MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL GOVERNO DO ESPÍRITO SANTO

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL GOVERNO DO ESPÍRITO SANTO"

Transcrição

1 MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL GOVERNO DO ESPÍRITO SANTO A M A R C A D E U M N O V O T E M P O

2

3 05. Apresentação - A marca de um novo tempo MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL 43. Pasta branca 09. Símbolo: a tradução dos conceitos 45. Pasta preta 11. Orientações de uso 47. Assinatura em oficial 13. Logotipia 49. Camisas 15. Reprodução em malha simétrica 51. Padronização de veículos 17. Escala de referências 53. Placas de obra: do Governo e em parceria 19. Limite de redução 55. Padrão de assinatura horizontal com secretarias e exemplos 21. Margens de segurança 23. Usos proibidos 25. Endereço eletrônico do portal do Governo 27. Alfabeto padrão 29. Referência de cor 31. Legibilidade de aplicação Padrão de assinatura vertical com secretarias e exemplos Padrão de assinatura horizontal com secretaria - marca autarquia e exemplos Padrão de assinatura vertical com marcas autarquias - com e sem secretarias Padrão de assinatura horizontal e vertical de secretarias, autarquias e órgãos - versão simples APLICAÇÕES BÁSICAS ASSINATURAS EM PATROCÍNIOS 35. Cartão de visitas Envelope ofício Envelope saco grande 85. Introdução Exemplos de assinatura horizontal Exemplos de assinatura vertical 41. Timbrado 87. Arquivos em mídia digital ÍNDICE

4

5 A identidade visual de uma instituição, empresa, produto ou serviço é o conjunto de elementos gráficos e textuais que define sua função, seus objetivos e os conceitos sobre os quais assenta suas atividades. De modo geral, esse conjunto é formado por slogan, símbolo e cores, que se articulam de forma harmoniosa para traduzir e expressar determinada imagem ou sentido de finalidade e valor. No caso do Governo do Espírito Santo, o desenvolvimento de uma nova identidade visual precisou contemplar alguns fatos políticos e institucionais específicos. Em primeiro lugar, a visão de futuro de uma administração que assume compromisso claro com a manutenção e ampliação das conquistas obtidas pelo Governo anterior, ao mesmo tempo em que desenvolve projetos e ações que respondem aos desafios de um novo tempo, principalmente no campo social. Em segundo, mas não menos importante, os valores e objetivos da uma administração plural, eleita pela maior aliança partidária e com a maior votação de toda a história capixaba. O novo Governo do Espírito Santo tem como focos prioritários a ampliação e diversificação da economia estadual, a redução das desigualdades regionais e sociais e a garantia de oportunidades de crescimento humano e profissional para jovens e adultos em todos os municípios. Esses são objetivos a serem perseguidos por todas as secretarias e órgãos da administração direta e indireta, que ainda assumem como premissas básicas ou diretrizes estratégicas a redução da pobreza, a proteção ambiental, a participação popular, a transparência nos atos públicos e o firme compromisso com o equilíbrio financeiro e fiscal. Objetivos e diretrizes que orientaram o desenvolvimento da identidade visual do Governo e determinaram a criação da marca cujos elementos são descritos e normatizados neste manual. APRESENTAÇÃO

6

7 IDENTIDADE VISUAL

8 SÍMBOLO: A TRADUÇÃO DOS CONCEITOS

9 Solidariedade, visão de futuro e responsabilidade: esses são os conceitos reunidos sob a nova marca. No slogan Crescer é com a gente, o Governo do Espírito Santo reafirma seu compromisso com a promoção do desenvolvimento econômico estadual. Mas reitera, também, a certeza de que esse desenvolvimento só faz sentido quando beneficia o conjunto das regiões e das famílias capixabas. Crescer é com o Espírito Santo, que vem se mantendo acima da média nacional. Mas crescer também é com a gente, com os jovens e trabalhadores, com as famílias e os municípios, com todos que vivem e trabalham no estado. O símbolo gráfico traduz e humaniza esses conceitos, princípios e objetivos. Nele estão representados os membros de uma família padrão pai, mãe, adolescente e criança. Ou, com outro olhar, o conjunto da população capixaba que o Governo pretende alcançar com suas ações, em toda a sua diversidade social, econômica e cultural. Tanto na primeira como na segunda leitura humanizada dos elementos gráficos que formam o símbolo da nova marca percebe-se um movimento coeso e solidário, sempre para frente. É o Governo e a população caminhando juntos na construção desse novo tempo de prosperidade compartilhada: Crescer é com a gente. Com seu jogo de cores, onde referências ao azul e rosa da bandeira capixaba se unem ao verde e laranja que evocam as cores da bandeira brasileira, o símbolo faz ainda referência sutil ao objetivo tático de ampliar a inserção nacional do estado e à determinação de manter no Espírito Santo um ritmo de crescimento acima da média do país: Crescer é com a gente. Esse conjunto de cores, com seu jogo de transparências e combinações, significa também a diversidade regional e a determinação do Governo de garantir oportunidades para que, no diálogo produtivo entre as diferentes regiões, todas possam alcançar padrão de desenvolvimento mais equilibrado e igualitário: Crescer é com a gente. Modernidade, leveza e rigor conceitual: essas são as características do símbolo e da marca que garantem a identidade visual e sintetizam os objetivos e diretrizes do Governo do Espírito Santo. 9

10 ORIENTAÇÕES DE USO

11 A padronização visual de uma marca resulta da aplicabilidade direcionada dos seus elementos institucionais, que são logotipo, slogan, símbolo, cores, alfabeto etc. Estes se reproduzem nas mais diversas veiculações e peças de comunicação do Governo. O objetivo da padronização visual é auxiliar a formatação da imagem da administração, permitindo que todas as secretarias e órgãos possam usá-la, de acordo com as normas descritas neste manual. Não serão permitidas alterações conceituais ou formais, feitas isoladamente, pois isso pode comprometer a qualidade final da marca e contrariar o que já foi definido pelo manual. Este manual possui orientações para aplicação em qualquer situação de uso, dada à flexibilidade de aplicação da nova marca. Seus elementos foram desenvolvidos com o objetivo de justificar os investimentos realizados na consolidação da nova imagem da administração. Além de informações técnicas, este manual também traz mídia digital contendo as versões de assinatura e possibilidades de uso, facilitando a reprodução e distribuição da nova marca. Deve ser ressaltado, também, a preferência pela utilização da marca em sua versão horizontal. Para informações adicionais às encontradas neste guia, consulte a Superintendência de Comunicação Social - Secom. 11

12 LOGOTIPIA

13 O logotipo é um dos componentes da assinatura visual que representa o desenho dos caracteres em sua composição tipográfica personalizada e única, a partir dos quais são orientados os demais elementos que constituem a marca. A representação gráfica dos textos Governo do, Espírito Santo e Crescer é com a gente deve sempre respeitar a construção, alinhamento e posicionamento detalhados abaixo. 13

14 REPRODUÇÃO EM MALHA SIMÉTRICA

15 Hoje em dia, devido aos grandes avanços tecnológicos, tornou-se possível reproduzir fielmente uma marca em praticamente todas as situações, sem perda de qualidade e integridade. Para tanto, deve-se utilizar os arquivos digitais constantes deste manual. Porém, em casos cada vez mais raros e específicos, quando houver necessidade de reprodução ou redesenho manual (faixa, pintura de muro etc), a orientação deve ser feita através da malha simétrica

16 ESCALA E REFERÊNCIAS

17 Visando manter sempre a composição original, devem-se respeitar as escalas de construção e referências de alinhamento em qualquer aplicação da marca, tanto vertical quanto horizontal. Vale destacar que todos os elementos estão distribuídos em função do equilíbrio, legibilidade e facilidade de reconhecimento. Por isso, a referência de posicionamento a partir da largura da letra i da palavra Espírito deve sempre ser a orientação, conforme modelo abaixo. 1,1 x 6,6x7,6x 3,5x 2,3x 1,5x 4,8x 5x 3,5x 3,5x 1,8x 5,2x 9x 3,6x 2,6x 1,1 x 6,6x 7,6x 2,3x 1,5x 26,4x 0,3x 5x 5,6x 2,6x 2,3x 9,6x 5x 1,8x 9x 3,5x 3,6x 3,5x 3,5x 5,2x 2,6x 4,8x 12,5x x 4,9x 1,4x x 4,5x x 4,5x 12,5x 4,1 x 12,5x x x 1,4x x 4,5x x 4,5x 5,6x x 0,3x 2,3x 9,6x 0,3x x 1,6x 5x 2,6x 21x 4,7x 2,2x 2,6x2 21x,6x x 0,3x x 1,6x 4,1 x 17

