MÍDIAS DIGITAIS, INTERNET E SUAS POSSIBILIDADES NPC. Núcleo Piratininga de Comunicação. Monitor ARTHUR WILLIAM. piratininga.org.br

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MÍDIAS DIGITAIS, INTERNET E SUAS POSSIBILIDADES NPC. Núcleo Piratininga de Comunicação. Monitor ARTHUR WILLIAM. piratininga.org.br"

Transcrição

1 MÍDIAS DIGITAIS, INTERNET E SUAS POSSIBILIDADES NPC Núcleo Piratininga de Comunicação Monitor ARTHUR WILLIAM piratininga.org.br

2 ÍNDICE 2 Introdução Pág 3 a) Objetivos do curso Pág 3 a-1) Resumo da oficina Pág 4 Apresentação Pág 5 Mídias sociais Pág 6 Socialcast X Broadcast Pág 7 a--1) Broadcast = Rádio e TV Pág 8 a-2) Socialcast = Facebook, YouTube, blog) Págs 9 e 10 b) Transmídia x Crossmídia Pág 11 Cobertura colaborativa Pág 13 a) Transmissão ao vivo Pág 13 b) YouTube Pág 14 c) Twitter Pág 15 d) Facebook Pág 15 e) Publicação de fotos Pág 15 f) Edição de fotos Pág 16 g) Blog e site Pág 16 Webwriting (escrita para a internet) Pág 18 Monitoramento Pág 22 Mídia Livre Pág 24 Creative Commons Pág 24 Software Livre Pág 25 Outras dicas Pág 27 Exercícios práticos Pág 29

3 INTRODUÇÃO 3 A OBJETIVOS DO CURSO Nós, do Núcleo Piratininga de Comunicação (NPC), entendemos a comunicação como um elemento fundamental na disputa de hegemonia e na construção de uma outa sociedade: justa, livre, igualitária e para todos. Por este motivo, há 20 anos oferecemos cursos e palestra para sindicatos de diversas categorias e movimentos do país inteiro. O objetivo é sensibilizá-los para esta ideia e capacitá-los no uso dos diversos instrumentos da comunicação em defesa de seus interesses e classe e no combate às ideias diariamente transmitida pela mídia patronal. Além dos tradicionais jornais, boletins, cartilhs, rádio e TV, nos últimos anos as novas ferramentas de tecnologia vêm tomando um espaço cada vez maior na vida dos trabalhadores. No mundo da internet, temos muitas possibilidades e instrumentos para fazer a nossa comunicação ou seja, para nossa luta. O objetivodeste curso é capacitar dirigentes e toda equipe da comunicação dos sindicatos e movimentos para o uso de diversas mídias sociais, como portais, blogs, boletins eletrônicos, twitter, facebook, youtube, radioweb e TVweb... Entendemos que, no momento atual, só usando todas as ferramentas da comunicação consiguiremos avançar na conquista de corações e mentes para a construção de outro mundo.

4 4 A1 Resumo da Oficina: A oficina irá abordar técnicas para o desenvolvimento de ações em redes sociais, transmissão ao vivo de eventos, dicas de escrita para sites, blogs e mídias sociais, além de medidas para aparecer em destaque no Google. Melhores práticas para a cobertura de eventos de forma colaborativa, juntando materiais da equipe de imprensa e dos demais participantes. Outros assuntos são a criação de Web TV e Web Rádio, edição de áudio/vídeo e jornalismo multimídia. O objetivo é ampliar o alcance da comunicação dos movimentos sociais, mobilizando simpatizantes para as causas e fortalecendo o entendimento da função da comunicação para as lutas sociais. então... Trataremos de: Comunicação multiplataforma e integrada O papel de cada ferramenta para a construção de uma comunicação que una jornal, rádio, TV e internet. Mídias sociais e suas ferramentas Como e para que compartilhar vídeos, fotos, áudios e textos. Redes Sociais e a mobilização virtual Como tornar viral um conteúdo; mobilização pelas redes. Cobertura colaborativa de atividades Transmissão ao vivo em áudio e vídeo, hot site e ação especial no Facebook, Twitter e Instgram. Site como integrador da presença digital O website/blog para a difusão, organização e registro dos movimentos.

5 5 B APRESENTAÇÃO NPC - NÚCLEO PIRATININGA DE COMUNICAÇÃO O NPC é constituído por um grupo de comunicadores, jornalistas, professores universitários, artistas gráficos, ilustradores e fotógrafos que trabalham com o objetivo de melhorar a comunicação, de movimentos comunitários ou populares, de sindicatos e outros coletivos. Temos realizado esta tarefa de forma ininterrupta há mais de vinte anos, através de cursos, palestras e seminários e produção de materiais de formação e informação. Acreditamos que os trabalhadores e os setores populares precisam aperfeiçoar-se constantemente em sua comunicação para alcançar seus objetivos. Oferecemos nossos conhecimentos adquiridos por meio da nossa formação específica e da nossa prática social. Rua Alcindo Guanabara, 17, sala 912 (ao lado da Câmara Municipal CEP: Centro Rio de Janeiro Fone-Fax: (21) / / / / Links: fb.com/npcinstitucional witter.com/npc_ piratininga.org.br ARTHUR WILLIAM A oficina será comandada pelo jornalista Arthur William, graduado em Comunicação Social pela PUC-Rio, radialista, pós-graduado em Novas Mídias na UFF e mestrando pela UERJ. Trabalhou na Associação Mundial de Rádios Comunitárias (AMARC), na TV Globo e coordenou o Núcleo de Multimídia da TV Brasil/Rádio MEC/EBC-RJ. Atualmente trabalha como jornalista multimídia do NPC - Núcleo Piratininga de Comunicação. Links: fb.com/arturoilha twitter.com/arthurwilliam arthurwilliam.com.br arturoilha.com.br

6 MÍDIAS SOCIAIS 6 Mídias sociais são um conceito amplo de ferramentas da internet que permitem a distribuição de conteúdos e relacionamento entre pessoas. Redes sociais, plataformas de compartilhamento, blogs e microblogging são subgrupos das mídias sociais. Redes sociais são ferramentas de comunicação entre pessoas com algo em comum. Exemplos são o Orkut e o Facebook. Elas permitem compartilhamento de materiais, mas em princípio apenas para os que fazem parte da sua rede primária (amigos). Por outro lado, o Twitter é aberto, como um blog. No caso desta ferramenta, as publicações são limitadas a 140 caracteres, por isso é considerado um microblog. Já as plataformas de compartilhamento armazenam conteúdos multimídia na nuvem da internet. YouTube (vídeos), Flickr (fotos) e Soundcloud (áudios) são as mais utilizadas. O objetivo é tornar conteúdos diversos acessíveis a todos os usuários da internet, sem restrição. Devido ao sucesso de plataformas de compartilhamento e do microblogging, redes sociais como o Facebook vem alterando suas configurações para permitir postagens públicas e busca de conteúdos. As mídias digitais abarcam as ferramentas online e offline, ou seja, desde redes sociais até projetores, celulares e câmeras digitais. O barateamento destes equipamentos potencializa a democratização da comunicação, contudo é preciso viabilizar a distribuição dos conteúdos gerados. É aí que entra a importância da internet, que também possui custo muito baixo. Radiodifusão tradicional = broadcast Mídias sociais = socialcast

7 7 A SOCIALCAST X BROADCAST A tradicional radiodifusão (broadcast) abre espaço para a distribuição de conteúdos pelas mídias sociais (socialcast). Um movimento social tem que aliar estes conceitos em sua presença nas mídias sociais. Confira a diferença entre os dois:

8 8 A1 Broadcast = Rádios e TV Exemplo: Rádio da favela Santa Marta, no bairro de Botafogo no Rio de Janeiro

9 A2 Socialcast = Facebook, Youtube, blog 9 Exemplo: Sindicato/Movimento Social no Facebook, Twitter, YouTube, blog... Através da publicação de todo seu material multimídia em plataformas sociais de compartilhamento, há os seguintes benefícios: alívio no servidor do site (vídeos ficam armazenados fora do site); integração com o site (através de mashups); distribuição pelas redes sociais (o chamado socialcast). Em geral, são utilizadas as seguintes mídias sociais como plataformas de compartilhamento de conteúdos: vídeos (YouTube e Vimeo); fotos (Flickr e Instagram); streaming transmissão ao vivo (Ustream ou Hangout); apresentações Power Point (Slideshare e Prezi); livros, jornais e revistas (Issuu); áudios (Radiotube ou SoundCloud)

