Newsletter dos Portos de Setúbal e Sesimbra. Nº 17 - Julho de Trimestral

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Newsletter dos Portos de Setúbal e Sesimbra. Nº 17 - Julho de 2008 - Trimestral"

Transcrição

1 Newsletter dos Portos de Setúbal e Sesimbra Nº 17 - Julho de Trimestral

2 FICHA TÉCNICA Newsletter dos Portos de Setúbal e Sesimbra Número 17 Julho de 2008 Propriedade: APSS - Administração dos Portos de Setúbal e Sesimbra, SA Morada: Praça da República Setúbal Tel.: (+351) Fax: (+351) Directora: Fátima Évora Edição: Departamento de Marketing e Documentação Coordenação gráfica: Paulo Simões Fotografia: Nuno Lobo Paulo Redacção: Maria João Bacalhau, Jorge Santos, João Gonçalves Colaboradores convidados: Manuela Moura Martins Concepção Gráfica: N design_integrado Impressão: CORLITO ISSN: X Depósito Legal: /03 Tiragem: exemplares Periodicidade: Trimestral Distribuição: Gratuita

3 EDITORIAL O Porto de Setúbal é hoje um pólo de atracção de investimentos industriais e logísticos e representa a opção ideal para as cadeias de transporte de mercadorias entre o norte e o sul da Europa, bem como para a ligação entre o Atlântico e as regiões espanholas da Andaluzia e da Extremadura, no caminho que queremos percorrer até Madrid. A este intento, corresponde, por parte da Administração da APSS, uma atitude pró-activa, que nos tem levado a acções directas de promoção e divulgação do Porto de Setúbal junto dos agentes económicos do país vizinho. diurna e nocturna, de e para os terminais portuários. A divulgação online de informação, em tempo real, sobre as características meteorológicas no porto - temperatura, pressão atmosférica, velocidade do vento, precipitação, visibilidade e humidade relativa - está disponível desde o dia 17 de Julho de 2008 no site da APSS. Esta informação, que julgamos de grande utilidade, quer para as empresas com actividades ligadas ao porto, quer para todos os profissionais e amadores dos desportos náuticos, foi conseguida através de um investimento que engloba uma estação meteorológica e um marégrafo, instalados na baliza 2 do Canal da Barra. Com este propósito, a APSS Administração dos Portos de Setúbal e Sesimbra realizou em Madrid, no passado mês de Março, uma sessão de apresentação do Porto de Setúbal aos empresários espanhóis. Entre outros temas, pretendeu-se criar sinergias para a construção duma nova ligação intermodal entre este porto e a capital espanhola. Com o mesmo objectivo, foi organizada a visita duma delegação do Porto de Setúbal à Plataforma Logística de Coslada, em Madrid, constituída por elementos da APSS e de empresas parceiras, tendo-se confirmado que existe um potencial de colaboração, que pretendemos aproveitar, designadamente no âmbito do estudo que a APSS está a realizar, em colaboração com a IN OUT Global, do Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa. Quanto a Sesimbra, foi recentemente melhorado o molhe de protecção do plano inclinado dos estaleiros navais no porto. A obra consistiu no prolongamento do molhe existente, com o objectivo de impedir os assoreamentos do plano inclinado, com benefícios reais para as actividades dos estaleiros navais que operam naquele local. Para além desta obra, a APSS, SA promoveu a realização de um conjunto de outros melhoramentos com reflexos directos na operacionalidade do porto da vila de Sesimbra, que se Este estudo está a apoiar-nos na criação de um corredor ferroviário entre o Porto de Setúbal e Madrid, que torne este porto a solução mais competitiva, em tempo e custo, para qualquer ligação entre as linhas marítimas atlânticas e aquele importante centro consumidor da Península Ibérica. O Presidente, Engº Carlos Gouveia Lopes encontram em fase de conclusão, dos quais destacamos os novos pavilhões para sedear as empresas da actividade de mergulho. Contudo, para que o Porto de Setúbal não perca competitividade, estamos cientes, teremos que efectuar melhoramentos nos acessos marítimos ao porto. Esta é também a conclusão de um estudo que está em curso, onde se diz que o projecto de aprofundamento dos canais é inevitável e de grande valor económico para o país, considerando-o fundamental para o desempenho do papel de pólo logístico que o Porto de Setúbal pretende assumir. Face aos reduzidos custos do investimento, quando comparado com outros portos, este projecto será considerado prioritário para o desenvolvimento do porto. Por último, é com agrado que anunciamos a realização de mais uma edição, a terceira, do Seminário Plataformas Logísticas Ibéricas, com data marcada para o próximo dia 25 de Novembro, no Novotel de Setúbal, com o tema A logística sustentável e a eficiência energética. Ainda no âmbito dos acessos, está a decorrer uma obra nas infra-estruturas de assinalamento marítimo do porto, que se traduzirá em melhoramentos no domínio da segurança marítima, designadamente no apoio à navegação, assegurando-se a navegação 03

4 NOTÍCIAS através do Porto de Setúbal, permitindo a redução dos custos de viagem dos navios até aos portos no interior do Mediterrâneo, como Barcelona e Valência. Porto de Setúbal apresenta-se em Madrid A APSS Administração dos Portos de Setúbal e Sesimbra realizou em Madrid, no passado dia 13 de Março, uma sessão de apresentação do Porto de Setúbal aos empresários espanhóis, com o objectivo de promover uma nova ligação intermodal entre este porto e a capital espanhola. Porto de Setúbal: Melhoria dos Acessos Marítimos é Inevitável A equipa de consultores que está a estudar a melhoria dos acessos marítimos ao Porto de Setúbal concluiu que o projecto é inevitável e de grande valor económico para o país, considerando-o fundamental para o desempenho do novo papel de pólo logístico que o Porto de Setúbal pretende assumir, em termos estratégicos, na região e num hinterland alargado até Madrid, devendo, segundo os consultores, ser realizado o quanto antes. O crescimento acentuado do comércio internacional a que temos assistido conduziu ao aumento da dimensão média dos navios da frota mercante mundial. Os portos espanhóis, atentos a esta oportunidade, têm vindo a realizar as necessárias melhorias nos acessos marítimos, o que confere ainda maior urgência à realização de obras de aprofundamento dos canais de acesso ao Porto de Setúbal para, pelo menos, -14 metros, garantindo-se a entrada de navios da classe Panamax, o que recoloca este porto ao nível médio dos portos de dimensão ibérica. Para que o Porto de Setúbal não perca competitividade, e face aos reduzidos custos de investimento necessários ao aprofundamento dos canais, quando comparado com outros portos, este investimento será considerado prioritário para o desenvolvimento do porto. Esta obra facilitará ainda a competitividade das soluções logísticas que estão a ser criadas no novo corredor intermodal de ligação entre as linhas marítimas do atlântico e a região de Madrid, A sessão de apresentação teve o formato de um workshop, com activa participação da assistência, e inseriu-se no decorrer de um estudo que a APSS está a realizar, em colaboração com a IN OUT Global, do ISCTE, com vista à criação de um corredor ferroviário privilegiado entre o Porto de Setúbal e Madrid, que torne este porto a solução mais competitiva, em tempo e custo, para qualquer ligação entre as linhas marítimas atlânticas e aquele importante centro consumidor da Península Ibérica. A sessão contou com a presença de diversos empresários espanhóis e com os parceiros que financiam os estudos, os concessionários de terminais de serviço público do Porto de Setúbal: Sadoport, Tersado e Sapec, bem como a CP Carga, enquanto parceiro ferroviário. Delegação do Porto de Setúbal visita Plataforma Logística de Coslada Uma delegação do Porto de Setúbal visitou a plataforma Logística de Coslada, em Madrid, com o objectivo de conhecer aquela importante infra-estrutura e avaliar o potencial de colaboração no âmbito do estudo que está a decorrer com vista à criação de um corredor intermodal entre o Porto de Setúbal e a região de Madrid, que tem como objectivo tornar este porto a solução mais competitiva até à capital espanhola. 04

5 NOTÍCIAS que explora a dinâmica de grupo para a recolha de informação, através de respostas rápidas. Os tópicos utilizados no brainstorming incidiram sobre as características da oferta do Porto de Setúbal e a construção duma solução para a ligação atlântica a Madrid, designadamente no transporte intermodal de mercadorias contentorizadas. Esta sessão de trabalho gerou um debate de ideias muito participado, onde foi notório o espírito de equipa, constituído por diversos dos players Porto de Setúbal. O projecto de alargamento do hinterland até Madrid é assumido como fundamental e inevitável, reunindo cada vez mais defensores, tendo alguns dos participantes lançado a ideia da criação de uma plataforma portuguesa na região de Madrid. A Delegação foi liderada pelo Dr. Ricardo Roque, Administrador da APSS, e contou, entre outras, com a presença de Pedro Constantino, Administrador da Tersado, concessionário do Terminal Multiusos Zona 1 do Porto de Setúbal, do Prof. Doutor Crespo de Carvalho, responsável do ISCTE pelo estudo em curso e do Dr. Vitor Caldeirinha, Director de Desenvolvimento Estratégico e Logístico da APSS. Este estudo, que está a ser desenvolvido com recurso aos serviços da consultora INOUT Global ISCTE, é promovido pela APSS Administração dos Portos de Setúbal e Sesimbra, SA, em conjunto com as empresas parceiras - SADOPORT, SA, TERSADO, SA, SAPEC Terminais Portuários, SA e CP CARGA. A delegação teve a oportunidade de visitar as instalações e de conhecer os últimos desenvolvimentos e projectos de ampliação daquela infra-estrutura, que inclui o parque intermodal de Coslada e a zona de actividades de logística do CTC - Centro de Transportes de Coslada. Os elementos da delegação consideram que existe um elevado potencial de colaboração com o Porto de Setúbal. Workshop reúne principais players do Porto de Setúbal em torno da ligação a Madrid Diversas empresas clientes do porto, bem como associações do sector AGEPOR, APAT, entre outras - participaram activamente no segundo Workshop do Porto de Setúbal, o primeiro foi efectuado em Madrid. A iniciativa realizou-se no passado dia 27 de Março, no edifício sede da APSS, SA, em Setúbal. Conselho de Administração da APSS, SA reconduzido para novo mandato Esta acção insere-se na metodologia escolhida para o estudo que a APSS tem em curso, designado Transporte Combinado e de Integração da Oferta Intermodal do Porto de Setúbal, e consistiu na realização de um brainstorming ("tempestade de ideias"), técnica A Assembleia Geral da APSS Administração dos Portos de Setúbal e Sesimbra, SA, realizada no passado dia 28 de Março, reconduziu o Conselho de Administração para um novo mandato no triénio 2008/

