25/03/2009 ERADMANAGER. Manual do Administrador Versão 2.1

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "25/03/2009 ERADMANAGER. Manual do Administrador Versão 2.1"

Transcrição

1 25/03/2009 ERADMANAGER Manual do Administrador Versão 2.1

2 INDICE eradmanager Configuração Básica...3 Login Inicial...3 Ecrã Inicial...3 Gestão Básica...4 Utilizadores...4 Alteração da palavra-chave do administrador...7 Sobre - Informação acerca da versão do Sistema...9 Alteração da palavra-chave do utilizador...9 eradmanager - Configurações Avançadas...11 Menu Gestão...11 Utilizadores...11 Perfis...11 NAS...13 Realms / Proxys...15 Certificados...18 Menu Configuração...19 Manutenção...19 Active Directory...20 FAQ

3 ERADMANAGER CONFIGURAÇÃO BÁSICA O eradmanager é uma Interface gráfica de utilizador, do inglês GUI - Graphical User Interface, que permite configurar determinados parâmetros do Servidor de Autenticação Radius. Pode aceder à interface gráfica através do endereço web "https://ip_edgebox/, substituindo o IP_edgeBOX pelo IP à qual está ligado. No caso da interface da LAN, o IP por omissão será: Nesta página inicial surgem dois links diferentes: Alterar Password do Utilizador: explicado na página 9 eradmanager: gestão do servidor Radius Deverá seleccionar este ultimo link para aceder à aplicação de gestão do servidor de autenticação radius. NOTA: A interface gráfica está optimizada para os browsers Firefox 2 e 3 e Internet Explorer 7 LOGIN INICIAL Na primeira vez que aceder ao GUI do eradmanager será apresentado o ecrã para introduzir as credenciais de administrador. Por omissão o utilizador é administrador e a password radius. ECRÃ INICIAL No ecrã inicial surgem dois atalhos que permitem aceder mais rapidamente aos painéis onde poderá adicionar utilizadores. O primeiro atalho "Adicionar um utilizador" permite adicionar utilizadores um a um, o segundo atalho "Adicionar utilizadores em bloco" permite adicionar utilizadores em bloco. 3

4 GESTÃO BÁSICA UTILIZADORES LISTAR UTILIZADORES Se seleccionar esta opção será mostrada uma listagem de todos os utilizadores existentes, separados por páginas com 25 entradas cada. As acções que pode efectuar são: Seleccionar Todos - todos os utilizadores da corrente página serão seleccionados; Seleccionar Nenhum - todos os utilizadores, se seleccionados, deixarão de estar seleccionados; Apagar - todos os utilizadores seleccionados serão removidos; Pode editar um determinado utilizador da lista carregando com o rato sobre o nome do utilizador. Pode ainda ordenar as entradas da lista por ordem crescente ou decrescente de valores de uma das colunas. Figura 1 - Listar Utilizadores Na Figura 1 - Listar Utilizadores podemos ver que é possível exportar as palavras-chave iniciais dos utilizadores para futura distribuição das mesmas. 4

5 NOVO UTILIZADOR Para adicionar um utilizador deve preencher os campos "Nome do Utilizador", "Senha" e opcionalmente o "Perfil". Para os campos "Nome do Utilizador" e "Senha" pode indicar valores ou então escolher valores aleatórios seleccionando para isso o botão "Aleatório" à frente de cada um dos campos. Os Perfis previamente configurados deverão ser atribuídos aos utilizadores que se encontram nos seguintes cenários: Administrativos: Os utilizadores que irão fazem parte da rede Administrativa Alunos: Os alunos das escolas. Bloqueados: O utilizadores que se pretendem bloqueados. Guest: Os utilizadores convidados/temporários. Professores: Os professores da escola. Existe um conjunto de caracteres que são inteiramente suportados quer como "nomes" quer como passwords (ver abaixo Caracteres Válidos), no entanto será permitido adicionar nomes e passwords com caracteres não suportados tendo o utilizador que ter em conta que estes poderão não funcionar como esperado. Caracteres Válidos: Nomes de Utilizadores: [a-za-z0-9-_.] Nomes de Perfis: [a-za-z0-9-_.] Senhas: }] ADICIONAR UTILIZADORES EM BLOCO Esta opção permite adicionar um número configurável de utilizadores com as mesmas características Deverá neste caso fornecer os seguintes parâmetros: Prefixo de nome de Utilizador - deve introduzir um prefixo do tipo "al", "prof", "gt", etc.. Número de Instâncias a criar - número de utilizadores que quer criar Comprimento do texto da senha - número de caracteres, aleatórios, que deve ter a senha de cada utilizador. Perfil - perfil ao qual serão adicionados os utilizadores a criar. Por exemplo, se quer criar 100 alunos (perfil Alunos) com passwords com 8 caracteres, e já tem utilizadores até ao "al2500", pode usar esta função com os seguintes parâmetros: 5

6 Prefixo de nome de Utilizador - al Número de Instâncias a criar Comprimento do texto da senha - 8 Perfil - Alunos Irá obter no final entradas que vão desde o al2501, al al2600. EDITAR UTILIZADOR Pode editar um utilizador colocando o seu nome na caixa de texto abaixo de "Editar Utilizador" e seleccionando "Editar Utilizador". No painel que é mostrado no centro da página pode alterar a senha do utilizador e / ou o perfil do mesmo. Se seleccionar "Aplicar" as alterações terão efeito imediato. PESQUISAR UTILIZADOR Pode pesquisar um utilizador colocando o seu nome na caixa de texto abaixo de "Pesquisar Utilizador" e seleccionando "Pesquisar Utilizador". No painel que é mostrado no centro da página pode alterar a senha do utilizador e / ou o perfil do mesmo. Se seleccionar "Aplicar" as alterações terão efeito imediato. REMOVER UTILIZADOR Pode remover um utilizador seleccionando esta opção. Deve introduzir o nome do utilizador a ser removido no campo "Nome do Utilizador" e seleccionando "Aplicar". Pode também remover um grupo de utilizadores utilizando meta caracteres. Por exemplo, para remover todos os utilizadores com um nome semelhante a "al001xx" pode usar a seguinte expressão: "al001%'. Para remover todos os utilizadores "Guest", utilizadores com nomes que começam por "gt", pode usar a expressão "gt%". Para remover todos os utilizadores pode simplesmente usar "%" (sem as aspas) no campo do nome de utilizador. IMPORTAR UTILIZADORES Pode importar utilizadores usando um ficheiro CSV que deve seguir o seguinte modelo: "Utilizador,Senha,Perfil" (com separação por virgulas). O nome dos utilizadores, senhas e perfis deve seguir o estabelecido em "1.2. Novo Utilizador". O documento CSV não deve ter cabeçalho, i.e, deve conter apenas linhas com entradas a adicionar. Linhas com nomes duplicados serão ignoradas. Linhas inválidas terminarão o processo de importação, no entanto as entradas de utilizadores que antecedem a linha inválida são adicionados ao sistema. 6

7 ALTERAÇÃO DA PALAVRA-CHAVE DO ADMINISTRADOR A aplicação que permite gerir o servidor de autenticação faz o controlo de acesso através do nome de utilizador e palavra-chave. Esta aplicação está configurada por defeito com um administrador e a respectiva palavra-chave. Estas credenciais devem ser usadas apenas no momento da instalação do sistema. Por motivos de segurança deve alterar a palavra-chave que está configurada por defeito assim que terminar a instalação. Para alterar a palavra-chave proceda da seguinte maneira: 1. Faça login na interface gráfica web; Figura 2: Login 2. Seleccione o separador Configuração 3. Seleccione depois o sub separador Operadores 4. Escolha, no menu do lado esquerdo, a opção Listar Operadores 5. Clique no nome de utilizador administrador 7 Figura 3: Listar Operadores

8 6. Na caixa de texto Palavra-chave escreva a nova palavra-chave do administrador 7. Na caixa de texto Verificação da Palavra-chave escreva novamente a palavra-chave que introduziu na caixa de texto de anterior. 8. Clique em Aplicar Figure 4: Configuração da conta do administrador 8

9 SOBRE - INFORMAÇÃO ACERCA DA VERSÃO DO SISTEMA Figura 5: Sobre Esta opção exibe um conjunto de dados que poderão ser muito importantes para o apoio aos clientes. A informação disponível inclui a versão do eradmanager, a versão do edgebox e o Identificador da Licença. ALTERAÇÃO DA PALAVRA-CHAVE DO UTILIZADOR De modo a poderem efectuar a mudança da palavra-chave, para cenários não integrados com Acitve Directory, os utilizadores devem dirigir-se ao administrador do eradmanager. Cada conta de utilizador é composta por um nome de utilizador e uma palavra-chave, estes elementos são as credenciais de autenticação para aceder à rede. Sempre que é criada uma conta, a palavra-chave pode ser gerada automaticamente. Por motivos de segurança e/ou porque a palavra-chave resultou num conjunto de caracteres difícil de memorizar, o utilizador tem a possibilidade de a alterar procedendo do seguinte modo: 1. O utilizador deve contactar o administrador para que este lhe dê acesso ao GUI onde pode efectuar a alteração da palavra-chave. A página onde se pode efectuar a mudança da password está disponível em https://<ip edgebox>/ sobre o menu Alterar Password do Utilizador. 2. Preencha a caixa de texto do Utilizador com o nome do utilizador que pretende alterar a chave; 9

10 3. Preencha a caixa de texto Palavra Chave com a palavra-chave actual; 4. Preencha a caixa de texto Nova Palavra Chave com a palavra-chave que pretende usar no futuro; 5. Preencha a caixa de texto Novamente a nova Palavra Chave repetindo a nova palavra-chave; 6. Clique em Entrar para executar a alteração. Figura 6: Página de alteração da palavra-chave do utilizador 10

