UNIVERSIDADE POSITIVO ESPECIALIZAÇÃO EM BUSINESS INTELLIGENCE IMPLEMENTAÇÃO BI OPEN SOURCE

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "UNIVERSIDADE POSITIVO ESPECIALIZAÇÃO EM BUSINESS INTELLIGENCE IMPLEMENTAÇÃO BI OPEN SOURCE"

Transcrição

1 UNIVERSIDADE POSITIVO ESPECIALIZAÇÃO EM BUSINESS INTELLIGENCE IMPLEMENTAÇÃO BI OPEN SOURCE CURITIBA 2013

2 EDUARDO PHILIPPI ELTON HARRISSON ESTEFANSKI Implementação BI Open Source Trabalho de Conclusão de Curso apresentado ao Curso de Especialização em Business Intelligence da Universidade Positivo. Orientador: Leandro Henrique Souza. CURITIBA 2013

3 SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO METODOLOGIA LISTA DE EMPRESAS QUE USAM PENTAHO NO BRASIL PLANO DE PROJETO VISÃO GERAL DO PROJETO OBJETIVO DO PROJETO PROCESSO DE GERENCIAMENTO DO PROJETO DETALHAMENTO DAS FASES INICIAÇÃO ENTENDIMENTO DO MODELO DE NEGOCIO DA EMPRESA Entender a necessidade do cliente ANÁLISE DA SUA VIABILIDADE Vender a ideia - Retorno/Benefícios (Custo / Tempo) Levantamento de Recursos (Sw da empresa) PLANEJAMENTO DEFINIÇÃO DETALHADA DE REQUISITOS Mapeamento dos dados do sistema HW's para Desenvolvimento EXECUÇÃO ANÁLISE Definições das Visões de Negócios IMPLANTACAO SERVIDOR Configuração do Servidor IMPLANTACAO - BANCO DE DADOS Banco de Dados SGDB (MySQL) DESENVOLVIMENTO MODELAGEM Modelagem Star Schema DESENVOLVIMENTO - ETL e DW Pentaho Data Integration (PDI ou Kettle) DESENVOLVIMENTO METADADOS Pentaho Metadata Editor (PME) DESENVOLVIMENTO - CUBOS OLAP III

4 Pentaho Schema Workbench (PSW ou Mondrian) DESENVOLVIMENTO - VISOES RELATÓRIOS Pentaho Report Designer (PRD) Pentaho Reporting DESENVOLVIMENTO - VISOES ANALITICAS Analysis View Saiku Analytics OpenI Olap Data Visualization TESTE Testa a Aplicação Corrige Erros Pequenos Ajustes IMPLANTAÇÃO Qualificar Funcionários Treinamentos Mudança nas Atividades e Cultura MONITORAMENTO E CONTROLE SUPORTE Acompanhamento Alterações e Mudanças Feedback ENCERRAMENTO FINALIZAÇÃO Conclusão do Projeto Novos Contratos para Manutenção APRENDIZADOS CONCLUSÃO IV

5 ÍNDICE DE ILUSTRAÇÃO FIGURA 01 GRÁFICO DE ESTÁTICAS COMPARATIVAS DE TENDÊNCIA11 FIGURA 02 GRÁFICO DE TERMOS MAIS PROCURADOS COM A PALAVRA: PENTAHO FIGURA 03 GRÁFICO DE TERMOS MAIS PROCURADOS COM A PALAVRA: BUSINESS OBJECTS FIGURA 04 GRÁFICO DE TERMOS MAIS PROCURADOS COM A PALAVRA: COGNOS FIGURA 05 GRÁFICO DE TERMOS MAIS PROCURADOS COM A PALAVRA: HYPERION FIGURA 06 TABELA COM DEPOIMENTOS SOBRE PENTAHO FIGURA 07 WBS FIGURA 08 DESCRIÇÃO DAS FASES FIGURA 09 MODELO RELACIONAL DA EMPRESA FIGURA 10 IMPLANTACAO - SERVIDOR FIGURA 10.1 IMPLANTACAO - SERVIDOR FIGURA 10.2 IMPLANTACAO - SERVIDOR FIGURA 10.3 IMPLANTACAO - SERVIDOR FIGURA 11 IMPLANTACAO - BANCO DE DADOS FIGURA 11.1 IMPLANTACAO - BANCO DE DADOS FIGURA 11.2 IMPLANTACAO - BANCO DE DADOS FIGURA 11.3 IMPLANTACAO - BANCO DE DADOS FIGURA 11.4 IMPLANTACAO - BANCO DE DADOS FIGURA 11.5 IMPLANTACAO - BANCO DE DADOS FIGURA 11.6 IMPLANTACAO - BANCO DE DADOS FIGURA 11.7 IMPLANTACAO - BANCO DE DADOS FIGURA 11.8 IMPLANTACAO - BANCO DE DADOS FIGURA 11.9 IMPLANTACAO - BANCO DE DADOS FIGURA IMPLANTACAO - BANCO DE DADOS FIGURA IMPLANTACAO - BANCO DE DADOS FIGURA IMPLANTACAO - BANCO DE DADOS FIGURA IMPLANTACAO - BANCO DE DADOS FIGURA IMPLANTACAO - BANCO DE DADOS V

6 FIGURA 12 MODELAGEM STAR SCHEMA FIGURA 13 JOB AUTOMATIZAÇÃO DAS ELT`S FIGURA 13.1 ETL001 - CARGA INICIAL (TB_CLIENTE) FIGURA 13.2 ETL002 - CARGA INICIAL (TB_FUNCIONARIO) FIGURA 13.3 ETL003 - CARGA INICIAL (TB_PRODUTO) FIGURA 13.4 ETL004 - CARGA INICIAL (TB_VENDA) FIGURA 13.5 ETL005 - CARGA INICIAL (TB_ORCAMENTO) FIGURA 13.6 ETL006 - CARGA INICIAL (TB_ITEM_ORCAMENTO) FIGURA 13.7 ETL007 - UPDATE NA FATO FIGURA 13.8 ETL008 - UPDATE NA FATO FIGURA 13.9 ETL009 - DESMEMBRAR A MÉTRICA VE_DESCONTO FIGURA ETL010 UPDATE NA FATO FIGURA ETL011 CARGA INICIAL DA DIMENSÃO TEMPO FIGURA 14 DESENVOLVIMENTO METADADOS (PME) FIGURA 14.1 CONEXÃO (PME) FIGURA 14.2 IMPORTANDO TABELAS FIGURA 14.3 CONFIGURAÇÃO STAR SCHEMA FIGURA 14.4 CONEXÀO FÍSICA E DE NEGOCIO/METADADOS FIGURA 14.5 EXIBIR CAMPOS OCULTOS FIGURA 14.6 CONFIGURAÇÃO DE TIPO DE VARIÁVEL FIGURA 14.7 CRIANDO UM CAMPO CALCULADO FIGURA 14.8 CRIANDO PADRÕES GLOBAIS PARA APLICAR MASCARAS FIGURA 14.9 CRIANDO PADRÕES GLOBAIS PARA APLICAR MASCARAS FIGURA CRIANDO PADRÕES GLOBAIS PARA APLICAR MASCARAS FIGURA CRIANDO PADRÕES GLOBAIS PARA APLICAR MASCARAS FIGURA CRIANDO PADRÕES GLOBAIS PARA APLICAR MASCARAS FIGURA CRIANDO PADRÕES GLOBAIS PARA APLICAR MASCARAS FIGURA 15 PUBLICANDO NO SERVIDOR VI

7 FIGURA 15.1 CONEXÃO EM PENTAHO ADMINISTRATION FIGURA 15.2 CONFIGURANDO PUBLICAÇÃO FIGURA 15.3 MODELO DISPONÍVEL PARA CONSULTA FIGURA 16 DESENVOLVIMENTO - CUBOS OLAP FIGURA 16.1 NOVO SCHEMA FIGURA 16.2 SALVANDO O XML FIGURA 16.3 CRIANDO UM CUBO FIGURA 16.4 INCLUINDO A TABELA FATO FIGURA 16.5 INCLUINDO A DIMENSÃO PERÍODO FIGURA 16.6 CRIADO A HIERARQUIA PERÍODO FIGURA 16.7 INCLUINDO A TABELA TB_DIM_TEMPO FIGURA 16.8 CRIANDO O NÍVEL ANO FIGURA 16.9 ADICIONANDO UMA MEDIDA FIGURA INCLUINDO OS OUTROS NÍVEIS NA HIERARQUIA PERÍODO FIGURA INCLUINDO A DIMENSÃO PRODUTO, ORÇAMENTO E MÉTRICA VALOR FIGURA PUBLICANDO FIGURA PUBLICANDO FIGURA PUBLICANDO FIGURA PUBLICANDO FIGURA PUBLICANDO FIGURA 17 DESENVOLVIMENTO - VISOES RELATÓRIOS (PRD) FIGURA 17.1 WIZARD FIGURA 17.2 CONEXÃO FIGURA 17.3 CONEXÃO FIGURA 17.4 CRIANDO A QUERY PARA RECUPERAR DADOS FIGURA 17.5 EDITOR DE QUERYS FIGURA 17.6 EDITOR DE QUERYS FIGURA 17.7 CRIANDO O LAYOUT DO RELATÓRIO FIGURA 17.8 CRIANDO O LAYOUT DO RELATÓRIO FIGURA 17.9 CRIANDO O LAYOUT DO RELATÓRIO FIGURA CRIANDO O LAYOUT DO RELATÓRIO FIGURA CRIANDO O LAYOUT DO RELATÓRIO VII

8 FIGURA CRIANDO O LAYOUT DO RELATÓRIO FIGURA RESULTADO FIGURA EDIÇÃO FIGURA SALVANDO FIGURA PUBLICANDO FIGURA PUBLICANDO FIGURA PUBLICANDO FIGURA RESULTADO NO PUC FIGURA 18 CRIANDO RELATÓRIOS PELO PUC FIGURA 18.1 ESCOLHENDO O PACOTE FIGURA 18.2 CONFIGURANDO OS GRUPOS E OS DETALHES FIGURA 18.3 ALTERANDO MASCARAS E TIPO DE AGREGAÇÃO FIGURA 18.4 CONFIGURANDO CABEÇALHO E RODAPÉ FIGURA 18.5 RESULTADO FINAL FIGURA 19 - CRIANDO CUBOS OLAP NO PUC COM JPIVOT FIGURA ESCOLHENDO OS FATOS E AS DIMENSÕES NO JPIVOT FIGURA MODELOS DE GRAFICOS NO JPIVOT FIGURA CONFIGURAÇÃO GRAFICA NO JPIVOT FIGURA RESULTADO NO JPIVOT FIGURA 20 - CRIANDO CUBOS OLAP NO PUC COM SAIKU FIGURA ESCOLHENDO OS FATOS E AS DIMENSÕES NO SAIKU 75 FIGURA TIPOS DE GRAFICOS NO SAIKU FIGURA EXEMPLO GRAFICO SAIKU FIGURA EXEMPLO GRAFICO SAIKU FIGURA EXEMPLO GRAFICO SAIKU FIGURA 21 - CRIANDO CUBOS OLAP NO PUC COM OPENI OLAP FIGURA ESCOLHENDO OS FATOS E AS DIMENSÕES NO OPENI 77 FIGURA TIPOS DE GRAFICOS NO OPENI FIGURA EXEMPLO GRAFICO OPENI FIGURA EXEMPLO GRAFICO OPENI FIGURA EXEMPLO GRAFICO OPENI VIII