18 LIMITE DE REDUÇÃO

19 Outro ponto importante é a redução máxima que a marca suporta. Os cálculos mínimos, em nenhuma hipótese, devem ser desrespeitados. São eles que definem o limite de legibilidade na aplicação. A limitação se aplica tanto na versão positiva quanto na negativa, horizontal ou vertical. 1,4cm 2,4cm 2,3cm 1,3cm 19

20 MARGENS DE SEGURANÇA

21 Para que seja mantida a integridade da marca e a área mínima de respiro ao seu redor é preciso respeitar o limite estipulado, que é referenciado pela letra o. Esta área não deve ser invadida por nenhum elemento, texto, marcas parceiras, ícones ou demais elementos gráficos que interfiram no conjunto. Esta é uma regra geral para aplicações. Para qualquer outra aplicação que exija variação, deve-se ter orientação ou aprovação da Superintendência de Comunicação Social - Secom. Consulte o tópico Padrão de assinatura com secretarias ou Padrão de assinatura em patrocínio para outras situações possíveis. 21

22 USOS PROIBIDOS

23 Visando à construção de uma imagem forte e de fácil reconhecimento, a padronização consolidada neste manual é de suma importância. Alterações de composição, tipologia, alfabeto, alinhamento, distorção, preenchimento ou de qualquer característica original da marca não são permitidas. Respeitar os elementos da comunicação visual na íntegra é o primeiro passo para a construção da nova imagem da administração, e as formas que não sejam apresentadas neste manual devem ser evitadas. Por isso, ao utilizá-los, o designer gráfico/diretor de arte deve sempre ficar atento para que não ocorra condensação, decomposição, inclusão de elementos alheios à construção inicial, tipologia sem preenchimento ou apenas com contorno, mudança nas cores originais e mudança de proporções. GOVERNO DO ESPÍRITO SANTO CRESCER É COM A GENTE 23

24 ENDEREÇO ELETRÔNICO DO PORTAL DO GOVERNO

25 Buscando sempre a melhor adequação visual, deve-se preferencialmente utilizar a assinatura do Governo com seu endereço digital em aplicações soberanas da marca. Nos casos de assinatura com secretarias, autarquias com assinatura simples ou com marcas, deve-se suprimir tal elemento, favorecendo esteticamente o conjunto. x x x x 2x 25

26 ALFABETO PADRÃO

27 Diferente da logotipia, que é o desenho dos caracteres na assinatura visual exclusiva composta por Governo do, Espírito Santo e o slogan Crescer é com a gente, o alfabeto padrão foi constituído com a família tipográfica Sansation. É com ela que devem ser escritos os textos secundários nas aplicações, como por exemplo o endereço no papel timbrado. Porém, para a construção da marca do Governo e sua padronização com secretarias, deve-se utilizar o alfabeto de grafia única e personalizada listado abaixo e fornecido também na mídia digital anexa. Buscou-se construir neste manual todas as assinaturas de todas as secretarias e órgãos possíveis (vide Padrão de assinatura com secretarias). Novas construções de assinatura, se necessárias, devem ser sempre feitas por um designer gráfico ou diretor de arte, para que sejam mantidos os aspectos originais. ABCDEFGHIJKLMNOPQRSTUVWXYZ abcdefghijklmnopqrstuvwxz Avenir LT 35 Light ABCDEFGHIJKLMNOPQRSTUVWXYZ abcdefghijklmnopqrstuvwxz Avenir LT 65 Medium CONSELHO ESTADUAL DE DEFESA DO CONSUMIDOR PROCON - ES ABCDEFGHIJKLMNOPQRSTUVWXYZ abcdefghijklmnopqrstuvwxz Avenir LT 85 Heav ABCDEFGHIJKLMNOPQRSTUVWXYZ abcdefghijklmnopqrstuvwxz Avenir LT 65 Medium Bold Alfabeto personalizado para construção do Espírito Santo e para assinaturas das secretarias 27

28 REFERÊNCIAS DE COR

29 As cores da marca não podem ser alteradas, ajustadas ou substituídas em nenhuma circunstância. A integridade do conjunto símbolo/ logotipo e sua padronização visual depende desta e das demais regras descritas neste guia. Os modelos de reprodução aqui apresentados são os mais comumente usados e, nos casos específicos em que estes padrões não se apliquem, entre em contato com a Superintendência de Comunicação Social - Secom. As referências de cor devem sempre ser usadas sem variação tonal, degradée, retícula, sombra ou qualquer recurso que deturpe a construção original C 10 M 100 Y 0 K 166 R 189 G 57 B Pantone 376 c 4 0 C 100 M 100 Y 0 K 236 R 28 G 36 B Pantone 1797 c 7 80 C 15 M 10 Y 0 K 0 R 163 G 206 B Pantone 313 c 2 70 C 31 M 100 Y 0 K 99 R 143 G 67 B Pantone 363 c 5 0 C 80 M 15 Y 0 K 239 R 90 G 141 B Pantone 212 c 8 0 C 0 M 0 Y 75 K 99 R 100 G 102 B Pantone 425 c 3 0 C 40 M 100 Y 0 K 249 R 165 G 23 B Pantone 117 c C 95 M 20 Y 10 K 41 R 50 G 119 B Pantone 281 c 9 0 C 0 M 0 Y 50 K 14 7 R 149 G 152 B Pantone Cool Gra 9 c 29

30 LEGIBILIDADE DE APLICAÇÃO

31 A versão colorida deverá ser utilizada sempre que o fundo (cor de base) permita. Branco, tons pastel e cores claras não prejudicam a leitura. Porém, deve-se ter bom senso para usar a versão negativa (em branco) ou a versão positiva P/B (em preto) quando os fundos interferirem com elas. Para que se mantenha a legibilidade da marca, tanto na verão horizontal quanto na vertical, a regra básica para utilização em cores é ter sempre contraste. O uso da assinatura em preto positivo deve ser usado em fundos brancos ou claros, assim como em impressões em P/B. Em reproduções gráficas de baixa qualidade de impressão, deve-se optar também pela versão em preto positivo. Em fundos coloridos escuros, utilize sempre a versão em positivo. O preenchimento cromático da marca deve respeitar os índices CMYK, RGB ou pantones correlatos, independentemente do processo de reprodução. Em caso de fundo de cores compostas, complexas ou que interfiram na legibilidade, deve-se aplicar retângulo branco sobre a marca, respeitando as margens de segurança. 31

32

33 APLICAÇÕES BÁSICAS

34 CARTÃO DE VISITAS

35 Tamanho real Para manutenção da qualidade de impressão, padrão de comunicação e fidelidade de laout, é imprescindível a utilização dos arquivos próprios, fornecidos em mídia digital ao final deste manual. FICHA TÉCNICA SUGERIDA Formato: 8,5x4,5cm Impressão: 4/4 cores Acabamento: laminação fosca e corte reto simples Substrato: triplex 250g ou similar 35

36 ENVELOPE OFÍCIO

37 Praça João Clímaco, s/n, Cidade Alta, Centro, Vitória-ES CEP: , Tel.: (27) Praça João Clímaco, s/n, Cidade Alta, Centro, Vitória-ES CEP: , Tel.: (27) Tamanho reduzido Praça João Clímaco, s/n, Cidade Alta, Centro, Vitória-ES CEP: , Tel.: (27) Para manutenção da qualidade de impressão, padrão de comunicação e fidelidade de laout, é imprescindível a utilização dos arquivos próprios, fornecidos em mídia digital ao final deste manual. FICHA TÉCNICA SUGERIDA Formato aberto: 27x24,5cm Formato fechado: 23x11,5cm Impressão: 4/0 cores Acabamento: faca especial, 4 vincos e fechamento manual com cola Substrato: offset 90g 37

