ANÁLISE DA ORGANIZAÇÃO ESPACIAL DOS CONDOMÍNIOS FECHADOS HORIZONTAIS DE ALTO PADRÃO NO MUNICÍPIO DE INDAIATUBA (SP)

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ANÁLISE DA ORGANIZAÇÃO ESPACIAL DOS CONDOMÍNIOS FECHADOS HORIZONTAIS DE ALTO PADRÃO NO MUNICÍPIO DE INDAIATUBA (SP)"

Transcrição

1 105 ANÁLISE DA ORGANIZAÇÃO ESPACIAL DOS CONDOMÍNIOS FECHADOS HORIZONTAIS DE ALTO PADRÃO NO MUNICÍPIO DE INDAIATUBA (SP) LETÍCIA BARBOSA RIBEIRO 1 e LINDON FONSECA MATIAS 2 1 Bolsista de iniciação científica FAPESP e estudante de Geografia UNICAMP/IG 2 Professor do curso de Geografia UNICAMP/IG Palavras chave: geoprocessamento; espaço urbano, condomínios fechados, gestão do território, Indaiatuba Introdução O município de Indaiatuba é integrante da Região Metropolitana de Campinas (RMC) e localiza-se a apenas 90 km da capital do estado de São Paulo. Tem 321 km² de área, habitantes (IBGE, 2015) e taxa de urbanização de 98,99% (SEADE, 2014). É detentor de um PIB de R$ ,00; PIB per capita de R$ ,89; IDHM de 0,788 (IBGE, 2012). Devido a grande atividade migratória de pessoas da própria RMC, sua população saltou de habitantes em 1980, para em 1991, quase dobrando (ALVES, 2002), devido, principalmente, a instalação de importantes indústrias, incentivadas pelo fácil acesso ao município, que se estende ao longo da Rodovia Santos Dumont (SP-75), integrando-o ao complexo rodoviário Anhanguera (SP- 330)/Bandeirantes (SP-348), além disso, localiza-se a apenas 13 km do Aeroporto de Viracopos e é servida pela Rede Ferroviária Nacional, a extinta Ferrovia Paulista S.A (FEPASA).

2 Na década de 1990, com a duplicação da Rodovia Santos Dumont (SP- 075) e a ampliação do movimento internacional do Aeroporto de Viracopos, novas indústrias, principalmente de alta tecnologia, foram atraídas para Indaiatuba, aumentando a demanda por habitações nas bordas do centro urbano, surgindo grandes condomínios horizontais de alto padrão em bairros nobres, como Helvétia e Itaici (KOYAMA e CERDAN, 2011). Atualmente, só os condomínios fechados horizontais correspondem a 16,02% da área urbanizada do município de Indaiatuba, além disso, chamam atenção por seu porte, pois possuem grandes dimensões, são constituídos por residências de alto padrão e localizam-se próximos as áreas rurais, cada vez mais afastados do centro da cidade. 106 Objetivo Pretendeu-se, com esta pesquisa, realizar um diagnóstico dos reflexos da instalação dos condomínios fechados horizontais de alto padrão no processo de urbanização no município de Indaiatuba ao longo das últimas décadas, com foco na sua organização espacial. Para tanto, lançou-se mão de instrumentos de geoprocessamento para mapeamento e construção de base de dados georreferenciados, que somados ao levantamento bibliográfico e trabalhos e pesquisas de campo, subsidiaram análises qualiquantitativas do processo de instalação desses empreendimentos no município, de modo a melhor compreendê-lo. Fundamentação teórica Os condomínios fechados são produtos da segregação tanto social como espacial, principalmente do novo padrão de segregação que surge a partir da década de 1980, sobrepondo-se ao modelo centro-periferia, gerando espaços onde os diferentes grupos sociais encontram-se fisicamente próximos, mas separados por muros e outros aparatos de tecnologia (CALDEIRA, 2000). Os condomínios são um dos agentes desse processo que confere nova roupagem a periferia e torna a área central, que antes era tida como nobre, em espaço decadente (MOURA, 2008).

3 Chamados por Caldeira (2000), de enclaves fortificados, os condomínios fechados são (...) fisicamente demarcados e isolados por muros, grades, espaços vazios e detalhes arquitetônicos. São voltados para o interior e não em direção à rua, cuja vida pública rejeita explicitamente. São controlados por guardas armados e sistemas de segurança, que impõem as regras de inclusão e exclusão. (CALDEIRA, 2000, p. 258). Farias (2010) lembra que, com o surgimento do elemento muro nas cidades, as ideias de limite aparecem com outra significação, pois não separam mais a cidade e o campo, ou o urbano do não urbano, mas funcionam como barreira material que serve de instrumento argumentativo do próprio espaço urbano, separando os moradores conforme seus hábitos de consumo e possibilidades econômicas. Os muros são uma forma literal de segregação, cuja presença no espaço urbano é uma forte afirmação da diferenciação social (CAL- DEIRA, 2000). Para a autora, os indivíduos que escolhem viver em enclaves fortificados, valorizam um estilo de vida entre pessoas do mesmo grupo social e distante de interações com outras classes. A segregação retroalimenta a intolerância (SOUZA, 2003), de forma que quando esses indivíduos optam por viver entre muros, seja para se distanciar das classes pobres ou da violência urbana crescente, eles recusam os espaços públicos, que ficam cada vez mais vazios e propícios à violência. Como afirma Caldeira (2000, p. 259), (...) eles estão transformando a natureza do espaço público e a qualidade das interações públicas na cidade, que estão se tornando cada vez mais marcadas por suspeita e restrições. 107 Procedimentos metodológicos A elaboração da presente pesquisa se deu em quatro etapas principais: levantamento e revisão bibliográfica, compilação de dados e informações, construção da base de dados georreferenciados e análise dos resultados obtidos. As atividades de geoprocessamento foram realizadas a partir da base cartográfica de 2002 e ortofotos de 2010 (em arquivos digitais em formato matricial.tif Tagged Image File Format) disponibilizada pelo Instituto Geográfico e Cartográfico (IGC) do Estado de São Paulo. Com esses materiais iniciou-se a elaboração de mapas temáticos com auxílio do software ArcGIS , a partir

4 da técnica de vetorização na tela, dando origem ao mapa de localização dos condomínios fechados horizontais de alto padrão, assim como mapas temáticos (Mapa da diferenciação do preço do m² nos condomínios fechados horizontais de alto padrão de Indaiatuba e Mapa da instalação de condomínios fechados horizontais em períodos), que auxiliaram na análise espacial dos dados obtidos ao longo da pesquisa. 108 Resultados finais Atualmente o município conta com 52 condomínios fechados horizontais de alto padrão, sendo considerado de alto padrão todo e qualquer condomínio composto por residências unifamiliares não germinadas. Ao fim da pesquisa observou-se que os condomínios fechados horizontais de alto padrão estão localizados, em sua maioria, em áreas periféricas do município. Segundo Reis (2006), a dispersão das classes médias e altas pode ser atribuída como consequência da dispersão dos locais de trabalho, assim como pela proximidade e facilidade para deslocamentos diários. Os condomínios mais antigos se localizam, principalmente, na região sudoeste do município. Nesta se destaca o bairro Itaici, onde estão localizados os maiores e mais antigos condomínios do município. Segundo Koyama e Cerdan (2009), existem registros de referências ao bairro já nos séculos XVIII e XIX. Este eixo urbano tornou-se bastante atraente na década de 1980, principalmente como local de residências de veraneio, pois é de fácil acesso, mesmo estando afastado do núcleo urbano, o que atraiu moradores de outras cidades, como Campinas e São Paulo. Entre a década de 1980 e final dos anos 1990, nota-se que os condomínios fechados horizontais se concentram em áreas mais próximas ao núcleo urbano, principalmente no bairro Helvetia, na porção noroeste de Indaiatuba. Este bairro, originado de uma colônia de imigrantes suíços, abriga inúmeros campos de polo e os condomínios Helvetia Polo Country e Helvetia Country, que têm como premissa o intuito de unir a prática do polo com residência. Os condomínios lá localizados são, em sua maioria, formados por chácaras utilizadas nos fins de semana.

