PREFEITURA DO MUNICIPIO DE PORTO VELHO SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO COORDENADORIA MUNICIPAL DE LICITAÇÕES

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PREFEITURA DO MUNICIPIO DE PORTO VELHO SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO COORDENADORIA MUNICIPAL DE LICITAÇÕES"

Transcrição

1 1 REF. PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº /2009 TOMADA DE PREÇO Nº 017/2009/CPL-GERAL/CML//SEMAD/PVH RECORRENTES: CEPEL CONST. ESTUDOS E PROJETOS DE ENGENHARIA LTDA RR SERVIÇOS DE TERCEIRIZAÇÃO LTDA H. P. CONSTRUTORA LTDA-ME RECORRIDO: COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO GERAL OBJETO: Contratação de empresa especializada em obras e serviços de engenharia para execução de drenagem em áreas endêmicas de malária nos igarapés: Cidade do Lobo; Nova Esperança; Grande; Pantanal; Esperança da Comunidade; e Candelária, localizados no Município de Porto Velho/RO. A empresa CEPEL CONST. ESTUDOS E PROJETOS DE ENG. LTDA, inscrita no CNPJ sob o nº / , recorreu tempestivamente com fundamento no que dispõe o art. 109 da Lei nº 8.666/93, de decisão por meio da qual a Comissão Permanente de Licitação decidiu Habilitar a empresa H. P. PEREIRA CONSTRUTORA LTDA-ME. Em síntese a recorrente alega que a empresa H. P. PEREIRA CONSTRUTORA LTDA-ME violou a exigência do item do edital, pois apresentou o valor correspondente à disponibilidade financeira líquida (DFL) abaixo ao exigido no instrumento convocatório. Por fim, requer o provimento do presente recurso para que seja reformada a decisão que habilitou a empresa H. P. PEREIRA CONSTRUTORA LTDA-ME bem como, requer o provimento do presente recurso para que seja reformada a decisão que inabilitou a recorrida. A empresa RR SERVIÇOS DE TERCEIRIZAÇÃO LTDA, inscrita no CNPJ nº / , recorreu tempestivamente com fundamento com fundamento no que dispõe o art. 109 da Lei nº 8.666/93, de decisão por meio da qual a Comissão decidiu inabilitá-la e Habilitar as empresas: CEPEL CONST. ESTUDOS E PROJETOS DE ENG. LTDA e H. P. CONSTRUTORA LTDA-ME. Em síntese a recorrente alega que a empresa CEPEL CONST. ESTUDOS E PROJETOS DE ENG. LTDA descumpriu os itens do edital: por não apresentar todos os equipamentos exigidos; item e por não apresentar balanço patrimonial na forma da lei, item os acervos técnicos apresentados pelos responsáveis limitam-se á obras de Pavimentação e Pontes não demonstrando qualquer similaridade com o objeto da licitação, item não apresentou a certidão municipal, e item 2.1.5, objeto social incompatível com a licitação. Alega ainda que a empresa H. P. CONSTRUTORA LTDA-ME descumpriu os itens do Edital: os acervos técnicos apresentados pelos responsáveis não demonstram similaridade com o objeto da licitação; item , o atestado de visita apresentado não consta à assinatura do responsável técnico ou outro profissional habilitado; item , a referida empresa não apresentou o balanço patrimonial conforme exigido no edital bem como não atendeu o item quanto à disponibilidade financeira líquida. Por fim, requer o provimento do presente recurso para que seja reformada a decisão que inabilitou a recorrida.

2 2 Os recursos foram recebidos em sua regular eficácia suspensiva, intimando-se os demais concorrentes para impugnação, tendo as empresas H. P. PEREIRA CONSTRUTORA LTDA-ME e CEPEL CONST. ESTUDOS E PROJETOS DE ENG. LTDA apresentado as CONTRA-RAZÕES: De posse dos argumentos a Comissão passa a analisar: DOS FATOS A Concorrência em referência teve início no dia 10 de agosto do corrente ano quando ocorreu a fase de credenciamento e habilitação das participantes do certame, sendo suspensa para análise dos documentos de habilitação das empresas participantes. A Comissão submeteu os documentos das empresas participantes à análise do apoio técnico para emissão de parecer quanto à habilitação dos documentos das empresas licitantes. Após análise técnica a comissão divulgou o resultado do julgamento dos documentos de habilitação informando que de acordo com pareceres técnicos verificou-se a inabilitação das empresas recorrentes. Franqueada a palavra ao representante da única empresa presente quanto à intenção de recurso, o representante da empresa H. P. PEREIRA CONSTRUTORA LTDA manifestou interesse de não recorrer da decisão da Comissão. DAS RAZÕES A empresa CEPEL CONST. ESTUDOS E PROJETOS DE ENG. LTDA aduz em seu recurso que a Comissão incorreu em sério equívoco ao declarar habilitada a empresa H.P. PEREIRA CONSTRUTORA LTDA, tendo em vista que a mesma descumpriu o item quanto a análise da comprovação de disponibilidade financeira líquida (DFL) onde exige que o DFL deverá ser igual ou superior ao orçamento oficial elaborado pela Prefeitura de Porto Velho que é de R$ ,30 para os serviços objeto da presente licitação, caso contrário, a licitante será inabilitada. Assim verifica-se que o resultado do DFL apresentado pela referida empresa alcançou apenas o valor de R$ ,51, valor este muito abaixo do valor exigido no Edital em comento. Desse modo, restou demonstrado que a empresa licitante H.P. PEREIRA CONSTRUTORA LTDA desrespeitou as regras do referido Edital, em relação ao item , apresentando o valor do DFL inferior ao mínimo exigido pelo instrumento convocatório, razão pela qual face ao exposto, a recorrente vem requerer que seja reformada a decisão externada na Ata de Análise dos documentos de Habilitação da referida concorrência, para o fim de declarar a inabilitação da empresa H.P. PEREIRA CONSTRUTORA LTDA. A empresa RR SERVIÇOS DE TERCEIRIZAÇÃO LTDA argumenta em suas razões de recurso quanto à habilitação da empresa CEPEL CONST. ESTUDOS E PROJETOS DE ENG. LTDA pela comissão no que se refere ao descumprimento do item , por não apresentar os equipamentos ali exigidos: na relação de equipamentos, o item 10 (dez) da de equipamentos minímos a empresa deveria apresentar 02 (dois) vibradores de concreto de imersão, a referida empresa apresentou quantidade a ser disponibilizada igual a zero,

3 3 deixando em branco o campo quantidade, culminando assim ma imediata inabilitação da empresa impugnada. Aduz o descumprimento dos itens e , o documento apresentado pela CEPEL, não se encontra apresentado na forma da lei, e não se pode afirmar que se trata das cópias do livro diário onde o balanço fiscal fora transcrito, visto que não se encontra registrado ou autenticado na junta comercial. Afirma que o suposto balanço patrimonial não contém qualquer informação da exigida apresentação do requerido na Junta Comercial. Alega quanto ao descumprimento do item do Edital, ou seja, os acervos técnicos apresentados pelos responsáveis limitam-se á obras de Pavimentação e Pontes não demonstrando qualquer similaridade com o objeto da licitação. Os técnicos apresentados pela CEPEL não consta nenhuma certidão de acervo técnico semelhante ao objeto da licitação. Alega ainda quanto à incompatibilidade do objeto social, visto que o objeto social da empresa CEPEL trata-se de exploração do ramo de construção civil, estudos e projetos de engenharia e arquitetura, construção de estradas, terraplenagem, pavimentação, aluguel de máquinas e equipamento. Conforme classificação nacional de atividades econômica/cnae, consta que as atividades de drenagem compatíveis com o objeto da licitação não encontram qualquer semelhança com o objetivo social descrito no contrato da empresa. Afirma que as atividades relacionadas como construção civil, não englobam obras de DRENAGEM. Os serviços de drenagem não compõem as atividades para as quais a mesma se encontra apta e autorizada a executar. Afirma ainda que a empresa CEPEL CONST. ESTUDOS e PROJ. ENG. LTDA, não atendeu o item do Edital, ou seja não apresentou a certidão municipal. A empresa RR SERVIÇOS DE TERCEIRIZAÇÃO LTDA argumenta em suas razões de recurso contra à habilitação da empresa H.P. PEREIRA CONSTRUTORA LTDA pela comissão no que se refere ao descumprimento do item do edital, pois os acervos técnicos apresentados pelos responsáveis não demonstram qualquer similaridade com o objeto da licitação especificadamente as constantes nas alíneas a e b do subitem a) limpeza e Retificação (subitem 2.1); b) Revestimento e Igarapé (subitem 2.2). Aduz que a empresa descumpriu o item , o atestado de visita apresentado pela empresa HP não serve para demonstrar a efetivação de uma visita técnica ao local das obras, visto que não foi realizado por nenhum técnico, ou responsável técnico pela empresa, tão somente um representante legal, que não se trata de engenheiro ou de qualquer outro profissional habilitado e qualificado para o ato. Alega ainda que a empresa descumprimento do item , onde é exigido que o licitante demonstre o DFL de no mínimo igual ao valor orçado para as obras R$ ,30 (doze milhões, seiscentos e noventa e três mil, duzentos e setenta e três reais e trinta centavos), o quadro no qual foi apresentado pela empresa HP sua Disponibilidade Financeira Líquida contém a seguinte informação: DFL = ,51,

