PROCESSO SELETIVO DE TRANSFERÊNCIA DE ALUNOS E PORTADOR DE DIPLOMA DE GRADUAÇÃO PRIMEIRO SEMESTRE ANEXO IX ENGENHARIAS - 1º ANO CÁLCULO I

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PROCESSO SELETIVO DE TRANSFERÊNCIA DE ALUNOS E PORTADOR DE DIPLOMA DE GRADUAÇÃO PRIMEIRO SEMESTRE - 2016 ANEXO IX ENGENHARIAS - 1º ANO CÁLCULO I"

Transcrição

1 ANEXO IX ENGENHARIAS - 1º ANO CÁLCULO I 1 Funções de uma variável 2 Funções reais 3 Conceito, cálculo e aplicações de limites, continuidade, derivadas e diferenciais 4 Cálculos de pontos de máximos, mínimos e concavidade 5 Funções elementares: exponencial, logaritmo, trigonométricas e inversas 6 Técnicas e aplicações de integração: definida, indefinida 7 Integração imprópria ANTON, H.; BIVENS, I., DAVIS, S. Cálculo. V ed. Editora Bookman, GUIDORIZZI, H.L. Um Curso de Cálculo. V ed. Editora LTC, THOMAS, G.B. Cálculo. 10. ed. Editora Addison Wesley Bra, GEOMETRIA ANALÍTICA 1 Vetores: operações e bases 2 Equações vetorial e paramétrica de retas e planos 3 Distâncias e ângulos entre retas, planos e retas e planos 4 Cônicas 5 Superfícies quádricas 1

2 BOULOS, P.; CAMARGO, I. Geometria Analítica - Um Tratamento Vetorial. 3. ed. Editora Prentice Hall Brasil, STEINBRUCH, A.; WINTERLE, P. Geometria Analítica. 2. ed. Editora Pearson Makron Books, WINTERLE, P. Vetores e Geometria Analítica. Editora Pearson Makron Books, ÁLGEBRA LINEAR 1 Sistemas lineares: resolução e escalonamento 2 Álgebra de matrizes e determinantes 3 Espaços vetoriais, subespaços, bases, dimensão 4 Transformações lineares e representação matricial 5 Produto interno 6 Autovalores e autovetores 7 Diagonalização BOLDRINI, J.L.; COSTA, S.I.R.; FIGUEIREDO, V.L.; WETZLER, H.G. Álgebra Linear. 3. ed. Ed. Harbra, ANTON, H,; RORRES, C. Álgebra Linear com Aplicações. 8. ed. Editora Bookman, STEINBRUCH, A. Álgebra Linear. 2. ed. Editora Pearson Makron Books, Introdução à química geral QUÍMICA PARA ENGENHARIA Química na engenharia: aplicação 2

3 Classificações e propriedades da matéria Unidades de medida 2 Microestrutura da matéria Visão moderna da estrutura da matéria Estrutura eletrônica dos átomos Átomos, moléculas e íons Massas atômicas, massa molecular e massa molar 3 Propriedades periódicas dos elementos químicos Tabela periódica Propriedades periódicas 4 Ligação química Tipos de ligações: iônica, covalente, metálica Polaridade e eletronegatividade Geometria molecular e teorias de ligação Forças intermoleculares, mudanças de fase e diagramas de fases Estrutura dos sólidos e materiais modernos 5 Gases Características dos gases As leis dos gases e equação do gás ideal Gases reais 6 Reações e equações químicas Propriedades das soluções Medidas de concentração, solubilidade e diluição: aplicações Tipos de reações químicas 7 Estequiometria Processos industriais 3

4 Excesso, pureza e rendimento Reações de combustão 8 Cinética química Velocidade das reações Dependência da velocidade reacional com a concentração e temperatura Mecanismo de reação Catálise e indústria química 9 Equilíbrio químico Conceito de equilíbrio Constante de equilíbrio: cálculo e aplicações 10 Eletroquímica Balanceamento de equações de oxirredução Células voltaicas Fem de pilhas Corrosão Eletrólise BROWN, T. L.; HOME, T.A. Química Geral Aplicada à Engenharia. Cengage, p. BROWN, T. L.; LEMAY, H. E.; BURSTEN, B. E. Química: a ciência central. 9. ed. São Paulo: Prentice Hall, p. KOTZ, J. C.; TREICHEL, P. M.; WEAVER, G.C. Química Geral e Reações Químicas. Vol.1. São Paulo: Cengage Learning, p. 1 Introdução à Física 2 Física clássica e moderna FÍSICA PARA ENGENHARIAS I 4

5 Sistema internacional de unidades Algarismos significativos e ordem de grandeza 3 Velocidade e aceleração vetoriais Movimento, posição e deslocamento Velocidade média, instantânea e escalar Aceleração e queda livre Movimento em duas dimensões Movimento de um projétil 4 Princípios de dinâmica Primeira, segunda e terceira leis de Newton 5 Aplicações das leis de Newton Atrito 6 Trabalho e energia mecânica Trabalho e energia cinética Trabalho e energia potencial 7 Conservação de energia Teorema trabalho-energia 8 Movimento linear e sua conservação Centro de massa Conservação da quantidade de movimento Colisões 9 Rotação 10 Momento angular e sua conservação Torque e quantidade de movimento angular Conservação da quantidade de movimento angular 5

6 TIPLER, P. A. et. al. Física para Cientistas e Engenheiros. Volume 1. 6 ed. Editora LTC, HALLIDAY, David; RESNICK, Robert; WALKER, Jearl. Fundamentos de Física. Vol ed. editora LTC, NUSSENZVIG, H. Moyses. Curso de Física Básica. Vol. 1 Mecânica. 4. ed. Editora Edgard Blücher, PROBABILIDADE E ESTATÍSTICA PARA A ENGENHARIA 1 Probabilidade Introdução à probabilidade Probabilidade condicionada Uso de análise combinatória Probabilidade total Regra de Bayes 2 Variáveis aleatórias discretas e distribuições Distribuição binomial Distribuição de Poisson Distribuição geométrica Distribuição hipergeométrica Aplicações das distribuições anteriores 3 Variáveis aleatórias contínuas e distribuições Distribuição normal Distribuição Exponencial 6

7 Aplicações 4 Amostragem e distribuições de amostragem Tipos de amostragem Distribuição de amostragem média (Teorema do Limite Central) Distribuição t student Distribuição qui-quadrado (x 2 ) Distribuição F Aplicações 5 Estatística Descritiva Medidas de posição de dispersão Representação gráfica dos pontos 6 Estatística inferencial Estimação por ponto e por intervalo Intervalo de confiança para médias; variâncias e proporções Introdução à teoria da decisão estatística (Erro tipo I e II, nível de significância, testes unilaterais e bilaterais) Testes de Hipóteses para médias, variâncias e proporções Teste de Qui-quadrado (Testes de Aderência e Teste de Independência Tabelas de contingência) Aplicações 7 Regressão linear simples e múltipla Ajustamentos e métodos dos mínimos quadrados (regressão linear simples) Inferências do modelo de regressão 7

