CIDADES SUSTENTÁVEIS Diploma de Estudos Pós-Graduados

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CIDADES SUSTENTÁVEIS Diploma de Estudos Pós-Graduados"

Transcrição

1 1 CIDADES SUSTENTÁVEIS Diploma de Estudos Pós-Graduados 1. Área Científica Predominante do Curso: Ambiente, urbanismo e desenvolvimento sustentável 2. Porquê um Curso na Área do Ambiente e Urbanismo na UNL? A emergência das novas problemáticas relacionadas com a sustentabilidade da cidade e do ambiente urbano origina a necessidade de técnicos/especialistas com uma formação específica. É uma área emergente com um novo mercado profissional no sector público e privado. Pelo seu impacto na qualidade de vida das comunidades é igualmente uma área de investigação científica da maior relevância. O curso poderá interessar a: a) Licenciados e mestres que pretendam aceder a uma formação orientada para a prática profissional ou de investigação científica em Cidades Sustentáveis, nas múltiplas dimensões ambientais, económicas, sociais e de boa governação. b) Profissionais (licenciados e mestres) que pretendam actualizar conhecimentos, aprofundar competências ou reorientar a sua área profissional. Outra atractividade e originalidade da pós-graduação são a sua abordagem em 3 escalas complementares: Cidade, Bairro e Edifício, sempre na óptica da sustentabilidade, inovação, boas práticas e abordagens multidisciplinares. Tratando-se de uma área interdisciplinar poderão concorrer licenciados e mestres em Eng. do Ambiente, Arquitectura, Eng. Civil, Arq. Paisagista, Geografia, Urbanismo, Sociologia, Biologia, Antropologia e outras áreas afins.

2 2 3. Objectivos O principal objectivo do curso é proporcionar uma formação teórica e prática tanto a profissionais já com experiência, que desejam efectuar uma actualização dos conhecimentos, assim como a recém formados à procura de melhores qualificações que lhes permitam aceder mais facilmente ao mercado de trabalho ou a prosseguir programas de investigação. Trata-se de um curso com uma visão eminentemente integradora de várias disciplinas e de enfoque prático, assente numa sólida formação teórica nas principais áreas que contribuem para a sustentabilidade das cidades. O enfoque prático é completado por um conjunto de visitas técnicas a projectos reconhecidos como sendo de boa prática e que estão na linha da frente na aplicação das melhores opções para a sustentabilidade das cidades. Decorrerão ainda workshops sobre Projecto do Planeamento Urbano e Projecto de Urbanismo. O curso está estruturado em 4 grandes grupos: I. Formação de Enquadramento: unidades curriculares que introduzem os conceitos e o enquadramento base sobre a Cidade. São unidades obrigatórias. Efectuam também uma introdução conceptual para o grupo seguinte, que está organizado em torno de visitas técnicas. II. Visitas Técnicas: o aluno deve realizar pelo menos 3 visitas de entre as 5 oferecidas. Análise de casos de estudo com visitas aos locais relevantes para o tema das Cidades Sustentáveis. Três visitas decorrem em território nacional (Lisboa) e duas visitas no estrangeiro (Barcelona e Hamburgo). São visitas acompanhadas por especialistas em urbanismo. III. Formação Aprofundada. Constitui uma das partes mais amplas do curso. Oferece formação aprofundada. A metodologia utilizada permite que o aluno se concentre nos temas do seu interesse. Alguma flexibilidade nos módulos aqui oferecidos, caso o aluno tenha efectuado todas as visitas de estudo. IV. Formação com apoio em Seminários Human Habitat da Iniciativa Construção ou outros a indicar. De acordo com o interesse do aluno e completando os necessários para o valor total. Decorrerão ainda dois workshops, um dedicado às Práticas de Urbanismo e outro às Práticas de Planeamento Urbano.

3 3 4. Horário Totalmente Pós Laboral O curso decorre em horário pós-laboral com um reforço de apoio tutorial à distância. As aulas presenciais decorrerão a cada 2 semanas (Sextas-Feiras ao fim da tarde e Sábados todo o dia) ocupando assim um espaço de cerca de 30 Semanas. 5. Plano Curricular A estrutura e a abrangência das unidades curriculares do curso estão montadas para cobrir o amplo leque dos principais desafios que as cidades enfrentam no contexto do desenvolvimento sustentável. Os docentes possuem elevada competência e trabalho de reconhecido mérito na sua área de especialização, garantindo um ensino de elevada qualidade. No âmbito da construção ambientalmente sustentável existe a colaboração da Iniciativa Construção e da série de Seminários do Human Habitat Docentes da Universitat de Barcelona, Universidad Politécnica de Madrid e Universidade de São Paulo, assegurarão os workshops e visitas. Estrutura dos Módulos e respectivos Para a obtenção do diploma é necessário 30 (sistema europeu de transferência de créditos). O aluno deverá obter 30 créditos de entre os indicados seguidamente: a) Módulos de Enquadramento Formação de Enquadramento Módulos Politicas de Cidade em Portugal e na Europa X XXX Construção XXX X X A Sustentabilidade e a Resiliência da Cidade Nota: é obrigatória a frequência dos módulos de enquadramento X X XXX Total Legenda: os conteúdos leccionadas nos módulos incidem fundamentalmente : Sem Incidência; X Incidência Leve; XX Forte; XXX Muito Forte.

4 4 b) Visitas Técnicas Visitas Técnicas Regime (horas) Local / Projecto Lisboa / Parque das Nações XX XXX X Hamburgo / HafenCity XX XXX X Lisboa / Reabilitação Urbana XXX XX X Barcelona / Regeneração Urbana XX XXX XXX Edifício da MSF ou outro a identificar XXX X - Total Nota:: São obrigatórias 3 Visitas técnicas a seleccionar pelo aluno, de entre as 5 visitas possíveis. Os custos das visitas estão incluídos na propina do curso.. Permite obter: 6 (caso de 3 visitas) e 10 (caso das 5 visitas) e inclui sempre os respectivos relatórios de visita. c) Módulos de Aprofundamento Formação Aprofundada Módulos Presencial Tutorial Regeneração Urbana (obrigatória) XXX XXX X Gestão Urbana X XX XXX Espaços Públicos na Cidade X XXX XX Coesão Urbana e Desafios Sociais XX XXX Estrutura Ecológica Urbana, Espaços Verdes e Corredores Verdes Mobilidade e Acessibilidade Energia e Carbono Zero na Cidade Governação, Administração Pública e Participação Cidadã Avaliação e Gestão de Projectos Urbanos XXX XXX X XXX XXX XX XX XXX XX XX XXX XX X Ecologia Urbana e Eco-Bairros X XXX XX Eco-Design e Análise do Ciclo de Vida XXX XX X Economia Urbana e Cidades Competitivas X XX XXX Frentes Urbanas Costeiras e Turismo Urbano X X XXX Investimentos Imobiliários e Fiscalidade XXX X X Gestão de Riscos em Ambiente Urbano XX XX XXX Acompanhamento Ambiental de Obra e Resíduos da Construção XXX X -- TIG em Ambiente Urbano X XXX XXX Certificação da Sustentabilidade em Ambientes Construídos X XXX XXX Total

5 5 d) Módulos em Seminários - em breve será disponibilizado o calendário para 2011 Workshops de projecto/aprofundamento Seminários Human Habitat 1 0, Human Habitat 2 0, Human Habitat 3 0, Human Habitat 4 0, Human Habitat 5 0, Human Habitat 6 0, Human Habitat 7 0, Human Habitat 8 0, Total Nota: Os dos módulos em Seminário podem substituir dos módulos b), c) ou e) excepto na disciplina de regeneração urbana (obrigatória). e) Workshops de aprofundamento Workshops de aprofundamento / projecto Seminários Práticas / Projecto de Urbanismo Práticas /Projecto de Planeamento Urbano Presencial Tutorial XXX XXX XX X XXX XXX Total Nota: Os dos workshops podem substituir dos módulos b), c) ou d), excepto na disciplina de regeneração urbana (obrigatória). Em Resumo: 840 horas de formação para uma cidade sustentável. Número Mínimo para Obter Diploma de Pós-Graduação Regime (horas) Total Total de necessários: 30 Total de horas em regime presencial necessárias: 252 Total de horas em regime tutorial necessárias: 588 Total de horas de formação necessárias: 840

