01 INGLÊS. Improvements. Microsoft Flight Simulator includes all world airports 29th February 2020

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "01 INGLÊS. Improvements. Microsoft Flight Simulator includes all world airports 29th February 2020"

Transcrição

1

2 01 INGLÊS Microsoft Flight Simulator includes all world airports 29th February 2020 The Microsoft airplane game Flight Simulator has been upgraded to include every airport in the world. This means gamers will have a choice of over 37,000 airports to take off from and land at. The upgrade has added over 13,000 new airports to the previous version of the game, which included 24,000 airports. The game includes international hubs like New York's JFK and London Heathrow. It also includes tiny airports like rural, grassy landing strips and runways that are in the middle of deserts or on the top of mountains. The 37,000 airports in Flight Simulator have been manually designed to look like the real airports. Designers used satellite images and Bing Maps to do this. The graphics are also much better in the latest release of Flight Simulator. The designers put a lot of work and effort into increasing the level of detail you see. Gamers will see windsocks blowing in the wind and service vehicles driving around the roads next to the runways. The markings on the runways in the game are the same as those on the real runways. Lead game designer Sven Mestas said: "To reach a new level, we needed a new approach. We decided to innovate by editing airports from real satellite pictures. This technique involves editing each airport manually. This means we paid particular attention to detail to bring every airport a step closer to reality." Disponível em: Acesso em: 18/03/ FLIGHT SIMULATORS: Students, talk to other students (ON-LINE) about flight simulators. Change partners often and share your findings. You can send the answers and discuss on whatsapp group. 02. CHAT: What will the article say about them? What can you say about these words and your life? Write the words into Portuguese. airplane / game / flight / simulator / choice / airports / international / runway / desert designer / detail / wind / vehicles / level / approach / innovate / satellite / reality 03. AIRPORTS: How could these things be improved? Why? Complete this table with your partner(s). Change partners often and share what you wrote. Runways Check-in Shopping Immigration Information Facilities Improvements Why? 04. TRUE / FALSE: Read the headline. Guess if 1-8 below are true (T) or false (F). A) Gamers will be able to simulate landing at more than 37,000 airports. T / F B) Microsoft has more than doubled the number of airports in the game. T / F C) The new game does not include landing strips or desert runways. T / F D) Designers used Google Maps to create the graphics for the airports. T / F E) Designers want to add windsocks in a future version of the game. T / F F) The game's runway markings are the same as in real-life runways. T / F G) A designer said each airport in the game was edited manually. T / F H) A designer said airports in the game are exactly the same as in reality. T / F 05. SYNONYM MATCH: Match the following synonyms from the article. upgraded choice previous manually images latest detail lead technique step stage done by hand most recent selection top improved method earlier exactness pictures 06. Comprehension questions A) A How many airports does Microsoft's Flight Simulator now have? 2

3 B) How many new airports did Microsoft add to Flight Simulator? C) Where did the article say there were airports in the middle of? D) What did designers do to each airport? E) What search engine did designers get their images from? F) What did the article say was much better in the latest release? G) What can gamers see blowing in the wind? H) What can gamers see driving around runways? I) What did the designers decide to do? J) What did a designer say the simulator was a step closer to? 02 ESPANHOL 07. Complete las frases con los verbos conjugados en pretérito imperfecto de indicativo. A) Siempre nuestro almuerzo con los demás. (compartir/yo) B) Antes comer en la cafetería. (soler/yo) C) El año pasado aún con tu hermano. (dormir/tú) D) Los actores autógrafos después de cada función. (firmar/ellos) E) A mi antiguo coche le arrancar. (costar/él) 08. Reescriba las frases conjugando los verbos en pretérito perfecto compuesto de indicativo. A) Él (visitar) el Museo del Prado ese mes B) Yo ya (ver) la película del Hombre Araña C) Nosotros (limpiar) la casa hoy. 09. Complete las frases conjugando los verbos en pretérito indefinido. A) Yo por esa calle ayer. (caminar) B) Los jóvenes mucho esa noche. (beber) C) La organización las invitaciones para el evento. (imprimir) D) Las bandas muy bien anoche. (tocar) 10. Establezca la diferencia entre el pretérito perfecto compuesto de indicativo y el pretérito indefinido. 11. Subraya en el texto los verbos que están conjugados en pretérito perfecto simple (indefinido). A algunas personas les gustan los gatos, mientras otras prefieren los perros. Una de las ventajas de los gatos es que ellos cazan a los ratones. Sin embargo, con base en una investigación de la Facultad de Veterinaria de España, los perros empezaron a ganar la batalla de la preferencia. El mejor amigo del hombre cazó cuatro ratones, mientras el gato solo capturó dos en el mismo espacio de tiempo. El resultado sorprendió a mucha gente y ahora las ventas de los perros crecieron más de un cincuenta por ciento. 3

4 03 LÍNGUA PORTUGUESA 13. O anúncio abaixo foi patrocinado pelo Ministério dos Transportes e tem causado grande polêmica na mídia nacional. Leia-o e responda ao que se pede. De Gramática e de Linguagem E havia uma gramática que dizia assim: "Substantivo (concreto) é tudo quanto indica Pessoa, animal ou cousa: João, sabiá, caneta". Eu gosto das cousas. As cousas sim!... As pessoas atrapalham. Estão em toda parte. Multiplicam-se em excesso. As cousas são quietas. Bastam-se. Não se metem com ninguém. Uma pedra. Um armário. Um ovo. (Ovo, nem sempre, Ovo pode estar choco: é inquietante...) As cousas vivem metidas com as suas cousas. E não exigem nada. Apenas que não as tirem do lugar onde estão. E João pode neste mesmo instante vir bater à nossa porta. Para quê? Não importa: João vem! E há de estar triste ou alegre, reticente ou falastrão, Amigo ou adverso...joão só será definitivo Quando esticar a canela. Morre, João... Mas o bom mesmo, são os adjetivos, Os puros adjetivos isentos de qualquer objeto. Verde. Macio. Áspero. Rente. Escuro. luminoso. Sonoro. Lento. Eu sonho Com uma linguagem composta unicamente de adjetivos Como decerto é a linguagem das plantas e dos animais. Ainda mais: Eu sonho com um poema Cujas palavras sumarentas escorram Como a polpa de um fruto maduro em tua boca, Um poema que te mate de amor Antes mesmo que tu saibas o misterioso sentido: Basta provares o seu gosto... Mario Quintana Relacione as linguagens verbal e não verbal e explique que aspectos desse texto ajudam a justificar a polêmica que o envolve. 12. Sobre o texto, responda: A) Segundo o poema, em se tratando de substantivos, os que designam coisas são mais aprazíveis que os que designam pessoas. Justifique essa afirmação usando versos do poema. B) Na conjuntura do texto, o que significa a expressão esticar as canelas? Justifique Levando em conta o aspecto total do texto, explique a ambiguidade contida no enunciado: Ceará. Quem conhece só fala bem. 4

5 15. O texto contém duas expressões representativas de variações não formais do modelo que... Arribando a que tipologia variacionista essas expressões pertencem? Qual a importância delas para a construção de sentidos do texto? Texto para as questões 16 e 17. Em bom português No Brasil, as palavras envelhecem e caem como folhas secas. Não é somente pela gíria que a gente é apanhada (aliás, já não se usa mais a primeira pessoa, tanto do singular como do plural: tudo é a gente ). A própria linguagem corrente vai-se renovando e a cada dia uma parte do léxico cai em desuso. Minha amiga Lila, que vive descobrindo essas coisas, chamou minha atenção para os que falam assim: Assisti a uma fita de cinema com um artista que representa muito bem. Os que acharam natural essa frase, cuidado! Não saberão dizer que viram um filme com um ator que trabalha bem. E irão ao banho de mar em vez de ir à praia, vestido de roupa de banho em vez de biquíni, carregando guarda sol em vez de barraca. Comprarão um automóvel em vez de comprar um carro, pegarão um defluxo em vez de um resfriado, vão andar no passeio em vez de passear na calçada. Viajarão de trem de ferro e apresentarão sua esposa ou sua senhora em vez de apresentar sua mulher. SABINO, F. Folha de S. Paulo, 13 abr (ENEM, 2014) 16. Levando em conta o contexto geral do texto, explique o sentido do enunciado: as palavras envelhecem e caem como folhas secas. 17. Leia o comentário do linguista João Ubaldo: As palavras não envelhecem, as pessoas que as usam é que, pouco a pouco, definham e perdem o sentido. As palavras de J. Ubaldo confirmam ou contradizem o texto de F. Sabino? Explique. Texto para as questões 18 e 19. Você gosta de criticar os outros? Oscar Wilde disse: aqueles que não fazem nada estão sempre dispostos a criticar os que fazem algo. Um dos grandes defeitos que a humanidade carrega é gostar de criticar ao próximo. A sociedade, a família e os amigos sentem prazer em dizer: você não deveria ter feito tal curso, você tinha que ter ido para outro hospital, você não tratou a situação do jeito que deveria, você está precipitando, você tinha que ter sido mais rápido, você tinha que ter levado ele (a) em outro médico, etc. Há algo muito interessante em pessoas que gostam de criticar: Elas criticam, mas não fazem nada, não ajudam, não partem para ação. É como se ficassem assistindo tudo de camarote e resmungando. Como é fácil ficar sentado reclamando, achando defeito nos outros, ao invés de ajudar. Outro detalhe importante é: Quem me ensinou a ter este péssimo hábito? Pode acreditar, o indivíduo que se comporta dessa maneira cresceu vendo alguém de sua família sendo um exímio crítico e sem perceber, você começou a imitar esta pessoa. Infelizmente, muitos filhos crescem vendo o pai ou a mãe representando o papel de crítico e escutando frases assim: você faz tudo errado, você não presta atenção em nada, você é igual às pessoas da sua família, vocês não servem para nada, etc. Uma criança que cresce interiorizando estas palavras possui grande chance de se tornar um adulto insatisfeito, que só critica e não parte para a ação. Faça a seguinte pergunta a si mesmo: Eu cresci escutando coisas negativas e me tornei uma pessoa negativa? Se a resposta for sim, agora é o momento de você mudar. Lembre-se que somos o resultado do que pensamos e falamos, então a partir do momento que você passar a se vigiar, automaticamente estará fazendo uma mudança em sua mente, em sua forma de agir. Quem ajuda está produzindo algo bom e se torna feliz; quem critica está disseminando a maldade e a tristeza e consequentemente se torna uma pessoa frustrada e infeliz. Levy Júnior. Política e comportamento. Blogdolevy. 18. Releia o trecho: aqueles que não fazem nada estão sempre dispostos a criticar os que fazem algo. Escreva um parágrafo comentando o pensamento explicitado acima. 19. Sobre o texto, responda: A) Conforme o texto, que comportamentos costumam acompanhar uma pessoa crítica? Justifique. B) Conforme o texto, qual a origem do comportamento do indivíduo crítico? Explique. 5

6 Texto para as questões 20 e 21. De domingo 04 LITERATURA Era mais um dia de folga comum quando os colegas do fórum se encontram e dialogam até que... Outrossim? O quê? O que o quê? O que você disse. Outrossim? É. O que que tem? Nada. Só achei engraçado. Não vejo a graça. Você vai concordar que não é uma palavra de todos os dias. Ah, não é. Aliás, eu só uso domingo. Se bem que parece uma palavra de segunda-feira. Não. Palavra de segunda-feira é óbice. Ônus. Ônus também. Desiderato. Resquício. Resquício é de domingo. Não, não. Segunda. No máximo terça. Mas outrossim, francamente Qual o problema? Retira o outrossim. Não retiro. É uma ótima palavra. Aliás, é uma palavra difícil de usar. Não é qualquer um que usa outrossim. VERÍSSIMO. L.F. Comédias da vida privada. Porto Alegre: LP&M, O texto retrata uma situação em que claramente ocorreu um ruído obstáculo na concretização do diálogo - na comunicação. Que ruído foi esse? Explique. 21. Releia o trecho: Você vai concordar que não é uma palavra de todos os dias Na narrativa essa expressão apresenta dupla conotação. Explique que conotações são essas. Texto para as questões 22 e 23. Cumpridos dez anos de prisão por um crime que não pratiquei e do qual, entanto, nunca me defendi, morto para a vida e para os sonhos nada podendo já esperar e coisa alguma desejando eu venho fazer enfim a minha confissão: isto é, demonstrar a minha inocência. Talvez não me acreditem. Decerto que não me acreditam. Mas pouco importa. O meu interesse hoje em gritar que não assassinei Ricardo de Loureiro é nulo. Não tenho família; não preciso que me reabilitem. Mesmo, quem esteve dez anos preso, nunca se reabilita. A verdade simples é esta. [...] Mas o que ainda uma vez, sob minha palavra de honra, afirmo é que só digo a verdade. Não importa que me acreditem, mas só digo a verdade mesmo quando ela é inverossímil. A minha confissão é um mero documento. A Confissão de Lúcio, Mário de Sá-Carneiro 22. Com base em seus conhecimentos sobre a obra mencionada, explique o motivo do narrador-protagonista esperar dez anos, estando na prisão, para só então revelar sua inocência. 23. Retire da passagem acima a oração (apenas uma) que melhor representa uma fala contraditória do narradorpersonagem considerando que o trecho acima corresponde ao momento em que o narrador apresenta, finalmente, a sua versão dos fatos e o faz para comprovar sua inocência. TEXTO I Dispersão (Mário de Sá-Carneiro) Perdi-me dentro de mim Porque eu era labirinto, E hoje, quando me sinto, É com saudades de mim. Passei pela minha vida Um astro doido a sonhar. Na ânsia de ultrapassar, Nem dei pela minha vida... TEXTO II Eu (Florbela Espanca) Eu sou a que no mundo anda perdida, Eu sou a que na vida não tem norte, Sou a irmã do Sonho, e desta sorte Sou a crucificada a dolorida 6 Sombra de névoa tênue e esvaecida, E que o destino amargo, triste e forte, Impele brutalmente para a morte! Alma de luto sempre incompreendida!

