1. Apresentação. 2. Objetivos do Curso de Formação

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "1. Apresentação. 2. Objetivos do Curso de Formação"

Transcrição

1

2 Índice 1. Apresentação Objetivos do Curso de Formação Destinatários Modalidade e Forma de Organização da Formação: Plano de Estudos Coordenação do curso Programa Estrutura Funcional Custo Duração, Calendário e Horário Local Número de Participantes Processo de Candidatura Documentos necessários à candidatura Processo de Seleção dos Candidatos Critérios e Métodos de Avaliação Instalações e Recursos Materiais Interrupção e Cancelamentos Pagamentos e Devoluções Para mais informações Apresentação dos Formadores A D. Dinis, Business School é uma entidade certificada pela DGERT. Certificado n.º 1852/2015

3 1. Apresentação Num ambiente cada vez mais global, competitivo e adverso, qualquer organização sobrevive ou morre pela qualidade do seu trabalho em equipa. Gerir uma equipa é bem mais complexo do que gerir cada um dos seus membros individualmente. Equipas competentes requerem algo mais do que pessoas competentes. Podemos ter estrelas nas equipas e ainda assim ter equipas sem brilho. É da responsabilidade do líder gerir a equipa de forma a assegurar que o desempenho coletivo não reflita um somatório de esforços individuais, mas um verdadeiro resultado de equipa. Para tal, o líder tem que adquirir competências que lhe permitam desempenhar um papel determinante no sucesso da sua equipa e organização. Desenvolver as competências de liderança é um investimento fundamental: As organizações necessitam de quadros que saibam agir e/ou fazer agir de forma autónoma, co-responsável e competente. No curso partilhamos ideias e boas práticas conducentes ao fortalecimento das competências-chave da liderança. O curso em Liderança & Gestão de Equipas está organizado em seis módulos e a formação decorre num ambiente ativo e participativo. 2. Objetivos do Curso de Formação a) Analisar os fatores essenciais na seleção de membros para a equipa e seu acolhimento na mesma. b) Reconhecer os aspetos evolutivos das equipas para os gerir de forma adequada. c) Reconhecer a utilidade do coaching de equipas. d) Adequar o estilo de liderança às características da equipa e dos seus membros. e) Reconhecer formas de influenciar a motivação dos membros da equipa.

4 f) Diagnosticar o conflito e procurar estratégias para a sua resolução. g) Avaliar o desempenho da equipa e dos seus membros Destinatários A Formação Executiva em Liderança & Gestão de Equipas está orientada, preferencialmente, para empresários, dirigentes e quadros superiores de empresas ou outras organizações que pretendam desenvolver as suas competências em gestão de equipas. Ou seja, profissionais cujas responsabilidades passem por gerir equipas ou que perspetivem vir a fazê-lo num futuro próximo Modalidade e Forma de Organização da Formação: Formação presencial. Procura-se conciliar o enquadramento teórico, a reflexão e o contributo individual com a dinâmica do grupo. Privilegiam-se as metodologias ativas para um maior envolvimento dos formandos e maior sustentabilidade dos resultados. Pretende-se a constante ligação à prática, com recurso a exemplos práticos e estudos de caso. Pretende-se explorar a aplicação prática dos conteúdos programáticos de uma forma lúdica e motivadora através de uma ação de teambuildding. A ação de teambuilding em outdoor (que inclui atividades como canoagem, orientação, slide, rapel e tirolesa) foi desenhada com base nos objetivos estabelecidos no curso e consequente aplicabilidade à realidade profissional. A componente lúdica inerente a esta atividade será complementada com uma análise das ações individuais e em equipa, e o respetivo impacto nos resultados finais.

5 3. Plano de Estudos 3.1. Coordenação do curso Coordenação Científica Vítor Hugo dos Santos Ferreira Coordenação Pedagógica Neuza Manuel Pereira Ribeiro Marcelino 3.2. Programa Módulo 1 Constituição e Desenvolvimento de Equipas (8 horas) Neuza Ribeiro Objetivos específicos: 1. Definir critérios de seleção de novos membros para a equipa 2. Definir as condições de acolhimento e integração de novos membros 3. Identificar e caraterizar papéis indispensáveis à eficácia da equipa 4. Distinguir e gerir os aspetos evolutivos da equipa Conteúdos do módulo: 1. Seleção de novos membros para a equipa 2. Acolhimento e integração na equipa 3. Os diferentes papéis na equipa e sua relevância 4. Aspetos evolutivos da equipa e sua gestão Módulo 2 Atividade de Teambuilding em Outdoor (10 horas) Neuza Ribeiro Objetivos específicos: 1. Complementar o processo de formação em sala com uma intervenção que potencie a aprendizagem através da experiência 2. Refletir e integrar a experiência vivenciada no contexto profissional dos formandos Conteúdos do módulo: 3. Atividade de Teambuilding em Outdoor 4. Visionamento, discussão e análise (Debriefing) 5. Reflexão e integração da experiência vivenciada no contexto profissional

6 Módulo 3 - Coaching de equipas (8 horas) José Afonso Oliveira Objetivos específicos: 1. Sensibilizar os participantes para a natureza sistémica das equipas 2. Dar a conhecer a abordagem de coaching, enquanto instrumento ao serviço da liderança de equipas 3. Treinar técnicas de comunicação interpessoal focadas na articulação de esforços em ordem a um resultado final. Conteúdos do módulo: 1. O que é o Coaching Coaching individual e de equipas 2. Os Atos da Fala comunicação interpessoal 3. A Equipa em ação 3.1. Diferenças individuais 3.2. Dinâmicas do sistema 3.3. A comunicação na coordenação de ações Módulo 4 Liderança e Motivação de equipas (8 horas) Neuza Ribeiro Objetivos específicos: 1. Avaliar os diferentes estilos de liderança em função da eficácia 2. Relacionar a liderança com o estádio de desenvolvimento da equipa 3. Conceber estratégias motivacionais eficazes Conteúdos do módulo: 1. Estilos de liderança ajustados à equipa 2. Liderança e desenvolvimento da equipa 3. Estratégias motivacionais eficazes

7 Módulo 5 Gestão de conflitos de equipa (8 horas) Tito Laneiro Objetivos específicos: 1. Reconhecer o conflito como fator de inovação organizacional 2. Identificar o posicionamento pessoal num conflito intra ou inter-equipas 3. Melhorar a escuta de si para melhor escutar os outros 4. Identificar as tensões mais comuns nas equipas de trabalho 5. Conhecer a mediação e/ou negociação de conflitos 6. Dar sentido a um conflito estudo de caso Conteúdos do módulo: 1. O conflito como fator de inovação organizacional 2. Posicionamento pessoal num conflito intra ou inter-equipas 3. A escuta de si para melhor escutar os outros 4. Tensões mais comuns nas equipas de trabalho 5. Mediação e/ou negociação de conflitos 6. Dar sentido a um conflito estudo de caso Módulo 6 Avaliação de desempenho da Equipa (8 horas) José Afonso Oliveira Objetivos específicos: 1. Avaliar o desempenho individual e da equipa 2. Identificar a importância do Feedback e sua concretização 3. Construir um plano de ação com vista à melhoria individual e da equipa Conteúdos do módulo: 1. Avaliação do desempenho individual e da equipa 2. Feedback: importância e atuação 3. Plano de acção

8 4. Estrutura Funcional 4.1. Custo Custo: 610 (+ IVA à taxa legal em vigor) + Taxa de candidatura (50 ) 1. Possibilidade de parcelamento: 3 X 203,25 (+ IVA à taxa legal em vigor) Descontos: (não aplicáveis à taxa de candidatura e não cumulativos) a) Associados das entidades abaixo indicadas CCD Centro Competências D.Dinis, Associação (10% desconto) NERLEI Associação Empresarial da Região de Leiria (5% desconto) CEFAMOL Associação Nacional da Indústria de Moldes (5% desconto) ACISO Associação Empresarial Ourém-Fátima (5% desconto) AEPG Associação Empresarial Penedo do Granada (5% desconto) ACILIS Associação Comercial e Industrial de Leiria, Batalha e Porto de Mós (5% desconto) ARICOP Associação Regional Industriais Construção e Obras Públicas Leiria (5% desconto) AMLEI Associação dos Municípios da Região de Leiria (5% desconto) AICP Associação de Industriais do Concelho de Pombal (5% desconto) AIP CCI Associação Industrial Portuguesa (5% desconto) AIRO Associação Industrial da Região do Oeste (5% desconto) Ordem dos Engenheiros - Região Centro (10% desconto) COTHN Centro Operativo e Tecnológico Hortofrutícola Nacional (10% desconto) b) Clientes do banco (empresas e particulares): Caixa de Crédito de Leiria (5% desconto) c) Ex-alunos: Licenciatura da Escola Superior de Tecnologia e Gestão (7% desconto) D.Dinis, Business School (10% desconto) 1 Montante não reembolsável exceto se o Curso for cancelado e / ou adiado por motivos imputáveis à D. Dinis Business School

