EFICIÊNCIA ENERGÉTICA ASSOCIADA AO EMPREGO DE TRANSFORMADORES COM NÚCLEO DE LIGA AMORFA: O ESTADO DA ARTE

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "EFICIÊNCIA ENERGÉTICA ASSOCIADA AO EMPREGO DE TRANSFORMADORES COM NÚCLEO DE LIGA AMORFA: O ESTADO DA ARTE"

Transcrição

1 Anais do XIX Congresso Brasileiro de Automática, CBA EFICIÊNCIA ENERGÉTICA ASSOCIADA AO EMPREGO DE TRANSFORMADORES COM NÚCLEO DE LIGA AMORFA: O ESTADO DA ARTE BENEDITO A. LUCIANO Departamento de Engenharia Elétrica, Universidade Federal de Campina Grande Caixa Postal 10105, Campina Grande, PB, BRASIL BRUNA L. L. CRISÓSTOMO, RAYAN L. B. FRANCA, VITOR C. L. SILVEIRA Alunos do Programa de Educação Tutorial, Curso de Graduação em Engenharia Elétrica, Universidade Federal de Campina Grande Caixa Postal 10105, Campina Grande, PB, BRASIL Abstract In this paper is presented a survey about the performance of amorphous alloy core transformers in electrical systems. The focus of this study is the energy efficiency obtained by core losses reduction, because these transformers type are largely used in electrical areas where they operate with low demand, and the load losses are relatively low in comparison with core losses 24 hours a day. The results presented are based on experimental tests carried out with transformers with conventional silicon steel core and transformers with amorphous alloy cores both of them with the same rated values. Keywords Amorphous alloy, core losses, distribution transformer, energy efficiency, load losses, transformers. Resumo Neste trabalho é apresentado um estudo comparativo sobre o desempenho de transformadores com s de ligas amorfas em sistemas elétricos. O foco deste estudo é a eficiência energética obtida pela redução de perdas do, pois em comparação com os transformadores convencionais com de aço ao silício, os transformadores com de liga amorfa apresentam baixas perdas do, durante os cíclos de 24 horas. Os resultados apresentados são baseados em ensaios experimentais comparativos e estudos em campo com transformadores de valores nominais idênticos. Palavras-chave Eficiência energética, ligas amorfas, perdas em vazio, perdas em carga, transformadores, transformadores de distribuição. 1 Introdução O conceito de eficiência energética está diretamente relacionado com a redução de perdas e com a eliminação de desperdícios. Nos sistemas elétricos, as perdas estão presentes nos processos de conversão, transmissão, distribuição e nos usos finais da energia elétrica. Como os transformadores são equipamentos fundamentais para o funcionamento adequado dos sistemas elétricos, os estudos por busca do emprego de novas tecnologias e de novos materiais na fabricação desses equipamentos veem sendo aperfeiçoados ao longo do tempo, objetivando a redução de perdas e, por consequência, a eficientização energética. No tocante aos materiais magneticamente moles aplicáveis em s de transformadores nos sistemas elétricos de distribuição de energia elétrica, a busca competitiva pela eficientização energética tem ocorrido entre os aços ao silício de grãos orientados e as ligas amorfas do sistema ternário ferro-borosilício. A este respeito, provavelmente motivado pela primeira crise do petróleo, ocorrida em 1973, o desenvolvimento de ligas amorfas potencialmente aplicáveis em s de transformadores teve início em Porém, a introdução no mercado desses materiais, para esse tipo de aplicação, só veio a ocorrer em 1976, quando o primeiro transformador de distribuição com de material amorfo (TDMA) foi construído no Laboratório Lincoln, do Instituto Tecnológico de Massachusetts (USA), conforme relato de Raskin e Davis (Raskin and Davis, 1981). O interesse inicial pelo emprego dos TDMA nos sistemas de distribuição de energia elétrica se manteve até meados do decênio de 1990, quando a desregulamentação do setor elétrico começou a ser adotado nos Estados Unidos e os custos com a energia começaram a decrescer. O motivo maior para essa 5154

2 diminuição de interesse era o preço de aquisição mais elevado do TDMA quando comparado com outra unidade, de igual capacidade, porém confeccionada com de aço ao silício convencional de grãos orientados (TDGO). Na Ásia, o Japão foi o primeiro país a instalar TDMA em seu sistema elétrico e atualmente conta com pelo menos quatro fabricantes desse tipo de transformador e com uma fábrica de metal amorfo. No Brasil, os primeiros estudos experimentais sobre a aplicação de ligas amorfas em s de transformadores tiveram origem no ambiente acadêmico, resultando na tese de doutorado do primeiro autor deste trabalho (Luciano, 1995), passando, em seguida, para a montagem de protótipos em fábrica de transformadores, conforme relato de Luciano e Rocha (Luciano e Rocha, 1988) e pela instalação e avaliação de desempenho em redes rurais de distribuição de energia elétrica (Cavalcanti e Luciano, 2001). Na Europa, por questões ambientais e econômicas, desde 2006 a União Europeia tem incentivado as empresas distribuidoras de energia elétrica a investir em eficientização energética, o que inclui o emprego de transformadores com de liga amorfa. Apesar dessas iniciativas, a adoção de TDMA na Europa tem ocorrido de forma lenta. Em 1997, por exemplo, apenas cerca de 160 transformadores com de liga amorfa estavam instalados naquele continente. Atualmente, no Brasil, empresas distribuidoras de energia elétrica e fábricas de transformadores têm investido na tecnologia dos TDMA, particularmente em unidades monofásicas de baixa potência (5 kva, 10 kva e 15 kva), destinadas ao emprego em sistemas de distribuição de energia elétrica em zonas rurais, conforme estudos de casos relatados por Luciano e seus colaboradores (Luciano et al., 2011) na RQ14 (The 14th International Conference on Rapidly Quenched and Metastable Materials) e em artigo aprovado para publicação no periódico Materials Research (Luciano et al., 2012). Neste contexto, o objetivo deste artigo é apresentar uma revisão cronológica do emprego de TDMA nos sistemas de distribuição de energia elétrica, tomando como referência o recorte temporal que cobre o período de 1980 até os dias atuais. 2 Transformadores com de liga amorfa: estudos de casos Um dos primeiros relatos sobre os projetos e montagens de transformadores com de liga amorfa foi publicado por Mas (Mas, 1980). A partir de então, vários artigos foram publicados sobre o tema, sendo parte dessas publicações ordenadas cronologicamente por Luciano e Castro (Luciano e Castro, 2011), conforme apresentado na Tabela 1. Tabela 1. Ordenação cronológica de alguns artigos sobre a aplicação de ligas amorfas em s de transformadores: de 1980 a 2011 (Luciano e Castro, 2011). Ano Autores 1980 Mas, J. A Boll, R. and Warlimont, H Johnson, L. A., Cornell, E. P., Bailey, D. J. and Hegyi, S. M Luborsky, F. E Boyd, E. L. and Borst, J. D Güntherrodt, H.-J Bailey, D. J., Lowdermilk, L. A. and Lee, A. C Lowdermilk, L. A. e Lee, A. C Schulz, R., Chretien, N., Alexandrov, N., Aubin, J. and Roberge, R Magherbi, M. L. and Basak, A Matsuura, T., Nagayama, K., Hagiwara, S. and Higaki, M H. W. Ng, R. Hasegawa, A. C., Lee, e L. A. Lowdermilk 1992 Pfützner, H Luciano, B. A. e Alencar, E. F Masumoto, T Luciano, B. A Luciano, B. A., Morais, M. E. e Kiminami, C. S 1997 Luciano, B. A. and Kiminami, C. S Luciano, B. A. e Rocha, P. M. C Luciano, B. A., Morais, M. E. and Kiminami, C. S Tang, L. and Wang, K Hasegawa, R. e Pruess, D. C Cavalcanti, L. F. e Luciano, B. A Pinto, M. F., Silva, S. R. e Vasconcelos, F. H Hasegawa, R Targosz, R Campos, M. L. B Frau, J. and Gutierrez, J Hasegawa, R. and Azuma, D Chang, Y-H., Hsu, C-H. and Tseng, C-P Luciano, B. A., Freire, R. C. S., Bezerra R. B. e Inácio, R. C Luciano, B. A, Inácio, R. C., Freire, R. C. S., Guerra, F. C. F., Lira, J. G. A. e Camacho, M. A. G. 3 Resultados Neste trabalho são apresentados os resultados de alguns estudos comparativos entre transformadores projetados e montados com de liga amorfa e os tradicionais transformadores com de FeSi de grãos orientados (GO), destacando as perdas no e a corrente de excitação em transformadores com diferentes valores nominais de potências aparentes. Na Tabela 2 são apresentados os resultados das perdas ativas no e correntes de excitação, obtidos mediante ensaios de circuito aberto realizados com transformadores monofásicos de 100 VA, 60 Hz, 220 V/110 V. Tabela 2. Perdas no e corrente de excitação em transformadores monofásicos: 100 VA, 60 Hz, 220 V/110 V. Material do Perdas no (W) Corrente de excitação (A) Liga amorfa 0,72 0,05 FeSi GO 5,01 0,

