PROGRAMA DE PARCERIAS Unir esforços na preparação para as notas da série Europa

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PROGRAMA DE PARCERIAS Unir esforços na preparação para as notas da série Europa"

Transcrição

1 PROGRAMA DE PARCERIAS Unir esforços na preparação para as notas da série Europa

2 ÍNDICE I. Em que consiste o Programa de Parcerias? Vamos unir esforços! 3 Funcionamento do Programa de Parcerias 4 Potenciais parceiros 5 II. Como aderir ao Programa de Parcerias? Registo como parceiro 6 O seu contacto no BCE 6 III. O que oferece o Programa de Parcerias? Principais datas e eventos 7 Meios digitais 8 Publicações 8 Euro Cash Academy (módulo disponível online e aplicação para smartphone) 9 Curso de formação Knowledge of Banknotes 9 Logótipo A NOSSA MOEDA 10 Imagens de notas de alta resolução para fins profissionais 11 2

3 I. EM QUE CONSISTE O PROGRAMA DE PARCERIAS? Vamos unir esforços! Desde a sua introdução em 2002, as notas e moedas de euro são reconhecidas como um meio de pagamento e de reserva de valor fiável, contando com a confiança dos 338 milhões de cidadãos da área do euro. A fim de preservar a integridade das notas de euro e permanecer um passo à frente dos falsificadores, o Banco Central Europeu (BCE) e os bancos centrais nacionais (BCN) do Eurosistema deram início, em 2 de maio de 2013, à introdução de uma segunda série de notas de euro. As novas notas continuam a oferecer uma proteção ótima face à contrafação, sendo ainda mais seguras. Incluem elementos de segurança melhorados, que beneficiam dos avanços em termos de segurança e tecnologia de produção de notas. A nova nota de 5 foi a primeira da série Europa a ser introduzida. O nome da segunda série de notas de euro remete para Europa, a figura mitológica grega que deu origem ao nome do nosso continente. O retrato de Europa é exibido no holograma e na marca de água da nova série, que inclui também um número esmeralda no canto inferior esquerdo das notas. A nova nota de 10 entrou em circulação em setembro de 2014, tendo os fabricantes e fornecedores de equipamento de notas beneficiado de um período de preparação alargado. Em 2015, proceder-se-á à introdução da nova nota de 20, oficialmente apresentada ao público em 24 de fevereiro pelo Presidente do BCE. Mais uma vez, pretende-se apoiar proativamente os fabricantes e fornecedores de equipamento de notas, com vista a assegurar que a atualização de equipamento decorre sem problemas e os preparativos para a entrada em circulação da nova nota são concluídos atempadamente. Dado que as notas de 20 figuram entre as notas com maior circulação, o Programa de Parcerias da série Europa foi alargado a outras organizações profissionais, designadamente associações bancárias e de consumidores, bem como outras entidades com boa capacidade para informar o público. A presente brochura fornece informação detalhada sobre a forma como o BCE e os BCN do Eurosistema colaborarão consigo, no sentido de o ajudarem a preparar-se para a nova nota de 20. O objetivo é que todos estejam devidamente preparados, quando as novas notas entrarem em circulação. Teríamos todo o prazer em unir esforços consigo. A adesão ao Programa de Parcerias traz muitas vantagens. Em 2014, participaram no programa mais de 300 parceiros industriais e comerciais. Contamos com cada um de vós para que o programa tenha um êxito ainda maior em

4 Como funciona o Programa de Parcerias? O Programa de Parcerias oferece a fabricantes e fornecedores de equipamento de notas e organizações profissionais uma vasta gama de instrumentos e materiais didáticos, disponíveis, na maioria, nas línguas oficiais da União Europeia e explicados na presente brochura. No âmbito do programa, o BCE e o Eurosistema: organizaram um seminário para fabricantes e fornecedores de equipamento de notas e outros parceiros, que teve lugar no Banca d ltalia, em Roma, em 6 de fevereiro de 2015; apresentaram a nova nota de 20 num evento realizado na sede do BCE, em Frankfurt am Main, em 24 de fevereiro de 2015; continuarão a fornecer ampla informação, quer diretamente aos parceiros, quer através dos meios de comunicação social, sobre a série Europa e a necessidade de adaptação das máquinas de tratamento de numerário e dos dispositivos de autenticação, a fim de que aceitem as novas notas; disponibilizarão material digital e impresso sobre as novas notas de euro e o logótipo A NOSSA MOEDA em formatos que ajudarão os parceiros a comunicar com os respetivos grupos-alvo; e oferecerão aos parceiros a possibilidade de distribuir material impresso, pronto a ser utilizado, com informação sobre as novas notas de euro. Ao abrigo do programa, os parceiros assegurarão que o material produzido pelo BCE seja distribuído a todos os intervenientes, aos respetivos clientes e ao público em geral. Os fabricantes e fornecedores de equipamento de notas devem começar a distribuir o material informativo e a preparar-se, o mais cedo possível, para adaptar as suas máquinas e dispositivos, com vista a que aceitem e reconheçam as novas notas, logo que estas entrem em circulação. Os utilizadores de máquinas de tratamento de notas e dispositivos de autenticação devem contactar os respetivos fornecedores ou fabricantes para começar a preparar a adaptação do equipamento. Se pretenderem adquirir uma máquina de tratamento de notas e/ou dispositivos de autenticação, deverão verificar, junto dos fornecedores, se estes podem ser adaptados para aceitar as novas notas. As listas de dispositivos de autenticação e máquinas de tratamento de notas, cuja capacidade para reconhecer as novas notas de 5 e 10 foi testada oficialmente pelos bancos centrais do Eurosistema, encontram-se disponíveis no sítio do BCE (www.ecb.europa.eu/euro/cashprof/ cashhand/devices/html/results.pt.html). No decurso do corrente ano, após a realização de testes adicionais pelos bancos centrais do Eurosistema, as listas serão atualizadas, passando a incluir a nova nota de 20. 4

5 Potenciais parceiros Todos os parceiros desempenham um papel único na comunicação sobre a introdução das novas notas de euro, em especial: os fabricantes e fornecedores de equipamento de notas, o setor das máquinas de venda automática, as empresas de transporte de valores e todos aqueles que operam com equipamento de notas ou o utilizam; os bancos comerciais, que gozam de um elevado nível de confiança e têm funcionários especializados no tratamento de numerário, sendo, por conseguinte, fulcrais no processo de informação do público sobre os elementos de segurança das notas e moedas; os retalhistas, que têm igualmente uma função importante, na medida em que recebem numerário dos clientes e o distribuem aos mesmos como troco; os profissionais do setor de viagens e os operadores de agências de câmbio, que constituem uma fonte de informação essencial para os viajantes; e as organizações profissionais, as associações bancárias e de consumidores ou outros organismos oficiais que, pela natureza das suas funções, disponibilizam informação sobre questões relacionadas com numerário. 5

