Mª Rosário Bernardo, Doutoranda na Universidade de Lille 15h45. Gestão de Projetos no Setor Público Desafios e Oportunidades

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Mª Rosário Bernardo, Doutoranda na Universidade de Lille 15h45. Gestão de Projetos no Setor Público Desafios e Oportunidades"

Transcrição

1 Agenda 15h00 15h15 Boas vindas e enquadramento espap A Governação de Projetos no Setor Público Melhor Estado, Maior valor entregue à sociedade Nuno Ponces de Carvalho, Perito Internacional na área de Gestão de Projetos Mª Rosário Bernardo, Doutoranda na Universidade de Lille 15h45 Gestão de Projetos no Setor Público Desafios e Oportunidades Participação aberta aos prospetivos clientes, Universidades Apresentação da Plataforma de Gestão Estratégica e de Projetos 16h45 Discussão final 17h00 Encerramento 2015 espap Entidade de Serviços Partilhados da Administração Pública, I.P. Direitos reservados. 1

2 2015 espap Entidade de Serviços Partilhados da Administração Pública, I.P. Direitos reservados. 2

3 - Cerimónia de Apresentação Pública do Serviço Excelência na Gestão de Projetos 09 de abril de :00 Forte S. Julião da Barra 2015 espap Entidade de Serviços Partilhados da Administração Pública, I.P. Direitos reservados. 3

4 - o que é? O SP PMO é um centro de excelência em Gestão de Portefólio e de Projetos (PPM), composto por profissionais certificados e com experiência relevante em gestão no ecossistema público, e alicerçado tecnologicamente numa plataforma transversal de suporte à gestão estratégica e de projetos, disponibilizada em regime de SaaS (Software as a Service) espap Entidade de Serviços Partilhados da Administração Pública, I.P. Direitos reservados. 4

5 IDC CIO AWARDS 2015 foi agraciado como um dos Projetos do Ano espap Entidade de Serviços Partilhados da Administração Pública, I.P. Direitos reservados. 5

6 Um serviço de adesão obrigatória! O não é: Uma base de dados central de informação sobre as iniciativas/projetos transversal! Uma ferramenta de recolha de informação para controlo externo à entidade cliente! Um serviço pronto a usar (nesta fase)! 2015 espap Entidade de Serviços Partilhados da Administração Pública, I.P. Direitos reservados. 6

7 De adesão voluntária, contratualizada por períodos de 3 anos, Um serviço de consultoria na área de PMO, com grande valor acrescentado no estabelecimento dos processos de governação de projetos, O é: Um acelerador do estabelecimento e/ou qualificação dos processos de governação e gestão de projeto alinhados com as melhores praticas internacionalmente estabelecidas, Uma ferramenta que permite a automatização da recolha e sistematização de informação de suporte à decisão a partir do terreno, Um serviço do setor público para o setor público, baseado na potenciação dos recursos existentes e por esse motivo com um TCO muito interessante espap Entidade de Serviços Partilhados da Administração Pública, I.P. Direitos reservados. 7

8 O inclui: Licenciamento dos MS Project locais, Licenciamento de todas as peças de software usadas na prestação do serviço, Garantia de cifra de todos os dados quer em repouso quer em transito, Garantia de confidencialidade da informação trabalhada pela equipa do SPPMO, Formação, Coaching e Mentoring dos RH do cliente, Reutilização por parte de todos na comunidade de todas as evoluções da solução espap Entidade de Serviços Partilhados da Administração Pública, I.P. Direitos reservados. 8

9 - Solução TI Gestão de Requisitos Plataforma de Gestão Estratégica do Ministério da Defesa Nacional Plataforma de Gestão de Projetos da espap SPPMO Plataforma de Gestão Estratégica e de Projetos Suporte aos Clientes Engenharia de Software Gestão de Operação 2015 espap Entidade de Serviços Partilhados da Administração Pública, I.P. Direitos reservados. 9

10 Onde estão guardados os meus dados? 2015 espap Entidade de Serviços Partilhados da Administração Pública, I.P. Direitos reservados. 10

11 Onde estão guardados os meus dados? 2015 espap Entidade de Serviços Partilhados da Administração Pública, I.P. Direitos reservados. 11

12 - Onde ficarão guardados os meus dados? Ministério Organismo MF MAI espap Sec. Geral 1 Ministério PCM Organismo CCDRN MDN Sec. Geral Alfeite Monsanto MEC FCCN MAM IFAP 9 1 ME Sec. Geral Administração Organismo MSESS II, I.P. Ad. Local CIMAC Rede de CPDs da RSPTIC 2015 espap Entidade de Serviços Partilhados da Administração Pública, I.P. Direitos reservados. 12

13 - Roadmap Identificação de Pilotos Avaliação e Seleção Dimensionamento e Roll-Out Prestação de Serviço Administração Central, Regional e Local; Institutos e Empresas Públicas. Projetos Diferenciadores; Projetos Estratégicos; Projetos de Grande Dimensão. Parametrização Aplicacional; Qualificação de Processos; Formação 1º sem º sem 2015 Final espap Entidade de Serviços Partilhados da Administração Pública, I.P. Direitos reservados. 13

14 - Modelo de Governance espap Ministério da Defesa Inspeções / Reguladores Clientes Convites Individuais Associações do setor Mercado Setor Público Universidades 2015 espap Entidade de Serviços Partilhados da Administração Pública, I.P. Direitos reservados. 14

15 Participação aberta Como é que a v/ entidade está a abordar o tema da governação de projetos? Quais os principais problemas? Qual a visão da v/ entidade quanto ao médio prazo? Como é que o poderá ajudar? 2015 espap Entidade de Serviços Partilhados da Administração Pública, I.P. Direitos reservados. 15

16 Agenda 15h00 15h15 Boas vindas e enquadramento espap A Governação de Projetos no Setor Público Melhor Estado, Maior valor entregue à sociedade Nuno Ponces de Carvalho, Perito Internacional na área de Gestão de Projetos Mª Rosário Bernardo, Doutoranda na Universidade de Lille 15h45 Gestão de Projetos no Setor Público Desafios e Oportunidades Participação aberta aos prospetivos clientes, Universidades Apresentação da Plataforma de Gestão Estratégica e de Projetos 16h45 Discussão final 17h00 Encerramento 2015 espap Entidade de Serviços Partilhados da Administração Pública, I.P. Direitos reservados. 16

