FolhaInvest Manual Carteira

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "FolhaInvest Manual Carteira"

Transcrição

1 FolhaInvest Manual Carteira Carteira é onde estão consolidadas as informações sobre suas ações e seu capital. A partir de atalhos, você poderá comprar, clicando na letra C, ou vender, clicando na letra V; ambas ao lado do nome da ação.

2 Comprar/Aplicar Start: é uma ordem de compra enviada à Bolsa quando o preço da ação atingir ou ultrapassar o preço determinado pelo cliente como preço de disparo da ordem. Por exemplo, se um investidor deseja comprar uma ação apenas após a confirmação do rompimento de uma resistência, poderá determinar o valor de disparo da ordem bem como o preço limite a pagar pela ação. Suponha que uma ação esteja sendo negociada a R$ 20,00 e sua resistência é R$ 21,50. O investidor quer comprar a ação apenas se sair negócio acima dessa resistência. Dessa forma, ele poderá colocar a ordem Start com o preço de Start a R$ 21,51 e o preço limite a R$ 21,60. Preço a mercado: sua ordem de compra será executada pelo valor de mercado da ação escolhida. Preço limitado a: sua ordem de compra será executada se ou quando o valor de mercado da ação estiver igual ao especificado. Compra por quantidade: você deverá informar a quantidade de papéis que deseja comprar. Compra por capital: use esta opção para determinar a quantia máxima de capital que será utilizada na transação. Transação total: a ordem de compra só é executada se houver saldo e papéis disponíveis nas quantidades informadas. Transação parcial: executará a ordem de compra sempre que houver saldo e papéis disponíveis, até completar a pendência. Vencimento da ordem: a ordem de compra será válida até este dia e será cancelada pelo simulado se não for executada até esta data.

3 Estimativa: apresenta um cálculo aproximado de quanto será desembolsado, em R$, considerando o valor da operação com corretagem e emolumentos. Atenção: este não é o valor real da compra. Vender/Resgatar Stop: é uma ordem de venda inserida no sistema da BOVESPA através de um mecanismo onde os critérios de validação da ordem são previamente estabelecidos pelo cliente. A ordem do tipo Stop Limitada pode funcionar como uma ferramenta de proteção para o investidor, já que a ordem é enviada à Bolsa quando o preço da ação ultrapassar o preço determinado pelo cliente como preço de disparo da ordem.por exemplo, se um investidor comprar uma ação a R$ 2,00 e quiser limitar sua perda a 10%, ele poderá colocar uma ordem stop limitada a R$ 1,80. Quando o preço do último negócio for igual ou menor a R$ 1,80, será disparada uma ordem de venda limitada a R$ 1,80. O preço de disparo pode ser diferente do preço limite de execução. Por exemplo, o investidor pode estabelecer o preço de disparo da ordem como sendo de R$ 1,80 mas com execução limitada a R$ 1,70 ou qualquer outro preço. Lembre-se que mesmo que sua ordem esteja limitada a R$ 1,70 o preço de execução poderá ser superior caso haja um comprador a preço melhor no momento da execução.

4 Preço a mercado: sua ordem de venda será executada pelo valor de mercado da ação escolhida. Preço limitado a: sua ordem de venda será executada se ou quando o valor de mercado da ação estiver igual especificado. Venda por quantidade: você deverá informar a quantidade de papéis que deseja vender. Venda por capital: use esta opção para determinar a quantia máxima de capital que será utilizada na transação. Vencimento da ordem: a ordem de venda será válida até este dia e será cancelada pelo simulado se não for executada até esta data. Estimativa: apresenta um cálculo aproximado de quanto será creditado, em R$, considerando o valor da operação com corretagem e emolumentos. Atenção: este não é o valor final da compra.

5 Pendências Em Pendências, são exibidas todas as suas ordens agendadas que ainda não foram executadas, agrupadas por: Operações de compra, Operações de venda, Operações de start e Operações de stop. É possível cancelar instantaneamente as pendências selecionando as ordens desejadas e clicando no botão Cancelar.

6 Histórico No histórico é possível verificar todas as operações executadas no seu perfil, dentro do simulado. Serão registradas todas as operações de criação de ordens de compra e venda, bem como suas execuções, alertas e operações de débito e crédito no seu saldo financeiro.

7 Cotações Nesta área são listados todos os papéis ativos no simulado, disponíveis para compra e venda, com as colunas: Ação: símbolo do papel negociado na BOVESPA. Nome: nome da empresa negociada. Última Neg.: valor da última negociação. Data últ. Neg.: data da última negociação. Osc.: oscilação atual do papel. Abert.: preço de abertura do dia corrente. Fech.: preço de fechamento do dia anterior. Máx.: preço máximo do papel durante o dia. Min.: preço mínimo do papel durante o dia. Neg.: número de negociações do papel no dia.

8 Rankings Em rankings, você tem uma relação completa de desempenho das carteiras de outros investidores que participam do simulado. A sua rentabilidade é calculada exclusivamente com base na sua posição financeira, diária e individual, ao longo do tempo, de acordo com períodos mensal ou anual. Sua posição financeira diária é a soma do seu capital em dinheiro com a soma do valor financeiro dos papéis que estão na sua carteira, após o fechamento do pregão. Acima do ranking de rentabilidade, é exibido o gráfico que demonstra a evolução de sua posição financeira. * Os rankings e rentabilidades são calculados uma vez por dia após o encerramento das negociações.

9 Negociações Simulador Nesta área são exibidas as somas de todas as ordens realizadas, não realizadas ou pendentes no simulado, durante o dia corrente, divididos por papel. Posição acionária Através desse recurso você poderá pesquisar quais papéis estavam em sua carteira em qualquer data passada.

