Magistrados se mobilizam para alterar proposta

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Magistrados se mobilizam para alterar proposta"

Transcrição

1 A S S O C I A Ç Ã O D O S MAGISTRADOS B R A S I L E I R O S CORREIOS AMB Informa - nº 52 Brasília, 19 de fevereiro de 2004 Reforma do Judiciário Magistrados se mobilizam para alterar proposta As duas últimas semanas foram de luta e mobilização para a magistratura. Atendendo a convocação do presidente Cláudio Baldino Maciel, presidentes de entidades filiadas à AMB mobilizaram suas bases nos estados e estiveram em Brasília para conversar com parlamentares. No esforço para conseguir alterações na proposta que tramita no Senado, o presidente da AMB participou dos encontros com parlamentares e ainda manteve audiências com o vice-presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Nélson Jobim, e com o ministro da Justiça, Márcio Thomáz Bastos. Confira os principais pontos defendidos pela AMB. (Págs. 4 e 5) Ibope fará pesquisa sobre Judiciário O Ibope, maior instituto de pesquisa do País, fará pesquisa qualitativa para avaliar a imagem que a sociedade tem da magistratura e do Judiciário. O trabalho começa dia 1º de março. Com base nos resultados da pesquisa, a AMB iniciará campanha de valorização da magistratura brasileira. (Pág. 3) Cartilha da Justiça está na TV Globo As histórias em quadrinho da Cartilha da Justiça viraram desenho animado e passaram a ser veiculadas pela Rede Globo, em vinhetas inseridas ao longo da programação. É o resultado de parceria entre a emissora e a AMB,no projeto Cidadania e Justiça Também se Aprendem na Escola. (Pág. 2) Entidades formam rede de comunicação Profissionais de imprensa e diretores de comunicação da AMB e de entidades filiadas deram o primeiro passo para a formação de uma rede nacional de comunicação, em reunião realizada em Brasília na semana passada. A iniciativa tem o objetivo de dar mais visibilidade ao trabalho das entidades. (Pág. 3)

2 2 Brasília, 19 de fevereiro de 2004 AMB Informa AMB Informa Brasília, 19 de fevereiro de Prezados colegas AMB na TV Planejamento Ampla mobilização Na retomada de suas edições em 2004, AMB Informa aborda a reforma constitucional do Poder Judiciário e a ampla mobilização de magistrados feita pela AMB junto aos presidentes das associações estaduais. Este exemplar mostra o trabalho de colegas abnegados junto aos senadores em Brasília para fazer valer as premissas da magistratura em assunto de tamanha importância para a independência do Judiciário como Poder da República. Nossas dificuldades de comunicação com a sociedade, temos de reconhecer, contribuem para este quadro, onde o Judiciário fica com sua imagem institucional comprometida diante da opinião pública. A AMB não tem poupado esforços para aproximar a magistratura da sociedade em geral. Assim, a entidade acaba de celebrar uma parceria com a Rede Globo de Televisão para divulgação do projeto Cidadania e Justiça Também se Aprendem na Escola. Através dela, a TV Globo veiculará vinhetas institucionais da entidade em rede nacional, como desenhos animados da cartilha Cidadania e Justiça, editada pela Associação. Da mesma forma, a AMB encomendou uma pesquisa qualitativa, em São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre e Recife, sobre a imagem do Judiciário. Com base nos resultados, a Associação desencadeará uma campanha de valorização da magistratura. Além disso, a Assessoria de Imprensa da AMB e as assessorias de todas as entidades de magistrados nos estados, estão formatando uma rede nacional de comunicação entre todas as associações, com o objetivo de otimizar as ações de comunicação da magistratura e o atendimento à imprensa, interligando todos os assessores online pelo País. Vinhetas da Cartilha da Justiça já estão no ar na rede Globo A AMB e a Rede Globo de Televisão lançaram na terça-feira, dia 10, no Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, parceria no projeto Cidadania e Justiça Também se Aprendem na Escola : a emissora passou a veicular, desde aquele dia, quatro vinhetas institucionais com esclarecimentos sobre os poderes da República, a estrutura do Poder Judiciário, o Ministério Público e a Polícia, além de mensagens sobre cidadania e os direitos e os deveres individuais. A parceria consiste na animação dos desenhos da Cartilha da Justiça, revista em quadrinhos que é o carrochefe do projeto. Os personagens usam linguagem simples, acessível a crianças e adolescentes. O principal objetivo da cartilha é desmistificar a figura do juiz e traduzir para a população o funcionamento do Poder Judiciário e suas relações com o Executivo e o Legislativo. Para o presidente da AMB, Cláudio Baldino Maciel, que participou do lançamento da parceria, a campanha vai potencializar a capacidade de aproximação do Poder Judiciário Foto: Joanna Liborio / TJRJ Campanha teve lançamento no TJ do Rio com a sociedade. A diretora Jurídica da Rede Globo, Simone Lahorgue Nunes, disse que, com a iniciativa, a emissora estará cumprindo seu papel constitucional. Também participaram do lançamento, além de representantes da AMB, o diretor da Central Globo de Comunicações, jornalista Luis Erlanger, o desenhista dos personagens da cartilha, Marcos Vaz, e o presidente do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, Miguel Pachá. As vinhetas serão veiculadas em horários variados, ao longo da programação da emissora, até novembro deste ano. Juízo Crítico discute poder do juiz O Juiz Julier Sebastião da Silva, responsável pela decisão de fichar turistas norte-americanos que chegam ao Brasil, participa do programa Juízo Crítico de fevereiro, que vai ao ar pela TV Justiça. Julier integra uma uma mesa redonda sobre o poder do juiz. Ele debateu o assunto com a presidente da OAB-DF, Estefânia Viveiros, e com o diretor da Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR) José Leovegildo Oliveira Morais. O Juízo Crítico de fevereiro trata ainda da Reforma do Judiciário, da recém-criada Coordenação de Relações Internacionais da AMB e do Estatuto do Desarmamento, entre outros assuntos. O programa, produzido pela AMB, estreou na quarta-feira, dia 11, às 21h, e será reprisado no domingo dia 22, às 10h da noite, e na quarta-feira dia 25, às 9h da noite. Foto: Eugênio Novaes Efetividade é prioridade em 2004 A AMB aprofundará ainda mais, em 2004, a Campanha pela Efetividade da Justiça, que busca soluções para dar mais agilidade ao funcionamento do Judiciário e para garantir o cumprimento das decisões dos magistrados. A campanha será uma das prioridades da entidade para este ano. A idéia é que a comissão formada pela AMB para cuidar do assunto passe a tratar de temas ainda não discutidos no âmbito da campanha. No ano passado, foram tratadas propostas de Direito Civil. Para este ano, a idéia é focar os trabalhos em propostas para a administração dos tribunais. Para tanto, a comissão planeja trabalho conjunto com a Escola Nacional de Magistratura para a elaboração de cursos sobre administração judiciária. Formada rede de comunicação A AMB e associações filiadas à entidade acertaram a criação de uma rede interna de comunicação entre assessores de imprensa e diretores da área. A intranet deve entrar em funcionamento dentro de pouco mais de um mês. A efetivação da rede foi discutida em reunião que se realizou na sede da AMB em Brasília na semana passada. Participaram profissionais de imprensa e magistrados de entidades das várias regiões do País. Por meio da rede, será possível trocar matérias, fazer sugestões de pauta e discutir assuntos de interesse para a área de comunicação, por meio de um chat e de um fórum de debates. Esta ferramenta facilitará o trabalho da área de imprensa e colaborará para dar mais visibilidade à AMB e às entidades filiadas. A formação da rede prevê, ainda, a elaboração de programas de rádio. Uma das propostas é que os programas sejam O grupo fez sua primeira reunião do ano no final de janeiro, em Brasília, quando acertou os detalhes do planejamento para As propostas discutidas ao longo do ano passado, num processo que culminou com a realização de um seminário, serão entregues ao Congresso Nacional, ao STF e ao ministro da Justiça no começo de março. Outra prioridade da entidade para este ano é a ênfase para o relacionamento da AMB com entidades internacionais como a União Internacional de Magistrados (UIM) e a Federação Latino- Americana de Magistrados (Flam). A AMB criou recentemente uma coordenadoria para esta área, que está a cargo do desembargador Floriano Gomes, de Goiás. produzidos pela AMB e finalizados por associações locais, com entrevistas a magistrados, perguntas e respostas ao vivo ou notícias do Judiciário da região, por exemplo. Segundo o diretor da Associação Ricardo Gehling, há uma dificuldade natural de se fazer com que as notícias da AMB cheguem às pequenas cidades. O mesmo acontece no sentido inverso: para uma entidade estadual é difícil chegar à mídia nacional. Essa rede será um meio de pautarmos a grande imprensa, acredita. Foto AMB Encontro foi aberto pelo presidente Cláudio Baldino Maciel IMAGEM Ibope fará pesquisa para a AMB A AMB assinou contrato com o Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística (Ibope), o maior instituto de pesquisa do país, para fazer estudo qualitativo sobre a imagem do Judiciário brasileiro. O contrato foi firmado dia 12, em São Paulo, entre o vice-presidente da entidade Heraldo de Oliveira Silva, o diretor-tesoureiro da AMB, Ronaldo Barão, o diretor da Escola Nacional da Magistratura, Getúlio Corrêa, e a diretora-executiva do instituto, Márcia Cavallari. Capitais Ao todo serão realizadas 16 pesquisas, nas cidades do Rio de Janeiro, São Paulo, Porto Alegre e Recife. O trabalho começa no dia 1º de março, com o objetivo de saber o que a população considera mais crítico na Justiça brasileira. Conforme Ronaldo Barão, as pesquisas qualitativas serão feitas através de reuniões com um público de 8 a 10 pessoas, representativas das classes sócio-econômicas da população brasileira. O resultado do estudo será apresentado pela diretora do Ibope em seminário que se realizará ainda em março. Com base na pesquisa, a AMB discutirá com as entidades filiadas uma campanha de valorização da magistratura, depois do desgaste sofrido em função da mobilização em torno da reforma da Previdência.

