CADERNO DE PROVA A B C E INSTRUÇÕES: ATENÇÃO:

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CADERNO DE PROVA A B C E INSTRUÇÕES: ATENÇÃO:"

Transcrição

1 CADERNO DE PROVA INSTRUÇÕES: Você receberá do Fiscal o seguinte material: 1. Um Caderno de Prova com um conjunto de páginas numeradas seqüencialmente, contendo as seguintes disciplinas: Língua Portuguesa e Literatura Portuguesa com ênfase na Brasileira (Português) 20 questões Língua Estrangeira (Inglês) 10 questões Conhecimentos Gerais 10 questões Matemática 20 questões Matemática Discursiva 4 questões Redação tema em anexo 2. Uma folha para Rascunho. 3. Um Cartão de Respostas, com seu nome e número de inscrição. ATENÇÃO: a. Confira o material recebido, verificando se a numeração das questões e da paginação está correta. b. Confira se o seu nome no Cartão de Respostas está correto. c. Leia atentamente cada questão e assinale no Cartão de Respostas a alternativa que mais adequadamente responda a cada uma das questões. d. Observe que o Cartão de Respostas deve ser preenchido até o número correspondente de questões da prova, ou seja, 60 questões. e. O Cartão de Respostas não pode ser dobrado, amassado, rasurado ou conter qualquer registro fora dos locais destinados às respostas. f. No Cartão de Respostas, a marcação das letras correspondentes às respostas certas, deve ser feita cobrindo a letra e preenchendo todo o círculo, com um traço contínuo e denso. Exemplo: A B C E g. Deve-se usar caneta azul ou preta. h. Marcar apenas 1 (uma) opção por questão. i. A leitora não registrará marcação de resposta onde houver falta de nitidez ou mais de uma alternativa assinalada em uma mesma questão. j. Se houver necessidade de apagar a resposta, faça com o máximo de cautela, evitando deixar sombras. k. Se você precisar de algum esclarecimento solicite-o ao Fiscal. l. Você dispõe de quatro horas (de 14:00 às 18:00 horas) para fazer esta prova. m. Após o término da prova, entregue ao Fiscal, o Cartão de Respostas e o Caderno de Provas. Obrigado pela escolha e BOA PROVA!!! A Comissão do Processo Seletivo

2 LÍNGUA PORTUGUESA E LITERATURA BRASILEIRA TEXTO I UMBANDA (Carlos Drummond de Andrade) Yemanjá, filha de Oxalá, mãe de Xangô e de todos os orixás, Saravá! Neste barquinho carregado de braceletes e colares, entre flores e luzes, Vai o nosso rogo: protegei o bom povo do Rio de Janeiro. Dai-lhe confiança, fortaleza e paz. Que as falanges de vossa linha desmanchem os negros trabalhos negativos, adversos à cidade e à sua gente e façam a alegria reinar à beira dessas ondas dedicadas o vosso poder e encanto. Yemanjá, branco-azul-prateada sereia rainha do mar! 1. O título do texto e o campo semântico a ele referente fazem referência: a) a um ritual afro-brasileiro; b) a uma festa junina; c) a uma comemoração caipira; d) a uma missa católica; e) a uma manifestação de centro espírita. Processo Seletivo

3 2. A organização textual e o vocabulário utilizado permitem afirmar que não há no poema: a) um clima de festa; b) uma ameaça à cidade; c) elementos do espiritismo urbano; d) a presença do mar no evento; e) a supremacia do mal. 3. Da passagem desmanchem os negros trabalhos negativos, pode-se depreender que: a) a palavra negros é usada preconceituosamente; b) a palavra trabalhos tem sentido de magia, encomenda ; c) há um combate aos negros; d) a palavra trabalhos tem valor apenas denotativo; e) a palavra negativos tem valor positivo. 4. A palavra rogo (verso 6) pode ser interpretada, pelo contexto, com o sentido de: a) jogo; b) proteção; c) súplica; d) diagnóstico; e) dádiva. 5. Quanto aos recursos poéticos utilizados e à estruturação do poema, pode-se afirmar que: a) a métrica é rígida; b) fazem parte de um poema-piada; c) abarcam uma temática do cotidiano; d) refletem uma linguagem totalmente coloquial; e) há uma supervalorização das rimas. Processo Seletivo

4 6. Por suas características, o poema se enquadra na estética do: a) barroco; b) arcadismo; c) romantismo; d) modernismo; e) parnasianismo. 7. Assinale o verso cuja linguagem não tem valor acentuadamente conotativo: a) Vai o nosso rogo: protegei (v.6); b) o bom povo do Rio de Janeiro (v.7); c) Que as falanges de vossa linha (v.9); d) desmanchem os negros trabalhos negativos (v.10); e) e façam a alegria reinar (v.12). 8. Funciona como sujeito o seguinte substantivo: a) povo (v.7); b) confiança (v.8); c) trabalhos (v.10); d) alegria (v.12); e) Yemanjá (v.15). 9. Passando-se para a negativa o verso Dai-lhe confiança, fortaleza e paz, teríamos: a) Não lhe dai confiança, fortaleza e paz; b) Não lhe dais confiança, fortaleza e paz; c) Não lhe dei confiança, fortaleza e paz; d) Não lhe deis confiança, fortaleza e paz; e) Não lhe dê confiança, fortaleza e paz. Processo Seletivo

5 10. As formas verbais vai (v.6) e dai (v.8): a) possuem o mesmo sujeito; b) estão na 3ª pessoa do singular; c) estão no mesmo modo verbal; d) têm a mesma predicação; e) estão em pessoas diferentes. 11. O uso do pronome para retomar substantivo é um recurso coesivo presente no texto. O pronome lhe (v.8) refere-se ao seguinte termo: a) Yemanjá (v.1); b) Xangô (v.2); c) barquinho (v.4); d) rogo (v.6); e) povo (v.7). 12. Na indicação dos processos de formação de palavra destacados abaixo, ocorre um erro. Assinale-o: a) barquinho (v.4): derivação sufixal; b) fortaleza (v.8): derivação regressiva; c) alegria (v.12): derivação sufixal; d) poder (v.14): conversão; e) branco-azul-prateada (v.15): composição por justaposição. Processo Seletivo

6 13. Dos termos preposicionados destacados abaixo, somente um funciona como adjunto adverbial. Assinale-o: a) de Xangô (v.2); b) de braceletes e colares (v.4); c) do Rio de Janeiro (v.7); d) à cidade e à sua gente (v.11); e) à beira dessas ondas dedicadas (v.13). 14. Não caracteriza recurso de coesão o seguinte emprego: a) a anteposição do adjetivo em bom povo (v.7) b) a utilização do campo semântico Yemanjá, Oxalá, Xangô, orixás e Saravá ; c) a repetição da palavra Yemanjá (v.1 e v.15); d) a retomada de Rio de Janeiro (v.7) por cidade (v.11); e) a elipse do sujeito em façam (v.12). 15. Assinale o item em que há erro no comentário sobre pontuação: a) no verso 1, separa o aposto; b) nos versos 4 e 5, marca uma intercalação; c) no verso 6, introduz uma explicação; d) no verso 8, separa termos com a mesma função sintática; e) no último verso, assinala o vocativo. Processo Seletivo

7 TEXTO II 16. A charge de Liberati (Jornal do Brasil, 10/7/03) constitui um tipo de texto em que se encontra: a) predomínio da linguagem literária; b) sátira a compositores da MPB; c) combinação expressiva de recursos verbais e de não-verbais; d) deboche com autoridades governamentais; e) prioridade à gíria estudantil. 17. A fala Demorô! do poeta Vinicius de Morais é uma gíria utilizada por jovens cariocas. Sobre ela, é incorreto afirmar-se que: a) apresenta valor positivo no contexto; b) representa uma fala bastante informal; c) é uma construção que não depende do grau de escolaridade; d) constitui erro gramatical o uso de acento; e) é fala típica do registro coloquial. Processo Seletivo

8 18. A fala do prefeito César Maia é uma citação de versos de Vinicius de Morais. Tal uso caracteriza: a) um recurso intertextual; b) um plágio mal intencionado; c) um paralelismo sintático; d) um exemplo de polissíndeto; e) o emprego de hipérbole. 19. A fala do prefeito aconteceu após a escolha do Rio de Janeiro, vencendo São Paulo, para concorrer à sede das Olimpíadas. Nela não se percebe: a) um traço irônico; b) um contentamento com a vitória; c) a valorização da nossa cidade; d) uma submissão ao Comitê Olímpico Brasileiro; e) uma referência à derrota paulista. 20. Na mesma fala, a palavra que: a) tem valor expletivo; b) é pronome relativo; c) é conjunção integrante; d) tem valor causal; e) tem valor temporal. Processo Seletivo

9 INGLÊS Using Surveys to Get the Information Your Business Needs Done right, surveys can help you target promising markets, better satisfy customers, and fine-tune communications. Done wrong, they can result in missteps and missed opportunities. It s called the Information Age for a good reason: information is the lifeblood of business today, and companies live and die by the stuff. Surveys are one of the primary vehicles for collecting the information businesses need. Done right, surveys can reduce new product and other risk; generate insights about employees, customers, and markets; and align PR, advertising, and other communications programs with target constituencies. Done poorly, they can derail strategy and generate misguided marketing, customer service, and communications plans. Your business _ and your business strategy _ is only as good as the information you have. So how do you ensure that a survey will give you the information you need? First, you have to identify what you are looking for and understand just what surveys can _ and cannot _ do. Advanced statistical analysis makes surveys enormously powerful and insightful. Once, conducting a survey was so complex and time-consuming that few companies could afford to do it. But increased processing power, new technologies like computer-aided telephone interviewing (CATI), affordable analytical software, and lower communications costs have put the capability to conduct meaningful surveys within the reach of the smallest company or department. Generally, corporate surveys seek to understand markets, relationships, or transactions. Market surveys seek opportunities and requirements for offerings. For most companies, it takes 120 key decisions, each with two or more alternatives, to launch a product. That s a lot of opportunities for things to go wrong; surveys can help reduce the risk. Harvard Management Communication Letter October, 2002, Vol. 5, No. 10 Processo Seletivo

