Sistemas Integrados de Gestão Empresarial (SIGE)

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Sistemas Integrados de Gestão Empresarial (SIGE)"

Transcrição

1 Sistemas Integrados de Gestão Empresarial (SIGE) Por José Luís Carneiro - -

2 Sistemas de Apoio às Operações Sistemas de Informações Operacionais. Ligados ao aspecto físico-operacional. Necessidade da administração operacional. Auxiliar a execução de funções operacionais: Estocagem, produção, vendas, faturamento, manutenção, etc. Controle de estoque, Controle de compras, planejamento de vendas, controle patrimonial, etc. SIGE

3 Sistemas de Apoio à Gestão Ligados ao aspecto econômico-financeiro. Usados pelas áreas administrativa e financeira. Auxiliar no planejamento e controle financeiro e avaliação de desempenho do negócio: Sistemas de custos, orçamento, planejamento de caixa, Sistemas de Informações Contábeis, etc. Expressão econômico-financeira dos Sistemas de Apoio às Operações. SIGE

4 Sistemas de Apoio à Decisão Sistemas de Suporte à Decisão e Sistemas de Informações Executivas. Ligados ao aspecto administrativo (gerencial). Modelos de contabilidade gerencial para problemas de planejamento não-estruturados e estratégicos: Adicionar ou abandonar linhas de produção, escolha de canais de distribuição, fazer/comprar, etc. Usam as bases de dados dos outros sistemas. SIGE

5 Relação entre os sistemas de informação Estratégias Controle Sistemas de Apoio à Decisão Informações Sistemas de Apoio à Gestão Informações Sistemas de Apoio às Operações Mercado, concorrentes, PIB, população, importações, etc. Número de funcionários, vendas, devoluções, faturamento, etc. (Adaptado de: PADOVEZE, Clóvis L. Sistemas de Informações Contábeis. São Paulo: Atlas, 2004) SIGE

6 Integração e navegabilidade Tratamento e apresentação podem variar, mas o dado deve ser o mesmo em todos os níveis. Nota fiscal de venda: dados do comprador; produtos e quantidades vendidas; impostos explícitos (ICMS, ISS, IPI, etc.); impostos implícitos (PIS, Cofins); valor líquido da venda; resultados financeiros (vendas a prazo). SIGE

7 SIGE Planejamento de Recursos Empresariais Integração, consolidação e aglutinação de todas as informações necessárias à gestão. Unem os sistemas de apoio operacional e de apoio à gestão, passando uma idéia de fluxo. Permitem uma visão horizontal e de processo. O Sistema de Informações Contábeis deve ser integrado ao SIGE. SIGE

8 Influências Tratamento único, e em tempo real, dos dados. Influência da integração mundial das multinacionais (devida à globalização). Substituição das estruturas funcionais por estruturas baseadas em processos. Avanços na tecnologia da informação. Alteração visão de integração: Integração por interface Visão de fluxo SIGE

9 Abrangência e subsistemas Comissões Pagamentos Engenharia Administração de estoques Capacidade de produção RH Folha de pgto. Ponto eletrônico Pedidos e Crédito Planejamento Fornecedores e compras Custos e Preço de venda Qualidade Gestão patrimonial Gerenciamento de projetos Vendas Marketing Estrutura de produtos Entradas Produção Serviços Tesouraria Logística Faturamento e Clientes Contabilidade Orçamento Contas a pagar Contas a receber Contabilização Projetos Livros fiscais (Adaptado de: PADOVEZE, Clóvis L. Sistemas de Informações Contábeis. São Paulo: Atlas, 2004) SIGE

10 Sistemas especialistas Best of breed Pouca (ou nenhuma) preocupação com navegabilidade de dados. Foco em determinada área operacional: gestão de recursos humanos (conhecimento); planejamento de compras (estoque ótimo); planejamento de projetos (alocação de recursos); controle patrimonial, etc. SIGE

11 Comparativo: SIGE x Best of breed Vantagens: única solução de venda; maior viabilidade (novas tecnologias); proposta abrangente. Desvantagens: longo período de implantação; diversidade. Vantagens: especialização; curto período de implantação; maior capacidade de parametrização. Desvantagens: desaparecimento do produtor; poucas opções de intercomunicação. SIGE

12 Comentários adicionais sobre SIGE Redução do tempo de implantação: Implantação modular. Processo educacional: Força maior integração entre as áreas da organização. Melhores práticas (best practices): fornecedor incorpora características do cliente no módulo; cliente deve adaptar-se ao módulo ou configurá-lo para suas necessidades (customização). SIGE

Apostila baseada exclusivamente na Obra de Clovis Luis Padoveze 1 5 SISTEMAS OPERACIONAIS, SISTEMAS DE GESTÃO E SISTEMAS DE SUPORTE À DECISÃO

Apostila baseada exclusivamente na Obra de Clovis Luis Padoveze 1 5 SISTEMAS OPERACIONAIS, SISTEMAS DE GESTÃO E SISTEMAS DE SUPORTE À DECISÃO SISTEMAS DE INFORMAÇÕES CONTÁBEIS PROFESSOR Salomão Dantas Soares APOSTILA 4 Sistemas Operacionais, de gestão e SIGE TURMA: 5 CCN 1 Apostila baseada exclusivamente na Obra de Clovis Luis Padoveze 1 5 SISTEMAS

Leia mais

Estruturação do sistema de informação contábil no ERP

Estruturação do sistema de informação contábil no ERP Estruturação do sistema de informação contábil no ERP Clóvis Luís Padoveze (UNIMEP) cpadoveze@romi.com.br Resumo A característica gerencial da informação contábil determina que o sistema de informação

Leia mais

PLANO DE ENSINO 2009 Médio Profissionalizante ( ) Profissionalizante ( ) Série / Ano 2009 Carga Horária Semanal: 4h Semestral: 80h Anual:

PLANO DE ENSINO 2009 Médio Profissionalizante ( ) Profissionalizante ( ) Série / Ano 2009 Carga Horária Semanal: 4h Semestral: 80h Anual: 1 Fundamental I ( ) Fundamental II ( ) Médio ( ) PLANO DE ENSINO 2009 Médio Profissionalizante ( ) Profissionalizante ( ) Graduação ( x ) Pós-graduação ( ) I. Dados Identificadores Curso Ciências Contábeis

Leia mais

CONTABILIDADE GERENCIAL COMO SISTEMA DE INFORMAÇÃO CONTÁBIL

CONTABILIDADE GERENCIAL COMO SISTEMA DE INFORMAÇÃO CONTÁBIL 2 CONTABILIDADE GERENCIAL COMO SISTEMA DE INFORMAÇÃO CONTÁBIL 1. DEFINIÇÃO E CLASSIFICAÇÃO DOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO 1.1. Sistema Segundo Clóvis Luis Padoveze, Sistema é um complexo de elementos em interação.