38 ENVELOPE SACO GRANDE

39 Praça João Clímaco, s/n, Cidade Alta, Centro, Vitória-ES CEP: , Tel.: (27) Praça João Clímaco, s/n, Cidade Alta, Centro, Vitória-ES CEP: , Tel.: (27) Para manutenção da qualidade de impressão, padrão de comunicação e fidelidade de laout, é imprescindível a utilização dos arquivos próprios, fornecidos em mídia digital ao final deste manual. Praça João Clímaco, s/n, Cidade Alta, Centro, Vitória-ES CEP: , Tel.: (27) FICHA TÉCNICA SUGERIDA Formato aberto: 50x39cm Formato fechado: 24x34cm Impressão: 4/0 cores Acabamento: faca especial, 4 vincos e fechamento manual com cola Substrato: offset 90g Tamanho reduzido 39

40 TIMBRADO

41 Para manutenção da qualidade de impressão, padrão de comunicação e fidelidade de laout, é imprescindível a utilização dos arquivos próprios, fornecidos em mídia digital ao final deste manual. FICHA TÉCNICA SUGERIDA Formato: A4 (21x29,7cm) Impressão: 4/0 cores Acabamento: corte reto simples Substrato: offset 90g 41

42 PASTA BRANCA

43 Para manutenção da qualidade de impressão, padrão de comunicação e fidelidade de laout, é imprescindível a utilização dos arquivos próprios, fornecidos em mídia digital ao final deste manual. FICHA TÉCNICA SUGERIDA Formato aberto: 49x43cm Formato fechado: 46x30,5cm Impressão: 4/0 cores Acabamento: faca para corte especial, laminação fosca e colagem manual de duas bolsas. Substrato: triplex 300g 43

44 PASTA PRETA

45 Para manutenção da qualidade de impressão, padrão de comunicação e fidelidade de laout, é imprescindível a utilização dos arquivos próprios, fornecidos em mídia digital ao final deste manual. FICHA TÉCNICA SUGERIDA Formato aberto: 49x43cm Formato fechado: 46x30,5cm Impressão: 4/0 cores Acabamento: faca para corte especial, laminação fosca e colagem manual de duas bolsas. Substrato: triplex 300g 45

46 ASSINATURA EM OFICIAL

47 Para manutenção da qualidade de impressão, padrão de comunicação e fidelidade de laout, é imprescindível a utilização dos arquivos próprios, fornecidos em mídia digital ao final deste manual. FICHA TÉCNICA SUGERIDA Formato: 180 pixels de altura X proporção da assinatura 47

48 CAMISAS

49 49

50 PADRONIZAÇÃO DE VEÍCULOS

51 51

52 PLACAS DE OBRAS

53 Para manutenção da qualidade de impressão, padrão de comunicação e fidelidade de laout, é imprescindível a utilização dos arquivos próprios, fornecidos em mídia digital ao final deste manual. FICHA TÉCNICA SUGERIDA Formato: 2,5x1m Impressão: 4/0 cores Estrutura de madeira, base em chapa de metal com aplicação de vinil adesivo branco com impressão digital. 53

54 PADRÃO DE ASSINATURA HORIZONTAL COM SECRETARIAS

55 No que diz respeito às assinaturas conjugadas do Governo com secretarias, deve-se respeitar o posicionamento e padrão de construção adotado. Para tanto, vale observar que a distância referência X é a largura da letra i da palavra Espírito. Esta regra deve orientar o posicionamento do nome do setor, sempre à esquerda da marca do Governo. Outro ponto importante é a cor de preenchimento, que deve ser idêntica à linha horizontal da marca (vide item Referências de cor deste manual). Quanto ao tamanho, o nome da secretaria deve sempre ter como referência de altura o elemento vermelho do ícone (vide linha pontilhada). Referência x: largura da letra i. Referência : largura da letra o. x x 2x 2x 55

56 EXEMPLOS DE ASSINATURA MARCA HORIZONTAL

57 Para manutenção da qualidade de impressão, padrão de comunicação e fidelidade de assinatura, é imprescindível a utilização dos arquivos próprios, fornecidos em mídia digital ao final deste manual. 57

58 EXEMPLOS DE ASSINATURA MARCA HORIZONTAL

59 Para manutenção da qualidade de impressão, padrão de comunicação e fidelidade de assinatura, é imprescindível a utilização dos arquivos próprios, fornecidos em mídia digital ao final deste manual. 59

60 PADRÃO DE ASSINATURA VERTICAL COM SECRETARIAS

61 Para assinaturas verticais, deve-se seguir a orientação de distribuição, alinhamento, construção, preenchimento e tipologia conforme modelo abaixo. x x 2x x x x x 61

62 EXEMPLOS DE ASSINATURA VERTICAL

63 Para manutenção da qualidade de impressão, padrão de comunicação e fidelidade de assinatura, é imprescindível a utilização dos arquivos próprios, fornecidos em mídia digital ao final deste manual. 63

64 EXEMPLOS DE ASSINATURA VERTICAL

65 Para manutenção da qualidade de impressão, padrão de comunicação e fidelidade de assinatura, é imprescindível a utilização dos arquivos próprios, fornecidos em mídia digital ao final deste manual. 65

66 PADRÃO DE ASSINATURA HORIZONTAL COM SECRETARIA - MARCA AUTARQUIA

67 No caso de utilização da marca de órgãos, instituições e autarquias vinculadas ao Governo, a distribuição de assinaturas deve observar a referência Y da largura da letra o. Em casos como este, deve-se observar também o alinhamento da marca do órgão em relação à do Governo. Tanto pela base quanto pelo topo, o alinhamento máximo é feito tendo como referência a logotipia da marca do Governo - topo da palavra Espírito e base do slogan. Porém, deve-se observar o equilíbrio visual do conjunto, para que em nenhuma situação a marca hierarquicamente inferior ao Governo tenha maior destaque. 2x 67

68 EXEMPLOS DE ASSINATURA HORIZONTAL COM SECRETARIA - MARCA AUTARQUIA

69 2x 2x Companhia de Transportes Urbanos da Grande Vitória 2x 2x 2x 2x 2x 2x 69

70 EXEMPLOS DE ASSINATURA HORIZONTAL COM SECRETARIAS - MARCAS AUTARQUIAS

71 Companhia de Transportes Urbanos da Grande Vitória 2x 2x 2x 2x 2x 71

72 EXEMPLOS DE ASSINATURA HORIZONTAL COM MARCAS AUTARQUIAS

73 73

74 PADRÃO DE ASSINATURA VERTICAL COM MARCAS AUTARQUIAS - COM E SEM SECRETARIAS

75 Também existe a possibilidade, caso seja extremamente necessário, de organizar as marcas da assinatura em versão vertical. Entretanto, deve-se priorizar sempre a versão horizontal de aplicação. 2x 75

76 PADRÃO DE ASSINATURA HORIZONTAL E VERTICAL DE SECRETARIAS, AUTARQUIAS E ÓRGÃOS - VERSÃO SIMPLES

77 Nos modelos abaixo, nota-se que há a possibilidade também de assinatura simples para autarquias e órgãos da administração direta que não possuam marca própria. Nestes casos, deve-se tomar como referência de construção a tipologia utilizada no slogan da marca, alinhados à esquerda, conforme descritivo abaixo. Deve-se, entretanto, consultar a secretaria ou órgão em questão para confirmação da disponibilidade de marca própria. Vale salientar que o preenchimento deve ser o mesmo da secretaria e das linhas horizontais (vide tópico Referências de cor deste manual). É importante que seja mantido o padrão textual nesses casos, trazendo primeiro o nome por extenso e, separados por hífen, sua sigla. O limite mínimo de texto nas autarquias são duas linhas, e o máximo três linhas. 2x 2x 2x 77

