Índice. 1. O Natura Musical. 2. Tipos de projetos beneficiados. 3. Como participar dos editais. 4. Qual o caminho até o patrocínio

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Índice. 1. O Natura Musical. 2. Tipos de projetos beneficiados. 3. Como participar dos editais. 4. Qual o caminho até o patrocínio"

Transcrição

1 2015

2 Índice 1. O Natura Musical 2. Tipos de projetos beneficiados 3. Como participar dos editais 4. Qual o caminho até o patrocínio 5. Atendimento aos proponentes Anexos: Contrapartidas e condições de contratação

3 1. O Natura Musical Conceito A Natura busca projetos que combinem a diversidade dos ritmos brasileiros com os conceitos sonoros universais, que valorizem uma música que tenha origem na essência da nossa brasilidade, mas que se espelha e se transforma no contato com as diferentes culturas e sons de todo mundo. O Programa O Natura Musical atua por meio de três frentes: Fomento, com a seleção de projetos em todo país por meio dos Editais Natura Musical, utilizando leis de incentivo; Festivais, com shows gratuitos, em espaços públicos e programação exclusivamente nacional; Difusão e conteúdo, com o portal Natura Musical, canais nas redes sociais e uma webrádio dedicada à música brasileira. Formato e valores do investimento Será patrocinado apenas 1 projeto por proponente. É possível inscrever o mesmo projeto em diferentes leis, desde que o projeto cumpra os pré-requisitos específicos de cada Lei. Este ano, o Natura Musical investirá 6,4 milhões divididos da seguinte forma: Lei Rouanet (Nacional): 2 milhões de reais FAZCULTURA (Bahia): 1 milhão de reais LEIC MG (Minas): 800 mil reais Semear (Pará): 800 mil reais ProAC-ICMS (São Paulo): 1 milhão de reais LIC-RS (Rio Grande do Sul): 800 mil reais 3

4 2. Tipos de projetos beneficiados - Categorias A. Consagrados Categoria destinada para grandes nomes da música brasileira, que tenham reconhecimento da crítica e do público, com grande potencial de visibilidade e mobilização de plateias em todo o país, que já tenham histórico comprovado de sucesso na realização de turnês nacionais. B. Apostas Destinada a artistas em início de carreira ou que já despertam interesse da crítica e potencial de atração de público, e que sejam capazes de ampliar sua relevância no cenário musical brasileiro com o auxílio da Natura. C. Formação e Legado Projetos que contribuem para a preservação, perpetuação e difusão da música brasileira e que enriquecem nosso legado musical. Nesta categoria serão aceitos projetos que prevejam em seu escopo a realização de formação musical, a difusão de manifestações culturais artísticas tradicionais, o registro de artistas, gêneros ou movimentos culturais e a criação ou recuperação de acervos relevantes para a música brasileira. 4

5 2. Tipos de projetos beneficiados - Formatos O Natura Musical está aberto a projetos de diversas áreas artísticas, que tenham a música como eixo principal. Salientamos que para projetos inscritos nas leis estaduais de Minas Gerais e Pará os escopos são sugeridos e não obrigatórios. Categorias Formatos Valores máximos* Escopo Consagrados Lançamento Nacional Lançamento de Novos Trabalhos 800 mil reais 300 mil reais 1 projeto, patrocinado por Lei Rouanet, que gere um produto cultural físico (CD/DVD/Disco/Livro) inédito com no mínimo 1 mil unidades e 8 shows de lançamento em pelo menos 6 cidades de diferentes regiões do país Produto cultural físico (CD/DVD/Disco/Livro) inédito com no mínimo 1 mil unidades e 3 shows de lançamento, passando pelo menos pela capital do estado de origem e outras 2 capitais.** Apostas Lançamento de Novos Trabalhos Lançamento de 1º ou 2º CD*** 300 mil reais para a Lei Rouanet 100 mil reais 250 mil reais para as Leis Estaduais - ICMS Produto cultural físico (CD/DVD/Disco/Livro) inédito com no mínimo 1 mil unidades e 4 shows de lançamento, passando pelo menos pela capital do estado de origem e outras 2 capitais..** Produto cultural físico (CD/DVD/Disco/Livro) inédito com no mínimo 1 mil unidades e pelo menos 1 show de lançamento Formação e Legado Formação musical, difusão ou registro 200 mil reais Devem prever a exibição pública (apresentação, evento de lançamento, entre outros) e a produção de um produto cultural físico (CD/DVD/Disco/Livro) ou virtual inédito. * Projetos inscritos na Lei estadual do Pará devem respeitar o limite de R$ ,00 independente do formato em que se enquadrem. ** Projetos inscritos no Edital São Paulo não irão circular fora do estado, porém devem realizar apresentações em diferentes cidades do estado. *** Projetos de Lei Rouanet inscritos no formato Lançamento de 1º ou 2º CD participarão de uma etapa de seleção por voto popular. 5

6 3. Como participar dos editais Inscrições As inscrições ficarão abertas no período de 12 de maio a 12 de junho, exclusivamente pelo site Somente serão aceitos os projetos que estiverem concluídos até as 23h59 do dia 12 de junho contendo todas as informações obrigatórias, incluindo os anexos. Para as leis do Pará e Minas Gerais, os projetos já devem estar aprovados. Nas demais leis, durante a etapa de seleção, os projetos selecionados serão solicitados a realizar suas inscrições. Caso não respeitem os prazos informados pela Natura e também os prazos para resposta de possíveis diligências, os projetos serão desclassificados. Quem pode participar O Natura Musical está aberto a todos, produtores artísticos e culturais, músicos, grupos, companhias e outras instituições que desenvolvam atividades artísticas e culturais. Cada proponente poderá inscrever quantos projetos desejar neste Edital, mas só será selecionado um projeto por proponente. 6

7 3. Como participar dos editais Quem não pode participar Durante o período de patrocínio os proponentes não se obrigam à dedicação exclusiva ao projeto, mas não se admite participação concomitante, na mesma condição profissional, em outro projeto beneficiado pelo Natura Musical. Também não serão aceitos projetos que tenham a participação de responsáveis pelo processo de seleção deste Edital, de executivos e colaboradores da Natura e de proponentes que tenham vínculos profissionais ou familiares diretos. Caso sejam identificados projetos com estas relações, os mesmos serão excluídos do processo de seleção. Planilha orçamentária O envio da planilha orçamentária é obrigatório e deve ser anexada diretamente no formulário de inscrições. Serão aceitas apenas planilhas utilizadas nas leis de incentivo à cultura ou no modelo disponível neste edital. No orçamento do projeto, devem ser considerados todos os custos com impostos, direitos autorais, divulgação, contabilidade, sempre respeitando os limites definidos pelas leis de incentivo, em especial sobre os gastos administrativos e de comunicação. 7

8 3. Como participar dos editais Materiais de referência obrigatórios É obrigatório o envio de arquivos que demonstrem a concepção artística do projeto que está sendo apresentado. Para as categorias Consagrados e Apostas: deve ser anexado no formulário eletrônico em formato mp3, pelo menos uma gravação de faixa que represente o projeto proposto. Para a categoria Formação e legado: recomenda-se o envio de links ou arquivos de conteúdo em áudio, vídeo ou texto com referências sobre o projeto, como por exemplo, entrevistas, making offs, referências visuais, projetos gráficos, entre outros. Em todos os casos, os arquivos deverão ser digitalizados e anexados no formulário eletrônico ou encaminhados por meio de links disponíveis para consulta durante todo o processo de seleção do edital. Não serão aceitos materiais físicos. É de envio facultativo: Materiais complementares para melhor avaliação do projeto como referências sobre o proponente ou produtores envolvidos e outros materiais que o proponente julgar relevantes. 8

9 4. Caminho até o patrocínio Todos os projetos recebidos serão analisados em consideração aos seguintes critérios: Pré-requisito eliminatório Conceito Natura Musical: Projetos que estejam alinhados ao conceito do programa Peso 3 Peso 2 Peso 1 Excelência Projetos que possuem reconhecimento e repercussão positiva da crítica musical Potencial de mobilização Projetos com presença em redes sociais e que possuam registro de histórico de público comprovado Abrangência Projetos que atingem vários nichos e possuem alcance geográfico amplo, por meio de shows, apresentações ou distribuição de produtos. Relevância Cultural Projetos com potencial de marcar presença no cenário musical brasileiro, com potencial de gerar reflexos diretos na música e cultura brasileira Inovação Projetos originais e criativos para o cenário musical brasileiro, considerando também a inovação dentro da trajetória do próprio artista. Viabilidade Projetos com objetivos e etapas de realização bem definidas, plena capacidade de realização, considerando coerência dos orçamentos, histórico e referência dos realizadores. Visibilidade Histórico de presença em mídia, com releases, críticas e divulgação de apresentações ou trabalhos realizados Democratização do acesso Projetos que garantem maior difusão de conteúdo e acesso aos produtos por meio de preços acessíveis Relação custo benefício Avaliação do desempenho nos demais critérios em relação ao valor do projeto apresentado. 9

