Modelos de Retalho Multicanal

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Modelos de Retalho Multicanal"

Transcrição

1 Modelos de Retalho Multicanal Rui Soucasaux Sousa Professor Catedrático, Director do SLab 18º Congresso da APCMC, 6 de Junho de 2015

2 Agenda O Contexto da Economia Digital Modelos de Retalho Multicanal Tendências Futuras O Novo Papel das Lojas CATÓLICA PORTO ECONOMICS & MANAGEMENT

3 O Contexto da Economia Digital CATÓLICA PORTO ECONOMICS & MANAGEMENT

4 Crescimento Acelerado de Negócios Online Compras online já atingem os 970$ Biliões a nível global (será o dobro em 5 anos) 37% dos consumidores europeus afirmam que farão cada vez mais as suas compras na Internet (Observador Cetelem, 2014) Compras têm-se estendido a produtos que inicialmente se pensava não serem adequados para vendas online (e.g., vestuário, calçado)

5 Consumidores têm perfis e comportamentos novos CATÓLICA PORTO ECONOMICS & MANAGEMENT

6 Concentram-se cada vez mais nas grandes cidades CATÓLICA PORTO ECONOMICS & MANAGEMENT

7 Têm cada vez menos tempo CATÓLICA PORTO ECONOMICS & MANAGEMENT

8 Vivem rodeados de tecnologia CATÓLICA PORTO ECONOMICS & MANAGEMENT

9 Modelos de Retalho Multicanal

10 Racional para modelos multicanal Os diferentes canais têm propostas de valor distintas

11 Clientes gostam de combinar canais diferentes nos seus processos de compra Pesquisa online, compra offline (ROPO) Experimenta offline, compra online (Showrooming) CATÓLICA PORTO ECONOMICS & MANAGEMENT

12 Empresas oferecem diversas formas de entregar informação e produtos aos clientes Pesquisa de informação Retalho Tradicional Venda online c/ pick-up Continente online Venda online c/ Showroom Bonobos Venda online c/entrega Amazon Produtos com atributos nãodigitais Produtos com atributos digitais Loja Entrega do produto Em casa Retalhistas multicanal podem combinar os 4 modelos Bell et al (2014), How to win in an omnichannel world, MIT Sloan Management Review

13 Atributos digitais: podem ser avaliados objetivamente a partir da informação proporcionada através da internet. Ex: características técnicas Atributos não digitais. Ex: toque, cor.

14 Vender online permite oferecer mais variedade Ex: E-Retalhista com drop-shipping (e.g., Farfetch) Retalhista não detém stock Pode ter loja online apenas ou loja online e Showrooms E-Retalhista Puro Fornecedor/ Distribuidor Cliente

15 Exploração da cauda longa O E-Retalhista pode fornecer variedade infinita Consumidores online são mais propensos a comprar produtos de nicho Anderson, C. (2006), The Long Tail: Why the Future of Business is Selling Less of More, New York

16 A Internet canibaliza a Loja? Diversos estudos mostram que os clientes multicanal estão mais satisfeitos, são mais fiéis e compram mais Web site aumenta tráfego nas lojas físicas Lojas físicas usadas para promover site Se não vendermos nós online, venderá outro Mas: é necessário escolher os modelos de venda e de logística adequados para termos custos sustentáveis.

17 O Novo Papel das Lojas CATÓLICA PORTO ECONOMICS & MANAGEMENT

18 Crescimento de lojas com conceito Showroom Lojas deixam de ser sítios onde os produtos são vendidos, para se tornarem locais de aprendizagem e experimentação para os clientes Menos lojas, mais pequenas, com pouco stock Atendimento pessoal melhorado (e.g., boa interação pessoal, aconselhamento, etc.) Ex: Bonobos Guideshops (vestuário) CATÓLICA PORTO ECONOMICS & MANAGEMENT

19 Bonobos Guideshops Lojas pequenas e com elevados níveis de serviço Stock suficiente para os clientes experimentarem as roupas, mas não para comprarem e levarem para casa de forma imediata.

20

21 Papel crescente das lojas como centros de entregas e de devoluções para vendas online Oportunidades para lojas físicas existentes: Oferecer loja como ponto de entregas e devoluções, fazendo parcerias com negócios online terceiros. Ex: Parcerias entre retalhistas online e lojas físicas de conveniência (e.g., 7-Eleven) Usar lojas de terceiros para oferecer aos clientes modelo venda online c/ levantamento pelo cliente Ex: Serviço Pick Me da Chronopost. CATÓLICA PORTO ECONOMICS & MANAGEMENT

22 Serviço Pick Me da Chronopost. Levantamento e devolução de encomendas online em 400 lojas em Portugal.

23 Modelo de lojas locais com presença Adaptação a gostos locais. online Conhecimento profundo do mercado/produtos. Abordagem de pequenas boutiques com serviço superior e ligações pessoais. Conveniência: estacionamento, espaços de lazer, espaços para crianças CATÓLICA PORTO ECONOMICS & MANAGEMENT

24 Guia Yelp.com permite que pequenos comerciantes locais construam montras do seu negócio de forma gratuita. Sistema cria comunidades (que avaliam os comerciantes) e permite que clientes pesquisem negócios na sua vizinhança geográfica via smartphone.

25 Lojas com Tecnologia Lojas dotadas de formas de o cliente aceder a informação que usualmente só existiria na web (e.g., product reviews). Ex: Sephora and Scentsa; Cliente é identificado quando entra na loja, via app em smartphone. Objetivo: recolher informação sobre o seu comportamento em loja, tal como aconteceria na navegação de um site. CATÓLICA PORTO ECONOMICS & MANAGEMENT

26 Sephora & Scentsa Produtos de beleza Scentsa instala na loja touch screens com acesso a videos de produtos, links para bases de dados de produtos de beleza e tipos de perfumes, e faz recomendações de produtos ao cliente. Jason Del Rey, In-store tech is so hot right now: Sephora acquires fragrance software startup Scentsa, All Things D, August 7, 2013

27 Vantagens de comerciantes em Portugal vs gigantes globais do online (a la Amazon) Presença geográfica local: - Disponibilização de canal telefone. - Pick up e/ou devoluções na loja. - Notoriedade e confiança das marcas estabelecidas no mercado. - Meios de pagamento tradicionais (e.g., cobrança na entrega). Vantagens culturais e de mercado: - Língua Portuguesa (Portugal e PALOPs). - Conhecimento profundo do mercado/produtos. Serviço superior e ligações pessoais. - Adaptação a gostos locais (produtos, canais de interação, forma de entrega, otimização de posicionamento em motores de busca, presença em redes sociais locais, etc.).