8 Regressão múltipla Aplicações 8 ANOVA Comparação de várias médias ANOVA da regressão COSTA NETO, P. L. O. Estatística. 2.ed. Edgard Blücher, MEYER, P. L. Probabilidade Aplicações à Estatística. 2.ed, LTC, MONTGOMERY, D.; RUNGER, G. C. Estatística Aplicada e Probabilidade para Engenheiros. 5. ed. LTC, CÁLCULO II 1 Funções de várias variáveis 2 Limites, continuidade, gráficos e níveis 3 Derivadas parciais e direcionais 4 Planos tangentes e aproximação linear 5 Diferenciabilidade e diferencial 6 Máximos / mínimos multiplicadores de Lagrange 7 Coordenadas polares cilíndricas e esféricas 8 Integrais duplas, triplas, de linha e superfície 9 Teoremas de Green, Gauss e Stokes STEWART, J. Cálculo. V.2, 6. ed. Editora Cengage,

9 GUIDORIZZI, H.L. Um Curso de Cálculo. V ed. Editora LTC, ANTON, H.; BIVENS, I.; DAVIS, S. Cálculo. V.2, 8. ed. Editora Bookman,

FÍSICA GERAL III - 90 h

FÍSICA GERAL III - 90 h FÍSICA GERAL III - 90 h Em Física Geral III estudam-se os tópicos de Eletricidade, Magnetismo e Eletromagnetismo. A base tecnológica de nossa sociedade é o eletromagnetismo, por essa razão é de fundamental

Leia mais

PROGRAMA DA DISCIPLINA

PROGRAMA DA DISCIPLINA Associação de Ensino e Cultura Pio Décimo Faculdade Pio Décimo Engenharia Elétrica PROGRAMA DA DISCIPLINA Identificação Matéria de Ensino Matemática Código EE112 Disciplina Álgebra Linear Código MA100003

Leia mais

DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ENGENHARIA AMBIENTAL 1º PERÍODO

DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ENGENHARIA AMBIENTAL 1º PERÍODO DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ENGENHARIA AMBIENTAL 1º PERÍODO CÓDIGO PERÍODO DISCIPLINAS DO CRÉDITOS PRÉ- CO- PRIMEIRO PERÍODO TEÓRICOS PRÁTICOS TOTAL REQUISITO REQUISITO ENG1080 1 Introdução à Engenharia

Leia mais

GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA

GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA EMENTAS DAS DISCIPLINAS DO CICLO BÁSICO 1º BIMESTRE INTRODUÇÃO À ENGENHARIA 40 horas Fundamentos da Engenharia e Suas Grandes Áreas; Inovação e Desenvolvimento de Produto; O Modo

Leia mais

Rediscussão do BC&T. Eixo de Representação e Simulação

Rediscussão do BC&T. Eixo de Representação e Simulação Rediscussão do BC&T Eixo de Representação e Simulação Resumo 1ª Reunião Proposta Ideal Principais Alterações: GA - 4 créditos IPE - 4 créditos FUV - 6 créditos 6-0-6 ou 4-2-6 Plano B - retirada de FVV

Leia mais

EMENTÁRIO E BIBLIOGRAFIA BÁSICA

EMENTÁRIO E BIBLIOGRAFIA BÁSICA EMENTÁRIO E BIBLIOGRAFIA BÁSICA 2º ANO Nome da disciplina: Física Geral II Carga horária: 90h Acústica e Ondas. Óptica Física e Geométrica. Lei de Coulomb; Campo Elétrico. Lei de Gauss. Potencial. Capacitância.

Leia mais

EMENTA: PROGRAMA: MEDIÇÃO DE VETORES

EMENTA: PROGRAMA: MEDIÇÃO DE VETORES DISCIPLINA: FÍSICA I CRÉDITOS: 04 CARGA HORÁRIA: 60 h/a OBJETIVOS: Identificar fenômenos naturais em termos de quantidade e regularidade, bem como interpretar princípios fundamentais que generalizam as

Leia mais

BIBLIOGRAFIA BÁSICA PARA AS DISCIPLINAS DA ÁREA DE ENGENHARIA

BIBLIOGRAFIA BÁSICA PARA AS DISCIPLINAS DA ÁREA DE ENGENHARIA BIBLIOGRAFIA BÁSICA PARA AS DISCIPLINAS DA ÁREA DE ENGENHARIA 1. ALGEBRA LINEAR ANTON, H.; RORRES, C. Álgebra linear com aplicações. 10 ed. Rio de Janeiro: Bookman, 2012. 786p. BOLDRINI, J.L.; COSTA, S.I.R.,

Leia mais

Programa da Disciplina

Programa da Disciplina INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E tecnologia PARAÍBA Ministério da Educação Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba - Campus Cajazeiras Diretoria de Ensino / Coord. do Curso

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO. Relatório Perfil Curricular

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO. Relatório Perfil Curricular PERÍODO: 1º MA026- CALCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL 1 OBRIG 60 0 60 4.0 LIMITES E CONTINUIDADE DE FUNÇÕES. DERIVADAS. APLICAÇÕES DA DERIVADA. TEOREMA DE ROLLE, TEOREMA DO VALOR MÉDIO E TEOREMA DO VALOR MÉDIO

Leia mais

Universidade Federal de Goiás. Plano de Ensino

Universidade Federal de Goiás. Plano de Ensino 01: Dados de Identificação da Disciplina: Plano de Ensino Disciplina: Cálculo Diferencial e Integral 3 Cod. da Disciplina: 60P2MB Curso: Engenharia de Computação Cod. do Curso: Turma: Cálculo Diferencial

Leia mais

CURSO ENGENHARIA DE PRODUÇÃO Autorizado pela Portaria nº 1.150 de 25/08/10 D.O.U de 27/08/10 PLANO DE CURSO

CURSO ENGENHARIA DE PRODUÇÃO Autorizado pela Portaria nº 1.150 de 25/08/10 D.O.U de 27/08/10 PLANO DE CURSO CURSO ENGENHARIA DE PRODUÇÃO Autorizado pela Portaria nº 1.150 de 25/08/10 D.O.U de 27/08/10 Componente Curricular: Geometria Analítica e de Vetores Código: ENGP- 120 Pré-requisito: - Período Letivo: 2013.1

Leia mais

MPEP ITA PG/EAM-P. Turma Senai. Plano de Ensino. MB-701 Nivelamento em Matemática Superior

