The use of Decision Support Systems in forest management planning I: introduction to the Mediterranean experience and expertise

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "The use of Decision Support Systems in forest management planning I: introduction to the Mediterranean experience and expertise"

Transcrição

1 AGORA WP4, Fez, December The use of Decision Support Systems in forest management planning I: introduction to the Mediterranean experience and expertise J. G. Borges

2 Decision-maker Ecosystem Preferences Inventory (data) Models Objectives and constraints Information about alternatives Comparisons Decision Adapted from Pukkala (2002)

3 A decision system is a system that stores data, produces information and generates knowledge through interpretation of information Every organization has a decision system more or less formal, more or less automated. Data Models People Technology

4 A decision support system. Demonstration Borges, J. G., A. Falcão, C. Miragaia, P. Marques and M. Marques A decision support system for forest resources management in Portugal. In: G. J. Arthaud and T. M. Barrett (Eds.) System Analysis in Forest Resources. Kluwer Academic Publishers, Managing Forest Ecosystems Vol. 7:

5 A decision support system. Demonstration Ribeiro, R. P., J. G. Borges and V. Oliveira A framework for data quality for Mediterranean sustainable ecosystem management. Annals of Forest Science 61: Falcão, A. and J. G. Borges Designing decision support tools for Mediterranean forest ecosystems management: a case study in Portugal. Annals of Forest Science 62:

6 How do we work? Initialize Planning Where are we? Business model Current systems and technologies Where do we want to get to? Information Applications Tecnological How to get there? Implementation Plan Marques, A., J. G. Borges, P. Sousa and A. M. Pinho An entreprise architecture approach to forest management decision support design. An application to pulpwood supply management in Portugal. European Journal of Forest Research 30:

7 Repr e se nt aç ã o Ext er na Bol s a de Es pe ci a l i s t a s Bol s a de Pe r i t os Candi da t ur a e Re f er ê nci a s pa r a Qua l i f i c a çã o Pr of i s s i ona l Doc um e nt os de Ge st ã o Adm i ni st r a t i va Act a s e Convoca t ór i a s Or ç a m e nt os e Re l at ór i os de Cont a s Qua l i f i c a çã o Pr of i s s i ona l Mem br o da Ordem Regi s t o de Cor r e s pondênc i a Act os de Enge nha r i a Fac t ur a ç ã o Quot a s El em ent os para adm i ssão Recebi m ent os Car a c t e r i za ç ã o do e s t ági o Par e c er e s Rel a t ór i o de Es t á gi o Pedi do de Adm i s s ão Ava l i aç ã o Cur i c ul ar Forestry Decision Support Systems Modelo de Negócio Processos de planeamento SPE SPT Arquitectura de dados SPO Arquitectura de aplicações SOB SOR SIPF Arquitectura tecnológica

8 The current planning situation and the vision for the future Initialize Planning Business model Current systems and technologies Information Applications Tecnological Implementation Plan

9 Future situation Strategic objectives Strategic constraints Strategic planning Strategic Plan proposed Current situation Data Tactical constraints Tactical objectives Constraints Tactical planning Tactical Plan proposed Yes Substantial difference? Substantial difference? Yes No No Acompanhamento financeiro Budget Acompanhamento de obras Data Operational planning Operational Plan proposed Operational Plan validated Strategic planning Necessidades de exploração Pressupostos de exploração Operational planning Acompanhamento financeiro Budget (c) José G. Borges

10 Systems Nº Name Description Plataform Oportunities for improvement/notes S1 Forest Information System Manages and provides all geographical information, nomeadamente namely: - Firm internal data: Unidades de Gestão dos Clientes respectivos limites, áreas, ocupações, etc; - National data: Roads, hidrography, slopes, soils, etc. Windows, MS SQL Server, ArcSDE Connection to Patrimony, Inventory,...Interligação com o Património, Works Support System Repositories As principais funções suportadas são: - Gestão de Unidades de Gestão - Gestão de Ocupações - Cartografia - Nº Name Description Plataform Notes R1 Inventory Information about stads inventoried: Division, client,management unit, property, talhão, número de parcelas, rotation, forest cover, inventory year, number of trees per ha,, número de varas com volume, diâmetro médio, altura média, volume por ha. Excel To discontinue and migrate to information system being developed

11 Design of information and applications architecture Current systems and technologies Business model Current systems and technologies Information Applications Technological Implementation plan

12 E13:Land stock exchan Ano; Área; classe de produtividade potencial E3:Division identificação da divisão; àrea E5:County identificação do concelho; àrea E12:I Market information Identificação; Tipo de mercado; Volume disponível; Custo de aquisição E14:Risk Identificador do talhão; Tipo de risco; Classes de risco E15:Clone gains Identificador de ganho; Clone; Ganho E6:Contract Identificação do contrato; Tipo de contrato; data de início; Data de fim; Renda; Unidade de referência; % Parceria; Antecipação; Indexante; Frequência de actualização; Área contratada; Prioridade associada ao risco contratual E4:Manag. unit Identificação da unidade de gestão; Identificação da divisão; Identificação do Concelho; Área; Custos fixos; Abate financeiro; Periodicidade E2:Property Identificação da propriedade; Identificação da unidade de gestão; Empresa; Área E21:Capacidade de parques identificação do parque; Ano;capacidade E20:Mill demand Unidade fabril; Ano;necessidade E11:Growth and Yield model Identificação do modelo; Formulação E10:Harvest plan plantações Identificação do Talhão; Código de intervenção E1:Stand Identificador do talhão; Identificação da propriedade; Empresa D1: Espécie; Rotação; Idade; Distância às fábricas; Distâncias aos Parques; Classe de declive; Armação de terreno; Distância média de rechega; D3: Ano de inventário; Informação biométrica E9: Function identificação da função; descrição E7:Silviculture Identificação do tipo de modelo; Descrição; Identificação da função E8:Activity Identificação da actividade; Identificação do tipo de modelo; Descrição; Custo unitário; Ganho

13 E1 - Talhão E2 - Propriedade E3 - Divisão E4 - Unidade de gestão E5 - Concelho E6 - Contratos E7 - Tipo de modelo de silvicultura E8 - Actividade E9 - Função E10 - Plano de cortes e plantações E11 - Modelo de crescimento E12 - Informação de Mercado E13 - Bolsa de terrenos E14 - Risco E15 - Ganho clonal E20 - Procura Fabril E21- Capacidade de Parques E22 - Informação Estratégica Consolidada E16 - Parâmetros de simulação estratégica E18 - Plano de Gestão Florestal Estratégico Forestry Decision Support Systems Activities (A) vs Entities (E) A1 - Consolidation of information CR CR CR CR CR CR CR CR CR CR CR CR CR CR CR CR C A2 - Elaboração de restrições estratégicas CRU A6 - Re-elaboração de restrições estratégicas CU A3 - Efectuar simulação estratégica R R C A4 - Validação da simulação estratégica R A5 - Análise de resultados da simulação estratégica R A7 - Avaliação de cenários estratégicos R A8 - Armazenar cenários estratégicos RU A9 - Consolidação de informação táctica CR CR CR CR CR CR CR CR CR CR CR CR CR CR CR CR A10 - Elaboração de restrições tácticas A14 - Re-elaboração de restrições tácticas A11 - Efectuar simulação táctica A12 - Validação da simulação táctica A13 - Análise de resultados da simulação táctica A16 - Análise de cenários tácticos A15 - Armazenar cenários tácticos R

