Reitor Juarez Antônio Simões Quaresma. Vice-Reitor Rubens Cardoso da Silva

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Reitor Juarez Antônio Simões Quaresma. Vice-Reitor Rubens Cardoso da Silva"

Transcrição

1

2 Reitor Juarez Antônio Simões Quaresma Vice-Reitor Rubens Cardoso da Silva Pró-Reitor de Pesquisa e Pós-Graduação (PROPESP) Jofre Jacob da Silva Freitas Pró-Reitora de Graduação (PROGRAD) Ana da Conceição Oliveira Pró-Reitor de Gestão e Planejamento (PROGESP) Léony Luis Lopes Negrão Pró-Reitora de Extensão (PROEX) Maria Marize Duarte EQUIPE PROEX Diretor de Apoio a Extensão Anderson Madson Oliveira Maia Coordenadora de Programas e Projetos Chaisiellen Anne da Silva Oliveira Coordenadora de Assuntos Comunitários Paula Leilane Ayres de Andrade Coordenador do Núcleo de Desporto Alexandre Maia de Farias Equipe Técnica e Administrativa Joelma Queiroz da Silva Rosyane Couto da Silva Cardoso Débora Cristina da Costa Pereira Alexandre Jorge Mendes do Nascimento Raphael Gonçalves Furtado Thiago Wendel Lima da Câmara Djair da Mota Alves Filho Simone Cristina Menezes Martins dos Santos Gilvana Kelly Barros Pimentel Neusivalda Batista Barbosa

3 MULTIPLICAÇÕES EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA DA UEPA 2014

4 REVISTA MULTIPLICAÇÕES Revista da Pró-Reitoria de Extensão da Universidade do Estado do Pará v. 5, n. 4 jan./ago Editores Profª. Drª. Maria Marize Duarte Profª. Esp. Simone Cristina Menezes Martins dos Santos Prof. Esp. Anderson Madson Oliveira Maia Revisão Final Profª. Drª. Maria Marize Duarte Conselho Editorial Prof. Dr. Juarez Antônio Simões Quaresma Profª. Drª. Maria Marize Duarte Profª. Msc. Mariane Cordeiro Alves Franco Profª. Drª. Marília Brasil Xavier Profª. Msc. Gleicy Karen Abdon Alves Paes Profª. Drª. Maria do Perpétuo Socorro Cardoso da Silva Prof. Dr. André Cristiano Silva Melo REVISTA MULTIPLICAÇÕES Universidade do Estado do Pará UEPA Pró-Reitoria de Extensão - PROEX Rua do Una, nº 156 Telégrafo PA CEP: Fone: /

5 CAPA ASCOM FOTO Márcio Ferreira DESIGN Jose Mendes Pedro Brasil Xavier PREPARAÇÃO E DIAGRAMAÇÃO Melissa Carla Monteiro Monteiro de Oliveira Thiago Wendel Lima da Câmara Gráfica UEPA ORGANIZAÇÃO E SISTEMATIZAÇÃO Maria Marize Duarte Anderson Madson Oliveira Maia Simone Cristina Menezes Martins dos Santos Thiago Wendel Lima da Câmara Dados Internacionais de Catalogação na Publicação. Diretoria de Bibliotecas - UEPA MULTIPLICAÇÕES EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA DA UEPA /. Revista da Pró-Reitoria de Extensão PROEX - da Universidade do Estado do Pará v. 5, nº 4 jan./ago p. il. Semestral ISSN: Vários autores. Ensino superior-pesquisa. 2. Extensão universitária. 3. Pesquisa educacional. I. Universidade do Estado do Pará. Pró-Reitoria de Extensão - PROEX. CDD- 22. ed

6 SUMÁRIO 1 EDITORIAL... 9 MAIA, Anderson Madson Oliveira; SANTOS, Simone Cristina Menezes Martins dos; DUARTE, Maria Marize. 2 HISTORICIDADE, ESTRUTURA E EXPERIÊNCIAS DE AÇÕES DE EXTENSÃO NA UNIVERSIDADE DO ESTADO DO PARÁ (UEPA) DUARTE, Maria Marize; MAIA, Anderson Madson Oliveira; SANTOS, Simone Cristina Menezes Martins dos; CARDOSO, Rosyane Couto da Silva; SILVA, Joelma Queiroz da; BARBOSA, Neusivalda Batista; CÂMARA, Thiago Wendel Lima da; PEREIRA, Débora Cristina da Costa; ALVES FILHO, Djair da Mota; FURTADO, Raphael Gonçalves; PIMENTEL; Gilvana Kelly Barros; ANDRADE, Paula Leilane Ayres de; OLIVEIRA; Chaisiellen Anne da Silva. 2.1 EXPERIÊNCIAS DE AÇÕES DE EXTENSÃO EM EDUCAÇÃO E CULTURA A INTERFACE ENTRE EDUCAÇÃO E SAÚDE NA ESCOLA: UMA PROPOSTA PARA PREVENÇÃO E CONTROLE DA DENGUE LUZ, Priscyla Cristinny Santiago da; SACRAMENTO, Rayara Moraes; SILVA, Vanderlane Suelen da Silva e DESCOBRINDO A FÍSICA COM EXPERIMENTOS DE MATERIAIS ALTERNATIVOS E RECICLÁVEIS NO PLANETÁRIO DO PARÁ ELIAS FILHO, Manoel Reinaldo; SILVA, Maria Dulcimar de Brito; CASTRO, Sinaida Maria Vasconcelos; SOUZA, Eliane Araújo de EDUCAÇÃO ESCOLAR INDÍGENA AIKEWARA: DO PROJETO POLÍTICO E PEDAGÓGICO À AÇÃO DOCENTE ALENCAR, Joelma Cristina Parente Monteiro; MATOS, Dayse Pássaros; SURUÍ, Amoneté; SURUÍ, Wiratinga FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES DE CIÊNCIAS NATURAIS DA REDE MUNICIPAL DE SALVATERRA - MARAJÓ- PA SOUZA, Ronilson Freitas de; GOMES, Paulo Wender Portal; PINHEIRO, lan Carlos Ribeiro; CAMPOS, Jhonnath Moreira; SILVA, Wellitom Silva da; SILVA, Leda Mayara Oliveira da FORMAÇÃO E PRÁTICAS DE EDUCAÇÃO POPULAR E INCLUSIVA OLIVEIRA, Ivanilde Apoluceno; MOTA NETO, João Colares da; SANTOS, Tânia Regina Lobato dos INCLUSÃO EDUCACIONAL E SOCIAL NO ENSINO SUPERIOR: CONSTRUÇÃO DE METODOLOGIAS E TECNOLOGIAS ADAPTADAS PEREIRA, Airton dos Reis; FARIA, Maria José Costa; PEREIRA, Mírian Rosa OFICINAS DE PRODUTOS ARTESANAIS DE LIMPEZA COMO PROPOSTA DE APRENDIZADO E GERAÇÃO DE RENDA PARA ALUNOS DO ENSINO MÉDIO SILVA, Maria Dulcimar de Brito; CASTRO, Sinaida Maria Vasconcelos de; ELIAS FILHO, Manuel Reinaldo; SILVA, Bruna Mariáh da Silva e; SANTOS, Vanessa da Silva PERFORMANCES EM TEATRO NA UNIVERSIDADE: UMA JANELA DE MULTIPLOS ENCONTROS NO ENSINO DA LITERATURA INFANTO-JUVENIL SANTOS, Simone Cristina Menezes Martins dos; MORAES, Janete Machado; MACEDO, Josivane de Sousa de MUSICALIZAÇÃO, SAÚDE E MEIO AMBIENTE: ATRAVÉS DO CANTO CORAL E ELABORAÇÃO DE INSTRUMENTOS MUSICAIS COM MATERIAIS RECICLÁVEIS SOUZA, Ana Telma Monteiro de Souza de; CARDOSO, Rosyane Couto da Silva; COSTA NETO, Antônio Lourenço da; MARINHO, Eduardo Ribeiro; COSTA, Lucian José de Souza Costa e; SANTOS, Roger Pinto dos º JOGOS DA ETNIA KAYAPÓ DE LAS CASAS DO MUNICÍPIO DE PAU D`ÁRCO-PA.. 54

7 GENTIL, Raphael do Nascimento; LIMA, Ângela do Socorro da Silva; COSTA, Shirley Barbosa da; NASCIMENTO, Luzia Soares do LAZER E ESPORTE DE AVENTURA: UMA PROPOSTA DE ATIVIDADES LÚDICAS PARA A COMUNIDADE RIBEIRINHA DO BAMBU MONTEIRO, Elren Passos; MOREIRA, Laíne Rocha; SANTOS, Claudiana Gonçalves dos; SANTOS, Edna Cristina Gonçalves dos; HENDGES, Everton Acássio; PEREIRA, Raquel Jacobson. 2.2 EXPERIÊNCIAS DE AÇÕES DE EXTENSÃO EM SAÚDE, TRABALHO E QUALIDADE DE VIDA A IMPORTÂNCIA DO TRATAMENTO CORRETO DA SÍFILIS EM MULHERES GESTANTES: UM ATO PREVENTIVO DA SÍFILIS CONGÊNITA RODRIGUES, Irene Elias; SOUZA, Alessandra Cordeiro de; ALMEIDA, Jaynne de Sousa; LEITÃO, Manoel Rodrigues ANÁLISE DO DESENVOLVIMENTO NEUROPSICOMOTOR DE CRIANÇAS COM BAIXO PESO DE COMUNIDADES RIBEIRINHAS DE IGARAPÉ-MIRI/PARÁ GUIMARÃES, André Gustavo Moura; PANTOJA, Ana Paula Pureza; SOUZA, Vitor Costa; SANTOS, Vitor de Vilhena; OLIVEIRA, Maíra Naiar Barroso Reis CAPACITAÇÃO DE AGENTES COMUNITÁRIOS DE SAÚDE PARA A PROMOÇÃO DA QUALIDADE DE VIDA DE IDOSOS SILVEIRA, Tiago Santos; NEGRÃO, Cássio Araújo; MORAES, Leidemir Cordeiro de; CARVALHO, Wilmara Sousa COMANDO DE SAÚDE NAS RODOVIAS PAES, Gleicy Karen Abdon Alves; SOUZA JÚNIOR, Jorge Mangabeira de; SILVA, Joelma Queiroz da; EISMANN, Marcos Rodrigo Pereira; SILVA, Giovanni Vielmond Borges da; DUARTE, Adalberto Raimundo Reis; PONTES, Luiza Beatriz Coelho; ARAÚJO, Lucas Galhard do DISTÚRBIOS DO DESENVOLVIMENTO NA INFÂNCIA: UMA PROPOSTA DE ORIENTAÇÕES AOS PAIS E EDUCADORES XAVIER, Mário Jorge Brasil; BARBOSA, Neusivalda Batista; VEIGA, Alinne Augusta de Freitas; SOUZA, IlaIandara Araújo de; SIQUEIRA, LayaraSarges; NOBRE, Suzane de Jesus; COSTA, Tamilis Silva da ENSINO EM SAÚDE: PROPOSTA PARA A PREVENÇÃO DA HIPERTENSÃO ARTERIAL EM ESCOLARES DO ENSINO FUNDAMENTAL ZAFFALON JÚNIOR, José Robertto; KRAUZER, Alaian Soares; PINHEIRO, Dayana Arcanjo; MACEDO, Rafaele Carneiro EM BUSCA DA QUALIDADE DE VIDA DE PESSOAS VIVENDO COM HIV/AIDS ELO, Gileno Edu Lameira de; SILVA, Elisângela Freitas; SILVA, Ranieli Melo da PROMOÇÃO DA SAÚDE E QUALIDADE DE VIDA DO TRABALHADOR DA SAÚDE MARINHO, Daliane Ferreira; PEREIRA, Elizabeth Willott; SILVA, Evelyn Rebeca Ribeiro; PEREIRA, Monique Natalle Silva; SANTOS JÚNIOR, Pedro Pinheiro dos; SIQUEIRA, Thalyanne Evelyn do Amaral TREINAMENTO DE AGENTES COMUNITÁRIOS DE SAÚDE QUANTO À PREVENÇÃO DE DOENÇAS SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS E AIDS NO MUNICIPIO DE SANTARÉM- PA OLIVEIRA, Sheyla Mara Silva de; CARDOSO, Fernanda Jacqueline Teixeira; FERNANDES, Franciane de Paula; VALENTIM, Lívia de Aguiar; MARTINS, Nádia Vicência do Nascimento; FIGUEIRA, Simone Aguiar da Silva; SILVA, Geysiane Rocha da; MONTEIRO, Natália Miranda; RIBEIRO JÚNIOR, Orácio Carvalho UM OLHAR INTEGRAL A SAÚDE DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE... 73

