Vitex agnus castus. Alternativa terapêutica eficaz, segura e bem tolerada para os sintomas da síndrome pré-menstrual moderada a severa 1.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Vitex agnus castus. Alternativa terapêutica eficaz, segura e bem tolerada para os sintomas da síndrome pré-menstrual moderada a severa 1."

Transcrição

1 Atualização em Nutracêuticos 1 Alternativa terapêutica eficaz, segura e bem tolerada para os sintomas da síndrome pré-menstrual moderada a severa 1. O extrato seco de é um tratamento que demonstra resultados eficazes e boa tolerância no alívio dos sintomas da síndrome prémenstrual 4. O é eficaz no tratamento dos sintomas físicos do transtorno disfórico pré-menstrual, enquanto que a fluoxetina é eficaz nos sintomas psicológicos.

2 Resultados de PMSD 2 Estudo randomizado, multicêntrico e placebo controlado avalia a eficácia e segurança do no tratamento da síndrome pré-menstrual moderada e severa 1. Neste estudo, 22 mulheres saudáveis com idade entre 18 e 4 anos, com menstruação regular nos últimos doze meses e síndrome prémenstrual, foram randomizadas e submetidas ao seguinte protocolo de tratamento: Grupo 1 (n=11) 4mg Uma vez ao dia durante três ciclos Grupo 2 (n=11) O diário da síndrome pré-menstrual (PMSD), que é um questionário com 17 itens com escalas medindo efeitos negativos, retenção de água, alimentação e dor, e a autoavaliação dos sintomas através da escala de classificação foram utilizados para monitorar e diagnosticar a síndrome pré-menstrual moderada e severa. Conjunto de análise completa e de protocolo foram utilizados para calcular a eficácia principal do tratamento. O grupo tratado com, na análise completa, apresentou redução significativa da média total dos resultados do PMSD, variando de 29,23 na baseline (ciclo zero) para 6,41 no final do tratamento (terceiro ciclo), A diferença na média dos resultados de PMSD da baseline ao terceiro ciclo no grupo tratado com foi significativamente menor quando comparada à diferença no grupo placebo (p<,1); A eficácia do tratamento no grupo que utilizou foi significativamente maior quando comparada ao placebo; Foram relatados dezenove efeitos adversos, nove no grupo tratado com e dez no grupo placebo. O efeito adverso mais relatado foi dor de cabeça Variação dos valores de PMDS na baseline e no final do tratamento 1. 28,14 29,23 12,64 Ciclo Ciclo 3 6,41 O é uma alternativa terapêutica eficaz, segura e bem tolerada no tratamento dos sintomas da síndrome pré-menstrual moderada a severa 1. O tratamento com é eficaz no alívio dos sintomas como depressão, tristeza, dor de cabeça, crises de choro, irritabilidade, tensão, dores nas costas, raiva, agressividade, ansiedade e nervosismo, que estão relacionados à síndrome pré-menstrual moderada a severa 2. Cápsulas de Extrato de...4mg 1 Administrar uma cápsula ao dia. Goma de gelatina com Extrato de...4mg 1 Goma de gelatina sabor abacaxi qsp...1 unidade Administrar uma unidade ao dia. A síndrome pré-menstrual (SPM) representa um conjunto de diversos sintomas clínicos que afetam as mulheres em seu período reprodutivo. Estes sintomas podem durar alguns dias até várias semanas no mês. representa uma alternativa segura e eficaz aos hormônios e fármacos atualmente utilizados no controle dos sintomas da SPM 3.

3 Escala análoga visual 3 Estudo randomizado e placebo-controlado avalia a eficácia do tratamento com na síndrome prémenstrual 4. Neste estudo, 17 mulheres com idade média de 36 anos, ciclo com tempo médio de 28 dias e menstruação com duração média de 4, dias foram randomizadas e submetidas ao seguinte protocolo de tratamento: Grupo 1 (n=86) 2mg Uma vez ao dia durante três ciclos Grupo 2 (n=84) As principais variáveis de eficácia avaliadas foram irritabilidade, alteração de humor, raiva, dor de cabeça, plenitude da mama e inchaço. As variáveis de eficácia secundárias avaliadas foram mudanças na impressão clínica global e a taxa de resposta ao tratamento. As análises das variáveis de eficácia principais e secundárias foram realizadas na baseline e no final do terceiro ciclo. O tratamento com proporcionou significativa melhora nas principais variáveis de eficácia, como irritabilidade, alteração de humor, raiva, dor de cabeça, plenitude da mama e inchaço, quando comparado ao placebo (p<,1); No grupo tratado com as variáveis de eficácia secundárias, como mudanças na impressão clínica global e taxa de resposta ao tratamento, foram significativamente superiores quando comparados ao placebo; A taxa de resposta ao tratamento foi de 2% nas pacientes tratadas com e 24% no grupo placebo; Sete pacientes reportaram efeitos adversos moderados, quatro pacientes do grupo tratado com Vitex agnus castus e três com placebo. Nenhum desses efeitos causou descontinuidade no tratamento. Variáveis de eficácia primária ao final do tratamento com e placebo Irritabilidade -18,2-17,6-28,9-28,7 Alteração no humor O extrato seco de é um tratamento eficaz e bem tolerado para o alívio dos sintomas da síndrome pré-menstrual, demonstrando redução significativa da irritabilidade, das alterações do humor, raiva, dor de cabeça, plenitude da mama e inchaço 4. Tablete de chocolate com -22,1 Extrato de...2mg 4 Tablete de chocolate qsp...1 unidade Administrar uma unidade ao dia. Preparação extemporânea sabor shake de morango com...2mg 4 Veículo para preparação extemporânea sabor shake de morango qsp...g Administrar um ao dia. Diluir o conteúdo de um sachê em um copo de leite, bater no liquidificador e consumir imediatamente após o preparo. -11,7 -,9-17,8-18,6-9,4 Raiva Dor de cabeça Plenitude da mama -12,4 Inchaço -13,7 A síndrome pré-menstrual é uma combinação complexa de sintomas psicológicos como irritabilidade, agressividade, tensão ansiedade e depressão com alterações somáticas como retenção de líquidos, dores nas mamas, dor de cabeça, sensação de inchaço e aumento de peso. As mulheres são afetadas independentemente do nível socioeconômico, raça, cultura e grupo familiar. As causas da síndrome pré-menstrual são atribuídas às alterações hormonais, neurotransmissores de prostaglandinas, dieta, medicamentos e estilo de vida 4.

