EM PACIENTES PORTADORES DE SEQÜELA DE AVE NO PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA DE CUSTODÓPOLIS EM CAMPOS DOS GOYTACAZES-RJ. 1 INTERVENÇÃO FISIOTERAPÊUTICA EM PACIENTES PORTADORES DE SEQÜELA DE AVE NO PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA DE CUSTODÓPOLIS EM CAMPOS DOS GOYTACAZES-RJ. MILENA ABUD TAVARES¹ ¹ Fisioterapeuta, aluna do curso

Leia mais

INFLUÊNCIA DAS ATIVIDADES MOTORAS NAS QUEIXAS DOLOROSAS EM ESCOLARES FREQUENTADORES DE UMA INSTITUIÇÃO FILANTRÓPICA

INFLUÊNCIA DAS ATIVIDADES MOTORAS NAS QUEIXAS DOLOROSAS EM ESCOLARES FREQUENTADORES DE UMA INSTITUIÇÃO FILANTRÓPICA 6º Fórum de Extensão Conta INFLUÊNCIA DAS ATIVIDADES MOTORAS NAS QUEIXAS DOLOROSAS EM ESCOLARES FREQUENTADORES DE UMA INSTITUIÇÃO FILANTRÓPICA INTRODUÇÃO Lidiane de Fátima Ilha Nichele (apresentadora)

Leia mais

AVALIAÇÃO DA INDEPENDÊNCIA FUNCIONAL EM IDOSOS INSTITUCIONALIZADOS COM DOENÇA DE ALZHEIMER

AVALIAÇÃO DA INDEPENDÊNCIA FUNCIONAL EM IDOSOS INSTITUCIONALIZADOS COM DOENÇA DE ALZHEIMER AVALIAÇÃO DA INDEPENDÊNCIA FUNCIONAL EM IDOSOS INSTITUCIONALIZADOS COM DOENÇA DE ALZHEIMER INDEPENDENCE FUNCTIONAL EVALUATION IN ELDERLY INSTITUTIONALIZED WITH ALZHEIMER'S DISEASE Juliana da Costa Santos

Leia mais

SAÚDE NORMAS DE PUBLICAÇÃO DA REVISTA BRASILEIRA DE CIÊNCIAS DA SAÚDE NORMAS

SAÚDE NORMAS DE PUBLICAÇÃO DA REVISTA BRASILEIRA DE CIÊNCIAS DA SAÚDE NORMAS NORMAS DE PUBLICAÇÃO DA REVISTA BRASILEIRA DE CIÊNCIAS DA 1. INFORMAÇÕES GERAIS A submissão dos manuscritos deverá ser efetuada pelo envio do material para o e-mail revista.saude@uscs.edu.br, sob a responsabilidade

Leia mais

TÍTULO: PROTOCOLOS DE FISIOTERAPIA NO TRATAMENTO DO PACIENTE COM ACIDENTE VASCULAR ENCEFÁLICO: REVISÃO SISTEMÁTICA.

TÍTULO: PROTOCOLOS DE FISIOTERAPIA NO TRATAMENTO DO PACIENTE COM ACIDENTE VASCULAR ENCEFÁLICO: REVISÃO SISTEMÁTICA. Anais do Conic-Semesp. Volume 1, 2013 - Faculdade Anhanguera de Campinas - Unidade 3. ISSN 2357-8904 TÍTULO: PROTOCOLOS DE FISIOTERAPIA NO TRATAMENTO DO PACIENTE COM ACIDENTE VASCULAR ENCEFÁLICO: REVISÃO

Leia mais

HIDROTERAPIA MÉTODO ANEIS DE BAD RAGAZ. Resumo. 10, 11 e 12 de Outubro de 2014

HIDROTERAPIA MÉTODO ANEIS DE BAD RAGAZ. Resumo. 10, 11 e 12 de Outubro de 2014 HIDROTERAPIA MÉTODO ANEIS DE BAD RAGAZ 10, 11 e 12 de Outubro de 2014 * Inscrições Limitadas até 10 de Setembro de 2014 Resumo A Hidroterapia é uma modalidade de tratamento cada vez mais popular em todo

Leia mais

Centro Universitário de Caratinga - UNEC Pós-Graduação Lato sensu Saúde da Família Turma 2006

Centro Universitário de Caratinga - UNEC Pós-Graduação Lato sensu Saúde da Família Turma 2006 1 Centro Universitário de Caratinga - UNEC Pós-Graduação Lato sensu Saúde da Família Turma 2006 A PRÁTICA DO AUTO-EXAME DAS MAMAS: UMA PESQUISA BIBLIOGRÁFICA A PARTIR DAS PUBLICAÇÕES DISPONÍVEIS NA BIBLIOTECA

Leia mais

A importância do processamento da emissão da Comunicação de Acidente de Trabalho: revisão de literatura.

