INSTRUÇÕES QUE VOCÊ DEVE TER ATENÇÃO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "INSTRUÇÕES QUE VOCÊ DEVE TER ATENÇÃO"

Transcrição

1 Prova de TÉCNICO EM INFORMÁTICA referente ao PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO destinado à SELEÇÃO DE CANDIDATOS A ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO. INSTRUÇÕES QUE VOCÊ DEVE TER ATENÇÃO - Verifique se este caderno: - corresponde a sua opção de cargo. - contém 50 questões, numeradas de 1 a contém a proposta e o espaço para o rascunho da redação. Caso contrário, reclame ao fiscal da sala um outro caderno. Não serão aceitas reclamações posteriores. - Para cada questão existe apenas UMA resposta certa. - Você deve ler cuidadosamente cada uma das questões e escolher a resposta certa. - Essa resposta deve ser marcada na FOLHA DE RESPOSTAS que você recebeu. - Procurar, na FOLHA DE RESPOSTAS, o número da questão que você está respondendo. - Verificar no caderno de prova qual a letra (A,B,C,D,E) da resposta que você escolheu. - Marcar essa letra na FOLHA DE RESPOSTAS, conforme o exemplo: - Marque as respostas com caneta esferográfica de tinta preta ou azul. - Marque apenas uma letra para cada questão, mais de uma letra assinalada implicará anulação dessa questão. - Responda a todas as questões. - Não será permitida qualquer espécie de consulta, nem o uso de máquina calculadora. - Você terá 3 horas para responder a todas as questões, preencher a Folha de Respostas. - Ao término da prova devolva este caderno de prova 1

2 1. Dos itens abaixo não é considerado um sistema operacional: A. Windows Seven B. DOS C. Access D. Linux E. UNIX 2. Na expressão Pentium 4, 2.8 GHz, 8GB, 500GB, a parte 8GB refere-se à: A. Memória RAM B. Velocidade do Processador C. Frequência do Processador D. Capacidade do Disco Rígido E. Velocidade de rotação do disco rígido 3. Em relação à formatação lógica de discos rígidos, é um tipo de sistema de arquivos utilizado nos sistemas operacionais Windows ou Linux os abaixo relacionados, EXCETO: A. FAT; B. NTFS; C. SATA; D. Ext3; E. ReiserFS 4. Os softwares abaixo podem ser considerados sistemas de gerência de banco de dados, EXCETO: A. MySQL. B. Oracle. C. Postgres. D. Python E. SQL Server 5. As afirmativas abaixo sobre sistemas operacionais estão corretas, EXCETO: A. Asseguram aos processos um espaço de endereçamento próprio. B. Delegam para si a gerência dos blocos físicos dos discos. C. Garantem que as aplicações usem toda a capacidade do processador. D. Quando são multitarefa podem iniciar um programa antes de ter terminado a execução de um outro. E. Comunicam-se diretamente com o hardware da máquina. 6. O funcionamento das redes de computadores, inclusive a Internet, é baseado em protocolos de Comunicação. Dos itens abaixo, o protocolo de aplicação utilizado para transferência de hipertexto entre o servidor WEB e o cliente é: A. http B. smtp C. pop3 D. udp E. snmp 2

3 7. Com relação aos conceitos de Hardware, Software e Redes é correto afirmar que: I. O browser é um tipo de editor de texto, com recursos muito avançados, que é utilizado por profissionais da área de informática. II. O IP (Internet Protocol) é o identificador numérico utilizado para identificar os computadores de uma rede. III. Os Hubs são dispositivos utilizados para conectar os equipamentos que compõem uma rede. Indique a alternativa que contenha a(s)proposição(ões) verdadeira(s). A. Apenas I B. Apenas II C. Apenas I e II D. Apenas II e III E. I, II e III 8. Em relação ao protocolo SSL, são características desse protocolo as abaixo relacionadas, EXCETO: A. Fornece privacidade e confiança entre duas aplicações que se comunicam; B. Independe do protocolo de aplicação, ou seja, provê segurança aos protocolos de nível mais altos; C. Possui conexão privada por meio de cripto grafia simétrica para codificação dos dados; D. Possibilita acesso seguro com o método HTTPS; E. Suas sessões HTTP protegidas por SSL utilizam geralmente a porta O padrão IEEE 802.XX, que é conhecido popularmente como WiFi e usado para descrever redes sem fio, é o: A B C D E O modelo de endereçamento Ipv6 possui: A. 32 bits B. 48 bits C. 64 bits D. 128 bits E. 256 bits 11. O processo de alternar dados entre a memória virtual e a memória RAM, conforme a necessidade de uso, é conhecido como: A. Swapping; B. FIFO; C. Alocação Contínua; D. Cache; E. Fragmentação. 3

4 12. Analise as seguintes sentenças: I. O Windows NT oferece suporte a vários protocolos, entre eles o NWLINK, o NetBEUI e o DLC. II O Linux adota a licença GPL, impedindo que o código seja integrado a algum programa Proprietário, e funciona em diversas plataformas, suportado por várias arquiteturas. III O Linux é um tipo de licença freeware. Das sentenças acima, apenas: A. I é verdadeira; B. II é verdadeira; C. III é verdadeira; D. I e II são verdadeiras; E. I e III são verdadeiras. 13. As afirmativas abaixo sobre a placa mãe de um computador estão corretas, EXCETO: A. A fonte de alimentação pode ser de maior capacidade. B. Cuida da conexão de mouse e teclado. C. O processador pode ser removido para ser compartilhado via rede. D. Os circuitos de vídeo e áudio podem estar integrados na placa mãe. E. A placa mãe possui barramento interno para comunicação entre memória e processador 14. As informações armazenadas na memória CMOS de um computador são: A. Hora e data do sistema. B. Imagem que está sendo exibida no monitor. C. Arquivos de dados recentemente utilizados pelo usuário. D. Rotinas do sistema operacional do computador. E. Última configuração válida do sistema operacional 15. Considere as seguintes afirmativas sobre discos rígidos: I- Basicamente os discos rígidos utilizados em PC s possuem dois conectores: um de alimentação e outro de troca de dados com o computador. II- São tipos de interface dos discos rígidos: ATA (Advanced Technology Attachament), UATA (Unsynchronized Computer Systems Interface) e SATA (Small Computer Systens Interface). III- Um jumper de configuração de um disco rígido ATA pode ser configurado basicamente de 3 maneiras: Master, Slave ou Cable Select. IV-Um barramento SCSI suporta a instalação de apenas dois periféricos, sendo que estes de-vem ser configurados, um como Master e outro como Slave. Assinale a alternativa que contém as afirmativas corretas: A. I e III. B. II e IV. C. I, II e III. D. I,II e IV. E. I, II, III e IV. 4

5 16. No tocante aos roteadores, a diferença básica entre os roteadores estáticos e roteadores dinâmicos é devida ao fato de os estáticos: A. Escolherem o melhor caminho para o pacote, sem considerar a possibilidade de congestionamento, enquanto os dinâmicos verificam se há congestionamento e escolhem o caminho mais rápido; B. Possuírem uma tabela de roteamento, e os dinâmicos não possuírem tabelas de roteamento, utilizando agentes para informar a melhor rota; C. Serem baseados em tecnologia analógica, e os dinâmicos, em tecnologia digital; D. Não possuírem memória para armazenamento de rotas, enquanto os dinâmicos possuem memória expansível tipo flash para armazenamento de rotas; E. Não possuírem configuração via web, por não aceitarem endereçamento IP, enquanto os dinâmicos permitem configuração via web e trabalham com DHCP 17. No tocante à conectividade, o uso das WLANs em padrão b (redes wireless) deve ser considerado nos casos abaixo, EXCETO: A. Redes com número pequeno de usuários por ponto de acesso; B. Criar acesso para computadores móveis do tipo PALMs; C. Montar novas redes em que a velocidade seja maior que 100 Mbps; D. Haja preocupação com o custo inicial, incluindo no cálculo o custo do cabeamento físico; E. Montagem de redes domésticas. 18. Em relação aos protocolos, são protocolos da camada de transporte do modelo OSI: A. ARP e TCP; B. IP e ICMP; C. TCP e IP; D. UDP e TCP; E. NFS e UDP. 19. Um equipamento que pode transmitir, automaticamente, os pacotes de uma rede para outra é denominado: A. Smtp B. Servidor de arquivos C. Gateway D. Servidorweb E. PDC 20. As portas, no TCP/IP que estão, por padrão, associadas aos serviços FTP, TELNET e SMTP, são, respectivamente: A. 21, 22 e 23 B. 21, 23 e 25 C. 23, 21 e 25 D. 80, 21 e 22 E. 80, 22 e O conector da saída da porta paralela de um computador tem A. 8 pinos. B. 15 pinos. C. 25 pinos. D. 30 pinos. E. 42 pinos. 5