14 S1:Sistema de Informação Florestal SGMS SGMC Sistema de Planeamento Estratégico Sistema de Controlo de planeamento Sistema de Controlo do SIPF Ocupação S2:Inventário Florestal Inventário Modelos de silvicultura custeados Modelos de crescimento Identificação da actividade; Identificação do modelo de silvicultura; Simulador Estratégico Descrição; Custo unitário; Ganho Gestor de Restrições Plano estratégico proposto ETL Planos Cálculo de indicadores text Alarmes Análise diferencial S3:Gestão Cadastral Cadastro Plano de cortes e plantação Ano de inventário; Informação biométrica; Identificação da propriedade; Empresa; Abate financeiro; Área ETL Informação consolidada Simulador Optimizador Validador SAE Warehouse de Informação Florestal Planos Plano operacional aprovado Sistema de Apoio à Decisão ao Planeamento Operacional Bolsa de terrenos Riscos Ganhos I&D Restrições de Cenários simulação Primeiros 3 anos do Plano estratégico proposto Cenários Fertiliza Inventário Produção de plantas Sanidade Riscos de incêndio Fornecedores de serviços Outras práticas Alocação clonal Informação histórica Etc. ETL Informação Consolidada Informação Contabilística e financeira Plano operacional consolidado Sistema de Acompanhamento de obras e orçamento Disponibilidades de mercado SGMS SGMC Sistema de Planeamento Táctico Sistema Operacional Sistema de Acompanhamento de Obras/ contratos Modelos de silvicultura custeados Modelos de crescimento Simulador Táctico Plano táctico proposto Plano estratégico proposto Segmentador Sistema de Custeio de Obras Sistema de Calendarização de Obras ETL Plano operacional consolidado Cálculo de indicadores Alarmes Avaliação de indicadores Gestor de Restrições Outras actividades Obras/contratos Indicadores de acompanhamento técnico ETL Simulador Optimizador Plano Operacional text Plano Operacional Aprovado Orçamento Ocupação Cadastro Inventário Plano de cortes e plantação Bolsa de terrenos Riscos Ganhos I&D Disponibilidades de mercado Restrições de simulação Validador Cenários SAT Cenários ETL SAT-G Planos Operacionais de Outras Empresas Sistema de Planeamento Operacional ETL Plano Operacional Consolidado SAO-G Plano Operacional Consolidado Informação contabilística Património Entidades Orçamento ETL Repositório do realizado Sistema de Acompanhamento Financeiro Cálculo de Avaliação de indicadores indicadores Alarmes Indicadores de acompanhamento técnico Outros planos tácticos Planos tácticos consolidados Planos tácticos consolidados

15 Acronym : SPE Name (full) : Strategic planning system Objectives : Long term scenario analysis... Business processes supported A1 - Consolidation of strategic information A2.... A3 Business entities used : E1 Stand; E2 Property; E3 Division; E4 - Management unit; E5 County; E6 Contracts;... Description of architecture: This system encompasses three modules: SPE_ETL, SPE_SIMUL, SPE_Analisis: The consolidation modules, SPE_ETL, is responsible for getting information needed... Description of funcionalities: This system shall have the following functionalities: maintenance and administration: Management of users access and privileges,.... Input information and respective sources S1 - Forest Information System...

16 Design Of technological architecture Initialize Planning Business model Current systems and technologies Information Applications Tecnological Implementation Plan

17 Schedule. Time and resources for each activity

18 FORSYS

19 CHOUKRAN

Construção, Território e Ambiente. Construction, Planning and Environment. Semestre do plano de estudos 2

Construção, Território e Ambiente. Construction, Planning and Environment. Semestre do plano de estudos 2 Nome UC Construção, Território e Ambiente CU Name Código UC 11 Curso LEC Semestre do plano de estudos 2 Área científica Engenharia Civil Duração Semestral Horas de trabalho 95 ECTS 3.5 Horas de contacto

Leia mais

Transportes. Transportation. Semestre do plano de estudos 1

Transportes. Transportation. Semestre do plano de estudos 1 Nome UC Transportes CU Name Código UC 706 Curso MEC Semestre do plano de estudos 1 Área científica Engenharia Civil Duração Semestral Horas de trabalho 120 ECTS 4.5 Horas de contacto T - 22,5; TP - 22,5

Leia mais

GESTÃO DE RECURSOS NATURAIS. Ano letivo 2011/2012. Exercício: Sistema de apoio à decisão para eucalipto (Aplicação de Programação Linear)

GESTÃO DE RECURSOS NATURAIS. Ano letivo 2011/2012. Exercício: Sistema de apoio à decisão para eucalipto (Aplicação de Programação Linear) GESTÃO DE RECURSOS NATURAIS Ano letivo 2011/2012 Exercício: Sistema de apoio à decisão para eucalipto (Aplicação de Programação Linear) Exercise: Decision support system for eucalyptus (Linear programming

Leia mais

Tese / Thesis Work Análise de desempenho de sistemas distribuídos de grande porte na plataforma Java

Tese / Thesis Work Análise de desempenho de sistemas distribuídos de grande porte na plataforma Java Licenciatura em Engenharia Informática Degree in Computer Science Engineering Análise de desempenho de sistemas distribuídos de grande porte na plataforma Java Performance analysis of large distributed

Leia mais

Glossário BiSL. Bert Pranger / Michelle Hofland 28 Maio 2012 Versão 1.0-1 -

Glossário BiSL. Bert Pranger / Michelle Hofland 28 Maio 2012 Versão 1.0-1 - Glossário BiSL Bert Pranger / Michelle Hofland 28 Maio 2012 Versão 1.0-1 - 1. Glossário de Terminologia Terminologia em Inglês Terminologia em Português BiSL processes Processos de BiSL Business data management

Leia mais

CA Education Calendário de Cursos em Turmas Abertas Janeiro Junho 2007. Brasil ca.com/education 0800-121502

CA Education Calendário de Cursos em Turmas Abertas Janeiro Junho 2007. Brasil ca.com/education 0800-121502 CA Education Calendário de Cursos em Turmas Abertas Janeiro Junho 2007 Brasil ca.com/education 0800-121502 Venha Para a Fonte Preferida de Treinamento Para Software de Gerenciamento de TI e Melhores Práticas

Leia mais

OVERVIEW DO EAMS. Enterprise Architecture Management System 2.0

OVERVIEW DO EAMS. Enterprise Architecture Management System 2.0 OVERVIEW DO EAMS Enterprise Architecture Management System 2.0 NETWORKS @arqcorp_br #eamsrio http://arquiteturacorporativa.wordpress.com/ WE MANAGE KNOWLEDGE, WITH YOU Arquitetura Empresarial Repositório