9 1. INTRODUÇÃO Hoje muito se fala em BI (Business Intelligence), conceito que se tornou generalizado no mundo dos negócios, a ideia é transformar dados em informação e informação em conhecimento, possibilitando controle e autonomia para tomada de decisões de forma ágil e assertiva. A tecnologia é indispensável neste processo, existem hoje no mercado diferentes soluções pagas de BI que se propõem a ajudar as empresas a tomar as decisões mediante dados recolhidos pelos diversos sistemas de informação, as mais conhecidas são: SAP Business Object, IBM Cognos, Oracle Hyperion, porém o custo para a implementação é elevado. 9

10 2. METODOLOGIA O objetivo deste trabalho é implantar uma solução de BI de baixo custo utilizando uma ferramenta Open Source. A plataforma escolhida foi a Pentaho por englobar todas as fases de um BI, o Pentaho é um projeto desenvolvido na linguagem Java e existe em duas versões, Pentaho Community Edition (CE) e Pentaho Enterprise Edition (EE), a primeira tem suporte da comunidade Pentaho, a segunda versão é comercial e possui suporte da empresa Pentaho. Para esboçar o quanto o Pentaho está sendo procurado usamos o Google Trends para extrair estatísticas comparativas de tendência, podemos ver a crescente busca pela palavra Pentaho comparada com as ferramentas pagas nos últimos anos, na analise as palavras usadas foram: pentaho, cognos, hyperion, business object. (Os números no gráfico refletem o número de pesquisas efetuadas para um determinado termo, em relação ao número total de pesquisas efetuadas no Google ao longo do tempo. Não representam os números absolutos referentes ao volume de pesquisa, porque os dados são normalizados e apresentados numa escala de 0 a 100. Cada ponto no gráfico é dividido pelo ponto mais elevado, ou 100. Quando não temos dados suficientes, é apresentado o número 0. Os números junto aos termos de pesquisa acima do gráfico são resumos ou totais.) Fonte: https://support.google.com/trends/answer/87285?hl=pt- BR&ref_topic=

11 FIGURA 01 GRÁFICO DE ESTÁTICAS COMPARATIVAS DE TENDÊNCIA Fonte: %2C%20%20cognos%2C%20%20hyperion&cmpt=q FIGURA 02 GRÁFICO DE TERMOS MAIS PROCURADOS COM A PALAVRA: PENTAHO Fonte: object%2c%20%20cognos%2c%20%20hyperion&cmpt=q 11

12 FIGURA 03 GRÁFICO DE TERMOS MAIS PROCURADOS COM A PALAVRA: BUSINESS OBJECTS Fonte: object%2c%20%20cognos%2c%20%20hyperion&cmpt=q 12

13 FIGURA 04 GRÁFICO DE TERMOS MAIS PROCURADOS COM A PALAVRA: COGNOS Fonte: %2C%20%20cognos%2C%20%20hyperion&cmpt=q 13

14 FIGURA 05 GRÁFICO DE TERMOS MAIS PROCURADOS COM A PALAVRA: HYPERION Fonte: object%2c%20%20cognos%2c%20%20hyperion&cmpt=q 2.1. LISTA DE EMPRESAS QUE USAM PENTAHO NO BRASIL Empresas que usam o Pentaho dentro de algum nível da sua organização, por Marcio Junior Vieira Diretor de Tecnologia da Ambiente Livre (Publicado em 10 de maio de 2013). Nenhuma informação das descritas foi adquirida por trabalhos realizados nestas empresas e sim por conversar com desenvolvedores que trabalham nestas empresas e relataram o uso de algum componente da suite ou palestras e eventos que apresentaram cases. Bancos e Instituições Financeiras o Caixa Econômica Federal o Banco do Brasil 14

15 Usinas Hidroelétricas o Itaipu Binacional Outras Instituições de Governo o Senado Federal o Serpro o Correios (iniciando) o SESI e Federação das Indústrias o Prodeb o Tecpar o Exercito Brasileiro o Ministério das Comunicações o CGU o Governo do Estado do Rio de Janeiro Transporte o Viação 1001 Indústria e Distribuidores Alimentícios o MDias Branco Prefeituras o Prefeitura Municipal de Fortaleza Empresas e Entidades de Saúde o Secretaria de Saúde de Goias o SESPA Secretária Estadual de Saúde do Pará. Empresas de Telecomunicações o GVT Indústria Automotiva o Renault Mídias de Rádio, TV, Internet. 15

16 o Globo.com Universidades o UFBA o UFPR o CAPES Fonte: FIGURA 06 TABELA COM DEPOIMENTOS SOBRE PENTAHO Alguns depoimentos extraídos da página do pentaho A maior rede de ATM na Argentina Nós substituímos nossa arquitetura rígida para uma solução flexível com Pentaho Data Integration permitindo o processamento de mais fontes, mais volume e mais facilmente. Estamos muito satisfeitos com Datalytics e sua implementação especializada de Pentaho Programa de ação social que visa erradicar o trabalho infantil na América Latina Pentaho Business Analytics permite Fundación Telefónica e seus parceiros para gerir o programa de forma mais eficiente e ajuda as assistentes sociais a tomar medidas mais específicas para erradicar o trabalho infantil. Top alemã navegador desenvolvedora de jogos No Travian Games experimentamos diariamente com inovações jogo de browser, com o objetivo de definir as novas tendências de jogos para o futuro. Pentaho Business Analytics nos ajuda a dar sentido e tirar conclusões a partir do enorme volume de jogos de dados que fluem para o nosso negócio a cada dia e garante que ganhar o máximo de benefício possível a partir deste ativo altamente valioso. DELL Através da nossa relação com a Pentaho, as empresas podem agora tirar partido de uma plataforma líder para análise de negócios Hadoop e integração de dados, como uma parte da Dell Apache Hadoop Solution, com servidores Dell, software e recursos de rede facilmente e rapidamente implantar um fim-solução de ponta para grandes análises de dados, disse John Igoe, Diretor Executivo do soluções de nuvem da Dell." As organizações podem começar a resolver desafios de negócios por meio da análise de dados, com acesso a serviços de treinamento e Pentaho. Fonte: 16

17 3. PLANO DE PROJETO Este projeto tem como objetivo a criação de um BI para a empresa Bunese considerando as seguintes fases: Configuração de banco de dados, Modelagem Dimensional, ETL, Metadados, Geração de cubos olap e relatórios. Como ferramenta de BI será utilizada a suíte Pentaho Opensource e banco de dados MySql VISÃO GERAL DO PROJETO A empresa Bunese é uma micro empresa de pequeno porte que atua no ramo de metalúrgica e projetos arquitetônicos. Hoje a empresa conta com pouco mais de 20 colaboradores e está atuando desde A empresa Bunese faz vendas pela web e loja física, onde o cliente pode solicitar um orçamento diretamente pelo site ou indo ao show room da empresa. Após solicitar o orçamento o arquiteto vai ao local onde o cliente deseja o projeto e realiza todos os estudos e medições necessárias, após 2 dias o cliente é informado do seu orçamento. Com isso se faz necessário acompanhar indicadores estratégicos assim como gerar relatórios diários, para gerar relatórios todas as informações são extraídas diretamente do banco transacional o que gera lentidão no banco assim como falta de agilidade por parte dos analistas em responder as demandas por informação OBJETIVO DO PROJETO Utilizando o banco de dados transacional da empresa Metalúrgica Bunese implantar uma solução Pentaho BI opensource considerando cada ponto: ETL (Pentaho Data Integration Kettle PDI ); Data Warehouse (banco de dados MySQL); Servidor Pentaho Business Intelligence Server (Pentaho Administrator Console 'PAC'); Pentaho User Console ('PUC'); 17

18 Metadados (Pentaho MetaData Editor PME ); Relatórios (Pentaho Report Designer - 'PRD'); Cubos OLAP (Pentaho Analysis - 'Mondrian'); Dashboards (Pentaho Design Studio) PROCESSO DE GERENCIAMENTO DO PROJETO As atividades e tarefas do projeto devem ser corretamente analisadas e controladas para que este seja bem sucedido. As atividades devem ser divididas, os riscos precisam ser avaliados, os custos calculados, o tempo deve ser calculado, os requisitos necessários devem ser levantados e assim por diante como será demonstrado nos tópicos a seguir DETALHAMENTO DAS FASES Na figura 2 é apresentado a WBS do Projeto, em seguida na tabela 6 é apresentado à descrição das fases. 18

19 INICIAÇÃO FIGURA 07 WBS ENTENDIMENTO DO MODELO DE NEGOCIO DA EMPRESA ANÁLISE DA SUA VIABILIDADE Entender a necessidade do cliente Vender a idéia - Retorno/Benefícios (Custo / Tempo) Levantamento de Recursos (Sw da empresa) PLANEJAMENTO DEFINIÇÃO DETALHADA DE REQUISITOS Mapeamento dos dados dos sistema HW's para Desenvolvimento ANÁLISE Definições das Visões de Negócios IMPLANTACAO - SERVIDOR Configuração do Servidor e suite Pentaho IMPLANTACAO - BANCO DE DADOS Banco de Dados SGDB (MySQL) DESENVOLVIMENTO - MODELAGEM Modelagem Star Schema DESENVOLVIMENTO - ETL e DW Pentaho Data Integration (PDI ou Kettle) DESENVOLVIMENTO - METADADOS Pentaho Metadata Editor (PME) DESENVOLVIMENTO - CUBOS OLAP Pentaho Schema Workbench (PSW ou Mondrian) Projeto BI EXECUÇÃO DESENVOLVIMENTO - VISOES RELATÓRIOS Pentaho Report Designer (PRD) Pentaho Reporting Analysis View DESENVOLVIMENTO - VISOES ANALITICAS Saiku Analytics OpenI Olap Data Visualization Testa a Aplicação TESTE Corrige Erros Pequenos Ajustes IMPLANTAÇÃO Qualificar Funcionários - Treinamentos Mudança nas Atividades e Cultura Acompanhamento MONITORAMENTO E CONTROLE SUPORTE Alterações e Mudanças Feedback Conclusão do Projeto ENCERRAMENTO FINALIZAÇÃO Novos Contratos para Manutenção 19