9 d) Early Bird Fee Candidaturas pagas até 1 mês antes do início previsto do programa (5%) e) Inscrições múltiplas Inscrições múltiplas de uma mesma entidade terão um desconto de 5% para o caso de realizarem duas inscrições e 10% para três ou mais inscrições. f) Parcerias Empresariais: A D. Dinis Business School estabelece parcerias com empresas que seleccionam a escola como promotora de formação executiva para os seus quadros. Mediante o nível de envolvimento da empresa, oferecemos condições especiais progressivas em função do número total de horas de formação para executivos que a empresa realiza anualmente. A partir de 100 horas de formação (5% desconto) A partir de 200 horas de formação (10% desconto) A partir de 400 horas de formação (15% desconto) As condições especiais são efetivas a partir do momento em que um dos patamares de horas é atingido. A aplicação destas condições é válida a partir de 1 de janeiro de 2016 para a formação aberta iniciada em Estas condições especiais não são acumuláveis com outros descontos comerciais.

10 4.2. Duração, Calendário e Horário Datas de Realização: 20 de maio a24 de junho de 2016 Nº total de horas de formação: 50 horas Horário: Terças, Quartas ou Sextas-feiras: 18h00 22h00 o Módulo 5: 18 de junho, sábado 9h30 às 13h30 e das 14h30 às 18h30 Prevê-se que a sessão para a realização da atividade de Teambuilding decorra a 04 de Junho, sábado 6 horas de formação. Sujeito a confirmação da Empresa de Outdoor. Módulo Docente Data Dia Duração Sala Módulo 1 - Constituição e Desenvolvimento de Equipas 8 Horas Neuza Ribeiro 20-Mai 24-mai 6ª Feira 3ª Feira 4 Horas 4 Horas A indicar Módulo 2 - Coaching de Equipas 8 Horas José Afonso Oliveira 25-Mai 31-Mai 4ª Feira 3ª Feira 4 Horas 4 Horas A indicar Módulo 3 Avaliação de Desempenho da Equipa 8 Horas Módulo 4- Atividade de Teambuilding em Outdoor 10 Horas Módulo 5 - Gestão de Conflitos na Equipa 8 Horas Módulo 6 - Liderança e motivação de equipas 8 Horas Total José Afonso Oliveira Neuza Ribeiro Tito Laneiro Neuza Ribeiro 01-Jun 03-Jun 04-Jun 07-Jun 4ª Feira 6ª Feira Sábado 3ª Feira 4 Horas 4 Horas A indicar 6 Horas 4 Horas Não Aplicável Atividade outdoor A indicar 18-Jun Sábado 8 Horas A indicar 22-Jun 24-Jun 4ª Feira 6ª Feira 4 Horas 4 Horas 50H A indicar

11 4.3. Local As aulas realizam-se nas instalações da IDDNET (Incubadora D. Dinis) Morada: Aldeamento Santa Clara - Rua da Carvalha, nº Parceiros, Leiria Coordenadas GPS: N 39 46'36.7" W 8 49'34.0" 4.4. Número de Participantes O número mínimo de participantes é de 10 formandos e as inscrições estão limitadas a um total de 20 vagas Processo de Candidatura As candidaturas devem ser realizadas até 7 dias antes da data de início prevista, através do preenchimento do formulário de candidatura em A entidade reserva-se o direito de aceitar candidaturas fora do prazo, no caso de ainda existirem vagas disponíveis Documentos necessários à candidatura Preenchimento do formulário de candidatura; Curriculum Vitæ; Cópia do Cartão de Cidadão ou do Bilhete de Identidade; 1 Fotografia; Certificado de habilitações Comprovativo de pagamento da Taxa de Candidatura (50 ) No caso de indicar uma das condições especiais de acesso (ver 3.1) submeter comprovativo de associado, cliente ou ex-aluno. Esta documentação é enviada juntamente com o formulário de candidatura. Não sendo possível, pode ser enviada por correio eletrónico para por correio ou entregue pessoalmente: D. Dinis, Business School - Av. Bernardo Pimenta Ed. Nerlei, Leiria.

12 4.6 Processo de Seleção dos Candidatos Os candidatos serão selecionados por avaliação curricular, tendo em conta a formação académica e a experiência profissional. A decisão de aceitação das candidaturas será comunicada aos candidatos atempadamente. 4.7 Critérios e Métodos de Avaliação No final do Curso, os participantes receberão o Certificado ou Declaração de Participação do Curso. É necessário que o participante tenha assiduidade em, pelo menos, 75% das horas totais de formação e obtido Aproveitamento em todos os módulos para a emissão do respetivo Certificado. Toda a formação é de carácter presencial e o controlo da assiduidade é feito, sessão a sessão, pela assinatura do Registo de Presenças. Caso o participante falte a mais de 25% das horas do curso ficará reprovado. A assiduidade é um dos deveres do participante. A avaliação da aprendizagem é feita, primordialmente, de forma presencial por intermédio de atividades desenvolvidas em contexto das sessões de formação. Poderão ser usadas outras formas de avaliação formativa e sumativa sempre que considerado adequado. Cabe à equipa pedagógica colaborar e orientar o processo de avaliação formativa de forma contínua ao longo de todo o processo. Para os participantes que não terminem a formação atingindo os requisitos mínimos de avaliação, será emitida a respetiva Declaração de Participação. As eventuais situações que se encontrem omissas serão objeto de tratamento e decisão por parte do Gestor de Formação 4.8 Instalações e Recursos Materiais A D.Dinis, Business School dispõe de 2 portáteis, 1 videoprojector e uma plataforma Moodle, onde disponibiliza conteúdos para os formandos e onde os formandos podem também colocar trabalhos e comunicar entre si e com os formadores.

13 No caso de ações de Formação à Medida, estas poderão decorrer nas instalações do cliente, caso este disponha de espaço adequado. Todas as ações de formação irão decorrer em salas devidamente equipadas, com todo o material didático e informático necessário. É de salientar que o espaço nas salas corresponde, para o número de formandos previsto, a pelo menos 2 metros quadrados por formando 4.9 Interrupção e Cancelamentos As ações de formação serão interrompidas e/ou canceladas quando não se verificarem as condições de funcionamento ao nível de formandos, formadores ou meios logísticos necessários ao bom funcionamento das mesmas. Estas situações são excecionais e a decisão compete ao Gestor de Formação. Todos os participantes serão informados por escrito ( e/ou sms), com a máxima antecedência, sempre que estas situações ocorram, bem como das causas que estiveram na origem das mesmas. As ações de formação serão re-calendarizadas logo que estejam asseguradas as condições mínimas necessárias, sendo respeitados os interesses de todos os intervenientes. A D.Dinis Business School obriga-se a informar, por escrito ( e/ou sms), as novas datas de realização da formação Pagamentos e Devoluções A inscrição só se considera válida após o pagamento da taxa de candidatura, devendo esse pagamento ser efetuado através de transferência bancária para o NIB indicado pela D.Dinis Business School. NIB: Centro de Competências D. Dinis, Associação. O valor do curso deverá ser liquidado após a validação da inscrição por parte da D. Dinis Business School e até à data de início do curso, salvo condições distintas indicadas. O respetivo comprovativo de transferência deverá ser entregue nas instalações da D. Dinis Business School ou enviado via com indicação do nome do formando e da ação de formação em que se inscreve ou através de upload no site.

