CARTILHA DE ORIENTAÇÕES TÉCNICAS PARA PREENCHIMENTO DA PROPOSTA DE PARTICIPAÇÃO NO PROGRAMA MINHA CASA MINHA VIDA

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CARTILHA DE ORIENTAÇÕES TÉCNICAS PARA PREENCHIMENTO DA PROPOSTA DE PARTICIPAÇÃO NO PROGRAMA MINHA CASA MINHA VIDA"

Transcrição

1 CARTILHA DE ORIENTAÇÕES TÉCNICAS PARA PREENCHIMENTO DA PROPOSTA DE PARTICIPAÇÃO NO PROGRAMA MINHA CASA MINHA VIDA

2 Prezado Técnico / Gestor Municipal, Entre os dias 30/11 e 30/12/11 estarão abertas no sitio do Ministério das Cidades ( ) as inscrições de propostas para adesão ao Programa Minha Casa Minha Vida para municípios com menos de habitantes e população com renda até R$ 1.600,00 (hum mil e seiscentos reais). Cada município poderá inscrever 2 (duas) propostas de até 50 casas por proposta, ou seja, repetir o procedimento de inscrição 2 vezes. A senha e login necessários para inscrição será a mesma de acesso a plataforma do Ministério das Cidades para outros programas. Caso seu município não possua ou tenha perdido a senha, procure as opções de pedido ou recuperação de senha no site. A seguir e baseado em nossa experiência de mais de unidades habitacionais de interesse social, contratadas em 14 estados diferentes, elaboramos um conjunto de sugestões para auxiliar nas informações que serão prestadas no processo de inscrição da sua proposta. Convidamos também a ler no final dessa cartilha a transcrição do trecho da portaria que regulamenta o programa, onde trata dos critérios da seleção das propostas pelo Ministério das Cidades. Com o devido conhecimento desses critérios e as dicas e informações aqui apresentadas, temos certeza que as chances de contemplação da proposta de seu município se elevará consideravelmente. O resultado desse processo de seleção será publicado no dia 27/01/12 no próprio site do Ministério das Cidades. Não perca essa oportunidade de obter recursos a fundo perdido para atender a população carente do seu município e conte com nossa equipe para auxiliar no que for necessário. Atenciosamente. FAMILIA PAULISTA

3 CONJUNTO DE SUGESTÕES PARA NORTEAR A INSCRIÇÃO DA SUA PROPOSTA PRIMEIRA TELA Informação solicitada para inscrição: Informar ( ) Reposição de Unidades Isoladas ( ) Empreendimentos Habitacionais Recomendação: Informar se as casas serão construídas na modalidade empreendimento ou unidades isoladas. Na legislação a definição para cada modalidade é a seguinte: Produção de empreendimentos habitacionais: múltiplas unidades habitacionais localizadas no mesmo terreno. VICENTINA-MS Produção ou reposição de unidades habitacionais isoladas: unidades habitacionais localizadas em terrenos distintos. ECOPORANGA-ES ECOPORANGA-ES

4 SEGUNDA TELA Informação solicitada para inscrição: Se o projeto ora em inscrição destina-se ao atendimento de beneficiários vítimas de calamidade pública atestada pela defesa civil? ( ) SIM ( ) NÃO Recomendação: Informar NÃO. Caso o município esteja em estado de calamidade pública será necessário informar SIM e uma nova tela de detalhes sobre essa situação se abrirá. TERCEIRA TELA Informação solicitada para inscrição: Quantidade de Unidades Habitacionais (max. 50uh): Recomendação: Inserir o número máximo de 50 unidades habitacionais Informação solicitada para inscrição: A proposta se destina ao atendimento de famílias residentes em áreas de risco ou insalubre ou que tenham sido desabrigadas? ( ) SIM ( ) NÃO Recomendação: Responder SIM e identificar posteriormente na demanda existente no município, pessoas residentes nessa condição para atendimento prioritário. Informação solicitada para inscrição: A proposta se destina ao atendimento de demanda habitacional decorrente do crescimento demográfico resultante do impacto de grandes empreendimentos de infraestrutura, tais como usinas hidrelétricas, portos, aeroportos, rodovias e outros? ( ) SIM ( ) NÃO Recomendação: Responder NÃO. Se for o caso, inserir SIM e descrever.

5 Informação solicitada para inscrição: Possui projeto aprovado? ( ) SIM ( ) NÃO Recomendação: Responder SIM, pois nossa empresa fornecerá de forma gratuita 4 modelos de projetos da unidade habitacional, nos moldes requeridos pelo programa para utilização pelos municípios. Caberá ao município desenvolver apenas o projeto de loteamento. Informação solicitada para inscrição: Possui licença ambiental? ( ) SIM ( ) NÃO Recomendação: Refere-se aos casos de empreendimento e ao terreno onde se destina a construção do empreendimento. Responder conforme situação da área. CONTINUAÇÃO DA TERCEIRA TELA Informação solicitada para inscrição: Está identificada a área para a construção das unidades habitacionais? ( )NÃO ( ) SIM Recomendação: Responder que SIM.

6 Informação solicitada para inscrição: ( ) É de propriedade do proponente Recomendação: Assinalar esse item e clicar em PROCURAR. Abrirá uma janela de busca de diretórios onde será necessário buscar duas imagens: 1 -Foto do terreno / 2 - Documento de propriedade o terreno scaneado. Atenção os dois documentos juntos não podem ultrapassar o limite de 2 MB. Essa questão deverá ser respondida somente para as propostas da modalidade empreendimento. Informação solicitada para inscrição: ( ) A ser adquirido pelo proponente Recomendação: Assinalar esse item somente nos casos em que o município ainda não possui a área. Descrever os trâmites em andamento para aquisição ou desapropriação do terreno destinado a implantação do empreendimento. Essa questão deverá ser respondida somente para as propostas da modalidade empreendimento. Informação solicitada para inscrição: Outros -> Especificar: Recomendação: Aproveitar esse campo para descrever outros detalhes positivos quanto ao terreno e sua titularidade. Informação solicitada para inscrição: EXISTENTE A SER EXECUTADA - Vias de acesso ( ) ( ) - Abastecimento de água ( ) ( ) - Solução esgotamento sanitário ( ) ( ) - Drenagem águas pluviais ( ) ( ) - Iluminação pública ( ) ( ) -Outros: Recomendação: Esses itens referem-se aos serviços de infra-estrutura externa ao terreno, ou seja, que estão no seu perímetro. Serão privilegiados os proponentes que possuírem terrenos com esses serviços já instalados em seus arredores, o que facilitará a extensão dessas redes para as vias internas do empreendimento. Portanto é importante a inscrição de um terreno com situação dos serviços de infra-estrutura externa na condição EXISTENTE. No campo outros, aconselhamos ainda que seja feita uma descrição reforçando a boa situação do terreno em relação aos serviços de infra-estrutura.

