Palestra de Philip Kotler - Tecnologia

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Palestra de Philip Kotler - Tecnologia"

Transcrição

1 Palestra de Philip Kotler Tecnologia Pesquisa de Mercado, Treinamento de Vendas, Consultoria em Marketing SMGShare Marketing Group Por Helton Haddad Em uma excelente palestra, a autoridade de marketing Philip Kotler tratou da importância da tecnologia para as empresas. Além de ser um valioso aprendizado em termos de conhecimentos, este evento me trouxe a certeza de que, cada vez mais, as empresas precisam agilizar e acelerar suas oportunidades de mercado, uma vez que a TECNOLOGIA será fator determinante para a permanência e continuidade de uma empresa. Tomemos TECNOLOGIA não apenas no que está relacionado a ambiente de equipamentos, mas sim novos métodos para trabalhar e aperfeiçoar o processo de administração e vendas. Estes dois diferenciais que cada vez mais exigimos em nossos fornecedores. Muito do que foi ministrado nesta palestra envolve estes aspectos onde fica clara a necessidade de ao menos rever de que forma as empresas têm trabalhado estes pontos: Se pudéssemos resumir em tópicos alguns conceitos apresentados na palestra poderíamos citar os seguintes: Especialização relativa para atender clientes Terceirização fundamental para complementar as necessidades do mesmo. Processos devem ser revistos constantemente Vanguarda é fundamental para nos postarmos diante do cliente como diferenciados Métodos de trabalho e vendas adotados há tempos muitas vezes não atendem mais às expectativas de nossos clientes, e muito menos as superam. Nenhuma dessas palavras é desconhecida para o empresário, porém dentro de um mercado globalizado e muito mais competitivo iremos perceber que estes pontos são fundamentais para mantermos a nossa imagem bem posicionada perante nosso cliente. Analisando algumas características da mentalidade atual do consumidor, podemos validar as afirmações acima:

2 Pesquisa de Mercado, Treinamento de Vendas, Consultoria em Marketing SMGShare Marketing Group 1 Maior sensibilidade a preços 2 Expectativas crescentes de qualidade e serviços 3 Crescente escassez de tempo 4 Necessidade por conveniência 5 Desejo crescente de customização 6 Lealdade decrescente de clientes 7 Aceitação crescente de marcas de revendedores Por tudo isso se faz necessário considerar que muitas vezes em nossas estratégias demarketing e vendas não atentamos para esses detalhes e isso faz a diferença entre um bom pedido e um relacionamento de apenas uma cotação. Mais do que nunca devemos considerar se a nossa solução é adequada à necessidade do cliente. Consideremos um Shopping Center como um modelo de empresa que oferece e atende uma boa parte das necessidades de um consumidor. De um carro à um dentista, de uma agulha a uma pizza, podemos afirmar que existe uma gama de vantagens para atender seu público. Levemos este exemplo para nossa organização e notaremos que cada vez mais o cliente exige tudo aquilo que pode fazer parte de seu pedido do seu fornecedor e para isso precisamos estar bem amparados nos itens acima para complementar e atender à necessidade de nosso cliente. Por isso é vital a criação desses diferenciais e dessa organização e que muitas vezes fica evidente que as empresas não consideram estes fundamentos, como essenciais para aumentar suas vendas ou sua participação de mercado. INTERNET: Muito do enfoque da palestra serviu para reforçar a enorme força que uma ferramenta como a Internet terá em nosso cotidiano pessoal e profissional. Muito do que poderia estar sendo explorado, se limita à projetos institucionais onde não conseguese tangibilizar ao cliente os benefícios de uma empresa. Para que esta ferramenta gere resultados existem algumas dicas que foram apresentadas e servem ao menos de referência para definir se neste aspecto o site construído ou à construir atende as premissas básicas para comercialização e que realmente gere resultados:

3 Pesquisa de Mercado, Treinamento de Vendas, Consultoria em Marketing SMGShare Marketing Group 1 Fazer Pesquisa: Estimule seu público a fazer consultas no seu site em função de um serviço ou mesmo links que podem ser colocados à disposição. O objetivo desta atividade também é importante para verificar na própria Internet, o que mais podemos agregar ao nosso site, desta forma tornandoo diferenciado. 2 Oferecer informação: Informações sobre a história da empresa Serviços e suporte ao cliente Assessoria e suporte a clientes pela Internet Áudio, Vídeos, amostras, testes Informações sobre funcionários ou mesmo a força de vendas Sistema de informações sobre seus revendedores ou fornecedores Oferecer informações sobre empresas que apresentem produtos correlatos ou complementares Analisando este ponto, fica evidente a importância de manter nossos clientes informados e atualizados sobre detalhes que estimulam a compra e mesmo a referência. Consideremos que a imagem do formador de opinião é sempre muito bem aceita, pois é por essa linha que devemos considerar a importância de um site funcional ou apenas institucional. 3 Oferecer Fóruns de discussão. Dependendo do mercado, há sempre a importância de Ter um espaço aberto, estático ou não, para que possamos contribuir com as informações que devem ser levadas ao nosso público. 4 Oferecer Treinamentos Forme a opinião e oriente seu cliente. Faça que o mesmo não se torne um dependente apenas de seu funcionário, mas sim dos serviços, benefícios e vantagens que sua empresa tem a oferecer. Esta acaba sendo uma outra forma de

4 Pesquisa de Mercado, Treinamento de Vendas, Consultoria em Marketing SMGShare Marketing Group colaborar com seu cliente. 5 Oferecer compras ou venda online Muitas vezes este ponto não se adapta a qualquer empresa, mas se faz necessário criar mecanismos que possibilitem o mesmo se munir de elementos que o levem a realizar a compra com a sua empresa. Sua empresa Não possui condições de vender este produto pela Internet? Ok, então devemos ter uma preocupação maior para que o mesmo seja bem alimentado. 6 Oferecer Leilões On Line Sua empresa possui produtos que podem ser considerados para este ponto? Consideremos a necessidade de explorar essa ferramenta. Por isso é importante que sua tecnologia rume para colocar este serviço à disposição de seus clientes antes que alguém o faça. 7 Oferecer entregas On Line Vital, essencial e fundamental para empresas que possuem condições de realizar este tipo de serviço. Fazer com que o cliente possa tirar mais proveito do seu investimento. É importante considerar que o consumidor quando esta diante do computador, é muito mais seletivo na hora da compra, uma vez que o mesmo se vale de muitos aspectos funcionais e visuais para efetuar a mesma e caso não levemos isso em consideração, acaba sendo mais um site aberto, apenas. Vale a pena refletir sobre algumas afirmações de Philip Kotler em relação à Internet. 1 Com a Internet, os compradores precisam de muito menos tempo do que no passado paracomparar preços. Isso torna muito difícil as empresas quererem proteger sua política de preços perante os demais concorrentes. A Internet diminuirá as compras baseadas em marcas apenas e aumentará as compras considerando preço. 2 A Internet não tem barreiras de entrada. Um imitador endinheirado pode entrar do dia para a noite para atacar um inovador bem sucedido da Internet. 3 Os inovadores devem proteger e incrementar seus sites com novos atrativos. Todavia, os imitadores podem facilmente copiar a maioria dos novos atrativos acrescentados pelo inovador, ou podem reduzir seus preços aquém dos praticados pelo inovador. 4 O comércio eletrônico acabará prejudicando as forças varejistas de vendas.

