ANEXO I COORDENAÇÃO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM AGRICULTURA TROPICAL QUADRO DE OFERTA DE DISCIPLINAS 2012/02 ALUNO ESPECIAL

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ANEXO I COORDENAÇÃO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM AGRICULTURA TROPICAL QUADRO DE OFERTA DE DISCIPLINAS 2012/02 ALUNO ESPECIAL"

Transcrição

1 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO FACULDADE DE AGRONOMIA, MEDICINA VETERINÁRIA E ZOOTECNIA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM AGRICULTURA TROPICAL ANEXO I COORDENAÇÃO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM AGRICULTURA TROPICAL QUADRO DE OFERTA DE DISCIPLINAS 2012/02 ALUNO ESPECIAL Período de Matrícula especial 30/07 a 03/08/2012 Local: Secretaria da Pós-graduação em Agricultura Tropical Horário: 8:00 12:00 h Início das aulas: 06/08/2012 Encerramento 07/12/2012 DISCIPLINA DOCENTE DIA/HORÁRIO Vagas MS/DS Diagnose e Controle de Doenças de Planta Daniel Cassetari Neto / Leimi Kobayasti Segunda-Feira / 08h às 12h 4/4 Métodos Estatísticos II Mariano Martinez / Eduardo Couto Segunda-Feira / 08h às 12h 3/5 Solos Tropicais Eduardo Guimarães Couto / José Fernando Scaramuzza / Ricardo Santos Silva Amorim Terça-Feira / 08h às 12h 4/5 Sistema de Integração Lavoura- Pecuária Joadil Gonçalves / Marinaldo Divino Ribeiro / Luciano Cabral / Virginia Quarta-Feira / 08h às 12h

2 Azevedo Cultivo de Frutas e Hortaliças Tropicais Elisangela Clarete Camili Quinta-Feira / 08h às 12h * Sistema de Avaliação de Terras Emilio Carlos de Azevedo Quinta-Feira / 14h às 12h Agroclimatologia Tropical José Holanda Campelo Junior Sexta-Feira / 08h às 12h Modelagem de Agroecossistemas José Holanda Campelo Junior Sexta-Feira / 14h às 18h Melhoramento de Plantas Virgínia Azevedo / Patrícia Azevedo CONCENTRADA (1ª quinzena de dezembro) Mecanização Agrícola Conservacionista João Carlos de Souza Maia / Aloísio Bianchini CONCENTRADA (1ª quinzena de outubro) * A DISCIPLINA Sistema de Avaliação de Terras ESTÁ OFERTADA NO SISTEMA SIPG COM O NOME Planejamento do Uso das Terras em Regiões Tropicais. EMENTAS DIAGNOSE E CONTROLE DE DOENÇAS DE PLANTAS Caracterização, identificação e classificação de fungos, bactérias, vírus, nematóides e micoplasmas fitopatogênicos. Diagnose, sintomatologia e epidemiologia. Controle integrado de fitodoenças. Biotecnologia na fitopatologia. Patologia de sementes. MODELAGEM DE AGROECOSSISTEMAS Conceito de sistema; modelagem de sistemas; tipos de modelos; calibração de modelos; validação de modelos; modelo de fotossíntese de DeWIT; modelos de produção potencial de culturas agrícolas (CERES-MAYZE, OILCROPSUN; COTTAN; SOYGRO, etc...); modelos de interceptação da luz pelas plantas; modelos de

3 evapotranspiração; modelos de balanço de massa e energia; modelos de fenômenos edáficos; modelos de maturação de sementes no campo; modelos de secagem de grãos; uso de planilha eletrônica em modelagem; linguagem de programação voltada para objetos; simulação; análise de sensitividade; avaliação do desempenho de modelos. ESTÁGIO DOCÊNCIA II Aprimorar a formação dos discentes, oferecendo-lhes adequado treinamento para o magistério, por meio de estágio em atividades didáticas em cursos de graduação. PESQUISA ORIENTADA II Aprimorar a formação dos discentes, oferecendo-lhes adequado treinamento para a pesquisa. MÉTODOS ESTATÍSTICOS II Revisão de conceitos de estatística: uni e bivariável: tabelas de freqüência e histogramas, comparação entre duas distribuições, representações gráficas de distribuições de duas variáveis, correlação e regressão linear, esperança condicional. Estatística multivariada: gráficos multivariados. Regressão multivariada. Componente principal. Análise fatorial. Discriminação e classificação. Análise de agrupamentos. Escalonamento multidimensional. Geoestatística: Conjuntos de dados a utilizar e objetivos associados. Geo-referenciação: descrição espacial - vários tipos de representação gráfica. Análise estrutural: definição de variável regionalizada e pressupostos fundamentais da geoestatística; o variograma - experimental, teórico e modelos admissíveis. Krigagem - ordinária, simples, cokrigagem. Validação cruzada. Uso de sofwares geoestatistícos. SEMINÁRIOS II Agricultura tropical: sistemas de produção, geração de tecnologia. Seminário do

4 projeto de dissertação. SEMINÁRIOS III Apresentação de três seminários com temas relacionados ao projeto de tese. AGROCLIMATOLOGIA TROPICAL Escalas dos fenômenos atmosféricos. Caracterização do macroclima tropical. Interceptação da radiação solar pelas plantas. Fotoperiodismo. Unidades térmicas de crescimento. Balanço hídrico. Zoneamento de aptidão climática. SOLOS TROPICAIS Solos: conceituação, formação e diversidade. Propriedades do solo. Morfologia do solo. A diversidade dos solos tropicais e suas implicações para o uso agrícola. Indicadores da qualidade dos solos. Aptidão agrícola das terras. O novo sistema brasileiro de classificação de solos. MECANIZAÇÃO AGRÍCOLA CONSERVACIONISTA Alternativas de manejo e conservação do solo e da água. Perspectivas e transferência de tecnologias. Agricultura de precisão como ferramenta para manejo do solo agrícola tropical. MELHORAMENTO DE PLANTAS A disciplina oferecerá informações sobre a domesticação de plantas cultivadas, com especial enfoque para as espécies hortícolas. Serão estudados aspectos históricos da origem das plantas cultivadas e as maneiras pelas quais podem ser definidas as épocas e os diferentes locais de domesticação. Serão estudadas e discutidas as origens das principais espécies hortícolas por regiões do mundo. Situações reais regionais (estado do Mato Grosso) serão revisadas no tocante à origens dessas

5 espécies. SISTEMA DE INTEGRAÇÃO LAVOURA-PECUÁRIA Ambiente tropical. Fundamentos da integração lavoura-pecuária. Modelos de integração da produção vegetal e animal em ambientes tropicais. Estabelecimento e manejo de culturas agrícolas no sistema integrado. Estabelecimento e manejo de plantas forrageiras em sistema integrado. Resposta animal em sistemas integrado. SISTEMA DE AVALIAÇÃO DE TERRAS Os solos e as atividades agrícolas nos trópicos, com ênfase no Brasil. Uso dos solos nos trópicos relacionados aos aspectos edafoclimáticos. Levantamento e mapeamento de solos para fins de planejamento de uso das terras. Utilização dos sistemas técnicos interpretativos para planejamento de uso das terras: Sistema de aptidão agrícola das terras, sistema de capacidade de uso das terras, sistema de classificação à susceptibilidade à erosão, e sistema de classificação das terras para irrigação. Planejamento de uso das terras em diversos níveis: propriedade agrícola, local e regional. Legislação considerada no planejamento de uso das terras. Projeto de planejamento de uso das terras. Avaliação de uso das terras. CULTIVO DE FRUTAS E HORTALIÇAS Aspectos gerais da produção de frutas e hortaliças tropicais com potencial produtivo do Mato Grosso. Principais espécies tropicais de interesse comercial: importância, origem, classificação botânica, cultivares, clima do solo, propagação, nutrição e adubação, plantio, tratos culturais, principais pragas e doenças, colheita e póscolheita.