78

79 ASSINATURAS EM PATROCÍNIOS

80 INTRODUÇÃO

81 Estética, legibilidade, organização e equilíbrio são palavras-chave na elaboração de qualquer material impresso de publicidade, promoção ou divulgação. Da mesma forma, para quem assina uma peça como patrocinador, é fundamental que sua marca tenha o máximo destaque e visibilidade. Este tópico procura conciliar as duas necessidades: dar o peso devido à assinatura oficial do Governo, sem ferir o conceito estético das peças e sem negar aos patrocinadores parceiros a visibilidade desejada. Mas, para isso, é essencial que as orientações aqui apresentadas sejam seguidas à risca, para que seja mantida também a hierarquia na construção das assinaturas. Tanto a marca do Governo do Espírito Santo quanto as assinaturas de autarquias e empresas públicas parceiras devem ser apresentadas com o mesmo status de participação nas peças de promoção e divulgação de projetos patrocinados. Assim, organizadas em bloco único, evita-se a repetição de marcas na mesma peça, além de facilitar a identificação do patrocínio pelo leitor. Por isso, na hora de definir quais e como serão dispostas as assinaturas, é importante considerar a principal regra: bom senso. O excesso de marcas prejudica a estética do conjunto, além de não trazer benefício nem ao patrocinador nem ao patrocinado. É recomendável que a marca do Governo tenha sempre, no mínimo, o mesmo destaque que as demais. 81

82 EXEMPLOS DE ASSINATURA HORIZONTAL

83 Para assegurar a perfeita integração do conjunto de assinaturas, os órgãos ligados ao Governo devem utilizar suas próprias marcas, respeitando alinhamento, proporção, margens de segurança e distribuição. Para tanto, basta seguir as orientações do diagrama abaixo. Nos casos de participação de empresas públicas e privadas, entidades sem fins lucrativos e outras organizações parceiras na assinatura é preciso respeitar um mesmo espaço entre as marcas, tomando-se como referência Y a letra o de Governo. Nos casos de assinatura do Governo com secretaria, a referência passa a ser o dobro da largura da letra i de Espírito (referência X). Quando duas ou mais autarquias participarem da mesma assinatura, aquela que entrou com a maior parte do patrocínio deve vir mais próxima da marca do Governo que as demais. Em casos de contribuições iguais, deve-se usar o bom senso e definir em comum acordo com os parceiros a ordem das assinaturas x 2 2 2x 2 2 2x

84 EXEMPLOS DE ASSINATURA VERTICAL

85 A marca do Governo deve sempre ser posicionada à direita de todas as demais, salvo em situações específicas de assinatura em conjunto com a marca do Governo Federal (esta sim fica à direita de todas, com a primeira à sua esquerda sendo a marca do Governo do Espírito Santo). 2 2x 2 Nas situações em que seja extremamente necessária a assinatura vertical, deve-se seguir as orientações do diagrama abaixo, onde as referências X e Y são as mesmas da versão horizontal. O posicionamento das marcas, títulos de secretarias e/ou autarquias deve, obrigatoriamente, também seguir as orientações de distribuição descritas abaixo. Vale destacar que o alinhamento deve ser sempre à direita x 2x 2 2x 85

86 ARQUIVOS EM MÍDIA DIGITAL

87 1 1 CONTEÚDO DISCO 1: - Manual de Identidade Visual Completo (versão em alta resolução para reprodução e em baixa para distribuição digital; - Manual de Identidade Visual Reduzido (versão em alta resolução para reprodução e em baixa para distribuição digital; - Assinaturas de secretarias - horizontal, vertical, tons de cinza, preto-e-branco negativo e positivo. (Arquivos em PDF) Para facilitar e qualificar a aplicações oficiais do Governo, deve-se sempre utilizar os arquivos disponíveis em mídia digital. Os 2 2 arquivos estão abertos, editáveis (no caso das aplicações básicas) e prontos para utilização. CONTEÚDO DISCO 2: Aplicações básicas editáveis - Cartão de visitas; - Envelope ofício; - Envelope saco grande; - Timbrado; - Pastas branca e preta; - Assinatura de ; - Placas de obras; - Camisas; - Veículos; - Família de fontes utilizada. (Arquivos editáveis em Illustrator CS5 - fontes inclusas) 87

88 CRIAÇÃO E DESENVOLVIMENTO

Manual de Identidade Visual Governo do Estado do Rio Grande do Sul

Manual de Identidade Visual Governo do Estado do Rio Grande do Sul Manual de Identidade Visual Governo do Estado do Rio Grande do Sul todos pelo rio grande É com muita satisfação que apresentamos a nova forma de expressão do Governo do Estado do Rio Grande do Sul. Daqui

Leia mais

Manual de identidade visual

Manual de identidade visual Manual de identidade visual apresentação....................................3 Versões horizontal e vertical........................4 grid de construção................................5 Cores institucionais...............................6

Leia mais

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL 1 MENSAGEM DA PRESIDÊNCIA O conjunto marca/logotipo é o elemento gráfico e visual pelo qual somos reconhecidos nos diversos meios em que atuamos. As suas formas foram concebidas

Leia mais

Manual de Identidade Visual UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO UFRPE

Manual de Identidade Visual UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO UFRPE Manual de Identidade Visual UFRPE INTRODUÇÃO A Universidade Federal Rural de Pernambuco, em comemoração ao seu centenário, apresenta, através da Coordenadoria de Comunicação Social, o redesign de sua marca,

Leia mais

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL L INTRODUÇÃO A marca é a expressão da identidade de uma instituição diante do seu público. Por isso, é importante que todo tipo de comunicação da instituição utilize a identidade

Leia mais

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL ÍNDICE CONSTRUÇÃO Versão preferencial... 03 Malha construtiva... 04 Cores institucionais... 05 USABILIDADE Área de não interferência... 06 Redução máxima... 07 Aplicações sobre

Leia mais

MANUAL DE USO E APLICAÇÃO DA MARCA INSTITUCIONAL

MANUAL DE USO E APLICAÇÃO DA MARCA INSTITUCIONAL MANUAL DE USO E APLICAÇÃO DA MARCA INSTITUCIONAL Manual da Marca Institucional.indd 1 05/07/2011 10:53:33 INTRODUÇÃO Este manual apresenta, documenta e normatiza a utilização da nova identidade visual

Leia mais

Manual de Identidade Visual. 1 iuni Manual de Identidade Visual

Manual de Identidade Visual. 1 iuni Manual de Identidade Visual Manual de Identidade Visual 1 iuni Manual de Identidade Visual SUMÁRIO iuni Manual de Identidade Visual 2 Sumário 1. 2. 3. 4. 5. 6. A Marca Versão preferencial - VP Dimensões preferenciais Marca p&b Cores

Leia mais

CONJUNTO GRÁFICO. A marca do Governo do Estado foi criada com tipologias, cores. e leiaute que traduzem os valores e objetivos da nova gestão.

CONJUNTO GRÁFICO. A marca do Governo do Estado foi criada com tipologias, cores. e leiaute que traduzem os valores e objetivos da nova gestão. A marca do Governo do Estado foi criada com tipologias, cores e leiaute que traduzem os valores e objetivos da nova gestão. Ela combina elementos gráficos que simbolizam austeridade e leveza, força e sensibilidade,

Leia mais

Manual de Identidade Visual Do Poder Judiciário de Santa Catarina. Normas e Padrões de Utilização Atualizado em 04/01/2015

Manual de Identidade Visual Do Poder Judiciário de Santa Catarina. Normas e Padrões de Utilização Atualizado em 04/01/2015 Manual de Identidade Visual Do Poder Judiciário de Santa Catarina Normas e Padrões de Utilização Atualizado em 04/01/2015 3 Índice 1. Marca...5 Conceito - Design...6 Cores Institucionais...8 Família Tipográfica...9

Leia mais

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL PLANO DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL PLANO DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO PLANO DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO 1 INTRODUÇÃO Este manual tem como objetivo a unificação da logomarca PDE Plano de Desenvolvimento da Educação a partir da construção de uma identidade visual mais forte.