A importância do processamento da emissão da Comunicação de Acidente de Trabalho: revisão de literatura. A importância do processamento da emissão da Comunicação de Acidente de Trabalho: revisão de literatura. The importance of processing the issuance of the Notice of Accident: literature review. Coelho,

Leia mais

AUTOCONTROLE INEFICAZ DA SAÚDE EM PACIENTES VÍTIMAS DE ACIDENTE VASCULAR CEREBRAL E SUAS IMPLICAÇÕES PARA QUALIDADE DE VIDA

AUTOCONTROLE INEFICAZ DA SAÚDE EM PACIENTES VÍTIMAS DE ACIDENTE VASCULAR CEREBRAL E SUAS IMPLICAÇÕES PARA QUALIDADE DE VIDA AUTOCONTROLE INEFICAZ DA SAÚDE EM PACIENTES VÍTIMAS DE ACIDENTE VASCULAR CEREBRAL E SUAS IMPLICAÇÕES PARA QUALIDADE DE VIDA Ariane Alves Barros 1 ; Maria Vilaní Cavalcante Guedes 2 ; Ilse Maria Tigre de

Leia mais

ANSIEDADE E ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM: UMA REVISÃO BIBLIOGRÁFICA

ANSIEDADE E ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM: UMA REVISÃO BIBLIOGRÁFICA ANSIEDADE E ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM: UMA REVISÃO BIBLIOGRÁFICA Ana Caroline Fonseca Landim 1 Daniel do Nascimento Tavares 1 Fernanda Machado Pinheiro 1 Resumo: A ansiedade configura um sentimento que

Leia mais

ESTRATÉGIA DE MARKETING DIGITAL ADOTADA POR HOSPITAIS BRASILEIROS

ESTRATÉGIA DE MARKETING DIGITAL ADOTADA POR HOSPITAIS BRASILEIROS ESTRATÉGIA DE MARKETING DIGITAL ADOTADA POR HOSPITAIS BRASILEIROS Poliana Luri Kayama Yabuuti Mariana Ângela Rossaneis Maria do Carmo Lourenço Haddad Marli Terezinha Vanucchi INTRODUÇÃO A American Marketing

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO PSICOPEDAGOGIA 1 - JUSTIFICATIVA

PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO PSICOPEDAGOGIA 1 - JUSTIFICATIVA PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO PSICOPEDAGOGIA 1 - JUSTIFICATIVA Atualmente os ambientes educacionais não estão mais localizados somente nas Escolas e/ou Instituições de ensino. Muitas organizações,

Leia mais

MEDO DE QUEDA EM IDOSOS SUBMETIDOS À CIRURGIA DE CATARATA

MEDO DE QUEDA EM IDOSOS SUBMETIDOS À CIRURGIA DE CATARATA 1 UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA-UnB FACULDADE DE CEILÂNDIA-FCE CURSO DE FISIOTERAPIA GABRYELLA STEPHANYE OLIVEIRA NASCIMENTO MEDO DE QUEDA EM IDOSOS SUBMETIDOS À CIRURGIA DE CATARATA BRASÍLIA 2015 2 GABRYELLA

Leia mais

Desenvolvimento do PROJETO SYSNAPSE: Prontuário eletrônico para avaliação neurofuncional adulta

Desenvolvimento do PROJETO SYSNAPSE: Prontuário eletrônico para avaliação neurofuncional adulta Desenvolvimento do PROJETO SYSNAPSE: Prontuário eletrônico para avaliação neurofuncional adulta Nome dos aluno(a)s : Fernanda Prestes dos Santos, Gisely de Andrade Costa e Taynara Queiroz Santos. PVIC

Leia mais

ATENDIMENTO DOMICILIAR FISIOTERAPEUTICO PARA PORTADOR DE ACIDENTE VASCULAR CEREBRAL NO ESTÁGIO AGUDO

ATENDIMENTO DOMICILIAR FISIOTERAPEUTICO PARA PORTADOR DE ACIDENTE VASCULAR CEREBRAL NO ESTÁGIO AGUDO ATENDIMENTO DOMICILIAR FISIOTERAPEUTICO PARA PORTADOR DE ACIDENTE VASCULAR CEREBRAL NO ESTÁGIO AGUDO Ana Coely Araujo Vieira¹; Fernanda Naiene Rodrigues Valadares²; Rebecca Pessoa de Almeida Lima³; Joventina

Leia mais

Tratamento Fisioterápico para as Doenças Alzheimer e Parkinson

Tratamento Fisioterápico para as Doenças Alzheimer e Parkinson Tratamento Fisioterápico para as Doenças Alzheimer e Parkinson Gustavo Nunes Pereira Fisioterapeuta Graduado PUCRS Coordenador Grupo de Interesse em Fisioterapia SBGG-RS Doutorando em Gerontologia Biomédica

Leia mais

SISTEMATIZAÇÃO DA ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM: PERCEPÇÕES DE ENFERMEIROS DA REGIÃO DO SUL DO ESPÍRITO SANTO, NORTE E NOROESTE DO RIO DE JANEIRO RESUMO

SISTEMATIZAÇÃO DA ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM: PERCEPÇÕES DE ENFERMEIROS DA REGIÃO DO SUL DO ESPÍRITO SANTO, NORTE E NOROESTE DO RIO DE JANEIRO RESUMO SISTEMATIZAÇÃO DA ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM: PERCEPÇÕES DE ENFERMEIROS DA REGIÃO DO SUL DO ESPÍRITO SANTO, NORTE E NOROESTE DO RIO DE JANEIRO Raniele Ramalho de SOUZA 1*, Sara Fonte Boa de OLIVEIRA 1,