11 ERADMANAGER - CONFIGURAÇÕES AVANÇADAS Neste capítulo apresentam-se algumas das opções mais avançadas do eradmanager, tipicamente úteis para cenários mais restritos de utilização. MENU GESTÃO Todos os subcapítulos que se seguem recaem sobre o menu Gestão do eradmanager. UTILIZADORES No painel de Gestão de Utilizadores pode adicionar endereços de acesso ao meio, MAC - do inglês Media Control Access, em vez de utilizadores. Uma estação de trabalho pode ser autenticada fornecendo o endereço MAC em vez de se autenticar com um nome de utilizador e uma senha. Para adicionar endereços MAC deve primeiro seleccionar a opção "Autenticação por Endereço MAC" e em seguida deve preencher o campo "Endereço MAC" com o endereço de placa de rede da estação de trabalho na forma "0019DB45CC1B", removendo os separadores ":" ou "-". Deve ter em atenção que na configuração do cliente que irá ser intermediário no processo de autenticação, Comutador de Rede, em inglês Network Switch, ou Ponto de Acesso Wireless, em inglês Wireless Access Point, deve configurar a estação de trabalho da mesma forma. Para isso deve consultar o manual do equipamento. Da mesma forma que para os utilizadores podem também indicar o Perfil ao qual deve ser associada a estação de trabalho identificada pelo "Endereço MAC". PERFIS LISTAR PERFIS Se seleccionar esta opção será mostrada uma listagem de todos os Perfis existentes, separados por páginas com 25 entradas cada. As acções que pode efectuar são: Seleccionar Todos - todos os Perfis da corrente página serão seleccionados; Seleccionar Nenhum - todos os Perfis, se seleccionados, deixarão de estar seleccionados; Apagar - todos os Perfis seleccionados serão removidos; Pode editar um determinado Perfil da lista carregando com o rato sobre o nome do Perfil. Pode ainda ordenar as entradas da lista por ordem alfabética, crescente ou decrescente, do "Nome do Perfil". 11

12 NOVO PERFIL Para adicionar um Perfil deve preencher o nome do Perfil e, opcionalmente, o identificador de VLAN, VLAN ID, com um número inteiro positivo. O VLAN ID é usado apenas por clientes NAS com suporte de atribuição dinâmica de VLANs. Caso não preencha o VLAN ID com um valor válido, os utilizadores que pertençam a esse perfil, quando se autenticarem, não serão colocados dinamicamente em nenhuma VLAN. Caso este valor esteja preenchido com um valor válido, os utilizadores quando se autenticarem no cliente NAS, serão dinamicamente colocados na VLAN com um identificador igual ao identificador configurado para o perfil. Para configurar o cliente NAS com suporte à atribuição dinâmica de VLANs deve consultar o manual de utilização do cliente NAS. Neste painel pode ainda seleccionar a opção "Mostrar Atributos do perfil" o qual mostrará um painel avançado. Para esconder de novo o painel avançado deve seleccionar "Esconder Atributos do perfil". ATENÇÃO: Estas opções avançadas podem ter efeitos contrários aos esperados se mal configurados. Não altere nada neste painel se não souber exactamente o que está a fazer. Neste painel avançado poderá configurar diversos atributos Radius, entre os quais atributos proprietários, que serão reconhecidos apenas por equipamentos de uma determinada marca, ou atributos standard, que serão reconhecidos pelos equipamentos compatíveis Os atributos que poderá configurar para um determinado perfil inserem-se em duas categorias: Atributos Check - Quando o Servidor Radius recebe um pedido de autenticação do cliente NAS, verifica a existência destes atributos e em caso afirmativo, aplica as configurações do atributo. Por exemplo se configuramos um atributo "Auth-Type" com a Op. ":=" e o valor "Reject", então todos os utilizadores que pertençam a este perfil irão ver rejeitados todos os pedidos de autenticação, mesmo que introduzam as credenciais correctas. Este é o funcionamento do grupo "Bloqueados". Atributos Reply - Os Atributos configurados como reply serão incluídos no pacote Radius de resposta ao pedido de autenticação. Por exemplo a atribuição dinâmica de VLAN ID é efectuado recorrendo a um destes atributos: Atributo - "Tunnel-Private-Group-Id"; Op - ":="; Valor - "3"; Pode ver o tipo de dados esperado para cada um dos atributos carregando com o rato no botão "Tipo do Atributo" para cada atributo seleccionado na caixa de selecção de atributos. Para aplicar as configurações deve seleccionar a opção "Aplicar". As alterações terão efeito imediato para todos os novos pedidos de autenticação. 12

13 EDITAR PERFIL Pode editar um Perfil colocando o seu nome na caixa de texto abaixo de "Editar Perfil" e seleccionando "Editar Perfil". No painel que é mostrado no centro da página pode alterar os valores dos atributos Reply, dos atributos Check ou ainda adicionar novos atributos. NOTA: Se remover todos os atributos de um perfil, o perfil será automaticamente removido. REMOVER PERFIL Pode remover um Perfil seleccionando esta opção. Deve introduzir o nome do Perfil a ser removido no campo "Nome do Perfil" e seleccionando "Aplicar". Deve ter em atenção que todos os utilizadores que pertenciam a este perfil ficarão sem perfil atribuído com todas as implicações que daí advêm. Após seleccionar "Aplicar" as alterações serão aplicadas de imediato para todos os novos pedidos de autenticação. NAS NAS é o termo usado para definir um cliente, Ponto de Acesso Wireless ou Comutador de Rede, que será intermediário no envio de pedidos de autenticação ao Servidor Radius, com base em pedidos de clientes conectados a esse NAS. Para estes pedidos serem considerados o NAS e o Servidor Radius devem partilhar uma senha comum e o NAS deve ser adicionado à lista de clientes NAS do Servidor Radius, caso contrário todos os pedidos de autenticação recebidos com origem no NAS serão ignorados. LISTAR NAS Se seleccionar esta opção será mostrada uma listagem de todos os clientes NAS existentes, separados por páginas com 25 entradas cada. As acções que pode efectuar são: Seleccionar Todos - todos os clientes NAS da corrente página serão seleccionados; Seleccionar Nenhum - todos os clientes NAS, se seleccionados, deixarão de estar seleccionados; Apagar - todos os clientes NAS seleccionados serão removidos; Pode editar um determinado cliente NAS da lista carregando com o rato sobre o atalho "Editar" na coluna "Acções". Pode remover um determinado cliente NAS da lista carregando com o rato sobre o atalho "Eliminar" na coluna "Acções". Pode ainda ordenar as entradas da lista por ordem crescente ou decrescente de valores de uma das colunas. 13

14 NOVO NAS Para adicionar um cliente NAS deve preencher os seguintes campos: Tipo de NAS - deve escolher um valor da caixa de escolha adequado ao tipo de cliente NAS. Por exemplo se o cliente é um equipamento Cisco, deve escolher o valor "cisco". Caso o seu equipamento não seja mencionado na caixa de escolha, deve escolher o tipo "other". Nome do NAS - deve ser preenchido com um nome que descreve sucintamente o cliente NAS. Este campo é apenas descritivo. NAS IP/Host - deve conter o endereço IP do cliente NAS. São permitidas entradas quer de endereços de rede simples, por exemplo , quer de entradas do tipo /24; Código Secreto do NAS - deve conter o código que será partilhado entre o NAS e o Servidor Radius; Para aplicar as configurações deve seleccionar a opção "Aplicar". O Servidor Radius será reiniciado para que as alterações tenham efeito, o que pode demorar até 10 / 15 segundos. EDITAR NAS Pode editar um cliente NAS colocando o seu nome na caixa de texto abaixo de "Editar NAS" e seleccionando "Editar NAS". No painel que é mostrado no centro da página pode alterar qualquer dos valores do cliente NAS pelo valor pretendido. Se seleccionar "Aplicar" as alterações serão aplicadas e o Servidor Radius será reiniciado para que as alterações tenham efeito imediato. REMOVER NAS Pode remover um cliente NAS seleccionando esta opção. Deve introduzir o nome do cliente NAS a ser removido no campo "NAS IP/Host" e seleccionando "Aplicar". Após seleccionar "Aplicar" as alterações serão aplicadas e o Servidor Radius será reiniciado para que as alterações tenham efeito imediato. 14

15 REALMS / PROXYS REALMS Um Realm é um identificador de Domínio de Autenticação de um determinado Servidor Radius. Na forma mais simples, os Realms são a parte do nome do utilizador a seguir (arroba). Por exemplo se um determinado nome de utilizador é então "escola23.pt" é o Realm. O encaminhamento dos pedidos de autenticação pode ser efectuado baseado nos Realms. Por exemplo se um utilizador de uma escola quiser autenticar-se na escolay.pt, então a escolay.pt tem de ter configurado um Realm "escolax.pt" que contém a informação relativa ao servidor de autenticação: Nome do Realm - "escolax.pt" Tipo - "radius" (se não souber o tipo pode usar radius) Servidor de Autenticação - radius.escolax.pt (podem ser usados quer endereços IP quer nomes de máquinas FQDN) Servidor de Acct. - radius.escolax.pt (podem ser usados quer endereços IP quer nomes de máquinas FQDN) Código Secreto do Realm - segredo (senha que será usada na comunicação com o Servidor Radius que serve o Realm - deverá ser igual nos dois) No Servidor Radius responsável pelo Realm "escolax.pt", deve ser adicionado um cliente NAS com as credenciais de cada um dos Servidores Radius que poderão redireccionar os pedidos de autenticação para ele. As senhas "Código Secreto do Realm" e "Senha" do cliente NAS têm de ser iguais, caso contrário os pedidos serão descartados. LISTAR REALMS Se seleccionar esta opção será mostrada uma listagem de todos os Realms existentes, separados por páginas com 25 entradas cada. As acções que pode efectuar são: Seleccionar Todos - todos os Realms da corrente página serão seleccionados; Seleccionar Nenhum - todos os Realms, se seleccionados, deixarão de estar seleccionados; Apagar - todos os Realms seleccionados serão removidos; Pode editar um determinado Realm da lista carregando com o rato sobre o nome do Realm. Pode ainda ordenar as entradas da lista por ordem alfabética, crescente ou decrescente, do "Nome do Realm". 15