7 24. Os dois primeiros poemas pertencem a poetas do primeiro momento do modernismo português. Ainda que pertençam a poetas diferentes os textos mantêm características em comum, cite-as. TEXTO III Isto Dizem que finjo ou minto Tudo que escrevo. Não. Eu simplesmente sinto Com a imaginação. Não uso o coração. Tudo o que sonho ou passo O que me falha ou finda, É como que um terraço Sobre outra coisa ainda. Essa coisa é que é linda. Por isso escrevo em meio Do que não está ao pé, Livre do meu enleio, Sério do que não é. Sentir? Sinta quem lê! Fernando Pessoa, Poemas Escolhidos. São Paulo, Globo, Fernando Pessoa é um dos poetas mais extraordinários do século XX. Sua obsessão pelo fazer poético não encontrou limites. Pessoa viveu mais no plano criativo do que no plano concreto, e criar foi a grande finalidade de sua vida. Explique como a proposta apresentada por Fernando Pessoa no Texto III difere da proposta poética dos textos I e II. Texto para as questões 26 e 27. MAR PORTUGUÊS Ó mar salgado, quanto do teu sal São lágrimas de Portugal! Por te cruzarmos, quantas mães choraram, Quantos filhos em vão rezaram! Quantas noivas ficaram por casar Para que fosses nosso, ó mar! Valeu a pena? Tudo vale a pena Se a alma não é pequena. (...) 26. O poema acima pertence à obra Mensagem de Fernando Pessoa (ele mesmo). Cite a parte da obra a qual pertence o poema acima e explique o que é retratado na citada parte da obra. 27. Na concepção do poeta Fernando Pessoa, no poema Mar português, o que importava mais ao povo português: a satisfação pessoal ou coletiva? Explique de acordo com o contexto da obra. Texto para as questões 28 e 29. Os Sapos Enfunando os papos, Saem da penumbra, Aos pulos, os sapos. A luz os deslumbra. Em ronco que aterra, Berra o sapo-boi: "Meu pai foi à guerra!" "Não foi!" "Foi!" "Não foi!". O sapo-tanoeiro, Parnasiano aguado, Diz: "Meu cancioneiro É bem martelado. (...) Vai por cinquenta anos Que lhes dei a norma: Reduzi sem danos A formas a forma. Clame a saparia Em críticas céticas: Não há mais poesia, Mas há artes poéticas O poema acima de Manuel Bandeira, ao comentar a produção parnasiana, apresenta uma postura defendida na Semana de Arte Moderna e que passa a ser também um ideal do primeiro momento do modernismo. Explicite esse ideal que podemos depreender a partir do poema. 29. Retire do poema acima, e transcreva, os dois versos que apresentam uma afirmação dos modernistas que justificam a ironia presente no seguinte trecho do Manifesto Pau-Brasil Só não se inventou uma máquina de fazer versos já havia o poeta parnasiano. 7

8 Textos para as questões 30 e 31. TEXTO I 05 REDAÇÃO O BICHO Vi ontem um bicho Na imundície do pátio Catando comida entre os detritos. Quando achava alguma coisa, Não examinava nem cheirava. Engolia com voracidade. O bicho não era um cão, Não era um gato, Não era um rato. O bicho, meu Deus, era um homem. TEXTO II Manuel Bandeira, Estrela da vida inteira Fabiano, você é um homem, exclamou em voz alta. Conteve-se, notou que os meninos estavam perto, com certeza iam admirar-se ouvindo-o falar só. E, pensando bem, ele não era homem: era apenas um cabra ocupado em guardar coisas dos outros. Vermelho, queimado, tinha os olhos azuis, a barba e os cabelos ruivos; mas como vivia em terra alheia, cuidava de animais alheios, descobria-se, encolhia-se na presença dos brancos e julgava-se cabra. Olhou em torno, com receio de que, fora os meninos, alguém tivesse percebido a frase imprudente. Corrigiu-a, murmurando: Você é um bicho, Fabiano. Isto para ele era motivo de orgulho. Sim senhor, um bicho, capaz de vencer dificuldades. Chegara naquela situação medonha e ali estava, forte, até gordo, fumando o seu cigarro de palha. Um bicho, Fabiano. Graciliano Ramos, Vidas secas Considerando a leitura dos textos acima explique como a visão em ralação ao termo bicho diverge do poema (texto I) para a concepção de Fabiano (texto II) em relação ao mesmo termo. 31. Considerando a proposta do modernismo brasileiro em seu primeiro momento, explique os recursos que foram utilizados por Manuel Bandeira para conferir caráter prosaico ao seu poema O Bicho. A partir da leitura dos textos motivadores seguintes e com base nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação, redija um texto DISSERTATIVO- ARGUMENTATIVO em modalidade escrita formal da língua portuguesa sobre o tema Os desafios da agricultura sustentável no Brasil, apresentando proposta de intervenção que respeite os direitos humanos. Selecione, organize e relacione, de forma coerente e coesa, argumentos e fatos para defesa de seu ponto de vista. TEXTO I O que é a agricultura sustentável A agricultura sustentável é um conceito usado para definir a relação entre as práticas da agricultura e as de sustentabilidade. Dessa forma, a atividade econômica da agricultura permite respeitar o meio ambiente, ao mesmo tempo em que garante sua viabilidade financeira, obtendo maior equilíbrio entre ambas as partes. Alguns benefícios diretos das práticas sustentáveis na agricultura: melhoria da gestão de água, da qualidade do solo e da vida no campo; aumento do valor agregado do produto e da diversidade nas lavouras; diversificação da biodiversidade local. Disponível em: Acesso em 17/03/2020 TEXTO II Princípios e características da agricultura sustentável Diminuição de adubos químicos, através da técnica da fixação biológica de nitrogênio; Uso de técnicas em que não ocorram a poluição do ar, do solo e da água; Prática da agricultura orgânica, pois esta não utiliza pesticidas e adubos químicos. Criação e uso de sistemas de captação de águas das chuvas para ser utilizada na irrigação; Não desmatamento de florestas e matas para a ampliação de áreas agrícolas; Uso racional ou, quando possível, eliminação dos pesticidas, pois além de contaminarem o solo, podem prejudicar a saúde de consumidores e funcionários que manipulam esses produtos; Uso da agroenergia, que são fontes de energia geradas no campo, como biocombustíveis (biodiesel, biogás, etanol e outros derivados de restos da produção e biomasssa); Adoção do Sistema de Plantio Direto, que preserva a capacidade produtiva do solo; Valorização da agricultura familiar que gera trabalho e renda às famílias rurais, possibilitando suas permanências no campo. Disponível em: Acesso em 17/03/2020 8

9 TEXTO III A busca pelo desenvolvimento sustentável representa um dos maiores desafios para a humanidade e, em especial, para o Brasil. Ao longo de séculos, o modelo de desenvolvimento no país tem evoluído do extrativismo e da agricultura de subsistência para uma exploração agroindustrial intensa, com a aplicação de tecnologias modernas e, em muitos casos, com ocupação e utilização desordenada dos recursos do ambiente, o que coloca em risco a nossa rica base de recursos naturais. Os recursos-chave para a produção de alimentos (sementes, solo, matéria orgânica, água etc.) são renováveis, o que deveria permitir que a agricultura fosse uma atividade altamente sustentável. No entanto, a agricultura moderna tem características que mais a aproximam de uma indústria extrativa, o que tende a torná-la não-sustentável. Adicionalmente, a atividade agrícola pode envolver custos não-ambientais, como impactos para os trabalhadores, para as comunidades, as regiões e os consumidores, em diferentes graus, de acordo com a atividade. Disponível em: idade/index.htm. Acesso em 17/03/2020 TEXTO IV 06 O Perigo do Crescente Uso de Agrotóxicos Os agrotóxicos utilizados no cultivo de culturas agrícolas além de penetrarem nos alimentos que consumimos, igualmente atingem o solo e corpos hídricos. A contaminação do solo afeta a fertilidade e a produtividade, além de contaminar as futuras plantações de culturas que sejam feitas naquele terreno. Essa queda de fertilidade causada pelo uso de agrotóxicos acaba incorrendo em um círculo vicioso, em que será necessária a cada novo ciclo de plantação a utilização cada vez maior de produtos químicos para aumentar a fertilidade do solo, que tende a ser cada vez menor a cada novo ciclo de plantação. Essa relação inversamente proporcional entre o uso de produtos químicos e a fertilidade do solo tende a seguir uma progressão elevada que, a longo prazo, afetará não apenas a disposição de terras férteis para o cultivo, como também a produtividade por hectare, fazendo com que as plantações sejam cada vez menos rentáveis economicamente. Disponível em: acesso em 17/03/2020 GEOGRAFIA 32. A Bayer se converteu, no dia , em líder mundial de sementes, fertilizantes e pesticidas o grupo farmacêutico e agroquímico alemão anunciou a compra da americana Monsanto. A fusão deve criar uma empresa com o controle de mais de um quarto do mercado mundial de sementes e pesticidas. Na resistência a esse tipo de produção estão aqueles que empregam sementes crioulas, diferentes daquelas que resultam de um processo caro e que só pode ser feito em laboratório. Katarine Flor Adaptado. 33. O modelo agroecológico faz uso das chamadas sementes crioulas. Com o auxílio do texto diga o que são sementes crioulas e quem as utiliza. 34. A partir da década de 1950, os Estados Unidos e a ONU incentivaram a implantação de mudanças na estrutura fundiária e nas técnicas agrícolas em vários dos então chamados países subdesenvolvidos, [...]. O conjunto de mudanças técnicas na produção agropecuária, proposto aos países pobres para resolver o problema da fome, ficou conhecido por Revolução Verde. SENE, Eustáquio de; MOREIRA, João Carlos. Geografia geral e do Brasil: espaço geográfico e globalização. São Paulo: Scipione, 2010, p Aponte três aspectos resultantes da Revolução Verde. 35. Existe, em diversos países do mundo, um sistema de criação que é feito em amplas áreas cercadas, onde o gado é solto para se alimentar da pastagem natural ou de restos de cultura, após a colheita das mesmas. Qual a denominação que é dada, em Geografia Agrária, a esse sistema de criação? Cite um tipo de aproveitamento econômico por meio desse sistema de criação. 36. Brasil: área plantada com os 5 principais grãos da produção nacional (em mil hectares) Produto 2006/ / / / /2027 Arroz Feijão Milho Soja Trigo *projeção Brasil. MAPA. Projeções do Agronegócio: 2017/18 a 2027/ Adaptado. Considerando os dados da tabela e os vetores de expansão do cultivo de soja no território brasileiro na última década, aponte duas possíveis consequências deste processo, sendo uma econômica e outra social. 9

10 37. Terra no Brasil: de todos ou de poucos? No Brasil, a relação do povo com a terra mudou muito a partir da colonização. Se antes os indígenas tiravam da terra seu sustento básico, por meio da coleta de alimentos, pesca e caça de subsistência, com a chegada dos portugueses essa relação mudou, passando a ser mais exploratória. A atividade agrícola em larga escala para exportação, com a implantação de grandes propriedades agrícolas destinadas à monocultura, foi gradativamente se espalhando, e pouco a pouco as paisagens e a relação com a terra foram se transformando. A organização político-administrativa do Brasil teve início por meio da divisão de seu território em capitanias hereditárias. [...] Além da colonização, esse sistema visava à proteção do território, pois era preciso enfrentar a crescente ameaça externa. Dessa forma, os cerca de 5 mil quilômetros da costa foram divididos em 15 lotes, com largura que ultrapassava os 300 quilômetros, nomeadas de capitanias hereditárias. Nessa época, Portugal era um Estado Absolutista, e as capitanias eram concessões do poder público a particulares. Na Carta de Doação estavam os dispositivos que regulamentavam os privilégios e deveres do donatário: aplicar a justiça, cobrar impostos devidos à Coroa, nomear funcionários, fundar vilas e distribuir sesmarias. MOCELLIN, Renato; CAMARGO, Rosiane de. História em debate. v. 1. São Paulo: Editora do Brasil, 2013, p Mais de três séculos após a implantação do sistema de capitanias hereditárias, durante o segundo reinado brasileiro, a estrutura agrária brasileira passou a ser determinada pela chamada Lei de Terras, promulgada em Diga o que foi a Lei de Terras e, em seguida, aponte duas consequências desta lei para a configuração socioagrária brasileira. 38. O governo anuncia planos antidesmatamento para a Amazônia, mas a derrubada de árvores só aumenta. Uma explicação é a falta de foco no que mais influencia o problema: a grilagem de terras, que se confirmou fator primordial do desmatamento, abrindo novas fronteiras antes mesmo da chegada de atividades econômicas. Para combater esse problema, uma ação concreta e ao alcance do governo seria reverter os estímulos à grilagem gerados pela perspectiva de valorização da terra que atrai fluxos invasores. Roberto Smeraldi Adaptado. Com o auxílio do texto, responda: O que é grilagem de terras? Explique a origem dessa expressão no contexto da propriedade de terras. 39. A região destacada na figura abaixo, conhecida pelo acrônimo MATOPIBA, é formada por frações dos territórios do Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia, por onde se expande a fronteira agrícola no Brasil. Reúne 337 municípios e representa aproximadamente 73 milhões de hectares. Existem na área cerca de 327 estabelecimentos agrícolas, 46 unidades de conservação, 35 terras indígenas e 778 assentamentos de reforma agrária. Adaptado de EMBRAPA Acessado em 10/08/2016. A) A difusão do moderno circuito da produção agrícola reorganizou aceleradamente o espaço regional em questão e fez proliferar inúmeros conflitos territoriais. Mencione ao menos dois agentes que, em lados opostos, disputam um sentido para essas transformações territoriais (ou modernizações). B) Indique a cultura agrícola predominante na região. 40. Em 1984, alguns trabalhadores rurais que protagonizavam lutas pela democracia da terra e da sociedade se convergem no 1 Encontro Nacional, em Cascavel, no Paraná. Ali, decidem fundar um movimento camponês nacional, o MST, com três objetivos principais: lutar pela terra, lutar pela reforma agrária e lutar por mudanças sociais no país. Hoje o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) é o principal movimento camponês atuante no Brasil. Indique a forma de atuação desse movimento destacando suas estratégias de luta. 10

11 41. IDH significa Índice de Desenvolvimento Humano, uma medida importante concebida pela ONU (Organização das Nações Unidas) para avaliar a qualidade de vida e o desenvolvimento econômico de uma população. Anualmente é elaborado o Relatório de Desenvolvimento Humano (RDH) pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) com base em três critérios (Saúde, Educação e Renda) que são medidos da seguinte forma: 07 HISTÓRIA 43. Observe a imagem abaixo. Uma vida longa e saudável (Saúde): expectativa de vida ao nascer. O acesso ao conhecimento (Educação): média de anos de estudo (adultos) e anos esperados de escolaridade (crianças). Um padrão de vida decente (Renda): medido pela Renda Nacional Bruta (RNB) com base na Paridade de Poder de Compra (PPC) por habitante. Com base no exposto e nos seus estudos relacionados ao IDH, responda: A) Para que serve o PPC Paridade do Poder de Compra? B) O que significa IDH-D? 42. Musée de la ville de Paris A partir dela, elabore um texto e nele descreva a organização social, o panorama político e a situação econômica da França, nos anos que antecederam a revolução de No gráfico, a área de cada país é proporcional à porcentagem do seu Produto Interno Bruto (PIB) em relação ao tamanho da economia global. As economias mais relevantes do mundo possuem uma parcela superior a 0,4% do PIB global. Aponte o continente com o menor número de países nessa situação de relevância. Em seguida, explique o que o PIB representa apontando a diferença entre PIB e PNB Em 1789, Luís XVI, rei da França, ordenou a convocação da Assembleia dos Estados Gerais, para a qual foram eleitos representantes de todas as classes da sociedade francesa. Com o fim das eleições, a Assembleia ficou organizada da seguinte forma: o Primeiro Estado com 291 representantes, o Segundo com 270 e o Terceiro com expressivos 578 deputados. Mediante essa situação, a possibilidade de transformação política se tornava cada vez mais palpável. Mas, para que isso ocorresse, o Terceiro Estado exigia mudanças no processo de votação das leis. (Adaptado de: Explique quais foram as causas da convocação dos Estados Gerais pelo governo e que mudanças o Terceiro Estado reivindicava no sistema de votação das leis.

