CENSO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR Manual do Usuário

Save this PDF as:
Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CENSO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR 2013. Manual do Usuário"

Transcrição

1 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA DIRETORIA DE ESTATÍSTICAS EDUCACIONAIS COORDENAÇÃO GERAL DO CENSO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR CENSO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR 2013 Manual do Usuário Módulo Curso Versão 0.1 Brasília-DF Fevereiro / 2014

2

3 APRESENTAÇÃO Visando ao melhor atendimento ao respondente, o Censo da Educação Superior 2013 traz o presente Manual do Usuário. Com uma linguagem simples, com respostas a questionamentos frequentes, com descrição passo-a-passo das telas do sistema e com os conceitos e regras usados no Censo, o Inep busca o constante aperfeiçoamento dos seus procedimentos de coleta, tratamento e disseminação dos dados da educação superior. Para tanto, contamos com a participação das instituições em mais um caminho de fortalecimento da política de informações estatísticas, o qual resultará na maior qualidade das políticas do setor. Desejamos aos Pesquisadores Institucionais um bom trabalho! Equipe do Censo da Educação Superior (61) (61) (61) (61) (61)

4 MÓDULO CURSO Ao acessar a página principal do Censo da Educação Superior 2013, as abas com todos os módulos serão mostradas na barra superior do sistema. Ao acessar o módulo Curso, quatro opções de uso estarão disponíveis. A seguir descreveremos cada uma delas: Editar; Verificar Erros. Editar Para inserir informações dos cursos da instituição, deve-se clicar em Editar : 4

5 Será apresentada uma tela de pesquisa na qual poderão ser pesquisados todos os cursos carregados do Cadastro e-mec. Os parâmetros de busca são: código de curso no e-mec, nome do curso, local de oferta, nível acadêmico, grau acadêmico, modalidade de ensino e status. Para realizar a pesquisa deve-se selecionar os parâmetros desejados e clicar em Pesquisar. Para trazer a lista completa dos cursos basta não escolher nenhum parâmetro de pesquisa. 5

6 O sistema retornará a relação de todos os cursos carregados do cadastro e- MEC. Os cursos que não estiverem com os dados atualizados, pelo usuário em 2013, estarão com o status vermelho. Se já estiverem atualizados, o status mudará para azul. O campo Status permite fazer a seleção entre os cursos que já foram atualizados Validação dos dados concluída dos que não foram Validação dos dados pendentes. 6

7 Para iniciar o preenchimento do curso, selecione o curso desejado e clique na opção operação. Para os cursos de modalidade de ensino presencial o sistema apresentará tela contendo duas abas: Dados e-mec na qual serão mostrados os dados do Cadastro e- MEC); Dados Censo na qual serão mostrados os dados censitários que devem ser preenchidos pelo usuário. As informações mostradas em Dados e-mec não podem ser alteradas, são apenas para consulta. 7

8 Novidade: O campo Situação Funcionamento é um campo novo e pode conter os seguintes valores: em atividade, em extinção e extinto. 8

9 As variáveis censitárias que devem ser preenchidas são apresentadas na aba Dados Censo. O primeiro questionamento é: Curso teve aluno vinculado em 2013?. Respondido que Sim, o usuário pode vincular alunos e docentes àquele curso. Respondido que Não, o usuário declara o motivo do não funcionamento no ano de referência. ATENÇÃO AO CONCEITO! Curso extinto Curso novo Curso representado por outro código de curso Curso ativo sem demanda Curso que deixou definitivamente de funcionar e não será mais oferecido pela Instituição de Educação Superior. Curso que foi autorizado e ainda não realizou processo seletivo, portanto, sem aluno vinculado no ano de referência do Censo. Curso sem aluno vinculado no ano de referência porque passou a ser representado por outro código de curso. Curso com atividade suspensa temporariamente, que deixou de oferecer, por iniciativa da IES, processo seletivo durante um ano letivo, não tendo alunos vinculados no ano de referência do Censo, mas que poderá ser reativado, a qualquer momento, a critério da IES. 9

10 O Censinho responde... O curso que representará necessariamente deve estar com a opção Curso teve aluno vinculado em 2013 preenchida como SIM, e com todos os dados censitários atualizados. O Censinho responde... Se o curso teve alunos vinculados nas situações CURSANDO ou MATRÍCULA TRANCADA no Censo anterior, a única possibilidade de preenchimento é a opção: Curso representado por outro código de curso O Censinho responde... Se o curso estiver com situação extinto no e-mec, somente as opções Curso extinto e Curso representado por outro código de curso poderão ser selecionadas. Se a opção curso representado por outro código de curso for selecionada, então será apresentado um campo para preenchimento com a lista de cursos que tenha aluno vinculado em 2013 com o mesmo grau acadêmico, nível e modalidade de ensino, e que não esteja com situação de extinto no e_mec. Atenção! TODOS os docentes do curso representado por outro código de curso serão migrados automaticamente para o curso informado. Esta operação é IRREVERSÍVEL! TODOS os alunos do curso representado por outro código de curso serão migrados automaticamente para o curso informado. As seguintes informações de aluno serão apagadas: turno e polo. Esta operação é irreversível! 10

11 Se o curso teve funcionamento em 2013, então as seguintes variáveis devem ser preenchidas: Novidades: O campo Curso é financiado por convênio é novo e será apresentado para preenchimento somente para as Universidades Federais. Os campos Vagas e Inscritos deverão ser preenchidos por Turno, Processo Seletivo Principal e Outras Vagas. 11

12 ATENÇÃO AO CONCEITO! Inscritos Processo Seletivo Principal Inscritos Outras Vagas Número de participantes inscritos no(s) processo(s) seletivo(s) para ingresso no(s) curso(s). O processo seletivo principal é referente às vagas autorizadas para o ano corrente, conforme ato autorizativo. Número de participantes inscritos no(s) processo(s) seletivo(s) outras vagas. São aquelas liberadas por: abandono, transferências, falecimento de aluno, dentre outros. Vagas - Processo Seletivo Principal Vagas novas oferecidas anualmente, em cada turno de funcionamento, nos processos seletivos (vestibular, ENEM, avaliação seriada e outros tipos de seleção). Vagas - Outras vagas São vagas remanescentes oferecidas na IES liberadas por diversas situações como, por exemplo: óbito, não cumprimento de desempenho mínimo (jubilamento) transferência interna e externa. A forma de ingresso nessas vagas define-se no Censo como Outras formas de ingressos (transferência externa, transferência interna, portador de curso superior e reingresso). Prazo mínimo para integralização tempo mínimo descrito em anos ou fração de duração do curso para que o estudante receba a formação pretendida. O campo Prazo mínimo para integralização deve ser preenchido por turno e deve ser maior que 0.5. Exemplo: se o curso for de 9 semestres, então o prazo mínimo para integralização será de 4.5 anos. 12

