TERMO DE REFERÊNCIA ILUMINAÇÃO TÉCNICA FÁBRICAS DE CULTURA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "TERMO DE REFERÊNCIA ILUMINAÇÃO TÉCNICA FÁBRICAS DE CULTURA"

Transcrição

1 TERMO DE REFERÊNCIA ILUMINAÇÃO TÉCNICA FÁBRICAS DE CULTURA CAPÃO REDONDO Ru Lubvitch, Bom Retiro São Pulo SP Tel/Fx: TRIluminção Técnic ArenCPR

2 ÍNDICE DO TERMO DE REFERÊNCIA TÉCNICA 1. OBJETIVO GERAL 2. JUSTIFICATIVA 3. DA MODALIDADE DA CONTRATAÇÃO 4. DISPOSIÇÕES GERAIS 5. ESCOPO DOS SERVIÇOS 6. FORMA DE APRESENTAÇÃO DA PROPOSTA COMERCIAL 7. GARANTIA DOS SERVIÇOS 8. PRAZO DE EXECUÇÃO DOS SERVIÇOS 9. DOS PREÇOS E PAGAMENTOS Ru Lubvitch, Bom Retiro São Pulo SP Tel/Fx: TRIluminção Técnic ArenCPR

3 TERMO DE REFERÊNCIA TÉCNICA 1. OBJETIVO GERAL Contrtção de empres especilizd n prestção de serviços de instlção de iluminção técnic, rede de tomds elétrics e rml seco pr sonorizção, com fornecimento de mteriis e mãodeobr, pr conclusão do projeto de elétric d ren d Fábric de Cultur Cpão Redondo, ru Algrd, JUSTIFICATIVA Justific presente contrtção, necessidde de iluminção técnic e tomds elétric pr utilizção d ren pr ensios e presentções, proporcionndo mis um espço pr comunidde e seus usuários. 3. DA MODALIDADE DA CONTRATAÇÃO 3.1. A contrtção d Empres será feit sobregime de empreitd por Preço Globl, considerndo mteril, mão de obr especilizd, devendose vler d nálise prévi d visit o locl A CONTRATANTE não ceitrá posterior que CONTRATADA venh considerr como serviços extrordinários queles resultntes do prescrito neste Termo de Referênci. 4. DISPOSIÇÕES GERAIS 4.1. Os proponentes procederão à prévi visit o locl onde será relizdo os serviços de redequção elétric, instlção de iluminção técnic, instlção de tomds dequds equipmentos técnicos e distribuição de dutos secos pr instlção de sonorizção d ren, verificndo s condições do mbiente de trblho, ponto de energi, horários de cesso, rmzengem de equipmentos e mteriis, segurnç e qulquer outro specto que poss merecer especil tenção pr o melhor desenvolvimento dos serviços em comum cordo com CONTRATANTE A empres deverá efetur prévi visit o prédio do Progrm Fábrics de Cultur pr elborção d propost, que deverá ser gendd no período especificdo no convite com o gerente d Fábric compnhdo do gerencidor do processo, conforme bixo: Ru Lubvitch, Bom Retiro São Pulo SP Tel/Fx: TRIluminção Técnic ArenCPR

4 ) Fábric Cpão Redondo gendmento de visit com: Gerente: Sr. Binc Cristin Sindon Telefones: DDD (11) Emil: 4.3. A CONTRATADA, pr fins de formlizção do Contrto, deverá presentr os seguintes documentos: Inscrição no CNPJ; Inscrição estdul e/ou municipl; Registro comercil, no cso de empres individul;. Ato constitutivo e lterções subsequentes, devidmente registrdos, em se trtndo de sociedde comercil/empresril, e, no cso de sociedde por ções, compnhdo de documentos de eleição de seus dministrdores; Inscrição do to constitutivo no Registro Civil ds Pessos Jurídics, no cso de sociedde civil/simples, compnhd d prov de diretori em exercício. Relção de empress onde tenh prestdo o tipo de serviço, objeto d Tomd de Preços. Declrções de, no mínimo, dus empress, testndo relizção de serviços, ou Atestdo de Cpcidde Técnic emitidos por órgãos públicos ou privdos. Certidão de Débitos Reltivos Créditos Tributários Federis e à Dívid Ativ d União;. Certidão de Regulridde de situção com Fundo de Grnti por Tempo de Serviço (FGTS); Certidão Negtiv de Débitos Trblhists A CONTRATADA deverá estr pt inicir o serviço em no máximo 5 (cinco) dis úteis contdos d ssintur do Contrto, com todos os mteriis e equipmentos ser utilizdos 4.5. Os serviços deverão ser dirigidos por funcionários devidmente hbilitdos Serão obedecids tods s recomendções, com relção à Segurnç e Medicin do Trblho, contids ns Norms Regulmentdors (NR) provds pel Portri do Ministério do Trblho nº 3214, de 08 de Junho de Serão de uso obrigtório os Equipmentos de Proteção Individul EPI, obedecido o disposto n Norm Regulmentdor NR Deverá tingir o fim que se destin com eficáci e qulidde requerid. Ru Lubvitch, Bom Retiro São Pulo SP Tel/Fx: TRIluminção Técnic ArenCPR

5 5. ESCOPO DOS SERVIÇOS 5.1. Adequção de cbemento, Instlção de iluminção técnic, instlção de rede de tomds e instlção duto seco pr sonorizção: Adequção do cbemento proveniente d cbine secundri conforme projeto Instlção de eletrodutos, cbemento e lumináris técnics conforme projeto Instlção de brrs tubulres pr o coplmento ds lumináris técnics Instlção de rede elétric de tomds (127 e volts) conforme projeto de elétric. Instlção de duto seco pr sonorizção conforme projeto 5.2. Anexos projetos básicos de elétric, iluminção técnic e duto pr sonorizção, com indicção de medids, especificções dos mteriis. 6. FORMA DE APRESENTAÇÃO DA PROPOSTA COMERCIAL 6.1. Vlor Globl em reis, proposto pr o contrto de serviços discriminndo os vlores pr mteriis e mão de obr. 7. GARANTIA DOS SERVIÇOS 7.1. A grnti dos serviços deverá se estender por um período de 01 (um) no, contdos prtir d vistori finl. 8. PRAZO DE EXECUÇÃO DOS SERVIÇOS 8.1. O przo de execução dos serviços é de 30 (trint) dis, contdos prtir d dt de emissão d ordem de serviço. 9. DOS PREÇOS E PAGAMENTOS 9.1. O pgmento dos serviços será efetudo com 30% do vlor de contrto n presentção dos mteriis n obr e o restnte n conclusão dos serviços e provção ds mesms pel CONTRATANTE, os pgmentos se efeturão em té 10 dis pós presentção d Not Fiscl. São Pulo 24 de mrço de RENZO DINO SERGENTE ROSSA Diretor Progrm Fábrics de Cultur Ru Lubvitch, Bom Retiro São Pulo SP Tel/Fx: TRIluminção Técnic ArenCPR