Leia mais

Eletroneuromiografia na abordagem diagnóstica das Neuropatias Periféricas

Eletroneuromiografia na abordagem diagnóstica das Neuropatias Periféricas Eletroneuromiografia na abordagem diagnóstica das Neuropatias Periféricas Sociedade Brasileira de Neurofisiologia Clínica Sociedade Brasileira de Medicina Física e Reabilitação Elaboração Final: 23 de

Leia mais

TERAPIA POR CONTENSÃO INDUZIDA REVISÃO DE LITERATURA

TERAPIA POR CONTENSÃO INDUZIDA REVISÃO DE LITERATURA 1 TERAPIA POR CONTENSÃO INDUZIDA REVISÃO DE LITERATURA Therapy Induced Containment - Review Of Literature Ariádne Moraes da Silva Fisioterapeuta ariadnefisioterapeuta@hotmail.com Andréa Tufanin Thomazine

Leia mais

Proposta Especialidade NEUROFUNCIONAL segundo os critérios da CBO e outros

Proposta Especialidade NEUROFUNCIONAL segundo os critérios da CBO e outros Proposta Especialidade NEUROFUNCIONAL segundo os critérios da CBO e outros CATECE Comissão de Análise de Títulos de Especialistas e Cursos de Especialização Complexidade da especialidade É o domínio dos

Leia mais

AVC: Acidente Vascular Cerebral AVE: Acidente Vascular Encefálico

AVC: Acidente Vascular Cerebral AVE: Acidente Vascular Encefálico AVC: Acidente Vascular Cerebral AVE: Acidente Vascular Encefálico DEFINIÇÃO Comprometimento súbito da função cerebral causada por alterações histopatológicas em um ou mais vasos sanguíneos. É o rápido

Leia mais

INCIDÊNCIA DE TROMBOEMBOLISMO VENOSO NO PÓS-OPERATÓRIO DE PACIENTES SUBMETIDOS À CIRURGIA ORTOPÉDICA DE QUADRIL E JOELHO EM UM HOSPITAL DE GOIÂNIA.

INCIDÊNCIA DE TROMBOEMBOLISMO VENOSO NO PÓS-OPERATÓRIO DE PACIENTES SUBMETIDOS À CIRURGIA ORTOPÉDICA DE QUADRIL E JOELHO EM UM HOSPITAL DE GOIÂNIA. INCIDÊNCIA DE TROMBOEMBOLISMO VENOSO NO PÓS-OPERATÓRIO DE PACIENTES SUBMETIDOS À CIRURGIA ORTOPÉDICA DE QUADRIL E JOELHO EM UM HOSPITAL DE GOIÂNIA. ASSIS, Thaís Rocha¹; SILVA, Mara Nunes da²; SANDOVAL,

Leia mais

ANÁLISE DA QUALIDADE DE VIDA DE PACIENTES COM DOENÇA DE PARKINSON SUBMETIDOS AO TRATAMENTO FISIOTERAPÊUTICO NO SOLO E NA ÁGUA

ANÁLISE DA QUALIDADE DE VIDA DE PACIENTES COM DOENÇA DE PARKINSON SUBMETIDOS AO TRATAMENTO FISIOTERAPÊUTICO NO SOLO E NA ÁGUA ISBN 978-85-61091-05-7 V EPCC Encontro Internacional de Produção Científica Cesumar 27 a 30 de outubro de 2009 ANÁLISE DA QUALIDADE DE VIDA DE PACIENTES COM DOENÇA DE PARKINSON SUBMETIDOS AO TRATAMENTO

Leia mais

A prática de exercício físico pode ser utilizada como meio de tratamento da hipertensão arterial?

A prática de exercício físico pode ser utilizada como meio de tratamento da hipertensão arterial? A prática de exercício físico pode ser utilizada como meio de tratamento da hipertensão arterial? Enéas Van Der Maas do Bem Filho 1 Resumo As doenças cardiovasculares são as principais causas de morte

Leia mais

A EDUCAÇÃO FÍSICA NA EDUCAÇÃO INFANTIL: A IMPORTÂNCIA DO MOVIMENTO DESDE OS PRIMORDIOS DA VIDA

A EDUCAÇÃO FÍSICA NA EDUCAÇÃO INFANTIL: A IMPORTÂNCIA DO MOVIMENTO DESDE OS PRIMORDIOS DA VIDA 1 A EDUCAÇÃO FÍSICA NA EDUCAÇÃO INFANTIL: A IMPORTÂNCIA DO MOVIMENTO DESDE OS PRIMORDIOS DA VIDA Róbisper Alves da Silva Jair Brito da Costa Káriston Eger dos Santos RESUMO O presente artigo tem como objetivo

