II ENCONTRO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA TUTELA PROVISÓRIA NO NOVO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "II ENCONTRO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA TUTELA PROVISÓRIA NO NOVO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL"

Transcrição

1 II ENCONTRO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA TUTELA PROVISÓRIA NO NOVO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL Alberto Meireles 1 Anderson Viana da Mota 2 Ramires Andrade 3 Daisy Crisóstimo Cavalcante 4 1 INTRODUÇÃO O novo Código de Processo Civil Brasileiro trouxe em seu texto algumas modificações pontuais quanto à antecipação da tutela, bem como manteve alguns aspectos importantes. O referido instituto é reconhecidamente essencial para a manutenção da justiça, uma vez que protege quem dela necessitar da morosidade do judiciário, fazendo com que o seu estudo e conhecimento seja essencial. A garantia constitucional da razoável duração do processo é essencial para um processo justo, pois, um amparo tardio pode caracterizar injustiça. As mudanças observadas são importantíssimas para garantir a efetividade da celeridade processual, porém há de se destacar as medidas adotadas para de proteger ambas as partes, garantido o princípio do devido processo legal. Dentre as mudanças observadas no novo CPC temos a extinção do livro do processo cautelar, o uso de disposições gerais tratando da lei da tutela provisória que traz a tutela de urgência, antecipada ou cautelar, unidas e sistematizadas, ampliando sua utilização. 1 Autor e Bacharelando do sexto período do curso de Direito da Faculdade de Rondônia FARO Autor e Bacharelando do sexto período do curso de Direito da Faculdade de Rondônia FARO Autor e Bacharelando do sexto período do curso de Direito da Faculdade de Rondônia FARO Professora e Orientadora do Curso de Seminários Jurídicos I pela Faculdade de Rondônia FARO

2 44 E, a nova tutela da evidência que já é notada no código vigente, porém com nova roupagem e aspectos. Assim, este trabalho tem como meta demonstrar a diferença entre as tutelas de urgência e de evidência analisando seus critérios e formas, bem como as mudanças percebidas, proporcionando um conhecimento formal dessa alteração no processo civil. 2 METODOLOGIA No trabalho foi utilizada pesquisa bibliográfica de autores que abordaram o tema em livros, revistas conceituadas e sites confiáveis para a confecção do Banner em apresentação no Encontro de Ciência e Tecnologia. Além de trazer a análise de caso concreto com pesquisa documental e de campo. A pesquisa bibliográfica desenvolveu-se pelo método de abordagem indutivo. Na pesquisa documental e de campo foi adotado o método de abordagem indutivo, dedutivo e ainda hipotético-dedutivo. Após o levantamento bibliográfico, procedeu-se com a leitura analítica do material, que compreendeu as análises textuais, temáticas e interpretativas e ainda, a pesquisa documental foi realizada com analise histórico-comparativa e crítica. 3 RESULTADOS E DISCURÇÕES Durante a pesquisa notou-se que é necessário propiciar um estudo aprofundado desse tema que está presente em praticamente todos os escritórios de advocacia do país, mas, é desconhecido pela maioria dos acadêmicos. Logo, a divulgação deste tema, através deste trabalho, oportunizará uma reflexão sobre o assunto e, propiciará o conhecimento para os estudantes e interessados na área. Antes de iniciar a analise dos artigos referentes à antecipação de tutela, há de se destacar o porquê e para que esse instituto se reserva e se faz necessário. Logo, podemos destacar que quando se busca uma tutela, está se procurando um amparo, uma proteção que poderá ser concedida no Código de Processo Civil através de uma tutela provisória ou definitiva. Esta ocorre quando o órgão julgador decide o que foi pedido no processo, enquanto aquela se manifesta quando se é antecipado os efeitos da tutela definitiva.

3 45 O CPC/15 destaca que a tutela provisória que pode se fundamentar em tutela de urgência ou evidência. Resumidamente, pode-se se dizer que a Urgência é uma situação excepcional que se está em perigo da demora ou periculum in mora e a evidência se manifesta no fumus boni iuris, isto é, uma probabilidade de certeza do direito e o risco de lesão grave ou de difícil reparação. A tutela de urgência, cautelar ou antecipada pode ser concedida em caráter antecedente ou incidental, ou seja, pode ser pedida antes do ajuizamento da ação principal ou nos próprios autos da ação principal e independentemente do pagamento de custas. A tutela provisória poderá ser concedida a requerimento do autor na inicial por decisão interlocutória do juiz, diante do preenchimento de determinados requisitos legais. Quanto à tutela de evidência que apesar dessa nova nomenclatura, já é percebida em parte, no código vigente. Tem-se que essa tutela será concedida independentemente da demonstração de perigo de dano ou de risco ao resultado útil do processo. Isto é possível graças à característica de ser evidente, já que esta é claramente visível e no dizer de Fux, são situações em que se opera mais do que o fumus boni iuris, mas a probabilidade de certeza do direito alegado, aliada à injustificada demora que o processo ordinário carreará até a satisfação do interesse do demandante, com grave desprestígio para o Poder Judiciário, posto que injusta a espera determinada. 4 CONCLUSÕES Na busca por um processo justo, sabe-se que o tempo a ser percorrido é inerente, porem é necessário que este seja distribuído de forma adequada para garantir a segurança jurídica necessária para a realização da justiça. A celeridade processual e sua efetividade são essenciais para o cumprimento de diversos princípios garantidos na Constituição Federal, assim, os procedimentos têm que ser suficientes para garantir a proteção de ambas às partes. O presente trabalho buscou demonstrar a utilização da antecipação de tutela e percebeu-se que a nova redação da tutela provisória no novo Código de Processo Civil uniu as tutelas de urgência, sejam elas satisfativas ou assecuratórias e, instituiu a tutela da evidência para garantir a celeridade e efetividade do processo, com alterações formais no sistema

4 46 vigente. Notou-se ainda a distinção das tutelas de urgência e de evidência e suas significativas diferenças e utilizações. Por fim há de se destacar a importância desse instituto para diminuir as injustiças ocorridas pela morosidade do judiciário, assim seu conhecimento e estudo é essencial para melhorar a efetividade do Estado-juiz de compor conflitos dando-lhes uma prestação jurisdicional justa. REFERÊNCIAS ASSIS, Araken de. Comentários ao código de processo civil Rio de Janeiro: Forense, V. 6 DIDIER JÚNIOR, Fredie. Curso de Direito Processual Civil. 9 ed. Salvador: Juspodivm, V. 2. FRIEDE, Reis. Tutela antecipada, tutela especifica e tutela cautelar. 5 ed. Belo Horizonte: Del Rey, FUX, Luiz. O Novo Processo Civil. In. FUX, Luiz (Coord.). O novo processo civil brasileiro: reflexões acerca do projeto do novo Código de Processo Civil. Rio de Janeiro: forense, p. 18. MARINONI, Luiz Guilherme; ARENHART, Sérgio Cruz. Curso de Processo Civil: Processo cautelar. v ed. São Paulo: Revista dos Tribunais, MOYSES, Natália Hallit. Tutela antecipada e o projeto do novo CPC. Revista Jus Navigandi, Teresina, ano 18, n. 3477, 7 jan Disponível em: < Acesso em: 18 nov NORMANHA, Paula Simão. Tutelas de urgência no projeto do novo Código de Processo Civil: reflexos da supressão do processo cautelar sobre o princípio do devido processo legal. In: Âmbito Jurídico, Rio Grande, XVI, n. 108, jan Disponível em: < Acesso em nov 2015.

