UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLANDIA FACULDADE DE DlREITO CURSO DE GRADUAC;AO EM DlREITO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLANDIA FACULDADE DE DlREITO CURSO DE GRADUAC;AO EM DlREITO"

Transcrição

1 UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLANDIA FACULDADE DE DlREITO CURSO DE GRADUAC;AO EM DlREITO DISCIPLINA: DlREITO PENAL II CODIGO: UNIDADE ACADEMICA: FADIR PERiODO/SERIE: 4 0 periodo OBRIGAT6RIA: (X) I OPTATIVA: ( ) CHTOTAL TEORICA: 90h CHTOTAL PRA.TICA: Oh CHTOTAL: 90h ODS: 0 conteudo programatico desmembra alguns itens previstos na ementa da disciplina, tomando seu estudo mais completo e abrangente. PRE-REQUISITOS: Direito Penal I I C6-REQUISITOS: Objetivo GeraI: Construir em conjunto com 0 discente a capacidade necessaria para compreender a Parte Geral do Direito Penal (especialmente sobre a Teoria da Pena) e a Parte Especial do C6digo Penal, proporcionando-lhe as condi((oes instrumentais imprescindfveis para 0 aprofundamento te6rico e pratico da atividade juridico-penai. Objetivos Especificos: - Proporcionar ao discente uma visao propedeutica da Teoria da Pena no Direito Penal, preparando-o para compreender suas teorias construtivas e sua evolu~ao no tempo e no espa~o (arts. 32 ao 120) - Conduzir 0 discente a compreensao da estrutura da Parte Especial do Cooigo Penal, e capacita-io a adquirir as habilidades necessanas para a analise te6rica e pratica dos artigos 121 ao Fomentar no discente a aplica((ao do Direito Penal e da Politica Criminal como instrumentais para compreensao juridica dos fenomenos sociais vinculados a criminalidade. - Compreender a tecnica utilizada pelo legislador na constru~ao dos dispositivos penais da Parte Especial do C6digo.

2 Da Aplica~ao da San~ao Penal. Efeitos da Senten~a Penal. Reabilita~ao. Da A~ao Penal. Extin~ao da Punibilidade. Introdu~ao ao estudo dos crimes em especie. Objetos de prote~ao penal. Tipo legal de crime. Dos crimes contra a pessoa. Dos crimes contra 0 patrimonio. Dos crimes contra a propriedade imaterial. Dos crimes contra a organiza~ao do trabalho. Dos crimes contra 0 sentimento religioso e contra 0 respeito aos mortos. Dos crimes contra a dignidade sexual. 1. Conseqiiencias juridicas do delito: a pena e a medida de seguran~a. 1. Especies de pena; 1.1. A pena privativa de liberdade. Origens, sistemas e caracteristicas Os regimes de reclusao e deten~ao Regrasdo regime fechado Regras do regime semi-aberto Regras do regime aberto Progressao e regressao. Requisitos Examecrimino16gico Detra~ao e remi~ao trabalho permitido Regime Disciplinar Diferenciado (RDD) Penas Restritivas de Direitos Considera~oes gerais Comina~ao e aplica~ao das penas alternativas Especies de penas restritivas Pena de Multa ou Pecuniaria Considera~oes gerais Direito Penal positivo brasileiro: Comina~ao e aplica~ao da pena de multa Fase execut6ria da pena pecuniciria: ~2_A p_li_ca_~_a_o_d_a S_a_n~_a_o_P ~~ en_a_i_. ~

3 2.1 Aplica~ao da Pena: Individualiza~ao da pena. 2.2 Circunstancias e elementares do crime. 2.3 Circunstancias judiciais. Circunstancias legais: atenuantes e agravantes genericas: 2.4 Circunstancias preponderantes no concurso de agravantes e atenuantes. 2.5 Causas de aumento e de diminui~ao 2.6 Dosimetria da pena. 3. Concurso de Crimes 3.1 Introdu~ao 3.2 Sistemas de aplica~ao da pena. 3.3 Especies de concurso de crimes Concurso material Concurso formal Crime continuado Dosimetria da pena no concurso de crimes Erro na execu~ao - aberratio ictus: Qualidades da vitima Resultado diverso do pretendido. 3.7 Limite de cumprimento da pena de prisao. 4 Da Suspensao Condicional da Penal e do Processo. 4.1 Suspensao Condicional da Pena: Origem e desenvolvimento do instituto. 4.2 Conceito e denomina~ao do instituto. 4.3 Natureza juridica. 4.4 A suspensao condicional do Direito positivo brasileiro: Requisitos ou pressupostos necessarios. 4.5 Especies de suspensao condicional: Condi~oes do sursis periodo de prova: Causas de revoga~ao obrigat6ria. 4.7 Causas de revoga~ao facultativa. 4.8 Prorroga~ao do periodo de prova. 4.9 Extin~ao da pena privativa de liberdade Suspensao Condicional do Processo. 5 Do Livramento CondicionaI. 5.1 Livramento Condicional: Origem e desenvolvimento do Iivramento condicional. t.&- L5_._2_C_o_n_c_e_ito e_c_a_ra_c_w_r_e_s_d_a_l_ib_e_rd_a_d_e_c_o_n_d_ic_i_on_a_l_. ~~\ 4'3

4 5.3. Naturezajuridica da liberdade condicional. 5.4 Requisitos 5.5. Condic;oes obrigatorias e facultativas 5.6. Causas de revogac;ao do livramento condicional: 5.7. Suspensao do livramento condicional Efeitos de nova condenac;ao Prorrogac;ao do livramento e extinc;ao da pena. 6 Medidas de Seguran~a. 6.1 Considerac;oes introdutorias. 6.2 Diferenc;as entre pena e medida de seguranc;a Principio da legalidade. 6.4 Pressupostos ou requisitos para aplicac;ao da medida de seguranc;a. 6.5 Especies de medidas de seguranc;a. 6.6 Tipos de estabelecimentos. Prescric;ao e extinc;ao da punibilidade. 6.7 Prazo de durac;ao da medida de seguranc;a. 6.8 Execuc;ao, suspensao e extinc;ao da medida de seguranc;a. 6.9 Substituic;ao da pena por medida de seguranc;a Verificac;ao da cessac;ao de per~culosidade. 7 Efeitos da Condena~ao e Reabilita~ao. 7.1 Efeitos da condenac;ao.. 8 Reabilitac;ao 8.1. Conceito; condic;oes; requisitos; efeitos e revogac;ao. 9. Extin~ao da Punibilidade. 9.1 Da Extinc;ao da Punibilidade: Considerac;oes gerais. 9.2 Causa extintivas da punibilidade: Morte do agente. 9.3 Anistia, grac;a e indulto. 9.4 AboUtio criminis. 9.5 Prescric;ao, decadencia e perempc;ao Renuncia e perdao Retratac;ao do agente. 9.8 Perdao judicial. 9.9 Prescric;ao:

5 9.9.1 Considera~oes introdut6rias; Especies de prescri~ao: Prescri~ao da pretensao punitiva; Prescri9ao da pretensao punitiva abstrata; Prescri~ao da pretensao punitiva retroativa; Prescri~ao da pretensao pun it iva intercorrente ou subseqiiente; Prescri~ao da pretensao execut6ria Termo inicial da prescri~ao Causas modificadoras do curso prescricional Suspensao do prazo prescricional Novas causas suspensivas da prescri~ao Interrup~ao do prazo prescricional Causas redutoras do prazo prescricional Prescri~ao da pena de multa. 1 O. Considera~oes gerais da parte geral e propostas de reforma em curso 11. Introdu~io ao Estudo da Parte Especial do Codigo Penal brasileiro Consideni~oes Iniciais Objeto da Prote~ao Penal: 0 Bern Juridico A objetividade juridica Do Tipo Penal Conceito e Evolu~ao dos Tipos Penais Fun~oes do Tipo Penal Adequa~ao Tipica (tipicidade) Elementos do Tipo Penal (objetivos, subjetivos e normativos) Especies de Tipo Penal Classifica~ao Doutrinaria dos Crimes. 12 Dos crimes contra a pessoa Crimes contra a vida Homicidio Participa~ao em suicidio Infanticidio Aborto.

