Newsletter Outono 2007 Nº 1 Grupo de Palinólogos de Língua Portuguesa.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Newsletter Outono 2007 Nº 1 Grupo de Palinólogos de Língua Portuguesa."

Transcrição

1 PalyPort Grupo de Palinólogos de língua Portuguesa Veryhachium sp. Newsletter Outono 2007 Nº 1 Grupo de Palinólogos de Língua Portuguesa. Homepage do PalyPort: Conteúdos PalyPort...1 Editorial...2 A palinologia da Lagoa do Saloio (Nazaré, Portugal) e a evolução Holocénica da região da Mata Nacional do Valado...2 Reunião da Commission Internationale du Microflore du Paleozoïque (CIMP) em balanço...4 Próximos congressos...5 Directório de palinólogos portugueses...5 Bibliografia palinológica portuguesa...5 Recursos para palinologia...5

2 Editorial Saudações palinológicas! Depois de um tímido primeiro número, é com prazer que editamos a segunda edição com a participação inédita de vários investigadores. Desde a edição do número 0, o site do PalyPort cresceu com a inclusão dos dados profissionais de vários palinólogos e das referências bibliográficas do seu trabalho, bem como sugestões para links, congressos a anunciar e outras indicações úteis. Neste número incluímos uma nova secção dedicada a congressos e eventos que decorrerão durante o próximo ano, bem como uma notícia sobre a Reunião das sub-comissões de esporos/polen e acritarcas da Commission Internationale du Microflore du Paleozoïque (CIMP) que decorreu em Lisboa em Setembro passado. Relembramos e apelamos à participação dos palinólogos nos dois projectos do PalyPort: directório de palinólogos e bibliografia palinólogica portuguesa. Conheça ainda a tese recentemente defendida sobre a palinologia holocénica da Lagoa do Saloio. Na secção dos recursos para Palinologia referimos vários programas freeware, software e shareware úteis para palinólogos. A palinologia da Lagoa do Saloio (Nazaré, Portugal) e a evolução Holocénica da região da Mata Nacional do Valado Nesta secção são apresentados resumos de teses e outros trabalhos realizados recentemente apresentados. Se pretender a divulgação do seu trabalho nesta newsletter contacte-nos. No âmbito da frequência do Mestrado Erasmus Mundus em Arqueologia e Arte Rupestre (UTAD/IPT), e atendendo à formação de base da autora em biologia (FCUP) procedeu-se ao desafio de empreender um estudo numa área pouco estudada e difundida em Portugal a palinologia. O estudo levado a cabo intitulou-se A palinologia da Lagoa do Saloio (Nazaré, Portugal) e a evolução Holocénica da região da Mata Nacional do Valado e foi defendido perante um júri internacional no dia 2 de Novembro de Em Portugal a palinologia aparece e sobrevive na interface com outras ciências como é o caso da geologia, da arqueologia e da ecologia, sendo escassos os investigadores e os profissionais especialistas em palinologia, entre nós. No entanto, algumas investigações têm vindo a ser encetadas aplicando metodologias apoiadas no registo polínico com propósitos diversificados. No contexto da investigação por nós levada a cabo regista-se o facto de se terem seguido as premissas e estratégias de investigação da escola de Utreque, Palinologia do Quaternário, aplicadas na Serra da Estrela e, mais tarde, no litoral Alentejano pela equipa do Laboratório de Palinologia. Assim o presente trabalho de investigação procurou contribuir para um conhecimento preliminar da evolução ecológica da Lagoa do Saloio e da sua região envolvente com base na análise palinológica de microfósseis polínicos e não polínicos de uma série sedimentar, com 435 cm, de lodos de fundo preservados na lagoa. O trabalho

3 integrou a caracterização ecofisiográfica da região e do contexto actual da lagoa, passando posteriormente à descrição dos vários aspectos da metodologia palinológica que culminaram com a obtenção dos diagramas polínicos (regional e local). Assim pretendemos contribuir para o conhecimento científico da região da Mata Nacional do Valado na medida em que se apresentam os primeiros diagramas polínicos obtidos para a região da Nazaré e Alcobaça. Salienta-se que a descrição/discussão dos respectivos diagramas foi realizada na ausência de qualquer datação absoluta, assim o seu carácter é forçosamente preliminar, atendendo à ausência de qualquer datação absoluta que desse suporte (com algum rigor) à cronologia dos eventos e alterações vegetacionais evidenciadas no registo a nível regional e local bem como das suas eventuais interpretações. No entanto, destacamos que no final do trabalho se obteve uma datação absoluta da base que permitirá a reformulação dos resultados apresentados, a publicar brevemente. Da leitura dos diagramas obtidos e a título de resumo registamos a presença de um pinhal bem implantado que recobriria as dunas da região, tendo o seu pioneirismo possibilitado a acumulação de matéria orgânica propícia ao desenvolvimento do carvalhal (possivelmente de Quercus faginea) bem implantado na região. O declínio dos sistemas florestais terá tido origem quer climática quer antrópica. No que diz respeito ao impacto antrópico este ter-se-á iniciado na Proto-história. No entanto, as evidências que temos dever-se-ão muito provavelmente ao período romano. Salienta-se a existência de um claro reflexo polínico, expresso pelo aparecimento de prados ruderais (Corriogiola, Plantago sp. e Rumex acetosella), cereais (a presença destes grãos de pólen evidencia o seu cultivo na zona envolvente à lagoa, possivelmente na várzea do Valado), oliveira e outras culturas. Destaca-se o aparecimento de grãos de pólen de linho o que constituiu um achado curioso e inédito patente na Lagoa do Saloio sendo a primeira vez que é registado entre nós (atendendo às consultas bibliográficas efectuadas). Este foi intensivamente cultivado na zona em estudo desde o século XII para o fabrico de redes de pesca. No que concerne à dinâmica da lagoa esta terá apresentado um carácter predominantemente límnico, mais ou menos permanente. Torna-se evidente no registo polínico uma alternância de fases secas (de terrestrialização) e fases húmidas (de inundação). Encontramos patente também sinais de eutrofização, no final do diagrama devido à presença de um pico de colónias de alga Coelastrum, componente do fitopláncton. Atendendo ao interesse do sítio e à natureza da sua envolvente regional, (caracterizada por apresentar bacias lacustres distintas com potencial paleoecológico), pretende-se que o estudo agora levado a cabo, forçosamente ainda de natureza preliminar, possa despoletar a continuidade para um projecto de resolução temporal mais fina, que adquirindo estereoscopia paleoecológica permita uma compreensão mais consistente da história ecológica da região. Sandra Domingues Gomes