10 Esta opção multiplica as telas de exibição do material produzido. Se os mesmos conteúdos fossem armazenados apenas no site, somente os usuários que entram no endereço poderiam ter acesso a eles. A publicação do material multimídia na nuvem das plataformas de compartilhamento alivia o servidor de hospedagem do site, além de permitir uma difusão alternativa (que pode vir a ser a principal) para os conteúdos: o socialcast. Socialcast é a difusão de conteúdos pelas mídias sociais. É essencial disponibilizar vídeos, fotos e textos sob demanda na Web. No caso dos vídeos, isto acontece pois a radiodifusão (broadcast) é unidirecional e linear, ou seja, se alguém perde a hora de um programa, nunca mais poderá rever determinado audiovisual. Além disto, uma grade de programação é limitada: 24 horas por dia, 7 dias por semana. A Web comporta muito mais conteúdos, sob demanda, em qualquer lugar do mundo, já que não ficam limitadas ao alcance da antena de transmissão. Além disto, vale ressaltar que o investimento numa plataforma de distribuição Web é infinitamente menor do que a de uma grande infraestrutura de transmissão de rádio e TV. Ainda há duas grandes barreiras: a dificuldade de se encontrar um novo modelo de negócios que não seja pela publicidade em intervalos comerciais; e a baixa penetração da internet banda larga no Brasil. Na ligação entre o maravilhoso mundo do social cloud (armazenamento na nuvem) e do socialcast (distribuição pelas redes sociais), entra o mashup. Mashup é uma aplicação que liga mídias sociais em geral a sites e blogs. Isto ocorre, pois serviços como YouTube, Twitter, Flickr e Facebook tornam públicas suas APIs (código de integração) para desenvolvedores produzirem mashups. Com isso, é possível que um conteúdo audiovisual publicado no YouTube, por exemplo, seja acessado através da própria ferramenta de vídeos do Google e pelo seu site, ampliando o alcance dos materiais e multiplicando a audiência. Além de todas as fotos e os vídeos serem armazenados fora do site, os comentários também podem ser agregados via mashups. Citações, comentários, críticas e elogios podem ser exibidos no site a partir da intera- 10

11 11 tividade ocorrida no Twitter e no Facebook. Exemplo: Issuu permite a publicação de jornais e revistas em sites e nas redes sociais. Links: issu.com B TRANSMÍDIA X CROSSMEDIA slideshare.com Transmedia storytelling é a construção de uma narrativa em que é contada uma história diferente em cada plataforma. Contudo, durante vários anos, imperou o crossmedia em todo o mundo. A ideia era replicar nas mais diversas plataformas um mesmo conteúdo, mesmo que adaptado com outra linguagem. Os video games oriundos de filmes e séries de TV começaram a experimentar uma narrativa própria, mesmo que inspirada na história inicial. O transmedia storytelling ganhou força com a chegada da geração Y (nascidos a partir da década de 80) ao mercado de trabalho. São jovens acostumados com as narrativas paralelas e complemen-

12 tares típicas das ações transmidiáticas dos games. 12 As ações mais comuns são de games lançados a partir de um audiovisual. A estratégia se banca, pois o mercado de jogos é um dos maiores e porque a produção é totalmente separada. Neste caso, a remuneração acontece pela compra do game. O mesmo não ocorre no caso de narrativas transmidiáticas envolvendo a Web. O custo de produção aumenta, mas a receita de publicidade com a internet não é suficiente, na grande maioria dos casos, para bancar uma produção específica para a plataforma. Consequência disto é que ações do tipo no Brasil são muito limitadas. A relação nas mídias sociais é de conversa, por isso a interação é mais importante que a do jornalismo tradicional. Até porque ninguém gosta de conversar com alguém que só fala e não te ouve. Existem também redes sociais alternativas como: Blogoosfero.cc (feito com o Noosfero) Radiotube (feito com o ICOX) Riseup.net Culturadigital.br (feito com o plugin BuddyPress do Wordpress) Dentro do entendimento de que cada plataforma possui linguagem e características próprias, podemos dividir uma cobertura em tarefas.

13 COBERTURA COLABORATIVA Estas ações podem ser desempenhadas por uma só pessoa, um grupo único, ou por um pequenos grupos. 13 Esta última forma de organização é mais comum, permitindo que um conjunto grande de pessoas, ao mesmo tempo em que participe de um evento, contribua para a coberta jornalística. A ideia é que os registros já antes feitos para uso próprio sejam reunidos e compartilhados de forma organizada. A Transmissão ao vivo (Ustream) Antes do evento começar, a equipe monta o equipamento de transmissão. Durante a atividade, apenas monitora se está tudo OK com o streaming e direciona a câmera para quem estiver falando. Durante as perguntas da plateia, é importante enquadrar o público e não manter o foco apenas na mesa de debate. Um opção menos trabalhosa é deixar o enquadramento aberto, pegando todos os presentes

14 14 A maior preocupação é com o áudio. É fundamental que o computador utilizado para a transmissão receba o cabo de áudio da mesa de som do local. O cabo com conector P2 deve ser ligado na entrada de microfone (notebook) ou de linha (desktop). O Ustream é o principal serviço para streaming, mas há outras opções como Hangout (Google), Livestream (Twitcam) e Justin TV. O vídeo gravado pode ser publicado no YouTube automaticamente. A versão paga do Ustream (a partir de U$99) permite que a transmissão não tenha propaganda e que o internauta possa assistir diretamente de sua linha do tempo no Facebook. Na versão gratuita, é possível criar uma aba na página (fan page) do Facebook com o streaming. O concorrente Hangout não tem publicidade, mas é mais voltado para videoconferências (como Skype), só que transmitidas ao vivo pela internet e integradas ao YouTube (vídeo é publicado automaticamente depois). O uso de fone de ouvido é recomendado aos participantes para evitar interferências. Há dois tipos: o Hangout é privado como uma ligação do Skype, já o Hangout On Air é aberto, permitindo a transmissão pela internet. Para a transmissão apenas do áudio (opção para internet lentas) uma dica é usar o serviço gratuito da UnB: Dissonante.org. Para um evento grande, uma alternativa é transmitir vídeo+áudio e apenas o áudio. Essa Web Rádio pode ser ouvida pelo celular a partir de seu cadastro no serviço TuneIn. Links: ustream.tv dissonante.org plus.google.com/hangouts justin.tv livestream.com tunein.com twitcasting.tv bambuser.com Antes de o palestrante iniciar o debate, ele pode ser entrevistado. O ideal é que seja feita B Vídeo da entrevista (YouTube) apenas uma pergunta e que a resposta não ultrapasse 5 minutos. Mais que isso, não desperta interesse na web. O vídeo pode subir bruto para o YouTube. Na própria ferramenta, é possível fazer o corte seco. Outra opção é cortar o início e o fim no celular onde a entrevista foi gravada. Ou se preferir, usar o software livre VideoPad Video Editor (Windows) ou Kdenlive (Linux). Existem outras opções além do YouTube, como Vimeo, Videolog e Dailymotion. Há uma ferramenta que permite o upload de um vídeo para todas os sites ao mesmo tempo: OneLoad. Links: youtube.com vimeo.com videolog.tv dailymoton.com oneload.com

15 C Narração (TWITTER) 15 Também chamado de live coverage, a transcrição ao vivo de um debate pelo Twitter é possível graças à característica do conteúdo efêmero da mídia social. As publicações devem ser descritivas e conter áspas sempre que possível. Todas devem ser acompanhadas da hashtag (#) e do link para a transmissão ao vivo. No início do debate, o moderador deve anunciar a hashtag (#) usada para que seja usada como referência para a publicação de materiais no Twitter e no Facebook. Ela deve ser descritiva e única (para não misturar com outros eventos). Exemplos: #cursonpc #Rioemdebate Links: twitter.com D Resumo das falas + foto (Facebook) O Facebook não permite uma narração como o Twitter. O ideal é publicar uma foto com o resumo da fala de cada debatedor (a cada 1 hora, evitando-se publicar em horas cheias). O texto deve ser acompanhado pelo link da transmissão ao vivo. Antes da atividade, pode ser criado um evento do Facebook. Lá, é admitida uma publicação mais intensa, já que só quem tem interesse no assunto recebe as informações. Usar encurtador de URL. Links migre.me bit.ly E Perguntas da internet (Twitter e Facebook) O moderador deve lembrar ainda que os internautas podem enviar perguntas utilizando a hashtag (#) definida. A própria divulgação do evento já pode acontecer utilizando a #. Já no Facebook, a participação acontece a partir dos comentários de determinada publicação e pelo próprio evento da rede social. O Coveritlive é uma ferramenta de chat que permite aos comentário do Twitter e do Facebook ficarem publicados no seu site ou blog. Isso facilita o registro histórico da participação a distância. Link: coveritlive.com

16 F Narração (Flickr) 16 Todas as fotos tiradas podem ser publicadas no Flickr durante o debate. A sugestão é ir esvaziando a câmera ao longo da atividade, fazendo um filtro das fotos que estão boas para upload. A conta gratuita do Flickr permite a publicação de 1 Tera (mil gigas) de fotos. Uma alternativa é o Picasa do Google, porém a ferramenta possui menos integrações a outros serviços como Wordpress e Facebook. Uma opção de sucesso atual é o Instagram. O aplicativo de celulares permite que sejam publicadas fotos em tempo real. Essas imagens podem ser localizadas, com as quais é possível montar um mapa pelo site Snap- Widget. Esse mapa de problemas e manifestações, por exemplo, pode ser publicado em sites, blogs e no Facebook. Links: flickr.com picasa.google.com instagram.com snapwidget.com G Edição de Áudio (Radiotube e Soundcloud) O áudio das entrevistas deve ser publicado em mídias sociais, permitindo seu uso por rádios comunitárias. Já a transmissão pode ser disponibilizada no formato podcast, em aplicativos para celular como o BeyoundPod. Links: radiotube.org.br soundcloud.com H Blog/site (Wordpress) O post do blog deve juntar todo o material publicado nas mídias sociais: galeria de fotos do Flickr, vídeos do YouTube, áudios do SoundCloud e o chat do Coveritlive.

