Câmbio (R$) Ouro (R$)

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Câmbio (R$) Ouro (R$)"

Transcrição

1 Publicação dos Despachos da Junta Comercial do Estado do Rio de Janeiro PÁGINAS 4 e 5 1ª FASE 1875 A ª FASE ANO II EDIÇÃO Nº 424 Câmbio (R$) Dólar / BC Compra Venda Paralelo 1,65 1,75 Comercial 1,59 1,592 Turismo 1,537 1,703 Euro / BC 2,307 2,309 Ouro (R$) Grama 91,500 Variação - 2,33% Blue Chips % BMF Bovespa ON + 4,64 Bradesco PN + 2,26 Gerdau PN + 3,04 Itaú Unibanco PN + 1,47 Petrobras PN + 2,96 Sid Nacional PN + 4,32 Vale PNA + 1,92 Economia A CCR anunciou, por meio de fato relevante, que o seu Conselho de Administração se reuniu ontem e decidiu analisar a possibilidade de atuação da companhia no setor de infraestrutura aeroportuária. Hoje, a CCR atua em concessões rodoviárias. PÁGINA 3 Rio O Ministério Público do Estado (MP-RJ) abriu inquérito civil para investigar o acidente com o bonde de Santa Teresa, que matou cinco pessoas e feriu 57, no último sábado. O secretário de Transportes, Júlio Lopes, será convocado a prestar esclarecimentos. PÁGINA 9 Sidney Hartung Universo do Direito Tem-se destacado os aspectos no desenvolvimento dos temas em referência ao meio ambiente, como o aspecto natural, que abrange os atributos naturais que do planeta. Estes atributos se identificam com a existência do ser humano. PÁGINA 8 TERÇA-FEIRA, 30 DE AGOSTO DE 2011 R$ 1,00 Guido Mantega e Dilma Rousseff durante reunião do Conselho Político: aumento da meta abre espaço para a redução dos juros O esforço será concentrado na União, que perseguirá saldo de R$ 91,8 bi, em vez dos R$ 81,8 bi O ministro da Fazenda, Guido Mantega, anunciou ontem o aumento da meta de superávit primário do governo central (formado por Tesouro Nacional, Previdência Social e Banco Central) para 2011 em R$ 10 bilhões, de R$ 81,8 bilhões para R$ 91,8 bilhões. O objetivo do setor público consolidado (inclui estados e municípios) agora é Após reunião com a presidente Dilma Rousseff, o ministro das Minas e Energia, Edison Lobão, anunciou ontem que a proporção da mistura de etanol anidro na gasolina será reduzida de 25% para 20% a partir de 1º de outubro. Nós temos que garantir o abastecimento olhando para este ano e para o próximo ano também, porque verificamos que a safra do próximo ano não será muito melhor do que a atual, justificou Lobão. De acordo com especialistas do setor sucroalcooleiro, a redução da adição de anidro à gasolina deverá criar novas incertezas no setor de combustíveis. Para Plínio Nastari, presidente da Datagro Consultoria, a medida é desnecessária porque o setor está importando etanol para equilibrar o abastecimento. Segundo o presidente da Renuka do Brasil, Humberto Farias, de alguma forma a redução da mistura já era esperada pelo mercado em função da forte quebra de cana de açúcar registrada este ano. PÁGINA 3 economizar R$ 127,9 bilhões neste ano. A medida abre espaço para cortar os juros, segundo informou a presidente Dilma Rousseff em reuniões separadas com sindicalistas e com o Conselho Político, logo pela manhã. Se a redução virá já, porém, é outra história, segundo analistas. Mantega explicou que as medidas fiscais poderão abrir espaço para que o Banco Central possa, eventualmente, adotar medidas expansionistas para a economia, caso seja necessário. O objetivo do governo com a medida de ontem é evitar que a atividade econômica do Brasil caia drasticamente, na esteira do que vem ocorrendo na Europa, nos Estados Unidos e no Japão. PÁGINA 2 A uma plateia formada por empresários, executivos e políticos na sede do governo do Espírito Santo, o governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, afirmou que a proposta sobre royalties de petróleo que será levada amanhã ao Congresso oferecerá um cardápio de possibilidades de dar acesso aos estados não produtores à renda do pré-sal. Cabral, porém, afirmou que a idéia do Antonio Cruz / ABr Carlos Magno / Governo do Estado Sérgio Cabral: Queremos que seja mantida a receita sobre as áreas já concedidas governo fluminense é que este acesso se dê apenas sobre as áreas que ainda vão produzir. Queremos que seja mantida a receita sobre áreas já concedidas, disse. O governador do Rio criticou a adoção do modelo de partilha em substituição ao sistema de concessão. Desde o começo foi público e notório que fui contra a mudança do marco regulatório, afirmou. PÁGINA 9

2 ECONOMIA 2 Terça-feira, 30 de agosto de 2011 Governo central perseguirá meta de R$ 91,8 bi em vez dos R$ 81,8 bi fixados na LDO Lu Aiko Otta Às vésperas da reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central, que define a taxa de juros básica do País, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, anunciou ontem que vai economizar R$ 10 bilhões acima do previsto, elevando a meta de resultado das contas públicas deste ano para R$ 127,9 bilhões. O esforço será concentrado no governo central (Tesouro Nacional, Previdência Social e Banco Central), que perseguirá um saldo positivo de R$ 91,8 bilhões, em vez dos R$ 81,8 bilhões fixados na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO). A medida abre espaço para cortar os juros, segundo informou a presidente Dilma Rousseff em reuniões separadas com sindicalistas e com o Conselho Político, logo pela manhã. Se a redução virá já, porém, é outra história. No início do dia, quando não havia detalhes sobre a medida, o mercado financeiro chegou a trabalhar com uma chance de 68% de corte da taxa de juros Selic já na reunião que começa hoje e termina amanhã. Porém, quando o ministro Mantega esclareceu que Pedro Ladeira / AE Mantega: mais política monetária e menos política fiscal a redução virá quando o Banco Central entender que é possível, as apostas recuaram para 50%. Ainda assim, estavam acima dos 40% registrados na sexta-feira. O objetivo do governo é evitar que a atividade econômica do Brasil caia drasticamente, na esteira do que vem ocorrendo na Europa, nos Estados Unidos e no Japão. Se vier uma situação pior para a economia brasileira, o Banco Central estará em condições de reagir com políticas monetárias mais expansionistas, explicou o ministro. Queremos que se faça mais política monetária e menos política fiscal. Ou seja: diferentemente do que foi feito em 2008 e 2009, a ordem agora é ativar a economia via corte de juros, e não pela redução nos impostos e aumento do gasto público. Mais suave - A expectativa é que, com isso, a taxa de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) fique entre 4% e 4,5% em Queremos que dessa vez seja mais suave do que em 2008 e 2009, comentou o ministro. Foi uma afirmação na mesma linha da adotada pela presidente Dilma na reunião com os sindicalistas. Vocês não vão ver nenhuma política tradicional de combate à recessão, garantiu ela, ao reafirmar compromisso com o reajuste do salário mínimo em 2012, que será da ordem de 13%. A julgar pelos dados das contas públicas até julho, a medida anunciada ontem pelo governo não exigirá nenhum sacrifício. Isso porque a arrecadação vem tendo um desempenho muito acima do esperado este ano. Só em junho e julho, ingressaram no caixa R$ 9 bilhões apenas com o recolhimento de atrasados após o início de operação do Refis da Crise. Graças à arrecadação forte, o setor público já alcançou, em sete meses, perto de 80% da meta para o ano. No médio e longo prazos, o corte nos juros abrirá mais espaço para os investimentos, disse o ministro. Mantega observou que no primeiro semestre deste ano foram gastos R$ 134 bilhões com juros da dívida pública, um dinheiro que poderá ser canalizado para investir quando os juros estiverem mais baixos. (Colaborou Patrícia Lara) Andrea Jubé Vianna O líder do bloco governista (PT, PCdoB, PSB, PDT, PRB) no Senado, Humberto Costa (PT- PE), afirmou ontem que a ampliação da meta de superávit primário, anunciada pelo governo, reflete a preocupação em não perder o roteiro do equilíbrio fiscal. Em contrapartida, o líder tucano, senador Álvaro Dias (PSDB-PR), chamou a medida de factoide para cooptar a base aliada a não votar a regulamentação da Emenda 29, que trata dos gastos com o setor de saúde. Costa observou que apesar da situação de solidez econômica do Brasil, o governo decidiu se prevenir diante dos sinais de crise muito forte, como a que atingiu o País em Ele acrescentou que além de garantir o equilíbrio fiscal, a medida cria condições para reduzir a taxa de juros em um longo prazo. Dias criticou a medida, afirmando que o governo não anunciou nada de novo. Para o tucano, a medida é apenas uma consequência da alta taxa de arrecadação de impostos, que permitiu que quase 80% da meta de superávit fosse alcançada até julho. O tucano enfatizou que a saúde precisa de mais receita e defendeu a votação da regulamentação da Emenda 29 na Câmara. Ele sugeriu que o governo corte gastos com despesas correntes que sustentam os 39 ministérios e com corrupção, lembrando as recentes denúncias de superfaturamento de obras. A meta de superávit do governo central (formado por Tesouro, Previdência e Banco Central) foi ampliada de R$ 81 bilhões para R$ 91 bilhões, conforme anúncio feito hoje pelo ministro da Fazenda, Guido Mantega. Durante reunião do Conselho Político no Palácio do Planalto, Mantega disse às lideranças da base aliada que a medida busca evitar uma desaceleração da economia e, paralelamente, ajudará a reduzir no médio e longo prazos a taxa básica de juros, a Selic. Wladimir D Andrade O ministro do Trabalho e Emprego, Carlos Lupi, afirmou ontem que o aumento do aperto fiscal anunciado pelo ministro da Fazenda, Guido Mantega, não comprometerá os projetos de sua pasta. Mantega anunciou o aumento da meta de superávit primário para 2011 em R$ 10 bilhões, o que corresponde de 0,25% a 0,30% do Produto Interno Bruto (PIB). Em entrevista, o ministro da Fazenda disse que o aumento da meta será para o governo central (formado por Tesouro, Previdência e Banco Central). Assim, a economia desses órgãos passará de um pouco mais de R$ 81 bilhões para R$ 91 bilhões. Segundo Lupi, o Ministério do Trabalho já tem economizado acima da meta estabelecida pela presidente Dilma Rousseff no início de seu governo. O aperto fiscal se refere apenas a gastos de custeio. Nisso, o Ministério do Trabalho está acima da meta do governo, afirmou Lupi em entrevista à imprensa, após participar de debate do Grupo de Líderes Empresariais (Lide), em São Paulo. De acordo com Lupi, não existe nenhuma chance desse aperto e dos cortes de gastos planejados para o ano que vem atingirem o reajuste do salário mínimo. O aumento do salário mínimo já foi aprovado pelo Congresso Nacional e assinado pela presidente Dilma, então não tem mais nenhum tipo de discussão a esse respeito, afirmou. O ministro disse ainda que as medidas não comprometerão a geração de empregos no País. Ele estima que haverá um bom desempenho do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) para agosto e prevê que, até o final do ano, o desemprego esteja num patamar entre 5,5% e 5,7%. Todas as informações que eu tenho são muito positivas. Devemos terminar o ano com esse índice, explicou. Sobre a possível aprovação pelo Congresso da PEC que estabelece um piso nacional para policiais - e da Emenda 29 - que discorre sobre gastos na Saúde -, Lupi disse que não tem opinião formada. Mas que, se aprovados, os projetos terão grande impacto no orçamento federal. São duas questões estratégicas para o País, uma de manutenção da vida e a outra de segurança nacional, mas que acabam acarretando em aumento de gastos na folha mais dos estados e municípios do que do governo federal, argumentou. Tenho a impressão de que praticamente todos os governadores e prefeitos são contra, porém temos que discutir isso na base de apoio. O ministro descartou a possibilidade de efeitos maiores da crise internacional nos índices de emprego no Brasil. Lupi avalia que a situação é de excesso de financiamento externo, diferentemente de 2008 e Temos que assegurar o valor do real em virtude do excesso de dólares que entra no País, disse. O ministro do Trabalho e Emprego, Carlos Lupi, afirmou ontem que o projeto que garante direitos de empregados domésticos igual aos dos trabalhadores formais deve ser apresentado pelo governo até o final desta semana. De acordo com ele, o texto propõe regime tributário parecido com o Simples Nacional, mas com algumas diferenças por conta da natureza do trabalho, como no caso das diaristas que, segundo Lupi, têm vínculo com vários empregos, e não apenas um. Falta acertarmos apenas uns dois ou três aspectos da proposta, mas ela deve ser divulgada esta semana, afirmou o ministro. Lupi afirmou que as domésticas terão todos os benefícios que hoje possuem os demais trabalhadores do País. A legislação é clara, não pode existir trabalhador de primeira e de segunda categoria. Todos têm de ter os mesmos direitos, disse, em entrevista coletiva realizada após almoço do Grupo de Líderes Empresariais (Lide), em São Paulo. Lupi afirmou ainda que qualquer mudança na lei trabalhista brasileira não resultará em perda de direitos dos empregados. Eu não vejo possibilidade de se retirar benefícios conquistados pelos trabalhadores. Estou aberto a qualquer discussão a respeito de IPI, ICMS ou Imposto de Renda. Agora, não conheço ninguém que aceite abrir mão de direitos, disse. O mercado financeiro reduziu a projeção de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) em 2011 de 3,84% para 3,79%, segundo o boletim Focus, divulgado ontem pelo Banco Central. Para o ano que vem, a projeção para o crescimento da economia foi reduzida de 4% para 3,9%. A estimativa para o crescimento da produção industrial em 2011 seguiu em 2,96%, enquanto que ppara 2012, a projeção caiu de 4,34% para 4,3%. Inflação - O mercado financeiro elevou a projeção para a inflação em 2011, segundo o boletim Focus. Já a estimativa para 2012 foi mantida. De acordo com a pesquisa, a expectativa para a inflação oficial neste ano subiu de 6,28% para 6,31%, em um patamar distante do centro da meta de inflação, que é de 4,5%. A meta tem margem de tolerância de dois pontos porcentuais para cima ou para baixo. A projeção para a inflação em 2012 foi mantida em 5,20%. A previsão para o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de agosto de 2011 subiu de 0,30% para 0,32%; para setembro, foi elevada de 0,37% para 0,38%. Juros e dólar - De acordo com a pesquisa Focus, os analistas mantiveram a previsão para a Selic (a taxa básica de juros da economia) para o fim de 2011 em 12,5% ao ano. Atualmente, a taxa está nos mesmos 12,5%. Já a projeção para a Selic no fim de 2012 caiu de 12,5% para 12,38% ao ano. Para o mercado de câmbio, os analistas preveem que o dólar encerre 2011 em R$ 1,60, mesmo patamar estimado na semana anterior. A projeção do câmbio médio no decorrer de 2011 e 2012 foi mantida em R$ 1,60 e R$ 1,65, respectivamente. Contas externas - Segundo a Focus, a previsão do mercado financeiro para o déficit em conta corrente neste ano caiu de US$ 57,97 bilhões para US$ 57,93 bilhões. Para 2012, o déficit em conta corrente do balanço de pagamentos estimado caiu de US$ 68,9 bilhões para US$ 68,63 bilhões. A previsão de superávit comercial em 2011 subiu de US$ 22,8 bilhões para US$ 22,9 bilhões. Já para 2012, a estimativa foi mantida em US$ 12,1 bilhões. Analistas mantiveram a estimativa de ingresso de Investimento Estrangeiro Direto (IED) em 2011 em US$ 55 bilhões. Para 2012, a previsão seguiu em US$ 50 bilhões. Circe Bonatelli C U R T A O percentual de famílias endividadas na cidade de São Paulo caiu de 47,3% em julho para 45,1% em agosto, segundo pesquisa divulgada ontem pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (Fecomercio-SP). Em números absolutos, 1,62 milhão de famílias tinham algum tipo de dívida em agosto, o menor patamar desde junho de A Fecomercio-SP considera endividada aquela família que possui contas ou dívidas contraídas com cheque pré-datado, cartão de crédito, carnê de lojas, empréstimo pessoal, compra de imóvel e prestação de carro e de seguros. Na avaliação da entidade, a redução no nível de endividamento é resultado do nível alto de emprego e do consequente aumento da renda familiar. A pesquisa também mostra queda no percentual de famílias paulistanas com contas atrasadas em agosto na comparação com julho. No período, o recuo foi de 15% para 12%. Em paralelo, o percentual de famílias que afirmou não ter condições de pagar suas dívidas caiu de 6,0% para 5,5%. Perfil da dívida - Em agosto, 30,3% dos paulistanos afirmaram estar comprometidos com dívidas por mais de um ano, 23,8% de três a seis meses, e 21,4% por menos de três meses. A parcela da população que comprometeu entre 11% e 50% de sua renda mensal é de 58,3%, enquanto 17,3% comprometeram menos de 10% da renda familiar, e 18,8% comprometeram mais de 50%. Entre os consumidores com contas em atraso, 51,8% têm atrasos há mais de 90 dias, 23,1% têm contas atrasadas por até 30 dias e 21,6% do total de famílias estão com dívidas atrasadas entre 30 e 90 dias. A principal razão das dívidas é o cartão de crédito: 71,2% dos paulistanos têm alguma dívida devido às compras pagas com cartão A participação dos carnês é de 23,2%, enquanto a do crédito pessoal é de 10,1%. Contrato de Angra 3 renderá R$ 1,7 bi/ano, informa a Eletronuclear A Eletronuclear e a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE) assinaram, na última sexta-feira, um contrato de venda de oferta de Angra 3. De acordo com o comunicado divulgado ontem, a estatal comercializará 1,184 mil MW da usina na modalidade de energia de reserva, ou seja, uma oferta que é contratada por todos os consumidores do setor elétrico e supera a demanda de todo o mercado. Nas contas da Eletronuclear, o contrato irá render R$ 1,7 bilhão por ano, o que representa quase 90% do faturamento anual conjunto de Angra 1 e 2. A estatal informou que o contrato terá suprimento de 35 anos, com início em 1º de janeiro de O preço de venda da energia será de R$ 148,65/MWh (base setembro de 2009), conforme fixado pelo Ministério de Minas e Energia. Publicação da empresa JGN Editora Ltda. Departamento Comercial e Administração Rua Debret, 23 Sobreloja 116 e 117 Centro - Rio de Janeiro CEP Diretora Geral Elizabeth Campos Roitman Comercial: PABX (21) Conselho Editorial: Des. José Geraldo da Fonseca Des. José Lisboa da Gama Malcher Mônica de Cavalcanti Gusmão Redação: (21) Projeto Gráfico:dtiriba design gráfico Impressão: Gráfica Monitor Mercantil Rua Marcílio Dias, 26 - Centro - RJ Editor- chefe: Jorge Chaves Subeditora: Rafaela Pereira Diagramação: Felipe Ribeiro Rodrigo Gurski Artigos & Colunas: Filiado à Preços de Assinatura Trimestral...R$ 60,00 Semestral...R$ 110,00 Anual...R$ 210,00 Serviço Noticioso Agências Brasil e Estado As matérias e artigos são de responsabilidade dos autores e não representam, necessariamente, a opinião deste jornal