5 Na última década e principalmente a partir de 2010, notou-se o despontar de um novo eixo de expansão de condomínios fechados horizontais de alto padrão. É nessa região, na porção norte do município, que estão localizados os lotes mais valorizados, chegando a R$ 1.600,00 por m². Estes novos empreendimentos se destacam por sua localização, a menos de 5 km do centro da cidade, fator bastante ressaltado nas propagandas, assim como a proximidade às áreas verdes e suas extensas áreas de lazer. 109 Conclusão Com a pesquisa realizada em Indaiatuba constatou-se que os condomínios fechados horizontais de alto padrão representam parte significativa da malha urbana do município. Essa dinâmica de uso residencial está presente na cidade desde a década de 1970, mas vem se expandindo consideravelmente, principalmente a partir do início dos anos 2000, de maneira concentrada na região norte do município. Esses empreendimentos são auto-segregatórios, de modo que impõem barreiras entre o público e o privado, além disso, aqueles que moram nos condomínios renegam os espaços públicos, que se tornam cada vez mais vazios e a mercê da violência, que é o motivo principal pelo qual as pessoas optam por viver entre muros, ou seja, esse processo se retroalimenta. Referências Bibliográficas CALDEIRA, T. P. R. Cidade de muros: crime, segregação e cidadania. São Paulo: Editora 34 / Editora da Universidade de São Paulo, FARIAS, Fernanda Otero de. Análise da dinâmica de valorização diferencial da terra urbana na cidade de Paulínia (SP) Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Geociências, Campinas, SP. KOYAMA, Adriana Carvalho; CERDAN, Marcelo Alves. Indaiatuba: história e memórias da antiga Freguesia de Cocaes e dos anos que se sucederam desde então. Fotografia de Adriano Rosa. Campinas, SP: Komedi, 2011.

6 MOURA, Gerusa Gonçalves. Condomínios horizontais/loteamentos fechados e a vizinhança (in)desejada: um estudo em Uberlândia/MG REIS, N. Notas sobre urbanização dispersa e novas formas de tecido urbano. São Paulo: Via das Artes, SOUZA, Marcelo Lopes de. ABC do desenvolvimento urbano. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil,

I STRUME TOS DIGITAIS COMO SUPORTE DE A ÁLISE DO ESPAÇO URBA O. J. De ardin, R. A. Ribeiro e J. Francisco

I STRUME TOS DIGITAIS COMO SUPORTE DE A ÁLISE DO ESPAÇO URBA O. J. De ardin, R. A. Ribeiro e J. Francisco I STRUME TOS DIGITAIS COMO SUPORTE DE A ÁLISE DO ESPAÇO URBA O J. De ardin, R. A. Ribeiro e J. Francisco RESUMO O presente artigo trata de parte de metodologia adotada para o desenvolvimento da dissertação

Leia mais

A DISTRIBUIÇÃO GEOGRÁFICA DO TRÁFICO DE DROGAS EM BELO HORIZONTE E SUAS CORRELAÇÕES ESPACIAIS

A DISTRIBUIÇÃO GEOGRÁFICA DO TRÁFICO DE DROGAS EM BELO HORIZONTE E SUAS CORRELAÇÕES ESPACIAIS 66 A DISTRIBUIÇÃO GEOGRÁFICA DO TRÁFICO DE DROGAS EM BELO HORIZONTE E SUAS CORRELAÇÕES ESPACIAIS Resumo Nina Ferraz Tolentino 1 Orientador: Alexandre Magno Alves Diniz 2 O aumento da violência ao longo

Leia mais

CENTRALIDADE POLINUCLEADA: UMA ANÁLISE DOS SUBCENTROS POPULARES DE GOIÂNIA O CASO DO SETOR CAMPINAS

CENTRALIDADE POLINUCLEADA: UMA ANÁLISE DOS SUBCENTROS POPULARES DE GOIÂNIA O CASO DO SETOR CAMPINAS CENTRALIDADE POLINUCLEADA: UMA ANÁLISE DOS SUBCENTROS POPULARES DE GOIÂNIA O CASO DO SETOR CAMPINAS Flavia Maria de Assis Paula 1,3 Elaine Alves Lobo Correa 2,3 José Vandério Cirqueira Pinto 2,3 RESUMO

Leia mais

Análise da expansão urbana de Feira de Santana através de condomínios fechados

Análise da expansão urbana de Feira de Santana através de condomínios fechados Análise da expansão urbana de Feira de Santana através de condomínios fechados Bethsaide Souza Santos bethsaide@gmail.com Rosangela Leal Santos Resumo Feira de Santana é uma cidade importante no Estado

Leia mais

Fundação Seade. www.seade.gov.br

Fundação Seade. www.seade.gov.br Julho de 00 N o 9 Parceria Seade-Agemcamp para gerenciamento dos portais na Internet Portais web para divulgação institucional, atração de investimentos e promoção da cultura e do turismo de negócios na

Leia mais

APLICAÇÃO DO SIG NA IDENTIFICAÇÃO DE RAIOS DE ABRANGÊNCIA DOS EQUIPAMENTOS COMUNITÁRIOS NO BAIRRO PASSO DOS FORTES NA CIDADE DE CHAPECÓ SC

APLICAÇÃO DO SIG NA IDENTIFICAÇÃO DE RAIOS DE ABRANGÊNCIA DOS EQUIPAMENTOS COMUNITÁRIOS NO BAIRRO PASSO DOS FORTES NA CIDADE DE CHAPECÓ SC APLICAÇÃO DO SIG NA IDENTIFICAÇÃO DE RAIOS DE ABRANGÊNCIA DOS EQUIPAMENTOS COMUNITÁRIOS NO BAIRRO PASSO DOS FORTES NA CIDADE DE CHAPECÓ SC Debora Lavina Carniato e Maria Angélica Gonçalves¹ RESUMO Os equipamentos

Leia mais

CICLOVIAS COMO ALTERNATIVA SUSTENTÁVEL PARA A MOBILIDADE URBANA UM ESTUDO DE CASO DO MUNICÍPIO DE RIBEIRÃO BONITO - SP

CICLOVIAS COMO ALTERNATIVA SUSTENTÁVEL PARA A MOBILIDADE URBANA UM ESTUDO DE CASO DO MUNICÍPIO DE RIBEIRÃO BONITO - SP Eixo Temático: Tecnologias CICLOVIAS COMO ALTERNATIVA SUSTENTÁVEL PARA A MOBILIDADE URBANA UM ESTUDO DE CASO DO MUNICÍPIO DE RIBEIRÃO BONITO - SP Lidia Moura 1 Cynthia Akemi 2 Luiz Eduardo Moschini 3 RESUMO:

Leia mais

vários motivos para você estar aqui.

vários motivos para você estar aqui. O MELHOR SHOPPING DA CIDADE COM LOCALIZAÇÃO PRIVILEGIADA. O Nosso Shopping. vários motivos para você estar aqui. Empreendedor, Comercialização, e Administração: Este folder não tem caráter contratual.

Leia mais

APÊNDICE C: Pré-análise das representações dos Grupos focais por tema e Grupo trabalhado

APÊNDICE C: Pré-análise das representações dos Grupos focais por tema e Grupo trabalhado APÊNDICE C: Pré-análise das representações dos Grupos focais por tema e Grupo trabalhado Tema: A cidade de Goiânia e o goianiense Questões abordadas: Falem o que é Goiânia para vocês. Como vocês veem a

Leia mais

Situação Geográfica e Demográfica

Situação Geográfica e Demográfica Guarulhos História A memória é a base para a construção da identidade, da consciência do indivíduo e dos grupos sociais de um determinado local. A maioria das fontes de memória de Guarulhos traz que sua

Leia mais

Urban View. Urban Reports. Êxodo urbano: por que as cidades de médio porte estão atraindo os moradores das metrópoles?

Urban View. Urban Reports. Êxodo urbano: por que as cidades de médio porte estão atraindo os moradores das metrópoles? Urban View Urban Reports Êxodo urbano: por que as cidades de médio porte Morar nos grandes centros tem suas vantagens, como mais opções de trabalho, educação e lazer. Mas também tem seu lado negativo.