6 NOTÍCIAS O Relatório e Contas de 2007, aprovado na referida Assembleia, apresentou resultados líquidos positivos de 3 milhões de euros e operacionais de 890 mil euros, aliado à redução de custos em 1,75 %, com destaque nos custos com pessoal, o que originou, pela primeira vez, a distribuição de dividendos pelo accionista Estado, no valor de 1,5 milhões de euros. Por outro lado, a dívida associada a empréstimos bancários, que ascendia a 16,4 milhões de euros em Maio de 2005, foi reduzida no mandato para 3,1 milhões de euros. O CA, composto pelo Presidente Eng. Carlos Gouveia Lopes e pelos Administradores Dr. Francisco Gonçalves e Dr. Ricardo Roque, pretende dar continuidade ao trabalho realizado e prosseguir no caminho para o desenvolvimento e para a concretização dos objectivos definidos nas Orientações Estratégicas para o Sector Marítimo-Portuário e no Plano estratégico dos Portos de Setúbal e Sesimbra. APSS melhora sinalização do canal de acesso A APSS Administração dos Portos de Setúbal e Sesimbra, SA está a melhorar a sinalização do canal de acesso ao Porto de Setúbal. A intervenção decorre entre Julho e Setembro e corresponde a um investimento de cerca de 150 mil euros. Os trabalhos consistem na recuperação da estrutura das balizas em betão armado, com picagem e remoção do betão degradado e das armaduras corroídas, colocação de uma camada de armadura e um revestimento de betão nas colunas das balizas (fustes) e substituição das escadas, varandins e suportes em metal. No que diz respeito à sinalização diurna, os fustes das balizas serão pintados de acordo com as normas de sinalização em vigor e o sistema de sinalização luminosa será substituído por um modelo mais moderno e eficiente (por leds), alimentado por energia solar. Trata-se de uma importante obra no domínio da segurança marítima, que tem por objectivo a melhoria dos apoios à navegação, assegurando a navegação diurna e nocturna, de e para os terminais portuários, enquadrando-se na política da APSS, SA para o melhoramento contínuo das condições de segurança e de excelência Porto de Setúbal. Comunidade Portuária de Setúbal promove debate com empresários Comunidade Portuária de Setúbal promoveu no passado dia 24 de Março, na Estalagem do Sado, em Setúbal, um debate intitulado Porto de Setúbal âncora dum pólo logístico ibérico A TTT e o transporte ferroviário de mercadorias. O evento, que recebeu o patrocínio da Tersado, Sapec, Logz e Estalagem do Sado, contou com uma audiência diversificada, composta pelos principais agentes económicos de Setúbal. O debate foi moderado pelo Engº Carlos Gouveia Lopes, presidente do CA da APSS, SA e contou com uma comunicação, apresentada pelo Prof. Doutor Eurico Brilhante. O presidente da Comunidade Portuária de Setúbal (CPS), Engº Porfírio Gomes, começou por saudar os grandes projectos previstos para a região, afirmando não ter dúvidas quanto ao seu impacto positivo "Só com a localização do Novo Aeroporto de Lisboa no campo de Tiro de Alcochete, toda a península de Setúbal irá assistir a uma grande mudança, não só no que ao planeamento territorial diz respeito, mas também quanto à criação de uma nova centralidade na margem sul do Tejo, com todas as suas implicações e oportunidades". Este orador referiu-se ainda a outros dois grandes projectos: à Plataforma Logística do Poceirão, que ocupará uma área de 400 ha, cuja 1ª fase já arrancou e se prevê em exploração em 2009, que será a maior do país, conjuntamente com os parques logísticos já 06

7 NOTÍCIAS existentes da Sapec Bay, BlueBiz Global Parques, Slog, Conteparque e outros parques especializados na preparação e distribuição de automóveis; a Terceira Travessia do Tejo. Quanto a este último projecto, o presidente da CPS fez votos para que seja pensada de modo a que, nas valências rodo e ferroviária, não seja esquecido o transporte de mercadorias. No final do evento, sobressaiu a ideia de que, com estes projectos, conjugados com as sinergias geradas pelos portos de Lisboa a norte, Sines a sul e com as plataformas dos terminais portuários do Porto de Setúbal, a região será, em breve, uma das mais atractivas e de maior potencial logístico da Península Ibérica. Política da Qualidade da APSS, SA A APSS, S.A., tem como missão a exploração económica, conservação e desenvolvimento dos Portos de Setúbal e Sesimbra e respectivos poderes de Autoridade Portuária, e entende a qualidade como um objectivo comum, com vista a superar todas as expectativas dos seus clientes, sejam eles internos ou externos. Nesse sentido, o Conselho de Administração da APSS, S.A. compromete-se a implementar o Sistema de Gestão da Qualidade segundo a Norma NP EN ISO 9001:2000, de modo a que este seja uma ferramenta essencial para proporcionar uma gestão eficaz e eficiente de forma a assegurar a satisfação plena dos clientes dos Portos de Setúbal e Sesimbra. Assim, a Política de Qualidade da APSS, S.A., traduz-se nos seguintes princípios orientadores: - Prestar aos clientes serviços de melhor qualidade, ao menor custo possível de acordo com os requisitos e especificações estabelecidos pelas normas e legislação em vigor. - Desenvolver parcerias com Clientes, Comunidade Portuária e Sociedade em geral, tendo em vista a criação de valor acrescentado nos serviços portuários. - Promover a formação dos funcionários de modo a dispor de um equipa de colaboradores competente, experiente e profissionalmente solidária. - Estabelecer e rever objectivos da qualidade e quantificálos de forma a alcançar a melhoria contínua de todas as actividades realizadas nos Portos de Setúbal e Sesimbra. Para cumprir estes princípios, o Conselho de Administração conta com a ajuda de todos os colaboradores da APSS, S.A, através de uma participação activa, contribuindo com acções e sugestões para a melhoria de processos na nossa empresa. 07

8 NOTÍCIAS Colaboradores da APSS fazem formação em Auditoria de Qualidade No âmbito da implementação do Sistema de Gestão da Qualidade (SGQ) da APSS, SA, foi realizada uma acção de formação em Auditorias de Qualidade, segundo a NP EN ISO 19011:2003, a qual proporciona orientações relevantes para o estabelecimento de programas de auditoria e para a sua implementação. A acção decorreu na sala do Edifício do Centro de Controlo de Serviços de Segurança, no final de Junho de 2008, com uma duração de 40 horas e abrangeu doze colaboradores da APSS, SA, que irão integrar a bolsa de auditores internos. As auditorias internas são um factor chave no ciclo Plan Do Check Act, sustentáculo do SGQ. Assim, torna-se vital que sejam realizadas por pessoas competentes, utilizando metodologias claramente definidas, de forma a constituírem uma efectiva ferramenta de suporte à gestão da organização. As auditorias internas da qualidade podem abranger a totalidade do SGQ ou parte deste. No caso da organização apenas prever auditorias da qualidade internas parciais, o seu conjunto deve permitir, num período de tempo adequado, avaliar a totalidade do SGQ. Visam fundamentalmente verificar o cumprimento dos requisitos aplicáveis e dos procedimentos, bem como a eficácia dos processos para atingir os objectivos previamente definidos. 08

9 NOTÍCIAS A Logística Sustentável e a Eficiência Energética Setúbal, 25 de Novembro de 2008 Plano de investimentos da APSS para Unidade: Euros TOTAL Melhoria dos Acessos Marítimos ao Porto de Setúbal Recuperação Ambiental/Funcional do Terminal Eurominas e Acessos Terrestres Estudo Transporte Combinado Setúbal/Madrid Reparação de Frentes Acostáveis e Pavimentos Estudo Alternativas de desenvolvimento da Naútica Recreio no porto de Setúbal Monitorização Ambiental dos Portos de Setúbal e Sesimbra Reforço das Condições de Protecção do Porto no âmbito do ISPS Melhoria do Assinalamento Marítimo Gestão de Resíduos Portuários Equipamento de Pilotagem Ordenamento do Porto de Sesimbra Reabilitação do Edifício de 2ª venda (ex-lota) do porto de Setúbal Intervenções de Ordenamento Físico/Requalificação de Espaços Reabilitação da Doca das Fontainhas Instalação dos Estaleiros em Sta. Catarina e de outros serviços de apoio

10 OPINIÃO Uma nova solução informática aplicada aos Recursos Humanos Manuela Moura Martins (*) É hoje ideia partilhada pela generalidade dos autores que a gestão de recursos humanos deve ir progressivamente abandonando o seu fardo administrativo para cada vez mais afirmar o seu papel na definição da estratégica organizacional. Os gestores de recursos humanos devem ajudar as respectivas organizações a desenhar as suas estratégias e ser capazes de desenvolver medidas adequadas a atrair, reter e motivar o activo mais importante e verdadeiramente diferenciador das organizações o seu capital humano. Mas para que o gestor de recursos humanos possa participar activamente na discussão das estratégias empresariais e responder de forma rápida, criativa e inovadora aos novos desafios não pode consumir a maior parte do seu tempo com aspectos administrativos da gestão do dia-a-dia. Essencial se torna, pois, munir-se de instrumentos que facilitem, por um lado, a execução dessas tarefas, que são bastantes e continuarão a impor-se obrigatoriamente e, por outro, lhe forneçam, de forma fácil e em tempo oportuno, informação para pensar e agir estrategicamente. Foi neste contexto, ou pelo menos, com o propósito primeiro de facilitar a tarefa da gestão de recursos humanos que foi proposta, de forma concertada com a Direcção de Serviços Financeiros e de Aprovisionamento, ao Conselho de Administração da APSS, S.A. a aquisição de um ERP (Entreprise Resource Planning) para substituir os obsoletos softwares existentes para as áreas financeira e de Recursos Humanos - o software MySAP Business Suite. Acertada e em boa hora tomada tal decisão. Apesar das dificuldades sentidas, dos obstáculos que foi necessário ultrapassar, das muitas horas de trabalho consumidas, noite dentro algumas vezes, do muito trabalho ainda a realizar, o balanço é francamente positivo no que à área dos Recursos Humanos diz respeito. Decorrida a fase de implementação, com a duração de 100 dias de esforço efectivo, iniciada em Novembro de 2006, efectuou-se o primeiro processamento no novo software em Março de 2007, com processamentos paralelos (nos dois sistemas) nos meses de Janeiro e Fevereiro de 2007 com o duplo objectivo de testar e validar os resultados e de registar no novo sistema a totalidade do ano em questão. Não obstante ter sido atingido com sucesso o objectivo proposto a verdade é que tal procedimento viria a revelar-se bastante complexo, pois implicou um esforço de aproximação/igualização entre os processamentos feitos nos dois sistemas, com alterações sucessivas de parametrização e infindáveis operações de validação. Ultrapassados esses momentos mais críticos e numa altura em que existem ainda alguns aspectos do projecto que carecem de ajustes e aperfeiçoamentos, estamos já longe do tempo em que uma simples alteração na remuneração de um trabalhador, fosse qual fosse o seu motivo (progressão na carreira, nomeação em comissão de serviço, vencimento de mais uma diuturnidade ou a simples actualização anual das tabelas salariais) impunha o recurso a uma folha de cálculo e posterior introdução manual, caso 10