Leia mais

TREINAMENTOS DEAK IN COMPANY

TREINAMENTOS DEAK IN COMPANY A DEAK Sistemas define como Treinamentos Básicos In Company a apresentação dos diversos módulos que compõem o ERP aos usuários. O Objetivo é apresentar cada módulo do ERP através de suas telas, campos

Leia mais

PROCESSO SELETIVO DE MONITORIA - EDITAL Nº08/2013.2 CONTEÚDO PROGRAMÁTICO PARA CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS CONTEÚDO PROGRAMÁTICO:

PROCESSO SELETIVO DE MONITORIA - EDITAL Nº08/2013.2 CONTEÚDO PROGRAMÁTICO PARA CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS CONTEÚDO PROGRAMÁTICO: DIRETORIA ACADÊMICA COORDENAÇÃO DE APOIO DIDÁTICO PEDAGÓGICO COMISSÃO PRÓPRIA DE MONITORIA PROCESSO SELETIVO DE MONITORIA - EDITAL Nº08/2013.2 CONTEÚDO PROGRAMÁTICO PARA CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS CONTABILIDADE

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO CONCEITOS

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO CONCEITOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO CONCEITOS 1. Sabe-se que o conceito de Sistema de Informação envolve uma série de sistemas informatizados com diferentes características e aplicações, os quais, porém, têm em comum

Leia mais

Sistemas de Informações Gerenciais

Sistemas de Informações Gerenciais Organização, Sistemas e Métodos Sistemas de Informações Gerenciais Por José Luís Carneiro - www.jlcarneiro.com - Conceitos básicos Complexidade do processo de tomada de decisão Proporcional à complexidade

Leia mais

MBA EM FINANÇAS E GOVERNANÇA CORPORATIVA MANUAL DO CANDIDATO. Ingresso Agosto 2013 ESPM-SUL. Rua Guilherme Schell, 350 Santo Antônio Porto Alegre/RS.

MBA EM FINANÇAS E GOVERNANÇA CORPORATIVA MANUAL DO CANDIDATO. Ingresso Agosto 2013 ESPM-SUL. Rua Guilherme Schell, 350 Santo Antônio Porto Alegre/RS. MBA EM FINANÇAS E GOVERNANÇA CORPORATIVA MANUAL DO CANDIDATO Ingresso Agosto 2013 ESPM-SUL Rua Guilherme Schell, 350 Santo Antônio Porto Alegre/RS. Informações: Central de Candidatos: (51) 3218-1400 Segunda

Leia mais

Módulo Recebimento de Materiais

Módulo Recebimento de Materiais Controle de Qualidade Contas a Pagar Compras Controle de Estoques Importação Recebimento de Materiais e Serviços Assistência Técnica / OS Recebimento de Leite (laticínios) Escrita Fiscal Custos / Preços

Leia mais

RETURN ASSESSORIA E CONSULTORIA EMPRESARIAL LTDA CONSULTORIA:

RETURN ASSESSORIA E CONSULTORIA EMPRESARIAL LTDA CONSULTORIA: RETURN ASSESSORIA E CONSULTORIA EMPRESARIAL LTDA CONSULTORIA: UMA TECNOLOGIA DE PONTA VOLTADA PARA O LUCRO E QUALIDADE INFORMAÇÕES CADASTRAIS RAZÃO SOCIAL: RETURN ASSESSORIA E CONSULTORIA EMPRESARIAL LTDA.

Leia mais

Contabilidade Financeira e Gerencial. Conceitos Básicos: bens, direitos e balanço patrimonial

Contabilidade Financeira e Gerencial. Conceitos Básicos: bens, direitos e balanço patrimonial Contabilidade Financeira e Gerencial Conceitos Básicos: bens, direitos e balanço patrimonial Demonstração de Resultados A DRE é a apresentação, em forma resumida, das operações realizadas pela empresa,

Leia mais

Ingresso Março 2014 Informações: (51) 3218-1400 - www.espm.br/mba

Ingresso Março 2014 Informações: (51) 3218-1400 - www.espm.br/mba Ingresso Março 2014 Informações: (51) 3218-1400 - www.espm.br/mba MBA em Finanças e Governança Corporativa Desenvolver conhecimentos e habilidades que possibilitem ao profissional dominar os conteúdos

Leia mais

MBA Gestão Financeira Controladoria e Auditoria. Coordenação: Agliberto Cierco

MBA Gestão Financeira Controladoria e Auditoria. Coordenação: Agliberto Cierco MBA Gestão Financeira Controladoria e Auditoria Coordenação: Agliberto Cierco Metodologia do TCC: O TCC se inicia na disciplina de Estratégia de Empresa, sendo acompanhado pela coordenação acadêmica do

Leia mais

Sistemas de Informação Gerenciais Primeira Aula

Sistemas de Informação Gerenciais Primeira Aula Faculdade Pitágoras de Uberlândia Pós-graduação Sistemas de Informação Gerenciais Primeira Aula Prof. Me. Walteno Martins Parreira Júnior www.waltenomartins.com.br Maio -2013 Bibliografia básica LAUDON,

Leia mais

MBA em Controladoria e Auditoria Carga Horária: 360 Aulas: sábados 8h30 18h Valor: R$ 380,00* JUSTIFICATIVA: Faculdade INESP

MBA em Controladoria e Auditoria Carga Horária: 360 Aulas: sábados 8h30 18h Valor: R$ 380,00* JUSTIFICATIVA: Faculdade INESP Pág. 1/6 MBA em Controladoria e Auditoria Carga Horária: 360 horas/ aulas presenciais + monografia orientada. Aulas: sábados das 8h30 às 18h, com intervalo para almoço. Valor: 16 parcelas de R$ 380,00*

