Manual. Formando. Faculdade Metropolitana da Amazônia

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Manual. Formando. Faculdade Metropolitana da Amazônia"

Transcrição

1 Forman Faculdade Metropolitana da Amazônia

2 Forman Desenvolvimento e Produção Shen Paul Ming Jen Raymun Nonnato Moraes de Albuquerque Albene Liz Carvalho Monteiro Both Tereza Cristina Cavalcante da Silva Rodrigo Savigny Rodrigues Barata Layout e Organização ASCOM Famaz: Vidas Queiroz Caio Figueire Faculdade Metropolitana da Amazônia

3 Prezas Formans Nossas vidas são marcadas por datas importantes e a conclusão de um curso de nível superior é um evento especial e inesquecível. Pensan nisso, a Faculdade Metropolitana da Amazônia FAMAZ elaborou este para que o aluno tenha acesso às principais informações e orientações referentes à solenidade, visan facilitar e organizar as diversas etapas que precedem e envolvem a formatura. É de fundamental importância que haja atenção às normas de protocolo para a Solenidade de Outorga de Grau. Assim, os concluintes poderão desfrutar, da melhor forma possível, este grande dia e preparar-se, com planejamento, para que o evento possa ser vivi com tranquilidade, beleza e alegria. Este foi elabora com base nas experiências vivenciadas e estará disponível, em versão impressa, na Biblioteca e no site institucional. Leia-o, aproveite e tire suas dúvidas. Forman

4 1. OUTORGA DE GRAU A Outorga de Grau, mais comumente conhecida como Colação de Grau, é um ato oficial, público, coletivo (com nº de pessoas limita), realizada em dia e horário previamente fixas, não sen obrigatória a participação forman na solenidade para que receba o diploma. Sen parte das atividades s respectivos cursos de graduação e calendário acadêmico da Faculdade, existe um protocolo formal a ser segui, exigin-se também um planejamento adequa pela comissão de formatura, em diálogo permanente com os gestores da instituição. A cerimônia é realizada em sessão solene que ocorre no último sába s meses de agosto e janeiro. No evento, o Diretor Geral da Faculdade Metropolitana da Amazônia confere aos concluintes s cursos de graduação da FAMAZ o respectivo grau (de Bacharel, Licencia ou Tecnólogo), com declaração título a que fazem jus. A emissão Diploma segue a um processamento de registros acadêmicos e que, devi à demanda de tempo necessário, ocorre em até 90 (noventa) dias após a Solenidade de Outorga de Grau. 2. PROCEDIMENTOS ACADÊMICOS ANTERIORES À SOLENIDADE DE OUTORGA DE GRAU Para chegar ao ato de Outorga de Grau são necessários determinas procedimentos acadêmicos, a saber: 2.1 CONCLUSÃO INTEGRAL DO CURSO A participação na Solenidade de Outorga de Grau é assegurada ao estudante que esteja regularmente matricula no último semestre letivo s cursos, que tenha concluí integralmente, com aprovação, todas as disciplinas currículo (inclusive a obrigatória integralização da carga horária total das disciplinas estágio supervisiona Forman

5 supervisiona e atividades complementares, prevista no currículo), esteja em situação regular perante ao Exame Nacional de Desempenho de Estudante ENADE e que não possua pendência acadêmica junto a Secretaria Acadêmica e/ou Biblioteca da Instituição P E D I D O D E R E G I S T R O D E AT I V I D A D E S COMPLEMENTARES É previsto no Capítulo XV (Dos Prazos), Artigo 79, Regimento da Faculdade Metropolitana da Amazônia FAMAZ, que o discente poderá solicitar o registro de atividades complementares, no Setor de Protocolo, no prazo de até 60 (sessenta) dias antes da respectiva data definida para a colação de grau. Além pedi de registro de atividades complementares, recomenda-se a verificação prévia das pendências acadêmicas (situações de reprovação, registro de notas, retificação de notas, entre outras) por parte s formans. 2.3 ASSINATURA DA ATA DE COLAÇÃO DE GRAU A participação na solenidade de outorga de grau é facultada ao aluno, contu, a assinatura da ata é um procedimento obrigatório. Caso o aluno não possa comparecer pessoalmente para a assinatura da ata de formatura, um representante poderá fazê-lo, desde que portar de procuração registrada em cartório, com poderes específicos para tal, apresentada em duas vias. Os formans que não comparecerem no dia agenda para assinatura da ata de colação de grau, poderão fazê-lo em até 7 (sete) dias úteis. Após a data o aluno deverá abrir protocolo solicitan colação de grau especial, mediante pagamento de taxa específica. Forman

6 3. PROCEDIMENTOS LOGÍSTICOS ANTERIORES À SOLENIDADE DE OUTORGA DE GRAU 3.1 FORMAÇÃO DE COMISSÃO DE FORMATURA Os formans de cada curso deverão constituir uma Comissão de Formatura, que os representará diante da Coordenação da Solenidade institucionalizada pela Faculdade. As Comissões deverão entregar, por escrito, na respectiva Coordenação de Curso, segun calendário estabeleci, os nomes Patrono da Turma (opcional), Paraninfos, Orar e Juramentista, para inserção no protocolo da solenidade. Para facilidade de comunicação pede-se que as Comissões de Formatura deixem com as Coordenações de Curso, para contatos, os números de telefones e s s respectivos líderes das Comissões de Formatura Orar O orar deve ser aluno escolhi dentre os forman. Sugere-se que o orar seja pessoa com empatia, boa dicção e uso da voz, o qual será responsável pela elaboração discurso de formatura com antecedência, sugerin-se que o faça em perfeita consonância com a Coordenação da Solenidade. Estima-se que a duração discurso seja no máximo, de 10 (dez) minutos, o que corresponde a duas ou três laudas. Recomenda-se que o orar da turma, ao subir ao palco, cumprimente os componentes da mesa diretiva (na pessoa da autoridade de maior hierarquia). Em seguida, no discurso, devem ser cumprimentas o público, citan pais, professores, familiares e amigos. O discurso deve ser objetivo, claro e manter a formalidade que a ocasião exige, evitan citações que possam causar constrangimentos à instituição, colegas e convidas. Forman

7 3.1.2 Juramentista O juramentista deve ser aluno escolhi dentre os formans da turma. Sugere-se que seja uma pessoa com empatia, boa dicção e que utilize o juramento específico da profissão, de acor com os C o n s e l h o s P r o f i s s i o n a i s e a C o o r d e n a ç ã o d e C u r s o Patrono da turma É recomendável que o patrono escolhi, e que dá nome à turma, seja alguém de repercussão social e/ou profissional que represente os anseios da área específica de conhecimento s formans. Caberá à Comissão de Formatura comunicar ao patrono a respectiva escolha Paraninfo da turma Os concluintes deverão escolher, dentre os centes com os quais conviveram durante a vida acadêmica aquele que mais se identificou e/ou inspirou os diplomans para o exercício da profissão Paraninfo concluinte Cada aluno trará para a solenidade o padrinho e/ou paraninfo individual que o acompanhará durante a solenidade, senta ao seu la e que, em tempo oportuno, quan anuncia pelo Protocolo, fará a entrega anel de grau. 3.2 CONVITES A Faculdade Metropolitana da Amazônia FAMAZ confecciona um convite geral, em modelo padrão, destina a divulgar a Solenidade de Outorga de Grau para autoridades, convidas especiais e familiares, em quantidade limitada e fixada para cada evento, entregues até o dia ensaio e de apresentação obrigatória para ingresso no recinto da Forman