Leia mais

ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM NA PROMOÇÃO DO AUTOCUIDADO DO IDOSO COM DIABETES MELLITUS TIPO 2

ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM NA PROMOÇÃO DO AUTOCUIDADO DO IDOSO COM DIABETES MELLITUS TIPO 2 ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM NA PROMOÇÃO DO AUTOCUIDADO DO IDOSO COM DIABETES MELLITUS TIPO 2 Elinalva Maria da Silva elinalva_maria_silva@hotmail.com Jéssyca da Silva Martins Universidade Estadual da Paraíba/UEPB

Leia mais

UTILIZAÇÃO DA LIDERANÇA COMO INSTRUMENTO GERENCIAL NO PROCESSO DE TRABALHO DO ENFERMEIRO

UTILIZAÇÃO DA LIDERANÇA COMO INSTRUMENTO GERENCIAL NO PROCESSO DE TRABALHO DO ENFERMEIRO UTILIZAÇÃO DA LIDERANÇA COMO INSTRUMENTO GERENCIAL NO PROCESSO DE TRABALHO DO ENFERMEIRO ISABELA FERNANDA LARIOS FRACAROLLI ANAIR LAZZARI NICOLA Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Cascavel, Paraná,

Leia mais

ESTUDO CLÍNICO-EPIDEMIOLÓGICO DE PACIENTES COM ACIDENTE VASCULAR ENCEFÁLICO DE UM HOSPITAL PÚBLICO 1

ESTUDO CLÍNICO-EPIDEMIOLÓGICO DE PACIENTES COM ACIDENTE VASCULAR ENCEFÁLICO DE UM HOSPITAL PÚBLICO 1 ARTIGO ORIGINAL ESTUDO CLÍNICO-EPIDEMIOLÓGICO DE PACIENTES COM ACIDENTE VASCULAR ENCEFÁLICO DE UM HOSPITAL PÚBLICO 1 CLINIC-EPIDEMIOLOGIC STUDY OF PATIENTS WITH STROKE TREATED AT PUBLIC HOSPITAL Sérgio

Leia mais

DOENÇA DE ALZHEIMER: FATORES FISIOPATOLÓGICOS, BIOQUÍMICOS E GÊNICOS

DOENÇA DE ALZHEIMER: FATORES FISIOPATOLÓGICOS, BIOQUÍMICOS E GÊNICOS DOENÇA DE ALZHEIMER: FATORES FISIOPATOLÓGICOS, BIOQUÍMICOS E GÊNICOS Aracele Silva Cardoso, Jéssica Lorrayne Viana Ferreira, Larissa Godoy Del Fiaco e Rodrigo da Silva Santos Faculdade de Medicina Alfredo

Leia mais

CARACTERÍSTICAS E PREVALÊNCIA DO CÂNCER DE PÊNIS.

CARACTERÍSTICAS E PREVALÊNCIA DO CÂNCER DE PÊNIS. CARACTERÍSTICAS E PREVALÊNCIA DO CÂNCER DE PÊNIS. Kamylla Sejane Pouso Freitas; Ângela karina da Costa Silva; Arinah Lopes; Núbia Aguiar Marinho; Mônica de Oliveira Santos (mosbio@hotmail.com) FACULDADE

Leia mais

FENÔMENO DAS DROGAS:

FENÔMENO DAS DROGAS: The Phenomenon of Drugs: attitudes and beliefs of nursing students at graduation. FENÔMENO DAS DROGAS: ATITUDES E CRENÇAS DOS ESTUDANTES DE GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM AUTORES: Ingryd Cunha Ventura Felipe;

Leia mais

Martins Pereira, S. Moreira, F.; Breda, M.; Pratas, R.; Dias, L. Serviço de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial Hospital de Braga

Martins Pereira, S. Moreira, F.; Breda, M.; Pratas, R.; Dias, L. Serviço de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial Hospital de Braga Martins Pereira, S. Moreira, F.; Breda, M.; Pratas, R.; Dias, L. Serviço de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial Hospital de Braga Introdução Hipertrofia de adenóides e amígdalas como principal

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM TERAPIA OCUPACIONAL 1 º PERÍODO

EMENTAS DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM TERAPIA OCUPACIONAL 1 º PERÍODO EMENTAS DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM TERAPIA OCUPACIONAL 1 º PERÍODO 1) História da Terapia Ocupacional (30 hs) EMENTA: Marcos históricos que antecederam o surgimento formal da profissão de

Leia mais

AVALIAÇÃO. Introdução à Neuropsicologia. Introdução à Neuropsicologia LINGUAGEM: AVALIAÇÃO 25/3/2015 AULA 2

AVALIAÇÃO. Introdução à Neuropsicologia. Introdução à Neuropsicologia LINGUAGEM: AVALIAÇÃO 25/3/2015 AULA 2 AULA 2 LINGUAGEM: AVALIAÇÃO Professor Ms. Gleidis Roberta Guerra - Fonoaudióloga, Pedagoga e Psicopedagoga - Especialista em Distúrbios do Desenvolvimento - Mestre em Distúrbios da Comunicação Humana pela

Leia mais

Sistematização, Metodologia da Assistência e Processo de Enfermagem: Conceitos e contribuições da aplicação