5 Pesquisa de Mercado, Treinamento de Vendas, Consultoria em Marketing SMGShare Marketing Group

Se pudéssemos resumir em tópicos alguns conceitos apresentados na Palestra poderíamos citar os seguintes:

Se pudéssemos resumir em tópicos alguns conceitos apresentados na Palestra poderíamos citar os seguintes: Palestra de Philip Kotler Por Helton Haddad Além de ser um valioso aprendizado em termos de conhecimentos, este evento nos traz a certeza de cada vez mais, as empresas precisam agilizar e acelerar suas

Leia mais

"BUSSINES PLAN"- PLANO DE NEGÓCIOS

BUSSINES PLAN- PLANO DE NEGÓCIOS "BUSSINES PLAN"- PLANO DE! Os componentes do Business Plan.! Quem precisa fazer um Business Plan! Colocando o Business Plan em ação Autores: Francisco Cavalcante(f_c_a@uol.com.br) Administrador de Empresas

Leia mais

QUER TER SUCESSO NOS NEGÓCIOS? CONFIRA NOSSAS DICAS!

QUER TER SUCESSO NOS NEGÓCIOS? CONFIRA NOSSAS DICAS! QUER TER SUCESSO NOS NEGÓCIOS? CONFIRA NOSSAS DICAS! 4 Introdução 5 Conheça seu público 5 Crie uma identidade para sua empresa 6 Construa um site responsivo 6 Seja direto, mas personalize o máximo possível

Leia mais

O Novo Modelo de Vendas para Resultado. Palestra de Vendas. Realização. www.lampsi.net.br. www.juliusassessoria.wordpress.com

O Novo Modelo de Vendas para Resultado. Palestra de Vendas. Realização. www.lampsi.net.br. www.juliusassessoria.wordpress.com O Novo Modelo de Vendas para Resultado Palestra de Vendas Realização www.lampsi.net.br www.juliusassessoria.wordpress.com O que estou fazendo aqui? Procuro respostas! O que aconteceu com minhas Vendas???

Leia mais

COMPONENTES DA ESTRUTURA DO PLANO DE NEGÓCIO

COMPONENTES DA ESTRUTURA DO PLANO DE NEGÓCIO COMPONENTES DA ESTRUTURA DO PLANO DE NEGÓCIO No Modelo de Plano de Negócio, disponível no seu ambiente do Concurso você terá um passo a passo para elaborar o seu Plano, bem como todo o conteúdo necessário

Leia mais

Confederação Nacional da Indústria. - Manual de Sobrevivência na Crise -

Confederação Nacional da Indústria. - Manual de Sobrevivência na Crise - RECOMENDAÇÕES PARA PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS - Manual de Sobrevivência na Crise - Janeiro de 1998 RECOMENDAÇÕES PARA PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS - Manual de Sobrevivência na Crise - As empresas, principalmente

Leia mais

SEMINÁRIO TEMÁTICO VII: COMÉRCIO EXTERIOR

SEMINÁRIO TEMÁTICO VII: COMÉRCIO EXTERIOR SEMINÁRIO TEMÁTICO VII: COMÉRCIO EXTERIOR AULA 01: O SISTEMA E O PADRÃO DE COMÉRCIO EXTERIOR BRASILEIRO TÓPICO 02: A EMPRESA E O COMÉRCIO EXTERIOR VERSÃO TEXTUAL Como a empresa pode ingressar no comércio

Leia mais

Empreenda! 9ª Edição Roteiro de Apoio ao Plano de Negócios. Preparamos este roteiro para ajudá-lo (a) a desenvolver o seu Plano de Negócios.

Empreenda! 9ª Edição Roteiro de Apoio ao Plano de Negócios. Preparamos este roteiro para ajudá-lo (a) a desenvolver o seu Plano de Negócios. Empreenda! 9ª Edição Roteiro de Apoio ao Plano de Negócios Caro (a) aluno (a), Preparamos este roteiro para ajudá-lo (a) a desenvolver o seu Plano de Negócios. O Plano de Negócios deverá ter no máximo

Leia mais

SE VOCÊ ESTÁ LENDO ESSA APRESENTAÇÃO, VOCÊ É A PROVA QUE A INTERNET ESTÁ PRESENTE NA SUA VIDA

SE VOCÊ ESTÁ LENDO ESSA APRESENTAÇÃO, VOCÊ É A PROVA QUE A INTERNET ESTÁ PRESENTE NA SUA VIDA VERSÃO 1.0 SE VOCÊ ESTÁ LENDO ESSA APRESENTAÇÃO, VOCÊ É A PROVA QUE A INTERNET ESTÁ PRESENTE NA SUA VIDA Assim como está na de 52% da população brasileira, que soma mais de 105 milhões de pessoas conectadas

Leia mais

Orientações para elaborar um. Plano de Negócios

Orientações para elaborar um. Plano de Negócios Orientações para elaborar um Plano de Negócios Maio de 2010 www.nascente.cefetmg.br Página 1 Apresentação Este documento contém um roteiro básico de Plano de Negócios. O objetivo é permitir que o futuro

Leia mais

MATRIZ GE/McKINSEY ABORDAGEM MULTIFATOR

MATRIZ GE/McKINSEY ABORDAGEM MULTIFATOR MATRIZ GE/McKINSEY ABORDAGEM MULTIFATOR A Matriz GE foi desenvolvida na década de 70 pela General Eletric, com o auxílio de McKinsey and Company, uma empresa de consultoria, e por esse motivo leva o nome

Leia mais

Mercadologia capítulo IV

Mercadologia capítulo IV Mercadologia capítulo IV Por quanto vender? Muitas empresas, especialmente as varejistas, adotam a estratégia de redução de preços para aumentar suas vendas e não perder mercado para a concorrência. Mas