12 45. Quando informaram-no que o povo havia tomado a Bastilha num assalto sangrento, o rei Luís XVI reagiu com assombro: - Mas isso é um motim! - Não, senhor. Não é um motim, é a revolução - respondeu-lhe um palaciano. O incrédulo Luís XVI estava perplexo, mas a revolução estava mesmo nas ruas de Paris. A subversão de ordem política já ocorrera com a proclamação da Assembleia Nacional Constituinte, a nove de julho de Faltava a insurreição popular, que não tardou. Queda da Bastilha. ( A tomada da Bastilha ocorrida em 14 de julho de 1789 é o marco simbólico da Revolução Francesa, pois expressa a derrubada do Absolutismo. No entanto, esse acontecimento não encerrou a Revolução, que estendeu-se até Elabore um texto e nele descreva a importância da tomada da Bastilha no processo revolucionário francês. 46. Leia o texto abaixo, que é um trecho do Bloqueio Continental decretado por Napoleão. "Napoleão, Imperador dos Franceses, Rei da Itália (...) decreta: Artigo 1º. As Ilhas Britânicas são declaradas em estado de bloqueio. Artigo 2º. Qualquer comércio e qualquer correspondência com as Ilhas Britânicas ficam interditados (...). Artigo 5º. O comércio de mercadorias inglesas é proibido, e qualquer mercadoria pertencente à Inglaterra, ou proveniente de suas fábricas e de suas colônias é declarada boa presa (...)." (Adaptado de Sobre o Bloqueio Continental, explique: A) O que ele determinava. B) O objetivo de Napoleão ao decretá-lo. C) A Reação de Portugal a esse decreto e o que isso provocou. 47. Após a derrota de Napoleão Bonaparte as potências conservadoras europeias se reuniram no Congresso de Viena (1815). Cite e explique os dois princípios fundamentais que nortearam a organização do Congresso de Viena. 48. Metternich foi uma das principais figuras do Congresso de Viena, de 1815, e, sob sua inspiração, tentou-se um reordenamento da organização político-europeia, abalada pela expansão napoleônica. Quais os objetivos desse Congresso? 49. A Guerra dos Emboabas, a dos Mascates e a Revolta de Vila Rica, verificadas nas primeiras décadas do século XVIII, podem ser caracterizadas como rebeliões nativistas. O que as define como rebeliões nativistas? 50. No Brasil, em finais do século XVIII, o descontentamento com o poder metropolitano deu origem a rebeliões que questionavam o domínio político português. Dentre essas rebeliões, destacam-se a Inconfidência Mineira (1789) e a Conjuração Baiana (1798). Aviso ao Povo Bahiense Ó vós, Povo, que nascestes para ser livres e para gozar dos bons efeitos da Liberdade, ó vós, Povos, que viveis flagelados com o pleno poder do indigno coroado, esse mesmo rei que vós criastes; esse mesmo rei tirano é quem se firma no trono para vos vexar, para vos roubar e para vos maltratar. Homens, o tempo é chegado para a vossa ressurreição, sim, para vós ressuscitardes do abismo da escravidão, para levantardes a sagrada Bandeira da Liberdade. As nações do mundo todas têm seus olhos fixos na França, a liberdade é agradável para todos. O dia da nossa revolução, da nossa Liberdade e da nossa felicidade está para chegar. Animai-vos que sereis felizes. Trecho do panfleto revolucionário afixado nas ruas de Salvador na manhã de 12 de agosto de Adaptado de PRIORE, M. del e outros. Documentos de história do Brasil: de Cabral aos anos 90. São Paulo: Scipione, Aponte duas diferenças entre a Inconfidência Mineira e a Conjuração Baiana. Cite, também, dois movimentos políticos ou filosóficos que influenciaram essas insurreições. 12

13 51. "A confrontação entre a loja e o engenho tendeu principalmente a assumir a forma de uma contenda municipal, de escopo jurídico-institucional, entre um Recife florescente que aspirava à emancipação e uma Olinda decadente que procurava mantê-io numa sujeição irrealista. Essa ingênua fachada municipalista não podia, contudo, resistir ao embate dos interesses em choque. Logo revelouse o que realmente era, o jogo de cena a esconder uma luta pelo poder entre o credor urbano e o devedor rural." Evaldo Cabral de Mello. A fronda dos mazombos, São Paulo, Cia. das Letras, 1995, p O autor refere-se a qual das rebeliões nativistas ocorridas no território brasileiro? 52. A independência brasileira é fruto mais de uma classe do que da nação tomada em seu conjunto. Caio Prado Jr. Elabore um texto esclarecendo a afirmativa de Caio Prado sobre a independência do Brasil. 53. A chamada Revolução Liberal do Porto, de 1820, entre seus desdobramentos, contribuiu para a declaração da Independência do Brasil. Esclareça a relação estabelecida nessa afirmativa. 08 SOCIOLOGIA 54. A Sociologia surge no século XIX, momento marcado por uma intensa crise social na Europa. Émile Durkheim não deixou de ser influenciado por esse contexto. Nesse sentido, um dos seus objetivos era fazer da Sociologia uma disciplina científica capaz de criar repostas aos desafios enfrentados pela sociedade moderna. Solidariedade orgânica e solidariedade mecânica são conceitos propostos pelo sociólogo francês Émile Durkheim ( ) para explicar a 'coesão social' em diferentes tipos de sociedade. Filosofia e Sociologia: 1ª série / Thais Pereira / Georgia Marinho (Org.) 1ª ed. Fortaleza 13 Explique a diferença entre Solidariedade Orgânica e Solidariedade Mecânica. 55. Max Weber, um dos fundadores da Sociologia, tinha amplo conhecimento em muitas áreas afins a essa ciência, tais como economia, direito e filosofia. A ação social (incluindo tolerância ou omissão) orienta-se pela ação de outros, que podem ser passadas, presentes ou esperadas como futuras (vingança por ataques anteriores, réplica a ataques presentes, medidas de defesa diante de ataques futuros). Os outros` podem ser individualizados e conhecidos ou uma pluralidade de indivíduos indeterminados e completamente desconhecidos. Max Weber. Ação social e relação social. In M.M. Foracchi e J.S Martins. Sociologia e Sociedade. Rio de Janeiro, LTC, 1977, p.139. Cite e caracterize os tipos de Ação Social. 56. Este sociólogo foi um dos mais influentes do século XX, seu objetivo era criar uma metodologia que se opusesse ao empirismo e ao positivismo. Fundou assim o estruturalismo funcionalista. O funcionalismo é uma corrente teórica que surgiu no âmbito da Antropologia e, mais tarde, foi incorporada pela Sociologia. Filosofia e Sociologia: 1ª série / Thais Pereira / Georgia Marinho (Org.) 1ª ed. Fortaleza Qual é o sociólogo norte-americano que é, normalmente, associado à incorporação do funcionalismo pela sociologia? Discorra sobre essa teoria 57. Leia o texto a seguir: O homem cordial pode ser visto como um tipo ideal weberiano: ele seria o precipitado de uma formação social caracterizada pela onipresença da esfera privada, logo, pelo primado das relações pessoais. Ora, a cordialidade não deve ser compreendida como uma característica essencialmente brasileira, mas antes como um traço estrutural de sociedades cujo espaço público enfrenta dificuldades para afirmar sua autonomia em relação à esfera privada. O conceito de cordialidade é um importante instrumento analítico para o estudo de grupos sociais dotados de elevado grau de autocentramento, portanto, em alguma medida, resistentes a pressões externas. Rocha, João Cezar de Castro. Brasil nenhum existe. Folha de São Paulo, Domingo, 09 de janeiro de Cite o intelectual brasileiro que desenvolveu a tese do homem cordial?

14 58. Autor brasileiro que entendia a construção do Brasil como a fusão de raças, regiões, culturas e grupos sociais decorrentes da formação colonial, em que os negros e mestiços teriam papel fundamental na formação da identidade cultural do povo. Diga a qual autor a referência acima identifica e explique por que esse autor afirmava que a formação do povo brasileiro se deu através de Democracia Racial. 09 BIOLOGIA 59. Em coelhos, os genes que condicionam a cor da pelagem apresentam a seguinte relação de dominância: ch h a C (aguti) C (chinchila) C (himalaia) C (albina). Baseando-se nessas informações, responda: A) Quais são as proporções fenotípicas e genotípicas resultantes do cruzamento entre uma fêmea chinchila heterozigota para himalaia e um macho aguti heterozigoto para albino? ch A) Considere o cruzamento entre um macho Cc e uma h a fêmea c c. Quais os possíveis fenótipos dos descendentes desse cruzamento? B) Embora sejam fenotipicamente diferentes, por que não podemos afirmar que esses coelhos são de espécies diferentes? De acordo com a genética, como provavelmente surgiram os diferentes alelos nesses animais? 61. Em uma certa espécie de abelhas, a cor dos olhos é condicionada por uma série de alelos múltiplos com a seguinte relação de dominância: m b p b n b c b b (marrom) (pérola) (neve) (creme) (amarelo) Uma abelha de olhos marrons, heterozigota para pérola, produziu gametas que foram inseminados artificialmente por espermatozoides de machos com olhos de cores marrom (20%), pérola (20%), neve (20%), creme (20%) e amarelo (20%). Foram fecundados 80% dos gametas femininos. Pergunta-se: A) Quantos descendentes fêmeas e quantos machos nascerão? Por quê? B) Qual a probabilidade de nascer um descendente chinchila heterozigoto para albino do cruzamento entre uma fêmea aguti heterozigota para chinchila e um macho himalaia heterozigoto? Demonstre o cruzamento e a descendência por meio do Quadro de Punett. 60. As imagens mostram alguns fenótipos em coelhos. Sabe-se que o alelo C determina a pelagem selvagem, o ch h alelo c determina pelagem chinchila, o alelo c determina a a pelagem himalaia e o alelo c determina a pelagem albina. ch c a A ordem de dominância entre eles é C c c c. B) Quantos descendentes fêmeas e machos terão olhos cor pérola? 62. O bebê Charlie Gard, de 11 meses, morreu devido à Síndrome de Depleção do DNA mitocondrial, doença muito rara, que causa a morte precoce. Essa síndrome é determinada por uma mutação no gene autossômico RRM2B, situado no núcleo celular. Essa mutação faz com que o gene não produza uma proteína essencial para a síntese de DNA mitocondrial, o que provoca uma redução na quantidade dessas organelas, afetando principalmente células musculares e neurônios, como ocorreu com o bebê Charlie. Folha de S. Paulo, Adaptado. A) Qual molécula fundamental ao metabolismo celular é sintetizada pelas mitocôndrias? Por que a redução da quantidade de mitocôndrias afeta principalmente células musculares e neurônios? 14

15 B) Considerando que os pais de Charlie não possuem a síndrome e que as mitocôndrias são herdadas da linhagem materna, por que a mãe de Charlie não apresenta a doença? Qual a probabilidade de os pais de Charlie gerarem outra criança com a mesma síndrome? 63. Um casal buscou um serviço de aconselhamento genético porque desejava ter filhos. Os indivíduos desse casal possuíam, em suas respectivas famílias, indivíduos afetados por uma mesma doença genética. O geneticista consultado detectou que havia um único gene envolvido na patologia das famílias e constatou que marido e mulher eram heterozigóticos. A partir dos dados obtidos, foi elaborado o seguinte heredograma: Considere um casal em que a mulher é heterozigótica e apresenta essa alteração óssea, e o homem é homozigótico quanto ao alelo normal. A) Que genótipos podem ter as crianças clinicamente normais desse casal? Justifique sua resposta. B) Qual é a probabilidade de que uma criança que esse casal venha a ter não apresente as alterações de mãos e pés? Justifique sua resposta. 65. A fibrose cística é uma doença monogênica autossômica grave e mais frequente em pessoas caucasianas, principalmente descendentes de europeus. Com o passar dos anos, pessoas com fibrose cística podem apresentar problemas em órgãos do sistema digestório, reprodutor, cardiovascular e respiratório, podendo ainda ter outros órgãos afetados. A) Explique a relação entre o prejuízo na atividade pancreática, causado pela fibrose cística, e a desnutrição. B) A genealogia a seguir refere-se a uma família em que a mulher II.3 apresenta fibrose cística e os demais membros são todos normais. Considere que o estudo de caso foi realizado com o casal II2 II3 do heredograma. A) Se o casal tiver uma filha e um filho, alguma das duas crianças tem maior probabilidade de ser clinicamente afetada pela doença? Justifique sua resposta, mencionando dados do heredograma. B) Determine a probabilidade de uma primeira criança, clinicamente normal e independentemente do sexo, não possuir o alelo para a doença. Determine a probabilidade de uma primeira criança ser menina e manifestar a doença. Sabendo que a frequência de indivíduos heterozigotos na população é de 1 20, calcule a probabilidade de o casal II.4 e II.5 gerar uma criança com fibrose cística. 64. Uma determinada malformação óssea de mãos e pés tem herança autossômica dominante. Entretanto, o alelo mutante que causa essa alteração óssea não se manifesta em 30% das pessoas heterozigóticas, que, portanto, não apresentam os defeitos de mãos e pés. 15

16 66. No heredograma estão indicados os tipos sanguíneos de alguns indivíduos de uma família de acordo com os sistemas ABO e Rh. Com base no texto, responda aos itens a seguir. A) Considerando que a eritroblastose fetal é uma doença de herança autossômica monogênica, qual a probabilidade de Melanie e seu marido (heterozigoto para o sistema Rh) terem um quarto filho sem o desenvolvimento dessa doença? Demonstre isso por meio de um cruzamento da Primeira Lei de Mendel. A) Considerando que o pai de João apresenta somente aglutininas anti-b no plasma, qual o seu tipo sanguíneo quanto ao sistema ABO? Qual a probabilidade de João ter uma irmã com tipo sanguíneo O? B) Considere que João nasceu com eritroblastose fetal e que sua mãe esteja grávida. Explique por que existe a possibilidade o futuro irmão de João também apresentar a eritroblastose fetal. 67. Leia o texto a seguir. Bebê sobrevive após 11 transfusões de sangue ainda no útero Uma bebê britânica sobreviveu após ter sido submetida a 11 transfusões de sangue ainda no útero da mãe e outras duas após seu nascimento. Jasmine Tanner, que hoje tem 1 ano e três meses de idade, foi afetada pela chamada doença hemolítica perinatal (ou eritroblastose fetal), na qual anticorpos da mãe destroem as células sanguíneas do bebê, podendo levá-lo à anemia e até à morte. Sua mãe, Melanie Tanner, foi diagnosticada com a incompatibilidade sanguínea com o feto ainda com nove semanas de gestação. Durante 16 semanas, ela teve de se submeter quinzenalmente a um procedimento para que fosse injetado sangue no cordão umbilical. Após o nascimento, a menina foi submetida a outras duas transfusões. Melanie Tanner acredita que o problema com Jasmine tenha sido consequência de um erro durante suas gestações anteriores. Isso fez com que seu segundo filho, Owen, nascesse anêmico e necessitasse de uma transfusão de sangue imediatamente. Jasmine é a terceira filha de Melanie e foi afetada de maneira ainda mais grave que o irmão. O primeiro filho nasceu sem problemas. Disponível em: < NSFUSOES+DE+SANGUE+AINDA+NO+UTERO.html>. Acesso em: 29 jun B) Qual órgão formado por tecidos maternos e embrionários permitiu que a primeira gestação de Melanie Tanner fosse normal? Cite três funções desse órgão. 68. O casal Fernando e Isabel planeja ter um filho e ambos têm sangue do tipo A. A mãe de Isabel tem sangue do tipo O. O pai e a mãe de Fernando têm sangue do tipo A, mas um outro filho deles tem sangue do tipo O. A) Com relação ao tipo sanguíneo, quais são os genótipos do pai e da mãe de Fernando? B) Qual é a probabilidade de que uma criança gerada por Fernando e Isabel tenha sangue do tipo O? 69. Em pesquisas desenvolvidas com eucaliptos, constatouse que a partir das gemas de um único ramo pode-se gerar cerca de novas plantas, em aproximadamente duzentos dias, enquanto os métodos tradicionais permitem a obtenção de apenas cerca de cem mudas a partir de um mesmo ramo. A cultura de tecido é feita a partir de quais células? Comente. 70. Sabemos que os meristemas são tecidos com alta capacidade de diferenciação e que estão relacionados com o crescimento da planta. Qual meristema que é responsável pela formação dos tecidos vasculares primários? Comente. 16