Leia mais

ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA E GESTÃO DE FELGUEIRAS

ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA E GESTÃO DE FELGUEIRAS Curricular Unit Plan ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA E GESTÃO DE FELGUEIRAS CURSO Licenciatura em Engenharia Informática U.C. GESTÃO DE PROJECTOS INFORMÁTICOS Horas presenciais / Ano 56 Ano Lectivo 2010

Leia mais

Proposta de Criação do Mestrado em Gestão Logística. III - Informação Relativa ao Suplemento ao Diploma

Proposta de Criação do Mestrado em Gestão Logística. III - Informação Relativa ao Suplemento ao Diploma Proposta de Criação do Mestrado em Logística III - Informação Relativa ao Suplemento ao Diploma De acordo com o Despacho RT 41/2005 de 19 de Setembro Universidade do Minho Escola de Economia e Departamento

Leia mais

Integrated Network Operations Support System ISO 9001 Certified A Plataforma Integradora Integrated Platform O INOSS V2 é uma poderosa plataforma de operação e gestão centralizada de redes e serviços de

Leia mais

UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA Centro Regional das Beiras Departamento de Economia, Gestão e Ciências Sociais

UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA Centro Regional das Beiras Departamento de Economia, Gestão e Ciências Sociais UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA Centro Regional das Beiras Departamento de Economia, Gestão e Ciências Sociais UNIDADE CURRICULAR Qualidade Total e Gestão das Operações MESTRADO Gestão Negócios ANO E

Leia mais

SISTEMA LOGÍSTICO DE APOIO À DECISÃO NAS OPERAÇÕES DE TRANSFERÊNCIA DE DERIVADOS DA REDE DE DUTOS DA PETROBRAS

SISTEMA LOGÍSTICO DE APOIO À DECISÃO NAS OPERAÇÕES DE TRANSFERÊNCIA DE DERIVADOS DA REDE DE DUTOS DA PETROBRAS 1 de 7 26/6/2009 16:33 SISTEMA LOGÍSTICO DE APOIO À DECISÃO NAS OPERAÇÕES DE TRANSFERÊNCIA DE DERIVADOS DA REDE DE DUTOS DA PETROBRAS Suelen Neves Boschetto, Flávio Neves Jr CPGEI Universidade Tecnológica

Leia mais

SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO

SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO NBR ISO/IEC 27002: 2005 (antiga NBR ISO/IEC 17799) NBR ISO/IEC 27002:2005 (Antiga NBR ISO/IEC 17799); 27002:2013. Metodologias e Melhores Práticas em SI CobiT; Prof. Me. Marcel

Leia mais

OUTSOURCING DE SISTEMAS E INFRA-ESTRUTURAS - Uma Reflexão! Eduardo Melo / ISLA Instituto Superior de Línguas e Administração 1

OUTSOURCING DE SISTEMAS E INFRA-ESTRUTURAS - Uma Reflexão! Eduardo Melo / ISLA Instituto Superior de Línguas e Administração 1 OUTSOURCING DE SISTEMAS E INFRA-ESTRUTURAS - Uma Reflexão! Eduardo Melo / ISLA Instituto Superior de Línguas e Administração 1 Estrutura da Apresentação 1. Breve Introdução 2. Presente e Futuro 3. Resultados

Leia mais

Organizações. Pedro Sousa

Organizações. Pedro Sousa Organizações Índice Introdução aos Tipos de Organizações Industriais Grossistas/Armazenistas Distribuição e Retalho Logística Serviços. Áreas das Organizações Financeira Recursos Humanos Produção Marketing

Leia mais

Solução e Tecnologia

Solução e Tecnologia Solução e Tecnologia Introdução VER OFERTA sobre BSCC BI Novabase, simpler and happier. Tornamos a vida das pessoas e das empresas mais simples e mais feliz. #1 Serviços BI em Portugal +170 Consultores

Leia mais

CMDB no ITIL v3. Miguel Mira da Silva. mms@ist.utl.pt 919.671.425

CMDB no ITIL v3. Miguel Mira da Silva. mms@ist.utl.pt 919.671.425 CMDB no ITIL v3 Miguel Mira da Silva mms@ist.utl.pt 919.671.425 1 CMDB v2 Configuration Management IT components and the services provided with them are known as CI (Configuration Items) Hardware, software,

Leia mais

XLVII SIMPÓSIO BRASILEIRO DE PESQUISA OPERACIONAL

XLVII SIMPÓSIO BRASILEIRO DE PESQUISA OPERACIONAL UM MODELO DE PLANEJAMENTO DA PRODUÇÃO CONSIDERANDO FAMÍLIAS DE ITENS E MÚLTIPLOS RECURSOS UTILIZANDO UMA ADAPTAÇÃO DO MODELO DE TRANSPORTE Debora Jaensch Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção

Leia mais

Calendarização Cursos Microsoft Exclusivos para a ACSS

Calendarização Cursos Microsoft Exclusivos para a ACSS Calendarização Cursos Microsoft Exclusivos para a ACSS Curso Datas Lisboa Datas Porto Datas Coimbra Workshop SharePoint 2007 Developer Planning, Deploying and Managing Microsoft System Center Configuration

Leia mais

Mestrado em Economia Monetária e

Mestrado em Economia Monetária e Mestrado em Economia Monetária e Financeira Ficha de Unidade Curricular Nome da Unidade Curricular (NUC) Departamento Área Científica Activa nos Planos Curriculares Estado Código da disciplina Nome (pt)

Leia mais

Ficha da Unidade Curricular

Ficha da Unidade Curricular ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA E GESTÃO DE FELGUEIRAS CURSO Licenciatura em Engenharia Informática U.C. SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Ficha da Unidade Curricular Horas presenciais / Ano 56 Ano Lectivo 2010 / 2011

Leia mais

Sílvio Glicério Mendonça. O impacto dos Sistemas Integrados de Gestão (ERP) nas instituições de ensino. Dissertação de Mestrado (Opção profissional)

Sílvio Glicério Mendonça. O impacto dos Sistemas Integrados de Gestão (ERP) nas instituições de ensino. Dissertação de Mestrado (Opção profissional) Sílvio Glicério Mendonça O impacto dos Sistemas Integrados de Gestão (ERP) nas instituições de ensino Dissertação de Mestrado (Opção profissional) Dissertação apresentada como requisito parcial para obtenção

Leia mais

Presidente do Quality Assurance Institute QAI Brasil Presidente do International Function Point Users Group IFPUG. Definindo e Alcançando Objetivos

Presidente do Quality Assurance Institute QAI Brasil Presidente do International Function Point Users Group IFPUG. Definindo e Alcançando Objetivos Derivação de Métricas para Projetos de BI Mauricio Aguiar ti MÉTRICAS Presidente do Quality Assurance Institute QAI Brasil Presidente do International Function Point Users Group IFPUG www.metricas.com.br