Leia mais

MINISTÉRIO DA INTEGRAÇÃO NACIONAL SUPERINTENDÊNCIA DO DESENVOLVIMENTO DA AMAZÔNIA MANUAL DE USO DA MARCA DA SUDAM EM PROJETOS

MINISTÉRIO DA INTEGRAÇÃO NACIONAL SUPERINTENDÊNCIA DO DESENVOLVIMENTO DA AMAZÔNIA MANUAL DE USO DA MARCA DA SUDAM EM PROJETOS MINISTÉRIO DA INTEGRAÇÃO NACIONAL SUPERINTENDÊNCIA DO DESENVOLVIMENTO DA AMAZÔNIA MANUAL DE USO DA MARCA DA SUDAM EM PROJETOS ASCOM 2015 APRESENTAÇÃO Este Manual estabelece as normas, especificações e

Leia mais

Manual de Identidade Visual. Normas e padrões de utilização

Manual de Identidade Visual. Normas e padrões de utilização Manual de Identidade Visual Normas e padrões de utilização Institucional Assinatura institucional DEFINIÇÃO A logomarca é a assinatura institucional da Venax. REGRAS DE USO É a principal assinatura da

Leia mais

Aplicações da Logomarca Logomarca Preferencial - Assinatura Horizontal - Secretaria Logomarca Preferencial - Assinatura Vertical - Secretaria

Aplicações da Logomarca Logomarca Preferencial - Assinatura Horizontal - Secretaria Logomarca Preferencial - Assinatura Vertical - Secretaria Índice 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 Apresentação A logomarca da Prefeitura de Palmas Proporções e medições Zona de exclusão Redução mínima Variantes de cor Cores

Leia mais

Departamento de Engenharia Industrial MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL

Departamento de Engenharia Industrial MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL Engenharia Industrial MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL Apresentação Introdução / Conceito 02 Área de Proteção 03 Versões 04 Aplicação Sobre Fundo Colorido 06 Aplicação Sobre Fundo Claro e/ou Escuro 07 Aplicação

Leia mais

Manual de Identidade Visual

Manual de Identidade Visual Manual de Identidade Visual Índice Introdução... A Marca... Grid de Construção... Campo de Proteção... Reduções Máximas... Aplicação com Marcas Adjuntas... Aplicação com Slogan Institucional... Grid de

Leia mais

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL CONSELHO FEDERAL DE ODONTOLOGIA BRASÍLIA

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL CONSELHO FEDERAL DE ODONTOLOGIA BRASÍLIA MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL CONSELHO FEDERAL DE ODONTOLOGIA BRASÍLIA JUL.2014 1 APRESENTAÇÃO MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL // CONSELHO FEDERAL DE ODONTOLOGIA CFO 3 //APRESENTAÇÃO A concepção da nova marca

Leia mais

Manual de Identidade Visual

Manual de Identidade Visual rede de atenção À urgência Manual de Identidade Visual Versão 1.0 / Abr. 2012 As marcas do sus Introdução O Ministério da Saúde, por meio do SUS (Sistema Único de Saúde), presta inúmeros serviços à população

Leia mais

Manual de Identidade Visual

Manual de Identidade Visual Manual de Identidade Visual sumário Manual de Identidade Visual EBSERH Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares 3 a marca 4 malha construtiva 5 cores institucionais 6 aplicações em fundo colorido 7

Leia mais

MANUAL DE USO DA MARCA DO GOVERNO FEDERAL

MANUAL DE USO DA MARCA DO GOVERNO FEDERAL MANUAL DE USO DA MARCA DO GOVERNO FEDERAL JUNHO/2016 Manual de uso da marca do Governo Federal I. Marca do Governo Federal....3 II. Área de não interferência...4 III. Redução máxima e versão simplificada...5

Leia mais

Manual de Uso da. identidade visual. Atualização: julho/2015

Manual de Uso da. identidade visual. Atualização: julho/2015 Manual de Uso da identidade visual Atualização: julho/2015 TRABALHO EDITORIAL Revisão e atualização: Daniela Cairo Otávio Filho Projeto gráfico e editoração: Ricardo Martins Francisco Junior. Bahia. Ministério

Leia mais

Manual de Identidade Visual

Manual de Identidade Visual Manual de Identidade Visual Versão 1.2 janeiro 2010 Apresentação Todos nós possuímos uma assinatura. Ela é o nosso cartão de visitas e nos distingue no meio em que vivemos, estabelecendo um padrão de identidade

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA REITORIA

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA REITORIA SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA REITORIA RESOLUÇÃO N o 04/2011 DO CONSELHO UNIVERSITÁRIO. Regulamenta a utilização e aplicação da Marca UFU. O CONSELHO

Leia mais

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL DA MARCA

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL DA MARCA MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL DA MARCA Índice Apresentação Assinatura Institucional Definição Regras de uso Área de não interferência Reprodução Limite de redução Tipografia Institucional Definição Alfabeto

Leia mais

Manual de Identidade Visual

Manual de Identidade Visual Manual de Identidade Visual Normas para construção e uso correto da marca. 1 Manual de Identidade Visual Extremo Norte Traduzindo seu profissionalismo, compromisso e qualidade a marca, apresento-lhe o

Leia mais

Manual de Identidade Visual

Manual de Identidade Visual Manual de Identidade Visual APRESENTAÇÃO :::... A Associa ção Horizontes, apresenta seu manual de aplicação de marca e com ele pretende consolidar o bem mais valioso que uma empresa ou instituição possui:

Leia mais

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL ÍNDICE 1. MARCA Apresentação Cores Institucionais Família Tipográfica Reprodução da Marca Usos Incorretos Redução da Marca Arejamento da Marca Versões Monocromáticas Marca em

Leia mais

MANUAL DE CONTROLES INTERNOS PARTE II IDENTIDADE VISUAL

MANUAL DE CONTROLES INTERNOS PARTE II IDENTIDADE VISUAL ÍNDICE 6. IDENTIDADE VISUAL...2 6.1. MARCA... 2 6.1.1 Apresentação... 2 6.1.2 Cores Institucionais... 3 6.1.3 Família Tipográfica... 4 6.1.4 Reprodução da Marca... 5 6.1.5 Usos Incorretos... 6 6.1.6 Redução

Leia mais

MANUAL DE USO DA MARCA DO GOVERNO FEDERAL

MANUAL DE USO DA MARCA DO GOVERNO FEDERAL MANUAL DE USO DA MARCA DO GOVERNO FEDERAL MAIO/2016 Manual de uso da marca do Governo Federal I. Marca do Governo Federal...3 II. Zona de exclusão...4 III. Versão simplificada....5 IV. Reduções mínimas............................

Leia mais

Manual de Identidade Visual

Manual de Identidade Visual Manual de Identidade Visual www.luteranos.com.br Índice Apresentação Símbolo Oficial Malha Estrutural Padrão Cromático Positivo/Negativo Margem de Segurança Aplicação sobre fundos de cor Tipografia Versões

Leia mais

DECRETO Nº. 970/2013

DECRETO Nº. 970/2013 PREFEITURA MUNICIPAL DE GUARAPARI ESTADO DO ESPIRITO SANTO GABINETE DO PREFEITO DECRETO Nº. 970/2013 DISPÕE SOBRE APROVAÇÃO DO MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL E APLICAÇÃO DA MARCA DO GOVERNO MUNICIPAL DE GUARAPARI

Leia mais

Manual de Uso da Identidade Visual

Manual de Uso da Identidade Visual Manual de Uso da Identidade Visual Identidade Visual é o conjunto de elementos gráficos que formam a personalidade visual de uma empresa, produto ou serviço. Para que a METISA - Metalúrgica Timboense S.

Leia mais

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri 3 MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri Diretoria de Comunicação Social

Leia mais

Manual de Uso da Marca do Governo Federal Patrocínio

Manual de Uso da Marca do Governo Federal Patrocínio Manual de Uso da Marca do Governo Federal Patrocínio SECOM / PR - 2011 Manual de uso da marca do Governo Federal Introdução...3 Assinatura de marcas do Governo Federal em patrocínios...4 Reserva de integridade...6

Leia mais

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL ÍNDICE INTRODUÇÃO INSPIRAÇÃO ASSINATURA INSTITUCIONAL ÍCONE APLICAÇÃO EM FUNDO COLORIDO MARCA EM NEGATIVO POSITIVO ESCALA DE CINZA LIMITE DE REDUÇÃO E ÁREA DE NÃO INTERFERÊNCIA

Leia mais

ÍNDICE MARCA. Apresentação... 3. Cor institucional... 4. Reprodução da marca... 5. Usos incorretos... 6. Redução da marca... 8

ÍNDICE MARCA. Apresentação... 3. Cor institucional... 4. Reprodução da marca... 5. Usos incorretos... 6. Redução da marca... 8 Manual de APLICAÇÃO DE MARCA ÍNDICE MARCA Apresentação... 3 Cor institucional... 4 Reprodução da marca... 5 Usos incorretos... 6 PARA QUE A MARCA ANDES-SN SEJA APLICADA CORRETAMENTE, ATENÇÃO: Sempre que