3 4 Brasília, 19 de fevereiro de 2004 AMB Informa AMB Informa Brasília, 19 de fevereiro de Reforma do Judiciário Magistrados se mobilizam para alterar texto no Senado Federal Magistrados e assessores promovem reuniões diárias na sede da AMB para detalhar atuação junto aos senadores Foto: AMB assunto, por meio da campanha da entidade pela maior efetividade da justiça brasileira, com o trabalho da comissão formada para receber sugestões dos mais de 15 mil juízes e juízas associados. Thomaz Bastos O ministro da Justiça, Márcio Thomáz Bastos, mostrou-se sensível a três pontos apresentados pelo presidente Cláudio Maciel, em audiência no dia nove de fevereiro: a não adoção da súmula vinculante, a contrariedade da magistratura à federalização dos crimes contra os direitos humanos e a suspensão da possibilidade de demissão de magistrado por ato administrativo do Conselho Nacional de Justiça, proposto na reforma. Para a AMB, a federalização dos crimes contra os direitos humanos compromete o julgamento com a transferência de sua competência depois do processo iniciado. Márcio Thomáz Bastos lembrou, na audiência, que nestes casos deve-se observar também o conceito de juiz natural. Na mesma ocasião, Maciel defendeu ainda a maior democratização interna do Judiciário brasileiro, com eleições diretas para presidentes e vice-presidentes dos Tribunais de Justiça, o que também contou com a simpatia do ministro. Tião Viana Na quinta-feira dia 5 de fevereiro, o presidente Cláudio Baldino Maciel manteve duas audiências com dois parlamentares decisivos na tramitação da reforma do Judiciário no Senado: o líder do governo, senador Tião Viana (PT-AC), e o relator da matéria, senador José Jorge (PFL-PE). Para Viana, o presidente voltou a enfatizar a discordância da AMB com a federalização dos crimes contra direitos humanos. Pelo fortalecimento dos magistrados de primeira instância, o presidente da AMB defendeu, ainda, a súmula impeditiva de recursos no lugar da vinculante. A audiência com o relator José Jorge foi acompanhada por um grupo de magistrados. Estavam lá o presidente da Associação de Magistrados Catarinenses, juiz Ricardo José Roesler, o ex-presidente do Tribunal de Justiça de Santa Catarina, Desembargador Amaral e Silva, e o coordenador da Justiça Estadual da AMB, Rodrigo Collaço. O presidente Cláudio Maciel apresentou ao relator José Jorge as doze propostas que a entidade tem defendido no Senado. Maciel defendeu o Conselho Nacional de Justiça composto exclusivamente por magistrados, sem poder para demitir juízes por ato administrativo. E novamente condenou com veemência a federalização dos crimes contra os direitos humanos. O presidente criticou ainda o nepotismo no Judiciário, verificado em alguns estados onde a legislação local não proíbe a prática. O senador José Jorge mostrou-se sensível às posições da AMB e disse que as debaterá com os líderes dos partidos na CCJ para que o seu parecer seja o mais plural possível. Foto: AMB Thomáz Bastos ouve propostas da magistratura Num particular esforço de mobilização, representantes da magistratura de praticamente todo o País estiveram em Brasília nas últimas duas semanas com a missão de alterar pontos importantes do projeto de Reforma do Judiciário em tramitação no Senado Federal. Presidentes de entidades afiliadas à AMB atenderam a convocação do presidente Cláudio Baldino Maciel, mobilizando-se nos estados e viajando à capital para participar das visitas aos parlamentares. Nesse período, dezenas de senadores foram procurados e ouviram as críticas e sugestões da magistratura em relação ao projeto de reforma do Judiciário. Entre elas, a contrariedade em relação à federalização dos crimes contra os direitos humanos, à súmula vinculante, à participação de pessoas de fora da magistratura no Conselho Nacional de Justiça e à possibilidade de o magistrado ser demitido por ato administrativo do conselho. A AMB é favorável ao Conselho composto somente por magistrados, com a finalidade de planejar as ações administrativas, mas entende que a presença de pessoas externas à carreira compromete a independência do Judiciário como Poder de Estado. O presidente Cláudio Baldino Maciel dá um exemplo: imagine um juiz eleitoral - que tem entre as suas atribuições cassar mandatos de parlamentares sendo submetido a procedimento relatado por alguém ligado a partidos, diz. A atuação dos magistrados começou a ser definida em reunião do Conselho Executivo da AMB, na tarde do dia 27 de janeiro. Na ocasião, os conselheiros acertaram os detalhes da mobilização e definiram as prioridades. Presidente faz série de encontros com parlamentares e ministros Os esforços para alterar o texto de reforma do Judiciário em tramitação no Senado Federal incluíram uma bateria de audiências do presidente Cláudio Baldino Maciel não só com parlamentares, mas também com o ministro da Justiça, Márcio Thomaz Bastos, e com o futuro presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Nélson Jobim. No encontro com Jobim, no final de janeiro, Maciel tratou, além da reforma constitucional, da necessidade de alterações na legislação infraconstitucional, como forma de imprimir maior celeridade na prestação dos serviços jurisdicionais. Cláudio Maciel relatou ao ministro Jobim o trabalho da AMB sobre o Ponto a ponto da reforma Confira as principais propostas da AMB Concurso para ingresso na magistratura A AMB defende a rejeição do texto aprovado na CCJ (Inciso I do art. 93) que prevê a realização de concurso por órgão externo ao Poder Judiciário bem como a intervenção do Ministério Público. Eleição da metade do Órgão Especial A AMB defende a manutenção do inciso XI do artigo 93, aprovado na CCJ, sendo favorável à eleição da metade do órgão especial por todos os desembargadores. Eleição direta para os Tribunais A AMB defende a eleição direta para seus órgãos diretivos. Súmula impeditiva de recursos A AMB defende a criação da súmula impeditiva de recurso no lugar da súmula vinculante. Crimes contra direitos humanos A AMB é contra a federalização da competência para julgamento dos crimes contra os direitos humanos. Portanto, defende a supressão dos incisos V-A e V-B e do parágrafo 5º do Art. 109 do texto aprovado na CCJ. Aposentadoria compulsória A AMB é contra a elevação da idade de aposentadoria compulsória de 70 para 75 anos para os servidores públicos. Extinção dos tribunais de alçada A AMB defende a manutenção no texto do relator da emenda de plenário número 147, já aprovada na CCJ, que propõe a fusão dos tribunais. Quarentena para ingresso no STF A AMB defende a manutenção da quarentena constante do art. 101 do texto aprovado na CCJ Quarentena para exercer a advocacia A AMB é contrária ao inciso V do parágrafo 1º do art; 95 que estabelece a chamada quarentena para o exercício da advocacia por ex-juízes. Composição dos TREs A AMB é contra a alteração do art. 120 da Constituição Federal, acompanhando o texto do relator. Controle externo do Poder Judiciário A AMB é contra o controle externo do Judiciário. Nepotismo A AMB defende maior rigor no combate ao nepotismo proibindo-se a nomeação de cônjuge, companheiro, parente ou afim até o terceiro grau.