4 Valores do relatório diário de sintomas Valores do relatório diário de sintomas Escala de depressão de Hamilton 4 Estudo randomizado e simples-cego compara a eficácia do versus fluoxetina no tratamento do transtorno disfórico pré-menstrual. Neste estudo, 41 pacientes com idade entre 24 e 4 anos, ciclos menstruais regulares e transtorno disfórico pré-menstrual foram randomizadas e submetidas ao seguinte protocolo de tratamento: Grupo 1 (n=2) Grupo 2 (n=21) 2 a 4mg 2 a 4mg ao dia Neste estudo, os ratos foram divididos em seis grupos: Uma vez ao dia durante dois ciclos. Uma vez ao dia durante dois ciclos. Os tratamentos tiveram início no primeiro dia do ciclo menstrual. A utilização concomitantemente com outras medicações foi proibida. Os dados sócio-demográficos e clínicos dos pacientes foram registrados na primeira entrevista. Todos os pacientes foram avaliados na baseline e na oitava semana de acordo com relatório diário de sintomas (DSR), escala de avaliação da depressão de Hamilton (HAM-D), impressão clínica global da gravidade da doença (CGI-SI) e escala de melhora (CGI-I). As pacientes tratadas com e fluoxetina apresentaram resultado médio da escala de depressão de Hamilton significativamente menor ao final do tratamento quando comparado à baseline; Os valores do relatório diário de sintomas e da avaliação global da gravidade da doença apresentaram redução significativa ao final do tratamento em ambos os grupos quando comparados à baseline; No critério clínico de melhoria 7,9% das pacientes responderam ao tratamento com e 68,4% dos pacientes ao tratamento com fluoxetina; As pacientes tratadas com fluoxetina apresentaram redução de % dos sintomas psicológicos como depressão, irritabilidade, insônia, tensão nervosa, sentimento fora do controle, mastalgia e dores; O tratamento com reduziu em mais de % os sintomas físicos como irritabilidade, sensibilidade mamária, inchaço, cólicas e desejos alimentares; Ambas as drogas foram bem toleradas. Variação dos valores do relatório diário de sintomas no tratamento com e fluoxetina ,1 4,3 1,2 1, Final tratamento Variação dos valores do relatório diário de sintomas no tratamento com e fluoxetina ,7 117,4 82,8 8,6 Final tratamento Variação dos valores da escala de depressão de Hamilton no tratamento com e fluoxetina ,2 1,9 7,4 7,1 Final tratamento Os tratamentos com e fluoxetina são eficazes no transtorno disfórico pré-menstrual, sendo que o proporciona resultados mais eficazes nos sintomas físicos e a fluoxetina nos psicológicos. Cápsulas de Extrato de...2-4mg Administrar uma cápsula ao dia. Transtorno disfórico pré-menstrual é caracterizado por humor acentuadamente deprimido, ansiedade acentuada, labilidade emocional e diminuição do interesse em atividades diárias durante a última semana da fase lútea na maioria dos ciclos menstruais. As queixas pré-menstruais são desencadeadas pela diminuição da progesterona plasmática e os níveis de estradiol durante a fase lútea tardia, sendo essa síndrome considerada como uma conseqüência da retirada de esteroides. Cápsulas de yam mexicano Yam mexicano extrato seco...1mg 6 Administrar uma cápsula duas vezes ao dia. O yam mexicano é muito utilizado no controle dos sintomas da síndrome pré-menstrual.

5 Propriedades e Mecanismo de Ação Humor deprimido, sentimentos de falta de esperança ou pensamentos autodepreciativos. Propriedades Ansiedade acentuada e tensão. Raiva ou irritabilidade persistente e conflitos interpessoais aumentados. Instabilidade afetiva significativa. Interesse diminuído pelas atividades habituais. Letargia, fadiga fácil ou acentuada falta de energia. Dificuldade de concentração. Síndrome pré-menstrual 6 Alteração acentuada do apetite (excessos alimentares ou anorexia). Hipersonia ou insônia. Retenção hídrica. Sentimentos subjetivos de descontrole emocional. Enxaqueca. O contém uma mistura de irioides e flavonoides e alguns compostos semelhantes em estrutura aos hormônios sexuais. Seus efeitos são semelhantes ao do corpo lúteo e seu mecanismo de ação está relacionado à modulação do estresse induzido pela secreção de prolactina via dopamina, sem afetar diretamente o hormônio luteinizante ou hormônio folículo estimulante 4. Concentração de uso: : 2-4 mg ao dia. Contraindicação: O uso de vitex agnus castus é contraindicado na gestação e lactação devido aos efeitos desconhecidos no início da gravidez e possíveis efeitos hormonais através do leite materno 3. Reações adversas: as reações adversas relacionadas ao são suaves, reversíveis e não frequentes. Pode ocorrer desconforto abdominal, urticária, fadiga, dor de cabeça, boca seca, taquicardia, náusea e agitação em menos de 2% dos pacientes 3. Literatura Consultada 1. He Z, Chen R, Zhou Y, Geng L, Zhang Z, Chen S, Yao Y, Lu J, Lin S. Treatment for premenstrual syndrome with Vitex agnus castus: A prospective, randomized, multi-center placebo controlled study in China. Maturitas. 29 May 2;63(1): Ma L, Lin S, Chen R, Zhang Y, Chen F, Wang X. Evaluating therapeutic effect in symptoms of moderate-to-severe premenstrual syndrome with (BNO 19) in Chinese women. Aust N Z J Obstet Gynaecol. 21 Apr;(2): Vitex agnus-castus. Monograph. Altern Med Rev. 29 Mar;14(1): Schellenberg R. Treatment for the premenstrual syndrome with agnus castus fruit extract: prospective, randomised, placebo controlled study. BMJ. 21 Jan 2;322(7279): Atmaca M, Kumru S, Tezcan E. Fluoxetine versus extract in the treatment of premenstrual dysphoric disorder. Hum Psychopharmacol. 23 Apr;18(3): Wen-Huey Wu, PhD, Li-Yun Liu, PhD, Cheng-Jih Chung, MS, RD, Hei-Jen Jou, MD and Tzong-An Wang, MD. Estrogenic Effect of Yam Ingestion in Healthy Postmenopausal Women. Journal of the American College of Nutrition, Vol. 24, No. 4, (2). 7. Brilhante AVM, Bilhar APM, Carvalho CB, Karbage SAL, Pequeno Filho EP, Rocha ES. Síndrome pré-menstrual e síndrome disfórica pré-menstrual: aspectos atuais. Femina: julho 21.vol38nº7.

Suplementação diária de Vitex agnus castus é alternativa eficaz no tratamento da síndrome pré-menstrual 1,2,3.

Suplementação diária de Vitex agnus castus é alternativa eficaz no tratamento da síndrome pré-menstrual 1,2,3. Atualização em Nutracêuticos (Vitex agnus castus) Suplementação diária de Vitex agnus castus é alternativa eficaz no tratamento da síndrome pré-menstrual 1,,3. A suplementação nutricional de Vitex agnus

Leia mais

VITEX AGNUS-CASTUS Efetivo e bem tolerado no alívio dos sintomas do Transtorno Disfórico Pré-Menstrual Vitex agnus-castus Vitex agnus-castus

VITEX AGNUS-CASTUS Efetivo e bem tolerado no alívio dos sintomas do Transtorno Disfórico Pré-Menstrual  Vitex agnus-castus  Vitex agnus-castus VITEX AGNUS-CASTUS Efetivo e bem tolerado no alívio dos sintomas do Transtorno Disfórico Pré-Menstrual Doutor, O objetivo desse Informe Científico é apresentar o Vitex agnus-castus, um fitoterápico que

Leia mais

Tenag. Vitex agnus-castus

Tenag. Vitex agnus-castus Tenag Vitex agnus-castus MEDICAMENTO FITOTERÁPICO Nome científico: Vitex agnus-castus Família: Verbenaceae Parte da planta utilizada: fruto Nomenclatura popular: Chaste tree APRESENTAÇÃO Comprimidos revestidos

Leia mais

Ela te enlouquece? Conheça mitos e verdades sobre a TPM 27/04/ 2015. Ibmed.com.br. Postado por Redação IBMED

