EXERCÍCIOS DE ASSIMILAÇÃO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "EXERCÍCIOS DE ASSIMILAÇÃO"

Transcrição

1 GABARITO 2º BIMESTRE 2015 EXERCÍCIOS DE ASSIMILAÇÃO 1-(UEPB) A NISSAN INVENTA O AUTOMÓVEL Á LA CARTE O sistema Answer, [...] é um sistema de informática de ponta que coordena a produção e a venda [...] isso significa que a fábrica produz carros já comprados, e que a fabricação se aproxima de uma produção segundo a demanda.(la Courrier Internacional apud Becouche, 1995). O texto sugere que a) O modelo fordista trabalha sem estoques e com defeito zero. b) O nosso modelo industrial está centrado nas indústrias petroquímicas e automobilísticas. c) Entramos na terceira revolução industrial, centrada na produção flexível, modelo Just-in-time, viabilizado pela ciência, a tecnologia e a informação. d) A produção de carros nos países desenvolvidos se faz por encomendas. e) A indústria automobilista japonesa baseada no just in time conquistou os mercados mundiais. 2- (FATEC-SP) Para preparar uma caixa de telefone celular com carregador de bateria, fone de ouvido e dois manuais de instrução, o empregado da fábrica dispõe de apenas seis segundos. Finalizada essa etapa, a embalagem é repassada ao funcionário seguinte da linha de montagem, o qual tem a missão de escanear o pacote em dois pontos diferentes e, em seguida, colar uma etiqueta. Em um único dia, a tarefa chega a ser repetida até vezes pelo mesmotrabalhador.(blogdosakamoto.blogosfera.uol.com.br/2013/08/12/ Acesso em: Adaptado) Refletindo sobre a situação exposta no texto, é correto afirmar que essa fábrica se organiza pelo sistema de produção conhecido como a) Toyotismo, no qual a mecanização do trabalho leva à divisão equitativa dos lucros entre os operários. b) Toyotismo, no qual os trabalhadores controlam os meios de produção e produzem no seu próprio ritmo. c) Fordismo, no qual cada um dos trabalhadores realiza todas as etapas do processo produtivo nas fábricas. d) Fordismo, no qual a livre iniciativa do trabalhador determina o ritmo das fábricas e o volume da produção. e) Fordismo, no qual há uma divisão do trabalho, e a mecanização da produção leva à repetição de tarefas. 3- (MACK-SP) Tendo como base de análise a figura e os aspectos que definiram a Primeira Revolução Industrial, considere as afirmativas a seguir:

2 I. Inicia-se nas últimas décadas do século XVIII e estende-se até meados do século XIX. A invenção da máquina a vapor e o uso do carvão como fonte de energia primária marcam o início das mudanças nos processos produtivos. II. O Reino Unido foi o primeiro país a reunir condições básicas para o início da industrialização devido à intensa acumulação de capitais no decorrer do Capitalismo Comercial. III. Os mais destacados segmentos fabris desta fase foram o têxtil, o metalúrgico e o de mineração. IV. As transformações produtivas desta fase atingiram rapidamente outros países como a Alemanha, França e Estados Unidos ainda no Século XVIII recrutando operários com salários atrativos promovendo, assim, um intenso êxodo rural. Estão corretas: a) Apenas I, II e III. b) Apenas I, II e IV. c) Apenas II, III e IV. d) Apenas I, III e IV. e) I, II, III e IV. 4-(UFGO) Leia atentamente a citação abaixo: A dinâmica industrial produz não apenas uma relação de interdependência espacial, mas também o melhor espaço para o seu desenvolvimento o espaço urbanizado. (PEREIRA, Diamantino Alves Correia et Al. Geografia, Ciência do Espaço, 1993, p. 28) Tal afirmação procura colocar em evidência que: I- O setor industrial relaciona-se com o meio urbano, não tendo influência sobre o meio rural. II- Em relação ao campo, a cidade é o palco mais apropriado para a efetivação da articulação entre os espaços da produção, da circulação e das ideias. III- Ao longo de todo o processo histórico, as aglomerações urbanas originaram-se a partir da atividade industrial. IV- Com a industrialização formaram-se redes urbanas complexas, em que o capital acumulado nas cidades passou a diferenciá-las hierarquicamente. V- O espaço de tempo entre a produção e o consumo é sensivelmente diminuído nas cidades, o que explica a sua importância na dinâmica de reprodução do capital. VI- A grande quantidade de pessoas que vivem na cidade promoveu, nas últimas décadas, a distribuição igualitária dos produtos industriais e bem-estar social. Estão corretas as afirmativas: a) III, IV e V. b) I, III e VI. c) II, IV e V. d) III, V e VI. e) I. II e III. 5-(MACK-SP) O mapa a seguir apresenta o mais antigo tecnopólo do mundo.

3 A respeito do surgimento das cidades tecnopólos, é INCORRETO afirmar que a) São regiões que concentram indústrias de alta tecnologia, centros de pesquisas e inovações tecnológicas abrigando grandes universidades capazes de garantir a formação de novos pesquisadores. b) O Vale do Silício localiza-se na Costa Oeste dos Estados Unidos no Estado da Califórnia. A concentração industrial estrutura-se em torno da Baía de São Francisco onde foram instaladas centenas de empresas dedicadas à produção de computadores e softwares de alta tecnologia. c) A cidade de Boston, na Costa Leste dos Estados Unidos, também representa um importante tecnopólo do país. Nessa região além da indústria bélica encontram-se diversas companhias que produzem tecnologia de ponta. d) No Japão, a ilha de Hokkaido abriga os dois maiores tecnopólos do país, Sapporo e Kushiro, especializados em alta tecnologia informacional. e) Na Índia, Bangalore representa um tecnopólo especializado em alta tecnologia e telecomunicações e é classificada como uma das dez cidades mais empreendedoras do mundo. 6-(UEA-AM) A Terceira Revolução Industrial promoveu o aumento da produtividade e a aceleração dos fluxos de mercadorias, capitais, informações e pessoas. Também conhecida como Revolução Técnico-Científica ou Revolução Informacional, caracterizou-se: a) Pelo protecionismo alfandegário, pelo aumento da capacidade de transformação da natureza e pelo desenvolvimento dos motores a combustão. b) Por centros industriais de alta tecnologia, pela internacionalização da economia e pela ampliação do setor financeiro. c) Pelo desenvolvimento em torno das bacias carboníferas, por monopólios em muitos setores da economia e por centro de decisões em nível supranacional. d) Por relações não comerciais de produção, pela intervenção estatal nas relações comerciais e pela expansão dos mercados consumidores. e) Pela expansão das rotas marítimas de comércio, pelo uso intensivo do petróleo como fonte de energia e pela produção em massa padronizada. 7-(UFPE) A globalização da economia está provocando uma profunda transformação dos espaços industriais em todo o mundo. Recentemente uma grande montadora de automóveis que opera no país anunciou a instalação de uma nova fábrica em Resende (RJ), distante de suas instalações mais antigas no ABCD e Vale do Paraíba. Esse processo é chamado de: a) Descentralização do capital. b) Desconcentração industrial. c) Centralização do capital. d) Esvaziamento industrial. e) Concentração industrial.

4 8-(UFRS) O processo de industrialização antes restrito a um pequeno grupo de países ricos tem se expandido por todo o mundo. Sobre o atual momento da industrialização mundial, analise as afirmações. a) A revolução tecnocientífica das últimas décadas do século XX criou novos padrões de localização industrial: há um fenômeno de desconcentração espacial das indústrias e o aparecimento de novos polos industriais em países subdesenvolvidos. b) No setor automobilístico apresenta uma nova tendência: várias indústrias têm sido criadas em países subdesenvolvidos, atraídas pela proximidade de um grande mercado consumidor externo, como as automobilísticas instaladas no México, visando ao mercado norte-americano. c) Um dos setores industriais que mais tem se transformado é o da indústria têxtil. Antigamente, como estas indústrias necessitavam de muita mão-de-obra, procuravam se instalar em países asiáticos ou africanos. Atualmente, com o desenvolvimento tecnológico estes centros têxteis estão sofrendo a concorrência dos centros têxteis europeus. d) O setor industrial mais resistente às mudanças é o de tecnologia sofisticada como a informática. Estas indústrias não admitem desconcentração e permanecem instaladas exclusivamente nos países desenvolvidos. e) Nos países tradicionalmente industriais da Europa e mesmo nos Estados Unidos ainda predominam métodos de trabalho tayloristas e fordistas. É esta preservação de métodos que garante a liderança mundial dessas áreas. A SEQUÊNCIA CORRETA É: a) VVVVV. b) FFFFF. c) FFFVV. d) VVFFF. e) VVVVF. 9- (FAMECA-SP) A industrialização periférica foi uma industrialização diferenciada, duplamente restringida, restringida quanto à abrangência geográfica e quanto à abrangência tecnológica, que ao seu início aprofundou verticalmente a divisão internacional do trabalho nas relações Norte-Sul. A partir de meados dos anos sessenta, a redivisão internacional do trabalho operada pela industrialização restringida materializa-se num novo padrão.(www.ufrgs.br. Adaptado.) Mencionada pelo texto, essa nova divisão internacional do trabalho caracteriza-se por países subdesenvolvidos a) Não-industrializados que exportam produtos primários processados e por países desenvolvidos que trocam entre si produtos à base de tecnologias de uso difundido. b) Industrializados que exportam produtos primários e bens industrializados de baixa tecnologia e por países desenvolvidos que exportam produtos inovadores de alta tecnologia. c) Industrializados que exportam produtos de alta tecnologia e por países desenvolvidos que exportam produtos primários ou semi industrializados para recompor divisas cambiais. d) Não-industrializados que trocam entre si produtos primários tradicionais e por países desenvolvidos que exportam bens primários não tradicionais de maneira complementar. e) Industrializados que exportam produtos à base de tecnologias de uso difundido e por países desenvolvidos que exportam produtos primários tradicionais. 10-(UNESP) O processo de transformação da matéria-prima em produto industrializado apresentou, em linhas gerais, as seguintes etapas evolutivas: artesanato / manufatura / indústria /revolução técnico-científica. As principais características dessas etapas são, respectivamente: a) Não utilização de máquinas e ausência de produção em série / trabalho manual e uso de máquinas sofisticadas / uso de máquinas informatizadas e produção em série / utilização da informática e busca de novas fontes energéticas. b) Uso de máquinas simples e inexistência da divisão do trabalho / utilização da informática e da internet / trabalho manual e uso de máquinas sofisticadas / uso de máquinas informatizadas e produção em série. c) Divisão do trabalho e não utilização de máquinas / trabalho artesanal e emprego de máquinas sofisticadas / uso de maquinário simples, produção em série e divisão do trabalho / utilização da informática e da internet. d) Utilização de máquinas e inexistência da divisão do trabalho / trabalho artesanal e emprego de máquinas sofisticadas / uso de maquinário simples, produção em série e divisão do trabalho / utilização da internet e busca de novas fontes energéticas. e) Não utilização de máquinas e ausência de produção em série / trabalho manual e uso de maquinário simples / uso de máquinas, divisão do trabalho e produção em série / emprego da informática e busca de novas fontes energéticas. 11-(UFRS) Observe o mapa a seguir, que representa as principais regiões industriais do mundo. Considere as seguintes afirmações a respeito da industrialização mundial:

5 I- No século XX, entre os principais fatores locacionais das regiões industriais estão a existência de um mercado consumidor e a presença de telecomunicações. II- Os países do Primeiro Mundo foram os pioneiros no processo de industrialização e continuam líderes pela quantidade e qualidade de suas indústrias. III- As novas regiões industriais são representadas por indústrias de informações ou biotecnologias e coincidem, em parte, com as velhas regiões industriais, tais como Paris, Londres e Milão. Quais estão corretas? a) Apenas I. b) Apenas II. c) Apenas I e III. d) Apenas II e III. e) I, II e III. 12-(FAC. DIREITO DE SOROCABA-SP) A partir da segunda metade do século XX, tem início a Terceira Revolução Industrial, que também é conhecida como Revolução técnico-científica informacional. Essa Revolução promoveu e ainda promove transformações no espaço geográfico mundial, entre as quais podese destacar a) O fortalecimento dos complexos industriais europeus e japoneses que passaram a empregar mão de obra barata de imigrantes. b) A descentralização dos centros de pesquisa e desenvolvimento de novas tecnologias por diferentes países do mundo. c) O desenvolvimento de tecnopólos destinados a absorver mão de obra barata em regiões com elevada densidade demográfica. d) A desconcentração industrial com a criação de novas regiões industriais, muitas delas em países subdesenvolvidos. e) A criação de parques industriais destinados a produzir bens de alto valor agregado em países do continente africano. 13-(UFS) Dentre as atividades econômicas, a indústria é aquela que exerce maior influência sobre o espaço que precisa ser organizado ou reorganizado para recebê-la. Sobre a industrialização mundial, analise as afirmações, em seguida assinale a sequência correta: a) A chamada industrialização clássica surgiu na Inglaterra a partir de meados do século XVIII e estendeu-se a outros países na primeira metade do século XIX. As bacias carboníferas eram os pólos de atração das indústrias. Já na segunda metade do século XIX, o desenvolvimento dos meios de transporte e das novas fontes de energia abalou o prestígio do carvão como combustível. b) Atualmente, algumas das tradicionais regiões industriais do Globo perderam sua importância. Tal é o caso do Nordeste dos Estados Unidos que foi substituído pela Califórnia, principal pólo industrial do país. c) Uma característica recente do processo de industrialização é o fenômeno da descentralização, isto é, as indústrias têm abandonado as áreas tradicionais e se instalado em novas áreas consideradas mais atrativas onde a mão-deobra é mais barata e o preço dos terrenos é menor. d) Nas últimas décadas do século XX, o modelo taylorista foi sendo gradativamente substituído pelo modelo de produção fordista que se caracteriza pela maior divisão de tarefas visando à estandartização. O modelo fordista também pode ser responsabilizado pelo aumento da produtividade do trabalhador.