7 QUARTA TELA Informação solicitada para inscrição: Desoneração fiscal municipal: ( )NÃO ( ) SIM Recomendação: Informar SIM se o município já possui ou ainda se pretende faze-lo. Informação solicitada para inscrição: Legislação existente -> Especificar: Recomendação: Se respondeu SIM e já possui legislação para desoneração, informar o número do decreto ou lei municipal. Informação solicitada para inscrição: Proposta de Legislação -> Especificar: Recomendação: Se respondeu SIM e ainda não tem mas pretende implantar, informar que o executivo municipal já possui projeto de lei para envio à Câmara Municipal, desonerando a obra de execução das casas em relação aos tributos municipais, tão logo se confirme a contemplação dessa proposta.nossa empresa fornecerá em nosso KIT um modelo de lei já utilizado por diversos municípios para promover essa desoneração. CONTINUAÇÃO DA QUARTA TELA

8 Informação solicitada para inscrição: Recursos Financeiros para a construção das unidades habitacionais: ( ) NÃO ( ) SIM Aporte Município: R$ (valor por UH) Aporte Estado: R$ (valor por UH) Total: R$ (valor por UH) Recomendação: Esse é uma resposta muito importante. O município precisará informar (SIM ou NÃO) se pretende aportar algum valor por unidade habitacional para se somar aos R$ 25 mil ofertados pelo Governo Federal. Por exemplo, se o município pretende realizar uma casa de R$ 26 mil, considerando os R$ 25 mil ofertados pelo Governo Federal, será necessário responder SIM e inserir o valor de R$ 1.000,00 por unidade habitacional. Como dificilmente durante o período de inscrição das propostas já haverá acordo formalizado de contrapartida estadual, sugerimos deixar esse item do APORTE ESTADUAL em branco. No total soma-se os aportes municipais e estaduais, que por ventura tenham sido informados, sempre de forma unitária por casa à ser construída. É importante frisar que caso o município informe o aporte financeiro de contrapartida, esse valor precisará ser disponibilizado antecipadamente, no ato da assinatura do TAC, de forma que antes de prestar essa informação aconselhamos que esse assunto seja discutido entre os demais administradores municipais a quem a decisão se estende. Informação solicitada para inscrição: INFRAESTRUTURA INTERNA AO EMPREENDIMENTO EXISTENTE A SER EXECUTADO - Vias de acesso ( ) ( ) - Abastecimento de água ( ) ( ) - Solução esgotamento sanitário ( ) ( ) - Drenagem águas pluviais ( ) ( ) - Iluminação pública ( ) ( ) - Outros: Recomendação: Poucos serão os municípios que terão em estoque lotes prontos servidos de infra-estrutura prontos para serem utilizados no programa (SE ESSA FOR SUA SITUAÇÃO SERÁ PERFEITO!).

9 Posto isso, aconselhamos: Para empreendimentos, que seja informado a situação de A SER EXECUTADO em todos os itens. Que o campo OUTROS seja utilizado para falar sobre as facilidades dessa implantação, tais como viabilidade das concessionárias já existentes, necessidade de pouca movimentação de terra, disponibilidade de maquinário por parte da prefeitura e etc. Para unidades isoladas, que seja informado a situação de EXISTENTE, e no campo OUTROS informar que os locais onde habitam as famílias a serem atendidas já possuem esses serviços. Informação solicitada para inscrição: Equipamentos relacionados a educação, saúde, lazer e transporte público. ( ) EXISTENTE ( ) A SER CONSTRUÍDO Recomendação: Aconselhamos especificar EXISTENTE, se nas proximidades do local de implantação existirem equipamentos púbicos tais como escolas, postos de saúde, UBS, praças, quadras esportivas e pontos de transporte público. É muito importante que a escolha da área de implantação leve em consideração a existência desses equipamentos. QUINTA TELA Para encerramento do processo de inscrição da proposta marque o campo Li e estou de acordo com os termos citados e depois acione GRAVAR PROPOSTA. ATENÇÃO: Antes de GRAVA A PROPOSTA, revise as informações prestadas acionando a sete de retorno de telas. Realize a gravação somente com a proposta revisada.

10 TRANSCRIÇÃO DO TRECHO DA PORTARIA QUE REGULAMENTA O PROGRAMA, ONDE TRATA DOS CRITÉRIOS DA SELEÇÃO DAS PROPOSTAS PELO MINISTÉRIO DAS CIDADES. 6.4 A seleção de propostas considerará, cumulativamente, os seguintes critérios, além daqueles estabelecidos nos incisos do art. 4º do Decreto 7.499, de 2011: a) propostas que contemplem realocação de famílias situadas em áreas insalubres ou de risco ou que tenham sido desabrigadas por fenômenos naturais; b) déficit habitacional acima da média da Unidade da Federação correspondente; c) municípios em situação de calamidade pública, reconhecida por Portaria da Secretaria Nacional de Defesa Civil do Ministério da Integração Nacional; d) municípios inseridos no Programa Brasil Sem Miséria; e) municípios integrantes do Território da Cidadania; e f) atendimento à demanda habitacional decorrente do crescimento demográfico resultante do impacto de grandes empreendimentos de infraestrutura, tais como: usinas, hidrelétricas, portos, aeroportos, rodovias e outros Para efeito de desempate das propostas serão considerados os seguintes critérios: a) maior déficit habitacional; b) existência prévia de infraestrutura básica (vias de acesso, iluminação pública, abastecimento de água e energia elétrica, solução de esgotamento sanitário e drenagem de águas pluviais) no terreno objeto da proposta; e c) possuir projeto elaborado para o terreno objeto da proposta.

MINHA CASA, MINHA VIDA 2 Novas metas, maiores desafios

MINHA CASA, MINHA VIDA 2 Novas metas, maiores desafios MINHA CASA, MINHA VIDA 2 Novas metas, maiores desafios Desafios do PMCMV Sustentabilidade, Perenidade e Imagem O sucesso do PMCMV depende da produção de moradias bem localizadas, servidas de infraestrutura,

Leia mais

MINISTÉRIO DAS CIDADES. PORTARIA Nº 56, DE 1º DE FEVEREIRO DE 2013 (publicada no DOU de 04/02/2013, Seção 1, pags 69 a 72)

MINISTÉRIO DAS CIDADES. PORTARIA Nº 56, DE 1º DE FEVEREIRO DE 2013 (publicada no DOU de 04/02/2013, Seção 1, pags 69 a 72) MINISTÉRIO DAS CIDADES PORTARIA Nº 56, DE 1º DE FEVEREIRO DE 2013 (publicada no DOU de 04/02/2013, Seção 1, pags 69 a 72) Dispõe sobre as diretrizes gerais para implementação do Programa Minha Casa, Minha

Leia mais

ATOS DO PODER EXECUTIVO

ATOS DO PODER EXECUTIVO ATOS DO PODER EXECUTIVO Decreto nº 7.499, de 16 de junho de 2011 Regulamenta dispositivos da Lei no 11.977, de 7 de julho de 2009, que dispõe sobre o Programa Minha Casa, Minha Vida, e dá outras providências.