5 47 O PROJETO do CPC: Críticas e propostas. São Paulo: Revista dos Tribunais, PRIMEIRAS observações sobre o projeto do novo código de processo civil. Revista Magister de Direito Civil e Processual Civil, Porto Alegre, v.6, n.36, p.5-11, maio/jun TESHEINER, José Maria. Antecipação de tutela e litisregulação: estudo em homenagem a Athos Gusmão Carneiro. Academia. Disponível em: < 3%A7%C3%A3o_estudo_em_homenagem_a_Athos_Gusm%C3%A3o_Carneiro>. Acesso em 05 out

Escola da Magistratura do Estado do Rio de Janeiro. Tutelas de Urgência e o Projeto do Novo Código de Processo Civil

Escola da Magistratura do Estado do Rio de Janeiro. Tutelas de Urgência e o Projeto do Novo Código de Processo Civil Escola da Magistratura do Estado do Rio de Janeiro Tutelas de Urgência e o Projeto do Novo Código de Processo Civil Juliana Albuquerque de Omena Alves Rio de Janeiro 2014 JULIANA ALBUQUERQUE DE OMENA ALVES

Leia mais

A Tutela Cautelar e o Anteprojeto do Novo Código de Processo Civil

A Tutela Cautelar e o Anteprojeto do Novo Código de Processo Civil A Tutela Cautelar e o Anteprojeto do Novo Código de Processo Civil Flora Harmonia Gaviolli 1 Patrícia Elias Vieira 2 SUMÁRIO Introdução; 1 A tutela jurisdicional e sua antecipação no código de processo

Leia mais

Revista Pesquisas Jurídicas ISSN 2316 6487 (v. 3, n. 2. jul./out. 2014)

Revista Pesquisas Jurídicas ISSN 2316 6487 (v. 3, n. 2. jul./out. 2014) 4 AS TUTELAS DE URGÊNCIA E EVIDÊNCIA NO ANTEPROJETO DO NOVO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL Felipe Maciel Pinheiro Barros 1 INTRODUÇÃO O Código de Processo Civil vigente CPC encontra-se obsoleto não apenas pelo

Leia mais

Novo Código de Processo Civil e a antiga Medida Cautelar de Antecipação de Garantia

Novo Código de Processo Civil e a antiga Medida Cautelar de Antecipação de Garantia Novo Código de Processo Civil e a antiga Medida Cautelar de Antecipação de Garantia Por Vinicius Jucá Alves e Christiane Alves Alvarenga, respectivamente, sócio e associada de TozziniFreire Advogados Em

Leia mais

DISCIPLINA: Direito Processual Civil IV. CH total: 72h. SEMESTRE DE ESTUDO: 8º Semestre

DISCIPLINA: Direito Processual Civil IV. CH total: 72h. SEMESTRE DE ESTUDO: 8º Semestre DISCIPLINA: Direito Processual Civil IV CH total: 72h SEMESTRE DE ESTUDO: 8º Semestre TURNO: Matutino / Noturno CÓDIGO: DIR137 1. EMENTA: Aspectos gerais da execução. Liquidação de sentença. Execução de

Leia mais

Da TUTELA ANTECIPADA. Des. ANA MARIA DUARTE AMARANTE BRITO

Da TUTELA ANTECIPADA. Des. ANA MARIA DUARTE AMARANTE BRITO Da TUTELA ANTECIPADA Des. ANA MARIA DUARTE AMARANTE BRITO ANTECIPAÇÃO DE TUTELA - REQUISITOS Art. 273. O juiz poderá, a requerimento da parte, antecipar, total ou parcialmente, os efeitos da tutela pretendida

Leia mais

TUTELA PROVISÓRIA NOÇÕES GERAIS

TUTELA PROVISÓRIA NOÇÕES GERAIS TUTELA PROVISÓRIA NOÇÕES GERAIS 1.1. TUTELA DEFINITIVA: SATISFATIVA E CAUTELAR TUTELA DEFINITIVA Obtida com base na cognição do exauriente, profundo debate acerca do objeto da decisão, garantindo o devido

Leia mais

PLANO DE CURSO 2010/2

PLANO DE CURSO 2010/2 Este Plano de Curso poderá sofrer alterações a critério do professor e / ou da Coordenação. DISCIPLINA: DIREITO PROCESSUAL CIVIL II PROFESSOR: BRUNO ALBINO RAVARA TURMA: 2º ANO INTEGRAL PLANO DE CURSO

Leia mais

Representante : COLIGAÇÃO TODOS PELO PARANÁ (PSDB/PROS/DEM/PSB/PSB/PSD/PTB/PP/PPS/PSC/ PR/SD/PSL/PSDC/PMN/ PHS/PEN/PT do B)

Representante : COLIGAÇÃO TODOS PELO PARANÁ (PSDB/PROS/DEM/PSB/PSB/PSD/PTB/PP/PPS/PSC/ PR/SD/PSL/PSDC/PMN/ PHS/PEN/PT do B) REPRESENTAÇÃO N 1523-09.2014.16.0000 Representante : COLIGAÇÃO TODOS PELO PARANÁ (PSDB/PROS/DEM/PSB/PSB/PSD/PTB/PP/PPS/PSC/ PR/SD/PSL/PSDC/PMN/ PHS/PEN/PT do B) Representados : ESMAEL ALVES DE MORAES :

Leia mais

BuscaLegis.ccj.ufsc.br

BuscaLegis.ccj.ufsc.br BuscaLegis.ccj.ufsc.br A multa e a penhora on line como formas de efetivar a antecipação de soma em dinheiro Luiz Guilherme Marinoni* 1. O uso da multa Como é óbvio, a tutela antecipatória de soma supõe

Leia mais

Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Direito

Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Direito Escola Paulista de Direito EPD Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Direito O NOVO CONCEIITO DE SENTENÇA Especialização: Direito Civil e Processual Civil Especializandos: Thiago Martinelli de Vergueiro

Leia mais

Relator: JARBAS GOMES Órgão Julgador: 11ª CÂMARA DE DIREITO PÚBLICO

Relator: JARBAS GOMES Órgão Julgador: 11ª CÂMARA DE DIREITO PÚBLICO fls. 104 Relator: JARBAS GOMES Órgão Julgador: 11ª CÂMARA DE DIREITO PÚBLICO Vistos. Trata-se de agravo de instrumento interposto por GRACEDES DO CARMO BONIZIOLI, contra a r. decisão que, em sede de ação

Leia mais

2 3 4 5 6 DEDICATÓRIA 7 PARTE I: AÇÕES COM ÊNFASE AOS CONTRATOS BANCÁRIOS ial de pacto sob a forma de. Este nada mais é do que, numa visão Nossos Códigos, assim como grande parte das legislações, distinguem