Leia mais

Dinamização imobiliária no entorno da unidade de conservação Mata de Santa Genebra, Campinas (SP)

Dinamização imobiliária no entorno da unidade de conservação Mata de Santa Genebra, Campinas (SP) Dinamização imobiliária no entorno da unidade de conservação Mata de Santa Genebra, Campinas (SP) Mariana Ferreira Cisotto maricisotto@yahoo.com.br IG/UNICAMP Antonio Carlos Vitte IG/UNICAMP Palavras-chave:

Leia mais

Anais do Simpósio Regional de Geoprocessamento e Sensoriamento Remoto - GEONORDESTE 2014 Aracaju, Brasil, 18-21 novembro 2014

Anais do Simpósio Regional de Geoprocessamento e Sensoriamento Remoto - GEONORDESTE 2014 Aracaju, Brasil, 18-21 novembro 2014 O USO DO GEOPROCESSAMENTO COMO APOIO AO DIAGNÓSTICO AMBIENTAL DA BACIA HIDROGRÁFICA DO CÓRREGO BOM RETIRO, JAÚ SP Fábio César Martins 1, Rafael Aleixo Braga 2, José Carlos Toledo Veniziani Junior 3 1 Tecnólogo

Leia mais

ALGUNS EMPREENDIMENTOS ADMINISTRADOS PELA HERZOG

ALGUNS EMPREENDIMENTOS ADMINISTRADOS PELA HERZOG CONDOMÍNIOS INDUSTRIAIS LOGÍSTICOS ALGUNS EMPREENDIMENTOS ADMINISTRADOS PELA HERZOG OBJETIDO E FONTE DE PESQUISA O estudo a seguir tem como objetivo trazer informações sobre o mercado imobiliário de condomínios

Leia mais

O PROCESSO DE URBANIZAÇÃO E A MOBILIDADE DO CAMPO PARA A CIDADE EM BELO CAMPO/BA

O PROCESSO DE URBANIZAÇÃO E A MOBILIDADE DO CAMPO PARA A CIDADE EM BELO CAMPO/BA O PROCESSO DE URBANIZAÇÃO E A MOBILIDADE DO CAMPO PARA A CIDADE EM BELO CAMPO/BA Silmara Oliveira Moreira 1 Graduanda em Geografia/UESB, Bolsista da UESB E-mail: silmara.geo@gmail.com Resumo: O objetivo

Leia mais

ESPACIAL DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO - RJ Gisele dos Santos de Miranda Clarisse da Cunha Müller PUC Rio gigisa@gmail.com

ESPACIAL DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO - RJ Gisele dos Santos de Miranda Clarisse da Cunha Müller PUC Rio gigisa@gmail.com AS TRANSFORMAÇÕES LOCAIS NO BAIRRO RIO DA PRATA, EM CAMPO GRANDE, A PARTIR DA EXPANSÃO DE CONDOMÍNIOS FECHADOS: UMA PERSPECTIVA MULTIESCALAR DA DINÂMICA INTRODUÇÃO ESPACIAL DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO

Leia mais

DIRETRIZES PROJETUAIS PARA A REABILITAÇÃO DO CENTRO OLÍMPICO DE PRESIDENTE PRUDENTE SP

DIRETRIZES PROJETUAIS PARA A REABILITAÇÃO DO CENTRO OLÍMPICO DE PRESIDENTE PRUDENTE SP Encontro de Ensino, Pesquisa e Extensão, Presidente Prudente, 22 a 25 de outubro, 2012 213 DIRETRIZES PROJETUAIS PARA A REABILITAÇÃO DO CENTRO OLÍMPICO DE PRESIDENTE PRUDENTE SP Melina Yumi Koyama¹; Hélio

Leia mais

Estratégias de Desenvolvimento Regional

Estratégias de Desenvolvimento Regional Estratégias de Desenvolvimento Regional Mesa Redonda sobre Desenvolvimento Regional nos Estados Brasileiros Marcelo Sacenco Asquino Coordenador da Área Regional Secretaria de Economia e Planejamento do

Leia mais

Pagamentos por Serviços Ambientais no Corredor das Onças - Remuneração pela conservação de Puma concolor

Pagamentos por Serviços Ambientais no Corredor das Onças - Remuneração pela conservação de Puma concolor Pagamentos por Serviços Ambientais no Corredor das Onças - Remuneração pela conservação de Puma concolor e conservação de água mediante adequação ambiental em propriedades rurais na Região Metropolitana

Leia mais

plantão de vendas: (17) 2136-7535 Av. José da silva sé, 1000. São josé do rio preto sp facebook.com/damhaurbanizadora @GrupoDamha www.damha.com.

plantão de vendas: (17) 2136-7535 Av. José da silva sé, 1000. São josé do rio preto sp facebook.com/damhaurbanizadora @GrupoDamha www.damha.com. facebook.com/damhaurbanizadora @GrupoDamha plantão de vendas: (17) 2136-7535 Av. José da silva sé, 1000. São josé do rio preto sp www.damha.com.br V I L L A G E D A M H A I I I Tem gente que vive preocupado,

Leia mais

CONFLITOS NO SUBCENTRO DA PERIFERIA: UM ESTUDO DA AVENIDA FREI BENJAMIM VITÓRIADA CONQUISTA / BA

CONFLITOS NO SUBCENTRO DA PERIFERIA: UM ESTUDO DA AVENIDA FREI BENJAMIM VITÓRIADA CONQUISTA / BA CONFLITOS NO SUBCENTRO DA PERIFERIA: UM ESTUDO DA AVENIDA FREI BENJAMIM VITÓRIADA CONQUISTA / BA Bruno Pereira Marques Graduando, em Geografia/UESB e Bolsistado PIBID/CAPES. E-mail: brunop_marques@hotmail.com

Leia mais

REVITALIZAÇÃO DO MUSEU GRUPPELLI

REVITALIZAÇÃO DO MUSEU GRUPPELLI REVITALIZAÇÃO DO MUSEU GRUPPELLI Diego Lemos Ribeiro (Coordenador da Ação de Extensão) Diego Lemos Ribeiro 1 Renata Brião de Castro 2 Fabiani Garcia Lemos 3 Bruina Duran 4 Mariangela Alves dos Santos 5

Leia mais

Produção do Espaço Urbano Condomínios horizontais e loteamentos fechados em Cuiabá-MT

Produção do Espaço Urbano Condomínios horizontais e loteamentos fechados em Cuiabá-MT Produção do Espaço Urbano Condomínios horizontais e loteamentos fechados em Cuiabá-MT Conselho Editorial Profa. Dra. Andrea Domingues Prof. Dr. Antônio Carlos Giuliani Prof. Dr. Antonio Cesar Galhardi

Leia mais

Palavras-chave: Cana-de-açúcar; Bem-estar; Goiatuba; Expansão agrícola.

Palavras-chave: Cana-de-açúcar; Bem-estar; Goiatuba; Expansão agrícola. Implicações da Expansão do cultivo da cana-deaçúcar sobre o município de Goiatuba Washington Pereira Campos8 Márcio Caliari9 Marina Aparecida da Silveira10 Resumo: A partir de 2004, ocorreu um aumento

Leia mais

CONFIGURAÇÃO DE UM EIXO DE DESENVOLVIMENTO NAS RODOVIAS ANHANGUERA (SP 330) E WASHINGTON LUIZ (SP 310)

CONFIGURAÇÃO DE UM EIXO DE DESENVOLVIMENTO NAS RODOVIAS ANHANGUERA (SP 330) E WASHINGTON LUIZ (SP 310) 1 CONFIGURAÇÃO DE UM EIXO DE DESENVOLVIMENTO NAS RODOVIAS ANHANGUERA (SP 330) E WASHINGTON LUIZ (SP 310) Adilson Aparecido Bordo 1 Uni-FACEF Introdução Os eixos de desenvolvimento podem ser compreendidos

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E CULTURA MEC UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ UFPI PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PRPPG

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E CULTURA MEC UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ UFPI PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PRPPG MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E CULTURA MEC UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ UFPI PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PRPPG Coordenadoria Geral de Pesquisa CGP Campus Universitário Ministro Petrônio Portela,

Leia mais

NOVAS PERIFERIAS URBANAS: a expansão de São Carlos através de condomínios fechados.

