Mateus Marques Bueno Cel.: (35) e (21) CNH: AB. Experiência Profissional

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Mateus Marques Bueno E-mail: mateusjuruaia@hotmail.com Cel.: (35) 9931 0412 e (21) 9 7180 3267 CNH: AB. Experiência Profissional"

Transcrição

1 Mateus Marques Bueno Cel.: (35) e (21) CNH: AB Experiência Profissional 1. Consultor autônomo em sustentabilidade e meio ambiente atividades recentes: a. Regularização ambiental e plano de gestão de recursos hídricos de propriedade rural localizada na zona da mata de Minas Gerais; b. Plano de uso de água e outorga para atividades de piscicultura na cidade de Itamonte, MG; c. Cadastro Ambiental Rural de propriedades nos Estados de Minas Gerais e Rio de Janeiro; d. Levantamento topográfico de propriedades rurais; e e. Palestras sobre Licenciamento Ambiental e Sustentabilidade nos Departamentos de Engenharia Agrícola e Zootecnia da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro. 2. Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Seropédica, RJ (2015 presente). Pesquisador em nível de mestrado; Mestrado acadêmico em Ciências Ambientais e Florestais em desenvolvimento no Laboratório de Manejo de Bacias Hidrográficas LMBH, com tema voltado para o desenvolvimento de modelos de produção de serviços ecossistêmicos, produção de água, em mineração. 3. Terracal Alimentos e Bioenergia, Rio de Janeiro, RJ ( ). Coordenador ambiental principais atividades: a. Responsável pela gestão ambiental dos Empreendimentos pertencentes à Terracal e já implementados (Bovinocultura e Projetos Agrícolas Pré Operacionais). Implementação e acompanhamento dos Programas Básicos Ambientais - PBAs; b. Participação no planejamento, licenciamento e implementação de Empreendimentos Agroindustriais de grande porte (plantio irrigado de cana-de-açúcar, cacau e tomate e indústrias de 1

2 beneficiamento de pasta de tomate e amêndoas de cacau, assim como usina para produção de álcool e açúcar e cogeração de energia); c. Regularização fundiária das propriedades rurais nos estados de Minas Gerais, Piauí, Bahia, Maranhão e Tocantins, incluindo o Cadastro Ambiental Rural - CAR; d. Solicitação e gestão das outorgas de uso de água para fins de agricultura irrigada, dessedentação humana e animal; e e. Contratação e gestão de contratos de consultorias ambientais. 4. Terracal Alimentos e Bioenergia, Rio de Janeiro, RJ ( ). Especialista ambiental principais atividades: a. Participação na regularização fundiária e ambiental das propriedades rurais nos estados de Minas Gerais, Piauí, Bahia, Maranhão e Tocantins. Desenvolvimento de mapa de uso do solo com a determinação das áreas de proteção ambiental; b. Coordenação de pedologia executiva em cerca de ha para fins de determinação de unidades de produção agrícola e desenvolvimento de projeto de irrigação; c. Coordenação de topografia executiva, via Laser Mapping, em cerca de ha para fins de planejamento agrícola; d. Participação no planejamento, licenciamento e implementação de Empreendimentos Agroindustriais de grande porte (plantio irrigado de cana-de-açúcar, cacau e tomate e indústrias de beneficiamento de pasta de tomate e amêndoas de cacau, assim como usina para produção de álcool e açúcar e cogeração de energia); e. Solicitação e gestão das outorgas de uso de água para fins de agricultura irrigada, dessedentação humana e animal; 5. Instituto Natureza do Tocantins ( NATURATINS ), Palmas, TO ( ). Analista Ambiental - Análise técnica de processos administrativos, incluindo Estudo Impacto Ambiental ( EIA ), para fins de licenciamento ambiental, outorgas e regularização florestal, com enfoque em atividades agroindustriais; 2

3 6. Centro Educacional Rainha da Paz, Teixeira, MG ( ). Professor - Responsável pelas turmas de segundo e terceiro ano na disciplina regular de Física; 7. Universidade Federal de Viçosa e Iowa State University, ( ). Estagiário Estágios no Núcleo de Pesquisa em Ambiência e Engenharia de Sistemas Agroindustriais (AMBIAGRO), Grupo de Pesquisa em Recursos Hídricos (GPRH) e National Swine Research and Information Center (NSRIC); 8. Trevisan - Locação de mão de obra Temporária, Juruaia, MG ( ). Escriturário no Banco do Brasil - Atendimento ao público, abertura de contas e financiamentos, com enfoque em crédito rural, em destaque para o Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (PRONAF); Formação acadêmica 9. Mestrado em Ciências Ambientais e Florestais ( presente) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ), Seropédica, Brasil; 10. Pós-Graduação em Engenharia em Segurança do Trabalho (2014 presente) Universidade Candido Mendes (UCAM), Rio de Janeiro, RJ, Brasil; 11. MBA Gerenciamento de Projetos ( ) - Fundação Getúlio Vargas (FGV), Rio de Janeiro, RJ, Brasil; 12. Mestrado em Recursos Hídricos e Sistemas Agrícolas ( não finalizado) - Universidade Federal de Lavras (UFLA), Lavras, MG, Brasil; 13. Pós-graduação em Gestão Pública e Tributaria ( ) - FORTIUM Grupo Educacional; 14. Graduação em Engenharia Agrícola e Ambiental ( ) -Universidade Federal de Viçosa (UFV), Viçosa, MG, Brasil e Iowa State University (ISU), Ames, IO, Estados Unidos; 15. Ensino Profissional em Técnico em Eletrônica ( ) - Centro Estadual de Educação Tecnológica Paula Souza (CEETEPS), Mococa, SP, Brasil; Formação complementar 16. Curso de curta duração em Como vender mais e melhor. Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial/MG, SENAI/MG; 3