10 21. How would you rephrase information is the lifeblood of business today and companies live and die by the stuff in lines 1 and 2 of the text: a) Information is the most dangerous aspect of business today and companies use it to store data; b) Information is the most motivating aspect of business today and companies use it to compete in the market; c) Information is the less significant characteristic of business today and companies use it to control personnel; d) information is the essential aspect of business today and companies use it only when providing useful services; e) Information is the most important part of business today and companies use it to make money. 22. The expression fine-tune communications in the subtitle is closest in meaning to: a) break problematic communications; b) replace communications so that they become clearer; c) make small and precise changes to achieve successful communications; d) identify new forms of communications; e) use less effective ways of communicating. 23. In the question So how do you ensure that a survey will give you the information you need?, what is the idea implied by the word SO? a) consequence; b) time; c) place; d) contrast; e) concession. 24. The word it in paragraph 5 refers to: a) time; b) statistical analysis; c) processing power; d) conducting a survey; e) surveys. Processo Seletivo

11 25. What is the best rephrase for the answer given in paragraph 4 for the question made in paragraph 3? a) You may sympathize with what you are trying to prove and restrict the limits of the survey; b) You must be able to specify what you are investigating and figure out what the limits of the survey are; c) You should notice what you are calculating and rely on the results of the survey; d) You must exemplify what you are attempting to discover and reorganize the structure of the survey; e) You ought to make clear what you are studying and replace the methods used in the survey. 26. According to the passage, if properly conducted, a survey can: a) Cut back new product and other risk; develop insights about workers, customers and markets; and associate PR, advertising and other communication programs with target constituencies; b) Increase new product and other risk; perceive insights about workers customers and markets and refine not only PR, advertising and communication programs but also target constituencies; c) Reduplicate new product and other risk; create new jobs, customers and markets; enhance PR, advertising, other communication programs and target constituencies; d) Re-evaluate new product and other risk; survey employees, customers and markets; and link PR, advertising and other communication programs with target constituencies; e) Reflect new product and other risk; judge employees, clients and markets correctly and disassociate PR, advertising and other communication programs from target constituencies. 27. According to the passage, if not properly conducted, surveys may: a) Put strategy back on track and block misguided marketing, customer service, and communications plans; b) Use a wise strategy but even so produce puzzling marketing, customer service, and communications plans; c) Turn strategy to be unsuccessful and develop inappropriate marketing, customer service, and communications plans; d) Use the wrong strategy and create successful marketing, customer service, and communications plans; e) Start an unacceptable strategy and re-introduce marketing, customer service, and communications plans correctly. Processo Seletivo

12 28. According to the author, how were surveys conducted in the past and what was the consequence? a) they were a problematic but rapid process and so most companies could afford using this mechanism; b) they were an efficient and short process but few companies carried them out; c) they were a regretful and long process but companies did have the financial support to carry them out; d) they were a productive process and should be done on a regular basis and companies had enough money to carry them out; e) they were an intricate process which took a lot of time and few companies had the financial means to carry them out. 29. The expression the stuff, in line 2, refers to: a) good reason; b) business; c) lifeblood; d) information; e) companies. 30. Which of the statements below would the author of this passage mostly agree with? a) Today only companies with small departments can efficiently design private surveys; b) Today even rather small companies or departments are liable to carry out relevant surveys; c) Today only departments of small companies would be able to conclude quantifiable surveys; d) Today not even small companies have the ability to carry out enlightening surveys; e) Today most companies have the required competence to compare useful surveys. Processo Seletivo

13 CONHECIMENTOS GERAIS 31. Uma das principais características do governo Fernando Henrique Cardoso foi a preocupação em limitar os gastos governamentais e a busca de um Estado mínimo, em pleno processo de globalização econômica. A situação que melhor manifesta esse tipo de ação foi: a) o aceleramento do processo de realização da reforma agrária, objetivando assentar milhares de famílias, especialmente em regiões consideradas improdutivas; b) dificultar a ação dos chamados partidos nanicos, para evitar um maior questionamento político de suas ações; c) facilitar a concessão de créditos a empresas multinacionais, como forma de aumentar a geração de empregos, destacando-se nesse caso a ação do BNDES; d) ampliar o processo de privatização de empresas estatais, de forma a reduzir a influência do Estado nos setores produtivos da economia; e) impedir uma intervenção do Estado no setor financeiro, como forma de provar à sociedade a prática de um modelo novo de capitalismo, livre de qualquer tipo controle. 32. Um projeto polêmico e antigo, volta a ser discutido nesse início de ano com o objetivo de solucionar um secular problema: a seca nordestina. Referimo-nos: a) à ampliação da hidrovia Paraná-Tietê; b) ao desvio do Rio Araguaia; c) à canalização da parte oriental do Rio Amazonas; d) à implantação de um sistema de eclusas no rio Vaza-Barris; e) à transposição de parte das águas do rio São Francisco. Processo Seletivo

14 33. Tema recente de um seriado televisivo baseado no livro A casa das sete mulheres, podemos afirmar sobre a Guerra dos Farrapos ( ): I Foi a mais longa guerra civil de toda a história do Brasil, até os dias de hoje; II Teve um perfil essencialmente popular, afastando qualquer possível participação das elites sulistas; III Foi concluída de forma extremamente violenta, já que o governo Pedro II proibiu qualquer tipo de negociação com os revolucionários. Assinale: a) se apenas a afirmativa I for correta; b) se apenas a afirmativa II for correta; c) se apenas a afirmativa III for correta; d) se apenas as afirmativas I e II forem corretas; e) se apenas as afirmativas II e III forem corretas. 34. Nas últimas décadas, o mundo tem presenciado em nível regional um grande número de questões étnicas, religiosas e territoriais, colocando cada vez mais em risco a situação do planeta. Da relação seguinte, assinale a única afirmativa que NÃO apresenta um desses problemas: a) grandes confrontos entre católicos e protestantes na Irlanda do Norte, o que favoreceu a formação do IRA; b) problemas tribais envolvendo tutsis e hutus na região de Ruanda; c) atentados por toda a Rússia, inclusive em Moscou, atribuídos aos líderes separatistas da Chechênia; d) ameaças de invasão na região de fronteira entre a Índia e o Paquistão, tendo como alvo o controle sobre a Caxemira; e) grave instabilidade entre a China Popular e o Afeganistão desde a ocupação pelos chineses da região do Tibete. Processo Seletivo

15 35. Depois de uma onda nacionalista por toda a Europa, agravada pela implosão da União Soviética, o continente americano também vive uma significativa expectativa em função de uma tentativa de emancipação que atinge um dos mais importantes países do continente. Assinale o item que contém a justificativa para essa afirmativa: a) por iniciativa do presidente Hugo Chavez, a Venezuela proporá a anexação de Cuba, com a finalidade de ajudar a ilha a superar seus graves problemas econômicos; b) um novo plebiscito decidirá, em breve, se Quebec vai ou não continuar fazendo parte do Canadá; c) a região do Texas tenta aprovar uma emenda constitucional nos Estados Unidos, com a finalidade de proclamar sua independência; d) uma provável união entre Argentina e Uruguai, já tentada no século XIX, deve provocar uma nova rodada de discussões no Mercosul; e) a possibilidade de o Panamá ser reincorporado à Colômbia, agora que a administração do Canal do Panamá já não mais se encontra em mãos dos Estados Unidos. 36. Governando o país no período , o presidente Juscelino Kubitschek prometeu cumprir o seu compromisso na campanha presidencial de construir cinqüenta anos em cinco. Para executar esse ambicioso programa, JK elaborou com sua equipe de governo o Plano de Metas, que estabelecia: a) a nacionalização das companhias de energia, como forma de baratear a instalação de indústrias em nosso território; b) a construção de Brasília, objetivando facilitar o acesso às áreas mineradoras do Centro-Oeste e às plantações de algodão do Pará; c) aumentos substanciais dos investimentos nos setores energético e de transporte, além de conceder amplas vantagens aos investidores estrangeiros; d) o abandono do setor agrícola, já que toda a prioridade do governo foi canalizada para o desenvolvimento industrial e tecnológico; e) grandes investimentos no setor ferroviário, considerado o ideal para interligar um país-continente como o Brasil. Processo Seletivo

16 37. "Nós afirmamos o direito de todos os povos coloniais seguirem seu próprio destino. É preciso que todas as colônias sejam libertadas da dominação imperialista estrangeira, quer seja ela política ou econômica. Os povos colonizados devem ter o direito de eleger seus próprios governantes, sem restrições vindas de potências estrangeiras. Afirmamos aos povos colonizados que eles devem lutar para alcançar seus objetivos por todos os meios à sua disposição. (Declaração do V Congresso Pan-Africano, março de 1945, Manchester) De acordo com o texto é possível concluir que: a) a defesa da independência das antigas colônias deveria ocorrer em clima de absoluta paz, descartando-se a possibilidade de guerra; b) a realização desse Congresso teve como objetivo real uma reformulação das políticas imperialistas em relação às colônias afro-asiáticas; c) o término da Segunda Guerra Mundial foi um fator determinante para o processo que permitiu a descolonização; d) as colônias aceitavam a submissão em termos econômicos, desde que as tropas estrangeiras abandonassem a região; e) apesar de todos os esforços das áreas colonizadas, na prática nada mudou e o reconhecimento da independência da maioria dos países africanos somente ocorreu na década de setenta. 38. No século passado, nas décadas de 70 e 80 verificou-se, no Brasil, um crescimento anual de 10% na produção de soja, 7,5% na produção de laranja, 2,3% na produção de feijão e de apenas 0,5% na produção de mandioca. Assinale a afirmativa que melhor explica a situação anteriormente descrita: a) a população, especialmente no centro-sul, mudou radicalmente seus hábitos alimentares; b) a produção de feijão e mandioca já era suficiente para abastecer o mercado interno, o que não ocorria com a soja e a laranja; c) fatores climáticos adversos, como as geadas ao sul e a seca nordestina, foram decisivos para a quebra das safras de mandioca e feijão; d) a soja e a laranja são produtos de exportação, possuindo amplo e crescente mercado consumidor capaz de absorver a produção que o Brasil tiver a oferecer; e) a mandioca e o feijão são menos resistentes às pragas, o que contribui para o pequeno crescimento da produção. Processo Seletivo

