AVISO: Os exemplos contidos no HELP ONLINE são meramente ilustrativos e têm como objetivo principal ensinar o usuário a utilizar o sistema.

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "AVISO: Os exemplos contidos no HELP ONLINE são meramente ilustrativos e têm como objetivo principal ensinar o usuário a utilizar o sistema."

Transcrição

1 AVISO: Os exemplos contidos no HELP ONLINE são meramente ilustrativos e têm como objetivo principal ensinar o usuário a utilizar o sistema. Os casos não refletem casos reais e não devem ser utilizados como modelos. 1

2 CRIAÇÃO DO EDITAL: Criação do Edital para Pregão Eletrônico/ Sistema de Registro de Preço - Página 3 Anexação de arquivos e inclusão de Processos - Página 5 Solicitação de Parecer- Página 10 Tela do Edital - Item com Unidade Temporal - Página 12 Criação de Edital para Convite/Tomada de Preços/Concorrência- Página 12 Inclusão dos Requisitos de Habilitação e Proposta- Página 14 Criação de Edital para Pregão Presencial - Página 22 EMISSÃO DE PARECER: Acesso ao edital que aguarda parecer- Página 30 Acesso à minuta de Edital e seus anexos- Página 33 Emissão do Parecer- Página 35 AJUSTE DO EDITAL APÓS EMISSÃO DE PARECER: Acesso ao edital após parecer - Página 38 Acesso ao Parecer do Edital - Página 39 Ajuste na minuta de Edital e nova solicitação de parecer (OPCIONAL) - Página 40 Exclusão do Edital - Página 41 Envio do edital para aprovação - Página 42 APROVAÇÃO DO EDITAL: Acesso ao Edital a ser aprovado - Página 45 Aprovação/Rejeição do Edital - Página 47 Liberação do Edital -Página 49 OUTROS CASOS: Retificação de Edital - Página 51 Cancelamento do Edital - Página 56 Repetição do Edital - Página 58 MÓDULO LICITAÇÃO - Página 64 2

3 Criação do Edital para Pregão Eletrônico / Sistema de Registro de Preço: Passo 1: Acessar Menu Licit&Disp Submenu Edital. Passo 2: Clicar no botão CRIAR, se o objetivo for a criação do edital. Se o objetivo for a realização de consulta a edital, deve-se preencher os campos convenientes da tela abaixo e clicar no botão CONSULTAR. 3

4 Passo 3: Preencher os campos abaixo e clicar no botão CRIAR. Processo do Tipo Padrão: refere-se a editais para licitações por menor valor. Para aqueles que têm perfil, há outras opções como maior desconto percentual. ATENÇÃO: Este checkbox deve ser habilitado, se a licitação for para Sistema de Registro de Preço. Os Lances ou Propostas podem ser por Lote ou por Item. ATENÇÃO: Se o edital for por lote, este checkbox ficará marcado. Há possibilidade de desmarcá-lo e, nesse caso, os lances serão preenchidos por item, para que então o sistema apresente o valor do lote. 4

5 Anexação de arquivos e inclusão de Processos: Passo 4: Anexar os arquivos que farão parte do edital e incluir o(s) Processo(s). Através deste clipe, devese anexar a minuta de edital. Através deste clipe, pode-se anexar outros arquivos, caso seja necessário. 5

6 4.1- Anexação de arquivos ao edital: Clicar no desenho de Clipe, ao lado de Edital Único Selecionar o arquivo desejado por meio do botão PROCURAR. ATENÇÃO: O nome do arquivo não pode ter caracteres especiais. 6

7 Clicar no botão ENVIAR para fazer o upload do arquivo selecionado. Após o upload do arquivo, aparecerá o desenho de uma lupa (ao lado do Clipe) no local onde se inseriu o documento (no campo Edital Único e/ou campo Todos os anexos) Inclusão de Processos ao edital: Clicar no botão PROCESSO. 7

8 Selecionar as informações para localização do Processo desejado e clicar no botão CONTINUAR. Selecionar se o processo é do Tipo PAM, PES ou MAT / SERV / MULTIFAMÍLIA (para pregão eletrônico) e, em caso, de serem para sistema de registro de preços selecionar uma destas opções acompanhadas do termo SRP. Selecionar o tipo de item do processo (1-MATERIAL ou 2-SERVIÇO). Caso tenha sido escolhida a opção MAT / SERV / MULTIFAMÍLIA, não aparecerá mais nenhum campo, bastando clicar em CONTINUAR Marcar o processo que será incluído no edital (através da marcação do seu checkbox) e clicar no botão CONTINUAR. ATENÇÃO: É possível, na criação do edital, fazer a inclusão de mais de um processo, desde que esses processos sejam do mesmo Tipo. IMPORTANTE: A qualquer momento antes da liberação do edital, é possível alterar o(s) Processo(s) incluído(s) no mesmo. Em outros momentos, será possível fazer essa alteração se houver a suspensão da licitação. 8

9 Definir os números dos lotes dos itens ou a ordenação (conforme o caso) e clicar no botão INCLUIR. ATENÇÃO: As opções selecionadas nas numerações dos lotes do Item devem seguir uma sequência ordenada. Através do ícone >, o número do Lote do item é repetido para o próximo item. Através do ícone >>, o número do Lote do Item é repetido para todos os itens. 9

10 Solicitação de Parecer: Passo 5: Clicar no botão SOLICITAR PARECER, para solicitação de parecer jurídico e/ou técnico. Atenção: O botão REQUISITOS vai aparecer se a licitação for presencial Modalidade Convite/Tomada de Preços /Concorrência. Nesses casos, deve-se clicar nesse botão e selecionar as opções existentes (essa situação será abordada nos tópicos de criação do edital para as modalidades citadas). Se houver necessidade de exclusão do pedido de solicitação de parecer para um novo reenvio, o Usuário Master/Gerenciador SIGA do órgão/entidade poderá executá-la. 10

11 Passo 6: Escolher o tipo de parecer ( um por vez ), selecionar um usuário para emitir o parecer e clicar no botão GRAVAR. Este campo não é de preenchimento obrigatório. Surgirá a mensagem abaixo após a solicitação do parecer: ATENÇÃO: O parecer jurídico é obrigatório no edital e o parecer técnico, opcional. 11

12 Tela do Edital Item com Unidade Temporal Valor Total: Valor Unitário X Quantidade X Unidade Temporal A Unidade Temporal já vem definida conforme preenchimento da mesma no Plano de Suprimentos. Criação de Edital para Convite/Tomada de Preços/Concorrência: Passo 1: Acessar Menu Licit&Disp Presencial Submenu Edital. ATENÇÃO: Para acessar edital de Pregão Eletrônico, utilize o Menu Licit&Disp. Para acessar edital de todas as modalidades presenciais, utilize o Menu Licit&Disp Presencial. Passo 2: Clicar no botão CRIAR, se o objetivo for a criação do edital. Se o objetivo for a realização de consulta a edital, deve-se preencher os campos convenientes da tela abaixo e clicar no botão CONSULTAR. 12

13 Passo 3: Preencher os campos abaixo e clicar no botão CRIAR. No campo Modalidade, deve-se selecionar a opção Convite/ Tomada de Preços/Concorrência (de acordo com a Modalidade definida). Processo do Tipo Padrão: refere-se a editais para licitações por menor valor. Para aqueles que têm perfil, há outras opções como maior desconto percentual. 13

14 Inclusão dos Requisitos de Habilitação e Proposta: Passo 4 : Determinar Requisitos de Habilitação e Proposta Clicar no botão REQUISITOS. 14

15 4.2- Selecionar a opção existente de Requisitos de Habilitação e Requisitos da Proposta, e em seguida, clicar na seta. IMPORTANTE: Devido à variabilidade de requisitos nos editais, optou-se por deixar apenas as frases genéricas apresentadas. Posteriormente, na etapa de análise da Habilitação e das Propostas, o usuário poderá inserir, no campo de observações, os requisitos avaliados. Para maiores informações a este respeito consulte o Manual de CONVITE- TOMADA DE PREÇO- CONCORRÊNCIA. 15

16 4.3- Após a seleção dos requisitos, deve-se clicar no botão GRAVAR. 16

17 Passo 5: Anexar a Minuta de Edital e outros anexos, caso necessário Clicar no botão com o desenho de um Clipe Selecionar o arquivo desejado por meio do botão PROCURAR. 17

18 5.3- Clicar no botão ENVIAR para fazer o upload do arquivo selecionado. Após o upload do arquivo, aparecerá o desenho de uma lupa (ao lado do Clipe) no local onde se inseriu o documento (campo Edital Único e/ou campo Todos os anexos). Passo 6: Incluir processo no edital Clicar no botão PROCESSO. 18

19 6.2- Selecionar as informações para localizar o Processo desejado e clicar no botão CONTINUAR Marcar o processo que será incluído no edital (através da marcação do seu checkbox) e clicar no botão CONTINUAR.. 19

20 6.4- Definir os números dos lotes dos itens ou a ordenação (conforme o caso) e clicar no botão INCLUIR. Passo 7: Clicar no botão SOLICITAR PARECER, para solicitação de parecer jurídico ou técnico. 20

21 Neste campo, aparecerão os Requisitos de Habilitação e de Proposta. Passo 8: Escolher o tipo de parecer ( um por vez ), selecionar um usuário para emitir o parecer e clicar no botão GRAVAR. O parecer jurídico é obrigatório e o parecer técnico opcional. 21

22 Criação de Edital para Pregão Presencial: Passo 1: Acessar Menu Licit&Disp Presencial Submenu Edital. ATENÇÃO: Para acessar edital de Pregão Eletrônico, utilize o Menu Licit&Disp. Para acessar edital de todas as modalidades presenciais, utilize o Menu Licit&Disp Presencial. Passo 2: Clicar no botão CRIAR, se o objetivo for a criação do edital. Se o objetivo for a realização de consulta a edital, deve-se preencher os campos convenientes da tela abaixo e clicar no botão CONSULTAR. 22

