Requalificação do Largo da Grota do Bravo e Nazaré. Câmara vai reabilitar campos de futebol salão

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Requalificação do Largo da Grota do Bravo e Nazaré. Câmara vai reabilitar campos de futebol salão"

Transcrição

1

2 sumário CONTRACAPA Requalificação do Largo da Grota do Bravo e Nazaré Câmara vai reabilitar campos de futebol salão Clubes desportivos vão unir-se numa estrutura única a bem do desporto do concelho Transferência de verbas para as freguesias ASSEMBLEIA MUNICIPAL Formação musical em curso muito positiva Município abre inscrições para teatro Vermicompostagem em fase de implementação de maquinaria Plano Municipal de Emergência em revisão Comunidade nordestense de Toronto em convívio Presidente da câmara, autarcas do Nordestinho e bispo D. David marcam presença Presidente da Casa dos Açores de Toronto em visita ao Nordeste Protocolo de geminação com o município de Somerville vai ser assinado nas Festas do Nordeste OBRAS Concluída nova campanha de desratização SAÚDE PÚBLICA: LEPTOSPIROSE SAIBA O QUE É E COMO PREVENIR-SE Câmara MUNICIPAL reúne-se Prestação de Contas aprovada Câmara cede plantios para embelezar jardins e varandas Mais uma jornada do Inter Municípios Jogadores do Nordeste destacam-se Nordestenses solidários com o Haiti Vila do Nordeste comemora patrono TABELA DAS MARÉS FICHA TÉCNICA Boletim Municipal de Nordeste Praça da República Nordeste Telef Linha verde Fax Direcção editorial Presidência Coordenação e redacção Gabinete de Comunicação e Cultura Design gráfico Jaime Serra Nova Gráfica, lda. Site Fotografia Edição disponível em Paulo Jorge Soares Pedro Correia Arquivo da Câmara Municipal de Nordeste Impressão Nova Gráfica, lda. Tiragem 2250 exemplares Depósito legal /03 Distribuição gratuita

3 Requalificação do Largo da Grota do Bravo e Nazaré Está em execução pelo arquitecto Roberto Oliveira o projecto de requalificação do Largo da Grota do Bravo e da Nazaré. A empreitada visa ordenar, embelezar e dar novas funcionalidades a toda esta zona da vila do Nordeste, resolvendo o problema da inexistência de estacionamento e de outras infra-estruturas. Concretamente na Nazaré, o projecto contempla um novo passeio em calçada à portuguesa, iluminação da envolvente, incluindo colocação de pontos de luz encastrados no muro do miradouro e no pavimento da ermida, para além da criação de instalações sanitárias. Para a Grota do Bravo estão projectados também passeios novos, estacionamento, com capacidade para autocarro e abrigo de passageiros, sendo introduzida no largo uma zona verde em relva, colocados bancos e papeleiras e feita nova iluminação da envolvente. O muro limite do passeio terá pontos de luz encastrados. A beneficiação no seu conjunto enobrecerá esta zona da vila do Nordeste, lugar pitoresco pela vista soberba que oferece sobre o mar e para o Farol do Arnel, para além de oferecer melhores condições e novas infra-estruturas aos residentes do local. 1

4 Câmara vai reabilitar campos de futebol salão neários, regularização de pisos e conservação de toda a zona envolvente. Embora muitos destes espaços desportivos já não tenham a mesma utilização de há poucos anos atrás (foram quase todos implementados ao longo da década de 90, sendo o município do Nordeste dos primeiros da ilha a apostar na execução dos campos de futebol salão) ainda são algumas as freguesias que usam regularmente o recinto desportivo para a prática de futebol e de outras modalidades. Clubes desportivos vão unir-se numa estrutura única a bem do desporto do concelho O vereador responsável pelo pelouro da cultura e desporto reuniu os actuais e antigos presidentes dos clubes desportivos com o intuito de fazer um balanço da actividade desportiva e encontrar soluções para alguns dos problemas com que se confrontam os clubes e o desporto no geral. Os três clubes do concelho Santo António do Nordestinho, União do Nordeste e Fazenda Sport Clube foram 2 Estando carenciados de algumas obras os campos de futebol salão, a câmara vai arrancar com a reparação dos espaços desportivos da responsabilidade do município. O Campo Municipal também integra esta empreitada e já decorrem trabalhos de beneficiação de balneários, bancadas, conservação de infra-estruturas envolventes e manutenção do relvado sintético, concretamente melhoramento do sistema de drenagem e ripagem do piso. Nos restantes campos de futebol salão, a câmara vai proceder à substituição de redes, beneficiação de balda opinião, juntamente com a câmara, de que é preciso repensar o desporto federado e levar por diante uma modalidade que valorize e dignifique o concelho, neste caso o futebol. Com este objectivo, os três clubes foram unânimes na constituição de uma estrutura única que trabalhe o desporto federado no concelho e que integre um representante de cada um destes clubes e da câmara municipal.

5 ASSEMBLEIA MUNICIPAL REÚNE-SE A assembleia municipal reuniu-se em sessão ordinária a 26 de Abril, presidida por João de Deus Andrade de Sousa. Por proposta do presidente do órgão, foi aprovado, por unanimidade, um Voto de Pesar pelas vítimas da derrocada ocorrida no dia 1 de Março e guardado um minuto de silêncio, sendo endereçado o voto às famílias enlutadas, à escola secundária, aos Bombeiros Voluntários do Nordeste e à empresa Caetano Raposo e Pereira. Os documentos da Prestação de Contas referentes a 2009 foram aprovados por maioria, assim como o Resultado Líquido do Exercício do ano transacto da câmara municipal. Para além destes documentos, a assembleia aprovou por maioria de votações a segunda revisão do Plano e Orçamento para 2010, incluindo a segunda revisão do Orçamento da Receita. Para financiamento de projectos de investimento não cobertos por fundos comunitários (com comparticipação de juros pelo Governo Regional) a assembleia autorizou, por unanimidade, a contracção de um empréstimo pelo município na ordem dos mil euros e que vão para a reabilitação de vias na freguesia de Algarvia, Santana, Achadinha, Salga e Santo António; reabilitação de vias municipais e passeios e elaboração da revisão do Plano Director Municipal do Nordeste. A transferência de verbas da câmara para as juntas de freguesia foi outra proposta aprovada por unidade, sendo estas verbas referentes ao actual ano económico e destinadas na sua maioria a obras na rede viária, melhoramento de parques infantis, reabilitação de teatros e de zonas balneares. A propósito da comemoração dos 30 anos de existência da Associação dos Bombeiros Voluntários do Nordeste, assinalados a 23 de Abril, a assembleia aprovou por unanimidade um Voto de Congratulação pelos bons serviços prestados à comunidade nordestense no trabalho de ambulatório e em muitos outros serviços de protecção civil. A fechar a reunião ordinária, os membros que compõem a assembleia tomaram conhecimento da actividade e situação financeira do município. Transferência de verbas para as freguesias Ao longo deste ano a câmara vai transferir 242 mil euros para as freguesias, através do protocolo de delegação de competências nas juntas. Os restantes financiamentos serão repartidos por dois anos económicos em partes iguais. Para este ano, a Junta de Freguesia do Nordeste recebe euros para construção de teatros na Grota do Bravo e Courelas. A Junta da Lomba da Fazenda, para execução do parque de estacionamento da Rua da Igreja, recebe 23 mil euros. As verbas transferidas para a Junta de São Pedro do Nordestinho também vão para execução de um parque de estacionamento, neste caso o parque da escola. São António do Nordestinho, para recuperação e beneficiação do parque infantil, vai receber euros, assim como a Junta de Algarvia e também para reabilitação dos parques infantis da freguesia. Para a Junta de Freguesia de Santana são transferidos euros com vista à reabilitação dos teatros da Feteira Grande e da Feteira Pequena. Destinadas à reconstrução do reservatório de água da Estrada Regional, para a Junta da Achada são transferidos euros. A Achadinha recebe euros com vista à iluminação do espaço envolvente à capela funerária, e a Junta de Freguesia da Salga, para reabilitação da Foz da Ribeira das Coelhas, recebe euros. A transferência destas verbas para as juntas foi aprovada por unanimidade pela Assembleia Municipal. 3

6 Formação musical em curso muito positiva Foi em Janeiro deste ano que o município, através do pelouro cultural, iniciou uma experiencia de grande valor na formação musical. Passados quatro meses de formação o balanço é expressamente positivo face ao reduzido número de desistências e sobretudo à satisfação dos formandos. As aulas arrancaram com mais de 60 alunos, na sua maioria jovens em idade escolar e crianças, mas também um grupo significativo de adultos, uns em formação inicial e outros em aperfeiçoamento. A formação é ministrada por quatro professores e contempla aprendizagem de piano, violão e acordeão. A qualidade dos monitores e empenho demonstrado pelos mesmos tem contribuído para o sucesso alcançado com esta iniciativa do município. Para apoiar as famílias nas deslocações dos mais jovens que vivem fora da vila do Nordeste, sobretudo alunos do primeiro ciclo, a câmara disponibiliza o transporte até à freguesia da Salga. As aulas decorrerão até ao final do período escolar. A câmara municipal avançou com inscrições para formação em teatro. A aposta da câmara nesta modalidade prende-se com a necessidade de congregar jovens e adultos que nutrem algum gosto por esta arte e que até aqui nunca tiveram a possibilidade ou motivação para integrar ou criar um grupo de teatro. Reforça esta aposta do município também o facto de já existirem no concelho grupos de jovens, distribuídos um pouco pelas freguesias, que têm mostrado interesse em Município abre inscrições para teatro 4 aperfeiçoar conhecimentos na área do teatro, todos eles jovens amadores e com alguma experiência de representação em épocas festivas nas respectivas freguesias. Esta formação está aberta também a pessoas com mais idade e equaciona-se a possibilidade de constituição de um grupo de teatro sénior caso o número de inscritos assim o justifique. Após a fase de inscrições, a câmara municipal definirá o calendário da formação, à semelhança do que fez com a formação musical.