Leia mais

O ACESSO À JUSTIÇA POR MEIO DA DEFENSORIA PÚBLICA

O ACESSO À JUSTIÇA POR MEIO DA DEFENSORIA PÚBLICA ANAIS - I Congresso Norte Mineiro de Direito Constitucional - Outubro de 2015 ISSN 2447-3251- Montes Claros, MG-p. 1 O ACESSO À JUSTIÇA POR MEIO DA DEFENSORIA PÚBLICA BISPO, Bruno Henrique Câmara Acadêmico

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DO ACRE 1ª Vara da Fazenda Pública da Comarca de Rio Branco. Decisão

PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DO ACRE 1ª Vara da Fazenda Pública da Comarca de Rio Branco. Decisão fls. 1 Autos n.º 0708777-72.2013.8.01.0001 Classe Ação Civil Pública Autor Defensoria Pública do Estado do Acre Réu Estado do Acre Decisão Trata-se de Ação Civil Pública, com pedido de tutela antecipada,

Leia mais

ESTADO DE SANTA CATARINA PODER JUDICIÁRIO Comarca da Capital 2ª Vara Cível

ESTADO DE SANTA CATARINA PODER JUDICIÁRIO Comarca da Capital 2ª Vara Cível fls. 1 Autos n 0324833-09.2014.8.24.0023 Ação: Cautelar Inominada/PROC Requerente: Associação dos Servidores Civis da Segurança Pública de santa Catarina - ASSESP/SC Requerido: IBBCA 2008 Gestão em Saúde

Leia mais

TUTELAS PROVISÓRIAS: TUTELA DE URGÊNCIA E TUTELA DA EVIDÊNCIA.

TUTELAS PROVISÓRIAS: TUTELA DE URGÊNCIA E TUTELA DA EVIDÊNCIA. PALESTRA TUTELAS PROVISÓRIAS: TUTELA DE URGÊNCIA E TUTELA DA EVIDÊNCIA. Professor: Dr. Francisco Ferreira Jorge Neto Desembargador do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região. Professor Universitário

Leia mais

ESPÉCIES DE TUTELA JURISDICIONAL

ESPÉCIES DE TUTELA JURISDICIONAL ESPÉCIES DE TUTELA JURISDICIONAL Maria Cristina Zainaghi Resumo: Neste trabalho pretendemos trazer, em breve relato, as espécies de provimento jurisdicionais, inclusive abordando as tutelas diferenciadas,

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA SÉTIMA CÂMARA CÍVEL

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA SÉTIMA CÂMARA CÍVEL TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA SÉTIMA CÂMARA CÍVEL Agravo de Instrumento nº 0052654-08.2013.8.19.0000 Agravante: Município de Armação de Búzios Agravado: Lidiany da Silva Mello

Leia mais

Direito Processual do Trabalho

Direito Processual do Trabalho Faculdade de Direito Milton Campos Reconhecida pelo Ministério da Educação Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Direito do Trabalho Direito Processual do Trabalho Carga Horária: 64 h/a 1- Ementa O curso

Leia mais

MEDIDA CAUTELAR Nº 256656-16.2013.8.09.0000 (201392566568) COMARCA DE GOIÂNIA

MEDIDA CAUTELAR Nº 256656-16.2013.8.09.0000 (201392566568) COMARCA DE GOIÂNIA MEDIDA CAUTELAR Nº 256656-16.2013.8.09.0000 (201392566568) COMARCA DE GOIÂNIA REQUERENTE : GUILHERME COSTA CABRAL REQUERIDA : SOCIEDADE GOIANA DE CULTURA PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS - PUC/GO

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DA PARAÍBA TRIBUNAL DE JUSTIÇA

PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DA PARAÍBA TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DA PARAÍBA TRIBUNAL DE JUSTIÇA ACÓRDÃO Agravo de Instrumento n 200.2011.019980-5/001 Origem : 8 4 Vara Cível da Comarca da Capital Relatora : Juíza de Direito Convocada Maria

Leia mais

Ministério da Educação Universidade Federal de Santa Maria Centro de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Direito PLANO DE ENSINO

Ministério da Educação Universidade Federal de Santa Maria Centro de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Direito PLANO DE ENSINO Ministério da Educação Universidade Federal de Santa Maria Centro de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Direito PLANO DE ENSINO 1) IDENTIFICAÇÃO DA DISCIPLINA Disciplina Direito Processual Civil

Leia mais

Curso: Direito Carga Horária: 80 Departamento: Direito Processual Civil Área: Público PLANO DE ENSINO

Curso: Direito Carga Horária: 80 Departamento: Direito Processual Civil Área: Público PLANO DE ENSINO Faculdade de Direito Milton Campos Disciplina: Prática Jurídica I Curso: Direito Carga Horária: 80 Departamento: Direito Processual Civil Área: Público PLANO DE ENSINO EMENTA Petição inicial. Requisitos.

Leia mais

NOVO CPC. Campinas outubro de 2015. Prof. Darlan Barroso Tutelas Provisórias no Novo CPC

NOVO CPC. Campinas outubro de 2015. Prof. Darlan Barroso Tutelas Provisórias no Novo CPC Campinas outubro de 2015 Prof. Darlan Barroso Tutelas Provisórias no Novo CPC Aspectos gerais Do projeto ao texto aprovado Projeto iniciado no Senado 1ª Comissão instituída em 9/2009 Aprovado em dezembro/2010

Leia mais

Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados - ENFAM Programa de Capacitação em Poder Judiciário.

Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados - ENFAM Programa de Capacitação em Poder Judiciário. Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados - ENFAM Programa de Capacitação em Poder Judiciário (aperfeiçoamento) 1. Identificação do Requerente Escola: Escola Superior da Magistratura

Leia mais

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DE JATAÍ - CESUT A s s o c i a ç ã o J a t a i e n s e d e E d u c a ç ã o

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DE JATAÍ - CESUT A s s o c i a ç ã o J a t a i e n s e d e E d u c a ç ã o EMENTA: 1. TEORIA GERAL DA EXECUÇÃO 2. PARTES NO PROCESSO DE EXECUÇÃO 3. COMPETÊNCIA 4. REQUISITOS NECESSÁRIOS PARA REALIZAR QUALQUER EXECUÇÃO 5. FASE DE CUMPRIMENTO DE SENTENÇA 5.1 CUMPRIMENTO DE SENTENÇA

Leia mais

DIREITO PROCESSUAL CIVIL IV PODER GERAL DE CAUTELA DO JUIZ Cláudio Basques

DIREITO PROCESSUAL CIVIL IV PODER GERAL DE CAUTELA DO JUIZ Cláudio Basques DIREITO PROCESSUAL CIVIL IV PODER GERAL DE CAUTELA DO JUIZ Cláudio Basques - PREVISTO NOS ARTIGOS 798 E 799 DO CPC Art. 798. Além dos procedimentos cautelares específicos, que este código regula no Capítulo

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO. Registro: 2015.0000495802 ACÓRDÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO. Registro: 2015.0000495802 ACÓRDÃO fls. 1057 Registro: 2015.0000495802 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos de Agravo de Instrumento nº 2128660-56.2015.8.26.0000, da Comarca de São Paulo, em que são agravantes SINDICATO DAS

Leia mais

Sentença é o ato do juiz que implica alguma das situações previstas nos arts 267 e 269 desta Lei.