17 17 Existem vários sistemas para a criação de blogs. As mais usadas são Wordpress, Blogger (blogspot) e Tumblr. Antes do evento, o post deve conter o banner de divulgação usado do Facebook (que deve ser quadrado - 600x600px) e o link para o evento no Google Agenda. Se possível, publicar links para blog/site do palestrante entre outros materiais como vídeos e fotos, a fim de se montar uma pequena biografia da pessoa. Links: wordpress.com (como o Blogspot) wordpress.org (para servidor próprio) blogspot.com tumblr.com google.com/calendar

18 ESCRITA PARA A INTERNET 18 SEO e Webwriting Webwriting é o nome dado à escrita para ambientes digitais. Apesar de parecidas, há diferenças entre a redação para jornais e a escrita para a Web. No jornalismo digital, o padrão de leitura é em F, isso significa que os internautas escaneiam a tela em busca da informação desejada. Por conta disso, é importante dar mais destaque às palavras nas partes esquerda e superior do site. Isso é o que chamamos de pirâmide invertida horizontal. É uma situação bem similar a da pirâmide invertida do jornalismo imprenso, que é vertical (com assuntos mais importantes no início = lead, sublead e desenvolvimento). A voz passiva é uma técnica muito usada para título na Web. O início da frase deve sempre conter a palavra mais importante. Exemplo: Dilma demite Palocci ou Palocci é demitido por Dilma? Depende do que você queira destacar.

19 19 O título deve possuir, em média 80 caracteres. Isso possibilita o aproveitamento para publicação nas redes sociais junto com o link para a matéria. Dicas: cortar artigos e usar aspas simples. Já o subtítulo deve contar com 140 toques. Ele ficará como descrição (resumo) no Facebook e na busca do Google. Os parágrafos não devem ter margem na primeira linha, além de terem espaçamento de uma linha entre eles (assim como essa apostila).

20 20 Palavras em negrito e em itálico. A indicação é negritar as palavras-chave. Uma dica para ter relevância no Google é repetir as palavras-chave no texto mais de uma vez. Essa é uma tética do chamado jornalismo de indexação. Como 70% dos acessos aos sites vem do Google, muitos jornalistas passam a escrever pensando mais na ferramenta de busca do que no leitor propriamente dito. É uma grande polêmica, pois os textos parecem mal escritos, mas na verdade têm como alvo o Google. Entretanto, os sites de busca estão cada vez mais inteligentes, reproduzindo a navegação de um ser humano com quase total perfeição. Deste modo, tentar enganar o Google pode gerar a punição do site.

21 21 As tags ou palavras-chave devem ser relevantes e descritivas no sentido de ajudar que o internauta encontre a informação desejada o mais rapidamente possível. No caso de dúvida de qual palavra usar nas tags e no título, pode conferir qual a de maior relevância no Google Trends. Faça um teste com termos relacionados ao conteúdo. Exemplos: (Sapato x Calçado), (Professor x Docente) e (Carro x Automóvel). Nas tags, você também pode usar palavras com a grafia incorreta, já que muita gente pode buscar informações de forma errada e ter dificuldade para achar. Exemplo: Seletista e Celetista. Links: google.com/trends

22 MONITORAMENTO 22 Comunicação multimídia é mais conversa que jornalismo tradicional. E convenhamos, ninguém gosta de conversar com alguém que só fala e não ouve o que você fala. Por isso, além de responder a perguntas e comentários, é preciso estar atento ao que falam sobre seu grupo na internet. A principal ferramenta para análise de acessos é o Google Analytics. O serviço é gratuito e permite visualizar relatórios como: Páginas de origens Palavras-chave Horários de acesso Cidades dos usuários Navegadores utilizados Tempo em cada página Páginas mais acessadas Para as redes sociais, existem outras no modelo Freemium (alguns funcionalidades gratuitas, entre elas o gendamento de publicação): Hootsuite (Facebook e Twitter) TweetDeck (Twitter) Google Alertas (clipping)

23 23 Links: google.com/analytics twittercounter.com hootsuite.com google.com.br/alerts

24 MÍDIA LIVRE 24 A LICENÇAS LIVRES - COPYLEFT- CREATIVE COMMONS Além de produzir, é importante compartilhar os conteúdos com outros para que o conhecimento se multiplique. Sinalizar um vídeo ou um texto como copyleft (oposição ao copyright), possibilita que outras pessoas tenham acesso ao material produzido, com crédito para o autor. Creative Commons não é uma coisa só. Na verdade, são diversas licenças. A que remonedamos é a Atribuição Uso Não Comercial Compartilhamento pela mesma Licença (by-nc-sa). Isso significa que qualquer pessoa pode remixar o conteúdo (produzir um nova obra a partir da sua), mas sempre dando do crédito ao autor inicial e compartilhando sempre usando a mesma licença Creative Commons. Outra função do (by-nc-sa) é a proibição do uso comercial da obra. Mas isso não significa uma barreira permanente. As exceções devem ser autorizadas pelo autor. Por exemplo, se algum movimento social quiser fazer uma camisa para vender com a charge do Latuff, ele deve autorizar o uso da charge somente para esse fim. Para os demais casos, não é necessária a autorização, pois a permissão de uso já acontece pela própria licença Creative Commons. Link: creativecommons.org.br

25 25 B SOFTWARE LIVRE Troque o pirata pelo gratuito Todo grande programa de computador tem um similar gratuito. Eles fazem basicamente as mesmas coisas. Você pode encontrá-los em sites como o baixaki.com.br e o superdownloads.com.br. Estes programas genéricos são conhecidos como software livre e são mais leves, seguros, além de gratuitos. Não precisa gastar nem um centavo. Quando andamos pelo centro do Rio de Janeiro, é comum ouvir alguém gritando Photoshop, Flash, indesign, Pacote Adobe CS. A Adobe é uma empresa dona de alguns dos mais importantes programas de computador. E o pacote CS6 reúne todas essas maravilhas. Mas não é preciso piratear nada para usar esses softwares. Basta centrar no site da Adobe (www.adobe.com/br/) e baixar tudo de graça. A licença de teste dura 30 dias e aí você decide se vale a pena pagar para usar cada uma destas ferramentas. Adiante, falarei um pouco de cada programa do pacote Adobe, além de dar dicas de alternativas gratuitas a eles:

26 Exemplos: 26 Photoshop Hoje, o Photoshop é sinônimo de edição de imagens. Um dos programas mais famosos da Adobe permite fazer montagens, corrigir contrate e brilho de fotos, tirar o famoso olho vermelho. Também é possível criar panfletos e desenhos para sites. Alternativas gratuitas: Gimp (www.gimp.org) e Inkscape InDesign Jornais e revistas são feitos com ele. O indesign é específico para diagramação de jornais e livros. É o campeão da área. Ele é a evolução do PageMaker, que há alguns anos era o favorito. Alternativa gratuita: Scribus (www.scribus.net) Illustrator Para edição de imagens em vetor. Ótimo para criar logomarcas e desenhos. Após criar algo nele, pode passar tudo para o Photoshop ou para o indesign. Surgiu como uma alternativa paga ao Corel Draw (há ainda que prefira o programa da Corel). Alternativas gratuitas: Gimp (www.gimp.org) e Inkscape Illustrator Software para edição de vídeos muito parecido com o profissional Final Cut. Você pode fazer desde filmes simples até grandes produções cheias de efeitos e transições. Alternativa gratuita: Video Pad Editor (videopad-video-editor.softonic.com.br/) ou Kdenlive (Linux) Audition Programa para gravação e edição de áudio. Com ele, é possível gravar CDs de bandas com qualidade profissional. Muito parecido com o Pro Tools. Alternativa gratuita: Audacity (audacity.sourceforge.net/) ou Ardour (Linux) Dreamweaver Quem desenvolve sites não pode ficar sem ele. O Dreamweaver permite a edição de arquivos HTML, ASP, PHP e CSS, além de enviar tudo para o servidor do site de forma simples: uma verdadeira bengala para WebDesigners. Alternativa gratuita: FileZilla (filezilla-project.org/) e NotePad ++ (notepad-plus-plus.org/)