6 II. COMO ADERIR AO PROGRAMA DE PARCERIAS? Registo como parceiro O seu contacto no BCE A informação sobre as novas notas de euro pode ser comunicada de várias formas. A sua organização pode simplesmente escolher os materiais que prefere, à luz das suas necessidades e das dos seus clientes, associados, empregados ou partes interessadas. É encorajado a utilizar o logótipo A NOSSA MOEDA para conferir autoridade ao seu material e demonstrar que uniu esforços com o BCE e o Eurosistema, no sentido de ajudar a assegurar uma introdução sem problemas das novas notas. Na página 10, são disponibilizadas mais informações sobre o logótipo. Pode aderir ao programa através da Internet em Após a validação do registo, receberá os dados de acesso e a palavra-passe, que lhe permitirão aceder à secção do sítio reservada a parceiros. Como parceiro, além de ter acesso a uma secção restrita do sítio do BCE sobre as novas notas (www.novas-notas-deeuro.eu), onde são disponibilizadas informações adaptadas às suas necessidades, terá também uma pessoa de contacto no BCE, que será responsável por todas as questões de comunicação relacionadas com a parceria. Depois de efetuar o registo, receberá uma confirmação oficial e poderá enviar os seus pedidos de informação ou solicitar publicações impressas a: Egidijus Paleckis Banco Central Europeu Direção-Geral de Comunicação Sonnemannstrasse Frankfurt am Main Alemanha Telefone: Fax: Correio eletrónico: Os BCN também prestarão apoio aos parceiros a nível local em todas as questões relacionadas com a adaptação de equipamento. Para contactar o seu BCN, consulte a seguinte página: Recursos eletrónicos desenvolvidos pelo BCE e prontos a utilizar Estes materiais permitir-lhe-ão divulgar informação sobre as novas notas de euro aos seus grupos-alvo. Depois de confirmado como parceiro, poderá obter recursos eletrónicos passíveis de serem diretamente integrados nos seus instrumentos e materiais de comunicação. Distribuição de material impresso Oferecemos igualmente a possibilidade de distribuir material impresso pronto a ser utilizado. Recomenda-se que informe o BCE, o mais atempadamente possível, sobre o número de publicações de que necessita, com vista a podermos garantir reservas suficientes. 6

7 III. O QUE OFERECE O PROGRAMA DE PARCERIAS? Principais datas e eventos No período até à entrada em circulação da nova nota de 20, o Eurosistema organizará uma série de eventos e iniciativas. Estes serão indicados num calendário, que poderá ser descarregado e incluído nos seus instrumentos de comunicação, garantindo, assim, uma maior difusão das principais datas da introdução da nova nota. 6 de fevereiro de de fevereiro de 2015 Outubro de de novembro de 2015 Seminário do Eurosistema para fabricantes e fornecedores de equipamento de notas, Banca d Italia, Roma Apresentação da nova nota de 20 na sede do BCE, em Frankfurt am Main Disponibilização de exemplares da nova nota de 20 a fabricantes e fornecedores de equipamento de notas para efeitos de adaptação das respetivas máquinas e dispositivos de autenticação Envio de folhetos sobre a nova nota de 20 a 3 milhões de pontos de venda na área do euro Entrada em circulação da nova nota de 20 no conjunto da área do euro Comunicado Comunicado 7

8 Meios digitais O sítio Web sobre as notas de euro (www.novas-notas-de-euro.eu), disponível em 23 línguas, é a principal fonte de informação acerca das notas e moedas de euro. A informação que receberá como parceiro incidirá sobre os elementos de segurança das notas de euro. Ao concordar com os termos do Programa de Parcerias, poderá utilizar os seguintes materiais no seu sítio Web: a) Reproduções das notas e moedas de euro com uma qualidade de imagem para publicação na Web (72 dpi, formato jpeg) b) O módulo online e a aplicação para smartphone da Euro Cash Academy, dirigida a caixas profissionais (formato exe) c) Um conjunto completo de vídeos de alta qualidade, que podem ser incorporados diretamente nas suas comunicações em qualquer momento (formato mp4) d) Uma página dedicada às principais conferências no âmbito do Programa de Parceiras, com ficheiros PDF descarregáveis de apresentações específicas e) Os logótipos A NOSSA MOEDA, para apresentar a sua instituição como parceira (formato jpeg) 10 f) Um calendário ilustrado, que será atualizado regularmente (ficheiro PDF imprimível) g) Determinados conteúdos do sítio Web sobre as notas de euro (www.novas-notas-de-euro.eu), que podem ser reproduzidos e integrados nas suas aplicações online (IFRAME) Publicações O Banco Central Europeu disponibilizar-lhe-á ficheiros PDF imprimíveis das três publicações disponíveis em 23 línguas, que poderá incorporar no seu sítio Web ou transmitir aos seus contactos. Poderá também incluir ligações às versões em formato de livro digital, disponíveis em Se preferir material impresso, informe o BCE do número de exemplares de que necessita. O material disponível será distribuído enquanto as reservas durarem. As publicações sobre a nova nota de 20 estarão disponíveis apenas a partir de maio de

9 Euro Cash Academy (módulo disponível online e aplicação para smartphone) O módulo online e a aplicação para smartphone da Euro Cash Academy permitem aos utilizadores explorar, online e offline, as notas de euro e os respetivos elementos de segurança. Tanto o módulo como a aplicação estão disponíveis em 23 línguas. Curso de formação Knowledge of Banknotes O curso de formação em ambiente de e-learning Knowledge of Banknotes 1 permite explorar em pormenor as notas de euro e os respetivos elementos de segurança. Visa complementar a formação dos profissionais que operam com numerário, em consonância com as decisões tomadas pelo BCE relativamente à verificação da autenticidade e qualidade das notas de euro. O curso consiste em três módulos, que incidem sobre: 1. a verificação da autenticidade das notas de euro, 2. a verificação da qualidade das notas, e 3. a identificação e verificação dos elementos de segurança da segunda série de notas de euro a série Europa. O curso está disponível em inglês e foi desenvolvido com base num curso de formação em ambiente de e-learning disponibilizado pelo Banco de Portugal. 1 9

10 Logótipo A NOSSA MOEDA Desde 2001 que o BCE utiliza o logótipo A NOSSA MOEDA para identificar a informação oficial sobre as notas e moedas de euro. O objetivo é transmitir a ideia de que o euro pertence a todos os cidadãos. O logótipo será exibido em todos os materiais relacionados com as notas e moedas de euro. Constitui uma boa forma de conferir um elemento de autoridade ao seu material criativo. Se pretender utilizar o logótipo no seu sítio Web, solicita-se que observe as instruções a seguir indicadas. O logótipo A NOSSA MOEDA está disponível em 23 línguas na área restrita do sítio Web dedicado às notas de euro (www.new-euro-banknotes.eu/partners/logos). Esquema de cores e fundo O logótipo deve ser utilizado nas cores originais ou seja, azul (Pantone Reflex Blue) e amarelo (Pantone Yellow), em material impresso, ou cores equivalentes, em versões digitais. Cores do logótipo Material impresso Pantone Reflex Blue CMYK: Pantone Yellow CMYK: Meios digitais RGB: RGB: Cor do fundo Cinzento prateado (Silver-grey) CMYK: RGB: O logótipo não deve ser colocado sobre uma barra colorida que se confunda com ele. Os fundos passíveis de causar distração devem ser evitados. Não devem ser acrescentados sombreados adicionais como fundo do logótipo. Se decidir utilizar o logótipo A NOSSA MOEDA no seu sítio Web, assegure-se de que inclui uma ligação ao sítio 10

