PARIS para principiantes

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PARIS para principiantes"

Transcrição

1

2

3 PARIS para principiantes

4

5 Paulo de Faria Pinho PARIS para principiantes 1ª Edição POD Petrópolis KBR 2012

6 Edição de Texto Noga Sklar Editoração: KBR Capa KBR sobre foto do autor Fotos do miolo acervo pessoal do autor Copyright 2012 Paulo de Faria Pinho Todos os direitos reservados ao autor. ISBN: KBR Editora Digital Ltda Viagens

7 Paulo de Faria Pinho é advogado, com curso de pós-graduação na FGV. É o chamado escritor bissexto. Em 1978, publicou pela Editora Cultura de São Paulo o Memórias sem maquiagem, um livro escrito a quatro mãos com Carlos Machado, o saudoso Rei da Noite, e que se transformou em um referencial dos chamados Anos Dourados da noite do Rio. Mais tarde, escreveu os contos A Cortesã e outras ideias; Alcoolicamente, livro de poemas pela Relume Dumará, obra premiada com a Bolsa Para Escritores Brasileiros do Ministério da Cultura e ilustrada por Rubens Gerchman; Calçadas do Leblon, outro de poesia, pela 7 Letras; Bebidas & Boêmios, pela Casa da Palavra e O Azarão, folhetim erótico, pela Garamond. Tem artigos publicados nos cadernos Opinião e Prosa & Verso de O Globo, no Caderno B do antigo JB, no jornal La Libre Bélgique e na revista Jef, editada pela Fondation Internationale Jacques Brel, da qual é membro colaborador. É amante de Paris e detentor dos segredos da cidade.

8

9 Estas andanças por Paris são dedicadas a Janice Ferreira Maurity, mulher amada, sinônimo de dignidade, companheirismo, desprendimento e coragem; e a Diana Porto de Cerqueira, que me proporcionou, com sua enorme amizade, seu carinho, sua família e seus amigos, um refúgio mais do que seguro nessa cidade que nós tanto amamos e que a adotou há mais de quarenta anos.

10

11 Quem chega pela primeira vez a Paris já traz preconcebida uma Paris desenhada na alma por séculos de literatura. Ninguém é estranho em Paris. Seu corpo é que chegou mais tarde. Henrique Pongetti 11

12 12

13 Sumário Paris para principiantes 15 A razão deste livro 19 As greves 21 Como tudo começou 23 Merde! 27 Pão e vinho 29 Manger 33 Pequeno glossário 41 Transportes 47 Paris Canaille 53 Le Marais 57 Jardins zoológicos e aquários 63 Museus 65 O Sena e suas pontes 79 Simenon e Paris 83 As grandes furadas 87 Quartier Latin 91 13

14 Paulo de Faria Pinho Pardon e desolé 99 Boas caminhadas 103 Jardins e bosques de Paris 119 La Défense 125 Cinema, teatro e música 127 Parc de la Villette 131 Cercanias 135 Au revoir 147 Bibliografia

15

16

17 Paris para principiantes Sou um francófilo assumido. Essa admiração nasceu quando fui apresentado a alguns escritores, ainda menino, na enorme biblioteca de meu avô, Paulo Marques de Faria. Comecei a conhecer a França pela Gasconha, terra de D Artagnan, o quarto dos três mosqueteiros. Alexandre Dumas não só me mostrou as intrigas que reinavam na França monárquica, como também me levou a conhecer o Conde de Monte Cristo e a Rainha Margot. O velho Hugo foi responsável por outra apresentação, falando agora da bela Esmeralda e do terrível Quasimodo, da corte dos milagres, dos aventureiros e outras tantas histórias que ilustram uma literatura esquecida e romântica. Um dia, me mostraram um ladrão muito safado e elegante, o tal Arsène Lupin, também conhecido nas rodas malandras de Paris como o Ladrão de Casaca. Com Daudet, conheci a ternura das cartas do seu moinho e as aventuras desvairadas de Tartarin de Tarascon, que somente mentia menos que o ex-presidente da república de certa nação situada na América do Sul. Maupassant me ensinou como um conto se transforma em obra de arte, e com seu Bel-Ami descobri o personagem mais calhorda da literatura universal. Um pouco mais tarde, através das ilustrações picantes de G. Davis e, principalmente, as de Dubout e de A. Calbet, desenhista dos romances de Pierre Louÿs, surgiu o erotismo. 17

18 Paulo de Faria Pinho Piaf, Chevalier, Trenet, Luciene Boyer, Jean Sablon, Dalida, Montand, Grego e Catherine Sauvage eram ouvidos e faziam parte do nosso cotidiano. Mas quando Curd Jurgens, no filme E Deus criou a mulher, afastou aquele famoso lençol e detrás dele surgiu a bundinha empinada da Bardot, fui definitivamente conquistado. 18

19 A Bíblia de Pedra ao entardecer

20

21 A razão deste livro Não estou escrevendo para os ricaços que fazem de Paris um ponto constante de visita e que gastam em um dia, nos caríssimos Ritz, George V, Plaza, Grillon e outros, o que nós, pobre mortais, precisamos para passar uma semana na Cidade-Luz; nem para os que entram nas agências de viagem que oferecem um roteiro de quinze dias por toda a Europa, incluindo mais ou menos vinte cidades. Para estes últimos, viajar não é um ato de prazer, mas uma preparação maquiavélica para uma gincana desequilibrada. O objetivo deste livro é dar algumas dicas e transmitir um pouco de informação aos que estarão sendo apresentados agora a Paris, ou para os que já a conhecem e resolvem passear por outras cidades da Île-de-France. A França é dividida em 28 regiões, como as palatáveis Bourgogne e a Bordelais-Landes, a histórica Normandie, as deliciosas Touraine, Blésois e Orléanais onde estão os famosos e muito visitados castelos do Loire, a montanhosa Savoie, a misteriosa Alsace, a borbulhante Ardenne-Champanhe e, para mim, a mais bela e encantadora, a cantada e decantada Provence-Côte-D Azur. Sem contar uma ilha que para mim é mais bonita de todo o mundo, a mágica Córsega. Outra delas é Paris Île-de-France. Na Île-de-France encontramos Versailles, Chartres, Fontainebleau, Chantilly, Saint-Germain-en-Laye e tantos outros lugares maravilhosos. Estando em Paris, é importante conhecer esses tão falados recantos, e não custa muito dar alguma informação sobre eles. 21

22 Paulo de Faria Pinho Quando me referir a uma praça, rua ou avenida, vou usar as palavras francesas. Não vejo nenhuma razão para nos transformamos nos simpáticos espanhóis, que traduzem tudo. A Espanha me encanta, mas esse traduzir constante fica enjoativo: imaginem tomar um uísque que se chama Blanco y Negro! Se você estiver andando por Paris, em pleno Marais, e despencar na deslumbrante Place de Vosges, você estará, queira ou não, na Place de Vosges, e não na Praça de Vosges. E estamos conversados. Acho importante mostrar alguns fatos, lugares e curiosidades que nem sempre são abordados nas publicações tradicionais, que falam de turismo em Paris e na França. Comecemos pelas greves. 22