4 4 PORTANTO MENOR que R$ ,30, onde demonstra que seu DFL não atendia as exigências do Edital e a Comissão não observou o fato. Em síntese requer que as empresas CEPEL CONST. ESTUDOS e PROJ. ENG. LTDA e HP PEREIRA CONSTRUTORA LTDA sejam declaradas inabilitadas, pelos vários erros e vícios constatados nas documentações de habilitação apresentadas pelas empresas citadas. Requer ainda a habilitação da recorrente RR SERVIÇOS DE TERCEIRIZAÇÃO LTDA sustentando que houve tratamento diferenciado, quando a comissão erroneamente considerou a mesma inabilitada por um simples erro material, por ter indicado a potência de 75 hp para retroescavadeira sobre pneus cuja característica estabelecida era de 76 hp. A comissão considerou ainda a recorrente inabilitada por ter digitado no documento (atestado de visita) a data da visita como sendo a mesma da abertura da licitação. inscrição da data. Alega ainda que se encontra altamente qualificada para exercer as atividades contempladas no objeto da presente licitação, afirmando que foi contratada pela mesma Prefeitura para executar serviços semelhantes. Ante o exposto requer que a recorrente seja declarada, visto a inexistência de motivos fundamentados contra a referida recorrente, bem como lhe é garantido em consonância com as disposições legais, fazendo juntada de cópias de contrato e medição no presente recurso com fito de modificar a decisão de inabilitação da recorrente. DAS CONTRA-RAZÕES Em suas contra-razões a empresa H. P. PEREIRA CONSTRUTORA LTDA - ME solicita que seja julgado improcedente o recurso impetrado contra ela, pela empresa CEPEL quanto a ausência de Demonstrativo do Cálculo do DFL afirmando ter atendido todas as disposições constantes do Edital, a mesma sustenta ainda que a exigência do item do Edital, afronta as normas da Lei 8.666/93. Destaca que antes de habilitar a proposta da recorrida a Comissão embasou-se em dados de pessoas qualificadas para atestar a regularidade econômica da mesma não pode a recorrente CEPEL, com uma simples alegação feita por profissional não qualificado, e despida de qualquer prova documental, querer derrubar o parecer da Comissão de Licitação. Solicita ainda que seja julgado improcedente o recurso apresentado pela empresa RR SERVIÇOS DE TERCEIRIZAÇÃO LTDA, sustentando que as certidões de acervo técnico apresentadas pela ora recorrida está em total consonância com o objeto da licitação, posto que os referidos documentos foram analisados pela Comissão de Licitação, não havendo razão para sua inabilitação. Aduz que quanto o descumprimento do item , alegado pela recorrente citada acima, trata-se de alegação totalmente descabida! Cita a improcedência de descumprimento ao item visto que a mesma apresentou a Certidão do SICAF, a qual substitui grande parte da documentação relativa à habilitação econômica-financeira, sendo que dentre esses documentos substituídos, está o balanço

5 5 patrimonial, onde o SICAF tem como finalidade cadastrar e habilitar, parcialmente, pessoas físicas e jurídicas interessadas em participar de licitações realizadas pelas entidades da Administração Pública Federal. Afirma que a inscrição do SICAF supre a necessidade de apresentação dos documentos elencados nos arts. 28 a 31, da Lei 8.666/93, constituindo-se numa faculdade conferida ao licitante. Em que pese a Recorrida ter atendido toadas as disposições constantes do Edital, a mesma sustenta que a exigência contida no item é ilegal, e afronta as normas da Lei 8.666/93. No que pertence a Habilitação Econômica, o art. 31 da Lei 8.666/93, que estabelece no Art. 31, 1º. A exigência de índices limitar-se-á a demonstração da capacidade financeira do licitante com vistas aos compromissos que terá que assumir caso lhe seja adjudicado o contrato, vedada a exigência de valores mínimos de faturamento anterior, índices de rentabilidade ou lucratividade. (Redação dada pela Lei nº 8.883, de ). Por fim requer que seja julgado improcedente o recurso apresentado pelas empresas CEPEL CONST. ESTUDOS E PROJETOS DE ENG. LTDA e RR SERVIÇOS DE TERCEIRIZAÇÃO LTDA mantendo a decisão que habilitou a empresa H. P. PEREIRA CONSTRUTORA LTDA-ME, onde a mesma atendeu aos requisitos do Edital. Vale ressaltar que a empresa HP se manisfestou em ata do resultado da análise dos documentos de habilitação fls , no sentido de não recorrer da decisão da Comissão. Portanto, não será considerado como recurso e sim como forma de esclarecimento. Em suas contra-razões a empresa CEPEL CONST. ESTUDOS E PROJETOS DE ENG. LTDA solicita que seja julgado improcedente o recurso impetrado contra ela, pela empresa RR SERVIÇOS DE TERCEIRIZAÇÃO LTDA alegando que quanto à alegação do descumprimento do subitem , do edital referente à declaração dos equipamentos não é verdadeira, sustentando que apresentou a declaração, relacionando todos os equipamentos, em atendimento a referida exigência, e ainda, ao previsto no 6º do artigo 30, da Lei nº 8.666/93, e ainda, como preleciona Marçal Justen Filho, a exigência quanto aos equipamentos mínimos necessários à execução da obra, será atendida mediante a apresentação da relação de bens e da declaração de disponibilidade dos mesmos: o ato convocatório pode exigir que o licitante comprove dispor de equipamentos e pessoal técnico indispensáveis à execução do contrato. A Lei autoriza a inserção de cláusulas dessa ordem, mas determina que a exigência será satisfeita através de relação de bens e de pessoal técnico que satisfaçam as necessidades da Administração e de declaração expressa acerca de sua disponibilidade... (destacou e grifou). No que se refere à alegação quanto o Balanço Patrimonial, a contra-arrazoante afirma que é inverídica, uma vez que o balanço seja revestido de legalidade, bastando o mesmo se já assinado pelos administradores da empresa e pelo contador, como afirma o Doutrinador Renato Geraldo Mendes: Para que o balanço patrimonial e as demontrações contábeis esteja revestidos do caráter de validade, faz-se necessário que estejam assinados pelos administradores da empresa e pelo contador, comforme dispõe o art. 177, 4º, da Lei nº 6.404/76-Sociedades Anônimas. Diante do exposto, a mesma aduz que anexou o Balanço Patrimonial e as Demonstração Contábeis, em conformidade com o previsto no subitem

6 Edital que exige: -Quando se tratar de empresa individual ou sociedade por cotas de responsabilidade limitada, a Comissão de Licitação se reservará o direito de exigir a apresentação do livro diário onde o balanço fiscal foi transcrito, para efeito de extração dos parâmetros para o julgamento e verificação dos valores apresentados e calculados pelas licitantes. (destacou e grifou). No que diz respeito à alegação da Recorrente RR SERVIÇOS DE TERCEIRIZAÇÃO LTDA referente o descumprimento do subitem , onde afirma que NENHUMA CERTIDÃO DE ACERVO TÉCNICO semelhante ao objeto da licitação, onde para definição das parcelas mais relevantes indica os descritos no subitem limpeza e retificação e revestimento de igarapé. Quanto à alegação, no que diz respeito à não comprovação de inscrição no cadastro de contribuintes municipal, não merece prosperar, uma vez que a empresa CEPEL CONST. ESTUDOS E PROJETOS DE ENG. LTDA comprovou mediante a apresentação da Certidão Negativa de Débitos Municipal, na qual consta o número da inscrição municipal da mesma, onde o mesmo foi utilizado para comprovar a regularidade para com a Fazenda Municipal. No que se refere à alegação do objeto social, da referida empresa ser incompatível com o objeto licitado, sob o argumento de que...as atividades relacionadas como CONSTRUÇÃO CIVIL, não englobam obras de drenagem..., a mesma informa que comprovou através de Certidões de Acervos Técnicos, anexadas junto à documentação de habilitação, que é uma empresa especializada, no ramo de engenharia civil, tendo executado inclusive obras e serviços similares e de complexidade tecnológica e operacional equivalente e ainda superior as definidas no item do edital. No que diz respeito à revisão da decisão que inabilitou a empresa RR CONST. ESTUDOS E PROJETOS DE ENG. LTDA, a mesma deve ser mantida, a decisão da Comissão foi fundamentada tendo em vista que a recorrente visitou os locais onde serão realizadas as obras, na data de , onde o atestado foi emitido na mesma data, conforme Ata de resultado dos documentos de habilitação, assim a visita foi efetuada fora do prazo estipulado no Edital que era o dia , portanto não se trata de simples erro formal. Por último a empresa CEPEL CONST. ESTUDOS E PROJETOS DE ENG. LTDA solicita que seja mantida a decisão que habilitou a referida empresa e ainda, que seja mantida à decisão que inabilitou a empresa RR SERVIÇOS DE TERCEIRIZAÇÃO LTDA. FUNDAMENTAÇÃO Diante das razões apresentadas, bem como as contra-razões, a Comissão Permanente de Licitação Geral amparada no 3º Art. 43 da Lei 8.666/93 que diz: É facultada à Comissão ou autoridade superior, em qualquer fase da licitação, a promoção de diligencia destinada a esclarecer ou a complementar a instrução do processo, vedada a inclusão posterior de documento ou informação que deveria constar originariamente da proposta.

7 7 Submeteu a documentação referente à qualificação técnica das empresas CEPEL CONST. ESTUDOS E PROJETOS DE ENG. LTDA e HP PEREIRA CONSTRUTORA LTDA ao reexame do Sr. Célio Augusto Costa do Nascimento engenheiro civil da SEMAD, para apreciação e parecer técnico, que passa a ser parte integrante desta Decisão de Recurso para que haja maior embasamento em sua decisão ao recurso impetrado. Desse obtivemos os seguintes pareceres: As empresas CEPEL CONST. ESTUDOS E PROJETOS DE ENG. LTDA e HP PEREIRA CONSTRUTORA LTDA não comprovaram pelas suas certidões de acervos técnicos apresentados, que já executaram serviços de características semelhantes as do objeto licitado (LIMPEZA E RETIFICAÇÃO e (REVESTIMENTO DE IGARAPÉ). A empresa CEPEL CONST. ESTUDOS E PROJETOS DE ENG. LTDA apresentou certidões conforme solicitação dos itens e do Edital. Informa ainda que o Decreto Federal nº /93 e a Resolução 218/73 não impossibilita o profissional de ser o responsável técnico pelos serviços a serem executados no referido certame licitatório, uma vez que conforme consta na certidão do CREA da empresa CEPEL CONST. ESTUDOS E PROJETOS DE ENG. LTDA, o profissional engenheiro civil Sr. José de Ribamar Nina Lamar, o mesmo poderá atuar como responsável técnico com exceção: Artigo 28 exceto alínea g, artigo 29 exceto a, do Dec. Federal n de Item I do artigo 7 da Resolução n 218/73 do CONFEA., exceto o desempenho das atividades 01 a 18 do art. 1 destas resoluções referente a portos, rios, canais, barragens e diques. Portanto, não inviabiliza o profissional de atuar como responsável técnico por obras e serviços de engenharia para execução de drenagem. A Comissão submeteu ainda a documentação referente à qualificação econômicofinanceira das empresas CEPEL CONST. ESTUDOS E PROJETOS DE ENG. LTDA E HP PEREIRA CONSTRUTORA LTDA - ME ao reexame do Sr. Sidomar Pereira da Silva contador da SEMAD para apreciação e parecer técnico, que passa a ser parte integrante desta Decisão de Recurso para que haja maior embasamento em sua decisão ao recurso impetrado. Desse obtivemos os seguintes pareceres: Diante reanálise das exigências do item do Edital Qualificação Econômica Financeira, no subitem Quando se tratar de empresa individual ou sociedade por cotas de responsabilidade limitada, a Comissão de Licitação se reservará o direito de exigir a apresentação do livro diário onde o balanço fiscal foi transcrito, para efeito de extração dos parâmetros para o julgamento e verificação dos valores apresentados e calculados pelas licitantes. A empresa CEPEL CONSTRUÇÕES ESTUDOS E PROJETOS DE ENGENHARIA LTDA, não atendeu ás exigências do item , portanto sugerimos que a referida empresa seja inabilitada por não cumprir as normas editalícias. Após reanálise das exigências das Demonstrações Contábeis Financeiras do Exercício de 2009, da empresa H. P. PEREIRA CONSTRUTORA LTDA ME, em que foi reavaliada de forma preventiva a condição patrimonial, econômica financeira da empresa, visando à tomada de decisões do ente público, nas condições que possibilitem contratar a referida empresa em risco de interrupção de um futuro contrato, conforme o item A disponibilidade financeira líquida mede o valor até o qual a licitante possui capacidade de contratar e