Leia mais

Manual para acesso às disciplinas na modalidade EAD

Manual para acesso às disciplinas na modalidade EAD Manual para acesso às disciplinas na modalidade EAD Para acessar sua senha: 1. Entrar no portal Metodista online Acesse o site www.bennett.br. No lado superior direito aparecerá a janela da área de login,

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA. Sistema Nacional de Informações da Educação Profissional e Tecnológica (SISTEC) GUIA SISTEC

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA. Sistema Nacional de Informações da Educação Profissional e Tecnológica (SISTEC) GUIA SISTEC MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA Sistema Nacional de Informações da Educação Profissional e Tecnológica (SISTEC) GUIA SISTEC FEVEREIRO / 2010 GUIA SISTEC INTRODUÇÃO...03 PRÉ-CADASTRO

Leia mais

14/07 - Baixe AQUI o edital de divulgação do resultado do sorteio

14/07 - Baixe AQUI o edital de divulgação do resultado do sorteio 14/07 - Baixe AQUI o edital de divulgação do resultado do sorteio O PMCMV no município de Niterói é coordenado pela Secretaria Municipal de Habitação e Regularização Fundiária, tendo como principal objetivo

Leia mais

EDITAL PARA SELEÇÃO DE PROJETOS SOCIAIS 2014

EDITAL PARA SELEÇÃO DE PROJETOS SOCIAIS 2014 EDITAL PARA SELEÇÃO DE PROJETOS SOCIAIS 2014 1. DO OBJETO 1.1. O presente edital tem por objeto realizar uma chamada pública nacional para seleção de projetos sociais. O edital destina-se às organizações

Leia mais

MANUAL DE INSCRIÇÃO NAS LINHAS DE AÇÃO PROGRAMA DE INVESTIMENTO SPCINE E BRASIL DE TODAS AS TELAS

MANUAL DE INSCRIÇÃO NAS LINHAS DE AÇÃO PROGRAMA DE INVESTIMENTO SPCINE E BRASIL DE TODAS AS TELAS MANUAL DE INSCRIÇÃO NAS LINHAS DE AÇÃO PROGRAMA DE INVESTIMENTO SPCINE E BRASIL DE TODAS AS TELAS ÍNDICE ENTRANDO NA PLATAFORMA... 4 PREENCHENDO O CADASTRO INDIVIDUAL... 7 FAZENDO INSCRIÇÃO NAS LINHAS

Leia mais

P.42 Programa de Educação Ambiental - PEA Curso Gestão Administrativa e Captação de Recursos Módulo III - Junho - 2013

P.42 Programa de Educação Ambiental - PEA Curso Gestão Administrativa e Captação de Recursos Módulo III - Junho - 2013 P.42 Programa de Educação Ambiental - PEA Curso Gestão Administrativa e Captação de Recursos Módulo III - Junho - 2013 Planejamento Estratégico Municipal Atividade prática Pensar em problemas e soluções.

Leia mais

1. Introdução Pregão Eletrônico

1. Introdução Pregão Eletrônico Índice 1. Introdução...3 2. Obtendo Senha de acesso...4 3. Identificando pregões de seu interesse...5 4. Encaminhando uma Proposta... 10 4.1. Incorporando o arquivo anexo à proposta... 11 4.2. Informando

Leia mais

Processo nº 37758/2014. ML-27/2015 Encaminha Projeto de Lei.

Processo nº 37758/2014. ML-27/2015 Encaminha Projeto de Lei. ML-27/2015 Encaminha Projeto de Lei. São Bernardo do Campo, 15 de setembro de 2015. PROJETO DE LEI N. 33/15 PROTOCOLO GERAL N. 4.325/15 Senhor Presidente: Encaminhamos a Vossa Excelência, para apreciação

Leia mais

APRESENTAÇÃO. O presente manual tem por finalidade principal orientar técnicos sociais dos

APRESENTAÇÃO. O presente manual tem por finalidade principal orientar técnicos sociais dos APRESENTAÇÃO O presente manual tem por finalidade principal orientar técnicos sociais dos municípios no processo de seleção de demanda, na elaboração e na execução do Projeto de Trabalho Social - PTS junto

Leia mais

ATOS DA FMEL - FUNDAÇÃO MUNICIPAL DE ESPORTE E LAZER DE ITAJAÍ EDITAL Nº. 004/2013 LEI MUNICIPAL DE INCENTIVO AO ESPORTE

ATOS DA FMEL - FUNDAÇÃO MUNICIPAL DE ESPORTE E LAZER DE ITAJAÍ EDITAL Nº. 004/2013 LEI MUNICIPAL DE INCENTIVO AO ESPORTE ATOS DA FMEL - FUNDAÇÃO MUNICIPAL DE ESPORTE E LAZER DE ITAJAÍ EDITAL Nº. 004/2013 LEI MUNICIPAL DE INCENTIVO AO ESPORTE O Superintendente da Fundação Municipal de Esporte e Lazer de Itajaí, no uso de

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO Curso de Extensão a Distância Formação Continuada em Conselhos Escolares EDITAL Nº 02/FCCE/2014

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO Curso de Extensão a Distância Formação Continuada em Conselhos Escolares EDITAL Nº 02/FCCE/2014 EDITAL Nº 02/FCCE/2014 Seleção para 240 vagas do Formação Continuada em Conselhos Escolares da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, para o segundo semestre de 2014, com início previsto para 11

Leia mais

SISTEMA CADASTRO INTEGRADO MANUAL DO USUÁRIO DAS ENTIDADES ESTADUAIS E MUNICIPAIS, PREFEITURA E CORPO DE BOMBEIROS

SISTEMA CADASTRO INTEGRADO MANUAL DO USUÁRIO DAS ENTIDADES ESTADUAIS E MUNICIPAIS, PREFEITURA E CORPO DE BOMBEIROS SISTEMA CADASTRO INTEGRADO MANUAL DO USUÁRIO DAS ENTIDADES ESTADUAIS E MUNICIPAIS, PREFEITURA E CORPO DE BOMBEIROS Abril / 2008 1 INDICE Objetivo do Sistema de Registro de Contribuinte na Junta Comercial...3

Leia mais

NOTA INFORMATIVA Nº 20/2014 de 07 de novembro de 2014. Assunto: processo de pactuação de vagas 2015-1. Prezados Coordenadores,

NOTA INFORMATIVA Nº 20/2014 de 07 de novembro de 2014. Assunto: processo de pactuação de vagas 2015-1. Prezados Coordenadores, NOTA INFORMATIVA Nº 20/2014 de 07 de novembro de 2014 Assunto: processo de pactuação de vagas 2015-1. Prezados Coordenadores, Nos dias 3 e 4 deste mês participamos de reunião com a coordenação nacional

Leia mais

MANUAL SICCL SQL SRTVS 701 Bloco O Ed. MultiEmpresarial Sala 804 Brasília/DF CEP 70340-000 Fone/Fax: (061) 3212-6700 E-mail: implanta@conselhos.com.

MANUAL SICCL SQL SRTVS 701 Bloco O Ed. MultiEmpresarial Sala 804 Brasília/DF CEP 70340-000 Fone/Fax: (061) 3212-6700 E-mail: implanta@conselhos.com. MANUAL SICCL SQL ÍNDICE ACESSANDO O SISTEMA SG - COMPRAS E CONTRATOS... 3 ATENDENDO SOLICITAÇÕES DE ITENS E SERVIÇOS... 5 VERIFICANDO A DISPONIBILIDADE DE RECURSOS... 7 ATENDER SOLICITAÇÕES COM PROCESSO

Leia mais

UnionWeb Condominium

UnionWeb Condominium UnionWeb Condominium Esse manual contém explicações técnicas de configuração e manutenção administrativa. Não deve ser repassado para moradores, é para utilização da Administradora ou responsável para

Leia mais

NOTA TÉCNICA Nº 14/2014

NOTA TÉCNICA Nº 14/2014 NOTA TÉCNICA Nº 14/2014 Brasília, 10 de junho de 2014. ÁREA: Contabilidade Municipal TÍTULO: Transferências Obrigatórias para Municípios em situação de emergência - SE ou estado de calamidade pública/ecp