23 As greves Se você passar uma semana na França e não se deparar com pelo menos uma greve por dia, certamente errou de avião e desceu na Transilvânia. Francês é tarado por uma greve, o que pode ser explicado porque existem dois mil setecentos e quarenta e um sindicatos, subdivididos em oito mil duzentos e vinte e sete subsindicatos, pairando sobre todos eles a CGT, a famosa central dos trabalhadores, que tem um representante em cada um dos sindicatos e dos sub. Assim, por exemplo, o sindicato dos alfaiates considera fantástica determinada medida que protege a industrial têxtil francesa; mas os membros do subsindicato dos alfaiates que só trabalham com tecidos importados podem, perfeitamente, entrar em greve. Nesse momento, a CGT mobiliza seus membros e a imprensa; obtém autorização da prefeitura de polícia e pronto, mais uma manifestação. As manifestações são passeatas que tumultuam as ruas, fecham o trânsito, mudam o percurso dos ônibus, enfim, acabam com o humor de qualquer cidadão. Ficam todos de braços dados, gritando slogans contra quem estiver sendo a bola da vez e terminam, geralmente, em confraternização em algum simpático bistrô. Como em certos países tudo termina em samba ou pizza, na França tudo termina num bistrô. As manifestações são tão populares que, carinhosamente, recebem o diminutivo manif. Hoje tem manif!, os franceses acordam dizendo. E se, por acaso, tipo um milagre, naquele dia não acontecer 23

24 Paulo de Faria Pinho nenhuma manifestação, a turma da CGT se reúne e organiza imediatamente uma manifestação para protestar contra o fato de que não foi programada nenhuma manif. Entenderam? E de manif em manif você encontra museu fechado, avião sem carregador para retirar as malas, motoristas de ônibus de braços cruzados, cinema sem bilheteira, hospital sem parteiras e outras amenidades. Mas faz parte da cultura francesa, e é tão popular e nacional como a baguette. 24

25 Como tudo começou No ano 53 a.c. as legiões romanas de César, mestre do frasismo e grande amigo de Brutus, chegaram a uma pequena cidade gaulesa chamada Lutécia situada onde é hoje a Île de la Cité, onde viviam os terríveis bárbaros que tinham o nome de parisiis. Na minha imaginação, criei uma Lutécia muito parecida com a aldeia inexpugnável de Asterix e Obelix, e acredito que os parisiis deram muitas castanhas e tabefes nos centuriões e decuriões do nosso César. Se não, vale a fantasia! O fato é que os romanos começaram a construir uma pequena cidade que ocupava a Île de la Cité, e a ligaram através de pontes à margem esquerda do Sena [rive gauche], para onde a cidadezinha foi se espalhando. E assim começou a história. Há outros fatos curiosos. Já sob forte influência do cristianismo, Saint-Denis foi decapitado na montanha de Montmartre (La Butte) em 250. Carregando nas mãos a cabeça arrancada do corpo, o santo homem caminhou até o norte para ser enterrado. Nesse lugar, em 775, foi construída uma igreja, reconstruída mais tarde entre 1130 e 1140, que recebeu o nome de Basilique Saint-Denis. É por isso que todas as estátuas do santo o representam com a cabeça fora do pescoço, repousando em sua mão. Falando nisso, vale a pena visitar a Basilique Saint-Denis, onde estão enterrados todos os reis de França. É simples: pegue o metrô linha 13, direção Saint-Denis-Université, e desça na estação Basilique. No ano 306, Lutécia foi rebatizada com o nome de Paris. 25

26 Paulo de Faria Pinho Em 451, Geneviève, uma pastora da Nanterre, reuniu os parisienses que, graças ao apoio divino e a certo esforço bélico, conseguiram vencer os terríveis hunos comandados por Atila. Santificada como Sainte Geneviève, padroeira de Paris, foi enterrada em 512 na igreja que recebeu seu nome. Mais tarde o Rei Luiz XV, pagando uma promessa, contratou o célebre arquiteto Soufflot e reconstruiu a igreja, que se encontrava em estado deplorável, mas acabou a transformando em um grande monumento ao adicionar uma cúpula enorme, vista de todas as partes da cidade; colunas majestosas foram erguidas, galerias subterrâneas foram criadas, e a pequenina e singela igreja da nossa querida Sainte Geneviève se transformou no Panthéon, onde repousam em paz os heróis da França. Em 508, o bárbaro Clovis, convertido ao catolicismo, escolheu Paris para ser a capital da Gália. Quando faleceu, em 511, toda a administração estava fixada na cidade. Em 987, Hugo Capeto estabeleceu sua residência no Palais de La Cité e foram criados novos monastérios, hospitais e colégios. Esses fatos podem ser considerados o começo de tudo. Paris é uma linda cidade, a mais bela construída pelo homem, enquanto o Rio de Janeiro deve ser a mais bela... destruída pelo homem. É banhada pelo rio Sena, cantado em prosa e verso por trovadores, poetas e cantores; o Sena divide a cidade em margem esquerda [rive gauche] e margem direita [rive droite]. Para quem lá chegar pela primeira vez: na margem esquerda se encontram a Tour Eiffel, Les Invalides, Saint-Germain, o famoso Quartier Latin, a Sorbonne e outros pontos históricos e maravilhosos; do outro lado, na rive droite, ficam o Louvre, o Marais, Montmartre, l Arc de Triomphe, os grandes boulevards e tantos outros lugares históricos e maravilhosos. No meio você encontra duas ilhas, a Île de la Cité, onde está a Notre-Dame, a Place Dauphine, a deslumbrante Sainte-Chapelle e, atrás dela, a Île Saint-Louis, um local sofisticado e caro da cidade. O Sena é cortado por 37 pontes, que vão merecer um capítulo especial neste nosso livro. Do ponto de vista administrativo, a cidade é dividida em 20 arrondissements [bairros], cada um com uma prefeitura própria. Em qualquer publicação, endereço, prospecto ou outro papel qualquer referente a Paris, você vai encontrar o número do arrondissement. São diversas as maneiras de indicá-los. Por exemplo, se estiver escrito 75005, quer dizer que se refere ao quinto arrondissement, 26

27 Paris para principiantes que também pode ser apresentado como 5º arr. A partir daí você já sabe em que bairro se encontra determinado museu, cinema, rua ou avenida. Se ler esta é a forma mais comum e usada em todos os cartões de restaurantes, pode se preparar que vai comer no 18º arrondissement. A cidade não para nem para dormir. Existem monumentos em Paris, que recebem anualmente 280 milhões de euros para trabalhos de recuperação e manutenção. Você nunca conseguirá ver a cidade sem telas, tapumes e proteções metálicas em volta de alguns deles, como estátuas e igrejas. A última informação era de que aproximadamente 600 estavam sofrendo limpeza ou recuperação. A Tour Eiffel, o monumento mais visitado da cidade, com seis milhões de visitantes por ano, a cada sete ganha uma geral. Só de tinta anticorrosiva recebe 50 toneladas. 27