14 O cancelamento da inscrição poderá ser efetuado até à data limite indicada para as inscrições, presencialmente ou através do sendo o formando reembolsado da totalidade do valor pago, com exceção da taxa de candidatura. O cancelamento efetuado após esse período dá origem a uma retenção de 25% do valor do curso, a qual se destina a compensar despesas administrativas e prejuízos decorrentes de cancelamentos de última hora. A D.Dinis Business School reserva-se o direito de cancelar ou adiar a realização das ações de formação caso o número de participantes seja insuficiente ou por motivos de força maior. No caso de cancelamento, serão devolvidos todos os pagamentos efetuados pelos formandos. Os formandos não têm direito a quaisquer indemnizações ou compensações decorrentes da não realização das ações de formação Para mais informações Para mais informações contacte: Tel.: Tel.:

15 5. Apresentação dos Formadores José Afonso de Oliveira Formador e Consultor, Professional Certified Coach Licenciado em Psicologia, com especialização em Psicoterapia e Aconselhamento Psicológico, e Coach certificado pela EEC - Escuela Europea de Coaching, em Madrid. Exerceu durante mais de 20 anos funções técnicas e de Direção na área de Recursos Humanos em empresas nacionais e internacionais (CTT, ABB, TAP, Portugal Telecom), de diversos ramos de atividade. Fundou a PRAGMA Consultores Associados, foi Diretor Pedagógico da Escola Europeia de Coaching em Lisboa e desempenhou as funções de Presidente da Direção da ICF Portugal Associação de Coaching. Detém o grau de Professional Certified Coach (PCC) pela International Coach Federation e exerce atividades de Formador, Consultor e Coach. Neuza Manuel Pereira Ribeiro Professora Adjunta do Instituto Politécnico de Leiria e Coordenadora da Pós- Graduação em Liderança e Executive Coaching Licenciada em Gestão de Recursos Humanos, Pós-Graduada e Mestre em Ciências do Trabalho (ISCTE). Doutorada em Gestão Industrial, área de especialização em comportamento organizacional, pela Universidade de Aveiro. É Professora Adjunta na Escola Superior de Tecnologia e Gestão do IPL e membro da comissão coordenadora do Centro de Investigação em Gestão para a Sustentabilidade (CIGS/IPL). Coordenadora da Pós-graduação em Executive Coaching do IPL. Revisora do Journal of Business Research e membro da equipa editorial do Business and Management Research. Obteve o prémio de Best Paper na International Conference on Business and Informatio. Publicou vários artigos em revistas nacionais e internacionais, incluindo Journal of Business Ethics, Journal of Business Research, The Leadership Quarterly e é co-autora do livro A virtude nas organizações: Fonte de progresso e sustentabilidade.

16 Tito Laneiro Licenciatura em Psicologia, Instituto Superior de Psicologia Aplicada PhD em Psicologia, Universidade do Algarve- Tese realizada no âmbito da Liderança e Motivação de Equipas Masters em Counselling, Universidade Autónoma de Lisboa Docente, Departamento de Psicologia, Universidade Autónoma de Lisboa Licenciatura, Mestrado e Doutoramento; Docente Escola Superior de Enfermagem S. Francisco das Misericórdias Estudos Pós-graduados; Docente, Universidade do Algarve; Mestrado de Psicologia Social das Organizações; Coordenador e Formador de várias formações em Coaching. Na área do Coaching desenvolveu um Modelo de Humanistic Coaching certificado pela Associação Portuguesa de Psicoterapia Centrada na Pessoa e Counselling, coordenando e ministrando Cursos em Portugal e no Brasil. Apresentando também conferências a nível nacional e internacional sobre este tema. Coordenador e Formador da Pós-graduação Liderança e Motivação de Equipas; Coordenador e Formador Certificado da formação de Coaching, Counselling e Psicoterapia da Associação Portuguesa de Psicoterapia Centrada na Pessoa e Counselling Coach; Psicoterapeuta; Counsellor; Consultor; Coordenador na área de Recursos Humanos da Prosegur (6000 colaboradores em Portugal).

17

1. Apresentação. 2. Objetivos do Curso de Formação

1. Apresentação. 2. Objetivos do Curso de Formação 1. Apresentação... 3 2. Objetivos do Curso de Formação... 3 2.1. Destinatários... 3 2.2. Modalidade e Forma de Organização da Formação:... 3 3. Plano de Estudos... 4 3.1. Coordenação do curso... 4 3.2.

Leia mais

1. Apresentação. 2. Objetivos do Curso de Formação

1. Apresentação. 2. Objetivos do Curso de Formação Índice 1. Apresentação... 3 2. Objetivos do Curso de Formação... 3 2.1. Destinatários... 4 2.2. Modalidade e Forma de Organização da Formação:... 4 3. Plano de Estudos... 4 3.1. Coordenação do curso...

Leia mais

1. Apresentação. 2. Objetivos do Curso de Formação

1. Apresentação. 2. Objetivos do Curso de Formação Índice 1. Apresentação... 3 2. Objetivos do Curso de Formação... 3 2.1. Destinatários... 4 2.2. Modalidade e Forma de Organização da Formação:... 4 3. Plano de Estudos... 4 3.1. Coordenação do curso...

Leia mais

O curso terá uma duração de 70 horas, repartidas por 4 módulos: Módulo 1 Contabilidade Financeira 25 horas

O curso terá uma duração de 70 horas, repartidas por 4 módulos: Módulo 1 Contabilidade Financeira 25 horas Índice 1. Apresentação, Destinatários e Objetivos... 3 1.1. Estrutura e Duração do Curso... 3 1.2. Coordenação e Equipa de Formadores... 4 2. Estrutura Funcional... 5 2.1. Custo... 5 2.2. Duração, Calendário

Leia mais

1. Introdução... 3. 2. Plano de Estudos... 4. 3. Estrutura funcional... 9. 4. Processo de Candidatura... 12. 5.Apresentação dos Formadores...

1. Introdução... 3. 2. Plano de Estudos... 4. 3. Estrutura funcional... 9. 4. Processo de Candidatura... 12. 5.Apresentação dos Formadores... 1. Introdução... 3 1. 1. Objetivos... 3 1.2. Destinatários... 3 2. Plano de Estudos... 4 2.1. Coordenação do Curso... 4 2.2. Programa / Objetivos Específicos... 4 3. Estrutura funcional... 9 3.1. Custo...

Leia mais

1. Introdução... 3 1. 1. Objetivos... 3 1.2. Destinatários... 3

1. Introdução... 3 1. 1. Objetivos... 3 1.2. Destinatários... 3 1. Introdução... 3 1. 1. Objetivos... 3 1.2. Destinatários... 3 2. Plano de Estudos... 4 2.1. Coordenação do Curso... 4 2.2. Programa / Objetivos Específicos... 4 3. Estrutura funcional... 9 3.1. Custo...

Leia mais

1. Introdução... 3 1. 1. Objetivos... 4 1.2. Destinatários... 4

1. Introdução... 3 1. 1. Objetivos... 4 1.2. Destinatários... 4 1. Introdução... 3 1. 1. Objetivos... 4 1.2. Destinatários... 4 2. Plano de Estudos... 4 2.1. Coordenação do Curso... 4 2.2. Programa / Objetivos Específicos... 4 3. Estrutura funcional... 11 3.1. Custo...

Leia mais

1. Introdução... 3 1. 1. Objetivos... 3 1.2. Destinatários... 3 2. Programa... 3 3. Estrutura funcional... 4 3.1. Custo... 4 3.2. Duração, Calendário

1. Introdução... 3 1. 1. Objetivos... 3 1.2. Destinatários... 3 2. Programa... 3 3. Estrutura funcional... 4 3.1. Custo... 4 3.2. Duração, Calendário 1. Introdução... 3 1. 1. Objetivos... 3 1.2. Destinatários... 3 2. Programa... 3 3. Estrutura funcional... 4 3.1. Custo... 4 3.2. Duração, Calendário e Horário... 5 3.3. Local... 5 3.4. Sistema de Certificação...

Leia mais

1. Apresentação. 2. Objetivos do Curso de Formação. 2.1. Destinatários

1. Apresentação. 2. Objetivos do Curso de Formação. 2.1. Destinatários Índice 1. Apresentação... 3 2. Objetivos do Curso de Formação... 3 2.1. Destinatários... 3 2.2. Modalidade e Forma de Organização da Formação:... 4 3. Plano de Estudos... 4 3.1. Coordenação do curso...

