quealteraoregulamento(ce)n.º423/2007 queimpõemedidasrestritivascontraoirão

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "quealteraoregulamento(ce)n.º423/2007 queimpõemedidasrestritivascontraoirão"

Transcrição

1 ConseilUE PUBLIC

2 REGULAMETO(CE).º /2008DOCOSELHO de quealteraoregulamento(ce)n.º423/2007 queimpõemedidasrestritivascontraoirão OCONSELHODAUNIÃOEUROPEIA, TendoemcontaoTratadoqueinstituiaComunidadeEuropeia,nomeadamenteosartigos60.º e301.º, TendoemcontaaPosiçãoComum2008/652/PESCdoConselho,de7deAgostode2008,que alteraaposiçãocomum2007/140/pescqueimpõemedidasrestritivascontraoirão 1, TendoemcontaapropostadaComissão, 1 JOL213de ,p /08 SM/eg 1 DGECoord LIMITE PT

3 Considerandooseguinte: (1) APosiçãoComum2008/652/PESCestabelecemedidasrestritivasadicionaisemrelação, nomeadamente,apessoaseentidadessujeitasaocongelamentodeactivos,àcontençãoem matériadeapoiofinanceiropúblico,incluindooscréditos,asgarantiaseossegurosde créditoàexportação,afimdeevitartodoequalquerapoiofinanceiroquecontribuapara actividadesnuclearessensíveisdopontodevistadaproliferaçãoouparao desenvolvimentodevectoresdearmasnucleares,eàinspecçãodascargascomdestinoe provenientesdoirãotransportadasemaviõesenaviosquesejampropriedadeouestejam sobocontrolodairanaircargoedaislamicrepublicofiranshippingline,desdeque hajamotivosrazoáveisparacrerqueessesaviõesounaviostransportammercadorias proibidaspelareferidaposiçãocomum.aposiçãocomum2008/652/pescestabelece igualmenteumaproibiçãodefornecimento,vendaoutransferênciadecertosartigos, materiais,equipamentos,bensetecnologiaquepossamcontribuirparaaproliferaçãode actividadesnuclearessensíveisouparaodesenvolvimentodevectoresdearmasnucleares /08 SM/eg 2 DGECoord LIMITE PT

4 (2) APosiçãoComum2008/652/PESCexortaaindaosEstadosDMembrosamanteremDse vigilantesquantoàsactividadesqueasinstituiçõesfinanceirassobasuajurisdição desenvolvamcomquaisquerbancossedeadosnoirãoecomassuasfiliaisesucursaisno estrangeiro,afimdeevitarquetaisactividadescontribuamparaasactividadesnucleares sensíveisemtermosdeproliferaçãoouparaodesenvolvimentodevectoresdearmas nucleares.paraoefeito,algumasdisposiçõesdareferidaposiçãocomumreportamdseà Directiva2005/60/CEdoParlamentoEuropeuedoConselho,de26deOutubrode2005, relativaàprevençãodautilizaçãodosistemafinanceiroparaefeitosdebranqueamentode capitaisedefinanciamentodoterrorismo 1. (3) Convémesclarecerqueaapresentaçãoouenviodedocumentosnecessáriosaosbancos paraefeitosdasuatransferênciafinalparaumapessoa,entidadeouorganismoquenão constedalista,afimdeprocederapagamentosautorizadosnostermosdoartigo9. do Regulamento(CE)n.º423/2007 2,nãoconstituidisponibilizaçãodefundosnaacepçãodo n. 3doartigo7. doreferidoregulamento. (4) ORegulamento(CE)n.º423/2007impôsdeterminadasmedidasrestritivascontraoIrão, emconformidadecomaposiçãocomum2007/140/pesc.consequentemente,os operadoreseconómicosficamexpostosaoriscodelhesseremapresentadospedidos,pelo queénecessárioprotegêdlosdeformapermanentecontraqualquerpedidorelacionadocom umcontratoouoperaçãocujaexecuçãosejaafectadaemvirtudedasmedidasimpostas peloreferidoregulamento. 1 JOL309de ,p JOL103de ,p /08 SM/eg 3 DGECoord LIMITE PT

5 (5) EstasmedidassãoabrangidaspeloâmbitodeaplicaçãodoTratadoqueinstituia ComunidadeEuropeiae,porconseguinte,afimdegarantir,nomeadamente,asua aplicaçãouniformeporpartedosoperadoreseconómicosdetodososestadosdmembros,é necessárioaprovarumactocomunitárioqueassegureasuaaplicaçãoanívelda Comunidade. (6) Areferênciaàalíneac)don.º1doartigo5.ºnon.º2doartigo12.ºdoRegulamento(CE) n.º423/2007deverásercorrigidaparateremcontaaalteraçãointroduzidapelo Regulamento(CE)n.º618/2007,de5deJunhode2007,quealteraoRegulamento(CE) n.º423/2007queimpõemedidasrestritivascontraoirão 1. (7) ORegulamento(CE)n.º423/2007deverá,portanto,seralteradoemconformidade. (8) Afimdegarantiraeficáciadasmedidasneleprevistas,opresenteregulamentodeverá entraremvigorimediatamente, APROVOUOPRESENTEREGULAMENTO: 1 JOL143de ,p /08 SM/eg 4 DGECoord LIMITE PT

6 Artigo1. ORegulamento(CE)n.º423/2007éalteradodoseguintemodo: a) Noartigo1.º,sãoaditadasasseguintesalíneas: "l) "Contratooutransacção",qualqueroperação,independentementedaformaque assumaedaleiquelhesejaaplicável,queincluaumoumaiscontratosouobrigações similaresestabelecidasentreasmesmaspartesouentrepartesdiferentes;paraeste efeito,"contrato"incluiasgarantiasoucontragarantias,nomeadamentefinanceiras,e oscréditos,juridicamenteindependentesounão,bemcomoqualquerdisposição conexadecorrenteourelacionadacomatransacção; m) "Pedido",qualquerpedidodecompensaçãoouindemnização,nomeadamentesob formadecompensaçãodecréditosoudeindemnizaçõescombaseemgarantias, comoumpedidodestinadoaobteraprorrogaçãoouopagamentodeumagarantiaou contragarantia,nomeadamentefinanceira,independentementedaformaqueassuma; n) "Pessoa,entidadeouorganismodoIrão": i) oestadoiranianoouqualquerumadassuasautoridadespúblicas; ii) qualquerpessoasingularqueseencontreouresidanoirão; iii) qualquerpessoacolectiva,entidadeouorganismoquetenhaasuasede estatutárianoirão; iv) qualquerpessoacolectiva,entidadeouorganismocontroladodirectaou indirectamenteporumaoumaisdaspessoasouorganismosacimareferidos." /08 SM/eg 5 DGECoord LIMITE PT

7 b) Noartigo2.º,n.º1,alíneaa),éaditadaaseguintesubalínea: "iii) certosoutrosprodutosetecnologiassusceptíveisdecontribuíremparaactividades ligadasaoenriquecimento,aoreprocessamentoouàáguapesada,parao desenvolvimentodevectoresdearmasnuclearesouparaactividadesrelacionadas comoutrosaspectosqueaaieatenhaconsideradopreocupantesouemsuspenso. EssesprodutosetecnologiassãoenumeradosnoAnexoIDA.". c) Noartigo3. éaditadooseguintenúmero: "1DA.Paratodasasexportaçõesparaasquaissejaexigidaumaautorizaçãonostermosdo presenteregulamento,essaautorizaçãoéconcedidapelasautoridadescompetentes doestadodmembroemqueoexportadorseencontrarestabelecidosegundoas modalidadesprevistasnoartigo7.ºdoregulamento(ce)n.º1334/2000.a autorizaçãoéválidaemtodaacomunidade.". d) Oartigo4.ºpassaateraseguinteredacção: "Éproibidocomprar,importaroutransportarosprodutosetecnologiasenumeradosnos AnexosIeIDAprovenientesdoIrão,independentementedeoartigoemcausaserounão origináriodessepaís." /08 SM/eg 6 DGECoord LIMITE PT

8 e) Éinseridooseguinteartigo: "Artigo4.ºDA AfimdeimpediratransferênciadeprodutosetecnologiasconstantesdosAnexosIeIDA, osaviõesdecargaeosnaviosmercantesquesejampropriedadeouestejamsobocontrolo dairanaircargooudaislamicrepublicofiranshippinglineficamsujeitosàobrigação deprestarinformaçõesantesdachegadaoudapartida,emrelaçãoatodososprodutosque entremousaiamdacomunidade,àsautoridadesaduaneirascompetentesdoestadod DMembroemcausa. Asregrasrelativasaestaobrigaçãodeprestarinformaçõesantesdachegadaedapartida, emespecialosprazosarespeitareosdadosaexigir,sãoasestabelecidasnasdisposições relevantesrelativasàsdeclaraçõessumáriasdeentradaesaída,bemcomoàsdeclarações aduaneirasprevistasnoregulamento(ce)n.º648/2005doparlamentoeuropeuedo Conselho,de13deAbrilde2005,quealteraoRegulamento(CEE)n. 2913/92do Conselhoqueestabeleceocódigoaduaneirocomunitário 1 enoregulamento(ce) n.º1875/2006dacomissão,de18dedezembrode2006,quealteraoregulamento(cee) n. 2454/93quefixadeterminadasdisposiçõesdeaplicaçãodoRegulamento(CEE) n. 2913/92doConselhoqueestabeleceoCódigoAduaneiroComunitário 2. 1 JOL117de ,p JOL360de ,p /08 SM/eg 7 DGECoord LIMITE PT

9 Alémdisso,aIranAirCargoeaIranShippingLine,ouosseusrepresentantes,devem declararseosprodutossãoabrangidospeloregulamento(ce)n.º1334/2000oupelo presenteregulamentoe,seestiveremsujeitosalicençadeexportação,devemespecificaros elementosdalicençadeexportaçãoconcedidaparaosmesmosprodutos. Até30deJunhode2009,asdeclaraçõessumáriasdeentradaesaídaeoselementos suplementaresexigidosaqueatrássefazreferênciapodemserapresentadosporescrito, recorrendoaummanifestocomercial,portuáriooudetransporte,desdequeestecontenha todososelementosnecessários.tratandodsedeumadeclaraçãodeexportação,nãosão exigíveis,até30dejunhode2009,oselementosprevistosnoanexo30dado Regulamento(CE)n. 1875/2006. Apartirde1deJulhode2009,oselementossuplementaresexigidosaqueatrássefaz referênciadevemserapresentados,querporescrito,querpormeiodasdeclarações sumáriasdeentradaesaída,consoanteocaso.". f) Noartigo5.º,on.º1passaateraseguinteredacção: "Artigo5.º "1. Éproibido: a) Prestar,directaouindirectamente,assistênciatécnicarelacionadacomos produtosetecnologiasenumeradosnalistamilitarcomumdaunião Europeia,oucomofornecimento,ofabrico,amanutençãoeautilizaçãodos produtosenumeradosnessalista,aqualquerpessoasingularoucolectiva, entidadeouorganismodoirãoouquesedestinemaserutilizadosnessepaís; 13473/08 SM/eg 8 DGECoord LIMITE PT

10 b) Prestar,directaouindirectamente,assistênciatécnicaouserviçosde corretagemrelacionadoscomosprodutosetecnologiasenumeradosnos AnexosIeIDA,oucomofornecimento,ofabrico,amanutençãoeautilização dosprodutosenumeradosnosanexosieida,aqualquerpessoasingularou colectiva,entidadeouorganismodoirãoouquesedestinemaserutilizados nessepaís; c) FazerinvestimentosemempresasnoIrãoqueparticipemnofabricodos produtosetecnologiasenumeradosnalistamilitarcomumdauniãoeuropeia ounosanexosieida; d) Financiarouprestarassistênciafinanceira,directaouindirectamente, relativamenteaosprodutosetecnologiasenumeradosnalistamilitarcomum dauniãoeuropeiaounosanexosieida,incluindo,emparticular, subvenções,empréstimosesegurosdecréditoàexportação,paraqualquer venda,fornecimento,transferênciaouexportaçãodessesartigos,ouparaa prestação,nestecontexto,deassistênciatécnicaaqualquerpessoasingularou colectiva,entidadeouorganismodoirãoouquesedestinemaserutilizados nessepaís; e) Participar,comconhecimentodecausaeintencionalmente,emactividades cujoobjectivoouefeitosejacontornarasproibiçõesaquesereferemas alíneasa)ad." /08 SM/eg 9 DGECoord LIMITE PT

11 g) Noartigo7.º,on.º1passaateraseguinteredacção: "1. Sãocongeladostodososfundoserecursoseconómicospertencentesàspessoas, entidadesouorganismosenumeradosnoanexoiv,napossedessaspessoas, entidadesouorganismosouporelesdetidosoucontrolados.doanexoivconstam aspessoas,entidadeseorganismosdesignadospeloconselhodesegurançadas NaçõesUnidasoupeloComitédeSanções,emconformidadecomoponto12da Resolução1737(2006)ecomoponto7daResolução1803(2008)doCSNU.". h) Sãoinseridososseguintesartigos: "Artigo11.ºA 1. Osestabelecimentosdecréditoeasinstituiçõesfinanceirasabrangidospeloâmbito deaplicaçãodoartigo18.ºdevem,nassuasactividadescomosestabelecimentosde créditoeasinstituiçõesfinanceirasreferidosnon.º2,afimdeevitarquetais actividadescontribuamparaactividadesnuclearessensíveisdopontodevistada proliferaçãoouparaodesenvolvimentodevectoresdearmasnucleares: a) Mantersobcontínuavigilânciaosmovimentosdecontas,nomeadamente atravésdosrespectivosprogramasdevigilânciadaclientelaenoâmbitodas suasobrigaçõesemmatériadebranqueamentodecapitaisefinanciamentodo terrorismo; 13473/08 SM/eg 10 DGECoord LIMITE PT