6 22. O Unix suporta inúmeros processos que podem ser executados concorrentemente ou simultaneamente. Sempre que um processo é criado, o sistema associa identificadores que fazem parte do contexto de software, permitindo implementar mecanismos de segurança. Entre os identificadores listados abaixo, assinale o que identifica unicamente um processo para o sistema. A. GID B. PID C. PPID D. UID E. GRID 23. Assinale a sigla que se refere a um tipo de memória não volátil. A. BIOS B. EPROM C. RMON D. SDRAM E. RAM 24. No sistema decimal são utilizados dez dígitos distintos para representar os números na base 10. No sistema binário, são usados apenas dois dígitos, 1 e 0. Assim sendo, a representação binária corresponde a qual número decimal? A. 22 B. 12 C. 18 D. 16 E Quanto à instalação e configuração do Linux, é correto afirmar: A. A instalação via rede pode ser feita utilizando os protocolos FTP, HTTP e TCP. Nesse tipo de instalação, a configuração pode ser realizada via BOOT-HCP ou endereçamento IP dinâmico. B. O ifconfig é uma linha de comando que pode ser empregado para a configuração de uma placa de rede. C. Caso exista mais de uma impressora a ser utilizada pelo sistema operacional Linux, elas serão encapsuladas em uma única seção do arquivo /etc/print, que contém as definições das impressoras na qual o Linux pode imprimir. D. Ao contrário do Windows, o Linux não contempla plug-and-play para dispositivos PCI, ISA e USB. E. Para instalar drivers, basta baixar os pacotes.msi. 26. Em relação às redes LAN em padrão Ethernet, estas competem e compartilham seus dispositivos com o acesso ao meio físico por meio de um mecanismo de acesso denominado: A. TDMA; B. CSMA/CD; C. Token; D. MAC; E. SNAP. 6

7 27. Em relação aos protocolos, aquele que é utilizado como mecanismo para autenticação e autorização dos acessos dos clientes, evitando que haja uma transmissão de login e senhas em texto claro, é conhecido como: A. SMTP; B. DNSbind; C. SNMP; D. Kerberos; E. FTP. 28. No tocante às vulnerabilidades, aquela que está relacionada com a montagem de sites falsos ou envio de mensagens de , fazendo se passar como se fossem empresas legítimas a fim de solicitar aos usuários seus dados confidenciais, é conhecida como: A. DoS ; B. Phishing; C. Worms; D. Pharming; E. Sniffer. 29. Entre os padrões para redes locais abaixo relacionados, assinale o que seria capaz de transmitir dados a 8 Mbps entre dois pontos ligados por cabos coaxiais de 400 metros. A. Ethernet 10BaseT B. Ethernet 10Base2 C. Ethernet 10Base5 D. Ethernet 100Base-TX E. Ehternet 1000BaseX-TX 30. A topologia descreve como os computadores estão conectados a uma rede e, consequentemente, como se dá o tráfego de informações na rede. Para construir uma rede de computadores são necessários equipamentos específicos, como: hubs, switches,entre outros. Um hub implementa a topologia de rede do tipo: A. Estrela. B. Anel. C. Barramento. D. Árvore. E. Token Ring. 31. Qual alternativa apresenta somente referências corretas em relação ao cabo de rede do tipo par trançado? A) taxa de transferência de 1 Gbps, Categoria 6, aceita conectores BNC. B) taxa de transferência de 100 Mbps, Categoria 5, aceita conectores RJ-45. C) taxa de transferência de 10 Mbps, Categoria 5, aceita conectores UTP. D) taxa de transferência de 10 Tbps, Categoria 6, aceita conectores RJ-11. E) taxa de transferência de 100 Mbps, Categoria 6, aceita conectores BNC. 7

8 32. Os componentes de um computador podem ser agrupados em três sistemas básicos: processador (Unidade Central de Processamento), memória principal e dispositivos de entrada e saída. Sobre esses componentes, é correto afirmar: I- A principal função do processador é gerenciar o sistema computacional, controlando as operações realizadas pelas unidades funcionais. II- A memória principal, composta de unidades de acesso denominadas células, é o local onde são armazenadas as instruções e os dados. III- Os registradores são dispositivos com a função de armazenar dados temporariamente, e funcionam como uma memória de alta velocidade interna do processador. IV- O disco flexível é um disco magnético, em embalagem protetora, utilizado para armazenamento de dados e, dentre outras finalidades, também como memória de segurança para arquivos de computador. São verdadeiros os itens: A) I, II e IV. B) I e III. C) II e III. D) I, II e III. E) I, II, III e IV. 33. Considerando conhecimentos a respeito da tecnologia da informação (TI) e seus vários aspectos, julgue os itens a seguir. I A TI envolve sistemas, processos, hardware e software para a consecução de atividades e tarefas informatizadas. II - Dentro do desenvolvimento de sistemas de TI, podem ser utilizadas técnicas de gerenciamento de processos tais como RUP (risk united process). III - Dentro de uma organização, a TI auxilia no processo decisório por meio de sistemas e relatórios gerenciais. IV - A definição de processos para a área de gerência de TI, quando mal aplicada, na maioria das vezes tem um impacto negativo para a organização. São verdadeiros os itens: A) I, II e IV B) I e IV C) II, e III D) I, III e IV E) I, II, III, IV 34. Existem inúmeros procedimentos definidos em um ambiente de TI voltado para as melhores práticas. Entre eles, está a realização de cópias de segurança. Considerando os conhecimentos e os diversos recursos e dispositivos para backup, julgue os itens seguintes. I - O uso de robôs de fita é desaconselhado para pequenos volumes de dados copiados. II Alguns softwares são capazes de gerar o backup de forma criptografada. III Um backup full só deve ser executado a cada final de mês e sua fita deve ser armazenada em cofre. 8

9 IV - A cópia de dados (backup) via rede Gigabit Ethernet tem o mesmo impacto na rede quando copiado sobre uma rede fibre-channel. Estão incorretos os itens: A) I, II, apenas B) I e IV, apenas C) II, III, apenas D) I, III e IV, apenas E) I, II, III, IV 35. A respeito de aplicação de criptografia dentro de TIs voltadas para a segurança de dados, julgue os próximos itens. I Um hash tem por característica a entrada de dados de tamanho variável e a saída de tamanho fixo. II - A quebra de certificados digitais de bits só é possível atualmente porque a fatoração de números primos de bits tornou-se eficaz com o Pentium IV. III - A criptografia simétrica é mais eficiente e segura do que a criptografia assimétrica. IV - Por questões de segurança, o algoritmo criptográfico DES foi substituído pelo AES como algoritmo-padrão para o governo norte-americano. São verdadeiros os itens: A) I, II e IV B) I e IV C) II, e III D) II e IV E) I, II, III 36. No tocante ao protocolo de transferência de hipertexto(http), esse protocolo da categoria solicitação e resposta possui três métodos de solicitação. São eles: A) HEAD, BODY e INIT; B) FLAG, TOS e TTL; C) GET, HEAD e POST; D) PUT, GET e INIT; E) PUSH, POST e HEAD 37. Com o desenvolvimento da Internet, sistemas de computação tornaram-se mais complexos por uma série de motivos. Nessa perspectiva e considerando conhecimentos relacionados a sistemas de computação, julgue os seguintes itens. I - Em computação paralela, ocorre o processamento de uma mesma atividade em, no mínimo, dois processadores distintos. II - Em sistemas distribuídos, o protocolo TCP/IP não é considerado o primordial porque é inseguro. III - Sistemas paralelos não necessitam de nenhuma técnica adicional de desenvolvimento de dados porque os sistemas operacionais modernos já operam em paralelo nativamente. IV Um cluster de computadores é considerado um exemplo de aplicação paralela, mas não distribuída, porque existe um nó considerado gerenciador. 9

