APRESENTAÇÃO DE AÇÕES

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "APRESENTAÇÃO DE AÇÕES"

Transcrição

1 APRESENTAÇÃO DE AÇÕES 2014

2 Editorial Criado em 2012, o Instituto Positivo fomenta as práticas de Responsabilidade Social para as empresas do Grupo Positivo, bem como gerencia o Investimento Social Privado, voltado inteiramente para o benefício da comunidade. a Sustentabilidade. São eles: Educação, Desenvolvimento de Colaboradores, Ética nas Relações Comerciais e Institucionais, Retorno à Sociedade, Gestão de Impactos Ambientais. Mas, como ampliar o impacto de nossas ações e de nossos investimentos? A equipe do Instituto Positivo trabalhou durante 2014 focada em responder a esses questionamentos. Buscando o fortalecimento da governança do Instituto, o Conselho de Governança, composto por executivos das empresas do Grupo Positivo, passou a contar com a participação de dois novos membros externos, ambos com reconhecida experiência de atuação na área de Educação e no Terceiro Setor. São eles: Prof. Dr. Claudio de Moura Castro e Prof. Dr. Mozart Ramos. Já o Instituto Positivo, alinhado à estratégia de Sustentabilidade, fará a gestão do Investimento Social Privado, assumindo a educação como seu principal eixo de atuação, e passará a operar como um articulador e promotor de iniciativas estruturantes que contribuam para o aumento da qualidade da educação brasileira. Entendendo a educação como a força motriz para o desenvolvimento de pessoas e das nações, atuará colaborando para o fortalecimento da gestão educacional de municípios brasileiros e também na produção e disseminação de conhecimento. No campo da Responsabilidade Social, a fim de conceber um plano de atuação consistente para o Positivo e para os públicos com que nossas empresas se relacionam, foi promovida uma ampla consulta interna e externa buscando identificar quais os temas de gestão prioritários de uma empresa que atua no setor de Educação. Essa consulta resultou na concepção de um posicionamento de sustentabilidade que orientou a publicação do Relatório de Sustentabilidade, bem como o desenvolvimento de metas de curto e médio prazos que levarão o Positivo a avançar nessa área. Dois anos após o nascimento do Instituto Positivo, seguimos caminhando a passos largos, graças ao envolvimento efetivo da direção da empresa, de colaboradores e parceiros. A partir de 2015, a área de Responsabilidade Social passará a ser denominada Sustentabilidade e terá a missão de engajar diversas áreas para atuarem em conjunto, a fim de avançar nos principais compromissos do Positivo com Nesta publicação, buscamos compartilhar as diversas ações que foram planejadas e realizadas durante o ano de 2014, e não poderíamos deixar de agradecer a todos aqueles que contribuíram para o fortalecimento das ações de responsabilidade social e investimento social do Positivo. Fazemos parte de uma rede composta por colaboradores, alunos, pais de alunos, professores, empresas, poder público, institutos, fundações e voluntários. E é por meio dela que construímos relações, aprendizados e parcerias que nos possibilitam avançar e alcançar resultados cada vez mais consistentes em favor de uma sociedade melhor para cada um de nós. Boa leitura! Eliziane Gorniak Diretora do Instituto Positivo 2 Apresentação de Ações 2014, Instituto Positivo Apresentação de Ações 2014, Instituto Positivo 3

3 Sumário INVESTIMENTO SOCIAL PRIVADO 6 Educação 6 Programa Talentos Positivo 8 Programa Universidade Positivo na Comunidade 9 Programa Além dos Muros 11 Programa Apadrinhamento Prouni 14 Expediente Conselho de Governança do Instituto Positivo: Presidente: Helio Bruck Rotenberg. Vice-Presidente: Lucas Guimarães. Conselheiros: Emerson W. dos Santos, Gilberto Alves da Silva Junior, Paulo Cunha, Cezar Teixeira, Rogério Mainardes, Marco Aurelio Pitta. Conselheiros externos: Prof. Dr. Mozart Ramos e Prof. Dr. Claudio de Moura Castro. Direção Executiva: Eliziane Gorniak. MOBILIZAÇÃO SOCIAL ESTRUTURADA 16 Programa Positivo de Voluntariado 18 Projeto Contação de Histórias 20 Financiamento de Projetos de Voluntariado 23 Projeto Dia P 25 Projeto Ciclo de Profissões 26 Campanhas 27 Colaboração: Equipe do Instituto Positivo: Adriane Mara Ribeiro, Camila Schmid, Cristiane Fonseca, Daniele Trevisan Kleina, Geovana Madruga, Marina Ida de Carvalho, Silvia Cristina Francisco, Teotônia Fonseca Pereira. Supervisão: Eliziane Gorniak Coordenação editorial: Camila Schmid MEIO AMBIENTE 28 Mata do Uru 30 RESPONSABILIDADE SOCIAL 32 Sistema de Gestão Ambiental 34 Relatório de Sustentabilidade 36 APOIOS E PARCERIAS 38 Certificação LIFE 40 Concerto de Natal 41 Doação de livros para Bocaiuva do Sul (PR) 42 Parceria com a ONG Formação Solidária 43 Projeto Mobiliza 43 Parceria com o Instituto da Oportunidade Social (IOS) 44 Projeto Sorrir é o Melhor Remédio 45 4 Apresentação de Ações 2014, Instituto Positivo Apresentação de Ações 2014, Instituto Positivo 5

4 EDUCAÇÃO ACREDITAMOS QUE A EDUCAÇÃO ALAVANCA MUDANÇAS POSITIVAS PARA TRANSFORMAR E CONSTRUIR UM GRANDE FUTURO. 6 Apresentação de Ações 2014, Instituto Positivo Apresentação de Ações 2014, Instituto Positivo 7

5 Programa Talentos Positivo PROGRAMA TALENTOS POSITIVO CONCEDE BOLSAS DE 100% NO ENSINO MÉDIO DO COLÉGIO POSITIVO LANÇADO EM 2012, O PROGRAMA BENEFICIA ALUNOS DESTAQUES DE ESCOLAS DA REDE PÚBLICA ESTADUAL DE CURITIBA. Gestores de Escolas Conveniadas recebem orientação sobre a metodologia do programa. para que nosso perfil profissional comece a ser traçado. Profissionais interessados e dedicados com certeza tornam melhores muitas vidas, afirma Palloma Aparecida Andreatta Gaspar, aluna do programa. Já os pais e responsáveis participaram de dois seminários, em que foi abordada, além de outros assuntos, a importância da escolha da formação profissional dos filhos. A dedicação dos alunos foi comprovada com o resultado da média anual geral, que foi de 9.0. Também em 2014, em uma parceria com a Editora Positivo, a metodologia de seleção de alunos bolsistas do programa foi compartilhada com quatro Escolas Conveniadas ao Sistema Positivo de Ensino, promovendo a expansão do programa e a oportunidade de inclusão de alunos de várias regiões do país. Programa UP na Comunidade PROGRAMA UP NA COMUNIDADE ESTIMULA A PRÁTICA SOCIAL NOS ACADÊMICOS DA UNIVERSIDADE POSITIVO OS PROJETOS TEM FOCO NO DESENVOLVIMENTO DAS REGIÕES, PREFERENCIALMENTE GERANDO TRABALHO EM REDE E ESTREITANDO RELAÇÕES. Pais de alunos participam de seminário. Desenvolvido pelo Instituto Positivo, em parceria com a Universidade Positivo, o programa tem como finalidade no Programa UP na Comunidade já beneficiaram diretamente mais de mil pessoas da comunidade. estimular e financiar projetos em que os acadêmicos A iniciativa do Instituto, em parceria com o Colégio Positivo, selecionou em 2012, por meio de um rigoroso processo seletivo, 17 alunos destaques de escolas da rede pública estadual de Curitiba para a concessão de bolsas mensais de 100% no Ensino Médio do Colégio Positivo. Além disso, os alunos também contam com toda a infraestrutura necessária para a permanência nos estudos, tais como alimentação, transporte e material didático. O processo seletivo abrangeu cinco fases eliminatórias e teve quase 250 alunos indicados por 199 escolas da rede pública estadual de Curitiba. Em 2014, os alunos participantes, que se preparam para prestar vestibular em 2015, participaram de quatro encontros de coaching para desenvolvimento pessoal e do programa de planejamento de carreira, realizado em parceria com a Consultoria Carreira Consciente. No planejamento de carreira, toda semana temos atividades e professores aplicam seu talento e conhecimento em benefício de organizações sociais e educacionais de Curitiba e região. Por meio dos coordenadores de curso, os alunos e professores da Universidade Positivo podem inscrever projetos para receber financiamento de até mil reais para a realização das ações. Desde 2012, os projetos inscritos O programa gera benefícios tanto para o acadêmico como para a sociedade. Para os estudantes, proporciona desenvolvimento de liderança, ampliação da compreensão da função social da sua profissão e da visão para novas realidades. Já para a sociedade, é uma forma de receber e trocar informações, ter mais acesso a atendimento de serviços e construir ações que gerem transformação social. 8 Apresentação de Ações 2014, Instituto Positivo Apresentação de Ações 2014, Instituto Positivo 9

6 EM 2014, NOVE PROJETOS FORAM APOIADOS: PROGRAMA ALÉM DOS MUROS INCENTIVA ESCOLAS PARCEIRAS A REALIZAR PROJETOS SOCIAIS Programa Além dos Muros O PROGRAMA OPORTUNIZA QUE ESCOLAS PARCEIRAS IDENTIFIQUEM, POR MEIO DO DIÁLOGO, AS NECESSIDADES REAIS DA COMUNIDADE. Alunos graduandos de Ciências Biológicas realizam o Projeto Flora Urbana, em que orientam as crianças sobre como reconhecer plantas ornamentais que podem ser tóxicas. Projeto de Identificação de espécies arbóreas da UP Ciências Biológicas; Flora Urbana e Saúde Pública Ciências Biológicas; Projeto Pedagogo Cidadão Pedagogia; Projeto Social Escola Sem Muros, de Boa Esperança (MG). Amigos da Enfermagem Enfermagem; Projeto Geração de Renda Administração; Projeto Jornaleiros - Jornalismo; Projeto Semeando Sorrisos Publicidade e Propaganda; Projeto Colhendo Sorrisos Publicidade e Propaganda; Tour Virtual Mata do Uru Publicidade e Propaganda. Alunos graduandos de Administração realizam o Projeto Geração de Renda. Desde sua criação, participaram do programa os cursos de Ciências Biológicas, Pedagogia, Enfermagem, Administração, Publicidade e Propaganda, Fisioterapia, Odontologia, Biologia, Biomedicina, Nutrição, Jornalismo, Arquitetura, Design e Psicologia. Criado em 2012, em parceria com a Editora Positivo e Positivo Informática Tecnologia Educacional, o Programa Além dos Muros possibilita às escolas conveniadas ao Sistema Positivo de Ensino (SPE) e plugadas ao Portal Educacional a oportunidade de inscreverem projetos sociais voltados à comunidade. Os aprovados pela Comissão de Avaliação recebem apoio técnico e financeiro do Instituto Positivo. O objetivo do programa é criar a cultura de responsabilidade social nas escolas e promover o envolvimento de professores e alunos voluntários na criação de uma rede de mobilização, cooperação e de desenvolvimento da cidadania. Em 2014, o programa apoiou 13 novos projetos, que tratam de diferentes temáticas. Além destes, outros cinco projetos, iniciados em 2013, continuam sendo apoiados. Desde o início do programa, foram beneficiadas aproximadamente 4 mil pessoas em organizações sociais, escolas públicas e na comunidade. Além do apoio, o Instituto realizou visitas de acompanhamento técnico nas escolas, com o objetivo de monitorar os resultados e sugerir adaptações necessárias. 10 Apresentação de Ações 2014, Instituto Positivo Apresentação de Ações 2014, Instituto Positivo 11