11 Imagens de alta resolução para fins profissionais A crescente utilização de computadores pessoais e de software de digitalização de imagens para a contrafação de notas representa uma ameaça para o papel-moeda. Em resposta a essa ameaça, um grupo internacional de dissuasão da contrafação constituído por 27 bancos centrais, o Grupo de Dissuasão da Contrafação dos Bancos Centrais (Central Bank Counterfeit Deterrence Group CBCDG), criou um sistema de dissuasão de contrafação (Counterfeit Deterrence System CDS), que impede computadores pessoais e software de digitalização de imagens de captarem ou reproduzirem imagens de notas protegidas. Vários produtores de hardware e software implementaram este sistema voluntariamente, o que aumenta a probabilidade de os utilizadores legítimos de imagens de notas entrarem em contacto com o CDS no decurso do seu trabalho. Para estes utilizadores, o BCE desenvolveu imagens digitais de notas (300 dpi, formato TIFF e marcadas com a palavra Specimen ), que não ativam o sistema CDS. Essas imagens apenas serão fornecidas aos interessados que: necessitem de imagens de notas para fins profissionais, tenham um computador pessoal ou um software de digitalização de imagens com o CDS incorporado, e assinem uma declaração de confidencialidade. As regras aplicáveis à reprodução de notas e moedas de euro encontram-se disponíveis numa secção dedicada do sítio do BCE (www.ecb.europa.eu/euro/html/reproduction.pt.html). Para solicitar o formulário da declaração de confidencialidade, contacte: Martin Novak / Vicente Ventura Banco Central Europeu Direção de Notas de Banco Sonnemannstrasse Frankfurt am Main Alemanha Correio eletrónico: Correio eletrónico: Banco Central Europeu,

12

Seminário Nota nova de 10 - Série Europa. 10 euros - Série Europa

Seminário Nota nova de 10 - Série Europa. 10 euros - Série Europa Seminário Nota nova de 10 - Série Europa 10 euros - Série Europa 10 euros - Série Europa O Programa de Parcerias e José Luís Ferreira Banco de Portugal 26 fevereiro 2014 Seminário Nota nova de 10 - Série

Leia mais

FIQUE A CONHECER A NOVA NOTA DE 10. www.newfaceoftheeuro.eu. www.novas-notas-de-euro.eu www.euro.ecb.europa.eu

FIQUE A CONHECER A NOVA NOTA DE 10. www.newfaceoftheeuro.eu. www.novas-notas-de-euro.eu www.euro.ecb.europa.eu FIQUE A CONHECER A NOVA NOTA DE www.newfaceoftheeuro.eu www.novas-notas-de-euro.eu www.euro.ecb.europa.eu INTRODUÇÃO A nota de da segunda série de notas de euro, a série Europa, entrará em circulação na

Leia mais

DHL EXPRESS PORTUGAL Faturação Eletrónica

DHL EXPRESS PORTUGAL Faturação Eletrónica DHL EXPRESS PORTUGAL Faturação Eletrónica Faturação Eletrónica DHL O que é a Faturação Eletrónica? O serviço de faturação eletrónica da DHL é um método alternativo ao correio e ao fax de receber as suas

Leia mais

Instrução n. o 9/2014 BO n. o 6 16-06-2014...

Instrução n. o 9/2014 BO n. o 6 16-06-2014... Instrução n. o 9/2014 BO n. o 6 16-06-2014 Temas Operações Bancárias Notas e Moedas Euro Índice Texto da Instrução Anexo Texto da Instrução Assunto: Reporte de informação relativa à verificação da autenticidade

Leia mais

Mobilidade por Doença

Mobilidade por Doença MANUAL DE INSTRUÇÕES Candidatura Eletrónica Mobilidade por Doença Tipo de candidato Docentes de carreira dos estabelecimentos de ensino da rede pública de Portugal Continental e das Regiões Autónomas nos

Leia mais

Processo de declaração de conformidade de software PEM

Processo de declaração de conformidade de software PEM Processo de declaração de conformidade de software PEM Dezembro, 2012 Versão 1,0 Os direitos de autor deste trabalho pertencem à SPMS e a informação nele contida é confidencial. Este trabalho não pode

Leia mais

Declaração de utilização prevista. Exclusão de responsabilidade

Declaração de utilização prevista. Exclusão de responsabilidade Como posso permitir que um paciente partilhe dados comigo? Como posso ligar um convite de paciente a um registo de paciente na minha conta web? Como é que os dados partilhados de um paciente são transferidos

Leia mais

PHC Mensagens SMS CS

PHC Mensagens SMS CS PHC Mensagens SMS CS O potencial das comunicações imediatas com mensagens SMS PHC O envio de mensagens a múltiplos destinatários em simultâneo. Uma comunicação com sucesso: ganhos de tempo e de dinheiro

Leia mais

MANUAL DO UTILIZADOR. Bolsa de Contratação de Escola. Candidatura

MANUAL DO UTILIZADOR. Bolsa de Contratação de Escola. Candidatura MANUAL DO UTILIZADOR Bolsa de Contratação de Escola Candidatura 22 de julho de 2015 Índice 1 ENQUADRAMENTO... 4 1.1 Aspetos gerais... 4 1.2 Normas importantes de acesso e utilização da aplicação... 5 2

Leia mais

Plataforma Colaborativa Gestão e Arquivo Digital de Documentos e Mensagens

Plataforma Colaborativa Gestão e Arquivo Digital de Documentos e Mensagens Pasta TOC Plataforma Colaborativa Gestão e Arquivo Digital de e Mensagens Atualização e Migração: - Atualização tecnológica para a mais recente tecnologia de desenvolvimento Oracle - Migração de conteúdos

Leia mais

MANUAL DE CANDIDATURAS 2015/2016

MANUAL DE CANDIDATURAS 2015/2016 MANUAL DE CANDIDATURAS 2015/2016 Pág. 1/12 Rua Conselheiro Emídio Navarro 1 Importante: O processo de candidatura decorre online. Este manual aplica-se a todos os cursos/regimes de candidatura, com as

Leia mais

Concurso Externo Extraordinário

Concurso Externo Extraordinário MANUAL DE INSTRUÇÕES Aperfeiçoamento da Candidatura Eletrónica Concurso Externo Extraordinário NOS TERMOS DO PONTO 3.2 do Nº 3 DO CAPÍTULO VIII DO AVISO N.º 1340-A/2013, PUBLICADO EM DIÁRIO DA REPÚBLICA,

Leia mais

ADSE DIRETA MANUAL DE UTILIZAÇÃO PARA PRESTADORES DA REDE DA ADSE

ADSE DIRETA MANUAL DE UTILIZAÇÃO PARA PRESTADORES DA REDE DA ADSE ADSE DIRETA MANUAL DE UTILIZAÇÃO PARA PRESTADORES DA REDE DA ADSE 2 ÍNDICE ADSE Direta... 4 Serviços Disponíveis... 6 Atividade Convencionada... 7 Atualizar/Propor Locais de Prestação... 9 Propor Novo