10 V - Sistemas de computação distribuídos, já são utilizados em laboratórios de pesquisa, instituições militares e na Internet Estão incorretos os itens: A) I, II, apenas B) I e V, apenas C) II, III e V, apenas D) I, III e IV, apenas E) I, II, III, IV, apenas 38. Uma rede local virtual, normalmente denominada de VLAN, é uma rede logicamente independente. Com relação às VLANs, considere as afirmativas abaixo. I. As VLANs possuem como um de seus principais objetivos o aumento da segurança e podem ser organizadas somente pela posição física. Portanto, sua aplicação só é possível quando há uma boa distribuição física departamental da organização. II. Ao implementar uma VLAN, determina-se um domínio de broadcast. III. A criação de VLANs em uma rede local tende a diminuir os problemas de broadcast, aumentando a disponibilidade de banda para o usuário final. IV. Um computador de uma VLAN comunica-se com outro computador de outra VLAN de forma transparente e direta, sem a necessidade de utilizar um dispositivo de roteamento, bastando para isso conhecer o endereço IP do computador destino. Sobre o exposto acima, são falsas apenas as afirmativas A) II e III. B) I e II. C) I e IV. D) III e IV. E) II, III e IV. 39. Analise as seguintes afirmações com relação aos conceitos básicos sobre a Internet. I. O WWW foi criado para possibilitar acesso a informações representadas em forma de hipertexto. O WWW faz uso do protocolo HTTP para transferência de informações. II. O protocolo HTTP faz uso de uma conexão TCP para transferência de objetos. Essa conexão é encerrada quando a transferência termina. III. O FTP é um serviço bastante utilizado para acesso remoto. Através dele, é possível utilizar um computador remoto e manipular os dados armazenados nesse computador, como se esses dados estivessem no computador local do cliente FTP. São verdadeiros os itens: A) I. B) II. C) III. D) I e II. E) II e III 10

11 40. ou Correio Eletrônico é um serviço disponível na Internet que possibilita o envio e o recebimento de mensagens(mails). Com relação ao , considere as afirmativas abaixo. I. O IMAP (Internet Message Access Protocol) é um protocolo de gerenciamento de correio eletrônico, no qual as mensagens ficam armazenadas no servidor. II. O POP3 (Post Office Protocol) é um protocolo que permite efetuar o download de mensagens recebidas em um servidor para um microcomputador local. III. Uma vantagem do uso do protocolo POP3, com relação ao protocolo IMAP, é que ele permite acesso remoto às mensagens, de qualquer lugar. IV. Web mail é uma interface da World Wide Web que permite ao utilizador ler e escrever usando um navegador através do protocolo IMAP. São falsos os itens: A) II e III. B) I e II. C) III e IV. D) I e IV. E) I, II, e III. 41. Um programa ou software aplicativo no momento de sua execução em um microcomputador normalmente tem que estar carregado: A) na memória RAM. B) na memória Flash. C) na memória ROM. D) no processador. E) no disco rígido. 42. As informações contidas nos periféricos de entrada de um computador são transferidas para serem manipuladas no processador por meio do: A) Slot. B) Barramento. C) BIOS Basic Input/Output System. D) firewall. E) disco rígido. 43. Assinale a resposta mais correta. Ao efetuar manutenção preventiva no microcomputador PC, o técnico de suporte constatou que a placa de rede estava com problema, portanto necessitando de substituição. Tendo a velocidade de 10/100 Mbps, a nova placa de rede deverá ser instalada no slot: A) AGP. B) PCI. C) DIN. D) PS2. E) IDE. 11

12 44. No ambiente Linux é correto afirmar que: A. cp copia um ou mais linhas de comando. B. cat cataloga vários arquivos na biblioteca padrão. C. make executa arquivos e constrói um octal. D. mdir constrói um diretório de imagens. E. head extrai as primeiras linhas de um arquivo. 45. O software livre atende à liberdade A) de estudar como o programa funciona e adaptá-lo para suas necessidades. B) de modifi car o programa, desde que essas modificações não sejam liberadas para a comunidade. C) para executar o programa apenas para propósitos autorizados pelo autor do programa. D) de estudar como o programa funciona unicamente sem realização de adaptações. E) para qualquer usuário excluir o programa do acesso público. 46. Quais são os dois tipos de cabo de par trançado existentes? A. UDP e FTP B. STP e UDP C. UTP e FTP D. STP e UTP E. Nenhuma das respostas está correta. 47. Qual dos endereços abaixo representa um endereço válido de MAC: A. AA:23:E4:99:09 B. 22:10:AS:E4:99 C. EE:11:00:FF:99:FF D. E4:10:00:FF:45:FH E. AP:00:FF:45: Identifique abaixo um endereçamento classe C válido e aplicado a um host: A /24 B /24 C /16 D /8 E / Em um ambiente de rede real, há comunicação entre os hosts com configurações de rede: A /24 e /16 B /24 e /24 C /16 e /16 D /8 e /8 E /8 e /16 12

13 50. Dentre os padrões adotados pela ABNT para Crimpagem de cabos de redes, identifique os válidos: A. 568A e 568X B. 586B e 586X C X e 802.3X D. 568B e 568A E. RJ54 e RJ11 13

REDES ESAF. leitejuniorbr@yahoo.com.br 1 Redes - ESAF

REDES ESAF. leitejuniorbr@yahoo.com.br 1 Redes - ESAF REDES ESAF 01 - (ESAF - Auditor-Fiscal da Previdência Social - AFPS - 2002) Um protocolo é um conjunto de regras e convenções precisamente definidas que possibilitam a comunicação através de uma rede.

Leia mais

AFRE. a. ( ) Instalando um programa gerenciador de carregamento, como o LILO ou o GRUB. a. ( ) Data Werehouse ; Internet ; Linux

AFRE. a. ( ) Instalando um programa gerenciador de carregamento, como o LILO ou o GRUB. a. ( ) Data Werehouse ; Internet ; Linux 1. De que forma é possível alterar a ordem dos dispositivos nos quais o computador procura, ao ser ligado, pelo sistema operacional para ser carregado? a. ( ) Instalando um programa gerenciador de carregamento,

Leia mais

Universidade de Brasília

Universidade de Brasília Universidade de Brasília Introdução a Microinformática Turma H Redes e Internet Giordane Lima Porque ligar computadores em Rede? Compartilhamento de arquivos; Compartilhamento de periféricos; Mensagens

Leia mais

TECNOLOGIA WEB INTERNET PROTOCOLOS

TECNOLOGIA WEB INTERNET PROTOCOLOS INTERNET PROTOCOLOS 1 INTERNET Rede mundial de computadores. Também conhecida por Nuvem ou Teia. Uma rede que permite a comunicação de redes distintas entre os computadores conectados. Rede WAN Sistema

Leia mais

Universidade Tuiuti do Paraná UTP Faculdade de Ciências Exatas - FACET

Universidade Tuiuti do Paraná UTP Faculdade de Ciências Exatas - FACET Universidade Tuiuti do Paraná UTP Faculdade de Ciências Exatas - FACET Hardware de Computadores Questionário II 1. A principal diferença entre dois processadores, um deles equipado com memória cache o

Leia mais

02/03/2014. Conteúdo deste módulo. Curso de Preparatório para Concursos Públicos. Tecnologia da Informação REDES. Conceitos Iniciais