6 e) Sob o aspecto ambiental, algumas regiões fortemente industrializadas produzem, dentre outros, a chuva ácida, com alto poder corrosivo. Prédios, monumentos, árvores e até grandes trechos de mata podem ser afetados pela chuva ácida que é formada por elementos químicos, como o enxofre, lançados na atmosfera pela indústria. A SEQUÊNCIA CORRETA É: a) VFVFV. b) FFFFF. c) VVVVV. d) FVFVF. e) VVVFF. 14-(FAZ) Com relação à industrialização do mundo, da fase original ou clássica até a revolução técnico-científica, analise os itens a seguir. I. A indústria moderna, que surgiu com a Revolução Industrial (segunda metade do século XVIII), caracteriza-se por uma grande divisão do trabalho, com a consequente especialização do trabalhador em uma determinada atividade. II. A Segunda Revolução Industrial teve como destaque as indústrias siderúrgica, metalúrgica, petroquímica e automobilística, que utilizavam máquinas complexas, aumentando a produção. III. A passagem da Segunda Revolução Industrial para a Terceira Revolução Industrial fez com que o modelo industrial que predominou durante quase todo o século XX passasse por um progressivo declínio, perdendo terreno para os setores de informática, robótica, biotecnologia, telecomunicações e outros, cujo centro está nos países desenvolvidos. É correto o que se afirmar em: a) I e II, apenas. b) I e III, apenas. c) II e III, apenas. d) III, apenas. e) I, II e III. ANALÍTICO-DISCURSIVA: 15-( CARLOS) Cite duas características da 1ª e 3ª Revoluções industriais. R= Da primeira: Contexto: Século XVIII (Segunda metade) Inovação: máquina a vapor e teares Principais materiais: ferro Fonte de energia: carvão mineral Surgimento da burguesia como classe dominante e do proletariado como classe dominada. Fase concorrencial do capitalismo. Da terceira: Também conhecida como Revolução Tecnocientífica, Científico-Tecnológica ou Terceira Onda. Contexto: Pós-Segunda Guerra Mundial. Inovação nas áreas do conhecimento científico e tecnológico: informática, telecomunicações, robótica, microeletrônica, engenharia espacial, biotecnologia, engenharia genética, etc. Fontes de energia: petróleo, energia nuclear, energias alternativas, etc. Materiais: Fibras Afirmação de um modelo de produção flexível toyotismo. 16-(CARLOS) Qual o perfil do operário ideal para os modelos taylorista e fordista? Aponte as principais consequências para os operários desses modelos de produção. R=Para se enquadrar no perfil ideal dos modelos taylorista e fordista, o operário deve se especializar em uma parte da linha de produção, não sendo necessária a compreensão de todo o processo produtivo. Deve intensificar sua capacidade de produção e realizar as atividades em tempos reduzidos. A principal consequência para o funcionário dos modelos taylorista e fordista é a alienação, pois a realização de atividades repetitivas gera uma alienação física, além da alienação ideológica que estes são sujeitos, entendendo como uma situação normal o processo de divisão e maximização da produção. 17-(CARLOS) Pensando a Revolução Industrial como uma transformação de ordem tecnológica, destaque algumas das descobertas que contribuíram para a chamada Primeira Revolução Industrial. R= Entre outras invenções, a Primeira Revolução Industrial ficou marcada pelo desenvolvimento dos teares mecânico e hidráulico, que conseguiam produzir vários quilos de lã com os cuidados de um mesmo trabalhador. Nessa época, a locomotiva e o barco a vapor estabeleciam maiores ganhos com a diminuição dos custos e do tempo gasto no escoamento de matéria-prima e produtos manufaturados para diferentes territórios. 18-Nas últimas décadas do Século XIX, inúmeras transformações de ordem técnica e empresarial deram origem ao capitalismo "monopolista". Em comparação com o capitalismo "concorrencial", que caracterizou a fase anterior, verificam-se algumas diferenças. a) Cite as duas novas fontes de energia que começaram a ser utilizadas na produção fabril.

7 R= a)carvão e Energia elétrica. b) Indique as mudanças que ocorreram no modo de organização empresarial. R= b)surgiram conglomerados financeiros. 19-(UNIRIO) Com relação ao destino dos bens produzidos, as indústrias podem ser classificadas como indústrias de bens de produção (ou indústrias de base) e indústrias de bens de consumo. a) Sobre as indústrias de bens de produção, responda ao que se pede. -Nomeie duas das suas principais características. R= As indústrias de bens de produção transformam recursos naturais em matérias primas para outras indústrias. Produzem bens para o abastecimento direto de outras indústrias ou de setores da infra estrutura de um país. São muito importantes para o desenvolvimento econômico de um país, pois fornecem o alicerce do desenvolvimento industrial. Movimentam grandes quantidades de matériasprimas e consomem muita energia. 20-(CARLOS) O que entendemos por concentração e desconcentração industrial? R= Concentração: As indústrias antigas procuravam se instalar em áreas que ofereciam o maior número ou a melhor combinação possível de fatores necessários á produção (fontes de energia, capitais, mão de obra abundante, transporte eficiente para fornecimento de matéria-prima e escoamento de mercadorias). Desconcentração: É uma fase industrial pautada por novos padrões de produção e de produtividade. 21-(CARLOS) Após a Revolução Industrial, a sociedade evoluiu de tal forma que houve a necessidade da implantação da divisão do trabalho. Explique o que a divisão social do trabalho. R= Organização da produção cabendo um papel a cada grupo. Países subdesenvolvidos. Fornecimento de matéria prima. Países desenvolvidos - tecnologia, capital. 22-(UFES) Os Tigres ou Dragões Asiáticos percorreram um caminho muito diferente, rumo à industrialização, comparado ao caminho do bloco latino-americano. Estabeleça a diferença entre os dois casos de industrialização, considerando a-mão-de-obra e o tipo de produção. R= Tigres: mão-de-obra abundante e especializada; produção de bens de consumo. América Latina: mão-de-obra pouco especializada; indústria de base. 23-(UNESP) Depois da Segunda Grande Guerra Mundial, uma série de empresas com sede em países desenvolvidos passaram a abrir filiais de suas indústrias nos países subdesenvolvidos. Que condições favoráveis os países subdesenvolvidos ofereciam? R=Matérias-primas, subsídios, mão-de-obra abundante e barata. 24-(UNESP) A clássica divisão internacional do trabalho pressupõe que uma grande parte das trocas de produtos industrializados ocorra nos países centrais, enquanto os países periféricos teriam um papel de exportadores de matérias-primas e importadores de manufaturados. Nos anos 70 esse modelo já demonstrava sinais de modificação pois, através de intensificação da interdependência econômica mundial, já se constatava que inúmeras empresas se transferiam dos países centrais e se instalavam na África, na Ásia e na América Latina, produzindo para a exportação. Quais as razões da instalação de novas empresas produtoras em países africanos, asiáticos e latinoamericanos? R= Utilização de matéria-prima e mão-de-obra locais abundantes e baratas, visando redução dos custos de produção. 25-(UFSCAR) A industrialização norte-americana começou no nordeste do país e se espalhou pela região dos Grandes Lagos, com setores como o siderúrgico, o naval e o automobilístico. Esse foi, durante muito tempo, o padrão espacial predominante nos Estados Unidos. Contudo, com a revolução técnico-científica e informacional, novos padrões de distribuição industrial foram produzidos, gerando um processo de descentralização e de reorganização territorial da atividade produtiva. Considerando o processo descrito, responda. a) Quais tipos de indústrias caracterizam o novo padrão industrial americano? R=a) Tecnologia de ponta, informática, associados ao processo de acumulação flexível. EXERCÍCIOS DE ASSIMILAÇÃO 1-(UFC) Sobre a atividade agropecuária, no Brasil e no mundo, é possível afirmar, de forma correta, que: a) Com a modernização das técnicas agrícolas e o uso da biotecnologia, elevaram-se os índices de produtividade agrícola e a quantidade de trabalhadores rurais no mundo. b) Nos países subdesenvolvidos, o progresso técnico-científico atingiu a atividade com mais intensidade nas regiões especializadas na produção para o mercado externo.

8 c) O uso de produtos agrícolas transgênicos é questionado e proibido em todo o mundo, por seus efeitos sobre a saúde humana serem ainda desconhecidos. d) Enquanto no mundo desenvolvido aumenta o uso de mão-de-obra na agricultura, o êxodo rural esvazia permanentemente o campo, nos países subdesenvolvidos. e) a atuação do MST contribuiu para a redução da concentração fundiária que é marco principal da reforma agrária que está sendo efetivada no Brasil. 2-(MACK) A biotecnologia utilizada para estimular o aumento da produtividade no campo tem sido aplicada já há algum tempo e a avaliação de seus resultados tem sido controvertida por inúmeros problemas surgidos, EXCETO: a) Por ser uma tecnologia de baixo custo, pode ser utilizada pelos países pobres. b) Porque as novas variedades são produzidas por grandes corporações. c) Porque a utilização das novas variedades só é possível através da compra de patentes e pacotes tecnológicos. d) Porque ainda não estão completamente definidos os riscos à saúde provocados pelo consumo desses produtos. e) Porque a homogeneidade das espécies cultivadas torna toda safra vulnerável a uma única praga ou doença. 3- (UEA-AM) Em meados do século XX, a agricultura passou por um processo de modernização com a mecanização do campo e com o uso da biotecnologia e de insumos químicos. Tais mudanças técnicas fizeram a produtividade aumentar e geraram profundas transformações na estrutura fundiária dos países menos desenvolvidos. O conjunto dessas mudanças técnicas ficou conhecido como a) Reestruturação Bioquímica. b) Reforma Agrária. c) Reestruturação Orgânica. d) Revolução Verde. e) Revolução Capitalista. 4-(UFES) O homem, na tentativa de encontrar formas que levam ao aumento da produtividade agrícola, tem investido em tecnologia, cujos resultados têm causado polêmica. Um dos casos mais recentes trata das plantas transgênicas, podendo-se afirmar que I- São derivadas de alteração da composição genética; II- São resultantes da Revolução Verde e têm o objetivo de combater a fome e a miséria nos países pobres; III- São resultantes de melhoramentos genético por seleção; IV- Podem resultar em produtos agrícolas mais resistentes à deterioração após a colheita; V - Requerem maiores estudos sobre sua influência para a saúde humana. É correto afirmar que os itens que se complementam são a) I, II, III. b) I, II, V. c) I, IV, V. d) II, III, IV. e) II, III, IV, V. 5-(UEPA) Após a revolução verde, houve significativas mudanças sócio espaciais no espaço rural mundial. Como repercussão das mudanças ocorridas nas nações subdesenvolvidas, verifica-se que: a) Intensificou a relação campo-cidade, devido aos avanços nos transportes e telecomunicações, o que permitiu a circulação da população rural em direção à cidade, sem que tal mobilidade acompanhasse a mobilidade social. b) A configuração do espaço rural sofreu reduzidas mudanças, devido à concentração das tecnologias na cidade e ao baixo incentivo dos governos para novos investimentos no campo, fazendo com que a organização sociopolítica e econômica do espaço rural fosse pouco alterada. c) O espaço rural passou a se urbanizar pela grande concentração de novas tecnologias, atraindo sobremaneira a população agrária que trouxe valores da cidade, além de garantir a manutenção dos camponeses neste espaço. d) As incrementações tecnológicas do espaço rural, após a revolução verde, mostraram-se eficazes na medida em que criaram condições para o surgimento da agricultura orgânica, que estimulou o barateamento da produção. e) As transformações do espaço rural como a modernização da agropecuária, repercutiram no barateamento dos alimentos nos países pobres e o encarecimento nos países ricos, reduzindo as desigualdades internacionais entre os dois grupos de países. 6-(UCS-RS) As atividades agropecuárias são realizadas pelos seres humanos há mais de 10 mil anos. Essas atividades se desenvolveram por meio do cultivo agrícola, da utilização de ferramentas, da domesticação de animais, do aperfeiçoamento de técnicas e do uso de tecnologias. Analise as afirmativas abaixo, sobre as atividades agropecuárias. - I- A agropecuária comercial moderna caracteriza-se pelo uso intensivo de recursos tecnológicos, como máquinas e insumos. É necessário que a produção seja acompanhada por mão de obra especializada. II- Nos últimos anos, surgiu um novo recurso tecnológico, decorrente da pesquisa biotecnológica e voltado para a produção agrícola, que são os transgênicos. Seus defensores argumentam que, com seu cultivo e utilização, aumentará a produção de alimentos no mundo. III- Com a utilização de agrotóxicos, pode-se eliminar os insetos nocivos, acabando com o ápice da cadeia alimentar. Por outro lado, é possível ocorrer contaminação do aquífero confinado e do solo, por meio dos macro organismos, que podem desaparecer e tornar o solo fértil.