4 17. Curso de curta duração em Hardware Montagem e Manutenção de Micro. Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial - MG, SENAC/MG, Belo Horizonte, Brasil; 18. Curso de curta duração em Equipamentos de Precisão". AMBIAGRO Departamento de Engenharia Agrícola DEA/UFV; 19. Curso de curta duração em Desenvolvendo Macros no Excel - Aplicação em Armazenamento. Centro Nacional de Treinamento e Armazenagem, CENTREINAR, Viçosa, Brasil; 20. Curso de curta duração em AUTOCAD Aplicado a Sistemas Agroindustriais. AMBIAGRO Departamento de Engenharia Agrícola DEA/UFV; 21. Curso de curta duração em Bioenergia e Mercado de Carbono IV SEMINARIO INTERNACIONAL DO AGRONEGÓCIO. Universidade Federal de Viçosa, UFV, Viçosa, Brasil; 22. Curso de curta duração em GPS - Sistema de Posicionamento Geográfico. Centro Nacional de Treinamento e Armazenagem, CENTREINAR, Viçosa, Brasil; 23. Curso de curta duração em Marketing Pessoal Estratégico. INBIO, Departamento de Letras e Humanidades - DLH/UFV, Brasil; 24. Curso de curta duração em Meio Ambiente: Desafios Atuais. Ambiental Jr., Departamento de Engenharia Civil DEC/UFV, Brasil; 25. Extensão universitária em Inglês (Nível Intermediário). Centro de Ensino de Língua Inglesa, CELIN, Departamento de Letras e Humanidades - DLH/UFV, Brasil; 26. Extensão universitária como vice-diretor do Centro Acadêmico (CA) do Departamento de Engenharia Agrícola - DEA. Universidade Federal de Viçosa, UFV, Viçosa, Brasil; 27. Curso de curta duração em Gerenciamento de Projetos: Teoria e Prática. Universidade Federal de Viçosa, UFV, Viçosa, Brasil; 28. Curso de curta duração em Credenciamento de Unidades Armazenadoras. Centro Nacional de Treinamento e Armazenagem, CENTREINAR, Viçosa, Brasil; 29. Extensão universitária em Annual IAASS-USA National Conference Agriculture to the Word. University of Illinois, Urbana-Champaign, Estados Unidos; 30. Curso de curta duração em Gerenciamento de Irrigação IRRIPLUS. Universidade Federal de Viçosa, UFV, Viçosa, Brasil; 31. Curso de curta duração em Mudanças Climática. Universidade Federal de Viçosa, UFV, Viçosa, Brasil; 4

5 32. Curso de curta duração em Funcionamento do GPS e Utilização na Agricultura. Universidade Federal de Viçosa, UFV, Viçosa, Brasil; 33. Extensão universitária como Representante Discente no Colegiado do Departamento de Engenharia Agrícola. Universidade Federal de Viçosa, UFV, Viçosa, Brasil; 34. Extensão Universitária como Membro da Comissão Organizadora do Consórcio - CAPES/FIPSE entre o Brasil (UFV) e os Estados Unidos (ISU). Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasília, Brasil; 35. Pacote Office. Excel e Word: Avançado; Demais: básico; 36. AUTOCAD, ARCGIZ e PROJECT: Intermediário; Idiomas 37. Português: nativo; 38. Inglês: nível intermediário (oral e escrito); e 39. Espanhol: nível básico (oral). 5

AGRONOMIA. COORDENADOR Moacil Alves de Souza moacil@ufv.br

AGRONOMIA. COORDENADOR Moacil Alves de Souza moacil@ufv.br AGRONOMIA COORDENADOR Moacil Alves de Souza moacil@ufv.br UFV Catálogo de Graduação 2011 65 Engenheiro Agrônomo ATUAÇÃO Compete ao Engenheiro Agrônomo desempenhar as atividades profissionais previstas

Leia mais

Programa da Palestras

Programa da Palestras Programa da Palestras Camila Braga Temas da Palestra: Programa Mais Árvores da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil Resumo da palestra: A palestra irá apresentar o Programa Mais Árvores, abordando

Leia mais

CURRÍCULO DO CURSO DE AGRONOMIA

CURRÍCULO DO CURSO DE AGRONOMIA 48 CURSO DE AGRONOMIA COORDENADOR DO CURSO DE AGRONOMIA Valterley Soares Rocha vsrocha@ufv.br Catálogo de Graduação 2002 49 ATUAÇÃO Compete ao Engenheiro-Agrônomo desempenhar as atividades profissionais

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA CONTRATAÇÃO CONSULTOR

TERMO DE REFERÊNCIA CONTRATAÇÃO CONSULTOR TERMO DE REFERÊNCIA CONTRATAÇÃO CONSULTOR NOME DO PROJETO: PROJETO DE DESENVOLVIMENTO REGIONAL INTEGRADO E SUSTENTÁVEL PDRIS Nº ACORDO EMPRÉSTIMO: 8185-0/BR NÃO OBJEÇÃO - (TERMO DE REFERÊNCIA) Nº DO TDR:

Leia mais

Curso Técnico em Agroecologia

Curso Técnico em Agroecologia Curso Técnico em Agroecologia Nível/Grau/Forma: Médio/Técnico/Integrado Vagas: 25 Turno: Integral Duração: 3 anos + estágio Perfil do Egresso O Técnico em Agroecologia deverá ser um profissional com formação

Leia mais

Engenheiro Agrônomo: Atribuições profissionais e matriz curricular. J.O. Menten T.C. Banzato UFPB Areia/PB 27 a 30 de Outubro de 2014

Engenheiro Agrônomo: Atribuições profissionais e matriz curricular. J.O. Menten T.C. Banzato UFPB Areia/PB 27 a 30 de Outubro de 2014 Engenheiro Agrônomo: Atribuições profissionais e matriz curricular J.O. Menten T.C. Banzato UFPB Areia/PB 27 a 30 de Outubro de 2014 1. INTRODUÇÃO AGENDA 2. ATRIBUIÇÕES PROFISSIONAIS 3. MATRIZ CURRICULAR

Leia mais

ENGENHARIA AGRONÔMICA - USP

ENGENHARIA AGRONÔMICA - USP Apresentação ENGENHARIA AGRONÔMICA - USP A Agronomia está intimamente ligada à produção de alimentos, sejam estes de origem animal ou vegetal. Compete ao Engenheiro Agrônomo produzir, conservar, transformar

Leia mais

INTEGRAÇÃO UNIVERSIDADE X ENSINO MÉDIO: INTERVENÇÃO MULTIDISCIPLINAR EM ADMINITRAÇÃO, INFORMÁTICA E EDUCAÇÃO.

INTEGRAÇÃO UNIVERSIDADE X ENSINO MÉDIO: INTERVENÇÃO MULTIDISCIPLINAR EM ADMINITRAÇÃO, INFORMÁTICA E EDUCAÇÃO. INTEGRAÇÃO UNIVERSIDADE X ENSINO MÉDIO: INTERVENÇÃO MULTIDISCIPLINAR EM ADMINITRAÇÃO, INFORMÁTICA E EDUCAÇÃO. Grupo PET Administração Universidade Federal de Lavras UFLA Resumo Os jovens formam o conjunto

Leia mais

SÍNTESE JUINA. Meio Ambiente

SÍNTESE JUINA. Meio Ambiente SÍNTESE JUINA Aperfeiçoar mecanismos controle ambiental Meio Ambiente Instalação de viveiros de distribuição de mudas para o reflorestamento e matas ciliares Ampliar aceso aos programas de crédito de Capacitar

Leia mais

CEFIR. Cadastro Estadual Ambiental Rural

CEFIR. Cadastro Estadual Ambiental Rural CEFIR Cadastro Estadual Ambiental Rural Dezembro.2013 SISEMA SISTEMA ESTADUAL DE MEIO AMBIENTE DESAFIO Tornar o Sistema mais ágil e compatibilizá-lo com as demandas da sociedade sem perder o foco na qualidade

Leia mais

ANEXO II GUIA DE FORMULAÇÃO DO PROJETO

ANEXO II GUIA DE FORMULAÇÃO DO PROJETO ANEXO II GUIA DE FORMULAÇÃO DO PROJETO 1. INTRODUÇÃO A Agência Pernambucana de Águas e Clima (APAC) foi criada pela Lei estadual 14.028 de março de 2010 e tem como uma de suas finalidades executar a Política

Leia mais

olímpico das 24 milhões de árvores Beto Mesquita

olímpico das 24 milhões de árvores Beto Mesquita Indução de reflorestamento no Rio de Janeiro: Das compensações ambientais ao desafio olímpico das 24 milhões de árvores Beto Mesquita Seminário Reflorestamento da Mata Atlântica no Estado do Rio de Janeiro

Leia mais

Dispõe sobre a Política Estadual de Agricultura Irrigada e dá outras providências.