7 Vermicompostagem em fase de implementação de maquinaria A unidade de vermicompostagem, instalada no Aterro Sanitário do Nordeste, encontra-se em fase avançada de implementação, estando já concluída toda a parte de execução de armazéns. Em curso está a construção dos edifícios de apoio à unidade e ao longo dos meses de Maio e Junho proceder-se-á à implementação de maquinaria. A aplicação deste sistema de tratamento mecânico e biológico vai possibilitar o tratamento de resíduos com o recurso à utilização de anelídeos, da espécie designada por minhoca vermelha californiana. O tratamento consiste na digestão da parte orgânica dos resíduos urbanos através de minhocas, sendo o resultado a obtenção de um fertilizante natural, com excelentes características para uso agrícola, que não cansa os solos, que diminui a necessidade de rega e proporciona um crescimento das plantas e desenvolvimento das raízes acrescidos. O material inorgânico remanescente do processo é, após lavagem e separação, enviado para reciclagem. Plano Municipal de Emergência em revisão A comissão que integra o Plano Municipal de Emergência do Nordeste esteve reunida em Abril para revisão deste documento, o qual será sujeito à aprovação do Serviço Regional de Protecção Civil até meados de Julho deste ano. Esta reunião com os elementos que compõem o Plano de Emergência (câmara municipal, bombeiros voluntários, centro de saúde, Polícia de Segurança Pública, Serviço de Acção Social e Santa Casa da Misericórdia do Nordeste) pretendeu actualizar alguns pontos do documento, uma vez que já passaram cinco anos após a sua elaboração, para que este então entre em vigor. O Plano de Emergência do Nordeste, cuja execução foi acompanhada pelo professor Victor Hugo Forjaz, contempla vários cenários de risco, mas tem atenção redobrada às situações de fortes chuvadas e deslizamentos de terras, sendo estes os riscos naturais que mais afectam o concelho do Nordeste pela sua orografia e frequente pluviosidade que aqui se faz sentir. Depois da aprovação pelo Serviço de Protecção Civil dos Açores, será efectuado um simulacro do Plano de Emergência, repetindo-se este teste de dois em dois anos. 5

8 Comunidade nordestense de Toronto em convívio Presidente da câmara, autarcas do Nordestinho e bispo D. David marcam presença A comunidade nordestense radicada na cidade de Toronto e cidades próximas nesta província do Canadá reuniuse a 13 de Março para mais um encontro dos naturais do concelho do Nordeste, com grande participação de famílias de Algarvia, Santo António e São Pedro. Na organização deste encontro estão Luís Amaro (presidente da comissão), Manuel Pacheco, Otília Prazeres, Gabriela Cavaco, Manuel Furtado e Isaías Ribeiro. O convívio, que teve lugar no Ambience Banquet Hall, contou com a presença do presidente da Câmara do Nordeste José Carlos Carreiro e do bispo D. David Dias Pimentel, que se deslocaram com o propósito de acarinhar esta comunidade muito significativa de nordestenses que reside em Toronto. Também estiveram presentes os autarcas das freguesias de Algarvia, Santo António e São Pedro, Herculano Dutra, Carlos Matos e Ernesto Ferreira, respectivamente, convidados pela comissão organizadora dada a predominância de naturais destas freguesias no convívio. Nas palavras de apreço levadas pelos três autarcas aos nordestenses ali presentes, o presidente da Junta de Freguesia de Algarvia, Herculano Dutra, solicitou aos presentes um minuto de silêncio pelas duas pessoas da freguesia que perderam a vida no trágico acidente de 1 de Março passado, fazendo eco da grande consternação que foi para a freguesia e para o Nordeste a perda destes dois conterrâneos ainda em idade tão jovem. Presidente da câmara divulga programa das festas O presidente da Câmara do Nordeste aproveitou a ocasião para levar à comunidade o programa das grandes Festas do Nordeste que se realizam no fim-de-semana de 18 de Julho, assim como o convite para a 20ª edição do Encontro de Nordestenses que este ano tem lugar no concelho do Nordeste a 24 de Julho. A animação do convívio de Toronto esteve a cargo da artista Jessica Amaro, filha de mãe nordestense, da freguesia de Algarvia. Já não é a primeira actuação que a Jessica Amaro faz nestes encontros das comunidades, tendo já actuado no Nordeste por ocasião da Feira de Gastronomia e também em festividades da freguesia de Algarvia. Estes convívios da diáspora constituem sempre uma oportunidade para projectar a comunidade no país de adopção, razão pela qual, entre outras, o presidente da Câmara do Nordeste tem desde sempre acarinhado e marcado presença. Entrevistas a órgãos de comunicação social e visita à Casa dos Açores Nesta deslocação ao Canadá, o presidente da câmara visitou a 16 de Março a Casa dos Açores de Toronto a convite da direcção desta prestigiada instituição, sendo obsequiado com um almoço. No dia 18 de Março, o presidente da câmara foi entrevistado pela jornalista Nellie Pedro, profissional de informação televisiva muito popular entre a comunidade de expressão portuguesa. Presidente da Câmara do Nordeste e comissão organizadora Bispo D. David Dias Pimentel acarinha comunidade 6

9 Comissão presenteia José Carlos Carreiro Troca de lembranças entre o município e comissão organizadora Comissão entrega lembrança ao autarca da freguesia de Algarvia Autarca de São Pedro do Nordestinho recebe lembrança Autarca de Santo António do Nordestinho agraciado Almoço convívio

10 Animação musical por Jéssica Amaro 8

11 Presidente da Casa dos Açores de Toronto em visita ao Nordeste O presidente da Câmara do Nordeste, José Carlos Carreiro, recebeu nos Paços do Concelho o responsável da Casa dos Açores de Toronto, Carlos Botelho, que se encontrava de visita a algumas ilhas dos Açores na companhia de vários órgãos de comunicação social canadianos e de expressão portuguesa. A comitiva da Casa dos Açores de Toronto foi brindada com uma simpática recepção no Salão Nobre dos Paços do Concelho, seguida de troca de lembranças e de um almoço com a presidência da câmara. Na apresentação de cumprimentos, José Carlos Carreiro agradeceu a visita de tão distinta instituição, que muito trabalho tem desenvolvido em prol da comunidade açoriana radicada no canadá, como o próprio autarca teve oportunidade de apreciar na recente deslocação que fez à cidade de Toronto para participar no convívio da diáspora nordestense. O contributo da comunidade açoriana radicada no Canadá foi também enaltecido pelo presidente da Câmara do Nordeste, fazendo referência à quantidade expressiva de empresários, nas mais diversas áreas de actividade, que aqui se ramificou, criando riqueza e dignificando as origens. José Carlos Carreiro encerrou a apresentação de boas vindas ao presidente da Casa dos Açores de Toronto e restante comitiva endereçando um convite para as Festas do Nordeste que se realizam em Julho, e também para a comemoração da 20ª edição do Encontro de Nordestenses que este ano tem lugar no concelho e logo a seguir às maiores festividades concelhias. Os jornalistas que acompanhavam a comitiva aproveitaram a ocasião para entrevistar o presidente da câmara, sendo o trabalho posteriormente divulgado nos respectivas rádios, televisões e jornais aquando da divulgação desta visita da Casa dos Açores e da imprensa à região. Protocolo de geminação com o município de Somerville vai ser assinado nas Festas do Nordeste Inserido nas comemorações do Dia do Município, 18 de Julho, terá lugar nos Paços do Concelho a cerimónia de Geminação do município do Nordeste e a cidade de Somerville, no Estado de Massachusetts, Estados Unidos da América. Para a celebração do protocolo de geminação deslocar-se-á ao concelho uma delegação do município americano, chefiada pelo Mayor Joseph Curtatone. 9 Esta geminação nasce da amizade e cooperação que existe entre a cidade de Somerville e o concelho do Nordeste e pretende aprofundar afinidades e intercâmbios entre os dois municípios em áreas como a cultura, a educação, intercâmbios entre instituições e impulsionar visitas entre entidades civis, religiosas, empresariais e entre representantes do poder local.

12 Ao longo do mês de Abril a câmara municipal procedeu a limpezas, reparações de pavimentos e de muros danificados pelos temporais de 1 de Março. A intervenção da câmara fez-se ao nível de reparações mais pequenas e com vista à reposição da segurança e do quotidiano das pessoas, uma vez que os prejuízos de maior montra, sobretudo de reposição total de pavimentos, não estão ao alcance do município. Para fazer face aos elevados prejuízos dos temporais, os quais rondam 1 milhão de euros, a Câmara Municipal solicitou o apoio do Governo Regional. Limpeza de arruamentos Reconstrução de boeiros e de drenos Reconstrução de muros de suporte Repavimentação de arruamentos Reconstrução de muros de guarda Recuperação de fontenários Recuperação de lavadouros públicos 10