8 SILVEIRA, Tiago Santos; LIMA, Anderson Bentes de; SOUSA, Diego Tavares de; MORAES, Leidemir Cordeiro de; CARVALHO, Wilmara Sousa BOAS PRÁTICAS AGRÍCOLAS E SAÚDE DO TRABALHADOR DA AGRICULTURA FAMILIAR NO CULTIVO DA PALMA DE ÓLEO: RELATO DE EXPERIÊNCIA NO MUNICÍPIO DE BUJARU-PA TERRAZAZ, Werner Damião Morhy; SIQUEIRA, LayaraSarges; SIQUEIRA, LayaneSarges; COELHO, Fabiano de Almeida; DORES, Edson Mauro Freitas das; BENTES, Caio da Silva. 2.3 EXPERIÊNCIAS DE AÇÕES DE EXTENSÃO EM TECNOLOGIA. MEIO AMBIENTE E SUSTENTABILIDADE A GESTÃO DOS AGRICULTORES FAMILIARES QUE PRATICAM A PRODUÇÃO SEM QUEIMA NO NORDESTE PARAENSE CARDOSO, Alexandre Jorge Gaia; KATO, Osvaldo Ryohei; SILVA, Daniel Nascimento e CONSCIENTIZAÇÃO AMBIENTAL E RECUPERAÇÃO DE MATA CILIAR EM COMUNIDADES RURAIS EM PARAGOMINAS/PA BISPO, Carlos José Capela; SOUZA, Hyago Elias Nascimento; PINTO, Amanda Campos; PAULA, Lucélia de Sousa; SILVA, Maurício Magalhães MARATONA ECOLÓGICA: O USO DE TRILHA ECOLÓGICA COMO RECURSO PEDAGÓGICO PARA O DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL MARTINS, Ana Cláudia Caldeira Tavares; LIMA, Francielber de Sousa; PINHEIRO, Lana Beatriz Corrêa; SANTANA, Valdiane Araújo PRÁTICAS DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL EM UMA ESCOLA RIBEIRINHA DA AMAZÔNIA: AÇÕES DO PROJETO PARÁ LEITURA VAI-QUEM-QUER CORDEIRO, Izilda Nazaré de Almeida; SANTOS, Thaís Pereira CONSCIENTIZAÇAO DO CONSUMO DE PESCADO SILVA, Elen Vanessa Costa da; SANTIAGO, Laiane de Freitas; REIS, Igor Fernando de Araújo; OLIVEIRA, Jairle da Costa A UTILIZAÇÃO DE MACROINVERTEBRADOS AQUÁTICOS BIOINDICADORES DE QUALIDADE DA ÁGUA EM ATIVIDADES ESCOLARES LÚDICAS DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL NO MUNICÍPIO DE PARAGOMINAS BRAGA, Carlos Elias de Souza; GUTJAHR, Ana Lúcia Nunes; AMPARO, Leandra Castro do; REIS, Everson Eudes Nascimento dos; ALVES, Jhennifer Priscila de Almeida. 3 ENTREVISTA UMA EXPERIÊNCIA EXTENSIONISTA DO ARAGUAIA AO MARAJÓ COM BENEDITO ELY VALENTE DA CRUZ: EXPERIÊNCIAS DE AÇÕES DIALÓGICAS DE EXTENSÃO EM SALVATERRA. SENA, Heleize Roberta Oliveira. 4 NORMAS GERAIS PARA PUBLICAÇÃO NA REVISTA NORMAS GERAIS PARA APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS Em relação às orientações gerais: Em relação à digitação, a organização e a formatação... 92

9 9 1 EDITORIAL As atividades extensionistas são essenciais para a compreensão da realidade social logo uma Instituição de Ensino Superior IES, da envergadura da UEPA-PROEX, que detém como princípio básico contribuir para o desenvolvimento sustentável da Amazônia mediante o processo de interação, entre universidade e sociedade, fundamentado nos conhecimentos e práticas produzidos nas áreas de educação, saúde e tecnologia tem que incentivar o desenvolvimento da extensão mediante editais, cursos, seminários, debates, registrar as ações através de revistas, cadernos de extensão, etc., mas é o que podemos observar em construção nas ações da IES/UEPA. Garantir os fundamentos essenciais da extensão universitária como a interação dialógica com os movimentos, setores e organizações sociais mediante a troca de saberes construídos pelos cientistas e pelas comunidades em sua prática cotidiana e, principalmente, da indissociabilidade entre ensino, pesquisa e extensão onde se interpreta a extensão universitária, como processo acadêmico, no sentido de que as ações de extensão estão diretamente associadas ao ensino, mediante ao processo de formação de pessoas e, na pesquisa, pela geração de conhecimento. Logo decifrar os mundos cultura dos diversos grupos sociais seria o grande ganho das ações extensionistas para a instituição. Logo pensar nos estudantes uepeanos e extensão universitária, passa pela saudosa memória daqueles que atuaram no Centro Popular de Cultura CPC, quando mobilizaram mediante as mais diversas linguagens os estudantes do país. Imagina esta IES/UEPA mobilizando os estudantes dos seus 20 (vinte) núcleos com base no teatro, na dança, na música, na literatura, nas feiras de livros, nas oficinas diversas, nos cursos de extensão - filosofia, movimentos sociais, artes plásticas e visuais, cinema, etc. percorrendo vários rincões paraenses para estabelecer contatos além das bases universitárias, com os operários e os trabalhadores rurais. E, por outro lado, mediante a incorporação de estudantes de pósgraduação em ações extensionistas e como forma de produção do conhecimento mediante os programas de especialização, mestrado, doutorado visando à qualificação das atividades de extensão mediante à produção acadêmica em formato de teses, dissertações, livros ou capítulos de livros, artigos em periódicos, cartilhas, trabalhos de conclusão de curso de graduação e especialização, filmes ou outros produtos artísticos e culturais. As atividades extensionistas são essenciais para garantir no processo de formação dos estudantes a ampliação do universo de referência nos campos teórico, metodológico e empírico que viabilizem a flexibilização curricular e a integralização de créditos obtidos pela extensão universitária. Assim o papel da Pró-Reitoria de Extensão PROEX/UEPA é

10 fomentar ações que possibilitem aos estudantes/alunos o despertar da consciência da solidariedade social, da revelação social, cultural, política e social das nossas diversas comunidades ribeirinhas, quilombolas, indígenas, enfim, o despertar para um mundo novo. O cenário que se vislumbra da Extensão PROEX/UEPA aponta para o crescimento das ações orientadas pelos editais internos Programa de Apoio e Desenvolvimento às Atividades de Extensão, Programa Campus Avançado, Programa UEPA nas Comunidades e externos Programa de Extensão Universitária PROEXT/MEC/SESu e ampliação de novas ações como o Programa Cine Clube Uepa, Programa Vestibular Popular, Programa WebRádio UEPA, Programa UEPA Terceira Idade, Cadernos de Extensão, Programa Centro de Referência dos Direitos Humanos UEPA Direitos Humanos, Encontro de Parcerias: Pró- Reitoria de Extensão e Prefeituras dos 114 (cento e quarenta e quatro) municípios paraenses, Fórum de Extensão Universitária FORPROEX/UEPA, Programa Festivais de Teatro, Dança, Música, Artes Plásticas para estudantes, professores e funcionários FESTEDAMUAP, Programa Comando de Saúde nas Rodovias, Jogos Universitários Paraenses JUPS, Jogos de Integração da UEPA, Torneio de Futsal Masculino e Feminino, Copa UEPA/ Handebol e Voleibol. Estas ações visam atingir o conjunto dos núcleos da IES/UEPA e, como experiência, em fase de consolidação evidenciamos o CINECLUBE UEPA, que se efetivou pela criação da representação da PROEX, nos 15 (quinze) núcleos, com base no Plano de Desenvolvimento Institucional PDI da UEPA. Os dados apontam, no período de 2008/2014, para programas/projetos aprovados acerca de 606 (seiscentos e seis), que revelam ações de (hum mil duzentos e trinta e cinco) estudantes/bolsistas em associação com 826 (oitocentos e vinte e seis) docentes nas diversas áreas de Educação, Saúde e Tecnologia. Ao longo de 06 (seis) anos verifica-se um crescimento tímido, mas com tendências à distribuição entre os diversos núcleos, que demonstra um espraiamento significativo no campo da extensão. A Revista Multiplicações detém como princípio o registro das ações de extensão. E, nesse sentido, entendemos que mediante tais registros poderão ser conhecidas as experiências de extensão vivenciadas pelos docentes, discentes e técnicos desta IES. Este periódico revelará de maneira clara como se faz extensão na UEPA. Mostraremos como ocorrem os cursos, os seminários, os encontros, as oficinas e suas representações sociais, econômicas, políticas e culturais. A Revista Multiplicações criada em 2004, com objetivo do registro das atividades de extensão, registra como última publicação impressa o ano de 2007 e assim é (re)editada em A PROEX/UEPA a reeditará em formato digital com artigo, resumos críticos e entrevista. Em seu quinto volume apresenta em seu conteúdo artigo que trata da história, 10