13 O Censo aborda a questão da acessibilidade no campo Garante condições de ensino-aprendizagem para pessoas com deficiência?, o PI pode responder sim ou não. No caso de resposta afirmativa Sim ativará todas as opções do conjunto, que pelo menos uma deverá marcada. ATENÇÃO AO CONCEITO! Recursos de tecnologia assistiva às pessoas com deficiência Material em Braile Recursos de informática acessível Material pedagógico tátil Tradutor e intérprete de língua brasileira de sinais Material didático em língua brasileira de sinais Material didático em formato impresso acessível Material em áudio Material que é feito por meio do Sistema Braille que são sinais formados através de combinações de seis pontos e permite a pessoas com deficiência visual ler e escrever. Recursos com a finalidade de possibilitar a interação de pessoas com diferentes graus de comprometimento motor e/ou de comunicação e linguagem, em processos de ensino e aprendizagem. Exemplos: tela sensível ao toque, ou ao sopro, detector de ruídos, programas especiais de computador, etc. Recursos pedagógicos que permitem ou facilitam o aprendizado de pessoas com deficiência visual. Profissional especializado em serviços de tradução/ interpretação, que possam intermediar informações, entre surdos e ouvintes. Material didático elaborado em língua brasileira de sinais para o ensino de surdos. Material didático com características de fonte, corpo, número de caracteres, entrelinhas, espaços entre as palavras e as letras, cor do papel e da tinta, opacidade do papel e das ilustrações que viabilizem sua utilização com autonomia por parte da pessoa com baixa visão. Materiais gravados com voz humana em diferentes mídias que possibilitam o acesso a diversos conteúdos às pessoas cegas 13

14 e com baixa visão. Exemplo: áudio livro. Material em formato impresso em caracter ampliado Recursos de acessibilidade à comunicação Guia-intérprete Inserção da disciplina de língua brasileiras de sinais no curso Material didático digital acessível Material impresso em caracteres maiores que o usual a fim de possibilitar o acesso a pessoas com deficiências visuais. Recursos que possibilitam a eliminação de barreiras na disponibilidade de comunicação, tanto de conteúdo quanto de apresentação da informação, permitindo que o aluno tenha acesso à informação e ao conhecimento, independentemente de sua limitação. Exemplo: lupas, prancha de comunicação, softwares de leitura, dentre outros. Profissional que domina diversas formas de comunicação utilizadas pelas pessoas com surdocegueira, podendo fazer interpretação ou transliteração. Oferecimento da matéria língua brasileira de sinais pelo curso. Materiais didáticos digitais com reprodução em áudio, com sincronização de trechos selecionados, e que permitam: ler em caracteres ampliados, anexar anotações aos arquivos do livro e exportar o texto para impressão em Braille. O campo Oferece disciplina semipresencial somente será apresentado para os cursos na modalidade de ensino presencial. Caso a resposta seja afirmativa o PI deverá responder qual o percentual de carga horária semipresencial oferecida no curso. O valor é de até 20% das disciplinas oferecidas no curso. 14

15 Se o curso possuir laboratório(s), o campo Utiliza instalações para aulas práticas (laboratórios)? deve ser preenchido como Sim e será perguntado de que tipo são eles. Para incluir laboratório(s), clique na opção Vincular laboratório : Em seguida, será apresentada uma tela de busca de laboratórios. Informe a área, e o sistema apresentará lista contendo os tipos de laboratórios vinculados a área selecionada. Selecione o(s) laboratório(s) desejado(s) e clique em vincular. Após vincular todos os laboratórios desejados feche a tela de busca de laboratório. Os nomes dos laboratórios foram classificados de acordo com a lista de áreas de formação da OCDE. Caso não encontre o Nome do laboratório procurado, faça a busca pela denominação mais semelhante ao existente em sua IES, pois um mesmo laboratório pode ter nomes diferentes. 15

16 O Censo não contabiliza o número de laboratórios, mas sim o tipo. Assim, é possível que diversos laboratórios semelhantes possam ser declarados como um único tipo presente na lista, sem prejuízo à qualidade da informação. Ao finalizar o informe do curso, clique em Salvar para não perder as informações. Para os cursos na modalidade de ensino à distância o sistema apresentará tela contendo três abas: Dados e-mec na qual serão mostrados os dados do Cadastro e- MEC); Pólos lista contendo todos os polos da instituição informados no sistema e-mec; Dados Censo na qual serão mostrados os dados censitários que devem ser preenchidos pelo usuário. As informações mostradas em Pólos não podem ser alteradas, são apenas para consulta. 16

17 A tela para preenchimento dos dados censitários dos cursos a distância se difere da tela dos cursos presencias nos seguintes itens: Os campos Prazo mínimo para integralização, Vagas processo seletivo Principal, Outras vagas, Inscritos processo seletivo Principal e Inscritos em outras vagas não serão preenchidos por turno. O campo Oferece disciplina semipresencial somente será apresentado para os cursos na modalidade de ensino presencial. Os demais itens serão preenchidos seguindo as mesmas regras já mencionadas para o cursos presenciais. 17

18 Para os cursos ABI o sistema apresentará tela contendo três abas: Dados e-mec na qual serão mostrados os dados do Cadastro e- MEC); Cursos Vinculados lista contendo todos os cursos vinculados ao curso ABI, informados no sistema e-mec; Dados Censo na qual serão mostrados os dados censitários que devem ser preenchidos pelo usuário. As informações mostradas em Cursos Vinculados não poderão ser alteradas, são apenas para consulta. É importante que o PI verifique se os cursos vinculados a área básica estão listados corretamente nesta tela. Caso não estejam, entrar em contato com o e-mec e após a correção, informar a equipe do Censo para que seja realizada a carga pontual. Para que seja possível vincular aluno ou docente a curso, é necessário que os dados censitários estejam atualizados. 18

19 Verificar erros Ao encerrar o cadastro dos cursos, o usuário deverá fazer uma varredura em busca de eventuais problemas de informações. Para iniciar essa varredura, clique no módulo Curso e em Verificar Erros: Para iniciar o processo de verificação de erros clique na opção Verificar Erros. O sistema apresentará listagem contendo os erros pontuais nos cursos e listagem contendo erros gerais no módulo curso. Os erros apresentados deverão ser corrigidos. Finalizada a operação de Verificar erros, o usuário poderá fechar o módulo e reabri-lo, a qualquer tempo, até a data final de preenchimento do Censo. 19

20 Caso seja feita qualquer alteração após a reabertura do módulo, nova verificação de Erros deve ser executada. 20

Manual do Usuário do Censo da Educação Superior 2015

Manual do Usuário do Censo da Educação Superior 2015 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA DIRETORIA DE ESTATÍSTICAS EDUCACIONAIS COORDENAÇÃO GERAL DO CENSO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR Manual do Usuário do

Leia mais

CENSO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR 2014. Manual do Usuário

CENSO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR 2014. Manual do Usuário MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA DIRETORIA DE ESTATÍSTICAS EDUCACIONAIS COORDENAÇÃO GERAL DO CENSO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR CENSO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR

Leia mais

CENSO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR 2014 GLOSSÁRIO

CENSO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR 2014 GLOSSÁRIO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA DIRETORIA DE ESTATÍSTICAS EDUCACIONAIS COORDENAÇÃO GERAL DO CENSO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR CENSO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO PORTAL DO PROFESSOR