ROTEIRO PARA PORTUGAL E PARIS DE PEDRO MOBILIO

ROTEIRO PARA PORTUGAL E PARIS DE PEDRO MOBILIO ROTEIRO PARA PORTUGAL E PARIS DE PEDRO MOBILIO PORTUGAL Vou Listar as Cidades de Norte a Sul. Porto Tem que comer um prato típico chamado Francesinha. É uma delícia. Não vou colocar foto do prato aqui,

Leia mais

Atividade: Leitura e interpretação de texto. Português- 8º ano professora: Silvia Zanutto

Atividade: Leitura e interpretação de texto. Português- 8º ano professora: Silvia Zanutto Atividade: Leitura e interpretação de texto Português- 8º ano professora: Silvia Zanutto Orientações: 1- Leia o texto atentamente. Busque o significado das palavras desconhecidas no dicionário. Escreva

Leia mais

JOSÉ DE SOUZA CASTRO 1

JOSÉ DE SOUZA CASTRO 1 1 JOSÉ DE SOUZA CASTRO 1 ENTREGADOR DE CARGAS 32 ANOS DE TRABALHO Transportadora Fácil Idade: 53 anos, nascido em Quixadá, Ceará Esposa: Raimunda Cruz de Castro Filhos: Marcílio, Liana e Luciana Durante

Leia mais

A.C. Ilustrações jordana germano

A.C. Ilustrações jordana germano A.C. Ilustrações jordana germano 2013, O autor 2013, Instituto Elo Projeto gráfico, capa, ilustração e diagramação: Jordana Germano C736 Quero-porque-quero!! Autor: Alexandre Compart. Belo Horizonte: Instituto

Leia mais

I. Complete o texto seguinte com as formas correctas dos verbos ser ou estar. (5 pontos)

I. Complete o texto seguinte com as formas correctas dos verbos ser ou estar. (5 pontos) I. Complete o texto seguinte com as formas correctas dos verbos ser ou estar. Hoje. domingo e o tempo. bom. Por isso nós. todos fora de casa.. a passear à beira-mar.. agradável passar um pouco de tempo

Leia mais

Chantilly, 17 de outubro de 2020.

Chantilly, 17 de outubro de 2020. Chantilly, 17 de outubro de 2020. Capítulo 1. Há algo de errado acontecendo nos arredores dessa pequena cidade francesa. Avilly foi completamente afetada. É estranho descrever a situação, pois não encontro

Leia mais

Depressão e Qualidade de Vida. Dra. Luciene Alves Moreira Marques Doutorado em Psicobiologia pela UNIFESP

Depressão e Qualidade de Vida. Dra. Luciene Alves Moreira Marques Doutorado em Psicobiologia pela UNIFESP Depressão e Qualidade de Vida Dra. Luciene Alves Moreira Marques Doutorado em Psicobiologia pela UNIFESP 1 Percepções de 68 pacientes entrevistadas. 1. Sentimentos em relação à doença Sinto solidão, abandono,

Leia mais

Para início de conversa 9. Família, a Cia. Ltda. 13. Urca, onde moro; Rio, onde vivo 35. Cardápio de lembranças 53

Para início de conversa 9. Família, a Cia. Ltda. 13. Urca, onde moro; Rio, onde vivo 35. Cardápio de lembranças 53 Rio de Janeiro Sumário Para início de conversa 9 Família, a Cia. Ltda. 13 Urca, onde moro; Rio, onde vivo 35 Cardápio de lembranças 53 O que o homem não vê, a mulher sente 75 Relacionamentos: as Cias.

Leia mais

1. Descrição da Cidade

1. Descrição da Cidade 1. Descrição da Cidade 2. Top Atrações da Cidade 2.1 - Atração Cook'n With Class 2.2 - Atração O Chateau - Paris Wine Tasting 2.3 - Atração Obelisco de Luxor 2.4 - Atração Pathéon (Paris) 2.5 - Atração

Leia mais

Nome: N.º: endereço: data: Telefone: E-mail: PARA QUEM CURSA O 5 Ọ ANO EM 2014. Disciplina: PoRTUGUÊs UMA IDEIA TODA AZUL

Nome: N.º: endereço: data: Telefone: E-mail: PARA QUEM CURSA O 5 Ọ ANO EM 2014. Disciplina: PoRTUGUÊs UMA IDEIA TODA AZUL Nome: N.º: endereço: data: Telefone: E-mail: Colégio PARA QUEM CURSA O 5 Ọ ANO EM 2014 Disciplina: PoRTUGUÊs Prova: desafio nota: UMA IDEIA TODA AZUL Um dia o Rei teve uma ideia. Era a primeira da vida

Leia mais

FUGA de Beatriz Berbert

FUGA de Beatriz Berbert FUGA de Beatriz Berbert Copyright Beatriz Berbert Todos os direitos reservados juventudecabofrio@gmail.com Os 13 Filmes 1 FUGA FADE IN: CENA 1 PISCINA DO CONDOMÍNIO ENTARDECER Menina caminha sobre a borda

Leia mais

Vida nova Jovens contam como superaram doenças graves. Depois de um câncer de mama aos 23 anos, Dolores Cardoso teve um filho, escreveu um livro e

Vida nova Jovens contam como superaram doenças graves. Depois de um câncer de mama aos 23 anos, Dolores Cardoso teve um filho, escreveu um livro e Sexta Vida nova Jovens contam como superaram doenças graves. Depois de um câncer de mama aos 23 anos, Dolores Cardoso teve um filho, escreveu um livro e mudou o rumo da vida profissional FOLHA DA SEXTA

Leia mais

ATIVIDADES PARACURRICULARES DE ATRIBUIÇÕES PROFISSONAIS (APAP)

ATIVIDADES PARACURRICULARES DE ATRIBUIÇÕES PROFISSONAIS (APAP) ATIVIDADES PARACURRICULARES DE ATRIBUIÇÕES PROFISSONAIS (APAP) DAYUMA CRUZ 308.2095 2 Este relatório visa à inclusão do Relatório de Viagem nas Atividades Paracurriculares de Atribuições Profissionais

Leia mais

Tia Pri Didáticos Educação Cristã PROIBIDA REPRODUÇÃO,CÓPIA OU DISTRIBUIÇÃO POR QUALQUER MEIO tiapri@tiapri.com (47) 3365-4077 www.tiapri.

Tia Pri Didáticos Educação Cristã PROIBIDA REPRODUÇÃO,CÓPIA OU DISTRIBUIÇÃO POR QUALQUER MEIO tiapri@tiapri.com (47) 3365-4077 www.tiapri. Tia Pri Didáticos Educação Cristã PROIBIDA REPRODUÇÃO,CÓPIA OU DISTRIBUIÇÃO POR QUALQUER MEIO tiapri@tiapri.com (47) 3365-4077 www.tiapri.com Página 1 1. HISTÓRIA SUNAMITA 2. TEXTO BÍBLICO II Reis 4 3.