Leia mais

PERGUNTAS MAIS FREQUENTES 2012/2013

PERGUNTAS MAIS FREQUENTES 2012/2013 PERGUNTAS MAIS FREQUENTES 2012/2013 1. Que documentos tenho de entregar? Os documentos a entregar são os solicitados no separador Documentos, em Documentos em Falta, da sua página pessoal de candidatura

Leia mais

TRABALHADORES INDEPENDENTES SEGURANÇA SOCIAL DIRETA

TRABALHADORES INDEPENDENTES SEGURANÇA SOCIAL DIRETA TRABALHADORES INDEPENDENTES SEGURANÇA SOCIAL DIRETA PASSO-A-PASSO PARA SOLICITAR PEDIDO DE ALTERAÇÃO DE ESCALÃO ATRAVÉS DA SEGURANÇA SOCIAL DIRETA Aceda à Segurança Social Direta, em https:///consultas/ssdirecta/

Leia mais

Guia do Candidato. http://www.dges.mec.pt/wwwbeon/

Guia do Candidato. http://www.dges.mec.pt/wwwbeon/ http://www.dges.mec.pt/wwwbeon/ Recomendações Gerais para Preenchimento do Formulário de Candidatura Para o correto preenchimento do formulário de candidatura deverá ter consigo os seguintes documentos,

Leia mais

MANUAL DE CANDIDATURAS MESTRADOS 2015/2016

MANUAL DE CANDIDATURAS MESTRADOS 2015/2016 MANUAL DE CANDIDATURAS MESTRADOS 2015/2016 Pág. 1/12 Rua Conselheiro Emídio Navarro 1 Importante: O processo de candidatura decorre online. Este manual aplica-se a todos os cursos/regimes de candidatura,

Leia mais

CONCURSO. 1. Introdução. 2. Objetivo. Criação de imagem gráfica do Ministério Público. [Regulamento]

CONCURSO. 1. Introdução. 2. Objetivo. Criação de imagem gráfica do Ministério Público. [Regulamento] S. R. PROCURADORIA-GERAL DA REPÚBLICA CONCURSO Criação de imagem gráfica do Ministério Público [Regulamento] 1. Introdução O Ministério Público português, órgão constitucional do Estado, é autónomo do

Leia mais

Bolsa de Contratação de Escola. Candidatura

Bolsa de Contratação de Escola. Candidatura MANUAL DO UTILIZADOR Bolsa de Contratação de Escola Candidatura 2 de setembro de 2014 Índice 1 ENQUADRAMENTO... 5 1.1 Aspetos gerais... 5 1.2 Normas importantes de acesso e utilização da aplicação... 6

Leia mais

Regulamento da Bolsa de Emprego online da FEP. Serviço de Relações Externas e Integração Académica

Regulamento da Bolsa de Emprego online da FEP. Serviço de Relações Externas e Integração Académica Regulamento da Bolsa de Emprego online da FEP Serviço de Relações Externas e Integração Académica Regulamento Bolsa de Emprego da FEP Candidatos & Entidades Empregadoras Artigo 1 Objeto O presente regulamento

Leia mais

Manual do Utilizador do Registo Prévio (Entidades Coletivas e Singulares)

Manual do Utilizador do Registo Prévio (Entidades Coletivas e Singulares) POLÍCIA DE SEGURANÇA PÚBLICA DIRECÇÃO NACIONAL Plataforma eletrónica SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO DE SEGURANÇA PRIVADA (SIGESP) Manual do Utilizador do Registo Prévio (Entidades Coletivas e Singulares)

Leia mais

REGULAMENTO INTRODUÇÃO OBJETIVOS PÚBLICO-ALVO

REGULAMENTO INTRODUÇÃO OBJETIVOS PÚBLICO-ALVO REGULAMENTO INTRODUÇÃO O DNS.PT e a DECO promovem a 3ª edição do Concurso Sitestar.pt, uma iniciativa nacional que convida a comunidade educativa a desenvolver sites em português e sob domínio.pt durante

Leia mais

Bolsa de Contratação de Escola. Criação de Oferta

Bolsa de Contratação de Escola. Criação de Oferta MANUAL DO UTILIZADOR Bolsa de Contratação de Escola Criação de Oferta 27 de agosto de 2014 Índice 1 ENQUADRAMENTO... 5 1.1 Aspetos gerais... 5 1.2 Normas importantes de acesso e utilização da aplicação...

Leia mais

EM398x-R1 UPS 600-1000-1600VA

EM398x-R1 UPS 600-1000-1600VA EM398x-R1 UPS 600-1000-1600VA EM398X-R1 - UPS 600-1000-1600VA 2 PORTUGUÊS Índice 1.0 Introdução... 2 1.1 Funções e funcionalidades... 2 1.2 Conteúdo da embalagem... 3 1.3 Ligar a UPS... 3 2.0 Software

Leia mais

ESCOLA. Contratos e Aditamentos

ESCOLA. Contratos e Aditamentos MANUAL DO UTILIZADOR ESCOLA Contratos e Aditamentos 9 de julho de 2015 Índice 1 ENQUADRAMENTO... 5 1.1 Aspetos gerais... 5 1.2 Normas importantes de acesso e utilização da aplicação... 5 2 INSTRUÇÕES DE

Leia mais

Operações Documentárias no Portal de Empresas www.millenniumbcp.pt Apresentação para Clientes

Operações Documentárias no Portal de Empresas www.millenniumbcp.pt Apresentação para Clientes Operações Documentárias no Portal de Empresas www.millenniumbcp.pt Apresentação para Clientes Abril 2015 MT2569 Versão 5 Texto escrito conforme o Novo Acordo Ortográfico Índice Novo Pág. 1. Introdução/Enquadramento

Leia mais

Seminário Sobre Reunir Registros

Seminário Sobre Reunir Registros Seminário Sobre Reunir Registros Esta lição e seus recursos de aprendizado podem ser usados para preparar um seminário de três a quatro horas sobre preparar, reunir, processar e entregar os registros a

Leia mais

SERVIÇ OS DO PEDIDO ONLINE DA PROPRIEDADE INTELECTUAL

SERVIÇ OS DO PEDIDO ONLINE DA PROPRIEDADE INTELECTUAL SERVIÇ OS DO PEDIDO ONLINE DA PROPRIEDADE INTELECTUAL Manual de Utilização Direcção dos Serviços de Economia do Governo da RAEM Novembro de 2014 SERVIÇ OS DO PEDIDO ONLINE DA PROPRIEDADE INTELECTUAL Manual

Leia mais

O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:378383-2013:text:pt:html

O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:378383-2013:text:pt:html 1/6 O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:378383-2013:text:pt:html Polónia-Varsóvia: Contrato-quadro para desenvolvimento de Intranet com base em SharePoint, sistema

Leia mais

Regime de IVA de Caixa

Regime de IVA de Caixa Regime de IVA de Caixa Versão 1.4 maio de 2014 (Última atualização a 05.05.2014) Índice Índice... 2 Introdução... 3 Notas prévias... 4 Configurações Gerais... 4 Administrador...4 ERP PRIMAVERA...8 Perfis