7 CONHEÇA ALGUNS DOS PROJETOS APOIADOS: PROJETO: Escola Sem Muros Escola proponente: Colégio SEI (Escola Doce Tempo Ltda.) Cidade: Boa Esperança (MG) Foi organizada uma fanfarra para incentivar e proporcionar a participação dos alunos do Colégio SEI e dos jovens atendidos pela Associação Novo Caminho (ANOC) em trabalhos coletivos. Além da oportunidade de realizar atividades culturais, sociais, musicais e educativas, a fanfarra estimula nos alunos a habilidade com instrumentos musicais, além de incentivar a prática de ações de responsabilidade social. O Programa Além dos Muros foi a força propulsora para a realização de um projeto que há tempos ambicionávamos. A presença frequente e o envolvimento de todos foram determinantes para consolidar esse sonho que se transformou em uma atividade cultural favorável à inclusão social, ao desenvolvimento de valores humanos e da cidadania. A fanfarra, hoje, é uma realidade de sucesso e um orgulho para todos nós. ENTENDA O QUE SÃO AS ESCOLAS CONVENIADAS E AS ESCOLAS PLUGADAS: Magda Carvalho Vilela Brito, diretora do Colégio SEI e responsável pelo projeto Escola Sem Muros. Projeto Comunidade Nascente, em Mambaí (GO). A cidade de Mambaí, incluindo a Escola Millena, encontra-se inteiramente dentro de uma Área de Proteção Ambiental, a APA Nascentes do Rio Vermelho, um território prioritário para Conservação do Patrimônio Natural Brasileiro e desenvolvimento socioambiental. O projeto visa sensibilizar e mobilizar os alunos e a comunidade do entorno para a preservação ambiental por meio de palestras, plantio de árvores, instalação de lixeiras entre outras atividades.. Conseguimos mobilizar a comunidade a acreditar que, juntos, podemos despertar, impedindo que um eventual processo de acomodação continue no berço da sociedade. Com o apoio do Instituto Positivo, podemos oferecer à comunidade crescimento e desenvolvimento de seu potencial no poder aquisitivo, cultural e natural. PROJETO: Comunidade Nascente Escola proponente: Escola Millena Cidade: Mambaí (GO) ESCOLAS CONVENIADAS ESCOLAS PLUGADAS: Adquirem e aplicam o mesmo Sistema de Ensino das unidades educacionais do Grupo Positivo, por meio da utilização dos materiais didáticos produzidos pela Editora Positivo. Utilizam os portais de educação do Positivo, os quais são produzidos pela Positivo Informática Tecnologia Educacional. Elenisa Dias de Sousa, gestora e responsável pelo Projeto Comunidade Nascente. 12 Apresentação de Ações 2014, Instituto Positivo Apresentação de Ações 2014, Instituto Positivo 13

8 Programa Apadrinhamento Prouni O PROGRAMA APADRINHAMENTO PROUNI VIABILIZA BOLSA COMPLEMENTAR PARA A FORMAÇÃO DE ACADÊMICOS DE ENSINO SUPERIOR PARA TORNAR POSSÍVEL A EXECUÇÃO DO PROGRAMA, ALÉM DOS RECURSOS DO INSTITUTO POSITIVO, LÍDERES DO POSITIVO SÃO APOIADORES DO PROGRAMA. PERCEPÇÃO DOS ALUNOS ATENDIDOS PELO PROGRAMA: 59% Quando não passei no vestibular da Universidade Federal do Paraná, pensei que nunca teria outra chance de ser alguém na vida. Na época em que me foi concedida a bolsa do Prouni, eu estava vivendo uma situação muito difícil e achava que não iria conseguir. O que eu espero do meu futuro é poder me formar, exercer minha profissão com amor e ajudar outras pessoas que, como eu, às vezes precisam de um socorro na vida. Serei eternamente grata. O Programa Apadrinhamento Prouni uma parceria entre o Instituto Positivo, líderes, a Universidade Positivo e o Centro Tecnológico Positivo viabiliza bolsas complementares a acadêmicos cadastrados no Prouni que comprovaram a necessidade de obter recursos financeiros adicionais para prosseguir com os estudos. O objetivo é atender alunos que compreendem que a educação é a principal ferramenta para a conquista de um futuro melhor para eles e suas famílias, mas não têm recursos econômicos e sociais para a manutenção da vida acadêmica. 18% 12% Por meio de um rigoroso processo de seleção, realizado entre os meses de abril e junho de 2013, 30 universitários foram selecionados e passaram a receber a bolsa complementar. O valor deve ser destinado essencialmente à alimentação, transporte, material didático e moradia dos estudantes, os quais periodicamente prestam contas do valor utilizado. Em 2014, o programa atendeu 19 alunos ainda não graduados, que receberam a bolsa complementar por dez meses. Os resultados do primeiro ano do programa apareceram em fevereiro de 2014, em uma pesquisa de autopercepção realizada com os beneficiados. A pesquisa apontou os aspectos pessoais que eles mais desenvolveram durante o ano. Confira os resultados: MELHORIA DA QUALIDADE DE VIDA, RENDIMENTO ACADÊMICO E RELACIONAMENTOS MELHORIA NA QUALIDADE DE VIDA MELHORIA DO RENDIMENTO ACADÊMICO E QUALIDADE DE VIDA Larisseane de Souza Ribeiro, aluna do Curso de Direito da Universidade Positivo beneficiada pelo programa. 14 Apresentação de Ações 2014, Instituto Positivo Apresentação de Ações 2014, Instituto Positivo 15

9 MOBILIZAÇÃO SOCIAL MOBILIZAMOS PESSOAS EM PROL DE UM OBJETIVO COMUM PARA TRANSFORMAR DE FORMA POSITIVA A COMUNIDADE. 16 Apresentação de Ações 2014, Instituto Positivo Apresentação de Ações 2014, Instituto Positivo 17

10 Programa Positivo de Voluntariado PROGRAMA POSITIVO DE VOLUNTARIADO ENGAJA OS COLABORADORES AS INICIATIVAS DE DESENVOLVIMENTO DA COMUNIDADE TÊM FOCO PRIORITÁRIO NA EDUCAÇÃO. Por acreditar na força voluntária, no talento e nas habilidades dos colaboradores do Positivo, o Instituto desenvolve o Programa Positivo de Voluntariado. Atrelado à sua missão, o programa estimula a atuação voluntária para um objetivo comum: a transformação social. Os programas são desenvolvidos visando promover mudanças reais, fomentando a sensibilidade e o protagonismo entre indivíduos e organizações. Para isso o Instituto conta com a dedicação e o compromisso dos colaboradores e alunos do Positivo. A gestão do programa é compartilhada com os Comitês de Voluntariado, instituídos em cada uma das unidades do Positivo. Dada a diversidade de profissionais e de segmentos em que o Grupo atua, os comitês fazem a ponte entre o Instituto Positivo, os colaboradores e a comunidade, traduzindo expectativas, perfis e oportunidades, além de estimular a atuação voluntária. DIVERSAS INICIATIVAS SOCIAIS COM FOCO Colaboradores voluntários do Programa Positivo de voluntariado. EDUCACIONAL FORAM REALIZADAS OU APOIADAS EM 2014 PELO PROGRAMA POSITIVO DE VOLUNTARIADO, CONFORME A SEGUIR: INICIATIVAS INSTITUCIONAIS: projetos promovidos pelo Instituto Positivo. INICIATIVAS DOS COMITÊS DE VOLUNTARIADO: tem como objetivo atender a uma demanda específica da comunidade ou de organizações sociais parceiras das unidades. INICIATIVAS DE VOLUNTÁRIOS: as necessidades são identificadas pelos voluntários e, após validadas, passam a ser apoiadas pelos Comitês e pelo Instituto Positivo. Visando fortalecer a atuação dos líderes dos Comitês de Voluntariado, o IP realizou em 2014 o 3º Encontro de Formação Continuada. Estiveram presentes colaboradores de Curitiba, Manaus, Ilhéus e São Paulo. Durante o encontro, o palestrante, Coaching e Consultor de empresas e organizações do Terceiro Setor, tratou de assuntos como o papel do líder social, técnicas de mobilização social e orientações para uma comunicação assertiva. Durante o ano, outras ações foram realizadas, buscando compartilhar as atividades de voluntariado e promover a reflexão sobre práticas sociais, além de apresentar as oportunidades de atuação voluntária no Positivo. FORAM ELAS: REUNIÕES COM GESTORES DAS UNIDADES POSITIVO, COM O OBJETIVO DE APRESENTAR AS OPÇÕES DE ATIVIDADES VOLUNTÁRIAS, ALÉM DE APOIAR E RECONHECER AS EQUIPES DE COLABORADORES VOLUNTÁRIOS. PROMOÇÃO DO CAFÉ COM VOLUNTÁRIOS, COM O OBJETIVO DE SENSIBILIZAR E APRESENTAR AS OPORTUNIDADES DE PARTICIPAÇÃO NO PROGRAMA DURANTE O ANO, PARA VOLUNTÁRIOS E COLABORADORES DE 17 UNIDADES. O Instituto Positivo também faz parte da Rede de Voluntariado Empresarial (REVE), que reúne empresas nacionais e multinacionais, localizadas no Paraná, que mantêm programas de voluntariado corporativo. Criada em 2012, a REVE tem como objetivo fomentar diálogos e experiências sobre o voluntariado empresarial. A rede se reúne a cada três meses e mantém uma agenda anual de encontros, debates, ações voluntárias conjuntas e seminários. Em novembro de 2014, o REVE realizou na Universidade Positivo o Seminário de Voluntariado Empresarial, com o tema Voluntariado Empresarial - O contexto no Brasil e o impacto para empresas, indivíduos e sociedade. O evento teve o objetivo de fomentar a discussão em torno das iniciativas mantidas pelas empresas para incentivar a ação voluntária entre os colaboradores e disseminar o voluntariado em toda a sociedade. Palestra de sensibilização do Programa Positivo de Voluntariado para colaboradores da Positivo Informática. 18 Apresentação de Ações 2014, Instituto Positivo Apresentação de Ações 2014, Instituto Positivo 19