Sentença é o ato do juiz que implica alguma das situações previstas nos arts 267 e 269 desta Lei. SENTENÇA CÍVEL 1. CONCEITO. Art. 162 parágrafo 1º do CPC Sentença é o ato do juiz que implica alguma das situações previstas nos arts 267 e 269 desta Lei. Redação anterior...é o ato pelo qual o juiz põe

Leia mais

12/08/2012 PROCESSO PENAL II PROCESSO PENAL II

12/08/2012 PROCESSO PENAL II PROCESSO PENAL II II 2ª -Parte Professor: Rubens Correia Junior 1 II Acessem!!!!!! www.rubenscorreiajr.blogspot.com 2 1 O : É o conjunto de atos cronologicamente concatenados (procedimentos), submetido a princípios e regras

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROGRAMA DE DISCIPLINA Faculdade Anísio Teixeira de Feira de Santana Autorizada pela Portaria Ministerial nº 552 de 22 de março de 2001 e publicada no Diário Oficial da União de 26 de março de 2001. Endereço: Rua Juracy Magalhães,

Leia mais

A contestação no Projeto do Novo Código de Processo Civil. Autor: João Pedro Ruppert Krubniki - jprkrubniki@gmail.com

A contestação no Projeto do Novo Código de Processo Civil. Autor: João Pedro Ruppert Krubniki - jprkrubniki@gmail.com A contestação no Projeto do Novo Código de Processo Civil Autor: João Pedro Ruppert Krubniki - jprkrubniki@gmail.com Orientadora: Adriana Timóteo dos Santos Zagurski - Professora do departamento de direito

Leia mais

SEMINÁRIO - O PODER JUDICIÁRIO E O NOVO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL ENUNCIADOS APROVADOS

SEMINÁRIO - O PODER JUDICIÁRIO E O NOVO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL ENUNCIADOS APROVADOS 1) Entende-se por fundamento referido no art. 10 do CPC/2015 o substrato fático que orienta o pedido, e não o enquadramento jurídico atribuído pelas partes. 2) Não ofende a regra do contraditório do art.

Leia mais

Conteúdo: Intervenção de Terceiros: Conceitos, Classificação e Espécies.

Conteúdo: Intervenção de Terceiros: Conceitos, Classificação e Espécies. Turma e Ano: Flex A (2014) Matéria / Aula: Processo Civil / Aula 12 Professor: Edward Carlyle Conteúdo: Intervenção de Terceiros: Conceitos, Classificação e Espécies. Litisconsórcio (cont.) Litisconsortes

Leia mais

FONTES E PRINCÍPIOS DO DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO 1

FONTES E PRINCÍPIOS DO DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO 1 FONTES E PRINCÍPIOS DO DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO 1 1. Fontes do Direito Processual do Trabalho A abordagem relativa às fontes processuais trabalhistas é de extrema relevância para a compreensão das

Leia mais

Parte requerente: INSTITUTO DO PATRIMÔNIO HISTÓRICO E ARTÍSTICO NACIONAL - IPHAN (Advª. Sandra Mary Tenório Godoi) E ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE

Parte requerente: INSTITUTO DO PATRIMÔNIO HISTÓRICO E ARTÍSTICO NACIONAL - IPHAN (Advª. Sandra Mary Tenório Godoi) E ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE Processo Judicial Eletrônico: 1 CAUTELAR INOMINADA Autos de nº 0800490-42.2014.4.05.8400 Parte requerente: INSTITUTO DO PATRIMÔNIO HISTÓRICO E ARTÍSTICO NACIONAL - IPHAN (Advª. Sandra Mary Tenório Godoi)

Leia mais

Direito Constitucional Peças e Práticas

Direito Constitucional Peças e Práticas PETIÇÃO INICIAL RECLAMAÇÃO CONSTITUCIONAL ASPECTOS JURÍDICOS E PROCESSUAIS DA RECLAMAÇÃO Trata-se de verdadeira AÇÃO CONSTITUCIONAL, a despeito da jurisprudência do STF a classificar como direito de petição

Leia mais

Éprincípio basilar da atuação jurisdicional, no caso contenciosa, o

Éprincípio basilar da atuação jurisdicional, no caso contenciosa, o A idoneidade da fiança judicial Ricardo de Oliveira Paes Barreto Éprincípio basilar da atuação jurisdicional, no caso contenciosa, o contraditório. Esse princípio, mais que balizador do direito processual

Leia mais

THEODORO JÚNIOR, Humberto. Curso de Direito processual civil. 42. ed. Rio de Janeiro: Forense, 2005. v. 1.

THEODORO JÚNIOR, Humberto. Curso de Direito processual civil. 42. ed. Rio de Janeiro: Forense, 2005. v. 1. ÁREA 5 DIREITO PROCESSUAL CIVIL, I, II, III, IV, V e VI DIREITO PROCESSUAL CIVIL I Sujeitos do processo. Litisconsórcio. Intervenção de terceiros. Petição inicial. Causa de pedir. Pedido. Citação. Atos

Leia mais

Tópicos em Direito Processual Civil Carga Horária: 20 h/a

Tópicos em Direito Processual Civil Carga Horária: 20 h/a Faculdade de Direito Milton Campos Reconhecida pelo Ministério da Educação Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Direito Civil Tópicos em Direito Processual Civil Carga Horária: 20 h/a 1- Ementa A presente

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR PRESIDENTE DO EGRÉGIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE GOIÁS

EXCELENTÍSSIMO SENHOR PRESIDENTE DO EGRÉGIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE GOIÁS EXCELENTÍSSIMO SENHOR PRESIDENTE DO EGRÉGIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE GOIÁS O PROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE GOIÁS, com fundamento nos artigos 129, IV, da Constituição da República, 29,

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DA PARAÍBA PRESIDÊNCIA

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DA PARAÍBA PRESIDÊNCIA PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DA PARAÍBA PRESIDÊNCIA RECURSO ESPECIAL N 200.2007.012531-1/001 RECORRENTE : Banco Alvorada S.A. ADVOGADOS : José Edgard da Cunha Bueno Filho e Outros RECORRIDO : Genival

Leia mais

O Novo Processo Civil Brasileiro

O Novo Processo Civil Brasileiro FACULDADE 7 DE SETEMBRO CURSO DE DIREITO Grupo de Estudo e Pesquisa O Novo Processo Civil Brasileiro Professor Daniel Gomes de Miranda 20 de janeiro de 2014 SUMÁRIO TEMA... 3 JUSTIFICATIVA... 3 OBJETIVOS...