4 6 Brasília, 19 de fevereiro de 2004 AMB Informa AMB Informa Brasília, 19 de fevereiro de Ordem de Serviço Estante Renovações Com o intuito de evitar mal-entendidos na utilização do serviço de transporte da AMB, a presidência baixou uma ordem de serviço sobre o assunto em setembro do ano passado. O documento esclarece e regulamenta o uso dos veículos da AMB pelos associados e por outras entidades. Leia abaixo a íntegra do texto. ORDEM DE SERVIÇO N. 03/2003 Assunto: Serviço de Transporte Considerando a necessidade de racionalização dos deslocamentos dos veículos funcionais da AMB; Considerando a idéia de evitar ao máximo a necessidade de utilização de grande número de veículos pela entidade, o que demanda que se recorra à locação e, em conseqüência, ao acréscimo das despesas da entidade; e Visando ao melhor atendimento das entidades afiliadas e dos associados, é editada a presente ORDEM DE SERVIÇO: 1. Os veículos da AMB só deverão ser ocupados em atividades próprias da entidade, salvo quando, não utilizados em aquelas atividades, sua utilização em interesse particular de outra entidade, associado ou funcionário não traga prejuízos à AMB ou à sua imagem, e haja autorização expressa da Diretoria Executiva ou, subsidiariamente, da Gerência; 2. A coordenação da movimentação dos veículos da AMB, que deverá atender a princípios de racionalidade e economia, ficará a cargo da Gerência, ou de funcionário (a) por esta designado (a); 3. Quando o Presidente da AMB encontrar-se em Brasília o veículo Corolla, com um motorista a ser escalado pela Gerência, permanecerá atendendo exclusivamente a Presidência, só podendo ser destinado a outro atendimento com autorização expressa do Presidente; 4. Os veículos da AMB servirão, por evidente, com absoluta preferência às atividades e à diretoria da entidade; poderão, todavia, atender a atividades de entidades afiliadas, e suas diretorias, desde que tal atendimento não prejudique as da AMB, e desde que aquela entidade/diretoria solicite tal serviço com antecedência que permita o adequado agendamento àquele atendimento, na medida das disponibilidades da AMB; 5. Nos dias de reuniões dos Conselhos da AMB, ou de Coordenadorias ou Comissões da entidade, serão estabelecidos e divulgados, para rigoroso cumprimento, os horários em que ocorrerão os respectivos traslados do pessoal com os veículos da entidade ou aqueles que venham a ser locados por esta para a realização de tais deslocamentos. Aqueles que, por qualquer motivo, não tomarem as conduções nos horários estabelecidos e divulgados, deverão aguardar o horário seguinte do calendário estabelecido ou arcar, às suas próprias expensas, com as despesas que vier a efetuar com seu deslocamento por qualquer outro meio. A presente Ordem de Serviço entra em vigor imediatamente. Cumpra-se. Afixe-se em local visível na sede da AMB, e dê-se ciência pessoal a todos os funcionários. Publique-se nos órgãos de comunicação interna e no site da AMB. Brasília, 22 de setembro de Des. CLÁUDIO BALDINO MACIEL Presidente ASPECTOS POLÊMICOS DA AÇÃO CIVIL PÚBLICA - Arnoldo Wald, Editora Saraiva O trabalho, coordenado pelo ex-procurador-geral da Justiça e advogado Arnoldo Wald, faz uma reflexão sobre questões polêmicas da ação pública, que é, na modernidade, um dos meios processuais de maior importância na defesa de direitos individuais e coletivos. Tais questões são tratadas e analisadas, na obra, em 18 estudos sobre esse tema, por ministros dos tribunais superiores, professores e advogados. OS CONTRATOS BANCÁRIOS E A JURISPRUDÊNCIA DO SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA - Ruy Rosado de Aguiar Júnior, Conselho da Justiça Federal, Editora UnB Resultado de pesquisa da jurisprudência do Superior Tribunal de Justiça sobre crédito agrícola, para uma palestra na Subseção da Ordem dos Advogados do Brasil de Camaquã (RS), a obra transformou-se em livro após ter sido acrescida de uma introdução sobre o objeto do contrato bancário e de precedentes a respeito de outros temas correlatos. O ministro Ruy Rosado é coordenador-geral da Justiça Federal e diretor do Centro de Estudos Judiciários do Conselho da Justiça Federal. VALORES, PROCESSO E SENTENÇA - Adalberto Narciso Hommerding, Editora LTr O livro é resultado de pesquisa bibliográfica desenvolvida a partir de estudos sobre a filosofia do pensador alemão Johannes Hessen. O autor defende a necessidade de se resgatar os valores éticos na sociedade. Segundo ele, o processo passa a ser considerado um instrumento que deve permitir e assegurar os valores fundamentais dos indivíduos. Adalberto Narciso Hommerding é mestre em Direito e magistrado no estado do Rio Grande do Sul. DIREITO PROCESSUAL INOVAÇÕES E PERSPECTIVAS - Eliana Calmon e Uadi Lammêgo Bulos, Editora Saraiva A coletânea, coordenada pela ministra do Superior Tribunal de Justiça, Eliana Calmon, e pelo professor Uadi Lammêgo Bulos, reúne contribuições de grandes estudiosos do direito brasileiro, como Ada Pellegrini Grinover, Arnold Wald, Carlos Velloso e Ives Gandra Martins. Dentre os temas comentados na obra estão a reforma do Código de Processo Civil, a jurisdição voluntária, o controle externo da magistratura e o controle de constitucionalidade, entre outros assuntos. REFORMA DO JUDICIÁRIO (SEM O CONTROLE EXTERNO HÍBRIDO ) - João Baptista da Silva, Editora Líder Após três capítulos dedicados a explicações sobre revisão constitucional, o autor faz uma rica abordagem sobre o controle externo híbrido como ele mesmo chamou do Poder Judiciário. Silva acredita ser desnecessário e insuficiente para sanar as mazelas da Justiça um controle feito por membros alheios ao Judiciário. A opinião do autor marca o final de cada capítulo da obra. João Baptista da Silva é magistrado aposentado e se dedica atualmente à produção jurídico-literária. Diretorias eleitas em 2003 começam a tomar posse As novas diretorias de associações afiliadas à AMB começaram a tomar posse, renovando as lideranças da magistratura nos estados. A diretoria da AMB tem tentado, sempre que possível, participar das solenidades de posse. No último dia 13 de fevereiro, o presidente da Associação, desembargador Cláudio Baldino Maciel, representou a entidade na posse da juíza Ângela Maria Ribeiro Prudente, nova presidente da Asmeto (TO). No dia 30 de janeiro, o coordenador da Justiça Militar da entidade, juiz Carlos Augusto Moraes Rego, representou a AMB na solenidade de posse do novo presidente da Amapar (PR), juiz Gilberto Ferreira. No mesmo dia, tomou posse o desembargador José Maria de Melo, como presidente da ACM (CE). No dia 31 de janeiro, foi a vez do juiz Kisleu Dias Maciel tomar posse como presidente da Asmego (GO). A vice-presidente da AMB Sônia Amaral participou da posse do novo presidente da Amase (SE), juiz Fernando Clemente da Rocha, dia 2 de fevereiro. O desembargador Carlos Rafael dos Santos Júnior foi empossado presidente da Ajuris (RS) em 3 de fevereiro. O assessor da Presidência da AMB juiz Nelo Presser e o coordenador da Justiça Estadual, juiz Rodrigo Collaço, participaram dia 6 de fevereiro, da solenidade de posse do juiz Rolemberg José Araújo, novo presidente da Amab (BA). No mesmo dia, Maciel e o diretortesoureiro da entidade, juiz Ronaldo Getúlio Corrêa é o novo diretor da ENM O juiz Getúlio Corrêa é o novo diretor da Escola Nacional da Magistratura (ENM) da AMB. Sua indicação foi aprovada por aclamação no último encontro do Conselho Executivo da AMB, que se realizou em janeiro. Corrêa é de Santa Catarina, foi presidente da Associação dos Magistrados das Justiças Militares Estaduais (Amajme) e diretor da Escola Superior da Magistratura do Estado de Santa Catarina. Atualmente, preside a recém-criada Associação Internacional das Justiças Militares. Até agora, era o diretor-adjunto da Escola Nacional da Magistratura. Corrêa substitui o desembargador Antônio Guilherme Tanger Jardim, que pediu afastamento do cargo depois de deixar a magistratura em virtude de aposentadoria. Ele passou a exercer a advocacia e avalia que pode haver alguma incompatibilidade ou inconveniência na acumulação de sua nova atividade com a direção da ENM. À frente da Escola, Getúlio Corrêa pretende promover, ainda este semestre, um seminário sobre a administração da Justiça. Queremos auxiliar os tribunais em termos de orçamento e eficácia das administrações, explica. Outra prioridade para a ENM é a ampliação dos Convênios com universidades do exterior para a obtenção de bolsas e intercâmbios. Além disso, Corrêa quer lograr uma participação mais efetiva das escolas de magistratura nos processos de vitaliciamento e promoções de magistrados. A idéia é que os cursos das escolas sejam reconhecidos pelos tribunais e sirvam como critério para promoções, conta o Barão, participaram da posse do novo presidente da Amepe (PE), juiz Airton Mozart Valadares Pires. Maciel e Collaço estiveram também na solenidade de posse da nova diretoria da Amaerj (RJ), dia 9 de fevereiro, ao lado do coordenador da Justiça Trabalhista, juiz Hugo Melo Filho, do diretor da AMB Ricardo Gehling, e do presidente da Amatra IV (RS), Roberto Siegmann. O novo presidente da entidade é o desembargador José de Magalhães Peres. Em março, o presidente da AMB representará a entidade na posse do juiz Carlos Augusto de Barros Levenhagen, presidente eleito da Amagis (MG). No mesmo mês, ocorrerão eleições na Amarn (RN), Amatra II (SP) e Amatra IX (PR). Foto AMB Magistrado catarinense substitui desembargador Jardim diretor. Paralelamente, vamos dar continuidade aos projetos já em andamento, como os mestrados profissionalizantes para magistrados, disse. Os cursos serão ministrados com base em convênio entre a Escola Nacional de Magistratura e o Conselho Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Direito (Conpedi).

5 8 Brasília, 19 de fevereiro de 2004 AMB Informa Resumo COMUNIDADE Cartilha da Justiça chega a Alto Paraíso O projeto Cidadania e Justiça Também se Aprendem na Escola, da AMB, leva, desde junho do ano passado, conhecimento sobre direitos e deveres básicos, cidadania e Justiça a estudantes de 1 a a 8 a séries da zona rural do município de Alto Paraíso, em Goiás. A intenção é mostrar aos professores e alunos a importância do uso da Cartilha da Justiça nas aulas. Conforme o juiz Ricardo Nicoli, de Alto Paraíso, o projeto está sendo feito etapas. A primeira consiste em palestra com os professores para capacitá-los a aplicar os ensinamentos da cartilha nas salas de aula. Em seguida, os professores transmitem o que leram aos alunos. Depois de estudarem a cartilha, os estudantes recebem a visita de um juiz que, além de proferir palestra, tira dúvidas sobre direitos, deveres, cidadania e poderes da República. O programa continua com visitas dos alunos ao Fórum, Câmara Municipal, Prefeitura, Ministério Público, Delegacia e Polícia Militar. Os alunos ainda participarão de concurso, que deverá ocorrer no final de março, no qual apresentarão trabalhos como redações, peças de teatro e painéis sobre os temas tratados na cartilha. Os primeiros lugares serão premiados com bicicletas e livros didáticos. PREVIDÊNCIA Ajuris aprova moção de reconhecimento O Conselho Executivo da Associação dos Juízes do Rio Grande do Sul (Ajuris), aprovou moção de reconhecimento à diretoria da AMB pelo esmerado trabalho desenvolvido na atual gestão no episódio ANO JUDICIÁRIO da Reforma da Previdência. A moção foi aprovada em reunião no dia 15 de dezembro de 2003, sob a presidência do desembargador José Aquino Flôres de Camargo. AMB participa de Solenidade no Supremo O vice-presidente da AMB, juiz Douglas Alencar, representou a entidade na abertura do Ano Judiciário de 2004, no Supremo Tribunal Federal, em Brasília, dia 2 de fevereiro. A solenidade contou com a presença do presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, ministros de Estado e dos tribunais superiores. Em seu pronunciamento, o presidente Lula disse que conta com o apoio do Judiciário para realizar a reforma constitucional do Poder no Congresso Nacional. Segundo ele, até março próximo o governo também apresentará ao Legislativo propostas para agilizar a prestação de serviços jurisdicionais. O presidente do STF, ministro Maurício Corrêa, salientou a necessidade de reforma do Judiciário, mas destacou que as mudanças na legislação infraconstitucional serão bem mais efetivas para o cidadão comum. O ministro elogiou a demonstrada coragem do presidente da República em fazer as reformas constitucionais no País, sem deixar de lembrar da discordância de grande parte da magistratura sobre vários pontos do texto de reforma em tramitação no Senado Federal. JUSTIÇA ITINERANTE Vara do Trabalho pega o barco em Santarém A Vara do Trabalho de Santarém, no Pará, promoverá este ano audiências de conciliação e julgamento na própria área de conflito, beneficiando as populações ribeirinhas da região. É o projeto Judiciário rio acima, rio abaixo, idealizado pelo juiz titular, Océlio Morais. É uma iniciativa inédita no âmbito da Vara do Trabalho de Santarém e na região do baixo-amazonas, revela o magistrado. Estes trabalhadores muitas vezes deixam de procurar a justiça porque não têm 20 reais para pagar a passagem de barco até a cidade, conta. SOBERANIA Siegmann vê tentativa de enfraquecer Judiciário O presidente da Associação dos Magistrados do Trabalho da 4ª Região (Amatra 4), Roberto Siegmann, avalia que o governo federal pretende enfraquecer a soberania do Judiciário de defender a sociedade. A afirmação foi feita durante o 2º Fórum Social da Publicidade e Comunicação, promovido pela Associação Latino- Americana de Agências de Publicidade, em Porto Alegre, em janeiro. Nossas elites moldaram uma sociedade que desconhece a diferença entre os poderes da República, enfatizou Siegmann, para esclarecer que problemas oriundos do Executivo e Legislativo são creditados como deficiências do Judiciário. Segundo o magistrado, é preciso romper com o antigo conceito de que o juiz não devia satisfação à sociedade. O presidente da Amatra 4 lembrou que a magistratura vem reagindo a esta situação e citou como exemplo o trabalho da Comissão para Efetividade da Justiça, criada pela AMB e coordenada por ele. A comissão formula uma agenda positiva para o Judiciário e já apresentou, em Brasília, propostas concretas para que a Justiça atenda melhor à sociedade. AMB Informa é uma publicação da Associação dos Magistrados Brasileiros - AMB Sede: SCN, Qd 02, Bloco D, Torre B, Sala 1302, Liberty Mall, Brasília-DF, CEP , Tels.: (61) / Endereço na Internet: / / Atualização de cadastro: Edição: Warner Bento Filho Diagramação: TDA Desenho & Arte