3 Anunciada pelo ministro Lobão, medida valerá a partir de 1º de outubro Karla Mendes e Eduardo Magossi O governo vai reduzir de 25% para 20% a proporção da mistura de etanol anidro na gasolina a partir de 1º de outubro. A informação foi dada no início da noite de ontem pelo ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, depois de uma reunião com a presidente Dilma Rousseff. Nós temos que garantir o abastecimento olhando para este ano e olhando para o próximo ano também, porque verificamos que a safra do próximo ano não será muito melhor do que a atual. Então temos que tomar providência desde logo, justificou Lobão. O novo percentual da mistura de etanol na gasolina valerá por tempo indeterminado, segundo o ministro. Depois calibraremos, verificando a resolução, no momento em que acharmos que há segurança para suspendermos, afirmou. Outras medidas - Além dessa medida de segurança contra desabastecimento do mercado e de preços altos, Lobão ressaltou que medidas complementares já anunciadas, como o financiamento da estocagem, também serão adotadas. Segundo o ministro, os parâmetros das linhas de financiamento com favorecimento estão em fase e considerações finais do ministro da Fazenda, Guido Mantega. A previsão, segundo Lobão, é de que as medidas sejam anunciadas nos próximos dias. Também participaram da reunião Mantega, o ministro da Agricultura, Mendes Ribeiro, e a ministra da Casa Civil, Gleisi Hoffmann. A redução da mistura de anidro na gasolina de 25% para 20% deve criar novas incertezas no setor de combustíveis, de acordo com especialistas do setor sucroalcooleiro. De acordo com Plínio Nastari, presidente da Datagro Consultoria, a redução é desnecessária porque o setor está importando etanol para equilibrar o abastecimento. Esta importação de etanol não traz ônus fiscal para o País porque o etanol internacional está mais barato que o do mercado interno, o que não acontece com a gasolina que a Petrobras vai ter que importa a mais, disse o executivo. Para uma fonte do setor que não quis se identificar, a redução do anidro trará incertezas para o setor quanto ao abastecimento e preço. Para esta fonte, um novo patamar de equilíbrio terá que ser buscado, o que provocará incertezas em relação a preço e também à oferta de gasolina, que terá que ser maior por parte da Petrobras. Chico Siqueira Especial para a Agência Estado ECONOMIATerça-feira, 30 de agosto de Segundo o presidente da Renuka do Brasil, Humberto Farias, de alguma forma a redução já era esperada pelo setor em função da forte quebra de cana registrada este ano, com a safra devendo ficar abaixo das 500 milhões de toneladas no Centro-Sul. Farias disse que a oferta e demanda do etanol estão sendo monitoradas e uma decisão de redução pode ter vindo deste monitoramento. Ele acredita, contudo, que assim que um volume maior de cana estiver disponível, a mistura volta a subir. Para o presidente do Sindicato Nacional das Empresas Distribuidoras de Combustíveis (Sindicom), Alísio Vaz, o setor de distribuição está avaliando as consequências da medida. Acredito que a maior preocupação neste momento é como a Petrobras irá conseguir esta gasolina extra, disse. O preço do etanol hidratado voltou a subir nas usinas de São Paulo, maior produtor do País, e já acumula um aumento de 28,8% desde o início da trajetória de alta, iniciada em 13 de maio. A reação está sendo imediata nos postos de combustíveis do interior, que começaram a repassar na bomba os reajustes assimilados pelas distribuidoras. Em São José do Rio Preto e Ribeirão Preto, o litro do álcool praticamente bateu a casa dos R$ 2,00 - está sendo vendido a R$ 1,99 em muitos postos. Por isso, a migração de motoristas de flex para a gasolina já começou. De acordo com o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), da Universidade de São Paulo, o litro do etanol hidratado apresentou uma alta de 3% entre 22 a 26 de agosto na comparação com os preços cobrados entre15 a 19 de agosto, subindo de R$ 1,2102 para R$ 1,2468 o litro. Em 30 dias, a alta acumulada é de 9,6%. Desde 13 de maio, quando foi vendido a R$ 0,968, o produto vem sofrendo seguidos reajustes de preços, acumulando alta de 28,8% no período. O anidro segue a mesma tendência, teve aumento de 3,9% na semana e acumulado de 25,7% desde 3 de junho, quando os preços pararam de cair. Aumentos hitóricos - Os aumentos em plena safra são históricos, nunca o preço do hidratado esteve tão alto nas usinas de São Paulo desde que o Cepea começou a fazer o acompanhamento, em Segundo a pesquisadora do Cepea, Miriam Bacchi, os aumentos são causados por um descompasso entre demanda e oferta e indicam que daqui para frente a sazonalidade, que derrubava preços na safra e os reajustava na entressafra, deverá acabar. Dessa forma, os proprietários dos carros flex devem mudar de combustível. De acordo com o diretor do Sincopetro em Rio Preto, Roberto Uehara, a migração por enquanto está sendo liderada por consumidores das classes B e A. Acho que a partir da primeira quinzena de maio, vai dar para ser sentida com maior intensidade, tanto a migração quanto a queda no consumo de etanol hidratado, diz. Segundo Uehara, os preços do etanol subiram duas vezes em uma semana nos postos da cidade. Na sexta, dia 19, subiram de R$ 1,79 para R$ 1,89 e na quinta, dia 26, de R$ 1,8999 para R$ 1,999. Foram os repasses de preços das distribuidoras, pois o álcool não chega ao posto por menos de R$ 1,70 o litro, disse. A gasolina está sendo vendida entre R$ 2,49 e R$ 2,59, afirmou. Em Bauru, postos reajustaram os preços do etanol e da gasolina. Os postos que vendiam o etanol hidratado a R$ 1,59, reajustaram o preço para R$ 1,89 e o da gasolina, que era vendida a R$ 2,59 subiu para R$ 2,69. Sandra Manfrini O custo financeiro das obrigações tributárias ainda é considerado muito alto por grande parte dos empresários brasileiros. Segundo Consulta Empresarial realizada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), para 60,3% dos empresários entrevistados, os impostos pagos consomem mais de 20% do faturamento. Na avaliação por porte de empresa, o impacto é maior nas de médio porte. Em 63,1% delas, os tributos recolhidos superam 20% do faturamento. No caso das empresas de pequeno e de grande porte, esse porcentual cai para 59,1% e 57,7%, respectivamente. De acordo com a pesquisa, mais de 40% das indústrias do País têm o fluxo de caixa afetado porque pagam impostos antes de receberem pelas vendas. Para 41,1% das empresas, o prazo médio de recebimento das vendas é superior a 45 dias. Outras 33,5% das empresas entrevistadas recebem por suas vendas, em média, entre 31 e 45 dias; e 22,4% recebem suas vendas, em média, em até 30 dias. Prazos - Por outro lado, o prazo de recolhimento dos tributos federais que mais afetam o fluxo de caixa das empresas, como contribuições previdenciárias e PIS e Cofins, é de 35 dias e 40 dias, respectivamente. Para a CNI, isso significa que os prazos de recolhimentos dos tributos continuam afetando a competitividade da indústria nacional. Os tributos têm um peso grande sobre o faturamento. Isso reforça a importância do governo recolhêlos, no mínimo, no mesmo prazo que as indústrias recebem pelas vendas, destaca o economista da CNI Márcio Sérgio Carraro. Entre todos os tributos recolhidos, 53,1% das empresas entrevistas apontaram o ICMS como aquele que mais impacta o fluxo de caixa. O impacto do recolhimento é maior ainda nas grandes empresas (56,7%). Segundo o economista da CNI, isso se explica porque, além do prazo médio para recolhimento do ICMS ser menor, ele é o que tem maior peso na carga tributária. ICMS - A pesquisa da CNI perguntou ainda sobre quais tributos precisariam ter o prazo de recolhimento ampliado. Para 50,7% dos entrevistados, é o ICMS. As contribuições previdenciárias foram apontadas por 48,9% dos entrevistados como o tributo federal que tem maior efeito no fluxo de caixa das empresas, com maior impacto para as empresas de menor porte. Entre as grandes empresas, 37,1% apontaram esse tributo como de grande impacto; entre as pequenas, 50,9%; e entre as médias, 51,7%. O PIS e a Cofins aparecem em terceiro lugar entre os tributos que mais impactam o fluxo de caixa das empresas. Essa opção foi marcada por 42,1% das empresas pesquisadas. Ao contrário das contribuições previdenciárias, neste caso, as grandes empresas são as que mais sentem o impacto do recolhimento do PIS e Cofins. A Consulta Empresarial foi feita entre os dias 20 e 28 de junho, com 594 empresas industriais, sendo 291 pequenas, 206 médias e 97 grandes. Wellington Bahnemann As vendas de gás natural cresceram 1,82% no Brasil em julho de 2011 ante igual mês de 2010, de 48,67 milhões de metros cúbicos por dia (m3/d) para 49,56 milhões de m3/d, de acordo com os dados divulgados pela Associação Brasileira das Empresas Distribuidoras de Gás Canalizado (Abegás). Excluído o uso do gás para a geração de energia, o consumo do chamado mercado não térmico (indústrias, comércio, residências, entre outros) teve alta de 6,74% no período de comparação, passando de 37,74 milhões de m3/d para 40,29 milhões de m3/d. Segundo a Abegás, as vendas do insumo para a classe industrial aumentaram 7,96% entre o mês de julho de 2011 e igual período de 2010, para 29,21 milhões de m3/d. O uso do gás como matériaprima também cresceu 18,3%, para 816,9 mil m3/d. Contudo, as vendas de gás para cogeração, segmento que também é ligado à atividade industrial, tiveram queda de 3,24% nesse intervalo de comparação, de 3,05 milhões de m3/d para 2,95 milhões de m3/d. O destaque positivo no período foi o forte crescimento nas vendas de gás natural dos mercados de pequeno volume. O consumo residencial cresceu 12,36%, para 1,07 milhão de m3/d - esse é o segundo mês consecutivo que esse segmento supera a casa de 1 milhão de m3/d. A demanda da classe comercial aumentou 15,61%, para 748,6 mil m3/d. As vendas de gás natural veicular (GNV) tiveram ligeira queda de 0,81% nesse intervalo de comparação, para 5,26 milhões de m3/d. O consumo de gás na geração elétrica diminuiu 15,14% no período, de 10,92 milhões de m3/d para 9,27 milhões de m3/d. Isso reflete a melhor situação dos reservatórios das hidrelétricas em 2011 em relação a 2010, o que reduz a necessidade de as térmicas serem despachadas pelo Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) para garantir a segurança energética do sistema. Ranking - No ranking estadual das concessionárias, São Paulo segue na liderança, com um volume de vendas de 15,605 milhões de m3/d em julho de As empresas do Rio de Janeiro seguem em segundo lugar, com 10,875 milhões de m3/d, seguidas pela Bahia (3,984 milhões de m3/d), por Pernambuco (3,126 milhões de m3/d) e por Minas Gerais (2,939 milhões de m3/d). A CCR anunciou ontem, por meio de fato relevante, que o seu Conselho de Administração se reuniu ontem e decidiu analisar a possibilidade de atuação no setor de infraestrutura aeroportuária. Atualmente, a empresa atua em concessões rodoviárias, tem um investimento por meio de uma Parceria Público Privada (PPP) na linha 4 do metrô de São Paulo, é responsável pela inspeção veicular na capital paulista, por meio da Controlar, e detém 38,25% do capital social da STP, que opera os meios eletrônicos de pagamento Sem Parar e Via Fácil. Caso a participação da CCR no setor aeroportuário for aprovada, os acionistas controladores (Grupo Andrade Gutierrez e Grupo Camargo Corrêa) devem repassar para a CCR os ativos aeroportuários que já possuem. A Andrade Gutierrez faz parte do grupo que detém os aeroportos internacionais de Quito, no Equador, e da Costa Rica. Já o Grupo Camargo Corrêa é sócio no aeroporto internacional de Curaçau. Comitê - Segundo a CCR, será instituído um comitê independente que será responsável por analisar a potencial aquisição desses ativos, em alinhamento com a Instrução 35 da CVM. Ainda de acordo com o fato relevante divulgado pela empresa, este comitê visa garantir que o processo seja transparente e justo para todos os acionistas da CCR. Futuramente, os acionistas também serão convocados a participar de Assembleias Gerais Extraordinárias para deliberar sobre a mudança do objeto social da empresa (autorizando-a a atuar também no setor aeroportuário), assim como sobre a aquisição dos ativos (os três aeroportos nos quais a Andrade Gutierrez e a Camargo Corrêa possuem participação acionária). Silvana Mautone Das Agencia Estado O aeroporto de Viracopos, em Campinas, no interior de São Paulo, tem capacidade para ser o maior aeroporto da América Latina. A afirmação foi feita por Walter Américo, superintendente de Planejamento Aeroportuário e de Operações da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), que participou na manhã de ontem do evento Aeroinvest, em São Paulo. Campinas tem capacidade para vir a ter até três pistas, afirmou durante palestra. Questionado sobre como será a questão da governança entre a Infraero e a iniciativa privada, no caso dos aeroportos privatizados, Américo disse que isso ainda não foi definido. Isso está sendo discutido pela Secretaria de Aviação Civil (SAC) e a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), afirmou. SPE - O governo decidiu que as próximas concessões aeroportuárias ocorrerão por meio das Sociedades de Propósito Especifico (SPE), nas quais a Infraero poderá ter até 49% de participação. Os três primeiros aeroportos já em operação a serem privatizados são o de Guarulhos e Viracopos, em São Paulo, e o de Brasília. Os leilões devem ocorrer em 22 de dezembro. Depois devem ser passados à iniciativa privada o de Confins, em Minas Gerais, e o Galeão, no Rio de Janeiro. Américo também defendeu em sua palestra a implantação de terminais provisórios nos aeroportos brasileiros, também chamados de módulos operacionais (MOPs). Vamos ver cada vez mais no mundo e no Brasil a implantação de módulos operacionais, afirmou. Ao ser questionado sobre o fato de a Infraero estar investindo nos últimos anos menos da metade dos recursos previstos, o superintendente do órgão disse que esse é um problema frequente no setor de infraestrutura. Estamos trabalhando com os planos A, B, C, D, de todo o alfabeto. Temos que trabalhar com a realidade. Isso não acontece só nos aeroportos. É um problema sistêmico na infraestrutura no Brasil e no mundo, disse. Sabrina Valle Não houve proposta formal ontem para o leilão do Flex Communication Center, pertencente à massa falida da antiga Varig. O negócio, que compreende as estações de rádio da companhia aérea, estava avaliado em R$ 1 milhão. Segundo o escritório Nogueira, Simão & Bragança, o resultado já era esperado e é comum no mercado de leilões. O centro de comunicação da Varig S/A é o primeiro ativo da massa falida a ser leiloado. De acordo com o sócio do escritório Nogueira, Simão & Bragança, Fábio Nogueira, os leilões deverão ser realizados ao longo dos próximos anos. Ele espera a arrecadação de um total de R$ 300 milhões. O dinheiro arrecadado será depositado na conta da massa falida, gerida pelo juiz da 1ª Vara Empresarial da Comarca da Capital, Luiz Roberto Ayoub, para futuro rateio entre os credores. O escritório trabalha em outras frentes para quitar os débitos junto aos credores. Segundo o advogado, cerca de 30% da dívida da empresa pode ser contestada e a banca já conseguiu a anulação de aproximadamente R$ 800 milhões que eram reclamados pela Receita Federal.

4 JUNTA CORCIAL DO 4 Terça-feira, 30 de agosto de 2011 ESTADO DO RIO DE JANEIRO Despachos de 29 de agosto de 2011 Documentos Deferidos PROC. EMPRESA FR SERVICOS MFJ ALVES EDUCACAO E CULTURA FISICA X ADMINISTRACAO DE BENS PROPRIOS E PARTICIPACOES SECC SERVICOS ESPECIALIZADOS PARA CONSTRUCAO CIVIL A D CORCIO DE ARTIGOS DO VESTUARIO A L S TEIXEIRA PADARIA A M C CORCIO DE MATERIAIS DE CONSTRUCAO A S PASSOS EMPREENDINTOS A SOUZA LOPES OTICA A T S DE FREITAS MOVEIS A. CORREA DA SILVA PADARIA E RCEARIA ABCD ALIDA SERVICOS DE INFORMACAO PROFISSIONAL ABENGOA CONCESSOES BRASIL HOLDING S/A ABENGOA CONCESSOES BRASIL HOLDING S/A AC REPRESENTACOES RIO ACOUGUE CEU DOURADO ACOUGUE CONTENSE ADALBERTO DE SOUZA GOS ADAY REPRESENTACOES ADRIANA DOS SANTOS ADRIANA ROXO NUNES DE OLIVEIRA SERVICOS DE ARQUITETURA ADVANCED ASSESSORIA E CONSULTORIA FINANCEIRA E TRIBUTARIA AERO LAGOS TRANSPORTES EXPRESS AFA PLAST CORCIO AFA PLAST CORCIO AFC BRASIL TRANSPORTES AIRTON COSTA RODRIGUES EMPREENDINTOS IMOBILIARIOS AKF & DEIROS CONSTRUCOES E MONTAGENS ALEX & THUR CAMBIO E TURISMO ALEX SANDRO MUSSEL RIZZO ALISHIP CORCIO DE PRODUTOS E ALINTOS ALLIANCA ASSISTENCIA FAMILIAR ALMO TEC CORCIAL ALP BAR E PIZZARIA ALVES & ASTH AMOR DIVINO LIVRARIA DE SAO PEDRO DA ALDEIA ANA CAROLINA PEREIRA CARVALHO ANA PAULA MIRANDA CHENU ANCORA OFFSHORE SERVICOS NAVAIS ANDERSON DE MACEDO BARROS ANDERSON DE MACEDO BARROS ANDERSON LUZ DA SILVA ANDRAUTO AUTO PECAS ANTRAX SERVICOS DE ENGENHARIA E REPRESENTACOES APACOPA EMPREENDINTOS IMOBILIARIOS ARA VARTANIAN ARARUAMA GA PLAY ARAUJO & ARAUJO REVENDEDOR DE GAS ARBONOBRE SERVICOS E EMPREENDINTOS IMOBILIARIOS EPP ARCANJOS MATERIAL CIRURGICO E DESCARTAVEIS ARES TORRES 47 SERVICOS DE REFRIGERACAO ARM ARMAZENS GERAIS & LOGISTICA ARTEFATOS DE CINTO ZC EPP ASPJ REPRESENTACOES CORCIAIS ATE VII FOZ DO IGUACU TRANSMISSORA DE ENERGIA S/A ATENTO BRASIL S A ATLANTICO OFFICES ADMINISTRADORA DE IMOVEIS SA AUTO ESCOLA GOLDEN FRIBURGUENSE AUTO POSTO BRASIL DE MURIAE AZEVEDO FRAGA EDICAO E GERENCIANTO BANGU DAILY JEANS CORCIO VAREJISTA DE ROUPAS BAR E LANCHONETE CARAVELA DE OLARIA BAR E LANCHONETE CORES DA LAPA BAR E RESTAURANTE CLUB BARRACAO 1059 BAR E RESTAURANTE BATE PAPO LANCHES BAZAR ARTIGOS RELIGIOSOS BAZAR E PAPELARIA FORTE DO ANIL BCCB CORCIO DE TECIDOS DECORATIVOS EPP BCP AGENTES AUTONOMOS DE INVESTINTOS BEEMAX AUDIO VIDEO INFORMATICA BEGINNING CORCIO DE ROUPAS E ACESSORIOS BELLAFORMA ACADEMIA DE GINASTICA BELPAN 2008 CORCIO DE PRODUTOS ALINTICIOS BEST FROZEN CORCIO E DISTRIBUICAO BITENCOURT E BITENCOURT MODAS BOMBOCADOS FAST FOOD BONNO MOVEIS BOWNE DO BRASIL COMUNICACAO CORPORATIVA BRASITALIA LOTERIA J R BRITO & COSTA BAR E RESTAURANTE BROOKFIELD BRASIL SHOPPING CENTERS BRULIER AUTOMOVEIS BRUNELLA LANGERRIE E CONFECCAO DE ROUPAS BUTCANIS DO FLANGO ARTIGOS PARA ANIMAIS BUTECO DOCE CORCIO DE ALINTOS BV REPRESENTACOES C CHIC PADARIA E LANCHONETE C F DE SOUZA SANTANA C F PAES VASSOURAS C GOS DE ABREU CORCIO E SERVICOS C J REIS CORCIO DE EQUIPANTOS PARA VEICULOS C M DE FREITAS PEIXOTO EPP C MAURICIO ABREU DE FARIA - SERVICOS DE LIMPEZA C T C TORNEIRO MANUTENCAO E CONSERVACAO C. E. ROCHA CLENTE CAFE E BAR CORTESIA EPP CAFE E BAR PROPICIA CAFE LOUNGE LLO CAIXA ECONOMICA FEDERAL CALANGO 2 ENERGIA RENOVAVEL S A CAMAPEL DISTRIBUIDORA DE CEREAIS E BEBIDAS CAMPONATA CORCIO DE ALINTOS CAMTEL CORCIO E DISTRIBUICAO DE CESTAS BASICAS CANAL FARMA MARKETING E PROPAGANDA CANTINA DO DAVID DE BUZIOS CAPITAL INTELECTUAL PESQUISAS E CONSULTORIA EMPRESARIAL CARDESON MOVEIS ESCOLARES E SERVICOS CARLOS ALBERTO DA S DE OLIVEIRA LANCHONETE CB PINHEIRO CORCIO E SERVICOS CCN ADMINISTRACAO E LOCACAO DE BENS CCN ADMINISTRACAO E LOCACAO DE BENS CCN CENTRO DE CONVENCOES CCN CENTRO DE CONVENCOES CCN TORRE SUL ADMINISTRACAO E LOCACAO DE BENS CENTER SAO LUIZ RCEARIA CENTRO DE ENSINO SANTA LUZIA CENTRO EDUCACIONAL VISAN CENTRO TECNICO ESFERA CETESG CER CENTRO EDUCACIONAL RECOCAR CESAR SALES DA COSTA SERVICOS DE REPRESENTACAO CEZAR DA COSTA ABREU BAZAR CIDA DECORACOES CONFECCIONANDO IDEIAS CLARIM TECNOLOGIA E SERVICOS EPP CLARUS SOLUCOES INTEGRADAS CLARUS SOLUCOES INTEGRADAS CLAUDIA CORREA NDES CLAUDIO FERNANDO CUNHA DA PENHA CLINICA DE OLHOS VISAO UNIVERSAL PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS CLINICA ODONTOLOGICA CLARITY RIO CLINO AR REFRIGERACAO COLORPOX PINTURAS COLOSSO BANHO TOSA E CORCIO DE ALINTOS PARA ANIMAIS CORCIAL NEVES FERNANDES CORCIO DE PRODUTOS AGROPECUARIOS LLO E FILHOS COMPANHIA BRASILEIRA DE EXPLOSIVOS E MUNICOES EM LIQUIDACAO COMPANHIA IMOBILIARIA DE PETROPOLIS COMPANHIA PETROPOLITANA DE TRANSITO E TRANSPORTES CPTRANS CONCAFIX CORCIAL CARIOCA DE FIXACAO CONCE F MODAS CONFEITARIA E BAR TA EM TODAS CONSERVMS MANUTENCAO E SERVICOS CONSORCIO ESTREITO ENERGIA CESTE CONSORCIO ESTREITO ENERGIA CESTE CONSORCIO ESTREITO ENERGIA CESTE CONSORCIO ESTREITO ENERGIA CESTE CONSTRUTORA J SAMPAIO COPACABANA VERDE PRODUTOS NATURAIS CORREA MANUTENCAO CORCIO E SERVICOS COTTA S TERCEIRIZACAO CREDIFIBRA S/A CREDITO FINANCIANTO E INVESTINTO CREDIPARANA SERVICOS FINANCEIROS CRISMAR CORCIO DE ALINTOS CRISTIANO C NASCINTO MONTAGENS TECNICAS E SERVICOS DE USINAGEM EM GERAL CRV DISTRIBUIDORA E TELEMARKETING CUCAMONGA LANCHES D K N ESTACIONANTO D M CONDE DE SOUZA RCEARIA D MORAES & CARVALHO ENGENHARIA DAIANA DA COSTA NEZES DANIEL DE SOUZA INACIO MARQUES BEZERRA DANNY E RE CORCIO DE PRESENTES DARE CONSTRUTORA DARE CONSTRUTORA DEFENX DESENVOLVINTO E CORCIALIZACAO DE SOFTWARE DO BRASIL DEL REY RJ PARTICIPACOES DENTINHO DE LEITE CRECHE DESCARSUL CORCIO DE MATERIAIS DESCARTAVEIS DESIGN IN EDITORACAO E EVENTOS CULTURAIS DI CAPRIO CABELEIREIRO DI GAVI EMPREENDINTOS IMOBILIARIOS DIAL DENIM CRIACOES DA MODA DIEGO FELIPE DA TRINDADE SANTOS CORCIO DE INFORMATICA DIGITRON DA AMAZONIA INDUSTRIA E CORCIO S/A DISTRIBUIDORA DE BEBIDAS SUNGELO DIVIPACK INDUSTRIA E CORCIO DOBE SERRANA DISTRIBUIDORA DE PRODUTOS ALINTICIOS DOFCON NAVEGACAO DRC MUNIZ MONSTER VENDA DE PRODUTOS SUPLENTOS ALINTARES DROGARIA ECONOMICA DE ITAPERUNA DROGARIA QUIRIRIM DROGARIA RR DE MAGE DROGARIA SAO FRANCISCO DE ASSIS DROGARIA ULTRAMIL DE NITEROI DROGARIA VOCE SAUDAVEL EPP DSL NAVEGACAO CORCIO E SERVICOS MARITIMOS DUFRY DO BRASIL DUTY FREE SHOP E A B BARBOSA LANCHONETE E SORVETERIA E B PARTICIPACOES E D & F MAN BRASIL S/A E P MACHADO MATERIAIS DE CONSTRUCAO E S ADMINISTRACAO DE IMOVEIS E ZACARIAS DO NASCINTO EMPREENDINTOS E SERVICOS E ZACARIAS DO NASCINTO EMPREENDINTOS E SERVICOS E. K. ANDRE ELER MODA INTIMA EAS CONSTRUTORA ECOPACKING EMBALAGENS E CONFECCAO ECOSTEEL GESTAO DE AGUAS INDUSTRIAIS ECOWAY MAPENDI EMPREENDINTOS IMOBILIARIOS ECOWAY MAPENDI EMPREENDINTOS IMOBILIARIOS ED FLORES PRESENTE EDENILSON ALVES DA SILVA PIZZARIA EDER MARTINS VILAS BOAS EDITORA ESPARSA EDSON GONCALVES TOLEDO EDSON PEREIRA DA SILVA EDUARDO MARTINS DA COSTA BAZAR EDUTEC DO BRASIL TECNOLOGIA EGS AUTO SERVICE PECAS E MANUTENCOES ELEGANCIA DISTRIBUIDORA DE COSTICOS ELEGANCIA DISTRIBUIDORA DE COSTICOS ELETRO LIMA MOTORES ELETRICOS ELETROBRAS TERMONUCLEAR S/A ELETRONUCLEAR ELETROBRAS TERMONUCLEAR S/A ELETRONUCLEAR ELIANE FRANCISCO DUARTE ELIAS DO NASCINTO BATISTA ELIZANAGELA CARVALHO DE SOUZA EMANUEL BIJOUTERIAS EMPORIO DA PIZZA RESTAURANTE ENDOMAR POS GRADUACAO EXTENSAO E ATIVIDADE ODONTOLOGICA ERC CONSERVACAO E SERVICOS GERAIS ERIC CABANEZ CANDIDO ESPACO CULTURAL GABINETE RESTAURANTE ESPACO VITAL FITNESS ESQUADRIAS JOMADI EPP ESTELAR DIC CORCIO DE MATERIAL HOSPITALAR ESTEVAO LOCACOES DE BENS MOVEIS ESTRELA AZUL INDUSTRIA E CORCIO DE EMBALAGENS ESTRELA TR ROUPAS INDUSTRIA E CORCIO ESTRUTURADORA BRASILEIRA DE PROJETOS S/A ETNA CORCIO DE MOVEIS E ARTIGOS PARA DECORACAO EVALDO JOSE DOS SANTOS EVAN DO BRASIL CORCIO E SERVICOS EVANIR ALVES PEREIRA EVER CORCIO EXTERIOR EVER CORCIO EXTERIOR EVER CORCIO EXTERIOR EXPRESSO ANGRENSE DE TURISMO EPP EXPRESSO CARIOCA TRANSPORTADORA EXPRESSO LINE 28 VIACAO LOCACAO E TURISMO EPP EZEQUIEL MOUTA MONTEIRO F & M CORCIO E REPRESENTACOES DE PECAS E EQUIPANTOS INDUSTRIAIS E MARITIMOS F H DE OLIVEIRA ELETRO DIESEL F R CORCIO E SERVICOS DE INFORMATICA MATERIAL DE CONSTRUCAO E DE PRODUTOS DE PAPELARIA E DE LIMPEZA F Z SABOR DA ROCA FABIO VINICIOS MACIEL FAF TRANSPORTES & LOGISTICA FANTASTIC HO CORCIO E SERVICO DE ELETRONICOS FARMACIA CHICONELLI EPP FARMACIA JOBE FARMACIA SANTA LUZIA EPP FARMACIA WILSON FAST FOOD KI LANCHE FELIPE DOS SANTOS CORCIO E ACESSORIO DE ARTIGOS DE INFORMATICA FENG BIJUTERIAS FERACO CORCIAL EPP FERRAGENS FIGUEIRA E CONCEICAO FERREIRA PITTA CORCIO DE MATERIAIS DE CONSTRUCAO FIAGO PARTICIPACOES S/A - EM LIQUIDACAO FIAGO PARTICIPACOES S/A - EM LIQUIDACAO FIKASA INDUSTRIA E CORCIO FLEXDICAL CORCIO DE PRODUTOS DICOS HOSPITALARES EPP FMJ SALAO DE CABELEIREIRO FOLIATE JOIAS FORMATO DE FRIBURGO CONSTRUCOES E EMPREENDINTOS FRANCISCA DE SOUSA DOS SANTOS FRANCIVALDO COSTA FARIAS MARCENARIA FRIBURMATE ALINTOS PREPARADOS FRISOR 2012 SALAO INSTITUTO DE BELEZA FURNAS CENTRAIS ELETRICAS S/A FURNAS CENTRAIS ELETRICAS S/A G L M CONFECCOES QUINTINO GABRIELLE MORESI CONFECCOES GAIA GRILL RESTAURANTE GARUDA VIAGENS E TURISMO GENIPABU CONFECCOES EPP GILMAR GUERREIRO CORCIO DE ROUPAS E ACESSORIOS GILSON MORRA RAMALHO GO TECH BR SISTEMAS GOLDSTEIN & ARGENTO AGENCIA DE VIAGENS E TURISMO GOTA D AGUA PENEDO DECORACOES GRAFICA ONIDA EPP GRAN SAPORE BR BRASIL S/A GRAN SAPORE BR BRASIL S/A GREEN LAND AGROPECUARIA GRUTAS MIRADAIRE TOUR TRANSPORTES GUERREIROS ENGENHARIA E CONSTRUCOES GUY CARPENTER & COMPANY CORRETORA DE RESSEGUROS GYROTECH TECNOLOGIA INDUSTRIAL H A ALVES LOCADORA H G M CORCIO SERVICOS TELEFONIA MOVEL H W DE SOUZA AMARAL H2S EMPREENDINTOS E PARTICIPACOES HAIR DESIGN E ESTETICA HAND NAILS CORCIO DE UNHAS HARCA GEOTECNOLOGIA E IO AMBIENTE HARDES CORCIO DE VELAS BAZAR HAUS ARTIGOS ESPORTIVOS E SUPRINTOS HEXAD DISTRIBUIDORA DE DICANTOS PERFUMARIA HOSPITAL EVANGELICO REGIONAL HUGO DOS SANTOS BARRETO HUMBLE DO BRASIL I RODRIGUES CORCIO DE ROUPAS I9 REALTY INCORPORADORA IBM BRASIL INDUSTRIA MAQUINAS E SERVICOS IBTED INDUSTRIA E CORCIO DE ARTIGOS PARA TERAPIAS ICHIBAN FINANCIAL ADVISORS CONSULTORIA S/A IDEAL LINGERIE IL2 ENGENHARIA ILSILANE P BARBOSA MOVEIS IMATED IMAGENS E TECNOLOGIA DIGITAL IMCX CONSULTORIA EM INFORMATICA IMPERIO DAS CORREIAS INDUSTRIA E CORCIO DE CHARQUES G M A DE ITAPERUNA INDUSTRIA E CORCIO DE MASSA REFRATARIA PIRAMIDE DE TANGUA INFO POWER JPA CORCIO VAREJISTA DE PRODUTOS DE INFORMATICA INFOEMACAO INOVA COOPERATIVA DE TRABALHO DOS PROFISSIONAIS EM ENSINO TREINANTO CULTURA E SAUDE INOVA COOPERATIVA DE TRABALHO DOS PROFISSIONAIS EM ENSINO TREINANTO CULTURA E SAUDE INTEGRAR ENGENHARIA INTERCONTINENTAL HOTELEIRA INTERCONTINENTAL HOTELEIRA INTERCONTROL PROJETOS E SERVICOS LIMITADA INTERLIMP RJ CORCIO DE DESCARTAVEIS IPACOPY COPIADORA E CORCIO DE PAPELARIA E INFORMATICA IPETRO CORCIO E SERVICOS IRMAO BAZAR IROMAR MARQUES DA SILVA CABELEIREIRO ISABEL CRISTINA MACHADO DA SILVA ISERO INDUSTRIA E CORCIO ISOFIBRA PARTICIPACOES ISOLUX ENERGIA E PARTICIPACOES S/A IWIFI SERVICOS E CORCIO DE INFOMATICA J A DE S MARTELETI CORCIO DE CABELO HUMANO J ALVAREZ CORCIO E REPRESENTACAO DE MATERIAIS DE CONSTRUCAO J F BERNARDINO CORCIO DISTRIBUIDORA E TRANSPORTES J G DA SILVA MATERIAIS DE CONSTRUCAO J H M BORGES J J DA CONCEICAO AZEVEDO USINAGEM J MARTINS FEITOZA J MILENAR CORCIO E SERVICOS J P CORCIO VAREJISTA DE TINTAS J P DA SILVA OBRAS E CONSTRUCOES J RODRIGUES LANCHONETE J TELES LEMGRUBER JARDIM GUADALUPE ADMINISTRADORA E INCORPORADORA S A JAUDINEY JOSE VIEIRA JCC JOIA DISTRIBUIDORA DE BEBIDAS JFE 18 EMPREENDINTOS IMOBILIARIOS JM SUBEMPREITEIRA DE OBRAS JMS ATIVIDADES ESPORTIVAS E RECREATIVAS JOABEL DANTAS DE FARIAS JOANA DE AZEVEDO RIBEIRO PIMPAREL JOAO BATISTA RIGHI FORGIARINI JOAO MACIEL D ANGELO NETO JOLEMA RIO REPRESENTACOES CORCIAIS JORGE LUIS SOARES GENTIL JORNAL DE SABADO LAGOS JOSE GERALDO RODRIGUES DE ALIDA JOSE MARQUES DE OLIVEIRA SILVA JPE CORCIO DE MOLAS E PRODUTOS DE BAZAR JRG RESTAURANTE E PIZZARIA JULIO CESAR DA SILVA BARROS UNIFORS JUVALDO DE SA BITENCOURT K L INSTALACOES ELETRICAS E ELETRONICAS KAIC S/A ADMINISTRACAO DE IMOVEIS E CORRETAGEM DE SEGUROS KAKAGYM ACADEMIA DE GINASTICA KATHMANDU CORCIO DE ARTIGOS DO VESTUARIO KAZAN AGENTES AUTONOMOS DE INVESTINTOS KENSINGTON GARDENS S/A KOHL INDUSTRIA E CORCIO L & M 80 CORCIO E DISTRIBUICAO DE PRODUTOS NATURAIS L C D SERVICOS L F GOS EVENTOS LA NOUBA CORCIO E CONFECCOES LABCLIM DIAGNOSTICOS LABORATORIAIS LAC 2005 CORCIO DE PRODUTOS HOSPITALARES LAERT BARRETO MONTEIRO FILHO LANCE ONLINE CORCIO ELETRONICO LANCHONETE E RCEARIA VERDE MAR DE MURIQUI LANCHONETE E PASTELARIA TAKYOI LANCHONETE SALADETTO LANDSCAPE CORCIO DE ROUPAS E ACESSORIOS EPP LAR DECORACAO DE INTERIORES LASF ASSESSORIA CONTABIL LBM TRES IRMAOS RCEARIA LEDA MARIA AYMAR PEDROSA LEIDIANE COSTA DOS SANTOS LEILA BAR E RESTAURANTE LEILA FERREIRA LELELA REPRESENTACAO CORCIAL LEONARDO NASCINTO BOECHAT LF BRAGA CARUSO LFX 0911 PUBLICIDADE E IMAGEM LIBERTA VIAGENS E TURISMO EPP LIMONGI STUDIO LOG SUPPLY CORCIO IMPORTACAO EXPORTACAO E LOGISTICA OFFSHORE LT DOWNTOWN CORCIO DE ARTIGOS INFANTIS LUCIENE PINA OLIVEIRA LUIS CARLOS DA SILVA ROCHA LUIS CLAUDIO DUTRA MUNIZ