10 Mensagens Nesta área, serão apresentadas dois tipos de interações entre participantes do simulado: pedidos e mensagens. Pedidos: Você pode receber dois tipos de pedido: quando for convidado para participar de um grupo; ou receber pedidos de participação no grupo do qual é dono. Em ambos os casos, você pode aceitar ou recusar o pedido. Mensagens: Poderão ser exibidas mensagens pessoais de outros participantes, bem como avisos de aceitação em grupo e alertas de participantes que aceitaram participar do seu grupo.

HOME BROKER 2.0. Manual do usuário

HOME BROKER 2.0. Manual do usuário HOME 2013 BROKER 2.0 Manual do usuário SUMÁRIO Tela inicial 2 Adicionando nova tela 2 Adicionando janelas 3 Criando Atalhos das janelas no menu lateral 4 Menu Lateral visualizando saldos e limites 5 Ocultando

Leia mais

Manual Socopa Home Broker v.2.0 2012 Todos os direitos reservados

Manual Socopa Home Broker v.2.0 2012 Todos os direitos reservados ÍNDICE 1. Acesso ao Home Broker 2. Operações 2.1. Compra e Venda 2.2. Cancelamento 3. Consultas 3.1. Ordens 3.2. Carteira 3.3. Posição Financeira 3.4. Extrato 3.5. Notas de Corretagem 1. Acesso ao Home

Leia mais

Tela que exibe os status das ordens enviadas, além dos dados de custódia do usuário (Tela 24).

Tela que exibe os status das ordens enviadas, além dos dados de custódia do usuário (Tela 24). 4. Status de Ordem Tela que exibe os status das ordens enviadas, além dos dados de custódia do usuário (Tela 24). Tela 24 Clique no [Menu] e, em seguida, na opção [Status de Ordem]. A tela de Status de

Leia mais

WTr Web Trading BM&F. Manual do Investidor

WTr Web Trading BM&F. Manual do Investidor WTr Web Trading BM&F Manual do Investidor Versão 1.2 13/11/2004 Índice 2.1. Home Page... 6 2.1.1.Objetivo...6 2.1.2. Funcionalidades...7 2.1.2.1. Dados do participante...7 2.1.2.2. Limites...7 2.1.2.3.

Leia mais

WTr Web Trading BM&F. Manual do Investidor

WTr Web Trading BM&F. Manual do Investidor WTr Web Trading BM&F Manual do Investidor Versão 1.3 15/09/2005 Índice 1. Introdução... 4 2. Funcionalidades... 6 2.1. Home Page... 6 2.1.1.Objetivo...6 2.1.2. Funcionalidades...7 2.1.2.1. Dados do participante...7

Leia mais

[CONFIDENCIAL] Aprenda com o SAGAZ. Primeiros passos para investir na Bolsa.

[CONFIDENCIAL] Aprenda com o SAGAZ. Primeiros passos para investir na Bolsa. 1 Aprenda com o SAGAZ Primeiros passos para investir na Bolsa. Está pensando em investir em ações e não sabe por onde começar? Fique tranqüilo, você está no lugar certo. Aqui você terá a melhor orientação

Leia mais

Iniciando. Bolsa de Valores. O que é uma ação?

Iniciando. Bolsa de Valores. O que é uma ação? O que é uma ação? Por definição é uma fração de uma empresa. Por isso, quem detém ações de uma companhia é dono de uma parte dela, ou melhor, é um dos seus sócios e por conseguinte passa a ganhar dinheiro

Leia mais

CONSULTAS CUSTÓDIA DE AÇÕES FINANCEIRO BOVESPA EXTRATO NOTAS DE CORRETAGEM ORDENS DO DIA HISTÓRICO DE ORDENS ORDEM DE START/STOP

CONSULTAS CUSTÓDIA DE AÇÕES FINANCEIRO BOVESPA EXTRATO NOTAS DE CORRETAGEM ORDENS DO DIA HISTÓRICO DE ORDENS ORDEM DE START/STOP ÍNDICE FERRAMENTAS CONSULTAS COTAÇÃO RÁPIDA GRÁFICO HISTÓRICO DE NEGOCIAÇÃO NEGÓCIOS POR CORRETORA LIVRO DE OFERTAS COMPLETO LIVRO DE OFERTAS CONSOLIDADO LIVRO DE OFERTAS 8 RANKING DE ATIVOS RANKING DE

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO AE HOME BROKER 2.0

MANUAL DO USUÁRIO AE HOME BROKER 2.0 MANUAL DO USUÁRIO AE HOME BROKER 2.0 Conteúdo Pré-requisitos... 3 Entrando no AE Home Broker... 3 Tela de Entrada - Default... 4 Como Acessar as Informações... 4 Informações Disponíveis... 7 1. Tela de

Leia mais

www.contratofuturo.com

www.contratofuturo.com www.contratofuturo.com www.contratofuturo.com O que é o Índice Futuro Para falar de índice futuro, primeiro precisamos falar do ÍNDICE no presente, que é o Ibovespa. O famoso índice que serve para medir

Leia mais

HomeBroker Web 2.0. Manual do Usuário. Página 1 de 81

HomeBroker Web 2.0. Manual do Usuário. Página 1 de 81 HomeBroker Web 2.0 Manual do Usuário Página 1 de 81 Índice Objetivo...6 Tecnologias Utilizadas...6 Configuração mínima necessária...6 Características e principais objetos...6 Primeiro logon e assinatura

Leia mais

O que é uma corretora de valores

O que é uma corretora de valores A maioria dos home-broker disponibilizados palas corretoras gratuitamente são bem parecidos. Por essa razão, este material traz uma abordagem genérica, onde o investidor terá uma visão geral do funcionamento

Leia mais

Primeiros Passos para o Simulador de Ações do FinanceDesktop. Parte A INICIANDO E CONFIGURANDO (5 passos)

Primeiros Passos para o Simulador de Ações do FinanceDesktop. Parte A INICIANDO E CONFIGURANDO (5 passos) Primeiros Passos para o Simulador de Ações do FinanceDesktop. Seja bem-vindo(a) ao Simulador de Ações FinanceDesktop. Seu propósito é oferecer um ambiente completo e fácil de usar que permita o registro

Leia mais

Home Broker Ativa 2.2. Manual do Usuário

Home Broker Ativa 2.2. Manual do Usuário Home Broker Ativa 2.2 Manual do Usuário Sumário Objetivo... 4 Tecnologias Utilizadas... 4 Configuração mínima necessária... 4 Características e principais elementos... 4 Primeiro login e assinatura digital...