MANUAL DO USUÁRIO PORTAL DO PROFESSOR MANUAL DO USUÁRIO PORTAL DO PROFESSOR ACESSANDO O PORTAL DO PROFESSOR Para acessar o portal do professor, acesse o endereço que você recebeu através da instituição de ensino ou acesse diretamente o endereço:

Leia mais

CENSO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR 2010. Manual do Usuário

CENSO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR 2010. Manual do Usuário MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA DIRETORIA DE ESTATÍSTICAS EDUCACIONAIS COORDENAÇÃO GERAL DO CENSO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR CENSO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR

Leia mais

TUTORIAL EAD MOODLE PARA ALUNOS

TUTORIAL EAD MOODLE PARA ALUNOS ENSINO A DISTÂNCIA Aluno (a)! TUTORIAL EAD MOODLE PARA ALUNOS Este tutorial foi elaborado para lhe auxiliar na navegação na plataforma Moodle, ambiente de ensino/aprendizagem adotado para os cursos técnicos

Leia mais

Atendimento WEB IAMSPE CEAMA v20120524.docx. Manual de Atendimento

Atendimento WEB IAMSPE CEAMA v20120524.docx. Manual de Atendimento Manual de Atendimento ÍNDICE INCLUIR PEDIDO (SOLICITAÇÃO DE SENHA)... 3 ACOMPANHAMENTO DE PEDIDO... 8 2 INCLUIR PEDIDO (SOLICITAÇÃO DE SENHA) Utilizado para solicitação de senha para procedimentos pré-autorizados.

Leia mais

O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio.

O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio. AVISO O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio. Nenhuma parte desta publicação pode ser reproduzida nem transmitida

Leia mais

Manual do Usuário. Protocolo

Manual do Usuário. Protocolo Manual do Usuário Protocolo Índice de capítulos Parte I - Processos............................... 01 1 - Buscar................................ 01 2 - Listar................................ 02 3 - Abertura..............................

Leia mais

Instruções de Uso do sistema Sirc-Cartório

Instruções de Uso do sistema Sirc-Cartório Instruções de Uso do sistema Sirc-Cartório Pré-condição: Sistema instalado e configurado na estação de trabalho, conforme manual de instalação. Desta forma, haverá cadastrado no sistema um usuário administrador

Leia mais

SIE - SISTEMA DE INFORMAÇÕES PARA O ENSINO CADASTRO DE FUNCIONÁRIOS

SIE - SISTEMA DE INFORMAÇÕES PARA O ENSINO CADASTRO DE FUNCIONÁRIOS SIE - SISTEMA DE INFORMAÇÕES PARA O ENSINO CADASTRO DE FUNCIONÁRIOS SANTA MARIA FATECIENS 2008 Este manual tem por finalidade apresentar as especificações detalhadas da aplicação de Cadastro de Funcionários,

Leia mais

CENSO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR. Treinamento Censup 2014. Brasília-DF Fevereiro 2015

CENSO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR. Treinamento Censup 2014. Brasília-DF Fevereiro 2015 CENSO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR Treinamento Censup 2014 Brasília-DF Fevereiro 2015 Treinamento 2014 Objetivos 1. Apresentação geral do sistema Censup; 2. Discutir os principais conceitos; 3. Apresentar novas

Leia mais

Manual de Rotinas para Usuários. Advogados da União. Procuradoria da União no Estado do Ceará PU/CE SAPIENS. Sistema da AGU de Inteligência Jurídica

Manual de Rotinas para Usuários. Advogados da União. Procuradoria da União no Estado do Ceará PU/CE SAPIENS. Sistema da AGU de Inteligência Jurídica Manual de Rotinas para Usuários Advogados da União Procuradoria da União no Estado do Ceará PU/CE SAPIENS Sistema da AGU de Inteligência Jurídica Versão 1.0 2015 1 INTRODUÇÃO 3 1.1 O QUE É O SAPIENS? 3

Leia mais

MANUAL OFICINAS HDI - AUDATEX WEB

MANUAL OFICINAS HDI - AUDATEX WEB MANUAL OFICINAS HDI - AUDATEX WEB Audatex Web Oficinas HDI Nível Usuário (Versão 2.8) Gerência de Suporte Técnico Departamento de Treinamento Resp.: Equipe de Treinamento Versão 1.0 Revisão 1 Data 13/5/2008

Leia mais

Figura 1: tela inicial do BlueControl COMO COLOCAR A SALA DE INFORMÁTICA EM FUNCIONAMENTO?

Figura 1: tela inicial do BlueControl COMO COLOCAR A SALA DE INFORMÁTICA EM FUNCIONAMENTO? Índice BlueControl... 3 1 - Efetuando o logon no Windows... 4 2 - Efetuando o login no BlueControl... 5 3 - A grade de horários... 9 3.1 - Trabalhando com o calendário... 9 3.2 - Cancelando uma atividade

Leia mais

CENSO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR 2014. Manual do Usuário

CENSO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR 2014. Manual do Usuário MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA DIRETORIA DE ESTATÍSTICAS EDUCACIONAIS COORDENAÇÃO GERAL DO CENSO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR CENSO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR

Leia mais

Manual SIGEESCOLA Matrícula - 2009

Manual SIGEESCOLA Matrícula - 2009 Manual SIGEESCOLA Matrícula - 2009 GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ SECRETARIA DA EDUCAÇÃO BÁSICA COORDENADORIA DE DESENVOLVIMENTO DA ESCOLA PASSO A PASSO DA UTILIZAÇÃO DO SIGE ESCOLA 2009 1. PARA ACESSAR O

Leia mais

MANUAL DO PEP ATUALIZADO EM 13-08-2014 PROPOSTA ELETRÔNICA DE PREÇOS REFERENTE A VERSÃO DO PEP: 2.0.0.25

MANUAL DO PEP ATUALIZADO EM 13-08-2014 PROPOSTA ELETRÔNICA DE PREÇOS REFERENTE A VERSÃO DO PEP: 2.0.0.25 MANUAL DO PEP ATUALIZADO EM 13-08-2014 PROPOSTA ELETRÔNICA DE PREÇOS REFERENTE A VERSÃO DO PEP: 2.0.0.25 1 Sumário 1.Objetivo...03 2.Suporte...03 3.Como instalar...03 4.Usando o PEP...09 2 1. Objetivo:

Leia mais

MANUAL DO SISTEMA WEBDIÁRIO PERFIL PROFESSOR. Diário Eletrônico do Sistema Nambei

MANUAL DO SISTEMA WEBDIÁRIO PERFIL PROFESSOR. Diário Eletrônico do Sistema Nambei MANUAL DO SISTEMA WEBDIÁRIO PERFIL PROFESSOR Diário Eletrônico do Sistema Nambei ÍNDICE DE ILUSTRAÇÕES Figura 1 Tela de Acesso... 3 Figura 2 - Alteração de Senha... 3 Figura 3 - Página inicial - Perfil

Leia mais

Gestão Unificada de Recursos Institucionais GURI

Gestão Unificada de Recursos Institucionais GURI Documentação de Sistemas Gestão Unificada de Recursos Institucionais GURI Módulo de Protocolo Versão 1.17.0 Última revisão: 26/11/2015 2015 REITORA Ulrika Arns VICE-REITOR Almir Barros da Silva Santos

