AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SAMORA CORREIA ESCOLA BÁSICA PROF. JOÃO FERNANDES PRATAS ESCOLA BÁSICA DE PORTO ALTO

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SAMORA CORREIA ESCOLA BÁSICA PROF. JOÃO FERNANDES PRATAS ESCOLA BÁSICA DE PORTO ALTO"

Transcrição

1 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SAMORA CORREIA ESCOLA BÁSICA PROF. JOÃO FERNANDES PRATAS ESCOLA BÁSICA DE PORTO ALTO Prova Extraordinária de Avaliação Físico-Química 3º Ciclo - 7.º Ano de Escolaridade Despacho Normativo nº.1-f de 5 de abril de 2016 O presente documento divulga informação relativa à realização da Prova Extraordinária de Avaliação do 7º ano da disciplina de Físico-Química, a realizar em 2016, nomeadamente: Objeto de avaliação; Estrutura; Objetivos; Conteúdos; Cotações; Critérios de classificação; Material; Duração. Objeto de avaliação A prova tem por referência o Programa de Ciências Físico-químicas do Ensino Básico, aplicando-se as Metas Curriculares de Ciências Físico-Químicas para o 7º ano, e permite avaliar a aprendizagem passível de avaliação numa prova escrita de duração limitada. Página 1 de 6

2 Os domínios que constituem o objeto de avaliação são os que se apresentam de seguida. Espaço Materiais Energia Estrutura da Prova A prova é constituída por um único caderno. A sequência dos itens pode não corresponder à sequência abordada ao longo do ano ou à sequência do Programa. Os itens podem ter como suporte um ou mais documentos, como, por exemplo, textos, tabelas de dados, gráficos, mapas ou figuras. A tipologia dos itens e o número de itens são os que se apresentam no Quadro 1. Quadro 1- Tipologia e número de itens Tipologia de itens Nº de itens Itens de seleção Itens de construção Escolha múltipla Associação Valor lógico Resposta curta Resposta restrita 15 a a 40 A resposta aos itens de construção pode limitar-se, por exemplo, a uma palavra, a uma expressão, a uma frase ou a um número (itens de resposta curta), ou pode envolver a apresentação de cálculos, de uma justificação, de uma construção gráfica ou geométrica ou de um raciocínio demonstrativo (itens de resposta restrita). Página 2 de 6

3 Objetivos, conteúdos e cotações Quadro 2 Conteúdos, objetivos e cotações Domínio Conteúdos Objetivos Espaço Organização do universo. Localização dos astros no céu. Teoria geocêntrica. Teoria heliocêntrica. Observação dos astros. Constituição do sistema solar. Características dos planetas do Sistema Solar. Distinguir vários corpos celestes (planetas, estrelas e sistemas planetários; enxames de estrelas, galáxias e enxames de galáxias). Indicar o modo como os corpos celestes se organizam, localizando a Terra. Indicar qual é a nossa galáxia, a sua forma e a localização do Sol nela. Indicar o que são constelações e dar exemplos de constelações visíveis no hemisfério Norte (Ursa Maior e Ursa Menor). Associar a estrela Polar à localização do Norte no hemisfério Norte e explicar como é possível localizá-la a partir da Ursa Maior. Caracterizar os modelos geocêntrico e heliocêntrico, enquadrando-os historicamente (contributos de Ptolomeu, Copérnico e Galileu). Identificar a observação por telescópios como meios essenciais para conhecer o Universo. Distinguir planetas, satélites de planetas e planetas anões. Indicar que as órbitas dos planetas do sistema solar são aproximadamente circulares. Distinguir asteróides, cometas e meteoros. Identificar, numa representação do sistema solar, os planetas, a cintura de asteróides. Ordenar os planetas de acordo com a distância ao Sol e classificá-los quanto à sua constituição (rochosos e gasosos) e localização relativa (interiores e exteriores). Definir períodos de translação e de rotação de um astro. Interpretar informação sobre planetas contida em tabelas, gráficos ou textos, identificando semelhanças e diferenças, relacionando o período de translação com a distância ao Sol e comparando a massa dos planetas com a massa da Terra. Cotação (%) 42 a 48 Página 3 de 6

4 Domínio Conteúdos Objetivos Movimentos da Terra. Fases da Lua. Eclipse lunar. Eclipse solar. Diferença entre massa e peso de um corpo. Misturas e substâncias. Soluções. Concentração mássica. Indicar o período de rotação da Terra e as consequências da rotação da Terra. Identificar a Lua como o nosso único satélite natural, indicar o seu período de translação e de rotação e explicar por que razão, da Terra, se vê sempre a mesma face da Lua. Interpretar, com base em representações, as formas como vemos a Lua, identificando a sucessão das suas fases. Interpretar a ocorrência de eclipses da Lua a partir de representações. Indicar o que é um dinamómetro. Indicar que a força gravítica exercida pela Terra sobre um corpo aumenta com a massa deste e diminui com a distância ao centro da Terra. Distinguir peso de massa, assim como as respetivas unidades SI. Indicar que os materiais são constituídos por substâncias que podem existir isoladas ou em misturas. Classificar materiais como substâncias ou misturas. Classificar uma mistura pelo aspeto macroscópico em mistura homogénea ou heterogénea e dar exemplos de ambas. Associar o termo solução à mistura homogénea (sólida, líquida ou gasosa), de duas ou mais substâncias, em que uma se designa por solvente e a(s) outra(s) por soluto(s). Definir a concentração, em massa, e usá-la para determinar a composição quantitativa de uma solução. Cotação (%) 37 a 43 Materiais Energia Preparação de soluções. As transformações físicas e químicas. A densidade. Processos físicos de separação de misturas. Manifestações de energia. As fontes de energia. Identificar material e equipamento de laboratório mais comum. Identificar pictogramas de perigo usados nos rótulos das embalagens de reagentes de laboratório e de produtos comerciais. Identificar mudanças de estado físico e concluir que são transformações físicas. Associar transformações químicas à formação de novas substâncias. Identificar, no laboratório ou no dia a dia, transformações químicas. Identificar, no laboratório ou no dia a dia, ações que levam à ocorrência de transformações químicas: aquecimento, ação mecânica, ação da eletricidade ou incidência da luz. Definir massa volúmica de um material e efetuar cálculos com base na definição. Descrever técnicas básicas para determinar a massa volúmica que envolvam medição direta do volume de um líquido ou medição indireta do volume de um sólido. Identificar técnicas de separação aplicáveis a misturas heterogéneas: decantação; filtração; peneiração; separação magnética. Identificar técnicas de separação aplicáveis a misturas homogéneas: destilação simples; cromatografia; cristalização. Identificar, em situações concretas, sistemas que são fontes ou recetores de energia, indicando o sentido de transferência da energia e concluindo que a energia se mantém na globalidade. 12 a 18 Identificar fontes de energia renováveis e não renováveis, avaliar vantagens e desvantagens da sua utilização na sociedade atual. Página 4 de 6