Leia mais

Telas de controle de posições e de liquidação

Telas de controle de posições e de liquidação Workshop Certificação Fase 5 Telas de controle de posições e de liquidação Agosto de 2013 A implantação da integração das clearings da BM&FBOVESPA e do novo sistema de risco CORE (Closeout Risk Evaluation)

Leia mais

COMO INVESTIR NO MERCADO A TERMO MERCADOS

COMO INVESTIR NO MERCADO A TERMO MERCADOS COMO INVESTIR NO MERCADO A TERMO MERCADOS Como Investir no Mercado a Termo 1 2 Como Investir no Mercado a Termo O que é? uma OPERAÇÃO A TERMO É a compra ou a venda, em mercado, de uma determinada quantidade

Leia mais

Home Broker Web 2.0 Manual do Usuário

Home Broker Web 2.0 Manual do Usuário Home Broker Web 2.0 Manual do Usuário E-mail: atendimento@slw.com.br Página 1 Sumário Objetivo... 5 Tecnologias Utilizadas... 5 Configuração mínima necessária... 5 Requisitos... 5 Configurações Mínimas...

Leia mais

www.contratofuturo.com

www.contratofuturo.com www.contratofuturo.com www.contratofuturo.com História Antes do dólar a moeda de referência internacional era a Libra Esterlina, pois a Inglaterra era a grande economia mundial. Somente após a segunda

Leia mais

INTRODUÇÃO AO MERCADO FINANCEIRO. EQUIPE TRADER O mercado fala, a gente entende.

INTRODUÇÃO AO MERCADO FINANCEIRO. EQUIPE TRADER O mercado fala, a gente entende. INTRODUÇÃO AO MERCADO FINANCEIRO EQUIPE TRADER O mercado fala, a gente entende. Mercado de Renda Variável, os preços estão em constante oscilação. Pela sua liquidez não existe pechincha. A importância

Leia mais

CURSO PRÁTICO MINI CONTRATO XP Interfloat Ago/ 2014

CURSO PRÁTICO MINI CONTRATO XP Interfloat Ago/ 2014 CURSO PRÁTICO MINI CONTRATO XP Interfloat Ago/ 2014 A História da BM&F Uma história de Sucesso criada em Junho de 1985. Constituída sob a forma de sociedade por ações. Desenvolver, organizar e operacionalizar

Leia mais

Manual do Usuário BOLETA RÁPIDA

Manual do Usuário BOLETA RÁPIDA Manual do Usuário BOLETA RÁPIDA Página 2 de 9 A é uma ferramenta que permite a negociação on-line de ativos na BM&FBovespa através das páginas do Portal Ágora, sem precisar acessar o Home Broker. Também

Leia mais

Resumo do enquadramento de operações para procedimentos especiais

Resumo do enquadramento de operações para procedimentos especiais Funcionamento dos Leilões da Bovespa Denomina-se apregoação por leilão aquela realizada com destaque das demais, mencionando-se, obrigatoriamente, o Ativo, o lote e o preço. As apregoações por leilão poderão

Leia mais

Relatório Gerencial. Coordenação de Tecnologia da Informação e Comunicação FUNDEPAG 17/01/2013

Relatório Gerencial. Coordenação de Tecnologia da Informação e Comunicação FUNDEPAG 17/01/2013 2013 Relatório Gerencial Coordenação de Tecnologia da Informação e Comunicação FUNDEPAG 17/01/2013 Sumário 1. Objetivo... 4 2. Seleção dos registros... 4 2.1 Seleção dos executores... 4 2.2 Parâmetros...

Leia mais

Para investir em ações, você precisa ser cadastrado em uma Corretora de Valores, Distribuidora ou em um Banco.

Para investir em ações, você precisa ser cadastrado em uma Corretora de Valores, Distribuidora ou em um Banco. PERGUNTAS FREQUENTES 1. Como investir no mercado de renda variável (ações)? 2. Como é feita a transferência de recursos? 3. Qual a diferença de ações ON (Ordinária) e PN (Preferencial)? 4. Quais são os

Leia mais

Manual do Usuário HOME BROKER 2.0

Manual do Usuário HOME BROKER 2.0 Manual do Usuário HOME BROKER 2.0 Introdução... 4 1. Cabeçalho... 5 2. Menu Lateral... 8 2.1 Menu Lateral Expandido... 11 3. Área de Trabalho... 13 3.1 Cotações... 15 3.2 Suas Ordens & Custódia... 18 3.2.1

Leia mais

Manual Home Broker ST

Manual Home Broker ST Manual Home Broker ST SUMÁRIO: 1) Introdução... 2 2) Tecnologias Utilizadas... 2 3) Características e principais objetos... 3 4) Customização da Interface... 5 5) Barra de Tarefas... 7 6) Itens de Menu...

