A Gestão da Qualidade de Software e a Gestão da Qualidade Total A experiência da NEC do Brasil S.A.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "A Gestão da Qualidade de Software e a Gestão da Qualidade Total A experiência da NEC do Brasil S.A."

Transcrição

1 XI ITS - junho de uritiba - A Gestão da ualidade de Software e a Gestão da ualidade Total A experiência da NE do Brasil S.A. Renato Luiz ella Volpe - NE do Brasil S.A. Mauro de Mesquita Spinola - USP - Vanzolini Marcelo Schneck de Paulo Pessoa - USP - Vanzolini A NE do Brasil S.A. - Perfil BRASIL Fundação: 26 de novembro de 1968 Presidente Renato Ishikawa Matriz Rod.Presidente utra, km 214 Guarulhos São Paulo Empregados (Junho 2000) Área construída: m2 Terreno: m2 Maringa (PR) uritiba (PR) Brasília (F) Salvador (BA) Belo Horizonte (MG) ampinas Rio de Janeiro (RJ) Guarulhos São Paulo - TR Florianópolis (S) XI ITS - junho de uritiba -

2 Objetivos Apresentar a experiência da NE do Brasil na implementação de uma estrutura de Gestão da ualidade de Software - SM valendo-se da experiência, cultura e práticas bem sucedidas e já institucionalizadas de uma estrutura de Gestão da ualidade Total - TM onceitos Teóricos Experiência Prática XI ITS - junho de uritiba - Evolução da ualidade NE Foco no Produto Foco no Processo IPE MM - apability Maturity Model Foco do liente e no Mercado Gerenciamento da Satisfação do liente SGA - Sistema de Gestão Ambiental PI - Prêmio iretor Industrial TL-9000 Gestão de Medidas Orientação para o produto Atividades de pequenos grupos Plano de Sugestão ontrole Estatístico de Processo ISO ertificação Treinamento - Recursos Humanos Plano Melhoria da ualidade (PMP) omitê da ualidade Projeto PN Lean Production System PN - Prêmio Nacional da ualidade Benchmarking SIA-Sistema Integrado de Ação orretiva ao liente Walking around Prêmio Presidente Six-Sigma Black-Belt ompanhia de Excelência do Século 21 XI ITS - junho de uritiba -

3 Evolução da ualidade de Software IPE 1996 Parceria USP Formação grupo SET Estudo e análise de modelos Inicio adequação MM Aprendizagem 1997 Pré-Appraisals (fotografia global) urso SE (requisito p/ avaliadores internos) Appraisal oficial Rádio - Nível 2 (Nov.) Foco - Nível omutação - Nível 2 (Abr.) Transmissão - Nível 2 (Nov.) Manual da ualidade de Software Foco Nível 3 Padronização 1999 / 2000 onstituição de Base sólida do Processo Educação / Motivação ompromisso Alta Administração Foco - Nível 3 XI ITS - junho de uritiba - - omponentes e Atributos iretrizes Gestão c/ Foco liente e Mercado Estrutura de Gestão Liderança Pessoas Inovação & Melhoria Sistemas omunicação Educação p/ qualidade apacitação / Motivação Prêmio Presidente Benchmarking Six Sigma - Black Belt SIA / Sistema Lean ualidade de Software - MM XI ITS - junho de uritiba - Gestão da ualidade - ISO 900 Gestão Ambiental - ISO Gestão de Medidas

4 - Estrutura Integrada Liderança Pessoas Inovação & Melhoria Sistemas iretrizes Gestão c/ Foco liente e Mercado Estrutura de de Gestão omunicação Educação p/ qualidade apacitação // Motivação Prêmio Presidente Benchmarking Six Sigma - Black Belt SIA / Sistema Lean ualidade de Software - - MM XI ITS - junho de uritiba - Gestão da ualidade - - ISO Gestão Ambiental - ISO Gestão de Medidas omo associar? - MM TM Políticas ISO Benchmarking Self-Assessment Sat. lientes RH - Pessoas Gestão de Medidas SEI - MM ou SM SM - Software uality Management XI ITS - junho de uritiba -

5 Gestão da ualidade de Software MS - Manual da ualidade de Software Processo de Software Padrão - OSSP Processo de Melhoria - SPI Liderança Pessoas Inovação/Melhoria MM Procedimentos e Métodos Sistemas Pessoas com conhecimento, treinamento e motivação Ferramentas/ Equipamentos XI ITS - junho de uritiba - Integração e SM Responsabilidade da Administração Sistema da ualidade omitê iretivo - Análise rítica / Gestão (Ve) Política da ualidade corporativa (o) Estrutura de procedimentos/processos ultura focada na qualidade (o) ontrole de projeto Gerenciamento de Requisitos (RM) ontrole de documentos e dados ontrole de processos Ação corretiva e preventiva ontrole de registros da qualidade Procedimentos institucionalizados, incluindo elaboração, controle, acesso e divulgação Identificação, definição e documentação do processo de software estabelecida e institucionalizada Sistemática de ação corretiva aplicável aos processos de desenvolvimento de software. Procedimentos de identificação, coleta, indexação, acesso, arquivamento e disposição aplicáveis Treinamento Sistemática de capacitação de RH institucionalizada orrelação KPA de TP XI ITS - junho de uritiba -

6 IEAL x PA IEAL A P XI ITS - junho de uritiba - P r o c e d i m e n t o s / M é t o d o s NE Brasil - SPI liente Solicitações/reclamações Appraisal - BA Auditorias ISO Medições - Métricas de produto e processo Benchmarking omitês iretivo - ualidade Self-Assessment Mudanças no OSSP iclo e vida Novos métodos Resultados de SA Alterações no modelo Aprendizados A Informação e ados SET SEPG esenvolver novas atividades Atender às diretrizes Padronização Manter estrutura operacional SET SEPG omitê iretivo SET omitê da ualidade + SEPG Atividades de Âmbito orporativo Atividades de Âmbito da AS Macro Plano de Ações orporativo Planos de Ações das AS Âmbito corporativo Âmbito da AS P S E P G S E T XI ITS - junho de uritiba -

7 SPI - Integração - Liderança/Gestão omitê iretivo Macro SET omitê da ualidade + SEPG Âmbito corporativo Âmbito da AS S E P G S E T omitê iretivo Macro SET Âmbito corporativo omitê da ualidade + SEPG Âmbito da AS XI ITS - junho de uritiba - Gestão - Integração com práticas MA NB omitê iretivo da ualidade e Meio Ambiente SET omitê da ualidade AS 1 omitê da ualidade AS 2 omitê da ualidade AS 3 omitê da ualidade AS n SEPG 1 SEPG 2 SEPG 3 SEPG n XI ITS - junho de uritiba -