13 Concluída nova campanha de desratização A câmara, em conjunto com os Serviços de Desenvolvimento Agrário, concluiu em finais de Abril a primeira campanha de desratização no concelho, sendo a segunda campanha efectuada no mês de Setembro, após os cortes de milhos para silagens. A desratização é feita em zonas de maior proliferação dos roedores, nomeadamente em terras de cultivo, quintas e pastagens, e é também distribuído raticida por particulares que têm pequenas áreas de cultivo em quintais. Mas a preocupação com a proliferação de ratazanas deve ser de todos, devendo evitar-se a deposição de restos de alimentos nos quintais e na proximidade das habitações, assim como acumulação de lixos. SAÚDE PÚBLICA: LEPTOSPIROSE: SAIBA O QUE É E COMO PREVENIR-SE O QUE É A LEPTOSPIROSE? A Leptospirose é uma doença grave que afecta as pessoas nos meios rurais e que se não for tratada a tempo pode levar à morte. É uma doença infecciosa grave, causada pela bactéria leptospira. A doença é transmitida ao homem através dos ratos e outros animais. COMO AS PESSOAS SE CONTAMINAM? Principalmente através do contacto com a urina do rato ou de outros animais infectados, mas também através da água contaminada com esta urina (a leptospira pode sobreviver na água doce durante vários meses). COMO A BACTÉRIA ENTRA NO OR- GANISMO? Cortes ou arranhões; Mucosas (boca, nariz, olhos, ânus); Alimentos ou água contaminada. COMO EVITAR A LEPTOSPIROSE? Evitar ao máximo o contacto directo com urina de rato e com água suja ou lama, proveniente de enchentes, esgotos ou poças nos quintais, potencialmente contaminada com urina de rato. Usar sempre protecção como botas e luvas de borracha ou na ausência destes, utilizar sacos de plástico duplos presos às mãos e pés. COMO EVITAR OS RATOS E CONSE- QUENTEMENTE A LEPTOSPIROSE? Eliminando as fontes de abrigo, água e alimento, para evitar a sua multiplicação. Através de medidas práticas: 1 Matar os ratos (desratização); 2 Acondicionar devidamente o lixo, armazenando-o em contentores; 3 Evitar a acumulação de entulho no quintal; 4 Fechar os buracos nas telhas, paredes e rodapés; 5 Colocar calhas nas portas, para evitar a entrada de ratos; 6 Retirar todas as noites os vasilhames de alimentos dos cães e outros animais. CUIDADOS IMPORTANTES: LAVAR SEMPRE AS MÃOS após a execução de qualquer tarefa, principalmente após contactar com: animais, lixo, água parada ou lama, alimentos armazenados para animais (rações, silagem ) e terra. Nunca se esqueça que os sintomas iniciais da LEPTOSPIROSE são semelhantes aos da gripe por isso se sentir: Arrepios de frio Tosse Dores de cabeça Febre Mal-estar Coloração amarelada na pele Conselhos do: Serviço de Doenças Infecciosas do Hospital Divino Espírito Santo 11

14 Câmara MUNICIPAL reúne-se Contas aprovadas O órgão executivo da câmara, presidido por José Carlos Carreiro, reuniu-se em sessão ordinária a 22 de Março, 5 e 19 de Abril, sendo esta última reunião presidida pelo vice-presidente Rogério Cabral de Frias face à impossibilidade de presença do responsável máximo da autarquia. A Prestação de Contas referente ao ano de 2009 constituiu um dos assuntos principais da reunião ordinária da câmara, sendo este documento aprovado por maioria de votação. O órgão executivo aprovou igualmente os documentos de Prestação de Contas das empresas municipais Nordeste Activo e HSN, assim como a segunda revisão das Grandes Opções do Plano e Orçamento para o corrente ano financeiro. Passado o período para apreciação pública, a câmara aprovou alguns regulamentos municipais como sejam o de Urbanização e Edificação, Taxas e Licenças e Actividades Diversas, Licenciamentos para Touradas à Corda, Realização e Reforço de Infra-estruturas Urbanísticas e ainda o Regulamento de Apoio à Natalidade, à Família, População Idosa e Apoio Social. O plano de actividades do Centro Desportivo e Recreativo do Nordeste, no valor de euros, foi outra proposta aprovada por maioria pelo executivo. Entre outros assuntos levados a reunião, o órgão aprovou por unanimidade a contratação de empréstimo no valor de mil euros para financiamento de projectos na parte não coberta por fundos comunitários, cujos juros são financiados em 70 ou 50 por cento, dependendo da natureza dos projectos, pelo Governo Regional através de um contracto Araal com a Autarquia. Da presidência do Governo Regional, a câmara tomou conhecimento do apoio do executivo regional à obra de conservação das escolas do primeiro ciclo, o qual será aprovado em próximo conselho do governo. A câmara, por unanimidade, deliberou agradecer a comparticipação financeira (de euros), repondo-se assim o compromisso assumido pela anterior Secretaria da Educação de apoiar a empreitada de beneficiação dos edifícios escolares, tendo a intervenção global custado mil euros. Nesta reunião ordinária a câmara procedeu à adjudicação de exploração do quiosque municipal, tomou conhecimento e endereçou votos de profícuo trabalho aos novos corpos gerentes da Associação de Pais da Escola Básica e Secundária do Nordeste e à Associação Cultural Grupo de Cantares do Nordeste. Da presidência da Assembleia Legislativa Regional, a câmara tomou conhecimento do Voto de Pesar aprovado por este órgão pelas intempéries que afectaram o concelho a 1 de Março e das quais resultaram duas vitimas mortais. Do município de Somerville, nos Estados Unidos, o órgão executivo aprovou por unanimidade a proposta de geminação com o município do Nordeste, tendo em atenção o enriquecimento cultural que esta ligação trará ao Nordeste. Em fim de reunião, a câmara municipal tomou conhecimento do resumo diário da tesouraria. 12

15 Câmara cede plantios para embelezar jardins e varandas Desde há muito a câmara municipal preserva e fomenta o cultivo de árvores e flores e hoje o Nordeste tem um património vegetal invejável. Seguindo esta linha de embelezamento e cuidado do concelho, a câmara criou um regulamento para cedência de plantios. Ao abrigo deste regulamento são cedidos milhares de plantios todos os anos para embelezar jardins, varandas ou espaços envolventes a imóveis, e ainda para actividades pontuais de interesse municipal como eventos culturais e religiosos. Só ao longo de 2009 a câmara cedeu à volta de 10 mil plantas a pessoas singulares, colectivas públicas ou privadas com residência no concelho. Nos meses de Verão, varandas, jardins e espaços envolventes das moradias enchem-se de flores, embelezando as ruas das freguesias e as próprias habitações. Mais uma jornada do Inter Municípios Jogadores do Nordeste destacam-se Os alunos de xadrez dos seis concelhos da ilha disputaram a terceira jornada do Inter Municípios na Escola Secundária da Ribeira Grande. Foram ao todo 96 participações, entres estes os alunos do Nordeste. A Cláudia e a Jenifer Medeiros voltaram a destacar-se na classificação de femininos, assim como na classificação de sub s femininos, a Cláudia nos sub 16 com 8 pontos e a Jenifer nos sub 14 e também com 8 pontos. O Pedro Medeiros e a Daniela Moniz, da Secundária de Nordeste, foram os vencedores dos sub 12, e a Diana Costa, do 1º ciclo da Salga, ficou classificada nos sub 10 femininos. A deslocação e participação dos alunos do Nordeste na jornada tiveram o apoio da câmara municipal e da Escola Básica e Secundária do Nordeste. Com os resultados obtidos pelos atletas do concelho, o município do Nordeste conseguiu um confortável terceiro lugar na classificação progressiva por câmaras. A direcção da prova este a cargo do apadrinhador destes encontros Henrique Cardoso. Nordestenses solidários com o Haiti A colecta feita pelos romeiros de todas as localidades, à excepção da freguesia da Lomba da Fazenda, em que a recolha foi feita pelos escuteiros, atingiu o valor de euros. A colheita será entregue à presidente da Caritas Açores aquando da deslocação desta ao Nordeste em Maio próximo, onde proferirá uma conferência no âmbito das comemorações do aniversário da Santa Casa da Misericórdia de Nordeste. Este donativo será encaminhado para apoio à reconstrução do Haiti, devastado pelo terramoto de 12 de Janeiro último. 13

16 Vila do Nordeste comemora patrono A 23 de Abril a vila do Nordeste comemora o dia do seu padroeiro, São Jorge. Todos os anos, a câmara municipal faz um tapete de verduras à volta da Praça da República para a passagem do Santíssimo Sacramento e decora com flores a entrada da Igreja Matriz. As comemorações tiveram inicio com a habitual alvorada pelas 7h00, seguida de celebração eucarística em honra do padroeiro, ao final da manhã. A eucarística teve a participação dos Bombeiros Voluntários e Escuteiros de Nordeste, sendo São Jorge patrono desta associação e agrupamento. São Jorge apadrinha também a Filarmónica Eco Edificante, a qual honra o seu padroeiro ao incorporar a procissão de Enfermos que se realiza durante esta tarde. No fim da procissão, a filarmónica entoa no interior da Igreja Matriz o hino de São Jorge e do Santíssimo. TABELA DAS MARÉS MAIO DIA DA SEMANA HORA ALTURA 16 DOM 02:29 Preia-mar 08:35 Baixa-mar 14:52 Preia-mar 21:10 Baixa-mar 17 SEG 03:17 Preia-mar 09:21 Baixa-mar 15:41 Preia-mar 22:03 Baixa-mar 18 TER 04:10 Preia-mar 10:13 Baixa-mar 16:36 Preia-mar 23:02 Baixa-mar 19 QUA 05:11 Preia-mar 11:14 Baixa-mar 17:38 Preia-mar 20 QUI 00:09 Baixa-mar 06:20 Preia-mar 12:24 Baixa-mar 18:47 Preia-mar 21 SEX 01:21 Baixa-mar 07:33 Preia-mar 13:40 Baixa-mar 19:57 Preia-mar 22 SÁB 02:30 Baixa-mar 08:43 Preia-mar 14:52 Baixa-mar 21:03 Preia-mar 23 DOM 03:32 Baixa-mar 09:44 Preia-mar 15:54 Baixa-mar 22:03 Preia-mar DIA DA SEMANA HORA ALTURA 24 SEG 04:27 Baixa-mar 10:38 Preia-mar 16:49 Baixa-mar 22:56 Preia-mar 25 TER 05:15 Baixa-mar 11:26 Preia-mar 17:39 Baixa-mar 23:45 Preia-mar 26 QUA 05:59 Baixa-mar 12:11 Preia-mar 18:26 Baixa-mar 27 QUI 00:31 Preia-mar 06:41 Baixa-mar 12:54 Preia-mar 19:10 Baixa-mar 28 SEX 01:15 Preia-mar 07:21 Baixa-mar 13:35 Preia-mar 19:53 Baixa-mar 29 SÁB 01:58 Preia-mar 08:00 Baixa-mar 14:16 Preia-mar 20:35 Baixa-mar 30 DOM 02:39 Preia-mar 8:38 Baixa-mar 14:56 Preia-mar 21:17 Baixa-mar 31 SEG 03:20 Preia-mar 09:17 Baixa-mar 15:37 Preia-mar 21:59 Baixa-mar JUNHO DIA DA SEMANA HORA ALTURA 1 TER 04:02 Preia-mar 09:56 Baixa-mar 16:18 Preia-mar 22:43 Baixa-mar 2 QUA 04:46 Preia-mar 10:39 Baixa-mar 17:03 Preia-mar 23:30 Baixa-mar 3 QUI 05:36 Preia-mar 11:28 Baixa-mar 17:53 Preia-mar 4 SEX 00:23 Baixa-mar 06:33 Preia-mar 12:27 Baixa-mar 18:49 Preia-mar 5 SÁB 01:22 Baixa-mar 07:36 Preia-mar 13:33 Baixa-mar 19:49 Preia-mar 6 DOM 02:22 Baixa-mar 08:39 Preia-mar 14:40 Baixa-mar 20:49 Preia-mar 7 SEG 03:18 Baixa-mar 09:35 Preia-mar 15:40 Baixa-mar 21:44 Preia-mar 8 TER 04:07 Baixa-mar 10:24 Preia-mar 16:31 Baixa-mar 22:33 Preia-mar DIA DA SEMANA HORA ALTURA 9 QUA 04:52 Baixa-mar 11:07 Preia-mar 17:17 Baixa-mar 23:19 Preia-mar 10 QUI 05:34 Baixa-mar 11:48 Preia-mar 18:01 Baixa-mar 11 SEX 00:04 Preia-mar 06:15 Baixa-mar 12:30 Preia-mar 18:45 Baixa-mar 12 SÁB 00:48 Preia-mar 06:57 Baixa-mar 13:13 Preia-mar 19:30 Baixa-mar 13 DOM 01:34 Preia-mar 07:41 Baixa-mar 13:57 Preia-mar 20:17 Baixa-mar 14 SEG 02:22 Preia-mar 08:27 Baixa-mar 14:44 Preia-mar 21:05 Baixa-mar 15 TER 03:11 Preia-mar 09:15 Baixa-mar 15:33 Preia-mar 21:57 Baixa-mar Disponíveis em as tabelas até Dezembro de 2010 Dados do Instituto Hidrográfico. Devido à variação do nível médio do mar, são de esperar alturas de água superiores, em cerca de 0.1 m, aos valores indicados na tabela. Até 28 de Outubro acrescentar 1 hora à tabela (horário de Verão).