17 - Como fazemos? 2015 espap Entidade de Serviços Partilhados da Administração Pública, I.P. Direitos reservados. 17

18 Agenda 15h00 15h15 Boas vindas e enquadramento espap A Governação de Projetos no Setor Público Melhor Estado, Maior valor entregue à sociedade Nuno Ponces de Carvalho, Perito Internacional na área de Gestão de Projetos Mª Rosário Bernardo, Doutoranda na Universidade de Lille 15h45 Gestão de Projetos no Setor Público Desafios e Oportunidades Participação aberta aos prospetivos clientes, Universidades Apresentação da Plataforma de Gestão Estratégica e de Projetos 16h45 Discussão final 17h00 Encerramento 2015 espap Entidade de Serviços Partilhados da Administração Pública, I.P. Direitos reservados. 18

19 - Mais informações -> contatos -> formulário de contato espap Entidade de Serviços Partilhados da Administração Pública, I.P. Direitos reservados. 19

20 Juntos, partilhamos eficiência

Fazer Mais com Menos! Será Apenas um Mito? Pedro Engrácia, PMP espap Entidade de Serviços Partilhados da Administração Pública

Fazer Mais com Menos! Será Apenas um Mito? Pedro Engrácia, PMP espap Entidade de Serviços Partilhados da Administração Pública Fazer Mais com Menos! Será Apenas um Mito? Pedro Engrácia, PMP espap Entidade de Serviços Partilhados da Administração Pública Fazer mais com menos! É possivel? Disclaimer: Esta intervenção não é sobre

Leia mais

A ambição da Gov Cloud. 2015 espap Entidade de Serviços Partilhados da Administração Pública, I.P. Direitos reservados. 1

A ambição da Gov Cloud. 2015 espap Entidade de Serviços Partilhados da Administração Pública, I.P. Direitos reservados. 1 A ambição da Gov Cloud 2015 espap Entidade de Serviços Partilhados da Administração Pública, I.P. Direitos reservados. 1 Agenda Racionalização das TIC na AP: Contexto e enquadramento rsptic: áreas prioritárias

Leia mais

Maria Rosário Bernardo, Doutoranda na Universidade de Lille Gestão de Projetos no Setor Público Desafios e Oportunidades

Maria Rosário Bernardo, Doutoranda na Universidade de Lille Gestão de Projetos no Setor Público Desafios e Oportunidades Agenda 15h00 15h15 15h45 Boas vindas e enquadramento espap A Governação de Projetos no Setor Público Melhor Estado, Maior valor entregue à sociedade Nuno Ponces de Carvalho, Perito Internacional na área

Leia mais

2015 espap Entidade de Serviços Partilhados da Administração Pública, I.P. Direitos reservados. 1

2015 espap Entidade de Serviços Partilhados da Administração Pública, I.P. Direitos reservados. 1 2015 espap Entidade de Serviços Partilhados da Administração Pública, I.P. Direitos reservados. 1 2015 espap Entidade de Serviços Partilhados da Administração Pública, I.P. Direitos reservados. 2 Agenda

Leia mais

PATROCINADOREPRINCIPAISS

PATROCINADOREPRINCIPAISS PATROCINADOREPRINCIPAISS Da Inovação Aberta à Inteligência Competitiva Maio 2016 20154 espap Entidade de Serviços Partilhados da Administração Pública, I.P. Direitos reservados. 1 Da Inovação Aberta à

Leia mais

As TIC na Administração Pública Que Futuro?

As TIC na Administração Pública Que Futuro? As TIC na Administração Pública Que Futuro? André Vasconcelos Agência para a Modernização Administrativa, I.P. www.ama.pt Os organismos públicos têm tido a liberdade necessária para adquirir e gerir autonomamente

Leia mais

2015 espap Entidade de Serviços Partilhados da Administração Pública, I.P. Direitos reservados. 1

2015 espap Entidade de Serviços Partilhados da Administração Pública, I.P. Direitos reservados. 1 2015 espap Entidade de Serviços Partilhados da Administração Pública, I.P. Direitos reservados. 1 Agenda 15h00 15h10 15h25 Boas vindas e enquadramento da sessão Jaime Quesado, Presidente da espap Intervenção

Leia mais

XLM Innovation & Technology

XLM Innovation & Technology 01. APRESENTAÇÃO DA EMPRESA 2 01. Apresentação da empresa A XLM, sedeada em Aveiro, iniciou a sua atividade em 1995. Nesta data, a sua área de atuação cingia-se à venda, instalação e assistência técnica

Leia mais

Um projeto em rede na Administração Pública. 2015 espap Entidade de Serviços Partilhados da Administração Pública, I.P. Direitos reservados.

Um projeto em rede na Administração Pública. 2015 espap Entidade de Serviços Partilhados da Administração Pública, I.P. Direitos reservados. Um projeto em rede na Administração Pública 2015 espap Entidade de Serviços Partilhados da Administração Pública, I.P. Direitos reservados. 1 Missão Assegurar a obtenção de ganhos de eficácia e eficiência,

Leia mais

A implementação de Sistemas de Gestão ISO27001 e ISO20000 Principais Etapas

A implementação de Sistemas de Gestão ISO27001 e ISO20000 Principais Etapas A implementação de Sistemas de Gestão ISO27001 e ISO20000 Principais Etapas Paulo Faroleiro ISO 20000 CC/LA, ISO 27001 CC/LA, CISA, CISM Certified Processes Auditor (BSI) Certified Project Manager C-Level

Leia mais

PMONow! Serviço de Implantação de um Escritório de Projetos

PMONow! Serviço de Implantação de um Escritório de Projetos PMONow! Serviço de Implantação de um Escritório de Projetos PMONow! Serviço de Implantação de um Escritório de Projetos As organizações em torno do mundo estão implantando processos e disciplinas formais

Leia mais

18 de novembro de 2015 Auditório Escola Profissional Gustave Eiffel

18 de novembro de 2015 Auditório Escola Profissional Gustave Eiffel 18 de novembro de 2015 Auditório Escola Profissional Gustave Eiffel Patrocínio Apoio Patrocinadores Globais APDSI Apresentação Geocompetitivo 2015 Novembro 2015 Apresentação Evolução do da NOS do estão

Leia mais

Plano de ação setorial de racionalização das TIC no Ministério das Finanças (versão 2.0)