Leia mais

Regulamento Interno. Artigo 1º (Missão)

Regulamento Interno. Artigo 1º (Missão) Regulamento Interno O presente regulamento aplica-se a todos os Cursos de formação concebidos, organizados e desenvolvidos pelo Nucaminho - Núcleo dos Camionistas do Minho, com o objetivo de promover o

Leia mais

TÉCNICAS DE APOIO E FACILITAÇÃO DO PROCESSO CRIATIVO NAS ORGANIZAÇÕES

TÉCNICAS DE APOIO E FACILITAÇÃO DO PROCESSO CRIATIVO NAS ORGANIZAÇÕES TÉCNICAS DE APOIO E FACILITAÇÃO DO PROCESSO CRIATIVO NAS ORGANIZAÇÕES PROGRAMA AVANÇADO DESTINATÁRIOS Quadros intermédios e superiores em organizações dos setores privado e público; profissionais da formação;

Leia mais

Regulamento de Formação AIP

Regulamento de Formação AIP Regulamento de Formação AIP Introdução Considerando que: Primeiro: A AIP Associação Industrial Portuguesa - Câmara de Comércio e Indústria é uma organização de utilidade pública sem fins lucrativos que

Leia mais

Artigo 3º Bolsas de Investigação para Frequência de Estágios

Artigo 3º Bolsas de Investigação para Frequência de Estágios PROGRAMA OPERACIONAL DE VALORIZAÇÃO DO POTENCIAL HUMANO E COESÃO SOCIAL DA RAM EIXO I EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO FORMAÇÃO AVANÇADA DE RECURSOS HUMANOS REGULAMENTO DE FORMAÇÃO AVANÇADA E QUALIFICAÇÃO DE RECURSOS

Leia mais

CIRCULAR INFORMATIVA

CIRCULAR INFORMATIVA CIRCULAR INFORMATIVA Nº. 47 Data: 2013/12/04 Para conhecimento de: Pessoal docente, discente e não docente ASSUNTO: - Regulamento de Formação Contínua. Para os devidos efeitos, informa-se a comunidade

Leia mais

REGULAMENTO INTERNO DEPARTAMENTO DE FORMAÇÃO HAPINEZ CENTRO DE EXCELÊNCIA PARA A PSICOLOGIA. Pág.1/19

REGULAMENTO INTERNO DEPARTAMENTO DE FORMAÇÃO HAPINEZ CENTRO DE EXCELÊNCIA PARA A PSICOLOGIA. Pág.1/19 REGULAMENTO INTERNO DEPARTAMENTO DE FORMAÇÃO HAPINEZ CENTRO DE EXCELÊNCIA PARA A PSICOLOGIA Pág.1/19 Índice DISPOSIÇÕES GERAIS 3 1. Localização 3 2. Âmbito 3 3. Política e Estratégia de Actuação 3 4. Inscrições

Leia mais

REGULAMENTO INTERNO DO FORMANDO E-LEARNING PQ.11.01/B 2014/03/31 Página 1 de 9

REGULAMENTO INTERNO DO FORMANDO E-LEARNING PQ.11.01/B 2014/03/31 Página 1 de 9 Página 1 de 9 1. APRESENTAÇÃO da ENTIDADE FORMADORA Fundado em 1996, o começou por ensinar informática a crianças e jovens, como franchisado da FUTUREKIDS em Vila Nova de Gaia, dando aulas no seu Centro

Leia mais

Instituto de Educação

Instituto de Educação Instituto de Educação Universidade de Lisboa Oferta Formativa Pós-Graduada Mestrado em Educação e Formação Especialização: E-learning e Formação a Distância (Regime a Distância) 14 15 Edição Instituto

Leia mais

Fiscalidade e Contabilidade

Fiscalidade e Contabilidade Fiscalidade e Contabilidade Formação Executiva 2016 www.catolicabs.porto.ucp.pt A Católica Porto Business School Pós-Graduações Fundada em 2002, a Católica Porto Business School é a escola de negócios

Leia mais

HISTÓRICO DE REVISÕES REVISÃO DATA SÍNTESE DA REVISÃO

HISTÓRICO DE REVISÕES REVISÃO DATA SÍNTESE DA REVISÃO HISTÓRICO DE REVISÕES REVISÃO DATA SÍNTESE DA REVISÃO ELABORAÇÃO ASSINATURA APROVAÇÃO ASSINATURA ÍNDICE CAPÍTULO 1. POLÍTICA E ESTRATÉGIA/ÂMBITO... 3 1.1 POLÍTICA E ESTRATÉGIA DA ENTIDADE... 3 1.2 OBJECTIVO

Leia mais

REGULAMENTO DE FUNCIONAMENTO DA FORMAÇÃO

REGULAMENTO DE FUNCIONAMENTO DA FORMAÇÃO REGULAMENTO DE FUNCIONAMENTO DA FORMAÇÃO O presente Regulamento pretende enquadrar as principais regras e linhas de orientação pelas quais se rege a atividade formativa da LEXSEGUR, de forma a garantir

Leia mais

Instituto de Educação

Instituto de Educação Instituto de Educação Universidade de Lisboa Oferta Formativa Pós-Graduada Mestrado em Educação Especialização: Educação e Tecnologias Digitais (Regime a Distância) Edição Instituto de Educação da Universidade

Leia mais

Normas Internas Lourinhã, maio de 2015

Normas Internas Lourinhã, maio de 2015 Normas Internas Lourinhã, maio de 2015 1 Introdução 1.1 A Incubadora Startup Lourinhã é uma iniciativa da Câmara Municipal da Lourinhã e localiza-se no, na Lourinhã. 1.2 As presentes Normas Internas destinam-se

Leia mais

ce tec CENTRO DE EMPREENDEDORISMO / ISMAI - TECMAIA CURSO DE EMPREENDEDORISMO

ce tec CENTRO DE EMPREENDEDORISMO / ISMAI - TECMAIA CURSO DE EMPREENDEDORISMO ce tec CENTRO DE EMPREENDEDORISMO / ISMAI - TECMAIA CURSO DE EMPREENDEDORISMO O CEITEC é uma organização juridicamente dependente da Maiêutica Cooperativa de Ensino Superior e, em termos científicopedagógicos,

Leia mais

PROGRAMA DE FORMAÇÃO PMEs

PROGRAMA DE FORMAÇÃO PMEs PROGRAMA DE FORMAÇÃO PMEs NOTA DE DIVULGAÇÃO A aicep Portugal Global é o organismo nacional de referência no domínio do Comércio Internacional, detendo vasta experiência e conhecimento sobre a atividade

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO EM INTEGRAÇÃO DE SISTEMAS E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL

PÓS-GRADUAÇÃO EM INTEGRAÇÃO DE SISTEMAS E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL PÓS-GRADUAÇÃO EM INTEGRAÇÃO DE SISTEMAS E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL ENQUADRAMENTO E OBJECTIVOS: Num mundo em constante aceleração económica, tecnológica e de produção de grandes quantidades de conhecimento,

Leia mais

Programa Avançado 2010 LISBOA Inicio a 26 Março 2010 PORTO Inicio a 26 Março 2010 LEIRIA Inicio a 26 Março 2010 A formação em Gestão de Projectos tem vindo a assumir uma importância cada vez maior em todo

Leia mais

EDITAL. 3. Grau que confere Mestre. 4. Destinatários. Página 1 de 6

EDITAL. 3. Grau que confere Mestre. 4. Destinatários. Página 1 de 6 EDITAL Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa do Instituto Politécnico de Lisboa Mestrado em Segurança e Higiene no Trabalho - Regime Especial 4.ª Edição Ano Letivo 2013/2014 A Escola Superior

Leia mais

REGULAMENTO CURSO DE TREINADORES Grau I Porto/Coimbra/Lisboa

REGULAMENTO CURSO DE TREINADORES Grau I Porto/Coimbra/Lisboa REGULAMENTO CURSO DE TREINADORES Grau I Porto/Coimbra/Lisboa O presente regulamento, aprovado pelo, rege a organização dos Cursos de Treinadores de Grau I e do curso em epígrafe (Porto/Coimbra/Lisboa)

Leia mais

Instituto de Educação

Instituto de Educação Instituto de Educação Universidade de Lisboa Oferta Formativa Pós-Graduada Doutoramento em Educação Especialização: Formação de Professores Tema: Educação Especial 16 17 Edição Instituto de Educação da

Leia mais

CIRCULAR. N.Refª: 98/2015 Data: 02/12/15. ASSUNTO: ORIENTAÇÃO TÉCNICA N.º 2/2015 Projetos de Formação-Ação Modalidade Projetos Conjuntos

CIRCULAR. N.Refª: 98/2015 Data: 02/12/15. ASSUNTO: ORIENTAÇÃO TÉCNICA N.º 2/2015 Projetos de Formação-Ação Modalidade Projetos Conjuntos CIRCULAR N.Refª: 98/2015 Data: 02/12/15 ASSUNTO: ORIENTAÇÃO TÉCNICA N.º 2/2015 Projetos de Formação-Ação Modalidade Projetos Conjuntos Exmos. Senhores, No seguimento da publicação do Aviso 34/SI/2015 e

Leia mais

LEADERSHIP & MANAGEMENT

LEADERSHIP & MANAGEMENT 4ª edição PÓS-GRADUAÇÃO LEADERSHIP & MANAGEMENT 2013/14 4ª edição Coordenação Científica Prof. Doutor José Manuel Veríssimo Prof.ª Dr.ª Teresa Passos Natureza do curso e perfil da formação O curso de Pós-Graduação