9 Das afirmativas acima, a) Apenas I está correta. b) Apenas II está correta. c) Apenas III está correta. d) Apenas I e II estão corretas. e) I, II e III estão corretas. 7-(PUC-SP) Agora, considerando os tipos de cultivos transgênicos praticados no planeta, é possível concluir que a) Na América do Sul a produção transgênica é grande, mas minoritária no conjunto da agricultura, pois somente a soja e o milho usam esses organismos. b) As proporções elevadas desses cultivos referemse aos não comestíveis, o que atenua os riscos para a saúde humana que são gerados pelos transgênicos. c) A vantagem dos transgênicos é que as áreas de plantio não são grandes, o que garante uma razoável preservação de coberturas vegetais naturais. d) A maior extensão ocupada com esse tipo de plantio se dá com cultivos destinados à produção de energia, indicando a relação agricultura e indústria. e) Os praticantes desse tipo de agricultura são muito capitalizados e praticam uma agricultura comercial, como atestam os principais tipos de cultivos. 8-(UNIFESP) O uso intensivo de defensivos agrícolas contribui para a: a) porosidade do solo, retirando microorganismos do horizonte B. b) descontaminação de aquíferos, eliminando bactérias que vivem na água. c) secagem do solo hidromórfico, ampliando a área agricultável. d) lixiviação do solo em terrenos íngremes, permitindo o cultivo em terraços. e) degradação do solo, devido à concentração de poluentes. 9-(UFMT) As "plantations" fazem parte do espaço agrário dos países subdesenvolvidos. Sobre esta forma de ocupação, julgue os itens E ASSINALE A SEQUÊNCIA CORRETA: ( ) Nas "plantations" são cultivadas monoculturas destinadas à exportação, o que gera excedentes e, conseqüentemente, baixos preços desses itens no mercado mundial. ( ) As "plantations" normalmente ocupam pequenas extensões de terra com baixos investimentos, utilizando sempre capital nacional. ( ) Nos países subdesenvolvidos o colonialismo provocou grandes desequilíbrios. Formaram-se dois setores agrários distintos: um de subsistência com baixa produtividade e outro moderno, especulativo, voltado para exportação e realizado de forma extensiva (as "plantations"). ( ) As "plantations" têm suas origens no capitalismo comercial: a partir do final do século XVI, criam-se as primeiras propriedades escravistas voltadas para a produção de itens tropicais. A SEQUÊNCIA CORRETA É: a) VVVV. b) FFFF. c) FVFV. d) VFVF. e) VFVV. 10-(UEA AM) No campo, uma forma de organização produtiva é aquela em que o trabalho, a administração e as decisões são realizadas de modo coletivo e em âmbito local, podendo se desenvolver como a agricultura de subsistência, a agricultura de jardinagem ou a praticada em cinturões verdes e áreas de produção de leite. O sistema de produção agrícola que contém essas características é a) A agricultura familiar. b) O modelo indígena. c) O agronegócio. d) A agricultura patronal. e) O modelo nômade. 11-(UFF) A "Revolução Verde", implementada em países latino-americanos e asiáticos nos anos 60 e 70, tinha como objetivo suprimir a fome e reduzir a pobreza de amplas parcelas da população. Entretanto, as promessas de modernização tecnológica da agricultura não foram cumpridas inteiramente, o que contribuiu, decisivamente, para a geração de novos problemas e aprofundou velhas desigualdades. Assinale a opção que faz referência a efeitos da "Revolução Verde" a) Implemento da agroecologia e expansão do crédito para os agricultores. b) Difusão da policultura e uso de defensivos biodegradáveis. c) Uso de técnicas tradicionais de plantio e fertilização natural dos solos. d) Crescimento do uso de insumos industriais e agravamento da erosão dos solos. e) Trabalho em pequena propriedade e produção voltada para o mercado interno. 12-(UEG-GO) O processo de urbanização decorre da intensificação da divisão social do trabalho. Nas sociedades essencialmente rurais, a economia se baseia na agricultura familiar ou coletiva voltada para o autoconsumo e a

10 circulação de mercadorias é um elemento periférico, de importância menor. O desenvolvimento do comércio e da indústria ou seja, do intercâmbio de bens e serviços rompe o isolamento das populações rurais e configura mercados consumidores cada vez mais amplos. A multiplicação de cidades e o crescimento dos centros urbanos são fruto dessa transformação geral da economia e da sociedade. (MAGNOLI, Demétrio. Geografia para o ensino médio. São Paulo: Atual, p. 225). Considerando o argumento apresentado, verifica-se que a) O processo de integração do território mundial ocorreu a partir do momento em que foi consolidada a grande propriedade rural. Os latifúndios produtivos garantiram a intensificação do comércio entre a Europa e os demais continentes. b) A migração da população do campo para a cidade apresenta como característica uma homogeneidade no território mundial. Em todos os países observou-se que o processo de urbanização percorreu as mesmas etapas. c) O êxodo rural revela a dificuldade de permanência do homem no campo. O processo de mecanização das atividades agropecuárias atendeu às demandas apresentadas para o desenvolvimento do comércio e da indústria. d) As cidades são, na atualidade, polos isolados. Se antes do processo globalizador a rede urbana era necessária, hoje as cidades revelam-se autônomas, tanto no que se refere à esfera produtiva, quanto às ações políticas. 13-(MACKENZIE) Além de possíveis problemas relacionados à saúde pública e à ecologia, a introdução de produtos agrícolas geneticamente modificados, os chamados transgênicos, no Brasil, pode ter uma implicação econômica, devido: a) À proibição da entrada destes produtos nos Estados Unidos. b) À concorrência com a produção de transgênicos na Europa. c) Ao atraso tecnológico do Brasil frente aos demais produtores da América Latina. d) À resistência dos países da União Européia em consumirem estes produtos. e) À falta de preparo do trabalhador rural no manejo destes produtos. 14-(UNEB-BA) Bilhões de pessoas devem a vida a uma única descoberta, feita há um século. Em 1909, o químico alemão Franz Haber, da Universidade de Karlsruhe, mostrou como transformar o gás nitrogênio abundante, e não reagente, na atmosfera, porém inacessível para a maioria dos organismos em amônia, o ingrediente ativo em adubos sintéticos. Vinte anos depois, quando outro cientista alemão, Carl Bosch, desenvolveu um meio para aplicar a ideia de Haber em escala industrial, a capacidade mundial de produzir alimentos disparou. Nas décadas seguintes, novas fábricas converteram tonelada após tonelada de amônia em fertilizante e hoje se considera a solução Haber-Bosch uma das maiores dádivas da história da saúde pública. (TOWNSEND; HOWARTH, p. 44). TOWNSEND, A>R; HOWARTH, R.W. Nitrogênio, de fertilizante a poluidor.scientific America Brasil Aula Aberta. São Paulo: Moderna, ano I, n. 5, 2010). Com base na análise do texto e nos conhecimentos sobre o uso de fertilizantes na agricultura e suas implicações, marque V nas afirmativas verdadeiras e F, nas falsas. ( ) Um dos pilares da Revolução Verde é a utilização dos adubos químicos. ( ) O aumento da produtividade agrícola eliminou a fome endêmica na África e no Sudeste Asiático. ( ) O uso excessivo do nitrogênio tem contribuído para o aparecimento de zonas mortas, antes confinadas à América do Norte e à Europa, em outras regiões do Planeta. ( ) A utilização do nitrogênio em larga escala é aconselhável porque, quando as águas pluviais, carregadas de fertilizantes, chegam aos oceanos, ocorre o florescimento de plantas microscópicas, consumidoras de pouco oxigênio. ( ) O aumento da biodiversidade é uma das consequências do uso do nitrogênio, principalmente nos ecossistenas costeiros. A alternativa que indica a sequência correta, de cima para baixo, é a: a) F V F V V. b) F V V F V. c) V F V F F. d) F F V F V. e) V F F V F. ANALÍTICO DISCURSIVA: 15-(UFPR) Três fatores de produção são fundamentais na atividade agrícola: terra, trabalho e capital. Até a Revolução Industrial, a expansão da área colhida era o principal meio utilizado para aumentar a produção de alimentos, fazendo assim com que o fator terra fosse predominante nos sistemas agrários. Com o avanço da industrialização e da urbanização, estabeleceu-se uma distinção entre a agricultura extensiva e a intensiva, e alterou-se a relação campo-cidade. a) Explique as diferenças entre agricultura intensiva e extensiva. R= a) Intensiva: maior participação do capital, mecanização e insumos, rotação de cultivos, produção comercial, alto rendimento.

11 Extensiva: menor participação de capital, técnicas rudimentares, rotação de solos, produção de subsistência, baixo rendimento. b) Explique a mudança ocorrida na relação campo-cidade com o avanço dos processos descritos. R= b) O fator terra atualmente é produtivo, pois a terra é mais um instrumento à disposição do capital para aumentar a produção e a produtividade e com isso aumentar seus ganhos. 16-(UFG) "As atividades agrárias têm-se mostrado crescentemente como fortes depredadoras dos recursos naturais. É incontestável a necessidade crescente de produção de alimentos que possam atender ao crescimento do consumo pela população que cada dia mais vive em cidades. Para suprir tais necessidades, a tendência tem sido a de recorrer a tecnologias cada dia mais sofisticadas". Considerando o texto acima (Retirado do livro "Geografia do Brasil", de J.L.S. Ross, 1995) e com base nos conhecimentos sobre o assunto, a) Cite dois grandes problemas ambientais, gerados pelas atividades agropecuárias; R= a) Queimadas, desgaste e erosão dos solos. b) Explique a relação existente entre o uso das novas tecnologias e a geração desses problemas. R= b) Necessidades de produção em larga escala expandem as fronteiras pioneiras rapidamente. 17-(UNESP) O gráfico ilustra o controle do agroecossistema em dois tipos de agricultura. Fonte: Benjamin R. Stinner e Garfield J. House, "Role of Ecology in Lower - Input, Sustainable Agriculture: An introduction", American Journal of Alternative Agriculture, Vol. II, nº4, Fall 1987, p a) Com base nas informações contidas no gráfico, identifique os dois tipos de agricultura. R= Agricultura tradicional à esquerda; autosustentada à direita do gráfico. b) Discorra sobre os impactos ambientais decorrentes da adoção de cada um deles. R= À direita - controle biológico de pragas, aumento gradativo da produção; À esquerda - uso de defensivos químicos esgotam o solo, cai a produção. 18-(CESGRANRIO) A introdução de organismos geneticamente modificados (OGMS) na agricultura tem desencadeado um processo de discussão controvertido, dividindo posições entre especialistas, governos, empresas, poder judiciário e opinião pública, favoráveis e contrários à liberação dos OGMS no Brasil. Diante da indefinição em nível federal, alguns governos estaduais resolveram criar barreiras técnicas comerciais aos OGMS em seus territórios, visando principalmente atender aos interesses econômicos de seus produtores agrícolas no mercado internacional, com uma campanha publicitária dirigida aos produtores rurais e aos consumidores, através do slogan "Transgênicos, não plante esta ideia." Cite e explique uma característica positiva e outra negativa quanto à introdução de produtos transgênicos na agricultura. R= Positivas: baixos custos no plantio; manejo de pragas. Negativos: efeitos desconhecidos sobre a saúde dos consumidores; queda no rendimento das safras ao longo do tempo; dependência dos laboratórios produtores das sementes. 19-(UNESP) Algumas das restrições impostas pela natureza ao desenvolvimento de atividades econômicas em várias extensões do globo terrestre, vêm sendo superadas, com mais intensidade, no século atual. Que aspectos da natureza podem ser modificados e que técnicas podem ser usadas para que se torne viável a pratica da agricultura? a) Em área de solo pobre: R= Adubação química. b) Em área de clima árido e semi árido.