28 Sumário A Economia Digital traz desafios mas também oportunidades para os Retalhistas. Existem diversos modelos de retalho multicanal que podem ser usados, com potential de inovação e fidelização dos clientes, aproveitando sinergias entre lojas e internet. Neste contexto, o papel das lojas deve mudar. As distinções entre os mundos físico e virtual tenderão a diminuir CATÓLICA PORTO ECONOMICS & MANAGEMENT

29 Obrigado CATÓLICA PORTO ECONOMICS & MANAGEMENT

Tendências do futuro: Novos consumidores e novos canais como conquistar o shopper num cenário adverso

Tendências do futuro: Novos consumidores e novos canais como conquistar o shopper num cenário adverso ANTHONY GIBSON Presidente Publicis Group Creative Agencies Portugal Tendências do futuro: Novos consumidores e novos canais como conquistar o shopper num cenário adverso APED Jan 11 Lisboa A importância

Leia mais

Nós fazemos fácil o difícil

Nós fazemos fácil o difícil O serviço TrustThisProduct é baseado na ideia de que informação detalhada e de confiança sobre um produto é a forma de chegar às mãos do consumidor. Como resultado, a pessoa ficará mais satisfeita com

Leia mais

Guia: da Loja Física para a. Experiência Multicanal

Guia: da Loja Física para a. Experiência Multicanal Guia: da Loja Física para a Experiência Multicanal Sumário: 01 02 03 04 05 Sobre este Guia O consumidor é Multicanal Muito mais E-commerce! Mobilidade faz parte do dia-a-dia Big Data: Informação a serviço

Leia mais

DATA: 07/05/2015 AUDITÓRIO: ESTRATÉGIA E GESTÃO TEMA: O FUTURO DOS SUPERMERCADOS E O SUPERMERCADO DO FUTURO OMNICHANNEL VOCÊ ESTÁ PREPARADO?

DATA: 07/05/2015 AUDITÓRIO: ESTRATÉGIA E GESTÃO TEMA: O FUTURO DOS SUPERMERCADOS E O SUPERMERCADO DO FUTURO OMNICHANNEL VOCÊ ESTÁ PREPARADO? DATA: 07/05/2015 AUDITÓRIO: ESTRATÉGIA E GESTÃO TEMA: O FUTURO DOS SUPERMERCADOS E O SUPERMERCADO DO FUTURO OMNICHANNEL VOCÊ ESTÁ PREPARADO? PALESTRANTE: HUGO BETHLEM A Era do Consumidor Vivemos a Era

Leia mais

Estratégias de Comunicação para Micro e Pequenas Empresas

Estratégias de Comunicação para Micro e Pequenas Empresas Estratégias de Comunicação para Micro e Pequenas Empresas SEGMENTOS DE ATUAÇÃO Encomendas Mensagens Financeiro Digital Logística Integrada Conveniência Marketing Direto Serviços Internacionais SEGMENTOS

Leia mais

BLENDED MARKETING. Pedro Dionísio Maio 2013

BLENDED MARKETING. Pedro Dionísio Maio 2013 BLENDED MARKETING Pedro Dionísio Maio 2013 Consumidor A.I. 2 Consumidor D.I. Consumidor Blended 3 Fragvergence Fragmentação de suportes Consumidor Blended Convergência de mensagens 4 Um consumidor que

Leia mais

Introdução Sumário Executivo Objectivos. Mundo Digital

Introdução Sumário Executivo Objectivos. Mundo Digital Mundo Digital Tudo e toda a gente está online Números que nos fazem pensar 2.405.518.376 n.º de utilizadores de internet 566.4% taxa de crescimento 2010/2012 1.056.000.000 n.º de utilizadores Facebook

Leia mais

E-commerce 2013. @JoaoKepler. l e-commerce 2013 l

E-commerce 2013. @JoaoKepler. l e-commerce 2013 l E-commerce 2013 @JoaoKepler Showrooming OminiChannel Delivery (WebPickup e entrega) Behavior Social Media (SAC, Mkt, Metrica, monitoramento, engajamento, leeds e vendas) E-commerce o e-commerce não é mais

Leia mais

ZetesAthena Gestão in-store mais inteligente

ZetesAthena Gestão in-store mais inteligente ZetesAthena Gestão in-store mais inteligente WWW.ZETES.COM ALWAYS A GOOD ID Precisão de aprovisionamento para o retalhista omnicanal Evitar a perda de vendas As expetativas dos clientes estão a mudar e

Leia mais

Agenda. 1. O Marketing Digital. 2. Porque investir na Publicidade Online? 3. Ferramentas principais da Publicidade Online

Agenda. 1. O Marketing Digital. 2. Porque investir na Publicidade Online? 3. Ferramentas principais da Publicidade Online Agenda 1. O Marketing Digital 2. Porque investir na Publicidade Online? 3. Ferramentas principais da Publicidade Online 4. Vantagens da Publicidade Online na Hotelaria e Turismo O Marketing Digital Antes

Leia mais

e.newsletter GS1 Portugal

e.newsletter GS1 Portugal Caso não consiga visualizar corretamente, clique aqui A Linguagem Global dos Negócios III Fórum Solution Providers Tecnologias de informação e comunicação defendem normalização e qualidade da informação

Leia mais

AGENDA. A internet continuará mudando o jeito da sua empresa realizar negócios. 8ª Edição. Hotel Intercontinental. 17 de Março de 2015.