5 Os processos de transferência de energia. Identificar a condução térmica como a transferência de energia que ocorre principalmente em sólidos. Identificar a convecção térmica como a transferência de energia que ocorre em líquidos e gases, interpretando os sentidos das correntes de convecção. Identificar a radiação como a transferência de energia através da propagação da luz, sem a necessidade de contacto entre os corpos. Critérios de avaliação A classificação a atribuir a cada item é obrigatoriamente: Um dos valores resultantes da aplicação dos critérios gerais e específicos de classificação e previstos na respetiva grelha de classificação; As respostas que se revelem ilegíveis ou que não possam ser claramente identificadas são classificadas com zero pontos; Se o examinando responder a um mesmo item mais do que uma vez, não eliminando inequivocamente a(s) resposta(s) que não deseja que seja(m) classificada(s), deve ser apenas considerada a resposta que surgir em primeiro lugar. Itens de escolha múltipla, ordenação, associação/correspondência ou de valor lógico (verdadeiro/falso): Em cada item, se o examinando apresentar mais do que uma opção, ou se o número do item e/ou a letra da alternativa escolhida forem ilegíveis, a classificação da resposta é zero pontos; Se o examinando, em vez de indicar a letra da alternativa escolhida, transcrever a opção que lhe corresponde, esta resposta deverá ter a mesma classificação que teria a indicação da letra correspondente; Nas questões de verdadeiro falso a classificação será feita de acordo com o estabelecido nos critérios específicos. Itens de resposta aberta curta e itens de resposta curta e restrita: Nestes itens, são apresentados critérios específicos de classificação organizados por níveis de desempenho, é atribuída, a cada um desses níveis, uma única pontuação; No caso de ponderados todos os dados contidos nos descritores, permanecerem dúvidas sobre o nível a atribuir, deve optar-se pelo mais elevado de entre os dois tidos em consideração; É classificada com zero pontos qualquer resposta que não atinja o nível 1 de desempenho no domínio específico da disciplina. A classificação da prova deve respeitar integralmente os critérios gerais e específicos a seguir apresentados: As respostas não deverão ser desvalorizadas por não utilizarem uma terminologia exatamente idêntica à utilizada nas sugestões constantes dos critérios específicos de classificação, desde que a terminologia usada em alternativa seja adequada e rigorosa; Página 5 de 6

6 Os descritores dos níveis de desempenho constantes dos critérios específicos de classificação, apesar de suficientemente pormenorizados, nunca poderão ser considerados definitivamente exaustivos; Nos itens de resposta aberta que impliquem a produção de um texto, a classificação a atribuir traduz a avaliação simultânea das competências específicas da disciplina e das competências de comunicação em língua portuguesa. A avaliação das competências de comunicação escrita em língua portuguesa contribui para valorizar a classificação atribuída ao desempenho no domínio das competências específicas da disciplina. Esta valorização é cerca de 10% da cotação do item e faz-se de acordo com os níveis de desempenho descritos no quadro 3; No caso de a resposta não atingir o nível 1 de desempenho no domínio específico da disciplina, a classificação a atribuir é zero pontos. Quadro 3 Níveis descritores de classificação Nível Descritor Composição bem estruturada, sem erros de sintaxe, de pontuação e/ou de ortografia, ou com erros esporádicos, cuja gravidade não implique perda de inteligibilidade e/ou de sentido. Composição razoavelmente estruturada, com alguns erros de sintaxe, de pontuação e/ou de ortografia, cuja gravidade não implique perda de inteligibilidade e/ou de sentido. Composição sem estruturação aparente, com erros graves de sintaxe, de pontuação e/ou de ortografia, cuja gravidade implique perda frequente de inteligibilidade e/ou de sentido. Material Os alunos apenas podem usar, como material de escrita, caneta ou esferográfica de tinta indelével, azul ou preta. Os alunos devem ser portadores de material de desenho e de medida (lápis, borracha, transferidor e régua) e de calculadora científica, não gráfica. Não é permitido o uso de corretor. As respostas são registadas em folha própria, fornecida pelo estabelecimento de ensino (modelo oficial). Duração A prova tem a duração de 90 minutos sem interrupção. Página 6 de 6

1.º PERÍODO. n.º de aulas previstas DOMÍNIOS SUBDOMÍNIOS/CONTEÚDOS OBJETIVOS. De 36 a 41

1.º PERÍODO. n.º de aulas previstas DOMÍNIOS SUBDOMÍNIOS/CONTEÚDOS OBJETIVOS. De 36 a 41 DE FÍSICO-QUÍMICA - 7.º ANO Ano Letivo 2014 2015 PERFIL DO ALUNO O aluno é capaz de: o Conhecer e compreender a constituição do Universo, localizando a Terra, e reconhecer o papel da observação e dos instrumentos

Leia mais

11 FÍSICO- QUÍMICA alunos abrangidos pela Portaria n.º 23/2015, de 27 de fevereiro 3.ºciclo do ENSINO BÁSICO 20

11 FÍSICO- QUÍMICA alunos abrangidos pela Portaria n.º 23/2015, de 27 de fevereiro 3.ºciclo do ENSINO BÁSICO 20 informação-prova de equivalência à frequência data:. 0 5. 2 0 11 FÍSICO- QUÍMICA alunos abrangidos pela Portaria n.º 23/2015, de 27 de fevereiro 3.ºciclo do ENSINO BÁSICO 20 1.O B J E T O D E A V A L I

Leia mais

Escola Secundária de Eça de Queirós-Póvoa de Varzim PLANIFICAÇÃO A MÉDIO / LONGO PRAZO

Escola Secundária de Eça de Queirós-Póvoa de Varzim PLANIFICAÇÃO A MÉDIO / LONGO PRAZO 2015/201 1.º Período DISCIPLINA: Ciências Físico-Químicas ANO: 7.º CURSO: 3.º Ciclo do Ensino Básico Total de aulas previstas: 38 Domínio: I. Espaço Subdomínio: I.1. Universo Objetivo Geral: 1. Conhecer

Leia mais

ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA DO CADAVAL ANO LETIVO 2014-2015 INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DISCIPLINA: ECONOMIA C CÓDIGO: 312

ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA DO CADAVAL ANO LETIVO 2014-2015 INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DISCIPLINA: ECONOMIA C CÓDIGO: 312 ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA DO CADAVAL ANO LETIVO 2014-2015 INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DISCIPLINA: ECONOMIA C CÓDIGO: 312 1. OBJETO DE AVALIAÇÃO A prova tem por referência o Programa

Leia mais

INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA 2016

INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA 2016 INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA 2016 Escola: Escola Secundária Damião de Goes Código: 312 Disciplina: Economia C Ano de escolaridade:12º Ano 1.Objeto de avaliação: A prova tem como referente

Leia mais

PLANIFICAÇÃO ANUAL. Física e Química (7º ANO) Ano letivo 2015/2016. Departamento de Matemática e Ciências Experimentais