Ela te enlouquece? Conheça mitos e verdades sobre a TPM 27/04/ 2015. Ibmed.com.br. Postado por Redação IBMED Ela te enlouquece? Conheça mitos e verdades sobre a TPM Postado por Redação IBMED 1) Toda Mulher tem TPM. MITO Nem toda mulher sofre com Tensão Pré-Menstrual e há algumas, muito poucas, que não exibem

Leia mais

DOR PÉLVICA DISMENORRÉIA TPM. Profa. Dra. Maria Bethânia da Costa Chein Departamento de Medicina III

DOR PÉLVICA DISMENORRÉIA TPM. Profa. Dra. Maria Bethânia da Costa Chein Departamento de Medicina III DOR PÉLVICA DISMENORRÉIA TPM Profa. Dra. Maria Bethânia da Costa Chein Departamento de Medicina III Dor pélvica -Sem relação com fluxo menstrual Aguda d. inflamatória Crônica diagnóstico diferencial 2

Leia mais

Saúde Mental do Trabalhador. Grazieli Barbier Barros Terapeuta Ocupacional Especialista em Saúde Pública e da família.

Saúde Mental do Trabalhador. Grazieli Barbier Barros Terapeuta Ocupacional Especialista em Saúde Pública e da família. Saúde Mental do Trabalhador Grazieli Barbier Barros Terapeuta Ocupacional Especialista em Saúde Pública e da família. Definição Para a OMS: Saúde é um estado de completo bem-estar físico mental e social,

Leia mais

Atualização em Farmacoterapia. Ocitocina tópica

Atualização em Farmacoterapia. Ocitocina tópica Atualização em Farmacoterapia 1 Ocitocina tópica Benefício no tratamento da atrofia vaginal em mulheres pósmenopausa, restaurando epitélio vaginal, sem efeitos adversos e alterações hormonais sistêmicas

Leia mais

Mirtazapina é Indicada para o Tratamento de Fibromialgia

Mirtazapina é Indicada para o Tratamento de Fibromialgia Mirtazapina é Indicada para o Tratamento de Fibromialgia Melhora a Qualidade de Vida dos Pacientes Diminui a Dor Musculoesquelética Beneficia a Qualidade do Sono Reduz a Incapacidade Relacionada à Doença

Leia mais

Diretrizes da OMS para diagnóstico de Dependência

Diretrizes da OMS para diagnóstico de Dependência Diretrizes da OMS para diagnóstico de Dependência 1 - Forte desejo ou compulsão para usar a substância. 2 - Dificuldade em controlar o consumo da substância, em termos de início, término e quantidade.

Leia mais

Fonte: Jornal Carreira & Sucesso - 151ª Edição

Fonte: Jornal Carreira & Sucesso - 151ª Edição IDENTIFICANDO A DEPRESSÃO Querida Internauta, Lendo o que você nos escreveu, mesmo não sendo uma profissional da área de saúde, é possível identificar alguns sintomas de uma doença silenciosa - a Depressão.

Leia mais

BULA PARA O PACIENTE BUSPAR (cloridrato de buspirona) 5mg/10mg COMPRIMIDOS

BULA PARA O PACIENTE BUSPAR (cloridrato de buspirona) 5mg/10mg COMPRIMIDOS BULA PARA O PACIENTE BUSPAR (cloridrato de buspirona) 5mg/10mg COMPRIMIDOS BRISTOL-MYERS SQUIBB BUSPAR cloridrato de buspirona Uso oral APRESENTAÇÃO BUSPAR 5 mg é apresentado em cartuchos com 2 blisters

Leia mais

CETILISTATE GAMMA COMÉRCIO, IMPORTAÇÃO& EXPORTAÇÃO.

CETILISTATE GAMMA COMÉRCIO, IMPORTAÇÃO& EXPORTAÇÃO. CETILISTATE Inibidor de absorção de gorduras Inibidor da enzima lipase gastrointestinal que inibe a absorção de gorduras nas fases de digestão e absorção, acarretando perda de peso. É um inibidor das lipases

Leia mais

22ª JORNADA DA AMINT NOVEMBRO/2008 DEPRESSÃO E TRABALHO. MARIA CRISTINA PALHARES MACHADO PSIQUIATRA MÉDICA DO TRABALHO mcris1989@hotmail.

22ª JORNADA DA AMINT NOVEMBRO/2008 DEPRESSÃO E TRABALHO. MARIA CRISTINA PALHARES MACHADO PSIQUIATRA MÉDICA DO TRABALHO mcris1989@hotmail. 22ª JORNADA DA AMINT NOVEMBRO/2008 DEPRESSÃO E TRABALHO MARIA CRISTINA PALHARES MACHADO PSIQUIATRA MÉDICA DO TRABALHO mcris1989@hotmail.com DEPRESSÃO 1. Afeta pelo menos 12% das mulheres e 8% dos homens

Leia mais

IQUEGO-HIDROCLOROTIAZIDA IQUEGO - INDÚSTRIA QUÍMICA DO ESTADO DE GOIÁS S.A. Comprimido 25 mg

IQUEGO-HIDROCLOROTIAZIDA IQUEGO - INDÚSTRIA QUÍMICA DO ESTADO DE GOIÁS S.A. Comprimido 25 mg IQUEGO-HIDROCLOROTIAZIDA IQUEGO - INDÚSTRIA QUÍMICA DO ESTADO DE GOIÁS S.A. Comprimido 25 mg Esta bula sofreu aumento no tamanho para adequação a legislação vigente da ANVISA. Esta bula é continuamente

Leia mais

predisposição a diabetes, pois Ablok Plus pode mascarar os sinais e sintomas da hipoglicemia ou causar um aumento na concentração da glicose

predisposição a diabetes, pois Ablok Plus pode mascarar os sinais e sintomas da hipoglicemia ou causar um aumento na concentração da glicose ABLOK PLUS Ablok Plus Atenolol Clortalidona Indicações - ABLOK PLUS No tratamento da hipertensão arterial. A combinação de baixas doses eficazes de um betabloqueador e umdiurético nos comprimidos de 50

Leia mais

FUMARATO DE QUETIAPINA (Portaria 344-C1)

FUMARATO DE QUETIAPINA (Portaria 344-C1) FUMARATO DE QUETIAPINA (Portaria 344-C1) Redução dos sintomas de esquizofrenia. Fórmula Estrutural: Fórmula Molecular: (C 21 H 25 N 3 O 2 S) 2,C 4 H 4 O 4 Peso Molecular: 833,09 g/mol DCB: 07539 CAS: 111974-72-2

Leia mais

Afinal de contas, o que é ansiedade? Mas ser ansioso não é normal? Ansiedade é uma doença?