8 cerimônia. Os convites são encaminhas às Coordenações de Curso pela Coordenação da Solenidade para a entrega aos concluintes. 3.3 ENSAIO GERAL DE FORMATURA O ensaio para a cerimônia de colação de grau, cuja presença é obrigatória para tos os concluintes, é realiza em data, local e horário previamente informa aos concluintes por meio de cumento oficial e avisos impressos nas salas, veiculas pela Coordenação Curso. Na oportunidade estarão presentes o Coordenar da Solenidade, os representantes das Comissões de alunos e os Coordenares s Cursos envolvis. 3.4 REGISTRO FOTOGRÁFICO E FILMAGENS Equipamentos pessoais amares com flash e lente embutis terão acesso ao evento, desde que restritos e manuseas por familiares. Caso cada turma deseje contratar serviços profissionais de fotografia e filmagem deverá fazê-lo, obrigatoriamente, sob prévia autorização da Coordenação da Solenidade. 3.5 VESTES TALARES (USO DA BECA) Cada aluno e/ou comissão de formatura deverá providenciar e custear o aluguel das as vestes talares (togas/beca, faixas, capelo) que serão usadas na solenidade de outorga de grau. As vestes talares devem ter detalhes em cores que identifiquem as profissões específicas. Azul Cobalto Verde Rosa Azul Royal Azul Royal Vermelho Verde Verde Azul Royal Azul Royal Verde Forman

9 4. ORIENTAÇÕES IMPORTANTES 4.1 É proibi o uso de bebidas alcoólicas nos coquetéis por ventura contratas pelos concluintes atinentes ao ato de colação de grau. 4.2 É proibida a permanência de animais de pequeno ou grande porte durante a realização ato solene; 4.3 A ordem da chamada s formans por turma seguirá a ata oficial expedida pela Secretaria Acadêmica; 4.4 É imprescindível a chegada s formans com uma hora de antecedência para os preparativos necessários. 4.5 Não serão reservas lugares para cada família e a ocupação local se dará por ordem de chegada público. 4.6 Os formans devem orientar seus convidas a não trazerem objetos sonoros (apitos, cornetas entre outros), bem como faixas e cartazes, sob pena de suspensão da cerimônia. 4.7 Não será permitida a subida de fotógrafos profissionais ou amares no palco. 4.8 Recomenda-se que os atos religiosos não ocorram no mesmo dia da solenidade de outorga de grau para evitar retars indesejas. Eles são de responsabilidade da comissão de formans. 5. ASPECTOS DE RESPONSABILIDADE DA FAMAZ - Aluguel de becas completas para gestores e professores; - Disponibilidade espaço físico para a realização evento; - Decoração e iluminação cênica; - Sonorização e projeção em telões; - Cadeiras, arquibancada e palco; - Mestre de cerimônia, recepcionistas e seguranças. As Comissões de Formatura - bem como qualquer diploman - poderão tirar duvidas e/ou obter informações adicionais, pessoalmente, com o Professor Albuquerque, na Ouviria, ou fazen contato pelo Forman

10 ANEXO I JURAMENTOS DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FAMAZ Juramento Curso de Bacharela em Administração Prometo dignificar minha profissão, consciente de minhas responsabilidades legais; observar o Código de Ética, objetivan o aperfeiçoamento da ciência da Administração, o desenvolvimento das Instituições e a grandeza homem e da Pátria. Eu juro. Juramento Curso de Bacharela em Biomedicina Juro por toda minha existência cumprir com zelo e probidade todas as atividades inerentes à profissão de Biomédico que me forem confias. Juro diante de Deus e s homens não medir esforços para exercer com dignidade e ética a Biomedicina. Juro estar atento à evolução científica para empregá-la em prol da humanidade. Juro cumprir estes preceitos para poder usufruir da benevolência e da confiança s homens. Eu juro. Juramento Curso de Bacharela em Ciências Contábeis Ao receber o grau de Bacharel em Ciências Contábeis, juro, perante Deus e a sociedade, exercer a minha profissão com dedicação, responsabilidade e competência, respeitan as normas profissionais e éticas. Juro pautar minha conduta profissional o b s e r v a n d o s e m p r e o s m e u s d e v e r e s d e c i d a d a n i a, independentemente de crenças, raças ou ideologias, concorren para que meu trabalho possa ser um instrumento de controle e orientação útil e eficaz para o desenvolvimento da sociedade e o progresso País. Comprometo-me, ainda, a lutar pela permanente união da classe contábil, o aprimoramento da Ciência Contábil e a evolução da profissão. Eu juro. Juramento Curso de Bacharela em Direito Prometo, no exercício das funções meu grau, acreditar no direito, como a melhor forma para a convivência humana, fazen da justiça, o meio de combater a violência, e socorrer os que dela precisarem, servin a to o ser-humano sem distinção de Forman

11 classe social ou poder aquisitivo, buscan a paz como resulta final, e, acima de tu, prometo defender a liberdade, pois sem ela não há direito que sobreviva, justiça que se fortaleça, e nem paz que se concretize. Eu juro. Juramento Curso de Bacharela em Educação Física Diploman-me pelo curso de Educação Física, tomo o compromisso de bem cumprir os deveres da minha profissão e, sob os ditames da minha consciência e s ensinamentos recebis, destinar meus esforços em prol da saúde, educação e integridade ser humano. Juro, livre e solenemente, manter e elevar os ideais de ética e da moral com seriedade e dedicação. Eu juro. Juramento Curso de Bacharela em Enfermagem "Solenemente, na presença de Deus e desta assembleia, juro: Dedicar minha vida profissional a serviço da humanidade, respeitan a dignidade e os direitos da pessoa humana, exercen a enfermagem com consciência e fidelidade; guardar os segres que me forem confias; respeitar o ser humano desde a concepção até depois da morte; não praticar atos que coloquem em risco a integridade física ou psíquica ser humano; atuar junto à equipe de saúde para o alcance da melhoria nível de vida da população; manter elevas os ideais de minha profissão, obedecen aos preceitos da ética, da legalidade e da moral, honran seu prestígio e suas tradições. Eu juro. Juramento Curso de Bacharela em Engenharia Civil Juro, no exercício das funções de engenheiro civil, somente executar atos ditas pela consciência meu dever, honrar os ensinamentos que recebi, cooperar sempre para o desenvolvimento da ciência, e fazer tu quanto em mim couber pela grandeza moral, social e material da humanidade. Eu juro. Juramento Curso de Bacharela em Engenharia de Produção Juro, no exercício das funções de engenheiro de produção, só executar atos ditas pela consciência meu dever, honrar os Forman

12 ensinamentos que recebi, cooperar sempre para o desenvolvimento da ciência, e fazer tu quanto em mim couber pela grandeza moral, social e material Brasil. Eu juro. Juramento Curso de Bacharela em Serviço Social Prometo no exercício da minha profissão, cumprir fielmente os deveres de assistente social, busca a verdade e a justiça, numa constante atualização, visan o bem comum, respeitan os princípios da ética, manten inviolável o segre profissional. Eu juro. Juramento Curso Superior de Tecnologia em Gestão Ambiental Prometo que, no cumprimento meu dever de Tecnólogo em Gestão Ambiental, estarei empenha na busca por melhorias contínuas objetivan processos de produção mais limpa e incentivan a reutilização e reciclagem de materiais. Planejarei ou administrarei processos e atividades que minimizem os impactos ao meio ambiente. Estarei sempre em busca de conhecimentos científicos, visan o conforto das futuras gerações. Desta forma, confio que Deus me acompanhará e seguirá orientan meus caminhos. Eu juro. Juramento Curso Superior de Tecnologia em Gestão Hospitalar Prometo dignificar minha profissão, consagrar o melhor meu espírito e o máximo de minhas energias ao desenvolvimento da humanidade, para promover o bem-estar e a evolução da sociedade, a preservação da natureza, o progresso e a grandeza da pátria. Manten elevas os ideais de minha profissão obedecen aos preceitos da ética, da legalidade e da moral. Eu juro. Forman

13 ANEXO II SÍMBOLOS E PEDRAS DO ANEL DE FORMATURA DOS DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO OFERECIDOS NA FAMAZ Forman

REGULAMENTO DA COLAÇÃO DE GRAU OFICIAL

REGULAMENTO DA COLAÇÃO DE GRAU OFICIAL INSTITUTO EDUCACIONAL DO ESTADO DE SÃO PAULO REGULAMENTO DA COLAÇÃO DE GRAU OFICIAL -*2015. REGULAMENTO DA COLAÇÃO DE GRAU OFICIAL DEFINIÇÕES DA COLAÇÃO DE GRAU A Solenidade de Colação de Grau é ato oficial