4 Reunião da Commission Internationale du Microflore du Paleozoïque (CIMP) em balanço Decorreu no final de Setembro último o congresso das sub-comissões de esporos/polen e acritarcas da CIMP organizado pelo INETI Geociências e a Universidade do Algarve. O encontro foi constituído por três dias de conferências nas instalações do INETI em Alfragide e ainda dois dias de saída de campo nas zonas de Ossa-Morena e Sul Portuguesa (Alentejo). Durante os dias de conferências houve também pequenos workshops sobre criptosporos (Prof. Paul Strother, Weston Observatory, EUA) e acritarcas (Prof. Reed Wicander, Central Michigan University, EUA) e uma demonstração de equipamento para microscopia da marca Olympus. Recepção no Museu Geológico do INETI. O evento contou com a participação de cerca 50 investigadores provenientes de 4 continentes, sendo na maioria europeus. Foto de grupo na entrada do INETI Geociencias em Alfragide. Todo o congresso, em termos de logística, espaços, transportes, estadias, etc foi irrepreensível, criando um ambiente profissional mas descontraído. De referir os não menos importantes eventos sociais: A icebreaker party no museu geológico do INETI (http://egeo.ineti.pt/museugeologico/) com porto de honra, apresentação do espaço e passeio pelas colecções, o encantador fado-dinner numa típica casa de fados em Lisboa e os passeios pelas zonas históricas de Évora e Monsaraz durante a saída de campo. Em balanço foi um congresso fantástico que marcou pela qualidade das comunicações, da organização e do que mostrou da geologia e cultura portuguesas. Os livros de abstracts e guia da excursão e fotos do congresso podem ser consultadas em: Foto de grupo à entrada de Mértola

5 Próximos congressos 12th International Palynological Congress (IPC-XII 2008) (http://www.paleontology.unibonn.de/congress08/index.htm) August 30 September 6, 2008 in Bonn 12th International Palynological Congress (IPC-XII 2008) 8th International Organisation of Palaeobotany Conference (IOPC-VIII 2008) Final meeting of IGCP 497 and IGCP 499 (http://www.senckenberg.de/root/index.php?pag e_id=3950) Final meeting of IGCP 497 and IGCP 499, September 30 October 10, th International Senckenberg- Conference & 2 nd Geinitz-Conference From Gondwana and Laurussia to Pangaea: Dynamics of Oceans and Supercontinents, Frankfurt, Germany, September30 - October 10, th International Congress on Aerobiology (http://www.aerobiologie.ch/e/congress.php) "Towards a comprehensive vision" August 2006, Neuchâtel, Switzerland 4th ESA - European Symposium on Aerobiology (http://www.sci.utu.fi/projects/biologia/aerobiol ogia/4esa2008/) Turku, Finland August th International Congress of Biometeorology (http://www.icb2008.com/) Tokyo, Japan September 2008 Directório de palinólogos portugueses O site do PalyPort conta já com várias entradas no seu directório de palinólogos portugueses (http://palyport.no.sapo.pt/portpalynolo gists.htm). Se ainda não introduziu os seus dados profissionais e pretende fazê-lo pode enviar o seu nome; morada institucional; área de actividade/curta descrição do trabalho; contacto ( e/ou telefone) para o Os seus dados não serão transmitidos a terceiros e o será protegido por (at) evitando assim spam automático. Se conhece investigadores estrangeiros que trabalhem em Portugal ou sobre áreas em Portugal, transmitalhes a notícia desta iniciativa Bibliografia palinológica portuguesa A lista bibliográfica cresceu consideravelmente através da participação de vários investigadores. Se pretende ter a sua bibliografia divulgada no site envie-nos a listagem para o Espera-se assim dar a conhecer o trabalho a todos os elementos e dar maior visibilidade ao trabalho realizado em Portugal ou sobre Portugal no meio internacional. A compilação será estruturada num ficheiro do programa ENDNOTE. No sítio do PalyPort serão disponibilizados vários formatos desta lista, começando por uma página.html mas também em.doc e.enl (ENDNOTE). Recursos para palinologia Nesta secção são apresentados recursos gratuitos ou de fácil acesso de

6 interesse para Palinólogos. Se conhece algum site ou outro serviço disponível que queira partilhar envie a referência para que seja divulgada. Nesta edição: Freeware, shareware e software para Palinologia. Imagem Helicon Focus (Shareware para junção de fotografias (microscópicas ou outras) com focagens diferentes. (http://www.heliconsoft.com/focus_downlo ads.html) AxioVisionLE (Freeware da ZEISS para edição de microfotografias, para ajuste de contraste/iluminação, gamma, medições, escalas, etc) (http://www.zeiss.com/c12567be0045acf1/ Contents- Frame/cbe917247da02a1cc1256e ) Rincon (Software para edição de microfotografias, para ajuste de contraste/iluminação, gamma, medições, escalas, etc) (http://www.optronics.com/products/comm erce.exe?preadd=action&key=iprincon) Picasa (Freeware do Google para base de dados de imagens e publicação em sites) (http://picasa.google.com/) BugPic (Freeware para edição de microfotografias, escalas e publicação em vários formatos) (http://bugware.com/bugpic/index.htm) Estatística PalyHelp (Freeware de aplicações em contagem de grãos de pollen) (http://www.ncdc.noaa.gov/paleo/softlib/pa lyhelp.html) INQUA file boutique (dezenas de aplicações gratuitas para estatística e gráficos em Palinologia) (http://www.geology.wisc.edu/~maher/inqu a.html) PalyDisks (Freeware que acompanha publicações da AASP para palinologia) (http://www.palydisks.palynology.org/) Miscelanea Stratigraphical utilities (Portal CHRONOS com dezenas de aplicações gráficas gratuitas para estratigrafia) (http://portal.chronos.org/gridsphere/gridsp here?cid=45)

A PALINOLOGIA COMO FERRAMENTA PARA APONTAR EVIDÊNCIAS DA OCUPAÇÕES HUMANAS NA ZONA DA MATA MINEIRA, MG, BRASIL

A PALINOLOGIA COMO FERRAMENTA PARA APONTAR EVIDÊNCIAS DA OCUPAÇÕES HUMANAS NA ZONA DA MATA MINEIRA, MG, BRASIL A PALINOLOGIA COMO FERRAMENTA PARA APONTAR EVIDÊNCIAS DA OCUPAÇÕES HUMANAS NA ZONA DA MATA MINEIRA, MG, BRASIL Shana Yuri Misumi 1 ; Marcia Aguiar de Barros 1 ; Robson Lucas Bartholomeu 1 ; Julio César

Leia mais

Plano de Comunicação para o QCA III. Relatório de Execução de 2002

Plano de Comunicação para o QCA III. Relatório de Execução de 2002 Plano de Comunicação para o QCA III Relatório de Execução de 2002 Após o período de lançamento do QCA III o ano de 2002 foi de consolidação dos projectos iniciados e de apresentação dos primeiros resultados.

Leia mais

Areias: Geologia em Peças Separadas uma ferramenta interactiva para o ensino de Geociências do portal Casa das Ciências

Areias: Geologia em Peças Separadas uma ferramenta interactiva para o ensino de Geociências do portal Casa das Ciências Areias: Geologia em Peças Separadas uma ferramenta interactiva para o ensino de Geociências do portal Casa das Ciências Joana Rodrigues Mário Cachão Joana Paulo Mónica Mateus Pedro Silva Introdução O presente

Leia mais

O desafio de informar melhor. Juntos, uma comunicação de sucesso

O desafio de informar melhor. Juntos, uma comunicação de sucesso O desafio de informar melhor Juntos, uma comunicação de sucesso Janeiro 2006 1.Introdução Dar a conhecer à população (e sensibilizar os potenciais beneficiários) o papel que os financiamentos comunitários

Leia mais

3. DESCRIÇÃO DO PROTÓTIPO

3. DESCRIÇÃO DO PROTÓTIPO 3. DESCRIÇÃO DO PROTÓTIPO O computador pode e deve apoiar o ensino, não só na produção de imagens estereoscópicas como também na sua divulgação. O site sobre estereoscopia foi desenvolvido tendo como objectivo

Leia mais

A criação de um site público e dinâmico

A criação de um site público e dinâmico PHC dportal A criação de um site público e dinâmico A solução ideal para criar um site público e dinâmico com um visual profissional, e facilmente utilizável por colaboradores sem conhecimentos de HTML.