6 6 6. Corpo Docente Docentes Professor Doutor João Farinha, coordenador científico Arqª António Perestrelo Professor Doutor Augusto Mateus (A confirmar) Professora Doutora Esther Higueras Escuela Técnica Superior de Arquitectura, Universidad Politécnica de Madrid Professor Doutor Francisco Ferreira Professora Doutora Graça Martinho Engª Helena Farral Professor Doutor João Joanaz de Melo Arqº. Paisagista João Nunes (a confirmar) S.A. Arq. Paisagista, ISA, ULT / PROAP Professor Doutor João Ferrão Instituto de Ciências Sociais, UL Engº João Teixeira Professor Doutor Jorge Cancela Fac. Arquitectura da UTL / Biodesign Professor Doutor José António Tenedório Dep. Geografia e Planeamento Regional, FCSH/UNL. Mestre José Carlos Ferreira Professora Doutora Júlia Seixas Professora Doutora Lia Vasconcelos Arqª Livia Tirone Iniciativa Construção Arqª Luís Serpa Professora Doutora Maria de Assunção Franco Fac. Arquitectura e urbanismo da Universidade de São Paulo Eng. Mário Alves Professor Doutor Manuel Pinheiro Departamento de Engenharia Civil e Arquitectura, IST/UTL Professor Doutor Miguel Amado Dep. Eng. Civil /FCT/UNL Professor António Carmona Rodrigues Professora Doutora Paula Sobral Professora Doutora Teresa Calvão Dr.ª Teresa Craveiro Dr.ª Teresa Goulão Professor Doutor Tomás Ramos Módulos/conferencias/workshops A Sustentabilidade e a Resiliência da Cidade Visita Técnica a Hamburgo / HafenCity Ecologia Urbana e Eco-Bairros Visita Técnicas/Workshops de Campo Economia Urbana e Cidades Competitivas Workshop complementar: Teoria e Práticas de Urbanismo Energia e Carbono Zero na Cidade Coesão Urbana e Desafios Sociais Acompanhamento Ambiental de Obra e Resíduos da Construção A Sustentabilidade e a Resiliência da Cidade Gestão de Riscos em Ambiente Urbano Human Habitat (gestão do ciclo de conferencias) Energia e Carbono Zero na Cidade Eco-Design e Análise do Ciclo de Vida Espaços Públicos na Cidade Politicas, Estratégias e Instrumentos para a Cidade Frentes Urbanas Costeiras e Turismo Urbano Estrutura Ecológica Urbana, Espaços Verdes e Corredores Verdes Tecnologias de Informação Geográfica em Ambiente Urbano Estrutura Ecológica Urbana, Espaços Verdes e Corredores Verdes Frentes Urbanas Costeiras e Turismo Urbano Gestão de Riscos em Ambiente Urbano Visita Técnica/Workshop de Campo em Barcelona Energia e Carbono Zero na Cidade Coesão Urbana e Desafios Sociais Governação, Administração Pública e Participação Cidadã Construção Human Habitat (gestão do ciclo de conferencias) Investimentos Imobiliários e Fiscalidade Workshop complementar: Teoria e Práticas de Planeamento Urbano Mobilidade e Acessibilidade Certificação da sustentabilidade em ambientes construídos. Visita ao Edifício da MSF ou outro a identificar Avaliação e Gestão de Projectos Urbanos Acompanhamento Ambiental de Obra e Resíduos da Construção Governação, Administração Pública e Participação Cidadã Ecologia Urbana e Eco-Bairros Ecologia Urbana e Eco-Bairros Gestão Urbana Regeneração Urbana Avaliação e Gestão de Projectos Urbanos

7 7 7. Avaliação e Assiduidade A avaliação do aluno será feita de forma contínua com a finalidade de acompanhar a aprendizagem. O aluno desenvolverá em grupo ou individualmente um projecto de Auditoria Urbana com o objectivo de avaliar a sustentabilidade e propor uma estratégia de intervenção para um determinado espaço urbano. O projecto será lançado no início das aulas e será desenvolvido ao longo dos módulos e workshops, que contribuirão com os fundamentos, métodos e técnicas para a sua realização. Frequência e assiduidade: Para a obtenção do diploma e dos créditos necessários, o aluno deverá participar com aproveitamento: - Nos módulos de enquadramento obrigatórios (registo do regime presencial e tutorial) - Nas 3 visitas técnicas escolhidas (com a entrega dos relatórios individuais de visita) - Nos módulos de aprofundamento escolhidos (registo do regime presencial e tutorial) - Nos módulos em seminário escolhidos (registo da presença) - Nos workshops de aprofundamento escolhidos (registo do regime presencial e tutorial) O aluno deverá frequentar pelo menos 75% da componente presencial dos módulos de enquadramento obrigatórios e dos módulos e workshops de aprofundamento que venha a escolher. Os exercícios desenvolvidos nos módulos e workshops contribuem para o desenvolvimento da Auditoria Urbana. 8. Apoios O DCEA encontra-se a realizar contactos e a finalizar protocolos com vista à obtenção do apoio e reconhecimento das principais ordens profissionais, associações profissionais, empresas, autarquias, universidades, centros de investigação entre outros. Com vista a uma internacionalização do curso, neste momento contamos com a colaboração de docentes das seguintes universidades: - Universitat de Barcelona - Universidad Politécnica de Madrid - Universidade de São Paulo Departamento de Ciências e Engenharia do Ambiente Campus da Caparica, Setembro de 2010

CIDADES SUSTENTÁVEIS Diplomas de Estudos Pós-Graduados

CIDADES SUSTENTÁVEIS Diplomas de Estudos Pós-Graduados 1 CIDADES SUSTENTÁVEIS Diplomas de Estudos Pós-Graduados 1. Área Científica Predominante do Curso: Ambiente, urbanismo e desenvolvimento sustentável 2. Porquê um Curso na Área do Ambiente e Urbanismo na

Leia mais

Pós-Graduação Conservação e Reabilitação do Edificado

Pós-Graduação Conservação e Reabilitação do Edificado Pós-Graduação Conservação e Reabilitação do Edificado Edital 4ª Edição 2012-2013 Barreiro, Julho de 2012 Pós-Graduação Conservação e Reabilitação do Edificado 1 ENQUADRAMENTO A Pós-Graduação em Conservação

Leia mais

MESTRADO EM ANÁLISES CLÍNICAS (i.é. ANÁLISES QUÍMICO-BIOLÓGICAS)

MESTRADO EM ANÁLISES CLÍNICAS (i.é. ANÁLISES QUÍMICO-BIOLÓGICAS) MESTRADO EM ANÁLISES CLÍNICAS (i.é. ANÁLISES QUÍMICO-BIOLÓGICAS) º Ciclo Bolonha Aviso n.º/0 (D.R. N.º,.ª série, de Dezembro de 0) Registo DGES: / (DR) Extracto do Regulamento Geral de Mestrados do ISCSEM

Leia mais

EngIQ. em Engenharia da Refinação, Petroquímica e Química. Uma colaboração:

EngIQ. em Engenharia da Refinação, Petroquímica e Química. Uma colaboração: EngIQ Programa de Doutoramento em Engenharia da Refinação, Petroquímica e Química Uma colaboração: Associação das Indústrias da Petroquímica, Química e Refinação (AIPQR) Universidade de Aveiro Universidade