8 ificuldades / Soluções Entendimento do modelo SW-MM Parceria Vanzolini, estudo de material existente e atividades como self-assessment e pre-appraisal. Método de avaliação appraisal A adaptação (tailoring) do modelo Plano de treinamento corporativo Estrutura de gestão de métricas Treinamento no processo SE e execução de um pre-appraisal. Área de coordenação para centralização de atividades. Análise e restruturação de procedimentos corporativos. Necessidade de estruturação, estudo e adaptação da TL XI ITS - junho de uritiba - Alguns resultados ualitativos apacitação de pessoas Integração entre áreas da organização MS SM TM SET SEPG XI ITS - junho de uritiba -

9 Alguns resultados 600 Appraisal Nível 2 + apacitação TOTAL E ISPÊNIOS ANUAIS Appraisal Nível 2 + MS MS 510 Tailoring + Appraisal N3 650 KUS$ Alocação em 2% Alocação em 3% TOTAL XI ITS - junho de uritiba - Alguns resultados Horas Totais ~ 40 dias/ pessoa 36 pessoas XI ITS - junho de uritiba -

10 Alguns resultados Resultados de SA ,7% ,1% 10 5 Antes do Nível 2 Após Nível 2 Itens verificados Itens não conformes % 18,0% 16,0% 14,0% 12,0% 10,0% 8,0% 6,0% 4,0% 2,0% 0,0% XI ITS - junho de uritiba - Alguns resultados uração do Projeto Meses % % Antes do Nível 2 Após Nível 2 Previsto Efetivo Variação 100% 80% 60% 40% 20% 0% XI ITS - junho de uritiba -

11 onclusão Experiência focada no SW-MM conceitos de integração e aplicação de práticas bem sucedidas e institucionalizadas podem ser aplicáveis a demais modelos como ISO/IE 15504/SPIE; ISO ; TRILLIUN. XI ITS - junho de uritiba - Obrigado XI ITS - junho de uritiba - Renato Luiz ella Volpe (0 11) Mauro de Mesquita Spinola (0 11) Marcelo Schneck de Paula Pessoa (0 11)

A Gestão da Qualidade de Software e a Gestão da Qualidade Total A experiência da NEC do Brasil S.A.

A Gestão da Qualidade de Software e a Gestão da Qualidade Total A experiência da NEC do Brasil S.A. A Gestão da Qualidade de Software e a Gestão da Qualidade Total A experiência da NEC do Brasil S.A. Renato Luiz Della Volpe 1 Mauro de Mesquita Spinola 2 Marcelo Schneck de Paula Pessôa 2 1 NEC do Brasil

Leia mais

Implantação e Implementação do SW-CMM - Capability Maturity Model Uma Visão Prática. setembro/2002. Renato Luiz Della Volpe

Implantação e Implementação do SW-CMM - Capability Maturity Model Uma Visão Prática. setembro/2002. Renato Luiz Della Volpe Implantação e Implementação do SW-CMM - Capability Maturity Model Uma Visão Prática setembro/2002 Renato Luiz Della Volpe Renato Luiz Della Volpe Formado em 1983 em Engenharia Mecânica pela FEI Pós graduação

Leia mais

INSTITUTO DE DESENVOLVIMENTO GERENCIAL. Gestão para Resultados

INSTITUTO DE DESENVOLVIMENTO GERENCIAL. Gestão para Resultados Gestão para Resultados Gerenciar é atingir metas Nada acontece em uma Organização, a não ser por uma ação gerencial Prof. Vicente Falconi ampos OBJETIVO FINAL DAS AÇÕES EM TODAS AS ÁREAS DA EMPRESA ATINGIR

Leia mais

FMEA, PDCA, TQM, PPAP

FMEA, PDCA, TQM, PPAP Ementários Fundamentos do Pensamento Lean e Toyota Production System TPS 20 horas Introdução ao Pensamento Lean six Sigma e ao TPS Histórico Evolutivo do TPS Pilares do TPS Princípios Lean Fundamentos

Leia mais

SIMPROS 2002 Plano de Melhoria de Processos de Software da ATECH

SIMPROS 2002 Plano de Melhoria de Processos de Software da ATECH Plano de Melhoria de Processos de Software da ATECH Recife, Brasil - 10-13/09/2002 - www.sp.senac.br/simpros2002 página 1 Fundação Aplicações de Tecnologias Críticas Atech É uma Instituição que concebe,

Leia mais

Transformação Organizacional: como transformar as operações (parte 2)

Transformação Organizacional: como transformar as operações (parte 2) RIO DE JANEIRO SÃO PAULO BRASÍLIA BELO HORIZONTE Transformação Organizacional: como transformar as operações (parte 2) Transformando as Operações Novos modelos de negócio Novos produtos, serviços e experiências

Leia mais

Gestão por Processos 2013- IQPC

Gestão por Processos 2013- IQPC Gestão por Processos 2013- IQPC PEX WEEK BRAZIL 2013 Integração das Metodologias no Sistema de Gestão vinculadas à Cultura e à estratégia de Negócios da empresa Alberto Pezeiro Seta Desenvolvimento Gerencial

Leia mais

Lean Six Sigma e sua interação com a área de TI

Lean Six Sigma e sua interação com a área de TI Lean Six Sigma e sua interação com a área de TI Alberto Pezeiro Seta Desenvolvimento Gerencial pezeiro@setadg.com.br F.+55.11.8110-0026 www.setadg.com.br Primeiro vamos entender : 1-) Quando um processo

Leia mais

Envolvendo a área Operacional da Companhia. Alberto Pezeiro Seta Desenvolvimento Gerencial pezeiro@setadg.com.br F.+55.11.8110-0026 www.setadg.com.

Envolvendo a área Operacional da Companhia. Alberto Pezeiro Seta Desenvolvimento Gerencial pezeiro@setadg.com.br F.+55.11.8110-0026 www.setadg.com. Envolvendo a área Operacional da Companhia Alberto Pezeiro Seta Desenvolvimento Gerencial pezeiro@setadg.com.br F.+55.11.8110-0026 www.setadg.com.br Escolha Adequada da Estratégia de Melhoria de Processos

Leia mais

Marcel Menezes Fortes II CONGRESSO BRASILEIRO DE ACREDITAÇÃO E CERTIFICAÇÃO EM SERGIPE

Marcel Menezes Fortes II CONGRESSO BRASILEIRO DE ACREDITAÇÃO E CERTIFICAÇÃO EM SERGIPE Marcel Menezes Fortes II CONGRESSO BRASILEIRO DE ACREDITAÇÃO E CERTIFICAÇÃO EM SERGIPE 1 Agradecimentos e reflexões iniciais 2 Normas e Sistema de Gestão Integrado 3 Modelo de Excelência na Gestão 4 Interfaces