Leia mais

Os encontros de Jesus. sede de Deus

Os encontros de Jesus. sede de Deus Os encontros de Jesus 1 Jo 4 sede de Deus 5 Ele chegou a uma cidade da Samaria, chamada Sicar, que ficava perto das terras que Jacó tinha dado ao seu filho José. 6 Ali ficava o poço de Jacó. Era mais ou

Leia mais

RELATÓRIO TÉCNICO ABRIL / MAIO / JUNHO

RELATÓRIO TÉCNICO ABRIL / MAIO / JUNHO RELATÓRIO TÉCNICO BANCO DO LIVRO SA - CURVELO / MG ABRIL / MAIO / JUNHO 2005 INTRODUÇÃO O Banco do Livro tem sua marca registrada pela dialogia. Nossos usuários gostam que seus nomes sejam lembrados nas

Leia mais

Um tango para sobreviver

Um tango para sobreviver Um tango para sobreviver Gina Freund Um tango para sobreviver em depoimento a Valéria Martins 1ª Edição POD Petrópolis KBR 2013 Edição de texto Noga Sklar Editoração: KBR Capa KBR sobre arquivo Google

Leia mais

Meu olhar sobre o Peru

Meu olhar sobre o Peru Meu olhar sobre o Peru Aldina Geraldes Meu olhar sobre o Peru 1ª Edição POD Petrópolis KBR 2013 Edição de texto Noga Sklar Editoração: KBR Capa KBR sobre foto da autora Fotos do miolo acervo pessoal da

Leia mais

Roteiro para curta-metragem. Aparecida dos Santos Gomes 6º ano Escola Municipalizada Paineira NÃO ERA ASSIM

Roteiro para curta-metragem. Aparecida dos Santos Gomes 6º ano Escola Municipalizada Paineira NÃO ERA ASSIM Roteiro para curta-metragem Aparecida dos Santos Gomes 6º ano Escola Municipalizada Paineira NÃO ERA ASSIM SINOPSE José é viciado em drogas tornando sua mãe infeliz. O vício torna José violento, até que

Leia mais

Lideranças do movimento Moinhos Vive relembram luta dos bairros de Porto Alegre (RS) contra especulação imobiliária

Lideranças do movimento Moinhos Vive relembram luta dos bairros de Porto Alegre (RS) contra especulação imobiliária Lideranças do movimento Moinhos Vive relembram luta dos bairros de Porto Alegre (RS) contra especulação imobiliária Casarões da Luciana de Abreu estão há 11 anos em disputa na Justiça Foto: Ramiro Furquim/Sul21

Leia mais

Em algum lugar de mim

Em algum lugar de mim Em algum lugar de mim (Drama em ato único) Autor: Mailson Soares A - Eu vi um homem... C - Homem? Que homem? A - Um viajante... C - Ele te viu? A - Não, ia muito longe! B - Do que vocês estão falando?

Leia mais

MEU TIO MATOU UM CARA

MEU TIO MATOU UM CARA MEU TIO MATOU UM CARA M eu tio matou um cara. Pelo menos foi isso que ele disse. Eu estava assistindo televisão, um programa idiota em que umas garotas muito gostosas ficavam dançando. O interfone tocou.

Leia mais

WWW.PONTODEPARTIDA.TUR.BR

WWW.PONTODEPARTIDA.TUR.BR ROTEIRO: ITÁLIA - FRANÇA. TRANSPORTE: AVIÃO - ÔNIBUS. SAÍDA: 12 DE SETEMBO DE 2016. RETORNO: 22 DE SETEMBRO DE 2016. DESTINO: EUROPA. CLIMA: OUTONO. DURAÇÃO: 11 DIAS E 10 NOITES. 01º Dia 12/09/16 - SEGUNDA

Leia mais

O livro que falava com o vento e outros contos

O livro que falava com o vento e outros contos LER a partir dos 10 anos GUIA DE LEITURA MARIAALZIRACABRAL O livro que falava com o vento e outros contos JOSÉ JORGE LETRIA Ilustrações de Alain Corbel Apresentação da obra O Livro Que Falava com o Vento

Leia mais

Autor (a): Januária Alves

Autor (a): Januária Alves Nome do livro: Crescer não é perigoso Editora: Gaivota Autor (a): Januária Alves Ilustrações: Nireuda Maria Joana COMEÇO DO LIVRO Sempre no fim da tarde ela ouvia no volume máximo uma musica, pois queria

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 37 Discurso na cerimónia de retomada

Leia mais

Quem tem medo da Fada Azul?

Quem tem medo da Fada Azul? Quem tem medo da Fada Azul? Lino de Albergaria Quem tem medo da Fada Azul? Ilustrações de Andréa Vilela 1ª Edição POD Petrópolis KBR 2015 Edição de Texto Noga Sklar Ilustrações Andréa Vilela Capa KBR

Leia mais

Prefeito de São Bernardo do Campo: Hoje tem um show no Cedesc, às 18 horas (incompreensível).

Prefeito de São Bernardo do Campo: Hoje tem um show no Cedesc, às 18 horas (incompreensível). , Luiz Inácio Lula da Silva, durante a inauguração da República Terapêutica e do Consultório de Rua para Dependentes Químicos e outras ações relacionadas ao Plano Integrado de Enfrentamento ao Crack São

Leia mais

Cao Guimarães: "Não conseguir ficar sozinho é a maior solidão i

Cao Guimarães: Não conseguir ficar sozinho é a maior solidão i Cao Guimarães: "Não conseguir ficar sozinho é a maior solidão i O cineasta mineiro Cao Guimarães, 41, terá seu filme mais recente "Andarilho" (2006) exibido pela primeira vez na Quinzena de Realizadores,

Leia mais

Três Marias Teatro. Noite (Peça Curta) Autor: Harold Pinter

Três Marias Teatro. Noite (Peça Curta) Autor: Harold Pinter Distribuição digital, não-comercial. 1 Três Marias Teatro Noite (Peça Curta) Autor: Harold Pinter O uso comercial desta obra está sujeito a direitos autorais. Verifique com os detentores dos direitos da

Leia mais

Roteiro para curta-metragem. Karen Mudarak Braga. 6º ano. Escola Municipal Francisco Paes de Carvalho Filho

Roteiro para curta-metragem. Karen Mudarak Braga. 6º ano. Escola Municipal Francisco Paes de Carvalho Filho Roteiro para curta-metragem Karen Mudarak Braga 6º ano Escola Municipal Francisco Paes de Carvalho Filho O GAROTO PERFEITO SINOPSE Bianca se apaixona pelo aluno novo, em seu primeiro dia de aula, sem saber

Leia mais

Leia os textos e assinale a alternativa correta: 1) O que Ana quer que Pedro faça?