NOVAS PERIFERIAS URBANAS: a expansão de São Carlos através de condomínios fechados. 1 NOVAS PERIFERIAS URBANAS: a expansão de São Carlos através de condomínios fechados. LARISSA CAROLINE S. JORDÃO 1 Grupo Temático: RELAÇÃO CENTRO E PERIFERIA: ESTADO E SOCIEDADE CIVIL EM ÁREAS PERIFÉRICAS

Leia mais

Nossos Clientes: www.luxoreng.com.br. Luxor Engenharia & Construções

Nossos Clientes: www.luxoreng.com.br. Luxor Engenharia & Construções Luxor Engenharia Construções e Pavimentação Ltda. é uma construtora e incorporadora com mais de 18 anos de mercado e diversos empreendimentos bem-sucedidos em todo o estado de São Paulo. Se destaca pela

Leia mais

Mas com tantas contradições, desigualdades e injustiças, será que houve realmente uma evolução do tecido urbano?

Mas com tantas contradições, desigualdades e injustiças, será que houve realmente uma evolução do tecido urbano? 112 Mas com tantas contradições, desigualdades e injustiças, será que houve realmente uma evolução do tecido urbano? Ao levantar este questionamento é pertinente esclarecer qual deve ser a real evolução.

Leia mais

PADRÕES DE PARCELAMENTO DA CIDADE LESTE DE SANTA MARIA: APLICAÇÃO DA METODOLOGIA 1

PADRÕES DE PARCELAMENTO DA CIDADE LESTE DE SANTA MARIA: APLICAÇÃO DA METODOLOGIA 1 PADRÕES DE PARCELAMENTO DA CIDADE LESTE DE SANTA MARIA: APLICAÇÃO DA METODOLOGIA 1 CERVO, Fernanda 2, CHAGAS, Vinícius Westphalen 2, FALKOWSKI, Liz Carlize 2, VESCIA, Jenifer 2, POZZOBON, Bruna 2, SILVA,

Leia mais

Mapeamento da evolução dos usos e coberturas das terras na bacia do ribeirão das Anhumas Campinas (SP)

Mapeamento da evolução dos usos e coberturas das terras na bacia do ribeirão das Anhumas Campinas (SP) Mapeamento da evolução dos usos e coberturas das terras na bacia do ribeirão das Anhumas Campinas (SP) Samuel Fernando Adami 1 Francisco de Paula Nogueira 1 Jener Fernando Leite de Moraes 1 1 Instituto

Leia mais

CAP. 20 REGIÃO CENTRO- OESTE. Prof. Clésio

CAP. 20 REGIÃO CENTRO- OESTE. Prof. Clésio CAP. 20 REGIÃO CENTRO- OESTE Prof. Clésio 1 O MEIO NATURAL E OS IMPACTOS AMBIENTAIS A região Centro- Oeste é formada pelos estados de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás e Distrito Federal. Ocupa cerca

Leia mais

Investimentos RIO 2012.2014. Sumário executivo. Sumário executivo

Investimentos RIO 2012.2014. Sumário executivo. Sumário executivo Investimentos Decisão RIO 2012.2014 Sumário executivo Sumário executivo Rio de Janeiro: Localização privilegiada, logística estratégica O Rio de Janeiro avançou extraordinariamente na última década com

Leia mais

Condomínios empresariais na Região Metropolitana de Campinas: intencionalidade e fatores locacionais

Condomínios empresariais na Região Metropolitana de Campinas: intencionalidade e fatores locacionais Condomínios empresariais na Região Metropolitana de Campinas: intencionalidade e fatores locacionais Rodolfo Finatti rodolfofinatti@yahoo.com.br FFLCH/USP Palavras-chave: condomínio empresarial, Região

Leia mais

DELIMITAÇÃO E PLANEJAMENTO DE DEMARCAÇÃO DO PARQUE ESTADUAL DA SERRA DO TABULEIRO

DELIMITAÇÃO E PLANEJAMENTO DE DEMARCAÇÃO DO PARQUE ESTADUAL DA SERRA DO TABULEIRO PROJETO DE PROTEÇÃO DA MATA ATLÂNTICA EM SANTA CATARINA (PPMA/SC) DELIMITAÇÃO E PLANEJAMENTO DE DEMARCAÇÃO DO PARQUE ESTADUAL DA SERRA DO TABULEIRO RELATÓRIO TÉCNICO DE DELIMITAÇÃO 03FAT0206R00 CURITIBA

Leia mais

A DEMANDA POR SAÚDE PÚBLICA EM GOIÁS

A DEMANDA POR SAÚDE PÚBLICA EM GOIÁS Título: A DEMANDA POR SAÚDE PÚBLICA EM GOIÁS Projeto de pesquisa: ANÁLISE REGIONAL DA OFERTA E DA DEMANDA POR SERVIÇOS DE SAÚDE NOS MUNICÍPIOS GOIANOS: GESTÃO E EFICIÊNCIA 35434 Autores: Sandro Eduardo

Leia mais

Contagem da População 2015

Contagem da População 2015 Contagem da População 2015 A nossa realidade Um país de dimensões continentais com 8.515.767 km 2, caracterizado por uma diversidade de paisagens ímpar, dos pampas gaúchos até a floresta Amazônica, com

Leia mais

Laudo de Caracterização Ambiental

Laudo de Caracterização Ambiental Laudo de Caracterização Ambiental Interessado: Condomínio Residencial Moinho Verde. Finalidade: Laudo Técnico para Cumprimento da Lei Municipal n 4.123 de 04/ 05/ 2007. Assunto: Caracterização Ambiental.

Leia mais

FRAGMENTAÇÃO URBANA: A OCUPAÇÃO DE ÁREAS DE EXPANSÃO POR CONDOMÍNIOS EM CAMPOS DOS GOYTACAZES (RJ)

FRAGMENTAÇÃO URBANA: A OCUPAÇÃO DE ÁREAS DE EXPANSÃO POR CONDOMÍNIOS EM CAMPOS DOS GOYTACAZES (RJ) FRAGMENTAÇÃO URBANA: A OCUPAÇÃO DE ÁREAS DE EXPANSÃO POR CONDOMÍNIOS EM CAMPOS DOS GOYTACAZES (RJ) Raquel Callegario Zacchi 1 Teresa de Jesus Peixoto Faria 2 RESUMO Este trabalho faz parte de uma pesquisa,

Leia mais

19 22 de Outubro de 2014, MINASCENTRO, Belo Horizonte MG

19 22 de Outubro de 2014, MINASCENTRO, Belo Horizonte MG 2º Simpósio Brasileiro de Saúde e Ambiente 19 22 de Outubro de 2014, MINASCENTRO, Belo Horizonte MG Eixo 1. Desenvolvimento socioeconômico e conflitos territoriais DESENVOLVIMENTO CAPITALISTA E SEUS IMPACTOS

Leia mais

VARIAÇÃO DA AMPLITUDE TÉRMICA EM ÁREAS DE CLIMA TROPICAL DE ALTITUDE, ESTUDO DO CASO DE ESPIRITO SANTO DO PINHAL, SP E SÃO PAULO, SP

VARIAÇÃO DA AMPLITUDE TÉRMICA EM ÁREAS DE CLIMA TROPICAL DE ALTITUDE, ESTUDO DO CASO DE ESPIRITO SANTO DO PINHAL, SP E SÃO PAULO, SP VARIAÇÃO DA AMPLITUDE TÉRMICA EM ÁREAS DE CLIMA TROPICAL DE ALTITUDE, ESTUDO DO CASO DE ESPIRITO SANTO DO PINHAL, SP E SÃO PAULO, SP Maria Cecilia Manoel Universidade de São Paulo maria.manoel@usp.br Emerson

Leia mais

REGULARIZAÇÃO FUNDIÁRIA DE ÁREAS PÚBLICAS. Cartilha de orientação sobre o Programa de Regularização Urbanística e Fundiária

REGULARIZAÇÃO FUNDIÁRIA DE ÁREAS PÚBLICAS. Cartilha de orientação sobre o Programa de Regularização Urbanística e Fundiária REGULARIZAÇÃO FUNDIÁRIA DE ÁREAS PÚBLICAS Cartilha de orientação sobre o Programa de Regularização Urbanística e Fundiária APRESENTAÇÃO Esta Cartilha foi desenvolvida como suporte ao trabalho da Prefeitura

Leia mais

O Rio de Janeiro, com a extinção da FUNDREM, em 1989, não possui, até hoje, o órgão gestor dos assuntos metropolitanos.