Leia mais

APRESENTAÇÃO. Colação de Grau Solene

APRESENTAÇÃO. Colação de Grau Solene 1 APRESENTAÇÃO A Solenidade de Colação de Grau ou Formatura é um dos momentos mais importantes para a comunidade acadêmica, pois concretiza o trabalho desenvolvido durante o período de estudos na faculdade

Leia mais

COLÉGIO SALESIANO SAGRADO CORAÇÃO FACULDADE SALESIANA

COLÉGIO SALESIANO SAGRADO CORAÇÃO FACULDADE SALESIANA RESOLUÇÃO No. 01/2010 COLÉGIO SALESIANO SAGRADO CORAÇÃO Formaliza, regulamenta e disciplina os procedimentos para a solenidade de colação de grau dos Cursos Superiores da Faculdade Salesiana. O Diretor

Leia mais

Manual de Formatura. Manual de Formatura NOVA Faculdade

Manual de Formatura. Manual de Formatura NOVA Faculdade Manual de Formatura Direção Diretora Executiva Renata Carla Castro Diretor Geral Pablo Bittencourt Diretor Acadêmico Ricardo Medeiros Ferreira Este manual tem a finalidade de orientar os procedimentos

Leia mais

ARQUITETURA E URBANISMO

ARQUITETURA E URBANISMO ADMINISTRAÇÃO OBJETIVANDO O APERFEIÇOAMENTO, DA CIÊNCIA DA ADMINISTRAÇÃO, O ARQUITETURA E URBANISMO PROMETO NO EXERCÍCIO DA ATIVIDADE INERENTE À PRÁTICA DA ARQUITETURA E URBANISMO, RESPEITAR OS PRINCÍPIOS

Leia mais

INSTRUÇÕES PARA COLAÇÃO DE GRAU COMISSÕES DE FORMATURA

INSTRUÇÕES PARA COLAÇÃO DE GRAU COMISSÕES DE FORMATURA INSTRUÇÕES PARA COLAÇÃO DE GRAU COMISSÕES DE FORMATURA Caros formandos A solenidade de outorga de grau, denominada Colação de Grau, é o ato oficial, público e obrigatório, por meio do qual o aluno, concluinte

Leia mais

REGULAMENTO DE COLAÇÃO DE GRAU. Art. 2º Em hipótese alguma haverá dispensa de Colação de Grau.

REGULAMENTO DE COLAÇÃO DE GRAU. Art. 2º Em hipótese alguma haverá dispensa de Colação de Grau. REGULAMENTO DE COLAÇÃO DE GRAU Art. 1º A Colação de Grau é ato oficial, público e obrigatório para os acadêmicos que tenham concluído integralmente um Curso de Graduação da Faculdade de Filosofia, Ciências

Leia mais

FACULDADE VALE DO CRICARÉ

FACULDADE VALE DO CRICARÉ MANTENEDOR: INSTITUTO VALE DO CRICARÉ Rua: Humberto de Almeida Franklin, nº 1, Bairro Universitário. CEP: 29933-415 - São Mateus, Espírito Santo. Tel.: (27) 3313-0000 E-mail: ivc@ivc.br Site: www.ivc.br

Leia mais

Informações gerais 3. A Cerimônia/Categorias 4. Passo-a-passo 5. Responsabilidades da Comissão de Formatura 6. Músicas da Cerimônia 7

Informações gerais 3. A Cerimônia/Categorias 4. Passo-a-passo 5. Responsabilidades da Comissão de Formatura 6. Músicas da Cerimônia 7 Índice Informações gerais 3 A Cerimônia/Categorias 4 Passo-a-passo 5 Responsabilidades da Comissão de Formatura 6 Músicas da Cerimônia 7 Convite de Formatura 8 O Juramento 10 O orador 11 Perguntas Frequentes

Leia mais

REGULAMENTO DA COLAÇÃO DE GRAU DOS CURSOS DA FACULDADE DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MONTES CLAROS FACIT

REGULAMENTO DA COLAÇÃO DE GRAU DOS CURSOS DA FACULDADE DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MONTES CLAROS FACIT REGULAMENTO DA COLAÇÃO DE GRAU DOS CURSOS DA FACULDADE DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MONTES CLAROS FACIT MANTIDA PELA FUNDAÇÃO EDUCACIONAL MONTES CLAROS - FEMC TÍTULO I - DOS OBJETIVOS E FINS Art. 1º. O presente

Leia mais

Manual de Formaturas. Faculdades Opet. Normas e procedimentos

Manual de Formaturas. Faculdades Opet. Normas e procedimentos Manual de Formaturas Faculdades Opet Normas e procedimentos 2014 0 Prof. José Antonio Karam Presidente do Grupo Educacional Opet Profª Adriana Veríssimo Karam Koleski Superintendente Educacional do Grupo

Leia mais

Faculdade SENAC [REGULAMENTO DE COLAÇÃO DE GRAU]

Faculdade SENAC [REGULAMENTO DE COLAÇÃO DE GRAU] Faculdade SENAC [REGULAMENTO DE COLAÇÃO DE GRAU] Regulamento de Colação de Grau Documento revisado em MARÇO/2012 APRESENTAÇÃO A conclusão de um curso superior é a celebração de uma grande conquista, portanto,

Leia mais

MANUAL DE FORMATURA 2015

MANUAL DE FORMATURA 2015 MANUAL DE FORMATURA 2015 MANUAL DE FORMATURA DA FACIG válido para turmas que Colarão Grau a partir de dezembro de 2015 1. FORMATURA A Formatura ou Colação de Grau é um ato oficial que marca o fim do curso

Leia mais

Sumário 1 Formatura... 4 2 Modalidades de formatura... 4 2.1 Solene... 4

Sumário 1 Formatura... 4 2 Modalidades de formatura... 4 2.1 Solene... 4 1 2 Sumário 1 Formatura... 4 2 Modalidades de formatura... 4 2.1 Solene... 4 Parâmetros para realização da formatura solene... 4 Prazos e pré-requisitos para solicitação de colação de grau solene... 4

Leia mais

CERIMONIAL UNIVERSITÁRIO. Solenidade de Colação de Grau

CERIMONIAL UNIVERSITÁRIO. Solenidade de Colação de Grau CERIMONIAL UNIVERSITÁRIO Solenidade de Colação de Grau A cerimônia de colação de grau é o último ato institucional da Faculdade, quando, perante a comunidade acadêmica e representantes externos, é outorgado

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 011/2014 DE 21 DE FEVEREIRO DE 2014

RESOLUÇÃO Nº 011/2014 DE 21 DE FEVEREIRO DE 2014 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA GOIANO RESOLUÇÃO Nº 011/2014 DE 21 DE FEVEREIRO DE 2014

Leia mais

FACULDADE DE CAMPINA GRANDE DO SUL Credenciada pela Portaria MEC nº 381/2001, de 05/03/2001 D.O.U. 06/03/2001

FACULDADE DE CAMPINA GRANDE DO SUL Credenciada pela Portaria MEC nº 381/2001, de 05/03/2001 D.O.U. 06/03/2001 FACULDADE DE CAMPINA GRANDE DO SUL Credenciada pela Portaria MEC nº 381/2001, de 05/03/2001 D.O.U. 06/03/2001 RESOLUÇÃO Nº.01/2010 Dispõe sobre Procedimentos para as Solenidades de Colação de Grau O Conselho

Leia mais

Manual de Colação de Grau

Manual de Colação de Grau Manual de Colação de Grau Sumário INTRODUÇÃO...3 1 REGULAMENTO DAS SOLENIDADES DE COLAÇÃO DE GRAU...3 2 SETOR DE FORMATURAS...3 3 ATRIBUIÇÕES DA SECRETARIA E COORDENAÇÃO ACADÊMICA...4 4 TIPOS DE SOLENIDADES