27 OUTRAS DICAS 27 Programas e serviços ZaraRadio Festa automatizada. Se não tem grana para contratar um DJ para sua festa, o ZaraRadio é a solução. Esse programa permite que o aniversariante programe as músicas que deseja ouvir, fazendo uma transição suave entre elas. Tudo com se um DJ profissional estivesse no comando. O ZaraRadio também é uma mão na roda para rádios comunitárias, sendo o programa mais usado por estas emissoras no Brasil e em toda a América Latina. Vou ensinar agora a melhorar a divulgação de seu trabalho na internet. São várias as maneiras para alavancar as visitas e é muito fácil preparar tudo. zarastudio.es Seu trabalho/projeto no Google Maps Você pode criar a localização de seu sindicato/movimento no Google Maps. Lá, lista endereço, telefone, site e horário de funcionamento. google.com/places Página no Facebook É como um site dentro do Facebook. A partir de uma página, se alguém estiver em seu local, também pode divulgar para os amigos da rede social através do check-in. facebook.com/pages/create.php Você na Wikipédia Quando busca alguma palavra no Google, entre os primeiros resultados está sempre a Wikipédia, por isso seu projeto tem que estar lá. Sugiro que crie uma conta e utilize as informações da Lira de Ouro na Wikipédia como exemplo para criar outra. pt.wikipedia.org

28 Jogos (Gamification) 28 Às vezes, gastamos muita energia em uma campanha do sindicato e do movimento social e o retorno é muito baixo. Sabemos que retratar a questão de forma lúdica facilita o entendimento e aproxima mais pessoas da Luta. Uma dica é criar um jogo temático sobre a campanha. O site FlashWebTraining possui modelos abertos de jogos permitindo sua adaptação. flashwebtraining.com Power Point melhorado e gratuito Cansado daquelas apresentações comuns do Power Point? O Prezi é um site que faz apresentações para trabalhos de escola e do trabalho para deixar qualquer um de queixo caído. E o melhor é que tudo é muito simples, bastando editar modelos prontos. prezi.com

29 EXERCÍCIOS PRÁTICOS 29 O que você vamos fazer: Sites em WordPress.Criação de blogs e sites.migração de Blogspot/Blogger para WordPress.Registro de domínios.com.br,.com,.org e.net.integração com redes sociais e outros serviços como Google Maps.Adwords e Adsense para divulgar e ter sustento financeiro para o site.análise de acessos com o Google Analytics WebTV e Web Rádio.Transmissão de eventos e programas com Hangout, Twitcam, Ustream e Dissonante.Automação de rádios e festas com o ZaraRadio Socialcast.Página do Facebook (criação e administração).análise e agendamento de redes sociais com Hootsuite.Distribuição de conteúdos pelas mídias sociais YouTube, Flickr, Picasa, Slideshare, Isssu, RadioTube, Soundcloud, Delicious, Foursquare, Instagram, Orkut, Google+, Calendar e outros que surgirem Edição de áudio e vídeo Com Audacity, Video Pad Editor, Ardour e gratuitos do Windows Jornalismo Multimídia.Cobertura de eventos com notebooks e smartphones Android e iphone (ios).webwriting (escrita para a web) e SEO.Wikipédia criação e modificação de verbetes na enciclopédia livre.além de Issuu, Google Places e Instagram

Divisão de Divulgação

Divisão de Divulgação PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO AMAZONAS DIVISÃO DE GESTÃO DA QUALIDADE Sistema de Gestão da Qualidade PROCEDIMENTO P. TJAM 52 Divisão de Divulgação Elaborado por: Mário Adolfo Aryce

Leia mais

Como gerar Relacionamentos MÍDIAS SOCIAIS

Como gerar Relacionamentos MÍDIAS SOCIAIS Como gerar Relacionamentos MÍDIAS SOCIAIS REVOLUÇÃO TECNOLÓGICA 50 milhões de usuários IDADE MÍDIA 90 milhões de brasileiros na WEB, 70 milhões na rede social Facebook e mais de 30 milhões no Twitter ADEUS

Leia mais

OFICINA BLOG DAS ESCOLAS

OFICINA BLOG DAS ESCOLAS OFICINA BLOG DAS ESCOLAS Créditos: Márcio Corrente Gonçalves Mônica Norris Ribeiro Março 2010 1 ACESSANDO O BLOG Blog das Escolas MANUAL DO ADMINISTRADOR Para acessar o blog da sua escola, acesse o endereço

Leia mais

Social Media em 5 etapas

Social Media em 5 etapas Como estruturar seu sistema de Social Media em 5 etapas O que é este guia? O Guia de inicialização em social media foi criado pela G&P como uma forma de ajudar e incentivar as mais diversas empresas do

Leia mais

O CMS certo para as suas necessidades! Quadro Comparativo

O CMS certo para as suas necessidades! Quadro Comparativo O CMS certo para as suas necessidades! Quadro Comparativo Prof. Ricardo 1 Um CMS (Content Management Systems) é um Sistema de gerenciamento de Conteúdo de websites, portais e intranet disponíveis para

Leia mais

Redes sociais x mídias sociais

Redes sociais x mídias sociais INTRODUÇÃO Esse workshop tem como objetivo de organizar o uso das redes sociais no Santuário Nacional e Rede Aparecida, de forma a facilitar o trabalho de monitoramento e de produção de conteúdo para as

Leia mais

MOBILE APPS. Principais características. Permitir que o cliente compre produtos e serviços diretamente via app

MOBILE APPS. Principais características. Permitir que o cliente compre produtos e serviços diretamente via app MOBILE APPS Aplicativo para relacionamento e marketing digital, pronto para todos os dispositivos móveis, nas plataformas ios, Android (aplicativos nativos) e mobile web, para plataformas como BlackBerry

Leia mais

BLOG: GRUPO DE DISCUSSÃO: PODCAST:

BLOG: GRUPO DE DISCUSSÃO: PODCAST: O MUNDO ONLINE Uma das marcas dessa nova era são as redes sociais. Comunidades online como o Facebook, Twitter, Fousquare, Youtube e outras, possibilitam a comunicação entre as pessoas, ao mesmo tempo,

Leia mais

E-books. Introdução às Mídias Sociais. Sebrae

E-books. Introdução às Mídias Sociais. Sebrae E-books Sebrae Marketing e Vendas Introdução às Mídias Sociais O que fazer com as mídias sociais Tipos de ações As principais mídias sociais Dicas e considerações finais Autor Felipe Orsoli 1 SUMÁRIO 1

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PELOTAS CENTRO DE LETRAS E COMUNICAÇÃO CURSO DE JORNALISMO TUTORIAL

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PELOTAS CENTRO DE LETRAS E COMUNICAÇÃO CURSO DE JORNALISMO TUTORIAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PELOTAS CENTRO DE LETRAS E COMUNICAÇÃO CURSO DE JORNALISMO TUTORIAL http://pt.wordpress.com http://.wordpress.org Autor: Calvin da Silva Cousin Orientação: Profª Drª Sílvia Porto

Leia mais

Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org

Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org Este documento faz parte do Repositório Institucional do Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org documento inicial Portal do Fórum Social Mundial introdução Entendemos que um site como do Fórum

Leia mais

PASSO A PASSO: APRESENTAÇÕES EM PREZI 1

PASSO A PASSO: APRESENTAÇÕES EM PREZI 1 1 PASSO A PASSO: APRESENTAÇÕES EM PREZI 1 Juliana Gulka Biblioteca Central da UFSC juliana.gulka@ufsc.br PREZI X POWER POINT Quando falamos em slide hoje, lembramos de powerpoint. O prezi não vai matar

Leia mais

10 estratégias para gerar tráfego para seu blog

10 estratégias para gerar tráfego para seu blog Este E-book pode ser distribuído livremente. Autor : William Rossi http://www.sucessocomocriar.com/blog William Rossi - http://www.sucessocomocriar.com/blog Página 1 O maior problema que os blogueiros

Leia mais

GANHE DINHEIRO FACIL GASTANDO APENAS ALGUMAS HORAS POR DIA

GANHE DINHEIRO FACIL GASTANDO APENAS ALGUMAS HORAS POR DIA GANHE DINHEIRO FACIL GASTANDO APENAS ALGUMAS HORAS POR DIA Você deve ter em mente que este tutorial não vai te gerar dinheiro apenas por você estar lendo, o que você deve fazer e seguir todos os passos

Leia mais

Facebook Analytics: Como mensurar e otimizar a presença da sua empresa no Facebook

Facebook Analytics: Como mensurar e otimizar a presença da sua empresa no Facebook Marketing Digital de resultado para Médias e Pequenas Empresas Facebook Analytics: Como mensurar e otimizar a presença da sua empresa no Facebook Ferramentas e experimentos para conseguir melhores resultados

Leia mais

Monitoramento de Redes Sociais

Monitoramento de Redes Sociais Monitoramento de Redes Sociais O QlikBrand é uma ferramenta profissional para monitoramento de mídias sociais e o primeiro "Social Mídia Discovery" com Qlikview. Localiza menções nas mídias sociais, interage

Leia mais

Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org

Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org Este documento faz parte do Repositório Institucional do Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org documento inicial Portal do Fórum Social Mundial introdução Entendemos que um site como do Fórum

Leia mais

1. Áudio. Esta seção servirá para o cliente inserir músicas em formato mp3 para que os visitantes do site possam ouvi-las através do site.