Leia mais

Passo a Passo Educação Especial

Passo a Passo Educação Especial Passo a Passo Educação Especial Objetivo Orientar as escolas que trabalham com Educação Especial na execução das atividades de criação e inclusão de alunos nas classes de AEE Atendimento Educacional Especializado

Leia mais

LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO CORDILHEIRA VERSÃO 2

LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO CORDILHEIRA VERSÃO 2 LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO CORDILHEIRA VERSÃO 2 (Orientamos aos clientes que utilizam banco de dados SQL, para efetuarem a atualização preferencialmente após o encerramento das atividades do dia, acessando

Leia mais

Manual de Operacionalização do Módulo de Prestação de Contas PCS

Manual de Operacionalização do Módulo de Prestação de Contas PCS Manual de Operacionalização do Módulo de Prestação de Contas PCS Versão Fevereiro/2013 Índice PCS - Módulo de Prestação de Contas...3 Acesso ao Módulo PCS...3 1. Contas financeiras...5 1.1. Cadastro de

Leia mais

MEC. Data: 20/09/2014 20/09/2014. Objetivo:

MEC. Data: 20/09/2014 20/09/2014. Objetivo: MEC SECRETARIA DE REGULAÇÃO E SUPERVISÃO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR Diretoria de Políticas Regulatórias Coordenação-Geral de Diretrizes e Ações para a Regulação e Supervisão da Educação Superior (CGDIRES) Sistema/Cadastro

Leia mais

Freedom Software. Sistema de Representação. Freedom Software Sistema de Representação Página 1

Freedom Software. Sistema de Representação. Freedom Software Sistema de Representação Página 1 Freedom Software Sistema de Representação Freedom Software Sistema de Representação Página 1 FREEVENDMOBILE (Sistema de Vendas Mó vel) Sumário INSTALAÇÃO:... 3 O SISTEMA... 7 MENU E BARRAS DO SISTEMA...

Leia mais

Versão para atualização do Gerpos Retaguarda

Versão para atualização do Gerpos Retaguarda Versão para atualização do Gerpos Retaguarda A Gerpos comunica a seus clientes que nova versão do aplicativo Gerpos Retaguarda, contendo as rotinas para emissão da Nota Fiscal Eletrônica, já está disponível.

Leia mais

SISTEMA PLANO DE ENSINO - DOCENTES

SISTEMA PLANO DE ENSINO - DOCENTES SISTEMA PLANO DE ENSINO - DOCENTES 1- PÁGINA DE LOGIN DO SISTEMA E APRESENTAÇÕES INICIAIS Ao acessar o link do sistema, a seguinte página será apresentada: ACESSO AOS DOCENTES: Usar o usuário e senha do

Leia mais

ÍNDICE. SPO Módulo de Descentralização de Créditos no SIMEC 2

ÍNDICE. SPO Módulo de Descentralização de Créditos no SIMEC 2 ÍNDICE 1. Visão Geral - Funcionamento do sistema... 3 2. Descrição dos perfis do sistema... 4 3. Operação Novo termo de execução descentralizada... 5 a. Cadastramento do termo no sistema pela Unidade Técnica...

Leia mais

RETIFICAÇÃO - EDITAL N o 01 1º SEMESTRE 2015 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUL DE MINAS GERAIS CÂMPUS MUZAMBINHO

RETIFICAÇÃO - EDITAL N o 01 1º SEMESTRE 2015 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUL DE MINAS GERAIS CÂMPUS MUZAMBINHO RETIFICAÇÃO - EDITAL N o 01 1º SEMESTRE 2015 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUL DE MINAS GERAIS CÂMPUS MUZAMBINHO CENTRO DE EDUACAÇÃO A DISTÂNCIA - CEAD PROCESSO SELETIVO DOS CURSOS

Leia mais

MANUAL DA SECRETARIA

MANUAL DA SECRETARIA MANUAL DA SECRETARIA Conteúdo Tela de acesso... 2 Liberação de acesso ao sistema... 3 Funcionários... 3 Secretaria... 5 Tutores... 7 Autores... 8 Configuração dos cursos da Instituição de Ensino... 9 Novo

Leia mais

PROCEDIMENTOS PARA AQUISIÇÃO

PROCEDIMENTOS PARA AQUISIÇÃO PROCEDIMENTOS PARA AQUISIÇÃO Acesse o site www.teubilhete.com.br, selecione a opção Teu Online, e clique no botão, preencha o formulário com os dados de sua empresa. Reúna duas vias impressas do Contrato

Leia mais

GESTORES/FISCAIS INSTITUCIONAIS. Módulo Monitoramento Obras 2.0 - FNDE

GESTORES/FISCAIS INSTITUCIONAIS. Módulo Monitoramento Obras 2.0 - FNDE VERSÃO PRELIMINAR ESTA VERSÃO ESTÁ EM CONSTANTE ATUALIZAÇÃO, PODENDO SOFRE ALTERAÇÃO NAS TELAS E INSTRUÇÕES Atualizado até a inserção de vistorias GESTORES/FISCAIS INSTITUCIONAIS Módulo Monitoramento Obras

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA HERMES

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA HERMES MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA HERMES 1. Introdução Esse documento tem por objetivo descrever o funcionamento e formas de utilização do módulo de Requisição de Materiais do Sistema de Controle Patrimonial

Leia mais

Themis Serviços On Line - Publicações

Themis Serviços On Line - Publicações Nome do documento Guia do Usuário Themis Serviços On Line - Publicações Sumário Introdução:... 3 1 - Cadastro dos Usuários do Themis Serviços On Line:... 3 2 - Acesso ao Sistema Themis Serviços On Line:...

Leia mais

Identificação da Empresa

Identificação da Empresa Identificação da Empresa MT-611-00001-13 Última Atualização 04/03/2015 I. Objetivos Após este módulo de capacitação você será capaz de: 1. Preencher em Identificação os dados básicos, itens e as localidades

Leia mais

Manual do usuário Sistema de Ordem de Serviço HMV/OS 5.0

Manual do usuário Sistema de Ordem de Serviço HMV/OS 5.0 Manual do usuário Sistema de Ordem de Serviço HMV/OS 5.0 DESENVOLVEDOR JORGE ALDRUEI FUNARI ALVES 1 Sistema de ordem de serviço HMV Apresentação HMV/OS 4.0 O sistema HMV/OS foi desenvolvido por Comtrate

Leia mais

SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO AMBIENTAL SIGAM

SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO AMBIENTAL SIGAM SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO AMBIENTAL SIGAM MANUAL REQUERIMENTO ON LINE 2009 Fundação Instituto de Administração FIA Página Inicial Ao acessar a tela inicial, clique sobre a frase: Inicie o Requerimento

Leia mais

REGISTRO DE PROJETOS

REGISTRO DE PROJETOS REGISTRO DE PROJETOS 1. REGISTRO DE PROJETOS Esta aplicação tem o objetivo de realizar o Registro de Projetos da Instituição. É possível, incluir, alterar ou excluir essas informações. 1.1. Acessando a

Leia mais

MANUAL MOODLE - PROFESSORES

MANUAL MOODLE - PROFESSORES MANUAL MOODLE - PROFESSORES VERSÃO 2.5 Faculdades Projeção FACULDADE PROJEÇÃO Prof. Oswaldo Luiz Saenger Presidente Prof.ª Catarina Fontoura Costa Diretora Geral das Unidades Educacionais Prof. José Sérgio

Leia mais

SISTEMA MEDLINK E-TISS PASSO-A-PASSO (USE JUNTO COM A VÍDEO AULA)

SISTEMA MEDLINK E-TISS PASSO-A-PASSO (USE JUNTO COM A VÍDEO AULA) 1 / 16 SISTEMA MEDLINK E-TISS PASSO-A-PASSO (USE JUNTO COM A VÍDEO AULA) Este guia passo-a-passo tem o objetivo de facilitar o entendimento: - da ordem de execução dos processos. - dos conceitos do sistema.