8 8 deverá ser igual ou superior ao orçamento oficial elaborado pela Prefeitura de Porto Velho para os serviços objeto da presente licitação, caso contrário, a licitante será inabilitada. A empresa H. P PEREIRA CONSTRUTORA LTDA ME, não atendeu ás exigências do item , portanto sugerimos que a referida empresa seja inabilitada por não cumprir as normas editalícias. Das razões de recurso da empresa RR SERVIÇOS DE TERCEIRIZAÇÃO LTDA a Comissão faz as seguintes considerações: No que se refere aos argumentos a Comissão discorda da referida empresa quando alega a inexistência de motivos fundamentados contra a mesma, bem como lhe é garantido em consonância com as disposições legais, visto que a empresa apresentou na relação de equipamentos no item 4 - Escavadeira sobre pneus-potência 75 hp, ou seja, potência inferior ao Exigido no Edital deste certame licitatório - 76 hp. No que pertine ao item onde exige que: A visita técnica deverá ser realizada até 3 (três) dias, antes da data marcada para abertura da sessão do certame licitatório, ou seja até a data de 04 de agosto de É imprescindível a visita ao local das obras e serviços discriminados neste edital e seus anexos, para constatar as condições de execução e peculiaridades inerentes à natureza dos trabalhos. Dessa forma, fica claro que a referida empresa descumpriu o estabelecido no Edital supracitado, apresentou a data da visita técnica de , ou seja, após a data estipulada no Edital. Como pode ser observado não houve falha no julgamento aferido pela Comissão Permanente de Licitação Geral quando inabilitou a empresa RR SERVIÇO DE TERCEIRIZAÇÃO LTDA, vista ao descumprimento de dois subitens do edital, vez que a referida empresa era conhecedora dos requisitos necessários para a fase de habilitação e mesmo assim deixou de cumpri-los na integra. No que aduz a relação de equipamentos apresentada pela empresa CEPEL CONSTRUÇÕES ESTUDOS E PROJETOS DE ENGENHARIA LTDA, no item 10 da referida relação ficou evidenciado que não foi apresentado à quantidade exigida no edital conforme o item , visto que a empresa não contemplou na relação 02 (dois) vibradores de concreto de imersão conforme exigência editalícia. No que diz respeito ainda aos argumentos apresentados pela referida empresa quanto a alegação referente à empresa CEPEL CONSTRUÇÕES ESTUDOS E PROJETOS DE ENGENHARIA LTDA não ter cumprido o item (certidão municipal) e item quanto a visita técnica, sustentando que a visita não fora realizada por nenhum técnico, ou responsável técnico pela empresa e sim um representante legal, a Comissão informa que: Faz-se oportuno esclarecer que a recorrente equivoca-se quando afirma tal alegação, sugerimos que a empresa RR SERV. DE TERCEIRIZAÇÃO LTDA observe atentamente às fls dos autos, visando comprovar a existência da referida certidão. Com relação à afirmação no que diz respeito à incompatibilidade do objeto da empresa CEPEL, informamos que:

9 9 No contrato social apresentado pela empresa CEPEL, o objeto social é a exploração do ramo de construção civil, estudos e projetos de engenharia e arquitetura, construção de estradas, terraplenagem, pavimentação, aluguel de máquinas e equipamentos. De acordo com os atestados de capacidade técnica e acervos técnicos dos profissionais apresentados na documentação de habilitação pela empresa CEPEL CONSTRUÇÕES ESTUDOS E PROJETOS DE ENGENHARIA LTDA, foi verificado que a referida empresa comprovou a capacidade técnica para execução das obras citadas no Edital, considerando as semelhanças dos serviços executados. Com referência ao Atestado de Visita ao local dos Serviços especificadamente no subitem do edital supracitado, onde exige: Atestado de Visita aos locais onde serão executadas as obras, conforme modelo constante no Anexo VIII, devendo constar no atestado o nome do representante da licitante que efetuou a visita (s) ao local da execução dos serviços, devidamente atestada pelo técnico responsável, bem como pelo Secretário Municipal de Projetos e Obras Especiais ou adjunto da Prefeitura Municipal de Porto Velho-RO. (Grifo nosso) O subitem supra deixa bem claro que deverá constar no atestado o nome do representante da licitante que efetuou a visita ao local da execução dos serviços, e não que deverá ser realizada por técnico ou responsável técnico pela empresa. Portanto não procede a argumentação da Empresa RR SERVIÇOS DE TERCEIRIZAÇÃO LTDA. Quanto aos argumentos empregados pela empresa HP PEREIRA CONSTRUTORA LTDA em sua defesa onde afirma que cumpriu as exigências editalícias contida no item e item onde sustenta que é ilegal, e afronta as normas da Lei 8.666/93 a Comissão tem a esclarecer: O Edital de licitações é a lei que estabelece as regras a serem cumpridas entre as partes, e desde que não haja impugnação de seus termos estes não poderão ser alterados sem que ocorra uma previa divulgação, ou seja, publicação. Quando a mesma não atendeu os itens acima mencionado referente ao DFL pré-estabelecido pelo edital era sabedora dessa condição, vista ter concordado plenamente com a claúsula constante dos subitens e do edital As empresas, deverão apresentar o balanço patrimonial e demonstrações contábeis do último exercício social, já exigíveis e apresentadas na forma da lei, que comprovem a boa situação financeira da empresa, vedada a sua substituição por balancetes ou balanços provisórios. Com base nos dados extraídos do balanço será avaliada a capacidade financeira da empresa. Os balanços apresentados poderão ser atualizados por índices oficiais quando encerrado há mais de 3 (três) meses da data de apresentação da proposta A disponibilidade financeira líquida mede o valor até o qual a licitante possui capacidade de contratar e deverá ser igual ou superior ao orçamento oficial elaborado pela Prefeitura de Porto Velho para os serviços objeto da presente licitação, caso contrário, a licitante será inabilitada. já que não o impugnou.

10 10 Considerando que a Comissão encontra-se estritamente vinculada ao edital, conforme estabelece o art. 41 da lei 8.666/93: A Administração não pode descumprir as normas e condições do edital, ao qual se acha estritamente vinculada. Considerando ainda entendimentos do doutrinador Jorge Ulisses Jacoby Fernandes (Vade- Mécum de Licitações e Contratos, página 644, 2ª edição). STJ: O edital, elemento fundamental do procedimento licitatório. Ele é que fixa as condições de realização da licitação, determina seu objeto, discrimina as garantias e os deveres de ambas as partes. Se o recorrente, ciente das normas editalícias, não apresentou em época oportuna qualquer impugnação, ao deixar de atendê-las, incorreu no risco e na possibilidade de sua desclassificação. Como pode ser observado pelo acima exposto, a Comissão incorreu em erro quando habilitou a empresa HP PEREIRA CONSTRUTORA LTDA. Para tanto, com fundamento na SÚMULA 473 STF: A administração pode anular seus próprios atos, quando eivados de vícios que os tornam ilegais, porque deles não se originam direitos; ou revogá-los, por motivo de conveniência ou oportunidade, respeitados os direitos adquiridos, e ressalvada, em todo os casos a apreciação judicial. Por todo o exposto e em reanálise dos documentos apresentados no certame licitatório, a Comissão RETIFICA sua decisão quanto à habilitação da empresa HP PEREIRA CONSTRUTORA LTDA-ME. Mediante aos pareceres emitidos pelo Engenheiro Civil e pelo Contador da SEMAD, (cópias anexa) designados para prestar apoio técnico a Comissão de licitação, ambos detentores de competência e conhecimento técnico para proceder análise nos documentos equivalentes a qualificação técnica, bem como a qualificação econômicofinanceira das empresas, os quais tratam de exigências editalícias referentes aos subitens ; ; ; ; ; ; ; ; do edital mantendo assim pelo que se observa nas exigências editalícias, os critérios utilizados previstos na lei 8.666/93, bem como as razões e contra-razões apresentadas, os termos do edital e todos os atos até então praticados a Comissão de Licitação decide por unanimidade em acatar os pareceres técnicos e REVER sua decisão declarando INABILITADA a empresa HP PEREIRA CONSTRUTORA LTDA-ME, mantendo a INABILITAÇÃO da empresa CEPEL CONSTRUTORA ESTUDOS E PROJETOS LTDA, e mantendo ainda a INABILITAÇÃO da empresa RR SERVIÇOS DE TERCEIRIZAÇÃO LTDA, pelos motivos expostos na fundamentação desta decisão. É O RELATÓRIO.

11 11 CONCLUSÃO Considerando o exposto, com base nos itens dos editais, Art. 41, Art. 43 3º da Lei 8.666/93, Pareceres Técnicos bem como as razões e contra-razões apresentadas, os termos do edital e todos os atos até então praticados a Comissão decide por unanimidade em NÃO ACOLHER as razões e contra-razões apresentadas pelas empresas CEPEL CONSTRUTORA ESTUDOS E PROJETOS LTDA e HP PEREIRA CONSTRUTORA LTDA- ME, ACOLHER em parte as razões apresentadas pela empresa RR SERVIÇOS DE TERCEIRIZAÇÃO LTDA, Com base no Art. 48 3º da Lei 8.666/93 a Comissão estipula o prazo de 8 (oito) dias úteis para que as empresas apresentem novos documentos de habilitação corrigidas as falhas que causaram suas inabilitações, ficando marcada a data da sessão para o dia 29 de setembro de 2010 às 09:30 hs na Sala de Licitações desta Coordenadoria Municipal de Licitação/SEMAD. Para tanto, submetemos a presente DECISÃO à autoridade hierárquica, neste ato legalmente representada pelo Secretário Municipal de Administração, para apreciação e decisão final, conforme determina o 4º do Art. 109 da Lei 8.666/93. Porto Velho 10 de setembro de Dione Rodrigues Lima Presidente Eliana da Silva Chaves Secretária Sidomar Pereira da Silva Membro Eduardo Henrique leão Ardaia Assistente.