6 Lesoes corporais Da peric1ita~ao da vida e da saude Perigo de contagio venereo Perigo de contagio de molestia grave Perigo para a vida ou saude de outrem Abandono de incapaz Exposi~ao ou abandono de recem-nascido Omissao de socorro Maus-tratos Rixa Dos crimes contra a honra Calunia Difama~ao Injuria Disposi~oes comuns dos crimes contra a honra Of ens a it honra de autoridades publicas Dos crimes contra a liberdade individual Constrangimento ilegal Amea~a SeqUestro ou carcere privado Redu~ao a condi~ao analoga it de escravo Dos crimes contra a inviolabilidade do domicilio Viola~ao de domicilio Dos crimes contra a inviolabilidade de correspondencia Viola~ao de correspondencia Sonega~ao ou destrui~ao de correspondencia Viola~ao de comunica~ao telegrafica, radioeletrica ou telefonica Correspondencia comercial Dos crimes contra a inviolabilidade dos segredos Divulg~ao de segredo Viola~ao do segredo profissional. p l_3_d_o_scr_i_m_e_s_c_o_d_tr_a_o_ 13.1 Furto. _a_tr_i_m_o_d_io_o ' \. ~.-. L ~

7 13.2 Furto de coisa comum Roubo Extorsao Extorsao mediante seqiiestro Extorsao indireta Da usurpa~ao Dano Introdu~ao ou abandono de animais em propriedade alheia Dano em coisa de valor artistico, arqueologico ou historico Altera~ao de local especialmente protegido Apropria~ao indebita Apropria~ao indebita previdenchlria (acrescentado pela Lei 9.983, de ) Apropria~ao de coisa havida por erro, caso fortuito ou for~a da natureza Apropria~ao de tesouro Apropria~ao de coisa achada Estelionato Duplicata simulada Abuso de incapazes Induzimento it especula~ao Fraude no comercio Outras fraudes Fraudes e abusos na funda~ao ou administra~ao de sociedades por a~oes Emissao irregular de conhecimento de deposito ou warrant Fraude it execu~ao Recepta~ao Imunidade relativa Exc1usao de imunidade e privilegio. 14 Dos crimes contra a propriedade imaterial Viola~ao de direito autoral. 15 Dos crimes contra a organiza~io do trabalho Atentado contra a liberdade de trabalho Atentado contra a liberdade de contrato de trabalho e boicotagem violenta Atentado contra a liberdade de associa~ao.

8 15.4 Paralisayao de trabalho, seguida de violencia ou perturbayao da ordem Paralisayao de trabalho de interesse coletivo Invasao de estabelecimento industrial, comercial ou agricola Frustrayao de direito assegurado por lei trabalhista Frustrayao de lei sobre a nacionalizayao do trabalho Exercicio de atividade com infrayao de decisao administrativa Aliciamento para 0 tim de emigrayao Aliciamento de trabalhadores de urn local para outro do territ6rio nacional. 16 Dos crimes contra 0 sentimento religioso e contra 0 respeito aos mortos Ultraje a culto e impedimento ou perturbayao de ato a ele relativo Impedimento ou perturbayao de cerimonia funeniria Violayao de sepultura Destruiyao, subtrayao ou ocultayao de cadaver Vilipendio a cadaver. 17 Dos crimes contra a dignidade sexual Introduyao Dos crimes contra a liberdade sexual Estupro Violayao sexual mediante fraude Assedio sexual Dos crimes contra vulneravel Estupro de vulnenivel Corrupyao de menores Satisfayao da lascivia mediante presenya de crianya ou adolescente Favorecimento da prostituiyao ou outra forma de explorayao sexual de vulneravel Disposiyoes gerais Da ayao penal Aumento de pena Do lenocinio e do tnitico de pessoa para tim de prostituiyao ou outra forma de explorayao sexual Mediayao para servir a lascivia de outrem Favorecimento da prostituiyao ou outra forma de explorayao sexual Casa de prostituiyao.

9 Rufianismo Trafico intemacional de pessoa para fim de explora9ao sexual Trafico intemo de pessoa para fim de explora9ao sexual Do ultraje publico ao pudor Ato obsceno Escrito ou objeto obsceno Disposi90es gerais. Bibliografia basica: BACIGALUPO, Enrique. Direito penal - parte geral. Trad. Andre Estefan. Sao Paulo: Malheiros, 2005,574 p., ISBN: BITENCOURT, Cezar Roberto. Tratado de direito penal, v. 2: parte especial. 10. ed. Sao Paulo: Saraiva, p. ISBN MACHADO, Fabio Guedes de Paula. Prescri~ao Penal- Prescri~ao Funcionalista. Sao P~ulo: RT, Culpabilidade no direito penal. Sao Paulo: Quartier Latin, MIR PUIG, Santiago. Direito penal. Fundamentos e teoria do delito. Trad. Claudia Viana Garcia e Jose Carlos Porciuncula Neto. Sao Paulo: RT NUCCI, Guilherme de Souza. Codigo Penal Comentado. 10 ed. Sao Paulo: RT, PRADO, Luiz Regis. Curso de direito penal brasileiro, v. 1: parte geral. 9. ed. Sao Paulo: RT, Direito penal- Parte especial. Arts. 121 a 196. Parte Especial. Sao Paulo: RT, 2008, SANTOS, Juarez Cirino dos. Direito penal- parte geral ed. Rio de Janeiro: Lumen, Bibliografia complementar: ARANHA, A. 1. Q. T. de C. Crimes contra a honra. 2. ed. Sao Paulo: Saraiva, GOMES, Luiz Flavio; GARCiA P ABLOS DE MOLINA, Antonio e BIANCHINI, Alice. Direito penal. Introdu~ao e principios fundamentais. Vol. 1,2. ed. Sao Paulo: RT, Direito penal. Parte geral. Vol. 2. Sao Paulo: RT, 2009.

10 GRECO, R. Curso de Direito Penal. 10. ed., rev., atual. Niter6i: Impetus, 2008, v.i. JESUS, Damasio E. de. Direito penal, v. 2: parte especial. 29. ed. Sao Paulo: Saraiva, MIRABETE, Julio Fabrrini. Manual de direito penal, v. 2: parte especial- arts. 121 a 234 do CPo 26. ed. Sao Paulo: Atlas, NUCCI, G. de S. Codigo Penal Comentado. 8. ed., rev., atual., ampl.. Sao Paulo: RT, REALE JR. Miguel. Instituifoes de dire ito penal: parte geral: vol. 1. Rio de Janeiro: Forense, ROXIN, Claus. Derecho penal- parte general, tomo I - Fundamentos. A estrutura da teoria do de lito. Trad. Diego-Manuel Luzon Pefia, Miguel Diaz y Garcia Conlledo e Javier de Vicente Remesal, da 2. a ed. alema, Madrid : Civitas, TOLEDO, Francisco de Assis. Principios basicos de direito penal. 5. ed. Sao Paulo: Saraiva, WELZEL, Hans. 0 novo sistema juridico-penal. 2. ed. Trad. Luiz Regis Prado. Sao Paulo: RT, Carimbo / / / -:+>d.-'d~ra~j UrI'-Ibe :7i"'t Prof 0 Agui al 0 Alf:!'I. Diretor d FACULDAOE Ol IlIkt' ~ '. f,,\":"":',-. -- P J..U f J a-~_d e Pc s s it Carimol.p~iJRmtUBallllo Diretor da Unidade Academica 10

PLANO DE ENSINO. DIREITO PENAL III

PLANO DE ENSINO. DIREITO PENAL III SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS JURÍDICAS DEPARTAMENTO DE DIREITO Campus Universitário - Trindade - Caixa Postal 476 88040-900 - Florianópolis - Santa

Leia mais

FACULDADE DE DIREITO DE SOROCABA FADI 2015

FACULDADE DE DIREITO DE SOROCABA FADI 2015 FACULDADE DE DIREITO DE SOROCABA FADI 2015 Disciplina: Direito Penal III Departamento III Direito Penal e Direito Processo Penal Carga Horária Anual: 100 h/a Tipo: Anual 4º ano Docente Responsável: Gustavo

Leia mais

Sumário. Coleção Sinopses para Concursos... 25 Guia de leitura da Coleção... 27

Sumário. Coleção Sinopses para Concursos... 25 Guia de leitura da Coleção... 27 Sumário Coleção Sinopses para Concursos... 25 Guia de leitura da Coleção... 27 Capítulo I DOS CRIMES CONTRA A PESSOA... 29 1. DOS CRIMES CONTRA A VIDA... 33 1.1 HOMICÍDIO... 33 1. Bem jurídico... 34 2.