12 R= Irrigação. 20-(UFRJ)"... a agricultura brasileira evoluiu basicamente de grandes propriedades auto-suficientes para aquilo que hoje se chama "complexos agro-industriais". Antes a agricultura produzia os seus próprios adubos orgânicos... hoje, esses adubos são químicos e vêm de fora... Criava os seus próprios animais, de tração... hoje esses animais de tração foram substituídos pelos tratores...". (Adaptado de SILVA, J. Graziano da.o DESENVOLVIMENTO DO CAPITALISMO NO CAMPO BRASILEIRO E A REFORMA AGRÁRIA) A partir do texto explique o que são os complexos agroindustriais. R= Os complexos agroindustriais resultam da integração (entrelaçamento) dos capitais bancários, industriais e agrários. Deles fazem parte a produção de adubos químicos, máquinas e equipamentos, sementes selecionadas e rações, realização de pesquisas; as atividades de armazenamento, transporte e industrialização dos produtos agropecuários. Nos complexos agro-industriais estão incluídos todos os setores e atividades que envolvem o mercado de alimentos e de matérias-primas para a agroindústria. 21-(FUVEST) Alguns dos graves problemas que afligem a África na atualidade têm suas origens na dominação colonial desse continente pelos europeus. Discuta a afirmação anterior, explicando as relações que podem ser feitas entre: a) O sistema agrícola introduzido pelos colonizadores e a atual situação socioeconômica da África Negra. Exemplifique com um caso específico. R= Sistema de plantation, situação de desestruturação socioeconômica. 22- (UFU) A conservação do solo se destaca na agenda da agricultura sustentável. Base da produção, é na fartura da terra que vinga a riqueza das plantas e dos animais, fornecendo alimentos, matérias-primas e, agora, energia renovável. Cuidar do solo significa garantir o futuro. O Dia Mundial da Conservação do Solo se comemora em 15 de abril. A data homenageia o nascimento, em 1881, do norte-americano Hugh Bennett, considerado o pai da conservação do solo. Um pioneiro.(francisco Graziano. Disponível em:< Acesso em: jun. 2012). A conservação dos solos, em especial os tropicais, mais susceptíveis a processos de degradação, é tema importante dos debates sobre meio ambiente e sustentabilidade planetária. Existem várias técnicas de conservação dos solos. Em solos tropicais a conservação e as técnicas de manejo podem ser entendidas como mecânicas, vegetativas e edáficas. As edáficas podem ser exemplificadas pelo controle das queimadas, rotação de culturas, adubações e calagens e o plantio direto. Acerca das técnicas edáficas, responda: a) De que maneira as queimadas podem reduzir a fertilidade dos solos? R= c) As queimadas destroem a biota do solo (microrganismos) e empobrecem o solo devido à perda da matéria orgânica. Também expõem o solo à erosão provocada pela água e pelo vento. 23-(FUVEST) Estabeleça comparações entre a agricultura itinerante e a agricultura de jardinagem do ponto de vista das técnicas agrícolas e da mão-de-obra. R= Itinerante - rudimentar pouca mão-de-obra Jardinagem - cultura técnica muita mão-de-obra 24-(PUCRJ) Leia com atenção o trecho selecionado e responda ao que se pede. Snacks de milho transgênico. A PepsiCo / Elma Chips está substituindo o milho convencional pelo geneticamente modificado (OGM) na produção de snacks no Brasil. As marcas Cheetos e Fandangos já estão sendo fabricadas com milho transgênico. Em nota, a PepsiCo informou que a decisão teve como base a perspectiva de inviabilidade de assegurar a compra de milho convencional para atender ao volume total de matéria prima comprada pela companhia, devido ao aumento significativo de produção de milho OGM, no Brasil. Em linha com a legislação brasileira, as embalagens dos snacks passarão a ter impressos a frase salgadinho geneticamente modificado, e o triângulo amarelo com a letra T, símbolo do transgênico. A CTNBio, órgão do governo, permite o cultivo de 17 tipos de milho OGM no país. (Adaptado da reportagem de Flávia Oliveira, do jornal O GLOBO, do dia 18 de maio de 2011, p.24). a) Associe a posição da empresa, em relação à ampliação no uso dos OGM, à dinâmica do complexo agroindustrial. R= a) Nos últimos anos, aconteceram muitas transformações no agronegócio brasileiro com expressiva interação entre a agricultura, a indústria e a pesquisa que configuram o complexo agroindustrial. Ocorre um progressivo uso da biotecnologia, a exemplo da utilização de OGMs (Organismos Geneticamente Modificados) no cultivo de milho. Esta ampliação também se vincula a influência cada vez maior de empresas transnacionais e nacionais no campo da biotecnologia para a agricultura.

13 b) Explique dois argumentos contrários ao cultivo dos OGM que são defendidos por ambientalistas. R= b) Muitos ambientalistas são contrários à utilização de OMGs, uma vez que temem o impacto no meio ambiente e na saúde das pessoas. EXERCÍCIOS DE ASSIMILAÇÃO 1-(ACAFE-SC) As cidades são o principal local onde se da a reprodução da força de trabalho. Nem toda melhoria das condições de vida é acessível com melhores salários ou com melhor distribuição de renda. Boas condições de vida dependem, frequentemente, de políticas públicas urbanas - transporte, moradia, saneamento, educação, saúde, lazer, iluminação pública, coleta de lixo, segurança. Ou seja, a cidade não fornece apenas o lugar, o suporte ou o chão para essa reprodução social. Suas características e até mesmo a forma com se realizam fazem a diferença. (Fonte: Revista Fórum, número 73, agosto de 2013). Analisando o texto, marque com V as afirmações verdadeiras e com F as falsas. ( ) A cidade é um espaço complexo, onde diversos interesses estão em jogo: aqueles que dela necessitam para sua reprodução (os trabalhadores) e aqueles que dela retiram lucro (os capitalistas). ( ) As políticas públicas podem melhorar a vida nas cidades, possibilitando aos que nela vivem uma maior qualidade de vida. ( ) As políticas públicas citadas no texto se distribuem igualmente pelo espaço urbano de acordo com as condições salariais de seus habitantes, sendo a todos acessíveis. ( ) O acesso a bens coletivos urbanos é uma forma de distribuição indireta de renda àquela parcela da população que tem na cidade o espaço de reprodução de sua força de trabalho. A sequência correta, de cima para baixo, é: a) F - V - F - V b) V - F - F - V c) F - F - V - V d) V - V - F - V 2-(UEPA) O Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) criou o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) com base em três grandes indicadores: educação, longevidade e renda. A composição desses indicadores é capaz de identificar aspectos fundamentais da grande diferença de desenvolvimento humano que separa os países do mundo, revelando a exclusão social de parcela significativa da humanidade, considerada uma das formas de violência dos tempos contemporâneos. Nesse sentido, é correto afirmar que: a) A revolução tecnocientífica gerou novos tipos de qualificação de mão-de-obra, como na construção civil, na indústria de transformação, no comércio e nos serviços, valorizando a força de trabalho com baixo nível de instrução. b) O ingresso precoce dos jovens no mercado de trabalho, presente em grande parte nos países periféricos, reflete as condições de pobreza de parte significativa das famílias desses países, desqualifica a força de trabalho e reforça os mecanismos de exclusão social. c) O PIB (Produto Interno Bruto) per capita, componente financeiro do IDH, revela a qualificação da força de trabalho, sendo responsável pela exclusão social. d) As elevadas taxas de analfabetismo, presentes nas populações de muitos países subdesenvolvidos, têm como consequência a melhoria da qualidade de vida e aumento da qualificação da mão-de-obra. e) A eficiência dos serviços públicos relacionados à educação e à qualificação profissional tem proporcionado, em muitas nações subdesenvolvidas, elevadas taxas de evasão escolar e de repetência. 3-(FAMECA-SP) Índice de Desenvolvimento Humano em alguns países O Índice de Desenvolvimento Humano é um indicador que tem como objetivo

14 a) Medir o coeficiente de concentração de renda em determinado grupo de países, mostrando o tamanho da desigualdade das riquezas. b) Permitir a avaliação de gestão e incorporação de práticas de responsabilidade social, planejando estratégias de monitoramento do desempenho. c) Difundir práticas de sustentabilidade aplicáveis mundialmente pelos países, priorizando aspectos econômicos, ambientais e sociais. d) Avaliar a produção contínua e sistemática de índices de preços ao consumidor, a partir de dados comerciais e de prestações de serviços. e) Analisar a situação social e econômica dos países, considerando como o crescimento econômico foi revertido em benefícios sociais. 4-(FUVEST) Analise as pirâmides etárias do Brasil, considerando os itens a seguir sobre a estrutura populacional brasileira. I. O alargamento do topo da pirâmide de 2000 indica um decréscimo da expectativa de vida da população brasileira. II. O aumento significativo, na faixa de anos, nesse período, foi decorrente do milagre econômico brasileiro. III. A base mais estreita da pirâmide de 2000, quando comparada com a de 1960, indica uma redução na taxa de natalidade. IV. Nos últimos 40 anos, há evidências de que a expectativa de vida aumentou. Estão corretas todas as afirmações da alternativa a) III e IV. b) I e II. c) I e III. d) II e III. e) II e IV. 5-(UFC) Os riscos que o crescimento demográfico representa para a humanidade são diferenciados. Dependem dos interesses econômicos, do desenvolvimento social e das políticas internas que os diferentes países adotam para controlar a natalidade e a dimensão das famílias. Acerca dos riscos das diferentes formas de crescimento demográfico, e das intervenções dos governos para evitá-los, é possível afirmar, corretamente, que: a) As altas taxas de natalidade aliadas à redução da mortalidade ocasionam a explosão demográfica manifestada, em especial, entre os países mais desenvolvidos. b) Os baixos índices de natalidade, associados à elevada mortalidade decorrente do envelhecimento da população, ocasionam as implosões demográficas, típicas de países ricos. c) A redução da natalidade, motivada pelas políticas demográficas, em médio prazo leva à carência de mão-deobra, ocasionando graves prejuízos à economia dos países onde ocorre. d) A atual redução do crescimento populacional em áreas marginais aos rios e mares decorre do risco de furacões, enchentes e inundações a que estas áreas estão sujeitas. e) A queda da mortalidade resulta da melhoria do padrão de vida das populações, mas ocasiona o crescimento demográfico que resulta em desemprego e déficit habitacional. 6-(FGV) Observe atentamente o mapa a seguir:

15 (http://cartographie.sciences-po.fr/fr/inseguran-alimentar-mar-o-2012). Considere a distribuição geográfica da insegurança alimentar e suas causas para analisar as seguintes afirmações: I- Uma parcela significativa dos países afetados pela insegurança alimentar vive ou vivenciou recentemente situações de grande instabilidade política e de violência, fato que sugere uma correlação entre os dois fenômenos. II- Na maior parte dos países afetados pela insegurança alimentar, a situação é crônica e irreversível, pois a produtividade da agricultura é limitada por fatores naturais, tais como solos pouco férteis e regimes climáticos sujeitos à estiagem prolongada. III- A maior parte dos países afetados pela insegurança alimentar apresenta mais da metade da população ativa empregada em atividades agrícolas. Está correto o que se afirma em: a) I, apenas. b) II, apenas. c) I e III, apenas. d) II e III, apenas. e) I, II e III. 7-(FATEC) Em 1994, na Conferência do Cairo, duas posturas sobre a questão populacional ficaram evidentes: a posição daqueles que vêem a solução do problema populacional na minimização da diferenças econômicas e do poder político entre os países, principalmente entre os do hemisfério Norte e Sul do planeta; a posição daqueles que justificam seus argumentos baseados na teoria Neomalthusiana. Os segundos alegam que a) É necessário reduzir a população, principalmente nos países do Terceiro Mundo, pois ela cresce em progressão geométrica, e a produção de alimentos cresce em progressão aritmética, gerando falta de alimentos. b) É necessário reduzir a população mundial, pois ela cresce em progressão aritmética, e a produção de alimentos cresce em progressão geométrica, gerando falta de alimentos. c) É necessário que os países do Primeiro Mundo consumam menos e com mais racionalidade, para não faltarem alimentos no planeta. d) É necessário reduzir a população de apenas alguns países (China, Japão e Egito), pois neles encontra-se a maior parte da população que consome os recursos do planeta. e) Não é necessário reduzir a população mundial, pois, graças aos avanços técnicos, a produção de alimentos tende a aumentar em progressão geométrica, ao mesmo tempo que a população não tem crescido como era esperado. 8-(U.F.UBERLÂNDIA-MG) Com relação à demografia, considere as seguintes afirmativas. I. Taxa de natalidade é o número de nascidos vivos registrados em um ano por cem mil habitantes. II. Taxa de crescimento vegetativo é a diferença entre a taxa de natalidade e a taxa de mortalidade. III. Taxa de fecundidade é o número médio de filhos por mulher em idade de procriar, que, por convenção, tem entre 15 e 49 anos. IV. Taxa de mortalidade é o número de óbitos registrado em um ano por mil habitantes. V. Taxa de mortalidade infantil é a relação entre o número de óbitos de crianças com menos de um ano, multiplicado por mil, e o número de crianças nascidas vivas durante o ano civil. É correto afirmar que: a) II, III, IV e V são verdadeiras; b) Apenas III, IV e V são verdadeiras; c) I, II, IV e V são verdadeiras; d) Apenas I, II e IV são verdadeiras. e) Apenas I, IV e V são verdadeiras. 9-(FM Petrópolis-RJ) É importante relacionar o consumo de água no planeta ao aumento populacional, ao aumento da demanda nos setores produtivos e ao padrão de consumo segundo a renda dos países.

16 Considerando-se alguns desses fatores, segundo o paradigma norte-americano de desenvolvimento, identifica-se que: a) Nos países de alta renda, o consumo de água é maior para uso agrícola. b) Nos países de baixa renda, o consumo de água é maior para uso industrial. c) Nos países de média renda, o consumo de água é maior para uso doméstico. d) Quanto maior o poder de consumo da população, menor o gasto de água. e) Quanto maior o nível de renda da população, maior o gasto de água. 10-(FMJ-SP) A distribuição da população pela superfície do planeta é desigual, orientada por fatores históricos, econômicos ou naturais. No caso do Brasil, conclui-se que se trata de país populoso e pouco povoado ao se analisar, respectivamente, os dados relativos a) À população absoluta e à densidade demográfica. b) A densidade demográfica e à taxa de natalidade. c) Ao crescimento vegetativo e à densidade demográfica. d) Ao crescimento demográfico e à taxa de mortalidade. e) À população absoluta e ao crescimento vegetativo. 11-(FMJ SP) Cidades sede da Copa do Mundo de Futebol, 2014 Com base na hierarquia urbana proposta pelo IBGE, as cidades identificadas no mapa por 1, 2 e 3 podem ser classificadas, respectivamente, como a) Metrópole global, grande metrópole nacional e metrópole. b) Metrópole nacional, capital regional e centro de zona. c) Capital regional, centro sub-regional e centro local. d) Grande metrópole nacional, metrópole nacional e metrópole. e) Metrópole nacional, metrópole e centro sub-regional. 12-(CESGRANRIO) Observe a pirâmide de idade a seguir, de meados dos anos 1960 onde estão indicadas as faixas etárias de homens e mulheres, as datas de nascimento e respectivos percentuais. Assinale a opção que contém uma interpretação INCORRETA a respeito das condições demográficas/econômico-sociais do país em questão:

17 a) Trata-se de um país desenvolvido economicamente. b) A nação apresenta tendência à diminuição da natalidade. c) As reentrâncias na pirâmide indicam ter estado essa nação seriamente envolvida nas duas Guerras Mundiais. d) A expectativa de vida é elevada, embora sejam altos os índices de mortalidade infantil. e) Revela-se um certo desequilíbrio entre os sexos nas idades mais elevadas, confirmando-se a menor longevidade dos homens. 13-(IFPE) Analise a figura e o texto a seguir para responder à questão. (Disponível em:<http://afabiobrasilcronicas.blogspot. com.br/2012/05/rosa-mistica-antes-e-depois.html>. Acesso em: 03set.2013). Da falta de saneamento básico à ausência de asfalto, os obstáculos variam - até a localização do assentamento pode ser um problema. As favelas costumam surgir em regiões que outros empreendimentos imobiliários não ocuparam: sob pontes e viadutos, à beira de córregos ou em encostas de morros, diz Alex Abiko, professor de engenharia civil da USP. A urbanização de favelas no Brasil é recente. Nos anos 60, os moradores eram simplesmente removidos. Depois, por volta dos anos 80, programas do governo passaram a resolver questões pontuais, como redes de água. Hoje, os projetos incluem não só infraestrutura, mas também melhora na qualidade de vida. (Disponível em:< shtml>. Acesso em: 03set.2013). Assinale a alternativa que descreve corretamente a forma de ocupação observada na imagem, tão comum em muitas cidades brasileiras. a) Construções em área sujeita a inundações periódicas nas épocas mais chuvosas. b) Área assistida pelo Poder Público, em relação ao problema de déficit habitacional. c) Ocupação ilegal em área de unidade de conservação ambiental. d) Construções em encosta com obras de contenção e drenagem das águas da chuva. e) Ocupação de área risco, em encosta sujeita a deslizamentos de terra. 14- (UNISA) Analise o gráfico.