Leia mais

Manual de Identidade Visual

Manual de Identidade Visual Manual de Identidade Visual ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO...03 2. CONCEITO...04 3. VERSÕES DE ASSINATURA...05 Assinatura Principal...05 Assinatura sem Decodificador...05 Assinatura Logotipo...05 4. FRASE SÍNTESE

Leia mais

MANUAL DE APLICAÇÃO DA MARCA

MANUAL DE APLICAÇÃO DA MARCA MANUAL DE APLICAÇÃO DA MARCA 1. APRESENTAÇÃO Este manual apresenta, documenta e normatiza a utilização da identidade visual do Circo Crescer e Viver e de seu selo comemorativo de 10 anos. É fundamental

Leia mais

REVESTIMENTOS DE ALTO DESEMPENHO. Manual de Identidade Visual

REVESTIMENTOS DE ALTO DESEMPENHO. Manual de Identidade Visual SUMÁRIO 1.0 A MARCA 03 3.0 Aplicações 17 1.1 Introdução 1.2 Apresentação da marca 1.3 Padrão cromático gradiente 1.4 Padrão cromático alternativa 1.5 Padrão tipográfico 1.6 Marca em tons de cinza / p&b

Leia mais

Manual de Identidade Visual

Manual de Identidade Visual rede de atenção básica Manual de Identidade Visual As marcas do sus Introdução O Ministério da Saúde, por meio do SUS (Sistema Único de Saúde), presta inúmeros serviços à população e suas novas redes foram

Leia mais

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL SUPRENS

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL SUPRENS MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL 1 9 7 2 última atualização: 21/11/12 manual_identidade_visual_ quarta-feira, 21 de novembro de 212 13:23:14 SOBRE ESTE MANUAL Este manual foi especialmente elaborado com o objetivo

Leia mais

Manual de Identidade Visual. Marca Jogos Limpos

Manual de Identidade Visual. Marca Jogos Limpos Manual de Identidade Visual Marca Jogos Limpos Conceito Sinal gráfico que remete ao caule de uma muda de árvore, estruturado na Proporção Áurea. Essa proporção é facilmente encontrada na estrutura de inúmeras

Leia mais

FUNDAÇÃO LUTERANA DE DIACONIA Manual de Identidade Visual

FUNDAÇÃO LUTERANA DE DIACONIA Manual de Identidade Visual 1 FUNDAÇÃO LUTERANA DE DIACONIA Manual de Identidade Visual 2 FUNDAÇÃO LUTERANA DE DIACONIA Manual de Identidade Visual Este manual tem por objetivo apresentar as variadas assinaturas da marca com as devidas

Leia mais

pág 1 MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL

pág 1 MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL pág 1 MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL pág 2 Um projeto de identidade visual envolve muito mais do que somente o desenho de símbolos e logotipos. A marca e suas aplicações são reflexos da cultura corporativa

Leia mais

MANUAL DE LOGOMARCA UNIVERSIDADE FUMEC

MANUAL DE LOGOMARCA UNIVERSIDADE FUMEC 1 MANUAL DE LOGOMARCA UNIVERSIDADE FUMEC sumário INTRODuÇãO 3 VERsõEs DA AssINATuRA VERTICAL p&b 15 ELEmENTOs E proporções DA AssINATuRA HORIZONTAL 4 VERsõEs DA AssINATuRA HORIZONTAL monocromática 16 VERsõEs

Leia mais

MANUAL DE IDENTIDADE. inside office

MANUAL DE IDENTIDADE. inside office ÍNDICE APRESENTAÇÃO 3 CORES 4 FAMÍLIA TIPOGRÁFICA 5 APLICAÇÕES DA MARCA 6 USOS INCORRETOS 0 REDUÇÃO DA MARCA AREJAMENTO DA MARCA VERSÕES MONOCROMÁTICAS MARCA EM NEGATIVO 1 4 2 3 APRESENTAÇÃO Esta é a marca

Leia mais

Manual de Marca e Identidade Visual

Manual de Marca e Identidade Visual Manual de Marca e Identidade Visual 1 MARCA Desenho da marca A marca é o elemento central de uma identidade visual. Quando bem utilizada, torna-se o item primário para o reconhecimento de qualquer produto

Leia mais

Manual de Identidade Visual ASA Versão simplificada

Manual de Identidade Visual ASA Versão simplificada Manual de Identidade Visual ASA Versão simplificada Manual de Identidade Visual ASA Versão simplificada Recife 2013 Copyright 2013, ASA Manual de Identidade Visual ASA Responsáveis técnicos Edson Figueiredo

Leia mais

APRESENTAÇÃO. Você tem um nome e gosta de ser tratado por ele da forma CORRETA.

APRESENTAÇÃO. Você tem um nome e gosta de ser tratado por ele da forma CORRETA. APRESENTAÇÃO Este é um manual que determina a utilização correta da marca da Universidade Católica de Pelotas, orientando sobre as regras que devem ser seguidas na aplicação e reprodução em todos os materiais

Leia mais

Manual de Identidade Visual

Manual de Identidade Visual Manual de Identidade Visual Qualquer parte desta publicação pode ser reproduzida, desde que citada a fonte. É vedada alterações, modificações sem a expressa autorização dos autores. Este trabalho é protegido

Leia mais

Manual de marcas e regras de aplicação do Sistema Indústria

Manual de marcas e regras de aplicação do Sistema Indústria Manual de marcas e regras de aplicação do Sistema Indústria Brasília Novembro de 2014 Sistema Indústria Manual de Aplicação de Marca Sumário Introdução...7 1. Missão e Visão do Sistema Indústria...9

Leia mais

Manual de Identidade Visual

Manual de Identidade Visual Manual de Identidade Visual 02 01. O MANUAL O objetivo deste manual é garantir, através do cumprimento de suas normas, que as aplicações referentes a sua identidade visual sejam feitas de forma correta,

Leia mais

Manual de uso das marcas do Ministério do Esporte ASCOM/ ME- 2013

Manual de uso das marcas do Ministério do Esporte ASCOM/ ME- 2013 Manual de uso das marcas do Ministério do Esporte ASCOM/ ME- 2013 Assinatura do Ministério do Esporte A marca deve ser preservada e apresentada sempre em conformidade com o padrão e normas deste manual.

Leia mais

A marca. Versão beta 28 / 04/ 2010

A marca. Versão beta 28 / 04/ 2010 A marca O símbolo transmite brasilidade e a fluidez da Eletrobras, além de representar a evolução constante e o movimento contínuo e dinâmico da empresa rumo ao futuro. Em suas cores, temos o azul, representando

Leia mais

Manual de Identidade Visual

Manual de Identidade Visual Manual de Identidade Visual sumário Manual de Identidade Visual EBSERH Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares 3 a marca 4 malha construtiva 5 cores institucionais 6 aplicações em fundo colorido 7

Leia mais

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL Sumário Apresentação 3 Logotipo - Versões Cromáticas 4 Diagrama de Construção, Área de Reserva e Redução 5 Convivência com Outras Marcas 6 Patrocínio 7 Aplicações sobre Fundos 8 Aplicações Incorretas 9

Leia mais

Manual de Identidade Visual RIO +20

Manual de Identidade Visual RIO +20 Manual de Identidade Visual RIO +20 ÍNDICE Introdução 1. O selo 2. Aplicação principal 2.1. Construção 2.2. Aplicação em cores sólidas 2.3. Tons de cinza 2.4. Versões monocromáticas 2.5. Redução máxima

Leia mais

ESCOLA SUPERIOR DO MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO PORTARIA Nº 97 DE 22 DE OUTUBRO DE 2008

ESCOLA SUPERIOR DO MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO PORTARIA Nº 97 DE 22 DE OUTUBRO DE 2008 Manual da Marca ESCOLA SUPERIOR DO MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO PORTARIA Nº 97 DE 22 DE OUTUBRO DE 2008 O DIRETOR-GERAL DA ESCOLA SUPERIOR DO MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO, no uso das atribuições que lhe