O Rio de Janeiro, com a extinção da FUNDREM, em 1989, não possui, até hoje, o órgão gestor dos assuntos metropolitanos. Atualmente, existem 41 regiões metropolitanas no Brasil, sendo que 21 possuem mais de 1 milhão de habitantes, 19 entre 1 milhão e 5 milhões e 2, com mais de 10 milhões, respectivamente a região de São

Leia mais

O GEOPROCESSAMENTO E O PLANEJAMENTO TERRITORIAL DE POLÍTICAS PÚBLICAS EDUCACIONAIS: A DISTRIBUIÇÃO ESPACIAL DAS ESCOLAS ESTADUAIS EM CAMPINA GRANDE-PB

O GEOPROCESSAMENTO E O PLANEJAMENTO TERRITORIAL DE POLÍTICAS PÚBLICAS EDUCACIONAIS: A DISTRIBUIÇÃO ESPACIAL DAS ESCOLAS ESTADUAIS EM CAMPINA GRANDE-PB O GEOPROCESSAMENTO E O PLANEJAMENTO TERRITORIAL DE POLÍTICAS PÚBLICAS EDUCACIONAIS: A DISTRIBUIÇÃO ESPACIAL DAS ESCOLAS ESTADUAIS EM CAMPINA GRANDE-PB Erbeth Yuri dos Santos Nascimento¹, Antônio Pereira

Leia mais

Sciesp. Clipping 19.07. A s s e s s o r i a d e I m p r e n s a i m p r e n s a @ s c i e s p. c o m. b r ( 1 1 ) 3 8 8 9-5 8 9 9 Página 1

Sciesp. Clipping 19.07. A s s e s s o r i a d e I m p r e n s a i m p r e n s a @ s c i e s p. c o m. b r ( 1 1 ) 3 8 8 9-5 8 9 9 Página 1 Sciesp Clipping 19.07 A s s e s s o r i a d e I m p r e n s a i m p r e n s a @ s c i e s p. c o m. b r ( 1 1 ) 3 8 8 9-5 8 9 9 Página 1 DESTAK Desapropriações vão atingir 12 mil imóveis 19/07/2011 Até

Leia mais

A USINA HIDRELÉTRICA DO ESTREITO-MA: ANÁLISE DE SEUS ESPAÇOS DE INFLUÊNCIA SOB A CONTRIBUIÇÃO DO TRABALHO DE MILTON SANTOS

A USINA HIDRELÉTRICA DO ESTREITO-MA: ANÁLISE DE SEUS ESPAÇOS DE INFLUÊNCIA SOB A CONTRIBUIÇÃO DO TRABALHO DE MILTON SANTOS Thaís Samara de Castro Bezerra José Carlos Bezerra Universidade Estadual da Paraíba UEPB thaissamara@hotmail.com karligor@hotmail.com A USINA HIDRELÉTRICA DO ESTREITO-MA: ANÁLISE DE SEUS ESPAÇOS DE INFLUÊNCIA

Leia mais

FÓRUM REGIONAL DE CAMPINAS - 2014

FÓRUM REGIONAL DE CAMPINAS - 2014 FÓRUM REGIONAL DE CAMPINAS - 2014 Infraestrutura e Logística: As vantagens competitivas e os desafios da Região Metropolitana de Campinas Thomaz Assumpção URBAN SYSTEMS 15 anos + de 700 projetos Segmentos:

Leia mais

COLABORADOR(ES): JACKSON VINICIUS RAVAGNANI, LUCAS HENRIQUE DIAS DA SILVA, THAIS ALEXANDRE, THAMARA DA SILVA DI LELI

COLABORADOR(ES): JACKSON VINICIUS RAVAGNANI, LUCAS HENRIQUE DIAS DA SILVA, THAIS ALEXANDRE, THAMARA DA SILVA DI LELI Anais do Conic-Semesp. Volume 1, 2013 - Faculdade Anhanguera de Campinas - Unidade 3. ISSN 2357-8904 TÍTULO: PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DE DIADEMA X MAUÁ EM 2012 CATEGORIA: EM ANDAMENTO ÁREA: CIÊNCIAS HUMANAS

Leia mais

NOVAS FORMAS DE EXPANSÃO URBANA: OS LOTEAMENTOS FECHADOS E OS CONDOMÍNIOS RESIDENCIAIS HORIZONTAIS NA CIDADE DE JACAREÍ/SP.

NOVAS FORMAS DE EXPANSÃO URBANA: OS LOTEAMENTOS FECHADOS E OS CONDOMÍNIOS RESIDENCIAIS HORIZONTAIS NA CIDADE DE JACAREÍ/SP. NOVAS FORMAS DE EXPANSÃO URBANA: OS LOTEAMENTOS FECHADOS E OS CONDOMÍNIOS RESIDENCIAIS HORIZONTAIS NA CIDADE DE JACAREÍ/SP. Alex Pires Rabelo¹, Harley Rogério Sant Anna², Kell en Suleyzy Sant Anna³. Orientador

Leia mais

LAUDO DE CARACTERIZAÇÃO AMBIENTAL

LAUDO DE CARACTERIZAÇÃO AMBIENTAL LAUDO DE CARACTERIZAÇÃO AMBIENTAL INTERESSADO: CONDOMÍNIO RESIDENCIAL BOUGAINVILLEA DENOMINAÇÃO: CONDOMÍNIO RESIDENCIAL BOUGAINVILLEA FINALIDADE: LAUDO TÉCNICO PARA CUMPRIMENTO DA LEI MUNICIPAL 4.123 DE

Leia mais

AGENDA 21 LOCAL E AUDITORIA URBANA DE GUIMARÃES

AGENDA 21 LOCAL E AUDITORIA URBANA DE GUIMARÃES AGENDA 21 LOCAL E AUDITORIA URBANA DE GUIMARÃES PRINCIPAIS PROBLEMAS EXISTENTES E GRANDES OPÇÕES DE QUALIDADE DE VIDA PARA O FUTURO 3 de Março de 2004 Elaborado para e Por CIVITAS Centro de Estudos sobre

Leia mais

CONDOMÍNIO FECHADO DE GALPÕES MODULARES

CONDOMÍNIO FECHADO DE GALPÕES MODULARES CENTRO INDUSTRIAL COMERCIAL E LOGÍSTICO Ilustração artística da portaria. CONDOMÍNIO FECHADO DE GALPÕES MODULARES Rua Dona Catharina Maria de Jesus, 400 Guarulhos SP Brasil 23 25 00.00 S 46 24 26.00 O

Leia mais

Portaria de acesso social, vista interna. Fonte: SAMPAIO, 10/out/2009. Portaria de serviços, vista interna Fonte: SAMPAIO, 10/out/2009.

Portaria de acesso social, vista interna. Fonte: SAMPAIO, 10/out/2009. Portaria de serviços, vista interna Fonte: SAMPAIO, 10/out/2009. CONDOMÍNIOS VERTICAIS RESIDENCIAIS NA CIDADE DE SÃO PAULO (2000-2008): CONDOMÍNIOS - CLUBE O Condomínio Ilhas do Sul abrange uma área total de 30.178m² e tem 118.000m² de área construída. O acesso se faz

Leia mais

IMAGEM MERAMENTE ILUSTRATIVA. LOTEAMENTO FECHADO

IMAGEM MERAMENTE ILUSTRATIVA. LOTEAMENTO FECHADO IMAGEM MERAMENTE ILUSTRATIVA. LOTEAMENTO FECHADO localização estratégica, infraestrutura e segurança para seu negócio. IMAGEM AÉREA DO LOCAL/202. DRAMATIZAÇÃO DA ÁREA DO LOTEAMENTO. 750m 2 Perspectiva

Leia mais

Seminário de Políticas de Desenvolvimento Regional. Seis cidades buscando soluções regionais para problemas em comum

Seminário de Políticas de Desenvolvimento Regional. Seis cidades buscando soluções regionais para problemas em comum Seminário de Políticas de Desenvolvimento Regional Seis cidades buscando soluções regionais para problemas em comum Abril de 2011 2 CONISUD Seminário de Políticas de Desenvolvimento Regional abril de 2011