18 (IBGE. Censo 2010.) Considerando o gráfico e os seus conhecimentos sobre a evolução urbana no Brasil, assinale a alternativa correta. a) Após 1970, iniciou-se o processo de urbanização, que ocorreu de forma lenta e gradual, sem comprometer o crescimento populacional das áreas rurais. b) A partir do ano 2000, o desenvolvimento tecnológico nas propriedades agrárias não foi um fator de expulsão populacional, mas sim um dos responsáveis pela fixação do homem no campo. c) Após 1960, o Brasil deixa de ser um país urbano-industrial e passa a ser um país rural-agrário, graças à modernização tecnológica no campo e à elevada produtividade. d) A partir de 1960, o crescimento urbano foi incentivado pelo baixo custo de vida na periferia das cidades, onde os preços dos terrenos e materiais de construção eram acessíveis a todos. e) A partir de 1960, a grande migração rural-urbana provocou inchaço urbano nas grandes regiões metropolitanas, gerando graves problemas socioeconômicos e ambientais. 15-(IFGO) Thomas Robert Malthus ( ), considerado o pai da Demografia ciência que se dedica aos estudos populacionais é o autor de uma obra que é mundialmente difundida: Ensaio Sobre o Princípio de População. Nesse texto, o autor expõe uma teoria acerca do desenvolvimento populacional que ficou amplamente conhecida. Assinale a alternativa que expressa corretamente esta teoria: a) A única forma de conter o crescimento populacional é através do planejamento familiar e distribuição de anticoncepcionais. b) O crescimento da população se dá em progressão aritmética e a produção de meios de subsistência em progressão geométrica. c) Para conter ou diminuir o crescimento demográfico, é necessário alterar o conjunto das relações sociais que geram tal crescimento. d) A explosão demográfica é produto das condições sociais dos países pobres. Para contê-la, é necessário que o Estado invista mais em educação e informação para os jovens. e) A produção de meios de subsistência se dá em progressão aritmética e o crescimento populacional em progressão geométrica. ANALITICO DISCURSIVA: 16-(UFRN) A TEORIA REFORMISTA analisa os problemas demográficos, tendo como referência as condições socioeconômicas da população. Com base nessa teoria, estabeleça uma relação entre as taxas de natalidade dos PAÍSES SUBDESENVOLVIDOS e as condições de vida de seus habitantes. R= Ao contrário dos chamados neo malthusianos, os reformistas afirmam que é necessário investir no desenvolvimento socioeconômico para ver as taxas de natalidade caírem. As condições precárias de vida, a falta de informação, o grande percentual de população rural, promovem altas taxas de natalidade em um país pobre. 17-(CARLOS) Sabemos que o número de habitantes no mundo aumenta a cada dia que passa, mas podemos ter algumas atitudes que venham a minimizar essa situação. Qual é a diferença entre Planejamento familiar e Controle de natalidade? R= Planejamento familiar, é uma decisão do casal sobre o número de filhos; já o Controle de natalidade é feito pelo Estado é obrigatório no limite de filhos do casal. 18-(UNESP) Observe o gráfico e responda.

19 a) Considerando como referência a expectativa de vida de 75 anos, identifique dois conjuntos de países que estão acima e abaixo, respectivamente. R= Conjunto 1: Japão, Espanha, Austrália, EUA, Alemanha. Conjunto 2: Chile, Brasil, África do Sul, Índia. b) Quais são as características socioeconômicas dos dois conjuntos de países identificados? R= Conjunto 1: economias desenvolvidas com melhores condições de vida, acesso à serviços, medicina, alimentação. Conjunto 2: países subdesenvolvidos com déficit social piores condições de vida, falta de assistência, má alimentação. 19-(UNESP) Escreva sobre as características mais comuns apresentadas pelos países subdesenvolvidos em relação aos seguintes itens: a) Crescimento demográfico; R= Elevado. b) Relação entre população rural e urbana; R= Predomínio rural ou crescimento urbano rápido e desordenado. c) Relações comerciais com os países desenvolvidos; R= Venda de matérias-primas, compra de industrializados. d) Mortalidade geral, infantil e esperança de vida; R= Alta mortalidade, baixa esperança. e) Índice de analfabetismo. R= Elevado 20-(UFG) Em 1798, Thomas Malthus publicou seu famoso "Ensaio sobre o princípio da população", um trabalho que, pela primeira vez, focalizava os problemas de suprimento de alimentos, relacionando-os com o aumento populacional. Com base nesse ensaio, os estudos de demografia passaram a enfocar o crescimento populacional em relação à demanda de alimentos, à produção agrícola e ao fenômeno da fome. - Qual é a concepção malthusiana sobre a relação entre o crescimento populacional e a demanda de alimentos? R= Malthus acreditava estar a população mundial aumentando em progressão geométrica e a produção agrícola em progressão aritmética. 21-(UERJ) Observe o quadro abaixo: a) Cite a causa básica da redução prevista no ritmo de crescimento da população mundial e apresente um fator associado a essa mesma redução. R= a) Causa: - Tendência de queda progressiva dos índices de natalidade, expressando o fechamento do processo de transição demográfica em alguns países. Um dentre os fatores: - urbanização

20 - envelhecimento da população - adiamento da idade de casamento - entrada da mulher no mercado de trabalho 22-(UNICAMP) Uma importante agenda internacional foi cancelada devido aos ataques terroristas contra os Estados Unidos no início de setembro: a Sessão Especial sobre a Criança da Assembleia Geral das Nações Unidas, na qual seriam discutidos dados estarrecedores: 11 milhões de crianças morrem por ano em todos os continentes. São 30 mil por dia. Cinco World Trade Centers! No Brasil, segundo o Ministério da Saúde, 108 mil crianças morrem anualmente antes de completar o primeiro ano de vida. São dezoito World Trade Centers repletos de bebês por ano e um e meio a cada mês. E não existe, em nenhum lugar, nenhum exército sendo formado, nenhum contingente se deslocando, nenhuma opinião pública mobilizada, ainda que dividida, pela erradicação de todos os males que vitimam esta população. (Adaptado de "Folha de S. Paulo", 30/9/2001.) a) Apresente duas características socioeconômicas que explicam os altos índices de mortalidade infantil no Brasil. R= a) Três dentre as características a seguir: - má distribuição de renda. - falta de assistência principalmente em zonas rurais. - infra estrutura precária em áreas rurais mais isoladas (fronteiras pioneiras). - subnutrição. 23-(FUVEST) "Se se admite que a migração interna é um processo social, deve-se supor que ele tenha causas estruturais que impelem determinados grupos a se pôr em movimento. Estas causas são quase sempre de fundo econômico - deslocamento de atividades no espaço, crescimento diferencial da atividade em lugares distintos e assim por diante - e atingem os grupos que compõem a estrutura social do lugar de origem de um modo diferenciado." (Paul Singer - ECONOMIA POLÍTICA DA URBANIZAÇÃO) Analise o processo migratório do Nordeste para o Sudeste à luz das considerações do texto anterior. R= Partem do NE em busca de melhores condições de vida. 24-(UERJ) A terceira revolução industrial e a globalização vão criar novas oportunidades, mas serão empregos para a elite. Os dias de oferta de empregos em massa acabaram. Jamais veremos milhares e milhares de trabalhadores saindo das fábricas depois de um dia de trabalho. (Jeremy Rifkin, autor do livro O FIM DOS EMPREGOS - "Folha de São Paulo", 25 / 08 / 97) Considerando o texto e os dados apresentados: a) Identifique as atuais tendências de absorção da mão-de-obra pelo mercado de trabalho; R= a) Atualmente os postos de trabalho surgem nas áreas altamente qualificadas gerando profissionais especializados tanto em países desenvolvidos quanto em países subdesenvolvidos. O desemprego, por outro lado atinge em massa a população não capacitada ou pouco capacitada. 25-(UFES)"Com o índice de natalidade em queda e uma expectativa média de vida que atinge os 77 anos, a Europa está se tornando um continente de idosos. Na maioria dos países europeus o crescimento vegetativo caiu vertiginosamente uma vez que o número de nascimentos por mulher não supera o valor mínimo necessário para repor a população que morre." "VEJA", nº 29, Terra Grisalha) a) Explique uma das consequências decorrentes do envelhecimento da população europeia. R= a) Diminuição da população economicamente ativa, aumento de custos previdenciários. 26-(UNICAMP) "...Uma senhora dirigia um automóvel com o filho ao lado. De repente, foi assaltada por um adolescente, que a roubou, ameaçando cortar a garganta do garoto. Dias depois, a mesma senhora reconhece o assaltante na rua. Acelera o carro, atropela-o e mata-o, com a aprovação dos que presenciaram a cena. Verídica, ou não, a história é exemplar. Ilustra o que é a cultura da violência, sua nova feição no Brasil." (Jurandir Freire Costa - Revista "Veja", Nº 25, Setembro de 1993). O texto anterior ilustra o grau em que se encontra a violência nas grandes metrópoles brasileiras. Explique a relação entre a violência e as características do crescimento das cidades brasileiras. R= Crescimento desordenado, com déficit social e colapso da infra estrutura e serviços gerando, entre outros problemas, insegurança.

Como está a situação da população mundial e que expectativa razoável podemos ter para o futuro?

Como está a situação da população mundial e que expectativa razoável podemos ter para o futuro? População mundial Leia as manchetes abaixo: População mundial superará 9,2 bilhões em 2050, estima ONU BBC Brasil Casais ricos burlam lei do filho único na China BBC Brasil A população mundial atingiu

Leia mais

TRATADO SOBRE AGRICULTURA SUSTENTÁVEL PREÂMBULO

TRATADO SOBRE AGRICULTURA SUSTENTÁVEL PREÂMBULO [25] TRATADO SOBRE AGRICULTURA SUSTENTÁVEL PREÂMBULO Entendendo que: 1. O sistema sócio-econômico e político internacionalmente dominante, ao qual se articula o modelo industrial de produção agrícola e

Leia mais

URBANIZAÇÃO LUGAR É A BASE

URBANIZAÇÃO LUGAR É A BASE URBANIZAÇÃO LUGAR É A BASE. DA REPRODUÇÃO DA VIDA E PODE SER ANALISADO PELA TRÍADE HABITANTE- IDENTIDADE-LUGAR. OBJETIVOS ESPECÍFICOS A. Caracterizar o fenômeno da urbanização como maior intervenção humana

Leia mais

Marie Curie Vestibulares Lista 4 Geografia Matheus Ronconi AGROPECUÁRIA, INDÚSTRIA E DISTRIBUIÇÃO TECNOLÓGICA MUNDIAL

Marie Curie Vestibulares Lista 4 Geografia Matheus Ronconi AGROPECUÁRIA, INDÚSTRIA E DISTRIBUIÇÃO TECNOLÓGICA MUNDIAL AGROPECUÁRIA, INDÚSTRIA E DISTRIBUIÇÃO TECNOLÓGICA MUNDIAL 1) (UDESC - 2012) São exemplos da indústria de bens de consumo (ou leve): a) Indústria de autopeças e de alumínio. b) Indústria de automóveis

Leia mais

BLOCO DE ATIVIDADES / EXERCÍCIOS PROPOSTOS

BLOCO DE ATIVIDADES / EXERCÍCIOS PROPOSTOS Rede de Educação Missionárias Servas do Espírito Santo Colégio Nossa Senhora da Piedade Av. Amaro Cavalcanti, 2591 Encantado Rio de Janeiro / RJ CEP: 20735042 Tel: 2594-5043 Fax: 2269-3409 E-mail: cnsp@terra.com.br

Leia mais

Matéria da Recuperação. Industrialização Urbanização População

Matéria da Recuperação. Industrialização Urbanização População Disciplina: Geografia Roteiro de Recuperação Ano / Série: 7º Professor (a): Gabriel Data: / / 2013 Matéria da Recuperação Industrialização Urbanização População 1- A função urbana de uma cidade diz respeito

Leia mais

PROFESSOR: EQUIPE DE GEOGRAFIA

PROFESSOR: EQUIPE DE GEOGRAFIA PROFESSOR: EQUIPE DE GEOGRAFIA BANCO DE QUESTÕES - GEOGRAFIA - 8º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ============================================================================================= 01- Observe a figura

Leia mais

Estrutura Populacional e Indicadores socioeconômicos

Estrutura Populacional e Indicadores socioeconômicos POPULAÇÃO BRASILEIRA Estrutura Populacional e Indicadores socioeconômicos Desde a colonização do Brasil o povoamento se concentrou no litoral do país. No início do século XXI, a população brasileira ainda

Leia mais

Conteúdos Referenciais Para o Ensino Médio

Conteúdos Referenciais Para o Ensino Médio Conteúdos Referenciais Para o Ensino Médio Área de Conhecimento: Ciências Humanas Componente Curricular: Geografia Ementa Possibilitar a compreensão do conceito, do histórico e contextualização da Geografia.