Leia mais

MUSEU NACIONAL DE HISTÓRIA NATURAL E DA CIÊNCIA

MUSEU NACIONAL DE HISTÓRIA NATURAL E DA CIÊNCIA MUSEU NACIONAL DE HISTÓRIA NATURAL E DA CIÊNCIA Apresentação do Museu O Museu Nacional de História Natural é um organismo da Universidade de Lisboa, vocacionado para a investigação científica e atividades

Leia mais

O Arquivo Municipal de Lisboa: modelos em prática Inês Morais Viegas

O Arquivo Municipal de Lisboa: modelos em prática Inês Morais Viegas O Arquivo unicipal de Lisboa: modelos em prática Inês orais Viegas I ntrodução: Os Arquivos constituem a memória de uma organização, qualquer que seja a sociedade, empresa ou instituição, a fim de suportar

Leia mais

1. I Congresso Internacional de Mediação Lisboa 7, 8 e 9 de Outubro/I Internacional Congress on Mediation Lisbon 7th, 8th and 9th of October

1. I Congresso Internacional de Mediação Lisboa 7, 8 e 9 de Outubro/I Internacional Congress on Mediation Lisbon 7th, 8th and 9th of October 1 de 6 Nº 8/2010 Agosto Bem-vindo à newsletter do GRAL. Caso pretenda aceder ao detalhe das notícias ou aos artigos clique sobre o título. Se desejar mais informações sobre os meios de resolução alternativa

Leia mais

Os Investigadores da Universidade de Coimbra e as plataformas

Os Investigadores da Universidade de Coimbra e as plataformas Os Investigadores da Universidade de Coimbra e as plataformas & 1 Índice 2 Introdução...3 3 A Plataforma de Curricula DeGóis...3 3.1 É utilizada porque...3 3.2 Com a utilização do DeGóis ganho...4 3.1

Leia mais

Unidade de Arqueologia / CICTEM da Universidade do Minho

Unidade de Arqueologia / CICTEM da Universidade do Minho Unidade de Arqueologia / CICTEM da Universidade do Minho Projeto Paisagens em mudança. Bracara Augusta e o seu território (séculos I VII) (com a referência PTDC/HIS-ARQ/121136/2010) BOLSEIRO DE INVESTIGAÇÃO

Leia mais

APRESENTAÇÃO Outubro de 2012

APRESENTAÇÃO Outubro de 2012 APRESENTAÇÃO Outubro de 2012 O QUE É É A QUEM SE DIRIGE ENQUADRAMENTO CONTEÚDOS ESTATUTO EDITORIAL A EQUIPA PARTICIPE NO 365AGRO A informação assume, hoje em dia, uma importância crescente. O acesso à

Leia mais

OCUPAÇÃO CIENTÍFICA DE JOVENS NAS FÉRIAS

OCUPAÇÃO CIENTÍFICA DE JOVENS NAS FÉRIAS OCUPAÇÃO CIENTÍFICA DE JOVENS NAS FÉRIAS 2015 REGULAMENTO Artigo 1º Âmbito e Enquadramento A Ciência Viva Agência Nacional para a Cultura Científica e Tecnológica promove o programa Ocupação Científica

Leia mais

SANTA CLARA-A-VELHA: O QUOTIDIANO PARA ALÉM DA RUÍNA A ESTACARIA DO REFEITÓRIO

SANTA CLARA-A-VELHA: O QUOTIDIANO PARA ALÉM DA RUÍNA A ESTACARIA DO REFEITÓRIO IGESPAR, I. P. Instituto de Gestão do Património Arquitectónico e Arqueológico MINISTÉRIO DACULTURA SANTA CLARA-A-VELHA: O QUOTIDIANO PARA ALÉM DA RUÍNA A ESTACARIA DO REFEITÓRIO PAULA FERNANDA QUEIROZ

Leia mais

Documentação, Divulgação e Vídeo. > Relatório <

Documentação, Divulgação e Vídeo. > Relatório < Projecto Aldeia das Amoreiras Sustentável Documentação, Divulgação e Vídeo > Relatório < - 1 - RELATÓRIO DA DOCUMENTAÇÃO, DIVULGAÇÃO E VÍDEO Organização: Centro de Convergência/ GAIA Alentejo Data e local:

Leia mais

A UTILIZAÇÃO DO GOOGLE FUSION TABLES PARA COMPARTILHAR E INTEGRAR DADOS DE SISTEMAS DEPOSICIONAIS QUATERNÁRIOS COSTEIROS

A UTILIZAÇÃO DO GOOGLE FUSION TABLES PARA COMPARTILHAR E INTEGRAR DADOS DE SISTEMAS DEPOSICIONAIS QUATERNÁRIOS COSTEIROS A UTILIZAÇÃO DO GOOGLE FUSION TABLES PARA COMPARTILHAR E INTEGRAR DADOS DE SISTEMAS DEPOSICIONAIS QUATERNÁRIOS COSTEIROS André Zular 1 ; André O. Sawakuchi 1 ; Paulo C.F.Giannini 1 ; Carlos C.F. Guedes

Leia mais

GESTÃO DE CONTEÚDOS WEB

GESTÃO DE CONTEÚDOS WEB Plataforma Visioncast - SigmaContents GESTÃO DE CONTEÚDOS WEB Visioncast - SigmaContents - Sistema de Gestão de Conteúdos Web 1 2 IT Web Soluções / Visioncast.net Plataforma Visioncast - SigmaContents

Leia mais

FLAG 2010 MEETING. Vila Velha de Ródão, 2011

FLAG 2010 MEETING. Vila Velha de Ródão, 2011 Vila Velha de Ródão, 2011 Relatório do evento científico FLAG2010 Meeting O Encontro Bienal de 2010 do Fluvial Archives Group (FLAG) decorreu em Portugal entre 5 e 10 de Setembro de 2010. A principal instituição

Leia mais

Gestão da Rede de Contactos. - Vilamoura, 26 de Junho de 2009 -

Gestão da Rede de Contactos. - Vilamoura, 26 de Junho de 2009 - PROGRAMA BUSINESS NETWORKING Gestão da Rede de Contactos - Vilamoura, 26 de Junho de 2009 - APRESENTAÇÃO O sucesso de uma organização, depende, em grande parte, da sua capacidade de fazer contactos (network)

Leia mais

Internet que dá tudo por Cabo Verde. Dá tudo por Cabo Verde

Internet que dá tudo por Cabo Verde. Dá tudo por Cabo Verde mundo sapo a Internet que dá tudo por Cabo Verde Dá tudo por Cabo Verde A Internet que dá tudo por Cabo Verde Tudo por Cabo Verde Sociedade da informação, pioneirismo e inovação No teni tudu!!! Informação

Leia mais

GESTÃO MUSEOLÓGICA E SISTEMAS DE QUALIDADE Ana Mercedes Stoffel Fernandes Outubro 2007 QUALIDADE E MUSEUS UMA PARCERIA ESSENCIAL