5 LUIZ CARLOS SALGADO GUIMARAES LUIZ E CLEIDMAR COLCHOES E BAZAR DA PENHA LUIZ SANTOS DROGARIA E PERFUMARIA M & S SABOR DE MINAS M A ALVES CORREA CORCIO VAREJISTA DE ARTIGOS DE COLCHOARIA M A SANTOS CONSTRUTORA M C TELES MUNIZ BAZAR E AGROPECUARIA M DARIO DE SA CONTABILIDADE M LUZILANDIA A ANDRADE CORCIO DE ULTILIDADES M M CALCADOS E ACESSORIOS M MARTINS ROSA RCEARIA M S L SERVICOS DE REPARO REFORMA E CONSTRUCAO M S REIS TONER E IMPRESSORAS M S TELLES SERVICOS ADMINISTRATIVOS M&M MATTOS SERVICOS DE TELECOMUNICACOES MADIAS LIMITADA EPP MAESTRINA BAR E RESTAURANTE MAGIC AUDIO FRIBURGO SOM MAGIRO EXPRESS TRANSPORTES MAGUILA CORCIO E TRANSPORTE DE GAS MAIRA FABIELLY RAMOS NUNES MAIS IMOVEL NEGOCIOS IMOBILIARIOS MAJESTADE DOS DOCES CORCIO DE DOCES E CEREAIS MAMF CORCIO E CONFECCOES MAMMA MIA MAMMA TUA TABACARIA E PIZZARIA MANGIA E BEVI CORCIO VAREJISTA E ATACADISTA DE SORVETES MANIA FLORAL FLORES MARCELLO E SILVA SERVICOS DICOS ODONTOLOGICOS E DIAGNOSTICOS MARCENARIA PAGANOTTI MARCOS ANTONIO MONTEIRO MAREVE DISTRIBUIDORA DE GAS LIQUEFEITO MARGARONIS CORRETORA DE SEGUROS DE VIDA MARIA FATIMA DA SILVA MARIA MOUSANIRA ALVES DA SILVA CONFECCAO MARIA SUZI DE ARAUJO DA SILVA MARIUCHA GITAHY MAIA MARMORARIA LLO MARTINS GUIMARAES ARTIGOS PARA FESTAS MARTINS RAMOS CORCIO DE ROUPAS MARVIN REPRESENTANTE CORCIAL E CONSULTORIA MATOS JESUS E MASTRANGELO PERFUMARIA MCBRITO CONSULTORIA ADMINISTRATIVA MDA CORCIO INDUSTRIA E CONFECCOES DE ROUPAS CANICA CANHACO LLO NETO CORCIO DE PRODUTOS ODONTOLOGICOS LTA COBERTURA E REFORMAS RCADINHO OPCAO DO JARDIM ARICA RCADO AZUL MARKET RCADO DEUS E FIEL DO BABI RCEARIA E PADARIA DA RUA F MF & LO OFFICE BOAT CORCIO INDUSTRIA E SERVICOS TECNICOS MF REFEICOES MF5 PRINT MG RIO CORRETORA DE SEGUROS MI DEI BEM CORCIO E SERVICOS MICMAC VIAGEM E TURISMO MILIFARMA DISTRIBUIDORA DE MATERIAL HOSPITALAR MIRU`S CORCIO DE MATERIAL DE ESCRITORIO MISTER FROG CORCIO DE ROUPAS ACESSORIOS EQUIPANTOS E AFINS MITSUI GAS E ENERGIA DO BRASIL MMC TRANSPORTES MODAL ASSET MANAGENT MONTE SIAO MANUTENCAO E REFORMAS MOREIRA DISTRIBUIDORA DE ALINTOS MORIE E VASCONCELOS SERVICOS DE LOCACAO DE EQUIPANTOS ENGENHARIA E OFFSHORE MOTEL VALE FELIZ DE TERESOPOLIS EPP MOTO CAR CORCIO DE VEICULOS E SERVICOS MR FILM SERVICOS E CORCIO MR TRUTA REPRESENTACOES CORCIAIS MS DE BRITO VENDA DE GAS MS GLOBAL SPORTS MULT EVENTOS RIO DE JANEIRO MUNERON EMPREENDINTOS E PARTICIPACOES MURPHY BRAZIL EXPLORACAO E PRODUCAO DE PETROLEO E GAS MUSIKA PRODUCOES ARTISTICAS E CULTURAIS MVM SERVICOS EMPRESARIAIS N M AGUIAR SERVICOS DE REFRIGERACOES N N NORONHA CONFECCOES NBRAND CORCIO DE ARTIGOS DO VESTUARIO NEUROAP SERVICOS DICOS NILCEA DE OLIVEIRA XINES CONFECCOES E SERVICOS GRAFICOS NILZA GOS DA SILVA NINA 10 MODAS E ACESSORIOS NINA GIANAZI DAIGELE LOCACAO DE VEICULOS NITEC 2006 CORCIO SERVICOS E INSTALACAO DE MAQUINAS E EQUIPANTOS NITEROI TRANSPORTE E TRANSITO S A NITTRANS NITEROI TRANSPORTE E TRANSITO S A NITTRANS NITEROINVEST FONTO RCANTIL NJ COSTA MATERIAL DE CONSTRUCAO NORENGE CONSTRUCOES E EMPREENDINTOS IMOBILIARIOS NOSAPA PRODUCOES ARTISTICAS NOVA ACADEMIA DO CONCURSO CURSOS PREPARATORIOS NOVA BRANOR CONSULTORI E INVESTINTOS NOVA VISAO DE CAXIAS MARMORARIA E MATERIAIS DE ACABANTOS NUCLEBRAS EQUIPANTOS PESADOS S/A NUCLEP O BRASILEIRINHO REFEICOES COLETIVAS O2 RESTAURANTE OCEAN RIG DO BRASIL SERVICOS DE PETROLEO OCEANICA CLUB CORCIO E ENTRETENINTOS OGF TRANSPORTES OLIMPIO CASTELLO LANCHONETE OLIVEIRA LEITE ENGENHARIA E CONSTRUCAO OLIVEIRA SISTEMAS DE PREVENCAO E COMBATE A INCENDIO ORGANIQUE CONFECCOES DE ROUPAS EPP OS DOIS DA BATERIA PARA AUTO P C SANTANA CORCIO VAREJISTA DE VESTUARIOS E ACESSORIOS PADARIA E LANCHONETE REGAZZI DO LINS PADARIA E RCEARIA FLOR DA PENHA EPP PAES VALENCA PAG BRASIL CONSTRUCOES PALMA CAR CORCIO DE VEICULOS PALOMA BALTAR RODRIGUES ATELIE PALOMA ROSA PAPELARIA JARDIM DA ILHA PARATI EMPREENDINTOS NAVAIS E PARTICIPACOES S/A PARATI EMPREENDINTOS NAVAIS E PARTICIPACOES S/A PARQUE PETROPOLIS INCORPORACOES SPE PARTNERSHIP COMUNICACOES E JORNALISMO PASCRO PARTICIPACOES SA PASCRO PARTICIPACOES SA PAULISTA MARTELINHO DE OURO PCMALL CORCIO IMPORTACAO E DISTRIBUICAO PE NA AREIA CORCIO DE SANDALIAS PEKEKO DE CAMPO GRANDE DISTRIBUIDORA DE BEBIDAS E CORCIO VAREJISTA PENSAO SHEKINAH DE GUARATIBA PENTAGONO ZELADORIA PATRIMONIAL PEQUENINOS DE TERESOPOLIS CORCIO DE ARTIGOS DO VESTUARIO PERUZZOLO CONSULTORIA EM PETROLEO E GAS PETROBRAS TRANSPORTE S/A TRANSPETRO PETROBRAS TRANSPORTE S/A TRANSPETRO PETROBRAS TRANSPORTE S/A TRANSPETRO PETROBRAS TRANSPORTE S/A TRANSPETRO PEVE CERCA BUZIOS PINGO NA PIA IDEIAS E PRODUCOES CULTURAIS PIZZARIA PORTELA MORGADO PJ NASCINTO INSTALACOES HIDRAULICAS JUNTA CORCIAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO PUBLICAÇÃO DE DESPACHOS PLANTULLA AGRICOLA PLUS SERVICE CORCIO DE DESCARTAVEIS POLO PROMOTORA DE VENDAS PONTUAL ASSISTENCIA TECNICA POSITIVO CONSULTORIA RH POUPE MAMBUCABA CORCIO DE ALINTOS PRATELP CONSULTORIA EMPRESARIAL PRC SERVICOS DE ANALISE & GESTAO DE NEGOCIOS PRET A PORTER CORCIO DE LINGERIE PREVITEC PREVIDENCIA E TECNOLOGIA PREZUNIC CORCIAL PREZUNIC CORCIAL PRI TAL SERRALHERIA E MONTAGEM INDUSTRIAL PRI UP SOLUCOES EM TI EPP PROMONLOGICALIS TECNOLOGIA E PARTICIPACOES PROVAR NEGOCIOS DE VAREJO PROVAR NEGOCIOS DE VAREJO PROVAR NEGOCIOS DE VAREJO PROVAR NEGOCIOS DE VAREJO PROVAR NEGOCIOS DE VAREJO PROVAR NEGOCIOS DE VAREJO PROVENCO PROMOTORA DE VENDAS PROVERA AUTOCENTER CORCIO QUEM VEM EM MURY GAMA SUPERRCADO QUIDAM CORCIO DE ROUPAS E ACESSORIOS R A LOPES CORCIO DE PRODUTOS ALINTICIOS R C CONSTRUTORA E REFORMAS R F RIBEIRO SERVICOS GRAFICOS R R DE FREITAS PASCARETA DEDETIZACAO R S FAZINHA SERVICOS E PROJETOS R V GABRIELA MOVEIS E DECORACOES R. R. DA SILVA LAVADOR R9 CORCIO DE ALINTOS RABELO FERTILIZANTES RABELO FERTILIZANTES RADIO DO CORCIO RAFAEL DAS DORES TEIXEIRA RAFAEL IG E KER CORCIO E SERVICOS DE ELETRONICA RAMON STEFANO MARTINS DE OLIVEIRA RANCHO DE MINAS COMIDA MINEIRA RAZ CORCIO DE MOTOS REAL STEEL CORTE E IMPRESSAO REGINA LUCIA DE PAIVA SCORZA DA SILVA REI RODRIGUEZ EMPREENDINTOS IMOBILIARIOS S A REINTJES ENGRENAGENS E SISTEMAS DO BRASIL RELUZ LOGISTICA REVERSA RESTAURANTE MOINHO RF OFICINA CANICA DOS LAGOS RHASTA INDUSTRIA DE PASSAMANARIA RHEA CORCIO DE TECIDOS E AVIANTOS RI ESTACIONANTO E EMBELEZANTO AUTOMOTIVO RIJ EMPREENDINTOS RINALDO PEREIRA DA SILVA ELETRONICA RIO AMBIENTAL S/A RIO COACHING CENTRO DE ESTUDOS EPP RIO DANI TRANSPORTES RIO MARINE SUPPLY IMPORTACAO E EXPORTACAO RIO UNIVERSAL PAVERES RND CORCIO DE PESCADOS ROBAINA S CABELEIREIROS EPP ROBERTA APARECIDA FERREIRA DA SILVA ROGERIO MARCELINO DA SILVA ROSADO TORRES MOVEIS E DECORACOES ROSANE DA SILVA SANTOS ROSERE J ALIDA RESTAURANTE ROSIRE GOS ALFREDO ROSSANA DA SILVA FARIA VIDRACARIA E DECORACAO RUMOPAR CONSULTORIA E PARTICIPACOES RVR CORCIO DE RECICLAVEIS RYALA MANUFATURA S C K CORCIO DE ROUPAS CALCADOS E ACESSORIOS S H S RODRIGUES REFEICOES S M C ALUGUEL DE IMOVEIS PROPRIOS SABOR GUADALUPE RESTAURANTE E PIZZARIA SAINT GEORGES EMPREENDINTOS IMOBILIARIOS SAINT GO SALES CORCIO DE COSTICOS EPP SALA LIMPA SERVICOS E CORCIO S A SALAO DE CABELEIREIRO STYLLUS DO FIO SALLESSI INDUSTRIA E CORCIO DE PLASTICO SALSAN INCORPORACOES IMOBILIARIOS SANDALUZ CORCIO DE CALCADOS SANTA BARBARA AUTO PECAS SANTBRASIL IMPORT SANTUR SERVICOS DE TRANSPORTE SAO JOAO DA CRUZ MINIRCADO SAPUPEMA PARTICIPACOES S/A SARDOU & BARBOZA CONFECCAO CORCIO E REPRESENTACOES DE PECAS INTIMAS ARTIGOS DO VESTUARIO E EMBALAGENS SBM DO BRASIL SC PROMOTORA DE VENDAS SD LAR DE SONHO SEAGULL TECNOLOGIA SEBASTIAO HONORIO MOREIRA CORCIO DE TECIDOS SECADORES CONTINENTAL SEGURA GARANTIA DE CREDITOS SEGUREMAR CORRETAGEM DE SEGUROS SELECT CORCIO E REPRESENTACOES SENHORINHA SARAIVA DA SILVA RCEARIA SERGIO VIEIRA DA SILVA SERVICO DE PAGANTO DIGITAL S/A SFR SOFTWARE E ANALISE DE SISTEMAS SGX VIGILANCIA E SEGURANCA SHIRLEI D S ALVES CORCIO SHOW BIJU DE CAMPO GRANDE SIAO MUSICAL SILVA E ABREU CORCIO E SERVICOS DE VEICULOS SILVIA HELENA SOUZA DA COSTA SINERGIA CONSULTORIA E TREINANTO EMPRESARIAL SL CURSO PREPARATORIO PARA CONCURSOS PUBLICOS SMP CORCIO E INDUSTRIA DE CARNE SOARES COSTA 444 CORCIO DE ROUPAS SOBREIRA E FILHO MATERIAL DE CONSTRUCAO SOFE CORCIO DE ALINTOS EPP SOFT HOUSE FILTER SOLAR DO CONDE EMPREENDINTOS IMOBILIARIOS SOLID VIAGENS E TURISMO SONIA MARIA GRANJA MAUES SONO SHOW MOVEIS DE CAXIAS SOUTHSEA NAVEGACAO E ASSESSORIA SOUZA CRUZ S/A SOUZA CRUZ S/A SOUZA CRUZ S/A SOUZA E ANGELO RACOES SPORT EXTRA TI ARICA DO SUL DIREITOS E PRODUCOES STAR GAS DISTRIBUIDORA STUDIO FOTOGRAFICO E CORCIO NOVA PAPEL STX BRASIL MARITIMA SUPER FORTE CORCIO DE PRODUTOS DE HIGIENE PESSOAL SUPERRCADO JUBILEU SUPERMIX CONCRETO S/A T B DOS LAGOS MATERIAIS DE CONSTRUCAO T M GUIMARAES CORCIO E REFORMA DE PALLETS T TEIXEIRA CARDOSO TAIZA CARDOSO MACHADO SERVICOS EMPRESARIAIS TALITA CALDEIRA MONTEIRO TAM SERVICOS GERAIS TANIS INFORMATICA TARIETA CONSTRUCOES Terça-feira, 30 de agosto de TATHIANA GOS DE FREITAS CONDICIONANTO FISICO TCS TERMINAL DE CONTEINERES SEPETIBA TCS TERMINAL DE CONTEINERES SEPETIBA TCS TERMINAL DE CONTEINERES SEPETIBA TCS TERMINAL DE CONTEINERES SEPETIBA TEC LAGOS DE CABO FRIO INFORMATICA TEC PAL MANUTENCAO DE EQUIPANTOS ELETRONICO TECMAN MANUTENCOES TERLETRICA TERMOPOWER VI S A TERMINAL RIO S/A TERRAVITTA PRODUTOS NATURAIS TEXVAL EPP TH PROJECT FOTOGRAFIA THABATA DINATO MAGALHAES DE AMORIM THE TRAVEL SHOP TURISMO E VIAGENS TINTURARIA ESTRELA DE OLARIA TMD LANCHES TONI E BAHIA CONSTRUCOES E REFORMAS TR PRESENTES E PAPELARIA PERSONALIZADA TRADSUL CONSULTORIA TECNICA EMPRSARIAL E SERVICOS ASSOCIADOS TRANS LOGISTIC EPP TRANSBONNA TRANSPORTE RODOVIARIO DE CARGA TRANSCOFIX TRANSPORTES E LOGISTICA TRANSENERGIA SAO PAULO S A TRANSOCEAN BRASIL TRANSPORTES EM TAXIS RADAR TRANSPORTES ESTRELA DO SUL EPP TRANSRIO CORRETORA DE SEGUROS TRAXTERRA SERVICOS E EQUIPANTOS TRENAMAR CORCIO DE MATERIAIS DE CONSTRUCAO TRINDADE RAMOS IND. COM. SERVICOS EMPRESARIAIS TSA 1000 ADMINISTRACAO E PARTICIPACOES S/A TUPI NORDESTE OPERACOES MARITIMAS TV CORCOVADO S/A TWR TRANSPORTES E LOCACAO UGG S BAZAR UNA CORCIO DE ROUPAS E ARTESANATOS UNIBANCO UNIAO DE BANCOS BRASILEIROS S/A UNID CABO FRIO COOPERATIVA DE TRABALHO DICO V C DE OLIVEIRA LANCHONETE PIZZARIA E RESTAURANTE V M CONSTRUTORA PINTEL PY V M FALTZ V M FALTZ V S M LEONARDO V S T FIGUEIREDO CONSULTORIA VAN DUTCH EMPREENDINTOS E LOCACAO DE ESPACO VANESSA SANTANA LUGAO DAS RCES VARCO INTERNATIONAL DO BRASIL EQUIPANTOS E SERVICOS VETERINARIA NOBREGA VIACAO SALUTARIS E TURISMO S/A VIGGA SOLUCOES EM OBRAS EMPREITEIRA VILAREJO CORCIO DE UTILIDADES DOSTICAS VILLARDI E FALCAO REFORMAS E CONSTRUCOES VINICIUS ROBERTO DE ALIDA CORCIO DE VEICULOS VITAECAR SERVICOS VIVA MOTORS CORCIO DE VEICULOS VIVIAN HAIR CORCIO DE CABELO HUMANO VIVIANE TATAGIBA BORGES VS RECUPERADORA DE VEICULOS VTCC DA SORTE LOTERIA WAGNER FERNANDO MORAES WALBURGO ARMARINHO WANDERLEY WILLEM DA SILVA WATER PLACE RIO CORCIO DE BEBIDAS WEATHERFORD INDUSTRIA E CORCIO WEATHERFORD UNIDADES DE BOMBEIO WEST SERVICOS TECNICOS DO BRASIL WHITE MARTINS GASES INDUSTRIAIS WS REAL PRINT CORCIO E SERVICOS XUMAPER PEDRAS DECORATIVAS ZEMAX LOG SOLUCOES MARITIMAS ZIC Documentos Indeferidos PROC. EMPRESA DIAMIX CORCIO E REPRESENTACOES EPP GILMAR RAMALHO DOS SANTOS NEO NETWORK SERVICOS DIGITAIS ROBSON DE ANDRADE NUNES XAMBRE ELETRICIDADE DOCUNTOS EM EXIGÊNCIA