Leia mais

A DISTRIBUIÇÃO DINÂMICA DO ÔNUS DA PROVA NO PROJETO DE LEI Nº 8.046/2010, QUE INSTITUI O NOVO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL

A DISTRIBUIÇÃO DINÂMICA DO ÔNUS DA PROVA NO PROJETO DE LEI Nº 8.046/2010, QUE INSTITUI O NOVO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL A DISTRIBUIÇÃO DINÂMICA DO ÔNUS DA PROVA NO PROJETO DE LEI Nº 8.046/2010, QUE INSTITUI O NOVO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL Arnaldo de A. Machado Júnior, advogado, especialista em direito processual civil pela

Leia mais

Excelentíssimo Senhor Doutor Juiz da 3ª Vara Federal de Florianópolis, Santa Catarina

Excelentíssimo Senhor Doutor Juiz da 3ª Vara Federal de Florianópolis, Santa Catarina Excelentíssimo Senhor Doutor Juiz da 3ª Vara Federal de Florianópolis, Santa Catarina DISTRIBUÇÃO COM URGÊNCIA Com isenção de custas forte no artigo 18 da Lei n. 7.347/85. C/ PEDIDO DE LIMINAR, inaudita

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE GOIÁS Gabinete do Desembargador Ney Teles de Paula

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE GOIÁS Gabinete do Desembargador Ney Teles de Paula AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 250603-48.2015.8.09.0000 (201592506038) COMARCA DE GOIÁS AGRAVANTE AGRAVADO RELATOR : BRASINEIDE CLEMENTE FERREIRA PIMENTA : DELEGADO GERAL DA POLÍCIA CIVIL DO ESTADO DE GOIÁS

Leia mais

ASSOCIAÇÃO E CULTURAL E EDUCACIONAL DO PARÁ ACEPA CENTRO UNIVERSITÁRIO DO ESTADO DO PARÁ CESUPA EDITAL Nº 031/2014

ASSOCIAÇÃO E CULTURAL E EDUCACIONAL DO PARÁ ACEPA CENTRO UNIVERSITÁRIO DO ESTADO DO PARÁ CESUPA EDITAL Nº 031/2014 ASSOCIAÇÃO E CULTURAL E EDUCACIONAL DO PARÁ ACEPA CENTRO UNIVERSITÁRIO DO ESTADO DO PARÁ CESUPA EDITAL Nº 031/2014 1. O Reitor do CENTRO UNIVERSITÁRIO DO ESTADO DO PARÁ CESUPA, no uso de suas atribuições

Leia mais

DA ILEGALIDADE NO CONTROLE, PELO EMPREGADOR, DO ENDEREÇO ELETRÔNICO ( E-MAIL ) FORNECIDO EM DECORRÊNCIA DA RELAÇÃO DE TRABALHO

DA ILEGALIDADE NO CONTROLE, PELO EMPREGADOR, DO ENDEREÇO ELETRÔNICO ( E-MAIL ) FORNECIDO EM DECORRÊNCIA DA RELAÇÃO DE TRABALHO DA ILEGALIDADE NO CONTROLE, PELO EMPREGADOR, DO ENDEREÇO ELETRÔNICO ( E-MAIL ) FORNECIDO EM DECORRÊNCIA DA RELAÇÃO DE TRABALHO Palavras-chaves: Controle. E-mail. Empregado. Matheus Diego do NASCIMENTO

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA SÉTIMA CÂMARA CÍVEL

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA SÉTIMA CÂMARA CÍVEL TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA SÉTIMA CÂMARA CÍVEL Agravo de Instrumento nº 0005022-49.2014.8.19.0000 Agravante: Município de Três Rios Agravado: Gabriel Estanislau da Rocha Alves

Leia mais

Índice Sistemático do Novo Código de Processo Civil

Índice Sistemático do Novo Código de Processo Civil Índice Sistemático do Novo Código de Processo Civil LEI CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL Parte Geral Livro I DAS NORMAS PROCESSUAIS CIVIS TÍTULO ÚNICO DAS NORMAS FUNDAMENTAIS E DA APLICAÇÃO DAS NORMAS PROCESSUAIS

Leia mais

DISCIPLINA: Direito Processual Civil II SEMESTRE DE ESTUDO: 6º Semestre. CH total: 72h

DISCIPLINA: Direito Processual Civil II SEMESTRE DE ESTUDO: 6º Semestre. CH total: 72h DISCIPLINA: Direito Processual Civil II SEMESTRE DE ESTUDO: 6º Semestre TURNO: Matutino / Noturno CH total: 72h CÓDIGO: DIR130 1. EMENTA: Direito probatório. Audiência de instrução e julgamento. Antecipação

Leia mais

0803495-29.2015.4.05.8500 - AÇÃO CIVIL PÚBLICA MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL UNIÃO FEDERAL

0803495-29.2015.4.05.8500 - AÇÃO CIVIL PÚBLICA MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL UNIÃO FEDERAL PROCESSO Nº: 0803495-29.2015.4.05.8500 - AÇÃO CIVIL PÚBLICA AUTOR: MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL RÉU: UNIÃO FEDERAL (e outros) 3ª VARA FEDERAL - JUIZ FEDERAL TITULAR ADMINISTRATIVO. CONSTITUCIONAL. AÇÃO CIVIL

Leia mais

AN 01 IT 013 PQ 03 Plano de Ensino Rev. 01. 27/07/2015 Página 1 de 5. Período 8º PERÍODO

AN 01 IT 013 PQ 03 Plano de Ensino Rev. 01. 27/07/2015 Página 1 de 5. Período 8º PERÍODO 27/07/2015 Página 1 de 5 PLANO DE ENSINO - CURSO SEMESTRAL Disciplina PRÁTICA FORENSE CIVIL I Código 140 Curso Graduação Período 8º PERÍODO Turmas A, B e D Carga horária 77 horas-aula 64 horas-relógio

Leia mais

UNIVERSIDADE TUIUTI DO PARANÁ CHRISTOFER RASERA TUTELA ANTECIPADA NO NOVO CÓDIGO DE PROCESSO CÍVEL

UNIVERSIDADE TUIUTI DO PARANÁ CHRISTOFER RASERA TUTELA ANTECIPADA NO NOVO CÓDIGO DE PROCESSO CÍVEL UNIVERSIDADE TUIUTI DO PARANÁ CHRISTOFER RASERA TUTELA ANTECIPADA NO NOVO CÓDIGO DE PROCESSO CÍVEL CURITIBA 2014 UNIVERSIDADE TUIUTI DO PARANÁ CHRISTOFER RASERA TUTELA ANTECIPADA NO NOVO CÓDIGO DE PROCESSO

Leia mais

FACULDADES INTEGRADAS DE ENSINO SUPERIOR DE LINHARES FACELI CURSO DE DIREITO

FACULDADES INTEGRADAS DE ENSINO SUPERIOR DE LINHARES FACELI CURSO DE DIREITO FACULDADES INTEGRADAS DE ENSINO SUPERIOR DE LINHARES FACELI CURSO DE DIREITO PRATICA JURIDICA II : FASE DE POSTULAÇÃO AILTON SILVA ANTUNES NILSON DE OLIVEIRA JUNIOR TITO MARÇAL DE OLIVEIRA PEREIRA LINHARES-ES

Leia mais

AS REGRAS DE DIVISÃO DO ÔNUS DA PROVA DEVEM LI- MITAR OS PODERES INSTRUTÓRIOS DO JUIZ?