12 b) Exigiropreenchimentodetodososcamposreferentesàsinformaçõessobre instruçõesdepagamentoqueserefiramaoordenadoreaobeneficiárioda transacçãoemcausae,seessasinformaçõesnãoforemprestadas,recusara execuçãodatransacção; c) Mantertodososregistosdetransacçõesduranteumprazodecincoanose disponibilizádlosàsautoridadesnacionais,apedidodestas; d) Sesuspeitaremoutiveremmotivosrazoáveisparasuspeitarqueosfundos estãoassociadosaofinanciamentodeactividadesdeproliferação,participar imediatamenteassuassuspeitasàunidadedeinformaçãofinanceira(uif)oua qualqueroutraautoridadecompetentedesignadapeloestadodmembroem causa,talcomoindicadasnossítioswebenumeradosnoanexoiii,sem prejuízododispostonosartigos5.ºe7.º.auifououtraautoridade competentefuncionacomopontocentralnacionalparaarecepçãoeanálisedas informaçõessobreoperaçõessuspeitasdepotencialfinanciamentoda proliferação.auifououtraautoridadecompetentetemacesso,directaou indirectamente,emtempoútil,àinformaçãofinanceira,administrativa, judiciáriaepolicialnecessáriaaocorrectodesempenhodetaisatribuições, nomeadamenteaanálisedasparticipaçõesdetransacçõessuspeitas /08 SM/eg 11 DGECoord LIMITE PT

13 2. Asmedidasprevistasnon.º1sãoaplicáveisaosestabelecimentosdecréditoe instituiçõesfinanceirasnassuasactividadescom: a) EstabelecimentosdecréditoeinstituiçõesfinanceirassedeadosnoIrão,em particularobancosaderat; b) Filiaisesucursais,abrangidaspeloâmbitodeaplicaçãodoartigo18.ºdo presenteregulamento,deestabelecimentosdecréditoedeinstituições financeirassedeadosnoirão,deacordocomalistaconstantedoanexovi; c) Filiaisesucursais,nãoabrangidaspeloâmbitodeaplicaçãodoartigo18.ºdo presenteregulamento,deestabelecimentosdecréditoedeinstituições financeirassedeadosnoirão,deacordocomalistaconstantedoanexovi; d) Estabelecimentosdecréditoeinstituiçõesfinanceirasquenãotenhamsedeno Irãonemsejamabrangidospeloâmbitodeaplicaçãodoartigo18.º,massejam controladosporpessoasouentidadesresidentesoucomsedenoirão,deacordo comalistaconstantedoanexovi /08 SM/eg 12 DGECoord LIMITE PT

14 Artigo11.ºB 1. AsfiliaisesucursaisdoBancoSaderatquesejamabrangidaspeloâmbitode aplicaçãodoartigo18.ºdopresenteregulamentoinformamaautoridadedoestadod DMembroemqueestejamestabelecidas,talcomoindicadonossítiosWebconstantes doanexoiii,detodasastransferênciasdefundosquetenhamexecutadoou recebido,donomedaspartes,domontanteedadatadatransacção,noprazodecinco diasúteisacontardadatadeexecuçãoourecepçãodetaistransferênciasdefundos. Casosedisponhadetalinformação,adeclaraçãodeveespecificaranaturezada transacçãoe,seforcasodisso,dosprodutostransaccionados,indicando designadamenteseestessãoabrangidospeloregulamento(ce)n.º1334/2000ou pelopresenteregulamentoe,seasuaexportaçãoestiversujeitaaautorização, especificaronúmerodalicençaconcedida. 2. Sobreservadequalqueracordoemmatériadecomunicaçãodeinformações,eem conformidadecomesseacordo,asautoridadescompetentesnotificadastransmitem imediatamenteessesdados,consoanteasnecessidades,àsautoridadescompetentes dosoutrosestadosdmembrosemqueseencontremestabelecidasascontrapartesdas transacçõesnotificadas,afimdeevitarqualquertransacçãoquepossacontribuirpara actividadesnuclearessensíveisdopontodevistadaproliferaçãoouparao desenvolvimentodevectoresdearmasnucleares.". i) Noartigo12.º,on.º2passaateraseguinteredacção: "2. Asproibiçõesenunciadasnaalínead)don.º1doartigo5.ºenon.º3doartigo7.º nãoacarretamqualquertipoderesponsabilidadeporpartedaspessoassingularesou colectivasouentidadesemcausa,seessaspessoasouentidadesnãosabiamounão tinhammotivosrazoáveisparasuspeitarqueasuaactuaçãoiriainfringirasreferidas proibições." /08 SM/eg 13 DGECoord LIMITE PT

15 j) Noartigo12.º,éaditadooseguintenúmero: "3. Adivulgaçãodasinformaçõesaquesereferemosartigos11. Ae11. B efectuadadeboafé,nostermosdessesmesmosartigos,porinstituiçõesoupessoas abrangidaspelopresenteregulamento,ouporfuncionáriosoudirectoresdessas instituiçõesoupessoas,nãoacarretaqualquertipoderesponsabilidadequerparaelas querparaosseusdirectoresoufuncionários.". k) Éinseridooseguinteartigo: "Artigo12.ºDA 1. Nãohálugaraopagamentodequalquercompensaçãoouindemnização, nomeadamentesobformadecompensaçãodecréditosoudeindemnizaçõescom baseemgarantias,comoumpedidodestinadoaobteraprorrogaçãoouopagamento deumagarantiaoucontragarantia,nomeadamentefinanceira,independentementeda formaqueassuma,apedidode: a) Pessoas,entidadesouorganismosdesignados,enumeradosnosAnexosIV,V evi; b) Outraspessoas,entidadesouorganismosdoIrão,incluindooGoverno iraniano; c) Pessoas,entidadesouorganismosqueactuemporintermédiodeumadessas pessoasouentidades,ouemseunome, porocasiãodecontratosoutransacçõescujaexecuçãotenhasidoafectadadirectaou indirectamente,notodoouemparte,pelasmedidasimpostaspelopresente regulamento /08 SM/eg 14 DGECoord LIMITE PT

16 2. ConsideraDsequeaexecuçãodeumcontratooutransacçãofoiafectadapelas medidasimpostaspelopresenteregulamentoquandoaexistênciaouteordopedido resultardirectaouindirectamentedessasmedidas. 3. Nosprocedimentosdeexecuçãodeumpedido,oónusdaprovadequeasatisfação dopedidonãoéproibidapelon.º1cabeàpessoaquepretendequeopedidoseja executado.". l) Noartigo15.º,n.º1,éaditadaaseguintealínea: "d) AlteraoAnexoVIcombaseemdecisõestomadasrelativamenteaosAnexosIIIeIV daposiçãocomum2008/652/pesc." m) n) o) p) OtextodoAnexoIdopresenteregulamentoéinseridocomoAnexoIDA. OAnexoIIésubstituídopelotextodoAnexoIIdopresenteregulamento. OAnexoIIIésubstituídopelotextodoAnexoIIIdopresenteregulamento. OtextodoAnexoIVdopresenteregulamentoéinseridocomoAnexoVI /08 SM/eg 15 DGECoord LIMITE PT

17 Artigo2.º OpresenteregulamentoentraemvigornodiaseguinteaodasuapublicaçãonoJornalOficialda UniãoEuropeia. Opresenteregulamentoéobrigatórioemtodososseuselementosedirectamenteaplicávelemtodos osestadosdmembros. FeitoemBruxelas,em PeloConselho OPresidente 13473/08 SM/eg 16 DGECoord LIMITE PT

18 AEXOI "AEXOI= "Produtosetecnologiasaqueserefereoartigo2.º,n.º1,alíneaa),subalíneaiii)" NOTASINTRODUTÓRIAS 1. Salvoindicaçãoemcontrário,osnúmerosdereferênciautilizadosnacolunainfra intitulada"descrição"referemdseàsdescriçõesdosprodutosetecnologiasdedupla utilizaçãoenumeradosnoanexoidoregulamento(ce)n.º1334/ Umnúmerodereferêncianacolunainfraintitulada"RubricaconexadoAnexoIdo Regulamento(CE)n.º1183/2007"significaqueascaracterísticasdoprodutodescritona coluna"descrição"nãocoincidemcomosparâmetrosindicadosnadescriçãodoproduto deduplautilizaçãoaquesefazreferência. 3. Asdefiniçõesdostermosentre'aspassimples'sãodadasemnotastécnicasnasrubricas correspondentes. 4. Asdefiniçõesdostermosentre"aspasduplas"encontramDsenoAnexoIdo Regulamento(CE)n.º1183/2007. otasgerais 1. Oobjectivodasproibiçõescontidasnopresenteanexonãodevesercontrariadopela exportaçãodebensnãoproibidos(incluindoinstalações)quecontenhamumoumais componentesproibidos,quandooouoscomponentesproibidosforemoelementoprincipal dessesbensepuderemserremovidosouutilizadosparaoutrosfins /08 SM/eg 1

19 !.B.:Paraavaliarseo(s)componente(s)proibido(s)deve(m)ounãoserconsiderado(s)o elementoprincipal,énecessárioponderarosfactoresquantidade,valoreknowhow técnicoemjogo,bemcomooutrascircunstânciasespeciaisquepossamjustificara classificaçãodo(s)componente(s)proibido(s)comoelementoprincipaldoartigoem questão. 2. Osbensespecificadosnopresenteanexoincluemtantoosprodutosnovoscomoosusados. otageralsobretecnologia(gt) (LeremconjugaçãocomaSecçãoIA.B) 1. Sãoproibidos,emconformidadecomodispostonaSecçãoIA.B,avenda,fornecimento, transferênciaouexportaçãode"tecnologia""necessária"parao"desenvolvimento", "produção"ou"utilização"debenscujavenda,fornecimento,transferênciaouexportação sejamproibidosnapartea(produtos). 2. A"tecnologia""necessária"parao"desenvolvimento","produção"ou"utilização"debens sujeitosaproibiçãomantémdsesujeitaaproibiçãomesmoquandoaplicávelabensnão proibidos. 3. Asproibiçõesnãoseaplicamà"tecnologia"mínimanecessáriaparaainstalação, exploração,manutenção(verificação)ereparaçãodebensnãoproibidosoucuja exportaçãotenhasidoautorizadaemconformidadecomoregulamento(ce)n.º423/ Asproibiçõesdatransferênciade"tecnologia"nãoseaplicamàsinformações"dodomínio público",à"investigaçãocientíficadebase"ouàinformaçãomínimanecessáriaafornecer nospedidosdepatente /08 SM/eg 2

20 IA.A.PRODUTOS A0. Materiais,instalaçõeseequipamentonucleares N. Descrição Rubricaconexado AnexoIdo Regulamento(CE) n.º1183/2007 IA.A0.001 Lâmpadascatódicasocas: a. Lâmpadascatódicasdeiodoocascomvisoresemsilício puroouquartzo b. Lâmpadascatódicasdeurânioocas _ IA.A0.005 Componentesdecubasdereactoresnucleareseequipamentode ensaio,nãoreferidosem0a001: 0A001 1.Vedantes 2.Componentesinternos 3.Equipamentoparavedação,ensaioemedição 13473/08 SM/eg 3

21 N. Descrição Rubricaconexado AnexoIdo Regulamento(CE) n.º1183/2007 IA.A0.006 Sistemasdedetecçãonuclearparaadetecção,identificaçãoou quantificaçãodemateriaisradioactivosederadiaçõesdeorigem nuclearecomponentesespecialmenteconcebidosparaos mesmos,nãoespecificadosem0a001.jou1a004.c. 0A001.j 1A004.c IA.A0.007 Válvulascomvedantedefolefeitasdeligasdealumíniooude açoinoxidáveldotipo304,304lou316l.!ota:apresenterubricanãoabrangeasválvulasdefole definidasem0b001.c.6e2a226. IA.A0.012 Câmarasblindadasparaamanipulação,oarmazenamentoeo manuseamentodesubstânciasradioactivas(célulasquentes). 0B001.c.6 2A226 0B006 IA.A0.013 "Urânionatural"ou"urânioempobrecido"outóriosobaforma demetal,liga,compostoquímicoouconcentradoequalquer outromaterialquecontenhaumoumaisdoselementos anteriores,nãoreferidoem0c001. 0C /08 SM/eg 4

22 A1. Materiais,produtosquímicos,"microrganismos"e"toxinas" N. Descrição Rubricaconexado AnexoIdo Regulamento(CE) n.º1183/2007 IA.A1.001 Qualquerquantidadedosolventeácidobis(2DetilDhexil)fosfórico (HDEHPouD2HPA)CAS298D07D7,depurezasuperiora90%. _ IA.A1.002 Flúorgasoso(ChemicalAbstractService(CAS)7782D41D4),de purezaigualousuperiora95% _ IA.A1.005 Célulaselectrolíticasparaaproduçãodeflúorcomuma capacidadedeproduçãosuperiora100gdeflúorporhora. 1B225!ota:Apresenterubricanãoabrangeascélulaselectrolíticas definidasnarubrica1b225. IA.A1.008 Metaismagnéticos,detodosostiposeemtodasasformas,com umapermeabilidadeinicialrelativaigualousuperiora120000e umaespessuraentre0,05e0,1mm. 1C003.a /08 SM/eg 5

23 N. Descrição Rubricaconexado AnexoIdo Regulamento(CE) n.º1183/2007 IA.A1.009 "Materiaisfibrososoufilamentosos"oumateriaispréD Dimpregnados: a. "Materiaisfibrososoufilamentosos"decarbonooude aramidacomumadasseguintescaracterísticas: 1."Módulodeelasticidadeespecífico"superior a m;ou 1C010.a 1C010.b 1C210.a 1C210.b 2."Resistênciaespecíficaàtracção"superiora m; b) "Materiaisfibrososoufilamentosos"devidrocomuma dasseguintescaracterísticas: 1."Módulodeelasticidadeespecífico"superior a3,18 106m;ou 2."Resistênciaespecíficaàtracção"superior a76,2 103m; c) "Fios","mechas","bandas"ou"cabosdefibras(tows)" contínuosimpregnadosderesinatermocurada,de larguraigualouinferiora15mm(prédimpregnados), fabricadosapartirdos"materiaisfibrososou filamentosos"decarbonoouvidro,nãoreferidosem IIA1.010aoub.!ota:Apresenterubricanãoabrangeosmateriaisfibrososou filamentososdefinidosnasrubricas1c010.a,1c010.b, 1C210.ae1C210.b 13473/08 SM/eg 6