Leia mais

O PREFEITO DO MUNICIPIO DE CONTAGEM, no uso de atribuições legais;

O PREFEITO DO MUNICIPIO DE CONTAGEM, no uso de atribuições legais; DECRETO nº 308, de 09 de abril de 2014. Altera o Decreto nº 1209, de 24 de agosto de 2009, que relaciona os serviços não compulsórios prestados pelo Poder Executivo Municipal, fixa os respectivos preços,

Leia mais

GPP TREINAMENTO E CONSULTORIA. Apresentação Básica de Portfólio

GPP TREINAMENTO E CONSULTORIA. Apresentação Básica de Portfólio GPP TREINAMENTO E CONSULTORIA Apresentação Básica de Portfólio Renato B. Rodrigues Estatístico pela UNICAMP, MBA em Administração pela FEA USP e especialização em Estratégia (Insead França) e Liderança

Leia mais

IMPLEMENTANDO O LEAN SIX SIGMA

IMPLEMENTANDO O LEAN SIX SIGMA IMPLEMENTANDO O LEAN SIX SIGMA LEAN MANUFACTURING SIX SIGMA Portifólio Marcelo Rivas Fernandes, instrutor para os cursos: Champions, Black, Green e Yellow Belts em Lean Six Sigma Portifólio Palestras e

Leia mais

Aspectos Comportamentais no desenvolvimento organizacional

Aspectos Comportamentais no desenvolvimento organizacional Aspectos Comportamentais no desenvolvimento organizacional O que os Gestores e as Empresas tem se perguntado e talvez não encontrem boas respostas? Gestão centralizadora, delargadora ou melhor funcionário

Leia mais

Orientações iniciais. FATTO Consultoria e Sistemas - www.fattocs.com

Orientações iniciais. FATTO Consultoria e Sistemas - www.fattocs.com 1 Orientações iniciais Dê preferência ao uso de uma conexão de banda larga O evento não fará uso do vídeo (webcam), somente slides e áudio Se necessário, ajuste o idioma da sala na barra de ferramentas

Leia mais

12 de maio de 2015 - Belo Horizonte (MG) PROJETO PREMIADO. Realização. 11 3895-8590 eventos@revistaminerios.com.br www.revistaminerios.com.

12 de maio de 2015 - Belo Horizonte (MG) PROJETO PREMIADO. Realização. 11 3895-8590 eventos@revistaminerios.com.br www.revistaminerios.com. 12 de maio de 2015 - Belo Horizonte (MG) PROJETO PREMIADO Realização 11 3895-8590 eventos@revistaminerios.com.br www.revistaminerios.com.br Redução de horas paradas por problemas na infraestrutura de mina

Leia mais

Lean Six Sigma aplicado a Compras. Data: 24 de Abril de 2014 Carga horária: 8 horas Local: São Paulo/ SP

Lean Six Sigma aplicado a Compras. Data: 24 de Abril de 2014 Carga horária: 8 horas Local: São Paulo/ SP Treinamento Presencial: Lean Six Sigma aplicado a Compras Data: 24 de Abril de 2014 Carga horária: 8 horas Local: São Paulo/ SP Procurement Business School Quem somos: Procurement Business School é a mais

Leia mais

www.asrconsultoria.com.br

www.asrconsultoria.com.br www.asrconsultoria.com.br Garantia da Qualidade de Processo e Produto Direitos de Uso do Material Material desenvolvido pela ASR Consultoria e Assessoria em Qualidade Ltda. É permitido o uso deste material

Leia mais

Implantação de CMMI e ISO: um estudo de caso Gian Carlo Guzzoni, Luana Fraga Cardoso, Marcelo S. P. Pessoa, Sarah Kohan

Implantação de CMMI e ISO: um estudo de caso Gian Carlo Guzzoni, Luana Fraga Cardoso, Marcelo S. P. Pessoa, Sarah Kohan Implantação de CMMI e ISO: um estudo de caso Gian Carlo Guzzoni, Luana Fraga Cardoso, Marcelo S. P. Pessoa, Sarah Kohan Este trabalho relata uma implantação do CMMI alinhada com a ISO 9001 numa Fábrica

Leia mais

Treinamento de. Green Belt em Lean Seis Sigma

Treinamento de. Green Belt em Lean Seis Sigma Treinamento de Green Belt em Lean Seis Sigma Sumário 03. Nossa Empresa 05. Seis Sigma 06. Treinamento de Green Belt em Lean Seis Sigma 07. Conteúdo Programático 12. Certificados 13. Principais Instrutores

Leia mais

CMM - Capability Maturity Model

CMM - Capability Maturity Model Tema da Aula Normas e Padrões de Qualidade em II CMM Prof. Cristiano R R Portella portella@widesoft.com.br CMM - Capability Maturity Model Desenvolvido pelo SEI (Instituto de Engenharia de ) Carnegie Mellon

Leia mais

Por que Lean & Six Sigma?

Por que Lean & Six Sigma? CONTEÚDO DA PALESTRA O O que é LEAN? O O que é Six Sigma? Por que? LEAN LEAN ORIGEM DO LEAN A metodologia Lean já existe há algum tempo: A Ford foi pioneira no início do século XX 33 horas para concluir

Leia mais

Aspectos Comportamentais no desenvolvimento organizacional

Aspectos Comportamentais no desenvolvimento organizacional Aspectos Comportamentais no desenvolvimento organizacional O que os Gestores e as Empresas tem se perguntado e talvez não encontrem boas respostas? Gestão centralizadora, delargadora ou melhor funcionário

Leia mais

Gestão da qualidade. Conceito e histórico da qualidade. Prof. Dr. Gabriel Leonardo Tacchi Nascimento

Gestão da qualidade. Conceito e histórico da qualidade. Prof. Dr. Gabriel Leonardo Tacchi Nascimento Gestão da qualidade Conceito e histórico da qualidade Prof. Dr. Gabriel Leonardo Tacchi Nascimento Como é vista a qualidade Redução de custos Aumento de produtividade Conceito básico de qualidade Satisfação

Leia mais

Tecnologias Atuais de. Desenvolvimento de Software

Tecnologias Atuais de. Desenvolvimento de Software Tecnologias Atuais de Desenvolvimento de Software volução dos Processos de Desenvolvimento de Software Prof. Luiz Antônio lpereira@uninet.com.br Agenda onceitos volução dos Processos de Software Modelos

Leia mais

MINISTÉRIO DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA SEPIN - SECRETARIA DE POLÍTICA DE INFORMÁTICA

MINISTÉRIO DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA SEPIN - SECRETARIA DE POLÍTICA DE INFORMÁTICA MINISTÉRIO DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA SEPIN - SECRETARIA DE POLÍTICA DE INFORMÁTICA RELATÓRIO ESTATISTICO PRELIMINAR DE RESULTADOS DA LEI DE INFORMÁTICA ANO BASE 2008 versão 1.3 PERFIL DE COMPETENCIAS EM

Leia mais

A fórmula da Alterdata. Ladmir Carvalho

A fórmula da Alterdata. Ladmir Carvalho A fórmula da Alterdata Ladmir Carvalho Transformações expressivas ao longo do tempo 1989 A Alterdata é fundada em Petrópolis/RJ com sistemas de DP e Contabilidade 1990 Nasce a Escrita Fiscal 1991 Filial

Leia mais

NOSSA HISTÓRIA. Tem como propósito contribuir na melhoria da competitividade e sustentabilidade das organizações.