Leia mais

Alertas ComStop Manual de Instruções

Alertas ComStop Manual de Instruções Alertas ComStop Manual de Instruções Índice: 1. Introdução: O que são e quando são enviados os Alertas 2. Como visualizar os Alertas ComStop no seu Terminal Enfoque 3. Alertas de Compra e Venda 3.1 Botão

Leia mais

COMO INVESTIR NO MERCADO A TERMO MERCADOS

COMO INVESTIR NO MERCADO A TERMO MERCADOS COMO INVESTIR NO MERCADO A TERMO MERCADOS O que é? uma operação A TERMO É a compra ou a venda, em mercado, de uma determinada quantidade de ações, a um preço fixado, para liquidação em prazo determinado,

Leia mais

HomeBroker NET 2.0. Manual do Usuário. Página 1 de 79

HomeBroker NET 2.0. Manual do Usuário. Página 1 de 79 HomeBroker NET 2.0 Manual do Usuário Página 1 de 79 Sumário Objetivo...5 Tecnologias Utilizadas...5 Configuração mínima necessária...5 Características e principais objetos...5 Primeiro logon e assinatura

Leia mais

FAQ PERGUNTAS FREQUENTES STOCKS ETF S FUTURES CURRENCIES MUTUALFUNDS

FAQ PERGUNTAS FREQUENTES STOCKS ETF S FUTURES CURRENCIES MUTUALFUNDS Ibovtrend THE MARKET TIMING AND TRADE DECISION SYSTEM FOR EVERY MAJOR GLOBAL MARKET FAQ PERGUNTAS FREQUENTES STOCKS ETF S FUTURES CURRENCIES MUTUALFUNDS Pergunta: O Ibovtrend um corretora? Resposta: Nós

Leia mais

ÍNDICE 1 Introdução 3 2 Principais Recursos 4 3 Segurança 4 4 Roubo/Estravio do cartão MerchCard 4 5 Noções Gerais para o Uso do Sistema 5

ÍNDICE 1 Introdução 3 2 Principais Recursos 4 3 Segurança 4 4 Roubo/Estravio do cartão MerchCard 4 5 Noções Gerais para o Uso do Sistema 5 BENTO GONÇALVES Julho de 2005 ÍNDICE 1 Introdução 3 2 Principais Recursos 4 3 Segurança 4 4 Roubo/Estravio do cartão MerchCard 4 5 Noções Gerais para o Uso do Sistema 5 5.1 Para acessar o sistema 5 5.2

Leia mais

3 Passos para ser Rico

3 Passos para ser Rico 3 Passos para ser Rico Antes de tudo, acesse nosso site e inicie seu cadastro: www.equipetrader.com.br 1. Ficha cadastral 2. Comprovante de endereço 3. Documento comprobatório 1 - FICHA CADASTRAL Imprima

Leia mais

REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO

REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO A UMUARAMA S/A C.T.V.M, denominada simplesmente Corretora, em atenção ao disposto no art. 6º da Instrução nº 387/03 da CVM, define através deste documento, suas regras e

Leia mais

GUIA DO INVESTIDOR PARA. Agendamentos no Tesouro Direto

GUIA DO INVESTIDOR PARA. Agendamentos no Tesouro Direto GUIA DO INVESTIDOR PARA Agendamentos no Tesouro Direto Agendamento de Compra 1 Agendamentos Ao entrar na área do site do Tesouro Direto destinada a compras e vendas, o investidor deve acessar o menu Comprar

Leia mais

SUMÁRIO. Visão Geral... 2 1. Menu... 3

SUMÁRIO. Visão Geral... 2 1. Menu... 3 SUMÁRIO Visão Geral... 2 1. Menu... 3 1.1. Conta... 3 1.1.1. Saldo Detalhado... 3 1.1.2. Extrato... 4 1.1.3. Nota de Corretagem... 4 1.1.4. Conta Margem... 5 1.1.5. Pedido de Retirada... 5 1.2. Ordens...

Leia mais

AVISO. O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio.

AVISO. O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio. AVISO O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio. Nenhuma parte desta publicação pode ser reproduzida nem transmitida

Leia mais

Índice. 1. Ações. 2. Termo. 3. Aluguel de Ações. 4. Opções. Quantidade de Ações. Subscrição de Direito de Subscrição. Custos.

Índice. 1. Ações. 2. Termo. 3. Aluguel de Ações. 4. Opções. Quantidade de Ações. Subscrição de Direito de Subscrição. Custos. Índice 1. Ações Quantidade de Ações Subscrição de Direito de Subscrição Custos Tributação Fatores de Risco Liquidação Leilão 2. Termo Mais sobre Termo Ordens Margens e Garantias Liquidação Fatores de Risco

Leia mais

IREasy Manual do Usuário Versão do manual - 0.0.9

IREasy Manual do Usuário Versão do manual - 0.0.9 OBJETIVOS DO PROGRAMA DE COMPUTADOR IREasy Permitir a apuração do Imposto de Renda dos resultados das operações em bolsa de valores (mercado à vista, a termo e futuros). REQUISITOS MÍNIMOS DO COMPUTADOR

Leia mais

Novidades da Versão 3.0.0.30

Novidades da Versão 3.0.0.30 Novidades da Versão 3.0.0.30 Alteração Equipamento Unidade Instalação Inserida informação Telemetria na Tela de Alteração de Equipamento Unidade de Instalação (326). A informação Roaming Internacional

Leia mais

COMPRA DE DÍVIDA INSS

COMPRA DE DÍVIDA INSS COMPRA DE DÍVIDA INSS PÚBLICO: Aposentados e Pensionistas do INSS que tenham contrato de Crédito Consignado vigente em outras instituições que não Itaú Unibanco CANAL: Unibanco - Consigweb / Agencia.com

Leia mais

MANUAL DE INVESTIMENTOS

MANUAL DE INVESTIMENTOS MANUAL DE INVESTIMENTOS Manual de utilização e dicas para que conheça melhor a área de Investimentos do site millenniumbcp.pt. 1 02 ÍNDICE 03 1 VANTAGENS DA ÁREA DE INVESTIMENTOS 04 2 ESTRUTURA 04 Homepage

Leia mais

Funcionalidades do Sistema de Negociação de Créditos de Carbono. Anexo VIII

Funcionalidades do Sistema de Negociação de Créditos de Carbono. Anexo VIII Anexo VIII Este Manual do Usuário possui caráter informativo e complementar ao Edital do Leilão de Venda de Reduções Certificadas de Emissão nº 001/2012, promovido pela Prefeitura da Cidade de São Paulo

Leia mais

Curso Introdução ao Mercado de Ações

Curso Introdução ao Mercado de Ações Curso Introdução ao Mercado de Ações Módulo 2 Continuação do Módulo 1 www.tradernauta.com.br Sistema de negociação da Bovespa e Home Broker Mega Bolsa Sistema implantado em 1997, é responsável por toda

Leia mais

Agendamento de Produtos de Uso Contínuo

Agendamento de Produtos de Uso Contínuo Agendamento de Produtos de Uso Contínuo Os usuários do Call Center do ASAsys agora podem agendar ligações para os clientes de produtos de uso contínuo para oferecer o produto do cliente antes que ele acabe.