Leia mais

A Cloud Computing Architecture for Large Scale Video Data Processing

A Cloud Computing Architecture for Large Scale Video Data Processing Marcello de Lima Azambuja A Cloud Computing Architecture for Large Scale Video Data Processing Dissertação de Mestrado Dissertation presented to the Postgraduate Program in Informatics of the Departamento

Leia mais

Turismo Industrial. A problemática e tendências para o futuro

Turismo Industrial. A problemática e tendências para o futuro Turismo Industrial A problemática e tendências para o futuro Seminário Turismo Industrial e Desenvolvimento Local Turismo de Portugal - 30 Outubro 2013 Carlos Costa [ccosta@ua.pt] Universidade de Aveiro

Leia mais

Instituto de Engenharia de Sistemas e Computadores: Investigação e Desenvolvimento em Lisboa

Instituto de Engenharia de Sistemas e Computadores: Investigação e Desenvolvimento em Lisboa Instituto de Engenharia de Sistemas e Computadores: Investigação e Desenvolvimento em Lisboa Arlindo Oliveira 1 Brief history Research Institute established January 2000. Private Not-for Profit Institution

Leia mais

AGENDA DE TREINAMENTO Maio a Agosto/ 2013. Joinville/ Jaraguá do Sul

AGENDA DE TREINAMENTO Maio a Agosto/ 2013. Joinville/ Jaraguá do Sul AGENDA DE TREINAMENTO Maio a Agosto/ 2013 Training Overview SAP01 SAP Overview SAPTEC Fundamentals of SAP NetWeaver Application Server Conhec. MS Office e Internet Conhec. Tecn. da Informação 3 ECC6.0

Leia mais

Digital Cartographic Generalization for Database of Cadastral Maps

Digital Cartographic Generalization for Database of Cadastral Maps Mariane Alves Dal Santo marianedalsanto@udesc.br Francisco Henrique de Oliveira chicoliver@yahoo.com.br Carlos Loch cloch@ecv.ufsc.br Laboratório de Geoprocessamento GeoLab Universidade do Estado de Santa

Leia mais

Using Big Data to build decision support tools in

Using Big Data to build decision support tools in Using Big Data to build decision support tools in Agriculture Laboratory of Architecture Karen Langona and Computer Networks OSDC PIRE 2013 Edinburgh Workshop Climate and Agricultural Planning Agriculture

Leia mais

DPI. Núcleo de Apoio ao Desenvolvimento de Projetos e Internacionalização Project Development And Internationalization Support Office

DPI. Núcleo de Apoio ao Desenvolvimento de Projetos e Internacionalização Project Development And Internationalization Support Office DPI Núcleo de Apoio ao Desenvolvimento de Projetos e Internacionalização Project Development And Internationalization Support Office Apresentação/Presentation Criado em 1 de março de 2011, o Núcleo de

Leia mais

Inovação no Planeamento Operacional Florestal

Inovação no Planeamento Operacional Florestal MEIO: WWW.NATURLINK.PT CORES P&B TIRAGEM: ONLINE PÁGINA 01 À 08 R. Castilho 5, 1º andar, Sals 17, 1250-066 LISBOA T. +351 21 153 64 51 PERIODICIDADE: DIÁRIA Nº EDIÇÃO: ONLINE RUBRICA: DESTAQUES DATA: JUNHO

Leia mais

Calendarização Cursos Microsoft para SNS

Calendarização Cursos Microsoft para SNS Calendarização Cursos Microsoft para SNS Curso Faro Lisboa Porto Coimbra Workshop Windows Server 2003/2008 Workshop Exchange Workshop Active Directory Workshop SharePoint 2007 Workshop Windows Office 2007

Leia mais

ANEXO A - ERP. Gestão de Operações, Utilização do Software Baan A 1

ANEXO A - ERP. Gestão de Operações, Utilização do Software Baan A 1 ANEXO A - ERP ERP Enterprise Resources Planning é um termo genérico que pretende identificar o conjunto de actividades incluídas nos processos de gestão de uma empresa. Incluem-se por exemplo as seguintes

Leia mais

Os Sistemas de Informação nas PME s. José Pinto

Os Sistemas de Informação nas PME s. José Pinto Os Sistemas de Informação nas PME s José Pinto José Ângelo Costa Pinto Licenciado em Gestão Empresas Pós-Graduação em Sistemas de Informação (PM) Pós Graduação em Economia e Gestão Mestre em Sistemas de

Leia mais

Informática. Conceitos Básicos. Informação e Sistemas de Informação. Aula 3. Introdução aos Sistemas

Informática. Conceitos Básicos. Informação e Sistemas de Informação. Aula 3. Introdução aos Sistemas Informática Aula 3 Conceitos Básicos. Informação e Sistemas de Informação Comunicação Empresarial 2º Ano Ano lectivo 2003-2004 Introdução aos Sistemas A Teoria dos Sistemas proporciona um meio poderoso

Leia mais

SAP Multinacional alemã de tecnologia, líder global em software de gestão de processos, contrata:

SAP Multinacional alemã de tecnologia, líder global em software de gestão de processos, contrata: SAP Multinacional alemã de tecnologia, líder global em software de gestão de processos, contrata: Vaga: Estagiário Área Jurídica Área: Legal Department O Departamento Jurídico é uma área dinâmica que possui

Leia mais

SIMULADOR DE UMA EMPRESA DE GERAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA UMA FERRAMENTA COMPUTACIONAL PARA UM AMBIENTE DE NEGÓCIOS

SIMULADOR DE UMA EMPRESA DE GERAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA UMA FERRAMENTA COMPUTACIONAL PARA UM AMBIENTE DE NEGÓCIOS GAE/024 21 a 26 de Outubro de 2001 Campinas - São Paulo - Brasil GRUPO VI GRUPO DE ESTUDOS DE ASPECTOS EMPRESARIAIS SIMULADOR DE UMA EMPRESA DE GERAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA UMA FERRAMENTA COMPUTACIONAL

Leia mais

Participatory Map of Rio de Janeiro

Participatory Map of Rio de Janeiro Leandro Gomes Souza Geographer Luiz Roberto Arueira da Silva Director of City Information Pereira Passos Institute - City of Rio de Janeiro About us Pereira Passos Institute (IPP) is Rio de Janeiro municipal

Leia mais

IV th WORLD WATER FORUM Developing and Implementing Shared Water Information Systems

IV th WORLD WATER FORUM Developing and Implementing Shared Water Information Systems IV th WORLD WATER FORUM Developing and Implementing Shared Water Information Systems OFFICIAL SESSION n FT 5-13 March, 21 st 2005-16 H 30-18 H 30 BANAMEX CENTER ROOM ITURBIDE N 3 Mr. Oscar Cordeiro NETTO

Leia mais

Easy Linux! FUNAMBOL FOR IPBRICK MANUAL. IPortalMais: a «brainware» company www.iportalmais.pt. Manual