Leia mais

DIÁRIO DE CLASSE ELETRÔNICO APRESENTAÇÃO... 2

DIÁRIO DE CLASSE ELETRÔNICO APRESENTAÇÃO... 2 DIÁRIO DE CLASSE ELETRÔNICO APRESENTAÇÃO... 2 PLANO DE CURSO Como cadastrar um plano de curso?... 3 Como importar um plano de curso?... 4 Como cadastrar o conteúdo programático?... 7 Como cadastrar atividades

Leia mais

NOTA FISCAL DE SERVIÇO ELETRÔNICA (NFS-e) Manual de Utilização Envio de arquivos RPS. Versão 2.1

NOTA FISCAL DE SERVIÇO ELETRÔNICA (NFS-e) Manual de Utilização Envio de arquivos RPS. Versão 2.1 NOTA FISCAL DE SERVIÇO ELETRÔNICA (NFS-e) Manual de Utilização Envio de arquivos RPS Versão 2.1 SUMÁRIO SUMÁRIO... 2 1. INTRODUÇÃO... 3 2. LAYOUT DO ARQUIVO... 4 3. TRANSMITINDO O ARQUIVO... 5 4. CONSULTANDO

Leia mais

Ordem de Serviços. Abaixo será informado o procedimento passo a passo para emissão da ordem de serviço no CIAF.

Ordem de Serviços. Abaixo será informado o procedimento passo a passo para emissão da ordem de serviço no CIAF. Ordem de Serviços. Abaixo será informado o procedimento passo a passo para emissão da ordem de serviço no CIAF. 1 -Abertura da Ordem de Serviços: 1.1 Entre em Serviços + Ordem de Serviço + Abertura de

Leia mais

CENSO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR 2012. Manual do Usuário

CENSO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR 2012. Manual do Usuário 1 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA DIRETORIA DE ESTATÍSTICAS EDUCACIONAIS COORDENAÇÃO GERAL DO CENSO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR CENSO DA EDUCAÇÃO

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS DA CONCILIAÇÃO BANCÁRIA DIGITAL

MANUAL DE PROCEDIMENTOS DA CONCILIAÇÃO BANCÁRIA DIGITAL MANUAL DE PROCEDIMENTOS DA CONCILIAÇÃO BANCÁRIA DIGITAL Manaus Am 2012 APRESENTAÇÃO A Secretaria Executiva do Tesouro SET/SEFAZ produziu este MANUAL com a finalidade de orientar os usuários do Sistema

Leia mais

MANUAL OPERACIONAL. Sistema Eletrônico Plano de Metas Compromisso Todos pela Educação. PARTE I Seleção do município e inserção de dados cadastrais

MANUAL OPERACIONAL. Sistema Eletrônico Plano de Metas Compromisso Todos pela Educação. PARTE I Seleção do município e inserção de dados cadastrais MANUAL OPERACIONAL Sistema Eletrônico Plano de Metas Compromisso Todos pela Educação PARTE I Seleção do município e inserção de dados cadastrais Tela 1. Abertura do Sistema Tela 2: 1. Arquivo: Selecione

Leia mais

Sistemas Corporativos da USP (Web)

Sistemas Corporativos da USP (Web) Sistemas Corporativos da USP (Web) O sistema de estágios remunerados da USP é fruto da colaboração das seguintes áreas da Reitoria da Universidade de São Paulo: Departamento de Recursos Humanos, Departamento

Leia mais

MANUAL DE PREENCHIMENTO DO PORTAL DE ATENDIMENTO AO PRESTADOR

MANUAL DE PREENCHIMENTO DO PORTAL DE ATENDIMENTO AO PRESTADOR MANUAL DE PREENCHIMENTO DO PORTAL DE ATENDIMENTO AO PRESTADOR Este Manual tem por finalidade orientar o preenchimento do Novo Portal de Serviços de Atendimento ao Prestador no atendimento aos beneficiários

Leia mais

BR DOT COM SISPON: MANUAL DO USUÁRIO

BR DOT COM SISPON: MANUAL DO USUÁRIO BR DOT COM SISPON: MANUAL DO USUÁRIO BAURU 2015 2 BR DOT COM SISPON: MANUAL DO USUÁRIO Manual do usuário apresentado para auxiliar no uso do sistema SisPon. BAURU 2015 3 SUMÁRIO 1 Instalação... 5 1.1 Sispon...

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA SELEÇÃO DE TUTOR PRESENCIAL EDITAL N. 61/2014

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA SELEÇÃO DE TUTOR PRESENCIAL EDITAL N. 61/2014 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA SELEÇÃO DE TUTOR PRESENCIAL EDITAL N. 61/2014 Seleção para tutoria presencial do Curso de Especialização em Ensino de Matemática no Ensino Médio

Leia mais

MBA EM GESTÃO PÚBLICA

MBA EM GESTÃO PÚBLICA EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online MBA EM GESTÃO PÚBLICA Regulamentação de Pós-Graduação Lato Sensu e Ato de Credenciamento Institucional para Oferta de Curso de Pós-Graduação

Leia mais

Sistema Integrado CAPES - Programa de Apoio a Eventos no País

Sistema Integrado CAPES - Programa de Apoio a Eventos no País COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR DIRETORIA DE GESTÃO DGES COORDENAÇÃO GERAL DE INFORMÁTICA CGIN COORDENAÇÃO DE DESENVOLVIMENTO E MANUTENÇÃO DE SISTEMAS CSI MANUAL DE UTILIZAÇÃO

Leia mais

e-sus Atenção Básica Manual de Utilização do Sistema Prontuário Eletrônico do Cidadão - PEC

e-sus Atenção Básica Manual de Utilização do Sistema Prontuário Eletrônico do Cidadão - PEC e-sus Atenção Básica Manual de Utilização do Sistema Prontuário Eletrônico do Cidadão - PEC PERFIL ENFERMEIRO Sumário 1. INTRODUÇÃO... 3 2. ORIENTAÇÕES GERAIS... 4 3. CIDADÃO... 6 3.1 Visualizar prontuário...