11 estrutura e experiências de ações de extensão na UEPA e resumos críticos que tratam das experiências de ações de extensão em educação e cultura, contendo 11 (onze) resumos; experiências de ações de extensão em saúde, trabalho e qualidade de vida com 11 (onze) resumos; experiências de ações de extensão em tecnologia, meio ambiente e sustentabilidade com 06 (seis) resumos; entrevista com o Prof. MSc. Benedito Ely Valente da Cruz, que trata de experiências de ações dialógicas no município de Salvaterra/PA. A partir do próximo número serão registrados os artigos, entrevistas, resenhas, relatos de experiências relacionados aos programas/projetos extensionistas. E, dessa forma, o público em geral e acadêmico vivenciará as formas de expressão da extensão universitária uepeana. Enfim, queremos agradecer aos docentes, estudantes e técnicos que contribuíram com esta edição e desejar que efetivem uma leitura atenciosa das ações e perpassem aos estudantes, pesquisadores, organizações sociais e ao público em geral de outras instituições, que pensam em transformar as suas IESs num mosaico dos sonhos dos ribeirinhos, dos quilombolas e dos indígenas nas perspectivas da educação, tecnologia e saúde em suas ambiências rural e urbana. 11 Belém/PA, 24 de agosto de 2014 Prof. Esp. Anderson Madson Oliveira Maia Diretor de Apoio à Extensão - UEPA/PROEX Profª. Esp. Simone Cristina Menezes Martins dos Santos Ex-Coordenadora de Programas e Projetos de Extensão - UEPA/PROEX Profª Drª Maria Marize Duarte Pró-Reitora de Extensão? UEPA/PROEX

12 2 HISTORICIDADE, ESTRUTURA E EXPERIÊNCIAS DE AÇÕES DE EXTENSÃO NA UNIVERSIDADE DO ESTADO DO PARÁ (UEPA) Maria Marize Duarte 1 12 Anderson Madson Oliveira Maia 2 Simone Cristina Menezes Martins dos Santos 3 Rosyane Couto da Silva Cardoso 4 Joelma Queiroz da Silva 5 Neusivalda Batista Barbosa 6 Thiago Wendel Lima da Câmara 7 Débora Cristina da Costa Pereira 8 Djair da Mota Alves Filho 9 Raphael Gonçalves Furtado 10 Gilvana Kelly Barros Pimentel 11 Paula Leilane Ayres de Andrade 12 Chaisiellen Anne da Silva Oliveira 13 Resumo: Trata de estudo referente à dinâmica interna de funcionamento da Pró-Reitoria de Extensão PROEX/UEPA. Objetiva demonstrar os tipos de atividades desenvolvidas referentes aos editais externos Programa de Extensão Universitária MEC/SESu e internos Programa de Apoio e Desenvolvimento às Atividades de Extensão e Programa Campus Avançado além de outras ações como da UEPA na Comunidade, as de Desporto e as desenvolvidas em articulação como os Departamentos, Cursos, Centros e Núcleos interiorizados. A metodologia utilizada compreendeu tanto as perspectivas quantitativa como qualitativa revelando na historicidade e espacialidade o real desempenho institucional. Demonstra também a necessidade da extensão universitária produzir impacto na formação do estudante mediante a execução de suas diretrizes como a interação dialógica, a interdisciplinaridade e interprofissionalidade e a indissociabilidade ensino x pesquisa x extensão, colocando-as como campo teórico, metodológico e empírico para compreensão da realidade brasileira/paraense. Palavras? Chave: Extensão Universitária. Programas. Proex/Uepa. 1 Doutora em Ciências Sociais - Área: Política pela Universidade Católica de São Paulo PUC. Pró-Reitora de Extensão da Universidade do Estado do Pará - UEPA/PROEX. Líder do Grupo de Pesquisa Movimentos Sociais, Educação e Cidadania na Amazônia GMSECA. Professora do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Religião, do Curso de Licenciatura Plena em Ciências da Religião e do Programa de Formação Docente PARFOR/UEPA da Universidade do Estado do Pará. 2 Especialista em Gestão Escolar pela Universidade do Estado do Pará. Diretor de Apoio à Extensão da Universidade do Estado do Pará UEPA/PROEX. Professor do Curso de Licenciatura Plena em Pedagogia e do Programa de Formação Docente PARFOR/UEPA da Universidade do Estado do Pará. Graduando em Direito pela UNAMA 3 Especialista em Língua Portuguesa e Literatura pela Universidade Federal do Pará UFPA. Mestranda em Formação e Supervisão de Professores pela Universidade Lusófona de Portugal. Coordenadora de Programas e Projetos de Extensão - UEPA/PROEX. Professora do Programa de Formação Docente PARFOR/UEPA. 4 Especialista em Família e Políticas Públicas, Mediação de Conflitos Familiares Educacionais e Gestão Pública pela Universidade da Amazônia UNAMA. Técnica da Pró-Reitoria de Extensão - Universidade do Estado do Pará UEPA/PROEX. 5 Graduação em Licenciatura Plena em História pela Universidade Federal do Pará UFPA. Agente Administrativo da Pró-Reitoria de Extensão - Universidade do Estado do Pará UEPA/PROEX. 6 Tecnóloga em Gestão Pública pela Faculdade Integrada Ipiranga. Agente Administrativo da Pró-Reitoria de Extensão - Universidade do Estado do Pará UEPA/PROEX. 7 Graduando do Curso de Administração da Universidade da Amazônia UNAMA. Técnico em Informática (Processamento de Dados) pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará IFPA. Agente Administrativo da Pró-Reitoria de Extensão - Universidade do Estado do Pará UEPA/PROEX. 8 Graduanda do Curso de Gestão em Recursos Humanos pela Universidade Paulista - UNIP. Agente Administrativo da Pró-Reitoria de Extensão - Universidade do Estado do Pará UEPA/PROEX. 9 Graduando no Curso de Direito do Centro Universitário do Pará CESUPA. Técnico em Informática (Processamento de Dados) pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará IFPA. Agente Administrativo da Pró-Reitoria de Extensão - Universidade do Estado do Pará UEPA/PROEX Graduando no Curso de Administração pela Universidade Paulista - UNIP. Agente Administrativo da Pró-Reitoria de Extensão - Universidade do Estado do Pará UEPA/PROEX Graduanda no Curso de Licenciatura em Ciências Naturais Biologia pela Universidade do Estado do Pará - UEPA. Agente Administrativa da Pró-Reitoria de Extensão Universidade do Estado do Pará UEPA/PROEX Coordenadora de Assuntos Comunitários de Extensão Licenciada Plena em Pedagogia pela Universidade do Estado do Pará UEPA; Coordenadora de Programas e Projetos de Extensão. E- mail:

13 INTRODUÇÃO O presente estudo demonstra que os princípios emanados da política nacional de extensão universitária desenvolvidos nos Encontros Nacionais do Fórum de Pró-Reitores de Extensão das Instituições Públicas de Educação Superior Brasileiras FORPROEX (2012) também estão presentes nas linhas de ação da PROEX/UEPA. Estas compreendem a extensão universitária como processo interdisciplinar, educativo, cultural, científico e político que promove a interação transformadora entre Universidade e outros setores da sociedade. Este conceito está baseado no Art. 207 da Constituição Federal (1988), onde estabelece que: As universidades gozam de autonomia didático-científica, administrativa e de gestão financeira e patrimonial e obedecerão ao princípio de indissociabilidade entre ensino, pesquisa e extensão. Aponta que a práxis da Pró-Reitoria de Extensão (PROEX/UEPA) se expressa na missão de contribuir para o desenvolvimento sustentável da Amazônia mediante o processo de interação entre universidade e sociedade fundamentado nos conhecimentos e práticas produzidos nas áreas de educação, saúde e tecnologia segundo as 05 (cinco) diretrizes de ações de extensão universitária (NOGUEIRA, 2004) como a interação dialógica com os movimentos, setores e organizações sociais mediante a troca de saberes construídos pelos cientistas e pelas comunidades em sua prática cotidiana; da interdisciplinaridade e interprofissionalidade que compreende a superação desta dicotomia pela interação entre modelos, conceitos e metodologias oriundos de várias disciplinas e áreas do conhecimento associada à construção de alianças intersetoriais, interorganizacionais e interprofissionais; da indissociabilidade entre ensino, pesquisa e extensão onde interpreta a extensão universitária, como processo acadêmico, no sentido de que as ações de extensão estão diretamente associadas ao ensino, mediante ao processo de formação de pessoas e, na pesquisa, pela geração de conhecimento. Enfatiza a necessidade de incorporação de estudantes de pós-graduação em ações extensionistas e como forma de produção do conhecimento mediante os programas de especialização, mestrado, doutorado visando à qualificação das atividades de extensão mediante à produção acadêmica em formato de teses, dissertações, livros ou capítulos de livros, artigos em periódicos, cartilhas, trabalhos de conclusão de curso de graduação e especialização, filmes ou outros produtos artísticos e culturais; do impacto na formação do estudante significa a possibilidade de garantir no processo de formação dos estudantes a ampliação do universo de referência nos campos teórico, metodológico e empírico que viabilizem a flexibilização curricular e a integralização

14 de créditos obtidos nas ações de extensão universitária; do impacto e transformação social compreende mecanismos de inter-relações entre universidade e sociedade através de ações interdisciplinares da comunidade acadêmica para formação cidadã, produção e socialização do conhecimento mediante um processo de interação que gere os valores democráticos, a equidade e o desenvolvimento da sociedade em suas dimensões humana, ética, econômica, cultural, social. O estudo detém como objetivo apresentar em linhas gerais a historicidade e espacialidade dos produtos gerados pela Pró-Reitoria de Extensão PROEX/UEPA e suas relações com as diretrizes extensionistas dialógica; da interdisciplinaridade e interprofissionalidade; da indissociabilidade entre ensino, pesquisa e extensão; dos impactos na formação do estudante e na transformação social. A metodologia envolveu uma pesquisa bibliográfica e documental com base em registros, expressos em RELATÓRIOS PROEX/UEPA BELÉM/PA ( ), que tratam das ações de extensão apresentadas aos diversos segmentos sociais desta Instituição de Ensino Superior IES. Apresenta em linhas gerais à historicidade da extensão universitária enfatizando os conteúdos e práticas históricas como as decorrentes do Centro Popular da Cultura CPC, do Centro Rural de Treinamento da Ação Comunitária CRUTAC, do Projeto Rondon, que culminaram com reconhecimento legal das atividades extensionistas e criação do Fórum Nacional de Pró-Reitores de Extensão das Universidades Públicas Brasileiras - FORPROEX. Trata das ações históricas, culturais e sociais geradas pela Pró-Reitoria de Extensão PROEX/UEPA partindo da demonstração da estruturação, competências e dinâmica de funcionamento associadas aos editais internos Programa de Apoio e Desenvolvimento às Atividades de Extensão, Programa Campus Avançado, Programa UEPA nas Comunidades e externos Programa de Extensão Universitária PROEXT/MEC/SESu. Além dos novos programas gerados, no período de junho de 2013 até agosto de 2014, referentes HISTORICIDADE DA EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA O repensar da extensão universitária perpassa pelo reconhecimento dos seus conteúdos históricos. Os relatos da historicidade da extensão estão presentes nos estudos do Fórum de Pró-Reitores de Extensão das Instituições Públicas de Educação Superior Brasileiras FORPROEX (2012). As práticas de extensão universitária, no Brasil, surgem no início do século XX, em 1911, quando a Universidade de São Paulo (USP) influenciada pelas ideias da Inglaterra promove cursos e conferências relativos à extensão. Em 1920, a Escola Superior de Agricultura e Veterinária de Viçosa, influenciada pelas atividades de extensão dos