GESTÃO MUSEOLÓGICA E SISTEMAS DE QUALIDADE Ana Mercedes Stoffel Fernandes Outubro 2007 QUALIDADE E MUSEUS UMA PARCERIA ESSENCIAL CADERNOS DE MUSEOLOGIA Nº 28 2007 135 GESTÃO MUSEOLÓGICA E SISTEMAS DE QUALIDADE Ana Mercedes Stoffel Fernandes Outubro 2007 QUALIDADE E MUSEUS UMA PARCERIA ESSENCIAL INTRODUÇÃO Os Sistemas da Qualidade

Leia mais

Ciência Viva no Verão

Ciência Viva no Verão Ciência Viva no Verão Participação da Agência Portuguesa do Ambiente 1/10 1. Ciência Viva no Verão A Ciência Viva no Verão é uma iniciativa da Agência Nacional para a Cultura Científica e Tecnológica que

Leia mais

Secretaria-Geral do MAOT

Secretaria-Geral do MAOT Secretaria-Geral do MAOT Paula Vieira 8 Outubro 2010 SIAP 2010 1 IMPLEMENTAÇÃO DE UMA INTRANET SIAP 2010 2 AGENDA Objectivos do projecto Arranque do projecto Implementação do projecto Resultados: - Conteúdos

Leia mais

RELATÓRIO DA DISCUSSÃO PUBLICA ESTRATÉGIA NACIONAL DE CONSERVAÇÃO DA NATUREZA E DA BIODIVERSIDADE

RELATÓRIO DA DISCUSSÃO PUBLICA ESTRATÉGIA NACIONAL DE CONSERVAÇÃO DA NATUREZA E DA BIODIVERSIDADE RELATÓRIO DA DISCUSSÃO PUBLICA ESTRATÉGIA NACIONAL DE CONSERVAÇÃO DA NATUREZA E DA BIODIVERSIDADE SECRETARIA DE ESTADO DO ORDENAMENTO DO TERRITÓRIO E DA CONSERVAÇÃO DA NATUREZA AGOSTO DE 2001 ESTRATÉGIA

Leia mais

BuenaYork uma aventura com os apoios

BuenaYork uma aventura com os apoios 1 BuenaYork uma aventura com os apoios Relatório de visibilidade dos patrocínios Gonçalo Gil Mata goncalomata@gmail.com fev 2008 2 Introdução Há pouco mais de um ano faziam-se os primeiros contactos e

Leia mais

O portal imobiliário mais fácil e eficaz. Serviços para profissionais imobiliários

O portal imobiliário mais fácil e eficaz. Serviços para profissionais imobiliários O portal imobiliário mais fácil e eficaz Serviços para profissionais imobiliários outubro 2015 1 Tecnologia móvel 2 Site e telemóvel em contínuo crescimento 900.000 visitas por mês Aplicações próprias

Leia mais

APCP Newsletter. Verão de 2011. Editorial. Call for papers: VI Congresso da Associação Portuguesa de Ciência Política. Lisboa, 1 a 3 de Março de 2012

APCP Newsletter. Verão de 2011. Editorial. Call for papers: VI Congresso da Associação Portuguesa de Ciência Política. Lisboa, 1 a 3 de Março de 2012 APCP Newsletter Editorial A APCP lança agora, pela primeira vez, a sua Newsletter. Será distribuída em formato digital e também em papel, uma vez por ano. É mais uma forma de tornar públicas as actividades

Leia mais

Regulamento do Concurso VIP Vamos Investigar as Plantas Ano Lectivo 2012/2013

Regulamento do Concurso VIP Vamos Investigar as Plantas Ano Lectivo 2012/2013 Regulamento do Concurso VIP Vamos Investigar as Plantas Ano Lectivo 2012/2013 1 - Introdução A Sociedade Portuguesa de Fisiologia Vegetal irá organizar o Congresso Ibérico de Fisiologia Vegetal em Julho

Leia mais

BTT, AMBIENTE E TURISMO modelos de desenvolvimento local Conferência Aberta/Participativa

BTT, AMBIENTE E TURISMO modelos de desenvolvimento local Conferência Aberta/Participativa Conferencistas Yu- Fai Leung North Carolina State University, Estados Unidos da América Catherine Pieckering Griffith University, Austrália A prática recreativa e/ou desportiva do BTT nos últimos anos

Leia mais

Número de newsletter semanais editadas: 74 Data da primeira: 8 de Maio de 2007

Número de newsletter semanais editadas: 74 Data da primeira: 8 de Maio de 2007 CONTEÚDOS DE DINAMIZAÇÃO PERMANENTE DE MAIO A MAIO O VORTAL DA SOCIOLOGIA PORTUGUESA EM NÚMEROS No aniversário do vortal da APS, cujo lançamento se efectuou em Maio de 2007, por evolução natural do velho

Leia mais

PLANO DE ACÇÃO E ORÇAMENTO PARA 2008

PLANO DE ACÇÃO E ORÇAMENTO PARA 2008 PLANO DE ACÇÃO E ORÇAMENTO PARA 2008 O ano de 2008 é marcado, em termos internacionais, pela comemoração dos vinte anos do Movimento Internacional de Cidades Saudáveis. Esta efeméride terá lugar em Zagreb,

Leia mais

PLANO ESTRATÉGICO TRIÉNIO 2014-2016

PLANO ESTRATÉGICO TRIÉNIO 2014-2016 PLANO ESTRATÉGICO TRIÉNIO 2014-2016 MENSAGEM INICIAL Assimilar um saber, um conteúdo, uma praxis em Terapia da Fala é uma condição sine quo non para que haja uma base científica. Contudo, esta base de

Leia mais

REGULAMENTO DE TRABALHO EXPERIMENTAL EM BIOLOGIA MARINHA DO MESTRADO EM BIOLOGIA MARINHA

REGULAMENTO DE TRABALHO EXPERIMENTAL EM BIOLOGIA MARINHA DO MESTRADO EM BIOLOGIA MARINHA REGULAMENTO DE TRABALHO EXPERIMENTAL EM BIOLOGIA MARINHA DO MESTRADO EM BIOLOGIA MARINHA INTRODUÇÃO A unidade curricular Trabalho Experimental em Biologia Marinha, adiante designada TEBM, é uma unidade

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA. Adoptado a 25 de Junho de 1999 pelas três Associações:

CÓDIGO DE ÉTICA. Adoptado a 25 de Junho de 1999 pelas três Associações: CÓDIGO DE ÉTICA Adoptado a 25 de Junho de 1999 pelas três Associações: APDIS Associação Portuguesa de Documentação e Informação na Saúde BAD Associação Portuguesa de Bibliotecários, Arquivistas e Documentalistas

Leia mais

1. Acções de sensibilização

1. Acções de sensibilização PROGRAMA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL / 2013-2014 As atividades propostas compreendem diferentes momentos de reflexão, discussão e ação, dirigindo-se a toda a comunidade educativa que contempla diferentes níveis

Leia mais

APONTAMENTOS CURRICULARES

APONTAMENTOS CURRICULARES APONTAMENTOS CURRICULARES PERCURSO Lisboa, 1969 Fotógrafo e Editor de fotografia Vivo e desenvolvo os meus trabalhos entre Aljezur e Lisboa Actualmente sou CEO da agência 1000olhos - Imagem e Comunicação