Leia mais

Nota Fiscal de Serviço eletrônica NFSe. Manual de acesso e utilização do sistema

Nota Fiscal de Serviço eletrônica NFSe. Manual de acesso e utilização do sistema PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO LEOPOLDO Nota Fiscal de Serviço eletrônica NFSe Manual de acesso e utilização do sistema Versão: 1.0.30 Maio/2011 SUMÁRIO 1. TELA INICIAL... 3 2. CADASTRO DO PRESTADOR... 4

Leia mais

Caro participante, seja bem-vindo!!!

Caro participante, seja bem-vindo!!! Caro participante, seja bem-vindo!!! Aqui você aprenderá: 1. Como navegar no seu Ambiente Virtual 2. Como utilizar o Fórum 3. Como utilizar o Memorial 1. NAVEGANDO NO AMBIENTE VIRTUAL (ACTOR) Esse tutorial

Leia mais

SISTEMA CADASTRO INTEGRADO MANUAL DO USUÁRIO DAS ENTIDADES ESTADUAIS E MUNICIPAIS, PREFEITURA E CORPO DE BOMBEIROS

SISTEMA CADASTRO INTEGRADO MANUAL DO USUÁRIO DAS ENTIDADES ESTADUAIS E MUNICIPAIS, PREFEITURA E CORPO DE BOMBEIROS SISTEMA CADASTRO INTEGRADO MANUAL DO USUÁRIO DAS ENTIDADES ESTADUAIS E MUNICIPAIS, PREFEITURA E CORPO DE BOMBEIROS Abril / 2008 1 INDICE Objetivo do Sistema de Registro de Contribuinte na Junta Comercial...3

Leia mais

Gravando Dados e Cópias de CD s com o Nero 6.0 Disciplina Operação de Sistemas Aplicativos I

Gravando Dados e Cópias de CD s com o Nero 6.0 Disciplina Operação de Sistemas Aplicativos I CENTRO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA PAULA SOUZA Escola Técnica Estadual de Avaré ETE-AVARÉ CURSO DE TÉCNICO EM INFORMÁTICA NÚCLEO DE APOIO Gravando Dados e Cópias de CD s com o Nero 6.0 Disciplina

Leia mais

Ao iniciar o Secretária 2000, você será solicitado a modificar ou confirmar a Data e Hora do sistema, quando aparecer a tela abaixo.

Ao iniciar o Secretária 2000, você será solicitado a modificar ou confirmar a Data e Hora do sistema, quando aparecer a tela abaixo. Ao iniciar o Secretária 2000, você será solicitado a modificar ou confirmar a Data e Hora do sistema, quando aparecer a tela abaixo. 1. Modifique a data e hora e lique em Confirmar, ou clique somente em

Leia mais

Prestador de Serviços

Prestador de Serviços Copyright 2014 - ControleNaNet Conteúdo A Ficha de Serviços...3 Os Recibos... 5 Como imprimir?... 6 As Listagens...7 Clientes... 9 Consulta...9 Inclusão... 11 Alteração... 12 Exclusão... 13 Serviços...

Leia mais

MIT072 Manual de Operação do Portal - Professores

MIT072 Manual de Operação do Portal - Professores ACESSO AO PORTAL Para acessar o Portal, o professor deve entrar no site Https://meu.ifmg.edu.br/Corpore.Net/Logon.aspx. Na página apresentada será necessário fazer o login preenchendo os campos Usuário

Leia mais

Manual do Usuário. Menus: Produtor Rural, Propriedade Rural e GTA Módulo: Produtor Rural. dezembro de 13

Manual do Usuário. Menus: Produtor Rural, Propriedade Rural e GTA Módulo: Produtor Rural. dezembro de 13 Manual do Usuário Menus: Produtor Rural, Propriedade Rural e GTA Módulo: Produtor Rural dezembro de 13 Este documento foi produzido por Praça dos Açorianos, s/n CEP 90010-340 Porto Alegre, RS (51) 3210-3100

Leia mais

Passo a Passo do Cadastro Funcionários no SIGLA Digital

Passo a Passo do Cadastro Funcionários no SIGLA Digital Passo a Passo do Cadastro Funcionários no SIGLA Digital Funcionários Página 1 de 12 O cadastro de funcionários permite cadastrar o usuário que vai utilizar o SIGLA Digital e também seus dados pessoais.

Leia mais

1- Acessando o sistema

1- Acessando o sistema 1- Acessando o sistema Na barra de endereços de páginas da Internet escrever o seguinte endereço: webnet.sec.ba.gov.br Na tela inicial do sistema você deve informar os dados para a verificação de acesso.

Leia mais

Manual do Usuário do Produto EmiteNF-e. Manual do Usuário

Manual do Usuário do Produto EmiteNF-e. Manual do Usuário Manual do Usuário Produto: EmiteNF-e Versão: 1.2 Índice 1. Introdução... 2 2. Acesso ao EmiteNF-e... 2 3. Configurações Gerais... 4 3.1 Gerenciamento de Usuários... 4 3.2 Verificação de Disponibilidade

Leia mais

Passo a Passo Mais Educação

Passo a Passo Mais Educação Ministério da Educação Secretaria de Educação Básica Diretoria de Currículos e Educação Integral PROGRAMA MAIS EDUCAÇÃO: ampliação de tempo, espaços e oportunidades educativas Matrizes Históricas Anísio

Leia mais

DIRETORIA DE EXTENSÃO ORIENTAÇÕES AOS COORDENADORES DE PROJETOS/PROGRAMAS PARA UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ON-LINE DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA

DIRETORIA DE EXTENSÃO ORIENTAÇÕES AOS COORDENADORES DE PROJETOS/PROGRAMAS PARA UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ON-LINE DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA ORIENTAÇÕES AOS COORDENADORES DE PROJETOS/PROGRAMAS PARA UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ON-LINE DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA Acesse o SGUWeb com seu usuário e senha. Entre na opção Projetos Minhas Propostas Escolha

Leia mais

Manual do Portal do Fornecedor. isupplier

Manual do Portal do Fornecedor. isupplier isupplier Revisão 01 Setembro 2011 Sumário 1 Acesso ao portal isupplier... 03 2 Home Funções da Tela Inicial... 05 3 Ordens de Compra Consultar Ordens de Compra... 07 4 Entregas Consultar Entregas... 13

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ON LINE DE CONTROLE ACADÊMICO

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ON LINE DE CONTROLE ACADÊMICO MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA ON LINE DE CONTROLE ACADÊMICO 009 SUMÁRIO ACESSANDO O SISTEMA ON LINE... ACESSANDO SEUS RECADOS... 4. Lendo um Recado Recebido... 5. Excluindo um Recado Recebido... 6. Recuperando

Leia mais

MANUAL DO PROFESSOR Portal LS Educação

MANUAL DO PROFESSOR Portal LS Educação MANUAL DO PROFESSOR Portal LS Educação MANTIDA FACULDADE CIDADE DE JOÃO PINHEIRO MANTENEDORA ASSOCIAÇÃO EDUCACIONAL DE JOÃO PINHEIRO Olá Professor(a), este é um manual prático e resumido para acesso ao