6 ECONOMIA 6 Terça-feira, 30 de agosto de 2011 Ibovespa termina pregão com ganho de 2,83%, aos ,73 pontos Claudia Violante, Silvana Rocha e Márcio Rodrigues O clima positivo no exterior, com alguns indicadores favoráveis nos Estados Unidos, e o anúncio feito pelo ministro Guido Mantega de um esforço fiscal extra de R$ 10 bilhões na meta de superávit do governo central levaram a Bovespa a exibir alta firme ontem. O índice retomou os 54 mil pontos e chegou a flertar com os 55 mil durante a sessão. O Ibovespa terminou o pregão com ganho de 2,83%, aos ,73 pontos. Na mínima, registrou pontos (+0,01%) e, na máxima, os pontos (+3,14%). A alta de ontem reduziu as perdas acumuladas no mês - que já chegaram a 17,26% no dia 8 - a 6,74%. No ano, o Ibovespa cai 20,84%. O giro financeiro totalizou R$ 5,42 bilhões. EUA - Nos EUA, os investidores já estavam de bom humor com o discurso de Ben Bernanke na sexta-feira, em Jackson Hole. Embora ele não tenha anunciado nenhuma medida de estímulo econômico, ele não fechou a porta e sinalizou que isso pode acontecer no encontro do Fomc em setembro. Além disso, alguns dados ajudaram: os gastos dos consumidores subiram 0,8% em julho, no maior avanço em cinco meses e acima da previsão de +0,5%, enquanto a renda pessoal subiu 0,3%, praticamente em linha com a previsão de 0,4%. Do lado da inflação, o núcleo do índice PCE avançou 0,2%, conforme estimativas e bem abaixo da alta de 1,4% de junho. Do lado da atividade, o índice do meio-oeste teve alta de 0,5% ante junho. O Dow Jones terminou o pregão em alta de 2,26%, aos ,25 pontos, o S&P avançou 2,83%, aos 1.210,08 pontos, e o Nasdaq terminou com variação positiva de 3,32%, aos 2.562,11 pontos. As bolsas europeias também terminaram com ganhos superiores a 2%. No Brasil, o anúncio de que a meta de superávit primário do Governo Central em 2011 terá um esforço adicional de R$ 10 bilhões, para R$ 91 bilhões, fez com que crescessem as apostas de corte da Selic já no encontro do Copom desta semana. Esse movimento incentivou os papéis voltados ao mercado doméstico, como consumo e construção civil. PDG ON liderou as altas do Ibovespa, com +7,92%, seguida por B2W ON, +7,90%, Cyrela ON, +7,23%, Bisa ON, +7,21%, MRV ON, +6,99%, e Lojas Americanas PN, + 6,31%. As altas, no entanto, foram generalizadas - só dois papéis do índice recuaram: Natura ON (-3,87%) e Usiminas PNA (-1,88%). Outras altas: Petrobras ON, +3,62%, PN, +2,96%, Vale ON, +2,55%, PNA, +1,92%. Na Nymex, o contrato do petróleo para outubro subiu 2,22%, a US$ 87,27 o barril. Câmbio - Diante do recuo do dólar o Banco Central realizou à tarde o habitual leilão diário de compra de moeda à vista, no qual fixou a taxa de corte em R$ 1,5924. No encerramento dos negócios à vista, o dólar estava nas mínimas do dia, cotado a R$ 1,5920, em baixa de 0,81% no balcão, e valia R$ 1,5918, com perda de 0,68% na BM&F. O giro financeiro total registrado até 16h22 na clearing de câmbio somava US$ 2,377 bilhões, sendo US$ 1,857 bilhão em D+2. No mercado futuro, no mesmo horário acima, o dólar setembro de 2011 recuava 0,69%, para R$ 1,5930, com um volume financeiro de US$ 9,597 bilhões - 41% inferior ao registrado na sexta-feira. No total, As vendas reais nos supermercados cresceram 4,75% em julho último na comparação com julho do ano passado, segundo divulgou ontem a Associação Brasileira de Supermercados (Abras). Em relação a junho deste ano, o faturamento dos supermercados avançou 6,24%. Nos primeiros sete meses de 2011, as vendas subiram 4,32% em relação ao igual período de Os números estão deflacionados pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). Segundo a Abras, o crescimento das vendas em julho ante o mês anterior, de 6,24%, é atribuído ao calendário que contou com 31 dias e cinco finais de semana. O valor da cesta AbrasMercado, formada por 35 produtos considerados de largo consumo, como alimentos, limpeza e beleza, medido pela GfK, apresentou queda de 1,09% nos preços em julho ante junho, para R$ 295,98. Já na comparação com julho de 2010, o valor da cesta subiu 8,95%. Os produtos com maiores quedas em julho frente a junho foram tomate (-17,75%), batata (-11,40%) e desinfetante (-2,97%). As maiores altas no período ficaram com sabonete (+3,57%), margarina cremosa (+3,26%) e feijão (+2,73%). No acumulado do ano, a cesta AbrasMercado acumula queda de 3,61%. A Associação Brasileira de Supermercados (Abras) reafirmou ontem a expectativa de alta de 4% para as vendas reais este ano em comparação a Segundo o presidente da Abras, Sussumu Honda, a diminuição do ritmo de crescimento da geração de emprego, em conjunto com uma maior precaução dos consumidores diante do atual cenário econômico, além das medidas do governo para reduzir a demanda, deve manter as vendas estáveis em relação ao desempenho observado no acumulado de janeiro a junho deste ano, quando foi observado crescimento na faixa de 4,3%. A pressão em termos de demanda tem diminuído. Isso se comprova pelo menor ritmo do volume das vendas, que não cresce como no ano passado, disse. O volume de itens comercializados nos supermercados avançou 3,4% nos seis primeiros meses deste ano, mas continua dando sinais de arrefecimento, destacou Honda. Em igual mesmo período do ano passado, as vendas subiram 6,5%. Em relação aos preços praticados nos supermercados, o executivo avalia que as pressões de alta observadas no final de 2010 não devem se repetir este ano. Ele cita como exemplo o comportamento da carne, que puxou os preços no final do ano passado, mas em 2011 se mantém estável. As barreiras às importações de carnes de aves e suínos brasileiras por parte de alguns países também devem ajudar na maior oferta da proteína no mercado interno. No acumulado de janeiro a julho, os preços nos supermercados, medido pela GfK a pedido da Abras, recuou 3,61%. Mas em doze meses encerrados em julho, avança 8,94%. Por regiões do País, todas registraram queda nos preços em julho ante junho: Centro-Oeste (-1,8%), Sul (-1,54%), Nordeste (-1,25%), Sudeste (-0,74%) e Norte (-0,27%). Segundo Honda, o ingresso de grandes redes varejistas em novas regiões do País, sobretudo o atacarejo, mistura de atacado com varejo, contribuiu para o recuo dos preços praticados. Honda minimizou os possíveis impactos da piora do cenário externo sobre as vendas do setor no Brasil. O mercado interno ainda será a força indutora das vendas, disse. O Fundo Monetário Internacional (FMI) cortou sua projeção de crescimento econômico para os Estados Unidos e os 17 países da zona do euro para 2011 e 2012, e afirmou que os bancos centrais deveriam se preparar para um afrouxamento na política monetária, informou a agência Ansa, da Itália, ontem, ao citar um comunicado que obteve com exclusividade do FMI. A instituição internacional reduziu sua projeção de crescimento para o Produto Interno Bruto (PIB) dos Estados Unidos de 2,5% para 1,6% em 2011 e também rebaixou a projeção de crescimento de 2,7% para 2% em As projeções anteriores haviam sido feitas em junho. Já para a zona do euro, o FMI cortou a projeção de expansão econômica de 2% para 1,9% em 2011 e de 1,7% para 1,4% em 2012, de acordo com o relatório. Parlamento - O comissário europeu para assuntos econômicos e monetários do Parlamento Europeu, Olli Rehn, também disse que a economia europeia deve desacelerar ainda mais e existem receios legítimos de que a turbulência nos mercados financeiros vai prejudicar a recuperação da região. quatro vencimentos de dólar foram transacionados, com um giro de US$ 9,939 bilhões. Em Nova York, às 16h36, o euro subia a US$ 1,4513, de US$ 1,4498 no fim da tarde de sextafeira, e avançava a 1,1845 franco suíço, de 1,1682 franco suíço anteriormente. O dólar avançava a 76,83 ienes, de 76,74 ienes na sexta-feira, e subia a 0,8164 franco suíço, de 0,8057 franco suíço. Juros - Ao término da negociação normal na BM&F, o DI outubro de 2011 ( contratos), o mais sensível à decisão do Copom de amanhã, projetava taxa de 12,255%, após ter derretido para 12,23% mais cedo, de 12,28% no ajuste. O DI janeiro de 2012 ( contratos) projetava 11,92%, da mínima de 11,91% e de um ajuste a 11,98% na sexta-feira. O DI janeiro de 2013 ( contratos) marcava 11,11%, após ter ido a 11% mais cedo, de 11,19% no ajuste. Entre os longos, o DI janeiro de 2017 ( contratos) sinalizava 11,17%, de uma mínima a 11,03% e ante 11,45% no ajuste. O DI janeiro de 2021, com giro de contratos, cedeu a 11% mais cedo, mas terminou em 11,12%, de 11,43% no ajuste. AUSTERIDADE Os membros da coalizão governista de centro-direita da Itália chegaram a um acordo, ontem, sobre mudanças no pacote de austeridade de 45,5 bilhões de euros destinado a equilibrar o Orçamento do país até Com o acordo, o governo italiano recuou em uma proposta anterior de um imposto de solidariedade sobre rendas mais elevadas e reduziu cortes planejados para o financiamento de governos locais. As informações são da agência Dow Jones. Em um comunicado divulgado após uma reunião de sete horas das lideranças da coalizão encabeçada pelo primeiro-ministro Silvio Berlusconi, a administração afirmou que também propôs mudanças constitucionais para cortar pela metade o número de membros do Parlamento e abolir governos provinciais, a fim de cortar o gasto público. Solidariedade - De acordo com as emendas propostas de um decreto aprovado em meados de agosto, o imposto de solidariedade será substituído por novas medidas fiscais, que combaterão a evasão fiscal e reduzirão as vantagens fiscais para as cooperativas. Pela proposta anterior, haveria um imposto de 5% sobre as rendas de mais de 90 mil euros ao ano, e de 10% nas rendas de mais de 150 mil euros anuais. A coalizão de Berlusconi também proporá um aumento nos impostos para os próprio membros do Parlamento. Em comunicado, o governo enfatizou que as mudanças não alterarão as economias totais de 45,5 bilhões de euros. As medidas mais recentes ainda precisam de uma aprovação final no Parlamento. A Itália tem um dos maiores níveis de endividamento do mundo e está com uma baixa taxa de crescimento. Pressionado por investidores e pelo Banco Central Europeu (BCE), o governo de Berlusconi anunciou este mês que pretende restaurar o equilíbrio orçamentário até 2013, e não em 2014 como anteriormente planejado. Gustavo Porto Mesmo após um leve crescimento nos últimos dois anos, o consumo mundial de suco de laranja acumula queda de 5,3% entre 2003 e 2010, de acordo com o estudo da consultoria Markestrat, a partir de dados da Tetra Pak e da Euromonitor, divulgado ontem pela Associação Nacional dos Exportadores de Sucos Cítricos (CitrusBR). O volume mundial consumido de suco concentrado e congelado saiu de 2,415 milhões de toneladas, em 2003, para 2,288 milhões de toneladas, em 2010, redução de 127 mil toneladas. A queda acumulada se concentrou, principalmente, entre 2007 (2,2%) e 2008 (2,8%), período marcado pela alta nos preços da commodity e o início da crise mundial. No entanto, em 2009 e 2010 a demanda pela bebida saltou, respectivamente, 1,4% e 0,6% em comparação com o ano anterior. Segundo a CitrusBR, que representa as companhias brasileiras produtoras e exportadoras, a queda na demanda total pelo suco de laranja no período de oito anos avaliado pela pesquisa ocorreu pelo aumento da concorrência com outras bebidas, como águas, energéticos e isotônicos. O estudo observou os 40 principais países compradores da bebida. O prejuízo com a redução no consumo no período chega a US$ 254 milhões, se considerados os preços atuais da bebida. É um momento para o setor se reinventar. Precisamos entender as mudanças no mercado para implantar ações e continuarmos competitivos, informou o presidente da CitrusBR, Christian Lohbauer. A pesquisa aponta que a queda no consumo ocorreu principalmente em países industrializados e entre os principais compradores de suco. Apesar da alta na demanda mundial entre 2009 e 2010, nos Estados Unidos, principal comprador de suco, o consumo caiu 5%, o que representa 42 mil toneladas. O volume equivale a todo o suco industrializado consumido no Brasil no ano passado. No entanto, apesar da queda acentuada nos principais mercados, houve crescimento na demanda em países emergentes como Brasil, Rússia, Índia, China e México. Nesses mercados, houve um aumento de 41% no consumo da bebida entre 2003 e 2010, ou 78 mil toneladas de suco de laranja. Mas, nos outros 35 principais países avaliados, a queda acumulada de 9,2% na demanda no período representa 204 mil toneladas. O crescimento no consumo nos países emergentes é um movimento lento, que vai levar um bom tempo para se consolidar, exige altos investimentos e mudanças nos hábitos de consumo, comenta Lohabauer. O Brasil é o maior produtor e exportador mundial de suco de laranja, com uma receita anual de US$ 2 bilhões com as vendas externas da bebida. A OGX Petróleo e Gás informou que concluiu teste de formação na seção santoniana do poço OGX-47, chamado de Maceió, localizado em águas rasas da Bacia de Santos. A OGX detém 100% de participação no bloco. De acordo com a empresa, este é o primeiro de uma série de testes e representa a evolução da companhia para aprimorar o entendimento da bacia e iniciar o desenvolvimento dessa área. Dando sequência à descoberta anunciada em 1º de julho, foi realizado um teste de formação em poço vertical. Foi confirmada, além da presença de gás, a existência de condensado de aproximadamente 50º API que deve ser responsável por cerca de 20% do volume de hidrocarbonetos dessa estrutura, disse a empresa. Produção - Os resultados desse teste, com três intervalos produtores, apontam para um potencial produtivo de 1 milhão de metros cúbicos por dia em poço vertical, podendo atingir até 2,5 milhões de metros cúbicos por dia em poço horizontal, ambos em abertura plena. As informações trazidas por esse teste são de extrema importância para a companhia, pois em conjunto com as acumulações de Natal (OGX- 11), que será o próximo poço a ser testado após o término desse trabalho, e Aracaju (OGX-19), que será testado em um plano de avaliação de descoberta, indicam a existência de mais um importante polo de gás e condensado no País, informou a empresa. O poço OGX-47, localizado no bloco BM-S-59, situa-se a 110 quilômetros da costa do Estado do Rio de Janeiro, em lâmina d água de aproximadamente 185 metros. A sonda Ocean Quest iniciou as atividades de perfuração no dia 24 de maio de Segundo a pesquisa, a queda na demanda entre 2003 e 2010 ocorreu por causa da maior concorrência de bebidas como águas, energéticos e isotônicos O volume de vendas da Petrobras Distribuidora no primeiro semestre deste ano cresceu 8,1% em relação ao igual período do ano passado. Foram vendidos 23,511 bilhões de litros, o que representa 3,9 bilhões de litros por mês e R$ 1,024 bilhão a mais do total das vendas no primeiro semestre de O resultado do primeiro semestre de 2011 gerou um aumento da receita operacional líquida da BR de 13,6% em relação ao mesmo período de De janeiro a junho, a companhia distribuidora faturou R$ 33,761 bilhões, com um lucro bruto de R$ 2,471 bilhões e líquido de R$ 652 milhões. Os investimentos acumulados no semestre somaram R$ 466 milhões; no mesmo período de 2010, o volume foi de R$ 258 milhões.