Plano de ação setorial de racionalização das TIC no Ministério das Finanças (versão 2.0) Plano de ação setorial de racionalização das TIC no (versão 2.0) Horizonte 2012-2016 Grupo de Projeto para as Tecnologias de Informação e Comunicação 1 Título: Plano de ação setorial de racionalização

Leia mais

qual é o segredo para obter PPM de forma fácil e econômica em quatro semanas?

qual é o segredo para obter PPM de forma fácil e econômica em quatro semanas? RESUMO DA SOLUÇÃO Pacote CA Clarity PPM on Demand Essentials for 50 Users qual é o segredo para obter PPM de forma fácil e econômica em quatro semanas? agility made possible Agora a CA Technologies oferece

Leia mais

PRIMAVERA BUSINESS SOFTWARE SOLUTIONS, SA

PRIMAVERA BUSINESS SOFTWARE SOLUTIONS, SA PRIMAVERA BUSINESS SOFTWARE SOLUTIONS, SA Introdução Nesta edição do Catálogo de Serviços apresentamos os vários tipos de serviços que compõe a actual oferta da Primavera na área dos serviços de consultoria.

Leia mais

IDC FutureScape - Sumário Executivo

IDC FutureScape - Sumário Executivo IDC FutureScape - Sumário Executivo Cloud no Centro ª Plataforma TI Capacidade de Inovação Pipelines de Dados Intimidade com clientes @ escala Tudo Fonte: IDC, 0 Transformação Digital Em Finais de 0, Dois

Leia mais

Os Serviços Partilhados do SUCH

Os Serviços Partilhados do SUCH Os Serviços Partilhados do SUCH ONI e-powered: 1ª Conferência sobre Soluções Integradas para o Sector Público 8 de Abril de 2008 Serviço de Utilização Comum dos Hospitais 7 áreas de negócio Todas operando

Leia mais

Visita Técnica Equipa de Florianópolis

Visita Técnica Equipa de Florianópolis Visita Técnica Equipa de Florianópolis AGENDA I Reforma Cuidados Saude Primarios II Sistema de Informação III BI das USFs Dispositivo de gestão do conhecimento José Luis Biscaia Médico de Familia USF S

Leia mais

Definição e Implementação de Metodologia, Modelo e Ferramentas para Avaliação de Projectos e Despesas TIC

Definição e Implementação de Metodologia, Modelo e Ferramentas para Avaliação de Projectos e Despesas TIC Definição e Implementação de Metodologia, Modelo e Ferramentas para Avaliação de Projectos e Despesas TIC Overview do Processo de Avaliação de Projectos e Despesas TIC www.ama.pt Índice 1. Enquadramento

Leia mais

Definição e Implementação de Metodologia, Modelo e Ferramentas para Avaliação de Projetos e Despesas TIC

Definição e Implementação de Metodologia, Modelo e Ferramentas para Avaliação de Projetos e Despesas TIC Definição e Implementação de Metodologia, Modelo e Ferramentas para Avaliação de Projetos e Despesas TIC Overview do Processo de Avaliação de Projetos e Despesas TIC www.ama.pt Índice 1. Enquadramento

Leia mais

FORMAÇÃO PROJECT MANAGEMENT CERTIFICATION

FORMAÇÃO PROJECT MANAGEMENT CERTIFICATION FORMAÇÃO PROJECT MANAGEMENT CERTIFICATION Formação Project Management Certification: Esta formação tem como objectivo a preparação para a certificação. A certificação é crucial, uma vez que reconhece os

Leia mais

Soluções CA Technologies suportam a governança de TI na Marisa

Soluções CA Technologies suportam a governança de TI na Marisa CUSTOMER SUCCESS STORY Soluções CA Technologies suportam a governança de TI na Marisa PERFIL DO CLIENTE Indústria: Varejo Companhia: Marisa Lojas S/A Empregados: aproximadamente 15 mil Receita líquida

Leia mais

Relatório de Execução do Projeto MENTOR. Whatever Consulting Group Whatever it takes to grow a culture of innovation

Relatório de Execução do Projeto MENTOR. Whatever Consulting Group Whatever it takes to grow a culture of innovation Relatório de Execução do Projeto MENTOR Whatever Consulting Group Whatever it takes to grow a culture of innovation Junho de 2014 Índice Índice... 2 1. Enquadramento... 3 2. Objetivos... 4 3. Âmbito do

Leia mais

Medida 21 - A adoção do OSS@AP

Medida 21 - A adoção do OSS@AP Medida 21 - A adoção do OSS@AP Ana Branco ana.branco@ama.pt Medida 21 - A adoção do OSS@AP Ana Branco ana.branco@ama.pt 2ª Sessão e-mail e Groupware ( 6 de Setembro de 2013) 9:30 Operacionalização da M21

Leia mais

Governança e Gestão. Professores: Fernando Monteiro Lauro Barillari Ricardo Seperuelo. Ricardo Seperuelo Escola de Gestão

Governança e Gestão. Professores: Fernando Monteiro Lauro Barillari Ricardo Seperuelo. Ricardo Seperuelo Escola de Gestão Governança e Gestão Professores: Fernando Monteiro Lauro Barillari Ricardo Seperuelo Ricardo Seperuelo Escola de Gestão 1 Agenda 1. Contextualização; 2. Visão Jurídica; 3. Visão Empresarial; 4. Encerramento.

Leia mais

Project Management Intelligence Gestão de Projetos / myteam PMP PMO

Project Management Intelligence Gestão de Projetos / myteam PMP PMO Project Management Intelligence Gestão de Projetos / myteam PMP PMO INTRODUÇÃO A Gestão de Projectos / myteam PMP-PMO afigura-se como uma abordagem integrada para a gestão de projectos, recorrendo a um

Leia mais

Simplificação nas PMEs

Simplificação nas PMEs Simplificação nas PMEs Aproveitamento das Novas Tecnologias DGITA Portal Declarações Electrónicas Dezembro 2007 Simplificação nas PMEs - Aproveitamento das Novas Tecnologias 1 Agenda O que é a DGITA? Estratégia

Leia mais

Em aprovação pela tutela Versão 3.0 revista em julho 2015

Em aprovação pela tutela Versão 3.0 revista em julho 2015 Plano de atividades 2015 Índice 01 introdução... 4 nota introdutória 4 02 enquadramento... 7 2.1 enquadramento e atribuições 7 2.2 missão, visão e valores 12 2.3 estrutura organizativa 13 2.4 principais