Leia mais

Guia para utilização do ambiente de EaD UniRitter

Guia para utilização do ambiente de EaD UniRitter Guia para utilização do ambiente de EaD UniRitter Sumário 1 Acesso ao ambiente de EaD... 1 2 Navegação... 2 3 Perfil... 2 4 Programação... 3 5 Blocos... 4 6 Comunicação... 6 6.1 Fórum de notícias... 6

Leia mais

Recurso de Glosas Eletrônico RGE

Recurso de Glosas Eletrônico RGE Recurso de Glosas Eletrônico RGE Conhecendo o Sistema 2 Acessando o Sistema 3 Para acessar nosso sistema, você deve seguir os seguintes passos : Acesse nosso website : www.sulamerica.com.br Clique na aba

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO AMBIENTE EAD (Educação a Distância) ÍNDICE

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO AMBIENTE EAD (Educação a Distância) ÍNDICE MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO AMBIENTE EAD (Educação a Distância) ÍNDICE FORMAS DE ACESSO AO AMBIENTE EAD... 2 O AMBIENTE EAD... 2 TERMO DE COMPROMISSO... 3 CONHECENDO A HOME PAGE DO TREINAMENTO EAD... 3 ETAPAS

Leia mais

Boletim Sucupira nº 002 09 de julho de 2014. Prezados (as) Srs. Coordenadores de Programas,

Boletim Sucupira nº 002 09 de julho de 2014. Prezados (as) Srs. Coordenadores de Programas, Boletim Sucupira nº 002 09 de julho de 2014 Prezados (as) Srs. Coordenadores de Programas, Nesses primeiros meses de utilização da Plataforma Sucupira, temos trabalhado continuamente para aperfeiçoar suas

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO TREINAMENTO EAD (Educação a Distância) ÍNDICE

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO TREINAMENTO EAD (Educação a Distância) ÍNDICE MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO TREINAMENTO EAD (Educação a Distância) ÍNDICE FORMAS DE ACESSO AO AMBIENTE EAD... 2 O AMBIENTE EAD... 3 TERMO DE COMPROMISSO... 4 CONHECENDO A HOME PAGE DO TREINAMENTO EAD... 4

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA COMITÊ DE INCLUSÃO E ACESSIBILIDADE ORIENTAÇÕES PARA DOCENTES DE ESTUDANTES COM DEFICIÊNCIA VISUAL

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA COMITÊ DE INCLUSÃO E ACESSIBILIDADE ORIENTAÇÕES PARA DOCENTES DE ESTUDANTES COM DEFICIÊNCIA VISUAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA COMITÊ DE INCLUSÃO E ACESSIBILIDADE ORIENTAÇÕES PARA DOCENTES DE ESTUDANTES COM DEFICIÊNCIA VISUAL Leilane Bento de Araújo Meneses Andreza Aparecida Polia De acordo com

Leia mais

Manual de Operação. Copyright 2011 - Todos os direitos reservados.

Manual de Operação. Copyright 2011 - Todos os direitos reservados. Manual de Operação Copyright 2011 - Todos os direitos reservados. SUMÁRIO 1. Informações Gerais...7 1.1 EasyPass... 7 1.2 Observações... 8 2. Conceitos Básicos...10 2.1 Captura de Imagem...10 2.2 Crop...10

Leia mais

COORDENAÇÃO DE EAD MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MOODLE 2.6 PERFIL ALUNO. Versão 1.0

COORDENAÇÃO DE EAD MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MOODLE 2.6 PERFIL ALUNO. Versão 1.0 COORDENAÇÃO DE EAD MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MOODLE 2.6 PERFIL ALUNO Versão 1.0 2015 SUMÁRIO 1. O MOODLE 3 2. Acesso à Plataforma 3 2.1. Cadastrar-se em uma disciplina 4 2.2. Página Inicial do Curso 5 3.

Leia mais

MÓDULO 3 Cadastros básicos

MÓDULO 3 Cadastros básicos MÓDULO 3 Cadastros básicos Agora que você já conhece o SCAWEB, demonstraremos como realizar os cadastros básicos do HÓRUS. Inicialmente, você precisará acessar o HÓRUS com o email e senha cadastrados no

Leia mais

Portal de Aprendizado Tutorial do Aluno

Portal de Aprendizado Tutorial do Aluno Portal de Aprendizado Tutorial do Aluno Índice 1 Acessando o Portal... 2 1.1 Verificação do Browser... 2 1.2 Entre em contato... 3 1.3 Portal Autenticado... 5 2 Meus Cursos... 6 2.1 Matriculando-se em

Leia mais

MANUAL DO AVA GOVERNO DO ESTADO DO AMAZONAS. Rua Ramos Ferreira, 991 A - Centro Fone: (92) 3878-7479 / 3233-6836 Manaus AM CEP: 69010-120

MANUAL DO AVA GOVERNO DO ESTADO DO AMAZONAS. Rua Ramos Ferreira, 991 A - Centro Fone: (92) 3878-7479 / 3233-6836 Manaus AM CEP: 69010-120 MANUAL DO AVA 1. O QUE É EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA? A Educação a Distância, como dispõe o Decreto nº 5.622, de 19/12/2005, caracterizase como uma modalidade educacional na qual a mediação didático-pedagógica

Leia mais

Oportunidades GIFE. Como divulgar vagas na Comunidade

Oportunidades GIFE. Como divulgar vagas na Comunidade Oportunidades GIFE Como divulgar vagas na Comunidade Página de Acesso de Empresas Para quem já possui cadastro, basta preencher a identificação da empresa, a identificação do usuário e a senha de acesso

Leia mais

Inserção de Peças Digitais em Processos/Documentos

Inserção de Peças Digitais em Processos/Documentos SECRETARIA DE ESTADO DA ADMINISTRAÇÃO - SEA Sistema de Gestão de Protocolo Eletrônico Inserção de Peças Digitais em Processos/Documentos SUMÁRIO 1. Trabalhando com a Multifuncional/Scanner 2. Inserindo

Leia mais

PROGRAMA DE VALORIZAÇÃO DO PROFISSIONAL DA ATENÇÃO BÁSICA TUTORIAL PARA O COORDENADOR PLANO DE TRABALHO PROVAB

PROGRAMA DE VALORIZAÇÃO DO PROFISSIONAL DA ATENÇÃO BÁSICA TUTORIAL PARA O COORDENADOR PLANO DE TRABALHO PROVAB PROGRAMA DE VALORIZAÇÃO DO PROFISSIONAL DA ATENÇÃO BÁSICA TUTORIAL PARA O COORDENADOR PLANO DE TRABALHO PROVAB Brasília/DF, 14 março de 2016. 1 APRESENTAÇÃO Prezado(a) Coordenador(a) participante do PROVAB:

Leia mais

ORIENTAÇÕES SOBRE O SISTEMA DE CADASTRO DE ALUNOS

ORIENTAÇÕES SOBRE O SISTEMA DE CADASTRO DE ALUNOS ORIENTAÇÕES SOBRE O SISTEMA DE CADASTRO DE ALUNOS Elaboração: Lilian Guilhoto Salazar Histórico CETEC Unidade de Ensino Médio e Técnico O Sistema de Cadastro de Alunos do Estado de São Paulo foi instituído

Leia mais

TUTORIAL ORGANIZAÇÃO DE EVENTOS

TUTORIAL ORGANIZAÇÃO DE EVENTOS TUTORIAL ORGANIZAÇÃO DE EVENTOS Brasília/DF Agosto/2015 3 4 Sumário 1 Menu Cadastro.... 8 1.1 Cadastro de Entidade... 9 1.2 Cadastro de Atividade... 10 1.3 Cadastro de Participante... 15 2 Menu Execução...