AS REGRAS DE DIVISÃO DO ÔNUS DA PROVA DEVEM LI- MITAR OS PODERES INSTRUTÓRIOS DO JUIZ? REVISTA DA ESMESE, Nº 04, 2003 - DOUTRINA - 117 AS REGRAS DE DIVISÃO DO ÔNUS DA PROVA DEVEM LI- MITAR OS PODERES INSTRUTÓRIOS DO JUIZ? Flávia Moreira Pessoa, Juíza do Trabalho Substituta (TRT 20ª Região),

Leia mais

CLASSIFICAÇÃO DAS AÇÕES E DAS TUTELAS

CLASSIFICAÇÃO DAS AÇÕES E DAS TUTELAS 1 CLASSIFICAÇÃO DAS AÇÕES E DAS TUTELAS IRACI DE OLIVEIRA KISZKA 1 SANDRÉA ALVES ABBAS 2 RESUMO Este trabalho buscou na medida do possível analisar a classificação das ações e das tutelas, tendo em vista

Leia mais

A Tutela Provisória no Novo Código de Processo Civil SUMÁRIO

A Tutela Provisória no Novo Código de Processo Civil SUMÁRIO A Tutela Provisória no Novo Código de Processo Civil SUMÁRIO PARTE 1 A TUTELA PROVISÓRIA PREVISTA NO NOVO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL A PARTIR DE UMA PERSPECTIVA CRÍTICA... 23 CAPÍTULO I TEORIA GERAL DA TUTELA

Leia mais

Este Plano de Curso poderá sofrer alterações a critério do professor e / ou da Coordenação.

Este Plano de Curso poderá sofrer alterações a critério do professor e / ou da Coordenação. PLANO DE CURSO 2014/02 Este Plano de Curso poderá sofrer alterações a critério do professor e / ou da Coordenação. DISCIPLINA: DIREITO PROCESSUAL CIVIL IV EXECUÇÃO CIVIL PROFESSOR: LUIZ GUSTAVO TARDIN

Leia mais

THIAGO MOREIRA PARRY A ANTECIPAÇÃO DOS EFEITOS DA TUTELA NOS JUIZADOS ESPECIAIS CÍVEIS:

THIAGO MOREIRA PARRY A ANTECIPAÇÃO DOS EFEITOS DA TUTELA NOS JUIZADOS ESPECIAIS CÍVEIS: THIAGO MOREIRA PARRY A ANTECIPAÇÃO DOS EFEITOS DA TUTELA NOS JUIZADOS ESPECIAIS CÍVEIS: a possibilidade de concessão em sede do rito especial da Lei Federal nº 9.099/95 Monografia apresentada ao Curso

Leia mais

Tutela jurisdicional diferenciada no Projeto de Novo Código de Processo Civil

Tutela jurisdicional diferenciada no Projeto de Novo Código de Processo Civil Tutela jurisdicional diferenciada no Projeto de Novo Código de Processo Civil Ricardo de Barros Leonel Sumário 1. Introdução. 2. Conceituação da tutela jurisdicional diferenciada. 3. Tutela diferenciada

Leia mais

NOVO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL

NOVO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL NOVO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL LEI Nº 13.105/2015 1 1. EMENTA O presente trabalho tem por escopo apresentar, sem a intenção de esgotar o tema, as principais alterações trazidas pelo Novo Código de Processo

Leia mais

ESTADO DO PIAUÍ PODER JUDICIÁRIO COMARCA DE PAULISTANA

ESTADO DO PIAUÍ PODER JUDICIÁRIO COMARCA DE PAULISTANA ESTADO DO PIAUÍ PODER JUDICIÁRIO COMARCA DE PAULISTANA AÇÃO CIVIL PÚBLICA PROCESSO Nº 00000064-20.2012.8.18.000064 AUTOR: MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO PIAUI RÉUS: MUNICÍPIO DE PAULISTANA/PI e OUTRO

Leia mais

Autos nº. 0027405-80.2012.8.16.0030

Autos nº. 0027405-80.2012.8.16.0030 PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DO PARANÁ COMARCA DE FOZ DO IGUAÇU 3ª VARA CÍVEL DE FOZ DO IGUAÇU - PROJUDI Avenida Pedro Basso, 1001 - Centro - Foz do Iguaçu/PR - CEP: 85.863-756 - Fone: (45) 3026-1500 Autos

Leia mais

1º LABORATÓRIO DE PEÇAS

1º LABORATÓRIO DE PEÇAS 1º LABORATÓRIO DE PEÇAS PRÁTICA TRABALHISTA Peça 01 Márcio trabalhava para a empresa Boi Fresco LTDA., exercendo a função de coordenador de frigorífico. Laborava sempre das 8h00 às 17h00, com intervalo

Leia mais

DECISÃO. em processo em trâmite na 3ª Vara de Fazenda Pública da Comarca da Capital,

DECISÃO. em processo em trâmite na 3ª Vara de Fazenda Pública da Comarca da Capital, AGRAVO DE INSTRUMENTO N.º 0000875-77.2014.8.19.0000 AGRAVANTE: ESTADO DO RIO DE JANEIRO AGRAVADA: ÂNGELA MARIA MONTEIRO DA TRINDADE RELATOR: DESEMBARGADOR ALEXANDRE FREITAS CÂMARA Direito Constitucional.

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XVII EXAME DE ORDEM UNIFICADO

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XVII EXAME DE ORDEM UNIFICADO PADRÃO DE RESPOSTA - PEÇA PROFISSIONAL A sociedade empresária XYZ Ltda., citada em execução fiscal promovida pelo município para a cobrança de crédito tributário de ISSQN, realizou depósito integral e

Leia mais

RESUMO ÁREA DO ARTIGO: DIREITO CIVIL E PROCESSUAL CIVIL

RESUMO ÁREA DO ARTIGO: DIREITO CIVIL E PROCESSUAL CIVIL decisão. 1 Esse direito/dever é ainda mais importante nas ações de investigação de RESUMO ÁREA DO ARTIGO: DIREITO CIVIL E PROCESSUAL CIVIL Este artigo traz a discussão sobre a relativização da coisa julgada

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA REGIONAL DA REPÚBLICA - 3ª REGIÃO

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA REGIONAL DA REPÚBLICA - 3ª REGIÃO MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL Autos n. 0021230-88.2014.4.03.0000 Agravo de Instrumento Tribunal Regional Federal da 3ª Região Sexta Turma Agravante: Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de São Paulo

Leia mais

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO FACULDADE DE DIREITO

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO FACULDADE DE DIREITO PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO FACULDADE DE DIREITO DISCIPLINA: NPJ II NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA II FAMÍLIA - 1ª Instância (3 Créditos) (Grade 2008) PERÍODO: 6 SEMESTRE Noturno/Matutino