11 NAS PÁGINAS A SEGUIR, VOCÊ PODERÁ CONHECER MAIS SOBRE OS PROJETOS PERTENCENTES AO PROGRAMA POSITIVO DE VOLUNTARIADO. Em uma pesquisa realizada com colaboradores voluntários sobre as características pessoais que foram mais desenvolvidas a partir de sua participação no programa, 70% avaliaram sensibilidade social e 64% a vontade de colaborar para a construção de uma sociedade mais justa. Total de voluntários engajados: Total de organizações sociais beneficiadas nas ações: Total de beneficiados nas ações: QUADRO DE DESTAQUE Projeto Contação de Histórias PROJETO CONTAÇÃO DE HISTÓRIAS CONTRIBUI PARA A MELHORIA DA EDUCAÇÃO A CONTAÇÃO DE HISTÓRIAS É CAPAZ DE ESTIMULAR A CRIATIVIDADE, AMPLIAR O VOCABULÁRIO E DESENVOLVER O APREÇO PELA LITERATURA. Nova turma de contadores da Positivo Informática unidade Manaus. CONFIRA AS ORGANIZAÇÕES SOCIAIS BENEFICIADAS EM 2014: Realizado mensalmente desde outubro de 2013, o Projeto Contação de Histórias visa capacitar os colaboradores voluntários na arte de contar histórias para que estabeleçam uma relação com o ouvinte, influenciando-o em seu processo de desenvolvimento individual e estimulando a troca de experiências. Todos os colaboradores inscritos no projeto participam de encontros de formação, com o objetivo de conhecer e desenvolver habilidades para se tornar um contador de histórias. Em 2014, o projeto foi expandido para as unidades da Positivo Informática de Ilhéus e Manaus, habilitando os voluntários para o desenvolvimento do projeto em casas lares, hospitais, escolas e casas de idosos. Durante o período de um ano, foram formados 75 voluntários que, juntos, beneficiaram, até o momento, pessoas em nove organizações sociais. Café com Histórias contou com a participação de colaboradores e familiares. Nova turma de contadores da Positivo Informática unidade Ilhéus. Em 2014, também foi realizado o primeiro Café com Histórias. O encontro proporcionou um momento de integração, aprendizado e troca de experiências entre os voluntários de Curitiba e suas famílias. ORGANIZAÇÃO SOCIAL Casa do Pequeno Cidadão Hospital de Clínicas HC Unidade de Atendimento Integral UAI Santa Felicidade Hospital da Cruz Vermelha Recanto do Tarumã Associação Paranaense de Apoio à Criança com Neoplasia APACN Hospital Regional de Ilhéus Aldeia SOS de Manaus TOTAL QUANTIDADE DE HORAS DESTINADAS AO PROJETO 39 horas 39 horas 52 horas 104 horas 52 horas 28 horas 15 horas 4 horas 333 HORAS 20 Apresentação de Ações 2014, Instituto Positivo Apresentação de Ações 2014, Instituto Positivo 21

12 Financiamento de Projetos de Voluntariado As lições que levo para a vida são a prática da generosidade, da tolerância, da humildade, da alegria e do amor. Sentimentos esses que procuramos ensinar aos meninos beneficiados. PROGRAMA DE FINANCIAMENTO DE PROJETOS DE VOLUNTARIADO APOIA PROJETOS SOCIAIS PROPOSTOS POR COLABORADORES PROJETO: Brinquedoteca do Saber UNIDADE: Positivo Informática unidade Bettega ORGANIZAÇÃO BENEFICIADA: Obra de Assistência Social Dom Orione (Centro de Educação Infantil Dom Orione CEIDO) QUANTIDADE DE BENEFICIADOS: 96 crianças de 1 a 4 anos Aline Coltro, colaboradora voluntária da EFEX. O contar histórias remete nossos moradores ao mundo lúdico, às sensações de alegria que fizeram parte de um passado distante e por vezes difícil. Resgatar essas memórias de maneira prazerosa auxilia na percepção do momento atual. O PROGRAMA ESTIMULA OS COLABORADORES VOLUNTÁRIOS A DESENVOLVER AÇÕES TRANSFORMADORAS QUE IMPACTEM POSITIVAMENTE E DE FORMA MAIS DURADOURA A COMUNIDADE. Desde 2013, os colaboradores e comitês do Positivo podem inscrever propostas em favor da comunidade e receber a doação de até dois mil reais para execução dos projetos. O Programa tem o objetivo de apoiar e estimular colaboradores do Positivo a dedicar seu tempo e talento em iniciativas sociais e atender necessidades das comunidades em que atuam. Em 2014, seis projetos foram propostos por colaboradores voluntários e dez pelos Comitês de Voluntariado. Juntos, eles beneficiaram 16 organizações e mais de 950 pessoas em Curitiba, Ilhéus, Mogi Mirim e Campo Largo. CONHEÇA ALGUNS DOS PROJETOS REALIZADOS EM 2014 OBJETIVO: Incentivar a criatividade, imaginação e a capacidade de expressão das crianças, equipando a brinquedoteca com livros de histórias e brinquedos didáticos, além de promover uma oficina de contação de histórias com os educadores da organização social. Responsável: Gilza Tokaz da Cruz, Coordenadora de Serviço Social da Positivo Informática unidade Bettega. Os voluntários fizeram a compra dos brinquedos solicitados pela Instituição, pois deveriam ser adequados à idade das crianças. O trabalho é muito gratificante, principalmente ao ver os olhos de uma criança brilharem quando ela escuta uma história. Os recursos que usamos ajudam esses pequenos a entrar no mundo da imaginação. Hilber Gomes Barros, coordenador e voluntário do Lar dos Idosos Recanto do Tarumã, uma das instituições beneficiadas em Curitiba. 22 Apresentação de Ações 2014, Instituto Positivo Apresentação de Ações 2014, Instituto Positivo 23

13 Projeto Inclusão Digital Projeto Dia P PROJETO: Abrindo Portas - Preparação para o Mercado de Trabalho UNIDADE: Universidade Positivo Organização beneficiada: CRAS - Nossa Senhora da Luz, Núcleo Regional CIC QUANTIDADE DE BENEFICIADOS: 25 adolescentes OBJETIVO: Fortalecer a autoestima e diminuir a exposição dos riscos sociais e pessoais por meio do desenvolvimento de potencialidades e a preparação dos jovens para o ingresso no mercado do trabalho. DIA POSITIVO DE AGIR MOBILIZA COLABORADORES VOLUNTÁRIOS O PROJETO ESTIMULOU O TRABALHO VOLUNTÁRIO NA REALIZAÇÃO DE AÇÕES EM FAVOR DA MELHORIA DE ESPAÇOS DE EDUCAÇÃO. A Egrégora, uma das mais antigas instituições de educação especial do país, atende 70 alunos a partir de 4 anos de idade, promovendo ações de desenvolvimento por meio de terapias e atuação pedagógica. Com o espaço reformado, espera-se que os alunos tenham um local mais acolhedor, que estimule o hábito de leitura em toda a comunidade escolar. Grupos de voluntários do Positivo que participaram da ação. O Dia P, ou Dia Positivo de Agir, foi criado com o objetivo de os colaboradores contribuírem ativamente com as organizações que beneficiam a comunidade e que atuam em favor da educação. Patrícia Milet, Analista de Desenvolvimento de Carreira da Universidade Positivo. Estimular jovens a sonhar é o ponto alto do programa porque, independente do lugar em que se está inserido, podemos correr atrás dos nossos sonhos, organizar nosso tempo e estabelecer prioridades para alcançar nossos objetivos. Ficamos extremamente felizes com o resultado e o vínculo criado com eles e também com a instituição. PROJETO: Inclusão Digital 2 UNIDADE: Colégio Positivo Júnior ORGANIZAÇÃO BENEFICIADA: Hospital Pequeno Príncipe QUANTIDADE DE BENEFICIADOS: 50 crianças e adolescentes OBJETIVO: Oferecer suporte pedagógico para a educação das crianças e adolescentes que permanecem hospitalizadas. Por meio da doação de netbooks contendo o Portal Educacional Positivo, elas não perdem os conteúdos trabalhados na escola durante o período que permanecerem ausentes. A primeira ação foi realizada no mês das crianças, com a reforma da biblioteca da Escola Egrégora, em Curitiba. Participaram da ação 40 colaboradores voluntários, que realizaram atividades como remoção da tinta antiga, pintura das salas, montagem das prateleiras e organização do local. Os colaboradores que não puderam participar da reforma do espaço contribuíram com a doação de livros. Colaboradores executaram a pintura do local. Grupos de voluntários do Positivo que participaram da ação. Colaboradores executaram a pintura do local. 24 Apresentação de Ações 2014, Instituto Positivo Apresentação de Ações 2014, Instituto Positivo 25

14 Projeto Ciclo de Profissões Campanhas COLABORADORES SE UNEM EM FAVOR DE CAUSAS SOCIAIS SAIBA MAIS SOBRE AS AÇÕES: INSTITUTO POSITIVO REÚNE O ESFORÇO DE PESSOAS E ORGANIZAÇÕES. No ano de 2014, algumas campanhas foram realizadas em parceria com os Comitês de Voluntariado do Positivo, colaboradores e alunos. CAMPANHA ATITUDE SOLIDÁRIA Realizada em parceria com os Comitês de Voluntariado, teve como objetivo arrecadar doações que atendam às reais necessidades das organizações sociais selecionadas por eles, com a proposta de contribuir para o bem-estar das comunidades em torno das unidades do Positivo. Colaborador voluntário da Positivo Informática, Fábio Tavares Szescsik, dividindo suas experiências com alunos de escola pública de Curitiba. PROJETO CICLO DE PROFISSÕES INSPIRA JOVENS DE ESCOLAS PÚBLICAS DE CURITIBA O PROJETO PROMOVE UM TRABALHO DE INTEGRAÇÃO ENTRE EMPRESAS E ESCOLAS DA COMUNIDADE. Durante o Ensino Médio, os jovens fazem escolhas cruciais para o seu futuro profissional. É quando eles passam a refletir mais intensamente sobre seus anseios e oportunidades. Pensando em apoiar os jovens nessa fase tão relevante, o Instituto Positivo promoveu o Projeto Ciclo de Profissões, que tem como objetivo proporcionar aos alunos de escolas públicas o contato com o cenário das mais diversas profissões, além de apresentar-lhes as ferramentas disponíveis para o acesso ao Ensino Superior, tais como: Prouni, SISU, FIES, entre outros. A primeira etapa do projeto aconteceu no dia 20 de maio de 2014, por meio da visita de oito colaboradores voluntários ao Colégio Estadual Guaíra, de Curitiba. Nessa oportunidade, eles contaram suas trajetórias profissionais e pessoais aos estudantes do 9º ano do Ensino Fundamental e 1º ano do Ensino Médio. A segunda etapa, realizada nos dias 11 e 13 de novembro, contou com a participação de nove colaboradores voluntários e atendeu mais de 50 jovens aprendizes da Positivo Informática. A Campanha Atitude Solidária contou com a participação de 525 doadores, totalizando itens arrecadados. Foram atendidas 17 ONGs, beneficiando pessoas nas cidade de Curitiba, Manaus e Ilhéus. Considerando a mudança de foco de atuação do Instituto Positivo, a partir de 2015, as campanhas serão lideradas pelos Comitês de Voluntariado de cada unidade, conforme necessidades identificadas nas comunidades em que estão inseridos. Arrecadações da Campanha Atitude Solidária na Administração Central do Positivo CAMPANHA DE DESTINAÇÃO DO IMPOSTO DE RENDA Teve como objetivo incentivar os colaboradores do Positivo, alunos e pais de alunos a destinar o limite máximo de 3% do imposto (para quem declara por meio do modelo completo) para os Fundos do Direito da Criança e do Adolescente. Em 2014, foi criado um vídeo tutorial para difundir amplamente o passo a passo do processo de destinação do imposto. Assista em <www.youtube.com/watch?v=wed2bu6iliq> O projeto faz parte do Programa Bom Vizinho, formado por empresas da região da Cidade Idustrial de Curitiba, que busca estruturar iniciativas conjuntas em benefício da comunidade. 26 Apresentação de Ações 2014, Instituto Positivo Apresentação de Ações 2014, Instituto Positivo 27

15 MEIO AMBIENTE CONSTRUÍMOS PARCERIAS POSITIVAS EM PROL DA EDUCAÇÃO E DA CONSERVAÇÃO AMBIENTAL. 28 Apresentação de Ações 2014, Instituto Positivo Apresentação de Ações 2014, Instituto Positivo 29