MPEP ITA PG/EAM-P. Turma Senai. Plano de Ensino. MB-701 Nivelamento em Matemática Superior MPEP www.mpep.ita.br ITA PG/EAM-P Turma Senai Plano de Ensino MB-701 Nivelamento em Matemática Superior São José dos Campos, SP 29 de julho de 2013 OBJETIVOS DA DISCIPLINA Esta dsiciplina tem o objetivo

Leia mais

UNIVERSIDADE CATÓLICA DE ANGOLA INSTITUTO SUPERIOR DE CIÊNCIAS DA SAÚDE CURSO PREPARATÓRIO 2016 / PROGRAMA DA DISCIPLINA DE QUÍMICA

UNIVERSIDADE CATÓLICA DE ANGOLA INSTITUTO SUPERIOR DE CIÊNCIAS DA SAÚDE CURSO PREPARATÓRIO 2016 / PROGRAMA DA DISCIPLINA DE QUÍMICA OBJECTIVOS Geral Expor de forma ampla e acessível os princípios básicos e indispensáveis para uma compreensão racional do comportamento químico das substâncias e sistemas. Propiciar o aprendizado de conceitos

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal de Alfenas. UNIFAL-MG

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal de Alfenas. UNIFAL-MG MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal de Alfenas. UNIFAL-MG BR 267 - Rodovia José Aurélio Vilela, nº 11.999 Cidade Universitária - Poços de Caldas- MG. DINÂMICA CURRICULAR E EMENTÁRIO DO BACHARELADO

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL GOIANO CAMPUS RIO VERDE

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL GOIANO CAMPUS RIO VERDE PROCESSO SELETIVO PARA MONITORES DE ENSINO DE CURSOS DE GRADUAÇÃO EDITAL Nº 04, de 04 de setembro de 2015. O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Goiano (IF Goiano ), por meio da Diretoria

Leia mais

1º PERÍODO CÁLCULO I Ementa Conteúdo Programático:

1º PERÍODO CÁLCULO I Ementa Conteúdo Programático: 1º PERÍODO CÁLCULO I Ementa: Limite e continuidade. Derivadas. Aplicação das derivadas. Diferencial. Estudo dos conhecimentos matemáticos básicos. Diferenciação de funções e suas aplicações. Taxas de variações

Leia mais

2FIS023 FÍSICA GERAL III

2FIS023 FÍSICA GERAL III 1ª Série 2MAT032 CÁLCULO E GEOMETRIA ANALÍTICA I A derivada: números reais. Planos cartesianos e gráficos de funções. Limite e continuidade de funções reais. Diferenciação de funções reais e aplicações.

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROGRAMA DE DISCIPLINA Faculdade Anísio Teixeira de Feira de Santana Autorizada pela Portaria Ministerial nº 552 de 22 de março de 2001 e publicada no Diário Oficial da União de 26 de março de 2001. Endereço: Rua Juracy Magalhães,

Leia mais

Ementas do Curso de Engenharia Civil ( até o quarto período )

Ementas do Curso de Engenharia Civil ( até o quarto período ) Ementas do Curso de Engenharia Civil ( até o quarto período ) 1 Período GEXT 7301- Cálculo a Uma Variável (5.0.0) Números Reais, Funções Reais, Limites de Funções Reais e Continuidade, Derivação, Taxas

Leia mais

CENTRO DE CIÊNCIAS TECNOLÓGICAS - CCT

CENTRO DE CIÊNCIAS TECNOLÓGICAS - CCT CENTRO DE CIÊNCIAS TECNOLÓGICAS - CCT Área de Conhecimento Ementa/Bibliografia Acionamentos Elétricos Conversão Eletromecânica de Energia: Circuitos magnéticos. Sistemas e dispositivos magnetelétricos.

Leia mais

PROCESSO SELETIVO PARA O PROGRAMA DE PÓS GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DE PRODUÇÃO (PPGEP) DA UFPR - MESTRADO

PROCESSO SELETIVO PARA O PROGRAMA DE PÓS GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DE PRODUÇÃO (PPGEP) DA UFPR - MESTRADO Ministério da Educação e do Desporto Universidade Federal do Paraná Setor de Tecnologia Programa de Pós-graduação em Engenharia de Produção EDITAL 09/2015 PROCESSO SELETIVO PARA O PROGRAMA DE PÓS GRADUAÇÃO

Leia mais

UNIVERSIDADE DA REGIÃO DE JOINVILLE - UNIVILLE PLANEJAMENTO DE ENSINO E APRENDIZAGEM

UNIVERSIDADE DA REGIÃO DE JOINVILLE - UNIVILLE PLANEJAMENTO DE ENSINO E APRENDIZAGEM UNIVERSIDADE DA REGIÃO DE JOINVILLE - UNIVILLE PLANEJAMENTO DE ENSINO E APRENDIZAGEM ENGENHARIA DE PRODUÇÃO MECÂNICA 1ª SÉRIE - 2010/1 1. Curso: Curso: Missão do curso: Perfil profissiográfico: ENGENHARIA

Leia mais

Ementas Disciplinas Obrigatórias

Ementas Disciplinas Obrigatórias Ementas Disciplinas Obrigatórias INFORMÁTICA Algoritmos I Resolução de problemas e desenvolvimento de algoritmos: análise do problema, estratégias de solução e representação. Estruturação e modularização.

Leia mais

EDITAL 001/2011 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA ADMISSÃO DE MONITORES

EDITAL 001/2011 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA ADMISSÃO DE MONITORES EDITAL 001/2011 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA ADMISSÃO DE MONITORES O Diretor Geral do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás Campus Anápolis, por meio da Chefia de Departamento

Leia mais

DIVISÃO DE REGISTROS ACADÊMICOS Registros Acadêmicos da Graduação. Ementas por Currículo 25/08/2015 16:57. Centro de Ciências Tecnológicas

DIVISÃO DE REGISTROS ACADÊMICOS Registros Acadêmicos da Graduação. Ementas por Currículo 25/08/2015 16:57. Centro de Ciências Tecnológicas 5/8/15 16:57 Centro de Ciências Tecnológicas Curso: 19 Engenharia Mecânica (Noturno) Currículo: 15/ 1 EDU.5.-5 Universidade, Ciência e Pesquisa Ementa: A função da Universidade como instituição de produção

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA GOIANO CÂMPUS RIO VERDE PRÓ-REITORIA DE ENSINO DIRETORIA DE ENSINO

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA GOIANO CÂMPUS RIO VERDE PRÓ-REITORIA DE ENSINO DIRETORIA DE ENSINO Curso: Engenharia de Alimentos Pré-requisito: Nenhum INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA Disciplina: Cálculo Diferencial e Integral I EXA-202 Carga horária total: 80 Teórica: 80 Prática:

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO INSTITUTO DE CIÊNCIAS EXATAS E APLICADAS PROJETO RUMO À UNIVERSIDADE CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DE PROCESSOS SELETIVOS

UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO INSTITUTO DE CIÊNCIAS EXATAS E APLICADAS PROJETO RUMO À UNIVERSIDADE CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DE PROCESSOS SELETIVOS Física 1. Mecânica 1.1 O que é a Física? 1.1.1 A Física 1.1.2 As grandezas físicas: como se medem 1.1.3 O método experimenta 1.2 As medidas e os erros de medida 1.2.1 O Sistema Internacional de Unidades

Leia mais

ESPAÇOS MUNIDOS DE PRODUTO INTERNO

ESPAÇOS MUNIDOS DE PRODUTO INTERNO ESPAÇOS MUNIDOS DE PRODUTO INTERNO Angelo Fernando Fiori 1 Bruna Larissa Cecco 2 Grazielli Vassoler 3 Resumo: O presente trabalho apresenta um estudo sobre os espaços vetoriais munidos de produto interno.

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA SUL-RIO-GRANDENSE EDITAL Nº 067/2011 CAMPUS SAPUCAIA DO SUL

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA SUL-RIO-GRANDENSE EDITAL Nº 067/2011 CAMPUS SAPUCAIA DO SUL SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA SUL-RIO-GRANDENSE EDITAL Nº 067/2011 CAMPUS SAPUCAIA DO SUL ANEXO 2 CONTEÚDO PROGRAMÁTICO ÁREA: 25 EIXO TECNOLÓGICO: PRODUÇÃO

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLÓGICAS DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA. MAT 243 Cálculo Diferencial de Integral III

UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLÓGICAS DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA. MAT 243 Cálculo Diferencial de Integral III UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLÓGICAS DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA MAT 243 Cálculo Diferencial de Integral III PLANO DE ENSINO 2017/I (sujeito a alterações durante o semestre

Leia mais

ESCOLA POLITÉCNICA DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO

ESCOLA POLITÉCNICA DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO ESCOLA POLITÉCNICA DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES AO PROCESSO SELETIVO PROGRAMA EM ENGENHARIA ELÉTRICA. EDITAL PPGEE N.º 01/2016 A Comissão Coordenadora de Programa (CCP)

Leia mais

PLANO DE ENSINO ENGENHARIA CIVIL Ênfase em Estruturas Metálicas Turno: Noturno Currículo: 2010 INFORMAÇÕES BÁSICAS

PLANO DE ENSINO ENGENHARIA CIVIL Ênfase em Estruturas Metálicas Turno: Noturno Currículo: 2010 INFORMAÇÕES BÁSICAS PLANO DE ENSINO ENGENHARIA CIVIL Ênfase em Estruturas Metálicas Turno: Noturno Currículo: 2010 INFORMAÇÕES BÁSICAS Período 2º Natureza Obrigatória Unidade curricular CIÊNCIA, TECNOLOGIA E SOCIEDADE GLOBAL

Leia mais

Engenharia da Computação. 1 o ANO

Engenharia da Computação. 1 o ANO Engenharia da Computação 1 o ANO ÁLGEBRA LINEAR E GEOMETRIA ANALÍTICA Matrizes, Sistemas lineares e Determinantes. Vetores. Espaços vetoriais. Produto escalar e vetorial. Retas e planos. Projeção ortogonal.

Leia mais

Tecnólogo em Controle de Obras 1º Ano

Tecnólogo em Controle de Obras 1º Ano Tecnólogo em Controle de Obras 1º Ano Introdução à Indústria da Construção Civil Ementa: A história da Indústria da Construção Civil no Brasil e no mundo. Projeto; A Engenharia de Produção Civil e a Inovação

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA EM JOINVILLE PRÓ-REITORIA ACADÊMICA CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA EM JOINVILLE PRÓ-REITORIA ACADÊMICA CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA EM JOINVILLE PRÓ-REITORIA ACADÊMICA CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA Matriz Curricular vigente a partir de 2012/1 Fase Cód. Disciplina Prérequisitos Carga Horária

Leia mais

ABEPRO Associação Brasileira de Engenharia de Produção. Disponível em:

ABEPRO Associação Brasileira de Engenharia de Produção. Disponível em: 1) Área: INTRODUÇÃO A PRÁTICA PROFISSIONAL 1) Histórico da Engenharia, 2) As áreas da Engenharia de Produção segundo a ABEPRO, 3) Atribuições profissionais, 4) Matriz de conhecimento da Engenharia junto

Leia mais

ABERTURA DE INSCRIÇÕES PARA VAGAS DE MONITORIA DO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL DO CENTRO UNIVERSITÁRIO DE ITAJUBÁ - FEPI

ABERTURA DE INSCRIÇÕES PARA VAGAS DE MONITORIA DO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL DO CENTRO UNIVERSITÁRIO DE ITAJUBÁ - FEPI ABERTURA DE INSCRIÇÕES PARA VAGAS DE MONITORIA DO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL DO CENTRO UNIVERSITÁRIO DE ITAJUBÁ - FEPI I. Introdução O Centro Universitário de Itajubá, por meio da Pró-Reitoria Acadêmica

Leia mais

ESCOLA DE ENGENHARIA MACKENZIE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO

ESCOLA DE ENGENHARIA MACKENZIE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO Unidade Universitária ESCOLA DE ENGENHARIA MACKENZIE Curso ENGENHARIA DE PRODUÇÃO Disciplina CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL PARA ENGENHARIA III Professor(es) AFFONSO SÉRGIO FAMBRINI CARLA SILVA CAMPOS

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS INSTITUTO DE CIÊNCIAS EXATAS DEPARTAMENTO DE FÍSICA Av. Gal. Rodrigo Otávio Jordão Ramos, 3000 Japiim CEP: 69077-000 - Manaus-AM, Fone/Fax (0xx92) 644-2006 CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

Leia mais

Sumário. Prefácio...13

Sumário. Prefácio...13 Sumário Prefácio...13 Capítulo 1 Operações com Grandezas e Unidades de Medida...15 Objetivos...15 1.1 Notação científica...16 1.2 Exponenciais e logaritmos...17 1.3 Grandezas físicas e unidades de medida:

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO DE JANEIRO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO DE JANEIRO AC-01 Física 1. Movimento em uma e duas dimensões. 2. Dinâmica Newtoniana: leis de Newton; forças dependentes do tempo, posição e velocidade; trabalho e energia; momento linear e colisões; gravitação e