24 N. Descrição Rubricaconexado AnexoIdo Regulamento(CE) n.º1183/2007 IA.A1.010 Fibrasimpregnadasderesinasoudebreu(préDimpregnados), fibrasrevestidasdemetaloudecarbono(prédformas)ou"préd Dformasdefibrasdecarbono": 1C010.e 1C210 a. fabricadasapartirde"materiaisfibrososou filamentosos"referidosemiia1.009; b. "Materiaisfibrososoufilamentosos"decarbono impregnadosem"matrizes"deresinaepoxídica (prédimpregnados),referidosem1c010.a, 1C010.bou1C010.c,destinadosàreparaçãode estruturasoulaminadosdeaeronaves,desdeque cadafolhadeprédimpregnadonãoexceda50cm 90cm; c. PréDimpregnadosreferidosem1C010.a,1C010.b ou1c010.c,quandoimpregnadoscomresinas fenólicasouepoxídicascomumatemperaturade transiçãovítrea(tg)inferiora433k(160 C)e umatemperaturadecurainferioràtemperaturade transiçãovítrea.!ota:apresenterubricanãoabrangeosmateriaisfibrososou filamentososdefinidosnarubrica1c010.e /08 SM/eg 7

25 N. Descrição Rubricaconexado AnexoIdo Regulamento(CE) n.º1183/2007 IA.A1.011 Materiaiscompósitoscerâmicosreforçadoscomcarbonetode silícioutilizáveisempontasdeogiva,veículosdereentrada, aletas(flaps)detubeira,utilizáveisem"mísseis",nãoreferidos em1c107. 1C107 IA.A1.012 Açosmaragingnãoabrangidospor1C116ou1C216,'capazesde' umatensãoderupturaàtracçãoigualousuperiora2050mpa a293k(20 C). 1C216!otatécnica Aexpressão'açosmaragingcapazesde'aplicase aosaçosmaragingantesoudepoisdotratamento térmico. IA.A1.013 Tungsténio,tântalo,carbonetodetungsténio,carbonetode tântaloerespectivasligas,comambasasseguintes características: 1C226 a. Emformasdesimetriacilíndricaouesféricada parteoca(incluindosegmentosdecilindro)com umdiâmetrointeriorcompreendidoentre50mm e300mm;e b. Massasuperiora5kg.!ota:Apresenterubricanãoabrangeotungsténio,ocarboneto detungsténioeasligasdefinidosnarubrica1c /08 SM/eg 8

26 A2. Tratamentodemateriais N. Descrição Rubricaconexa doanexoido Regulamento(CE )n.º1183/2007 IA.A2.001 Sistemasparaensaiodevibrações,equipamentoecomponentes paraosmesmos,nãoreferidosem2b116: 2B116 a. Sistemasparaensaiosdevibraçõesqueutilizem técnicasderealimentaçãonegativaoudeciclo fechadoedisponhamdeumcontroladordigital, capazesdefazervibrarumsistemaaumaaceleração igualousuperiora0,1grmsentre0,1hze2khzede transmitirforçasiguaisousuperioresa50kn, medidasem'mesanua'; b. Controladoresdigitais,combinadoscomsuportes "lógicos"especialmenteconcebidosparaensaiosde vibrações,comuma'larguradebandaemtemporeal' superiora5khzeconcebidosparautilizaçãocomos sistemasparaensaiosdevibraçõesreferidosema.; c. Impulsoresdevibrações(agitadores),comousem amplificadoresassociados,capazesdetransmitir forçasiguaisousuperioresa50kn,medidasem 'mesanua'eutilizáveisnossistemasparaensaiosde vibraçõesreferidosema.; 13473/08 SM/eg 9

27 N. Descrição Rubricaconexa doanexoido Regulamento(CE )n.º1183/2007 d. Estruturasdesuportedapeçaaensaiareunidades electrónicasconcebidasparacombinarmúltiplos agitadoresnumsistemacapazdecomunicarforças combinadasefectivasiguaisousuperioresa50kn, medidasem'mesanua'eutilizáveisnossistemaspara ensaiosdevibraçõesreferidosema.!otatécnica 'Mesanua'designaumamesaousuperfície planasemqualquerdispositivodefixaçãoou equipamentoacessório. IA.A2.004 Manipuladoresdecomandoàdistânciaquepossamser utilizadosparaexecutaracçõescomandadasàdistânciaem operaçõesdeseparaçãoradioquímicaouemcélulasquentes, nãoreferidosem2b225,comumadasseguintes características: 2B225 a. b. Capazesdepenetraremparedesdecélulasquentesde espessuraigualousuperiora0,3m(funcionamento atravésdaparede);ou Capazesdetranspor,emponte,apartesuperiorde paredesdecélulasquentesdeespessuraigualou superiora0,3m(funcionamentoporcimadaparede) /08 SM/eg 10

28 N. Descrição Rubricaconexa doanexoido Regulamento(CE )n.º1183/2007!otatécnica: Osmanipuladoresdecomandoàdistância permitematransmissãodasacçõesdeum operadorhumanoaumbraçoeaum equipamentoterminaltelecomandados.podem serdotipo"servomecanismo"oucomandados porumjoystickouumteclado. IA.A2.011 Separadorescentrífugoscapazesdeseparaçãocontínuasem propagaçãodeaerossóisefabricadasnumdosseguintes materiais: 2B352.c 1. Ligascommaisde25%deníquelemais de20%decrómio,emmassa; 2. Fluoropolímeros; 3. Vidro(incluindosuperfíciesvitrificadasou esmaltadaserevestimentosdevidro); 4. Níquelouligascommaisde40%,emmassa,de níquel; 13473/08 SM/eg 11

29 N. Descrição Rubricaconexa doanexoido Regulamento(CE )n.º1183/ Tântaloouligasdetântalo; 6. Titânioouligasdetitânio;ou 7. Zircónioouligasdezircónio!ota: Apresenterubricanãoabrangeosseparadores centrífugosdefinidosnarubrica2b352.c. IA.A2.012 Filtrosmetálicossinterizadosfabricadosemníquelouligas commaisde40%,emmassa,deníquel. 2B352.d!ota: Apresenterubricanãoabrangeosfiltrosdefinidosna rubrica2b352.d /08 SM/eg 12

30 A3. Electrónica N. Descrição Rubricaconexado AnexoIdo Regulamento(CE) n.º1183/2007 IA.A3.001 Fontesdealimentaçãodecorrentecontínuadealtatensão,com asduascaracterísticasseguintes: 3A227 a. Capacidadeparaproduzircontinuamente,durante umperíodode8horas,umatensãoigualou superiora10kvcomumacorrentedesaídaigual ousuperiora5kwcomousemvarrimento;e b. Estabilidadedacorrenteoutensãomelhor que0,1%,duranteumperíodode8horas.!ota: Apresenterubricanãoabrangeasfontesdealimentação decorrentedefinidasnasrubricas0b001.j.5e3a /08 SM/eg 13

31 N. Descrição Rubricaconexado AnexoIdo Regulamento(CE) n.º1183/2007 IA.A3.002 Espectrómetrosdemassa,exceptoosreferidosem3A233 ou0b002g,capazesdemediriõescomumamassaatómica igualousuperiora200u.m.a.,comumaresoluçãomelhorque duaspartesem200erespectivasfontesiónicas: 3A233 a. Espectrómetrosdemassadeplasmacomacoplamento porindução(icp/ms); b. Espectrómetrosdemassadedescargaluminescente (GDMS); c. Espectrómetrosdemassadeionizaçãotérmica(TIMS); d. Espectrómetrosdemassadebombardeamentode electrõesquetenhamumacâmaradfonteconstruída, forradaourevestidacom"materiaisresistentesà corrosãoporuf6"; 13473/08 SM/eg 14

32 N. Descrição Rubricaconexado AnexoIdo Regulamento(CE) n.º1183/2007 e. Espectrómetrosdemassadefeixemolecular,comuma dasseguintescaracterísticas: 1. CâmaraDfonteconstruída,forradaourevestidacom açoinoxidáveloumolibdénioeequipadacomuma câmaradefriocapazdeatingirumatemperatura igualouinferior193k( 80 C);ou 2. CâmaraDfonteconstruída,forradaourevestidacom "MateriaisresistentesàcorrosãoporUF6"; f. Espectrómetrosdemassaequipadoscomumafonte iónicademicrofluoraçãoconcebidaparaactinídeosou fluoretosdeactinídeos /08 SM/eg 15

33 A6. Sensoreselasers N. Descrição Rubricaconexado AnexoIdo Regulamento(CE) n.º1183/2007 IA.A6.001 BarrasdegranadasítrioDalumínio(YAG) _ IA.A6.003 Sistemasdecorrecçãodafrentedeondaparautilizaçãocom umfeixelaserdediâmetrosuperiora4mm,ecomponentes especialmenteconcebidosparaosmesmos,incluindosistemas decontrolo,sensoresdafasedafrentedeondae"espelhos deformáveis",incluindoespelhosbimorfos 6A003!ota: Apresenterubricanãoabrangeosespelhosdefinidos nasrubricas6a004.a,6a005ee6a005.f. IA.A6.004 "Lasers"deiõesdeárgoncomumapotênciamédiadesaída superiora5w!ota:apresenterubricanãoabrangeos"lasers"deiõesde árgondefinidosnasrubricas0b001.g.5,6a005 e6a205.a. 6A005.a.6 6A205.a 13473/08 SM/eg 16

34 N. Descrição Rubricaconexado AnexoIdo Regulamento(CE) n.º1183/2007 IA.A6.006 "Lasers"desemicondutoressintonizáveiseagregadosde "lasers"desemicondutoressintonizáveis,deumcomprimento deondacompreendidoentre9^me17^m,bemcomopilhas deagregadosde"lasers"desemicondutoresquecontenham pelomenosum"agregadodelasers"desemicondutores sintonizáveiscomtalcomprimentodeonda. 6A005.b!otas: 1. Os"lasers"desemicondutoressãovulgarmente designadospordíodos"laser". 2. Apresenterubricanãoabrangeos"lasers"de semicondutoresdefinidosnasrubricas0b001.h.6 e6a005.b. IA.A6.008 "Lasers"(nãodevidro)dopadoscomneodímiocom comprimentodeondadesaídacompreendidoentre1000nm e1100nmeumaenergiadesaídasuperiora10jporimpulso. 6A005.c.2!ota:Apresenterubricanãoabrangeos"lasers"(nãode vidro)dopadoscomneodímiodefinidosna rubrica6a005.c.2.b /08 SM/eg 17

35 N. Descrição Rubricaconexado AnexoIdo Regulamento(CE) n.º1183/2007 IA.A6.010 Câmarasresistentesaradiações,ourespectivaslentes,não referidasem6a203c,especialmenteconcebidasoupreparadas parasuportaremumadosetotalderadiaçõessuperior a50 103Gy(silicon)[5 106rad(silicon)]semqueoseu funcionamentosejaafectado. 6A203.c!otatécnica:OtermoGy(silício)refereseàenergiaemJoule porquilogramaabsorvidaporumaamostra desilíciodesprotegidaquandoexpostaa radiaçõesionizantes. IA.A6.011 Amplificadoreseosciladoresparalasersdecorantes sintonizáveisquefuncionememregimepulsante,comtodasas seguintescaracterísticas: 6A205.c 1. Funcionamentoacomprimentosdeonda entre300nme800nm; 2. Potênciadesaídamédiacompreendidaentre10 e30w; 3. Taxaderepetiçãosuperiora1kHz;e 4. Duraçãodoimpulsoinferiora100ns 13473/08 SM/eg 18

36 N. Descrição Rubricaconexado AnexoIdo Regulamento(CE) n.º1183/2007!otas: 1. Apresenterubricanãoabrangeososciladores demodoúnico. 2. Apresenterubricanãoabrangeos amplificadoreseosciladoresparalasersde corantessintonizáveisdefinidosnas rubricas6a205.c,0b001.g.5e6a005. IA.A6.012 "Lasers"pulsantesdedióxidodecarbonocomtodasas seguintescaracterísticas: 6A205.d 1. Funcionamentoacomprimentosdeonda entre9000nme11000nm; 2. Taxaderepetiçãosuperiora250Hz; 3. Potênciadesaídamédiacompreendidaentre100 e500w;e 4. Duraçãodoimpulsoinferiora200ns!ota:Apresenterubricanãoabrangeosamplificadorese osciladoresparalaserspulsantesdedióxidodecarbono definidosnasrubricas6a205.d,0b001.h.6e6a205d /08 SM/eg 19

37 IA.B. TECOLOGIA N. Descrição Rubricaconexado AnexoIdo Regulamento(CE) n.º1183/2007 IA.B.001 Tecnologianecessáriaparaodesenvolvimento,aproduçãooua utilizaçãodosprodutosreferidosnaparteia.a.(produtos). _ " 13473/08 SM/eg 20