20 FIGURA 08 DESCRIÇÃO DAS FASES. NOME RELACAO DEPENDENCIA INICIO FIM DURACAO INICIAÇÃO 01/01/ /02/ dias ENTENDIMENTO DO MODELO DE NEGOCIO DA EMPRESA 01/01/ /01/ dias Entender a necessidade do cliente Successor Vender a idéia - Retorno/Benefícios (Custo / Tempo) 01/01/ /01/ dias ANÁLISE DA SUA VIABILIDADE 10/01/ /02/ dias Vender a idéia - Retorno/Benefícios (Custo / Tempo) Predecessor Entender a necessidade do cliente Successor Levantamento de Recursos (Sw da empresa) 10/01/ /02/ dias Predecessor Vender a idéia - Retorno/Benefícios (Custo / Tempo) Levantamento de Recursos (Sw da empresa) Successor Mapeamento dos dados dos sistema 07/02/ /02/ dias Successor HW's para Desenvolvimento PLANEJAMENTO 27/02/ /03/ dias DEFINIÇÃO DETALHADA DE REQUISITOS 27/02/ /03/ dias Mapeamento dos dados do sistema Predecessor Levantamento de Recursos (Sw da empresa) Successor Definições das Visões de Negócios 27/02/ /03/ dias Predecessor Levantamento de Recursos (Sw da empresa) HW's para Desenvolvimento Successor Configuração do Servidor e suite Pentaho 27/02/ /03/ dias Successor Banco de Dados SGDB (MySQL) EXECUÇÃO 13/03/ /08/ dias ANÁLISE 19/03/ /04/ dias Definições das Visões de Negócios Predecessor Mapeamento dos dados dos sistema Successor Modelagem Star Schema 19/03/ /04/ dias IMPLANTACAO - SERVIDOR 13/03/ /03/ dias Configuração do Servidor Predecessor HW's para Desenvolvimento 13/03/ /03/ dias IMPLANTACAO - BANCO DE DADOS 13/03/ /03/ dias Banco de Dados SGDB (MySQL) Predecessor HW's para Desenvolvimento 13/03/ /03/ dias DESENVOLVIMENTO - MODELAGEM 30/04/ /05/ dias Modelagem Star Schema Predecessor Definições das Visões de Negócios Successor Pentaho Data Integration (PDI ou Kettle) 30/04/ /05/ dias DESENVOLVIMENTO - ETL e DW 14/05/ /06/ dias Pentaho Data Integration (PDI ou Kettle) Predecessor Modelagem Star Schema Successor Pentaho Metadata Editor (PME) 14/05/ /06/ dias DESENVOLVIMENTO - METADADOS 11/06/ /06/ dias Predecessor Pentaho Data Integration (PDI ou Kettle) Pentaho Metadata Editor (PME) Successor Pentaho Schema Workbench (PSW ou Mondrian) Successor Pentaho Report Designer (PRD) 11/06/ /06/ dias Successor Pentaho Reporting DESENVOLVIMENTO - CUBOS OLAP 25/06/ /07/ dias Predecessor Pentaho Metadata Editor (PME) Pentaho Schema Workbench (PSW ou Mondrian) Successor Analysis View Successor Saiku Analytics 25/06/ /07/ dias Successor OpenI Olap Data Visualization DESENVOLVIMENTO - VISOES RELATÓRIOS 25/06/ /07/ dias Pentaho Report Designer (PRD) Predecessor Pentaho Metadata Editor (PME) 25/06/ /07/ dias Pentaho Reporting Predecessor Pentaho Metadata Editor (PME) 25/06/ /07/ dias DESENVOLVIMENTO - VISOES ANALITICAS 09/07/ /07/ dias Predecessor Pentaho Schema Workbench (PSW ou Mondrian) Analysis View Successor Pequenos Ajustes Successor Corrige Erros 09/07/ /07/ dias Successor Testa a Aplicação Saiku Analytics Predecessor Pentaho Schema Workbench (PSW ou Mondrian) 09/07/ /07/ dias OpenI Olap Data Visualization Predecessor Pentaho Schema Workbench (PSW ou Mondrian) 09/07/ /07/ dias TESTE 16/07/ /07/ dias Testa a Aplicação Predecessor Analysis View 16/07/ /07/ dias Corrige Erros Predecessor Analysis View 16/07/ /07/ dias Predecessor Analysis View Pequenos Ajustes Successor Qualificar Funcionários - Treinamentos 16/07/ /07/ dias Successor Mudança nas Atividades e Cultura IMPLANTAÇÃO 23/07/ /08/ dias Qualificar Funcionários - Treinamentos Predecessor Pequenos Ajustes 23/07/ /08/ dias Predecessor Pequenos Ajustes Mudança nas Atividades e Cultura Successor Acompanhamento Successor Alterações e Mudanças 23/07/ /08/ dias Successor Feedback MONITORAMENTO E CONTROLE 06/08/ /09/ dias SUPORTE 06/08/ /09/ dias Acompanhamento Predecessor Mudança nas Atividades e Cultura 06/08/ /09/ dias Alterações e Mudanças Predecessor Mudança nas Atividades e Cultura 06/08/ /09/ dias Predecessor Mudança nas Atividades e Cultura Feedback Successor Conclusão do Projeto 06/08/ /09/ dias Successor Novos Contratos para Manutenção ENCERRAMENTO 03/09/ /09/ dias FINALIZAÇÃO 03/09/ /09/ dias Conclusão do Projeto Predecessor Feedback 03/09/ /09/ dias Novos Contratos para Manutenção Predecessor Feedback 03/09/ /09/ dias TOTAL PROJETO 01/01/ /09/ dias 20

21 INICIAÇÃO ENTENDIMENTO DO MODELO DE NEGOCIO DA EMPRESA Entender a necessidade do cliente A Bunese necessita acompanhar indicadores estratégicos assim como gerar relatórios diários, conhecer o potencial de seu negócio e ter uma visão estratégia ANÁLISE DA SUA VIABILIDADE Vender a ideia - Retorno/Benefícios (Custo / Tempo) Hoje o cliente não tem integridade de seus dados, onde uma falha humana pode causar graves prejuízos. Para nosso cliente a implantação de um projeto de BI reflete em uma melhor integração das suas informações, possibilitando melhores tomadas de decisões Levantamento de Recursos (Sw da empresa) Para que o sistema possa ser implantado, faz-se necessário que haja uma estrutura básica: Windows XP ou superior; Banco de Dados; ETL (Pentaho Data Integration Kettle PDI ); Data Warehouse (banco de dados MySQL); Servidor Pentaho Business Intelligence Server (Pentaho Administrator Console 'PAC'); Pentaho User Console ('PUC'); Metadados (Pentaho MetaData Editor PME ); Relatórios (Pentaho Report Designer - 'PRD'); Cubos OLAP (Pentaho Analysis - 'Mondrian'); Dashboards (Pentaho Design Studio). 21

22 PLANEJAMENTO DEFINIÇÃO DETALHADA DE REQUISITOS Mapeamento dos dados do sistema Analisar detalhadamente os dados disponibilizados pelo cliente, conforme tabela abaixo: FIGURA 09 MODELO RELACIONAL DA EMPRESA. FONTE: Sistema Bunese Metalúrgica HW's para Desenvolvimento Para implantação do projeto se faz necessário um servidor pentaho para aplicação e máquinas para os desenvolvedores. 22

23 EXECUÇÃO ANÁLISE Definições das Visões de Negócios Entender o direcionamento da empresa e transpor isso para indicadores. Para dar visibilidade aos consultores da Bunese a percebe as tendências do negócio. Principais indicadores: Relatório venda loja física: soma dos produtos vendido na loja física; Relatório venda loja web: soma dos produtos vendido na loja web; Relatório produto + vendido: produtos mais vendidos por mês; Relatório top 10: clientes com maior retorno financeiro para empresa; Relatório receita líquida: soma do total das vendas - os descontos; Relatório receita bruta: soma do total das vendas; Relatório consultor: consultor que mais vendeu do por período; Relatório orçamento x venda: percentual de orçamentos que viraram uma venda IMPLANTACAO SERVIDOR Configuração do Servidor 1. Download: rver/ 2. Ultima versão estável encontrada: biserver-ce stable.zip 3. O arquivo.zip possui duas pastas biserver-ce e administration-console, a primeira é o servidor Web, que por padrão é o tomcat a segunda o administrador das funcionalidades, acessos e conexões. O primeiro passo é descompactar o arquivo em qualquer pasta de sua preferência. Para iniciar o servidor Pentaho execute o arquivo start-pentaho.bat (Windows) ou start-pentaho.sh (Linux) na pasta "biserver-ce/". Deve 23

24 aparecer a mensagem "INFO: Server startup in <tempo> ms" quando finalizar a inicialização. FIGURA 10 IMPLANTACAO - SERVIDOR. Para acessar o PUC (Pentaho User Console): FIGURA 10.1 IMPLANTACAO - SERVIDOR. 24

25 4. Para iniciar o Administration Console execute o arquivo start-pac.bat (Windows) ou start-pac.sh (Linux) na pasta "administration-console/". FIGURA 10.2 IMPLANTACAO - SERVIDOR. Para acessar o Administration Console: login padão: admin, senha padrão: password 25

26 FIGURA 10.3 IMPLANTACAO - SERVIDOR IMPLANTACAO - BANCO DE DADOS Banco de Dados SGDB (MySQL) O banco de dados usado foi o MySql, a versão open source pode ser encontrada no site: instalar na sequencia 01.server: mysql win32.msi, 02.utilities: mysql-installer-community msi, os passos da instalação foram printados para documentação: 26

27 FIGURA 11 IMPLANTACAO - BANCO DE DADOS. FIGURA 11.1 IMPLANTACAO - BANCO DE DADOS. 27

28 FIGURA 11.2 IMPLANTACAO - BANCO DE DADOS. FIGURA 11.3 IMPLANTACAO - BANCO DE DADOS. 28

29 FIGURA 11.4 IMPLANTACAO - BANCO DE DADOS. FIGURA 11.5 IMPLANTACAO - BANCO DE DADOS. 29

30 FIGURA 11.6 IMPLANTACAO - BANCO DE DADOS. FIGURA 11.7 IMPLANTACAO - BANCO DE DADOS. 30

31 FIGURA 11.8 IMPLANTACAO - BANCO DE DADOS. FIGURA 11.9 IMPLANTACAO - BANCO DE DADOS. 31

32 FIGURA IMPLANTACAO - BANCO DE DADOS. FIGURA IMPLANTACAO - BANCO DE DADOS. 32

33 FIGURA IMPLANTACAO - BANCO DE DADOS. FIGURA IMPLANTACAO - BANCO DE DADOS. 33

34 FIGURA IMPLANTACAO - BANCO DE DADOS DESENVOLVIMENTO MODELAGEM Modelagem Star Schema FIGURA 12 MODELAGEM STAR SCHEMA DESENVOLVIMENTO - ETL e DW Pentaho Data Integration (PDI ou Kettle) JOB; Foram feitas 11 transformações para a criação da tabela fato e das dimensões. 34

35 FIGURA 13 JOB AUTOMATIZAÇÃO DAS ELT`S. ETL001; Carga inicial (OLTP, BMWEB, tb_cliente) para (OLAP, DW_BMWEB, tb_dim_cliente). FIGURA 13.1 ETL001 - CARGA INICIAL (TB_CLIENTE). ETL002; Carga inicial (OLTP, BMWEB, tb_funcionario) para (OLAP, DW_BMWEB, tb_dim_funcionario). FIGURA 13.2 ETL002 - CARGA INICIAL (TB_FUNCIONARIO). 35

36 ETL003; Carga inicial (OLTP, BMWEB, tb_produto) para (OLAP, DW_BMWEB, tb_dim_produto). FIGURA 13.3 ETL003 - CARGA INICIAL (TB_PRODUTO). 36

37 ETL004; Carga inicial (OLTP, BMWEB, tb_venda) para (OLAP, DW_BMWEB, tb_dim_venda). FIGURA 13.4 ETL004 - CARGA INICIAL (TB_VENDA). ETL005; Carga inicial (OLTP, BMWEB, tb_orcamento) para (OLAP, DW_BMWEB, tb_dim_orcamento). FIGURA 13.5 ETL005 - CARGA INICIAL (TB_ORCAMENTO). 37

38 ETL006; Carga inicial (OLTP, BMWEB, tb_item_orcamento) para (OLAP, DW_BMWEB, tb_fat_01). FIGURA 13.6 ETL006 - CARGA INICIAL (TB_ITEM_ORCAMENTO). ETL007; Update na fato do valor do produto, campo PR_VALOR, chave PR_COD_PRODUTO = PR_COD_PRODUTO. FIGURA 13.7 ETL007 - UPDATE NA FATO. ETL008; 38