Leia mais

INSTITUTO POLITÉCNICO DE COIMBRA PÓS-GRADUAÇÃO EM FINANÇAS EMPRESARIAIS. 1.ª Edição 2011-2012

INSTITUTO POLITÉCNICO DE COIMBRA PÓS-GRADUAÇÃO EM FINANÇAS EMPRESARIAIS. 1.ª Edição 2011-2012 INSTITUTO POLITÉCNICO DE COIMBRA PÓS-GRADUAÇÃO EM FINANÇAS EMPRESARIAIS 1.ª Edição 2011-2012 Nos termos do disposto no artigo 8.º, n.º 1, a), do Regime Jurídico das Instituições do Ensino Superior, aprovado

Leia mais

TURISMO DE PORTUGAL DEPARTAMENTO DE RECURSOS HUMANOS REGULAMENTO GERAL DA FORMAÇÃO

TURISMO DE PORTUGAL DEPARTAMENTO DE RECURSOS HUMANOS REGULAMENTO GERAL DA FORMAÇÃO TURISMO DE PORTUGAL DEPARTAMENTO DE RECURSOS HUMANOS REGULAMENTO GERAL DA FORMAÇÃO INDICE 1 NOTA PRÉVIA 3 2 LINHAS DE ORIENTAÇÃO ESTRATÉGICA 4 3 PLANO DE FORMAÇÃO 4 4 FREQUÊNCIA DE ACÇÕES DE FORMAÇÃO 6

Leia mais

MESTRADO EM INFORMAÇÃO E SISTEMAS EMPRESARIAIS

MESTRADO EM INFORMAÇÃO E SISTEMAS EMPRESARIAIS MESTRADO EM INFORMAÇÃO E SISTEMAS EMPRESARIAIS Belo Horizonte Município de Boane, Província de Maputo 2014 MESTRADO EM INFORMAÇÃO E SISTEMAS EMPRESARIAIS INTRODUÇÃO O curso de Mestrado em Informação e

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO ECONOMIA DA ENERGIA, AMBIENTE E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL

PÓS-GRADUAÇÃO ECONOMIA DA ENERGIA, AMBIENTE E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL PÓS-GRADUAÇÃO ECONOMIA DA ENERGIA, AMBIENTE E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL 2015-2016 2 PÓS-GRADUAÇÃO ECONOMIA DA ENERGIA, AMBIENTE E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL COORDENAÇÃO Eng.º Nuno Ribeiro da Silva Prof.

Leia mais

O Social pela Governança. Mestrados Profissionalizantes Planos Curriculares Gestão

O Social pela Governança. Mestrados Profissionalizantes Planos Curriculares Gestão O Social pela Governança Mestrados Profissionalizantes Planos Curriculares Gestão ÍNDICE GESTÃO... 3 OBJECTIVOS... 3 DESTINATÁRIOS... 3 CONDIÇÕES DE ACESSO E SELECÇÃO DOS CANDIDATOS... 3 INSCRIÇÕES E NÚMERO

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO EM ACTIVIDADE FÍSICA NA GRAVIDEZ E PÓS-PARTO

PÓS-GRADUAÇÃO EM ACTIVIDADE FÍSICA NA GRAVIDEZ E PÓS-PARTO Instituto Politécnico de Santarém Escola Superior de Desporto de Rio Maior PÓS-GRADUAÇÃO EM ACTIVIDADE FÍSICA NA GRAVIDEZ E PÓS-PARTO REGULAMENTO Artigo 1.º Designação A Escola Superior de Desporto de

Leia mais

WORKSHOP CIDADANIA E ORDENAMENTO MUNICIPAL

WORKSHOP CIDADANIA E ORDENAMENTO MUNICIPAL WORKSHOP CIDADANIA E ORDENAMENTO MUNICIPAL OBJECTIVOS No final desta acção os formandos devem ser capazes de: Identificar aspectos críticos nos Instrumentos de Planeamento para a sustentabilidade local;

Leia mais

1911 2011 A caminho do Centenário

1911 2011 A caminho do Centenário 1911 2011 A caminho do Centenário Licenciaturas ISEG 1º Ciclo de Bolonha ISEG: Uma Escola de referência. O ISEG forma Economistas e Gestores com espírito de liderança e inovação assente numa sólida capacidade

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO EM INTEGRAÇÃO DE SISTEMAS E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL

PÓS-GRADUAÇÃO EM INTEGRAÇÃO DE SISTEMAS E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL PÓS-GRADUAÇÃO EM INTEGRAÇÃO DE SISTEMAS E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL ENQUADRAMENTO E OBJECTIVOS: Num mundo em constante aceleração económica, tecnológica e de produção de grandes quantidades de conhecimento,

Leia mais

Cursos de Doutoramento

Cursos de Doutoramento PROSPECTO FACULDADE DE ECONOMIA Cursos de Doutoramento CONTACTOS FACULDADE DE ECONOMIA Av. Julius Nyerere, Campus Universitário, 3453 Tel: +258 21 496301 Fax. +258 21 496301 1 MENSAGEM DO DIRECTOR Sejam

Leia mais

Guia de Curso. Pós-Graduação em Reabilitação Sustentável de Edifícios. Universidade Aberta Departamento de Educação e Ensino a Distância

Guia de Curso. Pós-Graduação em Reabilitação Sustentável de Edifícios. Universidade Aberta Departamento de Educação e Ensino a Distância Universidade Aberta Departamento de Educação e Ensino a Distância Instituto Politécnico de Castelo Branco Escola Superior de Tecnologia Coordenação do Curso José António Moreira & Ana Ferreira Ramos jmoreira@uab.pt;

Leia mais

REGULAMENTO DE REALIZAÇÃO DE CURSOS DE FORMAÇÃO PÓS-GRADUADA NO ISA

REGULAMENTO DE REALIZAÇÃO DE CURSOS DE FORMAÇÃO PÓS-GRADUADA NO ISA REGULAMENTO DE REALIZAÇÃO DE CURSOS DE FORMAÇÃO PÓS-GRADUADA NO ISA Preâmbulo É cada vez mais consensual a importância estratégica que as pessoas (vulgarmente chamadas de recursos humanos) desempenharão

Leia mais

M A T E M Á T I C A ENGENHARIA GEOGRÁFICA LICENCIATURAS MESTRADOS DOUTORAMENTOS

M A T E M Á T I C A ENGENHARIA GEOGRÁFICA LICENCIATURAS MESTRADOS DOUTORAMENTOS M A T E M Á T I C A ENGENHARIA GEOGRÁFICA LICENCIATURAS MESTRADOS DOUTORAMENTOS JÁ PENSASTE EM ESTUDAR MATEMÁTICA? Esta brochura destina-se a todos os jovens que gostam de Matemática e que querem conhecer

Leia mais

UNIVERSIDADE TÉCNICA DE MOÇAMBIQUE UDM DIRECÇÃO ACADÉMICA ÁREA DE FORMAÇÃO EM CIÊNCIAS TECNOLÓGICAS CURRÍCULO DO CURSO

UNIVERSIDADE TÉCNICA DE MOÇAMBIQUE UDM DIRECÇÃO ACADÉMICA ÁREA DE FORMAÇÃO EM CIÊNCIAS TECNOLÓGICAS CURRÍCULO DO CURSO UNIVERSIDADE TÉCNICA DE MOÇAMBIQUE UDM DIRECÇÃO ACADÉMICA ÁREA DE FORMAÇÃO EM CIÊNCIAS TECNOLÓGICAS CURRÍCULO DO CURSO LICENCIATURA EM ENGENHARIA E GESTÃO DE TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO ( T

Leia mais

Licenciatura em Administração Pública (LAP)

Licenciatura em Administração Pública (LAP) UNIVERSIDADE TÉCNICA DE MOÇAMBIQUE UDM DIRECÇÃO ACADÉMICA CURRÍCULO DA ÁREA DE FORMAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO E GESTÃO DE EMPRESAS AFAGE Licenciatura em Administração Pública (LAP) Maputo, Julho de 2015 UDM