10 4. Caminho até o patrocínio Etapas de Seleção: ETAPA I VALIDAÇÃO Nessa etapa, o projeto só precisa estar completo. Todos os projetos preenchidos de forma adequada, com os anexos corretos e dentro das regras de cada lei, serão encaminhados para a próxima etapa. ETAPA 2 ANÁLISE TÉCNICA Os projetos serão avaliados a partir dos pesos e critérios apresentados. Os melhor avaliados serão encaminhados para a Comissão de Especialistas. ETAPA 3 COMISSÃO DE ESPECIALISTAS Uma comissão de seis especialistas avaliará as propostas e recomendará para a próxima etapa os projetos que considerar mais relevantes. Os nomes dos componentes da Comissão serão comunicados na divulgação dos resultados da seleção de projetos. 10

11 4. Caminho até o patrocínio ETAPA 4 CERTIFICAÇÃO DE PROJETOS Entraremos em contato com os proponentes para pedir esclarecimentos e confirmar as informações apresentadas. Documentações que comprovem viabilidade podem ser solicitadas nesta etapa. Neste momento, 5 projetos de Lei Rouanet inscritos na categoria Primeiras Obras serão contatados para que sejam realizados os preparativos para o voto popular, como assinatura de pré-contratos e produção de material de divulgação. ETAPA 5 COMISSÃO ESTRATÉGICA Uma comissão composta por uma consultoria especializada e executivos da Natura, fará a escolha preliminar dos projetos a serem patrocinados, visando projetos que oferecem maior retorno à marca dentre os que passaram pelas outras etapas Os projetos que participarão da votação popular não participam desta etapa. 11

12 4. Caminho até o patrocínio ETAPA 6 ENTREVISTA FINAL A Natura entrará em contato com os proponentes para uma entrevista final, que deverá ocorrer na segunda quinzena de agosto. Nela, serão discutidas especificidades sobre a viabilidade dos projetos, validadas as contrapartidas exigidas no item anexo deste regulamento e identificadas oportunidades e limitações do patrocínio. Este contato não significará garantia de patrocínio ao projeto. Após as entrevistas com todos os projetos finalistas, a Natura fará a escolha final dos projetos patrocinados. ETAPA 7 APROVAÇÃO NAS LEIS DE INCENTIVO Os projetos selecionados serão contatados pela equipe do Edital e deverão inscrever seus projetos nas respectivas leis de incentivo a cultura para obtenção de autorização para captação do patrocínio oferecido. A aprovação na lei de incentivo é obrigatória para a realização do patrocínio. Os projetos que já possuírem aprovação nas leis de incentivo, serão encaminhados para contratação, sem a necessidade de passarem novamente pelas Secretarias de Cultura. 12

13 4. Caminho até o patrocínio ETAPA 8 CONTRATAÇÃO A Natura entrará em contato com os proponentes dos projetos finalistas para formalizar a negociação de contrapartidas e o contrato de patrocínio. Não cabem recursos ou esclarecimentos sobre as etapas de seleção. As questões eventualmente não previstas neste regulamento serão decididas pela consultoria especializada e executivos da Natura a seu exclusivo critério. Projetos não aprovados neste processo seletivo poderão se inscrever em outros editais da Natura. 13

14 4. Caminho até o patrocínio Voto Popular Voto Popular Os projetos pré-selecionados na categoria Primeiras Obras com o uso da Lei Rouanet passarão por todas as etapas até a Certificação dos Projetos (ETAPA 4). A partir desse ponto, os projetos passam por algumas etapas específicas que o levarão ao voto popular. ETAPA A VOTO POPULAR ASSINATURA DE PRÉ-CONTRATO Os projetos pré-selecionados assinarão um pré-contrato com a Natura no qual já se comprometem a execução do projeto caso selecionado pelo voto popular. Esse pré-contrato não garante o patrocínio o projeto só será patrocinado se cumprir todas as exigências na aprovação de lei e esteja entre os 2 projetos mais votados em sistema virtual de votação estabelecido pela Natura. ETAPA B VOTO POPULAR ELABORAÇÃO DE MATERIAL Será solicitado ao proponente participante dessa etapa informações para que possam ser produzidos materiais que contribuam para melhor conhecimento do público da proposta que está sendo avaliada como fotos, textos, vídeos e aúdios relativos ao projeto. 14

15 4. Caminho até o patrocínio Voto Popular ETAPA C VOTO POPULAR VOTAÇÃO Os projetos ficarão 20 dias em site específico desenvolvido pelo Natura Musical em votação aberta ao público para que sejam selecionados 2 projetos dentro dessa categoria. Os projetos mais votados serão anunciados juntamente com todos os demais projetos selecionados pelo Edital Natura Musical até dezembro. Ainda que selecionado pela categoria Voto Popular, os projetos devem seguir as demais etapas de seleção tais como entrevistas, aprovação nas leis e contratação final. 15

16 5. Atendimento aos proponentes: Os proponentes poderão entrar em contato para esclarecimento de dúvidas, solicitações ou outras questões por meio do telefone (11) , ou do naturamusical.com.br. O serviço funciona de segunda à sexta, das 14h às 18h, durante o período de inscrição (De 12 de maio a 12 de junho de 2015). Toda a comunicação realizada pela equipe de atendimento será feita por meio do e telefone do responsável pelo projeto cadastrado no formulário. 16

17 ANEXOS Direitos Autorais Todos os proponentes devem considerar os Direitos Autorais relevantes para a execução de seus projetos. Caso o patrocinado não seja o único e exclusivo titular de todos os direitos autorais e conexos, deverá obtê-los, em autorizações expressas em contrato, junto aos demais titulares, gravadoras ou produtoras fonográficas. A Natura deverá ser informada, antes da assinatura do contrato, sobre qualquer impossibilidade de se obter os direitos autorais e conexos necessários para a execução do projeto. Projetos que prevejam em seu escopo a produção de registros audiovisuais (filmagem de shows, documentários, fotos, entre outros) deverão obter junto a todos os titulares dos direitos de personalidade (intérpretes, banda, dançarinos, atores, figurantes, entre outros) suas respectivas autorizações. 17

18 ANEXOS Contratação Somente serão contratados pela Natura, os projetos que obtiverem a aprovação na lei de incentivo. Para a contratação, o proponente deverá encaminhar cópia do Diário Oficial que contenha a aprovação, juntamente com os seguintes documentos à Natura: Pessoa Física: Cópia autenticada do RG; Cópia autenticada do CPF; Cópia do cartão do PIS ou Comprovante de Previdência Social; Comprovante de residência; Dados e comprovantes de abertura da conta bancária do projeto Empresas tributadas pelo lucro presumido: Livro caixa dos últimos 3 anos; Comprovante de residência; Dados e comprovantes de aber tura da conta bancária do projeto Pessoa Jurídica: Cartão do CNPJ Inscrição Estadual, se contribuinte do ICMS Inscrição Municipal, se contribuinte do ISS Ficha Cadastral preenchida Certificado de Regularidade no FGTS - CRF Contrato Social ou Estatuto Social com as últimas alterações Apólice de seguros vigente Empresas tributadas pelo lucro real: Demonstrações financeiras dos últimos 3 anos; Balancete mais recente encerrado; Comprovante de residência; Dados e comprovantes de abertura da conta bancária do projeto 18

19 ANEXOS Contrapartidas Os projetos patrocinados deverão oferecer para a Natura os benefícios de comunicação e relacionamento mencionados a seguir, assim como outros que poderão ser definidos em função de especificidades de cada projeto e serão negociados e incluídos em contrato posteriormente. Todas estas ações serão negociadas a fim de garantir à Natura o direito de sua realização. Entretanto, não caberá à Natura a obrigatoriedade de realizá-las. Titulação A Natura e o Natura Musical deverão ser veiculados com exclusividade sob chancelas apresenta e patrocínio, respectivamente. Outras empresas e instituições financiadoras, apoiadoras ou promotoras da ação terão crédito sob a titulação apoio, apoio cultural ou institucional, promoção ou colaboração. Merchandising A Natura terá o direito de realizar ativações de merchandising durante os eventos realizados pelo projeto. Os responsáveis por projetos que contemplem shows e apresentações deverão se comprometer a realizá-los em locais onde sejam permitidas a criação de áreas de convivência e a aplicação das demais contrapartidas acordadas, sem custo adicional para a Natura. Relacionamento A Natura terá direito a realizar ações de relacionamento durante eventos do projeto, tais como sessão fechada, áreas vip, cota de 10% de convites, cota de 10% da tiragem de produtos culturais, 50% de desconto nos ingressos regulares para públicos de interesse, ações específicas junto à rede de consultoras, disponibilidade de artistas patrocinados para relacionamento com convidados Natura após evento ou atividade realizada pelo projeto, entre outras. Evento de divulgação dos projetos patrocinados A Natura poderá solicitar a presença ou uma apresentação do artista, banda ou membros do projeto na coletiva de imprensa que será realizada para a divulgação dos resultados do edital. Imprensa A Natura deverá ser mencionada como patrocinadora, sempre vinculada ao Natura Musical, em todos os releases de imprensa, comunicados e nas entrevistas concedidas pelos realizadores e participantes do projeto, conforme orientações aos projetos patrocinados. A Natura deverá também ser convidada a participar de todas as coletivas de imprensa realizadas pelo projeto. Tiragem As logomarcas Natura e Natura Musical, veiculadas sob a chancela apresenta e patrocínio, deverão ser aplicadas a todos os produtos culturais resultantes dos projetos apoiados, não se limitando apenas à tiragem inscrita no Edital, como também as eventuais tiragens subsequentes. 19