Leia mais

2ª Edição - 40 horas 29/2 a 04/03/2016, Praia

2ª Edição - 40 horas 29/2 a 04/03/2016, Praia 2ª Edição - 40 horas 29/2 a 04/03/2016, Praia Academia de Gestão Happy Work Academia de Gestão Happy Work Destinatários Chefes de Equipa Supervisores Coordenadores de Operações Gestores e Diretores de

Leia mais

Regulamento do Serviço de Consulta Psicológica da Universidade da Madeira

Regulamento do Serviço de Consulta Psicológica da Universidade da Madeira Regulamento do Serviço de Consulta Psicológica da Universidade da Madeira Preâmbulo No âmbito dos novos desafios, exigências e problemas que se colocam às universidades nacionais e internacionais e aos

Leia mais

Plano Geral de Formação

Plano Geral de Formação Plano Geral de Formação 2 0 1 6 A Católica Business Schools Alliance é constituída por: Índice Mensagem de boas vindas Católica Business Schools Alliance 10 razões para nos escolher MBA Atlântico Oficina

Leia mais

Regulamento Geral da Formação

Regulamento Geral da Formação Regulamento Geral da Formação Índice 1.APRESENTAÇÃO... 4 1.1 OBJETIVO... 4 1.2. ÂMBITO... 4 1.3. APRESENTAÇÃO... 4 1.4. PÚBLICO-ALVO... 4 1.5. HORÁRIO ATENDIMENTO... 4 1.6. MODALIDADES DE FORMAÇÃO... 4

Leia mais

Gestão de Equipas no Ramo Imobiliário

Gestão de Equipas no Ramo Imobiliário Gestão de Equipas no Ramo Imobiliário DATAS A definir (após atingirmos o número mínimo de inscrições) HORÁRIO Pós-Laboral, à 2ª, 3ª e 5ª, das 19h00 às 23h00 ou Sábado, das 9h00 às 13h00 e das 14h00 às

Leia mais

Guia de Apoio ao Formando. Formação à distância

Guia de Apoio ao Formando. Formação à distância Regras&Sugestões- Formação e Consultoria, Lda. Guia de Apoio ao Formando Data de elaboração: abril de 2014 CONTACTOS Regras & Sugestões Formação e Consultoria, Lda. Av. General Vitorino laranjeira, Edifício

Leia mais

Ministro de Estado, das Actividades Económicas e do Trabalho, Ministro de Estado e da Presidência e Ministra Ciência e Ensino Superior

Ministro de Estado, das Actividades Económicas e do Trabalho, Ministro de Estado e da Presidência e Ministra Ciência e Ensino Superior DESPACHO CONJUNTO Ministro de Estado, das Actividades Económicas e do Trabalho, Ministro de Estado e da Presidência e Ministra Ciência e Ensino Superior Considerando a Decisão da Comissão nº C (2004) 5735,

Leia mais

Instituto de Educação

Instituto de Educação Instituto de Educação Universidade de Lisboa Oferta Formativa Pós-Graduada Doutoramento em Educação Especialização: Administração e Política Educacional Edição Instituto de Educação da Universidade de

Leia mais

TEOLOGIA E ESPIRITUALIDADE DA FAMÍLIA

TEOLOGIA E ESPIRITUALIDADE DA FAMÍLIA www.ft.lisboa.ucp.pt Universidade Católica Portuguesa savlita TEOLOGIA E ESPIRITUALIDADE DA FAMÍLIA SITUAÇÕES ESPECIAIS 1ª EDIÇÃO DOCUMENTO IDENTIDADE DO CURSO REGULAMENTO INFORMAÇÕES Gabinete de Apoio

Leia mais

Programa do Curso. Designação do curso: Formação Pedagógica Inicial de Formadores

Programa do Curso. Designação do curso: Formação Pedagógica Inicial de Formadores Programa do Curso Designação do curso: Formação Pedagógica Inicial de Formadores Duração: 90 horas Área de formação: 146 Formação de professores e formadores Objetivos gerais: i) Avaliar o perfil do formador

Leia mais

CURSO DE INTRODUÇÃO À ACESSIBILIDADE EM AMBIENTES VIRTUAIS

CURSO DE INTRODUÇÃO À ACESSIBILIDADE EM AMBIENTES VIRTUAIS CURSO DE INTRODUÇÃO À ACESSIBILIDADE EM AMBIENTES VIRTUAIS (IAAV) Coordenador: Professor Doutor António Quintas Mendes Formadora: Mestre Manuela Francisco Índice 1. ENQUADRAMENTO... 1 2. CARACTERIZAÇÃO

Leia mais

Regulamento Geral de Formação

Regulamento Geral de Formação Regulamento Geral de Formação Índice Introdução... 2 Apresentação do Instituto Kiros Portugal... 2 Pré-Requisitos... 2 Metodologia de Inscrição e de Seleção dos Alunos... 3 Condições de Pagamento... 4

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO / ESPECIALIZAÇÃO SISTEMAS DE GESTÃO DA SEGURANÇA ALIMENTAR

PÓS-GRADUAÇÃO / ESPECIALIZAÇÃO SISTEMAS DE GESTÃO DA SEGURANÇA ALIMENTAR PÓS-GRADUAÇÃO / ESPECIALIZAÇÃO SISTEMAS DE GESTÃO DA SEGURANÇA ALIMENTAR FORMAÇÃO SGS ACADEMY LOCAL: LISBOA, PORTO E FUNCHAL GRUPO SGS PORTUGAL O Grupo SGS Société Générale de Surveillance S.A é a maior

Leia mais

ACADEMIA PIONEIROS Férias

ACADEMIA PIONEIROS Férias sempre a mexer (regime OCUPAÇÃO ABERTA) Regulamento Interno Férias 2013 Art.º 1 - Informações Gerais 1. As Férias Academia decorrem nas instalações da Academia Pioneiros e seus parceiros, em regime fechado;

Leia mais

CURSO DE LÍNGUA CHINESA, CULTURA E DINÂMICA DE NEGÓCIOS PARA EMPRESÁRIOS E GESTORES NA CHINA 2016 3ª EDIÇÃO

CURSO DE LÍNGUA CHINESA, CULTURA E DINÂMICA DE NEGÓCIOS PARA EMPRESÁRIOS E GESTORES NA CHINA 2016 3ª EDIÇÃO CURSO DE LÍNGUA CHINESA, CULTURA E DINÂMICA DE NEGÓCIOS PARA EMPRESÁRIOS E GESTORES NA CHINA 2016 3ª EDIÇÃO 2 CURSO DE LÍNGUA CHINESA, CULTURA E DINÂMICA DE NEGÓCIOS PARA EMPRESÁRIOS E GESTORES NA CHINA

Leia mais

REGULAMENTO DA FORMAÇÃO NÃO GRADUADA SECÇÃO I COORDENADOR DE CURSO. Artigo 1.º Coordenador de Curso

REGULAMENTO DA FORMAÇÃO NÃO GRADUADA SECÇÃO I COORDENADOR DE CURSO. Artigo 1.º Coordenador de Curso REGULAMENTO DA FORMAÇÃO NÃO GRADUADA SECÇÃO I COORDENADOR DE CURSO Artigo 1.º Coordenador de Curso 1. A coordenação pedagógica e científica de um curso de formação não graduada cabe, em regra, a um docente

Leia mais

MISSÃO EMPRESARIAL AO CHILE SANTIAGO DO CHILE 01 a 06 de OUTUBRO 2016 2 DESCRIÇÃO:

MISSÃO EMPRESARIAL AO CHILE SANTIAGO DO CHILE 01 a 06 de OUTUBRO 2016 2 DESCRIÇÃO: 23 MISSÃO EMPRESARIAL AO CHILE SANTIAGO DO CHILE 01 a 06 de OUTUBRO 2016 2 DESCRIÇÃO: A Missão encontra-se integrada no Projeto Conjunto da AIDA, INOV_MARKET, que tem como principais objetivos promover

Leia mais

FICHA TÉCNICA DO CURSO FISCALIZAÇÃO DE OBRA FERRAMENTAS E METODOLOGIAS

FICHA TÉCNICA DO CURSO FISCALIZAÇÃO DE OBRA FERRAMENTAS E METODOLOGIAS FICHA TÉCNICA DO CURSO FISCALIZAÇÃO DE OBRA FERRAMENTAS E METODOLOGIAS EDIÇÃO Nº1/2013 1. DESIGNAÇÃO DO CURSO Fiscalização de obra ferramentas e metodologias 2. COMPETÊNCIAS A DESENVOLVER A construção