3 Na realização dos ensaios experimentais foi utilizada uma bancada de testes, conforme mostrada na Fig. 1. Nessa figura podem ser vistos, em primeiro plano, os dois transformadores monofásicos de baixa potência (100 VA, 220 V/110 V, 60 Hz): no centro o transformador com de FeSi e à direita o protótipo de transformador com de liga amorfa (Fe 78 B 13 Si 9 ), no segundo plano podem ser vistos um autotransformador e um osciloscópio. Dentre os transformadores utilizados nos sistemas de distribuição de energia elétrica rurais destacam-se os transformadores monobuchas, caracterizados como monofilar com retorno por terra MRT, que são transformadores com somente uma bucha no lado de alta tensão e uma, duas ou mais buchas no lado de baixa tensão. Geralmente, esses transformadores são de baixo custo de aquisição e têm potências nominais de 5, 10 e 15 kva. Na Fig. 3 é apresentada uma fotografia na qual podem ser observadas, no ambiente de uma fábrica brasileira, localizada na região Sudeste do Brasil, algumas unidades de trasformadores MRT com de liga amorfa (Fe 78 B 13 Si 9 ). Figura 1. Bancada de testes para ensaios com transformadores monofásicos: 100 VA, 60 Hz, 220 V/ 110 V. Na Tabela 3 são apresentados os resultados das perdas ativas no e das correntes de excitação, obtidos mediante ensaios de circuito aberto realizados com transformadores monofásicos de 1 kva, 60 Hz, 220 V/110 V. Na Fig. 2 é apresentada uma fotografia do protótipo de transformador com de liga amorfa. Tabela 3. Perdas no e corrente de excitação em transformadores monofásicos de 1 k VA, 60 Hz, 220 V/110 V. Material do Perdas no (W) Corrente de excitação (A) Liga amorfa 2,5 0,14 FeSi 19 0,24 Figura 2. Protópipo de transformador monofásico com de liga amorfa: 1 kva, 60 Hz, 220 V/ 110 V. Figura 3. Transformadores monofásicos, tipo MRT, fabricados com de liga amorfa. Na Tabela 4 são apresentados, em valores médios, os resultados obtidos das perdas ativas no e das correntes de excitação, mediante ensaios de circuito aberto realizados com transformadores monofásicos MRT no laboratório do fabricante. Tabela 4. Perdas no e corrente de excitação em transformadores monofásicos MRT de 5 kva, 60 Hz. Material do Perdas no (W) Corrente de excitação (A) Liga amorfa 8 1,12 FeSi 36 3,17 No ensaio de perdas em vazio e corrente de excitação, a medição das perdas foi realizada à frequência nominal, aplicando-se a tensão nominal ao enrolamento de BT e deixando o enrolamento de AT em circuito aberto, conforme especificado na NBR Cada unidade com de liga amorfa sobre as quais foram realizados ensaios de rotina possui as seguintes características: Potência nominal: 5 kva; Fases: 1; Tipo aéreo convencional; Frequência: 60 Hz; Tensões no lado de alta tensão (kv): 20,90 a 18,19; Tensões no lado de baixa tensão (V): 440/220; 5156

4 Derivações: 5; alta tensão ligada em 9,92 kv e baixa tensão ligada em 440 V; Corrente nominal de alta tensão: 0,25 A; Corrente nominal de baixa tensão: 11,36 A; Polaridade subtrativa. Todos os ensaios de rotina foram realizados de acordo com as normas específicas. Mas, por estarem diretamente relacionados com a eficiência energética associdada ao tipo de material magnético empregado no dos transformadores foram destacados para serem apresentados neste trabalho apenas os ensaios de perdas em vazio e corrente de excitação. Na Tabela 5 são apresentados os resultados de ensaios a vazio realizados com transformadores monofásicos com de liga amorfa de diferentes potências nominais. Esses ensaios foram realizados em um laboratório de uma empresa fabricante de transformadores localizada na região Nordeste do Brasil. Tabela 5. Perdas no e corrente de excitação em transformadores monofásicos com de liga amorfa. Tensões nominais no lado de A.T. (kv): 7,97 a 7,28; e no lado de B.T. (V): 220. Potência aparente (kva) Perdas no (W): mínima e máxima Corrente de excitação (%): minima e máxima ,94-2, ,14-2, ,16-0, ,11-0,22 Diferentemente dos sistemas de distribuição de energia elétrica localizados nas zonas rurais, os sistemas de distribuição de energia elétrica localizados nos centros urbanos atuais são afetados pelo uso crescente de cargas que introduzem componentes harmônicas, tais como: conversores, acionadores de máquinas elétricas, microcomputadores, condicionadores de sinais, máquinas de solda, etc. Objetivando verificar o desempenho de transformadores monofásicos e trifásicos com de liga amorfa em comparação com transformadores com de aço ao silício de grãos orientados (GO) na presença de cargas causadoras de harmônicos, Hasegawa e Pruess (Hasegawa e Pruess, 2001), tomando como base unidades de diferentes potências nominais, 500 kva e 250 kva, apresentaram alguns resultados a esse respeito. No trabalho desses pesquisadore é relatado o estudo de caso de dois transformadores trifásicos de 500 kva, um com de liga amorfa e outro com de ferro-silício GO. Esses transformadores foram monitorados numa planta industrial, durante um fim de semana, tendo fornos a arco como principais cargas elétricas. Tomando como referência a alimentação senoidal a 60 Hz e dados de catálogos, as perdas em vazio e as perdas em carga para o transformador com de liga amorfa que seriam, respectivamente, 160 W e W, foram cerca de 200% superiores aos valores esperados. Já o aumento das perdas no transformador com de ferrosilício GO foram 400% superiores. A explicação para esse aumento das perdas fundamenta-se no largo espectro de componentes harmônicas introduzidos na excitação dos transformadores pelos fornos a arcos. Prosseguindo os estudos sob condições harmônicas, foram avaliados os desempenhos de dois transformadores de 250 kva: um, com de liga amorfa, e outro com de ferro-silício GO laminado a frio. Os resultados são aqui apresentados, de forma resumida, na Tabela 6. Tabela 6. Comparativo de perdas entre dois transformadores de 250 kva, um com de liga amorfa e outro com de FeSi GO (Hasegawa e Pruess, 2001). a) Sem distorção harmônica Perdas Núcleo de liga amorfa (W) Núcleo de FeSi GO (W) Histerese Correntes parasitas Totais no Bobinas (carga média) Carregamento 55% 58% Perdas totais b) Com 26% de distorção harmônica total de corrente Perdas Núcleo de liga amorfa (W) Núcleo de FeSi GO (W) Histerese Correntes parasitas Perdas totais no Bobinas (carga média) Carregamento 55% 58% Perdas totais Examinando-se os valores apresentados na Tabela 6, verifica-se que tanto sob condições senoidais, quanto sob condições harmônicas o transformador com de liga amorfa apresenta menores perdas. Verifica-se, também, que a introdução de componentes harmônicas resulta no aumento das perdas totais e, por decorrência, um aumento da temperatura, o que reduz a vida útil do transformador. 4 Avaliações técnicas e econômicas Avaliações técnicas relativas ao emprego de ligas amorfas em de transformadores foram apresentadas neste trabalho e em diversos artigos nele referenciados. No tocante às avaliações econômicas, elas dependem da política energética de cada país. Porém, quando se leva em conta que os transformadores de distribuição, operando 24 horas por dia, têm um ciclo de vida útil previsto para 30 anos, há de se perceber que mesmo uma pequena redução das perdas pode resultar em economias de energia e retorno do capital investido, o que pode ser calculado mediante o emprego da fórmula de capitalização de perdas: 5157

5 na qual: C T = P a + A P n + B P c, (1) C T = Custo total capitalizado. P a = Preço de aquisição do transformador. A = Fator de perdas no. P n = Perdas no. B = Fator de perdas no cobre. P c = Perdas no cobre. Como exemplo de estudo de caso, na Tabela 7 é apresentado um comparativo das perdas de energia elétrica em 15 transformadores monofásicos MRT de 5 kva, 60 Hz com de FeSi face aos transformadores idênticos com de liga amorfa. Tabela 7. Comparativo das perdas de energia nos transformadores com de FeSi versus transformadores com de liga amorfa: transformadores monofásicos MRT de 5 kva, 60 Hz. Número de Perdas em vazio (W) Perdas de energia (MWh/ano) transformadores FeSi Amorfo FeSi Amorfo ,176 1,051 Considerando o custo médio da energia elétrica de R$ 297,92/MWh (SRE/ANEEL, 2010) para o enquadramento tarifário A4 (tensão de fornecimento de 2,3 kv a 25 kv) e considerando que as perdas no permanecem constantes, independentemente da carga alimentada pelo transformador, as perdas com transformadores com de FeSi convencional representam um custo anual de R$ 1.840,00, enquanto que os transformadores com amorfo representam um custo de R$ 313,12. Isto significa uma redução de 83%. 5 Conclusão Em diversos países, em diferentes continentes, transformadores com de liga amorfa têm sido utilizados em escala crescente, contribuindo para a eficientização energética em sistemas de distribuição de energia elétrica, tendo a redução de perdas no como principal figura de mérito. No tocante à viabilidade técnica, o emprego de ligas amorfas em s de transformadores é uma tecnologia dominada, restando aprofundar as discussões ambientais quanto ao processo de reutilização das ligas amorfas depois da vida útil desses equipamentos. No que tange aos aspectos econômicos, eles dependem da política energética de cada país. Porém, quando se leva em conta o regime de operação dos transformadores de distribuição e o ciclo de vida útil previsto para 30 anos, verifica-se que, mesmo uma pequena redução das perdas no pode resultar em economias de energia e retorno do capital investido. Uma das possibilidades do cálculo desse retorno pode ser mediante o emprego da fórmula de capitalização de perdas apresentada neste trabalho. Com relação à conservação do meio ambiente e à sustentabilidade, de maneira global, a opção por transformadores com de liga amorfa, por serem mais eficientes energeticamente, pode contribuir de forma significativa para a redução de CO 2 no meio ambiente. Segundo estudos realizados por Hasegawa e Azuma (Hasegawa e Azuma, 2008), a substituição de transformadores com de FeSi por transformadores com de liga amorfa poderia significar um redução de 170 milhões de toneladas, ou seja, em torno de 2,5% do total das emissões em todo o Mundo. Agradecimentos Ao Programa de Educação Tutorial pela concessão de bolsas ao tutor e aos alunos envolvidos com a elaboração deste trabalho. Referências Bibliográficas Mas, J. A. (1980). Design and performance of power transformers with metallic glasses cores, paper presented at the IEEE Power Electronic Specialists Conference. Raskin, D. and Davis, A. L (1981). Metallic glasses: a magnetic alternative. IEEE Spectrum, vol. 18, No. 11, pp Boll, R. and Warlimont, H. (1981). Applications of amorphous magnetic materials in electronics. IEEE Transactions on Magnetics, Vol. MAG-17, No. 6, pp Johnson, L. A., Cornell, E. P., Bailey, D. J. and Hegyi, S. M. (1982). Application of low loss amorphous metals in motor and transformers. IEEE Transactions on Power Apparatus and Systems, Vol. PAS-101, No. 7, pp Luborsky, F. E. (1983). Amorphous metallic alloys. Butterworths Monographs in Materials, Butterworths & Co (Publishers) Ltd., pp. 1-8, Boyd, E. L. and Borst, J. D. (1984). Design concepts for an amorphous metal distribution transformer. IEEE Transactions on Power Apparatus and Systems, Vol. PAS-103, No. 11, pp Güntherrodt, H.-J. (1985). Introduction to rapidly solidified materials. Rapidly Quenched Metals, S. Steeb and H. Warlimont (eds.), Elsevier Science Publishers B. V., pp Bailey, D. J., Lowdermilk, L. A. and Lee, A. C. (1986). Field performance of amorphous metal core distribution transformers Journal of Magnetism and Magnetic Materials, Vol , pp Lowdermilk, L. A. and Lee, A. C. (1987). Five years operating experience with amorphous 5158