Leia mais

NECESSIDADES HABITACIONAIS EM SÃO LOURENÇO DO OESTE: PMHIS COMO INSTRUMENTO DE TRANSFORMAÇÃO

NECESSIDADES HABITACIONAIS EM SÃO LOURENÇO DO OESTE: PMHIS COMO INSTRUMENTO DE TRANSFORMAÇÃO NECESSIDADES HABITACIONAIS EM SÃO LOURENÇO DO OESTE: PMHIS COMO INSTRUMENTO DE TRANSFORMAÇÃO Giane Roberta Jansen Paula Batistello Docente, Mestre em Engenharia Ambiental, Curso de Arquitetura e Urbanismo

Leia mais

INDUSTRIALIZAÇÃO EM SÃO JOSÉ DOS CAMPOS, SP: UMA ANÁLISE DAS ATIVIDADES ECONÔMICAS DO DISTRITO INDUSTRIAL DO CHÁCARAS REUNIDAS

INDUSTRIALIZAÇÃO EM SÃO JOSÉ DOS CAMPOS, SP: UMA ANÁLISE DAS ATIVIDADES ECONÔMICAS DO DISTRITO INDUSTRIAL DO CHÁCARAS REUNIDAS INDUSTRIALIZAÇÃO EM SÃO JOSÉ DOS CAMPOS, SP: UMA ANÁLISE DAS ATIVIDADES ECONÔMICAS DO DISTRITO INDUSTRIAL DO CHÁCARAS REUNIDAS Gustavo Andreiev Nunes Serra 1, Adriane Aparecida Moreira de Souza 2 Universidade

Leia mais

GEOGRAFIA - 1 o ANO MÓDULO 56 A CIDADE DO RIO DE JANEIRO

GEOGRAFIA - 1 o ANO MÓDULO 56 A CIDADE DO RIO DE JANEIRO GEOGRAFIA - 1 o ANO MÓDULO 56 A CIDADE DO RIO DE JANEIRO Como pode cair no enem? Com base no mapa e na literatura sobre a região metropolitana do Rio de Janeiro, é correto afirmar: a) A cidade do Rio de

Leia mais

O Caminho do Apartamento Moderno no Brasil

O Caminho do Apartamento Moderno no Brasil - SEPesq O Caminho do Apartamento Moderno no Brasil Vivian K.Levy Mestranda em Arquitetura e Urbanismo Unirriter Vivianklevy@gmail.com Resumo Este artigo trata da evolução, do caminho que a tipologia do

Leia mais

GEOGRAFIA MÓDULO I do PISM (triênio 2004-2006)

GEOGRAFIA MÓDULO I do PISM (triênio 2004-2006) QUESTÕES OBJETIVAS 01. Leia o texto. GEOGRAFIA MÓDULO I do PISM (triênio 2004-2006) O Parque Estadual do Ibitipoca é uma área de preservação ambiental aberta à visitação, sob a guarda e administração do

Leia mais

Questão 25 Questão 26

Questão 25 Questão 26 Questão 25 Questão 26 A Antártida apresenta um quadro natural com características marcantes: o inverno é longo, com seis meses sem luz solar e médias térmicas ao redor de 60ºC negativos; no verão, o albedo

Leia mais

CONFLITOS NO PONTAL DO PARANAPANEMA: IMAGENS E DISCURSOS DA REPRESSÃO NO CAMPO Autora: Barbara Giovanna Ortiz 1 barbara.ortiz@live.

CONFLITOS NO PONTAL DO PARANAPANEMA: IMAGENS E DISCURSOS DA REPRESSÃO NO CAMPO Autora: Barbara Giovanna Ortiz 1 barbara.ortiz@live. CONFLITOS NO PONTAL DO PARANAPANEMA: IMAGENS E DISCURSOS DA REPRESSÃO NO CAMPO Autora: Barbara Giovanna Ortiz 1 barbara.ortiz@live.com Resumo Este trabalho faz parte das reflexões iniciais uma pesquisa

Leia mais

Mudanças Socioespaciais em um Mundo Globalizado

Mudanças Socioespaciais em um Mundo Globalizado Mudanças Socioespaciais em um Mundo Globalizado Colégio Salesiano São José 8º ano Geografia Professor: Juliano Mudanças no Espaço Geográfico Como ocorrem essas mudanças: Formas; Funções; Fluxos; Modos

Leia mais

LAUDO DE CARACTERIZAÇÃO AMBIENTAL

LAUDO DE CARACTERIZAÇÃO AMBIENTAL LAUDO DE CARACTERIZAÇÃO AMBIENTAL INTERESSADO: IMOBILIÁRIA PARQUE BRASIL LTDA DENOMINAÇÃO: LOTEAMENTO RESIDENCIAL VILA REAL FINALIDADE: LAUDO TÉCNICO PARA CUMPRIMENTO DA LEI MUNICIPAL 4.123 DE 04/05/2007

Leia mais

A urbanização contemporânea de Campinas e o processo de constituição da região do Jardim Campo Belo

A urbanização contemporânea de Campinas e o processo de constituição da região do Jardim Campo Belo A urbanização contemporânea de Campinas e o processo de constituição da região do Jardim Campo Belo Helena Rizzatti Fonseca helena.fonseca@ige.unicamp.br IG/UNICAMP Palavras-chave: urbanização, periferização,

Leia mais

COORDENAÇÃO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA LABORATÓRIO DE POLÍTICAS PÚBLICAS MUNICIPAIS. Notas Técnicas. Educação Básica (Creches) em Caruaru

COORDENAÇÃO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA LABORATÓRIO DE POLÍTICAS PÚBLICAS MUNICIPAIS. Notas Técnicas. Educação Básica (Creches) em Caruaru COORDENAÇÃO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA LABORATÓRIO DE POLÍTICAS PÚBLICAS MUNICIPAIS Notas Técnicas Educação Básica (Creches) em Caruaru Projeto Georeferenciamento de Dados Convênio ASCES/PMC Diretor

Leia mais

Detecção Precisa de Relâmpagos, Perto e Longe

Detecção Precisa de Relâmpagos, Perto e Longe Detecção Precisa de Relâmpagos, Perto e Longe / A Rede de Detecção de Relâmpagos Total GLD360 da Vaisala detecta atividades meteorológicas no mundo inteiro A rede em que você pode confiar! A Rede de Detecção

Leia mais

Condomínio Sinhá Ana. Jul - 2011

Condomínio Sinhá Ana. Jul - 2011 Condomínio Sinhá Ana Jul - 2011 NOME DO EMPREENDIMENTO Sinhá Ana CONDOMÍNIO DESCRIÇÃO DO EMPREENDIMENTO Quer ter bem-estar? More no que é seu! O Condomínio Horizontal Sinhá Ana foi conceitualmente projetado

Leia mais

Cadeia Produtiva do Petróleo no Rio Grande do Norte: Enclave na Economia do Estado?

Cadeia Produtiva do Petróleo no Rio Grande do Norte: Enclave na Economia do Estado? Cadeia Produtiva do Petróleo no Rio Grande do Norte: Enclave na Economia do Estado? Ana Beatriz Lopes de Sousa(UFRN) ablsousa@ig.com.br Pedro Hélio Gomes Teixeira (UFRN) helio@ct.com.br Resumo: Este trabalho

Leia mais

Danilo Munhoz Alves Corrêa Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro - PUC-Rio danilomunhoz@globo.com. 1 - Introdução

Danilo Munhoz Alves Corrêa Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro - PUC-Rio danilomunhoz@globo.com. 1 - Introdução Sistema Modal de Transportes no Município do Rio de Janeiro: a modernização dos eixos de circulação na cidade carioca para a Copa do Mundo de Futebol em 2014 e as Olimpíadas em 2016. 1 - Introdução Danilo

Leia mais

O papel do estado na formação espacial urbana da conurbação Aparecida- Guaratinguetá: breve estudo do passado socioeconômico.

O papel do estado na formação espacial urbana da conurbação Aparecida- Guaratinguetá: breve estudo do passado socioeconômico. Ivo Francisco Barbosa¹ Universidade Federal Fluminense ivo_francisco@hotmail.com O papel do estado na formação espacial urbana da conurbação Aparecida- Guaratinguetá: breve estudo do passado socioeconômico.