39 Update na fato dos id s CL_COD_CLIENTE e FU_COD_FUNCIONARIO, chave OR_COD_ORCAMENTO = OR_COD_ORCAMENTO. FIGURA 13.8 ETL008 - UPDATE NA FATO. ETL009; Desmembrar a métrica VE_DESCONTO para a granularidade da fato (grão itens de orçamento). FIGURA 13.9 ETL009 - DESMEMBRAR A MÉTRICA VE_DESCONTO. ETL010; 39

40 UPDATE VE_DATA_VENDA = '1990/01/01' E UPDATE VE_DATA_FECHAMENTO = '1990/01/01' ONDE (VE_COD_VENDA < ). UPDATE tb_fat_01.ve_data_venda E tb_fat_01.ve_data_fechamento ONDE (tb_dim_venda.ve_cod_venda = tb_fat_01.ve_cod_venda). UPDATE tb_fat_01.ve_data_venda E tb_fat_01.ve_data_fechamento ONDE (tb_fat_01.ve_cod_venda = tb_fat_01.ve_cod_venda). FIGURA ETL010 UPDATE NA FATO. 40

41 ETL011; Carga inicial da dimensão tempo (OLAP, DW_BMWEB, tb_dim_tempo). FIGURA ETL011 CARGA INICIAL DA DIMENSÃO TEMPO DESENVOLVIMENTO METADADOS Pentaho Metadata Editor (PME) FIGURA 14 DESENVOLVIMENTO METADADOS (PME). 41

42 Conexão em PME: FIGURA 14.1 CONEXÃO (PME). 42

43 Importando tabelas: FIGURA 14.2 IMPORTANDO TABELAS. Configuração Star Schema na ferramenta; 43

44 FIGURA 14.3 CONFIGURAÇÃO STAR SCHEMA. Conexão física (Physical_ View) e de negocio/metadados (Business_View); FIGURA 14.4 CONEXÀO FÍSICA E DE NEGOCIO/METADADOS. 44

45 Para que os usuários não vejam campos, id s por exemplo, marcar Hidden for the user em Physical Table Properties. FIGURA 14.5 EXIBIR CAMPOS OCULTOS. Configuração de tipo de variável em Physical Table Properties : FIGURA 14.6 CONFIGURAÇÃO DE TIPO DE VARIÁVEL. Criando um campo calculado em Physical Table Properties : FIGURA 14.7 CRIANDO UM CAMPO CALCULADO. 45

46 Criando padrões globais para aplicar mascaras, concept editor: FIGURA 14.8 CRIANDO PADRÕES GLOBAIS PARA APLICAR MASCARAS. FIGURA 14.9 CRIANDO PADRÕES GLOBAIS PARA APLICAR MASCARAS. FIGURA CRIANDO PADRÕES GLOBAIS PARA APLICAR MASCARAS. 46

47 FIGURA CRIANDO PADRÕES GLOBAIS PARA APLICAR MASCARAS. FIGURA CRIANDO PADRÕES GLOBAIS PARA APLICAR MASCARAS. FIGURA CRIANDO PADRÕES GLOBAIS PARA APLICAR MASCARAS. 47

48 Publicando no servidor: 1º Criar uma pasta no PUC ( Pentaho User Console), pasta BI_BMWEB criada: FIGURA 15 PUBLICANDO NO SERVIDOR. 2º Conexão em pentaho administration (PAC) : FIGURA 15.1 CONEXÃO EM PENTAHO ADMINISTRATION. 48

49 3º Configurando publicação: FIGURA 15.2 CONFIGURANDO PUBLICAÇÃO. 49

50 Modelo disponível para consulta no PUC. FIGURA 15.3 MODELO DISPONÍVEL PARA CONSULTA DESENVOLVIMENTO - CUBOS OLAP Pentaho Schema Workbench (PSW ou Mondrian) FIGURA 16 DESENVOLVIMENTO - CUBOS OLAP. 50

51 Novo Schema FIGURA 16.1 NOVO SCHEMA. Salvando, para encontrar o xml depois colocar.mondrian no final do arquivo. FIGURA 16.2 SALVANDO O XML. Criando um Cubo: 51

52 FIGURA 16.3 CRIANDO UM CUBO. Incluindo a tabela fato: FIGURA 16.4 INCLUINDO A TABELA FATO. 52

53 Incluindo a dimensão período: FIGURA 16.5 INCLUINDO A DIMENSÃO PERÍODO. 53

54 Criado a hierarquia período: FIGURA 16.6 CRIADO A HIERARQUIA PERÍODO. Incluindo a tabela tb_dim_tempo: FIGURA 16.7 INCLUINDO A TABELA TB_DIM_TEMPO. 54

55 Criando o nível Ano: FIGURA 16.8 CRIANDO O NÍVEL ANO. Adicionando uma medida: FIGURA 16.9 ADICIONANDO UMA MEDIDA. 55

56 Incluindo os outros níveis (Semestre, Trimestre, Mês, Dia) na hierarquia período: FIGURA INCLUINDO OS OUTROS NÍVEIS NA HIERARQUIA PERÍODO. Incluindo a dimensão produto, dimensão orçamento e métrica valor: FIGURA INCLUINDO A DIMENSÃO PRODUTO, ORÇAMENTO E MÉTRICA VALOR. 56

57 Publicando: 1º FIGURA PUBLICANDO. 2º FIGURA PUBLICANDO. 57

58 FIGURA PUBLICANDO. 3º FIGURA PUBLICANDO. FIGURA PUBLICANDO. 58

59 DESENVOLVIMENTO - VISOES RELATÓRIOS Pentaho Report Designer (PRD) FIGURA 17 DESENVOLVIMENTO - VISOES RELATÓRIOS (PRD). Wizard: FIGURA 17.1 WIZARD. 59

60 Conexão: FIGURA 17.2 CONEXÃO. FIGURA 17.3 CONEXÃO. 60

61 Criando a query para recuperar dados: FIGURA 17.4 CRIANDO A QUERY PARA RECUPERAR DADOS. Editor de querys: FIGURA 17.5 EDITOR DE QUERYS. 61

62 FIGURA 17.6 EDITOR DE QUERYS. Criando o layout do relatório: FIGURA 17.7 CRIANDO O LAYOUT DO RELATÓRIO. 62

63 FIGURA 17.8 CRIANDO O LAYOUT DO RELATÓRIO. FIGURA 17.9 CRIANDO O LAYOUT DO RELATÓRIO. 63

64 FIGURA CRIANDO O LAYOUT DO RELATÓRIO. FIGURA CRIANDO O LAYOUT DO RELATÓRIO. 64

65 FIGURA CRIANDO O LAYOUT DO RELATÓRIO. 65

66 Resultado: FIGURA RESULTADO. 66

67 Edição: FIGURA EDIÇÃO. Salvando: FIGURA SALVANDO. 67

68 Publicando: FIGURA PUBLICANDO. FIGURA PUBLICANDO. 68

69 FIGURA PUBLICANDO. Resultado no PUC: FIGURA RESULTADO NO PUC Pentaho Reporting Criando relatórios pelo PUC modelados no Metadata Editor (PME): FIGURA 18 CRIANDO RELATÓRIOS PELO PUC. 69

70 Escolhendo o pacote: FIGURA 18.1 ESCOLHENDO O PACOTE. Configurando os grupos e os detalhes: FIGURA 18.2 CONFIGURANDO OS GRUPOS E OS DETALHES. 70

71 Alterando mascaras e tipo de agregação: FIGURA 18.3 ALTERANDO MASCARAS E TIPO DE AGREGAÇÃO. Configurando cabeçalho e rodapé. FIGURA 18.4 CONFIGURANDO CABEÇALHO E RODAPÉ. 71

72 Resultado final: FIGURA 18.5 RESULTADO FINAL DESENVOLVIMENTO - VISOES ANALITICAS Analysis View FIGURA 19 - CRIANDO CUBOS OLAP NO PUC COM JPIVOT 72

73 FIGURA ESCOLHENDO OS FATOS E AS DIMENSÕES NO JPIVOT FIGURA MODELOS DE GRAFICOS NO JPIVOT 73

74 FIGURA CONFIGURAÇÃO GRAFICA NO JPIVOT FIGURA RESULTADO NO JPIVOT 74

75 Saiku Analytics FIGURA 20 - CRIANDO CUBOS OLAP NO PUC COM SAIKU FIGURA ESCOLHENDO OS FATOS E AS DIMENSÕES NO SAIKU FIGURA TIPOS DE GRAFICOS NO SAIKU 75

76 FIGURA EXEMPLO GRAFICO SAIKU 01 FIGURA EXEMPLO GRAFICO SAIKU 02 FIGURA EXEMPLO GRAFICO SAIKU 03 76

77 OpenI Olap Data Visualization FIGURA 21 - CRIANDO CUBOS OLAP NO PUC COM OPENI OLAP FIGURA ESCOLHENDO OS FATOS E AS DIMENSÕES NO OPENI 77

78 FIGURA TIPOS DE GRAFICOS NO OPENI FIGURA EXEMPLO GRAFICO OPENI 01 FIGURA EXEMPLO GRAFICO OPENI 02 78

79 FIGURA EXEMPLO GRAFICO OPENI TESTE Testa a Aplicação Os usuários testaram exaustivamente o sistema com o intuito de identificar possíveis erros Corrige Erros Caso encontrado erros no sistema, fazer as correções necessárias para seu perfeito funcionamento Pequenos Ajustes Melhorias em relatórios que o usuário só detectou com a entrega do sistema IMPLANTAÇÃO Qualificar Funcionários Treinamentos Elabora treinamentos para qualificar os usuários que iram dar manutenção no sistema e os usuários que iram trabalhar com o sistema. 79

80 Mudança nas Atividades e Cultura Disseminar a nova metodologia de trabalho para que o sistema seja utilizado por todos MONITORAMENTO E CONTROLE SUPORTE Acompanhamento Verificar a estabilidade do sistema após um período de 3 meses Alterações e Mudanças Melhorias identificadas após 3 meses de uso do sistema Feedback Guardar os pontos fortes e fracos do projeto, verificar se o cliente está satisfeito ENCERRAMENTO FINALIZAÇÃO Conclusão do Projeto Entrega do projeto Novos Contratos para Manutenção Caso aja necessidade reavaliar novos contratos para manutenção e melhorias do sistema. 80

81 4. APRENDIZADOS Neste trabalho de implementação de uma solução BI Open Source utilizando Pentaho elegemos três pontos onde entendemos ser necessário cuidados redobrados para não comprometer o projeto como um todo: 1 - Entender a necessidade do cliente: Durante o projeto, percebemos que o cliente teve dificuldade em passar suas necessidades e expectativas, no decorrer do processo de implementação viu a necessidade de gerar mais indicadores não mapeados no início, estas solicitações adicionais não estavam no levantamento de requesitos, entendemos, portanto que para não gerar retrabalho desnecessário o levantamento de requisitos é um ponto fundamental do projeto e deve ser reservado um tempo razoável para mapear todos os pontos possíveis. 2 - Modelagem Star Schema e ETL: Nesta etapa as reuniões com o cliente foram fundamentais para entender as expectativas de análise, neste ponto entendemos que algumas variáveis deveriam ser sumarizadas em um nível de granularidade que não estava de acordo com a menor granularidade da tabela fato, para isso foi necessário desmembrar variáveis. Entendemos que dois caminhos podem ser seguidos, desmembrar variáveis e colocar ou criar um nova fato com granularidade maior, se são poucas as variáveis então a primeira solução atende, caso sejam muitas a ETL pode ficar complexa e custosa demais, logo a melhor solução seria ter mais uma fato. Ex.: O desconto associados a uma venda estava no nível da compra, para mostrar o relatório aberto por produtos se fez necessário a divisão proporcional desse valor para cada item da compra. 81