Leia mais

Case SICREDI CA Clarity PPM. CA PPM Summit Brasil 2012

Case SICREDI CA Clarity PPM. CA PPM Summit Brasil 2012 Case SICREDI CA Clarity PPM CA PPM Summit Brasil 2012 Agenda Conhecendo o Sicredi Seleção e Implantação de uma Solução de PPM O CA-Clarity PPM no Sicredi Roadmap 2012 Agenda Conhecendo o Sicredi Seleção

Leia mais

Roadshow SERVIÇOS PARTILHADOS E COMPRAS PÚBLICAS INOVAR COM VALOR. 30 de janeiro CCDR-Centro, Coimbra

Roadshow SERVIÇOS PARTILHADOS E COMPRAS PÚBLICAS INOVAR COM VALOR. 30 de janeiro CCDR-Centro, Coimbra Roadshow SERVIÇOS PARTILHADOS E COMPRAS PÚBLICAS INOVAR COM VALOR 30 de janeiro CCDR-Centro, Coimbra Agenda 14h30 Receção de Participantes 15h00 Sessão de Abertura 15h15 Serviços Partilhados de Finanças

Leia mais

OGFI 2015 Group Project BAI07 Primeiro Relatório

OGFI 2015 Group Project BAI07 Primeiro Relatório Primeiro Relatório 62473 Pedro Vasconcelos 63563 Francisco Ferreira 73440 Filipe Correia 74211 Carolina Ferreirinha 82665 Nkusu Quivuna Sumário Este documento é o primeiro relatório de um projeto de análise

Leia mais

A TCI BPO. Focada na customização e desenvolvimento de soluções específicas para apoiar e dar suporte à Indústrias, a TCI BPO faz uso do contingente:

A TCI BPO. Focada na customização e desenvolvimento de soluções específicas para apoiar e dar suporte à Indústrias, a TCI BPO faz uso do contingente: Serviços A TCI BPO Com atuação em todo o Brasil, a TCI oferece excelência na prestação dos serviços em BPO - Business Process Outsourcing, levando aos seus clientes as melhores competências e práticas

Leia mais

PRÉMIO DE BOAS PRÁTICAS EM SAÚDE

PRÉMIO DE BOAS PRÁTICAS EM SAÚDE PRÉMIO DE BOAS PRÁTICAS EM SAÚDE REGULAMENTO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS Edição de 2015 1 Introdução A edição do ano de 2015 do Prémio de Boas Práticas em Saúde (PBPS), pretende, como sempre, acompanhar

Leia mais

Encontro Open Source. Associação de Empresas de Software Open Source Portuguesas. 30 de Maio de 2016

Encontro Open Source. Associação de Empresas de Software Open Source Portuguesas. 30 de Maio de 2016 A ESOP Apresentação A ESOP A ESOP é uma associação empresarial que representa as empresas portuguesas que se dedicam ao desenvolvimento de software e à prestação de serviços baseados em tecnologias open

Leia mais

Fusão EP/REFER Estratégia de Sistemas de Informação

Fusão EP/REFER Estratégia de Sistemas de Informação Fusão EP/REFER Estratégia de Sistemas de Informação 12ª Conferência Anual itsmf Portugal Lisboa 17 de Setembro de 2015 Mário Nogueira Diretor de Sistemas de Informação 1. As empresas 2. Fusão: Momentos

Leia mais

SAMA2020 OPERAÇÕES TEMÁTICAS SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO E SISTEMAS DE GESTÃO DE INFORMAÇÃO

SAMA2020 OPERAÇÕES TEMÁTICAS SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO E SISTEMAS DE GESTÃO DE INFORMAÇÃO AGÊNCIA PARA A MODERNIZAÇÃO ADMINISTRATIVA SAMA2020 OPERAÇÕES TEMÁTICAS SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO E SISTEMAS DE GESTÃO DE INFORMAÇÃO 1 DE JULHO DE 2015 OPERAÇÕES TEMÁTICAS COLABORATION SIMPLIFICATION INNOVATION

Leia mais

Gestão documental. http://www.logicworks.pt info@logicworks.pt Tel.: 214 261 698

Gestão documental. http://www.logicworks.pt info@logicworks.pt Tel.: 214 261 698 Gestão documental http://www.logicworks.pt info@logicworks.pt Tel.: 214 261 698 A EMPRESA A Filedoc Software dedica-se ao desenvolvimento e comercialização de soluções na área de gestão documental e de

Leia mais

OPERAÇÕES INDIVIDUAIS E OPERAÇÕES TRANSVERSAIS

OPERAÇÕES INDIVIDUAIS E OPERAÇÕES TRANSVERSAIS AVISO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS N.º 01/ SAMA/ 2012 SISTEMA DE APOIOS À MODERNIZAÇÃO ADMINISTRATIVA (SAMA) OPERAÇÕES INDIVIDUAIS E OPERAÇÕES TRANSVERSAIS Nos termos do Regulamento do SAMA, a apresentação

Leia mais

Núcleo de Excelência em Testes de Sistemas. Eng. Alison Rabelo arabelo@next.org.br

Núcleo de Excelência em Testes de Sistemas. Eng. Alison Rabelo arabelo@next.org.br Núcleo de Excelência em Testes de Sistemas Eng. Alison Rabelo arabelo@next.org.br Objetivo do Núcleo O - Núcleo de Excelência em Testes de Sistemas - tem como objetivo a melhoria contínua da qualidade

Leia mais

A TCI BPO. Nossos diferenciais competitivos:

A TCI BPO. Nossos diferenciais competitivos: Varejo e-commerce A TCI BPO Com atuação em todo o Brasil, a TCI oferece excelência na prestação dos serviços em BPO - Business Process Outsourcing, levando aos seus clientes as melhores competências e

Leia mais

Novo Modelo para o Ecossistema Polos e Clusters. Resposta à nova ambição económica

Novo Modelo para o Ecossistema Polos e Clusters. Resposta à nova ambição económica Novo Modelo para o Ecossistema Polos e Clusters Novo Modelo para o Ecossistema Polos e Clusters Resposta à nova ambição económica Resposta à nova ambição económica 02-07-2012 Novo Modelo para o Ecossistema

Leia mais

Gestão Documental. Informação para a Governação

Gestão Documental. Informação para a Governação Gestão Documental Desafios para a Administração Pública Informação para a Governação Informação para a governação 2015-07-10 1 AGENDA O CEGER Missão e atribuições Ring Serviços aplicacionais Gestão Documental