Leia mais

Curso: Direito Carga Horária: 64 Departamento: Direito Público Área: Direito Penal e Processo Penal PLANO DE ENSINO

Curso: Direito Carga Horária: 64 Departamento: Direito Público Área: Direito Penal e Processo Penal PLANO DE ENSINO Faculdade de Direito Milton Campos Disciplina: Direito Penal III Curso: Direito Carga Horária: 64 Departamento: Direito Público Área: Direito Penal e Processo Penal PLANO DE ENSINO EMENTA Introdução ao

Leia mais

Ministério da Educação Universidade Federal de Santa Maria Centro de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Direito PLANO DE ENSINO

Ministério da Educação Universidade Federal de Santa Maria Centro de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Direito PLANO DE ENSINO Ministério da Educação Universidade Federal de Santa Maria Centro de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Direito PLANO DE ENSINO 1) Identificação Disciplina Direito Penal II - NOTURNO Carga horária

Leia mais

PLANO DE ENSINO. Carga Horária: 60 horas/aula

PLANO DE ENSINO. Carga Horária: 60 horas/aula PLANO DE ENSINO 1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Instituição: Universidade Alto Vale do Rio do Peixe Curso: Direito Professora: Ms. Anna Karyne Turbay Palodetto anakaryne@uniarp.edu.br Período/ Fase: 4º Semestre:

Leia mais

UNIDADE: FACULDADE DE DIREITO DISCIPLINAS OBRIGATÓRIAS

UNIDADE: FACULDADE DE DIREITO DISCIPLINAS OBRIGATÓRIAS DISCIPLINAS OBRIGATÓRIAS Í N D I C E Código Disciplina Página DIR 05-00188 Direito Penal I 2 DIR 05-00361 Direito Penal II 3 DIR 05-00528 Direito Penal III 4 DIR 0-00684 Direito Penal IV 5 DIR 05-07407

Leia mais

FICHA DE DISCIPLINA UNIDADE ACADEMICA: FADIR. CHTOTAL TEORICA: 90h CO-REQUISITOS:

FICHA DE DISCIPLINA UNIDADE ACADEMICA: FADIR. CHTOTAL TEORICA: 90h CO-REQUISITOS: UNVERSDADE FEDERAL DE UBERLANDA FACULDADE DE DRETO CURSO DE GRADUA

Leia mais

As penas. Efeitos da condenação. Reabilitação. Medidas de segurança. Ação penal. Extinção da punibilidade.

As penas. Efeitos da condenação. Reabilitação. Medidas de segurança. Ação penal. Extinção da punibilidade. Programa de DIREITO PENAL II 3º período: 80h/a Aula: Teórica EMENTA As penas. Efeitos da condenação. Reabilitação. Medidas de segurança. Ação penal. Extinção da punibilidade. OBJETIVOS Habilitar o futuro

Leia mais

Ministério da Educação Universidade Federal de Santa Maria Centro de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Direito PLANO DE ENSINO

Ministério da Educação Universidade Federal de Santa Maria Centro de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Direito PLANO DE ENSINO Ministério da Educação Universidade Federal de Santa Maria Centro de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Direito PLANO DE ENSINO 1) Identificação Disciplina Direito Penal III - DIURNO Carga horária

Leia mais

PLANO DE ENSINO EMENTA DA DISCIPLINA OBJETIVOS DA DISCIPLINA. 1-Identificar os bens jurídicos tutelados no Código Penal Brasileiro.

PLANO DE ENSINO EMENTA DA DISCIPLINA OBJETIVOS DA DISCIPLINA. 1-Identificar os bens jurídicos tutelados no Código Penal Brasileiro. FACULDADE: FACULDADE DE CIÊNCIAS JURÍDICAS E SOCIAIS CURSO: DIREITO DISCIPLINA: DIREITO PENAL PARTE ESPECIAL I CÓDIGO: CARGA HORÁRIA: 075 4º- SEMESTRE: 2013 PROFESSOR(A): LÁSARO MOREIRA DA SILVA PLANO

Leia mais

COLEGIADO DO CURSO DE DIREITO. Reconhecimento renovado pela portaria MEC nº 608 de 19.11.13, DOU de 20.11.13 PLANO DE CURSO

COLEGIADO DO CURSO DE DIREITO. Reconhecimento renovado pela portaria MEC nº 608 de 19.11.13, DOU de 20.11.13 PLANO DE CURSO COLEGIADO DO CURSO DE DIREITO Reconhecimento renovado pela portaria MEC nº 608 de 19.11.13, DOU de 20.11.13 Componente Curricular: DIREITO PENAL II Código: DIR - 265 CH Total: 60 horas Pré-requisito:Direito

Leia mais

TRATADO DE DIREITO PENAL BRASILEIRO

TRATADO DE DIREITO PENAL BRASILEIRO LUIZ REGIS PRADO nerior Jrib{J S~t' DE JUSTIÇA J'lq/ TRATADO DE DIREITO PENAL BRASILEIRO VOLUME 4 Parte Especial - Arts. 121 a 154-A Crimes contra a vida Crimes contra a liberdade individual THOMSON REUTERS

Leia mais

Índice Geral. Índice Sistemático do Código Penal. Tábua de Abreviaturas. Código Penal Decreto-lei 2.848, de 7 de dezembro de 1940

Índice Geral. Índice Sistemático do Código Penal. Tábua de Abreviaturas. Código Penal Decreto-lei 2.848, de 7 de dezembro de 1940 Índice Geral Índice Sistemático do Código Penal Tábua de Abreviaturas Código Penal Decreto-lei 2.848, de 7 de dezembro de 1940 Referências Bibliográficas Apêndice Índice Alfabético-Remissivo Obras do Autor

Leia mais

DIREITO PENAL ÍNDICE DE DIREITO PENAL Danilo D. Oyan. Aula 01 HOMICÍDIO (artigo 121 do C.P.)

DIREITO PENAL ÍNDICE DE DIREITO PENAL Danilo D. Oyan. Aula 01 HOMICÍDIO (artigo 121 do C.P.) DIREITO PENAL ÍNDICE DE DIREITO PENAL Danilo D. Oyan Aula 01 HOMICÍDIO (artigo 121 do C.P.) 1. HOMICÍDIO SIMPLES ART. 121 CAPUT DO C.P. 1.1. Homicídio Simples: 1.1.1. Objeto jurídico (bem jurídico tutelado):

Leia mais

SUMÁRIO SOBRE OS AUTORES... 5 APRESENTAÇÃO DA COLEÇÃO... 25 PARTE GERAL

SUMÁRIO SOBRE OS AUTORES... 5 APRESENTAÇÃO DA COLEÇÃO... 25 PARTE GERAL SUMÁRIO S SOBRE OS AUTORES... 5 APRESENTAÇÃO DA COLEÇÃO... 25 PARTE GERAL CAPÍTULO I TEORIA GERAL DA NORMA PENAL... 29 1. Fontes do direito penal... 29 1.1. Conceito e distinção... 29 1.2. Fonte material

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROGRAMA DE DISCIPLINA Faculdade Anísio Teixeira de Feira de Santana Autorizada pela Portaria Ministerial nº 552 de 22 de março de 2001 e publicada no Diário Oficial da União de 26 de março de 2001. Endereço: Rua Juracy Magalhães,