11 OPINIÃO a caso, dos valores apurados, no programa informático de processamento de vencimentos. Longe vão também os tempos de apuramento manual dos efeitos das faltas, de controlo mensal dos planos de pagamentos, das marcações de férias. Estão facilitadas as tarefas de registo da assiduidade, de recolha de dados para os relatórios legais e de apuramento de alguns indicadores de recursos humanos. Desenvolveram-se novas funcionalidades, por imposição externa é certo, como o caso dos reembolsos das despesas médicas de acordo com a Tabela Geral da ADSE, antes responsabilidade da OSMOP - Obra Social do Ministério das Obras Públicas, entretanto extinta, e hoje integralmente processados pela APSS, S.A. o que permitiu, não só reduzir consideravelmente o trabalho administrativo de envio dos comprovativos das despesas médicas efectuadas e apresentadas pelos colaboradores e posterior conferência dos reembolsos efectuados por aquele organismo, mas, sobretudo, e mais importante, reduzir o tempo de espera. Não raras vezes os trabalhadores tiveram que aguardar mais de meio ano pelo reembolso das despesas médicas realizadas. Hoje a APSS, S.A. garante o reembolso das despesas efectuadas no mês imediatamente anterior. Em síntese, faz-se hoje mais e em menos tempo, tendo-se reduzido substancialmente as hipóteses de erro e esquecimento bem como eliminado, nalguns casos, a redundância de tarefas pois a filosofia de integração do sistema permite que a informação seja registada uma só vez ficando disponível para todas as áreas que dela possam precisar. Presentemente, numa fase de consolidação da aplicação, apesar de alguns aspectos do projecto estarem por concluir, como já afirmado, vamos caminhando para uma fase de avaliação do que pode ser melhorado para se progredir, futuramente, para novos desenvolvimentos procurando retirar partido das inúmeras potencialidades do software, sempre na perspectiva de melhorar a qualidade do serviço prestado aos colaboradores e se ir ganhando tempo para a reflexão crítica, para um maior envolvimento na definição da estratégia da APSS, S.A. e para se investir em medidas que potenciem e valorizem o que de melhor os colaboradores da APSS, S.A. têm para oferecer à empresa. Eliminar o papel e facilitar a comunicação e o acesso à informação de gestão de recursos humanos por parte de todos os colaboradores serão o próximo passo. Para o que importante foi, igualmente, a decisão tomada de aquisição do ERP uma vez que será agora possível integrar outras aplicações, já existentes, sem necessidade de realizar avultados investimentos. Temos, é certo, alguns quilómetros ainda para percorrer mas estamos conscientes que o caminho traçado é para seguir pois que, para além da redução de custos, será possível envolver e responsabilizar os colaboradores que passarão a ter acesso e a controlar parte da sua informação pessoal. Papel essencial caberá à área de recursos humanos que deverá assegurar que os novos procedimentos são implementados, as novas regras são seguidas e respeitadas e que os colaboradores estão preparados e receptivos à mudança. Não nos falte a motivação! (*) Licenciada em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, Directora de Recursos Humanos da APSS, S.A.. 11

12 SESIMBRA Melhoramentos no porto de Sesimbra O molhe de protecção do plano inclinado dos estaleiros navais no Porto de Sesimbra foi recentemente melhorado pela APSS, SA. A obra consistiu no prolongamento do molhe existente, em cerca de vinte metros, com o objectivo de impedir os assoreamentos do plano inclinado, até aqui constantes, beneficiando assim as actividades dos estaleiros navais que operam naquele local. O contrato para a execução da empreitada foi celebrado com a empresa José Marques Gomes Galo, SA, importando em oitenta e dois mil e quinhentos euros. Para além desta obra, a APSS - Administração dos Portos de Setúbal e Sesimbra, SA promoveu a realização de um conjunto de outros melhoramentos da operacionalidade do porto da vila de Sesimbra, que se encontram em fase de conclusão. electricidade e telefones, e estão equipadas com termoacumuladores, ar condicionado e sistema de alarme. Estes edifícios são constituídos por módulos justapostos, pré-fabricados, transportados e montados no local. O conceito de construção permitiu reduzir o tempo de execução da obra e a intervenção no local. É também um edifício adaptável a futuras necessidades, uma vez que permite a ampliação do espaço mantendo a mesma linha arquitectónica e espacial. Exteriormente as duas instalações são revestidas com réguas de pinho nórdico, conferindo-lhes uma imagem que se pretende actual, cuidada e integrada no local. A instalação destes equipamentos foi complementada com a realização de trabalhos de melhoramento do espaço envolvente, incluindo trabalhos de infra-estruturas, pavimentação de passeios, do arruamento existente nas traseiras e marcação dos estacionamentos. Destas intervenções, destaca-se o investimento realizado em dois edifícios destinados a duas escolas de mergulho. Cada instalação tem uma área de aproximadamente 52 m², sendo constituída por uma área administrativa e de recepção, uma área para armazenagem de materiais e equipamentos, balneários com duches separados e instalações sanitárias. As construções são servidas por todas as redes de infraestruturas necessárias, nomeadamente de água, esgotos, 12

13 BREVES APSS apoia Seminário de Transporte Marítimo Porto de Setúbal melhora pavimento do Terminal Autoeuropa O X Ciclo de Seminários do Transportes & Negócios contou com o patrocínio da APSS, no âmbito da sessão dedicada ao Transporte Marítimo, que se realizou no Porto, no dia 13 de Março de O seminário revestiu-se de grande interesse, A APSS - Administração dos Portos de Setúbal e Sesimbra, SA procedeu à realização de obras de melhoramento do pavimento do Terminal Autoeuropa do Porto de Setúbal. Para a execução da obra, que importou em 244 mil euros, foi contratada a empresa Teodoro Gomes Galo, SA. Esta intervenção, que visou a reposição das condições adequadas à circulação de viaturas no terminal, incluiu a deposição de uma recarga betuminosa numa área de m2, bem como a fresagem dos remates e colocação das tampas de caixa à cota do pavimento. designadamente no desenvolvimento dos temas dos painéis sobre o futuro dos portos europeus, o SSS e as Auto-Estradas do Mar e a regulação do sector. Porto de Setúbal: Porta de saída do minério alentejano O Grupo Lundin Mining, accionista único da Somincor e da Pirites Alentejanas prevê aumentar a exportação de concentrado de cobre e de zinco pelo terminal marítimo de uso privativo de Praias do Sado no Porto de Setúbal, estando a investir cerca de 17 milhões de euros na ampliação e melhoramento das infra-estruturas portuárias. Em 2007, a Somincor, sócio da CPS- Comunidade Portuária de Setúbal, representou um movimento acima de 420 mil toneladas. Com o arranque do projecto Pirites Alentejanas o aumento da movimentação de minério no terminal de Praias do Sado será significativo, (20% em 2008 e 38% em 2009), representando um importante contributo para o crescimento do porto e da Região de Setúbal, enquadrando-se na estratégia de desenvolvimento do Porto de Setúbal assumida pela APSS, SA. Porto de Setúbal marcou presença na LOGIS EXPO de Saragoça A APSS Administração dos Portos de Setúbal e Sesimbra, SA esteve presente na III Feira Internacional de Logística Especializada LOGIS EXPO, que decorreu de 2 a 4 de Abril, em Saragoça, Espanha, inserida numa participação conjunta de entidades portuguesas fomentada pela Câmara Municipal de Vendas Novas e apoiada pela ADRAL Agência de Desenvolvimento Regional do Alentejo, SA. Para a APSS, a participação neste importante certame ligado à actividade logística e de transportes, foi uma oportunidade de dar a conhecer as infra-estruturas do Porto de Setúbal ao mercado espanhol e de estabelecer contactos com empresas e entidades da 13

14 BREVES região, com a expectativa de aumentar a notoriedade do porto em Espanha e, consequentemente, conquistar uma maior integração nas suas importantes cadeias logísticas, tendo como objectivo o alargamento do seu hinterland de influência para uma dimensão ibérica. APSS, SA participa no Marketplace da FIAPAL A APSS Administração dos Portos de Setúbal e Sesimbra, SA esteve presente no Marketplace organizado pela FIAPAL, que se realizou no dia 18 de Abril de 2008, nas instalações do CEM Centro de Empresas Maquijig, próximo da vila de Palmela. A FIAPAL Fórum da Indústria Automóvel de Palmela é uma associação que exerce actividade no âmbito do desenvolvimento da indústria automóvel na região de Palmela, na defesa dos interesses globais comuns aos seus associados e na promoção da divulgação da indústria automóvel, sendo a APSS, SA um dos associados. Neste evento, a APSS, SA participou com um stand promocional do Porto de Setúbal, revelando o elevado interesse que tem na indústria ligada ao segmento automóvel, com um peso muito importante na região e que contribui para a posição de liderança nacional deste porto na carga roll-on roll-off. O sistema, que informa e armazena dados relativos à temperatura (Co), pressão atmosférica (mbar), velocidade do vento (nós), precipitação por metro quadrado (mm), visibilidade (MOR) e humidade relativa (%), passou a ficar disponível online ao público em geral no dia 17 de Julho de Escolas visitam o Porto de Setúbal No âmbito do Projectos Escolas, a APSS continua a promover acções de divulgação dos portos de Setúbal e Sesimbra junto das escolas, direccionadas aos diversos níveis etários e de ensino. Da Escola Secundária da Portela vieram, no dia 3 de Abril, cerca de 50 alunos do 11º ano e respectivos professores, com grande curiosidade para conhecer o Porto de Setúbal e as suas valências, uma vez que o tema dos transportes e portos é tratado na disciplina de Geografia. Três grupos de alunos do 3º e 4º anos da Escola E.B.nº2 de Sta Maria da Graça foram recebidos no auditório da APSS pela Chefe do StPCC, Maria João Bacalhau, nos dias 30 de Abril, 2 e 9 de Maio, uma visita ao Porto de Setúbal, onde visionaram o vídeo institucional e receberam explicações sobre a actividade portuária e a sua influência no desenvolvimento da região de Setúbal. Meteorologia e hidrodinâmica do Porto de Setúbal online A APSS Administração dos Portos de Setúbal e Sesimbra, SA passou a disponibilizar o acesso online à rede de estações de meteorologia e hidrodinâmica do Porto de Setúbal na sua página O equipamento foi instalado pela APSS no seguimento da implementação do Plano de Monitorização Ambiental dos Portos de Setúbal e Sesimbra, engloba uma estação meteorológica e um marégrafo na baliza 2 do Canal da Barra, que enviam dados online para análise em tempo real e para armazenagem, possibilitando que a informação recolhida fique registada para posteriores estudos de monitorização. 14