Leia mais

REDE REGIONAL DE APOIO AO EMPREENDEDORISMO NO ALTO MINHO. Nuno Vieira e Brito IPVC Carlos Brandão IPVC Carla Gomes CIM Alto MInho

REDE REGIONAL DE APOIO AO EMPREENDEDORISMO NO ALTO MINHO. Nuno Vieira e Brito IPVC Carlos Brandão IPVC Carla Gomes CIM Alto MInho REDE REGIONAL DE APOIO AO EMPREENDEDORISMO NO ALTO MINHO Nuno Vieira e Brito IPVC Carlos Brandão IPVC Carla Gomes CIM Alto MInho Enquadramento Regional e Dimensão do Alto-Minho: Escala Local e de Proximidade

Leia mais

PROGRAMA NACIONAL DE ACREDITAÇÃO EM SAÚDE

PROGRAMA NACIONAL DE ACREDITAÇÃO EM SAÚDE PROGRAMA NACIONAL DE ACREDITAÇÃO EM SAÚDE 2009 3 ÍNDICE I INTRODUÇÃO 4 II MODELO NACIONAL DE ACREDITAÇÃO EM SAÚDE 5 III ÂMBITO DE APLICAÇÃO 8 IV OBJECTIVO GERAL 8 V OBJECTIVOS ESPECÍFICOS 8 VI ESTRATÉGIAS

Leia mais

Bancos Corretoras Seguradoras

Bancos Corretoras Seguradoras Bancos Corretoras Seguradoras A TCI BPO Com atuação em todo o Brasil, a TCI oferece excelência na prestação dos serviços em BPO - Business Process Outsourcing, levando aos seus clientes as melhores competências

Leia mais

O QUE É? Um programa que visa melhorar a Gestão dos CFCs Gaúchos, tendo como base os Critérios de Excelência da FNQ (Fundação Nacional da Qualidade).

O QUE É? Um programa que visa melhorar a Gestão dos CFCs Gaúchos, tendo como base os Critérios de Excelência da FNQ (Fundação Nacional da Qualidade). O QUE É? Um programa que visa melhorar a Gestão dos CFCs Gaúchos, tendo como base os Critérios de Excelência da FNQ (Fundação Nacional da Qualidade). Coordenação Sindicato dos Centros de Formação de Condutores

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO DIRETORIA DE TECNOLOGIA

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO DIRETORIA DE TECNOLOGIA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO DIRETORIA DE TECNOLOGIA TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA CONSULTOR POR PRODUTO OEI/TOR/FNDE/CGINF Nº 41/2012 1.

Leia mais

Cloud Computing Visão PT Cisco Roadshow 2010. Bruno Berrones Funchal, 27 de Maio de 2010

Cloud Computing Visão PT Cisco Roadshow 2010. Bruno Berrones Funchal, 27 de Maio de 2010 Cloud Computing Visão PT Cisco Roadshow 2010 Bruno Berrones Funchal, 27 de Maio de 2010 Agenda Desafios para as Empresas Extrair valor do Cloud Computing O papel da PT 1 Inovação é a resposta para garantir

Leia mais

BM&FBOVESPA aperfeiçoa práticas de gerenciamento de projetos com CA Clarity PPM

BM&FBOVESPA aperfeiçoa práticas de gerenciamento de projetos com CA Clarity PPM CUSTOMER SUCCESS STORY BM&FBOVESPA aperfeiçoa práticas de gerenciamento de projetos com CA Clarity PPM PERFIL DEL CLIENTE Indústria: Serviços financeiros Companhia: BM&FBOVESPA Empregados: 1.400+ Faturamento

Leia mais

Bashen Agro Consultoria e sistemas de gestão AgroPecuária

Bashen Agro Consultoria e sistemas de gestão AgroPecuária Abril de 2008 Bashen Agro Consultoria e sistemas de gestão AgroPecuária 1 Bashen Agro Um projecto Consultoria e sistemas de gestão AgroPecuária Parceria FZ AGROGESTÃO Consultoria em Meio Rural, Lda Av.

Leia mais

Apresentação do PAEIS Programa Administração Eletrónica e Interoperabilidade Semântica

Apresentação do PAEIS Programa Administração Eletrónica e Interoperabilidade Semântica Apresentação do PAEIS Programa Administração Eletrónica e Interoperabilidade Semântica Pedro Penteado Auditório da Torre do Tombo Alameda da Universidade Lisboa, 24 julho 2013 Sumário 1. Serviços públicos

Leia mais

Roadshow SERVIÇOS PARTILHADOS E COMPRAS PÚBLICAS INOVAR COM VALOR. 06 de fevereiro CCDR-Norte, Porto

Roadshow SERVIÇOS PARTILHADOS E COMPRAS PÚBLICAS INOVAR COM VALOR. 06 de fevereiro CCDR-Norte, Porto Roadshow SERVIÇOS PARTILHADOS E COMPRAS PÚBLICAS INOVAR COM VALOR 06 de fevereiro CCDR-Norte, Porto Agenda 14h30 Receção de Participantes 15h00 Sessão de Abertura 15h15 Serviços Partilhados de Finanças

Leia mais

Software as a Service As múltiplas dimensões do SaaS

Software as a Service As múltiplas dimensões do SaaS Software as a Service As múltiplas dimensões do SaaS Microsoft Solutions Day: Software as a Service 18 de Junho 2008 Gabriel Coimbra Research & Consulting Director IDC Portugal Copyright 2008 IDC. Reproduction

Leia mais

FMC: Alinhando Tradição com Inovação através da Integração de Pessoas e Processos com Soluções de TI

FMC: Alinhando Tradição com Inovação através da Integração de Pessoas e Processos com Soluções de TI FMC: Alinhando Tradição com Inovação através da Integração de Pessoas e Processos com Soluções de TI Com o crescimento acelerado, uma das mais tradicionais empresas do Brasil em produtos agrícolas precisava

Leia mais

ANEXO B APÊNDICE 1 ADENDA O INFRAESTRUTURAS, USOS E ATIVIDADES - PORTOS, TRANSPORTES E LOGÍSTICA

ANEXO B APÊNDICE 1 ADENDA O INFRAESTRUTURAS, USOS E ATIVIDADES - PORTOS, TRANSPORTES E LOGÍSTICA ANEXO B APÊNDICE 1 ADENDA O INFRAESTRUTURAS, USOS E ATIVIDADES - PORTOS, TRANSPORTES E LOGÍSTICA INFRAESTRUTURAS, USOS E ATIVIDADES Estratégia Nacional para o Mar 2013-2020 B-1-O-1 Estratégia Nacional