Leia mais

Sistemas de Informações. Por José Luís Carneiro

Sistemas de Informações. Por José Luís Carneiro Sistemas de Informações Por José Luís Carneiro - www.jlcarneiro.com - Dado x Informação (1) Fonte: Climatempo Artigo do prof. Valdemar W. Setzer: Dado, informação, conhecimento e competência http://www.ime.usp.br/~vwsetzer/dado-info-folha.html

Leia mais

Balanço Patrimonial e DRE

Balanço Patrimonial e DRE Balanço Patrimonial e DRE Administração financeira e orçamentária Professor: Me. Claudio Kapp Junior Email: juniorkapp@hotmail.com 2 Demonstrações Financeiras (Contábeis) Dados Dados Coletados Coletados

Leia mais

Universidade Cruzeiro do Sul. Campus Virtual Unidade I: Unidade: Processos Mercadológicos

Universidade Cruzeiro do Sul. Campus Virtual Unidade I: Unidade: Processos Mercadológicos Universidade Cruzeiro do Sul Campus Virtual Unidade I: Unidade: Processos Mercadológicos 2010 0 O Processo pode ser entendido como a sequência de atividades que começa na percepção das necessidades explícitas

Leia mais

INDICADORES DE RENTABILIDADE: UMA ANÁLISE ECONOMICO FINANCEIRA SOBRE AS DEMONSTRAÇÕES CONTABEIS DA INDÚSTRIA ROMIA S/A

INDICADORES DE RENTABILIDADE: UMA ANÁLISE ECONOMICO FINANCEIRA SOBRE AS DEMONSTRAÇÕES CONTABEIS DA INDÚSTRIA ROMIA S/A INDICADORES DE RENTABILIDADE: UMA ANÁLISE ECONOMICO FINANCEIRA SOBRE AS DEMONSTRAÇÕES CONTABEIS DA INDÚSTRIA ROMIA S/A AUTOR ANTONIA TASSILA FARIAS DE ARAÚJO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ RESUMO O presente

Leia mais

ERP Enterprise Resource Planning

ERP Enterprise Resource Planning ERP Enterprise Resource Planning Sistemas Integrados de Gestão Evolução dos SI s CRM OPERACIONAL TÁTICO OPERACIONAL ESTRATÉGICO TÁTICO ESTRATÉGICO OPERACIONAL TÁTICO ESTRATÉGICO SIT SIG SAE SAD ES EIS

Leia mais

A RELAÇÃO ENTRE O SANGUE E A CONTABILIDADE NAS EMPRESAS ( * )

A RELAÇÃO ENTRE O SANGUE E A CONTABILIDADE NAS EMPRESAS ( * ) A RELAÇÃO ENTRE O SANGUE E A CONTABILIDADE NAS EMPRESAS ( * ) A Contabilidade é o sangue que circula no Sistema Integrado de Gestão. Implanta e integra controles em todos os órgãos da empresa e retorna

Leia mais

Guia de Recursos e Funcionalidades

Guia de Recursos e Funcionalidades Guia de Recursos e Funcionalidades Sobre o Treasy O Treasy é uma solução completa para Planejamento e Controladoria, com o melhor custo x benefício do mercado. Confira alguns dos recursos disponíveis para

Leia mais

Sintegra & Sped Fiscal

Sintegra & Sped Fiscal As alterações nos processos fiscais e Sintegra & Sped Fiscal os seus impactos para as pequenas e (A solução!) médias empresas no Brasil Quem somos nós... A MF Tecnologia e Sistemas se especializou no sentido

Leia mais

Concorrência nº 22/2008

Concorrência nº 22/2008 Concorrência nº 22/2008 Brasília, 20 de julho de 2009. A Comissão Permanente de Licitação (CPL) registra a seguir perguntas de empresas interessadas em participar do certame em referência e respostas da

Leia mais

Unidade II CONTABILIDADE TRIBUTÁRIA. Profa. Divane Silva

Unidade II CONTABILIDADE TRIBUTÁRIA. Profa. Divane Silva Unidade II CONTABILIDADE TRIBUTÁRIA Profa. Divane Silva Contabilidade tributária A disciplina está dividida em 02 Unidades: Unidade I 1. Introdução 2. Impostos Incidentes sobre o Valor Agregado 3. Impostos

Leia mais

MBA em Gestão Financeira, Controladoria e Auditoria

MBA em Gestão Financeira, Controladoria e Auditoria MBA em Gestão Financeira, Controladoria e Auditoria CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO Coordenação Acadêmica Prof. Carlos Alberto dos Santos Silva OBJETIVO: O MBA EM GESTÃO FINANCEIRA, CONTROLADORIA

Leia mais

Fluxo de Integração do Fortes

Fluxo de Integração do Fortes Frota Cadastro de Veículos / Média de Consumo e Disponibilidade de Veículos. Cadastro de Fornecedores. TRU Quantidade de Passageiros Transportados. Contas a Pagar / Cadastro de Fornecedores e Notas de

Leia mais

MBA EM GESTÃO FINANCEIRA: CONTROLADORIA E AUDITORIA Curso de Especialização Pós-Graduação lato sensu

MBA EM GESTÃO FINANCEIRA: CONTROLADORIA E AUDITORIA Curso de Especialização Pós-Graduação lato sensu MBA EM GESTÃO FINANCEIRA: CONTROLADORIA E AUDITORIA Curso de Especialização Pós-Graduação lato sensu Coordenação Acadêmica: Prof. José Carlos Abreu, Dr. 1 OBJETIVO: Objetivos Gerais: Atualizar e aprofundar

Leia mais

MBA CONTROLADORIA, FINANÇAS E PLANEJAMENTO TRIBUTÁRIO

MBA CONTROLADORIA, FINANÇAS E PLANEJAMENTO TRIBUTÁRIO MBA CONTROLADORIA, FINANÇAS E PLANEJAMENTO TRIBUTÁRIO 1. APRESENTAÇÃO O curso de MBA em Controladoria, Finanças e Planejamento Tributário desenvolvido pela FAACZ visa oferecer aos participantes instrumentais