AGENDA. A internet continuará mudando o jeito da sua empresa realizar negócios. 8ª Edição. Hotel Intercontinental. 17 de Março de 2015. AGENDA A internet continuará mudando o jeito da sua empresa realizar negócios. 8ª Edição D 17 de Março de 2015? Hotel Intercontinental Realização: www.corpbusiness.com.br Patrocínio Gold Apoio Realização:

Leia mais

Qualidade em e-serviços multicanal

Qualidade em e-serviços multicanal Qualidade em e-serviços multicanal Em anos recentes temos assistido a um grande crescimento dos serviços prestados pela internet (e-serviços). Ao longo deste percurso, os e-serviços têm também adquirido

Leia mais

PROFISSIONAL. Por que o Comércio Eletrônico em Multicanais é Fundamental para o Sucesso do seu Negócio On-line

PROFISSIONAL. Por que o Comércio Eletrônico em Multicanais é Fundamental para o Sucesso do seu Negócio On-line EDIÇÃO Nº 05 GRÁTIS FOTOGRAFIA PROFISSIONAL SOLUÇÕES PARA IMAGENS DE PRODUTO QUE CONQUISTARAM OS LÍDERES DO COMÉRCIO ELETRÔNICO Por que o Comércio Eletrônico em Multicanais é Fundamental para o Sucesso

Leia mais

Serviços de Ecommerce

Serviços de Ecommerce Amen ecommerce 1 Serviços de Ecommerce Ideal para iniciar o seu negócio on-line; ou Complementar as vendas da sua loja física; Os Serviços Ecommerce são soluções poderosas fáceis e acessíveis para criar

Leia mais

O retorno sobre o investimento (ROI) dos dados de produto. White Paper

O retorno sobre o investimento (ROI) dos dados de produto. White Paper O retorno sobre o investimento (ROI) dos dados de produto White Paper White Paper Índice Os reais controladores do comércio eletrônico: informações do produto perfeitas... 2 Maior agilidade no comércio

Leia mais

*Todos os direitos reservados.

*Todos os direitos reservados. *Todos os direitos reservados. A cada ano, as grandes empresas de tecnologia criam novas ferramentas Para o novo mundo digital. Sempre temos que nos renovar para novas tecnologias, a Karmake está preparada.

Leia mais

2007 Prentice Hall 4-1

2007 Prentice Hall 4-1 Capítulo 4 Desenho da Pesquisa Exploratória: Dados Secundários 4-1 Sumário do Capítulo 1) Introdução; 2) Informação Secundária versus Primária; 3) Vantagens e Usos da Informação Secundária; 4) Desvantagens

Leia mais

7 dicas para. melhorar. a performance do seu e-commerce

7 dicas para. melhorar. a performance do seu e-commerce 7 dicas para melhorar a performance do seu e-commerce Índice 03 Introdução 04 A invasão mobile 07 Mídias Sociais 10 OmniChannel: Sua empresa está preparada? 12 Marketing de conteúdo para e-commerce 14

Leia mais

e.newsletter GS1 Portugal

e.newsletter GS1 Portugal Caso não consiga visualizar corretamente, clique aqui A Linguagem Global dos Negócios Seminário Internacional de Boas Práticas Colaborativas Das plataformas logísticas às plataformas digitais. A 14 de

Leia mais

Manuel Castelo-Branco

Manuel Castelo-Branco Manuel Castelo-Branco índice 1. Desafios e tendências da industria postal 2. Quem somos 3. Como nos posicionamos na era do digital 4. Visão sobre o e-commerce 5. Conclusões 2 A substituição tecnológica

Leia mais

Marketing Digital. Carla Machado. Francesco Berrettini. Responsável das Formações Marketing Digital

Marketing Digital. Carla Machado. Francesco Berrettini. Responsável das Formações Marketing Digital Marketing Digital Francesco Berrettini Responsável das Formações Marketing Digital Carla Machado Coordenadora Pedagógica das Formações Marketing Digital Marketing Digital Digital Marketing - Professional

Leia mais

Estudo sobre a Uber em Portugal- Aferição da perceção dos consumidores em relação ao serviço e à marca

Estudo sobre a Uber em Portugal- Aferição da perceção dos consumidores em relação ao serviço e à marca Estudo sobre a Uber em Portugal- Aferição da perceção dos consumidores em relação ao serviço e à marca 20 Agosto 2015, versão sumário Estudo realizado pelo CEA-Centro de Estudos Aplicados da Católica Lisbon-

Leia mais

B2C. Pedro Sousa. Pedro Sousa

B2C. Pedro Sousa. Pedro Sousa B2C Posicionamento dos Sistemas B2C Primary Activities Inbound Logistics Operations Outbound Logistics Marketing & Sales Services Support Activities Procurement Human Resource Management Infrastructure

Leia mais

Objectivos de aprendizagem

Objectivos de aprendizagem Capítulo 6 1 Telecomunicações e redes 2 Objectivos de aprendizagem ƒ Identificar as principais tendências e os grandes desenvolvimentos nas empresas, nas tecnologias e nas aplicações de negócio, das telecomunicações

Leia mais

COMÉRCIO ELETRÔNICO. Prof. Flávio Dias

COMÉRCIO ELETRÔNICO. Prof. Flávio Dias COMÉRCIO ELETRÔNICO Prof. Flávio Dias - Conforme estipulado no Termo de Uso, todo o conteúdo ora disponibilizado é de titularidade exclusiva do IAB ou de terceiros parceiros e é protegido pela legislação

Leia mais

newsletter cctv- SISTEMAS DE VIGILÂNCIA IP Nº58 FEVEREIRO 2015 Bem vindos à newsletter mensal da Gateway Portugal!

newsletter cctv- SISTEMAS DE VIGILÂNCIA IP Nº58 FEVEREIRO 2015 Bem vindos à newsletter mensal da Gateway Portugal! newsletter Nº58 FEVEREIRO 2015 cctv- SISTEMAS DE VIGILÂNCIA IP Bem vindos à newsletter mensal da Gateway Portugal! Feita a pensar em si, quisemos reunir notícias do Mundo do retalho, dos nossos clientes