16 NOVO REALM Para adicionar um Realm deve preencher os seguintes campos: Nome do Realm - "escolax.pt" Tipo - "radius" (se não souber o tipo pode usar radius) Servidor de Autenticação - radius.escolax.pt (podem ser usados quer endereços IP quer nomes de máquinas FQDN) Servidor de Acct. - radius.escolax.pt (podem ser usados quer endereços IP quer nomes de máquinas FQDN) Código Secreto do Realm - segredo (senha que será usada na comunicação com o Servidor Radius que serve o Realm - deverá ser igual nos dois) Para aplicar as configurações deve seleccionar a opção "Aplicar". O Servidor Radius será reiniciado para que as alterações tenham efeito, o que pode demorar até 10 / 15 segundos. EDITAR REALM Pode editar um Realm seleccionando o seu nome na caixa de escolha abaixo de "Editar Realm" e seleccionando "Editar Realm". No painel que é mostrado no centro da página pode alterar todos os campos com a excepção do nome do Realm. Se seleccionar "Aplicar" o Servidor Radius será reiniciado de modo a aplicar as alterações de imediato. REMOVER REALM Pode remover um Realm seleccionando esta opção. Deve introduzir o nome do Realm a ser removido no campo "Nome do Realm" e seleccionando "Aplicar". Após seleccionar "Aplicar" as alterações serão aplicadas e o Servidor Radius será reiniciado para que as alterações tenham efeito imediato. PROXYS Um Proxy é um Servidor Radius para onde devem ser reencaminhados todos os pedidos de Autenticação e / ou Accounting. Quando um Servidor Radius tem configurado um Proxy de Autenticação, então encaminhará todos os pedidos de autenticação para esse Proxy. 16

17 LISTAR PROXIES Se seleccionar esta opção será mostrada uma listagem de todos os Proxys existentes, separados por páginas com 25 entradas cada. As acções que pode efectuar são: Seleccionar Todos - todos os Proxys da corrente página serão seleccionados; Seleccionar Nenhum - todos os Proxys, se seleccionados, deixarão de estar seleccionados; Apagar - todos os Proxys seleccionados serão removidos; Pode editar um determinado Proxy da lista carregando com o rato sobre o nome do Proxy. Pode ainda ordenar as entradas da lista por ordem alfabética, crescente ou decrescente, do "Nome do Proxy". NOVO PROXY Para adicionar um Realm deve preencher os seguintes campos: Nome do Proxy - nome descritivo do Servidor Radius para onde serão encaminhados os pedidos de autenticação; Tempo entre Tentativas - tempo a esperar após um pedido de autenticação não respondido para voltar a enviar um novo pedido (em segundos); Número de Tentativas - número de tentativas a efectuar em caso de pedidos não respondidos (em segundos); Inactivo Após - o servidor será marcado como inactivo após este tempo (em segundos) Resolver Localmente - os valores possíveis são "yes" ou "no". Se for "yes" então o servidor irá tentar resolver o pedido localmente, caso contrário não. Para aplicar as configurações deve seleccionar a opção "Aplicar". O Servidor Radius será reiniciado para que as alterações tenham efeito, o que pode demorar até 10 / 15 segundos. 17

18 EDITAR PROXY Pode editar um Proxy seleccionando o seu nome na caixa de escolha abaixo de "Editar Proxy" e seleccionando "Editar Proxy". No painel que é mostrado no centro da página pode alterar todos os campos com a excepção do nome do Proxy. Se seleccionar "Aplicar" o Servidor Radius será reiniciado de modo a aplicar as alterações de imediato. REMOVER PROXY Pode remover um Proxy seleccionando esta opção. Deve introduzir o nome do Proxy a ser removido no campo "Nome do Proxy" e seleccionando "Aplicar". Após seleccionar "Aplicar" as alterações serão aplicadas e o Servidor Radius será reiniciado para que as alterações tenham efeito imediato. CERTIFICADOS GERAR NOVO CERTIFICADO Se escolher esta opção será gerado um novo certificado que será usado internamente pelo Sistema de Autenticação. Este certificado será disponibilizado para download de forma a viabilizar a Validação do Certificado do Servidor de Autenticação pelos clientes. EXPORTAR Se houver um certificado disponível para download, no painel no centro da página será disponibilizado o link de onde pode ser feito o download de um arquivo zip contendo os certificados. O arquivo zip contém um certificado no formato DER que deverá ser usado em sistemas Windows, e um certificado no formato PEM que poderá ser usado em outros sistemas como Linux ou Mac OS. 18

19 MENU CONFIGURAÇÃO Nos subcapítulos que se seguem serão apresentadas as funcionalidades avançadas que existem no menu Configuração do eradmanager. MANUTENÇÃO TESTAR CONECTIVIDADE DO UTILIZADOR Este painel permite testar se determinadas credenciais de um utilizador ou de um Servidor Radius estão correctas. Deve preencher os seguintes campos: Nome do Utilizador - nome do utilizador a usar no pedido de autenticação; Senha - senha do utilizador a usar no pedido de autenticação; Servidor Radius - endereço IP ou nome de host (FQDN) do Servidor Radius que deverá responder ao pedido de autenticação; Porto Radius - por defeito este valor deverá ser "1812"; Porto do NAS - este campo poderá ser preenchido com o valor "0"; Código Secreto do NAS - senha secreta que é partilhada entre esta máquina (Servidor Radius local) e o Servidor Radius remoto. No Servidor Radius remoto deve estar configurado um cliente NAS com o endereço IP do Servidor Radius local com a senha secreta; DESLIGAR UTILIZADOR Este painel permite enviar pedidos PoD, do inglês Packets of Disconnect, para clientes NAS com suporte a este tipo de pedidos. Esta opção consiste num método de terminar um sessão já estabelecida. Um PoD é um pacote radius, Access-Request, que deve ser usado nas situações em que o administrador pretende terminar a sessão de um determinado utilizador, por exemplo por ter detectado uso fraudulento. De salientar que o cliente NAS ao qual o utilizador está ligado tem de suportar este tipo de pacotes. 19

20 ESTADO DO SERVIDOR Esta opção permite ver se o Servidor de Autenticação está activo ou inactivo e permite ainda alterar o estado actual do mesmo. REGISTO DO SERVIDOR Esta opção permite visualizar os registos (logs) do Servidor de Autenticação permitindo uma rápida avaliação de algum problema que possa ter ocorrido desde as zero horas do dia actual. Neste registo pode também verificar os pedidos de autenticação efectuados, quer com sucesso quer falhados. REGISTO DA APLICAÇÃO Esta opção permite ver o registo das operações efectuadas na Aplicação de Gestão desde as zeros horas do dia actual. Serão registados os acessos às várias páginas que compõem a aplicação. ACTIVE DIRECTORY É possível integrar o eradmanager com um servidor Windows 2000/2003 que esteja a funcionar como Active Directory para gestão de utilizadores. Assim, o eradmanager delega a autenticação de utilizadores (a validação do username e password) na Active Directory configurada. A integração do eradmanager com a Active directory permite também delegar a gestão de Perfis de utilizadores para a Active Directory. Opcionalmente essa gestão de Perfis poderá ser realizada no eradmanager, mas a autenticação de utilizadores continua a ser feita na AD. CONFIGURAÇÃO BÁSICA Na configuração básica necessitamos dos parâmetros essenciais para uma ligação ao Active Directory. São eles: Domínio AD: O domínio em questão, exemplo, TEST.LOCAL Endereço IP: O Endereço IP do Active Directory para se estabelecer conexão, exemplo, Tipo de AD: Windows 2000 ou Windows 2003 Utilizador/Administrador: o utilizador com privilégios de Administração do AD Password: a palavra-chave de administrador 20