20 ANEXOS Contrapartidas Internet A Natura poderá divulgar a parceria no portal Natura Musical e suas redes sociais. Caso o artista ou o projeto disponham de um site, hot-site ou blog, as logomarcas Natura e Natura Musical deverão ser aplicadas com link para o portal O projeto também fará parte das redes sociais do Natura Musical e os conteúdos gerados e postados pela Natura deverão ser replicados para as bases de usuários do projeto e dos artistas envolvidos, promovendo intercâmbio de iniciativas e potencializando a repercussão da parceria. O projeto e os artistas envolvidos deverão estar disponíveis para ações de interação com usuários do Natura Musical. Além disso, o proponente deverá disponibilizar conteúdos do projeto patrocinado para apresentação, streaming e download no portal Natura Musical. Comunicação Institucional Natura A Natura poderá mencionar o patrocínio ao projeto em suas campanhas e ações de comunicação institucional do Natura Musical e utilizar imagens e músicas dele decorrentes, sem qualquer ônus. A Empresa terá direito de registrar e divulgar as atividades e os eventos do projeto, assim como realizar entrevistas em áudio e vídeo, a seu próprio custo. Acompanhamento A Natura deverá receber relatórios comprobatórios dos benefícios acordados, assim como informações sobre o andamento do projeto patrocinado. Para isso, a Empresa ou representante por ela contratado encaminhará ao proponente modelo de relatório para ser preenchido de acordo com a evolução das etapas do projeto e entrará em contato com o proponente para acompanhar as ações realizadas. Publicidade e materiais gráficos As logomarcas Natura e Natura Musical deverão ser incluídas em todas as peças de comunicação do projeto selecionado. O conteúdo e as demais especificações de todas as peças de comunicação deverão ser aprovados previamente com a Natura Participação em Eventos Institucionais Natura Os artistas envolvidos nos projetos selecionados devem comprometer-se a participar, se convidados, dos Festivais Natura Musical, em 2016 e 2017, realizados em Minas Gerais e outras possíveis praças, e de demais eventos institucionais da marca e do programa Natura Musical. Para tanto, o Proponente deverá empreender esforços para reservar junto ao artista as datas desta participação, tão logo as datas dos festivais e outras ações sejam definidas. 20

21 (11)

edital bahia natura musical 2012 apresenta edital REGULAMENTO

edital bahia natura musical 2012 apresenta edital REGULAMENTO apresenta edital BAHIA 2012 1 ÍNDICE 1. APRESENTAÇÃO 1.1 A NATURA E A MÚSICA 1.2 NATURA MUSICAL 1.3 PLATAFORMA DE EDITAIS 1.4 EDITAL BAHIA 2012 pág 3 pág 3 pág 3 pág 4 2. INSCRIÇÕES 2.1 PROPONENTES 2.2

Leia mais

EDITAL MINAS 2008/2009 - LEI DO ICMS

EDITAL MINAS 2008/2009 - LEI DO ICMS 1 - LEI DO ICMS 2 NATURA MUSICAL A Natura se identifica com todos aqueles que se comprometem com a construção de um mundo melhor. Para nós, mais que uma inspiração, esse é um ideal concreto, possível a

Leia mais

PROGRAMA OI DE PATROCÍNIO CULTURAL INCENTIVADO EDITAL DE SELEÇÃO 2015/2016 SELEÇÃO NACIONAL DE PROJETOS CULTURAIS

PROGRAMA OI DE PATROCÍNIO CULTURAL INCENTIVADO EDITAL DE SELEÇÃO 2015/2016 SELEÇÃO NACIONAL DE PROJETOS CULTURAIS A OI e o OI FUTURO tornam público, para conhecimento dos interessados, que receberá inscrições para o Processo de Seleção Nacional de Projetos Culturais 2015/2016. A Seleção Nacional de Projetos Culturais

Leia mais

apresenta edital NACIONAL

apresenta edital NACIONAL apresenta edital NACIONAL 2012 ÍNDICE 1. APRESENTAÇÃO 1.1 A NATURA E A MÚSICA pág 3 1.2 NATURA MUSICAL pág 3 1.3 PLATAFORMA DE EDITAIS pág 3 1.4 EDITAL NACIONAL EDIÇÃO 2012 pág 4 2. INSCRIÇÕES 2.1 PROPONENTES

Leia mais

edital MINAS natura musical 2012 apresenta edital REGULAMENTO REGULAMENTO

edital MINAS natura musical 2012 apresenta edital REGULAMENTO REGULAMENTO apresenta edital 2012 1 ÍNDICE 1. APRESENTAÇÃO 1.1 A NATURA E A MÚSICA 1.2 NATURA MUSICAL 1.3 PLATAFORMA DE EDITAIS 1.4 EDITAL 2012 pág 3 pág 3 pág 3 pág 4 2. INSCRIÇÕES 2.1 PROPONENTES 2.2 DATAS IMPORTANTES

Leia mais

Acesso Público. Programa de apoio a iniciativas culturais, educativas e sociais da REDE MINAS

Acesso Público. Programa de apoio a iniciativas culturais, educativas e sociais da REDE MINAS Acesso Público Programa de apoio a iniciativas culturais, educativas e sociais da REDE MINAS Sumário Definição e objetivos 4 Comitê 5 Política de aprovação 7 Premissas para seleção 8 Critérios de avaliação

Leia mais

Disposições Gerais. Atenção para o prazo de inscrição. Data de inicio 11/01/2016. Data Final: 29/01/2016. Passo a passo do envio dos projetos

Disposições Gerais. Atenção para o prazo de inscrição. Data de inicio 11/01/2016. Data Final: 29/01/2016. Passo a passo do envio dos projetos Disposições Gerais As inscrições dos projetos serão aceitas com a entrega física do projeto com plano de trabalho, planilha orçamentária, folha de apresentação à Cemar e certificado de mérito ou protocolo

Leia mais

POLÍTICA DE PATROCINIO DA CAGECE

POLÍTICA DE PATROCINIO DA CAGECE POLÍTICA DE PATROCINIO DA CAGECE A Política de Patrocínio da Cagece que compreende o apoio financeiro concedido a projetos institucionais, culturais, sociais, ambientais e esportivos de iniciativa de terceiros,

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA DE ESTADO DE CULTURA Superintendência de Cultura e Sociedade Coordenadoria de Diversidade Cultural

GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA DE ESTADO DE CULTURA Superintendência de Cultura e Sociedade Coordenadoria de Diversidade Cultural Chamada de seleção simplificada para participação na 1º Feira Favela Criativa REGULAMENTO Com os objetivos de: (1) fortalecer as ações culturais já existentes nas comunidades pacificadas e outros territórios

Leia mais

PREFEITURA DE MACAPÁ FUNDAÇÃO MUNICIPAL DE CULTURA

PREFEITURA DE MACAPÁ FUNDAÇÃO MUNICIPAL DE CULTURA PREFEITURA DE MACAPÁ FUNDAÇÃO MUNICIPAL DE CULTURA EDITAL Nº 01/2015 FUMCULT- PMM SELEÇÃO SIMPLIFICADA DE ESPETÁCULOS DE TEATRO PARA O PROJETO CIRCUITO NATALINO 2015 A PREFEITURA MUNICIPAL DE MACAPÁ, através

Leia mais

www.fundep.br/programacaptar, juntamente com este regulamento.

www.fundep.br/programacaptar, juntamente com este regulamento. PROGRAMA DE CAPTAÇÃO DE RECURSOS FUNDEP REGULAMENTO PARA CADASTRAMENTO DE PROJETOS UFMG A Fundep//Gerência de Articulação de Parcerias convida a comunidade acadêmica da UFMG a cadastrar propostas de acordo

Leia mais

Programa CRM de Patrocínios. Edital de Seleção Pública de Projetos 2013/2

Programa CRM de Patrocínios. Edital de Seleção Pública de Projetos 2013/2 Programa CRM de Patrocínios Edital de Seleção Pública de Projetos 2013/2 1. OBJETO 1.1 A CRM COMPANHIA RIOGRANDENSE DE MINERAÇÃO torna público, para conhecimento dos interessados, que receberá inscrições

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE NITERÓI SECRETARIA MUNICIPAL DE CULTURA FUNDAÇÃO DE ARTE DE NITERÓI

PREFEITURA MUNICIPAL DE NITERÓI SECRETARIA MUNICIPAL DE CULTURA FUNDAÇÃO DE ARTE DE NITERÓI PREFEITURA MUNICIPAL DE NITERÓI SECRETARIA MUNICIPAL DE CULTURA FUNDAÇÃO DE ARTE DE NITERÓI CHAMADA PÚBLICA DE ARTISTAS N o 02/2015 ARTE NA RUA A Prefeitura Municipal de Niterói, por meio da Secretaria

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA DE PATROCÍNIO AVISO DE EDITAL Nº 1/2013

CHAMADA PÚBLICA DE PATROCÍNIO AVISO DE EDITAL Nº 1/2013 CHAMADA PÚBLICA DE PATROCÍNIO AVISO DE EDITAL Nº 1/2013 DO OBJETO: Este Edital de Chamada Pública de Patrocínio visa promover a seleção de projetos a serem patrocinados pelo Conselho de Arquitetura e Urbanismo

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA DE PATROCÍNIO AVISO DE EDITAL Nº 1/2014 MODALIDADE DE SELEÇÃO: CHAMADA PÚBLICA DE PATROCÍNIO.