Regulamento de Apoio ao Movimento Associativo

Regulamento de Apoio ao Movimento Associativo Regulamento de Apoio ao Movimento Associativo As associações são a expressão do dinamismo e interesse das populações que entusiasticamente se dedicam e disponibilizam em prol da causa pública. As associações

Leia mais

PLANO PLURIANUAL DE INVESTIMENTOS Inicial ANO FINANCEIRO DE 2010 Câmara Municipa l DATAS DAS DELIBERAÇÕES Asse mbleia Municipal Revisã o Alteração Observações: E N T I D A D E P L A N O P L U R I A N U

Leia mais

REGULAMENTO DO PROJECTO PONTE AMIGA

REGULAMENTO DO PROJECTO PONTE AMIGA REGULAMENTO DO PROJECTO PONTE AMIGA NOTA JUSTIFICATIVA Atenta às desigualdades sociais, subjacentes à problemática da pobreza, cada vez mais é necessária a intervenção da autarquia, no âmbito da acção

Leia mais

NÍVEL I INTRODUÇÃO OBJECTIVOS:

NÍVEL I INTRODUÇÃO OBJECTIVOS: INTRODUÇÃO NÍVEL I O Gira-Volei é um jogo de iniciação à modalidade destinada aos jovens com idades compreendidas entre os 8 e 15 anos, onde através do jogo simplificado (2x2) e utilização do passe faz

Leia mais

Acta n.º 13/2010 de 19/05/2010

Acta n.º 13/2010 de 19/05/2010 ------------------------------------- ACTA N.º 13/2010 -------------------------------------- -------- Aos 19 dias do mês de Maio de 2010, pelas 10 horas, no Salão Nobre dos Paços do Município de Celorico

Leia mais

REGULAMENTO MUNICIPAL DE APOIO AO MOVIMENTO ASSOCIATIVO

REGULAMENTO MUNICIPAL DE APOIO AO MOVIMENTO ASSOCIATIVO REGULAMENTO MUNICIPAL DE APOIO AO MOVIMENTO ASSOCIATIVO A Câmara Municipal de Serpa no âmbito da sua politica para as áreas sócio-cultural e desportiva, considera o movimento associativo como parceiro

Leia mais

REGULAMENTO MUNICIPAL DE TRÂNSITO DO CONCELHO DE ALJUSTREL NOTA JUSTIFICATIVA

REGULAMENTO MUNICIPAL DE TRÂNSITO DO CONCELHO DE ALJUSTREL NOTA JUSTIFICATIVA REGULAMENTO MUNICIPAL DE TRÂNSITO DO CONCELHO DE ALJUSTREL NOTA JUSTIFICATIVA Atendendo ao aumento de número de viaturas em circulação, à alteração da circulação em algumas vias e locais, à existência

Leia mais

sobre as quais recaíram despachos de aprovação do Presidente da Câmara, que se submetem a

sobre as quais recaíram despachos de aprovação do Presidente da Câmara, que se submetem a Fl. ATA N.º 14/13 ATA DA REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DA PÓVOA DE VARZIM DE 01 DE JULHO DE 2013 Ao primeiro dia do mês de Julho de dois mil e treze, pelas dezoito horas, na Sala de Reuniões dos

Leia mais

ACTA N.º 17/2009 REUNIÃO ORDINÁRIA DE CÂMARA DE 05 / 08 / 2009 FALTAS JUSTIFICADAS FALTAS INJUSTIFICADAS

ACTA N.º 17/2009 REUNIÃO ORDINÁRIA DE CÂMARA DE 05 / 08 / 2009 FALTAS JUSTIFICADAS FALTAS INJUSTIFICADAS CÂMARA MUNICIPAL DE VIANA DO ALENTEJO _ ACTA N.º 17/2009 REUNIÃO ORDINÁRIA DE CÂMARA DE 05 / 08 / 2009 PRESENÇAS PRESIDENTE : ESTÊVÃO MANUEL MACHADO PEREIRA VEREADORES : VERA LÚCIA CALCA BONITO CARDOSO

Leia mais

Regulamento de Apoio à Mobilidade e Intercâmbio Cultural

Regulamento de Apoio à Mobilidade e Intercâmbio Cultural Regulamento de Apoio à Mobilidade e Intercâmbio Cultural Preâmbulo A Câmara Municipal de Nordeste tem vindo a apoiar ao longo dos anos de forma directa e organizada toda a actividade cultural no concelho

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE MANTEIGAS ACTA N.º 7/2002

CÂMARA MUNICIPAL DE MANTEIGAS ACTA N.º 7/2002 30 ACTA N.º 7/2002 Acta da reunião ordinária realizada aos vinte e sete dias do mês de Março de dois mil e dois. Aos vinte e sete dias do mês de Março de dois mil e dois reuniu no Salão Nobre dos Paços

Leia mais

Plano de Comunicação e Educação para a Sustentabilidade

Plano de Comunicação e Educação para a Sustentabilidade Plano de Comunicação e Educação para a Sustentabilidade Versão 2.0 de 4 de Junho de 2007 Promotores: Co-financiamento: Introdução A Agenda 21 do Vale do Minho é um processo de envolvimento dos cidadãos

Leia mais

-------- ORDEM DE TRABALHOS.

-------- ORDEM DE TRABALHOS. Folha N.º 55 ------------------------------------------ATA NÚMERO NOVE -------------------------------------------- -------- ATA DA REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE MONFORTE, REALIZADA EM 2 DE

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE PAMPILHOSA DA SERRA ACTA Nº 23

CÂMARA MUNICIPAL DE PAMPILHOSA DA SERRA ACTA Nº 23 DE PAMPILHOSA DA SERRA ACTA Nº 23 DA REUNIÃO ORDINÁRIA REALIZADA NO DIA 30/10/2007 (Contém folhas) Estiveram presentes os seguintes membros: Presidente: José Alberto Pacheco Brito Dias (PSD) Vice-Presidente:

Leia mais

Proposta de Regulamento de Apoio e Financiamento do Associativismo Desportivo

Proposta de Regulamento de Apoio e Financiamento do Associativismo Desportivo Proposta de Regulamento de Apoio e Financiamento do Associativismo Desportivo Dezembro 2007 Capítulo I Disposições gerais Artigo 1.º Âmbito e objecto 1. O presente regulamento visa definir as normas e

Leia mais

CENTRO SOCIAL DE S. FÉLIX DA MARINHA

CENTRO SOCIAL DE S. FÉLIX DA MARINHA CENTRO SOCIAL DE S. FÉLIX DA MARINHA Instituição Particular de Solidariedade Social Pessoa Colectiva de Utilidade Pública Fundada a 8 de Agosto de 1995 FUNDAÇÃO A ideia nasce através de um grupo de amigos

Leia mais

Casa do Povo de Porto Judeu Instituição Particular de Solidariedade Social Contribuinte n.º 512 007 136

Casa do Povo de Porto Judeu Instituição Particular de Solidariedade Social Contribuinte n.º 512 007 136 Contribuinte n.º 512 007 136 PLANO DE ACTIVIDADES ANO DE 2009 I INTRODUÇÃO A Casa do Povo de Porto Judeu, como instituição de solidariedade social, e com algum peso no desenvolvimento desta freguesia no

Leia mais

Gripe A (H1N1)_PLANO DE CONTINGÊNCIA

Gripe A (H1N1)_PLANO DE CONTINGÊNCIA ESCOLA SECUNDÁRIA ANTERO DE QUENTAL Largo Mártires da Pátria 9504 520 Ponta Delgada Tel.: 296 20 55 40 Fax: 296 20 55 44 www.esaq.pt Gripe A (H1N1)_PLANO DE CONTINGÊNCIA Gripe H1N1_PLANO DE CONTIGÊNCIA

Leia mais

REUNIÃO DE CÂMARA DE 06 DE JUNHO

REUNIÃO DE CÂMARA DE 06 DE JUNHO REUNIÃO DE CÂMARA DE 06 DE JUNHO 1. A Câmara Municipal aprovou um voto de congratulação ao Clube do Povo de Esgueira. O Clube do Povo de Esgueira é uma instituição de utilidade pública fundada em 8 Novembro

Leia mais

REGULAMENTO MUNICIPAL DE APOIO E FINANCIAMENTO DO ASSOCIATIVISMO DESPORTIVO

REGULAMENTO MUNICIPAL DE APOIO E FINANCIAMENTO DO ASSOCIATIVISMO DESPORTIVO MUNICÍPIO DE S. PEDRO DO SUL GABINETE DE DESPORTO REGULAMENTO MUNICIPAL DE APOIO E FINANCIAMENTO DO ASSOCIATIVISMO DESPORTIVO REGULAMENTO MUNICIPAL DE APOIO E FINANCIAMENTO DO ASSOCIATIVISMO DESPORTIVO

Leia mais

Acta da Reunião Ordinária da Câmara Municipal do Concelho de Figueira Castelo Rodrigo, realizada no dia quatro de Setembro de dois mil e seis.