6 ALIM. C2 QFL C4 VEM DO QGBT TERRA 35mm² HEPR 1KV 3ɸ V 35mm² HEPR 1KV NEUTRO 35 mm² HEPR 1KV 120A 18KA R S T ELIMINADOR DE TRANSIENTE 175V 20KA CLAMPER TIPO C (CLASSE III) FUSÍVEIS DIAZED 35A PARA PROTEÇÃO DO DPS TERRA NEUTRO C2b C2 b L24 L23 L22 DETALHE C2 b DISJUNTOR CONDUTOR (mm²) FINALIDADE CARGA (VA) TENSÃO (V) CORRENTE (A) CIRCUITO A KA NF F N T ILUM.PALCO , ,5 2,5 CIRCUITO C02 CONDUTOR (mm²) DISJUNTOR T N F NF KA A 2,5 2, CORRENTE (A) 1,74 TENSÃO (V) CARGA (VA) 384 FINALIDADE ILUM.ARQUIBANCADA TUBULAÇÃO SECA PARA SISTEMA DE SOM TOMADAS V 800 3, ,5 2,5 C04 4,0 4,0 4, , RACK C2 b C2 b C2 b C2 b C2 b C2 b C2 b C2 b TOMADAS 127V , ,5 2,5 2,5 C7 C L10 L9 L8 L7 L6 L5 L4 L3 L2 L1 L1 L 2 L 3 L 4 L 5 L6 L7 L8 L9 L10 L1 L2 L3 L4 L5 L6 L7 L8 L9 L10 Ø 1. 1/2" C9 1 C L11L12 L13 L14 L15 L16 Ø 1. 1/2" L16 L15 L14 L13 L12 L11 L11 L12 L13 L14 L15 L16 ALIM. CAIXA DE SOM CAIXA DE SOM DEMANDAS DEMANDA DE ILUMINAÇÃO 1 DEMANDA DE TUG 1 POTÊNCIAS DEMANDADAS POTÊNCIA ILUMINAÇÃO (W) POTÊNCIA TUG (W) POTÊNCIA TOTAL (W) CÁLCULO DE CORRENTES POTÊNCIA TOTAL (W) POTÊNCIA DE ENTRADA (VA) POTÊNCIA DE (VA) CLASSE DE TENSÃO (V) CORRENTE NOMINAL (A) V 3ɸ 85,68 LEGENDA VAI PARA CARGA ELETRODUTO 4 X Ø 1. 1/2" CAIXA 30X30 DE ALUMÍNIO QUADRO DE FORÇA E LUZ TIPO SOBREPOR, h=1,50 m DO EIXO ELETRODUTO APARENTE AÇO GALVANIZADO ELETROLITICO DE FIXADA NA ESTRUTURA METALICA TUBULAÇÃO À EXECUTAR L17L18 L19 L20 L21 L22 L23 L24 Ø 1. 1/2" L24L23 L22L21L20 L19L18L17L17L18 L19L20L21 L22L23 L24 ELETRODUTO ELETRODUTO3 X Ø 1. 1/2" QFL ALIMENTAÇÃO QFL ELETRODUTO Ø 1. 1/2" VEM DO QGOL 0,20 FIAÇÃO VAI PARA O RACK ELETRODUTO 3 X Ø 2" ELETRODUTO APARENTE AÇO GALVANIZADO ELETROLITICO DE FIXADA NA ESTRUTURA METALICA ELETRODUTO APARENTE DE AÇO GALVANIZADO À FOGO ELETRODUTO DE PVC CORRUGADO TIPO KANAFLEX EMBUTIDO NO PISO 1 1/2'' CAIXA DE PASSAGEM EM ALUMINIO 30X30, FIXADA NA PAREDE h=0,3m CAIXA DE PASSAGEM EM ALUMINIO 15X15, FIXADA NA ESTRUTURA METALICA CAIXA DE PASSAGEM EM ALUMINIO 30X30 CAIXA DE PASSAGEM DE CONCRETO 2 INTERRUPTORES BIPOLARES CONDULETE 4X4 CONDULETE "T" CONDULETE "L" VAI PARA A CARGA ELETRODUTO Ø 1 1/2" ELETRODUTO Ø 3/4" CONDULETE "X" CONDULETE 4X4 CAIXA DE SOM ELETRODUTO Ø 1" ELETRODUTO Ø 3/4" CONJUNTO DE 2 INTERRUPTORES PARALELOS EM CAIXA 4"x4"250Vh=1,20m ALIM. CONDULETE 4X4 SAÍDA DA FIAÇÃO PARA MESA DE SOM ELETRODUTO Ø 1" 0,05 CAIXA 30X30 DE ALUMÍNIO CONDULETE 4X2 127V 127V V V SAIDA DA FIAÇÃO DO RACK ELETRODUTO 3 X Ø 2" 0,20 1,00 TOMADA 127V PADRÃO BRASILEIRO PARA CAIXA DE SOM FIXADO NA ESTRUTURA METALICA TOMADA V PADRÃO BRASILEIRO PARA CAIXA DE SOM FIXADO NA ESTRUTURA METALICA TOMADAS V PADRÃO BRASILEIRO, INSTALADO EM CONDULETE 4x2, h=0,30m DETALHES INSTALAR BUCHA DE ALUMÍNIO XX TOMADAS 127V PADRÃO BRASILEIRO, INSTALADO EM CONDULETE 4x2, h=0,30m NEUTRO, FASE, TERRA, RETORNO, CIRCUITO INDICAÇÃO DE TUBULAÇÃO SOBE / DESCE TUBULAÇÃO EXISTENTE DIMERIZÁVEL LUMINÁRIA: PLANOCONVEXO DE 500W A 2000W LÂMPADA: HALOGÊNAS LUMINÁRIA DE SOBREPOR SEM ALETA MODELO: LINHA FLEX T5 TMS 943 OU SIMILAR FORNECEDOR: PHILIPS, DIMENSÃO 1172 x 162 x 75 mm LÂMPADA FLUORESCENTE TUBULAR T5HO LUMILUX FQ 54W / 865 HO FORNECEDOR: OSRAM OU SIMILAR POTÊNCIA: 2 x 54W FLUXO LUMINOSO: Im TEMPERATURA DE COR 6500K IRC 8089 DIMENSÕES: 1449 mm ALIM. QGDL REATOR ELETRÔNICO NÃO DIMERIZÁVEL MODELO: QUICKTRONIC PARA LUMILUX T5 FH (HE) QTFQ 2X54/ CW FORNECEDOR: OSRAM OU SIMILAR FATOR DE POTÊNCIA: 0,98 FATOR DE FLUXO DO REATOR: 100% TDH ± 5% NUMEROS DE REATORES POR LÚMINARIA: 1 NOTA: TODO OS ELETRODUTOS SEM A ESPECIFICAÇÃO DO DIAMETRO NO DESENHO SÃO DE 3/4"; AS FIAÇÕES PARA SISTEMA DE SOM SERÁ PASSADO PELO CLIENTE; DEIXAR ARAME GUIA NAS TUBULAÇÕES SECA; AS LUMINÁRIAS E OS PROJETORES DEVERÃO SER FIXADOS NA ESTRUTURA METÁLICA DA ARENA, O EMPREITEIRO DEVE PROVIDENCIAR OS DISPOSITIVOS E SUPORTES NECESSÁRIOS PARA FAZER A CORRETA FIXAÇÃO DESTES; FOI CONSIDERADO RACK PARA ALIMENTAÇÃO DOS PLANOS CONVEXO; RACK COM 6 CANAIS, SENDO 4 ENTRADAS POR CANAL COM POTÊNCIA MÁXIMA POR ENTRADA DE 1000W É DE RESPONSABILIDADE DO CLIENTE FAZER O REFORÇO NA ESTRUTURA METÁLICA PARA SUPORTAR AS INSTALAÇÕES E EQUIPAMENTOS DE ELÉTRICA; GERENCIADORA NOME / ENDEREÇO DO EMPREENDIMENTO FABRICA DE CULTURA CAPÃO REDONDO SP TITULO ARENA ALIMENTAÇÃO, ILUMINAÇÃO E TOMADAS ELÉTRICA ARQUIVO REVISÃO R01 FOLHA Nº 0001 IMPLANTAÇÃOCAPÃOELÉTRICA_TÉCNICA.DW RESPONSÁVEL COORDENADOR DESENHISTA DATA ESCALA 25/11/2013 1:100

TERMO DE REFERÊNCIA Impermeabilização da laje e instalação de rufos FÁBRICAS DE CULTURA

TERMO DE REFERÊNCIA Impermeabilização da laje e instalação de rufos FÁBRICAS DE CULTURA TERMO DE REFERÊNCIA Impermeabilização da laje e instalação de rufos FÁBRICAS DE CULTURA JAÇANÃ ÍNDICE DO TERMO DE REFERÊNCIA TÉCNICA 1. OBJETIVO GERAL 2. JUSTIFICATIVA 3. DA MODALIDADE DA CONTRATAÇÃO 4.

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA Instalação e readequação de aparelhos de ar condicionado FÁBRICAS DE CULTURA

TERMO DE REFERÊNCIA Instalação e readequação de aparelhos de ar condicionado FÁBRICAS DE CULTURA TERMO DE REFERÊNCIA Instalação e readequação de aparelhos de ar condicionado FÁBRICAS DE CULTURA Brasilândia Vila Nova Cachoeirinha Jardim São Luís Capão Redondo Jaçanã ÍNDICE DO TERMO DE REFERÊNCIA TÉCNICA

Leia mais

U04.6. Câmara Municipal da Amadora. Pág. 1 a. 00. Requerimento (Modelo 04.6/CMA/DAU/2009) 01. Documento comprovativo da legitimidade do requerente.