Leia mais

Como escolher a pós-graduação que vai turbinar a sua carreira

Como escolher a pós-graduação que vai turbinar a sua carreira Como escolher a pós-graduação que vai turbinar a sua carreira Dicas fundamentais para você decidir pelo curso ideal para a sua qualificação profissional 2 ÍNDICE >> Introdução... 3 >> A importância da

Leia mais

EGC Gestão Estratégica da Tecnologia da Informação

EGC Gestão Estratégica da Tecnologia da Informação EGC Gestão Estratégica da Tecnologia da Informação Resenha Crítica: Qual a relação entre competitividade, gestão do conhecimento e tecnologia da informação? Paulo Fernando da Silva Para discutirmos a relação

Leia mais

Thaisy Sluszz. Thaisy Sluszz RECOMPENSA DIGITAL. Marcelo Vicente

Thaisy Sluszz. Thaisy Sluszz RECOMPENSA DIGITAL. Marcelo Vicente GUIA PRÁTICO DA RECOMPENSA DIGITAL i Marcelo Vicente RECOMPENSA DIGITAL >> Atraindo Tráfego para Conversão...4 >> Moeda de Troca...6 >> Tipos de Recompensa Digital...8 >> Solucionando Problemas da Audiência...10

Leia mais

Consultoria e Gerenciadora

Consultoria e Gerenciadora Consultoria e Gerenciadora Revolutia Consultoria e Gerenciadora Distribuição livre desde que mantida fonte e originalidade Sumário Por onde começar? Problemas e Soluções Dicas dos Campeões 2 3 O que impede

Leia mais

Como IDENTIFICAr AS oportunidades E CoNqUISTAr o ClIENTE

Como IDENTIFICAr AS oportunidades E CoNqUISTAr o ClIENTE Como IDENTIFICAr AS oportunidades E CoNqUISTAr o ClIENTE A abertura de empresas tem uma grande importância na sociedade em que vivemos, pois gera diversos benefícios, como empregos e riquezas para o país.

Leia mais

MATERIAL DE APOIO AO ALUNO Oficina da Estratégia. Palestrante: Roberto Libardi

MATERIAL DE APOIO AO ALUNO Oficina da Estratégia. Palestrante: Roberto Libardi MATERIAL DE APOIO AO ALUNO Oficina da Estratégia Palestrante: Roberto Libardi Nosso objetivo A construção de cenários futuros envolve o desenho de um caminho de ação que traça uma ponte entre o estágio

Leia mais

Desenvolvimento de Marcas Fortes. Criação de Brand Equity

Desenvolvimento de Marcas Fortes. Criação de Brand Equity Desenvolvimento de Marcas Fortes Criação de Brand Equity 1. O que é brand equity? Equity significa valor/patrimônio. Brand equity = valor da marca/patrimônio de marca. A American Marketing Association

Leia mais

Plano de Continuidade de Negócios

Plano de Continuidade de Negócios Plano de Continuidade de Negócios Premissas O Plano de Continuidade de Negócios (PCN) é um processo pró-ativo de planejamento que assegura que uma organização possa sobreviver a uma crise organizacional/operacional,

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE DEPARTAMENTO DE TURSIMO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE DEPARTAMENTO DE TURSIMO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE DEPARTAMENTO DE TURSIMO Concurso Público para o Cargo de Professor Adjunto EDITAL 027/2012 Código do Candidato: PROVA ESCRITA - 17.12.2012

Leia mais

Imaginar que ações de marketing estratégico, MARKETING ESTRATÉGICO É BOM E FAZ CRESCER JOSÉ LUPOLI JR. Entrevista

Imaginar que ações de marketing estratégico, MARKETING ESTRATÉGICO É BOM E FAZ CRESCER JOSÉ LUPOLI JR. Entrevista Entrevista JOSÉ LUPOLI JR. MARKETING ESTRATÉGICO É BOM E FAZ CRESCER As entidades gestoras de fundos de pensão deveriam divulgar seus produtos, suas vantagens competitivas e, principalmente, as vantagens

Leia mais

Faculdades Integradas Paiva de Vilhena

Faculdades Integradas Paiva de Vilhena Faculdades Integradas Paiva de Vilhena Curso: Tecnólogo em Processos Gerenciais Disciplina: Gestão Estratégica da Informação A Importância da Informação Prof. Esp. Rodrigo Gomes da Silva Campanha 2009

Leia mais

1ºAgroMarketing O ALINHAMENTO DO PLANEJAMENTO DE MARKETING AO BUSINESS-PLAN DE EMPRESAS DO AGRONEGÓCIO. Mauricio Sampaio

1ºAgroMarketing O ALINHAMENTO DO PLANEJAMENTO DE MARKETING AO BUSINESS-PLAN DE EMPRESAS DO AGRONEGÓCIO. Mauricio Sampaio 1ºAgroMarketing O ALINHAMENTO DO PLANEJAMENTO DE MARKETING AO BUSINESS-PLAN DE EMPRESAS DO AGRONEGÓCIO Mauricio Sampaio Definições e Conceitos Visão Missão Administração Estratégica Planejamento Estratégico

Leia mais

Lista de Exercícios: Vantagem Estratégica. Exercício 1

Lista de Exercícios: Vantagem Estratégica. Exercício 1 Lista de Exercícios: Vantagem Estratégica Exercício 1 Pedido: Escreva abaixo de cada definição o nome do termo correspondente, entre os citados abaixo: Termos Ação estratégica de diferenciação Ação estratégica

Leia mais

Dicas para implantação do Autodesk Vault para pequenas e médias empresas

Dicas para implantação do Autodesk Vault para pequenas e médias empresas Dicas para implantação do Autodesk Vault para pequenas e médias empresas Rodrigo Tito Nova CS Informática Cristiano Oliveira ConsultCAD É sabido por todos que hoje, o processo de desenvolvimento do produto

Leia mais

SEGURO RCO / APP CARTILHA RESUMIDA

SEGURO RCO / APP CARTILHA RESUMIDA SEGURO RCO / APP CARTILHA RESUMIDA Uma parceria de sucesso A parceria entre ESSOR e LIVONIUS foi criada para inovar ainda mais o mercado de seguros, unindo competência técnica e experiência em modernização.