PLANIFICAÇÃO ANUAL. Física e Química (7º ANO) Ano letivo 2015/2016. Departamento de Matemática e Ciências Experimentais AGRUPAMENTO ESCOLAS PROF. CARLOS TEIXEIRA (Cód.150502) Departamento de Matemática e Ciências Experimentais Física e Química PLANIFICAÇÃO ANUAL (7º ANO) Ano letivo 2015/2016 Ciências Físico-Químicas Planificação

Leia mais

DISCIPLINA: Psicologia B CÓDIGO DA PROVA: 340. CICLO: Secundário ANO DE ESCOLARIDADE: 12º

DISCIPLINA: Psicologia B CÓDIGO DA PROVA: 340. CICLO: Secundário ANO DE ESCOLARIDADE: 12º DISCIPLINA: Psicologia B CÓDIGO DA PROVA: 340 CICLO: Secundário ANO DE ESCOLARIDADE: 12º 1. Introdução O presente documento visa divulgar as características da prova de exame de equivalência à frequência

Leia mais

No arquivo Exames e Provas podem ser consultados itens e critérios de classificação de provas e de testes intermédios desta disciplina.

No arquivo Exames e Provas podem ser consultados itens e critérios de classificação de provas e de testes intermédios desta disciplina. INFORMAÇÃO-PROVA MATEMÁTICA 2016 Prova 92 3.º Ciclo do Ensino Básico (Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho) O presente documento divulga informação relativa à prova final do 3.º Ciclo da disciplina

Leia mais

INFORMAÇÃO - PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA INGLÊS

INFORMAÇÃO - PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA INGLÊS INFORMAÇÃO - PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA INGLÊS 2015 2.º CICLO DO ENSINO BÁSICO (Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho)» INTRODUÇÃO O presente documento visa divulgar as características da prova

Leia mais

DISCIPLINA: História CÓDIGO DA PROVA: 19 CICLO: 3º ANO DE ESCOLARIDADE: 9º

DISCIPLINA: História CÓDIGO DA PROVA: 19 CICLO: 3º ANO DE ESCOLARIDADE: 9º DISCIPLINA: História CÓDIGO DA PROVA: 9 CICLO: 3º ANO DE ESCOLARIDADE: 9º. Introdução O presente documento visa divulgar as características da prova de exame de equivalência à frequência da disciplina

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SAMORA CORREIA ESCOLA BÁSICA PROF. JOÃO FERNANDES PRATAS ESCOLA BÁSICA DE PORTO ALTO

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SAMORA CORREIA ESCOLA BÁSICA PROF. JOÃO FERNANDES PRATAS ESCOLA BÁSICA DE PORTO ALTO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SAMORA CORREIA ESCOLA BÁSICA PROF. JOÃO FERNANDES PRATAS ESCOLA BÁSICA DE PORTO ALTO Prova Extraordinária de Avaliação INGLÊS 2º Ciclo - 6.º Ano de Escolaridade Despacho Normativo

Leia mais

Informação-Prova de Equivalência à Frequência

Informação-Prova de Equivalência à Frequência Informação-Prova de Equivalência à Frequência 3º Ciclo do Ensino Básico Prova de Equivalência à Frequência de Físico-Química Ano letivo 2014/2015 I. INTRODUÇÃO O presente documento visa divulgar as características

Leia mais

» INTRODUÇÃO » OBJETO DA AVALIAÇÃO

» INTRODUÇÃO » OBJETO DA AVALIAÇÃO INFORMAÇÃO - PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA INGLÊS COMPONENTES ESCRITA E ORAL PROVA 06 2016 2.º CICLO DO ENSINO BÁSICO (Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho)» INTRODUÇÃO Nos termos do n.º 8, do

Leia mais

MATEMÁTICA Dezembro de 2013

MATEMÁTICA Dezembro de 2013 Informação PROVA Final DE CICLO MATEMÁTICA Dezembro de 2013 Prova 92 2014 3.º Ciclo do Ensino Básico O presente documento divulga informação relativa à prova final do 3.º Ciclo da disciplina de Matemática,

Leia mais

Matemática Aplicada às Ciências Sociais

Matemática Aplicada às Ciências Sociais Prova de Exame Nacional de Matemática Aplicada às Ciências Sociais Prova 835 2011 10.º e 11.º Anos de Escolaridade Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de Março Para: Direcção-Geral de Inovação e de Desenvolvimento

Leia mais

História da Cultura e das Artes

História da Cultura e das Artes Prova de Exame Nacional de História da Cultura e das Artes Prova 724 2013 10.º e 11.º Anos de Escolaridade Para: Direção-Geral da Educação Inspeção-Geral de Educação e Ciência Direções Regionais de Educação

Leia mais

Reconhecimento e explicação da importância da evolução tecnológica no nosso conhecimento atual sobre o Universo.

Reconhecimento e explicação da importância da evolução tecnológica no nosso conhecimento atual sobre o Universo. ESCOLA BÁSICA2,3 EUGÉNIO DOS SANTOS 2013 2014 página 1 ESCOLA BÁSICA DO 2.º E 3.º CICLOS EUGÉNIO DOS SANTOS PLANIFICAÇÃO E METAS DE APRENDIZAGEM DA DISCIPLINA DE CIÊNCIAS FÍSICO-QUÍMICAS 7.º ANO DE ESCOLARIDADE

Leia mais

Prova Escrita de Matemática A

Prova Escrita de Matemática A EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de Março Prova Escrita de Matemática A 12.º Ano de Escolaridade Prova 635/2.ª Fase 11 Páginas Duração da Prova: 150 minutos. Tolerância:

Leia mais

DISCIPLINA DE: HISTÓRIA DA CULTURA E DAS ARTES código 326 2014

DISCIPLINA DE: HISTÓRIA DA CULTURA E DAS ARTES código 326 2014 INFORMAÇÃO-EXAME A NÍVEL DE ESCOLA DISCIPLINA DE: HISTÓRIA DA CULTURA E DAS ARTES código 326 2014 11º ano de escolaridade 1. OBJETO DE AVALIAÇÃO Competências A prova permite avaliar as competências seguintes,

Leia mais

Prova Escrita de Economia A

Prova Escrita de Economia A EXAME FINAL NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO Prova Escrita de Economia A.º Ano de Escolaridade Decreto-Lei n.º 9/202, de 5 de julho Prova 72/2.ª Fase Braille Critérios de Classificação 2 Páginas 205 Prova

Leia mais

SECRETARIA REGIONAL DA EDUCAÇÃO E CULTURA Direção Regional da Educação. X Ciências Humanas Ciências Exatas

SECRETARIA REGIONAL DA EDUCAÇÃO E CULTURA Direção Regional da Educação. X Ciências Humanas Ciências Exatas Informação -Exame de Equivalência à Frequência (Ao abrigo da alínea b) do n.º 20 do anexo 2 da Portaria n.º 18/2010 de 17 de Fevereiro) Curso(s)/Componente de Formação: Ano Letivo 2014/2015 X Ciências

Leia mais

Deve ainda ser tido em consideração o Despacho Normativo n.º 6-A/2015, de 5 de março.