Afinal de contas, o que é ansiedade? Mas ser ansioso não é normal? Ansiedade é uma doença? Afinal de contas, o que é ansiedade? Mas ser ansioso não é normal? Ansiedade é uma doença? Ansiedade = falta de confiança na vida No senso comum, ansiedade é igual a aflição, angústia, nervosismo, perturbação

Leia mais

DALAP (adapaleno) Biosintética Farmacêutica Ltda. Gel dermatológico 1 mg

DALAP (adapaleno) Biosintética Farmacêutica Ltda. Gel dermatológico 1 mg DALAP (adapaleno) Biosintética Farmacêutica Ltda. Gel dermatológico 1 mg BULA PARA PROFISSIONAL DE SAÚDE Bula de acordo com a Resolução-RDC nº 47/2009 I- IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO DALAP adapaleno APRESENTAÇÕES

Leia mais

cloridrato de ambroxol LEGRAND PHARMA INDÚSTRIA FARMACÊUTICA LTDA. xarope adulto 30 mg/5 ml

cloridrato de ambroxol LEGRAND PHARMA INDÚSTRIA FARMACÊUTICA LTDA. xarope adulto 30 mg/5 ml cloridrato de ambroxol LEGRAND PHARMA INDÚSTRIA FARMACÊUTICA LTDA. xarope adulto 30 mg/5 ml I IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO cloridrato de ambroxol Medicamento Genérico, Lei nº 9.787, de 1999 APRESENTAÇÕES

Leia mais

cloridrato de betaxolol Medicamento Genérico, Lei nº 9.787, de 1999 Solução Oftálmica Estéril Cristália Prod. Quím. Farm. Ltda.

cloridrato de betaxolol Medicamento Genérico, Lei nº 9.787, de 1999 Solução Oftálmica Estéril Cristália Prod. Quím. Farm. Ltda. cloridrato de betaxolol Medicamento Genérico, Lei nº 9.787, de 1999 Solução Oftálmica Estéril Cristália Prod. Quím. Farm. Ltda. MODELO DE BULA PARA O PACIENTE 1 IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO cloridrato

Leia mais

EDITORIAL EDITORIAL ÍNDICE

EDITORIAL EDITORIAL ÍNDICE EDITORIAL EDITORIAL 1 Sérgio Butka Presidente do Sindicato dos Metalúrgicos da Grande Curitiba Desde a primeira cartilha lançada pelo Departamento de Saúde do SMC vários problemas que fazem parte do cotidiano

Leia mais

Modelo de Texto de Bula ao Paciente

Modelo de Texto de Bula ao Paciente Modelo de Texto de Bula ao Paciente VENVANSE * dimesilato de lisdexanfetamina *marca depositada APRESENTAÇÃO VENVANSE cápsulas 30 mg, 50 mg e 70 mg: frascos com 28 cápsulas. USO ORAL USO PEDIÁTRICO DE

Leia mais

PONTOS FUNDAMENTAIS QUE O MÉDICO DO TRABALHO PRECISA SABER SOBRE O TRABALHADOR COM TRANSTORNO MENTAL

PONTOS FUNDAMENTAIS QUE O MÉDICO DO TRABALHO PRECISA SABER SOBRE O TRABALHADOR COM TRANSTORNO MENTAL PONTOS FUNDAMENTAIS QUE O MÉDICO DO TRABALHO PRECISA SABER SOBRE O TRABALHADOR COM TRANSTORNO MENTAL Das Informações Éticas na Participação de Médicos em Seminários, Fóruns, Conferências, Congressos e

Leia mais

FADIGA, NEURASTENIA ou. Paulo Lessa IAMMG Instituto de Acupuntura Médica de Minas Gerais IVN SP Instituto Van Nghi São Paulo

FADIGA, NEURASTENIA ou. Paulo Lessa IAMMG Instituto de Acupuntura Médica de Minas Gerais IVN SP Instituto Van Nghi São Paulo FADIGA, NEURASTENIA ou TRANSTORNOS SOMATOFORMES Paulo Lessa IAMMG Instituto de Acupuntura Médica de Minas Gerais IVN SP Instituto Van Nghi São Paulo Sinais e sintomas relatados por pacientes com fadiga

Leia mais

Eduardo Henrique Teixeira Professor da Faculdade de Medicina PUC - Campinas

Eduardo Henrique Teixeira Professor da Faculdade de Medicina PUC - Campinas Eduardo Henrique Teixeira Professor da Faculdade de Medicina PUC - Campinas A ansiedade é uma vivência normal que todos os seres humanos experimentam com freqüência. Estado afetivo caracterizado por uma

Leia mais

LIPNEO (ciprofibrato)

LIPNEO (ciprofibrato) LIPNEO (ciprofibrato) Brainfarma Indústria Química e Farmacêutica S.A. Comprimido 100mg I - IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO: LIPNEO ciprofibrato APRESENTAÇÃO Comprimido de 100mg: Embalagem com 30 comprimidos.

Leia mais

Perturbações da Personalidade: Perturbação da Personalidade Borderline e Perturbação da Personalidade Evitante. Joana Gonçalves

Perturbações da Personalidade: Perturbação da Personalidade Borderline e Perturbação da Personalidade Evitante. Joana Gonçalves Perturbações da Personalidade: Perturbação da Personalidade Borderline e Perturbação da Personalidade Evitante Joana Gonçalves Perturbação da Personalidade Borderline Provavelmente a perturbação de personalidade

Leia mais

Colágeno bioidêntico

Colágeno bioidêntico Atualização em Nutracêuticos 1 Colágeno bioidêntico Eficaz no tratamento da osteoartrite dos joelhos, reduzindo as dores durante as atividades diárias 1. A associação colágeno tipo II + glucosamina + condroitina

Leia mais

DOBEVEN. dobesilato de cálcio. APRESENTAÇÕES Cápsula gelatinosa dura contendo 500 mg de dobesilato de cálcio: Caixas com 5 e 30 cápsulas.

DOBEVEN. dobesilato de cálcio. APRESENTAÇÕES Cápsula gelatinosa dura contendo 500 mg de dobesilato de cálcio: Caixas com 5 e 30 cápsulas. DOBEVEN dobesilato de cálcio APSEN FORMA FARMACÊUTICA Cápsula gelatinosa dura APRESENTAÇÕES Cápsula gelatinosa dura contendo 500 mg de dobesilato de cálcio: Caixas com 5 e 30 cápsulas. USO ORAL USO ADULTO

Leia mais

FORMAS FARMACÊUTICAS E APRESENTAÇÕES: - EBASTEL COMPOSIÇÃO: - EBASTEL INFORMAÇÕES AO PACIENTE: - EBASTEL. Ebastel. ebastina. Oral.

FORMAS FARMACÊUTICAS E APRESENTAÇÕES: - EBASTEL COMPOSIÇÃO: - EBASTEL INFORMAÇÕES AO PACIENTE: - EBASTEL. Ebastel. ebastina. Oral. Ebastel ebastina Oral Xarope USO PEDIÁTRICO (ACIMA DE 2 ANOS) Comprimido USO PEDIÁTRICO (ACIMA DE 12 ANOS) E ADULTO FORMAS FARMACÊUTICAS E APRESENTAÇÕES: - EBASTEL Comprimidos revestidos contendo 10 mg

Leia mais

ILOSONE. Valeant Farmacêutica do Brasil Ltda Gel 20 mg/g

ILOSONE. Valeant Farmacêutica do Brasil Ltda Gel 20 mg/g ILOSONE Valeant Farmacêutica do Brasil Ltda Gel 20 mg/g ILOSONE eritromicina Forma farmacêutica e apresentação Gel Tópico (20mg/g) - Embalagem com uma bisnaga de 60 g. USO EXTERNO VIA TÓPICA USO ADULTO