17 71. Os tecidos meristemáticos são responsáveis pela formação de novas células e tecidos da planta. Como é chamado o meristema responsável por dar origem ao parênquima, colênquima e esclerênquima? Comente. 72. Alguns meristemas só existem em plantas com crescimento secundário. Esse é o caso do, que é responsável por formar o xilema e floema secundários. Qual o nome do tecido que completa corretamente a frase? Comente. 73. Como se chama o tecido responsável pelo crescimento em espessura dos vegetais? Comente. 74. Alguns tecidos vegetais permanecem com sua capacidade de divisão e multiplicação por toda a vida de um vegetal. Como se chamam esses tecidos? Comente. 75. Sabemos que os meristemas podem ser classificados em primários e secundários. Dê 2 exemplos de meristemas secundários. Comente. 76. Os tecidos conhecidos como permanentes são aqueles em que as células estão diferenciadas e especializadas. De uma maneira geral, esses tecidos podem ser classificados de acordo com a função que desempenham na planta em tecidos de revestimento, de condução, secretores e sistema fundamental. Entre os tecidos a seguir, marque o único que não é um tecido permanente: 77. O fenômeno da desdiferenciação celular consiste na reaquisição da capacidade de células adultas, já diferenciadas, voltarem ao estado embrionário. Em quais regiões meristemáticas dos vegetais isso ocorre? Comente. 78. Um rapaz apaixonado desenhou no tronco de um abacateiro, a 1,5 metro do chão, um coração com o nome de sua amada. Muitos anos depois, voltou ao local e encontrou o mesmo abacateiro, agora com o dobro de altura. Procurou pelo desenho que havia feito e verificou que ele se encontrava praticamente à mesma altura, mas não tinha as mesmas proporções de anos atrás: estava bem mais largo que comprido. Explique o acontecido. 10 FÍSICA 79. (COTUCA) Um barbeiro B segura um espelho plano E 2, de espessura desprezível, paralelamente a outro espelho plano E, 1 também de espessura desprezível, permitindo que seu cliente A observe, no espelho E, 1 o seu corte de cabelo na parte posterior da cabeça. A) Epiderme. B) Xilema. C) Floema. D) Câmbio. E) Esclerênquima. Agora, explique por que ele não é considerado um tecido permanente. 17

18 Determine a menor distância entre o cliente e a imagem que ele observa da sua nuca no espelho E, 1 considerando que a cabeça do cliente também possui dimensões desprezíveis. 81. (UNESP) No centro de uma placa de madeira, há um orifício no qual está encaixada uma lente delgada convergente de distância focal igual a 30 cm. Esta placa é colocada na vertical e um objeto luminoso é colocado frontalmente à lente, à distância de 40 cm. No lado oposto, um espelho plano, também vertical e paralelo à placa de madeira, é disposto de modo a refletir a imagem nítida do objeto sobre a placa de madeira. A figura ilustra a montagem. 80. (UNIFESP) Em um parque de diversões, existem dois grandes espelhos dispostos verticalmente, um de frente para o outro, a 10 m de distância um do outro. Um deles é plano, o outro é esférico convexo. Uma criança se posiciona, em repouso, a 4m do espelho esférico e vê as duas primeiras imagens que esses espelhos formam dela: I P, formada pelo espelho plano, e I C, formada pelo espelho esférico, conforme representado na figura. Nessa situação, calcule a distância que o espelho plano se encontra em relação à placa de madeira. Calcule: A) a distância, em metros, entre I P e I C. 82. (EFOMM) Um espelho plano vertical reflete, sob um ângulo de incidência de 10, o topo de uma árvore de altura H, para um observador O, cujos olhos estão a 1,50 m de altura e distantes 2,00 m do espelho. Se a base da árvore está situada 18,0 m atrás do observador, determine, em metros, a altura H. Dados: sen(10 ) = 0,17; cos(10 ) = 0,98; tg(10 ) = 0,18 B) a que distância do espelho esférico, em metros, a criança deveria se posicionar para que sua imagem I C tivesse um terço de sua altura. 18

19 83. (IFSUL) Com base no estudo da Óptica Física, mais especificamente no que se estuda sobre Espelhos, é correto afirmar: I. Nos automóveis, os retrovisores, espelhos externos ao lado do motorista e passageiro, são espelhos esféricos convexos, pois eles apresentam maior campo de visão. II. Para realizar um exame de canal auditivo, os médicos utilizam um instrumento com um espelho côncavo e uma fonte de luz, o que fará com que a imagem conjugada no instrumento seja aumentada quando a distância entre o canal auditivo e o instrumento for menor que a distância focal do espelho. III. Nos espelhos planos, quando um objeto é colocado à sua frente, teremos uma imagem conjugada nesse espelho que será, virtual, direita e de mesmo tamanho do objeto. IV. Quando colocamos um objeto entre dois espelhos planos, cujas superfícies refletoras formam entre si um ângulo de 40, obteremos a formação de 8 imagens. 87. (UEG) Conforme a ilustração a seguir, um objeto de 10 cm de altura move-se no eixo de um espelho esférico côncavo com raio de curvatura R = 20 cm, aproximando-se dele. O objeto parte de uma distância de 50 cm do vértice do espelho, animado com uma velocidade constante de 5 cm/s. Responda ao que se pede. A) No instante t = 2 s, quais são as características da imagem formada? Justifique. Estão corretas as afirmativas A) I, II e III, apenas. B) I, II, III e IV. C) II, III e IV, apenas. D) I, III e IV, apenas. 84. (UFAL) Um palito de fósforo, de 8 cm de comprimento, é colocado a 80 cm de distância de um espelho esférico convexo. A imagem do palito possui comprimento de 1,6 cm e a mesma orientação deste. Calcula o valor da distância focal do espelho. B) Em qual instante a imagem do objeto se formará no infinito? Justifique. C) No instante t = 7 s, qual é a posição e tamanho da imagem formada? Justifique. 85. (PUC-SP) Determine o raio de curvatura, em cm, de um espelho esférico que obedece às condições de nitidez de Gauss e que conjuga de um determinado objeto uma imagem invertida, de tamanho igual a 13 do tamanho do objeto e situada sobre o eixo principal desse espelho. Sabe-se que distância entre a imagem e o objeto é de 80 cm. 88. (FMJ) Um objeto é colocado perpendicularmente sobre o eixo principal de um espelho esférico de distância focal 2 m, que atende às condições de nitidez de Gauss. A imagem formada é virtual, direita e com o dobro do comprimento do objeto. Nas condições descritas, relativas à natureza e à posição da imagem formada, determine: A) o tipo do espelho esférico empregado. 86. (UNEMAT) Uma pessoa encontra-se de pé a uma distância de 10 cm de um espelho esférico. Esta pessoa vê, no espelho, sua imagem direita e aumentada em 5 vezes. Com os dados acima, determine a distância focal em relação ao espelho. B) a distância, em metros, do objeto ao vértice do espelho esférico. 19

20 89. Eletroscopia é o nome dado ao estudo de fenômenos relacionados com a Eletrostática, o que ocorre por meio de aparelhos como os eletroscópios e os eletrômetros. 90. Um dispositivo para medir a carga elétrica de uma gota de óleo é constituído de um capacitor polarizado no interior de um recipiente convenientemente vedado, como ilustrado na figura. Quando a TV de nossa casa fica ligada por um tempo, se aproximarmos o nosso braço da tela da televisão, poderemos sentir nossos pelos ficarem eriçados. Para explicar esse fenômeno, temos a eletricidade estática. Nos estudos relacionados com a eletricidade, a eletrização tem um caráter importantíssimo, pois sabemos que, quando um corpo ganha elétrons (ou seja, quando o número de elétrons torna-se maior do que o número de prótons), dizemos que esse corpo está carregado negativamente. Mas caso o corpo venha a perder elétrons (ou seja, o número de prótons torna-se maior do que o número de elétrons), dizemos que o corpo está eletrizado positivamente. Os instrumentos responsáveis por realizar esse estudo das cargas estáticas são os eletroscópios. O eletroscópio de folhas é o instrumento mais comum que pode ser utilizado para detectar e medir cargas elétricas. Ele é constituído por uma esfera condutora, fixada em uma das extremidades de uma barra de metal, também condutora, e duas finas folhas de metal fixadas na outra extremidade da barra. O eletroscópio de folhas é o instrumento mais comum que pode ser utilizado para detectar carga elétrica. Fonte: Acesso em: 20 fevereiro de (adaptado) A gota de óleo, com carga elétrica q (negativa) e com massa m = 50µg, é abandonada a partir do repouso no interior do capacitor, onde existe um campo elétrico uniforme E = 200N/C. Sob ação da gravidade, g = 10m/s 2, e do campo elétrico, a gota inicia um movimento de queda com aceleração 2m/s 2. Qual o valor absoluto (módulo) da carga elétrica q? 91. Uma carga elétrica puntiforme gera campo elétrico nos pontos P 1 e P 2. A figura a seguir mostra setas que indicam a direção e o sentido do vetor campo elétrico nestes pontos. Contudo, os comprimentos das setas não indicam os módulos destes vetores. O modulo do campo elétrico no ponto P 1 e 32 V/m. No eletroscópio da figura, ao aproximar-se um bastão A da esfera, observa-se que tanto a esfera como as folhas do eletroscópio ficam eletrizados. Qual o processo de eletrização do eletroscópio e a carga elétrica do bastão A? Determine o módulo do campo elétrico no ponto P 2, em V/m. 20

21 92. Muitos experimentos importantes para o desenvolvimento científico ocorreram durante o século XIX. Entre eles, destacase a experiência de Millikan, que determinou a relação entre a carga q e a massa m de uma partícula eletrizada e que, posteriormente, levaria à determinação da carga e da massa das partículas elementares. No interior de um recipiente cilíndrico, em que será produzido alto vácuo, duas placas planas e paralelas, ocupando a maior área possível, são mantidas a uma curta distância d e entre elas é estabelecida uma diferença de potencial elétrico constante U Variando-se d e U é possível fazer com que uma partícula de massa m = kg eletrizada com carga q = 4µC fique equilibrada, mantida em repouso entre as placas. No local da experiência, a aceleração da gravidade é constante de intensidade g = 10m/s A equação da força elétrica foi descoberta pelo físico francês Charles Augustin de Coulomb, no fim do século XVIII. Utilizando uma balança de torção, formulou a Lei da Força Elétrica, conhecida como Lei de Coulomb. A equação formulada é a responsável pelo estudo de atração e repulsão apresentada pelos corpos eletrizados. Pode-se afirmar que a força entre duas cargas elétricas (+Q) e ( q) colocadas a uma distância (d) se mudarmos a carga (+ Q) por (+ 3Q), a carga ( q) por (+6q) e a distância (d) por (3d), A) mantém seu módulo e passa a ser atrativa. B) mantém seu módulo e passa a ser repulsiva. C) tem seu módulo dobrado e passa a ser repulsiva. D) tem seu módulo triplicado e passa a ser repulsiva. E) tem seu módulo triplicado e passa a ser atrativa. 95. A gaiola de Faraday é um curioso dispositivo que serve para comprovar o comportamento das cargas elétricas em equilíbrio. A pessoa em seu interior não sofre descarga Nessas condições, qual o módulo do campo elétrico E entre as placas? Explique esse fenômeno de acordo com os conhecimentos de eletrostática. 93. Entre as placas de um condensador tem-se o campo elétrico uniforme, ilustrado na figura, e as ações gravitacionais são desprezadas. Um corpúsculo eletrizado, de massa m = 1, g e carga q = + 2mC, é abandonado do repouso no ponto B. Após um intervalo de tempo, o corpúsculo passa pelo ponto C. 96. Uma partícula de massa 1 g, eletrizada com carga elétrica positiva de 40 C, é abandonada do repouso no ponto A de um campo elétrico uniforme, no qual o potencial elétrico é 300 V. Essa partícula adquire movimento e se choca em B, com um anteparo rígido. Se o trabalho realizado pela força elétrica para deslocar o corpúsculo de B para C foi igual a 0,2J, calcule o potencial elétrico do ponto C. Sabe-se que o potencial elétrico do ponto B é de 100 V, calcule a velocidade dessa partícula ao se chocar com o obstáculo. 21

22 97. Duas irmãs que dividem o mesmo quarto de estudos combinaram de comprar duas caixas com tampas para guardarem seus pertences dentro de suas caixas, evitando, assim, a bagunça sobre a mesa de estudos. Uma delas comprou uma metálica, e a outra, uma caixa de madeira de área e espessura lateral diferentes, para facilitar a identificação. Um dia as meninas foram estudar para a prova de Física e, ao se acomodarem na mesa de estudos, guardaram seus celulares ligados dentro de suas caixas. Ao longo desse dia, uma delas recebeu ligações telefônicas, enquanto os amigos da outra tentavam ligar e recebiam a mensagem de que o celular estava fora da área de cobertura ou desligado. Que fenômeno físico explicaria o ocorrido? Explique. 98. A figura representa a configuração de um campo elétrico gerado por duas partículas carregadas, A e B. 11 QUÍMICA 99. O 2,2,4-trimetilpentano, conforme a fórmula estrutural representada abaixo, é um alcano isômero do octano. Ele é o padrão (100) na escala de octanagem da gasolina e é impropriamente conhecido por iso-octano. Quanto maior é o índice de octanagem, melhor é a qualidade da gasolina. Classifique a cadeia quanto A) fechamento B) ramificação C) homogeneidade D) saturação 100. O eugenol ou óleo de cravo, é um forte antisséptico. Seus efeitos medicinais auxiliam no tratamento de náuseas, indigestão e diarreia. Contém propriedades bactericidas, antivirais, e é também usado como anestésico e antisséptico para o alívio de dores de dente. A fórmula estrutural deste composto orgânico pode ser vista abaixo: Assinale a alternativa que apresenta as indicações corretas para as convenções gráficas que ainda não estão apresentadas nessa figura (círculos A e B) e para explicar as que já estão apresentadas (linhas cheias e tracejadas). A) carga da partícula A: (+), carga da partícula B: (+), linhas cheias com setas: linha de força linhas tracejadas: superfície equipotencial. B) carga da partícula A: (+), carga da partícula B: (-), linhas cheias com setas: superfície equipotencial linhas tracejadas: linha de força. C) carga da partícula A: (-), carga da partícula B: (-), linhas cheias com setas: linha de força linhas tracejadas: superfície equipotencial. D) carga da partícula A: (-), carga da partícula B: (+), linhas cheias com setas: superfície equipotencial linhas tracejadas: linha de força. E) carga da partícula A: (+), carga da partícula B: (-), linhas cheias com setas: linha de força linhas tracejadas: superfície equipotencial. Classifique a cadeia do eugenol quanto A) saturação B) homogeneidade 22

23 101. Nos compostos orgânicos, os átomos de carbono se ligam entre si ou com outros átomos e formam as cadeias carbônicas, que podem ser: abertas, fechadas ou mistas; normais ou ramificadas; saturadas ou insaturadas; homogêneas ou heterogêneas. O composto 3,7 dimetil 2,6 octadienal, conhecido como citral, usado na indústria alimentícia e para fortalecer o óleo de limão, possui a seguinte fórmula estrutural: 103. A fluoxetina, presente na composição química do Prozac, apresenta fórmula estrutural: Com relação a esse composto, marque V ou F. ( ) cadeia carbônica cíclica e saturada. ( ) cadeia carbônica aromática e homogênea. ( ) cadeia carbônica mista e heterogênea. ( ) somente átomos de carbonos primários e secundários. ( ) fórmula molecular C17H16ONF O chá de folhas de boldo do Brasil, também chamado de boldo nacional, é usado em todos os estados do Brasil como medicação para tratamento dos males do fígado e de problemas da digestão. Classifique a cadeia do citral quanto A) fechamento B) ramificação 102. Na fabricação de tecidos de algodão, a adição de compostos do tipo N-haloamina confere a eles propriedades biocidas, matando até bactérias que produzem mau cheiro. O grande responsável por tal efeito é o cloro presente nesses compostos. A fórmula estrutural representada a seguir é da substância química chamada barbatusol, um dos princípios ativos encontrados nas folhas de boldo nacional. De acordo com a fórmula estrutural, o barbatusol, qual a função orgânica presente no composto? Como será classificada cadeia carbônica da N-haloamina? 23