Leia mais

Cursos livres EAD GUIA BÁSICO PARA USO CORPORATIVO. www.webaula.com.br

Cursos livres EAD GUIA BÁSICO PARA USO CORPORATIVO. www.webaula.com.br Cursos livres EAD GUIA BÁSICO PARA USO CORPORATIVO www.webaula.com.br Índice 3 introdução 3 introdução 3 O que são cursos livres, afinal? 4 Características dos cursos livres 5 Vantagens dos cursos livres

Leia mais

www.snowx.com.br The Ultimate Design

www.snowx.com.br The Ultimate Design www.snowx.com.br +55-13 - 3473.3792 / ID 117*11741 Rua Mococa - nº 379 - Sala 2 - Boqueirão Praia Grande - SP - CEP 11701-100 Só atendemos com hora marcada. 09:00 às 12:00 / 13:30 às 17:00 Segunda a Sexta-Feira

Leia mais

10.1. Estratégias para desenvolvimento de novos produtos

10.1. Estratégias para desenvolvimento de novos produtos Módulo 10. Planejamento de novos produtos Uma economia sofrendo as conseqüências de um mercado globalizado, onde a concorrência não dorme nem perdoa atrasos ou percalços. Esta é o macro ambiente onde estão

Leia mais

PRÊMIO GRANDES CASES DE EMBALAGEM 2015, da Revista EmbalagemMarca 9ª Edição

PRÊMIO GRANDES CASES DE EMBALAGEM 2015, da Revista EmbalagemMarca 9ª Edição PRÊMIO GRANDES CASES DE EMBALAGEM 2015, da Revista EmbalagemMarca 9ª Edição Iniciativa: Revista EmbalagemMarca Realização: Ciclo de Conhecimento Organização de Eventos Apoio operacional: Centro Universitário

Leia mais

Proposta de licenciamento Aghora Conveniência

Proposta de licenciamento Aghora Conveniência Proposta de licenciamento Aghora Conveniência Licenciamento de uso de marca x Franquia. Conceitos mais modernos de varejo. Qualidade e custos compatíveis. Marca consagrada. Suporte para a instalação e

Leia mais

MANUAL DE RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL

MANUAL DE RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL MANUAL DE RESPONSABILIDADE Definição: A responsabilidade socioambiental é a responsabilidade que uma empresa ou organização tem com a sociedade e com o meio ambiente além das obrigações legais e econômicas.

Leia mais

ESTRATÉGIAS MERCADOLÓGICAS UTILIZADAS PELAS OPERADORAS, TIM, CLARO E VIVO.

ESTRATÉGIAS MERCADOLÓGICAS UTILIZADAS PELAS OPERADORAS, TIM, CLARO E VIVO. 1 ESTRATÉGIAS MERCADOLÓGICAS UTILIZADAS PELAS OPERADORAS, TIM, CLARO E VIVO. Juliana da Silva RIBEIRO 1 RESUMO: O presente trabalho enfoca as estratégias das operadoras de telefonia móvel TIM,VIVO e CLARO

Leia mais

Atendimento Virtual Ampla

Atendimento Virtual Ampla 21 a 25 de Agosto de 2006 Belo Horizonte - MG Atendimento Virtual Ampla Carlos Felipe de Moura Moysés Ampla Energia e Serviços S.A cmoyses@ampla.com André Theobald Ampla Energia e Serviços S.A theobald@ampla.com

Leia mais

Design de Produtos. Marketing Prof. Donizete de Camargo. Posicionamento da oferta. Posicionamento da oferta. Vamos analisar:

Design de Produtos. Marketing Prof. Donizete de Camargo. Posicionamento da oferta. Posicionamento da oferta. Vamos analisar: Marketing Prof. Donizete de Camargo Design de Produtos Posicionamento da oferta Vamos analisar: Quais são os principais atributos diferenciadores de um produto? Como definir e comunicar um posicionamento

Leia mais

meses e de ganhos financeiros muito maiores do que quando se é empregado é um erro comum. Além disso, a idéia de não ter chefe é extremamente

meses e de ganhos financeiros muito maiores do que quando se é empregado é um erro comum. Além disso, a idéia de não ter chefe é extremamente DICAS PARA ABRIR UM ESCRITÓRIO CONTÁBIL Começar um empreendimento requer coragem. Estar preparado para esse momento é fundamental, pois não vale, em hipótese alguma, aplicar o seu dinheiro no desconhecido.

Leia mais

COMO INICIAR O RELACIONAMENTO COM OS LEADS? 8 passos para TER UMA SEQUÊNCIA DE EMAILS BEM SUCEDIDA.

COMO INICIAR O RELACIONAMENTO COM OS LEADS? 8 passos para TER UMA SEQUÊNCIA DE EMAILS BEM SUCEDIDA. COMO INICIAR O RELACIONAMENTO COM OS LEADS? 8 passos para TER UMA SEQUÊNCIA DE EMAILS BEM SUCEDIDA. Uma sequência de e-mail, follow-up ou auto responder é um sistema de resposta automática em uma série

Leia mais

AUTARQUIA DE ENSINO SUPERIOR DE GARANHUNS - AESGA FACULDADE DE CIENCIAS DA ADMINISTRAÇÃO DE GARANHUNS - FAGA CURSO DE ADMINISTRAÇÃO

AUTARQUIA DE ENSINO SUPERIOR DE GARANHUNS - AESGA FACULDADE DE CIENCIAS DA ADMINISTRAÇÃO DE GARANHUNS - FAGA CURSO DE ADMINISTRAÇÃO AUTARQUIA DE ENSINO SUPERIOR DE GARANHUNS - AESGA FACULDADE DE CIENCIAS DA ADMINISTRAÇÃO DE GARANHUNS - FAGA CURSO DE ADMINISTRAÇÃO MARKETING II EMPRESA DE CONSULTORIA E TREINAMENTO DE PESSOAL HEIDY VANESSA

Leia mais

Desempenho de Operações. EAD 0763 Aula 2 Livro Texto Cap.2 Leonardo Gomes

Desempenho de Operações. EAD 0763 Aula 2 Livro Texto Cap.2 Leonardo Gomes Desempenho de Operações EAD 0763 Aula 2 Livro Texto Cap.2 Leonardo Gomes Agenda da aula 1 Desempenho de operações 2 Estudo de caso Capítulo 2- Desempenho de Operações Desempenho de operações Como avaliar

Leia mais

ÍNDICE. Eficiência no atendimento em clínicas e hospitais -EBOOK- 3 - Introdução. 4 - O que os clientes esperam de um bom atendimento

ÍNDICE. Eficiência no atendimento em clínicas e hospitais -EBOOK- 3 - Introdução. 4 - O que os clientes esperam de um bom atendimento Eficiência no em clínicas e hospitais ÍNDICE 3 - Introdução 4 - O que os clientes esperam de um bom 6-5 dicas para gerar eficiência no -EBOOK- Produzido por CM Tecnologia 11 - Conclusão 12 - Sobre a CM