Leia mais

Prezado(a) Acadêmico(a),

Prezado(a) Acadêmico(a), MANUAL DE FORMATURA 2 Prezado(a) Acadêmico(a), Ao cumprir a integralização curricular estabelecida para seu curso, está na hora de organizar a comemoração. Para tentar facilitar esta tarefa, a FACIMP elaborou

Leia mais

SOLENIDADE DE COLAÇÃO DE GRAU

SOLENIDADE DE COLAÇÃO DE GRAU SOLENIDADE DE COLAÇÃO DE GRAU Por meio deste documento, a Faculdade Campo Limpo Paulista FACCAMP define critérios e regulamenta as seguintes diretrizes para o Cerimonial de Colação de Grau. A Cerimônia

Leia mais

Prezado Formando, Setor de Cerimonial e Eventos

Prezado Formando, Setor de Cerimonial e Eventos /// 2º semestre de 2013 Prezado Formando, Para o sucesso de sua Colação de Grau, leia com atenção as orientações deste guia e repasse-as aos seus familiares e convidados. Setor de Cerimonial e Eventos

Leia mais

Centro Universitário Fundação Santo André. Setor de Eventos. Cerimônia de Colação de Grau

Centro Universitário Fundação Santo André. Setor de Eventos. Cerimônia de Colação de Grau 1 Centro Universitário Fundação Santo André Setor de Eventos Cerimônia de Colação de Grau Manual do Formando Santo André 2009 2 Reitoria Prof. Dr. Oduvaldo Cacalano Reitor Profa. Dra. Mirna Busse Pereira

Leia mais

Manual de Colação de Grau

Manual de Colação de Grau Manual de Colação de Grau DEFINIÇÕES DA COLAÇÃO DE GRAU A Solenidade de Colação de Grau é ato oficial do Centro Universitário, e será realizada em sessão solene e pública, reunindo a Congregação do Centro

Leia mais

I. DA COLAÇÃO DE GRAU E COMISSÃO DE FORMATURA 1) O

I. DA COLAÇÃO DE GRAU E COMISSÃO DE FORMATURA 1) O COLAÇÃO DE GRAU O presente documento tem por objetivo orientar os acadêmicos quanto as normas e procedimentos relativos a Colação de Grau dos Cursos de Graduação do Instituto de Ensino Superior de Londrina

Leia mais

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO DA FPD

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO DA FPD CAROS FORMANDOS, A cerimônia de formatura de cursos de nível superior se constitui para os alunos, familiares e comunidade acadêmica um momento ímpar, que deve ser realizado como coroamento dos estudos,

Leia mais

MANUAL DE NORMAS E PROCEDIMENTOS COLAÇÃO DE GRAU

MANUAL DE NORMAS E PROCEDIMENTOS COLAÇÃO DE GRAU 2 Faculdade Católica Dom Orione Cerimonial e Eventos Universitários - CEU MANUAL DE NORMAS E PROCEDIMENTOS COLAÇÃO DE GRAU Araguaína, 2014 3 O Cerimonial é a rigorosa observância de um conjunto de formalidades,

Leia mais

REGULAMENTO DAS SESSÕES SOLENES E PÚBLICAS DAS COLAÇÕES DE GRAU DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE CNEC GRAVATAÍ FCG

REGULAMENTO DAS SESSÕES SOLENES E PÚBLICAS DAS COLAÇÕES DE GRAU DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE CNEC GRAVATAÍ FCG REGULAMENTO DAS SESSÕES SOLENES E PÚBLICAS DAS COLAÇÕES DE GRAU DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE CNEC GRAVATAÍ FCG CATÍTULO I DA FINALIDADE E COMPETÊNCIA Art.1º A colação de grau ou formatura é ato

Leia mais

Guia de Orientações para o Ato Simbólico de Formatura

Guia de Orientações para o Ato Simbólico de Formatura Guia de Orientações para o Ato Simbólico de Formatura LAGARTO/SE 2013 1 1 Processo para Outorga de Grau O Ato Oficial de Outorga de Grau da Faculdade José Augusto Vieira está regulamentado pela Resolução

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 012/2014 DE 21 DE FEVEREIRO DE 2014

RESOLUÇÃO Nº 012/2014 DE 21 DE FEVEREIRO DE 2014 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA GOIANO RESOLUÇÃO Nº 012/2014 DE 21 DE FEVEREIRO DE 2014

Leia mais

Norma nº 04/2001. Páginas: 09

Norma nº 04/2001. Páginas: 09 Norma nº 04/2001 Páginas: 09 Preparado por: Núcleo de Eventos Autorizado por: Portaria do Reitor nº 42/2001, de 20.12.2001 Objeto: Norma de Colação de Grau e Diplomação Abrangência: Universidade Vila Velha

Leia mais

REGULAMENTO DAS SESSÕES PÚBLICAS SOLENES OU SIMPLES DE COLAÇÃO DE GRAU DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO E TECNÓLOGOS

REGULAMENTO DAS SESSÕES PÚBLICAS SOLENES OU SIMPLES DE COLAÇÃO DE GRAU DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO E TECNÓLOGOS REGULAMENTO DAS SESSÕES PÚBLICAS SOLENES OU SIMPLES DE COLAÇÃO DE GRAU DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO E TECNÓLOGOS FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO, CIÊNCIAS, EDUCAÇÃO E LETRAS FACEL Este regulamento pretende servir

Leia mais

NORMAS DA COLAÇÃO DE GRAU E CERIMONIAL DE FORMATURA DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA UFCSPA. CAPÍTULO I Da Solenidade

NORMAS DA COLAÇÃO DE GRAU E CERIMONIAL DE FORMATURA DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA UFCSPA. CAPÍTULO I Da Solenidade NORMAS DA COLAÇÃO DE GRAU E CERIMONIAL DE FORMATURA DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA UFCSPA CAPÍTULO I Da Solenidade Art. 1º A colação de grau da UFCSPA é o ato oficial, de caráter obrigatório, público e solene

Leia mais

Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul

Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul MANUAL DE COLAÇÃO DE GRAU 1. Da Compreensão da Solenidade de Colação de Grau A Solenidade de Colação de Grau, informalmente denominada de formatura, constitui um ato oficial e solene da Universidade destinado

Leia mais

MANUAL DE PADRONIZAÇÃO DE SOLENIDADES DE COLAÇÃO DE GRAU

MANUAL DE PADRONIZAÇÃO DE SOLENIDADES DE COLAÇÃO DE GRAU MANUAL DE PADRONIZAÇÃO DE SOLENIDADES DE COLAÇÃO DE GRAU A Colação de Grau é um ato oficial, público e obrigatório e integra as atividades dos cursos superiores e do calendário acadêmico da Faculdade.

Leia mais

ESCOLA DO DIREITO COMUNICADO AOS ALUNOS CONCLUINTES E COMISSÕES DE FORMATURA

ESCOLA DO DIREITO COMUNICADO AOS ALUNOS CONCLUINTES E COMISSÕES DE FORMATURA COMUNICADO AOS ALUNOS CONCLUINTES E COMISSÕES DE FORMATURA Inicia-se a contagem regressiva para o momento de importância peculiar na vida de todos vocês: a Colação de Grau no Curso de Direito da Universidade

Leia mais

MANUAL de FORMATURA UCPEL MANUAL DE FORMATURA

MANUAL de FORMATURA UCPEL MANUAL DE FORMATURA MANUAL DE FORMATURA INTRODUÇÃO Este manual tem por objetivo publicar normas e procedimentos para o planejamento, a organização e a execução das cerimônias de formatura da Universidade Católica de Pelotas

Leia mais

REITORIA REGULAMENTO CERIMÔNIAS OFICIAIS DE COLAÇÃO DE GRAU

REITORIA REGULAMENTO CERIMÔNIAS OFICIAIS DE COLAÇÃO DE GRAU REITORIA REGULAMENTO CERIMÔNIAS OFICIAIS DE COLAÇÃO DE GRAU Aprovado pelo Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão da Universidade Vila Velha, em 24/06/2015, através da Resolução nº 12/2015. VILA VELHA

Leia mais

JURAMENTOS DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA UNIPAMPA

JURAMENTOS DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA UNIPAMPA JURAMENTOS DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA UNIPAMPA Campus Alegrete CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO Prometo que, no exercício profissional como Bacharel em Ciência da Computação, serei fiel aos preceitos da honra e da

Leia mais

REGULAMENTO DE FORMATURAS

REGULAMENTO DE FORMATURAS Texto Aprovado CONSU 2008-24 de 24/11/2008 Texto Revisado CONSU 2011-19 de 09/06/2011 Texto Revisado CONSU 2014-01 de 31/03/2014 REGULAMENTO DE FORMATURAS 2014 Sumário Seção I Das Disposições Gerais...