7 ANJ Dilma Rousseff Conversa com a Presidenta Kátia Cilene de Albuquerque, 52 anos, dona de casa de Petrópolis (RJ) Presidenta Dilma Sim, a Lei Maria da Penha tem cumprido o seu papel de prevenir a violência doméstica, punir os agressores e mudar o comportamento da sociedade frente ao problema. É crescente o número de mulheres que se valem da Lei para garantir seu direito à integridade física, sexual, psíquica e moral. Os números são expressivos. De setembro de 2006, quando a Lei entrou em vigor, até março deste ano, 332 mil processos foram abertos, houve 110 mil agressores sentenciados, foram realizadas prisões preventivas e prisões em flagrante. Os juízes expediram também medidas de proteção. A Lei encorajou a denúncia, garantindo a integridade física e a vida de milhares de mulheres. O Ligue 180, da Secretaria de Políticas para as Mulheres, da Presidência, já recebeu, desde a sua criação, em 2006, quase 2 milhões de ligações. Deste total, 435 mil tinham relação com a Lei Maria da Penha. Mesmo assim, é preciso um esforço para estender o alcance da lei, que ainda não chega a todas as brasileiras. Por isso, Kátia, estamos ampliando e aperfeiçoando a rede de atendimento e fortalecendo o Pacto Nacional de Enfrentamento da Violência Contra as Mulheres, que agora conta com a participação de todos os estados. Brenda Alves Sousa, 15 anos, estudante de Fortaleza (CE) O - Presidenta Dilma Brenda, estamos monitorando a execução das obras, para que façamos a melhor Copa de todos os tempos. A reforma e a construção de estádios estão em ritmo adequado. Das 12 arenas que receberão os jogos, dez estão em obras, sendo que a conclusão de nove delas está prevista para dezembro de 2012, bem antes do início da Copa. Os obstáculos à construção do Itaquerão, em São Paulo, já foram superados e estão sendo criadas as condições para o início das obras na Arena das Dunas, em Natal. Em seis aeroportos das cidades-sedes, as obras já começaram e, em cinco outros, a licitação já está em andamento. Quatro aeroportos serão concedidos à iniciativa privada: Brasília, Guarulhos, Viracopos e Natal. O leilão de concessão do aeroporto de Natal foi realizado com sucesso. Ainda este ano, vamos começar as obras nos portos, que deverão ser concluídas até Outro grande avanço foi a aprovação, pelo Congresso, do Regime Diferenciado de Contratações (RDC), que simplifica as licitações sem abrandar o controle e a fiscalização. Criamos ainda a Secretaria Extraordinária de Segurança para Grandes Eventos, no âmbito do Ministério da Justiça, com a missão de coordenar e integrar todas as forças de segurança. O governo federal, em parceria com governos estaduais e municipais (das cidades-sedes) trabalha, portanto, para o cumprimento de todos os compromissos assumidos. Surian Fernanda de Almeida, 16 anos, estudante de Ponta Grossa (PR) - Presidenta Dilma A taxa de desemprego nas regiões metropolitanas foi de 6% em julho, o menor patamar para o mês, desde Mesmo assim, Surian, não estamos acomodados. Lançamos recentemente o Plano Brasil Maior, para fortalecer a indústria, aumentando sua competitividade, o que deve resultar na criação de mais postos de trabalho. Também anunciamos novas regras para as micro e pequenas empresas, para incentivar um setor que é grande gerador de empregos. As mudanças incluem a renúncia fiscal de R$ 4,8 bilhões apenas em tributos federais. Para estimular os empreendedores informais e individuais e as microempresas, gerando mais renda e mais oportunidades de trabalho, ampliamos o programa de microcrédito, que agora se chama Crescer Programa Nacional de Microcrédito. A principal mudança é a redução da taxa de juros, que vai cair de até 60% ao ano para 8% ao ano. Para a capacitação de jovens e trabalhadores, vamos construir 208 escolas técnicas, 4 universidades e abrir 47 campi universitários. Com o Pronatec, vamos oferecer vagas no ensino técnico e em cursos de qualificação para 8 milhões de jovens e trabalhadores brasileiros até E com o Ciência sem Fronteiras vamos fornecer bolsas para 75 mil jovens estudarem nas melhores universidades do mundo. Tudo isso, Surian, vai ajudar a criar ainda mais empregos e garantir que as pessoas estejam capacitadas para ocupar as vagas. Jornais festejam circulação em alta Em um momento positivo, em que veem a circulação crescer, os jornais brasileiros encaram o desafio de conseguir rentabilidade nos conteúdos digitais nos próximos cinco anos. Os caminhos para se chegar a isso foram discutidos ontem pelos executivos dos principais jornais do País, durante o VIII Seminário Nacional de Circulação da Associação Nacional de Jornais (ANJ), em São Paulo. Diante do crescimento da classe C, do envelhecimento da população e do aumento do número de pessoas com acesso a computador, o diretor-presidente do Grupo Estado, Silvio Genesini, vê boas perspectivas para o mercado. É importante reforçar a circulação tanto do jornal impresso como do digital. De acordo com o executivo, a receita publicitária é instável. Por isso, é preciso rentabilizar os meios digitais. O modelo para os próximos cinco anos tem de focar nas pessoas que paguem pelo conteúdo. Ele reforçou a sua argumentação com dados do New York Times, que hoje tem 40% da receita proveniente da circulação, 39% de publicidade do jornal impresso, 14% digital e 7% de outros. Em 2005, a publicidade offline respondia por 61% e a digital 5%. PAÍSTerça-feira, 30 de agosto de CONSELHO POLÍTICO Aprovação da Emenda 29 depende de novo tributo Dilma pede que sejam barradas, no Congresso, propostas para aumentar despesas Vera Rosa Dilma Rousseff durante reunião do Conselho Político Ed Ferreira / AE Em reunião convocada para anunciar novo ajuste fiscal e mais controle de gastos, a presidente Dilma Rousseff pediu ontem ao Conselho Político do governo que barre, no Congresso, propostas com potencial para aumentar despesas. Dilma disse com todas as letras que a Emenda 29, conhecida por fixar porcentuais mínimos para União, estados e municípios investirem em saúde, só pode ser aprovada quando houver uma fonte de receita. Embora Dilma não tenha falado em ressuscitar o imposto da saúde, nos moldes da Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF), todos os participantes da reunião entenderam que recursos para o setor só serão possíveis com um novo tributo. Diante de presidentes e líderes dos 15 partidos com assento no Conselho Político, Dilma afirmou que a Emenda 29, do jeito que está, não tem como sair do papel e ser regulamentada. Esse é um problema que precisa ser equacionado e teremos essa discussão no Congresso. Sem fonte de financiamento, a Emenda 29 não resolve o problema da saúde, admitiu o líder do governo na Câmara, Cândido Vaccarezza (PT-SP). A presidente disse que quer fazer o enfrentamento sobre essa questão no momento certo, a partir de outubro, emendou o líder do PDT na Câmara, Giovanni Queiroz (PA). O Planalto quer abrir diálogo com governadores e prefeitos sobre a Emenda 29 e vai contar com a ajuda do presidente da Câmara, Marco Maia (PT-RS) nessa tarefa. O governo avalia que todas as medidas tomadas até agora criam um clima favorável para a redução das taxas de juros e conclamou a base aliada a impedir os sinais trocados. Empenhada em evitar a aprovação de projetos que elevam os gastos, Dilma também escalou os ministros Guido Mantega (Fazenda), Ideli Salvatti (Relações Institucionais) e Gleisi Hoffmann (Casa Civil) para municiar deputados e senadores com informações. Além da Emenda 29, o governo está preocupado com a Proposta de Emenda Constitucional 300 (PEC 300), que tramita na Câmara e cria um piso nacional de salários para policiais e bombeiros. No diagnóstico de Mantega, reajustes e criação de pisos salariais para categorias, nesse momento, provocariam efeito cascata, inviabilizando o equilíbrio das contas públicas. Na reunião de ontem do Conselho Político, os senadores Humberto Costa (PT-PE), Antonio Carlos Valadares (PSB-SE) e o deputado Vitor Paulo (PRB-SE) argumentaram que o Congresso pode resistir aos apelos do Planalto, já que os projetos em questão têm amplo apoio popular. Foi então que o vice-presidente Michel Temer (PMDB) saiu em socorro de Dilma. Compreendo as dificuldades dos líderes em convencer suas bases, por causa das pressões, mas o momento é de termos compreensão, disse Temer, segundo relatos de integrantes do Conselho Político. Para descontrair o ambiente, ele fez até uma piada. Ao lembrar referência feita por Dilma de que era necessário um emendão para solucionar o problema da saúde, Temer foi mais longe. Emenda 29 não dá. Precisamos é de uma emenda 58, brincou ele, dobrando o número 29. Líderes da base discutem saída para a saúde Denise Madueño NSALÃO Jaqueline deve se livrar da cassação Nem a representação da Procuradoria Geral da República (PGR), que na semana passada denunciou a deputada Jaqueline Roriz (PMN- DF) ao Supremo Tribunal Federal (STF) por peculato, deve comover os deputados. Nos bastidores, a previsão de líderes governistas e de oposição é a de que Jaqueline se livra, no plenário da Câmara, do pedido de cassação aprovado dois meses atrás pelo Conselho de Ética e Decoro Parlamentar. O papel do Parlamento não é jogar sujeira para debaixo do tapete; é defender a sociedade e o contribuinte, criticou o deputado José Antônio Reguffe (PDT-DF) diante da previsão geral de absolvição. Como o processo movido contra a deputada por quebra de decoro é o primeiro item da Ordem do Dia e será definido em votação secreta, Reguffe adverte que o voto secreto tem funcionado como o principal insumo da indústria da impunidade no Congresso. O governo quer uma fonte de financiamento para a Saúde ao mesmo tempo em que tenta adiar a votação na Câmara da proposta que define os gastos destinados pela União, pelos estados e pelos municípios para o setor - conhecida no parlamento de emenda 29. A votação da emenda 29 foi marcada para o dia 28 de setembro pelo presidente da Câmara, Marco Maia (PT-RS), em acordo com os líderes partidários, sem o apoio do governo. Os líderes da base vão discutir uma saída para a emenda 29 durante almoço, hoje, já diante desse apelo da presidente Dilma Rousseff de não aprovar projetos que signifiquem mais gastos para o governo. Há uma crescente pressão dos deputados para a votação do projeto no dia marcado por Marco Maia. Temos um mês para termos a capacidade de encontrar uma alternativa, disse o líder do PMDB, Henrique Eduardo Alves (RN). Ele assumiu com sua bancada o compromisso de votar a emenda 29 no dia marcado por Maia. Essa é uma bandeira do PMDB, disse. Na busca de uma alternativa, o líder peemedebista propõe uma solução compartilhada. Ele pretende envolver na discussão os governadores, os senadores e os ministros Alexandre Padilha (Saúde) e Guido Mantega (Fazenda). Vamos compartilhar os resultados e levar uma resposta responsável. A presidente será tranquilizada de que não será cobrada pelo que não pode dar, ressaltou o Henrique Alves. Para votar emenda 29, tem de encontrar alternativa. A presidente colocou a situação clara. Temos reserva, mas essa reserva, agora, é que segura a economia do Brasil. Se acabar, teremos um problemaço aí, afirmou o líder do PTB, Jovair Arantes (GO). Ele disse ter certeza de que a base vai colaborar com a presidente. Temos de achar um ponto de equilíbrio, afirmou. Traduzindo em miúdos, não se pode aumentar despesa. Se quiser colaborar com o governo, tem de segurar (votação de projetos que aumentam gastos), disse Arantes. Temos de buscar alternativas, concordou o líder do PP, deputado Aguinaldo Ribeiro (PB). Em um momento como este, diante da crise econômica que o mundo está vivendo, temos de ter responsabilidade com o País, disse. Nós temos de concentrar esforços e apontar uma fonte de recursos, afirmou o líder. DIREITOS HUMANOS Ministra defende criação de comissão Gustavo Uribe C U R T A A ministra da Secretaria Especial de Direitos Humanos, Maria do Rosário, defendeu ontem que o projeto de lei que cria a Comissão da Verdade seja votado pela Câmara ainda este ano. Ela vê dificuldades da proposta ser apreciada em 2012, ano de eleições municipais. A ministra considerou que a saída de Nelson Jobim do comando do Ministério da Defesa não atrapalha as negociações em torno da iniciativa. Ela ressaltou que tem se empenhado pela aprovação da proposta que visa esclarecer casos de violação de direitos humanos durante a ditadura militar. Eu peço que a gente tenha a aprovação neste ano, porque 2012 é ano eleitoral e tudo fica mais difícil, afirmou após participar de audiência pública da Comissão de Defesa dos Direitos da Pessoa Site divulga lista de servidores que recebiam supersalários em 2009 O site Congresso em Foco divulgou ontem a relação dos 464 servidores do Senado que, em 2009, recebiam salários acima do teto constitucional, que é a remuneração dos ministro do Supremo Tribunal Federal (STF). Na lista do TCU, publicada pelo Congresso em Foco, há 464 funcionários ganhando salários acima de R$ 25,7 mil, teto na época. Estão na relação, por exemplo, a atual diretora-geral do Senado, Doriz Peixoto, com salário de R$ ,65 na época, e o ex-diretor-geral Haroldo Feitosa Tajra, com R$ ,62. Também é mencionado o diretor da Polícia Legislativa, Pedro Ricardo Araújo Carvalho, que recebia um salário R$ ,74 há dois anos. Maria do Rosário diz que saída de Nelson Jobim não atrapalha as negociações e que votação deve ser ainda este ano Humana, na Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp). O projeto de lei que cria a Comissão foi enviado ao Congresso em maio de 2010 pelo então presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Em discurso a deputados estaduais e entidades sociais, a ministra defendeu que os governos municipal, estadual e federal trabalhem juntos em uma política pública de atendimento às crianças. Cobrou do governo de São Paulo a criação de uma Comissão Estadual de Combate ao Trabalho Escravo. Segundo ela, 15 Estados já possuem o órgão de direitos humanos, que contribui com a fiscalização de práticas análogas à escravidão. Rosário também criticou a presença, no site da Rondas Ostensivas Tobias Aguiar (Rota), de uma menção que sinaliza apoio ao golpe militar de Eu considero que todos os Estados da Federação devem fazer o seu esforço pelo direito à verdade, à memória e à democracia. E na página oficial de um governo estadual, num período democrático, onde se faz homenagem à deposição de um presidente eu me senti aviltada de fato por isso, criticou. Tenho certeza de que o governador Geraldo Alckmin tomará providências diante de tal fato, cobrou, salientando que não se pode comemorar num regime democrático a violação do Estado de Direito. JUÍZO DE DIREITO DA 01ª VARA CÍVEL REGIONAL DE JACAREPAGUÁ - RJ EDITAL DE 1ª, 2ª PRAÇA E INTIMAÇÃO, com prazo de 05 dias, extraído dos autos da ação proposta por CONDOMÍNIO DO EDIFÍCIO GRAMADO em face de ELAINE CRISTINA COUTINHO MADE e ANSELMO MIRANDA ( ): O Dr. OSCAR LATTUCA, Juiz de Direito, FAZ SABER aos DEVEDORES, de que no dia 06/09/11, às 16h, no Átrio do Fórum de Jacarepaguá, na Rua Prof. Francisca Piragibe, nº. 80, Taquara/RJ, pelo Leiloeiro Público Rodrigo da Silva Costa, será apregoado e vendido, a quem mais der acima da avaliação, ou no dia 21/09/11, no mesmo horário e local, a quem mais der independente da avaliação, o imóvel: Direito e Ação sobre o Apto 304, bl 03, R. Ituverava, 314, Anil/RJ, avaliado em R$ ,00. Registrado no 9º RI, onde consta: Promessa de Compra e Venda a favor dos Devedores, tendo como Promitente Vendedora Gramado Emp Imob Ltda. Consta ainda Prenotação de Ofício de Penhora da 2ª vc. Há débitos de IPTU no valor de R$ 5.885,01. Arrematação à vista ou em até 15 dias mediante caução, acrescido de 5% de comissão ao Leiloeiro, 0,25% de ISS e custas. RJ, 15/06/2011. Eu, e subscrevo. Dr. Oscar Lattuca Juiz de Direito.

8 8 Terça-feira, 30 de agosto de 2011JUSTIÇA LEVANTANTO Judiciário está mais caro Ações de execução fiscal têm uma taxa de congestionamento de 91% na 1ª instância Da redação, com agências Dados divulgados ontem pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) mostram que o Judiciário brasileiro está mais caro, conta com mais juízes e servidores, mas a eficiência não aumentou. De cada cem processos em tramitação em 2010 apenas 30 foram finalizados ao longo do ano. Todo mundo sabe que esses números não deixam nenhuma dúvida de que há um déficit muito grande em relação às demandas da sociedade e à capacidade do Judiciário de responder. É preciso ir a cada causa em si que tem de ser verificada agora a partir dos números, comentou o presidente do CNJ, Cezar Peluso. Os números, na verdade, são uma coisa preocupante. É com base neles que o Judiciário vai tentar saber o que é que está acontecendo, acrescentou. As cobranças judiciais de dívidas seriam as principais responsáveis por esse quadro. De acordo com o levantamento Justiça em Números, as ações de execução fiscal têm uma taxa de congestionamento de 91% na primeira instância. Dos 83,4 milhões de processos em tramitação na Justiça brasileira em 2010, 27 milhões eram processos de execução fiscal, constituindo aproximadamente 32% do total, informa o estudo. A taxa de congestionamento tenta medir se os novos processos e os antigos são resolvidos ao longo do ano. Peluso disse que parte desses processos de execução discute a cobrança de pequenos valores por entidades e órgãos de classe. Para exemplificar, ele afirmou que uma ação judicial para cobrar R$ 1,5 mil custa em média R$ 4,5 mil para o Judiciário. Essas entidades ocupam o Judiciário com número elevadíssimo de demandas para cobrar as taxas de pagamento desses organismos de valores baixíssimos, disse. Se ao invés de vir diretamente ao Judiciário eles se submetessem a algum mecanismo prévio na área administrativa, dentro de um prazo razoável de tentar resolver isso, aliviaria muito o Poder Judiciário, afirmou. O número de juízes brasileiros teve uma elevação, apesar de ainda não ser considerado o ideal. Em 2010 existiam juízes, o que representou um aumento de 3% em relação ao ano anterior. A média de magistrados por grupo de cem mil habitantes passou de 8,50 em 2009 para 8,70 em Também houve um aumento no quadro de funcionários do Judiciário. Conforme o levantamento, as despesas totais da Justiça Estadual, Federal e do Trabalho atingiram R$ 41 bilhões em 2010, valor equivalente a 1,12% do Produto Interno Bruto (PIB) Nacional, a 2% dos gastos da União e dos Estados e a R$ 212,37 por habitante O montante de gastos totais foi 3,7% superior a Número de magistrados cresceu em 2010 O número de magistrados que atuam nos tribunais da Justiça Estadual, Federal e do Trabalho aumentou 3,2% em Segundo dados do relatório Justiça em Números, divulgados ontem pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) o número passou de magistrados, em 2009, para magistrados e servidores, em Além disso, o gasto com pessoal aumentou 3% de um ano para outro e alcançou R$ 36,8 bilhões. A maior parcela de gastos (R$ 20,6 bilhões) foi da Justiça Estadual por ter um maior porte. As despesas também foram maiores do que em 2009, na Justiça Estadual, Federal e do Trabalho. No ano passado, elas somaram R$ 41 bilhões (3,7% maior do que em 2009). Mais uma vez, a Justiça Estadual foi a que apresentou um maior gasto: R$ 23,32 bilhões. Esse número é 7% maior do que o registrado em 2009 e representou 58% das despesas do Judiciário no ano passado. As receitas alcançaram R$ 17,6 bilhões em Esse valor refere-se a custas, recolhimento de execuções fiscais e previdenciárias entre outras fontes. No ano passado, os três ramos da Justiça analisados receberam 24,2 milhões de processos novos, totalizando 84,3 milhões de processos em O número de juízes ameaçados no Brasil passa de 100 de acordo com a última atualização do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Na lista, há 134 juízes que têm a vida em risco, e os nomes foram encaminhados à Corregedoria Nacional de Justiça. O pedido para a atualização dos dadas foi feito em junho a todos os tribunais estaduais e aos tribunais federais. Até a divulgação dessa lista, na última quinta-feira, faltavam os dados dos estados de Alagoas, do Amazonas, de Minas Gerais, do Paraná, de Mato Grosso e Rondônia. Segundo o CNJ, desde junho, a corregedoria está elaborando um plano para a segurança dos JULGANTO Doroty Stang: defesa Ivan Richard Da Agência Brasil A 2ª Vara do Tribunal do Júri do Pará julga hoje, em Belém, apelação feita pela defesa do fazendeiro Regivaldo Pereira Galvão, conhecido como Taradão, condenado no ano passado a 30 anos de prisão pela morte da missionária norteamericana Dorothy Stang. No pedido, a defesa alega que houve cerceamento da defesa e pede o cancelamento do julgamento. A Congregação das Irmãs de Notre Dame, da qual Dorothy Stang pertencia, divulgou nota ontem contestando o pedido da defesa do fazendeiro. Para as religiosas, não há fato novo que justifique a apelação proposta pela defesa. Apelar é direito do condenado, mas [Regivaldo] não consegue, uma vez mais, apresentar um fato verdadeiro para sustentar sua inocência ou sua distância como comandante do crime, diz trecho da nota. O advogado Jânio Siqueira disse à Agência Brasil que durante o júri houve uma série de nulidades que invalida o julgamento do seu cliente. De acordo com a defesa, uma das falhas foi a má redação de um quesito formulado pelo Conselho de Sentença que teria levado os jurados ao erro. No questionário para os jurados a pergunta foi má redigida, e a nossa tese era de negativa de coautoria, e a pergunta que foi feita, no nosso entendimento, foi má formulada, induzindo os jurados a condenar meu cliente, declarou Siqueira. Segundo ele, a única prova material contra Regivaldo não poderia ter sido usada no julgamento já que o fazendeiro Amair Feijoli da Cunha, conhecido como Tato, voltou atrás e negou a participação do seu cliente no crime. Anteriormente, Tato, condenado a 18 anos de prisão por ter intermediado o assassinato da missionária, disse que Regivaldo era o mandante do crime. O cume do ápice da nossa argumentação é que a única prova material contra o Regivaldo era a delação de outro corréu, o Tato. Ele foi levado como testemunha ao plenário e lá, com todas as letras, negou enfaticamente a acusação feita anteriormente contra o Regivaldo. Apesar disso, os jurado não reconheceram. Entendemos que a decisão foi contra as provas do autos. Na nossa visão, não tem nenhuma outra prova que vincule o Regivaldo ao processo. Dorothy Stang foi morta com seis tiros, aos 73 anos de idade, no dia 12 de fevereiro de 2005, na região rural do município paraense de Anapu. DANOS Banco Itaú: roubo gera A 11ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio condenou o Banco Itaú a pagar R$ , por danos morais e materiais, a um casal de idosos, vítima de roubo dentro da agência de Bonsucesso. Na fila do caixa preferencial, os clientes foram abordados por uma mulher com cerca de 40 anos que, portando uma arma, coagiu Marlene Teixeira Ponso e José Vicente Ponso a sacarem R$ 6 mil. Como eles não possuíam a quantia na conta, a criminosa, passando por nora do casal, procurou a gerência do banco e conseguiu a liberação do dinheiro por meio de crédito especial. O relator do recurso, desembargador Cláudio de Mello Tavares, disse que a agência bancária não promoveu nenhuma atitude prudente para resguardar a segurança dos clientes, sendo o dinheiro liberado mesmo não havendo saldo suficiente na conta corrente das vítimas. O banco tem o dever legal de garantir a segurança de todas as pessoas, clientes ou não que adentram ao seu estabelecimento em horário em que, por profissão ou destinação, se abre ao público. Que não pode ser afastado nem mesmo pelo fato doloso de terceiro (o assalto), assumindo o banco, neste caso, uma responsabilidade fundada no risco integral, afirmou o desembargador. Em seu voto, o relator citou a Lei nº 5.939/2011 que veda, no estado do Rio de Janeiro, o uso de celulares, radio transmissores, palmtops e equipamentos similares dentro de agências bancárias, inclusive para os próprios bancários, em uma tentativa de reduzir o número de casos de assaltos ocorridos quando os clientes saem de agências após efetuarem o saque. Ainda de acordo com o magistrado, a decisão abrirá precedentes. Importante consignar que esta decisão abre precedentes para que outras pessoas, em igual situação, ao se sentirem lesadas e desprotegidas, recorram ao Poder Judiciário, ressaltou. magistrados. Um grupo formado por diversos conselheiros do CNJ está analisando medidas que deverão ser tomadas para a proteção dos juízes. Na lista anterior, divulgada no dia 13, havia 69 juízes ameaçados, 13 sujeitos a situações de risco e 42 escoltados, muitos estão em duas situações ao mesmo tempo, por exemplo, ameaçados com escolta ou em situação de risco com escolta. Os dados mostravam também que o Paraná é o estado com o maior número de juízes sob ameaça - 30, seguido pelo Rio de Janeiro, com 13, e pela Bahia, com dez. PGR imediata para Ficha Limpa É integralmente constitucional a Lei Complementar nº 135, de 4 de junho de 2010, que instituiu hipóteses de inelegibilidade voltadas à proteção da probidade e moralidade administrativas. É o que afirma o procurador-geral da República, Roberto Gurgel, em parecer assinado em conjunto com a vice-procuradora-geral da República, Deborah Duprat. O parecer refere-se a ação direta de constitucionalidade ajuizada pelo Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil no Supremo Tribunal Federal (STF). A Procuradoria Geral da República (PGR) afirma que a Lei da Ficha Limpa deve ter aplicação imediata e que seu texto não configura hipótese de violação aos princípios da presunção de inocência e da segurança jurídica. Quanto à suposta afronta da Lei à presunção de inocência, a PGR esclarece que o princípio refere-se apenas às condenações de natureza penal, em relação às quais o réu só poderá ser considerado culpado depois do trânsito em julgado da sentença condenatória. Dessa forma, nos termos do parecer, conclui-se que a inelegibilidade do candidato não fica a depender do trânsito em julgado de sua condenação criminal, resquisito este necessário apenas para processos de perda ou suspensão de direitos políticos. Outro ponto rebatido é o argumento de que a Lei teria natureza retroativa. Entretanto, essa não é a opinião da Procuradoria, que afirma não haver retroatividade da lei se a sua hipótese de incidência levar em conta fatos passados que persistem no presente, sem contudo pretender exercer sobre eles qualquer valoração ou modificação, desde que seus efeitos sejam imediatos ou futuros. O parecer esclarece que a Lei da Ficha Limpa seria inconstitucional somente se as hipóteses de inelegibilidade ali previstas se aplicassem a alguma eleição ocorrida em data anterior à vigência da norma. Aspectos do meio ambiente T Sidney Hartung Universo do Direito em-se destacado no desenvolvimento dos temas em referência ao meio ambiente, o seu aspecto natural, que abrange os atributos naturais que compõem nosso planeta. Estes atributos se identificam com a própria existência do ser humano, e são compostos pelo solo, pela água, ar atmosférico, flora e fauna e, por evidência, pelos elementos naturais que os integram. E nesta integração ocorre a correlação recíproca entre as espécies e as suas relações com o ambiente físico que ocupam, como bem destaca José Afonso da Silva, em sua obra Direito Constitucional Ambiental. Inclusive, anota que este aspecto do meio ambiente é expressamente previsto na Lei n.º 6.938, de 31/08/81, que, em seu art. 3º, declara que entende-se por meio ambiente o conjunto de condições, leis, influências e interações de ordem física, química e biológica que permite, abriga e rege a vida em todas as suas formas. Na verdade, já se pode sentir que é bem mais ampla a concepção de bens ambientais que, em sua estrutura, revelam o conteúdo do patrimônio ambiental. Não há dúvida de que a própria desenvoltura ambiental, a evolução do homem, sua identidade com a natureza e a valoração de todas as atividades das quais participa, faz agregar aos elementos naturais aqueles que constituem a integração do homem com sua atividade intelectual e criativa em perfeita harmonia com a natureza. Desta ideia facilmente se extraem, em primeira abordagem, três aspectos relevantes do meio ambiente, ou seja, natural, artificial e cultural. Interagindo com o meio ambiente natural, integram-se ao equilíbrio indispensável à própria sobrevivência, se revelam como fundamentais para a evolução das espécies. Fazendo-se uma análise, tanto do aspecto artificial quanto do cultural, poderíamos dizer que, no aspecto artificial, o patrimônio ambiental seria constituído do espaço urbano oriundo das edificações e construções decorrentes da atividade humana, não se olvidando que muitas vezes a própria natureza pode contribuir para esta evolução. Note-se também que no meio ambiente artificial há uma evidente identificação com o conceito de cidade e, neste sentido, está abrangendo não só os espaços urbanos como também os rurais. O meio ambiente cultural é o legado do ser humano em seu aspecto criativo, obra da criação intelectual do homem e que também contribui para a evolução social do homem em sua integração ao ambiente. Os três aspectos do meio ambiente, por sua vez, tem a tutela da própria Constituição Federal, que, em seu art. 225 caput e 1º, incisos I, III e VII disciplina o meio ambiente natural. O meio ambiente artificial, que, como já anotamos, está vinculado ao conceito de cidade, se contém em seu art. 7º, inciso XXIII, não se podendo deixar de assinalar que no art. 182 da Carta Magna se insere a política urbana, destacandose também o disposto no art. 21, XX, e art. 5º, inciso XXIII. Na legislação infraconstitucional, a matéria está regida pela Lei n.º /01, que é o Estatuto da Cidade. O meio ambiente cultural se contém na Constituição Federal, em seu art. 216, não se podendo olvidar que o patrimônio cultural é a história de um povo, sua criatividade. Além do seu patrimônio histórico, compõe-se de valor artístico, arqueológico e turístico, entre outros. Acrescente-se, também, ao largo do meio ambiente natural, a preservação da diversidade do patrimônio genético, o que tem por propósito preservar as espécies vivas existentes em nosso território, de acordo com suas características determinantes. A Constituição Federal, inclusive, dispõe sobre a preservação do patrimônio genético, conforme o inciso II do 1º de seu art A tutela jurídica dos mais importantes materiais genéticos vinculados à pessoa humana tem sua disciplina na Lei n.º /2005. Finalmente, é relevante considerar que doutrinariamente se tem sustentado a existência do meio ambiente do trabalho, como um aspecto distinto dos demais assinalados. Consideraria o meio ambiente do trabalho o local onde se desenvolvem atividades laborais, remuneradas ou não, permanentes ou transitórias. A Constituição Federal, inclusive, ao elencar as atribuições do Sistema Único de Saúde SUS, relaciona, no inciso VIII do art. 200, a colaboração na proteção do meio ambiente, nele compreendido o do trabalho. Há também que se fazer a distinção entre o Direito do Trabalho e o Meio Ambiente do Trabalho, pois enquanto aqui a busca é proteger a saúde e a segurança no ambiente onde se exercem as atividades laborativas, no Direito do Trabalho se acolhem as normas jurídicas que disciplinam as relações entre empregado e empregador, inclusive com vínculo de subordinação. Tem-se destacado os vários aspectos no desenvolvimento dos temas em referência ao meio ambiente, como o aspecto natural, que abrange atributos naturais do nosso planeta Sidney Hartung Buarque é mestre em Direito Civil, professor de Direito Civil e Direito Ambiental, desembargador Presidente da 4ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro, presidente do Conselho Consultivo da ESAJ Escola de Administração Judiciária do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro.