82 3 - Cultura: É importante que a cultura seja considerada, são muitos os relatórios que são feitos em ferramentas como o Excel que se tornam o modelo comum, os funcionários não têm interesse em mudar, comentários como se está funcionando para que mexer são muito comuns, se faz necessário explicar o que é BI para todos e quais são os seus objetivos, treinamentos são indispensáveis, é importante deixar claro que ninguém vai perder o emprego, BI vem como suporte e não substitui pessoas. 82

83 5. CONCLUSÃO Com esse trabalho chegamos ao nosso objetivo que foi implementar uma solução opensource de BI, após vencidos os obstáculos iniciais a suíte Pentaho se mostrou bastante poderosa, completa e eficiente, existe inclusive a possibilidade de fazer mineração de dados (ferramenta Weka), porêm não era a proposta deste trabalho, vários novos conceitos de business intelligence, data warehouse e ETL foram aprendidos e aplicados na prática. O Pentaho possui uma comunidade muito ativa de usuários e desenvolvedores e isto é um grande diferencial. Enfim, entendemos que a solução não perde em nada para as melhores ferramentas pagas disponíveis no mercado podendo ser implementada em médio prazo e as barreiras não são muito diferentes das encontradas nas ferramentas pagas tendo como diferencial principal o custo. 83

PENTAHO. História e Apresentação

PENTAHO. História e Apresentação PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Curso: Banco de Dados Disciplina: Laboratório de Data Warehouse e Business Intelligence Professor: Fernando Zaidan Unidade 2 2012 Crédito dos Slides: Clever Junior 2 PENTAHO História

Leia mais

OpenConsulting. Especializada em Pentaho Open Source Business Intelligence treinamento, consultoria e suporte

OpenConsulting. Especializada em Pentaho Open Source Business Intelligence treinamento, consultoria e suporte OpenConsulting Especializada em Pentaho Open Source Business Intelligence treinamento, consultoria e suporte INFORMATIVO Treinamento Desenvolvendo Aplicações Analíticas com Pentaho Business Analytics Campo

Leia mais

Pentaho: Inteligência de Negócios utilizando Software Livre

Pentaho: Inteligência de Negócios utilizando Software Livre Pentaho: Inteligência de Negócios utilizando Software Livre CONSEGI 2010 BRASÍLIA-DF 20 DE AGOSTO DE 2010 Por que Pentaho? Funciona; Tecnologia Java; Código Aberto; Robusto; Confiável; Gratuito; Apoio

Leia mais

Projeto de Data Warehousing sobre Informações em Saúde para dar Suporte a Análise de Faturamento Hospitalar

Projeto de Data Warehousing sobre Informações em Saúde para dar Suporte a Análise de Faturamento Hospitalar Projeto de Data Warehousing sobre Informações em Saúde para dar Suporte a Análise de Faturamento Hospitalar Newton Shydeo Brandão Miyoshi Joaquim Cezar Felipe Grupo de Informática Biomédica Departamento

Leia mais

Plataforma Pentaho. Fagner Fernandes

Plataforma Pentaho. Fagner Fernandes Plataforma Pentaho Fagner Fernandes Sobre a Pentaho Fundada em 2004 por 5 fundadores Foco em Integração de Dados e Análise de Negócio Diferentes versões de sua Suite: Pentaho Enterprise Edition Pentaho

Leia mais

Pentaho Community Edition

Pentaho Community Edition Pentaho Community Edition UmaIntroduçãoaBusinessIntelligence eaopentahobiopensource RafaelaRaganham rafaela@ambientelivre.com.br MarcioJuniorVieira marcio@ambientelivre.com.br Sobre o Palestrante Marcio

Leia mais

Uma Ferramenta Web para BI focada no Gestor de Informação

Uma Ferramenta Web para BI focada no Gestor de Informação Uma Ferramenta Web para BI focada no Gestor de Informação Mikael de Souza Fernandes 1, Gustavo Zanini Kantorski 12 mikael@cpd.ufsm.br, gustavoz@cpd.ufsm.br 1 Curso de Sistemas de Informação, Universidade

Leia mais

AGILE ROLAP - UMA METODOLOGIA ÁGIL PARA IMPLEMENTAÇÃO DE AMBIENTES DE NEGÓCIOS BASEADO EM SERVIDORES OLAP.

AGILE ROLAP - UMA METODOLOGIA ÁGIL PARA IMPLEMENTAÇÃO DE AMBIENTES DE NEGÓCIOS BASEADO EM SERVIDORES OLAP. AGILE ROLAP - UMA METODOLOGIA ÁGIL PARA IMPLEMENTAÇÃO DE AMBIENTES DE NEGÓCIOS BASEADO EM SERVIDORES OLAP. Luan de Souza Melo (Fundação Araucária), André Luís Andrade Menolli (Orientador), Ricardo G. Coelho

Leia mais

Uma Introdução ao Pentaho Business Intelligence e Business Analytics Open Source. Marcio Junior Vieira marcio @ ambientelivre.com.

Uma Introdução ao Pentaho Business Intelligence e Business Analytics Open Source. Marcio Junior Vieira marcio @ ambientelivre.com. Uma Introdução ao Pentaho Business Intelligence e Business Analytics Open Source Marcio Junior Vieira marcio @ ambientelivre.com.br Palestrante CEO da Ambiente Livre Tecnologia. Desenvolvedor de Software,Trabalha

Leia mais

Curso Data warehouse e Business Intelligence

Curso Data warehouse e Business Intelligence Curso Data warehouse e Business Intelligence Fundamentos, Metodologia e Arquitetura Apresentação Os projetos de Data Warehouse e Business Intelligence são dos mais interessantes e complexos de desenvolver

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DE PLUG-INS KETTLE PARA GERAÇÃO DE MONDRIAN SCHEMA A PARTIR DE BASES RELACIONAIS, UTILIZANDO A METODOLOGIA AGILE ROLAP.

DESENVOLVIMENTO DE PLUG-INS KETTLE PARA GERAÇÃO DE MONDRIAN SCHEMA A PARTIR DE BASES RELACIONAIS, UTILIZANDO A METODOLOGIA AGILE ROLAP. DESENVOLVIMENTO DE PLUG-INS KETTLE PARA GERAÇÃO DE MONDRIAN SCHEMA A PARTIR DE BASES RELACIONAIS, UTILIZANDO A METODOLOGIA AGILE ROLAP. Eduardo Cristovo de Freitas Aguiar (PIBIC/CNPq), André Luís Andrade

Leia mais

MENSAGEM PREGÃO ELETRÔNICO N. 44/2015 ESCLARECIMENTO N. 5

MENSAGEM PREGÃO ELETRÔNICO N. 44/2015 ESCLARECIMENTO N. 5 MENSAGEM Assunto: Esclarecimento 5 Referência: Pregão Eletrônico n. 44/2015 Data: 23/12/2015 Objeto: Contratação de serviços técnicos especializados na área de Tecnologia da Informação (TI), compreendendo

Leia mais

Jarley Nóbrega jpn@cin.ufpe.br

Jarley Nóbrega jpn@cin.ufpe.br 1 Jarley Nóbrega jpn@cin.ufpe.br Pentaho Data Integration Dezembro de 2009 Agenda O PDI e o Pentaho BI Suite Instalando o PDI Trabalhando com arquivos Pentaho BI Suite Coleção de Aplicações de Software

Leia mais

Um estudo de caso com análise comparativa entre ferramentas de BI livre e proprietária

Um estudo de caso com análise comparativa entre ferramentas de BI livre e proprietária Um estudo de caso com análise comparativa entre ferramentas de BI livre e proprietária Manuele Ferreira, Robson Silva, Vaninha Vieira, Carina Guimarães, Juliana Carvalho 1 Departamento de Ciência da Computação

Leia mais

Gerenciador de Multi-Projetos. Manual do Usuário. 2000 GMP Corporation

Gerenciador de Multi-Projetos. Manual do Usuário. 2000 GMP Corporation GMP Corporation Gerenciador de Multi-Projetos Manual do Usuário 2000 GMP Corporation Histórico de Revisões Data Versão Descrição Autor 24/08/2004 1.0 Versão inicial do documento Bárbara Siqueira Equipe

Leia mais

Business Intelligence Conceitos, Metodologia de Desenvolvimento e Exemplos de BI

Business Intelligence Conceitos, Metodologia de Desenvolvimento e Exemplos de BI Matriz: Av. Caçapava, 527 CEP 90.460-130 Tecnopuc: Av. Ipiranga, 6681 Prédio 32 Sala 109 CEP 90.619-900 Porto Alegre - RS, Brasil Contate-nos: +55 (51) 3330.7777 contato@dbccompany.com.br www.dbccompany.com.br

Leia mais

UNIVERSIDADE DO SUL DE SANTA CATARINA MICHEL ANGELO DA SILVA DARABAS

UNIVERSIDADE DO SUL DE SANTA CATARINA MICHEL ANGELO DA SILVA DARABAS UNIVERSIDADE DO SUL DE SANTA CATARINA MICHEL ANGELO DA SILVA DARABAS CONSTRUINDO SOLUÇÕES DE BUSINESS INTELLIGENCE COM PENTAHO BI SUITE COMMUNITY EDITION (CE) Palhoça 2012 MICHEL ANGELO DA SILVA DARABAS

Leia mais

Seminário Business Intelligence

Seminário Business Intelligence Seminário Business Intelligence 1 Equipe: Eduardo Massao Kobayashi Jéssica Scheneider Schmidt João Matheus Piai Santos Renan Pinho Assi 2 Business Intelligence O termo Business Intelligence (BI), inteligência

Leia mais

Curso Data warehouse e Business Intelligence Fundamentos, Metodologia e Arquitetura

Curso Data warehouse e Business Intelligence Fundamentos, Metodologia e Arquitetura Curso Data warehouse e Business Intelligence Fundamentos, Metodologia e Arquitetura Apresentação Os projetos de Data Warehouse e Business Intelligence são dos mais interessantes e complexos de desenvolver

Leia mais

BUSSINESS INTELLIGENCE: CONCEITOS, TÉCNICAS, SISTEMAS E FERRAMENTAS

BUSSINESS INTELLIGENCE: CONCEITOS, TÉCNICAS, SISTEMAS E FERRAMENTAS BUSSINESS INTELLIGENCE: CONCEITOS, TÉCNICAS, SISTEMAS E FERRAMENTAS Juscelino Cássio Vieira da Cunha E-mail: juscelinocassio@gmail.com Pós-graduação em Banco de Dados com ênfase em BI UNIBRATEC - IBRATEC

Leia mais

BUSINESS INTELLIGENCE Prof. Fabio Purcino

BUSINESS INTELLIGENCE Prof. Fabio Purcino Aula Teste BUSINESS INTELLIGENCE Prof. Fabio Purcino Faça o download desta aula Use um leitor de QR Code Definição Business Intelligence é um conjunto de conceitos e técnicas que buscam extrair conhecimento

Leia mais

Soluções de Inteligência de Negócio e Mercado

Soluções de Inteligência de Negócio e Mercado Soluções de Inteligência de Negócio e Mercado Fernando Garre e Majela Fortes Especialistas em consultoria de Business Intelligence / Data Warehouse Consultoria focada nas Soluções de Business Intelligence

Leia mais

PROPOSTA DE UMA ARQUITETURA PARA CONSTRUÇÃO DE UM DATA WAREHOUSE PARA GESTÃO DA SAÚDE PÚBLICA DE UM MUNICÍPIO DO VALE DO ITAJAÍ