NOSSA HISTÓRIA. Tem como propósito contribuir na melhoria da competitividade e sustentabilidade das organizações. INSTITUCIONAL NOSSA HISTÓRIA Desde 1988, ano de sua fundação, a Qualtec desenvolve as melhores soluções para seus clientes na implantação, auditoria e treinamentos de sistema de gestão e estratégia corporativa

Leia mais

RH Gestão Transformadora

RH Gestão Transformadora RH Gestão Transformadora Como construir o relacionamento para garantir resultados : desenvolvendo as competências necessárias para criar parcerias, influenciar e atuar como parceiro de Negócios 1 Aonde

Leia mais

Programa de Excelência em Atendimento aos Clientes

Programa de Excelência em Atendimento aos Clientes Programa de Excelência em Atendimento aos Clientes PROPOSTA TÉCNICA COMERCIAL Versão 2.0 Setembro de 2014 Agosto de 2008 Índice ÍNDICE...2 1. CONTEXTO...3 2. VISÃO, ESCOPO E ATIVIDADES DESTE PROJETO...5

Leia mais

Tutorial SEPG Software Engineering Process Group

Tutorial SEPG Software Engineering Process Group SIMPROS 2003 Tutorial SEPG Software Engineering Process Group Recife, 3-5 de Novembro de 2003 Renato Luiz Della Volpe www.asrconsultoria.com.br 1 Agenda Introdução Definições e Conceitos Estrutura do CMM

Leia mais

ISO 9001 Relatórios. A importância do risco em gestao da qualidade. Abordando a mudança. ISO Revisions. ISO Revisions

ISO 9001 Relatórios. A importância do risco em gestao da qualidade. Abordando a mudança. ISO Revisions. ISO Revisions ISO 9001 Relatórios A importância do risco em gestao da qualidade Abordando a mudança BSI Group BSI/UK/532/SC/1114/en/BLD Contexto e resumo da revisão da ISO 9001:2015 Como uma Norma internacional, a ISO

Leia mais

Para tanto, ter um processo estruturado de Auditorias Internas é um componente importante no tema Gestão por Processos.

Para tanto, ter um processo estruturado de Auditorias Internas é um componente importante no tema Gestão por Processos. Se uma das etapas importantes do PDCA é o planejamento (Plan), outra, pode-se dizer que é a execução (Do), devido ao controle que deve ser realizado nos processos para que estes ocorram conforme planejado.

Leia mais

Profº Adilson Spim 09/09/2012

Profº Adilson Spim 09/09/2012 Gestão da Qualidade ISO 9001:2008 Princípios e Requisitos Por que Qualidade e ISO 9000? Conquistar e manter mercados; Reduzir desperdícios. Gestão da Qualidade Atendimento de requisitos e redução de desperdícios

Leia mais

CMM Capability Maturity Model. Silvia Regina Vergilio

CMM Capability Maturity Model. Silvia Regina Vergilio CMM Capability Maturity Model Silvia Regina Vergilio Histórico O DoD patrocinou a fundação do SEI (Software Engineering Institute) na Universidade de Carnegie Mellon (Pittsburg) com o objetivo de propor

Leia mais

Pós-graduação em Gestão da Qualidade e Produtividade com Ênfase em Seis Sigma

Pós-graduação em Gestão da Qualidade e Produtividade com Ênfase em Seis Sigma Pós-graduação em Gestão da Qualidade e Produtividade com Ênfase em Seis Sigma 1 Ascensão Acadêmica Pós-Graduação alavanca sucesso na carreira profissional Pesquisa coordenada pelo Centro de Políticas Sociais

Leia mais

REFERENCIAIS DE IMPLANTAÇÃO DE GESTÃO DO CONHECIMENTO NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA: MODELO IPEA

REFERENCIAIS DE IMPLANTAÇÃO DE GESTÃO DO CONHECIMENTO NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA: MODELO IPEA REFERENCIAIS DE IMPLANTAÇÃO DE GESTÃO DO CONHECIMENTO NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA: MODELO IPEA VALIDAÇÃO DO MODELO CONCEITUAL DE GC DOS CORREIOS POR MEIO DO PROCESSO PILOTO CEP Alceu Roque Rech CORREIOS 17.06.13

Leia mais

Apresentação Institucional

Apresentação Institucional Apresentação Institucional Sumário 1. A Empresa i. Nossas Crenças O Grupo Voitto i Método de Trabalho iv. Nossos Diferenciais v. Nossos Clientes vi. Equipe Societária 2. Mercado de Consultoria no Brasil

Leia mais

CAPACIDADE DE AVALIAÇÃO DE UM SOFTWARE UTILIZANDO O MODELO CMM. Capacity evaluation of a Software Using the Model CMM

CAPACIDADE DE AVALIAÇÃO DE UM SOFTWARE UTILIZANDO O MODELO CMM. Capacity evaluation of a Software Using the Model CMM CAPACIDADE DE AVALIAÇÃO DE UM SOFTWARE UTILIZANDO O MODELO CMM Capacity evaluation of a Software Using the Model CMM Walteno Martins Parreira Júnior, Renner Augusto Alves Lima, Roberto Guimarães Dutra

Leia mais

MPS.Br A A Experiência da Stefanini Washington Souza Marcelo Ramasco Andrea Mattos Elaine Vanessa

MPS.Br A A Experiência da Stefanini Washington Souza Marcelo Ramasco Andrea Mattos Elaine Vanessa MPS.Br A A Experiência da Stefanini Washington Souza Marcelo Ramasco Andrea Mattos Elaine Vanessa Sobre o que vamos falar Uma breve visão sobre a Stefanini A jornada até chegar ao nível A Falar como foi

Leia mais

Professor: Disciplina:

Professor: Disciplina: Professor: Curso: Disciplina: Marcos Morais de Sousa marcosmoraisdesousa@gmail.com marcosmoraisdesousa.blogspot.com Sistemas de informação Engenharia de Software II Gerenciamento de Qualidade CMMI e MPS.BR