Leia mais

ESTADO DE SANTA CATARINA PODER JUDICIÁRIO Comarca da Capital 2ª Vara Cível

ESTADO DE SANTA CATARINA PODER JUDICIÁRIO Comarca da Capital 2ª Vara Cível Ação: Procedimento Ordinário/PROC Autor: Laboratório Médico Santa Luzia S/S e outros Réu: Unimed Grande Florianópolis - Cooperativa de Tabalho Médico Ltda. Decisão. Trata-se de ação visando o restabelecimento

Leia mais

Discovery [Descoberta] como um Meio de Prova que se Admite na Arbitragem

Discovery [Descoberta] como um Meio de Prova que se Admite na Arbitragem Discovery [Descoberta] como um Meio de Prova que se Admite na Arbitragem Prof. Me. Wilson Alberto Zappa Hoog i Resumo: Apresentamos uma breve análise, vantagens, desvantagens e o uso e costume, em relação

Leia mais

ORIENTADOR(ES): LOYANA CHRISTIAN DE LIMA TOMAZ, RENATA APARECIDA FOLLONE

ORIENTADOR(ES): LOYANA CHRISTIAN DE LIMA TOMAZ, RENATA APARECIDA FOLLONE TÍTULO: REDISCUTINDO A PRISÃO CIVIL DO DEVEDOR DE ALIMENTOS CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS SUBÁREA: DIREITO INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MINAS GERAIS AUTOR(ES): GABRIELA

Leia mais

SUMÁRIO PARTE I INFORMAÇÕES NECESSÁRIAS PARA UMA APROPRIADA POSTULAÇÃO EM JUÍZO

SUMÁRIO PARTE I INFORMAÇÕES NECESSÁRIAS PARA UMA APROPRIADA POSTULAÇÃO EM JUÍZO SUMÁRIO PARTE I INFORMAÇÕES NECESSÁRIAS PARA UMA APROPRIADA POSTULAÇÃO EM JUÍZO 1. INTRODUÇÃO 2. DA SOLUÇÃO DOS LITÍGIOS PERANTE O JUDICIÁRIO 2.1 Estrutura jurisdicional brasileira 2.2 Lide, processo e

Leia mais

Cód. barras: STJ00094821 (2013) PARTE I INFORMAÇÕES NECESSÁRIAS PARA UMA APROPRIADA POSTULAÇÃO EM Juízo 1. INTRODUÇÃO... 21

Cód. barras: STJ00094821 (2013) PARTE I INFORMAÇÕES NECESSÁRIAS PARA UMA APROPRIADA POSTULAÇÃO EM Juízo 1. INTRODUÇÃO... 21 Cód. barras: STJ00094821 (2013) SUMÁRIO PARTE I INFORMAÇÕES NECESSÁRIAS PARA UMA APROPRIADA POSTULAÇÃO EM Juízo 1. INTRODUÇÃO... 21 2. DA SOLUÇÃO DOS LITíGIOS PERANTE O JUDICIÁRIO... 23 2.1 Estrutura jurisdicional

Leia mais

MEDIDAS CAUTELARES. COMPETÊNCIA:

MEDIDAS CAUTELARES. COMPETÊNCIA: MATERIAL DE APOIO MEDIDAS CAUTELARES. COMPETÊNCIA: A ação acessória será proposta perante o juiz competente para a ação principal. No caso de cautelar preparatória, será feito prognóstico da competência

Leia mais

TUTELA ANTECIPADA COM BASE NA EVIDÊNCIA

TUTELA ANTECIPADA COM BASE NA EVIDÊNCIA ACADEMIA BRASILEIRA DE DIREITO PROCESSUAL CIVIL TUTELA ANTECIPADA COM BASE NA EVIDÊNCIA Lucas Maciel Andersen Cavalcanti Especializando em Direito Processual Civil pela Academia Brasileira de Direito Processual

Leia mais

ARTIGO - A AÇÃO REVISIONAL DE CONTRATOS NO DIREITO BRASILEIRO

ARTIGO - A AÇÃO REVISIONAL DE CONTRATOS NO DIREITO BRASILEIRO ARTIGO - A AÇÃO REVISIONAL DE CONTRATOS NO DIREITO BRASILEIRO *Maraísa Santana No mês passado (abril/2014) escrevi artigo (AÇÃO REVISIONAL DE FINANCIAMENTO DE VEÍCULOS É GARANTIDA POR LEI), que foi publicado

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO Registro: 2016.0000057498 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos de Agravo de Instrumento nº 2206951-70.2015.8.26.0000, da Comarca de São Paulo, em que é agravante FACEBOOK SERVIÇOS ONLINE

Leia mais

Prática civil Aula I

Prática civil Aula I Prática civil Aula I Sandro Gilbert Martins* Processo Classificação dos processos O Código de Processo Civil (CPC) prevê e regula três tipos de processos: de conhecimento (Livro I arts. 10 a 565), de execução

Leia mais

Ação Monitória. Ana Carolina Fucks Anderson Palheiro 1

Ação Monitória. Ana Carolina Fucks Anderson Palheiro 1 16 Série Aperfeiçoamento de Magistrados 10 Curso: Processo Civil - Procedimentos Especiais Ação Monitória Ana Carolina Fucks Anderson Palheiro 1 A ação monitória foi introduzida no CPC no final do título

Leia mais

A TUTELA DE URGÊNCIA E O NOVO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL

A TUTELA DE URGÊNCIA E O NOVO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL A TUTELA DE URGÊNCIA E O NOVO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL Alexandre Mota Brandão SUMÁRIO: Introdução; I - Do direito comparado; II - Da tutela de urgência; III - Da tutela da evidência; IV - Do procedimento;

Leia mais

1. MEDIDAS ASSECURATÓRIAS NATUREZA DAS MEDIDAS ASSECURATÓRIAS:... DIFERENCIAÇÃO ENTRE SEQUESTRO E ARRESTO:... 2. MEDIDAS ASSECURATÓRIAS EM ESPÉCIE

1. MEDIDAS ASSECURATÓRIAS NATUREZA DAS MEDIDAS ASSECURATÓRIAS:... DIFERENCIAÇÃO ENTRE SEQUESTRO E ARRESTO:... 2. MEDIDAS ASSECURATÓRIAS EM ESPÉCIE 1 PROCESSO PENAL PONTO 1: Medidas Assecuratórias PONTO 2: Medidas Assecuratórias em Espécie PONTO 3: Sequestro PONTO 4: Arresto 1. MEDIDAS ASSECURATÓRIAS NATUREZA DAS MEDIDAS ASSECURATÓRIAS:... DIFERENCIAÇÃO

Leia mais

FGV DIREITO RIO GRADUAÇÃO Coordenação de Ensino

FGV DIREITO RIO GRADUAÇÃO Coordenação de Ensino DISCIPLINA: TÓPICOS EM PROCESSO CIVIL PÚBLICO E PRIVADO PROFESSOR: CLAUDIA RIBEIRO PEREIRA NUNES CARGA HORÁRIA: 60h DISCIPLINA ELETIVA EMENTA Bloco I Fundamentos dos Procedimentos do CPC Bloco II Análise

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 8ª REGIÃO INTRODUÇÃO

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 8ª REGIÃO INTRODUÇÃO Assegurar o acesso à justiça, de forma efetiva, na composição dos conflitos decorrentes das relações de trabalho. Missão Institucional do TRT da 8ª Região. INTRODUÇÃO Prática adotada pelo Tribunal Regional

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça AgRg na MEDIDA CAUTELAR Nº 22.665 - PR (2014/0105270-4) RELATOR : MINISTRO NAPOLEÃO NUNES MAIA FILHO AGRAVANTE : MARCUS VINICIUS DE LACERDA COSTA AGRAVANTE : GUSTAVO LYCURGO LEITE ADVOGADO : RAPHAEL RICARDO

Leia mais

A peça cabível será uma petição inicial direcionada para o Juízo Cível.