Acta da Reunião Ordinária da Câmara Municipal do Concelho de Figueira Castelo Rodrigo, realizada no dia quatro de Setembro de dois mil e seis. Acta da Reunião Ordinária da Câmara Municipal do Concelho de Figueira Castelo Rodrigo, realizada no dia quatro de Setembro de dois mil e seis. ------ Aos quatro dias do mês de Setembro do ano de dois mil

Leia mais

ACTA DA REUNIÃO NÚMERO TRINTA E SEIS (36) ASSEMBLEIA FREGUESIA DE ANAIS (MUNICÍPIO DE PONTE DE LIMA) CÓDIGO POSTAL 4990-501

ACTA DA REUNIÃO NÚMERO TRINTA E SEIS (36) ASSEMBLEIA FREGUESIA DE ANAIS (MUNICÍPIO DE PONTE DE LIMA) CÓDIGO POSTAL 4990-501 ACTA DA REUNIÃO NÚMERO TRINTA E SEIS (36) ASSEMBLEIA FREGUESIA DE ANAIS (MUNICÍPIO DE PONTE DE LIMA) CÓDIGO POSTAL 4990-501 Aos vinte e sete dias do mês de Dezembro do ano de dois mil e nove, pelas nove

Leia mais

Edital n.º 0010.07.ED.AG

Edital n.º 0010.07.ED.AG Edital n.º 0010.07.ED.AG Deliberações da Sessão Ordinária da Câmara Municipal Para efeitos do disposto no artigo 91º, da Lei 169/99, de 18 de Setembro, com as alterações introduzidas pela Lei 5-A/2002,

Leia mais

PROPOSTA DE PLANO DE ACTIVIDADES PARA A VILA DE ARCOZELO

PROPOSTA DE PLANO DE ACTIVIDADES PARA A VILA DE ARCOZELO PROPOSTA DE PLANO DE ACTIVIDADES PARA A VILA DE ARCOZELO ANO ECONÓMICO DE 2010 GRANDES OPÇÕES DO PLANO PARA O QUADRIÉNIO 2009 2013 É tempo de um novo mandato autárquico, resultante das eleições do passado

Leia mais

MUNICÍPIO DE ALCOCHETE CÂMARA MUNICIPAL REGULAMENTO DE APOIO AO MOVIMENTO ASSOCIATIVO

MUNICÍPIO DE ALCOCHETE CÂMARA MUNICIPAL REGULAMENTO DE APOIO AO MOVIMENTO ASSOCIATIVO MUNICÍPIO DE ALCOCHETE CÂMARA MUNICIPAL REGULAMENTO DE APOIO AO MOVIMENTO ASSOCIATIVO Introdução 1. As Autarquias locais desempenharam ao longo dos últimos anos um papel insubstituível no desenvolvimento

Leia mais

PROJETO DE REGULAMENTO DO PAVILHÃO GIMNODESPORTIVO NORMA JUSTIFICATIVA

PROJETO DE REGULAMENTO DO PAVILHÃO GIMNODESPORTIVO NORMA JUSTIFICATIVA PROJETO DE REGULAMENTO DO PAVILHÃO GIMNODESPORTIVO NORMA JUSTIFICATIVA O Pavilhão Gimnodesportivo Municipal, constituído pelo recinto de jogos principal, ginásio e sala de musculação, é propriedade da

Leia mais

À HABITAÇÃO DEGRADADA NO

À HABITAÇÃO DEGRADADA NO Praça Luis de Camões.2580-318 ALENQUER. Telel. 263730900. Fax 263711 504. e-mau: peral@cm-alenauer.ot i1 REGULAMENTO DO PROGRAMA DE APOIO À HABITAÇÃO DEGRADADA NO MUNICÍPIO DE ALENQUER Proposta da Câmara

Leia mais

ATA DA REUNIÃO ORDINÁRIA PÚBLICA DO DIA 21-11-2011

ATA DA REUNIÃO ORDINÁRIA PÚBLICA DO DIA 21-11-2011 ATA DA REUNIÃO ORDINÁRIA PÚBLICA DO DIA 21-11-2011 Presidente - António Fernando Raposo Cordeiro Vereadores - Nina Márcia Pacheco Rodrigues Pinto - Helga Margarida Soares Costa - Rui António Dias Carvalho

Leia mais

REGULAMENTO DE ATRIBUIÇÃO DE APOIO FINANCEIRO ÀS ASSOCIAÇÕES AMBIENTAIS, CÍVICAS, CULTURAIS, DESPORTIVAS E JUVENIS DO MUNICÍPIO DA LOUSÃ

REGULAMENTO DE ATRIBUIÇÃO DE APOIO FINANCEIRO ÀS ASSOCIAÇÕES AMBIENTAIS, CÍVICAS, CULTURAIS, DESPORTIVAS E JUVENIS DO MUNICÍPIO DA LOUSÃ REGULAMENTO DE ATRIBUIÇÃO DE APOIO FINANCEIRO ÀS ASSOCIAÇÕES AMBIENTAIS, CÍVICAS, CULTURAIS, DESPORTIVAS E JUVENIS DO MUNICÍPIO DA LOUSÃ CAPÍTULO I Disposições Comuns Artigo 1.º Lei Habilitante O presente

Leia mais

ACTA DA TERCEIRA SESSÃO DA ASSEMBLEIA DE FREGUESIA DO SEIXO, RELATIVA AO MANDATO DE 2009 a 2013, REALIZADA NO DIA 24 DE ABRIL DE 2010

ACTA DA TERCEIRA SESSÃO DA ASSEMBLEIA DE FREGUESIA DO SEIXO, RELATIVA AO MANDATO DE 2009 a 2013, REALIZADA NO DIA 24 DE ABRIL DE 2010 ACTA DA TERCEIRA SESSÃO DA ASSEMBLEIA DE FREGUESIA DO SEIXO, RELATIVA AO MANDATO DE 2009 a 2013, REALIZADA NO DIA 24 DE ABRIL DE 2010 ----- Aos vinte e quatro dias do mês de Abril do ano de dois mil e

Leia mais

REGULAMENTO MUNICIPAL DE INSTALAÇÃO E FUNCIONAMENTO DE RECINTOS DE ESPECTÁCULOS E DIVERTIMENTOS PÚBLICOS

REGULAMENTO MUNICIPAL DE INSTALAÇÃO E FUNCIONAMENTO DE RECINTOS DE ESPECTÁCULOS E DIVERTIMENTOS PÚBLICOS REGULAMENTO MUNICIPAL DE INSTALAÇÃO E FUNCIONAMENTO DE RECINTOS DE ESPECTÁCULOS E DIVERTIMENTOS PÚBLICOS PREÂMBULO O regime jurídico geral aplicável aos recintos de espectáculos e divertimentos públicos

Leia mais

REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE S. JOÃO DA MADEIRA

REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE S. JOÃO DA MADEIRA 1 REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE S. JOÃO DA MADEIRA ACTA Nº 10/2008 - MAIO --- DATA DA REUNIÃO: Vinte de Maio de dois mil e oito. -------------------------------- --- LOCAL DA REUNIÃO: Sala das

Leia mais

Regimento do Conselho Municipal de Educação

Regimento do Conselho Municipal de Educação Considerando que: 1- No Município do Seixal, a construção de um futuro melhor para os cidadãos tem passado pela promoção de um ensino público de qualidade, através da assunção de um importante conjunto

Leia mais

Município de ~danha-a-nova CÂMARA MUNICIPAL

Município de ~danha-a-nova CÂMARA MUNICIPAL ~H~ANOVA Município de ~danha-a-nova EDITAL Regulamento Municipal de Atribuição de Apoios às Freguesias Eng. Armindo Moreira Palma Jacinto, Presidente da Câmara Municipal de Idanha-a-Nova: Torna Público,

Leia mais

Junta de Freguesia de Santiago PLANO DE ACTIVIDADES 2011. Introdução

Junta de Freguesia de Santiago PLANO DE ACTIVIDADES 2011. Introdução Junta de Santiago PLANO DE ACTIVIDADES 21 Introdução O ano de 21, para além de ser um ano de continuidade de Projectos idealizados e iniciados no ano transacto é sem sombra de dúvidas um ano complicado

Leia mais

Plano de Contingência

Plano de Contingência Plano de Contingência Gripe A (H1N1) Creche, Jardim-de-infância e ATL da ASSTAS Índice I INTRODUÇÃO... 2 II OBJECTIVOS... 3 III PREVENÇÃO E INFORMAÇÃO SOBRE A GRIPE A... 4 A) Quais os sintomas?... 4 B)