Abril / 2016. 25 Segunda-feira 17h, 18h e 19h 25 e 26/04. 27 Quarta-feira 17h, 18h e 19h 27 e 28/04. 29 Sexta-feira 17h, 18h e 19h 29/04 e 02/05

Abril / 2016. 25 Segunda-feira 17h, 18h e 19h 25 e 26/04. 27 Quarta-feira 17h, 18h e 19h 27 e 28/04. 29 Sexta-feira 17h, 18h e 19h 29/04 e 02/05 Cursos Abril / 2016 25 Segunda-feira 17h, e 19h 25 e 26/04 27 Quarta-feira 17h, e 19h 27 e 28/04 29 Sexta-feira 17h, e 19h 29/04 e 02/05 Cursos Maio / 2016 02 Segunda-feira 17h, e 19h 02 e 03/05 04 Quarta-feira

Leia mais

UNIVERSIDADE DO OESTE PAULISTA - UNOESTE

UNIVERSIDADE DO OESTE PAULISTA - UNOESTE UNIVERSIDADE DO OESTE PAULISTA - UNOESTE IDENTIFICAÇÃO: PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM AGRONOMIA NÍVEL: Mestrado / Doutorado TIPO: Acadêmico CONCEITO CAPES Mestrado: 4 (Triênios: 2004-2006 e 2007-2009) Doutorado:

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR - CURSO DE AGRONOMIA (DIURNO)

MATRIZ CURRICULAR - CURSO DE AGRONOMIA (DIURNO) MATRIZ CURRICULAR - CURSO DE AGRONOMIA (DIURNO) Ingressantes a partir de 2015 1º SEMESTRE HORAS 2º SEMESTRE HORAS Introdução à Engenharia Agronômica 60 Metodologia Científica 60 Álgebra Linear 60 Desenho

Leia mais

FACULDADE DE AGRONOMIA, MEDICINA VETERINARIA E ZOOTECNIA LOCAL DE EXERCÍCIO COORDENACAO DE ENSINO DE GRADUACAO EM AGRONOMIA

FACULDADE DE AGRONOMIA, MEDICINA VETERINARIA E ZOOTECNIA LOCAL DE EXERCÍCIO COORDENACAO DE ENSINO DE GRADUACAO EM AGRONOMIA DOCENTES COM VENCIMENTO ATÉ O MÊS DE NOVEMBRO DE 2.05 COORDENACAO DE ENSINO DE GRADUACAO EM AGRONOMIA 662604 DANIEL ROCHA GRUVINELO DOS SANTOS ATIVO PERMANENTE 8 205 227 quarta-feira, 4 de novembro de

Leia mais

AGRONOMIA. COORDENADOR Moacil Alves de Souza moacil@ufv.br

AGRONOMIA. COORDENADOR Moacil Alves de Souza moacil@ufv.br AGRONOMIA COORDENADOR Moacil Alves de Souza moacil@ufv.br UFV Catálogo de Graduação 2011 65 Engenheiro Agrônomo ATUAÇÃO Compete ao Engenheiro Agrônomo desempenhar as atividades profissionais previstas

Leia mais

CURSO DE MESTRADO EM ENGENHARIA FLORESTAL EMENTAS DE DISCIPLINAS

CURSO DE MESTRADO EM ENGENHARIA FLORESTAL EMENTAS DE DISCIPLINAS A MADEIRA NA CONSTRUÇÃO Ementa: Introdução ao material madeira. Potencialidades da madeira e o seu emprego na construção civil. Valor ecológico-ambiental das madeiras no ciclo do carbono. Aplicação como

Leia mais

ENGENHARIA AGRONÔMICA - USP

ENGENHARIA AGRONÔMICA - USP Apresentação ENGENHARIA AGRONÔMICA - USP A Agronomia está intimamente ligada à produção de alimentos, sejam estes de origem animal ou vegetal. Compete ao Engenheiro Agrônomo produzir, conservar, transformar

Leia mais

UMA PROPOSTA DE ATIVIDADE DE MODELAGEM MATEMÁTICA PARA O DESENVOLVIMENTO DE CONTEÚDOS MATEMÁTICOS NO ENSINO FUNDAMENTAL I

UMA PROPOSTA DE ATIVIDADE DE MODELAGEM MATEMÁTICA PARA O DESENVOLVIMENTO DE CONTEÚDOS MATEMÁTICOS NO ENSINO FUNDAMENTAL I UMA PROPOSTA DE ATIVIDADE DE MODELAGEM MATEMÁTICA PARA O DESENVOLVIMENTO DE CONTEÚDOS MATEMÁTICOS NO ENSINO FUNDAMENTAL I Gislaine Ferreira Gomes Universidade Estadual de Londrina gis.fg@ibest.com.br Karina

Leia mais

DEFENSIVOS AGRÍCOLAS Competências - Planejar, organizar e monitorar o uso adequado dos diferentes tipos de defensivos agrícolas

DEFENSIVOS AGRÍCOLAS Competências - Planejar, organizar e monitorar o uso adequado dos diferentes tipos de defensivos agrícolas Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Campus Dois Vizinhos Diretoria de Graduação e Educação Profissional COAGO Coordenação do Curso Técnico em Agropecuária 1º PERÍODO AGROECOLOGIA

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE INSTITUTO DE BIOCIÊNCIAS

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE INSTITUTO DE BIOCIÊNCIAS 1 o PERÍODO (Bacharelado em Ciências ) 2 o SEMESTRE/2012 Animal I Inorgânica* Inorgânica Vegetal I* Fundamentos Ciência do Animal I Inorgânica* Inorgânica Vegetal I* Fundamentos Ciência do Animal I* Sociedade

Leia mais

dezembro-2005 janeiro-2005 a Período: Programa de Fomento à Pós-Graduação - PROF Valor (R$ Mil) Valor (R$ Mil) Valor Total (R$ Mil) Bolsistas

dezembro-2005 janeiro-2005 a Período: Programa de Fomento à Pós-Graduação - PROF Valor (R$ Mil) Valor (R$ Mil) Valor Total (R$ Mil) Bolsistas Ministério da Educação - MEC Fundação Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPES Número de Bolsistas e Valores Pagos (Médias), Segundo os Programas de Pós-Grad. Níveis: Mestrado

Leia mais

CURRÍCULO DO CURSO DE AGRONOMIA

CURRÍCULO DO CURSO DE AGRONOMIA 48 CURSO DE AGRONOMIA COORDENADOR DO CURSO DE AGRONOMIA Valterley Soares Rocha vsrocha@ufv.br Catálogo de Graduação 2002 49 ATUAÇÃO Compete ao Engenheiro-Agrônomo desempenhar as atividades profissionais