Leia mais

Plano de Ensino. Identificação

Plano de Ensino. Identificação Plano de Ensino Identificação Curso: Direito Disciplina: Direito Penal III Ano/semestre: 2012/1 Carga horária: Total: 80h Semanal: 12h Professor: Ronaldo Domingues de Almeida Período/turno: 5º - matutino

Leia mais

Curso: Direito Carga Horária: 64 Departamento: Direito Público Área: Direito Penal e Processo Penal PLANO DE ENSINO

Curso: Direito Carga Horária: 64 Departamento: Direito Público Área: Direito Penal e Processo Penal PLANO DE ENSINO Faculdade de Direito Milton Campos Disciplina: Direito Penal II Curso: Direito Carga Horária: 64 Departamento: Direito Público Área: Direito Penal e Processo Penal PLANO DE ENSINO EMENTA A prática do crime

Leia mais

Prof. José Nabuco Filho. Direito Penal

Prof. José Nabuco Filho. Direito Penal Direito Penal 1. Apresentação José Nabuco Filho: Advogado criminalista em São Paulo, mestre em Direito Penal 1 (UNIMEP), professor de Direito Penal desde 2000. Na Universidade São Judas Tadeu, desde 2011,

Leia mais

VERSÃO CURRICULAR: 2008/1. EME TA Teoria da Pena. Sistema penal sancionatório e valores constitucionais. Extinção da punibilidade.

VERSÃO CURRICULAR: 2008/1. EME TA Teoria da Pena. Sistema penal sancionatório e valores constitucionais. Extinção da punibilidade. 1 U IVERSIDADE FEDERAL DE MI AS GERAIS Faculdade de Direito Departamento de Direito e Processo Penal Plano de Ensino de Disciplina VERSÃO CURRICULAR: 2008/1 DISCIPLINA: DIREITO PE AL II CÓDIGO: DIN102

Leia mais

COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA E DE REDAÇÃO PROJETO DE LEI Nº 5171, DE 2001

COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA E DE REDAÇÃO PROJETO DE LEI Nº 5171, DE 2001 COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA E DE REDAÇÃO PROJETO DE LEI Nº 5171, DE 2001 Modifica o Decreto-lei 3689, de 3 de outubro de 1941 Código de Processo Penal tornando da competência do júri os crimes que

Leia mais

FACULDADE DE DIREITO DE SOROCABA FADI 2016

FACULDADE DE DIREITO DE SOROCABA FADI 2016 FACULDADE DE DIREITO DE SOROCABA FADI 2016 Disciplina: Direito Penal II Departamento III Penal e Processo Penal Carga Horária Anual: 100 h/a Tipo: Anual 3º ano Docente Responsável: José Francisco Cagliari

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE BELÉM/PA - PMB SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO - SEMAD GUARDA MUNICIPAL DE BELÉM

PREFEITURA MUNICIPAL DE BELÉM/PA - PMB SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO - SEMAD GUARDA MUNICIPAL DE BELÉM CONCURSO PÚBLICO N.º 02/2012 DA GUARDA MUNICIPAL 1 / 6 - PMB EDITAL DE RETIFICAÇÃO N. 02/2012, DE 31 DE JANEIRO DE 2012. A INSPETORA-GERAL DA, no uso de suas atribuições legais, nos termos do subitem 17.6

Leia mais

CRIME CONTINUADO EM HOMICÍDIOS. César Dario Mariano da Silva 8º PJ do II Tribunal do Júri de São Paulo

CRIME CONTINUADO EM HOMICÍDIOS. César Dario Mariano da Silva 8º PJ do II Tribunal do Júri de São Paulo CRIME CONTINUADO EM HOMICÍDIOS César Dario Mariano da Silva 8º PJ do II Tribunal do Júri de São Paulo A figura do crime continuado surgiu na antigüidade por razões humanitárias, a fim de que fosse evitada

Leia mais

ÁREA CRIMINAL. 283 Coação no curso do processo 3580. Código Ass. Exibido. Código Classe. Código Principal. Descrição da Classe. Assunto a ser exibido

ÁREA CRIMINAL. 283 Coação no curso do processo 3580. Código Ass. Exibido. Código Classe. Código Principal. Descrição da Classe. Assunto a ser exibido Área Criminal Descrição da ÁREA CRIMINAL Ordinário 283 Abandono de incapaz 3391 Ordinário 283 Abandono Material 3474 Ordinário 283 Abuso de Incapazes 5842 Ordinário 283 Ordinário 283 Adulteração de Sinal

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ PRÓ-REITORIA DE RECURSOS HUMANOS E ASSUNTOS COMUNITÁRIOS

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ PRÓ-REITORIA DE RECURSOS HUMANOS E ASSUNTOS COMUNITÁRIOS ANEXO 24 DO EDITAL 143/2011-PRH CONCURSO PÚBLICO PARA PROFESSOR NÃO-TITULAR DEPARTAMENTO DE DIREITO PÚBLICO Área de conhecimento: DIREITO PENAL PROGRAMA DE PROVA 1. Direito Penal 1.1. Conceito, funções

Leia mais

TIPOS DE CRIMES E SEUS TOTAIS CONSTANTES NOS INQUÉRITOS POLICIAIS DISTRIBUÍDOS JANEIRO DE 2009

TIPOS DE CRIMES E SEUS TOTAIS CONSTANTES NOS INQUÉRITOS POLICIAIS DISTRIBUÍDOS JANEIRO DE 2009 JANEIRO DE 2009 Crimes contra a vida Homicídio Simples 8 2 Crimes contra a vida Homicídio Qualificado 23 3 Crimes contra a Honra Difamação 4 Crimes contra a Honra Injúria 3 5 Crimes contra a liberdade

Leia mais

FACULDADE DE DIREITO DE SOROCABA FADI 2011

FACULDADE DE DIREITO DE SOROCABA FADI 2011 FACULDADE DE DIREITO DE SOROCABA FADI 2011 Disciplina: Direito Penal IV Departamento III Penal e Processo Penal Docente Responsável: Mauro Augusto de Souza Mello Junior Carga Horária Anual: 100 h/a Tipo:

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROGRAMA DE DISCIPLINA PROGRAMA DE DISCIPLINA I. Curso: DIREITO II. Disciplina: TEORIA GERAL DO DIREITO PENAL (D-11) Área: Ciências Sociais Período: Segundo Turno: matutino/noturno Ano: 2013-1 Carga Horária: 72 H; Créd.: 04

Leia mais

DISCIPLINA: Direito Penal III SEMESTRE DE ESTUDO: 4º Semestre. CH total: 72h

DISCIPLINA: Direito Penal III SEMESTRE DE ESTUDO: 4º Semestre. CH total: 72h DISCIPLINA: Direito Penal III SEMESTRE DE ESTUDO: 4º Semestre TURNO: Matutino / Noturno CH total: 72h CÓDIGO: DIR121 1. EMENTA: Princípios atinentes às penas e às medidas de segurança. Tratamento penal

Leia mais

CLASSIFICAÇÃO DOS CRIMES Patricia Smania Garcia 1 (Centro Universitário Nossa Senhora do Patrocínio)

CLASSIFICAÇÃO DOS CRIMES Patricia Smania Garcia 1 (Centro Universitário Nossa Senhora do Patrocínio) CLASSIFICAÇÃO DOS CRIMES Patricia Smania Garcia 1 (Centro Universitário Nossa Senhora do Patrocínio) RESUMO Há várias classificações para os crimes, ora se referindo à gravidade do fato, ora à forma de

Leia mais

Este Plano de Curso poderá sofrer alterações a critério do professor e/ou da Coordenação.