Dispõe sobre a Política Estadual de Agricultura Irrigada e dá outras providências. Lei nº 18995 DE 03/09/2015 Norma Estadual - Goiás Publicado no DOE em 08 set 2015 Dispõe sobre a Política Estadual de Agricultura Irrigada e dá outras providências. A Assembleia Legislativa do Estado de

Leia mais

LEI N 21.156, DE 17 DE JANEIRO DE 2014. INSTITUI A POLÍTICA ESTADUAL DE DESENVOLVIMENTO RURAL SUSTENTÁVEL DA AGRICULTURA FAMILIAR.

LEI N 21.156, DE 17 DE JANEIRO DE 2014. INSTITUI A POLÍTICA ESTADUAL DE DESENVOLVIMENTO RURAL SUSTENTÁVEL DA AGRICULTURA FAMILIAR. LEI N 21.156, DE 17 DE JANEIRO DE 2014. INSTITUI A POLÍTICA ESTADUAL DE DESENVOLVIMENTO RURAL SUSTENTÁVEL DA AGRICULTURA FAMILIAR. (PUBLICAÇÃO - MINAS GERAIS DIÁRIO DO EXECUTIVO - 18/01/2014 PÁG. 2 e 03)

Leia mais

Acrescido o Anexo Único pelo Decreto n 1.349/15, efeitos a partir de 26.08.15. ANEXO ÚNICO

Acrescido o Anexo Único pelo Decreto n 1.349/15, efeitos a partir de 26.08.15. ANEXO ÚNICO Decreto nº 2.489/06 Acrescido o Anexo Único pelo Decreto n 1.349/15, efeitos a partir de 26.08.15. ANEXO ÚNICO I - CRITÉRIOS PARA DEFINIÇÃO DO BENEFÍCIO O benefício fiscal será definido em função do enquadramento

Leia mais

DADOS DOS CURSOS TÉCNICOS NA FORMA CONCOMITANTE. 1500 (1200 horas das disciplinas + 300 horas de estágio)

DADOS DOS CURSOS TÉCNICOS NA FORMA CONCOMITANTE. 1500 (1200 horas das disciplinas + 300 horas de estágio) INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO AMAZONAS PROGRAMA NACIONAL DE ACESSO AO ENSINO TÉCNICO E EMPREGO PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO COMITE GESTOR CENTRAL DO PRONATEC DADOS DOS CURSOS TÉCNICOS

Leia mais

ENGENHARIA FLORESTAL. COORDENADORA Angélica de Cássia Oliveira Carneiro cassiacarneiro@ufv.br

ENGENHARIA FLORESTAL. COORDENADORA Angélica de Cássia Oliveira Carneiro cassiacarneiro@ufv.br ENGENHARIA FLORESTAL COORDENADORA Angélica de Cássia Oliveira Carneiro cassiacarneiro@ufv.br 78 Currículos dos Cursos do CCA UFV Currículo do Curso de Engenharia Engenheiro ATUAÇÃO O Engenheiro estará

Leia mais

ANEXO I. 40 horas Ensino superior completo em engenharia ambiental e registro no órgão de classe (CREA)

ANEXO I. 40 horas Ensino superior completo em engenharia ambiental e registro no órgão de classe (CREA) ANEXO I FUNÇÃO VAGAS REMUNERAÇÃO E/OU CARREIRA/ CLASSE Engenheiro Ambiental 01 R$ 3.749,14 + valor de R$ 800,00 CARGA HORÁRIA SEMANAL ESCOLARIDA DE E TITULAÇÃO 40 horas Ensino superior completo em engenharia

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA PORTARIAS DE 24 DE AGOSTO DE

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA PORTARIAS DE 24 DE AGOSTO DE MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA PORTARIAS DE 24 DE AGOSTO DE 2005 O Presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio

Leia mais

Legislação ambiental aplicada à cultura do eucalipto

Legislação ambiental aplicada à cultura do eucalipto Legislação ambiental aplicada à cultura do eucalipto Palestrante: M.Sc. Leandro de Almeida Salles Analista de Atividades do Meio Ambiente Especialidade: Engenharia Florestal Constituição Federal Art.

Leia mais

Programa Ambiental: 1º Ciclo de Palestras Uso sustentável dos recursos naturais

Programa Ambiental: 1º Ciclo de Palestras Uso sustentável dos recursos naturais EXTENSO 2013 Eje 4: Ambiente, Educación Ambiental y Desarrollo Programa Ambiental: 1º Ciclo de Palestras Uso sustentável dos recursos naturais Letícia Fernanda Assis¹; Márcio Viera²; Juliana Ferrari³;

Leia mais

CEPPG Coordenação de Extensão, Pesquisa e Pós Graduação 1

CEPPG Coordenação de Extensão, Pesquisa e Pós Graduação 1 1 Nome do curso: Área: O Curso: Objetivos: Diferenciais: Público Alvo: Ementa Disciplinas Gestão e Estratégias em Saúde e Segurança do Trabalho Ciências Sociais O curso foi desenvolvido para atender uma

Leia mais

COORDENAÇÃO DE APEFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR (CAPES)

COORDENAÇÃO DE APEFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR (CAPES) COORDENAÇÃO DE APEFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR (CAPES) UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA (UFV) CENTRO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA AGRÍCOLA (DEA) UNIVERSIDADE DE ÉVORA - PORTUGAL

Leia mais

BANCO DO BRASIL. Seminário de Sensibilização do Programa ABC

BANCO DO BRASIL. Seminário de Sensibilização do Programa ABC BANCO DO BRASIL Seminário de Sensibilização do Programa ABC LINHAS DE CRÉDITO Crédito Rural; Pronaf; Fundos Constitucionais. CRÉDITO RURAL Suprimento de recursos financeiros, disponibilizados por instituições

Leia mais

FIEMT SENAI SENAI ALGODÃO

FIEMT SENAI SENAI ALGODÃO FIEMT SENAI SENAI ALGODÃO O SENAI - Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial - Departamento Regional de Mato Grosso, entidade de caráter privado, mantida e administrada pela Confederação Nacional da