Leia mais

- Local, data e horário da Sessão Solene da Colação de Grau;

- Local, data e horário da Sessão Solene da Colação de Grau; MANUAL DO FORMANDO A Colação de Grau é um ato oficial e obrigatório para Conclusão de Curso e obtenção de diploma realizado em Sessão Solene ou Colação Especial, em data, horário e local previamente autorizado

Leia mais

CONSIDERANDO: DETERMINA:

CONSIDERANDO: DETERMINA: PORTARIA Nº 05/2007 Prof. Marcelo Chanes, Diretor Acadêmico da Faculdade de Enfermagem Luiza de Marillac Faculdade São Camilo Rio de Janeiro, no uso das atribuições que lhe são conferidas e CONSIDERANDO:

Leia mais

MANUAL DE SOLENIDADE DE COLAÇÃO DE GRAU

MANUAL DE SOLENIDADE DE COLAÇÃO DE GRAU MANUAL DE SOLENIDADE DE COLAÇÃO DE GRAU Profa. Dra. Fátima Ahmad Rabah Abido Diretora Silvia Regina Tedesco Rodella Diretora Acadêmica Luci Mieko Hirota Simas Assistente Técnico Administrativo I Profa.

Leia mais

Psicologia. Resolução CFP nº 002/2006

Psicologia. Resolução CFP nº 002/2006 Psicologia Como psicólogo, eu me comprometo a colocar minha profissão a serviço da sociedade brasileira, pautando meu trabalho nos princípios da qualidade técnica e do rigor ético. Por meio do meu exercício

Leia mais

RESPONSABILIDADES LEGAIS, OBSERVAR O CÓDIGO DE ÉTICA, OBJETIVANDO O APERFEIÇOAMENTO DA CIÊNCIA DA ADMINISTRAÇÃO, O DESENVOLVIMENTO

RESPONSABILIDADES LEGAIS, OBSERVAR O CÓDIGO DE ÉTICA, OBJETIVANDO O APERFEIÇOAMENTO DA CIÊNCIA DA ADMINISTRAÇÃO, O DESENVOLVIMENTO ADMINISTRAÇÃO PROMETO, DIGNIFICAR MINHA PROFISSÃO, CONSCIENTE DE MINHAS RESPONSABILIDADES LEGAIS, OBSERVAR O CÓDIGO DE ÉTICA, OBJETIVANDO O APERFEIÇOAMENTO DA CIÊNCIA DA ADMINISTRAÇÃO, O DESENVOLVIMENTO

Leia mais

PROMETO, DIGNIFICAR MINHA PROFISSÃO, CONSCIENTE DE MINHAS RESPONSABILIDADES LEGAIS, OBSERVAR O CÓDIGO DE ÉTICA, OBJETIVANDO

PROMETO, DIGNIFICAR MINHA PROFISSÃO, CONSCIENTE DE MINHAS RESPONSABILIDADES LEGAIS, OBSERVAR O CÓDIGO DE ÉTICA, OBJETIVANDO ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS PROMETO, DIGNIFICAR MINHA PROFISSÃO, CONSCIENTE DE MINHAS RESPONSABILIDADES LEGAIS, OBSERVAR O CÓDIGO DE ÉTICA, OBJETIVANDO O APERFEIÇOAMENTO DA CIÊNCIA DA ADMINISTRAÇÃO, O DESENVOLVIMENTO

Leia mais

IMEC INSTITUTO MACEIÓ DE ENSINO E CULTURA MANUAL DO FORMANDO PLANEJAMENTO E REALIZAÇÃO DE FORMATURA

IMEC INSTITUTO MACEIÓ DE ENSINO E CULTURA MANUAL DO FORMANDO PLANEJAMENTO E REALIZAÇÃO DE FORMATURA IMEC INSTITUTO MACEIÓ DE ENSINO E CULTURA MANUAL DO FORMANDO PLANEJAMENTO E REALIZAÇÃO DE FORMATURA ÍNDICE PALAVRA DA DIRETORA...03 APRESENTAÇÃO...03 PROVIDÊNCIAS LEGAIS...03 COMISSÃO DE FORMATURA...04

Leia mais

FORMATURA INTRODUÇÃO UNIVERSIDADE CATÓLICA DE PELOTAS 01 MANUAL DE

FORMATURA INTRODUÇÃO UNIVERSIDADE CATÓLICA DE PELOTAS 01 MANUAL DE 01 MANUAL DE FORMATURA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE PELOTAS INTRODUÇÃO Este manual tem por objetivo publicar normas e procedimentos para o planejamento, a organização e a execução das cerimônias de formatura

Leia mais

4º É obrigatório o uso da beca durante a solenidade de Colação de Grau, exceto para o ato de colação de grau em gabinete.

4º É obrigatório o uso da beca durante a solenidade de Colação de Grau, exceto para o ato de colação de grau em gabinete. O Diretor Presidente do Instituto Avançado de Ensino Superior de Barreiras (IAESB) e o Diretor Acadêmico da Faculdade São Francisco de Barreiras (FASB), no uso de suas respectivas atribuições estatutárias

Leia mais

REGULAMENTO DAS SESSÕES SOLENES E PÚBLICAS DE COLAÇÃO DE GRAU DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE SÃO SALVADOR.

REGULAMENTO DAS SESSÕES SOLENES E PÚBLICAS DE COLAÇÃO DE GRAU DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE SÃO SALVADOR. REGULAMENTO DAS SESSÕES SOLENES E PÚBLICAS DE COLAÇÃO DE GRAU DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE SÃO SALVADOR. Este regulamento pretende servir de instrumento informativo e orientador das cerimônias

Leia mais

REGIMENTO DE SOLENIDADE DE FORMATURA

REGIMENTO DE SOLENIDADE DE FORMATURA REGIMENTO DE SOLENIDADE DE FORMATURA Coronel Fabriciano, Abril de 2010 1 SUMÁRIO TITULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES 3 TÍTULO II DA COMISSÃO PERMANENTE DE FORMATURA 3 TÍTULO III DA SOLENIDADE 5 CAPÍTULO

Leia mais

REGIMENTO DE SOLENIDADE DE FORMATURA

REGIMENTO DE SOLENIDADE DE FORMATURA REGIMENTO DE SOLENIDADE DE FORMATURA Coronel Fabriciano, Abril de 2010 SUMÁRIO TITULO I TÍTULO II TÍTULO III DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES DA COMISSÃO PERMANENTE DE FORMATURA DA SOLENIDADE 3 3 4 CAPÍTULO

Leia mais

MANUAL DO FORMANDO E DAS COMISSÕES DE FORMATURA

MANUAL DO FORMANDO E DAS COMISSÕES DE FORMATURA MANUAL DO FORMANDO E DAS COMISSÕES DE FORMATURA SETOR DE FORMATURAS ASSESSORIA DE RELAÇÕES PÚBLICAS SECRETARIA DE COMUNICAÇÃO Agosto de 2012 1 ÍNDICE Página 1. Regulamento das solenidades de Colação de

Leia mais

PORTARIA N 015/2011/FEST REGULA OS ATOS SOLENES DE COLAÇÃO DE GRAU DA FACULDADE DE EDUCAÇÃO SANTA TEREZINHA (FEST).