15 BREVES Navio Setúbal escalou o Porto de Setúbal pela primeira vez A APSS Administração dos Portos de Setúbal e Sesimbra, SA assinalou, a primeira escala do navio Setúbal no Terminal Multiusos II do Porto de Setúbal, concessionado à Sadoport, com uma cerimónia a bordo, realizada no dia 28 de Abril de 2008, que contou com a presença da Governadora Civil de Setúbal, de um representante da Presidente da Câmara Municipal de Setúbal, do Director Geral da Portline, do Director-Geral da Sadoport, de Concurso - frase para a Política da Qualidade No seguimento do Concurso - frase para a Política da Qualidade, realizado na APSS durante o mês de Junho, o júri constituído pelo Conselho de Administração e elementos do SGQ, analisaram e votaram as diferentes propostas. A frase vencedora, da autoria da colaboradora Graciana Lopes, é a que abaixo se transcreve. A qualidade na APSS deverá entender-se como um objectivo comum, com vista a superar todas as expectativas dos seus clientes, sejam eles internos ou externos Concluídas dragagens de manutenção As dragagens de manutenção dos canais de acesso ao Porto de Setúbal foram concluídas em Maio passado. Trata-se de uma acção regular, essencial para garantir as actuais acessibilidades marítimas ao Porto de Setúbal, permitindo a entrada de navios até -10m (ZH), em qualquer condição de maré, e até -12m (ZH), sujeito à maré. O Plano de Dragagens de Manutenção terá continuidade com o lançamento de um novo concurso pela APSS Administração dos Portos de Setúbal e Sesimbra, SA para mais um biénio de trabalhos de dragagem. clientes do Porto de Setúbal e do Conselho de Administração da APSS, SA, totalizando cerca de setenta pessoas. O navio Setúbal é o mais recente do armador Portline e, em conjunto com o Manx Lion, passa a operar a Linha de Serviço Regular Guiver, ligando quinzenalmente o Norte da Europa à Costa Ocidental Africana, oferecendo também soluções de transporte de e para o Far e Middle-East, As vantagens identificadas pelo armador para iniciar esta escala da linha no porto de Setúbal residem na fluidez e descongestionamento do terminal, na disponibilidade de 20 ha de terrapleno junto ao cais, no potencial de crescimento sem constrangimentos, nas ligações intermodais e acessibilidades privilegiadas. Atributos que potenciam o alargamento do hinterland até Madrid, objectivo estratégico assumido pela APSS, SA. 15

16 BREVES Para D. Javier Peinado, chefe da delegação do país vizinho, há possibilidades de se despoletarem contactos para negócios entre a Plataforma Logística de Elvas/Badajoz, a Câmara de Comércio e os operadores do porto de Setúbal. D. Javier Peinado destacou a importância de se ir construir um aeroporto na região de Setúbal e apelou para que o Governo português dê andamento ao Transporte de Alta Velocidade de modo a servir as duas regiões. APSS melhora serviço de pilotagem O novo cais de apoio às lanchas de pilotagem no Porto de Setúbal, composto por uma estrutura metálica, completada por um sistema de iluminação eléctrica, já está em pleno funcionamento. O projecto foi financiado com fundos próprios, representando um investimento de cerca de 72,5 mil euros. A obra esteve a cargo da Alvenobra, Lda. Câmara de Comércio de Badajoz visitou Porto de Setúbal Uma delegação da Câmara de Comércio de Badajoz, na sua maioria representantes de empresas da Extremadura espanhola, foram recebidos pelo presidente do CA da APSS, Eng. Carlos Gouveia Lopes, que destacou as potencialidades do Porto de Setúbal para escoar e receber mercadorias oriundas ou com destino na região da Extremadura, uma vez que representa a opção ideal para as cadeias de transporte que fazem a ligação entre o Atlântico e aquela região de Espanha. As condições de acostagem e de embarque/desembarque das lanchas ficaram mais facilitadas, contribuindo para uma melhor qualidade na prestação do serviço de pilotagem no Porto de Setúbal. APSS recebe entidade espanhola COMISMAR A APSS Administração dos Portos de Setúbal e Sesimbra, SA recebeu no dia 6 de Junho uma delegação da entidade espanhola COMISMAR e da COMISPOR em Portugal, numa visita ao Porto de Setúbal. A COMISMAR é uma associação que reúne diversas empresas dedicadas à peritagem e segurança marítima, prestando, algumas delas, serviços no Porto de Setúbal, designadamente, a COMISPOR. O grupo foi recebido no auditório do edifício sede, pelo Presidente do Conselho de Administração, Engº Carlos Gouveia Lopes, onde após umas breves palavras de boas vindas e a troca de ofertas institucionais entre o anfitrião e o Presidente da COMISMAR, D. Miguel Ángel Lame, viram o filme do porto e visitaram os terminais portuários. 16

17 ESTATÍSTICAS Valores Acumulados a Junho Movimento de Navios Unidade : Número Tipos de Navio Carga geral Transp. Especiais G. Líquidos Graneleiros Contentores Total Jun Jun Jun Var.07/06 2,5% -17,5% -17,3% 10,6% 100,0% -66,7% -4,6% Var.08/07-5,5% 19,6% 11,9% -34,6% 320,0% 0,0% 2,6% Movimento de Mercadorias Mercadorias por modo de acondicionamento Mercadorias por modo de acondicionamento Mercadorias Graneis líquidos por modo de acondicionamento Graneis líquidos sólidos Graneis Carga geral líquidos sólidos Graneis Carga Carga geral sólidos fraccionada Carga Carga Carga geral fraccionada contentorizada Carga Carga fraccionada contentorizada ro-ro Carga contentorizada ro-ro Total Carga ro-ro Total Jun Jun Jun Var.07/06-17,0% 20,4% 29,4% 39,7% 27,9% -9,3% Unidade : Mil Tons 16,0% Var.08/07 5,8% -6,6% -13,1% -19,9% 37,1% 7,1% -7,1% Carga unitizada Veículos Contentores TEU s Unidade : Número -16,7% 9,5% -1,2% 6,4% 71,7% 54,1% Mercadorias carregadas Cimento Clinquer Conc. de cobre e zinco Pasta de Madeira Ro-Ro P. Metalúrgicos Pedras Ornamentais Outros Jun Jun Jun Var.07/06 22,0% -8,6% 32,2% 0,0% -20,0% 143,2% 61,2% 53,7% Unidade : Mil Tons Var.08/07-4,2% 44,5% 18,5% -2,0% -3,7% -6,6% 35,3% 26,2% Total ,3% 10,4% Mercadorias descarregadas Fuelóleo Carvão e Coque P.Metalúrgicos Adubos Gasóleo e Gasolina Clinquer P. Agrícolas Ro-Ro Ácidos Madeiras Frutas Outros Jun Jun Jun Var.07/06-4,0% 11,2% -32,0% -1,2% -0,9% 100,0% 2,0% -6,6% 100,0% -26,9% -49,5% -23,0% Unidade : Mil Tons Var.08/07 50,4% -27,2% 1,3% 6,8% 4,8% -21,4% 16,1% -0,4% -83,4% -66,6% -14,3% -45,2% Total ,5% -19,7% Fonte: APSS, SA (DELOG) 17

18 CP da APSS 1º Torneio interno de pesca de Mar de 2008 Doze associados da CPPSS participaram no torneio interno de pesca de mar de 2008, que decorreu entre as 6h30 e as 18h00 do passado dia 31 de Maio. Em dia de forte ondulação, foram variadas as espécies capturadas das quais se destacaram as bicas, os besugos, as sarguetas, os safios, os polvos, etc. A classificação final do torneio, que decorreu a bordo da embarcação Emília, foi a seguinte: 1º Eduardo Oliveira - 9,200 kg 2º Sixto Ferreira - 9,100 kg 3º Luía Durães - 8,200 kg O maior exemplar capturado por Eduardo Oliveira foi um Pargo. Mini Cruzeiro da Primavera Um grupo de associados e seus familiares integraram um inesquecível cruzeiro que saiu de Lisboa a 1 de Maio em direcção a Cadiz e Ceuta, regressando a 4 de Maio a Lisboa. O Princess Danae é um paquete de luxo caracterizado por um ambiente requintado, espaçoso e confortável, que proporcionou um programa de festas que incluiu espectáculos de variedades, animação dos salões, actividades culturais e desportivas, torneios, concursos, etc. Passeio à Costa Vicentina Associados e familiares deslocaram-se à Costa Vicentina, num passeio de automóvel, nos dias 7 e 8 de Junho. Depois de um dia de passeio pelas bonitas praias da Costa alentejana, pernoitaram em Caravanas Residenciais, Teepee ou Bungalows, em Vila Nova de Mil Fontes. Torneio de Bowling 2008 O 2º Torneio de Bowling da CPPSS realizou-se na noite do dia 21 de Maio de 2008, mais uma vez, nas instalações de Bowling das Pontes, em Setúbal. O torneio foi disputado na modalidade de três series de 10 jogadas cada e a classificação final foi a seguinte: 1º Lugar -- Henrique Caracol 340 pontos 2º Lugar -- Jorge Albano 339 pontos 3º Lugar -- Eduardo Oliveiro 317pontos Torneio de Dominó/Setas/Damas e Sueca Realizaram-se nos dias 14 de Junho e 10 de Julho os torneios internos de Setas, Dominó, Damas e Sueca. Os vencedores dos torneios foram os seguintes: SETAS E SUECA - Paulo Almeida DOMINÓ - Henrique Caracol/Rui Ferreira DAMAS - Fernando Chagas 18

19 CP da APSS XIX aniversário da CPPSS Próximas actividades No dia 21 de Abril, teve lugar o tradicional jantar de aniversário, este ano realizado no Restaurante "O MIRANTE, em Palmela. O evento contou com a presença do Senhor Presidente do Conselho de Administração, Eng. Carlos Gouveia Lopes, e do Senhor Administrador, Dr. Ricardo Roque. A lista de actividades da CPPSS é rica de acontecimentos, os próximos serão: um passeio até à Hungria, Polónia e República Checa, de 9 a 16 de Agosto; um passeio fluvial pelo Tejo, a 24 de Agosto; uma visita à Expo 2008, em Saragoça, Espanha, de 12 a 15 de Setembro. Mais de uma centena de associados e familiares assistiram à actuação da Tuna da ESE -Escola Superior de Educação de Setúbal e do cantor Jorge Joyce. Após o jantar e o espectáculo, cantaramse os parabéns e foi servido o bolo de aniversário. 19

20

Transporte Marítimo e Portos

Transporte Marítimo e Portos Transporte Marítimo e Portos Disposição de Terminais num Porto - 1 Disposição geral do porto de Leixões. 1 Disposição de Terminais num Porto - 2 Porto de Rotterdam (Holanda), o maior porto europeu. Disposição

Leia mais

EVOLUÇÃO DO TRANSPORTE MARÍTIMO E O SEU IMPACTO NA INFRA-ESTRUTURA PORTUÁRIA EXECUÇÃO 2013

EVOLUÇÃO DO TRANSPORTE MARÍTIMO E O SEU IMPACTO NA INFRA-ESTRUTURA PORTUÁRIA EXECUÇÃO 2013 1 2 3 EVOLUÇÃO DO TRANSPORTE MARÍTIMO E O SEU IMPACTO NA INFRA-ESTRUTURA PORTUÁRIA EXECUÇÃO 2013 4 5 EVOLUÇÃO DO TRANSPORTE MARÍTIMO O COMÉRCIO INDUZ A OPERAÇÃO DE TRANSPORTE Cabe ao Transporte Marítimo