24 105. Nos últimos anos, a leitura biométrica criação e identificação de códigos com base em padrões individuais como, por exemplo, as impressões digitais tem atraído o interesse de empresas que buscam, por meio dessa tecnologia, realizar o controle de entrada e saída de funcionários. As impressões digitais são desenhos que se formam quando as papilas, presentes nas pontas dos dedos, tocam uma superfície lisa. Nesse contato, ocorre depósito de vestígios papilares visíveis ou ocultos. Os vestígios visíveis podem ser observados se a mão que os contém estiver suja de tinta ou de sangue. Já os ocultos resultam dos vestígios de suor que os dedos deixam em um determinado local. Há vários reagentes que podem ser usados para tornar visíveis vestígios papilares ocultos. Uma substância bastante utilizada nesse caso é a ninidrina, que reage com um dos componentes do suor formando um produto colorido. Acesso em: Adaptado. A equação química simplificada que representa a reação que ocorre entre a ninidrina e uma das moléculas presentes no suor O ARLA 32 (Agente Redutor Líquido Automotivo) é um reagente químico à base de ureia de alta pureza, projetado especificamente para uso em sistemas SCR (Redução Catalítica Seletiva) para reduzir as emissões de NOx. Ele é incolor, estável e não inflamável. As matérias-primas utilizadas para produzir o ARLA 32 incluem gás natural, carvão ou outros produtos derivados do petróleo. O ARLA 32 (densidade de 1,1 g/cm 3 ) é preparado combinando-se ureia de alta pureza com água deionizada para criar uma solução a 32,5% m/m. Estudos indicam que o consumo do ARLA 32 será de aproximadamente 5% do consumo do combustível dependendo da operação do veículo, regime de trabalho, aspectos geográficos, capacidade de carga etc. Nessa condição, para cada 50 litros de combustível diesel (densidade de 0,85 g/cm 3 ) queimado, o usuário utilizará 2,5 litros de ARLA 32. Qual a quantidade de ureia consumida, em mol, quando são utilizados L de óleo diesel? Note e adote: Massa molar da ureia: 60 g/mol. Quais as funções orgânicas observadas na ninidrina? 108. Em laboratório, um aluno misturou 10 ml de uma solução de HC 2 mol/l com 20 ml de uma solução X mol/l do mesmo ácido em um balão volumétrico de 50 ml de capacidade. Em seguida, completou o volume do balão volumétrico com água destilada. Na total neutralização de 10 ml da solução final obtida, foram consumidos 5 ml de solução de NaOH 2 mol/l. Assim, o valor de X é: 106. A obtenção de sistemas coloidais estáveis depende das interações entre as partículas dispersas e o meio onde se encontram. Em um sistema coloidal aquoso, cujas partículas são hidrofílicas, a adição de um solvente orgânico miscível em água, como etanol, desestabiliza o coloide, podendo ocorrer a agregação das partículas preliminarmente dispersas. Por que ocorreu a desestabilização provocada pelo etanol? 109. Um aluno, na aula de laboratório de Química, utilizou 0,2 L de solução 24,0 g/l de hidróxido de sódio e misturou a 1,3 L de solução 2,08 g/l de mesmo soluto. A solução obtida é, então, diluída até um volume final de 2,5 L. A concentração, em g/l, da solução, após a diluição, é, aproximadamente, igual a quanto 24

25 110. Uma indústria resolve produzir isolantes térmicos de baixo custo. No processo de fabricação, eles utilizam polímeros na fase sólida que sofrem expansão, utilizando o gás pentano, que substitui o CFC por questões ambientais. Por conter gás nessa mistura, obtém-se um isolante térmico, chegando no seu objetivo. A classificação do isolante térmico que essa indústria resolve produzir é um coloide. Qual a classificação do coloide assim obtido 113. Tem-se 40 ml de uma solução de NaCl de porcentagem em massa 7,3125%(m/m) e densidade 1,12g/mL, quanto de água devemos acrescentar para que a concentração seja 0,2 mol/l? 111. Para padronizar uma amostra de hidróxido de sódio impuro, foi realizada uma titulação e gastou-se 50 ml de uma solução de concentração 1,0 mol/l de ácido sulfúrico, neutralizando totalmente 4 g dessa base A frutose, conhecida como açúcar para diabéticos, tem maior poder de adoçar e é menos densa. Após o preparo de um suco da polpa do café, verificou-se que 200 ml da solução obtida continha 58 mg de frutose. A concentração dessa substância no café é igual a quanto, em mol/l? (Massa molar da sacarose = 180g/mol) Assim, qual o grau de pureza do hidróxido a ser padronizado? Dados de massas molares: NaOH = 40 g/mol; H²SO⁴ = 98 g/mol Uma reação de titulação foi realizada para determinar a fórmula molecular de um ácido monocarboxílico de cadeia aberta e saturado. O experimento foi realizado conforme as etapas a seguir: 112. No dia 16 de setembro, se comemora o "Dia internacional da proteção da Camada de Ozônio". Os novos aparelhos de ar condicionado contêm um selo que informa a presença do gás refrigerante ecológico R410A, que foi desenvolvido para substituir o R-22, que até então era utilizado em todos os aparelhos de ar condicionado. Por não conter os CFCs (clorofluorcarbonos), não é inflamável nem tóxico, solução inteligente e sustentável para os problemas trazidos pelo seu antecessor. Os gases refrigerantes, por apresentarem um aspecto límpido e homogêneo, são considerados uma dispersão de que tipo? Etapa 1: 0,074 g do ácido carboxílico foi dissolvido em 100 ml de água destilada; Etapa 2: foram adicionadas 20 gotas de uma solução alcoólica de fenolftaleína 1% m/v; Etapa 3: foram gastos 100 ml de solução 0,005 mol/l de hidróxido de cálcio até o ponto de mudança de cor do indicador. Com base nos dados do experimento, qual a fórmula molecular do ácido em análise? Note e adote: Massas molares (g/mol): H = 1; C = 12; O = 16. Formula geral do ácido citado CnH2nO2 25

26 116. Boa parte das soluções aquosas de cloreto de sódio, utilizadas como soro fisiológico nos hospitais, apresenta concentração de 0,9% em massa para essa substância e densidade muito próxima a 3 1,0 g cm. Dados: massas atômicas em g mol : Na = 23,0; C = 35,5. A) Considerando essas informações, determine a concentração molar dessa substância Analise a tabela que apresenta a pressão de vapor a 100 C para três diferentes substâncias. Substância Pressão de vapor (mmhg) Butan-2-ol 790 Hexan-3-ol 495 Água 760 A) Esboce, no gráfico abaixo, as curvas de pressão de vapor relativas aos álcoois apresentados na tabela. Qual dos dois álcoois é o mais volátil? B) Além de ser usado como soro fisiológico, o cloreto de sódio pode ter ação antisséptica. Explique em que condição uma solução de cloreto de sódio tem função antisséptica e escreva o nome do processo bioquímico envolvido na ação de assepsia O propanotriol, presente em alimentos industrializados, é também usado como umectante, solvente e amaciante. Utilizando-se a constante ebulioscópica da água 0,512 C kg mol, qual o ponto de ebulição da solução de 18,4 g de propanotriol dissolvidos em 500 g de água? B) Explique, de acordo com a relação entre as forças intermoleculares e os pontos de ebulição, por que o butan-2-ol apresenta maior pressão de vapor que o hexan-3-ol, à mesma temperatura. Dados: C = 12; H = 1; O = O ponto de ebulição do etanol em determinadas condições é 78,22 C. Ao dissolver um pouco de fenol no etanol, um estudante de química produziu uma solução com ponto de ebulição 78,82 C, nas mesmas condições. Sabendo-se que o etanol tem molalidade da solução? 1 Ke = 1,2 C mol kg, qual a 120. A pressão de vapor da água pura é de 23,8 torr a 25 ºC. São dissolvidos 10,0 g de cloreto de sódio em 100,0 g de água pura a 25 C. Qual o valor do abaixamento da pressão de vapor da solução, em torr? 26

27 121. A adição de certa massa de etanol em água diminui a temperatura de congelamento do solvente em 18,6 C. Sabendo que a constante crioscópica da água é de 1 1,86 C kg mol, qual a porcentagem em massa do etanol nesta mistura? 123. Assinale a alternativa que contém o ponto de congelamento de uma solução aquosa de nitrato de cromo III na concentração 0,25 mol kg. Dado: Constante crioscópica molal da água 1 (Kc) = 1,86 C kg mol. A) 0,46 C B) 1,39 C C) 0,93 C D) 1,86 C 124. Na preparação de uma solução de resfriamento, 310 g de etileno glicol, (C2H 4(OH) 2), foram dissolvidos em 790 g de água Considere os sistemas 1, 2 e 3 numa mesma temperatura e o comportamento de cada um desses sistemas representados no gráfico. A) Explique, à luz das interações intermoleculares, por que a solução de água e etileno glicol é chamada de solução de resfriamento. 1. Água pura. 2. Solução aquosa 3. Solução aquosa 0,5 mol L 1 de glicose. 0,5 mol L 1 de KC. B) Após a dissolução, que tipo de efeito se espera obter na temperatura de ebulição da solução de água e etileno glicol, em relação à temperatura de ebulição da água? A) Associe cada um dos sistemas (1, 2 e 3) a cada uma das curvas (A, B e C) e indique qual o sistema mais volátil Os peixes ósseos marinhos evoluíram ao que tudo indica de ancestrais de água doce, que possuem a tonicidade de seus líquidos internos bem maior que a tonicidade da água doce. Por isso, eles estão continuamente ganhando água do meio e perdendo sais, conforme o esquema abaixo. B) A adição de um soluto não volátil aumenta ou diminui a pressão máxima de vapor de um solvente? Justifique sua resposta. Pode(m)-se identificar o(s) seguinte(s) tipo(s) de transporte(s) no esquema, apontados pelas setas 1 e 2: A) liberação de bomba de Na + e C pelo peixe. B) liberação de íons carbonatos pelo peixe. C) transporte ativo e osmose. D) difusão e transporte ativo. E) osmose e difusão. 27

28 12 MATEMÁTICA 129. Se a soma dos dez primeiros termos de uma progressão aritmética é 50 e a soma dos vinte primeiros termos também é 50, determine o valor da soma dos trinta primeiros termos A sequência (a 1,a 2,...,a n) é definida por: 1 a1 = 2 1 a2 = 3 an = an 1 + a n 2,n N e n 3 Determine o valor do a 4 desta sequência Se o oitavo termo de uma P.G. é 1/2 e a razão é 1/2, qual é o terceiro termo dessa progressão? 127. As medidas dos lados de um triângulo são expressas 2 por x + 1, 2x, x 5 e estão em P.A., nessa ordem. Calcule o perímetro desse triângulo Obtenha a progressão geométrica de quatro termos em que a soma dos dois primeiros é 12 e a soma dos dois últimos é Quantos termos da P.G. (1, 3, 9, 27,...) devem ser somados para que o resultado dê 3280? 128. Na compra a prazo de um aparelho eletrônico, o total pago por João foi de R$ 2.136,00. A entrada teve valor correspondente a 1 do total, e o restante foi pago em 5 6 parcelas, cujos valores formaram uma progressão aritmética crescente de razão R$ 40,00. Sendo assim, qual o valor da última prestação que João pagou? 133. Determine o valor numérico da expressão numérica abaixo

29 Se A = 1 1, B = 3 5 e C = 2 4, determine a matriz X de ordem 2, tal que X B C + X = A Eva é aluna do curso de Construção Naval do campus Ipojuca e tem mania de construir barquinhos de papel. Durante a aula de desenho técnico, resolveu medir os ângulos do último barquinho que fez, representado na imagem a seguir. Sabendo que as retas suportes, r e s, são paralelas, qual a medida do ângulo α destacado? 135. Resolva o sistema de equações matriciais, ou seja, X + Y = A 5B determine as matrizes X e Y tal que em 3X + 2Y = 3A 4B que A = 2 6 e B = A haste (de 7m de comprimento) de uma bandeira está apoiada, verticalmente, sobre o telhado de uma escola. De um ponto do plano horizontal onde a escola se situa, avistamse a ponta superior e a base dessa haste, em ângulos de 60 e 45, respectivamente, conforme mostra a figura: Considere: 3 1, O professor de matemática do Campus Pesqueira lançou um desafio à turma de Edificações: estimar a altura da Serra do Ororubá utilizando apenas um transferidor. Sara, aluna da turma, lembrou que existe uma placa turística a 1km de distância da serra de onde se consegue enxergar o cume da Serra. Chegando a esta placa, Sara, com o transferidor perpendicular ao solo, estimou um ângulo de 50 entre a base e o cume da Serra do Ororubá. Sabendo que sen 50 = 0,77; cos 50 = 0,64; tg 50 = 1,19; e tomando como referência o esquema mostrado na figura abaixo, certo que Sara não errou os cálculos, qual é a altitude estimada da Serra do Ororubá calculada por ela? Qual a altura aproximada da escola, em metros? 29

30 139. Paulo está deitado na cama e assistindo à TV. Na figura, C representa um ponto sobre a cama a partir do qual o controle remoto da TV foi acionado na direção do receptor de sinal indicado por R. A medida do ângulo entre a linha que representa o sinal transmitido e a cama é igual a á A figura a seguir mostra um polígono regular de 14 lados e todas as suas diagonais: Dados: α 11,3 11,5 12,1 12,4 78,5 sen α 0,196 0,199 0,210 0,215 0,980 cos α 0,981 0,980 0,978 0,977 0,199 tg α 0,200 0,203 0,214 0,220 4,915 Sabe-se, ainda, que: - R está a 1,2 m do chão; - a altura da cama em relação ao chão é de 40 cm; - C está a 4 metros de distância da parede em que a TV está fixada; - a espessura da TV é desprezível. Determine o número de diagonais traçadas é de Nas condições descritas e consultando a tabela, qual o valor de α? 142. Um gesseiro que trabalhava na reforma de uma casa lidava com placas de gesso com formato de pentágono regular quando percebeu que uma peça estava quebrada, faltando uma parte triangular, conforme mostra a figura Ana estava participando de uma gincana na escola em que estuda e uma das questões que ela tinha de responder era quanto vale a soma das medidas dos ângulos internos do polígono regular da figura? Para responder a essa pergunta, ela lembrou que seu professor ensinou que a soma das medidas dos ângulos internos de um triângulo é igual a 180º, e que todo polígono pode ser decomposto em um número mínimo de triângulos. Sendo assim, qual foi a resposta de Ana? Para recompor a peça, ele precisou refazer a parte triangular que faltava e, para isso, anotou as medidas dos ângulos x = EAD, ˆ y = EDA ˆ e z = AED ˆ do triângulo ADE. Determine as medidas x, y e z, em graus, desses ângulos. 30