Deve ainda ser tido em consideração o Despacho Normativo n.º 6-A/2015, de 5 de março. Informação - Prova de Equivalência à Frequência Expressões Artísticas 23 Prova 2014.2015 1.º Ciclo do Ensino Básico 1. Introdução O presente documento visa divulgar as características da prova de equivalência

Leia mais

AGRUPAMENTO VERTICAL DE ESCOLAS CETÓBRIGA. Escola Básica dos 2º e 3º ciclos de Aranguez

AGRUPAMENTO VERTICAL DE ESCOLAS CETÓBRIGA. Escola Básica dos 2º e 3º ciclos de Aranguez AGRUPAMENTO VERTICAL DE ESCOLAS CETÓBRIGA Escola Básica dos 2º e 3º ciclos de Aranguez INFORMAÇÃO - EXAME DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DO 2º CICLO DO ENSINO BÁSICO 6º Ano de Escolaridade 2011/2012 PROVA

Leia mais

(Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho)

(Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho) Escola Básica 2.º e 3.º Ciclos Roque Gameiro INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA Prova Escrita + oral 2014/2015 3º Ciclo do Ensino Básico INGLÊS CÓD. 21 (Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho)

Leia mais

INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA EDUCAÇÃO VISUAL (14) Abril de 2015

INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA EDUCAÇÃO VISUAL (14) Abril de 2015 Direção Geral dos Estabelecimentos Escolares Direção de Serviços Região Algarve Agrupamento de Escolas Manuel Teixeira Gomes - Cód.145464 ESCOLA EB 2.3 PROFESSOR JOSÉ BUÍSEL INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA

Leia mais

Direção Geral de Estabelecimentos Escolares - DSRN AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE PÓVOA DE LANHOSO 150915

Direção Geral de Estabelecimentos Escolares - DSRN AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE PÓVOA DE LANHOSO 150915 Direção Geral de Estabelecimentos Escolares - DSRN AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE PÓVOA DE LANHOSO 150915 INFORMAÇÃO - PROVA FINAL DE CICLO A NÍVEL DE ESCOLA PORTUGUÊS Prova 51 2015 2.º Ciclo do Ensino Básico

Leia mais

BIOLOGIA -PROVA PRÁTICA 2015

BIOLOGIA -PROVA PRÁTICA 2015 Direção de Serviços da Região Norte INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA BIOLOGIA -PROVA PRÁTICA 2015 ---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

Projeto Testes Intermédios 2012/2013

Projeto Testes Intermédios 2012/2013 Projeto Testes Intermédios 2012/2013 3.º Ciclo GEOGRAFIA Informação n.º 2 Ano de escolaridade 9.º ano Data 27 de fevereiro de 2013 OBJETO DE AVALIAÇÃO O teste intermédio de Geografia tem por referência

Leia mais

Educação Física Componente Escrita

Educação Física Componente Escrita Informação Prova de Equivalência à Frequência / Prova Final de Ciclo Educação Física Componente Escrita Prova 26 2015 9.º Ano de Escolaridade Duração da Prova: 45 minutos 3º Ciclo do Ensino Básico (Decreto-Lei

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE AMARES INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA INGLÊS

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE AMARES INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA INGLÊS Direção de Serviços da Região Norte AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE AMARES ANO LETIVO 2015 / 2016 INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA INGLÊS Prova (06) 2016 2º Ciclo do Ensino Básico O presente documento

Leia mais

Matemática Aplicada às Ciências Sociais

Matemática Aplicada às Ciências Sociais Prova de Exame Nacional de Matemática Aplicada às Ciências Sociais Prova 835 2013 10.º e 11.º Anos de Escolaridade Para: Direção-Geral da Educação Inspeção-Geral da Educação e Ciência Direções Regionais

Leia mais

INFORMAÇÃO - PROVA FINAL A NÍVEL DE ESCOLA

INFORMAÇÃO - PROVA FINAL A NÍVEL DE ESCOLA AGRUPAMENTO DE ESCOLAS VIEIRA DE ARAÚJO INFORMAÇÃO - PROVA FINAL A NÍVEL DE ESCOLA 4.º ANO DE ESCOLARIDADE / PORTUGUÊS INTRODUÇÃO O presente documento divulga informação relativa à prova final a nível

Leia mais

Português Abril 2015

Português Abril 2015 Direção Geral de Estabelecimentos Escolares AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE PÓVOA DE LANHOSO - 150915 Informação Prova Final de ciclo a nível de escola Português Abril 2015 Prova 81/ 2015 3.º Ciclo do Ensino

Leia mais

INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA

INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA Prova de Equivalência à Frequência INGLÊS PROVA ESCRITA Prova 06 2013 2.º Ciclo do Ensino Básico!. IntI ntrodução O presente documento visa divulgar as características da prova de equivalência à frequência

Leia mais

Informação Prova de Equivalência à Frequência

Informação Prova de Equivalência à Frequência Informação Prova de Equivalência à Frequência Inglês Prova 06 2016 2º Ciclo do Ensino Básico (Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho) O presente documento divulga informação relativa à prova de equivalência

Leia mais

Escola Secundária de Forte da Casa

Escola Secundária de Forte da Casa Escola Secundária de Forte da Casa Informação - Prova de Equivalência à Frequência / 2012 2013 (Decreto Lei nº 139/2012, de 5 de Julho, e Portaria nº 243/2012, de 10 de agosto) 12º Ano Cursos Científico-Humanísticos

Leia mais

As informações apresentadas neste documento não dispensam a consulta da legislação referida e do Programa da disciplina.

As informações apresentadas neste documento não dispensam a consulta da legislação referida e do Programa da disciplina. AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ALMANCIL (145142) Prova de equivalência à frequência de Inglês ( Prova escrita e oral ) nível V Ano letivo 2013 / 2014 1ª e 2ª fases 3.º Ciclo do Ensino Básico 1. Introdução O

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ALCANENA ANO LETIVO 2014/2015

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ALCANENA ANO LETIVO 2014/2015 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ALCANENA ANO LETIVO 04/05 INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA INGLÊS 6º Ano Abril de 05 Prova 06 05 Inglês Prova escrita -------------------------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

PROVA ESCRITA. INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA INGLÊS Abril de 2015. Duração: 90 minutos (escrita) e 15 minutos (oral)

PROVA ESCRITA. INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA INGLÊS Abril de 2015. Duração: 90 minutos (escrita) e 15 minutos (oral) INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA INGLÊS Abril de 2015 Prova 06 2015 2.º Ciclo do Ensino Básico (Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho) Tipo de Prova: Escrita e Oral Duração: 90 minutos (escrita)

Leia mais

INGLÊS. 1. Objeto de avaliação INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA. Prova 06 2015

INGLÊS. 1. Objeto de avaliação INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA. Prova 06 2015 INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA INGLÊS Prova 06 2015 1ª e 2ª Fase Tipo de prova: Escrita / Oral 2º Ciclo do Ensino Básico (Decreto-Lei nº 139/2012, de 5 de julho) O presente documento divulga

Leia mais

INFORMAÇÃO-PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA

INFORMAÇÃO-PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA Ano Letivo 2012/2013 INFORMAÇÃO-PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho Disciplina: ECONOMIA C Prova/Código: 312 Ano(s) de Escolaridade: 12º Ano 1. Introdução A prova

Leia mais

Prova Escrita de História da Cultura e das Artes

Prova Escrita de História da Cultura e das Artes EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO Decreto-Lei n.º 7/00, de 6 de Março Prova Escrita de História da Cultura e das Artes.º/.º Anos de Escolaridade Prova 7/.ª Fase 0 Páginas Duração da Prova: 0 minutos.