Leia mais

Proposta para elaboração de PROJETO DE MOBILIZAÇÃO SOCIAL E FORTALECIMENTO DO SUBCOMITÊ DO SISTEMA LAGUNAR DE JACAREPAGUÁ

Proposta para elaboração de PROJETO DE MOBILIZAÇÃO SOCIAL E FORTALECIMENTO DO SUBCOMITÊ DO SISTEMA LAGUNAR DE JACAREPAGUÁ 1. COMITÊ DE BACIA HIDROGRÁFICA da Baía de Guanabara Proponente: Grupo de Trabalho de Educação Ambiental do Subcomitê Lagunar de Jacarepaguá Subcomitê: Lagunar de Jacarepaguá Endereço (logradouro, número

Leia mais

Agricultura de Baixo Carbono e Desmatamento Evitado para Reduzir a Pobreza no Brasil BR-X1028. TERMOS DE REFERÊNCIA: Consultor de bioma (Amazônia)

Agricultura de Baixo Carbono e Desmatamento Evitado para Reduzir a Pobreza no Brasil BR-X1028. TERMOS DE REFERÊNCIA: Consultor de bioma (Amazônia) Agricultura de Baixo Carbono e Desmatamento Evitado para Reduzir a Pobreza no Brasil BR-X1028 TERMOS DE REFERÊNCIA: Consultor de bioma (Amazônia) I. APRESENTAÇÃO 1.1. O Brasil é o décimo oitavo maior emissor

Leia mais

INSTITUTO INTERAMERICANO DE COOPERAÇÃO PARA A AGRICULTURA. TERMO DE REFERÊNCIA CONS GEO 01 01 Vaga

INSTITUTO INTERAMERICANO DE COOPERAÇÃO PARA A AGRICULTURA. TERMO DE REFERÊNCIA CONS GEO 01 01 Vaga INSTITUTO INTERAMERICANO DE COOPERAÇÃO PARA A AGRICULTURA TERMO DE REFERÊNCIA CONS GEO 01 01 Vaga 1. IDENTIFICAÇÃO DA CONSULTORIA Consultoria para apoiar as ações do Programa Nacional de Crédito Fundiário

Leia mais

PROGRAMA TÉCNICOS A.R.G. 2013

PROGRAMA TÉCNICOS A.R.G. 2013 PROGRAMA TÉCNICOS A.R.G. 2013 1- INTRODUÇÃO A A.R.G. Ltda., empresa multinacional do ramo da construção pesada, foi fundada em Minas Gerais no ano de 1978, e atua em todo o Brasil e exterior, nos segmentos

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDRAL DO PARANÁ COORDENAÇÃO DO CURSO DE AGRONOMIA CENTRO ACADÊMCO DE AGRONOMIA LYCIO VELLOZO PROJETO GERAL

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDRAL DO PARANÁ COORDENAÇÃO DO CURSO DE AGRONOMIA CENTRO ACADÊMCO DE AGRONOMIA LYCIO VELLOZO PROJETO GERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDRAL DO PARANÁ COORDENAÇÃO DO CURSO DE AGRONOMIA CENTRO ACADÊMCO DE AGRONOMIA LYCIO VELLOZO PROJETO GERAL 19 a 23 de maio de 2014 CURITIBA 2014 XXXVI CICLO DE ATUALIZAÇÃO

Leia mais

Premiação de Boas Práticas de Gestão Ambiental

Premiação de Boas Práticas de Gestão Ambiental Premiação de Boas Práticas de Gestão Ambiental Andrea Pitanguy de Romani 20º Reunião do COGES, 9 de março Boas práticas são iniciativas bem sucedidas que: apresentam impacto tangível na melhoria da qualidade

Leia mais

PROJETO DE RECUPERAÇÃO DE MATAS CILIARES

PROJETO DE RECUPERAÇÃO DE MATAS CILIARES TERMOS DE REFERÊNCIA PARA A CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONSULTORIA PARA MONITORAMENTO DE PROJETOS DE RECUPERAÇÃO DE MATAS CILIARES DESENVOLVIDOS POR MEIO DE SISTEMAS AGRO- FLORESTAIS 1. IDENTIFICAÇÃO DOS

Leia mais

Aprovado no CONGRAD: 08/04/08 Vigência: ingressos a partir de 2008/1 CÓD. 482 CURSO DE ENGENHARIA AGRÍCOLA. MATRIZ CURRICULAR Currículo nº 02

Aprovado no CONGRAD: 08/04/08 Vigência: ingressos a partir de 2008/1 CÓD. 482 CURSO DE ENGENHARIA AGRÍCOLA. MATRIZ CURRICULAR Currículo nº 02 Aprovado no CONGRAD: 08/04/08 Vigência: ingressos a partir de 2008/1 CÓD. 482 CURSO DE ENGENHARIA AGRÍCOLA MATRIZ CURRICULAR Currículo nº 02 I- NÚCLEO DE CONTEÚDOS BÁSICOS Metodologia Científica e Tecnológica

Leia mais

ORIENTADOR DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL B Porto Alegre (1 vaga) Área: Informática

ORIENTADOR DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL B Porto Alegre (1 vaga) Área: Informática SISTEMA FECOMÉRCIO-RS SELECIONA: O Senac-RS Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial, Administração Regional no Estado do Rio Grande do Sul, está selecionando profissionais para desenvolver suas atividades

Leia mais

1.IF BAIANO Campus Uruçuca

1.IF BAIANO Campus Uruçuca 1.IF BAIANO Campus Uruçuca O IF Baiano - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Baiano, criado em 2008, pela Lei Federal 11.892, é uma instituição de educação superior, básica e profissional,

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO CÂMARA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR RESOLUÇÃO Nº 1, DE 2 DE FEVEREIRO DE 2006 1

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO CÂMARA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR RESOLUÇÃO Nº 1, DE 2 DE FEVEREIRO DE 2006 1 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO CÂMARA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR RESOLUÇÃO Nº 1, DE 2 DE FEVEREIRO DE 2006 1 Institui as Diretrizes Curriculares Nacionais para o curso de graduação em Engenharia

Leia mais

Financiamentos para o Agronegócio

Financiamentos para o Agronegócio Financiamentos para o Agronegócio Banco do Brasil Maior Parceiro do Agronegócio Carteira em Dez/2012 R$ 100 bilhões Banco do Brasil Sustentabilidade e Meio Ambiente Programa ABC Em Dezembro de 2012 R$

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DE ESTADO DO MEIO AMBIENTE UNIDADE DE COORDENAÇÃO DO PROJETO DE RECUPERAÇÃO DE MATAS CILIARES

GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DE ESTADO DO MEIO AMBIENTE UNIDADE DE COORDENAÇÃO DO PROJETO DE RECUPERAÇÃO DE MATAS CILIARES TERMOS DE REFERÊNCIA PARA A CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONSULTORIA PARA A ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO DO II ENCONTRO PAULISTA DE BIODIVERSIDADE 1. IDENTIFICAÇÃO DO TERMO DE REFERÊNCIA NÚMERO: 23/2010 ÁREA