Leia mais

Unidade Gestora de Integração de Sistemas Tributários

Unidade Gestora de Integração de Sistemas Tributários Secretaria De Estado de Fazenda Superintendência de Gestão da Informação Unidade Gestora de Integração de Sistemas Tributários Unidade Gestora de Integração de Sistemas Tributários DECLARAÇÃO DE COMPRA

Leia mais

Portal dos Convênios - SICONV. Inclusão e Envio de Proposta. Manual do Usuário

Portal dos Convênios - SICONV. Inclusão e Envio de Proposta. Manual do Usuário MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE LOGÍSTICA E SERVIÇOS GERAIS Portal dos Convênios - SICONV Inclusão e Envio de Proposta Manual

Leia mais

Prefeitura Municipal de Sete Lagoas Secretaria de Planejamento Orçamento e Tecnologia Subsecretaria de Tecnologia da Informação

Prefeitura Municipal de Sete Lagoas Secretaria de Planejamento Orçamento e Tecnologia Subsecretaria de Tecnologia da Informação Tutorial para abertura de chamado Este sistema foi personalizado, instalado e configurado pela equipe da. O objetivo desta implantação é informatizar os registros de atendimento de suporte técnico para

Leia mais

Manual sistema Laundry 4.0

Manual sistema Laundry 4.0 Manual sistema Laundry 4.0 Sistema para serviços de Lavanderia Comércios Empresa responsável Novacorp informática Fone (41) 3013-1006 E-mail marcio@novacorp.com.br WWW.novacorp.com.br Sumario 1 Este manual

Leia mais

PERGUNTAS FREQUENTES. O que é PROINFO?

PERGUNTAS FREQUENTES. O que é PROINFO? PERGUNTAS FREQUENTES O que é PROINFO? O Programa Nacional de Tecnologia Educacional (ProInfo) é um programa educacional criado pela Portaria nº 522/MEC, de 9 de abril de 1997, para promover o uso pedagógico

Leia mais

Análise de Projeto Técnico Social APT MUNICÍPIO DE SANTO ANTÔNIO DAS MISSÕES

Análise de Projeto Técnico Social APT MUNICÍPIO DE SANTO ANTÔNIO DAS MISSÕES TE-SER Social Consultoria e Assessoria de Projetos Ltda. Rua Upamaroti, 1129/121 Bairro Cristal Porto Alegre/RS CEP: 90.820-140 CNPJ: 08.798.484/0001-78 Inscrição Municipal: 510.834.26 Análise de Projeto

Leia mais

VIII Concurso de Projetos Sociais Volkswagen na Comunidade. Roteiro para Elaboração de Projetos Sociais

VIII Concurso de Projetos Sociais Volkswagen na Comunidade. Roteiro para Elaboração de Projetos Sociais VIII Concurso de Projetos Sociais Volkswagen na Comunidade Roteiro para Elaboração de Projetos Sociais quem pode participar Pessoas jurídicas, não-governamentais e sem fins lucrativos tais como: associações,

Leia mais

Perguntas freqüentes FAQ

Perguntas freqüentes FAQ Perguntas freqüentes FAQ CHAMADA PÚBLICA MCT/FINEP/FSA PRODAV 01/2008 PRODUÇÃO PARA TELEVISÃO 1) Como faço para enviar meu projeto? O primeiro passo para inscrever um projeto em qualquer uma das seleções

Leia mais

Manual de Instruções Para Preenchimento da Proposta do Centro de Iniciação ao Esporte

Manual de Instruções Para Preenchimento da Proposta do Centro de Iniciação ao Esporte Manual de Instruções Para Preenchimento da Proposta do Centro de Iniciação ao Esporte Conteúdo Apresentação... 3 Sistema de Cadastramento da Proposta... 3 Cadastro do Proponente... 3 Cadastro da Proposta...

Leia mais

PERGUNTAS FREQUENTES Reunião Presencial com Municípios do Grupo 3

PERGUNTAS FREQUENTES Reunião Presencial com Municípios do Grupo 3 PERGUNTAS FREQUENTES Reunião Presencial com Municípios do Grupo 3 PERGUNTAS FREQUENTES 1. Quanto será a contrapartida mínima dos municípios? R: A contrapartida de OGU será zero. 2. Haverá liberação de

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO AMBIENTE EAD (Educação a Distância) ÍNDICE

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO AMBIENTE EAD (Educação a Distância) ÍNDICE MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO AMBIENTE EAD (Educação a Distância) ÍNDICE FORMAS DE ACESSO AO AMBIENTE EAD... 2 O AMBIENTE EAD... 2 TERMO DE COMPROMISSO... 3 CONHECENDO A HOME PAGE DO TREINAMENTO EAD... 3 ETAPAS

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE CURSINHOS POPULARES DO IFSP EDITAL Nº 593, DE 28 DE OUTUBRO DE 2015

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE CURSINHOS POPULARES DO IFSP EDITAL Nº 593, DE 28 DE OUTUBRO DE 2015 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE CURSINHOS POPULARES DO IFSP EDITAL Nº 593, DE 28 DE OUTUBRO DE 2015 O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo (IFSP), por meio de sua Pró-reitoria de

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS

UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS Pró-Reitoria de Extensão e Cultura Manual de Utilização das funções básicas do Módulo de Eventos do SIG-UFLA Usuário: Coordenador de Eventos Outubro / 2014 Sumário Introdução...

Leia mais

PRESIDENTE DA COOPERHAF,

PRESIDENTE DA COOPERHAF, EDITAL N 01/2013 Dispõe sobre os critérios para inscrição dos beneficiários no Programa Minha Casa, Minha Vida Entidades PMCMV E modalidade construção de unidade habitacional em terreno do beneficiário,

Leia mais

Nota Fiscal Cidadã Manual do Registro de Reclamações

Nota Fiscal Cidadã Manual do Registro de Reclamações Nota Fiscal Cidadã Manual do Registro de Reclamações Versão 6 Objetivo do Manual Orientar sobre os procedimentos necessários para comunicação à SEFA da ocorrência de infrações à legislação do Programa

Leia mais

MANUAL DE COMPRAS DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO E PLANEJAMENTO NÚCLEO DE LICITAÇÕES

MANUAL DE COMPRAS DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO E PLANEJAMENTO NÚCLEO DE LICITAÇÕES MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA BAIANO CAMPUS BOM JESUS DA LAPA BR 349 - Km 14 Zona Rural - Caixa Postal 34

Leia mais

... Promotor(a) de Justiça

... Promotor(a) de Justiça Ofício... nº.../2011. Cidade, de de 2011. SENHOR(A) PREFEITO(A), A par de cumprimentá-lo(a), servimo-nos do presente para, na forma do artigo 47, inciso I, alínea b, da Lei Complementar Estadual n.º 25/98

Leia mais

Guia do Usuário ProAnalir 2013. Introdução... 2. Liberação das licenças... 3

Guia do Usuário ProAnalir 2013. Introdução... 2. Liberação das licenças... 3 Área Universidade Prosoft Autor Valquíria Coelho Criação 26/02/2013 Publicação - 28/02/2013 Distribuição Franqueadora, Franquias e Clientes. Guia do Usuário ProAnalir 2013 Conteúdo: Introdução... 2 Liberação