Leia mais

Manual de Identidade Visual

Manual de Identidade Visual Manual de Identidade Visual Ficha Técnica GRUPO FOCKINK PANAMBI - RS - BRASIL Setembro de 2003 LAYOUT E CONFECÇÃO DO MANUAL POR Marketing Grupo Fockink GRUPO FOCKINK 02 Índice Introdução ELEMENTOS INSTITUCIONAIS

Leia mais

Manual de Identidade Visual

Manual de Identidade Visual ÍNDICE 1. MARCA Apresentação 06 Cores Institucionais 07 Família Tipográfica 08 Versão Negativa 09 Versão Carimbo 10 Versão Cambiante 11 Versão Ícone 12 Reprodução da Marca 13 Aplicações Incorretas 14 Boxes

Leia mais

Manual de Identidade Visual. FACEPE Manual de Identidade Visual 1

Manual de Identidade Visual. FACEPE Manual de Identidade Visual 1 Manual de Identidade Visual FACEPE Manual de Identidade Visual 1 1. MARCA Apresentação Aplicação Cores Institucionais Família Tipográfica Reprodução da Marca Usos Incorretos Redução Área de Respiro Aplicação

Leia mais

Manual de identidade LINHA PROFISSIONAL

Manual de identidade LINHA PROFISSIONAL Índice Proporções do logotipo Manual de identidade LINHA PROFISSIONAL A Black & Decker desenvolveu este guia para manter o padrão visual na comunicação da LINHA PROFISSIONAL. Nela você encontrará os elementos

Leia mais

SUMÁRIO MARCA... 06 TIPOGRAFIA... 12. CORES... 13 CORES - Versão Escala de Cinza... 14 - Versões Monocromáticas... 15

SUMÁRIO MARCA... 06 TIPOGRAFIA... 12. CORES... 13 CORES - Versão Escala de Cinza... 14 - Versões Monocromáticas... 15 SUMÁRIO MARCA... 06 CONSTRUÇÃO - Malha Construtiva da Marca... 07 - Assinaturas... 08 - Redução... 09 - Área de Proteção... 10 - Assinatura Conjunta... 11 TIPOGRAFIA... 12 CORES... 13 CORES - Versão Escala

Leia mais

PSC. Manual da Marca Partido Social Cristão

PSC. Manual da Marca Partido Social Cristão Manual da Marca Partido Social Cristão Manual da Marca Índice 3 4 5 6 7 8 9, 10 11, 12 13, 14 15 16 17 18 A Marca Criando a Marca Logotipo Institucional Logotipo das Esferas Origem O Estatuto Partido Social

Leia mais

Manual de Marca Fundação Espaço ECO. Versão 03. Janeiro, 2015.

Manual de Marca Fundação Espaço ECO. Versão 03. Janeiro, 2015. Ω Manual de Marca Fundação Espaço ECO Versão 03. Janeiro, 2015. Ω CADERNO AZUL 02 01. Introdução 03 01.1 Apresentação 04 01.2 A marca Fundação Espaço ECO 06 02. Diretrizes da marca 07 02.1 Formatos da

Leia mais

Manual pra quê? O que move uma marca? Ela é movida pela CONFIANÇA E PERCEPÇÃO DE VALOR POR SEUS CONSUMIDORES.

Manual pra quê? O que move uma marca? Ela é movida pela CONFIANÇA E PERCEPÇÃO DE VALOR POR SEUS CONSUMIDORES. Manual pra quê? O que move uma marca? Ela é movida pela CONFIANÇA E PERCEPÇÃO DE VALOR POR SEUS CONSUMIDORES. E a marca HEAVYLOAD transmite essa confiança e, também, cria essa percepção! Em cada momento

Leia mais

Manual de identidade visual

Manual de identidade visual Manual de identidade visual A Logomarca padrão A logomarca padrão do de Santa Catarina é composta pela sua marca (bandeira) e pelo logotipo de Santa Catarina, representados de forma característica. A logomarca

Leia mais

4. Aplicação da Marca 22 a. O site www.umov.me 22 b. Publicidade 23 c. Estande de eventos 24 d. Flyers e lâminas 25

4. Aplicação da Marca 22 a. O site www.umov.me 22 b. Publicidade 23 c. Estande de eventos 24 d. Flyers e lâminas 25 Versão 1.0 Índice 1. Introdução 3 2. Elementos da Identidade Visual da umov.me 4 a. Logomarca 4 b. Cores e Fundos 5 c. Tipologia 12 d. Como usar a tipologia 15 e. As formas de escrita da marca umov.me

Leia mais

Manual UnivFumec.qxd 29/10/2004 16:49 Page 1

Manual UnivFumec.qxd 29/10/2004 16:49 Page 1 Manual UnivFumec.qxd 29/10/2004 16:49 Page 1 1 Manual UnivFumec.qxd 29/10/2004 16:49 Page 2 MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL UNIVERSIDADE F U M E C 2 Manual UnivFumec.qxd 29/10/2004 16:49 Page 3 O maior patrimônio

Leia mais

Identidade Visual. 4Normas para a construção da Marca 4Utilizações corretas 4Aplicações em material Promocional

Identidade Visual. 4Normas para a construção da Marca 4Utilizações corretas 4Aplicações em material Promocional Identidade Visual 4Normas para a construção da Marca 4Utilizações corretas 4Aplicações em material Promocional ÍNDICE Introdução A Marca A Tipografia Um pouco da História... 03 Diagrama da Estrutura 04

Leia mais

Manual de Uso e Aplicação da Marca do Centro Universitário Newton Paiva

Manual de Uso e Aplicação da Marca do Centro Universitário Newton Paiva Manual de Uso e Aplicação da Marca do Centro Universitário Newton Paiva O Manual de Utilização da Logomarca do Centro Universitário Newton Paiva tem o objetivo de cuidar do maior cartão de visitas de uma

Leia mais

Manual de Identidade Visual VOLUME I - APLICAÇÃO DA LOGO DO TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE MINAS GERAIS

Manual de Identidade Visual VOLUME I - APLICAÇÃO DA LOGO DO TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE MINAS GERAIS Manual de Identidade Visual VOLUME I - APLICAÇÃO DA LOGO DO TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE MINAS GERAIS Apresentação Sumário Este Manual de Identidade Visual foi desenvolvido com o objetivo de orientar

Leia mais

Manual de Identidade Visual da Marca

Manual de Identidade Visual da Marca Manual de Identidade Visual da Marca Índice 1. Apresentação... 3 1.1 Introdução... 4 1.2 Logo... 5 1.3 Nomenclatura...7 1.4 Logotipia... 8 1.5 Versões... 9 2. Família Tipográfica... 11 3. Cores... 13 3.1

Leia mais

Governador - José Serra

Governador - José Serra Governador - José Serra Secretário da Justiça e da Defesa da Cidadania - Luiz Antonio Marrey Secretário Adjunto da Justiça e da Defesa da Cidadania - Izaís José de Santana FUNDAÇÃO ITESP Diretor Executivo

Leia mais

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL PROJETO ESCOLA BRASIL

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL PROJETO ESCOLA BRASIL MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL LOGOMARCA - VERSÃO PREFERENCIAL VERTICAL 02 LOGOMARCA - VERSÃO SECUNDÁRIA HORIZONTAL 03 LOGOMARCA - VERSÃO TERCIÁRIA HORIZONTAL 04 CORES - PANTONE E QUADRICROMIA Pantone 7406

Leia mais

Ministério da Saúde Secretaria Nacional de Assistência à Saúde/SNAS ABC DO SUS COMUNICAÇÃO VISUAL

Ministério da Saúde Secretaria Nacional de Assistência à Saúde/SNAS ABC DO SUS COMUNICAÇÃO VISUAL Ministério da Saúde Secretaria Nacional de Assistência à Saúde/SNAS ABC DO SUS COMUNICAÇÃO VISUAL Brasília 1991 1991. Ministério da Saúde Secretaria Nacional de Assistência à Saúde Esplanada dos Ministérios,

Leia mais

seguros IASA manual de identidade visual

seguros IASA manual de identidade visual manual de identidade visual Sumário A marca Sobre a Marca... 03 Assinaturas da Marca... 04 Versões da Marca... 05 Padrão Cromático... 06 Mallha Construtiva... 07 Limite de Redução... 08 Área de Proteção...