Leia mais

REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO

REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO A OLIVEIRA FRANCO SOCIEDADE CORRETORA DE VALORES E CÂMBIO LTDA, em atenção ao quanto disposto na Instrução CVM n. 505, de 27/09/2011, define por este documento, suas regras e parâmetros relativos ao recebimento,

Leia mais

Ciências Econômicas. 4.2 Mercado de Capitais. Marcado Financeiro e de Capitais (Aula-2015/10.16) 16/10/2015. Prof. Johnny 1

Ciências Econômicas. 4.2 Mercado de Capitais. Marcado Financeiro e de Capitais (Aula-2015/10.16) 16/10/2015. Prof. Johnny 1 UNIVERSIDADE COMUNITÁRIA DA REGIÃO DE CHAPECÓ Ciências Econômicas Mercado de Capitais Tributações Relatórios Professor : Johnny Luiz Grando Johnny@unochapeco.edu.br 4.2 Mercado de Capitais 4.3.1 Conceitos

Leia mais

UMe Sobre a Um Investimentos

UMe Sobre a Um Investimentos UMe Sobre a Um Investimentos A UM INVESTIMENTOS é uma instituição financeira independente e atua no mercado financeiro há 44 anos. Atualmente é a maior corretora de investimentos brasileira nas redes sociais,

Leia mais

COMPRAR E VENDER AÇÕES MERCADO A VISTA

COMPRAR E VENDER AÇÕES MERCADO A VISTA COMPRAR E VENDER AÇÕES MERCADO A VISTA ATENÇÃO Este texto não é uma recomendação de investimento. Para mais esclarecimentos, sugerimos a leitura de outros folhetos editados pela BOVESPA. Procure sua Corretora.

Leia mais

Educação Financeira Responsável. Escola de Operadores

Educação Financeira Responsável. Escola de Operadores Escola de Operadores Escola de Operadores Treinamentos e Ltda. São Paulo, SP, Brasil Telefone: (5511) 3022-4528 (5511) 99103-9827 www.escoladeoperadores.com.br Contato@escoladeoperadores.com.br http://twitter.com/operadoresbr

Leia mais

COMPRAR E VENDER AÇÕES MERCADO A VISTA

COMPRAR E VENDER AÇÕES MERCADO A VISTA COMPRAR E VENDER AÇÕES MERCADO A VISTA ATENÇÃO ESTE FOLHETO FAZ REFERÊNCIA AO PREGÃO À VIVA VOZ, FORMA DE NEGOCIAÇÃO UTILIZADA ATÉ 30/9/2005. A PARTIR DESSA DATA, TODAS AS OPERAÇÕES FORAM CENTRALIZADAS

Leia mais

Registro somente o pessoal do Departamento de Registro pode utilizar este recurso.

Registro somente o pessoal do Departamento de Registro pode utilizar este recurso. Departamento Responsável: Registro Departamento que vão ser beneficiados com este recurso: Objetivos: Registro somente o pessoal do Departamento de Registro pode utilizar este recurso. Cadastrar históricos

Leia mais

Orientações Básicas Repom.

Orientações Básicas Repom. Orientações Básicas Repom. Considerações importantes: 1 A viagem deverá estar autorizada para depois solicitar o pagamento. 2 É obrigatório informar o campo NCM da mercadoria, que está em tabela>auxiliares>mercadoria.

Leia mais

Tutorial contas a pagar

Tutorial contas a pagar Tutorial contas a pagar Conteúdo 1. Cadastro de contas contábeis... 2 2. Cadastro de conta corrente... 4 3. Cadastro de fornecedores... 5 4. Efetuar lançamento de Contas à pagar... 6 5. Pesquisar Lançamento...

Leia mais

Contrato de Opção Flexível de Compra sobre Índice de Taxa de Juro Spot Especificações

Contrato de Opção Flexível de Compra sobre Índice de Taxa de Juro Spot Especificações Contrato de Opção Flexível de Compra sobre Índice de Taxa de Juro Spot Especificações 1. Definições Contrato (especificações): termos e regras sob os quais as operações serão realizadas e liquidadas. Compra

Leia mais

Manual do Sistema "Vida em Mão - Controle Financeiro Para PALM" Editorial Brazil Informatica

Manual do Sistema Vida em Mão - Controle Financeiro Para PALM Editorial Brazil Informatica Manual do Sistema "Vida em Mão - Controle Financeiro Para PALM" Editorial Brazil Informatica I Vida em Mãos - Controle Financeiro para PALM Conteúdo Part I Introdução 2 1 Fala Comigo -... Sistema de Atendimento

Leia mais

$ $ ETF EXCHANGE TRADED FUND $ $

$ $ ETF EXCHANGE TRADED FUND $ $ ETF EXCHANGE TRADED FUND Investimento para quem busca a possibilidade de melhores retornos, através de uma carteira diversificada e com menor custo. Confira porque os fundos de índices são a nova opção

Leia mais

Sicoobnet Empresarial. Manual do Usuário. Versão 1.5

Sicoobnet Empresarial. Manual do Usuário. Versão 1.5 Sicoobnet Empresarial Manual do Versão.5 Manual do Data: 04/0/0 Histórico Data Versão Descrição Autor 04/0/008.0 Criação do Manual Ileana Karla 0//008. Revisão Luiz Filipe Barbosa /07/00. Atualização Márcia