Leia mais

CURSO DESENVOLVER A RELAÇÃO COM O CLIENTE

CURSO DESENVOLVER A RELAÇÃO COM O CLIENTE CURSO DESENVOLVER A RELAÇÃO COM O CLIENTE ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO 03 2. DESENVOLVIMENTO A. Proposta pedagógica B. Investimento C. Condições de participação 03 03 04 04 3. FICHA DE INSCRIÇÃO 05 02 Moneris

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO QUALIDADE NA SAÚDE

PÓS-GRADUAÇÃO QUALIDADE NA SAÚDE PÓS-GRADUAÇÃO QUALIDADE NA SAÚDE A Pós-Graduação em Qualidade na Saúde pretende responder à evolução do setor da Saúde em Portugal, o qual tem vindo a impor crescentes exigências às entidades prestadoras

Leia mais

PROGRAMA OPERACIONAL DE POTENCIAL HUMANO EIXO PRIORITÁRIO 3 GESTÃO E APERFEIÇOAMENTO PROFISSIONAL

PROGRAMA OPERACIONAL DE POTENCIAL HUMANO EIXO PRIORITÁRIO 3 GESTÃO E APERFEIÇOAMENTO PROFISSIONAL PROGRAMA OPERACIONAL DE POTENCIAL HUMANO EIXO PRIORITÁRIO 3 GESTÃO E APERFEIÇOAMENTO PROFISSIONAL TIPOLOGIA DE INTERVENÇÃO 3.1.1 PROGRAMA DE FORMAÇÃO-ACÇÃO PARA PME REGULAMENTO DE CANDIDATURA PARA ENTIDADES

Leia mais

FORMAÇÃO INICIAL PEDAGÓGICA DE FORMADORES (Parceria Secção Regional de Lisboa da OF CaF-Formação)

FORMAÇÃO INICIAL PEDAGÓGICA DE FORMADORES (Parceria Secção Regional de Lisboa da OF CaF-Formação) FORMAÇÃO INICIAL PEDAGÓGICA DE FORMADORES (Parceria Secção Regional de Lisboa da OF CaF-Formação) OBJECTIVOS: PRETENDE-SE COM ESTA FORMAÇÃO QUE O PARTICIPANTE ADQUIRA COMPETÊNCIAS DE FORMA A: - Facilitar,

Leia mais

REGULAMENTO DO CURSO DE TREINADORES NÍVEL I

REGULAMENTO DO CURSO DE TREINADORES NÍVEL I FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE BASQUETEBOL ESCOLA NACIONAL DO BASQUETEBOL REGULAMENTO DO CURSO DE TREINADORES NÍVEL I O presente regulamento, aprovado pelo Conselho Nacional de Formação de Treinadores, rege a

Leia mais

GESTÃO MESTRADO DESENVOLVE CONNOSCO AS TUAS COMPETÊNCIAS EM GESTÃO. REGIME PÓS-LABORAL DURAÇÃO 3 semestres N.º DE ECTS 90 créditos OBJETIVOS DO CURSO

GESTÃO MESTRADO DESENVOLVE CONNOSCO AS TUAS COMPETÊNCIAS EM GESTÃO. REGIME PÓS-LABORAL DURAÇÃO 3 semestres N.º DE ECTS 90 créditos OBJETIVOS DO CURSO MESTRADO GESTÃO DESENVOLVE CONNOSCO AS TUAS COMPETÊNCIAS EM GESTÃO REGIME PÓS-LABORAL DURAÇÃO 3 semestres N.º DE ECTS 90 créditos O mestrado em Gestão é uma novidade da oferta formativa da ESTG, para o

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DO ENSINO BÁSICO

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DO ENSINO BÁSICO CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DO ENSINO BÁSICO Considerando que a Portaria nº 9 /2013, de 11 de fevereiro revogou a Portaria nº 29/2012, de 6 de março referente à avaliação das aprendizagens e competências no

Leia mais

REGULAMENTO DA ACTIVIDADE FORMATIVA

REGULAMENTO DA ACTIVIDADE FORMATIVA A CadSolid tem como missão contribuir para a modernização da indústria portuguesa, mediante o desenvolvimento e comercialização de produtos e serviços inovadores, personalizados e concebidos para satisfazer

Leia mais

FORMAÇÃO PROJECT MANAGEMENT CERTIFICATION

FORMAÇÃO PROJECT MANAGEMENT CERTIFICATION FORMAÇÃO PROJECT MANAGEMENT CERTIFICATION Formação Project Management Certification: Esta formação tem como objectivo a preparação para a certificação. A certificação é crucial, uma vez que reconhece os

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE APOIO A BOLSAS DE QUALIFICAÇÃO E ESPECIALIZAÇÃO ARTÍSTICA 2016. Preâmbulo

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE APOIO A BOLSAS DE QUALIFICAÇÃO E ESPECIALIZAÇÃO ARTÍSTICA 2016. Preâmbulo REGULAMENTO DO PROGRAMA DE APOIO A BOLSAS DE QUALIFICAÇÃO E ESPECIALIZAÇÃO ARTÍSTICA 2016 Preâmbulo O departamento de Acção Cultural da Fundação GDA, através do programa de Apoio a Bolsas de Qualificação

Leia mais

TURISMO DE PORTUGAL DEPARTAMENTO DE RECURSOS HUMANOS REGULAMENTO GERAL DA FORMAÇÃO

TURISMO DE PORTUGAL DEPARTAMENTO DE RECURSOS HUMANOS REGULAMENTO GERAL DA FORMAÇÃO TURISMO DE PORTUGAL DEPARTAMENTO DE RECURSOS HUMANOS REGULAMENTO GERAL DA FORMAÇÃO INDICE 1 NOTA PRÉVIA 3 2 LINHAS DE ORIENTAÇÃO ESTRATÉGICA 4 3 PLANO DE FORMAÇÃO 4 4 FREQUÊNCIA DE ACÇÕES DE FORMAÇÃO 6

Leia mais

Licença Especial Ciclomotores. 14 15 anos

Licença Especial Ciclomotores. 14 15 anos Licença Especial Ciclomotores 14 15 anos Licença Especial 50c.c. Destina-se a jovens com 14 ou 15 anos Destina-se a jovens com 14 ou 15 anos já feitos, com aptidão física e mental, com frequência mínima

Leia mais

CANDIDATURAS À MEDIDA FORMAÇÃO-AÇÃO PARA PME

CANDIDATURAS À MEDIDA FORMAÇÃO-AÇÃO PARA PME CANDIDATURAS À MEDIDA FORMAÇÃO-AÇÃO PARA PME Destinatários do projeto Micro, Pequenas e Médias empresas com: Dimensão até 250 trabalhadores Localizadas nas regiões Norte, Centro e Alentejo Estatuto PME

Leia mais

Envie-nos os seus trabalhos jornalísticos sobre o sector rodoviário, publicados em 2011. Participe entre 1 de Novembro de 2011 e 31 de Janeiro de

Envie-nos os seus trabalhos jornalísticos sobre o sector rodoviário, publicados em 2011. Participe entre 1 de Novembro de 2011 e 31 de Janeiro de Envie-nos os seus trabalhos jornalísticos sobre o sector rodoviário, publicados em 2011. Participe entre 1 de Novembro de 2011 e 31 de Janeiro de 2012. ENQUADRAMENTO 2ºs PRÉMIOS DE JORNALISMO CEPSA ESTRADAS

Leia mais

ASSOCIAÇÃO NATAÇÃO DO DISTRITO DE LEIRIA. Curso de Grau I - Treinador / Monitor de Natação REGULAMENTO CURSO DE GRAU I TREINADOR / MONITOR DE NATAÇÃO

ASSOCIAÇÃO NATAÇÃO DO DISTRITO DE LEIRIA. Curso de Grau I - Treinador / Monitor de Natação REGULAMENTO CURSO DE GRAU I TREINADOR / MONITOR DE NATAÇÃO ASSOCIAÇÃO NATAÇÃO DO DISTRITO DE LEIRIA Curso de Grau I - Treinador / Monitor de Natação 2015 REGULAMENTO CURSO DE GRAU I TREINADOR / MONITOR DE NATAÇÃO 1. Organização A organização do Curso de Grau I

Leia mais

Regulamento de Formação: CURSO DE GRAU I Treinador / Monitor de Natação Évora, Novembro de 2015

Regulamento de Formação: CURSO DE GRAU I Treinador / Monitor de Natação Évora, Novembro de 2015 Regulamento de Formação: CURSO DE GRAU I Treinador / Monitor de Natação Évora, Novembro de 2015 1. ORGANIZAÇÃO DA FORMAÇÃO O curso de Treinadores de Grau I / Monitor de Natação integrará duas fases: Curricular