Leia mais

Fraternidade Espírita Irmãos de Cascais

Fraternidade Espírita Irmãos de Cascais Fraternidade Espírita Irmãos de Cascais 1 1.0 Grid da Logomarca 03 2.0 Área de proteção 05 3.0 Definição das Cores 06 3.1 Cores em Policromia 06 3.2 Cores em Pantone 07 3.3 Cores em Escala de Cinza 08

Leia mais

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL Manual de Identidade Visual Normas padrão para construção e uso correto da marca. Todas informações são desenvolvidas de acordo com a necessidade da empresa. Agência yep! -

Leia mais

Manual de utilização do selo

Manual de utilização do selo Manual de utilização do selo Introdução O manual do selo Empresa Parceira da Saúde tem a função de ordenar e padronizar o signo que distingue e diferencia a parceira, compreendendo padrões e regras de

Leia mais

Manual de Identidade Visual

Manual de Identidade Visual Manual de Identidade Visual Marca Institucional Versão Horizontal A versão horizontal se refere a versão onde o símbolo fica no lado direito do logotipo. Nas áreas onde o espaço para aplicação da marca

Leia mais

Manual de Identidade Visual. Versões da marca Comportamentos da marca Referências de cores Regras de aplicação

Manual de Identidade Visual. Versões da marca Comportamentos da marca Referências de cores Regras de aplicação Manual de Identidade Visual Versões da marca Comportamentos da marca Referências de cores Regras de aplicação Menu 1. A nova marca Castrolanda 2. Marca Castrolanda - versões oficiais 3. Cores oficiais

Leia mais

iphan Manual Básico de Identidade Visual do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional

iphan Manual Básico de Identidade Visual do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional iphan Manual Básico de Identidade Visual do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional Presidenta da República Dilma Rousseff Ministra da Cultura Marta Suplicy Presidente do Iphan Jurema Machado

Leia mais

Manual de Identidade Visual

Manual de Identidade Visual Manual de Identidade Visual Manual de Identidade Visual sumário 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 apresentação marca principal marca secundária construção do símbolo proporções área de

Leia mais

MANUAL DE APLICAÇÃO LOGOMARCAS FENAE E APCEF NACIONAL E REGIONAIS

MANUAL DE APLICAÇÃO LOGOMARCAS FENAE E APCEF NACIONAL E REGIONAIS MANUAL DE APLICAÇÃO LOGOMARCAS FENAE E APCEF NACIONAL E REGIONAIS 1. MEMORIAL DESCRITIVO CONCEITO: CORRENTE HUMANA Representa a união em prol da luta por conquistas maiores a partir da matriz mais importante

Leia mais

manual de identidade visual

manual de identidade visual manual de identidade visual manual-perpart2.indd 1 índice 02 03 Apresentação A Marca 20 Papelaria Institucional Cartão de Visita I 04 A Marca 21 Cartão de Visita II 05 Logotipo 22 Envelope Ofício 06 Símbolo

Leia mais

Manual de Identidade Normas Básicas

Manual de Identidade Normas Básicas Manual de Identidade Normas Básicas Este manual contém as normas base para a correcta aplicação e utilização da nossa identidade. As ferramentas principais são a Marca, o Símbolo e a Tipografia, que constituem

Leia mais

Manual de Identidade Visual Cotrijuc

Manual de Identidade Visual Cotrijuc Manual de Identidade Visual Cotrijuc Índice Padrão cromático Monocromia Negativo e Positivo Tons de cinza PB Malha Construtiva Dimensionamentos Limite de redução Aplicações sobre fundos Margem de segurança

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DA MARCA

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DA MARCA MANUAL DE UTILIZAÇÃO DA MARCA APRESENTAÇÃO E JUSTIFICATIVA A identidade visual é um importante instrumento para a construção e consolidação da imagem de uma instituição perante o público. É através dela

Leia mais

Este é o Manual de Identidade Visual da Fundação CERTI. Ele serve para você conhecer melhor a nossa marca.

Este é o Manual de Identidade Visual da Fundação CERTI. Ele serve para você conhecer melhor a nossa marca. Manual de Para que serve este Manual Este é o Manual de Identidade Visual da Fundação CERTI. Ele serve para você conhecer melhor a nossa marca. Pag. 03 Pag. 04 Pag. 05 Pag. 06 Pag. 08 Pag. 12 Pag. 22 Pag.

Leia mais

Manual de Identidade Visual

Manual de Identidade Visual Manual de Identidade Visual Índice Apresentação Malha Construtiva Área de Proteção Família Tipográ ca Padrões Cromáticos Redução da Marca Fundos Marca D água Marcas Especiais Especi cações Finais 02 Apresentação

Leia mais

2013: Ano da Contabilidade no Brasil. Manual de aplicação da marca

2013: Ano da Contabilidade no Brasil. Manual de aplicação da marca Apresentação A profissão contábil é um ofício antigo, que evoluiu e continua evoluindo, mas a sociedade não tem consciência dessa visão histórica, nem mesmo da importância dessa profissão para os dias

Leia mais

Padrões da Marca de Bandeira Cirrus

Padrões da Marca de Bandeira Cirrus ORIENTAÇÕES DA MARCA Padrões da Cirrus Versión 8.0 Abril 2015 Cirrus A Cirrus pode aparecer apenas nas versões aprovadas. A escolha da versão depende da aplicação, das restrições orçamentárias, das limitações

Leia mais

Manual de Uso da Marca do Governo Federal

Manual de Uso da Marca do Governo Federal Manual de Uso da Marca do Governo Federal SECOM/PR-2005 Manual de Uso da Marca Apresentação BRASIL, UM PAÍS DE TODOS. De um lado, sincretismo, diversidade, variedade. De outro, união, afinidade, integração.

Leia mais

Manual de Uso da Marca do Governo Federal Patrocínio. SECOM / PR - Janeiro de 2015

Manual de Uso da Marca do Governo Federal Patrocínio. SECOM / PR - Janeiro de 2015 Manual de Uso da Marca do Governo Federal Patrocínio SECOM / PR - Manual de uso da marca do Governo Federal 1.1 Introdução 1.2 Assinatura de marcas do Governo Federal em patrocínios 1.3 Reserva de integridade

Leia mais

MANUAL MANUAL DE USO DA MARCA SELO SOLAR

MANUAL MANUAL DE USO DA MARCA SELO SOLAR MANUAL MANUAL DE USO DA MARCA SELO SOLAR ÍNDICE 01. Uso do Manual 02. Construção da marca 03. Área de proteção 04. Dimensão minima 05. Especificações Cromáticas 06. Uso em monocromia 07. Tipografia 08.

Leia mais

Enap. Manual de uso da marca

Enap. Manual de uso da marca Manual de uso da marca O símbolo transmite seriedade, objetividade e contemporaneidade compatíveis com a instituição e também continuidade em relação ao sinal de identificação anteriormente usado. O desenho

Leia mais

Manual de Uso da Marca do Governo Federal - Obras

Manual de Uso da Marca do Governo Federal - Obras 1 SECOM / PR Codevasf fevereiro de 2012 1.1 Introdução 3 1.2 Confecção das placas 4 1.3 Padrão geral das placas 5 1.4 Eemplo de cálculo 6 1.5 Especificações nome da obra 7 1.6 Especificações: Informações

Leia mais

Diretrizes para gestão da marca

Diretrizes para gestão da marca Diretrizes para gestão da marca O símbolo transmite brasilidade e fluidez, além de representar a evolução constante da Eletrobras, um movimento contínuo e dinâmico. O azul representa a água, que se renova

Leia mais

SUMÁRIO INTRODUÇÃO... 03 A MARCA... 04 APLICAÇÃO... 23

SUMÁRIO INTRODUÇÃO... 03 A MARCA... 04 APLICAÇÃO... 23 GECOM - 2014 / 2015 2 SUMÁRIO INTRODUÇÃO... 03 A MARCA... 04 OUTRAS VARIAÇÕES DE USO DA MARCA...05 MARCA COM SLOGAM...06 OUTRAS VARIAÇÕES DE USO DA MARCA COM SOLOGAN...07 USOS INCORRETOS...08 DIAGRAMA

Leia mais