Leia mais

Sicoobnet Empresarial. Manual do Usuário. Versão 1.3

Sicoobnet Empresarial. Manual do Usuário. Versão 1.3 Sicoobnet Empresarial Manual do Versão. Manual do Data: /07/00 Histórico Data Versão Descrição Autor 04/0/008.0 Criação do Manual Ileana Karla 0//008. Revisão Luiz Filipe Barbosa /07/00. Atualização Márcia

Leia mais

Perfis de Investimento

Perfis de Investimento Perfis de Investimento Manual Perfis de Investimento Manual Perfis de Investimento Índice Objetivo... 3 Introdução... 3 Falando sobre sua escolha e seu plano... 3 Perfis de Investimento... 5 Principais

Leia mais

ESTOQUE E PRODUTO Manual ESTATÍSTICA

ESTOQUE E PRODUTO Manual ESTATÍSTICA SISTEMA DE GESTÃO HDIAS HAMILTON DIAS (31) 8829.9195 8540.8872 www.hdias.com.br hamilton-dias@ig.com.br ESTOQUE E PRODUTO Manual ESTATÍSTICA Pagina 2 de 22 ÍNDICE Estatística Anual... 3 Estatística Anual...

Leia mais

Sobre a Um Investimentos

Sobre a Um Investimentos Sobre a Um Investimentos A UM INVESTIMENTOS é uma instituição financeira independente e atua no mercado financeiro há 44 anos. Atualmente é a maior corretora de investimentos brasileira nas redes sociais,

Leia mais

Mercado de Opções Opções de Compra Aquisição

Mercado de Opções Opções de Compra Aquisição Mercado de Opções Opções de Compra Aquisição Ao comprar uma opção, o aplicador espera uma elevação do preço da ação, com a valorização do prêmio da opção. Veja o que você, como aplicador, pode fazer: Utilizar

Leia mais

Mecânica do Mercado de Opções

Mecânica do Mercado de Opções Mecânica do Mercado de Opções Exemplos 6.1 Compra de Opções de Compra - assumindo uma posição Titular de Opções de Compra Para a realização dessa estratégia, o investidor adquire opções de compra, pagando

Leia mais

Manual do Portal do Fornecedor. isupplier

Manual do Portal do Fornecedor. isupplier isupplier Revisão 01 Setembro 2011 Sumário 1 Acesso ao portal isupplier... 03 2 Home Funções da Tela Inicial... 05 3 Ordens de Compra Consultar Ordens de Compra... 07 4 Entregas Consultar Entregas... 13

Leia mais

Portal Gestão de Recebimentos

Portal Gestão de Recebimentos Portal Gestão de Recebimentos Introdução O Portal Gestão de Recebimentos proporciona agilidade e rapidez na interação dos clientes HSBC com seus fornecedores. Permite a você consultar as operações liberadas

Leia mais

Regras e Parâmetros de Atuação

Regras e Parâmetros de Atuação Regras e Parâmetros de Atuação A Renascença Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários Ltda, ora designada Renascença, em atendimento ao disposto no art. 6º da Instrução nº 387/03, de 28 de abril de

Leia mais

Back-Test no MetaStock

Back-Test no MetaStock Back-Test no MetaStock Visão Geral Tela principal do System Tester O System Tester visa testar sistemas (trading systems) para determinar seu histórico de rentabilidade. Ele ajuda a responder a pergunta

Leia mais

PDV UNICO... 5 MANUAL PARA USUÁRIO... 5 CAMPOS DA TELA INICIAL DO PDV:... 6. Teclado Alfanumérico... 6. Status... 6. Link... 6. Pdv... 6. Op...

PDV UNICO... 5 MANUAL PARA USUÁRIO... 5 CAMPOS DA TELA INICIAL DO PDV:... 6. Teclado Alfanumérico... 6. Status... 6. Link... 6. Pdv... 6. Op... Sumário PDV UNICO... 5 MANUAL PARA USUÁRIO... 5 CAMPOS DA TELA INICIAL DO PDV:... 6 Teclado Alfanumérico... 6 Status... 6 Link... 6 Pdv... 6 Op... 7 Visor... 7 Opções... 7 OS PRINCIPAIS BOTÕES PRESENTES

Leia mais

MERCADO À VISTA. As ações, ordinárias ou preferenciais, são sempre nominativas, originando-se do fato a notação ON ou PN depois do nome da empresa.

MERCADO À VISTA. As ações, ordinárias ou preferenciais, são sempre nominativas, originando-se do fato a notação ON ou PN depois do nome da empresa. MERCADO À VISTA OPERAÇÃO À VISTA É a compra ou venda de uma determinada quantidade de ações. Quando há a realização do negócio, o comprador realiza o pagamento e o vendedor entrega as ações objeto da transação,

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO SISTEMA SERVELOJA

MANUAL DO USUÁRIO SISTEMA SERVELOJA MANUAL DO USUÁRIO SISTEMA SERVELOJA A Serveloja soluções empresariais é uma empresa de tecnologia, especialista em consultoria, serviços financeiros e softwares. Disponibilizamos diversas soluções de cobranças

Leia mais

2. BASE LEGAL Disposto no artigo 34 da Instrução CVM n.º 505 de 27.09.2011 e nas demais normas expedidas pela BM&FBovespa.