U04.6. Câmara Municipal da Amadora. Pág. 1 a. 00. Requerimento (Modelo 04.6/CMA/DAU/2009) 01. Documento comprovativo da legitimidade do requerente. Câmr Municipl d Amdor Deprtmento de Administrção U04.6 Urbnísitic EMISSÃO DE LICENÇA ESPECIAL OU COMUNICAÇÃO PRÉVIA PARA OBRAS INACABADAS LISTA DE DOCUMENTOS 00. Requerimento (Modelo 04.6/CMA/DAU/2009)

Leia mais

ANEXO IV FPTI FUNDAÇÃO PARQUE TECNOLÓGICO ITAIPU PLANILHA DE MATERIAIS E SERVIÇOS PARA MANUTENÇÃO ELÉTRICA EM BAIXA TENSÃO Proposta Registro de Preço

ANEXO IV FPTI FUNDAÇÃO PARQUE TECNOLÓGICO ITAIPU PLANILHA DE MATERIAIS E SERVIÇOS PARA MANUTENÇÃO ELÉTRICA EM BAIXA TENSÃO Proposta Registro de Preço ANEXO IV FPTI FUNDAÇÃO PARQUE TECNOLÓGICO ITAIPU PLANILHA DE MATERIAIS E SERVIÇOS PARA MANUTENÇÃO ELÉTRICA EM BAIXA TENSÃO Proposta Registro de Preço ITEM DESCRIÇÃO UNID QTDE VALOR VALOR MÃO VALOR MÁXIMO

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO DO PROJETO DE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS EMPREENDIMENTO COMERCIAL AC GOIANÉSIA/DR/GO

MEMORIAL DESCRITIVO DO PROJETO DE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS EMPREENDIMENTO COMERCIAL AC GOIANÉSIA/DR/GO MEMORIAL DESCRITIVO DO PROJETO DE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS EMPREENDIMENTO COMERCIAL AC GOIANÉSIA/DR/GO 1. GENERALIDADES 1.1 O projeto refere-se às instalações elétricas do empreendimento comercial localizado

Leia mais

Manual de Operação e Instalação

Manual de Operação e Instalação Mnul de Operção e Instlção Clh Prshll MEDIDOR DE VAZÃO EM CANAIS ABERTOS Cód: 073AA-025-122M Rev. B Novembro / 2008 S/A. Ru João Serrno, 250 Birro do Limão São Pulo SP CEP 02551-060 Fone: (11) 3488-8999

Leia mais

ESPECIFICAÇÕES DE MATERIAIS 06.01.000 - INSTALAÇÕES ELÉTRICAS 06.01.302 - QUADROS DE FORÇA

ESPECIFICAÇÕES DE MATERIAIS 06.01.000 - INSTALAÇÕES ELÉTRICAS 06.01.302 - QUADROS DE FORÇA ESPECIFICAÇÕES DE MATERIAIS 06.01.000 - INSTALAÇÕES ELÉTRICAS 06.01.302 - QUADROS DE FORÇA Tipo: Quadro de medição completo com TC (transformador de corrente) para medição em baixa tensão, compatível com

Leia mais

PRAÇA DOS ESPORTES E DA CULTURA MEMORIAL DESCRITIVO E ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA

PRAÇA DOS ESPORTES E DA CULTURA MEMORIAL DESCRITIVO E ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA PRAÇA DOS ESPORTES E DA CULTURA MEMORIAL DESCRITIVO E ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA PROJETO: ELÉTRICO Modelo: 3.000 m2 MAIO 2011 SUMÁRIO 1. GENERALIDADES... 03 2. DOCUMENTOS APLICÁVEIS... 04 3. DESCRIÇÃO DO PROJETO...

Leia mais

Cliente: Tribunal de Justiça do Estado da Bahia Planilha Detalhada de Materiais

Cliente: Tribunal de Justiça do Estado da Bahia Planilha Detalhada de Materiais Resumo 24,80 Descrição 1,0 Iluminação 2,0 Iluminação Externa 3,0 Tomadas Comuns 4,0 Ar Condicionado 5,0 Tomadas de Informática 6,0 Alimentadores Total sem Iluminação Descrição Interruptores Interruptor

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE FERREIRA DO ZÊZERE

CÂMARA MUNICIPAL DE FERREIRA DO ZÊZERE CAPITULO I VENDA DE LOTES DE TERRENO PARA FINS INDUSTRIAIS ARTIGO l. A lienção, trvés de vend, reliz-se por negocição direct com os concorrentes sendo o preço d vend fixo, por metro qudrdo, pr um ou mis

Leia mais

PROJETO DE SUBESTAÇÃO ABRIGADA DE

PROJETO DE SUBESTAÇÃO ABRIGADA DE PROJETO DE SUBESTAÇÃO ABRIGADA DE 750kVA DESTINADA AO PRÉDIO DA PROCURADORIA REGIONAL DO TRABALHO DE PERNAMBUCO, SITUADO NO MUNICÍPIO DE RECIFE NO ESTADO DE PERNAMBUCO. MEMORIAL DESCRITIVO 1. FINALIDADE:

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO E MEMORIAL DE CÁLCULO DE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS

ESPECIFICAÇÃO E MEMORIAL DE CÁLCULO DE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS ESPECIFICAÇÃO E MEMORIAL DE CÁLCULO DE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS OBRA: C.M.E.I TIA JOVITA LOCAL: RUA PARACATU C/ RUA 4 C/ AVENIDA CRUZEIRO DO SUL - VILA PEDROSO. GOIÂNIA / GO. 1 1.0 - MEMORIAL DESCRITIVO.

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA RAMPA DE ACESSO FÁBRICAS DE CULTURA

TERMO DE REFERÊNCIA RAMPA DE ACESSO FÁBRICAS DE CULTURA TERMO DE REFERÊNCI RMP DE CESSO FÁRICS DE CULTUR JRDIM SÃO LUIS ÍNDICE DO TERMO DE REFERÊNCI TÉCNIC 1. OJETIVO GERL 2. JUSTIFICTIV 3. D MODLIDDE D CONTRTÇÃO 4. DISPOSIÇÕES GERIS 5. ESCOPO DOS SERVIÇOS

Leia mais

DEPARTAMENTO DE TRANSITO DE GOIAS PROJETO DE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS.

DEPARTAMENTO DE TRANSITO DE GOIAS PROJETO DE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS. MEMORIAL DESCRITIVO DEPARTAMENTO DE TRANSITO DE GOIAS PROJETO DE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS. 1 I INSTALAÇÕES ELÉTRICAS DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO DE GOIÁS. 1.0 - DADOS BÁSICOS: 1.1 - Edifício: Prédio

Leia mais

A entrada de energia elétrica será executada através de:

A entrada de energia elétrica será executada através de: Florianópolis, 25 de março de 2013. 1. CONSIDERAÇÕES INICIAIS O presente memorial tem como principal objetivo complementar as instalações apresentadas nos desenhos/plantas, descrevendo-os nas suas partes

Leia mais

A DESATIVAÇÃO OU REMOÇÃO DA CHAVE SIGNIFICA A ELIMINAÇÃO DA MEDIDA PROTETORA CONTRA CHOQUES ELÉTRICOS E RISCO DE VIDA PARA OS USUÁRIOS DA INSTALAÇÃO.

A DESATIVAÇÃO OU REMOÇÃO DA CHAVE SIGNIFICA A ELIMINAÇÃO DA MEDIDA PROTETORA CONTRA CHOQUES ELÉTRICOS E RISCO DE VIDA PARA OS USUÁRIOS DA INSTALAÇÃO. Fornecimento de Energia Elétrica Nos banheiros deverão ser instalados um disjuntor bifásico no quadro de energia existente de cada quadrante conforme projeto. Deste quadro sairá a alimentação para os banheiros.