23 Passo 3: Selecionar os campos abaixo e clicar no botão CRIAR. Atenção: Para elaborar um Pregão Presencial, é necessário selecionar, no campo Modalidade, a opção Pregão Presencial.. Processo do Tipo Padrão: refere-se a editais para licitações por menor valor. Para aqueles que têm perfil, há outras opções como maior desconto percentual. 23

24 Passo 4: Anexar os arquivos que farão parte do Edital e incluir Processo Clicar no botão com o desenho de um Clipe. 24

25 4.2- Localizar o Documento por meio do botão PROCURAR Depois de selecionado o arquivo, clicar no botão ENVIAR da tela de anexação para fazer o upload. Após o upload, surgirá o desenho de uma lupa ao lado do Clipe. 25

26 Passo 5: Incluir processo no edital: 5.1- Clicar no botão PROCESSO Selecionar as informações para localização do Processo desejado e clicar no botão CONTINUAR. 26

27 5.3 Marcar o processo que será incluído no edital (através da marcação do seu checkbox) e clicar no botão CONTINUAR. Atenção: Poderá ser inserido mais de um Processo no Edital, desde que pertencentes à mesma Família Clicar no botão INCLUIR. 27

28 Passo 6: Clicar no botão SOLICITAR PARECER, para solicitação de parecer jurídico ou técnico. 28

29 Passo 7: Escolher o tipo de parecer ( um por vez ), selecionar um usuário para emitir o parecer e clicar no botão GRAVAR. 29

30 Surgirá a mensagem abaixo após a solicitação do parecer: EMISSÃO DE PARECER: Acesso ao edital que aguarda parecer: Opção 1: Passo 1: Clicar na frase Editais aguardando seu parecer da Caixa de Entrada do usuário com perfil Parecer Jurídico e Parecer Técnico. 30

31 Passo 2: Clicar no nome do Edital para abri-lo. ou Opção 2: Passo 1: Acessar Menu Licit&Disp Submenu Edital ( em caso de pregão eletrônico) ou acessar Menu Licit&Disp Presencial Submenu Edital(em caso de Pregão Presencial, Convite, Concorrência e Tomada de Preços). 31

32 Passo 2: Preencher/Selecionar os campos convenientes da tela abaixo e clicar no botão CONSULTAR Clicar sobre o edital cujo parecer será emitido. 32

33 Acesso à Minuta de Edital e seus anexos: Passo 3: Clicar nas lupas do Edital Único e depois na de Todos os anexos ( se houverem anexos) para leitura dos arquivos inseridos no processo. 33

34 3.1- Após o clique na lupa, surgirá uma tela como a abaixo. Para abertura ou download do arquivo, deve-se clicar no ícone apontado. 34

35 Emissão do Parecer: Passo 4: Clicar no botão EMISSÃO DE PARECER. 35

36 Passo 5: Digitar o texto do Parecer e clicar no botão GRAVAR. Pode-se anexar aqui um documento contendo o parecer. 36

37 Passo 6: Clicar no botão SUBMETER PARECER.. Atenção: Com a finalização do Parecer, o Status é alterado e o edital fica disponível para o responsável fazer alterações necessárias. 37

38 Após o clique no botão SUBMETER PARECER aparece a tela abaixo: Clicando-se nesta lupa, consegue-se visualizar o parecer. AJUSTE DO EDITAL APÓS EMISSÃO DE PARECER: Acesso ao edital após parecer: Passo 1: Acessar Menu Licit&Disp Submenu Edital ( em caso de pregão eletrônico) ou Acessar Menu Licit&Disp Presencial Submenu Edital ( em caso de modalidades presenciais). 38

39 Passo 2: Selecionar/preencher um ou mais campos disponíveis para consulta e clicar no botão CONSULTAR. Passo 3: Clicar no título do Edital. Acesso ao Parecer do Edital: Passo 4: Clicar na lupa Pareceres Emitidos para efetuar a leitura do parecer. 39

40 Passo 5: Clicar no número do parecer para abri-lo. Passo 6: Visualizar o parecer jurídico e,em seguida, clicar no botão RETORNAR. Ajuste na Minuta de Edital e nova solicitação de parecer (OPCIONAL): Se o emissor do parecer solicitar alterações, o usuário elaborador do Edital depois de fazê-las faz o upload da nova versão da minuta do edital. Ele deve excluir o arquivo anterior e incluir a versão mais nova da minuta do Edital. Em seguida, ele pode novamente solicitar parecer. É possível solicitar parecer, seja jurídico ou técnico, quantas vezes o usuário achar necessário. ATENÇÃO: - Não inserir arquivos com nomes iguais. Ex: MINUTA_EDITAL_4583. MINUTA_V2_EDITAL_ Não nomear arquivos com nomes muito longos. 40

41 Exclusão do Edital: - Clicar no botão em forma de lupa. - Clicar no botão em forma de lixeira 41

42 Envio do edital para aprovação: Passo 7: Clicar no botão P/APROVAÇÃO do Workflow de Aprovação. 42

43 Passo 8: Escolher o aprovador e clicar no botão ENVIAR. Após o envio do edital para aprovação, aparecerá a mensagem abaixo: 43

44 Este é o nome do aprovador para o qual foi enviada a solicitação de aprovação. Se houver necessidade de exclusão deste pedido de aprovação para posterior reenvio, o Usuário Master/Gerenciador SIGA do órgão/entidade poderá fazê-lo. 44

45 APROVAÇÃO DO EDITAL: Acesso ao Edital a ser aprovado: Passo 1: Clicar na mensagem Editais para Aprovar que aparece na Caixa de Entrada do usuário que possui perfil de Ordenador de Despesas. Passo 2: Clicar no título da Licitação para abri-la e aprová-la. Ou 45

46 Opção 2: Passo 1: Acessar Menu Licit&Disp Submenu Edital( em caso de Pregão Eletrônico) ou acessar o Menu Licit&Disp Presencial Submenu Edital ( em caso de modalidades presenciais). Passo 2: Preencher/Selecionar um ou mais campos para consulta da tela abaixo e clicar no botão CONSULTAR Clicar sobre o edital que será aprovado/rejeitado. 46

47 Aprovação/Rejeição do Edital: Passo 3: Clicar no botão APROVADO ou no botão REJEITADO do Workflow de Aprovação, digitar a Justificativa e clicar no botão ENVIAR. 47

48 É possível a reabertura de edital que foi rejeitado. Para isso, é necessário que o botão REABRIR seja acionado e que haja o preenchimento da Justificativa para Reabrir o Edital. O edital voltará a ficar com o Status Aguardando Complementação. 48

49 Liberação do Edital: Passo 4: Clicar no botão LIBERAR para que ocorra a liberação do edital afim de que possa ser inserido em uma Licitação. 49

50 Após a aprovação e liberação do edital, a licitação poderá ser criada. 50

51 Retificação de edital: Um edital com o Status Liberado poderá ser retificado. Se ele ainda não estiver em uma Licitação, o procedimento é o descrito abaixo: Passo 1: Clicar no botão RETIFICAR. 51

52 Passo 2: Preencher a Justificativa para Retificação e clicar no botão ENVIAR. 52

53 Passo 3: Fazer os ajustes desejados no edital, solicitar parecer através do botão SOLICITAR PARECER (opcional) e reenviar o edital para aprovação( clicando-se no botão P/aprovação do WORKFLOW DE APROVAÇÃO). OBS: O Ordenador de Despesas pode entrar diretamente no Edital e liberar o edital através do botão LIBERAR. 53

54 ATENÇÃO: Para que um processo vinculado a um edital (que já faz parte de uma licitação) possa ser aproveitado em uma compra direta, o edital deverá estar no Status Em Retificação e deve-se desvincular o processo dele por meio do botão EXCLUIR. Para maiores informações consulte os tópicos Suspensão da Licitação e Desvinculação do processo ao edital de acordo com o módulo LICITAÇÃO. 54

55 Caso um edital seja reenviado para aprovação, após nova aprovação, aparecerá no WORKFLOW DE APROVAÇÃO as duas aprovações, conforme tela abaixo: 55

56 Cancelamento do Edital: Passo 1: Clicar no botão CANCELAR. 56

57 Passo 2: Preencher a Justificativa para o Cancelamento e clicar no botão GRAVAR. 57

58 ATENÇÃO: Quando um edital é cancelado, os seus processos são desvinculados dele e ele assume o Status Cancelado. Repetição do Edital: O SIGA disponibiliza essa opção quando a Licitação for Anulada, Revogada, Fracassada ou Deserta. Passo 1: Acessar Menu Licit& Disp Submenu Licitação. Em caso de modalidades presenciais, acessar Menu Licit&Disp Presencial Submenu Licitação. Passo 2: Preencher um ou mais filtros de consulta da tela abaixo e clicar no botão CONSULTAR. 58

59 Passo 3: Clicar no botão REPETIR EDITAL. Apenas o Pregoeiro visualiza esta opção. ATENÇÃO: Depois que uma licitação é repetida, pode-se colocar o edital Em Retificação através de suspensão da licitação (Suspensão para retificação de itens e atualização do edital ou Suspensão para correção na documentação do edital) e os procedimentos poderão ser refeitos até a liberação do edital. Maiores informações ver tópico Suspensão da Licitação do módulo LICITAÇÃO. 59