Leia mais

Biotecnologia Ambiental

Biotecnologia Ambiental Ambiental 1º MÓDULO 27 28 29 (AGOSTO) Segunda-feira Terça-feira Quarta-feira Quinta-feira (27/08) Sexta-feira (28/08) Sábado (29/08) //Marco //Marco Ambiental 2º MÓDULO 17 18 19 (SETEMBRO) Segunda-feira

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS DEPARTAMENTO DE FITOPATOLOGIA (DFP) PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM AGRONOMIA FITOPATOLOGIA (PPG-FITO)

UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS DEPARTAMENTO DE FITOPATOLOGIA (DFP) PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM AGRONOMIA FITOPATOLOGIA (PPG-FITO) UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS DEPARTAMENTO DE FITOPATOLOGIA (DFP) PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM AGRONOMIA FITOPATOLOGIA (PPG-FITO) ADITIVO AO EDITAL PRP/UFLA N. 0/203 PARA SELEÇÃO DO PPG-FITO DE 202 PARA

Leia mais

EDITAL PARA SELEÇÃO DOCENTE PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE MURIALDO Nº 02/2015

EDITAL PARA SELEÇÃO DOCENTE PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE MURIALDO Nº 02/2015 EDITAL PARA SELEÇÃO DOCENTE PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE MURIALDO Nº 02/2015 A FACULDADE MURIALDO, localizada em Caxias do Sul, torna pública a abertura do processo seletivo de docentes para

Leia mais

SISTEMAS DE PRODUÇÃO VEGETAL AGROECOLÓGICA

SISTEMAS DE PRODUÇÃO VEGETAL AGROECOLÓGICA SISTEMAS DE PRODUÇÃO VEGETAL AGROECOLÓGICA III Ciclo de Palestras Produção Animal, Meio Ambiente e Desenvolvimento - UFPR Julio Carlos B.V.Silva Instituto Emater juliosilva@emater.pr.gov.br A produção

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 4.637, DE 25 DE FEVEREIRO DE 2015

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 4.637, DE 25 DE FEVEREIRO DE 2015 1 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 4.637, DE 25 DE FEVEREIRO DE 2015 Aprova o Projeto Pedagógico do Curso de Bacharelado

Leia mais

1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO

1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO PLANO DE ENSINO 1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Instituição: Universidade Alto Vale do Rio do Peixe Curso: Agronomia Professores: Sergio Omar de Oliveira osergio@provinet.com.br Período/ Fase: 4 o Semestre:

Leia mais

Ações da UNEMAT no município de Alta Floresta. Prof. Dr. Luiz Fernando Caldeira Ribeiro Departamento de Agronomia

Ações da UNEMAT no município de Alta Floresta. Prof. Dr. Luiz Fernando Caldeira Ribeiro Departamento de Agronomia Ações da UNEMAT no município de Alta Floresta Prof. Dr. Luiz Fernando Caldeira Ribeiro Departamento de Agronomia INTRODUÇÃO Laboratório de Fitopatologia e a Clínica de Doenças de Plantas atuam em 4 áreas:

Leia mais

GRADE CURRICULAR ENGENHARIA AGRONÔMICA ESALQ/USP 2014

GRADE CURRICULAR ENGENHARIA AGRONÔMICA ESALQ/USP 2014 GRADE CURRICULAR ENGENHARIA AGRONÔMICA ESALQ/USP 2014 Disciplinas em Seqüência Aconselhada Créditos Carga Per. Obrigatórias Aula Trab. Tot. Horária Ideal 0110113(5) Introdução à Engenharia Agronômica 2

Leia mais

Espanhol Nara. Prod. Texto. Jullyana

Espanhol Nara. Prod. Texto. Jullyana Horário de aulas do 6 Ano Ensino Fundamental ao 3ª Ensino Médio Segunda- feira Segunda - feira Ed. Ed. 4 aula Ed. Ed. Ed. Terça- feira - Terçafeira Ed. Ed. 4 aula Ed. Ed. Ed. Quarta-feira Quartafeira Ed.

Leia mais

Levantamento de Indicadores de Sustentabilidade no Assentamento Antonio Conselheiro, Município de Barra do Bugres 1

Levantamento de Indicadores de Sustentabilidade no Assentamento Antonio Conselheiro, Município de Barra do Bugres 1 Levantamento de Indicadores de Sustentabilidade no Assentamento Antonio Conselheiro, Município de Barra do Bugres 1 B. R. WINCK (1) ; M. Rosa (2) ; G. LAFORGA (3), R. N. C. FRANÇA (4), V. S. Ribeiro (5)

Leia mais

CURSO DE GRADUAÇÃO DE AGRONOMIA

CURSO DE GRADUAÇÃO DE AGRONOMIA CURSO DE GRADUAÇÃO DE AGRONOMIA 1 o Período - GRADE CURRICULAR DO CURSO Citologia 5 Desenho Técnico 3 Física I 4 Matemática I 4 Morfologia Vegetal 5 Química Geral e Analítica 6 27 2 o Período - GRADE CURRICULAR

Leia mais

Horário dos Cursos Técnicos da Escola Técnica Estadual de Educação Profissional e Tecnológica/SECITEC

Horário dos Cursos Técnicos da Escola Técnica Estadual de Educação Profissional e Tecnológica/SECITEC I Adm Geral Implantação e Manejo Encerra Inglês segunda-feira, 30 de março de 2015 terça-feira, 31 de março de 2015 quarta-feira, 1 de abril de 2015 quinta-feira, 2 de abril de 2015 Inglês Sanidade Animal

Leia mais

Encontro Paranaense de Engenheiros Agrônomos 2011

Encontro Paranaense de Engenheiros Agrônomos 2011 Encontro Paranaense de Engenheiros Agrônomos 2011 Como se elaborar projetos pelo ABC: O passo a passo para financiamentos sob a linha Local: Agricultura de Baixo Carbono" Auditório do CETREFA. Dia 23/11/2011

Leia mais

CENTRO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS - CCA

CENTRO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS - CCA CENTRO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS - CCA MEMBROS DA CÂMARA DE ENSINO DO CENTRO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS Sérgio Hermínio Brommonschenkel - Presidente Coordenadores de curso Agronomia (AGN) - Eveline Mantovani Alvarenga

Leia mais

Local: Pavilhão Soiti Taruma Centro de Treinamento Milton Alcover

Local: Pavilhão Soiti Taruma Centro de Treinamento Milton Alcover 2º RURAL TECNOSHOW 1º a 7 de outubro de 2007 01 de outubro - 2ª feira 9:30-9:45 Abertura Oficial do 2º Rural Tecnoshow Local: Pavilhão Soiti Taruma Centro de Treinamento Milton Alcover 9:45-10:45 Palestra:

Leia mais

PROGRAMAÇÃO ANUAL DE FÉRIAS - EXERCICIO 2016

PROGRAMAÇÃO ANUAL DE FÉRIAS - EXERCICIO 2016 Página 1 UNIDADE: COORDENACAO DE ENSINO DE GRADUACAO EM AGRONOMIA 417055 ALOISIO BIANCHINI 1662604 DANIEL ROCHA GRUVINELO DOS SANTOS /CARIMBO: EM Página 2 UNIDADE: COORDENACAO DE ENSINO DE GRADUACAO EM