17 39. A maior concentração industrial brasileira está situada na Região Sudeste. Um dos fatores que mais contribuíram para isso foi: a) a presença de imigrantes japoneses e alemães, especialmente a partir do início do século XX; b) o fortalecimento econômico da região, em função da venda de produtos minerais tais como ouro, carvão, ferro e manganês; c) o desenvolvimento da pecuária, ao longo de toda a região, especialmente no Espírito Santo; d) uma ampla diversificação agrícola,especialmente após a crise que atingiu a comercialização do café; e) o reinvestimento dos lucros obtidos com a comercialização do café no desenvolvimento do setor industrial. 40. Áreas tão distintas e distantes, como a Turquia e a ilha de Taiwan, são vítimas freqüentes dos terremotos. Esse fenômeno, de conseqüências normalmente terríveis, é causado: a) pelos deslizamentos de vertentes; b) pelo soterramento das áreas de baixada; c) por tectonismo e vulcanismo; d) pelos desmatamentos das florestas; e) principalmente pela ação dos furacões. Processo Seletivo

18 * 41. Sejam os conjuntos: A { x N x 5} ( C A) I B a) 0; é igual a: b) {, 7} 0 ; c) { 0 }; d) {, 3} 1 ; e) {, 4, 5} 2. MATEMÁTICA = ; B = { x Z 0 x < 7} e { 0,1, 3, 7 } C =. Então, 42. Se: 1 0, x =. 3,999..., então: 27 a) x R; b) x ( R Q) ; c) x ( Q Z) ; d) x Z ; e) x N. 43. Em outubro de 2002, uma loja lançou um artigo por um certo preço. Em dezembro do mesmo ano, houve um aumento de 20% no valor do produto. Já na liquidação feita em fevereiro último, a mesma mercadoria estava sendo vendida pela loja com desconto de 15% sobre o preço de janeiro de Pode-se, então, afirmar que, em relação ao preço de lançamento, na liquidação, o tal artigo estava: a) 5% mais caro; b) 2% mais caro; c) 2% mais barato; d) 3% mais barato; e) 5% mais barato. Processo Seletivo

19 44. O valor de: ,25.0, ,5 é: a) 256; b) 128; c) 8; d) 4; e) O gráfico que melhor representa a função f: R * R : x f(x) = 2 x 2 x é: a) b) y y x 0 x -1 c) d) e) y y y 1 0 x 0 x 0 x -1-1 Processo Seletivo

20 46. Seja a equação: a) 4; x 1 x = 2. Assim, o valor de y em log (y) = x é igual a: 2 b) 2; c) 2 ; d) 2 ; 2 e) x 47. A função real f é expressa por: f(x) =. x + 2 A soma de todos os números naturais que pertencem ao domínio dessa função é igual a: a) 6; b) 7; c) 8; d) 9; e) O valor máximo de y = ( x 2) ( 3x 2) a) 6; b) 7; + é: c) 8; d) 9; e) 10. Processo Seletivo

21 49. Dos pontos que dividem o segmento AB, com A ( 1, 7) e B ( 11, 3) que está mais próximo de A é: a) (, 7) 3 ; 7 25 b), ; 3 3 c) ( 3, 5) ; d) ( 1, 8) ; e) 5 7, 3 3., em 5 (cinco) partes iguais, o 50. A figura mostra um triângulo retângulo (ABC), de hipotenusa igual a 10 cm e o menor cateto medindo 6 cm. Sabendo que A ĈB > ABˆ C, que as medidas de m e y são, respectivamente iguais a 0,75cm e 4cm, então, x + z + n é igual a: a) 7,75cm; x y B m b) 8,25cm; n c) 9,50cm; z d) 10,25cm; e) 11 cm. A C 51. Na figura ao lado, tem-se uma circunferência de centro O. Se A ÔB = BÔC = CÔD = x e α =20, então, x + β é igual a: A B a) 60 ; b) 80 ; c) 90 ; F E β α O D C d) 100 ; e) 120. Processo Seletivo

22 52. Considere os vetores: ( a + 1, 2), v( b + 2, 6), w = ( a + 5, 3 ), t = ( 9,10 b) u =. Sabendo-se que u e v são paralelos e que w e t são ortogonais, pode-se afirmar que o produto a.b é igual a: a) 50; b) 15; c) 10; d) 15; e) Considere a seqüência: ( 2, x, y,18). Sabendo que x e y são números naturais, que os três primeiros termos da seqüência estão em progressão aritmética e que os três últimos estão em progressão geométrica, então, a soma de todos os termos dessa seqüência é igual a: a) 18; b) 24; c) 26; d) 30; e) Se, A, B e X são três matrizes, tais que: A =, B = 3 2 e X = AB, então, o determinante de X é igual a: a) 12; b) 36; c) 64; d) 96; e) 120. Processo Seletivo

23 π Sendo < x < π, o valor de x na equação (cos x + sen x). (cos x sen x) = é igual a: 2 2 a) b) 5π ; 9 2π ; 3 c) 13π ; 18 d) e) 3π ; 4 5π Na figura, ABCD é um trapézio retângulo, de área igual a 32 cm 2, cuja base média mede 8 cm. Se α = 135, então, x (em cm) é igual a: a) 2; A α B b) 2 2 ; x c) 4; d) 4 2 ; e) 8. D C 57. Considere f uma função, de R em R, tal que: f ( 2x 1) = 4x + 6 então: a) f 1 ( x) = 2x + 4 f 1 b) ( x) = x 2 f 1 x 2 c) ( x) = 2 d) f 1 ( x) = 2x + 8 f 1 x x 2 e) ( ) = 4 ; ;. ; ; +. Se f 1 é a função inversa de f, Processo Seletivo

24 58. Num sorteio, concorrem todos os números inteiros de 1 a 600. Escolhendo-se, ao acaso, um desses números, a probabilidade de que o número sorteado tenha 3 algarismos distintos e seja múltiplo de 10 é igual a: 4 a) ; 25 b) 10 1 ; 2 c) ; 25 d) 12 1 ; e) Uma pirâmide regular tem, como base, um hexágono, de perímetro igual a 24cm. Sendo a aresta lateral igual a 5cm, o volume dessa pirâmide (em cm 3 ) é igual a: a) 24 3 ; b) 18; c) 8 3 ; d) 12; e) f e g são funções de R em R. Sabe-se que: g( x) = 2x 1 e g( f ( x) ) 2 2x + 3 Pode-se afirmar que o valor de f ( 0) é: a) 4; =. b) 2; c) 0; d) 2; e) 4. Processo Seletivo

25 MATEMÁTICA DISCURSIVA PROCESSO SELETIVO Nome: Nº de Inscrição: 1. Resolver a equação: 1 x + x + 4 = 6 x (Justifique com cálculos) Processo Seletivo

26 Nome: Nº de Inscrição: Considere: log m 2 = e log m 50 =, sendo 0 < m a) Determine m; b) calcule o valor de: ( m 11) log +. Processo Seletivo

27 Nome: Nº de Inscrição: 3. Na figura, ABCD é um retângulo, onde: AB = 24cm e BC = 12cm. A x F B Sendo E o ponto médio de CD e considerando AF = x, calcule: a) a medida (em cm) do segmento BE ; b) o valor de x (em cm), para que a área do triângulo 13 FBE seja igual a da área do trapézio ABED. 24 D E C Processo Seletivo

28 Nome: Nº de Inscrição: 4. Levando em conta os dados da figura ao lado, determine: a) o coeficiente angular da reta que passa pelos pontos A e B; 7 y A b) as coordenadas de um ponto P, pertencente ao eixo das abscissas (eixo x), para que a soma AP + PB seja mínima B x Processo Seletivo

29 REDAÇÃO PROCESSO SELETIVO Nome: Nº de Inscrição: A escolha do Rio de Janeiro para concorrer à sede das Olimpíadas tem defensores e detratores: estes consideram mais importante gastar com outras prioridades; aqueles julgam prioritárias as benfeitorias que serão realizadas. Qual a sua posição sobre o assunto? Faça um texto dissertativo ou argumentativo, entre 15 e 20 linhas, sobre o tema: O Rio de Janeiro, futura sede das Olimpíadas. Dê um título ao seu texto. Processo Seletivo

30 Nome: Nº de Inscrição: Processo Seletivo

31 RASCUNHO

Edital Nº. 04/2009-DIGPE 10 de maio de 2009 INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA

Edital Nº. 04/2009-DIGPE 10 de maio de 2009 INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA Caderno de Provas MATEMÁTICA Edital Nº. 04/2009-DIGPE 10 de maio de 2009 INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA Use apenas caneta esferográfica azul ou preta. Escreva o seu nome completo e o número do seu

Leia mais

Processo Seletivo 2015-1 RV Vestibular de Acesso aos Cursos ENGENHARIA

Processo Seletivo 2015-1 RV Vestibular de Acesso aos Cursos ENGENHARIA Processo Seletivo 2015-1 RV Vestibular de Acesso aos Cursos ENGENHARIA LEIA COM ATENÇÃO AS INSTRUÇÕES 1 - A duração da prova é de 3 horas, já incluído o tempo de preenchimento do cartão de respostas e

Leia mais

PROGRAMAS PARA OS CANDIDATOS A VAGAS 2016 3 o Ano Ensino Fundamental

PROGRAMAS PARA OS CANDIDATOS A VAGAS 2016 3 o Ano Ensino Fundamental 3 o Ano Textos Ler, entender e interpretar contos infantis e textos informativos. Gramática Será dada ênfase à aplicação, pois ela é entendida como instrumento para que o aluno se expresse de maneira adequada

Leia mais

UFRGS 2005 - MATEMÁTICA. 01) Considere as desigualdades abaixo. 2 2 3 3. 1 1 3 3. III) 3 2. II) Quais são verdadeiras?