Sistematização, Metodologia da Assistência e Processo de Enfermagem: Conceitos e contribuições da aplicação Sistematização, Metodologia da Assistência e Processo de Enfermagem: Conceitos e contribuições da aplicação Citar como: BRANDÃO, M. A. G. Sistematização, Metodologia da Assistência e Processo de Enfermagem:

Leia mais

CONCEPÇÕES DE PROFESSORES EM AVALIAÇÃO E EDUCAÇÃO MATEMÁTICA: ENCONTROS E DESENCONTROS

CONCEPÇÕES DE PROFESSORES EM AVALIAÇÃO E EDUCAÇÃO MATEMÁTICA: ENCONTROS E DESENCONTROS CONCEPÇÕES DE PROFESSORES EM AVALIAÇÃO E EDUCAÇÃO MATEMÁTICA: ENCONTROS E DESENCONTROS ALMEIDA *, Laura Isabel Marques Vasconcelos de. UFMT laura.isabel@terra.com.br DARSIE **, Marta Maria Pontin. UFMT

Leia mais

Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa Lato Sensu em Fisioterapia de Terapia Intensiva

Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa Lato Sensu em Fisioterapia de Terapia Intensiva Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa Lato Sensu em Fisioterapia de Terapia Intensiva EFEITOS DA UTILIZAÇÃO DA PRANCHA ORTOSTÁTICA EM PACIENTES INTERNADOS NA UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA (UTI): UMA

Leia mais

SÍNDROME DE BURNOUT, A SÍNDROME DA ESTAFA PROFISSIONAL: UMA REVISÃO DA LITERATURA.

SÍNDROME DE BURNOUT, A SÍNDROME DA ESTAFA PROFISSIONAL: UMA REVISÃO DA LITERATURA. SÍNDROME DE BURNOUT, A SÍNDROME DA ESTAFA PROFISSIONAL: UMA REVISÃO DA LITERATURA. Vanessa Parizotto Ramos¹; Dayanne Cristina Ribeiro¹; Tamires Aparecida Camarini¹; Carina Bortolato Garcia². Resumo: A

Leia mais

CUIDADOS DE ENFERMAGEM AO PACIENTE COM TRANSTORNO BIPOLAR EM INSTITUIÇÕES DE SAÚDE MENTAL

CUIDADOS DE ENFERMAGEM AO PACIENTE COM TRANSTORNO BIPOLAR EM INSTITUIÇÕES DE SAÚDE MENTAL CUIDADOS DE ENFERMAGEM AO PACIENTE COM TRANSTORNO BIPOLAR EM INSTITUIÇÕES DE SAÚDE MENTAL Aline Santana dos Santos Graduanda em Enfermagem Maria Aparecida dos Santos Graduanda em Enfermagem Reginaldo Vicente

Leia mais

PREVALÊNCIA DE CÁRIE DENTÁRIA NOS ALUNOS DA ESCOLA MUNICIPAL ADELMO SIMAS GENRO, SANTA MARIA, RS: UMA ANÁLISE DESCRITIVA PARCIAL 1

PREVALÊNCIA DE CÁRIE DENTÁRIA NOS ALUNOS DA ESCOLA MUNICIPAL ADELMO SIMAS GENRO, SANTA MARIA, RS: UMA ANÁLISE DESCRITIVA PARCIAL 1 Disc. Scientia. Série: Ciências da Saúde, Santa Maria, v. 7, n. 1, p. 121-125, 2006. 121 ISSN 1982-2111 PREVALÊNCIA DE CÁRIE DENTÁRIA NOS ALUNOS DA ESCOLA MUNICIPAL ADELMO SIMAS GENRO, SANTA MARIA, RS:

Leia mais

Análise da Prevalência e Epidemiologia da Catarata na População Atendida no Centro de Referência em Oftalmologia da Universidade Federal De Goiás

Análise da Prevalência e Epidemiologia da Catarata na População Atendida no Centro de Referência em Oftalmologia da Universidade Federal De Goiás Análise da Prevalência e Epidemiologia da Catarata na População Atendida no Centro de Referência em Oftalmologia da Universidade Federal De Goiás Lais Leão Oliveira 1, Marcos Pereira de Ávila 2, David

Leia mais

Clínica Neurofuncional

Clínica Neurofuncional II Curso de Verão Clínica Neurofuncional Dr. Clynton Correa e Dra. Paula Chaves da Silva Laboratório de Neurobiologia Comparativa e do Desenvolvimento p.chaves@bf.ufrj.br DOENÇA DE PARKINSON II Curso de

Leia mais

FISIOLOGIA DO EXERCÍCIO PRÁTICAS DE EXERCÍCIOS FÍSICOS NO LAGO JABOTI

FISIOLOGIA DO EXERCÍCIO PRÁTICAS DE EXERCÍCIOS FÍSICOS NO LAGO JABOTI FISIOLOGIA DO EXERCÍCIO PRÁTICAS DE EXERCÍCIOS FÍSICOS NO LAGO JABOTI COELHO, J.C; FONTOURA, R.S; PEREIRA, C.A; DOBICZ, A.F; TORRES, A.A.S. Resumo O presente estudo tende em verificar as principais causas

Leia mais

Palavras Chave: Fisioterapia preventiva do trabalho; LER/DORT; acidente de trabalho, turnover.