Leia mais

SLEA SISTEMA DE LICENCIAMENTO ELETRÔNICO DE ATIVIDADES DA PREFEITURA DE SÃO PAULO

SLEA SISTEMA DE LICENCIAMENTO ELETRÔNICO DE ATIVIDADES DA PREFEITURA DE SÃO PAULO SLEA SISTEMA DE LICENCIAMENTO ELETRÔNICO DE ATIVIDADES DA PREFEITURA DE SÃO PAULO Manual passo-a-passo para obtenção do Auto de Licença de Funcionamento/ Auto de Licença de Funcionamento Condicionado Eletrônico

Leia mais

Manual do Sistema de Almoxarifado P á g i n a 2. Manual do Sistema de Almoxarifado Geral. Núcleo de Tecnologia da Informação

Manual do Sistema de Almoxarifado P á g i n a 2. Manual do Sistema de Almoxarifado Geral. Núcleo de Tecnologia da Informação Divisão de Almoxarifado DIAX/CGM/PRAD Manual do Sistema de Almoxarifado Geral Versão On-Line Núcleo de Tecnologia da Informação Universidade Federal de Mato Grosso do Sul Manual do Sistema de Almoxarifado

Leia mais

PASSO A PASSO PARA INSCRIÇÃO DE PROJETOS NO SITE DO IAMAR IMPORTANTE:

PASSO A PASSO PARA INSCRIÇÃO DE PROJETOS NO SITE DO IAMAR IMPORTANTE: IMPORTANTE: Recomendamos que o formulário seja preenchido com calma e bastante atenção. Quanto mais claras e detalhadas forem as informações mais chances seu projeto terá de ser compreendido na íntegra

Leia mais

OBJETIVOS DO EVENTO APRESENTAÇÃO DO PROGRAMA MINHA CASA MINHA VIDA II

OBJETIVOS DO EVENTO APRESENTAÇÃO DO PROGRAMA MINHA CASA MINHA VIDA II OBJETIVOS DO EVENTO APRESENTAÇÃO DO PROGRAMA MINHA CASA MINHA VIDA II NIVELAMENTO DAS INFORMAÇÕES DIRIMIR DÚVIDAS COLHER SUGESTÕES MINHA CASA, MINHA VIDA Ampliação das oportunidades de acesso das famílias

Leia mais

A OUTORGA ONEROSA DE ALTERAÇÃO DE USO

A OUTORGA ONEROSA DE ALTERAÇÃO DE USO ESTADO DA PARAÍBA PREFEITURA MUNICIPAL DE JOÃO PESSOA Assessoria Técnica SEPLAM Sobre a Lei Nº 12.145, DE 08 DE SETEMBRO DE 2011. A OUTORGA ONEROSA DE ALTERAÇÃO DE USO REFERÊNCIAS LEGAIS Lei 10.257/01

Leia mais

Nota Legal Rondoniense

Nota Legal Rondoniense Nota Legal Rondoniense Manual do Consumidor Versão 1.0 01/12/2011 Nota Legal Rondoniense Manual do Consumidor Versão 1.0 1 Índice Analítico 1. Considerações Gerais... 3 1.1. Definição... 3 1.2. Documentos

Leia mais

SECRETARIA DA HABITAÇÃO Casa Paulista Agência Paulista de Habitação Social

SECRETARIA DA HABITAÇÃO Casa Paulista Agência Paulista de Habitação Social CONSELHO GESTOR DO FUNDO PAULISTA DE HABITAÇÃO DE INTERESSE SOCIAL CGFPHIS DELIBERAÇÃO NORMATIVA Nº 007, DE 20 DE MARÇO DE 2012. Aprova a implantação do Programa de Apoio Financeiro Complementar ao Programa

Leia mais

LICENCIAMENTO AMBIENTAL DE INDÚSTRIAS

LICENCIAMENTO AMBIENTAL DE INDÚSTRIAS LICENCIAMENTO AMBIENTAL DE INDÚSTRIAS 5 dicas essenciais sobre o licenciamento ambiental de indústrias Copyright Ecovalor Consultoria e Assessoria em Sustentabilidade Ltda, 2014. Todos os direitos reservados.

Leia mais

Guia do Usuário ProAnalir 2012. Introdução... 2. Acessando a Central OnLine pelo site do ProAnalir... 3

Guia do Usuário ProAnalir 2012. Introdução... 2. Acessando a Central OnLine pelo site do ProAnalir... 3 Área Universidade Prosoft Autor Valquíria Coelho Criação 15/02/2011 Publicação Distribuição Franqueadora, Franquias e Clientes. Guia do Usuário ProAnalir 2012 Conteúdo: Introdução... 2 Acessando a Central

Leia mais

SIGRH. Módulo Capacitação. Manual do Usuário

SIGRH. Módulo Capacitação. Manual do Usuário SIGRH Módulo Capacitação Manual do Usuário Apresentação O presente manual tem como objetivo auxiliar e orientar os servidores acerca dos procedimentos pora a realização de inscrições nos eventos de capacitação

Leia mais

O Estado de São Paulo dispõe do Programa Estadual de Regularização de Núcleos Habitacionais - Cidade Legal, doravante denominado de Cidade Legal.

O Estado de São Paulo dispõe do Programa Estadual de Regularização de Núcleos Habitacionais - Cidade Legal, doravante denominado de Cidade Legal. O Estado de São Paulo dispõe do Programa Estadual de Regularização de Núcleos Habitacionais - Cidade Legal, doravante denominado de Cidade Legal. Em resumo, o programa fornece, mediante convênio de cooperação

Leia mais

M A N U A L D O C I D A D Ã O

M A N U A L D O C I D A D Ã O M A N U A L D O C I D A D Ã O O Sistema Eletrônico do Serviço de Informações ao Cidadão (e-sic) servirá de auxílio ao SIC (setor físico), para consulta via internet. E-SIC Versão 1.05 Sumário Introdução

Leia mais

7 SPDM ASSOCIAÇÃO PAULISTA PARA O DESENVOLVIMENTO DA MEDICINA Programa de Atenção Integral à Saúde

7 SPDM ASSOCIAÇÃO PAULISTA PARA O DESENVOLVIMENTO DA MEDICINA Programa de Atenção Integral à Saúde REGULAMENTO DE COMPRAS e CONTRATAÇÃO DE OBRAS E SERVIÇOS DAS UNIDADES SOB GERENCIAMENTO DA O.S.S. SPDM ASSOCIAÇÃO PAULISTA PARA O DESENVOLVIMENTO DA MEDICINA PROGRAMA DE ATENÇÃO INTEGRAL À SAÚDE A SPDM

Leia mais

RESPONSABILIDADES NO PBA 2012 PREFEITURAS E SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO

RESPONSABILIDADES NO PBA 2012 PREFEITURAS E SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO RESPONSABILIDADES NO PBA 2012 PREFEITURAS E SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO Quando da adesão municipal ao programa suas atribuições são: Indicar e/ou selecionar o coordenador de turmas junto à Seduc;

Leia mais

ORIENTAÇÃO AO TOMADOR DE SERVIÇO, QUANTO A RETENÇÃO DO ISS

ORIENTAÇÃO AO TOMADOR DE SERVIÇO, QUANTO A RETENÇÃO DO ISS 1 PREFEITURA MUNICIPAL DE FRANCISCO BELTRÃO SECRETARIA DE FINANÇAS / DEPARTAMENTO DE FISCALIZAÇÃO ORIENTAÇÃO AO TOMADOR DE SERVIÇO, QUANTO A RETENÇÃO DO ISS Olá Tomadores de Serviço, a Prefeitura Municipal