Leia mais

Unidade 6: América: contrastes no desenvolvimento

Unidade 6: América: contrastes no desenvolvimento Unidade 6: América: contrastes no desenvolvimento Capítulo 1: América: Um continente de Contrastes Capítulo 2: Estados Unidos e Canadá Apresentação elaborada pelos alunos do 8º Ano B Montanhas Rochosas

Leia mais

VOLUME 1o. VOLUME 2o.

VOLUME 1o. VOLUME 2o. Programação Anual 1 ạ Série 1 ọ 2 ọ 1. A ciência geográfica Lugar, território e espaço 2. Astronomia Assim teve início a Astronomia Qual a origem do Universo? 3. Fusos horários Resolução de problemas com

Leia mais

01. Com freqüência os meios de comunicação noticiam conflitos na região do Oriente Médio.

01. Com freqüência os meios de comunicação noticiam conflitos na região do Oriente Médio. 01. Com freqüência os meios de comunicação noticiam conflitos na região do Oriente Médio. Sobre essa questão, leia atentamente as afirmativas abaixo: I. Em 11 de setembro de 2001, os EUA sofreram um violento

Leia mais

Geografia Professor André 2ª série / 2º trimestre

Geografia Professor André 2ª série / 2º trimestre Geografia Professor André 2ª série / 2º trimestre TEMA - URBANIZAÇÃO BRASILEIRA E MUNDIAL. 1. (Ibmec-RJ) Esta é uma clássica definição sobre as chamadas cidades globais: As cidades globais são os principais

Leia mais

TRATADO SOBRE AS ZONAS ÁRIDAS E SEMI-ÁRIDAS PREÂMBULO

TRATADO SOBRE AS ZONAS ÁRIDAS E SEMI-ÁRIDAS PREÂMBULO [30] TRATADO SOBRE AS ZONAS ÁRIDAS E SEMI-ÁRIDAS PREÂMBULO 1. As zonas áridas e semi-áridas constituem um conjunto de formações naturais complexas, dispersas em vários pontos do planeta e muito diferenciadas

Leia mais

GEOGRAFIA - 3 o ANO MÓDULO 13 GEOGRAFIA URBANA: CONCEITOS E PROCESSOS

GEOGRAFIA - 3 o ANO MÓDULO 13 GEOGRAFIA URBANA: CONCEITOS E PROCESSOS GEOGRAFIA - 3 o ANO MÓDULO 13 GEOGRAFIA URBANA: CONCEITOS E PROCESSOS Como pode cair no enem Os 10 maiores aglomerados urbanos Leia o texto e observe o quadro abaixo: O terceiro milênio se inicia com

Leia mais

UNIVERSIDADE DE TAUBATÉ POLÍTICA E SOCIEDADE NO BRASIL CONTEMPORÂNEO A DINAMICA POPULACIONAL A PARTIR DA DECADA DE 1960 NO BRASIL

UNIVERSIDADE DE TAUBATÉ POLÍTICA E SOCIEDADE NO BRASIL CONTEMPORÂNEO A DINAMICA POPULACIONAL A PARTIR DA DECADA DE 1960 NO BRASIL UNIVERSIDADE DE TAUBATÉ POLÍTICA E SOCIEDADE NO BRASIL CONTEMPORÂNEO A DINAMICA POPULACIONAL A PARTIR DA DECADA DE 1960 NO BRASIL Thaís Schmidt Salgado Vaz de Castro thaissalgado@hotmail.com; Felipe José

Leia mais

Questão 1. Resposta A. Resposta B

Questão 1. Resposta A. Resposta B Questão 1 Ao longo do século XX, as cidades norte-americanas se organizaram espacialmente de um modo original: a partir do Central Business District (CBD), elas se estruturaram em circunferências concêntricas

Leia mais

A economia global e a organização do espaço

A economia global e a organização do espaço littleny/ Shutterstock ssguy/ Shutterstock A economia global e a organização do espaço Xangai, China Las Vegas, EUA Alain Lacroix/ Dreamstime.com Empresas multinacionais e economia global A revolução tecnocientífica,

Leia mais

Aula 1a: Introdução à Administração do agronegócio. Agronegócio Brasileiro: História, Cenário atual e perspectivas futuras

Aula 1a: Introdução à Administração do agronegócio. Agronegócio Brasileiro: História, Cenário atual e perspectivas futuras Aula 1a: Introdução à Administração do agronegócio Agronegócio Brasileiro: História, Cenário atual e perspectivas futuras Prospecção do conhecimento Defina agronegócio Cite, conforme seu conhecimento e

Leia mais

VIRGÍLIO, P.; LONTRINGER, S.. Guerra Pura: a Militarização do Cotidiano. São Paulo: Brasiliense, 1984, p. 39.

VIRGÍLIO, P.; LONTRINGER, S.. Guerra Pura: a Militarização do Cotidiano. São Paulo: Brasiliense, 1984, p. 39. Velocidade é violência. O exemplo mais óbvio é o punho cerrado. Nunca o pesei mas pesa cerca de 400 gramas. Posso transformar esse punho na carícia mais delicada. Mas, se o arremessar em alta velocidade,

Leia mais

A atividade agrícola e o espaço agrário. Prof. Bruno Batista

A atividade agrícola e o espaço agrário. Prof. Bruno Batista A atividade agrícola e o espaço agrário Prof. Bruno Batista A agropecuária É uma atividade primária; É obtida de forma muito heterogênea no mundo países desenvolvidos com agricultura moderna, e países

Leia mais

CRESCIMENTO POPULACIONAL NO BRASIL

CRESCIMENTO POPULACIONAL NO BRASIL GEOGRAFIA CRESCIMENTO POPULACIONAL NO BRASIL 1. ASPECTOS GERAIS O Brasil atualmente apresenta-se como o quinto país mais populoso do mundo, ficando atrás apenas da China, Índia, Estados Unidos e Indonésia.

Leia mais

Unidade 6: América: contrastes no desenvolvimento

Unidade 6: América: contrastes no desenvolvimento Unidade 6: América: contrastes no desenvolvimento Capítulo 1: América: Um continente de contrastes Capítulo 2: Estados Unidos e Canadá Apresentação elaborada pelos alunos do 8º Ano C Montanhas Rochosas

Leia mais

D) Em uma Ordem Multipolar, o poder mundial estaria dividido entre Estados Unidos, Rússia, Inglaterra, Índia e Coreia do Sul.

D) Em uma Ordem Multipolar, o poder mundial estaria dividido entre Estados Unidos, Rússia, Inglaterra, Índia e Coreia do Sul. Aluno(a): PROF.: B - Negão DISCIP.: Geografia DATA: / /2016 ATIVIDADE INSTRUMENTAL 9 º A ( x ) B ( x ) C ( x ) D ( ) 1 - (UERN-2011) GAB=C Nova Ordem Mundial e o nome dado a configuração de relações internacionais

Leia mais

CORREÇÃO TAREFAS. Aulas 1 4 Pág. 24-31

CORREÇÃO TAREFAS. Aulas 1 4 Pág. 24-31 CORREÇÃO TAREFAS Aulas 1 4 Pág. 24-31 Paginas 24 e 25 1. a) População absoluta é a população total de um determinado local. b) População relativa é a densidade demográfica, ou seja, média de habitantes

Leia mais

Unidade 6: América: contrastes no desenvolvimento

Unidade 6: América: contrastes no desenvolvimento Unidade 6: América: contrastes no desenvolvimento Capítulo 1: América: Um continente de Contrastes Capítulo 2: Estados Unidos e Canadá Apresentação elaborada pelos alunos do 8º Ano D Montanhas Rochosas

Leia mais

7ºano 2º período vespertino 25 de abril de 2014

7ºano 2º período vespertino 25 de abril de 2014 GEOGRAFIA QUESTÃO 1 A Demografia é a ciência que estuda as características das populações humanas e exprime-se geralmente através de valores estatísticos. As características da população estudadas pela

Leia mais

Data: /08/2014 Bimestre: 2. Nome: 8 ANO B Nº. Disciplina: Geografia Professor: Geraldo

Data: /08/2014 Bimestre: 2. Nome: 8 ANO B Nº. Disciplina: Geografia Professor: Geraldo Data: /08/2014 Bimestre: 2 Nome: 8 ANO B Nº Disciplina: Geografia Professor: Geraldo Valor da Prova / Atividade: 2,0 (DOIS) Nota: GRUPO 3 1- (1,0) A mundialização da produção industrial é caracterizada

Leia mais

07. Alternativa c. Seja PABC a pirâmide regular, com as medidas indicadas. Tem-se:

07. Alternativa c. Seja PABC a pirâmide regular, com as medidas indicadas. Tem-se: + + = = = + = = = = = = 07. Alternativa c. Seja PABC a pirâmide regular, com as medidas indicadas. Tem-se: (1) PP'A: 4 = cos60º = 1 = () PABC é regular P' é baricentro y = y = () ABC é equilátero + y =

Leia mais

RESOLUÇÕES E RESPOSTAS

RESOLUÇÕES E RESPOSTAS GEOGRAFIA 1 GRUPO CV 10/2009 RESOLUÇÕES E RESPOSTAS QUESTÃO 1: a) Os gráficos destacam que conforme ocorreu o aumento da população na grande São Paulo aumentaram também o número de viagens da população

Leia mais

REVISÃO AMÉRICA ANGLO SAXÔNICA E MÉXICO

REVISÃO AMÉRICA ANGLO SAXÔNICA E MÉXICO REVISÃO AMÉRICA ANGLO SAXÔNICA E MÉXICO DIVISÃO DO CONTINENTE AMERICANO Os países que pertencem a América do Norte são: EUA, Canadá e México. Os países que pertencem a América Anglo Saxônica são: EUA

Leia mais

PROCESSO DE METROPOLIZAÇÃO. desigualmente mudando de natureza e de composição, exigindo

PROCESSO DE METROPOLIZAÇÃO. desigualmente mudando de natureza e de composição, exigindo Geografia urbana Costa, 2002 1 PROCESSO DE METROPOLIZAÇÃO! As porções do território ocupadas pelo homem vão desigualmente mudando de natureza e de composição, exigindo uma nova definição. As noções de

Leia mais

EXERCÍCIOS ON LINE DE GEOGRAFIA 7º 2º TRI

EXERCÍCIOS ON LINE DE GEOGRAFIA 7º 2º TRI 1. Coloque V para verdadeiro e F para falso: EXERCÍCIOS ON LINE DE GEOGRAFIA 7º 2º TRI ( ) a população economicamente ativa compreende a parcela da população que está trabalhando ou procurando emprego.

Leia mais

Espaço Geográfico (Tempo e Lugar)

Espaço Geográfico (Tempo e Lugar) Espaço Geográfico (Tempo e Lugar) Somos parte de uma sociedade, que (re)produz, consome e vive em uma determinada porção do planeta, que já passou por muitas transformações, trata-se de seu lugar, relacionando-se

Leia mais

PROFESSOR: EQUIPE DE GEOGRAFIA

PROFESSOR: EQUIPE DE GEOGRAFIA PROFESSOR: EQUIPE DE GEOGRAFIA BANCO DE QUESTÕES - GEOGRAFIA - 9º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ============================================================================================== 01- O desenvolvimento

Leia mais

LISTA DE RECUPERAÇÃO 2ª SÉRIE EM

LISTA DE RECUPERAÇÃO 2ª SÉRIE EM COLÉGIO FRANCO-BRASILEIRO NOME: N : TURMA: PROFESSOR(A): ANO: 9º DATA: / / 2014 LISTA DE RECUPERAÇÃO 2ª SÉRIE EM 1-O território brasileiro apresenta diferentes tipos de clima que são influenciados por

Leia mais

Rust belt. Cinturão de ferrugem é uma área no nordeste dos EUA, situada aproximadamente entre as cidades de Chicago e Nova Iorque.

Rust belt. Cinturão de ferrugem é uma área no nordeste dos EUA, situada aproximadamente entre as cidades de Chicago e Nova Iorque. Rust belt Cinturão de ferrugem é uma área no nordeste dos EUA, situada aproximadamente entre as cidades de Chicago e Nova Iorque. Esta aglomeração industrial foi batizada de "Manufacturing belt" (atual"rust

Leia mais

UFSC. Resposta: 01 + 02 = 03. Comentário

UFSC. Resposta: 01 + 02 = 03. Comentário Resposta: 01 + 02 = 03 01. Correta. 04. Incorreta. O número de trabalhadores no setor primário, principalmente na agropecuária, continuou diminuindo devido à automação. O aumento ocorreu no setor de serviço.