16 Mata do Uru RESERVA MATA DO URU ABRIGA ESPÉCIES VEGETAIS E ANIMAIS AMEAÇADOS DE EXTINÇÃO A RESERVA É UM IMPORTANTE ESPAÇO DE CONSERVAÇÃO AMBIENTAL, COM ÁREA DE 128,67 HECTARES. No ano de 2003, a Posigraf, gráfica do Grupo Positivo, aderiu ao Projeto de Adoção de Áreas, mais tarde renomeado para Programa Desmatamento Evitado, desenvolvido pela Sociedade de Pesquisa em Vida Selvagem e Educação Ambiental (SPVS), tornando-se a primeira empresa a adotar uma Floresta com Araucária. O trabalho configura um modelo inédito e inovador no Brasil, que permite a associação de proprietários de áreas com remanescentes florestais, garantindo o repasse de recursos financeiros para garantir a sua conservação. Em 2004, o local foi transformado em uma Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN), medida legal que limita o uso e a exploração das áreas. Em 2012, a iniciativa da Posigraf se tornou política pública no Estado do Paraná, desde então, o Grupo Positivo, por meio do Instituto Positivo, viabiliza a conservação da área, que abriga uma porção representativa da Floresta com Araucária localizada a apenas seis quilômetros da região central da Lapa (PR). O objetivo é manter a biodiversidade característica dessa floresta e repassar informações à sociedade sobre a importância da conservação ambiental, por meio de visitas técnicas e o desenvolvimento de pesquisas científicas no local. ESTRUTURA Existem diferentes trilhas na Mata do Uru. Porém, a Trilha das Araucárias foi escolhida para ser revitalizada por se localizar em uma das áreas mais conservadas, de fácil acesso e com maior potencial para atender os visitantes. A trilha de 653 metros teve parte do traçado refeito para melhor aproveitamento do ambiente natural. Placas indicativas e interpretativas foram instaladas ao longo do percurso, facilitando o entendimento da dinâmica ecológica de uma área natural protegida. Além disso, uma parceria entre Instituto, SPVS e os cursos de Arquitetura e Urbanismo, Engenharia Civil e o Programa de Mestrado e Doutorado em Gestão Ambiental da Universidade Positivo possibilitou o planejamento e a construção de um quiosque para o acolhimento dos visitantes, planejado para ter o mínimo de intervenção ambiental. O tratamento de esgoto e efluentes da Reserva é realizado por meio de uma zona de raízes, que tenta reproduzir um sistema biológico natural, dispensando o consumo de energia elétrica, reagentes químicos e equipamentos mecânicos, além de não gerar odores. VISITAS Em uma parceria com a Universidade Positivo e a SPVS, desde outubro de 2014 o local passou a receber grupos de até 30 pessoas. As visitas são acompanhadas por biólogos da Universidade Positivo, capacitados para desenvolver atividades práticas de educação ambiental e sensibilização em favor da conservação do meio ambiente. FAUNA E FLORA A avaliação técnica da fauna existente no local foi revisada por especialistas. O diagnóstico foi realizado com buscas ativas, análise de vestígios e monitoramento do ambiente, com a instalação de armadilhas fotográficas. Por meio das armadilhas foi confirmada a presença de animais como jaguatirica, paca, veado-campeiro e mais 38 espécies de mamíferos de médio e grande portes A avaliação técnica de flora também foi revista. Como 76% da Reserva é coberta pela Floresta com Araucárias, o arvoredo forma uma espécie de manto protetor que abriga muitas outras espécies vegetais. A presença abundante de epífitas (plantas que se fixam sobre outras plantas ou pedras para receber luz solar e chuva com mais facilidade) indica um ambiente bem conservado, já que essas plantas são muito sensíveis a qualquer alteração no meio em que vivem. Vestígios da passagem de uma onça parda pela área. APOIO A PESQUISAS Em maio de 2014, o Instituto Positivo lançou o Edital de Apoio a Pesquisas Realizadas na Reserva Mata do Uru, por meio do qual dois projetos foram selecionados e passaram a receber financiamento de até três mil reais para a realização de pesquisas. O foco das pesquisas é a conservação da natureza, ampliando o conhecimento científico da flora, fauna, arqueologia, geologia, geografia e outras ciências correlatas à área ambiental e pertinentes à Reserva. Para conhecer mais sobre a Reserva Mata do Uru e fazer um tour virtual, acesse: EM ABRIL DE 2014 FOI REGISTRADA A PASSAGEM DE UMA ONÇA-PARDA (Puma concolor), ALÉM DE EVIDÊNCIAS DE UM POSSÍVEL FILHOTE NAS DEPENDÊNCIAS E ENTORNO DA RESERVA. ESSE ANIMAL É CONSIDERADO O SEGUNDO MAIOR FELINO BRASILEIRO E ESTÁ AMEAÇADO DE EXTINÇÃO. EM SETEMBRO, FOI REGISTRADA A PRESENÇA DO GATO-DO-MATO-PEQUENO (Leopardus guttulus). A ESPÉCIE ESTÁ PRESENTE NA LISTA ESTADUAL, NACIONAL E GLOBAL DE ESPÉCIES AMEAÇADAS, CLASSIFICADA COMO VULNERÁVEL, DEMONSTRANDO A IMPORTÂNCIA DA ÁREA. 30 Apresentação de Ações 2014, Instituto Positivo Apresentação de Ações 2014, Instituto Positivo 31

17 RESPONSABILIDADE SOCIAL ENGAJAMOS NOSSOS DIFERENTES PÚBLICOS EM PRÁTICAS POSITIVAS, COMPROMISSO COM A SOCIEDADE E COM O MEIO AMBIENTE. 32 Apresentação de Ações 2014, Instituto Positivo Apresentação de Ações 2014, Instituto Positivo 33

18 Sistema de Gestão Ambiental POSITIVO TEM AS PRIMEIRAS UNIDADES EDUCACIONAIS DO PARANÁ CERTIFICADAS NA ISO IMPLANTAÇÃO DO SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL PERMITE QUE A EMPRESA AVALIE E CONTROLE OS IMPACTOS AMBIENTAIS DE SUAS ATIVIDADES, SEUS PRODUTOS E SERVIÇOS. No fim de 2013, nove unidades educacionais e a Administração Central do Positivo conquistaram a certificação ISO norma internacional que estabelece as diretrizes para um processo de avaliação da performance ambiental de Sistemas de Gestão Ambiental. A conquista é resultado da implantação do Sistema de Gestão Ambiental (SGA) eficiente, trabalho que já vem sendo desenvolvido há dois anos. A exemplo da Positivo Informática e da Posigraf, que já possuíam a certificação, hoje, o SGA é uma realidade em quatro unidades do Colégio Positivo, em duas unidades do Curso Positivo, na Universidade Positivo e no Centro Tecnológico (unidades Batel e Ecoville). Todo o processo foi orientado por uma consultoria especializada e pelo Instituto Positivo, sendo gerido pelos comitês gestores do SGA de cada unidade e posto em prática com a ajuda dos colaboradores. ETAPAS VENCIDAS A primeira etapa da implantação do Sistema de Gestão Ambiental foi analisar as práticas ambientais das unidades e suas características, mapeando os impactos das atividades desenvolvidas. Com base nos dados estudados, estabeleceu-se um plano de ação. A segunda fase foi a execução do plano, o que, na prática, representou, por exemplo, investimento em infraestrutura. Além disso, houve o alinhamento de diversos processos, padronização das lixeiras da coleta seletiva e destinação adequada dos resíduos, melhoria no manejo e armazenamento de produtos químicos e redução dos impactos ambientais na execução de reformas e obras, entre outros aprimoramentos na gestão ambiental. Foram mais de horas de treinamentos para obter êxito na certificação, motivo pelo qual a Universidade Positivo foi a primeira universidade do Paraná e a segunda do Brasil a ser certificada. Com a implantação do SGA, o Curso Positivo também se tornou o primeiro curso pré-vestibular do Paraná a receber a certificação. O Colégio Positivo passou a envolver professores e alunos na discussão sobre o meio ambiente em sala de aula. No projeto de Formação Humana, o qual totalizou mais de 60 atividades transversais que permearam todos os anos de ensino e disciplinas, foram trabalhadas ao longo do ano três temáticas centrais: gestão ambiental, valores e educação para o trânsito. Assim, o projeto propôs temas geradores centrais, os quais foram trabalhados de inúmeras maneiras. No primeiro bimestre/trimestre, os estudantes abordaram a temática do Sistema de Gestão Ambiental, que foi desdobrada em atividades sobre a água, a gestão de resíduos, o consumo consciente de energia elétrica e os cuidados com o meio ambiente. Com isso, já é possível observar em todas as unidades as mudanças estabelecidas após a certificação. RESULTADOS Durante o ano de 2014, foram realizadas duas auditorias internas, para verificação do funcionamento do sistema, e uma auditoria externa, a fim de averiguar o atendimento da norma ISO Com a maioria dos requisitos obrigatórios cumpridos, as unidades foram recomendadas a se manterem certificadas. Além disso, foi realizado o Concurso Cultural Fotográfico As árvores da minha cidade para as unidades do Positivo localizadas em Curitiba, com o objetivo de celebrar o Dia da Árvore, comemorado no dia 21 de setembro, e promover a sensibilização dos colaboradores em relação ao meio ambiente. A conquista é resultado da sinergia entre as unidades e seus colaboradores em função de um bem comum: reduzir o impacto ambiental de suas atividades. Além dos resultados diretos da redução do consumo de água e energia, e da gestão eficiente de resíduos, o processo de certificação também ensina e sensibiliza crianças e jovens, dando o exemplo de boas práticas para a conservação ambiental dentro da escola. 34 Apresentação de Ações 2014, Instituto Positivo Apresentação de Ações 2014, Instituto Positivo 35

19 Relatório de Sustentabilidade GRUPO POSITIVO PUBLICA SEU RELATÓRIO DE SUSTENTABILIDADE EM SUA SEGUNDA EDIÇÃO, O DOCUMENTO DIVULGA O DESEMPENHO ECONÔMICO, AMBIENTAL E SOCIAL, ALÉM DOS PRINCIPAIS RESULTADOS NO ANO DE Em um esforço coletivo de todas as empresas, pelo segundo ano consecutivo, o Grupo Positivo publica seu Relatório de Sustentabilidade, sendo um dos primeiros integrantes do setor de Educação no Brasil a adotar a versão mais atual (G4) da Global Reporting Initiative (GRI), metodologia de referência internacional na padronização de indicadores relacionados ao desempenho de sustentabilidade. Esse avanço viabilizou a realização de uma ampla consulta com os públicos de relacionamento do Positivo (colaboradores, clientes, fornecedores, assistências técnicas, distribuidores, pais de alunos, acadêmicos, secretarias de educação, entre outros), o que forneceu subsídios para a definição de temas prioritários a serem geridos ao longo dos próximos anos pelas unidades do Grupo, considerando aspectos sociais, ambientais e econômicos. O documento relata os principais resultados de 2013, além de desafios e oportunidades associados aos temas apontados como prioritários ao negócio: Educação, Desenvolvimento de Colaboradores, Ética nas Relações Comerciais e Institucionais, Retorno à Sociedade e Gestão de Impactos Ambientais. O relatório pode ser acessado no site: Cada uma das empresas se diferencia em seu segmento. Ao mesmo tempo, mantém uma sinergia que beneficia a todas. Acreditamos que o compromisso com a qualidade da educação, a formação crítica e a inovação de métodos de ensino são nossas principais contribuições para a sustentabilidade. Hélio Bruck Rotenberg, Presidente do Positivo. 36 Apresentação de Ações 2014, Instituto Positivo Apresentação de Ações 2014, Instituto Positivo 37