Palavras Chave: Fisioterapia preventiva do trabalho; LER/DORT; acidente de trabalho, turnover. A eficácia da fisioterapia preventiva do trabalho na redução do número de colaboradores em acompanhamento no ambulatório de fisioterapia de uma indústria de fios têxteis Rodrigo Mendes Wiczick (UTFPR)rodrigo_2006@pg.cefetpr.br

Leia mais

ESTUDO DAS PARASITOSES INTESTINAIS EM ALUNOS DA 5ª SÉRIE DO COLÉGIO DA POLICIA MILITAR (CPM) DE FEIRA DE SANTANA-BAHIA 3

ESTUDO DAS PARASITOSES INTESTINAIS EM ALUNOS DA 5ª SÉRIE DO COLÉGIO DA POLICIA MILITAR (CPM) DE FEIRA DE SANTANA-BAHIA 3 1 ESTUDO DAS PARASITOSES INTESTINAIS EM ALUNOS DA 5ª SÉRIE DO COLÉGIO DA POLICIA MILITAR (CPM) DE FEIRA DE SANTANA-BAHIA 3 Alcione Assunção Correia Danusa Sampaio Brandão Lycia Bárbara Ribeiro 4 RESUMO:

Leia mais

1 Justificativa. 2 Objetivos. 2.1 Objetivos gerais

1 Justificativa. 2 Objetivos. 2.1 Objetivos gerais 4 Introdução Este projeto de pesquisa procura levantar dados que mostrem a qualidade de compreensão dos alunos que compõem o Curso de Fisioterapia do Centro Universitário Franciscano (UNIFRA) sobre questões

Leia mais

Um Mapeamento Sistemático da Pesquisa sobre a Influência da Personalidade na Engenharia de Software

Um Mapeamento Sistemático da Pesquisa sobre a Influência da Personalidade na Engenharia de Software 1 1 2 Um Mapeamento Sistemático da Pesquisa sobre a Influência da Personalidade na Engenharia de Software Shirley Jacinto (ssj@cin.ufpe.br) Orientador: Fabio Q. B. da Silva (fabio@cin.ufpe.br) Questões

Leia mais

EFEITOS DA PARTICIPAÇÃO NO PROGRAMA MENTE ATIVA NO EQUILÍBRIO E COGNIÇÃO DE PARTICIPANTE COM DOENÇA DE ALZHEIMER

EFEITOS DA PARTICIPAÇÃO NO PROGRAMA MENTE ATIVA NO EQUILÍBRIO E COGNIÇÃO DE PARTICIPANTE COM DOENÇA DE ALZHEIMER EFEITOS DA PARTICIPAÇÃO NO PROGRAMA MENTE ATIVA NO EQUILÍBRIO E COGNIÇÃO DE PARTICIPANTE COM DOENÇA DE ALZHEIMER EFFECTS OF PARTICIPATION IN THE PROGRAM " MENTE ATIVO" IN BALANCE AND COGNITIVE FUNCTION

Leia mais

Componente Curricular: ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO I PLANO DE CURSO

Componente Curricular: ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO I PLANO DE CURSO CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20 Componente Curricular: ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO I Código: ENF - 225 Pré-requisito: Disciplinas

Leia mais

MARIA DA CONCEIÇÃO MUNIZ RIBEIRO MESTRE EM ENFERMAGEM (UERJ

MARIA DA CONCEIÇÃO MUNIZ RIBEIRO MESTRE EM ENFERMAGEM (UERJ Diagnóstico de Enfermagem e a Taxonomia II da North American Nursing Diagnosis Association NANDA MARIA DA CONCEIÇÃO MUNIZ RIBEIRO MESTRE EM ENFERMAGEM (UERJ Taxonomia I A primeira taxonomia da NANDA foi

Leia mais

http://cochrane.bvsalud.org

http://cochrane.bvsalud.org Acesso à informação de boa evidência em saúde Portal Cochrane BVS http://cochrane.bvsalud.org Verônica Abdala Serviços Cooperativos de Informação, Gerente veronica.abdala@bireme.org Capacitar para acesso

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO Substrutura de EDUCAÇÃO FÍSICA- 2ºciclo Desempenho Motor: desempenho técnico-tático evidenciado nas Unidades Didáticas selecionadas para cada período, progressão na aprendizagem; autonomia; estratégia

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento.