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA Fornecimento e Instalação de Equipamento de Ar Condicionado Sede Poiesis

TERMO DE REFERÊNCIA Fornecimento e Instalação de Equipamento de Ar Condicionado Sede Poiesis 1. JUSTIFICATIVA O presente Termo tem por objetivo a contratação de empresa especializada em prover solução técnica que venha a garantir condições internas de temperatura e climatização de acordo com Norma

Leia mais

REFORMA MEMORIAL DESCRITIVO ELÉTRICO

REFORMA MEMORIAL DESCRITIVO ELÉTRICO REFORMA MEMORIAL DESCRITIVO ELÉTRICO CAMPUS CAMPO LARGO 1 IDENTIFICAÇÃO Obra: Reforma de Laboratórios e Salas de Aula. Local: Rua Engenheiro Tourinho, 829 Vila Solenen. Campus: Instituto Fed. de Ciência

Leia mais

PROJETO DE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS MEMORIAL DESCRITIVO

PROJETO DE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS MEMORIAL DESCRITIVO PROJETO DE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS MEMORIAL DESCRITIVO Instalação Nobreak 60 KVA - 380 V PROPRIETÁRIO: Procuradoria Geral de Justiça. 1 MEMORIAL DESCRITIVO 1. IDENTIFICAÇÃO DO PROJETO DADOS DO PROPRIETÁRIO

Leia mais

SERVIÇOS PROJETO DE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS EM BAIXA TENSÃO. Cliente: Prefeitura Municipal de Sinop/MT

SERVIÇOS PROJETO DE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS EM BAIXA TENSÃO. Cliente: Prefeitura Municipal de Sinop/MT PROJETO DE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS EM BAIXA TENSÃO Cliente: Prefeitura Municipal de Sinop/MT Endereço: Restaurante Popular Av. das Embaúbas - Centro Sinop - MT Memorial Descritivo_Restaurante Popular Sinop

Leia mais

MEMORIAL TÉCNICO DESCRITIVO

MEMORIAL TÉCNICO DESCRITIVO PROJETO DE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS MEMORIAL TÉCNICO DESCRITIVO ESCOLA MUNICIPAL JOÃO DA COSTA VIANA FOZ DO IGUAÇU JUN/07 2 Responsável Técnico Paulo Roberto Bianchi Engenheiro Eletricista CREA-RJ 27719/D..

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA Manutenção do Telhado e Impermeabilização da laje FÁBRICAS DE CULTURA

TERMO DE REFERÊNCIA Manutenção do Telhado e Impermeabilização da laje FÁBRICAS DE CULTURA TERMO DE REFERÊNCIA Manutenção do Telhado e Impermeabilização da laje FÁBRICAS DE CULTURA VILA NOVA CACHOEIRINHA ÍNDICE DO TERMO DE REFERÊNCIA TÉCNICA 1. OBJETIVO GERAL 2. JUSTIFICATIVA 3. DA MODALIDADE

Leia mais

PLANO DE TRABALHO DOCENTE 1º Semestre/2015. Ensino Técnico

PLANO DE TRABALHO DOCENTE 1º Semestre/2015. Ensino Técnico PLANO DE TRABALHO DOCENTE 1º Semestre/2015 Ensino Técnico Código: ETEC ANHANQUERA Município: Sntn de Prníb Áre de Conhecimento: : Proteção e Prevenção Componente Curriculr: LNR Legislção e Norms Regulmentodors

Leia mais

EDITAL DE PREGÃO N.º 60/15 RETIFICADO EM 07/01/2016

EDITAL DE PREGÃO N.º 60/15 RETIFICADO EM 07/01/2016 SERVIÇO AUTÔNOMO DE ÁGUA E ESGOTO - SAAE CNPJ: 21.260.443/00-91 - Inscrição Estadual: isento Rua Nonô Ventura, 394, CEP 35680-5, Bairro Lourdes - Itaúna/MG EDITAL DE PREGÃO N.º 60/15 RETIFICADO EM 07//26

Leia mais

ANEXO XIII - ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS REDES ELÉTRICAS

ANEXO XIII - ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS REDES ELÉTRICAS ANEXO XIII - ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS REDES ELÉTRICAS OBRA: Escola Municipal Marcírio Goulart Loureiro LOCAL: Porto Alegre - (RS) ENDEREÇO: Rua Volta da Cobra, s/n PROPRIETÁRIO: Secretaria Municipal de

Leia mais

Simbologia de instalações elétricas

Simbologia de instalações elétricas Simbologia de instalações elétricas Os símbolos gráficos usados nos diagramas unifilar são definidos pela norma NBR5444, para serem usados em planta baixa (arquitetônica) do imóvel. Neste tipo de planta

Leia mais

M E M O R I A L D E S C R I T I V O

M E M O R I A L D E S C R I T I V O M E M O R I A L D E S C R I T I V O I N S T A L A Ç Õ E S E L É T R I C A S CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DE SERGIPE-COREN ENDEREÇO : RUA DR. LEONARDO LEITE, S/N, ESQUINA COM DUQUE DE CAXIAS, BAIRRO

Leia mais

Prime. Lunare. Básica para todos os ambientes. A solução ideal para todos os tipos de projeto.

Prime. Lunare. Básica para todos os ambientes. A solução ideal para todos os tipos de projeto. Prime Lunare Básica para todos os ambientes. A solução ideal para todos os tipos de projeto. Linha Prime Lunare 1 2 4 8 6 5 9 7 3 Características Gerais 1 - Adequação perfeita em caixas de embutir 4"

Leia mais

ANEXO VII PLANILHA DE PROPOSTA DE PREÇOS

ANEXO VII PLANILHA DE PROPOSTA DE PREÇOS Volue II ANEXO VII PLANILHA DE PROPOSTA DE PREÇOS À Fdação de Aparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - FAPESP PREGÃO Eletrônico nº. 33/24 Processo nº. 4/9-M ITEM ÚNICO Contratação de epresa especializada

Leia mais

Exemplo de uma planta de distribuição elétrica utilizando parte da simbologia acima.

Exemplo de uma planta de distribuição elétrica utilizando parte da simbologia acima. TOMADA NO PISO PONTO DE FORÇA 2 3 3w 4w INTERRUPTOR DE 1 SEÇÃO INTERRUPTOR DE 2 SEÇÕES INTERRUPTOR DE 3 SEÇÕES INTERRUPTOR THREE-WAY PARALELO INTERRUPTOR FR-WAY INTERMEDIÁRIO ACIONADOR DE CIGARRA CIGARRA

Leia mais

Infra-estrutura tecnológica

Infra-estrutura tecnológica Assessoria Técnica de Tecnologia da Informação ATTI Supervisão de Infra-estrutura Projeto de Informatização da Secretaria Municipal de Saúde do Município de São Paulo Infra-estrutura tecnológica Rede Lógica

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA PO I ESIS

TERMO DE REFERÊNCIA PO I ESIS TERMO DE REFERÊNCIA IMPERMEABILIZAÇÃO DE TELHADO ATRAVÉS DE MANTA ASFÁLTICA POIESIS Oficina de Cultura Oswald de Andrade ÍNDICE DO TERMO DE REFERÊNCIA TÉCNICA 1. OBJETIVO GERAL 2. JUSTIFICATIVA 3. DA MODALIDADE

Leia mais

CARTA CONVITE FUnC 02/2014

CARTA CONVITE FUnC 02/2014 CARTA CONVITE FUnC 02/2014 A FUnC encaminha a presente Carta Convite, para se houver interesse, participar do processo de fornecimento do seguinte serviço: ABERTURA DE PROPOSTAS PARA APRESENTAÇÃO DE PREÇOS

Leia mais

ANEXO DO TERMO DE REFERÊNCIA - SALA DE AULA E LAB. DE ENSINO

ANEXO DO TERMO DE REFERÊNCIA - SALA DE AULA E LAB. DE ENSINO UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CIÊNCIAS DA SAÚDE DE ALAGOAS UNCISAL Transformada pela Lei no. 6.660 de dezembro de 2005 Campus Governador Lamenha Filho - Rua Jorge de Lima, 113 Trapiche da Barra, CEP. 57.010.300

Leia mais

pç 3,00 4,93 6,23 18,69 12.1.10 25002 Cabo de aluminio 2 AWG CAA kg 8,00 13,65 17,24 137,92 12.1.11

pç 3,00 4,93 6,23 18,69 12.1.10 25002 Cabo de aluminio 2 AWG CAA kg 8,00 13,65 17,24 137,92 12.1.11 12.1 Ramal de Ligação - Entrada de Energia com - (R$) 12.1.1 Cabo elétrico de cobre, isol.pvc, p/ 12/20KV, # 35mm² m 60,00 33,00 41,67 2.500,20 12.1.2 Conector de latão, tipo parafuso fendido p/ cabos

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA DE CALDAS TAIPAS CURSO PROFISSIONAL DE TÉCNICO DE COMÉRCIO. DISCIPLINA: ORGANIZAR E GERIR A EMPRESA (10º Ano Turma K)

ESCOLA SECUNDÁRIA DE CALDAS TAIPAS CURSO PROFISSIONAL DE TÉCNICO DE COMÉRCIO. DISCIPLINA: ORGANIZAR E GERIR A EMPRESA (10º Ano Turma K) ESCOLA SECUNDÁRIA DE CALDAS TAIPAS CURSO PROFISSIONAL DE TÉCNICO DE COMÉRCIO DISCIPLINA: ORGANIZAR E GERIR A EMPRESA (10º Ano Turm K) PLANIFICAÇÃO ANUAL Diretor do Curso Celso Mnuel Lim Docente Celso Mnuel

Leia mais

ANEXO III PLANILHA DE COMPOSIÇÃO DE PREÇOS TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO - FÓRUM DA COMARCA DE SANTOS

ANEXO III PLANILHA DE COMPOSIÇÃO DE PREÇOS TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO - FÓRUM DA COMARCA DE SANTOS ANEXO III PLANILHA DE COMPOSIÇÃO DE PREÇOS TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO - FÓRUM DA COMARCA DE SANTOS 1 SERVIÇOS PRELIMINARES 1.1 CANTEIRO DE OBRAS 1.1.1 Construção provisória em madeira -

Leia mais

Disciplina: Eletrificação Rural. Unidade 4 Previsão de cargas e divisão das instalações elétricas.