Leia mais

VIII Oficinas de Formação A Escola na Sociedade da Informação e do Conhecimento praticar ao sábado. E-repositórios. 26 de Maio de 2007

VIII Oficinas de Formação A Escola na Sociedade da Informação e do Conhecimento praticar ao sábado. E-repositórios. 26 de Maio de 2007 VIII Oficinas de Formação A Escola na Sociedade da Informação e do Conhecimento praticar ao sábado E-repositórios 26 de Maio de 2007 Intervenção de Maria João Gomes da Universidade do Minho Repositórios

Leia mais

Relatório de Actividades do Provedor do Estudante - 2009/2011 -

Relatório de Actividades do Provedor do Estudante - 2009/2011 - Relatório de Actividades do Provedor do Estudante - 2009/2011 - Caros Estudantes e restante Comunidade Académica do IPBeja, No dia 29 de Abril de 2009 fui nomeado Provedor do Estudante pelo Presidente

Leia mais

Guia Informativo. 8ª Edição do Prémio Empreendedorismo Inovador na Diáspora Portuguesa (2015)

Guia Informativo. 8ª Edição do Prémio Empreendedorismo Inovador na Diáspora Portuguesa (2015) Guia Informativo 8ª Edição do Prémio Empreendedorismo Inovador na Diáspora Portuguesa (2015) Objectivo do Prémio: O Prémio Empreendedorismo Inovador na Diáspora Portuguesa tem como objectivo central o

Leia mais

Repositório.UL. Política de depósito da UL e políticas editoriais (Ciências)

Repositório.UL. Política de depósito da UL e políticas editoriais (Ciências) Repositório.UL Política de depósito da UL e políticas editoriais (Ciências) Marta Nogueira; Cristina Domingues Universidade de Lisboa - Grupo de trabalho do Repositório.UL http://repositorio.ul.pt / repositorio@reitoria.ul.pt

Leia mais

Curriculum DeGóis Guia de preenchimento do Curriculum Vitae (Informação mínima necessária)

Curriculum DeGóis Guia de preenchimento do Curriculum Vitae (Informação mínima necessária) Curriculum DeGóis Guia de preenchimento do Curriculum Vitae (Informação mínima necessária) http://curriculum.degois.pt Março de 2012 Versão 1.5 1 Introdução O objectivo deste guia é auxiliar o utilizador

Leia mais

centro para as artes, ciência e tecnologia investigação, inovação e sustentabilidade

centro para as artes, ciência e tecnologia investigação, inovação e sustentabilidade 2 Sphera Castris centro para as artes, ciência e tecnologia investigação, inovação e sustentabilidade O projeto procura responder à necessidade de criar uma infraestrutura de cultura e património, produção

Leia mais

O que é? Uma aplicação - 3 serviços. A plataforma é altamente flexível e permite a adaptação dos serviços à necessidade de cada evento

O que é? Uma aplicação - 3 serviços. A plataforma é altamente flexível e permite a adaptação dos serviços à necessidade de cada evento www.sensocomum.pt O que é? O GEON - Gestor de Eventos Online integra um conjunto de funcionalidades macro que, no seu conjunto, poderá dar resposta na totalidade a todas as exigências de organização de

Leia mais

Portfolio BRUNO NOBRE

Portfolio BRUNO NOBRE BRUNO NOBRE bruno.nascimentonobre@gmail.com http://pt.linkedin.com/in/brunodanielnobre 2010 v 3.1 Bruno Nobre nasceu na cidade de Torres Vedras, em Portugal, no ano de 1981. É mestrado em Design e Cultura

Leia mais

MIEC Mestrado Integrado em Engenharia Civil Unidade Curricular de Dissertação 2014/2015

MIEC Mestrado Integrado em Engenharia Civil Unidade Curricular de Dissertação 2014/2015 1 MIEC Mestrado Integrado em Engenharia Civil Unidade Curricular de Dissertação 2014/2015 CALENDARIZAÇÃO DE AÇÕES E INSTRUÇÕES GERAIS 1. DATAS E PRAZOS 1.1. 2ª Ocorrência No quadro seguinte são resumidas

Leia mais

Ocupação em Empreendimentos Turísticos. Taxa de ocupação-quarto 2012

Ocupação em Empreendimentos Turísticos. Taxa de ocupação-quarto 2012 Ocupação em Empreendimentos Turísticos Taxa de ocupação-quarto 2012 Ocupação em Empreendimentos Turísticos Síntese A taxa de ocupação-quarto registada no país, em 2012, foi de 51,5%, com os residentes

Leia mais

Publicação em contexto académico: OJS na prática

Publicação em contexto académico: OJS na prática Publicação em contexto académico: OJS na prática sumário 1. Publicações científicas em ambiente académico: um cenário pouco homogéneo 1.1 o papel das bibliotecas de ensino superior 2. OJS Open Journal

Leia mais

Introdução. A Indústria e Ambiente é a revista portuguesa líder de engenharia, gestão e economia ambiental.

Introdução. A Indústria e Ambiente é a revista portuguesa líder de engenharia, gestão e economia ambiental. Introdução A Indústria e é a revista portuguesa líder de engenharia, gestão e economia ambiental. Qualidade, fiabilidade e actualidade dos conteúdos, são características que lhe conferem um lugar de destaque

Leia mais

Tel.: 220 931 192 www.informar.pt

Tel.: 220 931 192 www.informar.pt Tel.: 2 931 192 Apresentação do Informar.pt O Informar.pt é um portal de formação profissional, que pretende organizar informação sobre entidades formadoras, formadores e público interessado em formação

Leia mais

Portfolio de Produtos

Portfolio de Produtos Introdução O Guia de Produtos e Serviços da Assessoria de Comunicação (ASCOM) da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) foi elaborado com o objetivo de apresentar os produtos e serviços prestados

Leia mais

CONCURSO ESCOLAS DA NOVA GERAÇÃO REGULAMENTO

CONCURSO ESCOLAS DA NOVA GERAÇÃO REGULAMENTO CONCURSO ESCOLAS DA NOVA GERAÇÃO REGULAMENTO Enquadramento geral Um dos principais desafios que se colocam à sociedade portuguesa é o do desenvolvimento de uma Sociedade de Informação, voltada para o uso

Leia mais

Congresso Português de Malacologia 2015 1-2 Maio, Instituto Português do Mar e da Atmosfera, Algés (Lisboa) (1 a Circular)

Congresso Português de Malacologia 2015 1-2 Maio, Instituto Português do Mar e da Atmosfera, Algés (Lisboa) (1 a Circular) Congresso Português de Malacologia 2015 1-2 Maio, Instituto Português do Mar e da Atmosfera, Algés (Lisboa) (1 a Circular) O Instituto Português de Malacologia (IPM) e o Marine and Environmental Sciences

Leia mais

Mestrado (2º ciclo) em Ecologia Ambiente e Território

Mestrado (2º ciclo) em Ecologia Ambiente e Território Mestrado (2º ciclo) em Ecologia Ambiente e Território RELATÓRIO DA CONCRETIZAÇÃO DOS OBJECTIVOS DO PROCESSO DE BOLONHA Ano Lectivo 2008/2009 Porto, Dezembro 2009 1 Índice 1. O curso de 2º ciclo em Ecologia,

Leia mais

Geração do Portal CPCX - UFMS pelo UNION: Um Estudo de Caso

Geração do Portal CPCX - UFMS pelo UNION: Um Estudo de Caso Geração do Portal CPCX - UFMS pelo UNION: Um Estudo de Caso Lourival dos Santos Pires Júnior, Tony Carlos Bignardi dos Santos, Amaury Antônio de Castro Junior, Carlos Alberto da Silva, Leila Lisiane Rossi

Leia mais

A solução ideal para criar um site público e dinâmico â com um visual profissional, sem necessidade de conhecimentos em HTML.