ATA DE JULGAMENTO DOS RECURSOS

ATA DE JULGAMENTO DOS RECURSOS ATA DE JULGAMENTO DOS RECURSOS REFERENTE AO PRESENCIAL PARA REGISTRO DE PREÇOS N.º 1119/2013 CPL 04, pelo regime de menor preço por lote. Cujo objeto é Contratação de empresa para prestação de serviços

Leia mais

CF Nº 32069 /GTVT/2012 Vitória, 29 de Outubro de 2012.

CF Nº 32069 /GTVT/2012 Vitória, 29 de Outubro de 2012. Vitória, 29 de Outubro de 2012. À Coordenação de Licitação ADSE-3 Assunto: Resposta à Impugnação, apresentada pela empresa UPTEC CONSTRUÇÃO E TECNOLOGIA LTDA, do Recurso Administrativo interposto pela

Leia mais

CENTRAIS ELÉTRICAS DE RONDÔNIA S/A CERON

CENTRAIS ELÉTRICAS DE RONDÔNIA S/A CERON Processo: CONCORRÊNCIA N.º 005/2006 Assunto: JULGAMENTO RECURSO ADMINISTRATIVO - HABILITAÇÃO Recorrente: TAMA ENGENHARIA LTDA A Comissão Permanente de Licitação - CPL da Centrais Elétricas de Rondônia

Leia mais

JULGAMENTO DA REPRESENTAÇÃO ADMINISTRATIVA

JULGAMENTO DA REPRESENTAÇÃO ADMINISTRATIVA JULGAMENTO DA REPRESENTAÇÃO ADMINISTRATIVA FEITO: REPRESENTAÇÃO ADMINISTRATIVA REFERÊNCIA: EDITAL DA CONCORRÊNCIA Nº 001/2014 - COMPEL RAZÕES: JULGAMENTO DA PROPOSTA DE PREÇOS OBJETO: CONTRATAÇÃO DE EMPRESA

Leia mais

Apreciação de Recurso Administrativo Pregão Eletrônico nº. 24/2008

Apreciação de Recurso Administrativo Pregão Eletrônico nº. 24/2008 Processo: A 08/376 Interessado: Gerência de Recursos Humanos Assunto: Contratação de Empresa Especializada em administração, gerenciamento, emissão, distribuição e fornecimento de documentos de legitimação,

Leia mais

RELATÓRIO DE INSTRUÇÃO DE RECURSOS RECURSO CONTRA DECISÃO DA PREGOEIRA E EQUIPE DE APOIO

RELATÓRIO DE INSTRUÇÃO DE RECURSOS RECURSO CONTRA DECISÃO DA PREGOEIRA E EQUIPE DE APOIO RELATÓRIO DE INSTRUÇÃO DE RECURSOS ASSUNTO: RECURSO CONTRA DECISÃO DA PREGOEIRA E EQUIPE DE APOIO RECORRENTE: AGÊNCIA DE REVISTAS AEROPORTO DA PAMPULHA COMERCIAL LTDA - ME REF.: PREGÃO PRESENCIAL Nº 131/ADSU/SBNF/2013

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO PROCURADORIA REGIONAL DO TRABALHO DA 20ª REGIÃO

MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO PROCURADORIA REGIONAL DO TRABALHO DA 20ª REGIÃO PROCESSO N.º 08150-268/10 PREGÃO N.º 10/2010 OBJETO: Contratação de serviços de telefonista, copeiragem, limpeza e auxiliar de serviços gerais. R E L A T Ó R I O S O B R E O S R E C U R S O S 1. DA ANÁLISE

Leia mais

PROCEDIMENTO ADMINISTRATIVO Nº 55000.000886/2012-25 PREGÃO ELETRÔNICO Nº 03/2012 RESPOSTA À RECURSO ELETRÔNICO

PROCEDIMENTO ADMINISTRATIVO Nº 55000.000886/2012-25 PREGÃO ELETRÔNICO Nº 03/2012 RESPOSTA À RECURSO ELETRÔNICO MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO AGRÁRIO SUBSECRETARIA DE PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E ADMINISTRAÇÃO COORDENAÇÃO GERAL DE ADMINISTRAÇÃO E RECURSOS HUMANOS COORDENAÇÃO DE LICITAÇÕES E CONTRATOS PROCEDIMENTO ADMINISTRATIVO

Leia mais

GERÊNCIA DE LICITAÇÕES E CONTRATAÇÕES EM BRASÍLIA GILIC/BR

GERÊNCIA DE LICITAÇÕES E CONTRATAÇÕES EM BRASÍLIA GILIC/BR GERÊNCIA DE LICITAÇÕES E CONTRATAÇÕES EM BRASÍLIA GILIC/BR ATA DE JULGAMENTO DE RECURSO APRESENTADO CONTRA O RESULTADO DO PREGÃO ELETRÔNICO Nº 33/7855-2010, TIPO MENOR PREÇO GLOBAL CUJO OBJETO É A CONTRATAÇÃO

Leia mais

Julgamento de Recurso Administrativo (Propostas de Preços)

Julgamento de Recurso Administrativo (Propostas de Preços) Processo nº PRO 4.323.219/2015 Tomada de Preços nº 04/2015 Objeto: Execução de Sistema de Cabeamento Estruturado, da Rede Elétrica Estabilizada e Rede Geral de Baixa Tensão do CREA/RN. Julgamento de Recurso

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CONSELHO FEDERAL DE ENGENHARIA E AGRONOMIA CONFEA. RESOLUÇÃO Nº 1.066, DE 25 DE SETEMBRO de 2015.

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CONSELHO FEDERAL DE ENGENHARIA E AGRONOMIA CONFEA. RESOLUÇÃO Nº 1.066, DE 25 DE SETEMBRO de 2015. RESOLUÇÃO Nº 1.066, DE 25 DE SETEMBRO de 2015. Fixa os critérios para cobrança das anuidades, serviços e multas a serem pagos pelas pessoas físicas e jurídicas registradas no Sistema Confea/Crea, e dá

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO 3ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO 3ª REGIÃO PREGÃO ELETRÔNICO nº 19/2015 OBJETO: Contratação de empresa especializada para prestação de serviços de manutenção preventiva e corretiva, com reposição integral de peças, de aparelhos de ar condicionado

Leia mais

ATA DE ADSSIMIBILIDADE RECURSO ADMINISTRATIVO

ATA DE ADSSIMIBILIDADE RECURSO ADMINISTRATIVO ATA DE ADSSIMIBILIDADE RECURSO ADMINISTRATIVO PROCESSO LICITATÓRIO N 128/2015 PREGÃO PRESENCIAL N 072/2015 LICITANTE RECORRENTE: LIFEMED INDUSTRIAL DE EQUIPAMENTOS E ARTIGOS MÉDICOS HOSPITALARES S.A. LICITANTE

Leia mais

Processo nº 50608.000045/2014-27

Processo nº 50608.000045/2014-27 Processo nº 50608.000045/2014-27 EXAME DA DOCUMENTAÇÃO DE HABILITAÇÃO JURÍDICA, FISCAL, ECONÔMICO FINANCEIRA EDITAL Nº 0438/2014-08. Objeto: Seleção de empresa especializada para Execução de serviços técnicos

Leia mais

ILUSTRÍSSIMO SENHOR ELMO VAZ BASTOS DE MATOS, PRESIDENTE DA COMPANHIA DE DESENVOLVIMENTO DOS VALES DO SÃO FRANCISCO E DO PARNAÍBA CODEVASF.

ILUSTRÍSSIMO SENHOR ELMO VAZ BASTOS DE MATOS, PRESIDENTE DA COMPANHIA DE DESENVOLVIMENTO DOS VALES DO SÃO FRANCISCO E DO PARNAÍBA CODEVASF. ILUSTRÍSSIMO SENHOR ELMO VAZ BASTOS DE MATOS, PRESIDENTE DA COMPANHIA DE DESENVOLVIMENTO DOS VALES DO SÃO FRANCISCO E DO PARNAÍBA CODEVASF. PROCESSO Nº 59500.000938/2014-45 PREGÃO ELETRÔNICO Nº 27/2014

Leia mais

Pregão Eletrônico nº 04/2013-CGTI/DPF Processo administrativo nº 08206.000881/2012-14 JULGAMENTO DE RECURSO

Pregão Eletrônico nº 04/2013-CGTI/DPF Processo administrativo nº 08206.000881/2012-14 JULGAMENTO DE RECURSO Pregão Eletrônico nº 04/2013-CGTI/DPF Processo administrativo nº 08206.000881/2012-14 JULGAMENTO DE RECURSO Trata-se do Pregão Eletrônico para Formação de Registro de Preços para futura contratação de

Leia mais

a) Relação explícita do pessoal técnico especializado, adequado e disponível para a realização do

a) Relação explícita do pessoal técnico especializado, adequado e disponível para a realização do 2. CONDIÇÕES PARA CREDENCIAMENTO 2.1. Poderão participar deste Credenciamento, as empresas que: 2.1.1 Atendam a todas as exigências deste Edital, inclusive quanto à documentação constante deste instrumento

Leia mais

Recurso Administrativo

Recurso Administrativo ILMO. SR PRESIDENTE DA COMISSÃO ESPECIAL DE LICITAÇÃO DA PROCURADORIA DA REPÚBLICA DO ESTDO DO TOCANTINS Referencia: Concorrência nº 01/2014 SQUADRA ENGENHARIA E INCORPORAÇÃO LTDA, CNPJ n 08.997.155/0001-56,

Leia mais

RESPOSTA AO RECURSO A) MN CASTROPIL EMBALAGENS ME (CNPJ: 18.303.916/0001-86)

RESPOSTA AO RECURSO A) MN CASTROPIL EMBALAGENS ME (CNPJ: 18.303.916/0001-86) Processo N : 0802/15 Licitação Nº: 0712/15 Pregão Eletrônico Nº: 182015 RESPOSTA AO RECURSO O Pregoeiro do CONSELHO REGIONAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA DA 4ª REGIÃO - CREF4/SP, no exercício das suas atribuições

Leia mais

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DE GOIÁS

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DE GOIÁS PROCESSO ADMINISTRATIVO DIGITAL Nº: 3155/2014 TOMADA DE PREÇOS N:º 02/2014 OBJETO: Contratação de empresa especializada para a execução de serviços de engenharia, consistentes na execução de obra de construção

Leia mais

Ao Coordenador Geral de Administração e Finanças - Substituto,

Ao Coordenador Geral de Administração e Finanças - Substituto, DIRETORIA DE ADMINISTRAÇÃO - DAD COORDENAÇÃO GERAL DE ADMINISTRAÇÃO E FINANÇAS CGADM COORDENAÇÃO DE INFRA-ESTRUTURA - COINF COMISSÃO ESPECIAL DE LICITAÇÃO - CEL Ao Coordenador Geral de Administração e

Leia mais

FUNDO DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE TURVO - PR. Tomada de Preço N.º 001/2014.