Leia mais

A Cidade Logística. Plataforma Logística do Poceirão

A Cidade Logística. Plataforma Logística do Poceirão A Cidade Logística Plataforma Logística do Poceirão Póvoa de Santa Iria, 03 de Dezembro 2009 1 1. Apresentação Integrado na rede de plataformas nacionais definida pelo Portugal Logístico será desenvolvido

Leia mais

Projeto de Resolução N.º 204/XII/1.ª. Recomenda ao Governo a manutenção da autonomia de gestão dos portos comerciais nacionais. Exposição de motivos

Projeto de Resolução N.º 204/XII/1.ª. Recomenda ao Governo a manutenção da autonomia de gestão dos portos comerciais nacionais. Exposição de motivos Projeto de Resolução N.º 204/XII/1.ª Recomenda ao Governo a manutenção da autonomia de gestão dos portos comerciais nacionais Exposição de motivos Os portos comerciais do sistema portuário nacional têm

Leia mais

LOGÍSTICA EM PORTUGAL

LOGÍSTICA EM PORTUGAL LOGÍSTICA EM PORTUGAL 1 LOGÍSTICA EM PORTUGAL SUMÁRIO EXECUTIVO LOGÍSTICA EM PORTUGAL 2 LOGÍSTICA EM PORTUGAL INTRODUÇÃO CONTEXTO ATUAL 4 OBJETIVO 5 PRESSUPOSTOS ORIENTADORES 6 LOGÍSTICA EM PORTUGAL CONTEXTO

Leia mais

DESENVOLVIMENTO PORTUÁRIO DA ILHA BOA VISTA

DESENVOLVIMENTO PORTUÁRIO DA ILHA BOA VISTA PERSPECTIVAS DE DESENVOLVIMENTO PORTUÁRIO DA ILHA BOA VISTA A Economia Caboverdiana tem resistido relativamente bem a crise mundial graças uma boa politica macroeconómica: a divida externa reduziu consideravelmente,

Leia mais

Transportes: projectos prioritários até 2020

Transportes: projectos prioritários até 2020 Alameda dos Oceanos, Lote 1.02.1.1. Z17 1990-302 Lisboa Telef: 210140312 E-Mail: geral@adfersit.pt Site: www.adfersit.pt Transportes: projectos prioritários até 2020 A ADFERSIT (Associação Portuguesa para

Leia mais

A intermodalidade e o transporte marítimo

A intermodalidade e o transporte marítimo Ana Paula Vitorino Secretária de Estado dos Transportes A intermodalidade e o transporte marítimo 27 A dinâmica da política de transportes, global e europeia, e a posição geoestratégica de Portugal justificam

Leia mais

Ir mais longe até onde for o futuro!

Ir mais longe até onde for o futuro! Ir mais longe até onde for o futuro! DOSSIER DE IMPRENSA 2010 Luís Simões A Luís Simões (LS) é composta por 10 empresas juridicamente autónomas e agrupadas em 3 unidades de negócio: transporte, logística

Leia mais

Profico Projetos, Fiscalização e Consultoria, Lda.

Profico Projetos, Fiscalização e Consultoria, Lda. Profico Projetos, Fiscalização e Consultoria, Lda. Rua Alfredo da Silva, 11B 1300-040 Lisboa Tlf. +351 213 619 380 Fax. +351 213 619 399 profico@profico.pt www.profico.pt INDICE 1. DESCRIÇÃO GERAL DA PROFICO...

Leia mais

A Plataforma Logística de Leixões. uma oferta para os clientes que exigem um serviço integrado

A Plataforma Logística de Leixões. uma oferta para os clientes que exigem um serviço integrado A Plataforma Logística de Leixões uma oferta para os clientes que exigem um serviço integrado Junho de 2008 O TERRITÓRIO - A fachada Atlântica O TERRITÓRIO - O Norte e o Centro de Portugal Valença Chaves

Leia mais

GESTÃO E ESTRATÉGIA PORTUÁRIA 5 MÓDULOS 2 SEMINÁRIOS VISITAS TÉCNICAS

GESTÃO E ESTRATÉGIA PORTUÁRIA 5 MÓDULOS 2 SEMINÁRIOS VISITAS TÉCNICAS P Ó S - G R A D U A Ç Ã O GESTÃO E ESTRATÉGIA PORTUÁRIA 5 MÓDULOS 2 SEMINÁRIOS VISITAS TÉCNICAS 2ª EDIÇÃO DATA 22 DE MAIO A 29 DE JUNHO E DE 17 A 27 DE SETEMBRO CARGA HORÁRIA 191 HORAS LOCAL CENTRO DE

Leia mais

AGENDA VALORIZAÇÃO DO TERRITÓRIO

AGENDA VALORIZAÇÃO DO TERRITÓRIO Novas Oportunidades para o Financiamento de Investimento Público e Empresarial no âmbito do QREN --- Sines 11 de Março de 2008 A Agenda Operacional para a Valorização do Território é uma estratégia de

Leia mais

PORQUÊ UMA PLATAFORMA LOGÍSTICA ASSOCIADA AO PORTO DE LEIXÕES? João Pedro Matos Fernandes Março de 2007

PORQUÊ UMA PLATAFORMA LOGÍSTICA ASSOCIADA AO PORTO DE LEIXÕES? João Pedro Matos Fernandes Março de 2007 PORQUÊ UMA PLATAFORMA LOGÍSTICA ASSOCIADA AO PORTO DE LEIXÕES? João Pedro Matos Fernandes Março de 2007 Crescimento sustentado da carga movimentada 16.000 14.000 12.000 1000 TONELADAS 10.000 8.000 6.000

Leia mais

PP nº 16 da RTE-T: Ligação ferroviária entre o porto de Sines e Elvas (fronteira)

PP nº 16 da RTE-T: Ligação ferroviária entre o porto de Sines e Elvas (fronteira) PP nº 16 da RTE-T: Ligação ferroviária entre o porto de Sines e Elvas (fronteira) Comissão Arco Atlântico Eduardo Borges Pires, Director de Estudos e Estratégia Sines, 11 de Março de 2011 Procura Transporte

Leia mais

Regulamento. de Funcionamento e Utilização do Terminal RO-RO. do Porto de Setúbal

Regulamento. de Funcionamento e Utilização do Terminal RO-RO. do Porto de Setúbal Regulamento de Funcionamento e Utilização do Terminal RO-RO do Porto de Setúbal Decorridos que estão mais de 2 anos desde o início da exploração, por concessionários, dos Terminais Multiusos, Zonas 1 e

Leia mais

MANUAL DA QUALIDADE. Pág. 1 de 15. Actuar. Verifica r. Data: 09/05/2011 Edição: 01 Revisão: 00 Entrada em vigor:

MANUAL DA QUALIDADE. Pág. 1 de 15. Actuar. Verifica r. Data: 09/05/2011 Edição: 01 Revisão: 00 Entrada em vigor: MANUAL DA QUALIDADE Pág. 1 de 15 Planear Realizar Actuar Verifica r Rubrica: Rubrica: MANUAL DA QUALIDADE Pág. 2 de 15 INDICE: CAP. 1 - MANUAL DE GESTÃO DA QUALIDADE 1.1. - Objectivo 1.2. - Âmbito e exclusões

Leia mais

AGENDA 21 LOCAL CONDEIXA-A-NOVA

AGENDA 21 LOCAL CONDEIXA-A-NOVA AGENDA 21 LOCAL CONDEIXA-A-NOVA PLANO DE COMUNICAÇÃO E DIVULGAÇÃO Deliverable 4 Fase 2 Novembro 2008 1 P á g i n a Índice 1. Objectivos... 3 2. Públicos-alvo... 4 3. Estratégia de Comunicação... 5 3.1

Leia mais

Curso - Prático Intermodalidade Marítima-Ferroviária 3-5 de Dezembro de 2012

Curso - Prático Intermodalidade Marítima-Ferroviária 3-5 de Dezembro de 2012 Curso - Prático Intermodalidade Marítima-Ferroviária 3-5 de Dezembro de 2012 Media partners: Informação e reservas: Escola Europea de Short Sea Shipping 2E3S.eu Telefone:(+34) 93 298 6070 E-mail: info@2e3s.eu

Leia mais

Programas Operacionais e Sistemas de Incentivos às Empresas

Programas Operacionais e Sistemas de Incentivos às Empresas Programas Operacionais e Sistemas de Incentivos às Empresas Da União Europeia vão chegar até 2020 mais de 20 mil milhões de euros a Portugal. Uma pipa de massa, nas palavras do ex-presidente da Comissão

Leia mais

PRIMAVERA BUSINESS SOFTWARE SOLUTIONS, SA

PRIMAVERA BUSINESS SOFTWARE SOLUTIONS, SA PRIMAVERA BUSINESS SOFTWARE SOLUTIONS, SA Introdução Nesta edição do Catálogo de Serviços apresentamos os vários tipos de serviços que compõe a actual oferta da Primavera na área dos serviços de consultoria.

Leia mais

O novo quadro institucional dos assuntos do Mar em Portugal

O novo quadro institucional dos assuntos do Mar em Portugal O novo quadro institucional dos assuntos do Mar em Portugal 19 de Abril de 2012 (5.ª feira), 17h00 CONVITE O Presidente da Sociedade de Geografia de Lisboa (SGL) tem a honra de convidar V. Ex.ª e sua Exma.

Leia mais

NOVOS INVESTIMENTOS NA FERROVIA ESTRATÉGIAS E ARTICULAÇÃO INTERMODAL 9 DE NOVEMBRO DE 2015

NOVOS INVESTIMENTOS NA FERROVIA ESTRATÉGIAS E ARTICULAÇÃO INTERMODAL 9 DE NOVEMBRO DE 2015 NOVOS INVESTIMENTOS NA FERROVIA ENQUADRAMENTO DA IMPLEMENTAÇÃO DA REDE TRANSEUROPEIA DE TRANSPORTES E DO MECANISMO INTERLIGAR A EUROPA JOSÉ VALLE / CEETVC ORIENTAÇÕES BASE DO PROGRAMA DA CEETVC PARA O

Leia mais

Plano de Prevenção de Riscos de Gestão. Incluindo os de Corrupção e Infracções Conexas

Plano de Prevenção de Riscos de Gestão. Incluindo os de Corrupção e Infracções Conexas Plano de Prevenção de Riscos de Gestão Incluindo os de Corrupção e Infracções Conexas Introdução No âmbito da sua actividade, o Conselho de Prevenção da Corrupção (CPC), aprovou a Recomendação n.º 1/2009,

Leia mais

Eng.ª Ana Paula Vitorino. por ocasião da

Eng.ª Ana Paula Vitorino. por ocasião da INTERVENÇÃO DE SUA EXCELÊNCIA A SECRETÁRIA DE ESTADO DOS TRANSPORTES Eng.ª Ana Paula Vitorino por ocasião da Sessão de Encerramento do Colóquio PORTO DE AVEIRO: ESTRATÉGIA E FUTURO, Ílhavo Museu Marítimo