Leia mais

MUNICÍPIO DE ALCOCHETE

MUNICÍPIO DE ALCOCHETE MUNICÍPIO DE ALCOCHETE ASSEMBLEIA MUNICIPAL N.º 05/08 ACTA DA SESSÃO EXTRAORDINÁRIA DA ASSEMBLEIA MUNICIPAL REALIZADA EM 19 DE NOVEMBRO DE 2008 1 Aos dezanove dias do mês de Novembro do ano de 2008, nesta

Leia mais

REGULAMENTO DE APOIO AO MOVIMENTO ASSOCIATIVO DESPORTIVO

REGULAMENTO DE APOIO AO MOVIMENTO ASSOCIATIVO DESPORTIVO REGULAMENTO DE APOIO AO MOVIMENTO ASSOCIATIVO DESPORTIVO Capitulo I - Generalidades Artigo 1º Definição O Regulamento de Apoio ao Associativismo Desportivo, define os Programas, Tipos de apoio e critérios,

Leia mais

CARTA DO ASSOCIATIVISMO DA ACÇÃO SOCIAL DO CONCELHO DE ESTREMOZ ANEXOS

CARTA DO ASSOCIATIVISMO DA ACÇÃO SOCIAL DO CONCELHO DE ESTREMOZ ANEXOS Carta do Associativismo da Acção Social 2007 - Anexos CARTA DO ASSOCIATIVISMO DA ACÇÃO SOCIAL DO CONCELHO DE ESTREMOZ ANEXOS 2007 Carta do Associativismo da Acção Social 2007 - Anexos CARTA DO ASSOCIATIVISMO

Leia mais

Ata n.º 16/ / Minuta

Ata n.º 16/ / Minuta Ata n.º 6/ / Minuta Reunião Ordinária, realizada em 28 de agosto de 205,, pelas 6,3 A Câmara Municipal de Soure deliberou, nos termos do artigo 57.º da Lei n.º75/203, de 2 de Setembro, aprovar em minuta

Leia mais

REGULAMENTO E TABELA DE TAXAS, TARIFAS E PREÇOS (ALTERAÇÃO)

REGULAMENTO E TABELA DE TAXAS, TARIFAS E PREÇOS (ALTERAÇÃO) REGULAMENTO E TABELA DE TAXAS, TARIFAS E PREÇOS (ALTERAÇÃO) A - ALTERAÇÕES AO REGULAMENTO 1. Alteração do art.º 4º: Artigo 4º - Isenções 1- ( ) 2- ( ) 3- As entidades referidas em 1, através da apresentação

Leia mais

VALNOR comemorou a Semana Europeia da Prevenção de Resíduos

VALNOR comemorou a Semana Europeia da Prevenção de Resíduos VALNOR comemorou a Semana Europeia da Prevenção de Resíduos A Semana Europeia da Prevenção de Resíduos (22 a 30 de novembro) teve por objetivo a promoção do conceito da Prevenção de Resíduos e a realização

Leia mais

Espaços. Sala de Adultos

Espaços. Sala de Adultos Apresentação A Biblioteca Municipal de Murça inaugurada no dia 16 de Setembro de 2005 por S. Exa., a Sr.ª Ministra da Cultura, Professora Doutora Isabel Pires de Lima, integra-se na Rede Nacional de Bibliotecas

Leia mais

BOAS PRÁTICAS PROGRAMA ESCOLHAS

BOAS PRÁTICAS PROGRAMA ESCOLHAS BOAS PRÁTICAS PROGRAMA ESCOLHAS TUTORIAL DE APOIO BOAS PRÁTICAS PROGRAMA ESCOLHAS NESTE DOCUMENTO PODERÁS INSPIRAR-TE EM ALGUNS BONS EXEMPLOS DE PROJETOS DESENVOLVIDOS NO ÂMBITO DO PROGRAMA ESCOLHAS, ASSIM

Leia mais

Informação Escrita. 1. Actividades de Representação e participação externas

Informação Escrita. 1. Actividades de Representação e participação externas Informação Escrita Nos termos da alínea o) do artº.17º da Lei nº.5-a/2002 de 11 de Janeiro, e no âmbito das suas competências, a Junta de Freguesia de Portimão apresenta à Assembleia de Freguesia, a informação

Leia mais

Município de Leiria Câmara Municipal

Município de Leiria Câmara Municipal Divisão Jurídica e Administrativa (DIJA) DELIBERAÇÃO DA REUNIÃO DA CÂMARA MUNICIPAL DE 24 DE NOVEMBRO DE 2015 Serviço responsável pela execução da deliberação Departamento de Planeamento de Gestão Urbanística

Leia mais

M U N I C Í P I O D E S Á T Ã O

M U N I C Í P I O D E S Á T Ã O DA REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE SÁTÃO REALIZADA NO DIA 17-04-2015 PRESENTES ATA Nº. 8/2015 PRESIDENTE VEREADORES Alexandre Vaz Zélia Silva Rosa Carvalho Fernando Gomes Catarina Almeida Silvério

Leia mais

PROJETO ANUAL DA LUDOTECA

PROJETO ANUAL DA LUDOTECA O FAZ DE CONTA PROJETO ANUAL DA LUDOTECA ANO LECTIVO 2014/2015 Inês Matos ÍNDICE I- INTRODUÇÃO 3 II- PROJETOS 5 2.1. Semana da Alimentação 4 2.2. Formação Técnica 6 2.3. Acompanhamento às famílias 6 2.4.

Leia mais

FESTIVAL INTERNACIONAL DE JARDINS DE PONTE DE LIMA REGULAMENTO. 1º Objectivos

FESTIVAL INTERNACIONAL DE JARDINS DE PONTE DE LIMA REGULAMENTO. 1º Objectivos FESTIVAL INTERNACIONAL DE JARDINS DE PONTE DE LIMA REGULAMENTO 1º Objectivos São objectivos do Festival contribuir a nível local, nacional e internacional para uma maior sensibilidade para a arte dos jardins

Leia mais

Acta nº 13 Reunião Extraordinária de 31/05/2010

Acta nº 13 Reunião Extraordinária de 31/05/2010 Presidiu a Senhora Presidente da Câmara Municipal, Ana Cristina Ribeiro Vereadores César Manuel Pereira Peixe Maria Margarida Estrela Rodrigues Pombeiro Luís Artur Ribeiro Gomes Jorge Humberto Brardo Burgal

Leia mais

REGULAMENTO GERAL JOGOS DESPORTIVOS 2011. 1 Introdução

REGULAMENTO GERAL JOGOS DESPORTIVOS 2011. 1 Introdução REGULAMENTO GERAL JOGOS DESPORTIVOS 1 Introdução Fazerem parte de uma equipa, aperceberem-se de que sozinhos e isolados muito pouco conseguirão, entenderem o valor da amizade e do apoio dos companheiros,

Leia mais

Regulamento Municipal de Apoio às Actividades Desportivas

Regulamento Municipal de Apoio às Actividades Desportivas Regulamento Municipal de Apoio às Actividades Desportivas Preâmbulo A Câmara Municipal de Nordeste tem vindo a apoiar ao longo dos anos de forma directa e organizada toda a actividade desportiva no concelho

Leia mais

Plano de Comunicação/Divulgação Pós LIFE

Plano de Comunicação/Divulgação Pós LIFE O Plano de Comunicação/Divulgação Pós LIFE, visa dar a conhecer a forma como a CMMN pretende continuar a divulgar os resultados obtidos ao longo do projecto GAPS. Dividido em duas partes, a primeira tem

Leia mais

A informação que se apresenta resume a atividade desenvolvida entre 24 de outubro e 19 de Dezembro de 2013.

A informação que se apresenta resume a atividade desenvolvida entre 24 de outubro e 19 de Dezembro de 2013. Exma. Senhora Presidente Dr.ª Célia Correia Assembleia de Freguesia de Canidelo. A informação que se apresenta resume a atividade desenvolvida entre 24 de outubro e 19 de Dezembro de 2013. Ação Social

Leia mais

I N F O R M A T I V O C M M

I N F O R M A T I V O C M M C Â M A R A M U N I C I P A L D O S M O S T E I R O S Noba di Musteru I N F O R M A T I V O C M M N º 1 1 O U T U B R O 2 0 1 4 Café do Fogo Apoio a estudantes supera 700 contos/mês A Câmara Municipal

Leia mais

COMISSÃO DAS COMUNIDADES EUROPEIAS

COMISSÃO DAS COMUNIDADES EUROPEIAS COMISSÃO DAS COMUNIDADES EUROPEIAS Bruxelas, 09.03.2001 COM(2001) 128 final 2001/0067 (ACC) VOLUME IV Proposta de DECISÃO DO CONSELHO Relativa à posição da Comunidade no Conselho de Associação sobre a

Leia mais

RELATÓRIO SANTA VITÓRIA SANTA VITÓRIA 1/19. VERSÃO FINAL. Julho de 2013

RELATÓRIO SANTA VITÓRIA SANTA VITÓRIA 1/19. VERSÃO FINAL. Julho de 2013 1/19 Relatório População Na freguesia de Santa Vitória, para além da sede de freguesia, existe outro aglomerado urbano com importância que possui PU definido no âmbito do PDM de Beja actualmente em vigor

Leia mais

REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE S. JOÃO DA MADEIRA. --- DATA DA REUNIÃO: Vinte de Dezembro de dois mil e onze. -----------------------

REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE S. JOÃO DA MADEIRA. --- DATA DA REUNIÃO: Vinte de Dezembro de dois mil e onze. ----------------------- 1 REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE S. JOÃO DA MADEIRA ACTA Nº 25/2011 - DEZEMBRO --- DATA DA REUNIÃO: Vinte de Dezembro de dois mil e onze. ----------------------- --- LOCAL DA REUNIÃO: Sala das

Leia mais

Índice: 1) Identificação.Pág.2. 2) Descrição geral, justificação e funcionamento Pág.2. 3) Objectivos..Pág.5. 4) Duração do programa...pág.