Leia os textos e assinale a alternativa correta: 1) O que Ana quer que Pedro faça? UNIVERSIDADE DE CAXIAS DO SUL PROGRAMA DE LÍNGUAS ESTRANGEIRAS PLE CERIFICADO INTERNACIONAL DE LÍNGUA PORTUGUESA CILP SIMULADO COMPREENSÃO LEITORA E ASPECTOS LINGUÍSTICOS NÍVEL BÁSICO ESCOLAR A2 Leia os

Leia mais

Dizer que está cansado de Paris é dizer que está cansado de viver. Joanna Lemanska vel MissCoolpics & VuThéara Kham

Dizer que está cansado de Paris é dizer que está cansado de viver. Joanna Lemanska vel MissCoolpics & VuThéara Kham Dizer que está cansado de Paris é dizer que está cansado de viver F. Scott Fitzgerald Joanna Lemanska vel MissCoolpics & VuThéara Kham Paris para amar Paris Você já veio a Paris e não gostou? Suba na sua

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 14 Discurso: em encontro com professores

Leia mais

INT. BIBLIOTECA (1960) - DIANTE DO BALCãO DA BIBLIOTECáRIA

INT. BIBLIOTECA (1960) - DIANTE DO BALCãO DA BIBLIOTECáRIA INT. BIBLIOTECA (1960) - DIANTE DO BALCãO DA BIBLIOTECáRIA Carolina e, acompanhados de, estão na biblioteca, no mesmo lugar em que o segundo episódio se encerrou.os jovens estão atrás do balcão da biblioteca,

Leia mais

O, cara, vai te foder.

O, cara, vai te foder. 1 Eu morava num conjunto de casas populares na Carlton Way, perto da Western. Tinha cinqüenta e oito anos e ainda tentava ser escritor profissional e vencer na vida apenas com a máquina de escrever. Iniciara

Leia mais

Uma narrativa, uma história e um imaginário. Fernanda Cielo* 1

Uma narrativa, uma história e um imaginário. Fernanda Cielo* 1 Uma narrativa, uma história e um imaginário. Fernanda Cielo* 1 Meu nome é Maria Bonita, sou mulher de Vírgulino Ferreira- vulgo Lampiãofaço parte do bando de cangaceiros liderados por meu companheiro.

Leia mais

Rio de Janeiro-RJ, 07 de março de 2007

Rio de Janeiro-RJ, 07 de março de 2007 Discurso do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, na cerimônia de inauguração dos condomínios do Programa de Arrendamento Residencial em Santa Cruz Rio de Janeiro-RJ, 07 de março de 2007

Leia mais

Quando for grande... QUERO SER PAI!

Quando for grande... QUERO SER PAI! Quando for grande... QUERO SER PAI! Ficha Técnica Autora Susana Teles Margarido Título Quando for grande...quero SER PAI! Ilustrações Joana Dias Paginação/Design Ana do Rego Oliveira Revisão Brites Araújo

Leia mais

Furor suave. O Ar. À beira mar Está um homem a pescar Peixe está a apanhar E sem nunca parar. (Pedro Ernesto, 10 anos)

Furor suave. O Ar. À beira mar Está um homem a pescar Peixe está a apanhar E sem nunca parar. (Pedro Ernesto, 10 anos) 6 Furor suave Vou fazer um poema com ar; mas não é com este ar. Qual ar? Este, aqui, este ar. Este qual? O que se respira? Sim, esse, não é com o que se respira, é com o ar de ar. Qual ar? Queres dizer

Leia mais

Torre Montparnasse: A melhor e imperdível - vista de Paris

Torre Montparnasse: A melhor e imperdível - vista de Paris Torre Montparnasse: A melhor e imperdível - vista de Paris A Torre Montparnasse é o ponto ideal para se admirar Paris e seus mais belos monumentos. Situado na parte central da capital francesa, o arranha-céu

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE MARAVILHAS EDITAL 001/2009 - Concurso Público. Prova: 14 de Março de 2010.

PREFEITURA MUNICIPAL DE MARAVILHAS EDITAL 001/2009 - Concurso Público. Prova: 14 de Março de 2010. PREFEITURA MUNICIPAL DE MARAVILHAS EDITAL 001/2009 - Concurso Público Prova: 14 de Março de 2010. CARGOS: 1. Auxiliar de serviço. II Operário Braçal, 2. Auxiliar de serviço II Serviço de Água, 3. Auxiliar

Leia mais

meu jeito de dizer que te amo

meu jeito de dizer que te amo Anderson Cavalcante meu jeito de dizer que te amo Dedicatória A Tabata, minha esposa, mulher, amante e melhor amiga, que com muito charme, carinho e um pouco de paciência compartilha comigo as descobertas

Leia mais

JOÃO E O PÉ DE FEIJÃO EM CORDEL

JOÃO E O PÉ DE FEIJÃO EM CORDEL 1 NOME: Nº: 4º ANO: DATA DE ENTREGA: Queridos alunos e alunas As férias chegaram e com elas a vontade de passear, viajar, brincar com os amigos e curtir o merecido descanso, mas não podemos esquecer que

Leia mais

Primeiro relatório de intercâmbio de longa duração.

Primeiro relatório de intercâmbio de longa duração. Primeiro relatório de intercâmbio de longa duração. Marcus Vinícius Rodrigues Garcia. Petrópolis, Rio de Janeiro, Brasil. Liège, Belgica. Bom, agora já faz quase três meses que eu estou aqui na Bélgica

Leia mais

Era uma vez um príncipe que morava num castelo bem bonito e adorava

Era uma vez um príncipe que morava num castelo bem bonito e adorava O Príncipe das Histórias Era uma vez um príncipe que morava num castelo bem bonito e adorava histórias. Ele gostava de histórias de todos os tipos. Ele lia todos os livros, as revistas, os jornais, os

Leia mais

Fantasmas da noite. Uma peça de Hayaldo Copque

Fantasmas da noite. Uma peça de Hayaldo Copque Fantasmas da noite Uma peça de Hayaldo Copque Peça encenada dentro de um automóvel na Praça Roosevelt, em São Paulo-SP, nos dias 11 e 12 de novembro de 2011, no projeto AutoPeças, das Satyrianas. Direção:

Leia mais

ESTADO DE GOIÁS PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTA BÁRBARA DE GOIÁS SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO SANTA BÁRBARA DE GOIÁS. O Mascote da Turma

ESTADO DE GOIÁS PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTA BÁRBARA DE GOIÁS SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO SANTA BÁRBARA DE GOIÁS. O Mascote da Turma ESTADO DE GOIÁS PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTA BÁRBARA DE GOIÁS SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO SANTA BÁRBARA DE GOIÁS O Mascote da Turma SANTA BÁRBARA DE GOIÁS JANEIRO 2013 ESTADO DE GOIÁS PREFEITURA

Leia mais

10 segredos para falar inglês

10 segredos para falar inglês 10 segredos para falar inglês ÍNDICE PREFÁCIO 1. APENAS COMECE 2. ESQUEÇA O TEMPO 3. UM POUCO TODO DIA 4. NÃO PRECISA AMAR 5. NÃO EXISTE MÁGICA 6. TODO MUNDO COMEÇA DO ZERO 7. VIVA A LÍNGUA 8. NÃO TRADUZA