20 38 APOIOS E PARCERIAS O INSTITUTO POSITIVO NASCEU COM O PROPÓSITO DE POTENCIALIZAR AS AÇÕES DE RESPONSABILIDADE SOCIAL NAS EMPRESAS E UNIDADES EDUCACIONAIS DO GRUPO POSITIVO. ALINHADO À ESTRATÉGIA DE SUSTENTABILIDADE DO GRUPO POSITIVO, EM 2015 O INSTITUTO ASSUME A EDUCAÇÃO COMO SEU PRINCIPAL EIXO DE ATUAÇÃO E PASSA A ATUAR COMO UM ARTICULADOR E PROMOTOR DE INICIATIVAS ESTRUTURANTES QUE CONTRIBUAM PARA O AUMENTO DA QUALIDADE DA EDUCAÇÃO BRASILEIRA. Apresentação de Ações 2014, Instituto Positivo Apresentação de Ações 2014, Instituto Positivo 39

Outras medidas que pontuaram para a obtenção da Certificação LIFE foram:

Outras medidas que pontuaram para a obtenção da Certificação LIFE foram: A Mata do Uru A Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN) Mata do Uru possui 128,67 hectares e está localizada a seis quilômetros do município da Lapa (PR) abrigando remanescentes da Floresta com

Leia mais

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2004

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2004 RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2004 1. Palestras informativas O que é ser voluntário Objetivo: O voluntariado hoje, mais do que nunca, pressupõe responsabilidade e comprometimento e para que se alcancem os resultados

Leia mais

visitas às instituições sociais. Os colaboradores voluntários também foram consultados, por meio da aplicação de um questionário.

visitas às instituições sociais. Os colaboradores voluntários também foram consultados, por meio da aplicação de um questionário. 1. Apresentação O Voluntariado Empresarial é um dos canais de relacionamento de uma empresa com a comunidade que, por meio da atitude solidária e proativa de empresários e colaboradores, gera benefícios

Leia mais

Atuando com responsabilidade para. colher um futuro melhor. Fábrica de São José dos Campos

Atuando com responsabilidade para. colher um futuro melhor. Fábrica de São José dos Campos Atuando com responsabilidade para colher um futuro melhor. Fábrica de São José dos Campos Compromisso com um futuro melhor. Com o nosso trabalho, somos parte da solução para uma agricultura mais sustentável.

Leia mais

1. APRESENTAÇÃO 2. OBJETIVO E FOCO TEMÁTICO INSCRIÇÕES 14º DIA DO VOLUNTARIADO 2015.

1. APRESENTAÇÃO 2. OBJETIVO E FOCO TEMÁTICO INSCRIÇÕES 14º DIA DO VOLUNTARIADO 2015. REV.: 03 Pág.: 1 de 6 A Manaus Ambiental torna público que estão abertas as inscrições para a seleção de Instituições e Projetos Sociais para o 14º Dia do Voluntariado. A empresa realizará o processo de

Leia mais

DIRETRIZES DE FUNCIONAMENTO DO MOVIMENTO NACIONAL PELA CIDADANIA E SOLIDARIEDADE/ NÓS PODEMOS

DIRETRIZES DE FUNCIONAMENTO DO MOVIMENTO NACIONAL PELA CIDADANIA E SOLIDARIEDADE/ NÓS PODEMOS 1 DIRETRIZES DE FUNCIONAMENTO DO MOVIMENTO NACIONAL PELA CIDADANIA E SOLIDARIEDADE/ NÓS PODEMOS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES E OBJETIVO DO MOVIMENTO 2 Artigo 1º O Movimento Nacional pela Cidadania e Solidariedade/Nós

Leia mais

Política do Programa de Voluntariado do Grupo Telefônica

Política do Programa de Voluntariado do Grupo Telefônica Política do Programa de Voluntariado do Grupo Telefônica INTRODUÇÃO O Grupo Telefônica, consciente de seu importante papel na construção de sociedades mais justas e igualitárias, possui um Programa de

Leia mais

O que é o Plano de Mobilização Social Pela Educação (PMSE)

O que é o Plano de Mobilização Social Pela Educação (PMSE) O que é o Plano de Mobilização Social Pela Educação (PMSE) É o chamado do Ministério da Educação (MEC) à sociedade para o trabalho voluntário de mobilização das famílias e da comunidade pela melhoria da

Leia mais

POLÍTICAS DE GESTÃO PROCESSO DE SUSTENTABILIDADE

POLÍTICAS DE GESTÃO PROCESSO DE SUSTENTABILIDADE POLÍTICAS DE GESTÃO PROCESSO DE SUSTENTABILIDADE 1) OBJETIVOS - Apresentar de forma transparente as diretrizes de sustentabilidade que permeiam a estratégia e a gestão; - Fomentar e apoiar internamente

Leia mais

Promover um ambiente de trabalho inclusivo que ofereça igualdade de oportunidades;

Promover um ambiente de trabalho inclusivo que ofereça igualdade de oportunidades; POLÍTICA DE SUSTENTABILIDADE OBJETIVO Esta Política tem como objetivos: - Apresentar as diretrizes de sustentabilidade que permeiam a estratégia e a gestão; - Fomentar e apoiar internamente as inovações

Leia mais

REGULAMENTO DESAFIO CRIATIVOS DA ESCOLA

REGULAMENTO DESAFIO CRIATIVOS DA ESCOLA REGULAMENTO DESAFIO CRIATIVOS DA ESCOLA O Desafio Criativos da Escola é um concurso promovido pelo Instituto Alana com sede na Rua Fradique Coutinho, 50, 11 o. andar, Bairro Pinheiros São Paulo/SP, CEP

Leia mais

PROGRAMA EDUCAÇÃO AMBIENTAL DA SAMARCO. Programa de Educação Ambiental Interno

PROGRAMA EDUCAÇÃO AMBIENTAL DA SAMARCO. Programa de Educação Ambiental Interno PROGRAMA EDUCAÇÃO AMBIENTAL DA SAMARCO Programa de Educação Ambiental Interno Condicionante 57 LO 417/2010 SUMÁRIO 1. APRESENTAÇÃO 04 2. IDENTIFICAÇÃO DA EMPRESA 05 3. REGULAMENTO APLICÁVEL 06 3.1. FEDERAL

Leia mais

INVESTIMENTO SOCIAL. Agosto de 2014

INVESTIMENTO SOCIAL. Agosto de 2014 INVESTIMENTO SOCIAL Agosto de 2014 INVESTIMENTO SOCIAL Nós promovemos o desenvolvimento sustentável de diversas maneiras Uma delas é por meio do Investimento Social INVESTIMENTO INVESTIENTO SOCIAL - Estratégia

Leia mais

COMO SE TORNAR UM VOLUNTÁRIO?

COMO SE TORNAR UM VOLUNTÁRIO? COMO SE TORNAR UM VOLUNTÁRIO? Apresentação Ir para a escola, passar um tempo com a família e amigos, acompanhar as últimas novidades do mundo virtual, fazer um curso de inglês e praticar um esporte são

Leia mais

Relat a óri r o Despert r ar r 2 013

Relat a óri r o Despert r ar r 2 013 Relatório Despertar 2013 2 Apoiada na crença de que é possível contribuir para o desenvolvimento humano na totalidade dos seus potenciais, a Associação Comunitária Despertar, realiza anualmente ações que

Leia mais

PROGRAMAs de. estudantil

PROGRAMAs de. estudantil PROGRAMAs de empreendedorismo e protagonismo estudantil Ciclo de Palestras MAGNUM Vale do Silício App Store Contatos Calendário Fotos Safari Cumprindo sua missão de oferecer uma educação inovadora e de

Leia mais

Edital de Seleção. Edital de seleção PROGRAMA DE FORMAÇÃO PEDAGÓGICA E PROGRAMA JOVENS PESQUISADORES para organizações da sociedade civil

Edital de Seleção. Edital de seleção PROGRAMA DE FORMAÇÃO PEDAGÓGICA E PROGRAMA JOVENS PESQUISADORES para organizações da sociedade civil Edital de seleção PROGRAMA DE FORMAÇÃO PEDAGÓGICA E PROGRAMA JOVENS PESQUISADORES para organizações da sociedade civil Início das inscrições: 22 de fevereiro de 2013 Final das inscrições: 20 de março de

Leia mais

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2003

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2003 RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2003 1. Palestras informativas O que é ser voluntário Objetivo: O voluntariado hoje, mais do que nunca, pressupõe responsabilidade e comprometimento e para que se alcancem os resultados

Leia mais

PROGRAMA DE RESPONSABILIDADE SOCIAL PRS-FACIIP

PROGRAMA DE RESPONSABILIDADE SOCIAL PRS-FACIIP PROGRAMA DE RESPONSABILIDADE SOCIAL PRS-FACIIP Aprovado na Reunião do CONASU em 21/01/2015. O Programa de Responsabilidade Social das Faculdades Integradas Ipitanga (PRS- FACIIP) é construído a partir

Leia mais

OS PRINCÍPIOS DA ESSILOR

OS PRINCÍPIOS DA ESSILOR OS PRINCÍPIOS DA ESSILOR Cada um de nós, na vida profissional, divide com a Essilor a sua responsabilidade e a sua reputação. Portanto, devemos conhecer e respeitar os princípios que se aplicam a todos.

Leia mais

Especialização em Gestão Estratégica de Projetos Sociais

Especialização em Gestão Estratégica de Projetos Sociais Especialização em Gestão Estratégica de Apresentação CAMPUS COMÉRCIO Inscrições Abertas Turma 02 --> Início Confirmado: 07/06/2013 últimas vagas até o dia: 05/07/2013 O curso de Especialização em Gestão

Leia mais

Programa Voluntários Bradesco

Programa Voluntários Bradesco 18ª Audiência de Sustentabilidade Programa Voluntários Bradesco Agosto / 2009 Banco Bradesco Um dos maiores Bancos Privados da América Latina 22 Maior Banco no Mundo (Forbes Global 2000) Maior Seguradora

Leia mais

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Histórico de elaboração Julho 2014

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Histórico de elaboração Julho 2014 Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO Histórico de elaboração Julho 2014 Motivações Boa prática de gestão Orientação para objetivos da Direção Executiva Adaptação à mudança de cenários na sociedade

Leia mais

PLANO DE TRABALHO CAMPUS DE FRANCISCO BELTRÃO QUATRIÊNIO 2016-2019

PLANO DE TRABALHO CAMPUS DE FRANCISCO BELTRÃO QUATRIÊNIO 2016-2019 PLANO DE TRABALHO CAMPUS DE FRANCISCO BELTRÃO QUATRIÊNIO 2016-2019 Candidato Gilmar Ribeiro de Mello SLOGAN: AÇÃO COLETIVA Página 1 INTRODUÇÃO Considerando as discussões realizadas com a comunidade interna

Leia mais

PRS - Programa de Responsabilidade Social do Crea-RS

PRS - Programa de Responsabilidade Social do Crea-RS PRS - Programa de Responsabilidade Social do Crea-RS Gestão de Administração e Finanças Gerência de Desenvolvimento Humano e Responsabilidade Social Junho/2014 Desenvolvimento Sustentável Social Econômico

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA (TR) GAUD 4.6.8 01 VAGA

TERMO DE REFERÊNCIA (TR) GAUD 4.6.8 01 VAGA INSTITUTO INTERAMERICANO DE COOPERAÇÃO PARA A AGRICULTURA TERMO DE REFERÊNCIA (TR) GAUD 4.6.8 01 VAGA 1 IDENTIFICAÇÃO DA CONSULTORIA Contratação de consultoria pessoa física para serviços de preparação

Leia mais

Política Ambiental das Empresas Eletrobras

Política Ambiental das Empresas Eletrobras Política Ambiental das Empresas Eletrobras Versão 2.0 16/05/2013 Sumário 1 Objetivo... 3 2 Princípios... 3 3 Diretrizes... 3 3.1 Diretrizes Gerais... 3 3.1.1 Articulação Interna... 3 3.1.2 Articulação

Leia mais

Você já pensou em como realizar os seus sonhos?