www.amb.com.br SCN Qd. 02 Bl. D Torre B Conjunto 1302 Centro Empresarial Liberty Mall CEP: 70712-903 - Brasília/DF Para a magistratura

www.amb.com.br SCN Qd. 02 Bl. D Torre B Conjunto 1302 Centro Empresarial Liberty Mall CEP: 70712-903 - Brasília/DF Para a magistratura www.amb.com.br SCN Qd. 02 Bl. D Torre B Conjunto 1302 Centro Empresarial Liberty Mall CEP: 70712-903 - Brasília/DF Pesquisa AMB Temas Prioritários Para a magistratura Pesquisa AMB Temas Prioritários Para

Leia mais

MINAS GERAIS 12/04/2008. Diário do Judiciário. Portaria 2.176/2008

MINAS GERAIS 12/04/2008. Diário do Judiciário. Portaria 2.176/2008 MINAS GERAIS 12/04/2008 Diário do Judiciário Chefe de Gabinete: Dalmar Morais Duarte 11/04/2008 PRESIDÊNCIA Portaria 2.176/2008 Institucionaliza o Programa Conhecendo o Judiciário do Tribunal de Justiça.

Leia mais

ROSA MARIA WEBER CANDIOTA DA ROSA

ROSA MARIA WEBER CANDIOTA DA ROSA ROSA MARIA WEBER CANDIOTA DA ROSA Ministra do Supremo Tribunal Federal, empossada em 19 de dezembro de 2011. Nascida em Porto Alegre, Rio Grande do Sul, em 02 de outubro de 1948. Filha do médico José Júlio

Leia mais

PROJETO DE CIDADANIA

PROJETO DE CIDADANIA PROJETO DE CIDADANIA PROJETO DE CIDADANIA A Anamatra A Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho Anamatra congrega cerca de 3.500 magistrados do trabalho de todo o país em torno de interesses

Leia mais

Equipe da GCO: 1. Carlos Campana Gerente 2. Maria Helena 3. Sandro 4. Mariana

Equipe da GCO: 1. Carlos Campana Gerente 2. Maria Helena 3. Sandro 4. Mariana Gerência de Comunicação GCO tem por finalidade planejar, organizar, coordenar e controlar as atividades de comunicação e editoriais do Confea. Competências da GCO 1. Organizar e executar projetos editoriais:

Leia mais

DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRONICO ÓRGÃO DE DIVULGAÇÃO DO PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL

DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRONICO ÓRGÃO DE DIVULGAÇÃO DO PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRONICO ÓRGÃO DE DIVULGAÇÃO DO PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL LEI N 1.008, DE 12-04-50 DATA DA DISPONIBILIZAÇÃO: QUINTA-FEIRA, 10 DE MARÇO DE 2011 - PORTO ALEGRE/RS

Leia mais

Garantir a economicidade dos recursos e a melhor alocação dos recursos necessários à prestação jurisdicional.

Garantir a economicidade dos recursos e a melhor alocação dos recursos necessários à prestação jurisdicional. Tema 1: Eficiência Operacional Buscar a excelência na gestão de custos operacionais. Garantir a economicidade dos recursos e a melhor alocação dos recursos necessários à prestação jurisdicional. Agilizar

Leia mais

CÂMARA DOS DEPUTADOS Segurança proíbe depósitos de terceiros em contas de presidiários

CÂMARA DOS DEPUTADOS Segurança proíbe depósitos de terceiros em contas de presidiários ASSESSORIA PARLAMENTAR INFORMATIVO 14 DE NOVEMBRO DE 2014 CÂMARA DOS DEPUTADOS Segurança proíbe depósitos de terceiros em contas de presidiários A intenção é evitar que condenados usem essas contas para

Leia mais

Regulamento para Inscrições no X Prêmio Innovare. Nota de Esclarecimento do Instituto Innovare

Regulamento para Inscrições no X Prêmio Innovare. Nota de Esclarecimento do Instituto Innovare Regulamento para Inscrições no X Prêmio Innovare Nota de Esclarecimento do Instituto Innovare Em razão da recente resolução do CNJ sobre o tema, o Instituto Innovare decidiu que não distribuirá mais premiação

Leia mais

INFORMATIVO SEMANAL. AGEPOLJUS participa de Seminário promovido pelo CNJ

INFORMATIVO SEMANAL. AGEPOLJUS participa de Seminário promovido pelo CNJ INFORMATIVO SEMANAL ASSOCIAÇÃO NACIONAL DOS AGENTES DE SEGURANÇA DO PODER JUDICIÁRIO FEDERAL de 25 a 29 de julho de 2011 >> Seminário AGEPOLJUS participa de Seminário promovido pelo CNJ Realizado em Alagoas,

Leia mais

3.01 - Aprovado em concurso público para ingresso na carreira inicial do Ministério Público no Estado de Alagoas, em 1977.

3.01 - Aprovado em concurso público para ingresso na carreira inicial do Ministério Público no Estado de Alagoas, em 1977. 1. IDENTIFICAÇÃO 1.01 - Nome: Paulo Roberto de Oliveira Lima 1.02 Filiação: Edvaldo Santos Lima Maria Aparecida de Oliveira Lima 1.03 Nacionalidade: Brasileira 1.04 Naturalidade: Alagoana 1.05 Nascimento:

Leia mais

Tribunal do Trabalho da Paraíba 13ª Região

Tribunal do Trabalho da Paraíba 13ª Região Tribunal do Trabalho da Paraíba 13ª Região Apresentação 1.Identificação do órgão:tribunal do Trabalho da Paraíba/ Assessoria de Comunicação Social 2.E-mail para contato:rdaguiar@trt13.jus.br, rosa.jp@terra.com.br

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA MILITAR DE MG Rua Tomaz Gonzaga 686 Bairro de Lourdes CEP 30180 140 Belo Horizonte MG RESOLUÇÃO

TRIBUNAL DE JUSTIÇA MILITAR DE MG Rua Tomaz Gonzaga 686 Bairro de Lourdes CEP 30180 140 Belo Horizonte MG RESOLUÇÃO TRIBUNAL DE JUSTIÇA MILITAR DE MG Rua Tomaz Gonzaga 686 Bairro de Lourdes CEP 30180 140 Belo Horizonte MG RESOLUÇÃO RESOLUÇÃO N. 162/2015 Institui o Regimento Interno da Escola Judicial Militar do Estado

Leia mais

REGIMENTO INTERNO CAPÍTULO I DA DENOMINAÇÃO, NATUREZA, SEDE E DURAÇÃO

REGIMENTO INTERNO CAPÍTULO I DA DENOMINAÇÃO, NATUREZA, SEDE E DURAÇÃO REGIMENTO INTERNO CAPÍTULO I DA DENOMINAÇÃO, NATUREZA, SEDE E DURAÇÃO Art. 1º O Colegiado Estadual de Procuradores e Advogados Municipais de Santa Catarina, que passará a utilizar com exclusividade a denominação

Leia mais

ATA DA 2ª REUNIÃO DA DIRETORIA DE ESPORTE DA ASSOCIAÇÃO DOS MAGISTRADOS BRASILEIROS - AMB, realizada às 14h do dia 03 (três) de fevereiro do ano de

ATA DA 2ª REUNIÃO DA DIRETORIA DE ESPORTE DA ASSOCIAÇÃO DOS MAGISTRADOS BRASILEIROS - AMB, realizada às 14h do dia 03 (três) de fevereiro do ano de ATA DA 2ª REUNIÃO DA DIRETORIA DE ESPORTE DA ASSOCIAÇÃO DOS MAGISTRADOS BRASILEIROS - AMB, realizada às 14h do dia 03 (três) de fevereiro do ano de 2012, no Hotel Brasília Palace em Brasília, sob a presidência

Leia mais

contribuição previdenciária de aposentados e pensionistas, e a PEC 63, que resgata o ATS.

contribuição previdenciária de aposentados e pensionistas, e a PEC 63, que resgata o ATS. Neste ano histórico em que completa 60 anos de vitoriosa trajetória associativa, a Amagis é agraciada ao ser escolhida para sediar, novamente, onze anos depois, outro importante encontro integrativo como

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 17ª REGIÃO TRT 17ª REGIÃO RELATÓRIO DAS METAS NACIONAIS 2011

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 17ª REGIÃO TRT 17ª REGIÃO RELATÓRIO DAS METAS NACIONAIS 2011 PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 17ª REGIÃO TRT 17ª REGIÃO RELATÓRIO DAS METAS NACIONAIS 2011 Vitória/ES Janeiro 2012 SUMÁRIO INTRODUÇÃO... 2 PAINEL DE METAS NACIONAIS...