02/03/2014. Conteúdo deste módulo. Curso de Preparatório para Concursos Públicos. Tecnologia da Informação REDES. Conceitos Iniciais Curso de Preparatório para Concursos Públicos Tecnologia da Informação REDES Conceitos Iniciais; Classificações das Redes; Conteúdo deste módulo Equipamentos usados nas Redes; Modelos de Camadas; Protocolos

Leia mais

O processo de Navegação na Internet APRESENTAÇÃO DO CURSO. Prof. BRUNO GUILHEN. O Internet Explorer. www.brunoguilhen.com.br 1 INFORMÁTICA BÁSICA

O processo de Navegação na Internet APRESENTAÇÃO DO CURSO. Prof. BRUNO GUILHEN. O Internet Explorer. www.brunoguilhen.com.br 1 INFORMÁTICA BÁSICA APRESENTAÇÃO DO CURSO Prof. BRUNO GUILHEN O processo de Navegação na Internet INFORMÁTICA BÁSICA A NAVEGAÇÃO Programas de Navegação ou Browser : Internet Explorer; O Internet Explorer Netscape Navigator;

Leia mais

ATA - Exercícios Informática Carlos Viana. 2012 Copyright. Curso Agora eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor.

ATA - Exercícios Informática Carlos Viana. 2012 Copyright. Curso Agora eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. ATA - Exercícios Informática Carlos Viana 2012 Copyright. Curso Agora eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. ATA EXERCÍCIOS CARLOS VIANA 22 - ( ESAF - 2004 - MPU - Técnico Administrativo ) O

Leia mais

TCP/IP TCP UDP IP HTTP HTTPS FTP TFTP TELNET POP3 IMAP SMTP SNMP DHCP

TCP/IP TCP UDP IP HTTP HTTPS FTP TFTP TELNET POP3 IMAP SMTP SNMP DHCP TCP/IP TCP UDP IP HTTP HTTPS FTP TFTP TELNET POP3 IMAP SMTP SNMP DHCP HTTP (Hypertext Transfer Protocol ) Protocolo usado na Internet para transferir as páginas da WWW (WEB). HTTPS (HyperText Transfer

Leia mais

INFORMÁTICA PARA CONCURSOS

INFORMÁTICA PARA CONCURSOS INFORMÁTICA PARA CONCURSOS Prof. BRUNO GUILHEN Vídeo Aula VESTCON MÓDULO I - INTERNET Aula 01 O processo de Navegação na Internet. A CONEXÃO USUÁRIO PROVEDOR EMPRESA DE TELECOM On-Line A conexão pode ser

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES Prof. Ricardo Rodrigues Barcelar http://www.ricardobarcelar.com.br

REDES DE COMPUTADORES Prof. Ricardo Rodrigues Barcelar http://www.ricardobarcelar.com.br - Aula 2 - MODELO DE REFERÊNCIA TCP (RM TCP) 1. INTRODUÇÃO O modelo de referência TCP, foi muito usado pela rede ARPANET, e atualmente usado pela sua sucessora, a Internet Mundial. A ARPANET é de grande

Leia mais

Professor: Gládston Duarte

Professor: Gládston Duarte Professor: Gládston Duarte INFRAESTRUTURA FÍSICA DE REDES DE COMPUTADORES Computador Instalação e configuração de Sistemas Operacionais Windows e Linux Arquiteturas físicas e lógicas de redes de computadores

Leia mais

MÓDULO I - INTERNET APRESENTAÇÃO DO CURSO. Prof. BRUNO GUILHEN. Prof. BRUNO GUILHEN. O processo de Navegação na Internet. Aula 01

MÓDULO I - INTERNET APRESENTAÇÃO DO CURSO. Prof. BRUNO GUILHEN. Prof. BRUNO GUILHEN. O processo de Navegação na Internet. Aula 01 APRESENTAÇÃO DO CURSO Prof. BRUNO GUILHEN Prof. BRUNO GUILHEN MÓDULO I - INTERNET O processo de Navegação na Internet Aula 01 O processo de Navegação na Internet. USUÁRIO A CONEXÃO PROVEDOR On-Line EMPRESA

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES Rede é um conjunto de módulos processadores capazes de trocar informações e compartilhar recursos. O tipo de rede é definido pela sua área de abrangência, podemos classificar as redes

Leia mais

REDE DE COMPUTADORES. Desenvolvimento Duração: 35 aulas (2 horas cada aula) Redes de computadores. 1 Apresentação

REDE DE COMPUTADORES. Desenvolvimento Duração: 35 aulas (2 horas cada aula) Redes de computadores. 1 Apresentação REDE DE COMPUTADORES Desenvolvimento Duração: 35 aulas (2 horas cada aula) 1 Apresentação Conhecendo os alunos Conceitos básicos de redes O que é uma rede local Porque usar uma rede local 2 Como surgiram

Leia mais

TCP é um protocolo de TRANSMISSÃO, responsável pela confiabilidade da entrega da informação.

TCP é um protocolo de TRANSMISSÃO, responsável pela confiabilidade da entrega da informação. Protocolo TCP/IP PROTOCOLO é um padrão que especifica o formato de dados e as regras a serem seguidas para uma comunicação a língua comum a ser utilizada na comunicação. TCP é um protocolo de TRANSMISSÃO,

Leia mais

LIGANDO MICROS EM REDE

LIGANDO MICROS EM REDE LAÉRCIO VASCONCELOS MARCELO VASCONCELOS LIGANDO MICROS EM REDE Rio de Janeiro 2007 ÍNDICE Capítulo 1: Iniciando em redes Redes domésticas...3 Redes corporativas...5 Servidor...5 Cliente...6 Estação de

Leia mais

SISTEMAS OPERACIONAIS LIVRES GERENCIAMENTO DE SERVIÇOS NO WINDOWS. Professor Carlos Muniz

SISTEMAS OPERACIONAIS LIVRES GERENCIAMENTO DE SERVIÇOS NO WINDOWS. Professor Carlos Muniz SISTEMAS OPERACIONAIS LIVRES GERENCIAMENTO DE SERVIÇOS NO WINDOWS Se todos os computadores da sua rede doméstica estiverem executando o Windows 7, crie um grupo doméstico Definitivamente, a forma mais

Leia mais

Fernando Albuquerque - fernando@cic.unb.br REDES LAN - WAN. Fernando Albuquerque (061) 273-3589 fernando@cic.unb.br

Fernando Albuquerque - fernando@cic.unb.br REDES LAN - WAN. Fernando Albuquerque (061) 273-3589 fernando@cic.unb.br REDES LAN - WAN Fernando Albuquerque (061) 273-3589 fernando@cic.unb.br Tópicos Modelos Protocolos OSI e TCP/IP Tipos de redes Redes locais Redes grande abrangência Redes metropolitanas Componentes Repetidores

Leia mais

LIGANDO MICROS EM REDE

LIGANDO MICROS EM REDE LAÉRCIO VASCONCELOS MARCELO VASCONCELOS LIGANDO MICROS EM REDE Rio de Janeiro 2007 LIGANDO MICROS EM REDE Copyright 2007, Laércio Vasconcelos Computação LTDA DIREITOS AUTORAIS Este livro possui registro

Leia mais

INFORMÁTICA FUNDAMENTOS DE INTERNET. Prof. Marcondes Ribeiro Lima

INFORMÁTICA FUNDAMENTOS DE INTERNET. Prof. Marcondes Ribeiro Lima INFORMÁTICA FUNDAMENTOS DE INTERNET Prof. Marcondes Ribeiro Lima Fundamentos de Internet O que é internet? Nome dado a rede mundial de computadores, na verdade a reunião de milhares de redes conectadas

Leia mais

Arquitetura de Redes. Sistemas Operacionais de Rede. Protocolos de Rede. Sistemas Distribuídos