Leia mais

MESTRADO INTEGRADO EM ARQUITETURA NORMAS REGULAMENTARES ARTIGO 1.º. Grau

MESTRADO INTEGRADO EM ARQUITETURA NORMAS REGULAMENTARES ARTIGO 1.º. Grau MESTRADO INTEGRADO EM ARQUITETURA NORMAS REGULAMENTARES ARTIGO 1.º Grau 1. A ESAP confere o grau de Mestre em Arquitetura, através de Mestrado Integrado, na especialidade de Arquitetura e comprova um nível

Leia mais

Curso de Biotecnologia e Inovação Vitivinícola Formação Avançada

Curso de Biotecnologia e Inovação Vitivinícola Formação Avançada Curso de Biotecnologia e Inovação Vitivinícola Formação Avançada Curso de Biotecnologia e Inovação Vitivinícola Formação Avançada Novembro de 2008 a Maio de 2009 Edifício Expobeiras Parque Industrial de

Leia mais

Ciclo de Estudos Conducente ao Grau de Mestre em Tecnologia e Segurança Alimentar. Normas regulamentares

Ciclo de Estudos Conducente ao Grau de Mestre em Tecnologia e Segurança Alimentar. Normas regulamentares Ciclo de Estudos Conducente ao Grau de Mestre em Tecnologia e Segurança Alimentar Normas regulamentares Preâmbulo O regulamento do Ciclo de Estudos Conducente ao Grau de Mestre em Tecnologia e Segurança

Leia mais

UNIVERSIDADE DOS AÇORES DEPARTAMENTO DE HISTÓRIA, FILOSOFIA E CIÊNCIAS SOCIAIS PÓS-GRADUAÇÃOE MESTRADO EM CIÊNCIAS SOCIAIS: BOLETIM DE CANDIDATURA

UNIVERSIDADE DOS AÇORES DEPARTAMENTO DE HISTÓRIA, FILOSOFIA E CIÊNCIAS SOCIAIS PÓS-GRADUAÇÃOE MESTRADO EM CIÊNCIAS SOCIAIS: BOLETIM DE CANDIDATURA UNIVERSIDADE DOS AÇORES DEPARTAMENTO DE HISTÓRIA, FILOSOFIA E CIÊNCIAS SOCIAIS PÓS-GRADUAÇÃOE MESTRADO EM CIÊNCIAS SOCIAIS: BOLETIM DE CANDIDATURA Nº (reservado aos serviços) A. ELEMENTOS DE IDENTIFICAÇÃO

Leia mais

1 - Área científica predominante da Pós-Graduação: Ciências da Educação

1 - Área científica predominante da Pós-Graduação: Ciências da Educação INSTITUTO POLITÉCNICO DE PORTALEGRE ESCOLA SUPERIOR DE EDUCAÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO EM BIBLIOTECAS E PROMOÇÃO DA LEITURA ANO LETIVO DE 2013/2014 INFORMAÇÕES SOBRE O CURSO 1 - Área científica predominante da

Leia mais

GESTÃO DA QUALIDADE NA SAÚDE

GESTÃO DA QUALIDADE NA SAÚDE valor acrescentado para a sua carreira GESTÃO DA QUALIDADE NA SAÚDE 2ª edição Coordenação Científica: Prof. Doutor José Miguel Soares Direcção Executiva: Mestre Sérgio Sousa PÓS-GRADUAÇÃO 07/08 Pós-Graduação

Leia mais

UNIVERSIDADE TÉCNICA DE MOÇAMBIQUE UDM DIRECÇÃO ACADÉMICA CURRÍCULO DA ÁREA DE FORMAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO E GESTÃO DE EMPRESAS AFAGE

UNIVERSIDADE TÉCNICA DE MOÇAMBIQUE UDM DIRECÇÃO ACADÉMICA CURRÍCULO DA ÁREA DE FORMAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO E GESTÃO DE EMPRESAS AFAGE UNIVERSIDADE TÉCNICA DE MOÇAMBIQUE UDM DIRECÇÃO ACADÉMICA CURRÍCULO DA ÁREA DE FORMAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO E GESTÃO DE EMPRESAS AFAGE Licenciatura em Gestão Financeira (LGF) Maputo, Julho de 2015 UDM 1 A

Leia mais

SISTEMAS DE ENERGIA E ECO-EFICIÊNCIA

SISTEMAS DE ENERGIA E ECO-EFICIÊNCIA PÓS-GRADUAÇÃO 2011/2012 Organização: IPA Instituto Superior Autónomo de Estudos Politécnicos Início e Duração do Curso: Março de 2012 a Dezembro de 2012 2 semestres (270 horas 60 ECTS) Horário: Sextas

Leia mais

NCE/12/00971 Relatório final da CAE - Novo ciclo de estudos

NCE/12/00971 Relatório final da CAE - Novo ciclo de estudos NCE/12/00971 Relatório final da CAE - Novo ciclo de estudos Caracterização do pedido Perguntas A.1 a A.10 A.1. Instituição de Ensino Superior / Entidade Instituidora: Universidade Do Minho A.1.a. Outra(s)

Leia mais

Avaliação do Desempenho do. Pessoal Docente. Manual de Utilizador

Avaliação do Desempenho do. Pessoal Docente. Manual de Utilizador Avaliação do Desempenho do Pessoal Docente Manual de Utilizador Junho de 2011 V6 Índice 1 ENQUADRAMENTO... 4 1.1 Aspectos gerais... 4 1.2 Normas importantes de acesso e utilização da aplicação... 4 1.3

Leia mais

O ENSINO DE MECANIZAÇÃO AGROFLORESTAL APÓS O PROCESSO DE CONVERGÊNCIA NO ESPAÇO EUROPEU DE ENSIO SUPERIOR

O ENSINO DE MECANIZAÇÃO AGROFLORESTAL APÓS O PROCESSO DE CONVERGÊNCIA NO ESPAÇO EUROPEU DE ENSIO SUPERIOR O ENSINO DE MECANIZAÇÃO AGROFLORESTAL APÓS O PROCESSO DE CONVERGÊNCIA NO ESPAÇO EUROPEU DE ENSIO SUPERIOR (Processo de Bologna) SEIS ANOS DE EXPERIÊNCIA Almeida, Arlindo Departamento de Produção e Tecnologia

Leia mais

CONFERÊNCIA FINAL ECONewFARMERS. O Projeto de Ensino a Distância da Universidade de Coimbra UC_D

CONFERÊNCIA FINAL ECONewFARMERS. O Projeto de Ensino a Distância da Universidade de Coimbra UC_D CONFERÊNCIA FINAL ECONewFARMERS O Projeto de Ensino a Sílvia Nolan 1 Factos e Números Fundada em 1290 Uma das universidades mais antigas do mundo A única em Portugal até 1911 21820 alunos 2056 alunos estrangeiros

Leia mais

Pós-Graduação. Mercados Internacionais e Diplomacia Económica. 1ª Edição

Pós-Graduação. Mercados Internacionais e Diplomacia Económica. 1ª Edição Pós-Graduação Mercados Internacionais e Diplomacia Económica 1ª Edição 2011/2012 Mercados Internacionais e Diplomacia Económica Coordenação Científica Prof. Doutor Joaquim Ramos Silva Prof. Doutor Manuel

Leia mais

47586 Diário da República, 2.ª série N.º 232 5 de Dezembro de 2011

47586 Diário da República, 2.ª série N.º 232 5 de Dezembro de 2011 47586 Diário da República, 2.ª série N.º 232 5 de Dezembro de 2011 2) Cartas de curso identificação do Reitor da Universidade Nova de Lisboa, identificação do titular do grau, n.º do documento de identificação