Disciplina: Eletrificação Rural. Unidade 4 Previsão de cargas e divisão das instalações elétricas. UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ SETOR DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS DEPARTAMENTO DE SOLOS E ENGENHARIA AGRÍCOLA Disciplina: Eletrificação Rural Unidade 4 Previsão de cargas e divisão das instalações elétricas. Prof.

Leia mais

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO GRANDE DO SUL

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO GRANDE DO SUL ETAPA I 0 DESPESAS INICIAIS, TAXAS DIVERSAS E ADMIN. LOCAL - - - - - - 0.1 Despesas iniciais e Taxas diversas - - - - - - 0.1.1 Despesas iniciais 0.1.1.1 Despesas iniciais de mobilização unid - - - - -

Leia mais

CENTRO DE EDUCAÇÃO E ESPORTES GERAÇÃO FUTURA

CENTRO DE EDUCAÇÃO E ESPORTES GERAÇÃO FUTURA MEMORIAL DESCRITIVO E JUSTIFICATIVO DE CÁLCULO PROJETO DE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS EM MÉDIA TENSÃO 13.8KV CENTRO DE EDUCAÇÃO E ESPORTES GERAÇÃO FUTURA RUA OSVALDO PRIMO CAXILÉ, S/N ITAPIPOCA - CE 1. INTRODUÇÃO

Leia mais

Composições de Serviços da Obra

Composições de Serviços da Obra Composições de Serviços da Obra Obra 1354 - Galpão de Concreto Pre-moldado 20x100m PD=5m - Parque de Exposição BDI não aplicado Encargos sociais 1,659 Etapa 002 - SERVIÇOS TÉCNICOS Subetapa 002.005 - PROJETOS

Leia mais

EDITAL 001/2013 - EADUnC

EDITAL 001/2013 - EADUnC EDITAL 001/2013 - EADUnC O Reitor d Universidde do Contestdo-UnC, de cordo com o disposto no Regimento, fz sber, trvés do presente Editl, que estrão berts inscrições e mtriculs pr ingresso nos Cursos de

Leia mais

Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Comissão Permanente de Concurso Público CONCURSO PÚBLICO 23 / MAIO / 2010

Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Comissão Permanente de Concurso Público CONCURSO PÚBLICO 23 / MAIO / 2010 Ministério d Educção Universidde Tecnológic Federl do Prná Comissão Permnente de Concurso Público PR CONCURSO PÚBLICO 23 / MAIO / 2010 ÁREA / SUBÁREA: ELETROTÉCNICA GABARITO PROJETOS ELÉTRICOS INSTRUÇÕES

Leia mais

6.1 Recursos de Curto Prazo ADMINISTRAÇÃO DO CAPITAL DE GIRO. Capital de giro. Capital circulante. Recursos aplicados em ativos circulantes (ativos

6.1 Recursos de Curto Prazo ADMINISTRAÇÃO DO CAPITAL DE GIRO. Capital de giro. Capital circulante. Recursos aplicados em ativos circulantes (ativos ADMINISTRAÇÃO DO CAPITAL DE GIRO 6.1 Recursos de curto przo 6.2 Administrção de disponibiliddes 6.3 Administrção de estoques 6.4 Administrção de conts 6.1 Recursos de Curto Przo Administrção Finnceir e

Leia mais

Simbologia de instalações elétricas

Simbologia de instalações elétricas Simbologia de instalações elétricas Os símbolos gráficos usados nos diagramas unifilar são definidos pela norma NBR5444, para serem usados em planta baixa (arquitetônica) do imóvel. Neste tipo de planta

Leia mais

MATERIAIS BÁSICOS PARA INSTALAÇÕES ELÉTRICAS

MATERIAIS BÁSICOS PARA INSTALAÇÕES ELÉTRICAS IFSC- JOINVILLE SANTA CATARINA DISCIPLINA DESENHO TÉCNICO CURSO ELETRO-ELETRÔNICA MATERIAIS BÁSICOS PARA INSTALAÇÕES ELÉTRICAS 2011.2 Prof. Roberto Sales. MATERIAIS BÁSICOS PARA INSTALAÇÕES ELÉTRICAS A

Leia mais

Damper Corta Fogo. Séries FKA-TA-BR-90, FKA-TI-BR-60/120, TNR-F-BR-90/120 e FKR-D-BR-45/60 C4-004 TROX DO BRASIL LTDA.

Damper Corta Fogo. Séries FKA-TA-BR-90, FKA-TI-BR-60/120, TNR-F-BR-90/120 e FKR-D-BR-45/60 C4-004 TROX DO BRASIL LTDA. C4-004 Damper Corta Fogo Séries FKA-TA-BR-90, FKA-TI-BR-60/120, TNR-F-BR-90/120 e FKR-D-BR-45/60 TROX DO BRASIL LTDA. Rua Alvarenga, 2025 05509-005 São Paulo SP Fone: (11) 3037-3900 Fax: (11) 3037-3910

Leia mais

QUI-BIO. Laboratório de Química e Biologia PROGRAMA ENSINO MÉDIO INTEGRAL ENSINO INTEGRAL 2014 MEMORIAL DESCRITIVO DE REFORMA

QUI-BIO. Laboratório de Química e Biologia PROGRAMA ENSINO MÉDIO INTEGRAL ENSINO INTEGRAL 2014 MEMORIAL DESCRITIVO DE REFORMA 1/11 MEMORIAL DESCRITIVO DE REFORMA INTRODUÇÃO A escolha das salas a serem adequadas para o Laboratório de Química e Biologia, para a Sala de Preparo e para o Laboratório de Matemática e Física deverá

Leia mais

Memorial Descritivo e Especificação Técnica dos Materiais

Memorial Descritivo e Especificação Técnica dos Materiais FL.: 1/16 REV.: 00 SECRETARIA DE ESTADO DA CULTURA INSTALAÇÃO ELÉTRICA DO AR CONDICIONADO CENTRO DE CULTURA, MEMÓRIA E ESTUDOS DA DIVERSIDADE SEXUAL DO ESTADO DE SÃO PAULO. LOJAS 515 e 518 - METRÔ REPÚBLICA

Leia mais

Memorial de Projeto: Instalações Elétricas. BRB Banco de Brasília. Novas Instalações. Código do Projeto: 1720-11. nº do Contrato: 053/2011

Memorial de Projeto: Instalações Elétricas. BRB Banco de Brasília. Novas Instalações. Código do Projeto: 1720-11. nº do Contrato: 053/2011 Pág. 1 Memorial de Projeto: Instalações Elétricas Cliente: Unidade: Assunto: BRB Banco de Brasília PAB Buriti Novas Instalações Código do Projeto: 1720-11 nº do Contrato: 053/2011 Pág. 2 Índice A. Memorial

Leia mais

Especificação Quadro Autoportante de Baixa Tensão

Especificação Quadro Autoportante de Baixa Tensão Especificação Quadro Autoportante de Baixa Tensão Descrição: QUADRO AUTO-PORTANTE ATÉ 4000A Local de Aplicação QGBT Modelo Fabricante: Fabricante Alternativo Normas NBR 6808, IEC 60439-1 Aplicáveis Critério

Leia mais

SERVIÇO SOCIAL DO COMÉRCIO Administração Regional no Estado da Bahia. Criado e mantido pelos Empresários do Comércio de Bens, Serviços e Turismo

SERVIÇO SOCIAL DO COMÉRCIO Administração Regional no Estado da Bahia. Criado e mantido pelos Empresários do Comércio de Bens, Serviços e Turismo CONVITE N. 44/2012 MEMORIAL DESCRITIVO CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA PARA REALIZAÇÃO DE SERVIÇOS DE AJUSTES E CORREÇÕES EM INSTALAÇÕES ELÉTRICAS DO SESC COMÉRCIO, PARA INSTALAÇÃO DE MÁQUINAS DE