PORTARIA N 015/2011/FEST REGULA OS ATOS SOLENES DE COLAÇÃO DE GRAU DA FACULDADE DE EDUCAÇÃO SANTA TEREZINHA (FEST). PORTARIA N 015/2011/FEST REGULA OS ATOS SOLENES DE COLAÇÃO DE GRAU DA FACULDADE DE EDUCAÇÃO SANTA TEREZINHA (FEST). A DIRETORA GERAL da Faculdade de Educação Santa Terezinha (FEST) no uso de suas prerrogativas,

Leia mais

MANUAL DE COLAÇÃO DE GRAU

MANUAL DE COLAÇÃO DE GRAU MANUAL DE COLAÇÃO DE GRAU INTRODUÇÃO A outorga de grau acadêmico é a confirmação de que o aluno formando completou todos os requisitos exigidos pela lei e pelos regulamentos do país para ter acesso ao

Leia mais

REGULAMENTO DAS SESSÕES SOLENES E PÚBLICAS DE COLAÇÃO DE GRAU DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE GUAIRACÁ CAPITULO I DOS OBJETIVOS E FINS

REGULAMENTO DAS SESSÕES SOLENES E PÚBLICAS DE COLAÇÃO DE GRAU DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE GUAIRACÁ CAPITULO I DOS OBJETIVOS E FINS REGULAMENTO DAS SESSÕES SOLENES E PÚBLICAS DE COLAÇÃO DE GRAU DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE GUAIRACÁ CAPITULO I DOS OBJETIVOS E FINS Este regulamento serve como instrumento informativo e orientador

Leia mais

ORIENTAÇÕES COLAÇÃO DE GRAU 2013/02

ORIENTAÇÕES COLAÇÃO DE GRAU 2013/02 ORIENTAÇÕES COLAÇÃO DE GRAU 2013/02 1) Setor Responsável: Comunicação e Marketing shirley@unipacaraguari.edu.br veronica.dias@unipacaraguari.edu.br Fone: (34) 3249-3900 2) Horários de Atendimento: De segunda

Leia mais

MANUAL DO FORMANDO PLANEJAMENTO E REALIZAÇÃO DE FORMATURA

MANUAL DO FORMANDO PLANEJAMENTO E REALIZAÇÃO DE FORMATURA MANUAL DO FORMANDO PLANEJAMENTO E REALIZAÇÃO DE FORMATURA 1 ÍNDICE PALAVRA DO DIRETOR... 3 APRESENTAÇÃO... 3 PROVIDÊNCIAS LEGAIS... 3 COMISSÃO DE FORMATURA... 3 ESCOLHA DO PATRONO... 4 ESCOLHA DO PARANINFO...

Leia mais

Flávio Dino de Castro e Costa Governador. Prof. Dr. Gustavo Pereira da Costa Reitor. Prof. Dr. Walter Canales Sant Ana Vice-Reitor

Flávio Dino de Castro e Costa Governador. Prof. Dr. Gustavo Pereira da Costa Reitor. Prof. Dr. Walter Canales Sant Ana Vice-Reitor Flávio Dino de Castro e Costa Governador Prof. Dr. Gustavo Pereira da Costa Reitor Prof. Dr. Walter Canales Sant Ana Vice-Reitor Prof.ª Dr.ª. Andrea de Araújo Pró-Reitora de Graduação Prof. Dr. Antonio

Leia mais

FACULDADE LA SALLE MANUAL DE ORIENTAÇÃO DE COLAÇÃO DE GRAU. Cursos de Graduação. Lucas do Rio Verde-MT

FACULDADE LA SALLE MANUAL DE ORIENTAÇÃO DE COLAÇÃO DE GRAU. Cursos de Graduação. Lucas do Rio Verde-MT FACULDADE LA SALLE MANUAL DE ORIENTAÇÃO DE COLAÇÃO DE GRAU Cursos de Graduação Lucas do Rio Verde-MT Caro Graduando! 2015 Ao cumprir a integralização curricular estabelecida para seu curso, está na hora

Leia mais

Manual de Formatura 2010. Manual de Formatura UNIPBFPB

Manual de Formatura 2010. Manual de Formatura UNIPBFPB Manual de Formatura UNIPBFPB 2010 I FORMATURA SUMÁRIO Manual de Formatura 2010 II ORIENTAÇÕES PARA OS FORMANDOS 1. Solicitação de Colação de Grau 2. Documentação para a Colação de Grau III INFORMAÇÕES

Leia mais

RESPONSABILIDADES LEGAIS, OBSERVAR O CÓDIGO DE ÉTICA, OBJETIVANDO O APERFEIÇOAMENTO DA CIÊNCIA DA ADMINISTRAÇÃO, O DESENVOLVIMENTO DAS

RESPONSABILIDADES LEGAIS, OBSERVAR O CÓDIGO DE ÉTICA, OBJETIVANDO O APERFEIÇOAMENTO DA CIÊNCIA DA ADMINISTRAÇÃO, O DESENVOLVIMENTO DAS ADMINISTRAÇÃO RESPONSABILIDADES LEGAIS, OBSERVAR O CÓDIGO DE ÉTICA, OBJETIVANDO O APERFEIÇOAMENTO DA CIÊNCIA DA ADMINISTRAÇÃO, O DESENVOLVIMENTO DAS INSTITUIÇÕES E A GRANDEZA DO HOMEM E DA PÁTRIA. NEGÓCIOS

Leia mais

MANUAL DO FORMANDO PLANEJAMENTO E REALIZAÇÃO DE FORMATURA

MANUAL DO FORMANDO PLANEJAMENTO E REALIZAÇÃO DE FORMATURA MANUAL DO FORMANDO PLANEJAMENTO E REALIZAÇÃO DE FORMATURA ÍNDICE PALAVRA DO DIRETOR... 2 APRESENTAÇÃO... 2 PROVIDÊNCIAS LEGAIS... 2 COMISSÃO DE FORMATURA... 3 A ESCOLHA DO PATRONO... 3 A ESCOLHA DO PARANINFO...

Leia mais

JURAMENTO ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS

JURAMENTO ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS JURAMENTO ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS BACHARELANDOS DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS, DE PÉ! PROMETO DIGNIFICAR MINHA PROFISSÃO, CONSCIENTE DE MINHAS RESPONSABILIDADES LEGAIS, OBSERVAR O CÓDIGO DE ÉTICA,

Leia mais

Sumário. 1. Definições... 4. 2. Etapas do Cerimonial... 5

Sumário. 1. Definições... 4. 2. Etapas do Cerimonial... 5 Sumário 1. Definições... 4 2. Etapas do Cerimonial... 5 3. Regulamentações de Eventos Centro Universitário UNISEB. Colaçao de Grau- do Centro Universitário UNISEB Interativo.... 6 3.1 Colação de Grau...

Leia mais

MANUAL DE ORIENTAÇÕES E NORMAS DE FORMATURA CAMPUS VIII PAULO AFONSO

MANUAL DE ORIENTAÇÕES E NORMAS DE FORMATURA CAMPUS VIII PAULO AFONSO MANUAL DE ORIENTAÇÕES E NORMAS DE FORMATURA CAMPUS VIII PAULO AFONSO PAULO AFONSO 2014 José Bites de Carvalho Reitor Carla Liane Vice Reitora Marcelo Duarte Dantas de Ávila Pró-Reitoria de Gestão e Desenvolvimento

Leia mais

Solenidade de Colação de Grau

Solenidade de Colação de Grau Solenidade de Colação de Grau A conclusão do curso é a celebração do estudante em face de uma grande conquista. A Cerimônia de Conclusão é um dos mais belos momentos da jornada. Com ela se compartilha

Leia mais

FACULDADE NACIONAL DE EDUCAÇÃO E ENSINO SUPERIOR DO PARANÁ. Regulamento da Colação de Grau

FACULDADE NACIONAL DE EDUCAÇÃO E ENSINO SUPERIOR DO PARANÁ. Regulamento da Colação de Grau FACULDADE NACIONAL DE EDUCAÇÃO E ENSINO SUPERIOR DO PARANÁ Regulamento da Colação de Grau 2009 TÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1º Colação de grau é um ato acadêmico-administrativo de reconhecimento institucional