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento. SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento Etapas do Processo Seletivo Pág. Matrícula Cronograma de Aulas Pág. PÓS-GRADUAÇÃO EM FISIOTERAPIA NEONATAL E PEDIÁTRICA Unidade

Leia mais

AURICULOTERAPIA NO TRATAMENTO DOS DISTÚRBIOS OSTEOMUSCULARES RELACIONADOS AO TRABALHO (DORT): UMA AVALIAÇÃO RETROSPECTIVA

AURICULOTERAPIA NO TRATAMENTO DOS DISTÚRBIOS OSTEOMUSCULARES RELACIONADOS AO TRABALHO (DORT): UMA AVALIAÇÃO RETROSPECTIVA ISBN 978-85-61091-05-7 V EPCC Encontro Internacional de Produção Científica Cesumar 27 a 30 de outubro de 2009 AURICULOTERAPIA NO TRATAMENTO DOS DISTÚRBIOS OSTEOMUSCULARES RELACIONADOS AO TRABALHO (DORT):

Leia mais

Cervicalgia: Diagnóstico na Atenção Primária à Saúde

Cervicalgia: Diagnóstico na Atenção Primária à Saúde Cervicalgia: Diagnóstico na Atenção Primária à Saúde Autoria: Sociedade Brasileira de Medicina de Família e Comunidade Associação Brasileira de Medicina Física e Reabilitação Sociedade Brasileira de Neurocirurgia

Leia mais

POLÍTICAS PÚBLICAS E DIREITO DA PESSOA IDOSA: PROMOÇÃO DA SAÚDE DO IDOSO

POLÍTICAS PÚBLICAS E DIREITO DA PESSOA IDOSA: PROMOÇÃO DA SAÚDE DO IDOSO POLÍTICAS PÚBLICAS E DIREITO DA PESSOA IDOSA: PROMOÇÃO DA SAÚDE DO IDOSO Maria Joselita Alves (1) Docente (UNESC União de Ensino Superior Campina Grande PB) Disciplinas de Nutrição / Saúde da Criança e

Leia mais

Grau A de evidência: a escolha completa da fórmula

Grau A de evidência: a escolha completa da fórmula Grau A de evidência: a escolha completa da fórmula A escolha de um nutriente pode ser realizada mediante a leitura de um guia alimentar (diretriz) produzido por entidade científica renomada como ASPEN

Leia mais

DESEMPENHO 1 INTRODUÇÃO

DESEMPENHO 1 INTRODUÇÃO DESEMPENHO 1 INTRODUÇÃO Esta pesquisa tem como objetivo abordar o tema voltado para a avaliação do desempenho humano com os seguintes modelos: escalas gráficas, escolha forçada, pesquisa de campo, métodos

Leia mais

ANÁLISE DA IMAGEM E ESQUEMA CORPORAL DE CRIANÇAS COM SÍNDROME DE DOWN

ANÁLISE DA IMAGEM E ESQUEMA CORPORAL DE CRIANÇAS COM SÍNDROME DE DOWN ISBN 978-85-61091-05-7 Encontro Internacional de Produção Científica Cesumar 27 a 30 de outubro de 2009 ANÁLISE DA IMAGEM E ESQUEMA CORPORAL DE CRIANÇAS COM SÍNDROME DE DOWN Anecaroline Gomes Davina 1

Leia mais

DIVISÃO TÉCNICA DE BIBLIOTECA E DOCUMENTAÇÃO CAMPUS DE BOTUCATU RUBIÃO JÚNIOR UNESP

DIVISÃO TÉCNICA DE BIBLIOTECA E DOCUMENTAÇÃO CAMPUS DE BOTUCATU RUBIÃO JÚNIOR UNESP DIVISÃO TÉCNICA DE BIBLIOTECA E DOCUMENTAÇÃO CAMPUS DE BOTUCATU RUBIÃO JÚNIOR UNESP Guia para acesso às bases de dados bibliográficos: BVS -Bireme Parte IV 2 DIVISÃO TÉCNICA DE BIBLIOTECA E DOCUMENTAÇÃO

Leia mais

RESUMO. Margarida Correia Marques. Cristina Sá. Sara Capela. Cristina Russo

RESUMO. Margarida Correia Marques. Cristina Sá. Sara Capela. Cristina Russo Guias Metodológicos: Elaboração do Fator Ambiental Análise de Riscos em Estudos de Impacte Ambiental Margarida Correia Marques Unidade de Ambiente, Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, Vila Real

Leia mais

2 ESTRUTURA DE PESQUISA

2 ESTRUTURA DE PESQUISA 2 ESTRUTURA DE PESQUISA A revisão sistemática da literatura tem por objetivo a sumarização do estado da arte de uma área de conhecimento especifica (Rowley e Slack, 2004). Para esta finalidade, de acordo

Leia mais

CHKS Portugal Fórum 2015 SINAS. Novos Desenvolvimentos e Perspetivas de Futuro

CHKS Portugal Fórum 2015 SINAS. Novos Desenvolvimentos e Perspetivas de Futuro CHKS Portugal Fórum 2015 SINAS Novos Desenvolvimentos e Perspetivas de Futuro Braga, 3 de Novembro de 2015 Programas de melhoria da qualidade e segurança Experiência internacional Reino Unido: Monitor

Leia mais

A FISIOTERAPIA COMO CIÊNCIA BASEADA EM EVIDÊNCIAS

A FISIOTERAPIA COMO CIÊNCIA BASEADA EM EVIDÊNCIAS A FISIOTERAPIA COMO CIÊNCIA BASEADA EM EVIDÊNCIAS João Paulo Manfré dos Santos 1, Camila de Araújo Moya 2, Giovana Pedrão de Souza 3 RESUMO A fisioterapia possui um papel importantíssimo na saúde humana,