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 3.854 DE 29 DE ABRIL DE 2009

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 3.854 DE 29 DE ABRIL DE 2009 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 3.854 DE 29 DE ABRIL DE 2009 Aprova o Projeto Político Pedagógico do Curso de Engenharia

Leia mais

Código Florestal contexto.problemas.propostas

Código Florestal contexto.problemas.propostas Código Florestal contexto.problemas.propostas tasso.azevedo@gmail.com 1. Contexto 2. Problemas 3. Propostas 1 Regulamentação sobre florestas Constituição Federal (1988) Código Florestal (1965) Lei de Crimes

Leia mais

PROGRAMA DE INOVAÇÃO NA CRIAÇÃO DE VALOR (ICV)

PROGRAMA DE INOVAÇÃO NA CRIAÇÃO DE VALOR (ICV) PROGRAMA DE INOVAÇÃO NA CRIAÇÃO DE VALOR (ICV) Termo de Referência para contratação de Gestor de Projetos Pleno 14 de Agosto de 2015 TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE GESTOR DE PROJETOS PLENO O presente

Leia mais

A CAR E O DESENVOLVIMENTO REGIONAL DO ESTADO DA BAHIA

A CAR E O DESENVOLVIMENTO REGIONAL DO ESTADO DA BAHIA A CAR E O DESENVOLVIMENTO REGIONAL DO ESTADO DA BAHIA QUEM SOMOS Empresa pública de direito privado, vinculada à Secretaria de Desenvolvimento e Integração Regional - SEDIR, criada por Lei Estadual em

Leia mais

Brasília, 28 de novembro de 2011. O que é o PPCerrado:

Brasília, 28 de novembro de 2011. O que é o PPCerrado: PPCerrado Brasília, 28 de novembro de 2011. 1 O que é o PPCerrado: É um Plano de Ação (tático-operacional) que reúne ações para a redução do desmatamento no Cerrado e a viabilização de alternativas de

Leia mais

R E S O L U Ç Ã O. Esta Resolução entra em vigor nesta data, revogando as disposições contrárias. Bragança Paulista, 3 de março de 2015.

R E S O L U Ç Ã O. Esta Resolução entra em vigor nesta data, revogando as disposições contrárias. Bragança Paulista, 3 de março de 2015. RESOLUÇÃO CONSEACC/BP 1/2015 APROVA O REGULAMENTO DO PROJETO INTEGRADO DOS CURSOS SUPERIORES DE TECNOLOGIA, DO CAMPUS BRAGANÇA PAULISTA DA UNIVERSIDADE SÃO FRANCISCO USF. A Presidente do Conselho Acadêmico

Leia mais

LIVRO DAS COMPETÊNCIAS PROFISSIONAIS

LIVRO DAS COMPETÊNCIAS PROFISSIONAIS LIVRO DAS COMPETÊNCIAS PROFISSIONAIS CENTRO PAULA SOUZA - Nº 2, 2008, VERSÃO ELETRÔNICA Governador José Serra Secretário de Desenvolvimento Geraldo Alckmin Presidente do Conselho Deliberativo Yolanda Silvestre

Leia mais

ANEXO I- (Quadro de Vagas com as respectivas codificações)

ANEXO I- (Quadro de Vagas com as respectivas codificações) ANEXO I- (Quadro de Vagas com as respectivas codificações) P1 Auxiliar Administrativo, Auxiliar de Recursos Humanos, Auxiliar Financeiro. Fundamentos da administração, Recursos humanos e departamento de

Leia mais

PLANO DE TRABALHO GESTÃO 2014-2018

PLANO DE TRABALHO GESTÃO 2014-2018 PLANO DE TRABALHO GESTÃO 2014-2018 Prof. ALEX AGUIAR LÉDO O bom gestor, gerencia a equipe pela afetividade a compreensão e a sabedoria das palavras; nunca usa palavra de desmotivação e jamais impõe sua

Leia mais

É HORA DE INCLUIR O DESENVOLVIMENTO LOCAL NAS PRIORIDADES DO SEU MUNICÍPIO! Especialistas em pequenos negócios

É HORA DE INCLUIR O DESENVOLVIMENTO LOCAL NAS PRIORIDADES DO SEU MUNICÍPIO! Especialistas em pequenos negócios É HORA DE INCLUIR O DESENVOLVIMENTO LOCAL NAS PRIORIDADES DO SEU MUNICÍPIO! Especialistas em pequenos negócios MÃOS À OBRA!!! Prefeito e Prefeita, seguem sugestões de Programas e Ações a serem inseridos

Leia mais

Nome do Processo de Seleção: Consultor Profissional Junior (secretario) da Cooperação Técnica BR-X1028

Nome do Processo de Seleção: Consultor Profissional Junior (secretario) da Cooperação Técnica BR-X1028 CONVITE À APRESENTAÇÃO DE MANIFESTAÇÃO DE INTERESSE SERVIÇOS DE CONSULTORIA País: Brasil Nome do Processo de Seleção: Consultor Profissional Junior (secretario) da Cooperação Técnica BR-X1028 O Ministério

Leia mais

ESTADO DE MATO GROSSO PREFEITURA MUNICIPAL DE COLNIZA

ESTADO DE MATO GROSSO PREFEITURA MUNICIPAL DE COLNIZA 1 LEI Nº 007/2001 DISPÕE SOBRE O PLANO PLURIANUAL DO MUNICÍPIO DE COLNIZA, PARA O PERÍODO DE 2001 A 2005 E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS A Sra. NELCI CAPITANI, Prefeita Municipal de Colniza, Estado de Mato Grosso,

Leia mais

Programa de Gestão Ambiental, Social e Econômica da Soja Brasileira

Programa de Gestão Ambiental, Social e Econômica da Soja Brasileira Programa de Gestão Ambiental, Social e Econômica da Soja Brasileira Câmara Setorial de Oleaginosas e Biodiesel do Ministério da Agricultura Daniel Furlan Amaral Economista Brasília DF 02 de setembro de

Leia mais

APROVADO AD REFERENDUM EM 04/01/2011 PARECER CEE/PE Nº 01/2011-CEB Homologado pelo Plenário em 07/02/2011

APROVADO AD REFERENDUM EM 04/01/2011 PARECER CEE/PE Nº 01/2011-CEB Homologado pelo Plenário em 07/02/2011 INTERESSADO: SERVIÇO DE TECNOLOGIA ALTERNATIVA SERTA II ASSUNTO: CREDENCIAMENTO DA INSTITUIÇÃO PARA A OFERTA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL TÉCNICA DE NÍVEL MÉDIO E AUTORIZAÇÃO DO CURSO TÉCNICO EM AGROECOLOGIA