15 Estados Unidos promove prestações de serviços à comunidade. No final da década de cinquenta (1950) e início da década de sessenta (1960) a União Nacional de Estudantes (UNE), que congregava os estudantes universitários brasileiros, organizou uma série de atividades através do Centro Popular de Cultura - CPC 1, que se constitui num processo de dinamização histórica da extensão, mesmo que não estivessem diretamente ligadas à extensão universitária e nem incorporadas ao programa geral desta extensão. No período da ditadura militar ( ), no âmbito da educação, houve três ações referentes à extensão como as criações do Centro Rural de Treinamento e Ação Comunitária, do projeto Rondon e da Lei Básica de Reforma Universitária (Lei nº 5540/68). As duas primeiras referem-se às criações, em 1966, do Centro Rural de Treinamento e Ação Comunitária (CRUTAC) e, em 1967, do Projeto Rondon 2. Estas atividades estavam diretamente associadas à política de segurança nacional, mas independente dos objetivos de ordem militar, esses dois projetos propiciaram aos universitários brasileiros um novo universo de referências fundamentado nas experiências junto às comunidades rurais, descortinandolhes novos horizontes e possibilitando-lhes espaços para contribuírem para a melhoria das condições de vida da população do meio rural. A terceira trata da Lei nº 5540/68 em que estabelece que [...] as universidades e as instituições de ensino superior estenderão à comunidade, sob a forma de cursos e serviços especiais, as atividades de ensino e os resultados da pesquisa que lhe são inerentes e, no Art. 20 e 40, institui a Extensão Universitária e determina os termos dessa institucionalização como: As instituições de ensino 15 1 O Centro Popular de Cultura CPC criado em 1961, no Rio de Janeiro, ligado à União Nacional de Estudantes - UNE, reúne nesta década artistas de distintas linguagens como a do teatro, da música, do cinema, da literatura, das artes plásticas, etc. O eixo do projeto do CPC se define pela tentativa de construção de uma "cultura nacional, popular e democrática", por meio da conscientização das classes populares. Entre dezembro de 1961 e dezembro de 1962, o CPC, produz as peças - Eles Não Usam Black-Tie e A Vez da Recusa, de Carlos Estevam; os filmes - Cinco Vezes Favela - que reúne Couro de Gato, de Joaquim Pedro de Andrade ( ), Um Favelado, de Marcos Faria, Escola de Samba e Alegria de Viver, de Cacá Diegues (1940),Zé da Cachorra, de Miguel Borges e Pedreira São Diogo, de Leon Hirszman (1937); a coleção Cadernos do Povo e a série Violão de Rua, das quais participam Moacir Félix (1926), Geir Campos ( ) e Ferreira Gullar (1930). Promove, ainda, cursos de teatro, cinema, artes visuais, filosofia e a UNE-Volante excursiona durante três meses pelas capitais do país para estabelecer contatos com as bases universitárias, operárias e camponesas. Posteriormente, o CPC, fortalece a área de alfabetização de adultos e o setor de arquitetura, que funciona fundamentalmente para apoio das montagens teatrais. As oficinas de literatura de cordel contam com a participação de Félix de Athayde e de Ferreira Gullar. O projeto do teatro de rua, de Carlos Vereza (1939) e João das Neves (1935), assim como o teatro camponês, de Joel Barcelos, têm como objetivo levar a arte diretamente ao povo, pela encenação das peças nos locais de trabalho, moradia e lazer. Associada as atividades gerais o CPC promove ainda feiras de livros. 2 O Projeto Rondon criado em 1967, durante o regime militar, será extinto em Os princípios estavam centrados em integrar, ocupar e desenvolver, com ênfase na ação comunitária, o espaço amazônico brasileiro e as demais regiões do país, em ações integradas entre universitários, comunidade e governo. Em novembro de 2003, União Nacional dos Estudantes UNE encaminha projeto,ao Exmo. Sr. Presidente da República, sugerindo a recriação do Projeto Rondon e, o governo, para atender esta proposta constituiu um grupo de trabalho interministerial, em março de 2004, composto por representantes do Ministério da Defesa (Coordenador da Implantação do Novo Projeto), do Ministério da Educação, do Ministério da Integração Nacional, do Ministério da Saúde, do Ministério do Desenvolvimento Agrário, do Ministério do Desenvolvimento Social, do Ministério do Esporte, do Ministério do Meio Ambiente e da Secretaria Geral da Presidência da República, que definiu diretrizes e orientações gerais que foram consolidadas em Plano Estratégico, aprovado pelo Presidente da República, em 20 de agosto de 2004, posto em prática no semestre de 2004 com vistas à execução, em 2005, da primeira operação nacional desta nova fase do Projeto Rondon, onde as Forças Armadas em parceria com União Nacional dos Estudantes UNE são responsáveis pela coordenação e logística da operação.

PROJETOS APROVADOS COM FINANCIAMENTO NO PROGRAMA DE APOIO AS ATIVIDADES DE ENSINO/EXTENSÃO - CHAMADA 2011

PROJETOS APROVADOS COM FINANCIAMENTO NO PROGRAMA DE APOIO AS ATIVIDADES DE ENSINO/EXTENSÃO - CHAMADA 2011 PROJETOS APROVADOS COM FINANCIAMENTO NO PROGRAMA DE APOIO AS ATIVIDADES DE ENSINO/EXTENSÃO - CHAMADA 2011 PROJETOS COM ORÇAMENTO PARA 10.000 REAIS (AÇÕES CONTÍNUAS) CURSINHO ALTERNATIVO DA UEPA: AÇÕES

Leia mais

RELAÇÃO DE PROJETOS APROVADOS NO PROGRAMA CAMPUS AVANÇADO 2012

RELAÇÃO DE PROJETOS APROVADOS NO PROGRAMA CAMPUS AVANÇADO 2012 UNIVERSIDADE DO ESTADO DO PARÁ PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO RELAÇÃO DE PROJETOS APROVADOS NO PROGRAMA CAMPUS AVANÇADO 2012 CCSE ORDEM NOME DO PROJETO AUTOR PROJETO 1 MARATONA ECOLÓGICA: O USO DE TRILHA ECOLÓGICA

Leia mais

Faço saber que a Assembléia Legislativa do Estado do Tocantins decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

Faço saber que a Assembléia Legislativa do Estado do Tocantins decreta e eu sanciono a seguinte Lei: LEI Nº 1.374, DE 08 DE ABRIL DE 2003. Publicado no Diário Oficial nº 1.425. Dispõe sobre a Política Estadual de Educação Ambiental e adota outras providências. O Governador do Estado do Tocantins Faço

Leia mais

MAPEAMENTO E ORGANIZAÇÃO DOS PROGRAMAS E PROJETOS DE EXTENSÃO PARA A CONSTRUÇÃO DO CATÁLOGO DE EXTENSÃO DA FURG 2009-2012

MAPEAMENTO E ORGANIZAÇÃO DOS PROGRAMAS E PROJETOS DE EXTENSÃO PARA A CONSTRUÇÃO DO CATÁLOGO DE EXTENSÃO DA FURG 2009-2012 MAPEAMENTO E ORGANIZAÇÃO DOS PROGRAMAS E PROJETOS DE EXTENSÃO PARA A CONSTRUÇÃO DO CATÁLOGO DE EXTENSÃO DA FURG 2009-2012 Simone Machado Firme FURG 1 Karine Vargas Oliveira FURG 2 Michele Fernanda Silveira

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 4.662, DE 28 DE ABRIL DE 2015

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 4.662, DE 28 DE ABRIL DE 2015 1 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 4.662, DE 28 DE ABRIL DE 2015 Aprova o Projeto Pedagógico do Curso de Licenciatura em,

Leia mais

PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO EM DIREITOS HUMANOS

PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO EM DIREITOS HUMANOS PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO EM DIREITOS HUMANOS EDUCAÇÃO BÁSICA ENSINO SUPERIOR EDUCAÇÃO NÃO-FORMAL EDUCAÇÃO DOS PROFISSIONAIS DO SISTEMA DE JUSTIÇA E SEGURANÇA EDUCAÇÃO E MÍDIA Comitê Nacional de Educação

Leia mais

PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL UNIVERSIDADES ESTADUAIS PARANAENSES

PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL UNIVERSIDADES ESTADUAIS PARANAENSES PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL UNIVERSIDADES ESTADUAIS PARANAENSES - 2012 a 2021 Instituição: ENSINO DE GRADUAÇÃO Programas/Projetos/Ações Ano Natureza Valores Fonte de Recursos Beneficiado Manutenção

Leia mais

POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL DA PÓS-GRADUAÇÃO DA CAPÍTULO I DA DEFINIÇÃO E DOS PRINCÍPIOS

POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL DA PÓS-GRADUAÇÃO DA CAPÍTULO I DA DEFINIÇÃO E DOS PRINCÍPIOS POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL DA PÓS-GRADUAÇÃO DA CAPÍTULO I DA DEFINIÇÃO E DOS PRINCÍPIOS Art. 1. A Política de Assistência Estudantil da Pós-Graduação da UFGD é um arcabouço de princípios e diretrizes

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTÁCIO RADIAL DE SÃO PAULO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 MISSÃO DO CURSO

CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTÁCIO RADIAL DE SÃO PAULO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 MISSÃO DO CURSO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 CURSO: EDUCAÇÃO FÍSICA LICENCIATURA MISSÃO DO CURSO O Curso de Licenciatura em Educação Física do Centro Universitário Estácio Radial de São Paulo busca preencher

Leia mais

e construção do conhecimento em educação popular e o processo de participação em ações coletivas, tendo a cidadania como objetivo principal.

e construção do conhecimento em educação popular e o processo de participação em ações coletivas, tendo a cidadania como objetivo principal. Educação Não-Formal Todos os cidadãos estão em permanente processo de reflexão e aprendizado. Este ocorre durante toda a vida, pois a aquisição de conhecimento não acontece somente nas escolas e universidades,

Leia mais

PORTARIA NORMATIVA INTERMINISTERIAL Nº- 17, DE 24 DE ABRIL DE 2007

PORTARIA NORMATIVA INTERMINISTERIAL Nº- 17, DE 24 DE ABRIL DE 2007 PORTARIA NORMATIVA INTERMINISTERIAL Nº- 17, DE 24 DE ABRIL DE 2007 Institui o Programa Mais Educação, que visa fomentar a educação integral de crianças, adolescentes e jovens, por meio do apoio a atividades

Leia mais

Realização de rodas de conversa e de troca de conhecimento para intercâmbio do que foi desenvolvido e produzido.