Leia mais

Uma visão espacial da produção de cana-de-açúcar nos municípios de Minas

Uma visão espacial da produção de cana-de-açúcar nos municípios de Minas Uma visão espacial da produção de cana-de-açúcar nos municípios de Minas 1 Introdução Gerais Flaviano José Teixeira UFLA Micherlania da Silva Nascimento - UFV João Domingos Scalon - UFLA Com terras férteis,

Leia mais

30/11/2012. do adensamento populacional. crescimento desordenado. ocupação de áreas naturais e frágeis

30/11/2012. do adensamento populacional. crescimento desordenado. ocupação de áreas naturais e frágeis Universidade Metodista Recuperação Ambiental de Áreas Degradadas Impactos gerados pelo uso e ocupação do solo no meio urbano Final século XVIII Revolução Industrial Migração do homem do campo objetivo

Leia mais

PLANILHA DE OBJETIVOS E AÇÕES VIABILIZADORAS FT DE CULTURA - "A SANTA MARIA QUE QUEREMOS"

PLANILHA DE OBJETIVOS E AÇÕES VIABILIZADORAS FT DE CULTURA - A SANTA MARIA QUE QUEREMOS Elaborar o projeto do Plano Municipal de Projeto do Plano Projeto realizado Cultura com ampla participação dos setores da sociedade Conferência Municipal de Cultura Conferência realizada PLANILHA DE OBJETIVOS

Leia mais

1217 LOTEAMENTOS E CONDOMÍNIOS: LEI PARA QUE, LEI PARA QUE? MAS QUAL LEI?

1217 LOTEAMENTOS E CONDOMÍNIOS: LEI PARA QUE, LEI PARA QUE? MAS QUAL LEI? 1217 LOTEAMENTOS E CONDOMÍNIOS: LEI PARA QUE, LEI PARA QUE? MAS QUAL LEI? Gisela Cunha Viana Leonelli Resumo Este artigo pretende compor o quadro de regulação sobre a produção de loteamentos e condomínios

Leia mais

CAPÍTULO 12 USO ESCOLAR DO SENSORIAMENTO REMOTO COMO RECURSO DIDÁTICO PEDAGÓGICO NO ESTUDO DO MEIO AMBIENTE

CAPÍTULO 12 USO ESCOLAR DO SENSORIAMENTO REMOTO COMO RECURSO DIDÁTICO PEDAGÓGICO NO ESTUDO DO MEIO AMBIENTE INPE-8984-PUD/62 CAPÍTULO 12 USO ESCOLAR DO SENSORIAMENTO REMOTO COMO RECURSO DIDÁTICO PEDAGÓGICO NO ESTUDO DO MEIO AMBIENTE Vânia Maria Nunes dos Santos INPE São José dos Campos 2002 C A P Í T U L O 12

Leia mais

ANÁLISE GEOESPACIAL DO CÂNCER PARA O ESTADO DE SANTA CATARINA - BRASIL, CONSIDERANDO OS PARÂMETROS SÓCIO-AMBIENTAIS RELACIONADOS.

ANÁLISE GEOESPACIAL DO CÂNCER PARA O ESTADO DE SANTA CATARINA - BRASIL, CONSIDERANDO OS PARÂMETROS SÓCIO-AMBIENTAIS RELACIONADOS. ANÁLISE GEOESPACIAL DO CÂNCER PARA O ESTADO DE SANTA CATARINA - BRASIL, CONSIDERANDO OS PARÂMETROS SÓCIO-AMBIENTAIS RELACIONADOS. * 1 Acad. Cleice Edinara Hübner 2 Prof. Dr. Francisco Henrique de Oliveira

Leia mais

Seu pé direito nas melhores Faculdades FUVEST 23/11/2008

Seu pé direito nas melhores Faculdades FUVEST 23/11/2008 Seu pé direito nas melhores Faculdades FUVEST 23/11/2008 FUVEST 06/01/2009 47 GEOGRAFIA 01. O conflito envolvendo Geórgia e Rússia, aprofundado em 2008, foi marcado por ampla repercussão internacional.

Leia mais

Universidade Federal de Uberlândia

Universidade Federal de Uberlândia Língua Portuguesa Universidade Federal de Uberlândia 1) Gabarito oficial definitivo - Questão 1 Argumentos: Um exemplo muito presente na arquitetura das casas e apartamentos brasileiros são as dependências

Leia mais

Prova 3 Geografia QUESTÕES APLICADAS A TODOS OS CANDIDATOS QUE REALIZARAM A PROVA ESPECÍFICA DE GEOGRAFIA. QUESTÕES OBJETIVAS GABARITO 3

Prova 3 Geografia QUESTÕES APLICADAS A TODOS OS CANDIDATOS QUE REALIZARAM A PROVA ESPECÍFICA DE GEOGRAFIA. QUESTÕES OBJETIVAS GABARITO 3 Prova 3 QUESTÕES OBJETIVAS QUESTÕES APLICADAS A TODOS OS CANDIDATOS QUE REALIZARAM A PROVA ESPECÍFICA DE GEOGRAFIA. UEM Comissão Central do Vestibular Unificado GEOGRAFIA 01 Sobre as rochas que compõem

Leia mais

USO DE GEOPROCESSAMENTO NA DELIMITAÇÃO DE CONFLITOS DE USO E OCUPAÇÃO DO SOLO NA ÁREA DE PRESERVAÇÃO PERMANENTE DO RIO VERÊ, MUNICÍPIO DE VERÊ PR.

USO DE GEOPROCESSAMENTO NA DELIMITAÇÃO DE CONFLITOS DE USO E OCUPAÇÃO DO SOLO NA ÁREA DE PRESERVAÇÃO PERMANENTE DO RIO VERÊ, MUNICÍPIO DE VERÊ PR. USO DE GEOPROCESSAMENTO NA DELIMITAÇÃO DE CONFLITOS DE USO E OCUPAÇÃO DO SOLO NA ÁREA DE PRESERVAÇÃO PERMANENTE DO RIO VERÊ, MUNICÍPIO DE VERÊ PR. Ivan Rodrigo Dal-Berti, Marcio Pigosso, Wanessa Suelen

Leia mais

OBSERVATÓRIO DAS METRÓPOLES: Território, Coesão e Governança Democrática

OBSERVATÓRIO DAS METRÓPOLES: Território, Coesão e Governança Democrática UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO INTITUTO DE PESQUISA E PLANEJAMENTO URBANO E REGIONAL OBSERVATÓRIO DAS METRÓPOLES: Território, Coesão e Governança Democrática Relatório de Pesquisa Dimensão socioespacial

Leia mais

Urbanização Brasileira

Urbanização Brasileira Urbanização Brasileira O Brasil é um país com mais de 190 milhões de habitantes. A cada 100 pessoas que vivem no Brasil, 84 moram nas cidades e 16 no campo. A população urbana brasileira teve seu maior

Leia mais

DANÇANDO COM A ROSA DOS VENTOS

DANÇANDO COM A ROSA DOS VENTOS DANÇANDO COM A ROSA DOS VENTOS Juliana Alves Dias Universidade do Estado do Amazonas Bolsista Pibid de Geografia/CAPES alves-juliana@outlook.com Marcela Vieira Pereira Mafra Universidade do Estado do Amazonas

Leia mais

PARCERIA PÚBLICO-PRIVADA: UM EXCELENTE NEGÓCIO PARA VOCÊ, UMA ÓTIMA AÇÃO PARA SÃO PAULO.