PROPOSTA DE UMA ARQUITETURA PARA CONSTRUÇÃO DE UM DATA WAREHOUSE PARA GESTÃO DA SAÚDE PÚBLICA DE UM MUNICÍPIO DO VALE DO ITAJAÍ PROPOSTA DE UMA ARQUITETURA PARA CONSTRUÇÃO DE UM DATA WAREHOUSE PARA GESTÃO DA SAÚDE PÚBLICA DE UM MUNICÍPIO DO VALE DO ITAJAÍ Renan Felipe dos Santos Prof. Alexander Roberto Valdameri,Orientador ROTEIRO

Leia mais

Esri Maps para Inteligência de Negócios Conceitos e Produtos Esri. Rodrigo Barrionuevo

Esri Maps para Inteligência de Negócios Conceitos e Produtos Esri. Rodrigo Barrionuevo Esri Maps para Inteligência de Negócios Conceitos e Produtos Esri Rodrigo Barrionuevo O que é Business Intelligence? Plataforma apoio a decisão Online Analytic Process OLAP Reporting & Ad Hoc Query Business

Leia mais

Data Warehouse. Djenane Cristina Silveira dos Santos¹, Felipe Gomes do Prado¹, José Justino Neto¹, Márcia Taliene Alves de Paiva¹

Data Warehouse. Djenane Cristina Silveira dos Santos¹, Felipe Gomes do Prado¹, José Justino Neto¹, Márcia Taliene Alves de Paiva¹ Data Warehouse. Djenane Cristina Silveira dos Santos¹, Felipe Gomes do Prado¹, José Justino Neto¹, Márcia Taliene Alves de Paiva¹ ¹Ciência da Computação Universidade Federal de Itajubá (UNIFEI) MG Brasil

Leia mais

FRAMEWORK MEETING BUSINESS ANALYTICS. Consultoria. Estratégica (BI Core) Quality Assurance (Diagnóstico) Metodologia

FRAMEWORK MEETING BUSINESS ANALYTICS. Consultoria. Estratégica (BI Core) Quality Assurance (Diagnóstico) Metodologia FRAMEWORK MEETING BUSINESS ANALYTICS Consultoria Estratégica (BI Core) Quality Assurance (Diagnóstico) Projetos On-Site Off-Site Planning Scorecard Business Intelligence Metodologia Levantamento Modelagem

Leia mais

Modelo Cliente/Servidor Por HIARLY ALVES

Modelo Cliente/Servidor Por HIARLY ALVES UNICE Ensino Superior Linguagem de Programação Ambiente Cliente Servidor. Modelo Cliente/Servidor Por HIARLY ALVES Fortaleza - CE CONCEITOS Cliente x Servidor. Cliente É um programa (software) executado

Leia mais

Aplicativo Cliente/Servidor multicamadas para controle de uma rede de lojas via web utilizando Java

Aplicativo Cliente/Servidor multicamadas para controle de uma rede de lojas via web utilizando Java Aplicativo Cliente/Servidor multicamadas para controle de uma rede de lojas via web utilizando Java Aluno: Henrique Eduardo M. Oliveira Orientador: Prof. Dr. Leandro J. Komosinski Banca: Prof. M. Maria

Leia mais

Uma peça estratégica para o seu negócio

Uma peça estratégica para o seu negócio Uma peça estratégica para o seu negócio INFORMAÇÃO GERAL DA EMPRESA CASO DE SUCESSO EM IMPLEMENTAÇÃO BI PERGUNTAS E RESPOSTAS Fundada em 1997, Habber Tec é uma empresa especializada na oferta de soluções

Leia mais

As Novas Tecnologias de Dados, Inteligência Competitiva e Preditiva

As Novas Tecnologias de Dados, Inteligência Competitiva e Preditiva SEMINÁRIO TEMAS ESTRATÉGICOS DO AGROPENSA Pesquisa e Inovação em Automação e Tecnologias da Informação e Comunicação As Novas Tecnologias de Dados, Inteligência Competitiva e Preditiva Brasília, 12 de

Leia mais

Uma Ferramenta WEB para apoio à Decisão em Ambiente Hospitalar

Uma Ferramenta WEB para apoio à Decisão em Ambiente Hospitalar Uma Ferramenta WEB para apoio à Decisão em Ambiente Hospitalar Mikael de Souza Fernandes 1, Gustavo Zanini Kantorski 12 mikael@cpd.ufsm.br, gustavoz@cpd.ufsm.br 1 Curso de Sistemas de Informação, Universidade

Leia mais

Compartilhe. Desmistificando o BI Conceitos, estruturas e principais ferramentas

Compartilhe. Desmistificando o BI Conceitos, estruturas e principais ferramentas Desmistificando o BI Conceitos, estruturas e principais ferramentas INTRODUÇÃO Compartilhe Este e-book tem a intenção de trazer algumas informações básicas sobre BI, características de tipos de arquitetura,

Leia mais

Data Warehousing Visão Geral do Processo

Data Warehousing Visão Geral do Processo Data Warehousing Visão Geral do Processo Organizações continuamente coletam dados, informações e conhecimento em níveis cada vez maiores,, e os armazenam em sistemas informatizados O número de usuários

Leia mais

Prefeitura de Belo Horizonte. Sistema de Controle de Protocolo

Prefeitura de Belo Horizonte. Sistema de Controle de Protocolo Prefeitura de Belo Horizonte Sistema de Controle de Protocolo Relatório apresentado para concorrer ao 2º Prêmio Inovar BH conforme Edital SMARH nº 001/2014 Belo Horizonte Julho de 2014 Resumo Sendo grande

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO, PESQUISA E INOVAÇÃO DIRETORIA DE INOVAÇÃO E PESQUISA FORMULÁRIO II: Relatório de Atividades de Pesquisa

PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO, PESQUISA E INOVAÇÃO DIRETORIA DE INOVAÇÃO E PESQUISA FORMULÁRIO II: Relatório de Atividades de Pesquisa PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO, PESQUISA E INOVAÇÃO DIRETORIA DE INOVAÇÃO E PESQUISA FORMULÁRIO II: Relatório de Atividades de Pesquisa 1. IDENTIFICAÇÃO TÍTULO TMCAP Tecnologia Móvel para Captura e Armazenamento

Leia mais

Quem estiver interessado favor mandar currículo para sabrina.rodrigues@neogrid.com. As vagas são as seguintes: *Analista de BI (2 vagas)*

Quem estiver interessado favor mandar currículo para sabrina.rodrigues@neogrid.com. As vagas são as seguintes: *Analista de BI (2 vagas)* Quem estiver interessado favor mandar currículo para sabrina.rodrigues@neogrid.com. As vagas são as seguintes: *Analista de BI (2 vagas)* Buscamos candidatos com interesse e experiência na área de desenvolvimento,

Leia mais

Backsite Serviços On-line

Backsite Serviços On-line Apresentação Quem Somos O Backsite Com mais de 15 anos de mercado, o Backsite Serviços On-line vem desenvolvendo soluções inteligentes que acompanham o avanço das tecnologias e do mundo. Com o passar do

Leia mais

UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ DEPARTAMENTO ACADÊMICO DE INFORMÁTICA CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM TECNOLOGIA JAVA

UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ DEPARTAMENTO ACADÊMICO DE INFORMÁTICA CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM TECNOLOGIA JAVA UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ DEPARTAMENTO ACADÊMICO DE INFORMÁTICA CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM TECNOLOGIA JAVA DATA WAREHOUSE COM FERRAMENTAS OPEN SOURCE Por: FERNANDO JOSÉ ESMANIOTTO Monografia

Leia mais

Instalação do Pentaho BI Server no Ubuntu Server 11.10 ou Superior com OpenJDK

Instalação do Pentaho BI Server no Ubuntu Server 11.10 ou Superior com OpenJDK Este Tutorial é para Ubuntu com versão 11 ou Superior. Para Instalação em Ubuntu 10 leia este outro artigo " Instalação do Pentaho BI Server no Ubuntu Server " - Pentaho BI Server A Pentaho Corporation

Leia mais

Este Tutorial é para Ubuntu até e versão 10. Para Instalação em Ubuntu Superior versão 11 leia este outro artigo " In stalação do Pentaho BI Server no Ubuntu Server 11.10 ou Superior com OpenJDK " - Pentaho

Leia mais

Tutorial de Instalação do software e-sus AB PEC

Tutorial de Instalação do software e-sus AB PEC Tutorial de Instalação do software e-sus AB PEC Tutorial de Instalação do software e-sus AB PEC OBJETIVO: PÚBLICO-ALVO: Esse tutorial pretende orientar o processo de Atualização do software e-sus AB PEC.

Leia mais

Sobre o que falaremos nesta aula?

Sobre o que falaremos nesta aula? Business Intelligence - BI Inteligência de Negócios Prof. Ricardo José Pfitscher Elaborado com base no material de: José Luiz Mendes Gerson Volney Lagmman Introdução Sobre o que falaremos nesta aula? Ferramentas

Leia mais

Business Intelligence para todos

Business Intelligence para todos Business Intelligence para todos CCFB - Rio de Janeiro DeciLogic - 2008 Eric Sarzana Diretor eric.sarzana@decilogic.com Agenda DeciLogic O que é o Business Intelligence? Porquê o Business Intelligence?

Leia mais

Principais Responsabilidades:

Principais Responsabilidades: DESENHO DE CARGO E TAREFAS DO DESENVOLVEDOR WEB Conhecimento dos sistemas gerenciadores de banco (MySQL), modelagem de dados, inglês técnico. Conhecimento em plataformas e metodologias de desenvolvimento

Leia mais

HP Quality Center. Preparar materiais de treinamento e observações para a nova versão 16 Suporte pós-atualização 16 Suporte 17 Chamada à ação 17

HP Quality Center. Preparar materiais de treinamento e observações para a nova versão 16 Suporte pós-atualização 16 Suporte 17 Chamada à ação 17 Documento técnico HP Quality Center Atualize o desempenho Índice Sobre a atualização do HP Quality Center 2 Introdução 2 Público-alvo 2 Definição 3 Determine a necessidade de uma atualização do HP Quality

Leia mais

Í N D I C E A N A L Í T I C O

Í N D I C E A N A L Í T I C O DIRF CARTÃO 2013 V4..03 DE 07//02//2013 PROGRAMA PARA IMPORTAÇÃO DE DADOS DE CARTÕES DE CRÉDITO NA DIRF 2013 VERSÃO COM VISANET E REDECARD IMPORTAÇÃO E EXPORTAÇÃO EM LOTE CAPTURA DADOS CADASTRAIS DE EMPRESAS

Leia mais

Business Intelligence para Computação TítuloForense. Tiago Schettini Batista

Business Intelligence para Computação TítuloForense. Tiago Schettini Batista Business Intelligence para Computação TítuloForense Tiago Schettini Batista Agenda Empresa; Crescimento de Dados; Business Intelligence; Exemplos (CGU, B2T) A empresa Empresa fundada em 2003 especializada

Leia mais

Funcionalidades da ferramenta zabbix

Funcionalidades da ferramenta zabbix Funcionalidades da ferramenta zabbix Jordan S. Romano¹, Eduardo M. Monks¹ ¹Curso Superior de Tecnologia em Redes de Computadores FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC PELOTAS (FATEC PELOTAS) Rua Gonçalves Chaves,