Realização de rodas de conversa e de troca de conhecimento para intercâmbio do que foi desenvolvido e produzido. Realização de rodas de conversa e de troca de conhecimento para intercâmbio do que foi desenvolvido e produzido. Criar novos mecanismos de intercâmbio e fortalecer os programas de intercâmbio já existentes,

Leia mais

Carta Documento: pela construção e implementação de uma Política de Educação do Campo na UNEB

Carta Documento: pela construção e implementação de uma Política de Educação do Campo na UNEB Salvador, 21 de setembro de 2015 Carta Documento: pela construção e implementação de uma Política de Educação do Campo na UNEB Nos dias 19, 20 e 21 de agosto de 2015 realizou-se no Hotel Vila Velha, em

Leia mais

A Construção de Categorias e Indicadores para Avaliação Institucional de Cursos, Projetos e Atividades de Extensão Universitária

A Construção de Categorias e Indicadores para Avaliação Institucional de Cursos, Projetos e Atividades de Extensão Universitária Anais do 2º Congresso Brasileiro de Extensão Universitária Belo Horizonte 12 a 15 de setembro de 2004 A Construção de Categorias e Indicadores para Avaliação Institucional de Cursos, Projetos e Atividades

Leia mais

TEXTO BASE PARA UM POLÍTICA NACIONAL NO ÂMBITO DA EDUCAÇÃO PATRIMONIAL

TEXTO BASE PARA UM POLÍTICA NACIONAL NO ÂMBITO DA EDUCAÇÃO PATRIMONIAL TEXTO BASE PARA UM POLÍTICA NACIONAL NO ÂMBITO DA EDUCAÇÃO PATRIMONIAL Eixos Temáticos, Diretrizes e Ações Documento final do II Encontro Nacional de Educação Patrimonial (Ouro Preto - MG, 17 a 21 de julho

Leia mais

RESOLUÇÃO N.º 36, DE 04 DE ABRIL DE 2005. Dispõe sobre alterações à Resolução CONSEPE n. 57, de 14 de maio de 2001. R E S O L V E: I DA CONCEITUAÇÃO

RESOLUÇÃO N.º 36, DE 04 DE ABRIL DE 2005. Dispõe sobre alterações à Resolução CONSEPE n. 57, de 14 de maio de 2001. R E S O L V E: I DA CONCEITUAÇÃO RESOLUÇÃO N.º 36, DE 04 DE ABRIL DE 2005. Dispõe sobre alterações à Resolução CONSEPE n. 57, de 14 de maio de 2001. O CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO, no

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE RESPONSABILIDADE SOCIAL

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE RESPONSABILIDADE SOCIAL CENTRO DE ENSINO ATENAS MARANHENSE FACULDADE ATENAS MARANHESE DIRETORIA ACADÊMICA NÚCLEO DE ASSESSORAMENTO E DE DESENVOLVIMENTO PEDAGÓGICO - NADEP PROGRAMA INSTITUCIONAL DE RESPONSABILIDADE SOCIAL SÃO

Leia mais

2. Disseminar o conhecimento gerado no Instituto Federal do Amazonas.

2. Disseminar o conhecimento gerado no Instituto Federal do Amazonas. Extensão ETENSÃO A implementação da politica de Extensão, no Instituto Federal do Amazonas reafirma a missão deste Instituto e seu comprometimento com o desenvolvimento local e regional promovendo a integração

Leia mais

Diretrizes: 1. Cumprir as metas do Compromisso Todos Pela Educação- TPE

Diretrizes: 1. Cumprir as metas do Compromisso Todos Pela Educação- TPE IV. CÂMARA TEMÁTICA DA EDUCACÃO, CULTURA E DESPORTOS Diretrizes: 1. Cumprir as metas do Compromisso Todos Pela Educação- TPE Meta 1 Toda criança e jovem de 4 a 17 anos na escola; Meta 2 Até 2010, 80% e,

Leia mais

CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO CÂMARA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR RESOLUÇÃO N 7, DE 31 DE MARÇO DE 2004.

CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO CÂMARA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR RESOLUÇÃO N 7, DE 31 DE MARÇO DE 2004. 1 CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO CÂMARA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR RESOLUÇÃO N 7, DE 31 DE MARÇO DE 2004. (*) (**) Institui as Diretrizes Curriculares Nacionais para os cursos de graduação em Educação Física,

Leia mais

REFERENCIAIS ESTRATÉGICOS. PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO 2011-2020: metas que envolvem a Educação Profissional

REFERENCIAIS ESTRATÉGICOS. PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO 2011-2020: metas que envolvem a Educação Profissional REFERENCIAIS ESTRATÉGICOS Projeto de Lei nº 8.035, de 2010 PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO 2011-2020: metas que envolvem a Educação Profissional O PNE é formado por: 10 diretrizes; 20 metas com estratégias

Leia mais

PLANO DE TRABALHO CAMPUS DE FRANCISCO BELTRÃO QUATRIÊNIO 2016-2019

PLANO DE TRABALHO CAMPUS DE FRANCISCO BELTRÃO QUATRIÊNIO 2016-2019 PLANO DE TRABALHO CAMPUS DE FRANCISCO BELTRÃO QUATRIÊNIO 2016-2019 Candidato Gilmar Ribeiro de Mello SLOGAN: AÇÃO COLETIVA Página 1 INTRODUÇÃO Considerando as discussões realizadas com a comunidade interna

Leia mais

LEI Nº 4.791 DE 2 DE ABRIL DE

LEI Nº 4.791 DE 2 DE ABRIL DE Lei nº 4791/2008 Data da Lei 02/04/2008 O Presidente da Câmara Municipal do Rio de Janeiro nos termos do art. 79, 7º, da Lei Orgânica do Município do Rio de Janeiro, de 5 de abril de 1990, não exercida

Leia mais

REGULAMENTO SEMANA UEMG

REGULAMENTO SEMANA UEMG REGULAMENTO SEMANA UEMG Belo Horizonte, abril de 2015 0 SUMÁRIO CAPÍTULO I DA SEDE, DATA E DA INSTITUIÇÃO PROMOTORA... 2 CAPÍTULO II DA ABRANGÊNCIA DA SEMANA UEMG... 2 CAPÍTULO III DOS OBJETIVOS... 2 CAPÍTULO

Leia mais

SALA TEMÁTICA: EDUCAÇÃO SUPERIOR

SALA TEMÁTICA: EDUCAÇÃO SUPERIOR SALA TEMÁTICA: EDUCAÇÃO SUPERIOR Metas PNE - Meta 12 Elevar a taxa bruta de matrícula na Educação Superior para 50% (cinquenta por cento) e a taxa líquida para 33% (trinta e três por cento) da população

Leia mais

ANEXO I AO EDITAL PROP N 010/2013 ESPECIALIZAÇÕES 2014.1. Cursos de Especialização oferecidos: (CAMPI/NÚCLEOS)

ANEXO I AO EDITAL PROP N 010/2013 ESPECIALIZAÇÕES 2014.1. Cursos de Especialização oferecidos: (CAMPI/NÚCLEOS) ANEXO I AO EDITAL PROP N 010/2013 ESPECIALIZAÇÕES 2014.1 Edital de ofertas de cursos para o Programa de Pós- Graduação Lato Sensu da UESPI, conforme Resolução CONSUN nº 045/2003. Cursos de Especialização

Leia mais

ANEXO III. Cronograma detalhado do PROAVI

ANEXO III. Cronograma detalhado do PROAVI ANEXO III Cronograma detalhado do PROAVI 65 PROGRAMA DE AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL DA PUC-CAMPINAS CRONOGRAMA COMPLEMENTAR DETALHANDO AS ATIVIDADES E AS AÇÕES DE DIVULGAÇÃO COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO

Leia mais

UFRB UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO DA BAHIA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO PLANO DE GESTÃO

UFRB UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO DA BAHIA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO PLANO DE GESTÃO UFRB UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO DA BAHIA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO PLANO DE GESTÃO (2011-2015) Cruz das Almas-BA 2011 Sumário Apresentação Justificativa Diretrizes Objetivos Metas e Estratégias Metodologia

Leia mais

PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO - EDITAL REDA 001/2013 CANDIDATOS APROVADOS POR ORDEM DE CLASSIFICAÇÃO 678.244.125-04 806.514.025-49 668.468.

PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO - EDITAL REDA 001/2013 CANDIDATOS APROVADOS POR ORDEM DE CLASSIFICAÇÃO 678.244.125-04 806.514.025-49 668.468. CARGO Área de Atuação Nº CPF NOME DO CANDIDATO PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO - EDITAL REDA 001/2013 CANDIDATOS APROVADOS POR ORDEM DE CLASSIFICAÇÃO 678.244.125-04 BÁRBARA CRISTINA DOS CORREIA Nota Final

Leia mais

CRONOGRAMA DE IMPLEMENTAÇÃO DO PDI

CRONOGRAMA DE IMPLEMENTAÇÃO DO PDI CRONOGRAMA DE IMPLEMENTAÇÃO DO PDI A implementação do Plano de Desenvolvimento Institucional, envolve além dos objetivos e metas já descritos, o estabelecimento de indicadores, como forma de se fazer o

Leia mais

RESULTADOS. Nome Global ( /100) PT1840719 ADÃO AZEVEDO MALHEIRO MATOS BARBOSA 94 B1 PT1840720 ADRIANA MORAIS SOUSA 52 A1

RESULTADOS. Nome Global ( /100) PT1840719 ADÃO AZEVEDO MALHEIRO MATOS BARBOSA 94 B1 PT1840720 ADRIANA MORAIS SOUSA 52 A1 PT1840719 ADÃO AZEVEDO MALHEIRO MATOS BARBOSA 94 B1 PT1840720 ADRIANA MORAIS SOUSA 52 A1 PT1840721 ADRIANA XAVIER DA SILVA FERNANDES 38 Pré-A1 PT1840722 ALEXANDRA FILIPA AZEVEDO SANTOS 52 A1 PT1840723