Leia mais

Regulamento de Estágio do Mestrado em Desporto 2009

Regulamento de Estágio do Mestrado em Desporto 2009 Instituto Politécnico de Santarém ESCOLA SUPERIOR DE DESPORTO DE RIO MAIOR MESTRADO EM DESPORTO REGULAMENTO DE ESTÁGIO Este regulamento enquadra-se no âmbito do artigo 21.º do regulamento específico do

Leia mais

Educação Formação Avançada

Educação Formação Avançada ISEC Instituto Superior de Educação e Ciências Educação Formação Avançada ISEC Instituto Superior de Educação e Ciências Educação Formação Avançada Unidade Científico- Pedagógica de Ciências da Educação

Leia mais

REGULAMENTO DO CURSO DE MESTRADO EM DESPORTO DA ESCOLA SUPERIOR DE DESPORTO DE RIO MAIOR DO INSTITUTO POLITÉCNICO DE SANTARÉM

REGULAMENTO DO CURSO DE MESTRADO EM DESPORTO DA ESCOLA SUPERIOR DE DESPORTO DE RIO MAIOR DO INSTITUTO POLITÉCNICO DE SANTARÉM REGULAMENTO DO CURSO DE MESTRADO EM DESPORTO DA ESCOLA SUPERIOR DE DESPORTO DE RIO MAIOR DO INSTITUTO POLITÉCNICO DE SANTARÉM Artigo 1.º Natureza e âmbito de aplicação 1. O curso pretende atingir os objectivos

Leia mais

CURSO DE VERÃO E&O Formação em Elaboração de Candidaturas / Gestão Ciclo de Projecto

CURSO DE VERÃO E&O Formação em Elaboração de Candidaturas / Gestão Ciclo de Projecto CURSO DE VERÃO E&O Formação em Elaboração de Candidaturas / Gestão Ciclo de Projecto INTRODUÇÃO A necessidade sentida por um cada vez maior número de técnicos de diversas áreas disciplinares nas vertentes

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO EM CONTROLO DE GESTÃO E FISCALIDADE PARA PME S

PÓS-GRADUAÇÃO EM CONTROLO DE GESTÃO E FISCALIDADE PARA PME S PÓS-GRADUAÇÃO EM CONTROLO DE GESTÃO E FISCALIDADE PARA PME S CÂMARA DO COMÉRCIO DE ANGRA DO HEROÍSMO E INSTITUTO SUPERIOR DE ECONOMIA E GESTÃO Angra do Heroísmo 2010/2011 1 Objectivos Este curso de pós-graduação

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO CONSULTORIA E AUDITORIA ALIMENTAR AUDITOR LÍDER ISO

PÓS-GRADUAÇÃO CONSULTORIA E AUDITORIA ALIMENTAR AUDITOR LÍDER ISO PÓS-GRADUAÇÃO CONSULTORIA E AUDITORIA ALIMENTAR AUDITOR LÍDER ISO 22000:2005 Lead Auditor Training course ENTIDADES PARCEIRAS SGS PORTUGAL SOCIEDADE GERAL DE SUPERINTENDÊNCIA, S.A. O Grupo SGS Société

Leia mais

GESTÃO DE RISCO E PROTEÇÃO CIVIL

GESTÃO DE RISCO E PROTEÇÃO CIVIL Curso Novo Ficha Académica de Curso GESTÃO DE RISCO E PROTEÇÃO CIVIL Pós-Graduação Curso Pós-Graduação em GESTÃO DE RISCO E PROTEÇÃO CIVIL Unidade Orgânica ULP / FCNET Grau ECTS 65 ECTS Horas de Contacto

Leia mais

PROGRAMA DE METODOLOGIA DO ENSINO DE MATEMÁTICA 11ª Classe

PROGRAMA DE METODOLOGIA DO ENSINO DE MATEMÁTICA 11ª Classe PROGRAMA DE METODOLOGIA DO ENSINO DE MATEMÁTICA 11ª Classe Formação de Professores do 1º Ciclo do Ensino Secundário Formação Profissional Ficha Técnica Título Programa de Metodologia do Ensino de Matemática

Leia mais

INSTITUTO SUPERIOR DE CIÊNCIAS EDUCATIVAS

INSTITUTO SUPERIOR DE CIÊNCIAS EDUCATIVAS INSTITUTO SUPERIOR DE CIÊNCIAS EDUCATIVAS RELATÓRIO ANUAL (2009/2010) Índice 1 Cumprimento do plano estratégico e do plano anual... 2 1.1. Do plano estratégico... 2 1.1.1. - Desenvolvimento e Inovação

Leia mais

Licenciatura em Gestão de Marketing (LMK)

Licenciatura em Gestão de Marketing (LMK) UNIVERSIDADE TÉCNICA DE MOÇAMBIQUE UDM DIRECÇÃO ACADÉMICA CURRÍCULO DA ÁREA DE FORMAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO E GESTÃO DE EMPRESAS AFAGE Licenciatura em Gestão de Marketing (LMK) Maputo, Julho de 2015 UDM 1

Leia mais

Apreciação do Anteprojecto de Decreto-Lei sobre o Regime Jurídico da Habilitação Profissional para a Docência

Apreciação do Anteprojecto de Decreto-Lei sobre o Regime Jurídico da Habilitação Profissional para a Docência Apreciação do Anteprojecto de Decreto-Lei sobre o Regime Jurídico da Habilitação Profissional para a Docência Documento elaborado no âmbito das 1ª, 2ª e 3ª Comissões Permanentes e aprovado na reunião destas

Leia mais

Proposta de MM-FEUP. de Recursos Educativos. Multimédia. Arte e Comunicação Multimédia. Página 1

Proposta de MM-FEUP. de Recursos Educativos. Multimédia. Arte e Comunicação Multimédia. Página 1 Proposta de Projecto Integração de Recursos Educativos Multimédia Arte e Comunicação Multimédia.: Proposta de Projecto :. Integração de Conteúdos Educativos Multimédia Título Proposta de Projecto Integração

Leia mais

Reitoria. No plano orçamental para 2009 foi definida uma provisão no valor de 300.000 euros para o Programa - Qualidade.

Reitoria. No plano orçamental para 2009 foi definida uma provisão no valor de 300.000 euros para o Programa - Qualidade. Reitoria Circular RT-05/2009 Programa Qualidade 2009 Apesar dos constrangimentos financeiros impostos pelo orçamento atribuído para 2009, é importante garantir que são apoiadas as experiências e os projectos

Leia mais

2º CURSO DE MESTRADO EM ENFERMAGEM: ÁREA DE ESPECIALIZAÇÃO DE GESTÃO EM ENFERMAGEM DOCUMENTO ORIENTADOR

2º CURSO DE MESTRADO EM ENFERMAGEM: ÁREA DE ESPECIALIZAÇÃO DE GESTÃO EM ENFERMAGEM DOCUMENTO ORIENTADOR 2º CURSO DE MESTRADO EM ENFERMAGEM: ÁREA DE ESPECIALIZAÇÃO DE GESTÃO EM ENFERMAGEM DOCUMENTO ORIENTADOR Lisboa 2010 SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO 2. NATUREZA E JUSTIFICAÇÃO DO CURSO 3. COMPETÊNCIAS TRANSVERSAIS

Leia mais

Indicadores Gerais para a Avaliação Inclusiva

Indicadores Gerais para a Avaliação Inclusiva Preâmbulo A avaliação inclusiva é uma abordagem à avaliação em ambientes inclusivos em que as políticas e as práticas são concebidas para promover, tanto quanto possível, a aprendizagem de todos os alunos.