Leia mais

MANUAL DO CANDIDATO ESPM. Rua Joaquim Távora, 1240 Vila Mariana São Paulo - SP. Informações

MANUAL DO CANDIDATO ESPM. Rua Joaquim Távora, 1240 Vila Mariana São Paulo - SP. Informações MANUAL DO CANDIDATO ESPM Rua Joaquim Távora, 1240 Vila Mariana São Paulo - SP Informações Central de Candidatos: (11) 5081-8200 (opção1) Segunda a sexta 9h às 21h Sábado 9h às 13h candidato@espm.br www.espm.br

Leia mais

Detalhe de Oferta de Emprego

Detalhe de Oferta de Emprego Detalhe de Oferta de Emprego Código da Oferta: OE201507/0294 Tipo Oferta: Procedimento Concursal para Cargos de Direção Estado: Activa Nível Orgânico: Câmaras Municipais Organismo Câmara Municipal de Matosinhos

Leia mais

REGULAMENTO INTERNO DA FORMAÇÃO DA NHK, LDA ÍNDICE

REGULAMENTO INTERNO DA FORMAÇÃO DA NHK, LDA ÍNDICE REGULAMENTO INTERNO DA FORMAÇÃO DA NHK, LDA ÍNDICE CAPITULO 01- Requisitos de Acesso e Formas de Inscrição.... 02 CAPITULO 02 - Critérios e Métodos de Seleção dos Formandos e Novos Formadores...03 2.1

Leia mais

Ensino Básico. Regulamento da Competição

Ensino Básico. Regulamento da Competição ESCOLA + Promoção de Eficiência Energética entre Escolas do 1º Ciclo de O Projeto Escola + Ensino Básico Regulamento da Competição Ano Letivo 2014-2015 O Projeto «Escola +» é uma iniciativa da Lisboa E-Nova

Leia mais

BONA PRATICA Nº 9: CURSO DE EMPREENDEDORISMO DE BASE TECNOLÓGICA UNIVERSIDAD DE COIMBRA

BONA PRATICA Nº 9: CURSO DE EMPREENDEDORISMO DE BASE TECNOLÓGICA UNIVERSIDAD DE COIMBRA BONA PRATICA Nº 9: CURSO DE EMPREENDEDORISMO DE BASE TECNOLÓGICA UNIVERSIDAD DE COIMBRA ANTECEDENTES Enquadramento A promoção de um Curso de Empreendedorismo de Base Tecnológica com o envolvimento de todas

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE FORMAÇÃO CONTÍNUA DA FEUP

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE FORMAÇÃO CONTÍNUA DA FEUP REGULAMENTO DO PROGRAMA DE FORMAÇÃO CONTÍNUA DA FEUP Aprovado em 17 de janeiro de 2012 por Despacho do Diretor ao abrigo da competência consagrada na alínea m) do artigo 17.º dos Estatutos da FEUP 1 ENQUADRAMENTO

Leia mais

EngIQ. em Engenharia da Refinação, Petroquímica e Química. Uma colaboração:

EngIQ. em Engenharia da Refinação, Petroquímica e Química. Uma colaboração: EngIQ Programa de Doutoramento em Engenharia da Refinação, Petroquímica e Química Uma colaboração: Associação das Indústrias da Petroquímica, Química e Refinação (AIPQR) Universidade de Aveiro Universidade

Leia mais

MANUAL DO CURSO ESPM. Rua Joaquim Távora, 1240 Vila Mariana São Paulo - SP. Informações

MANUAL DO CURSO ESPM. Rua Joaquim Távora, 1240 Vila Mariana São Paulo - SP. Informações MANUAL DO CURSO ESPM Rua Joaquim Távora, 1240 Vila Mariana São Paulo - SP Informações Central de Candidatos: (11) 5081-8200 (opção1) Segunda a sexta 9h às 21h Sábado 9h às 13h candidato@espm.br www.espm.br

Leia mais

UNIVERSIDADE NOVA DE LISBOA Escola Nacional de Saúde Pública REGULAMENTO E PLANO DE ESTUDOS CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM SAÚDE PÚBLICA

UNIVERSIDADE NOVA DE LISBOA Escola Nacional de Saúde Pública REGULAMENTO E PLANO DE ESTUDOS CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM SAÚDE PÚBLICA REGULAMENTO E PLANO DE ESTUDOS CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM SAÚDE PÚBLICA JULHO DE 2015 ÍNDICE CHAVE DE SIGLAS 1. INTRODUÇÃO... 3 2. DESTINATÁRIOS... 4 3. FINALIDADE... 4 4. OBJECTIVOS GERAIS... 4 5. PLANO

Leia mais

INSTITUTO POLITÉCNICO DE VISEU ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA E GESTÃO DE VISEU REGULAMENTO DOS CURSOS DE ESPECIALIZAÇÃO TECNOLÓGICA

INSTITUTO POLITÉCNICO DE VISEU ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA E GESTÃO DE VISEU REGULAMENTO DOS CURSOS DE ESPECIALIZAÇÃO TECNOLÓGICA INSTITUTO POLITÉCNICO DE VISEU ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA E GESTÃO DE VISEU REGULAMENTO DOS CURSOS DE ESPECIALIZAÇÃO TECNOLÓGICA CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS Artigo 1.º Objeto e âmbito O presente regulamento

Leia mais

EDITAL. Instituto Politécnico de Viseu MESTRADO EM ENFERMAGEM VETERINÁRIA DE ANIMAIS DE COMPANHIA ANO LECTIVO: 2016/2018.

EDITAL. Instituto Politécnico de Viseu MESTRADO EM ENFERMAGEM VETERINÁRIA DE ANIMAIS DE COMPANHIA ANO LECTIVO: 2016/2018. Escola Superior Agrária Instituto Politécnico de Viseu MESTRADO EM ENFERMAGEM VETERINÁRIA DE ANIMAIS DE COMPANHIA EDITAL ANO LECTIVO: 2016/2018 2ª Edição 1. NOTA INTRODUTÓRIA O Mestrado em Enfermagem Veterinária

Leia mais

1. Apresentação. 2. Objetivos do Curso de Formação Destinatários Modalidade e Forma de Organização da Formação:

1. Apresentação. 2. Objetivos do Curso de Formação Destinatários Modalidade e Forma de Organização da Formação: Índice 1. Apresentação... 3 2. Objetivos do Curso de Formação... 3 2.1. Destinatários... 3 2.2. Modalidade e Forma de Organização da Formação:... 3 3. Plano de Estudos... 4 3.1. Coordenação do curso...

Leia mais

FICHA DE CURSO DESIGNAÇÃO. DURAÇÃO 128 Horas + 3 horas de exame. ÁREA TEMÁTICA DA FORMAÇÃO 862 Segurança e Higiene no Trabalho

FICHA DE CURSO DESIGNAÇÃO. DURAÇÃO 128 Horas + 3 horas de exame. ÁREA TEMÁTICA DA FORMAÇÃO 862 Segurança e Higiene no Trabalho FICHA DE CURSO Neste documento poderá encontrar as principais informações sobre o curso pretendido, nomeadamente a duração, área temática, destinatários, objetivo geral e objetivos específicos, estrutura

Leia mais

INSTITUTO POLITÉCNICO DE LEIRIA

INSTITUTO POLITÉCNICO DE LEIRIA INSTITUTO POLITÉCNICO DE LEIRIA FOR.CET Centro de Formação para Cursos de Especialização Tecnológica Regulamento de Funcionamento dos CET Capítulo I Acesso e Frequência Artigo 1º (Acesso e Frequência)

Leia mais

VICE-PRESIDÊNCIA DO GOVERNO REGIONAL, S.R. DO TRABALHO E SOLIDARIEDADE SOCIAL Despacho n.º 1009/2012 de 20 de Julho de 2012

VICE-PRESIDÊNCIA DO GOVERNO REGIONAL, S.R. DO TRABALHO E SOLIDARIEDADE SOCIAL Despacho n.º 1009/2012 de 20 de Julho de 2012 VICE-PRESIDÊNCIA DO GOVERNO REGIONAL, S.R. DO TRABALHO E SOLIDARIEDADE SOCIAL Despacho n.º 1009/2012 de 20 de Julho de 2012 O Decreto Regulamentar n.º 84-A/2007, de 10 de dezembro, alterado pelos Decretos

Leia mais

Instituto Superior de Contabilidade e Administração de Coimbra

Instituto Superior de Contabilidade e Administração de Coimbra Artigo 1.º Âmbito O presente Regulamento fixa as normas gerais relativas a matrículas e inscrições nos cursos do Instituto Superior de Contabilidade e Administração de Coimbra. Artigo 2.º Definições De