Você já pensou em como realizar os seus sonhos? Você já pensou em como realizar os seus sonhos? Sua escola adota o Programa DSOP de Educação Financeira nas Escolas Etapas do Programa : Curso de Educação Financeira; Capacitação Pedagógica; Palestra para

Leia mais

EDUCAÇÃO GRUPO POSITIVO

EDUCAÇÃO GRUPO POSITIVO EDUCAÇÃO 38 GRUPO POSITIVO Contribuição para o desenvolvimento Positivo trabalha para que sua contribuição ao ensino de O qualidade extrapole suas unidades e alcance de forma construtiva toda a sociedade.

Leia mais

POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL DA PÓS-GRADUAÇÃO DA CAPÍTULO I DA DEFINIÇÃO E DOS PRINCÍPIOS

POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL DA PÓS-GRADUAÇÃO DA CAPÍTULO I DA DEFINIÇÃO E DOS PRINCÍPIOS POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL DA PÓS-GRADUAÇÃO DA CAPÍTULO I DA DEFINIÇÃO E DOS PRINCÍPIOS Art. 1. A Política de Assistência Estudantil da Pós-Graduação da UFGD é um arcabouço de princípios e diretrizes

Leia mais

PLANO DE AÇÃO FÓRUM DO MUNICÍPIO QUE EDUCA

PLANO DE AÇÃO FÓRUM DO MUNICÍPIO QUE EDUCA PLANO DE AÇÃO FÓRUM DO MUNICÍPIO QUE EDUCA PROPOSTA DE AÇÃO Criar um fórum permanente onde representantes dos vários segmentos do poder público e da sociedade civil atuem juntos em busca de uma educação

Leia mais

1. Centro para a Juventude. 199 jovens frequentaram os cursos de:

1. Centro para a Juventude. 199 jovens frequentaram os cursos de: Relatório Despertar 2014 2 Apoiada na crença de que é possível contribuir para o desenvolvimento humano na totalidade dos seus potenciais, a Associação Comunitária Despertar, realiza anualmente ações que

Leia mais

Programa Viver é Melhor. Categoria do projeto: I Projetos em andamento (projetos em execução atualmente)

Programa Viver é Melhor. Categoria do projeto: I Projetos em andamento (projetos em execução atualmente) Programa Viver é Melhor Mostra Local de: Londrina Categoria do projeto: I Projetos em andamento (projetos em execução atualmente) Nome da Instituição/Empresa: Legião da Boa Vontade (LBV) Cidade: Londrina/PR

Leia mais

ANEXO IV PROPOSTAS APROVADAS NA CONFERÊNCIA ESTADUAL. Eixo MOBILIZAÇÃO IMPLEMENTAÇÃO MONITORAMENTO

ANEXO IV PROPOSTAS APROVADAS NA CONFERÊNCIA ESTADUAL. Eixo MOBILIZAÇÃO IMPLEMENTAÇÃO MONITORAMENTO PROPOSTAS APROVADAS NA CONFERÊNCIA ESTADUAL ANEXO IV Eixo MOBILIZAÇÃO IMPLEMENTAÇÃO MONITORAMENTO 1-Promoção dos Direitos de Crianças e Adolescentes Buscar apoio das esferas de governo (Federal e Estadual)

Leia mais

Gestão de Departamentos Jurídicos Porque Educação Executiva Insper Cursos de Curta e Média Duração

Gestão de Departamentos Jurídicos Porque Educação Executiva Insper Cursos de Curta e Média Duração 1 Porque Educação Executiva Insper A dinâmica do mundo corporativo atual exige profissionais multidisciplinares, capazes de interagir e formar conexões com diferentes áreas da empresa e entender e se adaptar

Leia mais

Relatório de Sustentabilidade 2014

Relatório de Sustentabilidade 2014 1 Relatório de Sustentabilidade 2014 2 Linha do Tempo TAM VIAGENS 3 Política de Sustentabilidade A TAM Viagens uma Operadora de Turismo preocupada com a sustentabilidade, visa fortalecer o mercado e prover

Leia mais

Núcleo Regional de Rio Branco do Sul

Núcleo Regional de Rio Branco do Sul Núcleo Regional de Rio Branco do Sul Municípios participantes Adrianópolis Bocaiúva do Sul Cerro Azul Doutor Ulysses Rio Branco do Sul Tunas do Paraná Itaperuçu Campo Magro Colombo Almirante Tamandaré

Leia mais

Uma Experiência Empreendedora da Educação Cooperativa

Uma Experiência Empreendedora da Educação Cooperativa Uma Experiência Empreendedora da Educação Cooperativa Prá colher, temos que plantar, compadre, temos que pensar no futuro. José Dionízio Leite É TICA L IDERANÇA L IBERDADE O RGANIZAÇÃO S OLIDARIEDADE

Leia mais

2009, um ano de grandes realizações e conquistas

2009, um ano de grandes realizações e conquistas 2009, um ano de grandes realizações e conquistas 2009 foi um ano de grandes realizações e conquistas para o Serviço Social da Indústria (SESI), entidade que integra o Sistema Federação das Indústrias no

Leia mais

RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2013

RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2013 RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2013 Instituto Lojas Renner Instituto Lojas Renner Promover a inserção de mulheres no mercado de trabalho por meio de projetos de geração de renda é o objetivo do Instituto Lojas

Leia mais

Liderança e Gestão de Pessoas Porque Educação Executiva Insper Cursos de Curta e Média Duração Educação Executiva

Liderança e Gestão de Pessoas Porque Educação Executiva Insper Cursos de Curta e Média Duração Educação Executiva 1 Porque Educação Executiva Insper A dinâmica do mundo corporativo exige profissionais multidisciplinares, capazes de interagir e formar conexões com diferentes áreas da empresa e entender e se adaptar

Leia mais

Programa DSOP de Educação Financeira nas Escolas. Sonhar Orçar Poupar. FOLDERESCOLAS_EDUCAÇAOFINANCEIRA.indd 1 24/07/14 14:57

Programa DSOP de Educação Financeira nas Escolas. Sonhar Orçar Poupar. FOLDERESCOLAS_EDUCAÇAOFINANCEIRA.indd 1 24/07/14 14:57 Programa DSOP de Educação Financeira nas Escolas Diagnosticar Sonhar Orçar Poupar FOLDERESCOLAS_EDUCAÇAOFINANCEIRA.indd 1 24/07/14 14:57 Por que incluir a educação financeira na sua escola? Dados recentes

Leia mais

Profa. Dra. Sheila Rodrigues de Sousa Porta PLANO DE AÇÃO 2013-2017

Profa. Dra. Sheila Rodrigues de Sousa Porta PLANO DE AÇÃO 2013-2017 UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA Escola Técnica de Saúde Profa. Dra. Sheila Rodrigues de Sousa Porta PLANO DE AÇÃO 2013-2017 Proposta de trabalho apresentada como pré-requisito para inscrição no processo

Leia mais

Sumário 1. CARO EDUCADOR ORIENTADOR 3 PARCEIROS VOLUNTÁRIOS 3. TRIBOS NAS TRILHAS DA CIDADANIA 4

Sumário 1. CARO EDUCADOR ORIENTADOR 3 PARCEIROS VOLUNTÁRIOS 3. TRIBOS NAS TRILHAS DA CIDADANIA 4 Guia do Educador CARO EDUCADOR ORIENTADOR Sumário 1. CARO EDUCADOR ORIENTADOR 3 2. PARCEIROS VOLUNTÁRIOS 3 3. TRIBOS NAS TRILHAS DA CIDADANIA 4 Objetivo GERAL 5 METODOLOGIA 5 A QUEM SE DESTINA? 6 O QUE

Leia mais

Minuta do Capítulo 8 do PDI: Políticas de Atendimento aos Discentes

Minuta do Capítulo 8 do PDI: Políticas de Atendimento aos Discentes Minuta do Capítulo 8 do PDI: Políticas de Atendimento aos Discentes Elaborada pela Diretoria de Assuntos Estudantis 1 1 Esta minuta será apreciada pelo Colegiado de Ensino, Pesquisa e Extensão nos dias

Leia mais

CURSO FERRAMENTAS DE GESTÃO IN COMPANY

CURSO FERRAMENTAS DE GESTÃO IN COMPANY CURSO FERRAMENTAS DE GESTÃO IN COMPANY Instrumental e modular, o Ferramentas de Gestão é uma oportunidade de aperfeiçoamento para quem busca conteúdo de qualidade ao gerenciar ações sociais de empresas

Leia mais

Nossos Valores Quem Somos? Nossa Missão Nossa Visão Nossa Atuação Nossos Resultados Modelos de Ecovilas e Projetos Sustentáveis.

Nossos Valores Quem Somos? Nossa Missão Nossa Visão Nossa Atuação Nossos Resultados Modelos de Ecovilas e Projetos Sustentáveis. Nossos Valores Quem Somos? Nossa Missão Nossa Visão Nossa Atuação Nossos Resultados Modelos de Ecovilas e Projetos Sustentáveis Localização Missão, Valores e Visão Os 5 Pilares Objetivos e estratégias

Leia mais

2.2 São considerados passíveis de concorrer aos recursos (brinquedoteca e capacitação) desta Chamada Pública, as instituições que:

2.2 São considerados passíveis de concorrer aos recursos (brinquedoteca e capacitação) desta Chamada Pública, as instituições que: 1. APRESENTAÇÃO 1.1 O projeto Recrear defende a importância do Brincar para o desenvolvimento infantil. Por meio da brincadeira, uma criança aprende e desenvolve seu corpo, suas habilidades sociais, de

Leia mais

PROPOSTA DE AÇÕES PARA ELABORAÇÃO DO PLANO ESTADUAL DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA

PROPOSTA DE AÇÕES PARA ELABORAÇÃO DO PLANO ESTADUAL DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA PROPOSTA DE AÇÕES PARA ELABORAÇÃO DO PLANO ESTADUAL DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA Proposta de ações para elaboração do Plano Estadual da Pessoa com Deficiência Objetivo Geral: Contribuir para a implementação

Leia mais

Perguntaram à teóloga alemã. Dorothee Sölle: Como a senhora explicaria a um menino o que é felicidade?