38 AEXOII "AEXOII Produtosetecnologiasreferidosnoartigo3.º NOTASINTRODUTÓRIAS 1. Salvoindicaçãoemcontrário,osnúmerosdereferênciautilizadosnacolunainfra intitulada"descrição"referemdseàsdescriçõesdosprodutosetecnologiasdedupla utilizaçãoenumeradosnoanexoidoregulamento(ce)n.º1334/ Umnúmerodereferêncianacolunainfraintitulada"RubricaconexadoAnexoIdo Regulamento(CE)n.º1183/2007"significaqueascaracterísticasdoprodutodescritona coluna"descrição"nãocoincidemcomosparâmetrosindicadosnadescriçãodoproduto deduplautilizaçãoaquesefazreferência. 3. Asdefiniçõesdostermosentre'aspassimples'sãodadasemnotastécnicasnasrubricas correspondentes. 4. Asdefiniçõesdostermosentre"aspasduplas"encontramDsenoAnexoIdo Regulamento(CE)n.º1183/2007. otasgerais 1. Oobjectivodoscontroloscontidosnopresenteanexonãodevesercontrariadopela exportaçãodebensnãocontrolados(incluindoinstalações)quecontenhamumoumais componentescontrolados,quandooouoscomponentesobjectodecontroloforemo elementoprincipaldessesbensepuderemserremovidosouutilizadosparaoutrosfins /08 SM/eg 21

39 !.B.:Paraavaliarseo(s)componente(s)controlado(s)deve(m)ounãoserconsiderado(s) oelementoprincipal,énecessárioponderarosfactoresquantidade,valoreknowhow técnicoemjogo,bemcomooutrascircunstânciasespeciaisquepossamjustificara classificaçãodo(s)componente(s)controlado(s)comoelementoprincipaldoartigoem questão. 2. Osbensespecificadosnopresenteanexoincluemtantoosprodutosnovoscomoosusados. otageralsobretecnologia(gt) (LeremconjugaçãocomaSecçãoII.B) 1. Avenda,fornecimento,transferênciaouexportaçãode"tecnologia""necessária"parao "desenvolvimento","produção"ou"utilização"debenscujavenda,fornecimento, transferênciaouexportaçãosejamcontroladosnapartea(produtos),sãocontroladosem conformidadecomodispostonasecçãoii.b. 2. A"tecnologia""necessária"parao"desenvolvimento","produção"ou"utilização"debens sujeitosacontrolomantémdsesujeitaacontrolomesmoquandoaplicávelabensnão controlados. 3. Oscontrolosnãoseaplicamà"tecnologia"mínimanecessáriaparaainstalação, exploração,manutenção(verificação)ereparaçãodebensnãocontroladosoucuja exportaçãotenhasidoautorizadaemconformidadecomoregulamento(ce)n.º423/ Oscontrolosdatransferênciade"tecnologia"nãoseaplicamàsinformações"dodomínio público",à"investigaçãocientíficadebase"ouàinformaçãomínimanecessáriaafornecer nospedidosdepatente /08 SM/eg 22

40 II.A. Produtos A0 Materiais,instalaçõeseequipamentonucleares N. Descrição Rubricaconexado AnexoIdo Regulamento(CE) n.º1183/2007 II.A0.002 IsoladoresdeFaradaynafaixadecomprimentode onda500nm 650nm. II.A0.003 Retículosópticosnafaixadecomprimentode onda500nm 650nm. II.A0.004 Fibrasópticasnafaixadecomprimentodeonda500nm 650 nmrevestidasdecamadasantidreflectorasnafaixade comprimentodeonda500nm 650nmecomnúcleosde diâmetroscompreendidosentre0,4mme2mm. II.A0.008 Espelhosplanos,convexosecôncavos,revestidosde multicamadasaltamentereflectorasoucontroladasnafaixade comprimentodeonda500nm 650nm. 0B001.g.5 II.A0.009 Lentes,polarizadores,placasretardadorasdemeiaDonda (placasλ/2),placasretardadorasdequartoddedonda(placasλ/4), visoreslaserdesilícioouquartzo,revestidosdecamadasantid Dreflectorasnafaixadecomprimentodeonda500nm 650nm. 0B001.g 13473/08 SM/eg 23

41 N. Descrição Rubricaconexado AnexoIdo Regulamento(CE) n.º1183/2007 II.A0.010 Tubos,tubagem,flanges,suportesfeitosdeníqueloudeligas commaisde40%,emmassa,deníquel,nãoreferidosem 2B350.h.1. 2B350 II.A0.011 Bombasdevácuo,nãoreferidasem0B002.f.2.ou2B231: Bombasturbomolecularescomumacapacidadededébitoigual ousuperiora400l/s 0B002.f.2 2B231 BombasdevácuorotativasdetipoRootscomumacapacidadede aspiraçãovolumétricasuperiora200m 3 /h Compressoresscrollasecocomvedantedefoleebombasde vácuoscrollasecocomvedantedefole /08 SM/eg 24

42 A1 Materiais,produtosquímicos,"microrganismos"e"toxinas" N. Descrição Rubricaconexado AnexoIdo Regulamento(CE) n.º1183/2007 II.A1.003 Vedantesejuntasfeitosdequalquerumdosseguintesmateriais: a. b. c. d. e. f. Copolímerosdefluoretodevinilidenocom75%ou maisdeestruturacristalinabeta,semestiramento; Poliimidasfluoradascom10%emmassa,oumais,de flúorcombinado; Elastómerosdefosfazenosfluoradoscom30%em massa,oumais,deflúorcombinado; Policlorotrifluoroetileno(PCTFE,p.ex.KelDF ); FluoroelastómerosViton; Politetrafluoroetileno(PTFE) /08 SM/eg 25

43 N. Descrição Rubricaconexado AnexoIdo Regulamento(CE) n.º1183/2007 II.A1.004 Equipamentoindividualparaadetecçãoderadiaçõesdeorigem nuclear,incluindodosímetrospessoais 1A004.c Nota:Apresenterubricanãoabrangeossistemasdedetecção nucleardefinidosnarubrica1a004.c. II.A1.006 Catalisadoresplatinados,nãoreferidosem1A225, especialmenteconcebidosoupreparadosparapromovera reacçãodepermutaisotópicadohidrogénioentreohidrogénioe aágua,paraarecuperaçãodetrítiodaáguapesadaouparaa produçãodeáguapesada,erespectivossubstitutos. 1B231,1A225 II.A1.007 Alumínioeligasdealumínio,nãoreferidosem1C002b.4 ou1c202.a,deformaembrutoesemidacabada,comumadas seguintescaracterísticas: 1C002.b.4 1C202.a a. Resistênciaàtracçãoigualousuperiora460MPaa293 K(20 C);ou b. Resistênciaàtracçãoigualousuperiora415MPaa298 K(25 C) /08 SM/eg 26

44 A2. Tratamentodemateriais N. Descrição Rubricaconexado AnexoIdo Regulamento(CE) n.º1183/2007 II.A2.002 MáquinasDferramentaspararectificar,comumaprecisãode posicionamentoemqualquereixolinear,com"todasas compensaçõesdisponíveis"igualouinferiora(melhorque) 15^mdeacordocomanormaISO230/2(1988)(1)oucom normasnacionaisequivalentes. 2B201.b2B001.c Nota:Apresenterubricanãoabrangeasmáquinasferramentas pararectificardefinidasnasrubricas2b201.be2b001.c. II.A2.002a Componentesecontrolosnuméricos,especialmenteconcebidos paramáquinasdferramentasreferidasem2b001,2b201,ouem II.A2.002acimaindicadas /08 SM/eg 27

45 N. Descrição Rubricaconexado AnexoIdo Regulamento(CE) n.º1183/2007 II.A2.003 Máquinasdeequilibragemeequipamentoconexo: 2B119 a. Máquinasdeequilibragemprojectadasoumodificadas paraequipamentodentárioououtroequipamento médico,comtodasascaracterísticasseguintes: 1. Incapacidadeparaequilibrarrotores/conjuntosde massasuperiora3kg; 2. Capacidadeparaequilibrarrotores/conjuntosa velocidadessuperioresa12500rpm; 3. Capacidadeparacorrigirdesequilíbriosemdois oumaisplanos;e 4. Capacidadeparaefectuaraequilibragemcomum desequilíbrioresidualespecíficode0,2gmmpor kgdemassadorotor; b. Cabeçasindicadorasconcebidasoumodificadaspara utilizaçãocomasmáquinasreferidasema.supra.!otatécnica: Ascabeçasindicadorassãoporvezes conhecidascomoinstrumentosde equilibragem /08 SM/eg 28

46 N. Descrição Rubricaconexado AnexoIdo Regulamento(CE) n.º1183/2007 II.A2.005 Fornosdetratamentotérmicodeatmosferacontrolada,comas seguintescaracterísticas: 2B226,2B227 Fornoscapazesdefuncionaratemperaturassuperioresa400 C. II.A2.006 Fornosdeoxidaçãocapazesdefuncionaratemperaturas superioresa400 C. II.A2.007 "Transdutoresdepressão"nãoreferidosem2B230,capazesde medirpressõesabsolutasemqualquerpontodaescalade0 a200kpaecomambasasseguintescaracterísticas: 2B226,2B227 2B230 a. Elementossensoresdapressãofabricadosouprotegidos com"materiaisresistentesàcorrosãopelouf6",e b. Umadasseguintescaracterísticas: 1. Umaescalacompletademenosde200kPae'precisão' superior(melhorque)a+1%deescalacompleta;ou 2. Umaescalacompletade200kPaoumaise'precisão' superior(melhorque)a+2pa.!otatécnica: Paraefeitosde2B230,a'precisão'incluia nãolinearidade,ahistereseearepetibilidade àtemperaturaambiente /08 SM/eg 29

47 N. Descrição Rubricaconexado AnexoIdo Regulamento(CE) n.º1183/2007 II.A2.008 EquipamentodecontactolíquidoDlíquido(misturadorasD Dseparadoras,colunaspulsadas,contactorescentrífugos);e distribuidordelíquido,distribuidordevaporoucolectoresde líquidoconcebidosparaessetipodeequipamento, caracterizadospelofactodetodasassuperfíciesqueentramem contactodirectocomo(s)produto(s)químico(s)processado(s) seremconstituídasporumdosseguintesmateriais: 2B350.e 1. Ligascommaisde25%deníquelemaisde20%de crómio,emmassa; 2. Fluoropolímeros; 3. Vidro(incluindosuperfíciesvitrificadasouesmaltadas erevestimentosdevidro); 4. Grafiteou''carbonografite''; 5. Níquelouligascommaisde40%,emmassa,de níquel; 6. Tântaloouligasdetântalo; 7. Titânioouligasdetitânio; 13473/08 SM/eg 30

48 N. Descrição Rubricaconexado AnexoIdo Regulamento(CE) n.º1183/ Zircónioouligasdezircónio;ou 9. Açoinoxidável.!otatécnica: ''Carbonografite''éumcompostodecarbono amorfoegrafitecujoteordegrafiteéigualou superiora8%,emmassa. II.A2.009 Equipamentoindustrialecomponentes,nãoreferidosem 2B350d: 2B350.d Permutadoresdecaloroucondensadorescomumasuperfíciede transferênciadecalorsuperiora0,05m 2 einferiora30m 2 ;e tubos,placas,serpentinasoublocos(núcleos)paraesses permutadoresoucondensadorescaracterizadospelofactode todasassuperfíciesqueentramemcontactodirectocomo(s) fluido(s)seremconstituídasporumdosseguintesmateriais: 1. Ligascommaisde25%deníquelemaisde20%de crómio,emmassa; 2. Fluoropolímeros; 3. Vidro(incluindosuperfíciesvitrificadasouesmaltadas erevestimentosdevidro); 13473/08 SM/eg 31

49 N. Descrição Rubricaconexado AnexoIdo Regulamento(CE) n.º1183/ Grafiteou''carbonografite''; 5. Níquelouligascommaisde40%,emmassa,de níquel; 6. Tântaloouligasdetântalo; 7. Titânioouligasdetitânio; 8. Zircónioouligasdezircónio; 9. Carbonetodesilício; 10. Carbonetodetitânio;ou 11. Açoinoxidável.!ota: Apresenterubricanãoabrangeosradiadorespara veículos /08 SM/eg 32

50 N. Descrição Rubricaconexado AnexoIdo Regulamento(CE) n.º1183/2007 II.A2.010 Bombascomvedantemúltiploousemvedante,nãoreferidasem 2B350i,adequadasparafluidoscorrosivos,cujocaudalmáximo especificadopelofabricantesejasuperiora0,6m 3 /h,oubombas devácuocujocaudalmáximoespecificadopelofabricanteseja superiora5m 3 /h(medidoemcondiçõesnormaisdetemperatura [273K(0 C)]edepressão[101,3kPa]);carcaças(corposde bomba),revestimentosinteriorespreformados,impulsores, rotoresoutabeirasparaessasbombascaracterizadospelofacto detodasassuperfíciesqueentramemcontactodirectocomo(s) produto(s)químico(s)processado(s)seremconstituídasporum dosseguintesmateriais: 1 Açoinoxidável; 2. Ligasdealumínio /08 SM/eg 33

51 A6. Sensoreselasers N. Descrição Rubricaconexado AnexoIdo Regulamento(CE) n.º1183/2007 II.A6.002 Aparelhosópticosdeinfravermelhosnafaixadecomprimento deonda9^m 17^merespectivoscomponentes,incluindo componentesdeteluretodecadmio(cdte). 6A003!ota:Apresenterubricanãoabrangeascâmarasdecontroloe respectivoscomponentesdefinidosnarubrica6a003. II.A6.005 "Lasers"semicondutoreserespectivoscomponentes: 6A005.b a. b. "Lasers"individuaisdesemicondutorescompotência desaídasuperiora200mwcada,emquantidades superioresa100; Agregadosde"lasers"individuaisdesemicondutores compotênciadesaídasuperiora20w.!otas: 1. Os"lasers"desemicondutoressãovulgarmente designadospordíodos"laser". 2. Apresenterubricanãoabrangeos"lasers"definidos nasrubricas0b001.g.5,0b001.h.6e6a005b. 3. Apresenterubricanãoabrangeosdíodos"laser"com comprimentodeondanafaixa1200nm 2000nm /08 SM/eg 34