21 A gestão de perfis de utilizador pode ser realizada de duas formas: Gerir Perfis de Utilizador no AD: Os grupos são criados no Active Directory e utilizadores são atribuídos a esses grupos. Assim a equivalência do mesmo grupo no eradmanager faz com que a uma autenticação de um utilizador na AD seja atribuída uma VLAN configurada no eradmanager. O único requisito deste esquema é os grupos existentes no Active Directory tenham a mesma correspondência num Perfil no eradmanager. Por exemplo, o grupo AD "Alunos" se existir na AD, tem também de existir no eradmanager para atribuir a VLAN definida no perfil Alunos do eradmanager. Se não for encontrado grupo no AD que faça correspondência com o Perfil no eradmanager a autenticação é negada. Gerir Perfis de Utilizador no eradmanager: Os perfis de utilizador são geridos no eradmanager mas a autenticação é feita no Active Directory. Para a gestão de Perfis ser feita no eradmanager é necessário que o mesmo utilizador que existe no AD, também exista no eradmanager e pertença a um determinado Perfil. No entanto a gestão de palavras-chave é feita no AD. Se o utilizador existir no eradmanager e não existir no AD a autenticação é negada (e vice-versa). CONFIGURAÇÃO AVANÇADA A configuração avançada é Opcional. Na configuração avançada é possível especificar o Distinguish Name para localização de Grupos e de Utilizadores no AD caso estes não estejam numa localização standard, isto é, os utilizadores ou grupos estejam, por exemplo, numa Organizational Unit. Os parâmetros configuráveis são eles: Administrator DN: O DN do utilizador/administrador responsável pelo acesso à AD, exemplo: cn=administrator,cn=users,dc=test,dc=local Users search Base DN: O DN onde os utilizadores estão localizados, exemplo: cn=users,dc=test,dc=local Groups search Base DN: O DN onde os grupos estão localizados, exemplo: cn=users,dc=test,dc=local Caso não sejam especificados valores em algum dos campos mencionados, serão inferidos valores standard em substituição. NOTAS A TER EM CONSIDERAÇÃO Existem alguns requisitos a ter em consideração, bem como algumas particularidades quando a autenticação é delegada para um Active Directory: Os relógios do edgebox e do Active Directory necessitam estar sincronizados com um desfasamento máximo de 5 minutos. 21

22 Deve ser colocado em primeiro lugar da lista, o servidor de DNS responsável por gerir a AD (tipicamente o próprio servidor de AD), na lista de Forwarders de DNS da edgebox. Isto apenas pode ser feito no painel de Administração da edgebox, disponível na porta No cenário em que é utilizada autenticação no AD, mas a gestão de grupos é feita no eradmanager, é requisito que o utilizador que existe na AD também exista no eradmanager. Isto é essencial para o eradmanager saber qual perfil atribuir ao utilizador em questão. É ainda criado um grupo DEFAULT no eradmanager que é o grupo que é atribuído aos utilizadores que autenticam no AD, mas não existem no eradmanager. A política por omissão é de rejeitar o acesso a esses utilizadores. Para outra politica basta editar o perfil DEFAULT e definir os atributos a serem respondidos pelo perfil. Sempre que é configurado um novo AD no eradmanager, o perfil DEFAULT é adicionado automaticamente caso ainda não exista. O perfil DEFAULT é responsável por controlar o acesso dos utilizadores que se autenticam com sucesso no AD mas não pertencem a nenhum perfil. Por omissão a politica do grupo DEFAULT é rejeitar a autenticação, mas podem ser configurados os atributos do perfil na gestão de Perfis do eradmanager. O controlo de acesso da autenticação de máquina executada pelos clientes Windows (aquando do arranque/desligar da máquina ou no evento de ligar/desligar a ligação de rede) é feito no perfil DEFAULT, que é criado aquando da configuração de um novo AD no eradmanager. Se a máquina estiver registada no Domínio AD deverá autenticar com sucesso, sendo o VLAN ID atribuído aquele que está configurado no perfil DEFAULT. Como o comportamento por omissão deste perfil é o de rejeitar a autenticação, deverá apagar o mesmo no eradmanager e voltar a criar o perfil DEFAULT com o VLAN ID 5. É obrigatório que o nome do perfil DEFAULT seja em maiúsculas, sob pena de este ser considerado um perfil normal em caso contrário. No cenário em que é feita a gestão de perfis no servidor de Active Directory, o perfil Guest não pode ser utilizado. O Active Directory não permite criar o grupo Guest pelo que o perfil do eradmanager Guest deverá ser renomeado para Convidados. Basta para tal apagar o grupo Guest no eradmanager e adicionar um novo grupo Convidados para o mesmo efeito. No projecto PTEDU o grupo Guest/Convidados tem o VLAN ID 5. 22

23 FAQ Este capítulo será dedicado a algumas perguntas frequentes que crescerá em futuras versões deste manual. Pergunta 1: Como apago todos os utilizadores do eradmanager? No menu Utilizadores / Apagar Utilizador coloque a palavra reservada % e seleccione aplicar. Todos os utilizadores serão removidos. Pergunta 2: Não consigo ver a palavra-chave de um utilizador. Por razões de segurança foi desabilitada a visualização das palavras-chave dos utilizadores. É sempre possível alterar a palavra-chave dos utilizadores em caso de esquecimento ou extravio da mesma em Utilizadores / Editar Utilizador. Pergunta 3: Não consigo encontrar o link para Exportar contas iniciais. Onde foi parar? Após o Upgrade se o link de Exportar contas iniciais não estiver presente é necessário apagar os utilizadores todos (Pergunta 1) e reinicializar a base de dados do eradmanager em https://<ip_edgebox>/eradmanager/index_firsttime.php introduzindo novamente o nome da escola e o código GEPE. Pergunta 4: Não consigo autenticar utilizadores: No menu de estado da ligação do eradmanager com o Active Directory aparece a mensagem Estado da ligação ao Active Directory: Não é possível autenticar utilizadores mas os serviços Samba, Radius e Winbind encontram-se activos. Verifique a conectividade do servidor de Active Directory com a edgebox e se o relógio se encontra sincronizado. Se ainda assim se verificar a problema por favor tente configurar novamente no eradmanager a ligação ao Active Directory. Pergunta 5: Como faço para que a autenticação de máquina dos clientes Windows seja válida e tenha uma VLAN atribuída? Se máquina Windows pertencer ao domínio AD, a autenticação de computador deverá ocorrer com sucesso. Para atribuir uma VLAN para os computadores, deverá configurar o perfil DEFAULT no eradmanager. Por omissão o perfil DEFAULT rejeita as autenticações, como tal deverá apagar o mesmo e criar um novo perfil DEFAULT agora com o VLAN ID 5. É obrigatório que o nome do perfil DEFAULT seja em maiúsculas, sob pena de este ser considerado um perfil normal em caso contrário. 23

edgebox - PTEDU edgebox como servidor de autenticação nas escolas Copyright @ 2009 Critical Links S.A. All rights reserved. Saturday, July 18, 2009

edgebox - PTEDU edgebox como servidor de autenticação nas escolas Copyright @ 2009 Critical Links S.A. All rights reserved. Saturday, July 18, 2009 edgebox - PTEDU edgebox como servidor de autenticação nas escolas 1 Agenda Introdução 802.1x Cenários eradmanager Clientes 802.1x Q & A Introdução 3 O que é o edgebox? Um equipamento de rede com uma interface

Leia mais

Manual de Integração do EdgeBox com Active Directory

Manual de Integração do EdgeBox com Active Directory Manual de Integração do EdgeBox com Active Directory Julho 2009 Lisboa, 2009-07-15 António Pedro Santos Índice 1 Introdução à Integração do Active Directory... 3 1.1 Desenho de Rede... 5 1.2 Cenários de

Leia mais

Curriculum DeGóis Guia de preenchimento do Curriculum Vitae (Informação mínima necessária)

Curriculum DeGóis Guia de preenchimento do Curriculum Vitae (Informação mínima necessária) Curriculum DeGóis Guia de preenchimento do Curriculum Vitae (Informação mínima necessária) http://curriculum.degois.pt Março de 2012 Versão 1.5 1 Introdução O objectivo deste guia é auxiliar o utilizador

Leia mais

Manual de Funcionamento do EasyMP. Projector Multimídia. PowerLite 826W PowerLite 825 PowerLite 85

Manual de Funcionamento do EasyMP. Projector Multimídia. PowerLite 826W PowerLite 825 PowerLite 85 Manual de Funcionamento do EasyMP Projector Multimídia PowerLite 826W PowerLite 825 PowerLite 85 Índice Geral 2 Introdução Utilizar o projector de uma forma eficaz........................ 6 Enviar Imagens

Leia mais

Guia rápido de criação e gestão de um espaço no SAPO Campus

Guia rápido de criação e gestão de um espaço no SAPO Campus Guia rápido de criação e gestão de um espaço no SAPO Campus O SAPO Campus é uma plataforma online, disponível em http://campus.sapo.pt, que permite a comunicação e a colaboração entre membros de uma Instituição

Leia mais

Office Telefone com fios

Office Telefone com fios Office Telefone com fios NOS_Office_com_fios.indd 1 16/05/14 16:30 NOS_Office_com_fios.indd 2 16/05/14 16:30 1. Configurar o Office com fios 1.1. Aceder à página de configuração 1.2. Alterar a password

Leia mais

Instruções de operação Guia de segurança

Instruções de operação Guia de segurança Instruções de operação Guia de segurança Para um uso seguro e correto, certifique-se de ler as Informações de segurança em 'Leia isto primeiro' antes de usar o equipamento. CONTEÚDO 1. Instruções iniciais

Leia mais

Configuração de acesso VPN para Windows XP

Configuração de acesso VPN para Windows XP Campus de Gualtar 4710-057 Braga P Serviço de Comunicações Configuração de acesso VPN para Windows XP Para aceder à Rede WiFi da Universidade do Minho utilizando autenticação VPN, necessita de efectuar

Leia mais

Telefone com fios Manual de configuração Office

Telefone com fios Manual de configuração Office Telefone com fios Manual de configuração Office Índice Configurar o Office com fios 5 Aceder à página de configuração 5 Alterar a password e outros dados do administrador 5 Editar a extensão telefónica

Leia mais

Controlo de acessos em rede

Controlo de acessos em rede Manual do software Controlo de acessos em rede Access (Versão do software: 1.0.2) (Versão do documento: 1.0.9) Para mais informação, visite o nosso website: www.simonalert.com Página - 1 - Para mais informação,