Leia mais

GESTÃO ADMINISTRATIVA

GESTÃO ADMINISTRATIVA GESTÃO ADMINISTRATIVA A Andrade s Consultoria em Gestão Empresarial é uma empresa que desenvolve projetos de consultoria customizados de acordo com as necessidades de cada cliente. Nossos projetos são

Leia mais

FORMULÁRIO DE ALTERAÇÃO DE EMENTAS

FORMULÁRIO DE ALTERAÇÃO DE EMENTAS FORMULÁRIO DE ALTERAÇÃO DE EMENTAS CURSO: Ciências Contábeis MATRIZ(ES) CURRICULAR(ES): 2014.1 ALTERAÇÕES PASSAM A VIGORAR A PARTIR DO SEMESTRE: 2015.1 Contabilidade Intermediária I FASE: 3ª fase FASE:

Leia mais

Líder em consultoria no agronegócio

Líder em consultoria no agronegócio MPRADO COOPERATIVAS mprado.com.br COOPERATIVAS 15 ANOS 70 Consultores 25 Estados 300 cidade s 500 clientes Líder em consultoria no agronegócio 2. Finanças 2.1 Orçamento anual integrado Objetivo: Melhorar

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO CONTÁBIL COMO FONTE DE TOMADA DE DECISÕES GERENCIAS

A IMPORTÂNCIA DOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO CONTÁBIL COMO FONTE DE TOMADA DE DECISÕES GERENCIAS A IMPORTÂNCIA DOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO CONTÁBIL COMO FONTE DE TOMADA DE DECISÕES GERENCIAS Linha de pesquisa: Sistema de informação gerencial Pâmela Adrielle da Silva Reis Graduanda do Curso de Ciências

Leia mais

O Método de Custeio por Absorção e o Método de Custeio Variável

O Método de Custeio por Absorção e o Método de Custeio Variável O Método de Custeio por Absorção e o Método de Custeio Variável por Carlos Alexandre Sá Existem três métodos de apuração dos Custos das Vendas 1 : o método de custeio por absorção, o método de custeio

Leia mais

RETURN ASSESSORIA E CONSULTORIA EMPRESARIAL LTDA CONSULTORIA:

RETURN ASSESSORIA E CONSULTORIA EMPRESARIAL LTDA CONSULTORIA: RETURN ASSESSORIA E CONSULTORIA EMPRESARIAL LTDA CONSULTORIA: UMA TECNOLOGIA DE PONTA VOLTADA PARA O LUCRO E QUALIDADE INFORMAÇÕES CADATRAIS RAZÃO SOCIAL: RETURN ASSESSORIA E CONSULTORIA EMPRESARIAL LTDA.

Leia mais

www. zaninisistemas.com.br

www. zaninisistemas.com.br www. zaninisistemas.com.br Sistemas para Lojistas e Empresas Corporativas ERP Gestor Financeiro Gerenciador NF-e CRM Gestão de Clientes Gestão de Sistemas Contábeis Contabilidade Escrita Fiscal RH & Folha

Leia mais

QUESTIONÁRIO DE PRÉ-SELEÇÃO. Márcio Tibiriçá (Currículo - Profissional) Data da última alteração: 04/12/2012. Pretensão salarial. Resumo do Currículo

QUESTIONÁRIO DE PRÉ-SELEÇÃO. Márcio Tibiriçá (Currículo - Profissional) Data da última alteração: 04/12/2012. Pretensão salarial. Resumo do Currículo QUESTIONÁRIO DE PRÉ-SELEÇÃO 1ª) Tem disponibilidade para trabalhar das 19h às 22h? Resposta: Sim Márcio Tibiriçá (Currículo - Profissional) Data da última alteração: 04/12/2012 Perfil do currículo: Profissional

Leia mais

Manual - Relatórios Gerenciais.

Manual - Relatórios Gerenciais. Manual - Relatórios Gerenciais. Perguntas que temos que responder quase que diariamente sobre: Vendas Financeiro Produção Emissão: 04/02/2014 Revisão: 28/05/2015 Revisado por: Juliana 1 Área de Vendas

Leia mais

TOTVS Vendas e Faturamento Visão Geral

TOTVS Vendas e Faturamento Visão Geral TOTVS Vendas e Faturamento Visão Geral 08/08/2012 Sumário Sumário... 2 1 Conceitos Básicos... 3 1.1 Objetivos do Treinamento... 3 2 Faturamento... 4 3 Controle de Vendas... 5 4 Fluxo Entidades X Processos...

Leia mais

SISTEMAS INTEGRADOS Pedro Schubert

SISTEMAS INTEGRADOS Pedro Schubert SISTEMAS INTEGRADOS Pedro Schubert Vamos abordar os tópicos para a implantação da contabilidade moderna nas empresas. A contabilidade é legalmente utilizada nas empresas para atender aos enfoques legal

Leia mais

I - FUNDAMENTOS BÁSICOS DE FINANÇAS CORPORATIVAS, 1 1 O

I - FUNDAMENTOS BÁSICOS DE FINANÇAS CORPORATIVAS, 1 1 O Sumário Prefácio, xiii Parte I - FUNDAMENTOS BÁSICOS DE FINANÇAS CORPORATIVAS, 1 1 O que são Finanças Corporativas?, 3 1 Introdução, 3 2 Objetivos empresariais, 4 3 Estratégias operacionais, 5 4 Estrutura

Leia mais

Sistema de gestão. Sistema de Gestão ERP

Sistema de gestão. Sistema de Gestão ERP Sistema de gestão ERP MÓDULOS E CLIENTES Os módulos podem ser adquiridos separadamente, conforme a sua necessidade. ÁREA COMERCIAL ÁREA ADMINISTRATIVA FINANCEIRA ÁREA PRODUÇÃO E SUPRIMENTOS ÁREA FISCAL

Leia mais

Sistema de gestão. Sistema de Gestão ERP

Sistema de gestão. Sistema de Gestão ERP Sistema de gestão ERP Módulo MÓDULOS E CLIENTES Os módulos podem ser adquiridos separadamente, conforme a sua necessidade. COMERCIAL ADMINISTRATIVA FINANCEIRA PEDIDOS EXPORTAÇÃO CONTAS A RECEBER TELEMARKETING