Leia mais

COMO CONQUISTAR CLIENTES COM APLICATIVOS PARA CELULAR

COMO CONQUISTAR CLIENTES COM APLICATIVOS PARA CELULAR COMO CONQUISTAR CLIENTES COM APLICATIVOS PARA CELULAR CONTEÚDO 1 2 3 4 5 6 Por que as empresas precisam estar conectadas ao mundo mobile Como os aplicativos mobile podem atrair mais clientes. Como os aplicativos

Leia mais

Brasil, potência no e-commerce

Brasil, potência no e-commerce Brasil, potência no e-commerce CONTEXTO GLOBAL E REGIONAL 10º mercado em termos mundiais Maior e mais maduro mercado da AL Potencial de crescimento elevado Um país que compra cada vez mais online CONTEXTO

Leia mais

Apostila. Comércio Eletrônico. e-commerce. Professor: Edson Almeida Junior. Comércio Eletrônico

Apostila. Comércio Eletrônico. e-commerce. Professor: Edson Almeida Junior. Comércio Eletrônico Apostila Comércio Eletrônico e-commerce Professor: Edson Almeida Junior Material compilado por Edson Almeida Junior Disponível em http://www.edsonalmeidajunior.com.br MSN: eajr@hotmail.com E-Mail: eajr@hotmail.com

Leia mais

Home Quem Somos Produtos Vantagens Contactos. Apresentação Criada por SPICAROS Presentation Created by SPICAROS info@spicaros.com www.spicaros.

Home Quem Somos Produtos Vantagens Contactos. Apresentação Criada por SPICAROS Presentation Created by SPICAROS info@spicaros.com www.spicaros. .1 Spicaros é o resultado de 30 anos de trabalho de uma equipa global, constituída por profissionais altamente qualificados em distintos sectores de negócio. Aliando uma quantidade ímpar de conhecimentos,

Leia mais

programação do evento 7ª edição E-COMMERCE WEEK 20 de março de 2014 Pullman São Paulo Ibirapuera São Paulo

programação do evento 7ª edição E-COMMERCE WEEK 20 de março de 2014 Pullman São Paulo Ibirapuera São Paulo programação do evento 7ª edição E-COMMERCE WEEK 20 de março de 2014 Pullman São Paulo Ibirapuera São Paulo PATROCÍNIO PLATINUM PATROCÍNIO SILVER APOIO REALIZAÇÃO E-Commerce Brasileiro deve faturar 39 bilhões

Leia mais

Seminário de apresentação da Rede Gestus

Seminário de apresentação da Rede Gestus Seminário de apresentação da Rede Gestus Rede Gestus O LOGOTIPO Rede Gestus Internacionalização Zona 4 Gestus Compras Cartão ECOTUR Portal Gestus Cartão Gestus Contact Center CRM Zona 4 O LOGOTIPO Características:

Leia mais

Estudo de Web Marketing para a Prova NP1 Dia da prova: 07/10/2011

Estudo de Web Marketing para a Prova NP1 Dia da prova: 07/10/2011 Curso de Marketing Disciplina: Web Marketing Professor: Roberto Marcello Estudo de Web Marketing para a Prova NP1 Dia da prova: 07/10/2011 Web Marketing Web Marketing é qualquer esforço promocional realizado

Leia mais

Melhores Práticas e Tendências do Comércio Eletrônico. São Paulo 05/10/2015

Melhores Práticas e Tendências do Comércio Eletrônico. São Paulo 05/10/2015 Melhores Práticas e Tendências do Comércio Eletrônico São Paulo 05/10/2015 Sumário 1. Apresentação 2. A Nova Geração de Consumidores 3. Evolução do E-commerce no Brasil 4. Tendências Globais de Tecnologias

Leia mais

Marketing de Serviços

Marketing de Serviços Marketing de Serviços Distribuição de Serviços 1 Objectivos Discutir as formas de distribuição de serviços e os seus desafios Avaliar as implicações da distribuição de serviços através de canais físicos

Leia mais

INTERNET NA MEDIDA. Carga Horária A palestra tem uma carga horária de 2 horas.

INTERNET NA MEDIDA. Carga Horária A palestra tem uma carga horária de 2 horas. INTERNET NA MEDIDA O SEBRAE acredita na força da internet e por isso desenvolveu um conjunto de produtos para os empresários de microempresas ampliarem sua rede de contatos, estruturarem o relacionamento

Leia mais

Felipe Morais @plannerfelipe O CENÁRIO DO E-COMMERCE BRASILEIRO

Felipe Morais @plannerfelipe O CENÁRIO DO E-COMMERCE BRASILEIRO Felipe Morais @plannerfelipe O CENÁRIO DO E-COMMERCE BRASILEIRO ESPECIALISTA EM PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DIGITAL Autor do livro PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DIGITAL (Ed. Brasport) Autor do Blog do Planejamento

Leia mais

SUPERMERCADOS: TENDÊNCIAS 2015

SUPERMERCADOS: TENDÊNCIAS 2015 SUPERMERCADOS: TENDÊNCIAS 2015 Tecnologias e soluções para aplicar na sua empresa e aumentar a sua competitividade. NRF 2015 ÍNDICE Objetivo...04 De multicanal para omnichannel...05 O propósito...05 Capital

Leia mais

GESTÃO. Gestão dos Processos e Operações Gestão de Sistemas e Tecnologias de Informação (dentro do capítulo 6) CLF

GESTÃO. Gestão dos Processos e Operações Gestão de Sistemas e Tecnologias de Informação (dentro do capítulo 6) CLF GESTÃO Gestão dos Processos e Operações Gestão de Sistemas e Tecnologias de Informação (dentro do capítulo 6) Informação e Decisões Gerir envolve tomar muitas e frequentes decisões Para decidir com eficácia

Leia mais

Ganhe Dinheiro na Internet

Ganhe Dinheiro na Internet Prof. Dr. José Dornelas www.planodenegocios.com.br Bem-vindoà versão de demonstração do curso! Vocêpoderá conferir alguns vídeos do curso antes de efetuar sua compra Prof. Dr. José Dornelas www.planodenegocios.com.br

Leia mais

Hotelaria e Turismo.