Leia mais

10 Análise dos recursos internos

10 Análise dos recursos internos 177 10 Análise dos recursos internos Essa seção do trabalho tem como objetivo fazer a análise dos recursos internos das duas empresas pesquisadas, Globo e Vivo. Como referencial teórico será utilizado

Leia mais

Markes Roberto Vaccaro

Markes Roberto Vaccaro Markes Roberto Vaccaro Sumário 1 - CONHECER OS SEGREDOS DO MARKETING DIGITAL... 3 2 CRIAR UM BLOG DE NICHO... 4 3 - COMEÇANDO A ESTRATÉGIA DE MARKETING... 4 4 - PRODUTOS DIGITAIS... 5 5 OPTIMIZAÇÃO DE

Leia mais

COMO FUNCIONA NOSSA CONSULTORIA DE MARKETING DIGITAL ESPECIALIZADA EM VENDAS ONLINE

COMO FUNCIONA NOSSA CONSULTORIA DE MARKETING DIGITAL ESPECIALIZADA EM VENDAS ONLINE www.agenciaatos.com.br COMO FUNCIONA NOSSA CONSULTORIA DE MARKETING DIGITAL ESPECIALIZADA EM VENDAS ONLINE APLICAÇÃO DA CONSULTORIA EM VENDAS ONLINE É assim que os resultados são gerados. No entanto, é

Leia mais

1 Descrição do Problema 1.1.Introdução

1 Descrição do Problema 1.1.Introdução 14 1 Descrição do Problema 1.1.Introdução Desde a década de 90, a Internet tem-se mostrado importante instrumento na vida cotidiana do consumidor, não somente para ampliar a pesquisa de informações sobre

Leia mais

EMPREENDEDORISMO: POR QUE DEVERIA APRENDER?

EMPREENDEDORISMO: POR QUE DEVERIA APRENDER? EMPREENDEDORISMO: POR QUE DEVERIA APRENDER? Anderson Katsumi Miyatake Emerson Oliveira de Almeida Rafaela Schauble Escobar Tellis Bruno Tardin Camila Braga INTRODUÇÃO O empreendedorismo é um tema bastante

Leia mais

Felipe Oliveira, JPMorgan:

Felipe Oliveira, JPMorgan: Felipe Oliveira, JPMorgan: Bom dia a todos. Minha pergunta é em relação ao nível de despesa operacional, se você acredita conseguir, ao longo dos próximos trimestres, capturar no seu resultado operacional

Leia mais

TREINAMENTO SOBRE PRODUTOS PARA VENDEDORES DO VAREJO COMO ESTRATÉGIA PARA MAXIMIZAR AS VENDAS 1. Liane Beatriz Rotili 2, Adriane Fabrício 3.

TREINAMENTO SOBRE PRODUTOS PARA VENDEDORES DO VAREJO COMO ESTRATÉGIA PARA MAXIMIZAR AS VENDAS 1. Liane Beatriz Rotili 2, Adriane Fabrício 3. TREINAMENTO SOBRE PRODUTOS PARA VENDEDORES DO VAREJO COMO ESTRATÉGIA PARA MAXIMIZAR AS VENDAS 1 Liane Beatriz Rotili 2, Adriane Fabrício 3. 1 Pesquisa realizada no curso de Administração da Unijuí 2 Aluna

Leia mais

O QUE FAZER PARA MELHORAR O PROCESSO DE COMPRAS 1

O QUE FAZER PARA MELHORAR O PROCESSO DE COMPRAS 1 O QUE FAZER PARA MELHORAR O PROCESSO DE COMPRAS 1 Matheus Alberto Cônsoli* Lucas Sciência do Prado* Marcos Fava Neves* As revendas agropecuárias devem considerar não apenas preços, mas também as oportunidades

Leia mais

AFETA A SAÚDE DAS PESSOAS

AFETA A SAÚDE DAS PESSOAS INTRODUÇÃO Como vai a qualidade de vida dos colaboradores da sua empresa? Existem investimentos para melhorar o clima organizacional e o bem-estar dos seus funcionários? Ações que promovem a qualidade

Leia mais

4 Modelos. de negócio. Para inovar o seu EAD

4 Modelos. de negócio. Para inovar o seu EAD 4 Modelos de negócio Para inovar o seu EAD Introdução Se você teve ou tem um negócio de ensino a distância, já deve ter parado para pensar de que formas posso diversificar a venda do meu curso online?

Leia mais

Modelo de Compras: '7 steps sourcing process' Nova Mesa de Compras

Modelo de Compras: '7 steps sourcing process' Nova Mesa de Compras 4 ESTABELECEMOS LAÇOS DE RESPONSABILIDADE COM OS NOSSOS FORNECEDORES Modelo de Compras: '7 steps sourcing process' Nova Mesa de Compras 60 ESTABELECEMOS LAÇOS DE RESPONSABILIDADE COM OS NOSSOS FORNECEDORES

Leia mais

Varejo virtual ERA DIGITAL. por Tânia M. Vidigal Limeira FGV-EAESP

Varejo virtual ERA DIGITAL. por Tânia M. Vidigal Limeira FGV-EAESP ERA DIGITAL Varejo virtual Ovolume de operações registrado recentemente no âmbito do comércio eletrônico atesta que a Internet ainda não chegou às suas últimas fronteiras. Vencidas as barreiras tecnológicas

Leia mais

FINOM- FACULDADE DO NOROESTE DE MINAS WOLTER FRANCISCO NEVES LIBERATO DE MATOS JUNIOR

FINOM- FACULDADE DO NOROESTE DE MINAS WOLTER FRANCISCO NEVES LIBERATO DE MATOS JUNIOR FINOM- FACULDADE DO NOROESTE DE MINAS WOLTER FRANCISCO NEVES LIBERATO DE MATOS JUNIOR QUALIDADE DO ATENDIMENTO NO SISTEMA BANCÁRIO BRASILEIRO Wolter Francisco Neves Liberato de Matos Júnior ESPERA FELIZ

Leia mais

Em 1981 nasceu em Campinas o Gordão Lanches, com uma proposta diferenciada, inspirada

Em 1981 nasceu em Campinas o Gordão Lanches, com uma proposta diferenciada, inspirada Mais de anos de sucesso Em 1981 nasceu em Campinas o Gordão Lanches, com uma proposta diferenciada, inspirada nas hambuguerias norteamericanas, com atendimento rápido, porém, com a qualidade de lanches

Leia mais

Competindo com Tecnologia da Informação. Objetivos do Capítulo

Competindo com Tecnologia da Informação. Objetivos do Capítulo Objetivos do Capítulo Identificar as diversas estratégias competitivas básicas e explicar como elas podem utilizar a tecnologia da informação para fazer frente às forças competitivas que as empresas enfrentam.