CHAMADA PÚBLICA DE PATROCÍNIO AVISO DE EDITAL Nº 1/2014 MODALIDADE DE SELEÇÃO: CHAMADA PÚBLICA DE PATROCÍNIO. CHAMADA PÚBLICA DE PATROCÍNIO AVISO DE EDITAL Nº 1/2014 DO OBJETO: Este Edital de Chamada Pública de Patrocínio visa promover a seleção de projetos a serem patrocinados pelo Conselho de Arquitetura e Urbanismo

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA DE ESTADO DE CULTURA EDITAIS DE CULTURA 2011 Chamada Pública nº 09/2011

GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA DE ESTADO DE CULTURA EDITAIS DE CULTURA 2011 Chamada Pública nº 09/2011 Seleção Pública de Projetos na área de Música Promoção de Novos Artistas O ESTADO DO RIO DE JANEIRO, por intermédio da SECRETARIA DE ESTADO DE CULTURA DO RIO DE JANEIRO SEC torna pública, para conhecimento

Leia mais

Regulamento: Mostra Competitiva e Não Competitiva de Curtas-Metragens

Regulamento: Mostra Competitiva e Não Competitiva de Curtas-Metragens Regulamento: Mostra Competitiva e Não Competitiva de Curtas-Metragens 1. Promoção: O 3º Festival de Cinema de Três Passos / 2016 Semeando Cultura - é promovido pelo Movimento Pró-Arte de Três Passos. 2.

Leia mais

Política de investimento cultural 3M

Política de investimento cultural 3M Política de investimento cultural 3M 1. Objetivo A presente política tem por finalidade estabelecer os critérios para investimento em projetos e programas culturais e que sejam passíveis de usufruírem

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO DE PROJETOS 2013 PROGRAMA OI DE PATROCINIO ESPORTIVO INCENTIVADO AVISO 1 PRORROGAÇÃO DO PRAZO DE INSCRIÇÃO

EDITAL DE SELEÇÃO DE PROJETOS 2013 PROGRAMA OI DE PATROCINIO ESPORTIVO INCENTIVADO AVISO 1 PRORROGAÇÃO DO PRAZO DE INSCRIÇÃO EDITAL DE SELEÇÃO DE PROJETOS 2013 PROGRAMA OI DE PATROCINIO ESPORTIVO INCENTIVADO AVISO 1 PRORROGAÇÃO DO PRAZO DE INSCRIÇÃO O Instituto Telemar, torna público, para conhecimento dos interessados, que

Leia mais

REGULAMENTO DO PROCESSO DE SELEÇÃO PARA CHANCELA DE PROJETOS CULTURAIS PARA O PROGRAMA CELEBRA. Rio de Janeiro, 10 de setembro de 2015.

REGULAMENTO DO PROCESSO DE SELEÇÃO PARA CHANCELA DE PROJETOS CULTURAIS PARA O PROGRAMA CELEBRA. Rio de Janeiro, 10 de setembro de 2015. REGULAMENTO DO PROCESSO DE SELEÇÃO PARA CHANCELA DE PROJETOS CULTURAIS PARA O PROGRAMA CELEBRA Rio de Janeiro, 10 de setembro de 2015. I. ESCLARECIMENTO INICIAL 1. O COMITÊ ORGANIZADOR DOS JOGOS OLÍMPICOS

Leia mais

PROCESSO SELETIVO 2012 GERAÇÃO DE RENDA (NEGÓCIOS INCLUSIVOS) REGULAMENTO

PROCESSO SELETIVO 2012 GERAÇÃO DE RENDA (NEGÓCIOS INCLUSIVOS) REGULAMENTO PROCESSO SELETIVO 2012 GERAÇÃO DE RENDA (NEGÓCIOS INCLUSIVOS) REGULAMENTO Criado em 2006, o é responsável por gerenciar o investimento social do Grupo HSBC Brasil e tem como missão contribuir para o desenvolvimento

Leia mais

1 - DA REALIZAÇÃO 2 - DA INSCRIÇÃO E PARTICIPAÇÃO

1 - DA REALIZAÇÃO 2 - DA INSCRIÇÃO E PARTICIPAÇÃO A Cooperativa de Teatro para a Infância e Juventude da Bahia - Cia Cuca de Teatro torna pública a abertura de inscrições para a Mostra Jovens Talentos da 9ª edição do FENATIFS - Festival Nacional de Teatro

Leia mais

10.207.232/0001-79, 1970 5 CEP: 04565-907, 1) PRÊMIO INSTITUTO CLARO

10.207.232/0001-79, 1970 5 CEP: 04565-907, 1) PRÊMIO INSTITUTO CLARO REGULAMENTO Realizadora: Instituto Claro, CNPJ: 10.207.232/0001-79, com sede na Rua Flórida, 1970 andar 5 CEP: 04565-907, Cidade Monções São Paulo/SP. 1) PRÊMIO INSTITUTO CLARO 1.1. O Prêmio Instituto

Leia mais

Programa de Patrocínio das Empresas Eletrobras a Eventos do Setor Elétrico 2016

Programa de Patrocínio das Empresas Eletrobras a Eventos do Setor Elétrico 2016 Programa de Patrocínio das Empresas Eletrobras a Eventos do Setor Elétrico 2016 Edital de Seleção Pública de Patrocínio a Eventos do Setor Elétrico Programa de Patrocínio das Empresas Eletrobras a Eventos

Leia mais

Edital de Seleção Pública de Projetos Sociais

Edital de Seleção Pública de Projetos Sociais Disposições Gerais As inscrições dos projetos serão aceitas com a entrega física do projeto, acompanhado de CD ROM com a versão digitalizada, nos escritórios das Regionais da CEMAR (relação ANEXO I), ou

Leia mais

EDITAL DE OCUPAÇÃO CRIATIVA Circuito Cultural Ribeira Ciclo 3 Segundo Edital

EDITAL DE OCUPAÇÃO CRIATIVA Circuito Cultural Ribeira Ciclo 3 Segundo Edital EDITAL DE OCUPAÇÃO CRIATIVA Circuito Cultural Ribeira Ciclo 3 Segundo Edital Em 17 edições o Circuito Cultural Ribeira ativou a participação de mais de 500 atrações culturais parceiras e a visita de mais

Leia mais

EDITAL DE CREDENCIAMENTO SELEÇÃO DE MÚSICAS

EDITAL DE CREDENCIAMENTO SELEÇÃO DE MÚSICAS EDITAL DE CREDENCIAMENTO SELEÇÃO DE MÚSICAS OBJETO: SELEÇÃO E CREDENCIAMENTO DE PROPOSTAS DE MÚSICAS PARA O PROJETO FEMUCIC ANO 36 MOSTRA DE MÚSICA CIDADE CANÇÃO- DO SESC MARINGÁ O SERVIÇO SOCIAL DO COMÉRCIO

Leia mais

LEI DE INCENTIVO À CULTURA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Tatiana Richard

LEI DE INCENTIVO À CULTURA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Tatiana Richard LEI DE INCENTIVO À CULTURA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Tatiana Richard INCENTIVO À CULTURA O Governo do Estado do Rio de Janeiro investe no setor cultural através de diferentes mecanismos de fomento. Assim

Leia mais

3.1.1. As pessoas físicas poderão inscrever-se individualmente, se responsabilizando contábil e tributariamente pela proposta apresentada;

3.1.1. As pessoas físicas poderão inscrever-se individualmente, se responsabilizando contábil e tributariamente pela proposta apresentada; EDITAL DE CHAMADA PARA SELEÇÃO DE PROPOSTAS CONCORRENTES AO PROJETO ACAMPAMENTO, A SER PRODUZIDO NO ESTADO DO CEARÁ PELO INSTITUTO DE ARTE E CULTURA DO CEARÁ, PARA O 2º SEMESTRE DE 2010. O INSTITUTO DE

Leia mais

Edital de seleção de artistas para apresentação no Projeto Música Para Todos 3ª edição - 1ª Fase -2º semestre de 2011

Edital de seleção de artistas para apresentação no Projeto Música Para Todos 3ª edição - 1ª Fase -2º semestre de 2011 Edital de seleção de artistas para apresentação no Projeto Música Para Todos 3ª edição - 1ª Fase -2º semestre de 2011 O projeto Música Para Todos, em sua 3ª edição, numa parceria entre a Cooperativa de

Leia mais

PROGRAMA DE INICIAÇÃO EM DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO E INOVAÇÃO PIC/PIBITI/UniCEUB EDITAL DE 2016

PROGRAMA DE INICIAÇÃO EM DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO E INOVAÇÃO PIC/PIBITI/UniCEUB EDITAL DE 2016 PROGRAMA DE INICIAÇÃO EM DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO E INOVAÇÃO PIC/PIBITI/UniCEUB EDITAL DE 2016 O reitor do Centro Universitário de Brasília UniCEUB, no uso de suas atribuições legais e estatutárias,