Leia mais

Escola Secundária de S. Pedro do Sul (AESPS)

Escola Secundária de S. Pedro do Sul (AESPS) Sala B5 KFS ALEXANDRE DE ALMEIDA SILVA ALEXANDRE HENRIQUE DA ROCHA OLIVEIRA ALEXANDRE MIGUEL DE ALMEIDA PEREIRA ALEXANDRE SILVA FIGUEIREDO ANA CATARINA GOMES MOREIRA ANA CATARINA MARQUES GOMES ANA MARGARIDA

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO E ASSUNTOS ESTUDANTIS - PROEXAE PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE EXTENSÃO - PIBEX EDITAL Nº 006/2015 PROEXAE/UEMA

PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO E ASSUNTOS ESTUDANTIS - PROEXAE PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE EXTENSÃO - PIBEX EDITAL Nº 006/2015 PROEXAE/UEMA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO E ASSUNTOS ESTUDANTIS - PROEXAE PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE EXTENSÃO - PIBEX EDITAL Nº 006/2015 PROEXAE/UEMA A Pró-Reitoria de Extensão e Assuntos Estudantis da Universidade

Leia mais

Lei N X.XXX de XX de XXXXX de XXX

Lei N X.XXX de XX de XXXXX de XXX Lei N X.XXX de XX de XXXXX de XXX Dispõe sobre a Educação Ambiental, institui a Política Estadual de Educação Ambiental e dá outras providências. A GOVERNADORA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE: FAÇO SABER

Leia mais

SOMOS TOD@S UFRB. Síntese da Proposta de Trabalho

SOMOS TOD@S UFRB. Síntese da Proposta de Trabalho SOMOS TOD@S UFRB Síntese da Proposta de Trabalho Chapa SOMOS TOD@S UFRB Reitor: Silvio Soglia Vice-Reitora: Georgina Gonçalves "Aquele que quer aprender a voar um dia precisa primeiro aprender a ficar

Leia mais

APURAÇÃO DE RESULTADO ENTREVISTA. 15 - ÁREA: DIRETORIA DE EXTENSÃO Secretaria e Coordenação de Estágio. Nível Superior

APURAÇÃO DE RESULTADO ENTREVISTA. 15 - ÁREA: DIRETORIA DE EXTENSÃO Secretaria e Coordenação de Estágio. Nível Superior 15 - ÁREA: DIRETORIA DE EXTENSÃO Secretaria e Coordenação de Estágio. Nível Superior 46 Samuel Souza Evangelista 130 104 Jussara Cândida Soares Desclassificada 45 Bruno José Rupino 130 61 Fabiana Grigógio

Leia mais

AMANDA COSTA DE MORAIS

AMANDA COSTA DE MORAIS O Programa de Educação Tutorial (PET) do curso de Administração da UFMG certifica que o(a) aluno(a) AMANDA COSTA DE MORAIS participou da 7ª Discussão Temática Diversidade e inovação: cultura empreendedora

Leia mais

Minuta do Capítulo 8 do PDI: Políticas de Atendimento aos Discentes

Minuta do Capítulo 8 do PDI: Políticas de Atendimento aos Discentes Minuta do Capítulo 8 do PDI: Políticas de Atendimento aos Discentes Elaborada pela Diretoria de Assuntos Estudantis 1 1 Esta minuta será apreciada pelo Colegiado de Ensino, Pesquisa e Extensão nos dias

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 4.638, DE 25 DE FEVEREIRO DE 2015

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 4.638, DE 25 DE FEVEREIRO DE 2015 1 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 4.638, DE 25 DE FEVEREIRO DE 2015 Aprova o Projeto Pedagógico do Curso de Licenciatura

Leia mais

Técnicos Especializados

Técnicos Especializados Nome da Escola : Data final da candidatura : Disciplina Projeto: Agrupamento de Escolas Alexandre Herculano, Porto Nº Escola : 153000 2015-09-03 Nº Horário : 75 Escola de Referência para a Educação Bilingue

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES ASCES

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES ASCES REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES ASCES DAS DISPOSIÇÕES GERAIS DOS PRINCÍPIOS NORTEADORES Art. 1º A ASCES, por meio deste Regulamento, contempla as Normas Gerais de Atividades complementares, permitindo

Leia mais

INTRODUÇÃO OBJETIVOS GERAIS E ESPECÍFICOS

INTRODUÇÃO OBJETIVOS GERAIS E ESPECÍFICOS INTRODUÇÃO Com base no Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais - REHUF, destinado à reestruturação e revitalização dos hospitais das universidades federais, integrados

Leia mais

EDUCAÇÃO E CIDADANIA: OFICINAS DE DIREITOS HUMANOS COM CRIANÇAS E ADOLESCENTES NA ESCOLA

EDUCAÇÃO E CIDADANIA: OFICINAS DE DIREITOS HUMANOS COM CRIANÇAS E ADOLESCENTES NA ESCOLA EDUCAÇÃO E CIDADANIA: OFICINAS DE DIREITOS HUMANOS COM CRIANÇAS E ADOLESCENTES NA ESCOLA Autores: FIGUEIREDO 1, Maria do Amparo Caetano de LIMA 2, Luana Rodrigues de LIMA 3, Thalita Silva Centro de Educação/

Leia mais

PROJETOS ÁREA COMUNICAÇÃO

PROJETOS ÁREA COMUNICAÇÃO Comunicação Christina Ferraz Musse estratégica Comunicação Social para grupos de economia popular solidária de Juiz de Fora e região (Núcleo de Comunicação Social da INTECOOP/ UFJF) Website da Liga Acadêmica

Leia mais

Corrida da Saúde. Infantis A - Feminino

Corrida da Saúde. Infantis A - Feminino Corrida da Saúde Classificação geral do corta-mato, realizado no dia 23 de Dezembro de 2007, na Escola E.B. 2,3 de Valbom. Contou com a participação dos alunos do 4º ano e do 2º e 3º ciclos do Agrupamento

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE PESQUISA, PÓS-GRADUAÇÃO E INOVAÇÃO

PRÓ-REITORIA DE PESQUISA, PÓS-GRADUAÇÃO E INOVAÇÃO PRÓ-REITORIA DE PESQUISA, PÓS-GRADUAÇÃO E INOVAÇÃO PESQUISA, PÓS-GRADUAÇÃO E INOVAÇÃO As ações de pesquisa do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amazonas constituem um processo educativo

Leia mais

Dossiê Ensino Fundamental no Brasil. Estudo para a construção do Plano Municipal de Educação de Palmas

Dossiê Ensino Fundamental no Brasil. Estudo para a construção do Plano Municipal de Educação de Palmas Estudo para a construção do Plano Municipal de Educação de Palmas Segundo substitutivo do PNE, apresentado pelo Deputado Angelo Vanhoni, Abril de 2012 Profa. Dra. Rosilene Lagares PPGE/PET PedPalmas Palmas,

Leia mais

RESULTADO PROVISÓRIO EDITAL DE SELEÇÃO INTERNA DE PROPOSTAS A SEREM SUBMETIDAS AO EDITAL PROEXT 2016

RESULTADO PROVISÓRIO EDITAL DE SELEÇÃO INTERNA DE PROPOSTAS A SEREM SUBMETIDAS AO EDITAL PROEXT 2016 EDITAL Nº 009/2015 RESULTADO PROVISÓRIO EDITAL DE SELEÇÃO INTERNA DE PROPOSTAS A SEREM SUBMETIDAS AO EDITAL T 2016 A PRÓ-REITORA DE EXTENSÃO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO, no uso de suas atribuições

Leia mais

ESCOLA E.B. 2,3 DE LAMAÇÃES 2013-2014

ESCOLA E.B. 2,3 DE LAMAÇÃES 2013-2014 5º1 1 ANA CATARINA R FREITAS SIM 2 BEATRIZ SOARES RIBEIRO SIM 3 DIOGO ANTÓNIO A PEREIRA SIM 4 MÁRCIO RAFAEL R SANTOS SIM 5 MARCO ANTÓNIO B OLIVEIRA SIM 6 NÁDIA ARAÚJO GONÇALVES SIM 7 SUNNY KATHARINA G

Leia mais

PLANO DE GESTÃO 2015-2017

PLANO DE GESTÃO 2015-2017 UNIFAL-MG FACULDADE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS PLANO DE GESTÃO 2015-2017 Profa. Fernanda Borges de Araújo Paula Candidata a Diretora Profa. Cássia Carneiro Avelino Candidata a Vice Diretora Índice Apresentação...

Leia mais

Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Resultados da 2ª Fase do Concurso Nacional de Acesso de 2011

Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Resultados da 2ª Fase do Concurso Nacional de Acesso de 2011 14320023 ALEXANDRE VAZ MARQUES VASCONCELOS Colocado em 1105 Universidade do Porto - Faculdade de Engenharia 9897 Ciências de Engenharia - Engenharia de Minas e Geoambiente 13840715 ANA CLÁUDIA DIAS MARTINS

Leia mais

O Plano Nacional de Extensão Universitária

O Plano Nacional de Extensão Universitária O Plano Nacional de Extensão Universitária Antecedentes A universidade brasileira surgiu tardiamente, na primeira metade do século XX, pela união de escolas superiores isoladas, criadas por necessidades

Leia mais

POLÍTICAS DE EXTENSÃO E ASSUNTOS COMUNITÁRIOS APRESENTAÇÃO

POLÍTICAS DE EXTENSÃO E ASSUNTOS COMUNITÁRIOS APRESENTAÇÃO POLÍTICAS DE EXTENSÃO E ASSUNTOS COMUNITÁRIOS APRESENTAÇÃO A universidade vivencia, em seu cotidiano, situações de alto grau de complexidade que descortinam possibilidades, mas também limitações para suas

Leia mais

RELATÓRIO SÍNTESE DA CPA (COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO) - 2014

RELATÓRIO SÍNTESE DA CPA (COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO) - 2014 A CPA (Comissão Própria De Avaliação) apresentou ao MEC, em março de 2015, o relatório da avaliação realizada no ano de 2014. A avaliação institucional, realizada anualmente, aborda as dimensões definidas

Leia mais

RELATO DO PROJETO OBSERVATÓRIO DA EDUCAÇÃO. GT 06 Formação de professores de Matemática: práticas, saberes e desenvolvimento profissional

RELATO DO PROJETO OBSERVATÓRIO DA EDUCAÇÃO. GT 06 Formação de professores de Matemática: práticas, saberes e desenvolvimento profissional RELATO DO PROJETO OBSERVATÓRIO DA EDUCAÇÃO GT 06 Formação de professores de Matemática: práticas, saberes e desenvolvimento profissional Maria Madalena Dullius, madalena@univates.br Daniela Cristina Schossler,

Leia mais

O PRESIDENTE DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei: CAPÍTULO I DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL

O PRESIDENTE DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei: CAPÍTULO I DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL Lei n o 9.795, de 27 de Abril de 1999. Dispõe sobre a educação ambiental, institui a Política Nacional de Educação Ambiental e dá outras providências. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso

Leia mais

VICE-DIREÇÃO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO REGIMENTO INTERNO DA COORDENAÇÃO DE EXTENSÃO

VICE-DIREÇÃO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO REGIMENTO INTERNO DA COORDENAÇÃO DE EXTENSÃO VICE-DIREÇÃO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO REGIMENTO INTERNO DA COORDENAÇÃO DE EXTENSÃO Da Concepção e Objetivos Art.1º A extensão acadêmica é um processo educativo, cultural, que se articula ao ensino

Leia mais

FÓRUM MUNDIAL DE DIREITOS HUMANOS. Data: 10 a 13 de Dezembro de 2013 Local: Brasília

FÓRUM MUNDIAL DE DIREITOS HUMANOS. Data: 10 a 13 de Dezembro de 2013 Local: Brasília FÓRUM MUNDIAL DE DIREITOS HUMANOS Data: 10 a 13 de Dezembro de 2013 Local: Brasília Nome do Evento: Fórum Mundial de Direitos Humanos Tema central: Diálogo e Respeito às Diferenças Objetivo: Promover um

Leia mais

A EXTENSÃO NA CASA BRASIL DE ANÁPOLIS: APONTAMENTOS INICIAIS

A EXTENSÃO NA CASA BRASIL DE ANÁPOLIS: APONTAMENTOS INICIAIS A EXTENSÃO NA CASA BRASIL DE ANÁPOLIS: APONTAMENTOS INICIAIS SANTOS, Jéssica de Andrade¹; BESSA, Vanessa Cristina Gadêlha 1 ; SILVA, Vinícius Costa 1 ; SILVA, Núbia Carla de Souza 1 ; FIGUEIREDO, Adda

Leia mais

INSTITUTO INTERAMERICANO DE COOPERAÇÃO PARA A AGRICULTURA. TERMO DE REFERÊNCIA CONS - OPE 03 01 Vaga

INSTITUTO INTERAMERICANO DE COOPERAÇÃO PARA A AGRICULTURA. TERMO DE REFERÊNCIA CONS - OPE 03 01 Vaga INSTITUTO INTERAMERICANO DE COOPERAÇÃO PARA A AGRICULTURA TERMO DE REFERÊNCIA CONS - OPE 03 01 Vaga 1. IDENTIFICAÇÃO DA CONSULTORIA Consultoria para promover estudos, formular proposições e apoiar as Unidades

Leia mais

INSTITUTO INTERAMERICANO DE COOPERAÇÃO PARA A AGRICULTURA TERMO DE REFERÊNCIA CONS CUL 07-09 01 Vaga

INSTITUTO INTERAMERICANO DE COOPERAÇÃO PARA A AGRICULTURA TERMO DE REFERÊNCIA CONS CUL 07-09 01 Vaga INSTITUTO INTERAMERICANO DE COOPERAÇÃO PARA A AGRICULTURA TERMO DE REFERÊNCIA CONS CUL 07-09 01 Vaga 1 IDENTIFICAÇÃO DA CONSULTORIA Consultoria de pessoa física para realizar ações e organizar atividades

Leia mais

MFIG - TRABALHO Codigo Nome turma Nota Trabalho 110402106 Adriana Castro Valente 2 15,0 110402107 Alex da Silva Carvalho 3 14,9 70402122 Alexandre

MFIG - TRABALHO Codigo Nome turma Nota Trabalho 110402106 Adriana Castro Valente 2 15,0 110402107 Alex da Silva Carvalho 3 14,9 70402122 Alexandre MFIG - TRABALHO Codigo Nome turma Nota Trabalho 110402106 Adriana Castro Valente 2 15,0 110402107 Alex da Silva Carvalho 3 14,9 70402122 Alexandre Jorge Costelha Seabra 2 18,2 110402182 Ana Catarina Linhares

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DE PROJETOS DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA. Definição da Extensão e Finalidades

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DE PROJETOS DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA. Definição da Extensão e Finalidades CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DE PROJETOS DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA Definição da Extensão e Finalidades A Resolução UNESP 102, de 29/11/2000, define Extensão Universitária, nos seguintes termos: Art.8º Entende-se

Leia mais

DIREITOS HUMANOS, JUVENTUDE E SEGURANÇA HUMANA

DIREITOS HUMANOS, JUVENTUDE E SEGURANÇA HUMANA DIREITOS HUMANOS, JUVENTUDE E SEGURANÇA HUMANA FARIAS, Maria Lígia Malta ¹ SOUSA, Valéria Nicolau de ² TANNUSS, Rebecka Wanderley ³ Núcleo De Cidadania e Direitos Humanos/ PROEXT RESUMO O Projeto de Extensão

Leia mais

ABRÃO TAVARES DA SILVA JÚNIOR ADRIANA PINHEIRO QUARESMA ADRIANO SANTOS DE MESQUITA ALESSANDRA OLIVEIRA DOS SANTOS ALINE COSTA DA SILVA

ABRÃO TAVARES DA SILVA JÚNIOR ADRIANA PINHEIRO QUARESMA ADRIANO SANTOS DE MESQUITA ALESSANDRA OLIVEIRA DOS SANTOS ALINE COSTA DA SILVA PROCESSO SELETIVO 2016 EDITAL Nº 01/2015 PPGDOC/IEMCI/UFPA RESULTADO DA HOMOLOGAÇÃO DAS INSCRIÇÕES (Incluindo análise de recursos e novas inscrições recebidas via correios conforme previsto no edital)

Leia mais

EDITAL DE CHAMADA DE TRABALHOS PARA A REVISTA PRÁXIS: SABERES DA EXTENSÃO EDITAL 23/2012

EDITAL DE CHAMADA DE TRABALHOS PARA A REVISTA PRÁXIS: SABERES DA EXTENSÃO EDITAL 23/2012 PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO EDITAL DE CHAMADA DE TRABALHOS PARA A REVISTA PRÁXIS: SABERES DA EXTENSÃO EDITAL 23/2012 A Pró-Reitoria de Extensão do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba

Leia mais

Palavras-Chave: Projeto Político-Pedagógico; Prática Pedagógica; Currículo Interdisciplinar; Proposta Pedagógica.

Palavras-Chave: Projeto Político-Pedagógico; Prática Pedagógica; Currículo Interdisciplinar; Proposta Pedagógica. A PRÁTICA PEDAGÓGICA DO LICEU ESCOLA DE ARTES E OFÍCIOS MESTRE RAIMUNDO CARDOSO: UM ESTUDO AVALIATIVO JUNTO A PROFESSORES E ALUNOS *Alcemir Pantoja Rodrigues ** Arlete Marinho Gonçalves Universidade do

Leia mais

PROGRAMA DE RESPONSABILIDADE SOCIAL PRS-FACIIP

PROGRAMA DE RESPONSABILIDADE SOCIAL PRS-FACIIP PROGRAMA DE RESPONSABILIDADE SOCIAL PRS-FACIIP Aprovado na Reunião do CONASU em 21/01/2015. O Programa de Responsabilidade Social das Faculdades Integradas Ipitanga (PRS- FACIIP) é construído a partir

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS. EDITAL 93/2010 de 31 de agosto de 2010

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS. EDITAL 93/2010 de 31 de agosto de 2010 1. OBJETIVOS MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS EDITAL 93/2010 de 31 de agosto de 2010 A Diretora de Graduação do Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas

Leia mais

Lei 17505-11 de Janeiro de 2013. Publicado no Diário Oficial nº. 8875 de 11 de Janeiro de 2013

Lei 17505-11 de Janeiro de 2013. Publicado no Diário Oficial nº. 8875 de 11 de Janeiro de 2013 Lei 17505-11 de Janeiro de 2013 Publicado no Diário Oficial nº. 8875 de 11 de Janeiro de 2013 Súmula: Institui a Política Estadual de Educação Ambiental e o Sistema de Educação Ambiental e adota outras

Leia mais

ATIVIDADES COMPLEMENTARES

ATIVIDADES COMPLEMENTARES ATIVIDADES COMPLEMENTARES Regulamento das Atividades Complementares dos Cursos de Graduação da Faculdade Barretos Art. 1º - O presente Regulamento tem por finalidade definir normas e critérios para a seleção

Leia mais

FACULDADES INTEGRADAS TERESA D ÁVILA NÚCLEO DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA. Formulário para Registro de Projetos de Extensão Universitária

FACULDADES INTEGRADAS TERESA D ÁVILA NÚCLEO DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA. Formulário para Registro de Projetos de Extensão Universitária FACULDADES INTEGRADAS TERESA D ÁVILA NÚCLEO DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA Formulário para Registro de Projetos de Extensão Universitária Ano 2015 Título do Projeto: Observatório Juventudes Tipo de Projeto:

Leia mais

EIXO VI VALORIZAÇÃO DOS PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO: FORMAÇÃO, REMUNERAÇÃO, CARREIRA E CONDIÇÕES DE TRABALHO:

EIXO VI VALORIZAÇÃO DOS PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO: FORMAÇÃO, REMUNERAÇÃO, CARREIRA E CONDIÇÕES DE TRABALHO: EIXO VI VALORIZAÇÃO DOS PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO: FORMAÇÃO, REMUNERAÇÃO, CARREIRA E CONDIÇÕES DE TRABALHO: PROPOSIÇÕES E ESTRATÉGIAS 1. Profissionais da educação: formação inicial e continuada 1.1. Implantar

Leia mais

PROPOSTA DE AÇÕES PARA ELABORAÇÃO DO PLANO ESTADUAL DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA

PROPOSTA DE AÇÕES PARA ELABORAÇÃO DO PLANO ESTADUAL DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA PROPOSTA DE AÇÕES PARA ELABORAÇÃO DO PLANO ESTADUAL DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA Proposta de ações para elaboração do Plano Estadual da Pessoa com Deficiência Objetivo Geral: Contribuir para a implementação

Leia mais

492 - ABAETETUBA (2009) ABAETETUBA

492 - ABAETETUBA (2009) ABAETETUBA 492 - ABAETETUBA (2009) ABAETETUBA Bloco 7º - 2009 Diretor da Faculdade: Janderson Martins dos Santos. Tel. E-mail: Letras PARFOR: Janderson Martins dos Santos. Tel: (91) 8868 5382. E- mail: janderson@ufpa.br

Leia mais

EDITAL Nº 010 /2015 APOIO A PROJETOS DE EXTENSÃO

EDITAL Nº 010 /2015 APOIO A PROJETOS DE EXTENSÃO EDITAL Nº 010 /2015 APOIO A PROJETOS DE EXTENSÃO A DA FACAPE, com base na deliberação do Conselho de Ensino Pesquisa e Extensão - CEPE, no uso de suas atribuições previstas no Decreto Lei 085/2009, torna