Leia mais

Disciplinas. Dinâmica de Potássio no solo e sua utilização nas culturas

Disciplinas. Dinâmica de Potássio no solo e sua utilização nas culturas Disciplinas Solos nos domínios morfoclimáticos do cerrado Ementa: Solos em ambientes de Cerrado. Sistema Brasileiro de Classificação do Solo. Caracterização morfológica das principais classes de solo inseridas

Leia mais

Aprovação do curso e Autorização da oferta. PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO FIC PRONATEC de Auxiliar de Agropecuária. Parte 1 (solicitante)

Aprovação do curso e Autorização da oferta. PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO FIC PRONATEC de Auxiliar de Agropecuária. Parte 1 (solicitante) MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SANTA CATARINA CÂMPUS SÃO CARLOS Aprovação do curso e Autorização da oferta

Leia mais

ESTRUTURA CURRICULAR CURSOS DE GRADUAÇÃO

ESTRUTURA CURRICULAR CURSOS DE GRADUAÇÃO ADMINISTRAÇÃO PERÍODO DISCIPLINAS C.H. 1º Antropologia e Sociologia 60 Língua Portuguesa 60 Matemática Básica 60 Metodologia Científica 60 TGA I 60 2º Ciências da Religião 60 Instituições do Direito Público

Leia mais

ESTRUTURA CURRICULAR ENGENHARIA AGRONÔMICA ESALQ/USP 2012

ESTRUTURA CURRICULAR ENGENHARIA AGRONÔMICA ESALQ/USP 2012 ESTRUTURA CURRICULAR ENGENHARIA AGRONÔMICA ESALQ/USP 2012 Disciplinas em Seqüência Aconselhada Créditos Carga Per. Obrigatórias Aula Trab. Tot. Horária Ideal 0110113(5) Introdução à Engenharia Agronômica

Leia mais

ENSALAMENTO DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO FCA 1º SEMESTRE ANO LETIVO 2013

ENSALAMENTO DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO FCA 1º SEMESTRE ANO LETIVO 2013 ENSALAMENTO DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO FCA 1º SEMESTRE ANO LETIVO 2013 Legenda: ANFITEATRO - FCA Eixo1 Eixo2 Eixo1 Eixo2 15h10min-16h05min Eixo1 Eixo2 16h00min-16h55min Eixo1 Eixo2 ANFITEATRO 1 ENG. AGRÍCOLA

Leia mais

Biotecnologia Agroalimentar/Agroindustrial

Biotecnologia Agroalimentar/Agroindustrial /Agroindustrial 1º MÓDULO 27 28 29 (AGOSTO) Segunda-feira Terça-feira Quarta-feira Quinta-feira (27/08) Sexta-feira (28/08) Sábado (29/08) II: II: /Agroindustrial 2º MÓDULO 17 18 19 (SETEMBRO) Segunda-feira

Leia mais

Análise da Época de Semeadura do Algodoeiro em Mato Grosso com Base na Precipitação Provável

Análise da Época de Semeadura do Algodoeiro em Mato Grosso com Base na Precipitação Provável ISSN 1679-0464 Análise da Época de Semeadura do Algodoeiro em Mato Grosso com Base na Precipitação Provável 16 O Algodoeiro em Mato Grosso Mato Grosso é um dos Estados do Brasil que apresentou maior desenvolvimento

Leia mais

Sistema de Controle Acadêmico. Grade Curricular. Curso : ENGENHARIA FLORESTAL. CRÉDITOS Obrigatórios: 241 Optativos: 12.

Sistema de Controle Acadêmico. Grade Curricular. Curso : ENGENHARIA FLORESTAL. CRÉDITOS Obrigatórios: 241 Optativos: 12. Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro Pró-reitoria de Graduação - DAARG DRA - Divisão de Registros Acadêmicos Sistema de Controle Acadêmico Grade Curricular 30/01/2014-13:09:29 Curso : ENGENHARIA

Leia mais

Ementário do Curso Técnico em AGROPECUÁRIA Campus Nilo Peçanha - Pinheiral

Ementário do Curso Técnico em AGROPECUÁRIA Campus Nilo Peçanha - Pinheiral Ementário do Curso Técnico em AGROPECUÁRIA Campus Nilo Peçanha - Pinheiral Disciplina: Agroindústria EMENTA: Introdução à Agroindústria; Importância das boas práticas de fabricação- BPF s. Valor nutricional

Leia mais

Considerando a Resolução Nº 39/99, do CONSEPE/UFPB, que sistematiza a elaboração e reformulação dos projetos pedagógicos; e

Considerando a Resolução Nº 39/99, do CONSEPE/UFPB, que sistematiza a elaboração e reformulação dos projetos pedagógicos; e SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE COLEGIADO PLENO DO CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO RESOLUÇÃO Nº 21/2007 Aprova a estrutura curricular do curso de graduação

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO FACULDADE DE AGRONOMIA E MEDICINA VETERINÁRIA CURSO DE AGRONOMIA EDITAL DE INSCRIÇÃO

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO FACULDADE DE AGRONOMIA E MEDICINA VETERINÁRIA CURSO DE AGRONOMIA EDITAL DE INSCRIÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO FACULDADE DE AGRONOMIA E MEDICINA VETERINÁRIA CURSO DE AGRONOMIA EDITAL DE INSCRIÇÃO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM PROCESSAMENTO PÓS-COLHEITA DE GRÃOS E SEMENTES A coordenação

Leia mais

Cronograma. SNTC 2011 03 a 07 de outubro de 2011. Segunda-feira 03/10/2011

Cronograma. SNTC 2011 03 a 07 de outubro de 2011. Segunda-feira 03/10/2011 Cronograma SNTC 2011 03 a 07 de outubro de 2011 Segunda-feira 03/10/2011 SNTC - Ciência e Tecnologia para Crianças Objetivo: Promover a integração entre ciência, arte e cultura por meio de atividades lúdicas,

Leia mais

GOVERNADOR DO ESTADO DE PERNAMBUCO Eduardo Henrique de Accioly Campos. VICE-GOVERNADOR DO ESTADO DE PERNAMBUCO João Soares Lyra Neto

GOVERNADOR DO ESTADO DE PERNAMBUCO Eduardo Henrique de Accioly Campos. VICE-GOVERNADOR DO ESTADO DE PERNAMBUCO João Soares Lyra Neto GOVERNADOR DO ESTADO DE PERNAMBUCO Eduardo Henrique de Accioly Campos VICE-GOVERNADOR DO ESTADO DE PERNAMBUCO João Soares Lyra Neto SECRETÁRIA DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA E MEIO AMBIENTE Luciana Barbosa de

Leia mais

Criar cursos de graduação, tanto presenciais quanto à distância, e pós-graduação multidisciplinares.