60 60

61 Passo 4: Acessar Menu Licit&Disp Submenu Licitação ( em caso de Pregão Eletrônico) ou acessar Menu Licit&Disp Presencial Submenu Licitação( em caso de Modalidades Presenciais). Passo 5: Selecionar a Licitação cujo edital foi repetido (aquela que tem o mesmo nome da Licitação original acrescida de R1) e clicar no botão CONSULTAR. Cada vez que uma edital é repetido, a Licitação ficará acrescida de mais um R1. Passo 6: Clicar sobre o nome da Licitação desejada ou marcar o checkbox ao lado da mesma e clicar no botão EDITAR. 61

62 Passo 7: Efetuar os procedimentos necessários até a liberação da Licitação. 62

63 63

64 LICITAÇÃO CRIAÇÃO DA LICITAÇÃO: Criação da Licitação em caso de Pregão Eletrônico / Sistema de Registro de Preço Página 65 Definição das Datas da Licitação Página 67 Envio da Licitação para Aprovação Página 69 APROVAÇÃO/LIBERAÇÃO DA LICITAÇÃO: Acesso à licitação que aguarda aprovação Página 71 Aprovação/Rejeição da Licitação Página 73 Liberação da Licitação Página 74 Tela da Licitação - Item com Unidade Temporal Página 76 OUTROS CASOS: Criação da Licitação em caso de Pregão Presencial Página 77 Criação da Licitação em caso de Convite Página 79 Criação da Licitação em caso de Tomada de Preços/ Concorrência Página 81 Inclusão de Fornecedores em caso de Convite Página 83 Suspensão da Licitação Página 85 Suspensão para retificação de itens e atualização do edital Página 87 Desvinculação do Processo ao Edital Página 88 Alteração os campos definidos na criação do edital Página 89 Retomada da Licitação após retificações no Edital Página 90 Suspensão para correção na documentação do edital Página 91 Exclusão de um edital já anexado Página 93 Suspensão para adiamento administrativamente e Judicialmente Página 95 Anulação/Revogação da Licitação Página 100 Licitação Deserta Página

65 LICITAÇÃO: Criação da Licitação em caso de Pregão Eletrônico / Sistema de Registro de Preço: Passo 1: Acessar Menu Licit&Disp Submenu Licitação. Passo 2: Clicar no botão CRIAR, se a finalidade for a criação de uma licitação. Se o objetivo for consulta a uma licitação, selecionar/preencher um ou mais filtros de consulta disponíveis e clicar no botão CONSULTAR. Passo 3: Selecionar /Preencher os campos (ordenadamente) da tela abaixo e clicar no botão CRIAR. 65

66 Observe que o sistema, neste campo, informa letras que identificam a Modalidade da Licitação em questão. No caso de Pregão Eletrônico, as letras que aparecerão são PE. Só aparecem disponíveis, para serem selecionados, os editais referentes à modalidade selecionada, da UGR que o usuário tem competência e que já foram liberados. O sistema preenche este campo automaticamente, mas ele pode ser alterado pelo usuário. Observe que no campo Tipo de Licitação já vem marcada a opção Menor Preço pelo fato da Modalidade da Licitação ser Pregão Eletrônico. Nesta lista, só irão aparecer usuários com perfil de Pregoeiro. Deve haver no mínimo 2 auxiliares (Equipe de Apoio). A seleção é feita transferindo-se os Usuários Disponíveis escolhidos (através do botão de passagem >>) para o campo Equipe Selecionada. Identificador da Licitação após as letras, coloca-se a numeração de controle do órgão. Resumo do Objeto Para padronização, deve-se informar a sigla do órgão solicitante, seguida de um travessão entre espaços e depois o objeto. Sugere-se usar o mínimo de abreviatura 66

67 possível, pois esse título será usado para pesquisa no Portal SIGA e quanto mais completo for, mais fácil será a pesquisa pelas empresas interessadas. ATENÇÃO: Após a liberação da licitação, o campo Resumo do Objeto não poderá ser editado. Definição das Datas da Licitação: Passo 4: Clicar no botão DATAS PUBLIC. para definir as datas da Licitação. Aqui, aparecem os membros da Comissão de Licitação. 67

68 Passo 5: Preencher as datas e clicar no botão GRAVAR. ATENÇÃO: No caso de PP, as datas a serem preenchidas são: Data/Hora de Divulgação/Publicação e Data/Hora de Abertura da Sessão e no caso de CV/TP/CC, as datas a serem preenchidas são: Data/Hora de Divulgação/Publicação, Data/Hora de Apresentação das Propostas e Data/Hora da Licitação. 68

69 Envio da Licitação para Aprovação: Passo 6: Clicar no botão P/APROVAÇÃO do Workflow de Aprovação. Caso o usuário criador da licitação possua o perfil de Publicar licitação no SIGA/Pregoeiro/Ordenador de despesas, o botão LIBERAR irá aparecer. Neste caso, não é necessário o envio da licitação para aprovação. Passo 7:Selecionar o usuário para aprovação da licitação e clicar no botão ENVIAR. Aparecerão, nesta lista, os usuários com perfis de: Ordenador De Despesas, Publicar Licitação No SIGA e Pregoeiro. 69

70 Após o envio para aprovação, a licitação ficará com o Status Aguardando Aprovação como na tela abaixo: Caso o envio da solicitação de aprovação tenha sido feito para a pessoa errada, o Usuário Master do órgão/entida-de pode excluir o pedido de aprovação. O Gerenciador SIGA tem a competência de Usuário Master. 70

71 Acesso à licitação que aguarda aprovação: Opção 1: Passo 1: Clicar sobre a mensagem Licitações Aguardando Aprovação da Caixa de Entrada dos usuários com perfis de Ordenador De Despesas ou Publicar Licitação No SIGA. Passo 2: Clicar no título da Licitação que deseja-se acessar ou marcar o checkbox ao lado da licitação desejada e clicar no botão EDITAR. 71

72 Ou Opção 2: Passo 1: Acessar o Menu Licit&Disp Submenu Licitação. Passo 2: Preencher/selecionar um ou mais campos da tela abaixo e clicar no botão CONSULTAR Clicar sobre a Licitação desejada ou marcar checkbox referente à mesma e clicar no botão EDITAR. Aprovação/Rejeição da Licitação: 72

73 Passo 3: Clicar no botão APROVADO ou REJEITADO do Workflow de Aprovação. Em seguida, digitar a Justificativa para Aprovação e clicar no botão ENVIAR. 73

74 Liberação da Licitação: Passo 4: Clicar no botão LIBERAR para que na data especificada ocorra a publicação da licitação e, nas outras datas, sua execução. Caso o usuário criador da licitação possua o perfil de Publicar licitação no SIGA/Pregoeiro/Ordenador de Despesas, o botão LIBERAR irá aparecer. Nesse caso, não é necessário o envio da licitação para aprovação. A aprovação será feita automaticamente, quando o botão LIBERAR for acionado. 74

75 No caso de Pregão Eletrônico, quando a liberação da licitação ocorre, ela ficará com o Status Disponível. Quando a Data Div./Publicação da mesma for atingida, ela entrará no Status Inscrição de propostas. Este Status só será alterado (para Aguardando Abertura da Sessão) após a Data Limite Apresentação de Propostas. No caso das Modalidades Presenciais, o Status da Licitação ficará com Status Disponível até a Data/Hora de Abertura da Sessão. Após a Data/Hora de Abertura da Sessão, o Status ficará Aguardando Abertura de Sessão.. 75

76 Tela da Licitação Item com Unidade Temporal A Unidade Temporal já vem definida conforme preenchimento da mesma no Plano de Suprimentos. 76

77 Criação da Licitação em caso de Pregão Presencial: Passo 1: Acessar o Menu Licit&Disp Presencial Submenu Licitação. Passo 2: Clicar no botão CRIAR, se a finalidade for a criação de uma licitação. Se o objetivo for consulta a uma licitação, preencher/selecionar um ou mais filtros de consulta disponíveis e clicar no botão CONSULTAR. 77

78 . Passo 3: Selecionar/Preencher os campos ( ordenadamente ) e clicar no botão CRIAR. Selecionar no campo Modalidade da Licitação a opção Pregão Presencial. Só fica disponível no campo Tipo de Licitação a opção Menor Preço em caso de Pregão Presencial. 78

79 Criação da Licitação em caso de Convite: Passo 1: Acessar Menu Licit & Disp Presencial Submenu Licitação. Passo 2: Clicar no botão CRIAR, se a finalidade for a criação de uma licitação. Se o objetivo for consulta a uma licitação, selecionar/preencher um ou mais filtros de consulta disponíveis e clicar no botão CONSULTAR. 79

80 Passo 3: Selecionar/Preencher os campos (ordenadamente) e clicar no botão CRIAR. Deve-se selecionar a opção Convite na Modalidade da Licitação. 80

81 Criação da Licitação em caso de Tomada de Preços/ Concorrência: Passo 1: Acessar o Menu Licit&Disp Presencial Submenu Licitação. Passo 2: Clicar no botão CRIAR, se a finalidade for a criação de uma licitação. Se o objetivo for consulta a uma licitação, preencher/selecionar um ou mais filtros de consulta clicar no botão CONSULTAR. 81

82 Passo 3: Selecionar/Preencher os campos ( ordenadamente ) e clicar no botão GRAVAR. No campo Modalidade da Licitação, selecionar a opção Tomada de Preços ou Concorrência conforme o caso. 82

83 Inclusão de Fornecedores em caso de Convite: - Incluir fornecedores na licitação Modalidade Convite. - Clicar no botão FORN.ITEM ou FORN.LOTE (o nome do botão dependerá da opção da Autorização de lances ou propostas lote ou item definida na criação do edital). 83

84 Através desse botão, visualizam-se todos os fornecedores que foram selecionados (independente do Item/Lote que foram convidados). - Marcar o checkbox ao lado do lote/item desejado e clicar no botão INCLUIR FORN. - Marcar os checkboxs ao lado dos fornecedores desejados e clicar no botão INCLUIR. 84