Leia mais

Sistemas Logísticos de Portugal e Espanha no Desenvolvimento do Mercado Ibérico. 29 e 30 de Novembro de 2010 ENTIDADES ORGANIZADORAS

Sistemas Logísticos de Portugal e Espanha no Desenvolvimento do Mercado Ibérico. 29 e 30 de Novembro de 2010 ENTIDADES ORGANIZADORAS Sistemas Logísticos de Portugal e Espanha no Desenvolvimento do Mercado Ibérico 29 e 30 de Novembro de 2010 ENTIDADES ORGANIZADORAS A LOGISTEL S.A. é uma Sociedade Anónima de que são Accionistas o Grupo

Leia mais

Candidatura a Presidente da Escola Superior Náutica Infante D. Henrique. Programa de Acção. Luis Filipe Baptista

Candidatura a Presidente da Escola Superior Náutica Infante D. Henrique. Programa de Acção. Luis Filipe Baptista Candidatura a Presidente da Escola Superior Náutica Infante D. Henrique Programa de Acção Luis Filipe Baptista ENIDH, Setembro de 2013 Motivações para esta candidatura A sociedade actual está a mudar muito

Leia mais

Principais Investimentos em Infraestruturas Portuárias em Portugal um Balanço da última década. 1.º Congresso de Engenheiros de Língua Portuguesa

Principais Investimentos em Infraestruturas Portuárias em Portugal um Balanço da última década. 1.º Congresso de Engenheiros de Língua Portuguesa + 1 Principais Investimentos em Infraestruturas Portuárias em Portugal um Balanço da última década 1.º Congresso de Engenheiros de Língua Portuguesa José Luís Cacho Presidente da Associação de Portos de

Leia mais

Minhas senhoras e meus senhores.

Minhas senhoras e meus senhores. Minhas senhoras e meus senhores. Em primeiro lugar, gostaria de transmitir a todos, em nome do Senhor Secretário de Estado das Obras Públicas, Transportes e Comunicações, a satisfação pelo convite que

Leia mais

Newsletter dos Portos de Setúbal e Sesimbra. Nº 40 - julho de 2014 - Trimestral

Newsletter dos Portos de Setúbal e Sesimbra. Nº 40 - julho de 2014 - Trimestral Newsletter dos Portos de Setúbal e Sesimbra Nº 40 - julho de 2014 - Trimestral FICHA TÉCNICA Newsletter dos Portos de Setúbal e Sesimbra Número 40 - julho de 2014 Propriedade: APSS - Administração dos

Leia mais

MANUAL DO SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE

MANUAL DO SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE DO SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE DO SISTEMA DE GESTÃO Pág. 2 de 16 Se está a receber este documento, isto já significa que é alguém especial para a UEM Unidade de Estruturas Metálicas SA. Convidamo-lo

Leia mais

(RE)VIVER O TEJO (Fórum Empresarial do Mar)

(RE)VIVER O TEJO (Fórum Empresarial do Mar) (RE)VIVER O TEJO (Fórum Empresarial do Mar) Projectos Previstos para o Estuário do Tejo Porto Multifuncional TURISMO CARGA CRUZEIROS NÁUTICA RECREIO DESPORTO MARÍTIMO- TURÍSTICA OUTRAS TUTELLE CONTENTORES

Leia mais

Sessã o de Aberturã do VII Congresso dos Portos de Lí nguã Portuguesã

Sessã o de Aberturã do VII Congresso dos Portos de Lí nguã Portuguesã Sessã o de Aberturã do VII Congresso dos Portos de Lí nguã Portuguesã Excelência, Senhor Vice Governador da Província de Benguela, Dr. João Felizardo em representação do Engº Isaac Francisco Maria dos

Leia mais

::ENQUADRAMENTO ::ENQUADRAMENTO::

::ENQUADRAMENTO ::ENQUADRAMENTO:: ::ENQUADRAMENTO:: :: ENQUADRAMENTO :: O actual ambiente de negócios caracteriza-se por rápidas mudanças que envolvem a esfera politica, económica, social e cultural das sociedades. A capacidade de se adaptar

Leia mais

Senhor Presidente do Instituto da Mobilidade e dos. Senhor Vereador da Câmara Municipal de Lisboa. Senhor Vereador da Câmara Municipal do Porto

Senhor Presidente do Instituto da Mobilidade e dos. Senhor Vereador da Câmara Municipal de Lisboa. Senhor Vereador da Câmara Municipal do Porto Senhor Presidente do Instituto da Mobilidade e dos Transportes Terrestres Senhor Vereador da Câmara Municipal de Lisboa Senhor Vereador da Câmara Municipal do Porto Senhores representantes das associações

Leia mais

Porto de Lisboa. Desenvolvimento portuário e Competitividade. Dr. Manuel Frasquilho. Presidente do Conselho de Administração do Porto de Lisboa

Porto de Lisboa. Desenvolvimento portuário e Competitividade. Dr. Manuel Frasquilho. Presidente do Conselho de Administração do Porto de Lisboa Porto de Lisboa Desenvolvimento portuário rio, Logística e Competitividade Dr. Manuel Frasquilho Presidente do Conselho de Administração do Porto de Lisboa 18 de Abril de 2007 Porto de Lisboa Porto de

Leia mais

MULTIMODALIDADE ÁREA METROPOLITANA DO PORTO UMA OFERTA INTEGRADA DE QUALIDADE

MULTIMODALIDADE ÁREA METROPOLITANA DO PORTO UMA OFERTA INTEGRADA DE QUALIDADE MULTIMODALIDADE ÁREA METROPOLITANA DO PORTO UMA OFERTA INTEGRADA DE QUALIDADE Enquadramento Comunitário e Nacional Livro Branco Roteiro do espaço único europeu dos transportes, rumo a um sistema de transportes

Leia mais

Id Serviços de Apoio

Id Serviços de Apoio Id Serviços de Apoio Cafetaria do Museu Calouste Gulbenkian e seu prolongamento no jardim. Serviços Centrais Valores em euros Encargos com pessoal 6 219 770 Despesas de funcionamento 9 606 628 Investimento

Leia mais

Visão Ser o porto de referência para as cadeias logísticas da costa leste de África.

Visão Ser o porto de referência para as cadeias logísticas da costa leste de África. Corredor de Nacala Engloba : O Porto de Nacala, elemento central do Corredor; O Sistema ferroviário do Norte de Moçambique O Sistema ferroviário do Malawi; e O troço ferroviário Mchinji/Chipata, que permite

Leia mais

SISTEMAS DE INCENTIVOS ÀS EMPRESAS

SISTEMAS DE INCENTIVOS ÀS EMPRESAS SISTEMAS DE INCENTIVOS ÀS EMPRESAS Sistema de Incentivos às Empresas O que é? é um dos instrumentos fundamentais das políticas públicas de dinamização económica, designadamente em matéria da promoção da

Leia mais

Análise de sustentabilidade da empresa nos domínios económico, social e ambiental

Análise de sustentabilidade da empresa nos domínios económico, social e ambiental Análise de sustentabilidade da empresa nos domínios económico, social e ambiental Estratégias adoptadas As estratégias adoptadas e o desempenho da APFF nos três domínios da sustentabilidade encontram-se

Leia mais

Dossier de Apresentação

Dossier de Apresentação www.impactus.org Dossier de Apresentação II Conferência Anual Revista Im))pactus Comunicar a Gestão através dos Relatórios de Contas e de Sustentabilidade Apresentação do estudo O que valorizam os media

Leia mais

EDIÇÃO 2011/2012. Introdução:

EDIÇÃO 2011/2012. Introdução: EDIÇÃO 2011/2012 Introdução: O Programa Formação PME é um programa financiado pelo POPH (Programa Operacional Potencial Humano) tendo a AEP - Associação Empresarial de Portugal, como Organismo Intermédio,

Leia mais

INSTITUTO POLITÉCNICO DE SETÚBAL

INSTITUTO POLITÉCNICO DE SETÚBAL INSTITUTO POLITÉCNICO DE SETÚBAL ESCOLA SUPERIOR DE CIÊNCIAS EMPRESARIAIS Departamento de Economia e Gestão Gestão da Distribuição e da Logística Gestão de Recursos Humanos Gestão de Sistemas de Informação

Leia mais

Que políticas de transportes

Que políticas de transportes Que políticas de transportes 8º ciclo de seminários - Transportes e negócios J. Paulino Pereira (Instituto Superior Técnico Universidade Técnica de Lisboa) Professor Universitário e Consultor Aeroportos

Leia mais

Apresentação da Empresa

Apresentação da Empresa Apresentação da Empresa Apresentamos a Coversteel S.A., uma nova Empresa constituída em Dezembro de 2011, dirigida a uma oportunidade que apareceu no mercado nacional, na área dos revestimentos metálicos

Leia mais

DECISÃO DE NÃO OPOSIÇÃO DO CONSELHO DA AUTORIDADE DA CONCORRÊNCIA Ccent. 10/2006 MOTA-ENGIL/SADOPORT

DECISÃO DE NÃO OPOSIÇÃO DO CONSELHO DA AUTORIDADE DA CONCORRÊNCIA Ccent. 10/2006 MOTA-ENGIL/SADOPORT DECISÃO DE NÃO OPOSIÇÃO DO CONSELHO DA AUTORIDADE DA CONCORRÊNCIA Ccent. 10/2006 MOTA-ENGIL/SADOPORT I INTRODUÇÃO 1. Em 01 de Março de 2006, a Autoridade da Concorrência recebeu uma notificação relativa

Leia mais

Sistema de Incentivos à Qualificação e Internacionalização de PME CONDIÇÕES DE ENQUADRAMENTO

Sistema de Incentivos à Qualificação e Internacionalização de PME CONDIÇÕES DE ENQUADRAMENTO Sistema de Incentivos à Qualificação e Internacionalização de PME CONDIÇÕES DE ENQUADRAMENTO Aviso para apresentação de candidaturas Nº 07/SI/2010 1 Índice Condições de Elegibilidade do Promotor... 3 Condições

Leia mais

MARINHA MERCANTE COMO UM DOS FACTORES IMPULSIONADORES DE DESENVOLVIMENTO

MARINHA MERCANTE COMO UM DOS FACTORES IMPULSIONADORES DE DESENVOLVIMENTO MARINHA MERCANTE COMO UM DOS FACTORES IMPULSIONADORES DE DESENVOLVIMENTO Arlindo Zandamela Instituto Nacional das Comunicações de Moçambique (INCM) Lisboa, Portugal Zandamela.arlindo@gmail.com Sumário

Leia mais

Consultoria de Gestão Sistemas Integrados de Gestão Contabilidade e Fiscalidade Recursos Humanos Marketing e Comunicação Consultoria Financeira JOPAC SOLUÇÕES GLOBAIS de GESTÃO jopac.pt «A mudança é a

Leia mais

Requalificação Urbana pela Iluminação Pública (Efficient Lighting) Nuno Canta Vice Presidente Município de Montijo

Requalificação Urbana pela Iluminação Pública (Efficient Lighting) Nuno Canta Vice Presidente Município de Montijo Requalificação Urbana pela Iluminação Pública (Efficient Lighting) Nuno Canta Vice Presidente Município de Montijo Resumo Município de Montijo Desafios Globais Visão Acção Local Boas Práticas Conclusões

Leia mais

21 ANEXO IV MAPA GLOBAL DOS PROJETOS PRIORITÁRIOS

21 ANEXO IV MAPA GLOBAL DOS PROJETOS PRIORITÁRIOS ANEXO IV MAPA GLOBAL DOS PROJETOS PRIORITÁRIOS 1330 .1 SECTOR FERROVIÁRIO PROJETO - PRIV. PUB. RTE-T CORREDOR DA FACHADA ATLÂNTICA 734 0 5 0 2 Conclusão do Plano de Modernização -Linha do Norte 400 300

Leia mais

Neves & Freitas Consultores, Lda.