Hotelaria e Turismo. Hotelaria e Turismo. 2009 Reino Unido Torna-se na primeira das grandes economias onde o investimento online excede o investimento em TV Televisão Online 21,9 % 23,5 % Fonte: JN 2009 Reino Unido Torna-se

Leia mais

NEOCONSUMIDOR BRASIL 2014

NEOCONSUMIDOR BRASIL 2014 NEOCONSUMIDOR BRASIL 2014 AGENDA 1 2 3 4 ESTUDO NEOCONSUMIDOR BRASIL 2014 PERFIL QUEM É O NEOCONSUMIDOR? COMPORTAMENTO DOS PERFIS ONDE E COMO SE INFORMAM 5 REFLEXÕES O NEOCONSUMIDOR A ORIGEM MULTICANAL

Leia mais

Eficiência Operacional. Maximizar os relacionamentos. Foco estratégico. Novo foco estratégico

Eficiência Operacional. Maximizar os relacionamentos. Foco estratégico. Novo foco estratégico Estratégias de Relacionamento com clientes Marcelo Amorim Panorama Atual Agenda Tendências, Desafios e Globalização Sindrome da caixa de água Relacionamento com Clientes Gerenciamento de Riscos Novas tendências

Leia mais

A Estrutura da Web. Redes Sociais e Econômicas. Prof. André Vignatti

A Estrutura da Web. Redes Sociais e Econômicas. Prof. André Vignatti A Estrutura da Web Redes Sociais e Econômicas Prof. André Vignatti A Estrutura da Web Até agora: redes onde unidades eram pessoas ou entidades sociais, como empresas e organizações Agora (Cap 13, 14 e

Leia mais

CONFIANÇA NA ECONOMIA DIGITAL

CONFIANÇA NA ECONOMIA DIGITAL CONFIANÇA NA ECONOMIA DIGITAL AMADEU PAIVA 12 Outubro 2010 Forum para a Sociedade de Informação ECONOMIA DIGITAL AGENDA Desconfiança Cross border Portugal Unicre Segurança AGENDA Desconfiança Cross border

Leia mais

NOVA ECONOMIA, NOVAS REGRAS Seja um especialista na criação de estratégias de transformação digital

NOVA ECONOMIA, NOVAS REGRAS Seja um especialista na criação de estratégias de transformação digital NOVA ECONOMIA, NOVAS REGRAS Seja um especialista na criação de estratégias de transformação digital Apresentações inspiradoras Workshops colabora5vos Debates e Estudos de casos Diploma da Universidade

Leia mais

Estratégias de Marketing Digital

Estratégias de Marketing Digital Estratégias de Marketing Digital @SandraTurchi www.sandraturchi.com.br E-commerce no Mundo Movimentou US$ 1 trilhão em 2012 Tíquete médio US$ 73 Brasil será o 4º país até 2015 (atrás de China, EUA e Japão).

Leia mais

Os inquéritos são totalmente anónimos. Create your own free online surveys now! Powered by Polldaddy

Os inquéritos são totalmente anónimos. Create your own free online surveys now! Powered by Polldaddy Objetivos 1) Este questionário tem como objetivo obter uma visão genérica e empírica sobre o interesse, motivos e expetativas que indivíduos poderão ter, ao decidirem adquirir produtos em loas online.

Leia mais

Marketing. Objectivos. Alterações ocorridas no mercado. O Marketing na Nova Economia

Marketing. Objectivos. Alterações ocorridas no mercado. O Marketing na Nova Economia Marketing O Marketing na Nova Economia Prof. José M. Veríssimo 1 Objectivos Explorar a forma como a internet mudou a a utilização de bases de dados de clientes. Compreender como os marketers exercem a

Leia mais

E-Business (Opção) vários cursos 1º Ciclo 2012/2013. Fernando Angelino e Sandrina Berthault Moreira. Obrigatória Opcional

E-Business (Opção) vários cursos 1º Ciclo 2012/2013. Fernando Angelino e Sandrina Berthault Moreira. Obrigatória Opcional E-Business (Opção) vários cursos 1º Ciclo 2012/2013 PROGRAMA DA UNIDADE CURRICULAR Responsável: Docente: Sandrina Berthault Moreira Fernando Angelino e Sandrina Berthault Moreira Duração: Tipo: Carga Horária:

Leia mais

MARKETING NA INTERNET

MARKETING NA INTERNET MARKETING NA INTERNET HUGO HOCH CONSULTOR DE MARKETING ER. BAURU SEBRAE-SP hugoh@sebraesp.com.br Marketing na Internet O que é? o Marketing na Internet, também referido como: i-marketing, web marketing,

Leia mais

EMPREENDEDORISMO DIGITAL: o novo nicho brasileiro

EMPREENDEDORISMO DIGITAL: o novo nicho brasileiro EMPREENDEDORISMO DIGITAL: o novo nicho brasileiro Luciano Montanaro Alves dos Santos Graduando em Administração Faculdades Integradas de Três Lagoas FITL/AEMS Luís Eduardo Silva de Oliveira Graduando em

Leia mais

Wi-Fi gratuito nos Pontos de Venda. Porque hoje, todos queremos Wi-Fi em todo o lado e é o seu negócio que ganha.

Wi-Fi gratuito nos Pontos de Venda. Porque hoje, todos queremos Wi-Fi em todo o lado e é o seu negócio que ganha. Wi-Fi gratuito nos Pontos de Venda. Porque hoje, todos queremos Wi-Fi em todo o lado e é o seu negócio que ganha. É a primeira rede Wi-Fi inteligente, que disponibiliza uma plataforma de marketing de forma

Leia mais

Conferência Internet, Negócio e Redes Sociais

Conferência Internet, Negócio e Redes Sociais Conferência Internet, Negócio e Redes Sociais 24 de maio de 2012 Auditório ISEGI - UNL Patrocínio Principal Apoios Patrocinadores Globais APDSI APDSI Conferência Internet, Negócio e Redes Sociais Um Caminho

Leia mais

Negócios inovadores, experiências e Insights no e-commerce. Inovações e Insights e-commerce

Negócios inovadores, experiências e Insights no e-commerce. Inovações e Insights e-commerce Negócios inovadores, experiências e Insights no e-commerce. Apresentação @JoaoKepler O Vendedor Na Era Digital Todos nós vendemos alguma coisa. Principalmente Imagem. Processo de Vendas O processo de vendas,

Leia mais

Internet e Negócios O que mudou?