85 - Clicar no botão RETORNAR, após todos os fornecedores terem sido incluídos no Convite. Suspensão da Licitação: Passo 1: Clicar no botão SUSPENDER. Através de clique neste ícone, é possível verificar quantas empresas já enviaram proposta. 85

86 Passo 2: Escolher uma das opções de Suspensão/Adiamento da licitação, preencher a Justificativa e clicar no botão ENVIAR. 86

87 Suspensão para Retificação de itens e Atualização do edital: MUITA ATENÇÃO: Nesse tipo de Suspensão, se já houver propostas, estas serão perdidas. É importante a ampla divulgação! Essa opção pode ser usada em caso de: - Haver necessidade de alteração dos arquivos do edital. - Haver necessidade de desvinculação do processo, dentre outros. Quando o botão SUSPENDER é acionado por esse motivo, o Edital referente à licitação Suspensa fica Em Retificação. 87

88 Desvinculação do Processo ao Edital: Passo 1: Na tela do edital, clicar no BOTÃO EXCLUSÃO. Passo 2: Definir o Tipo de Exclusão e clicar no botão CONTINUAR. 88

89 Passo 3: Marcar o checkbox referente ao processo que será excluído e clicar no botão EXCLUIR. Alteração os campos definidos na criação do edital: Passo 1: Clicar no botão EDITAL. Se não houver desvinculação do processo os campos Título do Edital e o Tipo do Objeto podem ser alterados. Se houver desvinculação do processo, além das alterações acima, a opção definida na Autorização de Lances ou Propostas e as marcações dos checkboxs Edital para SRP ou Lances por valor Global também podem ser alterados. 89

90 Passo 2: Após as alterações, clicar no botão GRAVAR. Retomada da Licitação após retificações no Edital: Quando o edital tiver sido novamente liberado após as retificações, a Licitação poderá ser retomada pelo procedimento abaixo: Passo 1: Acessar a Licitação desejada através do Menu Licit&Disp Submenu Licitação. Passo2: Clicar no botão RETOMAR, preencher a Justificativa para Retomar e clicar no botão GRAVAR. 90

91 Suspensão para correção na documentação do edital: Serve para troca dos anexos do edital e de alguns campos do edital. Na Suspensão para correção na documentação do edital, o Edital fica Em Retificação. ATENÇÃO: Neste tipo de suspensão, nenhuma proposta será perdida, portanto, não deverá ser feita nenhuma modificação no edital que afete as propostas já enviadas! 91

92 92

93 Exclusão de um edital já anexado: Passo 1: Clicar na lupa ao lado do Edital Único e/ou Todos os anexos. Passo 2: Clicar na lixeira. 93

94 Para inclusão de um novo anexo, deve-se clicar no clipe. Em seguida, deve-se selecionar o novo arquivo por meio do botão PROCURAR e clicar no botão ENVIAR. ATENÇÃO: O nome do novo arquivo deverá ser diferente do nome do arquivo deletado. 94

95 Suspensão para adiamento Administrativamente e Judicialmente: Nos tipos de Suspensão para adiamento Administrativamente e Judicialmente, o edital continua com o Status Liberado. - Suspensão para adiamento - Administrativamente: Deve ser por interesse da administração pública. 95

96 96

97 - Suspensão para adiamento- Judicialmente: 97

98 Por decisão judicial. 98

99 Após os tipos de Suspensão para adiamento Administrativamente e Judicialmente, se o objetivo for a continuidade da licitação, basta sua retomada através do clique no botão RETOMAR. 99

100 Anulação/Revogação: Passo 1: Clicar no botão ANULAR/REVOGAR. 100

101 Passo 2: Preencher a Justificativa de Anulação/Revogação do Edital, marcar uma das opções Anulação/Revogação e clicar no botão GRAVAR. Passo 3: Clicar no botão ANULAR ou REVOGAR. 101

102 102

103 Licitação Deserta: Em caso de licitação com status Aguardando Abertura da Sessão, se a mesma não tiver recebido nenhuma inscrição de proposta, o botão LICIT. DESERTA irá aparecer. Se houver um clique nesse botão, a licitação ficará com o Status Deserta. ATENÇÃO: Observe que quando a Licitação não recebe propostas, o campo Empresas Concorrentes não aparece. 103

104 104

105 Quando ela adquire o Status Deserta, existe a opção de haver a repetição da licitação através do clique no botão REPETIR EDITAL. 105

106 O botão REPETIR EDITAL só aparece para o Pregoeiro do Certame. 106

107 107

108 Quando ocorre a repetição do edital, a licitação permanecerá com o mesmo nome acrescido de R1. Através dessa nova licitação, far-se-á a repetição da licitação declarada como deserta. 108

AVISO: Os exemplos contidos no HELP ONLINE são meramente ilustrativos e têm como objetivo principal ensinar o usuário a utilizar o sistema.

AVISO: Os exemplos contidos no HELP ONLINE são meramente ilustrativos e têm como objetivo principal ensinar o usuário a utilizar o sistema. AVISO: Os exemplos contidos no HELP ONLINE são meramente ilustrativos e têm como objetivo principal ensinar o usuário a utilizar o sistema. Os casos não refletem casos reais e não devem ser utilizados

Leia mais

AVISO: Os exemplos contidos no HELP ONLINE são meramente ilustrativos e têm como objetivo principal ensinar o usuário a utilizar o sistema.

AVISO: Os exemplos contidos no HELP ONLINE são meramente ilustrativos e têm como objetivo principal ensinar o usuário a utilizar o sistema. AVISO: Os exemplos contidos no HELP ONLINE são meramente ilustrativos e têm como objetivo principal ensinar o usuário a utilizar o sistema. Os casos não refletem casos reais e não devem ser utilizados

Leia mais

AVISO: Os exemplos contidos no HELP ONLINE são meramente ilustrativos e têm como objetivo principal ensinar o usuário a utilizar o sistema.

AVISO: Os exemplos contidos no HELP ONLINE são meramente ilustrativos e têm como objetivo principal ensinar o usuário a utilizar o sistema. AVISO: Os exemplos contidos no HELP ONLINE são meramente ilustrativos e têm como objetivo principal ensinar o usuário a utilizar o sistema. Os casos não refletem casos reais e não devem ser utilizados

Leia mais

Índice. Pregão Eletrônico perfil de fornecedor - 1 / 37

Índice. Pregão Eletrônico perfil de fornecedor - 1 / 37 Pregão Eletrônico perfil de fornecedor - 1 / 37 Índice 1 -. Apresentação...3 2 -. Ambiente Operacional & Requisitos...4 3 -. Normas do Pregão Eletrônico...5 4 -. Procedimentos do Pregão Eletrônico...6

Leia mais

Assessoria Técnica de Tecnologia da Informação - ATTI. Projeto de Informatização da Secretaria Municipal de Saúde do Município de São Paulo

Assessoria Técnica de Tecnologia da Informação - ATTI. Projeto de Informatização da Secretaria Municipal de Saúde do Município de São Paulo Assessoria Técnica de Tecnologia da Informação - ATTI Projeto de Informatização da Secretaria Municipal de Saúde do Município de São Paulo Programa AMG Manual de Operação Conteúdo 1. Sumário 3 2. Programa

Leia mais

Coordenando a licitação

Coordenando a licitação Coordenando a licitação Licitação Pública Modalidade: Pregão eletrônico Para controlar uma licitação, o usuário deve acessar, no menu, o botão sala de negociação e, em seguida, escolher a opção controlar

Leia mais

Manual do Sistema de Almoxarifado P á g i n a 2. Manual do Sistema de Almoxarifado Geral. Núcleo de Tecnologia da Informação

Manual do Sistema de Almoxarifado P á g i n a 2. Manual do Sistema de Almoxarifado Geral. Núcleo de Tecnologia da Informação Divisão de Almoxarifado DIAX/CGM/PRAD Manual do Sistema de Almoxarifado Geral Versão On-Line Núcleo de Tecnologia da Informação Universidade Federal de Mato Grosso do Sul Manual do Sistema de Almoxarifado

Leia mais

2015 GVDASA Sistemas Suprimentos 1

2015 GVDASA Sistemas Suprimentos 1 2015 GVDASA Sistemas Suprimentos 1 2015 GVDASA Sistemas Suprimentos 2 AVISO O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio.

Leia mais

Acompanhamento e Execução de Projetos

Acompanhamento e Execução de Projetos Acompanhamento e Execução de Projetos Manual do Usuário Atualizado em: 28/11/2013 Página 1/24 Sumário 1. INTRODUÇÃO... 3 2. ABRANGÊNCIA DO SISTEMA... 3 3. DESCRIÇÃO DO SISTEMA... 3 4. COMO ACESSAR O SISTEMA...