A solução ideal para criar um site público e dinâmico â com um visual profissional, sem necessidade de conhecimentos em HTML. Descritivo completo PHC dportal A solução ideal para criar um site público e dinâmico â com um visual profissional, sem necessidade de conhecimentos em HTML. Benefícios Actualização e manutenção simples

Leia mais

O Conceito de Cluster

O Conceito de Cluster O Conceito de Cluster Conjunto de empresas, relacionadas entre si, que desenvolvem competências específicas, formando um pólo produtivo especializado e com vantagens competitivas. Antecedentes As empresas

Leia mais

A SÈTIMA. O nosso principal objectivo

A SÈTIMA. O nosso principal objectivo 03 A SÈTIMA A SÉTIMA produz soluções de software maioritariamente com recurso à WEB, de modo a dar suporte ao crescimento tecnológico que é já a maior realidade do século XXI. Esta aposta deve-se ao facto

Leia mais

O presente documento suporta a apreciação do ponto 3 da Agenda da reunião da Comissão de Acompanhamento de 13/11/07, sendo composto por duas partes:

O presente documento suporta a apreciação do ponto 3 da Agenda da reunião da Comissão de Acompanhamento de 13/11/07, sendo composto por duas partes: EIXO I COMPETITIVIDADE, INOVAÇÃO E CONHECIMENTO INSTRUMENTO: SISTEMA DE INCENTIVOS À QUALIFICAÇÃO E INTERNACIONALIZAÇÃO DE PME (SI QUALIFICAÇÃO PME) O presente documento suporta a apreciação do ponto 3

Leia mais

PROJECTO GEPETO BALANÇO DE ETAPA

PROJECTO GEPETO BALANÇO DE ETAPA PROJECTO GEPETO BALANÇO DE ETAPA Coordenação Técnica. Outubro de 2013 BALANÇO DE ETAPA EM METADE DO PROJECTO GEPETO Outubro de 2013 1. RECAPITULAÇÃO DOS OBJECTIVOS 2. ROTEIRO 3. PRINCIPAIS ACTIVIDADES

Leia mais

Iniciativa igeo Mentes Criativas. Concurso de ideias para o desenvolvimento de uma aplicação para sistemas móveis (App)

Iniciativa igeo Mentes Criativas. Concurso de ideias para o desenvolvimento de uma aplicação para sistemas móveis (App) Iniciativa igeo Mentes Criativas Concurso de ideias para o desenvolvimento de uma aplicação para sistemas móveis (App) Coordenação: Equipa: Apoio: 1/8 REGULAMENTO Concurso de ideias para divulgação de

Leia mais

Plano de Actividades 2010

Plano de Actividades 2010 Plano de Actividades Amigos dos Açores Associação Ecológica Dezembro de 2009 Plano de Actividades 2010 Título Amigos dos Açores Associação Ecológica Autoria Avenida da Paz, 14, 9600-053 Pico da Pedra +351

Leia mais

Programa de Promoção Turística e Cultural

Programa de Promoção Turística e Cultural Programa de Promoção Turística e Cultural Sintra encontra-se em 11º lugar no ranking dos 50 melhores lugares a visitar, nas escolhas dos leitores do jornal New York Times? Sintra é uma das 21 finalistas

Leia mais

Apoios ao Investimento em Portugal

Apoios ao Investimento em Portugal Apoios ao Investimento em Portugal AICEP Abril 2015 FINANÇAS Índice Investimento Produtivo Auxílios Estatais Máximos Incentivos Financeiros Incentivos Fiscais Investimento em I&D Empresarial Incentivos

Leia mais

Instruções do Programa de Recenseamento RecPom 2009

Instruções do Programa de Recenseamento RecPom 2009 * FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE COLUMBOFILIA FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE COLUMBOFILIA Instruções do Programa de Recenseamento RecPom 2009 1. O Que é o RecPom 2009 O RecPom 2009 contido no CD anexo destina-se a ser

Leia mais

Rede de Informação do INE em Bibliotecas do Ensino Superior

Rede de Informação do INE em Bibliotecas do Ensino Superior Rede de Informação do INE em Bibliotecas do Ensino Superior Francisco Correia Departamento de Difusão e Promoção Instituto Nacional de Estatística Avenida António José de Almeida 1000-043 Lisboa Tel: 218426143

Leia mais

Compilar, organizar e disponibilizar os resultados das pesquisas científicas sobre a Unidade de Conservação;

Compilar, organizar e disponibilizar os resultados das pesquisas científicas sobre a Unidade de Conservação; 4. PROGRAMAS DE MANEJO 4.1 PROGRAMA DE PESQUISA Objetivo Geral Visa dar suporte, estimular a geração e o aprofundamento dos conhecimentos científicos sobre os aspectos bióticos, abióticos, sócio-econômicos,

Leia mais

Centro de Arqueologia de Almada Normas de Colaboração

Centro de Arqueologia de Almada Normas de Colaboração 1. Propriedade, Edição e Âmbito é uma publicação periódica do Centro de Arqueologia de Almada, proprietário e editor do título desde 1982. Tem por âmbito a promoção da cultura científica nas áreas da Arqueologia,

Leia mais

O que é a EPALE? É uma plataforma informática financiada pelacomissãoeuropeia; Disponívelem ec.europa.eu/epale/pt

O que é a EPALE? É uma plataforma informática financiada pelacomissãoeuropeia; Disponívelem ec.europa.eu/epale/pt EPALE ELECTRONIC PLATFORM FOR ADULT LEARNING IN EUROPE fevereiro e março de 2015 O que é a EPALE? É uma plataforma informática financiada pelacomissãoeuropeia; Disponívelem ec.europa.eu/epale/pt Qual a

Leia mais

CERTIFICAÇÃO DE SISTEMAS DE GESTÃO DA SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO

CERTIFICAÇÃO DE SISTEMAS DE GESTÃO DA SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO CERTIFICAÇÃO DE SISTEMAS DE GESTÃO DA SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO Luis Barrinha - Gestor de Ambiente e Segurança SGS ICS - International Certification Services Funchal, 28 de Novembro de 2002 SOCIÉTÉ

Leia mais

O ZONA SUL ONLINE. Portal. Zona Sul Online. Newsletter

O ZONA SUL ONLINE. Portal. Zona Sul Online. Newsletter zonasulonline. c o m. br O ZONA SUL ONLINE Portal Zona Sul Online O ZonaSul Online é um veículo de comunicação baseado na Internet. É composto de um Portal de Busca na Internet, o Zona Sul Online, focado

Leia mais

Comissão Interministerial para a Sociedade da Informação

Comissão Interministerial para a Sociedade da Informação Comissão Interministerial para a Sociedade da Informação ANEXO AO CADERNO DE ENCARGOS MÉTODO DE AVALIAÇÃO DOS WEB SITES DA ADMINISTRAÇÃO DIRECTA E INDIRECTA DO ESTADO Documento disponível em www.si.mct.pt