Leia mais

Assistência Farmacêutica na Depressão

Assistência Farmacêutica na Depressão Definição Assistência Farmacêutica na Depressão Grupo de atividades relacionadas com o medicamento, destinadas a apoiar as ações de saúde demandadas por uma comunidade, envolvendo o abastecimento de medicamentos

Leia mais

Elementos de Fisiologia Feminina Tradicional

Elementos de Fisiologia Feminina Tradicional Centro Brasileiro de Acupuntura Acupuntura Aplicada a Ginecologia e Obstetrícia Prof.: Marcelo Brum Elementos de Fisiologia Feminina Tradicional Aparelho Genital Feminino: Abrange: Útero; Ovários; Trompas

Leia mais

ANDROGEL (testosterona)

ANDROGEL (testosterona) ANDROGEL (testosterona) BESINS HEALTHCARE BRASIL Gel 25 mg e 50 mg ANDROGEL testosterona IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO ANDROGEL testosterona APRESENTAÇÕES GEL Caixas com 30 envelopes de 2,5 g contendo 25

Leia mais

PRESMIN LATINOFARMA INDÚSTRIAS FARMACÊUTICAS LTDA. Solução Oftálmica Estéril. betaxolol (cloridrato) 5,6 mg/ml

PRESMIN LATINOFARMA INDÚSTRIAS FARMACÊUTICAS LTDA. Solução Oftálmica Estéril. betaxolol (cloridrato) 5,6 mg/ml PRESMIN LATINOFARMA INDÚSTRIAS FARMACÊUTICAS LTDA. Solução Oftálmica Estéril betaxolol (cloridrato) 5,6 mg/ml COLÍRIO PRESMIN betaxolol 0,5% MEDICAMENTO SIMILAR EQUIVALENTE AO MEDICAMENTO DE REFERÊNCIA

Leia mais

ZADITEN Colírio fumarato de cetotifeno. APRESENTAÇÕES Solução oftálmica (Colírio) Zaditen Colírio. Embalagem com frasco conta-gotas contendo 5 ml.

ZADITEN Colírio fumarato de cetotifeno. APRESENTAÇÕES Solução oftálmica (Colírio) Zaditen Colírio. Embalagem com frasco conta-gotas contendo 5 ml. ZADITEN Colírio fumarato de cetotifeno APRESENTAÇÕES Solução oftálmica (Colírio) Zaditen Colírio. Embalagem com frasco conta-gotas contendo 5 ml. VIA TÓPICA OCULAR USO ADULTO E PEDIÁTRICO ACIMA DE 3 ANOS

Leia mais

bromazepam Comprimido 3mg e 6mg

bromazepam Comprimido 3mg e 6mg bromazepam Comprimido 3mg e 6mg MODELO DE BULA COM INFORMAÇÕES AO PACIENTE bromazepam Medicamento genérico Lei nº 9.787, de 1999. APRESENTAÇÕES Comprimido 3mg Embalagens contendo 20, 30 e 100 comprimidos.

Leia mais

DOBEVEN. Apsen Farmacêutica S.A. Cápsula gelatinosa dura 500 mg

DOBEVEN. Apsen Farmacêutica S.A. Cápsula gelatinosa dura 500 mg DOBEVEN Apsen Farmacêutica S.A. Cápsula gelatinosa dura 500 mg DOBEVEN dobesilato de cálcio APSEN FORMA FARMACÊUTICA Cápsula gelatinosa dura APRESENTAÇÕES Cápsula gelatinosa dura contendo 500 mg de dobesilato

Leia mais

DIFFERIN adapaleno CREME E GEL. 1,0 mg/g

DIFFERIN adapaleno CREME E GEL. 1,0 mg/g DIFFERIN adapaleno CREME E GEL 1,0 mg/g 1 DIFFERIN adapaleno APRESENTAÇÕES Creme dermatológico, contendo 1 mg de adapaleno por g de produto, em embalagens contendo 10g e 30g. Gel dermatológico, contendo

Leia mais

DEPRESSÃO CONHECENDO SEU INIMIGO

DEPRESSÃO CONHECENDO SEU INIMIGO DEPRESSÃO CONHECENDO SEU INIMIGO E- BOOK GRATUITO Olá amigo (a), A depressão é um tema bem complexo, mas que vêm sendo melhor esclarecido à cada dia sobre seu tratamento e alívio. Quase todos os dias novas

Leia mais

durante a fase lútea do ciclo menstrual, podendo interferir no funcionamento sexual, ocupacional e social da mulher (4).

durante a fase lútea do ciclo menstrual, podendo interferir no funcionamento sexual, ocupacional e social da mulher (4). L-triptofano 6 g ao dia Benefícios no tratamento da desordem disfórica pré-menstrual da fase lútea (1) De 2% a 10% das mulheres em idade reprodutiva apresentam disfunção causada pela desordem disfórica

Leia mais

Psicose pós-parto. A psicose pós-parto é um quadro de depressão pós-parto mais grave e mais acentuado, pois na psicose pós-parto existe o

Psicose pós-parto. A psicose pós-parto é um quadro de depressão pós-parto mais grave e mais acentuado, pois na psicose pós-parto existe o Psicose pós-parto Pode ir desde uma leve tristeza que desaparece com o passar dos dias até um grau mais grave de depressão onde é necessária uma rápida intervenção médica. Este estágio é chamado de psicose

Leia mais

B. FOLHETO INFORMATIVO

B. FOLHETO INFORMATIVO B. FOLHETO INFORMATIVO 18 FOLHETO INFORMATIVO: INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR Ellaone 30 mg comprimido Acetato de ulipristal Leia atentamente este folheto antes de utilizar o medicamento. - Conserve este

Leia mais

triancinolona acetonida

triancinolona acetonida triancinolona acetonida Germed Farmacêutica Ltda. Pasta 1,0mg/ g IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO triancinolona acetonida Medicamento Genérico, Lei nº. 9.787, de 1999. APRESENTAÇÕES: triancinolona acetonida

Leia mais

TEMA: Ácido hialurônico para tratamento da cistite intersticial

TEMA: Ácido hialurônico para tratamento da cistite intersticial NTRR 124/2014 Solicitante: Juiza Mônika Alessandra Machado Gomes Alves Data: 01/07/2014 Medicamento x Material Procedimento Cobertura Número do processo: 060049781-88.2014 Réu: Estado de Minas Gerais TEMA:

Leia mais

5. No último ano, alguma vez notou alterações da cor da sua pele, como vermelho, branco ou arroxeado?

5. No último ano, alguma vez notou alterações da cor da sua pele, como vermelho, branco ou arroxeado? Appendix 1. Portuguese version of COMPASS 31 1. No último ano, alguma vez sentiu-se fraco ou estonteado (sensação de tontura) ou teve dificuldade em pensar logo após se levantar de uma posição sentada

Leia mais

Cranberry. Tratamento e prevenção infecção urinária

Cranberry. Tratamento e prevenção infecção urinária Cranberry Tratamento e prevenção infecção urinária Nome científico: Vaccinium macrocarpon Família: Ericaceae Parte utilizada: fruto Ativos: antocianidinas, flavonóides, proantocianidinas, taninos condensados

Leia mais

Clomifeno Citrato. Aplicações. Possibilidade do uso de diferentes dosagens de acordo com a necessidade do paciente. Indicações