Leia mais

- Nota Fiscal Eletrônica -

- Nota Fiscal Eletrônica - Manual Portal de Clientes e Transportadores - Nota Fiscal Eletrônica - ÍNDICE. INTRODUÇÃO 3. OBJETIVO 3.2 ABRANGÊNCIA 3 2. FUNCIONALIDADES 3 2. CADASTRO DE CLIENTES NO PORTAL 3 2.2 CONSULTA NOTAS FISCAIS

Leia mais

Monitor de Comercialização Ofertante. Última Atualização 12/11/2015

Monitor de Comercialização Ofertante. Última Atualização 12/11/2015 Monitor de Comercialização Ofertante MT 43-1-00015-0 Última Atualização 12/11/2015 Índice I Como acessar um Leilão II Informações básicas III Anexos IV Como inserir subitens V Emissão de Relatórios VI

Leia mais

PROCESSO DE LICITAÇÃO E COMPRA DIRETA DO SISTEMA DE GESTÃO DE MATERIAIS E SERVIÇOS GMS

PROCESSO DE LICITAÇÃO E COMPRA DIRETA DO SISTEMA DE GESTÃO DE MATERIAIS E SERVIÇOS GMS PROCESSO DE LICITAÇÃO E COMPRA DIRETA DO SISTEMA DE GESTÃO DE MATERIAIS E SERVIÇOS GMS Este manual não tem a pretensão de esgotar as dúvidas acerca dos procedimentos de compras de materiais e/ou serviços

Leia mais

PREGÃO ELETRÔNICO Manual do Pregoeiro

PREGÃO ELETRÔNICO Manual do Pregoeiro MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE LOGÍSTICA E SERVIÇOS GERAIS PREGÃO ELETRÔNICO Manual do Pregoeiro Brasília Maio/2006 MINISTRO

Leia mais

Sistema Gestor de Compras - MS Manual do Licitante 3.15. Pregão Eletrônico

Sistema Gestor de Compras - MS Manual do Licitante 3.15. Pregão Eletrônico Sistema Gestor de Compras - MS Manual do Licitante 3.15 19/07/2012 ÍNDICE DA REVISÃO Data Versão Descrição Páginas 14/09/2009 3.0.1 18/10/2009 3.0.2 15/03/2010 3.0.6 08/06/2010 3.0.9 08/06/2010 3.0.9 Alterada

Leia mais

MIT072 Manual de Operação do Portal - Professores

MIT072 Manual de Operação do Portal - Professores ACESSO AO PORTAL Para acessar o Portal, o professor deve entrar no site Https://meu.ifmg.edu.br/Corpore.Net/Logon.aspx. Na página apresentada será necessário fazer o login preenchendo os campos Usuário

Leia mais

Manual Operacional do Assessor Jurídico

Manual Operacional do Assessor Jurídico Manual Operacional do Assessor Jurídico SISTEMA INTEGRADO DE ADMINISTRAÇÃO DE MATERIAIS E SERVIÇOS - MÓDULO COMPRAS - EMISSÃO DE PARECER JURÍDICO PARA PROCESSOS DE COMPRA COM EDITAL OU DE DISPENSA DE LICITAÇÃO

Leia mais

Atendimento WEB IAMSPE CEAMA v20120524.docx. Manual de Atendimento

Atendimento WEB IAMSPE CEAMA v20120524.docx. Manual de Atendimento Manual de Atendimento ÍNDICE INCLUIR PEDIDO (SOLICITAÇÃO DE SENHA)... 3 ACOMPANHAMENTO DE PEDIDO... 8 2 INCLUIR PEDIDO (SOLICITAÇÃO DE SENHA) Utilizado para solicitação de senha para procedimentos pré-autorizados.

Leia mais

PASSO A PASSO PARA INSCRIÇÃO DE PROJETOS NO SITE DO IAMAR IMPORTANTE:

PASSO A PASSO PARA INSCRIÇÃO DE PROJETOS NO SITE DO IAMAR IMPORTANTE: IMPORTANTE: Recomendamos que o formulário seja preenchido com calma e bastante atenção. Quanto mais claras e detalhadas forem as informações mais chances seu projeto terá de ser compreendido na íntegra

Leia mais

UnionWeb Condominium

UnionWeb Condominium UnionWeb Condominium Esse manual contém explicações técnicas de configuração e manutenção administrativa. Não deve ser repassado para moradores, é para utilização da Administradora ou responsável para

Leia mais

Manual de Operacionalização do Módulo de Prestação de Contas PCS

Manual de Operacionalização do Módulo de Prestação de Contas PCS Manual de Operacionalização do Módulo de Prestação de Contas PCS Versão Fevereiro/2013 Índice PCS - Módulo de Prestação de Contas...3 Acesso ao Módulo PCS...3 1. Contas financeiras...5 1.1. Cadastro de

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO PORTAL DO PROFESSOR

MANUAL DO USUÁRIO PORTAL DO PROFESSOR MANUAL DO USUÁRIO PORTAL DO PROFESSOR ACESSANDO O PORTAL DO PROFESSOR Para acessar o portal do professor, acesse o endereço que você recebeu através da instituição de ensino ou acesse diretamente o endereço:

Leia mais

paradigma WBC Public - compra direta Guia do Fornecedor paradigma WBC Public v6.0 g1.0

paradigma WBC Public - compra direta Guia do Fornecedor paradigma WBC Public v6.0 g1.0 paradigma WBC Public - compra direta Guia do Fornecedor paradigma WBC Public v6.0 g1.0 agosto de 2007 As informações contidas neste documento, incluíndo quaisquer URLs e outras possíveis referências a

Leia mais

O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio.

O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio. AVISO O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio. Nenhuma parte desta publicação pode ser reproduzida nem transmitida

Leia mais

Gestão inteligente de documentos eletrônicos

Gestão inteligente de documentos eletrônicos Gestão inteligente de documentos eletrônicos MANUAL DE UTILIZAÇÃO VISÃO DE EMPRESAS VISÃO EMPRESAS - USUÁRIOS (OVERVIEW) No ELDOC, o perfil de EMPRESA refere-se aos usuários com papel operacional. São

Leia mais

Monitor de Comercialização - Proponente MT-212-00056-2

Monitor de Comercialização - Proponente MT-212-00056-2 Monitor de Comercialização - Proponente MT-212-00056-2 Última Atualização: 08/01/2015 Índice I Como acessar um Leilão II Informações básicas III Anexos IV Painel de Lances V Envio de Lances VI Prorrogação

Leia mais

paradigma WBC Public - pregão eletrônico Guia do Fornecedor paradigma WBC Public v6.0 g1.1

paradigma WBC Public - pregão eletrônico Guia do Fornecedor paradigma WBC Public v6.0 g1.1 paradigma WBC Public - pregão eletrônico Guia do Fornecedor paradigma WBC Public v6.0 g1.1 agosto de 2007 As informações contidas neste documento, incluíndo quaisquer URLs e outras possíveis referências

Leia mais

DIVULGAÇÃO DE COMPRAS

DIVULGAÇÃO DE COMPRAS MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE LOGÍSTICA E SERVIÇOS GERAIS DIVULGAÇÃO DE COMPRAS EVENTOS DE LICITAÇÃO, DISPENSA E INEXIGIBILIDADE

Leia mais

Manual de Orientação GCT Gestão de Contratação. Secretaria de Estado da Fazenda Secretaria de Estado do Planejamento, Orçamento e Gestão Versão 0.

Manual de Orientação GCT Gestão de Contratação. Secretaria de Estado da Fazenda Secretaria de Estado do Planejamento, Orçamento e Gestão Versão 0. Manual de Orientação GCT Gestão de Contratação Versão 0.1 SUMÁRIO 1. CATÁLOGO DE MATERIAIS E SERVIÇOS...3 1.1. CONSULTA AO CATÁLOGO POR DIGITAÇÃO...5 1.2. CONSULTA AO CATÁLOGO POR LISTAGEM...8 2. CATÁLOGO

Leia mais

SRP Sistema de Controle de Ata de Registro de Preço. Passo a Passo Gestor de Compras

SRP Sistema de Controle de Ata de Registro de Preço. Passo a Passo Gestor de Compras SRP Sistema de Controle de Ata de Registro de Preço Passo a Passo Gestor de Compras Como acessar Como Acessar O acesso ao Sistema se faz através da página da SEPLAG Clicando no Link destacado Como Acessar

Leia mais

PEDIDOS WEB MANUAL DO USUÁRIO

PEDIDOS WEB MANUAL DO USUÁRIO PEDIDOS WEB MANUAL DO USUÁRIO CONTEÚDO Sobre o site... 2 Segurança -Trocar Senha... 4 Segurança Cadastrarusuários... 5 Configurações Preços... 6 Configurações Dados de Contato... 7 Configurações Assinatura

Leia mais

DEPARTAMENTO DE SUPRIMENTOS APRESENTAÇÃO PREGÃO CESP ONLINE

DEPARTAMENTO DE SUPRIMENTOS APRESENTAÇÃO PREGÃO CESP ONLINE PREGÃO CESP ONLINE APRESENTAÇÃO O Pregão é a modalidade de Licitação para aquisição de bens, serviços comuns e Engenharia em que a disputa pela contratação é feita em sessão pública, por meio de Propostas

Leia mais

Tribunal de Justiça do Estado de Mato Grosso Supervisão de Informática Departamento de Desenvolvimento Sistema Declaração On Line. Declaração On Line

Tribunal de Justiça do Estado de Mato Grosso Supervisão de Informática Departamento de Desenvolvimento Sistema Declaração On Line. Declaração On Line Declaração On Line Manual de Apoio à Utilização do Sistema Manual do Usuário Versão 1.0 INTRODUÇÃO... 4 AUTENTICANDO-SE NO SISTEMA... 4 EM CASO DE ESQUECIMENTO DA SENHA... 5 ALTERANDO A SENHA DE ACESSO

Leia mais

Wordpress - Designtec. Manual básico de gerenciamento Práticas de Geografia

Wordpress - Designtec. Manual básico de gerenciamento Práticas de Geografia Wordpress - Designtec Manual básico de gerenciamento Práticas de Geografia 1 Índice Acessando o painel administrativo... 3 Gerenciamento de edições... 3 Gerenciamento de artigos... 3 Publicando mídias...