Leia mais

Introdução. De que adianta estudar filosofia se não para melhorar o seu pensamento sobre as questões importantes do dia a dia? Ludwig Wittgenstein

Introdução. De que adianta estudar filosofia se não para melhorar o seu pensamento sobre as questões importantes do dia a dia? Ludwig Wittgenstein Introdução De que adianta estudar filosofia se não para melhorar o seu pensamento sobre as questões importantes do dia a dia? Ludwig Wittgenstein O que a filosofia tem a ver com o dia a dia? Tudo! Na verdade,

Leia mais

1. COMPLETE OS QUADROS COM OS VERBOS IRREGULARES NO PRETÉRITO PERFEITO DO INDICATIVO E DEPOIS COMPLETE AS FRASES:

1. COMPLETE OS QUADROS COM OS VERBOS IRREGULARES NO PRETÉRITO PERFEITO DO INDICATIVO E DEPOIS COMPLETE AS FRASES: Atividades gerais: Verbos irregulares no - ver na página 33 as conjugações dos verbos e completar os quadros com os verbos - fazer o exercício 1 Entrega via e-mail: quarta-feira 8 de julho Verbos irregulares

Leia mais

Bartolomeu Campos Queirós. Agradecemos aos parceiros que investem em nosso projeto. I SBN 85-7694 - 111-2

Bartolomeu Campos Queirós. Agradecemos aos parceiros que investem em nosso projeto. I SBN 85-7694 - 111-2 Ficava intrigado como num livro tão pequeno cabia tanta história. O mundo ficava maior e minha vontade era não morrer nunca para conhecer o mundo inteiro e saber muito da vida como a professora sabia.

Leia mais

Viagem ao Salão Equip Auto 2015

Viagem ao Salão Equip Auto 2015 Viagem ao Salão Equip Auto 2015 Paris - 15 a 18 outubro de 2015 Em parceria com a Agência Abreu Salão Equip Auto 2015 A 22ª edição da Equip Auto 2015, Salão Internacional Bienal dos Equipamentos e Serviços

Leia mais

HERÓIS SEM ROSTOS - A Saga do Imigrante para os EUA Autor: Dirma Fontanezzi - dirma28@hotmail.com

HERÓIS SEM ROSTOS - A Saga do Imigrante para os EUA Autor: Dirma Fontanezzi - dirma28@hotmail.com HERÓIS SEM ROSTOS - A Saga do Imigrante para os EUA Autor: Dirma Fontanezzi - dirma28@hotmail.com TRECHO: A VOLTA POR CIMA Após me formar aos vinte e seis anos de idade em engenharia civil, e já com uma

Leia mais

POR QUE BATISMO? PR. ALEJANDRO BULLÓN

POR QUE BATISMO? PR. ALEJANDRO BULLÓN POR QUE BATISMO? PR. ALEJANDRO BULLÓN "Pr. Williams Costa Jr.- Pastor Bullón, por que uma pessoa precisa se batizar? Pr. Alejandro Bullón - O Evangelho de São Marcos 16:16 diz assim: "Quem crer e for batizado,

Leia mais

O NASCIMENTO DE RUNA

O NASCIMENTO DE RUNA Für die Übersetzung ins brasilianische Porugiesisch danken wir herzlich Adriana Dantas Breust. O NASCIMENTO DE RUNA MINHA IRMÃ VEM AO MUNDO Concepção e texto: Uwe Spillmann. Ilustração: Inga Kamieth Este

Leia mais

Um pro logo que ha de fazer algum sentido mais a frente

Um pro logo que ha de fazer algum sentido mais a frente Um pro logo que ha de fazer algum sentido mais a frente De entre todas as coisas que podem entupir os canos lá em casa, um mamífero do Ártico com excesso de peso é provavelmente a pior. Isto porque, embora

Leia mais

Ima. Sempre. em Frente. Eric Peleias

Ima. Sempre. em Frente. Eric Peleias Ima Sempre em Frente Eric Peleias Baseado em uma história real CAPÍTULO 1 LETÔNIA, DÉCADA DE 1940. 8 PODEM PARAR DE CAVAR! QUERO TODOS ENFILEIRADOS! O QUE ESTÃO ESPERANDO? ENFILEIRADOS, ANDEM LOGO! MUITO

Leia mais

PARIS - SIGHTSEEING TOURS 2014-15

PARIS - SIGHTSEEING TOURS 2014-15 Verão: de 01 de Abril a 31 de Outubro Nome do Tour PARIS - SIGHTSEEING TOURS 2014-15 Validade: 01 de Abril de 2014 a 31 de Março de 2015 Inverno: de 01 de Novembro a 31 de Março Pontos de : Pyramides:

Leia mais

GIAN DANTON. Ilustrações Jean okada e Marissol Okada

GIAN DANTON. Ilustrações Jean okada e Marissol Okada 1 GIAN DANTON Ilustrações Jean okada e Marissol Okada Edição especial para distribuição gratuita pela Internet, através da Virtualbooks, com autorização do Autor. O Autor gostaria de receber um e-mail

Leia mais

1-PORTO SEGURO-BAHIA-BRASIL

1-PORTO SEGURO-BAHIA-BRASIL 1-PORTO SEGURO-BAHIA-BRASIL LUGAR: EUNÁPOLIS(BA) DATA: 05/11/2008 ESTILO: VANEIRÃO TOM: G+ (SOL MAIOR) GRAVADO:16/10/10 PORTO SEGURO BAHIA-BRASIL VOCÊ É O BERÇO DO NOSSO PAIS. PORTO SEGURO BAHIA-BRASIL

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 56 Discurso na cerimónia de inauguração

Leia mais

Dicas e pontos de interesse em Paris

Dicas e pontos de interesse em Paris Dicas e pontos de interesse em Paris Restaurante Le Train Bleu (O trem azul) 1º andar Gare de Lyon, Place Louis Armand, 75012 Paris Fone: +33 1 44 75 76 76 http://www.le-train-bleu.com/ Metro linhas 1

Leia mais

Arthur de Carvalho Jaldim Rubens de Almeida Oliveira CÃO ESTELAR. EDITORA BPA Biblioteca Popular de Afogados

Arthur de Carvalho Jaldim Rubens de Almeida Oliveira CÃO ESTELAR. EDITORA BPA Biblioteca Popular de Afogados Arthur de Carvalho Jaldim Rubens de Almeida Oliveira O CÃO ESTELAR EDITORA BPA Biblioteca Popular de Afogados Texto e Pesquisa de Imagens Arthur de Carvalho Jaldim e Rubens de Almeida Oliveira O CÃO ESTELAR

Leia mais

Qual o Sentido do Natal?