Clomifeno Citrato. Aplicações. Possibilidade do uso de diferentes dosagens de acordo com a necessidade do paciente. Indicações Material Técnico Identificação Fórmula Molecular: C 26 H 28 ClNO.C 6 H 8 O 7 Peso molecular: 598,08 DCB/ DCI: 02293 citrato de clomifeno CAS: 50-41-9 INCI: Não aplicável Sinonímia: Citrato de Clomifeno

Leia mais

Diretrizes Assistenciais. Medicina Psicossomática e Psiquiatria

Diretrizes Assistenciais. Medicina Psicossomática e Psiquiatria Diretrizes Assistenciais Medicina Psicossomática e Psiquiatria Versão eletrônica atualizada em fev/2012 TRATAMENTO DE TABAGISMO Indicação: Pacientes tabagistas atendidos na SBIBAE Contraindicação: Não

Leia mais

Entenda tudo sobre a Síndrome do Intestino Irritável

Entenda tudo sobre a Síndrome do Intestino Irritável Entenda tudo sobre a Síndrome do Intestino Irritável Apesar de ainda não existir cura definitiva para esse problema de saúde crônico, uma diferenciação entre essa patologia e a sensibilidade ao glúten

Leia mais

Zina. (dicloridrato de levocetirizina)

Zina. (dicloridrato de levocetirizina) Zina (dicloridrato de levocetirizina) Bula para paciente Comprimido revestido 5 mg Zina (dicloridrato de levocetirizina) MEDICAMENTO SIMILAR EQUIVALENTE AO MEDICAMENTO DE REFERÊNCIA Comprimido revestido

Leia mais

Saúde Mental no Trabalho

Saúde Mental no Trabalho Saúde Mental no Trabalho Disciplina de Medicina Social e do Trabalho Acadêmicos: Arthur Danila, Barbara Novaes, Caio Casella, Bruna Piloto, Bruno Zanon, Bruno Ricci Orientadora: Prof a. Dra. Débora Glina

Leia mais

TILUGEN. (fendizoato de cloperastina)

TILUGEN. (fendizoato de cloperastina) TILUGEN (fendizoato de cloperastina) Brainfarma Indústria Química e Farmacêutica S.A. Xarope 3,54mg/mL I - IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO: TILUGEN fendizoato de cloperastina APRESENTAÇÃO Xarope 3,54mg/mL

Leia mais

Drenol hidroclorotiazida. Drenol 50 mg em embalagem contendo 30 comprimidos. Cada comprimido de Drenol contém 50 mg de hidroclorotiazida.

Drenol hidroclorotiazida. Drenol 50 mg em embalagem contendo 30 comprimidos. Cada comprimido de Drenol contém 50 mg de hidroclorotiazida. Drenol hidroclorotiazida PARTE I IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO Nome: Drenol Nome genérico: hidroclorotiazida Forma farmacêutica e apresentações: Drenol 50 mg em embalagem contendo 30 comprimidos. USO ADULTO

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO RESIDÊNCIA MÉDICA 2013 Áreas de Atuação em Psiquiatria Psiquiatria da Infância e da Adolescência

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO RESIDÊNCIA MÉDICA 2013 Áreas de Atuação em Psiquiatria Psiquiatria da Infância e da Adolescência UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO RESIDÊNCIA MÉDICA 2013 Áreas de Atuação em Psiquiatria Psiquiatria da Infância e da Adolescência Gabarito da Prova realizada em 2/nov/2012 QUESTÃO 1 - Transtorno depressivo

Leia mais

Relaxante Muscular e Analgésico. APRESENTAÇÕES Comprimidos de 200 mg de clorzoxazona e 300 mg de paracetamol em embalagens com 12 comprimidos.

Relaxante Muscular e Analgésico. APRESENTAÇÕES Comprimidos de 200 mg de clorzoxazona e 300 mg de paracetamol em embalagens com 12 comprimidos. BULA DO PACIENTE IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO Paralon Relaxante Muscular e Analgésico clorzoxazona 200 mg e paracetamol 300 mg Comprimidos APRESENTAÇÕES Comprimidos de 200 mg de clorzoxazona e 300 mg de

Leia mais

alprazolam (Idoxuridina) Zydus Nikkho Farmacêutica Ltda Comprimidos 0,25 mg, 0,5 mg, 1,0 mg, 2,0 mg Bula do Paciente

alprazolam (Idoxuridina) Zydus Nikkho Farmacêutica Ltda Comprimidos 0,25 mg, 0,5 mg, 1,0 mg, 2,0 mg Bula do Paciente alprazolam (Idoxuridina) Zydus Nikkho Farmacêutica Ltda Comprimidos 0,25 mg, 0,5 mg, 1,0 mg, 2,0 mg Bula do Paciente alprazolam comprimidos 0,25 mg, 0,5 mg, 1,0 mg, 2,0 mg Medicamento Genérico Lei nº 9.787,

Leia mais

IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO DAFLON. 500mg: diosmina 450mg + hesperidina 50mg micronizada. 1000mg: diosmina 900mg + hesperidina 100mg micronizada

IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO DAFLON. 500mg: diosmina 450mg + hesperidina 50mg micronizada. 1000mg: diosmina 900mg + hesperidina 100mg micronizada 1 IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO DAFLON 500mg: diosmina 450mg + hesperidina 50mg micronizada 1000mg: diosmina 900mg + hesperidina 100mg micronizada APRESENTAÇÕES: DAFLON 500mg: embalagem contendo 15, 30

Leia mais

Hipérico Extrato Seco

Hipérico Extrato Seco Material Técnico Hipérico Extrato Seco Identificação Fórmula Molecular: Não aplicável DCB / DCI: Não aplicável Peso molecular: Não aplicável CAS: Não aplicável INCI: Não aplicável Denominação botânica:

Leia mais

Farlutal acetato de medroxiprogesterona

Farlutal acetato de medroxiprogesterona Farlutal acetato de medroxiprogesterona I - IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO Nome comercial: Farlutal Nome genérico: acetato de medroxiprogesterona APRESENTAÇÕES Farlutal 10 mg em embalagens contendo 10 ou

Leia mais

acetilcisteína União Química Farmacêutica Nacional S.A xarope 20 mg/ml

acetilcisteína União Química Farmacêutica Nacional S.A xarope 20 mg/ml acetilcisteína União Química Farmacêutica Nacional S.A xarope 20 mg/ml acetilcisteína Medicamento Genérico, Lei nº 9.787, de 1999. Xarope IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO FORMA FARMACÊUTICA E APRESENTAÇÃO Xarope

Leia mais

Atualização em Farmacoterapia Boro e Anastrozol

Atualização em Farmacoterapia Boro e Anastrozol Atualização em Farmacoterapia 1 Boro e Anastrozol Benefícios sobre a síntese de testosterona 1,3. A suplementação com Boro aumenta os níveis plasmáticos de testosterona, além de reduzir significativamente

Leia mais

estudo Por ViVian Lourenço 7 4 g u i a d a f a r m á c i a

estudo Por ViVian Lourenço 7 4 g u i a d a f a r m á c i a Sentir dor não é normal A dor é sinal de que algo não vai bem no organismo. Os sintomas estão no cotidiano e é essencial saber a diferença entre a dor crônica e a aguda para buscar o tratamento Por Vivian

Leia mais

Fundada em 1986. Gestão Comportamental. Educação para a saúde Gestão de crise

Fundada em 1986. Gestão Comportamental. Educação para a saúde Gestão de crise MISSÃO Educar para a prevenção e condução de crises, visando a saúde emocional individual, da família e da organização. Gestão Comportamental Fundada em 1986 PAP - Programa de Apoio Pessoal Atuações em

Leia mais

TEXTO DE BULA DE TOTELLE. Cartucho contendo 1 envelope contendo 1 blister com 28 drágeas contendo 1 mg de estradiol e 0,125 mg de trimegestona.