Índice: 1) Identificação.Pág.2. 2) Descrição geral, justificação e funcionamento Pág.2. 3) Objectivos..Pág.5. 4) Duração do programa...pág. Índice: 1) Identificação.Pág.2 2) Descrição geral, justificação e funcionamento Pág.2 3) Objectivos..Pág.5 4) Duração do programa...pág.8 5) Público-alvo..Pág.8 6) Recursos Pág.10 7) Construção, obras

Leia mais

REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE S. JOÃO DA MADEIRA. --- DATA DA REUNIÃO: Dezassete de julho de dois mil e doze. --------------------------

REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE S. JOÃO DA MADEIRA. --- DATA DA REUNIÃO: Dezassete de julho de dois mil e doze. -------------------------- REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE S. JOÃO DA MADEIRA AT A N º 18/2012 - JULHO --- DATA DA REUNIÃO: Dezassete de julho de dois mil e doze. -------------------------- --- LOCAL DA REUNIÃO: Sala das

Leia mais

Manutenção e Limpeza do Espaço Público

Manutenção e Limpeza do Espaço Público Guia da Reforma Administrativa de Lisboa Manutenção e Limpeza do Espaço Público O que é o espaço público? O espaço público é toda a área urbana, edificada ou não edificada, de acesso público. Este inclui:

Leia mais

JUNTA DE FREGUESIA DE ALMADA

JUNTA DE FREGUESIA DE ALMADA JUNTA DE FREGUESIA DE ALMADA REGULAMENTO PARA A CONCESSÃO DE APOIOS A ENTIDADES E ORGANISMOS QUE PROSSIGAM NA FREGUESIA FINS DE INTERESSE PÚBLICO 1 - Nota Justificativa A prossecução do interesse público

Leia mais

MUNICÍPIO DE MELGAÇO REGULAMENTO DE UTILIZAÇÃO E SERVIÇOS PRESTADOS NA «PORTA DE LAMAS DE MOURO» www.cm-melgaco.pt

MUNICÍPIO DE MELGAÇO REGULAMENTO DE UTILIZAÇÃO E SERVIÇOS PRESTADOS NA «PORTA DE LAMAS DE MOURO» www.cm-melgaco.pt MUNICÍPIO DE MELGAÇO REGULAMENTO DE UTILIZAÇÃO E SERVIÇOS PRESTADOS NA www.cm-melgaco.pt Índice PREÂMBULO... 3 Artigo 1º Leis Habilitantes... 3 Artigo 2º Competência... 3 Artigo 3º Âmbito de Aplicação...

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE SANTIAGO DO CACÉM REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE SANTIAGO DO CACÉM, DE DEZOITO DE SETEMBRO DE DOIS MIL E CATORZE

CÂMARA MUNICIPAL DE SANTIAGO DO CACÉM REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE SANTIAGO DO CACÉM, DE DEZOITO DE SETEMBRO DE DOIS MIL E CATORZE REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE SANTIAGO DO CACÉM, DE DEZOITO DE SETEMBRO DE DOIS MIL E CATORZE --------------------------------- Aos dezoito dias do mês de setembro de dois mil e catorze, nesta

Leia mais

Polícia e o Natal das Crianças

Polícia e o Natal das Crianças Nº 4 - Março 2010 Assinatura de Protocolo - SES da PN e SS da PSP Polícia e o Natal das Crianças A o longo de muitos anos, o Serviço Social vem programando, conjuntamente com as unidades policiais e serviços,

Leia mais

Regulamento Municipal de Apoio Financeiro às Modalidades Desportivas

Regulamento Municipal de Apoio Financeiro às Modalidades Desportivas Regulamento Municipal de Apoio Financeiro às Modalidades Desportivas Câmara Municipal de Viana do Alentejo Divisão de Desenvolvimento Social e Humano www.cm-vianadoalentejo.pt Tel.: 266 930 010 mail: dasedu@cm-vianadoalentejo.pt

Leia mais

Junta de Freguesia de Carnaxide www.jf-carnaxide.pt

Junta de Freguesia de Carnaxide www.jf-carnaxide.pt UNIVERSIDADE SÉNIOR DE CARNAXIDE - APRENDIZAGEM E LAZER ARTIGO 1º Aspectos Gerais REGULAMENTO 1- A Universidade Sénior de Carnaxide - Aprendizagem e Lazer, adiante designada por USCAL, tem por objectivo

Leia mais

CEPSA Portuguesa Petróleos, SA

CEPSA Portuguesa Petróleos, SA Câmara Municipal de Matosinhos Plano de Emergência Externo CEPSA Portuguesa Petróleos, SA MARÇO 2011 PEE Cepsa Pág. i de 57 Índice NOTA PRÉVIA... ERRO! MARCADOR NÃO DEFINIDO. 1 ENQUADRAMENTO GERAL DO PLANO...

Leia mais

Construir o futuro de novas gerações em Alenquer

Construir o futuro de novas gerações em Alenquer Construir o futuro de novas gerações em Alenquer Projeto para a construção de Jardim de Infância, sala multiusos e passagem coberta para refeitório. Vamos apresentar-vos A comissão de pais. Os motivos

Leia mais

REGULAMENTO programa de apoio às pessoas colectivas de direito privado sem fins lucrativos do município de santa maria da feira

REGULAMENTO programa de apoio às pessoas colectivas de direito privado sem fins lucrativos do município de santa maria da feira REGULAMENTO programa de apoio às pessoas colectivas de direito privado sem fins lucrativos do município de santa maria da feira PG 02 NOTA JUSTIFICATIVA O presente regulamento promove a qualificação das

Leia mais

Acta da reunião ordinária da Câmara Municipal do Concelho de Vila Velha de Ródão levada a efeito em vinte e quatro de Maio de dois mil.

Acta da reunião ordinária da Câmara Municipal do Concelho de Vila Velha de Ródão levada a efeito em vinte e quatro de Maio de dois mil. FL 46 ACTA DE / /20 Acta da reunião ordinária da Câmara Municipal do Concelho de Vila Velha de Ródão levada a efeito em vinte e quatro de Maio de dois mil. Acta º12 --------Aos vinte e quatro dias do mês

Leia mais

Regulamento Interno do Voluntariado. Aprovado em 20 de Maio de 2002

Regulamento Interno do Voluntariado. Aprovado em 20 de Maio de 2002 Aprovado em 20 de Maio de 2002 www.faad.online.pt 1/1 CAPÍTULO I NATUREZA, FINS E DEFINIÇÃO ARTIGO 1º 1. A Fundação de Aurélio Amaro Diniz é uma Instituição Particular de Solidariedade Social registada

Leia mais

Junta de Freguesia da Misericórdia PRIMEIRA INFORMAÇÃO ESCRITA DA PRESIDENTE DA JUNTA

Junta de Freguesia da Misericórdia PRIMEIRA INFORMAÇÃO ESCRITA DA PRESIDENTE DA JUNTA PRIMEIRA INFORMAÇÃO ESCRITA DA PRESIDENTE DA JUNTA ÍNDICE pág. PREÂMBULO 3 HABITAÇÃO E OBRAS, ESPAÇO PÚBLICO, TRÂNSITO, ESTACIONAMENTO E SEGURANÇA 3 Habitação e Obras 3 Espaço Público, Trânsito, Estacionamento

Leia mais

Escola do 1º Ciclo com Pré-Escolar do Lombo de São João [Ribeira Brava] Projeto Educativo de Escola 2012-2015

Escola do 1º Ciclo com Pré-Escolar do Lombo de São João [Ribeira Brava] Projeto Educativo de Escola 2012-2015 Escola do 1º Ciclo com Pré-Escolar do Lombo de São João [Ribeira Brava] Projeto Educativo de Escola 2012-2015 Escola Básica do 1º Ciclo com Pré- Escolar do Lombo de São João - Ribeira Brava 1 Índice Introdução...

Leia mais

Informação Escrita. 1. Actividades de Representação e participação externas

Informação Escrita. 1. Actividades de Representação e participação externas Informação Escrita Nos termos da alínea o) do artº.17º da Lei nº.5-a/2002 de 11 de Janeiro, e no âmbito das suas competências, a Junta de Freguesia de Portimão apresenta à Assembleia de Freguesia, a informação

Leia mais

REFERÊNCIA: Processo número zero seis DAGF barra SC de Dois Mil e Catorze. ---------

REFERÊNCIA: Processo número zero seis DAGF barra SC de Dois Mil e Catorze. --------- REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE SANTIAGO DO CACÉM, DE VINTE E QUATRO DE ABRIL DE DOIS MIL E CATORZE ---------------------------- -- Aos vinte e quatro dias do mês de março de dois mil e catorze,

Leia mais

REGULAMENTO MUNICIPAL DE APOIOS AO ASSOCIATIVISMO

REGULAMENTO MUNICIPAL DE APOIOS AO ASSOCIATIVISMO REGULAMENTO MUNICIPAL DE APOIOS AO ASSOCIATIVISMO (Aprovado na 6ª Reunião Ordinária de Câmara Municipal realizada em 18 de Março de 2003, na 2ª Sessão Extraordinária de Assembleia Municipal, realizada

Leia mais

Circuito Nacional de Bodyboard Esperanças 2014

Circuito Nacional de Bodyboard Esperanças 2014 CADERNO DE ENCARGOS Circuito Nacional de Bodyboard Esperanças 2014 1. INTRODUÇAO Utilidade Pública Desportiva - Despacho 49/94, de 9.9.1994 Com o objectivo de aumentar o número de provas existentes em

Leia mais

MANUTENÇÃO DE JARDINS MUNICIPAIS E ESPAÇOS VERDES ESCOLARES

MANUTENÇÃO DE JARDINS MUNICIPAIS E ESPAÇOS VERDES ESCOLARES MANUTENÇÃO DE JARDINS MUNICIPAIS E ESPAÇOS VERDES ESCOLARES RELATÓRIO ANUAL 2011 ÍNDICE Introdução ------------------------------------------------------------------------------------- Pág. 2 1 - Competências

Leia mais

ATA DA REUNIÃO ORDINÁRIA DO DIA DEZASSETE DE DEZEMBRO DE DOIS MIL E CATORZE. Discussão e aprovação da ata nº 28 realizada no dia 3 de dezembro de 2014