Leia mais

Resolução de avarias de MPEG

Resolução de avarias de MPEG Resolução de avarias de MPEG Esta secção é para utilizadores de cardiologia que visualizam MPEGs. Consulte os seguintes tópicos para o ajudarem a resolver problemas detectados ao visualizar MPEGs. Componentes

Leia mais

Instalação do Aparelho Virtual Bomgar. Base 3.2

Instalação do Aparelho Virtual Bomgar. Base 3.2 Instalação do Aparelho Virtual Bomgar Base 3.2 Obrigado por utilizar a Bomgar. Na Bomgar, o atendimento ao cliente é prioridade máxima. Ajude-nos a oferecer um excelente serviço. Se tiver algum comentário

Leia mais

Abril de 2013 702P01433. WorkCentre 5019/5021 Adendo sobre rede

Abril de 2013 702P01433. WorkCentre 5019/5021 Adendo sobre rede Abril de 2013 702P01433 2013 Xerox Corporation. Todos os direitos reservados. XEROX e XEROX com a marca figurativa são marcas da Xerox Corporation nos Estados Unidos e/ou em outros países. Microsoft, Windows,

Leia mais

WiNGS Wireless Gateway WiNGS Telecom. Manual. Índice

WiNGS Wireless Gateway WiNGS Telecom. Manual. Índice Wireless Network Global Solutions WiNGS Wireless Gateway Manual Índice Pagina Características Técnicas 3 Descrição do Aparelho 4 Quick Start 5 Utilizando a interface de administração WEB 7 Login 7 Usuários

Leia mais

Introdução... 3. 1ª Parte - Acesso à Aplicação Avaliação Online... 4 I Aceder à Aplicação... 4 1. Inscrição... 4 2. Acesso à Aplicação...

Introdução... 3. 1ª Parte - Acesso à Aplicação Avaliação Online... 4 I Aceder à Aplicação... 4 1. Inscrição... 4 2. Acesso à Aplicação... Índice Introdução... 3 1ª Parte - Acesso à Aplicação Avaliação Online... 4 I Aceder à Aplicação... 4 1. Inscrição... 4 2. Acesso à Aplicação... 4 II Entrada na Aplicação... 5 1. Informações... 6 1. Avaliação

Leia mais

Esta fase só se configura uma única vez.

Esta fase só se configura uma única vez. Fase 0 Esta fase só se configura uma única vez. É necessário iniciar o serviço de configuração automática com fios para tal devem ser realizados os seguintes passos: No VISTA Começar por carregar em Painel

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO E-MAIL 12-2008 EQUIPA TIC

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO E-MAIL 12-2008 EQUIPA TIC MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO E-MAIL 12-2008 EQUIPA TIC OPÇÕES DE ACESSO Passo 1 Abrir o browser (Internet Explorer, Firefox ou outro) e escrever na barra de endereços mail.esmcastilho.pt ou email.esmcastilho.pt.

Leia mais

CONFIGURAÇÃO DO ACESSO REMOTO PARA HS-DHXX93 E HS-DHXX96

CONFIGURAÇÃO DO ACESSO REMOTO PARA HS-DHXX93 E HS-DHXX96 CONFIGURAÇÃO DO ACESSO REMOTO PARA HS-DHXX93 E HS-DHXX96 1 CONFIGURAR PARÂMETROS DE REDE DO DVR Para maior fiabilidade do acesso remoto é recomendado que o DVR esteja configurado com IP fixo (também pode

Leia mais

Manual de Administração Intranet BNI

Manual de Administração Intranet BNI Manual de Administração Intranet BNI Fevereiro - 2010 Índice 1. Apresentação... 3 2. Conceitos... 5 3. Funcionamento base da intranet... 7 3.1. Autenticação...8 3.2. Entrada na intranet...8 3.3. O ecrã

Leia mais

IBM SmartCloud para Social Business. Manual do Utilizador do IBM SmartCloud Engage e IBM SmartCloud Connections

IBM SmartCloud para Social Business. Manual do Utilizador do IBM SmartCloud Engage e IBM SmartCloud Connections IBM SmartCloud para Social Business Manual do Utilizador do IBM SmartCloud Engage e IBM SmartCloud Connections IBM SmartCloud para Social Business Manual do Utilizador do IBM SmartCloud Engage e IBM SmartCloud

Leia mais

BEM VINDO ao Claro MDM

BEM VINDO ao Claro MDM BEM VINDO ao Claro MDM Guia Rápido de Configuração do Claro MDM - Light Você está adquirindo uma das melhores plataformas de Gerenciamento de Dispositivos Móveis disponíveis no mercado. Preparamos um guia

Leia mais

Licenciatura em Eng.ª Informática Redes de Computadores - 2º Ano - 2º Semestre. Trabalho Nº 1 - Ethereal

Licenciatura em Eng.ª Informática Redes de Computadores - 2º Ano - 2º Semestre. Trabalho Nº 1 - Ethereal 1. Objectivos do Trabalho Trabalho Nº 1 - Ethereal Tomar conhecimento com um analisador de pacotes o Ethereal Realizar capturas de pacotes e analisá-los o TCP / UDP o IP o Ethernet o HTTP / DNS 2. Ambiente

Leia mais

Gestor de Janelas Gnome

Gestor de Janelas Gnome 6 3 5 Gestor de Janelas Gnome Nesta secção será explicado o funcionamento de um dos ambientes gráficos disponíveis no seu Linux Caixa Mágica, o Gnome. Na figura 5.1 apresentamos o GDM, o sistema gráfico

Leia mais

O Manual do ssc. Peter H. Grasch

O Manual do ssc. Peter H. Grasch Peter H. Grasch 2 Conteúdo 1 Introdução 6 2 Usar o ssc 7 2.1 Gerir os utilizadores.................................... 7 2.1.1 Adicionar um utilizador.............................. 8 2.1.1.1 Associar-se

Leia mais

Manual do Fénix. Portal Secretaria da Escola Portal Conselho Científico Portal Direcção de Curso. Candidatura Online para o 2.

Manual do Fénix. Portal Secretaria da Escola Portal Conselho Científico Portal Direcção de Curso. Candidatura Online para o 2. Manual do Fénix Portal Secretaria da Escola Portal Conselho Científico Portal Direcção de Curso Candidatura Online para o 2. º Ciclo SI (Versão 1.0) Maio 2011 Este manual tem como objectivo auxiliar na

Leia mais

Vodafone ADSL Station Manual de Utilizador. Viva o momento

Vodafone ADSL Station Manual de Utilizador. Viva o momento Vodafone ADSL Station Manual de Utilizador Viva o momento 3 4 5 5 6 6 7 8 9 12 12 14 16 17 18 19 20 21 22 22 23 23 24 24 24 25 26 27 Ligar o Router LEDs Configuração do Router Aceder à ferramenta de configuração

Leia mais

Utilizar o Cisco UC 320W com o Windows Small Business Server

Utilizar o Cisco UC 320W com o Windows Small Business Server Utilizar o Cisco UC 320W com o Windows Small Business Server Esta nota de aplicação explica como implementar o Cisco UC 320W num ambiente do Windows Small Business Server. Índice Este documento inclui

Leia mais

FAQ s para os Administradores do Sistema

FAQ s para os Administradores do Sistema FAQ s para os Administradores do Sistema Este documento disponibiliza FAQ s sobre vários temas. Clique sobre o tema que lhe interessa para aceder às respetivas FAQ s. FAQ s sobre a credenciação do Administrador

Leia mais

Acessos Convergentes. Manual de Configuração e Utilização

Acessos Convergentes. Manual de Configuração e Utilização Índice 1 Introdução... 4 1.1 Âmbito do Documento... 4 1.2 Acesso... 5 1.3 Autenticação... 5 2 Cliente... 6 2.1 Reencaminhamentos ou redireccionamentos... 6 2.1.1 Novo Plano de Redireccionamento... Error!

Leia mais

Como criar uma APP (Mobincube)

Como criar uma APP (Mobincube) Como criar uma APP (Mobincube) Este módulo irá ensinar-lhe como criar e disponibilizar uma APP (Aplicação) usando o programa Mobincube. A produção de uma APP constitui uma competência informática avançada.

Leia mais

Campus de Gualtar 4710-057 Braga P. Serviço de Comunicações

Campus de Gualtar 4710-057 Braga P. Serviço de Comunicações Campus de Gualtar 4710-057 Braga P Serviço de Comunicações Configuração da rede eduroam em Mac OS X Pré-requisitos: Versões do sistema operativo anteriores à 10.3.x não funcionam. Faça a actualização ao

Leia mais

Instalação do cliente VPN versão 5.0.00.0340 em Windows Vista

Instalação do cliente VPN versão 5.0.00.0340 em Windows Vista Campus de Gualtar 4710-057 Braga P Serviço de Comunicações Instalação do cliente VPN versão 5.0.00.0340 em Windows Vista Para aceder à Rede WiFi da Universidade do Minho utilizando autenticação VPN, necessita

Leia mais

Guia do Usuário do Cisco Unified MeetingPlace para Outlook versão 7.1

Guia do Usuário do Cisco Unified MeetingPlace para Outlook versão 7.1 Guia do Usuário do Cisco Unified MeetingPlace para Outlook versão 7.1 Sede das Américas Cisco Systems, Inc. 170 West Tasman Drive San Jose, CA 95134-1706 EUA http://www.cisco.com Tel.: +1 408 526-4000

Leia mais

Guia do Usuário Administrativo Bomgar 10.2 Enterprise

Guia do Usuário Administrativo Bomgar 10.2 Enterprise Guia do Usuário Administrativo Bomgar 10.2 Enterprise Índice Introdução 2 Interface administrativa 2 Status 2 Minha conta 3 Opções 3 Equipes de suporte 4 Jumpoint 5 Jump Clients 6 Bomgar Button 6 Mensagens

Leia mais

Catálogo Nacional de Compras Públicas. Manual de Fornecedores

Catálogo Nacional de Compras Públicas. Manual de Fornecedores 10 de Julho de 2009 Índice 1. Introdução... 3 1.1. Objectivo... 3 2. Fornecedor... 4 2.1. AQs/CPAs... 4 2.2. Contratos... 4 2.3. Grupos AQ/CPA... 5 3. Carregamento e Actualização do Catálogo... 7 3.1.