FUNDO DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE TURVO - PR. Tomada de Preço N.º 001/2014. FUNDO DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE TURVO - PR. Tomada de Preço N.º 001/2014. Emissão: 09/12/2014. Abertura: 29/12/2014. Horário: 10:00 H. O Fundo de Previdência dos Servidores Municipais

Leia mais

RELATÓRIO DE INSTRUÇÃO DE RECURSO ADMINISTRATIVO

RELATÓRIO DE INSTRUÇÃO DE RECURSO ADMINISTRATIVO RELATÓRIO DE INSTRUÇÃO DE RECURSO ADMINISTRATIVO De: Para: Assunto: Pregoeira e Equipe de Apoio Superintendente de Suporte Administrativo de Manaus - SUMN Instrução de Recurso Administrativo Referente:

Leia mais

SERVIÇO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS NO ESTADO RIO DE JANEIRO SEBRAE/RJ. CONCORRÊNCIA No 01/03 EDITAL DE CREDENCIAMENTO

SERVIÇO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS NO ESTADO RIO DE JANEIRO SEBRAE/RJ. CONCORRÊNCIA No 01/03 EDITAL DE CREDENCIAMENTO 1 SERVIÇO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SEBRAE/RJ 1. DA CONVOCAÇÃO: CONCORRÊNCIA No 01/03 EDITAL DE CREDENCIAMENTO SERVIÇO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS NO ESTADO

Leia mais

EDITAL DE TOMADA DE PREÇOS Nº 079/2015.

EDITAL DE TOMADA DE PREÇOS Nº 079/2015. EDITAL DE TOMADA DE PREÇOS Nº 079/2015. PREFEITURA MUNICIPAL DE GAURAMA-RS SECRETARIA MUNICIPAL DE OBRAS PÚBLICAS E DE TRÂNSITO EDITAL DE TOMADA DE PREÇOS Nº 079/2015 TIPO MENOR PREÇO GLOBAL Edital de

Leia mais

ATA DE JULGAMENTO DE DOCUMENTOS DE HABILITAÇÃO TP 07/2013 CORINGA COM.E REPRES. DE EQUI.ELETR.DE SEGURANCA LTDA:

ATA DE JULGAMENTO DE DOCUMENTOS DE HABILITAÇÃO TP 07/2013 CORINGA COM.E REPRES. DE EQUI.ELETR.DE SEGURANCA LTDA: ATA DE JULGAMENTO DE DOCUMENTOS DE HABILITAÇÃO TP 07/2013 Esclarecimentos gerais: 1. Conforme SEÇÃO III do edital, item 7, poderão participar desta Tomada de Preços quaisquer licitantes que comprovarem

Leia mais

Processo nº 50608.002622/2012-53

Processo nº 50608.002622/2012-53 Processo nº 50608.002622/2012-53 EXAME DA HABILITAÇÃO JURÍDICA, FISCAL E ECONÔMICO-FINANCEIRA EDITAL Nº 0336/2014-08. Objeto: Elaboração de Projeto Executivo Detalhado para a Reforma e Ampliação da Unidade

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA PRIMEIRA REGIÃO SEÇÃO JUDICIÁRIA DO ESTADO DO TOCANTINS SENTENÇA

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA PRIMEIRA REGIÃO SEÇÃO JUDICIÁRIA DO ESTADO DO TOCANTINS SENTENÇA Classe 2100 : MANDADO DE SEGURANÇA Impetrante : CONSTRUMIL CONSTRUTORA E TERRAPLANAGEM LTDA Impetrado : SUPERINTENDENTE REGIONAL DO DNIT Sentença tipo A SENTENÇA I RELATÓRIO Trata-se de MANDADO DE SEGURANÇA

Leia mais

NOTA TECNICA JULGAMENTO DE RECURSO ADMINISTRATIVO FASE COMPLEMENTAR. Aguiar Feres Auditores Independentes S/S - EPP RECORRIDA:

NOTA TECNICA JULGAMENTO DE RECURSO ADMINISTRATIVO FASE COMPLEMENTAR. Aguiar Feres Auditores Independentes S/S - EPP RECORRIDA: NOTA TECNICA JULGAMENTO DE RECURSO ADMINISTRATIVO FASE COMPLEMENTAR TERMO: Decisório FEITO: Recurso Administrativo REFERENCIA: Pregão Eletrônico nº 39/2015 Contratação de empresa especializada em prestação

Leia mais

Estado do Pará GOVERNO MUNICIPAL DE CANAA DOS CARAJAS Comissão Permanente de Licitação

Estado do Pará GOVERNO MUNICIPAL DE CANAA DOS CARAJAS Comissão Permanente de Licitação JULGAMENTO DE RECURSO Processo Licitatório n. 064/2015-FMAS-CPL - Pregão Presencial OBJETO: Registro de preços para futura e eventual aquisição de artigos de cama mesa e banho, enxoval para bebês, roupas

Leia mais

JULGAMENTO DE RECURSO ADMINISTRATIVO LICITAÇÃO

JULGAMENTO DE RECURSO ADMINISTRATIVO LICITAÇÃO JULGAMENTO DE RECURSO ADMINISTRATIVO LICITAÇÃO PROCESSO LICITATÓRIO Nº 011/2016 PREGÃO PRESENCIAL Nº 008/2016 Trata-se de julgamento de recurso de licitação que tem por objeto a aquisição parcelada de

Leia mais

CENTRAIS ELÉTRICAS DE RONDÔNIA S/A

CENTRAIS ELÉTRICAS DE RONDÔNIA S/A Processo: TOMADA DE PREÇOS N.º 004/2007 Assunto: Recorrente: JOY ENGENHARIA COMÉRCIO E REPRESENTAÇÕES LTDA. JULGAMENTO RECURSO ADMINISTRATIVO PROPOSTA COMERCIAL Os membros da Comissão Permanente de Licitação

Leia mais

Decisão de Pregoeiro n 0039/2009-SLC/ANEEL. Em 4 de setembro de 2009.

Decisão de Pregoeiro n 0039/2009-SLC/ANEEL. Em 4 de setembro de 2009. Decisão de Pregoeiro n 0039/2009-SLC/ANEEL Em 4 de setembro de 2009. Processo nº: 48500.000496/2009-53 Licitação: Pregão Eletrônico nº 49/2009 Assunto: Análise do recurso interposto pela Ductbusters Engenharia

Leia mais

DECISÃO DE RECURSO ADMINISTRATIVO

DECISÃO DE RECURSO ADMINISTRATIVO MINISTÉRIO DOS TRANSPORTES DEPARTAMENTO NACIONAL DE INFRAESTRUTURA DE TRANSPORTES Av. Mal. Mascarenhas de Moraes no.-2340, Bento Ferreira - Vitória / ES Te!.: (Oxx27) 3212-4271 - Fax: (Oxx27) 3212-4294

Leia mais

PROCESSO Nº. 650081044 EDITAL DE CREDENCIAMENTO Nº. 060/2011 RECEBIMENTO DAS PROPOSTAS DE CREDENCIAMENTO

PROCESSO Nº. 650081044 EDITAL DE CREDENCIAMENTO Nº. 060/2011 RECEBIMENTO DAS PROPOSTAS DE CREDENCIAMENTO PROCESSO Nº. 650081044 EDITAL DE CREDENCIAMENTO Nº. 060/2011 RECEBIMENTO DAS PROPOSTAS DE CREDENCIAMENTO Data: A partir do dia 22/06/2011 Local: FAPEU SETOR DE LICITAÇÃO (Campus Universitário s/nº, Trindade,

Leia mais

Processo nº 0197-001097/2009 Brasília, 12 de julho de 2010

Processo nº 0197-001097/2009 Brasília, 12 de julho de 2010 Processo nº 0197-001097/2009 Brasília, 12 de julho de 2010 Assunto: Apreciação dos Recursos Administrativos e Contra-Razões interpostos face decisão da Comissão Especial de Licitação relativa à fase de

Leia mais

CENTRAIS ELÉTRICAS DE RONDÔNIA S/A - CERON COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO

CENTRAIS ELÉTRICAS DE RONDÔNIA S/A - CERON COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO Assunto: JULGAMENTO DE RECURSO ADMINISTRATIVO. Impetrante: CONSÓRCIO DAIMON ENGENHARIA E SISTEMAS S/S LTDA E MATRIX ENGENHARIA EM ENERGIA LTDA. Processo: TOMADA DE PREÇOS N.º 013/2008. Objeto: Contratação

Leia mais

RESPOSTA À IMPUGNAÇÃO PROCESSO N.º 006/2011 (RETIFICADO) PREGÃO PRESENCIAL N.º 006/2011

RESPOSTA À IMPUGNAÇÃO PROCESSO N.º 006/2011 (RETIFICADO) PREGÃO PRESENCIAL N.º 006/2011 RESPOSTA À IMPUGNAÇÃO PROCESSO N.º 006/2011 (RETIFICADO) PREGÃO PRESENCIAL N.º 006/2011 A empresa Serttel Ltda., interessada em participar da licitação indicada em epígrafe, apresentou impugnação ao instrumento

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 21ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 21ª REGIÃO PROCESSO Nº 009.707/2015 PREGÃO ELETRÔNICO Nº 016/2013 OBJETO: Registro de preços para eventual contratação de empresa especializada na prestação de serviços de controle sanitário integrado no combate

Leia mais

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE ITAÚNA - MG Edital de Chamamento para Cadastro nº 01/2013

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE ITAÚNA - MG Edital de Chamamento para Cadastro nº 01/2013 PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE ITAÚNA - MG Edital de Chamamento para Cadastro nº 01/2013 Edital de convocação de Pessoas Jurídicas para inscrição e atualização do Cadastro de Fornecedores do Município de Itaúna.