Arquitetura de Redes. Sistemas Operacionais de Rede. Protocolos de Rede. Sistemas Distribuídos Arquitetura de Redes Marco Antonio Montebello Júnior marco.antonio@aes.edu.br Sistemas Operacionais de Rede NOS Network Operating Systems Sistemas operacionais que trazem recursos para a intercomunicação

Leia mais

O processo de Navegação na Internet APRESENTAÇÃO DO CURSO. Prof. BRUNO GUILHEN. O Internet Explorer INFORMÁTICA BÁSICA

O processo de Navegação na Internet APRESENTAÇÃO DO CURSO. Prof. BRUNO GUILHEN. O Internet Explorer INFORMÁTICA BÁSICA APRESENTAÇÃO DO CURSO Prof. BRUNO GUILHEN O processo de Navegação na Internet INFORMÁTICA BÁSICA A NAVEGAÇÃO Programas de Navegação ou Browser : Internet Explorer; O Internet Explorer Netscape Navigator;

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES Conteúdo 1 Topologia de Redes 5 Escalas 5 Topologia em LAN s e MAN s 6 Topologia em WAN s 6 2 Meio Físico 7 Cabo Coaxial 7 Par Trançado 7 Fibra Óptica 7 Conectores 8 Conector RJ45 ( Par trançado ) 9 Conectores

Leia mais

APRESENTAÇÃO DO CURSO. Prof. BRUNO GUILHEN www.brunoguilhen.com.br. Prof. BRUNO GUILHEN

APRESENTAÇÃO DO CURSO. Prof. BRUNO GUILHEN www.brunoguilhen.com.br. Prof. BRUNO GUILHEN APRESENTAÇÃO DO CURSO Prof. BRUNO GUILHEN www.brunoguilhen.com.br Prof. BRUNO GUILHEN MÓDULO I - INTERNET Aula 01 O processo de Navegação na Internet. O processo de Navegação na Internet A CONEXÃO USUÁRIO

Leia mais

INTERNET = ARQUITETURA TCP/IP

INTERNET = ARQUITETURA TCP/IP Arquitetura TCP/IP Arquitetura TCP/IP INTERNET = ARQUITETURA TCP/IP gatewa y internet internet REDE REDE REDE REDE Arquitetura TCP/IP (Resumo) É útil conhecer os dois modelos de rede TCP/IP e OSI. Cada

Leia mais

Redes de Dados e Comunicações. Prof.: Fernando Ascani

Redes de Dados e Comunicações. Prof.: Fernando Ascani Redes de Dados e Comunicações Prof.: Fernando Ascani Camada de Aplicação A camada de Aplicação é a que fornece os serviços Reais para os usuários: E-mail, Acesso a Internet, troca de arquivos, etc. Portas

Leia mais

SISTEMAS OPERACIONAIS. 01) Considere as seguintes assertivas sobre conceitos de sistemas operacionais:

SISTEMAS OPERACIONAIS. 01) Considere as seguintes assertivas sobre conceitos de sistemas operacionais: SISTEMAS OPERACIONAIS 01) Considere as seguintes assertivas sobre conceitos de sistemas operacionais: I. De forma geral, os sistemas operacionais fornecem certos conceitos e abstrações básicos, como processos,

Leia mais

Redes. Pablo Rodriguez de Almeida Gross

Redes. Pablo Rodriguez de Almeida Gross Redes Pablo Rodriguez de Almeida Gross Conceitos A seguir serão vistos conceitos básicos relacionados a redes de computadores. O que é uma rede? Uma rede é um conjunto de computadores interligados permitindo

Leia mais

UTP ( PAR TRANÇADO SEM PROTEÇÃO)

UTP ( PAR TRANÇADO SEM PROTEÇÃO) Par Trançado UTP ( PAR TRANÇADO SEM PROTEÇÃO) O cabo UTP é composto por pares de fios, sendo que cada par é isolado um do outro e todos são trançados juntos dentro de uma cobertura externa, que não possui

Leia mais

AGENTE PROFISSIONAL - ANALISTA DE REDES

AGENTE PROFISSIONAL - ANALISTA DE REDES Página 1 CONHECIMENTO ESPECÍFICO 01. Suponha um usuário acessando a Internet por meio de um enlace de 256K bps. O tempo mínimo necessário para transferir um arquivo de 1M byte é da ordem de A) 4 segundos.

Leia mais

PROCESSO SELETIVO PARA CONTRATAÇÃO DE TÉCNICO DE INFORMÁTICA POR PRAZO DETERMINADO

PROCESSO SELETIVO PARA CONTRATAÇÃO DE TÉCNICO DE INFORMÁTICA POR PRAZO DETERMINADO UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA CENTRAL DE INFORMÁTICA PROCESSO SELETIVO PARA CONTRATAÇÃO DE TÉCNICO DE INFORMÁTICA POR PRAZO DETERMINADO INFORMAÇÕES A) A prova consta de 20 questões de múltipla escolha,

Leia mais

8.2.11 Quebras de página 8.3 Exercícios para fixação

8.2.11 Quebras de página 8.3 Exercícios para fixação SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO À INFORMÁTICA 1.1 Conceitos básicos de informática e alguns termos usuais 1.2 Geração dos computadores 1.3 Evolução da tecnologia dos computadores 1.4 Sistema de informática 1.5 Tipos

Leia mais

Centro Tecnológico de Eletroeletrônica César Rodrigues. Atividade Avaliativa

Centro Tecnológico de Eletroeletrônica César Rodrigues. Atividade Avaliativa 1ª Exercícios - REDES LAN/WAN INSTRUTOR: MODALIDADE: TÉCNICO APRENDIZAGEM DATA: Turma: VALOR (em pontos): NOTA: ALUNO (A): 1. Utilize 1 para assinalar os protocolos que são da CAMADA DE REDE e 2 para os

Leia mais

REDES COMPONENTES DE UMA REDE

REDES COMPONENTES DE UMA REDE REDES TIPOS DE REDE LAN (local area network) é uma rede que une os micros de um escritório, prédio, ou mesmo um conjunto de prédios próximos, usando cabos ou ondas de rádio. WAN (wide area network) interliga

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES Rede é um conjunto de módulos processadores capazes de trocar informações e compartilhar recursos. O tipo de rede é definido pela sua área de abrangência, podemos classificar as redes

Leia mais

Voltar. Placas de rede

Voltar. Placas de rede Voltar Placas de rede A placa de rede é o dispositivo de hardware responsável por envio e recebimento de pacotes de dados e pela comunicação do computador com a rede. Existem placas de rede on-board(que

Leia mais

6 PLANEJAMENTO DE SI 6.1 Planejamento de Segurança da Informação O planejamento em S.I é algo crucial para que haja o bom funcionamento de uma

6 PLANEJAMENTO DE SI 6.1 Planejamento de Segurança da Informação O planejamento em S.I é algo crucial para que haja o bom funcionamento de uma 6 PLANEJAMENTO DE SI 6.1 Planejamento de Segurança da Informação O planejamento em S.I é algo crucial para que haja o bom funcionamento de uma empresa. Diferente do senso comum o planejamento não se limita

Leia mais

Cliente / Servidor. Servidor. Cliente. Cliente. Cliente. Cliente

Cliente / Servidor. Servidor. Cliente. Cliente. Cliente. Cliente Internet e Intranet Cliente / Servidor Cliente Servidor Cliente Cliente Cliente Cliente / Servidor SERVIDOR Computador ou equipamento que fornece algum tipo de serviço em redes (Armazenamento e compartilhamento

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES HISTÓRICO E CONCEITOS

REDES DE COMPUTADORES HISTÓRICO E CONCEITOS REDES DE COMPUTADORES HISTÓRICO E CONCEITOS BREVE HISTÓRICO A década de 60 Surgiram os primeiros terminais interativos, e os usuários podiam acessar o computador central através de linhas de comunicação.