Neves & Freitas Consultores, Lda. A gerência: Cristian Paiva Índice 1. Introdução... 3 2. Apresentação... 4 2.2 Missão:... 4 2.3 Segmento Alvo... 4 2.4 Objectivos... 5 2.5 Parceiros... 5 2.6 Organização... 5 3. Organigrama da empresa...

Leia mais

Curso Geral de Gestão. Pós Graduação

Curso Geral de Gestão. Pós Graduação Curso Geral de Gestão Pós Graduação Curso Geral de Gestão Pós Graduação Participamos num processo acelerado de transformações sociais, políticas e tecnológicas que alteram radicalmente o contexto e as

Leia mais

Newsletter dos Portos de Setúbal e Sesimbra. Nº 13 - Janeiro de 2007 - Trimestral

Newsletter dos Portos de Setúbal e Sesimbra. Nº 13 - Janeiro de 2007 - Trimestral Newsletter dos Portos de Setúbal e Sesimbra Nº 13 - Janeiro de 2007 - Trimestral FICHA TÉCNICA Newsletter dos Portos de Setúbal e Sesimbra Número 13 Janeiro de 2007 Propriedade: APSS - Administração dos

Leia mais

Plataforma Global Find. Uma ferramenta para localização empresarial. 10 de Novembro de 2009. Maria Alexandre Costa, Engª

Plataforma Global Find. Uma ferramenta para localização empresarial. 10 de Novembro de 2009. Maria Alexandre Costa, Engª Plataforma Global Find Uma ferramenta para localização empresarial 10 de Novembro de 2009 Maria Alexandre Costa, Engª A aicep Global Parques integra o universo da aicep Portugal Global Agência para o Investimento

Leia mais

SESSÃO DE ENCERRAMENTO DO VENTURE CAPITAL IT 2006

SESSÃO DE ENCERRAMENTO DO VENTURE CAPITAL IT 2006 SESSÃO DE ENCERRAMENTO DO VENTURE CAPITAL IT 2006 Jaime Andrez Presidente do CD do IAPMEI 10 de Maio de 2006 Minhas Senhoras e meus Senhores, 1. Em nome do Senhor Secretário de Estado Adjunto, da Indústria

Leia mais

A MOBILIDADE EM CIDADES MÉDIAS ABORDAGEM NA PERSPECTIVA DA POLÍTICA DE CIDADES POLIS XXI

A MOBILIDADE EM CIDADES MÉDIAS ABORDAGEM NA PERSPECTIVA DA POLÍTICA DE CIDADES POLIS XXI Mobilidade em Cidades Médias e Áreas Rurais Castelo Branco, 23-24 Abril 2009 A MOBILIDADE EM CIDADES MÉDIAS ABORDAGEM NA PERSPECTIVA DA POLÍTICA DE CIDADES POLIS XXI A POLÍTICA DE CIDADES POLIS XXI Compromisso

Leia mais

11.º Congresso Nacional ADFERSIT Sistema Portuário Português: Contributo para a Competitividade das Cadeias Logísticas Multimodais

11.º Congresso Nacional ADFERSIT Sistema Portuário Português: Contributo para a Competitividade das Cadeias Logísticas Multimodais 11.º Congresso Nacional ADFERSIT Sistema Portuário Português: Contributo para a Competitividade das Cadeias Logísticas Multimodais João Pedro Braga da Cruz 17 de Outubro de 2013 1. Introdução Uma das características

Leia mais

Um mar de oportunidades. Mestrado em Gestão Portuária. Mensagem do Presidente da ENIDH Escola Superior Náutica Infante D. Henrique.

Um mar de oportunidades. Mestrado em Gestão Portuária. Mensagem do Presidente da ENIDH Escola Superior Náutica Infante D. Henrique. Um mar de oportunidades Mestrado em Gestão Portuária Mensagem do Presidente da ENIDH Escola Superior Náutica Infante D. Henrique A ENIDH é a Escola Superior pública portuguesa que assegura a formação de

Leia mais

DE DOCUMENTO ELABORADO PELO GRUPO DE TRABALHO REUNIDO EM SANTA CRUZ DE LA SIERRA, BOLÍVIA, ENTRE OS DIAS 3 E 5 DE MAIO DE

DE DOCUMENTO ELABORADO PELO GRUPO DE TRABALHO REUNIDO EM SANTA CRUZ DE LA SIERRA, BOLÍVIA, ENTRE OS DIAS 3 E 5 DE MAIO DE A REDE on-line (PROJECTO DE DOCUMENTO ELABORADO PELO GRUPO DE TRABALHO REUNIDO EM SANTA CRUZ DE LA SIERRA, BOLÍVIA, ENTRE OS DIAS 3 E 5 DE MAIO DE 2006) SUMÁRIO: I. INTRODUÇÃO; II. OBJECTIVOS DA REDE on-line

Leia mais

IV Seminário Plataformas Logísticas Ibéricas

IV Seminário Plataformas Logísticas Ibéricas IV Seminário Plataformas Logísticas Ibéricas Preparar a Retoma, Repensar a Logística 10 de Novembro NOVOHOTEL SETUBAL Comunicação: Factores de Atractividade da oferta logística do Alentejo Orador: Dr.

Leia mais

O Futuro do Transporte de Mercadorias

O Futuro do Transporte de Mercadorias O Futuro do Transporte de Mercadorias A diminuição dos custos de transacção na economia portuguesa é fundamental para o aumento de nossa competitividade. Tal diminuição joga-se fundamentalmente no transporte

Leia mais

Vale Projecto - Simplificado

Vale Projecto - Simplificado IDIT Instituto de Desenvolvimento e Inovação Tecnológica Vale Projecto - Simplificado VALES Empreendedorismo e Inovação Associados Parceiros / Protocolos IDIT Enquadramento Vale Projecto - Simplificado

Leia mais

Sistema de Incentivos à Qualificação e Internacionalização de PME CONDIÇÕES DE ENQUADRAMENTO

Sistema de Incentivos à Qualificação e Internacionalização de PME CONDIÇÕES DE ENQUADRAMENTO Sistema de Incentivos à Qualificação e Internacionalização de PME CONDIÇÕES DE ENQUADRAMENTO Aviso para apresentação de candidaturas Nº 04/SI/2012 Índice Condições de Elegibilidade do Promotor... 3 Condições

Leia mais

A ALD Automotive no mundo

A ALD Automotive no mundo DOSSIER DE IMPRENSA A ALD Automotive no mundo A ALD Automotive é uma empresa de Aluguer Operacional e Gestão de Frotas que integra o Grupo Société Générale, um dos grupos líderes em serviços financeiros

Leia mais

RELATÓRIO DE ACTIVIDADES ANO DE 2004

RELATÓRIO DE ACTIVIDADES ANO DE 2004 APD- DELEGAÇÃO LOCAL DE MEM MARTINS RELATÓRIO DE ACTIVIDADES ANO DE 2004 INTRODUÇÃO O ano de 2004 ficou marcado por alguns acontecimentos relevantes, sinal de que, apesar do passar dos anos, a Delegação

Leia mais

PROGRAMA OPERACIONAL REGIONAL DO ALENTEJO 2014 2020 Versão 1.4 de 2 de Dezembro de 2014. Parecer da CGTP-IN

PROGRAMA OPERACIONAL REGIONAL DO ALENTEJO 2014 2020 Versão 1.4 de 2 de Dezembro de 2014. Parecer da CGTP-IN PROGRAMA OPERACIONAL REGIONAL DO ALENTEJO 2014 2020 Versão 1.4 de 2 de Dezembro de 2014 Parecer da CGTP-IN O Programa Operacional Regional do Alentejo para o período 2014-2020 tem uma dotação de fundos

Leia mais

XXVIII. Qualidade do Novo Edifício Hospitalar ÍNDICE

XXVIII. Qualidade do Novo Edifício Hospitalar ÍNDICE XXVIII Qualidade do Novo Edifício Hospitalar ÍNDICE 1. Sistema de gestão de qualidade... 2 1.1 Objectivos do sistema... 2 1.2 Estrutura organizativa... 4 1.2.1 Organização interna... 4 1.2.2 Estrutura

Leia mais

Diagnóstico de Competências para a Exportação

Diagnóstico de Competências para a Exportação Diagnóstico de Competências para a Exportação em Pequenas e Médias Empresas (PME) Guia de Utilização DIRECÇÃO DE ASSISTÊNCIA EMPRESARIAL Departamento de Promoção de Competências Empresariais Índice ENQUADRAMENTO...

Leia mais

Departamento Comercial e Marketing. Escola Secundaria de Paços de Ferreira 2009/2010. Técnicas de Secretariado

Departamento Comercial e Marketing. Escola Secundaria de Paços de Ferreira 2009/2010. Técnicas de Secretariado Escola Secundaria de Paços de Ferreira 2009/2010 Técnicas de Secretariado Departamento Comercial e Marketing Módulo 23- Departamento Comercial e Marketing Trabalho realizado por: Tânia Leão Departamento

Leia mais

Grupo Pestana. suporta crescimento da área de venda directa no CRM. O Cliente

Grupo Pestana. suporta crescimento da área de venda directa no CRM. O Cliente Grupo Pestana suporta crescimento da área de venda directa no CRM. O trabalho de consolidação de informação permitiu desde logo abrir novas possibilidades de segmentação, com base num melhor conhecimento

Leia mais

Newsletter dos Portos de Setúbal e Sesimbra. Nº 10 - Abril de 2006 - Trimestral

Newsletter dos Portos de Setúbal e Sesimbra. Nº 10 - Abril de 2006 - Trimestral Newsletter dos Portos de Setúbal e Sesimbra Nº 10 - Abril de 2006 - Trimestral FICHA TÉCNICA Newsletter dos Portos de Setúbal e Sesimbra Número 10 - Abril de 2006 Propriedade: APSS - Administração dos

Leia mais

Plano de Actividades Ano de 1999

Plano de Actividades Ano de 1999 Plano de Actividades Ano de 1999 O ano de 1999 ficará assinalado pela reorganização da Central de Reservas com o lançamento da CENTER - Central Nacional de Turismo no Espaço Rural. CENTER - Central Nacional

Leia mais

SIIG Sistema de Identificação e Informação Geográfica

SIIG Sistema de Identificação e Informação Geográfica Especializações em Transportes e Vias de Comunicação e Sistemas de Informação Geográfica Transportes / SIG / INSPIRE Painel Lisboa 6 novembro 2012 SIIG Sistema de Identificação e Informação Geográfica

Leia mais

O que é o porto de Leixões. O porto de Leixões é o maior porto artificial de Portugal.