52 N. Descrição Rubricaconexado AnexoIdo Regulamento(CE) n.º1183/2007 II.A6.007 "Lasers"deestadosólido"sintonizáveis",ecomponentes especialmenteconcebidosparaosmesmos: 6A005.c.1. a.lasersdetitâniodsafira; b.lasersdealexandrite.!ota:apresenterubricanãoabrangeoslasersdetitâniosafira edealexandritedefinidosnasrubricas0b001.g.5, 0B001.h.6e6A005.c.1. II.A6.009 DispositivosacústicoDópticos: 6A203.b.4.c a. b. c. Tubosdeimagensseparadasedispositivosintegrados paraimagemcomumafrequênciaderepetiçãoigualou superiora1khz; Componentesparafrequênciaderepetição; CélulasdePockels /08 SM/eg 35

53 A7. Navegaçãoeaviónica N. Descrição Rubricaconexado AnexoIdo Regulamento(CE) n.º1183/2007 II.A7.001 Sistemasporinérciaecomponentesespecialmenteconcebidos paraosmesmos: 7A003,7A103 I. Sistemasdenavegaçãoporinérciaaprovadospara utilizaçãoem"aeronavescivis"pelasautoridadescivis deumestadoparticipantenoacordodewassenaar,e componentesespecialmenteconcebidosparaos mesmos: a. Sistemasdenavegaçãoporinércia(INS) (suspensosporcardanourígidos)eequipamentos porinérciaconcebidospara"aeronaves",veículos terrestres,navios(desuperfícieousubmarinos)ou "veículosespaciais",paraatitude,orientaçãoou controlo,comumadasseguintescaracterísticas,e componentesespecialmenteconcebidosparaos mesmos: 1. Errodenavegação(sóporinércia)depois deumalinhamentonormaligualouinferior a(melhordoque)0,8milhasnáuticaspor hora(nm/hr)de'errocircularprovável' (CEP);ou 2. Especificadosparafuncionaraníveisde aceleraçãolinearsuperioresa10g; 13473/08 SM/eg 36

54 N. Descrição Rubricaconexado AnexoIdo Regulamento(CE) n.º1183/2007 b. Sistemasdenavegaçãoporinérciahíbridos, associadosa(um)sistema(s)denavegaçãoglobal porsatélite(gnss)oua(um)"sistema(s)de navegaçãoreferenciadacomrecursoabasesde dados"("dbrn")paraatitude,orientaçãoou controloapósoalinhamentonormal,comumerro denavegaçãoporinsapósaperdadognssou do"dbrn"porumperíodoatéquatrominutos inferiora(melhorque)10metros'errocircular provável'(cep); c. Equipamentosporinérciaparaindicaçãodo azimute,dorumoedonorte,comumadas seguintescaracterísticas,ecomponentes especialmenteconcebidosparaosmesmos: 1. Concebidosparaasseguraraindicaçãodo azimute,dorumooudonortecomumerro igualouinferiora6minutosdearco(valor médioquadrático)a45grausdelatitude;ou 2. Concebidosparaumníveldechoquenão operacionaligualousuperiora900g durante1msecoumais /08 SM/eg 37

55 N. Descrição Rubricaconexado AnexoIdo Regulamento(CE) n.º1183/2007!ota: OsparâmetrosreferidosemI.a.eI.b.sãoaplicáveiscom qualquerdasseguintescondiçõesambientais: 1. Vibraçãoaleatóriadeentradadaordemdos7,7grms naprimeirameiahoraeduraçãototaldoensaiode horaemeiaporeixoemcadaumdostrêseixos perpendiculares,quandoavibraçãoaleatóriasatisfaça asseguintescondições: a. Densidadeespectraldepotência(PSD)devalor constante 0,04g 2 /Hz numagamade frequênciasde15a1000hz;e b. DiminuiçãodaPSD,de0,04g2/Hzpara0,01 g 2 /Hzemfunçãodafrequêncianagamade frequênciasde1000a2000hz; 2. Velocidadedeoscilaçãoedeguinadaigualousuperior a+2,62radianos/s(150graus/s);ou 3. Deacordocomnormasnacionaisequivalentesaos pontos1.ou2.supra /08 SM/eg 38

56 N. Descrição Rubricaconexado AnexoIdo Regulamento(CE) n.º1183/2007!otastécnicas: 1. I.b.refereseasistemasemqueumI!Seoutros auxiliaresdenavegaçãoindependentesestão incorporadosnumaúnicaunidade(associados)para conseguirummelhordesempenho. 2. 'Errocircularprovável'(CEP)!umadistribuição circularnormal,oraiodocírculoquecontém50%das mediçõesemcurso,ouoraiodocírculodentrodoqual existe50%deprobabilidadedeumpontoestar situado. II. Sistemasdeteodolitoscomequipamentoporinércia especialmenteconcebidosparaarealizaçãode levantamentosparafinsciviseconcebidospara asseguraraindicaçãodoazimute,dorumooudonorte comumerroigualouinferiora(melhorque)6minutos dearco(valormédioquadrático)a45grausdelatitude, ecomponentesespecialmenteconcebidosparaos mesmos. III. Equipamentoporinérciaeoutroequipamentoque utilizeosacelerómetrosespecificadosnarubrica7a001 ou7a101,semprequetaisacelerómetrostenhamsido especialmenteconcebidosedesenvolvidoscomo sensoresdemwd(measurementwhiledrilling)para utilizaçãoemoperaçõesdeserviçoempoços /08 SM/eg 39

57 II.B. TECOLOGIA N. Descrição Rubricaconexado AnexoIdo Regulamento(CE) n.º1183/2007 II.B.001 Tecnologianecessáriaparaodesenvolvimento,aproduçãooua utilizaçãodosprodutosreferidosnaparteii.a.(produtos). " 13473/08 SM/eg 40

58 AEXOIII "AEXOIII Sítioswebcominformaçõessobreasautoridadescompetentesaquesereferemosn. s4e5do artigo3.º,on.º3doartigo5.º,osartigos6.º,8.ºe9.º,osn. s1e2doartigo10.º, osartigos11.º=ae11.º=b,on.º1doartigo13.º eoartigo17.º,eendereçoparaasnotificaçõesàcomissãoeuropeia BÉLGICA BULGÁRIA REPÚBLICACHECA DINAMARCA ALEMANHA ESTÓNIA /08 SM/eg 41

59 IRLANDA GRÉCIA US/Policy/Multilateral+Diplomacy/International+Sanctions/ ESPANHA nternacionales.aspx FRANÇA ITÁLIA CHIPRE LETÓNIA LITUÂNIA LUXEMBURGO /08 SM/eg 42

60 HUNGRIA MALTA PAÍSESBAIXOS ÁUSTRIA POLÓNIA PORTUGAL ROMÉNIA ESLOVÉNIA ESLOVÁQUIA FINLÂNDIA /08 SM/eg 43

61 SUÉCIA REINOUNIDO EndereçodaComissãoEuropeiaparaoenviodasnotificações: ComissãoEuropeia DGRelaçõesExternas DirecçãoA:PlataformadeCrise CoordenaçãoPolíticanaPolíticaExternaedeSegurança Comum UnidadeA.2:Gestãodecriseseprevençãodeconflitos CHAR12/106 BD1049Bruxelles/Brussels(Bélgica) Tel.:(32D2) Fax:(32D2) " 13473/08 SM/eg 44

62 AEXOIV "AEXOVI Listadosestabelecimentosdecréditoeinstituiçõesfinanceirasaqueserefere on.º2doartigo11.º=a Filiaisesucursais,abrangidaspeloâmbitodeaplicaçãodoartigo18.º,dosestabelecimentosde créditoeinstituiçõesfinanceirassedeadosnoirãoaqueserefereaalíneab)don.º2do artigo11.ºdb 1 1. BAKMELLIIRA* França: 43,AvenueMontaigne,75008Paris CódigoBIC:MELIFRPP Alemanha: Holzbrücke2,DD20459,Hamburg CódigoBIC:MELIDEHH ReinoUnido: MelliBankPlc OneLondonWall,11 th Floor,LondonEC2Y5EA CódigoBIC:MELIGB2L 1 Asentidadesassinaladascom*estãotambémsujeitasaumcongelamentodeactivosna acepçãodasalíneasa)eb)don.º1doartigo5.ºdaposiçãocomum2007/140/pesc /08 SM/eg 45

63 2. BAKSEPAH* França: 64ruedeMiromesnil,75008Paris CódigoBIC:SEPBFRPP Alemanha: Hafenstraße54,DD60327FrankfurtamMain CódigoBIC:SEPBDEFF Itália: ViaBarberini50,00187Rome CódigoBIC:SEPBITR1 ReinoUnido: BankSepahInternationalplc 5/7Eastcheap,LondonEC3M1JT CódigoBIC:SEPBGB2L 3. BAKSADERATIRA França: BankSaderatIran 16RuedelaPaix,75002Paris CódigoBIC:BSIRFRPP TELEX:220287SADERA/SADERB 13473/08 SM/eg 46

64 Alemanha: HamburgBranch P.O.Box112227,Deichstraße11,DD20459Hamburg CódigoBIC:BSIRDEHH TELEX:215175SADBKD FrankfurtBranch P.O.Box160151,Friedensstraße4,DD60311FrankfurtamMain CódigoBIC:BSIRDEFF Grécia: AthensBranch POBox4308,25D29VenizelouSt,GR10564Athens CódigoBIC:BSIRGRAA TX:218385SABKGR ReinoUnido: BankSaderatplc 5Lothbury,LondonEC2R7HD CódigoBIC:BSPLGB2L TX:883382SADERG 13473/08 SM/eg 47

Serviço Móvel de Voz

Serviço Móvel de Voz Serviço Móvel de Voz Minuto 1. Origem Rede Móvel - Terminação Rede Móvel Intra-conta 0,00000 2. Origem Rede Móvel - Terminação PPCA Intra-conta 0,02000 3. Origem Rede Móvel - Terminação Rede Móvel On-et

Leia mais

IMPORTAÇÃO DO CADASTRO DE PESSOAS

IMPORTAÇÃO DO CADASTRO DE PESSOAS IMPORTAÇÃO DO CADASTRO DE PESSOAS 1. Objetivo: 1. Esta rotina permite importar para o banco de dados do ibisoft Empresa o cadastro de pessoas gerado por outro aplicativo. 2. O cadastro de pessoas pode

Leia mais

Tratamentos Tempo de Armazenamento T F secagem 0 mês 6 meses ( C) (m 3 /minuto/t) (hora) D 1 D 2 D 3 Médias D 1 D 2 D 3 Médias 42 26,9 0 10,4 10,8

Tratamentos Tempo de Armazenamento T F secagem 0 mês 6 meses ( C) (m 3 /minuto/t) (hora) D 1 D 2 D 3 Médias D 1 D 2 D 3 Médias 42 26,9 0 10,4 10,8 Tratamentos Tempo de Armazenamento T F secagem 0 mês 6 meses ( C) (m 3 /minuto/t) (hora) D 1 D 2 D 3 Médias D 1 D 2 D 3 Médias 42 26,9 0 10,4 10,8 10,9 10,7 12,8 11,6 12,0 12,1 4 11,1 10,6 10,9 10,9 13,1

Leia mais

Esta edição do Diário Oficial contém:

Esta edição do Diário Oficial contém: PREFEITURA MUNICIPAL DE ARAMARI - BA - ANO 02 - Nº 100 Quinta-Feira, 05 de Setembro de 2013 Esta edição do Diário Oficial contém: EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO 001/2013. CERTIFICADO EMITIDO POR AC CERTISIGN

Leia mais

Quadro 1 Número de empresas de seguros a operar em Portugal. 2009 Vida Não Vida Mistas Total. Empresas de seguros de direito português 16 25 6 47

Quadro 1 Número de empresas de seguros a operar em Portugal. 2009 Vida Não Vida Mistas Total. Empresas de seguros de direito português 16 25 6 47 Quadro Número de empresas de seguros a operar em Portugal 29 Vida Não Vida Mistas Total Em regime de estabelecimento 22 52 3 87 Empresas de seguros de direito português 6 25 6 47 Empresas de seguros 6

Leia mais

Quadro 1 Número de empresas de seguros a operar em Portugal. 2010 Vida Não Vida Mistas Total. Empresas de seguros de direito português 15 24 7 46

Quadro 1 Número de empresas de seguros a operar em Portugal. 2010 Vida Não Vida Mistas Total. Empresas de seguros de direito português 15 24 7 46 Quadro 1 Número de empresas de seguros a operar em Portugal 21 Vida Não Vida Mistas Total Em regime de estabelecimento 21 5 12 83 Empresas de seguros de direito português 15 24 7 46 Empresas de seguros

Leia mais

MANUAL DE PINAGEM ECU-TEST2 EVOLUTION

MANUAL DE PINAGEM ECU-TEST2 EVOLUTION MANUAL DE PINAGEM ECU-TEST2 EVOLUTION 18/09/2013 MONTADORAS: SISTEMAS REUNALT: PINAGEM DA ECU: FENIX 5...04-05 PINAGEM DA ECU: IAW 5NR...06-07 PINAGEM DA ECU: IAW 8R...08-09 PINAGEM DA ECU: SAGEM 3000

Leia mais

INFORMAÇÕES DOS ESTADOS-MEMBROS

INFORMAÇÕES DOS ESTADOS-MEMBROS C 390/10 PT Jornal Oficial da União Europeia 24.11.2015 INFORMAÇÕES DOS ESTADOS-MEMBROS Primeira atualização das informações referidas no artigo 76. o do Regulamento (UE) n. o 1215/2012 do Parlamento Europeu

Leia mais

MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO ESCOLHA A ÚNICA ALTERNATIVA CERTA, ASSINALANDO-A COM X NOS PARÊNTESES

MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO ESCOLHA A ÚNICA ALTERNATIVA CERTA, ASSINALANDO-A COM X NOS PARÊNTESES MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO DECEx DEPA COLÉGIO MILITAR DO RIO DE JANEIRO (Casa de Thomaz Coelho/1889 9º Ano SubSeção de Matemática 1 a PARTE Múltipla Escolha Álgebra e Geometria ESCOLHA A