Leia mais

FÓRUM DE POÇÕES MEMORIAL DESCRITIVO DO PROJETO DAS INSTALAÇÕES DE PROTEÇÃO CONTRA INCÊNDIO E PÂNICO E SPDA

FÓRUM DE POÇÕES MEMORIAL DESCRITIVO DO PROJETO DAS INSTALAÇÕES DE PROTEÇÃO CONTRA INCÊNDIO E PÂNICO E SPDA TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA FÓRUM DE POÇÕES MEMORIAL DESCRITIVO DO PROJETO DAS INSTALAÇÕES DE PROTEÇÃO CONTRA INCÊNDIO E PÂNICO E SPDA EMPRESA RESPONSÁVEL: Senemig Engenharia LTDA RESPONSÁVEIS

Leia mais

ESTADO DA BAHIA PREFEITURA MUNICIPAL DE COCOS CNPJ: 14.222.012/0001-75

ESTADO DA BAHIA PREFEITURA MUNICIPAL DE COCOS CNPJ: 14.222.012/0001-75 2º EXTRATO DE PUBLICAÇÃO TRIMESTRAL ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 196/2014 originado no Processo Licitatório Pregão Presencial 45/2014, Objeto: registro de preços para eventual serviço e aquisição de Material

Leia mais

Planilha Orçamentária proposta pela "Irmandade Santa Casa de Misericórdia D. Zilda Salvagni"

Planilha Orçamentária proposta pela Irmandade Santa Casa de Misericórdia D. Zilda Salvagni Planilha Orçamentária proposta pela "Irmandade Santa Casa de Misericórdia D. Zilda Salvagni" Processo: 0369323-92/2011 - MINISTÉRIO DA SAÚDE Data do orçamento: 19/062013 Micípio: Taquaritinga/SP Mês do

Leia mais

ANEXO III PLANILHA DE COMPOSIÇÃO DE PREÇOS TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO - FÓRUM DA COMARCA DE SANTOS

ANEXO III PLANILHA DE COMPOSIÇÃO DE PREÇOS TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO - FÓRUM DA COMARCA DE SANTOS ANEXO III PLANILHA DE COMPOSIÇÃO DE PREÇOS TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO - FÓRUM DA COMARCA DE SANTOS 1 SERVIÇOS PRELIMINARES 1.1 CANTEIRO DE OBRAS 1.1.1 Construção provisória em madeira -

Leia mais

Hydraulics. Unidades Hidráulicas CATÁLOGO 2600-500/NA BR AGOSTO 1996

Hydraulics. Unidades Hidráulicas CATÁLOGO 2600-500/NA BR AGOSTO 1996 Hydrulics Uniddes Hidráulics CATÁLOGO 2600-500/NR AGOSTO 1996 Grnti Certificção Termo de grnti A Prker Hnnifin Ind. e Com. Ltd, Divisão Hidráulic, dorvnte denomind simplesmente Prker, grnte os seus produtos

Leia mais

ESTÁGIO PARA ESTUDANTE DA UFU

ESTÁGIO PARA ESTUDANTE DA UFU 1 ESTÁGIO PARA ESTUDANTE DA UFU EDITAL UFU/PREFE/044/2010 EDITAL DE PROCESSO SELETIVO PARA ESTAGIÁRIO(A) A Pró-reitori de Grdução d Universidde Federl de Uberlândi, mprd no rtigo 248 ds Norms de Grdução

Leia mais

TEMA CENTRAL: A interface do cuidado de enfermagem com as políticas de atenção ao idoso.

TEMA CENTRAL: A interface do cuidado de enfermagem com as políticas de atenção ao idoso. TERMO DE ADESÃO A POLITICA DE INSCRIÇÃO NOS EVENTOS DA ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ENFERMAGEM 9ª. JORNADA BRASILEIRA DE ENFERMAGEM GERIÁTRICA E GERONTOLÓGICA TEMA CENTRAL: A interfce do cuiddo de enfermgem

Leia mais

Á RIO GRANDE ENERGIA S/A DIVISÃO DE SERVIÇOS DA DISTRIBUIÇÃO REGIONAL CENTRO PASSO FUNDO - RS DADOS BÁSICOS:

Á RIO GRANDE ENERGIA S/A DIVISÃO DE SERVIÇOS DA DISTRIBUIÇÃO REGIONAL CENTRO PASSO FUNDO - RS DADOS BÁSICOS: Á RIO GRANDE ENERGIA S/A DIVISÃO DE SERVIÇOS DA DISTRIBUIÇÃO REGIONAL CENTRO PASSO FUNDO - RS DADOS BÁSICOS: Projeto nº. 59 / 2013 Nome: Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande

Leia mais

CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS ANEXO I (AO EDITAL DE CONVITE Nº 1/2006) CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS ER 8 SALVADOR - BA MEMORIAL DESCRITIVO 1. Considerações Gerais 1.1. Objetivo O presente memorial tem por finalidade estabelecer

Leia mais

PREGÃO ELETRÔNICO Nº 068/2012

PREGÃO ELETRÔNICO Nº 068/2012 P.J.U.- TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 18ª REGIÃO 1 PODER JUDICIÁRIO DA UNIÃO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 18ª REGIÃO PREGÃO ELETRÔNICO Nº 068/2012 Regido pel Lei nº 10.520/2002, Lei Complementr

Leia mais

Edital de Processo Seletivo Nº 21/2015

Edital de Processo Seletivo Nº 21/2015 Editl de Processo Seletivo Nº 21/2015 O SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL ADMINISTRAÇÃO REGIONAL NO ESTADO DO PIAUÍ, SENAC-PI, no uso de sus tribuições regimentis, torn público que estão berts

Leia mais

Projeto Elétrico. Sistema de Abastecimento de Água. Volume III. Rede de Água do Residencial Minha Casa. Minha Vida - Pacatuba/CE

Projeto Elétrico. Sistema de Abastecimento de Água. Volume III. Rede de Água do Residencial Minha Casa. Minha Vida - Pacatuba/CE Projeto Elétrico Volume III Sistema de Abastecimento de Água Rede de Água do Residencial Minha Casa Minha Vida - Pacatuba/CE Outubro / 2012 1 I. Apresentação 4 Dados da Obra 5 Localização da Obra 5 Estrutura

Leia mais

Memorial de Projeto: Instalações Elétricas. BRB Banco de Brasília Agência Hospital Paranoá Novas Instalações ANEXO II. Código do Projeto: 1089-11

Memorial de Projeto: Instalações Elétricas. BRB Banco de Brasília Agência Hospital Paranoá Novas Instalações ANEXO II. Código do Projeto: 1089-11 Pág. 1 Memorial de Projeto: Instalações Elétricas Cliente: Unidade: Assunto: BRB Banco de Brasília Agência Hospital Paranoá Novas Instalações Código do Projeto: 1089-11 nº do Contrato: 034/2011 Pág. 2

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ PCU Prefeitura do Câmpus-Sede DOP Diretoria de Obras e Projetos

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ PCU Prefeitura do Câmpus-Sede DOP Diretoria de Obras e Projetos Obra: Data Validade Bloco G80 - Centro de Ciências Biológicas (CCB) 10-abr-08 abr-08 Área: 3.812,56 m² Rubrica 3ª Etapa JMA Valores Item Discriminação Un. Quant. Unitário Total 01 SERVIÇOS PRELIMINARES

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE SUPERINTENDÊNCIA DE ARQUITETURA ENGENHARIA PROCURADORIA GERAL UFF

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE SUPERINTENDÊNCIA DE ARQUITETURA ENGENHARIA PROCURADORIA GERAL UFF SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE SUPERINTENDÊNCIA DE ARQUITETURA ENGENHARIA PROCURADORIA GERAL UFF MÊS DE REFERÊNCIA JULHO/ 2015 BDI 20% Item Discriminação Unid. Quant. 1 SERVIÇOS

Leia mais

I AÇÕES DE AUDITORIA INTERNA PREVISTAS:

I AÇÕES DE AUDITORIA INTERNA PREVISTAS: PAINT 24 - I AÇÕES DE AUDITORIA INTERNA PREVISTAS: 1.1 - Auditoris de Conformidde Uniddes Orig d dnd: Intern com bse nos resultdos d Mtriz de Risco elbord pel Auditori Intern Nº UNIDADE OBJETIVOS ESCOPO