Leia mais

O CAPITALISMO E A DIVISÃO INTERNACIONAL DO TRABALHO (DIT)

O CAPITALISMO E A DIVISÃO INTERNACIONAL DO TRABALHO (DIT) O CAPITALISMO E A DIVISÃO INTERNACIONAL DO TRABALHO (DIT) O capitalismo teve origem na Europa, entre os séculos XIII e XIV, com o renascimento urbano e comercial e o surgimento de uma nova classe social:

Leia mais

Geografia (A) 1, 2, 4, 3 (D) 3, 1, 4, 2 (B) 2, 1, 3, 4 (E) 4, 3, 2, 1 (C) 2, 3, 1, 4

Geografia (A) 1, 2, 4, 3 (D) 3, 1, 4, 2 (B) 2, 1, 3, 4 (E) 4, 3, 2, 1 (C) 2, 3, 1, 4 46 As reformas neoliberais implementadas pelos dois últimos governos conferiram ao Brasil a imagem de um país conduzido segundo um determinado modelo econômico. O referido modelo busca um desenvolvimento:

Leia mais

Geografia Leituras e Interação

Geografia Leituras e Interação Apontamentos das obras LeYa em relação às Orientações Teórico-Metodológicas para o Ensino Médio do estado de PERNAMBUCO Geografia Leituras e Interação 2 Caro professor, Este guia foi desenvolvido para

Leia mais

PLANEJAMENTO ANUAL / TRIMESTRAL 2012 Conteúdos Habilidades Avaliação

PLANEJAMENTO ANUAL / TRIMESTRAL 2012 Conteúdos Habilidades Avaliação Disciplina: Geografia Trimestre: 1º PLANEJAMENTO ANUAL / TRIMESTRAL 2012 1. População: - Crescimento populacional - O espaço urbano e o processo de urbanização - Teorias demográficas. 2. Mundo contemporâneo:

Leia mais

REVISÃO NOVAFAP-FACID(geografia-Hugo)

REVISÃO NOVAFAP-FACID(geografia-Hugo) REVISÃO NOVAFAP-FACID(geografia-Hugo) 1. (Ufu) Na década de 1960, o geógrafo Aziz Nacib Ab'Saber reuniu as principais características do relevo e do clima das regiões brasileiras para formar, com os demais

Leia mais

GEOGRAFIA. Professores: Marcus, Ronaldo

GEOGRAFIA. Professores: Marcus, Ronaldo GEOGRAFIA Professores: Marcus, Ronaldo Questão que trabalha conceitos de cálculo de escala, um tema comum nas provas da UFPR. O tema foi trabalhado no Módulo 05 da apostila II de Geografia I. Para melhor

Leia mais

As regiões com maior e menor crescimento previsto para 2050

As regiões com maior e menor crescimento previsto para 2050 Introdução: O aumento da população ficará na história da Humanidade como o facto mais extraordinário do século XX. Há quarenta anos estimava-se a população em cerca de 3000 milhões de pessoas. Daí em diante

Leia mais

Também conhecido como densidade populacional ou população relativa. É a medida expressa pela relação entre a população e a superfície do território.

Também conhecido como densidade populacional ou população relativa. É a medida expressa pela relação entre a população e a superfície do território. Também conhecido como densidade populacional ou população relativa. É a medida expressa pela relação entre a população e a superfície do território. É geralmente expressa em habitantes por quilômetro quadrado

Leia mais

COMÉRCIO EXTERIOR. Causas da dívida Empréstimos internacionais para projetar e manter grandes obras. Aquisição de tecnologia e maquinário moderno.

COMÉRCIO EXTERIOR. Causas da dívida Empréstimos internacionais para projetar e manter grandes obras. Aquisição de tecnologia e maquinário moderno. 1. ASPECTOS GERAIS Comércio é um conceito que possui como significado prático, trocas, venda e compra de determinado produto. No início do desenvolvimento econômico, o comércio era efetuado através da

Leia mais

Nº de Questões Valor CPMG Sargento Nader Alves dos 4º Bimestre Santos

Nº de Questões Valor CPMG Sargento Nader Alves dos 4º Bimestre Santos Lista de Polícia Militar do Estado de Goiás Nº de Questões Valor CPMG Sargento Nader Alves dos 4º Bimestre Santos exercícios Ano Letivo - 2015 Série Turma (s) Turno Nota 3º Ano A, B, C Disciplina: Geografia

Leia mais

CAPÍTULO 13 VULNERABILIDADE URBANA

CAPÍTULO 13 VULNERABILIDADE URBANA CAPÍTULO 13 VULNERABILIDADE URBANA. É possível homem e natureza estarem ocupando o mesmo lugar, apesar de atravancar o progresso? A comodidade da vida nas cidades urbanas é mais vantajosa do que a própria

Leia mais

2011/2012 Geografia 8º Ano de escolaridade

2011/2012 Geografia 8º Ano de escolaridade 2011/2012 Geografia 8º Ano de escolaridade O aumento da população ficará na história da Humanidade como o facto mais extraordinário do século XX. Há cerca de cinquenta anos estimava-se a população em cerca

Leia mais

VESTIBULAR 2013 1ª Fase. GEOGRAFIA Grade de Correção. Instruções Gerais: Instruções para a prova de Geografia:

VESTIBULAR 2013 1ª Fase. GEOGRAFIA Grade de Correção. Instruções Gerais: Instruções para a prova de Geografia: Instruções Gerais: VESTIBULAR 2013 1ª Fase GEOGRAFIA Grade de Correção Hoje você deverá responder às questões de Artes e Questões Contemporâneas, História, Geografia e de Raciocínio Lógico-Matemático.

Leia mais

SIMULADO DO ENEM TESTE SEUS CONHECIMENTOS

SIMULADO DO ENEM TESTE SEUS CONHECIMENTOS SIMULADO DO ENEM TESTE SEUS CONHECIMENTOS Simulado do Enem: 1 - Analise as representações cartográficas a seguir: Estas representações são anamorfoses geográficas. Uma anamorfose geográfica representa

Leia mais

PROVA DE GEOGRAFIA AS QUESTÕES 36 E 37 DEVEM SER RESPONDIDAS COM BASE NA ANÁLISE DO MAPA E DO PERFIL ABAIXO.

PROVA DE GEOGRAFIA AS QUESTÕES 36 E 37 DEVEM SER RESPONDIDAS COM BASE NA ANÁLISE DO MAPA E DO PERFIL ABAIXO. 19 PROVA DE GEOGRAFIA AS QUESTÕES 36 E 37 DEVEM SER RESPONDIDAS COM BASE NA ANÁLISE DO MAPA E DO PERFIL ABAIXO. 20 QUESTÃO 36 O mapa representa o Pão de Açúcar e o Morro da Urca, no Rio de Janeiro, utilizando,

Leia mais

DEMOGRAFIA II. Prof. Maicon Fiegenbaum

DEMOGRAFIA II. Prof. Maicon Fiegenbaum DEMOGRAFIA II Prof. Maicon Fiegenbaum Estrutura etária; Estrutura econômica; Migrações; IDH. ESTRUTURA ETÁRIA Populações Jovens *países subdesenvolvidos; *elevado crescimento vegetativo e a baixa expectativa

Leia mais

1 (0,5) Dos 3% de água doce que estão na superfície terrestre, onde estão concentradas as grandes parcelas dessas águas? R:

1 (0,5) Dos 3% de água doce que estão na superfície terrestre, onde estão concentradas as grandes parcelas dessas águas? R: Data: / /2014 Bimestre: 3 Nome: 6 ANO Nº Disciplina: Geografia Professor: Geraldo Valor da Atividade: 2,0 (Dois) Nota: GRUPO 6 1 (0,5) Dos 3% de água doce que estão na superfície terrestre, onde estão

Leia mais

ÍNDIA: ECONOMIA EMERGENTE. Prof.º Acácio Martins

ÍNDIA: ECONOMIA EMERGENTE. Prof.º Acácio Martins ÍNDIA: ECONOMIA EMERGENTE Prof.º Acácio Martins Aspectos gerais e físico-naturais 3º maior país da Ásia e 7º maior do mundo; 2ª Maior população do planeta; Áreas montanhosas no extremo norte (Cordilheira

Leia mais

CADERNO DE ATIVIDADES

CADERNO DE ATIVIDADES COLÉGIO ARNALDO 2014 CADERNO DE ATIVIDADES GEOGRAFIA ATENÇÃO: Este trabalho deverá ser realizado em casa, trazendo as dúvidas para serem sanadas durante as aulas de plantão. Aluno (a): 5º ano Turma: Professora:

Leia mais

O continente africano

O continente africano O continente africano ATIVIDADES Questão 04 Observe o mapa 2 MAPA 2 Continente Africano Fonte: . A região do Sahel, representada

Leia mais

A ONU ESTIMA QUE, ATÉ 2050, DOIS TERÇOS DA POPULAÇÃO MUNDIAL ESTARÃO MORANDO EM ÁREAS URBANAS.

A ONU ESTIMA QUE, ATÉ 2050, DOIS TERÇOS DA POPULAÇÃO MUNDIAL ESTARÃO MORANDO EM ÁREAS URBANAS. A ONU ESTIMA QUE, ATÉ 2050, DOIS TERÇOS DA POPULAÇÃO MUNDIAL ESTARÃO MORANDO EM ÁREAS URBANAS. EM 1950, O NÚMERO CORRESPONDIA A APENAS UM TERÇO DA POPULAÇÃO TOTAL. CERCA DE 90% DO AVANÇO DA POPULAÇÃO URBANA

Leia mais

População é o conjunto de habitantes de um determinado lugar em um determinado tempo;

População é o conjunto de habitantes de um determinado lugar em um determinado tempo; INTRODUÇÃO À GEOGRAFIA DA POPULAÇÃO 1 Aspectos teóricos e metodológicos da geografia da população População é o conjunto de habitantes de um determinado lugar em um determinado tempo; A importância de

Leia mais

Revisão para prova de recuperação sétimo ano - geografia

Revisão para prova de recuperação sétimo ano - geografia Revisão para prova de recuperação sétimo ano - geografia 1- Assinale qual dos princípios a seguir não representa as premissas da teoria malthusiana: a) utilização de métodos contraceptivos para controle

Leia mais

Brasil e suas Organizações políticas e administrativas. Brasil Atual 27 unidades político-administrativas 26 estados e distrito federal

Brasil e suas Organizações políticas e administrativas. Brasil Atual 27 unidades político-administrativas 26 estados e distrito federal Brasil e suas Organizações políticas e administrativas GEOGRAFIA Em 1938 Getúlio Vargas almejando conhecer o território brasileiro e dados referentes a população deste país funda o IBGE ( Instituto Brasileiro

Leia mais

Imagem 1 Imagem 2. Fontes: Imagem 1 ROBIN, M. - 100 fotos do século, Evergreen, 1999./ Imagem 2 Le Monde Diplomatique ano 2, nº16 novembro de 2008

Imagem 1 Imagem 2. Fontes: Imagem 1 ROBIN, M. - 100 fotos do século, Evergreen, 1999./ Imagem 2 Le Monde Diplomatique ano 2, nº16 novembro de 2008 Nome: Nº: Turma: Geografia 3º ano Gabarito - Prova Augusto Mar/10 1. Observe as imagens abaixo e faça o que se pede: Imagem 1 Imagem 2 Fontes: Imagem 1 ROBIN, M. - 100 fotos do século, Evergreen, 1999./

Leia mais

II - Desenvolvimento. 1. O primeiro mundo. 2. Sociedades de consumo

II - Desenvolvimento. 1. O primeiro mundo. 2. Sociedades de consumo I - Introdução Consideram-se como Norte os países ricos ou industrializados: o primeiro Mundo ou países capitalistas desenvolvidos, em primeiro lugar e também os países mais industrializados do antigo

Leia mais

CONTEXTO HISTORICO E GEOPOLITICO ATUAL. Ciências Humanas e suas tecnologias R O C H A

CONTEXTO HISTORICO E GEOPOLITICO ATUAL. Ciências Humanas e suas tecnologias R O C H A CONTEXTO HISTORICO E GEOPOLITICO ATUAL Ciências Humanas e suas tecnologias R O C H A O capitalismo teve origem na Europa, nos séculos XV e XVI, e se expandiu para outros lugares do mundo ( Ásia, África,

Leia mais

Atlas Digital de MINAS GERAIS 1 de 18

Atlas Digital de MINAS GERAIS 1 de 18 Atlas Digital de MINAS GERAIS 1 de 18 Características Agropecuárias A sociedade brasileira viveu no século XX uma transformação socioeconômica e cultural passando de uma sociedade agrária para uma sociedade

Leia mais

HISTÓRIA-2009 2ª FASE 2009

HISTÓRIA-2009 2ª FASE 2009 Questão 01 UFBA - -2009 2ª FASE 2009 Na Época Medieval, tanto no Oriente Médio, quanto no norte da África e na Península Ibérica, muçulmanos e judeus conviviam em relativa paz, fazendo comércio e expressando,

Leia mais

Século XVIII e XIX / Europa

Século XVIII e XIX / Europa 1 I REVOLUÇÃO AGRÍCOLA Século XVIII e XIX / Europa! O crescimento populacional e a queda da fertilidade dos solos utilizados após anos de sucessivas culturas no continente europeu, causaram, entre outros

Leia mais

Lista de Recuperação de Geografia 2013

Lista de Recuperação de Geografia 2013 1 Nome: nº 9ºano Manhã Prof: Francisco Castilho Lista de Recuperação de Geografia 2013 Conteúdo da recuperação: Europa: industrialização e agropecuária, economia dos países europeues, Ásia: divisão regional,

Leia mais

Colégio Estadual do Campo Professora Maria de Jesus Pacheco Guimarães E. F. e M. Uma História de Amor ao Guará

Colégio Estadual do Campo Professora Maria de Jesus Pacheco Guimarães E. F. e M. Uma História de Amor ao Guará Colégio Estadual do Campo Professora Maria de Jesus Pacheco Guimarães E. F. e M. Uma História de Amor ao Guará PLANO DE TRABALHO DOCENTE 2012 DISCIPLINA: GEOGRAFIA - PROFESSOR: ADEMIR REMPEL SÉRIE: 8º

Leia mais

Origem da agricultura. META Mostrar a importância da agricultura para o processo de formação econômica do Brasil.