Leia mais

PLANO DE AÇÃO FÓRUM DO MUNICÍPIO QUE EDUCA

PLANO DE AÇÃO FÓRUM DO MUNICÍPIO QUE EDUCA PLANO DE AÇÃO FÓRUM DO MUNICÍPIO QUE EDUCA PROPOSTA DE AÇÃO Criar um fórum permanente onde representantes dos vários segmentos do poder público e da sociedade civil atuem juntos em busca de uma educação

Leia mais

ESTATUTO DAS LIGAS ACADÊMICAS Diretoria de Extensão e Assuntos Comunitários

ESTATUTO DAS LIGAS ACADÊMICAS Diretoria de Extensão e Assuntos Comunitários ESTATUTO DA LIGA GERIATRIA E GERONTOLOGIA - LIG Capítulo I - Da Natureza e Finalidade ART. 1º - A LIGA DE GERIATRIA E GERONTOLOGIA é uma entidade sem fins lucrativos, com duração ilimitada, sob a supervisão

Leia mais

JUSTIÇA ELEITORAL TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO GRANDE DO SUL

JUSTIÇA ELEITORAL TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO GRANDE DO SUL ESCOLA JUDICIÁRIA ELEITORAL DO RIO GRANDE DO SUL EJERS ATIVIDADES JÁ REALIZADAS PELA ESCOLA 17.09.2010 - Exposição do Ministro Ricardo Lewandowski - Sobre as Eleições 2010. Realizado no Plenário do TRE-RS.

Leia mais

ESTATUTO DAS LIGAS ACADÊMICAS Diretoria de Extensão e Assuntos Comunitários

ESTATUTO DAS LIGAS ACADÊMICAS Diretoria de Extensão e Assuntos Comunitários ESTATUTO DA LIGA ACADÊMICA DE ESPORTES E SAÚDE - LIES Capítulo I - Da Natureza e Finalidade ART. 1º - A Liga Acadêmica de Esportes e Saúde é uma entidade sem fins lucrativos, com duração ilimitada, sob

Leia mais

REGULAMENTO DO PRÊMIO NACIONAL DE EDUCAÇÃO FISCAL - 1ª EDIÇÃO 2012

REGULAMENTO DO PRÊMIO NACIONAL DE EDUCAÇÃO FISCAL - 1ª EDIÇÃO 2012 REGULAMENTO DO PRÊMIO NACIONAL DE EDUCAÇÃO FISCAL - 1ª EDIÇÃO 2012 1.0 DOS OBJETIVOS A 1ª. Edição do Prêmio Nacional de Educação Fiscal será realizada pela FEBRAFITE com o apoio das associações filiadas

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DA ESCOLA NACIONAL DA MAGISTRATURA DA ASSOCIAÇÃO DOS MAGISTRADOS DO BRASIL

REGIMENTO INTERNO DA ESCOLA NACIONAL DA MAGISTRATURA DA ASSOCIAÇÃO DOS MAGISTRADOS DO BRASIL REGIMENTO INTERNO DA ESCOLA NACIONAL DA MAGISTRATURA DA ASSOCIAÇÃO DOS MAGISTRADOS DO BRASIL Capítulo I Da Instituição Art. 1º - A Escola Nacional da Magistratura (ENM), órgão da Associação dos Magistrados

Leia mais

PARCERIA Município Cidadão

PARCERIA Município Cidadão PARCERIA Município Cidadão 1. Introdução O Hemoce é a instituição responsável pela execução da política de sangue do Ministério da Saúde no Estado do Ceará, que consiste essencialmente na coleta, no processamento

Leia mais

Plano de Trabalho e Projeto Político-Pedagógico da Escola Legislativa de Araras

Plano de Trabalho e Projeto Político-Pedagógico da Escola Legislativa de Araras Plano de Trabalho e Projeto Político-Pedagógico da Escola Legislativa de Araras 1. Introdução O Projeto Político-Pedagógico da Escola Legislativa de Araras foi idealizado pelo Conselho Gestor da Escola,

Leia mais

Plano de COMUNICAÇÃO do Planejamento Estratégico da Justiça Federal

Plano de COMUNICAÇÃO do Planejamento Estratégico da Justiça Federal Plano de COMUNICAÇÃO do Planejamento Estratégico da Justiça Federal PLANO DE COMUNICAÇÃO DA ESTRATÉGIA Introdução É importante ressaltar que um plano de comunicação tem a finalidade de tornar conhecida

Leia mais

MULHERES DA PAZ. Capacitação para cultivar a paz nas comunidades

MULHERES DA PAZ. Capacitação para cultivar a paz nas comunidades MULHERES DA PAZ Capacitação para cultivar a paz nas comunidades República Federativa do Brasil Presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva Ministério da Justiça Ministro da Justiça Tarso Genro Secretaria

Leia mais

ATO GP/CR/EJ TRT5 Nº 0003, DE 19 DE SETEMBRO DE 2014

ATO GP/CR/EJ TRT5 Nº 0003, DE 19 DE SETEMBRO DE 2014 ATO GP/CR/EJ TRT5 Nº 0003, DE 19 DE SETEMBRO DE 2014 Regulamenta provisoriamente a atividade do juizorientador no âmbito do Tribunal Regional do Trabalho da 5ª Região. O PRESIDENTE, O CORREGEDOR REGIONAL

Leia mais

BALANÇO 1º SEMESTRE DE 2013 ATIVIDADES REALIZADAS ATIVIDADES EM ANDAMENTO GESTÃO PRESIDENTE ORLANDO LEONE

BALANÇO 1º SEMESTRE DE 2013 ATIVIDADES REALIZADAS ATIVIDADES EM ANDAMENTO GESTÃO PRESIDENTE ORLANDO LEONE BALANÇO 1º SEMESTRE DE 2013 ATIVIDADES REALIZADAS ATIVIDADES EM ANDAMENTO GESTÃO PRESIDENTE ORLANDO LEONE JANEIRO Participação da ANFAMOTO no Fórum Metropolitano para Regulamentação do Motofrete. A ANFAMOTO

Leia mais

UNIVERSIDADE CIDADÃ:

UNIVERSIDADE CIDADÃ: 1 UNIVERSIDADE CIDADÃ: UNINDO FORÇAS EM NOME DA CONCILIAÇÃO REGIÃO SERIDÓ - RN ENTIDADE DE EXECUÇÃO DA PRÁTICA: UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO SERIDÓ (CERES) Rua

Leia mais

Portfolio de Produtos

Portfolio de Produtos Introdução O Guia de Produtos e Serviços da Assessoria de Comunicação (ASCOM) da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) foi elaborado com o objetivo de apresentar os produtos e serviços prestados

Leia mais

Art. 2º. Esta Lei Complementar entra em vigor na data de sua publicação. JUSTIFICATIVA

Art. 2º. Esta Lei Complementar entra em vigor na data de sua publicação. JUSTIFICATIVA PROJETO DE LEI DO SENADO Nº (COMPLEMENTAR) Altera o art. 66 da Lei Complementar nº 35, de 14 de março de 1979, que dispõe sobre a Lei Orgânica da Magistratura Nacional O Congresso Nacional decreta: Art.

Leia mais

FACULDADE DE DIREITO REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA DA FACULDADE DE DIREITO DA UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE

FACULDADE DE DIREITO REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA DA FACULDADE DE DIREITO DA UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA DA FACULDADE DE DIREITO DA UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE CAPÍTULO I DA FINALIDADE ART. 1º - O Núcleo de Prática Jurídica, subordinado à Faculdade de Direito

Leia mais

Art. 1º Fica aprovado, na forma do Anexo, o Regimento Interno do Conselho Nacional de Arquivos - CONARQ. JOSÉ EDUARDO CARDOZO ANEXO

Art. 1º Fica aprovado, na forma do Anexo, o Regimento Interno do Conselho Nacional de Arquivos - CONARQ. JOSÉ EDUARDO CARDOZO ANEXO PORTARIA Nº 2.588, DE 24 DE NOVEMBRO DE 2011 Aprova o Regimento Interno do Conselho Nacional de Arquivos O MINISTRO DE ESTADO DA JUSTIÇA, no uso de suas atribuições previstas nos incisos I e II do parágrafo

Leia mais

12. Assinale a opção correta a respeito da composição e do funcionamento das juntas eleitorais.

12. Assinale a opção correta a respeito da composição e do funcionamento das juntas eleitorais. TRE-MT ANALIS. JUD. ADM CESPE 9. Assinale a opção correta com relação aos órgãos da justiça eleitoral. a) A justiça eleitoral é composta pelo Tribunal Superior Eleitoral ( TSE ), pelo TRE, na capital de

Leia mais

Presidente da CBF participa de reunião na Câmara dos Deputados

Presidente da CBF participa de reunião na Câmara dos Deputados Frente Parlamentar em Defesa dos Conselheiros Tutelares é reinstalada na Câmara dos Deputados Com o objetivo de discutir e acompanhar as demandas dos Conselhos Tutelares na Câmara dos Deputados, foi reinstalada