6 transformers. Hard and Soft Magnetic Materials Symposium, ASM, pp Schulz, R., Chretien, N., Alexandrov, N., Aubin, J. and Roberge, R. (1988). A new design for amorphous core distribution transformer. Material Science and Engineering, No. 99, pp Magherbi, M. L. and Basak, A. (1989). Magnetic characteristics of sandwich-transformer cores built with Si-Fe and amorphous materials. IEEE Transactions on Magnetics, Vol. 25, No. 5, pp Matsuura, T., Nagayama, K., Hagiwara, S. and Higaki, M. (1990). Long-term reliability of ironbased amorphous alloy cores for oil-immersed transformers. IEEE Transactions on Magnetics, Vol. 26, No. 5, pp H. W. Ng, R. Hasegawa, A. C., Lee and L. A. Lowdermilk (1991). Amorphous alloy core distribution transformer, Proceedings of the IEEE, Vol. 79, No. 11, pp Pfützner, H. (1992). Performance of new materials in transformer cores. Journal of Magnetism and Magnetic Materials, 112, pp Luciano, B. A. e Alencar, E. F. (1993). Ligas amorfas: material alternativo para uso em de transformadores. Revista Eletrobrasil, Vol. 14, pp Masumoto, T. (1994). Recent progress in amorphous metallic materials in Japan. Materials Science and Engineering A179/A180, pp Luciano, B. A. (1995). Estudo de aplicações da liga Fe 78 B 13 Si 9 amorfa em s de transformadores de baixa potência, (Tese de Doutorado), Coordenação de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica, Universidade Federal da Paraíba. Luciano, B. A., Morais, M. E. e Kiminami, C. S. (1996). Novas alternativas de materiais para medidores de energia e transformadores. Revista Eletricidade Moderna, Vol. XXIV, No. 264, pp Luciano, B. A. and Kiminami, C. S. (1997). An amorphous core transformer: design and experimental performance. Materials Science and Engeneering A, Vol , No. 15, pp Luciano, B. A. e Rocha, P. M. C. (1998). Transformador com de material amorfo: uma experiência conjunta universidadeempresas. In: Anais do III Congresso Latino- Americano de Distribuição de Energia Elétrica, pp Luciano, B. A., Moraes, M. E. and Kiminami, C. S. (1999). Single Phase 1-kVA Amorphous Core Transformers: Design, Experimental Tests, and Performance After Annealing. IEEE Transactions on Magnetics, Vol. 35, No. 4, pp Tang, L. and Wang, K. (2000). Economic Rural Network Renovation, Transmission & Distribution World, August, pp Hasegawa, R. and Pruess, D. C. (2001). Impact of amorphous metal based transformers on efficiency and quality of electric power distribution. Proceedings of IEEE Power Engineering Society Summer Meeting, Vancouver, Vol. 3, pp Cavalcanti, L. F. e Luciano, B. A. (2002). Estudo sobre transformadores monofásicos com de liga amorfa no sistema de distribuição rural da CELB. In: Anais do XV Seminário Nacional de Distribuição de Energia Elétrica- SENDI 2002, pp.1-5. Pinto, M. F., Silva, S. R. e Vasconcelos, F. H. (2003). Transformadores com de metal amorfo para redes monofásicas de distribuição. Revista Eletricidade Moderna, Junho, pp Hasegawa, R. (2004). Applications of amorphous magnetic alloys. Materials Science and Engeneering A, Vol , No. 1-3, pp Targosz, R. (2005). The potential for global saving from high efficiency distribution transformers, Leonard Energy, European Copper Institute, February. Campos, M. L. B. (2006). Estudos de aplicação experimental e viabilidade de utilização de transformadores de distribuição com amorfo. São Paulo, 137p. Dissertação (Mestrado) Programa Interunidades de Pós- Graduação em Energia (EP/FEA/IEE/IF), Universidade de São Paulo. Frau, J. and Gutierrez, J. (2007). Energy efficient distribution transformers in Spain: new trends. In: 19th International Conference on Electricity Distribution, pp.1-4. Hasegawa, R. and Azuma, D. (2008). Impact of amorphous metal-based transformers on energy efficiency and environment. Journal of Magnetism and Magnetic Materials, No. 320, pp Chang, Y-H., Hsu, C-H and Tseng, C-P. (2009). Study with magnetic property measurement of amorphous HB1 material and its application in distribution transformer. Proceedings of the 9 th WSEAS International Conference on Power Systems, pp Luciano, B. A, Freire, R. C. S., Bezerra R. B. e Inácio, R. C. (2010). Transformadores com de liga amorfa em sistemas de distribuição, Eletricidade Moderna, Vol. 430, pp Luciano, B. A. e Castro, W. (2011). Transformadores de distribuição de energia elétrica com de metal amorfo. Revista Eletrônica de Materiais e Processos, Vol. 6.1, pp Luciano, B. A., Inácio, R. C., Freire, R. C. S., Guerra, F. C. F., Lira, J. G. A. e Camacho, M. A. 5159

7 G. (2011). Performance of single wire earth return transformers with amorphous alloy core in a rural electric energy distribution system. The 14th International Conference on Rapidly Quenched and Metastable Materials, Book of abstract, pp Luciano, B. A., Inácio, R. C., Paula e Silva, P. P, Guerra, F. C. F e Freire, R. C. S. (2012). Performance of single wire earth return transformers with amorphous alloy core in a rural electric energy distribution system. Materials Research, 15(3), pp.1-4. SRE/ANEEL (2010). Nota técnica n 211/2010, 29 de junho de

B. A. Luciano 1, T. C. Batista 1, R. C. S. Freire 1, W. B. de Castro 1 e M. A. G. Camacho 2

B. A. Luciano 1, T. C. Batista 1, R. C. S. Freire 1, W. B. de Castro 1 e M. A. G. Camacho 2 MEDIÇÕES DAS PERDAS E DA CORRENTE DE EXCITAÇÃO EM TRANSFORMADORES MONOFÁSICOS DE BAIXA POTÊNCIA COM NÚCLEO DE LIGA AMORFA: ANTES E DEPOIS DO PROCESSO DE OXIDAÇÃO B. A. Luciano 1, T. C. Batista 1, R. C.

Leia mais

Transformador de Corrente com Núcleo Toroidal de Liga Nanocristalina

Transformador de Corrente com Núcleo Toroidal de Liga Nanocristalina 160 EEE LATN AMERCA TRANSACTONS, VOL. 4, NO. 3, MAY 2006 Transformador de Corrente com Núcleo Toroidal de Liga Nanocristalina Benedito A. Luciano, Member, EEE, Raimundo C. S. Freire, José Gutembergue A.

Leia mais

São Paulo - SP - Brasil TRANSFORMADORES MONOFÁSICOS COM NÚCLEO DE LIGA AMORFA EM SISTEMAS DE DISTRIBUIÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA RURAIS

São Paulo - SP - Brasil TRANSFORMADORES MONOFÁSICOS COM NÚCLEO DE LIGA AMORFA EM SISTEMAS DE DISTRIBUIÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA RURAIS XIX Seminário Nacional de Distribuição de Energia Elétrica SENDI 2010 22 a 26 de novembro São Paulo - SP - Brasil TRANSFORMADORES MONOFÁSICOS COM NÚCLEO DE LIGA AMORFA EM SISTEMAS DE DISTRIBUIÇÃO DE ENERGIA

Leia mais

Caracterização de Transformadores com Núcleo de Metal Amorfo para Aplicação em Redes Monofásicas de Distribuição de Energia Elétrica

Caracterização de Transformadores com Núcleo de Metal Amorfo para Aplicação em Redes Monofásicas de Distribuição de Energia Elétrica Caracterização de Transformadores com Núcleo de Metal Amorfo para Aplicação em Redes Monofásicas de Distribuição de Energia Elétrica S. R. Silva, UFMG; F. H. Vasconcelos, UFMG; J. C. Ragone, CFLCL-CENF;

Leia mais

9º ENTEC Encontro de Tecnologia: 23 a 28 de novembro de 2015

9º ENTEC Encontro de Tecnologia: 23 a 28 de novembro de 2015 ANÁLISE DE DISTORÇÕES HARMÔNICAS Michelle Borges de Oliveira¹; Márcio Aparecido Arruda² ¹Universidade de Uberaba, Uberaba Minas Gerais ²Universidade de Uberaba, Uberaba Minas Gerais oliveiraborges.michelle@gmail.com;

Leia mais

Uma viagem pelas instalações elétricas. Conceitos & aplicações

Uma viagem pelas instalações elétricas. Conceitos & aplicações Uma viagem pelas instalações elétricas. Conceitos & aplicações Avaliação do Sistema de Transformação em Subestações e Painéis de Média Tensão - Operação, Manutenção e Ensaios Eng. Marcelo Paulino Sistema

Leia mais

Estudo Submetido ao Décimo Quinto Encontro Regional Ibero-americano do CIGRÉ Foz do Iguaçu-PR, Brasil 19 a 23 de maio de 2013