Leia mais

Relatório de vagas disponíveis - Bolsa Emprego

Relatório de vagas disponíveis - Bolsa Emprego MODALIDADE : AGRIMENSURA REGIONAL DE CASCAVEL Topógrafo (a) Executar levantamentos geodésicos, por meio de levantamentos altimétricos e planimétricos, implantar no campo pontos de projeto, locando obras

Leia mais

Associação Brasileira de Consultores de Engenharia

Associação Brasileira de Consultores de Engenharia ABCE Associação Brasileira de Consultores de Engenharia Filiada à Federación Panamericana de Consultores FEPAC. Membro do Conselho Consultivo da Financiadora de Estudos e Projetos - FINEP. Banco de Dados

Leia mais

ESTRUTURA CURRICULAR CURSOS DE GRADUAÇÃO

ESTRUTURA CURRICULAR CURSOS DE GRADUAÇÃO ADMINISTRAÇÃO PERÍODO DISCIPLINAS C.H. 1º Antropologia e Sociologia 60 Língua Portuguesa 60 Matemática Básica 60 Metodologia Científica 60 TGA I 60 2º Ciências da Religião 60 Instituições do Direito Público

Leia mais

Anexo II Descrição da Área/Processo. Cargos de Nível Médio

Anexo II Descrição da Área/Processo. Cargos de Nível Médio Anexo II Descrição da Área/Processo Cargos Cargo Área Pré-requisito Trajetória Processo de Agrimensura de Edificações/ Construção Civil de Edificações de Edificações Agrimensura. Edificações. Edificações.

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CONSELHO REGIONAL DE ENGENHARIA E AGRONOMIA DO PARÁ - CREA-PA

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CONSELHO REGIONAL DE ENGENHARIA E AGRONOMIA DO PARÁ - CREA-PA SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CONSELHO REGIONAL DE ENGENHARIA E DO PARÁ - CREA-PA Relação entre os serviços da ART utilizado no antigo sitema e os serviços do Sistema Atual (serviços mais utilizados) Grupo Sistema

Leia mais

TECNOLOGIA EM MEIO AMBIENTE

TECNOLOGIA EM MEIO AMBIENTE TECNOLOGIA EM MEIO AMBIENTE 1. TURNO: Noturno MODALIDADE: Saneamento ÁREA: Meio Ambiente e Tecnologia da Saúde GRAU ACADÊMICO: Tecnólogo em Meio Ambiente PRAZO PARA CONCLUSÃO: Mínimo = 3 anos Máximo =

Leia mais

Sistema de Cadastro Ambiental Rural

Sistema de Cadastro Ambiental Rural Sistema de Cadastro Ambiental Rural XX Simpósio Jurídico ABCE ÂNGELO RAMALHO ASSESSOR MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE SERVIÇO FLORESTAL BRASILEIRO DIRETORIA DE FOMENTO E INCLUSÃO FLORESTAL São Paulo, Outubro/2014

Leia mais

EXCELÊNCIA EM CONTABILIDADE

EXCELÊNCIA EM CONTABILIDADE EXCELÊNCIA EM CONTABILIDADE 1 50 ANOS DE TRADIÇÃO E INOVAÇÃO NO MERCADO MINEIRO 2 Desde 1963, a Matur tem compromisso com a gestão contábil e empresarial voltada para empresas dos mais diversos segmentos

Leia mais

ANEXO VI - (Quadro de Vagas com as respectivas codificações) Comunicação e Empreendedorismo. Noturno. Noturno. Noturno

ANEXO VI - (Quadro de Vagas com as respectivas codificações) Comunicação e Empreendedorismo. Noturno. Noturno. Noturno UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA - CAMPUS UFV - FLORESTAL ANEXO VI - (Quadro de Vagas com as respectivas codificações) Códigos Supervisor 01 02 03 04 05 06 07 08 09 Curso(s) Localidade(s) Turno 10 11 12

Leia mais

PROJETO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA FIC RECURSOS NATURAIS

PROJETO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA FIC RECURSOS NATURAIS PROJETO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA FIC RECURSOS NATURAIS CURSO: MANEJO DE CULTURAS ANUAIS REGIONAIS CAMPUS: IF SERTÃO-PE Campus Floresta CARGA HORÁRIA: 160h PÚBLICO-ALVO: Técnicos agrícolas,

Leia mais

Cargo Descrição e Requisitos Benefícios

Cargo Descrição e Requisitos Benefícios Vitória, 25 de Junho de 2012. A Selecta, empresa de Recrutamento e Seleção, divulga as vagas de emprego em aberto, com destaque para: Vendedor Externo, Assistente de Crédito e Cobrança, Auxiliar Administrativo,

Leia mais

Curso de Direito Ambiental

Curso de Direito Ambiental Curso de Direito Ambiental 1. NOÇÕES PRELIMINARES 1.1 Direitos de terceira geração 1.1.1 Introdução 1.1.2 Direitos difusos 1.1.3 Direitos coletivos stricto sensu 1.1.4 Direitos individuais homogêneos 1.2

Leia mais

Comércio Exterior. Cursos Completos

Comércio Exterior. Cursos Completos Comércio Exterior Relação de Cursos Cursos Completos Curso Completo de Comércio Exterior: Este curso inclui o conteúdo de quase todos os cursos que oferecemos na área de comércio exterior. Este curso é

Leia mais

PROPOSTAS DO III SEMINARIO SUL BRASILEIRO DE AGRICULTURA SUSTENTÁVEL GRUPO DE TRABALHO PRODUÇÃO DE ALIMENTOS PARA O TURISMO RURAL

PROPOSTAS DO III SEMINARIO SUL BRASILEIRO DE AGRICULTURA SUSTENTÁVEL GRUPO DE TRABALHO PRODUÇÃO DE ALIMENTOS PARA O TURISMO RURAL O Seminário Sul Brasileiro vem sendo organizado desde 2005, como um evento paralelo a Suinofest, festa gastronômica de derivados da carne suína, por um grupo formado pela UERGS, ACI-E, EMATER e Secretaria

Leia mais

COORDENADOR ADMINISTRATIVO DE VENDAS

COORDENADOR ADMINISTRATIVO DE VENDAS COORDENADOR ADMINISTRATIVO DE VENDAS Escolaridade: Superior completo em áreas afins Experiência: Necessário experiência em: - Gestão Comercial (preferencialmente como analista de vendas ou outra interna),

Leia mais

PROJETO DE LEI DO SENADO Nº, DE 2016

PROJETO DE LEI DO SENADO Nº, DE 2016 PROJETO DE LEI DO SENADO Nº, DE 2016 Institui a Política de Desenvolvimento Sustentável da Caatinga. O CONGRESSO NACIONAL decreta: Art. 1º Esta Lei institui a Política de Desenvolvimento Sustentável da

Leia mais

Tanguá (Rio de Janeiro), Brazil

Tanguá (Rio de Janeiro), Brazil Tanguá (Rio de Janeiro), Brazil Relatório do progresso local sobre a implementação do Quadro de Ação de Hyogo (2013-2014) Prefeito: VALBER LUIZ MARCELO DE CARVALHO Nome do ponto focal: Alexander Anthony