Leia mais

CNJ REDUZ PRESSÃO SOBRE TRIBUNAIS E JUÍZES EM 2.011

CNJ REDUZ PRESSÃO SOBRE TRIBUNAIS E JUÍZES EM 2.011 CNJ REDUZ PRESSÃO SOBRE TRIBUNAIS E JUÍZES EM 2.011 Mariana Ghirello Todo ano, o Conselho Nacional de Justiça se reúne com os presidentes dos Tribunais de Justiça para identificar as necessidades do Poder

Leia mais

Quinta-feira, 26 de março de 2015

Quinta-feira, 26 de março de 2015 Quinta-feira, 26 de março de 2015 TRT-CE e Ministério Público realizam ação contra o trabalho infantil O Tribunal Regional do Trabalho do Ceará, em parceria com o Ministério Público do Trabalho e diversas

Leia mais

MINISTÉRIO DA JUSTIÇA SECRETARIA DE ESTADO DOS DIREITOS HUMANOS AUTORIDADE CENTRAL ADMINISTRATIVA FEDERAL

MINISTÉRIO DA JUSTIÇA SECRETARIA DE ESTADO DOS DIREITOS HUMANOS AUTORIDADE CENTRAL ADMINISTRATIVA FEDERAL II REUNIÃO DO CONSELHO DAS AUTORIDADES CENTRAIS BRASILEIRAS RESOLUÇÃO N.º 02/ 2000 Dispõe sobre a Aprovação do Regimento Interno e dá outras providências O Presidente do Conselho das Autoridades Centrais

Leia mais

Processo nº 7.675-9/2013

Processo nº 7.675-9/2013 Processo nº 7.675-9/2013 Interessado TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE MATO GROSSO Assunto Institui e regulamenta o Comitê Gestor Interno do Programa Nacional de Gestão Pública e Desburocratização - Gespública

Leia mais

Protocolo de Relacionamento Político dos Escoteiros do Brasil

Protocolo de Relacionamento Político dos Escoteiros do Brasil Protocolo de Relacionamento Político dos Escoteiros do Brasil Protocolo de Relacionamento Político dos Escoteiros do Brasil Este guia pretende nortear os Grupos Escoteiros do Brasil a desenvolverem um

Leia mais

PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO Nº, DE 2014 (Do Sr. Moreira Mendes e outros)

PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO Nº, DE 2014 (Do Sr. Moreira Mendes e outros) PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO Nº, DE 2014 (Do Sr. Moreira Mendes e outros) Altera o artigo 93, o artigo 129 e o artigo 144, da Constituição Federal, para exigir do bacharel em Direito, cumulativamente,

Leia mais

DIAP: PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR: SERVIDORES CONTRÁRIOS AO PL 1.992/07

DIAP: PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR: SERVIDORES CONTRÁRIOS AO PL 1.992/07 DIAP: PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR: SERVIDORES CONTRÁRIOS AO PL 1.992/07 Durante audiência pública realizada na Comissão de Trabalho da Câmara dos Deputados, na última quarta-feira (27), associações e sindicatos

Leia mais

Conselho Nacional de Controle Interno

Conselho Nacional de Controle Interno Veículo: Site Congresso em Foco Data: 13/07/2012 Editoria: Lei de Acesso Coluna: - Página: - Só 12% das prefeituras dão atenção a transparência Uma mesma pergunta foi feita às administrações de 133 cidades

Leia mais

ESTADO DE MATO GROSSO PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA PROVIMENTO N. 6/2013/CM

ESTADO DE MATO GROSSO PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA PROVIMENTO N. 6/2013/CM PROVIMENTO N. 6/2013/CM Revoga o Provimento n. 017/2011/CM e estabelece critérios para a remoção e movimentação interna dos servidores do Poder Judiciário do Estado de Mato Grosso. O EGRÉGIO CONSELHO DA

Leia mais

RELATÓRIO DE ANÁLISE DA MÍDIA

RELATÓRIO DE ANÁLISE DA MÍDIA RELATÓRIO DE ANÁLISE DA MÍDIA CLIPPING SENADO FEDERAL E CONGRESSO NACIONAL NOTICIÁRIO MAIO DE 2010 SEAI 05/2010 Brasília, junho de 2010 Análise de Notícias Senado Federal e Congresso Nacional 1. Mídia

Leia mais

DECRETO Nº 55.867, DE 23 DE JANEIRO DE 2015

DECRETO Nº 55.867, DE 23 DE JANEIRO DE 2015 Secretaria Geral Parlamentar Secretaria de Documentação Equipe de Documentação do Legislativo DECRETO Nº 55.867, DE 23 DE JANEIRO DE 2015 Confere nova regulamentação ao Conselho Municipal de Segurança

Leia mais

AMB. Clipping. Valor - 13/07/2004 - Política - Página A7. AMB Informa - nº 62 Brasília, 30 de julho de 2004

AMB. Clipping. Valor - 13/07/2004 - Política - Página A7. AMB Informa - nº 62 Brasília, 30 de julho de 2004 AMB Informa - nº 62 Brasília, 30 de julho de 2004 AMB C L I P P I N G Brasília, 30 de julho IMPRESSO de 2004 1 ESPECIAL 230/2002 - DR/BSB AMB CORREIOS Valor - 13/07/2004 - Política - Página A7 2 Brasília,

Leia mais

EDITAL N. 02 /2015 PROCESSO DE SELEÇÃO PARA PROVIMENTO DE VAGAS DE ESTÁGIO DE DIREITO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA

EDITAL N. 02 /2015 PROCESSO DE SELEÇÃO PARA PROVIMENTO DE VAGAS DE ESTÁGIO DE DIREITO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA EDITAL N. 02 /2015 PROCESSO DE SELEÇÃO PARA PROVIMENTO DE VAGAS DE ESTÁGIO DE DIREITO DO ESCRITÓRIO MODELO - DOM PAULO EVARISTO ARNS Área de TUTELA COLETIVA - Projetos Sociais Para futuras contratações

Leia mais

FACULDADES DA FUNDAÇÃO DE ENSINO DE MOCOCA - FaFEM

FACULDADES DA FUNDAÇÃO DE ENSINO DE MOCOCA - FaFEM Portaria n. 012/2010. Estabelece as Normas e Regulamento da Ouvidoria das FAFEM. A Diretora das Faculdades da Fundação de Ensino de Mococa, no uso de suas atribuições regimentais, RESOLVE: regulamentar

Leia mais

DIRETRIZES DE FUNCIONAMENTO DO MOVIMENTO NACIONAL PELA CIDADANIA E SOLIDARIEDADE/ NÓS PODEMOS

DIRETRIZES DE FUNCIONAMENTO DO MOVIMENTO NACIONAL PELA CIDADANIA E SOLIDARIEDADE/ NÓS PODEMOS 1 DIRETRIZES DE FUNCIONAMENTO DO MOVIMENTO NACIONAL PELA CIDADANIA E SOLIDARIEDADE/ NÓS PODEMOS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES E OBJETIVO DO MOVIMENTO 2 Artigo 1º O Movimento Nacional pela Cidadania e Solidariedade/Nós

Leia mais

CONSELHO DE ÓRGÃOS MUNICIPAIS INTEGRADOS AO SISTEMA NACIONAL DE TRÂNSITO (COMITRA) REGIMENTO INTERNO

CONSELHO DE ÓRGÃOS MUNICIPAIS INTEGRADOS AO SISTEMA NACIONAL DE TRÂNSITO (COMITRA) REGIMENTO INTERNO CONSELHO DE ÓRGÃOS MUNICIPAIS INTEGRADOS AO SISTEMA NACIONAL DE TRÂNSITO (COMITRA) REGIMENTO INTERNO CAPÍTULO I - DA DENOMINAÇÃO, NATUREZA, SEDE E DURAÇÃO Art. 1º. O Conselho de Órgãos Municipais Integrados

Leia mais

V Seminário Nacional de Juízes, Procuradores, Promotores e Advogados Eleitorais

V Seminário Nacional de Juízes, Procuradores, Promotores e Advogados Eleitorais V Seminário Nacional de Juízes, Procuradores, Promotores e Advogados Eleitorais Tema: O Novo Direito Eleitoral no Contexto da Reforma Política. Data: de 14 a 16 de maio de 2014. Local: Auditório da Filial

Leia mais

Prof. Ms. Anchieta Silveira

Prof. Ms. Anchieta Silveira Prof. Ms. Anchieta Silveira Aula 2 Comunicação com a sociedade O Judiciário e os MCM Assessorias e monografias Resumo da aula 1 Comunicação como processo Cultura organizacional Redes, fluxos, tipos de

Leia mais

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2004

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2004 RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2004 1. Palestras informativas O que é ser voluntário Objetivo: O voluntariado hoje, mais do que nunca, pressupõe responsabilidade e comprometimento e para que se alcancem os resultados

Leia mais

ESCOLA NACIONAL DE FORMAÇÃO E APERFEIÇOAMENTO DE MAGISTRADOS ENFAM FUNDAMENTAÇÃO CONSTITUCIONAL

ESCOLA NACIONAL DE FORMAÇÃO E APERFEIÇOAMENTO DE MAGISTRADOS ENFAM FUNDAMENTAÇÃO CONSTITUCIONAL 1 ESCOLA NACIONAL DE FORMAÇÃO E APERFEIÇOAMENTO DE MAGISTRADOS ENFAM FUNDAMENTAÇÃO CONSTITUCIONAL No tocante à composição e gestão da Enfam (art. 105, parágrafo único, I): Funcionarão junto ao Superior

Leia mais

Experiência: CADASTRAMENTO DE PRÉ-PROJETOS PELA INTERNET. Fundo Nacional de Saúde FNS Ministério da Saúde

Experiência: CADASTRAMENTO DE PRÉ-PROJETOS PELA INTERNET. Fundo Nacional de Saúde FNS Ministério da Saúde Experiência: CADASTRAMENTO DE PRÉ-PROJETOS PELA INTERNET Fundo Nacional de Saúde FNS Ministério da Saúde Responsável: Hernandes Pires do Reis Consultor da Divisão de Manutenção e Suporte a Sistemas Endereço:

Leia mais

Abrangência da terceirização

Abrangência da terceirização Reportagem especial explica os pontos polêmicos do projeto da terceirização A proposta que regulamenta a terceirização no Brasil e derrubou a reunião da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania

Leia mais

Companheiros e companheiras,

Companheiros e companheiras, Companheiros e companheiras, Utilizada sob o falso argumento de modernizar as relações de trabalho e garantir a especialização no serviço, a terceirização representa na realidade uma forma de reduzir o

Leia mais

RELATÓRIO REFERENTE AO MÊS DE MAIO DE 2011

RELATÓRIO REFERENTE AO MÊS DE MAIO DE 2011 RELATÓRIO REFERENTE AO MÊS DE MAIO DE 2011 Em maio, a AMAERJ ocupou espaços jornalísticos em veículos como O Globo, Jornal do Commercio, O Dia, Estado de Minas, Diário do Comércio, G1, CBN e Consultor

Leia mais

Poder Judiciário. Tabela 1 Poder Judiciário Primeira Instância Segunda Instância

Poder Judiciário. Tabela 1 Poder Judiciário Primeira Instância Segunda Instância O é a instituição encarregada de administrar justiça por meio dos tribunais. Sua função é assegurar o amparo, proteção ou tutela dos direitos dispostos nas leis. A Suprema Corte de Justiça é a máxima autoridade

Leia mais

ATO NORMATIVO Nº 010/2013

ATO NORMATIVO Nº 010/2013 ATO NORMATIVO Nº 010/2013 Organiza as ações de comunicação social, no âmbito do Ministério Público do Estado da Bahia. OPROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA, no uso das atribuições que lhe confere

Leia mais

CONSELHO MUNICIPAL DE ACOMPANHAMENTO E CONTROLE SOCIAL DO FUNDO DE MANUTENÇÃO E DESENVOLVIMENTO DO ENSINO FUNDAMENTAL E DE VALORIZÃO DO MAGISTÉRIO.

CONSELHO MUNICIPAL DE ACOMPANHAMENTO E CONTROLE SOCIAL DO FUNDO DE MANUTENÇÃO E DESENVOLVIMENTO DO ENSINO FUNDAMENTAL E DE VALORIZÃO DO MAGISTÉRIO. Estado do Rio Grande do Norte Município de Mossoró CONSELHO MUNICIPAL DE ACOMPANHAMENTO E CONTROLE SOCIAL DO FUNDO DE MANUTENÇÃO E DESENVOLVIMENTO DO ENSINO FUNDAMENTAL E DE VALORIZÃO DO MAGISTÉRIO. REGIMENTO

Leia mais

Tema: Eficiência Operacional. Tribunal de Origem Tribunal Regional do Trabalho da 14ª Região. Nome do projeto Processo Virtual

Tema: Eficiência Operacional. Tribunal de Origem Tribunal Regional do Trabalho da 14ª Região. Nome do projeto Processo Virtual Tema: Eficiência Operacional Tribunal de Origem Tribunal Regional do Trabalho da 14ª Região Nome do projeto Processo Virtual Finalidade do projeto Implementar o projeto Processo Virtual no âmbito do TRT

Leia mais

Relatório da assessoria de imprensa do CORECON/RS Eleição e posse dos dirigentes presidente e vice-presidente do CORECON/RS

Relatório da assessoria de imprensa do CORECON/RS Eleição e posse dos dirigentes presidente e vice-presidente do CORECON/RS Relatório da assessoria de imprensa do CORECON/RS Eleição e posse dos dirigentes presidente e vice-presidente do CORECON/RS Data: 15 de janeiro Hora: 12 horas Local: Sede do Conselho Regional de Economia

Leia mais

Subseção I Disposição Geral

Subseção I Disposição Geral Subseção I Disposição Geral Art. 59. O processo legislativo compreende a elaboração de: I - emendas à Constituição; II - leis complementares; III - leis ordinárias; IV - leis delegadas; V - medidas provisórias;

Leia mais

IESB / PREVE. CURSO DE DIREITO Núcleo de Prática Jurídica Escritório de Assistência Jurídica ORIENTAÇÕES GERAIS

IESB / PREVE. CURSO DE DIREITO Núcleo de Prática Jurídica Escritório de Assistência Jurídica ORIENTAÇÕES GERAIS IESB / PREVE CURSO DE DIREITO Núcleo de Prática Jurídica Escritório de Assistência Jurídica ORIENTAÇÕES GERAIS MISSÃO / IESB Proporcionar um espaço de contínua aprendizagem onde alunos, professores e colaboradores

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 133/2014-CEPE, DE 22 DE MAIO DE 2014.

RESOLUÇÃO Nº 133/2014-CEPE, DE 22 DE MAIO DE 2014. RESOLUÇÃO Nº 133/2014-CEPE, DE 22 DE MAIO DE 2014. Aprova o Regulamento do Programa Casulo Sócio-Tecnológico de Apoio e Desenvolvimento em Gestão Social, Inovação e sustentabilidade. O CONSELHO DE ENSINO,

Leia mais

REGULAMENTO DO NÚCLEO DE ESTUDOS E PESQUISAS EM CONTABILIDADE DA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE BRASÍLIA (NEPEC/UCB)

REGULAMENTO DO NÚCLEO DE ESTUDOS E PESQUISAS EM CONTABILIDADE DA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE BRASÍLIA (NEPEC/UCB) REGULAMENTO DO NÚCLEO DE ESTUDOS E PESQUISAS EM CONTABILIDADE DA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE BRASÍLIA (NEPEC/UCB) CAPÍTULO I - DO NEPEC E SEUS OBJETIVOS Artigo 1º - O presente Regulamento disciplina as atribuições,

Leia mais

CURSO DE DIREITO REGULAMENTO ESTÁGIO SUPERVISIONADO (NÚCLEO DE PRÁTICAS JURÍDICAS)

CURSO DE DIREITO REGULAMENTO ESTÁGIO SUPERVISIONADO (NÚCLEO DE PRÁTICAS JURÍDICAS) CURSO DE DIREITO REGULAMENTO ESTÁGIO SUPERVISIONADO (NÚCLEO DE PRÁTICAS JURÍDICAS) REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA E DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO TÍTULO I DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA

Leia mais

REGULAMENTO 1º CONCURSO INOVAÇÃO NO TCE-PE

REGULAMENTO 1º CONCURSO INOVAÇÃO NO TCE-PE 1 REGULAMENTO 1º CONCURSO INOVAÇÃO NO TCE-PE A Escola de Contas Públicas Professor Barreto Guimarães (ECPBG) torna público o regulamento do 1º Concurso Inovação no TCE-PE, que será regido de acordo com

Leia mais

EDITAL INTERCÂMBIO DE ATUALIZAÇÃO EM DIREITO

EDITAL INTERCÂMBIO DE ATUALIZAÇÃO EM DIREITO PODER JUDICIÁRIO DE PERNAMBUCO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE PERNAMBUCO EDITAL INTERCÂMBIO DE ATUALIZAÇÃO EM DIREITO O Presidente do Tribunal de Justiça do Estado de Pernambuco no uso de suas atribuições legais,

Leia mais

COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL - CPA REGULAMENTO

COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL - CPA REGULAMENTO COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL - CPA REGULAMENTO A Comissão Própria de Avaliação da FACISA CPA/FACISA, constituída pela Diretoria-Geral de acordo com o estabelecido pela Lei n 10.861 de 14

Leia mais

AMB e prêmios. Congresso e votos

AMB e prêmios. Congresso e votos A S S O C I A Ç Ã O D O S MAGISTRADOS B R A S I L E I R O S CORREIOS AMB Informa - nº 61 Brasília, 15 de julho 2004 AMB e prêmios Já está na rua o Prêmio AMB de Jornalismo, que destacará trabalhos que

Leia mais

Resolução nº 126 do Conselho Nacional de Justiça, de 22 de fevereiro de 2011

Resolução nº 126 do Conselho Nacional de Justiça, de 22 de fevereiro de 2011 Resolução nº 126 do Conselho Nacional de Justiça, de 22 de fevereiro de 2011 Dispõe sobre o Plano Nacional de Capacitação Judicial de magistrados e servidores do Poder Judiciário (Publicada no DJ-e nº

Leia mais

FACULDADE DE MEDICINA DE MARÍLIA

FACULDADE DE MEDICINA DE MARÍLIA REGULAMENTO AFASTAMENTO DE FUNCIONÁRIOS DA FAMEMA CAPÍTULO I - DAS FINALIDADES Art. 1 - Promover o aperfeiçoamento de seus funcionários mediante convivência e intercâmbio de informações com outras Instituições

Leia mais

Diretrizes da Comissão Regional de Imagem e Comunicação Dos Escoteiros do Brasil. Região do Rio Grande do Sul

Diretrizes da Comissão Regional de Imagem e Comunicação Dos Escoteiros do Brasil. Região do Rio Grande do Sul Diretrizes da Comissão Regional de Imagem e Comunicação Dos Escoteiros do Brasil Após um mais de ano de trabalho e experiências adquiridas a CRIC apresenta à diretoria regional as diretrizes que regem

Leia mais

O GOVERNADOR DO ESTADO DE SERGIPE, Faço saber que a Assembléia Legislativa do Estado aprovou e que eu sanciono a seguinte Lei Complementar

O GOVERNADOR DO ESTADO DE SERGIPE, Faço saber que a Assembléia Legislativa do Estado aprovou e que eu sanciono a seguinte Lei Complementar Publicada no Diário Oficial do dia 07 de julho de 2011 Estabelece a Estrutura Administrativa do Tribunal de Contas do Estado de Sergipe e do Ministério Público Especial; cria, modifica e extingue órgãos

Leia mais

Direito Processual do Trabalho

Direito Processual do Trabalho Faculdade de Direito Milton Campos Reconhecida pelo Ministério da Educação Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Direito do Trabalho Direito Processual do Trabalho Carga Horária: 64 h/a 1- Ementa O curso

Leia mais

Mobilização e Participação Social no

Mobilização e Participação Social no SECRETARIA-GERAL DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE À FOME Mobilização e Participação Social no Plano Brasil Sem Miséria 2012 SUMÁRIO Introdução... 3 Participação

Leia mais

COMUNICADO LEGISLATIVO Nº 1/2013. Projetos de Lei e Trâmites 1ª quinzena de novembro/2013

COMUNICADO LEGISLATIVO Nº 1/2013. Projetos de Lei e Trâmites 1ª quinzena de novembro/2013 Matérias na Câmara PEC 185/2012 Acrescenta parágrafos ao art. 37 da Constituição Federal para estabelecer data certa para a revisão geral anual da remuneração dos servidores públicos e dá outras providências.