Leia mais

Ementário do Curso Superior de Tecnologia em Gestão Comercial

Ementário do Curso Superior de Tecnologia em Gestão Comercial 01 ADMINISTRAÇÃO DE RECURSOS HUMANOS I EMENTA: Introdução à administração de recursos humanos; orçamento de pessoal; processo de recrutamento e seleção de pessoal; processo de treinamento e desenvolvimento

Leia mais

Módulo(s): Financeiro e Compras e Estoque

Módulo(s): Financeiro e Compras e Estoque REF. Procedimento para Lançamentos de Compras Compror Sistema: Siagri Agribusiness Módulo(s): Financeiro e Compras e Estoque Data: 30/11/2007 Descrição: O Compror é uma modalidade de crédito que permite

Leia mais

O SISTEMA ERP E AS ORGANIZAÇÕES

O SISTEMA ERP E AS ORGANIZAÇÕES O SISTEMA ERP E AS ORGANIZAÇÕES André Luís da Silva Pinheiro * Resumo: Este trabalho discutirá o impacto da implantação de um sistema do tipo ERP em uma empresa. Apresentaremos uma breve introdução de

Leia mais

O Uso do Sistema de Informação Contábil como Ferramenta para a Tomada de Decisão nas Empresas da Região de Contagem - Minas Gerais.

O Uso do Sistema de Informação Contábil como Ferramenta para a Tomada de Decisão nas Empresas da Região de Contagem - Minas Gerais. O Uso do Sistema de Informação Contábil como Ferramenta para a Tomada de Decisão nas Empresas da Região de Contagem - Minas Gerais. Elaine Raquel Fernandes carlosadm@bol.com.br SENAC Flávia Cristina Pereira

Leia mais

Sistema de gestão. Sistema de Gestão ERP

Sistema de gestão. Sistema de Gestão ERP Sistema de gestão ERP MÓDULOS E CLIENTES Os módulos podem ser adquiridos separadamente, conforme a sua necessidade. ÁREA COMERCIAL ÁREA ADMINISTRATIVA FINANCEIRA ÁREA PRODUÇÃO E SUPRIMENTOS ÁREA FISCAL

Leia mais

jul-09 1 FURB Pedro Paulo H. Wilhelm & Maurício C. Lopes

jul-09 1 FURB Pedro Paulo H. Wilhelm & Maurício C. Lopes 1 Referências Bibliográficas apoio jul-09 2 Referências Bibliográficas apoio jul-09 3 Virtual Empreendimentos Competências Chaves I) COMPETENCIA EMPRESARIAL = espírito empreendedor: ousadia, disposição

Leia mais

Sistemas de Informação Gerencial. Contextualização. Aula 4. Organização da Disciplina. Organização da Aula. Área Funcional

Sistemas de Informação Gerencial. Contextualização. Aula 4. Organização da Disciplina. Organização da Aula. Área Funcional Sistemas de Informação Gerencial Aula 4 Contextualização Prof. Me. Claudio Nogas Organização da Disciplina Buscaremos, por meio da apresentação de conceitos, exemplos de como gerar conhecimentos sobre

Leia mais

Unidade II Orçamento Empresarial. Profª Msc Mary Wanyza Disciplina : Orçamento

Unidade II Orçamento Empresarial. Profª Msc Mary Wanyza Disciplina : Orçamento Unidade II Orçamento Empresarial Profª Msc Mary Wanyza Disciplina : Orçamento Referências Bibliográficas Fundamentos de Orçamento Empresarial Coleção resumos de contabilidade Vol. 24 Ed. 2008 Autores:

Leia mais

PLANO DE ENSINO 2015-1 Análise de Investimento e Capital de Giro Módulo C Carga Horária: 47 h. Ementa da disciplina:

PLANO DE ENSINO 2015-1 Análise de Investimento e Capital de Giro Módulo C Carga Horária: 47 h. Ementa da disciplina: PLANO DE ENSINO 2015-1 Análise de Investimento e Capital de Giro Módulo C Carga Horária: 47 h. Ementa da disciplina: Conteúdo Programático: Estudar as técnicas de análise de investimentos para analisar

Leia mais

Sistema de gestão ERP. Sistema de Gestão GESTÃO RASTREABILIDADE RESULTADO

Sistema de gestão ERP. Sistema de Gestão GESTÃO RASTREABILIDADE RESULTADO Sistema de gestão ERP GESTÃO RASTREABILIDADE RESULTADO MÓDULOS E CLIENTES Os módulos podem ser adquiridos separadamente, conforme a sua necessidade. ÁREA COMERCIAL ÁREA ADMINISTRATIVA FINANCEIRA ÁREA

Leia mais

DEMONSTRAÇÃO DO VALOR ADICIONADO - DVA

DEMONSTRAÇÃO DO VALOR ADICIONADO - DVA DEMONSTRAÇÃO DO VALOR ADICIONADO - DVA Sumário 1. Considerações Iniciais 2. Estrutura da Demonstração do Valor Adicionado 2.1 - Grupo de Receita Bruta - Outras Receitas 2.2 - Grupo de Insumos Adquiridos

Leia mais

Análise Panorâmica. Sumário 1. Introdução... 2

Análise Panorâmica. Sumário 1. Introdução... 2 Análise Panorâmica Análise Panorâmica Sumário 1. Introdução... 2 2. Indicadores de desempenho... 3 2.1 Carga Tributária da Empresa - Composição Anual... 3 2.2 Grau de Endividamento Tributário... 4 2.3

Leia mais

CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS Autorizado pela Portaria nº 1.393 de 04/07/01 DOU de 09/07/01

CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS Autorizado pela Portaria nº 1.393 de 04/07/01 DOU de 09/07/01 CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS Autorizado pela Portaria nº 1.393 de 04/07/01 DOU de 09/07/01 Componente Curricular: LABORATÓRIO CONTÁBIL Código: CTB-491 Pré-requisito: ---------- Período Letivo: 2015.2 Professor:

Leia mais

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO MBA em Gestão Financeira, Controladoria e Auditoria

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO MBA em Gestão Financeira, Controladoria e Auditoria CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO MBA em Gestão Financeira, Controladoria e Auditoria 1 OBJETIVO: Proporcionar aos participantes uma visão prática do ponto de vista de mercado e correta