Leia mais

Segurança Alimentar e Nutricional na Amazônia

Segurança Alimentar e Nutricional na Amazônia Segurança Alimentar e Nutricional na Amazônia Contribuições ao debate na XI Plenária do Consea Agosto de 2013 Aprimoramento da estratégia de identificação e caracterização das famílias pertencentes a povos

Leia mais

Cargo Vagas Código Detalhes da vaga Requisitos: - Disponibilidade para atuar em Vitória. - Residir na Grande Vitória. - Possuir experiência na função

Cargo Vagas Código Detalhes da vaga Requisitos: - Disponibilidade para atuar em Vitória. - Residir na Grande Vitória. - Possuir experiência na função Cargo Vagas Código Detalhes da vaga - Ensino Superior completo ou cursando em Administração ou Ensino Técnico completo em Administração - Disponibilidade para atuar em Vitória - Residir na Grande Vitória

Leia mais

Termo de Referência INTRODUÇÃO E CONTEXTO

Termo de Referência INTRODUÇÃO E CONTEXTO Termo de Referência CONSULTORIA PARA AVALIAÇÃO DOS FINANCIAMENTOS DO BANCO DA AMAZÔNIA BASA, PARA FORTALECIMENTO DA AGENDA DE DESENVOLVIMENTO RURAL SUSTENTÁVEL DA AMAZÔNIA BRASILEIRA, COM DESTAQUE PARA

Leia mais

LEGISLAÇÃO BRASILEIRA E PROGRAMAS DO GOVERNO FEDERAL PARA O USO SUSTENTÁVEL E A CONSERVAÇÃO DE SOLOS AGRÍCOLAS

LEGISLAÇÃO BRASILEIRA E PROGRAMAS DO GOVERNO FEDERAL PARA O USO SUSTENTÁVEL E A CONSERVAÇÃO DE SOLOS AGRÍCOLAS ESTUDO LEGISLAÇÃO BRASILEIRA E PROGRAMAS DO GOVERNO FEDERAL PARA O USO SUSTENTÁVEL E A CONSERVAÇÃO DE SOLOS AGRÍCOLAS ESTUDO DEZEMBRO/2014 Rodrigo Hermeto Corrêa Dolabella Consultor Legislativo da Área

Leia mais

-- ------------- 2011-2014: Função: Engenheiro Eletricista Pleno

-- ------------- 2011-2014: Função: Engenheiro Eletricista Pleno , ',. Curricu/um Vifae - Ro n a n de A ssi s -- ------------- DADOS PESSOAIS Av. Marte, 860, Apto N 204, Bloco 02 - Bairro Jardim Riacho das Pedras Contagem - MG Telefone: (31) 9948-3479/3363-1076 E-mail:

Leia mais

Plataforma Ambiental para o Brasil

Plataforma Ambiental para o Brasil Histórico 1989 - Plataforma Ambiental Mínima para Candidatos à Presidência 1990 - Plataforma Ambiental Mínima para os Candidatos ao Governo do Estado de São Paulo 1998 - Plataforma Ambiental Mínima para

Leia mais

Boletim Informativo - 18/09 - Edição: 17

Boletim Informativo - 18/09 - Edição: 17 Boletim Informativo - 18/09 - Edição: 17 Crédito para Implantação de uma suinocultura de Baixa Emissão decarbono Esta edição do boletim informativo da Suinocultura de Baixa Emissão de Carbono visa sanar

Leia mais

Cargo Descrição e Requisitos Benefícios

Cargo Descrição e Requisitos Benefícios Vitória, 22 de Abril de 2012. A Selecta, empresa de Recrutamento e Seleção, divulga as vagas de emprego em aberto, com destaque para: Auxiliar Administrativo, Assistente Financeiro, Coordenador de Recursos

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Secretaria de Estado de Agricultura e Pecuária - SEAPEC Superintendência de Desenvolvimento Sustentável

GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Secretaria de Estado de Agricultura e Pecuária - SEAPEC Superintendência de Desenvolvimento Sustentável GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Secretaria de Estado de Agricultura e Pecuária - SEAPEC MANIFESTAÇÃO DE INTERESSE EDITAL De acordo com o Contrato de Empréstimo firmado entre o Banco Internacional para

Leia mais

Gestão Social no Contexto da Sustentabilidade

Gestão Social no Contexto da Sustentabilidade Florestas Plantadas e Critérios Socioambientais Gestão Social no Contexto da Sustentabilidade FSC -Estudo para Análise de CAR Foram analisados os relatórios de auditoria de 2009 e 2010 das 5 empresas do

Leia mais

CEFIR Cadastro Estadual Florestal de Imóveis Rurais

CEFIR Cadastro Estadual Florestal de Imóveis Rurais CEFIR Cadastro Estadual Florestal de Imóveis Rurais Proposição de Reforma Estruturante do Sistema Tornar o Sistema mais ágil e compatibilizá-lo com as demandas da sociedade sem perder o foco na qualidade

Leia mais

MINISTÉRIO DA INTEGRAÇÃO NACIONAL - MI AGÊNCIA DE DESENVOLVIMENTO DA AMAZÔNIA - ADA

MINISTÉRIO DA INTEGRAÇÃO NACIONAL - MI AGÊNCIA DE DESENVOLVIMENTO DA AMAZÔNIA - ADA MINISTÉRIO DA INTEGRAÇÃO NACIONAL - MI AGÊNCIA DE DESENVOLVIMENTO DA AMAZÔNIA - ADA BIOCOMBUSTÍVEIS: ATRAÇÃO DE INVESIMENTOS PARA O ESTADO DO PARÁ CONTEXTO: A Agência de Desenvolvimento da Amazônia, deseja

Leia mais

Auditoria Interna Ferramenta de verificação da conformidade

Auditoria Interna Ferramenta de verificação da conformidade Auditoria Interna Ferramenta de verificação da conformidade Fabrinni M. dos Santos, João F. Neves, M. Cristina Prata Neves, Gabrielle K. Robbs e Paschoal G. Robbs Auditoria Interna Ferramenta de verificação

Leia mais

Programa ABC. Banco do Brasil Safra 2013/2014

Programa ABC. Banco do Brasil Safra 2013/2014 Programa ABC Banco do Brasil Safra 2013/2014 Balanço da Safra 2012/2013 Plano Safra 2012/2013 Crédito Rural - Desembolsos R$ 61,5 bilhões CRESCIMENTO de 28% em relação à safra anterior R$ 6,5 bilhões acima

Leia mais

DISPOSIÇÕES PERMANENTES

DISPOSIÇÕES PERMANENTES Revista RG Móvel - Edição 31 DISPOSIÇÕES PERMANENTES CADASTRO AMBIENTAL RURAL (CAR): O novo Código Florestal determina a criação do CAR (Cadastro Ambiental Rural) e torna obrigatório o registro para todos

Leia mais

LEI Nº 1.931, DE 12 DE JUNHO 2.001.