UFRGS 2005 - MATEMÁTICA. 01) Considere as desigualdades abaixo. 2 2 3 3. 1 1 3 3. III) 3 2. II) Quais são verdadeiras? UFRGS 005 - MATEMÁTICA 0) Considere as desigualdades abaixo. I) 000 3000 3. II) 3 3. III) 3 3. Quais são verdadeiras? a) Apenas I. b) Apenas II. Apenas I e II. d) Apenas I e III e) Apenas II e III 0) Observe

Leia mais

Agente de Vigilância Previdenciária Auxiliar de Serviços Gerais Motorista ITAPREVI. Nível Fundamental Completo 22.01.2012 - MANHÃ

Agente de Vigilância Previdenciária Auxiliar de Serviços Gerais Motorista ITAPREVI. Nível Fundamental Completo 22.01.2012 - MANHÃ Agente de Vigilância Previdenciária Auxiliar de Serviços Gerais Motorista ITAPREVI Nível Fundamental Completo 22.01.2012 - MANHÃ AG. DE VIGILÂNCIA PREVIDENCIÁRIA / AUX. DE SERVIÇOS GERAIS / MOTORISTA

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DAS PROVAS / ATIVIDADES PEDAGÓGICAS Processo Seletivo 2016 para Ensino Fundamental e Ensino Médio

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DAS PROVAS / ATIVIDADES PEDAGÓGICAS Processo Seletivo 2016 para Ensino Fundamental e Ensino Médio / ATIVIDADES PEDAGÓGICAS 1º Ano do Ensino Fundamental (Alunos concluintes do 2º Período da Educação Infantil) Escrita do nome completo; Identificar e reconhecer as letras do alfabeto; Identificar e diferenciar

Leia mais

a = 6 m + = a + 6 3 3a + m = 18 3 a m 3a 2m = 0 = 2 3 = 18 a = 6 m = 36 3a 2m = 0 a = 24 m = 36

a = 6 m + = a + 6 3 3a + m = 18 3 a m 3a 2m = 0 = 2 3 = 18 a = 6 m = 36 3a 2m = 0 a = 24 m = 36 MATEMÁTICA Se Amélia der R$ 3,00 a Lúcia, então ambas ficarão com a mesma quantia. Se Maria der um terço do que tem a Lúcia, então esta ficará com R$ 6,00 a mais do que Amélia. Se Amélia perder a metade

Leia mais

Matemática. Subtraindo a primeira equação da terceira obtemos x = 1. Substituindo x = 1 na primeira e na segunda equação obtém-se o sistema

Matemática. Subtraindo a primeira equação da terceira obtemos x = 1. Substituindo x = 1 na primeira e na segunda equação obtém-se o sistema Matemática 01. A ilustração a seguir é de um cubo com aresta medindo 6 cm. A, B, C e D são os vértices indicados do cubo, E é o centro da face contendo C e D, e F é o pé da perpendicular a BD traçada a

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO METROPOLITANO DE SÃO PAULO CURSO ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS

CENTRO UNIVERSITÁRIO METROPOLITANO DE SÃO PAULO CURSO ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS CENTRO UNIVERSITÁRIO METROPOLITANO DE SÃO PAULO CURSO ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS UMA VANTAGEM COMPETITIVA COM A TERCEIRIZAÇÃO DE SERVIÇOS AMANDA ZADRES DANIELA LILIANE ELIANE NUNES ELISANGELA MENDES Guarulhos

Leia mais

www.exatas.clic3.net

www.exatas.clic3.net www.exatas.clic.net 8)5*6±0$7(0È7,&$± (67$59$6(5 87,/,=$'66 6(*8,7(66Ì0%/6(6,*,),&$'6 i: unidade imaginária número complexo : a +bi; a, b números reais log x: logaritmo de x na base 0 cos x: cosseno de

Leia mais

FACULDADES SENAC PROCESSO SELETIVO UNIFICADO 1º SEMESTRE/2016 ANEXO I

FACULDADES SENAC PROCESSO SELETIVO UNIFICADO 1º SEMESTRE/2016 ANEXO I ANEXO I As Faculdades Senac Minas, com o intuito de atender às diversas demandas, oferece à comunidade dois processos vestibular: o vestibular e o vestibular agendado. Ambos os processos buscam selecionar

Leia mais

C A D E R N O D E P R O V A S

C A D E R N O D E P R O V A S C ONCURSO PÚBLICO 03 / JUNHO / 2012 CÂMARA MUNICIPAL DE ITURAMA MINAS GERAIS C A D E R N O D E P R O V A S CADERNO 7 CARGOS: AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS RECEPCIONISTA E TELEFONISTA PROVAS: PORTUGUÊS MATEMÁTICA

Leia mais

Guião A. Descrição das actividades

Guião A. Descrição das actividades Proposta de Guião para uma Prova Grupo: Ponto de Encontro Disciplina: Inglês, Nível de Continuação, 11.º ano Domínio de Referência: Um Mundo de Muitas Culturas Duração da prova: 15 a 20 minutos 1.º MOMENTO

Leia mais

RESOLUÇÃO DA PROVA DE MATEMÁTICA DA UFBA VESTIBULAR 2009 1 a Fase Professora Maria Antônia Gouveia.

RESOLUÇÃO DA PROVA DE MATEMÁTICA DA UFBA VESTIBULAR 2009 1 a Fase Professora Maria Antônia Gouveia. RESOLUÇÃO DA PROVA DE MATEMÁTICA DA UFBA VESTIBULAR 009 1 a Fase Professora Maria Antônia Gouveia. QUESTÕES de 01 a 08 INSTRUÇÃO: Assinale as proposições verdadeiras, some os números a elas associados

Leia mais

ENSINO FUNDAMENTAL. Sondagem 2014 6º ANO. Língua Portuguesa

ENSINO FUNDAMENTAL. Sondagem 2014 6º ANO. Língua Portuguesa ENSINO FUNDAMENTAL O processo de sondagem Colégio Sion busca detectar, no aluno, pré-requisitos que possibilitem inseri-lo adequadamente no ano pretendido. As disciplinas de Língua Portuguesa e são os

Leia mais

EDITAL N. º 001/CTPM/2015 CONCURSO DE ADMISSÃO 2016 ANEXO II CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DO EXAME INTELECTUAL

EDITAL N. º 001/CTPM/2015 CONCURSO DE ADMISSÃO 2016 ANEXO II CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DO EXAME INTELECTUAL EDITAL N. º 001/CTPM/2015 CONCURSO DE ADMISSÃO 2016 ANEXO II CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DO EXAME INTELECTUAL 1) PARA O ENSINO MÉDIO REDAÇÃO Do 1º ano ao 3º ano do ensino médio, a prova discursiva será composta

Leia mais

GUIÃO A. Ano: 9º Domínio de Referência: O Mundo do Trabalho. 1º Momento. Intervenientes e Tempos. Descrição das actividades

GUIÃO A. Ano: 9º Domínio de Referência: O Mundo do Trabalho. 1º Momento. Intervenientes e Tempos. Descrição das actividades Ano: 9º Domínio de Referência: O Mundo do Trabalho GUIÃO A 1º Momento Intervenientes e Tempos Descrição das actividades Good morning / afternoon / evening, A and B. For about three minutes, I would like

Leia mais

PROVA DE MATEMÁTICA DA UFPE. VESTIBULAR 2013 2 a Fase. RESOLUÇÃO: Profa. Maria Antônia Gouveia.