Leia mais

RELATÓRIO 2ª MEDIÇÃO

RELATÓRIO 2ª MEDIÇÃO RELATÓRIO 2ª MEDIÇÃO OBRA: EXECUÇÃO DE REFORMA DO FÓRUM TRABALHISTA DE COLOMBO. CONTRATADA: VENTO NORDESTE CONSTRUÇÕES E EMPREENDIMENTO LTDA. Considerando a instituição da Comissão de Recebimento e Fiscalização

Leia mais

Produto Unid Cód ABRAÇADEIRA ECONÔMICA 1 PÇ PE- 01 ABRAÇADEIRA ECONÔMICA 1.1/4 PÇ PE- 02 ABRAÇADEIRA ECONÔMICA 1.1/2 PÇ PE- 03 ABRAÇADEIRA ECONÔMICA

Produto Unid Cód ABRAÇADEIRA ECONÔMICA 1 PÇ PE- 01 ABRAÇADEIRA ECONÔMICA 1.1/4 PÇ PE- 02 ABRAÇADEIRA ECONÔMICA 1.1/2 PÇ PE- 03 ABRAÇADEIRA ECONÔMICA Produto Unid Cód ABRAÇADEIRA ECONÔMICA 1 PÇ PE- 01 ABRAÇADEIRA ECONÔMICA 1.1/4 PÇ PE- 02 ABRAÇADEIRA ECONÔMICA 1.1/2 PÇ PE- 03 ABRAÇADEIRA ECONÔMICA 2 PÇ PE- 04 ABRAÇADEIRA ECONÔMICA 2.1/2 PÇ PE- 05 ABRAÇADEIRA

Leia mais

MEMORIAL TÉCNICO-DESCRITIVO Rede Aérea de Distribuição Urbana Loteamento COLIBRI. Índice:

MEMORIAL TÉCNICO-DESCRITIVO Rede Aérea de Distribuição Urbana Loteamento COLIBRI. Índice: MEMORIAL TÉCNICO-DESCRITIVO Rede Aérea de Distribuição Urbana Loteamento COLIBRI Índice: 1 - Generalidades 2 - Rede aérea de Alta Tensão 3 - Rede Secundária 4 - Aterramentos 5 - Posto de Transformação

Leia mais

Número PE022/2015. Fornecedor. Pregão. Item Descrição do Material UF Quantidade Preço Unitário Preço Total Marca / Modelo Prazo Entrega

Número PE022/2015. Fornecedor. Pregão. Item Descrição do Material UF Quantidade Preço Unitário Preço Total Marca / Modelo Prazo Entrega Folha 1 UNIVERSIDADE DO SUDOESTE DA - CAMPUS VITORIA DA CO 1 ALICATE, universal, de 8 polegadas, em aco, cabo com isolacao para 1000 volts e em conformidade com norma ABNT NBR vigente no que diz respeito

Leia mais

Planilha Orçamento - GLOBAL

Planilha Orçamento - GLOBAL 2. SERVIÇOS PRELIMINARES 2. 1. ADMINISTRAÇÃO DA OBRA Planilha Orçamento - GLOBAL 2. 1. 1. DESPESAS COM PESSOAL CONTRAMESTRE 3,00 MS 2.940,96 8.822,88 0,00 0,00 8.822,88 - - 11.028,60 11.028,60 2. 2. MEDICINA

Leia mais

CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES PARA IMPLANTAÇÃO DE SISTEMA DE CIRCUITO FECHADO DE TV CFTV PARA O ESCRITÓRIO REGIONAL DA ANATEL NO RIO GRANDE DO SUL ER05,

CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES PARA IMPLANTAÇÃO DE SISTEMA DE CIRCUITO FECHADO DE TV CFTV PARA O ESCRITÓRIO REGIONAL DA ANATEL NO RIO GRANDE DO SUL ER05, ANEXO I CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES ANATEL CADERNO DE ESPECIFICAÇÕES PARA IMPLANTAÇÃO DE SISTEMA DE CIRCUITO FECHADO DE TV CFTV PARA O ESCRITÓRIO REGIONAL DA ANATEL NO RIO GRANDE DO SUL ER05, SITUADO EM

Leia mais

PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº 600222/2011 Contrato nº 025/2011

PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº 600222/2011 Contrato nº 025/2011 PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº 600222/2011 Contrato nº 025/2011 Pelo presente instrumento, de um lado a FUNDAÇÃO ARQUIVO E MEMÓRIA DE SANTOS, doravante designada CONTRATANTE, com sede à Rua Visconde do Rio

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO DE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS IMPLANTAÇÃO.

ESPECIFICAÇÃO DE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS IMPLANTAÇÃO. OBRA: COL. EST. RESIDENCIAL SÃO PEDRO - PROJETO PADRÃO SECULO XXI. LOCAL: - Rua Tucunaré com Rua Pacu e Avenida Astolpho Leão Borges APM-05, Residencial São Pedro Goianira - GO ESPECIFICAÇÃO DE INSTALAÇÕES

Leia mais

PLANO DE TRABALHO 1/4

PLANO DE TRABALHO 1/4 PLANO DE TRABALHO 1/4 1 - DADOS CADASTRAIS ÓRGÃO: Governo do Estado do Acre C.N.P.J.: 63.606.479/0001-24 E.A: Estadual ENDEREÇO: Avenida Brasil, 297 Centro. CEP: 69.900-100 NOME DO RESPONSÁVEL: Arnóbio

Leia mais

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - Cetec. Habilitação Profissional: Técnica de nível médio de Auxiliar de Contabilidade

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - Cetec. Habilitação Profissional: Técnica de nível médio de Auxiliar de Contabilidade Plno de Trblho Docente 2014 Ensino Técnico ETEC PROFESSOR MASSUYUKI KAWANO Código: 136 Município: Tupã Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios Hbilitção Profissionl: Técnic de nível médio de Auxilir de Contbilidde

Leia mais

Responsavel Técnico: Kadner Pequeno Feitosa CREA 1600584594 Email-ativaprojetoseletricos@gmail.com

Responsavel Técnico: Kadner Pequeno Feitosa CREA 1600584594 Email-ativaprojetoseletricos@gmail.com Projeto Elétrico Padrão de Medição, fornecimento de energia em tensão primária 13.8kV, a partir da rede aérea de distribuição para atender Defensoria Pública do Estado da Paraíba. Responsavel Técnico:

Leia mais

Licenciatura em Engenharia Electrónica

Licenciatura em Engenharia Electrónica Licencitur em Engenhri Electrónic Circuitos Electrónicos Básicos Lbortório Montgens mplificdors de fonte comum, port comum e dreno comum IST2012 Objectivos Com este trblho pretendese que os lunos observem

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO INSTALAÇÕES ELÉTRICAS

MEMORIAL DESCRITIVO INSTALAÇÕES ELÉTRICAS MEMORIAL DESCRITIVO INSTALAÇÕES ELÉTRICAS 1. INTRODUÇÃO Este memorial tem por objetivo descrever os serviços a serem executados, requisitos de segurança e os materiais a serem aplicados na reforma das

Leia mais

PLANILHA ESTIMATIVA DADOS DA OBRA. Tipo de intervenção: INFRA-ESTRUTURA PARA CABEAMENTO ESTRUTURADO (CONDUTOS E CONDUTORES) VALOR

PLANILHA ESTIMATIVA DADOS DA OBRA. Tipo de intervenção: INFRA-ESTRUTURA PARA CABEAMENTO ESTRUTURADO (CONDUTOS E CONDUTORES) VALOR PLANILHA ESTIMATIVA Tipo de intervenção: INFRA-ESTRUTURA PARA CABEAMENTO ESTRUTURADO (CONDUTOS E CONDUTORES) VALOR ITEM CÓDIGO DESCRIÇÃO UN QUANT. EMPRESA 1 - ELETRONOP EMPRESA 2 - ENERMAT EMPRESA 3 -

Leia mais

Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Departamento Regional de São Paulo

Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Departamento Regional de São Paulo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Departamento Regional de São Paulo Formação Inicial e Continuada (Decreto Federal nº 5154/04 e Lei Federal nº 11741/08) PLANO DE CURSO Área: Eletroeletrônica

Leia mais

a a 3,88965 $140 7 9% 7 $187 7 9% a 5, 03295

a a 3,88965 $140 7 9% 7 $187 7 9% a 5, 03295 Anuiddes equivlentes: $480 + $113 + $149 5 9% 5 VPL A (1, 09) $56, 37 A 5 9% 3,88965 5 9% 5 9% AE = = = = $14, 49 = 3,88965 AE B $140 $620 + $120 + 7 9% 7 VPL B (1, 09) $60, 54 = = = 5, 03295 7 9% 7 9%