Leia mais

Rede de Computadores

Rede de Computadores Escola de Ciências e Tecnologia UFRN Rede de Computadores Prof. Aquiles Burlamaqui Nélio Cacho Luiz Eduardo Eduardo Aranha ECT1103 INFORMÁTICA FUNDAMENTAL Manter o telefone celular sempre desligado/silencioso

Leia mais

Capítulo 1: Introdução às redes de computadores

Capítulo 1: Introdução às redes de computadores ÍNDICE Capítulo 1: Introdução às redes de computadores Redes domésticas... 3 Redes corporativas... 5 Servidor... 5 Cliente... 7 Estação de trabalho... 8 As pequenas redes... 10 Redes ponto-a-ponto x redes

Leia mais

Centro Federal de Educação Tecnológica CEFET/BA

Centro Federal de Educação Tecnológica CEFET/BA Centro Federal de Educação Tecnológica CEFET/BA Disciplina: Redes de Computadores Prof.: Rafael Freitas Reale Aluno: Data / / Prova Final de Redes Teoria Base 1) Qual o tipo de ligação e a topologia respectivamente

Leia mais

Capítulo 6 - Protocolos e Roteamento

Capítulo 6 - Protocolos e Roteamento Capítulo 6 - Protocolos e Roteamento Prof. Othon Marcelo Nunes Batista Mestre em Informática 1 de 53 Roteiro (1 / 2) O Que São Protocolos? O TCP/IP Protocolos de Aplicação Protocolos de Transporte Protocolos

Leia mais

Guia de Conectividade Worldspan Go Res! A V A N Ç A D O

Guia de Conectividade Worldspan Go Res! A V A N Ç A D O Guia de Conectividade Worldspan Go Res! A V A N Ç A D O Í n d i c e Considerações Iniciais...2 Rede TCP/IP...3 Produtos para conectividade...5 Diagnosticando problemas na Rede...8 Firewall...10 Proxy...12

Leia mais

TCP/IP TCP UDP IP HTTP HTTPS FTP TFTP TELNET POP3 IMAP SMTP SNMP DHCP

TCP/IP TCP UDP IP HTTP HTTPS FTP TFTP TELNET POP3 IMAP SMTP SNMP DHCP TCP/IP TCP UDP IP HTTP HTTPS FTP TFTP TELNET POP3 IMAP SMTP SNMP DHCP HTTP (Hypertext Transfer Protocol ) Protocolo usado na Internet para transferir as páginas da WWW (WEB). HTTPS (HyperText Transfer

Leia mais

Documento de Requisitos de Rede (DRP)

Documento de Requisitos de Rede (DRP) Documento de Requisitos de Rede (DRP) Versão 1.2 SysTrack - Grupo 1 1 Histórico de revisões do modelo Versão Data Autor Descrição 1.0 30/04/2011 João Ricardo Versão inicial 1.1 1/05/2011 André Ricardo

Leia mais

Concurso Público. Prova Prática - parte 2. Técnico Laboratório Informática. Técnico Administrativo em Educação 2014

Concurso Público. Prova Prática - parte 2. Técnico Laboratório Informática. Técnico Administrativo em Educação 2014 Concurso Público Técnico Administrativo em Educação 2014 Prova Prática - parte 2 Técnico Laboratório Informática NÃO escreva seu nome ou assine em nenhuma folha da prova PROVA PRÁTICA - TÉCNICO LABORATÓRIO

Leia mais

O processo de Navegação na Internet APRESENTAÇÃO DO CURSO. Prof. BRUNO GUILHEN. O Internet Explorer. /Redes/Internet/Segurança

O processo de Navegação na Internet APRESENTAÇÃO DO CURSO. Prof. BRUNO GUILHEN. O Internet Explorer. /Redes/Internet/Segurança APRESENTAÇÃO DO CURSO Prof. BRUNO GUILHEN O processo de Navegação na Internet INFORMÁTICA BÁSICA www.brunoguilhen.com.br A NAVEGAÇÃO Programas de Navegação ou Browser : Internet Explorer; O Internet Explorer

Leia mais

Revisão. 1.1 Histórico 1.2 Protocolo 1.3 Classificação 1.4 Lan 1.5 Wan

Revisão. 1.1 Histórico 1.2 Protocolo 1.3 Classificação 1.4 Lan 1.5 Wan Tecnologia Revisão 1.1 Histórico 1.2 Protocolo 1.3 Classificação 1.4 Lan 1.5 Wan Comunicação de Dados As redes de computadores surgiram com a necessidade de trocar informações, onde é possível ter acesso

Leia mais

TECNOLOGIA WEB. Principais Protocolos na Internet Aula 2. Profa. Rosemary Melo

TECNOLOGIA WEB. Principais Protocolos na Internet Aula 2. Profa. Rosemary Melo TECNOLOGIA WEB Principais Protocolos na Internet Aula 2 Profa. Rosemary Melo Tópicos abordados Compreender os conceitos básicos de protocolo. Definir as funcionalidades dos principais protocolos de Internet.

Leia mais

Capítulo 8 - Aplicações em Redes

Capítulo 8 - Aplicações em Redes Capítulo 8 - Aplicações em Redes Prof. Othon Marcelo Nunes Batista Mestre em Informática 1 de 31 Roteiro Sistemas Operacionais em Rede Modelo Cliente-Servidor Modelo P2P (Peer-To-Peer) Aplicações e Protocolos

Leia mais

Informática Aplicada I. Sistemas Operacionais Projeto e Implementação Andrew S. Tanenbaum Albert S. woodhull

Informática Aplicada I. Sistemas Operacionais Projeto e Implementação Andrew S. Tanenbaum Albert S. woodhull Informática Aplicada I Sistemas Operacionais Projeto e Implementação Andrew S. Tanenbaum Albert S. woodhull 1 Conceito de Sistema Operacional Interface: Programas Sistema Operacional Hardware; Definida

Leia mais

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS TÉCNICO DE LABORATÓRIO / ÁREA INFORMÁTICA

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS TÉCNICO DE LABORATÓRIO / ÁREA INFORMÁTICA CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS TÉCNICO DE LABORATÓRIO / ÁREA INFORMÁTICA 26. Considerando o sistema de numeração Hexadecimal, o resultado da operação 2D + 3F é igual a: a) 5F b) 6D c) 98 d) A8 e) 6C 27. O conjunto

Leia mais

Equipamentos de Rede. Prof. Sérgio Furgeri 1

Equipamentos de Rede. Prof. Sérgio Furgeri 1 Equipamentos de Rede Repetidor (Regenerador do sinal transmitido)* Mais usados nas topologias estrela e barramento Permite aumentar a extensão do cabo Atua na camada física da rede (modelo OSI) Não desempenha

Leia mais

Modelo de referência OSI. Modelo TCP/IP e Internet de cinco camadas

Modelo de referência OSI. Modelo TCP/IP e Internet de cinco camadas Modelo de referência OSI. Modelo TCP/IP e Internet de cinco camadas Conhecer os modelo OSI, e TCP/IP de cinco camadas. É importante ter um padrão para a interoperabilidade entre os sistemas para não ficarmos

Leia mais

INSTALAÇÃO PRINTERTUX Tutorial

INSTALAÇÃO PRINTERTUX Tutorial INSTALAÇÃO PRINTERTUX Tutorial 2 1. O Sistema PrinterTux O Printertux é um sistema para gerenciamento e controle de impressões. O Produto consiste em uma interface web onde o administrador efetua o cadastro

Leia mais

MÓDULO 8 Modelo de Referência TCP/IP

MÓDULO 8 Modelo de Referência TCP/IP MÓDULO 8 Modelo de Referência TCP/IP A internet é conhecida como uma rede pública de comunicação de dados com o controle totalmente descentralizado, utiliza para isso um conjunto de protocolos TCP e IP,

Leia mais

Revisão. Karine Peralta karine.peralta@pucrs.br

Revisão. Karine Peralta karine.peralta@pucrs.br Revisão Karine Peralta Agenda Revisão Evolução Conceitos Básicos Modelos de Comunicação Cliente/Servidor Peer-to-peer Arquitetura em Camadas Modelo OSI Modelo TCP/IP Equipamentos Evolução... 50 60 1969-70

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES 08/2013 Material de apoio Conceitos Básicos de Rede Cap.1 2 Esclarecimentos Esse material é de apoio para as aulas da disciplina e não substitui a leitura da bibliografia básica.