Leia mais

PERÍODO DISCIPLINAS CH MÓDULO I - FORMAÇÃO BÁSICA Fundamentos da Administração 80 horas

PERÍODO DISCIPLINAS CH MÓDULO I - FORMAÇÃO BÁSICA Fundamentos da Administração 80 horas ESTRUTURA CURRICULAR PERÍODO DISCIPLINAS CH MÓDULO I - FORMAÇÃO BÁSICA Fundamentos da Administração 1º Comunicação Empresarial Contabilidade Gerencial Economia e Mercado Matemática Financeira Direito Empresarial

Leia mais

SISTEMAS DE GESTÃO São Paulo, Janeiro de 2005

SISTEMAS DE GESTÃO São Paulo, Janeiro de 2005 SISTEMAS DE GESTÃO São Paulo, Janeiro de 2005 ÍNDICE Introdução...3 A Necessidade do Gerenciamento e Controle das Informações...3 Benefícios de um Sistema de Gestão da Albi Informática...4 A Ferramenta...5

Leia mais

PERÍODO DISCIPLINAS CH MÓDULO I - FORMAÇÃO BÁSICA GERENCIAL Fundamentos da Administração 80 horas. 120 horas Economia e Mercado

PERÍODO DISCIPLINAS CH MÓDULO I - FORMAÇÃO BÁSICA GERENCIAL Fundamentos da Administração 80 horas. 120 horas Economia e Mercado ESTRUTURA CURRICULAR PERÍODO DISCIPLINAS CH MÓDULO I - FORMAÇÃO BÁSICA GERENCIAL Fundamentos da Administração Comunicação e Expressão 1º Contabilidade Gerencial 120 Economia e Mercado Matemática Financeira

Leia mais

T2Ti Tecnologia da Informação Ltda T2Ti.COM CNPJ: 10.793.118/0001-78 Projeto T2Ti ERP. Módulo Comercial. Vendas e Faturamento

T2Ti Tecnologia da Informação Ltda T2Ti.COM CNPJ: 10.793.118/0001-78 Projeto T2Ti ERP. Módulo Comercial. Vendas e Faturamento Módulo Comercial Vendas e Faturamento Objetivo O objetivo deste artigo é dar uma visão geral sobre o Módulo Comercial Vendas e Faturamento. Todas informações aqui disponibilizadas foram retiradas no todo

Leia mais

Ementário e Bibliografia do curso de. Ciências Contábeis. Fase: II Carga Horária: 60h/a Créditos: 04

Ementário e Bibliografia do curso de. Ciências Contábeis. Fase: II Carga Horária: 60h/a Créditos: 04 01 - ADMINISTRAÇÃO Fase: II Carga Horária: 60h/a Créditos: 04 Introdução à Administração. Antecedentes históricos da Administração. Escolas de Administração. Administração e suas perspectivas. Variáveis

Leia mais

Precision. A sua Solução de Gestão Empresarial. Características do Sistema: Principais Recursos:

Precision. A sua Solução de Gestão Empresarial. Características do Sistema: Principais Recursos: A sua Solução de Gestão Empresarial O Precision é a solução de Gestão Empresarial de baixo custo que a Maggiore Sistemas disponibiliza para pequenas e médias empresas. Desenvolvido e comercializado em

Leia mais

SISTEMAS INTEGRADOS DE GESTÃO EMPRESARIAL E A ADMINISTRAÇÃO DE PATRIMÔNIO ALUNO: SALOMÃO DOS SANTOS NUNES MATRÍCULA: 19930057

SISTEMAS INTEGRADOS DE GESTÃO EMPRESARIAL E A ADMINISTRAÇÃO DE PATRIMÔNIO ALUNO: SALOMÃO DOS SANTOS NUNES MATRÍCULA: 19930057 INTRODUÇÃO SISTEMAS INTEGRADOS DE GESTÃO EMPRESARIAL E A ADMINISTRAÇÃO DE PATRIMÔNIO ALUNO: SALOMÃO DOS SANTOS NUNES MATRÍCULA: 19930057 Há algum tempo, podemos observar diversas mudanças nas organizações,

Leia mais

21 de Maio de 2015 Hotel Fiesta

21 de Maio de 2015 Hotel Fiesta 21 de Maio de 2015 Hotel Fiesta Sejam bem-vindos Patrocínio Realização Programação 08:00 h Café de boas vindas 08:30 h Abertura 08:40 h Bloco K, sua empresa está preparada? 09:00 h Gestão de custos: a

Leia mais

ERP Enterprise Resource Planning

ERP Enterprise Resource Planning ERP Enterprise Resource Planning Planejamento de Recursos da Empresa Sistema Integrado de Gestão Corporativa Prof. Francisco José Lopes Rodovalho 1 Um breve histórico sobre o surgimento do software ERP

Leia mais

CAPÍTULO 1 - CONTABILIDADE E GESTÃO EMPRESARIAL A CONTROLADORIA

CAPÍTULO 1 - CONTABILIDADE E GESTÃO EMPRESARIAL A CONTROLADORIA CAPÍTULO 1 - CONTABILIDADE E GESTÃO EMPRESARIAL A CONTROLADORIA Constata-se que o novo arranjo da economia mundial provocado pelo processo de globalização tem afetado as empresas a fim de disponibilizar

Leia mais

A Controladoria no Processo de Gestão. Clóvis Luís Padoveze

A Controladoria no Processo de Gestão. Clóvis Luís Padoveze 1 A Controladoria no Processo de Gestão Clóvis Luís Padoveze Cascavel - 21.10.2003 2 1. Controladoria 2. Processo de Gestão 3. A Controladoria no Processo de Gestão 3 Visão da Ciência da Controladoria

Leia mais

SOLUÇÕES DE SOFTWARE. Histórico

SOLUÇÕES DE SOFTWARE. Histórico Histórico - Originado do Software Practico, produto presente em mais de 2000 clientes o Smart Practico foi produzido em 2007 visando atender as necessidades do micro varejo. Este produto possui todas as

Leia mais

Catálogo de Cursos EAD Microsiga

Catálogo de Cursos EAD Microsiga Untitled Untitled-2 Catálogo de Cursos e-learning MICROSIGA PROTHEUS Os valores abaixo mencionados são líquidos e serão acrescidos de todos os impostos e taxas sobre serviços, definidos por lei, no momento