Leia mais

Linux Fácil! FUNAMBOL FOR IPBRICK MANUAL. IPortalMais: a «brainware» company Fabricamos e distribuímos sistemas de informação www.iportalmais.

Linux Fácil! FUNAMBOL FOR IPBRICK MANUAL. IPortalMais: a «brainware» company Fabricamos e distribuímos sistemas de informação www.iportalmais. IPortalMais: a «brainware» company Fabricamos e distribuímos sistemas de informação www.iportalmais.pt FUNAMBOL FOR IPBRICK MANUAL Linux Fácil! Titulo: Assunto: Cliente: V/ Referência: Cliente Funambol

Leia mais

Instruções para o participante no Curso de e-learning. Esquizofrenia Questões Aprofundadas

Instruções para o participante no Curso de e-learning. Esquizofrenia Questões Aprofundadas Instruções para o participante no Curso de e-learning CONTEÚDO Pág. 1 Introdução 3 2 - Aceder ao site 2.1 Entrar em www.saude-mental.net 3 2.2 Aceder ao e-learning Saúde Mental 4 2.3 Introdução do seu

Leia mais

Alteração do POC (Decreto de Lei nº. 35/2005) no sispoc

Alteração do POC (Decreto de Lei nº. 35/2005) no sispoc DOSPrinter Manual do Utilizador Alteração do POC (Decreto de Lei nº. 35/2005) no sispoc Data última versão: 20.03.2006 Versão : 1.1 Data criação: 01.03.2006 Faro R. Dr. José Filipe Alvares, 31 8005-220

Leia mais

Seu manual do usuário KASPERSKY LAB ADMINISTRATION KIT 8.0 http://pt.yourpdfguides.com/dref/3741343

Seu manual do usuário KASPERSKY LAB ADMINISTRATION KIT 8.0 http://pt.yourpdfguides.com/dref/3741343 Você pode ler as recomendações contidas no guia do usuário, no guia de técnico ou no guia de instalação para KASPERSKY LAB ADMINISTRATION KIT 8.0. Você vai encontrar as respostas a todas suas perguntas

Leia mais

Google Sites. A g r u p a m e n t o C a m p o A b e r t o 2 0 1 0 / 2 0 1 1

Google Sites. A g r u p a m e n t o C a m p o A b e r t o 2 0 1 0 / 2 0 1 1 Google Sites A g r u p a m e n t o C a m p o A b e r t o 2 0 1 0 / 2 0 1 1 1. Google Sites A Google veio anunciar que, para melhorar as funcionalidades centrais do Grupos Google, como listas de discussão

Leia mais

product catalog 2013 Software Exportech made in

product catalog 2013 Software Exportech made in product catalog 2013 Software made in Exportech product catalog 2013 Conteúdo itime Software de Gestão de Assiduidades 07 itime Web Plataforma Web interactiva para Gestão de Assiduidades 15 iaccess Software

Leia mais

1 Contextualização 3 2 Administração do Joomla 5 3 Painel de controlo 6 3.1 Menu sítio 6 3.2 Menu utilizadores 7 3.3 Outras funcionalidades 8 4

1 Contextualização 3 2 Administração do Joomla 5 3 Painel de controlo 6 3.1 Menu sítio 6 3.2 Menu utilizadores 7 3.3 Outras funcionalidades 8 4 1 Contextualização 3 2 Administração do Joomla 5 3 Painel de controlo 6 3.1 Menu sítio 6 3.2 Menu utilizadores 7 3.3 Outras funcionalidades 8 4 Sistema de armazenamento e criação de conteúdos 9 4.1 Criar

Leia mais

Objectivos Gerais da Aplicação 5 Requisitos Mínimos e Recomendados 5 Processo de Instalação 6

Objectivos Gerais da Aplicação 5 Requisitos Mínimos e Recomendados 5 Processo de Instalação 6 MANUAL DO UTILIZADOR A informação contida neste manual, pode ser alterada sem qualquer aviso prévio. A Estratega Software, apesar dos esforços constantes de actualização deste manual e do produto de software,

Leia mais

Comunicação de Dados de Autenticação e Credenciais de Acesso para Resposta ao Inquérito

Comunicação de Dados de Autenticação e Credenciais de Acesso para Resposta ao Inquérito Mais informação Acesso ao Sistema de Transferência Electrónica de dados de Inquéritos (STEDI). Onde se acede ao sistema de entrega de Inquéritos? Deverá aceder ao sistema através do site do GEP www.gep.mtss.gov.pt

Leia mais

Por razões de segurança não guardamos as passwords (palavra-passe) dos acessos aos sites. Será necessário gerar uma nova password.

Por razões de segurança não guardamos as passwords (palavra-passe) dos acessos aos sites. Será necessário gerar uma nova password. 1 de 7 11-11-2010 09:17 Painel de Administração cpanel Instruções Iniciais Estamos muito gratos por ter escolhido alojar o seu site na IBERWEB. Em caso de dúvidas, por favor contacte de imediato o nosso

Leia mais

Sistemas Operacionais. Curso Técnico Integrado Profa: Michelle Nery

Sistemas Operacionais. Curso Técnico Integrado Profa: Michelle Nery Sistemas Operacionais Curso Técnico Integrado Profa: Michelle Nery Conteúdo Programático CONTAS DE E GRUPOS DE O Microsoft Management Console - MMC Permissões de Segurança de um Console Contas de Usuários

Leia mais

MozyPro Guia do administrador Publicado: 2013-07-02

MozyPro Guia do administrador Publicado: 2013-07-02 MozyPro Guia do administrador Publicado: 2013-07-02 Sumário Prefácio: Prefácio...vii Capítulo 1: Apresentação do MozyPro...9 Capítulo 2: Noções básicas sobre os Conceitos do MozyPro...11 Noções básicas

Leia mais

Como se ligar à nova rede sem fios rede minedu - instruções passo a passo

Como se ligar à nova rede sem fios rede minedu - instruções passo a passo Configuração Windows Vista Como se ligar à nova rede sem fios rede minedu - instruções passo a passo Para se ligar à nova rede é necessário configurar uma nova ligação de rede no seu computador. O nome

Leia mais

Manual de Instalação SIM/SINASC

Manual de Instalação SIM/SINASC Manual de Instalação SIM/SINASC Agosto/2009 Versão 2.2 Índice CAPÍTULO 01 INTRODUÇÃO... 4 CAPÍTULO 02 - PERFIL DO HARDWARE... 5 CAPÍTULO 03 INSTALADOR SIM SINASC 2.2... 6 CAPÍTULO 04 - MODO DE INSTALAÇÃO...

Leia mais

Manual de Configuração, Utilização e Boas Práticas para a integração de equipamentos de rede NAC em ambientes de produção empresariais.

Manual de Configuração, Utilização e Boas Práticas para a integração de equipamentos de rede NAC em ambientes de produção empresariais. NAC R1 Manual de Configuração e Utilização Manual de Configuração/Utilização Manual de Configuração, Utilização e Boas Práticas para a integração de equipamentos de rede NAC em ambientes de produção empresariais.

Leia mais

Guia IPBRICK Billing 2.0

Guia IPBRICK Billing 2.0 Guia IPBRICK Billing 2.0 iportalmais 4 de Janeiro de 2013 1 Conteúdo 1 Introdução 3 2 Características 3 2.1 Novas características no Billing 2.0................... 3 3 Procedimento Básico 4 4 Instalação

Leia mais

São visíveis as filas de impressão partilhadas...

São visíveis as filas de impressão partilhadas... Índice Como enviar trabalhos para o servidor de impressão (imprimir) a partir de portáteis ou outros computadores ligados à rede da FPCEUP?... 3 Em Windows... 3 Em Mac OS X... 5 Como me identifico/autentico

Leia mais

Generated by Foxit PDF Creator Foxit Software http://www.foxitsoftware.com For evaluation only. Capitulo 1

Generated by Foxit PDF Creator Foxit Software http://www.foxitsoftware.com For evaluation only. Capitulo 1 Capitulo 1 Montagem de duas pequenas redes com a mesma estrutura. Uma é comandada por um servidor Windows e outra por um servidor linux, os computadores clientes têm o Windows xp Professional instalados.