9 PRÉ-SAL Cabral insiste em manter receita dos royalties Kelly Lima O governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, afirmou ontem que a proposta que será levada amanhã ao Congresso Nacional oferecerá um cardápio de possibilidades de dar acesso aos estados não produtores de petróleo à renda do pré-sal. Mas queremos que este acesso se dê apenas sobre as áreas que ainda vão produzir. Queremos que seja mantida a receita sobre áreas já concedidas, disse Cabral a uma plateia formada por empresários, executivos e políticos capixabas na sede do governo do Espírito Santo, abrindo os debates sobre royalties do petróleo. Cabral começou sua apresentação criticando a adoção do modelo de partilha em substituição ao sistema de concessão. Desde o começo foi público e notório que fui contra a mudança do marco regulatório, afirmou. Segundo ele, desde que começaram as discussões do pré-sal, elas se dividiram em duas etapas. Perdemos a primeira, e sentimos muito pelo Brasil, que vai sair perdendo neste tipo de novo modelo. Mas não vamos aceitar perder esta nova etapa, que atinge diretamente o Estado e seus municípios, disse. Cabral defendeu o modelo de concessão como sendo o que permitiu o Brasil sair da produção de 500 mil barris no final da década de 90 para 2 milhões atualmente, além de estimular o desenvolvimento da tecnologia para exploração em águas profundas para tornar o País referência mundial hoje. Houve um erro sobre o qual o Brasil vai pagar caro. E alguns se omitiram EUA poderá ser de JAPÃO O que resta do furacão Irene chegou ontem ao Canadá, após passar pelo nordeste dos Estados Unidos, onde a tempestade provocou pelo menos 21 mortes e causou prejuízos estimados de até US$ 7 bilhões. Muitas pessoas ficaram sem energia na Costa Leste dos EUA, após o fenômeno - agora rebaixado para ciclone extratropical - passar por Nova York e seguir para o país vizinho. O Centro Nacional de Furacões (NHC, na sigla em inglês) advertiu na noite de domingo sobre grandes cheias em rios em áreas do nordeste norteamericano. O presidente Barack Obama advertiu que os esforços de recuperação podem levar semanas ou mais. Eu quero que as pessoas entendam que isso não acabou, disse Obama em breve declaração na Casa Branca. Eu quero ressaltar que os impactos desta tempestade serão sentidos por algum tempo. Pode faltar energia durante dias em algumas áreas. O governador de Vermont, Peter Shumlin, disse que seu Estado estava em uma condição dura. O governador de Nova York, Andrew Cuomo, advertiu sobre a tremenda cheia na área das Montanhas Catskill, ao norte de Manhattan. primeiro-ministro O ministro das Finanças do Japão, Yoshihiko Noda, saiu dos bastidores para se tornar o próximo primeiro-ministro do país em uma eleição disputada que se transformou em uma batalha mais entre as facções internas do Partido Democrata do Japão (PDJ) do que um debate de propostas políticas. Noda, de 54 anos, derrotou o ministro de Indústria e Comércio Exterior Banri Kaieda por 215 votos a 177, em um segundo nesta luta. Alguns que deveriam ter incorporado a luta não incorporaram, disse, em referência ao governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, citado durante toda sua apresentação por não ter se engajado na luta. Para São Paulo a renda começaria a entrar agora, então seria uma renda nova, comentou. A principal crítica feita pelo governador foi em relação à concentração de investimentos sobre a Petrobras e os riscos de atraso no início da exploração do petróleo do pré-sal. A Petrobras está com US$ 224 bilhões em investimentos em áreas já concedidas, tem mais a área de Franco para desenvolver e o novo modelo é cartorial: atrasa o desenvolvimento das novas áreas, já que vai ficar ao sabor e a mercê dos desejos da Petrobras, comentou, destacando que não se sabe quanto tempo o petróleo vai dominar o mundo. A Califórnia hoje tem forte subsídio sobre carro elétrico. O que a gente não sabe é quando será o salto de tecnologia das alternativas ao petróleo. E as demais ofertas da Ásia e da África? Será que o barril vai permanecer nos US$ 100 que permitam a exploração do pré-sal?, disse. Segundo Cabral, a segunda etapa das discussões, que agora estão em voga e tratam da distribuição dos royalties do petróleo, vai ser encampada pelo Rio, Espírito Santo e São Paulo. Já levamos as propostas para a presidente Dilma e ela apoia. Ela nos garantiu que, se o veto do expresidente Lula for derrubado em setembro, ela vai colocar a AGU (Advocacia-Geral da União) na Justiça para fazer valer os direitos dos estados produtores, disse. turno realizado após a exclusão de outros três concorrentes, já que ninguém conseguiu a maioria absoluta dos votos. Ministro de Finanças desde junho do ano passado, Noda tem sido considerado um conservador de mão firme em matéria fiscal em meio à turbulência econômica internacional e diante de uma série de choques que atingiram a economia japonesa, em particular depois do terremoto seguido de tsunami de 11 de março. Da redação, com agências O Ministério Público do Estado do Rio (MP-RJ) abriu ontem inquérito civil para investigar o acidente com o bonde de Santa Teresa, no Centro do Rio, que matou cinco pessoas e feriu 57, no sábado. A responsabilidade, no entanto, já está clara para o promotor de Defesa do Consumidor e do Contribuinte da Capital, Carlos Andresano. Tratando-se de uma atividade de transporte, a responsabilidade é objetiva. Independentemente de haver culpa de quem quer que seja, a responsabilidade é do transportador, disse o promotor. A Companhia Estadual de Transporte e Logística (Central), empresa que administra os bondes, é vinculada à secretaria de Estado de Transportes. A responsabilidade deles diante do fato para mim já está estabelecida, afirmou Andresano. Esclarecimentos - O secretário de Transportes, Júlio Lopes, será convocado a prestar esclarecimentos. De acordo com o promotor, o inquérito pode resultar em uma ação civil pública, mas pode ser resolvido também de forma extrajudicial, com a criação, por exemplo, de um programa de indenizações para as vítimas e familiares. Não foi um fato isolado. Temos relatos recentes de falta de conservação e descaso. Tivemos o acidente envolvendo o turista francês, que caiu dos arcos da Lapa e morreu. São situações graves que mancham o Rio. Não se trata apenas de um modal de transporte, é um ponto turístico da cidade que tem de estar em perfeitas condições de uso, MUNDO Manifestações e solidariedade no local do acidente RIOTerça-feira, 30 de agosto de SANTA TERESA MP-RJ abre inquérito Governador suspende serviço dos bondes por tempo indeterminado Tasso Marcelo / AE conservação e manutenção, sob pena de colocar a vida das pessoas em risco, disso o promotor. O acidente também pode resultar em processo criminal contra os responsáveis, já que o caso é investigado pela 7ª DP (Santa Teresa). A secretaria de Transportes convocou uma entrevista coletiva para hoje à tarde, para responder perguntas sobre a operação do sistema de bondes em Santa Teresa. Vítimas - A Secretaria Municipal de Saúde do Rio informou ontem que seis vítimas do acidente com o bonde em Santa Teresa, no centro da cidade, permanecem internadas e quatro receberam alta de manhã. O acidente provocou a morte de cinco pessoas e deixou mais de 50 feridos. De acordo com a secretaria, quatro passageiros estão internados no Hospital Souza Aguiar, entre eles um menino de 3 anos que está em observação no Centro de Tratamento Intensivo pediátrico. Dois estão no Hospital Miguel Couto, na Gávea. Os pacientes foram submetidos a cirurgias e seu estado é estável. Funcionamento - O governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, determinou a interrupção, por tempo indeterminado, do serviço de bondes em Santa Teresa. Por meio de nota divulgada na noite deste domingo, Cabral também determinou que a Secretaria Estadual de Transportes conduza um plano de modernização dos bondes. O Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura do Rio (Crea-RJ) fez ontem uma vistoria e detectou problemas no freio, que podem ter ocasionado o descarrilamento do veículo. Polícia deve concluir inquérito em 30 dias A Polícia Civil deve concluir, em 30 dias, o inquérito aberto para investigar o acidente com o bonde que matou cinco pessoas e feriu mais de 50, no bairro de Santa Teresa. Segundo o delegado do bairro, Tarcísio Jansen, será preciso aguardar os laudos do Instituto de Criminalística Carlos Éboli e do Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura (Crea- RJ) para determinar o motivo do descarrilamento do veículo. O laudo da perícia policial deve ficar pronto entre 15 e 20 dias. Além disso, serão ouvidas testemunhas, sobreviventes do acidente e funcionários da empresa que administra o bonde de Santa Teresa, a Central Logística, durante o inquérito. Caso seja comprovada a culpa de alguém, seja da empresa, do condutor, ou de outra pessoa, o responsável poderá ser indiciado por homicídio e lesão corporal culposos (quando não há intenção). Acredito sinceramente que o laudo pericial vai ser conclusivo. Ele vai determinar a causa do acidente. Espero concluir esse inquérito de forma tranquila e apresentar ao Poder Judiciário todas as provas. Nada vai ser feito de forma precipitada, disse o delegado. Há quatro dias no Rio, a inglesa Michele Carvalho disse que chegou, junto com as três pessoas que viajam com ela, a tentar andar no bonde antes do acidente. LÍBIA Insurgentes líbios afirmam que pedirão a extradição da família do ditador A esposa do governante da Líbia, Muamar Kadafi, dois filhos e a filha do político entraram na Argélia na manhã de ontem, informou o Ministério das Relações Exteriores da Argélia. A esposa de Muamar Kadafi, Safiya, sua filha Aisha, e seus filhos Hannibal e Mohammed, acompanhados por suas crianças, entraram na Argélia às 8h45 da manhã (4h45, pela hora de Brasília), através da fronteira entre a Líbia e a Argélia, disse a chancelaria argelina em comunicado publicado pela agência de notícias APS. O comunicado não dá nenhuma informação sobre o paradeiro de Kadafi. Os insurgentes líbios pedirão à Argélia que envie de volta a esposa e os filhos do governante líbio Muamar Kadafi, disse ontem um funcionário graduado do Conselho Nacional de Transição da insurgência Líbia. Nós pediremos à Argélia que eles sejam enviados de volta, disse Mohammed al-allagy, responsável pelos assuntos judiciais, após o governo argelino confirmar que a esposa e três filhos de Kadafi, com netos do governante, cruzaram a fronteira para a Argélia. O comunicado, publicado ontem pela agência de notícias APS, não deu informações sobre o destino de Kadafi, nem também sobre seus outros quatro filhos, Seif al- Islam, Saadi, Khamis e Mutassim. Mas a agência de notícias Ansa, da Itália, citando fontes diplomáticas líbias, disse que Kadafi e dois dos filhos, Seif al- Islam e Saadi, estão na cidade de Bani Walid, ao sul de Tripoli. Embaixada - França reabriu ontem sua embaixada na capital líbia, Trípoli, seis meses depois de tê-la fechado, informou uma porta-voz do Ministério de Relações Exteriores. Um grupo de diplomatas chegou nesta manhã a Trípoli, disse ela. O grupo é liderado por Pierre Seillan, vice de Antoine Sivan, enviado francês à cidade de Benghazi. Antoine Sivan irá para a capital assim que as condições permitirem, disse a porta-voz. O Conselho Nacional de Transição também deve se transferir em breve para Trípoli, abandonando Benghazi, sua sede anterior. A França foi o primeiro país a reconhecer o Conselho como governo da Líbia e a enviar um representante diplomático para Benghazi. O presidente da França, Nicolas Sarkozy, também tem sido um forte partidário das forças rebeldes e tem mobilizado exércitos internacionais e apoio diplomáticos para a insurreição. Paris fechou sua embaixada em Trípoli em 26 de fevereiro e retirou todos os seus funcionários. SÍRIA A União Europeia (UE) prepara um pacote de medidas para o embargo às importações de petróleo da Síria. O objetivo é pressionar o presidente sírio, Bashar Al Assad, a suspender as reações violentas na tentativa de conter os protestos que ocorrem no país. As discussões ocorrem no momento em que as forças de segurança da Síria são acusadas de matar, apenas ontem, seis ativistas, incluindo uma criança, durante um protesto na cidade de Sarmeen. Ativistas denunciaram outras operações em Damasco e Homs e em uma localidade próxima à fronteira com o Líbano. A decisão da União Europeia deverá ser anunciada até sextafeira e causará um impacto significativo sobre a economia da região, pois 95% petróleo exportado pela Síria seguem para o bloco. Já foram aprovadas sanções à Síria que incluem o congelamento de bens de Assad e de 49 colaboradores dele. Na semana passada, os Estados Unidos decretaram um embargo à importação de petróleo sírio, mas essa é uma sanção sobretudo simbólica, uma vez que os americanos não importam petróleo da Síria. Também na última semana, vários países europeus apresentaram ao Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) um projeto de resolução que prevê sanções à Síria, mas a Rússia ameaçou vetar a proposta. NALURA COMÉRCIO DE ALINTOS - CNPJ: / NIRE: Edital de convocação: Ficam convocados todos os sócios a comparecerem no dia 08/09/2011 às 14:00 horas, na sede da empresa situada à Avenida das Américas, L.203 R/S - Recreio - Rio de Janeiro, para m de deliberarem a seguinte ordem do dia; 1ª Exclusão da sócia minoritária Srª Carla Simone Sampaio Leal, na forma do art e seu Único do CC, cando desde já intimada a comparecer para apresentar sua defesa, podendo ser representada por procurador devidamente constituído; 2ª assuntos gerais. Ad. Alexandre Granja Cerqueira Carneiro.

10 10 Roberta Pennafort ARTES Terça-feira, 30 de agosto de 2011 PÍER MAUÁ Feira ArtRio ganha Evento internacional reunirá obras de 80 galerias, estrangeiras e nacionais Oitenta e três galerias, sendo metade estrangeira (dos Estados Unidos, América do Sul, Europa e até da Austrália), 700 artistas representados, muitos com trabalhos feitos exclusivamente para a ocasião, expectativa de vendas de R$ 100 milhões. Os números da ArtRio - Feira Internacional de Arte Contemporânea - não parecem de uma primeira edição. A iniciativa, que se concretiza em dois armazéns do Pier Mauá entre os dias 8 e 11 de outubro, ganhou mais força com a oficialização da isenção, por parte do estado, do ICMS nos negócios da feira. Isso significa que as obras vindas de fora não serão sobretaxadas, o que fará com que o preço final saia bem menor para o comprador. São 40% de impostos que somem. Em Paris, são só 12%. Certamente as vendas serão maiores. Eu estava estimando R$ 50 milhões; com isso, espero o dobro, disse hoje, no lançamento da feira, Elisangela Valadares, uma das sócias da ArtRio, com Brenda Valansi Osório e Luiz Calainho - cuja entrada no projeto, há quatro ou cinco meses, foi crucial, já que com ele vieram apoiadores. Eles contam com o ambiente favorável à arte contemporânea, a valorização dos artistas brasileiros no mercado e o poder de atração da cidade-sede da Olimpíada de 2016 e de relevância para a Copa de 2014 para que a ArtRio chegue a ser uma das cinco feiras mais importantes do mundo. Querem equipará-la à suíça Art Basel e à londrina Frieze. Galerias importantes como a parisiense Hussenot e a nova-iorquina Magnan Metz estão investindo em estandes, assim como as cariocas, paulistanas e mineiras, enquanto a SP Arte existe há sete anos, o Rio nunca teve sua feira. O que se espera é que o mercado dê conta das duas - uma em maio, com caráter mais regional (este ano foram 14 galerias estrangeiras, das 89), e outra em setembro, mais voltada para fora. Temos que esperar para ver o resultado comercial, mas acho que o Rio tem um capacidade de atração de pessoas do exterior que São Paulo não tem, afirmou, otimista, o galerista Oscar Cruz, carioca radicado há 15 anos em São Paulo, que trará artistas cariocas pouco conhecidos no Rio. Claro que existe espaço para as duas feiras. O momento é privilegiado e tradição é algo que se cria, acredita o crítico Marcio Doctors. O dinheiro está em São Paulo, mas as pessoas circulam. O colecionador não compra só uma vez por ano. Por ser no Rio, as pessoas querem vir, calcula a galerista local Juliana Cintra, que terá inéditos de Miguel Rio Branco, Nelson Leirner e Carlito Carvalhosa. Ela está de olho no pink money - o dinheiro dos colecionadores gays, que podem ser atraídos pelo aspecto gay friendly da cidade. ESPORTES Entre os artistas, Cildo Meirelles e Amilcar de Castro No rol das brasileiras, participam as cariocas Anita Schwartz e Pinakotheke, as paulistanas Vermelho e Mendes Wood, a mineira Quadrum e a pernambucana Amparo 60, entre várias Com tática revolucionária, Barçelona atropela Villarreal em primeiro ato: 5 a 0, no Camp Nou Divulgação outras. O que significa que, muito além de uma feira de negócios, a RioArt exibe ao público obras de artistas como Picasso, Volpi, Helio Oiticica, Nuno Ramos e Waltercio Caldas. JUDÔ chegar ao topo do pódio Seleção masculina e feminina já começam seus treinamentos neste segundo semestre Wilson Baldini Jr. O oitavo lugar na classificação geral, com duas medalhas de prata e três de bronze na disputa individual - também foi prata por equipes no masculino -, foi considerado bom pela comissão técnica da seleção brasileira de judô e pelos 19 atletas que participaram do Campeonato Mundial, encerrado neste domingo, em Paris, na França. Mas uma coisa incomodou a todos: a falta da conquista do primeiro lugar. Caso isso tivesse ocorrido, o desempenho do Brasil passaria a ser o terceiro melhor da competição, atrás apenas do Japão e da França No esporte de alto nível, a diferença entre os primeiros colocados é a correção nos detalhes. Vamos atrás disso, disse Ney Wilson, coordenador técnico da seleção brasileira, cuja maior preocupação agora é atingir o melhor nível possível para os Jogos Olímpicos de Londres, no ano que vem. Para este aperfeiçoamento, as equipes masculina e feminina terão destinos diferentes para seus treinamentos neste segundo semestre. Os judocas pesos pesados, por exemplo, vão para a Europa participar de um campo de treino, possivelmente na Rússia, de quatro ou cinco meses. Lá, vamos encontrar muitos lutadores de dois metros e 140 quilos. Coisa que é difícil no Brasil, afirmou Ney Wilson. Já o time feminino vai tentar acabar com o trauma de enfrentar as japonesas. No Mundial de Paris, Sarah Menezes, Rafaela Silva e Mayra Aguiar estiveram no pódio, mas perderam a chance de ganhar o ouro justamente por serem superadas pelas atletas do Japão. No passado, tivemos problemas com as cubanas. Fizemos um planejamento e hoje conseguimos superá-las. Vamos fazer o mesmo com as japonesas, disse a técnica Rosicléia Campos. Além do bom resultado, o Mundial serviu para definir algumas vagas da equipe brasileira para os Jogos Olímpicos de TÊNIS Mesmo sem entrar em quadra durante a última semana, Novak Djokovic manteve a boa vantagem na liderança do ranking mundial, após a atualização realizada ontem pela ATP. O tenista sérvio tem pontos de frente sobre o espanhol Rafael Nadal e não tem chances de ser superado ao fim do US Open, último Grand Slam do ano, que começou também nesta segunda, em Nova York (EUA). Atual campeão do US Open, Nadal terá a missão de defender os pontos conquistados no ano passado, enquanto Djokovic buscará os do vice-campeonato. Dessa forma, o sérvio tem garantida a liderança do ranking mundial por pelo menos um mês, independente do resultado em Nova York. Com a manutenção da liderança, Djokovic chegou a sua nona semana seguida no topo, igualando a marca do russo Marat Safin, que oscilou na primeira colocação entre 2000 e na época, ele disputava a primeira colocação do ranking com o brasileiro Gustavo Kuerten. Os outros tenistas do Top 10 mantiveram suas posições. A maior mudança envolveu o norte-americano John Isner, campeão do Torneio de Winston Salem, nos EUA, que subiu do 28º para o 22º lugar. C Zagueiro Alex Silva sofre lesão em ligamento no joelho e não tem previsão de volta no Flamengo Londres. Quem medalhou aqui, está com o seu passaporte carimbado, adiantou Ney Wilson. É o caso do meio-leve Leandro Cunha, do meio-médio Leandro Guilheiro, da ligeiro Sarah Menezes, da leve Rafaela Silva e da meio-pesado Mayra Aguiar. A delegação brasileira desembarca hoje no País, vinda de Paris. Dos lutadores que estiveram no Mundial, o meio-pesado Luciano Corrêa, o pesado Rafael Silva, a meio-médio Mariana Silva e a médio Maria Portela já vão viajar na semana que vem para o Usbequistão e Casaquistão para novas competições internacionais. E próximo grande evento será o Grand Slam de Tóquio, em dezembro. Entre os principais tenistas brasileiros no ranking, também não houve alterações. Thomaz Bellucci manteve a 35ª colocação, enquanto João Souza segue em 90º lugar. Mulheres - No feminino, também atualizado ontem, não aconteceram mudanças significativas. A dinamarquesa Caroline Wozniacki, que foi campeã do Torneio de New Haven (EUA) no último sábado, manteve a liderança tranquila. João Marcos Cavalcanti MPB & outras histórias João Marcos Cavalcanti de Albuquerque é advogado formado pela PUC, ex-secretário chefe do gabinete de Cesar Maia, escritor bissexto e estudioso da MPB. José Abelardo Barbosa de Medeiros hacrinha nasceu em Surubim, cidade do agreste de Pernambuco, onde passou sua infância. Já rapaz, foi para a capital do estado para estudar medicina, pois o grande sonho da família era ter um filho médico. Porém, logo percebeu que essa não era sua praia e conseguiu um lugar de locutor na Radio Clube de Pernambuco. Seu espírito aventureiro fez com abandonasse a faculdade para dedicar-se integralmente a vida artística. Assim, nascia o maior comunicador de massas de todos os tempos. Depois de uma viagem a Europa, no navio Bagé, integrando o conjunto Bando Acadêmico, apaixonou-se pelo Rio e aqui fincou raízes. Tentou emprego como locutor em rádios, mas seu sotaque nordestino não agradava muito aos diretores. Resolveu partir para outra, arrumando um lugar na Radio Clube de Niterói, que funcionava nos fundos de uma chácara em Icaraí. Criou então um programa que ia ao ar de madrugada, onde apresentava musicas de carnaval Rei Momo na Chacrinha. Sozinho, fazia as vezes de entrevistador e entrevistado, simulando que ali encontravase um artista famoso. O sucesso foi enorme e caiu no agrado dos notívagos e insones, já que as rádios terminavam sua programação muito cedo. Logo depois lançou o Cassino do Chacrinha. Ouvi, em um depoimento dele, que um dia um casal de argentinos, atraídos pelo nome do programa e pensando que ali funcionava um cassino, apareceram em traje a rigor para se divertir. Encontraram o comunicador de cuecas, com um lenço na cabeça fazendo todas aquelas maluquices que conhecemos. Chacrinha trabalhou em várias emissoras mas firmouse na Globo com osprogramas Buzina do Chacrinha e Discoteca do Chacrinha. Suas chacretes, chamadas assim pela mídia, eram dançarinas boazudas, escolhidas a dedo, que o ajudavam a animar seus programas. O espaço é pequeno para dizer tudo que queria sobre esse gênio da irreverência e da comunicação. Entre frases criadas por ele, lembro-me de algumas: Quem não se comunica se trumbica; Na Televisão nada se cria, tudo se copia; Eu vim para confundir e não para explicar. Alo Alo, Terezinha. E a melhor de todas: Não sou psicanalista, nem analista. Sou vigarista. Fim de papo. Volto amanha Por sua velocidade na arrancada, jogadores do Chelsea comparam Ramires a Usain Bolt VASCO Estado de Ricardo Alexandre Campello, médico do Vasco, afirmou ontem que o estado do técnico Ricardo Gomes é estável, porém ainda preocupante, depois de o treinador ter sido submetido, na noite de domingo, a uma cirurgia no Hospital Pasteur, no bairro do Méier. Cristóvão Borges, auxiliar técnico e braço direito de Ricardo Gomes, vai assumir o comando cruzmaltino enquanto Gomes estiver internado. Ontem, no hospital, ele repetiu o discurso do presidente do clube, Roberto Dinamite, ao dizer SELEÇÃO que o melhor a se fazer é entrar em campo amahã, contra o Ceará, em São Januário, e buscar uma vitória. Cristóvão pediu o apoio da torcida e disse esperar ver o São Januário lotado na partida contra o Ceará, para que o Vasco consiga um pouco de alegria em momento tão difícil. Ricardo Gomes sofreu um acidente vascular cerebral (AVC), com hemorragia, durante a partida entre Vasco e Flamengo, que terminou empatada por 0 a 0 no Engenhão. Adriano é cortado do amistoso A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) anunciou ontem que o lateral-esquerdo Adriano foi cortado do amistoso que a seleção brasileira fará contra Gana, nesta segunda, no Craven Cottage Stadium, em Londres, na Inglaterra. O jogador do Barcelona sofreu uma lesão muscular e não irá se recuperar a tempo de defender o Brasil. Adriano foi um dos quatro laterais convocados para o amistoso contra Gana. Além dele, o técnico Mano Menezes chamou Daniel Alves, também do Barcelona, Danilo, do Santos, e Marcelo, do Real Madrid. Como tem opções para o setor, o treinador decidiu não convocar nenhum substituto para o jogador cortado. Mas Adriano perdeu uma importante chance de se firmar na seleção, justamente no momento em que existe uma incerteza na lateral esquerda. O jogo contra Gana é importante para a seleção brasileira recuperar a confiança. Depois da decepcionante eliminação nas quartas de final da Copa América, diante do Paraguai, o Brasil perdeu o amistoso contra a Alemanha, somando mais um fracasso contra as grandes forças do futebol mundial - desde que Mano Menezes assumiu o cargo, o Brasil perdeu também para Argentina e França, além de empatar com a Holanda.