Criar cursos de graduação, tanto presenciais quanto à distância, e pós-graduação multidisciplinares. 12.1) Otimizar a capacidade instalada da estrutura física e de recursos humanos das instituições públicas de educação superior mediante ações planejadas e coordenadas, de forma a ampliar e interiorizar

Leia mais

Enfermagem no cuidado em saúde e na promoção da 1. Enfermagem, vida, saúde, cuidado dos grupos humanos;

Enfermagem no cuidado em saúde e na promoção da 1. Enfermagem, vida, saúde, cuidado dos grupos humanos; UNIDADE CURSO ÁREA DE CONCENTRAÇÃO LINHAS DE PESQUISA CECA (CENTRO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS) A. Agronomia - PPGPV Mestrado e Doutorado Produção Vegetal. 1. Controle integrado de pragas e doenças de culturas

Leia mais

Curso Técnico em Agroecologia

Curso Técnico em Agroecologia Curso Técnico em Agroecologia Nível/Grau/Forma: Médio/Técnico/Integrado Vagas: 25 Turno: Integral Duração: 3 anos + estágio Perfil do Egresso O Técnico em Agroecologia deverá ser um profissional com formação

Leia mais

ANEXO A RESOLUÇÃO Nº. 008/2007. I Departamento de Ciências da Saúde Biológicas e Agrárias - DCSBA:

ANEXO A RESOLUÇÃO Nº. 008/2007. I Departamento de Ciências da Saúde Biológicas e Agrárias - DCSBA: 1/7 ANEXO A RESOLUÇÃO Nº. 008/2007 I Departamento de Ciências da Saúde Biológicas e Agrárias - DCSBA: Área - TOPOGRAFIA E GEOPROCESSAMENTO, Graduação - Engenharia Agronômica (Agronomia), Engenharia Agrícola

Leia mais

AVALIAÇÃO DE GENÓTIPOS DE ALGODÃO NO CERRADO DA BAHIA, SAFRA 2008/09. 1 INTRODUÇÃO

AVALIAÇÃO DE GENÓTIPOS DE ALGODÃO NO CERRADO DA BAHIA, SAFRA 2008/09. 1 INTRODUÇÃO Página 1275 AVALIAÇÃO DE GENÓTIPOS DE ALGODÃO NO CERRADO DA BAHIA, SAFRA 2008/09. 1 Murilo Barros Pedrosa 1 ; Camilo de Lelis Morello 2 ; Flávio Rodrigo Gandolfi Benites 2 ; Eleusio Curvelo Freire 3 ;

Leia mais

MEDICINA VETERINÁRIA. 1 Aline Mesquita Galvão Moura. Tempo Integral. 2 Ana Paula Prudente Jacintho. Mestre. Tempo Integral.

MEDICINA VETERINÁRIA. 1 Aline Mesquita Galvão Moura. Tempo Integral. 2 Ana Paula Prudente Jacintho. Mestre. Tempo Integral. MEDICINA VETERINÁRIA Nº. Nome do docente Formação 1 Aline Mesquita Galvão Moura 2 Ana Paula Prudente Jacintho 3 André Luiz Baptista Galvão 4 Bruno Fornitano Cholfe 5 Camila Garcel Pancote 6 Carla Daniela

Leia mais

Programa: Curso de Aprimoramento em bovinocultura de Corte EV-UFMG 2011

Programa: Curso de Aprimoramento em bovinocultura de Corte EV-UFMG 2011 XXII Curso de Aprimoramento em Bovinocultura de Corte Programa: Curso de Aprimoramento em bovinocultura de Corte EV-UFMG 2011 Belo Horizonte, 30 de abril de 2011 Professores coordenadores Décio Souza Graça,

Leia mais

Aptidão climática do capim-búffel ¹. Palavras-chaves: Cenchrus ciliaris, exigência climática de capim-búffel, pecuária sustentável

Aptidão climática do capim-búffel ¹. Palavras-chaves: Cenchrus ciliaris, exigência climática de capim-búffel, pecuária sustentável Aptidão climática do capim-búffel ¹ Roberta Machado Santos 2, Tadeu Vinhas Voltolini 3, Francislene Angelotti 3, Magna Soelma Beserra de Moura 3, Iranildo Generino dos Santos 4, 1 Pesquisa financiada pela

Leia mais

Plano de Estudos do 2º Ciclo (Mestrado) em Engenharia Alimentar

Plano de Estudos do 2º Ciclo (Mestrado) em Engenharia Alimentar Plano de Estudos do 2º Ciclo (Mestrado) em Engenharia Alimentar O plano de estudos do Mestrado em Engenharia Alimentar contempla cinco áreas de especialização: Tecnologia dos Produtos de Origem Vegetal

Leia mais

Curso RLM 2013 Gado de Corte

Curso RLM 2013 Gado de Corte Curso RLM 2013 Gado de Corte Programa de Formulação de Rações de Lucro Máximo Patrocinador Introdução Desenvolvido na Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz" ESALQ, USP, Piracicaba, sob a coordenação

Leia mais

ENGENHARIA FLORESTAL. COORDENADORA Angélica de Cássia Oliveira Carneiro cassiacarneiro@ufv.br

ENGENHARIA FLORESTAL. COORDENADORA Angélica de Cássia Oliveira Carneiro cassiacarneiro@ufv.br ENGENHARIA FLORESTAL COORDENADORA Angélica de Cássia Oliveira Carneiro cassiacarneiro@ufv.br 78 Currículos dos Cursos do CCA UFV Currículo do Curso de Engenharia Engenheiro ATUAÇÃO O Engenheiro estará

Leia mais

Plano Agropecuário Municipal de Preparação e Resposta à Seca Piquet Carneiro-Ceará Mônica Amorim

Plano Agropecuário Municipal de Preparação e Resposta à Seca Piquet Carneiro-Ceará Mônica Amorim Plano Agropecuário Municipal de Preparação e Resposta à Seca Piquet Carneiro-Ceará Mônica Amorim Fortaleza 20 de novembro de 2014 Plano de Preparação e Resposta a Seca é parte de estratégia maior Diálogo

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 3.854 DE 29 DE ABRIL DE 2009

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 3.854 DE 29 DE ABRIL DE 2009 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 3.854 DE 29 DE ABRIL DE 2009 Aprova o Projeto Político Pedagógico do Curso de Engenharia

Leia mais

Política Nacional de Plantas Medicinais e Medicamentos Fitoterápicos Dr. Euclides Lara Cardozo Junior 3 ENIFarMed São Paulo, Setembro de 2009 Abrangência Contemplar diferentes interesses Prever ações em

Leia mais

FACULDADE CIDADE DE COROMANDEL Mantenedora: Associação Educacional de Coromandel EDITAL DE SELEÇÃO Nº 001/2016

FACULDADE CIDADE DE COROMANDEL Mantenedora: Associação Educacional de Coromandel EDITAL DE SELEÇÃO Nº 001/2016 EDITAL DE SELEÇÃO Nº 001/2016 Dispõe sobre abertura do processo seletivo para contratação de docentes para Disciplinas da Educação Superior. A Direção Geral e Coordenação de Recursos Humanos da Faculdade

Leia mais

Programa Ambiental: 1º Ciclo de Palestras Uso sustentável dos recursos naturais

Programa Ambiental: 1º Ciclo de Palestras Uso sustentável dos recursos naturais EXTENSO 2013 Eje 4: Ambiente, Educación Ambiental y Desarrollo Programa Ambiental: 1º Ciclo de Palestras Uso sustentável dos recursos naturais Letícia Fernanda Assis¹; Márcio Viera²; Juliana Ferrari³;