Qual o Sentido do Natal? Qual o Sentido do Natal? Por Sulamita Ricardo Personagens: José- Maria- Rei1- Rei2- Rei3- Pastor 1- Pastor 2- Pastor 3-1ª Cena Uma música de natal toca Os personagens entram. Primeiro entram José e Maria

Leia mais

ROTEIRO PARA NORMANDIA DE PEDRO MOBILIO

ROTEIRO PARA NORMANDIA DE PEDRO MOBILIO ROTEIRO PARA NORMANDIA DE PEDRO MOBILIO A Normandia fica no litoral do Canal da Mancha, no estuário do Sena. Foi o teatro de uma história particularmente rica, a Guerra dos Cem Anos, século 15 e que resultou

Leia mais

Ana Maria Magalhães Isabel Alçada PAISES SEM FRONTEIRAS. A Uniao Europeia

Ana Maria Magalhães Isabel Alçada PAISES SEM FRONTEIRAS. A Uniao Europeia Ana Maria Magalhães Isabel Alçada PAISES SEM FRONTEIRAS A Uniao Europeia Países sem Fronteiras: a União Europeia Este livro é baseado na publicação Países sem Fronteiras: a União Europeia, editada pelo

Leia mais

Lucas Zanella. Collin Carter. & A Civilização Sem Memórias

Lucas Zanella. Collin Carter. & A Civilização Sem Memórias Lucas Zanella Collin Carter & A Civilização Sem Memórias Sumário O primeiro aviso...5 Se você pensa que esse livro é uma obra de ficção como outra qualquer, você está enganado, isso não é uma ficção. Não

Leia mais

Entrevista coletiva concedida pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, no hotel Skt. Petri

Entrevista coletiva concedida pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, no hotel Skt. Petri Entrevista coletiva concedida pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, no hotel Skt. Petri Copenhague-Dinamarca, 01 de outubro de 2009 Bem, primeiro dizer a vocês da alegria de poder estar

Leia mais

A vida na Bélgica Alda Inácio Primeira Edição Senador Canedo - 2013 Perse

A vida na Bélgica Alda Inácio Primeira Edição Senador Canedo - 2013 Perse A vida na Bélgica Alda Inácio Primeira Edição Senador Canedo - 2013 Perse Dados Internacionais de Catalogação na Publicação (CIP) (Câmara Brasileira do Livro, SP, Brasil) Inácio, Alda A vida na Bélgica

Leia mais

Informações e instruções para os candidatos

Informações e instruções para os candidatos A preencher pelo candidato: Nome: N.º de inscrição: Documento de identificação: N.º: Local de realização da prova: A preencher pelo avaliador: Classificação final: Ass: Informações e instruções para os

Leia mais

Rica. Eu quero ser... Especial ???????? Luquet. Um guia para encontrar a rota da prosperidade. Apoio: por Mara. Elas&Lucros

Rica. Eu quero ser... Especial ???????? Luquet. Um guia para encontrar a rota da prosperidade. Apoio: por Mara. Elas&Lucros ???????? Apoio: Rica Eu quero ser... Um guia para encontrar a rota da prosperidade por Mara Luquet 81 Era uma vez... Era uma vez uma princesa, dessas que passeiam pelos campos e bosques e são muito bonitas

Leia mais

Jornalista: Eu queria que o senhor comentasse (incompreensível)?

Jornalista: Eu queria que o senhor comentasse (incompreensível)? Entrevista concedida pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, após cerimônia de apresentação dos resultados das ações governamentais para o setor sucroenergético no período 2003-2010 Ribeirão

Leia mais

Marlon (Espírito) Psicofonia compilada por Maria José Gontijo Revisão Filipe Alex da Silva

Marlon (Espírito) Psicofonia compilada por Maria José Gontijo Revisão Filipe Alex da Silva Comunicação Espiritual J. C. P. Novembro de 2009 Marlon (Espírito) Psicofonia compilada por Maria José Gontijo Revisão Filipe Alex da Silva Resumo: Trata-se de uma comunicação pessoal de um amigo do grupo

Leia mais

1. Pateo do Collegio conhecia não conhecia não responderam 16 18 0. 1. Pateo do Collegio gostei não gostei não responderam 33 0 1

1. Pateo do Collegio conhecia não conhecia não responderam 16 18 0. 1. Pateo do Collegio gostei não gostei não responderam 33 0 1 1. Pateo do Collegio conhecia conhecia 16 18 0 1. Pateo do Collegio gostei gostei 33 0 1 Pateo do Collegio 3% Pateo do Collegio gostei 0% conhecia 53% conhecia 47% gostei 97% Por quê? Aprendi mais sobre

Leia mais

A Vestimenta Nova do Imperador Kejserens ny e Klæder (1837)

A Vestimenta Nova do Imperador Kejserens ny e Klæder (1837) A Vestimenta Nova do Imperador Kejserens ny e Klæder (1837) Há muitos anos, vivia um imperador que gostava tanto de vestimentas novas e bonitas, que gastou todo o seu dinheiro a vestir-se bem. Não se preocupava

Leia mais

CIRCUITO DE LUZ Um circuito individual, semi-privado, a partir de 2 pessoas Saída garantida todos os dias de acordo com a disponibilidade

CIRCUITO DE LUZ Um circuito individual, semi-privado, a partir de 2 pessoas Saída garantida todos os dias de acordo com a disponibilidade CIRCUITO DE LUZ Um circuito individual, semi-privado, a partir de 2 pessoas Saída garantida todos os dias de acordo com a disponibilidade A partir de 1 745 p.p Mínimo 4 pers/3 * A partir de 2 330 p.p.

Leia mais

Brasileiros esperam ganhar salário três vezes maior após fazer MBA

Brasileiros esperam ganhar salário três vezes maior após fazer MBA COLÉGIO SHALOM Ensino Fundamental 6º Ano Profª: Margareth Rodrigues Dutra Disciplina: Língua Portuguesa Aluno(a): TRABALHO DE RECUPERAÇÃO Data de entrega: 18/12/14 Questão 1- Leia o texto a seguir. Brasileiros

Leia mais

NOS@EUROPE. O Desafio da Recuperação Económica e Financeira. Prova de Texto. Nome da Equipa GMR2012

NOS@EUROPE. O Desafio da Recuperação Económica e Financeira. Prova de Texto. Nome da Equipa GMR2012 NOS@EUROPE O Desafio da Recuperação Económica e Financeira Prova de Texto Nome da Equipa GMR2012 Alexandre Sousa Diogo Vicente José Silva Diana Almeida Dezembro de 2011 1 A crise vista pelos nossos avós

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca Programa transmitido em 26 de fevereiro

Leia mais

Sei... Entra, Fredo, vem tomar um copo de suco, comer um biscoito. E você também, Dinho, que está parado aí atrás do muro!