Leia mais

Mestrado de Marketing e Comunicação ESEC ESTGOH Regulamento de Projeto Estágio 1

Mestrado de Marketing e Comunicação ESEC ESTGOH Regulamento de Projeto Estágio 1 1 PREÂMBULO O presente Regulamento organiza a unidade curricular de Projeto Estágio do Mestrado em Marketing e Comunicação. No ensino politécnico, o ciclo de estudos conducente ao grau de mestre deve assegurar,

Leia mais

Programa Nacional de Desenvolvimento do Empreendedorismo,, Inovação e Emprego no Sector Cultural e Criativo Cri[activo]

Programa Nacional de Desenvolvimento do Empreendedorismo,, Inovação e Emprego no Sector Cultural e Criativo Cri[activo] Programa Nacional de Desenvolvimento do Empreendedorismo,, Inovação e Emprego no Sector Cultural e Criativo Cri[activo] 1. ENQUADRAMENTO Ao longo de 2009 consolidou-se em Portugal o reconhecimento de que

Leia mais

UNIVERSIDADE NOVA DE LISBOA Escola Nacional de Saúde Pública REGULAMENTO E PLANO DE ESTUDOS CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM SAÚDE PÚBLICA

UNIVERSIDADE NOVA DE LISBOA Escola Nacional de Saúde Pública REGULAMENTO E PLANO DE ESTUDOS CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM SAÚDE PÚBLICA REGULAMENTO E PLANO DE ESTUDOS CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM SAÚDE PÚBLICA JULHO DE 2015 ÍNDICE CHAVE DE SIGLAS 1. INTRODUÇÃO... 3 2. DESTINATÁRIOS... 4 3. FINALIDADE... 4 4. OBJECTIVOS GERAIS... 4 5. PLANO

Leia mais

Faculdade de Tecnologia SENAI Belo Horizonte

Faculdade de Tecnologia SENAI Belo Horizonte PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU FATEC SENAI BH A Faculdade de Tecnologia SENAI Belo Horizonte, credenciada pelo MEC pela Portaria n 1788 de 27 de maio de 2005 e despacho SEMTEC nº 311/2005, apresenta

Leia mais

GESTÃO AVANÇADA DE CONTACT CENTERS

GESTÃO AVANÇADA DE CONTACT CENTERS GESTÃO AVANÇADA DE CONTACT CENTERS 2 GESTÃO AVANÇADA DE CONTACT CENTERS GESTÃO AVANÇADA DE CONTACT CENTERS COORDENAÇÃO Prof. Doutor Vítor da Conceição Gonçalves Eng. João Nunes Borges Eng. Paulo Loja APRESENTAÇÃO

Leia mais

Pós-graduação Gestão da Sustentabilidade do Edificado. Edital 1ª Edição 2012-2013

Pós-graduação Gestão da Sustentabilidade do Edificado. Edital 1ª Edição 2012-2013 Pós-graduação Gestão da Sustentabilidade do Edificado Edital 1ª Edição 2012-2013 Barreiro, Maio de 2012 ENQUADRAMENTO A Pós-Graduação em Gestão da Sustentabilidade do Edificado (PGGSE) é uma realização

Leia mais

O Social pela Governança. Mestrados Profissionalizantes Planos Curriculares Contabilidade, Fiscalidade e Finanças Empresariais

O Social pela Governança. Mestrados Profissionalizantes Planos Curriculares Contabilidade, Fiscalidade e Finanças Empresariais O Social pela Governança Mestrados Profissionalizantes Planos Curriculares Contabilidade, Fiscalidade e Finanças Empresariais ÍNDICE CONTABILIDADE, FISCALIDADE E FINANÇAS EMPRESARIAIS... 3 OBJECTIVOS...

Leia mais

MESTRADO EM PSICOLOGIA SOCIAL E DAS ORGANIZAÇÕES GUIA DE ORGANIZAÇÃO E DE FUNCIONAMENTO DOS ESTÁGIOS

MESTRADO EM PSICOLOGIA SOCIAL E DAS ORGANIZAÇÕES GUIA DE ORGANIZAÇÃO E DE FUNCIONAMENTO DOS ESTÁGIOS INSTI INSTUTO SUPERIOR DE CIÊNCIAS DO TRABALHO E DA EMPRESA DEPARTAMENTO DE PSICOLOGIA SOCIAL E DAS ORGANIZAÇÕES MESTRADO EM PSICOLOGIA SOCIAL E DAS ORGANIZAÇÕES GUIA DE ORGANIZAÇÃO E DE FUNCIONAMENTO

Leia mais

NCE/13/00276 Relatório preliminar da CAE - Novo ciclo de estudos

NCE/13/00276 Relatório preliminar da CAE - Novo ciclo de estudos NCE/13/00276 Relatório preliminar da CAE - Novo ciclo de estudos Caracterização do pedido Perguntas A.1 a A.10 A.1. Instituição de Ensino Superior / Entidade Instituidora: Universidade Do Minho A.1.a.

Leia mais

Programa de Unidade Curricular

Programa de Unidade Curricular 0x08 graphic Programa de Unidade Curricular Faculdade de Arquitectura e Artes Mestrado Integrado em Arquitectura Unidade Curricular : PROJECTO III Recuperação Arqcª e Urbana Planeamento Urbano Semestres:

Leia mais

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO F O R M A Ç Ã O A V A N Ç A D A CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO FORMAÇÃO ESPECÍFICA PARA MEMBROS DA ORDEM DOS ENGENHEIROS ENQUADRAMENTO O CEGE/ISEG é um centro de investigação e projectos do ISEG Instituto

Leia mais

WORKSHOP MANUAL DE INSTRUÇÕES PARA CASAS POUCO BANAIS ÍNDICE

WORKSHOP MANUAL DE INSTRUÇÕES PARA CASAS POUCO BANAIS ÍNDICE WORKSHOP MANUAL DE INSTRUÇÕES PARA CASAS POUCO BANAIS organização e coordenação: Apoio: Participação: Local: ÍNDICE 1. WORKSHOP 1.1. Apresentação 1.2. Estrutura 1.3. Objectivos 1.4. Participantes 1.5.

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular AMBIENTE E SUSTENTABILIDADE Ano Lectivo 2014/2015

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular AMBIENTE E SUSTENTABILIDADE Ano Lectivo 2014/2015 Programa da Unidade Curricular AMBIENTE E SUSTENTABILIDADE Ano Lectivo 2014/2015 1. Unidade Orgânica Arquitectura e Artes (1º Ciclo) 2. Curso Arquitectura 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade Curricular AMBIENTE

Leia mais

Curso de Gestão Para Empresários e Directores

Curso de Gestão Para Empresários e Directores Curso de Gestão Para Empresários e Directores Sob a direcção do Doutor José Nunes Maia, Professor Aposentado do ISCTE Lisboa, a MoreData pretende dar início à 1ª edição do Curso de Gestão para Empresários

Leia mais

O Social pela Governança. Mestrados Profissionalizantes Planos Curriculares Segurança e Higiene no trabalho

O Social pela Governança. Mestrados Profissionalizantes Planos Curriculares Segurança e Higiene no trabalho O Social pela Governança Mestrados Profissionalizantes Planos Curriculares Segurança e Higiene no trabalho ÍNDICE HIGIENE E SEGURANÇA NO TRABALHO... 3 OBJECTIVOS... 3 DESTINATÁRIOS... 3 INSCRIÇÕES E NÚMERO

Leia mais

O ACOMPANHAMENTO TÉCNICO COMO CONTRIBUTO PARA A MELHORIA DO DESEMPENHO DA INDÚSTRIA EXTRACTIVA

O ACOMPANHAMENTO TÉCNICO COMO CONTRIBUTO PARA A MELHORIA DO DESEMPENHO DA INDÚSTRIA EXTRACTIVA O ACOMPANHAMENTO TÉCNICO COMO CONTRIBUTO PARA A MELHORIA DO DESEMPENHO DA INDÚSTRIA EXTRACTIVA Guerreiro, Humberto Eng. de Minas - Visa Consultores, S.A., Oeiras. 1. INTRODUÇÃO Na exploração de minas e

Leia mais

Instituto de Educação

Instituto de Educação Instituto de Educação Universidade de Lisboa Oferta Formativa Pós-Graduada Doutoramento em Educação Especialização: Administração e Política Educacional Edição Instituto de Educação da Universidade de