Leia mais

www.asrconsultoria.com.br SEPG Software Engineering Process Group

www.asrconsultoria.com.br SEPG Software Engineering Process Group www.asrconsultoria.com.br SEPG Software Engineering Process Group Agenda Introdução Definições e Conceitos Estrutura do CMM Processo de Software Ciclo de Melhoria de Processo Melhoria de Processo de Software

Leia mais

Jornada Infinity de Excelência Operacional - SP

Jornada Infinity de Excelência Operacional - SP Jornada Infinity de Excelência Operacional - SP O Líder da iniciativa de Excelência Operacional: alavancando os resultados operacionais e financeiros da Organização através das iniciativas de Excelência

Leia mais

QUALIDADE DE SOFTWARE AULA N.7

QUALIDADE DE SOFTWARE AULA N.7 QUALIDADE DE SOFTWARE AULA N.7 Curso: SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Disciplina: Qualidade de Software Profa. : Kátia Lopes Silva 1 CMM: DEFINIÇÃO Capability Maturity Model Um modelo que descreve como as práticas

Leia mais

Difusão da Certificação ISO 9001 da Embrapa Meio Ambiente

Difusão da Certificação ISO 9001 da Embrapa Meio Ambiente Videoconferência Difusão da Certificação ISO 9001 da Embrapa Meio Ambiente Data: 22 e 24 de março de 2011 Objetivo Difundir a experiência da Embrapa Meio Ambiente com o processo de obtenção da certificação

Leia mais

Qualidade de Software

Qualidade de Software Rafael D. Ribeiro, M.Sc. rafaeldiasribeiro@gmail.com http://www.rafaeldiasribeiro.com.br A expressão ISO 9000 (International Organization for Standardization) designa um grupo de normas técnicas que estabelecem

Leia mais

SIMPROS 2003. Tutorial SEPG Software Engineering Process Group

SIMPROS 2003. Tutorial SEPG Software Engineering Process Group Tutorial SEPG Software Engineering Process Group www.simpros.com.br Recife, 3-5 de Novembro de 2003 Agenda Introdução Definições e Conceitos Estrutura do CMM Processo de Software Ciclo de Melhoria de Processo

Leia mais

Desdobramento de Metas, Melhoria Contínua e Gestão da Rotina

Desdobramento de Metas, Melhoria Contínua e Gestão da Rotina Desdobramento de Metas, Melhoria Contínua e Gestão da Rotina montando o modelo completo de Sistema de Gestão para alavancar resultados na empresa Alberto Pezeiro Sócio-Fundador & CEO pezeiro@setadg.com.br

Leia mais

Projetos PBQP do CPqD

Projetos PBQP do CPqD ome ou Logo da presa ou o cliente Projetos PBQP do CPqD Certificação CSQE André Villas-Boas Grupo Institucional da Qualidade Agenda Histórico do CPqD Histórico dos trabalhos Apresentação dos projetos Perguntas

Leia mais

Entrevista Lean Six Sigma com David Vicentin (para compor reportagem da Revista Banas Qualidade julho/2010)

Entrevista Lean Six Sigma com David Vicentin (para compor reportagem da Revista Banas Qualidade julho/2010) Entrevista Lean Six Sigma com David Vicentin (para compor reportagem da Revista Banas Qualidade julho/2010) 1) Fale a respeito de sua formação profissional e atuação. Sou engenheiro de produção pela Escola

Leia mais

Papel da Auditoria Interna na Gestão de Riscos para as Sociedades Cooperativas

Papel da Auditoria Interna na Gestão de Riscos para as Sociedades Cooperativas Papel da Auditoria Interna na Gestão de Riscos para as Sociedades Cooperativas Dario Fonseca Junior TITULAÇÃO MBA Controladoria, Auditoria e Tributos pela Fundação Getúlio Vargas MBA Gestão Empresarial

Leia mais

Sobre o CAIS Estatísticas Relatório de Incidentes de Segurança Visão Geral Incidentes envolvendo clientes do PoP-SC

Sobre o CAIS Estatísticas Relatório de Incidentes de Segurança Visão Geral Incidentes envolvendo clientes do PoP-SC Relatório Mensal de Incidentes de Segurança como instrumento de melhoria contínua Rildo Souza Centro de Atendimento a Incidentes de Segurança (CAIS) Agenda Sobre o CAIS Estatísticas Relatório de Incidentes

Leia mais

Engenharia de Software II: Criando a EAP e planejando a Qualidade. Prof. Msc Ricardo Britto DIE-UFPI rbritto@ufpi.edu.br

Engenharia de Software II: Criando a EAP e planejando a Qualidade. Prof. Msc Ricardo Britto DIE-UFPI rbritto@ufpi.edu.br Engenharia de Software II: Criando a EAP e planejando a Qualidade Prof. Msc Ricardo Britto DIE-UFPI rbritto@ufpi.edu.br Sumário Criando EAP. Planejando a qualidade. Criando a Estrutura Analítica do Projeto

Leia mais

ASSET 55. Como a gestão por meio da PAS 55 promove a excelência operacional e aumenta a rentabilidade da empresa?

ASSET 55. Como a gestão por meio da PAS 55 promove a excelência operacional e aumenta a rentabilidade da empresa? Como a gestão por meio da PAS 55 promove a excelência operacional e aumenta a rentabilidade da empresa? Conselho de Administração / Alta Direção Nós estamos extraindo o maior valor possível dos nossos

Leia mais

Gerência de Projetos de Software CMM & PMBOK

Gerência de Projetos de Software CMM & PMBOK Gerência de Projetos de Software CMM & PMBOK http://www.sei.cmu.edu/ Prefácio do CMM Após várias décadas de promessas não cumpridas sobre ganhos de produtividade e qualidade na aplicação de novas metodologias

Leia mais

AS CARACTERÍSTICAS DO CMM E O DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE COM QUALIDADE

AS CARACTERÍSTICAS DO CMM E O DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE COM QUALIDADE REVISTA ELETRÔNICA DE ADMINISTRAÇÃO ISSN 1676-6822 PERIODICIDADE SEMESTRAL EDIÇÃO NÚMERO 8 JUNHO DE 2005 AS CARACTERÍSTICAS DO CMM E O DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE COM QUALIDADE Kleber ALMEIDA Docente da

Leia mais

Gerenciamento da Qualidade

Gerenciamento da Qualidade Gerenciamento da Qualidade Técnicas e Ferramentas de Mercado Objetivo Este curso tem como objetivo consolidar conhecimentos sobre as principais técnicas e ferramentas de Gerenciamento da Qualidade utilizadas