Leia mais

INFORMAÇÃO-PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA 15 Espanhol _ 3º CICLO DO ENSINO BÁSICO Prova escrita e oral _ 2014

INFORMAÇÃO-PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA 15 Espanhol _ 3º CICLO DO ENSINO BÁSICO Prova escrita e oral _ 2014 INFORMAÇÃO-PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA 15 Espanhol _ 3º CICLO DO ENSINO BÁSICO Prova escrita e oral _ 2014 1. INTRODUÇÃO O presente documento divulga informação relativa à prova de equivalência

Leia mais

Informação - Prova de Equivalência à Frequência

Informação - Prova de Equivalência à Frequência Informação - Prova de Equivalência à Frequência Prova de Equivalência à Frequência de Inglês Código: 21 Ano de escolaridade: 9º (Decreto Lei n.º 139/2012, de 5 de julho e Despacho Normativo n.º 24-A/2012,

Leia mais

COTAÇÕES GRUPO I. 1... 8 pontos 2... 8 pontos 3... 10 pontos. 48 pontos. 5... 10 pontos GRUPO II. 1... 8 pontos 2... 8 pontos 3...

COTAÇÕES GRUPO I. 1... 8 pontos 2... 8 pontos 3... 10 pontos. 48 pontos. 5... 10 pontos GRUPO II. 1... 8 pontos 2... 8 pontos 3... Teste Intermédio de Biologia e Geologia Teste Intermédio Biologia e Geologia Duração do Teste: 90 minutos 28.05.2009 10.º ou 11.º Anos de Escolaridade Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de Março COTAÇÕES GRUPO

Leia mais

Deve ainda ser tido em consideração o Despacho Normativo n.º 24-A/2012, de 6 de dezembro.

Deve ainda ser tido em consideração o Despacho Normativo n.º 24-A/2012, de 6 de dezembro. Exame de equivalência à frequência de Inglês 05 3.º Ciclo do Ensino Básico Informação Exame de Equivalência à Frequência. Introdução O presente documento visa divulgar as características do exame de equivalência

Leia mais

3.º Ciclo do Ensino Básico (Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho)

3.º Ciclo do Ensino Básico (Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho) AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ALMANCIL (145142) Prova de equivalência à frequência de Inglês ( Prova escrita e oral ) nível V Ano letivo 2014 / 2015 3.º Ciclo do Ensino Básico (Decreto-Lei n.º 139/2012, de

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SAMORA CORREIA ESCOLA BÁSICA PROF. JOÃO FERNANDES PRATAS ESCOLA BÁSICA DE PORTO ALTO

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SAMORA CORREIA ESCOLA BÁSICA PROF. JOÃO FERNANDES PRATAS ESCOLA BÁSICA DE PORTO ALTO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SAMORA CORREIA ESCOLA BÁSICA PROF. JOÃO FERNANDES PRATAS ESCOLA BÁSICA DE PORTO ALTO Prova Extraordinária de Avaliação INGLÊS 3º Ciclo - 8.º Ano de Escolaridade Despacho Normativo

Leia mais

Informação - Teste Comum 2.ºCICLO DO ENSINO BÁSICO MATEMÁTICA - 6.º ANO 2015

Informação - Teste Comum 2.ºCICLO DO ENSINO BÁSICO MATEMÁTICA - 6.º ANO 2015 Direção de Serviços da Região Norte Informação - Teste Comum 2.ºCICLO DO ENSINO BÁSICO MATEMÁTICA - 6.º ANO 2015 1- Informação O presente documento divulga informação relativa ao teste comum do 2.º Ciclo

Leia mais

PROVA ESCRITA DE HISTÓRIA

PROVA ESCRITA DE HISTÓRIA AGRUPAMENTO VERTICAL DE ESCOLAS CETÓBRIGA Escola Básica dos 2º e 3º ciclos de Aranguez INFORMAÇÃO - EXAME DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DO 3º CICLO DO ENSINO BÁSICO Ano Letivo 2011/2012 PROVA ESCRITA DE

Leia mais

Prova Escrita (Código 21) / 2015

Prova Escrita (Código 21) / 2015 Provas de equivalência à frequência INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA INGLÊS maio de 20 PROVA /21 20 3º Ciclo do Ensino Básico Prova Escrita (Código 21) / 20 O presente documento divulga informação

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS JOSÉ ESTÊVÃO Escola Secundária José Estêvão

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS JOSÉ ESTÊVÃO Escola Secundária José Estêvão Informação-Prova de Equivalência à Frequência de Físico-Química 3.º Ciclo do Ensino Básico 9 2014 1. Introdução O presente documento visa divulgar as características da prova de equivalência à frequência

Leia mais

2014/2015 3Ventos. 3Ventos. Curso Vocacional 3º Ciclo Ensino Básico

2014/2015 3Ventos. 3Ventos. Curso Vocacional 3º Ciclo Ensino Básico Curso Vocacional 3º Ciclo Ensino Básico B - Áreas Vocacionais Empregado(a) Comercial Acompanhante de Ação Educativa Operador(a) de Informática C - Matriz curricular Componentes de Formação Cada disciplina

Leia mais

EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO

EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO 10.º/11.º ou 11.º/12.º Anos de Escolaridade (Decreto-Lei n.º 286/89, de 29 de Agosto Programas novos e Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de Março) PROVA712/C/11 Págs. Duração

Leia mais

Deve ainda ser tido em consideração o Despacho Normativo n.º 24-A/2012, de 6 de dezembro, bem como o Despacho n.º 15971/2012, de 14 de dezembro.