Leia mais

ERMOS & CONDIÇÕES Ao aceder a este site

ERMOS & CONDIÇÕES Ao aceder a este site TERMOS & CONDIÇÕES Ao aceder a este site, ou a qualquer conteúdo do mesmo, o utilizador toma conhecimento e estabelece um acordo com a SDEA Sociedade para o Desenvolvimento Empresarial dos Açores, EPER

Leia mais

PHC Mensagens SMS. Desenvolva o potencial das comunicações imediatas com mensagens SMS PHC

PHC Mensagens SMS. Desenvolva o potencial das comunicações imediatas com mensagens SMS PHC PHCMensagens SMS DESCRITIVO O módulo PHC Mensagens SMS permite o envio de mensagens a múltiplos destinatários em simultâneo, sem ser necessário criar e enviar uma a uma. Comunique com mais sucesso: ganhe

Leia mais

SAMA2020 OPERAÇÕES TEMÁTICAS

SAMA2020 OPERAÇÕES TEMÁTICAS AGÊNCIA PARA A MODERNIZAÇÃO ADMINISTRATIVA SAMA2020 OPERAÇÕES TEMÁTICAS 1 DE JULHO DE 2015 OPERAÇÕES TEMÁTICAS OPERAÇÃO TEMÁTICA M/C DOTAÇÃO ORÇAMENTAL CAPACITAÇÃO PARA AVALIAÇÕES DE IMPACTO REGULATÓRIO

Leia mais

PROJ. Nº 528362 LLP-1-2012-1-NL-ERASMUS-ECUE

PROJ. Nº 528362 LLP-1-2012-1-NL-ERASMUS-ECUE REDIVE GUIA LMS PROJ. Nº 528362 LLP-1-2012-1-NL-ERASMUS-ECUE Projecto financiado com o apoio da Comissão Europeia. A informação contida nesta publicação vincula exclusivamente o autor, não sendo a Comissão

Leia mais

Operações Documentárias no Portal de Empresas

Operações Documentárias no Portal de Empresas Operações Documentárias no Portal de Empresas www.millenniumbcp.pt Apresentação para Clientes MT2569 - Versão 2 Ref.02.002.1921 Texto escrito conforme o Acordo Ortográfico Índice 1. Introdução/Enquadramento

Leia mais

1. Requisitos quanto a detecção e sensores

1. Requisitos quanto a detecção e sensores TERMOS DE REFERÊNCIA DO EUROSISTEMA PARA A UTILIZAÇÃO DE MÁQUINAS DE DEPÓSITO, ESCOLHA E LEVANTAMENTO POR INSTITUIÇÕES DE CRÉDITO, BEM COMO QUALQUER OUTRA INSTITUIÇÃO DA ÁREA DO EURO, QUE INTERVENHAM,

Leia mais

Thomas Hub Guia do Utilizador

Thomas Hub Guia do Utilizador Thomas Hub Guia do Utilizador O seu novo e melhorado sistema de apoio à decisão sobre pessoas Descubra a forma simples e rápida de diagnosticar e desenvolver o Capital Humano Acompanhe-nos 1 Guia do Utilizador

Leia mais

Acompanhamento e Rastreabilidade de Explosivos

Acompanhamento e Rastreabilidade de Explosivos Acompanhamento e Rastreabilidade de Explosivos A solução para implementar a diretiva UE de identificação 2008/43/CE e 2012/4/UE Para pequenas, médias e grandes empresas Considerável potencial de melhoria

Leia mais

FATURAÇÃO ELETRÓNICA Ação Necessária: Registo no OB10

FATURAÇÃO ELETRÓNICA Ação Necessária: Registo no OB10 FATURAÇÃO ELETRÓNICA Ação Necessária: Registo no OB10 Junho de 2013 Exmo(a). Senhor(a), A Unilever tomou uma decisão estratégica de forma a encorajar todos os fornecedores a mudarem para a faturação eletrónica.

Leia mais

Política WHOIS do Nome de Domínio.eu

Política WHOIS do Nome de Domínio.eu Política WHOIS do Nome de Domínio.eu 1/7 DEFINIÇÕES Os termos definidos nos Termos e Condições e/ou nas Normas de Resolução de Litígios do domínio.eu são utilizados no presente documento em maiúsculas.

Leia mais

POLÍTICA DE PRIVACIDADE. Site http://www.areastore.com/

POLÍTICA DE PRIVACIDADE. Site http://www.areastore.com/ a POLÍTICA DE PRIVACIDADE Site http://www.areastore.com/ A AREA Infinitas - Design de Interiores, S.A. ( AREA ) garante aos visitantes deste site ( Utilizador ou Utilizadores ) o respeito pela sua privacidade.

Leia mais

MANUAL ARTSOFT Mobile Pre Sales

MANUAL ARTSOFT Mobile Pre Sales MANUAL ARTSOFT Mobile Pre Sales INDÍCE O que é?... 3 Como se configura?... 3 ARTSOFT... 3 ANDROID... 3 Login... 4 Home... 5 Funcionalidades... 6 Sincronização... 6 Contas... 7 Consultas... 7 Resumos...

Leia mais

BANCO CENTRAL EUROPEU

BANCO CENTRAL EUROPEU 9.7.2003 Jornal Oficial da União Europeia C 160/7 BANCO CENTRAL EUROPEU MODELO DE ACORDO ENTRE O BANCO CENTRAL EUROPEU E O [banco central nacional do país aderente] ( 1 ) O PRESENTE ACORDO é celebrado

Leia mais

PENSAR O LIVRO 6. Legal modelos desenvolvidos na Europa para a digitalização, armazenamento, o registo e acesso a material digital em bibliotecas

PENSAR O LIVRO 6. Legal modelos desenvolvidos na Europa para a digitalização, armazenamento, o registo e acesso a material digital em bibliotecas PENSAR O LIVRO 6 Fórum Ibero-americano sobre o livro, a leitura e as bibliotecas na sociedade do conhecimento Junho 2009 Legal modelos desenvolvidos na Europa para a digitalização, armazenamento, o registo

Leia mais

O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:215101-2013:text:pt:html

O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:215101-2013:text:pt:html 1/8 O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:215101-2013:text:pt:html Bélgica-Bruxelas: Apoio no âmbito do trabalho preparatório de medidas de conceção ecológica

Leia mais

O CITIUS é uma ferramenta mais avançada do que a antiga aplicação Habilus.net, permitindo um conjunto de novas funcionalidades.