Leia mais

Sistema Acadêmico da Universidade Estadual Vale do Acaraú Módulo Aluno

Sistema Acadêmico da Universidade Estadual Vale do Acaraú Módulo Aluno Sistema Acadêmico da Universidade Estadual Vale do Acaraú Módulo Aluno Solicitação de Matrícula Manual de Ajuda Data: 21/05/2015 Desenvolvido por: Núcleo de Tecnologia da Informação da Universidade Estadual

Leia mais

MOODLE NA PRÁTICA PEDAGÓGICA

MOODLE NA PRÁTICA PEDAGÓGICA Carmen Mathias Agosto - 2009 I. CADASTRO 1. Acessar o site de treinamento (teste): http://moodle_course.unifra.br/ 2. Faça o login, clicando em acesso no lado direito superior da tela: 3. Coloque seu nome

Leia mais

MANUAL DE OPERAÇÃO BOLSA PERMANÊNCIA I EMISSÃO DO TERMO DE CONCESSÃO DE BOLSA PERMANÊNCIA

MANUAL DE OPERAÇÃO BOLSA PERMANÊNCIA I EMISSÃO DO TERMO DE CONCESSÃO DE BOLSA PERMANÊNCIA MANUAL DE OPERAÇÃO BOLSA PERMANÊNCIA I EMISSÃO DO TERMO DE CONCESSÃO DE BOLSA PERMANÊNCIA 1. Estudantes aptos ao recebimento do benefício - Vedação de acúmulo de bolsas Conforme Portaria Normativa MEC

Leia mais

Manual do Usuário CMS WordPress Versão atual: 3.0

Manual do Usuário CMS WordPress Versão atual: 3.0 Manual do Usuário CMS WordPress Versão atual: 3.0 1 - Introdução O Centro de Gestão do Conhecimento Organizacional, CGCO, criou, em março de 2008, uma equipe para atender à demanda de criação de novos

Leia mais

1Ò&/(2'(('8&$d 2$',67Æ1&,$1($' PROCEDIMENTOS PARA DISCIPLINAS A DISTÂNCIA MANUAL DO ALUNO

1Ò&/(2'(('8&$d 2$',67Æ1&,$1($' PROCEDIMENTOS PARA DISCIPLINAS A DISTÂNCIA MANUAL DO ALUNO 1Ò&/(2'(('8&$d 2$',67Æ1&,$1($' PROCEDIMENTOS PARA DISCIPLINAS A DISTÂNCIA MANUAL DO ALUNO 2 SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO... 03 2 PROCEDIMENTOS PARA MATRÍCULA...04 3. PARTICIPAÇÃO NAS DISCIPLINAS EAD...04 4 AVALIAÇÃO

Leia mais

Apresentação... 1. 1. Procedimentos iniciais... 1. 2. Novo Pagamento... 4. 3. Manutenção... 5. 4. Assinatura... 6

Apresentação... 1. 1. Procedimentos iniciais... 1. 2. Novo Pagamento... 4. 3. Manutenção... 5. 4. Assinatura... 6 Sumário Apresentação... 1 1. Procedimentos iniciais... 1 2. Novo Pagamento... 4 3. Manutenção... 5 4. Assinatura... 6 5. Baixar pagamentos de borderôs/ cheques... 7 6. Imprimir... 7 7. Estornar... 8 Apresentação

Leia mais

Guia de Acesso ao AVA. Ms. Eng. Claudio Ferreira de Carvalho

Guia de Acesso ao AVA. Ms. Eng. Claudio Ferreira de Carvalho Guia de Acesso ao AVA Ms. Eng. Claudio Ferreira de Carvalho Introdução Este guia apresenta os procedimentos iniciais para acessar o AVA (Ambiente Virtual de Aprendizagem), que será utilizado para as disciplinas

Leia mais

Manual. O líder global na abordagem do plágio e no fornecimento de comentários enriquecedores.

Manual. O líder global na abordagem do plágio e no fornecimento de comentários enriquecedores. Manual O líder global na abordagem do plágio e no fornecimento de comentários enriquecedores. 1 SUMÁRIO 1. CADASTRO DE NOVO USUÁRIO... 2 2. INCLUSÃO DE AULA E TRABALHO... 2 3. ENVIO DE DOCUMENTOS (TRABALHOS)...

Leia mais

Manual CENAD - Central Notarial de Autenticação Digital

Manual CENAD - Central Notarial de Autenticação Digital Manual CENAD - Central Notarial de Autenticação Digital Desenvolvido por: Gustavo da Silva Betete Versão: 1.0 Revisado por:renan LuisGonçalves Soares Equipe responsável: Setor de Tecnologia da Informação

Leia mais

Manual do Usuário. Declaração de Substituição Tributária, Diferencial de Alíquota e Antecipação - DeSTDA

Manual do Usuário. Declaração de Substituição Tributária, Diferencial de Alíquota e Antecipação - DeSTDA Livro Super Simples Manual do Usuário Declaração de Substituição Tributária, Diferencial de Alíquota e Antecipação - DeSTDA Secretarias de Fazenda Estaduais, do Distrito Federal e Comitê Gestor do Simples

Leia mais

UnionWeb Condominium

UnionWeb Condominium UnionWeb Condominium Esse manual contém explicações técnicas de configuração e manutenção administrativa. Não deve ser repassado para moradores, é para utilização da Administradora ou responsável para

Leia mais

Implantação do sistema Condominium

Implantação do sistema Condominium Implantação do sistema Condominium Nesse manual iremos acompanhar o passo a passo para a implantação do sistema, portanto iremos pular algumas telas do cadastro, que deverão ser preenchidas após a implantação

Leia mais

Manual de Utilização do PDV Klavix

Manual de Utilização do PDV Klavix Manual de Utilização do PDV Klavix Página 1/20 Instalando a partir do CD Se você recebeu um CD de instalação, rode o programa Instalador que se encontra no raiz do seu CD. Ele vai criar a pasta c:\loureiro

Leia mais

Manual de Instruções ISS WEB SISTEMA ISS WEB. Sil Tecnologia LTDA

Manual de Instruções ISS WEB SISTEMA ISS WEB. Sil Tecnologia LTDA SISTEMA ISS WEB Sil Tecnologia LTDA Sumário INTRODUÇÃO 3 1. ACESSO AO SISTEMA 4 2. AUTORIZAR USUÁRIO 5 3. TELA PRINCIPAL 6 4. ALTERAR SENHA 7 5. TOMADORES DE SERVIÇO 7 5.1 Lista de Declarações de Serviços

Leia mais