TEXTO DE BULA DE TOTELLE. Cartucho contendo 1 envelope contendo 1 blister com 28 drágeas contendo 1 mg de estradiol e 0,125 mg de trimegestona. I) IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO Totelle estradiol, trimegestona APRESENTAÇÃO TEXTO DE BULA DE TOTELLE Cartucho contendo 1 envelope contendo 1 blister com 28 drágeas contendo 1 mg de estradiol e 0,125 mg

Leia mais

Sedavan. (cloridrato de ambroxol)

Sedavan. (cloridrato de ambroxol) Sedavan (cloridrato de ambroxol) VIDFARMA INDÚSTRIA DE MEDICAMENTOS LTDA. xarope adulto 6 mg/ml xarope pediátrico 3 mg/ ml SEDAVAN todas apresentações) PROFISSIONAL SEDAVAN cloridrato de ambroxol APRESENTAÇÕES

Leia mais

RESPOSTA RÁPID 316/2014 Informações sobre Topiramato e Risperidona na Deficiencia mental e Transtorno hipercinético

RESPOSTA RÁPID 316/2014 Informações sobre Topiramato e Risperidona na Deficiencia mental e Transtorno hipercinético RESPOSTA RÁPID 316/2014 Informações sobre Topiramato e Risperidona na Deficiencia mental e Transtorno hipercinético SOLICITANTE. Dra Sabrina Cunha Peixoto Ladeira Juíza de Direito Juizado Especial de Pirapora

Leia mais

Acabe, com a dor II 1

Acabe, com a dor II 1 ACABE COM A DOR Acabe, com a dor São as mulheres quem mais sofre quadros dolorosos, com maior frequência e em mais áreas corporais, revela a Associação fnternacional para o Estudo da Dor. Conheça as dores

Leia mais

bromoprida EMS S/A Cápsula dura 10 mg

bromoprida EMS S/A Cápsula dura 10 mg bromoprida EMS S/A Cápsula dura 10 mg I - IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO bromoprida "Medicamento Genérico, Lei nº. 9.787, de 1999". APRESENTAÇÃO Cápsula dura de 10mg. * ** USO ORAL USO ADULTO COMPOSIÇÃO

Leia mais

DOBEVEN. dobesilato de cálcio. APRESENTAÇÕES Cápsula gelatinosa dura contendo 500 mg de dobesilato de cálcio: Caixas com 5 e 30 cápsulas.

DOBEVEN. dobesilato de cálcio. APRESENTAÇÕES Cápsula gelatinosa dura contendo 500 mg de dobesilato de cálcio: Caixas com 5 e 30 cápsulas. DOBEVEN dobesilato de cálcio APRESENTAÇÕES Cápsula gelatinosa dura contendo 500 mg de dobesilato de cálcio: Caixas com 5 e 30 cápsulas. USO ORAL USO ADULTO COMPOSIÇÃO Cada cápsula gelatinosa dura contém:

Leia mais

O QUE É A TENSÃO PRÉ-MENSTRUAL ( TPM )?

O QUE É A TENSÃO PRÉ-MENSTRUAL ( TPM )? O QUE É A TENSÃO PRÉ-MENSTRUAL ( TPM )? Introdução A famosa TPM, também conhecida como síndrome da tensão pré-menstrual, é um termo que se refere a um conjunto de sintomas físicos e comportamentais que

Leia mais

Nicotinell. Novartis Biociências S.A. Adesivo 7 mg, 14 mg e 21 mg

Nicotinell. Novartis Biociências S.A. Adesivo 7 mg, 14 mg e 21 mg Nicotinell Novartis Biociências S.A. 7 mg, 14 mg e 21 mg Nicotinell nicotina APRESENTAÇÕES Embalagens com 7 adesivos transdérmicos de nicotina (7mg, 14mg ou 21mg) USO TÓPICO - USO ADULTO E PEDIÁTRICO ACIMA

Leia mais

TEMA: Topiramato, Olanzapina, Daforin, Rivotril em paciente com depressão grave.

TEMA: Topiramato, Olanzapina, Daforin, Rivotril em paciente com depressão grave. NOTA TÉCNICA 65/2013 Solicitante Alyrio Ramos Desembargador da 8ª Câmara Cível TJMG RÉU: ESTADO DE MINAS GERAIS E MUNICÍPIO DE ITAPECERICA Data: 05/05/2013 Medicamento x Material Procedimento Cobertura

Leia mais

Depressão Resumo de diretriz NHG M44 (junho 2012)

Depressão Resumo de diretriz NHG M44 (junho 2012) Depressão Resumo de diretriz NHG M44 (junho 2012) Van Weel-Baumgarten EM, Van Gelderen MG, Grundmeijer HGLM, Licht-Strunk E, Van Marwijk HWJ, Van Rijswijk HCAM, Tjaden BR, Verduijn M, Wiersma Tj, Burgers

Leia mais

Trimeb. (maleato de trimebutina)

Trimeb. (maleato de trimebutina) Trimeb (maleato de trimebutina) Bula para paciente Cápsula mole 200 mg Página 1 Trimeb (maleato de trimebutina) Cápsula mole FORMA FARMACÊUTICA E APRESENTAÇÕES Embalagens com 20, 30 ou 60 cápsulas contendo

Leia mais

Alterações Hormonais no Estresse

Alterações Hormonais no Estresse Alterações Hormonais no Estresse Na reação simpática da Fase de Alarme do Estresse é onde ocorre maior secreção de hormônios anti-inflamatórios, como por exemplo, um dos corticosteroides, a desoxicorticosterona,

Leia mais

Indux (citrato de clomifeno) EMS Sigma Pharma Ltda. comprimido 50 mg

Indux (citrato de clomifeno) EMS Sigma Pharma Ltda. comprimido 50 mg Indux (citrato de clomifeno) EMS Sigma Pharma Ltda. comprimido 50 mg I) IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO Nome comercial: Indux Nome genérico: citrato de clomifeno APRESENTAÇÕES: Comprimidos de 50 mg: embalagem

Leia mais

Mais da metade dos adultos norte-americanos estão acima do peso (61%) necessidade de uma terapia adicional para combater a obesidade

Mais da metade dos adultos norte-americanos estão acima do peso (61%) necessidade de uma terapia adicional para combater a obesidade Fitoterapia para Nutricionistas Citrus aurantium como um termogênico na redução de peso: uma visão geral. 1 Citrus aurantium: A obesidade é um problema de saúde ao redor do mundo. Mais da metade dos adultos

Leia mais

Coisas simples que todo médico

Coisas simples que todo médico Coisas simples que todo médico pode fazer para tratar o alcoolismo. Você já faz? Prof. Dr. Erikson F. Furtado Chefe do Serviço Ambulatorial de Clínica Psiquiátrica e coordenador do PAI-PAD (Programa de

Leia mais

PCDT/ CID 10: F20.0; F20.1; F20.2; F20.3; F20.4; F20.5; F20.6; F20.8 NT/ CID 10: F20.0; F20.1, F20.2; F20.3

PCDT/ CID 10: F20.0; F20.1; F20.2; F20.3; F20.4; F20.5; F20.6; F20.8 NT/ CID 10: F20.0; F20.1, F20.2; F20.3 1. Medicamentos Aripripazol 15 mg, comprimido (NT); Aripripazol 30 mg, comprimido (NT); Clozapina 25 mg, comprimido; Clozapina 100 mg, comprimido; Olanzapina 5 mg, comprimido; Olanzapina 10 mg, comprimido;

Leia mais

KratsPsiquê. A depressão está muito ligada ao suicídio. Índices avaliados: níveis de tristeza, insatisfação, culpa, insônia, punição, etc.