Leia mais

MINISTÉRIO DA CULTURA SECRETARIA DE PROGRAMAS E PROJETOS CULTURAIS

MINISTÉRIO DA CULTURA SECRETARIA DE PROGRAMAS E PROJETOS CULTURAIS MINISTÉRIO DA CULTURA SECRETARIA DE PROGRAMAS E PROJETOS CULTURAIS EDITAL DE DIVULGAÇÃO Nº. 2, DE 15 DE MARÇO DE 2009. Prêmio de Apoio a Pequenos Eventos Culturais A União, por intermédio do Ministério

Leia mais

Representação Regional de São Paulo

Representação Regional de São Paulo Publicado no Diário Oficial da União em 02 de janeiro de 2012 EDITAL OCUPAÇÃO DO TEATRO DE ARENA EUGÊNIO KUSNET/2012 O Presidente da Fundação Nacional de Artes Funarte, no uso das atribuições que lhe confere

Leia mais

PROJETOS PARA OS CENTROS CULTURAIS DO BANCO DO BRASIL

PROJETOS PARA OS CENTROS CULTURAIS DO BANCO DO BRASIL PROJETOS PARA OS CENTROS CULTURAIS DO BANCO DO BRASIL Os Centros Culturais Banco do Brasil estão localizados nas cidades de Belo Horizonte, Brasília, Rio de Janeiro e São Paulo. Qualquer pessoa física

Leia mais

SÃO JOÃO EM MACEIÓ É FESTA, FUTEBOL E FORRÓ. Edital 005/2014, PMM/FMAC, 14 DE ABRIL DE 2014. EDITAL PARA SELEÇÃO DE GRUPOS MUSICAIS E TRIOS DE FORRÓ

SÃO JOÃO EM MACEIÓ É FESTA, FUTEBOL E FORRÓ. Edital 005/2014, PMM/FMAC, 14 DE ABRIL DE 2014. EDITAL PARA SELEÇÃO DE GRUPOS MUSICAIS E TRIOS DE FORRÓ SÃO JOÃO EM MACEIÓ É FESTA, FUTEBOL E FORRÓ Edital 005/2014, PMM/FMAC, 14 DE ABRIL DE 2014. EDITAL PARA SELEÇÃO DE GRUPOS MUSICAIS E TRIOS DE FORRÓ PARA PARTICIPAÇÃO DOS FESTEJOS JUNINOS DE MACEIÓ EM 2014

Leia mais

FILME EM MINAS - PROGRAMA DE ESTÍMULO AO AUDIOVISUAL BIÊNIO 2013/2014

FILME EM MINAS - PROGRAMA DE ESTÍMULO AO AUDIOVISUAL BIÊNIO 2013/2014 FILME EM MINAS - PROGRAMA DE ESTÍMULO AO AUDIOVISUAL BIÊNIO 2013/2014 ANEXO VI: REGULAMENTO: PUBLICAÇÕES, PRESERVAÇÃO E MEMÓRIA 1. DO OBJETO DO PATROCÍNIO 1.1 Serão aceitos projetos de publicações acerca

Leia mais

Estudante de qualquer curso de nível universitário, incluindo mestrado e doutorado, com sede no Estado da Bahia.

Estudante de qualquer curso de nível universitário, incluindo mestrado e doutorado, com sede no Estado da Bahia. A NACE NÚCLEO DE AÇÕES CULTURAIS ESTRATÉGICAS, EMPRESA SEDIADA NA CIDADE DO SALVADOR, ESTADO DA BAHIA, FAZ PUBLICAR O PRESENTE EDITAL QUE REGULAMENTA A SELEÇÃO DE MÚSICAS ORIGINAIS e INÉDITAS, CONCORRENTES

Leia mais

FILME EM MINAS - PROGRAMA DE ESTÍMULO AO AUDIOVISUAL BIÊNIO 2011/2012

FILME EM MINAS - PROGRAMA DE ESTÍMULO AO AUDIOVISUAL BIÊNIO 2011/2012 FILME EM MINAS - PROGRAMA DE ESTÍMULO AO AUDIOVISUAL BIÊNIO 2011/2012 ANEXO VI: REGULAMENTO: PUBLICAÇÕES, PRESERVAÇÃO E MEMÓRIA 1. DO OBJETO DO PATROCÍNIO 1.1 Serão aceitos projetos de publicações acerca

Leia mais

REGULAMENTO DO MARGINALIA+LAB 1 O QUE É O MARGINALIA+LAB

REGULAMENTO DO MARGINALIA+LAB 1 O QUE É O MARGINALIA+LAB 1 / 6 REGULAMENTO DO MARGINALIA+LAB 1 O QUE É O MARGINALIA+LAB 1.1. Marginalia+Lab é um laboratório de criação colaborativa na área de arte e tecnologia que funcionará no Prédio da Faculdade de Filosofia

Leia mais

REGULAMENTO VIVO ARTE.MOV 2010 CA no. 0971/001/2009. Mídias Locativas

REGULAMENTO VIVO ARTE.MOV 2010 CA no. 0971/001/2009. Mídias Locativas REGULAMENTO VIVO ARTE.MOV 2010 CA no. 0971/001/2009 Mídias Locativas O Edital Mídias Locativas Vivo arte.mov 2010 é uma iniciativa do arte.mov Festival Internacional de Arte em Mídias Móveis Projeto aprovado

Leia mais

10º PRÊMIO IMPRENSA DE EDUCAÇÃO AO INVESTIDOR

10º PRÊMIO IMPRENSA DE EDUCAÇÃO AO INVESTIDOR 10º PRÊMIO IMPRENSA DE EDUCAÇÃO AO INVESTIDOR R E G U L A M E N T O 1. O PRÊMIO IMPRENSA DE EDUCAÇÃO AO INVESTIDOR 1.1. O PRÊMIO IMPRENSA DE EDUCAÇÃO AO INVESTIDOR é uma iniciativa do Comitê Consultivo

Leia mais

2º PRÊMIO ITAÚ DE FINANÇAS SUSTENTÁVEIS REGULAMENTO 2010

2º PRÊMIO ITAÚ DE FINANÇAS SUSTENTÁVEIS REGULAMENTO 2010 2ºPRÊMIOITAÚDEFINANÇASSUSTENTÁVEIS REGULAMENTO2010 1. OPRÊMIOITAÚDEFINANÇASSUSTENTÁVEIS 1.1. O PRÊMIO ITAÚ DE FINANÇAS SUSTENTÁVEIS, designado neste Regulamento PRÊMIO ITAÚ,emsuasegundaedição,éumainiciativadoItaúUnibancoS.A.(

Leia mais

PRÊMIO COMUNICADOR PARCEIRO DA EDUCAÇÃO REGULAMENTO

PRÊMIO COMUNICADOR PARCEIRO DA EDUCAÇÃO REGULAMENTO PRÊMIO COMUNICADOR PARCEIRO DA EDUCAÇÃO REGULAMENTO O PRÊMIO COMUNICADOR PARCEIRO DA EDUCAÇÃO é uma iniciativa do Instituto Votorantim, por meio do projeto Parceria Votorantim pela Educação, que tem o

Leia mais

PRÊMIO NACIONAL DE JORNALISMO SOBRE VIOLÊNCIA DE GÊNERO - 2013 REGULAMENTO

PRÊMIO NACIONAL DE JORNALISMO SOBRE VIOLÊNCIA DE GÊNERO - 2013 REGULAMENTO PRÊMIO NACIONAL DE JORNALISMO SOBRE VIOLÊNCIA DE GÊNERO - 2013 REGULAMENTO 1 Disposições gerais: 1.1 O PRÊMIO NACIONAL DE JORNALISMO SOBRE VIOLÊNCIA DE GÊNERO é a primeira pauta da Campanha Jornalistas

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO, PESQUISA E INOVAÇÃO (PROEPI) EDITAL Nº 22/2012

PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO, PESQUISA E INOVAÇÃO (PROEPI) EDITAL Nº 22/2012 PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO, PESQUISA E INOVAÇÃO (PROEPI) EDITAL Nº 22/2012 A Pró-Reitoria de Extensão, Pesquisa e Inovação (PROEPI) do Instituto Federal do Paraná, por meio da Diretoria de Pesquisa (DIPE)

Leia mais

Prefeitura Municipal de Valença-RJ

Prefeitura Municipal de Valença-RJ Prefeitura Municipal de Valença-RJ Secretaria Municipal de Cultura e Turismo de Valença-RJ EDITAL Nº 01, DE 27 DE JANEIRO DE 2015. Edital para Contratação Temporária de Bandas para apresentação no Carnaval

Leia mais

REGULAMENTO DE SELEÇÃO DE EMPREENDIMENTOS. Prêmio Consulado da Mulher EDITAL - 2016

REGULAMENTO DE SELEÇÃO DE EMPREENDIMENTOS. Prêmio Consulado da Mulher EDITAL - 2016 REGULAMENTO DE SELEÇÃO DE EMPREENDIMENTOS Prêmio Consulado da Mulher EDITAL - 2016 1. APRESENTAÇÃO 1.1. O Instituto Consulado da Mulher, ação social da marca Consul, torna público que estão abertas as

Leia mais

EDITAL / REGULAMENTO TREZE: O PALCO DA CULTURA 10ª EDIÇÃO

EDITAL / REGULAMENTO TREZE: O PALCO DA CULTURA 10ª EDIÇÃO EDITAL / REGULAMENTO TREZE: O PALCO DA CULTURA 10ª EDIÇÃO I. DO OBJETO 1.1. Através de processo de seleção, irá proporcionar a apresentação de 25 trabalhos produzidos por artistas, grupos ou companhias