O CITIUS é uma ferramenta mais avançada do que a antiga aplicação Habilus.net, permitindo um conjunto de novas funcionalidades. Projecto CITIUS CITIUS (do latim mais rápido, mais célere) é o projecto de desmaterialização dos processos nos tribunais judiciais desenvolvido pelo Ministério da Justiça. Englobando aplicações informáticas

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO

REGULAMENTO ESPECÍFICO REGULAMENTO ESPECÍFICO COMISSÃO ORGANIZADORA PATROCINADOR DE OURO CO-FINANCIAMENTO PATROCINADOR DE PRATA PNAM REGULAMENTO ESPECÍFICO NORMAS REGULAMENTARES DA 3.ª EDIÇÃO DO Nos termos dos Valores e normas

Leia mais

Perguntas Frequentes Perguntas Frequentes

Perguntas Frequentes Perguntas Frequentes Perguntas Frequentes Advertência: O IRN disponibiliza conteúdos com caráter informativo e geral, sobre o pedido de registo Automóvel Online. Esta informação não substitui o atendimento técnico e qualificado

Leia mais

Apresentação Figura 01:

Apresentação Figura 01: Apresentação O Sistema Online de Iniciação Científica da Universidade do Estado foi desenvolvido pela Pró- Reitoria de Pesquisa e Ensino de Pós-Graduação (PPG) com a finalidade de agilizar o processo de

Leia mais

Plataforma Colaborativa Gestão e Arquivo Digital de Documentos e Mensagens

Plataforma Colaborativa Gestão e Arquivo Digital de Documentos e Mensagens Pasta O / Entrada e Digitalização O / Back-Office O / Tratar Mensagem O / Registo de Entrada O / Pesquisa e Arquivo O / Recolha de Estatísticas Plataforma Colaborativa Gestão e Arquivo Digital de Documentos

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS ÉPOCA DESPORTIVA 2013/2014

MANUAL DE PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS ÉPOCA DESPORTIVA 2013/2014 MANUAL DE PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS ÉPOCA DESPORTIVA 2013/2014 Versão 2 agosto 2013 Índice 1. Nota introdutória... 3 2. 1ª Filiação de Clubes e Entidades Coletivas... 3 3. Refiliação de Clubes e Entidades

Leia mais

Iniciativa igeo Mentes Criativas. Concurso de ideias para o desenvolvimento de uma aplicação para sistemas móveis (App)

Iniciativa igeo Mentes Criativas. Concurso de ideias para o desenvolvimento de uma aplicação para sistemas móveis (App) Iniciativa igeo Mentes Criativas Concurso de ideias para o desenvolvimento de uma aplicação para sistemas móveis (App) Coordenação: Equipa: Apoio: 1/8 REGULAMENTO Concurso de ideias para divulgação de

Leia mais

REGULAMENTO DE FUNCIONAMENTO DA FORMAÇÃO

REGULAMENTO DE FUNCIONAMENTO DA FORMAÇÃO Introdução O presente Regulamento foi concebido a pensar em si, visando o bom funcionamento da formação. Na LauTraining Formação e Consultoria, vai encontrar um ambiente de trabalho e de formação agradável

Leia mais

Guia de Utilização. Acesso Universal

Guia de Utilização. Acesso Universal Guia de Utilização Índice PREÂMBULO...3 ACESSO À PLATAFORMA...3 ÁREA DE TRABALHO...4 APRESENTAR PROPOSTAS...9 RECEPÇÃO DE ADJUDICAÇÃO...18 PARAMETRIZAÇÃO DA EMPRESA...19 Acesso universal Proibida a reprodução.

Leia mais

MANUAL do UTILIZADOR

MANUAL do UTILIZADOR Software OFICIAR Gestão de Expediente Versão 2 para Windows MANUAL do UTILIZADOR Janeiro de 2014 J.P.M. & ABREU, Lda. Apartado 2927 2410-902 LEIRIA Telef: 244800570 Fax: 244 824576 Linha Verde: 800 225

Leia mais

PERGUNTAS FREQUENTES Como aceder ao Serviço de Lançamento de Notas?

PERGUNTAS FREQUENTES Como aceder ao Serviço de Lançamento de Notas? PERGUNTAS FREQUENTES Como aceder ao Serviço de Lançamento de Notas? Deverá aceder à página http://academico.ualg.pt, autenticando-se com as credenciais da UAlg e de seguida clicar em Entrar. Como posso

Leia mais

União das freguesias de Sebal e Belide

União das freguesias de Sebal e Belide de e Belide 1 Âmbito / Disposições Gerais No âmbito da agregação das extintas Freguesia de e da Freguesia de Belide, que deram origem à nova Freguesia denominada Freguesia de e Belide, o executivo da Junta

Leia mais

Como agendar um ato consular?

Como agendar um ato consular? Consulado Geral de Portugal em Luanda Av. De Portugal,nº50, 1º Andar, Luanda Email: cgluanda@mne.pt Como agendar um ato consular? Manual do Utilizador 1 Aceder ao website: www.portaldascomunidades.mne.pt

Leia mais

Processo de declaração de conformidade de software PEM

Processo de declaração de conformidade de software PEM Processo de declaração de conformidade de software agosto, 2015 Versão 2,0 Este trabalho não pode ser reproduzido ou divulgado, na íntegra ou em parte, a terceiros nem utilizado para outros fins que não

Leia mais

Supply4Galp (S4G) FAQs Fornecedores Versão 1.0 03.02.2014

Supply4Galp (S4G) FAQs Fornecedores Versão 1.0 03.02.2014 Lista de FAQs 1. Registo de Fornecedor e Gestão da Conta... 4 Q1. Quando tento fazer um novo registo na Plataforma S4G, recebo uma mensagem a indicar que a minha empresa já se encontra registada.... 4

Leia mais

POLÍCIA DE SEGURANÇA PÚBLICA

POLÍCIA DE SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA DE SEGURANÇA PÚBLICA DIRECÇÃO NACIONAL Plataforma eletrónica Versão 1.0 Departamento de Segurança Privada Abril de 2012 Manual do Utilizador dos Serviços Online do SIGESP Versão 1.0 (30 de abril

Leia mais

A nossa Política de Privacidade

A nossa Política de Privacidade A nossa Política de Privacidade Última modificação: 12 de dezembro de 2014. O resumo de alterações pode ser consultado na parte final desta Política de Privacidade. Esta Política de Privacidade tem por

Leia mais

DOCUMENTO DE CONSULTA REGULAMENTO DO BCE RELATIVO ÀS TAXAS DE SUPERVISÃO PERGUNTAS E RESPOSTAS

DOCUMENTO DE CONSULTA REGULAMENTO DO BCE RELATIVO ÀS TAXAS DE SUPERVISÃO PERGUNTAS E RESPOSTAS DOCUMENTO DE CONSULTA REGULAMENTO DO BCE RELATIVO ÀS TAXAS DE SUPERVISÃO PERGUNTAS E RESPOSTAS MAIO DE 2014 1 POR QUE RAZÃO O BCE COBRA UMA TAXA DE SUPERVISÃO? Ao abrigo do Regulamento (UE) n.º 1024/2013,

Leia mais

Gestão da Empresa Online

Gestão da Empresa Online Gestão da Empresa Online 1. O que é uma Certidão Permanente? É o acesso, através da Internet, em tempo real e em qualquer momento, a todos os registos de uma entidade registada em conservatória do registo

Leia mais

PERGUNTAS E RESPOSTAS RELATIVAS À CONSULTA PÚBLICA SOBRE A PROPOSTA DE REGULAMENTO-QUADRO DO BCE RELATIVO AO MECANISMO ÚNICO DE SUPERVISÃO

PERGUNTAS E RESPOSTAS RELATIVAS À CONSULTA PÚBLICA SOBRE A PROPOSTA DE REGULAMENTO-QUADRO DO BCE RELATIVO AO MECANISMO ÚNICO DE SUPERVISÃO PERGUNTAS E RESPOSTAS RELATIVAS À CONSULTA PÚBLICA SOBRE A PROPOSTA DE REGULAMENTO-QUADRO DO BCE RELATIVO AO MECANISMO ÚNICO DE SUPERVISÃO 1 QUANDO É QUE O BCE ASSUMIRÁ A SUPERVISÃO DOS BANCOS? O BCE assumirá

Leia mais

Manual XML-Validador-Conversor Registar recursos humanos

Manual XML-Validador-Conversor Registar recursos humanos Manual XML-Validador-Conversor Registar recursos humanos Sistema de Informação da Organização do Estado (SIOE-RH) XML março de 2012 Introdução De acordo com o previsto na Lei n.º 57/2011, de 28 de novembro,

Leia mais

Índice. I O Sistema de Faturação Eletrónica ... Envio de faturas por email Integração direta das faturas no sistema de informação do Cliente ...