Internet e Negócios O que mudou? Universidade de São Paulo Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação Departamento de Ciências de Computação SCC0207 - Computadores e Sociedade I - Turma B - 2010 Profa. Graça Nunes Internet e Negócios

Leia mais

Revolução Multicanal no Setor de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos

Revolução Multicanal no Setor de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos Revolução Multicanal no Setor de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos Prof. Dr. Leandro Guissoni EAESP/FGV "N a fábrica fazem os cosm éticos, na loja vendem os esperança." ( Revlon) Agenda Multicanalidade

Leia mais

Exemplos de Inovação. Inovações de produto: Exemplos de inovações de produto:

Exemplos de Inovação. Inovações de produto: Exemplos de inovações de produto: Exemplos de Inovação Neste documento apresenta-se uma descrição dos vários tipos de inovação e respectivos exemplos para ajuda no preenchimento das questões relacionadas com a introdução de inovações.

Leia mais

Sistemas web e comércio eletrônico. Aula 02 Arquiteturas de comércio eletrônico

Sistemas web e comércio eletrônico. Aula 02 Arquiteturas de comércio eletrônico Sistemas web e comércio eletrônico Aula 02 Arquiteturas de comércio eletrônico Tópicos abordados Arquitetura do e-commerce Aspectos importantes do e-commerce Modelos de negócios Identificação do modelo

Leia mais

DIGITAL MARKETING PROFESSIONAL DIPLOMA PELO DIGITAL MARKETING INSTITUTE SEA SEO. www.cegoc.pt/news/marketingdigital WEB ANALYTICS.

DIGITAL MARKETING PROFESSIONAL DIPLOMA PELO DIGITAL MARKETING INSTITUTE SEA SEO. www.cegoc.pt/news/marketingdigital WEB ANALYTICS. O BO TC AM P DIGITAL MARKETING SEA WEB ANALYTICS SEO www.cegoc.pt/news/marketingdigital INTRODUÇÃO TIPOLOGIAS DE FORMAÇÃO ESTRATÉGICA OPERACIONAL PRÁTICA Formação estratégica, estruturante e pensante,

Leia mais

Produzido para. Criação, edição e maquetização de. Com o patrocínio de

Produzido para. Criação, edição e maquetização de. Com o patrocínio de Produzido para Criação, edição e maquetização de Com o patrocínio de Pensar Digital A pergunta que qualquer empreendedor ou gestor se coloca ao olhar para a Internet já não é se vale a pena começar um

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ SABRINA ALVES BUSIN RELAÇÃO ENTRE CANAIS: REFLEXOS NA BUSCA DE INFORMAÇÕES E ESCOLHA DO CONSUMIDOR

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ SABRINA ALVES BUSIN RELAÇÃO ENTRE CANAIS: REFLEXOS NA BUSCA DE INFORMAÇÕES E ESCOLHA DO CONSUMIDOR UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ SABRINA ALVES BUSIN RELAÇÃO ENTRE CANAIS: REFLEXOS NA BUSCA DE INFORMAÇÕES E ESCOLHA DO CONSUMIDOR CURITIBA 2014 SABRINA ALVES BUSIN RELAÇÃO ENTRE CANAIS: REFLEXOS NA BUSCA

Leia mais

Conceito Um verdadeiro ecossistema de empreendedorismo

Conceito Um verdadeiro ecossistema de empreendedorismo Conceito Um verdadeiro ecossistema de empreendedorismo O certame da ANJE, que recebe anualmente milhares de visitantes, direciona o foco para as startups inovadoras ao promover a interatividade entre players

Leia mais

F5 SC E- COMMERCE 2013 SANTA CATARINA Comportamento do Consumidor e Análise das principais categorias. Alexandre Crivellaro Agosto/2013

F5 SC E- COMMERCE 2013 SANTA CATARINA Comportamento do Consumidor e Análise das principais categorias. Alexandre Crivellaro Agosto/2013 F5 SC E- COMMERCE 2013 SANTA CATARINA Comportamento do Consumidor e Análise das principais categorias. Alexandre Crivellaro Agosto/2013 PANORAMA DO COMÉRCIO ELETRÔNICO COMÉRCIO ELETRÔNICO NO BRASIL Fonte:

Leia mais

Os novos paradigmas. 1º pelo JIT Just In Time. 2º no ponto de venda. 3º os recursos tecnológicos e humanos

Os novos paradigmas. 1º pelo JIT Just In Time. 2º no ponto de venda. 3º os recursos tecnológicos e humanos Os novos paradigmas 1º pelo JIT Just In Time 2º no ponto de venda 3º os recursos tecnológicos e humanos 1º pelo JIT - A globalização em que estamos inseridos - Escassez de recursos e custos inerentes -

Leia mais

A Gisgeo. Web SIG Sistemas de Informação Geográfica via web. Geo Marketing e Geo Turismo. Localização de pessoas. Gestão de frota automóvel

A Gisgeo. Web SIG Sistemas de Informação Geográfica via web. Geo Marketing e Geo Turismo. Localização de pessoas. Gestão de frota automóvel A Gisgeo Web SIG Sistemas de Informação Geográfica via web Geo Marketing e Geo Turismo Localização de pessoas Gestão de frota automóvel App de localização para smartphones Sistemas de navegação GPS A Gisgeo

Leia mais

Salário de E-commerce Director pode chegar aos 75.000

Salário de E-commerce Director pode chegar aos 75.000 Salário de E-commerce Director pode chegar aos 75.000 Outras conclusões: Recrutamento na área de Marketing Digital registou crescimento de 15%. Área de E- commerce cresceu 6% Remuneração dos profissionais

Leia mais

1 Descrição do Problema 1.1.Introdução

1 Descrição do Problema 1.1.Introdução 14 1 Descrição do Problema 1.1.Introdução Desde a década de 90, a Internet tem-se mostrado importante instrumento na vida cotidiana do consumidor, não somente para ampliar a pesquisa de informações sobre