Este Plano de Curso poderá sofrer alterações a critério do professor e/ou da Coordenação. Este Plano de Curso poderá sofrer alterações a critério do professor e/ou da Coordenação. PLANO DE CURSO 2012/01 DISCIPLINA: DIREITO PENAL II PROFESSOR: THIAGO FABRES DE CARVALHO TURMA: 4 DM/EN TOTAL DE

Leia mais

DIREITO PENAL ÍNDICE. CAPÍTULO 03... 34 Concurso de Crimes... 34 Concurso Material...34 Concurso Formal...34 Crime Continuado...35

DIREITO PENAL ÍNDICE. CAPÍTULO 03... 34 Concurso de Crimes... 34 Concurso Material...34 Concurso Formal...34 Crime Continuado...35 DIREITO PENAL ÍNDICE CAPÍTULO 01... 7 Introdução ao Direito Penal e Aplicação da Lei Penal... 7 Introdução ao Estudo do Direito Penal...7 Teoria do Crime...8 Princípio da Legalidade (Anterioridade - Reserva

Leia mais

1 CLASSIFICAÇÃO DOS CRIMES

1 CLASSIFICAÇÃO DOS CRIMES DIREITO PENAL Classificação dos Crimes RESUMO DA AULA 1 CLASSIFICAÇÃO DOS CRIMES; 2 QUESTÕES COMENTADAS. INTRODUÇÃO 1 CLASSIFICAÇÃO DOS CRIMES O CRIME PODE SER VISTO POR INÚMEROS ÂNGULOS E, DEPENDENDO

Leia mais

CARGA HORÁRIA SEMANAL: 03 CRÉDITO: 03

CARGA HORÁRIA SEMANAL: 03 CRÉDITO: 03 1. IDENTIFICAÇÃO PERÍODO: 4 CARGA HORÁRIA SEMANAL: 03 CRÉDITO: 03 CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 45 NOME DA DISCIPLINA: DIREITO PENAL I I (2ª PARTE TEORIA DA PENA) NOME DO CURSO: DIREITO 2. EMENTA Das Penas:

Leia mais

Plano de Ensino de Disciplina

Plano de Ensino de Disciplina UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS Faculdade de Direito Departamento de Direito e Processo Penal Plano de Ensino de Disciplina DISCIPLINA: DIREITO PE AL I CÓDIGO: DIN101 PRÉ-REQUISITO: DIT027 DEPARTAMENTO:

Leia mais

FACULDADE DE DIREITO DE FRANCA Autarquia Municipal de Ensino Superior Curso Reconhecido pelo Dec.Fed.50.126 de 26/1/1961 e Portaria CEE-GP- 436/13-

FACULDADE DE DIREITO DE FRANCA Autarquia Municipal de Ensino Superior Curso Reconhecido pelo Dec.Fed.50.126 de 26/1/1961 e Portaria CEE-GP- 436/13- FACULDADE DE DIREITO DE FRANCA Autarquia Municipal de Ensino Superior Curso Reconhecido pelo Dec.Fed.50.126 de 26/1/1961 e Portaria CEE-GP- 436/13- PLANO DE ENSINO DA DISCIPLINA DE FORMAÇÃO FUNDAMENTAL,

Leia mais

Elementos de. Direito PENAL MILITAR PARTE ESPECIAL *** ~. ~n ED,ITORA. \t3j.i. METODO

Elementos de. Direito PENAL MILITAR PARTE ESPECIAL *** ~. ~n ED,ITORA. \t3j.i. METODO - Elementos de Direito PENAL MILITAR PARTE ESPECIAL 36882 - *** ~. ~n ED,ITORA \t3j.i. METODO SUMÁRIO Introdução..................... 1 - Algumas considerações acerca de segurança nacional, segurança interna,

Leia mais

C U R S O D E D I R E I T O Autorizado pela Portaria nº 3.355 de 05/12/02 DOU de 06/12/02 Componente Curricular: DIREITO PENAL IV

C U R S O D E D I R E I T O Autorizado pela Portaria nº 3.355 de 05/12/02 DOU de 06/12/02 Componente Curricular: DIREITO PENAL IV C U R S O D E D I R E I T O Autorizado pela Portaria nº 3.355 de 05/12/02 DOU de 06/12/02 Componente Curricular: DIREITO PENAL IV Código: DIR 367 CH Total: 60h Pré-Requisito: Direito Penal III Período

Leia mais

Roteiro de Teses Defensivas OAB 2ª Fase Penal Vega Cursos Jurídicos

Roteiro de Teses Defensivas OAB 2ª Fase Penal Vega Cursos Jurídicos Roteiro de Teses Defensivas OAB 2ª Fase Penal Vega Cursos Jurídicos Prof. Sandro Caldeira Prezado(a) aluno(a), Na nossa primeira aula abordamos um roteiro de teses defensivas que iremos treinar durante

Leia mais

2. OBJETIVO GERAL Possibilitar que o aluno tome conhecimento do conceito, das finalidades e da importância do Direito Penal.

2. OBJETIVO GERAL Possibilitar que o aluno tome conhecimento do conceito, das finalidades e da importância do Direito Penal. DISCIPLINA: Direito Penal I SEMESTRE DE ESTUDO: 2º Semestre TURNO: Matutino / Noturno CH total: 72h CÓDIGO: DIR112 1. EMENTA: Propedêutica Penal. Relação do Direito Penal com outras ciências: a criminologia

Leia mais

DIREITO PENAL DO TRABALHO

DIREITO PENAL DO TRABALHO DIREITO PENAL DO TRABALHO ÍNDICE Prefácio à 1º Edição Nota à 4º Edição Nota à 3º Edição Nota à 2º Edição 1. CONCEITOS PENAIS APLICÁVEIS AO DIREITO DO TRABALHO 1.1. DoIo 1.1.1. Conceito de dolo 1.1.2. Teorias

Leia mais

Espécies: Concurso material. Crime continuado

Espécies: Concurso material. Crime continuado CONCURSO DE CRIMES Espécies: Concurso material Concurso formal Crime continuado Aplicação de Pena Sistema de cúmulo material soma-se as penas fixadas para cada delito Sistema da exasperação aplica-se a

Leia mais

PROFESSORES: Selma Santana, Gamil Föppel, Thaís Bandeira e Fábio Roque SEMESTRE DE ESTUDO: 2º Semestre

PROFESSORES: Selma Santana, Gamil Föppel, Thaís Bandeira e Fábio Roque SEMESTRE DE ESTUDO: 2º Semestre DISCIPLINA: Direito Penal I CH total: 36h PROFESSORES: Selma Santana, Gamil Föppel, Thaís Bandeira e Fábio Roque SEMESTRE DE ESTUDO: 2º Semestre TURNO: Matutino / Noturno CÓDIGO: DIR012 1. EMENTA: Propedêutica

Leia mais

Capítulo 1 Crimes Hediondos Lei 8.072/1990

Capítulo 1 Crimes Hediondos Lei 8.072/1990 Sumário Prefácio... 11 Apresentação dos autores... 13 Capítulo 1 Crimes Hediondos Lei 8.072/1990 1. Para entender a lei... 26 2. Aspectos gerais... 28 2.1 Fundamento constitucional... 28 2.2 A Lei dos

Leia mais

2. OBJETIVO GERAL Possibilitar ao aluno contato com toda a teoria do delito, com todos os elementos que integram o crime.

2. OBJETIVO GERAL Possibilitar ao aluno contato com toda a teoria do delito, com todos os elementos que integram o crime. DISCIPLINA: Direito Penal II SEMESTRE DE ESTUDO: 3º Semestre TURNO: Matutino / Noturno CH total: 72h CÓDIGO: DIR118 1. EMENTA: Teoria Geral do Crime. Sujeitos da ação típica. Da Tipicidade. Elementos.

Leia mais

Manual de Prática Penal

Manual de Prática Penal Felipe Novaes Rodrigo Bello Manual de Prática Penal 2. a edição revista, atualizada e ampliada Coordenação Vauledir Ribeiro Santos *** ~ SÃO PAULO ~ A EDITORA MÉTODO se responsabiliza pelos vícios do produto

Leia mais

CIRCUNSTÂNCIAS AGRAVANTES ( )

CIRCUNSTÂNCIAS AGRAVANTES ( ) CIRCUNSTÂNCIAS AGRAVANTES ( ) Heleno Cláudio Fragoso I É da tradição do direito penal brasileiro a previsão casuística de circunstâncias agravantes de caráter geral aplicáveis a todos os crimes ou a grupos

Leia mais

Capítulo 1 Notas Preliminares...1

Capítulo 1 Notas Preliminares...1 S u m á r i o Capítulo 1 Notas Preliminares...1 1. Introdução... 1 2. Finalidade do Direito Penal... 2 3. A Seleção dos Bens Jurídico-Penais... 4 4. Códigos Penais do Brasil... 5 5. Direito Penal Objetivo

Leia mais

PRESCRIÇÃO PENAL: COMO CALCULAR O PRAZO PRESCRICIONAL?