Easy Linux! FUNAMBOL FOR IPBRICK MANUAL. IPortalMais: a «brainware» company www.iportalmais.pt. Manual IPortalMais: a «brainware» company FUNAMBOL FOR IPBRICK MANUAL Easy Linux! Title: Subject: Client: Reference: Funambol Client for Mozilla Thunderbird Doc.: Jose Lopes Author: N/Ref.: Date: 2009-04-17 Rev.:

Leia mais

Desenvolvimento de uma aplicação SIG Open Source para criação de mapas de risco e perigosidade florestal

Desenvolvimento de uma aplicação SIG Open Source para criação de mapas de risco e perigosidade florestal Desenvolvimento de uma aplicação SIG Open Source para criação de mapas de risco e perigosidade florestal Lia Duarte Assistente convidada, Faculdade de Ciências da Universidade do Porto, liaduarte@fc.up.pt

Leia mais

www.pwc.com/pt Disclosure management Breakfast seminar 17 de Janeiro de 2011

www.pwc.com/pt Disclosure management Breakfast seminar 17 de Janeiro de 2011 www.pwc.com/pt Disclosure management Breakfast seminar 17 de Janeiro de 2011 Agenda 08:45 Registo de participantes 09:00 Introdução 09:10 A divulgação e produção de declarações financeiras na perspectiva

Leia mais

Information technology specialist (systems integration) Especialista em tecnologia da informação (integração de sistemas)

Information technology specialist (systems integration) Especialista em tecnologia da informação (integração de sistemas) Information technology specialist (systems integration) Especialista em tecnologia da informação (integração de sistemas) Professional activities/tasks Design and produce complex ICT systems by integrating

Leia mais

LEIA ISTO PRIMEIRO. IBM Tivoli Configuration Manager, Versão 4.2.1

LEIA ISTO PRIMEIRO. IBM Tivoli Configuration Manager, Versão 4.2.1 LEIA ISTO PRIMEIRO IBM Tivoli, Versão 4.2.1 O IBM Tivoli, Versão 4.2.1, é uma solução para controlar a distribuição de software e o inventário de gerenciamento de recursos em um ambiente multiplataformas.

Leia mais

USO DO GEOPROCESSAMENTO COMO FERRAMENTA DE AUXÍLIO PARA O GERENCIAMENTO DAS ATIVIDADES DE TELECOMUNICAÇÕES

USO DO GEOPROCESSAMENTO COMO FERRAMENTA DE AUXÍLIO PARA O GERENCIAMENTO DAS ATIVIDADES DE TELECOMUNICAÇÕES USO DO GEOPROCESSAMENTO COMO FERRAMENTA DE AUXÍLIO PARA O GERENCIAMENTO DAS ATIVIDADES DE TELECOMUNICAÇÕES OLIVEIRA, K. A. S. D. 1 ; LEITE, M. L. DE O. 2 ; MENEZES, A. R. 3 ; MEDEIROS, S. L. 4 RESUMO:

Leia mais

UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA Centro Regional das Beiras Departamento de Economia, Gestão e Ciências Sociais

UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA Centro Regional das Beiras Departamento de Economia, Gestão e Ciências Sociais UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA Centro Regional das Beiras Departamento de Economia, Gestão e Ciências Sociais UNIDADE CURRICULAR Competitividade, Planeamento e Controlo nos Serviços de Saúde MESTRADO

Leia mais

A Importância e o Papel Central do SIG- Empresarial da EP na Gestão de Infraestruturas Rodoviárias

A Importância e o Papel Central do SIG- Empresarial da EP na Gestão de Infraestruturas Rodoviárias A Importância e o Papel Central do SIG- Empresarial da EP na Gestão de Infraestruturas Rodoviárias Rui Ribeiro e Luís Correia EP Gabinete de Sistemas de Informação Agenda Os Sistemas de Informação na EP

Leia mais

UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA Centro Regional das Beiras Pólo de Viseu Instituto Universitário de Desenvolvimento e Promoção Social

UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA Centro Regional das Beiras Pólo de Viseu Instituto Universitário de Desenvolvimento e Promoção Social UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA Centro Regional das Beiras Pólo de Viseu Instituto Universitário de Desenvolvimento e Promoção Social DISCIPLINA Controlo Informático da Gestão LICENCIATURA Informática

Leia mais

Auditoria Informática

Auditoria Informática Auditoria Informática ou de sistemas de informação 2 Auditoria Informática O Auditor Informático Funções e Áreas de actuação Objectivos de Auditoria Informática Vantagens e Inconvenientes Metodologia 1

Leia mais

Solicitação de Mudança 01

Solicitação de Mudança 01 Solicitação de Mudança 01 Refatorar a especificação da linha de produtos Crisis Management System permitindo que o suporte ao registro de LOG seja opcional. Isso significa que o comportamento descrito

Leia mais

UMA ABORDAGEM PARA GESTÃO DE CONTEÚDOS EDUCACIONAIS

UMA ABORDAGEM PARA GESTÃO DE CONTEÚDOS EDUCACIONAIS UMA ABORDAGEM PARA GESTÃO DE CONTEÚDOS EDUCACIONAIS RESUMO: - PALAVRAS-CHAVES: ABSTRACT: The use of the Web as a platform for distance education (e-learning) has been one of the great alternatives for

Leia mais

Utilização de um banco de dados relacional no Sistema de Informações Geográfica (SIG) para o cadastro florestal

Utilização de um banco de dados relacional no Sistema de Informações Geográfica (SIG) para o cadastro florestal Utilização de um banco de dados relacional no Sistema de Informações Geográfica (SIG) para o cadastro florestal Use of relational database in a Geographical Information System (GIS) for forest register

Leia mais

João Matias. Managing Director Oracle Portugal

João Matias. Managing Director Oracle Portugal João Matias Managing Director Oracle Portugal Pontos de Partida. Para onde Vamos? Evolução. Estratégia. Desafios. A vida começa aos quarenta... Evolução O passado recente dos ambientes de IT Best of Breed

Leia mais

Logistics / Supply Chain

Logistics / Supply Chain Deixar descongelar o produto durante cerca de 60minutos Colocar o creme no saco de pasteleiro Efectuar um corte inclinado até meio da bola, na sua parte superior (logo a seguir á emenda) Cortar o bico

Leia mais

Institutional Skills. Sessão informativa INSTITUTIONAL SKILLS. Passo a passo. www.britishcouncil.org.br

Institutional Skills. Sessão informativa INSTITUTIONAL SKILLS. Passo a passo. www.britishcouncil.org.br Institutional Skills Sessão informativa INSTITUTIONAL SKILLS Passo a passo 2 2 British Council e Newton Fund O British Council é a organização internacional do Reino Unido para relações culturais e oportunidades

Leia mais

PME s INOVADORAS NO HORIZON 2020 Como Utilizar as Redes Nacionais de Apoio

PME s INOVADORAS NO HORIZON 2020 Como Utilizar as Redes Nacionais de Apoio 2014 APRIL 29 PME s INOVADORAS NO HORIZON 2020 Como Utilizar as Redes Nacionais de Apoio JOSÉ CARLOS CALDEIRA Administrador Executivo do Pólo PRODUTECH Chairman MANUFUTURE NRTP Group EFFRA Board Member

Leia mais

Live Show Gerenciamento de Ambientes. Danilo Bordini (http://blogs.technet.com/dbordini ) Rodrigo Dias (http://blogs.technet.