Sei... Entra, Fredo, vem tomar um copo de suco, comer um biscoito. E você também, Dinho, que está parado aí atrás do muro! Capítulo 3 N o meio do caminho tinha uma casa. A casa da Laila, uma menina danada de esperta. Se bem que, de vez em quando, Fredo e Dinho achavam que ela era bastante metida. Essas coisas que acontecem

Leia mais

MELHORES MOMENTOS. Expressão de Louvor Paulo Cezar

MELHORES MOMENTOS. Expressão de Louvor Paulo Cezar MELHORES MOMENTOS Expressão de Louvor Acordar bem cedo e ver o dia a nascer e o mato, molhado, anunciando o cuidado. Sob o brilho intenso como espelho a reluzir. Desvendando o mais profundo abismo, minha

Leia mais

LIÇÃO 6 Bondade & Benignidade: Retribuindo a bondade de Deus

LIÇÃO 6 Bondade & Benignidade: Retribuindo a bondade de Deus Lição 3: Alegria LIÇÃO 6 Bondade & Benignidade: Retribuindo a bondade de Deus RESUMO BÍBLICO Provérbios 11:17; Gálatas 5:22; Gálatas 6:10; Salmos 116:12 O ser humano reflete a benignidade e a bondade de

Leia mais

CÓPULA CLODOALDO TURCATO

CÓPULA CLODOALDO TURCATO CÓPULA CLODOALDO TURCATO 2 CÓPULA Primeira Edição Editora do Livre Pensador Recife, Pernambuco 2013 Titulo Original Cópula Primeira Edição 3 Copyright @ 2012 by Clodoaldo Turcato Copyright da edição @

Leia mais

Transcriça o da Entrevista

Transcriça o da Entrevista Transcriça o da Entrevista Entrevistadora: Valéria de Assumpção Silva Entrevistada: Ex praticante Clarice Local: Núcleo de Arte Grécia Data: 08.10.2013 Horário: 14h Duração da entrevista: 1h COR PRETA

Leia mais

LC 19_1-10 OS ENCONTROS DE JESUS ZAQUEU O HOMEM QUE QUERIA VER JESUS

LC 19_1-10 OS ENCONTROS DE JESUS ZAQUEU O HOMEM QUE QUERIA VER JESUS 1 LC 19_1-10 OS ENCONTROS DE JESUS ZAQUEU O HOMEM QUE QUERIA VER JESUS Lc 19 1 Jesus entrou em Jericó e estava atravessando a cidade. 2 Morava ali um homem rico, chamado Zaqueu, que era chefe dos cobradores

Leia mais

Lembro-me do segredo que ela prometeu me contar. - Olha, eu vou contar, mas é segredo! Não conte para ninguém. Se você contar eu vou ficar de mal.

Lembro-me do segredo que ela prometeu me contar. - Olha, eu vou contar, mas é segredo! Não conte para ninguém. Se você contar eu vou ficar de mal. -...eu nem te conto! - Conta, vai, conta! - Está bem! Mas você promete não contar para mais ninguém? - Prometo. Juro que não conto! Se eu contar quero morrer sequinha na mesma hora... - Não precisa exagerar!

Leia mais

O MARAVILHOSO LIVRO DAS MENINAS

O MARAVILHOSO LIVRO DAS MENINAS O MARAVILHOSO LIVRO DAS MENINAS Rosemary Davidson e Sarah Vine Ilustrações de Natacha Ledwidge 5 SUMÁRIO INTRODUÇÃO 6 1. AGULHA E LINHA 8 2. NO QUINTAL 24 3. NA COZINHA 40 4. É VERÃO 60 5. VIDA AO AR LIVRE

Leia mais

Eu, Você, Todos Pela Educação

Eu, Você, Todos Pela Educação Eu, Você, Todos Pela Educação Um domingo de outono típico em casa: eu, meu marido, nosso filho e meus pais nos visitando para almoçar. Já no final da manhã estava na sala lendo um livro para tentar relaxar

Leia mais

GILSON MARTINS. Edição especial para distribuição gratuita pela Internet, através da Virtualbooks, com autorização do Autor.

GILSON MARTINS. Edição especial para distribuição gratuita pela Internet, através da Virtualbooks, com autorização do Autor. 1 A ESTRELA DO NATAL E A CONSTELAÇÃO ORGULHOSA GILSON MARTINS Edição especial para distribuição gratuita pela Internet, através da Virtualbooks, com autorização do Autor. O Autor gostaria imensamente de

Leia mais

R. Rutschka. R. Rutschka. P. Rull Gomes

R. Rutschka. R. Rutschka. P. Rull Gomes Primeira Edição R. Rutschka Ilustrações de: R. Rutschka Revisão de texto: P. Rull Gomes São Paulo, 2012 3 R. Rutschka 2012 by R. Rutschka Ilustrações R. Rutschka Publicação PerSe Editora Ltda. ISBN 978-85-8196-024-1

Leia mais

Iracema estava na brinquedoteca

Iracema estava na brinquedoteca Estórias de Iracema Maria Helena Magalhães Ilustrações de Veridiana Magalhães Iracema estava na brinquedoteca com toda a turma quando recebeu a notícia de que seu sonho se realizaria. Era felicidade que

Leia mais

OITO PASSOS PARA ELIMINAR A ENXAQUECA, RECUPERANDO A AUTOESTIMA

OITO PASSOS PARA ELIMINAR A ENXAQUECA, RECUPERANDO A AUTOESTIMA OITO PASSOS PARA ELIMINAR A ENXAQUECA, RECUPERANDO A AUTOESTIMA OITO PASSOS PARA ELIMINAR A ENXAQUECA, RECUPERANDO A AUTOESTIMA Fátima Borges Silva 1ª Edição 2014 OITO PASSOS PARA ELIMINAR A ENXAQUECA,

Leia mais

Mostra Cultural 2015

Mostra Cultural 2015 Mostra Cultural 2015 Colégio Marista João Paulo II Eu e as redes sociais #embuscadealgumascurtidas Uma reflexão sobre a legitimação do eu através das redes sociais. Iago Faria e Julio César V. Autores:

Leia mais

1. Porque eu te amo nunca será suficiente 2. Porque a cada dia você me conquista mais e de um jeito novo 3. Porque a ciência não tem como explicar

1. Porque eu te amo nunca será suficiente 2. Porque a cada dia você me conquista mais e de um jeito novo 3. Porque a ciência não tem como explicar 1. Porque eu te amo nunca será suficiente 2. Porque a cada dia você me conquista mais e de um jeito novo 3. Porque a ciência não tem como explicar nosso amor 4. Porque a gente discute nossos problemas

Leia mais

Fim. Começo. Para nós, o tempo começou a ter um novo sentido.

Fim. Começo. Para nós, o tempo começou a ter um novo sentido. Fim. Começo. Para nós, o tempo começou a ter um novo sentido. Assim que ela entrou, eu era qual um menino, tão alegre. bilhete, eu não estaria aqui. Demorei a vida toda para encontrá-lo. Se não fosse o

Leia mais

O galo e a coruja cupinzeira Celeste Krauss 2

O galo e a coruja cupinzeira Celeste Krauss 2 E-livro FICHA CATALOGRÁFICA Celeste, Krauss O galo e a coruja cupinzeira/celeste Emília Krauss Guimarães Antônio Carlos Guimarães [organização e revisão] Lambari: Edição do Autor; Belo Horizonte: Antônio

Leia mais