2. BASE LEGAL Disposto no artigo 34 da Instrução CVM n.º 505 de 27.09.2011 e nas demais normas expedidas pela BM&FBovespa. REGRAS E PARÂMETROS DA INTERMEDIUM DISTRIBUIDORA DE TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS 1. OBJETIVO Estabelecer suas regras e parâmetros de atuação relativos ao recebimento, registro, recusa, prazo de validade,

Leia mais

GUIA DE USO. Sobre o Moip

GUIA DE USO. Sobre o Moip GUIA DE USO Sobre o Moip Sobre o Moip 2 Qual o prazo de recebimento no Moip? Clientes Elo 7 possuem prazo de recebimento de 2 dias corridos, contados a partir da data de autorização da transação. Este

Leia mais

MERCADO DE RENDA VARIÁVEL PRODUTOS E CARACTERÍSTICA

MERCADO DE RENDA VARIÁVEL PRODUTOS E CARACTERÍSTICA MERCADO DE RENDA VARIÁVEL PRODUTOS E CARACTERÍSTICA AÇÕES Ações são instrumentos utilizados pelas empresas para captar recursos no mercado financeiro para os mais diversos projetos (investimentos, redução

Leia mais

Versão 2.0. Data de criação 13/05/2015

Versão 2.0. Data de criação 13/05/2015 Apostila de Treinamento Agendamento Versão 2.0 Data de criação 13/05/2015 Data de efetivação Este documento entra em vigor na sua publicação. Versão do Sistema 2.0.0.0 Índice 1. INTRODUÇÃO... 3 1.1 Objetivo

Leia mais

Página 1. Manual Rotinas. Emissão de contratos. Suporte T.I

Página 1. Manual Rotinas. Emissão de contratos. Suporte T.I Página 1 Manual Rotinas Emissão de contratos Página 2 Sumário 595 Contrato... 03 316 Digitar pedido de venda... 08 329 Cancelamentos de pedidos... 13 9014 Agrupamento de pedidos... 14 3323 Agrupar pedido

Leia mais

PEDIDO Manual OPERACIONAL

PEDIDO Manual OPERACIONAL SISTEMA DE GESTÃO HDIAS HAMILTON DIAS (31) 8829.9195 8540.8872 www.hdias.com.br hamilton-dias@ig.com.br PEDIDO Manual OPERACIONAL Pagina 2 de 34 ÍNDICE Pedido... 4 Como Acessar... 4 Como Localizar Pedido...

Leia mais

Jonatam Cesar Gebing. Tesouro Direto. Passo a passo do Investimento. Versão 1.0

Jonatam Cesar Gebing. Tesouro Direto. Passo a passo do Investimento. Versão 1.0 Jonatam Cesar Gebing Tesouro Direto Passo a passo do Investimento Versão 1.0 Índice Índice 2 Sobre o autor 3 O Tesouro Direto 4 1.1 O que é? 4 1.2 O que são Títulos Públicos? 5 1.3 O que é o grau de investimento?

Leia mais

REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO DA CAIXA ECONÔMICA FEDERAL PARA NEGOCIAÇÃO DE TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS NO SERVIÇO AÇÕES ONLINE CAIXA

REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO DA CAIXA ECONÔMICA FEDERAL PARA NEGOCIAÇÃO DE TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS NO SERVIÇO AÇÕES ONLINE CAIXA A Caixa Econômica Federal, aqui simplesmente denominada CAIXA, como integrante do sistema de distribuição de títulos e valores mobiliários, oferece aos seus clientes serviço de intermediação de títulos

Leia mais

A CBLC atua como Contraparte Central garantidora das Operações perante os Agentes de Compensação, conforme disposto no Título I do Regulamento.

A CBLC atua como Contraparte Central garantidora das Operações perante os Agentes de Compensação, conforme disposto no Título I do Regulamento. C A P Í T U L O I I I - C O M P E N S A Ç Ã O E L I Q U I D A Ç Ã O 1. A SPECTOS G ERAIS A CBLC é responsável pela Compensação e Liquidação das Operações com Ativos realizadas nos Sistemas de Negociação

Leia mais

CAPÍTULO I - CADASTRO DE PARTICIPANTES E INVESTIDORES 1. Aspectos gerais 1.1 Apresentação de documentos

CAPÍTULO I - CADASTRO DE PARTICIPANTES E INVESTIDORES 1. Aspectos gerais 1.1 Apresentação de documentos PROCEDIMENTOS OPERACIONAIS DA CÂMARA DE COMPENSAÇÃO, LIQUIDAÇÃO E GERENCIAMENTO DE RISCOS DE OPERAÇÕES NO SEGMENTO BOVESPA, E DA CENTRAL DEPOSITÁRIA DE ATIVOS (CBLC) CAPÍTULO I - CADASTRO DE PARTICIPANTES

Leia mais

REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO DA CM CAPITAL MARKETS CORRETORA DE TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS LTDA

REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO DA CM CAPITAL MARKETS CORRETORA DE TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS LTDA REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO DA CM CAPITAL MARKETS CORRETORA DE TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS LTDA A CM Capital Markets Corretora de Títulos e Valores Mobiliários LTDA, em atenção ao disposto no art.

Leia mais

Manual do Almoxarifado SIGA-ADM

Manual do Almoxarifado SIGA-ADM Manual do Almoxarifado SIGA-ADM DIRETORIA DE GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO(DGTI) MARÇO/2012 Requisição de Almoxarifado Requisições O sistema retornará a tela do menu de Administração. Nela selecione

Leia mais

Manual de Requisitante do Almoxarifado - SIGA

Manual de Requisitante do Almoxarifado - SIGA Manual de Requisitante do Almoxarifado - SIGA COORDENADORIA DE ALMOXARIFADO E PATRIMÔNIO OUTUBRO/2013 Requisição de Almoxarifado Requisições O sistema exibirá a tela do menu Administração. Nela selecione

Leia mais

Investimentos em imóveis de forma moderna e inteligente.

Investimentos em imóveis de forma moderna e inteligente. Investimentos em imóveis de forma moderna e inteligente. A possibilidade de diversificar o investimento e se tornar sócio dos maiores empreendimentos imobiliários do Brasil. Este material tem o objetivo

Leia mais

LINX POSTOS AUTOSYSTEM

LINX POSTOS AUTOSYSTEM LINX POSTOS AUTOSYSTEM Manual Caixa Visão Geral Sumário 1 CONCEITO... 3 2 REQUISITOS... 4 3 CONFIGURAÇÕES... 4 3.1 Permissões... 4 3.2 Incluir Ponto de Venda (PDV)... 5 3.3 Vincular Conta e Empresa...