Leia mais

Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina Comissão Especial de Licitação

Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina Comissão Especial de Licitação CONCORRÊNCIA N. 002/2007 ATA DOS TRABALHOS DA SESSÃO DE JULGAMENTO DA DOCUMENTAÇÃO APRESENTADA NA LICITAÇÃO MODALIDADE "CONCORRÊNCIA", DE N. 002/2007, REALIZADA NO DIA 14/09/2007, ÀS 14 HORAS. Às quatorze

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE ITURAMA ESTADO DE MINAS GERAIS

CÂMARA MUNICIPAL DE ITURAMA ESTADO DE MINAS GERAIS JULGAMENTO DE RECURSO ADMINISTRATIVO PROCESSO LICITATÓRIO Nº. 01/2011 PREGÃO PRESENCIAL Nº. 01/2011 RECORRENTES: SERVIÇOS ESPECIALIZADOS E ADMINSITRAÇÃO PÚBLICA E PROJETOS LTDA SEAP e PERSONA CAPACITAÇÃO

Leia mais

MUNICÍPIO DE PORTO FERREIRA Estado de São Paulo DIVISÃO DE SUPRIMENTOS Seção de Licitações e Contratos

MUNICÍPIO DE PORTO FERREIRA Estado de São Paulo DIVISÃO DE SUPRIMENTOS Seção de Licitações e Contratos INSTRUÇÕES GERAIS PARA OBTENÇÃO DO C.R.C. (CERTIFICADO DE REGISTRO CADASTRAL), CONFORME DISPOSTO NA LEI Nº 8.666/93 1. CADASTRAMENTO 1.1 PROCEDIMENTO 1.1.1 A empresa interessada em obter o Certificado

Leia mais

Interessados: RESPONSÁVEIS: João Paulo Bastos Hildebrandt e Paulo Macedo de Carvalho Mesquita

Interessados: RESPONSÁVEIS: João Paulo Bastos Hildebrandt e Paulo Macedo de Carvalho Mesquita Tribunal de Contas da União Número do documento: AC-0054-06/99-1 Identidade do documento: Acórdão 54/1999 - Primeira Câmara Ementa: Tomada de Contas. Centro Psiquiátrico Pedro II. Exercício de 1997. Garantias

Leia mais

MI ISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA DA REPÚBLICA NO ESTADO DE SERGIPE ASSESSORIA ESPECIAL PARECER

MI ISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA DA REPÚBLICA NO ESTADO DE SERGIPE ASSESSORIA ESPECIAL PARECER MI ISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA DA REPÚBLICA NO ESTADO DE SERGIPE ASSESSORIA ESPECIAL Proc. 0. 1.35.000.000335/2011-18 Assunto: Obra de construção do edifício-sede desta Procuradoria. PARECER Retomam

Leia mais

Ref.: Concorrência Pública n 001/2015/CPL/ALE/RO Processo Administrativo n 00015555/2015-39

Ref.: Concorrência Pública n 001/2015/CPL/ALE/RO Processo Administrativo n 00015555/2015-39 À ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DE RONDÔNIA SUPERINTENDÊNCIA DE COMPRAS E LICITAÇÕES COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO ILMO. SR. EVERTON JOSÉ DOS SANTOS FILHO Ref.: Concorrência Pública n 001/2015/CPL/ALE/RO

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE RORAIMA REITORIA

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE RORAIMA REITORIA Processo nº 23230.000041/2013-10 Interessado: Departamento de Administração e Planejamento Campus Novo Paraíso Assunto: Construção de Almoxarifado do Campus Novo Paraíso DECISÃO Trata-se dos autos do processo

Leia mais

Câmara Municipal de Rio Branco do Sul ESTADO DO PARANÁ

Câmara Municipal de Rio Branco do Sul ESTADO DO PARANÁ CÂMARA MUNICIPAL DE RIO BRANCO DO SUL TOMADA DE PREÇOS Nº: 001/2014 OBJETO: CONTRATAÇÃO EMPRESA ESPECIALIZADA NA ELABORAÇÃO E REALIZAÇÃO DE CONCURSO PÚBLICO, BEM COMO O PLANEJAMENTO, ORGANIZAÇÃO, REALIZAÇÃO

Leia mais

DECISÃO EM RECURSO ADMINISTRATIVO

DECISÃO EM RECURSO ADMINISTRATIVO DECISÃO EM RECURSO ADMINISTRATIVO PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº 071/2015 PREGÃO PRESENCIAL Nº 010/2015 RECORRENTE: LAFAIETE PROVEDOR DE INTERNET E TELECOMUNICAÇÕES LTDA. RECORRIDA: OI MÓVEL S/A Em 27 de novembro

Leia mais

Ilustríssima Comissão Permanente de Licitação do INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA E ASSISTÊNCIA DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE NOVO HAMBURGO IPASEM-NH

Ilustríssima Comissão Permanente de Licitação do INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA E ASSISTÊNCIA DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE NOVO HAMBURGO IPASEM-NH Ilustríssima Comissão Permanente de Licitação do INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA E ASSISTÊNCIA DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE NOVO HAMBURGO IPASEM-NH Referente ao PREGÃO ELETRÔNICO Nº 01/2013 COMERCIAL DE ELETRODOMÉSTICOS

Leia mais

ATA. Concorrência Pública N.001/2014

ATA. Concorrência Pública N.001/2014 ATA Concorrência Pública N.001/2014 Sessão de Abertura dos Envelopes de Habilitação da Licitação na modalidade Concorrência Pública Nº 001/2014, visando a contratação de empresa especializada para execução

Leia mais

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE PORTO VELHO SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO COORDENADORIA MUNICIPAL DE LICITAÇÕES ATA DA SESSÃO PÚBLICA

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE PORTO VELHO SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO COORDENADORIA MUNICIPAL DE LICITAÇÕES ATA DA SESSÃO PÚBLICA PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE PORTO VELHO SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO COORDENADORIA MUNICIPAL DE LICITAÇÕES ATA DA SESSÃO PÚBLICA CONCORRÊNCIA PÚBLICA Nº 007/2015/CPL GERAL Processo nº: 11.00007/2015

Leia mais

DECISÃO EM RECURSO ADMINISTRATIVO N 01-PP 011/2014

DECISÃO EM RECURSO ADMINISTRATIVO N 01-PP 011/2014 DECISÃO EM RECURSO ADMINISTRATIVO N 01-PP 011/2014 Assunto: Decisão de Recurso Referência: Pregão Presencial n 011/2014 com formação de Registro de Preços para a contratação de empresa especializada em

Leia mais

Conselho Regional de Economia da Paraíba 21ª Região

Conselho Regional de Economia da Paraíba 21ª Região EDITAL DE LICITAÇÃO PARA CONTRATAÇÃO DE CONTADOR PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PROFISSIONAIS CONTÁBEIS E DE ASSESSORIA CONTÁBIL PARA O CONSELHO REGIONAL DE ECONOMIA 21ª REGIÃO PARAÍBA CONVITE Nº 002/2016

Leia mais

ESTADO DO RIO DE JANEIRO PREFEITURA MUNICIPAL DE VOLTA REDONDA SECRETARIA MUNICIPAL DE GOVERNO COORDENADORIA-GERAL DE LICITAÇÕES ATENÇÃO

ESTADO DO RIO DE JANEIRO PREFEITURA MUNICIPAL DE VOLTA REDONDA SECRETARIA MUNICIPAL DE GOVERNO COORDENADORIA-GERAL DE LICITAÇÕES ATENÇÃO 1 ATENÇÃO As empresas interessadas em participar deste Convite, deverão passar um fax para a Coordenadoria Geral de Licitação (24) 3339-9038/3339-9071, confirmando a retirada deste edital pela internet.

Leia mais

DECISÃO DE IMPUGNAÇÃO AO EDITAL

DECISÃO DE IMPUGNAÇÃO AO EDITAL PREGÃO ELETRÔNICO S.R.P N.º 073/2013 PROCESSO N.º 000147_2013 OBJETO: AQUISIÇÃO DE EQUIPOS ENTERAIS E PARENTERAIS, COM CESSÃO EM REGIME DE COMODATO DE 380 BOMBAS DE INFUSÃO VOLUMÉTRICA. DECISÃO DE IMPUGNAÇÃO

Leia mais

CÂMARA DOS DEPUTADOS

CÂMARA DOS DEPUTADOS PROPOSTA DE FISCALIZAÇÃO E CONTROLE Nº 43, DE 2011 Propõe que o Tribunal de Contas da União TCU realize atos de fiscalização e controle em todos os contratos firmados entre o Banco do Brasil e as empresas

Leia mais

FOLHA DE INFORMAÇÕES E DESPACHO. Assunto: DECISÃO DO PREGOEIRO QUANTO A IMPUGNAÇÇÕES A EDITAL PREGÃO ELETRÔNICO Nº 2015 0015 FUNECE

FOLHA DE INFORMAÇÕES E DESPACHO. Assunto: DECISÃO DO PREGOEIRO QUANTO A IMPUGNAÇÇÕES A EDITAL PREGÃO ELETRÔNICO Nº 2015 0015 FUNECE FOLHA DE INFORMAÇÕES E DESPACHO Assunto: DADOS INICIAIS Empós análise do cerne das razões das impugnantes, encaminho os autos do processo licitatório de Pregão acima elencado para análise e manifestação

Leia mais

Contratação de Empresa Especializada para Fornecimento e Instalação de Piso Elevado, Rede Elétrica e Rede Estrutural para o CPD 3º Andar.

Contratação de Empresa Especializada para Fornecimento e Instalação de Piso Elevado, Rede Elétrica e Rede Estrutural para o CPD 3º Andar. 0Processo: A 06/334 Interessado: Assunto: Gerência Administrativa Contratação de Empresa Especializada para Fornecimento e Instalação de Piso Elevado, Rede Elétrica e Rede Estrutural para o CPD 3º Andar.