PROVA DE MATEMÁTICA DA UFPE. VESTIBULAR 2013 2 a Fase. RESOLUÇÃO: Profa. Maria Antônia Gouveia. PROVA DE MATEMÁTICA DA UFPE VESTIBULAR 0 a Fase Profa. Maria Antônia Gouveia. 0. A ilustração a seguir é de um cubo com aresta medindo 6cm. A, B, C e D são os vértices indicados do cubo, E é o centro da

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DE AVALIAÇÕES DE MAIO / 2010 6º ANO MATUTINO

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DE AVALIAÇÕES DE MAIO / 2010 6º ANO MATUTINO São Luís (MA),19/05/2010. 6º ANO MATUTINO História A civilização mesopotâmica Planos do desenho, p.38 42; Perspectiva; Renascimento, p. 45 46; Imagens 3D / Encher, p.48 51. Sistema operacional, p.12; Conceitos

Leia mais

07. Alternativa c. Seja PABC a pirâmide regular, com as medidas indicadas. Tem-se:

07. Alternativa c. Seja PABC a pirâmide regular, com as medidas indicadas. Tem-se: + + = = = + = = = = = = 07. Alternativa c. Seja PABC a pirâmide regular, com as medidas indicadas. Tem-se: (1) PP'A: 4 = cos60º = 1 = () PABC é regular P' é baricentro y = y = () ABC é equilátero + y =

Leia mais

Serviços: API REST. URL - Recurso

Serviços: API REST. URL - Recurso Serviços: API REST URL - Recurso URLs reflectem recursos Cada entidade principal deve corresponder a um recurso Cada recurso deve ter um único URL Os URLs referem em geral substantivos URLs podem reflectir

Leia mais

PLANO DE ESTUDOS 3º trimestre 2012

PLANO DE ESTUDOS 3º trimestre 2012 PLANO DE ESTUDOS 3º trimestre 2012 ano: 9º disciplina: geografia professor: Meus caros (as) alunos (as): Durante o 2º trimestre, você estudou as principais características das cidades globais e das megacidades

Leia mais

PROVA TEMÁTICA/2014 Conhecimento e Expressão nas Artes e nas Ciências

PROVA TEMÁTICA/2014 Conhecimento e Expressão nas Artes e nas Ciências PROVA TEMÁTICA/2014 Conhecimento e Expressão nas Artes e nas Ciências 5 ANO / ENSINO FUNDAMENTAL MATRIZ DE REFERÊNCIA DE LINGUAGENS, CÓDIGOS E SUAS TECNOLOGIAS. (LÍNGUA PORTUGUESA E REDAÇÃO) Competência

Leia mais

Processo Seletivo 2016-1 Vestibular de Acesso aos Cursos ENGENHARIA CADERNO: 1 LEIA COM ATENÇÃO AS INSTRUÇÕES AGENDA

Processo Seletivo 2016-1 Vestibular de Acesso aos Cursos ENGENHARIA CADERNO: 1 LEIA COM ATENÇÃO AS INSTRUÇÕES AGENDA ENGENHARIA Processo Seletivo 2016-1 Vestibular de Acesso aos Cursos LEIA COM ATENÇÃO AS INSTRUÇÕES CADERNO: 1 AGENDA 1 - A duração da prova é de 3 (três) horas, já incluído o tempo de preenchimento do

Leia mais

Processo Seletivo 2016-1 Vestibular de Acesso aos Cursos ENGEMHARIA CADERNO: 2 LEIA COM ATENÇÃO AS INSTRUÇÕES AGENDA

Processo Seletivo 2016-1 Vestibular de Acesso aos Cursos ENGEMHARIA CADERNO: 2 LEIA COM ATENÇÃO AS INSTRUÇÕES AGENDA ENGEMHARIA Processo Seletivo 2016-1 Vestibular de Acesso aos Cursos LEIA COM ATENÇÃO AS INSTRUÇÕES CADERNO: 2 AGENDA 1 - A duração da prova é de 3 (três) horas, já incluído o tempo de preenchimento do

Leia mais

Welcome to Lesson A of Story Time for Portuguese

Welcome to Lesson A of Story Time for Portuguese Portuguese Lesson A Welcome to Lesson A of Story Time for Portuguese Story Time is a program designed for students who have already taken high school or college courses or students who have completed other

Leia mais

RESOLUÇÃO Matemática APLICADA FGV Administração - 14.12.14

RESOLUÇÃO Matemática APLICADA FGV Administração - 14.12.14 FGV Administração - 1.1.1 VESTIBULAR FGV 015 1/1/01 RESOLUÇÃO DAS 10 QUESTÕES DE MATEMÁTICA DA PROVA DA TARDE MÓDULO DISCURSIVO QUESTÃO 1 Um mapa de um pequeno parque é uma região em forma de quadrilátero,

Leia mais

EXAME DE SELEÇÃO. Técnico de Nível Médio Subseqüente 2007.1

EXAME DE SELEÇÃO. Técnico de Nível Médio Subseqüente 2007.1 CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DO RIO GRANDE DO NORTE Núcleo Permanente de Processos Seletivos - FUNCERN EXAME DE SELEÇÃO Técnico de Nível Médio Subseqüente 2007.1 ATENTE! ATENTE! ATIVIDADE PRAZO

Leia mais

Geografia Profa. Marcele Hidrosfera ( páginas 146 a 161); Atmosfera (páginas 172 a 190); Biosfera (páginas 200 a 215) e caderno.

Geografia Profa. Marcele Hidrosfera ( páginas 146 a 161); Atmosfera (páginas 172 a 190); Biosfera (páginas 200 a 215) e caderno. REDE SAGRADO - COLÉGIO SAGRADO CORAÇÃO DE MARIA UBÁ - ANO 2014 Educação Infantil, Ensino Fundamental, Ensino Médio, Pré-Vestibular, Curso Técnico em Meio Ambiente Praça São Januário, 276 CEP:36500-000

Leia mais

FUNDAMENTAL II: RECUPERAÇÃO 1º SEMESTRE 2015 9º ANO

FUNDAMENTAL II: RECUPERAÇÃO 1º SEMESTRE 2015 9º ANO FUNDAMENTAL II: RECUPERAÇÃO 1º SEMESTRE 2015 9º ANO Disciplina: LÍNGUA PORTUGUESA Turma : 901/902 Prof. :NETINHA GRUPO 1 1. ELEMENTOS DA COMUNICAÇÃO Leia com atenção Páginas: 21,22 Tarefas propostas Páginas:

Leia mais

Prova Objetiva Prova de Redação

Prova Objetiva Prova de Redação CAp - FUNEMAC 2014 1ª série do Ensino Médio Prova Objetiva Prova de Redação 10/11/2013 Este caderno, com 20 páginas numeradas, contém 40 questões objetivas de Língua Portuguesa e de Matemática, além da

Leia mais

6ª Série/Ensino Fundamental

6ª Série/Ensino Fundamental 6ª Série/Ensino Fundamental ROTEIRO DE ESTUDO PARA AS PROVAS DE RECUPERAÇÃO /DEZEMBRO 2013 CIÊNCIAS NATURAIS: 16/12/13 SEGUNDA FEIRA répteis; mamíferos. REDAÇÃO: 16/12/13 SEGUNDA FEIRA Leitura e interpretação

Leia mais

Conteúdos de Recuperação. 6º ano

Conteúdos de Recuperação. 6º ano Conteúdos de Recuperação 6º ano Português Prof. Ubirajara Análise do texto; Sílabas tônicas; Substantivos; Adjetivos; Verbos; Advérbios. Matemática Profª Rafaella Números racionais na forma de fração Simplificação

Leia mais

QUESTÕES OBJETIVAS. N ọ DE INSCRIÇÃO:

QUESTÕES OBJETIVAS. N ọ DE INSCRIÇÃO: Prova QUESTÕES OBJETIVAS N ọ DE ORDEM: NOME DO CANDIDATO: N ọ DE INSCRIÇÃO: INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA. Confira os campos N ọ DE ORDEM, N ọ DE INSCRIÇÃO e NOME, que constam na etiqueta fixada

Leia mais

Faculdade Ibmec Processo Seletivo 2011-2 e 2012-1 EDITAL

Faculdade Ibmec Processo Seletivo 2011-2 e 2012-1 EDITAL Faculdade Ibmec Processo Seletivo 2011-2 e 2012-1 EDITAL I DO PROCESSO SELETIVO De ordem do Senhor Diretor e para conhecimento de todos os interessados, torno público que, no período indicado neste Edital,

Leia mais

CONTEÚDO DA 1ª AVALIAÇÃO BIMESTRAL 2014. Disciplina: Redação Poema(forma e estrutura) Narrativa em prosa poética (momentos e elementos)

CONTEÚDO DA 1ª AVALIAÇÃO BIMESTRAL 2014. Disciplina: Redação Poema(forma e estrutura) Narrativa em prosa poética (momentos e elementos) Série: 6º Ano CESEP- CENTRO DE SERVIÇOS EDUCACIONAIS DO PARÁ COORDENAÇÃO DO ENSINO FUNDAMENTLA/2º CICLO CONTEÚDO DA 1ª AVALIAÇÃO BIMESTRAL 2014 Disciplina: Português Variedades linguísticas(formal e informal)

Leia mais

(a) 9. (b) 8. (c) 7. (d) 6. (e) 5.

(a) 9. (b) 8. (c) 7. (d) 6. (e) 5. 41. Num supermercado, são vendidas duas marcas de sabão em pó, Limpinho, a mais barata, e Cheiroso, 30% mais cara do que a primeira. Dona Nina tem em sua carteira uma quantia que é suficiente para comprar

Leia mais

ATIVIDADES ONLINE 9º 3. Cidade chinesa que estreou economia de mercado completa 30 anos

ATIVIDADES ONLINE 9º 3. Cidade chinesa que estreou economia de mercado completa 30 anos ATIVIDADES ONLINE 9º 3 1) Leia atentamente. Cidade chinesa que estreou economia de mercado completa 30 anos Deng Xiaoping, pai da reforma econômica da China, decidiu no começo dos anos 80 testar as regras

Leia mais

ANEXO I CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS 1 º ANO DO ENSINO MÉDIO DA ESCOLA TÉCNICA DE SAÚDE DE CAJAZEIRAS PARA O ANO 2014.