Leia mais

EDITAL UnC 040/2010. Prof. Antonio Reinaldo Agostini Vice-Reitor de Administração e Planejamento da UnC

EDITAL UnC 040/2010. Prof. Antonio Reinaldo Agostini Vice-Reitor de Administração e Planejamento da UnC UNIVERSIDADE DO CONTESTADO - EDITAL 040/2010 Publicação do quadro das disciplinas ofertadas aos docentes da F para aumento ou recomposição de carga horária na condição de professor substituto. O Vice-Reitor

Leia mais

Universidade Estadual de Londrina (Reconhecida pelo Decreto Federal n. 69.324 de 07/10/71)

Universidade Estadual de Londrina (Reconhecida pelo Decreto Federal n. 69.324 de 07/10/71) DELIBERAÇÃO Câmara de Pós-Graduação Nº 22/2013 Reestrutura o Programa de Pós-Graduação em Geografia (Mestrado e Doutorado). CONSIDERANDO a solicitação da Comissão Coordenadora do Programa, conforme processo

Leia mais

ASSISTENTE DE PROJETO VISUAL GRÁFICO

ASSISTENTE DE PROJETO VISUAL GRÁFICO curso ASSISTENTE DE PROJETO VISUAL GRÁFICO Perfil Ao final do curso o profissional terá visto conteúdos e desenvolvidos habilidades e competências para a realização de material gráfico a partir do uso

Leia mais

Engenheiro Agrônomo: Atribuições profissionais e matriz curricular. J.O. Menten T.C. Banzato UFPB Areia/PB 27 a 30 de Outubro de 2014

Engenheiro Agrônomo: Atribuições profissionais e matriz curricular. J.O. Menten T.C. Banzato UFPB Areia/PB 27 a 30 de Outubro de 2014 Engenheiro Agrônomo: Atribuições profissionais e matriz curricular J.O. Menten T.C. Banzato UFPB Areia/PB 27 a 30 de Outubro de 2014 1. INTRODUÇÃO AGENDA 2. ATRIBUIÇÕES PROFISSIONAIS 3. MATRIZ CURRICULAR

Leia mais

Serviço Nacional de Aprendizagem Rural - SENAR AR / CE CHAMADA PÚBLICA Nº 001/2015 - SENAR/AR-CE

Serviço Nacional de Aprendizagem Rural - SENAR AR / CE CHAMADA PÚBLICA Nº 001/2015 - SENAR/AR-CE CHAMADA PÚBLICA Nº 001/2015 - SENAR/AR-CE SELEÇÃO SIMPLIFICADA PARA CONTRATAÇÃO DE TUTORES PRESENCIAIS PARA O CURSO TÉCNICO EM AGRONEGÓCIO. O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural, Administração Regional

Leia mais

2.2 - SÃO PAULO, PARANÁ, ESPÍRITO SANTO, BAHIA E RONDÔNIA.

2.2 - SÃO PAULO, PARANÁ, ESPÍRITO SANTO, BAHIA E RONDÔNIA. 1 - INTRODUÇÃO No período de 01 a 14 de abril de 2007, os técnicos da CONAB e das instituições com as quais mantém parceria visitaram municípios produtores de café em Minas Gerais, Espírito Santo, São

Leia mais

MINUTA PROJETO DE LEI. Súmula: Institui a Política Estadual sobre Mudança do Clima.

MINUTA PROJETO DE LEI. Súmula: Institui a Política Estadual sobre Mudança do Clima. MINUTA PROJETO DE LEI Súmula: Institui a Política Estadual sobre Mudança do Clima. A Assembléia Legislativa do Estado do Paraná decretou e eu sanciono a seguinte lei: Art. 1º. Esta Lei institui a Política

Leia mais

Sistema de Controle Acadêmico. Grade Curricular. Curso : AGRONOMIA. CRÉDITOS Obrigatórios: 230 Optativos: 10. 1º Semestre

Sistema de Controle Acadêmico. Grade Curricular. Curso : AGRONOMIA. CRÉDITOS Obrigatórios: 230 Optativos: 10. 1º Semestre Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro Pró-reitoria de Graduação - DAARG DRA - Divisão de Registros Acadêmicos Sistema de Controle Acadêmico Grade Curricular 30/01/2014-13:07:30 Curso : AGRONOMIA

Leia mais

CURSO: Agente Comunitário de Saúde Santa Cruz de Minas. Turma: 2º semestre/2015

CURSO: Agente Comunitário de Saúde Santa Cruz de Minas. Turma: 2º semestre/2015 CURSO: Agente Comunitário de Saúde Santa Cruz de Minas Turma: 2º semestre/2015 Início do curso: 19/10/2015 Término do curso: 30/05/2016 Período: 19/10/2015 a 23/10/2015 (1ª semana) 19:00 às 20:00 20:00

Leia mais

Disciplinas do Programa de Pós- Graduação em Ciência de Alimentos. 1º Semestre / 2 0 1 5. Período de inscrição em disciplinas:

Disciplinas do Programa de Pós- Graduação em Ciência de Alimentos. 1º Semestre / 2 0 1 5. Período de inscrição em disciplinas: Disciplinas do Programa de Pós- Graduação em Ciência de Alimentos 1º Semestre / 2 0 1 5 Período de inscrição em disciplinas: 16/02/2015 a 27/02/2015 Período de alteração de inscrição: 09/03/2015 a 13/03/2015

Leia mais

ANEXO I DO EDITAL Nº 155/2011 CENTRO DE LETRAS E CIÊNCIAS HUMANAS DEPARTAMENTO DE HISTÓRIA

ANEXO I DO EDITAL Nº 155/2011 CENTRO DE LETRAS E CIÊNCIAS HUMANAS DEPARTAMENTO DE HISTÓRIA fls. 15 ANEXO I DO EDITAL Nº 155/2011 CENTRO DE LETRAS E CIÊNCIAS HUMANAS DEPARTAMENTO DE HISTÓRIA Área/subárea: HISTÓRIA/HISTÓRIA DA AMÉRICA Requisito mínimo: - Graduação em cursos da área de Ciências

Leia mais

1ª Circular XXXI Encontro Estadual de Geografia. Professor, o Bacharel e o Estudante: diferentes ações, as mesmas geografias?

1ª Circular XXXI Encontro Estadual de Geografia. Professor, o Bacharel e o Estudante: diferentes ações, as mesmas geografias? 1ª Circular XXXI Encontro Estadual de Geografia O Professor, o Bacharel e o Estudante: diferentes ações, as mesmas geografias? 18 a 20 de maio de 2012 Universidade Federal de Rio Grande FURG Rio Grande

Leia mais

LINHA DE PESQUISA: DINÂMICAS DA NATUREZA

LINHA DE PESQUISA: DINÂMICAS DA NATUREZA Clima urbano e qualidade socioambiental Margarete Cristiane de Costa Trindade Amorim João Lima Sant Anna Neto Este projeto tem como objetivo identificar como se processa a produção do clima urbano em cidades

Leia mais

A formação profissional de engenharia UFRA. Prof. Sergio Pinheiro

A formação profissional de engenharia UFRA. Prof. Sergio Pinheiro A formação profissional de engenharia agronômica pela UFRA Prof. Sergio Pinheiro O Curso de Agronomia da UFRA Início: 1951 Escola de Agronomia da Amazônia (EAA) Criado pelo Decreto Lei nº. 8.290, de 05.12.1945.