Leia mais

Critérios para certificação de Sites SciELO: critérios, política e procedimentos para a classificação e certificação dos sites da Rede SciELO

Critérios para certificação de Sites SciELO: critérios, política e procedimentos para a classificação e certificação dos sites da Rede SciELO Critérios para certificação de Sites SciELO: critérios, política e procedimentos para a classificação e certificação dos sites da Rede SciELO Versão Março 2008 1 Introdução Este documento tem por objetivo

Leia mais

Relatório Preliminar de. Projecto de Telecomunicações em Contexto Empresarial II. VoIP Desenvolvimento de Aplicações em Plataformas Open Source

Relatório Preliminar de. Projecto de Telecomunicações em Contexto Empresarial II. VoIP Desenvolvimento de Aplicações em Plataformas Open Source Relatório Preliminar de Projecto de Telecomunicações em Contexto Empresarial II VoIP Desenvolvimento de Aplicações em Plataformas Open Source Cândido Silva Av. dos Descobrimentos, 333 4400-103 Santa Marinha

Leia mais

13º Encontro Nacional de Pesquisadores em Jornalismo CHAMADA DE TRABALHOS

13º Encontro Nacional de Pesquisadores em Jornalismo CHAMADA DE TRABALHOS 1 13º Encontro Nacional de Pesquisadores em Jornalismo 4 a 6 de novembro de 2015 UFMS Universidade Federal do Mato Grosso do Sul, em Campo Grande CHAMADA DE TRABALHOS Pesquisa em Jornalismo e reconfiguração

Leia mais

RELATÓRIO DE ATIVIDADES DO ANO 2011

RELATÓRIO DE ATIVIDADES DO ANO 2011 RELATÓRIO DE ATIVIDADES DO ANO 2011 CRISTINA BRITO, NINA VIEIRA, FRANCISCO MARTINHO e INÊS CARVALHO INTRODUÇÃO A Escola de Mar Investigação, Projetos e Educação em Ambiente e Artes, Lda. é uma empresa

Leia mais

ISAL INSTITUTO SUPERIOR DE ADMINISTRAÇÃO E LÍNGUAS PLANO DE ATIVIDADES

ISAL INSTITUTO SUPERIOR DE ADMINISTRAÇÃO E LÍNGUAS PLANO DE ATIVIDADES ISAL INSTITUTO SUPERIOR DE ADMINISTRAÇÃO E LÍNGUAS PLANO DE ATIVIDADES 2015 2 Formar gestores e quadros técnicos superiores, preparados científica e tecnicamente para o exercício de funções na empresa

Leia mais

MEDIAKIT 2014 PERFIL DO LEITOR. Nível Hierárquico UMA SOLUÇÃO DE COMUNICAÇÃO INTEGRADA: Circulação Geográfica

MEDIAKIT 2014 PERFIL DO LEITOR. Nível Hierárquico UMA SOLUÇÃO DE COMUNICAÇÃO INTEGRADA: Circulação Geográfica MEDIAKIT 2014 PERFIL DO LEITOR SEXO: 73% dos leitores são homens e 27% são mulheres IDADE: O escalão etário mais significativo é dos 25 aos 44 anos com 59% UMA SOLUÇÃO DE COMUNICAÇÃO INTEGRADA: Publicação

Leia mais

Adenda aos Critérios de Selecção

Adenda aos Critérios de Selecção Adenda aos Critérios de Selecção... Critérios de Selecção SI Qualificação PME EIXO I COMPETITIVIDADE, INOVAÇÃO E CONHECIMENTO INSTRUMENTO: SISTEMA DE INCENTIVOS À QUALIFICAÇÃO E INTERNACIONALIZAÇÃO DE

Leia mais

IC-Online: repositório institucional

IC-Online: repositório institucional IC-Online: história de um repositório institucional Reorganização de serviços do IPL: Bibliotecas do IPL passarem a trabalhar como uma unidade Rentabilização de esforços, recursos humanos e recursos materiais

Leia mais

O Processo de Bolonha e o desafio da empregabilidade

O Processo de Bolonha e o desafio da empregabilidade O Processo de Bolonha e o desafio da empregabilidade P o r M a r g a r i d a S a r a i v a, J o r g e C a s a s N o v a s, J o s é R o b e r t o e E l i z a b e t h R e i s Um ano lectivo após o arranque

Leia mais

1 Escola Superior de Desporto de Rio Maior

1 Escola Superior de Desporto de Rio Maior Instituto Politécnico de Santarém ESCOLA SUPERIOR DE DESPORTO DE RIO MAIOR MESTRADO EM DESPORTO REGULAMENTO DE DISSERTAÇÃO Este regulamento enquadra-se no âmbito do artigo 21.º do regulamento específico

Leia mais

CAPÍTULO 7 EVOLUÇÃO DA ÁREA NA AUSÊNCIA DO PROJECTO

CAPÍTULO 7 EVOLUÇÃO DA ÁREA NA AUSÊNCIA DO PROJECTO CAPÍTULO 7 EVOLUÇÃO DA ÁREA NA AUSÊNCIA DO PROJECTO ÍNDICE DE TEXTO VII. EVOLUÇÃO DA ÁREA NA AUSÊNCIA DO PROJECTO...219 217 218 VII. EVOLUÇÃO DA ÁREA NA AUSÊNCIA DO PROJECTO O presente capítulo tem como

Leia mais

REGULAMENTO PASSATEMPO #PARTILHAMOSFUTEBOL

REGULAMENTO PASSATEMPO #PARTILHAMOSFUTEBOL REGULAMENTO PASSATEMPO #PARTILHAMOSFUTEBOL 1. DEFINIÇÕES 1.1. Passatempo: Iniciativa que visa premiar os participantes com maior pontuação que se candidatem a receber um bilhete para um jogo do Campeonato

Leia mais

A PARTICIPAÇÃO PÚBLICA E A REGIÃO NORTE

A PARTICIPAÇÃO PÚBLICA E A REGIÃO NORTE A PARTICIPAÇÃO PÚBLICA E A REGIÃO NORTE Autores: 1 Gabriela Azevedo e Rita Ramos Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte INTRODUÇÃO E OBJECTIVOS No âmbito dos procedimentos da Avaliação

Leia mais

Relatório Preliminar de. Projecto em Contexto Empresarial I. VoIP Desenvolvimento de Aplicações em Plataformas Open Source

Relatório Preliminar de. Projecto em Contexto Empresarial I. VoIP Desenvolvimento de Aplicações em Plataformas Open Source Relatório Preliminar de Projecto em Contexto Empresarial I VoIP Desenvolvimento de Aplicações em Plataformas Open Source Cândido Silva Av. dos Descobrimentos, 333 4400-103 Santa Marinha - Vila Nova de