Leia mais

MOSTRA FUNARTE DE FESTIVAIS DE MÚSICA NAS OLIMPÍADAS

MOSTRA FUNARTE DE FESTIVAIS DE MÚSICA NAS OLIMPÍADAS MOSTRA FUNARTE DE FESTIVAIS DE MÚSICA NAS OLIMPÍADAS O Presidente da Fundação Nacional de Artes Funarte, no uso das atribuições que lhe confere o inciso V artigo 14 do Estatuto aprovado pelo Decreto n

Leia mais

INSCRIÇÕES PARA A MOSTRA MOVIMENTOS URBANOS 8ª FAN BH 2015

INSCRIÇÕES PARA A MOSTRA MOVIMENTOS URBANOS 8ª FAN BH 2015 INSCRIÇÕES PARA A MOSTRA MOVIMENTOS URBANOS 8ª FAN BH 2015 A Fundação Municipal de Cultura de Belo Horizonte, em parceria com a Associação dos Amigos do Centro de Cultura Belo Horizonte, convida artistas,

Leia mais

REGULAMENTO CYBER 2016

REGULAMENTO CYBER 2016 REGULAMENTO CYBER 2016 Apresentação: A Associação dos Profissionais de Propaganda-Ribeirão Preto, entidade sem fins lucrativos, devidamente registrada no CNPJ 54164348/0001-43, edita o presente regulamento

Leia mais

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA-GERAL SECRETARIA NACIONAL DE JUVENTUDE

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA-GERAL SECRETARIA NACIONAL DE JUVENTUDE PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA-GERAL SECRETARIA NACIONAL DE JUVENTUDE CHAMADA PÚBLICA Nº 01/2015 SNJ/SG/PR PARA SELEÇÃO DE ATIVIDADES CULTURAIS, ARTISTICAS, CIENTÍFICAS E DE COMUNICAÇÃO PARA A 3ª

Leia mais

EDITAL Nº 001/2016/PR-PPGI/IFAM, DE 28 DE MARÇO DE 2016 PROGRAMA DE APOIO AO DESENVOLVIMENTO CIENTÍFICO E DE INOVAÇÃO TECNOLOGICA - PADCIT.

EDITAL Nº 001/2016/PR-PPGI/IFAM, DE 28 DE MARÇO DE 2016 PROGRAMA DE APOIO AO DESENVOLVIMENTO CIENTÍFICO E DE INOVAÇÃO TECNOLOGICA - PADCIT. EDITAL Nº 001/2016/PR-PPGI/IFAM, DE 28 DE MARÇO DE 2016 PROGRAMA DE APOIO AO DESENVOLVIMENTO CIENTÍFICO E DE INOVAÇÃO TECNOLOGICA - PADCIT. A PRO-REITORIA DE PESQUISA, PÓS-GRADUAÇÃO E INOVAÇÃO - PR-PPGI,

Leia mais

1.2. O acompanhamento de Editais e comunicados referentes a este Processo Seletivo é de responsabilidade exclusiva do candidato.

1.2. O acompanhamento de Editais e comunicados referentes a este Processo Seletivo é de responsabilidade exclusiva do candidato. EDITAL Nº 11/2015, de 28 de abril de 2015 PROCESSO DE SELEÇÃO PARA SERVIDORES PÚBLICOS DE ENSINO PARA INGRESSO NO CURSO TÉCNICO DE NÍVEL MÉDIO SUBSEQUENTE AO ENSINO MÉDIO, DO PROFUNCIONÁRIO CURSOS A DISTÂNCIA

Leia mais

Processo de Seleção de Novos Empreendimentos para a Broto Incubadora de Biotecnologia

Processo de Seleção de Novos Empreendimentos para a Broto Incubadora de Biotecnologia Processo de Seleção de Novos Empreendimentos para a Broto Incubadora de Biotecnologia EDITAL 01/2016 O Reitor da Universidade Estadual de Feira de Santana - UEFS, no uso de suas atribuições, torna pública

Leia mais

MANUAL DO PATROCINADOR

MANUAL DO PATROCINADOR MANUAL DO PATROCINADOR Neste manual você irá encontrar informações sobre os serviços que o trevo criativo oferece aos patrocinadores, além de informações sobre o funcionamento e benefícios das leis de

Leia mais

EDITAL Nº 003/FCFFC/2015

EDITAL Nº 003/FCFFC/2015 EDITAL Nº 003/FCFFC/2015 Dispõe sobre a abertura de prazo de inscrição para o Floripa Teatro 22º Festival Isnard Azevedo, e dá outras providências O Secretário da SECRETARIA MUNICIPAL DE CULTURA DE FLORIANÓPOLIS

Leia mais

Chamada de Projetos nº 03/2008

Chamada de Projetos nº 03/2008 Ministério do Turismo Chamada de Projetos nº 03/2008 O Ministério do Turismo, por intermédio da Comissão Avaliadora de Eventos, torna pública a realização de processo seletivo de projetos para apoio à

Leia mais

CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS

CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS O MOVIMENTO DAS DONAS DE CASA E CONSUMIDORES DE MINAS GERAIS MDC, doravante denominada OSCIP, pessoa jurídica de direito privado, sem fins lucrativos, inscrita no CNPJ sob o n. 20.966.842/0001-00, com

Leia mais

Edital nº 007/2014 FIC 2014 Processo Administrativo nº 00000.027968/2014-07

Edital nº 007/2014 FIC 2014 Processo Administrativo nº 00000.027968/2014-07 Edital nº 007/2014 FIC 2014 Processo Administrativo nº 00000.027968/2014-07 PORTARIA nº 037/2014 GP/FUNCARTE DE 09 DE JUNHO DE 2014 O presidente da Fundação Cultural Capitania das Artes- FUNCARTE, no uso

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ FUNDAÇÃO AMAZÔNIA PARAENSE DE AMPARO À PESQUISA - FAPESPA SECRETARIA DE ESTADO DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO - SECTI

GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ FUNDAÇÃO AMAZÔNIA PARAENSE DE AMPARO À PESQUISA - FAPESPA SECRETARIA DE ESTADO DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO - SECTI 1 GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ FUNDAÇÃO AMAZÔNIA PARAENSE DE AMPARO À PESQUISA - FAPESPA SECRETARIA DE ESTADO DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO - SECTI EDITAL N 005/2012 - do I PRÊMIO PARAENSE DE JORNALISMO

Leia mais

NÚCLEO EXPERIMENTAL DE CINEMA DO MIS CONVOCATÓRIA PRODUÇÃO DE CURTA-METRAGEM 2016 PRIMEIRA EDIÇÃO: GÊNERO TERROR

NÚCLEO EXPERIMENTAL DE CINEMA DO MIS CONVOCATÓRIA PRODUÇÃO DE CURTA-METRAGEM 2016 PRIMEIRA EDIÇÃO: GÊNERO TERROR NÚCLEO EXPERIMENTAL DE CINEMA DO MIS CONVOCATÓRIA PRODUÇÃO DE CURTA-METRAGEM 2016 PRIMEIRA EDIÇÃO: GÊNERO TERROR Esta convocatória, iniciativa do Museu da Imagem e do Som (MIS), instituição da Secretaria

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA DE PATROCÍNIO Nº 01/2014

CHAMADA PÚBLICA DE PATROCÍNIO Nº 01/2014 CHAMADA PÚBLICA DE PATROCÍNIO Nº 01/2014 DO OBJETO: Esta Chamada Pública de Patrocínio visa à seleção de projetos a serem patrocinados pelo CAU/BR, que sejam relevantes para o desenvolvimento da Arquitetura

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº. 001/2013

RESOLUÇÃO Nº. 001/2013 RESOLUÇÃO Nº. 001/2013 Estabelece normas para o recebimento, análise e concessão de benefício a projetos culturais no âmbito da Lei de Incentivo à Cultura João Bananeira. A Comissão de Avaliação e Seleção

Leia mais

Edital SENAI SESI de Inovação 2012 PERGUNTAS FREQUENTES

Edital SENAI SESI de Inovação 2012 PERGUNTAS FREQUENTES Edital SENAI SESI de Inovação 2012 PERGUNTAS FREQUENTES Brasília 2012 Edital SENAI SESI de Inovação 2012 PERGUNTAS FREQUENTES Brasília 2012 Edital SENai SESi de inovação 2012 PERGUNTAS FREQUENTES 3 1)

Leia mais

Tenham entre 18 e 35 anos completos.