Live Show Gerenciamento de Ambientes. Danilo Bordini (http://blogs.technet.com/dbordini ) Rodrigo Dias (http://blogs.technet. Live Show Gerenciamento de Ambientes Danilo Bordini (http://blogs.technet.com/dbordini ) Rodrigo Dias (http://blogs.technet.com/rodias) Live Show! Vocês são do Time! Período do Evento Final de Semana Durante

Leia mais

Hidráulica Urbana. Urban Hydraulics. Semestre do plano de estudos 2

Hidráulica Urbana. Urban Hydraulics. Semestre do plano de estudos 2 Nome UC Hidráulica Urbana CU Name Código UC 725 Curso MEC Semestre do plano de estudos 2 Área científica Engenharia Civil Duração Semestral Horas de trabalho 164 ECTS 6 Horas de contacto T - 22,5; PL -

Leia mais

ANNUAL REPORT 2011-12-13

ANNUAL REPORT 2011-12-13 ANNUAL REPORT 2011-12-13 Member organizationʼs name: Beraca Sabará Quimicos e Ingredientes - Divisão HPC Main address: Rua Emilia Marengo, 682 segundo andar Jardim Analia Franco, São Paulo SP Brasil CEP

Leia mais

Registration Form - 2013 - ALL - AMÉRICA LATINA LOGISTICA S.A. Version : 3

Registration Form - 2013 - ALL - AMÉRICA LATINA LOGISTICA S.A. Version : 3 Index: Company s Profile ALL AMÉRICA LATINA LOGÍSTICA S.A. Corporate Taxpayers ID (CNPJ/MF) 02.387.241/0001-60 Companies Registry (NIRE) 413 00 019886 Publicly-held Company REGISTRATION FORM General Information

Leia mais

Sistemas de Informação na Organização

Sistemas de Informação na Organização Sistemas de Informação na Organização Tipos de Sistemas de Informação TPS, KMS, MIS, DSS, ESS Perspectiva funcional dos SI Exemplos Perspectiva dos processos de negócio CRM SCM ERP Sistemas de Informação

Leia mais

Arquitectura Departamento de Engenharia Informática Instituto Superior Técnico

Arquitectura Departamento de Engenharia Informática Instituto Superior Técnico www.ea-kye.com Comemoração do 10º Aniversário do POSI Professor Pedro Sousa Arquitectura Departamento de Engenharia Informática Instituto Superior Técnico Empresarial 13 OUTUBRO 2008 Arquitectura Empresarial

Leia mais

NOTIFICAÇÃO DE NEGÓCIO

NOTIFICAÇÃO DE NEGÓCIO NOTIFICAÇÃO DE NEGÓCIO O Microsoft Business Solutions for Supply Chain Management Navision Business Notification ajudao a gerir a sua empresa mais facilmente e eficazmente. Pode identificar qualquer problema

Leia mais

Mapeamento GRH. 1. Introdução

Mapeamento GRH. 1. Introdução Mapeamento GRH 1. Introdução 1.1. Finalidade Este documento tem duas finalidades principais: a) Averiguar semelhanças e diferenças entre modelos, normas e guias de boas práticas para gestão de recursos

Leia mais

Ficha de Unidade Curricular Ano lectivo 2014/15

Ficha de Unidade Curricular Ano lectivo 2014/15 Ficha de Unidade Curricular Ano lectivo 2014/15 Unidade curricular: Curricular Unit: Gestão de Empresas Audiovisual e Multimédia Audiovisual and Multimedia Companies Management Docente responsável e respectivas

Leia mais

Organização Sete de Setembro de Cultura e Ensino - LTDA Faculdade Sete de Setembro FASETE Bacharelado em Administração

Organização Sete de Setembro de Cultura e Ensino - LTDA Faculdade Sete de Setembro FASETE Bacharelado em Administração Organização Sete de Setembro de Cultura e Ensino - LTDA Faculdade Sete de Setembro FASETE Bacharelado em Administração VICTOR HUGO SANTANA ARAÚJO ANÁLISE DAS FORÇAS DE PORTER NUMA EMPRESA DO RAMO FARMACÊUTICO:

Leia mais

ISO 9001:2015 e ISO 14001:2015 versão DIS Principais alterações

ISO 9001:2015 e ISO 14001:2015 versão DIS Principais alterações ISO 9001:2015 e ISO 14001:2015 versão DIS Principais alterações Raquel Silva 02 Outubro 2014 ISO 9001:2015 e ISO 14001:2015 ISO 9001:2015 e ISO 14001:2015 PUBLICAÇÃO DIS: - Draft International Standard

Leia mais

Microsoft. Driving Better Business Performance. André Amaral aamaral@microsoft.com

Microsoft. Driving Better Business Performance. André Amaral aamaral@microsoft.com Microsoft Driving Better Business Performance André Amaral aamaral@microsoft.com Business Intelligence Improving business insight A broad category of applications and technologies for gathering, storing,

Leia mais

AMBIENTE DE SOFTWARE PARA ELABORAÇÃO E GERENCIAMENTO DE MODELOS MATEMÁTICOS PARA PROBLEMAS DE PROGRAMAÇÃO LINEAR E INTEIRA

AMBIENTE DE SOFTWARE PARA ELABORAÇÃO E GERENCIAMENTO DE MODELOS MATEMÁTICOS PARA PROBLEMAS DE PROGRAMAÇÃO LINEAR E INTEIRA AMBIENTE DE SOFTWARE PARA ELABORAÇÃO E GERENCIAMENTO DE MODELOS MATEMÁTICOS PARA PROBLEMAS DE PROGRAMAÇÃO LINEAR E INTEIRA Fernando Lourenço Pinho Costa Universidade Federal Fluminense Instituto de Computação

Leia mais

Global Logistics Solutions Soluções Logísticas Globais

Global Logistics Solutions Soluções Logísticas Globais BEM VINDO AO MUNDO RANGEL WELCOME TO RANGEL WORLD Atividade Aduaneira Customs Broker Transporte Marítimo Sea Freight ESPANHA SPAIN Transporte Aéreo Air Freight Expresso Internacional FedEx International

Leia mais

inciência Iniciação Científica Embrapa Anais da X Jornada de Iniciação Científica da Embrapa Amazônia Ocidental

inciência Iniciação Científica Embrapa Anais da X Jornada de Iniciação Científica da Embrapa Amazônia Ocidental inciência Iniciação Científica Embrapa Anais da X Jornada de Iniciação Científica da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Anais da X Jornada de

Leia mais

SUPLEMENTO AO DIPLOMA DA UNIVERSIDADE DO MINHO (MESTRADO EM ENGENHARIA URBANA) (2º CICLO)