ANEXO I CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS 1 º ANO DO ENSINO MÉDIO DA ESCOLA TÉCNICA DE SAÚDE DE CAJAZEIRAS PARA O ANO 2014. ANEXO I CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS 1 º ANO DO ENSINO MÉDIO DA ESCOLA TÉCNICA DE SAÚDE DE CAJAZEIRAS PARA O ANO 2014. LÍNGUA PORTUGUESA: 1. Classes de palavras: - Substantivo - Adjetivo - Artigo - Numeral

Leia mais

Português e Matemática

Português e Matemática Português e Matemática LEIA COM ATENÇÃO 01. Só abra este caderno após ler todas as instruções e quando for autorizado pelos fiscais da sala. 02. Preencha os dados pessoais. 03. A prova de PORTUGUÊS consiste

Leia mais

TIPO DE PROVA: A. Questão 1. Questão 4. Questão 2. Questão 3. alternativa D. alternativa A. alternativa D. alternativa C

TIPO DE PROVA: A. Questão 1. Questão 4. Questão 2. Questão 3. alternativa D. alternativa A. alternativa D. alternativa C Questão TIPO DE PROVA: A Se a circunferência de um círculo tiver o seu comprimento aumentado de 00%, a área do círculo ficará aumentada de: a) 00% d) 00% b) 400% e) 00% c) 50% Aumentando o comprimento

Leia mais

PROVA DE MATEMÁTICA DA UFBA VESTIBULAR 2010 1 a Fase. RESOLUÇÃO: Profa. Maria Antônia Gouveia.

PROVA DE MATEMÁTICA DA UFBA VESTIBULAR 2010 1 a Fase. RESOLUÇÃO: Profa. Maria Antônia Gouveia. PROVA DE MATEMÁTICA DA UFBA VESTIBULAR 010 1 a Fase Profa Maria Antônia Gouveia QUESTÃO 01 Sobre números reais, é correto afirmar: (01) Se m é um número inteiro divisível por e n é um número inteiro divisível

Leia mais

CADERNO DE EXERCÍCIOS 3C

CADERNO DE EXERCÍCIOS 3C CADERNO DE EXERCÍCIOS 3C Ensino Fundamental Ciências Humanas Questão Conteúdo Habilidade da Matriz da EJA/FB 1 África: Colonização e Descolonização H40 2 Terrorismo H46 3 Economia da China H23 4 Privatizações

Leia mais

PUC - Rio - 2012 Rio VESTIBULAR 2012 PROVAS DISCURSIVAS DE HISTÓRIA LEIA ATENTAMENTE AS INSTRUÇÕES ABAIXO.

PUC - Rio - 2012 Rio VESTIBULAR 2012 PROVAS DISCURSIVAS DE HISTÓRIA LEIA ATENTAMENTE AS INSTRUÇÕES ABAIXO. PUC - Rio - 2012 Rio VESTIBULAR 2012 PROVAS DISCURSIVAS DE HISTÓRIA 2 o DIA MANHÃ GRUPO 2 Novembro / 2011 LEIA ATENTAMENTE AS INSTRUÇÕES ABAIXO. 01 - Você recebeu do fiscal o seguinte material: a) este

Leia mais

Caderno de Prova TECNOLOGIA E ANÁLISE DE DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS. Nome do Candidato:

Caderno de Prova TECNOLOGIA E ANÁLISE DE DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS. Nome do Candidato: Universidade do Estado de Santa Catarina Vestibular Vocacionado 1. Caderno de Prova ª FASE 1ª Etapa TECNOLOGIA E ANÁLISE DE DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS Nome do Candidato: INSTRUÇÕES GERAIS Confira o Caderno

Leia mais

COMISSÃO EXECUTIVA DO PROCESSO SELETIVO CEPS INSTRUÇÕES

COMISSÃO EXECUTIVA DO PROCESSO SELETIVO CEPS INSTRUÇÕES UNIVERSIDADE ESTADUAL VALE DO ACARAÚ UVA COMISSÃO EXECUTIVA DO PROCESSO SELETIVO CEPS PROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA E MATEMÁTICA REALIZAÇÃO 05 DE JUNHO DE 011 INÍCIO: 08:00 H - TÉRMINO: 1:00 H NÚMERO DE QUESTÕES

Leia mais

Colégio ABC de Educação Infantil Ensino Fundamental. Série: 6º Ano do Ensino Fundamental - Turma ( AB ) ATENÇÃO: Vocês são capazes!

Colégio ABC de Educação Infantil Ensino Fundamental. Série: 6º Ano do Ensino Fundamental - Turma ( AB ) ATENÇÃO: Vocês são capazes! ABC de Educação Infantil Série: 6º Ano do - Turma ( AB ) L. Portuguesa 28.01.2013 ( Segunda- Feira) Ciências 30.01.2013 ( Quarta-Feira) Classes Gramaticais - Substantivo - Adjetivo - Artigo - Numeral -

Leia mais

Prova Final de Matemática

Prova Final de Matemática PROVA FINAL DO 3.º CICLO do Ensino BÁSICO Decreto-Lei n.º 139/01, de 5 de julho Prova Final de Matemática 3.º Ciclo do Ensino Básico Prova 9/1.ª Chamada 8 Páginas Duração da Prova: 90 minutos. Tolerância:

Leia mais

RESUMO PARA RECUPERAÇÃO 2º TRIMESTRE

RESUMO PARA RECUPERAÇÃO 2º TRIMESTRE RESUMO PARA RECUPERAÇÃO 2º TRIMESTRE Conceitos Diversos Estado É uma organização políticoadministrativa da sociedade. Estado-nação - Quando um território delimitado é composto de um governo e uma população

Leia mais

EXAME DISCURSIVO 2ª fase

EXAME DISCURSIVO 2ª fase EXAME DISCURSIVO 2ª fase 30/11/2014 MATEMÁTICA Caderno de prova Este caderno, com dezesseis páginas numeradas sequencialmente, contém dez questões de Matemática. Não abra o caderno antes de receber autorização.

Leia mais

Relatório completo de proficiência da língua inglesa

Relatório completo de proficiência da língua inglesa Relatório completo de proficiência da língua inglesa 1 2 Entenda a avaliação Nesta avaliação de proficiência de inglês como língua estrangeira, quantificamos e identificamos o nível e perfil atual do candidato,

Leia mais

Searching for Employees Precisa-se de Empregados

Searching for Employees Precisa-se de Empregados ALIENS BAR 1 Searching for Employees Precisa-se de Empregados We need someone who can prepare drinks and cocktails for Aliens travelling from all the places in our Gallaxy. Necessitamos de alguém que possa

Leia mais

01-A GRAMMAR / VERB CLASSIFICATION / VERB FORMS

01-A GRAMMAR / VERB CLASSIFICATION / VERB FORMS 01-A GRAMMAR / VERB CLASSIFICATION / VERB FORMS OBS1: Adaptação didática (TRADUÇÃO PARA PORTUGUÊS) realizada pelo Prof. Dr. Alexandre Rosa dos Santos. OBS2: Textos extraídos do site: http://www.englishclub.com

Leia mais

CALENDÁRIO DE AVALIAÇÕES 3º TRIMESTRE NOVEMBRO/2013 TURMA 311. Professora Grace

CALENDÁRIO DE AVALIAÇÕES 3º TRIMESTRE NOVEMBRO/2013 TURMA 311. Professora Grace TURMA 311 Professora Grace 01 Artes: Projeto Boa Alimentação. 02 03 04 05 06 07 08 Matemática: Leitura de gráficos e calendário dia, semana, mês e ano. 09 10 11 12 13 14 Prova de Natureza e Sociedade:

Leia mais

Inglês. Guião. Teste Intermédio de Inglês. Parte IV Interação oral em pares. Teste Intermédio

Inglês. Guião. Teste Intermédio de Inglês. Parte IV Interação oral em pares. Teste Intermédio Teste Intermédio de Inglês Parte IV Interação oral em pares Teste Intermédio Inglês Guião Duração do Teste: 10 a 15 minutos De 25.02.2013 a 10.04.2013 9.º Ano de Escolaridade D TI de Inglês Página 1/ 7

Leia mais

RESOLUÇÀO DA PROVA DE MATEMÁTICA VESTIBULAR DA FUVEST_2007_ 2A FASE. RESOLUÇÃO PELA PROFA. MARIA ANTÔNIA CONCEIÇÃO GOUVEIA

RESOLUÇÀO DA PROVA DE MATEMÁTICA VESTIBULAR DA FUVEST_2007_ 2A FASE. RESOLUÇÃO PELA PROFA. MARIA ANTÔNIA CONCEIÇÃO GOUVEIA RESOLUÇÀO DA PROVA DE MATEMÁTICA VESTIBULAR DA FUVEST_007_ A FASE RESOLUÇÃO PELA PROFA MARIA ANTÔNIA CONCEIÇÃO GOUVEIA Questão Se Amélia der R$3,00 a Lúcia, então ambas ficarão com a mesma quantia Se Maria

Leia mais

EXERCÍCIOS DE REVISÃO PARA A PROVA DE RECUPERAÇÃO - SIMULADO OBS: GABARITO NO FINAL DOS EXERCÍCIOS. QUALQUER DÚVIDA DEIXAR MENSAGEM NO FACEBOOK

EXERCÍCIOS DE REVISÃO PARA A PROVA DE RECUPERAÇÃO - SIMULADO OBS: GABARITO NO FINAL DOS EXERCÍCIOS. QUALQUER DÚVIDA DEIXAR MENSAGEM NO FACEBOOK EXERCÍCIOS DE REVISÃO PARA A PROVA DE RECUPERAÇÃO - SIMULADO OBS: GABARITO NO FINAL DOS EXERCÍCIOS. QUALQUER DÚVIDA DEIXAR MENSAGEM NO FACEBOOK 1. A vegetação varia de local para local baseada, sobretudo,

Leia mais

PROVA COMENTADA E RESOLVIDA PELOS PROFESSORES DO CURSO POSITIVO

PROVA COMENTADA E RESOLVIDA PELOS PROFESSORES DO CURSO POSITIVO COMENTÁRIO GERAL DOS PROFESSORES DO CURSO POSITIVO Uma prova, para avaliar tantos candidatos deve ser sempre bem dosada como foi a deste ano. Houve tanto questões de interpretação (6) como de gramática

Leia mais

Espaço Geográfico (Tempo e Lugar)