Leia mais

Novo Decreto de HIS. Apresentação ao Conselho Municipal de Habitação São Paulo - 27/08/2015. Secretaria Municipal de Licenciamento

Novo Decreto de HIS. Apresentação ao Conselho Municipal de Habitação São Paulo - 27/08/2015. Secretaria Municipal de Licenciamento Novo Decreto de HIS Apresentação ao Conselho Municipal de Habitação São Paulo - 27/08/2015 Novo Decreto de HIS EHIS, EHMP, EZEIS, HIS e HMP Adequação à Lei nº 16.050/14 Sistematiza, Consolida e Revoga

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS EDUCACIONAIS NA MODALIDADE DE EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA EAD

CONDIÇÕES GERAIS DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS EDUCACIONAIS NA MODALIDADE DE EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA EAD CONDIÇÕES GERAIS DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS EDUCACIONAIS NA MODALIDADE DE EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA EAD CONTRATANTE: A PESSOA FÍSICA identificada no formulário de matrícula do curso, que, para todos os efeitos,

Leia mais

Monitor de Comercialização Ofertante. Última Atualização 12/11/2015

Monitor de Comercialização Ofertante. Última Atualização 12/11/2015 Monitor de Comercialização Ofertante MT 43-1-00015-0 Última Atualização 12/11/2015 Índice I Como acessar um Leilão II Informações básicas III Anexos IV Como inserir subitens V Emissão de Relatórios VI

Leia mais

- Nota Fiscal Eletrônica -

- Nota Fiscal Eletrônica - Manual Portal de Clientes e Transportadores - Nota Fiscal Eletrônica - ÍNDICE. INTRODUÇÃO 3. OBJETIVO 3.2 ABRANGÊNCIA 3 2. FUNCIONALIDADES 3 2. CADASTRO DE CLIENTES NO PORTAL 3 2.2 CONSULTA NOTAS FISCAIS

Leia mais

MANUAL DE ACESSO AO MYSUITE

MANUAL DE ACESSO AO MYSUITE MANUAL DE ACESSO AO MYSUITE A Ferramenta de Atendimento Online MySuite é a nova forma de atendimento utilizada pela Gerpos. Por meio dela, é possível solicitar atendimentos do Suporte Técnico e de outros

Leia mais

Formulário para Solicitação de Patrocínio

Formulário para Solicitação de Patrocínio ANEXO 1 Formulário para Solicitação de Patrocínio Procedimentos para o envio de projeto ao CAU/SP: 1. Após preencher o Formulário para Solicitação de Patrocínio ao CAU/SP, confira os itens de CONTRAPARTIDA.

Leia mais

FORMULÁRIO ONLINE DE CADASTRO INSTITUCIONAL

FORMULÁRIO ONLINE DE CADASTRO INSTITUCIONAL ACESSO AO PATRIMÔNIO GENÉTICO FORMULÁRIO ONLINE DE CADASTRO INSTITUCIONAL INSTRUÇÕES DE PREENCHIMENTO Sumário 1. Informações importantes... 1 2. Quem pode preencher o Formulário Online?... 1 3. Acessando

Leia mais

Gestão inteligente de documentos eletrônicos

Gestão inteligente de documentos eletrônicos Gestão inteligente de documentos eletrônicos MANUAL DE UTILIZAÇÃO VISÃO DE EMPRESAS VISÃO EMPRESAS - USUÁRIOS (OVERVIEW) No ELDOC, o perfil de EMPRESA refere-se aos usuários com papel operacional. São

Leia mais

Seminário de Políticas de Desenvolvimento Regional. Seis cidades buscando soluções regionais para problemas em comum

Seminário de Políticas de Desenvolvimento Regional. Seis cidades buscando soluções regionais para problemas em comum Seminário de Políticas de Desenvolvimento Regional Seis cidades buscando soluções regionais para problemas em comum Abril de 2011 2 CONISUD Seminário de Políticas de Desenvolvimento Regional abril de 2011

Leia mais

PROCEDIMENTO DE ENVIO DE IMÓVEIS AO SITE ALUGUEL E VENDAS

PROCEDIMENTO DE ENVIO DE IMÓVEIS AO SITE ALUGUEL E VENDAS SISTEMA VENDAS 1º Passo: Instruir o cliente para marcar no ato do cadastramento do imóvel caso seja para divulgar no site efetuar a marcação SELECIONADO PARA DIVULGAR NA INTERNET como na imagem abaixo.

Leia mais

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE LOGÍSTICA E SERVIÇOS GERAIS

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE LOGÍSTICA E SERVIÇOS GERAIS MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE LOGÍSTICA E SERVIÇOS GERAIS DIVULGAÇÃO DE COMPRAS DISPENSA / INEXIGIBILIDADE MANUAL DO USUÁRIO

Leia mais

Passo a Passo para Rematrícula Online 2015

Passo a Passo para Rematrícula Online 2015 1. Entrar no site do Colégio: www.riobranco.org.br a) Digitar o Login, que é o número da Matrícula do Aluno (Seta 1) Dica: O número da matrícula pode ser localizado na carteirinha, boletim do aluno, ou

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer n o 06242/2011/RJ COGAP/SEAE/MF Em 24 de março de 2011. Referência: Processo n.º 18101.000142/2011-65. Assunto: Distribuição Gratuita

Leia mais

Padrão ix. Q-Ware Cloud File Publisher Manual para realização do Donwload de Arquivos. Versão 1.0.1.0

Padrão ix. Q-Ware Cloud File Publisher Manual para realização do Donwload de Arquivos. Versão 1.0.1.0 Padrão ix Q-Ware Cloud File Publisher Manual para realização do Donwload de Arquivos Versão 1.0.1.0 Copyright 2000-2013 Padrão ix Sistemas Abertos Ltda. Todos os direitos reservados. As informações contidas

Leia mais

Reunião da Comissão da Indústria

Reunião da Comissão da Indústria Reunião da Comissão da Indústria Imobiliária da Câmara Brasileira da Indústria da Construção CII/CBIC São Paulo, 19 de Junho de 2015. Carteira Administrada Residencial FGTS Segregação das Funções Agente

Leia mais

ESTADO DE ALAGOAS SECRETARIA DE ESTADO DA ASSISTÊNCIA E DESENVOLVIMENTO SOCIAL SEADES DIRETORIA DE SEGURANÇA ALIMENTAR E NUTRICIONAL DSAN

ESTADO DE ALAGOAS SECRETARIA DE ESTADO DA ASSISTÊNCIA E DESENVOLVIMENTO SOCIAL SEADES DIRETORIA DE SEGURANÇA ALIMENTAR E NUTRICIONAL DSAN 1. APRESENTAÇÃO TERMO DE REFERÊNCIA Este documento se constitui no Termo de Referência que contém as instruções necessárias para a contratação de empresa para a realização de pesquisa e diagnóstico de

Leia mais

GUIA DO COORDENADOR DE PROJETOS

GUIA DO COORDENADOR DE PROJETOS GUIA DO COORDENADOR DE PROJETOS Sumário 1. Introdução... 2 2. Início Portal Coordenador... 2 2.1. Novos Pedidos... 2 2.2. Pendências... 3 2.3. Menu... 4 2.4. Sair... 4 3. Saldo de Projetos... 5 4. Extrato