Leia mais

PROFISSIONAIS DA ÁREA DE INFORMÁTICA. Profa. Reane Franco Goulart

PROFISSIONAIS DA ÁREA DE INFORMÁTICA. Profa. Reane Franco Goulart PROFISSIONAIS DA ÁREA DE INFORMÁTICA Profa. Reane Franco Goulart Administrador de banco de dados O Administrador de banco de dados (DBA - DataBase Administrator) é responsável por manter e gerenciar bancos

Leia mais

Manual de Instalação

Manual de Instalação INSTITUTO BRASILEIRO DE INFORMAÇÃO EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA Manual de Instalação Tecer [Linux] ÍNDICE DE FIGURAS Figura 1 Tecer-ds...8 Figura 2 Criando a pasta tecer...9 2 P á g i n a SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO...4

Leia mais

O DESENVOLVIMENTO DE UM SOFTWARE PARA GESTÃO DE PROJETOS

O DESENVOLVIMENTO DE UM SOFTWARE PARA GESTÃO DE PROJETOS Hélio Pereira da Rosa Neto Universidade Anhanguera-Uniderp Fernando Conter Universidade Anhanguera-Uniderp O DESENVOLVIMENTO DE UM SOFTWARE PARA GESTÃO DE PROJETOS RESUMO Este artigo científico tem como

Leia mais

Modelagem de Processos para Automação

Modelagem de Processos para Automação Treinamentos em Gestão por Processos Modelagem de Processos para Automação [ipe03] Implementando a Visão Futura: um curso prático para vencer a barreira existente entre negócio e TI. Implantar processos

Leia mais

Pós-Graduação MBA em Inteligência Competitiva com Business Intelligence(BI) Banco de Dados para BI 2011-11

Pós-Graduação MBA em Inteligência Competitiva com Business Intelligence(BI) Banco de Dados para BI 2011-11 Pós-Graduação MBA em Inteligência Competitiva com Business Intelligence(BI) Banco de Dados para BI 2011-11 Apresentação José Roberto Escodeiro Formação Acadêmica Mestre, Eng. de Produção, Ufscar, 2009,

Leia mais

Chapter 3. Análise de Negócios e Visualização de Dados

Chapter 3. Análise de Negócios e Visualização de Dados Chapter 3 Análise de Negócios e Visualização de Dados Objetivos de Aprendizado Descrever a análise de negócios (BA) e sua importância par as organizações Listar e descrever brevemente os principais métodos

Leia mais

7 Mudanças Realizadas

7 Mudanças Realizadas 7 Mudanças Realizadas Este capítulo tem o objetivo de detalhar as mudanças realizadas no ambiente de trabalho da equipe estudada. Ele cita as alterações no produto de software utilizado pela equipe, que

Leia mais

Orientações para Implantação das alternativas de e-sic. CONTROLADORIA-GERAL DA UNIÃO Secretaria de Transparência e Prevenção da Corrupção jan/2015

Orientações para Implantação das alternativas de e-sic. CONTROLADORIA-GERAL DA UNIÃO Secretaria de Transparência e Prevenção da Corrupção jan/2015 Orientações para Implantação das alternativas de e-sic CONTROLADORIA-GERAL DA UNIÃO Secretaria de Transparência e Prevenção da Corrupção jan/2015 Apoiar Estados e Municípios na implementação da Lei de

Leia mais

Manual Versão: 2.0 Autor: Alex Luciano Msn: alex.luc@hotmail.com. Instalação

Manual Versão: 2.0 Autor: Alex Luciano Msn: alex.luc@hotmail.com. Instalação Manual Versão: 2.0 Autor: Alex Luciano Msn: alex.luc@hotmail.com Instalação 1. Faça o download do arquivo biserver-ce-3.0.0-stable.zip. 2. Faça o download e instale o JDK + JRE ( jre-6u15-windows-i586-iftw.exe

Leia mais

APÓS A INSTALAÇÃO, MÃOS À OBRA. E AO TECLADO. MANUAL DE INSTALAÇÃO

APÓS A INSTALAÇÃO, MÃOS À OBRA. E AO TECLADO. MANUAL DE INSTALAÇÃO APÓS A INSTALAÇÃO, MÃOS À OBRA. E AO TECLADO. MANUAL DE INSTALAÇÃO 1 SEJA BEM-VINDO AO SIENGE. PARABÉNS! A partir de agora a sua empresa irá contar com os benefícios do Sienge. Conte conosco para ajudá-lo

Leia mais

Manual de Instalação Linux

Manual de Instalação Linux INSTITUTO BRASILEIRO DE INFORMAÇÃO EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA Manual de Instalação Linux Biblioteca Virtual Temática OAI Versão 2.0.1 de 11/02/2013 Season Consultoria e Treinamento Avançados em Informática

Leia mais

JOOMLA V3.2 PARA INICIANTES

JOOMLA V3.2 PARA INICIANTES JOOMLA V3.2 PARA INICIANTES Material desenvolvido para uso no ensino da plataforma Joomla para alunos de graduação do Instituto de Arquitetura e Urbanismo de São Carlos Autor: Daniel Picon Versão 1.1 -

Leia mais

Manual da Ferramenta Metadata Editor

Manual da Ferramenta Metadata Editor 4 de março de 2010 Sumário 1 Introdução 3 2 Objetivos 3 3 Visão Geral 3 3.1 Instalação............................. 3 3.2 Legenda.............................. 4 3.3 Configuração Inicial........................

Leia mais

Seu manual do usuário KASPERSKY LAB ADMINISTRATION KIT 8.0 http://pt.yourpdfguides.com/dref/3741343

Seu manual do usuário KASPERSKY LAB ADMINISTRATION KIT 8.0 http://pt.yourpdfguides.com/dref/3741343 Você pode ler as recomendações contidas no guia do usuário, no guia de técnico ou no guia de instalação para KASPERSKY LAB ADMINISTRATION KIT 8.0. Você vai encontrar as respostas a todas suas perguntas

Leia mais

Thiago Locatelli de OLIVEIRA, Thaynara de Assis Machado de JESUS; Fernando José BRAZ Bolsistas CNPq; Orientador IFC Campus Araquari

Thiago Locatelli de OLIVEIRA, Thaynara de Assis Machado de JESUS; Fernando José BRAZ Bolsistas CNPq; Orientador IFC Campus Araquari DESENVOLVIMENTO DE AMBIENTE PARA A GESTÃO DO CONHECIMENTO RELACIONADO AOS DADOS PRODUZIDOS PELO SISTEMA DE GERENCIAMENTO DE TRANSITO DA CIDADE DE JOINVILLE/SC PARTE I Thiago Locatelli de OLIVEIRA, Thaynara

Leia mais

OBJETIVO DO : FORMAÇÃO NAS MELHORES PRÁTICAS DE GERENCIAMENTO DE PROJETOS. Apresentar o caderno;

OBJETIVO DO : FORMAÇÃO NAS MELHORES PRÁTICAS DE GERENCIAMENTO DE PROJETOS. Apresentar o caderno; IRAIR VALESAN (PMP) OBJETIVO DO : FORMAÇÃO NAS MELHORES PRÁTICAS DE GERENCIAMENTO DE PROJETOS Apresentar o caderno; Exemplo de projetos bem sucedidos http://g1.globo.com/minas-gerais/triangulomineiro/noticia/2015/02/produtores-ruraisaprendem-como-recuperar-nascentes-de-riosem-mg.html

Leia mais

MAPEAMENTO OBJETO RELACIONAL: UM ESTUDO DE CASO

MAPEAMENTO OBJETO RELACIONAL: UM ESTUDO DE CASO MAPEAMENTO OBJETO RELACIONAL: UM ESTUDO DE CASO UTILIZANDO O HIBERNATE Rafael Laurino GUERRA, Dra. Luciana Aparecida Martinez ZAINA Faculdade de Tecnologia de Indaiatuba FATEC-ID 1 RESUMO Este artigo apresenta

Leia mais

ACADEMIA DE BW (BUSINESS WAREHOUSE)

ACADEMIA DE BW (BUSINESS WAREHOUSE) A Academia é o melhor caminho para especialização dentro de um tema no ERP da SAP. Para quem busca uma formação com certificação em Business Warehouse, o mais indicado é participar da Academia de BW. O

Leia mais

Open Source BI Opção para o Mercado Brasileiro

Open Source BI Opção para o Mercado Brasileiro Augusto Belfort novembro/2008 Open Source BI Opção para o Mercado Brasileiro O Caso da ANS Agencia Nacional de Saúde Suplementar 2 Agenda Business Inteligence - Introdução Custos de Avaliar uma solução

Leia mais

Gestão de Performance por KPIs

Gestão de Performance por KPIs Gestão de Performance por KPIs Henrique Brodbeck Diretor, Brodbeck Consultores em Informática Henrique Brodbeck Brodbeck Consultores em Informática e UFRGS Business Intelligence - BI Termo guarda-chuva

Leia mais

Relatório Individual Sumarizado para bolsa Fapesp de Treinamento Técnico TT-4A

Relatório Individual Sumarizado para bolsa Fapesp de Treinamento Técnico TT-4A Relatório Individual Sumarizado para bolsa Fapesp de Treinamento Técnico TT-4A 23/02/2013 Título do Projeto: Desenvolvimento de um sistema de informações integrado para pesquisas sobre políticas públicas.

Leia mais

FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC GOIÁS PROJETO INTEGRADOR. 2º PERÍODO Gestão da Tecnologia da Informação GOIÂNIA 2013.

FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC GOIÁS PROJETO INTEGRADOR. 2º PERÍODO Gestão da Tecnologia da Informação GOIÂNIA 2013. FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC GOIÁS PROJETO INTEGRADOR 2º PERÍODO Gestão da Tecnologia da Informação GOIÂNIA 2013. 1. INFORMAÇÕES GERAIS Coordenadora do Curso: Lucília Gomes Ribeiro Professora coorientadora:

Leia mais

Open Source Business Intelligence com

Open Source Business Intelligence com pentaho_ Open Source Business Intelligence com Conheça o ambiente de BI livre mais utilizado no Brasil e saiba como essa poderosa ferramenta foi construída sobre a plataforma Java Givanildo Santana do

Leia mais

TÓPICOS AVANÇADOS EM ENGENHARIA DE SOFTWARE

TÓPICOS AVANÇADOS EM ENGENHARIA DE SOFTWARE TÓPICOS AVANÇADOS EM ENGENHARIA DE SOFTWARE Engenharia de Computação Professor: Rosalvo Ferreira de Oliveira Neto OLPT x OLAP Roteiro OLTP Datawarehouse OLAP Operações OLAP Exemplo com Mondrian e Jpivot

Leia mais

Utilização do console WEB do DokCT-e. [Version 17/01/2013]

Utilização do console WEB do DokCT-e. [Version 17/01/2013] Utilização do console WEB do DokCT-e [Version 17/01/2013] Índice Sobre o DokCT-e.................................................................... 1 Primeiro Passo - Efetuar o Login......................................................