PRESCRIÇÃO PENAL: COMO CALCULAR O PRAZO PRESCRICIONAL? PRESCRIÇÃO PENAL: COMO CALCULAR O PRAZO PRESCRICIONAL? Celso Duarte de MEDEIROS Júnior 1 Claudete Martins dos SANTOS 2 João Aparecido de FREITA 3 PRESCRIÇÃO PENAL: COMO CALCULAR O PRAZO PRESCRICIONAL?

Leia mais

Egrégio Tribunal, Colenda Câmara,

Egrégio Tribunal, Colenda Câmara, RAZÕES DE APELAÇÃO Vara do Júri do Foro de Osasco Proc. nº 00XXXXX-76.2000.8.26.0405 Apelante: O.C.B. Apelado: MINISTÉRIO PÚBLICO Egrégio Tribunal, Colenda Câmara, 1. Breve síntese dos autos O.C.B. foi

Leia mais

CURSO: DIREITO NOTURNO - CAMPO BELO SEMESTRE: 2 ANO: 2015 C/H: 67 AULAS: 80 PLANO DE ENSINO

CURSO: DIREITO NOTURNO - CAMPO BELO SEMESTRE: 2 ANO: 2015 C/H: 67 AULAS: 80 PLANO DE ENSINO CURSO: DIREITO NOTURNO - CAMPO BELO SEMESTRE: 2 ANO: 2015 C/H: 67 AULAS: 80 DISCIPLINA: DIREITO PENAL I PLANO DE ENSINO OBJETIVOS: * Compreender as normas e princípios gerais previstos na parte do Código

Leia mais

Sumário NOTA DO AUTOR... 23 PARTE 1 FUNDAMENTOS DO DIREITO PENAL 1 INTRODUÇÃO... 29

Sumário NOTA DO AUTOR... 23 PARTE 1 FUNDAMENTOS DO DIREITO PENAL 1 INTRODUÇÃO... 29 XXSumário NOTA DO AUTOR... 23 PARTE 1 FUNDAMENTOS DO DIREITO PENAL 1 INTRODUÇÃO... 29 1. Conceito de direito penal... 29 1.1. Relação entre Direito Penal e Direito Processual Penal... 32 1.2. Conceito

Leia mais

Ementas das disciplinas do 3º período

Ementas das disciplinas do 3º período 1 Disciplina: Direito Empresarial I (Teoria Geral) C/H: 080 H/A Teoria Geral. O Direito Comercial. Evolução Histórica. Fontes. Atividade empresarial. Regime Jurídico da livre iniciativa. Registro de empresa.

Leia mais

WWW.CONTEUDOJURIDICO.COM.BR. Questões comentadas de Direito Penal da prova objetiva do concurso de 2009 para Defensor do Pará

WWW.CONTEUDOJURIDICO.COM.BR. Questões comentadas de Direito Penal da prova objetiva do concurso de 2009 para Defensor do Pará Cacildo Baptista Palhares Júnior: advogado em Araçatuba (SP) Questões comentadas de Direito Penal da prova objetiva do concurso de 2009 para Defensor do Pará 21. Para formação do nexo de causalidade, no

Leia mais

www.apostilaeletronica.com.br

www.apostilaeletronica.com.br DIREITO PENAL PARTE GERAL I. Princípios Penais Constitucionais... 003 II. Aplicação da Lei Penal... 005 III. Teoria Geral do Crime... 020 IV. Concurso de Crime... 027 V. Teoria do Tipo... 034 VI. Ilicitude...

Leia mais

PRESCRIÇÃO PENAL: ESPÉCIES DE PRESCRIÇÃO

PRESCRIÇÃO PENAL: ESPÉCIES DE PRESCRIÇÃO PRESCRIÇÃO PENAL: ESPÉCIES DE PRESCRIÇÃO Celso Duarte de MEDEIROS Júnior 1 Claudete Martins dos SANTOS 2 João Aparecido de FREITA 3 PRESCRIÇÃO PENAL: ESPÉCIES DE PRESCRIÇÃO Este trabalho mostrará as tratativas

Leia mais

Introdução ao direito penal. Aplicação da lei penal. Fato típico. Antijuridicidade. Culpabilidade. Concurso de pessoas.

Introdução ao direito penal. Aplicação da lei penal. Fato típico. Antijuridicidade. Culpabilidade. Concurso de pessoas. Programa de DIREITO PENAL I 2º período: 4h/s Aula: Teórica EMENTA Introdução ao direito penal. Aplicação da lei penal. Fato típico. Antijuridicidade. Culpabilidade. Concurso de pessoas. OBJETIVOS Habilitar

Leia mais

LATROCÍNIO COM PLURALIDADE DE VÍTIMAS

LATROCÍNIO COM PLURALIDADE DE VÍTIMAS LATROCÍNIO COM PLURALIDADE DE VÍTIMAS ALESSANDRO CABRAL E SILVA COELHO - alessandrocoelho@jcbranco.adv.br JOSÉ CARLOS BRANCO JUNIOR - jcbrancoj@jcbranco.adv.br Palavras-chave: crime único Resumo O presente

Leia mais

Sigilo e Segredo de Justiça

Sigilo e Segredo de Justiça TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DGTEC Diretoria Geral de Tecnologia da Informação DEATE Departamento de Suporte e Atendimento MANUAL DO USUÁRIO Sigilo e Segredo de Justiça 1. SIGILO 1.1

Leia mais

Questão de Direito Penal 1,0 Ponto PADRÃO DE RESPOSTA.

Questão de Direito Penal 1,0 Ponto PADRÃO DE RESPOSTA. Poder Judiciário da União Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios XL Concurso Público para Provimento de Cargos de Juiz de Direito Substituto da Justiça do Distrito Federal SEGUNDA PROVA

Leia mais

PLANO DE ENSINO. Disciplina Carga Horária Semestre Ano Teoria Geral do Direito Penal I 80 2º 2015. Carga

PLANO DE ENSINO. Disciplina Carga Horária Semestre Ano Teoria Geral do Direito Penal I 80 2º 2015. Carga 1 PLANO DE ENSINO Disciplina Carga Horária Semestre Ano Teoria Geral do Direito Penal I 80 2º 2015 Unidade Carga Horária Sub-unidade Introdução ao estudo do Direito Penal 04 hs/a - Introdução. Conceito

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Técnico Etec Etec: Paulino Botelho (Extensão ARLINDO BITTENCOURT) Código: 091.02 Município: São Carlos Eixo Tecnológico: Gestão de Negócios Habilitação Profissional:

Leia mais

R E S O L V E : ANEXO ÚNICO PROVIMENTO Nº 0111/03. Poder Judiciário Justiça do Estado do Amapá Corregedoria-Geral da Justiça

R E S O L V E : ANEXO ÚNICO PROVIMENTO Nº 0111/03. Poder Judiciário Justiça do Estado do Amapá Corregedoria-Geral da Justiça Poder Judiciário Justiça do Estado do Amapá Corregedoria-Geral da Justiça PROVIMENTO Nº 0111/03 O Desembargador EDINARDO MARIA RODRIGUES DE SOUZA, Vice-Presidente/Corregedor-Geral da Justiça do Estado

Leia mais

CURSO JURÍDICO FMB CURSO APOSTILADO DELEGADO ESTADUAL - MATÉRIAS FUNDAMENTAIS

CURSO JURÍDICO FMB CURSO APOSTILADO DELEGADO ESTADUAL - MATÉRIAS FUNDAMENTAIS CURSO JURÍDICO FMB CURSO APOSTILADO DELEGADO ESTADUAL - MATÉRIAS FUNDAMENTAIS CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DOS MÓDULOS Sumário LEGISLAÇÃO PENAL ESPECIAL... DIREITO PENAL PARTE GERAL... DIREITO PENAL PARTE ESPECIAL...