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO TOCANTINS SECRETARIA DA FAZENDA CONTENCIOSO ADMINISTRATIVO-TRIBUTÁRIOTRIBUTÁRIO CONSELHO DE CONTRIBUINTES E RECURSOS FISCAIS

GOVERNO DO ESTADO DO TOCANTINS SECRETARIA DA FAZENDA CONTENCIOSO ADMINISTRATIVO-TRIBUTÁRIOTRIBUTÁRIO CONSELHO DE CONTRIBUINTES E RECURSOS FISCAIS GOVERNO DO ESTADO DO TOCANTINS SECRETARIA DA FAZENDA CONTENCIOSO ADMINISTRATIVO-TRIBUTÁRIOTRIBUTÁRIO CONSELHO DE CONTRIBUINTES E RECURSOS FISCAIS ACÓRDÃO N o : 158/2012 REEXAME EXAME NECESSÁRIO N o : 3.163

Leia mais

RELATÓRIO DE INSTRUÇÃO DE RECURSO ADMINISTRATIVO

RELATÓRIO DE INSTRUÇÃO DE RECURSO ADMINISTRATIVO RELATÓRIO DE INSTRUÇÃO DE RECURSO ADMINISTRATIVO Da: Ao: Assunto: Ref.: Objeto: Comissão de Licitação Superintendente de Empreendimentos Norte, Nordeste e Centro Oeste (Obras) Recurso Administrativo -

Leia mais

RESPOSTA A IMPUGNAÇÃO

RESPOSTA A IMPUGNAÇÃO RESPOSTA A IMPUGNAÇÃO Recebida impugnação da Empresa VIVO, a mesma foi submetida a Coordenadoria Jurídica desta Companhia Docas do Ceará, que manifestou-se mediante Parecer nº 152/2012, nos seguintes termos:

Leia mais

ESTADO DE MATO GROSSO PREFEITURA DE VÁRZEA GRANDE DECISÃO DE IMPUGNAÇÃO

ESTADO DE MATO GROSSO PREFEITURA DE VÁRZEA GRANDE DECISÃO DE IMPUGNAÇÃO DECISÃO DE IMPUGNAÇÃO Ref.: PREGÃO PRESENCIAL n.º 28/2011 Impetrante: STELMAT TELEIFORMÁTICA LTDA - n.º 00.950.386/0001-00 referido, que se seguem. Acolho a Impugnação ao Edital do Pregão Presencial acima

Leia mais

Estado do Amazonas PREFEITURA MUNICIPAL DE TONANTINS CNPJ: 04.628.608/0001-16 Endereço: Rua Leopoldo Peres, s/n Centro, Tonantins AM

Estado do Amazonas PREFEITURA MUNICIPAL DE TONANTINS CNPJ: 04.628.608/0001-16 Endereço: Rua Leopoldo Peres, s/n Centro, Tonantins AM EDITAL CONVITE Nº 002/2015 1 PREÂMBULO 1.1. A, através da COMISSÃO MUNICIPAL DE LICITAÇÃO CML, adiante denominada simplesmente CML, CONVIDA essa firma para participar do certame licitatório, na modalidade

Leia mais

1º CADERNO DE PERGUNTAS E RESPOSTAS EDITAL Nº 004/2002-00 CONCORRÊNCIA INTERNACIONAL

1º CADERNO DE PERGUNTAS E RESPOSTAS EDITAL Nº 004/2002-00 CONCORRÊNCIA INTERNACIONAL 1º CADERNO DE PERGUNTAS E S EDITAL Nº 004/2002-00 CONCORRÊNCIA INTERNACIONAL 1. CONSULTA Ao adquirimos o documento Relatório do Projeto e Documentos para a Concorrência do lote 2.2/RS Obras de Arte Especiais,

Leia mais

Regulamento de Contratações, Compras e

Regulamento de Contratações, Compras e Regulamento de Contratações, Compras e Alienações da Associação Instituto de Tecnologia de Pernambuco ITEP/OS 1/8 1. OBJETO Este Regulamento, em atendimento às disposições legais e estatutárias, estabelece

Leia mais

- RESPOSTA A IMPUGNAÇÃO DE EDITAL -

- RESPOSTA A IMPUGNAÇÃO DE EDITAL - - RESPOSTA A IMPUGNAÇÃO DE EDITAL - REFERÊNCIA: TOMADA DE PREÇOS nº 01/2013 (REPUBLICAÇÃO 02) IMPUGNANTE: VIVO S.A. I - RELATÓRIO A Câmara de Vereadores de Gramado está promovendo licitação na modalidade

Leia mais

TOMADA DE PREÇOS Nº 001/2006

TOMADA DE PREÇOS Nº 001/2006 ! " TOMADA DE PREÇOS Nº 001/2006 PROCESSO Nº 1.825/2005 Regime Jurídico: Lei nº 8.666/93, alterações e normas complementares Tipo de Licitação: MENOR PREÇO Modalidade: TOMADA DE PREÇOS O CONSELHO REGIONAL

Leia mais

ATA DA SESSÃO DE JULGAMENTO DAS IMPUGNAÇÕES AOS DOCUMENTOS APRESENTADOS PELAS CONCORRENTES E DA HABILITAÇÃO

ATA DA SESSÃO DE JULGAMENTO DAS IMPUGNAÇÕES AOS DOCUMENTOS APRESENTADOS PELAS CONCORRENTES E DA HABILITAÇÃO PROCESSO Nº 0185/2009 CONCORRÊNCIA Nº 010/2009 LICITAÇÃO DO TIPO MENOR VALOR DE TARIFA TÉCNICA COM OUTORGA PRÉ-FIXADA, PARA OPERAÇÃO DO SERVIÇO DE TRANSPORTE COLETIVO URBANO, NO MUNICÍPIO DE SOROCABA/SP.

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE TURVO/SC SECRETARIA MUNICIPAL DE OBRAS E AGRICULTURA.

PREFEITURA MUNICIPAL DE TURVO/SC SECRETARIA MUNICIPAL DE OBRAS E AGRICULTURA. PREFEITURA MUNICIPAL DE TURVO/SC SECRETARIA MUNICIPAL DE OBRAS E AGRICULTURA. EDITAL DE PROCESSO SELETIVO PARA ADMISSÃO DE PESSOAL EM CARÁTER TEMPORÁRIO PARA AS SECRETARIAS MUNICIPAL DE OBRAS E AGRICULTURA.

Leia mais

ANÁLISE DO RECURSO INTERPOSTO NA FASE DE HABILITAÇÃO

ANÁLISE DO RECURSO INTERPOSTO NA FASE DE HABILITAÇÃO ANÁLISE DO RECURSO INTERPOSTO NA FASE DE HABILITAÇÃO CONCORRÊNCIA PÚBLICA Nº 001/2010 PROCESSO LICITATÓRIO Nº 018/2010 OBJETO: Execução integral de obras e serviços de engenharia para a construção da sede

Leia mais

Impetrante: Sindicato Nacional das Empresas de Arquitetura e Engenharia Consultiva - SINAENCO S E N T E N Ç A

Impetrante: Sindicato Nacional das Empresas de Arquitetura e Engenharia Consultiva - SINAENCO S E N T E N Ç A CLASSE Nº 2200 MANDADO DE SEGURANÇA INDIVIDUAL Impetrante: Sindicato Nacional das Empresas de Arquitetura e Engenharia Consultiva - SINAENCO Impetrado: Pregoeira das Centrais Elétricas de Rondônia CERON

Leia mais

CENTRAIS ELÉTRICAS DE RONDÔNIA S/A COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO. Recorrente: SELL COMÉRCIO SERVIÇOS E CONSTRUÇÕES LTDA.

CENTRAIS ELÉTRICAS DE RONDÔNIA S/A COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO. Recorrente: SELL COMÉRCIO SERVIÇOS E CONSTRUÇÕES LTDA. Processo: CONVITE N.º 007/2008 Assunto: JULGAMENTO RECURSO ADMINISTRATIVO Recorrente: SELL COMÉRCIO SERVIÇOS E CONSTRUÇÕES LTDA. A Comissão Permanente de Licitação - CPL da Centrais Elétricas de Rondônia

Leia mais

DIGNÍSSIMO SENHOR PRESIDENTE DA COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO TOCANTINS:

DIGNÍSSIMO SENHOR PRESIDENTE DA COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO TOCANTINS: DIGNÍSSIMO SENHOR PRESIDENTE DA COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO TOCANTINS: Ref. à T. de Preços 05/05 - Contratação de empresa para construção de salas padrão do Campus de Araguaína.

Leia mais

Edital de convite para

Edital de convite para CÂMARA MUNICIPAL DE ARVOREZINHA EDITAL DE CONVITE N.º 004/2014 PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº 006/2014 TIPO MENOR PREÇO POR ITEM ENTREGA DA DOCUMENTAÇÃO E ABERTURA DOS ENVELOPES DA DOCUMENTAÇÃO: 13/11/2014,

Leia mais

Ilustríssima Comissão Permanente de Licitação

Ilustríssima Comissão Permanente de Licitação AO MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA DA REPÚBLICA EM SANTA CATARINA COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO Ilustríssima Comissão Permanente de Licitação Referente ao PREGÃO ELETRÔNICO Nº 11/2013-PR/SC.

Leia mais

EDITAL DE TOMADA DE PREÇO Nº 017/2013.