Leia mais

Manual do Portal do Fornecedor. isupplier

Manual do Portal do Fornecedor. isupplier isupplier Revisão 01 Setembro 2011 Sumário 1 Acesso ao portal isupplier... 03 2 Home Funções da Tela Inicial... 05 3 Ordens de Compra Consultar Ordens de Compra... 07 4 Entregas Consultar Entregas... 13

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO/UTILIZAÇÃO DO PEDIDO ELETRÔNICO

MANUAL DE INSTALAÇÃO/UTILIZAÇÃO DO PEDIDO ELETRÔNICO MANUAL DE INSTALAÇÃO/UTILIZAÇÃO DO PEDIDO ELETRÔNICO 1. INSTALAÇÃO: Antes de iniciar a instalação do pedido eletrônico, entre em contato com o suporte da distribuidora e solicite a criação do código de

Leia mais

MANUAL EDITOR ESTRUTURADO MÓDULO 2

MANUAL EDITOR ESTRUTURADO MÓDULO 2 MANUAL EDITOR ESTRUTURADO MÓDULO 2 PROCESSO JUDICIAL ELETRÔNICO MANUAL EDITOR ESTRUTURADO ELABORAÇÃO DE ESTRUTURA DE DOCUMENTO ADMINISTRADOR Sumário 1 Elaboração de Estrutura de Documento4 11 Cadastrar

Leia mais

Curso em Sistema de Editoração Eletrônica de Revistas (SEER) - Tutorial Editores/Editores de Seção

Curso em Sistema de Editoração Eletrônica de Revistas (SEER) - Tutorial Editores/Editores de Seção Curso em Sistema de Editoração Eletrônica de Revistas (SEER) - Tutorial Editores/Editores de Seção AGOSTO 2015 Curso em Sistema de Editoração Eletrônica de Revistas (SEER) Agosto 2015 Editor / Editor de

Leia mais

TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5ª REGIÃO

TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5ª REGIÃO PROCESSO JUDICIAL ELETRÔNICO PJe TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5ª REGIÃO MANUAL DO MAGISTRADO 1ºGRAU MÓDULO 4 Sumário 1 Detalhamento 3 11 Aba Processo 4 12 Aba Assunto 8 13 Aba Partes 9 14 Aba Documentos

Leia mais

Conhecimento de Transporte

Conhecimento de Transporte Página1 Conhecimento de Transporte No menu de navegação, este item é a opção para emissão e administração dos Conhecimentos de Transporte do sistema. Para acessar, posicione o mouse no local correspondente

Leia mais

Manual de Licitações. Autoridade Competente

Manual de Licitações. Autoridade Competente Manual de Licitações Autoridade Competente GOVERNANÇA ELETRÔNICA CIDADECOMPRAS Manual de Licitações Autoridade Competente ABRIL/2011 3 PRESIDENTE DA CONFEDERAÇÃO NACIONAL DE MUNICÍPIOS Paulo Roberto Ziulkoski

Leia mais

Guia Rápido. Sistema de Cobrança - Beneficiário

Guia Rápido. Sistema de Cobrança - Beneficiário GuiaRápido SistemadeCobrança-Beneficiário GR SistemadeCobrança Beneficiário Índice 1 Introdução... 4 2 Público Alvo... 4 3 Pré-Requisitos... 4 4 Acessando o Sistema de Cobrança... 5 5 Cadastro... 6 5.1

Leia mais

MANUAL DA SECRETARIA

MANUAL DA SECRETARIA MANUAL DA SECRETARIA Conteúdo Tela de acesso... 2 Liberação de acesso ao sistema... 3 Funcionários... 3 Secretaria... 5 Tutores... 7 Autores... 8 Configuração dos cursos da Instituição de Ensino... 9 Novo

Leia mais

Licitações-e RDC presencial Técnica e Preço. Orientações para o Comprador

Licitações-e RDC presencial Técnica e Preço. Orientações para o Comprador Licitações-e RDC presencial Técnica e Preço Orientações para o Comprador 1 Sumário 1. Utilizando o Licitações-e para o RDC presencial por técnica e preço... 4 2. Quem pode realizar um processo de RDC...

Leia mais

Portal dos Convênios SICONV

Portal dos Convênios SICONV MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE LOGÍSTICA E SERVIÇOS GERAIS Portal dos Convênios SICONV Execução Processo de Compra, Contrato,

Leia mais

CALEDÁRIO ESCOLAR. Página 1 de 24

CALEDÁRIO ESCOLAR. Página 1 de 24 Página 1 de 24 SISTEMA DE CALENDÁRIO ESCOLAR O Sistema de Calendário Escolar é a primeira etapa de uma grande evolução que ocorrerá nos sistemas de informatização da Secretaria de Estado da Educação. As

Leia mais

Recurso de Glosas Eletrônico RGE

Recurso de Glosas Eletrônico RGE Recurso de Glosas Eletrônico RGE Conhecendo o Sistema 2 Acessando o Sistema 3 Para acessar nosso sistema, você deve seguir os seguintes passos : Acesse nosso website : www.sulamerica.com.br Clique na aba

Leia mais

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE LOGÍSTICA E SERVIÇOS GERAIS

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE LOGÍSTICA E SERVIÇOS GERAIS MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE LOGÍSTICA E SERVIÇOS GERAIS DIVULGAÇÃO DE COMPRAS DISPENSA / INEXIGIBILIDADE MANUAL DO USUÁRIO

Leia mais

MANUAL SOLICITAÇÃO DE COMPRAS IMPLANTAÇÃO COMPRAS

MANUAL SOLICITAÇÃO DE COMPRAS IMPLANTAÇÃO COMPRAS MANUAL SOLICITAÇÃO DE COMPRAS IMPLANTAÇÃO COMPRAS Manual de Solicitação de Compras 1 SUMÁRIO Acesso ao SIE:... 2 1. Acesso à tela de Solicitação de Compras... 3 2. Abrir nova Solicitação de Compras...

Leia mais

NOTA FISCAL DE SERVIÇO ELETRÔNICA (NFS-e) Acesso ao Sistema - Pessoa Física

NOTA FISCAL DE SERVIÇO ELETRÔNICA (NFS-e) Acesso ao Sistema - Pessoa Física Acesso ao Sistema - Pessoa Física Página 2 de 37 Índice ÍNDICE... 2 1. CONSIDERAÇÕES GERAIS... 4 1.1. DEFINIÇÃO... 4 1.2. OBRIGATORIEDADE DE EMISSÃO DA NFS-E... 4 1.3. CONTRIBUINTES IMPEDIDOS DA EMISSÃO

Leia mais

Prestação de Contas Eletrônica

Prestação de Contas Eletrônica TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO MANUAL DO USUÁRIO Prestação de Contas Eletrônica TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO 2/17 Sumário 1- ACESSO... 3 2- TELA DE INÍCIO... 4 3- CADASTRAMENTO...

Leia mais

MANUAL. Certificado de Origem Digital PERFIL ENTIDADE. Versão 2.2.15

MANUAL. Certificado de Origem Digital PERFIL ENTIDADE. Versão 2.2.15 MANUAL Certificado de Origem Digital PERFIL ENTIDADE Versão 2.2.15 Sumário 1. Inicializando no sistema... 4 2. Perfil de Emissores do Sistema... 4 3. Analisando os certificados emitidos... 5 3.1. Certificados

Leia mais

Portal do Fornecedor ANGELONI. Manual do usuário. (versão 1.1)

Portal do Fornecedor ANGELONI. Manual do usuário. (versão 1.1) Portal do Fornecedor ANGELONI Manual do usuário (versão 1.1) 1. Objetivo Este manual explica como funciona o Portal do Fornecedor ANGELONI. Todos os procedimentos para visualizar pedidos, gerar e enviar

Leia mais

Manual Espelho de NF para Materiais

Manual Espelho de NF para Materiais Manual Espelho de NF para Materiais Índice 1 Objetivo... 3 2 O Projeto e-suprir... 3 3 Introdução... 3 4 Informações Básicas... 4 4.1 Painel de Controle Vendas... 4 5 Acessando o Pedido... 5 5.1 Lista

Leia mais

1. Funcionalidades da opção SAC 1

1. Funcionalidades da opção SAC 1 PÓS VENDA 1. Funcionalidades da opção SAC 1 1.1 Avarias 2 1.1.1 Dano no produto em transporte 2 1.1.2 Defeito no produto 2 1.2 Devoluções 4 1.2.1 Devolução Desistência 4 1.2.2 Devolução Não fez o pedido

Leia mais

Índice. Manual Pregão eletrônico Perfil Pregoeiro - 1 / 44

Índice. Manual Pregão eletrônico Perfil Pregoeiro - 1 / 44 Manual Pregão eletrônico Perfil Pregoeiro - 1 / 44 Índice 1 Apresentação...3 2 Ambiente Operacional & Requisitos...4 3 Normas do pregão eletrônico...5 4 Realização do Pregão Eletrônico...6 4.1 Procedimentos...6

Leia mais

Sistema de Concessão de Diárias e Passagens SCDP FAQ PERGUNTAS E RESPOSTAS FREQUENTES

Sistema de Concessão de Diárias e Passagens SCDP FAQ PERGUNTAS E RESPOSTAS FREQUENTES Sistema de Concessão de Diárias e Passagens SCDP FAQ PERGUNTAS E RESPOSTAS FREQUENTES Operacionalização - Solicitação de Viagem 1 CADASTRAMENTO DE VIAGEM 1.1 Como reativar uma PCDP já cancelada? 1.2 -

Leia mais

Manual do Sistema de Almoxarifado P á g i n a 2. Manual do Sistema de Almoxarifado Módulo Requisição. Núcleo de Tecnologia da Informação

Manual do Sistema de Almoxarifado P á g i n a 2. Manual do Sistema de Almoxarifado Módulo Requisição. Núcleo de Tecnologia da Informação Divisão de Almoxarifado DIAX/CGM/PRAD Manual do Sistema de Almoxarifado Módulo Requisição Versão On-Line Núcleo de Tecnologia da Informação Universidade Federal de Mato Grosso do Sul Manual do Sistema

Leia mais

PROCESSO JUDICIAL ELETRÔNICO PJe

PROCESSO JUDICIAL ELETRÔNICO PJe PROCESSO JUDICIAL ELETRÔNICO PJe TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5ª REGIÃO MANUAL DO ADVOGADO E DO PROCURADOR MÓDULO 2 Sumário 1 Processos Não Protocolados3 11 Consultar Petições Não Protocoladas3 12 Remover

Leia mais

Sistema de Gestão de Recursos de Aprendizagem

Sistema de Gestão de Recursos de Aprendizagem Sistema de Gestão de Recursos de Aprendizagem Ambiente de Comunidades - Manual para Administradores do Sistema - Atualizado em 04/04/2011 LISTA DE FIGURAS FIGURA 1 PÁGINA DE ACESSO AO SIGRA... 7 FIGURA

Leia mais

EDIG MANUAL DO USUÁRIO

EDIG MANUAL DO USUÁRIO EDIG MANUAL DO USUÁRIO Av. Duque de Caxias, 882 - Maringá, PR Telefone: (44) 3033-6300 SÚMARIO Introdução... 4 Cadastros... 4 Empresas... 4 Certificados... 5 Doc. Emitidos... 7 Monitor de Operações...