Leia mais

FICHADE DISCIPLINA. 60h. CO-REQUISITOS: Organiza~ao do Estado e dos Poderes. ()BJETIVOS

FICHADE DISCIPLINA. 60h. CO-REQUISITOS: Organiza~ao do Estado e dos Poderes. ()BJETIVOS UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLANDIA FACULDADE DE DIREITO CURSO DE GRADUA«;AO EM DIREITO FICHADE DISCIPLINA DISCIPLINA: Teoria Geral do Processo CODIGO: UNIDADE ACADEMICA: F ADIR PERiODO/SERIE: 3 periodo

Leia mais

Desenvolver as habilidades essenciais para uma verdadeira formação profissional do Bacharel em Direito.

Desenvolver as habilidades essenciais para uma verdadeira formação profissional do Bacharel em Direito. 1. IDENTIFICAÇÃO CÓDIGO DA DISCIPLINA: D-09 PERÍODO: 3 CRÉDITO: 04 NOME DA DISCIPLINA: DIREITO PENAL I NOME DO CURSO: DIREITO CARGA HORÁRIA SEMANAL: 04 CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 60 2. EMENTA Introdução:

Leia mais

TIPO 1 TIPO 2 TIPO 3 TIPO 4 59 60 61 64 60 61 60 63 61 62 59 62 62 59 64 59 63 64 63 61 64 63 62 60 65 66 67 68

TIPO 1 TIPO 2 TIPO 3 TIPO 4 59 60 61 64 60 61 60 63 61 62 59 62 62 59 64 59 63 64 63 61 64 63 62 60 65 66 67 68 Tabela de Correspondência de Questões: XIII EXAME UNIFICADO OAB 1ª. ETAPA TIPO 1 TIPO 2 TIPO 3 TIPO 4 59 60 61 64 60 61 60 63 61 62 59 62 62 59 64 59 63 64 63 61 64 63 62 60 65 66 67 68 PROVA TIPO 1 Questão

Leia mais

Introdução ao direito penal. Aplicação da lei penal. Fato típico. Antijuridicidade. Culpabilidade. Concurso de pessoas.

Introdução ao direito penal. Aplicação da lei penal. Fato típico. Antijuridicidade. Culpabilidade. Concurso de pessoas. Programa de DIREITO PENAL I 2º período: 80 h/a Aula: Teórica EMENTA Introdução ao direito penal. Aplicação da lei penal. Fato típico. Antijuridicidade. Culpabilidade. Concurso de pessoas. OBJETIVOS Habilitar

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO EDITAL Nº 017/2013 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA PROFESSOR TEMPORÁRIO E/OU SUBSTITUTO A Universidade Federal do Acre,

Leia mais

WWW.CONTEUDOJURIDICO.COM.BR COMENTÁRIOS SOBRE A TEORIA DO FUNCIONALISMO PENAL

WWW.CONTEUDOJURIDICO.COM.BR COMENTÁRIOS SOBRE A TEORIA DO FUNCIONALISMO PENAL COMENTÁRIOS SOBRE A TEORIA DO FUNCIONALISMO PENAL Mary Mansoldo 1 Junho/2011 RESUMO: Trata-se de síntese introdutória sobre a Teoria do Funcionalismo Penal. Sem o propósito de aprofundamento, alguns conceitos

Leia mais

1. DOS CRIMES CONTRA O SENTIMENTO RELIGIOSO

1. DOS CRIMES CONTRA O SENTIMENTO RELIGIOSO 1. DOS CRIMES CONTRA O SENTIMENTO RELIGIOSO Ultraje a culto e impedimento ou perturbação de ato a ele relativo Art. 208 - Escarnecer de alguém publicamente, por motivo de crença ou função religiosa; impedir

Leia mais

BRUNO BISPO DE FREITAS DEFENSOR PÚBLICO DO ESTADO DO ACRE PÓS-GRADUADO EM CIÊNCIAS CRIMINAIS PELA UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA

BRUNO BISPO DE FREITAS DEFENSOR PÚBLICO DO ESTADO DO ACRE PÓS-GRADUADO EM CIÊNCIAS CRIMINAIS PELA UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA BRUNO BISPO DE FREITAS DEFENSOR PÚBLICO DO ESTADO DO ACRE PÓS-GRADUADO EM CIÊNCIAS CRIMINAIS PELA UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA A IMPOSSIBILIDADE DA PRISÃO TEMPORÁRIA NO DELITO DE TRÁFICO ILÍCITO DE SUBSTÂNCIAS

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE DIREITO Departamento de Direito Penal, Medicina Forense e Criminologia

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE DIREITO Departamento de Direito Penal, Medicina Forense e Criminologia UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE DIREITO Departamento de Direito Penal, Medicina Forense e Criminologia TEORIA GERAL DO DIREITO PENAL I DPM 111-1º. SEMESTRE DE 2012 PROFESSORA ASSOCIADA ANA ELISA

Leia mais

Professor Márcio Widal Direito Penal PRESCRIÇÃO

Professor Márcio Widal Direito Penal PRESCRIÇÃO PRESCRIÇÃO Professor Márcio Widal 1. Introdução. A perseguição do crime pelo Estado não pode ser ilimitada no tempo, por força, inclusive, da garantia da presunção de inocência. Além disso, o Estado deve

Leia mais

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DE JATAÍ - CESUT A s s o c i a ç ã o J a t a i e n s e d e E d u c a ç ã o

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DE JATAÍ - CESUT A s s o c i a ç ã o J a t a i e n s e d e E d u c a ç ã o EMENTA 1- DOS CRIMES CONTRA A FAMÍLIA 2 - Dos crimes contra o estado de filiação 3 - Dos crimes contra a assistência familiar 4 - Dos crimes contra o pátrio poder, tutela e curatela 5 - DOS CRIMES CONTRA

Leia mais

Chamamos esses fenômenos jurídicos de ultratividade da lei penal e retroatividade

Chamamos esses fenômenos jurídicos de ultratividade da lei penal e retroatividade Conceito A lei penal, quanto à sua obrigatoriedade e efetiva vigência, está subordinada às mesmas regras que disciplinam as leis em geral: publicação oficial no Diário Oficial e decurso de eventual prazo

Leia mais

Legislação. Roteiro. Legislação

Legislação. Roteiro. Legislação Legislação Marcos Aurelio Pchek Laureano laureano@ppgia.pucpr.br Roteiro Legislação Brasileira e Instituições Padronizadoras Crime Digital Legislação específica para o meio digital Prova de autoria 2 Legislação

Leia mais

PARTE I O DIREITO DA VÍTIMA OU OFENDIDO EM FASE A CONSEQUÊNCIA DA PRÁTICA DO DELITO CAPÍTULO I DOS DIREITOS HUMANOS

PARTE I O DIREITO DA VÍTIMA OU OFENDIDO EM FASE A CONSEQUÊNCIA DA PRÁTICA DO DELITO CAPÍTULO I DOS DIREITOS HUMANOS PARTE I O DIREITO DA VÍTIMA OU OFENDIDO EM FASE A CONSEQUÊNCIA DA PRÁTICA DO DELITO CAPÍTULO I DOS DIREITOS HUMANOS 1, Os Direitos Humanos...,...,...,... 01 2. Comentários sobre Alguns Artigos da Declaração

Leia mais

CHTOTAL TEORICA: 30b I CO-REQUISITOS:

CHTOTAL TEORICA: 30b I CO-REQUISITOS: UNlVERSIDADE FEDERAL DE UBERLANDIA FACULDADE DE DlREITO CURSO DE GRADUA

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XVI EXAME DE ORDEM UNIFICADO

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XVI EXAME DE ORDEM UNIFICADO PADRÃO DE RESPOSTA - PEÇA PROFISSIONAL Gilberto, quando primário, apesar de portador de maus antecedentes, praticou um crime de roubo simples, pois, quando tinha 20 anos de idade, subtraiu de Renata, mediante

Leia mais

SUBSTITUIÇÃO DE PENAS PRIVATIVAS DE LIBERDADE EM PENAS RESTRITIVAS DE DIREITOS

SUBSTITUIÇÃO DE PENAS PRIVATIVAS DE LIBERDADE EM PENAS RESTRITIVAS DE DIREITOS SUBSTITUIÇÃO DE PENAS PRIVATIVAS DE LIBERDADE EM PENAS RESTRITIVAS DE DIREITOS BARBOSA, Lenires Terezinha de Oliveira Toledo1 JARDIM, Edeveraldo Alessandro da Silva2 NASCIMENTO, Rogerio3 SILVA, Cristiane

Leia mais

Pós-graduação em Direito e Processual Penal

Pós-graduação em Direito e Processual Penal Apresentação O Grupo Verbo Jurídico figura hoje como uma das instituições mais completas quando se trata de preparação para Concursos Públicos, também atuando no segmento editorial e de ensino. No campo

Leia mais

DIREITO PENAL. PARTE ESPECIAL ESBOÇO DE PROGRAMA I INTRODUÇÃO. 1. Parte especial como conjunto de tipos de crime e como ordem de bens jurídicos.