Leia mais

INSTITUTO NACIONAL DE SAÚDE DOUTOR RICARDO JORGE, IP PLANO DE GESTÃO DE RISCOS DE CORRUPÇÃO E INFRACÇÕES CONEXAS

INSTITUTO NACIONAL DE SAÚDE DOUTOR RICARDO JORGE, IP PLANO DE GESTÃO DE RISCOS DE CORRUPÇÃO E INFRACÇÕES CONEXAS Recursos Financeiros Aprovisionamento, Património e Armazém Aquisição de bens, serviços e obras - Procedimentos pré-contratuais.risco de falha no planeamento e na avaliação das necessidades e respectivas

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO DIRETORIA DE ADMINISTRAÇÃO E TECNOLOGIA

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO DIRETORIA DE ADMINISTRAÇÃO E TECNOLOGIA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO DIRETORIA DE ADMINISTRAÇÃO E TECNOLOGIA TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA - CONSULTOR POR PRODUTO OEI/TOR/FNDE/CGETI

Leia mais

Certificação das Entidades de Acção Social. Soluções e Desafios. rita.porto@apcer.pt Lisboa, 11 de Dezembro. Orador: www.apcer.pt.

Certificação das Entidades de Acção Social. Soluções e Desafios. rita.porto@apcer.pt Lisboa, 11 de Dezembro. Orador: www.apcer.pt. Certificação das Entidades de Acção Social Soluções e Desafios rita.porto@apcer.pt Lisboa, 11 de Dezembro www.apcer.pt AGENDA 0. Apresentação da actividade da APCER 1. Actuais exigências e necessidades

Leia mais

BM&FBOVESPA Aperfeiçoa Práticas de Gerenciamento de Projetos com CA Project & Portfolio Management

BM&FBOVESPA Aperfeiçoa Práticas de Gerenciamento de Projetos com CA Project & Portfolio Management CUSTOMER SUCCESS STORY Outubro 2013 BM&FBOVESPA Aperfeiçoa Práticas de Gerenciamento de Projetos com CA Project & Portfolio Management CUSTOMER LOGO HERE EMPRESA A BM&FBOVESPA é a principal instituição

Leia mais

Automatização dos processos do CSC através da implantação de. São Paulo, Setembro de 2013. Novos mercados. Grandes shoppings.

Automatização dos processos do CSC através da implantação de. São Paulo, Setembro de 2013. Novos mercados. Grandes shoppings. Automatização dos processos do CSC através da implantação de ferramenta BPMS São Paulo, Setembro de 2013 Novos mercados. Grandes shoppings. Agenda Contexto Escopo do Projeto Modelagem e Automação dos Processos

Leia mais

Future Nearshore Necessidades Atuais e Capacitação de Serviços e Talentos

Future Nearshore Necessidades Atuais e Capacitação de Serviços e Talentos CENTRO DE COMPUTAÇÃO GRÁFICA Investigação & Desenvolvimento Tecnológico Future Nearshore Necessidades Atuais e Capacitação de Serviços e Talentos Ana Alice Batista, Ana Lima, Isabel C. Viana, Nuno Soares,

Leia mais

Núcleo de Métricas: Alcançando a Excelência na Governança de TI

Núcleo de Métricas: Alcançando a Excelência na Governança de TI Núcleo de Métricas: Alcançando a Excelência na Governança de TI Gustavo Siqueira Simões - PMP e CFPS http://www.linkedin.com/in/gustavosimoes gustavo.simoes@fattocs.com.br skype: gustavosimoes +55(11)

Leia mais

Estudo de Caso. Projeto Correspondência Eletrônica nos Correios S.A.

Estudo de Caso. Projeto Correspondência Eletrônica nos Correios S.A. Estudo de Caso Projeto Correspondência Eletrônica nos Correios S.A. A Presidência dos Correios vislumbrou a possibilidade da Empresa apresentar aos seus clientes um novo serviço, que foi denominado de

Leia mais

PRÉMIO BOAS PRÁTICAS EM SAÚDE

PRÉMIO BOAS PRÁTICAS EM SAÚDE PRÉMIO BOAS PRÁTICAS EM SAÚDE REGULAMENTO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS Edição de 2013 1 Introdução: PBPS 2013 A edição do ano de 2013 do Prémio de Boas Práticas em Saúde- Qualidade e Inovação (PBPS)

Leia mais

Compras Públicas Centralizadas Como aceder aos mercados públicos

Compras Públicas Centralizadas Como aceder aos mercados públicos Compras Públicas Centralizadas Como aceder aos mercados públicos ISCAL, 14 de novembro de 2013 2012 espap Entidade de Serviços Partilhados da Administração Pública, I.P. Direitos reservados. Compras Públicas

Leia mais

Empresa Digital: Da quimera à sobrevivência. Nuno Queirós nuno.queiros@primaverasoft.pt

Empresa Digital: Da quimera à sobrevivência. Nuno Queirós nuno.queiros@primaverasoft.pt Empresa Digital: Da quimera à sobrevivência Nuno Queirós nuno.queiros@primaverasoft.pt Enquadramento tecnológico Democratização da tecnologia Presença a da PRIMAVERA Software MFrames 1950...70 O DOS O

Leia mais

Implementação de PMO - Caso HP

Implementação de PMO - Caso HP Implementação de PMO - Caso HP Implementação de Metodologia - Caso HP 1. Introdução 2. Project Management Office Origens e Estratégias 3. Curva de Maturidade de Gerenciamento de Projetos na HP Consulting

Leia mais

Regulamento da Rede de Mentores

Regulamento da Rede de Mentores Regulamento da Rede de Mentores 1. Enquadramento A Rede de Mentores é uma iniciativa do Conselho Empresarial do Centro (CEC) e da Associação Industrial do Minho (AIMinho) e está integrada no Projeto Mentor

Leia mais

A Agenda da Fatura Eletrónica na Administração Pública - Enquadramento

A Agenda da Fatura Eletrónica na Administração Pública - Enquadramento - Enquadramento 2 - Desafios futuros Diretiva Europeia 2014/55/EU Programa Transformacional de Gestão Financeira Autofaturação na Administração Pública eprocurement na Administração Pública 3 - Desafios