1. Áudio. Esta seção servirá para o cliente inserir músicas em formato mp3 para que os visitantes do site possam ouvi-las através do site. 1. Áudio Esta seção servirá para o cliente inserir músicas em formato mp3 para que os visitantes do site possam ouvi-las através do site. 2. Atendimento online Seção destinada para que os visitantes do

Leia mais

Manual para participantes. Sala virtual multiplataforma

Manual para participantes. Sala virtual multiplataforma Sala virtual multiplataforma Informações importantes Antes do evento: Recomendamos que entre na sala virtual que temos aberta ao público, na página principal de nosso site, evitando qualquer tipo de transtorno

Leia mais

Sumário Aspectos Básicos... 3 Como Empresas usam o Facebook... 3 Introdução ao Facebook... 4 Criando um Cadastro... 5 Confirmando E-mail...

Sumário Aspectos Básicos... 3 Como Empresas usam o Facebook... 3 Introdução ao Facebook... 4 Criando um Cadastro... 5 Confirmando E-mail... FACEBOOK Sumário Aspectos Básicos... 3 Como Empresas usam o Facebook... 3 Introdução ao Facebook... 4 Criando um Cadastro... 5 Confirmando E-mail... 8 Características do Facebook... 10 Postagens... 11

Leia mais

Módulo 2 Produção Prof. Pablo de Assis http://pablo.deassis.net.br pablo@deassis.net.br

Módulo 2 Produção Prof. Pablo de Assis http://pablo.deassis.net.br pablo@deassis.net.br Módulo 2 Produção Prof. Pablo de Assis http://pablo.deassis.net.br pablo@deassis.net.br O que é um Podcast? Podcast Áudio Online vs. Rádio na Internet Podcast e Podcasting Mídia e Distribuição Principais

Leia mais

Empresa capixaba de tecnologia lança primeiro construtor de sites do Estado

Empresa capixaba de tecnologia lança primeiro construtor de sites do Estado Empresa capixaba de tecnologia lança primeiro construtor de sites do Estado Por meio do www.webfacil.com.br qualquer usuário de informática é capaz de criar seu próprio site, no domínio que desejar, e

Leia mais

PASSOS INICIAIS PARA CRIAR O SEU NEGÓCIO DIGITAL. Aprenda os primeiros passos para criar seu negócio digital

PASSOS INICIAIS PARA CRIAR O SEU NEGÓCIO DIGITAL. Aprenda os primeiros passos para criar seu negócio digital PASSOS INICIAIS PARA CRIAR O SEU NEGÓCIO DIGITAL Aprenda os primeiros passos para criar seu negócio digital Conteúdo PRIMEIROS PASSOS COM BLOG:... 3 Primeiro:... 3 Segundo:... 4 Terceiro:... 5 Quarto:...

Leia mais

Proposta Revista MARES DE MINAS

Proposta Revista MARES DE MINAS SATIS 2011 Proposta Revista MARES DE MINAS 21/03/2011 A SATIS Índice 1 A Satis 1 A Proposta 1 Serviços 2 Mapa do Site 2 SEO 3 Sistema de gerenciamento de conteudo 4 Cronograma e Prazos 5 Investimento 6

Leia mais

Manual TIM PROTECT BACKUP. Manual do Usuário. Versão 1.0.0. Copyright TIM PROTECT BACKUP 2013. http://timprotect.com.br/

Manual TIM PROTECT BACKUP. Manual do Usuário. Versão 1.0.0. Copyright TIM PROTECT BACKUP 2013. http://timprotect.com.br/ Manual do Usuário Versão 1.0.0 Copyright TIM PROTECT BACKUP 2013 http://timprotect.com.br/ 1 1 Índice 1 Índice... 2 2 TIM PROTECT BACKUP...Erro! Indicador não definido. 3 TIM PROTECT BACKUP Web... 6 3.1

Leia mais

Tópicos Especiais em Informática. Msc. Márcio Alencar

Tópicos Especiais em Informática. Msc. Márcio Alencar Tópicos Especiais em Informática Msc. Márcio Alencar Recursos Certamente, um dos atrativos do chamado e- Learning (ou ensino á distância com uso de ferramentas computacionais/eletrônicas), são os novos

Leia mais

Aline Santos Carlos Augusto Peterson Almeida Rafael Rodrigues Ramon Assis

Aline Santos Carlos Augusto Peterson Almeida Rafael Rodrigues Ramon Assis Aline Santos Carlos Augusto Peterson Almeida Rafael Rodrigues Ramon Assis Marketing Digital Trabalho científico apresentado ao Professor Edvaldo Jr., docente da matéria Marketing Digital, da turma de Produção

Leia mais

CONSTRUÇÃO DE BLOG COM O BLOGGER

CONSTRUÇÃO DE BLOG COM O BLOGGER CONSTRUÇÃO DE BLOG COM O BLOGGER Blog é uma abreviação de weblog, qualquer registro frequênte de informações pode ser considerado um blog (últimas notícias de um jornal online por exemplo). A maioria das

Leia mais

Manual Vivo Sync. Manual do Usuário. Versão 1.0.0. Copyright Vivo 2013. http://vivosync.com.br

Manual Vivo Sync. Manual do Usuário. Versão 1.0.0. Copyright Vivo 2013. http://vivosync.com.br Manual do Usuário Versão 1.0.0 Copyright Vivo 2013 http://vivosync.com.br 1 1 Índice 1 Índice... 2 2 Vivo Sync... 5 3 Vivo Sync Web... 6 3.1 Página Inicial... 6 3.1.1 Novo Contato... 7 3.1.2 Editar Contato...

Leia mais

Plano de Ação para Mídias Sociais: ebook para agências de turismo. Copyright 2015. Agente no Turismo Strategia Consultoria Turística Ltda.

Plano de Ação para Mídias Sociais: ebook para agências de turismo. Copyright 2015. Agente no Turismo Strategia Consultoria Turística Ltda. Plano de Ação para Mídias Sociais: ebook para agências de turismo Copyright 2015 Agente no Turismo Strategia Consultoria Turística Ltda. Todos os direitos reservados. Pode ser compartilhado com conteúdo,

Leia mais

O Blog do Conhecimento (http://blog.df.sebrae.com.br/ugc), desenvolvido pela UGC, é uma

O Blog do Conhecimento (http://blog.df.sebrae.com.br/ugc), desenvolvido pela UGC, é uma MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO BLOG DO CONHECIMENTO APRESENTAÇÃO O Blog do Conhecimento (http://blog.df.sebrae.com.br/ugc), desenvolvido pela UGC, é uma ferramenta de COLABORAÇÃO que tem como objetivo facilitar

Leia mais

Características do jornalismo on-line

Características do jornalismo on-line Fragmentos do artigo de José Antonio Meira da Rocha professor de Jornalismo Gráfico no CESNORS/Universidade Federal de Santa Maria. Instantaneidade O grau de instantaneidade a capacidade de transmitir

Leia mais

Sumário. 1 Tutorial: Blogs no Clickideia

Sumário. 1 Tutorial: Blogs no Clickideia 1 Tutorial: Blogs no Clickideia Sumário Introdução... 2 Objetivos... 2 Instruções para utilização do Tutorial... 2 Acesso ao Portal e a Home Blog... 3 Página Inicial da área do Blog... 4 Apresentação da

Leia mais

Introdução. Pra quem é esse ebook?