Leia mais

Configuração do acesso à rede wireless, utilizando o modo de autenticação 802.1x no Sistema Operativo Windows XP

Configuração do acesso à rede wireless, utilizando o modo de autenticação 802.1x no Sistema Operativo Windows XP Configuração do acesso à rede wireless, utilizando o modo de autenticação 802.1x no Sistema Operativo Windows XP As imagens que são mostradas foram retiradas de um computador com o Windows XP Service Pack

Leia mais

Manual Carteiro Virtual

Manual Carteiro Virtual Manual Carteiro Virtual CONFIGURAÇÕES INICIAIS Introdução...3 Como acessar o Carteiro Virtual...4 Personalizando seus dados de acesso...6 LISTAS DE CONTATOS Criando Lista de Contatos...8 Inserindo contatos

Leia mais

1 Ajuda da Internet M vel Clix

1 Ajuda da Internet M vel Clix 1 Ajuda da Internet M vel Clix Descrição geral Esta aplicação permite Ligar/Desligar por intermédio de uma PC Card / Modem USB. Janela principal da Internet M vel Clix Indica o estado de roaming Minimizes

Leia mais

Manual do Teclado de Satisfação Online WebOpinião

Manual do Teclado de Satisfação Online WebOpinião Manual do Teclado de Satisfação Online WebOpinião Versão 1.2.3 27 de novembro de 2015 Departamento de Engenharia de Produto (DENP) SEAT Sistemas Eletrônicos de Atendimento 1. Introdução O Teclado de Satisfação

Leia mais

www.enviarsms.smsvianetportugal.com Descrição de Como Utilizar

www.enviarsms.smsvianetportugal.com Descrição de Como Utilizar www.enviarsms.smsvianetportugal.com Descrição de Como Utilizar Este interface de utilizador, do serviço www.smsvianetportugal.com, permite a ceder à mesma conta de cliente, que através do interface simplesms.smsvianetportugal.

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ PRÓ REITORIA DE ADMINISTRAÇÃO E PLANEJAMENTO DEPARTAMENTO DE INFORMÁTICA. Manual do Moodle- Sala virtual

UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ PRÓ REITORIA DE ADMINISTRAÇÃO E PLANEJAMENTO DEPARTAMENTO DE INFORMÁTICA. Manual do Moodle- Sala virtual UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ PRÓ REITORIA DE ADMINISTRAÇÃO E PLANEJAMENTO DEPARTAMENTO DE INFORMÁTICA Manual do Moodle- Sala virtual UNIFAP MACAPÁ-AP 2012 S U M Á R I O 1 Tela de Login...3 2 Tela Meus

Leia mais

Módulo 1 Microsoft Word 2007 ( 4 Horas)

Módulo 1 Microsoft Word 2007 ( 4 Horas) No final deste módulo o formando deverá estar apto a: Enunciar a definição do Microsoft Word 2007; Reconhecer as principais vantagens da utilização; Distinguir as diferentes áreas do ambiente de trabalho

Leia mais

Conceptronic C100BRS4H Guia de Instalação Rápida. Parabéns pela compra do seu Router de Banda Larga com 4 portas da Conceptronic.

Conceptronic C100BRS4H Guia de Instalação Rápida. Parabéns pela compra do seu Router de Banda Larga com 4 portas da Conceptronic. Conceptronic C100BRS4H Guia de Instalação Rápida Parabéns pela compra do seu Router de Banda Larga com 4 portas da Conceptronic. O seguinte Guia de Instalação de Hardware explica-lhe passo-a-passo como

Leia mais

ZSRest. Manual de Configuração ZSPDA. V2011-Certificado

ZSRest. Manual de Configuração ZSPDA. V2011-Certificado Manual de Configuração ZSPDA V2011-Certificado 1 1. Índice 2. Introdução... 2 3. Pré-requisitos... 3 a) Base de dados... 3 b) Firewall... 3 c) Licença... 3 d) Rede sem fios... 3 e) PDA... 4 4. ZSPDA Interface...

Leia mais

MANUAL DE SUBMISSÃO DE PEDIDOS PARA EMISSÃO DE CERTIFICADOS DE UM MEDICAMENTO MODELO OMS E DECLARAÇÕES DE MEDICAMENTOS

MANUAL DE SUBMISSÃO DE PEDIDOS PARA EMISSÃO DE CERTIFICADOS DE UM MEDICAMENTO MODELO OMS E DECLARAÇÕES DE MEDICAMENTOS MANUAL DE SUBMISSÃO DE PEDIDOS PARA EMISSÃO DE CERTIFICADOS DE UM MEDICAMENTO MODELO OMS E DECLARAÇÕES DE MEDICAMENTOS GLOSSÁRIO... 2 INTRODUÇÃO... 3 Objectivo... 3 DEFINIÇÕES... 3 Certificado de um medicamento

Leia mais

Guia da Internet. Página 1

Guia da Internet. Página 1 Guia da Internet Utilização da Internet Introdução... 2 Alguns conceitos básicos... 2 Endereços (URL)... 2 Páginas Web... 3 Abrir o Internet Explorer... 3 O ecrã do Internet Explorer... 4 A Barra de Ferramentas

Leia mais

UNIVERSIDADE DOS AÇORES. Configuração Wi- Fi Eduroam. Manuais

UNIVERSIDADE DOS AÇORES. Configuração Wi- Fi Eduroam. Manuais UNIVERSIDADE DOS AÇORES Configuração Wi- Fi Eduroam Manuais Serviço de Tecnologias de Informação e Comunicação 2015 Índice ALUNOS... 2 Android... 2 IOS... 5 Mac OS... 8 Windows 7... 12 Windows 8... 17

Leia mais

Guia Rápido do Contacts

Guia Rápido do Contacts Guia Rápido do Contacts IPBRICK SA 12 de Novembro de 2014 1 Conteúdo 1 Introdução 3 2 IPBrick - Contactos 3 2.1 Separador Administração........................ 4 2.1.1 Requisitos dos ficheiros.csv..................

Leia mais

Utilização das Ferramentas e Recursos da Comunidade @rcacomum

Utilização das Ferramentas e Recursos da Comunidade @rcacomum Utilização das Ferramentas e Recursos da Comunidade @rcacomum Investigadores Responsáveis: Maribel Santos Miranda e Professor Doutor António Osório Instituto Estudos da Criança Universidade do Minho http://www.nonio.uminho.pt/arcacomum

Leia mais

LEILÃO ONLINE. Manual do Utilizador

LEILÃO ONLINE. Manual do Utilizador LEILÃO ONLINE Manual do Utilizador INDICE 1 VANTAGENS PARA O COMPRADOR... 3 2 PERGUNTAS FREQUENTES (FAQ S)... 4 P1. Como é dado acesso?... 4 P2. Como se acede ao sistema?... 4 P3. Em quantas lotas posso

Leia mais

Companhia de Tecnologia da Informação do Estado de Minas Gerais - Prodemge. Manual do Usuário. Versão 1.2. ExpressoMG

Companhia de Tecnologia da Informação do Estado de Minas Gerais - Prodemge. Manual do Usuário. Versão 1.2. ExpressoMG Companhia de Tecnologia da Informação do Estado de Minas Gerais - Prodemge Manual do Usuário Versão 1.2 ExpressoMG 16/12/2015 Sumário 1. Apresentação... 4 1.1 Objetivos do Manual... 4 1.2 Público Alvo...

Leia mais

EAmb V.1 ESPOSENDE AMBIENTE. GestProcessos Online. Manual do Utilizador

EAmb V.1 ESPOSENDE AMBIENTE. GestProcessos Online. Manual do Utilizador EAmb V.1 ESPOSENDE AMBIENTE GestProcessos Online Manual do Utilizador GestProcessos Online GABINETE DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO EAmb Esposende Ambiente, EEM Rua da Ribeira 4740-245 - Esposende

Leia mais

GESTÃO DE INFORMAÇÃO PESSOAL OUTLOOK (1)

GESTÃO DE INFORMAÇÃO PESSOAL OUTLOOK (1) GESTÃO DE INFORMAÇÃO PESSOAL OUTLOOK (1) MICROSOFT OUTLOOK 2003 - OBJECTIVOS OBJECTIVOS: Enumerar as principais funcionalidades do Outlook; Demonstrar a utilização das ferramentas do correio electrónico;

Leia mais

MANUAL DA SECRETARIA

MANUAL DA SECRETARIA MANUAL DA SECRETARIA Conteúdo Tela de acesso... 2 Liberação de acesso ao sistema... 3 Funcionários... 3 Secretaria... 5 Tutores... 7 Autores... 8 Configuração dos cursos da Instituição de Ensino... 9 Novo

Leia mais

Equipa de Informática. E-mail

Equipa de Informática. E-mail Equipa de Informática E-mail Conteúdo - Serviço de Email Página a. E-mail ESEL (utilizador@esel.pt) i. Outlook. Computadores da ESEL.... Computadores fora da ESEL..6. Enviar um E-mail pesquisando um contacto

Leia mais

Manual de Instalação Solução Alinex Salas TIC Pág. 1/32

Manual de Instalação Solução Alinex Salas TIC Pág. 1/32 Í n d i c e 1) Pré-requisitos...5 2) Apresentação da solução...5 3) Instruções Passo a Passo de instalação da Solução...6 4) Primeiros passos...7 a) Preparar o equipamento...7 b) Configuração RAID em Servidores

Leia mais

Guia do Usuário do Aplicativo Web

Guia do Usuário do Aplicativo Web www.novell.com/documentation Guia do Usuário do Aplicativo Web Filr 1.2 Abril de 2015 Informações legais A Novell, Inc. não faz nenhuma representação ou garantia com relação ao conteúdo ou uso desta documentação

Leia mais

Seu manual do usuário ACRONIS BACKUP AND RECOVERY 10 http://pt.yourpdfguides.com/dref/3696822

Seu manual do usuário ACRONIS BACKUP AND RECOVERY 10 http://pt.yourpdfguides.com/dref/3696822 Você pode ler as recomendações contidas no guia do usuário, no guia de técnico ou no guia de instalação para ACRONIS BACKUP AND RECOVERY 10. Você vai encontrar as respostas a todas suas perguntas sobre

Leia mais

QL-580N QL-1060N. Manual de instalação do software. Português LB9158001

QL-580N QL-1060N. Manual de instalação do software. Português LB9158001 QL-580N QL-060N Manual de instalação do software Português LB95800 Introdução Funcionalidades P-touch Editor Controlador de impressora P-touch Address Book (apenas no Windows ) Precauções para o CD-ROM

Leia mais

Manual do Utilizador GESTFOR Gestão da Formação

Manual do Utilizador GESTFOR Gestão da Formação Manual do Utilizador GESTFOR Gestão da Formação 1. INTRODUÇÃO...1 2. MÓDULO DE GESTÃO...2 2.1. ENTIDADES...3 2.1.1. TERCEIROS...4 2.1.1.1. CONSULTAR OS TERCEIROS...4 2.1.1.2. CRIAR UM TERCEIRO...5 2.1.1.3.