Tenham entre 18 e 35 anos completos. De acordo com Portaria publicada no Diário Oficial da União em 15 de agosto 2012 EDITAL Bolsa de Aperfeiçoamento TÉCNICO E ARTÍSTICO em Música O Presidente da Fundação Nacional de Artes Funarte, no uso

Leia mais

FESTIVAL UNIVERSITÁRIO DE CRIAÇÃO AUDIOVISUAL

FESTIVAL UNIVERSITÁRIO DE CRIAÇÃO AUDIOVISUAL FESTIVAL UNIVERSITÁRIO DE CRIAÇÃO AUDIOVISUAL I DO FESTIVAL: EDITAL 2014 1.1. O FUSCA (FESTIVAL UNIVERSITÁRIO DE CRIAÇÃO AUDIOVISUAL) é uma atividade de promoção acadêmica e cultural realizada pela Faculdade

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA DE PATROCÍNIO AVISO DO EDITAL Nº 002/2013 PROJETOS ESPECIAIS

CHAMADA PÚBLICA DE PATROCÍNIO AVISO DO EDITAL Nº 002/2013 PROJETOS ESPECIAIS CHAMADA PÚBLICA DE PATROCÍNIO AVISO DO EDITAL Nº 002/2013 PROJETOS ESPECIAIS DO OBJETO: Este Edital de Chamada Pública de Patrocínio visa promover a seleção de projetos especiais a serem patrocinados pelo

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTA MARIA SECRETARIA DE MUNÍPIO DA CULTURA MUSEU DE ARTE DE SANTA MARIA MASM

PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTA MARIA SECRETARIA DE MUNÍPIO DA CULTURA MUSEU DE ARTE DE SANTA MARIA MASM PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTA MARIA SECRETARIA DE MUNÍPIO DA CULTURA MUSEU DE ARTE DE SANTA MARIA MASM XIII SALÃO LATINO-AMERICANO DE ARTES PLÁSTICAS DE SANTA MARIA Santa Maria 2014 REGULAMENTO DESCRIÇÃO:

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA PARA CREDENCIAMENTO NO SISTEMA EMBRAPII

CHAMADA PÚBLICA PARA CREDENCIAMENTO NO SISTEMA EMBRAPII CHAMADA PÚBLICA PARA CREDENCIAMENTO NO SISTEMA EMBRAPII A Associação Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial EMBRAPII torna público o processo de seleção para habilitar Polos EMBRAPII IF (PEIF). Os

Leia mais

REGULAMENTO. d) Pode ser um processo ou atividade muito específica, por exemplo, que esteja relacionada a realidades nacionais diferentes.

REGULAMENTO. d) Pode ser um processo ou atividade muito específica, por exemplo, que esteja relacionada a realidades nacionais diferentes. REGULAMENTO DISPOSIÇÕES GERAIS 1. O Concurso de Boas Práticas para a prevenção e erradicação do Trabalho Infantil e proteção ao Trabalho Formal Adolescente na América Latina objetiva contribuir para o

Leia mais

REGULAMENTO PROGRAMA DE PATROCÍNIOS ALGAR TELECOM 2012

REGULAMENTO PROGRAMA DE PATROCÍNIOS ALGAR TELECOM 2012 REGULAMENTO PROGRAMA DE PATROCÍNIOS ALGAR TELECOM 2012 O Programa de Patrocínios Algar Telecom 2012 informa que está com as inscrições abertas para o recebimento de projetos culturais aprovados pela Lei

Leia mais

Novas Formas de Aprender e Empreender

Novas Formas de Aprender e Empreender Novas Formas de Aprender e Empreender DÚVIDAS FREQUENTES 1. Sobre o Prêmio Instituto Claro, Novas Formas de Aprender e Empreender 1.1. O que é o Prêmio? O Prêmio Instituto Claro Novas Formas de Aprender

Leia mais

EDITAL PIBITI / CNPq / UFERSA 09/2015 Seleção 2015 2016

EDITAL PIBITI / CNPq / UFERSA 09/2015 Seleção 2015 2016 EDITAL PIBITI / CNPq / UFERSA 09/2015 Seleção 2015 2016 A Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação da Universidade Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA), através do Núcleo de Inovação Tecnológica NIT/UFERSA,

Leia mais

Centro Universitário Belas Artes de São Paulo Programa de bolsas de incentivo ao desenvolvimento da Economia Criativa

Centro Universitário Belas Artes de São Paulo Programa de bolsas de incentivo ao desenvolvimento da Economia Criativa Centro Universitário Belas Artes de São Paulo Programa de bolsas de incentivo ao desenvolvimento da Economia Criativa O Prof. Dr. Paulo Antonio Gomes Cardim, Reitor do Centro Universitário Belas Artes

Leia mais

EDITAL DE PROJETOS INSTITUTO LOJAS RENNER E ONU MULHERES - 2016

EDITAL DE PROJETOS INSTITUTO LOJAS RENNER E ONU MULHERES - 2016 EDITAL DE PROJETOS INSTITUTO LOJAS RENNER E ONU MULHERES - 2016 1. DO OBJETO 1.1. O presente edital tem por objeto realizar uma chamada pública nacional para a seleção de projetos que contribuam para o

Leia mais

PROGRAMA DE CULTURA BANCO DO NORDESTE/BNDES MANUAL DE ORIENTAÇÃO PARA PRESTAÇÃO DE CONTAS

PROGRAMA DE CULTURA BANCO DO NORDESTE/BNDES MANUAL DE ORIENTAÇÃO PARA PRESTAÇÃO DE CONTAS PROGRAMA DE CULTURA BANCO DO NORDESTE/BNDES MANUAL DE ORIENTAÇÃO PARA PRESTAÇÃO DE CONTAS ÍNDICE 1. APRESENTAÇÃO DO PROGRAMA... 3 2. DELIMITAÇÃO DA NECESSIDADE DE PRESTAÇÃO DE CONTAS... 3 3. SOBRE O FORMULÁRIO

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA SIMPLIFICADA nº 045/2015. Convênio PMSP/TERMO DE CONVÊNIO nº 025/2014/SDTE

CHAMADA PÚBLICA SIMPLIFICADA nº 045/2015. Convênio PMSP/TERMO DE CONVÊNIO nº 025/2014/SDTE CHAMADA PÚBLICA SIMPLIFICADA nº 045/2015 Convênio PMSP/TERMO DE CONVÊNIO nº 025/2014/SDTE A Central de Cooperativas e Empreendimentos Solidários do Brasil UNISOL, entidade sem fins econômicos, com sede

Leia mais

EDITAL Nº 02, DE 11 DE ABRIL DE 2016

EDITAL Nº 02, DE 11 DE ABRIL DE 2016 EDITAL Nº 02, DE 11 DE ABRIL DE 2016 Inscrição e Seleção de Alunos Bolsistas e voluntários para o Programa de Educação pelo Trabalho para a Saúde/GraduaSUS A Direção Geral da Faculdade Unigran Capital,

Leia mais

EDITAL GSC 001/2016 CONCURSO PÚBLICO PARA SELEÇÃO DE SARAUS CULTURAIS PARA PARTICIPAÇÃO NOS PROGRAMAS CULTURAIS 2016.

EDITAL GSC 001/2016 CONCURSO PÚBLICO PARA SELEÇÃO DE SARAUS CULTURAIS PARA PARTICIPAÇÃO NOS PROGRAMAS CULTURAIS 2016. EDITAL GSC 001/2016 CONCURSO PÚBLICO PARA SELEÇÃO DE SARAUS CULTURAIS PARA PARTICIPAÇÃO NOS PROGRAMAS CULTURAIS 2016. OBJETO: RECEBIMENTO DE PROPOSTAS PARA REALIZAÇÃO DE SARAUS CULTURAIS PARA A PROGRAMAÇÃO

Leia mais

ANEXO I REGULAMENTO DO EDITAL PRÊMIO EMPRESA TENDÊNCIA 2ª EDIÇÃO

ANEXO I REGULAMENTO DO EDITAL PRÊMIO EMPRESA TENDÊNCIA 2ª EDIÇÃO ANEXO I REGULAMENTO DO EDITAL PRÊMIO EMPRESA TENDÊNCIA 2ª EDIÇÃO 1. OBJETIVO A COMPANHIA DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO DE MINAS GERAIS CODEMIG, por meio do edital da segunda edição do PRÊMIO EMPRESA TENDÊNCIA,

Leia mais

EDITAL Nº 001 / 2015

EDITAL Nº 001 / 2015 EDITAL Nº 001 / 2015 EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO PARA CADASTRO DE ARTISTAS E PROFISSIONAIS DE ARTE E CULTURA DE MOGI DAS CRUZES PARA FOMENTO À CULTURA MUNICIPAL CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS 1. A Prefeitura

Leia mais

MINISTÉRIO DA CULTURA GABINETE DA MINISTRA EDITAL Nº 1, DE 08 DE MAIO DE 2014.