SUPLEMENTO AO DIPLOMA DA UNIVERSIDADE DO MINHO (MESTRADO EM ENGENHARIA URBANA) (2º CICLO) SUPLEMENTO AO DIPLOMA DA UNIVERSIDADE DO MINHO (MESTRADO EM ENGENHARIA URBANA) (2º CICLO) 1 Principal(ais) área(s) de estudo da qualificação: Engenharia Civil - Planeamento Urbanístico Engenharia Civil

Leia mais

Universidade do Minho. Escola de Engenharia. UC transversais Programas Doutorais 1º semestre 2012-13. 11 de outubro 2012

Universidade do Minho. Escola de Engenharia. UC transversais Programas Doutorais 1º semestre 2012-13. 11 de outubro 2012 Universidade do Minho Escola de Engenharia UC transversais Programas Doutorais 1º semestre 2012-13 11 de outubro 2012 1 2 2 courses offered in the first semestre: Métodos de Investigação em Engenharia

Leia mais

Serviço Público Inteligente

Serviço Público Inteligente Serviço Público Inteligente Sistemas de BI, decidir com base em informação de qualidade 15 de maio de 2013 Auditório B, Reitoria UNL Patrocínio Prata Patrocinadores Globais APDSI Sistemas de Business Intelligence

Leia mais

Global Logistics Solutions Soluções Logísticas Globais

Global Logistics Solutions Soluções Logísticas Globais Global Logistics Solutions Soluções Logísticas Globais BEM VINDO AO MUNDO RANGEL WELCOME TO RANGEL WORLD Toda uma organização ao seu serviço! Constituídos em 1980 por Eduardo Rangel, rapidamente marcámos

Leia mais

PROJECTO ÂNCORA QUALIFICAÇÃO E CERTIFICAÇÃO NO SECTOR DAS TICE. Qualificação e Certificação em Gestão de Serviços de TI

PROJECTO ÂNCORA QUALIFICAÇÃO E CERTIFICAÇÃO NO SECTOR DAS TICE. Qualificação e Certificação em Gestão de Serviços de TI Pólo de Competitividade das Tecnologias de Informação, Comunicação e Electrónica TICE.PT PROJECTO ÂNCORA QUALIFICAÇÃO E CERTIFICAÇÃO NO SECTOR DAS TICE Qualificação e Certificação em Gestão de Serviços

Leia mais

ILM e as Arquitecturas Empresariais por Pedro Sousa

ILM e as Arquitecturas Empresariais por Pedro Sousa ILM e as Arquitecturas Empresariais por Pedro Sousa Neste artigo clarifica-se os objectivos do ILM (Information Life Cycle Management) e mostra-se como estes estão dependentes da realização e manutenção

Leia mais

Cultural Identity of Young Volunteers Differences and understanding Empowering People. Volunteer Profile Questionnaire

Cultural Identity of Young Volunteers Differences and understanding Empowering People. Volunteer Profile Questionnaire Volunteer Profile Questionnaire 1 Índice 1 VOLUNTEER PROFILE QUESTIONNAIRE... 1.1 Country... 1. AGE... 1. GENDER... 1..1 GENDER vs... 1. Qualification... 1..1 QUALIFICATION GREECE VS PORTUGAL... 1. Are

Leia mais

Unidade curricular: Sistemas de Informação para a Gestão Nº horas: 75 ECTS: 7 1.º ano

Unidade curricular: Sistemas de Informação para a Gestão Nº horas: 75 ECTS: 7 1.º ano Licenciatura em Gestão (1º ciclo) First Cycle Degree in Management Unidade curricular: Sistemas de Informação para a Gestão Nº horas: 75 ECTS: 7 1.º ano Curricular Unit: Information Systems for Management

Leia mais

Ocomon & Invmon: Ferramentas para gerência de suporte de helpdesk

Ocomon & Invmon: Ferramentas para gerência de suporte de helpdesk Ocomon & Invmon: Ferramentas para gerência de suporte de helpdesk Flávio Ribeiro Centro de Informática Centro Universitário La Salle (Unilasalle) Av. Victor Barreto,2288 Canoas RS Brasil flavio@unilasalle.edu.br

Leia mais

Universidade*Nove*de*Julho*1*UNINOVE* Programa*de*Mestrado*Profissional*em*Administração* *Gestão*em*Sistemas*de*Saúde*

Universidade*Nove*de*Julho*1*UNINOVE* Programa*de*Mestrado*Profissional*em*Administração* *Gestão*em*Sistemas*de*Saúde* UniversidadeNovedeJulho1UNINOVE ProgramadeMestradoProfissionalemAdministração GestãoemSistemasdeSaúde Disciplina ProjetosComplexoseEstratégicosAplicadosàSaúde Códigodadisciplina GSEL04 Linhadepesquisa

Leia mais

Gestão e Controle de Energia Building Technologies

Gestão e Controle de Energia Building Technologies Gestão e Controle de Energia Copyright Siemens Switzerland Ltd. All rights reserved. Índice Empresa e Organização 3 Performance e Sustentabilidade em Edifícios 6 Produtos, Soluções e Serviços 10 Gestão

Leia mais

Cloud para o Brasil Cloud Services

Cloud para o Brasil Cloud Services Cloud para o Brasil Como as ofertas da Capgemini endereçam os principais pontos levantados pela pesquisa exclusiva We orchestrate your Cloud Services Current Market Situation with Cloud 2 Current Market

Leia mais

Sales and Operations Planning S&OP, Integrated Business Planning - IBP, Planejamento Integrado do Negócio

Sales and Operations Planning S&OP, Integrated Business Planning - IBP, Planejamento Integrado do Negócio Sales and Operations Planning S&OP, Integrated Business Planning - IBP, Planejamento Integrado do Negócio Novembro de 2009 STEFANO JR, Wilson Principal - Oliver Wight Together We Make a Difference wstefano@oliverwight.com

Leia mais

Universidade do Algarve Tema 22: Gestão da Informação Marco António de Jesus Porto

Universidade do Algarve Tema 22: Gestão da Informação Marco António de Jesus Porto Universidade do Algarve Tema 22: Gestão da Informação Marco António de Jesus Porto 2010, Marco Porto Resumo No presente documento são analisadas as várias caracteristicas da informação e sua importância

Leia mais

Sistemas de Informação no sector da Construção. João Poças Martins, FEUP/GEQUALTEC, 2011 1

Sistemas de Informação no sector da Construção. João Poças Martins, FEUP/GEQUALTEC, 2011 1 Sistemas de Informação no sector da Construção João Poças Martins, FEUP/GEQUALTEC, 2011 1 Sistemas de Informação no sector da Construção 1. SI na Construção. Introdução 2. ERP 3. BIM 4. Outras aplicações

Leia mais

Cadeira de Tecnologias de Informação. Conceitos Fundamentais de Sistemas de Informação