Leia mais

ACEF/1112/14972 Relatório preliminar da CAE

ACEF/1112/14972 Relatório preliminar da CAE ACEF/1112/14972 Relatório preliminar da CAE Caracterização do ciclo de estudos Perguntas A.1 a A.10 A.1. Instituição de ensino superior / Entidade instituidora: Instituto Politécnico De Leiria A.1.a. Identificação

Leia mais

RELATÓRIO DE CONCRETIZAÇÃO DO PROCESSO DE BOLONHA

RELATÓRIO DE CONCRETIZAÇÃO DO PROCESSO DE BOLONHA RELATÓRIO DE CONCRETIZAÇÃO DO PROCESSO DE BOLONHA 2007/2008 DEPARTAMENTO Secção Autónoma de Ciências da Saúde 1. INTRODUÇÃO Em 2003 foi criado o Mestrado em Geriatria e Gerontologia, que se iniciou no

Leia mais

Ciclo de Seminários de Especialização. Avaliação do risco no projecto

Ciclo de Seminários de Especialização. Avaliação do risco no projecto Ciclo de Seminários de Especialização Avaliação do risco no projecto Enquadramento O Ciclo de Seminários de especialização Avaliação do risco no projecto resulta de uma parceria entre a H.MENEZES Risk

Leia mais

BONA PRATICA Nº 9: CURSO DE EMPREENDEDORISMO DE BASE TECNOLÓGICA UNIVERSIDAD DE COIMBRA

BONA PRATICA Nº 9: CURSO DE EMPREENDEDORISMO DE BASE TECNOLÓGICA UNIVERSIDAD DE COIMBRA BONA PRATICA Nº 9: CURSO DE EMPREENDEDORISMO DE BASE TECNOLÓGICA UNIVERSIDAD DE COIMBRA ANTECEDENTES Enquadramento A promoção de um Curso de Empreendedorismo de Base Tecnológica com o envolvimento de todas

Leia mais

A intervenção do Instrumento JESSICA

A intervenção do Instrumento JESSICA A intervenção do Instrumento JESSICA Próximo período de programação - Algumas considerações Sílvio Costa Presidente do Instituto de Desenvolvimento Regional, IP-RAM Funchal, 03 de Junho de 2014 Com que

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO GESTÃO DA QUALIDADE E DA SEGURANÇA ALIMENTAR 2ª EDIÇÃO (início a 24 de Outubro de 2005)

PÓS-GRADUAÇÃO GESTÃO DA QUALIDADE E DA SEGURANÇA ALIMENTAR 2ª EDIÇÃO (início a 24 de Outubro de 2005) PÓS-GRADUAÇÃO GESTÃO DA QUALIDADE E DA SEGURANÇA ALIMENTAR 2ª EDIÇÃO (início a 24 de Outubro de 2005) Horário Pós-Laboral 3 dias/semana das 18:30 às 23:00 Apoio: Gestão da Qualidade e da Segurança Alimentar

Leia mais

Candidatura de. António Dourado Pereira Correia. a Director da FCTUC. Programa de acção do Director da FCTUC

Candidatura de. António Dourado Pereira Correia. a Director da FCTUC. Programa de acção do Director da FCTUC Candidatura de António Dourado Pereira Correia a Director da FCTUC Programa de acção do Director da FCTUC No momento em que as regras de gestão da nossa Faculdade se alteram tão profundamente, centrando-a

Leia mais

Instituto de Educação

Instituto de Educação Instituto de Educação Universidade de Lisboa Oferta Formativa Pós-Graduada Doutoramento em Educação Especialização: Formação de Professores Tema: Educação Especial 16 17 Edição Instituto de Educação da

Leia mais

Plano de Desenvolvimento do Alto Minho

Plano de Desenvolvimento do Alto Minho Plano de Desenvolvimento do Alto Minho Síntese dos focus group preparatórios sobre o tema Como tornar o Alto Minho uma região resiliente 1. Sustentabilidade 2. Coesão 3. Flexibilidade e adaptabilidade

Leia mais

Programa de Unidades Curriculares Opcionais

Programa de Unidades Curriculares Opcionais Programa de Unidades Curriculares Opcionais Para assegurar que todos os alunos tenham acesso a UC que permitam perfazer as exigências em créditos (ECTS) de UC Opcionais dos respectivos Planos de Estudo,

Leia mais

Mestrado Construção Civil. Edital 3ª Edição 2011-2012

Mestrado Construção Civil. Edital 3ª Edição 2011-2012 Mestrado Construção Civil Edital 3ª Edição 2011-2012 Barreiro, Maio de 2011 ENQUADRAMENTO O curso de Mestrado em Construção Civil da Escola Superior de Tecnologia do Barreiro do Instituto Politécnico de

Leia mais

O Social pela Governança. Mestrados Profissionalizantes Planos Curriculares Empreendedorismo

O Social pela Governança. Mestrados Profissionalizantes Planos Curriculares Empreendedorismo O Social pela Governança Mestrados Profissionalizantes Planos Curriculares Empreendedorismo 2 ÍNDICE EMPREENDEDORISMO... 3 OBJECTIVOS... 3 DESTINATÁRIOS... 4 CONDIÇÕES DE ACESSO E SELECÇÃO DOS CANDIDATOS...

Leia mais

Instituto de Educação

Instituto de Educação Instituto de Educação Universidade de Lisboa Oferta Formativa Pós-Graduada Mestrado em Educação e Formação Especialização: E-learning e Formação a Distância (Regime a Distância) 14 15 Edição Instituto

Leia mais

SESSÃO TÉCNICA SOBRE O VALE I&DT E VALE INOVAÇÃO NOS SISTEMAS DE INCENTIVOS ÀS EMPRESAS

SESSÃO TÉCNICA SOBRE O VALE I&DT E VALE INOVAÇÃO NOS SISTEMAS DE INCENTIVOS ÀS EMPRESAS SI À INVESTIGAÇÃO E DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO SI À QUALIFICAÇÃO E INTERNACIONALIZAÇÃO DE PME SESSÃO TÉCNICA SOBRE O VALE I&DT E VALE INOVAÇÃO NOS SISTEMAS DE INCENTIVOS ÀS EMPRESAS Data: 13 de Outubro

Leia mais

da Uniiversiidade de Évora

da Uniiversiidade de Évora Universidade de Évora Rellatóriio sobre o Inquériito aos Liicenciiados da Uniiversiidade de Évora Pró-Reitoria para a Avaliação e Política da Qualidade Jacinto Vidigal da Silva Luís Raposo Julho de 2010

Leia mais

A AUTO-AVALIAÇÃO DO ENSINO SUPERIOR EM PORTUGAL Cláudia Valadas Urbano 1

A AUTO-AVALIAÇÃO DO ENSINO SUPERIOR EM PORTUGAL Cláudia Valadas Urbano 1 A AUTO-AVALIAÇÃO DO ENSINO SUPERIOR EM PORTUGAL Cláudia Valadas Urbano 1 A presente comunicação resulta de um trabalho desenvolvido pelo CEOS Investigações Sociológicas da Faculdade de Ciências Sociais

Leia mais

Curso de Especialização Tecnológica em Aplicações Informáticas de Gestão (CET-AIG)

Curso de Especialização Tecnológica em Aplicações Informáticas de Gestão (CET-AIG) Curso de Especialização Tecnológica em Aplicações Informáticas de Gestão (CET-AIG) 1. Plano Curricular do curso O curso de especialização tecnológica em Aplicações Informáticas de Gestão integra as componentes

Leia mais

Com uma visão inovadora a CÉSAR FREITAS ARQUITECTOS aposta no Desenvolvimento Sustentável