Estudo Submetido ao Décimo Quinto Encontro Regional Ibero-americano do CIGRÉ Foz do Iguaçu-PR, Brasil 19 a 23 de maio de 2013 EFEITO DO DESBALANÇO DE CARGA NAS PERDAS TÉCNICAS DE TRANSFORMADORES DE DISTRIBUIÇÃO R. Salustiano* I. P. de Faria* G. P. Lopes* S. S. Pinto* M. L. B. Martinez* *LAT-EFEI / UNIFEI RESUMO Pequenas diferenças

Leia mais

Construção e caracterização de um transformador de 562,5 VA com núcleo de ferro amorfo

Construção e caracterização de um transformador de 562,5 VA com núcleo de ferro amorfo André Filipe da Silva Maurício Licenciado em Ciências da Engenharia Electrotécnica e de Computadores Construção e caracterização de um transformador de 562,5 VA com núcleo de ferro amorfo Dissertação para

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ITAJUBÁ PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA ELÉTRICA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ITAJUBÁ PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA ELÉTRICA UNIVERSIDADE FEDERAL DE ITAJUBÁ PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA ELÉTRICA ARIMATÉA ARAÚJO NUNES UMA CONTRIBUIÇÃO PARA PROJETOS DE TRANSFORMADORES MONOFÁSICOS DE MÉDIA TENSÃO Dissertação submetida

Leia mais

III Seminário da Pós-graduação em Engenharia Elétrica

III Seminário da Pós-graduação em Engenharia Elétrica ESTUDO SOBRE A EXPANSÃO DO SISTEMA DE TRANSMISSÃO DE ENERGIA NO BRASIL Tiago Forti da Silva Aluno do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica Unesp Bauru Prof. Dr. André Nunes de Souza Orientador

Leia mais

SIMULAÇÃO DAS PERDAS A VAZIO EM TRANSFORMADORES TRIFÁSICOS DE DISTRIBUIÇÃO DA CLASSE 15KV COM MATERIAIS AMORFO E FERRO SILÍCIO

SIMULAÇÃO DAS PERDAS A VAZIO EM TRANSFORMADORES TRIFÁSICOS DE DISTRIBUIÇÃO DA CLASSE 15KV COM MATERIAIS AMORFO E FERRO SILÍCIO Congresso Técnico Científico da Engenharia e da Agronomia CONTECC 2016 Rafain Palace Hotel & Convention Center- Foz do Iguaçu - PR 29 de agosto a 1 de setembro de 2016 SIMULAÇÃO DAS PERDAS A VAZIO EM TRANSFORMADORES

Leia mais

EXCEDENTE REATIVO (EFEITOS NAS REDES E INSTALAÇÕES)

EXCEDENTE REATIVO (EFEITOS NAS REDES E INSTALAÇÕES) EXCEDENTE REATIVO (EFEITOS NAS REDES E INSTALAÇÕES) Baixos valores de fator de potência são decorrentes de quantidades elevadas de energia reativa. Essa condição resulta em aumento na corrente total que

Leia mais

DESEMPENHO DA USINA FOTOVOLTAICA DO CAMPUS CEARÁ- MIRIM/IFRN PLANT PERFORMANCE PHOTOVOLTAIC OF CAMPUS CEARÁ-

DESEMPENHO DA USINA FOTOVOLTAICA DO CAMPUS CEARÁ- MIRIM/IFRN PLANT PERFORMANCE PHOTOVOLTAIC OF CAMPUS CEARÁ- DESEMPENHO DA USINA FOTOVOLTAICA DO CAMPUS CEARÁ- MIRIM/IFRN 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 RESUMO: A região nordeste do Brasil dispõem

Leia mais

**Transformadores MEGA Ltda. Caixa Postal 6302 CEP 89068-970 - Blumenau - SC Fone/Fax 047 337 2000 mega@braznet.com.br

**Transformadores MEGA Ltda. Caixa Postal 6302 CEP 89068-970 - Blumenau - SC Fone/Fax 047 337 2000 mega@braznet.com.br Modelagem Estática e Dinâmica do Comportamento de Materiais Magnéticos sob Regimes Senoidais Puro e Com Harmônicos Sérgio H. L. Cabral* Thair I. Mustafa* André Carvalho** Jonas B. N. Coral** *Fundação

Leia mais

Soluções Encontradas para Realização do Ensaio de Descargas Parciais no Campo em Buchas Capacitivas de Transformadores e Reatores de Potência

Soluções Encontradas para Realização do Ensaio de Descargas Parciais no Campo em Buchas Capacitivas de Transformadores e Reatores de Potência 1 Soluções Encontradas para Realização do Ensaio de Descargas Parciais no Campo em Buchas Capacitivas de Transformadores e Reatores de Potência F. S. Brasil, B. M. Campos, J. A. S. Andrade, J. A. S. Tostes,

Leia mais

ANÁLISE DE RESULTADOS DA REGULAMENTAÇÃO DE ÍNDICES DE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA DE MOTORES DE INDUÇÃO UM ESTUDO DE CASO -

ANÁLISE DE RESULTADOS DA REGULAMENTAÇÃO DE ÍNDICES DE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA DE MOTORES DE INDUÇÃO UM ESTUDO DE CASO - ANÁLISE DE RESULTADOS DA REGULAMENTAÇÃO DE ÍNDICES DE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA DE MOTORES DE INDUÇÃO UM ESTUDO DE CASO - Cássio T. C. Andrade 1, Francisco Rodrigo P. de Magalhães, Ricardo S. T. Pontes 1 Agência

Leia mais

MATERIAIS NANOCRISTALINOS E SUAS APLICAÇÕES NA ELETROELETRÔNICA. Resumo

MATERIAIS NANOCRISTALINOS E SUAS APLICAÇÕES NA ELETROELETRÔNICA. Resumo MATERIAIS NANOCRISTALINOS E SUAS APLICAÇÕES NA ELETROELETRÔNICA Luciano, B. A. (1) e Kiminami, C. S. (2) (1) Universidade Federal da Paraíba, Departamento de Engenharia Elétrica (2) Universidade Federal

Leia mais

Mestrado Integrado em Engenharia Electrónica Industrial e Computadores 2006/2007 Máquinas Eléctricas - Exercícios

Mestrado Integrado em Engenharia Electrónica Industrial e Computadores 2006/2007 Máquinas Eléctricas - Exercícios Mestrado Integrado em Engenharia Electrónica Industrial e Computadores 2006/2007 Máquinas Eléctricas - Exercícios Nome Nº ATENÇÃO: A justificação clara e concisa das afirmações e cálculos mais relevantes

Leia mais

MÁQUINAS ELÉCTRICAS I

MÁQUINAS ELÉCTRICAS I SECÇÃO DE MÁQUINAS ELÉCTRICAS E ELECTRÓNICA DE POTÊNCIA MÁQUINAS ELÉCTRICAS I Máquina Corrente Contínua 2005/2006 1. Máquina Corrente Contínua Objectivos do trabalho: Parte I: Ensaio dos motores de corrente

Leia mais

I. INTRODUÇÃO. Palavras-chave Conservação de Energia, Eficiência Energética, Sistemas Industriais.

I. INTRODUÇÃO. Palavras-chave Conservação de Energia, Eficiência Energética, Sistemas Industriais. EFICIENTIZAÇÃO ENERGÉTICA EM MÉTODOS DE CONTROLE DE VAZÃO R. R. B. Aquino, Z. D. Lins, P. A. C. Rosas, L. F. A. Cordeiro, J. R. C. Ribeiro, I. A. Tavares, P. S. Amorim. Universidade Federal de Pernambuco:

Leia mais

Um método para o planejamento operacional da distribuição: aplicação para casos com abastecimento de granéis líquidos

Um método para o planejamento operacional da distribuição: aplicação para casos com abastecimento de granéis líquidos Leonardo Gondinho Botelho Um método para o planejamento operacional da distribuição: aplicação para casos com abastecimento de granéis líquidos Dissertação de Mestrado Departamento de Engenharia Industrial

Leia mais

ESTUDO DA VIABILIDADE ECONÔMICA DA TROCA DE SOLUÇÕES CONVENCIONAIS POR LÂMPADAS LEDs

ESTUDO DA VIABILIDADE ECONÔMICA DA TROCA DE SOLUÇÕES CONVENCIONAIS POR LÂMPADAS LEDs UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS TECNOLÓGICAS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA ESTUDO DA VIABILIDADE ECONÔMICA DA TROCA DE SOLUÇÕES CONVENCIONAIS POR LÂMPADAS LEDs NOME: Ivan

Leia mais

Fator de Potência e Harmônicas

Fator de Potência e Harmônicas Fator de Potência e Harmônicas Filippe Dolgoff, 25 de outubro de 2014 Correção de fator de potência e harmônicas em instalações elétricas de baixa tensão Capacitores e Controladores Conteúdo Fator de potência

Leia mais

Transformadores Com Núcleo De Metal Amorfo Uma Solução Viável Para Redução De Perdas Técnicas Da Distribuição

Transformadores Com Núcleo De Metal Amorfo Uma Solução Viável Para Redução De Perdas Técnicas Da Distribuição XIX Seminário Nacional de Distribuição de Energia Elétrica SENDI 2010 22 a 26 de novembro São Paulo - SP - Brasil Transformadores Com Núcleo De Metal Amorfo Uma Solução Viável Para Redução De Perdas Técnicas

Leia mais

Poluição atmosférica decorrente das emissões de material particulado na atividade de coprocessamento de resíduos industriais em fornos de cimento.