Leia mais

Disciplina Fundamentos de Redes. Introdução ao Endereço IP. Professor Airton Ribeiro de Sousa Outubro de 2014

Disciplina Fundamentos de Redes. Introdução ao Endereço IP. Professor Airton Ribeiro de Sousa Outubro de 2014 Disciplina Fundamentos de Redes Introdução ao Endereço IP 1 Professor Airton Ribeiro de Sousa Outubro de 2014 PROTOCOLO TCP - ARQUITETURA Inicialmente para abordamos o tema Endereço IP, é necessário abordar

Leia mais

Introdução às Redes de Computadores. Por José Luís Carneiro

Introdução às Redes de Computadores. Por José Luís Carneiro Introdução às Redes de Computadores Por José Luís Carneiro Portes de computadores Grande Porte Super Computadores e Mainframes Médio Porte Super Minicomputadores e Minicomputadores Pequeno Porte Super

Leia mais

Prof. Wilton O. Ferreira Universidade Federal Rural de Pernambuco UFRPE 1º Semestre / 2012

Prof. Wilton O. Ferreira Universidade Federal Rural de Pernambuco UFRPE 1º Semestre / 2012 Prof. Wilton O. Ferreira Universidade Federal Rural de Pernambuco UFRPE 1º Semestre / 2012 As redes de computadores possibilitam que indivíduos possam trabalhar em equipes, compartilhando informações,

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES CURSO TÉCNICO DE INFORMÁTICA Módulo A REDES DE COMPUTADORES Protocolos de Rede FALANDO A MESMA LÍNGUA Um protocolo pode ser comparado a um idioma, onde uma máquina precisa entender o idioma de outra máquina

Leia mais

Capítulo 11: Redes de Computadores. Prof.: Roberto Franciscatto

Capítulo 11: Redes de Computadores. Prof.: Roberto Franciscatto Capítulo 11: Redes de Computadores Prof.: Roberto Franciscatto REDES - Introdução Conjunto de módulos de processamento interconectados através de um sistema de comunicação, cujo objetivo é compartilhar

Leia mais

AULA 01 INTRODUÇÃO. Eduardo Camargo de Siqueira REDES DE COMPUTADORES Engenharia de Computação

AULA 01 INTRODUÇÃO. Eduardo Camargo de Siqueira REDES DE COMPUTADORES Engenharia de Computação AULA 01 INTRODUÇÃO Eduardo Camargo de Siqueira REDES DE COMPUTADORES Engenharia de Computação CONCEITO Dois ou mais computadores conectados entre si permitindo troca de informações, compartilhamento de

Leia mais

FTIN Formação Técnica em Informática Módulo Sistema Proprietário Windows AULA 04. Prof. André Lucio

FTIN Formação Técnica em Informática Módulo Sistema Proprietário Windows AULA 04. Prof. André Lucio FTIN Formação Técnica em Informática Módulo Sistema Proprietário Windows AULA 04 Prof. André Lucio Competências da aula 3 Servidor de DHCP. Servidor de Arquivos. Servidor de Impressão. Aula 04 CONCEITOS

Leia mais

DHCP - ESAF. 1- Prova: ESAF - 2005 - SET- RN - Auditor Fiscal do Tesouro Estadual - Prova 2

DHCP - ESAF. 1- Prova: ESAF - 2005 - SET- RN - Auditor Fiscal do Tesouro Estadual - Prova 2 DHCP - ESAF 1- Prova: ESAF - 2005 - SET- RN - Auditor Fiscal do Tesouro Estadual - Prova 2 Um protocolo é um conjunto de regras e convenções para envio de informações em uma rede. Essas regras regem, além

Leia mais

DISPOSITIVOS DE REDES SEM FIO

DISPOSITIVOS DE REDES SEM FIO AULA PRÁTICA DISPOSITIVOS DE REDES SEM FIO Objetivo: Apresentar o modo de operação Ad Hoc de uma rede padrão IEEE 802.11g/b e implementá-la em laboratório. Verificar os fundamentos de associação/registro

Leia mais

Modelos de Camadas. Professor Leonardo Larback

Modelos de Camadas. Professor Leonardo Larback Modelos de Camadas Professor Leonardo Larback Modelo OSI Quando surgiram, as redes de computadores eram, em sua totalidade, proprietárias, isto é, uma determinada tecnologia era suportada apenas por seu

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES Rede é um conjunto de módulos processadores capazes de trocar informações e compartilhar recursos. O tipo de rede é definido pela sua área de abrangência, podemos classificar as redes

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES Prof. Ricardo Rodrigues Barcelar http://www.ricardobarcelar.com

REDES DE COMPUTADORES Prof. Ricardo Rodrigues Barcelar http://www.ricardobarcelar.com - Aula Complementar - MODELO DE REFERÊNCIA OSI Este modelo se baseia em uma proposta desenvolvida pela ISO (International Standards Organization) como um primeiro passo em direção a padronização dos protocolos

Leia mais

Professor Rodrigo. 1. Considere a seguinte situação em uma planilha MS-Excel (2003):

Professor Rodrigo. 1. Considere a seguinte situação em uma planilha MS-Excel (2003): 1. Considere a seguinte situação em uma planilha MS-Excel (2003): Selecionar as células de B1 até B4 e depois arrastar essa seleção pela alça de preenchimento para a célula B5, fará com que o valor correspondente

Leia mais

WebGate PO9900. Descrição do Produto. Dados para Compra. Itens Integrantes. Código do Produto

WebGate PO9900. Descrição do Produto. Dados para Compra. Itens Integrantes. Código do Produto Descrição do Produto A interface de comunicação WebGate,, permite que controladores programáveis com protocolo ALNET I possam ser conectados a uma rede Ethernet TCP/IP. O WebGate permite que estes controladores

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES Prof. Esp. Fabiano Taguchi http://fabianotaguchi.wordpress.com fabianotaguchi@gmail.com ENLACE X REDE A camada de enlace efetua de forma eficiente e com controle de erros o envio

Leia mais

Exercícios de Revisão Redes de Computadores Edgard Jamhour. Nome dos Alunos

Exercícios de Revisão Redes de Computadores Edgard Jamhour. Nome dos Alunos Exercícios de Revisão Redes de Computadores Edgard Jamhour Nome dos Alunos Cenário 1: Considere a seguinte topologia de rede IPB 210.0.0.1/24 IPA 10.0.0.5/30 220.0.0.1\24 4 5 3 1 IPC 10.0.0.9/30 REDE B

Leia mais

Intranets. FERNANDO ALBUQUERQUE Departamento de Ciência da Computação Universidade de Brasília 1.INTRODUÇÃO

Intranets. FERNANDO ALBUQUERQUE Departamento de Ciência da Computação Universidade de Brasília 1.INTRODUÇÃO Intranets FERNANDO ALBUQUERQUE Departamento de Ciência da Computação Universidade de Brasília 1.INTRODUÇÃO As intranets são redes internas às organizações que usam as tecnologias utilizadas na rede mundial

Leia mais

INFORMÁTICA IINTERNET / INTRANET

INFORMÁTICA IINTERNET / INTRANET INFORMÁTICA IINTERNET / INTRANET Objectivos História da Internet Definição de Internet Definição dos protocolos de comunicação Entender o que é o ISP (Internet Service Providers) Enumerar os equipamentos

Leia mais

Microsoft Internet Explorer. Browser/navegador/paginador

Microsoft Internet Explorer. Browser/navegador/paginador Microsoft Internet Explorer Browser/navegador/paginador Browser (Navegador) É um programa que habilita seus usuários a interagir com documentos HTML hospedados em um servidor web. São programas para navegar.