KratsPsiquê. A depressão está muito ligada ao suicídio. Índices avaliados: níveis de tristeza, insatisfação, culpa, insônia, punição, etc. DEPRESSÃO A depressão está muito ligada ao suicídio. Índices avaliados: níveis de tristeza, insatisfação, culpa, insônia, punição, etc. BDI- Inventário de Depressão Beck: a medição é feita por escores

Leia mais

Boehringer Ingelheim do Brasil Química e Farmacêutica Ltda. Comprimidos 40 mg e 80 mg

Boehringer Ingelheim do Brasil Química e Farmacêutica Ltda. Comprimidos 40 mg e 80 mg MICARDIS (telmisartana) Boehringer Ingelheim do Brasil Química e Farmacêutica Ltda. Comprimidos 40 mg e 80 mg Micardis telmisartana APRESENTAÇÕES Comprimidos de 40 mg e 80 mg: embalagens com 10 ou 30 comprimidos

Leia mais

bromazepam Merck S/A Comprimidos 3 mg & 6 mg

bromazepam Merck S/A Comprimidos 3 mg & 6 mg bromazepam Merck S/A Comprimidos 3 mg & 6 mg bromazepam medicamento genérico Lei nº 9.787, de 1999. Ansiolítico APRESENTAÇÕES Comprimidos de 3 mg em caixa com 20 comprimidos. Comprimidos de 6 mg em caixa

Leia mais

Dr. João Paulo C. Solano Equipe de Controle da Dor Divisão de Anestesia ICHC - FMUSP

Dr. João Paulo C. Solano Equipe de Controle da Dor Divisão de Anestesia ICHC - FMUSP Programa de Educação Continuada em Fisiopatologia e Terapêutica da Dor - 2015 Dr. João Paulo C. Solano Equipe de Controle da Dor Divisão de Anestesia ICHC - FMUSP Quando indicar avaliação Pq? Suspeita

Leia mais

DIGEDRAT. (maleato de trimebutina)

DIGEDRAT. (maleato de trimebutina) DIGEDRAT (maleato de trimebutina) Cosmed Indústria de Cosméticos e Medicamentos S.A. Cápsula mole 200mg I - IDENTIFICAÇÃO DO DIGEDRAT maleato de trimebutina APRESENTAÇÕES Cápsula mole Embalagens contendo

Leia mais

Calcium Sandoz F. Calcium Sandoz FF NOVARTIS BIOCIÊNCIAS S.A. Comprimido Efervescente. 500mg de cálcio. 1.000mg de cálcio

Calcium Sandoz F. Calcium Sandoz FF NOVARTIS BIOCIÊNCIAS S.A. Comprimido Efervescente. 500mg de cálcio. 1.000mg de cálcio Calcium Sandoz F Calcium Sandoz FF NOVARTIS BIOCIÊNCIAS S.A. Comprimido Efervescente 500mg de cálcio 1.000mg de cálcio Calcium Sandoz F Calcium Sandoz FF carbonato de cálcio + lactogliconato de cálcio

Leia mais

PLESONAX. (bisacodil)

PLESONAX. (bisacodil) PLESONAX (bisacodil) Brainfarma Indústria Química e Farmacêutica S.A. Comprimidos Revestidos 5mg I - IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO: PLESONAX bisacodil APRESENTAÇÃO Comprimidos revestidos Embalagem contendo

Leia mais

ZOLADEX 3,6 mg e ZOLADEX LA 10,8 mg acetato de gosserrelina

ZOLADEX 3,6 mg e ZOLADEX LA 10,8 mg acetato de gosserrelina ZOLADEX 3,6 mg e ZOLADEX LA 10,8 mg acetato de gosserrelina I) IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO ZOLADEX acetato de gosserrelina Atenção: seringa com sistema de proteção da agulha APRESENTAÇÃO Depot de 3,6

Leia mais

Data: 26/04/2013. Medicamento x Material Procedimento Cobertura. Número do processo: 1.0081.11.000734-1/002

Data: 26/04/2013. Medicamento x Material Procedimento Cobertura. Número do processo: 1.0081.11.000734-1/002 NOTA TÉCNICA 58/2013 Solicitante Allan Vinícius Vieira Araújo Assistente Judiciário Gabinete da Des. Vanessa Verdolim Hudson Andrade - 1ª Câmara Cível - TJMG RÉU: Município de Rio Manso Data: 26/04/2013

Leia mais

Buscopan. butilbrometo de escopolamina. Cada drágea contém 10 mg de butilbrometo de escopolamina, correspondentes a 6,89 mg de escopolamina.

Buscopan. butilbrometo de escopolamina. Cada drágea contém 10 mg de butilbrometo de escopolamina, correspondentes a 6,89 mg de escopolamina. IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO Buscopan butilbrometo de escopolamina Abcd FORMAS FARMACÊUTICAS E APRESENTAÇÕES Drágea: embalagem 20 drágeas. Solução oral (gotas): frasco com 20 ml. USO ADULTO E PEDIÁTRICO

Leia mais

Os antigos mensageiros do Amor

Os antigos mensageiros do Amor Os antigos mensageiros do Amor Os Novos Mensageiros do Amor Neurotransmissores Alerta Atenção Energia Noradrenalina Serenidade Saciedade Paz Prazer Alegria Aventura Sertralina Dopamina Neuropepitídeos

Leia mais

Doenças do Comportamento. Alimentar

Doenças do Comportamento. Alimentar Doenças do Comportamento Sinais de alarme: Alimentar Diminuição da ingestão alimentar Ingestão de grandes quantidades de alimentos Aumento do consumo de água Omissão de refeições Restrição da qualidade

Leia mais

MODELO DE BULA PARA O PACIENTE. Cada ml contém: levosimendana... 2,5 mg Excipientes: polividona, ácido cítrico e etanol.

MODELO DE BULA PARA O PACIENTE. Cada ml contém: levosimendana... 2,5 mg Excipientes: polividona, ácido cítrico e etanol. MODELO DE BULA PARA O PACIENTE IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO: SIMDAX levosimendana Formas Farmacêuticas, vias de administração e apresentações: SIMDAX (levosimendana) 2,5 mg/ml: embalagens com 1 frasco-ampola

Leia mais

MODELO DE BULA PARA O PACIENTE

MODELO DE BULA PARA O PACIENTE I) IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO NIAR cloridrato de selegilina APRESENTAÇÕES: MODELO DE BULA PARA O PACIENTE NIAR (cloridrato de selegilina) comprimido 5 mg: embalagem com 30 ou 60 comprimidos (Lista nº

Leia mais