Introdução. Pra quem é esse ebook? Introdução Se você está lendo esse ebook é porque já conhece o potencial de resultados que o marketing digital e o delivery online podem trazer para a sua pizzaria. Bem como também deve saber que em pouco

Leia mais

Hábitos de uso e comportamento dos internautas brasileiros em redes sociais

Hábitos de uso e comportamento dos internautas brasileiros em redes sociais Hábitos de uso e comportamento dos internautas brasileiros em redes sociais Março de 2011 @elife_br #elifehabitos O estudo Hábitos de uso e comportamento dos internautas brasileiros em redes sociais buscou

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ SETOR DE EDUCAÇÃO LABORATÓRIO DE CULTURA DIGITAL

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ SETOR DE EDUCAÇÃO LABORATÓRIO DE CULTURA DIGITAL A coordenadoria do projeto Laboratório de Cultura Digital, vinculado ao Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná, torna pública a seleção de equipe para o referido projeto, conforme previsto

Leia mais

MARKETING DIGITAL E E-BUSINESS AULA III ESTRATÉGIAS DO MARKETING DIGITAL PROF. M. SC. JOSUÉ VITOR MBA EM MARKETING ESTRATÉGICO

MARKETING DIGITAL E E-BUSINESS AULA III ESTRATÉGIAS DO MARKETING DIGITAL PROF. M. SC. JOSUÉ VITOR MBA EM MARKETING ESTRATÉGICO MBA EM MARKETING ESTRATÉGICO MARKETING DIGITAL E E-BUSINESS AULA III ESTRATÉGIAS DO MARKETING DIGITAL PROF. M. SC. JOSUÉ VITOR josuevitor16@gmail.com @josuevitor Marketing Digital Como usar a internet

Leia mais

Gerenciando Sua Reputação Online Parte 1

Gerenciando Sua Reputação Online Parte 1 Gerenciando Sua Reputação Online Parte 1 Índice Gerenciando Sua Reputação Online Parte 1 Índice O Que é Gerenciamento da Sua Reputação Online? Como Monitorar Sua Reputação Online O Básico Para Construir

Leia mais

Ações de Interatividade

Ações de Interatividade Ações de Interatividade Fundação Padre Anchieta TV Cultura Julho de 2007 Diário de Bárbara Em agosto de 2007, 14 adolescentes de várias partes do mundo foram convidados a conhecer o Pólo Norte para ver

Leia mais

MÍDIA-EDUCAÇÃO PARA A SUSTENTABILIDADE

MÍDIA-EDUCAÇÃO PARA A SUSTENTABILIDADE usando ferramentas web 2.0 para produzir conteúdo engajado no bio bairro TUTORIAL 2 - COMO USAR O FLICKR http://goo.gl/blmo3 MÍDIA-EDUCAÇÃO PARA A SUSTENTABILIDADE CRIANDO FOTO-HISTÓRIAS NO FLICKR Chamamos

Leia mais

Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org

Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org Este documento faz parte do Repositório Institucional do Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org documento inicial Site preparatório FSM Dacar introdução Neste documento, a Ethymos apresenta uma

Leia mais

O / 4 FAIXA ETÁRIA SEXO 1.5% 0.2% 6.1% 0.2% 13.5% 25.8% 52.6% 407 entrevistas foram realizadas nos dias 27 e 28 de janeiro de 2010. Feminino.

O / 4 FAIXA ETÁRIA SEXO 1.5% 0.2% 6.1% 0.2% 13.5% 25.8% 52.6% 407 entrevistas foram realizadas nos dias 27 e 28 de janeiro de 2010. Feminino. A TERCEIRA EDIÇÃO DA CAMPUS PARTY BRASIL, REALIZADA EM SÃO PAULO ENTRE OS DIAS 25 E 31 DE JANEIRO DE 2010, REUNIU QUASE 100 MIL PARTICIPANTES PARA DISCUTIR AS TENDÊNCIAS DA INTERNET E DAS MÍDIAS DIGITAIS.

Leia mais

Potencialidades Tecnológicas e Educacionais - Parte II

Potencialidades Tecnológicas e Educacionais - Parte II UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA V SEMINÁRIO DE DESENVOLVIMENTO PROFISSIONAL DOCENTE Patric da Silva Ribeiro patricribeiro@unipampa.edu.br Maicon Isoton maiconisoton@gmail.com Potencialidades Tecnológicas

Leia mais

SISTEMÁTICA WEBMARKETING

SISTEMÁTICA WEBMARKETING SISTEMÁTICA WEBMARKETING Breve descrição de algumas ferramentas Sobre o Webmarketing Web Marketing é uma ferramenta de Marketing com foco na internet, que envolve pesquisa, análise, planejamento estratégico,

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE ESCOLA DE ENGENHARIA MBA EM TV DIGITAL, RADIODIFUSÃO E NOVAS E NOVAS MÍDIAS

UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE ESCOLA DE ENGENHARIA MBA EM TV DIGITAL, RADIODIFUSÃO E NOVAS E NOVAS MÍDIAS UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE ESCOLA DE ENGENHARIA MBA EM TV DIGITAL, RADIODIFUSÃO E NOVAS E NOVAS MÍDIAS Trabalho final da disciplina Computadores, Redes, IP e Internet Professor: Walter Freire Aluno:

Leia mais

Facebook Analytics: Como mensurar e otimizar a presença da sua empresa no Facebook

Facebook Analytics: Como mensurar e otimizar a presença da sua empresa no Facebook Marketing Digital de resultado para Médias e Pequenas Empresas Facebook Analytics: Como mensurar e otimizar a presença da sua empresa no Facebook Ferramentas e experimentos para conseguir melhores resultados

Leia mais

SEO PARA INICIANTES Como otimizar um blog Guia passo a passo para fazer o seu blog otimizado e indexado corretamente!

SEO PARA INICIANTES Como otimizar um blog Guia passo a passo para fazer o seu blog otimizado e indexado corretamente! 1 SEO PARA INICIANTES Como otimizar um blog Guia passo a passo para fazer o seu blog otimizado e indexado corretamente! Fórmula Hotmart - www.formulahotmart.com 2 Este ebook pertence: Claudio J. Bueno

Leia mais

Realização e Organização. www.vamaislonge.com.br

Realização e Organização. www.vamaislonge.com.br Realização e Organização www.vamaislonge.com.br Quem somos... Leonardo Alvarenga, tenho 23 anos, sou criador do Não Tenho Ideia e do #VáMaisLonge. Sou formado em Educação Física mas larguei tudo logo após

Leia mais

Guia básico do MARKETING DIGITAL Como atrair e reter clientes na era digital

Guia básico do MARKETING DIGITAL Como atrair e reter clientes na era digital Guia básico do MARKETING DIGITAL Como atrair e reter clientes na era digital digital? Por que sua marca deve investir em marketing + 100 milhões 90 % de internautas no Brasil dos consumidores, ouvem sugestões

Leia mais

@ A expansão da web, que. @ Presença cada vez maior do

@ A expansão da web, que. @ Presença cada vez maior do Mídias Sociais Inteligência coletiva Em 1996, a web (1.0) era predominantemente um ambiente de leitura. Só uma pequena fração do conteúdo era criada pelo usuário; Dez anos depois, duas grandes mudanças:

Leia mais

6 Aplicações Ricas para Internet

6 Aplicações Ricas para Internet 6 Aplicações Ricas para Internet DESENVOLVIMENTO WEB II - 7136 6.1. Evolução das aplicações para web O crescente número de pessoas que usufruem da informatização das tarefas cotidianas, viabilizadas na

Leia mais

Google Hangouts Google Hangouts

Google Hangouts Google Hangouts República Federativa do Brasil Dilma Rousseff Universidade de Brasília Ivan Camargo Decanato de Ensino de Graduação Mauro Rabelo Diretoria de Ensino de Graduação a Distância Nara Pimentel Grupo de Desenvolvimento

Leia mais

Como Criar uma Aula? Na página inicial do Portal do Professor, acesse ESPAÇO DA AULA: Ao entrar no ESPAÇO DA AULA, clique no ícone Criar Aula :

Como Criar uma Aula? Na página inicial do Portal do Professor, acesse ESPAÇO DA AULA: Ao entrar no ESPAÇO DA AULA, clique no ícone Criar Aula : Como Criar uma Aula? Para criar uma sugestão de aula é necessário que você já tenha se cadastrado no Portal do Professor. Para se cadastrar clique em Inscreva-se, localizado na primeira página do Portal.

Leia mais

SEU NEGÓCIO ONLINE EM 4 PASSOS

SEU NEGÓCIO ONLINE EM 4 PASSOS SEU NEGÓCIO ONLINE EM 4 PASSOS A quem se destina este passo-a-passo? Esta instrução passo-a-passo foi criada pensando nos pequenos empreendedores que querem iniciar seu negócio na internet - ou aqueles

Leia mais

Montando um Site. Wordpress

Montando um Site. Wordpress Montando um Site Wordpress O Sistema Wordpress O Wordpress é uma plataforma de vanguarda para publicação pessoal, com foco na estética, nos Padrões Web e na usabilidade. Ao mesmo tempo um software livre

Leia mais

E-Book MKT DE PERFORMANCE

E-Book MKT DE PERFORMANCE E-Book MKT DE PERFORMANCE MKT de Performance O Marketing de Performance é um conjunto de técnicas que permitem mensurar e otimizar o desempenho de um site/ecommerce/landing page e os resultados de ações

Leia mais

Criando e Publicando na Web

Criando e Publicando na Web Criando e Publicando na Web Tudo o que será necessário para criar, desenvolver e publicar o projeto web de seus clientes Outubro, 2008 - UMC por Maike Robert Workshop formado por: Apresentação geral Como

Leia mais

Número de pessoas com acesso à internet passa de 120 milhões

Número de pessoas com acesso à internet passa de 120 milhões MÍDIA KIT INTERNET Número de pessoas com acesso à internet passa de 120 milhões Segundo pesquisa da Nielsen IBOPE, até o 1º trimestre/2014 número 18% maior que o mesmo período de 2013. É a demonstração

Leia mais

MANUAL DO BLOG. Blog IBS

MANUAL DO BLOG. Blog IBS MANUAL DO BLOG Blog IBS Seja bem vindo! O Blog é um website dinâmico, um espaço virtual que usa a internet para compartilhar informações. Por meio do blog você pode publicar textos, opiniões, notícias,

Leia mais

10 métricas para medir o sucesso do seu canal no Youtube. Tudo o que você precisa saber sobre o maior site de compartilhamento de vídeos do mundo.