31 143. Observe a figura: 145. Uma pessoa pegou um mapa rasgado em que constava um terreno delimitado por quatro ruas. Na parte visível do mapa, vê-se que o ângulo formado pela rua Saturno e pela rua Júpiter é 90 ; o ângulo formado pela rua Júpiter e pela rua Netuno é 110 e o ângulo formado pela rua Netuno e pela rua Marte é 100. Nessas condições, calcule a medida de um ângulo formado pelas ruas Marte e Saturno, na parte rasgada do mapa. Tendo como vista lateral da escada com 6 degraus, um triângulo retângulo isósceles de hipotenusa 10 metros, Magali observa que todos os degraus da escada têm a mesma altura. Calcule a medida em cm, de cada degrau O município de Mossoró, no estado do Rio Grande do Norte é o maior produtor de sal marinho do Brasil. Esse sal é transportado, por meio terrestre, até a capital do estado, Natal, que fica a, aproximadamente, 200 km a leste e 150 km ao sul da cidade de Mossoró, de acordo com mapa abaixo: 146. (FUVEST-MOD) Três cidades A, B e C situam-se ao longo de uma estrada reta; B situa-se entre A e C e a distância de B a C é igual a dois terços da distância de A a B. Um encontro foi marcado por 3 moradores, um de cada cidade, em um ponto P da estrada, localizado entre as cidades B e C e à distância de 210 km de A. Sabendo-se que P está 20 km mais próximo de C do que de B, Qual a distância que o morador de B deverá percorrer até o ponto de encontro? 147. Um arquiteto, em um de seus projetos, fez algumas medições e dentre elas mediu dois ângulos complementares. Um desses ângulos mediu 65º e o outro deve ser exatamente de quanto? Com base em seus conhecimentos de geometria, qual a distância em linha reta entre as cidades de Mossoró e de Natal, em km,? 31

32 148. (UEMS) Uma folha de papel retangular foi dobrada conforme a figura (UPF) As quatro faces do tetraedro ABCD são triângulos equiláteros. M é o ponto médio da aresta AB: Qual a medida do angulo x? O triângulo MCD é: A) escaleno. B) retângulo em C. C) equilátero. D) obtusângulo. E) estritamente isósceles (RBO) Natalia estudava sobre ângulos formados por duas retas ou por duas semirretas de mesma origem, quando viu o relógio que marcava exatamente, 10 horas e 10 minutos. Ela observou que os ponteiros formavam ângulos. Curiosa, perguntou para o seu professor de Matemática, qual o menor ângulo formado pelos ponteiros do relógio, naquele momento (NUCEPE) Uma professora querendo verificar o aprendizado de seus alunos, logo após a aula sobre triângulos, deu 18 palitos iguais para cada um, pedindo que formassem um único triângulo por vez, usando os 18 palitos sem parti-los. Qual a quantidade de triângulos isósceles que é possível formar? Qual o menor ângulo formado pelos ponteiros do relógio do professor? 153. (FCS) Uma cidade mineira mandou colocar, na praça central, uma estátua em homenagem a Tiradentes. Sabe-se que a praça tem um formato triangular e que o arquiteto responsável determinou que a estátua deverá ficar a uma mesma distância das três ruas que determinam a praça (ESPM) Num mapa, uma estrada retilínea passa sucessivamente pelas cidades A, B e C e uma cidade D, distante 120 km de A, está localizada de tal forma que o ângulo DÂB mede 36.º Um viajante fez o trajeto AB. BD e DC percorrendo em cada trecho a mesma distância. Se ele tivesse ido diretamente de A até C, teria percorrido qual distância, em km? Na figura, o local em que essa estátua deve ser colocada é: A) No circuncentro do triângulo determinado pela praça, ou seja, no cruzamento das mediatrizes. B) No ortocentro do triângulo determinado pela praça, ou seja, no cruzamento das alturas. C) No incentro do triângulo determinado pela praça, ou seja, no cruzamento das bissetrizes. D) No baricentro do triângulo determinado pela praça, ou seja, no cruzamento das medianas. E) No ponto médio de alguns dos lados. 32

33 154. (IFSUL) Analise a tirinha abaixo. De acordo com a tirinha, o triângulo é classificado como A) retângulo. B) equilátero. C) isósceles. D) escaleno. E) obtusângulo (UTFPR) Um triângulo isósceles tem dois lados congruentes (de medidas iguais) e o outro lado é chamado de base. Se em um triângulo isósceles o ângulo externo relativo ao vértice oposto da base mede 130, então os ângulos internos deste triângulo medem? 33

34 Cálculos

35

36

Nome: Exercícios de Genética (Conceitos e 1a. Lei de Mendel) Atividade Avaliativa 0 a 2,5

Nome: Exercícios de Genética (Conceitos e 1a. Lei de Mendel) Atividade Avaliativa 0 a 2,5 Nome: Exercícios de Genética (Conceitos e 1a. Lei de Mendel) Atividade Avaliativa 0 a 2,5 Turma 3o. Ano A/B disciplina Biologia Professora Carina Justino 1. Um casal buscou um serviço de aconselhamento

Leia mais

EXERCÍCIOS COMPLEMENTARES I DISCIPLINA: BIOLOGIA PROFESSOR(A: DATA: / / ALUNO(A): SÉRIE: 3º ANO ENTREGA: / /

EXERCÍCIOS COMPLEMENTARES I DISCIPLINA: BIOLOGIA PROFESSOR(A: DATA: / / ALUNO(A): SÉRIE: 3º ANO ENTREGA: / / COLÉGIO DE APLICAÇÃO DOM HÉLDER CÂMARA EXERCÍCIOS COMPLEMENTARES I DISCIPLINA: BIOLOGIA PROFESSOR(A: DATA: / / ALUNO(A): SÉRIE: 3º ANO ENTREGA: / / 1. (UFSCar) As duas sequências referem-se a moléculas

Leia mais

São Judas Tadeu. Alessandro Arruda

São Judas Tadeu. Alessandro Arruda Unidade Professor(a): Aluno (a): São Judas Tadeu Alessandro Arruda Série: 3ª Data: / / 2019. Lista de BIOLOGIA II Valor: 2,0 Nota: Orientações: - A lista deverá ser respondida na própria folha impressa

Leia mais

Questão 01. a) A doença hereditária possui herança dominante ou recessiva? b) Informe os genótipos do heredograma. Questão 02

Questão 01. a) A doença hereditária possui herança dominante ou recessiva? b) Informe os genótipos do heredograma. Questão 02 LISTA 2 1ª Lei de Mendel 9 Ano Biologia Prof. Feresin Questão 01 Aconselhamento genético é um processo que serve para o portador de qualquer doença hereditária e seus familiares conhecerem as consequências

Leia mais

Lista de Exercícios - Monitorias

Lista de Exercícios - Monitorias Monitoria Linguagens - 15/08 Questão 1 (ENEM 2016) Eixo Temático: Linguística (Variação Linguística e Reflexões sobre a Língua) Texto I Entrevistadora Eu vou conversar aqui com a professora A.D. O português

Leia mais

1º trimestre Sala de Estudos - Biologia

1º trimestre Sala de Estudos - Biologia 1º trimestre Sala de Estudos - Biologia Ensino Médio 2º ano classe: Prof. Gustavo Baviera Nome: nº Codominância 1. Em uma espécie de planta, o caráter cor da flor tem codominância e herança mendeliana.

Leia mais

1º trimestre Sala de Estudos - Biologia Ensino Médio 2º ano classe: Prof. Gustavo Baviera Nome: nº

1º trimestre Sala de Estudos - Biologia Ensino Médio 2º ano classe: Prof. Gustavo Baviera Nome: nº 1º trimestre Sala de Estudos - Biologia Ensino Médio 2º ano classe: Prof. Gustavo Baviera Nome: nº Codominância 1. Em uma espécie de planta, o caráter cor da flor tem codominância e herança mendeliana.

Leia mais

BIOLOGIA QUESTÕES DE GENÉTICA

BIOLOGIA QUESTÕES DE GENÉTICA QUESTÕES DE GENÉTICA 01. (Fac. Objetivo-SP) Em camundongos o genótipo aa é cinza; Aa é amarelo e AA morre no início do desenvolvimento embrionário. Que descendência se espera do cruzamento entre um macho

Leia mais

TRABALHO DE RECUPERAÇÃO 1 TRIMESTRE 2016

TRABALHO DE RECUPERAÇÃO 1 TRIMESTRE 2016 TRABALHO DE RECUPERAÇÃO 1 TRIMESTRE 2016 ALUNO (A): TURMA: VALOR: 12,0 Nota: INSTRUÇÕES: Todas as questões devem ser respondidas a CANETA. 01- Explique por que o século XVIII acabou sendo conhecido como

Leia mais

1º EM. Biologia B Marli / Pedro Aval. Trimestral 28/06/11

1º EM. Biologia B Marli / Pedro Aval. Trimestral 28/06/11 1º EM Biologia B Marli / Pedro Aval. Trimestral 28/06/11 Cada questão vale 1,0, não serão aceitas rasuras nas questões de múltipla escolha. Para as questões dissertativas, estas devem ser respondidas a

Leia mais

Bio. Bio. Monitor: Sarah Elis

Bio. Bio. Monitor: Sarah Elis Professor: Rubens Oda Monitor: Sarah Elis Exercícios sobre a primeira lei de Mendel e probabilidades 06 set EXERCÍCIOS DE AULA 1. Em uma certa espécie de mamíferos, há um caráter mendeliano com co-dominância

Leia mais

Polialelia, Sangue e Sexo

Polialelia, Sangue e Sexo Polialelia, Sangue e Sexo 1. (Mack-2007) Uma mulher casa-se com um homem que apresentou eritroblastose fetal ao nascer. O parto do primeiro filho transcorre normalmente, mas o segundo filho apresenta eritroblastose.

Leia mais

Bio. Rubens Oda. Monitor: Sarah Elis

Bio. Rubens Oda. Monitor: Sarah Elis Bio. Professor: Alexandre Bandeira Rubens Oda Monitor: Sarah Elis Polialelia e sistemas sanguíneos 02/04 out RESUMO Polialelia, ou alelos múltiplos, é o fenômeno em que uma mesma característica pode ser

Leia mais

BETHENCOURT, Francisco; CURTO, Diogo Ramada (dir.). A expansão marítima portuguesa, Lisboa: Edições 70, p. 8.

BETHENCOURT, Francisco; CURTO, Diogo Ramada (dir.). A expansão marítima portuguesa, Lisboa: Edições 70, p. 8. Revisão Específicas 1. (UFRGS) Durante o reinado de Hamurábi na Babilônia (1792 1750 a.c.), foi escrita uma relação de sentenças legais que, modernamente, é conhecida pelo nome de Código de Hamurábi. O

Leia mais

Gene tica. O que é genética? É o estudo dos genes e de sua transmissão para as futuras gerações. Genética Clássica -> Mendel(1856)

Gene tica. O que é genética? É o estudo dos genes e de sua transmissão para as futuras gerações. Genética Clássica -> Mendel(1856) Gene tica Conceitos básicos Na semente estão contidas todas as partes do corpo do homem que serão formadas. A criança que se desenvolve no útero da mãe tem as raízes da barba e do cabelo que nascerão um

Leia mais

Tarefa 13 à 16 Professor Danin

Tarefa 13 à 16 Professor Danin 9º ano Biologia Tarefa 13 à 16 Professor Danin 01. Renato (III.1), cuja avó materna e avô paterno eram albinos, preocupado com a possibilidade de transmitir o alelo para o albinismo a seus filhos, deseja

Leia mais

Problema 1. Problema 2

Problema 1. Problema 2 Biologia 12º Ano Ficha de Trabalho Genética Problema 1 Um caracol Cepaea nemoralis possui uma concha lisa ou listada. Do cruzamento parental entre um caracol de concha lisa com um caracol de concha listada

Leia mais

Primeira Lei de Mendel e Heredogramas

Primeira Lei de Mendel e Heredogramas Primeira Lei de Mendel e Heredogramas Primeira Lei de Mendel e Heredogramas 1. O heredograma refere-se a uma característica controlada por um único par de genes (A e a). Assim, em relação a esta característica,

Leia mais

a) Qual é o mecanismo de herança dessa doença? Justifique.

a) Qual é o mecanismo de herança dessa doença? Justifique. É sabido que indivíduos homozigotos recessivos para alelos mutados do gene codificador da enzima hexosaminidase desenvolvem uma doença conhecida como Tay-Sachs, e morrem antes do quarto ano de vida. Nos

Leia mais

QUESTÕES DE GENÉTICA - PROFESSORA: THAÍS ALVES 30/05/2015

QUESTÕES DE GENÉTICA - PROFESSORA: THAÍS ALVES 30/05/2015 QUESTÕES DE GENÉTICA - PROFESSORA: THAÍS ALVES 30/05/2015 01. Em situações problemas relacionadas à genética mendeliana, um dos cálculos probabilísticos utilizados é a aplicação da denominada regra da

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS GENÉTICA

LISTA DE EXERCÍCIOS GENÉTICA LISTA DE EXERCÍCIOS GENÉTICA 1) Uma mulher casa-se com um homem que apresentou eritroblastose fetal ao nascer. O parto do primeiro filho transcorre normalmente, mas o segundo filho apresenta eritroblastose.

Leia mais

Revisão para Prova 2017

Revisão para Prova 2017 Revisão para Prova 2017 Confira questões resolvidas sobre a 1ª Lei de Mendel: 1) (UFMG) - Representação esquemática do núcleo de uma célula em meiose. A segregação dos alelos, descoberta por Mendel, ocorre

Leia mais

Extensões à Genética Mendeliana

Extensões à Genética Mendeliana Extensões à Genética Mendeliana Extensões à Genética Mendeliana Dominância Incompleta Codominância Alelos múltiplos (polialelismo) Alelos letais Epistasia (interação génica) DOMINÂNCIA INCOMPLETA Não há

Leia mais

Bio. Bio. Monitor: Júlio Junior

Bio. Bio. Monitor: Júlio Junior Bio. Professor: Rubens Oda Monitor: Júlio Junior Polialelia e sistemas sanguíneos 08 set RESUMO A Polialelia consiste em existir mais do que dois tipos de alelos no mesmo lócus cromossômico, que irão participar

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ Setor de Ciências Biológicas Departamento de Genética BG403 - GENÉTICA ANIMAL. Lista de Exercícios

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ Setor de Ciências Biológicas Departamento de Genética BG403 - GENÉTICA ANIMAL. Lista de Exercícios UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ Setor de Ciências Biológicas Departamento de Genética Profa Angelica Boldt BG403 - GENÉTICA ANIMAL Lista de Exercícios T7 GENÉTICA DE POPULAÇÕES 1) As propriedades genéticas

Leia mais

. a d iza r to u a ia p ó C II

. a d iza r to u a ia p ó C II II Sugestões de avaliação Ciências 8 o ano Unidade 3 5 Unidade 3 Nome: Data: 1. As bactérias não têm núcleo nem DNA. Você concorda com essa afirmação? Justifique. 2. Uma mulher de 40 anos de idade está

Leia mais

ALUNO: N : 1º ANO TURMA Entrega até 01/11/2017 PROFESSOR(A): GABRIELLE

ALUNO: N : 1º ANO TURMA Entrega até 01/11/2017 PROFESSOR(A): GABRIELLE ENSINO MÉDIO NOTA ALUNO: N : 1º ANO TURMA Entrega até 01/11/2017 PROFESSOR(A): GABRIELLE Lista de exercícios de Biologia 4 BIMESTRE Orientações da prova: I. Utilize apenas caneta AZUL ou PRETA II. Organize

Leia mais

@paladinoprofbio RODRIGO PALADINO (BIOLOGIA) GABARITO COMENTADO. LISTA GENÉTICA 1ª lei

@paladinoprofbio RODRIGO PALADINO (BIOLOGIA) GABARITO COMENTADO. LISTA GENÉTICA 1ª lei @paladinoprofbio RODRIGO PALADINO (BIOLOGIA) GABARITO COMENTADO LISTA GENÉTICA 1ª lei 1. (Unifesp 2018) Um casal buscou um serviço de aconselhamento genético porque desejava ter filhos. Os indivíduos desse