Leia mais

1. Panorama inicial do sistema... 2 2. Como criar um Ato Concessório Integrado Isenção... 7 2.1. Cadastrando Nota Fiscal de Insumo... 8 2.2.

1. Panorama inicial do sistema... 2 2. Como criar um Ato Concessório Integrado Isenção... 7 2.1. Cadastrando Nota Fiscal de Insumo... 8 2.2. 1. Panorama inicial do sistema... 2 2. Como criar um Ato Concessório Integrado Isenção... 7 2.1. Cadastrando Nota Fiscal de Insumo... 8 2.2. Cadastrando Declaração de Importação (DI)... 9 2.3. Vinculando

Leia mais

GUIA DE ORIENTAÇÃO. 1- Para acessar o sistema é necessário seguir os passos abaixo:

GUIA DE ORIENTAÇÃO. 1- Para acessar o sistema é necessário seguir os passos abaixo: GUIA DE ORIENTAÇÃO 1- Para acessar o sistema é necessário seguir os passos abaixo: 1.1 - ACESSAR O SITE DA PREFEITURA: 1.2 - CLICAR NA OPÇÃO: SERVIÇOS >> NOTA FISCAAL ELETRÔNICA 1.3 - Aguarde carregar

Leia mais

NOTIFICANDO USUÁRIOS SOBRE UMA NOVA EDIÇÃO

NOTIFICANDO USUÁRIOS SOBRE UMA NOVA EDIÇÃO EDITOR NOTIFICANDO USUÁRIOS SOBRE UMA NOVA EDIÇÃO Em Edições Clicar em Notificar Usuários A página inicial do Editor exibe as submissões em diversas fases do processo editorial, como no caso deste exemplo:

Leia mais

2 PASSO: Depois de acessado um dos endereços acima, clicar em Serviços Eletrônicos.

2 PASSO: Depois de acessado um dos endereços acima, clicar em Serviços Eletrônicos. GUIA PARA PREENCHIMENTO DA DECLARAÇÃO TRANSMISSÃO POR DOAÇÃO 1 PASSO: Acesse o sistema ITCMD: 1) Clique no link ITCMD existente no Posto Fiscal Eletrônico, cujo endereço eletrônico é http://pfe.fazenda.sp.gov.br/

Leia mais

MANUAL SICCL SQL SRTVS 701 Bloco O Ed. MultiEmpresarial Sala 804 Brasília/DF CEP 70340-000 Fone/Fax: (061) 3212-6700 E-mail: implanta@conselhos.com.

MANUAL SICCL SQL SRTVS 701 Bloco O Ed. MultiEmpresarial Sala 804 Brasília/DF CEP 70340-000 Fone/Fax: (061) 3212-6700 E-mail: implanta@conselhos.com. MANUAL SICCL SQL ÍNDICE ACESSANDO O SISTEMA SG - COMPRAS E CONTRATOS... 3 ATENDENDO SOLICITAÇÕES DE ITENS E SERVIÇOS... 5 VERIFICANDO A DISPONIBILIDADE DE RECURSOS... 7 ATENDER SOLICITAÇÕES COM PROCESSO

Leia mais

Tutorial Report Express. Como iniciar o uso dos serviços fazer a diferença.

Tutorial Report Express. Como iniciar o uso dos serviços fazer a diferença. Tutorial Report Express Como iniciar o uso dos serviços fazer a diferença. Índice Apresentação Pág. 3 Passo 1 Pág. 4 Instalação do MasterDirect Integrações Passo 2 Pág. 8 Exportar clientes Linha Contábil

Leia mais

PIBIC Online Manual do Usuário

PIBIC Online Manual do Usuário SIG@UFPE PIBIC Online PIBIC Online Manual do Usuário SIG@UFPE PIBIC Online ÍNDICE 1. OBJETIVOS DO DOCUMENTO 4 2. INTRODUÇÃO 5 3. FORMULÁRIO DE AUTO AVALIAÇÃO 6 3.1. ACESSO 6 3.1.1. Menu Principal 6 3.1.2.

Leia mais

ESTADO DE SANTA CATARINA GOVERNO DE BIGUAÇU SECRETARIA MUNICIPAL DA FAZENDA GUIA DE ORIENTAÇÕES. NOTA FISCAL ELETRÔNICA DE SERVIÇOS (NFS-e)

ESTADO DE SANTA CATARINA GOVERNO DE BIGUAÇU SECRETARIA MUNICIPAL DA FAZENDA GUIA DE ORIENTAÇÕES. NOTA FISCAL ELETRÔNICA DE SERVIÇOS (NFS-e) ESTADO DE SANTA CATARINA GOVERNO DE BIGUAÇU SECRETARIA MUNICIPAL DA FAZENDA GUIA DE ORIENTAÇÕES NOTA FISCAL ELETRÔNICA DE SERVIÇOS (NFS-e) Diretoria Geral de Tributos Biguaçu, Janeiro de 2012 INTRODUÇÃO

Leia mais

MAIS CONTROLE SOFTWARE Controle Financeiro / Fluxo de Caixa (MCS Versão 2.01.99) Índice

MAIS CONTROLE SOFTWARE Controle Financeiro / Fluxo de Caixa (MCS Versão 2.01.99) Índice Item MAIS CONTROLE SOFTWARE Controle Financeiro / Fluxo de Caixa (MCS Versão 2.01.99) Índice Página 1.Apresentação... 4 2.Funcionamento Básico... 4 3.Instalando o MCS... 4, 5, 6 4.Utilizando o MCS Identificando

Leia mais

Ajuda On-line - Sistema de Relacionamento com o Cliente. Versão 1.1

Ajuda On-line - Sistema de Relacionamento com o Cliente. Versão 1.1 Ajuda On-line - Sistema de Relacionamento com o Cliente Versão 1.1 Sumário Sistema de Relacionamento com Cliente 3 1 Introdução... ao Ambiente do Sistema 4 Acessando... o Sistema 4 Sobre a Tela... do Sistema

Leia mais

Manual do Usuário. Protocolo

Manual do Usuário. Protocolo Manual do Usuário Protocolo Índice de capítulos Parte I - Processos............................... 01 1 - Buscar................................ 01 2 - Listar................................ 02 3 - Abertura..............................

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO MODULO ALMOXARIFADO SUAP

MANUAL DO USUÁRIO MODULO ALMOXARIFADO SUAP MANUAL DO USUÁRIO MODULO ALMOXARIFADO SUAP Pouso Alegre MG 2013 SUMÁRIO 1. Introdução.... 6 2. Efetuar Entrada de Material.... 8 2.1. Entrada de Material por Compra.... 8 2.1.1. Cadastro de Empenho...

Leia mais

Manual de Instalação e Utilização do Sistema Integrado de Secretária (SIS 1.0)

Manual de Instalação e Utilização do Sistema Integrado de Secretária (SIS 1.0) Parte:Manual Atualização: OriginalPágina 1 Manual de Instalação e Utilização do Sistema Integrado de Secretária () Instalação Se houver alguma versão do FireBird Instalada na máquina desinstale antes de

Leia mais

Manual do Usuário do Produto EmiteNF-e. Manual do Usuário

Manual do Usuário do Produto EmiteNF-e. Manual do Usuário Manual do Usuário Produto: EmiteNF-e Versão: 1.2 Índice 1. Introdução... 2 2. Acesso ao EmiteNF-e... 2 3. Configurações Gerais... 4 3.1 Gerenciamento de Usuários... 4 3.2 Verificação de Disponibilidade

Leia mais

Passo a Passo para Rematrícula Online 2015

Passo a Passo para Rematrícula Online 2015 1. Entrar no site do Colégio: www.riobranco.org.br a) Digitar o Login, que é o número da Matrícula do Aluno (Seta 1) Dica: O número da matrícula pode ser localizado na carteirinha, boletim do aluno, ou

Leia mais

Manual do SeCI. Sistema Eletrônico de Prevenção de Conflitos de Interesses. Guia do Administrador

Manual do SeCI. Sistema Eletrônico de Prevenção de Conflitos de Interesses. Guia do Administrador Manual do SeCI Sistema Eletrônico de Prevenção de Conflitos de Interesses Guia do Administrador CONTROLADORIA-GERAL DA UNIÃO CGU SAS, Quadra 01, Bloco A, Edifício Darcy Ribeiro 70070-905 Brasília-DF cgu@cgu.gov.br

Leia mais

Orientações para os procedimentos de cadastro e inscrição em nosso site.