Leia mais

2ª Conferência. Internet, Negócio e Redes Sociais Financiar, Inovar e Empreender. 21 de novembro de 2013 Auditório do ISEGI

2ª Conferência. Internet, Negócio e Redes Sociais Financiar, Inovar e Empreender. 21 de novembro de 2013 Auditório do ISEGI 2ª Conferência Internet, Negócio e Redes Sociais Financiar, Inovar e Empreender 21 de novembro de 2013 Auditório do ISEGI Patrocinador Principal Patrocinadores Globais APDSI Internet, Negócio e Redes Sociais

Leia mais

Preparando--se para o desafio do cliente individual e digital Preparando Mauro Segura Marketing e Comunicação IBM Brasil Estudo Global 2013/2014 + 4.000 entrevistas 70 países +20 segmentos de mercado CEOs,

Leia mais

Sistemas de Informações

Sistemas de Informações Sistemas de Informações Prof. Marco Pozam- mpozam@gmail.com A U L A 0 5 Ementa da disciplina Sistemas de Informações Gerenciais: Conceitos e Operacionalização. Suporte ao processo decisório. ERP Sistemas

Leia mais

De Web to Store para Digital in Store

De Web to Store para Digital in Store Livro branco De Web to Store para Digital in Store Converta seus visitantes online para consumidores offline www.kontestapp.com Introdução O comércio digital e o comércio tradicional evoluem de formas

Leia mais

Centro de Inovação e Competitividade

Centro de Inovação e Competitividade Centro de Inovação e Competitividade Contexto para a criação do centro Tendência Internacional das MO s GS1 Análise de melhores práticas mostra que muitas MO s da GS1 têm vindo a implementar Centros Similares,

Leia mais

Administração Mercadológica

Administração Mercadológica Organização Competitiva e Estratégias de Branding Administração Mercadológica Os elementos do mix de marketing Marketing-mix = Composto de MKt = 4P s Estratégia de produto Estratégia de preço Estratégia

Leia mais

Farmácias Estratégia e Diferenciação

Farmácias Estratégia e Diferenciação Seminário GVcev Farmácias Estratégia e Diferenciação Varejo multicanal Alternativa de negócio? Lismeri Avila Pesquisa e-commerce Pesquisa feita pelo Provar em 2006 40% dos consumidores pretendem comprar

Leia mais

De Web to Store para Digital in Store

De Web to Store para Digital in Store De Web to Store para Digital in Store Converta seus visitantes online para consumidores offline www.kontestapp.com Introdução O comércio digital e o comércio tradicional evoluem de formas diferentes mas

Leia mais

Tendências dos Contact Centers para 2015 23 de Abril Das 11h às 11:45h

Tendências dos Contact Centers para 2015 23 de Abril Das 11h às 11:45h Webinar : Tendências dos Contact Centers para 2015 23 de Abril Das 11h às 11:45h Agenda Sobre a Voxtron Que tipo de atendimento procuram os clientes Tendências dos Contact Centers para 2015 De que forma

Leia mais

Varejo multicanal ERA DIGITAL. por Roseli Morena Porto FGV-EAESP

Varejo multicanal ERA DIGITAL. por Roseli Morena Porto FGV-EAESP ERA DIGITAL Varejo multicanal Cresce o número de empresas brasileiras que disponibilizam vários canais para a comercialização de seus produtos e serviços. No varejo, apesar de a prática não ser recente,

Leia mais

o SEU clube de aluguer de DVD s na internet. BluePlanetDVD.com Study Case 2003 - IDEF/ISEG www.blueplanetdvd.com 1

o SEU clube de aluguer de DVD s na internet. BluePlanetDVD.com Study Case 2003 - IDEF/ISEG www.blueplanetdvd.com 1 BluePlanetDVD.com Study Case www.blueplanetdvd.com 1 A Ideia Necessidades não satisfeitas para o cliente; Uma IDEIA; Dois anos a amadurecer a ideia, de forma a ser inovadora, tecnologicamente avançada,

Leia mais

PHC dsuporte Externo

PHC dsuporte Externo PHC dsuporte Externo A assistência técnica pós-venda A solução remota para uma rápida interação com os Clientes, que permite aumentar a sua satisfação ao resolver os problemas de uma forma mais rápida

Leia mais

A consumerização do comércio multi canal B2B

A consumerização do comércio multi canal B2B A consumerização do comércio multi canal B2B A consumerização de TI é um assunto em evidência pelo fato de as organizações estarem sob crescente pressão para abrir as redes corporativas aos dispositivos

Leia mais

A QUALIDADE EM SERVIÇOS PRESTADOS PELA INTERNET

A QUALIDADE EM SERVIÇOS PRESTADOS PELA INTERNET 01 MANAGERIAL REPORT - UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA FACULDADE DE ECONOMIA E GESTÃO SUMÁRIO EXECUTIVO O principal objectivo deste projecto foi o de determinar o que constitui qualidade em serviços prestados

Leia mais

A QUALIDADE EM SERVIÇOS PRESTADOS PELA INTERNET

A QUALIDADE EM SERVIÇOS PRESTADOS PELA INTERNET 01 MANAGERIAL REPORT - UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA FACULDADE DE ECONOMIA E GESTÃO SUMÁRIO EXECUTIVO O principal objectivo deste projecto foi o de determinar o que constitui qualidade em serviços prestados

Leia mais

The Director s Report: The State of ecommerce in Brazil. Por Lariza Carrera, Executive Director, etail Brazil

The Director s Report: The State of ecommerce in Brazil. Por Lariza Carrera, Executive Director, etail Brazil The Director s Report: The State of ecommerce in Brazil Por Lariza Carrera, Executive Director, etail Brazil etailbrazil.com 2014 O mercado está se ajustando a uma realidade multi-canal não excludente,

Leia mais

Estratégia e Regras do Negócio: E-Commerce. O que é e-commerce?

Estratégia e Regras do Negócio: E-Commerce. O que é e-commerce? E-Commerce O que é e-commerce? Comércio electrónico ou e-commerce é um conceito aplicável a qualquer tipo de negócio ou transação comercial que implique a transferência de informação através da Internet.