Leia mais

DISCIPLINA: CONSTRUÇÃO DE COMPILADORES

DISCIPLINA: CONSTRUÇÃO DE COMPILADORES Semestre 5 Válido somente com assinatura e carimbo do IFCE Cód. Disciplina Créditos Horas Nat. Prérequisitos Teóricos Práticos TELM.066 Construção de Compiladores 2 2 80 OBR TELM.061 TELM.067 Sistemas

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS RESOLUÇÃO Nº. 228 DE 12 DE DEZEMBRO DE 2014 O CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA, EXTENSÃO E CULTURA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE

Leia mais

FIS-14 Mecânica I. Segundo Semestre de 2013 Turma 2 Prof. Dr. Ronaldo Rodrigues Pelá sala 2602A-1, ramal 5785, rrpela@ita.br

FIS-14 Mecânica I. Segundo Semestre de 2013 Turma 2 Prof. Dr. Ronaldo Rodrigues Pelá sala 2602A-1, ramal 5785, rrpela@ita.br Segundo Semestre de 2013 Turma 2 Prof. Dr. Ronaldo Rodrigues Pelá sala 2602A-1, ramal 5785, rrpela@ita.br FIS-14 Mecânica I Ementa Requisito: não há. Horas Semanais: 4-0-3-5. Forças. Estática. Equilíbrio

Leia mais

CENTRO DE EDUCAÇÃO INTEGRADA Educando para o pensar Tema Integrador 2013 / Construindo o amanhã: nós agimos, o planeta sente CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS

CENTRO DE EDUCAÇÃO INTEGRADA Educando para o pensar Tema Integrador 2013 / Construindo o amanhã: nós agimos, o planeta sente CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS CENTRO DE EDUCAÇÃO INTEGRADA Educando para o pensar Tema Integrador 2013 / Construindo o amanhã: nós agimos, o planeta sente BIOLOGIA I TRIMESTRE A descoberta da vida Biologia e ciência Origem da vida

Leia mais

Aprova a reelaboração do Projeto Pedagógico do Curso (PPC) de Graduação em Engenharia Civil RESOLVE

Aprova a reelaboração do Projeto Pedagógico do Curso (PPC) de Graduação em Engenharia Civil RESOLVE RESOLUÇÃO/CONSUNI Nº 30/2013 Aprova a reelaboração do Projeto Pedagógico do Curso (PPC) de Graduação em Engenharia Civil O Presidente do Conselho Universitário do Centro Universitário para o Desenvolvimento

Leia mais

Provas de Conhecimento Específico. Módulo I (conhecimentos básicos) (resposta obrigatória a todas as Partes: I, II e III) Programa

Provas de Conhecimento Específico. Módulo I (conhecimentos básicos) (resposta obrigatória a todas as Partes: I, II e III) Programa Provas de Admissão para maiores de 23 anos Ano lectivo: 2012 Curso de Engenharia do Ambiente Provas de Conhecimento Específico Módulo I (conhecimentos básicos) (resposta obrigatória a todas as Partes:

Leia mais

3º SEMESTRE. Desenvolver no aluno uma visão factível da mecânica, criando no mesmo uma "intuição" correta dos fenômenos mecânicos.

3º SEMESTRE. Desenvolver no aluno uma visão factível da mecânica, criando no mesmo uma intuição correta dos fenômenos mecânicos. 3º SEMESTRE EMENTA E CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DISCIPLINA: Cinemática dos Sólidos CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 40 horas I - EMENTA Cinemática da partícula. Cinemática do sólido: translação, rotação em torno de

Leia mais

MATRIZ GEEKIE 1º Ano 1ª Aplicação Área Matéria Assunto

MATRIZ GEEKIE 1º Ano 1ª Aplicação Área Matéria Assunto MATRIZ GEEKIE 1º Ano 1ª Aplicação Estrutura celular Impactos ambientais da ação humana Método científico e o estudo da Tratamento de resíduos Estudo do movimento: aceleração Estudo do movimento: velocidade

Leia mais

CENTRO DE CIÊNCIAS TECNOLÓGICAS - CCT

CENTRO DE CIÊNCIAS TECNOLÓGICAS - CCT CENTRO DE CIÊNCIAS TECNOLÓGICAS - CCT Área de Conhecimento Ementa/Bibliografia Compiladores Alfabetos e Linguagens. Linguagens, gramáticas e expressões regulares, autômatos finitos. Linguagens e gramáticas

Leia mais

Programa de Unidade Curricular

Programa de Unidade Curricular Programa de Unidade Curricular Faculdade Engenharia Licenciatura Engenharia Electrónica e Informática Unidade Curricular Física Geral I Semestre: 1 Nº ECTS: 6,0 Regente Carlos Alberto Rego de Oliveira

Leia mais

CURRÍCULO DO CURSO. Mínimo: 7 semestres. Profª Silvia Martini de Holanda Janesch 37219652

CURRÍCULO DO CURSO. Mínimo: 7 semestres. Profª Silvia Martini de Holanda Janesch 37219652 Documentação: Objetivo: Titulação: Diplomado em: Renovação Atual de Reconhecimento - Port. nº286/mec de 21/12/12-DOU 27/12/12.Curso reconhecido pelo Decreto Federal 75590 de 10/04/1975, publicado no Diário

Leia mais

NORMAS COMPLEMENTARES DE TRANSFERÊNCIA EXTERNA FACULTATIVA/2013

NORMAS COMPLEMENTARES DE TRANSFERÊNCIA EXTERNA FACULTATIVA/2013 NORMAS COMPLEMENTARES DE TRANSFERÊNCIA EXTERNA FACULTATIVA/2013 CURSOS SUPERIORES DE - TECNOLOGIA EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS - CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO 1. CURSOS E VAGAS OFERECIDAS Cursos de

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO GERALDO DI BIASE

CENTRO UNIVERSITÁRIO GERALDO DI BIASE PROGRAMA DAS PROVAS 1- REDAÇÃO Construção de textos dissertativos objetivos e/ou subjetivos abordando temas da atualidade. 2- LINGUA PORTUGUESA 2.1- Literatura Brasileira Literatura: conceito e funções,

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE MATO GROSSO SECRETARIA DE ESTADO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO

GOVERNO DO ESTADO DE MATO GROSSO SECRETARIA DE ESTADO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO EDITAL COMPLENTAR N 001 AO EDITAL N 003/2012 UNAT A, no uso de suas atribuições legais e em cumprimento das normas previstas no artigo 37, inciso IX, da Constituição Federal, de 5 de outubro de 1988, Decreto

Leia mais

Material de divulgação da Editora Moderna

Material de divulgação da Editora Moderna Material de divulgação da Editora Moderna Professor, nós, da Editora Moderna, temos como propósito uma educação de qualidade, que respeita as particularidades de todo o país. Desta maneira, o apoio ao

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA EM JARAGUÁ DO SUL PRÓ-REITORIA ACADÊMICA CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA EM JARAGUÁ DO SUL PRÓ-REITORIA ACADÊMICA CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA EM JARAGUÁ DO SUL PRÓ-REITORIA ACADÊMICA CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO Matriz Curricular válida para os acadêmicos ingressantes a partir de 2014/1 Fase

Leia mais

RELAÇÃO DESCRITIVA DO ACERVO INDICADO NO PPC Campus Formosa

RELAÇÃO DESCRITIVA DO ACERVO INDICADO NO PPC Campus Formosa RELAÇÃO DESCRITIVA DO ACERVO INDICADO NO PPC Campus Formosa Bacharelado em Engenharia Civil Bibliografia básica ÁLGEBRA linear. 3. ed., Revista e ampliada. São Paulo: HARBRA, 1986. 411 p., il. Inclui bibliografia.