Origem da agricultura. META Mostrar a importância da agricultura para o processo de formação econômica do Brasil. Origem da agricultura AGRICULTURA E FORMAÇÃO ECONÔMICA DO BRASIL META Mostrar a importância da agricultura para o processo de formação econômica do Brasil. OBJETIVOS Ao final da aula, o aluno deverá: compreender

Leia mais

A Revolução Industrial, iniciada na Grà-Bretanha, mudou a maneira de trabalhar e de pensar das pessoas

A Revolução Industrial, iniciada na Grà-Bretanha, mudou a maneira de trabalhar e de pensar das pessoas A Revolução Industrial, iniciada na Grà-Bretanha, mudou a maneira de trabalhar e de pensar das pessoas A industrialização mudou a história do homem. O momento decisivo ocorreu no século XVIII com a proliferação

Leia mais

Agronegócios: conceitos e dimensões. Prof. Paulo Medeiros

Agronegócios: conceitos e dimensões. Prof. Paulo Medeiros Agronegócios: conceitos e dimensões Prof. Paulo Medeiros Agricultura e Agronegócios Durante milhares de anos, as atividades agropecuárias sobreviveram de forma muito extrativista, retirando o que natureza

Leia mais

PLANO DE ESTUDOS 3º trimestre 2012

PLANO DE ESTUDOS 3º trimestre 2012 PLANO DE ESTUDOS 3º trimestre 2012 ano: 9º disciplina: geografia professor: Meus caros (as) alunos (as): Durante o 2º trimestre, você estudou as principais características das cidades globais e das megacidades

Leia mais

CLIMAS. Japão POPULAÇÃO - DADOS JAPÃO. O Arquipelago Niponico ASPECTOS DEMOGRÁFICOS 13/09/2015. Resumo - Geografia. Japão - Tigres - China

CLIMAS. Japão POPULAÇÃO - DADOS JAPÃO. O Arquipelago Niponico ASPECTOS DEMOGRÁFICOS 13/09/2015. Resumo - Geografia. Japão - Tigres - China Resumo - Geografia Japão Japão - Tigres - China O Arquipelago Niponico Principais Ilhas 1. Hokkaido 2. Honshu 2 1 CLIMAS 3. Shikoku 4. Kyushu 4 3 JAPÃO ASPECTOS DEMOGRÁFICOS Cerca de 127 milhões de hab.

Leia mais

27) No futuro, o que acontecerá com a mão de obra desqualificada? Explique?

27) No futuro, o que acontecerá com a mão de obra desqualificada? Explique? 27) No futuro, o que acontecerá com a mão de obra desqualificada? Explique? A implantação da informática em quase todos os campos de atividades humanas tem seu lado positivo, mas, por outro lado, a mão

Leia mais

SEQUÊNCIA DIDÁTICA PODCAST CIÊNCIAS HUMANAS

SEQUÊNCIA DIDÁTICA PODCAST CIÊNCIAS HUMANAS SEQUÊNCIA DIDÁTICA PODCAST CIÊNCIAS HUMANAS Título do Podcast Área Segmento Duração Consumo, consumismo e impacto humano no meio ambiente Ciências Humanas Ensino Fundamental; Ensino Médio 6min29seg Habilidades:

Leia mais

América anglo-saxônica. Diferentes povos construíram duas fortes economias

América anglo-saxônica. Diferentes povos construíram duas fortes economias América anglo-saxônica Diferentes povos construíram duas fortes economias A América Desenvolvida Conhecido também como Novo Mundo, a América é sinônimo de miscigenação, desenvolvimento e mazelas sociais.

Leia mais

Desempenho da Agroindústria em 2004. histórica iniciada em 1992. Como tem sido freqüente nos últimos anos (exceto em 2003), os

Desempenho da Agroindústria em 2004. histórica iniciada em 1992. Como tem sido freqüente nos últimos anos (exceto em 2003), os Desempenho da Agroindústria em 2004 Em 2004, a agroindústria obteve crescimento de 5,3%, marca mais elevada da série histórica iniciada em 1992. Como tem sido freqüente nos últimos anos (exceto em 2003),

Leia mais

Sugestão de avaliação

Sugestão de avaliação Sugestão de avaliação 9 GEOGRAFIA Professor, esta sugestão de avaliação corresponde ao primeiro bimestre escolar ou à Unidade 1 do Livro do Aluno. Avaliação Geografia NOME: TURMA: escola: PROfessOR: DATA:

Leia mais

Dinâmica demográfica e qualidade de vida da população brasileira Parte II

Dinâmica demográfica e qualidade de vida da população brasileira Parte II Dinâmica demográfica e qualidade de vida da população brasileira Parte II A nova Pirâmide Etária do Brasil; Crescimento horizontal devido às migrações; É um tipo de gráfico que representa os dados sobre

Leia mais

AS ORIGENS DO SUBDESENVOLVIMENTO

AS ORIGENS DO SUBDESENVOLVIMENTO AS ORIGENS DO SUBDESENVOLVIMENTO 1. A TEORIA LIBERAL Os Países pobres são pobres porque não atingiram ainda a eficiência produtiva e o equilíbrio econômico necessário à manutenção de um ciclo de prosperidade

Leia mais

TRABALHO DE GEOGRAFIA ESTUDOS ORIENTADOS 1º ANO ENSINO MÉDIO NOTURNO

TRABALHO DE GEOGRAFIA ESTUDOS ORIENTADOS 1º ANO ENSINO MÉDIO NOTURNO TRABALHO DE GEOGRAFIA ESTUDOS ORIENTADOS 1º ANO ENSINO MÉDIO NOTURNO 1) O gráfico baixo indica uma forma de organização do espaço rural. Sobre esse gráfico é possível inferir: a) Trata-se da representação

Leia mais

O MATOPIBA e o desenvolvimento "destrutivista" do Cerrado

O MATOPIBA e o desenvolvimento destrutivista do Cerrado O MATOPIBA e o desenvolvimento "destrutivista" do Cerrado Paulo Rogerio Gonçalves* No dia seis de maio de 2015 o decreto n. 8447 cria o Plano de Desenvolvimento Agropecuário do Matopiba e seu comitê gestor.

Leia mais

COLÉGIO MONS. JOVINIANO BARRETO 53 ANOS DE HISTÓRIA ENSINO E DISCIPLINA

COLÉGIO MONS. JOVINIANO BARRETO 53 ANOS DE HISTÓRIA ENSINO E DISCIPLINA GABARITO 4ª Chamada Bim. DISCIPLINA: FÍS. I E II / GEO. COLÉGIO MONS. JOVINIANO BARRETO 53 ANOS DE HISTÓRIA ENSINO E DISCIPLINA QUEM NÃO É O MAIOR TEM QUE SER O MELHOR Rua Frei Vidal, 1621 São João do

Leia mais

Ano: 7º Turma: 7.1 e 7.2

Ano: 7º Turma: 7.1 e 7.2 COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE Programa de Recuperação Paralela 2ª Etapa 2014 Disciplina: Geografia Professor (a): Fernando Parente Ano: 7º Turma: 7.1 e 7.2 Caro aluno, você está recebendo o conteúdo

Leia mais

ambientes de topografia mais irregular são mais vulneráveis a qualquer tipo de interferência. Nestes, de acordo com Bastos e Freitas (2002), a

ambientes de topografia mais irregular são mais vulneráveis a qualquer tipo de interferência. Nestes, de acordo com Bastos e Freitas (2002), a 1. INTRODUÇÃO Muitas e intensas transformações ambientais são resultantes das relações entre o homem e o meio em que ele vive, as quais se desenvolvem num processo histórico. Como reflexos dos desequilíbrios

Leia mais

BIODIESEL. O NOVO COMBUSTÍVEL DO BRASIL.

BIODIESEL. O NOVO COMBUSTÍVEL DO BRASIL. Folder final 12/4/04 2:45 AM Page 1 BIODIESEL. O NOVO COMBUSTÍVEL DO BRASIL. PROGRAMA NACIONAL DE PRODUÇÃO E USO DO BIODIESEL Folder final 12/4/04 2:45 AM Page 2 BIODIESEL. A ENERGIA PARA O DESENVOLVIMENTO

Leia mais

Vestibular UFRGS 2015. Resolução da Prova de Geografia

Vestibular UFRGS 2015. Resolução da Prova de Geografia Vestibular UFRGS 2015 Resolução da Prova de Geografia 51. Alternativa (B) Orientação. A questão pede a localização de países que apresentam iluminação solar oposta a do Brasil. Como estava começando o

Leia mais

É o estudo do processo de produção, distribuição, circulação e consumo dos bens e serviços (riqueza).

É o estudo do processo de produção, distribuição, circulação e consumo dos bens e serviços (riqueza). GEOGRAFIA 7ª Série/Turma 75 Ensino Fundamental Prof. José Gusmão Nome: MATERIAL DE ESTUDOS PARA O EXAME FINAL A GEOGRAFIA DO MUNDO SUBDESENVOLVIDO A diferença entre os países que mais chama a atenção é

Leia mais

GEOGRAFIA. D) os países que apresentam as maiores taxas de emigração neste início de século.

GEOGRAFIA. D) os países que apresentam as maiores taxas de emigração neste início de século. GEOGRAFIA INSTRUÇÃO: Responder às questões 16 e 17 com base no mapa abaixo. NORTE ESCALA 0 2.448 4.896 km 16) Nas áreas destacadas no mapa, estão A) os maiores pólos econômicos do mundo. B) os membros

Leia mais

MIGRAÇÃO E RELAÇÃO CAMPO-CIDADE 1

MIGRAÇÃO E RELAÇÃO CAMPO-CIDADE 1 MIGRAÇÃO E RELAÇÃO CAMPO-CIDADE 1 Débora Aparecida Tombini* Marcos Aurélio Saquet** INTRODUÇÃO Desde o surgimento da vida humana na Terra até o início do século XIX, a população cresceu em ritmo lento

Leia mais

RESUMO PARA RECUPERAÇÃO 2º TRIMESTRE

RESUMO PARA RECUPERAÇÃO 2º TRIMESTRE RESUMO PARA RECUPERAÇÃO 2º TRIMESTRE Conceitos Diversos Estado É uma organização políticoadministrativa da sociedade. Estado-nação - Quando um território delimitado é composto de um governo e uma população

Leia mais

AGRICULTURA ORGÂNICA

AGRICULTURA ORGÂNICA Conceitos básicos Oficina do Grupo Meio Ambiente, Mudanças Climáticas e Pobreza Setembro 2009 O que é De modo geral, a agricultura orgânica é uma forma de produção agrícola que não utiliza agrotóxicos,

Leia mais

meio ambiente no sul do país enquanto a importação de produtos contendo transgênicos já pode estar provocando impactos na saúde dos consumidores.

meio ambiente no sul do país enquanto a importação de produtos contendo transgênicos já pode estar provocando impactos na saúde dos consumidores. ATIVIDADE TRANSGÊNICOS PRODUTOS TRANSGÊNICOS Os organismos geneticamente modificados (OGMs), ou transgênicos, são aqueles que tiveram genes estranhos, de qualquer outro ser vivo, inseridos em seu código

Leia mais

9º ano do Ensino Fundamental. Ciências Humanas e suas Tecnologias Geografia

9º ano do Ensino Fundamental. Ciências Humanas e suas Tecnologias Geografia 9º ano do Ensino Fundamental Ciências Humanas e suas Tecnologias Geografia 9º ano do Ensino Fundamental Ciências Humanas e suas Tecnologias Geografia Orientações para estudos de recuperação Data da AE

Leia mais

Legislação Territorial Agenda 21. Alunos: Allan Gomes Murian Rafael Di Cicco Clauber Rogério da Costa Leandro Benicio de Souza

Legislação Territorial Agenda 21. Alunos: Allan Gomes Murian Rafael Di Cicco Clauber Rogério da Costa Leandro Benicio de Souza Legislação Territorial Agenda 21 Alunos: Allan Gomes Murian Rafael Di Cicco Clauber Rogério da Costa Leandro Benicio de Souza O que é Agenda 21? Agenda 21 é um conjunto de resoluções tomadas Eco-92, que

Leia mais

BIOVESTIBA.NET BIOLOGIA VIRTUAL Profº Fernando Teixeira UFRGS. ECOLOGIA Conceitos e Sucessão Ecológica

BIOVESTIBA.NET BIOLOGIA VIRTUAL Profº Fernando Teixeira UFRGS. ECOLOGIA Conceitos e Sucessão Ecológica UFRGS ECOLOGIA Conceitos e Sucessão Ecológica 1. (Ufrgs 2014) Considere as seguintes afirmações sobre conceitos utilizados em ecologia. I. Nicho ecológico é a posição biológica ou funcional que um ecossistema

Leia mais

EXERCÍCIOS DE REVISÃO

EXERCÍCIOS DE REVISÃO GEOGRAFIA / /2012 ALUNO: N.º TURMA EXERCÍCIOS DE REVISÃO FONTES DE ENERGIA Fontes renováveis: eólica, marés, solar, biomassa. Fontes não renováveis: combustíveis fósseis e radioativos. Fontes mais utilizadas

Leia mais