Leia mais

INTERAÇÃOESCOLA, FAMÍLIA E COMUNIDADE NAS PRÁTICAS DE AUTOAVALIAÇÃO DAS ESCOLAS: UM ESTUDO EM ESCOLAS DO ALENTEJO

INTERAÇÃOESCOLA, FAMÍLIA E COMUNIDADE NAS PRÁTICAS DE AUTOAVALIAÇÃO DAS ESCOLAS: UM ESTUDO EM ESCOLAS DO ALENTEJO XI Congresso Internacional Galego-Português de Psicopedagogia Coruña, 7, 8 e 9 de Setembro de 2011 INTERAÇÃOESCOLA, FAMÍLIA E COMUNIDADE NAS PRÁTICAS DE AUTOAVALIAÇÃO DAS ESCOLAS: UM ESTUDO EM ESCOLAS

Leia mais

CANDIDATURA À DIRECÇÃO DA UNIDADE DE INVESTIGAÇÃO DO INSTITUTO POLITÉCNICO DE SANTARÉM

CANDIDATURA À DIRECÇÃO DA UNIDADE DE INVESTIGAÇÃO DO INSTITUTO POLITÉCNICO DE SANTARÉM CANDIDATURA À DIRECÇÃO DA UNIDADE DE INVESTIGAÇÃO DO INSTITUTO POLITÉCNICO DE SANTARÉM Pedro Jorge Richheimer Marta de Sequeira Marília Oliveira Inácio Henriques 1 P á g i n a 1. Enquadramento da Candidatura

Leia mais

POSTO DE TURISMO DA PRAIA DA BARRA

POSTO DE TURISMO DA PRAIA DA BARRA JUNTA DE FREGUESIA DA GAFANHA DA NAZARÉ POSTO DE TURISMO DA PRAIA DA BARRA RELATÓRIO DE BALANÇO DO VERÃO 2011 Gafanha da Nazaré, Novembro de 2011 1. INTRODUÇÃO O Posto da Barra, é uma infra-estrutura situada

Leia mais

NORMAS PARA A APRESENTAÇÃO DOS ARTIGOS. Revista Interdisciplinaridade

NORMAS PARA A APRESENTAÇÃO DOS ARTIGOS. Revista Interdisciplinaridade NORMAS PARA A APRESENTAÇÃO DOS ARTIGOS Revista Interdisciplinaridade INTERDISCIPLINARIDADE é uma revista de periodicidade anual, cujo volume de cada ano será publicado em outubro e poderão ser realizadas

Leia mais

MANUAL DE BOAS-VINDAS CONTACTOS SERVIÇOS DISPONIBILIZADOS FACTURAÇÃO PAGAMENTOS PORTAL DO CLIENTE GUIA DE PROGRAMAÇÃO REVISTA VIVA!

MANUAL DE BOAS-VINDAS CONTACTOS SERVIÇOS DISPONIBILIZADOS FACTURAÇÃO PAGAMENTOS PORTAL DO CLIENTE GUIA DE PROGRAMAÇÃO REVISTA VIVA! MANUAL DE BOAS-VINDAS CTOS SERVIÇOS DISPOILIZADOS FACTURAÇÃO PAGAMENTOS PORTAL DO CLIENTE GUIA DE PROGRAMAÇÃO REVISTA VIVA! BEM-VINDO AO MUNDO DA TELEVISÃO DIGITAL E DA INTERNET DE ALTA VELOCIDADE! O Manual

Leia mais

Escola Secundária da Baixa da Banheira Departamento de Matemática e Ciências Experimentais CLUBE DA CIÊNCIA ANO LECTIVO 2010/2011

Escola Secundária da Baixa da Banheira Departamento de Matemática e Ciências Experimentais CLUBE DA CIÊNCIA ANO LECTIVO 2010/2011 CLUBE DA CIÊNCIA ANO LECTIVO 2010/2011 Clube da Ciência, Ano Lectivo 2010/2011 1 . Tempo de aplicação do projecto Os trabalhos a desenvolver no âmbito do Clube da Ciência serão realizados ao longo do ano

Leia mais

Ciclo de Workshops de Fotografia da Biodiversidade de Vila Real

Ciclo de Workshops de Fotografia da Biodiversidade de Vila Real Ciclo de Workshops de Fotografia da Biodiversidade de Vila Real 3 e 4 de maio Os Anfíbios e Répteis de Portugal Observar, fotografar e proteger Albano Soares e Ernestino Maravalhas A fotografia da Biodiversidade

Leia mais

REGULAMENTO. Atletas do Cabelo

REGULAMENTO. Atletas do Cabelo REGULAMENTO Atletas do Cabelo 1. DEFINIÇÕES 1.1 Passatempo: Iniciativa que visa premiar os 5 participantes mais votados na terceira fase do passatempo que partilhem as fotos mais criativas representativas

Leia mais

2010 Unidade: % Total 98,7 94,9 88,1

2010 Unidade: % Total 98,7 94,9 88,1 03 de Novembro 2010 Sociedade da Informação e do Conhecimento Inquérito à Utilização de Tecnologias da Informação e da Comunicação nos Hospitais 2010 96% dos Hospitais que utilizam a Internet dispõem de

Leia mais

Regulamento de Aplicação do Sistema do Europeu de Transferência de Créditos (ECTS) à formação ministrada pelo Instituto Politécnico de Santarém (IPS)

Regulamento de Aplicação do Sistema do Europeu de Transferência de Créditos (ECTS) à formação ministrada pelo Instituto Politécnico de Santarém (IPS) Regulamento de Aplicação do Sistema do Europeu de Transferência de Créditos (ECTS) à formação ministrada pelo Instituto Politécnico de Santarém (IPS) CAPÍTULO I Objecto, âmbito e conceitos Artigo 1º Objecto

Leia mais

TERMOS DE UTILIZAÇÃO. Site http://www.areastore.com/

TERMOS DE UTILIZAÇÃO. Site http://www.areastore.com/ a TERMOS DE UTILIZAÇÃO Site http://www.areastore.com/ O presente site foi criado, pertence e é operado pela AREA Infinitas Design de Interiores, S.A., com sede no Sintra Business Park, Edifício 7, Zona

Leia mais

Cursos Profissionais. Prova de Aptidão Profissional

Cursos Profissionais. Prova de Aptidão Profissional Escola Secundária de S. João do Estoril Cursos Profissionais Normas para a apresentação do relatório Professora Orientadora: Apresentação As normas que se apresentam têm por objectivo uniformizar a apresentação

Leia mais

A Ponte entre a Escola e a Ciência Azul

A Ponte entre a Escola e a Ciência Azul Projeto educativo A Ponte entre a Escola e a Ciência Azul A Ponte Entre a Escola e a Ciência Azul é um projeto educativo cujo principal objetivo é a integração ativa de estudantes do ensino secundário

Leia mais

[Ficha III-2] Ficha técnica. Access database: Registo Patrimonial

[Ficha III-2] Ficha técnica. Access database: Registo Patrimonial [Ficha III-2] Ficha técnica Access database: Registo Patrimonial [Identificação] Código Alfanumérico Combinação de carateres (letras e números) que identifica em exclusivo cada ocorrência patrimonial.

Leia mais

Inquérito à Utilização de Tecnologias da Informação e da Comunicação pelas Famílias BANDA LARGA

Inquérito à Utilização de Tecnologias da Informação e da Comunicação pelas Famílias BANDA LARGA 03 DE DEZZEMBRO 2007 Sociedade da Informação e do Conhecimento Inquérito à Utilização de Tecnologias da Informação e da Comunicação pelas Famílias 2007 77% DOS AGREGADOS DOMÉSTICOS COM LIGAÇÃO À INTERNET

Leia mais