Deve ainda ser tido em consideração o Despacho Normativo n.º 24-A/2012, de 6 de dezembro, bem como o Despacho n.º 15971/2012, de 14 de dezembro. Prova de Equivalência à Frequência de Inglês Nível 5 Prova 21/2014 Informação Prova Data:16.maio.2014 3º Ciclo do Ensino Básico Decreto-Lei n. º 139/2012, de 5 de julho O presente documento divulga informação

Leia mais

Informação - Prova final de Português

Informação - Prova final de Português Informação - Prova final de Português Necessidades Educativas Especiais de Carácter Permanente 3.º Ciclo do Ensino Básico 2014 9 1. Introdução O presente documento visa divulgar as características da prova

Leia mais

INFORMAÇÃO- EXAME DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA FÍSICA - PROVA 315/ 2015. Secundário. [Despacho normativo n.º6/2012 de 10 de abril]

INFORMAÇÃO- EXAME DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA FÍSICA - PROVA 315/ 2015. Secundário. [Despacho normativo n.º6/2012 de 10 de abril] AGRUPAMENTO DE ESCOLAS VIEIRA DE ARAÚJO ESCOLA EB/S VIEIRA DE ARAÚJO VIEIRA DO MINHO INFORMAÇÃO- EXAME DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA FÍSICA - PROVA 315/ 2015 Secundário [Despacho normativo n.º6/2012 de

Leia mais

Escola Básica e Secundária Vale Tamel www.aevt.pt Tel. 253808170

Escola Básica e Secundária Vale Tamel www.aevt.pt Tel. 253808170 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS VALE TAMEL Escola Básica e Secundária Vale Tamel www.aevt.pt Tel. 253808170 INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DISCIPLINA - Biologia 2015 PROVA 302 2015 ENSINO SECUNDÁRIO

Leia mais

COTAÇÕES GRUPO I. 1... 12 pontos 2... 10 pontos 3... 10 pontos 4... 12 pontos GRUPO II

COTAÇÕES GRUPO I. 1... 12 pontos 2... 10 pontos 3... 10 pontos 4... 12 pontos GRUPO II Teste Intermédio de Biologia e Geologia Teste Intermédio Biologia e Geologia Duração do Teste: 90 minutos 19.05.2008 10.º ou 11.º Anos de Escolaridade Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de Março COTAÇÕES GRUPO

Leia mais

DISCIPLINA: Biologia CÓDIGO DA PROVA: 302

DISCIPLINA: Biologia CÓDIGO DA PROVA: 302 DISCIPLINA: Biologia CÓDIGO DA PROVA: 302 CICLO: Secundário ANO DE ESCOLARIDADE: 12º 1. INTRODUÇÃO O presente documento visa divulgar as características da prova de equivalência à frequência do ensino

Leia mais

ALEMÃO; ESPANHOL; FRANCÊS; INGLÊS Novembro de 2016

ALEMÃO; ESPANHOL; FRANCÊS; INGLÊS Novembro de 2016 INFORMAÇÃO-PROVA s estrangeiras ALEMÃO; ESPANHOL; FRANCÊS; INGLÊS Novembro de 2016 Provas 501; 547; 517; 550 11.º Ano de Escolaridade (Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho) O presente documento divulga

Leia mais

Matemática Aplicada às Ciências Sociais Dezembro de 2013

Matemática Aplicada às Ciências Sociais Dezembro de 2013 Informação-EXAME FINAL NACIONAL Matemática Aplicada às Ciências Sociais Dezembro de 2013 Prova 835 2014 11.º Ano de Escolaridade O presente documento divulga informação relativa à prova de exame final

Leia mais

Geografia COTAÇÕES GRUPO I GRUPO II GRUPO III GRUPO IV. Teste Intermédio de Geografia. Teste Intermédio. Duração do Teste: 90 minutos 27.02.

Geografia COTAÇÕES GRUPO I GRUPO II GRUPO III GRUPO IV. Teste Intermédio de Geografia. Teste Intermédio. Duração do Teste: 90 minutos 27.02. Teste Intermédio de Geografia Teste Intermédio Geografia Duração do Teste: 90 minutos 7.0.03 9.º Ano de Escolaridade Decreto-Lei n.º 6/00, de 8 de janeiro COTAÇÕES GRUPO I.... 4 pontos.... 4 pontos 3....

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA DE S. PEDRO DA COVA

ESCOLA SECUNDÁRIA DE S. PEDRO DA COVA ESCOLA SECUNDÁRIA DE S. PEDRO DA COVA INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DE GEOGRAFIA PROVA 18/ 2015 -------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

Aplicações Informáticas B

Aplicações Informáticas B Prova de Exame Nacional de Aplicações Informáticas B Prova 703 2008 12.º Ano de Escolaridade Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de Março Para: Direcção-Geral de Inovação e de Desenvolvimento Curricular Inspecção-Geral

Leia mais

Agrupamento de Escolas de Abação. Escola Básica de Abação

Agrupamento de Escolas de Abação. Escola Básica de Abação Agrupamento de Escolas de Abação Escola Básica de Abação Informação n.º 1 ---------------------------------------------------- Data: 07/05/2014 Prova de Equivalência à Frequência do Ensino Básico (Alunos

Leia mais

Agrupamento de Escolas de Samora Correia Informação - Prova de Exame de Equivalência à Frequência de INGLÊS I Data: abril 2015

Agrupamento de Escolas de Samora Correia Informação - Prova de Exame de Equivalência à Frequência de INGLÊS I Data: abril 2015 Agrupamento de Escolas de Samora Correia Informação - Prova de Exame de Equivalência à Frequência de INGLÊS I Data: abril 2015 2ºCiclo - 6º Ano de Escolaridade (Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho)

Leia mais

Prova Prática de Geometria Descritiva A. Duração da Prova: 150 minutos. Tolerância: 30 minutos.

Prova Prática de Geometria Descritiva A. Duração da Prova: 150 minutos. Tolerância: 30 minutos. EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de Março Prova Prática de Geometria Descritiva A 10.º e 11.º Anos de Escolaridade Prova 708/1.ª Fase 6 Páginas Duração da Prova: 150 minutos.

Leia mais

COTAÇÕES GRUPO I. 1... 8 pontos 2... 8 pontos 3... 8 pontos 4... 8 pontos 5... 10 pontos 6... 10 pontos GRUPO II

COTAÇÕES GRUPO I. 1... 8 pontos 2... 8 pontos 3... 8 pontos 4... 8 pontos 5... 10 pontos 6... 10 pontos GRUPO II Teste Intermédio de Geologia Teste Intermédio Geologia Duração do Teste: 90 minutos 0.0.009 11.º ou 1.º Anos de Escolaridade Decreto-Lei n.º 74/004, de 6 de Março COTAÇÕES GRUPO I.... 8 pontos.... 8 pontos

Leia mais

2.º Ciclo do Ensino Básico. 1. Introdução. Prova de equivalência à frequência de Ciências Naturais

2.º Ciclo do Ensino Básico. 1. Introdução. Prova de equivalência à frequência de Ciências Naturais AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ALMANCIL (145142) Prova de equivalência à frequência de Ciências Naturais 2.º Ciclo do Ensino Básico 1. Introdução O presente documento visa divulgar as características da prova

Leia mais

INFORMAÇÃO - PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DO ENSINO BÁSICO