Leia mais

Sobre Nós. Primeiro, pensamos em construir negócios. O seu negócio!

Sobre Nós. Primeiro, pensamos em construir negócios. O seu negócio! mistura.ws Sobre Nós Primeiro, pensamos em construir negócios. O seu negócio! Depois misturamos a melhor estratégia, design e tecnologia para oferecer excelentes resultados e garantir o seu sucesso. Somos

Leia mais

SUMÁRIO CONTENT DELIVERY NETWORK 10/20/2014

SUMÁRIO CONTENT DELIVERY NETWORK 10/20/2014 CONTENT DELIVERY NETWORK 20 OUT 2014 SUMÁRIO FACTOS HISTÓRICOS E CURIOSIDADES SOBRE A AKAMAI TECHNOLOGIES, INC. A INTERNET SEM REDES DE DISTRIBUIÇÃO DE CONTEÚDOS AKAMAI: REDE DE DISTRIBUIÇÃO DE CONTEÚDOS

Leia mais

Comércio eletrônico 05/05/15. Objetivos de estudo. Qual o papel do e- commerce nos negócios e quais as aplicações mais importantes?

Comércio eletrônico 05/05/15. Objetivos de estudo. Qual o papel do e- commerce nos negócios e quais as aplicações mais importantes? Escola Superior de Gestão e Tecnologia Comércio eletrônico Mercados digitais, mercadorias digitais Prof. Marcelo Mar3ns da Silva Objetivos de estudo Qual o papel do e- commerce nos negócios e quais as

Leia mais

COMÉRCIO ELETRÔNICO (E-COMMERCE) Disciplina: DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO Prof. Afonso Celso M. Madeira 8º semestre

COMÉRCIO ELETRÔNICO (E-COMMERCE) Disciplina: DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO Prof. Afonso Celso M. Madeira 8º semestre COMÉRCIO ELETRÔNICO (E-COMMERCE) Disciplina: DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO Prof. Afonso Celso M. Madeira 8º semestre E-COMMERCE x E-BUSINESS E-COMMERCE processos pelos quais consumidores, fornecedores e

Leia mais

4º Congresso brasileiro de meios eletrônicos de pagamento, São Paulo - Brasil, 15/10/2009 4º Congresso brasileiro de meios eletrônicos de pagamento

4º Congresso brasileiro de meios eletrônicos de pagamento, São Paulo - Brasil, 15/10/2009 4º Congresso brasileiro de meios eletrônicos de pagamento Solução Made by Um cartão à medida de cada cliente, São Paulo - Brasil, 15/10/2009 São Paulo, 15-10-2009 1 Agenda Overview Os mercado de meios eletrônicos de pagamento em Portugal Posicionamento da Caixa

Leia mais

Helena Amaral Neto, Business Development Director do ISEG: Economia digital é o mais importante fator de inovação para as empresas

Helena Amaral Neto, Business Development Director do ISEG: Economia digital é o mais importante fator de inovação para as empresas A1 Visitas diárias: 1367 Âmbito: Economia, Negócios e Gestão ID: 58802467 14-04-2015 OCS: OJE.pt Helena Amaral Neto, Business Development Director do ISEG: Economia digital é o mais importante fator de

Leia mais

2ª Conferência. Internet, Negócio e Redes Sociais Financiar, Inovar e Empreender. 21 de novembro de 2013 Auditório do ISEGI

2ª Conferência. Internet, Negócio e Redes Sociais Financiar, Inovar e Empreender. 21 de novembro de 2013 Auditório do ISEGI 2ª Conferência Internet, Negócio e Redes Sociais Financiar, Inovar e Empreender 21 de novembro de 2013 Auditório do ISEGI Patrocinador Principal Patrocinadores Globais APDSI 2ª Conferência Internet, Negócio

Leia mais

MISSÃO PORTUGAL BRANDS LIDERAR O MAIOR MOVIMENTO DE PROMOÇÃO DE MARCAS PORTUGUESAS NO MUNDO.

MISSÃO PORTUGAL BRANDS LIDERAR O MAIOR MOVIMENTO DE PROMOÇÃO DE MARCAS PORTUGUESAS NO MUNDO. MISSÃO PORTUGAL BRANDS LIDERAR O MAIOR MOVIMENTO DE PROMOÇÃO DE MARCAS PORTUGUESAS NO MUNDO. SERVIÇOS PORTUGAL BRANDS DESIGN EVENTS PORTUGALBRANDS.COM OFICINA DA MARCA SPEED MEETING YEAR BOOK VIP VERY

Leia mais

BIBLIOTECA NACIONAL DIGITAL RENOVADA

BIBLIOTECA NACIONAL DIGITAL RENOVADA BIBLIOTECA NACIONAL DIGITAL RENOVADA NOVOS SERVIÇOS, FUNCIONALIDADES E CONTEXTOS DE COOPERAÇÃO SUMÁRIO NOVA INTERFACE GRÁFICA DA BND COOPERAÇÃO RNOD REGISTO NACIONAL DE OBJETOS DIGITAIS PROJETOS EOD EBOOKS

Leia mais

Estudo Hábitos. Hábitos de uso e comportamento dos internautas nas mídias sociais e como as empresas podem melhorar sua atuação nas redes

Estudo Hábitos. Hábitos de uso e comportamento dos internautas nas mídias sociais e como as empresas podem melhorar sua atuação nas redes Estudo Hábitos 2012 Hábitos de uso e comportamento dos internautas nas mídias sociais e como as empresas podem melhorar sua atuação nas redes O estudo O Estudo Hábitos é realizado anualmente pela E.life

Leia mais

COMO O SEU NEGÓCIO PODE TIRAR O MELHOR PROVEITO DO NATAL

COMO O SEU NEGÓCIO PODE TIRAR O MELHOR PROVEITO DO NATAL COMO O SEU NEGÓCIO PODE TIRAR O MELHOR PROVEITO DO NATAL Introdução Estamos já em plena época natalícia, o que naturalmente traz uma maior apetência para consumir, nomeadamente em consequência da tradição

Leia mais