10 métricas para medir o sucesso do seu canal no Youtube. Tudo o que você precisa saber sobre o maior site de compartilhamento de vídeos do mundo. 10 métricas para medir o sucesso do seu canal no Youtube Tudo o que você precisa saber sobre o maior site de compartilhamento de vídeos do mundo. Maio de 2014 1 Índice Introdução 03 Hábitos e Comportamento

Leia mais

Manual Vivo Sync. Manual do Usuário. Versão 1.0.0. Copyright Vivo 2013. http://vivosync.com.br

Manual Vivo Sync. Manual do Usuário. Versão 1.0.0. Copyright Vivo 2013. http://vivosync.com.br Manual do Usuário Versão 1.0.0 Copyright Vivo 2013 http://vivosync.com.br 1 1 Índice 1 Índice... 2 2 Vivo Sync... 4 3 Vivo Sync Web... 5 3.1 Página Inicial... 5 3.1.1 Novo Contato... 6 3.1.2 Editar Contato...

Leia mais

Apresentação. E-commerce de Sucesso. da plataforma para o seu. www.brasilnaweb.com.br 4003-3312 atendimento@brasilnaweb.com.br

Apresentação. E-commerce de Sucesso. da plataforma para o seu. www.brasilnaweb.com.br 4003-3312 atendimento@brasilnaweb.com.br Apresentação da plataforma para o seu E-commerce de Sucesso www.brasilnaweb.com.br 4003-3312 atendimento@brasilnaweb.com.br Assuntos nessa apresentação: - A loja virtual (acesso dos seus clientes para

Leia mais

Thaísa Fortuni. 15 dicas de Mídias Sociais para Moda. Copyright 2015 - Todos os direitos reservados

Thaísa Fortuni. 15 dicas de Mídias Sociais para Moda. Copyright 2015 - Todos os direitos reservados Thaísa Fortuni Thaísa Fortuni 15 dicas de Mídias Sociais para Moda Copyright 2015 - Todos os direitos reservados Sobre Thaísa Fortuni Publicitária por formação, escritora e empreendora digital. Trabalha

Leia mais

1. Objetivo do Projeto

1. Objetivo do Projeto PROPOSTA DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS VISNET - INTERNET E COMUNICAÇÃO Desenvolvimento de Site para CDL 1. Objetivo do Projeto O CDL Online é o mais novo sistema interativo especialmente projetado para criar

Leia mais

Manual do Usuário Nextel Cloud. Manual do Usuário. Versão 1.0.1. Copyright Nextel 2014. http://nextelcloud.nextel.com.br

Manual do Usuário Nextel Cloud. Manual do Usuário. Versão 1.0.1. Copyright Nextel 2014. http://nextelcloud.nextel.com.br Manual do Usuário Versão 1.0.1 Copyright Nextel 2014 http://nextelcloud.nextel.com.br 1 1 Nextel Cloud... 3 2 Instalação do Nextel Cloud... 4 3 Configuração e uso dos componentes Nextel Cloud... 7 3.1

Leia mais

O guia completo para uma presença. online IMBATÍVEL!

O guia completo para uma presença. online IMBATÍVEL! O guia completo para uma presença online IMBATÍVEL! Sumário Introdução 3 Capítulo 1 - Produção de Conteúdo: Por que e Como produzir 5 Capítulo 2 - Distribuição e Divulgação 8 Capítulo 3 - Monitoramento

Leia mais

Como criar um formulário de pesquisa usando o Google Drive

Como criar um formulário de pesquisa usando o Google Drive 25/09/2013 07h25 - Atualizado em 25/09/2013 07h43 Como criar um formulário de pesquisa usando o Google Drive por EDIVALDO BRITO Para o TechTudo 1 comentário Se você precisa fazer alguma pesquisa de um

Leia mais

Manual Backup Online. Manual do Usuário. Backup Online. Versão 1.0.1. Copyright GVT 2014. https://backuponlinegvt.com.br

Manual Backup Online. Manual do Usuário. Backup Online. Versão 1.0.1. Copyright GVT 2014. https://backuponlinegvt.com.br Manual do Usuário Backup Online Versão 1.0.1 Copyright GVT 2014 https://backuponlinegvt.com.br 1 1 Backup Online... Erro! Indicador não definido. 2 Instalação do Backup Online... 4 3 Configuração e uso

Leia mais

Manual do Usuário Nextel Cloud. Manual do Usuário. Versão 1.0.0. Copyright Nextel 2014. http://nextelcloud.nextel.com.br

Manual do Usuário Nextel Cloud. Manual do Usuário. Versão 1.0.0. Copyright Nextel 2014. http://nextelcloud.nextel.com.br Manual do Usuário Versão 1.0.0 Copyright Nextel 2014 http://nextelcloud.nextel.com.br 1 Nextel Cloud... 4 2 Nextel Cloud Web... 5 2.1 Página Inicial... 6 2.1.1 Meu Perfil... 7 2.1.2 Meu Dispositivo...

Leia mais

Manual do Google agenda. criação e compartilhamento de agendas

Manual do Google agenda. criação e compartilhamento de agendas Manual do Google agenda criação e compartilhamento de agendas 1 O que é o Google Agenda? Google Agenda é um serviço de agenda on line gratuito do Google, onde você pode anotar compromissos e tarefas, organizando

Leia mais

Manual de utilização do Portal Entrelace.org.br. William Oyama www.evisionbrasil.com.br

Manual de utilização do Portal Entrelace.org.br. William Oyama www.evisionbrasil.com.br Manual de utilização do Portal Entrelace.org.br William Oyama www.evisionbrasil.com.br Índice do tutorial 1 Portal entrelace.obr.br 2- Painel Administrativo 3- Informações Restritas 4- Acervo 5- Notícias

Leia mais

Tutorial USERADM. Inserindo conteúdos no site

Tutorial USERADM. Inserindo conteúdos no site Tutorial USERADM Inserindo conteúdos no site Como acessar o Administrador de Conteúdos do site? 1. Primeiramente acesse o site de sua instituição, como exemplo vamos utilizar o site da Prefeitura de Aliança-TO,

Leia mais

APRESENTAÇÃO COMERCIAL. www.docpix.net

APRESENTAÇÃO COMERCIAL. www.docpix.net APRESENTAÇÃO COMERCIAL www.docpix.net QUEM SOMOS Somos uma agência digital full service, especializada em desenvolvimento web, de softwares e marketing online. A Docpix existe desde 2010 e foi criada com

Leia mais

Breve história das mídias sociais. Os primórdios. Outros influenciadores

Breve história das mídias sociais. Os primórdios. Outros influenciadores Breve história das mídias sociais Facebook, Twitter, Orkut, YouTube sim, conhecemos todos esses nomes que estão presentes em nosso dia a dia, seja para entretenimento e informação ou para uso profissional.

Leia mais

Manual do usuário do Portal Gemas da Terra

Manual do usuário do Portal Gemas da Terra Rede Gemas da Terra de Telecentros Rurais Manual do usuário do Portal Gemas da Terra Versão 1.0 Agosto de 2006. Rede Gemas da Terra de Telecentros Rurais Transferindo Poder para as Comunidades Rurais Através

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA PRÓ REITORIA DE EXTENSÃO E ASSUNTOS COMUNITÁRIOS

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA PRÓ REITORIA DE EXTENSÃO E ASSUNTOS COMUNITÁRIOS UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA PRÓ REITORIA DE EXTENSÃO E ASSUNTOS COMUNITÁRIOS INCUBADORA DE EMPREENDIMENTOS SOLIDÁRIOS PROJETO TELECENTROS COMUNITÁRIOS SOFTWARE DE APRESENTAÇÃO POWER POINT IMPRESS PREZI

Leia mais

COMO CRIAR UM SITE. SITE: Http://www.sitecaseiro.com.br Twitter: @SITECASEIRO_BR

COMO CRIAR UM SITE. SITE: Http://www.sitecaseiro.com.br Twitter: @SITECASEIRO_BR COMO CRIAR UM SITE Este e-book é derivado de um sucesso de um site pequeno, cujo o dono que é uma pessoa simples e fanática por tecnologia resolveu publicar um e-book com o assunto que ele mais gosta e

Leia mais

Apostila de. WordPress. Gustavo Teixeira da Cunha Coelho Henrique Gemignani Passos Lima. 13 de maio de 2013. Primeira Edição RC2

Apostila de. WordPress. Gustavo Teixeira da Cunha Coelho Henrique Gemignani Passos Lima. 13 de maio de 2013. Primeira Edição RC2 Apostila de WordPress Gustavo Teixeira da Cunha Coelho Henrique Gemignani Passos Lima 13 de maio de 2013 Primeira Edição RC2 Copyright (C) 2013 USPGameDev A edição mais recente pode ser encontrada em:

Leia mais

Manual Backup Online. Manual do Usuário. Versão 1.0.1. Copyright Backup Online 2014. https://backuponlinegvt.com.br

Manual Backup Online. Manual do Usuário. Versão 1.0.1. Copyright Backup Online 2014. https://backuponlinegvt.com.br Manual Backup Online Manual do Usuário Versão 1.0.1 Copyright Backup Online 2014 https://backuponlinegvt.com.br 1 Manual Backup Online 1 Índice 1 Índice... 2 2 Backup Online...Erro! Indicador não definido.