INFORMAÇÃO - PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DO ENSINO BÁSICO Geografia (3º Ciclo) 1. INTRODUÇÃO O presente documento visa divulgar as características da prova de equivalência à frequência do ensino básico, a realizar em 2013 pelos alunos que se encontram abrangidos

Leia mais

INFORMAÇÃO DA PROVA FINAL DE HISTÓRIA 9.º ANO

INFORMAÇÃO DA PROVA FINAL DE HISTÓRIA 9.º ANO 1. INTRODUÇÃO INFORMAÇÃO DA PROVA FINAL DE HISTÓRIA 9.º ANO Ano Letivo 2014-2015 O presente documento visa divulgar as caraterísticas da prova final do 3.º ciclo do ensino básico da disciplina de História,

Leia mais

PLANO DE ESTUDOS DE FÍSICO-QUÍMICA 7.º ANO

PLANO DE ESTUDOS DE FÍSICO-QUÍMICA 7.º ANO DE FÍSICO-QUÍMICA 7.º ANO Ano Letivo 2015 2016 PERFIL DO ALUNO O aluno é capaz de: o Conhecer e compreender a constituição do Universo, localizando a Terra, e reconhecer o papel da observação e dos instrumentos

Leia mais

AGRUPAMENTO ESCOLAS DE REDONDO Escola Básica e Secundária Dr. Hernâni Cidade. INGLÊS Abril de 2015 PROVA 06 2º Ciclo do Ensino Básico

AGRUPAMENTO ESCOLAS DE REDONDO Escola Básica e Secundária Dr. Hernâni Cidade. INGLÊS Abril de 2015 PROVA 06 2º Ciclo do Ensino Básico AGRUPAMENTO ESCOLAS DE REDONDO Escola Básica e Secundária Dr. Hernâni Cidade INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA (ORAL E ESCRITA) INGLÊS Abril de 2015 PROVA 06 2º Ciclo do Ensino Básico I. INTRODUÇÃO

Leia mais

A classificação do exame corresponde à média aritmética simples, arredondada às unidades, das classificações das duas provas (escrita e prática).

A classificação do exame corresponde à média aritmética simples, arredondada às unidades, das classificações das duas provas (escrita e prática). INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA Nº 2/2015 EDUCAÇÃO FÍSICA Abril de 2015 Prova 28 2015 2.º Ciclo do Ensino Básico (Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho) O presente documento divulga as

Leia mais

Escola Básica e Secundária de Alvide

Escola Básica e Secundária de Alvide Informação-Exame de equivalência à frequência de Inglês (prova escrita) Prova 06 2016 2.º Ciclo do Ensino Básico Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho 1. Objeto de avaliação A prova tem por referência

Leia mais

Informação - Prova de Equivalência à Frequência Inglês (Continuação) Código da Prova: 358 2014 12.º Ano de Escolaridade

Informação - Prova de Equivalência à Frequência Inglês (Continuação) Código da Prova: 358 2014 12.º Ano de Escolaridade Disciplina Inglês (cont.) Código - 358 2013/2014 Informação - Prova de Equivalência à Frequência Inglês (Continuação) Código da Prova: 358 2014 12.º Ano de Escolaridade 1. Introdução As informações sobre

Leia mais

MATEMÁTICA 2015 Prova 32 / 2015

MATEMÁTICA 2015 Prova 32 / 2015 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E CIÊNCIA INFORMAÇÃO PROVA A NÍVEL DE ESCOLA MATEMÁTICA 2015 Prova 32 / 2015 --------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

Prova de Equivalência à Frequência de Português (Prova Oral) Informação Prova de Equivalência à Frequência. Prova 61 2014. 2.º Ciclo do Ensino Básico

Prova de Equivalência à Frequência de Português (Prova Oral) Informação Prova de Equivalência à Frequência. Prova 61 2014. 2.º Ciclo do Ensino Básico Informação Prova de Equivalência à Frequência Data: 2014.04.02 Prova de Equivalência à Frequência de Português (Prova Oral) Prova 61 2014 2.º Ciclo do Ensino Básico Decreto-Lei n.º 139/2012, de 05 de julho

Leia mais

Educação Musical Prova 12 2015

Educação Musical Prova 12 2015 INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA Educação Musical Prova 12 2015 2.º Ciclo do Ensino Básico (Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho) Introdução O presente documento visa divulgar as características

Leia mais

COTAÇÕES. 2... 88 pontos 2.1... 16 pontos 2.2. 2.2.1... 16 pontos 2.2.2... 24 pontos 2.3. 3... 24 pontos. 4... 16 pontos

COTAÇÕES. 2... 88 pontos 2.1... 16 pontos 2.2. 2.2.1... 16 pontos 2.2.2... 24 pontos 2.3. 3... 24 pontos. 4... 16 pontos Teste Intermédio Física e Química A Teste Intermédio Física e Química A Duração do Teste: 90 minutos 16.01.2008 11.º ou 12.º Anos de Escolaridade Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de Março COTAÇÕES 1....

Leia mais

INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA. Disciplina Inglês. Prova 367 2015. Tipo de Prova Escrita e Oral. Ensino Secundário

INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA. Disciplina Inglês. Prova 367 2015. Tipo de Prova Escrita e Oral. Ensino Secundário INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA Disciplina Inglês Prova 367 2015 Tipo de Prova Escrita e Oral Ensino Secundário O presente documento divulga informação relativa à prova de equivalência à

Leia mais

DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS INFORMAÇÃO PROVA DE AVALIAÇÃO EXTRAORDINÁRIA

DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS INFORMAÇÃO PROVA DE AVALIAÇÃO EXTRAORDINÁRIA DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS INFORMAÇÃO PROVA DE AVALIAÇÃO EXTRAORDINÁRIA Disciplina Organização e Gestão Empresarial Módulo 3 2013 Tipo de Prova Escrita Ensino Profissional Curso Técnico

Leia mais

Informação n.º 14.13. Data: 2013.01.31. Para: Direção-Geral da Educação. Inspeção-Geral de Educação e Ciência. AE/ENA com ensino secundário CIREP

Informação n.º 14.13. Data: 2013.01.31. Para: Direção-Geral da Educação. Inspeção-Geral de Educação e Ciência. AE/ENA com ensino secundário CIREP Prova de Exame Nacional de Inglês Prova 550 2013 10.º e 11.º Anos de Escolaridade Para: Direção-Geral da Educação Inspeção-Geral de Educação e Ciência Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares Secretaria

Leia mais

PORTUGUÊS 3º ANO abril de 2014

PORTUGUÊS 3º ANO abril de 2014 MATRIZ DA PROVA DE AVALIAÇÃO INTERNA PORTUGUÊS 3º ANO abril de 2014 5 Páginas 1.º Ciclo do Ensino Básico 1. Introdução O presente documento visa divulgar informação relativa à prova de avaliação interna