Poluição atmosférica decorrente das emissões de material particulado na atividade de coprocessamento de resíduos industriais em fornos de cimento. Poluição atmosférica decorrente das emissões de material particulado na atividade de coprocessamento de resíduos industriais em fornos de cimento. Benedito Costa Santos Neto

Leia mais

I Seminário da Pós-graduação em Engenharia Elétrica

I Seminário da Pós-graduação em Engenharia Elétrica DESENVOLVIMENTO DE FERRAMENTAS COMPUTACIONAIS PARA ESTUDOS EM LINHAS SUBTERRÂNEAS DE DISTRIBUIÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA Danilo Sinkiti Gastaldello Aluno do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica

Leia mais

Uma viagem pelas instalações elétricas. Conceitos & aplicações

Uma viagem pelas instalações elétricas. Conceitos & aplicações Uma viagem pelas instalações elétricas. Conceitos & aplicações Avaliação do Sistema de Transformação em Subestações e Painéis de Média Tensão - Operação, Manutenção e Ensaios Eng. Marcelo Paulino Subestações

Leia mais

SOBRE OS ÍMÃS PERMANENTES E SUAS APLICAÇÕES NA ELETROELETRÔNICA

SOBRE OS ÍMÃS PERMANENTES E SUAS APLICAÇÕES NA ELETROELETRÔNICA SOBRE OS ÍMÃS PERMANENTES E SUAS APLICAÇÕES NA ELETROELETRÔNICA Benedito Antonio Luciano, Doutor Sissi Alves da Silva, bolsista PET Departamento de Engenharia Elétrica Centro de Ciências e Tecnologia Universidade

Leia mais

Viabilidade da Geração Própria de Energia Elétrica em Unidades de Beneficiamento de Madeira de Pequeno Porte

Viabilidade da Geração Própria de Energia Elétrica em Unidades de Beneficiamento de Madeira de Pequeno Porte Scientific Electronic Archives Volume 5 p. 57-62 2014 Viabilidade da Geração Própria de Energia Elétrica em Unidades de Beneficiamento de Madeira de Pequeno Porte Availability of Own Electricity Generation

Leia mais

QUALIDADE DE ENERGIA DA GERAÇÃO DISTRIBUÍDA COM SISTEMAS FOTOVOLTAICOS CONECTADOS A REDE NA USP: Avaliação dos parâmetros de suprimento

QUALIDADE DE ENERGIA DA GERAÇÃO DISTRIBUÍDA COM SISTEMAS FOTOVOLTAICOS CONECTADOS A REDE NA USP: Avaliação dos parâmetros de suprimento QUALIDADE DE ENERGIA DA GERAÇÃO DISTRIBUÍDA COM SISTEMAS FOTOVOLTAICOS CONECTADOS A REDE NA USP: Avaliação dos parâmetros de suprimento Wilson Negrão Macêdo Programa Interunidade de Pós-graduação em Energia

Leia mais

MÁQUINAS ELÉCTRICAS II TLME-2.3. Ensaios Económicos. 1. Introdução R2 X2

MÁQUINAS ELÉCTRICAS II TLME-2.3. Ensaios Económicos. 1. Introdução R2 X2 TLME-2.3 1 MÁQUINAS ELÉCTRICAS II SE 2004 / 2005 FEUP LEEC TLME-2.3 Ensaios Económicos 1. Introdução Na utilização quotidiana de transformadores eléctricos podem ocorrer dois tipos de ensaios: ensaios

Leia mais

Laminação controlada permite a obtenção de folhas de aço-carbono ultrafinas

Laminação controlada permite a obtenção de folhas de aço-carbono ultrafinas 78 Corte & Conformação de Metais Novembro 2010 Laminação controlada permite a obtenção de folhas de aço-carbono ultrafinas A recente tendência de miniaturização de componentes, como por exemplo nas indústrias

Leia mais

COMPARAÇÃO ECONÔMICA ENTRE O TRANSPORTE DE GÁS E LINHA DE TRANSMISSÃO

COMPARAÇÃO ECONÔMICA ENTRE O TRANSPORTE DE GÁS E LINHA DE TRANSMISSÃO GPT/7 17 à de outubro de 1999 Foz do Iguaçu Paraná - Brasil GRUPO II PRODUÇÃO TÉRMICA E FONTES NÃO CONVENCIONAIS (GPT) COMPARAÇÃO ECONÔMICA ENTRE O TRANSPORTE DE GÁS E LINHA DE TRANSMISSÃO Eliane Aparecida

Leia mais

TESTES DE VIDA EM FRESAMENTO COM REDUÇÃO DO NÚMERO DE FERRAMENTAS

TESTES DE VIDA EM FRESAMENTO COM REDUÇÃO DO NÚMERO DE FERRAMENTAS TESTES DE VIDA EM FRESAMENTO COM REDUÇÃO DO NÚMERO DE FERRAMENTAS André Richetti Jovani Panato Márcio Bacci da Silva Álisson Rocha Machado Universidade Federal de Uberlândia, Faculdade de Engenharia Mecânica,

Leia mais

Análise Técnico/Financeira para Correção de Fator de Potência em Planta Industrial com Fornos de Indução.

Análise Técnico/Financeira para Correção de Fator de Potência em Planta Industrial com Fornos de Indução. Análise Técnico/Financeira para Correção de Fator de Potência em Planta Industrial com Fornos de Indução. Jeremias Wolff e Guilherme Schallenberger Electric Consultoria e Serviços Resumo Este trabalho

Leia mais

9. MANUTENÇÃO DE TRANSFORMADORES:

9. MANUTENÇÃO DE TRANSFORMADORES: 9. MANUTENÇÃO DE TRANSFORMADORES: 9.1 OTIMIZAÇÃO E MONITORAMENTO DA OPERAÇÃO DOS TRANSFORMADORES Os transformadores são máquinas estáticas que transferem energia elétrica de um circuito para outro, mantendo

Leia mais

COMPARAÇÃO DE TRANSFORMADORES COM FATOR K E CONVENCIONAIS ALIMENTANDO CARGAS NÃO LINEARES

COMPARAÇÃO DE TRANSFORMADORES COM FATOR K E CONVENCIONAIS ALIMENTANDO CARGAS NÃO LINEARES COMPARAÇÃO DE TRANSFORMADORES COM FATOR K E CONVENCIONAIS ALIMENTANDO CARGAS NÃO LINEARES CECATO, Luiz Phelipe Denardin Estudante de Engenharia Elétrica: UTFPR Universidade Tecnológica Federal do Paraná

Leia mais

CUSTOS DO ABATIMENTO DE EMISSÕES AÉREAS NA GERAÇÃO TERMELÉTRICA A CARVÃO MINERAL

CUSTOS DO ABATIMENTO DE EMISSÕES AÉREAS NA GERAÇÃO TERMELÉTRICA A CARVÃO MINERAL CUSTOS DO ABATIMENTO DE EMISSÕES AÉREAS NA GERAÇÃO TERMELÉTRICA A CARVÃO MINERAL ANA PAULA ANDERSON 1 e GILNEI CARVALHO OCÁCIA 2 1- SUMESA Sulina de Metais S/A 2- ULBRA/CANOAS Departamento de Engenharia

Leia mais

TERMOS PRINCIPAIS UTILIZADOS EM TRANSFORMADORES

TERMOS PRINCIPAIS UTILIZADOS EM TRANSFORMADORES TRANSFORMADOR MONOFÁSICO: São transformadores que possuem apenas um conjunto de bobinas de Alta e Baixa tensão colocado sobre um núcleo. 1 TRANSFORMADOR TRIFÁSICO: São transformadores que possuem três

Leia mais

Distorções Harmônicas Geradas por Algumas Cargas Não lineares com Tensões Senoidais

Distorções Harmônicas Geradas por Algumas Cargas Não lineares com Tensões Senoidais 1 Distorções Harmônicas Geradas por Algumas Cargas Não lineares com Tensões Senoidais Manuel Losada y Gonzalez, Márcio Melquíades Silva, Felipe Althoff, Selênio Rocha Silva Resumo A expansão do uso de

Leia mais

III-045 ESTUDO DA GERAÇÃO DE ENERGIA A PARTIR DOS RESÍDUOS SÓLIDOS

III-045 ESTUDO DA GERAÇÃO DE ENERGIA A PARTIR DOS RESÍDUOS SÓLIDOS III-045 ESTUDO DA GERAÇÃO DE ENERGIA A PARTIR DOS RESÍDUOS SÓLIDOS Rodolfo José Sabiá (1) Professor Adjunto do Departamento de Ciências Físicas e Biológicas da Universidade Regional do Cariri URCA, Doutorando

Leia mais

Família PS 6000 A perfeição da engenharia em solda por resistência

Família PS 6000 A perfeição da engenharia em solda por resistência Família PS 6000 A perfeição da engenharia em solda por resistência Família PS 6000 A perfeição da engenharia em solda por resistência A Família PS 6000 é o mais recente sistema de solda por resistência

Leia mais

Sum u ário i Introdução Indução Auto-indução Indutores em corrente alternada Fator de qualidade (q)

Sum u ário i Introdução Indução Auto-indução Indutores em corrente alternada Fator de qualidade (q) Sumário ntrodução 5 ndução 6 Auto-indução 7 ndutores em corrente alternada 14 Fator de qualidade (q) 16 Determinação experimental da indutância de um indutor 16 Associação de indutores 18 Relação de fase

Leia mais

Palavras-chave: Simulação, Climatização, Ar condicionado, Edificações, Energia.