Leia mais

b) Indique qual(is) o(s) genótipo(s) e fenótipo da amostra de sangue coletada na cena do crime.

b) Indique qual(is) o(s) genótipo(s) e fenótipo da amostra de sangue coletada na cena do crime. LISTA 3 Sistema ABO e Rh 9 Ano Biologia Prof. Feresin Questão 01 Antes do advento da análise de DNA na genética forense, a tipagem dos grupos sanguíneos do sistema ABO era amplamente utilizada em investigações

Leia mais

Genética. Resolução de exercícios! Vai filhããão! Prof. Rafael Rosolen T Zafred

Genética. Resolução de exercícios! Vai filhããão! Prof. Rafael Rosolen T Zafred Genética Resolução de exercícios! 1...2...3... Vai filhããão! Prof. Rafael Rosolen T Zafred Revisão Dominante x Recessivo Heterozigoto x Homozigoto Domina o outro gene; UM gene manifesta o fenótipo; DOIS

Leia mais

Lista 1 - Ciências Biológicas 2

Lista 1 - Ciências Biológicas 2 Lista 1 - Ciências Biológicas 2 Segunda Lei de Mendel, alelos múltiplos e grupo sanguíneo LISTA 1 - BIO 2 SEGUNDA LEI DE MENDEL, ALELOS MÚLTIPLOS E GRUPO SANGUÍNEO Segunda Lei de Mendel, alelos múltiplos

Leia mais

PROFESSORA: TÉRCIO CÂMARA DISCIPLINA: BIOLOGIA CONTEÚDO: REVISANDO

PROFESSORA: TÉRCIO CÂMARA DISCIPLINA: BIOLOGIA CONTEÚDO: REVISANDO PROFESSORA: TÉRCIO CÂMARA DISCIPLINA: BIOLOGIA CONTEÚDO: REVISANDO Probabilidade é a relação entre um ou mais eventos esperados e o número de eventos possíveis. P(n) = eventos esperados eventos possíveis

Leia mais

GOIÂNIA, / / PROFESSOR: Mário Neto. DISCIPLINA: Ciências da Natureza SÉRIE: 3º. ALUNO(a):

GOIÂNIA, / / PROFESSOR: Mário Neto. DISCIPLINA: Ciências da Natureza SÉRIE: 3º. ALUNO(a): GOIÂNIA, / / 2016 PROFESSOR: Mário Neto DISCIPLINA: Ciências da Natureza SÉRIE: 3º ALUNO(a): NOTA: No Anhanguera você é + Enem 1) Em urtigas o caráter denteado das folhas domina o caráter liso. Numa experiência

Leia mais

Revisão geral 8º ANO.

Revisão geral 8º ANO. Revisão geral 8º ANO. Cromossomos e Determinação do sexo biológico 46 Cromossomos (Total) 44 Cromossomos Autossomos 2 Cromossomos Sexuais Cariótipo e Cariograma XX (Feminino) XY (Masculino) Genes Alelos

Leia mais

Escola Prof. Reynaldo dos Santos Vila Franca de Xira Biologia - 12º ano - Teste de Avaliação Fevereiro 2019 Unidade 2: Hereditariedade

Escola Prof. Reynaldo dos Santos Vila Franca de Xira Biologia - 12º ano - Teste de Avaliação Fevereiro 2019 Unidade 2: Hereditariedade Escola Prof. Reynaldo dos Santos Vila Franca de Xira Biologia - 12º ano - Teste de Avaliação Fevereiro 2019 Unidade 2: Hereditariedade Leia atentamente o texto e as questões que se seguem e indique a resposta

Leia mais

LISTA REC 1º BIM BIOLOGIA

LISTA REC 1º BIM BIOLOGIA LISTA REC 1º BIM Professora: JANDER SÉRIE: 3º ANO DATA: / / BIOLOGIA Genética: - Segunda Lei de Mendel - Análise de heredogramas - Interações Gênicas Roteiro de Recuperação Terceiro Ano Pagina 1 de 5 Lista

Leia mais

ALELOS MÚLTIPLOS=POLIALELIA

ALELOS MÚLTIPLOS=POLIALELIA ALELOS MÚLTIPLOS=POLIALELIA Nos exemplos anteriores foram considerados apenas 2 alelos por gene afetando uma determinada característica. Um gene pode possuir, em geral,não apenas dois alelos, mas vários.

Leia mais

a) autossômica dominante. b) autossômica recessiva. c) ligada ao X dominante. d) ligada ao X recessiva. e) autossômica codominante.

a) autossômica dominante. b) autossômica recessiva. c) ligada ao X dominante. d) ligada ao X recessiva. e) autossômica codominante. O trabalho de Mendel não encontrou, em sua época, um único cientista que o compreendesse a ponto de nele descobrir uma das maiores obras de toda a ciência. Parece certo que o ambiente científico não estava

Leia mais

LISTA REC 1º BIM BIOLOGIA

LISTA REC 1º BIM BIOLOGIA LISTA REC 1º BIM Professora: JANDER SÉRIE: 2º ANO DATA: / / BIOLOGIA - Conceitos Básicos - Primeira lei de Mendel - Heredogramas - Probabilidades Conteúdo de Recuperação de Genética (Segundo Ano) - Pagina

Leia mais

Movimentos Sociais no Brasil ( ) Formação Sócio Histórica do Brasil Profa. Ms. Maria Thereza Rímoli

Movimentos Sociais no Brasil ( ) Formação Sócio Histórica do Brasil Profa. Ms. Maria Thereza Rímoli Movimentos Sociais no Brasil (1550 1822) Formação Sócio Histórica do Brasil Profa. Ms. Maria Thereza Rímoli No período colonial: Em diversos momentos: Segmentos sociais insatisfeitos promoveram rebeliões,

Leia mais

Polialelia, Sangue e Sexo

Polialelia, Sangue e Sexo Polialelia, Sangue e Sexo Polialelia, Sangue e Sexo 1. (UFPEL) Três irmãos (João, José e Maria) realizaram um exame de sangue em laboratório para identificar os seus tipos sanguíneos, com o objetivo de

Leia mais

BIOLOGIA Módulo 1 12º CTec

BIOLOGIA Módulo 1 12º CTec A g r u p a m e n t o d e E s c o l a s A n t ó n i o S é r g i o V. N. G a i a E S C O L A S E C U N D Á R I A / 3 A N T Ó N I O S É R G I O BIOLOGIA Módulo 1 12º CTec CURSO CIENTÍFICO-HUMANÍSTICO DE

Leia mais

Querido(a) aluno(a),

Querido(a) aluno(a), Disciplina: Biologia Data: 24 / 05 /2018 Ensino Médio 3 º ano Turma:JC Assunto: Evolução 1ª Etapa Professora: Vitoria Benevides Querido(a) aluno(a), Você está recebendo um Roteiro de Estudo, que acreditamos

Leia mais

Atividade de revisão para o Exame final. A Revolução Francesa (14/07/1789)

Atividade de revisão para o Exame final. A Revolução Francesa (14/07/1789) Profª.: Lygia Mânica Costa 7ª série do E. Fundamental Nome: Turma: Data: Atividade de revisão para o Exame final A Revolução Francesa (14/07/1789) A situação social era grave e o nível de insatisfação

Leia mais

BIOLOGIA Módulo 1 12º CTec GRUPO I

BIOLOGIA Módulo 1 12º CTec GRUPO I A g r u p a m e n t o d e E s c o l a s A n t ó n i o S é r g i o V. N. G a i a E S C O L A S E C U N D Á R I A / 3 A N T Ó N I O S É R G I O BIOLOGIA Módulo 2º CTec CURSO CIENTÍFICO-HUMANÍSTICO DE CIÊNCIAS

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS 3º ANO

LISTA DE EXERCÍCIOS 3º ANO Alelos: a (chifres) e A (sem chifres) macho sem chifres: Aa cabra 1 com chifres: aa cabra 2 com chifres: aa cabra 3 sem chifres: Aa Cruzamento-teste: a fêmea com pelagem preta foi cruzada com indivíduo

Leia mais

ROTEIRO DE ESTUDOS III ETAPA LETIVA GEOGRAFIA 4.º ANO/EF 2018

ROTEIRO DE ESTUDOS III ETAPA LETIVA GEOGRAFIA 4.º ANO/EF 2018 ROTEIRO DE ESTUDOS III ETAPA LETIVA GEOGRAFIA 4.º ANO/EF 2018 Caro (a) aluno (a), É tempo de rever os conteúdos estudados durante o ano letivo e esclarecer suas dúvidas. Com o estudo diário e a realização

Leia mais

Exercícios Revolução Verde

Exercícios Revolução Verde Exercícios Revolução Verde 1. Considerando os conhecimentos sobre o espaço agrário brasileiro e os dados apresentados no gráfico, é correto afirmar que, no período indicado, *Soja, Trigo, Milho, Arroz

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA DE CASQUILHOS BARREIRO

ESCOLA SECUNDÁRIA DE CASQUILHOS BARREIRO ESCOLA SECUNDÁRIA DE CASQUILHOS BARREIRO DISCIPLINA DE BIOLOGIA 2º Teste de Avaliação (V1) 12ºano Turma A e B TEMA: Manipulação da Fertilidade e Património Genético Nome: Nº Classificação:, valores A professora:

Leia mais

Aula: Genética I. (1ª e 2ª leis de Mendel e Polialelia).

Aula: Genética I. (1ª e 2ª leis de Mendel e Polialelia). Aula: Genética I (1ª e 2ª leis de Mendel e Polialelia). PROFESSOR: Brenda Braga DATA:26/06/2014 Conceitos Básicos A genética básica estuda os princípios da hereditariedade ou herança biológica. Gene =

Leia mais

BIOLOGIA - 2 o ANO MÓDULO 44 POLIALELIA

BIOLOGIA - 2 o ANO MÓDULO 44 POLIALELIA BIOLOI - 2 o NO MÓDULO 44 POLILELI DN DN DN DN DN lelo lelo 1 lelo a lelo 2 lelo 3 Mutação Mutação FENÓIPOS Selvagem hinchila Hilmalaio lbino enótipos, c ch, c h, c c ch c ch, c ch c h, c ch c c h c h,c

Leia mais

Bio. Bio. Monitor: Júlio Junior

Bio. Bio. Monitor: Júlio Junior Professor: Nelson Paes Monitor: Júlio Junior Genética do sexo 12 set RESUMO As características comuns aos dois sexos como a formação de órgãos somáticos (ex.: fígado, baço, o estômago, etc), deve-se a

Leia mais

1º Lei de Mendel. Prof. Fernando Stuchi

1º Lei de Mendel. Prof. Fernando Stuchi 1º Lei de Mendel Prof. Fernando Stuchi Gregor Johann Mendel, conhecido como pai da genética, foi o responsável por iniciar os estudos dos genes através de cruzamentos de plantas, em especial as ervilhas;

Leia mais

Biologia A Marli Av. Subst./Optat. 24/11/14 INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA LEIA COM MUITA ATENÇÃO

Biologia A Marli Av. Subst./Optat. 24/11/14 INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA LEIA COM MUITA ATENÇÃO 3º EM Biologia A Marli Av. Subst./Optat. 24/11/14 INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA LEIA COM MUITA ATENÇÃO 1. Verifique, no cabeçalho desta prova, se seu nome, número e turma estão corretos. 2. Esta

Leia mais

10) (UFPA) Usando seus conhecimentos de probabilidade, Mendel chegou às seguintes conclusões, com exceção de uma delas. Indique-a:

10) (UFPA) Usando seus conhecimentos de probabilidade, Mendel chegou às seguintes conclusões, com exceção de uma delas. Indique-a: 1) Em urtigas o caráter denteado das folhas domina o caráter liso. Numa experiência de polinização cruzada, foi obtido o seguinte resultado: 89 denteadas e 29 lisas. A provável fórmula genética dos cruzantes

Leia mais

Segregação Monogênica: 1 a Lei de Mendel. Profa. Vanessa Kava

Segregação Monogênica: 1 a Lei de Mendel. Profa. Vanessa Kava Segregação Monogênica: 1 a Lei de Mendel Profa. Vanessa Kava 1a Lei de Mendel VOCÊ JÁ SABE QUE Os cromossomos situam-se no núcleo das células 1 cromossomo 1 molécula de DNA 1molécula de DNA vários genes

Leia mais

Recursos para Estudo / Atividades

Recursos para Estudo / Atividades COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE Programa de Recuperação Final 2ªEtapa 2013 Disciplina: BIOLOGIA Ano: 3º Professor (a): SUELI COSTA Turma: FG e ADM Caro aluno, você está recebendo o conteúdo de recuperação.

Leia mais

GEOGRAFIA MÓDULO II do PISM (triênio )

GEOGRAFIA MÓDULO II do PISM (triênio ) QUESTÕES OBJETIVAS GEOGRAFIA MÓDULO II do PISM (triênio 2004-2006) 01. Um determinado município, representado na figura a seguir, precisa definir um local para instalação de seu aterro sanitário. III I

Leia mais

ESPAÇO RURAL E MODERNIZAÇÃO DO CAMPO

ESPAÇO RURAL E MODERNIZAÇÃO DO CAMPO ESPAÇO RURAL E MODERNIZAÇÃO DO CAMPO COMO ENTENDER A SITUAÇÃO DO CAMPO NO BRASIL? COMO ENTENDER A PRODUÇÃO DE ALIMENTOS NO BRASIL E NO MUNDO? Tipos de agropecuária: intensiva e extensiva Principais modelos

Leia mais

CAPÍTULO 3 - AGROPECUÁRIA E AGRONEGÓCIO PROFESSOR LEONAM JUNIOR COLÉGIO ARI DE SÁ 7º ANO

CAPÍTULO 3 - AGROPECUÁRIA E AGRONEGÓCIO PROFESSOR LEONAM JUNIOR COLÉGIO ARI DE SÁ 7º ANO CAPÍTULO 3 - AGROPECUÁRIA E AGRONEGÓCIO PROFESSOR LEONAM JUNIOR COLÉGIO ARI DE SÁ 7º ANO QUEM SÃO OS TRABALHADORES BRASILEIROS E ONDE DESENVOLVEM SUAS ATIVIDADES ECONÔMICAS P. 37 PEA do Brasil: 100 milhões

Leia mais

APROFUNDAMENTO DE GENÉTICA TIO DARCYZÃO AGUIA PATO BRANCO-BELTRÃO-CASCAVEL

APROFUNDAMENTO DE GENÉTICA TIO DARCYZÃO AGUIA PATO BRANCO-BELTRÃO-CASCAVEL APROFUNDAMENTO DE GENÉTICA TIO DARCYZÃO AGUIA PATO BRANCO-BELTRÃO-CASCAVEL 01. Em abelhas, a cor dos olhos é condicionada por uma série de alelos múltiplos, constituída por cinco alelos, com as seguintes

Leia mais

Sala de Estudos Biologia Professor Gustavo Baviera Genética

Sala de Estudos Biologia Professor Gustavo Baviera Genética 1ª Lei de Mendel Sala de Estudos Biologia Professor Gustavo Baviera Genética 1. No porquinho-da-índia existe um par de genes autossômicos que determina a cor da pelagem: o alelo dominante B determina a

Leia mais

1. Na família abaixo há três indivíduos afetados por uma doença neurológica muito rara.

1. Na família abaixo há três indivíduos afetados por uma doença neurológica muito rara. 1. Na família abaixo há três indivíduos afetados por uma doença neurológica muito rara. I Dê as razões para que essa doença tenha ou não tenha herança: a ligada ao X dominante. Não é esse o padrão de herança,

Leia mais

GEOGRAFIA ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO 2ª ETAPA 2017

GEOGRAFIA ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO 2ª ETAPA 2017 GEOGRAFIA ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO 2ª ETAPA 2017 ENSINO FUNDAMENTAL II ANO: 7º PROFESSORA: MÁRCIA SANTI ALUNO(A): Nº: TURMA: ABCDE I INTRODUÇÃO Este roteiro tem como objetivo orientá-lo nos estudos de recuperação

Leia mais

Exercícios: Módulo 2 Aula 3 Heredogramas

Exercícios: Módulo 2 Aula 3 Heredogramas Exercícios: Módulo 2 Aula 3 Heredogramas 01. (Mackenzie SP) No heredograma abaixo, os indivíduos marcados apresentam uma determinada condição genética. Os indivíduos 3, 4, 5 e 6 são obrigatoriamente heterozigotos.