DIREITO PENAL. PARTE ESPECIAL ESBOÇO DE PROGRAMA I INTRODUÇÃO. 1. Parte especial como conjunto de tipos de crime e como ordem de bens jurídicos. Teresa Quintela de Brito DIREITO PENAL. PARTE ESPECIAL ESBOÇO DE PROGRAMA I INTRODUÇÃO 1. Parte especial como conjunto de tipos de crime e como ordem de bens jurídicos. 2. Relações entre a parte geral

Leia mais

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAPÁ

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAPÁ AULA IX DIREITO PENAL II TEMA: MEDIDA DE SEGURANÇA E REABILITAÇÃO PROFª: PAOLA JULIEN O. SANTOS MEDIDA DE SEGURANÇA 1. Conceito: sanção penal imposta pelo Estado, na execução de uma sentença, cuja finalidade

Leia mais

Faculdade de Direito Milton Campos Centro de Extensão / Comissão de Pesquisa Curso de Graduação

Faculdade de Direito Milton Campos Centro de Extensão / Comissão de Pesquisa Curso de Graduação Faculdade de Direito Milton Campos Centro de Extensão / Comissão de Pesquisa Curso de Graduação DIREITO PENAL E TEORIA DA PENA Projeto de pesquisa apresentado como requisito parcial para o desenvolvimento

Leia mais

ACADEMIA BRASILEIRA DE DIREITO CONSTITUCIONAL PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO E PROCESSO PENAL

ACADEMIA BRASILEIRA DE DIREITO CONSTITUCIONAL PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO E PROCESSO PENAL Ementa aula 18 de abril de 2013. ACADEMIA BRASILEIRA DE DIREITO CONSTITUCIONAL PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO E PROCESSO PENAL Professor: Leandro França Advogado criminal; Sócio do Escritório Corsetti & França

Leia mais

CHTOTAL TEORICA: 30b I C6-REQUISITOS:

CHTOTAL TEORICA: 30b I C6-REQUISITOS: UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLANDIA FACULDADE DE DlREITO CURSO DE GRADUAC;AO EM DlREITO DISCIPLINA: Direito Desportivo CODIGO: UNIDADE ACADEMICA: F ADIR PERIODO: 10 periodo OBRIGATORIA: ( ) I OPTATIVA:

Leia mais

BuscaLegis.ccj.ufsc.Br

BuscaLegis.ccj.ufsc.Br BuscaLegis.ccj.ufsc.Br O Crime de Aborto e Suas Principais Características Carlos Valfrido Aborto Conceito: Aborto é a interrupção de uma gestação com a conseqüente morte do feto. Do latim ab (privação),

Leia mais

FADIVA - FACULDADE DE DIREITO DE VARGINHA

FADIVA - FACULDADE DE DIREITO DE VARGINHA ARTIGO JURÍDICO PRESCRIÇÃO PENAL Aluna: Luciana Mansur Haddad Professora: Vânia Maria Bemfica Guimarães Pinto Coelho RESUMO: o presente resumo estudará primeiramente o conceito de Prescrição Penal, para,

Leia mais

1. Questionamento: 2. Fundamentos:

1. Questionamento: 2. Fundamentos: 1. Questionamento: Preciso saber em qual dispositivo legal se encaixa o seguinte caso: Um senhor induziu um menor, com 12 anos de idade, a praticar ato sexual com animal (ovelha), porém não há indícios

Leia mais

CÓDIGO PENAL: PARTE ESPECIAL

CÓDIGO PENAL: PARTE ESPECIAL CÓDIGO PENAL: PARTE ESPECIAL Ataídes Kist 1 1 Docente do Curso de Direito da Unioeste, Campus de Marechal Cândido Rondon. E-mail ataideskist@ibest.com.br 10 ATAÍDES KIST RESUMO: Na estrutura do Direito

Leia mais

CURSO JURÍDICO FMB CURSO

CURSO JURÍDICO FMB CURSO CURSO JURÍDICO FMB CURSO CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DOS MÓDULOS 2 Sumário LEGISLAÇÃO PENAL ESPECIAL... DIREITO PENAL PARTE GERAL I... DIREITO PENAL PARTE GERAL II... DIREITO PENAL PARTE ESPECIAL I... DIREITO

Leia mais

WWW.CONTEUDOJURIDICO.COM.BR. Respostas a perguntas de Direito Penal da prova objetiva do concurso de 2009 para Defensor do Estado de São Paulo

WWW.CONTEUDOJURIDICO.COM.BR. Respostas a perguntas de Direito Penal da prova objetiva do concurso de 2009 para Defensor do Estado de São Paulo Cacildo Baptista Palhares Júnior: advogado em Araçatuba (SP) Respostas a perguntas de Direito Penal da prova objetiva do concurso de 2009 para Defensor do Estado de São Paulo 21. Em relação ao crime de

Leia mais

Tribunal de Justiça do Piauí TJ/PI Área Judiciária Carreira de Escrivão Judicial

Tribunal de Justiça do Piauí TJ/PI Área Judiciária Carreira de Escrivão Judicial Tribunal de Justiça do Piauí TJ/PI Área Judiciária Carreira de Escrivão Judicial ÍNDICE VOLUME 1 CONHECIMENTOS BÁSICOS LÍNGUA PORTUGUESA Elementos de construção do texto e seu sentido: gênero do texto

Leia mais

UNIDADE IV PENA DE MULTA (art. 49 a 52 do CP)

UNIDADE IV PENA DE MULTA (art. 49 a 52 do CP) UNIDADE IV PENA DE MULTA (art. 49 a 52 do CP) VALDINEI CORDEIRO COIMBRA Especialista em Direito Penal e Processual Penal pelo ICAT/UNIDF Especialista em Gestão Policial Judiciária APC/Fortium Coordenador

Leia mais

DIREITO PENAL. III - pela retroatividade de lei que não mais considera o fato como criminoso; IV - pela prescrição, decadência ou perempção;

DIREITO PENAL. III - pela retroatividade de lei que não mais considera o fato como criminoso; IV - pela prescrição, decadência ou perempção; DIREITO PENAL 11 A Extinção da Punibilidade 11.1 Introdução A punibilidade e sua extinção Noções iniciais: Praticada a ação delituosa, surge o direito subjetivo do Estado para impor uma sanção ao infrator,

Leia mais

O INDULTO E AS PENAS RESTRITIVAS DE DIREITO [in Boletim IBCCRIM. São Paulo, v.12, n.142, p. 2-3, set. 2004]

O INDULTO E AS PENAS RESTRITIVAS DE DIREITO [in Boletim IBCCRIM. São Paulo, v.12, n.142, p. 2-3, set. 2004] O INDULTO E AS PENAS RESTRITIVAS DE DIREITO [in Boletim IBCCRIM. São Paulo, v.12, n.142, p. 2-3, set. 2004] Salo de Carvalho Advogado e Professor da PUC/RS Após a tramitação dos Processos de Execução Penal

Leia mais