Leia mais

MBA ESPM EM GOVERNANÇA CORPORATIVA E FINANÇAS COM ÊNFASE NO AGRONEGÓCIO

MBA ESPM EM GOVERNANÇA CORPORATIVA E FINANÇAS COM ÊNFASE NO AGRONEGÓCIO MBA ESPM EM GOVERNANÇA CORPORATIVA E FINANÇAS COM ÊNFASE NO AGRONEGÓCIO Ingresso Março 2015 Informações: (51) 3218-1400 - www.espm.br/mba MBA ESPM EM GOVERNANÇA CORPORATIVA E FINANÇAS COM ÊNFASE NO AGRONEGÓCIO

Leia mais

Shadow 3 www.dynatech.net.br

Shadow 3 www.dynatech.net.br Resumo das funcionalidades dos módulos de Gestão Comercial Acompanhamento dos Pedidos por Cliente, por Produto, por Número do Pedido do Cliente Acompanhamento do Pedido por Data de Entrega, por Emissão

Leia mais

LUIZ HENRIQUE MOUTINHO COLARES

LUIZ HENRIQUE MOUTINHO COLARES LUIZ HENRIQUE MOUTINHO COLARES Rua 74 nº 311 -Casa Marica-Jaconé-Rj-Cep. 28990-972 E-mail :henriquecolares@ig.com.br Tel-(022)2652-1877-(021)-9361-3589-(022)-9844-1718 OBJETIVO Lecionar matérias ligadas

Leia mais

4 Fatos Contábeis que Afetam a Situação Líquida: Receitas, Custos, Despesas, Encargos, Perdas e Provisões, 66

4 Fatos Contábeis que Afetam a Situação Líquida: Receitas, Custos, Despesas, Encargos, Perdas e Provisões, 66 Apresentação Parte I - CONCEITOS FUNDAMENTAIS DE CONTABILIDADE, 1 1 Introdução ao Estudo da Ciência Contábil, 3 1 Conceito, 3 2 Objeto, 3 3 Finalidade, 4 4 Técnicas contábeis, 4 5 Campo de aplicação, 5

Leia mais

ENTERPRISE RESOURCE PLANNING (ERP)

ENTERPRISE RESOURCE PLANNING (ERP) ENTERPRISE RESOURCE PLANNING (ERP) Um sistema ERP Enterprise Resource Planning (Planejamento dos Recursos da Empresa) é um pacote de software que tem por finalidade organizar, padronizar e integrar as

Leia mais

CONTABILIDADE GERENCIAL

CONTABILIDADE GERENCIAL PROF. EDENISE AP. DOS ANJOS CURSO DE ADMINISTRAÇÃO 5º PERÍODO CONTABILIDADE GERENCIAL As empresas devem ser dirigidas como organismos vivos, como entidades em continuidade, cujo objetivo é a criação de

Leia mais

ÊNFASE EM GESTÃO ECONÔMICO-FINANCEIRA

ÊNFASE EM GESTÃO ECONÔMICO-FINANCEIRA MBA DESENVOLVIMENTO AVANÇADO DE EXECUTIVOS ÊNFASE EM GESTÃO ECONÔMICO-FINANCEIRA O MBA Desenvolvimento Avançado de Executivos possui como característica atender a um mercado altamente dinâmico e competitivo

Leia mais

ORÇAMENTO EMPRESARIAL

ORÇAMENTO EMPRESARIAL ORÇAMENTO EMPRESARIAL PROCESSO ORÇAMENTÁRIO 2 PROCESSO ORÇAMENTÁRIO Em linhas gerais o processo orçamentário consta de três grandes fases: Previsão (Planejamento); Execução; Controle. PROCESSO ORÇAMENTÁRIO

Leia mais

CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS E OPERACIONAIS

CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS E OPERACIONAIS LANA INFORMÁTICA Declaração de conformidade CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS E OPERACIONAIS Este sistema de software está sob proteção da lei Nº 9.609, de fevereiro de 1998, tendo seu uso e aplicação definido

Leia mais

APLICAÇÃO DOS MÉTODOS DE CUSTEIO: VARIÁVEL E POR ABSORÇÃO, PARA O PROCESSO DECISÓRIO GERENCIAL DOS CUSTOS

APLICAÇÃO DOS MÉTODOS DE CUSTEIO: VARIÁVEL E POR ABSORÇÃO, PARA O PROCESSO DECISÓRIO GERENCIAL DOS CUSTOS APLICAÇÃO DOS MÉTODOS DE CUSTEIO: VARIÁVEL E POR ABSORÇÃO, PARA O PROCESSO DECISÓRIO GERENCIAL DOS CUSTOS ANACLETO G. 1 1. INTRODUÇÃO Este estudo tem a finalidade de apuração dos resultados aplicados pelos

Leia mais

LOGÍSTICA EMENTAS DO CURSO

LOGÍSTICA EMENTAS DO CURSO LOGÍSTICA EMENTAS DO CURSO 1º P TÉCNICAS DE COMUNICAÇÃO ORAL E ESCRITA Técnicas de leitura, interpretação e produção de textos, expressão oral e apresentação de trabalhos acadêmicos, argumentação científica.

Leia mais

Ciências Contábeis. Fase: II Carga Horária: 60h/a Créditos: 04

Ciências Contábeis. Fase: II Carga Horária: 60h/a Créditos: 04 01 - ADMINISTRAÇÃO Fase: II Carga Horária: 60h/a Créditos: 04 Introdução à Administração. Antecedentes históricos da Administração. Escolas de Administração. Administração e suas perspectivas. Variáveis

Leia mais

FTIN Formação Técnica em Informática Módulo de Gestão Aplicada a TIC AULA 05. Prof. Fábio Diniz

FTIN Formação Técnica em Informática Módulo de Gestão Aplicada a TIC AULA 05. Prof. Fábio Diniz FTIN Formação Técnica em Informática Módulo de Gestão Aplicada a TIC AULA 05 Prof. Fábio Diniz FTIN FORMAÇÃO TÉCNICA EM INFORMÁTICA GESTÃO DA INFORMATIZAÇÃO EMPRESARIAL Na aula anterior Project Charter.