A peça cabível será uma petição inicial direcionada para o Juízo Cível. OAB 2010.3 GABARITO COMENTADO SEGUNDA FASE CIVIL PEÇA PRÁTICO PROFISSIONAL A peça cabível será uma petição inicial direcionada para o Juízo Cível. Trata-se de uma ação indenizatória proposta por José,

Leia mais

1. CABIMENTO DAS PEÇAS.

1. CABIMENTO DAS PEÇAS. 1. CABIMENTO DAS PEÇAS. Após o Nascimento do Tributo, mas antes do lançamento: Ação Declaratória de Inexistência da relação jurídica tributária; Mandado de Segurança Preventivo. Após a notificação do contribuinte

Leia mais

NOVOS RUMOS PARA A JUSTIÇA ADMINISTRATIVA BALANÇO DA 1.ª REAJA

NOVOS RUMOS PARA A JUSTIÇA ADMINISTRATIVA BALANÇO DA 1.ª REAJA NOVOS RUMOS PARA A JUSTIÇA ADMINISTRATIVA BALANÇO DA 1.ª REAJA COMISSÃO ORGANIZADORA DA 1.ª REAJA SUMÁRIO: Introdução. Propostas apresentadas na 1.ª REAJA: I Organização Judiciária; II Processo administrativo;

Leia mais

Direito Constitucional Dra. Vânia Hack de Ameida

Direito Constitucional Dra. Vânia Hack de Ameida 1 Controle da Constitucionalidade 1. Sobre o sistema brasileiro de controle de constitucionalidade, é correto afirmar que: a) compete a qualquer juiz ou tribunal, no primeiro caso desde que inexista pronunciamento

Leia mais

EXECUÇÃO POR COERÇÃO PATRIMONIAL E A EFETIVIDADE DO PROCESSO CIVIL BRASILEIRO

EXECUÇÃO POR COERÇÃO PATRIMONIAL E A EFETIVIDADE DO PROCESSO CIVIL BRASILEIRO III Mostra de Pesquisa da Pós-Graduação PUCRS EXECUÇÃO POR COERÇÃO PATRIMONIAL E A EFETIVIDADE DO PROCESSO CIVIL BRASILEIRO Isadora Albornoz Cutin. José Maria Rosa Tesheiner (orientador) Programa de pós-graduação

Leia mais

Poder Judiciário JUSTIÇA FEDERAL Seção Judiciária do Paraná 2ª TURMA RECURSAL JUÍZO C

Poder Judiciário JUSTIÇA FEDERAL Seção Judiciária do Paraná 2ª TURMA RECURSAL JUÍZO C JUIZADO ESPECIAL (PROCESSO ELETRÔNICO) Nº201070630010993/PR RELATORA : Juíza Andréia Castro Dias RECORRENTE : INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL RECORRIDA : MARIA APARECIDA FERNANDES DE OLIVEIRA V O T

Leia mais

A DENUNCIAÇÃO DA LIDE NA EVICÇÃO RESUMO

A DENUNCIAÇÃO DA LIDE NA EVICÇÃO RESUMO 1 A DENUNCIAÇÃO DA LIDE NA EVICÇÃO Isabella Bogéa de Assis 1 Sumário: Introdução; 1 Denunciação da lide; 2 A evicção e sua garantia processual; 3 A denunciação da lide é obrigatória na evicção?; 3.1 Análise

Leia mais

BIBLIOTECA DANIEL AARÃO REIS OBRAS DOADAS Junho a Julho de 2015

BIBLIOTECA DANIEL AARÃO REIS OBRAS DOADAS Junho a Julho de 2015 Doação do Consócio e Autor: CARVALHO, Luiz Paulo Vieira de Doação do Consócio e Autor Dr. Felippe Borring Rocha: DIREITO DAS SUCESSÕES CURSO DO NOVO PROCESSO CIVIL 2ed. São Paulo: Atlas, 2015 Rio de Janeiro:

Leia mais

FACULDADES INTEGRADAS FAFIBE CURSO DE GRADUAÇÃO EM DIREITO DEPÓSITO RECURSAL NO DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO E CERCEAMENTO DE DEFESA.

FACULDADES INTEGRADAS FAFIBE CURSO DE GRADUAÇÃO EM DIREITO DEPÓSITO RECURSAL NO DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO E CERCEAMENTO DE DEFESA. FACULDADES INTEGRADAS FAFIBE CURSO DE GRADUAÇÃO EM DIREITO DEPÓSITO RECURSAL NO DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO E CERCEAMENTO DE DEFESA. PROJETO DE PESQUISA JOACIR FRANCISCO GEROLIN Projeto de pesquisa

Leia mais

Prefácio, xxv Nota à 8ª edição, xxvii Introdução, 1

Prefácio, xxv Nota à 8ª edição, xxvii Introdução, 1 Prefácio, xxv Nota à 8ª edição, xxvii Introdução, 1 16 MEDIDAS DE URGÊNCIA - ANTECIPAÇÃO DE TUTELA E AÇÃO CAUTELAR, 5 16.1 Medidas de urgência - considerações gerais, 6 16.2 Diferenças ontológicas entre

Leia mais

AÇÃO CIVIL PÚBLICA COM PEDIDO DE TUTELA ANTECIPADA

AÇÃO CIVIL PÚBLICA COM PEDIDO DE TUTELA ANTECIPADA EXMO.(A) SR(A). DR(A). JUIZ(A) DE DIREITO DA VARA ESPECIALIZADA DE DEFESA DO CONSUMIDOR DESTA CAPITAL A DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DA BAHIA pelas suas representantes, infra firmadas, constituídas na

Leia mais

AULA 1 18/02/11 INTRODUÇÃO AO PROCESSO TRABALHISTA

AULA 1 18/02/11 INTRODUÇÃO AO PROCESSO TRABALHISTA AULA 1 18/02/11 INTRODUÇÃO AO PROCESSO TRABALHISTA 1 A EVOLUÇÃO HISTÓRICA No início do século XX, todas as demandas trabalhistas eram recepcionadas pela justiça comum. Todos os processos tomavam por base

Leia mais

Prática Forense Previdenciária

Prática Forense Previdenciária Prof. Adilson Sanchez apostila parte do livro de sua autoria ADVOCACIA PREVIDENCIÁRIA 1 Prática Forense Previdenciária 1. Sistema Constitucional A Constituição Federal de 1988 foi a primeira Carta a utilizar

Leia mais