Os fatos atropelam os prognósticos. O difícil ano de 2015. Reunião CIC FIEMG Econ. Ieda Vasconcelos Fevereiro/2015

Os fatos atropelam os prognósticos. O difícil ano de 2015. Reunião CIC FIEMG Econ. Ieda Vasconcelos Fevereiro/2015 Os fatos atropelam os prognósticos. O difícil ano de 2015 Reunião CIC FIEMG Econ. Ieda Vasconcelos Fevereiro/2015 O cenário econômico nacional em 2014 A inflação foi superior ao centro da meta pelo quinto

Leia mais

Dólar sem freios. seu dinheiro #100. Nem intervenções do BC têm sido capazes de deter a moeda americana

Dólar sem freios. seu dinheiro #100. Nem intervenções do BC têm sido capazes de deter a moeda americana #100 seu dinheiro a sua revista de finanças pessoais Dólar sem freios Nem intervenções do BC têm sido capazes de deter a moeda americana Festa no exterior Brasileiros continuam gastando cada vez mais fora

Leia mais

Saiba o que vai mudar no seu bolso com as novas medidas econômicas do governo

Saiba o que vai mudar no seu bolso com as novas medidas econômicas do governo Cliente: Trade Energy Veículo: Portal R7 Assunto: Saiba o que vai mudar no seu bolso com as novas medidas Data: 21/01/2015 http://noticias.r7.com/economia/saiba-o-que-vai-mudar-no-seu-bolso-com-as-novas-medidaseconomicas-do-governo-21012015

Leia mais

Red Econolatin www.econolatin.com Expertos Económicos de Universidades Latinoamericanas

Red Econolatin www.econolatin.com Expertos Económicos de Universidades Latinoamericanas Red Econolatin www.econolatin.com Expertos Económicos de Universidades Latinoamericanas BRASIL Agosto 2013 Profa. Anita Kon PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO PROGRAMA DE ESTUDOS PÓS GRADUADOS

Leia mais

DEFESA DE MONOGRAFIA Sala: 101

DEFESA DE MONOGRAFIA Sala: 101 CURSO DE BANCA 1 15/12 (Terça) 17:30h Prof. André Brown de Carvalho, Prof. Carlos Henrique Soares e Profa. Carolina Silveira Machado ALINE SIMÕES BARROS A IMPORTÂNCIA DOS INDICADORES SOCIAIS E ECONÔMICOS

Leia mais

ECONOMIA www.abras.com.br A informação que fala direto ao seu bolso 27 de Janeiro de 2014

ECONOMIA www.abras.com.br A informação que fala direto ao seu bolso 27 de Janeiro de 2014 Associação Brasileira de Supermercados Nº48 tou ECONOMIA www.abras.com.br A informação que fala direto ao seu bolso 27 de Janeiro de 2014 Vendas dos supermercados crescem 2,24% em 2014 Em dezembro, as

Leia mais

CAMARA MUNICIPAL DE ARAGUARI MINAS GERAIS **** Diário de Pagamento MÊS DE FEVEREIRO/2015 PAGAMENTOS ORÇAMENTÁRIOS

CAMARA MUNICIPAL DE ARAGUARI MINAS GERAIS **** Diário de Pagamento MÊS DE FEVEREIRO/2015 PAGAMENTOS ORÇAMENTÁRIOS CAMARA MUNICIPAL DE ARAGUARI MINAS GERAIS **** Diário de Pagamento MÊS DE FEVEREIRO/2015 PAGAMENTOS ORÇAMENTÁRIOS NE FORNECEDOR CNPJ/CPF FICHA DESCRIÇÃO DO OBJETO PAGAMENTO VALOR R$ 6-1 Telemar Norte Leste

Leia mais

Monitor do Déficit Tecnológico. Análise Conjuntural das Relações de Troca de Bens e Serviços Intensivos em Tecnologia no Comércio Exterior Brasileiro

Monitor do Déficit Tecnológico. Análise Conjuntural das Relações de Troca de Bens e Serviços Intensivos em Tecnologia no Comércio Exterior Brasileiro Monitor do Déficit Tecnológico Análise Conjuntural das Relações de Troca de Bens e Serviços Intensivos em Tecnologia no Comércio Exterior Brasileiro de 2012 Monitor do Déficit Tecnológico de 2012 1. Apresentação

Leia mais

Tabela de Códigos de Atividades Econômicas - CAE (Título I, Capítulo X, 2.2.2.7, "d", da IN/DRP nº 045/98)

Tabela de Códigos de Atividades Econômicas - CAE (Título I, Capítulo X, 2.2.2.7, d, da IN/DRP nº 045/98) Tabela de Códigos de Atividades Econômicas - CAE (Título I, Capítulo X, 2.2.2.7, "d", da IN/DRP nº 045/98) A) COMÉRCIO VAREJISTA: C A E DESCRIÇÃO DO C A E 801000000 AÇOUGUES E PEIXARIAS 801010000 Açougues

Leia mais

RESULTADOS. Nome Global ( /100) PT1840719 ADÃO AZEVEDO MALHEIRO MATOS BARBOSA 94 B1 PT1840720 ADRIANA MORAIS SOUSA 52 A1

RESULTADOS. Nome Global ( /100) PT1840719 ADÃO AZEVEDO MALHEIRO MATOS BARBOSA 94 B1 PT1840720 ADRIANA MORAIS SOUSA 52 A1 PT1840719 ADÃO AZEVEDO MALHEIRO MATOS BARBOSA 94 B1 PT1840720 ADRIANA MORAIS SOUSA 52 A1 PT1840721 ADRIANA XAVIER DA SILVA FERNANDES 38 Pré-A1 PT1840722 ALEXANDRA FILIPA AZEVEDO SANTOS 52 A1 PT1840723

Leia mais

TURMA 10 H. CURSO PROFISSIONAL DE: Técnico de Multimédia RELAÇÃO DE ALUNOS

TURMA 10 H. CURSO PROFISSIONAL DE: Técnico de Multimédia RELAÇÃO DE ALUNOS Técnico de Multimédia 10 H 7536 Alberto Filipe Cardoso Pinto 7566 Ana Isabel Lomar Antunes 7567 Andreia Carine Ferreira Quintela 7537 Bruno Manuel Martins Castro 7538 Bruno Miguel Ferreira Bogas 5859 Bruno

Leia mais

ACADEMIA Sport Forma ACESSÓRIOS PARA CARROS E MONTAGEM Dauto Peças AGÊNCIA DE COMUNICAÇÃO/PUBLICIDADE Mais Comunicação ALINHAMENTO Auto Center Unaí

ACADEMIA Sport Forma ACESSÓRIOS PARA CARROS E MONTAGEM Dauto Peças AGÊNCIA DE COMUNICAÇÃO/PUBLICIDADE Mais Comunicação ALINHAMENTO Auto Center Unaí ACADEMIA Sport Forma ACESSÓRIOS PARA CARROS E MONTAGEM AGÊNCIA DE COMUNICAÇÃO/PUBLICIDADE Mais Comunicação ALINHAMENTO Auto Center Unaí ALUGUEL DE CAÇAMBA Disk Caçamba ARMAZÉM/MERCEARIA Armazém do Helinho

Leia mais

ANEXO II PLANO DIRETOR DE DESENVOLVIMENTO URBANO AMBIENTAL DE CAPÃO DA CANOA GRUPOS DE ATIVIDADES.

ANEXO II PLANO DIRETOR DE DESENVOLVIMENTO URBANO AMBIENTAL DE CAPÃO DA CANOA GRUPOS DE ATIVIDADES. 1 ANEXO II PLANO DIRETOR DE DESENVOLVIMENTO URBANO AMBIENTAL DE CAPÃO DA CANOA GRUPOS DE ATIVIDADES. 1.HABITAÇÃO 2.MEIOS DE HOSPEDAGEM 3.COMÉRCIO VAREJISTA I 4.COMÉRCIO VAREJISTA II 5.COMÉRCIO VAREJISTA

Leia mais

2013 14,98% de reajuste para contrato coletivo com até 30(trinta) beneficiários

2013 14,98% de reajuste para contrato coletivo com até 30(trinta) beneficiários 2013 14,98% de reajuste para contrato coletivo com até 30(trinta) beneficiários Contratante Código Registro do Produto Mês de Reajuste Alexandre de Freitas 2001 423.454/99-5 abril Peixoto LCP Transportes

Leia mais

Selic cai e poupança rende menos

Selic cai e poupança rende menos Selic cai e poupança rende menos Publicação: 30 de Agosto de 2012 às 00:00 São Paulo (AE) - O Banco Central anunciou ontem mais uma redução da taxa básica de juros, a Selic, de 8% para 7,5% ao ano. Um

Leia mais

PESQUISA DE INTENÇÃO DE COMPRAS PARA O DIA DOS NAMORADOS Junho de 2015 IMPERATRIZ

PESQUISA DE INTENÇÃO DE COMPRAS PARA O DIA DOS NAMORADOS Junho de 2015 IMPERATRIZ PESQUISA DE INTENÇÃO DE COMPRAS C PARA O DIA DOS NAMORADOS ADOS Junho de 2015 IMPERATRIZ ANÁLISE DO LEVANTAMENTO DE INTENÇÃO DE CONSUMO PARA O DIA DOS NAMORADOS 2015 EM IMPERATRIZ-MA A Pesquisa de Intenção

Leia mais

Boletim de Conjuntura Econômica Dezembro 2008

Boletim de Conjuntura Econômica Dezembro 2008 Boletim de Conjuntura Econômica Dezembro 2008 Crise Mundo Os EUA e a Europa passam por um forte processo de desaceleração economica com indicios de recessão e deflação um claro sinal de que a crise chegou

Leia mais

Corrida da Saúde. Infantis A - Feminino

Corrida da Saúde. Infantis A - Feminino Corrida da Saúde Classificação geral do corta-mato, realizado no dia 23 de Dezembro de 2007, na Escola E.B. 2,3 de Valbom. Contou com a participação dos alunos do 4º ano e do 2º e 3º ciclos do Agrupamento

Leia mais

C&M CENÁRIOS 8/2013 CENÁRIOS PARA A ECONOMIA INTERNACIONAL E BRASILEIRA

C&M CENÁRIOS 8/2013 CENÁRIOS PARA A ECONOMIA INTERNACIONAL E BRASILEIRA C&M CENÁRIOS 8/2013 CENÁRIOS PARA A ECONOMIA INTERNACIONAL E BRASILEIRA HENRIQUE MARINHO MAIO DE 2013 Economia Internacional Atividade Econômica A divulgação dos resultados do crescimento econômico dos

Leia mais

. Reafirmar a importância do etanol como tema estratégico para a economia, o meio-ambiente, a geração de empregos e o futuro do País

. Reafirmar a importância do etanol como tema estratégico para a economia, o meio-ambiente, a geração de empregos e o futuro do País o que é O QUE É. Lançado em Brasília em dezembro de 2011, o Movimento Mais Etanol visa detalhar e disseminar políticas públicas e privadas indispensáveis para: w O restabelecimento da competitividade do

Leia mais

Indicadores da Semana

Indicadores da Semana Indicadores da Semana O Copom decidiu, por unanimidade, elevar a taxa de juros Selic em 0,5 p.p., a 14,25% ao ano, conforme esperado pelo mercado. A decisão ocorreu após elevação de 0,5 p.p no último encontro.

Leia mais

Red Econolatin www.econolatin.com Expertos Económicos de Universidades Latinoamericanas

Red Econolatin www.econolatin.com Expertos Económicos de Universidades Latinoamericanas Red Econolatin www.econolatin.com Expertos Económicos de Universidades Latinoamericanas BRASIL Junho 2012 Profa. Anita Kon PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO PROGRAMA DE ESTUDOS PÓS GRADUADOS

Leia mais

COMÉRCIO INTERNACIONAL CURSO DE ECONOMIA

COMÉRCIO INTERNACIONAL CURSO DE ECONOMIA COMÉRCIO INTERNACIONAL CURSO DE ECONOMIA CLASSIFICAÇÕES DO SEGUNDO TESTE E DA AVALIAÇÃO CONTINUA Classificações Classificação Final Alex Santos Teixeira 13 13 Alexandre Prata da Cruz 10 11 Aleydita Barreto

Leia mais

Pesquisa de Opinião do Comércio Varejista. Vendas no 2 Semestre de 2013 e Expectativa de vendas para o 1 Semestre de 2014

Pesquisa de Opinião do Comércio Varejista. Vendas no 2 Semestre de 2013 e Expectativa de vendas para o 1 Semestre de 2014 Pesquisa de Opinião do Comércio Varejista Vendas no 2 Semestre de 2013 e Expectativa de vendas para o 1 Semestre de 2014 2014 Apresentação Observar e entender como foram às vendas no início do ano são

Leia mais

$ $ À espera da competitividade

$ $ À espera da competitividade etanol À espera da competitividade foi mais um ano de sufoco para o setor sucroalcooleiro, que ainda sente os reflexos da crise de 2008, que deixou as usinas sem crédito, justamente quando haviam assumido

Leia mais

Notícias Economia Internacional. e Indicadores Brasileiros. Nº 1/2 Julho de 2012

Notícias Economia Internacional. e Indicadores Brasileiros. Nº 1/2 Julho de 2012 Notícias Economia Internacional e Indicadores Brasileiros Nº 1/2 Julho de 2012 Sindmóveis - Projeto Orchestra Brasil www.sindmoveis.com.br www.orchestrabrasil.com.br Realização: inteligenciacomercial@sindmoveis.com.br

Leia mais

RELATÓRIO DA GESTÃO 2014

RELATÓRIO DA GESTÃO 2014 1 Senhores Associados: RELATÓRIO DA GESTÃO 2014 Temos a satisfação de apresentar o Relatório da Gestão e as Demonstrações Contábeis da CREDICOAMO Crédito Rural Cooperativa, relativas às atividades desenvolvidas

Leia mais

Pesquisa de Opinião Pública do Comércio Varejista de Corumbá e Ladário. Uso do 13º. Salário e Compras de Natal de 2015

Pesquisa de Opinião Pública do Comércio Varejista de Corumbá e Ladário. Uso do 13º. Salário e Compras de Natal de 2015 Pesquisa de Opinião Pública do Comércio Varejista de Corumbá e Ladário Uso do 13º. Salário e Compras de Natal de 2015 Novembro de 2015 Catalogação Bibliográfica Pesquisa de Opinião Pública do Comércio

Leia mais

sicomerciotr.com.br 1

sicomerciotr.com.br 1 1 2 3 Amigo empresário, Estamos chegando ao final do prazo para a implantação do imposto detalhado no cupom e na nota fiscal entregues ao consumidor. Além de cumprir a legislação, essa medida vai tornar

Leia mais

Lucro líquido de R$ 5 bilhões 816 milhões no 1º trimestre de 2009

Lucro líquido de R$ 5 bilhões 816 milhões no 1º trimestre de 2009 Nota à Imprensa 11 de maio de 2009 Lucro líquido de R$ 5 bilhões 816 milhões no 1º trimestre de 2009 O preço médio do barril do petróleo tipo Brent caiu 55%, passando de US$ 97 no 1º trimestre de 2008

Leia mais

Pesquisa de Opinião Pública do Comércio Varejista de Chapadão do Sul. Uso do 13º. Salário e Compras de Natal de 2015

Pesquisa de Opinião Pública do Comércio Varejista de Chapadão do Sul. Uso do 13º. Salário e Compras de Natal de 2015 Pesquisa de Opinião Pública do Comércio Varejista de Chapadão do Sul Uso do 13º. Salário e Compras de Natal de 2015 Novembro de 2015 Catalogação Bibliográfica Pesquisa de Opinião Pública do Comércio Varejista

Leia mais

Medidas anunciadas pelo governo afetam mercado imobiliário, cursinhos e servidores públicos federais

Medidas anunciadas pelo governo afetam mercado imobiliário, cursinhos e servidores públicos federais Fonte: O Globo Data: 16/09/2015 Seção: Economia Versão: Impresso (página 25) e Online Medidas anunciadas pelo governo afetam mercado imobiliário, cursinhos e servidores públicos federais Retomada de cobrança

Leia mais

ACADEMIA Sport Forma ACESSÓRIOS PARA CARROS E MONTAGEM Dauto Peças ACESSÓRIOS PARA CAMINHÕES E MONTAGEM Bruto e Veloz ADUBOS Capul AGÊNCIA DE

ACADEMIA Sport Forma ACESSÓRIOS PARA CARROS E MONTAGEM Dauto Peças ACESSÓRIOS PARA CAMINHÕES E MONTAGEM Bruto e Veloz ADUBOS Capul AGÊNCIA DE ACADEMIA Sport Forma ACESSÓRIOS PARA CARROS E MONTAGEM Dauto Peças ACESSÓRIOS PARA CAMINHÕES E MONTAGEM Bruto e Veloz ADUBOS Capul AGÊNCIA DE COMUNICAÇÃO/PUBLICIDADE Mais Comunicação ALINHAMENTO Auto Center

Leia mais

PAINEL 9,6% dez/07. out/07. ago/07 1.340 1.320 1.300 1.280 1.260 1.240 1.220 1.200. nov/06. fev/07. ago/06

PAINEL 9,6% dez/07. out/07. ago/07 1.340 1.320 1.300 1.280 1.260 1.240 1.220 1.200. nov/06. fev/07. ago/06 Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior ASSESSORIA ECONÔMICA PAINEL PRINCIPAIS INDICADORES DA ECONOMIA BRASILEIRA Número 35 15 a 30 de setembro de 2009 EMPREGO De acordo com a Pesquisa

Leia mais

Resultados da Candidatura a Alojamento

Resultados da Candidatura a Alojamento Resultados da Candidatura a Alojamento Unidade Orgânica: Serviços de Acção Social RESIDÊNCIA: 02 - ESE ANO LECTIVO: 2015/2016 2ª Fase - Resultados Definitivos >>> EDUCAÇÃO BÁSICA 14711 Ana Catarina Mendes

Leia mais

20 de agosto de 2013. Xisto muda geopolítica da energia

20 de agosto de 2013. Xisto muda geopolítica da energia 20 de agosto de 2013 Xisto muda geopolítica da energia A "revolução do xisto" em curso nos Estados Unidos, que já despertou investimento de US$ 100 bilhões na indústria americana, vai resultar em uma nova

Leia mais

As perspectivas do mercado para os hospitais

As perspectivas do mercado para os hospitais As perspectivas do mercado para os hospitais Yussif Ali Mere Jr Presidente da Federação e do Sindicato dos Hospitais, Clínicas e Laboratórios do Estado de São Paulo (FEHOESP e SINDHOSP) 1. CONTEXTO 2.

Leia mais

Pela revogação das Medidas Provisórias 664 e 665

Pela revogação das Medidas Provisórias 664 e 665 Boletim Econômico Edição nº 56 fevereiro de 2015 Organização: Maurício José Nunes Oliveira Assessor econômico Pela revogação das Medidas Provisórias 664 e 665 As duas medidas visam economizar R$ 18 bilhões

Leia mais

BRASÍLIA - PATRIMÔNIO CULTURAL DA HUMANIDADE

BRASÍLIA - PATRIMÔNIO CULTURAL DA HUMANIDADE GOVERNO DO DISTRITO FEDERAL SECRETARIA DE ESTADO DE GOVERNO COORDENADORIA DAS CIDADES ADMINISTRAÇÃO REGIONAL DO SUDOESTE/OCTOGONAL Alvarás Emitidos 30/10/2013 00409/2013 302.000.475/2013 Nova Indeterminado

Leia mais

Academia Sport & Forma Acessórios para carros Tele Latas Acessórios para motos FM Motos Agência de Comunicação/publicidade Zulatto Mídia e Foco

Academia Sport & Forma Acessórios para carros Tele Latas Acessórios para motos FM Motos Agência de Comunicação/publicidade Zulatto Mídia e Foco Academia Sport & Forma Acessórios para carros Tele Latas Acessórios para motos FM Motos Agência de Comunicação/publicidade Zulatto Mídia e Foco Alinhamento Auto Center Unaí Armazém / Mercearia Armazém

Leia mais

Edição 40 (Março/2014)

Edição 40 (Março/2014) Edição 40 (Março/2014) Cenário Econômico: Prévia da inflação oficial acelera por alimentos e transportes (Fonte: Terra) O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo-15 (IPCA-15) avançou 0,73% em março

Leia mais

Indicadores da Semana

Indicadores da Semana Indicadores da Semana O saldo total das operações de crédito do Sistema Financeiro Nacional atingiu 54,5% do PIB, com aproximadamente 53% do total do saldo destinado a atividades econômicas. A carteira

Leia mais

11º GRANDE PRÉMIO DE S.JOSÉ

11º GRANDE PRÉMIO DE S.JOSÉ 11º GRANDE PRÉMIO DE S.JOSÉ 1 FRANCISCO PEREIRA 36 SENIOR MASC. VITÓRIA S.C. 20.23 2 ANDRE SANTOS 48 SENIOR MASC. C.A.O.VIANENSE 20.27 3 JORGE CUNHA 3 SENIOR MASC. S.C.MARIA DA FONTE 21.14 4 DOMINGOS BARROS

Leia mais

etta Corretora de Seguros AGILIDADE INOVAÇÃO TRANSPARÊNCIA CONFIANÇA

etta Corretora de Seguros AGILIDADE INOVAÇÃO TRANSPARÊNCIA CONFIANÇA A Jetta Corretora de Seguros foi criada a partir da identificação de uma demanda do mercado por serviços especializados em seguros, atuamos nas áreas de consultoria, assessoria e corretagem de seguros

Leia mais

O CENÁRIO ECONÔMICO EM 2015

O CENÁRIO ECONÔMICO EM 2015 O CENÁRIO ECONÔMICO EM 2015 Luís Artur Nogueira Jornalista e economista Editor de Economia da IstoÉ DINHEIRO Comentarista Econômico da Rádio Bandeirantes São Paulo 11/11/2014 Qual é o verdadeiro Brasil?