Leia mais

Cálculo Diferencial e Integral I

Cálculo Diferencial e Integral I Engenharia de Produção Disciplinas 2º semestre CARGA HORÁRIA: 80 horas aulas práticas. Química Experimental EMENTA: Normas de segurança no laboratório. Materiais e equipamentos comuns no laboratório de

Leia mais

Universidade Do Estado De Santa Catarina Centro De Ciências Tecnológicas CCT Departamento de Física Prof. César Manchein PLANO DE ENSINO

Universidade Do Estado De Santa Catarina Centro De Ciências Tecnológicas CCT Departamento de Física Prof. César Manchein PLANO DE ENSINO Universidade Do Estado De Santa Catarina Centro De Ciências Tecnológicas CCT Departamento de Física Prof. César Manchein PLANO DE ENSINO 1 Identificação Curso Engenharia Civil Ano 2015 Disciplina Física

Leia mais

Primeiro Semestre. Programas das disciplinas do curso de engenharia de controle e automação do IFRS - Campus Farroupilha

Primeiro Semestre. Programas das disciplinas do curso de engenharia de controle e automação do IFRS - Campus Farroupilha Programas das disciplinas do curso de engenharia de controle e automação do IFRS - Campus Farroupilha Primeiro Semestre Introdução a Engenharia de Controle e Automação Carga Horária: 36 horas Objetivo:

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS CONSELHO DE GRADUAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS CONSELHO DE GRADUAÇÃO DISCIPLINA: CÁLCULO II CÓDIGO: 2DB014 VALIDADE: Início: 01/2013 Término: Eixo: Matemática Carga Horária: Total: 75 horas/ 90 horas-aula Semanal: 6 aulas Créditos: 6 Modalidade: Teórica Integralização:

Leia mais

PROGRAMA DA DISCIPLINA

PROGRAMA DA DISCIPLINA PROGRAMA DA DISCIPLINA CÓDIGO DISCIPLINA NATUREZA ANO ADM 006 Matemática Ob. 2012.2 CARGA HORÁRIA PRÉ-REQUISITO 72 h ----------------------- PROFESSOR RESPONSÁVEL Msc. Maria de Fatima C. Leal EMENTA Revisão

Leia mais

1/8. CÂMPUS EXPERIMENTAL DE TUPÃ EDITAL Nº 005/2015 ARH/STAAd - ABERTURA DE INSCRIÇÃO

1/8. CÂMPUS EXPERIMENTAL DE TUPÃ EDITAL Nº 005/2015 ARH/STAAd - ABERTURA DE INSCRIÇÃO CÂMPUS EXPERIMENTAL DE TUPÃ EDITAL Nº 005/2015 ARH/STAAd - ABERTURA DE INSCRIÇÃO Acham-se abertas, nos termos do Despacho nº 545/2014-PRAd, de 16/12/2014, publicado no DOE de 17/12/2014, com base no Estatuto

Leia mais

Escola Básica e Secundária de Velas

Escola Básica e Secundária de Velas Escola Básica e Secundária de Velas Planificação Anual do 12º Ano Matemática A Ano letivo 2015 /2016 1º Período 2º Período 3º Período Nº DE BLOCOS PREVISTOS 39 32 24 Apresentação 0,5 1º Período 2º Período

Leia mais

CALENDÁRIO DE REAVALIAÇÕES DO 6º A e 6º B 3º BIMESTRE 2015

CALENDÁRIO DE REAVALIAÇÕES DO 6º A e 6º B 3º BIMESTRE 2015 CALENDÁRIO DE REAVALIAÇÕES DO 6º A e 6º B - Interpretação de texto e Verbos 28/09 PORTUGUÊS/LETÍCIA E FERNANDA 29/09 MATEMÁTICA/ADRIANA 01/10 CIÊNCIAS/ JEISIANE - Sistema de medidas (tempo, comprimento,

Leia mais

FACULDADE DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA. Cursos de Engenharia. Prof. Álvaro Fernandes Serafim

FACULDADE DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA. Cursos de Engenharia. Prof. Álvaro Fernandes Serafim FACULDADE DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA Cursos de Engenharia Prof. Álvaro Fernandes Serafim Última atualização: //7. Esta apostila de Álgebra Linear foi elaborada pela Professora Ilka Rebouças Freire. A formatação

Leia mais

Conteúdo Básico Comum (CBC) de MATEMÁTICA do Ensino Médio Exames Supletivos/2013

Conteúdo Básico Comum (CBC) de MATEMÁTICA do Ensino Médio Exames Supletivos/2013 SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DE MINAS GERAIS SUBSECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO BÁSICA SUPERINTENDÊNCIA DE DESENVOLVIMENTO DO ENSINO MÉDIO DIRETORIA DE EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS Conteúdo

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS CONSELHO DE GRADUAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS CONSELHO DE GRADUAÇÃO DISCIPLINA: GEOMETRIA ANALÍTICA E ÁLGEBRA VETORIAL CÓDIGO: 2DB.004 VALIDADE: Início: 01/2013 Término: Eixo: Matemática Carga Horária: Total: 75 horas/ 90 horas-aula Semanal: 06 aulas Créditos: 6 Modalidade:

Leia mais

Universidade Estadual de Ponta Grossa Pró-Reitoria de Recursos Humanos

Universidade Estadual de Ponta Grossa Pró-Reitoria de Recursos Humanos DEPARTAMENTO DE FÍSICA Física Geral e Experimental 1. Leis de Newton da Mecânica e Aplicações 2. Trabalho, Energia e Conservação 3. Mecânica dos Fluidos 4. Teoria Cinética dos Gases 5. Leis da Termodinâmica