Índice. I O Sistema de Faturação Eletrónica ... Envio de faturas por email Integração direta das faturas no sistema de informação do Cliente ... Índice I O Sistema de Faturação Eletrónica.......................................................... Envio de faturas por email Integração direta das faturas no sistema de informação do Cliente...............

Leia mais

Contratação de Escola. Manual de Utilizador - Candidato

Contratação de Escola. Manual de Utilizador - Candidato - Janeiro de 2012 Índice Conteúdo 1 ENQUADRAMENTO... 5 1.1 Aspetos gerais... 5 1.2 Principais Orientações... 5 1.3 Normas Importantes de Acesso e Utilização da Aplicação... 5 1.4 Definições, Abreviaturas,

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DE UTILIZAÇÃO. 1. CONDIÇÕES GERAIS DE UTILIZAÇÃO DO SITE www.viaverde.pt.

CONDIÇÕES GERAIS DE UTILIZAÇÃO. 1. CONDIÇÕES GERAIS DE UTILIZAÇÃO DO SITE www.viaverde.pt. CONDIÇÕES GERAIS DE UTILIZAÇÃO 1. CONDIÇÕES GERAIS DE UTILIZAÇÃO DO SITE www.viaverde.pt. 1.1. As presentes Condições Gerais de Utilização (doravante Condições Gerais ), regulam a utilização da página

Leia mais

JC 2014 43 27 May 2014. Joint Committee Orientações sobre tratamento de reclamações para os setores dos valores mobiliários (ESMA) e bancário (EBA)

JC 2014 43 27 May 2014. Joint Committee Orientações sobre tratamento de reclamações para os setores dos valores mobiliários (ESMA) e bancário (EBA) JC 2014 43 27 May 2014 Joint Committee Orientações sobre tratamento de reclamações para os setores dos valores mobiliários (ESMA) e bancário (EBA) 1 Índice Orientações sobre tratamento de reclamações para

Leia mais

VISITA GUIADA ESPACE PRO PORTUGAL

VISITA GUIADA ESPACE PRO PORTUGAL A France Air Portugal on-line A qualidade de sempre O mesmo profissionalismo Mais serviços criação de orçamentos on-line consulta dos orçamentos guardados validação dos orçamentos para encomenda via web

Leia mais

Guia de qualidade de cores

Guia de qualidade de cores Página 1 de 5 Guia de qualidade de cores O Guia de qualidade de cores ajuda você a entender como as operações disponíveis na impressora podem ser usadas para ajustar e personalizar a saída colorida. Menu

Leia mais

Estudo Empresas Darwin em Portugal

Estudo Empresas Darwin em Portugal Estudo Empresas Darwin em Portugal Introdução Num mercado muito competitivo em que os mais pequenos pormenores fazem a diferença, as empresas procuram diariamente ferramentas que lhes permitam manter-se

Leia mais

(Consulta Real em Ambiente Virtual)

(Consulta Real em Ambiente Virtual) BEM-VINDO AO C R A V (Consulta Real em Ambiente Virtual) A partir de hoje o Arquivo Nacional da Torre do Tombo oferece um novo serviço. O CRAV faculta uma nova forma de obter informação, produtos e serviços

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS E TERMOS DE UTILIZAÇÃO

CONDIÇÕES GERAIS E TERMOS DE UTILIZAÇÃO CONDIÇÕES GERAIS E TERMOS DE UTILIZAÇÃO AVISO AO UTILIZADOR Leia cuidadosamente este contrato. O acesso e uso desta plataforma implica, da sua parte uma aceitação expressa e sem reservas de todos os termos

Leia mais

Serviços Ibama Certificação Digital

Serviços Ibama Certificação Digital Guia da nos 1. Informações Gerais Objetivando garantir mais segurança ao acesso dos usuários dos Serviços do Ibama, foi estabelecido desde o dia 1º de janeiro de 2014, o acesso por meio de certificação

Leia mais

ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DAS AGÊNCIAS DE VIAGENS E TURISMO

ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DAS AGÊNCIAS DE VIAGENS E TURISMO ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DAS AGÊNCIAS DE VIAGENS E TURISMO Fundada a 30 de Maio de 1950 Única Associação das Agências de Viagens em Portugal Medalha de Ouro de Mérito Turístico de Portugal Medalha de Ouro

Leia mais

O seu escritório na nuvem - basta usar o browser.

O seu escritório na nuvem - basta usar o browser. 02 O seu escritório na nuvem - basta usar o browser. As soluções tecnológicas que encontra para melhorar a colaboração na sua empresa são muito caras e complexas? Pretende tornar as suas equipas mais ágeis

Leia mais

EUROPA CRIATIVA (2014-2020) Subprograma «Cultura» Convite à apresentação de candidaturas n.º

EUROPA CRIATIVA (2014-2020) Subprograma «Cultura» Convite à apresentação de candidaturas n.º EUROPA CRIATIVA (2014-2020) Subprograma «Cultura» Convite à apresentação de candidaturas n.º EACEA 32/2014 : Projetos de cooperação europeia Execução das ações do subprograma «Cultura»: projetos de cooperação

Leia mais

O prime gestão é um software online constituído por vários módulos:

O prime gestão é um software online constituído por vários módulos: O prime gestão é um software online constituído por vários módulos: Assistências Técnicas (indicado para empresas que façam deslocações, intervenções ex: sector de jardinagem, informática, reparação de

Leia mais

AVISO LEGAL CONDIÇÕES DE ACESSO AO PORTAL

AVISO LEGAL CONDIÇÕES DE ACESSO AO PORTAL AVISO LEGAL Tendo por objetivo cumprir o que está disposto na Lei 34/2002, de 11 de julho, sobre os serviços da sociedade de informação e de comércio eletrónico, a SAN PATRICK, S.L.U. coloca à sua disposição

Leia mais

ÍNDICE 1 Introdução... 2 Acesso do utilizador público... 3 Processo de apresentação e resolução de reclamação... 4 Acesso ao sistema...