Palavras-chave: Simulação, Climatização, Ar condicionado, Edificações, Energia. ANÁLISE COMPARATIVA DE SISTEMAS DE CLIMATIZAÇÃO TIPO VOLUME DE AR CONSTANTE (CAV) E VOLUME DE AR VARIÁVEL (VAV) MULTIZONAS OPERANDO EM CLIMA QUENTE E ÚMIDO César Augusto Gomes dos Santos Jorge Emanuel

Leia mais

Transformadores de Força

Transformadores de Força Transformadores de Força SISTEMA DE QUALIDADE certificado pela DQS de acordo com EN ISO 9001 Reg. N o 4989-01 A Tecnologia do Transformador em um relance A constante evolução tecnológica a nível mundial

Leia mais

DESENVOLVIMENTO, CARACTERIZAÇÃO E BRASAGEM DE COMPÓSITOS DE COBRE ENDURECIDOS COM NANOPARTÍCULAS DE Al 2 O 3 Grupo de Materiais

DESENVOLVIMENTO, CARACTERIZAÇÃO E BRASAGEM DE COMPÓSITOS DE COBRE ENDURECIDOS COM NANOPARTÍCULAS DE Al 2 O 3 Grupo de Materiais Grupo de Materiais LNLS DESENVOLVIMENTO, CARACTERIZAÇÃO E BRASAGEM DE COMPÓSITOS DE COBRE ENDURECIDOS COM NANOPARTÍCULAS DE Al 2 O 3 Grupo de Materiais 1. Introdução: Um dos metais mais utilizados atualmente,

Leia mais

ANÁLISE DA ENERGIA NA DESCARGA POR BARREIRA DIELÉTRICA EM GÁS METANO

ANÁLISE DA ENERGIA NA DESCARGA POR BARREIRA DIELÉTRICA EM GÁS METANO ANÁLISE DA ENERGIA NA DESCARGA POR BARREIRA DIELÉTRICA EM GÁS METANO Janilo Pereira Saraiva*, Lucas Gurgel Praxedes*, Wilfredo Irrzabal Urruchi, Marcos Massi. Departamento de Física - ITA - CTA * Bolsista

Leia mais

Estudo da Viabilidade Técnica e Econômica do Calcário Britado na Substituição Parcial do Agregado Miúdo para Produção de Argamassas de Cimento

Estudo da Viabilidade Técnica e Econômica do Calcário Britado na Substituição Parcial do Agregado Miúdo para Produção de Argamassas de Cimento Estudo da Viabilidade Técnica e Econômica do Calcário Britado na Substituição Parcial do Agregado Miúdo para Produção de Argamassas de Cimento Rodrigo Cézar Kanning rckanning@yahoo.com.br Universidade

Leia mais

DIMENSIONAMENTO DE TRANSFORMADOR SOB CARGAS NÃO-LINEARES

DIMENSIONAMENTO DE TRANSFORMADOR SOB CARGAS NÃO-LINEARES DIMENSIONAMENTO DE TRANSFORMADOR SOB CARGAS NÃO-LINEARES Cairo Rezende dos SANTOS; Paulo César M. MACHADO; Luiz Roberto LISITA Escola de Engenharia Elétrica e de Computação UFG cairorezende@hotmail.com,

Leia mais

A metodologia proposta pela WEG para realizar este tipo de ação será apresentada a seguir.

A metodologia proposta pela WEG para realizar este tipo de ação será apresentada a seguir. Eficiência Energética Buaiz Alimentos 1 CARACTERÍSTICAS DA EMPRESA Nome fantasia: Buaiz Alimentos Ramo de atividade: Alimentício Localização: Vitória / ES Estrutura tarifária: Horo-sazonal Azul A4 Demanda

Leia mais

TÍTULO: IMPLANTAÇÃO DE SGQ ISO 9001 NO BRASIL: UM ESTUDO SOBRE O SERVIÇO DE CONSULTORIA

TÍTULO: IMPLANTAÇÃO DE SGQ ISO 9001 NO BRASIL: UM ESTUDO SOBRE O SERVIÇO DE CONSULTORIA TÍTULO: IMPLANTAÇÃO DE SGQ ISO 9001 NO BRASIL: UM ESTUDO SOBRE O SERVIÇO DE CONSULTORIA CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS SUBÁREA: ADMINISTRAÇÃO INSTITUIÇÃO: UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA

Leia mais

VII ENCONTRO ENSINO EM ENGENHARIA

VII ENCONTRO ENSINO EM ENGENHARIA VII ENCONTRO ENSINO EM ENGENHARIA PROGRAMA COOPERATIVO O DESENVOLVIMENTO DE UM PROGRAMA DE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA NA FACULDADE DE ENGENHARIA DA UFJF Danilo Pereira Pinto - danilo@engelet.ufjf.br UFJF Faculdade

Leia mais

Voltar a explorar o mar

Voltar a explorar o mar Voltar a explorar o mar Voltar a explorar o mar Com uma visão de longo prazo, a EDP está constantemente a analisar as tecnologias de aproveitamento das energias renováveis, com vista à futura comercialização

Leia mais

Construção de um Medidor de Potência Elétrica de Lâmpadas Incandescentes Através de Métodos Calorimétricos

Construção de um Medidor de Potência Elétrica de Lâmpadas Incandescentes Através de Métodos Calorimétricos SCIENTIA PLENA VOL. 2, NUM. 5 2006 www.scientiaplena.org.br Construção de um Medidor de Potência Elétrica de Lâmpadas Incandescentes Através de Métodos Calorimétricos (Construction an Electrical Power

Leia mais

EFICIÊNCIA ENERGÉTICA EM SISTEMA DE CONTROLE DE VELOCIDADE EM MOTORES DE INDUÇÃO

EFICIÊNCIA ENERGÉTICA EM SISTEMA DE CONTROLE DE VELOCIDADE EM MOTORES DE INDUÇÃO 91 ISSN: 1984-3151 EFICIÊNCIA ENERGÉTICA EM SISTEMA DE CONTROLE DE VELOCIDADE EM MOTORES DE INDUÇÃO ENERGY EFFICIENCY IN SPEED CONTROL SYSTEM FOR INDUCTION MOTORS Arlete Vieira da Silva; Elisangela do

Leia mais

Projeto de Iniciação Científica. Desenvolvimento de sensores Flat Plate para monitoramento das descargas atmosféricas

Projeto de Iniciação Científica. Desenvolvimento de sensores Flat Plate para monitoramento das descargas atmosféricas Projeto de Iniciação Científica Centro Universitário da FEI Desenvolvimento de sensores Flat Plate para monitoramento das descargas atmosféricas Nome do orientador: Rosangela Barreto Biasi Gin Depto: Física

Leia mais

RESULTADOS PARCIAIS DE PESQUISA E DESENVOLVIMENTO DE CONVERSOR CC-CC PARA APLICAÇÃO EM PAINÉIS FOTOVOLTAICOS

RESULTADOS PARCIAIS DE PESQUISA E DESENVOLVIMENTO DE CONVERSOR CC-CC PARA APLICAÇÃO EM PAINÉIS FOTOVOLTAICOS RESULTADOS PARCIAIS DE PESQUISA E DESENVOLVIMENTO DE CONVERSOR CC-CC PARA APLICAÇÃO EM PAINÉIS FOTOVOLTAICOS Autores: Felipe JUNG, Tiago DEQUIGIOVANI, Jessé de PELEGRIN, Marcos FIORIN Identificação autores:

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DE SISTEMA DE CONTROLE PARA ELETRÔNICA EMBARCADA EM EQUIPAMENTOS AGRÍCOLAS 1. Vítor Henrique Amarante Soares 2.

DESENVOLVIMENTO DE SISTEMA DE CONTROLE PARA ELETRÔNICA EMBARCADA EM EQUIPAMENTOS AGRÍCOLAS 1. Vítor Henrique Amarante Soares 2. DESENVOLVIMENTO DE SISTEMA DE CONTROLE PARA ELETRÔNICA EMBARCADA EM EQUIPAMENTOS AGRÍCOLAS 1 Vítor Henrique Amarante Soares 2. 1 Projeto de Pesquisa realizado no curso de Engenharia Elétrica da Unijuí

Leia mais

XIV SEMINÁRIO NACIONAL DE DISTRIBUIÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA

XIV SEMINÁRIO NACIONAL DE DISTRIBUIÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA XIV SEMINÁRIO NACIONAL DE DISTRIBUIÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA SISTEMA DE BATERIAS PARA ACUMULAÇÃO DE ENERGIA PATRICIO RODOLFO IMPINNISI LACTEC INSTITUTO DE TECNOLOGIA PARA O DESENVOLVIMENTO Palavras chave:

Leia mais

A MÁQUINA ASSÍNCRONA TRIFÁSICA BRUSHLESS EM CASCATA DUPLAMENTE ALIMENTADA. Fredemar Rüncos

A MÁQUINA ASSÍNCRONA TRIFÁSICA BRUSHLESS EM CASCATA DUPLAMENTE ALIMENTADA. Fredemar Rüncos Resumo da Dissertação apresentada à UFSC como parte dos requisitos necessários para obtenção do grau de Mestre em Engenharia Elétrica. A MÁQUINA ASSÍNCRONA TRIFÁSICA BRUSHLESS EM CASCATA DUPLAMENTE ALIMENTADA

Leia mais

BANCADA DE TESTE E INSTRUMENTO VIRTUAL GENÉRICO

BANCADA DE TESTE E INSTRUMENTO VIRTUAL GENÉRICO Anais do XXXIV COBENGE. Passo Fundo: Ed. Universidade de Passo Fundo, Setembro de 2006. ISBN 85-7515-371-4 BANCADA DE TESTE E INSTRUMENTO VIRTUAL GENÉRICO Paulo S. C. Molina molina@upf.br Matheus A. C.

Leia mais

SIMHIBRIDO - PROGRAMA COMPUTACIONAL DE SIMULAÇÃO DE SISTEMAS HÍBRIDOS PARA ENERGIZAÇÃO RURAL

SIMHIBRIDO - PROGRAMA COMPUTACIONAL DE SIMULAÇÃO DE SISTEMAS HÍBRIDOS PARA ENERGIZAÇÃO RURAL SIMHIBRIDO - PROGRAMA COMPUTACIONAL DE SIMULAÇÃO DE SISTEMAS HÍBRIDOS PARA ENERGIZAÇÃO RURAL ODIVALDO J. SERAPHIM 1 JAIR A. C. SIQUEIRA 2 FERNANDO DE L. CANEPPELE 3 ARISTÓTELES T. GIACOMINI 4 RESUMO O

Leia mais

Condicionamento da Energia Solar Fotovoltaica para Sistemas Interligados à Rede Elétrica

Condicionamento da Energia Solar Fotovoltaica para Sistemas Interligados à Rede Elétrica Condicionamento da Energia Solar Fotovoltaica para Sistemas Interligados à Rede Elétrica Autor: Pedro Machado de Almeida O aproveitamento da energia gerada pelo sol, considerada inesgotável na escala de

Leia mais

Operação Dinâmica de Bancos de Capacitores com Eliminação de Correntes de Inrush

Operação Dinâmica de Bancos de Capacitores com Eliminação de Correntes de Inrush Operação Dinâmica de Bancos de Capacitores com Eliminação de Correntes de Inrush Sidelmo M. Silva CEFET-MG Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais. Av. Amazonas, 7675. Nova Gameleira. Belo

Leia mais

Sistema de Supervisão da Tensão Secundária de Transformadores de Distribuição

Sistema de Supervisão da Tensão Secundária de Transformadores de Distribuição Sistema de Supervisão da Tensão Secundária de Transformadores de Distribuição U. H. Bezerra, ESC/UFPA; J.. Garcez, ESC/UFPA; J. C. W. A. Costa, ESC/UFPA; M.. A. Moscoso, ESC/UFPA; J. A. S. Sena, ESC/UFPA;

Leia mais

ESTUDO DOS COMPONENTES DA MISTURA PARA CONCRETO COMPACTADO COM ROLO (CCR) DE BARRAGEM, COM VISTAS A MELHORAR O SEU DESEMPENHO.