MINISTÉRIO DA CULTURA GABINETE DA MINISTRA EDITAL Nº 1, DE 08 DE MAIO DE 2014. MINISTÉRIO DA CULTURA GABINETE DA MINISTRA EDITAL Nº 1, DE 08 DE MAIO DE 2014. HABILITAÇÃO DE ENTIDADES PARA INDICAÇÃO DOS MEMBROS QUE COMPORÃO A COMISSÃO NACIONAL DE INCENTIVO À CULTURA CNIC A MINISTRA

Leia mais

Seleção Pública de Projetos para apoio financeiro à Produção de Longa-Metragem de Baixo Orçamento

Seleção Pública de Projetos para apoio financeiro à Produção de Longa-Metragem de Baixo Orçamento Seleção Pública de Projetos para apoio financeiro à Produção de Longa-Metragem de Baixo Orçamento O ESTADO DO RIO DE JANEIRO, por intermédio da DO RIO DE JANEIRO SEC torna pública, para conhecimento dos

Leia mais

FMC-EDITAL 01/2010. Art. 1º DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES:

FMC-EDITAL 01/2010. Art. 1º DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES: FMC-EDITAL 01/2010 A SECRETARIA MUNICIPAL DA CULTURA torna público que estará recebendo projetos de natureza artístico-culturais dos interessados em participar do presente Edital. Art. 1º DAS DISPOSIÇÕES

Leia mais

ATOS DA FMEL - FUNDAÇÃO MUNICIPAL DE ESPORTE E LAZER DE ITAJAÍ EDITAL Nº. 004/2013 LEI MUNICIPAL DE INCENTIVO AO ESPORTE

ATOS DA FMEL - FUNDAÇÃO MUNICIPAL DE ESPORTE E LAZER DE ITAJAÍ EDITAL Nº. 004/2013 LEI MUNICIPAL DE INCENTIVO AO ESPORTE ATOS DA FMEL - FUNDAÇÃO MUNICIPAL DE ESPORTE E LAZER DE ITAJAÍ EDITAL Nº. 004/2013 LEI MUNICIPAL DE INCENTIVO AO ESPORTE O Superintendente da Fundação Municipal de Esporte e Lazer de Itajaí, no uso de

Leia mais

PERGUNTAS FREQUENTES EDITAL 2015/2016 SELEÇÃO NACIONAL DE PROJETOS CULTURAIS

PERGUNTAS FREQUENTES EDITAL 2015/2016 SELEÇÃO NACIONAL DE PROJETOS CULTURAIS 1. Onde faço a inscrição dos meus projetos? No site www.oifuturo.org.br 2. Há alguma forma de fazer inscrição dos projetos por outro meio? Não, somente online. 3. Não consigo abrir o formulário de inscrição.

Leia mais

Formulário para Solicitação de Patrocínio

Formulário para Solicitação de Patrocínio ANEXO 1 Formulário para Solicitação de Patrocínio Procedimentos para o envio de projeto ao CAU/SP: 1. Após preencher o Formulário para Solicitação de Patrocínio ao CAU/SP, confira os itens de CONTRAPARTIDA.

Leia mais

Convocatória LABMIS Estúdio de Som 2016

Convocatória LABMIS Estúdio de Som 2016 Convocatória LABMIS Estúdio de Som 2016 O Laboratório de Novas Mídias do MIS, LABMIS, primeiro media lab situado em um museu público brasileiro, que tem como objetivo fomentar a produção de obras desenvolvidas

Leia mais

REGULAMENTO - 4º FESTIVAL DE CULTURA E ARTE DO GRANDE ABC

REGULAMENTO - 4º FESTIVAL DE CULTURA E ARTE DO GRANDE ABC REGULAMENTO - 4º FESTIVAL DE CULTURA E ARTE DO GRANDE ABC O 4º FESTIVAL DE CULTURA E ARTE DO GRANDE ABC têm como foco promover o intercâmbio cultural das mais variadas modalidades e linguagens artísticas

Leia mais

Conjunto EDITAL N.º 025/2014 PROEPI/IFPR - RETIFICADO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INCENTIVO AO EMPREENDEDORISMO INOVADOR (PIBIN)

Conjunto EDITAL N.º 025/2014 PROEPI/IFPR - RETIFICADO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INCENTIVO AO EMPREENDEDORISMO INOVADOR (PIBIN) EDITAL N.º 025/2014 PROEPI/IFPR - RETIFICADO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INCENTIVO AO EMPREENDEDORISMO INOVADOR (PIBIN) A Pró-Reitoria de Extensão, Pesquisa e Inovação do Instituto Federal do Paraná

Leia mais

EDITAL 008/2015 18º FESTIVAL INTERNACIONAL DE CURTAS DE BELO HORIZONTE

EDITAL 008/2015 18º FESTIVAL INTERNACIONAL DE CURTAS DE BELO HORIZONTE EDITAL 008/2015 18º FESTIVAL INTERNACIONAL DE CURTAS DE BELO HORIZONTE O Presidente da Fundação Clóvis Salgado, por meio da Gerência de Cinema, tornam público o presente edital do 18º Festival Internacional

Leia mais

ESPAÇO CULTURAL BRDE SANTA CATARINA Espaço Cultural Governador Celso Ramos REGULAMENTO PARA REALIZAÇÃO DE EXPOSIÇÕES DE ARTES VISUAIS.

ESPAÇO CULTURAL BRDE SANTA CATARINA Espaço Cultural Governador Celso Ramos REGULAMENTO PARA REALIZAÇÃO DE EXPOSIÇÕES DE ARTES VISUAIS. ESPAÇO CULTURAL BRDE SANTA CATARINA Espaço Cultural Governador Celso Ramos REGULAMENTO PARA REALIZAÇÃO DE EXPOSIÇÕES DE ARTES VISUAIS Calendário 2010 1. OBJETO O presente Regulamento estabelece normas

Leia mais

REGULAMENTO DO CONCURSO GATA DO VALE

REGULAMENTO DO CONCURSO GATA DO VALE REGULAMENTO DO CONCURSO GATA DO VALE 1. DO CONCURSO 1.1. Fica instituído o Concurso Gata do Vale realizado pelo Portal Aconteceu no Vale e TV em Foco, para eleger a garota mais linda dos Vales do Jequitinhonha,

Leia mais

PROGRAMA PETROBRAS DISTRIBUIDORA DE CULTURA 2015/2016 SELEÇÃO PÚBLICA DE CIRCULAÇÃO DE PEÇAS TEATRAIS SEGMENTO ADULTO E INFANTO-JUVENIL

PROGRAMA PETROBRAS DISTRIBUIDORA DE CULTURA 2015/2016 SELEÇÃO PÚBLICA DE CIRCULAÇÃO DE PEÇAS TEATRAIS SEGMENTO ADULTO E INFANTO-JUVENIL PROGRAMA PETROBRAS DISTRIBUIDORA DE CULTURA 2015/2016 SELEÇÃO PÚBLICA DE CIRCULAÇÃO DE PEÇAS TEATRAIS SEGMENTO ADULTO E INFANTO-JUVENIL REGULAMENTO 1. CONSIDERAÇÕES GERAIS Para efeito do Programa Petrobras

Leia mais

EDITAL Nº 06, DE 21 DE AGOSTO DE 2015 SELEÇÃO PARA A PARTICIPAÇÃO DE DOCENTES EM EVENTOS E CURSOS DE QUALIFICAÇÃO

EDITAL Nº 06, DE 21 DE AGOSTO DE 2015 SELEÇÃO PARA A PARTICIPAÇÃO DE DOCENTES EM EVENTOS E CURSOS DE QUALIFICAÇÃO EDITAL Nº 06, DE 21 DE AGOSTO DE 2015 SELEÇÃO PARA A PARTICIPAÇÃO DE DOCENTES EM EVENTOS E CURSOS DE QUALIFICAÇÃO O DIRETOR DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO AMAZONAS, nomeado pela

Leia mais

3.1 Poderão participar realizadores de todo Território Nacional e produções internacionais.

3.1 Poderão participar realizadores de todo Território Nacional e produções internacionais. Apresentação O IIII Festival de Cinema de Mogi Mirim será realizado de 13 a 22 de outubro 2013, momento onde vamos promover a produção de filmes de curta metragem, incentivar as discussões, a formação

Leia mais

EDITAL SELEÇÃO DE MÚSICAS FEMUCIC/2016 OBJETO: SELEÇÃO DE MÚSICAS PARA O FEMUCIC ANO 38 MOSTRA DE MÚSICA CIDADE CANÇÃO SESC MARINGÁ/2016

EDITAL SELEÇÃO DE MÚSICAS FEMUCIC/2016 OBJETO: SELEÇÃO DE MÚSICAS PARA O FEMUCIC ANO 38 MOSTRA DE MÚSICA CIDADE CANÇÃO SESC MARINGÁ/2016 EDITAL SELEÇÃO DE MÚSICAS FEMUCIC/2016 OBJETO: SELEÇÃO DE MÚSICAS PARA O FEMUCIC ANO 38 MOSTRA DE MÚSICA CIDADE CANÇÃO SESC MARINGÁ/2016 O SERVIÇO SOCIAL DO COMÉRCIO - SESC Administração Regional no Estado

Leia mais

EDITAL GSC 002/2016 PROGRAMA DE AÇÃO CULTURAL 2016 MOSTRA DE MÚSICA INDEPENDENTE

EDITAL GSC 002/2016 PROGRAMA DE AÇÃO CULTURAL 2016 MOSTRA DE MÚSICA INDEPENDENTE EDITAL GSC 002/2016 PROGRAMA DE AÇÃO CULTURAL 2016 MOSTRA DE MÚSICA INDEPENDENTE CONCURSO PÚBLICO PARA SELEÇÃO DE GRUPOS ARTÍSTICOS DE MÚSICA INDEPENDENTE MOSTRA DE MÚSICA INDEPENDENTE. O MUNÍCIPIO DE

Leia mais

REGULAMENTO PROGRAMA PARCEIROS EM AÇÃO

REGULAMENTO PROGRAMA PARCEIROS EM AÇÃO REGULAMENTO PROGRAMA PARCEIROS EM AÇÃO 1. DISPOSIÇÕES PRELIMINARES 1.1. As presentes disposições visam regulamentar o Programa Parceiros em Ação, instituído pela Área de Responsabilidade Social do BANCO

Leia mais