Leia mais

Esta edição do Diário Oficial contém:

Esta edição do Diário Oficial contém: PREFEITURA MUNICIPAL DE MARUIM - SE - ANO 01 - Nº 014 Segunda-Feira, 27 de Maio de 2013, Esta edição do Diário Oficial contém: PORTARIA Nº 003/2013; PORTARIA Nº 004/2013; PORTARIA Nº 031/2013; PORTARIA

Leia mais

Ativação da tomada de força EG via COO. Informações gerais sobre a função. Condições de ativação

Ativação da tomada de força EG via COO. Informações gerais sobre a função. Condições de ativação Informações gerais sobre a função Informações gerais sobre a função Esta descrição de funcionamento com instruções de conexão é aplicável para veículos nos quais o coordenador controla a ativação de uma

Leia mais

A liberalização do sector energético na perspetiva dos consumidores

A liberalização do sector energético na perspetiva dos consumidores A liberalização do sector energético na perspetiva dos consumidores Conferência do Diário Económico Vitor Santos Presidente da ERSE Hotel Sheraton, Lisboa 4 de Julho de 2012 Agenda 1. Liberalização efetiva

Leia mais

BPstat mobile inovação na difusão das estatísticas do Banco de Portugal

BPstat mobile inovação na difusão das estatísticas do Banco de Portugal inovação na difusão das estatísticas do Banco de Portugal João Cadete de Matos Diretor do Departamento de Estatística 23 fevereiro 2016 Coimbra Conferências da Central de Balanços (2010 2016) Porto Lisboa

Leia mais

Esta edição do Diário Oficial contém:

Esta edição do Diário Oficial contém: PREFEITURA MUNICIPAL DE MARUIM - SE - ANO 01 - Nº 029 Quarta-Feira, 30 de Outubro de 2013 Esta edição do Diário Oficial contém: ATA DE REGISTRO DE PREÇO Nº 002/2013; ATA DE REGISTRO DE PREÇO Nº 003/2013;

Leia mais

Questões relativas à UE

Questões relativas à UE » Questões relativas à UE » Quantos países constituem hoje a União Europeia? (%) correta 53,6 incorreta/ não sabe 46,4 12 países 15 países 25 países 28 países 31 países Outras respostas 5,1 5,1 18,4 7,9

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa DECRETO Nº 47.514, DE 29 DE OUTUBRO DE 2010. (publicado no DOE nº 206 de 01 de novembro de 2010) Modifica o Regulamento do Imposto sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias e sobre Prestações

Leia mais

O ESPAÇO DE SCHENGEN. Trabalho feito por João Dias nº 8 do 2ºJ

O ESPAÇO DE SCHENGEN. Trabalho feito por João Dias nº 8 do 2ºJ O ESPAÇO DE SCHENGEN Trabalho feito por João Dias nº 8 do 2ºJ O QUE É O ESPAÇO DE SCHENGEN? O espaço e a cooperação Schengen assentam no Acordo Schengen de 1985. O espaço Schengen representa um território

Leia mais

ESTATÍSTICAS DA IMIGRAÇÃO 2009

ESTATÍSTICAS DA IMIGRAÇÃO 2009 ESTATÍSTICAS DA IMIGRAÇÃO 2009 Entrada e Permanência I. FONTES OFICIAIS NACIONAIS... 3 Vistos de Estada Temporária (VET) e de Residência (VR), emitidos em 2009, por Tipo de Visto... 4 Vistos de Estada

Leia mais

Comunicado de imprensa

Comunicado de imprensa Comunicado de imprensa A educação para a cidadania nas escolas da Europa Em toda a Europa, o reforço da coesão social e a participação activa dos cidadãos na vida social estão no centro das preocupações

Leia mais

ANEXO I (EDITAL DE CONCURSO 01/2016)

ANEXO I (EDITAL DE CONCURSO 01/2016) ANEXO I (EDITAL DE CONCURSO 01/2016) Cargo/Área de Atuação Carga Horária semanal Vagas Vagas Reservadas aos candidatos com deficiência Código da Opção Qualificação exigida para o ingresso Agente Administrativo

Leia mais

M/44000/M. Cilindro sem Haste LINTRA Êmbolo Magnético Dupla Ação Ø 25 a 40 mm

M/44000/M. Cilindro sem Haste LINTRA Êmbolo Magnético Dupla Ação Ø 25 a 40 mm N_en 6_007_M_44000_M(BR):N_en 6_007_M44000M 2/3/0 2:34 PM Page M/44000/M Cilindro sem Haste LINTRA Êmbolo Magnético Dupla Ação Ø 25 a 40 mm Novo desenho, economiza espaço Sistema de vedação confiável Montagem

Leia mais

A Bandeira da Europa simboliza a União Europeia e também representa a unidade e a identidade da Europa. O circulo de estrelas douradas representa a

A Bandeira da Europa simboliza a União Europeia e também representa a unidade e a identidade da Europa. O circulo de estrelas douradas representa a Após a II Guerra Mundial alguns países europeus tiveram a ideia de se unirem para melhor resolver os seus problemas. Era necessário garantir a paz, reconstruir cidades e reorganizar o comércio. Só com

Leia mais

Índice. Índice Sistemático 7 TRATADO DA UNIÃO EUROPEIA 15 TRATADO SOBRE O FUNCIONAMENTO DA UNIÃO EUROPEIA 43 TRATADO DE LISBOA 159

Índice. Índice Sistemático 7 TRATADO DA UNIÃO EUROPEIA 15 TRATADO SOBRE O FUNCIONAMENTO DA UNIÃO EUROPEIA 43 TRATADO DE LISBOA 159 5 Índice Índice Sistemático 7 TRATADO DA UNIÃO EUROPEIA 15 TRATADO SOBRE O FUNCIONAMENTO DA UNIÃO EUROPEIA 43 TRATADO DE LISBOA 159 S 163 ANEXO QUADROS DE CORRESPONDÊNCIA A QUE SE REFERE O ARTIGO 5.º DO

Leia mais

Gramáticas Livres de Contexto

Gramáticas Livres de Contexto Gramáticas Livres de Contexto 25 de novembro de 2011 Definição 1 Uma Regra (ou produção) é um elemento do conjunto V (V Σ). Sendo que V é um conjunto finito de elementos chamados de variáveis e Σ um conjunto

Leia mais

ESTATUTO DA ORDEM DOS ADVOGADOS

ESTATUTO DA ORDEM DOS ADVOGADOS ESTATUTO DA ORDEM DOS ADVOGADOS Estatuto aprovado pelo Decreto-Lei n.º 84/84, de 16 de Março, alterado pela Lei n.º 6/86, de 23 de Março, pelos Decretos-Lei n.º 119/86, de 28 de Maio, e 325/88, de 23 de

Leia mais

Saúde: pronto para férias? viaje sempre com o seu Cartão Europeu de Seguro de Doença (CESD)

Saúde: pronto para férias? viaje sempre com o seu Cartão Europeu de Seguro de Doença (CESD) MEMO/11/406 Bruxelas, 16 de Junho de 2011 Saúde: pronto para férias? viaje sempre com o seu Cartão Europeu de Seguro de Doença (CESD) Em férias nunca se sabe! Está a pensar viajar na UE ou na Islândia,

Leia mais

MATEMÁTICA II LISTA DE GEOMETRIA PLANA - III

MATEMÁTICA II LISTA DE GEOMETRIA PLANA - III MATEMÁTICA II LISTA DE GEOMETRIA PLANA - III 0 Dois círculos de centros A e B são tangentes exteriormente e tangenciam interiormente um círculo de centro C. Se AB = cm, AC = 7 cm e BC = 3 cm, então o raio

Leia mais

Newsletter Informação Semanal 30-11 a 06-12-2015

Newsletter Informação Semanal 30-11 a 06-12-2015 EUR / Kg Peso Carcaça CONJUNTURA SEMANAL Newsletter Informação Semanal 30-11 a 06-12- As Newsletter do SIMA podem também ser consultadas no facebook em: https://www.facebook.com/sima.portugal Na semana

Leia mais

A QUALIDADE E A CERTIFICAÇÃO

A QUALIDADE E A CERTIFICAÇÃO A QUALIDADE E A CERTIFICAÇÃO Em 1977 foi criada no Ministério da Indústria e Energia, a Direcção Geral da Qualidade, actualmente denominada por IPQ, cujo objectivo era o desenvolvimento e divulgação dos

Leia mais

Aula 5 Quadriláteros Notáveis

Aula 5 Quadriláteros Notáveis Aula 5 Quadriláteros Notáveis Paralelogramo Definição: É o quadrilátero convexo que possui os lados opostos paralelos. A figura mostra um paralelogramo ABCD. Teorema 1: Se ABCD é um paralelogramo, então:

Leia mais

LISTA EXTRA DE EXERCÍCIOS MAT /I

LISTA EXTRA DE EXERCÍCIOS MAT /I LISTA EXTRA DE EXERCÍCIOS MAT 008/I. Dados os vetores v = (0,, 3), v = (-, 0, 4) e v 3 = (, -, 0), efetuar as operações indicadas: (a) v 3-4v R.: (4,-,-6) (b) v -3v +v 3 R.: (3,0,-6). Determine: (a) x,

Leia mais

Prefixos dos destinos internacionais incluídos nos pacotes MEO

Prefixos dos destinos internacionais incluídos nos pacotes MEO País Tipo Destino ALASCA e Móvel ALEMANHA ANDORRA AUSTRÁLIA ÁUSTRIA BÉLGICA CANADA e Móvel CHILE CHINA e Móvel COREIA DO SUL CROÁCIA DINAMARCA ESLOVÉNIA ESPANHA EUA e Móvel FEDERAÇÃO RUSSA FINLÂNDIA FRANÇA

Leia mais

Aula 10 Triângulo Retângulo

Aula 10 Triângulo Retângulo Aula 10 Triângulo Retângulo Projeção ortogonal Em um plano, consideremos um ponto e uma reta. Chama-se projeção ortogonal desse ponto sobre essa reta o pé da perpendicular traçada do ponto à reta. Na figura,

Leia mais

MATEMÁTICA II LISTA DE GEOMETRIA PLANA - V

MATEMÁTICA II LISTA DE GEOMETRIA PLANA - V MATEMÁTICA II LISTA DE GEOMETRIA PLANA - V 1) (PUC/MG) Na figura, ABCD é paralelogramo, BE AD e BF CD. Se BE = 1, BF = 6 e BC = 8, então AB mede a) 1 b) 13 c) 14 d) 15 e) 16 ) (CESGRANRIO) O losango ADEF

Leia mais

Calendarização, por países, da obrigatoriedade da formação contínua para obtenção do CAM/CQM (prazos limite para frequência do primeiro curso)

Calendarização, por países, da obrigatoriedade da formação contínua para obtenção do CAM/CQM (prazos limite para frequência do primeiro curso) Calendarização, por países, da obrigatoriedade da formação contínua para obtenção do CAM/CQM (prazos limite para frequência do primeiro curso) Áustria Bélgica Carta de condução da categoria D: 2015 Carta

Leia mais

Análise comparativa dos sistemas de avaliação do desempenho docente a nível europeu

Análise comparativa dos sistemas de avaliação do desempenho docente a nível europeu 1 Análise comparativa dos sistemas de avaliação do desempenho docente a nível europeu Jorge Lima (*) Eurydice é a rede de informação sobre a educação na Europa, criada por iniciativa da Comissão Europeia

Leia mais

Newsletter Informação Semanal 08-02 a 14-02-2016

Newsletter Informação Semanal 08-02 a 14-02-2016 EUR / Kg Peso Carcaça CONJUNTURA SEMANAL Newsletter Informação Semanal 08-02 a 14-02- As Newsletter do SIMA podem também ser consultadas no facebook em: https://www.facebook.com/sima.portugal Na semana

Leia mais

Breve revisão de Análise Combinatória

Breve revisão de Análise Combinatória 1. Princípio fundamental da contagem Breve revisão de Análise Combinatória Considere que certo procedimento pode ocorrer de duas maneiras diferentes, quais sejam: A 1ª maneira, ocorrendo de a modos distintos;

Leia mais

1- Universo constituído por 112? indivíduos. 1- Feminino Masculino ºano-1 - Coluna E

1- Universo constituído por 112? indivíduos. 1- Feminino Masculino ºano-1 - Coluna E VARIÁVEIS Alunos 1- Universo constituído por 112? indivíduos Género- Coluna C 1- Feminino -1 2- Masculino-2 00-01- Nivel- 1-1ºano-1 - Coluna E 00-01 Escola - Coluna F 11- João dos Santos 12- Agostinho

Leia mais

Universidade Federal de Goiás Regional Catalão - IMTec

Universidade Federal de Goiás Regional Catalão - IMTec Universidade Federal de Goiás Regional Catalão - IMTec Disciplina: Álgebra I Professor: André Luiz Galdino Gabarito da 1 a Lista de Exercícios 11/03/2015 1. Prove que G é um grupo com a operação de multiplicação

Leia mais

INFORMAÇÃO NÃO CERTIFICADA

INFORMAÇÃO NÃO CERTIFICADA Freguesia (Santiago) URBANO DENOMINAÇÃO: LOTE DE HABITAÇÃO COLECTIVA SITUADO EM: Bela Fria Rua Aurélia de Sousa, nºs. 2, 4, 4-A, 4-B, 4-C, 4-D, 4-E, 4-F, 4-G, 4-H, 6, 6-A, 6-B, 6-C, 6-D, 6-E, 8, 8-A, 8-B,

Leia mais

$35(6(17$d 2Ã&/Ë1,&$ 'LDJQyVWLFRÃ FOtQLFR &ROHGRFROLWtDVH &ROHFLVWLWH 3DQFUHDWLWH &ROHGRFROLWtDVH HP UHVROXomR &ROHFLVWLWH 3DQFUHDWLWH &ROHGRFROLWtDVH HP UHVROXomR &yolfdãeloldu (FRJUDILD &ROpGRFRÃ!ÃÃFP

Leia mais

Câmara dos Deputados Praça 3 Poderes Consultoria Legislativa Anexo III - Térreo Brasília - DF

Câmara dos Deputados Praça 3 Poderes Consultoria Legislativa Anexo III - Térreo Brasília - DF Henrique Leonardo Medeiros Consultor Legislativo da Área II Direito Civil e Processual Civil, Direito Penal e Processual Penal, de Família, do Autor, de Sucessões, Internacional Privado Câmara dos Deputados

Leia mais

Álgebra Linear - Prof. a Cecilia Chirenti. Lista 3 - Matrizes

Álgebra Linear - Prof. a Cecilia Chirenti. Lista 3 - Matrizes Álgebra Linear - Prof. a Cecilia Chirenti Lista 3 - Matrizes. Sejam A = C = 0 3 4 3 0 5 4 0 0 3 4 0 3, B = 3, D = 3,. Encontre: a A+B, A+C, 3A 4B. b AB, AC, AD, BC, BD, CD c A t, A t C, D t A t, B t A,

Leia mais

Siemens AG 2009 SIRIUS SENTRON SIVACON. Catálogo LV 90 2009. Baixa Tensão Corte, protecção e comando. Answers for industry.