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EMENTA

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EMENTA EIXO TECNOLÓGICO: Recursos Naturais Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO CURSO: TÉCNICO PÓS-COLHEITA DE GRÃOS FORMA/GRAU: ( )integrado ( X )subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado ( ) licenciatura ( ) tecnólogo

Leia mais

EMPRESA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA DE MINAS GERAIS - EPAMIG C L I P P I N G 14/05/2009. Produção ASCOM

EMPRESA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA DE MINAS GERAIS - EPAMIG C L I P P I N G 14/05/2009. Produção ASCOM EMPRESA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA DE MINAS GERAIS - EPAMIG C L I P P I N G 14/05/2009 Produção ASCOM Valor Econômico 12/05/2009 Agronegócios Gazeta de São João del Rei 12/05/2009 www.gazetadesaojoaodelrei.com.br

Leia mais

CORPO DOCENTE DO CURSO DE AGRONOMIA DO IFES CAMPUS SANTA TERESA

CORPO DOCENTE DO CURSO DE AGRONOMIA DO IFES CAMPUS SANTA TERESA SECRETARIA EDUCAÇÃO SUPERIOR INSTITUTO FERAL DO ESPÍRITO SANTO CORPO DOCENTE DO CURSO AGRONOMIA DO IFES DOCENTE ADRIANO GOLDNER COSTA ALBERTO CHAMBELA NETO ANANIAS OLIVEIRA LIMA ANTONIO ELIAS SOUZA DA

Leia mais

HORÁRIOS DE REPOSIÇÃO DE AULAS CURSOS TÉCNICOS DE NÍVEL MÉDIO 2º SÁBADO LETIVO 2015/2 17/10/2015

HORÁRIOS DE REPOSIÇÃO DE AULAS CURSOS TÉCNICOS DE NÍVEL MÉDIO 2º SÁBADO LETIVO 2015/2 17/10/2015 Serviço Público Federal Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Goiano Câmpus Urutaí 1 A AGROPECUÁRIA HORÁRIOS DE REPOSIÇÃO

Leia mais

Universidade Federal de Uberlândia

Universidade Federal de Uberlândia Universidade Federal de Uberlândia Júlio Cézar Pessanha Rangel Júnior Relatório de Viagem ao estado do Mato Grosso do Sul Relatório de visitas à Embrapa Gado de Corte e propriedades da região Uberlândia

Leia mais

PLANO DE CAPACITAÇÃO DO IAPAR PCIapar 2010-2015

PLANO DE CAPACITAÇÃO DO IAPAR PCIapar 2010-2015 PLANO DE CAPACITAÇÃO DO IAPAR PCIapar 2010-2015 DIRETORIA DE RECURSOS HUMANOS 1. APRESENTAÇÃO...2 2. DOS FUNDAMENTOS DO PCIapar...4 3. DOS OBJETIVOS...6 3.1. Objetivo geral...6 3.2. Objetivos Específicos...7

Leia mais

GEOGRAFIA. 1. TURNOS: Matutino HABILITAÇÕES: Bacharelado e/ou Licenciatura Noturno. PRAZOS PARA CONCLUSÃO: Mínimo = 4 anos

GEOGRAFIA. 1. TURNOS: Matutino HABILITAÇÕES: Bacharelado e/ou Licenciatura Noturno. PRAZOS PARA CONCLUSÃO: Mínimo = 4 anos GEOGRAFIA 1. TURNOS: Matutino HABILITAÇÕES: Bacharelado e/ou Licenciatura Noturno GRAUS ACADÊMICOS: Bacharel em Geografia e/ou Licenciado em Geografia PRAZOS PARA CONCLUSÃO: Mínimo = 4 anos Máximo = 8

Leia mais

PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO QUE CELEBRAM ENTRE SI, O GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO, POR INTERMÉDIO DA SECRETARIA ESTADUAL

PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO QUE CELEBRAM ENTRE SI, O GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO, POR INTERMÉDIO DA SECRETARIA ESTADUAL PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO QUE CELEBRAM ENTRE SI, O GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO, POR INTERMÉDIO DA SECRETARIA ESTADUAL DO MEIO AMBIENTE E DA SECRETARIA ESTADUAL DE AGRICULTURA E ABASTECIMENTO, O MUNICÍPIO

Leia mais

Prof. Dr. David L. Lindbo

Prof. Dr. David L. Lindbo Prof. Dr. David L. Lindbo (Department of Soil Science North Carolina State University-USA): Especialista na relação solo-meio ambiente, com programa de pesquisa e extensão voltados para uso do solo não

Leia mais

PLANO DE TRABALHO DO PROFESSOR

PLANO DE TRABALHO DO PROFESSOR MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA FARROUPILHA CAMPUS SANTA ROSA Rua Uruguai, 1675Bairro Central CEP: 98900.000

Leia mais

MINISTÉRIO DA DEFESA DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO E CULTURA DO EXERCITO DIRETORIA DE EDUCAÇÃO PREPARATORIA E ASSISTENCIAL

MINISTÉRIO DA DEFESA DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO E CULTURA DO EXERCITO DIRETORIA DE EDUCAÇÃO PREPARATORIA E ASSISTENCIAL MINISTÉRIO DA DEFESA DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO E CULTURA DO EXERCITO DIRETORIA DE EDUCAÇÃO PREPARATORIA E ASSISTENCIAL PLANO DE SEQUÊNCIAS DIDÁTICAS 2º ano / Ensino Médio Área: Ciências da Natureza, Matemática

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO FACULDADE DE AGRONOMIA, MEDICINA VETERINÁRIA E ZOOTECNIA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO FACULDADE DE AGRONOMIA, MEDICINA VETERINÁRIA E ZOOTECNIA Edital de Abertura de Inscrição para o Processo de Seleção de Candidatos ao Programa de Pós-graduação em Ciências Veterinárias Níveis: mestrado e doutorado SELEÇÃO PARA ANO LETIVO 2014 (Publicado em 22/08/2013)

Leia mais

Edital AE nº 01/2016 PPGZ/UFGD, de 25 de março de 2016. PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EM ZOOTECNIA ÁREA DE CONCENTRAÇÃO EM PRODUÇÃO ANIMAL

Edital AE nº 01/2016 PPGZ/UFGD, de 25 de março de 2016. PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EM ZOOTECNIA ÁREA DE CONCENTRAÇÃO EM PRODUÇÃO ANIMAL Edital AE nº 01/2016 PPGZ/UFGD, de 25 de março de 2016. PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EM ZOOTECNIA ÁREA DE CONCENTRAÇÃO EM PRODUÇÃO ANIMAL A Coordenação do Programa de Pós-Graduação Stricto-Sensu