Leia mais

Facturação Guia do Utilizador

Facturação Guia do Utilizador Facturação Guia do Utilizador Facturação Como se utiliza 2 1 Como se utiliza Todas as opções do sistema estão acessíveis através do menu: ou do menu: O Menu caracteriza-se pelas seguintes funcionalidades:

Leia mais

Manual do Gestor da Informação do Sistema

Manual do Gestor da Informação do Sistema Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto Licenciatura Informática e Computação Laboratório de Informática Avançada Automatização de Horários Manual do Gestor da Informação do Sistema João Braga

Leia mais

Bem-vindo ao nosso mundo virtual! Guia do Portal de Ensino à Distância da Get Training 1

Bem-vindo ao nosso mundo virtual! Guia do Portal de Ensino à Distância da Get Training 1 Após uma experiência formativa de mais de 20 anos em formação presencial, e tendo sempre como princípios a inovação e a satisfação do cliente, é com grande satisfação que a Get Training implementa este

Leia mais

GIGrecibos. Sistema de Emissão de Recibos de Donativos. Para Igrejas. Produzido e distribuído por: VIBISinfor Rua Nova, 10 7490-250 MORA

GIGrecibos. Sistema de Emissão de Recibos de Donativos. Para Igrejas. Produzido e distribuído por: VIBISinfor Rua Nova, 10 7490-250 MORA wgig GIGrecibos Sistema de Emissão de Recibos de Donativos Para Igrejas Produzido e distribuído por: VIBISinfor Rua Nova, 10 7490-250 MORA tel: 266403273 www.vibis.com 1 Conteúdo wgig... 1 Avisos legais...

Leia mais

Agrupamento Vertical de S. Lourenço - Ermesinde

Agrupamento Vertical de S. Lourenço - Ermesinde Agrupamento Vertical de S. Lourenço - Ermesinde 1 Configurações de acesso à Internet na Escola EB 2,3 de S. Lourenço Manual do Utilizador 2 Configuração para Windows Antes de iniciar os passos de configuração

Leia mais

RELATÓRIO DE ESTÁGIO

RELATÓRIO DE ESTÁGIO INSTITUTO POLITÉCNICO DA GUARDA ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA E GESTÃO MIGRAÇÃO DE REDES PLANO TECNOLOGICO EDUCAÇÃO RELATÓRIO DE ESTÁGIO CET CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO TÉCNOLÓGICA INSTALAÇÃO E MANUTENÇÃO

Leia mais

Guia de Apoio à utilização da Ferramenta Interactiva FREE

Guia de Apoio à utilização da Ferramenta Interactiva FREE Fostering Return to Employment through Entrepreneurship, Innovation and Creativity Guia de Apoio à utilização da Ferramenta Interactiva FREE 2009-1-PT1-LEO05-03245, FREE i Índice I. Introdução... 1 II.

Leia mais

Ladibug TM 2.0 Software de Imagem para o Apresentador Virtual Manual do Utilizador - Português Europeu

Ladibug TM 2.0 Software de Imagem para o Apresentador Virtual Manual do Utilizador - Português Europeu Ladibug TM 2.0 Software de Imagem para o Apresentador Virtual Manual do Utilizador - Português Europeu Índice 1. Introdução... 2 2. Requisitos do Sistema... 2 3. Instalar Ladibug... 3 4. Ligação ao Hardware...

Leia mais

Manual do Usuário do Produto EmiteNF-e. Manual do Usuário

Manual do Usuário do Produto EmiteNF-e. Manual do Usuário Manual do Usuário Produto: EmiteNF-e Versão: 1.2 Índice 1. Introdução... 2 2. Acesso ao EmiteNF-e... 2 3. Configurações Gerais... 4 3.1 Gerenciamento de Usuários... 4 3.2 Verificação de Disponibilidade

Leia mais

Manual de Utilizador. //Internet Banking. BNI Online. www.bni.ao

Manual de Utilizador. //Internet Banking. BNI Online. www.bni.ao ÍNDICE Introdução Informações Gerais Acesso ao Serviço Fazer Login Documentos Electrónicos Posição Integrada Agenda Vencimentos Contas à Ordem Transferências Personalizar Financiamentos Moeda Estrangeira

Leia mais

Usando o Conference Manager do Microsoft Outlook

Usando o Conference Manager do Microsoft Outlook Usando o Conference Manager do Microsoft Outlook Maio de 2012 Conteúdo Capítulo 1: Usando o Conference Manager do Microsoft Outlook... 5 Introdução ao Conference Manager do Microsoft Outlook... 5 Instalando

Leia mais

Guia Rápido do Usuário

Guia Rápido do Usuário CERTIDÕES UNIFICADAS Guia Rápido do Usuário CERTUNI Versão 1.0.0 CASA DA MOEDA DO BRASIL Conteúdo Acessando o Sistema... 3 Alterando Senhas... 3 Encerrando sua Sessão... 4 Gerando Pedido... 4 Alterando

Leia mais

Como produzir e publicar uma apresentação online dinâmica (Prezi)

Como produzir e publicar uma apresentação online dinâmica (Prezi) Como produzir e publicar uma apresentação online dinâmica (Prezi) Este módulo irá ensinar-lhe como produzir e publicar uma apresentação online dinâmica usando o programa Prezi. A produção de uma apresentação

Leia mais

CIBM. IBM SmartCloud Entry. Guia do Usuário - Versão 2.2

CIBM. IBM SmartCloud Entry. Guia do Usuário - Versão 2.2 CIBM Guia do Usuário - Versão 2.2 Esta edição aplica-se à versão 2, release 2, modificação 0 do (número do produto 5765-SKC) e a todos os releases e modificações subsequentes, até que seja indicado de

Leia mais

Seleccione, no lado esquerdo, Manage network connections. Campus de Gualtar 4710-057 Braga P. Serviço de Comunicações. Figura 1 - Painel de Controlo

Seleccione, no lado esquerdo, Manage network connections. Campus de Gualtar 4710-057 Braga P. Serviço de Comunicações. Figura 1 - Painel de Controlo Campus de Gualtar 4710-057 Braga P Serviço de Comunicações Configuração da rede eduroam em Windows Vista Para se poder autenticar na rede, é necessário instalar o programa SecureW2, fazendo o download

Leia mais

Podium View TM 2.0 Software de Imagem para o Apresentador Virtual Manual do Utilizador - Portugués

Podium View TM 2.0 Software de Imagem para o Apresentador Virtual Manual do Utilizador - Portugués Podium View TM 2.0 Software de Imagem para o Apresentador Virtual Manual do Utilizador - Portugués Índice 1. Introdução... 2 2. Requisitos do Sistema... 2 3. Instalar Podium View... 3 4. Ligação ao Hardware...

Leia mais

Guia de iniciação Bomgar B400

Guia de iniciação Bomgar B400 Guia de iniciação Bomgar B400 Documento: 043010.15 Publicado: maio de 2010 Guia de iniciação Bomgar B400 Documento: 043010.15 Publicado: maio 2010 Obrigado por utilizar a Bomgar. Na Bomgar, o atendimento

Leia mais

Procedimentos de Segurança

Procedimentos de Segurança Procedimentos de Segurança Proteger o seu computador Utilize um anti-vírus para proteger o seu sistema e os seus dados Mantenha-o constantemente ligado e actualizado, e sempre configurado com protecção

Leia mais

Acronis Servidor de Licença. Manual do Utilizador

Acronis Servidor de Licença. Manual do Utilizador Acronis Servidor de Licença Manual do Utilizador ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 3 1.1 Descrição geral... 3 1.2 Política de licenças... 3 2. SISTEMAS OPERATIVOS SUPORTADOS... 4 3. INSTALAR O SERVIDOR DE LICENÇA

Leia mais

Manual de Utilizador. Disciplina de Projecto de Sistemas Industriais. Escola Superior de Tecnologia. Instituto Politécnico de Castelo Branco

Manual de Utilizador. Disciplina de Projecto de Sistemas Industriais. Escola Superior de Tecnologia. Instituto Politécnico de Castelo Branco Escola Superior de Tecnologia Instituto Politécnico de Castelo Branco Departamento de Informática Curso de Engenharia Informática Disciplina de Projecto de Sistemas Industriais Ano Lectivo de 2005/2006

Leia mais

Motorola Phone Tools. Início Rápido

Motorola Phone Tools. Início Rápido Motorola Phone Tools Início Rápido Conteúdo Requisitos mínimos...2 Antes da instalação Motorola Phone Tools...3 Instalar Motorola Phone Tools...4 Instalação e configuração do dispositivo móvel...6 Registro

Leia mais

MoreDoc. Guia de Instalação. Edição Community Versão 3.0

MoreDoc. Guia de Instalação. Edição Community Versão 3.0 MoreDoc Guia de Instalação Edição Community Versão 3.0 Índice 1 Histórico de Alterações...3 2 Sobre o Guia...4 3 Como começar...5 Software Necessário...5 Descompactação de arquivos...5 Carregamento da

Leia mais