Leia mais

REGULAMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR

REGULAMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR REGULAMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR 2008 Diretora Geral: Profª. Drª. Irmã Olga de Sá Vice-Diretora: Profª. Irmã Raquel Godoi Retz Coordenação Pedagógica: Prof. Ms José Luiz de Miranda Alves Coord. do Núcleo

Leia mais

Do Ato. Da Competência. Art.2º - A outorga de grau compete ao Diretor Acadêmico das Faculdades Integradas de Itararé. Da Dispensa

Do Ato. Da Competência. Art.2º - A outorga de grau compete ao Diretor Acadêmico das Faculdades Integradas de Itararé. Da Dispensa Portaria 03/2008 Regulamento para a cerimônia de colação de Grau conferida aos concluintes dos cursos de graduação das Faculdades Integradas de Itararé. Do Ato Art.1º - A colação de grau nas Faculdades

Leia mais

Manual de Formatura. www.uergs.edu.br

Manual de Formatura. www.uergs.edu.br Manual de Formatura www.uergs.edu.br Universidade Estadual do Rio Grande do Sul Direção Reitor Prof. Dr. Fernando Guaragna Martins Vice-Reitor Reitora Profa. Dra. Sita Mara Lopes Sant Anna Pró-Reitor de

Leia mais

REGIMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SAÚDE ANIMAL Fundação Estadual de Pesquisa Agropecuária (FEPAGRO)

REGIMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SAÚDE ANIMAL Fundação Estadual de Pesquisa Agropecuária (FEPAGRO) REGIMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SAÚDE ANIMAL Fundação Estadual de Pesquisa Agropecuária (FEPAGRO) Portaria FEPAGRO nº 154/2013. O Diretor-Presidente da Fundação Estadual de Pesquisa Agropecuária

Leia mais

ORIENTAÇÕES FORMATURA FAED-UDESC 2012-1

ORIENTAÇÕES FORMATURA FAED-UDESC 2012-1 ORIENTAÇÕES FORMATURA FAED-UDESC 2012-1 ENSAIO GERAL DA FORMATURA Dia: 06 de agosto de 2012 (Segunda-feira) Local: Auditório da FAED Pauta: *19h às 20h30 - Ensaio dos procedimentos para a cerimônia - Aprendendo

Leia mais

PORTARIA Nº. 215/2008-DG/CEFET-RN Natal/RN, 10 de abril de 2008.

PORTARIA Nº. 215/2008-DG/CEFET-RN Natal/RN, 10 de abril de 2008. PORTARIA Nº. 215/2008-DG/CEFET-RN Natal/RN, 10 de abril de 2008. O DIRETOR-GERAL DO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DO RIO GRANDE DO NORTE, usando de suas atribuições legais e CONSIDERANDO o que

Leia mais

Manual de Procedimentos - Colação Oficial UNILASALLE/RJ

Manual de Procedimentos - Colação Oficial UNILASALLE/RJ Manual de Procedimentos - Colação Oficial UNILASALLE/RJ As solenidades de Colação de Grau dos formandos do Centro Universitário La Salle (UNILASALLE/RJ), a contar do primeiro semestre de 2012 (solenidades

Leia mais

MANUAL DE COLAÇÃO DE GRAU FORMANDOS 2011/2

MANUAL DE COLAÇÃO DE GRAU FORMANDOS 2011/2 MANUAL DE COLAÇÃO DE GRAU FORMANDOS 2011/2 UNIÃO BRASILIENSE DE EDUCAÇÃO E CULTURA Diretor Presidente: Pe. Décio Batista Teixeira Diretor Primeiro Vice-Presidente: Pe. Valdomiro Alves Barbosa Diretor Segundo

Leia mais

RESOLUÇÃO nº 03 DE 28 DE JANEIRO DE 2016

RESOLUÇÃO nº 03 DE 28 DE JANEIRO DE 2016 Resolução nº 03/2016 Pág. 1 de 06 RESOLUÇÃO nº 03 DE 28 DE JANEIRO DE 2016 Aprova Regulamento do Colegiado do Curso de Engenharia de Controle e Automação/CEng. A Presidente do Conselho do Ensino, da Pesquisa

Leia mais

Manual de Formatura da Faculdade Horizontina 1ª edição, Aprovada pelo Colegiado Administrativo, Vigente desde Março - 2012

Manual de Formatura da Faculdade Horizontina 1ª edição, Aprovada pelo Colegiado Administrativo, Vigente desde Março - 2012 Manual de Formatura da Faculdade Horizontina 1ª edição, Aprovada pelo Colegiado Administrativo, Vigente desde Março - 2012 Comissão Institucional de Formatura FAHOR Aline de Mattos, Perceval Lautenschlager,

Leia mais

SOCIEDADE DE EDUCAÇÃO DE CULTURA DE GOIANIA LTDA FACULDADE PADRÃO

SOCIEDADE DE EDUCAÇÃO DE CULTURA DE GOIANIA LTDA FACULDADE PADRÃO SUMÁRIO TÍTULO I 3 DA PÓS GRADUAÇÃO LATO SENSU E SEUS OBJETIVOS 3 TÍTULO II 5 DA ORGANIZAÇÃO ADMINISTRATIVA 5 CAPÍTULO I 5 DA ESTRUTURA 5 CAPÍTULO II 6 DA COORDENAÇÃO DE PÓS GRADUAÇÃO LATO SENSU 6 CAPÍTULO

Leia mais

Norma de Eventos Institucionais e Oficiais - Universidade Federal de Itajubá

Norma de Eventos Institucionais e Oficiais - Universidade Federal de Itajubá Norma de Eventos Institucionais e Oficiais - Universidade Federal de Itajubá 1 Esta norma regulamenta a realização dos eventos institucionais e oficiais da Universidade Federal de Itajubá, padronizando

Leia mais

ATA DE REUNIÃO COM REPRESENTANTES DE FORMANDOS - GRADUAÇÃO 1/2016 DATA: 16/04/16. Horário: 11:00 às 12:30

ATA DE REUNIÃO COM REPRESENTANTES DE FORMANDOS - GRADUAÇÃO 1/2016 DATA: 16/04/16. Horário: 11:00 às 12:30 ATA DE REUNIÃO COM REPRESENTANTES DE FORMANDOS - GRADUAÇÃO 1/2016 DATA: 16/04/16 Horário: 11:00 às 12:30 1. Às onze horas do dia dezesseis de abril de dois mil e dezesseis, reuniram-se na sala William

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 010, de 19 de dezembro de 2012.

RESOLUÇÃO Nº 010, de 19 de dezembro de 2012. Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul Campus Ibirubá RESOLUÇÃO Nº 010, de 19 de dezembro de 2012.

Leia mais

DELIBERAÇÃO CONSAD Nº 041/2004. O CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO, na conformidade do Processo nº R- 045/2004, aprovou e eu promulgo a seguinte Deliberação:

DELIBERAÇÃO CONSAD Nº 041/2004. O CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO, na conformidade do Processo nº R- 045/2004, aprovou e eu promulgo a seguinte Deliberação: DELIBERAÇÃO CONSAD Nº 041/2004 Dispõe sobre a Colação de Grau e dá outras providências. O CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO, na conformidade do Processo nº R- 045/2004, aprovou e eu promulgo a seguinte Deliberação:

Leia mais

Resolução CONSAD nº 01/2001 R E S O L V E

Resolução CONSAD nº 01/2001 R E S O L V E CONSELHO SUPERIOR DE ADMINISTRAÇÃO UNIVERSITÁRIA CONSAD Resolução CONSAD nº 01/2001 O Presidente do Conselho Superior de Administração Universitária CONSAD e Reitor da Universidade de Cuiabá, Professor

Leia mais

MANUAL DE COLAÇÃO DE GRAU DA ADJETIVO - CETEP

MANUAL DE COLAÇÃO DE GRAU DA ADJETIVO - CETEP MANUAL DE COLAÇÃO DE GRAU DA ADJETIVO - CETEP Solenidade de Colação de Grau A Colação de grau é o ato Institucional que se realiza para conferir graus acadêmicos aos formandos, em dia e hora marcados.