Espaço Geográfico (Tempo e Lugar) Espaço Geográfico (Tempo e Lugar) Somos parte de uma sociedade, que (re)produz, consome e vive em uma determinada porção do planeta, que já passou por muitas transformações, trata-se de seu lugar, relacionando-se

Leia mais

GUIÃO Domínio de Referência: CIDADANIA E MULTICULTURALISMO

GUIÃO Domínio de Referência: CIDADANIA E MULTICULTURALISMO PROJECTO PROVAS EXPERIMENTAIS DE EXPRESSÃO ORAL DE LÍNGUA ESTRANGEIRA - 2005-2006 Ensino Secundário - Inglês, 12º ano - Nível de Continuação 1 1º Momento GUIÃO Domínio de Referência: CIDADANIA E MULTICULTURALISMO

Leia mais

ESTRATÉGIA DE SAÚDE DA FAMÍLIA

ESTRATÉGIA DE SAÚDE DA FAMÍLIA ESTRATÉGIA DE SAÚDE DA FAMÍLIA PROVA OBJETIVA PROCESSO SELETIVO DE AGENTES COMUNITÁRIOS DE SAÚDE Prezado candidato(a), você recebeu o seguinte material: - um caderno de questões contendo 30 (trinta) questões

Leia mais

Guião M. Descrição das actividades

Guião M. Descrição das actividades Proposta de Guião para uma Prova Grupo: Inovação Disciplina: Inglês, Nível de Continuação, 11.º ano Domínio de Referência: O Mundo do trabalho Duração da prova: 15 a 20 minutos 1.º MOMENTO Guião M Intervenientes

Leia mais

DATA: VALOR: 20 PONTOS NOME COMPLETO:

DATA: VALOR: 20 PONTOS NOME COMPLETO: DISCIPLINA: Geografia PROFESSOR(A): Rodrigo/Saulo DATA: VALOR: 20 PONTOS NOTA: NOME COMPLETO: ASSUNTO: TRABALHO DE RECUPERAÇÃO FINAL SÉRIE: 2ªEM TURMA: Nº: 01. RELAÇÃO DO CONTEÚDO Demografia (Transição

Leia mais

VERSÃO DE TRABALHO. Prova Escrita de Inglês. 11.º Ano de Escolaridade Continuação bienal. Prova 550/2.ª Fase. Critérios de Classificação

VERSÃO DE TRABALHO. Prova Escrita de Inglês. 11.º Ano de Escolaridade Continuação bienal. Prova 550/2.ª Fase. Critérios de Classificação EXAME FINAL NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO Prova Escrita de Inglês 11.º Ano de Escolaridade Continuação bienal Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho Prova 550/2.ª Fase Critérios de Classificação 8 Páginas

Leia mais

Processo Seletivo 2016 Conteúdo Programático - 1º ano do Ensino Fundamental

Processo Seletivo 2016 Conteúdo Programático - 1º ano do Ensino Fundamental Conteúdo Programático - 1º ano do Ensino Fundamental Avaliação do Desenvolvimento e Desempenho da Criança nos aspectos cognitivo, afetivo, socialização e psicomotor, através de atividades compatíveis com

Leia mais

MATEMÁTICA. 01. Considere a função f, com domínio e contradomínio o conjunto dos números

MATEMÁTICA. 01. Considere a função f, com domínio e contradomínio o conjunto dos números MATEMÁTICA 01. Considere a função f, com domínio e contradomínio o conjunto dos números reais, dada por f(x) = 3 cos x sen x, que tem parte de seu gráfico esboçado a seguir. Analise a veracidade das afirmações

Leia mais

UFRN 2013 Matemática Álgebra 3º ano Prof. Afonso

UFRN 2013 Matemática Álgebra 3º ano Prof. Afonso UFRN 203 Matemática Álgebra 3º ano Prof. Afonso 3 2. (Ufrn 203) Considere a função polinomial f ( x) = x 3x x + 3. a) Calcule os valores de f ( ), f ( ) e f ( 3 ). b) Fatore a função dada. c) Determine

Leia mais

ESTRATÉGIA DE SAÚDE DA FAMÍLIA

ESTRATÉGIA DE SAÚDE DA FAMÍLIA ESTRATÉGIA DE SAÚDE DA FAMÍLIA PROVA OBJETIVA PROCESSO SELETIVO DE AGENTES COMUNITÁRIOS DE SAÚDE Prezado candidato(a), você recebeu o seguinte material: - um caderno de questões contendo 30 (trinta) questões

Leia mais

Exame de Seleção à 1 a Série do Ensino Médio 2006 30/10/2005

Exame de Seleção à 1 a Série do Ensino Médio 2006 30/10/2005 UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO CENTRO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS COLÉGIO DE APLICAÇÃO SETOR CURRICULAR DE MATEMÁTICA Instruções: Exame de Seleção à 1 a Série do Ensino Médio 006 30/10/005

Leia mais

QUESTÕES de 01 a 08 INSTRUÇÃO: Assinale as proposições verdadeiras, some os números a elas associados e marque o resultado na Folha de Respostas.

QUESTÕES de 01 a 08 INSTRUÇÃO: Assinale as proposições verdadeiras, some os números a elas associados e marque o resultado na Folha de Respostas. Resolução por Maria Antônia Conceição Gouveia da Prova de Matemática _ Vestibular 5 da Ufba _ 1ª fase QUESTÕES de 1 a 8 INSTRUÇÃO: Assinale as proposições verdadeiras, some os números a elas associados

Leia mais

FUVEST VESTIBULAR 2005 FASE II RESOLUÇÃO: PROFA. MARIA ANTÔNIA GOUVEIA.

FUVEST VESTIBULAR 2005 FASE II RESOLUÇÃO: PROFA. MARIA ANTÔNIA GOUVEIA. FUVEST VESTIBULAR 00 FASE II PROFA. MARIA ANTÔNIA GOUVEIA. Q 0. Para a fabricação de bicicletas, uma empresa comprou unidades do produto A, pagando R$9, 00, e unidades do produto B, pagando R$8,00. Sabendo-se

Leia mais

O primeiro beijo e outros contos Clarice Lispector

O primeiro beijo e outros contos Clarice Lispector CONTEÚDO DE RECUPERAÇÃO ESPECIAL 1º ANO QUÍMICA PROVA: Matéria: Funções inorgânicas(ácidos, bases, sais e óxidos); balanceamento de equações químicas; Massa atômica, Massa molecular; Constante de Avogadro;

Leia mais

UNIOESTE -Universidade Estadual do Oeste do Paraná 2º PSS - PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO NÍVEL SUPERIOR

UNIOESTE -Universidade Estadual do Oeste do Paraná 2º PSS - PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO NÍVEL SUPERIOR UNIOESTE -Universidade Estadual do Oeste do Paraná 2º PSS - PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO NÍVEL SUPERIOR Candidato: inscrição - nome do candidato Opção: código - nome / turno - cidade Local de Prova:

Leia mais

Av. Moaci, 965 Moema São Paulo SP CEP: 04083-002 Tel. +55 (11) 2532-4813 www.geekie.com.br. Prezados colégios,

Av. Moaci, 965 Moema São Paulo SP CEP: 04083-002 Tel. +55 (11) 2532-4813 www.geekie.com.br. Prezados colégios, Prezados colégios, Buscando atender a demanda por GeekieTestes para o 1º e 2º anos do Ensino Médio, elaboramos nossa Matriz Geekie de Avaliação para 2014. Nela, buscamos contemplar os principais conteúdos

Leia mais

EXAME DE ACESSO PROFMAT - 2015 - SOLUÇÕES (B) 7 (E) 12

EXAME DE ACESSO PROFMAT - 2015 - SOLUÇÕES (B) 7 (E) 12 EXAME DE ACESSO PROFMAT - 015 - SOLUÇÕES 1. Se x é um número real tal que x + 1 x = 3, então x + 1 é igual a: x (A) 6 (D) 9 Resposta: B) (B) 7 (E) 1 (C) 8 Elevando ambos os membros da equação x + 1 = 3

Leia mais

Para alcançar resultados satisfatórios a família deve acompanhar o processo e o(a) aluno(a), primar por:

Para alcançar resultados satisfatórios a família deve acompanhar o processo e o(a) aluno(a), primar por: ENSINO FUNDAMENTAL 6º ANOS INÍCIO: 02 de dezembro / TÉRMINO: 16 de dezembro. HORA: A partir das 7h. RESULTADO DA RECUPERAÇÃO: 21 de dezembro, a partir das 07h30. 6º ANO A SALA 01 1º 07H00 07H50 M --- ---

Leia mais

Solutions. Adição de Ingredientes. TC=0.5m TC=2m TC=1m TC=3m TC=10m. O Tempo de Ciclo do Processo é determinado pelo TC da operação mais lenta.

Solutions. Adição de Ingredientes. TC=0.5m TC=2m TC=1m TC=3m TC=10m. O Tempo de Ciclo do Processo é determinado pelo TC da operação mais lenta. Operations Management Homework 1 Solutions Question 1 Encomenda Preparação da Massa Amassar Adição de Ingredientes Espera Forno Entrega TC=0.5m TC=2m TC=1m TC=3m TC=10m TC=1.5m (se mesmo operador) O Tempo

Leia mais

O IMPERIALISMO EM CHARGES. Marcos Faber www.historialivre.com marfaber@hotmail.com. 1ª Edição (2011)

O IMPERIALISMO EM CHARGES. Marcos Faber www.historialivre.com marfaber@hotmail.com. 1ª Edição (2011) O IMPERIALISMO EM CHARGES 1ª Edição (2011) Marcos Faber www.historialivre.com marfaber@hotmail.com Imperialismo é a ação das grandes potências mundiais (Inglaterra, França, Alemanha, Itália, EUA, Rússia

Leia mais

- PROVA OBJETIVA - Câmpus Santos Dumont - Edital 005/2014

- PROVA OBJETIVA - Câmpus Santos Dumont - Edital 005/2014 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUDESTE DE MINAS GERAIS CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGO EFETIVO DE DOCENTES ÁREA: Matemática - PROVA OBJETIVA - Câmpus

Leia mais

ACFES MAIORES DE 23 ANOS INGLÊS. Prova-modelo. Instruções. Verifique se o exemplar da prova está completo, isto é, se termina com a palavra FIM.