Leia mais

Escola Básica 2,3 com Ensino Secundário de Alvide

Escola Básica 2,3 com Ensino Secundário de Alvide Informação-Prova de equivalência à frequência de Inglês (formação geral) - prova escrita Prova 367 2016 10º e 11º Anos de Escolaridade Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho 1. Objeto de avaliação A prova

Leia mais

Prova Escrita de Matemática

Prova Escrita de Matemática Informação-Prova Final a Nível de Escola Prova Escrita de Matemática Prova 52 2015 6.º Ano de Escolaridade Duração da Prova: 90 minutos 2.º Ciclo do Ensino Básico (Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho)

Leia mais

Educação Visual - Cód. 14

Educação Visual - Cód. 14 Agrupamento Vertical de Escolas de Abação Escola EB 2,3 Abação Informação n.º 1 ---------------------------------------------------- Data: 12 de maio de 2014 ----------------------------------------------------

Leia mais

INGLÊS INFORMAÇÃO PROVA. 1. Objeto de avaliação. Prova de Equivalência à Frequência de. Prova 367 2016 Fases 1ª e 2ª. 10.º e 11.º Anos de Escolaridade

INGLÊS INFORMAÇÃO PROVA. 1. Objeto de avaliação. Prova de Equivalência à Frequência de. Prova 367 2016 Fases 1ª e 2ª. 10.º e 11.º Anos de Escolaridade INFORMAÇÃO PROVA Prova de Equivalência à Frequência de INGLÊS Prova 367 2016 Fases 1ª e 2ª 10.º e 11.º Anos de Escolaridade Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de Julho 1. Objeto de avaliação A prova a que

Leia mais

Prova Escrita de Matemática B

Prova Escrita de Matemática B EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO Decreto-Lei n.º 74/004, de 6 de Março Prova Escrita de Matemática B 11.º/1.º Anos de Escolaridade Prova 735/.ª Fase 1 Páginas Duração da Prova: 150 minutos. Tolerância:

Leia mais

As informações apresentadas neste documento não dispensam a consulta da legislação referida e do Programa da disciplina.

As informações apresentadas neste documento não dispensam a consulta da legislação referida e do Programa da disciplina. INGLÊS I (5 anos) Prova 21 2016 3.º Ciclo do Ensino Básico 1. Introdução O presente documento visa divulgar as características da prova de equivalência à frequência do 3.º ciclo do ensino básico da disciplina

Leia mais

Deve ainda ser tido em consideração o Despacho Normativo n.º 24-A/2012, de 6 de dezembro, bem como o Despacho n.º 15971/2012, de 14 de dezembro.

Deve ainda ser tido em consideração o Despacho Normativo n.º 24-A/2012, de 6 de dezembro, bem como o Despacho n.º 15971/2012, de 14 de dezembro. AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ALMANCIL (145142) Prova de equivalência à frequência de Ciências Naturais 2.º Ciclo do Ensino Básico 1. Introdução O presente documento visa divulgar as características da prova

Leia mais

- Elaborar sínteses escritas a partir da informação recolhida, com correção linguística e aplicando o vocabulário específico da disciplina.

- Elaborar sínteses escritas a partir da informação recolhida, com correção linguística e aplicando o vocabulário específico da disciplina. ESCOLA EB 2,3 DE MARCO DE CANAVESES Informação Prova de Equivalência à Frequência História - 3º Ciclo 19 Prova Escrita Ano Letivo 2014/2015 abril 2015 1.Objeto de avaliação As provas de equivalência à

Leia mais

Deve ainda ser tido em consideração o Despacho Normativo n.º 24-A/2012, de 6 de dezembro, bem como o Despacho n.º 15971/2012, de 14 de dezembro.

Deve ainda ser tido em consideração o Despacho Normativo n.º 24-A/2012, de 6 de dezembro, bem como o Despacho n.º 15971/2012, de 14 de dezembro. AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ALMANCIL (145142) Prova de equivalência à frequência de Educação Física 3.º Ciclo do Ensino Básico 1. Introdução O presente documento visa divulgar as características da prova

Leia mais

Matriz do Teste de Avaliação de Física e Química A - 11.º ano 1 de fevereiro de 2016 120 minutos

Matriz do Teste de Avaliação de Física e Química A - 11.º ano 1 de fevereiro de 2016 120 minutos Ano Letivo 2015/ 2016 Matriz do Teste de Avaliação de Física e Química A - 11.º ano 1 de fevereiro de 2016 120 minutos Objeto de avaliação O teste tem por referência o programa de Física e Química A para

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ALCANENA ANO LETIVO 2014/2015

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ALCANENA ANO LETIVO 2014/2015 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ALCANENA ANO LETIVO 2014/2015 INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA INGLÊS 6º Ano Abril de 2015 Prova 06* 2015 Inglês Prova escrita (Decreto-Lei 3/2008, de 7 de janeiro)

Leia mais

INFORMACÃO À PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA. Disciplina de Inglês. Inglês 12ºano Código 358 Ano letivo 2015/2016. Objetivos

INFORMACÃO À PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA. Disciplina de Inglês. Inglês 12ºano Código 358 Ano letivo 2015/2016. Objetivos INFORMACÃO À PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA Disciplina de Inglês Inglês 12ºano Código 358 Ano letivo 2015/2016 Introdução O presente documento divulga informação relativa à prova de Equivalência à

Leia mais

Inglês Abril de 2016. Quadro 1 Valorização dos domínios Cotação (em pontos) I Leitura/ Compreensão 40 II Gramática 40 III Escrita 20

Inglês Abril de 2016. Quadro 1 Valorização dos domínios Cotação (em pontos) I Leitura/ Compreensão 40 II Gramática 40 III Escrita 20 INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA Inglês Abril de 2016 Prova 06 2016 2.º Ciclo do Ensino Básico (Despacho Normativo 1-G/2016, de 6 de Abril) O presente documento divulga informação relativa

Leia mais

Informação-Exame de Equivalência à disciplina de: História. 1. Introdução. 3º Ciclo do Ensino Básico. Ano letivo de 2011/12

Informação-Exame de Equivalência à disciplina de: História. 1. Introdução. 3º Ciclo do Ensino Básico. Ano letivo de 2011/12 Informação-Exame de Equivalência à disciplina de: História 3º Ciclo do Ensino Básico Ano letivo de 2011/12 1. Introdução O presente documento visa divulgar as características da prova de exame de equivalência

Leia mais

FRANCÊS Nível 3 2016. 3.º Ciclo do Ensino Básico (Decreto-Lei nº 17/2016, de 4 de abril)

FRANCÊS Nível 3 2016. 3.º Ciclo do Ensino Básico (Decreto-Lei nº 17/2016, de 4 de abril) INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA FRANCÊS Nível 3 2016 Prova 16 / 2016 1ª e 2ª Fase 3.º Ciclo do Ensino Básico (Decreto-Lei nº 17/2016, de 4 de abril) O presente documento divulga informação

Leia mais