Leia mais

BIOLOGIA - 2 o ANO MÓDULO 39 GENEALOGIA E ROBABILIDADE

BIOLOGIA - 2 o ANO MÓDULO 39 GENEALOGIA E ROBABILIDADE BIOLOGIA - o ANO MÓDULO 39 GENEALOGIA E ROBABILIDADE Indivíduo do sexo masculino Casamento Indivíduo do sexo feminino Acasalamento extramarital sexo indefinido Divórcio Nº de filhos do sexo indicado Acasalamento

Leia mais

a) do DNAmt, transmitido ao longo da linhagem materna, pois, em cada célula humana, há várias cópias dessa molécula.

a) do DNAmt, transmitido ao longo da linhagem materna, pois, em cada célula humana, há várias cópias dessa molécula. 01 - (ENEM) Uma vítima de acidente de carro foi encontrada carbonizada devido a uma explosão. Indícios, como certos adereços de metal usados pela vítima, sugerem que a mesma seja filha de um determinado

Leia mais

CURSO DE MEDICINA EXERCÍCIOS GENÉTICA DE POPULAÇÕES

CURSO DE MEDICINA EXERCÍCIOS GENÉTICA DE POPULAÇÕES CURSO DE MEDICINA EXERCÍCIOS GENÉTICA DE POPULAÇÕES AULAS: 15 e 19/05/014 Profª: Ana Luisa Miranda-Vilela 1) Em uma população, as composições genotípicas observadas são as seguintes: AA Aa aa 100 300 380

Leia mais

Heredograma - exercícios

Heredograma - exercícios Heredograma - exercícios Apostila IV Unidade 11 1. Analise o heredograma e assinale a alternativa correta: b) Qual a probabilidade de o indivíduo 5 ser homozigoto recessivo? c) Qual a probabilidade de

Leia mais

2. O ângulo de incidência é i = 45 0 e o índice de refração do ar é 1. Determine:

2. O ângulo de incidência é i = 45 0 e o índice de refração do ar é 1. Determine: Aluno(a):_ Código: Série: 1ª Turma: Data: / / 03. Sob um ângulo de incidência de 60 0, faz-se incidir sobre a superfície de um material transparente um raio de luz monocromática. Observa-se que o raio

Leia mais

COLÉGIO XIX DE MARÇO educação do jeito que deve ser

COLÉGIO XIX DE MARÇO educação do jeito que deve ser COLÉGIO XIX DE MARÇO educação do jeito que deve ser 2016 2 a PROVA PARCIAL DE HISTÓRIA Aluno(a): Nº Ano: 8º Turma: Data: 06/08/2016 Nota: Professor(a): Ivana Cavalcanti Riolino Valor da Prova: 40 pontos

Leia mais

CRUZAMENTOS BÁSICOS. genótipos proporção fenótipos proporção 1 BB 2 BV. 2 aa

CRUZAMENTOS BÁSICOS. genótipos proporção fenótipos proporção 1 BB 2 BV. 2 aa CRUZMENTOS ÁSCOS genótipos proporção fenótipos proporção pigmentado 3 DOMNÂNC a COMPLET aa albino branco CODOMNÂNC VV vermelho V róseo letal (aguti) LETLDDE a aguti aa amarelo Obs.: No cruzamento teste

Leia mais

1. Produção de DNA recombinante (plasmídio de uma bactéria/gene do vaga-lume). 3. Multiplicação da célula de tabaco com o gene do vaga-lume.

1. Produção de DNA recombinante (plasmídio de uma bactéria/gene do vaga-lume). 3. Multiplicação da célula de tabaco com o gene do vaga-lume. 01. Analise a figura a seguir, que representa um determinado experimento: 1. Produção de DNA recombinante (plasmídio de uma bactéria/gene do vaga-lume). 2. Introdução do DNA em célula de tabaco. 3. Multiplicação

Leia mais

AULA 3: Segunda Lei de Mendel

AULA 3: Segunda Lei de Mendel AULA 3: Segunda Lei de Mendel Disciplina: Biologia Professora: Mariana Bregalda Conceito de segregação independente Mendel estudou também a transmissão combinada de duas ou mais características. Esse é

Leia mais

MATRÍCULA: EXERCÍCIOS SOBRE GENÉTICA DE POPULAÇÕES

MATRÍCULA: EXERCÍCIOS SOBRE GENÉTICA DE POPULAÇÕES MATRÍCULA: Lista de Exercícios Evolução Código 13170 SOBRE GENÉTICA DE POPULAÇÕES 1) Em uma população, as composições genotípicas observadas são as seguintes: AA Aa aa 100 300 380 Responda: a) Quais são

Leia mais

Edital de Recuperação de Biologia 4º bimestre INSTRUÇÕES PARA A PARTICIPAÇÃO NA RECUPERAÇÃO. Conteúdos da Recuperação

Edital de Recuperação de Biologia 4º bimestre INSTRUÇÕES PARA A PARTICIPAÇÃO NA RECUPERAÇÃO. Conteúdos da Recuperação Edital de Recuperação de Biologia 4º bimestre Nome: nº 2EM Professores: Danilo, Glauco, Soraia, Tales e Thierry INSTRUÇÕES PARA A PARTICIPAÇÃO NA RECUPERAÇÃO 1. Acompanhe o calendário de aulas de recuperação

Leia mais

Amor & Sociologia Cultural - Fernando Pessoa

Amor & Sociologia Cultural - Fernando Pessoa Page 1 of 5 Universidade Federal do Amapá Pró-Reitoria de Ensino de Graduação Curso de Licenciatura Plena em Pedagogia Disciplina: Sociologia Cultural Educador: João Nascimento Borges Filho Amor & Sociologia

Leia mais

Colégio Santa Dorotéia

Colégio Santa Dorotéia Colégio Santa Dorotéia Disciplinas: Geografia / História / ORIENTAÇÃO DE ESTUDOS Ano: 4º - Ensino Fundamental - Data: 4 / 4 / 2019 CONTEÚDO DE HISTÓRIA Capítulos 1, 2 e 3 do livro didático. A origem dos

Leia mais

Colégio Santa Dorotéia

Colégio Santa Dorotéia Colégio Santa Dorotéia Disciplinas: Geografia/História - ORIENTAÇÃO DE ESTUDOS - RECUPERAÇÃO Ano: 4º - Ensino Fundamental - Data: 3 / 5 / 2019 CONTEÚDO DE HISTÓRIA Capítulos 1, 2 e 3 do livro. A origem

Leia mais

Alelos Múltiplos ou Polialelia

Alelos Múltiplos ou Polialelia Alelos Múltiplos ou Polialelia Alelos Múltiplos (Polialelia) Quando um locus é ocupado, alternativamente, por séries de três ou mais alelos diferentes. Exemplo de Polialelia C > cch > ch > ca Note que,

Leia mais

Jimboê. Geografia. Avaliação. Projeto. 4 o ano. 2 o bimestre

Jimboê. Geografia. Avaliação. Projeto. 4 o ano. 2 o bimestre Professor, esta sugestão de avaliação corresponde ao segundo bimestre escolar ou à Unidade 2 do Livro do Aluno. Projeto Jimboê Geografia 4 o ano Avaliação 2 o bimestre 1 Avaliação Geografia NOME: ESCOLA:

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA DE CASQUILHOS BARREIRO

ESCOLA SECUNDÁRIA DE CASQUILHOS BARREIRO ESCOLA SECUNDÁRIA DE CASQUILHOS BARREIRO DISCIPLINA DE BIOLOGIA 3º Teste de Avaliação (V1) 12ºano Turma A e B TEMA: Manipulação da Fertilidade e Património Genético Nome: Nº Classificação:, valores A professora:

Leia mais

S A Ú D E UFJF PISM III 1º DIA (BIOLOGIA - SAÚDE)

S A Ú D E UFJF PISM III 1º DIA (BIOLOGIA - SAÚDE) S A Ú D E UFJF PISM III 1º DIA (BIOLOGIA - SAÚDE) 1 ATENÇÃO: 1. Utilize somente caneta azul ou preta. 2. ESCREVA OU ASSINE SEU NOME SOMENTE NO ESPAÇO PRÓPRIO DA CAPA. 3. O espaço que está pautado nas questões

Leia mais

Recursos para Estudo / Atividades

Recursos para Estudo / Atividades COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE Programa de Recuperação Paralela 1ª Etapa 2014 Disciplina: Ciências Ano:3 Professor (a): SUELI COSTA Turma: FG Caro aluno, você está recebendo o conteúdo de recuperação.

Leia mais

Colégio FAAT Ensino Fundamental e Médio

Colégio FAAT Ensino Fundamental e Médio Colégio FAAT Ensino Fundamental e Médio Recuperação do 3 Bimestre Biologia 1º ano Conteúdo: Introdução aos estudos da Genética: histórico da genética, experimentos de Mendel, 1ª Lei de Mendel: monoibridismo

Leia mais

Ano: 6º Turma: 6.1 / 6.2

Ano: 6º Turma: 6.1 / 6.2 COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE Programa de Recuperação Paralela 1ª Etapa 2014 Disciplina: Geografia Professor (a): Fernando Parente Ano: 6º Turma: 6.1 / 6.2 Caro aluno, você está recebendo o conteúdo

Leia mais

Biologia Genética Fácil [20 Questões]

Biologia Genética Fácil [20 Questões] Biologia Genética Fácil [20 Questões] 01 - (ESCS DF) Em uma população, conhece-se a freqüência de daltônicos. Sabendo-se que nela, o número de mulheres e de homens é aproximadamente igual e conhecendo-se

Leia mais

30 de Novembro de 2008 SEGUNDA FASE - QUESTÕES DISCURSIVAS E REDAÇÃO - GRUPO 2 e 4. (CIÊNCIAS BIOLÓGICAS, MEDICINA VETERINÁRIA e ZOOTECNIA)

30 de Novembro de 2008 SEGUNDA FASE - QUESTÕES DISCURSIVAS E REDAÇÃO - GRUPO 2 e 4. (CIÊNCIAS BIOLÓGICAS, MEDICINA VETERINÁRIA e ZOOTECNIA) UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS COMISSÃO PERMANENTE DE PROCESSO SELETIVO Câmpus Universitário Caixa Postal 3037 37200-000 Lavras (MG) VESTIBULAR - PAS 3ª ETAPA 30 de Novembro de 2008 SEGUNDA FASE - QUESTÕES

Leia mais

Sistema COC de Educação Unidade Portugal

Sistema COC de Educação Unidade Portugal Sistema COC de Educação Unidade Portugal Ribeirão Preto, de de 2010. Nome: 2 o ano (1 a série) AVALIAÇÃO DE CONTEÚDO DO GRUPO IV 2 o BIMESTRE Eixo temático De olho na natureza Disciplina/Valor Português

Leia mais

Centro Educacional Souza Amorim Jardim Escola Gente Sabida Sistema de Ensino PH Vila da Penha. Ensino Fundamental

Centro Educacional Souza Amorim Jardim Escola Gente Sabida Sistema de Ensino PH Vila da Penha. Ensino Fundamental Centro Educacional Souza Amorim Jardim Escola Gente Sabida Sistema de Ensino PH Vila da Penha Ensino Fundamental Turma: 6 PROJETO INTERPRETA AÇÂO (INTERPRETAÇÂO) Nome do (a) Aluno (a): Professor (a): DISCIPLINA:

Leia mais

CENTRO EDUCACIONAL SIGMA

CENTRO EDUCACIONAL SIGMA 5ºAno 1.5 HISTÓRIA 3º período 25 de setembro de 2015 Cuide da organização da sua avaliação. Escreva de forma legível. Fique atento à ortografia e elabore respostas claras. Tudo isso será considerado na

Leia mais

Atividades de Recuperação Paralela de Geografia

Atividades de Recuperação Paralela de Geografia Atividades de Recuperação Paralela de Geografia 7º ano Ensino Fundamental II 1 Trimestre/2019 Orientações de Estudo: Reveja os conceitos dados no caderno e no livro, destacando as ideias principais; Faça

Leia mais

Genealogias, Heredogramas ou Árvores Genealógicas pg.25

Genealogias, Heredogramas ou Árvores Genealógicas pg.25 Genealogias, Heredogramas ou Árvores Genealógicas pg.25 Genealogias ou Heredogramas São esquemas que apresentam, com uma série de símbolos, os indivíduos de uma família. Os símbolos indicam: o grau de

Leia mais

Exercícios de Genética

Exercícios de Genética Exercícios de Genética 1ª Lei de Mendel Questão 1: Em urtigas o caráter denteado das folhas domina o caráter liso. Numa experiência de polinização cruzada, foi obtido o seguinte resultado: 89 denteadas

Leia mais

Tarefa 19 Professora Sarah OBSERVAÇÃO: TODAS AS QUESTÕES DEVEM SER JUSTIFICADAS POR ESCRITO NO CADERNO.

Tarefa 19 Professora Sarah OBSERVAÇÃO: TODAS AS QUESTÕES DEVEM SER JUSTIFICADAS POR ESCRITO NO CADERNO. Tarefa 19 Professora Sarah OBSERVAÇÃO: TODAS AS QUESTÕES DEVEM SER JUSTIFICADAS POR ESCRITO NO CADERNO. 01. Maria (III.12), cujos avô materno e avó paterna eram albinos, estava preocupada com a possibilidade

Leia mais

Esta avaliação é composta de 12 questões, das quais você deverá escolher apenas 10 para responder.

Esta avaliação é composta de 12 questões, das quais você deverá escolher apenas 10 para responder. 1º EM Biologia B Marli Av. Trimestral 28/10/15 INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA LEIA COM MUITA ATENÇÃO 1. Verifique, no cabeçalho desta prova, se seu nome, número e turma estão corretos. 2. Esta prova

Leia mais

Revolução Francesa e Napoleão

Revolução Francesa e Napoleão Revolução Francesa e Napoleão Revolução Francesa e Napoleão 1. A convocação dos Estados Gerais deu início à Revolução Francesa, ocasionando um conjunto de mudanças que abalaram não só a França, mas também

Leia mais

Genética. Gregor Mendel (1866)

Genética. Gregor Mendel (1866) Genética Gregor Mendel (1866) Fundamentos da genética moderna Experimentos com Pisum sativum Sucesso dos resultados deveu-se ao controle dos cruzamentos, reprodução rápida, características contrastantes

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ Setor de Ciências Biológicas Departamento de Genética BG403 - GENÉTICA ANIMAL. Respostas da lista de exercícios

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ Setor de Ciências Biológicas Departamento de Genética BG403 - GENÉTICA ANIMAL. Respostas da lista de exercícios UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ Setor de Ciências Biológicas Departamento de Genética Profa Angelica Boldt BG403 - GENÉTICA ANIMAL Respostas da lista de exercícios T7 GENÉTICA DE POPULAÇÕES 1) a) p(a 1

Leia mais