Leia mais

CURSOS ONLINE CURSO DE INSTRUMENTAÇÃO

CURSOS ONLINE CURSO DE INSTRUMENTAÇÃO CURSOS ONLINE CURSO DE INSTRUMENTAÇÃO A Quem se destina Este curso, constituído de dois módulos, destina-se à Técnicos, Engenheiros e Gerentes que atuam nas áreas de operação, manutenção, montagem ou inspeção

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online

EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online PSICOPEDAGOGIA Regulamentação de Pós-Graduação Lato Sensu e Ato de Credenciamento Institucional para Oferta de Curso de Pós-Graduação na Modalidade

Leia mais

Serviços disponíveis no site como utilizá-los e principais aplicações

Serviços disponíveis no site como utilizá-los e principais aplicações Serviços disponíveis no site como utilizá-los e principais aplicações Urbanismo - Consulta de Referência Cadastral Digita-se o endereço ou quadra e lote do imóvel. O sistema então fornece o RC (inscrição)

Leia mais

"ANEXO I PROGRAMA MINHA CASA, MINHA VIDA PROGRAMA NACIONAL DE HABITAÇÃO URBANA RECURSOS DO FAR DIRETRIZES PARA AQUISIÇÃO DE UNIDADES HABITACIONAIS

ANEXO I PROGRAMA MINHA CASA, MINHA VIDA PROGRAMA NACIONAL DE HABITAÇÃO URBANA RECURSOS DO FAR DIRETRIZES PARA AQUISIÇÃO DE UNIDADES HABITACIONAIS PORTARIA N 518, DE 8 DE NOVEMBRO DE 2013, (D.O.U. DE 11.11.2013) Dá nova redação à Portaria nº 168, de 12 de abril de 2013, do Ministério das Cidades, que dispõe sobre as diretrizes gerais para aquisição,

Leia mais

PROJETOS PARA OS CENTROS CULTURAIS DO BANCO DO BRASIL

PROJETOS PARA OS CENTROS CULTURAIS DO BANCO DO BRASIL PROJETOS PARA OS CENTROS CULTURAIS DO BANCO DO BRASIL Os Centros Culturais Banco do Brasil estão localizados nas cidades de Belo Horizonte, Brasília, Rio de Janeiro e São Paulo. Qualquer pessoa física

Leia mais

Clicar em modalidade (atletismo) e inserir informações

Clicar em modalidade (atletismo) e inserir informações Clicar em modalidade (atletismo) e inserir informações Clicar em modalidade (voleibol) e inserir informações 44 Clicar em galeria de fotos Clicar em visualização para o conhecimento das informações inseridas

Leia mais

GUIA DE PREENCHIMENTO

GUIA DE PREENCHIMENTO GUIA DE PREENCHIMENTO CARTA DE MANIFESTAÇÃO DE INTERESSE DA EMPRESA Leia atentamente a Chamada antes do preenchimento. A primeira etapa da CHAMADA PÚBLICA MCT/FINEP/Ação Transversal Cooperação ICTs-Empresas

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº 75/2014, DE 18 DE JULHO DE 2014.

PROJETO DE LEI Nº 75/2014, DE 18 DE JULHO DE 2014. PROJETO DE LEI Nº 75/2014, DE 18 DE JULHO DE 2014. AUTORIZA A ABERTURA DE CRÉDITO SUPLEMENTAR E DA OUTRAS PROVIDENCIAS O PREFEITO MUNICIPAL DE GUAPORÉ-RS faz saber, em cumprimento ao disposto no artigo

Leia mais

MINISTÉRIO DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA Secretaria de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação. Manual do Usuário

MINISTÉRIO DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA Secretaria de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação. Manual do Usuário MINISTÉRIO DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA Secretaria de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação Manual do Usuário SUMÁRIO APRESENTAÇÃO 3 INTRODUÇÃO 4 ACESSO AO SISTEMA 5 CADASTRO 6 1 Identificação da ICT 6 2 Política

Leia mais

Novas Formas de Aprender e Empreender

Novas Formas de Aprender e Empreender Novas Formas de Aprender e Empreender DÚVIDAS FREQUENTES 1. Sobre o Prêmio Instituto Claro, Novas Formas de Aprender e Empreender 1.1. O que é o Prêmio? O Prêmio Instituto Claro Novas Formas de Aprender

Leia mais

Guia AutoAtendimento. Para mais informações:

Guia AutoAtendimento. Para mais informações: Guia AutoAtendimento Está aberto o período de Renovação Anual de Contribuições e Perfil de Investimentos de 2016. A campanha terá início em 10 de dezembro de 2015 e encerramento no dia 31 de janeiro de

Leia mais

Manual de Utilização do SIPEAGRO Módulo de Estabelecimento PRODUTOS VETERINÁRIOS Versão Empresa

Manual de Utilização do SIPEAGRO Módulo de Estabelecimento PRODUTOS VETERINÁRIOS Versão Empresa Manual de Utilização do SIPEAGRO Módulo de Estabelecimento PRODUTOS VETERINÁRIOS Versão Empresa Versão 1.0 FFA 09/06/2014 Sumário 1- Informações gerais (slides 3 a 5) 2- Quais os arquivos que devem ser

Leia mais

Manual do Usuário. Pólo de Ensino a Distância (EaD) Prefeitura Municipal de João Pessoa Secretaria. Secretaria. de Ciência e Tecnologia - Secitec

Manual do Usuário. Pólo de Ensino a Distância (EaD) Prefeitura Municipal de João Pessoa Secretaria. Secretaria. de Ciência e Tecnologia - Secitec Manual do Usuário Pólo de Ensino a Distância (EaD) Prefeitura Municipal de João Pessoa Secretaria de Ciência e Tecnologia - Secitec Secretaria João Pessoa Setembro, 2013 Introdução A Estação Virtual é

Leia mais

Programa NOSSABOLSA. Manual. Procedimentos

Programa NOSSABOLSA. Manual. Procedimentos Programa NOSSABOLSA Manual de Procedimentos Instituições de Ensino Superior - IES - 1 1 - Adesão da Mantenedora ao Programa...4 1.1 - Informações preliminares...4 1.2 - Requerimento...4 1.2.1 - Para aderir

Leia mais

2.2.1. Caso seja protocolado mais de 01 (um) projeto, será aceito o último projeto protocolado.

2.2.1. Caso seja protocolado mais de 01 (um) projeto, será aceito o último projeto protocolado. EDITAL DE CONCURSO N 002/2015 8 EDITAL DO FUNDO MUNICIPAL DE APOIO À CULTURA A FUNDAÇÃO CULTURAL DE BRUSQUE, inscrita no CNPJ sob o nº 04.894.677/0001-71, com sede na Rua Germano Schaefer, 110 Praça da

Leia mais

INFORMATIVO - DECRETO 526/2011

INFORMATIVO - DECRETO 526/2011 Procedimento meramente informativo. Não vincula a análise e não serve como fundamentação legal. Para efetuar o Parcelamento em conformidade com o Decreto nº 526/11, o débito deverá obedecer aos seguintes

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA PARA PARCELAMENTO DE SOLO: CODRAM 3414,40; CODRAM 3414,50; CODRAM 3414,60; CODRAM 3414,70; CODRAM 3415,10

TERMO DE REFERÊNCIA PARA PARCELAMENTO DE SOLO: CODRAM 3414,40; CODRAM 3414,50; CODRAM 3414,60; CODRAM 3414,70; CODRAM 3415,10 TERMO DE REFERÊNCIA PARA PARCELAMENTO DE SOLO: CODRAM 3414,40; CODRAM 3414,50; CODRAM 3414,60; CODRAM 3414,70; CODRAM 3415,10 O processo administrativo para aprovação e licenciamento de parcelamentos de

Leia mais

L E I Nº 3.469, DE 20 DE JANEIRO DE 2016.