Cadeira de Tecnologias de Informação. Conceitos Fundamentais de Sistemas de Informação Cadeira de Tecnologias de Informação Ano lectivo 2009/2010 Conceitos Fundamentais de Sistemas de Informação TI2009/10_ SI_1 Sistemas de Informação: para quê? It has been said that the purpose of information

Leia mais

SISTEMA DE GERENCIAMENTO PARA EMPRESAS DE SUPRIMENTOS DE INFORMÁTICA

SISTEMA DE GERENCIAMENTO PARA EMPRESAS DE SUPRIMENTOS DE INFORMÁTICA Resumo SISTEMA DE GERENCIAMENTO PARA EMPRESAS DE SUPRIMENTOS DE INFORMÁTICA Felipe Marques Limonta 1 limonta8@gmail.com Rafael Lucas Monteiro 2 rafaelmonteiro100@hotmail.com Carlos Alberto Lucas 3 profcarloslucas@gmail.com

Leia mais

Dados x Informações. Os Sistemas de Informação podem ser:

Dados x Informações. Os Sistemas de Informação podem ser: CONCEITOS INICIAIS O tratamento da informação precisa ser visto como um recurso da empresa. Deve ser planejado, administrado e controlado de forma eficaz, desenvolvendo aplicações com base nos processos,

Leia mais

COMO IMPLEMENTAR UM SISTEMA DE BI

COMO IMPLEMENTAR UM SISTEMA DE BI Data Science FEUP 19 maio 2014 COMO IMPLEMENTAR UM SISTEMA DE BI Rui Afeiteira Gestor de projeto, BI4ALL Rui Afeiteira Gestor de projeto Business Intelligence Experiência Relevante Bacardi - Reengenharia

Leia mais

A Aviação no Comércio Europeu de Licenças de Emissão Especificidades para pequenos emissores

A Aviação no Comércio Europeu de Licenças de Emissão Especificidades para pequenos emissores A Aviação no Comércio Europeu de Licenças de Emissão Especificidades para pequenos emissores Departamento de Alterações Climáticas, Ar e Ruído (DACAR) Divisão de Poluição Atmosférica e Alterações Climáticas

Leia mais

Soluções de Gestão Integradas SENDYS ERP. Otimize a Gestão do Seu Negócio!

Soluções de Gestão Integradas SENDYS ERP. Otimize a Gestão do Seu Negócio! Soluções de Gestão Integradas SENDYS ERP Otimize a Gestão do Seu Negócio! Universo da Solução de Gestão SENDYS ERP SENDYS - Copyright 2007 SENDYS é uma marca proprietária da Readsystem, Lda. 2 Universo

Leia mais

Sector das TI s em Portugal e Projectos de

Sector das TI s em Portugal e Projectos de Sector das TI s em Portugal e Projectos de Financiamento Seminário Modelos de Gestão em Tecnologias de Informação: Gestão de Serviços, da Segurança e da Inovação 18 Nov 2010 Escola de Engenharia da Universidade

Leia mais

Modelação da Sustentabilidade da Produção de Madeira e do Armazenamento de Carbono de Eucaliptais ao Nível da Unidade de Gestão LISBOA

Modelação da Sustentabilidade da Produção de Madeira e do Armazenamento de Carbono de Eucaliptais ao Nível da Unidade de Gestão LISBOA Modelação da Sustentabilidade da Produção de Madeira e do Armazenamento de Carbono de Eucaliptais ao Nível da Unidade de Gestão Paula Soares 1, Margarida Tomé 1, José Tomé 1, José Guilherme Borges 1, Susana

Leia mais

XVI CONGRESSO DE PÓS-GRADUAÇÃO DA UFLA 22 a 26 de outubro de 2007 USO DA ANÁLISE ESPACIAL NO PLANEJAMENTO DE ESTRADAS FLORESTAIS

XVI CONGRESSO DE PÓS-GRADUAÇÃO DA UFLA 22 a 26 de outubro de 2007 USO DA ANÁLISE ESPACIAL NO PLANEJAMENTO DE ESTRADAS FLORESTAIS USO DA ANÁLISE ESPACIAL NO PLANEJAMENTO DE ESTRADAS FLORESTAIS MARIANA PERES DE LIMA 1 ; ADRIANO RIBEIRO DE MENDONÇA 1 ; LUIS MARCELO TAVARES DE CARVALHO 2. RESUMO: O planejamento de estradas em empresas

Leia mais

Processo de Desenvolvimento II. Processo de Desenvolvimento

Processo de Desenvolvimento II. Processo de Desenvolvimento Processo de Desenvolvimento II Processo de Desenvolvimento Street Java Engenharia de Software 2 Capítulo 2 & 3 3 Espiral Barry Bohem 4 Espiral DETERMINAR OBJECTIVOS, ALTERNATIVAS, RESTRIÇÕES Orçamento

Leia mais

OS NOVOS DESAFIOS DA GESTÃO DE RISCO Tiago Mora

OS NOVOS DESAFIOS DA GESTÃO DE RISCO Tiago Mora PATROCINADORES OURO Lisboa 28 e 29 Junho 2011 Museu do Oriente OS NOVOS DESAFIOS DA GESTÃO DE RISCO Tiago Mora O Contexto actual A Crescente Interdependência e vulnerabilidades à escala global: 2 O Contexto

Leia mais

Implementação de Ferramentas de Gestão SOX ISO 20000 ISO 27001. Susana Carias Lisboa, 24 de Outubro de 2008

Implementação de Ferramentas de Gestão SOX ISO 20000 ISO 27001. Susana Carias Lisboa, 24 de Outubro de 2008 Implementação de Ferramentas de Gestão SOX ISO 20000 ISO 27001 Susana Carias Lisboa, 24 de Outubro de 2008 Agenda Introdução Desafio 1º passo Problemática ISO 27001 ISO 20000 Conclusões 2 Agenda Introdução

Leia mais

Performance Measurement Dashboard. António Almeida INESC Porto. VFF project. Holistic, extensible, scalable and standard Virtual Factory Framework

Performance Measurement Dashboard. António Almeida INESC Porto. VFF project. Holistic, extensible, scalable and standard Virtual Factory Framework Performance Measurement Dashboard António Almeida INESC Porto VFF project Holistic, extensible, scalable and standard Virtual Factory Framework Agenda 1. Motivações e Desafios 2. Projeto Virtual Factory

Leia mais

INSTITUTO POLITÉCNICO DE SANTARÉM ESCOLA SUPERIOR DE DESPORTO DE RIO MAIOR. Licenciatura em desporto Gestão das Organizações Desportivas

INSTITUTO POLITÉCNICO DE SANTARÉM ESCOLA SUPERIOR DE DESPORTO DE RIO MAIOR. Licenciatura em desporto Gestão das Organizações Desportivas INSTITUTO POLITÉCNICO DE SANTARÉM ESCOLA SUPERIOR DE DESPORTO DE RIO MAIOR Licenciatura em desporto Gestão das Organizações Desportivas Programa da Unidade Curricular Gestão de Sistemas de Informação I

Leia mais