Leia mais

Sistema de Gestão Ambiental

Sistema de Gestão Ambiental Objetivos da Aula Sistema de Gestão Ambiental 1. Sistemas de gestão ambiental em pequenas empresas Universidade Federal do Espírito Santo UFES Centro Tecnológico Curso de Especialização em Gestão Ambiental

Leia mais

Lean Seis Sigma e a Alta Administração

Lean Seis Sigma e a Alta Administração Lean Seis Sigma e a Alta Administração Como envolver a Alta Administração e torna-la parte operativa do Programa de Excelência Operacional Alberto Pezeiro Sócio-Fundador & CEO pezeiro@setadg.com.br TEL.+55.19.3778.9735

Leia mais

Estruturando Processo de Gestão de Projeto. José Renato Santiago

Estruturando Processo de Gestão de Projeto. José Renato Santiago Estruturando Processo de Gestão de Projeto Metodologia de Gestão de Projetos Objetivo: O objetivo deste documento é apresentar ações e iniciativas voltadas para a implantação de metodologia de Gestão de

Leia mais

Cap a í p t í ul u o l o 8 : 8 C on o c n l c u l s u ã s o IC-UNICAMP Capítulo 8: Conclusão

Cap a í p t í ul u o l o 8 : 8 C on o c n l c u l s u ã s o IC-UNICAMP Capítulo 8: Conclusão Capítulo 8: Conclusão Capítulo 1: Introdução Capítulo 2: Conceitos Básicos Capítulo 3: Qualidade de Produto (ISO9126) Capítulo 4: ISO9001 e ISO90003 Capítulo 5: CMMI Capítulo 6: PSP Capítulo 7: SPICE Capítulo

Leia mais

Balanced Scorecard. Planejamento Estratégico através do. Curso e- Learning

Balanced Scorecard. Planejamento Estratégico através do. Curso e- Learning Curso e- Learning Planejamento Estratégico através do Balanced Scorecard Todos os direitos de cópia reservados. Não é permitida a distribuição física ou eletrônica deste material sem a permissão expressa

Leia mais

Caso de Sucesso. Mobilidade com Confiabilidade na CEMIG

Caso de Sucesso. Mobilidade com Confiabilidade na CEMIG Caso de Sucesso Mobilidade com Confiabilidade na CEMIG AGENDA DE HOJE SIGGA Grupo Cemig Estratégia Coorporativa e Governança de TI Projeto Prisma Projeto de Mobilidade Metodologia e Arquitetura Cenários

Leia mais

Otimização. Processos I

Otimização. Processos I Saiba Como o Six Sigma Convive com Outras Metodologias de Gestão e Como Otimização Alinhadas Podem Promover de a Otimização de Processos e Resultados Expressivos Processos I Alberto Pezeiro pezeiro@setadg.com.br

Leia mais

UN 4 0,00 Catraca pedestal com cofre com leitor smart card

UN 4 0,00 Catraca pedestal com cofre com leitor smart card ITEM 1 - Município - Rio de Janeiro - RJ ANEXO II DO TERMO DE REFERÊNCIA QT Valor Unitário R$ Valor Total R$ 1 - Projeto (verba para infraestrutura e ativação local) VB 1 Software de Acesso - Licença Web

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DE QUALIDADE NAS ESTAÇÕES DE TRATAMENTO DE ESGOTOS DA REGIÃO METROPOLITANA DE SÃO PAULO

SISTEMA DE GESTÃO DE QUALIDADE NAS ESTAÇÕES DE TRATAMENTO DE ESGOTOS DA REGIÃO METROPOLITANA DE SÃO PAULO SISTEMA DE GESTÃO DE QUALIDADE NAS ESTAÇÕES DE TRATAMENTO DE ESGOTOS DA REGIÃO METROPOLITANA DE SÃO PAULO Valério da Silva Ramos (*) Administrador de Empresas, pós-graduado em Gestão Econômica e Financeira

Leia mais

Frederico dos Santos Rezende

Frederico dos Santos Rezende Frederico dos Santos Rezende Process Analyst da empresa Algar Tech freddericosr@yahoo.com.br Resumo Profissional com experiência em gestão de processos, projetos e negócios, com foco na melhoria dos resultados.

Leia mais

CURRICULUM VITAE. Atuar na área de Qualidade, Produtividade (Processos) e Meio Ambiente

CURRICULUM VITAE. Atuar na área de Qualidade, Produtividade (Processos) e Meio Ambiente CURRICULUM VITAE Rita de Cassia Sabatini Reche 37 anos - Casada End: Rua das Ameixeiras nº 621 Bloco 13 A Cep:06713-320 - Jd. Petrópolis Cotia - SP Tel:11*4243-1378 / 11* 9768-3765 OBJETIVO: Atuar na área

Leia mais

ÍNDICE RELATÓRIO SIOR 2012. Pág. 02 NOTÍCIAS 2011/2012. Pág. 03 ANÁLISE DAS DEMANDAS. Pág. 04 GRÁFICO DE DEMANDAS POR ESTADO. Pág.

ÍNDICE RELATÓRIO SIOR 2012. Pág. 02 NOTÍCIAS 2011/2012. Pág. 03 ANÁLISE DAS DEMANDAS. Pág. 04 GRÁFICO DE DEMANDAS POR ESTADO. Pág. RELATÓRIO SIOR 2012 ÍNDICE NOTÍCIAS 2011/2012 ANÁLISE DAS DEMANDAS GRÁFICO DE DEMANDAS POR ESTADO TEMPO DE ATENDIMENTO DEMANDAS CONSIDERADAS PROCEDENTES MAPA DAS PRINCIPAIS DEMANDAS CONSIDERADAS PROCEDENTES

Leia mais

Introdução à Qualidade de Software

Introdução à Qualidade de Software FACULDADE DOS GUARARAPES Introdução à Qualidade de Software www.romulocesar.com.br Prof. Rômulo César (romulodandrade@gmail.com) 1/41 Objetivo do Curso Apresentar os conceitos básicos sobre Qualidade de

Leia mais

ASSESSORIA NA IMPLEMENTAÇÃO DE SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE, CONFORME ABNT NBR ISO 9001 E ASSESSORIA EM SISTEMA DE GESTÃO INTEGRADO ISO 9001, ISO

ASSESSORIA NA IMPLEMENTAÇÃO DE SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE, CONFORME ABNT NBR ISO 9001 E ASSESSORIA EM SISTEMA DE GESTÃO INTEGRADO ISO 9001, ISO ASSESSORIA NA IMPLEMENTAÇÃO DE SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE, CONFORME ABNT NBR ISO 9001 E ASSESSORIA EM SISTEMA DE GESTÃO INTEGRADO ISO 9001, ISO 14001 e OHSAS 18001 Hall Consult Produtos/ Serviços:

Leia mais

Como alcançar os objetivos estratégicos de sua organização

Como alcançar os objetivos estratégicos de sua organização Como alcançar os objetivos estratégicos de sua organização 15 DE MAIO DE 2014 Hotel Staybridge - Sao Paulo PATROCÍNIO GOLD PATROCÍNIO BRONZE APOIO REALIZAÇÃO Desafios para a Implementação por Processos

Leia mais

Síntese da Pesquisa Realização BERNARDO LEITE CONSULTORIA www.bernardoleite.com.br

Síntese da Pesquisa Realização BERNARDO LEITE CONSULTORIA www.bernardoleite.com.br Síntese da Pesquisa Realização BERNARDO LEITE CONSULTORIA www.bernardoleite.com.br Objetivo da pesquisa: Identificar as práticas na aplicação da Avaliação de Desempenho Período da Pesquisa: 15 de Dezembro

Leia mais

Manual do SGI Sistema de Gestão Integrada

Manual do SGI Sistema de Gestão Integrada Manual do SGI Sistema de Gestão Integrada Revisão 02 Manual MN-01.00.00 Requisito Norma ISO 14.001 / OHSAS 18001 / ISO 9001 4.4.4 Página 1 de 14 Índice 1. Objetivo e Abrangência 2. Documentos Referenciados

Leia mais

Como Selecionar Projetos Seis Sigma

Como Selecionar Projetos Seis Sigma Como Selecionar Projetos Seis Sigma Cristina Werkema Etapas do processo de seleção A definição dos projetos a serem desenvolvidos pelos Black Belts e Green Belts é uma das atividades mais importantes do

Leia mais

Objetivos. Histórico. Out/11 2. Out/11 3

Objetivos. Histórico. Out/11 2. Out/11 3 Objetivos Histórico Evolução da Qualidade Princípios de Deming CMMI Conceitos Vantagens Representações Detalhamento Gerenciamento Comparação Out/11 2 Histórico SW-CMM (Software Capability Maturity Model):

Leia mais

Metodologia de Gerenciamento de Projetos Advancedit

Metodologia de Gerenciamento de Projetos Advancedit Metodologia de Gerenciamento de Projetos Advancedit Compromisso Modificando Métodos Roberto Petry roberto.petry@advancedit.com.br Diretor de Tecnologia da AdvancedIT S/A Sponsor do Projeto Rumo ao CMM

Leia mais

Implantação de Escritórios de Projetos. Em organizações públicas

Implantação de Escritórios de Projetos. Em organizações públicas Implantação de Escritórios de Projetos Em organizações públicas Programação Projetos na instituição Implantação Escritório de Projetos Sucesso, maturidade & excelência Tipos & Funções Histórico 1. Projetos

Leia mais

Copyright Alberto W. Ramos 1. Breve Histórico do 6 Sigma

Copyright Alberto W. Ramos 1. Breve Histórico do 6 Sigma Copyright Alberto W. Ramos 1 Breve Histórico do 6 Sigma Criado pela Motorola na década de 80; Adotado mundialmente por diversas empresas: Allied Signal, General Electric, Polaroid, Asea Brown Boveri, Kodak,

Leia mais

NOSSA HISTÓRIA. Desde 1988, ano de fundação da Qualtec, desenvolvemos as melhores soluções para nossos clientes.

NOSSA HISTÓRIA. Desde 1988, ano de fundação da Qualtec, desenvolvemos as melhores soluções para nossos clientes. NOSSA HISTÓRIA Desde 1988, ano de fundação da Qualtec, desenvolvemos as melhores soluções para nossos clientes. Estamos preparados para atuar no desenvolvimento, implementação, aprimoramento, treinamento

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DO TESTE DE SOFTWARE PARA A QUALIDADE DO PROJETO

A IMPORTÂNCIA DO TESTE DE SOFTWARE PARA A QUALIDADE DO PROJETO A IMPORTÂNCIA DO TESTE DE SOFTWARE PARA A QUALIDADE DO PROJETO Autora: LUCIANA DE BARROS ARAÚJO 1 Professor Orientador: LUIZ CLAUDIO DE F. PIMENTA 2 RESUMO O mercado atual está cada vez mais exigente com

Leia mais

COMO ESCOLHER O TREINAMENTO CERTO PARA DESENVOLVER PESSOAS E EXPANDIR NEGÓCIOS? CONHECIMENTO TRANSFORMAÇÃO PROFICIÊNCIA EXCELÊNCIA DO NEGÓCIO

COMO ESCOLHER O TREINAMENTO CERTO PARA DESENVOLVER PESSOAS E EXPANDIR NEGÓCIOS? CONHECIMENTO TRANSFORMAÇÃO PROFICIÊNCIA EXCELÊNCIA DO NEGÓCIO CONHECIMENTO TRANSFORMAÇÃO PROFICIÊNCIA RETENÇÃO DE TALENTOS EXCELÊNCIA DO NEGÓCIO COMPORTAMENTO ALTA PERFORMANCE EXPERTISE HABILIDADES COMO ESCOLHER O TREINAMENTO CERTO PARA DESENVOLVER PESSOAS E EXPANDIR

Leia mais

Categoria Franqueador Pleno

Categoria Franqueador Pleno PRÊMIO ABF- AFRAS DESTAQUE SUSTENTABILIDADE 2012 FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO Categoria Franqueador Pleno Dados da empresa Razão Social EDACOM TECNOLOGIA EM SISTEMAS DE INFORMATICA LTDA Nome fantasia EDACOM

Leia mais

Identificação de indicadores de qualidade do processo de desenvolvimento de software na FPF

Identificação de indicadores de qualidade do processo de desenvolvimento de software na FPF Identificação de indicadores de qualidade do processo de desenvolvimento de software na FPF Ciclo 25 do PBQP Software EQPS Manaus FPF - Principais áreas de atuação Desenvolvimento de Sistemas Capacitação

Leia mais

Gerência da Qualidade

Gerência da Qualidade Gerência da Qualidade Curso de Engenharia de Produção e Transportes PPGEP / UFRGS ENGENHARIA DE PRODUÇÃO Temas Abordados Qualidade Ferramentas da Qualidade 5 Sensos PDCA/MASP Os Recursos Humanos e o TQM

Leia mais

DB1 Informática. Gestão com Satisfação. Alexandre Rezende. IV Seminário em Busca da Excelência. Software e Consultoria

DB1 Informática. Gestão com Satisfação. Alexandre Rezende. IV Seminário em Busca da Excelência. Software e Consultoria DB1 Informática Software e Consultoria IV Seminário em Busca da Excelência Gestão com Satisfação Alexandre Rezende 1 Prêmios em 2009 de Gestão Empresarial Associação das Empresas Brasileiras de Tecnologia

Leia mais

DISCIPLINA: Controle de Qualidade na Indústria

DISCIPLINA: Controle de Qualidade na Indústria PPGE3M/UFRGS DISCIPLINA: Controle de Qualidade na Indústria Profa. Dra. Rejane Tubino rejane.tubino@ufrgs.br SATC 2013 Fone: 3308-9966 Programa da Disciplina Apresentação da disciplina Conceitos preliminares.