L E I Nº 3.469, DE 20 DE JANEIRO DE 2016. AUTOR: PREFEITA MUNICIPAL, MARIA DA CONCEIÇÃO CALDAS RABHA A CÂMARA MUNICIPAL DE ANGRA DOS REIS APROVOU E EU SANCIONO A SEGUINTE LEI: INSTITUI O PROGRAMA MUNICIPAL NOSSA CIDADE LEGAL E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.

Leia mais

Orientações para os procedimentos de cadastro e inscrição em nosso site.

Orientações para os procedimentos de cadastro e inscrição em nosso site. Orientações para os procedimentos de cadastro e inscrição em nosso site. Atenção: Os dados que aparecem nas imagens abaixo, são meramente ilustrativos, naturalmente os dados que devem ser visualizados,

Leia mais

Projeto ECA na Escola - Plataforma de Educação à Distância

Projeto ECA na Escola - Plataforma de Educação à Distância Página1 Apresentação Projeto ECA na Escola - Plataforma de Educação à Distância Olá Participante do Projeto ECA na Escola, Este tutorial pretende auxiliá-lo na navegação na Plataforma de Educação à Distância

Leia mais

GUIA DE UTILIZAÇÃO DA PLATAFORMA FAPESC REGISTRO DO PROPONENTE E EDIÇÃO DA PROPOSTA EDITAL DE CHAMADA PÚBLICA FAPESC Nº 01/2014 PROGRAMA UNIVERSAL

GUIA DE UTILIZAÇÃO DA PLATAFORMA FAPESC REGISTRO DO PROPONENTE E EDIÇÃO DA PROPOSTA EDITAL DE CHAMADA PÚBLICA FAPESC Nº 01/2014 PROGRAMA UNIVERSAL GUIA DE UTILIZAÇÃO DA PLATAFORMA FAPESC REGISTRO DO PROPONENTE E EDIÇÃO DA PROPOSTA EDITAL DE CHAMADA PÚBLICA FAPESC Nº 01/2014 PROGRAMA UNIVERSAL A Plataforma FAPESC de CT&I é um ambiente de interação

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA PREENCHIMENTO DA PLATAFORMA FAPESC CHAMADA PÚBLICA FAPESC 04/2014

ORIENTAÇÕES PARA PREENCHIMENTO DA PLATAFORMA FAPESC CHAMADA PÚBLICA FAPESC 04/2014 ORIENTAÇÕES PARA PREENCHIMENTO DA PLATAFORMA FAPESC CHAMADA PÚBLICA FAPESC 04/2014 Senhores Professores, Tendo em vista que a FAPESC não tem um formulário específico para submissão dos projetos aprovados

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS CERCOMP/CENTRO DE RECURSOS COMPUTACIONAIS SAU - SERVIÇO DE ATENDIMENTO AO USUÁRIO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS CERCOMP/CENTRO DE RECURSOS COMPUTACIONAIS SAU - SERVIÇO DE ATENDIMENTO AO USUÁRIO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS CERCOMP/CENTRO DE RECURSOS COMPUTACIONAIS SAU - SERVIÇO DE ATENDIMENTO AO USUÁRIO MANUAL DO USUÁRIO Perfil Self-Service Gestão Livre de Parque de Informática

Leia mais

EMPREENDIMENTOS HIDRELÉTRICOS INSTRUÇÕES PARA CADASTRAMENTO E HABILITAÇÃO TÉCNICA COM VISTAS À PARTICIPAÇÃO NOS LEILÕES DE ENERGIA

EMPREENDIMENTOS HIDRELÉTRICOS INSTRUÇÕES PARA CADASTRAMENTO E HABILITAÇÃO TÉCNICA COM VISTAS À PARTICIPAÇÃO NOS LEILÕES DE ENERGIA EMPREENDIMENTOS HIDRELÉTRICOS INSTRUÇÕES PARA CADASTRAMENTO E HABILITAÇÃO TÉCNICA COM VISTAS À PARTICIPAÇÃO NOS LEILÕES DE ENERGIA Governo Federal Ministério de Minas e Energia Ministro Silas Rondeau Cavalcante

Leia mais

MINISTÉRIO DAS CIDADES

MINISTÉRIO DAS CIDADES MINISTÉRIO DAS CIDADES INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 35, DE 23 DE OUTUBRO DE 2012 (Publicada no DOU, em 24/10/12 Seção 1, págs. 96/99) Regulamenta o Programa Carta de Crédito Associativo. O MINISTRO DE ESTADO

Leia mais

GUIA DE CERTIFICAÇÃO Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos - ENCCEJA

GUIA DE CERTIFICAÇÃO Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos - ENCCEJA GUIA DE CERTIFICAÇÃO Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos - ENCCEJA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO TREINAMENTO EAD (Educação a Distância) ÍNDICE

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO TREINAMENTO EAD (Educação a Distância) ÍNDICE MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO TREINAMENTO EAD (Educação a Distância) ÍNDICE FORMAS DE ACESSO AO AMBIENTE EAD... 2 O AMBIENTE EAD... 3 TERMO DE COMPROMISSO... 4 CONHECENDO A HOME PAGE DO TREINAMENTO EAD... 4

Leia mais

Portal dos Convênios - SICONV. Inclusão e Envio de Proposta. Manual do Usuário

Portal dos Convênios - SICONV. Inclusão e Envio de Proposta. Manual do Usuário MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE LOGÍSTICA E SERVIÇOS GERAIS Portal dos Convênios - SICONV Inclusão e Envio de Proposta Manual

Leia mais

FESTIVAL FUNDAÇÃO DAS ARTES DE TEATRO ESTUDANTIL 2016

FESTIVAL FUNDAÇÃO DAS ARTES DE TEATRO ESTUDANTIL 2016 FESTIVAL FUNDAÇÃO DAS ARTES DE TEATRO ESTUDANTIL 2016 REGULAMENTO 1. INSTITUIÇÃO E OBJETO 1.1. A Fundação das Artes de São Caetano do Sul é uma instituição pública da Administração Indireta da Prefeitura

Leia mais

FALE CONOSCO TUTORIAL

FALE CONOSCO TUTORIAL FLE CONOSCO TUTORIL Índice 1. Como acessar a ferramenta... 2 Figura 1 Link de acesso para a ferramenta Fale Conosco... 2 Figura 2 cesso ao Fale Conosco... 3 Figura 4 Esqueci minha senha... 4 Figura 5 Tela

Leia mais

Cadastro de Prefeito utilizando o sistema SIGETEC

Cadastro de Prefeito utilizando o sistema SIGETEC Cadastro de Prefeito utilizando o sistema SIGETEC ÍNDICE Introdução 03 1º Passo Cadastro de Prefeito. 05 Informações Gerais. 08 2º Passo Seleção das Escola. 09 Contato dos Fornecedores. 15 Contatos Úteis

Leia mais