ACFES MAIORES DE 23 ANOS INGLÊS. Prova-modelo. Instruções. Verifique se o exemplar da prova está completo, isto é, se termina com a palavra FIM. ACFES MAIORES DE 23 ANOS INGLÊS Prova-modelo Instruções Verifique se o exemplar da prova está completo, isto é, se termina com a palavra FIM. A prova é avaliada em 20 valores (200 pontos). A prova é composta

Leia mais

ATENÇÃO: Escreva a resolução COMPLETA de cada questão no espaço reservado para a mesma.

ATENÇÃO: Escreva a resolução COMPLETA de cada questão no espaço reservado para a mesma. 2ª Fase Matemática Introdução A prova de matemática da segunda fase é constituída de 12 questões, geralmente apresentadas em ordem crescente de dificuldade. As primeiras questões procuram avaliar habilidades

Leia mais

Colégio FAAT - Ensino Fundamental e Médio

Colégio FAAT - Ensino Fundamental e Médio Língua Portuguesa Cartaz publicitário. Preposição, conjunção e advérbio. Biografia e poema Frase, oração e período. Sujeito e predicado. Artigo de divulgação científica e charge. Tipos de predicado. Complementos

Leia mais

A expansão dos EUA (séc. XVIII-XX)

A expansão dos EUA (séc. XVIII-XX) 1803 Os Estados Unidos compram a Louisiana da França. Cronologia 1846 a 1848 Guerra do México. Os Estados Unidos conquistam e anexam os territórios da Califórnia, Novo México, Nevada, Arizona e Utah. 1810

Leia mais

Conteúdo de Recuperação 4º Bimestre ENSINO FUNDAMENTAL II

Conteúdo de Recuperação 4º Bimestre ENSINO FUNDAMENTAL II Conteúdo de Recuperação 4º Bimestre ENSINO FUNDAMENTAL II Educação Física Willian Judô, Atletismo e Distúrbios Alimentares Trabalho Solicitado: Questionário realizado em sala de aula no 1º dia de recuperação

Leia mais

Escola Secundária de Lousada. Matemática do 8º ano FT nº15 Data: / / 2013 Assunto: Preparação para o 1º teste de avaliação Lição nº e

Escola Secundária de Lousada. Matemática do 8º ano FT nº15 Data: / / 2013 Assunto: Preparação para o 1º teste de avaliação Lição nº e Escola Secundária de Lousada Matemática do 8º ano FT nº15 Data: / / 013 Assunto: Preparação para o 1º teste de avaliação Lição nº e Apresentação dos Conteúdos e Objetivos para o 3º Teste de Avaliação de

Leia mais

CURSO ANUAL DE MATEMÁTICA REVISÃO ENEM RETA FINAL

CURSO ANUAL DE MATEMÁTICA REVISÃO ENEM RETA FINAL CURSO ANUAL DE MATEMÁTICA REVISÃO ENEM RETA FINAL Tenho certeza que você se dedicou ao máximo esse ano, galerinha! Sangue no olho, muita garra nessa reta final! Essa vaga é de vocês! Forte abraço prof

Leia mais

Gabarito oficial preliminar: História

Gabarito oficial preliminar: História 1) Questão 1 Segundo José Bonifácio, o fim do tráfico de escravos significaria uma ameaça à existência do governo porque Geraria uma crise econômica decorrente da diminuição da mão de obra disponível,

Leia mais

PROCESSO SELETIVO 2015 1 SEMESTRE TÉCNICO INTEGRADO

PROCESSO SELETIVO 2015 1 SEMESTRE TÉCNICO INTEGRADO PROCESSO SELETIVO 2015 1 SEMESTRE TÉCNICO INTEGRADO Caderno de prova: Cursos Técnicos Integrados 30/11/2014 INSTRUÇÕES 1. Leia cuidadosamente cada questão da prova e ASSINALE, na contracapa, a letra correspondente

Leia mais

Prova Oral de Inglês Duração da Prova: 20 a 25 minutos 2013/2014. 1.º Momento. 4 (A), are you a health-conscious person?

Prova Oral de Inglês Duração da Prova: 20 a 25 minutos 2013/2014. 1.º Momento. 4 (A), are you a health-conscious person? Prova Oral de Inglês Duração da Prova: 20 a 25 minutos 2013/2014 GUIÃO A Disciplina: Inglês, Nível de Continuação 11.º ano Domínio de Referência: O Mundo do Trabalho 1.º Momento Intervenientes e Tempos

Leia mais

UNIOESTE -Universidade Estadual do Oeste do Paraná 1º PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO AGENTE UNIVERSITÁRIO - 2013

UNIOESTE -Universidade Estadual do Oeste do Paraná 1º PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO AGENTE UNIVERSITÁRIO - 2013 UNIOESTE -Universidade Estadual do Oeste do Paraná 1º PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO AGENTE UNIVERSITÁRIO - 2013 Candidato: inscrição - nome do candidato Opção: código - nome / turno - cidade Local de

Leia mais

NÍVEL FUNDAMENTAL COMPLETO

NÍVEL FUNDAMENTAL COMPLETO CONCURSO PÚBLICO - Edital N.º 001/2009 - PREFEITURA MUNICIPAL DE CONCEIÇÃO DO ARAGUAIA REALIZAÇÃO DA PROVA OBJETIVA: 27 de Setembro de 2009 NÍVEL FUNDAMENTAL COMPLETO Cargos: (AUXILIAR DE CONSULTÓRIO DENTÁRIO,

Leia mais

Programas PS-EDUCAMPO/UFES 2015

Programas PS-EDUCAMPO/UFES 2015 Programas PS-EDUCAMPO/UFES 2015 Matemática Conjuntos: caracterização de conjuntos, igualdade, inclusão, reunião, interseção, representação por diagramas e aplicações em soluções de problemas. Conjuntos

Leia mais

Universidade Estadual do Norte do Paraná - UENP

Universidade Estadual do Norte do Paraná - UENP EDITAL Nº 01/2014 CLCA-CCP A Diretora do Centro de Letras, Comunicação e Artes CLCA, do campus de Cornélio Procópio, da Universidade Estadual do Norte do Paraná UENP, no exercício regular de seu cargo

Leia mais

Comportamento do Shopper no Varejo

Comportamento do Shopper no Varejo Seminário GVcev Comportamento do Shopper no Varejo Case Dafiti Malte Huffmann A Dafiti traz alegria na hora de comprar We deliver fashion & lifestyle products conveniently and accessibly at one click This

Leia mais

UFPR_VESTIBULAR _2004 COMENTÁRIO E RESOLUÇÃO POR PROFA. MARIA ANTONIA GOUVEIA

UFPR_VESTIBULAR _2004 COMENTÁRIO E RESOLUÇÃO POR PROFA. MARIA ANTONIA GOUVEIA UFR_VESTIBULAR _004 COMENTÁRIO E RESOLUÇÃO OR ROFA. MARIA ANTONIA GOUVEIA QUESTÃO Um grupo de estudantes decidiu viajar de ônibus para participar de um encontro nacional. Ao fazerem uma pesquisa de preços,

Leia mais

ESCOLA BÁSICA FERNANDO CALDEIRA Currículo de Português. Departamento de Línguas. Currículo de Português - 7º ano

ESCOLA BÁSICA FERNANDO CALDEIRA Currículo de Português. Departamento de Línguas. Currículo de Português - 7º ano Departamento de Línguas Currículo de Português - Domínio: Oralidade Interpretar discursos orais com diferentes graus de formalidade e complexidade. Registar, tratar e reter a informação. Participar oportuna

Leia mais

NÍVEL FUNDAMENTAL INCOMPLETO Cargos: Auxiliar de Serviços Gerais, Auxiliar de Serviços Urbanos e Vigia

NÍVEL FUNDAMENTAL INCOMPLETO Cargos: Auxiliar de Serviços Gerais, Auxiliar de Serviços Urbanos e Vigia CONCURSO PÚBLICO - EDITAL N.º 002/2011 PREFEITURA MUNICIPAL DE BREVES PROVA OBJETIVA: 15 de janeiro de 2012 NÍVEL FUNDAMENTAL INCOMPLETO Cargos: Auxiliar de Serviços Gerais, Auxiliar de Serviços Urbanos

Leia mais

Cultural Identity of Young Volunteers Differences and understanding Empowering People. Volunteer Profile Questionnaire

Cultural Identity of Young Volunteers Differences and understanding Empowering People. Volunteer Profile Questionnaire Volunteer Profile Questionnaire 1 Índice 1 VOLUNTEER PROFILE QUESTIONNAIRE... 1.1 Country... 1. AGE... 1. GENDER... 1..1 GENDER vs... 1. Qualification... 1..1 QUALIFICATION GREECE VS PORTUGAL... 1. Are

Leia mais

Nome: Calcule a probabilidade de que os dois alunos sorteados falem Inglês e. Análise Quantitativa e Lógica Discursiva - Prova B

Nome: Calcule a probabilidade de que os dois alunos sorteados falem Inglês e. Análise Quantitativa e Lógica Discursiva - Prova B 1. Uma escola irá sortear duas pessoas dentre os seus 20 melhores alunos para representá-la em um encontro de estudantes no Canadá, país que possui dois idiomas oficiais, Inglês e Francês. Sabe-se que,

Leia mais