ESTUDO DOS COMPONENTES DA MISTURA PARA CONCRETO COMPACTADO COM ROLO (CCR) DE BARRAGEM, COM VISTAS A MELHORAR O SEU DESEMPENHO. COMITÊ BRASILEIRO DE BARRAGENS XXVII SEMINÁRIO NACIONAL DE GRANDES BARRAGENS BELÉM PA, 03 A 07 DE JUNHO DE 2007 T0 A24 ESTUDO DOS COMPONENTES DA MISTURA PARA CONCRETO COMPACTADO COM ROLO (CCR) DE BARRAGEM,

Leia mais

EFEITO DO CORTE NAS PROPRIEDADES MAGNÉTICAS DE AÇOS ELÉTRICOS M. Emura 1, F.J.G. Landgraf 1, W. Rossi 2, J. Barreta 2

EFEITO DO CORTE NAS PROPRIEDADES MAGNÉTICAS DE AÇOS ELÉTRICOS M. Emura 1, F.J.G. Landgraf 1, W. Rossi 2, J. Barreta 2 EFEITO DO CORTE NAS PROPRIEDADES MAGNÉTICAS DE AÇOS ELÉTRICOS M. Emura 1, F.J.G. Landgraf 1, W. Rossi 2, J. Barreta 2 1 Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo IPT 2 Instituto de Pesquisas

Leia mais

TTT 2012 - VI Conferência Brasileira sobre Temas de Tratamento Térmico 17 a 20 de Junho de 2012, Atibaia, SP, Brasil

TTT 2012 - VI Conferência Brasileira sobre Temas de Tratamento Térmico 17 a 20 de Junho de 2012, Atibaia, SP, Brasil ESTRATÉGIAS DE CONTROLE PARA FORNO DE TRATAMENTO TÉRMICO A. A. Alcantara E. A. Tannuri (3) (1), (2) (1) Sun Metais Ltda. Rua Brasiliense, 79 Santo Amaro CEP 04729-110 - São Paulo - SP - alexaalcantara@gmail.com

Leia mais

Transformador Trifásico de Força Classe até 145kV CST (Estrutural) Transformador Trifásico de Força Classe até 145kV CST (Características)

Transformador Trifásico de Força Classe até 145kV CST (Estrutural) Transformador Trifásico de Força Classe até 145kV CST (Características) CATÁLOGO TÉCNICO TRANSFORMADORES A ÓLEO DE MÉDIA E ALTA TENSÃO Índice Transformador de Força Transformador Trifásico de Força Classe até 145kV CST (Estrutural) Transformador Trifásico de Força Classe até

Leia mais

INCORPORAÇÃO DE SISTEMAS DE CO-GERAÇÃO AOS SISTEMAS ELÉTRICOS DE POTÊNCIA: UM ROTEIRO PARA AVALIAÇÃO DA VIABILIDADE TÉCNICO-ECONÔMICA

INCORPORAÇÃO DE SISTEMAS DE CO-GERAÇÃO AOS SISTEMAS ELÉTRICOS DE POTÊNCIA: UM ROTEIRO PARA AVALIAÇÃO DA VIABILIDADE TÉCNICO-ECONÔMICA INCORPORAÇÃO DE SISTEMAS DE CO-GERAÇÃO AOS SISTEMAS ELÉTRICOS DE POTÊNCIA: UM ROTEIRO PARA AVALIAÇÃO DA VIABILIDADE TÉCNICO-ECONÔMICA Artigo referente à dissertação apresentada à Escola Politécnica da

Leia mais

Procedimentos de Distribuição de Energia Elétrica no Sistema Elétrico Nacional PRODIST

Procedimentos de Distribuição de Energia Elétrica no Sistema Elétrico Nacional PRODIST Agência Nacional de Energia Elétrica ANEEL Procedimentos de Distribuição de Energia Elétrica no Sistema Elétrico Nacional PRODIST Módulo 7 Cálculo de Perdas na Distribuição Revisão 0 1 2 3 Motivo da Revisão

Leia mais

Raquel Netto Cavallari do Nascimento raquelnettocn@gmail.com IFG/Goiânia. Aylton José Alves - aylton.alves@ifg.edu.br IFG/Goiânia

Raquel Netto Cavallari do Nascimento raquelnettocn@gmail.com IFG/Goiânia. Aylton José Alves - aylton.alves@ifg.edu.br IFG/Goiânia CONTROLE DE MIT PELA RESISTÊNCIA DO ROTOR VERSUS COTROLE POR INVERSORES DE FREQUÊNCIA - UMA PERSPECTIVA DA EFICIÊNCIA E DA QUALIDADE DA ENERGIA ELÉTRICA Raquel Netto Cavallari do Nascimento raquelnettocn@gmail.com

Leia mais

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS TÉCNICO EM ELETROTÉCNICA

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS TÉCNICO EM ELETROTÉCNICA CONHECIENTOS ESPECÍFICOS TÉCNICO E ELETROTÉCNICA 26. Analise o circuito a seguir. Considerando que a lâmpada L foi projetada para funcionar numa rede de 120 V, dissipando 60 W, o valor da resistência Rx,

Leia mais

Desenvolvimento de Software para Avaliação Técnica-Econômica das Alternativas de Investimento propostas em Projetos de Diagnóstico Energético

Desenvolvimento de Software para Avaliação Técnica-Econômica das Alternativas de Investimento propostas em Projetos de Diagnóstico Energético Desenvolvimento de Software para Avaliação Técnica-Econômica das Alternativas de Investimento propostas em Projetos de Diagnóstico Energético C. Penna, A. P. C. Paraguassu, C. M. Matos ENERSUL; I. S. Escobar

Leia mais

Avaliação dos Investimentos nos Programas de P&D e de Eficiência Energética das Grandes Empresas de Eletricidade no Brasil: Ciclos 2002-03 e 2003-04

Avaliação dos Investimentos nos Programas de P&D e de Eficiência Energética das Grandes Empresas de Eletricidade no Brasil: Ciclos 2002-03 e 2003-04 21 a 25 de Agosto de 6 Belo Horizonte - MG Avaliação dos Investimentos nos Programas de P&D e de Eficiência Energética das Grandes Empresas de Eletricidade no Brasil: Ciclos 2-3 e 3-4 Herivelto Tiago Marcondes

Leia mais

Estudo de Caso das Falhas em Transformadores de Corrente de Neutro em Banco de Capacitores de 138kV

Estudo de Caso das Falhas em Transformadores de Corrente de Neutro em Banco de Capacitores de 138kV XIX Seminário Nacional de Distribuição de Energia Elétrica SENDI 010 a 6 de novembro São Paulo - SP - Brasil Estudo de Caso das Falhas em Transformadores de Corrente de Neutro em Banco de Capacitores de

Leia mais

POTENCIAL DE INTERCÂMBIO DE ENERGIA ELÉTRICA ENTRE OS SISTEMAS ELÉTRICOS DO BRASIL E DA ARGENTINA

POTENCIAL DE INTERCÂMBIO DE ENERGIA ELÉTRICA ENTRE OS SISTEMAS ELÉTRICOS DO BRASIL E DA ARGENTINA Revista Brasileira de Energia, Vol. 17, N o. 1, 1 o Sem. 2011, pp. 73-81 73 POTENCIAL DE INTERCÂMBIO DE ENERGIA ELÉTRICA ENTRE OS SISTEMAS ELÉTRICOS DO BRASIL E DA ARGENTINA André Luiz Zanette 1 RESUMO

Leia mais

ANÁLISE DA APLICAÇÃO DA FILOSOFIA LEAN CONSTRUCTION EM EMPRESAS DO SETOR DE CONSTRUÇÃO CIVIL DA REGIÃO METROPOLITANA DE BELO HORIZONTE ABSTRACT

ANÁLISE DA APLICAÇÃO DA FILOSOFIA LEAN CONSTRUCTION EM EMPRESAS DO SETOR DE CONSTRUÇÃO CIVIL DA REGIÃO METROPOLITANA DE BELO HORIZONTE ABSTRACT ANÁLISE DA APLICAÇÃO DA FILOSOFIA LEAN CONSTRUCTION EM EMPRESAS DO SETOR DE CONSTRUÇÃO CIVIL DA REGIÃO METROPOLITANA DE BELO HORIZONTE ANALYSIS OF APPLICATION OF PHILOSOPHY IN LEAN CONSTRUCTION COMPANIES

Leia mais

Eixo Temático ET-03-012 - Gestão de Resíduos Sólidos

Eixo Temático ET-03-012 - Gestão de Resíduos Sólidos 132 Eixo Temático ET-03-012 - Gestão de Resíduos Sólidos COMPÓSITO CIMENTÍCIO COM RESÍDUOS DE EVA COMO ALTERNATIVA PARA ATENUAÇÃO DE RUÍDOS DE IMPACTOS ENTRE LAJES DE PISO NAS EDIFICAÇÕES Fabianne Azevedo