Leia mais

Plataforma de cidades

Plataforma de cidades Plataforma de cidades 20 de agosto de 2010 Plataforma Cidades Sustentáveis Lançamento: 21 de julho de 2010 O que é? Banco de boas práticas de sustentabilidade urbana em vigência em diversas cidades no

Leia mais

Porque as mulheres seguem empresas no Twitter?

Porque as mulheres seguem empresas no Twitter? Porque as mulheres seguem empresas no Twitter? Metodologia Entrevistas com amostra de usuárias brasileiras de internet via questionário online. A pesquisa foi realizada com 737 mulheres com idade entre

Leia mais

ÍNDICE... 2 INTRODUÇÃO... 3. A série... 3

ÍNDICE... 2 INTRODUÇÃO... 3. A série... 3 WORD 2007 E 2010 ÍNDICE ÍNDICE... 2 INTRODUÇÃO... 3 A série... 3 01 CAPTURAS DE TELA WORD 2010... 3 02 IMAGENS 2007/2010... 5 03 NOTAS DE RODAPÉ... 13 04 NUMERAÇÃO DE PÁGINAS... 15 05 CONTAR PALAVRAS...

Leia mais

Manual do Aluno Moodle

Manual do Aluno Moodle Manual do Aluno Moodle Site: Moodle PUCRS Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul Curso: Moodle PUCRS Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul Livro: Manual do Aluno Moodle Impresso

Leia mais

Manual do Painel Administrativo

Manual do Painel Administrativo Manual do Painel Administrativo versão 1.0 Autores César A Miggiolaro Marcos J Lazarin Índice Índice... 2 Figuras... 3 Inicio... 5 Funcionalidades... 7 Analytics... 9 Cidades... 9 Conteúdo... 10 Referência...

Leia mais

REDES SOCIAIS. Profº Thiago Arantes

REDES SOCIAIS. Profº Thiago Arantes REDES SOCIAIS Profº Thiago Arantes Todos os direitos reservados - IAB 2014 - Conforme estipulado no Termo de Uso, todo conteúdo ora disponibilizado é de titularidade exclusiva do IAB ou de terceiros parceiros

Leia mais

Tabela de Preços Sugeridos

Tabela de Preços Sugeridos WEBSITE Estrutura básica Área institucional Área estática: quem somos, o que fazemos, onde estamos etc. Área de contato E-mail, telefone, formulário etc. Área core Gerenciador de conteúdo para cadastro

Leia mais

Portal Contador Parceiro

Portal Contador Parceiro Portal Contador Parceiro Manual do Usuário Produzido por: Informática Educativa 1. Portal Contador Parceiro... 03 2. Acesso ao Portal... 04 3. Profissionais...11 4. Restrito...16 4.1 Perfil... 18 4.2 Artigos...

Leia mais

JORNAL DIÁRIO DA CONSTRUÇÃO CIVIL DO PARÁ www.diariodaconstrucao.com.br

JORNAL DIÁRIO DA CONSTRUÇÃO CIVIL DO PARÁ www.diariodaconstrucao.com.br PROPOSTA DE PROPAGANDA - ANUNCIE NO JDC Apresentação de Plano de Publicidade Online no Site O JORNAL DIÁRIO DA CONSTRUÇÃO CIVIL DO PARÁ atende com o nome de JDC, porque é uma empresa que tem como sua atividade

Leia mais

Thursday, October 18, 12

Thursday, October 18, 12 O Site Legado do IFP é uma comunidade online e global dos ex-bolsistas do programa. É um recurso e um lugar para você publicar notícias profissionais, recursos e teses para a comunidade global do IFP,

Leia mais

apresentação de serviços

apresentação de serviços apresentação de serviços Nos últimos 50 anos a humanidade gerou mais informações do que em toda sua história anterior. No mercado corporativo, o bom gerenciamento de informações é sinônimo de resultados.

Leia mais

DICAS INCRÍVEIS PARA VOCÊ VENDER MAIS NESTE NATAL!

DICAS INCRÍVEIS PARA VOCÊ VENDER MAIS NESTE NATAL! 10 DICAS INCRÍVEIS PARA VOCÊ VENDER MAIS NESTE NATAL! por: Hodney Fernandes Vesano Mídia Marketing O que você encontrará neste Guia? Este guia irá lhe ensinar algumas das técnincas mais eficazes para fazer

Leia mais

E-BOOK LINK DE OURO. DE: IMPÉRIO DO PTC PARA VOCÊ: CLICADOR Espalhe este ELO juntando-se ao nosso Grupo: IMPÉRIO DO PTC!

E-BOOK LINK DE OURO. DE: IMPÉRIO DO PTC PARA VOCÊ: CLICADOR Espalhe este ELO juntando-se ao nosso Grupo: IMPÉRIO DO PTC! E-BOOK LINK DE OURO DE: IMPÉRIO DO PTC PARA VOCÊ: CLICADOR Espalhe este ELO juntando-se ao nosso Grupo: IMPÉRIO DO PTC! (E-Book Link de Ouro! Mais um produto Império do PTC) Apresentação: Aqui você irá

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PELOTAS CENTRO DE LETRAS E COMUNICAÇÃO CURSO DE JORNALISMO TUTORIAL

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PELOTAS CENTRO DE LETRAS E COMUNICAÇÃO CURSO DE JORNALISMO TUTORIAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PELOTAS CENTRO DE LETRAS E COMUNICAÇÃO CURSO DE JORNALISMO TUTORIAL www.blogger.com Autor: Calvin da Silva Cousin Orientação: Profª Drª Sílvia Porto Meirelles Leite SUMÁRIO 1. O

Leia mais

História Diferenciações Assessoria o que é? Estrutura Comunicação x Imprensa Papéis e funções Planejamento Conteúdo Processamento interno x externo

História Diferenciações Assessoria o que é? Estrutura Comunicação x Imprensa Papéis e funções Planejamento Conteúdo Processamento interno x externo Morgana Hamester História Diferenciações Assessoria o que é? Estrutura Comunicação x Imprensa Papéis e funções Planejamento Conteúdo Processamento interno x externo Contexto atual Modelização digital contemporaneidade;

Leia mais

MANUAL DE TRANSMISSÃO AO VIVO DO JUNTO E MIXADO UTILIZANDO SERVIDOR DEDICADO DE STREAMING

MANUAL DE TRANSMISSÃO AO VIVO DO JUNTO E MIXADO UTILIZANDO SERVIDOR DEDICADO DE STREAMING Junto e Mixado Cultura DJ, Música e Informação MANUAL DE TRANSMISSÃO AO VIVO DO JUNTO E MIXADO UTILIZANDO SERVIDOR DEDICADO DE STREAMING 1. SOBRE O JUNTO E MIXADO 26 de setembro de 2014 Por CleverDJ O

Leia mais

Software Livre e Redes Sociais. Prof. Alexandro Silva

Software Livre e Redes Sociais. Prof. Alexandro Silva Software Livre e Redes Sociais Prof. Alexandro Silva Alexandro Silva penguim.wordpress.com Hacker Professor da Graduação e Pós-Graduação da Unijorge Atua no mercado OpenSource a mais de 10 anos Membro

Leia mais

APOSTILA BÁSICA INFORMÁTICA: 1. PROCESSADOR DE TEXTOS 1.1 Conhecendo o aplicativo Word 2007 2.EDITOR DE PLANILHAS

APOSTILA BÁSICA INFORMÁTICA: 1. PROCESSADOR DE TEXTOS 1.1 Conhecendo o aplicativo Word 2007 2.EDITOR DE PLANILHAS APOSTILA BÁSICA INFORMÁTICA: 1. PROCESSADOR DE TEXTOS 1.1 Conhecendo o aplicativo Word 2007 2.EDITOR DE PLANILHAS 3.INTERNET 3.1. Internet: recursos e pesquisas 3.2. Conhecendo a Web 3.3. O que é um navegador?

Leia mais

Social Media. Criação Personalização Gerenciamento.

Social Media. Criação Personalização Gerenciamento. Criação Personalização Gerenciamento. A Cafuné Design trabalha com as principais mídias e plataformas digitais do momento: Facebook, Twiiter, Instagram, Youtube e LinkedIn. Novas ferramentas de mídia social

Leia mais