PARCERIA PÚBLICO-PRIVADA: UM EXCELENTE NEGÓCIO PARA VOCÊ, UMA ÓTIMA AÇÃO PARA SÃO PAULO. PARCERIA PÚBLICO-PRIVADA: UM EXCELENTE NEGÓCIO PARA VOCÊ, UMA ÓTIMA AÇÃO PARA SÃO PAULO. São Paulo State Government São Paulo State Government PARCERIA PARA O DESENVOLVIMENTO. Nossa proposta é ampliar

Leia mais

TERMO DE REFERENCIA PARA COMPILAÇÃO E MAPEAMENTO DE IMOVEIS RURAIS

TERMO DE REFERENCIA PARA COMPILAÇÃO E MAPEAMENTO DE IMOVEIS RURAIS SERVIÇOS DE GEORREFERENCIAMENTO DE IMÓVEIS RURAIS PARA FINS DE ELABORAÇÃO DE CADASTRO AMBIENTAL RURAL CAR NO MUNICÍPIO DE RIO CLARO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO 1. Contextualização A The Nature Conservancy

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA - TNC PROJETO DE ASSISTÊNCIA TÉCNICA PARA MONITORAMENTO E CONTROLE AMBIENTAL DE ESTABELECIMENTOS RURAIS NA AMAZÔNIA

TERMO DE REFERÊNCIA - TNC PROJETO DE ASSISTÊNCIA TÉCNICA PARA MONITORAMENTO E CONTROLE AMBIENTAL DE ESTABELECIMENTOS RURAIS NA AMAZÔNIA SERVIÇOS DE AJUSTE CARTOGRÁFICO DE DADOS GEORREFERENCIADOS DE PROPRIEDADES RURAIS E IDENTIFICAÇÃO DE INCONSISTÊNCIAS BASEADO EM IMAGEM DE ALTA RESOLUÇÃO DOS MUNICÍPIOS DE FELIZ NATAL, BRASNORTE E JUINA

Leia mais

Fuvest 2014 Geografia 2ª Fase (Terceiro Dia)

Fuvest 2014 Geografia 2ª Fase (Terceiro Dia) GEOGRAFIA 1 (População) Fuvest 2014 Os gráficos abaixo representam a composição da população brasileira, por sexo e idade, nos anos de 1990 e 2013, bem como sua projeção para 2050. Observe que, para cada

Leia mais

EXPANSÃO DO CULTIVO DO EUCALIPTO EM ÁREAS DE MATA ATLÂNTICA NA MICRORREGIÃO DE PORTO SEGURO, BAHIA, BRASIL

EXPANSÃO DO CULTIVO DO EUCALIPTO EM ÁREAS DE MATA ATLÂNTICA NA MICRORREGIÃO DE PORTO SEGURO, BAHIA, BRASIL EXPANSÃO DO CULTIVO DO EUCALIPTO EM ÁREAS DE MATA ATLÂNTICA NA MICRORREGIÃO DE PORTO SEGURO, BAHIA, BRASIL Gabriela Nunes Wicke 1, Antonio Fontes de Faria Filho 2, Quintino Reis de Araujo 3, Gabriel Paternostro

Leia mais

Inauguração: 29/04/2015

Inauguração: 29/04/2015 Inauguração: 29/04/2015 Chegou um novo conceito de shopping center. Municípios com vocação para o crescimento sempre apresentam grandes oportunidades. Município de Minas Gerais, Uberaba está na região

Leia mais

A Mineração Industrial em Goiás

A Mineração Industrial em Goiás A Mineração Industrial em Goiás Luciano Ferreira da Silva 1 Resumo: A extração mineral constitui atividade de relevante importância para a economia do estado de Goiás, ocupando posição de destaque no cenário

Leia mais

PANORAMA DOS IMPACTOS DOS MEGAEVENTOS ESPORTIVOS EM CUIABÁ. Adriana Queiroz do Nascimento

PANORAMA DOS IMPACTOS DOS MEGAEVENTOS ESPORTIVOS EM CUIABÁ. Adriana Queiroz do Nascimento PANORAMA DOS IMPACTOS DOS MEGAEVENTOS ESPORTIVOS EM CUIABÁ Adriana Queiroz do Nascimento POR QUE DEPOIS DO JOGO VEM... A Prorrogação: 30 anos sem grandes investimentos em infraestrutura urbana Área Conurbada

Leia mais

ANÁLISE DO PROCESSO DE INSTALAÇÃO E EXPANSÃO DOS LOTEAMENTOS FECHADOS HORIZONTAIS DE ALTO PADRÃO NA CIDADE DE PAULÍNIA (SP)

ANÁLISE DO PROCESSO DE INSTALAÇÃO E EXPANSÃO DOS LOTEAMENTOS FECHADOS HORIZONTAIS DE ALTO PADRÃO NA CIDADE DE PAULÍNIA (SP) DEPARTAMENTO DE GEOGRAFIA INSTITUTO DE GEOCIÊNCIAS UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS FERNANDA OTERO DE FARIAS ANÁLISE DO PROCESSO DE INSTALAÇÃO E EXPANSÃO DOS LOTEAMENTOS FECHADOS HORIZONTAIS DE ALTO PADRÃO

Leia mais

Diagnóstico da Área de Preservação Permanente (APP) do Açude Grande no Município de Cajazeiras PB.

Diagnóstico da Área de Preservação Permanente (APP) do Açude Grande no Município de Cajazeiras PB. Diagnóstico da Área de Preservação Permanente (APP) do Açude Grande no Município de Cajazeiras PB. Itallo Harlan Reinaldo Alves Gomes (1) ; Jessily Medeiros Quaresma (2) ; Francisco José (3) ; Laedy Cecília

Leia mais

OS DILEMAS DA DICOTOMIA RURAL-URBANO: ALGUMAS REFLEXÕES.

OS DILEMAS DA DICOTOMIA RURAL-URBANO: ALGUMAS REFLEXÕES. OS DILEMAS DA DICOTOMIA RURAL-URBANO: ALGUMAS REFLEXÕES. Fausto Brito Marcy R. Martins Soares Ana Paula G.de Freitas Um dos temas mais discutidos nas Ciências Sociais no Brasil é o verdadeiro significado,

Leia mais

Pedro João de Albuquerque Araújo Universidade Federal de Pernambuco Laboratório de Pesquisas sobre Espaço, Cultura e Política (LECGEO)

Pedro João de Albuquerque Araújo Universidade Federal de Pernambuco Laboratório de Pesquisas sobre Espaço, Cultura e Política (LECGEO) Vidas exclusivas: Territorialização, transformação dos usos e apropriações da Praia do Paiva-PE Pedro João de Albuquerque Araújo Universidade Federal de Pernambuco Laboratório de Pesquisas sobre Espaço,

Leia mais

ANÁLISE COMPARATIVA DAS DERIVAÇÕES ANTROPOGÊNICAS EM ÁREAS DE MANGUEZAIS EM ARACAJU-SE. Geisedrielly Castro dos Santos¹

ANÁLISE COMPARATIVA DAS DERIVAÇÕES ANTROPOGÊNICAS EM ÁREAS DE MANGUEZAIS EM ARACAJU-SE. Geisedrielly Castro dos Santos¹ NÁLISE COMPRTIV DS DERIVÇÕES NTROPOGÊNICS EM ÁRES DE MNGUEZIS EM RCJU-SE. Geisedrielly Castro dos Santos¹ 1 Mestra e Doutoranda em Geografia, UFS, racaju-se, geisecastrosantos@hotmail.com. RESUMO: Os manguezais

Leia mais

PLANEJANDO A CONSERVAÇÃO DO CERRADO. Conciliando Biodiversidade e Agricultura

PLANEJANDO A CONSERVAÇÃO DO CERRADO. Conciliando Biodiversidade e Agricultura PLANEJANDO A CONSERVAÇÃO DO CERRADO Conciliando Biodiversidade e Agricultura DESAFIO Compatibilizar a Conservação e a Agricultura O crescimento da população global e a melhoria dos padrões de vida aumentaram

Leia mais

IMPACTOS DE ATIVIDADES DE MINERAÇÃO NA DINÂMICA FLUVIAL DO RIO ARAQUÁ (SÃO PEDRO SP)

IMPACTOS DE ATIVIDADES DE MINERAÇÃO NA DINÂMICA FLUVIAL DO RIO ARAQUÁ (SÃO PEDRO SP) IMPACTOS DE ATIVIDADES DE MINERAÇÃO NA DINÂMICA FLUVIAL DO Ribeiro, D.F. 1 ; Cunha, C.M.L. 2 ; 1 UNESP Email:dani_ferry@msn.com; 2 UNESP Email:cenira@rc.unesp.br; RESUMO: As atividades mineradoras causam

Leia mais

PAULISTANA PI: Origem e Evolução Urbana.

PAULISTANA PI: Origem e Evolução Urbana. PAULISTANA PI: Origem e Evolução Urbana. CARVALHO, Muryllo Mayllon de Alencar 1 BUSTAMANTE, Antenor Fortes de 2 CRUZ, Luciana Soares da 3 RESUMO O presente artigo tem como objetivo discutir dados preliminares

Leia mais