Leia mais

ESCO COMO INSTRUMENTO DE FOMENTO A EFICIÊNCIA ENERGÉTICA

ESCO COMO INSTRUMENTO DE FOMENTO A EFICIÊNCIA ENERGÉTICA ESCO COMO INSTRUMENTO DE FOMENTO A EFICIÊNCIA ENERGÉTICA Ralf Majevski Santos 1 Flávio Tongo da Silva 2 ( 1 Ralf_majevski@yahoo.com.br, 2 ftongo@bitavel.com) Fundamentos em Energia Professor Wanderley

Leia mais

Transformadores trifásicos

Transformadores trifásicos Transformadores trifásicos Transformadores trifásicos Transformadores trifásicos Por que precisamos usar transformadores trifásicos Os sistemas de geração, transmissão e distribuição de energia elétrica

Leia mais

CARACTERIZAÇÃO HIDRÁULICA DE MICRO ASPERSOR

CARACTERIZAÇÃO HIDRÁULICA DE MICRO ASPERSOR CARACTERIZAÇÃO HIDRÁULICA DE MICRO ASPERSOR M. A. D. Marques 1 ; L. F. S. M. Campeche 2 RESUMO: O propósito deste trabalho foi avaliar hidraulicamente o emissor da marca Agropolo de um sistema de irrigação

Leia mais

APLICATIVO WEB PARA ENSINO DE CONVERSORES ESTÁTICOS CC-CC

APLICATIVO WEB PARA ENSINO DE CONVERSORES ESTÁTICOS CC-CC APLICATIVO WEB PARA ENSINO DE CONVERSORES ESTÁTICOS CC-CC Laio Oriel Seman laioseman@gmail.com Daniel Castellain daniel_castellain@yahoo.com.br Jonata Apolinário jonataapolinario@yahoo.com.br Adriano Péres

Leia mais

Conversão de Energia I

Conversão de Energia I Departamento de Engenharia Elétrica Conversão de Energia I Aula 2.7 Transformadores Prof. Clodomiro Vila Bibliografia FITZGERALD, A. E., KINGSLEY Jr. C. E UMANS, S. D. Máquinas Elétricas: com Introdução

Leia mais

AVALIAÇÃO DA RESISTÊNCIA EM CONCRETOS PRODUZIDOS COM AGREGADOS LEVES DE ARGILA CALCINADA. Bruno Carlos de Santis 1. João Adriano Rossignolo 2

AVALIAÇÃO DA RESISTÊNCIA EM CONCRETOS PRODUZIDOS COM AGREGADOS LEVES DE ARGILA CALCINADA. Bruno Carlos de Santis 1. João Adriano Rossignolo 2 ENTECA 2013 IX Encontro Tecnológico da Engenharia Civil e Arquitetura 1 a 3 de outubro de 2013 AVALIAÇÃO DA RESISTÊNCIA EM CONCRETOS PRODUZIDOS COM AGREGADOS LEVES DE ARGILA CALCINADA Bruno Carlos de Santis

Leia mais

10 Referências bibliográficas

10 Referências bibliográficas 10 Referências bibliográficas [1] VEGA, J.L.L. Avaliação e reforço das condições de estabilidade de tensão em barras de tensão controlada por geradores e compensadores síncronos. 259f. Tese (Doutorado)-

Leia mais

Eficiência Energética Chocolates Garoto

Eficiência Energética Chocolates Garoto Eficiência Energética Chocolates Garoto 1 CARACTERÍSTICAS DA EMPRESA Nome fantasia: Chocolates Garoto Ramo de atividade: Alimentício Localização: Vila Velha / ES Estrutura tarifária: Horo-sazonal Azul

Leia mais

SNPTEE SEMINÁRIO NACIONAL DE PRODUÇÃO E TRANSMISSÃO DE ENERGIA ELÉTRICA

SNPTEE SEMINÁRIO NACIONAL DE PRODUÇÃO E TRANSMISSÃO DE ENERGIA ELÉTRICA SNPTEE SEMINÁRIO NACIONAL DE PRODUÇÃO E TRANSMISSÃO DE ENERGIA ELÉTRICA GCQ 26 14 a 17 Outubro de 27 Rio de Janeiro - RJ GRUPO XIII GRUPO DE ESTUDO DE INTERFERÊNCIAS, COMPATIBILIDADE ELETROMAGNÉTICA E

Leia mais

Qualidade de Energia Elétrica

Qualidade de Energia Elétrica Sistema de Monitoramento de Variações Transitórias de Tensão em Redes de Distribuição de Energia U. H. Bezerra, Nesc/Ufpa; J. N. Garcez, Nesc/Ufpa; M. N. A. Moscoso, Nesc/Ufpa; J. A. S. Sena, Nesc/Ufpa;

Leia mais

CATÁLOGO DE PRODUTOS

CATÁLOGO DE PRODUTOS CATÁLOGO DE PRODUTOS SOBRE A ELÉTRIC A Elétric Materiais Elétricos oferece uma linha completa de produtos de Alta Tensão e Baixa Tensão, somando qualidade, marcas renomadas, amplo estoque, agilidade nas

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DE UM SISTEMA DE BAIXO CUSTO PARA O AQUECIMENTO RESIDENCIAL DE ÁGUA

DESENVOLVIMENTO DE UM SISTEMA DE BAIXO CUSTO PARA O AQUECIMENTO RESIDENCIAL DE ÁGUA DESENVOLVIMENTO DE UM SISTEMA DE BAIXO CUSTO PARA O AQUECIMENTO RESIDENCIAL DE ÁGUA Julia Santos da Silva 1 Bruno Augusto da Silva 2 Rodrigo Itaboray Frade 3 Resumo A utilização da energia solar para aquecer

Leia mais

8º CONGRESSO IBEROAMERICANO DE ENGENHARIA MECANICA Cusco, 23 a 25 de Outubro de 2007

8º CONGRESSO IBEROAMERICANO DE ENGENHARIA MECANICA Cusco, 23 a 25 de Outubro de 2007 8º CONGRESSO IBEROAMERICANO DE ENGENHARIA MECANICA Cusco, 23 a 25 de Outubro de 2007 INFLUÊNCIA DE CICLOS TÉRMICOS NA TENACIDADE DE FRATURA DINÂMICA APARENTE DE CORPOS-DE-PROVA EXTRAÍDOS DE UMA JUNTA SOLDADA

Leia mais

VI SBQEE. 21 a 24 de agosto de 2005 Belém Pará Brasil CONCEITOS E CONSIDERAÇÕES SOBRE O IMPACTO DA GERAÇÃO EÓLICA NA REDE BÁSICA FLAVIA FERREIRA

VI SBQEE. 21 a 24 de agosto de 2005 Belém Pará Brasil CONCEITOS E CONSIDERAÇÕES SOBRE O IMPACTO DA GERAÇÃO EÓLICA NA REDE BÁSICA FLAVIA FERREIRA VI SBQEE 21 a 24 de agosto de 2005 Belém Pará Brasil Código: BEL 16 8240 Tópico: Qualidade da Energia em Sistemas com Geração Distribuída CONCEITOS E CONSIDERAÇÕES SOBRE O IMPACTO DA GERAÇÃO EÓLICA NA

Leia mais

Tecnologia nacional potencia sustentabilidade

Tecnologia nacional potencia sustentabilidade Tecnologia nacional potencia sustentabilidade 1 Tecnologia nacional potencia sustentabilidade O desenvolvimento de soluções inovadoras que melhoram a eficiência das organizações e a qualidade de vida das

Leia mais

Desenvolvimento de Metodologia para Calibração de Transdutores de Tensão para Medição de Parâmetros de QEE em Redes de Alta Tensão

Desenvolvimento de Metodologia para Calibração de Transdutores de Tensão para Medição de Parâmetros de QEE em Redes de Alta Tensão Desenvolvimento de Metodologia para Calibração de Transdutores de Tensão para Medição de Parâmetros de QEE em Redes de Alta Tensão Erasmo Silveira Neto, Hédio Tatizawa, Kleiber T. Soletto, Antonio A.C.

Leia mais

Disciplina: Eletrificação Rural. Unidade 4 Previsão de cargas e divisão das instalações elétricas.

Disciplina: Eletrificação Rural. Unidade 4 Previsão de cargas e divisão das instalações elétricas. UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ SETOR DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS DEPARTAMENTO DE SOLOS E ENGENHARIA AGRÍCOLA Disciplina: Eletrificação Rural Unidade 4 Previsão de cargas e divisão das instalações elétricas. Prof.

Leia mais

BOLETIM TÉCNICO. NR-10 - Segurança em Instalações e Serviços em Eletricidade. 1. Introdução. 2. Porque da importância da NR-10

BOLETIM TÉCNICO. NR-10 - Segurança em Instalações e Serviços em Eletricidade. 1. Introdução. 2. Porque da importância da NR-10 NR-10 - Segurança em Instalações e Serviços em Eletricidade 1. Introdução A Norma Regulamentadora n 10 é um documento que descreve um conjunto de procedimentos e requisitos para as atividades que envolvem

Leia mais

Introdução à Engenharia Elétrica Planejamento da Operação e Controle de Sistemas de Energia

Introdução à Engenharia Elétrica Planejamento da Operação e Controle de Sistemas de Energia Introdução à Engenharia Elétrica Planejamento da Operação e Controle de Sistemas de Energia Prof. Marcelo A. Tomim marcelo.tomim@ufjf.edu.br Sistemas Elétricos de Energia Conjunto de equipamentos que transformam

Leia mais

ESTUDO DE TOPOLOGIAS APLICADAS NA CONVERSÃO DE FREQÜÊNCIA EM SISTEMAS DE MÉDIA TENSÃO

ESTUDO DE TOPOLOGIAS APLICADAS NA CONVERSÃO DE FREQÜÊNCIA EM SISTEMAS DE MÉDIA TENSÃO ESTUDO DE TOPOLOGIAS APLICADAS NA CONVERSÃO DE FREQÜÊNCIA EM SISTEMAS DE MÉDIA TENSÃO Guilherme Sebastião da Silva, Cassiano Rech Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul UNIJUI

Leia mais