Siemens AG 2009 SIRIUS SENTRON SIVACON. Catálogo LV 90 2009. Baixa Tensão Corte, protecção e comando. Answers for industry. SIRIUS SENTRON SIVACON Catálogo LV 90 2009 Baixa Tensão Corte, protecção e comando Answers for industry. Interruptores de corte em carga, sistemas de barramentos SENTRON 8US Introdução Tipo 3NP 1 3K 3NJ4

Leia mais

TEOREMA DE CEVA E MENELAUS. Teorema 1 (Teorema de Ceva). Sejam AD, BE e CF três cevianas do triângulo ABC, conforme a figura abaixo.

TEOREMA DE CEVA E MENELAUS. Teorema 1 (Teorema de Ceva). Sejam AD, BE e CF três cevianas do triângulo ABC, conforme a figura abaixo. TEOREMA DE CEVA E MENELAUS Definição 1. A ceviana de um triângulo é qualquer segmento de reta que une um dos vértices do triângulo a um ponto pertencente à reta suporte do lado oposto a este vértice. Teorema

Leia mais

DIREITO COMUNITÁRIO. Aula 4 As revisões dos instrumentos fundamentais: o aprofundamento 2

DIREITO COMUNITÁRIO. Aula 4 As revisões dos instrumentos fundamentais: o aprofundamento 2 DIREITO COMUNITÁRIO Aula 4 As revisões dos instrumentos fundamentais: o aprofundamento 2 As revisões dos tratados fundadores 07/02/1992: Assinatura do Tratado sobre a União Européia,, em Maastricht; 20/10/1997:

Leia mais

Lista de Exercícios de Geometria

Lista de Exercícios de Geometria Núcleo Básico de Engenharias Geometria - Geometria Analítica Professor Julierme Oliveira Lista de Exercícios de Geometria Primeira Parte: VETORES 1. Sejam os pontos A(0,0), B(1,0), C(0,1), D(-,3), E(4,-5)

Leia mais

SEGURO FATURAMENTO AGRÍCOLA. Condições Gerais

SEGURO FATURAMENTO AGRÍCOLA. Condições Gerais SEGURO FATURAMENTO AGRÍCOLA Condições Gerais VERSÃO 1.3 CNPJ 28.196.889/0001-43 Processo SUSEP nº 15414.001668/2011-41 Condições Gerais Seguro Faturamento Agrícola versão 1.3 / Processo SUSEP nº 15414.001668/2011-41

Leia mais

ATUALIZAÇÃO DAS ATIVIDADES DE PERFURAÇÃO. Rio de Janeiro Outubro 2012

ATUALIZAÇÃO DAS ATIVIDADES DE PERFURAÇÃO. Rio de Janeiro Outubro 2012 ATUALIZAÇÃO DAS ATIVIDADES DE PERFURAÇÃO Rio de Janeiro Outubro 2012 ATIVIDADES EM ANDAMENTO Poço Bloco Prospecto Sonda Distância da Costa Lâmina d água Status Net Pay CY TBMT-1D/2HP BM-C-39 Tubarão Martelo

Leia mais

Infisc. Nota Fiscal de Serviço Eletrônica NFS-e MANUAL DE CONECTIVIDADE DE SISTEMAS Formato XML para processamento de NFSe

Infisc. Nota Fiscal de Serviço Eletrônica NFS-e MANUAL DE CONECTIVIDADE DE SISTEMAS Formato XML para processamento de NFSe Nota Fiscal de Serviço Eletrônica MANUAL DE CONECTIVIDADE DE SISTEMAS Formato para processamento de NFSe Este manual destina-se a orientar o Prestador de Serviços na geração e uso dos arquivos para tratamento

Leia mais

9A5&*86365 A 2A 5&*86"649A5458"

9A5&*86365 A 2A 5&*86649A5458 12345675689ABCD6756533ADCE9A56D5EF9A56 5 EAD5EF9A56 86 A C938 6 56C C9AC 4A56 B 54A861C7A5B5 C E9861953A CA9867C6 C3 2A3536 3A453!"6#2C3E$C36BC95A3638 9C65 EA6D5EF9A5 %"6 8 7A&$C367C6'5()598 6C656 A8 5&*867C6

Leia mais

n. 15 ÁREA DE UM TRIÂNGULO Logo, a área do triângulo é obtida calculando-se a metade da área do S = 1 2

n. 15 ÁREA DE UM TRIÂNGULO Logo, a área do triângulo é obtida calculando-se a metade da área do S = 1 2 n. 15 ÁREA DE UM TRIÂNGULO Do cálculo da área do paralelogramo temos: S ABCD = u x v Logo, a área do triângulo é obtida calculando-se a metade da área do paralelogramo, portanto S ABC = 1 u x v Assim,

Leia mais

XI. Dispensa de Visto de Entrada para Portadores de Passaporte e de Título de Viagem da RAEM

XI. Dispensa de Visto de Entrada para Portadores de Passaporte e de Título de Viagem da RAEM Macau 2015 Livro do Ano XI. Dispensa de Visto de Entrada para Portadores de Passaporte e de (países ordenados por continente) Ásia Brunei 14 dias --- Camboja 30 dias c) --- Coreia do Sul 90 dias --- Filipinas

Leia mais

O Conselho Europeu O Conselho

O Conselho Europeu O Conselho PT SECRETARIADO-GERAL DO CONSELHO COLEÇÃO «INFORMAÇÕES» O Conselho Europeu O Conselho Duas instituições na ação europeia SETEMBRO DE 2013 Advertência A presente brochura é publicada pelo Secretariado-Geral

Leia mais

MA13 Geometria AV1 2014

MA13 Geometria AV1 2014 MA13 Geometria AV1 2014 Questão 1 [ 2,0 pt ] Considere um paralelogramo ABCD e sejam M o centro da circunferência definida pelos vértices A, B e C N o centro da circunferência definida pelos vértices B,

Leia mais

MAE116 - Noções de Estatística Grupo A - 1 semestre de 2015

MAE116 - Noções de Estatística Grupo A - 1 semestre de 2015 MAE116 - Noções de Estatística Grupo A - 1 semestre de 2015 Gabarito Lista 4 - Probabilidade - CASA Exercício 1. (2 pontos) Para cada um dos experimentos abaixo, descreva o espaço amostral e apresente

Leia mais

LINHAS PROPORCIONAIS Geometria Plana. PROF. HERCULES SARTI Mestre

LINHAS PROPORCIONAIS Geometria Plana. PROF. HERCULES SARTI Mestre LINHAS PROPORCIONAIS Geometria Plana PROF. HERCULES SARTI Mestre Exemplo 4: apostila Determine o perímetro do quadrilátero ABCD, circunscritível, da figura. Resolução: Exemplo 4: apostila Determine o perímetro

Leia mais

Grupo 1 - N1M2 - PIC OBMEP 2011 Módulo 2 - Geometria. Resumo do Encontro 6, 22 de setembro de Questões de geometria das provas da OBMEP

Grupo 1 - N1M2 - PIC OBMEP 2011 Módulo 2 - Geometria. Resumo do Encontro 6, 22 de setembro de Questões de geometria das provas da OBMEP Grupo 1 - N1M2 - PIC OBMEP 2011 Módulo 2 - Geometria Resumo do Encontro 6, 22 de setembro de 2012 Questões de geometria das provas da OBMEP http://www.obmep.org.br/provas.htm 1. Áreas - capítulo 2 da apostila

Leia mais

3. CARTÕES DE CRÉDITO E DE DÉBITO (PARTICULARES)

3. CARTÕES DE CRÉDITO E DE DÉBITO (PARTICULARES) 3.1. Cartões de crédito Designação do Redes onde o é aceite 1. Anuidades 1.º Titular Outros titulares Comissões (Euros) 2. Emissão de 3. Substituição de 4. Inibição do 5. Pagamento devolvido NB Verde --

Leia mais

Sociedade Espírita Allan Kardec

Sociedade Espírita Allan Kardec Sociedade Espírita Allan Kardec Apresenta: Equipe responsável: Eurípedes Kühl João F. Calabrese Nilson J. Guiselini Fernando Neres 1 !" # $ % & $ ' ($') $'%' * $+) $%'$''' $,$""- & $./' "! 0 ) '.. "-,.

Leia mais

México HORÁRIO DE ATENDIMENTO AO PÚBLICO

México HORÁRIO DE ATENDIMENTO AO PÚBLICO México ATENÇÃO VERIFIQUE ATENTAMENTE AS INFORMAÇÕES CONTIDAS NESTA PÁGINA PARA FACILITAR SEU ATENDIMENTO. SEM A APRESENTAÇÃO DOS REQUISITOS OBRIGATÓRIOS, O ATENDIMENTO NÃO SERÁ REALIZADO. O Consulado Geral

Leia mais

COMUNICAÇÃO DA COMISSÃO AO CONSELHO, AO PARLAMENTO EUROPEU, AO COMITÉ ECONÓMICO E SOCIAL EUROPEU E AO COMITÉ DAS REGIÕES

COMUNICAÇÃO DA COMISSÃO AO CONSELHO, AO PARLAMENTO EUROPEU, AO COMITÉ ECONÓMICO E SOCIAL EUROPEU E AO COMITÉ DAS REGIÕES PT PT PT COMISSÃO EUROPEIA Bruxelas, 6.1.2010 COM(2009)708 final COMUNICAÇÃO DA COMISSÃO AO CONSELHO, AO PARLAMENTO EUROPEU, AO COMITÉ ECONÓMICO E SOCIAL EUROPEU E AO COMITÉ DAS REGIÕES sobre a aplicação

Leia mais

Consulta pública sobre a futura utilização da banda de radiodifusão televisiva UHF: Relatório Lamy

Consulta pública sobre a futura utilização da banda de radiodifusão televisiva UHF: Relatório Lamy Consulta pública sobre a futura utilização da banda de radiodifusão televisiva UHF: Relatório Lamy Fields marked with are mandatory. Os campos assinalados com um asterisco () são de preenchimento obrigatório.

Leia mais

Memorial de Cálculo: Instalações Elétricas. BRB Banco de Brasília-DF Ag. Novo Gama - Pedregal Novas Instalações TP 009/2012 - ANEXO V

Memorial de Cálculo: Instalações Elétricas. BRB Banco de Brasília-DF Ag. Novo Gama - Pedregal Novas Instalações TP 009/2012 - ANEXO V Pág. 1 Memorial de Cálculo: Instalações Elétricas Cliente: Unidade: Assunto: BRB Banco de Brasília-DF Ag. Novo Gama - Pedregal Novas Instalações Código do Projeto: 3328/12 SIA Sul Quadra 4C Bloco D Loja

Leia mais

B B C F B AC C A C C C F B B B B B B A C B C BF B B A B C B AB C B B AC B CAC C B B B B

B B C F B AC C A C C C F B B B B B B A C B C BF B B A B C B AB C B B AC B CAC C B B B B AB ACDC B CE F B C ACFC ADB C F B AC BA B A CE F C F B AC B BA B B C F B AC C A C C C F B B B B B B A C B C BF B B A B C B AB C B B AC B CAC C B B B B ABC DEF C CE C CE AC C A C C C F B B B B B B A C B

Leia mais

11. CARTÕES DE CRÉDITO E DE DÉBITO (OUTROS CLIENTES)

11. CARTÕES DE CRÉDITO E DE DÉBITO (OUTROS CLIENTES) 11.1. Cartões de crédito Comissões (Euros) Designação do Redes onde o é aceite NB Business Silver NB Business Gold NB Corporate Gold NB Corporate Gold Negócios 1. Anuidades 1.º Titular Outros titulares

Leia mais

Avaliação do Painel de Consulta das Empresas Europeias (EBTP)

Avaliação do Painel de Consulta das Empresas Europeias (EBTP) Avaliação do Painel de Consulta das Empresas Europeias (EBTP) 23/06/2008-14/08/2008 Existem 457 respostas em 457 que correspondem aos seus critérios A. Participação País DE - Alemanha 84 (18.4%) PL - Polónia

Leia mais

DIVISÃO DE ADMINISTRAÇÃO GERAL E FINANÇAS Setor de Apoio Jurídico e Contencioso

DIVISÃO DE ADMINISTRAÇÃO GERAL E FINANÇAS Setor de Apoio Jurídico e Contencioso CAPÍTULO VII Tabelas De Taxas Urbanísticas (TTU) SECÇÃO I Urbanização e edificação SUBSECÇÃO I Artigo 1.º Operações de loteamento 1-Apresentação do requerimento para licenciamento ou admissão de comunicação

Leia mais

* +,,- 5%67. 5%5%8 # ! " #$ %& ' %( ) .