Perguntaram à teóloga alemã. Dorothee Sölle: Como a senhora explicaria a um menino o que é felicidade? Perguntaram à teóloga alemã Dorothee Sölle: Como a senhora explicaria a um menino o que é felicidade? Não explicaria, Daria uma bola para que ele jogasse... ESPORTE EDUCAÇÃO CULTURA QUALIFICAÇÃO PLACAR

Leia mais

Edital de seleção para formação em gestão de Organizações da Sociedade Civil Fundação Tide Setubal 2011

Edital de seleção para formação em gestão de Organizações da Sociedade Civil Fundação Tide Setubal 2011 Edital de seleção para formação em gestão de Organizações da Sociedade Civil Fundação Tide Setubal 2011 INTRODUÇÃO A Fundação Tide Setubal nasce em 2005 para ressignificar e inovar o trabalho pioneiro

Leia mais

O caminho para o sucesso. Promovendo o desenvolvimento para além da universidade

O caminho para o sucesso. Promovendo o desenvolvimento para além da universidade O caminho para o sucesso Promovendo o desenvolvimento para além da universidade Visão geral Há mais de 40 anos, a Unigranrio investe em ensino diferenciado no Brasil para cumprir com seu principal objetivo

Leia mais

Sobre o Grupo Pão de Açúcar. Participe do programa de Trainee 2011 do Grupo Pão de Açúcar!

Sobre o Grupo Pão de Açúcar. Participe do programa de Trainee 2011 do Grupo Pão de Açúcar! Participe do programa de Trainee 2011 do Grupo Pão de Açúcar! Venha fazer parte de uma empresa multiformato, composta por supermercados, hipermercados, lojas de produtos eletrônicos/eletrodoméstios, lojas

Leia mais

A Academia está alinhada também aos Princípios para Sustentabilidade em Seguros UNPSI, coordenados pelo UNEP/FI órgão da ONU dedicado às questões da

A Academia está alinhada também aos Princípios para Sustentabilidade em Seguros UNPSI, coordenados pelo UNEP/FI órgão da ONU dedicado às questões da - 1 - Prêmio CNSeg 2012 Empresa: Grupo Segurador BBMAPFRE Case: Academia de Sustentabilidade BBMAPFRE Introdução A Academia de Sustentabilidade BBMAPFRE foi concebida em 2009 para disseminar o conceito

Leia mais

3.1 Planejar, organizar logística e tecnicamente das Oficinas temáticas de formação da Agentes de Prevenção e seus parceiros locais.

3.1 Planejar, organizar logística e tecnicamente das Oficinas temáticas de formação da Agentes de Prevenção e seus parceiros locais. EDITAL DO CENTRO DE PROMOÇÃO DA SAÚDE TERMO DE REFERÊNCIA Nº 10/2012 COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO Nº 10/2012 TIPO: MELHOR TÉCNICA O Centro de Promoção da Saúde, entidade privada sem fins lucrativos, inscrita

Leia mais

Trabalho em Equipe e Educação Permanente para o SUS: A Experiência do CDG-SUS-MT. Fátima Ticianel CDG-SUS/UFMT/ISC-NDS

Trabalho em Equipe e Educação Permanente para o SUS: A Experiência do CDG-SUS-MT. Fátima Ticianel CDG-SUS/UFMT/ISC-NDS Trabalho em Equipe e Educação Permanente para o SUS: A Experiência do CDG-SUS-MT Proposta do CDG-SUS Desenvolver pessoas e suas práticas de gestão e do cuidado em saúde. Perspectiva da ética e da integralidade

Leia mais

Responsabilidade Social

Responsabilidade Social Responsabilidade Social INSTITUTO DE CIDADANIA EMPRESARIAL DO MARANHÃO ICE/MA MISSÃO: Difundir o conceito de desenvolvimento sustentável de modo a incentivar as empresas a adotarem a responsabilidade social

Leia mais

Cooperação científica e técnica e o mecanismo de intermediação de informações

Cooperação científica e técnica e o mecanismo de intermediação de informações Página 144 VIII/11. Cooperação científica e técnica e o mecanismo de intermediação de informações A Conferência das Partes, Informando-se sobre o relatório do Secretário Executivo sobre as atividades do

Leia mais

Escola de Políticas Públicas

Escola de Políticas Públicas Escola de Políticas Públicas Política pública na prática A construção de políticas públicas tem desafios em todas as suas etapas. Para resolver essas situações do dia a dia, é necessário ter conhecimentos

Leia mais

CURSO REDES DE COMPUTADORES ALANA CAMILA ARICLÉCIO DOMINGOS EUDES JUNIOR HILDERLENE GOMES

CURSO REDES DE COMPUTADORES ALANA CAMILA ARICLÉCIO DOMINGOS EUDES JUNIOR HILDERLENE GOMES 1 CURSO REDES DE COMPUTADORES ALANA CAMILA ARICLÉCIO DOMINGOS EUDES JUNIOR HILDERLENE GOMES CANINDÉ 2013 2 ALANA CAMILA ARICLÉCIO DOMINGOS EUDES JUNIOR HILDERLENE GOMES Trabalho realizado como requisito

Leia mais

Ensino Vocacional, Técnico e Tecnológico no Reino Unido

Ensino Vocacional, Técnico e Tecnológico no Reino Unido Ensino Vocacional, Técnico e Tecnológico no Reino Unido Apoiar a empregabilidade pela melhora da qualidade do ensino profissionalizante UK Skills Seminar Series 2014 15 British Council UK Skills Seminar

Leia mais

II Seminário de Intercâmbio de Experiências Exitosas apara o Alcance dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio Rede IDEEA

II Seminário de Intercâmbio de Experiências Exitosas apara o Alcance dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio Rede IDEEA II Seminário de Intercâmbio de Experiências Exitosas apara o Alcance dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio Rede IDEEA Salvador, Bahia Brasil, 19 e 20 de novembro de 2009 Mobilização Mundial Conferências

Leia mais

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES E PROJETOS EXECUTADOS EM 2004

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES E PROJETOS EXECUTADOS EM 2004 RELATÓRIO DAS ATIVIDADES E PROJETOS EXECUTADOS EM 2004 A Fundação Aprender, no ano de 2004, procurou cumprir as etapas previstas no Planejamento 2003, levando a efeito iniciativas no sentido de ampliar

Leia mais

Profea- Projeto de Formação de Educadores Ambientais

Profea- Projeto de Formação de Educadores Ambientais Profea- Projeto de Formação de Educadores Ambientais Mostra Local de: Maringá PR Categoria do projeto: I Projetos em Andamento (projetos em execução atualmente) Nome da Instituição/Empresa: Facinor- Faculdade

Leia mais

PROJETO FAZENDO ESCOLA: UMA EXPERIÊNCIA DO ORIENTADOR NO COMPROMISSO DA CAPACITAÇÃO DOCENTE

PROJETO FAZENDO ESCOLA: UMA EXPERIÊNCIA DO ORIENTADOR NO COMPROMISSO DA CAPACITAÇÃO DOCENTE PROJETO FAZENDO ESCOLA: UMA EXPERIÊNCIA DO ORIENTADOR NO COMPROMISSO DA CAPACITAÇÃO DOCENTE Sérgio Dal-Ri Moreira Pontifícia Universidade Católica do Paraná Palavras-chave: Educação Física, Educação, Escola,

Leia mais

Engajamento com Partes Interessadas

Engajamento com Partes Interessadas Instituto Votorantim Engajamento com Partes Interessadas Eixo temático Comunidade e Sociedade Principal objetivo da prática Apoiar o desenvolvimento de uma estratégia de relacionamento com as partes interessadas,

Leia mais

Negociação Estratégica e Gestão de Conflitos Porque Educação Executiva Insper Cursos de Curta e Média Duração Educação Executiva

Negociação Estratégica e Gestão de Conflitos Porque Educação Executiva Insper Cursos de Curta e Média Duração Educação Executiva 1 Porque Educação Executiva Insper A dinâmica do mundo corporativo exige profissionais multidisciplinares, capazes de interagir e formar conexões com diferentes áreas da empresa e entender e se adaptar

Leia mais

Política do Programa de Voluntariado Corporativo GRPCOM ATITUDE

Política do Programa de Voluntariado Corporativo GRPCOM ATITUDE Política do Programa de Voluntariado Corporativo GRPCOM ATITUDE O Programa de Voluntariado Corporativo GRPCOM ATITUDE visa fortalecer a missão de desenvolver a nossa terra e nossa gente e contribuir para

Leia mais

PLANO DE TRABALHO DIREÇÃO DO CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE. UNIOESTE - Campus de Francisco Beltrão. Quadriênio 2016-2019. Candidata

PLANO DE TRABALHO DIREÇÃO DO CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE. UNIOESTE - Campus de Francisco Beltrão. Quadriênio 2016-2019. Candidata PLANO DE TRABALHO DIREÇÃO DO CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE UNIOESTE - Campus de Francisco Beltrão Quadriênio 2016-2019 Candidata Franciele Ani Caovilla Follador Slogan: CCS em ação! 1 INTRODUÇÃO Em 1991,

Leia mais

XVI Congresso Brasileiro de Biblioteconomia e Documentação 22 a 24 de julho de 2015

XVI Congresso Brasileiro de Biblioteconomia e Documentação 22 a 24 de julho de 2015 XVI Congresso Brasileiro de Biblioteconomia e Documentação 22 a 24 de julho de 2015 Modelo 2: resumo expandido de relato de experiência Resumo expandido O Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas de São

Leia mais

INTERESSE PELA COMUNIDADE SEMEAMOS ESTA IDÉIA COOPERATIVISTA!

INTERESSE PELA COMUNIDADE SEMEAMOS ESTA IDÉIA COOPERATIVISTA! INTERESSE PELA COMUNIDADE SEMEAMOS ESTA IDÉIA COOPERATIVISTA! Apresentação O Instituto Sicoob PR foi criado para cumprir o 7º princípio cooperativista Interesse pela comunidade. Com o suporte das Cooperativas

Leia mais

a Resolução CONAMA nº 422/2010 de 23 de março de 2010, que estabelece diretrizes para as campanhas, ações e projetos de educação ambiental;

a Resolução CONAMA nº 422/2010 de 23 de março de 2010, que estabelece diretrizes para as campanhas, ações e projetos de educação ambiental; Portaria Normativa FF/DE N 156/2011 Assunto: Estabelece roteiros para elaboração de Plano Emergencial de Educação Ambiental e de Plano de Ação de Educação Ambiental para as Unidades de Conservação de Proteção

Leia mais

Projetos Sociais da Faculdade Campo Real CIDADANIA REAL 1. O que é o projeto? 2. Em que consistem as atividades do projeto?