Leia mais

PLANO DE ENSINO DO PRIMEIRO SEMESTRE LETIVO DE 2016 DISCIPLINA PRESENCIAL

PLANO DE ENSINO DO PRIMEIRO SEMESTRE LETIVO DE 2016 DISCIPLINA PRESENCIAL PLANO DE ENSINO DO PRIMEIRO SEMESTRE LETIVO DE 2016 DISCIPLINA PRESENCIAL CURSO: GRAU / HABILITAÇÃO: Ciência da Computação Bacharel em Ciência da Computação DISCIPLINA: CARGA HORÁRIA: Álgebra Linear Aplicada

Leia mais

FÍSICA BÁSICA PARA CIÊNCIAS AGRÁRIAS

FÍSICA BÁSICA PARA CIÊNCIAS AGRÁRIAS UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS AGROVETERINÁRIAS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA RURAL FÍSICA BÁSICA PARA CIÊNCIAS AGRÁRIAS Profª. Angela Emilia de Almeida Pinto Departamento de

Leia mais

EDITAL SELEÇÃO 2014 MESTRADO 1. DAS INSCRIÇÕES

EDITAL SELEÇÃO 2014 MESTRADO 1. DAS INSCRIÇÕES Universidade Federal do Paraná Centro de Estudos em Engenharia Civil Programa de Pós-Graduação em Métodos Numéricos em Engenharia - PPGMNE EDITAL SELEÇÃO 2014 MESTRADO O Programa de Pós-Graduação em Métodos

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Faculdade de Computação e Informática EMENTAS DA 3ª. ETAPA

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Faculdade de Computação e Informática EMENTAS DA 3ª. ETAPA EMENTAS DA 3ª. ETAPA Núcleo Temático: PROGRAMAÇÃO Disciplina: ESTRUTURA DE DADOS 108 há ( 72 ) Teóricas ( 36 ) Práticas Tipos abstratos de dados. Estudo das estruturas lineares: pilhas, filas e listas

Leia mais

PLANO DE DISCIPLINA. CARGA HORÁRIA SEMANAL (tempos de aula) 4 h/a

PLANO DE DISCIPLINA. CARGA HORÁRIA SEMANAL (tempos de aula) 4 h/a PROGRAMA CSTPQ Atualização Outubro/2015 1º Período: PLANO DE DISCIPLINA DISCIPLINA Desenho Técnico CURSO (S) EM QUE É OFERECIDA Curso Superior de Tecnologia em Processos Químicos NÚMERO DE SEMESTRAL CRÉDITOS

Leia mais

P R O G R A M A QUARTA FASE. OBJETIVOS ESPECÍFICOS Ao final do semestre o aluno devera ser capaz de:

P R O G R A M A QUARTA FASE. OBJETIVOS ESPECÍFICOS Ao final do semestre o aluno devera ser capaz de: UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA - UDESC CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE E DO ESPORTE - CEFID DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO FÍSICA - DEF CURSO: BACHARELADO EM EDUCAÇÃO FÍSICA CURRÍCULO: 2008/2 P R O G R

Leia mais

I Lista Introodução a Planos

I Lista Introodução a Planos Colegiado de Engenharia Elétrica Prof. Pedro Macário de Moura Pedro.mmoura@univasf.edu.br Geometria Analítica 201.2 Discente CPF Turma I Lista Introodução a Planos 01. Determine a equação do plano que

Leia mais

PLANO DE ENSINO E APRENDIZAGEM

PLANO DE ENSINO E APRENDIZAGEM SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE CIÊNCIAS EXATAS E NATURAIS CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM MATEMÁTICA PARFOR PLANO E APRENDIZAGEM I IDENTIFICAÇÃO: PROFESSOR (A) SUPERVISORA

Leia mais

CURSO DE LICENCIATURA EM MATEMÁTICA UNIVERSIDADE ESTADUAL VALE DO ACARAÚ EMENTÁRIO FLUXO 2012. Período 1. Álgebra Matricial (60 horas) Objetivos

CURSO DE LICENCIATURA EM MATEMÁTICA UNIVERSIDADE ESTADUAL VALE DO ACARAÚ EMENTÁRIO FLUXO 2012. Período 1. Álgebra Matricial (60 horas) Objetivos CURSO DE LICENCIATURA EM MATEMÁTICA UNIVERSIDADE ESTADUAL VALE DO ACARAÚ EMENTÁRIO FLUXO 2012 Período 1 Álgebra Matricial (60 horas) Abordar alguns conteúdos da educação básica a fim de preparar o estudante

Leia mais

SELEÇÃO DE TUTORES A DISTÂNCIA 2016.2 ANEXO I DISCIPLINA/PERFIL DO CANDIDATO/NÚMERO DE VAGAS/ CR VAGA= Vaga imediata CR = Cadastro de Reserva

SELEÇÃO DE TUTORES A DISTÂNCIA 2016.2 ANEXO I DISCIPLINA/PERFIL DO CANDIDATO/NÚMERO DE VAGAS/ CR VAGA= Vaga imediata CR = Cadastro de Reserva SELEÇÃO DE TUTORES A DISTÂNCIA 26.2 ANEXO I Grupo : Geometria e Números Complexos Construções Geométricas Geometria Plana Geometria Espacial Números Complexos Grupo 2: Matemática Financeira Matemática

Leia mais

Química das Soluções Conductrimetria. Reacções de oxidação-redução. Reacções de precipitação. Complexos e reacções de complexação.

Química das Soluções Conductrimetria. Reacções de oxidação-redução. Reacções de precipitação. Complexos e reacções de complexação. Análise Matemática I Revisões; Funções reais de variável real: definições; classes de funções; propriedades. Limites e continuidade; definições e teoremas. Cálculo diferencial: definição de derivada e

Leia mais

Concurso da AFA. Anexo E Programa de Matérias

Concurso da AFA. Anexo E Programa de Matérias Concurso da AFA Anexo E Programa de Matérias A bibliografia sugerida não limita nem esgota o programa. Serve apenas como orientação para as bancas elaboradoras de provas e para os candidatos. 1 FÍSICA

Leia mais

Matéria. Tecnologia T13

Matéria. Tecnologia T13 Departamento Curso Formação Básica Tecnologia Disciplina Código Matemática I T13 Docentes Maria Aparecida de Oliveira (Prof. Responsável) Matéria Carga Horária (horas-aula) Qualificação Especialista Matemática

Leia mais

CÁLCULO DE DUAS VARIAVEIS

CÁLCULO DE DUAS VARIAVEIS CÁLCULO DE DUAS VARIAVEIS CIÊNCIA E TECNOLOGIA DOS MATERIAIS ÓTICA, ONDAS E ELETROMAGNETISMO QUÍMICA GERAL E EXPERIMENTAL ANEXO 01 (Conteúdo do EXIN 2016.1 Eng. Civil- Campus Mossoró) 3ª série Funções