Leia mais

CCNA 1 Conceitos Básicos de Redes. Capítulo1 - Introdução à Redes. Associação dos Instrutores NetAcademy - Agosto de 2007 - Página

CCNA 1 Conceitos Básicos de Redes. Capítulo1 - Introdução à Redes. Associação dos Instrutores NetAcademy - Agosto de 2007 - Página CCNA 1 Conceitos Básicos de Redes Capítulo1 - Introdução à Redes 1 Requisitos para Conexão à Internet Para disponibilizar o acesso de um computador à rede, devem ser levados em consideração 03 parâmetros:

Leia mais

www.leitejunior.com.br 10/04/2012 19:30 Leite Júnior QUESTÕES CESGRANRIO 10/04/2012 AO VIVO

www.leitejunior.com.br 10/04/2012 19:30 Leite Júnior QUESTÕES CESGRANRIO 10/04/2012 AO VIVO QUESTÕES CESGRANRIO 10/04/2012 AO VIVO DE PETRÓLEO E DERIVADOS... QUESTÃO 21 - Um determinado usuário trabalha em uma rede que possui o servidor anpout.gov.br para envio de e-mails e o servidor anpin.gov.br

Leia mais

Como montar uma rede Wireless

Como montar uma rede Wireless Como montar uma rede Wireless Autor: Cristiane S. Carlos 1 2 Como Montar uma Rede Sem Fio sem Usar um Roteador de Banda Larga Introdução Muita gente não sabe que com o Windows XP ou o Windows Vista é possível

Leia mais

02. A extensão padrão para arquivos de áudio digital no ambiente Windows é:

02. A extensão padrão para arquivos de áudio digital no ambiente Windows é: Prova sobre informática para concursos. 01 A definição de Microcomputador é: a) Equipamento com grade capacidade de memória principal (256 Megabytes), vários processadores, alta velocidade de processamento.

Leia mais

Redes de Computadores II

Redes de Computadores II Redes de Computadores II INTERNET Protocolos de Aplicação Intranet Prof: Ricardo Luís R. Peres As aplicações na arquitetura Internet, são implementadas de forma independente, ou seja, não existe um padrão

Leia mais

Capítulo 9 - Conjunto de Protocolos TCP/IP e Endereçamento. Associação dos Instrutores NetAcademy - Julho de 2007 - Página

Capítulo 9 - Conjunto de Protocolos TCP/IP e Endereçamento. Associação dos Instrutores NetAcademy - Julho de 2007 - Página Capítulo 9 - Conjunto de Protocolos TCP/IP e Endereçamento IP 1 História e Futuro do TCP/IP O modelo de referência TCP/IP foi desenvolvido pelo Departamento de Defesa dos Estados Unidos (DoD). O DoD exigia

Leia mais

Capítulo 2 - Conceitos Básicos de Redes. Associação dos Instrutores NetAcademy - agosto de 2007 - Página

Capítulo 2 - Conceitos Básicos de Redes. Associação dos Instrutores NetAcademy - agosto de 2007 - Página Capítulo 2 - Conceitos Básicos de Redes 1 Redes de Dados Inicialmente o compartilhamento de dados era realizado a partir de disquetes (Sneakernets) Cada vez que um arquivo era modificado ele teria que

Leia mais

Administração de Sistemas de Informação I

Administração de Sistemas de Informação I Administração de Sistemas de Informação I Prof. Farinha Aula 03 Telecomunicações Sistemas de Telecomunicações 1 Sistemas de Telecomunicações Consiste de Hardware e Software transmitindo informação (texto,

Leia mais

Planejando uma política de segurança da informação

Planejando uma política de segurança da informação Planejando uma política de segurança da informação Para que se possa planejar uma política de segurança da informação em uma empresa é necessário levantar os Riscos, as Ameaças e as Vulnerabilidades de

Leia mais

Apresento a resolução da prova para Agente da Polícia Federal. Observe as possibilidades de recurso que anotei nas questões.

Apresento a resolução da prova para Agente da Polícia Federal. Observe as possibilidades de recurso que anotei nas questões. Olá, pessoal, Apresento a resolução da prova para Agente da Polícia Federal. Observe as possibilidades de recurso que anotei nas questões. Para proferir uma palestra acerca de crime organizado, um agente

Leia mais

Curso de extensão em Administração de Redes

Curso de extensão em Administração de Redes Curso de extensão em Administração de Redes Italo Valcy - italo@dcc.ufba.br Ponto de Presença da RNP na Bahia Departamento de Ciência da Computação Universidade Federal da Bahia Administração de Redes,

Leia mais

Composição. Estrutura Fisica Redes Sistemas Operacionais Topologias de redes

Composição. Estrutura Fisica Redes Sistemas Operacionais Topologias de redes Composição Estrutura Fisica Redes Sistemas Operacionais Topologias de redes Aterramento Fio de boa qualidade A fiação deve ser com aterramento neutro (fio Terra) trabalhando em tomadas tripolares Fio negativo,

Leia mais

Protocolos de Redes Revisão para AV I

Protocolos de Redes Revisão para AV I Protocolos de Redes Revisão para AV I 01 Aula Fundamentos de Protocolos Conceituar protocolo de rede; Objetivos Compreender a necessidade de um protocolo de rede em uma arquitetura de transmissão entre

Leia mais

Equipamentos de Rede

Equipamentos de Rede Equipamentos de Rede Professor Carlos Gouvêa SENAIPR - Pinhais 2 Introdução Objetivos Finalidade dos equipamentos Equipamentos e descrição Nomenclatura de desenho técnico para redes Exercício de orientação

Leia mais

Para montar sua própria rede sem fio você precisará dos seguintes itens:

Para montar sua própria rede sem fio você precisará dos seguintes itens: Introdução: Muita gente não sabe que com o Windows XP ou o Windows Vista é possível montar uma rede sem fio em casa ou no escritório sem usar um roteador de banda larga ou um ponto de acesso (access point),

Leia mais

COMPONENTES DE REDES. Fernando Albuquerque (061) 273-3589 fernando@cic.unb.br

COMPONENTES DE REDES. Fernando Albuquerque (061) 273-3589 fernando@cic.unb.br COMPONENTES DE REDES Fernando Albuquerque (061) 273-3589 fernando@cic.unb.br Tópicos Componentes de rede Placas de interface Transceptores Repetidores HUBs Pontes Switches Roteadores Gateways Servidores

Leia mais

Edital 012/PROAD/SGP/2012

Edital 012/PROAD/SGP/2012 Edital 012/PROAD/SGP/2012 Nome do Candidato Número de Inscrição - Assinatura do Candidato Secretaria de Articulação e Relações Institucionais Gerência de Exames e Concursos I N S T R U Ç Õ E S LEIA COM

Leia mais

TRIBUNAL DE CONTAS DO DISTRITO FEDERAL

TRIBUNAL DE CONTAS DO DISTRITO FEDERAL TRIBUNAL DE CONTAS DO DISTRITO FEDERAL TÉCNICO EM ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA E ANALISTA (EXCETO PARA O CARGO 4 e 8) GABARITO 1. (CESPE/2013/MPU/Conhecimentos Básicos para os cargos 34 e 35) Com a cloud computing,

Leia mais

O modelo ISO/OSI (Tanenbaum,, 1.4.1)

O modelo ISO/OSI (Tanenbaum,, 1.4.1) Cenário das redes no final da década de 70 e início da década de 80: Grande aumento na quantidade e no tamanho das redes Redes criadas através de implementações diferentes de hardware e de software Incompatibilidade

Leia mais

Módulo de Transmissão e Ativos de Rede Curso Técnico de Informática. Prof. George Silva

Módulo de Transmissão e Ativos de Rede Curso Técnico de Informática. Prof. George Silva Módulo de Transmissão e Ativos de Rede Curso Técnico de Informática Prof. George Silva FTIN FORMAÇÃO TÉCNICA EM INFORMÁTICA COMPONENTES ATIVOS DE REDES AULA 04 Objetivo Entender o encapsulamento de dados

Leia mais