Leia mais

Manual de instalação. Aquecedor de reserva de monobloco de baixa temperatura Daikin Altherma EKMBUHCA3V3 EKMBUHCA9W1. Manual de instalação

Manual de instalação. Aquecedor de reserva de monobloco de baixa temperatura Daikin Altherma EKMBUHCA3V3 EKMBUHCA9W1. Manual de instalação Aquecedor de reserv de monoloco de ix tempertur Dikin EKMBUHCAV EKMBUHCA9W Portugues Índice Índice Acerc d documentção. Acerc deste documento... Acerc d cix. Aquecedor de reserv..... Pr retirr os cessórios

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA PROJETOS DE INCLUSÃO PRODUTIVA

TERMO DE REFERÊNCIA PROJETOS DE INCLUSÃO PRODUTIVA TERMO DE REFERÊNCIA PROJETOS DE INCLUSÃO PRODUTIVA 1 - Ddos do Proponente 1.1- Nome d Entidde 1.2- CNPJ 1.3- Número de Sócios 1.4- Dt d Fundção 1.5- Endereço 20/09/2011 1.6- Município 1.7- CEP 1.8- U F

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO INSTALAÇÕES ELÉTRICAS

MEMORIAL DESCRITIVO INSTALAÇÕES ELÉTRICAS SITE: www.amm.org.br- E-mail: engenharia@amm.org.br AV. RUBENS DE MENDONÇA, N 3.920 CEP 78000-070 CUIABÁ MT FONE: (65) 2123-1200 FAX: (65) 2123-1251 MEMORIAL DESCRITIVO ELÉTRICO MEMORIAL DESCRITIVO INSTALAÇÕES

Leia mais

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DE PROJETO ELÉTRICO PARA CONSTRUÇÃO DAS CASAS POPULARES DO LOTEAMENTO DE INTERESSE SOCIAL PRESIDENTE KENNDY ES

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DE PROJETO ELÉTRICO PARA CONSTRUÇÃO DAS CASAS POPULARES DO LOTEAMENTO DE INTERESSE SOCIAL PRESIDENTE KENNDY ES ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DE PROJETO ELÉTRICO PARA CONSTRUÇÃO DAS CASAS POPULARES DO LOTEAMENTO DE INTERESSE SOCIAL PRESIDENTE KENNDY ES MEMORIAL DESCRITIVO Memorial Descritivo Elétrico Projeto: Marcelo

Leia mais

ENGENHARIA E PROJETOS ELÉTRICOS LTDA MEMORIAL DESCRITIVO PROJETO ELÉTRICO

ENGENHARIA E PROJETOS ELÉTRICOS LTDA MEMORIAL DESCRITIVO PROJETO ELÉTRICO MEMORIAL DESCRITIVO PROJETO ELÉTRICO OBRA: SUBESTAÇÃO 500KVA PROPRIETÁRIO: TRT TRIBUNAL REGIONALDO TRABALHO 12ºREGIÃO RESPONSÁVEL TÉCNICO: ENG. EMERSON CESAR PADOIN PADOIN ENGENHARIA E PROJETOS LTDA MEMORIAL

Leia mais

Finalidade... : ILUMINAÇÃO PÚBLICA PRAÇA JOÃO PESSOA Nº08

Finalidade... : ILUMINAÇÃO PÚBLICA PRAÇA JOÃO PESSOA Nº08 MEMORIAL DESCRITIVO 1. INTRODUÇÃO: O presente memorial tem por objetivo possibilitar uma visão global do projeto elétrico e da implantação da rede de distribuição em Baixa Tensão e iluminação pública do

Leia mais

1.2- CNPJ 1.3- Número de Sócios 1.4- Data da Fundação. 1-10 - Nome do Presidente 1.11-C P F 1.12- RG

1.2- CNPJ 1.3- Número de Sócios 1.4- Data da Fundação. 1-10 - Nome do Presidente 1.11-C P F 1.12- RG 1 - DADOS DO PROPONENTE 1.1- Nome d Entidde 1.2- CNPJ 1.3- Número de Sócios 1.4- Dt d Fundção 1.5- Endereço 20/09/2011 1.6- Município 1.7- CEP 1.8- U F 1.9- Telefone 1-10 - Nome do Presidente 1.11-C P

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE BIOLOGIA CRBio1

CONSELHO REGIONAL DE BIOLOGIA CRBio1 Página 1 de 8.. MEMORIAL DESCRITIVO 1. DADOS BÁSICOS: NOME: PROJETO ELÉTRICO LOCAL: CONSELHO REGIONAL DE BIOLOGIA (CRBio1) MUNICIPIO: CAMPO GRANDE MS 2. PRELIMINARES: Para execução de todos os projetos

Leia mais

Sumário. Instalações Elétricas I. 1 Introdução 4

Sumário. Instalações Elétricas I. 1 Introdução 4 1 Introdução 4 2 Sumário Instalações Elétricas I 2 Partes componentes de um projeto de instalação elétrica... 4 3 - Etapas da elaboração de um projeto de instalação elétrica... 4 3.1 - Informações preliminares...

Leia mais

ND-2.009 Ligação de Edifícios com Transformadores

ND-2.009 Ligação de Edifícios com Transformadores ND-2.009 Ligação de Edifícios com Transformadores em Pedestal Norma Técnica Distribuição de Energia Elétrica ND-2.009 Ligação de Edifícios com Transformadores em Pedestal Autores: Plácido Antonio Brunheroto

Leia mais

TEATRO DA FUNDAÇÃO DA UNIVERSIDADE FEDERAL

TEATRO DA FUNDAÇÃO DA UNIVERSIDADE FEDERAL TEATRO DA FUNDAÇÃO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA UNIR EM PORTO VELHO RO Documento: Memorial descritivo e justificativo - Elétrica Emissão: 00 Responsável: Eng. Fabrício Silva Lima Eng. Fábio José

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO E ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DE SERVIÇOS DE ENGENHARIA INSTALAÇÕES ELÉTRICAS GERAL DETECEÇÃO E ALARME DE INCÊNDIO

MEMORIAL DESCRITIVO E ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DE SERVIÇOS DE ENGENHARIA INSTALAÇÕES ELÉTRICAS GERAL DETECEÇÃO E ALARME DE INCÊNDIO 1 MEMORIAL DESCRITIVO E ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DE SERVIÇOS DE ENGENHARIA INSTALAÇÕES ELÉTRICAS GERAL DETECEÇÃO E ALARME DE INCÊNDIO CLIENTE: OBRA: LOCAL: BNDES RETROFIT DESUL AV. JUSCELINO KUBITSCHEK,

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA SUMÁRIO 7. CONTEÚDO Transformadores para Instrumentos 145 kv 7.1. Geral PG. 7.2. Normas 7.3. Escopo de Fornecimento 7.4. Características Elétricas 7.4.1. Gerais 7.4.2. Transformadores de Corrente 03 7.4.3.

Leia mais

SESI - SERVIÇO SOCIAL DA INDÚSTRIA SESI DE SIMÕES FILHO QUADRA POLIESPORTIVA INSTALAÇÕES ELÉTRICAS

SESI - SERVIÇO SOCIAL DA INDÚSTRIA SESI DE SIMÕES FILHO QUADRA POLIESPORTIVA INSTALAÇÕES ELÉTRICAS SESI - SERVIÇO SOCIAL DA INDÚSTRIA SESI DE SIMÕES FILHO QUADRA POLIESPORTIVA INSTALAÇÕES ELÉTRICAS Memorial Descritivo Revisão - 2 Novembro / 2010 página 1 S U M Á R I O : 1 - OBJETIVO 2 - RESPONSÁVEL

Leia mais

ANEXO XIII - MEMORIAL DESCRITIVO

ANEXO XIII - MEMORIAL DESCRITIVO ANEXO XIII - MEMORIAL DESCRITIVO 1 - APRESENTAÇÃO: O presente memorial visa descrever as diretrizes básicas que devem ser observadas na reformulação da iluminação pública do Parque Marinha do Brasil. 2

Leia mais

PLANILHA DE MATERIAIS E SERVIÇOS COMPLEMENTARES FL. 01/09

PLANILHA DE MATERIAIS E SERVIÇOS COMPLEMENTARES FL. 01/09 FL. 01/09 REGIÃO I Material M.O. 1 Mola Dorma p/ piso para porta Blindex sem furo pç 3 540,00 96,00 636,00 1.908,00 2 Mola Dorma p/ piso para porta Blindex com furo pç 3 540,00 100,00 640,00 1.920,00 3

Leia mais