Leia mais

ESTATUTO 10 de setembro de 2014

ESTATUTO 10 de setembro de 2014 ESTATUTO 10 de setembro de 2014 ESTRUTURA ORGÂNICA A Escola Artística e Profissional Árvore é um estabelecimento privado de ensino, propriedade da Escola das Virtudes Cooperativa de Ensino Polivalente

Leia mais

PERGUNTAS FREQUENTES ERASMUS+ 2015/2016

PERGUNTAS FREQUENTES ERASMUS+ 2015/2016 O que é o Erasmus+? O Erasmus+ teve início no dia 1 de Janeiro de 2014. PERGUNTAS FREQUENTES ERASMUS+ 2015/2016 O Erasmus+ é o novo programa da UE para a educação, formação, juventude e desporto que se

Leia mais

Mini MBA para Secretáriado Executivo e

Mini MBA para Secretáriado Executivo e A communications, training and events management company SEMINÁRIO Mini MBA para Secretáriado Executivo e Assessoria de Alta Direcção Lisboa www.letstalkgroup.com Mini MBA para Secretáriado Executivo e

Leia mais

Pós-Graduação. Segurança e Higiene no Trabalho. Associação Centro de Incubação de Empresas de Base Tecnológica Vasco da Gama.

Pós-Graduação. Segurança e Higiene no Trabalho. Associação Centro de Incubação de Empresas de Base Tecnológica Vasco da Gama. Associação Centro de Incubação de Empresas de Base Tecnológica Vasco da Gama Sines Tecnopolo Pós-Graduação Segurança e Higiene no Trabalho Edital 4ª Edição 2011-2012 2ª a 5ª Feira Sines, 27 de Junho de

Leia mais

ASSOCIAÇÃO FUTEBOL DE BEJA REGULAMENTO DO CURSO

ASSOCIAÇÃO FUTEBOL DE BEJA REGULAMENTO DO CURSO ASSOCIAÇÃO FUTEBOL DE BEJA REGULAMENTO DO CURSO CURSO DE TREINADORES DE FUTEBOL UEFA C /RAÍZES (GRAU I) 2015 2016 1- Organização O curso de treinadores de Futebol UEFA C /RAÍZES (Grau I) - será organizado

Leia mais

CURSO MASTER EM MESOTERAPIA

CURSO MASTER EM MESOTERAPIA CURSO MASTER EM MESOTERAPIA - 4ª edição - Curso Teórico-Prático www.apestetica.org CURSO MASTER EM MESOTERAPIA - 4ª edição O sector da Medicina em geral e da Medicina Estética em particular, está em constante

Leia mais

ACORDO DE PRÉ-ADESÃO Candidatura Sistema de Incentivos COMPETE 2020 Projetos Conjuntos - Formação-ação (aviso 07/SI/2016)

ACORDO DE PRÉ-ADESÃO Candidatura Sistema de Incentivos COMPETE 2020 Projetos Conjuntos - Formação-ação (aviso 07/SI/2016) ACORDO DE PRÉ-ADESÃO Candidatura Sistema de Incentivos COMPETE 2020 Projetos Conjuntos - Formação-ação (aviso 07/SI/2016) O presente acordo define os termos de manifestação de interesse das empresas na

Leia mais

Câmara Municipal de Santa Maria da Feira Aviso n.º 1/2015 OFERTA DE ESTÁGIOS PROFISSIONAIS - PEPAL 5ª EDIÇÃO

Câmara Municipal de Santa Maria da Feira Aviso n.º 1/2015 OFERTA DE ESTÁGIOS PROFISSIONAIS - PEPAL 5ª EDIÇÃO Câmara Municipal de Santa Maria da Feira Aviso n.º 1/2015 OFERTA DE ESTÁGIOS PROFISSIONAIS - PEPAL 5ª EDIÇÃO O Município de Santa Maria da Feira, no âmbito do Programa de Estágios Profissionais na Administração

Leia mais

O COACHING NÃO SERVE! OS 5 MITOS SOBRE A APLICAÇÃO DO COACHING AOS COLABORADORES DE ELEVADO POTENCIAL (HP) WORKSHOP. Think, Create and Share

O COACHING NÃO SERVE! OS 5 MITOS SOBRE A APLICAÇÃO DO COACHING AOS COLABORADORES DE ELEVADO POTENCIAL (HP) WORKSHOP. Think, Create and Share O COACHING NÃO SERVE! OS 5 MITOS SOBRE A APLICAÇÃO DO COACHING AOS COLABORADORES DE ELEVADO POTENCIAL (HP) WORKSHOP DESTINATÁRIOS Gestores de Pessoas/ Líderes no âmbito de equipas e projetos. OBJETIVOS

Leia mais

ALTA PERFORMANCE NAS VENDAS

ALTA PERFORMANCE NAS VENDAS Pós-Graduação ALTA PERFORMANCE NAS VENDAS [ Pós-Graduação na Área Comportamental e Inteligência Emocional ] 9ª Edição Atribuição de créditos (ECTS) a todas as unidades curriculares. Processo de Bolonha

Leia mais

REGULAMENTO DE UTILIZAÇÃO NINHO DE EMPRESAS

REGULAMENTO DE UTILIZAÇÃO NINHO DE EMPRESAS REGULAMENTO DE UTILIZAÇÃO NINHO DE EMPRESAS Índice: Preâmbulo I Definições II Localização, Instalações e Serviços Artigo 1º: Localização pág. 2 Artigo 2º: Instalações pág. 3 Artigo 3º: Serviços pág. 4

Leia mais

Procedimento de Contratação. (artº 5º do CCP Contratação Excluída) Procedimento 5/2013

Procedimento de Contratação. (artº 5º do CCP Contratação Excluída) Procedimento 5/2013 Procedimento de Contratação (artº 5º do CCP Contratação Excluída) Procedimento 5/2013 Aquisição de Serviços de Consultores-formadores de Ligação e Especialistas para a execução do Projecto nº 084749/2012/831

Leia mais

CURSO DE PROFISSIONALIZAÇÃO EM SERVIÇO

CURSO DE PROFISSIONALIZAÇÃO EM SERVIÇO Universidade Aberta Departamento de Educação e Ensino a Distância Informações e Secretariado do Curso Dra. Nira Nunes E-mail: cps@uab.pt Os contactos e informações sobre este Curso são apenas efetuados

Leia mais

Artigo 5.º Acesso Têm acesso ao curso os diplomados ou não diplomados com experiência relevante no âmbito da otimização/excelência organizacional.

Artigo 5.º Acesso Têm acesso ao curso os diplomados ou não diplomados com experiência relevante no âmbito da otimização/excelência organizacional. REGULAMENTO DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM Auditores de HACCP Artigo 1.º Criação É criado no Instituto Politécnico de Leiria (IPL) o Curso de Pós-graduação em Auditores de HACCP. Artigo 2.º Objetivos Este

Leia mais

MANUAL DO CURSO ESPM. Rua Joaquim Távora, 1240 Vila Mariana São Paulo - SP. Informações

MANUAL DO CURSO ESPM. Rua Joaquim Távora, 1240 Vila Mariana São Paulo - SP. Informações MANUAL DO CURSO ESPM Rua Joaquim Távora, 1240 Vila Mariana São Paulo - SP Informações Central de Relacionamento: (11) 5081-8200 (opção 1) Segunda a sexta 9h às 20h45 Sábado 9h às 12h45 relacionamentojt@espm.br

Leia mais

Programa Avançado de Gestão

Programa Avançado de Gestão PÓS GRADUAÇÃO Programa Avançado de Gestão Com o apoio de: Em parceria com: Nova School of Business and Economics Com o apoio de: PÓS GRADUAÇÃO Programa Avançado de Gestão A economia Angolana enfrenta hoje

Leia mais

1. DOS PRÉ-REQUISITOS 2. FUNCIONAMENTO DO CURSO

1. DOS PRÉ-REQUISITOS 2. FUNCIONAMENTO DO CURSO 1 Edital de oferta de vagas para o Curso de Pós-Graduação Lato Sensu a distância em Psicologia do Esporte, na modalidade virtual. O Reitor da Universidade Anhanguera-Uniderp, credenciada pelo MEC por meio

Leia mais

DESPACHO/SP/42/2014. Artigo 17.º. Enquadramento jurídico

DESPACHO/SP/42/2014. Artigo 17.º. Enquadramento jurídico DESPACHO/SP/42/2014 Aprovo a seguinte alteração ao Regulamento do Mestrado em Fisioterapia na área de especialização de movimento humano, ministrado na Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Coimbra

Leia mais