Leia mais

Capítulo 2 Usabilidade... 24 2.1 Definição de usabilidade... 25 2.2 Resumo... 39 2.3 Leitura recomendada... 39

Capítulo 2 Usabilidade... 24 2.1 Definição de usabilidade... 25 2.2 Resumo... 39 2.3 Leitura recomendada... 39 Prefácio... IX Lista de Siglas e Abreviaturas... XIII Lista de Figuras e Quadros... XVI Capítulo 1 Portal web... 1 1.1 Definição de portal web... 3 1.2 Portal corporativo... 8 1.3 Resumo... 22 1.4 Leitura

Leia mais

REDESENHO MODERNO PARA RESSALTAR A TRADIÇÃO

REDESENHO MODERNO PARA RESSALTAR A TRADIÇÃO 56 :: Webdesign REDESENHO MODERNO PARA RESSALTAR A TRADIÇÃO Fundado há mais de 110 anos, o IPT (www.ipt.br), Instituto de Pesquisas Tecnológicas, é uma das fundações mais tradicionais no país. Diante da

Leia mais

Redação para Meios Eletrônicos Prof.: Raquel Susin susin.raquel@gmail.com

Redação para Meios Eletrônicos Prof.: Raquel Susin susin.raquel@gmail.com Redação para Meios Eletrônicos Prof.: Raquel Susin susin.raquel@gmail.com Contrato Pedagógico Ementa Conhecimentos para o cotejo (comparação) da produção textual (verbal e nãoverbal) em peças multi/hipermídiaticas.

Leia mais

Módulo 14 Treinamento e Desenvolvimento de Pessoas. 14.1. Treinamento é investimento

Módulo 14 Treinamento e Desenvolvimento de Pessoas. 14.1. Treinamento é investimento Módulo 14 Treinamento e Desenvolvimento de Pessoas 14.1. Treinamento é investimento O subsistema de desenvolver pessoas é uma das áreas estratégicas do Gerenciamento de Pessoas, entretanto em algumas organizações

Leia mais

E-commerce: a transformação do internauta em consumidor

E-commerce: a transformação do internauta em consumidor E-commerce: a transformação do internauta em consumidor Keyti Tamyris Simões Leite (FATEB) keyti.tamyris@gmail.com Camila Lopes Ferreira (FATEB/UTFPR) cmilalf@bol.com.br Resumo: Muitas empresas estão optando

Leia mais

Manual Espelho de NF para Materiais

Manual Espelho de NF para Materiais Manual Espelho de NF para Materiais Índice 1 Objetivo... 3 2 O Projeto e-suprir... 3 3 Introdução... 3 4 Informações Básicas... 4 4.1 Painel de Controle Vendas... 4 5 Acessando o Pedido... 5 5.1 Lista

Leia mais

MT/002-14 CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA DA ARGUS 12/2014 - VINHEDO, SP

MT/002-14 CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA DA ARGUS 12/2014 - VINHEDO, SP MT/002-14 CÓDIGO DE ÉTICA E CONDUTA DA ARGUS 12/2014 - VINHEDO, SP 1 Código de Ética e Conduta da Argus MENSAGEM DO PRESIDENTE Este Código de Ética e Conduta foi elaborado com a finalidade de explicitar

Leia mais

COMECE A TRABALHAR COM A INTERNET

COMECE A TRABALHAR COM A INTERNET COMECE A TRABALHAR COM A INTERNET Comece a trabalhar com a internet Trabalhar na internet se tornou um dos principais focos das pessoas nos dias atuais devido a possibilidade de operar em mercados distintos

Leia mais

APRESENTAÇÃO Outubro de 2012

APRESENTAÇÃO Outubro de 2012 APRESENTAÇÃO Outubro de 2012 O QUE É É A QUEM SE DIRIGE ENQUADRAMENTO CONTEÚDOS ESTATUTO EDITORIAL A EQUIPA PARTICIPE NO 365AGRO A informação assume, hoje em dia, uma importância crescente. O acesso à

Leia mais

V PRÊMIO APEX-BRASIL. Caso de sucesso: Iniciativa inovadora de promoção setorial Entidade setorial. www.thinkplasticbrazil.com

V PRÊMIO APEX-BRASIL. Caso de sucesso: Iniciativa inovadora de promoção setorial Entidade setorial. www.thinkplasticbrazil.com SUMÁRIO I. Nome da ação II. Data de implantação III. Descrição IV. Justificativa do caráter inovador V. Resultados 3 4 7 I. Nome da ação Implantação de Departamento de Inteligência Comercial: Não importa

Leia mais

Diagnóstico da Indústria Catarinense Estratégia e Gestão Ambiental

Diagnóstico da Indústria Catarinense Estratégia e Gestão Ambiental Diagnóstico da Indústria Catarinense Estratégia e Gestão Ambiental Realização: Apoio: APRESENTAÇÃO Cada dia mais consciente quanto à função que desempenha na sociedade, a indústria catarinense avança rumo

Leia mais

Desafios da Gestão da Revenda Agropecuária 1

Desafios da Gestão da Revenda Agropecuária 1 Desafios da Gestão da Revenda Agropecuária 1 Matheus Kfouri Marino Fabio Matuoka Mizumoto * A gestão da minha revenda é competitiva? Meus processos de gestão estão estruturados? Como me posiciono perante

Leia mais

EXP Digital, desenvolvendo soluções personalizadas para sua empresa alcançar a melhor performance no mundo virtual.

EXP Digital, desenvolvendo soluções personalizadas para sua empresa alcançar a melhor performance no mundo virtual. EXP Digital, desenvolvendo soluções personalizadas para sua empresa alcançar a melhor performance no mundo virtual. Somos uma empresa especializada em soluções voltadas ao segmento digital como: criação,

Leia mais

Propaganda. Agência DIS Propaganda Apresentação / Portfólio

Propaganda. Agência DIS Propaganda Apresentação / Portfólio Agência DIS Propaganda Apresentação / Portfólio A DIS Propaganda é uma agência de propaganda e marketing que há mais de 28 anos em atividade vem construindo as marcas de seus clientes. Propaganda O nosso

Leia mais

OS NOVOS PARADIGMAS DA FORMAÇÃO CONTINUADA: DA EDUCAÇÃO BÁSICA À PÓSGRADUAÇÃO

OS NOVOS PARADIGMAS DA FORMAÇÃO CONTINUADA: DA EDUCAÇÃO BÁSICA À PÓSGRADUAÇÃO OS NOVOS PARADIGMAS DA FORMAÇÃO CONTINUADA: DA EDUCAÇÃO BÁSICA À PÓSGRADUAÇÃO Profa. Drª. Ana Maria Maranhão 1 Resumo: A tecnologia da Informação e de modo específico o computador, oferece as diferentes

Leia mais

Balanço Social 2007. 1 - Apresentação. 1.1 Carta do Diretor Executivo. Índice. 1 - Apresentação. 2 - Empresa. 3 - Qualidade.