Leia mais

Governador Cid Ferreira Gomes. Vice Governador Domingos Gomes de Aguiar Filho. Secretária da Educação Maria Izolda Cela de Arruda Coelho

Governador Cid Ferreira Gomes. Vice Governador Domingos Gomes de Aguiar Filho. Secretária da Educação Maria Izolda Cela de Arruda Coelho Governador Cid Ferreira Gomes Vice Governador Domingos Gomes de Aguiar Filho Secretária da Educação Maria Izolda Cela de Arruda Coelho Secretário Adjunto Maurício Holanda Maia Secretário Executivo Antônio

Leia mais

A técnica a serviço da aproximação com os doadores: Marketing de relacionamento nos Doutores da Alegria

A técnica a serviço da aproximação com os doadores: Marketing de relacionamento nos Doutores da Alegria Agentes Financiadores Notícias e atualidades sobre Agentes Financiadores nacionais e internacionais página inicial A técnica a serviço da aproximação com os doadores: Marketing de relacionamento nos Doutores

Leia mais

Percio Alexandre de Oliveira Prof. Maurício Capobianco Lopes - Orientador

Percio Alexandre de Oliveira Prof. Maurício Capobianco Lopes - Orientador Percio Alexandre de Oliveira Prof. Maurício Capobianco Lopes - Orientador Índice Introdução Objetivos Data Warehouse Estrutura Interna Características Principais elementos: ETC, Metadados e Modelagem Dimensional

Leia mais

Daniel Paulo de Assis

Daniel Paulo de Assis Daniel Paulo de Assis Brasileiro, solteiro, 32 anos Rua Dr. Seng, 100 Bela Vista - São Paulo SP Telefone: (11) 9-4991-5770 / (18) 9-9119-2006 E-mail: daniel@dpassis.com.br WebSite: dpassis.com.br Linkedin:

Leia mais

Sistema de Memorandos On-Line. (Projeto Arquitetural)

Sistema de Memorandos On-Line. (Projeto Arquitetural) Universidade Federal de Campina Grande Pb Departamento de Sistemas e Computação Disciplina: Projeto em Computação I 2111185 Professora: Francilene Procópio Garcia, P.Sc Alunos: Arnaldo de Sena Santos;

Leia mais

*Entende-se por Células dos Demais Grupos as operações de Back Office Consumer, Back Office Consumer Ajustes, Redes Sociais e Prime Ativo.

*Entende-se por Células dos Demais Grupos as operações de Back Office Consumer, Back Office Consumer Ajustes, Redes Sociais e Prime Ativo. 1. Objetivo 1.1. A campanha será patrocinada pela Telefônica Vivo e tem por objetivo incentivar e reconhecer seus colaboradores alocados a nível Brasil no Atendimento ao Cliente. 2. Período de vigência

Leia mais

Cargo Função Superior CBO. Tarefas / Responsabilidades T/R Como Faz

Cargo Função Superior CBO. Tarefas / Responsabilidades T/R Como Faz Especificação de FUNÇÃO Função: Analista Desenvolvedor Código: Cargo Função Superior CBO Analista de Informática Gerente de Projeto Missão da Função - Levantar e prover soluções para atender as necessidades

Leia mais

Autores/Grupo: TULIO, LUIS, FRANCISCO e JULIANO. Curso: Gestão da Tecnologia da Informação. Professor: ITAIR PEREIRA DA SILVA GESTÃO DE PESSOAS

Autores/Grupo: TULIO, LUIS, FRANCISCO e JULIANO. Curso: Gestão da Tecnologia da Informação. Professor: ITAIR PEREIRA DA SILVA GESTÃO DE PESSOAS Autores/Grupo: TULIO, LUIS, FRANCISCO e JULIANO Curso: Gestão da Tecnologia da Informação Professor: ITAIR PEREIRA DA SILVA GESTÃO DE PESSOAS ORGANOGRAMA FUNCIANOGRAMA DESENHO DE CARGO E TAREFAS DO DESENVOLVEDOR

Leia mais

Treinamento em SugarCRM - Gestão de Relacionamento com Clientes ( CRM )

Treinamento em SugarCRM - Gestão de Relacionamento com Clientes ( CRM ) Treinamento em SugarCRM - Gestão de Relacionamento com Clientes ( CRM ) Sobre o treinamento O SugarCRM é uma ferramenta open source de gestão de relacionamento com o cliente CR M. O SugarCRM é líder mundial

Leia mais

Para iniciar estes procedimento deixo o servidor parado até terminar todas alterações.

Para iniciar estes procedimento deixo o servidor parado até terminar todas alterações. Para colocar o Pentaho Community Edition em produção, logo após a sua instalação devem ser alterados diversos arquivos de configuração, na sua maioria são arquivos XML, dos diversos aplicativos que rodam

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO O melhor sistema de Gestão Financeira para micro e pequenas empresas.

MANUAL DE INSTALAÇÃO O melhor sistema de Gestão Financeira para micro e pequenas empresas. MANUAL DE INSTALAÇÃO O melhor sistema de Gestão Financeira para micro e pequenas empresas. INDÍCE 1. Características gerais 2. Guia rápido de instalação 3. Processo de instalação 4. Opções avançadas de

Leia mais

Manual de instalação Servidor Orion Phoenix

Manual de instalação Servidor Orion Phoenix Manual de instalação Servidor Orion Phoenix Fevereiro/2011 Este documento se destina a instalação do Orion Phoenix na sua rede Versão 1.01 C ONTE ÚDO 1. INTRODUÇÃO... 3 2. VISÃO GERAL... 3 3. PROCEDIMENTOS

Leia mais

01 Analista de TI sênior. Local de trabalho: Campinas (disponibilidade para viagens)

01 Analista de TI sênior. Local de trabalho: Campinas (disponibilidade para viagens) Oportunidades de trabalho na CCM7 01 Analista de TI sênior (disponibilidade para viagens) Responsável pela manutenção e controle dos hardwares e softwares da organização; Projetar e prestar manutenção

Leia mais

CEP 97420-000 São Vicente do Sul RS Brasil. filipe-kulinski@hotmail.com, {maicon.amarante, eliana.zen} @iffarroupilha.edu.br

CEP 97420-000 São Vicente do Sul RS Brasil. filipe-kulinski@hotmail.com, {maicon.amarante, eliana.zen} @iffarroupilha.edu.br Utilização de Businnes Intelligence para análise de evasão escolar com base na cidade de origem dos alunos no Instituto Federal Farroupilha Câmpus São Vicente do Sul Filipe Kulinski Mello 1, Eliana Zen

Leia mais

1.1. REQUISITOS NÃO FUNCIONAIS & CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS

1.1. REQUISITOS NÃO FUNCIONAIS & CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS 1. Anexo III - Requisitos Técnicos e de Segurança A SOLUÇÃO deverá atender obrigatoriamente aos requisitos não funcionais e às características técnicas descritos nos itens deste anexo. Os requisitos não

Leia mais

Programação para Internet Orientada a Objetos com PHP & MySQL Instalando e configurando um ambiente de ferramentas PHP e MySQL. Prof. MSc.

Programação para Internet Orientada a Objetos com PHP & MySQL Instalando e configurando um ambiente de ferramentas PHP e MySQL. Prof. MSc. Programação para Internet Orientada a Objetos com PHP & MySQL Instalando e configurando um ambiente de ferramentas PHP e MySQL Prof. MSc. Hugo Souza Na última aula falamos um pouco sobre as ferramentas

Leia mais

Ofertas inovadoras que ajudam a construir hoje o Data Center do futuro

Ofertas inovadoras que ajudam a construir hoje o Data Center do futuro Ofertas inovadoras que ajudam a construir hoje o Data Center do futuro Quem Somos A CSF está há mais de 20 anos no mercado de TI e é especializada em oferecer para as organizações de médio e grande portes

Leia mais

Inteligência Analítica e Mobilidade com Soluções SAP

Inteligência Analítica e Mobilidade com Soluções SAP Inteligência Analítica e Mobilidade com Soluções SAP Agenda Breve apresentação da ETZ A história da informação O que é Inteligência Analitica Mobilidade Desafios Portfolio SAP Business Analytics Demonstração

Leia mais

GUIA DE CONFIGURAÇÃO DO PENTAHO 4.8 e 5.4 CE

GUIA DE CONFIGURAÇÃO DO PENTAHO 4.8 e 5.4 CE GUIA DE CONFIGURAÇÃO DO PENTAHO 4.8 e 5.4 CE Atenção: Este guia foi elaborado utilizando o sistema operacional windows 8.1, com a instalação dos produtos da Pentaho Community Edition versões 4.8 e 5.4,

Leia mais

Utilização do console WEB do DokNF-e. [Version 17/01/2013]

Utilização do console WEB do DokNF-e. [Version 17/01/2013] Utilização do console WEB do DokNF-e [Version 17/01/2013] Índice Sobre o DokNF-e.................................................................... 1 Primeiro Passo - Efetuar o Login......................................................

Leia mais

Contrata Consultor na modalidade Produto

Contrata Consultor na modalidade Produto Contrata Consultor na modalidade Produto PROJETO 914BRA/1123 FNDE -EDITAL Nº 01/2009 1. Perfil: Consultor ESPECIALISTA EM PLANO DE METAS ANALISTA PROGRAMADOR DELPHI - Código 1 - CGETI. 2. Nº de vagas:

Leia mais

Modelagem UML com. Marcio Junior Vieira. 2004 -Ambiente Livre - Marcio Junior Vieira

Modelagem UML com. Marcio Junior Vieira. 2004 -Ambiente Livre - Marcio Junior Vieira Modelagem UML com Software Livre Dia Umbrello ArgoUML Marcio Junior Vieira 2004 -Ambiente Livre - Marcio Junior Vieira Palestrante Marcio Junior Vieira. A 5 Anos Trabalha da área de Desenvolvimento e Análise

Leia mais

ALTO DESEMPENHO UTILIZANDO FRAMEWORK HIBERNATE E PADRÃO JAVA PERSISTENCE API

ALTO DESEMPENHO UTILIZANDO FRAMEWORK HIBERNATE E PADRÃO JAVA PERSISTENCE API ALTO DESEMPENHO UTILIZANDO FRAMEWORK HIBERNATE E PADRÃO JAVA PERSISTENCE API Tiago Henrique Gomes da Silva Balduino 1, Ricardo Ribeiro Rufino 1 1 Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil tiagobalduino77@gmail.com

Leia mais

As Tecnologias de Informação e Comunicação e os Sistemas de Informação nos Hospitais. Business Intelligence na Saúde. Perspetivas e Desafios

As Tecnologias de Informação e Comunicação e os Sistemas de Informação nos Hospitais. Business Intelligence na Saúde. Perspetivas e Desafios As Tecnologias de Informação e Comunicação e os Sistemas de Informação nos Hospitais Business Intelligence na Saúde Perspetivas e Desafios Agenda 1 2 3 4 5 6 7 Glintt Global Intelligent Technologies Glintt

Leia mais

REYNALDO PÉREZ SÁNCHEZ

REYNALDO PÉREZ SÁNCHEZ REYNALDO PÉREZ SÁNCHEZ Brasileiro, casado Celular: (11) 99614-8887 Residente em São Paulo/SP E-mail: reynaldops@gmail.com http://br.linkedin.com/in/reynaldoperezsanchez RESUMO DE QUALIFICAÇÕES Experiência

Leia mais

Software de gerenciamento do sistema Intel. Guia do usuário do Pacote de gerenciamento do servidor modular Intel

Software de gerenciamento do sistema Intel. Guia do usuário do Pacote de gerenciamento do servidor modular Intel Software de gerenciamento do sistema Intel do servidor modular Intel Declarações de Caráter Legal AS INFORMAÇÕES CONTIDAS NESTE DOCUMENTO SÃO RELACIONADAS AOS PRODUTOS INTEL, PARA FINS DE SUPORTE ÀS PLACAS

Leia mais

Conexão ODBC do MySQL com Excel 2010

Conexão ODBC do MySQL com Excel 2010 PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Curso: Banco de Dados Disciplina: Laboratório de Data Warehouse e Business Intelligence Professor: Fernando Zaidan Unidade 7 BI 2012 Crédito dos Slides: Clever Junior 2 Download

Leia mais