LEI Nº 1.931, DE 12 DE JUNHO 2.001. LEI Nº 1.931, DE 12 DE JUNHO 2.001. Cria a Área de Proteção Ambiental (APA) da Pedra Gaforina e define o seu Zoneamento Ambiental (Ecológico-Econômico), no Município de GUANHÃES-MG. Faço saber que a Câmara

Leia mais

ENGENHARIA AGRÍCOLA E AMBIENTAL. COORDENADOR Antônio Teixeira de Matos atmatos@ufv.br

ENGENHARIA AGRÍCOLA E AMBIENTAL. COORDENADOR Antônio Teixeira de Matos atmatos@ufv.br ENGENHARIA AGRÍCOLA E AMBIENTAL COORDENADOR Antônio Teixeira de Matos atmatos@ufv.br 70 Currículos dos Cursos do CCA UFV Engenheiro Agrícola e Ambiental ATUAÇÃO Compete ao Engenheiro Agrícola e Ambiental

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA (FIC)

PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA (FIC) PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA (FIC) Operador de Computador Florestal 2014 Reitora da Universidade Federal de Viçosa Nilda de Fátima Ferreira Soares Pró-Reitor de Ensino Vicente

Leia mais

REQUISITOS (Formação Acadêmica, Experiência necessária para a vaga, Conhecimentos Específicos, Conhecimento de Informática, Idioma)

REQUISITOS (Formação Acadêmica, Experiência necessária para a vaga, Conhecimentos Específicos, Conhecimento de Informática, Idioma) Colaboração da amiga Rita de Cássia Empresa AES Eletropaulo Vaga Analista Desenvolvimento Pleno Local de Trabalho Barueri ao lado do Shopping Tamboré PRINCIPAIS ATRIBUIÇÕES Implementar programas de treinamento

Leia mais

Tecnologia em Construção Civil - Modalidade Movimento de Terra e Pavimentação

Tecnologia em Construção Civil - Modalidade Movimento de Terra e Pavimentação HABILITAÇÃO COMPONENTE TITULAÇÃO Meio Ambiente Localização Espacial e Interpretação de Imagens Agrimensura (EII) Agronomia Agropecuária (EII) Arquitetura Arquitetura e Urbanismo Ciências Agrárias (LP)

Leia mais

Robinson Bonato. Resumo. Experiência

Robinson Bonato. Resumo. Experiência Robinson Bonato Engenheiro Civil Sênior Engenharia Construção Projetos Gestão de Equipe Em Transição de Carreira. rjbonato15@gmail.com Resumo Engenheiro Civil. Graduado em Engenharia Civil pela UNIVAP-

Leia mais

LEI Nº 7.055, DE 12 DE NOVEMBRO DE 2007

LEI Nº 7.055, DE 12 DE NOVEMBRO DE 2007 LEI Nº 7.055, DE 12 DE NOVEMBRO DE 2007 Publicada no DOE(Pa) de 20.11.07. Dispõe sobre a Política Estadual para o Desenvolvimento e Expansão da Apicultura e dá outras providências. A ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO

GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO TERMO DE REFERÊNCIA CONTRATAÇÃO DE CONSULTORIA PARA A REALIZAÇÃO DE ESTUDOS SOBRE FINANCIAMENTOS PARA PROJETOS DE PLANTIO DE FLORESTA NATIVA EM RESERVAS LEGAIS 1. IDENTIFICAÇÃO DO TERMO DE REFERÊNCIA 1.1.

Leia mais

Tubarão (Santa Catarina), Brazil

Tubarão (Santa Catarina), Brazil Tubarão (Santa Catarina), Brazil Relatório do progresso local sobre a implementação do Quadro de Ação de Hyogo (2013-2014) Prefeito: João Olavio Falchetti Nome do ponto focal: João Olavio Falchetti Organização:

Leia mais

Uma das dez maiores empresas de cimento do mundo.

Uma das dez maiores empresas de cimento do mundo. Votorantim Cimentos Uma das dez maiores empresas de cimento do mundo. Cursando: Administração; Sistemas de Informação ou Tecnologia da Informação. Estar devidamente matriculado nos cursos que têm vagas

Leia mais

Regulamento de Avaliação da Conformidade das Unidades Armazenadoras

Regulamento de Avaliação da Conformidade das Unidades Armazenadoras Regulamento de Avaliação da Conformidade das Unidades Armazenadoras SUMÁRIO 1 Objetivo 2 Documentos Complementares 3 Siglas e Definições 4 Condições Gerais 5 Mecanismo de Avaliação da Conformidade 6 Alterações

Leia mais

ESTRUTURA CURRICULAR ENGENHARIA AGRONÔMICA ESALQ/USP 2012

ESTRUTURA CURRICULAR ENGENHARIA AGRONÔMICA ESALQ/USP 2012 ESTRUTURA CURRICULAR ENGENHARIA AGRONÔMICA ESALQ/USP 2012 Disciplinas em Seqüência Aconselhada Créditos Carga Per. Obrigatórias Aula Trab. Tot. Horária Ideal 0110113(5) Introdução à Engenharia Agronômica

Leia mais

O Crédito e a. no BB

O Crédito e a. no BB O Crédito e a Sustentabilidade no BB O Crédito e a Sustentabilidade no BB Para efeito de concessão de crédito, os produtores são divididos da seguinte forma: Agricultura Familiar: Agricultores e Pecuaristas

Leia mais

O Programa Produtor de Água

O Programa Produtor de Água O Programa Produtor de Água Arcabouço Legal e Institucional Lei nº 9.433 de 8.01.97 Titulo I - Da Política Nacional de Recursos Hídricos Capitulo II Dos Objetivos Artigo 2º - São objetivos da Política

Leia mais

I SEMINÁRIO IBRACON SOBRE O ENSINO DE ENGENHARIA CIVIL

I SEMINÁRIO IBRACON SOBRE O ENSINO DE ENGENHARIA CIVIL I SEMINÁRIO IBRACON SOBRE O ENSINO DE ENGENHARIA CIVIL OBJETIVO DEBATER A QUALIDADE E A ATUALIDADE DO ENSINO DE ENGENHARIA CIVIL NO BRASIL VISANDO INICIAR PROJETOS DE ATUALIZAÇÃO NA LEGISLAÇÃO QUE REGE

Leia mais

ANEXO 8 DECLARAÇÃO DE DISPONIBILIDADE

ANEXO 8 DECLARAÇÃO DE DISPONIBILIDADE ANEXO 8 DECLARAÇÃO DE DISPONIBILIDADE Declaração de Disponibilidade 1 D E C L A R A Ç Ã O Declaramos que, no caso de adjudicação, disponibilizaremos para a execução dos serviços objeto da presente licitação,

Leia mais