Orientações para os procedimentos de cadastro e inscrição em nosso site. Orientações para os procedimentos de cadastro e inscrição em nosso site. Atenção: Os dados que aparecem nas imagens abaixo, são meramente ilustrativos, naturalmente os dados que devem ser visualizados,

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO. Produtos: Saúde Pró Faturamento Saúde Pró Upload. Versão: 20130408-01

MANUAL DE UTILIZAÇÃO. Produtos: Saúde Pró Faturamento Saúde Pró Upload. Versão: 20130408-01 Produtos: Saúde Pró Upload Versão: 20130408-01 Sumário 1 APRESENTAÇÃO... 3 2 LOGIN... 4 3 VALIDADOR TISS... 7 4 CONFIGURAÇÃO DO SISTEMA... 10 4.1 DADOS CADASTRAIS MATRIZ E FILIAL... 11 4.2 CADASTRO DE

Leia mais

Núcleo de Relacionamento com o Cliente. de Relacionamento com o Cliente GUIA PRÁTICO DE USO. Produtos

Núcleo de Relacionamento com o Cliente. de Relacionamento com o Cliente GUIA PRÁTICO DE USO. Produtos GUIA PRÁTICO DE USO Núcleo de Relacionamento com o Cliente de Relacionamento com o Cliente Núcleo Seja bem vindo ao nosso novo canal de relacionamento! Neste Guia Prático de Uso você conhecerá como funciona

Leia mais

MANUAL DO PEP ATUALIZADO EM 13-08-2014 PROPOSTA ELETRÔNICA DE PREÇOS REFERENTE A VERSÃO DO PEP: 2.0.0.25

MANUAL DO PEP ATUALIZADO EM 13-08-2014 PROPOSTA ELETRÔNICA DE PREÇOS REFERENTE A VERSÃO DO PEP: 2.0.0.25 MANUAL DO PEP ATUALIZADO EM 13-08-2014 PROPOSTA ELETRÔNICA DE PREÇOS REFERENTE A VERSÃO DO PEP: 2.0.0.25 1 Sumário 1.Objetivo...03 2.Suporte...03 3.Como instalar...03 4.Usando o PEP...09 2 1. Objetivo:

Leia mais

Trabalho de Conclusão de Curso

Trabalho de Conclusão de Curso Trabalho de Conclusão de Curso Passo a passo para uso da ferramenta de orientação do TCC (Portal AVA) Guia do Aluno Todo processo de orientação do Trabalho de Conclusão de Curso TCC é feito através do

Leia mais

MANUAL DE GABINETES SAJ/SG5

MANUAL DE GABINETES SAJ/SG5 MANUAL DE GABINETES SAJ/SG5 Seção de Implantação de Sistemas Divisão de Sistemas Judiciais de Segundo Grau Diretoria de Tecnologia da Informação DTI/TJSC suporte: saj2grau@tjsc.jus.br Índice: Página 1.

Leia mais

Guia de Procedimentos

Guia de Procedimentos Guia de Procedimentos Documento Guia de Procedimentos Arquivo BOP15_GuiadeProcedimentos_GestãodaColaboração_NetTeacher_FASIPE.docx Projeto Semear Cliente Faculdade FASIPE Data 27/1/2012 Autoria Luciano

Leia mais

PREGÃO PRESENCIAL Manual do Pregoeiro

PREGÃO PRESENCIAL Manual do Pregoeiro MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE LOGÍSTICA E SERVIÇOS GERAIS PREGÃO PRESENCIAL Manual do Pregoeiro Brasília 2005 MINISTRO

Leia mais

Guia do Fornecedor. WBC Public Pregão eletrônico

Guia do Fornecedor. WBC Public Pregão eletrônico Guia do Fornecedor WBC Public Pregão eletrônico As informações contidas neste documento, incluindo quaisquer URLs e outras possíveis referências a web sites, estão sujeitas a mudança sem aviso prévio.

Leia mais

Manual de Gerenciamento da Loja Virtual. versão 2.0.0

Manual de Gerenciamento da Loja Virtual. versão 2.0.0 Sumário Manual de Gerenciamento da Loja Virtual 1. Iniciando o Gerenciamento... 4 2. Cadastros... 6 2.1. Categorias*... 6 2.2. Atributos*... 7 2.3. Produtos... 9 2.3.1. Exemplo de Cadastro de novo produto:...

Leia mais

MANUAL AUTORIZADOR ON-LINE

MANUAL AUTORIZADOR ON-LINE MANUAL AUTORIZADOR ON-LINE ANS nº 34.600-4 AUTORIZADOR ON-LINE Para ter acesso ao autorizador on-line da Uniodonto Piracicaba siga os passos abaixo: 1 Acesse www.uniodontopiracicaba.com.br e clique em

Leia mais

Manual Acesso aos Pedidos Oi

Manual Acesso aos Pedidos Oi Manual Acesso aos Pedidos Oi 1. Acessando o Portal ME Acesse o site. Na parte superior direita, insira seus respectivos Login e Senha de acesso. Caso tenha sido notificado sobre a existência de um processo

Leia mais

MANUAL ITCMD - INVENTÁRIO

MANUAL ITCMD - INVENTÁRIO MANUAL ITCMD - INVENTÁRIO ACESSO AO SISTEMA ITCMD 2 CRIAÇÃO E PREENCHIMENTO DA DECLARAÇÃO 2 1º PASSO: ESCOLHA DO TIPO DE DECLARAÇÃO 2 2º PASSO: AJUDA INICIAL 2 3º PASSO: CADASTRAMENTO DE SENHA 3 4º PASSO:

Leia mais

MANUAL DO SISTEMA FINANX

MANUAL DO SISTEMA FINANX MANUAL DO SISTEMA FINANX www.meusoft.com.br Indice Item Descrição Pg 1. Objetivo e Principais Funcionalidades 3 2. Para acessar e instalar a aplicação 4 3. Conhecendo o FinanX 6 3.0 Tela inicial de LOGIN

Leia mais

MANUAL DE PREENCHIMENTO DO PORTAL DE ATENDIMENTO AO PRESTADOR

MANUAL DE PREENCHIMENTO DO PORTAL DE ATENDIMENTO AO PRESTADOR MANUAL DE PREENCHIMENTO DO PORTAL DE ATENDIMENTO AO PRESTADOR Este Manual tem por finalidade orientar o preenchimento do Novo Portal de Serviços de Atendimento ao Prestador no atendimento aos beneficiários

Leia mais

Manual de Atendimento do Chat Casa do Corretor. Página 1

Manual de Atendimento do Chat Casa do Corretor. Página 1 Manual de Atendimento do Chat Casa do Corretor Página 1 Página 2 Índice: Acessando o Sistema... 03 Escala de Atendimento... 06 Painel de Atendimento... 07 Home... 08 Respostas Prontas... 09 Comandos Prontos...

Leia mais

DIÁRIO DE CLASSE ELETRÔNICO APRESENTAÇÃO... 2

DIÁRIO DE CLASSE ELETRÔNICO APRESENTAÇÃO... 2 DIÁRIO DE CLASSE ELETRÔNICO APRESENTAÇÃO... 2 PLANO DE CURSO Como cadastrar um plano de curso?... 3 Como importar um plano de curso?... 4 Como cadastrar o conteúdo programático?... 7 Como cadastrar atividades

Leia mais

MANUAL DO SISTEMA WEBDIÁRIO PERFIL PROFESSOR. Diário Eletrônico do Sistema Nambei

MANUAL DO SISTEMA WEBDIÁRIO PERFIL PROFESSOR. Diário Eletrônico do Sistema Nambei MANUAL DO SISTEMA WEBDIÁRIO PERFIL PROFESSOR Diário Eletrônico do Sistema Nambei ÍNDICE DE ILUSTRAÇÕES Figura 1 Tela de Acesso... 3 Figura 2 - Alteração de Senha... 3 Figura 3 - Página inicial - Perfil

Leia mais

MANUAL DE ORIENTAÇÃO SISTEMA CCA

MANUAL DE ORIENTAÇÃO SISTEMA CCA MANUAL DE ORIENTAÇÃO SISTEMA CCA Versão.0 Sistema de Controle de Concessão de Adiantamentos Sumário O Sistema CCA ----------------------------------------------------- 3 Iniciando a operacionalização do

Leia mais

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO FISCAL MÓDULO DELIBERAÇÃO 260/13 MANUAL DE UTILIZAÇÃO PARTE I - INTRODUÇÃO

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO FISCAL MÓDULO DELIBERAÇÃO 260/13 MANUAL DE UTILIZAÇÃO PARTE I - INTRODUÇÃO TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO FISCAL MÓDULO DELIBERAÇÃO 260/13 MANUAL DE UTILIZAÇÃO PARTE I - INTRODUÇÃO VERSÃO 2014 Junho de 2014 SIGFIS-Sistema Integrado

Leia mais

Sistema de Solicitação de Serviços

Sistema de Solicitação de Serviços UTFPR Câmpus Guarapuava Departamento de Serviços Gerais DESEG Sistema de Solicitação de Serviços Manual do Usuário Sumário Sistema de Solicitação de Serviços... 1 Login... 1 Tela inicial... 2 Home... 2

Leia mais

AP_CONTA WEB Portal de Digitação e envio do Faturamento

AP_CONTA WEB Portal de Digitação e envio do Faturamento [Digite texto] 2013 Portal de Digitação e envio do Faturamento O AP_Conta tem como objetivo permitir aos prestadores de serviços médicos digitarem as guias de faturamento em conformidade com o padrão TISS,

Leia mais

GUIA DO PORTAL MAXIPAGO

GUIA DO PORTAL MAXIPAGO GUIA DO PORTAL MAXIPAGO Versão 1.1.1 Sumário 1. Introdução... 4 2. Glossário... 5 3. Acesso ao Portal... 6 4. Mudando o Idioma do Portal... 6 5. Utilizando as Credenciais de Teste para Acesso ao Portal...

Leia mais