Leia mais

Parâmetros para avaliação de mestrado profissional*

Parâmetros para avaliação de mestrado profissional* Parâmetros para avaliação de mestrado profissional* 1. Natureza do mestrado profissional A pós-graduação brasileira é constituída, atualmente, por dois eixos claramente distintos: o eixo acadêmico, representado

Leia mais

Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Esporte Eunápolis Bahia

Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Esporte Eunápolis Bahia Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Esporte Eunápolis Bahia PORTARIA Nº 14/2009 Aprova o Regulamento da I Conferência Municipal de Cultura de Eunápolis-BA e dá outras providências. A SECRETÁRIA

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA BANCO DO ESTADO DO PARÁ S.A. Homologação do Concurso N. 001/2013. Número de Publicação: CONCURSO PÚBLICO N 001/2013

SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA BANCO DO ESTADO DO PARÁ S.A. Homologação do Concurso N. 001/2013. Número de Publicação: CONCURSO PÚBLICO N 001/2013 SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA BANCO DO ESTADO DO PARÁ S.A Homologação do Concurso N. 001/2013 Número de Publicação: BANCO DO ESTADO DO PARÁ S.A CONCURSO PÚBLICO N 001/2013 O Diretor - Presidente do Banco

Leia mais

Lista de Contactos do Departamento de Engenharia Informática

Lista de Contactos do Departamento de Engenharia Informática Lista de Contactos do Departamento de Engenharia Informática Gabinete/Cargo Nome Extensão E-mail Diretor Luiz Felipe Rocha de Faria 1450 lef@isep.ipp.pt Sub-diretor(es) António Constantino Lopes 1462 acm@isep.ipp.pt

Leia mais

PLANO DE TRABALHO DIREÇÃO DO CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE. UNIOESTE - Campus de Francisco Beltrão. Quadriênio 2016-2019. Candidata

PLANO DE TRABALHO DIREÇÃO DO CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE. UNIOESTE - Campus de Francisco Beltrão. Quadriênio 2016-2019. Candidata PLANO DE TRABALHO DIREÇÃO DO CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE UNIOESTE - Campus de Francisco Beltrão Quadriênio 2016-2019 Candidata Franciele Ani Caovilla Follador Slogan: CCS em ação! 1 INTRODUÇÃO Em 1991,

Leia mais

PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO. Esperidião Amin Helou Filho

PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO. Esperidião Amin Helou Filho PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO Esperidião Amin Helou Filho 1 PROJETO DE LEI Nº 8.035, DE 2010. Ementa: Aprova o Plano Nacional de Educação para o decênio 2011-2020 e dá outras providências. 2 PROJETO DE LEI

Leia mais

Artigo 23.º da Portaria 243/ 2012, de 10 de agosto 10.º ANO

Artigo 23.º da Portaria 243/ 2012, de 10 de agosto 10.º ANO Adriano Filipe Dias Sequeira Ana Carolina Leite da Silva 10.º ANO Ana Filipa Martins Façanha Marques Ana Laura Martins Dengucho Ana Luísa Marques Tomé Ana Sofia Tomé Vicente Andreia Cristina de Oliveira

Leia mais

A UNIVERSIDADE E OS PROJETOS SOCIAIS: PROJETO RONDON COOPERAÇÃO ENTRE A UNIVERSIDADE E COMUNIDADES DO ESTADO DO MATO GROSSO / MT

A UNIVERSIDADE E OS PROJETOS SOCIAIS: PROJETO RONDON COOPERAÇÃO ENTRE A UNIVERSIDADE E COMUNIDADES DO ESTADO DO MATO GROSSO / MT A UNIVERSIDADE E OS PROJETOS SOCIAIS: PROJETO RONDON COOPERAÇÃO ENTRE A UNIVERSIDADE E COMUNIDADES DO ESTADO DO MATO GROSSO / MT Myrian Lucia Ruiz Castilho André Luiz Castilho ** A educação é um direito

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO N.º 02/2012

EDITAL DE SELEÇÃO COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO N.º 02/2012 EDITAL DE SELEÇÃO COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO N.º 02/2012 Aviso de Divulgação de Seleção de Instrutor Pleno para as atividades de incubação de empreendimentos produtivos. REF: CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA

Leia mais

PROGRAMA. Brasil, Gênero e Raça. Orientações Gerais

PROGRAMA. Brasil, Gênero e Raça. Orientações Gerais PROGRAMA Brasil, Gênero e Raça Orientações Gerais Presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva Ministro do Trabalho e Emprego Luiz Marinho Secretário-Executivo Marco Antonio de Oliveira Secretário

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO DE PESSOAL Nº 254/2014

EDITAL DE SELEÇÃO DE PESSOAL Nº 254/2014 EDITAL DE SELEÇÃO DE PESSOAL Nº 254/2014 O Presidente do Instituto Pauline Reichstul-IPR, torna público que receberá inscrições para o processo seletivo de pessoal para atuação no projeto Ações Integradas

Leia mais

II Seminário Estadual de Educação em Direitos Humanos Construindo o Plano Estadual de Educação em Direitos Humanos - Eixo Educação Não-Formal

II Seminário Estadual de Educação em Direitos Humanos Construindo o Plano Estadual de Educação em Direitos Humanos - Eixo Educação Não-Formal II Seminário Estadual de Educação em Direitos Humanos Construindo o Plano Estadual de Educação em Direitos Humanos - Eixo Educação Não-Formal Data: 10 e 11 de dezembro de 2010 Local: UFPR Praça Santos

Leia mais

NÚCLEO DE ENSINO ATRIBUIÇÕES DA SUPERVISÃO EDUCACIONAL

NÚCLEO DE ENSINO ATRIBUIÇÕES DA SUPERVISÃO EDUCACIONAL NÚCLEO DE ENSINO O Núcleo de Ensino tem por função apoiar pedagogicamente às unidades escolares da REDE MUNICIPAL DE ENSINO DE GARANHUNS, executando atividades específicas de planejamento, supervisão,

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO

PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO INTRODUÇÃO PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO (PPC) Articulação com o Plano de Desenvolvimento Institucional PDI Projeto Político Pedagógico Indissociabilidade entre ensino, pesquisa

Leia mais

EIXO IV QUALIDADE DA EDUCAÇÃO: DEMOCRATIZAÇÃO DO ACESSO, PERMANÊNCIA, AVALIAÇÃO, CONDIÇÕES DE PARTICIPAÇÃO E APRENDIZAGEM

EIXO IV QUALIDADE DA EDUCAÇÃO: DEMOCRATIZAÇÃO DO ACESSO, PERMANÊNCIA, AVALIAÇÃO, CONDIÇÕES DE PARTICIPAÇÃO E APRENDIZAGEM EIXO IV QUALIDADE DA EDUCAÇÃO: DEMOCRATIZAÇÃO DO ACESSO, PERMANÊNCIA, AVALIAÇÃO, CONDIÇÕES DE PARTICIPAÇÃO E APRENDIZAGEM PROPOSIÇÕES E ESTRATÉGIAS 1.2. Universalização do ensino fundamental de nove anos

Leia mais

PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 285, DE 2006

PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 285, DE 2006 PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 285, DE 2006 Autoriza o Poder Executivo a criar o Programa Cantando as Diferenças, destinado a promover a inclusão social de grupos discriminados e dá outras providências. O

Leia mais

Sistema de Educação a Distância Publica no Brasil UAB- Universidade Aberta do Brasil. Fernando Jose Spanhol, Dr

Sistema de Educação a Distância Publica no Brasil UAB- Universidade Aberta do Brasil. Fernando Jose Spanhol, Dr Sistema de Educação a Distância Publica no Brasil UAB- Universidade Aberta do Brasil Fernando Jose Spanhol, Dr www.egc.ufsc.br www.led.ufsc.br O Sistema UAB Denominação representativa genérica para a rede

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE EDUCAÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR AVALIADORES DAS MONOGRAFIAS

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE EDUCAÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR AVALIADORES DAS MONOGRAFIAS UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE EDUCAÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR AVALIADORES DAS MONOGRAFIAS N ALUNOS TEMAS AVALIADORES DATA NOTA 1 Adriana Costa Valença. O futsal como conteúdo

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO N.º 005/2011

EDITAL DE SELEÇÃO COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO N.º 005/2011 EDITAL DE SELEÇÃO COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO N.º 005/2011 Aviso de Divulgação de Seleção de Instrutor Pleno para as. REF: CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA PARA ATENDIMENTO AO CONVENIO Nº 711591/2009 MDS/ITS/CEDEP

Leia mais

TURMA 10 H. CURSO PROFISSIONAL DE: Técnico de Multimédia RELAÇÃO DE ALUNOS

TURMA 10 H. CURSO PROFISSIONAL DE: Técnico de Multimédia RELAÇÃO DE ALUNOS Técnico de Multimédia 10 H 7536 Alberto Filipe Cardoso Pinto 7566 Ana Isabel Lomar Antunes 7567 Andreia Carine Ferreira Quintela 7537 Bruno Manuel Martins Castro 7538 Bruno Miguel Ferreira Bogas 5859 Bruno

Leia mais

EIXO DE TRABALHO 01 DIREITO A CIDADANIA, PARTICIPAÇÃO SOCIAL E POLÍTICA E A REPRESENTAÇÃO JUVENIL

EIXO DE TRABALHO 01 DIREITO A CIDADANIA, PARTICIPAÇÃO SOCIAL E POLÍTICA E A REPRESENTAÇÃO JUVENIL EIXO DE TRABALHO 01 DIREITO A CIDADANIA, PARTICIPAÇÃO SOCIAL E POLÍTICA E A REPRESENTAÇÃO JUVENIL Proposta I Fomentar a criação de grêmios estudantis, fóruns de juventude, diretórios centrais de estudantes,

Leia mais

EDITAL N 003/2015 PROEX SELEÇÃO DE PROPOSTAS DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA DE UNIDADES AUXILIARES DA UNESP

EDITAL N 003/2015 PROEX SELEÇÃO DE PROPOSTAS DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA DE UNIDADES AUXILIARES DA UNESP EDITAL N 003/2015 PROEX SELEÇÃO DE PROPOSTAS DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA DE UNIDADES AUXILIARES DA UNESP Seleção de propostas de extensão universitária de Unidades Auxiliares no âmbito da PROEX/UNESP para

Leia mais

Projeto de Extensão. Título: Esporte e Inclusão Social no Instituto de Educação Física da Universidade Federal Fluminense

Projeto de Extensão. Título: Esporte e Inclusão Social no Instituto de Educação Física da Universidade Federal Fluminense Projeto de Extensão Título: Esporte e Inclusão Social no Instituto de Educação Física da Universidade Federal Fluminense 1.0 - JUSTIFICATIVA Considerando que a Extensão Universitária tem entre as suas

Leia mais