Leia mais

Tensão Arterial e Obesidade na comunidade assídua do mercado municipal de Portalegre

Tensão Arterial e Obesidade na comunidade assídua do mercado municipal de Portalegre Tensão Arterial e Obesidade na comunidade assídua do mercado municipal de Portalegre Blood Pressure and Obesity in the adult population who goes to the municipal market in Portalegre Andreia Costa António

Leia mais

SÍNDROMES GERIÁTRICAS: PREVALÊNCIA DE FRAGILIDADE E IMOBILISMO EM UMA INSTITUIÇÃO DE LONGA PERMANÊNCIA PARA IDOSOS

SÍNDROMES GERIÁTRICAS: PREVALÊNCIA DE FRAGILIDADE E IMOBILISMO EM UMA INSTITUIÇÃO DE LONGA PERMANÊNCIA PARA IDOSOS SÍNDROMES GERIÁTRICAS: PREVALÊNCIA DE FRAGILIDADE E IMOBILISMO EM UMA INSTITUIÇÃO DE LONGA PERMANÊNCIA PARA IDOSOS Fernanda Diniz de Sá (UFRN) fedinizsa@yahoo.com.br Vanessa Mayra INTRODUÇÃO Um dos maiores

Leia mais

O PROCESSO DE TRABALHO DA EQUIPE DE SAÚDE QUE ATUA EM UNIDADES HOSPITALARES DE ATENDIMENTO ÀS URGÊNCIAS E EMERGÊNCIAS 1

O PROCESSO DE TRABALHO DA EQUIPE DE SAÚDE QUE ATUA EM UNIDADES HOSPITALARES DE ATENDIMENTO ÀS URGÊNCIAS E EMERGÊNCIAS 1 O PROCESSO DE TRABALHO DA EQUIPE DE SAÚDE QUE ATUA EM UNIDADES HOSPITALARES DE ATENDIMENTO ÀS URGÊNCIAS E EMERGÊNCIAS 1 Estela Regina Garlet 2 José Luis Guedes dos Santos 3 Giselda Quintana Marques 4 Maria

Leia mais

INDICADORES SOCIAIS E CLÍNICOS DE IDOSOS EM TRATAMENTO HEMODIALÍTICO

INDICADORES SOCIAIS E CLÍNICOS DE IDOSOS EM TRATAMENTO HEMODIALÍTICO INDICADORES SOCIAIS E CLÍNICOS DE IDOSOS EM TRATAMENTO HEMODIALÍTICO Rosângela Alves Almeida Bastos - Universidade Federal da Paraíba- email: rosalvesalmeida2008@hotmail.com Maria das Graças Melo Fernandes

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2012. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2012. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2012 Ensino Técnico ETEC: Monsenhor Antonio Magliano Código: 088 Município: Garça - SP Eixo Tecnológico: Indústria Habilitação Profissional: Técnica de Nível Médio de Técnico

Leia mais

SOLICITAÇÃO DE CREDENCIAMENTO APERFEIÇOAMENTO

SOLICITAÇÃO DE CREDENCIAMENTO APERFEIÇOAMENTO e SOLICITAÇÃO DE CREDENCIAMENTO APERFEIÇOAMENTO Campus Departamento Telefone de contato do departamento Nome do coordenador: Telefone de contato do coordenador: E-mail do coordenador: Título do Curso:

Leia mais

A Meta-Analytic Review of Psychosocial Interventions for Substance Use Disorders

A Meta-Analytic Review of Psychosocial Interventions for Substance Use Disorders A Meta-Analytic Review of Psychosocial Interventions for Substance Use Disorders REVISÃO META-ANALÍTICA DO USO DE INTERVENÇÕES PSICOSSOCIAIS NO TRATAMENTO DE DEPENDÊNCIA QUÍMICA Publicado: Am J Psychiattry

Leia mais

SISTEMATIZAÇÃO DA ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM APLICADA À UM LACTENTE COM MENINGITE BACTERIANA: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA

SISTEMATIZAÇÃO DA ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM APLICADA À UM LACTENTE COM MENINGITE BACTERIANA: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA SISTEMATIZAÇÃO DA ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM APLICADA À UM LACTENTE COM MENINGITE BACTERIANA: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA Ruth Nobre de Brito 1, Gislaiane Loiola Saraiva de Freitas 1, Saranádia Caeira Serafim

Leia mais

INTEGRAÇÃO DA SEGURANÇA NO TRABALHO AO PROCESSO DE PLANEJAMENTO E CONTROLE DA PRODUÇÃO NA CONSTRUÇÃO CIVIL

INTEGRAÇÃO DA SEGURANÇA NO TRABALHO AO PROCESSO DE PLANEJAMENTO E CONTROLE DA PRODUÇÃO NA CONSTRUÇÃO CIVIL 21 INTEGRAÇÃO DA SEGURANÇA NO TRABALHO AO PROCESSO DE PLANEJAMENTO E CONTROLE DA PRODUÇÃO NA CONSTRUÇÃO CIVIL Tarcisio Abreu Saurin, MSc. Laboratório de Otmização de Processos e Produtos (LOPP) Doutorando

Leia mais