Leia mais

Carlos Henrique Santos da Silva, MSc, PMP

Carlos Henrique Santos da Silva, MSc, PMP Carlos Henrique Santos da Silva, MSc, PMP Especializações Certificações Mestre em Informática na área de Sistemas de Informação UFRJ/IM Pós-Graduado em Análise, Projeto e Gerência de Sistemas PUC Pós-Graduado

Leia mais

LEAN MANUFACTURING FERRAMENTAS E APLICAÇÕES EM PROCESSOS PRODUTIVOS E TRANSACIONAIS

LEAN MANUFACTURING FERRAMENTAS E APLICAÇÕES EM PROCESSOS PRODUTIVOS E TRANSACIONAIS LEAN MANUFACTURING FERRAMENTAS E APLICAÇÕES EM PROCESSOS PRODUTIVOS E TRANSACIONAIS Semana LIAG Limeira: 09/05/2011 1 Apresentação Palestrante: José Augusto Buck Marcos Engenheiro com formação e especialização

Leia mais

Impresso em 01/09/2015 15:46:32 (Sem título)

Impresso em 01/09/2015 15:46:32 (Sem título) Aprovado ' Elaborado por Cintia Kikuchi/BRA/VERITAS em 24/08/2015 Verificado por Fernando Cianci em 25/08/2015 Aprovado por Ricardo Fontenele/BRA/VERITAS em 25/08/2015 ÁREA QHSE Tipo Procedimento Regional

Leia mais

ANEXO I BICICLETA ESCOLAR. Modelo de ofício para adesão à ata de registro de preços (GRUPO 1)

ANEXO I BICICLETA ESCOLAR. Modelo de ofício para adesão à ata de registro de preços (GRUPO 1) ANEXO I BICICLETA ESCOLAR Modelo de ofício para adesão à ata de registro de preços (GRUPO 1) Assunto: Adesão à ata de registro de preços nº 70/2010 do pregão eletrônico nº 40/2010. 1 2 BICICLETA 20 - AC,

Leia mais

C.M.M. Capability Maturity Model Modelo de Maturidade da Capacidade

C.M.M. Capability Maturity Model Modelo de Maturidade da Capacidade UNISUL Universidade do Sul de Santa Catarina. Campus da Grande Florianópolis Pedra Branca. CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO ENGENHARIA DE SOFTWARE ALUNO: Volnei A. Caetano Palhoça 02 de Junho de 2000 C.M.M. Capability

Leia mais

Programa Integrado de Melhoria de Processos de Desenvolvimento de Software Carol Passos

Programa Integrado de Melhoria de Processos de Desenvolvimento de Software Carol Passos Setembro/ 2006 Programa Integrado de Melhoria de Processos de Desenvolvimento de Software Carol Passos PBQP Software - EQPS Fortaleza Agenda Contexto do Programa de Melhoria de Processos da Unitech Objetivos

Leia mais

TCI CMMI Nível 2. EQPS, Fortaleza, 21/06/2006. Grupo TCI 2006, todos os direitos reservados www.grupotci.com.br slide 1 de 23

TCI CMMI Nível 2. EQPS, Fortaleza, 21/06/2006. Grupo TCI 2006, todos os direitos reservados www.grupotci.com.br slide 1 de 23 TCI CMMI Nível 2 EQPS, Fortaleza, 21/06/2006 slide 1 de 23 Sumário O Grupo TCI Objetivos Benefícios Organização da equipe Cronograma Próximos passos Lições Aprendidas Conclusão slide 2 de 23 Grupo TCI

Leia mais

RodoWIM Pesagem dinâmica de veículos de carga.

RodoWIM Pesagem dinâmica de veículos de carga. RodoWIM Pesagem dinâmica de veículos de carga. Pesagem Móvel Pesagem dinâmica de cargas com muito mais agilidade Com duas plataformas portáteis ligadas à um terminal, o sistema de pesagem em movimento

Leia mais

A PREFEITA DO MUNICÍPIO DE CONTAGEM, no uso de suas atribuições legais;

A PREFEITA DO MUNICÍPIO DE CONTAGEM, no uso de suas atribuições legais; DECRETO nº 1359, de 17 de maio de 2010 Acrescenta itens à Tabela de Preços Públicos, anexa ao Decreto nº 1209, de 24 de agosto de 2009, e dá outras providências. A PREFEITA DO MUNICÍPIO DE CONTAGEM, no

Leia mais

σ LEAN LEAN SEIS SIGMA FORMAÇÃO GREEN BELT TURMA REDUZIDA INÍCIO EM SETEMBRO DE 2015

σ LEAN LEAN SEIS SIGMA FORMAÇÃO GREEN BELT TURMA REDUZIDA INÍCIO EM SETEMBRO DE 2015 6 σ LEAN FORMAÇÃO GREEN BELT TURMA REDUZIDA INÍCIO EM SETEMBRO DE 2015 FORMAÇÃO GREEN BELT ORIGENS DO A metodologia Seis Sigma surgiu na Motorola, na década de 1980, e foi posteriormente implementada na

Leia mais

Conceitos. Conceitos. Histórico. Histórico. Disciplina: Gestão de Qualidade ISSO FATEC - IPATINGA

Conceitos. Conceitos. Histórico. Histórico. Disciplina: Gestão de Qualidade ISSO FATEC - IPATINGA Disciplina: FATEC - IPATINGA Gestão de ISSO TQC - Controle da Total Vicente Falconi Campos ISO 9001 ISO 14001 OHSAS 18001 Prof.: Marcelo Gomes Franco Conceitos TQC - Total Quality Control Controle da Total

Leia mais

σ LEAN LEAN SEIS SIGMA FORMAÇÃO GREEN BELT TURMA REDUZIDA INÍCIO EM JANEIRO DE 2015

σ LEAN LEAN SEIS SIGMA FORMAÇÃO GREEN BELT TURMA REDUZIDA INÍCIO EM JANEIRO DE 2015 6 σ LEAN FORMAÇÃO GREEN BELT TURMA REDUZIDA INÍCIO EM JANEIRO DE 2015 FORMAÇÃO GREEN BELT ORIGENS DO A metodologia Seis Sigma surgiu na Motorola, na década de 1980, e foi posteriormente implementada na

Leia mais