Leia mais

EDITAL Nº 115/2015 Referente ao Aviso nº 088/2015, publicado no DOE de 24.10.2015.

EDITAL Nº 115/2015 Referente ao Aviso nº 088/2015, publicado no DOE de 24.10.2015. EDITAL Nº 115/2015 Referente ao Aviso nº 088/2015, publicado no DOE de 24.10.2015. O REITOR DA UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA (UNEB), no uso de suas atribuições legais e regimentais, torna público a abertura

Leia mais

PORTARIA-DG-025/2008 REGULAMENTA OS PROCEDIMENTOS PARA COLAÇÃO DE GRAU NO ÂMBITO DAS FACULDADES INTEGRADAS SANTA CRUZ DE CURITIBA (FARESC)

PORTARIA-DG-025/2008 REGULAMENTA OS PROCEDIMENTOS PARA COLAÇÃO DE GRAU NO ÂMBITO DAS FACULDADES INTEGRADAS SANTA CRUZ DE CURITIBA (FARESC) PORTARIA-DG-025/2008 REGULAMENTA OS PROCEDIMENTOS PARA COLAÇÃO DE GRAU NO ÂMBITO DAS FACULDADES INTEGRADAS SANTA CRUZ DE CURITIBA (FARESC) O Diretor Geral, no uso das atribuições que lhe confere os incisos

Leia mais

Manual de Formatura da Universidade Metodista de São Paulo

Manual de Formatura da Universidade Metodista de São Paulo Manual de Formatura da Universidade Metodista de São Paulo 4ª edição revisada, ampliada e atualizada até junho de 2012 Profa. Dra. Isildinha Martins Contato: Gestão de Formaturas Setor de Eventos Institucionais

Leia mais

Gestão 2011/2014. Reitor Prof. Dr. Fernando Guaragna Martins. Vice-Reitora Profa. Dra. Sita Mara Lopes Sant Anna

Gestão 2011/2014. Reitor Prof. Dr. Fernando Guaragna Martins. Vice-Reitora Profa. Dra. Sita Mara Lopes Sant Anna 1 2 Gestão 2011/2014 Reitor Prof. Dr. Fernando Guaragna Martins Vice-Reitora Profa. Dra. Sita Mara Lopes Sant Anna Pró-Reitor de Ensino Prof. Dr. Leonardo Alvim Beroldt da Silva Pró-Reitor de Pesquisa

Leia mais

FORMATURAS CURSOS EAD - UEPG

FORMATURAS CURSOS EAD - UEPG FORMATURAS CURSOS EAD - UEPG A cerimônia de colação dos cursos a distância é realizada por empresa contratada pelos formandos, com o apoio e supervisão da UEPG (PROGRAD e CERIMONIAL) A empresa deve se

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA 07

INSTRUÇÃO NORMATIVA 07 INSTRUÇÃO NORMATIVA 07 O Diretor Geral no uso de suas atribuições regimentais, ouvido o Conselho Acadêmico, RESOLVE: Regulamentar as Cerimônias de Colação de Grau dos Cursos de Graduação das Faculdades

Leia mais

Universidade Federal de Uberlândia Av. Engenheiro Diniz, 1178 - Bairro Martins - CP 593 38400-462 - Uberlândia-MG

Universidade Federal de Uberlândia Av. Engenheiro Diniz, 1178 - Bairro Martins - CP 593 38400-462 - Uberlândia-MG RESOLUÇÃO N o 04/2004, DO CONSELHO DE GRADUAÇÃO, AD REFERENDUM Estabelece normas para a Colação de Grau dos alunos dos cursos de graduação da Universidade Federal de Uberlândia. O VICE-PRESIDENTE NO EXERCÍCIO

Leia mais

MANUAL DA SOLENIDADE DE COLAÇÃO DE GRAU. Cerimonial Acadêmico

MANUAL DA SOLENIDADE DE COLAÇÃO DE GRAU. Cerimonial Acadêmico MANUAL DA SOLENIDADE DE COLAÇÃO DE GRAU Cerimonial Acadêmico Juína MT 1 Disposições Gerais A conclusão de um curso superior, certamente é o ápice da celebração do acadêmico - resultado de uma grande conquista.

Leia mais

Manual de. Formatura

Manual de. Formatura Sumário Introdução Informações Gerais Colação de Grau Externa de Gabinete Interna Assessoria de Comunicação e Marketing Atividades Preparatórias 1. Constituição da Comissão de 2. Escolha dos Homenageados

Leia mais

EDITAL Nº 85/2015 PROGRAD SELEÇÃO DE MONITORES PIM 2015/1

EDITAL Nº 85/2015 PROGRAD SELEÇÃO DE MONITORES PIM 2015/1 UNIVERSIDADE FEDERAL DO TOCANTINS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO DIRETORIA DE PROGRAMAS ESPECIAIS EM EDUCAÇÃO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE MONITORIA Av. NS 15, 109 Norte, sala 219, Bloco IV 77001-090 Palmas/TO

Leia mais

RESOLUÇÃO - CEPEC Nº 846

RESOLUÇÃO - CEPEC Nº 846 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS RESOLUÇÃO - CEPEC Nº 846 Altera a denominação do Curso de Especialização em Redes de Computadores, criado pela Resolução CEPEC nº 422, e aprova o novo

Leia mais

Manual de Formatura Regulamento e Normas

Manual de Formatura Regulamento e Normas FACULDADE POLITÉCNICA DE UBERLÂNDIA Manual de Formatura Regulamento e Normas UBERLÂNDIA MG 1 Solenidade de Colação de Grau A conclusão do curso certamente é a celebração do estudante de uma grande conquista.

Leia mais

ESCOLA DE ENFERMAGEM REGIMENTO

ESCOLA DE ENFERMAGEM REGIMENTO ESCOLA DE ENFERMAGEM REGIMENTO Organização Administrativa e Técnica TÍTULO II DA ORGANIZAÇÃO ADMINISTRATIVA E TÉCNICA CAPÍTULO I DA ESTRUTURA FUNCIONAL Art. 7º A organização administrativa e técnica da

Leia mais

Resolução 128/Reitoria/Univates Lajeado, 28 de setembro de 2012

Resolução 128/Reitoria/Univates Lajeado, 28 de setembro de 2012 Resolução 128/Reitoria/Univates Lajeado, 28 de setembro de 2012 Reedita a Resolução 085/Reitoria/Univates, de 03/07/2008, que aprova o Regulamento dos Estágios Obrigatórios dos cursos de graduação e sequenciais

Leia mais

A CERIMÔNIA DE COLAÇÃO DE GRAU

A CERIMÔNIA DE COLAÇÃO DE GRAU MANUAL DA SOLENIDADE OFICIAL DE COLAÇÃO DE GRAU 2013 APRESENTAÇÃO Depois de dedicar anos de sua vida aos estudos, é chegada a hora da recompensa - a Colação de Grau é um momento único, especial, e por

Leia mais

MANUAL DE COLAÇÃO DE GRAU 1. DEFINIÇÕES... 3 1.1 TIPOS DE COLAÇÃO DE GRAU... 3 1.1.1 SOLENE:... 3 1.1.2 NÃO SOLENE:... 3 2. PROCEDIMENTOS...

MANUAL DE COLAÇÃO DE GRAU 1. DEFINIÇÕES... 3 1.1 TIPOS DE COLAÇÃO DE GRAU... 3 1.1.1 SOLENE:... 3 1.1.2 NÃO SOLENE:... 3 2. PROCEDIMENTOS... 1. DEFINIÇÕES... 3 1.1 TIPOS DE COLAÇÃO DE GRAU... 3 1.1.1 SOLENE:... 3 1.1.2 NÃO SOLENE:... 3 2. PROCEDIMENTOS... 3 2.1 DOCUMENTAÇÃO... 3 2.2 CERIMÔMIA... 4 2.3 ATRIBUIÇÕES... 4 2.3.1 DIREÇÃO... 4 2.3.2

Leia mais