Leia mais

Subsistemas do SIC, Informação e Teoria 12 OS SUBSISTEMAS DO SISTEMA DE INFORMAÇÃO CONTÁBIL

Subsistemas do SIC, Informação e Teoria 12 OS SUBSISTEMAS DO SISTEMA DE INFORMAÇÃO CONTÁBIL SISTEMAS DE INFORMAÇÕES CONTÁBEIS PROFESSOR Salomão Dantas Soares APOSTILA 6 TURMA: Subsistemas do SIC, Informação e Teoria 5 CCN 1 Contábil Apostila baseada exclusivamente na Obra de Clovis Luis Padoveze

Leia mais

OBJETIVO DA GESTÃO FINANCEIRA

OBJETIVO DA GESTÃO FINANCEIRA OBJETIVO DA GESTÃO FINANCEIRA Maximização do lucro. Maximizar o valor de mercado do capital dos proprietários. Suporte na realização da estratégia para criação de valor da organização. CONHECIMENTOS PARA

Leia mais

PLANO DA DISCIPLINA 2014. Disciplina: Orçamento e Planejamento Tributário. Carga Horária: 60 Série: 4ª Turno : Noturno

PLANO DA DISCIPLINA 2014. Disciplina: Orçamento e Planejamento Tributário. Carga Horária: 60 Série: 4ª Turno : Noturno PLANO DA DISCIPLINA 2014 Disciplina: Orçamento e Planejamento Tributário Curso : Ciências Contábeis Formação : Profissional Carga Horária: 60 Série: 4ª Turno : Noturno Professor Responsável: Carlos Otávio

Leia mais

Resumo Aula-tema 01: As relações com as grandes empresas e com o Estado e as relações com a contabilidade e com os empregados.

Resumo Aula-tema 01: As relações com as grandes empresas e com o Estado e as relações com a contabilidade e com os empregados. Resumo Aula-tema 01: As relações com as grandes empresas e com o Estado e as relações com a contabilidade e com os empregados. Todos nós já vivenciamos casos de empreendedores, na família ou no grupo de

Leia mais

COMO PREPARAR A EMPRESA PARA A IMPLANTAÇÃO DO ORÇAMENTO PARTE II

COMO PREPARAR A EMPRESA PARA A IMPLANTAÇÃO DO ORÇAMENTO PARTE II COMO PREPARAR A EMPRESA PARA A Como estruturar o orçamento? A importância dos centros de custos. O plano de contas orçamentário. Qual a função da árvore de produtos? Autores: Carlos Alexandre Sá(carlosalex@openlink.com.br)

Leia mais

Treinamento Presencial: Intensivo: Tributação orientada para compras, Gestão de categorias e Negociação

Treinamento Presencial: Intensivo: Tributação orientada para compras, Gestão de categorias e Negociação Treinamento Presencial: Intensivo: Tributação orientada para compras, Gestão de categorias e Negociação Data: 21 e 22 de Maio de 2015 Carga horária: 16 horas Local: São Paulo/ SP Procurement Business School

Leia mais

CRITÉRIOS / Indicadores

CRITÉRIOS / Indicadores CRITÉRIOS / Indicadores A lista de conceitos desta MELHORES E MAIORES Os valores usados nesta edição são expressos em reais de dezembro de 2014. A conversão para dólares foi feita, excepcionalmente, com

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO DE GRADUAÇÃO DE ADMINISTRAÇÃO 1º SEMESTRE Administração Aplicada ao Meio Ambiente Ementa: Gestão ambiental e desenvolvimento sustentável. Compromisso dos indivíduos e das

Leia mais

http://www.itcnet.com.br/materias/printable.php

http://www.itcnet.com.br/materias/printable.php Página 1 de 5 1 de Setembro, 2011 Impresso por ANDERSON JACKSON TOASSI DEVOLUÇÃO DE MERCADORIAS COMPRADAS NAS OPERAÇÕES COMERCIAIS 1 - Introdução Nas relações comerciais as operações de devolução e retorno

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO GESTÃO ESTRATÉGICA DE FINANÇAS 1 JUSTIFICATIVA

PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO GESTÃO ESTRATÉGICA DE FINANÇAS 1 JUSTIFICATIVA PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO GESTÃO ESTRATÉGICA DE FINANÇAS 1 JUSTIFICATIVA A atividade empresarial requer a utilização de recursos financeiros, os quais são obtidos na forma de crédito e de

Leia mais

especificamente para facilitar o trabalho de escritórios contábeis e/ou consultorias tributárias, auxiliando na escolha da melhor forma de tributação

especificamente para facilitar o trabalho de escritórios contábeis e/ou consultorias tributárias, auxiliando na escolha da melhor forma de tributação Programa desenvolvido especificamente para facilitar o trabalho de escritórios contábeis e/ou consultorias tributárias, auxiliando na escolha da melhor forma de tributação (Simples/Presumido/Real) para

Leia mais

Material de Apoio. Sistema de Informação Gerencial (SIG)

Material de Apoio. Sistema de Informação Gerencial (SIG) Sistema de Informação Gerencial (SIG) Material de Apoio Os Sistemas de Informação Gerencial (SIG) são sistemas ou processos que fornecem as informações necessárias para gerenciar com eficácia as organizações.

Leia mais

THOTAU Sistema Integrado de Gestão Empresarial Funcionalidades Disponíveis Essencial Profissional Empresarial Completo Controle de Pessoas X X X X

THOTAU Sistema Integrado de Gestão Empresarial Funcionalidades Disponíveis Essencial Profissional Empresarial Completo Controle de Pessoas X X X X Controle de Pessoas --- Cadastro de Usuários do Sistema --- Cadastro de Funcionários, Vendedores e Terceiros --- Cadastro de Clientes, Fornecedores, Representantes e Transportadores --- Classificações

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DA FORMAÇÃO DO PREÇO DE VENDA

A IMPORTÂNCIA DA FORMAÇÃO DO PREÇO DE VENDA A IMPORTÂNCIA DA FORMAÇÃO DO PREÇO DE VENDA Palestra no SINCOPEÇAS-RS 22 de maio de 2014 www.alfredo.com.br PREÇO DE VENDA E MARGEM DE LUCRO 2 GOVERNO CONCORRENTES FORNECEDOR EMPRESA CLIENTES PREÇO DE

Leia mais