ATA DA REUNIÃO ORDINÁRIA DO DIA DEZASSETE DE DEZEMBRO DE DOIS MIL E CATORZE. Discussão e aprovação da ata nº 28 realizada no dia 3 de dezembro de 2014 Ata n.º 29/14 ATA DA REUNIÃO ORDINÁRIA DO DIA DEZASSETE DE DEZEMBRO DE DOIS MIL E CATORZE Aos dezassete dias do mês de dezembro do ano de dois mil e catorze, pelas quinze horas, no Salão Nobre dos Paços

Leia mais

PROJECTO DE REGULAMENTO MUNICIPAL DE ATRIBUIÇÃO DE APOIOS FINANCEIROS E NÃO FINANCEIROS. Nota justificativa

PROJECTO DE REGULAMENTO MUNICIPAL DE ATRIBUIÇÃO DE APOIOS FINANCEIROS E NÃO FINANCEIROS. Nota justificativa PROJECTO DE REGULAMENTO MUNICIPAL DE ATRIBUIÇÃO DE APOIOS FINANCEIROS E NÃO FINANCEIROS Nota justificativa A prossecução do interesse público municipal nas áreas da cultura, da acção social, das actividades

Leia mais

Junta de Freguesia de Ançã

Junta de Freguesia de Ançã REGULAMENTO DE ATRIBUIÇÃO DE SUBSÍDIOS ÀS ACTIVIDADES DAS ASSOCIAÇÕES DESPORTIVAS, RECREATIVAS E CULTURAIS DA FREGUESIA DE ANÇÃ A importância do associativismo para o desenvolvimento harmonioso da freguesia

Leia mais

Comissão de Protecção de Crianças e Jovens em Risco de Mondim de Basto

Comissão de Protecção de Crianças e Jovens em Risco de Mondim de Basto Comissão de Protecção de Crianças e Jovens em Risco de Mondim de Basto Regulamento Interno Regulamento Interno CPCJ 1 Capítulo I Disposições gerais Artigo 1.º 1. A Lei de Protecção de Crianças e Jovens

Leia mais

ACTA N.º 07/2010 REUNIÃO ORDINÁRIA DE 06/07/2010

ACTA N.º 07/2010 REUNIÃO ORDINÁRIA DE 06/07/2010 ACTA N.º 07/2010 REUNIÃO ORDINÁRIA DE 06/07/2010 Nos Termos do art.º 91.º da Lei nº.169/99, de 18/09, as actas são publicitadas na íntegra, mediante edital afixado durante 5 dos 10 dias subsequentes à

Leia mais

MUN I C Í P I O D E S Á T Ã O

MUN I C Í P I O D E S Á T Ã O DA REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE SÁTÃO REALIZADA NO DIA 18-09-2015 PRESENTES ATA Nº. 19/2015 PRESIDENTE Alexandre Vaz VICE- PRESIDENTE Paulo Santos VEREADORES Zélia Silva Rosa Carvalho Fernando

Leia mais

ACTA DA REUNIÃO DA ASSEMBLEIA GERAL

ACTA DA REUNIÃO DA ASSEMBLEIA GERAL SANTA CASA DA MISERICÓRDIA DE LAJES DO PICO ACTA DA REUNIÃO DA ASSEMBLEIA GERAL Aos vinte e dois dias do mês de Novembro do ano dois mil e treze, no auditório municipal das Lajes do Pico, reuniu extraordinariamente

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTACIONAMENTO DO MUNÍCIPIO DE VILA NOVA DE GAIA

REGULAMENTO DE ESTACIONAMENTO DO MUNÍCIPIO DE VILA NOVA DE GAIA REGULAMENTO DE ESTACIONAMENTO DO MUNÍCIPIO DE VILA NOVA DE GAIA 2 Preâmbulo Considerando que o progressivo aumento do parque automóvel e, consequentemente, da procura de estacionamento para satisfação

Leia mais

Capítulo 1 Prova de 10 km

Capítulo 1 Prova de 10 km 17ª CORRIDA EM ATLETISMO CIDADE DE VENDAS NOVAS 16 DE MAIO DE 2010 Regulamento Capítulo 1 Prova de 10 km 1. Participação Podem participar atletas populares e federados masculinos e femininos desde que

Leia mais

É precisamente nestas alturas que temos de equacionar todos os meios possíveis para tornar viáveis, nomeadamente, os museus.

É precisamente nestas alturas que temos de equacionar todos os meios possíveis para tornar viáveis, nomeadamente, os museus. Museus Novos produtos para novos públicos António Ponte Paço dos Duques de Bragança PORTO, 2011-11-07 Ao iniciar esta apresentação quero agradecer o convite que nos foi endereçado para apresentar a situação

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE APOIO AO ASSOCIATIVISMO

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE APOIO AO ASSOCIATIVISMO REGULAMENTO DO PROGRAMA DE APOIO AO ASSOCIATIVISMO NOTA JUSTIFICATIVA O associativismo seja de carácter desportivo, cultural ou juvenil, apresenta-se como uma importante dimensão da vida das comunidades

Leia mais

Mês Objetivos Atividades Local Recursos Colaboradores

Mês Objetivos Atividades Local Recursos Colaboradores Graça Jardim Proporcionar aos um ambiente acolhedor e amigo, integrando-os no centro de ; Receção aos e visualização de fotografias de anos anteriores. Cento Social e Cultural do Cabouco. Tela. Projetor

Leia mais

Fitness / Hip Hop Challenge Tour. Caderno de Organização

Fitness / Hip Hop Challenge Tour. Caderno de Organização Fitness / Hip Hop Challenge Tour Caderno de Organização 2009 / 2010 Evento: Fitness / Hip Hop Challenge Tour Data: (a definir) Local: (a definir) N.º estimado de participantes: 200 (média) Escalões participantes:

Leia mais

FL 128 ACTA DE / /20

FL 128 ACTA DE / /20 FL 128 ACTA DE / /20 Acta da reunião ordinária da Câmara Municipal do Concelho de Vila Velha de Ródão levada a efeito no dia onze de Dezembro de dois mil e três Acta º28 --------Aos onze dias do mês de

Leia mais

REGULAMENTO, CONSTITUIÇÃO E CRIAÇÃO DO CONSELHO MUNICIPAL DE DESPORTO PREÂMBULO

REGULAMENTO, CONSTITUIÇÃO E CRIAÇÃO DO CONSELHO MUNICIPAL DE DESPORTO PREÂMBULO REGULAMENTO, CONSTITUIÇÃO E CRIAÇÃO DO CONSELHO MUNICIPAL DE DESPORTO PREÂMBULO As Autarquias desempenham um papel fundamental no desenvolvimento desportivo e no incremento da prática desportiva, devido

Leia mais

BOLETIM INFORMATIVO JUNTA DE FREGUESIA DE S. JOÃO DO CAMPO EDITORIAL SUMÁRIO ANO 7 BOLETIM Nº 27 2012 JULHO AGOSTO SETEMBRO EDITORIAL

BOLETIM INFORMATIVO JUNTA DE FREGUESIA DE S. JOÃO DO CAMPO EDITORIAL SUMÁRIO ANO 7 BOLETIM Nº 27 2012 JULHO AGOSTO SETEMBRO EDITORIAL ANO 7 BOLETIM Nº 27 2012 SUMÁRIO BOLETIM INFORMATIVO EDITORIAL JULHO AGOSTO SETEMBRO A Rua principal, a Dr Jaime Cortesão tem estado cortada EDITORIAL MANIFESTAÇÃO EM LISBOA POSTO MÉDICO ao trânsito, devido

Leia mais

Plano Anual de Actividades, Conta de Exploração Previsional. Orçamento de Investimentos e Desinvestimentos 2010

Plano Anual de Actividades, Conta de Exploração Previsional. Orçamento de Investimentos e Desinvestimentos 2010 Plano Anual de Actividades, Conta de Exploração Previsional e Orçamento de Investimentos e Desinvestimentos 2010 Nome: Centro Social de Cultura e Recreio da Silva Natureza Jurídica: Associação - Instituição

Leia mais

MUNICÍPIO DE PAREDES DE COURA

MUNICÍPIO DE PAREDES DE COURA MUNICÍPIO DE PAREDES DE COURA ACTA N.º 05/2007 DA REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL REALIZADA NO DIA 26 DE FEVEREIRO DE 2007 (Contém 06 páginas) ESTIVERAM PRESENTES OS SEGUINTES MEMBROS: PRESIDENTE:

Leia mais

CONSELHO LOCAL DE ACÇÃO SOCIAL DE CASTELO DE VIDE

CONSELHO LOCAL DE ACÇÃO SOCIAL DE CASTELO DE VIDE CONSELHO LOCAL DE ACÇÃO SOCIAL DE CASTELO DE VIDE ACTA Nº. 2/2009 Reunião do Conselho Local de Acção Social de Castelo de Vide realizada no dia doze de Maio de dois mil e nove - - - - Aos doze dias do

Leia mais

JUNTA DE FREGUESIA DE ALCABIDECHE. Índice. Actividades de Tempos Livres... 4. Colectividades... 7. Acção Social... 8. Salubridade e Cemitério...

JUNTA DE FREGUESIA DE ALCABIDECHE. Índice. Actividades de Tempos Livres... 4. Colectividades... 7. Acção Social... 8. Salubridade e Cemitério... 1 Índice Introdução... 2 Educação... 3 Actividades de Tempos Livres... 4 Cultura... 5 Desporto... 6 Colectividades... 7 Acção Social... 8 Salubridade e Cemitério... 10 Toponímia... 11 Obras... 12 Rede

Leia mais

Regimento de Guarnição N.º1

Regimento de Guarnição N.º1 NEWSLETTER Edição N.º 06/ 2015 Lápide existente no Corpo da Guarda, junto à porta principal do Castelo de S. João Baptista (do governo do Mestre de Campo Manuel de Sousa Pacheco, governador do castelo

Leia mais