Balanço Social 2007. 1 - Apresentação. 1.1 Carta do Diretor Executivo. Índice. 1 - Apresentação. 2 - Empresa. 3 - Qualidade. 1 - Apresentação Balanço Social Índice 1 - Apresentação 1.1 Carta do Diretor Executivo 1.2 Perfil do Empreendimento 1.3 Nossos Produtos e Serviços 1.4 Abrangência de Atuação 1.5 Setores de Atuação 2 -

Leia mais

Logística e Valor para o Cliente 1

Logística e Valor para o Cliente 1 1 Objetivo da aula Esta aula se propõe a atingir os seguintes objetivos: 1. Discutir a importância do gerenciamento da interface entre marketing e logística. 2. Reconhecer a necessidade de entender os

Leia mais

17/02/2015 PROJETO DE PRODUTOS E SERVIÇOS

17/02/2015 PROJETO DE PRODUTOS E SERVIÇOS Objetivo: satisfazer as necessidades atuais e/ou futuras dos consumidores. Isto aumenta a competitividade da empresa. O projeto de produtos/serviços inicia com o consumidor e nele termina. Primeiro: Segundo:

Leia mais

MANUAL DO CANDIDATO. Pós-graduação

MANUAL DO CANDIDATO. Pós-graduação MANUAL DO CANDIDATO Pós-graduação Prezado(a) Candidato(a), Agradecemos o interesse pelos nossos cursos. Este manual contém informações básicas pertinentes ao curso, tais como: objetivos do curso e das

Leia mais

Um mercado de oportunidades

Um mercado de oportunidades Um mercado de oportunidades Como grandes, pequenas e médias empresas se comunicam? Quem são os principais interlocutores e como procurá-los? Como desenvolver uma grande campanha e inovar a imagem de uma

Leia mais

PASSO 1 COMO VOCÊ ESTÁ ADMINISTRANDO SUA EMPRESA?

PASSO 1 COMO VOCÊ ESTÁ ADMINISTRANDO SUA EMPRESA? PASSO 1 COMO VOCÊ ESTÁ ADMINISTRANDO SUA EMPRESA? São os passos que fazem os caminhos. MÁRIO QUINTANA Para chegar a um destino, é preciso dar o primeiro passo. Muitas vezes, preocupados com o dia a dia,

Leia mais

Rita/João Abril -2014

Rita/João Abril -2014 Rita/João Abril -2014 Conteúdo Programático (Qui)10/04 Estratégia de gerenciamento de pessoas com foco em resultado e gestão por competências Rita (Qui)17/04 - Conceitos de liderança, equipes eficazes,

Leia mais

www.dehterakm.com beatriz@dehtearkm.com

www.dehterakm.com beatriz@dehtearkm.com www.dehterakm.com beatriz@dehtearkm.com Quem somos? A BEATRIZ DEHTEAR KM apresenta a seus clientes uma proposta totalmente inovadora para implementar a Gestão do Conhecimento Organizacional. Nosso objetivo

Leia mais

A INOVAÇÃO TECNOLÓGICA COMO CRIADORA DE VANTAGEM COMPETITIVA

A INOVAÇÃO TECNOLÓGICA COMO CRIADORA DE VANTAGEM COMPETITIVA A INOVAÇÃO TECNOLÓGICA COMO CRIADORA DE VANTAGEM COMPETITIVA Paulo Alexandre da SILVA 1 Murilo Gustavo BOTT 2 Orientador: Prof.Alexandre Hideo SASSAKI 3 Resumo: Diante das constantes mudanças e dos intensos

Leia mais

Marcas: a criação das identidades visuais

Marcas: a criação das identidades visuais Marcas: a criação das identidades visuais marca A natureza das marcas e o papel que desempenham atualmente nas organizações comerciais podem ser melhor compreendidos pela análise das suas origens. origem

Leia mais

Gestão de impactos sociais nos empreendimentos Riscos e oportunidades. Por Sérgio Avelar, Fábio Risério, Viviane Freitas e Cristiano Machado

Gestão de impactos sociais nos empreendimentos Riscos e oportunidades. Por Sérgio Avelar, Fábio Risério, Viviane Freitas e Cristiano Machado Gestão de impactos sociais nos empreendimentos Riscos e oportunidades Por Sérgio Avelar, Fábio Risério, Viviane Freitas e Cristiano Machado A oferta da Promon Intelligens considera o desenvolvimento de

Leia mais

Gestão da qualidade em serviços: um estudo de caso em microempresas do ramo de oficinas mecânicas

Gestão da qualidade em serviços: um estudo de caso em microempresas do ramo de oficinas mecânicas Gestão da qualidade em serviços: um estudo de caso em microempresas do ramo de oficinas mecânicas Eunice Zucchi (CESCAGE) eunicezucchi@gmail.com Balduir Carletto (CESCAGE) bcarletto@uol.com.br Camila Lopes

Leia mais

Diferenciação de Valor

Diferenciação de Valor Diferenciação de Valor 1 Inovação é a exploração com sucesso de novas idéias Sucesso para as empresas significa aumento de faturamento, acesso a novos mercados, aumento das margens de lucro, entre outros

Leia mais

Núcleo Comum. Gestão Empresarial. Administração Estratégica Planejamento e o BSC. Prof. Me. Achiles Batista Ferreira Junior

Núcleo Comum. Gestão Empresarial. Administração Estratégica Planejamento e o BSC. Prof. Me. Achiles Batista Ferreira Junior Núcleo Comum Gestão Empresarial Administração Estratégica Planejamento e o BSC Prof. Me. Achiles Batista Ferreira Junior INTRODUÇÃO O ato de planejar e gerenciar pertence ao cotidiano de grande parte dos