Leia mais

IDC Portugal: Av. António Serpa, 36 9º Andar, 1050-027 Lisboa, Portugal Tel. 21 796 5487 www.idc.com

IDC Portugal: Av. António Serpa, 36 9º Andar, 1050-027 Lisboa, Portugal Tel. 21 796 5487 www.idc.com CADERNO IDC Nº 53 IDC Portugal: Av. António Serpa, 36 9º Andar, 1050-027 Lisboa, Portugal Tel. 21 796 5487 www.idc.com ROI - Retorno do Investimento OPINIÃO IDC Os anos 90 permitiram a inclusão das tecnologias

Leia mais

Modelo de Alianças & Parcerias. Esri Portugal 2012

Modelo de Alianças & Parcerias. Esri Portugal 2012 Modelo de Alianças & Parcerias Esri Portugal 2012 EPN programa global de parceiros para empresas que desenvolvem e fornecem soluções e serviços SIG baseados em software Esri Um modelo baseado em experiências,

Leia mais

Plano Tecnológico Uma ideia mobilizadora, uma agenda de prioridades e um compromisso político

Plano Tecnológico Uma ideia mobilizadora, uma agenda de prioridades e um compromisso político Plano Tecnológico Uma ideia mobilizadora, uma agenda de e um compromisso político Apresentação ao Conselho Consultivo do Plano Tecnológico 19 de Julho de 26 Um mundo em profunda mudança O Mundo enfrenta

Leia mais

M6 - Avaliação de Projetos e Despesas TIC. Dicionário de termos e conceitos

M6 - Avaliação de Projetos e Despesas TIC. Dicionário de termos e conceitos M6 - Avaliação de Projetos e Despesas TIC Dicionário de termos e conceitos Folha de Controlo Nome do Documento: Regulamento para submissão de pedidos de parecer prévio Evolução do Documento Versão Autor

Leia mais

Strategic IT Manager +351 21 793 29 89. Gestão de Custos, Orçamentos e KPIs em IT. Como planificar, controlar e rentabilizar os investimentos

Strategic IT Manager +351 21 793 29 89. Gestão de Custos, Orçamentos e KPIs em IT. Como planificar, controlar e rentabilizar os investimentos www.iirangola.com MASTERCLASS IT Gestão de Custos, Orçamentos e KPIs em IT Strategic IT Manager Como planificar, controlar e rentabilizar os investimentos Variáveis no desenho do orçamento: objectivos,

Leia mais

A Portugal Ventures está á procura de projetos com as seguintes características:

A Portugal Ventures está á procura de projetos com as seguintes características: 1. O que é o Candidatura ao FIAEA? Este programa de apoio ao empreendedorismo, é uma iniciativa liderada pela SDEA e pela Portugal Ventures, que visa fortalecer o ecossistema de empreendedorismo nas áreas

Leia mais

IT Governance. Alinhar as Tecnologias de Informação (TI s) com o negócio! www.pwc.pt/academy

IT Governance. Alinhar as Tecnologias de Informação (TI s) com o negócio! www.pwc.pt/academy www.pwc.pt/academy IT Governance Alinhar as Tecnologias de Informação (TI s) com o negócio! PwC s Academy Formação de profissionais para profissionais IT Governance Alinhar as TI s com o negócio Os projetos

Leia mais

PROGRAMA OPERACIONAL FATORES DE COMPETITIVIDADE E PROGRAMAS OPERACIONAIS REGIONAIS DO CONTINENTE SISTEMA DE APOIOS À MODERNIZAÇÃO ADMINISTRATIVA

PROGRAMA OPERACIONAL FATORES DE COMPETITIVIDADE E PROGRAMAS OPERACIONAIS REGIONAIS DO CONTINENTE SISTEMA DE APOIOS À MODERNIZAÇÃO ADMINISTRATIVA PROGRAMA OPERACIONAL FATORES DE COMPETITIVIDADE E PROGRAMAS OPERACIONAIS REGIONAIS DO CONTINENTE Deliberações CMC POFC: 16/10/2007, 14/08/2009, 10/09/2010, 7/12/2010, 4/04/2011, 11/04/2012 e 10/08/2012

Leia mais

Plano de Atividades e Orçamento. Exercício de 2014

Plano de Atividades e Orçamento. Exercício de 2014 Plano de Atividades e Orçamento Exercício de 2014 Plano de Atividades e Orçamento para o exercício de 2014 Preâmbulo O Plano de Atividades do ano de 2014 foi elaborado de acordo com as expetativas dos

Leia mais

Seleção de ferramentas para ambientes de desenvolvimento de software

Seleção de ferramentas para ambientes de desenvolvimento de software Seleção de ferramentas para ambientes de desenvolvimento de software Leonardo D. Dias leonardo@evosystems.com.br Felipe Restrepo felipe.rn8@gmail.com Palestrantes Leonardo D. Dias - Engenheiro e mestre

Leia mais

REGULAMENTO DO SISTEMA PARA A VALORIZAÇÃO DE PRODUTOS E SERVIÇOS TURÍSTICOS DA ROTA DO ROMÂNICO

REGULAMENTO DO SISTEMA PARA A VALORIZAÇÃO DE PRODUTOS E SERVIÇOS TURÍSTICOS DA ROTA DO ROMÂNICO REGULAMENTO DO SISTEMA PARA A VALORIZAÇÃO DE PRODUTOS E SERVIÇOS TURÍSTICOS DA ROTA DO ROMÂNICO Objetivo Artigo 1.º 1. Este regulamento tem como objetivo estabelecer condições e normas para a obtenção

Leia mais

Inovação em sistemas de informação aplicada ao apoio do cliente de retalho

Inovação em sistemas de informação aplicada ao apoio do cliente de retalho Universidade do Porto Faculdade de Engenharia Mestrado Integrado em Engenharia Electrotécnica e de Computadores Inovação em sistemas de informação aplicada ao apoio do cliente de retalho Relatório de Acompanhamento

Leia mais

Agenda Digital Local Sessão IV Aspectos técnicos

Agenda Digital Local Sessão IV Aspectos técnicos Agenda Digital Local Sessão IV Aspectos técnicos Segurança de dados Penafiel Ricardo Oliveira, rmo@eurotux.com AGENDA - FORMAÇÃO Apresentação ADL Barcelos: Múltiplas plataformas Questões-Chave para a Segurança

Leia mais

3. Perfil: Consultor Sênior em Desenvolvimento de Sistemas Informatizados

3. Perfil: Consultor Sênior em Desenvolvimento de Sistemas Informatizados TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA 1. Projeto: OEI/BRA/09/004 - Aprimoramento da sistemática de gestão do Ministério da Educação (MEC) em seus processos de formulação, implantação e

Leia mais

Identificação da empresa. Missão

Identificação da empresa. Missão Identificação da empresa SPMS - Serviços Partilhados do Ministério da Saúde, EPE, pessoa coletiva de direito público de natureza empresarial, titular do número único de matrícula e de pessoa coletiva 509

Leia mais

Agenda Digital Local. Galicia. La participación de los diferentes stakeholders en el desarollo de la ADL. Ricardo Oliveira, rmo@eurotux.