Leia mais

Agrupamento de Escolas Professor Agostinho da Silva Nº Escola: 171888 Nº Horário: 51

Agrupamento de Escolas Professor Agostinho da Silva Nº Escola: 171888 Nº Horário: 51 Nº Horário: 51 4625160693 Sofia Margarida Santos Ferreira Admitido 7197226139 Mónica Sofia Jesus Mateus Admitido 6392341730 Gonçalo Jorge Fernandes Rodrigues Fiúza Admitido 7816555741 Dora Maria Gonçalves

Leia mais

SERVIDORES DO CCA. Alberto Luis da Silva Pinto Cargo: Assistente em Administração e-mail: alspinto@ufpi.edu.br Setor: Secretaria Administrativa

SERVIDORES DO CCA. Alberto Luis da Silva Pinto Cargo: Assistente em Administração e-mail: alspinto@ufpi.edu.br Setor: Secretaria Administrativa SERVIDORES DO CCA Alberto Luis da Silva Pinto e-mail: alspinto@ufpi.edu.br Setor: Secretaria Administrativa Amilton Gonçalves da Silva Cargo: Auxiliar Operacional Aminthas Floriano Filho Cargo: Técnico

Leia mais

Em busca do fôlego perdido

Em busca do fôlego perdido gnv Em busca do fôlego perdido Distante dos tempos áureos de crescimento Em 2012, o etanol enfrentou safra ruim e preços elevados, em meio a uma crise que se arrasta desde 2008. Por causa disso, motoristas

Leia mais

CAFÉ DA MANHÃ FRENTE PARLAMENTAR

CAFÉ DA MANHÃ FRENTE PARLAMENTAR CAFÉ DA MANHÃ FRENTE PARLAMENTAR Situação Atual do Setor Têxtil e de Confecção Aguinaldo Diniz Filho Presidente da Abit Brasília, 19 de junho de 2013 PERFIL DO SETOR ESTRUTURA DA CADEIA TEXTIL E DE CONFECÇÃO

Leia mais

1. COMÉRCIO 1.1. Pesquisa Mensal de Comércio

1. COMÉRCIO 1.1. Pesquisa Mensal de Comércio Nº 46 - Julho/2015 1. COMÉRCIO 1.1. Pesquisa Mensal de Comércio O volume de vendas do comércio varejista restrito do estado do Rio de Janeiro registrou, em abril de 2015, queda de 3,9% em relação ao mesmo

Leia mais

1 a 15 de setembro de 2011

1 a 15 de setembro de 2011 1 a 15 de setembro de 2011 As principais informações da economia mundial, brasileira e baiana Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia Diretoria de Indicadores e Estatísticas Coordenação

Leia mais

DESEMPENHO DOS BANCOS 1º SEMESTRE DE 2012

DESEMPENHO DOS BANCOS 1º SEMESTRE DE 2012 Set/2012 DESEMPENHO DOS BANCOS 1º SEMESTRE DE 2012 Provisionamento excessivo e fechamento de postos de trabalho são destaques nos balanços dos seis maiores bancos no 1º semestre de 2012 A s demonstrações

Leia mais

Pesquisa de Orçamento Doméstico

Pesquisa de Orçamento Doméstico Fonte: Sistema Fecomércio MG EE A Pesquisa de Orçamento Doméstico de Belo Horizonte é um balizador do comportamento das famílias, relativo aos seus compromissos correntes e financeiros. A falta de planejamento,

Leia mais

$ $ Sem folga à vista

$ $ Sem folga à vista gasolina Sem folga à vista Nunca se consumiu tanta gasolina no Brasil. Somente em, a demanda cresceu 12%, totalizando 39,7 milhões de metros cúbicos. Um patamar recorde, especialmente se levarmos em conta

Leia mais

Empresas Certificadas

Empresas Certificadas Empresas Certificadas 2013 Agência de Fomento do Estado do Rio de janeiro S.A. Amazonas Distribuidora de Energia Associação Balbina Fonseca Associação de Mantenedores e Beneficiários da Petros Banco da

Leia mais

Escola sede: Escola Secundária de S. Pedro do Sul Alunos Matriculados - 2015/2016

Escola sede: Escola Secundária de S. Pedro do Sul Alunos Matriculados - 2015/2016 13008 10 E Técnico de Instalações Elétricas Carlos Jorge Oliveira Rodrigues Escola Secundária de São Pedro do Sul 13791 10 E Técnico de Instalações Elétricas Daniel dos Santos Rodrigues Escola Secundária

Leia mais

Ano I Boletim II Outubro/2015. Primeira quinzena. são específicos aos segmentos industriais de Sertãozinho e região.

Ano I Boletim II Outubro/2015. Primeira quinzena. são específicos aos segmentos industriais de Sertãozinho e região. O presente boletim analisa algumas variáveis chaves na atual conjuntura da economia sertanezina, apontando algumas tendências possíveis. Como destacado no boletim anterior, a indústria é o carro chefe

Leia mais

Medo da. bolsa? seu dinheiro #91. Saiba como evitar o temor e investir com segurança em ações

Medo da. bolsa? seu dinheiro #91. Saiba como evitar o temor e investir com segurança em ações #91 seu dinheiro a sua revista de finanças pessoais Medo da bolsa? Saiba como evitar o temor e investir com segurança em ações Imposto claro Compras revelarão carga tributária de cada produto No limite

Leia mais

O AMBIENTE ECONÔMICO. Boletim n.º 05 1º trimestre de 2013. Taxa de juros - SELIC (fixada pelo Comitê de Política Monetária COPOM)

O AMBIENTE ECONÔMICO. Boletim n.º 05 1º trimestre de 2013. Taxa de juros - SELIC (fixada pelo Comitê de Política Monetária COPOM) Boletim n.º 05 1º trimestre de O AMBIENTE ECONÔMICO Taxa de juros - SELIC (fixada pelo Comitê de Política Monetária COPOM) Atividade econômica A economia brasileira, medida pelo desempenho do Produto Interno

Leia mais

Força de greves pode diminuir com evolução de canais de serviços on-line

Força de greves pode diminuir com evolução de canais de serviços on-line Boletim 853/2015 Ano VII 15/10/2015 Força de greves pode diminuir com evolução de canais de serviços on-line O impacto das novas plataformas deve ser maior no médio e longo prazo, principalmente com a

Leia mais

Lista de Contactos do Departamento de Engenharia Informática

Lista de Contactos do Departamento de Engenharia Informática Lista de Contactos do Departamento de Engenharia Informática Gabinete/Cargo Nome Extensão E-mail Diretor Luiz Felipe Rocha de Faria 1450 lef@isep.ipp.pt Sub-diretor(es) António Constantino Lopes 1462 acm@isep.ipp.pt

Leia mais

Cenário Econômico para 2014

Cenário Econômico para 2014 Cenário Econômico para 2014 Silvia Matos 18 de Novembro de 2013 Novembro de 2013 Cenário Externo As incertezas com relação ao cenário externo em 2014 são muito elevadas Do ponto de vista de crescimento,

Leia mais

FEDERAÇÃO DO COMÉRCIO DO PARANÁ PESQUISA CONJUNTURAL DO COMÉRCIO PONTA GROSSA

FEDERAÇÃO DO COMÉRCIO DO PARANÁ PESQUISA CONJUNTURAL DO COMÉRCIO PONTA GROSSA FEDERAÇÃO DO COMÉRCIO DO PARANÁ PESQUISA CONJUNTURAL DO COMÉRCIO ANÁLISE CONJUNTURAL DO MÊS DE JANEIRO DE 2014 PONTA GROSSA Este relatório, referente ao mês de Janeiro de 2014, da Pesquisa Conjuntural

Leia mais

Análise de Endividamento do Consumidor

Análise de Endividamento do Consumidor Belo Horizonte - 2015 A Análise Mensal do Endividamento do Consumidor traça o quadro de endividamento e inadimplência dos consumidores da capital. Essas informações são importantes porque englobam dados

Leia mais

EDITAL Nº.032/2011 PROCESSO SELETIVO PARA PROFESSORES

EDITAL Nº.032/2011 PROCESSO SELETIVO PARA PROFESSORES EDITAL Nº.032/2011 PROCESSO SELETIVO PARA PROFESSORES A Reitoria do Centro Universitário Senac torna público o resultado do processo seletivo para professores, para atribuição de aulas na(s) disciplina(s)

Leia mais

Curso Breve de Inglês Jurídico Calendário das Sessões

Curso Breve de Inglês Jurídico Calendário das Sessões Calendário das Sessões Mês Dia Sala Grupo 1 Janeiro 16, 17, 23, 24, 30 31 Fevereiro 6,7 Grupo 2 Fevereiro 27,28 Março 5,6,12,13,19,20 Grupo 3 Abril 9,10,16,17,23,24 Maio 7,8 Grupo 4 Maio 14,15,21,22,28,29

Leia mais

O cenário econômico atual e a Construção Civil Desafios e perspectivas

O cenário econômico atual e a Construção Civil Desafios e perspectivas O cenário econômico atual e a Construção Civil Desafios e perspectivas 1 O conturbado cenário nacional Economia em recessão: queda quase generalizada do PIB no 2º trimestre de 2015, com expectativa de

Leia mais

Medida Provisória 532/2011

Medida Provisória 532/2011 Ciclo de palestras e debates Agricultura em Debate Medida Provisória 532/2011 Manoel Polycarpo de Castro Neto Assessor da Diretoria da ANP Chefe da URF/DF Maio,2011 Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural

Leia mais

Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superio Resultados da 1ª Fase do Concurso Nacional de Acesso de 2011

Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superio Resultados da 1ª Fase do Concurso Nacional de Acesso de 2011 14286394 ALBANO LUIS ANDRADE PEREIRA Não colocado 14388714 ANA BEATRIZ MARTINS MACHADO Colocada em 3133 9104 14371141 ANA CATARINA MOREIRA LEAL Colocada em 7003 14319342 ANA CATARINA SOUSA RIBEIRO Colocada

Leia mais

- 1 - CARTILHA PARA COMPREENDIMENTO CONTABIL SINDICATO DOS ESTIVADORES DE PARANAGUÁ E PONTAL DO PR-2009

- 1 - CARTILHA PARA COMPREENDIMENTO CONTABIL SINDICATO DOS ESTIVADORES DE PARANAGUÁ E PONTAL DO PR-2009 - 1 - ATIVO = Nossos bens e Direitos No Ativo do Sindicato temos as seguintes contas: - Caixa: É o que está disponível na Tesouraria para pagamento de pequenas despesas. - Banco Conta Movimento: O Sindicato

Leia mais

Pesquisa de Opinião Pública do Comércio Varejista de Corumbá e Ladário

Pesquisa de Opinião Pública do Comércio Varejista de Corumbá e Ladário Pesquisa de Opinião Pública do Comércio Varejista de Corumbá e Ladário Uso do 13º. Salário e Compras de Natal de 2014 Novembro de 2014 Pesquisa de Opinião Pública Natalde 2014 Catalogação Bibliográfica

Leia mais

ecomsys Serviços Tecnológicos

ecomsys Serviços Tecnológicos ecomsys Serviços Tecnológicos Para você que procura o máximo em atendimento! Software de Gestão Consultoria em T.I. Manutenção de Equipamentos Redes Hospedagem de Sistemas Web Design Nossa Empresa Para

Leia mais

Prefeitura Municipal de Nova Ubiratã Gestão: 2001/2004 LEI N 200/2001 DATA: 20 DE DEZEMBRO DE 2001

Prefeitura Municipal de Nova Ubiratã Gestão: 2001/2004 LEI N 200/2001 DATA: 20 DE DEZEMBRO DE 2001 LEI N 200/2001 DATA: 20 DE DEZEMBRO DE 2001 SÚMULA: SÚMULA REGULAMENTA OS SERVIÇOS DE FISCALIZAÇÃO REALIZADOS EM ESTABELECIMENTOS COMERCIAIS, INDUSTRIAIS, PRESTADORES DE SERVIÇOS, E DA OUTRAS PROVIDÊNCIAS.

Leia mais

COMISSÃO ELEITORAL REDUZIDA. Ata da Quarta Reunião

COMISSÃO ELEITORAL REDUZIDA. Ata da Quarta Reunião ELEIÇÃO PARA OS ÓRGÃOS SOCIAIS DA ASSOCIAÇÃO DE ESTUDANTES DA FACULDADE DE CIÊNCIAS DA UNIVERSIDADE DO PORTO COMISSÃO ELEITORAL REDUZIDA Ata da Quarta Reunião Ao sexto dia do mês de novembro de dois mil

Leia mais

Diretor Subdiretores Secretária do Diretor Serviços Administrativos Serviços Financeiros Recursos Humanos Serviço de Alunos Gabinete de

Diretor Subdiretores Secretária do Diretor Serviços Administrativos Serviços Financeiros Recursos Humanos Serviço de Alunos Gabinete de Diretor Subdiretores Secretária do Diretor Serviços Administrativos Serviços Financeiros Recursos Humanos Serviço de Alunos Gabinete de Pós-Graduações e Mestrados Serviços de Gestão Académica Receção /

Leia mais

PREFEITURA DE SÃO GONÇALO DO PIAUÍ AVENIDA MARECHAL CASTELO BRANCO - CNPJ: 06.554.828/0001-78 ANEXO VIII RELAÇÃO DE EMPENHOS EMITIDOS

PREFEITURA DE SÃO GONÇALO DO PIAUÍ AVENIDA MARECHAL CASTELO BRANCO - CNPJ: 06.554.828/0001-78 ANEXO VIII RELAÇÃO DE EMPENHOS EMITIDOS 1 de 8 401001 01/04/2014 02.09.00 12 2028 3.3.90.36.23 4.000,00 4.000,00 ANTONIO FRANCISCO LOPES 401002 01/04/2014 02.09.00 12 2028 3.3.90.36.23 3.000,00 3.000,00 JANUARIO PEREIRA DE SOUSA 401003 01/04/2014

Leia mais

161718 - Agrupamento Escolas Castro Daire 343717 - Escola Básica dos 2.º e 3.º Ciclos de Castro Daire. Relação de Alunos

161718 - Agrupamento Escolas Castro Daire 343717 - Escola Básica dos 2.º e 3.º Ciclos de Castro Daire. Relação de Alunos 343717 - Escola Básica dos 2.º e 3.º s de Castro Daire Turma : A 1498 1 Ana Catarina Costa Esteves 14920 2 Ana Francisca da Silva Fernandes 16292 3 Beatriz Monteiro Andrade 14409 4 Camila Almeida Oliveira

Leia mais

Entrevista: Duke passa de alvo de aquisições para investidora

Entrevista: Duke passa de alvo de aquisições para investidora Entrevista: Duke passa de alvo de aquisições para investidora Wellington Bahnemann São Paulo Mickey Peters, presidente da Duke Energy no Brasil, demonstra entusiasmo ao falar das perspectivas da companhia

Leia mais

Rafael de Farias Costa Moreira (Sebrae)

Rafael de Farias Costa Moreira (Sebrae) Rafael de Farias Costa Moreira (Sebrae) Metodologia Entrevistas por telefone com 9.657 Microempreendedores Individuais feitas em abril de 2015. Análise da base de dados do Microempreendedor Individual

Leia mais

A FORMAÇÃO DOS PREÇOS DO ETANOL HIDRATADO NO MERCADO BRASILEIRO DE COMBUSTÍVEIS

A FORMAÇÃO DOS PREÇOS DO ETANOL HIDRATADO NO MERCADO BRASILEIRO DE COMBUSTÍVEIS A FORMAÇÃO DOS PREÇOS DO ETANOL HIDRATADO NO MERCADO BRASILEIRO DE COMBUSTÍVEIS Prof. Drº Nilton Cesar Lima Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade Universidade Federal de Alagoas AGENDA Objetivos

Leia mais

Escola de Educação Profissional Newton Paiva

Escola de Educação Profissional Newton Paiva ADRIANE RIBEIRO DE OLIVEIRA Técnico em Secretaria Técnico em Secretaria - 072MTSMA002 042MTHTP001 Gestão da Secretaria 082MTEVMA001 ALINE BASTOS DE BARROS 112MTSBTP004 Prática Profissional I 112MTSBTP002

Leia mais

Fiec entra na Justiça contra norma fiscal sobre importados

Fiec entra na Justiça contra norma fiscal sobre importados Fonte: Dr. Richard Dotoli (sócio do setor tributário na SCA Rio de Janeiro) MEDIDA DO CONFAZ Fiec entra na Justiça contra norma fiscal sobre importados 01.05.2013 A ação requer que indústrias importadoras

Leia mais

TABELA 1 Destaques dos seis maiores bancos Brasil - 2013

TABELA 1 Destaques dos seis maiores bancos Brasil - 2013 DESEMPENHO DOS BANCOS EM 2013 Resultados diferenciados e fechamento de postos de trabalho caracterizaram o desempenho do setor bancário em 2013 Em 2013, os seis maiores bancos do país 1 apresentaram resultados

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 11 Pronunciamento sobre a questão

Leia mais

Empresas Certificadas

Empresas Certificadas Empresas Certificadas 2012 Amazonas Distribuidora de Energia Associação de Mantenedores e Beneficiários da Petros Associação Franciscana da Divina Providência Banco Bradesco S.A. Banco do Brasil S.A. Banco

Leia mais

5 ECONOMIA MONETÁRIA E FINANCEIRA

5 ECONOMIA MONETÁRIA E FINANCEIRA 5 ECONOMIA MONETÁRIA E FINANCEIRA Os sinais de redução de riscos inflacionários já haviam sido descritos na última Carta de Conjuntura, o que fez com que o Comitê de Política Monetária (Copom) decidisse

Leia mais

Sistema Financeiro e os Fundamentos para o Crescimento

Sistema Financeiro e os Fundamentos para o Crescimento Sistema Financeiro e os Fundamentos para o Crescimento Henrique de Campos Meirelles Novembro de 20 1 Fundamentos macroeconômicos sólidos e medidas anti-crise 2 % a.a. Inflação na meta 8 6 metas cumpridas

Leia mais

Apuração do lucro líquido no comércio Edição de bolso

Apuração do lucro líquido no comércio Edição de bolso 01 Apuração do lucro líquido no comércio Edição de bolso A série SAIBA MAIS esclarece as dúvidas mais frequentes dos empresários atendidos pelo SEBRAE-SP nas seguintes áreas: Organização Empresarial Finanças

Leia mais

UESB - VESTIBULAR 2014.1 RELAÇÃO DE FISCAIS SUPLENTES COLÉGIO OFICINA

UESB - VESTIBULAR 2014.1 RELAÇÃO DE FISCAIS SUPLENTES COLÉGIO OFICINA COLÉGIO OFICINA 1. 12769 SHIRLEY DE QUEIROZ SANTOS FT 2. 10670 AMINNE ZAMILUTE PAIVA ALUNO 3. 12565 - ANDRÉIA PEREIRA GIOVANNI DA COSTA ALUNO 4. 7400 - KEILA SOARES SILVA ALUNO 5. 10782 CINTIA CRISTINA

Leia mais

ESCOLA E.B. 2,3 DE LAMAÇÃES 2013-2014

ESCOLA E.B. 2,3 DE LAMAÇÃES 2013-2014 5º1 1 ANA CATARINA R FREITAS SIM 2 BEATRIZ SOARES RIBEIRO SIM 3 DIOGO ANTÓNIO A PEREIRA SIM 4 MÁRCIO RAFAEL R SANTOS SIM 5 MARCO ANTÓNIO B OLIVEIRA SIM 6 NÁDIA ARAÚJO GONÇALVES SIM 7 SUNNY KATHARINA G

Leia mais

Poder Judiciário Página 1 of 6 Justiça Federal - 2a Região Seção Judiciária do RJ

Poder Judiciário Página 1 of 6 Justiça Federal - 2a Região Seção Judiciária do RJ Poder Judiciário Página 1 of 6 Justiça Federal - 2a Região Seção Judiciária do RJ ATA DA 7ª SESSÃO DE JULGAMENTO DO ANO DE 2015 DA 05ªTR, REALIZADA NO DIA 30/06/2015 ÀS 14:00 h QUANDO PUBLICADAS AS DECISÕES,

Leia mais

Relatório Econômico Mensal Agosto 2011

Relatório Econômico Mensal Agosto 2011 Relatório Econômico Mensal Agosto 2011 Tópicos Economia Americana: Confiança em baixa Pág.3 EUA X Japão Pág. 4 Mercados Emergentes: China segue apertando as condições monetárias Pág.5 Economia Brasileira:

Leia mais

http://www.opovo.com.br/app/colunas/opovoeconomia/2014/05/15/notopovoeconomia, 3250972/quanto-custa-uma-arvore-e-202.shtml

http://www.opovo.com.br/app/colunas/opovoeconomia/2014/05/15/notopovoeconomia, 3250972/quanto-custa-uma-arvore-e-202.shtml http://www.opovo.com.br/app/colunas/opovoeconomia/2014/05/15/notopovoeconomia, 3250972/quanto-custa-uma-arvore-e-202.shtml Quanto custa uma árvore? E 202? A sombra de uma árvore tem seu valor e não é só

Leia mais

Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região - Lista de Partes dos Autos Judiciais Sujeitos à Eliminação ou Preservação Seletiva - Edital GP Nº 03/2012

Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região - Lista de Partes dos Autos Judiciais Sujeitos à Eliminação ou Preservação Seletiva - Edital GP Nº 03/2012 1 00052006920025020314 04 ESTAÇÕES POLPAS DE FRUTAS, SUCOS E CONGELADOS 4º VT de Guarulhos 01/11/2002 29/06/2005 369/2005 2 02354005020045020041 100 LIMITE IND E COM DE PÃES LTDA 41º VT de São Paulo -

Leia mais

Informe Econômico N 3

Informe Econômico N 3 Conjuntura Econômica Gerente Legislativa: Sheila Tussi da Cunha Barbosa Analista Legislativa: Cláudia Fernanda Silva Almeida Assistente Administrativa: Quênia Adriana Camargo Ferreira Estagiário: Tharlen

Leia mais

Todo início de ano é a mesma coisa: fazemos a

Todo início de ano é a mesma coisa: fazemos a Entre nós www.marinhodespachantes.com Novas oportunidades! de todos nossos clientes, parceiros, amigos e colaboradores em 2012 e renovar nosso contrato de amizade para 2013 Elza Aguiar Presidente Todo

Leia mais

SINCOR-SP 2015 JUNHO 2015 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS

SINCOR-SP 2015 JUNHO 2015 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS JUNHO 2015 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS 1 Sumário Palavra do presidente... 3 Objetivo... 4 1. Carta de Conjuntura... 5 2. Análise macroeconômica... 6 3. Análise do setor de seguros 3.1. Receita

Leia mais

NOVO EDITAL - ALUNOS ERASMUS 2011/2012

NOVO EDITAL - ALUNOS ERASMUS 2011/2012 NOVO EDITAL - ALUNOS ERASMUS 2011/2012 UNIVERSITAT DE VALÈNCIA (E VALENCI 01) Odontology Sara Marilyn Pereira de Jesus 4º João Ricardo Oliveira Ferreira de Moura - 4º Psychology Sara Lúcia Maia Murillo

Leia mais

Finanças dos clubes de futebol do Brasil em 2011

Finanças dos clubes de futebol do Brasil em 2011 Finanças dos clubes de futebol do Brasil em 2011 Maio 2012 A BDO é a quinta maior empresa de auditoria e consultoria do Brasil, e realiza estudos e análises sobre a Indústria do Esporte, por meio de sua

Leia mais

A SECRETARIA MUNICIPAL DO MEIO AMBIENTE, no uso das atribuições legais, expediu as

A SECRETARIA MUNICIPAL DO MEIO AMBIENTE, no uso das atribuições legais, expediu as A SECRETARIA MUNICIPAL DO MEIO AMBIENTE, no uso das atribuições legais, expediu as seguintes Licenças: Esquina Grill Bar e Lanchonete LTDA-ME torna público que recebeu da SEMA a Licença Ambiental Simplificada

Leia mais