Leia mais

1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO

1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO PLANO DE ENSINO 1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Instituição: Universidade Alto Vale do Rio do Peixe Curso: Engenharia Ambiental Professora: Andréa Tozzo Marafon andreamarafon@uniarp.edu.br Período/ Fase: V Semestre:

Leia mais

Evento: 14ª Semana Acadêmica Organização: Curso Superior de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas. Período: 22/Abril a 26/Abril de 2013

Evento: 14ª Semana Acadêmica Organização: Curso Superior de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas. Período: 22/Abril a 26/Abril de 2013 14 a SEMANA ACADÊMICA DE Evento: 14ª Semana Acadêmica Organização: Curso Superior de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas Período: 22/Abril a 26/Abril de 2013 Local: Associação de Ensino

Leia mais

Área: Educação. Curso: Especialização lato sensu em Gestão Educacional. Apresentação: Público alvo: Objetivo: Carga horária: Horário:

Área: Educação. Curso: Especialização lato sensu em Gestão Educacional. Apresentação: Público alvo: Objetivo: Carga horária: Horário: Área: Educação Curso: Especialização lato sensu em Gestão Educacional Apresentação: A Escola Superior Batista do Amazonas (ESBAM) por meio da Coordenação de Pesquisa e Pós-Graduação oferece o Curso de

Leia mais

DERAL - Departamento de Economia Rural. Olericultura - Análise da Conjuntura Agropecuária

DERAL - Departamento de Economia Rural. Olericultura - Análise da Conjuntura Agropecuária Olericultura - Análise da Conjuntura Agropecuária Dezembro de 0 INTRODUÇÃO Para Filgueira, Fernando Reis, Olericultura é um termo técnico-científico, muito preciso, utilizado no meio agronômico. Derivado

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR SIMPLIFICADA

MATRIZ CURRICULAR SIMPLIFICADA MATRIZ CURRICULAR SIMPLIFICADA MPEC 001- AVALIAÇÃO: PROCESSOS E CRITÉRIOS Ementa: Significado da avaliação. Modelos, critérios e tipos. O processo de ensino e aprendizagem e os valores qualitativos. Avaliação:

Leia mais

O Programa Produtor de Água

O Programa Produtor de Água O Programa Produtor de Água Arcabouço Legal e Institucional Lei nº 9.433 de 8.01.97 Titulo I - Da Política Nacional de Recursos Hídricos Capitulo II Dos Objetivos Artigo 2º - São objetivos da Política

Leia mais

PLANO DE ENSINO. DISCIPLINA: Uso, manejo e conservação do solo

PLANO DE ENSINO. DISCIPLINA: Uso, manejo e conservação do solo PLANO DE ENSINO CURSO: Agronomia DISCIPLINA: Uso, manejo e conservação do solo CÓDIGO: AG-82 ANO/SEMESTRE: 2015/2 CARGA HORÁRIA (SEMESTRAL/ SEMANAL): 75/5 PRÉ REQUISITOS: AG-37 (Física do Solo) PROFESSOR

Leia mais

Notícias. VI Curso de Analistas de Sementes tem grande procura

Notícias. VI Curso de Analistas de Sementes tem grande procura 6 Notícias VI Curso de Analistas de Sementes tem grande procura Em parceria com a Universidade Federal de Lavras (UFLA), a promove a 6ª edição do Curso Teórico-Prático de Capacitação de Analistas de Sementes,

Leia mais

Territórios, Água e Agroecologia: Base para a vida no Semiárido DATA: 20 A 23 DE OUTUBRO HORÁRIO: DAS 8H ÀS 17H

Territórios, Água e Agroecologia: Base para a vida no Semiárido DATA: 20 A 23 DE OUTUBRO HORÁRIO: DAS 8H ÀS 17H FEIRA DA AGRICULTURA FAMILIAR Territórios, Água e Agroecologia: Base para a vida no Semiárido PROGRAMAÇÃO DATA: 20 A 23 DE OUTUBRO HORÁRIO: DAS 8H ÀS 17H Embrapa Produtos e Mercado BR 428, KM 148, Petrolina-PE

Leia mais

Nº do Cont/Conv. Objeto Valor Vigência Coodernadores Lato Sensu - Turma 2008/1 BIOÉTICA R$ 29.807,00 BOTÂNICA R$ 20.770,00

Nº do Cont/Conv. Objeto Valor Vigência Coodernadores Lato Sensu - Turma 2008/1 BIOÉTICA R$ 29.807,00 BOTÂNICA R$ 20.770,00 Lato Sensu - Turma 2008/1 37/2008 38/2008 39/2008 40/2008 41/2008 ADMINISTRAÇÃO EM REDES LINUX R$ 42.570,00 GESTÃO E MANEJO AMBIENTAL EM SISTEMAS AGRÍCOLAS R$ 48.504,00 MORFOFISIOLOGIA ANIMAL R$ 21.004,00

Leia mais

ATA DE REUNIÃO 5ª REUNIÃO GT-CAPACITAÇÃO COMITÊ DE IMPLANTAÇÃO DA INDE - CINDE

ATA DE REUNIÃO 5ª REUNIÃO GT-CAPACITAÇÃO COMITÊ DE IMPLANTAÇÃO DA INDE - CINDE ATA DE REUNIÃO 5ª REUNIÃO ACITAÇÃO COMITÊ DE IMPLANTAÇÃO DA INDE - CINDE Local: IBGE / Avenida Chile, nº500, 2º Andar, Sala 02 - Rio de Janeiro-RJ Data e Horário: 16/03/2011 9:00 às 17:00 I. Participantes:

Leia mais

EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE LICENCIATURA EM CIÊNCIAS BIOLÓGICAS EAD (Currículo 2015)

EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE LICENCIATURA EM CIÊNCIAS BIOLÓGICAS EAD (Currículo 2015) EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE LICENCIATURA EM CIÊNCIAS BIOLÓGICAS EAD (Currículo 2015) ANATOMIA E FISIOLOGIA HUMANA C/H 105 D0232 Estudo anatômico e fisiológico dos sistemas: digestório, circulatório,

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Médio

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Médio Plano de Trabalho Docente 2014 Etec Ensino Médio Etec: PROFESSOR MARIO ANTONIO VERZA Código: 164 Município: PALMITAL Área de conhecimento: CIÊNCIAS HUMANAS E SUAS TECNOLOGIAS Componente Curricular: GEOGRAFIA

Leia mais

Mitigação e Adaptação da Agricultura às Mudanças Climáticas

Mitigação e Adaptação da Agricultura às Mudanças Climáticas Seminário de Avaliação de Impacto sobre as Adaptações da Agricultura Dakar, 26 a 29 de abril de 2011 Mitigação e Adaptação da Agricultura às Mudanças Climáticas KLEBER SANTOS Brasília, 27 de abril de 2011

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA - CONSULTOR POR PRODUTO -

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA - CONSULTOR POR PRODUTO - MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA - CONSULTOR POR PRODUTO - 1. Número e Título do Projeto: BRA 09/004 - Aprimoramento

Leia mais

Geografia 2º Ano. Ementa:

Geografia 2º Ano. Ementa: Geografia 2º Ano Ementa: Estudo sobre a dinâmica natural do planeta Terra e a realidade brasileira no contexto mundial; entendimento e compreensão de representações e comunicações gráficas; contextualização

Leia mais