Agenda Digital Local. Galicia. La participación de los diferentes stakeholders en el desarollo de la ADL. Ricardo Oliveira, rmo@eurotux. Agenda Digital Local La participación de los diferentes stakeholders en el desarollo de la ADL Galicia Ricardo Oliveira, rmo@eurotux.com AGENDA - FORMAÇÃO Eurotux ADL Barcelos (breve análise) Stakeholders

Leia mais

aumento da população mundial aumento da produtividade, sustentabilidade dos recursos e segurança alimentar Necessidades:

aumento da população mundial aumento da produtividade, sustentabilidade dos recursos e segurança alimentar Necessidades: Enquadramento Desafios: aumento da população mundial aumento da produtividade, sustentabilidade dos recursos e segurança alimentar Necessidades: eficiência dos sistemas agrícolas e florestais gestão sustentável

Leia mais

Gerenciamento de Projetos

Gerenciamento de Projetos Gerenciamento de Projetos Pós Graduação Lato Sensu Especialização São Paulo Berrini Os projetos têm presença obrigatória e alta importância no contexto da gestão da moderna empresa. Caminho de condução

Leia mais

O seu correio em formato digital

O seu correio em formato digital Caixa Postal Electrónica Enquadrado nas iniciativas do Plano Tecnológico do Governo, foi decidida a criação de uma Caixa Postal Electrónica para facilitar a comunicação electrónica entre o Estado, Cidadãos

Leia mais

MASTER EXECUTIVO GESTÃO ESTRATÉGICA

MASTER EXECUTIVO GESTÃO ESTRATÉGICA MASTER EXECUTIVO GESTÃO ESTRATÉGICA MASTER EXECUTIVO GESTÃO ESTRATÉGICA OBJETIVOS: promover competências pessoais específicas; disponibilizar ferramentas práticas de gestão de competências pessoais e profissionais;

Leia mais

CONSOLIDAÇÃO DA M6 AVALIAÇÃO DE PROJETOS E DESPESAS TIC

CONSOLIDAÇÃO DA M6 AVALIAÇÃO DE PROJETOS E DESPESAS TIC CONSOLIDAÇÃO DA M6 AVALIAÇÃO DE PROJETOS E DESPESAS TIC Manual de apoio à utilização do Formulário de Avaliação de Projetos e Despesas TIC www.ama.pt Índice 1. Visão global sobre a utilização do Formulário

Leia mais

PLANO NACIONAL DE COMPRAS PÚBLICAS

PLANO NACIONAL DE COMPRAS PÚBLICAS PLANO NACIONAL DE COMPRAS PÚBLICAS 2013 Índice 1 Introdução... 3 2 Enquadramento... 3 3 O Sistema Nacional de Compras Públicas (SNCP) em 2013... 5 3.1 Acordos quadro... 5 3.2 Entidades voluntárias aderentes...

Leia mais

Tecnologia da Informação. Sistema Integrado de Gestão ERP ERP

Tecnologia da Informação. Sistema Integrado de Gestão ERP ERP Tecnologia da Informação. Sistema Integrado de Gestão ERP Prof: Edson Thizon ethizon@gmail.com O que é TI? TI no mundo dos negócios Sistemas de Informações Gerenciais Informações Operacionais Informações

Leia mais

Sistema Integrado de Gestão ERP. Prof: Edson Thizon ethizon@gmail.com

Sistema Integrado de Gestão ERP. Prof: Edson Thizon ethizon@gmail.com Sistema Integrado de Gestão ERP Prof: Edson Thizon ethizon@gmail.com Tecnologia da Informação. O que é TI? TI no mundo dos negócios Sistemas de Informações Gerenciais Informações Operacionais Informações

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA (TR) GAUD 4.6.8 01 VAGA

TERMO DE REFERÊNCIA (TR) GAUD 4.6.8 01 VAGA INSTITUTO INTERAMERICANO DE COOPERAÇÃO PARA A AGRICULTURA TERMO DE REFERÊNCIA (TR) GAUD 4.6.8 01 VAGA 1 IDENTIFICAÇÃO DA CONSULTORIA Contratação de consultoria pessoa física para serviços de preparação

Leia mais

Modelo V e a Qualidade de Software Wall Street institute

Modelo V e a Qualidade de Software Wall Street institute :: Líder pela Qualidade Modelo V e a Qualidade de Software Wall Street institute Centro de Treinamento Oficial v. 1.0.0 Centro de Treinamento Exclusivamente Dedicado a Teste de Software e Garantia da Qualidade

Leia mais

Rumo à Integração de Segurança. IDC FutureScape IT Security Products and Services 2015 Predictions

Rumo à Integração de Segurança. IDC FutureScape IT Security Products and Services 2015 Predictions Rumo à Integração de IDC FutureScape IT Security Products and Services 0 Predictions ª Plataforma Processo de Decisão Evolução da ª Plataforma focalizada no risco do acesso a servidores centralizados e

Leia mais

QUAL O ESCOPO ADEQUADO DE UM PROJETO DE MELHORIA DA MATURIDADE DO GERENCIAMENTO DE PROJETOS?

QUAL O ESCOPO ADEQUADO DE UM PROJETO DE MELHORIA DA MATURIDADE DO GERENCIAMENTO DE PROJETOS? QUAL O ESCOPO ADEQUADO DE UM PROJETO DE MELHORIA DA MATURIDADE DO GERENCIAMENTO DE PROJETOS? APRESENTAÇÃO: CARLOS MAGNO DA SILVA XAVIER magno@beware.com.br www.beware.com.br O QUE ESSES EVENTOS TÊM EM

Leia mais