O que é o porto de Leixões. O porto de Leixões é o maior porto artificial de Portugal. Porto de leixões O que é o porto de Leixões O porto de Leixões é o maior porto artificial de Portugal. História do porto de Leixões O porto de Leixões foi construído na foz do rio leça, aproveitando três

Leia mais

CURSO GESTÃO DA MOBILIDADE E DESLOCAÇÕES

CURSO GESTÃO DA MOBILIDADE E DESLOCAÇÕES CURSO GESTÃO DA MOBILIDADE E DESLOCAÇÕES NAS EMPRESAS PLANEAR PARA A REDUÇÃO DE CUSTOS E OPTIMIZAÇÃO DE SOLUÇÕES 19 e 20 Fevereiro 2013 Auditório dos CTT- Correios de Portugal Lisboa Horário Laboral: 09h30

Leia mais

GUIA INFORMATIVO PARA ORGANIZAÇÕES

GUIA INFORMATIVO PARA ORGANIZAÇÕES GUIA INFORMATIVO PARA ORGANIZAÇÕES FICHA TÉCNICA Organização: Câmara Municipal da Amadora, Gabinete de Acção Social Equipa Técnica: Ana Costa, Rute Gonçalves e Sandra Pereira Design/Paginação: Estrelas

Leia mais

SI QUALIFICAÇÃO DE PME

SI QUALIFICAÇÃO DE PME SI QUALIFICAÇÃO DE PME SISTEMA DE INCENTIVOS À QUALIFICAÇÃO E INTERNACIONALIZAÇÃO DE PME (AVISOS DE CANDIDATURA MAIO 2010) TURISMO QREN QUADRO DE REFERÊNCIA ESTRATÉGICO NACIONAL 2007-2013 INFORMAÇÃO SINTETIZADA

Leia mais

Nº 31 - janeiro de 2012 - Trimestral

Nº 31 - janeiro de 2012 - Trimestral Nº 31 - janeiro de 2012 - Trimestral FICHA TÉCNICA Newsletter dos Portos de Setúbal e Sesimbra Número 31 janeiro 2012 Propriedade: APSS - Administração dos Portos de Setúbal e Sesimbra, SA Morada: Praça

Leia mais

1- Breve historial do Hotel

1- Breve historial do Hotel 1- Breve historial do Hotel A Exposição Hotel da Praia do Sol História de um Tempo e de uma Praia, assinala o septuagésimo quinto aniversário deste hotel e não poderíamos deixar passar esta data tão importante

Leia mais

No pavilhão 2, com 108 stands, estavam representadas as regiões de turismo, câmaras municipais, associações e juntas de turismo, para além de hotéis,

No pavilhão 2, com 108 stands, estavam representadas as regiões de turismo, câmaras municipais, associações e juntas de turismo, para além de hotéis, VIII Legislatura II Sessão Plenária Horta, 26 de Janeiro de 2005 Grupo Parlamentar do Partido Socialista Deputada Ana Isabel Moniz Assunto: Bolsa de Turismo de Lisboa Senhor Presidente da Assembleia, Senhoras

Leia mais

A Secretária de Estado dos Transportes. Eng.ª Ana Paula Vitorino

A Secretária de Estado dos Transportes. Eng.ª Ana Paula Vitorino Intervenção de Sua Excelência, A Secretária de Estado dos Transportes Eng.ª Ana Paula Vitorino por ocasião da Conferência Ibérica Qualidade Global dos Portos Aveiro, 3 de Abril de 2007 (vale a versão lida)

Leia mais

Novo Aeroporto de Lisboa e privatização da ANA

Novo Aeroporto de Lisboa e privatização da ANA Novo Aeroporto de Lisboa e privatização da ANA O turismo de Portugal não precisa de uma cidade aeroportuária nem de um mega aeroporto; O desenvolvimento do turismo de Portugal, num quadro de coesão territorial

Leia mais

Apoio à Internacionalização. CENA 3 de Julho de 2012

Apoio à Internacionalização. CENA 3 de Julho de 2012 Apoio à Internacionalização CENA 3 de Julho de 2012 Enquadramento Enquadramento Comércio Internacional Português de Bens e Serviços Var. 13,3% 55,5 68,2 57,1 73,4 48,3 60,1 54,5 66,0 67,2 61,7 Exportação

Leia mais

Senhor representante do Secretariado Geral da União do Magrebe Árabe. Senhor Secretário Geral Adjunto da União para o Mediterrâneo

Senhor representante do Secretariado Geral da União do Magrebe Árabe. Senhor Secretário Geral Adjunto da União para o Mediterrâneo Senhores Ministros Senhores Embaixadores Senhor representante do Secretariado Geral da União do Magrebe Árabe Senhor Secretário Geral Adjunto da União para o Mediterrâneo Senhora representante da Comissão

Leia mais

O desafio de informar melhor. Juntos, uma comunicação de sucesso

O desafio de informar melhor. Juntos, uma comunicação de sucesso O desafio de informar melhor Juntos, uma comunicação de sucesso Janeiro 2006 1.Introdução Dar a conhecer à população (e sensibilizar os potenciais beneficiários) o papel que os financiamentos comunitários

Leia mais

PLANO DE PROMOÇÃO DA EFICIÊNCIA NO CONSUMO (PPEC) REVISÃO DAS REGRAS

PLANO DE PROMOÇÃO DA EFICIÊNCIA NO CONSUMO (PPEC) REVISÃO DAS REGRAS PLANO DE PROMOÇÃO DA EFICIÊNCIA NO CONSUMO (PPEC) REVISÃO DAS REGRAS Intervenção do Senhor Presidente da CIP Confederação da Indústria Portuguesa, Eng.º Francisco van Zeller, na Audição Pública (CCB, 04/04/2008)

Leia mais

A EMPRESA. A DRIVE Consultoria e Investimento, S.A. (DRIVE CI) dedica-se à prestação de serviços de gestão, em especial em

A EMPRESA. A DRIVE Consultoria e Investimento, S.A. (DRIVE CI) dedica-se à prestação de serviços de gestão, em especial em A EMPRESA A DRIVE Consultoria e Investimento, S.A. (DRIVE CI) dedica-se à prestação de serviços de gestão, em especial em áreas onde apresenta factores diferenciadores, como a representação em conselhos

Leia mais

Ação Piloto para a Regeneração Urbana. Avenida da Liberdade, Braga. Concurso de Ideias Profissionais de Arquitectura

Ação Piloto para a Regeneração Urbana. Avenida da Liberdade, Braga. Concurso de Ideias Profissionais de Arquitectura Ação Piloto para a Regeneração Urbana Avenida da Liberdade, Braga Concurso de Ideias Profissionais de Arquitectura Cientes da importância de promover uma intervenção capaz de revitalizar o centro histórico

Leia mais

Planeamento Estratégico. Estratégia, as Pessoas e a Melhoria Contínua

Planeamento Estratégico. Estratégia, as Pessoas e a Melhoria Contínua Planeamento Estratégico Estratégia, as Pessoas e a Melhoria Contínua AGENDA 1. O Grupo Martifer 2. As Pessoas 4. A Estratégia 5. Monitorização Ferramenta Balance Scord Card 2 GRUPO MARTIFER Dimensão: Mais

Leia mais

Importância das sinergias para o desenvolvimento das Energias Renováveis Marinhas Frederico Pinto Ferreira

Importância das sinergias para o desenvolvimento das Energias Renováveis Marinhas Frederico Pinto Ferreira Importância das sinergias para o desenvolvimento das Energias Renováveis Marinhas Frederico Pinto Ferreira Workshop - Oportunidades de negócio em energias renováveis marinhas ATLANTIC POWER CLUSTER INEGI

Leia mais

Os Desafios da Fileira da Construção. As Oportunidades nos Mercados Externos

Os Desafios da Fileira da Construção. As Oportunidades nos Mercados Externos Os Desafios da Fileira da Construção As Oportunidades nos Mercados Externos Agradeço o convite que me foi dirigido para participar neste Seminário e felicito a AIP pela iniciativa e pelo tema escolhido.

Leia mais

Fórum para a Cooperação Económica e Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa (Macau)

Fórum para a Cooperação Económica e Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa (Macau) Fórum para a Cooperação Económica e Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa (Macau) Plano de Acção para a Cooperação Económica e Comercial (2007-2009) 2ª Conferência Ministerial, 2006

Leia mais

especiais por ano, garantindo a máxima capacidade de transporte para jogos de futebol, concertos e outras celebrações de massas.

especiais por ano, garantindo a máxima capacidade de transporte para jogos de futebol, concertos e outras celebrações de massas. O Metro do Porto O Metro é um sistema de transportes públicos da Área Metropolitana do Porto e combina uma rede ferroviária subterrânea, no centro da cidade, com linhas à superfície em meio urbano e diversos

Leia mais

Sistema de Informação e Comunicação da Rede Social de Alcochete. Sistema de Informação e Comunicação - REDE SOCIAL DE ALCOCHETE

Sistema de Informação e Comunicação da Rede Social de Alcochete. Sistema de Informação e Comunicação - REDE SOCIAL DE ALCOCHETE . Sistema de Informação e Comunicação da Rede Social de Alcochete . Objectivos e Princípios Orientadores O Sistema de Informação e Comunicação (SIC) da Rede Social de Alcochete tem como objectivo geral

Leia mais

GRANDES OPÇÕES DO PLANO E ORÇAMENTO 2011 DA CIM ALTO MINHO RELATÓRIO DE PROGRESSO 31 MARÇO 2011

GRANDES OPÇÕES DO PLANO E ORÇAMENTO 2011 DA CIM ALTO MINHO RELATÓRIO DE PROGRESSO 31 MARÇO 2011 GRANDES OPÇÕES DO PLANO E ORÇAMENTO 2011 DA CIM ALTO MINHO RELATÓRIO DE PROGRESSO 31 MARÇO 2011 Versão Preliminar Este relatório tem por objectivo da conta do que de mais relevante foi realizado no cumprimento

Leia mais

Recorte nº 094. Índice 17 de Maio de 2010

Recorte nº 094. Índice 17 de Maio de 2010 Recorte nº 094 Índice 17 de Maio de 2010 Balneários da Doca de Recreio com aquecimento solar Projecto de AE do Mar vence Prémio de Logística do Porto de Setúbal Carregadores debatem portos e outros modos

Leia mais

AUDITORIAS DE VALOR FN-HOTELARIA, S.A.

AUDITORIAS DE VALOR FN-HOTELARIA, S.A. AUDITORIAS DE VALOR FN-HOTELARIA, S.A. Empresa especializada na concepção, instalação e manutenção de equipamentos para a indústria hoteleira, restauração e similares. Primeira empresa do sector a nível

Leia mais