ÍNDICE 1 Introdução... 2 Acesso do utilizador público... 3 Processo de apresentação e resolução de reclamação... 4 Acesso ao sistema... ÍNDICE 1 Introdução... 2 2 Acesso do utilizador público... 3 3 Processo de apresentação e resolução de reclamação... 4 4 Acesso ao sistema... 5 4.1 Como aceder ao website das BNTs... 5 4.2 Como criar uma

Leia mais

Guia do Candidato. http://www.dges.mec.pt/wwwbeon/

Guia do Candidato. http://www.dges.mec.pt/wwwbeon/ http://www.dges.mec.pt/wwwbeon/ Recomendações Gerais para Preenchimento do Formulário de Candidatura: Reunir informação: Para o correcto preenchimento do formulário de candidatura deverá ter consigo os

Leia mais

POLÍTICA DE PRIVACIDADE Porto Bay Hotels & Resorts

POLÍTICA DE PRIVACIDADE Porto Bay Hotels & Resorts POLÍTICA DE PRIVACIDADE Porto Bay Hotels & Resorts A confidencialidade na informação pessoal dos nossos clientes é fundamental e um compromisso do Grupo Porto Bay Hotels & Resorts. Desenvolvemos esta Declaração

Leia mais

COMISSÃO EUROPEIA. o reforço de capacidades das organizações de acolhimento e a assistência técnica às organizações de envio,

COMISSÃO EUROPEIA. o reforço de capacidades das organizações de acolhimento e a assistência técnica às organizações de envio, C 249/8 PT Jornal Oficial da União Europeia 30.7.2015 COMISSÃO EUROPEIA CONVITE À APRESENTAÇÃO DE PROPOSTAS EACEA 25/15 Iniciativa Voluntários para a Ajuda da UE: Destacamento de Voluntários para a Ajuda

Leia mais

BANCO CENTRAL EUROPEU

BANCO CENTRAL EUROPEU 22.2.2014 Jornal Oficial da União Europeia C 51/3 III (Atos preparatórios) BANCO CENTRAL EUROPEU PARECER DO BANCO CENTRAL EUROPEU de 19 de novembro de 2013 sobre uma proposta de diretiva do Parlamento

Leia mais

MANUAL DO UTILIZADOR TABLET PARA O SETOR DA RESTAURAÇÃO

MANUAL DO UTILIZADOR TABLET PARA O SETOR DA RESTAURAÇÃO MANUAL DO UTILIZADOR TABLET PARA O SETOR DA RESTAURAÇÃO SDILAB Investigação e Desenvolvimento de Software, Lda. Parque Industrial de Celeirós - 1ª Fase, Lote C 4705 Celeirós Braga, Portugal +351 253 678

Leia mais

Seu manual do usuário HP SLATE 10 HD 3500EF SILVER http://pt.yourpdfguides.com/dref/5512768

Seu manual do usuário HP SLATE 10 HD 3500EF SILVER http://pt.yourpdfguides.com/dref/5512768 Você pode ler as recomendações contidas no guia do usuário, no guia de técnico ou no guia de instalação para HP SLATE 10 HD 3500EF SILVER. Você vai encontrar as respostas a todas suas perguntas sobre a

Leia mais

Porque é que as equipas têm de disponibilizar informação relativa à sua localização? controlos fora de competição Código Mundial Antidopagem

Porque é que as equipas têm de disponibilizar informação relativa à sua localização? controlos fora de competição Código Mundial Antidopagem Porque é que as equipas têm de disponibilizar informação relativa à sua localização? São várias as substâncias e métodos proibidos cuja deteção só é possível com a realização de controlos fora de competição.

Leia mais

PHC Workflow CS. O controlo e a automatização de processos internos

PHC Workflow CS. O controlo e a automatização de processos internos PHC Workflow CS O controlo e a automatização de processos internos A solução que permite que um conjunto de ações a executar siga uma ordem pré-definida, de acordo com as normas da empresa, aumentando

Leia mais

PERGUNTAS FREQUENTES

PERGUNTAS FREQUENTES PERGUNTAS FREQUENTES Porque devemos utilizar a empresa Tungsten-Network para enviar as nossas facturas? Para além das vantagens indicadas anteriormente, a facturação electrónica é o método preferido pela

Leia mais

Termos e Condições de Uso

Termos e Condições de Uso Termos e Condições de Uso Os presentes termos e condições de uso regem a utilização do Registo de Utilizador-Proprietário na Bolsa de Terras. 1 - Enquadramento e Conteúdos Os serviços ao seu dispor neste

Leia mais

QUESTIONÁRIO ANUAL DE SERVIÇOS POSTAIS (2015)

QUESTIONÁRIO ANUAL DE SERVIÇOS POSTAIS (2015) QUESTIONÁRIO ANUAL DE SERVIÇOS POSTAIS (2015) Instruções de preenchimento: - Todas as questões dos pontos 1 e 2 são de preenchimento obrigatório. Nos casos em que o preenchimento não é aplicável à empresa,

Leia mais

RIQASNet. Instruções de utilização. Introdução. Registo para o RIQASNet

RIQASNet. Instruções de utilização. Introdução. Registo para o RIQASNet RIQASNet Instruções de utilização Introdução O RIQASNet é um sistema de entrada de dados utilizando a internet que permite aos utilizadores enviarem os resultados e alterações de método para o RIQAS, e

Leia mais

FLEXPAG - Política de Privacidade

FLEXPAG - Política de Privacidade FLEXPAG - Política de Privacidade A infocusweb/flexpag tem um compromisso com o respeito à sua privacidade. Política de Privacidade Nós reconhecemos que ao optar por nos informar alguns de seus dados pessoais,

Leia mais

Cadastramento de Computadores. Manual do Usuário

Cadastramento de Computadores. Manual do Usuário Cadastramento de Computadores Manual do Usuário Setembro 2008 ÍNDICE 1. APRESENTAÇÃO 1.1 Conhecendo a solução...03 Segurança pela identificação da máquina...03 2. ADERINDO À SOLUÇÃO e CADASTRANDO COMPUTADORES

Leia mais

Serviço a Pedido ( On Demand ) da CA - Termos e Política de Manutenção Em vigor a partir de 1 de Setembro de 2010

Serviço a Pedido ( On Demand ) da CA - Termos e Política de Manutenção Em vigor a partir de 1 de Setembro de 2010 Serviço a Pedido ( On Demand ) da CA - Termos e Política de Manutenção Em vigor a partir de 1 de Setembro de 2010 A Manutenção do Serviço a Pedido ( On Demand ) da CA consiste numa infra-estrutura de disponibilidade

Leia mais

Guia "Web Connect" Versão 0 POR

Guia Web Connect Versão 0 POR Guia "Web Connect" Versão 0 POR Modelos aplicáveis Este Manual do Utilizador aplica-se aos seguintes modelos: ADS-2500W e ADS-2600W Definições de notas Ao longo deste Manual do Utilizador, é utilizado

Leia mais

Os Investigadores da Universidade de Coimbra e as plataformas

Os Investigadores da Universidade de Coimbra e as plataformas Os Investigadores da Universidade de Coimbra e as plataformas & 1 Índice 2 Introdução...3 3 A Plataforma de Curricula DeGóis...3 3.1 É utilizada porque...3 3.2 Com a utilização do DeGóis ganho...4 3.1

Leia mais

PHC Workflow CS. O controlo e a automatização de processos internos

PHC Workflow CS. O controlo e a automatização de processos internos PHC Workflow CS O controlo e a automatização de processos internos A solução que permite que um conjunto de acções a executar siga uma ordem pré-definida, de acordo com as normas da empresa, aumentando

Leia mais