Leia mais

Ass. de Comunicação www.ptexto.com.br. Veículo: Coletivo Data: 12/03/2011 Seção: Política Pág.: 5 Assunto: População teve acesso a diversos serviços

Ass. de Comunicação www.ptexto.com.br. Veículo: Coletivo Data: 12/03/2011 Seção: Política Pág.: 5 Assunto: População teve acesso a diversos serviços Veículo: Coletivo Data: 12/03/2011 Seção: Política Pág.: 5 Assunto: População teve acesso a diversos serviços Veículo: Jornal da Comunidade Data: 05 a 11/03/2011 Seção: Nosso Bairro Pág.: 5 Assunto: Ações

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA CONTRATAÇÃO DE CONSULTOR PESSOA FÍSICA MODALIDADE PRODUTO

TERMO DE REFERÊNCIA CONTRATAÇÃO DE CONSULTOR PESSOA FÍSICA MODALIDADE PRODUTO TERMO DE REFERÊNCIA CONTRATAÇÃO DE CONSULTOR PESSOA FÍSICA MODALIDADE PRODUTO Número e Título do Projeto Função no Projeto: Resultado: Atividades: Antecedentes: (breve histórico justificando a contratação)

Leia mais

Curso de Formação de Conselheiros em Direitos Humanos Abril Julho/2006

Curso de Formação de Conselheiros em Direitos Humanos Abril Julho/2006 Curso de Formação de Conselheiros em Direitos Humanos Abril Julho/2006 Realização: Ágere Cooperação em Advocacy Apoio: Secretaria Especial dos Direitos Humanos/PR Módulo III: Conselhos dos Direitos no

Leia mais

DECISÃO Nº 193/2011 D E C I D E

DECISÃO Nº 193/2011 D E C I D E CONSUN Conselho Universitário DECISÃO Nº 193/2011 O CONSELHO UNIVERSITÁRIO, em sessão de 08/04/2011, tendo em vista o constante no processo nº 23078.032500/10-21, de acordo com o Parecer nº 022/2011 da

Leia mais

1. Escopo ou finalidade da iniciativa

1. Escopo ou finalidade da iniciativa 1. Escopo ou finalidade da iniciativa Esta iniciativa busca a modernização e a ampliação das ações e dos instrumentos de Comunicação para atender às necessidades de divulgação e alinhamento de informações

Leia mais

-0> INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 65, DE 30 DE OUTUBRO DE 2012.

-0> INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 65, DE 30 DE OUTUBRO DE 2012. -0> INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 65, DE 30 DE OUTUBRO DE 2012. Dispõe sobre os critérios e os procedimentos para promoção, organização e participação da ANAC em eventos internos e externos. A DIRETORIA DA AGÊNCIA

Leia mais

PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO Nº, DE 2009

PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO Nº, DE 2009 PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO Nº, DE 2009 Acrescenta o art. 220-A à Constituição Federal, para dispor sobre a exigência do diploma de curso superior de comunicação social, habilitação jornalismo, para

Leia mais

Este Fórum Local da Agenda 21 se propõe a escutar, mobilizar e representar a sociedade local, para construirmos em conjunto uma visão compartilhada

Este Fórum Local da Agenda 21 se propõe a escutar, mobilizar e representar a sociedade local, para construirmos em conjunto uma visão compartilhada Fórum da Agenda 21 de Guapimirim Aprender a APRENDER e a FAZER. Aprender a CONVIVER, e Aprender a SER Cidadãos Participativos, Éticos e Solidários Este Fórum Local da Agenda 21 se propõe a escutar, mobilizar

Leia mais

RESOLUÇÃO NORMATIVA Nº 10/2013

RESOLUÇÃO NORMATIVA Nº 10/2013 (DOE/TCE-MT de 17.06.13) (DOE/TCE-MT de 20.06.13) Processo nº 15.437-7/2013 Interessado TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE MATO GROSSO Assunto Dispõe sobre a transformação de cargos da estrutura organizacional

Leia mais

Ensino Fundamental com 9 anos de duração - Idade de Ingresso

Ensino Fundamental com 9 anos de duração - Idade de Ingresso Ensino Fundamental com 9 anos de duração - Idade de Ingresso A respeito da idade de ingresso das crianças, no ensino fundamental de 9 anos de duração, ocorreram acaloradas discussões na esfera educacional

Leia mais

A ESTRUTURAÇÃO DA COMUNICAÇÃO DO PODER JUDICIÁRIO

A ESTRUTURAÇÃO DA COMUNICAÇÃO DO PODER JUDICIÁRIO A ESTRUTURAÇÃO DA COMUNICAÇÃO DO PODER JUDICIÁRIO A transparência, tônico infalível da cidadania, outorga confiabilidade e, por conseguinte, maior respeito. Por sua vez, a população, melhor informada,

Leia mais

Estatuto Social do Centro Acadêmico do Curso de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal de Juiz de Fora

Estatuto Social do Centro Acadêmico do Curso de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal de Juiz de Fora Estatuto Social do da Universidade Federal de Juiz de Fora CAPÍTULO I DA DENOMINAÇÃO, NATUREZA, SEDE, FORO E FINALIDADE Art. 1º O da Universidade Federal de Juiz de Fora, doravante denominado, é uma associação,

Leia mais

Código: MAP-DIINF-003 Versão: 00 Data de Emissão: 0101/2013 Elaborado por: Gerência de Comunicação

Código: MAP-DIINF-003 Versão: 00 Data de Emissão: 0101/2013 Elaborado por: Gerência de Comunicação Código: MAP-DIINF-003 Versão: 00 Data de Emissão: 0101/2013 Elaborado por: Gerência de Comunicação Aprovado por: Diretoria de Informação Institucional 1 OBJETIVO Definir e padronizar os procedimentos referentes

Leia mais

ATA DE SESSÃO ORDINÁRIA DO CONSELHO PLENO DA SUBSEÇÃO DE JOINVILLE DA ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL SEÇÃO DE SANTA CATARINA REALIZADA EM 05/07/2011

ATA DE SESSÃO ORDINÁRIA DO CONSELHO PLENO DA SUBSEÇÃO DE JOINVILLE DA ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL SEÇÃO DE SANTA CATARINA REALIZADA EM 05/07/2011 ATA DE SESSÃO ORDINÁRIA DO CONSELHO PLENO DA SUBSEÇÃO DE JOINVILLE DA ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL SEÇÃO DE SANTA CATARINA REALIZADA EM 05/07/2011 1. DATA E HORA 05/07/2011 às 19:00 horas. 2. LOCAL Auditório

Leia mais

RESOLUÇÃO PGE Nº 3743 18 DE MARÇO DE 2015.

RESOLUÇÃO PGE Nº 3743 18 DE MARÇO DE 2015. RESOLUÇÃO PGE Nº 3743 18 DE MARÇO DE 2015. ESTABELECE NORMAS SOBRE OS RELATÓRIOS DOS ÓRGÃOS LOCAIS E SETORIAIS DO SISTEMA JURÍDICO E REVOGA A RESOLUÇÃO PGE Nº 2.928, DE 16 DE FEVEREIRO DE 2011. A PROCURADORA-GERAL

Leia mais

CAPÍTULO I: DA NATUREZA E FINALIDADE

CAPÍTULO I: DA NATUREZA E FINALIDADE REGULAMENTO DOS NÚLCLEOS DE ESTUDOS AFRO-BRASILEIROS E INDÍGENAS (NEABIs) DO IFRS Aprovado pelo Conselho Superior do IFRS, conforme Resolução nº 021, de 25 de fevereiro de 2014. CAPÍTULO I: DA NATUREZA

Leia mais

COMISSÃO DIRETORA. Praça dos Três Poderes Senado Federal CEP: 70165 900 Brasília DF

COMISSÃO DIRETORA. Praça dos Três Poderes Senado Federal CEP: 70165 900 Brasília DF A estrutura administrativa do Senado Federal está dividida em três áreas que compreendem os órgãos superiores de execução, órgãos de assessoramento superior e órgão supervisionado. Conheça a estrutura

Leia mais

Promotoria de Justiça da Infância e Juventude de Amélia Rodrigues Promotora de Justiça: Roberta Rezende Barbosa Data de assunção: 12/02/03

Promotoria de Justiça da Infância e Juventude de Amélia Rodrigues Promotora de Justiça: Roberta Rezende Barbosa Data de assunção: 12/02/03 "O ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE JUNTO À COMUNIDADE" Promotoria de Justiça da Infância e Juventude de Amélia Rodrigues Promotora de Justiça: Roberta Rezende Barbosa Data de assunção: 12/02/03 A)

Leia mais

A Seção Criminal do Tribunal de Justiça do Estado de Santa Catarina, em sessão extraordinária,

A Seção Criminal do Tribunal de Justiça do Estado de Santa Catarina, em sessão extraordinária, DELIBERAÇÃO N. 01/2013 SEÇÃO CRIMINAL Disciplina e informa o procedimento a ser adotado no âmbito das Câmaras Criminais e Seção Criminal do Tribunal de Justiça do Estado de Santa Catarina, e orienta a

Leia mais