* +,,- 5%67.  5%5%8 # !  #$ %& ' %( ) . http://indicadores.ethos.org.br/relatorioexternodiagnostico.aspx?id=1,2,,4,&ano=2007&questionari... Página 1 de 2 " # & ' "# * +,,-. * ' * //0 /1 2 &* '4/*5 / * / 1& &'56 ' &* 4/ &'*5 * 4 /*1 4' '4' &

Leia mais

Idade média das mulheres ao nascimento dos filhos e envelhecimento da população feminina em idade fértil,

Idade média das mulheres ao nascimento dos filhos e envelhecimento da população feminina em idade fértil, «Idade média das mulheres ao nascimento dos filhos e envelhecimento da população feminina em idade fértil, Departamento de Estatísticas Demográficas e Sociais Serviço de Estatísticas Demográficas 07/10/2016

Leia mais

6. S d 2 = 80 ( ) 2 S d 2 = S d 2 = (constante de proporcionalidade) 6.1. Se d = , então d 2 = e S = 20

6. S d 2 = 80 ( ) 2 S d 2 = S d 2 = (constante de proporcionalidade) 6.1. Se d = , então d 2 = e S = 20 Matemática.º Ano 41 Praticar + para a prova final páginas 1 a 4 1. 1.1. Número de casos favoráveis: 1 Número de casos possíveis: 5 Logo, P( ser o criminoso ) = 1 5 1.. Número de casos favoráveis: 1 Número

Leia mais

Colégio Visconde de Porto Seguro

Colégio Visconde de Porto Seguro Colégio Visconde de Porto Seguro Unidade I 2009 Ensino Fundamental e Ensino Médio Nome do (a) Aluno (a): nº Atividade de: Desenho Geométrico Nível: E.Médio Classe: 2-3 Professor (a): 3º Trimestre Data:

Leia mais

Tabela de Vinculação de pagamento Manteve o mesmo nome DDM SIAFI-TABELA-VINCULA-PAGAMENTO

Tabela de Vinculação de pagamento Manteve o mesmo nome DDM SIAFI-TABELA-VINCULA-PAGAMENTO Segue abaixo dados das DDMs que mudaram para o PCASP, tanto as que mudaram de nome como as que mantiveram o mesmo nome. Para estas, os campos que serão excluídos (em 2015) estão em vermelho e os campos

Leia mais

CM127 - Lista 3. Axioma da Paralelas e Quadriláteros Notáveis. 1. Faça todos os exercícios dados em aula.

CM127 - Lista 3. Axioma da Paralelas e Quadriláteros Notáveis. 1. Faça todos os exercícios dados em aula. CM127 - Lista 3 Axioma da Paralelas e Quadriláteros Notáveis 1. Faça todos os exercícios dados em aula. 2. Determine as medidas x e y dos ângulos dos triângulos nos itens abaixo 3. Dizemos que um triângulo

Leia mais

Jornal Oficial da União Europeia. (Actos cuja publicação é uma condição da sua aplicabilidade)

Jornal Oficial da União Europeia. (Actos cuja publicação é uma condição da sua aplicabilidade) Jornal Oficial da União Europeia 1 I (Actos cuja publicação é uma condição da sua aplicabilidade) REGULAMENTO (CE) N. O 1791/2006 DO CONSELHO de 20 de Novembro de 2006 que adapta determinados regulamentos

Leia mais

MA.01. 4. Sejam a e b esses números naturais: (a + b) 3 (a 3 + b 3 ) = a 3 + 3a 2 b + 3ab 2 + b 3 a 3 b 3 = = 3a 2 b + 3ab 2 = 3ab (a + b)

MA.01. 4. Sejam a e b esses números naturais: (a + b) 3 (a 3 + b 3 ) = a 3 + 3a 2 b + 3ab 2 + b 3 a 3 b 3 = = 3a 2 b + 3ab 2 = 3ab (a + b) Reformulação Pré-Vestibular matemática Cad. 1 Mega OP 1 OP MA.01 1.. 3. 4. Sejam a e b esses números naturais: (a + b) 3 (a 3 + b 3 ) a 3 + 3a b + 3ab + b 3 a 3 b 3 3a b + 3ab 3ab (a + b) Reformulação

Leia mais

NEGOCIAÇÕES DE ADESÃO DA BULGÁRIA E DA ROMÉNIA À UNIÃO EUROPEIA

NEGOCIAÇÕES DE ADESÃO DA BULGÁRIA E DA ROMÉNIA À UNIÃO EUROPEIA NEGOCIAÇÕES DE ADESÃO DA BULGÁRIA E DA ROMÉNIA À UNIÃO EUROPEIA Bruxelas, 31 de Março de 2005 (OR. en) AA 23/2/05 REV 2 TRATADO DE ADESÃO: ACTA FINAL PROJECTO DE ACTOS LEGISLATIVOS E OUTROS INSTRUMENTOS

Leia mais

AVISO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS A INICIATIVAS DE COOPERAÇÃO BILATERAL NO ÂMBITO DO PROGRAMA CIDADANIA ATIVA

AVISO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS A INICIATIVAS DE COOPERAÇÃO BILATERAL NO ÂMBITO DO PROGRAMA CIDADANIA ATIVA AVISO PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS A INICIATIVAS DE COOPERAÇÃO BILATERAL NO ÂMBITO DO PROGRAMA CIDADANIA ATIVA Nos termos do Regulamento Geral do Programa Cidadania Ativa (doravante o Regulamento

Leia mais

ZA6284. Flash Eurobarometer 413 (Companies Engaged in Online Activities) Country Questionnaire Portugal

ZA6284. Flash Eurobarometer 413 (Companies Engaged in Online Activities) Country Questionnaire Portugal ZA8 Flash Eurobarometer (Companies Engaged in Online Activities) Country Questionnaire Portugal FL - Companies engaged in online activities PT A A sua empresa vende on-line e/ou usa transações tipo EDI

Leia mais

Exercícios Resolvidos sobre: II A Representação da Economia e a Contabilidade Nacional

Exercícios Resolvidos sobre: II A Representação da Economia e a Contabilidade Nacional Exercícios Resolvidos sobre: II A Representação da Economia e a Contabilidade Nacional Contabilidade Nacional Questão 6 O nosso objectivo é conhecer o valor da produção da economia ou PIB. Se as empresas

Leia mais

HORÁRIO DE AULAS DO CURSO DE BIBLIOTECONOMIA Perfil 0406 2015.1 1º PERÍODO (Turma BA) Seminários de Leitura Hélio. Introdução à Filosofia SALA 03

HORÁRIO DE AULAS DO CURSO DE BIBLIOTECONOMIA Perfil 0406 2015.1 1º PERÍODO (Turma BA) Seminários de Leitura Hélio. Introdução à Filosofia SALA 03 2015.1 1º PERÍODO (Turma BA) 16-18 Fundamentos de Organização da Anna Elizabeth Biblioteconomia e Pensamento Científico Diego Introdução à Filosofia Seminários de Leitura Hélio Fundamentos de Biblioteconomia

Leia mais

Modelos não recorrentes RNA Feed-Forward: MLP - Backpropagation, RProp,CasCor (HiperPlanos) RBF Radial Basis Function (Clusters)

Modelos não recorrentes RNA Feed-Forward: MLP - Backpropagation, RProp,CasCor (HiperPlanos) RBF Radial Basis Function (Clusters) Modelos não recorrentes RNA Feed-Forward: MLP - Backpropagation, RProp,CasCor (HiperPlanos) RBF Radial Basis Function (Clusters) 2. Outros modelos Mapas de Kohonen SOM, SOFM (Self-Organizing Feature Maps)

Leia mais

Revisão 01 *Válido a partir do número de série 030 AH AI

Revisão 01 *Válido a partir do número de série 030 AH AI Revisão 01 *Válido a partir do número de série 030 AH AI * Revisão 01 a partir do número de série 030 AH AI Pagina: 01 Revisão: 01 Lista de Materiais Item Qty. Part Nº. 1 1 0.80906 1 0.80660 3 10 0.0007

Leia mais

RELATÓRIO DA COMISSÃO AO PARLAMENTO EUROPEU E AO CONSELHO

RELATÓRIO DA COMISSÃO AO PARLAMENTO EUROPEU E AO CONSELHO PT PT PT COMISSÃO EUROPEIA Bruxelas, 11.3.2011 COM(2011) 113 final RELATÓRIO DA COMISSÃO AO PARLAMENTO EUROPEU E AO CONSELHO Qualidade da gasolina e do combustível para motores diesel utilizados no transporte

Leia mais

#$ -.,./0*$/1 2 3,*45 $. 6 /768/. $ 2.95,* :;< 6$ $ -.,./0 *$/1 +=. $6 >.=7 2 3.=45.$ $ 1,? " 2= $.9.5!!< 2 #$45 6-= $,? <" 2= $>A 9. $ = = 5.

#$ -.,./0*$/1 2 3,*45 $. 6 /768/. $ 2.95,* :;< 6$ $ -.,./0 *$/1 +=. $6 >.=7 2 3.=45.$ $ 1,?  2= $.9.5!!< 2 #$45 6-= $,? < 2= $>A 9. $ = = 5. !"!"#$ %&!$'#(%)"&!'&*)+),#)&!-+.$#)/ %&! #$% $ &' 0123 ()**+,+,*& #$ -.,./0*$/1 2 3,*45 $. 6 /768/. $ 2.95,* :;< 6$ $ -.,./0 *$/1 +=. $6 >.=7 2 3.=45.$ $ 1,? " 2= $.9.5!!< 2 3@ #$45 6-= $,?

Leia mais

NOME :... NÚMERO :... TURMA :...

NOME :... NÚMERO :... TURMA :... 1 TERCEIRA SÉRIE ENSINO MÉDIO INTEGRADO Relações métricas envolvendo a circunferência Prof. Rogério Rodrigues NOME :... NÚMERO :... TURMA :... X - RELAÇÕES MÉTRICAS NO DISCO (Potência de Ponto) X.1) Relação

Leia mais

Inquérito ao Potencial Científico e Tecnológico Nacional. Estatísticas de Investigação e Desenvolvimento (I&D)

Inquérito ao Potencial Científico e Tecnológico Nacional. Estatísticas de Investigação e Desenvolvimento (I&D) Inquérito ao Potencial Científico e Tecnológico Nacional Estatísticas de Investigação e Desenvolvimento (I&D) ÍNDICE Enquadramento P Estrutura População-alvo Fases da inquirição Resultados ENQUADRAMENTO

Leia mais

Cash Management Folha de Pagamento

Cash Management Folha de Pagamento Cash Management Folha de Pagamento Layout de Arquivo Padrão CNAB 240 Padrão 240 Folha de Pagamento Versão Atualizada Composição do Arquivo Header do arquivo (registro tipo 0) Header do lote (registro tipo

Leia mais

(Apenas fazem fé os textos nas línguas alemã, dinamarquesa, espanhola, grega, inglesa, italiana, letã, neerlandesa, portuguesa, romena e sueca)

(Apenas fazem fé os textos nas línguas alemã, dinamarquesa, espanhola, grega, inglesa, italiana, letã, neerlandesa, portuguesa, romena e sueca) L 336/42 Jornal Oficial da União Europeia 18.12.2009 DECISÃO DA COMISSÃO de 16 de Dezembro de 2009 relativa a uma contribuição financeira comunitária, para 2009, para as despesas efectuadas pelos Estados-Membros

Leia mais

Capítulo 9. signum. Dispositivos de comando e sinalização

Capítulo 9. signum. Dispositivos de comando e sinalização Capítulo 9 signum Dispositivos de comando e sinalização SIGUARD Safety Integrated Técnica de segurança Sinalizador 8WD Com lâmpada incandescente e LED Diâmetro Ømm Pág. Tabela de escolha 9/ Acessórios

Leia mais

NCE/14/00221 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos

NCE/14/00221 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos NCE/14/00221 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos NCE/14/00221 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos Decisão de Apresentação de Pronúncia ao Relatório da

Leia mais

Características Pretendidas (ver código de cores no desenho nº 1) Circulação na estrada. segregados. Percurso misto de peões e bicicletas em passeio

Características Pretendidas (ver código de cores no desenho nº 1) Circulação na estrada. segregados. Percurso misto de peões e bicicletas em passeio eslocação () Lazer (L) A1 887 BB A2 174 BB Via de ligação ao concelho do Barreiro, com dimensões generosas, junto ao Parque da Zona Ribeirinha. Pavimento em betuminoso, estacionamento e passeios. Tráfego

Leia mais

Carteira profissional europeia Possível impacto nos custos administrativos (autoridades competentes e outras entidades públicas interessad

Carteira profissional europeia Possível impacto nos custos administrativos (autoridades competentes e outras entidades públicas interessad Carteira profissional europeia Possível impacto nos custos administrativos (autoridades competentes e outras entidades públicas interessad Fields marked with are mandatory. Introdução O questionário refere-se

Leia mais

Banda larga: o fosso entre os países da Europa com melhores e piores desempenhos está a diminuir

Banda larga: o fosso entre os países da Europa com melhores e piores desempenhos está a diminuir IP/08/1831 Bruxelas, 28 de Novembro de 2008 Banda larga: o fosso entre os países da Europa com melhores e piores desempenhos está a diminuir De acordo com um relatório publicado hoje pela Comissão Europeia,

Leia mais

ISSN Pubblicato dal 23/11/2012

ISSN Pubblicato dal 23/11/2012 ISSN 1127-8579 Pubblicato dal 23/11/2012 All'indirizzo http://xn--leggedistabilit2013-kub.diritto.it/docs/34317-tr-fico-de-drogas-esubstitui-o-de-pena-privativa-de-liberdade-por-pena-restritivas-de-direitos-uma-an-liseevolutiva-do-tratamento-da-mat-ria-no-ordenamento-jur-dico-brasileiro

Leia mais