Com uma visão inovadora a CÉSAR FREITAS ARQUITECTOS aposta no Desenvolvimento Sustentável O seu parceiro de confiança! Com uma visão inovadora a CÉSAR FREITAS ARQUITECTOS aposta no Desenvolvimento Sustentável A NOSSA EMPRESA 2 A CÉSAR FREITAS ARQUITECTOS é uma empresa pluridisciplinar focalizada

Leia mais

Concepção de Roteiros de Formação para a oferta formativa do Programa Aveiro Norte

Concepção de Roteiros de Formação para a oferta formativa do Programa Aveiro Norte Concepção de Roteiros de Formação para a oferta formativa do Programa Aveiro Norte Miguel Oliveira 1, Fátima Pais 1, Pedro Beça 2, Sara Petiz 2, A.Manuel de Oliveira Duarte 2 1 Escola Superior Aveiro Norte

Leia mais

Curso de Licenciatura em Engenharia Mecânica

Curso de Licenciatura em Engenharia Mecânica Curso de Licenciatura em Engenharia Mecânica Relatórios dos Docentes Desempenho do Curso Ano Lectivo 2012/2013 Curso de Licenciatura em Engenharia Mecânica Relatório de Desempenho do Curso Ano Lectivo

Leia mais

Concurso Tecnologia e Inovação Portuguesa

Concurso Tecnologia e Inovação Portuguesa Concurso Tecnologia e Inovação Portuguesa Artigo 1.º - Enquadramento A Mundiventos Consultoria e Organização de Eventos Lda, tem vindo a desenvolver um ambicioso e cada vez mais inadiável projeto para

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO ESTRATÉGICA DOS RECURSOS HUMANOS E INOVAÇÃO

PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO ESTRATÉGICA DOS RECURSOS HUMANOS E INOVAÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO ESTRATÉGICA DOS RECURSOS HUMANOS E INOVAÇÃO ENQUADRAMENTO E OBJECTIVOS: A Pós-Graduação em Gestão Estratégica dos Recursos Humanos e Inovação tem como objectivo geral dotar os gestores,

Leia mais

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Psicologia e Educação

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Psicologia e Educação UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Psicologia e Educação Regulamento de Estágios 2º Ciclo em Psicologia da Universidade da Beira Interior Artigo 1.º

Leia mais

REGULAMENTO DO CURSO DE MESTRADO (2º CICLO) EM ENGENHARIA ZOOTÉCNICA / PRODUÇÃO ANIMAL

REGULAMENTO DO CURSO DE MESTRADO (2º CICLO) EM ENGENHARIA ZOOTÉCNICA / PRODUÇÃO ANIMAL REGULAMENTO DO CURSO DE MESTRADO (2º CICLO) EM ENGENHARIA ZOOTÉCNICA / PRODUÇÃO ANIMAL Ao abrigo do Decreto-Lei nº 74/2006 de 24 de Março, e do disposto na Deliberação nº 1487/2006 de 26 de Outubro, da

Leia mais

Curso Restauração & Catering Ano letivo 2012-2013 Unidade Curricular Turismo, Hotelaria e Restauração ECTS 5

Curso Restauração & Catering Ano letivo 2012-2013 Unidade Curricular Turismo, Hotelaria e Restauração ECTS 5 Curso Restauração & Catering Ano letivo 2012-2013 Unidade Curricular Turismo, Hotelaria e Restauração ECTS 5 Regime Obrigatório Ano 1º Semestre 1º Semestre Horas de trabalho globais Docente (s) João Estêvão

Leia mais

3. Actividade Pedagógica e Cientifica. 1) Experiência no Ensino Superior Ao Nível do 2º Ciclo do Ensino Superior:

3. Actividade Pedagógica e Cientifica. 1) Experiência no Ensino Superior Ao Nível do 2º Ciclo do Ensino Superior: 1. Informação Biográfica Naturalidade: Coimbra (Sé Nova) Data de Nascimento: 10 de Fevereiro de 1970 Bilhete de Identidade: 8832094 de 12/10/2004 Coimbra Nacionalidade: Portuguesa Estado Civil: casada

Leia mais

FICHA TÉCNICA DO CURSO

FICHA TÉCNICA DO CURSO FICHA TÉCNICA DO CURSO ACÚSTICA DE EDIFÍCIOS EDIÇÃO Nº01/2015 1. DESIGNAÇÃO DO CURSO ACÚSTICA DE EDIFÍCIOS 2. COMPETÊNCIAS A DESENVOLVER - Saber dotar um edifício de boas condições de conforto acústico,

Leia mais

Universidade Aberta. Mestrado em Supervisão Pedagógica 2007/2009. Projecto de Dissertação de Mestrado

Universidade Aberta. Mestrado em Supervisão Pedagógica 2007/2009. Projecto de Dissertação de Mestrado Universidade Aberta Mestrado em Supervisão Pedagógica 2007/2009 Projecto de Dissertação de Mestrado Aprender a «viver juntos»: Que significado curricular no 1º. Ano? 30 de Setembro de 2008 Projecto de

Leia mais

Membro da direcção da Revista Intervenção Social Investigadora do CLISSIS Doutoranda em Serviço Social

Membro da direcção da Revista Intervenção Social Investigadora do CLISSIS Doutoranda em Serviço Social A investigação do Serviço Social em Portugal: potencialidades e constrangimentos Jorge M. L. Ferreira Professor Auxiliar Universidade Lusíada Lisboa (ISSSL) Professor Auxiliar Convidado ISCTE IUL Diretor

Leia mais

Caracterização dos cursos de licenciatura

Caracterização dos cursos de licenciatura Caracterização dos cursos de licenciatura 1. Identificação do ciclo de estudos em funcionamento Os cursos de 1º ciclo actualmente em funcionamento de cuja reorganização resultam os novos cursos submetidos

Leia mais

Faculdade de Tecnologia SENAI Belo Horizonte

Faculdade de Tecnologia SENAI Belo Horizonte PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU FATEC SENAI BH A Faculdade de Tecnologia SENAI Belo Horizonte, credenciada pelo MEC pela Portaria n 1788 de 27 de maio de 2005 e despacho SEMTEC nº 311/2005, apresenta

Leia mais

Programa Avançado de Gestão

Programa Avançado de Gestão PÓS GRADUAÇÃO Programa Avançado de Gestão Com o apoio de: Em parceria com: Nova School of Business and Economics Com o apoio de: PÓS GRADUAÇÃO Programa Avançado de Gestão A economia Angolana enfrenta hoje

Leia mais

Curso de. Pós-Graduação em Gestão de Bancos. e Seguradoras. Instituto Superior de Economia e Gestão Universidade Técnica de Lisboa

Curso de. Pós-Graduação em Gestão de Bancos. e Seguradoras. Instituto Superior de Economia e Gestão Universidade Técnica de Lisboa Curso de Pós-Graduação em Gestão de Bancos e Seguradoras Instituto Superior de Economia e Gestão Universidade Técnica de Lisboa 2 O desenvolvimento dos mercados de produtos e serviços financeiros (bancários,

Leia mais

O GABINETE DE SAÍDAS PROFISSIONAIS EM NÚMEROS

O GABINETE DE SAÍDAS PROFISSIONAIS EM NÚMEROS Desde a sua criação, a Universidade da Beira Interior tem vindo a desempenhar a sua missão como centro de criação, transmissão e difusão de cultura, de ciência e de tecnologia, com uma forte ênfase na

Leia mais

Biblioteca Virtual. BIBLIOTECA VIRTUAL DA UNIVERSIDADE DO PORTO (BVUP) Plano de Actividades 2007

Biblioteca Virtual. BIBLIOTECA VIRTUAL DA UNIVERSIDADE DO PORTO (BVUP) Plano de Actividades 2007 Biblioteca Virtual BIBLIOTECA VIRTUAL DA UNIVERSIDADE DO PORTO (BVUP) Plano de Actividades 2007 A. Introdução A Biblioteca Virtual da Universidade do Porto (BVUP) continuará no ano de 2007 com a sua missão

Leia mais