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA INSTITUTO DE GEOGRAFIA ANEXO I FICHA DOS COMPONENTES CURRICULARES OBRIGATÓRIAS

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA INSTITUTO DE GEOGRAFIA ANEXO I FICHA DOS COMPONENTES CURRICULARES OBRIGATÓRIAS INSTITUTO DE GEOGRAFIA ANEXO I FICHA DOS COMPONENTES CURRICULARES OBRIGATÓRIAS 2 COMPONENTES CURRICULARES OBRIGATÓRIAS DO 1º PERÍODO 3 FICHA DE COMPONENTE CURRICULAR CÓDIGO: UNIDADE ACADÊMICA OFERTANTE:

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA EM JARAGUÁ DO SUL PRÓ-REITORIA ACADÊMICA CURSO DE ENGENHARIA CIVIL

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA EM JARAGUÁ DO SUL PRÓ-REITORIA ACADÊMICA CURSO DE ENGENHARIA CIVIL CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA EM JARAGUÁ DO SUL PRÓREITORIA ACADÊMICA CURSO DE ENGENHARIA CIVIL Fase Cód. Disciplina I II III IV V VI Matriz Curricular do curso de Engenharia Civil PréReq.

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 040/2011

RESOLUÇÃO Nº 040/2011 Serviço Público Federal Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sul-rio-grandense Pró-Reitoria de Ensino RESOLUÇÃO Nº 040/2011 O Pró-Reitor de Ensino do Instituto Federal de Educação,Ciência

Leia mais

Universidade Do Estado De Santa Catarina Centro De Ciências Tecnológicas Depto. de Física. Professor Luciano Camargo Martins PLANO DE ENSINO

Universidade Do Estado De Santa Catarina Centro De Ciências Tecnológicas Depto. de Física. Professor Luciano Camargo Martins PLANO DE ENSINO UDESC Joinville Universidade Do Estado De Santa Catarina Centro De Ciências Tecnológicas Depto. de Física Grupo de Dinâmica Não-Linear Professor Luciano Camargo Martins PLANO DE ENSINO 1 Identificação

Leia mais

IDENTIFICAÇÃO. SEMESTRE ou ANO DA TURMA: 1º ano EMENTA

IDENTIFICAÇÃO. SEMESTRE ou ANO DA TURMA: 1º ano EMENTA Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EIXO TECNOLÓGICO: Controle e Processos Industriais CURSO: Técnico em Química FORMA/GRAU:( x )integrado ( )subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado ( ) licenciatura ( )

Leia mais

Centro de Educação Integrada

Centro de Educação Integrada Centro de Educação Integrada 1º ANO BIOLOGIA Origem da vida Citologia Teoria da geração espontânea e biogênese. Teoria de Oparin e Haldane. Panspermia. Criacionismo. Os primeiros seres vivos. Água. Sais

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE. Faculdade de Computação e Informática. Faculdade de Computação e Informática

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE. Faculdade de Computação e Informática. Faculdade de Computação e Informática EMENTAS DAS DISCIPLINAS. ETAPA Matemática CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL I Código da 10011978. ( X ) Teórica 06 horas-aula ( ) Prática 1/2013 Estudo sobre as principais funções elementares e seus gráficos

Leia mais

4.ª SÉRIE 99-9033-02 ESTRUTURAS DE CONCRETO II 80 0 080 99-9034-03

4.ª SÉRIE 99-9033-02 ESTRUTURAS DE CONCRETO II 80 0 080 99-9034-03 MATRIZ CURRICULAR Curso: ENGENHARIA CIVIL Graduação: BACHARELADO Regime: SERIADO ANUAL - MATUTINO Duração: 5 (CINCO) ANOS LETIVOS Integralização: A) TEMPO TOTAL - MÍNIMO = 05 (CINCO) ANOS LETIVOS - MÁXIMO

Leia mais

Cálculo Diferencial e Integral I Vinícius Martins Freire

Cálculo Diferencial e Integral I Vinícius Martins Freire UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA - CAMPUS JOINVILLE CENTRO DE ENGENHARIAS DA MOBILIDADE Cálculo Diferencial e Integral I Vinícius Martins Freire MARÇO / 2015 Sumário 1. Introdução... 5 2. Conjuntos...

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE SANTA CRUZ COLEGIADO DO CURSO DE ENGENHARIA QUÍMICA

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE SANTA CRUZ COLEGIADO DO CURSO DE ENGENHARIA QUÍMICA II SEMESTRE I SEMESTRE 1- Ementas das disciplinas obrigatórias do curso com Carga horária, Crédito e Código CÓDIGO DISCIPLINA CR. CH EMENTA CET160 Cálculo Diferencial e Limite e continuidade de funções.

Leia mais

EDITAL N 10/2012 PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR TECNOLÓGICO

EDITAL N 10/2012 PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR TECNOLÓGICO EDITAL N 10/2012 PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR TECNOLÓGICO A COMISSÃO PERMANENTE DE PROCESSOS SELETIVOS, no uso das atribuições que lhe confere a Portaria n 07, de 07 de março de 2012, comunica aos interessados,

Leia mais

Titulação: Mestre em Química com área de concentração em Química Analítica UESB PLANO DE CURSO

Titulação: Mestre em Química com área de concentração em Química Analítica UESB PLANO DE CURSO CURSO DE FARMÁCIA Autorizado plea Portaria nº 991 de 01/12/08 DOU Nº 235 de 03/12/08 Seção 1. Pág. 35 Componente Curricular: Química Geral e Inorgânica Código: FAR 201 Pré-requisito: - Nenhum Período Letivo:

Leia mais

ÁLGEBRA LINEAR E GEOMETRIA ANALÍTICA

ÁLGEBRA LINEAR E GEOMETRIA ANALÍTICA ÁLGEBRA LINEAR E GEOMETRIA ANALÍTICA Álgebra Linear e Geometria Analítica Prof. Aline Paliga EMENTA Vetores Dependência Linear Bases Produto Escalar Produto Vetorial Produto Misto Coordenadas Cartesianas

Leia mais

Ementas. 1º Período. Disciplina: Metodologia do Trabalho Científico

Ementas. 1º Período. Disciplina: Metodologia do Trabalho Científico s 1º Período Disciplina: Metodologia do Trabalho Científico Conceituação de Ciência e conhecimento. Métodos científicos: principais tipos e fases de pesquisa. Pesquisa bibliográfica: fontes e fases. Normas

Leia mais

Laboratório de Física Básica 2

Laboratório de Física Básica 2 Objetivo Geral: Determinar a aceleração da gravidade local a partir de medidas de periodo de oscilação de um pêndulo simples. Objetivos específicos: Teoria 1. Obter experimentalmente a equação geral para

Leia mais