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS OPERACIONAIS DA BOLSA DE VALORES DE SÃO PAULO 1 / 9. Capítulo Revisão Data

MANUAL DE PROCEDIMENTOS OPERACIONAIS DA BOLSA DE VALORES DE SÃO PAULO 1 / 9. Capítulo Revisão Data DA BOLSA DE VALORES DE SÃO PAULO 1 / 9 Apresentação 01 09/06/03 O presente documento, denominado Manual de Procedimentos Operacionais, tem por objetivo a consolidação das regras relativas aos sistemas

Leia mais

Gestão Tesouraria e Derivativos Prof. Cleber Rentroia MBA em Gestão Financeira Avançada

Gestão Tesouraria e Derivativos Prof. Cleber Rentroia MBA em Gestão Financeira Avançada 1. O direito de compra de um ativo, a qualquer tempo, pelo respectivo preço preestabelecido, caracteriza uma opção? a) Européia de venda b) Européia de compra c) Americana de venda d) Americana de compra

Leia mais

Rua Latino Coelho, 37-B 1050-132 Lisboa Portugal T. +351 213 232 960 F. +351 213 232 999

Rua Latino Coelho, 37-B 1050-132 Lisboa Portugal T. +351 213 232 960 F. +351 213 232 999 Guia do Utilizador 1. Abertura de Conta... 3 1.1 Manual... 3 1.2 Online... 3 1.2.1 Introdução... 3 1.2.2 Titulares... 4 1.2.3 Confirmar dados... 6 1.2.4 Finalizar... 7 2 Iniciar sessão... 9 3 A Minha Conta...

Leia mais

SIGA Sistema de Gestão de Almoxarifado

SIGA Sistema de Gestão de Almoxarifado SIGA Sistema de Gestão de Almoxarifado Como acessar O acesso ao Sistema se faz através da página da SEPLAG Clicando no Link destacado Clicar no Link destacado e será exibida a tela de login do Guardião.

Leia mais

SicoobNet Empresarial. Manual do Usuário. Versão 1.0

SicoobNet Empresarial. Manual do Usuário. Versão 1.0 SicoobNet Empresarial Manual do Versão 1.0 Manual do Data: 04/0/2008 Histórico Data Versão Descrição Autor 04/0/2008 1.0 Criação do Manual Ileana Karla GECOQ Gerência de Controle e Qualidade Página: 2/122

Leia mais

Sistema de Compras TV Globo

Sistema de Compras TV Globo Sistema de Compras TV Globo Guia de Uso R Guia de Uso do Portal do Fornecedor da TV Globo R PÁGINA Índice Índice O que é o Sistema de Compras TV Globo 4 Criar a sua cotação (Cota) Anexar documento 4 Cadastro

Leia mais

REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO NO MERCADO DE VALORES MOBILIÁRIOS

REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO NO MERCADO DE VALORES MOBILIÁRIOS REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO NO MERCADO DE VALORES MOBILIÁRIOS O Banco Modal S/A, ora designado Banco Modal, em atendimento ao disposto no art. 20, 4º e 31, caput, da Instrução nº 505, de 27 de Setembro

Leia mais

CRONOS. Manual do Usuário

CRONOS. Manual do Usuário CRONOS Manual do Usuário Sumário Sumário... 2 Visão Geral... 3 Menu... 4 Reservas... 5 Créditos... 5 Calendário... 5 Recursos... 6 Formulário de Reserva... 6 Processo para Reserva... 6 Meus Créditos...

Leia mais

ABA: CLIENTE BOTÃO: CADASTRO

ABA: CLIENTE BOTÃO: CADASTRO ABA: CLIENTE BOTÃO: CADASTRO CADASTRO DE CLIENTES Cadastra clientes (física e jurídica) e veículos, inclusive frotas Cadastra representantes dos clientes Cadastro biométrico (digital do dedo) Localiza

Leia mais

Manual do Usuário CRM Professional V4

Manual do Usuário CRM Professional V4 Manual do Usuário CRM Professional V4 Desenvolvido por: Edson Nery Antonio Revisado e atualizado em abril de 2011. 1 01. Índice 02. Introdução 03. Menu Principal 3.1. Opções 3.1.1. Clientes 3.1.2. Oportunidades

Leia mais

REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO DA SOLIDUS S.A. CCVM

REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO DA SOLIDUS S.A. CCVM REGRAS E PARÂMETROS DE ATUAÇÃO DA SOLIDUS S.A. CCVM Esta Sociedade Corretora, em atenção à legislação vigente, define através deste documento, suas regras e parâmetros relativos ao recebimento, registro,

Leia mais

4.2.1 Resumo do enquadramento de operações para procedimentos especiais

4.2.1 Resumo do enquadramento de operações para procedimentos especiais 1 / 7 CAPÍTULO IV DO PREGÃO ELETRÔNICO 4.1 LEILÕES Denomina-se apregoação por leilão aquela realizada com destaque das demais, mencionando-se, obrigatoriamente, o Ativo, o lote e o preço. As apregoações

Leia mais

Modelagem do Processo de Negócio

Modelagem do Processo de Negócio Análise e Projeto 1 Modelagem do Processo de Negócio Modelos de processos de negócios descrevem as diferentes atividades que, quando combinados, oferecem suporte a um processo de negócio. Processos de

Leia mais

Nosso presente é cuidar do seu futuro

Nosso presente é cuidar do seu futuro Nosso presente é cuidar do seu futuro Quem quer ser um milionário? Investimento Mensal - R$ 1.000,00 R$ 1.200.000,00 Evolução Patrimonial R$ 1.000.000,00 R$ 800.000,00 R$ 600.000,00 R$ 400.000,00 R$ 200.000,00

Leia mais