Leia mais

Normatização de Métricas. 4. Influence Marketing Score - IMS

Normatização de Métricas. 4. Influence Marketing Score - IMS Normatização de Métricas 4. Influence Marketing Score - IMS O que é? Indicador criado pela Razorfish para avaliar a imagem de uma marca monitorada em determinado período de tempo. As menções monitoradas

Leia mais

TÍTULO: UTILIZAÇÃO DA INTELIGÊNCIA COMPETITIVA NA GESTÃO ESTRATÉGICA DE PESSOAS

TÍTULO: UTILIZAÇÃO DA INTELIGÊNCIA COMPETITIVA NA GESTÃO ESTRATÉGICA DE PESSOAS TÍTULO: UTILIZAÇÃO DA INTELIGÊNCIA COMPETITIVA NA GESTÃO ESTRATÉGICA DE PESSOAS CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS SUBÁREA: ADMINISTRAÇÃO INSTITUIÇÃO: FACULDADE CENECISTA DE SETE LAGOAS

Leia mais

TIPOS DE REUNIÕES. Mariangela de Paiva Oliveira. mariangela@fonte.org.br. As pessoas se encontram em diferentes âmbitos:

TIPOS DE REUNIÕES. Mariangela de Paiva Oliveira. mariangela@fonte.org.br. As pessoas se encontram em diferentes âmbitos: TIPOS DE REUNIÕES Mariangela de Paiva Oliveira mariangela@fonte.org.br As pessoas se encontram em diferentes âmbitos: no âmbito do pensar: quando acontece uma troca de idéias, opiniões ou informações;

Leia mais

Curso de Extensão. Prof. Antonio Latempa Prof. Rodrigo Nascimento

Curso de Extensão. Prof. Antonio Latempa Prof. Rodrigo Nascimento Curso de Extensão Apresentação Observar e analisar o ambiente externo são essenciais para a empresa que deseja conquistar e manter sua posição no mercado, tanto em relação ao preço quanto ao produto ou

Leia mais

PROGRAMA GESTÃO DE CONHECIMENTO CAIXA 2005-2007

PROGRAMA GESTÃO DE CONHECIMENTO CAIXA 2005-2007 PROGRAMA GESTÃO DE CONHECIMENTO CAIXA 2005-2007 Constatação! Neste momento... O ritmo dos negócios está aumentando rapidamente. Existe uma sobrecarga de informação. A competição global está aumentando

Leia mais

Relatório Final: Estagio Supervisionado I

Relatório Final: Estagio Supervisionado I Administração 2010-2 Relatório Final: Estagio Supervisionado I Acadêmico Estagiário: Leonel Ângelo Bahia Dias Professor Orientador: KÁTIA BARREIRO MAGNI Sumario: 1. Introdução...4 2. Diagnostico...5 3.

Leia mais

Empresas que atuavam fora do Brasil, começam a olhar para o nosso mercado e investem na busca de crescer a sua base de clientes, tais como:

Empresas que atuavam fora do Brasil, começam a olhar para o nosso mercado e investem na busca de crescer a sua base de clientes, tais como: TENDÊNCIAS 1. Globalização Empresas que atuavam fora do Brasil, começam a olhar para o nosso mercado e investem na busca de crescer a sua base de clientes, tais como: Grupo Casino Carrefour Wal-Mart C&A

Leia mais

FACULDADE MODELO POR DENTRO DA SENFF ADMINISTRADORA DE CARTÕES

FACULDADE MODELO POR DENTRO DA SENFF ADMINISTRADORA DE CARTÕES FACULDADE MODELO POR DENTRO DA SENFF ADMINISTRADORA DE CARTÕES CURITIBA 2009 MARCOS ANTONIO RIBAS PONT SAMUEL ANDRADE TAUFMANN POR DENTRO DA SENFF ADMINISTRADORA DE CARTÕES Trabalho apresentado à disciplina

Leia mais

Introdução. 1. O que é e-commerce?

Introdução. 1. O que é e-commerce? Introdução As vendas na internet crescem a cada dia mais no Brasil e no mundo, isto é fato. Entretanto, dominar esta ferramenta ainda pode ser um mistério tanto para micro quanto para pequenos e médios

Leia mais

PLANO DE NEGÓCIOS. Causas de Fracasso:

PLANO DE NEGÓCIOS. Causas de Fracasso: PLANO DE NEGÓCIOS Causas de Fracasso: Falta de experiência profissional Falta de competência gerencial Desconhecimento do mercado Falta de qualidade dos produtos/serviços Localização errada Dificuldades

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DO TREINAMENTO. Quem nunca ouviu aquela velha frase O maior capital de nossa empresa é o capital

A IMPORTÂNCIA DO TREINAMENTO. Quem nunca ouviu aquela velha frase O maior capital de nossa empresa é o capital A IMPORTÂNCIA DO TREINAMENTO humano. Quem nunca ouviu aquela velha frase O maior capital de nossa empresa é o capital Uma pesquisa realizada em 1997 nos Estados Unidos comprovou estatisticamente que essa

Leia mais

Ian Castro de Souza CSO da Salve! Digital

Ian Castro de Souza CSO da Salve! Digital Ian Castro de Souza CSO da Salve! Digital v Ian Castro de Souza CSO da Salve! Digital Graduado em Comunicação na Universidade Federal da Bahia (UFBA), desde a academia esteve imerso no mundo do marketing

Leia mais

Construir Confiança: ética da empresa na sociedade da informação e das comunicações. Adela Cortina (org.) São Paulo: Edições Loyola, 2007.

Construir Confiança: ética da empresa na sociedade da informação e das comunicações. Adela Cortina (org.) São Paulo: Edições Loyola, 2007. Construir Confiança: ética da empresa na sociedade da informação e das comunicações Adela Cortina (org.) São Paulo: Edições Loyola, 2007. 215 páginas e marketing para os projetos de investimento social

Leia mais

7 perguntas para fazer a qualquer fornecedor de automação de força de vendas

7 perguntas para fazer a qualquer fornecedor de automação de força de vendas 7 perguntas para fazer a qualquer fornecedor de automação de força de vendas 1. O fornecedor é totalmente focado no desenvolvimento de soluções móveis? Por que devo perguntar isso? Buscando diversificar

Leia mais

Unidade III MARKETING DE VAREJO E. Profa. Cláudia Palladino

Unidade III MARKETING DE VAREJO E. Profa. Cláudia Palladino Unidade III MARKETING DE VAREJO E NEGOCIAÇÃO Profa. Cláudia Palladino Compras, abastecimento e distribuição de mercadorias Os varejistas: Precisam garantir o abastecimento de acordo com as decisões relacionadas

Leia mais