Projetos Sociais da Faculdade Campo Real CIDADANIA REAL 1. O que é o projeto? 2. Em que consistem as atividades do projeto? Projetos Sociais da Faculdade Campo Real A promoção da cidadania é qualidade de toda instituição de ensino consciente de sua relevância e capacidade de atuação social. Considerando a importância da Faculdade

Leia mais

PROCESSO SELETIVO 2011 FUNDO DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE (FIA) REGULAMENTO

PROCESSO SELETIVO 2011 FUNDO DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE (FIA) REGULAMENTO - 1 - PROCESSO SELETIVO 2011 FUNDO DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE (FIA) REGULAMENTO Prezado Gestor, Criado em 2006, o Instituto HSBC Solidariedade é responsável por gerenciar o investimento social

Leia mais

RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2013

RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2013 RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2013 Even e Junior Achievement de Minas Gerais UMA PARCERIA DE SUCESSO 1 SUMÁRIO Resultados Conquistados... 3 Resultados do Projeto... 4 Programa Finanças Pessoais... 5 Conceitos

Leia mais

CONFERÊNCIA DAS NAÇÕES UNIDAS SOBRE MEIO AMBIENTE E DESENVOLVIMENTO CAPÍTULO 30 FORTALECIMENTO DO PAPEL DO COMÉRCIO E DA INDÚSTRIA INTRODUÇÃO

CONFERÊNCIA DAS NAÇÕES UNIDAS SOBRE MEIO AMBIENTE E DESENVOLVIMENTO CAPÍTULO 30 FORTALECIMENTO DO PAPEL DO COMÉRCIO E DA INDÚSTRIA INTRODUÇÃO CONFERÊNCIA DAS NAÇÕES UNIDAS SOBRE MEIO AMBIENTE E DESENVOLVIMENTO CAPÍTULO 30 FORTALECIMENTO DO PAPEL DO COMÉRCIO E DA INDÚSTRIA INTRODUÇÃO 30.1. O comércio e a indústria, inclusive as empresas transnacionais,

Leia mais

No Brasil, a Shell contratou a ONG Dialog para desenvolver e operar o Programa, que possui três objetivos principais:

No Brasil, a Shell contratou a ONG Dialog para desenvolver e operar o Programa, que possui três objetivos principais: PROJETO DA SHELL BRASIL LTDA: INICIATIVA JOVEM Apresentação O IniciativaJovem é um programa de empreendedorismo que oferece suporte e estrutura para que jovens empreendedores de 18 a 30 anos desenvolvam

Leia mais

Ações de Adaptação de Comunidades e seus Ecossistemas aos Eventos Climáticos

Ações de Adaptação de Comunidades e seus Ecossistemas aos Eventos Climáticos PROCESSO SELETIVO 2011 Ações de Adaptação de Comunidades e seus Ecossistemas aos Eventos Climáticos REGULAMENTO Prezado Gestor, Criado em 2006, o Instituto HSBC Solidariedade é responsável por gerenciar

Leia mais

ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO DE NEGÓCIOS

ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO DE NEGÓCIOS ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO DE NEGÓCIOS São Paulo Presença nacional, reconhecimento mundial. Conheça a Fundação Dom Cabral Uma das melhores escolas de negócios do mundo, pelo ranking de educação executiva

Leia mais

Brincar de ler e escrever

Brincar de ler e escrever I Edital FNA 2015 Brincar de ler e escrever A Fundação Negro Amor - FNA foi criada em 2008 e, desde então, desenvolve ações na área socioeducativa e cultural, com foco na promoção da educação infantil

Leia mais

DELOITE TOUCHE TOHMATSU Código PO-SIGA POLITICA CORPORATIVA Revisão 02

DELOITE TOUCHE TOHMATSU Código PO-SIGA POLITICA CORPORATIVA Revisão 02 Pagina 1/6 ÍNDICE 1. OBJETIVO...3 2. ABRANGÊNCIA / APLICAÇÃO...3 3. REFERÊNCIAS...3 4. DEFINIÇÕES...3 5. DIRETRIZES E RESPONSABILIDADES...4 5.1 POLITICAS...4 5.2 COMPROMISSOS...4 5.3 RESPONSABILIDADES...5

Leia mais

ESTA PARA NASCER UM MODELO INOVADOR DE INCLUSIVA EM CURITIBA. Solicitação de doação por incentivo fiscal COMTIBA Prefeitura Municipal de Curitiba

ESTA PARA NASCER UM MODELO INOVADOR DE INCLUSIVA EM CURITIBA. Solicitação de doação por incentivo fiscal COMTIBA Prefeitura Municipal de Curitiba ESTA PARA NASCER UM MODELO INOVADOR DE EDUCACAO INFANTIL INCLUSIVA EM CURITIBA VEJA COMO SUA EMPRESA PODE TRANSFORMAR ESTA IDEIA EM REALIDADE { Solicitação de doação por incentivo fiscal COMTIBA Prefeitura

Leia mais

UMA PROPOSTA INOVADORA PARA ENSINAR EMPREENDEDORISMO AOS JOVENS

UMA PROPOSTA INOVADORA PARA ENSINAR EMPREENDEDORISMO AOS JOVENS UMA PROPOSTA INOVADORA PARA ENSINAR EMPREENDEDORISMO AOS JOVENS www.empreende.com.br emp@empreende.com.br FAZENDO ACONTECER Programa de ensino de empreendedorismo inovador em nível mundial, desenvolvido

Leia mais

Carvalho Goretti Moreira Leal de, Themis; Ribas Almeida, Milene. Brasil RESUMO

Carvalho Goretti Moreira Leal de, Themis; Ribas Almeida, Milene. Brasil RESUMO ID:862 PROJETO DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA AMPLIANDO AS AÇÕES DE PREVENÇÃO EM DST/AIDS E HEPATITES VIRAIS JUNTO À POPULAÇÃO ESCOLAR: UM ESPAÇO PARA FORMAÇÃO PROFISSIONAL E PROMOÇÃO DA SAÚDE Carvalho Goretti

Leia mais

POLÍTICA DE COMUNICAÇÃO E ENGAJAMENTO COM PÚBLICOS DE INTERESSE DAS EMPRESAS ELETROBRAS

POLÍTICA DE COMUNICAÇÃO E ENGAJAMENTO COM PÚBLICOS DE INTERESSE DAS EMPRESAS ELETROBRAS POLÍTICA DE COMUNICAÇÃO E ENGAJAMENTO COM PÚBLICOS DE INTERESSE DAS Versão 2.0 09/02/2015 Sumário 1 Objetivo... 3 1.1 Objetivos Específicos... 3 2 Conceitos... 4 3 Princípios... 5 4 Diretrizes... 5 4.1

Leia mais

AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO COM FOCO EM COMPETÊNCIAS:

AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO COM FOCO EM COMPETÊNCIAS: AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO COM FOCO EM COMPETÊNCIAS: Implantação do sistema de Avaliação de Desempenho com Foco em Competências no Tribunal Regional do Trabalho da 8ª Região Belém PA 2013 AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO

Leia mais

Inscrições abertas para edital com foco em crianças e adolescentes

Inscrições abertas para edital com foco em crianças e adolescentes Financiamento e apoio técnico Inscrições abertas para edital com foco em crianças e adolescentes A Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR) e o Conselho Nacional dos Direitos

Leia mais

Mapa da Educação Financeira no Brasil

Mapa da Educação Financeira no Brasil Mapa da Educação Financeira no Brasil Uma análise das iniciativas existentes e as oportunidades para disseminar o tema em todo o País Em 2010, quando a educação financeira adquire no Brasil status de política

Leia mais

Plano de Trabalho e Projeto Político-Pedagógico da Escola Legislativa de Araras

Plano de Trabalho e Projeto Político-Pedagógico da Escola Legislativa de Araras Plano de Trabalho e Projeto Político-Pedagógico da Escola Legislativa de Araras 1. Introdução O Projeto Político-Pedagógico da Escola Legislativa de Araras foi idealizado pelo Conselho Gestor da Escola,

Leia mais

1- Introdução: Programas Vivenciais para o Desenvolvimento de Comunidades

1- Introdução: Programas Vivenciais para o Desenvolvimento de Comunidades 1- Introdução: Programas Vivenciais para o Desenvolvimento de Comunidades 2015 Um grupo de pessoas conscientes e engajadas pode mudar o mundo Quem Somos Engenheiro Pós Graduado, foi Consultor Socioambiental

Leia mais

Redes sociais no Terceiro Setor

Redes sociais no Terceiro Setor Redes sociais no Terceiro Setor Prof. Reginaldo Braga Lucas 2º semestre de 2010 Constituição de redes organizacionais Transformações organizacionais Desenvolvimento das organizações articuladas em redes

Leia mais

Porque Educação Executiva Insper

Porque Educação Executiva Insper 1 Porque Educação Executiva Insper A dinâmica do mundo corporativo atual exige profissionais multidisciplinares, capazes de interagir e formar conexões com diferentes áreas da empresa e entender e se adaptar

Leia mais

Apoio às políticas públicas já existentes;

Apoio às políticas públicas já existentes; Uma voz complementa a outra, um sorriso cativa o próximo e é nesse pensamento que o Instituto Mundo Melhor, organização sem fins lucrativos liderada pelo Grupo MM Mercadomóveis, trabalha com projetos sociais

Leia mais

PLANO DE TRABALHO Rede Nacional de Jovens Líderes

PLANO DE TRABALHO Rede Nacional de Jovens Líderes PLANO DE TRABALHO Rede Nacional de Jovens Líderes PLANO DE TRABALHO Rede Nacional de Jovens Líderes pág. 1 PLANO DE TRABALHO Rede Nacional de Jovens Líderes MISSÃO Somos uma rede nacional escoteira de

Leia mais

MMX - Controladas e Coligadas

MMX - Controladas e Coligadas POLITICA CORPORATIVA PC. 1.16.01 Política de Meio Ambiente Emissão: 02/10/06 1 Objetivo: Estabelecer diretrizes visando proteger os recursos naturais e o meio ambiente em todas das unidades operacionais.

Leia mais

Eixo Temático ET-02-002 - Gestão de Áreas Protegidas RESERVA DE FLORESTA URBANA MATA DO PASSARINHO: EXPERIÊNCIAS DE UMA ÁREA PROTEGIDA EM MEIO URBANO

Eixo Temático ET-02-002 - Gestão de Áreas Protegidas RESERVA DE FLORESTA URBANA MATA DO PASSARINHO: EXPERIÊNCIAS DE UMA ÁREA PROTEGIDA EM MEIO URBANO 148 Eixo Temático ET-02-002 - Gestão de Áreas Protegidas RESERVA DE FLORESTA URBANA MATA DO PASSARINHO: EXPERIÊNCIAS DE UMA ÁREA PROTEGIDA EM MEIO URBANO Wellington Lima Pereira; Cleide Amorim Leite RESUMO

Leia mais

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Formação dos grupos de trabalho e Detalhamento das estratégias do Plano de Ação Julho 2014

Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Formação dos grupos de trabalho e Detalhamento das estratégias do Plano de Ação Julho 2014 Planejamento Estratégico PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO Formação dos grupos de trabalho e Detalhamento das estratégias do Plano de Ação Julho 2014 Grupos de trabalho: formação Objetivo: elaborar atividades e

Leia mais

DIRETRIZES DO FUNCIONAMENTO DO MOVIMENTO NACIONAL PELA CIDADANIA E SOLIDARIEDADE/NÓS PODEMOS. (aprovada em 2010 e 1ª revisão em agosto de 2012)

DIRETRIZES DO FUNCIONAMENTO DO MOVIMENTO NACIONAL PELA CIDADANIA E SOLIDARIEDADE/NÓS PODEMOS. (aprovada em 2010 e 1ª revisão em agosto de 2012) DIRETRIZES DO FUNCIONAMENTO DO MOVIMENTO NACIONAL PELA CIDADANIA E SOLIDARIEDADE/NÓS PODEMOS (aprovada em 2010 e 1ª revisão em agosto de 2012) Artigo 1º O Movimento Nacional pela Cidadania e Solidariedade/Nós

Leia mais

TEXTO BASE PARA UM POLÍTICA NACIONAL NO ÂMBITO DA EDUCAÇÃO PATRIMONIAL

TEXTO BASE PARA UM POLÍTICA NACIONAL NO ÂMBITO DA EDUCAÇÃO PATRIMONIAL TEXTO BASE PARA UM POLÍTICA NACIONAL NO ÂMBITO DA EDUCAÇÃO PATRIMONIAL Eixos Temáticos, Diretrizes e Ações Documento final do II Encontro Nacional de Educação Patrimonial (Ouro Preto - MG, 17 a 21 de julho

Leia mais

SEMEAR Serviço Médico Educacional de Atendimento em Reabilitação, uma entidade considerada de utilidade Pública Federal, com data de fundação em 12 de Outubro de 1985, foi registrado como Associação Civil

Leia mais