EDITAL DE TOMADA DE PREÇO Nº 017/2013. EDITAL DE TOMADA DE PREÇO Nº 017/2013. O PREFEITO MUNICIPAL DE GAURAMA, torna público para o conhecimento dos interessados, que às 15:00 horas do dia 18 de março de 2013, nas dependências do Salão Nobre

Leia mais

CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS

CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS O MOVIMENTO DAS DONAS DE CASA E CONSUMIDORES DE MINAS GERAIS MDC, doravante denominada OSCIP, pessoa jurídica de direito privado, sem fins lucrativos, inscrita no CNPJ sob o n. 20.966.842/0001-00, com

Leia mais

RESPOSTA À IMPUGNAÇÃO

RESPOSTA À IMPUGNAÇÃO RESPOSTA À IMPUGNAÇÃO Trata-se de pedido de impugnação ao edital referente ao pregão eletrônico 140/2012, com a sua conseqüente modificação, conforme se depreende da inicial. Instado a se manifestar, atendendo

Leia mais

MUNICÍPIO DE POSSE GO EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO N. 001/2013

MUNICÍPIO DE POSSE GO EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO N. 001/2013 MUNICÍPIO DE POSSE GO EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO N. 001/2013 SELEÇÃO DE EMPRESA DO RAMO DA CONSTRUÇÃO CIVIL INTERESSADA NA PRODUÇÃO DE HABITAÇÃO DE INTERESSE SOCIAL NO ÂMBITO DO PROGRAMA MINHA CASA MINHA

Leia mais

2ª CHAMADA EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2015

2ª CHAMADA EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2015 PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE PORTO VELHO SECRETARIA MUNICIPAL DE SERVIÇOS BÁSICOS SEMUSB 2ª CHAMADA EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2015 Edital de chamamento público para formalização de convênio com

Leia mais

RECIBO DE RETIRADA PROCESSO Nº 11.628/2005 EDITAL DE CONVITE N.º 05/2005

RECIBO DE RETIRADA PROCESSO Nº 11.628/2005 EDITAL DE CONVITE N.º 05/2005 SCS, Qd. 02, Bl. B, Edifício Palácio do Comércio, Sala 501 Brasília-DF Tel: (61) 224-4385 e-mail: cofecon@cofecon.org.br RECIBO DE RETIRADA PROCESSO Nº 11.628/2005 EDITAL DE CONVITE N.º 05/2005 RAZÃO SOCIAL:

Leia mais

RELATÓRIO PARCIAL DE JULGAMENTO PREGÃO ELETRÔNICO N O 014/2013

RELATÓRIO PARCIAL DE JULGAMENTO PREGÃO ELETRÔNICO N O 014/2013 RELATÓRIO PARCIAL DE JULGAMENTO PARANÁ SOLUÇÕES LOGÍSTICAS E TRANSPORTES LTDA PREGÃO ELETRÔNICO N O 014/2013 1. INTRODUÇÃO O Pregoeiro da VALEC, Engenharia, Construções e Ferrovias S/A, designado por meio

Leia mais

URBES. Esclarecimento nº 02

URBES. Esclarecimento nº 02 1 PREGÃO PRESENCIAL Nº 001/15 PROCESSO CPL 2292/14 LICITAÇÃO DO TIPO MENOR PREÇO PARA REGISTRO DE PREÇOS PARA AQUISIÇÃO DE MATERIAL DE SINALIZAÇÃO SEMAFÓRICA. Esclarecimento nº 02 A -, através de sua Pregoeira,

Leia mais

PREGÃO ELETRONICO Nº02/2015 (SRP)

PREGÃO ELETRONICO Nº02/2015 (SRP) PREGÃO ELETRONICO Nº02/2015 (SRP) EXCELENTISSIMO SENHOR PRESIDENTE DA COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS SÃO LUIS /MONTE CASTELO

Leia mais

EGRÉGIA COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO DA ASSEMBL[EIA

EGRÉGIA COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO DA ASSEMBL[EIA EGRÉGIA COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO DA ASSEMBL[EIA LEGISLATIV A DO ESTADO DE TOCANTINS Processo Licitatório: Processo 776/2011 Pregão 0025/2011 DELPHOS ASSESSORIA EM SEGURANÇA LTDA, por seu representante

Leia mais

CONSELHO MUNICIPAL DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE COMISSÃO DE AVALIAÇÃO E MONITORAMENTO DE PROJETOS DO FMDCA EDITAL N 02/2014

CONSELHO MUNICIPAL DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE COMISSÃO DE AVALIAÇÃO E MONITORAMENTO DE PROJETOS DO FMDCA EDITAL N 02/2014 CONSELHO MUNICIPAL DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE COMISSÃO DE AVALIAÇÃO E MONITORAMENTO DE PROJETOS DO FMDCA EDITAL N 02/2014 EDITAL DE SELEÇÃO PÚBLICA DE PROJETOS PARA FINANCIAMENTO COM RECURSOS

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DO AMAZONAS 4ª VARA DA FAZENDA PÚBLICA ESTADUAL DA COMARCA DE MANAUS

PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DO AMAZONAS 4ª VARA DA FAZENDA PÚBLICA ESTADUAL DA COMARCA DE MANAUS fls. 613 Autos n. : 0203227-09.2012.8.04.0001 Ação: Mandado de Segurança/PROC Impetrante:Sindicato da Indústria da Construção Civil do Amazonas- SINDUSCOM Impetrado:Presidente da Comissão Geral de Licitação

Leia mais

PARECER Nº 6906/2015. tms Pagina 1 de 9

PARECER Nº 6906/2015. tms Pagina 1 de 9 PROCESSO Nº UNIDADE GESTORA : : 1513-0/2014 (AUTOS DIGITAIS) FUNDO MUNICIPAL DE PREVIDENCIA SOCIAL DOS SERVIDORES DO MUNICÍPIO DE RIBEIRÃOZINHO ASSUNTO : CONTAS ANUAIS DE GESTÃO EXERCÍCIO DE 2014 GESTOR

Leia mais

INTENÇÃO DE CONTRATAÇÃO ISGH / 2014 OBRAS/SERVIÇOS DE ENGENHARIA

INTENÇÃO DE CONTRATAÇÃO ISGH / 2014 OBRAS/SERVIÇOS DE ENGENHARIA INTENÇÃO DE CONTRATAÇÃO ISGH / 2014 OBRAS/SERVIÇOS DE ENGENHARIA O INSTITUTO DE SAÚDE E GESTÃO HOSPITALAR - ISGH, pessoa jurídica de direito privado, associação sem fins lucrativos de interesse público,

Leia mais

CIRCULAR Nº 3.682, DE 4 DE NOVEMBRO DE 2013

CIRCULAR Nº 3.682, DE 4 DE NOVEMBRO DE 2013 CIRCULAR Nº 3.682, DE 4 DE NOVEMBRO DE 2013 Aprova o regulamento que disciplina a prestação de serviço de pagamento no âmbito dos arranjos de pagamentos integrantes do Sistema de Pagamentos Brasileiro

Leia mais

INTENÇÃO DE CONTRATAÇÃO ISGH / 2014 RASTREAMENTO E MONITORAMENTO DE VÉICULO

INTENÇÃO DE CONTRATAÇÃO ISGH / 2014 RASTREAMENTO E MONITORAMENTO DE VÉICULO INTENÇÃO DE CONTRATAÇÃO ISGH / 2014 RASTREAMENTO E MONITORAMENTO DE VÉICULO O INSTITUTO DE SAÚDE E GESTÃO HOSPITALAR - ISGH, pessoa jurídica de direito privado, associação sem fins lucrativos de interesse

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ SECRETARIA DA EDUCAÇÃO EEEP RITA MATOS LUNA JUCÁS CEARÁ

GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ SECRETARIA DA EDUCAÇÃO EEEP RITA MATOS LUNA JUCÁS CEARÁ Convite N. 004/2015 Natureza da Despesa/ OBJETIVO: Fonte do Recurso Contratação de Serviço de INSTALAÇÃO DE SERVIÇO DE LINK DE INTERNET - 5MB Dotação Orçamentária Data da Emissão 22/06/2015 Data da Licitação

Leia mais

Dispõe sobre a Cotação Eletrônica de Preços no Estado do Rio Grande do Sul.

Dispõe sobre a Cotação Eletrônica de Preços no Estado do Rio Grande do Sul. LEI Nº 13.179, DE 10 DE JUNHO DE 2009 Business Online Comunicação de Dados Dispõe sobre a Cotação Eletrônica de Preços no Estado do Rio Grande do Sul. A GOVERNADORA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL. Faço

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO ESTADUAL Processo: E-08/005.017/2009 Data: 10/07/2009 Rubrica: Fls.

SERVIÇO PÚBLICO ESTADUAL Processo: E-08/005.017/2009 Data: 10/07/2009 Rubrica: Fls. Trata-se de impugnações apresentadas pelas sociedades empresárias ECCO ENGENHARIA CLINICA CONSULTORIA LTDA, INNOVAMED MANUTENÇÃO DE EQUIPAMENTOS MÉDICOS LTDA ME, MEDSYSTEM COMÉRCIO, MANUTENÇÃO E SERVIÇOS

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA VIGÉSIMA QUINTA CÂMARA CÍVEL/CONSUMIDOR

TRIBUNAL DE JUSTIÇA VIGÉSIMA QUINTA CÂMARA CÍVEL/CONSUMIDOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA VIGÉSIMA QUINTA CÂMARA CÍVEL/CONSUMIDOR APELAÇÃO CÍVEL Nº 0489078-15.2012.8.19.0001 APELANTE: SKY BRASIL SERVIÇOS LTDA. APELADO: MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO RELATORA:

Leia mais

ptonto. EXCELENTíSSIMO(A) SENHOR(A) PREGOEIRO(A) DA COMISSÃO DE LICITAÇÃO DO TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO.

ptonto. EXCELENTíSSIMO(A) SENHOR(A) PREGOEIRO(A) DA COMISSÃO DE LICITAÇÃO DO TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO. EXCELENTíSSIMO(A) SENHOR(A) PREGOEIRO(A) DA COMISSÃO DE LICITAÇÃO DO TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO. Referências: Pregão Eletrônico no74/2014 FRANCISCA MARQUES DE LIMA - EIRELI - ME, pessoa jurídica de direito

Leia mais

CONSELHEIRO EDUARDO BITTENCOURT CARVALHO TRIBUNAL PLENO - SESSÃO: 07/10/09 EXAME PRÉVIO DE EDITAL SECÇÃO MUNICIPAL

CONSELHEIRO EDUARDO BITTENCOURT CARVALHO TRIBUNAL PLENO - SESSÃO: 07/10/09 EXAME PRÉVIO DE EDITAL SECÇÃO MUNICIPAL CONSELHEIRO EDUARDO BITTENCOURT CARVALHO TRIBUNAL PLENO - SESSÃO: 07/10/09 EXAME PRÉVIO DE EDITAL SECÇÃO MUNICIPAL PROCESSO: TC-033384/026/09 REPRESENTANTE: CONSLADEL CONSTRUTORA E LAÇOS DETETORES E ELETRÔNICA

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE JAGUARAÇU ESTADO DE MINAS GERAIS

PREFEITURA MUNICIPAL DE JAGUARAÇU ESTADO DE MINAS GERAIS ATA DE REGISTRO DE PREÇOS/CONTRATO Nº004-B/2016 PROCESSO LICITATÓRIO Nº018/2016 MODALIDADE: PREGÃO PRESENCIAL N 006/2016 VALIDADE: 12 (doze) meses O Município de Jaguaraçu, neste ato representado por seu

Leia mais